terça-feira, 23 de agosto de 2011

Governo anuncia uma bomba... mas solta um traque: subsídio, de jeito nenhum!


Urgente / Urgente /Urgente



STF publica o tão esperado Acórdão que define piso enquanto vencimento básico e rejeita o conceito de piso enquanto salário total, global ou subsídio mineiro.


Este dia 24 de agosto será muito especial para os educadores de Minas e do Brasil. Aqui em Minas Gerais está marcada a nossa assembleia geral da categoria, num momento em que a nossa maravilhosa greve completa 78 dias de resistência.

A nossa assembleia acontece justamente no mesmo dia em que o STF publica o tão esperado acórdão que rejeitou a famigerada ADI 4167 impetrada por cinco infelizes desgovernadores, que queriam fazer o que o governador de Minas está tentando fazer com os educadores mineiros, ou seja: pagar o piso salarial nacional enquanto soma total de remuneração. No julgamento da ADI 4167 o pleno do STF foi claro: piso é vencimento básico, salário inicial, tal como está inscrito na Lei 11.738/2008. O momento final desta novela acontece agora com a publicação do Acórdão. De acordo com os trâmites jurídicos, haverá um curto tempo de aproximadamente 10 dias para que tal acórdão seja transitado em julgado e então não haverá mais o que discutir: é pagar, e pagar, e pagar.

O acórdão não poderia ter vindo em melhor momento, já que o governo mineiro tentava, como anunciamos ontem, uma última cartada com o intuito de atrair os educadores de volta para as asas do subsídio. O governo lançou, ontem, dia 23, sua chamada nova versão do subsídio, que nada mais é do que um arremedo de tentativa de iludir os educadores e escapar da obrigação constitucional de pagar o piso.


O novo subsídio não tem nada de novo. Mantém o confisco salarial como marca registrada do primeiro subsídio. Mantém os índices rebaixados de promoção e progressão (10% e 2,5%); e mantém os mesmos valores da tabela atual do subsídio, propondo um reajuste de 5% apenas para abril de 2012. Além disso, o governo, ao reconhecer que confiscou o tempo de serviço dos servidores, propõe uma fórmula esdrúxula para uma suposta recuperação desse tempo, através da divisão deste tempo em triênios (e não mais em biênios) e do seu reposicionamento (mudança de letras) até 2015, avançando no máximo duas letras a cada ano. Na prática, o subsídio continua representando um confisco salarial, sobretudo para os mais antigos, e ainda por cima descaracteriza e retira todas as vantagens do sistema de vencimento básico, que está, este sim, ligado à lei do piso.

O subsídio é a negação da lei do piso e deve ser rejeitado pelo STF assim que a ADI 4631 impetrada pela CNTE a pedido do Sind-UTE for julgada.

A partir de agora, o governo de Minas não terá mais desculpas para não pagar o piso, inicialmente para os 153 mil educadores que fizeram opção para o antigo sistema remuneratório. A posteriori, seguramente, os designados e os demais servidores que não puderam optar pelo sistema de vencimento básico devem conseguir tal conquista, já que estamos falando de uma lei federal com alcance nacional.

A lei do piso tem um sentido muito próprio, voltado para a valorização nacional dos educadores e estabelece mecanismos de reajuste anual do piso, não condicionado às realidades regionais. Para janeiro de 2012, por exemplo, está previsto um reajuste de 22% sobre o piso salarial nacional, valor este baseado no custo aluno ano. O piso tem ainda uma outra característica de conteúdo nacional que é a possibilidade de cooperação entre os entes federativos. Assim, caso o governo estadual ou municipal não tenha dinheiro em caixa para bancar o piso com os recursos do FUNDEB poderá pedir a complementação ao governo federal. Para tal, deverá comprovar que aplica corretamente os 25% da receita na Educação, entre outras exigências com sentidos afins.

Os ganhos remuneratórios do piso em relação ao subsídio são muito expressivos. Para os mais antigos nem precisamos argumentar, pois as gratificações que incidem sobre o piso atualizado superam em muito a tabela do subsídio. No caso dos novatos, a maioria dos quais com curso superior, a aplicação do piso proporcional se equipara ao valor do subsídio (R$ 1.320) em 2011. Mas, para 2012, o educador que estiver no sistema de vencimento básico terá uma grande dianteira em relação ao subsídio. Veja: um professor PEB 3 A receberá, em janeiro de 2012, com o reajuste 22% previsto pelo custo aluno ano, R$ 1.293,20 de piso + 20% de pó de giz = R$ 1.551,84. Já no subsídio ele passará a receber apenas R$ 1.386,00 com o reajuste de 5% em abril de 2012. Isto sem falar na possibilidade que o educador do piso terá para ampliar esta diferença com a aquisição de gratificação de pós-graduação, biênios (que o sindicato garante que está em vigência para todos), etc.

Portanto, este dia 24 é um dia de grande importância para a nossa luta. Os educadores em greve, especialmente o núcleo duro da greve - da luta pela base - tem resistido bravamente aos ataques diários do governo e da máquina que gira em torno e a serviço dele - mídia, legislativo, judiciário, MP, TCE, Federação de pais sem filhos nas escolas públicas, etc.

Agora, devemos manter a nossa greve e estabelecer as nossas estratégias de resistência e de conquista do piso, com este reforço legal, e também com o imprescindível apoio social que cresce a cada dia, reunindo os companheiros sem-terra, sem-teto, os estudantes, e outros movimentos sociais e sindicais.

A nossa luta deve ser registrada como uma das mais importantes de Minas e até do Brasil dos últimos anos. É preciso tirar um saldo organizativo e político desta nossa maravilhosa greve, construindo um grande movimento social, que se apresente como expressão dos interesses, dos sentimentos e da busca pelos direitos e conquistas dos de baixo, em Minas e no Brasil, ao lado de outros tantos colegas de luta de outras regiões.

O piso, como já disse anteriormente, é o embrião da federalização da folha de pagamento dos educadores. De uma forma meio invertida, mas talvez tenha sido essa a forma encontrada e a resultante de uma longa luta perseguida pelos educadores e pela sociedade dos de baixo, em busca de uma Educação Pública de qualidade para todos.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória, que se aproxima!



P.S. Leiam no final deste post a íntegra da ementa do acórdão da ADI 4167

***

Manifestações na Grande BH...



Na foto, quando os educadores ocuparam uma faixa da Linha Verde, hoje pela manhã...



Outro momento da ocupação. Esta turma é de luta!...




Aqui, o fotógrafo registra a passagem do valente Rômulo empunhando a bandeira do sind-UTE.



Finalmente, três membros do Núcleo Duro da Greve - na luta pela base (esta parte final é criação do Rômulo) -, os combativos colegas Carlinhos do Machado, Cláudia Luiza e o comandante João Martinho. (As fotos são do combativo Petônio).


O texto deste post virá mais tarde, como de costume. Mas achei por bem antecipar pelo menos algumas imagens do dia, deste dia 23, que fez tremer o chão de Belo Horizonte e da Grande BH. Na BR 381, na Linha Verde, na Praça Sete, no Barreiro, as manifestações ganharam as ruas.

Apr
oveito para adicionar também uma reportagem que recebi por e-mail, um vídeo de Governador Valadares, onde os alunos manifestaram seu apoio à nossa greve.

Na verdade, há um grande contraste entre os anseios e os direitos dos educadores, como parte dos de baixo, e o governo de Minas a serviço dos de cima. A luta entre o piso e o subsídio reflete este contraste. O piso é a expressão de uma conquista dos educadores, com possibilidades amplas de uma unificação regional e nacional em torno de maiores conquistas; o subsídio, ao contrário, como dissemos antes, é sinônimo de confisco salarial: bom para o governo, ruim para os educadores. Seja na sua versão atual, ou na nova versão, que de novo mesmo trouxe muito pouco, além dos minguados 5% de reajuste em abril de 2012 e duas letrinhas a mais, de 2,5% cada, a cada ano, até 2015. Pior impossível.

Mas, deixemos as análises para ma
is tarde e também para os nossos ilustres comentaristas. Amanhã tem assembleia geral. Tem mobilização dos estudantes da UFMG, da PUC e de outras escolas; tem manifestações e ocupações do MST, da Via Campesina, do MAB. Eu disse que Minas ia tremer. Não acreditaram, agora estão sentindo a vibração nos pés. Falta só tirarem as mãos do nosso piso. Na lei ou na marra.

Da nossa parte, achamos que amanhã será mais um importante dia de luta em busca do nosso piso, e com ele, o início de uma longa caminhada pela real valorização dos educadores e da Educação pública de qualidade para todos.

Um forte abraço a todos, força na luta e até mais tarde.

Viva os educadores e demais trabalhadores da cidade e do campo que lutam pelos interesses comuns, dos de baixo!


***





No vídeo acima, a reportagem com a manifestação de educadores e alunos de Governador Valadares, onde a greve está cada vez mais forte.

***

Acórdão da ADI 41 67 - Ementa:

CONSTITUCIONAL. FINANCEIRO. PACTO FEDERATIVO E REPARTIÇÃO DE COMPETÊNCIA. PISO NACIONAL PARA OS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA. CONCEITO DE PISO: VENCIMENTO OU REMUNERAÇÃO GLOBAL. RISCOS FINANCEIRO E ORÇAMENTÁRIO. JORNADA DE TRABALHO: FIXAÇÃO DO TEMPO MÍNIMO PARA DEDICAÇÃO A ATIVIDADES EXTRACLASSE EM 1/3 DA JORNADA. ARTS. 2º, §§ 1º E 4º, 3º, CAPUT, II E III E 8º, TODOS DA LEI 11.738/2008. CONSTITUCIONALIDADE. PERDA PARCIAL DE OBJETO.

1. Perda parcial do objeto desta ação direta de inconstitucionalidade, na medida em que o cronograma de aplicação escalonada do piso de vencimento dos professores da educação básica se exauriu (arts. 3º e 8º da Lei 11.738/2008).

