terça-feira, 25 de maio de 2010

Mídia já divulga nova proposta do governo para os educadores


No final da noite de segunda-feira, após a reunião entre o Sind-UTE e o governo, a mídia mineira divulgou alguns termos da nova proposta do governo para ser apreciada pela assembléia estadual dos educadores nesta terça-feira. Na verdade, esta proposta é aquela encaminhada pela direção do Sind-UTE ao governo após a reunião do dia 12.05 e que ele não havia concordado.

De acordo com a mídia (veja links abaixo) o governo oferece os seguintes pontos:

1) o não corte do ponto e o pagamento dos dias parados em folha separada, ainda em junho, mediante apresentação de calendário de reposição;

2) a formação de uma comissão paritária sindicato-governo para estudar a revisão das carreiras da educaação e incorporação de gratificações. A comissão teria o prazo de 20 dias para apresentar resultados e mais 10 dias para o governo enviar um projeto de lei ao Legislativo.

Estas e outras propostas estão condicionadas ao fim da greve e ao imediato retorno ao trabalho pelos educadores.

Pelo que foi divulgado pela grande mídia, não há nenhuma proposta concreta de aumento de salário para este ano, só a comissão que vai estudar a revisão de carreira, que ninguém sabe o que isso significa e nem para quando entrará em vigor a tal revisão de carreira.

Mas, vamos esperar os termos detalhados que o sindicato vai ler para os trabalhadores durante a assembléia para formularmos uma decisão. De imediato, a minha opinião já manifestada aqui é a de que as negociações deveriam ocorrer com a greve em pleno vigor, pois assim teríamos um instrumento de pressão sobre o governo.

A assembléia de hoje, dia 25, decidirá os rumos do nosso movimento.

Links associados da grande mídia:

- Portal Uai
- Hoje em Dia
- Blog do Benny

8 comentários:

  1. É um absurdo como foi mesquinha a estratégia do governo: "comprou" de alguma forma o julgamento de ilegalidade da greve e com esse resultado vai poder contratar pessoas pra nos substituir...
    Será que ninguém pode recorrer à Justiça Nacional pra reverter essa situação? Pois tendo pessoal no nosso lugar a greve perde seu sentido...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Será que mais uma vez a greve ira acabar apenas com sinais de promessa?

    ResponderExcluir
  3. O Governo está usando de estratégia para voltarmos e enfraquecer nosso movimento. Se ele não cumprir não conseguiremos unir essa multidão novamente. Vamos esperar os 20 dias.

    ResponderExcluir
  4. Precisamos valorizar o profissional da educacao!!! Sr governador, o que permite avanco das negociacoes NAO é a declaracao da greve como ilegal e nem autorização para novas contratações. Eh negociando com a categoria e apresentando propostas justas!!!

    ResponderExcluir
  5. HILDA (PEDRO LEOPOLDO/VESPASIANO)25 de maio de 2010 09:28

    Deixem eles colocarem substitutos no nosso lugar!
    Primeiro: quero ver se encontram; segundo: se encontrar, terao hbilitacao que nem nós!? Daqui a pouco os pais e alunos vao começar a gritar pros 4 cantos que nao estao gostando. Aí,sim,talvez eles aliem à nossa luta e comecem a cobrar de quem é de direito a cobrança (as SEE e ao governo). Sou a favor de aguardarmos, paralisados, as negocicoes. Isto é garantia!

    ResponderExcluir
  6. Acho que as negociações deveriam continuar com a Greve em curso.

    ResponderExcluir
  7. É triste mais uma vez voltaremos sem conseguir nossa reivindicação maior ... não adianta tentar me convencer que existiram ganhos, não cortar ponto, pagar em folha separada...para isso não precisaríamos ter parado.Escolhi assinar anônimo, pois depois dessa não tenho ÂNIMO pra mais nada, vou juntar meu material e voltar a fazer o que querem que eu faça DAR AULAS.

    ResponderExcluir
  8. Anônimo não desanima não, não paramos esta greve por falta de coragem ou por falta de força, ela foi temporariamente suspensa para que seja levantadas e homologadas as reformas que haverá no vencimento básico e no piso salarial, foi dado 25 dias de prazo para estar homologado estes, caso não ocorrar voltaremos a greve, vamos dar mais um voto para a pessoa que articulou e esteve conosco neste movimento, pois se a Beatriz estará fazendo a nossa representação - e já vimos que ela tem força, garra, e peito para nos representar..... Tenho certeza de nossa vitória. Abraço grande, Flávia

    ResponderExcluir