terça-feira, 30 de agosto de 2011

Uma pauta para a mesa de negociação





Hoje pela manhã, ocupação da SRE Metropolitana C pelos combatentes do NDG. (Fotos: Elenice Vidal)



Em Juiz de Fora, vídeo que registra a prisão de um professor durante manifestação pacífica dos estudantes de escolas públicas. Como se não bastasse, o governo agora ameaça os designados de demissão. É este o diálogo que o governo está pregando pela TV?


***

Uma pauta para a mesa de negociação


Turma do combate, valentes membros do NDG,

Como tem acontecido mesmo antes da greve, vamos apresentar para a apreciação de todos uma proposta para a negociação com o governo. Para isso, queremos abordar os principais pontos sobre os quais seguramente surgirão diferentes interpretações e análises. O governo poderá apresentar a sua proposta. É bom que saibamos quais são os pontos sobre os quais não abrimos mão.

O primeiro ponto de pauta, inegociável, do meu ponto de vista, é a implantação do piso no nosso vencimento básico. Pode ser o piso proporcional do MEC, mas tem que ser integral, sem escalonamento.

E aqui haverá a dúvida: a partir de quando? Existem na verdade três datas possíveis: janeiro de 2010, segundo a lei do piso; abril de 2011, data do julgamento do mérito da ADI 4167; e agosto de 2011, data da publicação do acórdão.

Pessoalmente penso que a primeira data - janeiro de 2010 -, embora seja a mais justa, dificilmente será conquistada na mesa de negociação. Seja porque é um tema que está sendo questionado no STF, ou porque o governo alegará que neste período estava sob a cobertura da liminar do STF - que definiu o piso como remuneração -, além dos argumentos orçamentários. A decisão final será dada pelo STF - e isso ainda pode demorar um pouco, talvez 10 dias, 15 ou mais. E claro que, seja da parte do governo, ou da parte dos trabalhadores, quem ganhar vai querer levar.

Vamos tomar aqui, na nossa proposta, a data mais conservadora, numa demonstração de que estamos dispostos a negociar, obviamente que sem abrir mão dos nossos direitos pretéritos. Consideremos então que o piso deve ser implantado no mínimo a partir de agosto de 2011.

E a data anterior? Em relação ao piso, ficaremos na dependência do STF. Se ele julgar que a data correta é janeiro de 2010 ou maio / abril de 2011, cobraremos na justiça (ou em negociação) o pagamento retroativo a uma destas datas. Com o piso implantado, o que vier do período anterior será lucro. Prossigamos.

O segundo ponto inegociável são as nossas gratificações e vantagens. Vou citar as principais: pó de giz (20%), biênio (5% a cada dois anos), quinquênio (10% a cada cinco anos), gratificação por pós graduação (entre 10% e 50%), auxílio transporte, entre outras. Além disso, consideramos inegociáveis os percentuais que constam do nosso plano de carreira: 22% para mudança de nível e 3% para progressão.

O terceiro ponto que devemos colocar é sobre a devolução de todas as somas confiscadas indevidamente dos servidores em greve, desde o dia 08 de junho, início da nossa greve. Queremos receber de forma integral e antecipada a diferença que nos foi confiscada, aí incluídos os cortes e a redução aplicada com a mudança de sistema remuneratório. Ou seja, entre junho e agosto de 2011, o governo não apenas cortou os dias em greve, como aplicou uma redução em relação ao reajuste que estava pagando a partir de janeiro de 2011.

Aqui se discute muito a questão da reposição das aulas. Ao contrário de algumas legítimas manifestações que tenho lido aqui no blog, sou partidário de que devemos realizar sim as reposições, desde que o governo pague integralmente e de forma antecipada aquilo que nos tirou. E explico a seguir o porquê da minha posição.

Muitos colegas argumentam que a não reposição seria uma forma de vingança sobre o ato ilegal e imoral do governo, que teria cortado os nossos salários. Ocorre, colegas, que não podemos realizar essa vingança em cima dos alunos. Só de conseguirmos que o governo pague antecipadamente o que nos tirou, já teremos feito a nossa vingança. Agora, se não nos dispusermos a realizar a reposição das aulas, o governo utilizará esta posição para jogar os alunos e os pais de alunos contra a nossa categoria. Lembremos que essa não será a nossa última greve e precisaremos do apoio de todos - como aliás, temos recebido o apoio de alunos e seus pais.

Não podemos, portanto, recusar a este compromisso profissional e moral de repor as aulas e os conteúdos. Claro que se o governo não nos pagar integral e antecipadamente e vier com essa lorota de que pagará após a reposição, aí sim, não temos obrigação de repor e teremos moral para conversar com a comunidade e defender o nosso ponto de vista. Neste caso, que o governo contrate substitutos para os finais de semana e aguente as consequências pela sua atitude. Mas, caso o governo pague o que temos direito, então devemos repor.

Claro que devemos exigir um calendário de reposição mais flexível, que não provoque grande desgaste físico e psicológico aos educadores e aos alunos. Podemos e devemos concluir que não trabalharemos, em hipótese alguma, aos domingos, e que queremos pelo menos um ou dois sábados do mês para o nosso merecido descanso. Além disso, não abrimos mão de pelo menos um terço do mês de janeiro de 2012 para as nossas merecidas férias. E que, para compensar esta sobrecarga de trabalho, o mês de julho de 2012 será de férias integral. Esta e outras propostas poderão se realizar a critério de cada escola, respeitando o princípio da autonomia e da vontade comum entre os alunos e os professores, e não a da direção da escola ou da SEE-MG.

Outro ponto inegociável é que o governo envie um projeto de lei em caráter de urgência para a ALMG implantado o piso, com as características descritas acima e com a garantia de que o governo cumprirá as regras de reajuste salarial anual previstas na Lei do Piso. De maneira alguma essa questão poderá ficar submetida aos tais limites da LRF ou a qualquer outro, no âmbito estadual. Deve-se afirmar o caráter nacional do piso, não submetido às limitações regionais.

Com relação a quem tem direito ao piso, o princípio geral é o de que todos têm tal direito. Ocorre que o governo tem insistido que o subsídio é uma forma de pagamento do piso. Claro que não concordamos, mas somente a Justiça poderá dirimir essa questão - e para isso a ADI 4631 está em processo de apreciação no STF. Podemos e devemos exigir do governo que haja pelo menos uma nova data de abertura, após a implantação do piso, para que aqueles que ficaram no subsídio, especialmente os designados, que não tiveram escolha, que possam retornar para o sistema de vencimento básico.

Neste caso, o governo implantaria o piso imediatamente para os 153 mil educadores que fizeram opção pelo antigo sistema remuneratório e criaria um calendário para o retorno opcional dos demais educadores, pelo seguinte critério: os designados teriam um prazo de 30 dias para optarem ou não para o sistema de vencimento básico, a partir do qual seria implantado o piso. Os aposentados teriam um novo prazo de 60 dias, desta vez com amplo chamamento e explicação do teor dos dois sistemas, com as tabelas implantadas, para que possam escolher livremente. Os educadores na ativa (efetivos e efetivados), que ficaram no subsídio, teriam um prazo de 90 dias para retornarem ou não ao sistema de vencimento básico. A partir dos períodos de tempo citados o piso seria implantado para os educadores que optarem pelo sistema de vencimento básico.

Como já foi dito aqui no blog, existem os educadores que gostaram do subsídio. Devemos dar a eles o direito de permanecer neste sistema, que na minha opinião está em extinção, mas poderá ser mantido para os poucos que preferirem ficar no subsídio.

Devemos exigir do governo que o edital do concurso seja alterado e que conste o antigo sistema remuneratório, senão como sistema único, pelo menos como sistema alternativo, para escolha do concursado.

Outro ponto que deve constar da nossa negociação: nenhuma punição ou perseguição aos educadores em greve, garantindo a contagem deste período de greve, sem prejuízo da vida funcional ou para quaisquer outros fins. E que o governo estabeleça também um cronograma para dar posse aos novos diretores eleitos / indicados pela comunidade escolar.

Em suma, e resumindo, eis o esboço do que considero razoável para uma negociação com o governo (razoável, não o ideal, que merecemos, claro):

1 - implantação do piso salarial no nosso contracheque a partir, no mínimo, de agosto de 2011. Nada de escalonamento. Após a manifestação do STF sobre o retroativo, devemos, caso tenhamos direito, ingressar na Justiça para receber o período retroativo;

2 - manutenção das gratificações e vantagens que constam do nosso plano de carreira;

3 - devolução integral e antecipada dos cortes e da redução de salários do período da greve. Esta é a condição para a nossa reposição, em calendário que será discutido de forma autônoma pelo sindicato e pelos educadores e comunidade escolar em cada unidade de ensino;

4 - projeto de lei em caráter de urgência, definindo a implantação do piso e adotando as regras de reajuste anual do piso de acordo com a Lei 11.738/2008;

5 - abertura de um novo período de opção de carreira para aqueles que permaneceram no subsídio, seja de forma compulsória ou não. Ainda neste ponto, exigir a mudança dos termos do edital do concurso, adequando-o ao sistema de remuneração pelo piso, senão de forma exclusiva, pelo menos como alternativa para os novos concursados;

6 - garantia de não punição, não perseguição e nenhum prejuízo na carreira dos educadores que aderiram e participaram (participam) da nossa maravilhosa greve.

São estes os pontos que submeto à apreciação dos nossos aguerridos colegas de luta.

Um forte abraço a todos e força na luta!

***

P.S. Neste momento, às 9h48m, acabo de receber a notícia de que um grupo de bravos educadores, membros do NDG de Vespasiano, São José da Lapa, Venda Nova e Ribeirão das Neves, realizam manifestação na SRE Metropolitana C, na av. Portughal, em Belo Horizonte. Chegaram inclusive a ocupar o local, inviabilizando um café que aconteceria em homenagem à diretora daquela SRE. Essa turma não é de brincadeira não, meu filho, rsrs!

289 comentários:

  1. CHARLOTTE SAMPAIO FICOU LEGALISTA:

    ^^^^ Vamos tomar aqui, na nossa proposta, a data mais conservadora, numa demonstração de que estamos dispostos a negociar ^^^^

    ??? UAI, SÔ... mas é greve desde o início não foi feita pra negociar nada, e sim pra cumprir uma lei!!!

    ??? Então, o PRAZO não tem que ser negociado não... ele faz parte da lei do PISO.


    ??? CUMPRA-SE A LEI!!!

    ResponderExcluir
  2. A Beatriz, deverá ser muito didática hoje na reunião com o Ministério Público.

    Deve-se saber explicar que o piso salarial proporcional significa R$712,00.

    Nossa primeira reivindicação é o cumprimento da lei.

    ResponderExcluir
  3. O Governo terá a oportunidade de mostrar sua GRANDEZA, na questão da Educação em nosso Estado.

    ResponderExcluir
  4. Temos esperanças no BOM SENSO do Governo de Minas Gerais, na solução desta crise na Educação.

    Não somos contra o Governo.

    Apenas somos a favor de que a JUSTIÇA seja feita com a categoria dos Professores.

    ResponderExcluir
  5. Que bom que os entendimentos começaram.

    ResponderExcluir
  6. OBSERVATÓRIO DA CHARLOTTE SAMPAIO:

    //P.S. Neste momento, às 9h48m, acabo de receber a notícia de que um grupo de bravos educadores, membros do NDG de Vespasiano, São José da Lapa, Venda Nova e Ribeirão das Neves, realizam manifestação na SRE Metropolitana C, na av. Portughal, em Belo Horizonte. Chegaram inclusive a ocupar o local, inviabilizando um café que aconteceria em homenagem à diretora daquela SRE. Essa turma não é de brincadeira não, meu filho, rsrs! ///


    EXEMPLO PRA TODAS(OS) NÓS!!!

    atitudes assim é que vão abaixar o topete de DITADORZINHO de 1/2 PATACA

    ResponderExcluir
  7. Rosilene ( Conselheiro Pena )
    Que Deus ilumine a Beatriz e todos integrantes dessa reunião a nosso favor.
    Abraços aos colegas do NDG.

    ResponderExcluir
  8. não concordo com a reposição, pois se o nosso salário não foi pago, não devemos nada pra ninguém.Greve com reposição é troca de calendário e o governo nunca nos respeitará.Ele que contrate substitutos.

    ResponderExcluir
  9. O Burro do governador, que se diz professor de direito, não aprendeu em suas lições que lei é lei, não existe negociação para cumprir uma lei.Deixe de ser Burro Excelentissimo governador Pague o que você, deve. Se o transito tá um caos nos dias de assembleia, se os alunos estão sem aula a culpa é só sua governador. Daqui uns dias os criminosos vao querer negociar como eles vao cumprir a lei parcialmente tambem. Fala sério.......

    ResponderExcluir
  10. O Sind-Ute de Caratinga esta voltando nas escolas que ainda estavam trabalhando e estamos conseguindo uma adesão fora do normal os professores estão indignados com a fala do "nosso" Governador, onde ele parabeniza aos que ainda estão dentro de sala.Coitado o Governo a cada dia é infeliz na sua colocação.Queremos que ele continue falando asneira e engrossando o nosso movimento ele vai ter o que merece....Juntos somos mais!!!!!A força vem do povo e o povo esta esperto só voltamos com o piso essa é a negociação.PISO PRA CÁ AULA PRA LÁ.Agradeço a Deus pela força nesta luta desigual e agradeço a todos que indiferente de quanto tempo esta parado esta na luta!!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Cara combativa CHARLOTTE SAMPAIO,

    A lei define o período de implantação do piso, mas esta data foi alterada pela liminar do STF até o julgamento do mérito, que aconteceu em abril de 2011.

    Como quatro desgovernadores ingressaram com embargos no STF, pedindo para que este período seja considerado tal como a decisão liminar do STF - ou seja, como remuneração total -, teremos que aguardar para saber qual será de fato a decisão final do STF.

    Mas, não estamos abrindo mão dos nossos direitos. Apenas apresentando uma forma imediata para iniciar o pagamento do piso. O que ganharmos depois - se ganharmos, claro - cobraremos do governo, de forma negociada ou na justiça.

    Um abraço e força na luta!

    ResponderExcluir
  12. FARRAPO? Esses governos já estão esfarrapados há tempos!

    "Farrapo.
    Ontem, o senador Aécio Neves (PSDB) disse que o salário pago aos professores em Minas "não é o ideal". Aécio responsabilizou o governo federal, que, segundo ele, não transfere receitas suficientes para Estados e municípios. "Nós só vamos remunerar melhor no momento em que o Estado se fortaleça ainda mais, buscando arrecadar mais e nós saiamos desse farrapo de federação que existe hoje no Brasil". (JS com Cristiano Martins)"

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=180885,OTE

    Veja essa do Senador Mineiro querendo proteger o seu afilhado ao mesmo tempo que transfere a questão do nosso piso para o governo federal. E ainda considerando que o governo mineiro só vai nos remunerar melhor quando o estado se fortalecer ainda mais. É um argumento muito cínico, pois a todo instante os jornais divulgam que Minas continua cada vez mais rica, haja vista uma matéria exposta no portal uai semana passada. Então vamos esperar mais o quê? Sermos feitos de bobos? Chega dessa história de esperar bolo crescer para depois dividi-lo, já faz umas 4 décadas que estamos esperando uma fatia melhor desse bolo e até hoje não chegou as nossas mãos.
    Esse senador e a sua trupe são uns FARRAPOS HUMANOS E POLÍTICOS!

