sábado, 6 de agosto de 2011

Sob forte pressão social, governo de Minas promete o que não pode cumprir



Sob forte pressão social, governo de Minas promete o que não pode cumprir


Quem assistiu a entrevista da secretária da Educação na Band - uma entrevista combinada, como tem sido o costume entre o governo e a serviçal mídia de Minas - pode perceber um claro sinal de desespero do governo. Por mais que queiram negar, é evidente a pressão social que estão sofrendo, e que começa a crescer após 60 dias de greve dos educadores em Minas Gerais.

Toda a ladainha do governo, que diz que a greve atingiu poucas escolas e cerca de 2% dos educadores, cai por terra quando se percebe o alcance da propaganda paga pelo governo. Na entrevista, a secretária repetiu o que a outra secretária, a da Seplag, já havia adiantado: que o governo estaria preocupado com os alunos do 3º ano do 2º Grau, que serão prejudicados nas provas do ENEM e nos vestibulares.

A primeira pergunta que qualquer cidadão fará é: uai, caras pálidas, e os outros alunos? Não merecem vossa atenção?

Mas, o maior contraste de tudo isso é a forma arrogante com a qual o governo tenta tapar o sol com a peneira, prometendo para os pais de alunos aquilo que ele não tem condições de cumprir.

Se estivesse realmente preocupado com os alunos - tanto os do 3º ano, quanto os do 1º, ou do 2º, ou os demais -, o governo já teria chamado a categoria para negociar o pagamento do piso para colocar um fim à greve. Ao invés disso, vem insistindo na tese de que já paga o piso através do subsídio, que como todos sabem, não é piso, mas teto salarial. É a tese do calote nos educadores. O governo nos deve R$ 4 bilhões - custo da implantação do piso proporcional do MEC, segundo o deputado Rogério Correia, que agora se recusa a falar no assunto - contra apenas R$ 1,2 bilhão do subsídio.

Na televisão, a secretária da Educação parecia ter total controle da situação, o que está muito longe da real situação da Educação em Minas. Os educadores estão em greve por conta do não pagamento do piso, que é lei federal, mas a secretária insiste em dizer que o governo estava aberto às negociações e que foi o sindicato quem rompeu essa negociação e chamou a greve.

A secretária também foi infeliz quando disse que no dia 15 havia proposto pagar os dias de greve, desde que voltássemos para as salas de aula no dia 20 de julho, com as mãos abanando, ou melhor, com uma "proposta" de continuar negociando após o término da greve.

Ora, se quisessem negociar alguma coisa seriamente teriam apresentado alguma proposta no primeiro semestre, quando várias reuniões entre o governo e o sindicato aconteceram. E nada foi oferecido em relação às principais questões: o piso e a carreira, materializada no antigo sistema remuneratório. Nem mesmo agora, nada é apresentado, além de uma vazia proposta de "aprimorar o subsídio".

Esquecem, propositadamente, os senhores e senhoras do governo que quase a metade da categoria já optou por um sistema diferente do subsídio, o antigo sistema remuneratório. E que essa proposta oca de "aprimorar" o subsídio não diz respeito aos que optaram pelo antigo sistema e são justamente os que estão em greve.

Mas, o governo está cada vez mais num beco sem saída, e por isso vem apelando para as práticas mais absurdas. Essa tentativa de querer garantir as aulas para os alunos do 3º ano é um exemplo do despreparo do governo para lidar com as lutas sociais, especialmente com a greve dos educadores. Dificilmente o governo conseguirá contratar um quadro de profissionais habilitados para preencher as aulas que não acontecem em função da greve. Além disso, qual será o custo desta contratação extra? Se o governo tem recursos para contratar um exército de professores para substituir os milhares de grevistas, não seria melhor usar estes recursos para pagar o piso dos profissionais que são aqueles capazes de dar continuidade aos estudos iniciados no primeiro semestre?

Com esta atitude o governo dá mais uma prova do seu descaso para com os educadores e também para com os alunos e pais de alunos, que seguramente não aceitarão essa solução meia boca, que será responsável pelo baixo aproveitamento dos alunos e uma participação aquém do que seria previsível nas provas do ENEM.

Ao eleger este segmento específico de alunos, o governo tem a clara finalidade de demonstrar que um prejuízo irreparável estaria acontecendo com os alunos do 3º ano - o que, em tese, de acordo com o artigo 9º da Lei da Greve, poderia abrir a brecha para a contratação em substituição aos grevistas. Ocorre que ao fazer tal alegação, o governo confessa sua própria culpa, pois poderia ter evitado este e outros prejuízos se tivesse cumprido a lei, pagando o piso dos educadores.

Logo, o governo não pode burlar o princípio geral da Lei da Greve, que suspende provisoriamente os contratos de trabalho e proíbe que sejam feitas contratações para substituir os grevistas. Além disso, é notória a falta de professores habilitados no chamado mercado de trabalho, especialmente em matérias como Biologia, Física, Química e Matemática, entre outras.

Em lugar de fazer essa fanfarronice pela TV, o governo deveria chamar o sindicato para uma negociação séria, voltada para a real implantação do piso salarial nacional.

Da forma como o governo de Minas - e do Brasil, diga-se - vem se comportando, acaba dando uma verdadeira aula de esperteza, um verdadeiro mau exemplo para a comunidade. Que tipo de lição o cidadão comum que toma conhecimento do que vem acontecendo levará para casa? Que as autoridades passam rasteira nos servidores públicos, que tentam enganar os trabalhadores e os pais de alunos, que se omitem ante às responsabilidades estabelecidas por lei.

Ora, a consequência deste mau exemplo que vem de cima é a formação de uma cidadania às avessas, ou seja, de uma cultura da esperteza, da vilania e do despotismo. Uma cultura que tem tudo a ver com a banalização da vida, do crime organizado e também com as práticas marcadas pela falta de solidariedade entre as pessoas.

Muito do que estamos assistindo e vivendo hoje em dia nas salas de aula, com alunos sem uma pré-educação que vem de casa, deve-se a essa cultura reproduzida pelas autoridades; além, é claro, das políticas voltadas para atender aos interesses dos de cima, deixando à margem milhões de pessoas de baixa renda.

Sob forte e crescente indignação social, o governo está prometendo aquilo que não pode cumprir, quando deveria ter escolhido outro caminho, o da negociação pelo fim da greve.

Se o governo, com este ato, pretende um confronto ainda maior com a categoria, poderá criar um clima de revolta ainda maior, não apenas em relação aos educadores, mas por parte de alunos e de grandes parcelas da comunidade. Ao recusar-se a negociar o pagamento do piso e, ao mesmo tempo, querer substituir o quadro estável da categoria por professores-tampão, o governo assina um atestado de descaso confesso em relação à Educação pública.

Alguém já imaginou acontecer algo semelhante com os policiais militares? Ou com os profissionais de saúde, como médicos e enfermeiros? Somente na carreira dos educadores é que acontecem essas coisas, quando o governo admite para lecionar pessoas que não são habilitadas, nunca passaram por um banco universitário, jamais concluíram licenciatura, e por isso não dispõem de formação acadêmica e habilidades adequadas para a regência de aulas com a qualidade que se busca e que é exigida pelos termos da legislação educacional vigente.

Ao invés de prometer o que não pode cumprir para os pais de alunos, no afã de dar uma suposta satisfação para a sociedade, o governo deveria é pagar logo o piso dos educadores, que é uma lei federal, e uma conquista nacional dos educadores, e que o governo mineiro não cumpre.

***

"Anônimo:

TALVEZ OUTROS COLEGAS JÁ TENHAM LIDO O QUE ESTÁ NO SITE DAS BRUXAS DO APPMG SOBRE A GREVE ,SE NÃO LERAM,LEIA ONDE ESTÁ "DEBATE SOBRE A GREVE",SE ELAS NÃO TEM O QUE FAZER , ELAS VÃO REZAR, PORQUE SINCERAMENTE TÁ PRECISANDO ENTREGÁ-LAS AS 13 ALMAS,DIGO ISSO PELA FÉ QUE TENHO COM AS ALMAS. SE ELAS NÃO QUEREM AJUDAR ,PELO MENOS SAIA DO NOSSO CAMINHO,NÃO SEI PRA QUE EXISTE APPMG ,DEVE SER PARA AJUDAR A ROUBAR OS NOSSOS DIREITOS!"

"Anônimo:

EULER, TENHO UMA DÚVIDA. COMO SERÁ ESSE CONTRATO DESSES PROFESSORES, TAMBÉM SERÁ POR TEMPO INDETERMINADO? ISSO É QUE É DAR MURRO NO ESCURO! ASSINAR UM CONTRATO SEM TEMPO DETERMINADO!"

"Fernanda Monteiro - Graduanda de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Uberlândia:

Aeee professores... estamos em uma época boa... Festa de Romaria... vamos aproveitar, fazer umas promessas! Juro que se o Anastasia largar de ser bobo, ano que vem mando fazer um boneco em sua homenagem, boto ele nas costas e vou á pé pra Romaria! kkkkkkkkkk Só assim!!! Bjus!"

Comentário do Blog: Cara Fernanda, carregar o afilhado nas costas deve ser um peso de morrer, rsrs, ainda mais agora que ele anda cercado por 13 almas. Se eu fosse você eu mudava de promessa.

"Anônimo:

Euler, em entrevista a Rádio Iguátiaia o nosso Timotinho afirmou com todas as letras que não tem nem piso , muito menos aumento.Pois é um governador responsável e não pode colocar os cofres do Estado em situação complicada."

"João Paulo Ferreira de Assis:

Prezado amigo Professor Euler

Agora mesmo eu recebi um telefonema do Banco Cruzeiro do Sul, um dos bancos que tem negócio com o governo do Estado me oferecendo um cartão gratuito. Me tomaram uns dez minutos. Vieram com essa conversa de direito de servidor etc. Tive vontade de dizer: direito do servidor é a pqp, mas as telefonistas do Banco não tem culpa. Então disse para elas que preferia que o governador cumprisse a lei federal que nos ampara. Recusei o cartão, com todas as vantagens, pois não quero esmola do governador. Se ele pensa que pode me comprar com essas esmolas está muito enganado."


Comentário do Blog: amigo João Paulo, você é deveras uma pessoa paciente e educada, rsrs. Recebi também telefonema idêntico dia desses, mas a ligação não demorou mais do que 30 segundos. E ainda achei muito tempo. Quem está precisando de cartão de crédito? Estamos precisando é de salário decente, do piso que o governo está sonegando dos educadores, de uma carreira decente. Um forte abraço e força na luta!

"Cristina Costa:

Euler e companheiros!!

Esta imprensa é podre!!! Toda ela!!!
Quase todos os comentários que faço, respondendo as inverdades são vetados. Não publicam e olhe, que eu não uso palavras de baixo calão, só falo a verdade e cobro deste governo mentiroso que pare de enganar a sociedade e pague o que deve a educação, aos educadores!

Estou cansada, mas não deixo de postar mesmo assim, é uma maneira de desabafar. PELO menos, eles estão vendo que o povo não é tão bobo assim...

Nossos governantes não querem uma sociedade bem formada e consciente! Não querem nossos alunos politizados, querem continuar a manipular o povo. Eles morrem de medo de perder o "poder".

Há de chegar o dia em que, nossos "pupilos" assumiram o poder e governarão pelo bem comum!

Até a conquista do PISO!"


Comentário do Blog: Tem toda razão, combativa amiga Cristina, essa mídia mineira está abaixo da crítica. A mídia mineira é a negação do direito constitucional da liberdade de expressão. Aliás, essa elite mineira vem se revelando cada vez mais uma elite cínica, canalha, bandida, mafiosa e pusilânime. Precisamos derrotá-la através da nossa luta. Um forte abraço e força na luta!

"Anônimo:

Caríssimos, por acaso alguém colocou a entrevista da "bonitinha" na net, se souberem postem o endereço. Abraço a todos."

"Anônimo:

Anônimo das (09:40),

Sabe para que existe APPMG?

Primeiro, para estragar meu sábado. Não sei para que fui entrar neste site que abomino. Culpa sua!! rsrsrsr

Agora, respondendo a sua pergunta, para atender aos que se dizem educadores, aos vários pelegos que tem na educação, aqueles que votaram neste governo, aqueles que estragam a educação.
"

Comentário do Blog: Isso mesmo, colega, é uma entidade linha auxiliar do governo, para enganar trouxas e para servir aos de cima. Força na luta!

"Anônimo:

Bom dia Euler,

Os colegas de Caratinga perderam sua presença, mas nós ganhamos, você esta aqui, firme e forte, lutando por todos!
Algo me diz que a noticia é matéria paga pelo governo, veja:

A Federação das Associações de Pais e Alunos de Escolas Públicas de Minas Gerais entrou com um pedido no Ministério Público Estadual (MPE) para suspensão imediata da greve dos professores da rede estadual. A paralisação chegou ontem ao seu 58º dia.

O presidente da federação, Mário de Assis, disse que o movimento já passou dos limites toleráveis. "Os alunos já estão há quase dois meses sem aula e muitos não têm onde ficar e o que comer, pois dependem das merendas". A Promotoria da Infância e Juventude vai se reunir na próxima semana para avaliar o que será feito.

Protesto. Cerca de 50 professores fizeram ontem uma passeata na avenida Vilarinho, em Venda Nova. Com cofrinhos, eles pararam na porta de um banco e pediram dinheiro às pessoas para os trabalhadores que tiveram o ponto de junho cortado. A Secretaria de Estado da Educação (SEE) informou que está analisando formas de minimizar os impactos da greve.

http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=178792,OTE "


Comentário do Blog: Sem dúvida, combativo(a) colega, esta é mais uma manobra do governo. Esta entidade, que diz representar os pais de alunos, e seu chefe, só aparecem durante as nossas greves, para fazerem o jogo do governo. Já deixamos uma mensagem no link que você citou e dissemos bem claro: ô sujeitinho infeliz esse tal Mário de Assis, pau mandado do governo. Por que ele não ingressou com ação contra o governo exigindo o pagamento do piso e assim evitando a greve? Por que ele não mobilizou os pais para pressionar o governo e cumprir a lei? Agora, vamos ver qual será o comportamento do Ministério Público e da Justiça, que estão se omitindo e não cobrando do governo o cumprimento da lei. Só espero que eles não façam o jogo do governo mais uma vez, pois vamos denunciar em todo o Brasil. E não vamos recuar. A greve continua, até que o governo nos pague o piso! Um forte abraço e força na luta!

"Denise:

Respondendo a nossa Colega Júlia,

Júlia, veja o que justifica ser o piso para todos os profissionais da educação:

Altera o art. 61 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, com a finalidade de discriminar as categorias de trabalhadores que se devem considerar profissionais da educação.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1o O art. 61 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, passa a vigorar com a seguinte redação:

“Art. 61. Consideram-se profissionais da educação escolar básica os que, nela estando em efetivo exercício e tendo sido formados em cursos reconhecidos, são:

I – professores habilitados em nível médio ou superior para a docência na educação infantil e nos ensinos fundamental e médio;

II – trabalhadores em educação portadores de diploma de pedagogia, com habilitação em administração, planejamento, supervisão, inspeção e orientação educacional, bem como com títulos de mestrado ou doutorado nas mesmas áreas;

III – trabalhadores em educação, portadores de diploma de curso técnico ou superior em área pedagógica ou afim.

Parágrafo único. A formação dos profissionais da educação, de modo a atender às especificidades do exercício de suas atividades, bem como aos objetivos das diferentes etapas e modalidades da educação básica, terá como fundamentos:

I – a presença de sólida formação básica, que propicie o conhecimento dos fundamentos científicos e sociais de suas competências de trabalho;

II – a associação entre teorias e práticas, mediante estágios supervisionados e capacitação em serviço;

III – o aproveitamento da formação e experiências anteriores, em instituições de ensino e em outras atividades.” (NR)

Art. 2o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 6 de agosto de 2009; 188o da Independência e 121o da República.

LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA
Fernando Haddad

Este texto não substitui o publicado no DOU de 7.8.2009

Sem citar a Lei 15293 (Plano de carreira MG):

CAPÍTULO I

DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 1° - Ficam instituídas, na forma desta lei, as seguintes carreiras dos Profissionais de Educação Básica, que integram o Grupo de Atividades de Educação Básica do Poder Executivo:

I - Professor de Educação Básica - PEB;
II - Especialista em Educação Básica - EEB;
III - Analista de Educação Básica - AEB;
IV - Assistente Técnico de Educação Básica - ATB;
V - Assistente Técnico Educacional - ATE;
VI - Analista Educacional - ANE;
VII - Assistente de Educação - ASE;
VIII - Auxiliar de Serviços de Educação Básica - ASB.

Um forte abraço e força na luta."