2. É constitucional a norma geral federal que fixou o piso salarial dos professores do ensino médio com base no vencimento, e não na remuneração global. Competência da União para dispor sobre normas gerais relativas ao piso de vencimento dos professores da educação básica, de modo a utilizá-lo como mecanismo de fomento ao sistema educacional e de valorização profissional, e não apenas como instrumento de proteção mínima ao trabalhador.

3. É constitucional a norma geral federal que reserva o percentual mínimo de 1/3 da carga horária dos docentes da educação básica para dedicação às atividades extraclasse.

Ação direta de inconstitucionalidade julgada improcedente. Perda de objeto declarada em relação aos arts. 3º e 8º da Lei 11.738/2008.

STF. ADI 4167. Relator Ministro Joaquim Barbosa. Divulgação: DJe de 23.08.2011, pág 27. publicação em 24.08.2011

https://www.stf.jus.br/arquivo/djEletronico/DJE_20110823_162.pdf


251 comentários:

  1. Que Deus proteja os professores para continuarem na luta! Fora SUBSÍDIO!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. É mais fácil o Galo ganhar um jogo do que esta greve acabar amanhã!!!

    ResponderExcluir
  3. Professor Euler,

    PARABÉNS PELAS 460.000 VISITAS A ESTE BLOG.

    BLOG DE UTILIDADE PÚBLICA PARA OS PROFESSORES DE MINAS GERAIS.

    OBRIGADO PELA OPORTUNIDADE E LIBERDADE DE EXPRESSÃO NESTE ESPAÇO.

    ResponderExcluir
  4. É isto aí companheiros(as), não vão nos enganar mais uma vez. Já conseguimos o apoio e a adesão de vários segmentos da sociedade e de vários movimentos sociais para lutarmos juntos! Amanhã o grito dos grevistas ecoará em toda MINAS GERAIS! FORÇA A TODOS! PISO, PISO, PISO. DIGO E REPITO. SIM AO PISO E NÃO AO SUBSÍDIO! Que Deus proteja e ilumine a todos!

    ResponderExcluir
  5. CHARLOTTE SAMPAIO SOLICITA AOS COLEGAS:

    Amanhã todos deverão levar crucifixo e alho para a Assembléia... eu vou exorcizar o SATANÁStasia e a ana LÚCIFER gazola!!!
    Todos juntos vamos mandá-los de volta pros quinto dos infernos!!!
    GREVE NELES!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Com a publicação do acórdão,

    QUEREMOS TODOS OS NOSSOS DIREITOS, INCLUSIVE OS RETROATIVOS A 01/01/2009.

    NÃO QUEREMOS NEM SABER DE DIÁLOGO COM ESTE GOVERNO, ELE É QUE VÁ NEGOCIAR COM A JUSTIÇA.

    +++SATANÁS MALÍGNO+++, VOCÊ VAI SE DOBRAR DIANTE DA JUSTIÇA DIVINA E DOS HOMENS.

    SENTIRÁS A DESGRAÇA DENTRO DE SUA PRÓPRIA CASA (O INFERNO) E CHORARÁ PEDINDO PERDÃO.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).
    COM DEUS, VENCEREMOS!

    FORÇA, CORAGEM, PERSISTÊNCIA E DETERMINAÇÃO.

    MAIS UMA SEMANA DE GREVE E, A VITÓRIA SERÁ NOSSA.
    LUTAMOS POR UMA CAUSA JUSTA.

    ResponderExcluir
  7. Sind UTE,

    Assim que o acórdão for publicado, contrate um jurista renomado para impetrar o mandado de segurança e fazer o Governo cumprir a lei.
    Este é o melhor caminho.

    ResponderExcluir
  8. Euler, estou indignada com esta política fascista do PSDB. Não consigo entender a omissão do MP que deveria fiscalizar e cobrar do governador os desmandos ocorridos no Estado de Minas. Sempre me orgulhei de ser mineira, porém, nos últimos tempos, assistindo a tanta injustiça, sinto-me envergonhada. Envergonhada sim, pois deixamos pessoas como Aécio e Anastasia comandarem a política vergonhosa à qual temos assistido diariamente. Nós professores merecemos respeito, é inaceitável uma secretária anunciar um novo modelo de subsídio desrespeitando ainda mais a categoria. Não abrimos mão do piso, sem ele não pisaremos nas escola.

    ResponderExcluir
  9. Nada, nenhum argumento que o DESgoverno apresente será suficiente para convencer-nos a voltar para o subsídio. Queremos o PISO SALARIAL no vencimento básico! Este é o motivo da nossa greve! O DESgoverno não têm que apresentar nenhuma proposta de melhorias no subsídio e SIM PAGAR O NOSSO PISO SALARIAL. Não aguentamos mais explicar a diferença entre subsídio e PISO. E nem afirmar o que é MELHOR (PISO) e o que é PIOR (subsídio) para a CATEGORIA. Portanto, se eles querem, realmente, acabar com a nossa greve, terão que CUMPRIR A LEI FEDERAL DO PISO SALARIAL.

    ResponderExcluir
  10. Sind UTE,

    Amanhã, 24/08, queremos muitos adesivos e muitas faixas:

    - XÔ SATANÁS!

    - SATANÁStasia, seu lugar é no inferno.

    - O SEU NOME ESTÁ MARCADO PARA SEMPRE,
    +++SATANÁS MALÍGNO+++

    AÉCIO E ANASTASIA, INIMIGOS N°1
    DA EDUCAÇÃO E DOS EDUCADORES.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).
    COM DEUS, VENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  11. Gente precisamos ficar atentos pois, o desgovernador já começou a soprar purpurinas pelos ares de minas, devemos alertar os companheiros para não optarem pelo suicídio. ele está tentando fechar o cerco mexendo na tabela do suicídio e tem alguns desavisados ou se fazem de desavisados que podem querer voltar achando que vai melhorar mesmo. Olha eu já estou de saco cheio, está dando vontade de rodar a bahiana com esse quadrado mágico (faraó, AnastAZIA, Milharena e a secretária(Jesus o que é aquilo?), eles querem fazer igual na copa do mundo com o quadrado mágico que deu em nada.Mas nós estamos firmes e PISO NELES.

    ResponderExcluir
  12. NA NOVA PROPOSTA MELHORADA DO SUBSÍDIO, DEIXARAM UMA OPÇÃO PARA QUEM QUISER VOLTAR A ESTE REGIME.

    PORÉM É NECESSÁRIO QUE OFEREÇAM A MESMA OPÇÃO PARA QUER SAIR DO SUBSÍDIO E VOLTAR PARA O REMUNERATÓRIO.

    LEMBREMOS QUE NO PISO EM JANEIRO/12, JÁ TEMOS + 22% DE AUMENTO.

    ResponderExcluir
  13. GRAÇA:

    Boa noite Prof Euler,

    É motivo de orgulho constatar a luta dos colegas guerreiros!
    Veremos o que acontecerá amanhã!
    Para acordar o desgoverno, Acordão já!

    Envio comentarios do Dr. Leonardo

    AVANÇOS OU SOLAVANCOS????????
    Causa espécie a afirmação de que a proposta ora divulgada visa corrigir “algumas distorções” detectadas após a implementação do subsídio. Ora, se esta proposta visa corrigir “algumas distorções”, por qual razão o Governo do Estado não as corrigiu assim que detectadas? Estaria o Governo assumindo a culpa pela deflagração da greve?

    Outra questão é saber se a greve é pela conquista de novos direitos ou pela correção de “algumas distorções”. “Tirar o bode da sala” é uma conquista? Cabe à categoria decidir.

    A determinada altura a proposta informa que os servidores poderão retornar ao subsídio a partir do dia 1º de setembro de 2011. (!!!????) Hoje é dia 23 de agosto. Se a proposta for, de fato, encaminhada à Assembleia amanhã, dia 24, ela poderá ser discutida durante 5 dias úteis no Poder Legislativo. Em caso de convocação de reuniões extraordinárias ($$$) para este final de semana, serão sete dias corridos. Ou seja, o Poder Legislativo parte do pressuposto de que o Poder Legislativo irá discutir e votar sua proposta em menos de uma semana!!! Se isso acontecer saberemos qual é o órgão mais eficiente do Poder Executivo.

    Muitas dessas “algumas distorções” são oriundas dessa falta de diálogo do Governo de Minas com a categoria da Educação. Nem me refiro ao diálogo com as entidades. Refiro-me ao diálogo com as pessoas (seres humanos). Vale dizer, com os servidores que estão em sala de aula e nos órgãos administrativos da Educação. Neste momento essas pessoas estão desconfiadas. Elas precisam de tempo para conhecer as propostas e para refletir sobre seu impacto sobre suas vidas. Além disso, o Governo também é composto por pessoas (seres humanos). Estes também podem ter cometido novas “distorções” que precisam ser corrigidas antes de sua conversão em Lei. Sou advogado e posso dizer com propriedade: depois que uma bobagem vira lei, dá muito trabalho para o Executivo, para o Legislativo e, às vezes, para o Judiciário.
    Bem, por ora não faremos comentários ao conteúdo da proposta.
    Nos próximos dias divulgaremos nossa análise.
    http://direitodoservidor.wordpress.com/2011/08/23/solavancos-no-subsidio-secretaria-de-educacao-de-minas-gerais-enfim-divulga-uma-proposta/

    ResponderExcluir
  14. Muito bem anônimo das 22:01, sei de muitos servidores que estão arrependidos de ficar no subsídio e querem retornar à CARREIRA ANTIGA. Sei também da indignação daqueles que não puderam optar, que foram obrigados a permanecer no subsídio e gostariam de poder realizar sua opção pelo ANTIGO SISTEMA REMUNERATÓRIO (designados e alguns aposentados).