    ResponderExcluir
  13. Temos muita vontade de voltarmos para as salas de aula.
    Que a estabilidade seja alcançada, para trabalharmos em paz.

    ResponderExcluir
  14. Vamos ser pacientes para ouvir e analisar a primeira proposta do Governo.

    Queremos um final feliz para este litígio.

    ResponderExcluir
  15. Vamos ser coerentes.

    ResponderExcluir
  16. Eu ler leve para a mesa de negociação a questão da proporcionalidade, não eexiste pagar em proporção, o piso deve ser integral, conforme a eli. É preciso mostrar a interpretação correta desse texto!!!

    ResponderExcluir
  17. ESTE COMENTÁRIO POSTADO NO JORNAL O TEMPO, SERÁ QUE PROCEDE MESMO? SERÁ QUE É ESTA A PRETENSÃO DO GOVERNO?


    30/08/2011 - 10h06
    José Ronaldo - João Monlevade

    E OS CAMPI DA UEMG QUE VAI IMPLANTAR ATÉ O FINAL DO MANDATO? DE ONDE SAIRÁ O DINHEIRO PARA TAL INVESTIMENTO? SERÁ QUE É POR ISSO QUE O GOVERNO NÃO QUER PAGAR O PISO?

    Vai tirar das costas dos professores para alavancar o seu plano de governo. A implantação das UEMGs vai levar esse valor que a Secretária Renata e o governador dizem que vai ter que injetar na folha de pagamento. A questão não é deixar de instituir uma universidade no Estado, porque afinal é necessário, mas não pode, também, fazer os professores do ensino básico pagar por esse investimento. Deve ser por isso que o governo está protelando e tentando, junto à justiça não pagar de acordo a Lei o piso dos professores, porque pensa em outro investimento futuramente. Os professores fiquem atentos com relação a isso, seus salários vão financiar o ensino superior em Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  18. CHARLOTTE SAMPAIO ADVERTE:

    MINHA PAIXÃO PELO PROFESSOR NÃO ME CEGA!!!
    O sucesso dessa greve, VENHAMOS E CONVENHAMOS, em GRANDE medida, deve-se a sua abnegação e inteligência. Sou sua fã... mas tô ligada o tempo todo!!!
    Tô na luta de corpo e alma!!!
    Parabéns e obrigada por tudo que tem feito pela nossa JUSTA CAUSA!!!
    que Lênin e Marx (já que vocês gostam tanto desse povo) iluminem seus passos nessa jornada!
    Abraço vermelhinho!!!

    ResponderExcluir
  19. Entendimento e sabedoria nesta hora.

    Precisamos de estabilidade e paz para a categoria dos Professores.

    Queremos trabalhar.

    Que Deus ilumine a Beatriz.

    ResponderExcluir
  20. Você é demais!!!
    Queremos conhecê-lo amanhã, sei que você não tem necessidade desta exposição, mas nós, seus seguidores, temos.
    Não precisa falar nada se não quiser, mas compareça na tribuna, palanque... e se apresente. Você foi responsável por nos manter informados, nos alimentou de conhecimento e energia.
    Martinha

    ResponderExcluir
  21. Euler,
    Bom dia!
    Sabe se alguns dos 4 estados entraram com recurso contra o Acórdão?O prazo acaba amanhã não é?


    Atenciosamente,

    Aparecida

    ResponderExcluir
  22. URGENTE, URGENTE, URGENTE !!!

    O NDG ocupa a METROLITANA C neste
    momento e surpreende convidados
    da aniversariante !!!
    "O bolinhoooo não vai dar pra todos,
    que pena !!! rs rs rs "

    O SindUTE pede a todos para que todos compareçam na assembleia de amanhã de BLUSA PRETA.


    Colaboradores: Ana Cristina e Karina Silva

    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Governador Anastasia: Para pagar o piso, comece cortando o seu próprio salário e destas duas secretárias que estão ao seu lado. Só daí, daria para pagar 207 professores. Lembrando-lhe ainda de que nos deve 10% de aumento que V.Sa. repassou para quem é do subsídio e que nos foi retirado por voltarmos ao antigo regime. Seja homem pelo menos uma vez na vida e peça demissão por não dar conta desta administração estadual. Não é o governador que não quer pagar piso e sim é o Anastasia; pois qualquer outro governador que estivesse em seu lugar já teria pago o piso e encerrado esta greve. Nós professores queremos voltar às salas de aula, é a nossa vida; mas sem o piso, jamais. Paulo/Sete Lagoas

    ResponderExcluir
  24. Beatriz,

    Leve um dossiê da realidade da Educação em Minas Gerais e dê ao Procurador geral do Ministério Público.

    Vamos mostrar boa vontade para a solução desta crise na Educação.

    Queremos voltar a trabalhar, porém com justiça salarial.

    ResponderExcluir
  25. Vamos ter boas expectativas na solução desta crise na Educação.

    Com BOM SENSO, ENTENDIMENTO E SABEDORIA, vamos alcançar uma solução.

    Que Deus ilumine a todos.

    ResponderExcluir
  26. Quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos.... (Nossa vitoria, nosso piso no contracheque)
    Quero ver brotar o perdão onde a gente plantou, juntos outra vez. Já sonhamos (Lutamos) juntos semeando as canções no vento. Quero ver crescer nossa voz no que falta sonhar. Já choramos muito, muitos se perderam no caminho(foram muitos os momentos de angustia).
    Mesmo assim não custa inventar uma nova canção que venha nos trazer Sol de primavera abre as janelas do meu peito a lição sabemos de cor só nos resta aprender...

    ResponderExcluir
  27. Isabel Assumpção - Manhuaçu30 de agosto de 2011 11:07

    Bom dia a todos,
    concordo plenamente com nosso comandante e com todos que primam pela ordem e paz. Deus abençoe aos que estiverem na negociação e retire do governo este espírito de burrice e covardia contra os de baixo. FORÇA, UNIDADE e PAZ. Até a vitória. Grande abraço,
    Isabel.

    ResponderExcluir
  28. Neste momento,

    Vamos rezar e pedir a Deus que ilumine a Beatriz.

    Queremos a solução deste impasse.

    Vamos agir com inteligência mesmo diante de um tratamento não inteligente.

    Somos professores e queremos dar aulas.

    ResponderExcluir
  29. Precisamos de estabilidade e paz para a categoria dos Professores, possam exercer suas funções.

    ResponderExcluir
  30. Hoje, vamos perceber a verdadeira disposição do Governo para a solução desta crise.

    ResponderExcluir
  31. Anônimo(a) das 10:54,
    Que bonitinho!
    Fiquei emocionada, viu?
    Você lembrou bem: essa letra é linda.
    Tenhamos fé.
    Pensamentos positivos.
    Obrigada por esse seu post.
    Beijo carinhoso,
    Lúcia Zen.

    ResponderExcluir
  32. Fátima - Professora de História - Ubá30 de agosto de 2011 11:22

    "Temos que esperar o bolo crescer para depois dividir". A célebre frase dita pelo deputado Federal Delfim Netto, Czar da ECONOMIA durante o regime militar, parece que continua inspirando o cenário político brasileiro.
    Este bolo já cresceu, se multiplicou várias vezes, e até hoje nem o farelo sobrou para o povo.
    Esperar o Estado se fortalecer, vá pedir isso para os políticos que recebem salários faraônicos.
    Conta outra lorota, porque essa nós não caímos não.

    ResponderExcluir
  33. Educadora de Contagem30 de agosto de 2011 11:23

    Caro Euler,
    Vc sabe me dizer se amanhã (31/08)teremos a presença do MST, da via campensina e de alunos universitários?
    Puxa vida!!! na assembleia do dia 24 eles nos ajudaram e muito, deu um toque de magia em nossa assembleia.
    Até a vitória, SEM O PISO NÃO PISAMOS NA ESCOLA!

    ResponderExcluir
  34. Está tudo ERRADO!
    O órgão que existe para FISCALIZAR E COBRAR DO GOVERNO O CUMPRIMENTO DAS LEIS, o MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL está sendo MANDADO pelo governo para intermediar as negociações junto ao Sindicato sem a presença do DESCUMPRIDOR DA LEI FEDERAL... ONDE ESTÁ A JUSTIÇA DESTE PAÍS? DESTE ESTADO?

    ResponderExcluir
  35. NÃO É POSSÍVEL QUE PESSOAS ESCLARECIDAS COMO SÃO OS PROFESSORES, POSSAM ACEITAR RECEBER PROPORCIONALMENTE O PISO. ISSO É UM ERRO GRAVE. RASGUEM A LEI, PORQUE ELA ENTÃO É RUIM, RECEBER SÓ 1187 PARA TRABALHAR 40 HORAS SEMANAIS, É MELHOR TRABALHAR DE VENDEDOR DE EM QUALQUER LOJA DE UM SHOPPING. NÃO EXISTE ISSO NA LEI. ACORDEM E ATENTEM PARA ISSO GENTE, SERÁ QUE ESTOU ERRADO? QUE NÃO SEI INTERPRETAR UM TEXO?

    ResponderExcluir
  36. COMENTARIO DAS 10:26
    SO LEMBRAR QUE ESSE FOI O DISCURSO DO AÉCIO DURANTE TODO SEU MANDATO. ESSA PAPINHO É CONVERSA FIADA DE QUEM NUNCA RESPEITOU A EDUCAÇÃO EM MINAS. FORA AÉCIO E SUA GANGUE, CHEGA DE MALFEITORES, ESSE ESTADO NÃO MERECE ESSA GORJA. PSDBESTA, NUNCA MAIS.

    ResponderExcluir
  37. NEM JESUS AGUENTARIA SER PROFESSOR...
    O Sermão da montanha (*versão para educadores*)
    Naquele tempo, Jesus subiu a um monte seguido pela multidão e, sentado sobre
    uma grande pedra, deixou que os seus discípulos e seguidores se aproximassem.
    Ele os preparava para serem os educadores capazes de transmitir a lição da
    Boa Nova a todos os homens.
    Tomando a palavra, disse-lhes:
    - Em verdade, em verdade vos digo:
    - Felizes os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus.
    - Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
    - Felizes os misericordiosos, porque eles...?
    Pedro o interrompeu:
    - Mestre, vamos ter que saber isso de cor?
    André perguntou:
    - É pra copiar?
    Filipe lamentou-se:
    - Esqueci meu papiro!
    Bartolomeu quis saber:
    - Vai cair na prova?
    João levantou a mão:
    - Posso ir ao banheiro?
    Judas Iscariotes resmungou:
    - O que é que a gente vai ganhar com isso?
    Judas Tadeu defendeu-se:
    - Foi o outro Judas que perguntou!
    Tomé questionou:
    - Tem uma fórmula pra provar que isso tá certo?
    Tiago Maior indagou:
    - Vai valer nota?
    Tiago Menor reclamou:
    - Não ouvi nada, com esse grandão na minha frente.
    Simão Zelote gritou, nervoso:
    - Mas porque é que não dá logo a resposta e pronto!?
    Mateus queixou-se:
    - Eu não entendi nada, ninguém entendeu nada!
    Um dos fariseus, que nunca tinha estado diante de uma multidão nem ensinado
    nada a ninguém (ESTE É O PEDAGOGO), tomou a palavra e dirigiu-se a Jesus,
    dizendo:
    - Isso que o senhor está fazendo é uma aula?
    - Onde está o seu plano de curso e a avaliação diagnóstica?
    - Quais são os objetivos gerais e específicos?
    - Quais são as suas estratégias para recuperação dos conhecimentos prévios?
    Caifás emendou:
    - Fez uma programação que inclua os temas transversais e atividades
    integradoras com outras disciplinas?
    - E os espaços para incluir os parâmetros curriculares gerais?
    - Elaborou os conteúdos conceituais, processuais e atitudinais?
    Pilatos, sentado lá no fundão, disse a Jesus:
    - Quero ver as avaliações da primeira, segunda e terceira etapas e reservo-me
    o direito de, ao final, aumentar as notas dos seus discípulos para que se
    cumpram as promessas do Imperador de um ensino de qualidade.
    - Nem pensar em números e estatísticas que coloquem em dúvida a eficácia do
    nosso projeto.
    - E vê lá se não vai reprovar alguém!
    E, foi nesse momento que Jesus disse: "Senhor, por que me abandonastes...

    ResponderExcluir
  38. TURMA DA NANÁ:

    - Velhena: toma aqui o roteiro do pronunciamento da Naná sobre a greve.
    - Gorgonzola: obrigada! vou ler:

    GORGONZOLA E VELHENA: ficar de pé atrás da Naná; não falar nada; não piscar; fazer cara de mau; não realizar nenhum movimento brusco.
    JORNALISTAS: não fazer perguntas e só escutar.
    NANÁ: elogiar o subsídio; elogiar os professores que estão trabalhando; desqualificar a greve; não propor nada em relação ao piso; dar ordens ao Ministério Público; falar sobre a LRF; falar que os professores ganham muito; propor melhorias no subsídio; dizer que o subsídio que é maior que o piso; etc...

    Algum tempo depois....

    - Gorgonzola: iiiiiiiiá, iiiiiiiiá, iiiiiiiiá.
    - Velhena: que gritaria é essa e pra que essa tanga de sumô?
    - Gorgonzola: estou treinando. É que depois de avaliar nossa posição, a postura da Naná e a periculosidade do discurso, descobri qual será nossa função no pronunciamento.
    - Velhena: Qual?.
    - Gorgonzola: guarda-costas.

    ResponderExcluir
  39. TURMA DA NANÁ:

    - Gorgonzola: pesquisa revela que 43,9% dos alunos do 3º ano do ensino fundamental não são capazes de encontrar informações num texto
    - Velhena: a culpa disso é do professor e vou provar.
    - Gorgonzola: como?
    - Velhena: vou dar um texto aos professores para que encontrem as informações úteis contidas ali.
    - Gorgonzola: Boa idéia!

    Algum tempo depois....

    - Gorgonzola: e aí Velhena? Qual foi o resultado do teste?
    - Velhena: Não falei? 100% dos professores não conseguem encontrar informações úteis em um texto.
    - Gorgonzola: é mesmo? E qual texto foi dado?
    - Velhena: uma matéria paga que mandei publicar no "Estado de Minas".

    ResponderExcluir
  40. OBAAAAA
    Sem querer nos ajudar, mas nos ajudou, Aécio admite (jornal Super) que os professores de Minas são mal remunerados. Embora jogue a culpa no governo federal... Admitam mesmo!!!

    ResponderExcluir
  41. Bom dia guerreiras(os)!!!

    O MP é pau-mandado de Aécio e sua gangue,acredito que a reunião de hoje é apenas para tentar convencer a categoria que o estado está falido e portanto temos que aceitar a proposta mediocre do desgoverno.Companheira Beatriz,cuidado, ai tem armadilha.Tá na hora do golpe final,não vamos arredar o pé é PISO NO CONTRACHEQUE JÁ.ENERGIA PRÁ TODOS.