"Anônimo:

Oi Euler
Bom dia.
Tenho uma sugestão.Gostaria que você fizesse uma lista dos deputados que nos apoiam, dos que publicamente se colocam contra a categoria e daqueles que se calam,se acovardam. Por favor, esta lista seria salva em nossos pcs e nas próximas eleições analisaríamos com todo cuidado a quem daríamos nossos votos e ainda faríamos propaganda contra aqueles que apoiaram as canalhices do escroque e das pútridas do PSDB.
Ajude-nos a sanear o futuro porque o presente já está perdido.
Abraço grandão Euler."


"Anônimo:

Caro Euler
Pergunto para uns e outros as razões da nossa greve e muitos ainda respondem que queremos aumento de salário. O sindute deveria ser mais cuidadoso mostrando nossas reais aspirações. Há diferença entre pedir aumento e reivindicar um direito tirado a fórceps do STF. A lavagem cerebral do governo é mais eficiente que as explicações do sindicato. Talvez se pais e alunos entendessem de fato o que há nos bastidores abraçassem a nossa causa e não culpar-nos-iam pela greve. O último comunicado foi muito confuso e rápido. É preciso de mais clareza e eficácia. Ficar repedindo leis e números confunde e atrapalha o entendimento."


"Anônimo:

Boa tarde Professor Euler, a respeito da imprensa, no caso do Jornal Estado de Minas, acho que tem vários funcionários públicos (Professores) assinantes, que tal o pessoal ligar para o referido e cancelar a assinatura, expondo o motivo. Força na luta."

"Anônimo:

há..........para Mario de Assis escola é refeitório e creche?
Ou seja, as babás de luxo terão que estar de plantão? BONITO....
Mario de Assis vá lamber sabão.
Preocupe é com esse governo safado que não cumpre Lei. Os professores são profissionais e merecem respeito."


"Anônimo:

Então quer dizer que o TIMÓTEO das ALTEROSAS disse que é um governante sério e por isso não pode colocar os cofres do estado em situação complicada!! Que interessante a posição do Sr. TIMÓTEO das ALTEROSAS, primeiro porque o cérebro não pensante dele considera EDUCAÇÃO como gasto, EDUCAÇÃO é INVESTIMENTO. Ele complicaria os cofres das ALTEROSAS se não fizesse tantas as bandalheiras feitas com dinheiro público, só para citar UMA de conhecimento PÚBLICO - as PROPAGANDAS pagas a PESO de OURO para a MÍDIA, de modo a enganar a sociedade. Se ele é tão responsável assim, conforme quer parecer, não precisaria alardear na mídia a sua seriedade. Essa propaganda intensa de seu compromisso com os cofres públicos e de sua seriedade, por si só já é questionável, pois se as ações praticadas por ele fossem outras, não precisava de propaganda. O BOM não precisa se MOSTRAR, é RECONHECIDO NATURALMENTE. Quando queremos explicar muito é porque não convencemos nem a nós mesmos. Essa TRUPE DA DESGOVERNANÇA MINEIRA precisa entender que a SOCIEDADE já sabe que esse DESGOVERNO só está querendo se sair bem dessa atrapalhada que o mesmo arrumou. Se disse que é responsável, prove, mas com ações e não com propagandas enganosas. VAMOS VER SE NAS AÇÕES DAQUI PARA FRENTE, VAI HAVER DESPERDÍCIO DE DINHEIRO PÚBLICO EM TENTATIVAS PARA SALVAR A CARA DE PAU. Aliás, essa trupe devia andar com um vidro de óleo de peroba no bolso ou na bolsa para dar um lustre, a toda hora, na cara de pau deles."

"Anônimo:

ACRESCENTANDO AO COMENTÁRIO DO COLEGA ,O SINDICATO QUE NOS REPRESENTA ESTÁ MUITO DEVAGAR NAS INFORMAÇÕES.ACONTECE REUNIÕES OU MESMO ENCONTRO ENTRE DIRIGENTES,SINCERAMENTE A DEMORA PARA COLOCAR NA NET É TANTA,QUE TÁ DEIXANDO A GENTE DECEPCIONADO."

"LEOPOLDINA - ZONA DA MATA:

Olá combativo e incansável Euler. Gostei muito dessa sugestão de um colega. Eu já cancelei minha assinatura deste jornaleco chamado estado de minas (minúsculo). Falei os motivos e aproveitei para esculachá-lo. Todos deveriam fazer o mesmo. Se possível de forma maciça.

Abraços de LEOPOLDINA, NA ZONA DA MATA."


"Anônimo:

Caro euler, já aconteceu em uma greve que durou 79 dias(não deve ser do seu tempo) o governo ameaçou contratar substitutos. Mas a idéia não vingou. Os professores titulares ameaçaram ir para a escola assistir as aulas de seu substituto.
Aí, é ruim de alguém se candidatar para essa vaga, e comprar essa briga, principalmente em cidades pequenas que todo mundo conhece todo mundo, seria muito desgaste. Surgiu também a idéia de irem para as proximidades da escola e convencerem seus alunos a não entrarem para assistir aulas.
Os professores tem que começar a bolar alguma estratégia para impedir que isso aconteça."



"Anônimo:

kkkkk, No que diz respeito à contratação já estou rindo. Para o meu lugar, modéstia às favas,só se for melhor do que eu, porque apesar do salário que ganho, me preparei muito bem academicamente e não foi por correspondência e nem por cursos de final de semana. Toda a minha formação foram nas melhores Universidades Públicas deste país. Os meus alunos do 3º ano são ótimos, inclusive muito críticos. Minha relação com eles é muito respeitosa, são turmas que entro e saio com o MAIOR PRAZER, exatamente, porque não sou professora que depende de livro para ministrar aulas, aliás estou sempre pedindo-os para consertarem determinados conceitos, por isso a nossa relação respeitosa. Então, quem ficar no meu lugar tem que mostrar serviço, porque quando voltar se não tiver dado conta, vou detonar!"

"EDUCADORA:

Euler,
Só existe uma solução para o FIM DA GREVE, o CUMPRIMENTO DA LEI pelo governador Anastasia! Não vejo outro caminho! Ele precisa acabar com esta enrolação, porque senão vai piorar a situação do governo frente à população. Todos já sabem que os alunos estão sem aulas por CULPA DO GOVERNADOR ANASTASIA! Não entendo por que o governo insiste em não PAGAR O PISO e ainda por cima tenta jogar a sociedade contra os educadores como se a população não soubesse reconhecer quem é o MENTIROSO E DESONESTO DESTA HISTÓRIA. Não adianta usar a mídia comprada para mascarar a realidade do caos a que chegou a EDUCAÇÃO MINEIRA. Não adianta criar estratégias "falidas", a sociedade merece respeito e quer soluções pautadas na qualidade efetiva e garantida de Ensino. PAGUE O PISO e FIM DE PAPO!!!"


"MBOIUNA:

Euler, é impressão minha ou este tal de Mário de Assis é muito ligado à APPMG?"


"JU OLIVEIRA:

Olá Euler,

Acho que o Sindicado deveria pedir o direito de resposta à Band. A secretária ontem não teve coragem de responder perguntas dos telespectadores ao vivo.

Sugiro que o sindicato faça cópias dos contracheques apresentados na última assembleia para que possamos espalhá-los pelos estabelecimentos comerciais perto de nossas casas."


"Sebastião de Oliveira- Carangola:

Caros professores,
Dia 10/08 está chegando, 4ª feira próxima, o último dia para opção dos que ainda não o fizeram para volta a carreira antiga. Após esta data o Governador não terá mais desculpas para negociar. Ele está proibido por Lei, de pagar salário base sem as vantagens inferior a R$712,00 para uma jornada semanal de 24 horas aos professores da carreira antiga. Fiquem tranquilos, pois a Lei terá que ser cumprida, se assim não fosse, o Congresso, o Judiciário, e o STF não teriam razão de existir.

Sebastião de Oliveira- Carangola"


"EDUCADORA:

Euler,
Queremos que o governo dialogue com a CATEGORIA, queremos ser respeitados, queremos o NOSSO PISO! O Governador está pensando que, divulgando a notícia de que irá substituir professores do 3º ano, com a falsa imagem de preocupação com os alunos, que nós professores destas turmas, iremos retornar às salas de aulas sem o PAGAMENTO DO NOSSO PISO, está muito enganado! Primeiro o governador CORTOU o nosso SALÁRIO, agora quer contratar professores substitutos, nenhuma atitude intransigente deste governador irá nos intimidar e nos fará acabar com a GREVE sem conquistarmos o que com ela viemos buscar, o nosso PISO SALARIAL! FORÇA AMIGOS, JUNTOS SOMOS MAIS!!!"


"Anônimo:

Ê Euler, vc foi avisar aqui no blog que ia até Caratinga e ainda mais junto com o Rômulo, aí o governo deve ter comprado todas as passagens até Caratinga para impedir a ida dos dois companheiros...rssssssssss

O governo lê o blog ou seria ação das 13 almas do mal?"


"Maria Helena - Ipatinga:

Aos colegas que ainda não entraram na luta.
Parte de uma carta escrita por um professor.
A carta toda se encontra no blog S.O.S EDUCAÇÃO PÚBLICA.
..."A sua inação está custando o ORGULHO de ser educador, numa sociedade que, a cada dia que passa, premia mais e mais a esperteza a ambição, o consumo e o individualismo, em detrimento de valores como honestidade, solidariedade e participação.

Essa é a hora em que o medo vira raiva! É a hora de entrar com tudo. De dizer CHEGA! Sou um educador e EXIJO ser tratado com respeito!

Se você é mais um desses "abnegados" que não aderem à greve para não "prejudicar seus alunos de 3º ano", que tal pensar:

"O que será desses meninos quando eles se forem? Irão para uma universidade? Ou serão mais um McEscravo? Um Bob'sBobão - NA MELHOR DAS HIPÓTESES?"

Que tal ser REALMENTE abnegado, e, lecionar para seus alunos em praça pública? Ou lecionar para seus alunos, mas EXIGIR o código 61?

Você está garantindo que seus alunos farão um bom vestibular (se é que vestibular é bom) e ainda assim, estará dentro do movimento!

Você tem dúvidas quanto a validade da greve? Eu também! Você teme o corte de ponto? Eu também! Mas como diz a citação, "Antes a tristeza da derrota, que a vergonha de nunca ter tentado"!

Nossa luta é justa. É por dignidade. É pelo nosso orgulho! É por respeito. É para que, daqui a muitos anos, eu possa olhar para trás e, na certeza do dever cumprido, saber que nada disso foi em vão. Esta greve não nos garante absolutamente NADA, a não ser nosso direito de nos indignar.

Parece pouco, mas acredite: há coisas muito mais importantes que dinheiro."

Waine Vieira Junior

Fonte: Comunidade Professores da SEEDUC-RJ

Essa carta é um verdadeiro puxão de orelhas àqueles colegas que traem a categoria, permanecendo na escola com desculpas esfarrapadas. Mas que na verdade são um bando de covardes.
(Maria Helena - Ipatinga)
"

"José Maria:

Euler,
Bem que Anastasia poderia deixar de "pirraça" e pagar logo o nosso PISO. Assim, acabaria a GREVE e todos retornariam às suas rotinas. Será que ele ainda não entendeu que não vamos desistir enquanto não alcançarmos o nosso objetivo principal, que é o PAGAMENTO DO PISO SALARIAL. Sou professor de turmas do 3º ano do Ensino Médio e não me incomodo com a atitude mesquinha dele mascarar o problema, levando para as salas de aulas, pessoas sem habilitação, sem a mínima condição de fazer um trabalho dentro das exigências dos CBCs, PCNs... E depois vem falar de Educação de Qualidade? Governador, CUMPRA A LEI E ACABE LOGO COM A GREVE! Ao contrário, lutaremos até a COPA DE 2014!!! Professores, não se intimidem, temos a Lei a nosso favor! Força na Luta! A GREVE continua até o PAGAMENTO DO NOSSO PISO!"


"EDUCADORA:

Euler,
Queremos que o governo dialogue com a CATEGORIA, queremos ser respeitados, queremos o NOSSO PISO! O Governador está pensando que, divulgando a notícia de que irá substituir professores do 3º ano, com a falsa imagem de preocupação com os alunos, que nós professores destas turmas, iremos retornar às salas de aulas sem o PAGAMENTO DO NOSSO PISO, está muito enganado! Primeiro o governador CORTOU o nosso SALÁRIO, agora quer contratar professores substitutos, nenhuma atitude intransigente deste governador irá nos intimidar e nos fará acabar com a GREVE sem conquistarmos o que com ela viemos buscar, o nosso PISO SALARIAL! FORÇA AMIGOS, JUNTOS SOMOS MAIS!!!"


"Graça Aguiar - Rio de Janeiro:

Esse post acaba de dissipar as minhas dúvidas! Há uma conspiração nacional para destruir a educação pública e a espinha dorsal deste projeto é a extinção dos professores.

Já reparou que todos seguem uma cartilha básica? Veja alguns dos princípios postos em prática recentemente:

1) Congelamento de salários;
2) Adoção da Meritocracia (subsídio, bônus, gratificação, etc.) para dividir a categoria e enganar o povo que estão investindo na educação e valorizando o professor.
3) Anunciar que apenas 2% (número padrão cabalístico) aderiram a greve.
4) Corte de ponto para pressionar os grevistas.
5) Gratificações polpudas para diretor(a) atuar como capitão-do-mato.
6) Ameaça de contratação de professores para substituir os grevistas, sem esquercemos que a carência crônica observada no período pré-greve não foi resolvida por esse expediente.

Assim sendo, concluo que todos estão seguindo um manual elaborado por Joseph Goebbels e Torquemada, cujo título é "COMO GARANTIR O TRIUNFO DA IGNORÂNCIA: EUTANÁSIA LENTA E GRADUAL DO MAGISTÉRIO".

Força na luta companheiros! A greve continua!

Grande abraço

Graça Aguiar
S.O.S. Educação Pública


"Anônimo:


Caros colegas e guerreiro de vespá,
Neste brilhante "cucuruco" que ostento penso que o governo tem sido na verdade nosso principal aliado... Vou explicar! Toda vez que essa corja aparece cometem uma atrapalhada pior que a outra: Irrita os seres pensantes do estado quando se posiciona a todo momento de forma asquerosa acima da verdade como se essa estivesse preço! Nada irrita mais uma pessoa quando você coloca em dúvida sua inteligência... Dessa feita temos uma massa cada vez mais numerosa de pessoas irritadas (trabalhadores em educação e seus familiares). Portanto não adianta o governo se cercar de "puxa sacos", para desmoralizar e desmobilizar os trabalhadores em greve, porque caso consigam (mutíssimo improvável), o governo não obterá resultados positivos, a menos que maqueie os dados (normal).

Sei que vocês não concordam em fazer o jogo do governo de destruir a educação em Minas (nossos alunos não tem culpa), mas penso que será a segunda fase de nossa maravilhosa revolta contra os "fora da lei".

Se a sociedade mineira nos brindar com um uníssono desdén, não nos restará nada a fazer que desdenhar também.
Para evitar essa fase, é necesário que se resolva a primeira, canalizando nossa irritabilidade aguda em direção à conquista do piso (o que tem feito aliás esse blog). Digo isso porque tenho receio que mais uma vez o governo com toda máquina que dispõe tome para si o apoio dos pais. Isso ocorrendo, a greve sai da rua e entra pra sala de aula... E o estrago poderá ser bem maior, pois ninguém aceita trabalhar de forma colpusória como querem o governo sua corja e todo o resto que o apoie. Profetizando, assistiremos a uma "Revolta da chibata" em Minas.
Agora um refresco!!!

Na minha cidade, ao contrário de alguns comentários aqui, quando percebemos que tem companheiros que cogitam a idéia de abandonar a luta, convidamos os valentes e conseguimos demover tal insanidade. Continuamos pois, em greve até a conquista do piso, CQC!!! Na minha cidade temos, 10 escolas, todas em greve por tempo indeterminado!!!
Uma dica que tem funcionado conosco é o apoio dos padres e do pessoal responsável pela limpeza e merenda da escola. A GREVE ESTÁ APENAS COMEÇANDO...
NINGUÉM SUBSTIMA A UNIÃO E A VALENTIA DESSA CATEGORIA, IMPUNIMENTE!!!

PS: Para aqueles que se recusam a enfrentar esse governo covarde alegando dificuldades financeiras, uma pequena dica: Matheus 24 a 34.

Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.

25 Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário?

26 Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?

27 Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura?

28 E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam;

29 contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles.

30 Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?

31 Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir?

32 (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso.

33 Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

34 Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal."


"Fátima:

Caros companheiros, mais triste que ver colega trair o movimento é ver colega traidora fingindo indignação por que na escola em que ele leciona cuja tradição grevista era muito forte nesta greve só tem duas professoras paralisadas, que no caso, não inclui a mesma. pode!"