    ResponderExcluir
  15. Caros companheiros
    Amanhã irei levar tinta verde e amarela
    para pintar meu rosto, vamos todos além do
    crucifixo e do alho que a nossa companheira
    de luta CHARLOTTE SAMPAIO sugeriu, vamos pintar o nosso rosto para a luta pelo que é nosso por direito: PISO é Lei FEDERAL 11.738/08.

    Em Minas Gerais GOVERNADOR é
    h-i-p-ó-c-r-i-t-a

    Cadê a justiça neste país? Cadê a justiça neste estado?

    Governo hipócrita, secretária de educação hipócrita, secretária de planejamento hipócrita
    e outros mais. O que queremos é o P-I-S-O será se teremos que desenhar? Bordar? Pintar?

    PISO, piso, P - I - S - O, piiiiiiiiiiiiso,
    PiSo, piso.

    A palavra hipócrita pode ser substituída por qualquer outro sinônimo, depende do grau de complexidade e de desrespeito.

    "Uma coisa lançou profundas raízes em mim: a convicção de que a moral é o fundamento das coisas, e de que a verdade é a substância de qualquer moral. A verdade tornou-se meu único objectivo. Ganhou importância a cada dia. E também a minha definição dela se foi constantemente ampliando."
    (Mahatma Gandhi)
    Sem PISO, a greve continua !!!

    Gleiferson Crow
    --
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. COMPANHEIROS QUE AINDA NÃO ADERIRAM À GREVE...

    A HORA É AGORA!!!

    CHEGA DE TANTA ENGANAÇÃO!!!

    QUEREMOS O PISO DA EDUCAÇÃO!!!

    ResponderExcluir
  17. EULER, URGENTE ! URGENTE
    NO BLOG DA SUBSEDE DE MONTES CLAROS TEM UMA POSTAGEM INFORMANDO QUE O ACORDÃO SERÁ PUBLICADO AMANHÃ (DJ DE 23/08 O TEOR ESTÁ LÁ). DÊ UMA OLHADA
    E AGORA ANASTASIA???????

    ResponderExcluir
  18. OLÁ COMPANHEIRAS(OS) DE MONTES CLAROS, REPASSE PRÁ NÓS ESSAS INFORMAÇÕES A RESPEITO DO ACÓRDÃO.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  19. Eu não esperava uma boa proposta para o subsídio mas essa é ridícula demais, mesmo que o piso não suba os 22% da relação custo aluno em função da crise( isso aconteceu em 2009 em função da crise de 2008 e eu até acho que o governo vai fazer isso de novo não corrigindo o piso corretamente)mas o aumento com certeza vai ser superior aos 5% da proposta do governo.

    ResponderExcluir
  20. DEPOIS DO ACÓRDÃO PUBLICADO,

    SÓ COM A JUSTIÇA, CONVERSAREMOS.

    QUEREMOS TODOS OS NOSSOS DIREITOS, T O D O S.

    ResponderExcluir
  21. Pessoal,
    Tem aluno perguntando no twitter, porque tem tantos tópicos sobre a greve e os professores não aparecem por lá?
    Vamos gente,twittar é preciso!

    ResponderExcluir
  22. Olá, Euler
    Amanhã, teremos um reforço de peso na assembleia:
    os alunos da Puc Minas.
    Eles fizeram uma carta aberta, entraram hoje nas salas e convocaram os alunos para participarem.
    No meu blog tem a carta. Vou postar o link, mas se você quiser, posso enviar a você.
    Abraços

    ResponderExcluir
  23. O link do blog

    http://falacerto.blogcindario.com/2011/08/00021-manifestacao-dos-estudantes-da-puc-e-outros.html

    ResponderExcluir
  24. Boa noite Euler.

    Este pau-mandado pensa que somos incapaz de saber o que é melhor para nós e continua com esta ridicula insistencia de subsidio,já fizemos nossa escolha é piso salarial,porque será que ele finge que não sabe disto?Acho que deu o dinheiro da educação para as empreiteiras e para midia e agora tá...
    José Henrique

    ResponderExcluir
  25. A GREVE CONTINUA ATÉ O PISO!

    ResponderExcluir
  26. No princípio o suicídio era pra fazer justiça com os novatos, agora o "novo suicídio" é pra fazer justiça com os experientes, ou seja, eles não tem coerência alguma. E pior, já estão tão acostumados com a imprensa domesticada e mequetrefe de Minas que eles não têm nenhum despudor de expor essas incoerências. Mas como se diz: o que deles tá guardado, eles esperem só pra ver.

    ResponderExcluir
  27. Que as 13 almas façam com que esse acórdão seja mesmo publicado amanhã e que desmascare esses maus elementos que tanto tem nos prejudicado.Que as 13 almas afaste esses inimigos da educação para bem longe dos educadores e de nossos alunos que estão sofrendo injustamente juntamente com suas famílias.Que as 13 almas extingue esse poder malígno de destruição desses três que à custa dos nossos alunos estão ganhando milhões só com o objetivo de praticar o mau e roubar nossos direitos.

    ResponderExcluir
  28. Amigo Euler, já recebí 3 telefonemas de colegas aposentadas perguntando como elas fazem para sair do subsídio. Eu falei pra quando publicar o acórdão elas impetrarem mandado de segurança. Elas se assustaram um pouco tarde. Estão apavoradas com a melhoria pra gente. Falaram se pra vocês está assim, imaginem pra nós? Quem não pensa não é, mas fiquei com pena que são senhoras da cantina, idosas e aposentadas. Será que eu respondi corretamente?

    ResponderExcluir
  29. SE O ACÓRDÃO FOR MESMO PUBLICADO AMANHÃ, AS MINAS GERAIS E O BRASIL SENTIRÃO O CHÃO TREMER!!!

    É PISO!!! É PISO!!! É PISO!!!

    VAMOS TODOS PARA A ASSEMBLEIA AMANHÃ PARA JUNTOS GRITARMOS A NOSSA VITÓRIA.

    ResponderExcluir
  30. Boa noite!
    O que será que este governo espera de nós. Acaso nós acha com cara de otários!!!
    Estamos até agora em greve e não vamos voltar só por algumas coreções.
    cadê no nosso piso????
    Fiquem alertas....

    ResponderExcluir
  31. Estava convicto que na semana passada (16/8) a greve não terminaria (tinha certeza que o governo ainda iria fazer graça). Não pude ir à Assembleia na praça da ALMG. Só pude ir para a concentração no cruzamento da Contorno com Amazonas - uma pena, pois, segundo informações dos colegas, foi a Assembleia mais vibrante de todas deste ano.
    No entanto, pensava que o governo de Minas, agora começaria a negociar com a categoria. Esperei, ansioso, confesso, a novidade que seria anunciada para por fim à greve. Mas, vamos confessar que foi uma piada do governo o que a Gazola falou hoje.

    ResponderExcluir
  32. Bravo Colega Euler,
    Quando navego neste blog, sinto que a verdade apaga toda mentira que o anastAZIA e sua dupla de desavergonhada da SEE e SEPLAG tenta colar no nobre povo mineiro, mas DEUS é maior e vai nos proteger desses tipos de lobos satãnicos figurados de pessoas. Que o Senhor DEUS possa te dar cada vez mais inspiração para postar essas ótimas reportagens que a mídia não faz e também nos dê força e proteção para seguir na luta. Cumpra a lei TIMOTIN. Até amanhã. Não vamos fraquejar colegas Guerreiros.

    ResponderExcluir
  33. Saiu o acórdão. Vai ser publicado amanhã
    Veja no blog "sindutemontesclaros"
    Agora o Piso sai!!!!!!!

    ResponderExcluir
  34. E aí pessoal de Montes Claros, compartilhem conosco esta informação sobre o acórdão.

    Aguardamos ansiosos.

    Grato.

    ResponderExcluir
  35. BOA NOITE COMBATIV@S COMPANHEIR@S!!!
    PARECE QUE O ACÓRDÃO FOI PUBLICADO MESMO.
    PARA CONSULTAR É PRECISO ENTRAR NO LINK: http://www.stf.jus.br/portal/principal/principal

    NO LADO ESQUERDO DA PÁGINA TERÁ O SEGUINTE LINK: "DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO" E NELE IRÁ APARECER: DJN. 162 -23/08/2011, É SÓ CLICAR QUE IRÁ APARECER O JORNAL PARA DOWNLOAD E ACÓRDÃO ESTARÁ PUBLICADO NA PÁGINA 27!!!

    COMPANHEIROS, VAMOS SEGUIR FIRMES ATÉ A VITÓRIA!!!

    ResponderExcluir
  36. Sind UTE,

    Após a publicação do acórdão,
    contratem um jurista renomado,
    para impetrar o mandado de segurança e fazer o Governo cumprir a lei.

    Este é o caminho.

    ResponderExcluir
  37. Estejam sempre muito bem e felizes.

    Boa noite!

    Até amanhã, se Deus quiser.

    ResponderExcluir
  38. EDUCADORES DE CARANGOLA SE JUNTAM AOS PAIS, ÁS MÃES e AOS ALUNOS numa manifestação pelo centro da cidade, levando ao conhecimento da sociedade a política de destruição da educação mineira pelo governador ANTÔNIO ANASTASIA.

    Pais e mães de Carangola lutam pelo retorno às aulas, os direitos dos professores e de uma educação de qualidade para seus filhos.

    http://jornalocombatente.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  39. Euler...
    Diante da proposta hoje da SEE/MG,faço o seguinte questionamento:eles não poderão usar a proposta como acordo e pedir a ilegalidade da greve ao MP/MG?O sindicato não tem que antecipar se a isso e entrar com algum recurso jurídico?

    ResponderExcluir
  40. Boa noite, colegas!
    Lá no site do sindiute de Montes Claros tem uma notícia de que saiu o acórdão.Deus seja louvado!!