    Até a vitoria/José Henrique

    ResponderExcluir
  42. BOM DIA

    SINCERAMENTE, NÃO ENTENDO ESSA LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL, POIS ACHO QUE SÓ DEVERIA VALER PARA PAGAMENTO DOS SERVIDORES ATIVOS. OS INATIVOS NÃO PROBLEMA DA PREVIDENCIA, SE O GOVERNO GASTOU A VERBA DA PREVIDENCIA, ENTÃO SERIA PAGAMENTO DE DIVIDA E NÃO RELACIONAR COM LRF, ESSE BRASIL É TERRA SEM LEI

    ESTAMOS DE OLHO

    ResponderExcluir
  43. Rafael.G.Valadares,a Escola Joaquim Francisco Xavier no bairro Santo Antonio em Inhapim tambem paralizou a partir de hoje,a escola Princesa Izabel de Caratinga tambem paralizou,a partir de hoje,a força dos professores inhapinheses esta conseguindo algumas vitorias.Abraços colegas do N.D.G..Força na luta companheiros.

    ResponderExcluir
  44. Com todo respeito ao Euler e seu magnífico trabalho, tenho duas observações:
    1- Não devemos negociar reposição, já passamos nossas dificuldades e sobrevuvemos. O governo tirou nosso salário e, arrogantemente, humilhou a classe inúmeras vezes anunciando contratação de substitutos. Se somos tão facilmente substituíveis, eles que contratem tampões para fazer a reposição. Chega de abaixar a cabeça para esse desgoverno.
    2- Quanto ao concurso, devemos exigir a vaga de todos os efetivados, chance igual para todo mundo. Não adianta edital com regime de remuneração à escolha ou o antigo e tão poucas vagas!
    Finalmente, o MP devia exercer seu papel e cobrar cumprimento da lei ao invés de ficar mediando negociação. Lei não é negociável! Imagine uma multa de trânsito e o infrator negociando os pontos perdidos: "vamos dividir esses pontinhos em 5 anos, pois não posso perder pontos de uma vez na minha habilitação..."
    FIRMES NA LUTA!

    ResponderExcluir
  45. Olá combativo colega Rafael, de GOVERNADOR VALADARES,

    Vai aqui os nossos parabéns aos guerreiros e guerreiras de Inhapim e de Caratinga, que estão reforçando a turma da luta para enfrentar o governo nesta reta final da nossa longa e histórica greve.

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    ResponderExcluir
  46. Rosilene ( Conselheiro Pena )
    Infelizmente o sindutmg ge Governador Valadares está disponibilizando apenas 1 ônibus para ir à assembléia, com isso muita gente fica impossibilitada de participar daquele lindo evento.
    LAMENTÁVEL!

    ResponderExcluir
  47. Se nao houver acordo aos moldes ja mencionados pelo prof. Euler não piso na escola.
    E mais ainda, to feliz demais, achei que eu era so uma andorinha voando sozinha, mas, mas, mas, mas, mas, minha escola, mais de 1500 alunos, TODOS VAO PARAR A PARTIR DE QUINTA SE A GREVE CONTINUAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    NUCLEO DURISSIMO DA GREVEEEEEEEEEEEEEEEEE


    HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir
  48. Achamos JUSTO também que as vagas dos efetivados sejam colocadas no edital. Por que o sindicato não se lembra disso também? Acho justo com toda a categoria em greve, que, como vimos durante essa greve, insiste em tocar neste ponto e o sindute insiste em não ver! Sou efetiva, tenho dois cargos, mas acho justo com os professores que estão na luta que eles conquistem as vagas por mérito.

    ResponderExcluir
  49. Vamos observar também o procedimento e as intenções da Ministério Público.

    Esperamos por imparcialidade e o cumprimento de sua missão.

    Existe muita vontade por parte dos Professores para a solução desta crise.

    Que Deus abençõe a todos.

    ResponderExcluir
  50. Ei colegas,
    Vamos nos manter firmes, temos a lei a nosso favor. Que caiam por terra todos aqueles se esquivam de cumprir a sua obrigação. Nós, educadores, até agora estamos fazendo a nossa parte e reivindicando aquilo que é nosso por direito. Não vamos recuar, a hora é agora. Nunca vi a classe tão unida! O governador e suas marionetes mentem descaradamente e a sociedade precisa saber. FIRMES NA LUTA... PIIIIIISOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
    Parabéns ao NDG e a todos nós...
    Abraços

    ResponderExcluir
  51. Caro Euler,
    Posta notícias da reunião do sindicato com o MP pra gente, por favor!
    Nós do interior dependemos do seu blog pra termos informações.
    Muito obrigada.
    Ana

    ResponderExcluir
  52. " Sindicato dos professores se reúne com procurador-geral de Justiça
    Professores se reúnem também com representantes da Superintendência de Ensino. Outro grupo de servidores protesta na Praça Sete de BH

    Luana Cruz -

    Publicação: 30/08/2011 11:51 Atualização: 30/08/2011 12:48

    Representantes do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) estão na sede do Ministério Público de Minas Gerais, na manhã terça-feira, para uma reunião com procurador-geral de Justiça, Alceu Torres Marques. Ele vai intermediar as negociações com o governo de Minas. Em pronunciamento, na segunda-feira, Antonio Anastasia (PSBD) anunciou o encontro e disse que o governo está aberto a negociações".

    E o Ministério Público segue INTERMEDIANDO as negociações com o governo. Não é fácil!

    ResponderExcluir
  53. Euler, por favor discuta também com o governador a questão dos efetivados terem o mesmo direito dos efetivos! Não sou contra eles,nem contra a efetivação, mas não acho justo eu ficar excedente na escola e um efetivado no meu lugar! Estamos muito ansiosos quanto a isso, por favor, nos defenda também!

    ResponderExcluir
  54. Concordo com o Euler a respeito da reposiçao dos dias de greve por dois motivos: pelo bem dos nossos alunos e também pela nossa contagem de tempo, pois são muitos dias de paralisação que farão grande diferença no final da carreira.

    Geovana

    ResponderExcluir
  55. Meses atrás começou a se falar sobre uma maior flexibilização da LRF, se eu não me engano não iria incluir na lei os aposentados aumentando a margem para investimentos no funcionalismo.Euler, você sabe uma nova noticia sobre isso pois se tiver essa alteração a LRF deixaria de ser usada como justificativa para o não pagamento do piso.

    ResponderExcluir
  56. Euler

    Só mesmo a turma da Naná e seu autor ou autora, para nos fazer rir e esquecer as maldades que estão ainda guardadas dentro desse infinito saco sem fundo de maldades, tendo como chefe e protagonista o DES(governador), O SATANAZIA!!! Êta governadorzinho de meia tigela!!!!Fora PSDB!

    ResponderExcluir
  57. Euler,
    Fico muito feliz ao saber que outros colegas estão nos dando reforço. Precisamos mesmo disso.
    Esse momento é decisivo e o governo precisa saber que a nossa classe é unida e que com ela não se pode brincar, zombar, humilhar. Somos fracos sozinhos, mas juntos ninguém nos segura.
    A NOSSA LUTA BENEFICIARÁ A TODOS. O PISO É PARA TODOS. ENTÃO VAMOS JUNTOS PRA LUTA...
    Que Deus nos abençoe e nos dê sabedoria.
    Obrigada a todos que não se acovardam mediante as dificuldades. Lembrem-se neste momento não estamos sozinhos; somos muitos em UNIDADE.

    ResponderExcluir
  58. Não devemos repor as aulas. O pior já passou. Voltar com um calendário normal e deixar que o governo resolva o problema que ele mesmo criou.
    Nunca mais nenhum governo permitirá que uma greve dure tanto tempo.

    ResponderExcluir
  59. Quem irá desmontar esse império de mentiras construído por esse faraó e sua trupe gente? Parece que não temos voz, "ouço" um silêncio tão profundo que quase me deixo abater. Silenciam o som de nosso grito! Parece que só ecoa o ruído da malvadeza.
    Meu Deus, dá-nos forças!
    FIRMES, A QUALQUER PREÇO, ATÉ A VITÓRIA!

    ResponderExcluir
  60. No Portal do jornal O Tempo:

    "Professores planejam ato público para "enterrar" subsídio na Praça Sete

    Cerca de 50 professores da rede estadual de ensino, em greve há mais de 80 dias, organizaram um ato público na manhã desta terça-feira (29) em um dos pontos mais movimentados de Belo Horizonte. Com caixões e velas nas mãos, os educadores fizeram o “enterro” do subsídio oferecido pelo Governo na Praça Sete, no centro da capital.

    Além do ato, também foram realizadas duas reuniões sobre a paralisação. Uma entre o Ministério Público Estadual (MPE) e membros do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) e outra com a Superintendência Metropolitana de Educação, com uma comissão de cinco professores.

    A sede da superintendência foi ocupada pacificamente nesta manhã, segundo informou o sindicato."

    Fonte: http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=128139

    ResponderExcluir
  61. Boa tarde Professor Euler, mais um blá,blá,blá.

    Prezados diretores(as),

    Encaminho nota de convocação aos professores designados que se encontram em greve.
    De ordem da Secretária de Educação Ana Lúcia Gazzola, a direção da Escola deverá fazer chegar esta convocação a todos os designados que não estão comparecendo ao trabalho.

    Atenciosamente,

    CONVOCAÇÃO

    A Secretaria de Estado de Educação vem a público convocar os profissionais da rede estadual de ensino e, especialmente, aqueles cujo ingresso tenha ocorrido mediante designação, a retornarem imediatamente ao exercício de suas funções.

    Esclarece que o ato de designação representa medida excepcional e precária e o não comparecimento do servidor que se encontre nessa situação constitui falta injustificada que não se compatibiliza com a natureza, finalidade e os motivos da própria designação.

    A greve vem causando prejuízos irrecuperáveis aos alunos da rede estadual de ensino, especialmente àqueles em fase de conclusão do ensino médio, tendo em vista a realização do ENEM, em outubro, e sua utilização nos vestibulares e no PROUNI, fatos que já obrigaram esta Secretaria a adotar medidas excepcionais na tentativa de contornar o problema.

    Da mesma forma a greve vem causando transtornos às famílias desses alunos e à própria sociedade, não subsistindo motivos para que os professores não retornem à sala de aula.

    Especialmente em relação aos professores designados, não há dualidade de sistemática remuneratória, havendo pagamento único mediante subsídio, cujo valor indiscutivelmente supera o do piso estabelecido pela legislação nacional.

    Belo Horizonte, 30 de agosto de 2011.

    Ana Lúcia Almeida Gazzola
    Secretária de Estado de Educação de Minas Gerais

    ResponderExcluir
  62. se for dessa maneira que vc, Euler, explanou!!assino embaixo!!
    maria - contagem

    ResponderExcluir
  63. Euler e Companheiros

    Incrivel, lamentavelmente o governador apareceu na midia e pediu o MPE para intermediar - E as nossas ações, e definição a respeito das respostas???

    ResponderExcluir
  64. Olá Euller,
    Mais uma vez parabéns pelo seu empenho e por nos manter antenados com o movimento em toda Minas Gerais. Como já informei em Rio Piracicba Só eu estou paralisada do 1º ao 5º- Ensino Fundamental. Mas agora a turma da escola acordou e vai parar amanhã. Amanhã não haverá ninguém trabalhando do 1º ao 5º ano na Escola Estadual de 1ª a 4ª série do Ensino Fundamental- Antigo Conselheiro José Joaquim da Rocha. Estamos todos na luta pelo piso. Continuo postando seus comentários em meu site www. emanarp.com.br e convidando os colegas para acessar seu Blog. Pois vale a pena!

    ResponderExcluir
  65. Fátima - Professora de História - Ubá30 de agosto de 2011 13:22

    Concordo com a professora das 12:21, não devemos fazer nenhuma reposição de aula, pois não foram os professores que criaram essa situação de caos na educação. O governo com sua intransigência e maldades tem nos humilhado terrívelmente perante a opnião pública. Quando cortou noso pagamento demonstrou publicamente que não precisa de nossos serviços e, para fortalecer a ideia,contratou substitutos para os professores para a última série do Ensino Médio. E, já pensa em contratar substituto para as demais séries.
    O Governo permitiu que a greve se estendesse por tanto tempo com o único intuíto de nos enfraquecer, vencer pelo cansaço. O corte dos nossos salários foi a maneira mais sórdida de pressão desse governo para com a categoria.
    A guerra ideológica, é tão ou mais nociva que as armas de fogo, estamos sendo feridos de morte por esse governador. Por que então, temos que resolver o problema que ele criou? Se queremos mudar os rumos da nossa história não podemos continuar agindo como se o magistério fosse um sacerdócio. Aliás, conceito que todos educadores querem banir de vez da educação.
    Se não aprendermos a nos valorizarmos, seremos vistos como fracos. Aí sim a sociedade não irá nos respeitar.

    ResponderExcluir
  66. E o tempo extra classe?
    Não seria uma exigência do seu cumprimento na pauta de negociação?

    ResponderExcluir
  67. Alguma notícia da reunião de hoje com o MP?
    Quem souber de alguma coisa, põe aqui pra gente.

    ResponderExcluir
  68. Euler,

    Faltou mencionar no texto nosso 1/3 de carga horária extra classe.

    Penso que mais dificil do que pagar o piso seria reorganizar a grade curricular considerando essa nossa conquista. Ou então, pagar a proporcionalidade.

    Não podemos nos contentar com apenas com o piso. Quero trabalhar "apenas" 16 horas/aula.

    ResponderExcluir
  69. Em Paracatu,Já são três escolas que aderiram à greve após a fala do Governador. Estamos visitando as demais.

    ResponderExcluir
  70. Olá Euler, concordo com tudo o que você disse, menos sobre a reposição de aulas. Não me interessa mais gerar nova folha de pagamento porque não estou afim de repor. O governo desrespeitou e desrespeita todos os nossos direitos, nos deixou passa apertos financeiros e agora, para fica bem na fita com a comunidade, vai querer reposição? Pense bem, são quase 90 dias parados, claro que não há como repor isso sem contar sábados, domingos, feriados e janeiro. Se não for assim, entraremos em 2012 ainda repondo o ano de 2011 aos sábados. E não sejamos hipócitas, alunos não vão às escolas sábados, a não ser se forem promovidos campeonatos esportivos, festivais, etc. Se for sala de aula, com caderno e livro, eles não vão MESMO. SABEMOS MUITO BEM DISSO. O conteúdo que é bom já se perdeu. Na minha escola havíamos apenas inciado o 2º bimestre quando entramos em greve. Você acha que daremos conta de dar 2º,3º e 4º bimestre em 3 meses? Não conte com alunos aos sábados e feriados porque ELES NÃO VÃO. Isso seria uma hipocrisia para nos sairmos bem perante a comunidade escolar, mas no fundo estaremos é nos penalizando. Tenha, dó, tem professores que trabalham 3 turnos, é justo que esse cidadão que entrou em greve por um direito que até hoje lhe é negado, fique dentro de uma escola em um sábado manhã, tarde e noite? Ou vamos partir para a enrolação de fazer campeonatos, festas, juntando os 3 turnos, e ensinar que é bom nada. Portanto, sugiro que se faça uma votação democrática por parte do sindicato: aqueles que quiserem novas folhas de pagamentos e repor, ótimo (mas podem esperar um calendário macabro da SEE, porque eles não vão deixar cada escola escolher o seu não, pode estar certo disso). Mas àqueles que já não mais interessam a folha de pagamento que foi confiscado, deixem a opção de não repor e o governo que arrume substitutos. Não vamos ser hipócritas, o erro e as consequencias disso tudo não é nosso, e do governo. Na minha escola e muuuitos colegas compartilham da mesma opinião minha. Obrigada.