"Fátima:

Euler, seu blog é o nosso acalento, a nossa força. Quando me sinto deprimida e revoltada com tantas mentiras e descaso deste governo e a omissão da sociedade, é em sua fonte que venho beber desse líquido tão precioso e tão escasso nos dias de hoje - o companheirismo."

"Helena - João Monlevade:


É ISTO AÍ, PROFESSOR EULER, ESTAMOS TRAVANDO UMA GRANDE LUTA: DE UM LADO OS EDUCADORES CIDADÃOS, COM TODA A SUA CORAGEM, DISPOSIÇÃO E ENTENDIMENTO DAS LEIS ; DO OUTRO LADO O anastAZIA, AS secretária estaduais e os professores FURA-GREVE, QUE ESTÃO FAZENDO DE TUDO PARA A NOSSA DERROTA. SÓ QUE VENCEREMOS, POIS O PISO É LEI FEDERAL E SEM PISO NÃO RETORNAMOS. NO PRÓXIMO BLOG VOU CITAR AS ESCOLAS DAQUI DE JOÃO MONLEVADE QUE ESTÃO AJUDANDO O DESGOVERNADOR CONTRA A LUTA DOS EDUCADORES, OU SEJA , AS ESCOLAS DOS FURA-GREVE. MAS A MAIORIA ESTÁ NA LUTA.

HELENA, PROFESSORA EM GREVE COM MUITO ORGULHO.
"


"Piso, quer dizer - Josias Guedes:

MEU PISO...
NÃO É DIFÍCIL:PISO É PISO
EU SOU PISO
MEU PÉ E MINHA MENTE QUEREM PISO
MAIS DE OITENTA E CINCO MIL QUEREM PISO
MAS O GOVERNO NÃO PAGA O PISO
ELE QUEBRA O PISO
ELE ESCONDE O PISO
QUER NOS ENFIAR NO TETO
UMA PSICOSE DO TETO
TETO
TETO
TETO
IDÉIA FIXA NO TETO
ELE E TODA A CAMBADA TEIMA NO TETO
E SABE QUE COM O TETO ECONOMIZARÁ NO PISO
HIPOCRISIA GOVERNAMENTAL PELO TETO
CATEGORIA COM FÉ E LUTA PELO PISO
O HOMEM PISOU NA LUA NEM LÁ TINHA TETO
PROFESSOR MINEIRO QUER PISAR E FINCAR BANDEIRA NO TETO
SAMBAREMOS NO PISO
TETO É PARA ANASTASIA E SUA TRUPE
QUE NEM SABEM SAMBAR
MAS MENTEM QUE ENTENDEM DE TUDO NUMA BELEZA!
CONTINUO MEU SONHO PELO PISO
O PISO HÁ DE SAIR
POIS SEM ELE, HAVERÁ NO BRASIL UM GOVERNO
SEM PISO E COM TETO FURADO
IGUAL AO PAPO FURADO DO GOVERNADOR ANASTASIA.
ONDE JÁ SE VIU COMEÇAR UMA CASA PELO TETO
SÓ O GOVERNADOR QUE PARA ECONOMIZAR ALGUNS BILHÕES MENTE QUE SÓ O TETO JÁ É SUFICIENTE!
ALGUÉM PODE RECOMENDAR UM PROFESSOR ALFABETIZADOR OU UM PSICANALISTA PARA O GOVERNADOR?
"

"Helcilene:

Euler seu blog é a minha fonte de informação sobre a greve. Sou da cidade de Brasília de Minas. A maior escola da cidade aderiu a greve desde 03/2011. Estamos tentando mais adesão. Sei que tem contatos com o pessoal de Montes Claros e queria lhe pedir um representante desta subsede aqui em minha cidade no dia 08/08 às 9 horas ou às 17:20 para uma reunião com o pessoal das outras escolas.
Espero contato pelo e-mail.
Helcilene /Brasília de Minas"


"Anônimo:

Olá Euler conversei com meu colega Ronaldo, sobre como podemos fazer uma manifestação diferente de parar a cidade toda. Se na terça fomos fazer alguma manifestação que façamos sem ter de para a cidade toda, penso que as pessoas ficam irritadas e acabam tomando antipatia com nosso movimento. Digo isso pois vejo comentários feito por pessoas nos sítios onde as reportagens são feita , uai , hoje em dia , tempo, as pessoas reclamam muito da manifestação, pois as pessoas estão cansadas e querendo ir embora para casa e toda semana ter isso fazem as pessoas tomarem raiva pelo nosso movimento,(temos que incomodar é a classe média e alta) temos que fazer outro tipo de manifestação como a do "abraço" no ministério público foi muito legal. Mas tomara que não precisemos. O que acha Euler?

Poderíamos fazer um panfletagem no centro mostrando as mentiras do governo e os nossos contracheques.Se cada professor distribuir 20 , serão 100.000 pessoas sabendo das mentiras do governo e assim não atrapalhríamos a vida dos trabalhadores como nós."



"Anônimo:

União, muita união e força na luta pelo piso e contra o desgoverno do Timotinho Cabral das alterosas."

"Anônimo:

Só existe uma forma de deter o Timotinho Cabral das alterosas. Aderindo à greve e fortalecendo o movimento.
Ou nos unimos e defendemos nossos direitos e nossa dignidade, ou ficaremos à mercê de um governo fora da lei,que zomba do judiciário, manipula a mídia,despreza a educação, oprime os educadores e abandona os alunos.
O piso salarial é um direito que beneficia a todos os educadores.
A greve está numa fase decisiva. junte-se a nós e acredite que a união faz a força.

GREVE PELO PISO, PELA LEGALIDADE,PELA DIGNIDADE E PELA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO.
UNIÃO A NOSSA PORTA PARA A VITÓRIA."



"João Paulo Ferreira de Assis:

Prezado amigo Professor Euler

Quando fiz minha graduação em História,em Barbacena, tive como Professora de Prática do Ensino de História uma mestra de Juiz de Fora. Ela sorteava os temas e os alunos que iam dar a aula prática. E ia para o fundo do carteira e tomava os ares de aluna. O professor estava dando sua aula e de repente ela o interrompia com uma pergunta altamente sarcástica. Essa técnica tinha a propriedade de desnudar o aluno que enrolava a aula e o que ensinava.

Sugestão: se o governo fizer isso mesmo contraataquemos: os professores de 3° ano entrem na sala e perguntem sarcasticamente. Aí é que eu quero ver.

Saudações, João Paulo."


"professor Gilson:

Euler eu tenho uma sugestão:
Juntar todos os 6 mil professores que foram a assembléia e quebrar a prefeitura e derrubar logo o ditador e acabaremos com isso.
Se o governo age como uma ditadura então a derrubaremos como se derruba uma ditadura!!"


"Alessandro - Uberlândia:

Ola pessoal lendo o EM Mario de Assis que acha que escola e restaurante e que professores são babas, irá aumentar o histórico de incompetencia desse pessoal.
Verificando a reportagem propositalmente ele diz que não há uma estimativa de escolas que estão paradas sabe pq? pois divulgando a quantidade ele desmente a nossa valorosa Secretária de Educação que existe somente 2% de escolas em greve.
o Sr Manoel de Assis considera greve uma " covardia social" covardia social e o que o governo fez cortando os salários isso pode? se ele está tão preocupado então vá lá dar aulas
Continuamos a sessão pérola do Sr Manoel de Assis, como diz o meu colega acima "Cala a Boca Manoel de Assis" que só sai do armário em período de greves.

Nossos valorosos dirigentes ou os três patetas da alterosas nosso Governador e as duas Secretárias a deseducação a de planejamento que não planeja nada estão se enrolando até o pescoço só avise para elas que a GREVE CONTINUA"


"ANATAFEIE ASI:

EULER, ACABEI DE OUVIR AGORA NA ITATIAIA NO PROGRAMA DE UMA TAL CARLOS VIANA, UM SUJEITO QUE NÃO ME LEMBRO O NOME VOZ DE MAIS VELHO DIZENDO QUE É ALUNO. NÃO SEI DE ONDE , NÃO FALOU, MAS PARECE QUE VAI TER QUE VOLTAR PARA A ESCOLA, NÃO FALA COISA COM COISA, TEM UM OUTRO QUE NÃO VOU FALAR O NOME PQ ELE DEIXOU BEM CLARO QUE QUER SE CANDIDATAR, FOI A PIOR ENTREVISTA QUE JÁ OUVI. SABE QUANDO AS PESSOAS FAZEM TEATRO? MESMO NÃO CONCORDANDO COM AS COISAS VOCÊ AS DEFENDE? FOI MAIS OU MENOS ASSIM, DEU A SEGUINTE IDEIA:PAGANDO BEM QUE MAL QUE TEM. ELES SE ESQUECEM O PODER QUE TEM AS PALAVRAS E QUANDO DEUS LHE DÁ ESTE DOM E ELE NÃO É USADO PARA O BEM O QUE SERÁ QUE ACONTECE? PENSE NISTO SENHOR CARLOS VIANA E COMPANHIA."

"Anônimo:

Essa proposta da colega, embasada na postura da professora dela, achei ótima. Imagine que legal, todos professores assistindo às aulas daqueles que forem nos substituir. Huuuuuuuuuuuuummm vai ser um show. Melhor, ainda, se forem aqueles bem analfabetos, dentre tantos que há por aí, cujo objetivo é só "descolar um troco" por lá. Porque há professores que substituem e não dão conta de preencher o diário. Mas, este DESGOVERNO, também, não está dissociando ESCOLA (espaço de aprendizagem) de ESCOLA DE SAMBA, porque o que ele está querendo fazer é um CARNAVAL fora de época, só que a ESCOLA não é lugar para fazer CARNAVAL é lugar de discuti-lo, inclusive esse da falta de respeito com quem paga os impostos neste Estado.!"



"Anônimo:

Olá caros colegas em luta:

"Desabafo de uma professora em busca de dignidade".

Sou professora, professorinha como muitos dizem. Trabalhei por longos e incansáveis anos em lugares de difícil acesso, cursando minha faculdade, o pós graduação, enfrentei tempos ruins, lutei junto aos meus companheiros, criei meus filhos, em busca de um mundo melhor.

Hoje me vejo lutando pelos direitos por mim adquiridos (e com muito suor) que me são negados. Subsídio?! Eu quero o PISO SALARIAL a que tenho direito, juntamente com meus biênios e quinquênios e outras vantagens.

Por que o governo me nega o que me é de direito?
Eu sou uma professora que luta por um amanhã melhor, ensinando aos meus alunos a dignidade, o respeito, a força e a coragem de vencer e ser uma pessoa digna e bem sucedida.
O que meus filhos me perguntam sempre?

- Mãe, porque o governo só trata desta forma os professores? Por que só vocês não tem um salário digno? Como podemos cortar ainda mais as despesas em nossa casa? A senhora não vai poder pagar meu curso este mês?

Ora!!! Sou um ser humano vencedor e não será um governo que despreza nossa classe que me derrotará.

Quando meus filhos eram crianças, lutei em busca de uma contribuição dada a cada filho:R$0,24!!!!

Parece brincadeira, meu Deus. Eu não brinco em sala de aula com a vida dos meus alunos, pelo contrário, trato-os com respeito, carinho e dignidade, pois todo ser humano merece. EU TRABALHO COM VIDAS!

O que fazer? Desistir? Cruzar os braços? EU SOU BRASILEIRA. Não desisto. Desabafo, choro, clamo o direito que me é negado.

Peço a Deus que toque no coração destes políticos (espero que eles o tenham).

Que a nossa classe se una mais em busca de um salário mais digno e que o bom senso prevaleça.

Obrigado Euler por este espaço por nós tão importante.
Lembre sempre que tudo que é pedido às almas, alcançamos, quando pedimos com fé.

Que Deus nos abençoe sempre, cada vez mais.
"

Comentário geral: o portal UAI, da famiglia do Faraó, publicou novo texto sobre as medidas que o governo estaria pensando em tomar para detonar nossa greve. Perda de tempo, claro. Mas, em todo caso, quem quiser ler e comentar, clique aqui. Êta imprensazinha fuleira! Já deixei meu comentário, ainda não publicado, dizendo, mais ou menos assim: "Quando é que a imprensa mineira vai explicar para a população que subsídio não é piso, mas a somatória total de salário? E que a Lei 11.738 impõe a implantação do valor do piso no vencimento básico? E que o piso pago em Minas é de apenas R$ 369,00?".


"EDUCADORA:

Euler,
Você nos surpreende a cada manhã com uma nova análise e todas muito bem fundamentadas.
Não é novidade alguma o governo prometer o que não pode cumprir, novidade seria ele cumprir o que prometeu. Aliás, não foi pouca coisa não, basta lembrarmos da última campanha em que ele concorreu. Quero mandar um recado aos PAIS que realmente estão preocupados com a EDUCAÇÃO de seus filhos. Eles deveriam juntar-se a nós e exigir do governador que negocie com a CATEGORIA EM GREVE e atenda às nossas reivindicações. Esse tal de Mario de Assis, deveria é coordenar os pais e entrar com ação no MP contra este governo tirano, que não está nem aí em garantir os 200 dias letivos com aulas de QUALIDADE E APRENDIZAGEM EFETIVA. Isto se comprova, quando o governador anuncia que irá substituir os professores em greve. Para determinadas disciplinas, normalmente, quase já não se encontra professores devidamente habilitados e competentes. Então, como Anastasia quer qualidade no ensino? Não me interpretem mal, mas para ele basta colocar "qualquer um", desde que tape o "buraco", "um boneco" só pra fazer de conta que está ministrando aulas, na verdade uma forma de enganar os pais e os alunos, fingindo que foram atendidos e que não serão mais prejudicados em sua aprendizagem. Pura MENTIRA! Será que o governo pensa que os pais e os alunos são tão idiotas, que irão aceitar qualquer pessoa dizendo que vai dar aulas, mas que na verdade, só irão tomar "conta" dos alunos, porque dificilmente encontrará pessoas com conhecimento, didática e preparo para substituir à ALTURA o grande número de professores em GREVE, sem falar que por uma miséria de salário!? Tenho certeza, pelo menos nas escolas em que leciono que, os PAIS E OS ALUNOS, são muito mais espertos e exigentes do que AnastAZIA e sua corja juntos. Nenhum aluno responsável, irá aceitar o joguinho de "faz de conta" proposto pelo governo. Trabalhar com alunos exige muita sabedoria, planejar teoria e prática, dominar o conteúdo específico e o CBC, verificar quais habilidades os alunos já dominam e quais ainda precisam dominar, enfim não é uma tarefa tão simples como o governador coloca. A promessa do governador é uma promessa vazia, irresponsável, covarde e cruel porque ignora a inteligência das pessoas envolvidas, típica de um governo que não conhece o dia a dia da Educação Básica, promessa esta que deixa claro o descaso do governo com a EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE PARA TODOS e ao mesmo tempo o seu desespero em se livrar, rapidamente, da COBRANÇA DOS PAIS, ALUNOS E SOCIEDADE. Mas o problema maior e que o governo não imagina, é que nós, EDUCADORES bem ao contrário dele, governador, já conquistamos a confiança e o reconhecimento do nosso trabalho, junto aos pais e alunos para os quais lecionamos. Essa é a grande e mais importante das DIFERENÇAS!!! AnastAZIA, PAGUE O NOSSO PISO e não precisarás PAGAR MAIS MICO!!! Um forte abraço e continuaremos firmes na Luta e na GREVE até sermos atendidos!!!"
.

"Anônimo:

Pq o sindute não pede direito de resposta à mídia para apresentar a verdade dos fatos? como disse o companheiro acima este sindicato ´muito devagar e tb acho q ele não representa satisfatoriamente a nossa categoria."


"João Paulo Ferreira de Assis:

Prezado amigo Professor Euler

Como eu não estou logado naquela porcaria do Portal Uai, não posso fazer comentários, e nem denunciar, mas eu vi que você comentou lá. Te peço por favor que leia o comentário de um tal ''Thomas Turbahndo'' (soletre as palavras e veja o que ele tem na cabeça) e denuncie o tal comentário que disse que a ''justiça tem que intervir não só para conter os grevistas profissionais, como para obrigá-los a repor as aulas que não foram dadas''.

Desde há muito tempo que eu não confio nesse jornal. Já te contei o samba do crioulo doido que eles fizeram com um artigo meu a respeito de Carandaí, capela de N.S.da Glória da Ressaca? Em 1997 os vereadores de Carandaí estavam lutando pelo tombamento da Igreja da Ressaca. Eu escrevi um histórico e entreguei para o vereador Amaury. Pois não é que os imbecis foram resumir o meu artigo (que aliás eles não mencionaram a minha autoria) e disseram a barbaridade de que a Ressaca em 1741 havia ido pertencer à arquidiocese de Prados? Quando no meu histórico constava que a capela recebera provisão de pia batismal naquele ano. Ora, se nem diocese havia em Minas na época, e Prados até hoje é uma paróquia da diocese de São João del-Rei.