    ResponderExcluir
  41. Marisa Karla-Governador Valadares23 de agosto de 2011 23:18

    Euler,
    Confira a informação sobre o Acórdão, que se
    encontra no blog de Montes Claros.Dê-nos retorno.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  42. Pessoal!!!!!!!!!!!!!!!
    O Acordão foi publicado no Dj eletrônico de Hoje.
    Vai ser publicado no Dj de amanhã.
    É possivel ver a publicação em
    https://www.stf.jus.br/arquivo/djEletronico/DJE_20110823_162.pdf
    Parabéns para nós e mais força na luta agora!!!!
    Um forte abraço
    David

    ResponderExcluir
  43. Olha, fui no blog da subsede de Montes Claros e, depois, fui ao site do STF. De fato, tem mesmo a informação.
    Confira por este link que vai direto na fonte (STF) https://www.stf.jus.br/arquivo/djEletronico/DJE_20110823_162.pdf

    Ver pagina 27

    ResponderExcluir
  44. EMENTA: CONSTITUCIONAL. FINANCEIRO. PACTO FEDERATIVO E
    REPARTIÇÃO DE COMPETÊNCIA. PISO NACIONAL PARA OS
    PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA.
    CONCEITO DE PISO: VENCIMENTO OU REMUNERAÇÃO
    GLOBAL. RISCOS FINANCEIRO E ORÇAMENTÁRIO.
    JORNADA DE TRABALHO: FIXAÇÃO DO TEMPO MÍNIMO PARA
    DEDICAÇÃO A ATIVIDADES EXTRACLASSE EM 1/3 DA JORNADA.
    ARTS. 2º, §§ 1º E 4º, 3º, CAPUT, II E III E 8º, TODOS DA LEI
    11.738/2008. CONSTITUCIONALIDADE. PERDA PARCIAL DE OBJETO.

    ResponderExcluir
  45. Está postado no SinUTE Montes Claros que o acórdão será publicado amanhã, vão e vejam vocês mesmos. VITÓRIA !....

    Maria Helena - IPATINGA

    ResponderExcluir
  46. Silvio - Geografia23 de agosto de 2011 23:23

    Acabo de ler esta notícia:

    O STF está na iminência de publicar acórdão da Lei do Piso
    Em 23/08/2011 16:00h

    O Supremo Tribunal Federal (STF) deve publicar amanhã o acórdão sobre a ADI 4167.

    O relator da ação direta de inconstitucinalidade Ministro Joaquim Barbosa encaminhou o processo no dia 30 de maio para a seção de controle de acórdãos. Ontem o relatório foi entregue na seção de composição de acórdãos.

    De acordo com o que informou a FETEMS Oziel Ribeiro, da seção de publicações do STF o documento será publicado amanhã(24).

    O professor Roberto Franklin Leão, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), disse à FETEMS que a publicação do acórdão termina com os últimos argumentos dos prefeitos e governadores contrários ao Piso. “Não tem dúvida alguma do que está escrito. A publicação deve definitivamente acabar com interpretações livres da legislação para que assim a lei seja efetivamente colocada em pratica”.

    O acórdão, em si, será importante para elucidar se a aplicação do piso (como vencimento) dar-se-á de forma retroativa ou não, e para, quem sabe, pacificar a interpretação sobre o reajuste do valor nacional a partir do momento em que a Lei entrou em vigor.

    O presidente da FETEMS, professor Roberto Botareli,concorda com o professor Leão da CNTE e espera a pulicação do acordão para que haja a definição de uma vez por todas do valor mínimo que o professor deve receber. "Definiremos o vencimento base para os professores, essa é uma das formas de valorização do trabalhador em educação que tanto buscamos"
    FETEMS (Dederaçao dos Trabalhadores da Educação de Mato Grosso do Sul)

    ResponderExcluir
  47. GRAÇA:

    Boa Noite Prof Euler,

    Acabei de verificar o site do STF, envio o final do texto, e fiquei na dúvida, será isso o tão esperado acordão? Se for, nada acrescentou ao que ja era público e notório.

    STF - DJe nº 162/2011 Divulgação: terça-feira, 23 de agosto Publicação: quarta-feira, 24 de agosto. PÁGS 27 E 28

    ACÓRDÃOS
    Centésima vigésima Ata de Publicação de Acórdãos, realizada nos termos do art. 95 do RISTF.
    AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 4.167 (260)
    ORIGEM : ADI - 152737 - SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PROCED. : DISTRITO FEDERAL
    RELATOR :MIN. JOAQUIM BARBOSA


    TEXTO FINAL:

    2. É constitucional a norma geral federal que fixou o piso salarial dos
    professores do ensino médio com base no vencimento, e não na remuneração
    global. Competência da União para dispor sobre normas gerais relativas ao
    piso de vencimento dos professores da educação básica, de modo a utilizá-lo
    como mecanismo de fomento ao sistema educacional e de valorização
    profissional, e não apenas como instrumento de proteção mínima ao
    trabalhador.
    3. É constitucional a norma geral federal que reserva o percentual
    mínimo de 1/3 da carga horária dos docentes da educação básica para
    dedicação às atividades extraclasse.
    Ação direta de inconstitucionalidade julgada improcedente. Perda de
    objeto declarada em relação aos arts. 3º e 8º da Lei 11.738/2008.
    https://www.stf.jus.br/arquivo/djEletronico/DJE_20110823_162.pdf

    ResponderExcluir
  48. O processo entrou para a

    SEÇÃO DE COMPOSIÇÃO DE ACÓRDÃOS, vi em outro blog que para ser publicado deve levar entre 7 a 10 dias. O endereço é este:

    http://www.stf.jus.br/portal/processo/verProcessoDeslocamento.asp?incidente=2645108

    ResponderExcluir
  49. Aqui no interior do leste de minas, recebemos com repulsa a "impropriaposta" do desgoverno de minas, agora mais do que nunca sabemos o que queremos e não abrimos mão do nosso direito. E para variar mais um tiro no pé do governo: a notícia causa tanta indignação, que mesmo quem estava de greve parado por aqui, agora já se mostra disposto a formar caravanas às cidades onde as escolas ainda funcionam, mesmo que parcialmente. Sem o piso não pisamos na escola, agora ainda mais "NÚCLEO DURO".

    ResponderExcluir
  50. 30 anos de trabalho vale para o governo menos de 25% em relação ao inicio de carreira, essa é a diferença entre o valor inicial do suicídio e de um professor que está com 30 anos, letra J da tabela.É isso o futuro da carreira do professor mineiro?O futuro é não ter carreira?coitado dos designados, dos futuros colegas ,daqueles que querem o segundo cargo , cada ano de dedicação não valerá nem mesmo 1% em média ao ano.no final do governo Anastasia um professor do suicídio com curso superior e com dois cargos deverá receber menos que um policial no inicio de carreira, isso é a política de valorização da educação?

    ResponderExcluir
  51. Olá pessoal

    Já disse aqui, amanhã é uma data muito forte
    24+8+2011 é igual a 9.

    "9 (NOVE):
    São pessoas que se preocupam com outras pessoas e seus direitos. Possuem muitos talentos, fazem de tudo para alcançar seus objetivos, mas nunca tiram vantagem de seu sucesso.

    Os astros conspiram a nosso favor.
    publicação do acórdão parece que sai amanhã 24/8/2011
    http://www.stf.jus.br/portal/principal/principal

    Abraços e continuamos na nossa caminhada!!!
    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  52. CONCEITO DE PISO: VENCIMENTO OU REMUNERAÇÃO
    GLOBAL.

    E aí colegas, então quer dizer que PISO não é vencimento básico? Alguém explica?

    ResponderExcluir
  53. Pessoal da luta,

    Já estou com o Diário Oficial da União bem aqui nas minhas mãos, ou melhor, na telinha do meu PC, rsrs.

    Na página 27 e 28 da edição Nº 162 de 23/08/2011 - que será publicado em 24/11 (dia da nossa assembleia), encontraremos o seguinte (quem primeiro descobriu foi a subsede de Montes Claros e depois um visitante nos trouxe a novidade): Detalhe: o que mais interessa, neste moment, é o item 2 da ementa. Vejam:


    EMENTA: CONSTITUCIONAL. FINANCEIRO. PACTO FEDERATIVO E
    REPARTIÇÃO DE COMPETÊNCIA. PISO NACIONAL PARA OS
    PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA.
    CONCEITO DE PISO: VENCIMENTO OU REMUNERAÇÃO
    GLOBAL. RISCOS FINANCEIRO E ORÇAMENTÁRIO.
    JORNADA DE TRABALHO: FIXAÇÃO DO TEMPO MÍNIMO PARA
    DEDICAÇÃO A ATIVIDADES EXTRACLASSE EM 1/3 DA JORNADA.
    ARTS. 2o, §§ 1o E 4o, 3o, CAPUT, II E III E 8o, TODOS DA LEI
    11.738/2008. CONSTITUCIONALIDADE. PERDA PARCIAL DE OBJETO.

    1. Perda parcial do objeto desta ação direta de inconstitucionalidade, na medida em que o cronograma de aplicação escalonada do piso de vencimento dos professores da educação básica se exauriu (arts. 3o e 8o da Lei 11.738/2008).

    2. É constitucional a norma geral federal que fixou o piso salarial dos professores do ensino médio com base no vencimento, e não na remuneração global.

    Competência da União para dispor sobre normas gerais relativas ao piso de vencimento dos professores da educação básica, de modo a utilizá-lo como mecanismo de fomento ao sistema educacional e de valorização
    profissional, e não apenas como instrumento de proteção mínima ao trabalhador.

    3. É constitucional a norma geral federal que reserva o percentual mínimo de 1/3 da carga horária dos docentes da educação básica para dedicação às atividades extraclasse.

    Ação direta de inconstitucionalidade julgada improcedente. Perda de objeto declarada em relação aos arts. 3o e 8o da Lei 11.738/2008.