    ResponderExcluir
  71. Anônimo das 11:15

    Não existe paz sem justiça! Portanto pare de verbalizar e aceite o confronto com coragem, sabendo que não está só.

    Estamos juntos e continuaremos até a vitória total!

    Só um pouco de motivação: "Os Saltimbancos"

    "...O animal é paciente,
    mas também não é nenhum demente.
    ...quando o homem exagera
    bicho vira fera.
    E olha vejam só.
    Au, au, au. Cocorocó."

    ResponderExcluir
  72. É isso aí Euler, quero também lembrar que devemos processar o governo por danos morais de ficar tanto tempo sem salários passando
    dificuldades, penso que um milhão de reais para cada educador que estão a mais de 80 dias lutando pelos seus direitos seria o suficiente..
    Um abraço e conto com os advogados do sindicato pra ação de indenização contra esse governo fora da lei...

    ResponderExcluir
  73. Adoro seus comentários! Hoje foi a primeira vez que descordei de vc. Não devemos repor a greve! Adoro meus alunos e tenho muito respeito por eles. Mas se continuarmos a pagar greve nunca seremos respeitados, pois esse é o nosso castigo pós greve. Fomos agredidos de toda forma, humilhados, sem dinheiro para pagar contas, ...
    Essa greve é histórica! É a volta da nossa dignidade!
    PARABÉNS PELO SEU BLOG! ELE É MUUUUITO IMPORTANTE NESSA LUTA PELOS NOSSOS DIREITOS!
    GRANDE ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  74. Euller!
    Amanhã estaremos em BH para mais uma Assembleia e ansiosos por uma decisão do Governo, que não vê e nem sente nenhum prejuizo as familias mineiras em virtude da greve, percebe-se que ele não sensibiliza com sentimentos do tipo paterno e materno e todos os familiares. Qual será a importancia de uma familia para ele?
    Não sei pq vc não publica os meus comentarios!
    Mas mesmo assim esta valendo

    ResponderExcluir
  75. Olha só isso, valentes guardiões do sonho!

    "...não subsistindo motivos para que os professores não retornem à sala de aula..."

    Ana Lúcia Gazola

    Essa greve tem me rejuvenecido uns cinco anos, toda hora uma piada, cada piada uma gargalhada...

    ...não subsistindo motivos... Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

    Companheiros designados mostre a essa acéfala, que vocês não são marias-vai-com-as-outras. Estão na greve por questões que não dizem respeito àquela etéria alheia aos direitos legais sobre a suspensão das atividades, para reivindicação de melhores condições de trabalho e salário.

    Luciano Rodrigues - Curvelo NA GREVE ATÉ O PISO INTEGRAL!!!

    ResponderExcluir
  76. Professor Euller,
    (Só agora tenho dúvidas: Euler,Euller,Heuler ou Heuller?)
    De tanto lê post e gostar deste blog, acho que não faz diferença, pois por aqui, lemos até as entrelinhas. ]
    Só não concordo que a abertura de um novo período de opção de carreira para aqueles que permaneceram no subsídio, (por livre e espontânea vontade) seja objeto de negociação nesta mesa, que atrapalhe o nosso objetivo maior: receber o PISO imediatamente. Vamos prolongar uma greve,visto que a grande maioria destes estão em sala de aula? Somos salvadores da pátria?Digo isto, porque na minha própria família tem gente, que ficou no subsídio. Eu avisei, avisei,mandei acessar o blog do Euller, mostrei tabelas.Não adiantou. Disse que teriam nova data de retorno, se arrependessem poderiam voltar e mesmo assim, insistiram em ficar. Olha que este discurso eu tive com dezenas deles.
    Eles simplesmente estavam maravilhados com o governadorzinho, por pagar a eles, igualzinho aos efetivos mais antigos (e com a lei 100, é claro). Se estou sendo radical, por favor, me convençam disto.

    O governo prorrogou esta decisão. Quem ficou é porque quis. Não podem nem falar nada. Acreditem vocês que mesmo sabendo do calote que sofrem, ainda argumentam a favor do desgoverno?
    Fui hoje à minha escola, convencê –los a engrossar nossa luta e ouvir um(me nego a chamá-lo de professor) dizendo assim:
    “Prá nós, até que ele foi bonzinho. Agora pros efetivos...”
    Gente, cá pra nós, eles não nos largaram na luta?Não sei se este meu discurso caberia para todos (visto que temos alguns deles no combate), mas afirmo com toda convicção: Piso para todos é luta para o segundo tempo deste jogo. E queremos nós, que estamos em greve, ganhar no primeiro tempo. Sem prorrogativas...

    ResponderExcluir
  77. O proprio governador foi quem pediu ao MP que convidasse o sindicato para a reuniao com O GOVERNO, mas no blog da Bia consta que a reuniao foi realizada apenas entre o sindicato e o MP.
    Muito estranhooo!!

    ResponderExcluir
  78. URGENTE!!!!!!!!!!!!!!!
    AS ESCOLAS RECEBERAM UM EMAIL, DIZENDO QUE OS DESIGNADOS QUE NAO RETORNAREM DA GREVE DEVEM SER DISPENSADOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    ISSO E LEGAL??? ALIÁS DEVEMOS SABER O QUE É ILEGAL PARA ESSE SENHOR DE ENGENHO!

    ResponderExcluir
  79. Diretamente da SRE Metropolitana C:

    O comandante João Martinho, e os combativos colegas Rômulo e Cláudia Luiza informam que a manifestação dos guerreiros e guerreiras do NDG na sede da SRE Metropolitana C continua. Simbolicamente, já cantaram até os "parabéns pra você", ironizando o dia de aniversário da diretora da SRE.

    Está prevista a chegada da imprensa para acompanhar o importante acontecimento, que teve início hoje às 8h, com três dezenas de educadores. Os manifestantes, que ocuparam pacificamente o local, tiveram uma conversa com a direta Maria Lúcia, quando expuseram a situação caótica nas escolas da região, no que tange aos processos de aposentadoria, entre outros.

    A luta continua! Até a vitória!

    ResponderExcluir
  80. Olá companheiros,

    Força na luta!
    Jesus nos abençoe!Que a lei seja cumprida!!!!

    Patrícia de Oliveira Cruz. Pará de Minas.

    ResponderExcluir
  81. não podemos esquecer de negociar tb a posse dos diretores e a volta das férias prêmio.

    ResponderExcluir
  82. Olá Euler e companheiros de batalha.
    Terminou sem acordo a reunião entre MP e Sindute.
    Amanhã haverá outra reunião ás 10 horas.
    A greve continua e Deus nos abençoe...
    Abraço

    ResponderExcluir
  83. Vou aguardar o tal comunicado da secretaria de educação quanto aos designados. Se o mesmo ocorrer e o Sindicato não tomar alguma providência vou retornar as aulas com todas criticas que vão vir.
    A situação está precária para todos mas com um diferencial: os designados todo início de ano tem que correr atrás.

    As criticas e por vezes ofensas vão vir, mas essa é a vida de designado...a corda arrebenta sempre pro lado mais fraco. Sem piso, sem estabilidade e poucas vagas no concurso. Mas vamos lá...e como sempre gosto de me identificar, até mesmo para dialogar diretamente sem anonimato...

    Gilson , professor de Física, E.E. Inês Geralda de Oliveira bairro Juliana-BH.

    ResponderExcluir
  84. Indicação do Blog do COREU:

    "Divinópolis: estudantes da Rede Estadual de Minas Gerais invadem Câmara Municipal (VEJA GALERIA DE FOTOS)"

    Fonte: http://www.divinews.com/cidade/pagina-principal/12089-divinopolis-estudantes-da-rede-estadual-de-minas-gerais-invadem-camara-municipal-.html

    ResponderExcluir
  85. CHARLOTTE SAMPAIO CANTA UMA MUSIQUINHA PRO SATANÁStasia e suas diabinhas...

    NÓS VAMOS INVADIR SUA PRAIA:

    Nós 'tamo' entrando sem óleo nem creme
    Precisando a gente se espreme
    Trazendo a farofa e a galinha
    Levando também a vitrolinha
    Separa um lugar nessa areia
    NÓS CHACOALHAR SUA ALDEIA... agora

    Mistura sua laia
    Ou foge da raia
    Sai da tocaia
    Pula na baia
    NÓS VAMOS INVADIR SUA PRAIA!!!

    ResponderExcluir
  86. Anônimo das 14:19, onde vc viu notícias sobre a reunião?

    ResponderExcluir
  87. Notícia no jornal "O Tempo

    ResponderExcluir
  88. Ao NDG de Inhapim,
    Linda notícia sobre Santo Antônio (Escola Joaquim Francisco Xavier) e o "Princesa Isabel", Escola centenária da Praça Cesário Alvim de Caratinga são muitíssimos importantes ao nosso movimento de resgate da nossa dignidade como educadores. Somente nestas escolas, tenho diversas afinidades tanto de origem, quanto de respeito, pois frequento suas comunidades... Tenho mais motivos agora para reclamar do desrespeito do Estado, pois sua omissão está trazendo além de prejuízo pessoal e social, agora aumentaram muito mais as famílias do meu convívio que estão prejudicadas por um governo que abstém-se de cumprir lei. Seria só porque não é de iniciativa dele?

    ResponderExcluir
  89. Designados, entrem com mandado de segurança (DEFENSORIA PÚBLICA) nas próprias cidades onde moram/trabalham. A greve é um direito de todos os trabalhadores. ABAIXO A DITADURA E A ESCRAVIDÃO.

    ResponderExcluir
  90. Euler
    Não estamos habituados a considerar como pobre a pessoa privada de sua cidania,ou seja,que vive em estado de manipulação,ou destituída da consciencia de sua opressão,ou coibida de se organizar em defesa de seus direitos.O escravo incorporou as duas formas de pobreza:foi pobre materialmente e politicamente,porque não teve liberdade para se autodeterminar.
    Mas,o que dizer dos professores que não tem coragem de lutar por seus direitos?
    Em qual ou quais formas formas podemos classifica-los ou somente classifica-los como "POBREZA POLITICA".Monica-Inhapim

    ResponderExcluir
  91. Euler meu filho, cadê as notícias da reunião de hoje?

    ResponderExcluir
  92. Euler,
    Vi as fotos e li a notícia sobre o protesto dos alunos em favor dos professores. Fiquei emocionada. Isso mostra, mais uma vez, que não estamos sozinhos.
    Parabéns, queridos alunos e obrigada pela força.

    ResponderExcluir
  93. "Farrapo" ? Quem deu esta brilhante ideia? Aécio, o faraó? Será que ele agora quer jogar em outra posição? - na esquerda?
    Farrapo (s) me fz lembrar da maravilhosa rebelião que aconteceu no sul do país (1835-1845).
    Naquela época, insatisfeitos com tanto descaso e tantos impostos, Bento gonçalves e seus homens ocuparam porto Alegre e depuseram o "ditadorzinho" de lá, Rodrigues Lima, nomeado pela Regência. No ano seguinte, proclamaram a república Rio-Grandense, com sede na cidade de Piratini. Começava, assim, a Guerra dos Farrapos.

    Companheiros, a história é feita de lutas. Não vamos arredar o pé.

    E os nossos professores de História, que não estão na greve, o que estão ensinando aos seus alunos, quando o assunto tem a ver com rebeliões.
    Aprendam professores: Até o "faraó" vem nesta hora importante de nossa luta, lembrar-nos que NÓS É QUE FAZEMOS A HISTÓRIA DO BRASIL!!!

    Ah, por uma questão de dignidade, eu também não vou repor aulas. Na greve de 2010, além de repor as minhas, fiz reposição de mais 70 aulas para ajudar à Escola. o Estado só pagou 12 (doze). É isso mesmo. Não são os professores que são Cia.

    Até a vitória,companheiros!!!
    Joaquim - Sete Lagoas

    ResponderExcluir
  94. GRAÇA:
    O TEMPO 30/08/2011 13h28
    Reunião entre professores e Ministério Público termina sem acordo e greve continua em Minas Gerais

    De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), os professores não voltarão às salas de aulas enquanto o Governo não apresentar uma proposta que atenda às reivindicações da categoria.

    Em contato com a assessoria do MP, o órgão informou que não vai se pronunciar sobre o que foi discutido durante a reunião desta terça.

    Na manhã desta quarta-feira (31), será realizada mais uma reunião entre representantes da categoria e a Secretaria da Educação, quando a proposta do Sind-UTE de não aceitar o regime de subsídio será posta em discussão. Na parte da tarde, às 14h, os professores irão se reunir em mais uma assembleia no pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, no bairro Santo Antônio.
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=128155

    ResponderExcluir
  95. Para a Rosilene (Conselheiro Pena),
    Em contato com a direção do Sind-UTE Valadares, foi-nos informado que a sede central libera apenas um ônibus por subsede, o que dificulta o atendimento a todos os requerimentos. Em Conselheiro Pena, temos o Douglas, membro da direção e NDG de primeira hora que pode tentar viabilizar sua ida à próxima Assembleia. Se confirmada para a próxima semana, você pode solicitá-lo que reserve sua vaga, ou ligar em 3271-3386 e informar seus dados ao funcionário. Também sinto muita "inveja" daqueles que participam das "aulas abertas" que ocorrem em BH e venho compartilhar da ideia de a próxima (que infelizmente parece que vai haver), pois agora temos intermediador de conflito que conversa em separado com as partes... Seria briga de menino na Escola, que a Orientadora tem que ficar apartando os ânimos dos brigões. Qual seria o motivo do governo não comparecer? Tem medo de lobo mau?

    ResponderExcluir
  96. Joaquim - Sete Lagoas30 de agosto de 2011 14:43

    Aos Colegas Designados...
    Sou efetivo, concursado há três anos. trabalhei doze anos como designado, inclusive Vice-Diretor. Fiz greve todo o tempo. NuncA ME ACONTECEU NADA EXCETO O CORTE DE PONTO. A Lei de Greve é para todos. Ameaças, companheiros, vocês já sabem, sempre vão acontecer. Nada de voltar. Força na luta. Agora é correr para a Vitória.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  97. Termina a Reunião entre professores e Ministério Público, vejam no link:

    http://fisica-alternativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  98. Golpe baixo do governo mineiro! E-mail enviado hoje aos diretores de escolas ameaça demitir servidores designados em greve. Não podemos recuar, colegas! Estamos muitos próximos da vitória. Demissão por greve é ilegal!