Outra do Estado de Minas foi fazer uma reportagem a Catas Altas, perto de Santa Bárbara, e publicou a foto de outra cidade, Catas Altas da Noruega. Este fato me foi contado por um amigo, o Prefeito desta última cidade.

Agora, convenhamos: como podemos confiar num jornal que comete esses tipos de erro com as cidades do interior?"



Comentário do Blog: caro amigo João Paulo, é perda de tempo bater boca com um elemento imbecilizado como o citado. Quanto ao jornal, como você bem disse, não tem credibilidade, já que vendeu sua alma para o esquema mafiomidiático que domina o estado.


"Anônimo:

É AnastAZIA, esta greve está acabando com você e sua corja. Quando esclarecemos à sociedade o que está acontecendo de fato conosco e com a educação mineira, todos dizem: "que absurdo, mas não é isso que a mídia divulga, pensar que eu votei nesse cara, que ele está no poder com o meu voto, mas foi só desta vez, agora nunca mais". Viu governador, quando informamos bem as pessoas da situação em que se encontra os educadores e a educação mineira, não tem quem vá contra nós educadores para ir a seu favor! É melhor parar de prejudicar os educadores, pagar o nosso piso salarial e acabar logo com esta greve, antes que você tenha que "passar" o seu governo para outro."


"Gleiferson Crow:

Olá Companheiros

"Todos somos iguais perante a lei, mas não perante os encarregados de fazê-las cumprir." S. Jerzy Lec

Esse pensamento diz como é tratada a Lei no ESTADO de Minas Gerais.

Fiz uma pesquisa muito interessante, tentando buscar uma resposta, referente ao cumprimento da Lei Federal sobre a digníssima Secretária de Educação de Minas Gerais, com vocês:
Ana Lúcia Gazzola
PhD em Letras (Literatura Comparada)
pela Universidade da Carolina do Norte
em Chapel Hill, Estados Unidos, 1978. Pósdoutorado pela Universidade de Duke, 1994.
Reitora da UFMG, 2002 a 2006.http://www2.capes.gov.br/rbpg/images/stories/downloads/RBPG/Vol.7_12/CONSELHO_EDITORIAL.pdf

1. UFMG reedita decreto da ditadura
Reitora Gazolla, nos moldes do 477, expulsa alunos da Faculdade de Educação que se recusaram a pagar taxa de matrícula de R$130,00( ...), Ana Lúcia Gazzola, ordenou que fossem canceladas as matrículas de quatro alunas do curso de Pedagogia que se recusaram a pagar a taxa de matrícula obrigatória de R$130,00, cobrada em todo início de semestre."
http://www.anovademocracia.com.br/no-3/1368-ufmg-reedita-decreto-da-ditadura

2. PSB
Ana Lúcia Gazzola filou-se em 2007, mas faz questão de dizer que sua ligação com o partido já existe há muito tempo. “Eu me identifiquei com os propósitos do PSB,(...)diz Ana Lúcia.
2.1 - Em 2010, assumindo a Secretaria de Educação. “Esse é mais um desafio proposto e juntos vamos consolidar e aprimorar o projeto educacional que se orienta pelo objetivo de promover a Educação, com a participação da sociedade,(...)

3. Ana Lúcia Gazzola defende educação como bem público em evento na Venezuela
reitora da UFMG na gestão 2002-2006 (...)

4. Ana Lúcia Gazzola assume presidência da Andifes
http://www.adur-rj.org.br/5com/pop-up/nova_pres_andifes.htm
Ela também ressaltou os desafios que se colocam diante da Universidade brasileira, como a democratização do acesso ao ensino superior. Segundo ela, uma série de meios devem ser lançados para que a Universidade amplie sua inserção social.

http://www.ufmg.br/online/arquivos/008622.shtml
http://www.psbbh.com/filiados-em-destaque/

Para por aqui a pesquisa. E fica a reflexão,
onde está todo o CONHECIMENTO e SABEDORIA que ainda não consegue aplicar e fazer cumprir a LEI FEDERAL Nº 11.738/08 (Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério)???

ABRAÇO a todos os companheiros
Gleiferson Crow

http://leiajeissaeemg.blogspot.com/"


Comentário do Blog: amigo Gleiferson, títulos acadêmicos não conferem sensibilidade social a ninguém. Entre outras qualidades ligadas à personalidade e ao caráter das pessoas. Um forte abraço e força na luta!

"Anônimo:

Fazer um sujeito como esse Carlos Viana refletir é perder tempo. É uma pessoa que já escutei defendendo pena de morte , o Estado de Israel e a violência contra os palestinos.Esse "jornalista"tá mais prá imprensa marrom.Se bem que para o tipo de jornalismo que é feito em Minas Gerais esse sujeito é um profissional ideal."

"Anônimo:

Esta Senhora Phd em Literatura Comparada faz a mesma linha de um Senhor Phd em Sociologia, ambos ligados ao mesmo partido. Quando Presidente da República, o Sociólogo dizia que era para esquecer o que havia escrito em seus livros, com a Doutora em Literatura funciona da mesma forma, esqueçam a minha formação, os meus discursos e o que escrevi. Suas teorias, agora, versam sobre o CHOQUE NA EDUCAÇÃO, a outra tese será escrita, durante sua passagem pela Secretaria de Educação, mas não será publicada, porque não haverá leitor interessado nessa teoria."

"LEIA: o Jornal do José Elias Issa:

Olá companheiros

Direto de "Brogodo de Minas" - El Cordel Enganado

"GARGALHADA NACIONAL"
Nosso "rei" agora quer oferecer ensino público e gratuito apenas para alunos que estão concluindo o Ensino Médio. Será se ele esqueceu da Constituição Federal, do direito de GREVE, da LDB, do ECA, do respeito aos outros alunos de seus familiares???
Cadê o MINISTÉRIO PÚBLICO, onde está a ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais)???

Em respeito a verdade: o nosso contracheque

Cadê o P-I-S-O GOVERNADOR ???

"Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer."
Mahatma Gandhi

"Sem PISO, não PISO na escola."

Abraços e até dia 9 de agosto
Gleiferson Crow
LEIA: O Jornal do José Elias Issa

http://leiajeissaeemg.blogspot.com/"


" Rogério Trindade - Curvelo:

Uma ótima ideia que já foi sugerida aqui é incentivar os colegas que assinam esses jornais pelegos a cancelarem a assinatura e deixar bem claro porque o fazem. Eu vou fazer esta campanha com cada colega que eu conhecer e que paga por esse lixo que sempre fica contra nós. Agora me passou pela cabeça que talvez o governo não vá contratar novos professores, mas remanejar aqueles que não estão de greve e estão de boa nas escolas ou em casa. Mesmo assim quero ver até onde isso vai. Eu considero faltoso com a ética quem assumir o meu lugar. Isso se for aceito pelos alunos. Vamos começar nas redes sociais a incentivar nossos alunos a não aceitarem mais essa maquiagem proposta pelo governo. Rogério Trindade - Curvelo"


"Anônimo:

Quer dizer gente que a gazollinda é toda titulada né.Bacana!

Pena que seus diversos títulos não lhe deram a mais básica das qualidades: O CARÁTER. Li que a ilustre secretária gostava de pisar nos mais fracos.Talvez por estar com saudade desta prática dos temos de Ufmg tenha chamado as diretoras para uma conversinha ao pé do ouvido. Imagino o teor das promessas ou ameaças. Ô UMA DAS QUARENTA, PRESTE UM FAVOR AO POVO MINEIRO. DESAPAREÇA. SUPONHO QUE ATÉ A QUALIDADE DO AR HÁ DE MELHORAR!"


"Anônimo:

Gente, acho que está na hora de atitudes mais drásticas, uma revolução de verdade. Que tal um "FORA ANASTASIA", tentar exigir a saída desse tirano do poder? Por enquanto estamos em um país democrático, o governo deve servir ao povo e não o contrário. Ele não está agradando, vamos juntar, policiais (civis, pois pelo visto a PM já se contentou com a proposta indecente), profissionais da saúde e outros servidores de baixo escalão no estado, como nós mesmo, e exigir a saída desse governador. Ah, e outra coisa: não adianta contar com a ajuda da população "comum", classe média, classe alta, eles estão pouco se lixando para nós e para a educação pública, eles nos vêem como um bando de maltrapilhos, uma amiga que trabalha no CREA me falou que nunca viu tanta gente feia e mal vestida no pátio da ALMG, eles têm seus filhos em escolas particulares, tenho amigos que nem sabem que já estou há quase 2 meses sem pisar na escola. Enfim, a sociedade não se importa conosco, os pais estão contra nós, pois querem as babás de luxo para tomar conta da meninada. Temos que lutar por contra própria, não adianta, não vamos sensibilizar a sociedade. Eu acho que devemos deixar esse ano letivo se perder. Acho que isso sim, seria um impacto nacional, sairia em todos os canais da TV, a mídia cobriria o assunto (ainda que se colocando contra nós), mas enfim faríamos algo de impactante, pois essas passeatas não estão surtindo tanto efeito. Vamos continuar em greve até o PISO sair e se não sair, não terá ano letivo, pois se o governo vai contratar substitutos para os 3º anos, o que ele vai fazer com as outras séries? O tempo corre a nosso favor. Pediremos perdão aos alunos, mas vamos deixar esse ano letivo se perder e aí sim, o caldo vai engrossar em MG e tenho certeza que a repercussão será nacional. O filme de Aécio e seu afilhado estará queimado. E todos verão que não estamos para brincadeira. Vamos arrecadar cestas básicas, vender doces, sei lá, fazer o que for, mas não vamos sair dessa greve sem o PISO. Temos que fazer algo de grande impacto, doa a quem doer. É nossa dignidade, força, moral e credibilidade em jogo."

Comentário do Blog: Sua análise tem elementos importantes, combativo colega, mas temos que evitar frases do tipo: " a sociedade não se importa conosco". Não é verdade. Pode haver muitas pessoas desinformadas que sejam contrárias à nossa luta. Infelizmente, até mesmo entre nós, educadores, há quem pense assim. Mas, a grande maioria esclarecida da comunidade nos apoia. E é com este apoio que temos que trabalhar, seja para fortalecer a nossa greve, ou para fazer uma revolução. Também temos que evitar o maniqueísmo do tudo ou nada, ou seja, ou o governo nos paga ou o ano letivo estará perdido. Não é bem assim. O ano letivo pode não terminar em 2011, e isso será ruim para o governo, mas ele pode se estender até 2012, sem prejuízo da maioria dos alunos, que são, juntamente com a valorização profissional, parte integrante da nossa luta. Quem prejudica os alunos é o governo, quando não investe na educação, quando não paga o piso e provoca uma greve, etc. Somos tão vítimas dessa realidade quanto os alunos. Por isso temos que estar unidos para enfrentar o governo e sua máquina de dominação. Um forte abraço e força na luta!


"Gleiferson Crow:

Contra a tirania, FORA Anastasia !!!

Fora da Lei nós já sabemos que ele é, mas é preciso mais ação por parte do POVO e dos dirigentes que são responsáveis por fazer valer nossos direitos: além do PISO que é LEI FEDERAL todos nós sabemos e compreendemos bem claramente o que diz o artigo 5º da CONSTITUIÇÃO FEDERAL:
Dos Direitos e Garantias Fundamentais
CAPÍTULO I
DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade,(...)http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao.htm (...) os nossos direitos a informação de qualidade e real, o direito de ir e vir, o direito de greve, direito a educação de qualidade E AINDA:

CAPÍTULO II
DOS DIREITOS SOCIAIS
Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 64, de 2010)

ABRAÇO a todos !
E que as almas intercedam cada vez mais por nossa LUTA e que Deus esteja sempre presente!

Contra a TIRANIA, fora ANASTASIA !

Gleiferson Crow
Leia: O Jornal do José Elias Issa

leiajeissaeemg.blogspot.com"


"Antônio Augusto:

Sinceramente!!! Está na hora desse governador tomar vergonha na cara e tomar uma atitude digna de homem. Seja mais humilde, aceitando que você errou governador, pagando o miserável piso desse povo forte e mais do que ninguém merecedores, os professores. Tenho certeza que a imprensa covarde e seus assessores irão aplaudi-lo."


"Anônimo:

Olá Euler e colegas,
BOM DIA, ÓTIMO DOMINGO

MANTRA – Nando Reis

Quando não tiver mais nada
Nem chão, nem escada
Escudo ou espada
O seu coração
Acordará!…
Quando estiver com tudo
Lã, cetim, veludo
Espada e escudo
Sua consciência
Adormecerá!…
E acordará no mesmo lugar
Do ar até o arterial
No mesmo lar
No mesmo quintal
Da alma ao corpo material…
Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hare Hare
Hare Rama
Hare Rama
Rama Rama
Hare Hare
Quando não se têm mais nada
Não se perde nada
Escudo ou espada
Pode ser o que se for
Livre do temor…
Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hare Hare
Hare Rama
Hare Rama
Rama Rama
Hare Hare
Quando se acabou com tudo
Espada e escudo
Forma e conteúdo
Já então agora dá
Para dar amor…
Amor dará e receberá
Do ar, pulmão
Da lágrima, sal
Amor dará e receberá
Da luz, visão
Do tempo espiral…
Amor dará e receberá
Do braço, mão
Da boca, vogal
Amor dará e receberá
Da morte
O seu dia natal…
Aaadeeeus Dooooor…(4x)
Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hare Hare
Hare Rama
Hare Rama
Rama Rama
Hare Hare (6x)

…Estejam sempre muito bem e felizes!
Obrigado."


"Anônimo:

Olá professor Euler,
Bom dia!

Parabéns pelas 350.000 visitas a este blog.

Blog de utilidade pública para os professores de Minas Gerais.

Representa a voz dos EDUCADORES ecoando e sendo ouvida DEMOCRATICAMENTE por toda Minas Gerais.

Obrigado por esta oportunidade."


Comentário do Blog: obrigado a você, combativo colega, e a todos os que visitam este espaço, que está a serviço da nossa luta. Um forte abraço e força na luta!


"Anônimo:

Olá Euler

A cada dia me surpreendo mais com os colegas que não entraram na greve e com a maneira com a qual os diretores estão agindo contra a greve.

Em minha cidade algumas escolas entraram em greve e outras não, por isso , essa semana foi uma semana de muitos conflitos.

Primeiro, os colegas não grevistas espalharam um monte de fofocas pela cidade colocando os pais e alunos contra nós grevistas , atitude a qual foi revertida após uma assembléia entre professores em greve , pais e alunos.

Segundo, alguns diretores com o apoio de superiores começaram dar transferência para alunos das escolas que estão em greve para as escolas que não estão em greve , uma maneira de pressionar alguns professores inseguros na greve, dizendo:" a escola fechará turmas e que muitos servidores perderão o emprego" .

Como agir em uma situação como essa?
Continuamos firmes na greve, isso não muda nada!
Mas, será que isso realmente pode ocorrer?
È legal eles usarem esse argumento para tentar acabar com a greve?

Isso não seria assédio moral , discriminação, constrangimento, coação e abuso de poder?

Não poderíamos nós professores invisivelmente ameaçados entrar na justiça contra a "pessoa" do diretor e do inspetor ?
Ajude-nos nesse dilema, pois amanhã teremos outra assembléia e precisamos reverter essa situação.

Obrigado"


Comentário do Blog: Acho sim, combativo(a) colega, que é preciso acionar o jurídico do sindicato para pressionar os diretores da região e a própria SRE, que está permitindo este tipo chantagem com os educadores em greve. Além disso, aceitar essas transferências de matrícula durante a greve fere todos os princípios éticos e morais, além de prejudicar os próprios alunos, que terão sua situação alterada no meio do ano. Isso cabe também uma denúncia no ministério público estadual, pois prova que o governo está querendo destruir a educação pública em Minas. Atenção dirigentes sindicais, atentai para esta realidade gravíssima!!!

"Anônimo:

Professor Euler e educadores,

CAMPANHA DE BOICOTE À MÍDIA DE MINAS GERAIS.

Evite sempre ler, ouvir, participar ou assistir:

- Rede Lobo;
- Rádio cabrita de Iaiá;
- Jornal estado oficial de minas;
- Band asneira;
- Assembléia HOMOLOGATIVA.

IMPRENSA!

TEMOS ESTE GRAVE PROBLEMA E PRECISA-SE SOLUÇÃO RÁPIDA.

Precisamos pedir socorro á imprensa de outros estados, através do Sind UTE MG.

Porque não comunicar oficialmente estes fatos ao Senador Cristovam Buarque, através do Sind UTE MG.

Precisamos de idéias e ação.

Professor Euler, você tem bom relacionamento com o Sind UTE MG?

Você tem um blog MUITO respeitado neste momento.

Obrigado."