    ResponderExcluir
  54. Professor Euler,
    Professoras(es)

    A-T-E-N-Ç-Ã-O

    O ACÓRDÃO DA ADI 4167, SERÁ PUBLICADO NO DIÁRIO DA JUSTIÇA DO STF 162 pag.27, com data de 24/08/2011.(JÁ SE ENCONTRA DISPONÍVEL)

    Obrigado pessoal de Montes Claros por esta informação preciosa.

    Sind UTE,

    A BOLA AGORA ESTÁ COM VOCÊS.

    MUITO CUIDADO COM ESTA "RELÍQUIA"

    Procurem um jurista renomado e,
    impetrem um mandado de segurança, exigindo o cumprimento da lei, imediatamente.

    ESTE PARECE O CAMINHO MAIS COERENTE.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).
    COM DEUS, VENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  55. Já saiu mesmo o acórdão!!! Era isso que estávamos esperando? Não acrescenta nada. Não fala sobre valores (joga para a União decidir), não fala sobre pagamento retroativo, não fala sobre proporcionalidade. Contudo, deixa claro que os 1/3 fora da sala é constitucional. Se era isso que o Anastasia estava esperando para nos pagar o Piso, então toma!

    ResponderExcluir
  56. GRAÇA:
    Que bom voce ja acessou.
    Então era esse o tão esperado acordão?????
    Confirmação chegou bem na hora!!!
    Amanhã sera a apoteose do piso!!!

    ResponderExcluir
  57. Mais do que nunca é imprescindível a manutenção da greve seguida da ação do núcleo duro visando aumentar os seguidores do trem da história que entrará para os anais da história da educação de Minas Gerais,... um estado que não pode se restringir aos desmandos de meia duzia de políticos que compram jornalistas, juristas e deputados prostitutos... Avante em busca do piso, vamos pisar nas incoerências do governo... Alex bh.

    ResponderExcluir
  58. DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO
    REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    Divulgação: terça-feira, 23 de agosto de 2011 Publicação: quarta-feira, 24 de agosto de 2011

    STF - DJe nº 162/2011 Divulgação: terça-feira, 23 de agosto Publicação: quarta-feira, 24 de agosto

    Coordenador de Acórdãos
    ACÓRDÃOS
    Centésima vigésima Ata de Publicação de Acórdãos, realizada
    nos termos do art. 95 do RISTF.


    https://www.stf.jus.br/portal/geral/verPdfPaginado.asp?id=1398760&tipo=DJ&descricao=DJE N%BA 162 -

    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  59. Acabou a festa Anástasia, a casa caiu malandro, como diria seus chegados, perdeu, perdeu,...

    ResponderExcluir
  60. Prof. Euler e Prof. Sebastião de Oliveira que análise vocês fazem desse ACÓRDÃO?

    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  61. Finalmente o nosso tão esperado acórdão!!!

    Agora, cá para nós: que acordãozinho vagabundinho, não? Esperarem quatro meses para produzir uma peça tão simplificada como essa é duro de acreditar. Quero crer que junto com essa publicação deva existir algum texto mais que detalhe mais os atos indicados.

    De qualquer forma, o resultado é claro: 1) piso é vencimento básico e não remuneração total ou global; 2) pelo um terço da jornada de trabalho precisa ser dedicada às atividades extraclasse.

    E caso não haja, em outro documento, nenhuma especificação em relação à data da aplicação do piso o que vale é a lei e esta determina muito claramente: o piso deve ser pago integralmente (mesmo que na forma proporcional) a partir do dia 1º de janeiro de 2010.

    Não abro mão de receber cada centavo!!!

    ResponderExcluir
  62. ALELUIA! ALELUIA! ALELUIA!

    DEUS É MAIOR.

    Depois de tantos sofrimentos, amanhã vamos esfregar na cara do Governo, aqui está a lei, CUMPRA.

    A Assembleia de amanhã vai ser só ALEGRIA.

    DEUS É GRANDE,
    DEUS É JUSTO.

    GOVERNADOR, QUERO TODOS OS MEUS DIREITO,
    T O D O S.

    BOA NOITE A TODOS E FIQUEM COM DEUS.

    ResponderExcluir
  63. Glória a Deus, o acórdão saiu........

    ResponderExcluir
  64. Grande sub-comandante Euler, o Anastasia e sua turma vão de que buscar abrigo com o Kadafi, pois a casa caiu para toda esta corja repugnante. Força na luta até a vitória.

    ResponderExcluir
  65. Professor Euler,

    ATENÇÃO,
    SEGUE O CAMINHO PARA VER TODO O ACÓRDÃO.

    Vá ao site STF, JURISPRUDÊNCIA, INTEIRO TEOR DE ACÓRDÃOS, N° DO PROCESSO 4167, PESQUISAR.

    ResponderExcluir
  66. Euler, fale para eles: Vão ter que me engolir kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  67. Olá Euler a muito venho seguindo o seu blog que é muito bom.
    Finalmente o acordão foi feito e essa luta já é nossa.

    ResponderExcluir
  68. Só esclarecendo algumas questões que observei entre alguns comentários:

    1) o acórdão, como já havíamos previsto, não traria muitas novidades, e apenas confirmaria a decisão do STF em relação à ADI 4167

    2) o acórdão não tem que detalhar sobre proporcionalidade ou não do piso, ou sobre a data de início do pagamento do piso. Ele poderia até fazê-lo, mas essas questões não foram julgadas pela ADI 4167 e elas já estão muito bem definidas na própria lei 11.738/2008;

    3) os pontos questionados pela ADI 4167 eram: o conceito de piso - se vencimento básico ou remuneração total - e o terço de tempo extraclasse. O STF considerou constitucional a lei do piso e rejeitou os dois questionamentos feitos através da ADI. Ou seja, o STF disse que, tal como está na lei, o piso é salário inicial, excluídos as gratificações e vantagens, que devem incidir sobre o vencimento básico; e que no mínimo um terço do tempo da jornada de trabalho deve ser reservada para as atividades extraclasse.


    Um outro dado muito relevante, ainda no item 2 do nosso acórdão é este:

    "...Competência da União para dispor sobre normas gerais relativas ao piso de vencimento dos professores da educação básica, de modo a utilizá-lo como mecanismo de fomento ao sistema educacional e de valorização profissional, e não apenas como instrumento de proteção mínima ao trabalhador."

    Isso quer dizer que a União tinha (tem) sim competência para fazer aprovar leis como a do piso, de alcance nacional, afim de promover a valorização dos educadores e não apenas como instrumento de proteção mínima, que seria o conceito (este último) do piso enquanto remuneração total.

    Traduzindo: piso enquanto vencimento básico é uma forma de política de valorização profissional válida; já o conceito de proteção mínima, utilizado para salário mínimo como remuneração total não se aplica a este caso.

    (estou escrevendo apressadamente e sem revisão, desculpem os erros...)

    ResponderExcluir
  69. Vou dormir o sono dos justos, vamos comemorar todos juntos amanhã na assembleia.

    Quero ver a Gazola amanhã, provavelmente ela vai dizer que o jornal, demorá um mês para chegas aqui em Minas, e que o subsídio é melhor.

    O sindicato poderia amanhã imprimir a integra da decisão e espalharmos pela cidade inteira.

    Pinoquio e sua corja de bajuladores, a nossa hora chegou.

    Parabéns companheiros estamos colhendo uma vitória, daqui a pouco ganharemos a batalha por completo

    ResponderExcluir
  70. Núcleo duro da greve
    Dê uma olhada
    http://direitodoservidor.wordpress.com/

    É PISO nellesss!!

    ResponderExcluir
  71. Euler,
    Este "aumento no subsídio" beneficiou os diretores ( 30%), vice-diretores ( 320%, isso mesmo 320%) de 330 para 1045 de abono e secretárias escolares ( 50%). Eu faço greve e eles( não-grevistas) é que ganham aumento? Só pode ser brincadeira. Agora é que não volto para a sala de aula mesmo.

    ResponderExcluir
  72. Sub-comandante Euler, estão atrás do kadafi, e acho que ele está escondido na casa do Anasta, manda a OTAN bombardear lá.kkkkkk O piso será nossooooooooooo

    ResponderExcluir
  73. Anônimo de 00h10m,

    Só encontrei o inteiro teor do início da ADI 4167, quando o piso foi suspenso pelo STF. Da decisão do mérito ainda não encontrei.

    ResponderExcluir
  74. E a lei do subsídio vai cair, diante da lei(federal) do PISO SALARIAL NACIONAL?

    ResponderExcluir
  75. MINHA FILHA ONTEM SEM QUE EU PEDISSE FEZ UMA ORAÇÃO. ELA ORU PELO ANASTASIA EO ENTREGOU NAS MÃOS PODEROSAS DE DEUS,CREIO QUE A ORAÇÃO DE UMA CRIANÇA DE SEIS ANOS DEUS COM CERTZA OUVE,EELE ESTÁ DO NOSSO LADO.AMANHÃ NÃO IREI A BH MAIIS ESTAREI PEDINDO ADEU POR TODOS. FORÇA NA LUTA EATE O PISO.

    ResponderExcluir
  76. GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GOVERNO RIDÍCULO !!!!!!!GREVE!!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!!!!!!GREVE!!!

    ResponderExcluir
  77. ‎"Ninguém nega o valor da educação e que um bom professor é imprescindível. Mas, ainda que desejem bons professores para seus filhos, poucos pais desejam que seus filhos sejam professores. Isso nos mostra o reconhecimento que o trabalho de educar é duro, difícil e necessário, mas que permitimos que esses profissionais continuem sendo desvalorizados. " Paulo Freire

    ResponderExcluir
  78. E 200 anos depois... Conversa entre dois garotos do futuro depois de desenterrarem um velho computador : - ei, o que é isto ?
    - é um p.c super antigo
    - vou tentar ligar
    - está funcionando
    - tem algo escrito, parece que é blog, blog do Euler? O que é isto ?
    - Você não sabe? Este cara foi um grande revolucionário da época, que junto com vários guerreiros derrotaram uma corja de ditadores.
    - Anastasia ? quem é este.