    ResponderExcluir
  99. PROFESSORA ELIZABETH -AIMORÉS-MG30 de agosto de 2011 14:52

    Olá guerreiro Profº Euler !!!!!!!Agradecemos a Deus por sua existência e sua preocupação em nos manter informados de uma forma tão clara sobre os acontecimentos da greve e que muitas vezes são instantâneas . Aconteceu ... podemos procurar em seu blog que lá está algum texto mais do que excelente para nos informarmos . Tenho buscado muito a Deus em oração , para que Ele esteja a frente de nossa batalha com o gigante golias do século XXI , pois está muito difícil aguentar tanta mentira ,e sabemos que o diabo é o pai da mentira , então , quem compactua com a mentira é filho do demo também . Devemos dobrar nossas orações , pois , se alcançamos algo até o momento , tenhamos nossa fé firmada em Cristo , porque a vitória já está garantida . Este ditador será desmascarado ,não tenhamos dúvida disso . Na reunião que acontecerá com o SINDUTE e GOVERNO ,CONVOCADO PELO MP ,QUE O GOVERNO DISSE QUE SERIA FEITO O PEDIDO,saiba que DESDE JÁ,estaremos TODOS, numa corrente de orações para que DEUS ilumine a Beatriz , como nossa representante e outros q estiverem com ela ,e transforme o coração de concreto do governador e suas secretárias por um coração de carne e pague LOGO , NOSSO PISO TÃO ALMEJADO E JUSTO . QUE POSSAMOS RETORNAR PARA NOSSAS AULAS CONVICTOS DE TERMOS EXERCIDO COM ALTIVEZ A NOSSA CIDADANIA E SERMOS EXEMPLO PARA NOSSOS FILHOS E ALUNOS , E PORQUE NÃO DIZER , PARA TODOS OS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO QUE NÃO TIVERAM A HONRADEZ DE LUTAR AO NOSSO LADO POR UM BEM COMUM E JUSTO ?

    O SENHOR é justo em todos os seus caminhos
    Livro de Salmos 145(144),17-18.19-20.21.

    O SENHOR é justo em todos os seus caminhos e misericordioso em todas as suas obras. O SENHOR está perto de todos os que o invocam, dos que o invocam sinceramente. Ele realiza os desejos dos que o temem, escuta os seus gemidos e salva-os. O SENHOR protege todos os que o amam, mas extermina todos os ímpios. Cante a minha boca os louvores do SENHOR, e todo o ser vivo bendiga o seu santo nome para sempre!

    FAÇAMOS DESSES VERSÍCULOS A NOSSA ORAÇÃO E CONCLAMO A TODOS QUE DIVULGUEM ESSA CORRENTE DE ORAÇÃO PELAS REDES SOCIAIS PARA QUE NOSSA VITÓRIA SEJA CONHECIDA POR TODOS . AMÉM .... AMÉM ...

    PROFESSORA ELIZABETH -AIMORÉS-MG

    ResponderExcluir
  100. CHARLOTTE SAMPAIO DECEPCIONADA...

    com os colegas da cidade de Divinópolis que até hoje não aderiram ao movimento, salvo honrosas exceções pelo que eu sei!!!

    ACORDA PROFESSORADA DE DIVINÓPOLIS, o PISO é pra vocês também... ou será que vocês abdicaram desse DIREITO!!!
    Afinal, vocês são PROFESSORES ou SACOS DE BATATAS??? kkkkkkk

    Lembram daquela "musiquinha" que vocês cantam com os alunos???? Tem uma parte da letra que diz assim:

    VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA!!!

    até quando vocês vão ficar DEITADAS EM BERÇO EXPLÊNDIDO????

    ResponderExcluir
  101. Para um governador turrão, diga não à reposição.

    ResponderExcluir
  102. Para quem não assistiu a entrevista da Beatriz ontem
    http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1612899-7823-GOVERNO+DIZ+QUE+VAI+PEDIR+MP+PARA+INTERMEDIAR+NEGOCIACAO+COM+PROFESSORES,00.html

    ResponderExcluir
  103. Professor é preso e covardemente agredido por policiais, em Juiz de Fora, durante manifestação junto a alunos de duas escolas estaduais. Pelo que sei ainda está preso.
    O que mais poderemos sofrer por reivindicar apenas o que nos devem?

    ResponderExcluir
  104. NO STF A ADI 4631 TEM OUTRA MOVIMENTAÇÃO HOJE 30/0811.

    ResponderExcluir
  105. Euler
    Sou tinhoso

    Sou mesmo!
    Quanto mais me maltratar
    mais forte eu vou ficar

    Aqui te café no bule
    Nossa turma ninguém pode

    Somos do NDG
    Satanás que se cuide
    espere e vai ver

    Não temos embromação
    Só trabalho e dedicação

    Com os professores ninguém pode
    Somos muitos é determinados
    ++Satanastazia++ se fica aí parado
    vai é ser atropelado!!

    Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado.
    Roberto Shinyashiki

    ResponderExcluir
  106. Reunião entre professores e Ministério Público termina sem acordo e greve continua em Minas Gerais
    30/08/2011 13h28


    TABATA MARTINS/NATÁLIA OLIVEIRA
    Siga em: twitter.com/OTEMPOonline

    Categoria foi até a Praça Sete, onde fez o 'enterro' simbólico do subsídio proposto pelo governo.

    Após a realização do enterro simbólico do subsídio e a realização de reuniões com representantes do Ministério Público Estadual (MPE) e da Superintendência Metropolitana de Educação, os professores decidiram manter a greve, que já dura 84 dias.

    De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), os professores não voltarão às salas de aulas enquanto o Governo não apresentar uma proposta que atenda às reivindicações da categoria.

    Em contato com a assessoria do MP, o órgão informou que não vai se pronunciar sobre o que foi discutido durante a reunião desta terça.

    Na manhã desta quarta-feira (31), será realizada mais uma reunião entre representantes da categoria e a Secretaria da Educação, quando a proposta do Sind-UTE de não aceitar o regime de subsídio será posta em discussão. Na parte da tarde, às 14h, os professores irão se reunir em mais uma assembleia no pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, no bairro Santo Antônio.

    ResponderExcluir
  107. É,... e governo acorda de manhã, propõe um acordo sobre o acórdão que demorou a sair, acordando boa parte dos professores que enfim acordaram para a greve. Porém a parte que não cumpre a lei, nem mesmo diante da publicação do tal acórdão não acordou para o fato de que é presença indispensável para que haja acordo.
    Ministério Público vai dar uma de garoto de recados.... estamos acordados e de olhos bem abertos.
    Ruy Aguiar

    ResponderExcluir
  108. Tem uma hora que não abre as novas postagens, porque?

    ResponderExcluir
  109. Boa tarde, Euler e Guerreiros.

    quanto ao comentário do Anônimo das 13:11 h.
    Temos muiiiiitos contratados em nossa escola que já estão com medo e querem volta!!!

    Como Fica?

    ResponderExcluir
  110. Professor Euler,

    PARABÉNS PELAS 540.000 VISITAS A ESTE BLOG.

    BLOG DE UTILIDADE PÚBLICA PARA OS PROFESSORES DE MINAS GERAIS.

    OBRIGADO PELA OPORTUNIDADE E LIBERDADE DE EXPRESSÃO NESTE ESPAÇO.

    ResponderExcluir
  111. Férias prêmio também é inegociável pois a Lei fala claro, todos os direitos adquiridos.

    ResponderExcluir
  112. olá caros companheiros

    Notícias do Blog da Beatriz Cerqueira

    Reunião com o Ministério Público Estadual
    Foi agendada para esta terça-feira, 30/08, as 11 horas uma reunião do Sind-UTE com o Ministério Público Estadual.

    Piso Salarial Profissional Nacional: a decisão do STF não permite escalonamento
    O Piso Salarial Profissional Nacional é o resultado de muita luta da sociedade e dos trabalhadores em educação.
    A Constituição da República de 1988 já determinava a instituição de um Piso salarial para a categoria.
    A Lei 11.738/08 além de estabelecer o Piso Salarial, tratou da jornada de trabalho do professor e da organização dos planos de carreira.
    Ao questionar a sua constitucionalidade os Estados do Ceará, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande de Sul argumentaram que a lei traria custos exagerados e não teria amparo orçamentário. Argumentaram também que o piso deveria ser composto de todas as vantagens pecuniárias do professor e não apenas de vencimento básico.
    No entanto, a lei estabeleceu um período para que Estados e Municípios pudessem planejar o pagamento do Piso Salarial de modo a se organizarem financeiramente Organização e planejamento necessários para que não ocorressem conflitos com outras leis como a Lei de Responsabilidade Fiscal.
    Foi estipulada uma integralização, progressiva e proporcional, do valor do piso como vencimento básico que deveria ser feita por Estados e Municípios. Esta integralização é o mecanismo de adoção progressiva do Piso para que a Administração Pública fosse se adequando ao pagamento do Piso Salarial. Em Janeiro de 2009 até 2/3 da diferença entre o valor do Piso definido pela Lei e valor pago deveriam ser integralizados no valor do Piso a ser pago e em Janeiro de 2010 o restante seria integralizado.
    (continua)
    Blog Beatriz Cerqueira
    http://blogdabeatrizcerqueira.blogspot.com/

    abraços
    Gleiferson Crow
    LEIA: O Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  113. OLÁ PROFESSORES DE TODA MINAS GERAIS,

    VAMOS FAZER UMA FORCINHA E VAMOS INVADIR BH, AMANHÃ 31/08/11.

    VAMOS MOSTRAR ESTE GOVERNO QUE SÓ VOLTAMOS PARA AS SALAS DE AULA COM O PISO EM NOSSOS VENCIMENTOS.

    VAMOS FAZER ESTE CHÃO BALANÇAR.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    AÉCIO E ANASTASIA ACABARAM COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    ResponderExcluir
  114. Concordo plenamente com o comentário da nossa colega Adriana. Na mesa de negociação não devemos nos preocupar(pelo menos neste momento) com aqueles que optaram em permanecer com o suisídio. Sinto muito, não foi por falta de esclarecimento e sim porque estão acostumados com migalhas se contentam com pouco ou nada.
    Estamos na luta,nas ruas denunciando esse desgoverno (que tem um saco de maldades). Estamos enfrentando o corte e redução de pagamento. Estamos perdendo até noites de sono, pois são muitas as preocupações e muita adrenalina na luta que travamos para conquistar nosso piso.
    Agora sim, esses acomodados, que tiveram a oportunidade de mudar que entrem na justiça e aprendam a lutar.
    Pena que os pelegos que estão em sala, como se nada estivesse acontecendo, irão se beneficiar da nossa vitória, mas para os guerreiros certamente o sabor dessa vitória será inegualável. Quem está nesta luta maravilhosa com certeza entende o que quero dizer.
    Abraços a todos com a convicção da nossa VITÓRIA.

    ResponderExcluir
  115. A escola Professor Domingos Ornelas em Santa Luzia está em greve desde ontem. A escola Geraldo Teixeira da Costa Sobrinho, no mesmo quarteirão, aguarda a próxima assembleia, se a decisão for pela continuidade da greve , também não voltarão para a escola

    ResponderExcluir
  116. VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    AÉCIO E ANASTASIA ACABARAM COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    ResponderExcluir
  117. VAMOS DENUNCIAR O MP.

    SUA FINALIDADE É FAZER CUMPRIR A LEI.

    ResponderExcluir
  118. VAMOS PEDIR AO SENADOR CRISTOVAM BUARQUE SEJA A NOSSA VOZ NO SENADO.

    cristovam@senador.gov.br

    ResponderExcluir
  119. Olá Euler, boa tarde!

    Boa tarde a todos os professores, firmes na luta, que visitam esse Blog!

    Concordo com a pauta de discussões proposta, penso q estamos à caminho da vitória.. temos q ser msm ponderados em alguns aspectos, a situação é complicada, não há como negar! Concordo com os companheiros que sugeriram q na pauta, entre tb a discussão do período extraclasse.

    No mais, quero agradecer a vc, Euler, por ter nos deixado sempre a par da situação e com comentários sempre mto inteligentes, bem elaborados!

    Infelizmente, mais uma vez, não poderei ir à Assembleia (adoraria!)... Mas ficarei aqui, tão longe, mas ao msm tempo tão perto (pensamento e coração), torcendo p/ q a verdd vença, q a justiça seja feita e nós conquistemos a vitória ou seja O PISO!!!

    Pra pensarmos um pouco...

    "O fato de me perceber no mundo, com o mundo e com os outros me põe numa posição em face do mundo que não é de quem nada tem a ver com ele. Afinal, minha presença no mundo não é a de quem a ele se adapta, mas a de quem nele se insere. É a posição de quem luta para não ser apenas objeto, mas sujeito também da História."
    (Freire)

    * Profundo isso, não??? Seria maravilhoso q todos que se colocam como Educadores assumissem essa postura de SUJEITOS e não Objetos de manipulação e alienação!!!


    Firmes na Luta!!!

    Abço a tds!!! E é bom lembrar sempre... JUNTOS SOMOS MAIS!!!


    Bethe (Piranguinho, Sul de Minas)

    ResponderExcluir
  120. VAMOS FAZER UMA CONSULTA AO SENADOR PEDRO SIMON,

    SOBRE QUAL A MELHOR MANEIRA PARA AGIRMOS COM O MP.

    ResponderExcluir
  121. BLOG DO LULA/
    AMIGOS DO PRESIDENTE/
    LIVRO DE VISITAS

    VAMOS ENVIAR MUITAS MENSAGENS AO EX PRESIDENTE, EXPLICANDO A NOSSA REALIDADE E A POSTURA DO MP.

    ResponderExcluir
  122. VAMOS INVADIR BH AMANHÃ DIA 31/08/11.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    AÉCIO E ANASTASIA ACABARAM COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    ResponderExcluir
  123. MESMO NO SÉCULO XXI ANASTASIA FAZ VALER A LEI DOS TRÊS Ps :EM MINAS A LEI SÓ VALE PRÁ Pobre , puta e agora professor.MINAS 12 ANOS DE DITADURA.

    ResponderExcluir
  124. NÃO HÁ NOTÍCIAS OFICIAIS DA REUNIÃO DO SINDICATO COM O MP.

    AGUARDAMOS ANSIOSOS.

    ResponderExcluir
  125. Saiu uma reportagem no jornal o tempo sobre o resultado da reunião do sindicato com o governo. professor Luciano.

    Deixem seus comentários no sitio do jornal.

    link é:
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=128155,NOT&IdCanal=1

    ResponderExcluir
  126. TEM POSTAGEM NOVA NO BLOG DA BEATRIZ.

    ResponderExcluir
  127. Veja só gente esse email chegou agora nas escolas.
    Prezados diretores(as),

    Encaminho nota de convocação aos professores designados que se encontram em greve.
    De ordem da Secretária de Educação Ana Lúcia Gazzola, a direção da Escola deverá fazer chegar esta convocação a todos os designados que não estão comparecendo ao trabalho.

    Atenciosamente,



    CONVOCAÇÃO
    A Secretaria de Estado de Educação vem a público convocar os profissionais da rede estadual de ensino e, especialmente, aqueles cujo ingresso tenha ocorrido mediante designação, a retornarem imediatamente ao exercício de suas funções.
    Esclarece que o ato de designação representa medida excepcional e precária e o não comparecimento do servidor que se encontre nessa situação constitui falta injustificada que não se compatibiliza com a natureza, finalidade e os motivos da própria designação.
    A greve vem causando prejuízos irrecuperáveis aos alunos da rede estadual de ensino, especialmente àqueles em fase de conclusão do ensino médio, tendo em vista a realização do ENEM, em outubro, e sua utilização nos vestibulares e no PROUNI, fatos que já obrigaram esta Secretaria a adotar medidas excepcionais na tentativa de contornar o problema.
    Da mesma forma a greve vem causando transtornos às famílias desses alunos e à própria sociedade, não subsistindo motivos para que os professores não retornem à sala de aula.
    Especialmente em relação aos professores designados, não há dualidade de sistemática remuneratória, havendo pagamento único mediante subsídio, cujo valor indiscutivelmente supera o do piso estabelecido pela legislação nacional.
    Belo Horizonte, 30 de agosto de 2011.
    Ana Lúcia Almeida Gazzola
    Secretária de Estado de Educação de Minas Gerais

    ResponderExcluir
  128. Amigos,

    minha Escola está em GREVE desde 01/08.
    Com essa última orientação da SEE, todos designados estão com medo e querem voltar.
    Se eles voltarem a greve de nossa Escola entra no fim.
    O que fazemos?