"Anônimo:

Professor euler,
Educadores de Minas.

*** A L E R T A **

**** ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃO!!

CUIDADO COM OS DIRETORES(AS)DAS ESCOLAS ESTADUAIS EM GREVE E também com os diretores(as) das escolas estaduais que AINDA não estão em greve.

ELES PASSAM RELATÓRIOS DIARIAMENTE PARA AS SREs.
Estão sendo os arapongas do Governo.

SÃO TRAÍRAS DA CATEGORIA (estão esquecendo que ESTÃO apenas DIRETORES(AS), o dia de amanhã...

Obrigado."


Comentário do Blog: calma, pessoal, não vamos generalizar. Há muitos diretores que apoiam a greve. E outros que respeitam a decisão da categoria, apesar de não concordarem com a greve. E, obviamente, há aqueles que são desprovidos de bons valores éticos e se tornam puxa-sacos dos governos. Quanto ao relatório mencionado, seria importante que o jurídico do sindicato questionasse na Justiça a legalidade deste ato, já que, ao que parece, o governo estaria pedindo a lista nominal dos grevistas. Isso me parece uma forma de assédio moral e perseguição. O ideal seria se tivéssemos uma unidade entre os diretores, como aconteceu em uma grande região de Santa Catarina, onde os diretores se recusaram, coletivamente, a passar os dados da greve, incluindo as faltas, para a secretaria da Educação de lá. Mas, estamos distantes desta realidade. A autonomia apregoada na legislação federal para as escolas não passa de teoria. Na prática, existe uma tremenda centralização verticalizada, com o governo controlando de perto os diretores, as secretárias das escolas e a vida escolar como um todo.

"Anônimo:

Prezado Professor Euler,
Educadores de Minas.

HUMOR!

Música dos grevistas para o Governador de Minas:

- Xô sat ANÁS, xô sat ANÁS!!!

Até a próxima.."



"Anônimo:

Prezado Professor Euler,
Educadores de Minas.

Precisamos de uma informação idônea e bom esclarecimento a respeito do VALOR CORRETO DO ABONO FAMÍLIA, que deveria ser pago pelo pelo governo aos professores.

O Sind UTE MG já entrou com processo na justiça, solicitando o pagamento do valor correto?

Obrigado."


"Anônimo:

Acho que todos merecem saber a pressão que as superintendentes tem tentado fazer ao serviço de inspeção escolar. Veja esta!~!!!

Senhor(a) Inspetor(a),

Solicitamos a V.S.a que nos enviem a informação abaixo sob pena de advertência por não responder até as 16 horas,

OBS.: a informação deverá vir do Inspetor(a) Escolar.
Atenciosamente,

Maria Lúcia Martins da Silva
Diretora da SRE Metropolitana C

Cláudia A. Lara A. M. Afonso
Diretora Educacional"


Comentário do Blog: Mas, qual é a informação exigida, afinal?


"Anônimo:

Prezado Euler:

Todos os dias visito seu blog. Parabéns por tal espaço de representação de nossa categoria.

Estou enviando um email que está circulando muito aqui em Ipatinga, acerca da greve de fome de duas colegas de trabalho que, decepcionadas com os rumos da educação, manifestam a falta de reconhecimento e valorização profissional. O texto foi elaborado pela representante da Subsede do Sindute de Ipatinga, Leida Tavares.

Você tem fome de quê?

Desde o anúncio de que as diretoras do Sind-UTE/MG – subsede de Ipatinga, Cida Lima e Feliciana Saldanha iniciaram uma ‘GREVE DE FOME’ contra o descaso da administração municipal com a Educação, seus profissionais, pais, mães e alunos, tem ouvido diversas análises e indagações.

A principal delas tem relação com os efeitos desse ato. Os questionamentos são decorrentes da constatação de um assombroso grau de irresponsabilidade política e falta de sensibilidade da administração municipal com as demandas populares.

Além disso, a sociedade capitalista vê sempre a vida como um ato de sobrevivência, o trabalho como batalha para ganhar o pão e a relação humana como concorrência. Numa cultura assim, a luta coletiva e a busca do bem comum parece ser mais do que utopia. Parece ingenuidade, falta de maturidade política.

Neste contexto, importa a seguinte indagação: Qual o significado político do ato pacifista e extremado, materializado pelas companheiras Cida e Feliciana, através de uma greve de fome?

Nas guerras contemporâneas os combatentes utilizam armas atômicas, químicas e biológicas, um arcabouço repressivo aniquilador de vidas, com um poder de destruição sem paralelo na história da humanidade. Nesta luta, em defesa da Educação e de uma série de postulados construídos ao longo das últimas décadas pelo movimento docente,lançamos mão apenas da crença mobilizadora. Uma verdadeira profecia de fé e confiança no futuro.

Nossas companheiras apresentam-se, assim, movidas por ideias, sensibilidade e amor pela vida... no limite de suas forças.

Quem diria que os rumos da greve dos educadores de Ipatinga, bem como a simulação da abertura ao diálogo , iria conduzir-nos nos dias de hoje, a revitalizar uma das mais terríveis artes de que é capaz o ser humano: A ARTE DA FOME. Tal como o protagonista kafkiano, elas também o fazem por falta de gosto para as comidas existentes, dieta com gosto de opressão, sem possibilidade de escolha - preparada no tacho das mais nefastas disputas políticas .

No gesto de Cida e Feliciana os educadores de Ipatinga dizem em uníssono: Privo-me da comida porque me privam da palavra que tem fome de ser. Privo-me da comida porque tentam tirar-me os direitos, o salário, o respeito, a dignidade e a autoestima. Tenho fome de verdade. Tenho fome de saber. Tenho fome de justiça.

Grande abraço,

Leida"


"Anônimo:

Euler,
Nossa greve só terá maior e eficaz resultados se mexermos com quem financia a campanha do governo, já deu prá notar que ele não soma conosco os educadores. Eis minha sugestão: fazermos manifestação fechando vários pontos da BR 116, cada dia da semana fecharemos um ponto; GV , Caratinga... no fim da semana se ainda não surtir efeito faremos grande manifestação em grandes agencias do BB e depois Caixa Federal. isso mexerá com a impressa nacional e internacional, aí vamos ver todos pressionando AZIA prá resolver tal situação. Que acha?"


"Anônimo:

Queridos professores vocês merecem ganhar bem pelo árduo trabalho realizado, porem nossos filhos não merecem esse duelo entre governo e trabalhadores.
Procurem outros meios de lutar, não usem nossos filhos. Eles têm direito de estudar.
Eu me envergonho de tudo isso!"


Comentário do Blog: cara(o) mãe (ou pai) de alunos, não estamos usando ninguém, estamos apenas lutando por um direito legal, que é a lei do piso, e que o governador não nos quer pagar. Por isso, tanto os educadores, quanto os alunos estão sendo prejudicados, ou seja, pelo não cumprimento da Lei por parte do governo de Minas. Os alunos têm direito a um ensino de qualidade, que não existe com educadores desestimulados, com péssimos salários e condições trabalho. É em favor de uma educação de qualidade para os seus filhos que lutamos. Junte-se a nós e nos ajude a cobrar do governo aquilo que é lei. Um abraço.

69 comentários:

  1. EULER, TENHO UMA DÚVIDA.COMO SERÁ ESSE CONTRATO DESSES PROFESSORES,TAMBÉM SERÁ POR TEMPO INDETERMINADO?ISSO É QUE É DAR MURRO NO ESCURO! ASSINAR UM CONTRATO SEM TEMPO DETERMINADO!

    ResponderExcluir
  2. TALVEZ OUTROS COLEGAS JÁ TENHAM LIDO O QUE ESTÁ NO SITE DAS BRUXAS DO APPMG SOBRE A GREVE ,SE NÃO LERAM,LEIA ONDE ESTÁ "DEBATE SOBRE A GREVE",SE ELAS NÃO TEM O QUE FAZER , ELAS VÃO REZAR, PORQUE SINCERAMENTE TÁ PRECISANDO ENTREGÁ-LAS AS 13 ALMAS,DIGO ISSO PELA FÉ QUE TENHO COM AS ALMAS.SE ELAS NÃO QUEREM AJUDAR ,PELO MENOS SAIA DO NOSSO CAMINHO,NÃO SEI PRA QUE EXISTE APPMG ,DEVE SER PARA AJUDAR A ROUBAR OS NOSSOS DIREITOS!

    ResponderExcluir
  3. Euler, em entrevista a Rádio Iguátiaia o nosso Timotinho afirmou com todas as letras que não tem nem piso , muito menos aumento.Pois é um governador responsável e não pode colocar os cofres do Estado em situação complicada.

    ResponderExcluir
  4. Fernanda Monteiro6 de agosto de 2011 10:11

    Fernanda Monteiro- Graduanda de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Uberlândia

    Aeee professores... estamos em uma época boa... Festa de Romaria... vamos aproveitar, fazer umas promessas! Juro que se o Anastasia largar de ser bobo, ano que vem mando fazer um boneco em sua homenagem, boto ele nas costas e vou á pé pra Romaria! kkkkkkkkkk Só assim!!! Bjus!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo das (09:40),

    Sabe para que existe APPMG?

    Primeiro, para estragar meu sábado.Não sei para que fui entrar neste site que abomino. Culpa sua!!rsrsrsr

    Agora, respondendo a sua pergunta,para atender aos que se dizem educadores, aos vários pelegos que tem na educação, aqueles que votaram neste governo, aqueles que estragam a educação.

    ResponderExcluir
  6. Euler e companheiros!!

    Esta imprensa é podre!!! Toda ela!!!
    Quase todos os comentários que faço, respondendo as inverdades são vetados.Não publicam e olhe, que eu não uso palavras de baixo calão, só falo a verdade e cobro deste governo mentiroso que pare de enganar a sociedade e pague o que deve a educação, aos educadores!

    Estou cansada, mas não deixo de postar mesmo assim, é uma maneira de desabafar. PELO menos, eles estão vendo que o povo não é tão bobo assim...

    Nossos governantes não querem uma sociedade bem formada e consciente! Não querem nossos alunos politizados, querem continuar a manipular o povo. Eles morrem de medo de perder o "poder".

    Há de chegar o dia em que, nossos "pupilos" assumiram o poder e governarão pelo bem comum!

    Até a conquista do PISO!

    ResponderExcluir
  7. João Paulo Ferreira de Assis6 de agosto de 2011 10:39

    Prezado amigo Professor Euler

    Agora mesmo eu recebi um telefonema do Banco Cruzeiro do Sul, um dos bancos que tem negócio com o governo do Estado me oferecendo um cartão gratuito. Me tomaram uns dez minutos. Vieram com essa conversa de direito de servidor etc. Tive vontade de dizer: direito do servidor é a pqp, mas as telefonistas do Banco não tem culpa. Então disse para elas que preferia que o governador cumprisse a lei federal que nos ampara. Recusei o cartão, com todas as vantagens, pois não quero esmola do governador. Se ele pensa que pode me comprar com essas esmolas está muito enganado.

    ResponderExcluir
  8. Caríssimos, por acaso alguém colocou a entrevista da "bonitinha" na net, se souberem postem o endereço. Abraço a todos.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Euler,

    Os colegas de Caratinga perderam sua presença, mas nós ganhamos, voce esta aqui, firme e forte, lutando por todos!
    Algo me diz que a noticias é materia paga pelo governo, veja:
    A Federação das Associações de Pais e Alunos de Escolas Públicas de Minas Gerais entrou com um pedido no Ministério Público Estadual (MPE) para suspensão imediata da greve dos professores da rede estadual. A paralisação chegou ontem ao seu 58º dia.
    O presidente da federação, Mário de Assis, disse que o movimento já passou dos limites toleráveis. "Os alunos já estão há quase dois meses sem aula e muitos não têm onde ficar e o que comer, pois dependem das merendas". A Promotoria da Infância e Juventude vai se reunir na próxima semana para avaliar o que será feito.
    Protesto. Cerca de 50 professores fizeram ontem uma passeata na avenida Vilarinho, em Venda Nova. Com cofrinhos, eles pararam na porta de um banco e pediram dinheiro às pessoas para os trabalhadores que tiveram o ponto de junho cortado. A Secretaria de Estado da Educação (SEE) informou que está analisando formas de minimizar os impactos da greve.
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=178792,OTE

    ResponderExcluir
  10. Oi Euler
    Bom dia.
    Tenho uma sugestão.Gostaria que você fizesse uma lista dos deputados que nos apoiam, dos que publicamente se colocam contra a categoria e daqueles que se calam,se acovardam. Por favor, esta lista seria salva em nossos pcs e nas próximas eleições analisaríamos com todo cuidado a quem daríamos nossos votos e ainda faríamos propaganda contra aqueles que apoiaram as canalhices do escroque e das pútridas do PSDB.
    Ajude-nos a sanear o futuro porque o presente já está perdido.
    Abraço grandão Euler.

    ResponderExcluir
  11. Respondendo a nossa Colega Júlia,

    Júlia, veja o que justifica ser o piso para todos os profissionais da educação:

    Altera o art. 61 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, com a finalidade de discriminar as categorias de trabalhadores que se devem considerar profissionais da educação.

    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

    Art. 1o O art. 61 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, passa a vigorar com a seguinte redação:

    “Art. 61. Consideram-se profissionais da educação escolar básica os que, nela estando em efetivo exercício e tendo sido formados em cursos reconhecidos, são:

    I – professores habilitados em nível médio ou superior para a docência na educação infantil e nos ensinos fundamental e médio;

    II – trabalhadores em educação portadores de diploma de pedagogia, com habilitação em administração, planejamento, supervisão, inspeção e orientação educacional, bem como com títulos de mestrado ou doutorado nas mesmas áreas;

    III – trabalhadores em educação, portadores de diploma de curso técnico ou superior em área pedagógica ou afim.

    Parágrafo único. A formação dos profissionais da educação, de modo a atender às especificidades do exercício de suas atividades, bem como aos objetivos das diferentes etapas e modalidades da educação básica, terá como fundamentos:

    I – a presença de sólida formação básica, que propicie o conhecimento dos fundamentos científicos e sociais de suas competências de trabalho;

    II – a associação entre teorias e práticas, mediante estágios supervisionados e capacitação em serviço;

    III – o aproveitamento da formação e experiências anteriores, em instituições de ensino e em outras atividades.” (NR)

    Art. 2o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

    Brasília, 6 de agosto de 2009; 188o da Independência e 121o da República.

    LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA
    Fernando Haddad

    Este texto não substitui o publicado no DOU de 7.8.2009

    Sem citar a Lei 15293 (Plano de carreira MG):
    CAPÍTULO I
    DISPOSIÇÕES GERAIS
    Art. 1° - Ficam instituídas, na forma desta lei, as seguintes carreiras dos Profissionais de Educação Básica, que integram o Grupo de Atividades de Educação Básica do Poder Executivo:
    I - Professor de Educação Básica - PEB;
    II - Especialista em Educação Básica - EEB;
    III - Analista de Educação Básica - AEB;
    IV - Assistente Técnico de Educação Básica - ATB;
    V - Assistente Técnico Educacional - ATE;
    VI - Analista Educacional - ANE;
    VII - Assistente de Educação - ASE;
    VIII - Auxiliar de Serviços de Educação Básica - ASB.

    Um forte abraço e força na luta.

    ResponderExcluir
  12. Caro Euler
    Pergunto para uns e outros as razões da nossa greve e muitos ainda respondem que queremos aumento de salário.O sindute deveria ser mais cuidadoso mostrando nossas reais aspirações.Há diferença entre pedir aumento e reivindicar um direito tirado a fórceps do STF.A lavagem cerebral do governo é mais eficiente que as explicações do sindicato.Talvez se pais e alunos entendessem de fato o que há nos bastidore abraçassem a nossa causa e não culpar-nos -iam pela greve.O último comunicado foi muito confuso e rápido.É preciso de mais clareza e eficácia. Ficar repedindo leis e números confunde e atrapalha o entendimento.

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde Professor Euler, a respeito da imprensa, no caso do Jornal Estado de Minas, acho que tem vários funcionários públicos (Professores) assinantes, que tal o pessoal ligar para o referido e cancelar a assinatura, expondo o motivo. Força na luta.

    ResponderExcluir
  14. Olá combativo e incansável Euler. Gostei muito dessa sugestão de um colega. Eu já cancelei minha assinatura deste jornaleco chamado estado de minas (minúsculo). Falei os motivos e aproveitei para esculachá-lo. Todos deveriam fazer o mesmo. Se possível de forma maciça.
    Abraços de LEOPOLDINA, NA ZONA DA MATA.

    ResponderExcluir
  15. há..........para Mario de Assis escola é refeitório e creche?
    Ou seja, as babás de luxo terão que estar de plantão? BONITO....
    Mario de Assis vá lamber sabão.
    Preocupe é com esse governo safado que não cumpre Lei. Os professores são profissionais e merecem respeito.