    - AH, este é um mané que andava com um tal de Aécio que morreu querendo ser presidente do Brasil e acabou vendendo coxinha na praça da assembléia, e por sinal ruinzinhas kkkkkkkkkkkkkkk Para você rir um pouco sub-comandante. Força na luta.

    ResponderExcluir
  79. Amigo, Deus é pai...
    Ação direta de inconstitucionalidade julgada improcedente. Perda de objeto declarada em relação aos arts. 3º e 8º da Lei 11.738/2008.

    STF. ADI 4167. Relator Ministro Joaquim Barbosa. Divulgação: DJe de 23.08.2011, pág 27.

    https://www.stf.jus.br/arquivo/djEletronico/DJE_20110823_162.pdf

    Atenção: foi publicado, mas ainda não transitou em julgado. Ou seja, ainda cabe um recurso para esclarecer alguma passagem do texto (não é para mudar o resultado). O prazo para quem quiser interpor recurso é de 10 dias contados a partir desta quinta-feira. Até que transite em julgado continuará valendo o Acórdão da decisão liminar (medida cautelar) que declarou que a remuneração deve ser entendida como piso.

    O STF não podia ter escolhido dia melhor para dar mais uma força ao movimento grevista mineiro."
    "Não fale com Deus o tamanho do seu problema, mas fale com seu problema o tamanho do seu Deus."
    http://direitodoservidor.wordpress.com/2011/08/24/stf-publica-acordao-da-adi-4167-piso-salarial-nacional-para-os-profissionais-do-magisterio-publico-da-educacao-basica/

    ResponderExcluir
  80. Olha aí, pessoal, mais uma informação adicional, por indicação do combativo Anônimo de 00h33m. Leiam principalmente os dois últimos parágrafos:

    "STF publica Acórdão da ADI 4167 (piso salarial nacional para os profissionais do magistério público da educação básica)

    24/08/2011

    Alertado pela leitora Graça, constatei que foi publicado o tão aguardado Acórdão. A Ementa é a seguinte:

    CONSTITUCIONAL. FINANCEIRO. PACTO FEDERATIVO E REPARTIÇÃO DE COMPETÊNCIA. PISO NACIONAL PARA OS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA. CONCEITO DE PISO: VENCIMENTO OU REMUNERAÇÃO GLOBAL. RISCOS FINANCEIRO E ORÇAMENTÁRIO. JORNADA DE TRABALHO: FIXAÇÃO DO TEMPO MÍNIMO PARA DEDICAÇÃO A ATIVIDADES EXTRACLASSE EM 1/3 DA JORNADA. ARTS. 2º, §§ 1º E 4º, 3º, CAPUT, II E III E 8º, TODOS DA LEI 11.738/2008. CONSTITUCIONALIDADE. PERDA PARCIAL DE OBJETO.

    1. Perda parcial do objeto desta ação direta de inconstitucionalidade, na medida em que o cronograma de aplicação escalonada do piso de vencimento dos professores da educação básica se exauriu (arts. 3º e 8º da Lei 11.738/2008).

    2. É constitucional a norma geral federal que fixou o piso salarial dos professores do ensino médio com base no vencimento, e não na remuneração global. Competência da União para dispor sobre normas gerais relativas ao piso de vencimento dos professores da educação básica, de modo a utilizá-lo como mecanismo de fomento ao sistema educacional e de valorização profissional, e não apenas como instrumento de proteção mínima ao trabalhador.

    3. É constitucional a norma geral federal que reserva o percentual mínimo de 1/3 da carga horária dos docentes da educação básica para dedicação às atividades extraclasse.

    Ação direta de inconstitucionalidade julgada improcedente. Perda de objeto declarada em relação aos arts. 3º e 8º da Lei 11.738/2008.

    STF. ADI 4167. Relator Ministro Joaquim Barbosa. Divulgação: DJe de 23.08.2011, pág 27.

    https://www.stf.jus.br/arquivo/djEletronico/DJE_20110823_162.pdf


    Atenção: foi publicado, mas ainda não transitou em julgado. Ou seja, ainda cabe um recurso para esclarecer alguma passagem do texto (não é para mudar o resultado). O prazo para quem quiser interpor recurso é de 10 dias contados a partir desta quinta-feira. Até que transite em julgado continuará valendo o Acórdão da decisão liminar (medida cautelar) que declarou que a remuneração deve ser entendida como piso.

    O STF não podia ter escolhido dia melhor para dar mais uma força ao movimento grevista mineiro."

    Fonte: http://direitodoservidor.wordpress.com/


    Comentário do Blog: Quanta burocracia, quando se trata de aprovar alguma lei em favor dos de baixo. Quando foi para aprovar a liminar em favor dos governadores, considerando o piso enquanto remuneração total, não teve esta demora toda não. Que país! Mas, enfim, a greve continua até a nossa vitória final!

    ResponderExcluir
  81. Estou tao feliz com a noticia que estou chorando,Deus seja louvado!E agora seu filho da ....,o que tem a dizer depois de ter mentido tanto para a sociedade ,alunos e pais.Tera cara de enfrentar a sociedade depois de tudo.Ja pensou nos votos de sua proxima eleiçao se satanas dos infernos.Eule ficaremos eternamente grata pelos esclarecimento que nos deu.Que Deus te proteja sempre.Torço para que venha ser nosso deputado.

    ResponderExcluir
  82. Caro Euler,
    Faço aqui uma simples análise do Acórdão (corrijam-me se eu estiver equivocado). Não há nada incluso na publicação que não seja de nosso conhecimento ou do senhores do mal. Por um lado eles podem argumentar que há, através do suicídio, um salário base e que as gratificações seriam aplicadas por meio da mudança de grau (A para B, B para C e assim por diante) e pela mudança de nível (I para II...). Nesse caso teríamos incentivos por tempo (grau) e por escolaridade (nível). Portanto o subsídio não "estaria" na ilegalidade ( claro que há a ADI 4631). Por outro lado o importante para nós é que, pela carreira antiga, temos o direito constitucional de receber o valor do PISO de aproximadamente R$ 1060,00 como salário-base. O que posso concluir é: os senhores do mal insistirão no subsídio e que o melhor a fazer é impetrarmos mandados de segurança ou o que for mais apropriado na justiça para recebermos nosso DIREITO.
    Luciano - Português.

    ResponderExcluir
  83. André Augusto /BH24 de agosto de 2011 01:04

    André Augusto /BH
    Deus está e sempre estará conosco .Agora é com voces SINDUTE/MG.A vitória é nossa companheiros de luta...

    ResponderExcluir
  84. Olá colegas professores, esta luta mexe mesmo com a gente é um misto de emoções em um mesmo dia:
    - raiva ao ouvir uma proposta desrrespeitosa deste desgoverno Anastasia;
    - orgulho ao sentir a coragem dos colegas ao falar ao telefone, ao trocar e-mails, ao visitar esse blog maravilhoso;
    - felicidades com o nosso almejado acórdão;
    - coragem para continuar nossa luta até o Piso.
    FORÇA PARA TODOS!!! ATÉ A VITÓRIA.
    NOSSA ASSEMBLÉIA VAI BRILHAR SE DEUS QUISER.

    ResponderExcluir
  85. Professor Euler,

    Os acontecimentos destas últimas horas, SÃO GRAVÍSSIMOS.

    Este Governo IRRESPONSÁVEL, fazendo teatro até a última hora para ENGANAR os professores.

    ESTA IRRESPONSABILIDADE É PASSÍVEL DE INTERVENÇÃO FEDERAL NA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    ELES É QUE PROCUREM A SOLUÇÃO E SE VIREM PARA NOS PAGAR, TUDINHO.

    DEIXAR OS PROFESSORES QUE REIVINDICAM POR UMA CAUSA JUSTA E, AGORA MAIS DO QUE NUNCA DENTRO DA LEI, SEM SALÁRIOS, É UM ABSURDO TOTAL.

    PROFESSORES PASSAM PRIVAÇÕES POR FALTA DE SALÁRIO.

    É UMA IRRESPONSABILIDADE DE ÚLTIMA GRAVIDADE.
    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    A GREVE CONTINUA, ATÉ QUE ESTE GOVERNO APRESENTE A FORMA DE PAGTO DE CADA CENTAVO TIRADO DOS PROFESSORES GREVISTAS.

    QUEREMOS T O D O S OS NOSSOS DIREITOS.

    QUEREMOS OS DIREITOS RETROATIVOS A JANEIRO DE 2010.
    NÃO VAMOS ABRIR MÃO DE NADA.

    QUEREMOS DESCULPAS PÚBLICAS.

    QUEREMOS QUE A JUSTIÇA FAÇA CUMPRIR A LEI.

    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Sind UTE,

    QUEREMOS QUE CONTRATE OS MELHORES JURISTAS, AQUELES QUE CONHECEM OS TRÂMITES DA LEIS E DOS TRIBUNAIS.

    SÓ VOLTAMOS A TRABALHAR COM COMPROMISSO POR PARTE DO GOVERNO NA JUSTIÇA, DO CUMPRIMENTO DA LEI, IMEDIATAMENTE.

    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    ESTE GOVERNO TEM PLENA CONSCIÊNCIA DO QUE ESTÁ FAZENDO.

    ENTÃO AGORA, CUMPRA A LEI.

    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    QUEREMOS O MESMO ESPAÇO QUE A REDE GLOBO CEDEU A ESTES FARSANTES, PARA QUE SEJA EXPLICADA PARA A SOCIEDADE A VERDADE DOS FATOS.

    QUE A JUSTIÇA SE FAÇA, IMEDIATAMENTE.