    ResponderExcluir
  129. PARA OS DESIGNADOS:
    Retirado do Blog da Beatriz - 30/08/11

    Sobre a orientação da SEE para os designados

    As recentes estratégias adotadas pelo Governo de Estado a respeito do nosso movimento demonstram que, diferente dos índices divulgados pela Secretaria, a greve é grande, atinge todo o Estado e todos os setores da escola.
    Por isso, paralelo ao anúncio do Governador de que pediria o Procurador Geral do Estado para mediar a reunião com o sindicato, a Secretaria de Estado da Educação adota um comportamento de acabar com a greve através de ameaças. Isso ocorre toda semana, no dia que antecede a nossa assembleia. A novidade desta semana é a orientação, feita pela Secretaria de Estado da Educação, para que os designados retornem ao trabalho afirmando que eles não têm o direito de greve.
    Cuidado com esta nova estratégia. Ninguém deve assinar nenhum documento uma vez que o sindicato já comunicou o início da greve ao Governo do Estado. Os servidores designados têm o direito de participar da greve, pois o direito à greve independe do vínculo funcional.
    Se não resistirmos, na próxima semana o governo adotará nova estratégia que atingirá outro segmento para o retorno às atividades.
    Em toda a nossa história, é a primeira vez que a categoria tem uma lei federal e uma decisão do Supremo Tribunal Federal a nosso favor. Se não conquistarmos o Piso Salarial este ano, quando o conquistaremos?

    ResponderExcluir
  130. Na greve e 88 fomos MANDADOS EMBORA OU "dispensados" e só trocamos de escolas. pois assim como hoje, não tem profissionais para nos substuir. Esqueceram ????????? rsrsrsrsrs...

    ResponderExcluir
  131. Sempre conversava com um amigo que trabalha em Santa Luzia sobre a adesão da escola dele ao movimento. E hoje, recebi dele uma mensagem dizendo que mais duas escolas em Santa Luzia aderiram o movimento essa semana. Sejam bem vindos à categoria dos que Lutam!!!

    ResponderExcluir
  132. O MP nao vai se pronunciar sobre o que foi discutido na reunião com o sindicato ? O que foi discutido lá que o povo não pode saber ? Uai, cade a transparencia ? Que país é esse ????

    ResponderExcluir
  133. AOS DESIGNADOS,

    VOCÊS TEM DIREITO A FAZEREM GREVE.

    SE HOUVEREM AMEAÇAS,

    PEÇA PARA AS VEREM ESTE DOCUMENTO, QUE DEVE SER POR ESCRITO E ASSINADO.

    QUALQUER DOCUMENTO ASSINADO COM ESTA AMEAÇA DEVERÁ SER ENCAMINHADO PARA DENUNCIA, AO Sind UTE.

    ISTO É UMA AMEAÇA ILEGAL.

    ISTO É DESESPERO.

    ELES ESTÃO PERDENDO O CHÃO.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  134. DESIGNADOS,

    VISITEM O SITE DA SEE, NÃO EXISTE NADA OFICIAL E NEM VAI EXISTIR SOBRE DEMISSÃO DE DESIGNADOS.

    ISTO É APENAS UMA AMEAÇA.

    É ILEGAL.

    ResponderExcluir
  135. Aos designados:

    O direito de greve consta de Lei Federal, que este desgoverno não pode agredir. Há farta jurisprudência, que poderá ser consultada inclusive pela Internet sobre o direito de greve, seja para designados, efetivos, efetivados, efetivos em estágio probatório, etc.

    A nossa greve é legal e o governo não tem direito de ameaçar ninguém. Ele faz essa pressão, mas não pode adotar medidas administrativas, pois estaria incorrendo em abuso de poder e agressão à Carta Maior deste país.

    Não vamos aceitar mais esta tentativa de chantagear e pressionar os nossos colegas.

    Aliás, todos devemos perguntar: uai, e aquela estória de que somente 1% das escolas estão paradas, que o governo disse pela TV?

    Como então se pode alegar que a greve vem causando prejuízo irreparável se ela, de acordo com o governo, atinge tão poucas unidades escolares? E os substitutos do governo? Não estão funcionando?

    Por isso, estejamos unidos e mobilizemos os colegas que ainda estão nas escolas, pois a greve está se fortalecendo e por isso o governo está desesperado.

    Força na luta, colegas! Firmes até a vitória!

    ResponderExcluir
  136. N.D.G, procure dar uma atenção a IPANEMA, leste mineiro.Os professores ainda não aderiram...
    Eles precisam acordar para o movimento, que é tão importante...
    PESSOAL PRECISA AJUDAR...

    RUMOOO A VITÓRIAAA...

    GREVEEEEE...

    ResponderExcluir
  137. CRISE NA EDUCAÇÃO
    Reunião entre professores e MP termina sem acordo e greve continua no Estado
    Categoria afirma que só voltará às salas de aulas quando o go- verno atender a reivindicação de pagamento do piso nacional (tempo online)
    E agora essa, mexeu com designados, e o jurídico não tem como expedir um mandato de segurança para essa barbárie!!
    Quando era designada, participei de todas as greves, e nunca aconteceu nada comigo!!
    Que coronelzinho é esse governador!!acho que ele esta assistindo muito a novela FOGO ENCANTADO!!ISSO ME FAZ LEMBRAR OS MANDO E DESMANDO DO CORONEL TIMOTINHO!!MARIA -CONTAGEM

    ResponderExcluir
  138. Beatriz,

    Mande alguma notícia da reunião com o Ministério Público.
    Acho que merecemos um pouco de consideração.

    Grato.

    ResponderExcluir
  139. MAIS UMA!!KKKKKKKKKK
    Programas produzidos pela Secretaria de Estado de Educação e Rede Minas vão auxiliar estudantes na preparação para o Enem

    Conforme informou o governador Antonio Anastasia, em pronunciamento nesta segunda-feira (29), a preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai alcançar os estudantes mineiros também via televisão. A Secretaria de Estado de Educação (SEE) e a Rede Minas estão preparando, em parceria, uma série de "pílulas" e programas televisivos para auxiliar os alunos do 3º ano a estudar para o exame.

    Já a partir do dia 12 de setembro, serão inseridos programetes com dicas na grade da Rede Minas. Batizados de Plantão Enem, eles terão dois minutos de duração e serão veiculados de segunda a sexta-feira, com orientações de estudo sobre todas as disciplinas do ensino médio. A partir do dia 17, aos sábados, será transmitido o Plantão Enem ao Vivo, que também visa contribuir para a preparação dos alunos.

    ResponderExcluir
  140. DENUNCIEM O MP EM TODOS OS LUGARES POSSÍVEIS.

    SUA FUNÇÃO É FAZER CUMPRIR A LEI.

    O MP ESTÁ SENDO PARCIAL.

    ResponderExcluir
  141. Bravos companheiros, sabíamos que não seria fácil, mas iremos conseguir. Força e greve até a vitória final!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  142. Olá euler e blogueiros!

    ATENÇÃO ANASTAZISTA!

    Você e sua trupe NÃO NOS REPRESENTAM. Vocês não estão em posição confortável para exigir isso ou aquilo. Cadê vez que usam a mídia para tentar minar o movimento, acabam por acertar seus própríos pés. O movimento cresce em toda Minas Gerais e, inevitavelmente, o cerco se fecha.

    Que a Bia Cerqueira seja firme com o MP e faça com que o Governo retire essa imposição sobre os DESIGNADOS.

    Amanhã teremos reforço de vários movimentos estudantis, universitários, pais e outros sindicatos. Hoje (30), durante a manifestação na pça sete, abordei vários pedestres e aproveitei para explicar como anda esse imbróglio que é o PSPN. Apesar do bombardeio publicitário do Governo, percebi que a maioria das pessoas estão sensiblizadas com nossa causa.

    A caça ao Anastazista não pode cessar! O infeliz esteve no Palácio das Artes e não houve articulação para que pudéssemos recebê-lo. Não podemos cochilar! A gratificação vem ai!

    Todos firmes e de pé!
    Sem o Piso, não piso na escola!

    ResponderExcluir
  143. Manifestação Estudantes de Escolas Públicas de Juiz de Fora é duramente reprimida pela polícia

    http://www.google.com.br/url?url=http://www.youtube.com/watch%3Fv%3Dn9vW8zTBsNE&rct=j&sa=X&ei=szxdTp3FO6Pd0QHp36zvAg&ved=0CDAQuAIwAA&q=greve+professores+mg&usg=AFQjCNEI_6hnjiHZA9OjPgzcgYdUmmO6Pw

    ResponderExcluir
  144. André Augusto /BH30 de agosto de 2011 16:55

    Andre Augusto BH
    Aos designados: Não se entimidem com esse tal de email de secretária pois omesmo ela não tem a cara de pau de colocar no portal da educação. A GREVE É IM DIREITO PARA TODOS.FIRMES NA LUTA...ATÉ A VITÓRIA.

    ResponderExcluir
  145. INFELIZMENTE NÃO VEJO O GOVERNO DESESPERADO!!VEJO SIM, UM GOVERNO ARTICULOSO!COM TEMPO, NÃO ESTÁ NEM AÍ PARA OS PROFESSORES!TRABALHANDO COM O MEDO DAS PESSOAS!ESSE ATO DESPREZÍVEL DESSA CONVOCAÇÃO ME DÁ NOJO DE UM PAÍS COMO ESTE, EM QUE A LEI SÓ FUNCIONA PARA ELES!!FICO MUITO APREENSIVA, POIS ELES SÃO MUITO COLEGUINHAS, MP,STF,ETC...CONSTANTEMENTE ELES SE REÚNEM PARA ZOMBAR DA GENTE! ACHO QUE A NOSSA SOLUÇÃO É SÓ COM O JURÍDICO, NÃO VEJO OUTRA SAÍDA!!PRIMEIRO OS TAMPAX, AGORA OS DESIGNADOS, E DEPOIS QUEM SERÁ?!!

    ResponderExcluir
  146. Euler
    Gostem os colegas ou não, faço questão de repor todos os dias parados. É minha obrigação para com os pais e alunos. Além disso, o DESgoverno não terá a não reposição , da minha parte, como trunfo para tentar jogar-nos contra a sociedade.

    ResponderExcluir
  147. GOVERNO DITADOR.

    A DITADURA JÁ ESTÁ INSTALADA IM MINAS GERAIS.

    SOMENTE A SOCIEDADE TEM FORÇAS PARA DERRUBÁ-LA.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    AÉCIO E ANASTASIA ACABARAM COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    ResponderExcluir
  148. Rosilene (Cons. Pena)
    VALEU RAFAEL (GV)!
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  149. Parabéns aos educadores de SOBRÁLIA!!! 100% de adesão à greve, só os "tampões" estão na escola. Cidade pequena de gente valente!!!

    ResponderExcluir
  150. Ivan Lins
    No novo tempo, apesar dos castigos
    Estamos crescidos, estamos atentos, estamos mais vivos
    Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
    No novo tempo, apesar dos perigos
    Da força mais bruta, da noite que assusta, estamos na luta
    Pra sobreviver, pra sobreviver, pra sobreviver
    Pra que nossa esperança seja mais que a vingança
    Seja sempre um caminho que se deixa de herança
    No novo tempo, apesar dos castigos
    De toda fadiga, de toda injustiça, estamos na briga
    Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
    No novo tempo, apesar dos perigos
    De todos os pecados, de todos enganos, estamos marcados
    Pra sobreviver, pra sobreviver, pra sobreviver
    No novo tempo, apesar dos castigos
    Estamos em cena, estamos nas ruas, quebrando as algemas
    Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
    No novo tempo, apesar dos perigos
    A gente se encontra cantando na praça, fazendo pirraça
    Composição: Ivan Lins / Vitor Martins
    OLÁ EULER E COMPANHEIROS(AS)
    Mais uma música linda pra nos servir de inspiração.
    TODOS UNIDOS ATÉ A VITÓRIA !!!

    ResponderExcluir
  151. AMANHÃ TEMOS O COMPROMISSO DE ESTARMOS TODOS JUNTOS NA ASSEMBLEIA DA CATEGORIA.

    FORÇA, CORAGEM, RESISTÊNCIA, PERSISTÊNCIA E DETERMINAÇÃO.

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  152. Este se tornou um espaço dem reivindicação, debates e informação, dsde o início da greve tem sido assim, e a divulgação e força do blog devem ser justamente devidas à união que se torna possível no mundo virtual das redes sociais. Com isto, não deixo de reconhecer o esforço e méritos do companheiro Euler, mas quero enfocar um ponto que incomoda a muitos, como tem provado os comentários aqui expostos. Estou designado em Divino, e perdi aulas para efetivados da LEI 100, que nem são habilitados como eu, ao se equiparar concursados e não-concursados. Já postei este comentário aqui e não foi publicado, não sei...talvez se pense que o movimento se enfraqueceria e no futuro político da categoria. Entretanto, parece-me que a justa reivindicação das vagas de efetivados para o edital do próximo concurso é uma das premissas que mais demonstrariam a moralidade e ética com a "coisa pública - Res Publica" por parte da categoria. Por que o medo? Como podemos cobrar respeito às leis, se governos anteriores e atuais ferem a lei maior e continuam a fazê-lo, certos da impunidade e mesmo do apoio de sindicatos e profissionais da educação, que deveriam ser os primeiros a contestar tal fato? Assim, registro minha indignação com a adoção de critérios oportunistas e desiguais para mesma situação. Em tempo, estou em greve e continuarei até o momento que julgar procedente.
    vafas de efetivados no concuro já, pois a situação funcional de efetivados, conforme a própria lei que os efetivou, o fez temporariamente, até a realização de concurso público com ampla concorrência, ou estou enganado?
    Força na luta, e sejamos justos e coerentes, seja em que momento for.

    ResponderExcluir
  153. Urgente:
    Manifestação Estudantes de Escolas Públicas de Juiz de Fora é duramente reprimida pela polícia

    http://www.google.com.br/url?url=http://www.youtube.com/watch%3Fv%3Dn9vW8zTBsNE&rct=j&sa=X&ei=szxdTp3FO6Pd0QHp36zvAg&ved=0CDAQuAIwAA&q=greve+professores+mg&usg=AFQjCNEI_6hnjiHZA9OjPgzcgYdUmmO6Pw

    ResponderExcluir
  154. Um abraço aos valentes que estão em greve e que se somam agora ao NDG,

    Nem este e nenhum outro governo vai nos intimidar!

    A greve continua forte e sem o piso não voltamos para a escola.

    E se o governo demorar muito a entrar num acordo e pagar o piso nós vamos radicalizar pra cima dele. A sociedade mineira dos de baixo está do nosso lado. Tá todo mundo percebendo o quanto este governo tergiversa, ilude, mente, engana, trapaceia, etc.