    ResponderExcluir
  16. Então quer dizer que o TIMÓTEO das ALTEROSAS disse que é um governante sério e por isso não pode colocar os cofres do estado em situação complicada!! Que interessante a posição do Sr. TIMÓTEO das ALTEROSAS, primeiro porque o cérebro não pensante dele considera EDUCAÇÃO como gasto, EDUCAÇÃO é INVESTIMENTO. Ele complicaria os cofres das ALTEROSAS se não fizesse tantas as bandalheiras feitas com dinheiro público, só para citar UMA de conhecimento PÚBLICO - as PROPAGANDAS pagas a PESO de OURO para a MÍDIA, de modo a enganar a sociedade. Se ele é tão responsável assim, conforme quer parecer, não precisaria alardear na mídia a sua seriedade. Essa propaganda intensa de seu compromisso com os cofres públicos e de sua seriedade, por si só já é questionável, pois se as ações praticadas por ele fossem outras, não precisava de propaganda. O BOM não precisa se MOSTRAR, é RECONHECIDO NATURALMENTE. Quando queremos explicar muito é porque não convencemos nem a nós mesmos. Essa TRUPE DA DESGOVERNANÇA MINEIRA precisa entender que a SOCIEDADE já sabe que esse DESGOVERNO só está querendo se sair bem dessa atrapalhada que o mesmo arrumou. Se disse que é responsáael, prove, mas com ações e não com propagandas enganosas. VAMOS VER SE NAS AÇÕES DAQUI PARA FRENTE, VAI HAVER DESPERDÍCIO DE DINHEIRO PÚBLICO EM TENTATIVAS PARA SALVAR A CARA DE PAU. Aliás,essa trupe devia andar com um vidro de óleo de peroba no bolso ou na bolsa para dar um lustre, a toda hora, na cara de pau deles.

    ResponderExcluir
  17. ACRESCENTANDO AO COMENTÁRIO DO COLEGA ,O SINDICATO QUE NOS REPRESENTA ESTÁ MUITO DEVAGAR NAS INFORMAÇÕES.ACONTECE REUNIÕES OU MESMO ENCONTRO ENTRE DIRIGENTES,SINCERAMENTE A DEMORA PARA COLOCAR NA NET É TANTA,QUE TÁ DEIXANDO A GENTE DECEPCIONADO.

    ResponderExcluir
  18. Caro euler, já aconteceu em uma greve que durou 79 dias(não deve ser do seu tempo) o governo ameaçou contratar substitutos. Mas a idéia não vingou. Os professores titulares ameaçaram ir para a escola assistir as aulas de seu substituto.
    Aí, é ruim de alguém se candidatar para essa vaga, e comprar essa briga, principalmente em cidades pequenas que todo mundo conhece todo mundo, seria muito desgaste. Surgiu também a idéia de irem para as proximidades da escola e convencerem seus alunos a não entrarem para assistir aulas.
    Os professores tem que começar a bolar alguma estratégia para impedir que isso aconteça.

    ResponderExcluir
  19. Aos colegas que ainda não entraram na luta.
    Parte de uma carta escrita por um professor.
    A carta toda se encontra no blog S.O.S EDUCAÇÃO PÚBLICA.
    ..."A sua inação está custando o ORGULHO de ser educador, numa sociedade que, a cada dia que passa, premia mais e mais a esperteza a ambição, o consumo e o individualismo, em detrimento de valores como honestidade, solidariedade e participação.

    Essa é a hora em que o medo vira raiva! É a hora de entrar com tudo. De dizer CHEGA! Sou um educador e EXIJO ser tratado com respeito!

    Se você é mais um desses "abnegados" que não aderem à greve para não "prejudicar seus alunos de 3º ano", que tal pensar:

    "O que será desses meninos quando eles se forem? Irão para uma universidade? Ou serão mais um McEscravo? Um Bob'sBobão - NA MELHOR DAS HIPÓTESES?"

    Que tal ser REALMENTE abnegado, e, lecionar para seus alunos em praça pública? Ou lecionar para seus alunos, mas EXIGIR o código 61?

    Você está garantindo que seus alunos farão um bom vestibular (se é que vestibular é bom) e ainda assim, estará dentro do movimento!

    Você tem dúvidas quanto a validade da greve? Eu também! Você teme o corte de ponto? Eu também! Mas como diz a citação, "Antes a tristeza da derrota, que a vergonha de nunca ter tentado"!

    Nossa luta é justa. É por dignidade. É pelo nosso orgulho! É por respeito. É para que, daqui a muitos anos, eu possa olhar para trás e, na certeza do dever cumprido, saber que nada disso foi em vão. Esta greve não nos garante absolutamente NADA, a não ser nosso direito de nos indignar.

    Parece pouco, mas acredite: há coisas muito mais importantes que dinheiro."

    Waine Vieira Junior


    Fonte: Comunidade Professores da SEEDUC-RJ

    Essa carta é um verdadeiro puxão de orelhas àqueles colegas que traem a categoria, permanecendo na escola com desculpas esfarrapadas. Mas que na verdade são um bando de covardes.
    (Maria Helena - Ipatinga)

    ResponderExcluir
  20. Euler,
    Bem que Anastasia poderia deixar de "pirraça" e pagar logo o nosso PISO. Assim, acabaria a GREVE e todos retornariam às suas rotinas. Será que ele ainda não entendeu que não vamos desistir enquanto não alcançarmos o nosso objetivo principal, que é o PAGAMENTO DO PISO SALARIAL. Sou professor de turmas do 3º ano do Ensino Médio e não me incomodo com a atitude mesquinha dele mascarar o problema, levando para as salas de aulas, pessoas sem habilitação, sem a mínima condição de fazer um trabalho dentro das exigências dos CBCs, PCNs... E depois vem falar de Educação de Qualidade? Governador, CUMPRA A LEI E ACABE LOGO COM A GREVE! Ao contrário, lutaremos até a COPA DE 2014!!! Professores, não se intimidem, temos a Lei a nosso favor! Força na Luta! A GREVE continua até o PAGAMENTO DO NOSSO PISO!

    ResponderExcluir
  21. Olá Euler,

    Acho que o Sindicado deveria pedir o direito de resposta à Band. A secretária ontem não teve coragem de responder perguntas dos telespectadores ao vivo.

    Sugiro que o sindicato faça cópias dos contracheques apresentados na última assembleia para que possamos espalhá-los pelos estabelecimentos comerciais perto de nossas casas.

    ResponderExcluir
  22. Euler,
    Queremos que o governo dialogue com a CATEGORIA, queremos ser respeitados, queremos o NOSSO PISO! O Governador está pensando que, divulgando a notícia de que irá substituir professores do 3º ano, com a falsa imagem de preocupação com os alunos, que nós professores destas turmas, iremos retornar às salas de aulas sem o PAGAMENTO DO NOSSO PISO, está muito enganado! Primeiro o governador CORTOU o nosso SALÁRIO, agora quer contratar professores substitutos, nenhuma atitude intransigente deste governador irá nos intimidar e nos fará acabar com a GREVE sem conquistarmos o que com ela viemos buscar, o nosso PISO SALARIAL! FORÇA AMIGOS, JUNTOS SOMOS MAIS!!!

    ResponderExcluir
  23. Caros professores,
    Dia 10/08 está chegando,4ª feira próxima, o último dia para opção dos que ainda não o fizeram para volta a carreira antiga. Após esta data o Governador não terá mais desculpas para negociar. Ele está proibido por Lei, de pagar salário base sem as vantagens inferior a R$712,00 para uma jornada semanal de 24 horas aos professores da carreira antiga. Fiquem tranquilos, pois a Lei terá que ser cumprida, se assim não fosse, o Congresso, o Judiciário, e o STF não teriam razão de existir.
    Sebastião de Oliveira- Carangola

    ResponderExcluir
  24. Euler, é impressão minha ou este tal de Mário de Assis é muito ligado à APPMG?

    ResponderExcluir
  25. kkkkk, No que diz respeito à contratação já estou rindo. Para o meu lugar, modéstia às favas,só se for melhor do que eu, porque apesar do salário que ganho, me preparei muito bem academicamente e não foi por correspondência e nem por cursos de final de semana. Toda a minha formação foram nas melhores Universidades Públicas deste país. Os meus alunos do 3º ano são ótimos, inclusive muito críticos. Minha relação com eles é muito respeitosa, são turmas que entro e saio com o MAIOR PRAZER, exatamente, porque não sou professora que depende de livro para ministrar aulas, aliás estou sempre pedindo-os para consertarem determinados conceitos, por isso a nossa relação respeitosa. Então, quem ficar no meu lugar tem que mostrar serviço, porque quando voltar se não tiver dado conta, vou detonar!

    ResponderExcluir
  26. Ê Euler, vc foi avisar aqui no blog que ia até Caratinga e ainda mais junto com o Rômulo, aí o governo deve ter comprado todas as passagens até Caratinga para impedir a ida dos dois companheiros...rssssssssss

    O governo lê o blog ou seria ação das 13 almas do mal?

    ResponderExcluir
  27. Euler,
    Só existe uma solução para o FIM DA GREVE, o CUMPRIMENTO DA LEI pelo governador Anastasia! Não vejo outro caminho! Ele precisa acabar com esta enrolação, porque senão vai piorar a situação do governo frente à população. Todos já sabem que os alunos estão sem aulas por CULPA DO GOVERNADOR ANASTASIA! Não entendo por que o governo insiste em não PAGAR O PISO e ainda por cima tenta jogar a sociedade contra os educadores como se a população não soubesse reconhecer quem é o MENTIROSO E DESONESTO DESTA HISTÓRIA. Não adianta usar a mídia comprada para mascarar a realidade do caos a que chegou a EDUCAÇÃO MINEIRA. Não adianta criar estratégias "falidas", a sociedade merece respeito e quer soluções pautadas na qualidade efetiva e garantida de Ensino. PAGUE O PISO e FIM DE PAPO!!!

    ResponderExcluir
  28. Caros colegas e guerreiro de vespá,
    Neste brilhante "cucuruco" que ostento penso que o governo tem sido na verdade nosso principal aliado... Vou explicar! Toda vez que essa corja aparece cometem uma atrapalhada pior que a outra: Irrita os seres pensantes do estado quando se posiciona a todo momento de forma asquerosa acima da verdade como se essa estivesse preço! Nada irrita mais uma pessoa quando você coloca em dúvida sua inteligência... Dessa feita temos uma massa cada vez mais numerosa de pessoas irritadas (trabalhadores em educação e seus familiares). Portanto não adianta o governo se cercar de "puxa sacos", para desmoralizar e desmobilizar os trabalhadores em greve, porque caso consigam (mutíssimo improvável), o governo não obterá resultados positivos, a menos que maqueie os dados (normal).
    Sei que vocês não concordam em fazer o jogo do governo de destruir a educação em Minas (nossos alunos não tem culpa), mas penso que será a segunda fase de nossa maravilhosa revolta contra os "fora da lei".
    Se a sociedade mineira nos brindar com um uníssono desdén, não nos restará nada a fazer que desdenhar também.
    Para evitar essa fase, é necesário que se resolva a primeira, canalizando nossa irritabilidade aguda em direção à conquista do piso (o que tem feito aliás esse blog). Digo isso porque tenho receio que mais uma vez o governo com toda máquina que dispõe tome para si o apoio dos pais. Isso ocorrendo, a greve sai da rua e entra pra sala de aula... E o estrago poderá ser bem maior, pois ninguém aceita trabalhar de forma colpusória como querem o governo sua corja e todo o resto que o apoie. Profetizando, assistiremos a uma "Revolta da chibata" em Minas.
    Agora um refresco!!!

    Na minha cidade, ao contrário de alguns comentários aqui, quando percebemos que tem companheiros que cogitam a idéia de abandonar a luta, convidamos os valentes e conseguimos demover tal insanidade. Continuamos pois, em greve até a conquista do piso, CQC!!! Na minha cidade temos, 10 escolas, todas em greve por tempo indeterminado!!!
    Uma dica que tem funcionado conosco é o apoio dos padres e do pessoal responsável pela limpeza e merenda da escola. A GREVE ESTÁ APENAS COMEÇANDO...
    NINGUÉM SUBSTIMA A UNIÃO E A VALENTIA DESSA CATEGORIA, IMPUNIMENTE!!!

    PS: Para aqueles que se recusam a enfrentar esse governo covarde alegando dificuldades financeiras, uma pequena dica: Matheus 24 a 34.

    Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.

    25 Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário?

    26 Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?

    27 Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura?

    28 E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam;

    29 contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles.

    30 Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?

    31 Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir?

    32 (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso.

    33 Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

    34 Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.

    ResponderExcluir
  29. Euler seu blog é a minha fonte de informação sobre a greve. Sou da cidade de Brasília de Minas.A maior escola da cidade aderiu a greve desde 03/2011. Estamos tentando mais adesão. Sei que tem contatos com o pessoal de Montes Claros e queria lhe pedir um representante desta subsede aqui em minha cidade no dia 08/08 às 9 horas ou às 17:20 para uma reunião com o pessoal das outras escolas.
    Não divulgue meu email:helcilenenovais@yahoo.com.br
    Espero contato pelo eemail.
    Helcilene /Brasília de Minas

    ResponderExcluir
  30. Só existe uma forma de deter o Timotinho Cabral das alterosas. Aderindo à greve e fortalecendo o movimento.
    Ou nos unimos e defendemos nossos direitos e nossa dignidade, ou ficaremos à mercê
    de um governo fora da lei,que zomba do judiciário, manipula a mídia,despreza a educação, oprime os educadores e abandona os alunos.
    O piso salarial é um direito que beneficia a todos os educadores.
    A greve está numa fase decisiva. junte-se a nós e acredite que a união faz a força.
    GREVE PELO PISO,PELA LEGALIDADE,PELA DIGNIDADE E PELA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO.
    UNIÃO A NOSSA PORTA PARA A VITÓRIA.

    ResponderExcluir
  31. União, muita união e força na luta pelo piso e contra o desgoverno do Timotinho Cabral das alterosas.

    ResponderExcluir
  32. Olá Euler conversei com meu colega Ronaldo, sobre como podemos fazer uma manifestação diferente de parar a cidade toda. Se na terça fomos fazer alguma manifestação que façamos sem ter de para a cidade toda, penso que as pessoas ficam irritadas e acabam tomando antipatia com nosso movimento. Digo isso pois vejo comentários feito por pessoas nos sítios onde as reportagens são feita , uai , hoje em dia , tempo, as pessoas reclamam muito da manifestação, pois as pessoas estão cansadas e querendo ir embora para casa e toda semana ter isso fazem as pessoas tomarem raiva pelo nosso movimento,(temos que incomodar é a classe média e alta) temos que fazer outro tipo de manifestação como a do "abraço" no ministério público foi muito legal. Mas tomara que não precisemos. O que acha Euler?
    Poderiamos fazer um panfletagem no centro mostrando as mentiras do governo e os nossos contre cheques.Se cada professor distribuir 20 , serão 100.000 pessoas sabendo das mentiras do governo e assim não atrapalhríamos a vida dos trabalhadores como nós.

    ResponderExcluir
  33. João Paulo Ferreira de Assis6 de agosto de 2011 16:04

    Prezado amigo Professor Euler

    Quando fiz minha graduação em História,em Barbacena, tive como Professora de Prática do Ensino de História uma mestra de Juiz de Fora. Ela sorteava os temas e os alunos que iam dar a aula prática. E ia para o fundo do carteira e tomava os ares de aluna. O professor estava dando sua aula e de repente ela o interrompia com uma pergunta altamente sarcástica. Essa técnica tinha a propriedade de desnudar o aluno que enrolava a aula e o que ensinava.

    Sugestão: se o governo fizer isso mesmo contraataquemos: os professores de 3° ano entrem na sala e perguntem sarcasticamente. Aí é que eu quero ver.

    Saudações, João Paulo.

    ResponderExcluir
  34. Fátima comenta...
    Caros companheiros, mais triste que ver colega trair o movimento é ver colega traiora, fingindo indignação por que na escola em que ele leciona cuja tradição grevista era muito forte nesta greve só tem duas profesores paralisadas, que no caso, não inclui a mesma. pode!