    ResponderExcluir
  86. Amigo Euler, se não fosse nós aqui, sob seu comando, sugando suas idéias, denunciando, mandando e-mails, eu mesma postei aqui nesse blog o site do STF e pedi ajuda a todos, fui euzinha. "Nunca antes nesse país"-Lula, houve um nucleo duro que não fugiu a luta,"Um, dois, três, quatro, cinco, mil...nós é que fazemos a História do Brasil..." - Professores de Minas Gerais. Recorremos a tudo que o GRANDE SUBCOMANDANTE FALAVA, de uma idéia nascia mil outras. NO STF virtual, citamos urgência porque os professores estão sem salários e passaram o Dia dos Pais assim, mas com muita dignidade. Agora gente, depois: danos morais, assédio moral e tudo que for processo que tivermos direito por tudo que passamos. Quanto mais somos espezinhados, mais direitos adquirimos na Lei dos Homens e na lei de Deus. Nossos amigos que foram cruelmente ultrajados na cidade administrativa, agradecimentos, voces foram o estopim da revolta, pois "mexeu com os professores, mexeu comigo". Os alunos que nos defenderame apoiaram, criando esse lindo slogam. Todos que nós apoiam de todas as formas. E não podemos nos esquecer das 13 ALMAS BENDITAS E DE TODOS OS SANTOS CITADOS, E QUE ELES CONTINUEM AJUDANDO.
    "Porque quando estou fraco aí sou forte" - 2 Coríntios - Capítulo 12:10
    Salmo 37:6
    E ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia.
    Euler, de novo, viva nósssssssssssssssss!!!!!

    ResponderExcluir
  87. Olá Euler e blogueiros!
    Se era a publicação que faltava, então pague o que nos deve! Bacana demais esse núcleo duro de Venda Nova, Vespasiano... Soltei o verbo com aquela curriola do Instituto de Educação que veio até o portão acompanhar a manifestação com os movimentos sociais. Eles disseram que boa parte do professorado participará da assembleia. Mas, todos nós sabemos que parar só em dia de assembleia não contribui em nada. Tem que sair de sala porque assim a greve acaba!

    Anastazista, fica esperto porque você mexeu com vespeiro! Não sou e nunca fui petista para você dizer que o nosso movimento tem cunho partidário. Estamos nas ruas e o primeiro de uma série de revés que o PSDB-neoliberalista sofrerá tem ano marcado: 2012/PBH e ouras prefeituras. Aliás, tem prefeito que está no seu encalço depois que ofereceu verbas em troca de apoio na última eleição. Já informou as senhas para o TRE/MG? E os cargos comissionados oferecidos para ex-senador do Amapá e ex-prefeito da região centro-oeste? Você e o Craquécio ainda não explicaram.

    Se RN/SC/RJ sucumbiram, façamos nós, MINEIROS, o grande levante! O magistério de todo país acompanha atentamente o nosso movimento e a hora é agora. Hoje, quarta-feira (24), todos de mãos erguidas em favor da permanência da greve.

    "PREFIRO MORRER DE PÉ QUE VIVER AJOELHADO" - Emiliano Zapata.

    Todos firmes e de pé!
    Sem o Piso, não piso na escola!

    ResponderExcluir
  88. Euler,
    Deus é Pai e não padrastro.Madrastas só elas, gazola ,renata e anas.
    Demorou, mixa, mais o mais importante, saiu e deixou claro PISO-SALARIO BASE, FORA AS VANTAGENS PESSOAIS E 1/3 DE ATIVIDADES EXTRA CLASSE.

    E ca entre nós, que hora ele saiu heim!!!!
    Em lendo seu blog e vendo a luta, a gente ve que não estamos sozinho!!!
    Mandato de Seguranca JÁ!!!!!

    PERFEITINHO!! Nào queremos falhas graves como disse a gazzola sobre as mesmas 9 meses depois rsssssssssss
    Euler, sinto que esse é um momento histórico!!!
    VALEUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU
    Ashley

    ResponderExcluir
  89. O anônimo das 01:03 tem razão. Quem ficou (ou ficar no subsídio, já que vão abrir novo prazo: será que tem volta pra carreira antiga?) querendo ou não tem vantagens miseráveis como mudança de letra. Já no piso, o governo terá que seguir o que está no nosso plano de carreira, muito mais vantajoso, além da correção anual. A única maneira de o governo mudar isso é mandando projeto pra Assembleia alterando nosso plano de carreira. Se isso acontecer, é simples: colocamos FOGO naquela casa.

    ResponderExcluir
  90. ATENÇÃO!

    Sind UTE,

    QUEREMOS IMEDIATAMENTE,

    - MANDADO DE SEGURANÇA PARA QUE SEJA PAGO OS SALÁRIOS CORTADOS DOS PROFESSORES GREVISTAS- IMEDIATAMENTE.

    - MANDADO DE SEGURANÇA PARA QUE SEJA PAGO TODOS OS DIREITOS RETROATIVOS A JANEIRO DE 2010.

    - MANDADO DE SEGURANÇA PARA FAZER CUMPRIR A LEI, IMEDIATAMENTE.

    - MANDADO DE SEGURANÇA CONTRA A LEI DO SUBSÍDIO.

    QUEREMOS TUDO E TODOS OS NOSSOS DIREITO, IMEDIATAMENTE.

    ESTE GOVERNO FOI MUITO IRRESPONSÁVEL COM TODA A CATEGORIA E ESTÁ JOGANDO AINDA COM OS PROFESSORES QUE FICARAM NESTA IMUNDICE QUE É O SUBSÍDIO.

    *** CONVIDAMOS AGORA, NESTE MOMENTO A TODOS OS PROFESSORES MINEIROS, QUE AINDA ESTÃO TRABALHANDO, VENHAM E FORTALEÇAM A NOSSA GREVE.
    AGORA É O GOVERNO QUE ESTÁ NA ILEGALIDADE.
    AGORA É O GOVERNO QUE ESTÁ NA ILEGALIDADE.
    AGORA É O GOVERNO QUE ESTÁ NA ILEGALIDADE.

    ResponderExcluir
  91. Agora não seria a hora até dos desinformados que ficaram no subsídio entrarem em greve?

    ResponderExcluir
  92. Gostaria que alguém me informasse a respeito desse 1/3 da jornada fora da sala. Tem de ser cumprido dentro da escola? Não pode ser em casa, onde estão nossas fontes de pesquisas? A Lei diz que deve ser mesmo na escola? Essas reuniões de módulo II acabam tirando muito do nosso tempo de planejar nosso trabalho

    ResponderExcluir
  93. Olá pessoal da luta.
    Agora são 7.33 da manhã do dia 24. Anunciou agora na Itatiaia; a BEATRIZ VAI FALAR!!!!
    Pois a mesma rádio(95.7 -FM) acabou de passar a versão do desgoverno que nos coloca contra a sociedade.
    Um abraço a todos!!!
    Sem piso não pisamos na escola.
    Piso já!!

    ResponderExcluir
  94. BOOOOOOOOMMMMMMMMMM DIIIIIIIIIIAAAAAAA
    EULEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEER!!!!!!
    NOSSO AMADO COLEGA QUE NÃO NOS DEIXOU ESMORECER.

    A GORGONZOLLONA ESTÁ TODA ATRAPALHADA MESMO.
    ONTEM ELA GARANTIU OS 200 DIAS!
    MAS COMO GARANTIR O ANO LETIVO SEM PROFESSOR,FOFA!
    AGORA NÃO TEM SAÍDA.
    SÓ VOLTAMOS COM O PISO.
    SE NÃO VOLTARMOS NÃO HAVERÁ 200 DIAS E A HONRA(???????)DA SECRETÁRIA SERÁ JOGADA AO PISO E PISADA POR MILHARES DE MINEIROS ENGANADOS.

    ResponderExcluir
  95. Queridos e bravos combatentes! Estou num misto de alegria e choro, pois sinto que hoje na nossa assembléia começaremos a lavar nossa alma perante tanta humilhação que este déspota e sua corja nos fez passar. Amo minha profissão e sempre foi admirada pelos meus alunos por sempre lutar por nossos direitos em todas as greves. E desta vez, quando pisar em sala de aula novamente, após nossa brava conquista, estarei renovada e ciente de que meus alunos compreenderam de uma vez por todas, o que é e como se faz uma verdadeira cidadania!
    Até mais tarde e greve até que paguem o piso.

    ResponderExcluir
  96. OI EULER
    APROVEITO O ESPAÇO PARA MANDAR UM ABRAÇO PARA OS PROFESSORES DO ESTADUAL AUGUSTO DE LIMA QUE FICARAM FIRME NA LUTA(EXCEÇÃO DE DOIS OU TRÊS)
    VOCÊS SÃO MESMO UMA TURMA UNIDA.E OLHA QUE ALGUNS NEM CONCORDAVAM COM A GREVE.LINDOOOOOOS!

    ResponderExcluir
  97. Caro Euler,
    Com a publicação do acórdão ainda teremos que continuar em greve? Não era o acórdão que nos faltava pra obrigar o Anastasia a pagar o piso? Não consigo entender...
    Por favor, me esclareça, pelo que li, não tem nada para os demais funcionários, só pra professores, é isso mesmo? Ou entendi errado? Sou ATB na luta pelo piso desde 08/06 e agora, como fico?
    Por favor, me responda pra tirar minha aflição.
    Muito obrigada.
    Márcia

    ResponderExcluir
  98. Euler, me tire uma duvida, por favor. Estou em greve desde junho. Eu havia voltado para a carreira antiga, mas em vista da redução de salário acabei voltando para o subsídio pois o meu salario aumentou cerca de 600 reais e eu não podia me dar ao luxo no momento de ficar sem esse dinheiro pois estava com meu filho doente. Agora com a publicação do acordao, será que aqueles que permaneceram no subsidio poderão entrar na justiça para requerer o retorno a carreira antiga? Parabéns pelo blog, leio diariamente e é ele que me dá forças para continuar lutando. Abraço

    ResponderExcluir
  99. Agora, mais do que nunca, o MP não poderá se esquivar
    de exigir o cumprimento imediato da lei Federal 11.738/2008 ao governador do Estado de Minas Gerais.