    A todo mundo ele diz uma coisa e faz outra. Diz que está aberto para negociar com "boa fé" e põe a secretária da educação para ameaçar designados.

    Diz que já paga até mais que o piso pelo subsídio, e imediatamente confessa que mentiu, pois para pagar o piso proporcional do MEC terá que investir mais 2,5 bilhões de reais.

    Diz que o problema é a LRF e depois diz que falta é dinheiro em caixa, quando os recursos dos 25% da Educação dariam para pagar tranquilamente o piso dos educadores.

    Enfim, não vamos arredar pé de receber o nosso piso.

    Força na luta e até a nossa vitória! Estamos dando uma aula pública de cidadania e não vamos parar!

    ResponderExcluir
  155. Caro Euler,

    Hoje o meu dia foi agitado. Estivemos presente no sepultamento do subsídio no centro da capital. Olha nunca presenciei um sepultamento em que os entes sorriam e vibravam ao som da marcha fúnebre.

    Após o enterro nos dirigimos para a Metropolitana C, pois o Ronaldo ligou informando da ocupação da SRE. Foi vibrante. Pena que eu perdir a oportunidade de conhecer a Cris. Tive que sair antes devido a compromisso com o meu marido. Desde já coloco-me a disposição para futuras ações. Agora,foi comédia verificar o olhar de pânico do segurança tentando impedir a nossa entrada.

    Pensei que você (Euler) estaria lá. Mas sabemos que o seu lugar é aqui, energizando a todos e mantendo a unidade do Núcleo informada.

    Boa greve para todos.

    ResponderExcluir
  156. VENCER OS PROFESSORES?

    QUAL O LUCRO POLÍTICO DISTO?

    PROFESSORES DESMOTIVADOS E REVOLTADOS.

    FICARÃO COM SEUS CURRÍCULO POLÍTICOS MARCADOS.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    AÉCIO E ANASTASIA ACABARAM COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    ResponderExcluir
  157. Caro Euler e companheiros(as)

    então a gorgonzola tirou mais uma da sua bolsa de maldades - ameaça de demitir os designados - ora esta, madame, onde a sra está com a cabeça?

    Alô designados, não caiam em mais esta dos fora da lei. Leia a orientação da Bia no seu blog bem como do nosso Euler GREVE É UM DIREITO CONSTITUCIONAL, portanto ninguém está fora desta prerrogativa. Fiquem firmes.

    Gente, o "monstro" está caindo, mas atirando. Não vamos nos dispersar.

    MUITA FORÇA E PERSISTÊNCIA PARA TODOS.

    A VITÓRIA É NOSSA!

    ResponderExcluir
  158. Boa tarde Euler!!!
    Entendi o porquê das loucuras , falta de ética, falta de jogo de cintura , desse trio desgovernado:
    são três DINOSSAUROS com cérebro , Anasta , gorgonzolla e Hiena .Como Minas está desgovernada ,MEU DEUS !!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  159. Recebi por e-mail:

    "Prisão e agressão a um professor de Juiz de Fora durante manifestação:

    Estimados Membros do Fórum de Direitos Humanos e Entidades defensoras dos Direitos Humanos,

    Venho por meio desta mensagem solicitar - em caráter de urgência - a manifestação do Fórum de Direitos Humanos e demais entidades, sindicais, eclesiais e do movimento popular, inclusive a Ordem dos Advogados do Brasil - Juiz de Fora. A matéria sairá dia 31 de agosto do corrente na Tribuna de Minas e mostra o tamanho do arbítrio da ação da Polícia Militar de Minas Gerais. Manifestações de apoio serão bem vindas pelo endereço eletrônico: http://sindutejf.blogspot.com/

    Na oportunidade, reitero o abraço.

    Walber Meirelles Ladeira

    Professor é detido e algemado pela PM em manifestação

    Ato revoltou estudantes que organizaram movimento em apoio à paralisação dos professores da rede estadual;

    Por Pablo Cordeiro

    Um professor da rede estadual de ensino, 27 anos, foi detido e levado para a delegacia de Polícia Civil no decorrer da manifestação que alunos realizaram na manhã desta terça-feira (30), em apoio à greve dos professores que já dura 86 dias. Segundo a coordenadora de comunicação do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) na cidade, Yara Aquino, que estava junto dos estudantes, o educador, que também é diretor do sindicato, teria sido jogado no chão e algemado no meio da multidão, próximo ao Parque Halfeld, ponto de encerramento do protesto. Por volta das 11h, o professor estava na delegacia, junto com representantes do Sind-UTE, aguardando a confecção do registro da PM.

    No último dia 23, os estudantes já haviam realizado protesto semelhante, no entanto, com uma adesão menor. De acordo com Yara, cerca de 500 pessoas participaram. O grupo partiu do Instituto Estadual de Educação (IEE), seguiu pela Avenida Independência até a Rio Branco, onde terminou o ato nas escadarias da Câmara Municipal."O pessoal ficou revoltado com o autoritarismo.

    Em Belo Horizonte paramos o trânsito em horário de pico por até duas horas e isso não acontece", destaca Yara. Na delegacia, o professor classificou a atitude dos policiais como um "ato truculento". De acordo com a assessoria de comunicação da PM, a ocorrência ainda não foi finalizada no sistema, mas pelas informações iniciais, a causa da detenção é desobediência.

    Aulas pela TV

    Em pronunciamento realizado na última segunda-feira (29), o governador de Minas, Antonio Anastasia, anunciou uma série de programas televisivos para auxiliar os alunos do 3º ano a estudar para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado nos dias 22 e 23 de outubro. A partir do dia 12 de setembro, de segunda a sexta-feira, serão inseridos na grade da Rede Minas as exibições com dois minutos de duração. A partir do dia 17, aos sábados, será transmitido o Plantão Enem ao Vivo. Para a coordenadora de comunicação do Sind-UTE, Yara Aquino, essa é mais uma "forma de anular a presença do professor dentro da sala de aula". Em complemento, Yara também lembra que as contratações de docentes substitutos para sanar a falta dos professores está sendo totalmente impedida em Juiz de Fora. "Estamos visitando escolas diariamente e conscientizando a classe", finaliza.

    Reuniões

    Segundo informou nota da assessoria de comunicação do Governo de Minas, uma reunião entre Ministério Público Estadual e representantes do Sind-UTE está agendada para esta terça-feira (30). Para a próxima quarta-feira (31), outra reunião com representantes do governo também foi agendada. Também na quarta, uma assembleia regional do sindicato será realizada às 14h em Belo Horizonte."

    ResponderExcluir
  160. Ivan Lins
    No novo tempo, apesar dos castigos
    Estamos crescidos, estamos atentos, estamos mais vivos
    Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
    No novo tempo, apesar dos perigos
    Da força mais bruta, da noite que assusta, estamos na luta

    http://www.youtube.com/watch?v=KidRE4WDqLc&feature=player_detailpage

    ResponderExcluir
  161. CHARLOTTE SAMPAIO DIZ... tô boba!!!

    Vi o video da VIOLência instituída em minas pelo SATANÁStasia...
    ACHO QUE ESSE VIDEO PRECISA SEER ENVIADO AO MINISTÉRIO PUBLICO E TAMBÉM EXIBIDO EM TODAS AS ESCOLAS QUE AINDA NÃO ADERIRAM A GREVE!!!

    e agora eu pergunto: os colegas que ainda não aderiram depois desse HORROR em Juiz de Fora têm a obrigação moral de cruzar os braços tb!!!

    VAMOS REPUDIAR VEEMENTE ESSE HORROR !!!!

    ResponderExcluir
  162. Amanhã na Assembleia da categoria vamos fazer um apitaço.

    ResponderExcluir
  163. QUE BOM QUE MUITOS MUDARAM DE IDEIA E HOJE OS DESIGNADOS VOLTARAM A SER IMPORTANTES!!!!

    ATÉ ONTEM AQUI, MUITOS DEFENDIAM O PISO SÓ PARA QUEM ESTAVA NA CARREIRA ANTIGA.

    AGORA OS DESIGNADOS VOLTARAM A SER IMPORTANTES!!!

    ResponderExcluir
  164. CHARLOTTE ADVERTE:

    MEXEU COM PROFESSOR, MEXEU COMIGO!!!

    precisamos REPUDIAR ESSA VIOLÊNCIA!!!

    ABAIXO A DITADURA EM MINAS GERAIS!!!

    ABAXO A REPRESSÃO!!!

    ResponderExcluir
  165. Fiz uma denúncia ao próprio MPE:
    O governador do estado de Minas Gerais não cumpre a lei 11.738/2008 após publicação do acórdão pelo STF.
    Estou indignada com a posição do MPE pois ele deveria fazer o governo cumprir a lei e não ser mediador de negociações. Todos os educadores de Minas Gerais estão perplexos com essa postura uma vez que esperávamos de se fazer cumpridor de LEI. Seria essa mesma postura do MPE se a greve dos educadores mineiros não tivesse dentro da legalidade?
    Aguardamos seriedade e prudência dos servidores deste ministério. Sejam imparciais e cumpridores dos seus deveres com a sociedade mineira independente da ocupação de cadeiras do poder.
    Obrigada.
    Manifestação Recebida
    Origem: Denuncia direta ao procurador Geral de Justiça de Minas Gerais
    Data e horário de Recebimento:30/08/2011-17:28:15
    Número Manifestação:29939082011-0
    Senha:

    IMPRIMA ou ANOTE estes dados para consultar o andamento de sua manifestação.

    ResponderExcluir
  166. Caro Euler
    e companheirada do NDG
    e companheirada da luta

    VAMOS TODOS AMANHÃ NA ASSEMBLÉIA FAZER BH E MINAS TREMER.
    Vamos sincronizar nossa energia e dar nosso grito por justiça.
    Vamos levantar nosso clamor.
    Vamos permanecer firmes e muito decididos.
    Vamos contar com o apoio dos movimentos sociais.
    Vamos conquistar os nossos direitos.
    Vamos vencer estas "feras" que querem usurpar nossos direitos.
    Vamos com toda força e com braços dados dobrar este "monstro" que nos oprime.
    Vamos com força e garra conquistar o nosso piso.

    FORÇA E CORAGEM ! VAMOS TODOS JUNTOS!

    ResponderExcluir
  167. E agora? Quem poderá nos defender?
    Cadê o Chapolin Colorado?

    ResponderExcluir
  168. O nosso colega da novelinha da "Naná" tá sumido...
    Estou seguindo a novela, não pode faltar capítulos, viu?

    ResponderExcluir
  169. De imediato a luta pelo piso tem que ser para quem fez o retorno, e depois se estender. Do contrário voltarei para a escola.
    O sindicato precisa ponderar.
    Até amanhã!!!

    ResponderExcluir
  170. Mais uma escola aderiu a greve a partir de ontem. EE Padre Egydio Reis de Senhora dos Remédios. Ano passado esta escola foi exemplo de luta, este ano demorou mas agora engrossa a luta. antes tarde do que nunca. AGORA ATÉ O PISO, SEM O PISO NÃO PISO NA ESCOLA.

    ResponderExcluir
  171. Se esta greve continuar, próxima assembléia em Brasília!

    ResponderExcluir
  172. Gente, mandei um apelo pro DATENA. É só entrar no site do programa "Brasil Urgente", lá tem um campo pra denúncia. Quem sabe ele não dá um puxão de orelha no Anastasia ao vivo!!!

    ResponderExcluir
  173. "Zé da Silva
    Jaboticatubas

    Talvez os professores não saibam, mas o Procurador de Justiça que está intermediando o encontro com o Governo do Estado é amigo íntimo de Anastasia. Alceu Torres Marques é do fundo da cozinha da casa do Governdor, como dizemos aqui na roça.Será que ele vai ficar na neutralidade na hora de se posicionar?"

    ResponderExcluir
  174. Boa tarde professor Euler e demais colegas.

    Meu Deus, acabei de assistir o vídeo de nosso colega preso em Juiz de Fora e covardemente agredido por policiais. Estou em prantos.
    Eu tenho certeza que estou em plena Líbia, liderada por Kadaf, eu não estou no Brasil! Ou será que estou?
    Gente, quando a força "rebelde" (nós) de Minas irá agir de forma mais contundente e compatível com o tratamento que estamos recebendo?
    Abaixo a passividade!!!
    Estou sugerindo uma "guerra" mais agressiva, mais abrangente.
    Por que os senhores policiais (ressalvando os idôneos) não agem assim com bandidos?
    SOCOOOOOOORRROOOOOOOOO, ESTAMOS CORRENDO PERIGO!!!
    INTERVENÇÃO DA ONU, COM URGÊNCIA!

    ResponderExcluir
  175. Euler
    pensando aqui, propostas:
    - manifestação e acampamento na sede do ministério público
    - manifestação e acampamento no tjmg
    - amanhâ , caso haja passeata, nos organizarmos em filas tipo procissão (um modo diferente de causar mais impacto )
    Pensem... (Tomara que não seja necessário)

    ResponderExcluir
  176. Caro Euler e demais companheiros de luta,

    Postei o texto abaixo no meu blog e gostaria de repassá-lo a todos que acompanham o seu blog.
    Ei-lo:

    Os "desgovernos" e os embargos de declaração


    Acabo de ler no site do Supremo Tribunal Federal: os Estados de Mato Grosso do Sul, Ceará, Santa Catarina e Rio Grande do Sul entraram com os tais "embargos de declaração". Li partes das petições eletrônicas e pude perceber que os senhores desgovernadores desses Estados querem mais prazo para implementação do PISO, com pena, segundo eles, de terem as finanças dos seus respectivos Estados comprometidas. A petição do Rio Grande do Sul, por incrível que pareça (Estado governado por Tarso Genro, do PT), é a mais detalhada e, ao meu ver, a mais absurda. Diz que o impacto financeiro e administrativo, na aplicação do PISO como vencimento básico, é de "proporções verdadeiramente hecatômbicas"!!! (trágico, não?) Claramente, quer um prazo extra de um ano e maio para a aplicação do PISO de forma integral. Em resumo, querem mais tempo para pagar o que já deveriam estar pagando, e nada de retroativo. Somente contar a partir do trânsito em julgado do acórdão.O que não se pode mais contestar é que PISO é vencimento básico. Favas contadas.
    Este é o nosso País! O ex-presidente Lula vem criticar (e com razão) a postura do PSDB mineiro, mas olhem aí um dos seus aliados políticos usando as mesmas armas...
    Quanto aos embargos declaratórios, se considerarmos a postura do relator Joaquim Barbosa, que durante o julgamento da ADI 4167 disse não se comover nem um pouco com as questões orçamentárias, creio que eles serão indeferidos.
    No mais, é aguardar e fortalecer a nossa luta, até a vitória!!!

    ResponderExcluir
  177. Fátima - Professora de História - Ubá30 de agosto de 2011 18:05

    Professores designados não se intimidem com as ameaças desse ditador. Greve é direito assegurado ao trabalhador pela constituíção Federal.( cap. II- Dos Direitos Sociais -Artigo 6º e 7º-Parágrafo - XXXIV) igualdade de direitos entre o trabalhador com vínculo empregatício permanente e o trabalhador avulso. Essa é mais uma forma macabra para desarticular o movimento.
    O que está acontecendo em Minas é motivo de uma intervenção nacional. Se a justiça desse país não nos defende, vamos apelar pela ONU, Tibunal de Haia. Alguém precisa conter esse homem.