    ResponderExcluir
  35. Piso, quer dizer Josias Guedes6 de agosto de 2011 16:18

    MEU PISO...
    NÃO É DIFÍCIL:PISO É PISO
    EU SOU PISO
    MEU PÉ E MINHA MENTE QUEREM PISO
    MAIS DE OITENTA E CINCO MIL QUEREM PISO
    MAS O GOVERNO NÃO PAGA O PISO
    ELE QUEBRA O PISO
    ELE ESCONDE O PISO
    QUER NOS ENFIAR NO TETO
    UMA PSICOSE DO TETO
    TETO
    TETO
    TETO
    IDÉIA FIXA NO TETO
    ELE E TODA A CAMBADA TEIMA NO TETO
    E SABE QUE COM O TETO ECONOMIZARÁ NO PISO
    HIPOCRISIA GOVERNAMENTAL PELO TETO
    CATEGORIA COM FÉ E LUTA PELO PISO
    O HOMEM PISOU NA LUA NEM LÁ TINHA TETO
    PROFESSOR MINEIRO QUER PISAR E FINCAR BANDEIRA NO TETO
    SAMBAREMOS NO PISO
    TETO É PARA ANASTASIA E SUA TRUPE
    QUE NEM SABEM SAMBAR
    MAS MENTEM QUE ENTENDEM DE TUDO NUMA BELEZA!
    CONTINUO MEU SONHO PELO PISO
    O PISO HÁ DE SAIR
    POIS SEM ELE, HAVERÁ NO BRASIL UM GOVERNO
    SEM PISO E COM TETO FURADO
    IGUAL AO PAPO FURADO DO GOVERNADOR ANASTASIA.
    ONDE JÁ SE VIU COMEÇAR UMA CASA PELO TETO
    SÓ O GOVERNADOR QUE PARA ECONOMIZAR ALGUNS BILHÕES MENTE QUE SÓ O TETO JÁ É SUFICIENTE!
    ALGUÉM PODE RECOMENDAR UM PROFESSOR ALFABETIZADOR OU UM PSICANALISTA PARA O GOVERNADOR?

    ResponderExcluir
  36. Euler, seu blog é o nosso acalento,a nossa força. Quando me sinto deprimida e revoltada com tantas mentiras e descaso deste governo e a omissão da sociedade, é em sua fonte que venho beber desse liquído tão precioso e tão escasso nos dias de hoje- o companheirismo.

    ResponderExcluir
  37. ´ISTO AÍ, PROFESSOR EULER, ESTAMOS TRAVANDO UMA GRANDE LUTA: DE UM LADO OS EDUCADORES CIDADÃOS, COM TODA A SUA CORAGEM, DISPOSIÇAO E ENTENDIMENTO DAS LEIS ; DO OUTRO LADO O anastAZIA,AS secretária estaduais e os professores FURA-GREVE, QUE ESTÃO FAZENDO DE TUDO PARA A NOSSA DERROTA.SÕ QUE VENCEREMOS, POIS O PISO É LEI FEDERAL E SEM PISO NÃO RETORNAMOS. NO PRÓXIMO BLOG VOU CITAR AS ESCOLAS DAQUI DE JOÃO MONLEVADE QUE ESTÃO AJUDANDO O DESGOVERNADOR CONTRA A LUTA DOS EDUCADORES, OU SEJA , AS ESCOLAS DOS FURA-GREVE. MAS A MAIORIA ESTÁ NA LUTA. HELENA,PROFESSORA EM GREVE COM MUITO ORGULHO.

    ResponderExcluir
  38. Euler eu tenho uma sugestão:
    Juntar todos os 6 mil professores que foram a assembléia e quebrar a prefeitura e derrubar logo o ditador e acabaremos com isso.
    Se o governo age como uma ditadura então a derrubaremos como se derruba uma ditadura!!

    ResponderExcluir
  39. Alessandro - Uberlândia6 de agosto de 2011 18:05

    Ola pessoal lendo o EM Mario de Assis que acha que escola e restaurante e que professores são babas, irá aumentar o histórico de incompetencia desse pessoal.
    Verificando a reportagem propositalmente ele diz que não há uma estimativa de escolas que estão paradas sabe pq? pois divulgando a quantidade ele desmente a nossa valorosa Secretária de Educação que existe somente 2% de escolas em greve.
    o Sr Manoel de Assis considera greve uma " covardia social" covardia social e o que o governo fez cortando os salários isso pode? se ele está tão preocupado então va lá dar aulas
    Continuamos a sessão peróla do Sr Manoel de Assis, como diz o meu colega acima "Cala a Boca Manoel de Assis" que só sai do armário em periodo de greves.
    Nossos valorosos dirigentes ou os três patetas da alterosas nosso Governador e as duas Secretárias a deseducação a de planejamento que não planeja nada estão se enrolando até o pescoço só avise para elas que a GREVE CONTINUA

    ResponderExcluir
  40. EULER,ACABEI DE OUVIR AGORA NA ITATIAIA NO PROGRAMA DE UMA TAL CARLOS VIANA,UM SUJEITO QUE NQO ME LEMBRO O NOME VOZ DE MAIS VELHO DIZENDO QUE E ALUNO.NAO SEI DE ONDE ,NAO FALOU ,MAS PARECE QUE VAI TER QUE VOLAR PARA A ESCOLA,NAO FALA VOISA COM COISA, TEM UM OUTRO QUE NAO VOU FALAR O NOME PQ ELE DEIXOU BEM CLARA QUE QUER SE CANDIDATAR,FOI A PIOR ENTREVISTA QUE JQ OUVI.SABE QUANDO AS PESSOAS FAZEM TEATRO?MESMO NAO CONCORDANDO COM AS COISAS VOCE AS DEFENDE?FOI MAIS OU MENOS ASSIM,DEU A SEGUINTE IDEIA:PAGANDO BEM QUE MAL QUE TEM.ELES SE ESQUECEM O PODER QUE TEM AS PALAVRAS E QUANDO DEUS LHE DA ESTE DOM E ELE NAO E USADO PARA O BEM O QUE SERA QUE ACONTECE?PENSE NISTO SENHOR CARLOS VIANA E COMPANHIA.

    ResponderExcluir
  41. Essa proposta da colega, embasada na postura da professora dela, achei ótima. Imagine que legal, todos professores assistindo às aulas daqueles que forem nos substituir. Huuuuuuuuuuuuummm vai ser um show. Melhor, ainda, se forem aqueles bem analfabetos, dentre tantos que há por aí, cujo objetivo é só "descolar um troco" por lá. Porque há professores que subsituem e não dão conta de preencher o diário. Mas, este DESGOVERNO, também, não está dissociando ESCOLA (espaço de aprendizagem) de ESCOLA DE SAMBA, porque o que ele está querendo fazer é um CARNAVAL fora de época, só que a ESCOLA não é lugar para fazer CARNAVAL é lugar de discuti-lo, inclusive esse da falta de respeito com quem paga os impostos neste Estado.!

    ResponderExcluir
  42. Euler,
    Você nos surpreende a cada manhã com uma nova análise e todas muito bem fundamentadas.
    Não é novidade alguma o governo prometer o que não pode cumprir, novidade seria ele cumprir o que prometeu. Aliás, não foi pouca coisa não, basta lembrarmos da última campanha em que ele concorreu. Quero mandar um recado aos PAIS que realmente estão preocupados com a EDUCAÇÃO de seus filhos. Eles deveriam juntar-se a nós e exigir do governador que negocie com a CATEGORIA EM GREVE e atenda às nossas reivindicações. Esse tal de Mario de Assis, deveria é coordenar os pais e entrar com ação no MP contra este governo tirano, que não está nem aí em garantir os 200 dias letivos com aulas de QUALIDADE E APRENDIZAGEM EFETIVA. Isto se comprova, quando o governador anuncia que irá substituir os professores em greve. Para determinadas disciplinas, normalmente, quase já não se encontra professores devidamente habilitados e competentes. Então, como Anastasia quer qualidade no ensino? Não me interpretem mal, mas para ele basta colocar "qualquer um", desde que tape o "buraco", "um boneco" só pra fazer de conta que está ministrando aulas, na verdade uma forma de enganar os pais e os alunos, fingindo que foram atendidos e que não serão mais prejudicados em sua aprendizagem. Pura MENTIRA! Será que o governo pensa que os pais e os alunos são tão idiotas, que irão aceitar qualquer pessoa dizendo que vai dar aulas, mas que na verdade, só irão tomar "conta" dos alunos, porque dificilmente encontrará pessoas com conhecimento, didática e preparo para substituir à ALTURA o grande número de professores em GREVE, sem falar que por uma miséria de salário!? Tenho certeza, pelo menos nas escolas em que leciono que, os PAIS E OS ALUNOS, são muito mais espertos e exigentes do que AnastAZIA e sua corja juntos. Nenhum aluno responsável, irá aceitar o joguinho de "faz de conta" proposto pelo governo. Trabalhar com alunos exige muita sabedoria, planejar teoria e prática, dominar o conteúdo específico e o CBC, verificar quais habilidades os alunos já dominam e quais ainda precisam dominar, enfim não é uma tarefa tão simples como o governador coloca. A promessa do governador é uma promessa vazia, irresponsável, covarde e cruel porque ignora a inteligência das pessoas envolvidas, típica de um governo que não conhece o dia a dia da Educação Básica, promessa esta que deixa claro o descaso do governo com a EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE PARA TODOS e ao mesmo tempo o seu desespero em se livrar, rapidamente, da COBRANÇA DOS PAIS, ALUNOS E SOCIEDADE. Mas o problema maior e que o governo não imagina, é que nós, EDUCADORES bem ao contrário dele, governador, já conquistamos a confiança e o reconhecimento do nosso trabalho, junto aos pais e alunos para os quais lecionamos. Essa é a grande e mais importante das DIFERENÇAS!!! AnastAZIA, PAGUE O NOSSO PISO e não precisarás PAGAR MAIS MICO!!! Um forte abraço e continuaremos firmes na Luta e na GREVE até sermos atendidos!!!

    ResponderExcluir
  43. Pq o sindute não pede direito de resposta à mídia para apresentar a verdade dos fatos? como disse o companheiro acima este sindicato ´muito devagar e tb acho q ele não representa satisfatoriamente a nossa categoria.

    ResponderExcluir
  44. João Paulo Ferreira de Assis6 de agosto de 2011 20:05

    Prezado amigo Professor Euler

    Como eu não estou logado naquela porcaria do Portal Uai, não posso fazer comentários, e nem denunciar, mas eu vi que você comentou lá. Te peço por favor que leia o comentário de um tal ''Thomas Turbahndo'' (soletre as palavras e veja o que ele tem na cabeça) e denuncie o tal comentário que disse que a ''justiça tem que intervir não só para conter os grevistas profissionais, como para obrigá-los a repor as aulas que não foram dadas''.

    Desde há muito tempo que eu não confio nesse jornal. Já te contei o samba do crioulo doido que eles fizeram com um artigo meu a respeito de Carandaí, capela de N.S.da Glória da Ressaca? Em 1997 os vereadores de Carandaí estavam lutando pelo tombamento da Igreja da Ressaca. Eu escrevi um histórico e entreguei para o vereador Amaury. Pois não é que os imbecis foram resumir o meu artigo (que aliás eles não mencionaram a minha autoria) e disseram a barbaridade de que a Ressaca em 1741 havia ido pertencer à arquidiocese de Prados? Quando no meu histórico constava que a capela recebera provisão de pia batismal naquele ano. Ora, se nem diocese havia em Minas na época, e Prados até hoje é uma paróquia da diocese de São João del-Rei.

    Outra do Estado de Minas foi fazer uma reportagem a Catas Altas, perto de Santa Bárbara, e publicou a foto de outra cidade, Catas Altas da Noruega. Este fato me foi contado por um amigo, o Prefeito desta última cidade.

    Agora, convenhamos: como podemos confiar num jornal que comete esses tipos de erro com as cidades do interior?

    ResponderExcluir
  45. É AnastAZIA, esta greve está acabando com você e sua corja. Quando esclarecemos à sociedade o que está acontecendo de fato conosco e com a educação mineira, todos dizem: "que absurdo, mas não é isso que a mídia divulga, pensar que eu votei nesse cara, que ele está no poder com o meu voto, mas foi só desta vez, agora nunca mais". Viu governador, quando informamos bem as pessoas da situação em que se encontra os educadores e a educação mineira, não tem quem vá contra nós educadores para ir a seu favor! É melhor parar de prejudicar os educadores, pagar o nosso piso salarial e acabar logo com esta greve, antes que você tenha que "passar" o seu governo para outro.

    ResponderExcluir
  46. Fazer um sujeito como esse Carlos Viana refletir é perder tempo É uma pessoa que já escutei defendendo pena de morte , o Estado de Israel e a violência contra os palestinos.Esse "jornalista"tá mais prá imprensa marrom.Se bem que para o tipo de jornalismo que é feito em Minas Gerais esse sujeito é um profissional ideal.

    ResponderExcluir
  47. Olá Companheiros

    "Todos somos iguais perante a lei, mas não perante os encarregados de fazê-las cumprir." S. Jerzy Lec

    Esse pensamento diz como é tratada a Lei no ESTADO de Minas Gerais.

    Fiz uma pesquisa muito interessante, tentando buscar uma resposta, referente ao cumprimento da Lei Federal sobre a digníssima Secretária de Educação de Minas Gerais, com vocês:
    Ana Lúcia Gazzola
    PhD em Letras (Literatura Comparada)
    pela Universidade da Carolina do Norte
    em Chapel Hill, Estados Unidos, 1978. Pósdoutorado pela Universidade de Duke, 1994.
    Reitora da UFMG, 2002 a 2006.http://www2.capes.gov.br/rbpg/images/stories/downloads/RBPG/Vol.7_12/CONSELHO_EDITORIAL.pdf

    1. UFMG reedita decreto da ditadura
    Reitora Gazolla, nos moldes do 477, expulsa alunos da Faculdade de Educação que se recusaram a pagar taxa de matrícula de R$130,00( ...), Ana Lúcia Gazzola, ordenou que fossem canceladas as matrículas de quatro alunas do curso de Pedagogia que se recusaram a pagar a taxa de matrícula obrigatória de R$130,00, cobrada em todo início de semestre."
    http://www.anovademocracia.com.br/no-3/1368-ufmg-reedita-decreto-da-ditadura

    2. PSB
    Ana Lúcia Gazzola filou-se em 2007, mas faz questão de dizer que sua ligação com o partido já existe há muito tempo. “Eu me identifiquei com os propósitos do PSB,(...)diz Ana Lúcia.
    2.1 - Em 2010, assumindo a Secretaria de Educação. “Esse é mais um desafio proposto e juntos vamos consolidar e aprimorar o projeto educacional que se orienta pelo objetivo de promover a Educação, com a participação da sociedade,(...)

    3. Ana Lúcia Gazzola defende educação como bem público em evento na Venezuela
    reitora da UFMG na gestão 2002-2006 (...)

    4.
    Ana Lúcia Gazzola assume presidência da Andifes
    http://www.adur-rj.org.br/5com/pop-up/nova_pres_andifes.htm
    Ela também ressaltou os desafios que se colocam diante da Universidade brasileira, como a democratização do acesso ao ensino superior. Segundo ela, uma série de meios devem ser lançados para que a Universidade amplie sua inserção social.

    http://www.ufmg.br/online/arquivos/008622.shtml
    http://www.psbbh.com/filiados-em-destaque/

    Para por aqui a pesquisa. E fica a reflexão,
    onde está todo o CONHECIMENTO e SABEDORIA que ainda não consegue aplicar e fazer cumprir a LEI FEDERAL Nº 11.738/08 (Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério)???

    ABRAÇO a todos os companheiros
    Gleiferson Crow
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  48. Esta Senhora Phd em Literatura Comparada faz a mesma linha de um Senhor Phd em Sociologia, ambos ligados ao mesmo partido. Quando Presidente da República, o Sociólogo dizia que era para esquecer o que havia escrito em seus livros, com a Doutora em Literatura funciona da mesma forma, esqueçam a minha formação, os meus discursos e o que escrevi. Suas teorias, agora, versam sobre o CHOQUE NA EDUCAÇÃO, a outra tese será escrita, durante sua passagem pela Secretaria de Educação, mas não será publicada, porque não haverá leitor interessado nessa teoria.

    ResponderExcluir
  49. Uma ótima ideia que já foi sugerida aqui é incentivar os colegas que assinam esses jornais pelegos a cancelarem a assinatura e deixar bem claro porque o fazem. Eu vou fazer esta campanha com cada colega que eu conhecer e que paga por esse lixo que sempre fica contra nós. Agora me passou pela cabeça que talvez o governo não vá contratar novos professores, mas remanejar aqueles que não estão de greve e estão de boa nas escolas ou em casa. Mesmo assim quero ver até onde isso vai. Eu considero faltoso com a ética quem assumir o meu lugar. Isso se for aceito pelos alunos. Vamos começar nas redes sociais a incentivar nossos alunos a não aceitarem mais essa maquiagem proposta pelo governo. Rogério Trindade - Curvelo

    ResponderExcluir
  50. Quer dizer gente que a gazollinda é toda titulada né.Bacana!