    ResponderExcluir
  178. Companheiros,

    já está no site do SINDUTE-MG algumas informações do que ocorreu na reunião de hoje.

    Força na luta!!!

    ResponderExcluir
  179. GREVE EM MINAS, POLICIA MILITAR ataca professor e prende em meio a protesto de estudandes em JUIZ DE FORA - MG http://www.youtube.com/watch?v=n9vW8zTBsNE

    ResponderExcluir
  180. Triangulo Mineiro Uberlandia aumenta Adesao a gre ve mais 5 escolas aderem , faltando ainda mais atitude do sindute no interior e cidades vizinhas ituiutaba, tupaciguara , amanhã tem assembléia vamos la parem apoiem os colegas mesmo que não estejam presentes de corpo mas presente de FÉEEE
    .acredito em voces do triangulo

    ResponderExcluir
  181. Euler
    por uma matéria que saiu nos jornais hoje este procurador do ministério público aqui de minas está preocupado é com reajustar salários da sua classe e , ao que parece, não está sendo apoiado pelo CNMP, órgão maior em Brasília.
    Esta omissão dele em não agir com o desgoverno descumpridor da lei não caberia uma intervenção
    do CNMP?

    ResponderExcluir
  182. GRAÇA:

    GRAVE"MUITO GRAVE! GRAVÍSSIMO!

    O VIDEO ABAIXO PRECISA SER AMPLAMENTE DIVULGADO E SE POSSIVEL, PROJETADO DURANTE A ASSEMBLEIA AMANHA!

    Uma manifestação dos Estudantes de Escolas Públicas em apoio a greve dos professores de Minas Gerais, que lutam pelo cumprimento da lei federal do piso salarial foi duramente reprimida pela polícia e teve o professor André preso covardemente pela polícia. A manifestação aconteceu no cruzamento da Rua Halfeld com a Av Rio Branco no dia 30/08/2011. Essa é mais uma de uma série de manifestações que acontecem nos quatro cantos do país, onde estudantes, professores, funcionários lutam por mellhorias na qualidade da educação do país.

    http://www.google.com.br/url?url=http://www.youtube.com/watch%3Fv%3Dn9vW8zTBsNE&rct=j&sa=X&ei=szxdTp3FO6Pd0QHp36zvAg&ved=0CDAQuAIwAA&q=greve+professores+mg&usg=AFQjCNEI_6hnjiHZA9OjPgzcgYdUmmO6Pw

    ResponderExcluir
  183. EXTRA!
    Acabei de saber por uma diretora amiga minha e que não é perseguidora, que a SEE encaminhou e-mails a todas as escolas convocando os designados a retornarem ao trabalho imediatamente sob pena de serem dispensados.
    A turma do mal está fazendo de tudo para não pagar o piso.
    FORA PSDBOS... FORA SATANASIA!

    ResponderExcluir
  184. O que seria mais difícil, lutar com o Governo ou, com os nossos colegas de profissão que não aderem ao nosso movimento,
    que já é Histórico??!!

    Olá pessoal da luta (e os espectadores também!)
    Ja passamos por momentos piores nesta greve, e agora estamos em posição de extrema vantagem: os argumentos do governo estão se esgotando. Sabemos que não não é justo tudo isso, mas também sabemos que a justiça virá, e a nosso favor!Vamos nos concentrar naqueles que estão conosco, vamos enfrentar mais uma batalha unidos e sem perder o nosso foco!Não precisamos ficar mendigando a entrada desses nossos "colegas" para alcançarmos a (nosssa) GLÓRIA! Já provamos muito que, podemos muito sem eles!Que eles vivam com suas conciências, afinal, são professores, devem saber o que ensinar e o que aprender, embora não tenham "apreendido" o valor desta luta!
    Não foi esta reunião que se resolveu nosso clamor, e nem será na próxima também, podemos saber disso fácil, por que? Porque ainda há, na nossa lei brasileira, espaço para políticos formados como o nosso DESGOVERNADOR, manobrá-la e ganhar tempo. Tempo que pra ele, desgovernador, está curto, mas que felizmente para nós está mais curto ainda, porque temos toda uma lei a nosso favor. Tá na cara que ele vai defender o SUICÍDIO até o último momento.Só temos que permanecer unidos, pacientes e atentos, para não darmos nenhum passo errado; a nossa vitória está muito próxima!
    É muito bom saber que várias escolas Minas a fora estão entrando, (ou entrarão após a assembléia) na luta!
    Assim o cenário fica cada vez melhor!

    Força na luta pessoal, até a VITÓRIA!

    Vera Ribeiro - Guaxupé

    ResponderExcluir
  185. A greve continua companheiros, até a conquista do nosso piso!! Tudo conspira a nosso favor. É termos mais calma e paciência que tudo se resolverá.

    ResponderExcluir
  186. Pessoal,
    Não dá mais pra ficar com esta guerra de forças. O momento é de muita cautela. Inicialmente temos que LUTAR pelo pagamento do PISO SALARIAL para os 153 mil servidores que fizeram o retorno para a Carreira Antiga. Se ficarmos batendo o pé e exigindo PISO para todos os 398 mil servidores, as chances de sermos atendidos imediatamente, diminuem se não for impossível. Além do mais, temos que respeitar as escolhas dos nossos colegas, pois, sei de funcionários que estão satisfeitos com o subsídio. Não pensem que sou egoísta, não é nada disso. Só que primeiro temos que garantir a implantação do PISO aos que a lei ampara. Temos que dar um passo de cada vez. Se o governo propor pagar o PISO aos 153 mil, o sindicato deverá aceitar, pois ao contrário, eu e todos os professores da escola onde trabalho, retornaremos às salas de aulas. Nossa greve não é CONTRA o subsídio mas A FAVOR DO PISO SALARIAL, este é o motivo da greve. "Quem quer muito, não quer nada"!

    ResponderExcluir
  187. Caros colegas de luta precisamos reivindicar outro direito esquecido. Quem entrou como efetivo em 2002/2003, aprovado em concurso público cujo edital exigia apenas licenciatura curta para exercer o cargo e mesmo possuindo a licenciatura específica, continua até hoje sendo desfavorecido por este desgoverno. Até o pessoal efetivado pela lei 100 recebe mais do que o efetivo desse concurso... Isso é injusto e precisamos nos unir para reclamar nossos direitos. As pessoas que passam por isso, por favor, retornem com alguma solução. Abraços a todos os colegas em luta... Orgulho de ser Mineira

    ResponderExcluir
  188. Resultado da reunião com o Ministério Público - Nova reunião acontece amanhã (31/08)

    A reunião realizada entre o Sind-UTE/MG e o Ministério Público Estadual teve como encaminhamento final o agendamento de nova reunião nesta quarta-feira (31/08), 10 horas, na sede do Ministério Público com a participação do Governo do Estado.

    Durante o encontro, o Sind-UTE/MG reiterou a necessidade do Governo do Estado apresentar uma tabela com aplicação do Piso Salarial no vencimento básico, conforme encaminhamento da reunião realizada com o próprio Ministério Público no dia 16/08.

    O Minitério Público chegou a propor a suspensão da greve paralela e independente de uma proposta do Governo, o que o sindicato deixou claro é que não seria possível e reafirmou a necessidade do Governo apresentar proposta que atenda às reivindicações da categoria.

    O Sindicato questionou também a morosidade do Governo mineiro em cumprir a Lei Federal uma vez que a Lei é de 2008, dando prazo que o governadores e prefeitos se organizassem financeiramente.

    Quanto ao argumento do limite imposto pela Lei de Responsabillidade Fiscal, também não é possível ser utilizado uma vez que em janeiro deste ano o Governo mineiro criou várias despesas de pessoal através das leis delegadas, aumentou as despesas de várias secretarias e sequer admite cumprir o previsto constitucionalmente de investimento para a educação que é de 25%.

    Fonte: SIND UTE

    ResponderExcluir
  189. Correção: no meu comentário anterior, onde está "maio" leia-se "meio".

    ResponderExcluir
  190. VAMOS DENUNCIAR O MINISTÉRIO PÚBLICO EM TODOS OS ÓRGÃOS COMPETENTES.

    ESTAMOS DECIDIDOS A VENCER, ESTÁ É A MELHOR DECISÃO.

    FORÇA, CORAGEM, RESISTÊNCIA, PERSISTÊNCIA E DETERMINAÇÃO.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  191. Euler,
    Continuo afirmando que presisamos incomodar o MP.
    Amanhã, depois da assembleia, deveríamos rumar para a sede do MP, montar acampamento na sua porta e nos mantermos lá, fazendo muito barulho, até atingirmos o nosso objetivo(o piso salarial).

    Maria de Lourdes

    ResponderExcluir
  192. http://www.sindpolmg.org.br/portal/midias/download/id/1698/titulo/Jornal%20O%20Tempo:%20Expectativa%20de%20fim%20da%20greve.pdf
    SINDPOL APOIANDO A GREVE DOS PROFESSORES.

    ResponderExcluir
  193. VOLTO A APELAR PARA OS COLEGAS DE TODO O ESTADO QUE AINDA NÃO ADERIRAM Á GREVE: A DECISÃO ESTÁ NAS SUAS MÃOS! PAREM HOJE, TODOS E A GREVE TERMINA AMANHÃ. SERÁ QUE VOCÊS AINDA NÃO PERCEBERAM A DIMENSÃO DO QUE ESTÁ ACONTECENDO?
    QUANDO NÃO TÍNHAMOS A NET O MOVIMENTO ENFRAQUECIA POR FALTA DE COMUNICAÇÃO, MAS ESSE BLOG BOTA FOGO NA GENTE. A GENTE CHORA, A GENTE RI, SE DESESPERA COM OS DESMANDOS DO GOVERNO, SE ENCHE DE ESPERANÇA COM A BRAVURA DO NDG, ENFIM, NUNCA MAIS SEREMOS OS MESMOS. SOMOS UMA CATEGORIA OUTRA VEZ!!! SE LIGA GALERA, JUNTEM-SE A NÓS E SINTAM ESSE GOSTINHO DE SER PRÓ-ATIVO NEM QUE SEJA NESSE FINALZINHO DE LUTA (EU CREIO NISSO)
    O SENHOR NOS CHAMOU POR CABEÇA E NÃO POR CAUDA!

    ResponderExcluir
  194. Euler,
    Concordo com a Maravilha,a luta inicial tem que ser para os que optaram pelo "PISO" do contrário não conseguiremos nada.

    ResponderExcluir
  195. Euler e companheiros de luta, olha a notícia publicada no site do sindute:


    Resultado da reunião com o Ministério Público - Nova reunião acontece amanhã (31/08)

    A reunião realizada entre o Sind-UTE/MG e o Ministério Público Estadual teve como encaminhamento final o agendamento de nova reunião nesta quarta-feira (31/08), 10 horas, na sede do Ministério Público com a participação do Governo do Estado.

    Durante o encontro, o Sind-UTE/MG reiterou a necessidade do Governo do Estado apresentar uma tabela com aplicação do Piso Salarial no vencimento básico, conforme encaminhamento da reunião realizada com o próprio Ministério Público no dia 16/08.

    O Minitério Público chegou a propor a suspensão da greve paralela e independente de uma proposta do Governo, o que o sindicato deixou claro é que não seria possível e reafirmou a necessidade do Governo apresentar proposta que atenda às reivindicações da categoria.

    O Sindicato questionou também a morosidade do Governo mineiro em cumprir a Lei Federal uma vez que a Lei é de 2008, dando prazo que o governadores e prefeitos se organizassem financeiramente.

    Quanto ao argumento do limite imposto pela Lei de Responsabillidade Fiscal, também não é possível ser utilizado uma vez que em janeiro deste ano o Governo mineiro criou várias despesas de pessoal através das leis delegadas, aumentou as despesas de várias secretarias e sequer admite cumprir o previsto constitucionalmente de investimento para a educação que é de 25%.

    OLHA QUE RÍDIDULO A PROPOSTA DO MP " suspensão da greve paralela e independente de uma proposta do Governo". Depois desta pra que este Ministério serve, só para fazer a Beatriz perder o seu tempo,e nós também.

    Abraços e a luta continua.
    Helena Uberlândia

    ResponderExcluir
  196. Caros colegas,

    Sejamos realistas, desde o começo da greve, foram apresentadas aqui, em outros blogs e site do sind ute, várias leis que foram descumpridas pelo governo. Exemplos: DIREITO DE GREVE - "não se pode cortar o ponto de grevistas". O que aconteceu? O ponto foi cortado? Sim. O MPE fez alguma coisa? Não. DIREITO DE GREVE - "não se pode substituir funcionário em greve". O que aconteceu? Os funcionários foram substituídos? Sim. O MPE fez alguma coisa? Não. Esse desgoverno faz o que quer, na hora que quer. se ele quiser mandar os designados embora, vai mandar. E o MPE fará algo? Não. A nossa luta é bem maior que imaginamos. Ela somente terá final com o PISO e o desgoverno somente fará uma proposta quando a decisão do STF transitar em julgado, antes disso ele só irá rir de nós e cumprir seu papel de DITADOR. Portanto, caros colegas de luta, preparem-se para pelo menos mais duas semanas de batalha. Mas apesar de tudo isso, a vitória será de quem lutou até o fim.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  197. Por e-mail, da nossa combativa colega Hilda:

    "hilda marcelino:

    Sobre a prisão do professor em Juiz de Fora:

    "Dizem violento o rio que sobe às margens e a tudo alaga, mas não dizem violentas as margens que o oprimem".

    Bertold Brechet"

    ResponderExcluir
  198. Caríssimo Euler
    gente, acabei de assistir no youtube a inaceitável agressão por policiais despreparados a um colega que manifestava junto com estudantes em Juiz de Fora
    esta é a polícia do arbitrio deste desgoverno insano PSDB, que faz lembrar as mais horríveis práticas dos anos de chumbo que tivemos neste país
    isto deve ser denunciado nacionalmente (vamos ver as redes de tv) e merece um ato gigantesco de repúdio de toda categoria contra este ato covarde e em solidariedade ao nosso companheiro
    EM TEMPO:
    conforme nos relatou aqui uma companheira, um dos governadores que entrou com o embargo declaratório no STF foi o sr Tarso Genro do PT, RGS, este mesmo senhor que foi ministro da justiça e não sei mais do que no governo Lula.
    Gente, que país é este? Durmam com um barulho destes ?!?

    ResponderExcluir
  199. O GOVERNO TEM DINHEIRO PARA AUMENTO DE VÁRIAS DESPESAS.

    ESTE GOVERNO AÉCIO/ANASTASIA NÃO TÊM COMPROMISSO NENHUM COM A EDUCAÇÃO.

    MOSTRAM A VERDEIRA FACE DE UM GOVERNO DITADOR.

    SOCIEDADE MINEIRA ELES ESTÃO NOS ENGANANDO, HÁ MUITO TEMPO.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    AÉCIO E ANASTASIA ACABARAM COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    ResponderExcluir
  200. VEJAM SÓ,

    A MÍDIA DE ALUGUEL MINEIRA, JÁ NÃO NOS INCOMODAM TANTO.

    JÁ PERDERAM CREDIBILIDADE.

    SÃO UNS MENTIROSOS.

    ResponderExcluir