    Pena que seus diversos títulos não lhe deram a mais básica das qualidades:O CARÁTER.Li que a ilustre secretária gostava de pisar nos mais fracos.Talvez por estar com saudade desta prática dos temos de Ufmg tenha chamado as diretoras para uma conversinha ao pé do ouvido.Imagino o teor das promessas ou ameaças.Ô UMA DAS QUARENTA,PRESTE UM FAVOR AO POVO MINEIRO.DESAPAREÇA.SUPONHO QUE ATÉ A QUALIDADE DO AR HÁ DE MELHORAR!

    ResponderExcluir
  51. Olá companheiros

    Direto de "Brogodo de Minas" - El Cordel Enganado

    "GARGALHADA NACIONAL"
    Nosso "rei" agora quer oferecer ensino público e gratuito apenas para alunos que estão concluindo o Ensino Médio. Será se ele esqueceu da Constituição Federal, do direito de GREVE, da LDB, do ECA, do respeito aos outros alunos de seus familiares???
    Cadê o MINISTÉRIO PÚBLICO, onde está a ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais)???

    Em respeito a verdade: o nosso contracheque

    Cadê o P-I-S-O GOVERNADOR ???

    "Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer."
    Mahatma Gandhi

    "Sem PISO, não PISO na escola."

    Abraços e até dia 9 de agosto
    Gleiferson Crow
    LEIA: O Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  52. Gente, acho que está na hora de atitudes mais drásticas, uma revolução de verdade. Que tal um "FORA ANASTASIA", tentar exigir a saída desse tirano do poder? Por enquanto estamos em um país democrático, o governo deve servir ao povo e não o contrário. Ele não está agradando, vamos juntar, policiais (civis, pois pelo visto a PM já se contentou com a proposta indecente), profissionais da saúde e outros servidores de baixo escalão no estado, como nós mesmo, e exigir a saída desse governador. Ah, e outra coisa: não adianta contar com a ajuda da população "comum", classe média, classe alta, eles estão pouco se lixando para nós e para a educação pública, eles nos vêem como um bando de maltrapilhos, uma amiga que trabalha no CREA me falou que nunca viu tanta gente feia e mal vestida no pátio da ALMG, eles têm seus filhos em escolas particulares, tenho amigos que nem sabem que já estou há quase 2 meses sem pisar na escola. Enfim, a sociedade não se importa conosco, os pais estão contra nós, pois querem as babás de luxo para tomar conta da meninada. Temos que lutar por contra própria, não adianta, não vamos sensibilizar a sociedade. Eu acho que devemos deixar esse ano letivo se perder. Acho que isso sim, seria um impacto nacional, sairia em todos os canais da TV, a mídia cobriria o assunto (ainda que se colocando contra nós), mas enfim faríamos algo de impactante, pois essas passeatas não estão surtindo tanto efeito. Vamos continuar em greve até o PISO sair e se não sair, não terá ano letivo, pois se o governo vai contratar substitutos para os 3º anos, o que ele vai fazer com as outras séries? O tempo corre a nosso favor. Pediremos perdão aos alunos, mas vamos deixar esse ano letivo se perder e aí sim, o caldo vai engrossar em MG e tenho certeza que a repercussão será nacional. O filme de Aécio e seu afilhado estará queimado. E todos verão que não estamos para brincadeira. Vamos arrecadar cestas básicas, vender doces, sei lá, fazer o que for, mas não vamos sair dessa greve sem o PISO. Temos que fazer algo de grande impacto, doa a quem doer. É nossa dignidade, força, moral e credibilidade em jogo.

    ResponderExcluir
  53. Com ditadsores, a postura deve ser mais drastica, estamos simplesmente elevando o nome desse ditadorsinho com a nossa greve. Estamos na hora de radicalisar caros colegas.
    Ele usa o escandalo para ser visto na massa, pois dignamente foi é e será um merda.

    ResponderExcluir
  54. Sinceramente!!! Está na hora desse governador tomar vergonha na cara e tomar uma atitude digna de homem. Seja mais humilde, aceitando que você errou governador, pagando o miserável piso desse povo forte e mais do que ninguém merecedores, os professores.Tenho certeza que a imprensa covarde e seus acessores irão aplaudí-lo.

    ResponderExcluir
  55. Olá Euler e colegas,
    BOM DIA, ÓTIMO DOMINGO

    MANTRA – Nando Reis

    Quando não tiver mais nada
    Nem chão, nem escada
    Escudo ou espada
    O seu coração
    Acordará!…
    Quando estiver com tudo
    Lã, cetim, veludo
    Espada e escudo
    Sua consciência
    Adormecerá!…
    E acordará no mesmo lugar
    Do ar até o arterial
    No mesmo lar
    No mesmo quintal
    Da alma ao corpo material…
    Hare Krishna Hare Krishna
    Krishna Krishna
    Hare Hare
    Hare Rama
    Hare Rama
    Rama Rama
    Hare Hare
    Quando não se têm mais nada
    Não se perde nada
    Escudo ou espada
    Pode ser o que se for
    Livre do temor…
    Hare Krishna Hare Krishna
    Krishna Krishna
    Hare Hare
    Hare Rama
    Hare Rama
    Rama Rama
    Hare Hare
    Quando se acabou com tudo
    Espada e escudo
    Forma e conteúdo
    Já então agora dá
    Para dar amor…
    Amor dará e receberá
    Do ar, pulmão
    Da lágrima, sal
    Amor dará e receberá
    Da luz, visão
    Do tempo espiral…
    Amor dará e receberá
    Do braço, mão
    Da boca, vogal
    Amor dará e receberá
    Da morte
    O seu dia natal…
    Aaadeeeus Dooooor…(4x)
    Hare Krishna Hare Krishna
    Krishna Krishna
    Hare Hare
    Hare Rama
    Hare Rama
    Rama Rama
    Hare Hare (6x)

    …Estejam sempre muito bem e felizes!
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  56. Olá Euler e colegas,

    VAMOS COMEÇAR MUITO BEM O NOSSO DOMINGO. EM PAZ E FELIZES.

    Aos leitores deste blog, com carinho.

    Seja Feliz!

    “Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo.

    Só você pode evitar que ela vá à falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você.

    Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções. Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros.

    Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza.

    Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos.

    Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato.

    Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz não é uma fatalidade do destino, mas uma conquista de quem sabe viajar para dentro do seu próprio ser.

    Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.

    É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma e agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

    Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

    É saber falar de si mesmo.

    É ter coragem para ouvir um "não".

    É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

    É beijar os filhos, curtir os pais e ter momentos poéticos com os amigos, mesmo que eles nos magoem.

    Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós.

    É ter maturidade para falar "eu errei". É ter ousadia para dizer "me perdoe".







    É ter sensibilidade para expressar "eu preciso de você". É ter capacidade de dizer "eu te amo".

    Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz...

    Que nas suas primaveras você seja amante da alegria.

    Que nos seus invernos você seja amigo da sabedoria.

    E, quando você errar o caminho, recomece tudo de novo, pois assim você será cada vez mais apaixonado pela vida.

    E descobrirá que...

    Ser feliz não é ter uma vida perfeita.

    Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância.

    Usar as perdas para refinar a paciência.

    Usar as falhas para esculpir a serenidade.

    Usar a dor para lapidar o prazer.

    Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

    Jamais desista de si mesmo!!!

    Jamais desista das pessoas que você ama.

    Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível. E você é um ser humano especial !!!”
    ** (Desconheço a autoria deste texto).

    As pessoas procuram sempre a felicidade no topo de uma montanha, mas, a felicidade esta na escalada, na caminhada que fazemos diariamente,
    A FELICIDADE É O CAMINHO.

    Estejam sempre muito bem e felizes!

    Fazendo a minha parte...
    Obrigado e um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  57. Contra a tirania, FORA Anastasia !!!

    Fora da Lei nós já sabemos que ele é, mas é preciso mais ação por parte do POVO e dos dirigentes que são responsáveis por fazer valer nossos direitos: além do PISO que é LEI FEDERAL todos nós sabemos e compreendemos bem claramente o que diz o artigo 5º da CONSTITUIÇÃO FEDERAL:
    Dos Direitos e Garantias Fundamentais
    CAPÍTULO I
    DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS

    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade,(...)http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constitui%C3%A7ao.htm (...) os nossos direitos a informação de qualidade e real, o direito de ir e vir, o direito de greve, direito a educação de qualidade E AINDA:
    CAPÍTULO II
    DOS DIREITOS SOCIAIS
    Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 64, de 2010)

    ABRAÇO a todos !
    E que as almas intercedam cada vez mais por nossa LUTA e que Deus esteja sempre presente!

    Contra a TIRANIA, fora ANASTASIA !

    Gleiferson Crow
    Leia: O Jornal do José Elias Issa
    leiajeissaeemg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  58. Olá professor Euler,
    Bom dia!

    Parabéns pelas 350.000 visitas a este blog.

    Blog de utilidade pública para os professores de Minas Gerais.

    Representa a voz dos EDUCADORES ecoando e sendo ouvida DEMOCRATICAMENTE por toda Minas Gerais.

    Obrigado por esta oportunidade.

    ResponderExcluir
  59. Olá Euler

    A cada dia me surpreendo mais com os colegas que não entraram na greve e com a maneira com a qual os diretores estão agindo contra a greve.
    Em minha cidade algumas escolas entraram em greve e outras não, por isso , essa semna foi uma semana de muitos conflitos.
    Primeiro>>> os colegas não grevistas espalharam um monte de fofocas pela cidade colocando os pais e alunos contra nós grevistas , atitude a qual foi revertida após uma assembléia entre professores em greve ,pais e alunos.
    Segundo>>> alguns diretores com o apoio de superiores começaram dar transferência para alunos das escolas que estão em greve para as escolas que não estão em greve , uma maneira de pressionar alguns professores inseguros na greve, dizendo:" a escola fechará turmas e que muitos servidores perderão o emprego" .
    Como agir em uma situação como essa?
    Continuamos firmes na greve ,isso não muda nada!
    Mas, será que isso realmente pode ocorrer?
    È legal eles usarem esse argumento para tentar acabar com a greve?
    Isso não seria assédio moral , discriminação,constrangimento, coação e abuso de poder?
    Não poderiamos nós professores invisívelmente ameaçados entrar na justiça contra a "pessoa" do diretor e do inspetor ?
    Ajude-nos nesse dilema ,pois amanhã teremos outra assembléia e precisamos reverter essa situação.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  60. Professor Euler e educadores,

    CAMPANHA DE BOICOTE À MÍDIA DE MINAS GERAIS.

    Evite sempre ler, ouvir, participar ou assistir:

    - Rede Lobo;
    - Rádio cabrita de Iaiá;
    - Jornal estado oficial de minas;
    - Band asneira;
    - Assembléia HOMOLOGATIVA.

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


    IMPRENSA!

    TEMOS ESTE GRAVE PROBLEMA E PRECISA-SE SOLUÇÃO RÁPIDA.

    Precisamos pedir socorro á imprensa de outros estados, através do Sind UTE MG.

    Porque não comunicar oficialmente estes fatos ao Senador Cristovam Buarque, através do Sind UTE MG.

    Precisamos de idéias e ação.

    Professor Euler, você tem bom relacionamento com o Sind UTE MG?
    Você tem um blog MUITO respeitado neste momento.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  61. Professor euler,
    Educadores de Minas.

    *** A L E R T A **

    **** ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃO!!

    CUIDADO COM OS DIRETORES(AS)DAS ESCOLAS ESTADUAIS EM GREVE E também com os diretores(as) das escolas estaduais que AINDA não estão em greve.

    ELES PASSAM RELATÓRIOS DIARIAMENTE PARA AS SREs.
    Estão sendo os arapongas do Governo.

    SÃO TRAÍRAS DA CATEGORIA (estão esquecendo que ESTÃO apenas DIRETORES(AS), o dia de amanhã...

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  62. Prezado Professor Euler,
    Educadores de Minas.

    Precisamos de uma informação idônea e bom esclarecimento a respeito do VALOR CORRETO DO ABONO FAMÍLIA,que deveria ser pago pelo pelo governo aos professores.

    O Sind UTE MG já entrou com processo na justiça, solicitando o pagamento do valor correto?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  63. Prezado Professor Euler,
    Educadores de Minas.

    HUMOR!

    Música dos grevistas para o Governador de Minas:

    - Xô sant ANÁS, xô sant ANÁS!!!

    Até a próxima...

    ResponderExcluir
  64. Prezado Euler:

    Todos os dias visito seu blog. Parabéns por tal espaço de representação de nossa categoria.
    Estou enviando um email que está circulando muito aqui em Ipatinga, acerca da greve de fome de duas colegas de trabalho que, decepcionadas com os rumos da educação, manifestam a falta de reconhecimento e valorização profissional. O texto foi elaborado pela representante da Subsede do Sindiute de Ipatinga, Leida Tavares.

    Você tem fome de quê?


    Desde o anúncio de que as diretoras do Sind-UTE/MG – subsede de Ipatinga, Cida Lima e Feliciana Saldanha iniciaram uma ‘GREVE DE FOME’ contra o descaso da administração municipal com a Educação, seus profissionais, pais, mães e alunos, tem ouvido diversas análises e indagações.

    A principal delas tem relação com os efeitos desse ato. Os questionamentos são decorrentes da constatação de um assombroso grau de irresponsabilidade política e falta de sensibilidade da administração municipal com as demandas populares.

    Além disso, a sociedade capitalista vê sempre a vida como um ato de sobrevivência, o trabalho como batalha para ganhar o pão e a relação humana como concorrência. Numa cultura assim, a luta coletiva e a busca do bem comum parece ser mais do que utopia. Parece ingenuidade, falta de maturidade política.

    Neste contexto, importa a seguinte indagação: Qual o significado político do ato pacifista e extremado, materializado pelas companheiras Cida e Feliciana, através de uma greve de fome?

    Nas guerras contemporâneas os combatentes utilizam armas atômicas, químicas e biológicas, um arcabouço repressivo aniquilador de vidas, com um poder de destruição sem paralelo na história da humanidade. Nesta luta, em defesa da Educação e de uma série de postulados construídos ao longo das últimas décadas pelo movimento docente,lançamos mão apenas da crença mobilizadora. Uma verdadeira profecia de fé e confiança no futuro.


    Nossas companheiras apresentam-se, assim, movidas por ideias, sensibilidade e amor pela vida... no limite de suas forças.


    Quem diria que os rumos da greve dos educadores de Ipatinga, bem como a simulação da abertura ao diálogo , iria conduzir-nos nos dias de hoje, a revitalizar uma das mais terríveis artes de que é capaz o ser humano: A ARTE DA FOME. Tal como o protagonista kafkiano, elas também o fazem por falta de gosto para as comidas existentes, dieta com gosto de opressão, sem possibilidade de escolha - preparada no tacho das mais nefastas disputas políticas .

    No gesto de Cida e Feliciana os educadores de Ipatinga dizem em uníssono: Privo-me da comida porque me privam da palavra que tem fome de ser. Privo-me da comida porque tentam tirar-me os direitos, o salário, o respeito, a dignidade e a autoestima. Tenho fome de verdade. Tenho fome de saber. Tenho fome de justiça.



    Grande abraço,

    Leida

    ResponderExcluir
  65. Prezado Professor Euler,
    Educadores de Minas.

    *** CORREÇÃO **

    HUMOR!

    Música dos professores grevistas para o Governador:

    - Xô sat ANÁS, xô sat ANÁS!!!

    Desculpem-me o erro.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  66. Acho que todos merecem saber a pressao que as superintendentes tem tentado fazer ao servico de inspecao escolar. Veja esta!~!!!
    Senhor(a) Inspetor(a),

    Solicitamos a V.S.a que nos enviem a informação abaixo sob pena de advertência por não responder até as 16 horas,
    OBS.: a informação deverá vir do Inspetor(a) Escolar.
    Atenciosamente,

    Maria Lúcia Martins da Silva
    Diretora da SRE Metropolitana C

    Cláudia A. Lara A. M. Afonso
    Diretora Educacional

    ResponderExcluir
  67. Euler,
    Nossa greve só terá maior e eficaz resultados se mexermos com quem financia a campanha do governo, já deu prá notar que ele não soma conosco os educadores. Eis minha sugestão: fazermos manifestação fechando vários pontos da BR 116, cada dia da semana fecharemos um ponto; GV , Caratinga... no fim da semana se ainda não surtir efeito faremos grande manifestação em grandes agencias do BB e depois Caixa Federal. isso mexerá com a impressa nacional e internacional, aí vamos ver todos pressionando AZIA prá resolver tal situação. Que acha?

    ResponderExcluir
  68. Queridos professores vocês merecem ganhar bem pelo árduo trabalho realizado, porem nossos filhos não merecem esse duelo entre governo e trabalhadores.
    Procurem outros meios de lutar, não usem nossos filhos. Eles têm direito de estudar.
    Eu me envergonho de tudo isso!

    ResponderExcluir
  69. Espero que amanhã, dia 16, acaba o efeito anestésico.
    Fora Anastazia!

    ResponderExcluir