    Sem o piso, a greve continua.

    ResponderExcluir
  100. Deus seja louvado!
    Publicação do acórdão no dia de hoje?
    Deus reinou..., reinará sempre!
    Continuem em sintonia com este Deus maravilhoso!!!
    A publicação de hoje não foi obra do acaso.
    Sugiro que ao invés de anunciarmos na assembléia de hoje "xô satanásiia",vamos festejar:

    "Anatasia não leve a mal,
    O acórdão é nacional
    E a greve é legal!!!"

    A greve é da alegria,
    Acórdão no Anastasia!

    ResponderExcluir
  101. LUCIANA,
    OI EULER! TDO BEM? SOU ATB3E (ASSISTENTE TECNICO DE EDUCAÇÃO BÁSICA EFETIVA-AUX. SECRETARIA DE ESCOLA) TENHO 18 ANOS DE SERVIÇO. GOSTARIA POR GENTILEZA DE ME ESCLARECER SE TEMOS DIREITO A ESSE PISO POIS ESTOU DE GREVE DESDE QDO COMEÇOU L
    E SÓ VEJO VC FALAR AQUI NA TABELA DE PROFESSORES. SABERIA, POR FAVOR, ME DIZER UM ATB3E 30 HORAS DE SERVIÇO DE QTO SERÁ O PISO NA TABELA DO MEC. E SE TEMOS DIREITO AO PISO MESMO? PQ AQUI O BLOG SÓ FALA EM PROFESSOR SENDO QUE HA VÁRIOS ATB'S (SECRETARIA) E ASB'S (SERVENTES ESCOLARES) EM GREVE. AGURADO RETORNO! ATÉ A VITÓRIA SEM PISO NÃO VOLTO PARA A ESCOLA!!!

    ResponderExcluir
  102. GRAÇA:

    Bom dia Prof Euler,

    Boas pisadas para todos nós!
    Enviei em primeira mão para voce e para a Bea o publicação do acordão, porém no blog dela e no site do Sindute e até agora, nada foi divulgado.
    Espero que divulguem na Assembléia.

    Será que o acordão acordou o Ministerio Público?

    ResponderExcluir
  103. Cara combativa colega Luciana,

    O conceito de profissionais do magistério defendido pelo sindicato, e que todos nós defendemos, é o de que o piso é para todos os educadores. A lei do piso define este conceito dizendo que, além dos professores, são considerados profissionais do magistério todos os que dão suporta aos professores no seu trabalho no âmbito da escola. Posteriormente, foi aprovada uma lei federal (não tenho o número aqui agora) considerando como profissionais da Educação todos os que trabalham na escola. Para completar, o quadro de pessoal das diversas carreiras da educação do estado de Minas é o mesmo. Ou seja, é regido pelas mesmas regras e princípios. Finalmente, o percentual de professores - incluindo o custo total da folha da educação - alcança mais de 70%, não justificando ao governo deixar de aplicar o mesmo critério de reajuste para as demais carreiras da Educação pública de Minas.

    O piso das outras carreiras acompanha, portanto, o piso dos professores, guardadas as diferenças proporcionais das atuais tabelas, bem como as diferentes jornadas de trabalho. Nossa luta é para que o governo pague o piso para todos os educadores - e sempre dissemos: piso dos educadores, e não apenas dos professores.

    Um forte abraço e força na luta!

    ResponderExcluir
  104. Caro Euler,
    Hoje realmente é uma dada marcante, especial com a publicação do acórdão. Agora o Governador não tem para onde correr, o circo feichou. Ele deve começar fazer as contas de quanto está devendo aos trabalhadores da Educação com a criação do piso.
    Este Governo tem que aprender: NÃO PODE BRINCAR COM PROFESSOR.
    Sebastião de Oliveira
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  105. - XÔ SATANÁS!

    QUERO TODOS OS MEUS DIREITOS.

    SALVE, SALVE OS PROFESSORES DE MINAS GERAIS.

    COM DEUS, VENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  106. Olá, pessoal da luta, hoje mandei o seguinte e-mail para a Rádio Itatiaia:


    Caros jornalistas Eduardo Costa, Eustáquio Ramos e Carlos Viana,

    No "Conversa da Redação" de hoje, que eu pude ouvir apenas a parte final, notei que vocês agiram corretamente ao mencionar o problema levantado ontem pelo jornalista Carlos Viana. Mesmo não concordando com o jornalista citado no que tange à tal suposta bolsa para os alunos do ensino básico, claro que respeitamos a opinião dele.

    É bom lembrar, Carlos Viana, que a situação do ensino básico é bem diferente da dos alunos do ensino superior. Na rede estadual de Minas, por exemplo, são 2,3 milhões de alunos, a maioria oriunda de famílias de baixa renda, que não teriam condições de pagar merenda escolar, transporte, livros didáticos, etc. Tudo isso é pago de forma cooperada entre municípios, estados e união - por um custo muito baixo, diga-se.

    Infelizmente, os educadores não são remunerados de forma adequada, como citou corretamente o jornalista Eduardo Costa, que por sinal, "salvou" o comentário da Rádio Itatiaia de hoje, ao dizer que este problema não pode ser visto simplesmente pelo lado da crítica aos educadores. Afinal, nós somos vítimas de muitos anos de exclusão, confiscos salariais e descaso.

    No caso presente, ou seja, na greve atual, diferente das anteriores, existe uma Lei Federal, que determina o pagamento do piso salarial nacional enquanto vencimento básico - e não como salário total, que é o que o governo de Minas está impondo, através do subsídio.

    Hoje mesmo, dia 24, o STF acaba de publicar o acórdão da ADI 4167, que foi rejeitada e que pedia justamente para que o STF considerasse o piso dos educadores enquanto remuneração total. O STF, de forma irrecorrível e vinculante, decidiu que a Lei do Piso, que instituiu o piso enquanto salário inicial, excluídas as gratificações e vantagens, é plenamente constitucional.

    Os governos do estado que não tiverem dinheiro em caixa para pagar o piso podem recorrer à ajuda federal, de forma cooperada, conforme está na lei 11.738/2008 - Lei do Piso. Mas, para isso, precisa provar que investe corretamente os 25% da receita com a Educação.

    Finalmente, caros jornalistas, não acham estranho o governo de Minas dizer que já paga até mais do que o piso através do subsídio, enquanto fazemos greve para que o governo pague pelo menos o piso proporcional do MEC (R$ 712,20 para o professor com ensino médio)?

    Ora, então seria o caso do governo economizar dinheiro, pagando-nos o piso (que segundo ele é menor e mais desvantajoso do que o subsídio), colocando assim um fim na nossa greve, não acham?

    Obrigado pela atenção.

    Cordialmente,

    Euler Conrado, professor da rede pública de Minas.

    ResponderExcluir
  107. Caros colegas de luta:
    Muita calma, saiu o Acórdão, mas o momento ainda é de luta. Lembrem-se, estamos lutando contra todo um Estado voltado para a elite, inclusive o judiciário. Vamos à assembleia hoje ( creio que teremos a maior de todas) e escutemos o que tem a nos dizer o sindicato e os companheiros de luta sobre tudo isso.
    Luciano - Português

    ResponderExcluir
  108. Não há o que se falar em falhas graves no subsídio, mas apenas na falha GRAVÍIIIIIIISSIMA que é o descumprimento de uma lei federal pelo chefe do governo de um estado, que age acobertado pela justiça(MP) e pelo legislativo, duas instituições que deveriam fiscalizar e cobrar o cumprimento da referida lei.

    Greve até o piso!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  109. booooooom diaaa! viiiida!

    Nota importante:
    Nenhum candidato aparece hoje, dia 24 de agosto, em mais um dia de designação na E.E. José Elias Issa (São José da Lapa - MG) . E em Pedro Leopoldo, cidade vizinha, os candidatos, parece que dois, que assumiram aulas na EE Imaculada Conceição, pediram dispensa hoje pela manhã. Portanto, a GREVE continua !!!

    Juntos venceremos !
    Colaboradores: Karina Silva, Ana Cristina e Geralda Epifânio Núcleo Duro da Greve (Professoras da E.E. José Elias Issa)

    Abraços e até breve !!!
    PISO agora com acórdão divulgado e publicado !!! Viva, graças a Deus!

    Gleiferson Crow
    LEIA: O Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  110. Precisamos de INFORMAÇÕES das ações que estão sendo tomadas pelo Sind UTE.

    QUEREMOS TODOS OS NOSSOS DIREITOS.

    SALVE, SALVE PROFESSORES DE MINAS GERAIS.

    COM DEUS, VENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  111. E AÍ DEPUTADOS DA BASE GOVERNISTAS, O QUE VOCÊS VÃO FAZER COM ESTE MONSTRENGO QUE É A LEI DO SUBSÍDIO?

    TEM UM JABUTI NO LUGAR ERRADO.
    SE VIREM!!!

    ResponderExcluir
  112. Euler, estou com uma dúvida...na greve do ano passado, o governo foi rápido em julgar a nossa greve como ilegal, passamos mais de 20 dias na ilegalidade e a greve foi de "apenas" 47 dias. Porque o governo ainda não usou desse "artifício" até agora?
    Erica

    ResponderExcluir
  113. Mais notícias e apoio

    Hoje a portaria da UFMG (Av. Antônio Carlos foi fechada)
    Veja o link http://arraf.forumaqui.net/t5447-boicote-as-aulas-da-ufmg-solidariedade-com-a-greve-dos-professores
    Boicote às aulas da UFMG: Solidariedade com a greve dos professores
    Colaboradora: Profª Vânia Moragas

    Abraços
    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  114. Euler, eu li o acórdão e não entendi aquela parte "fixou o piso salarial dos professores do Ensino Médio"? Da forma como foi redigido está restringindo o piso aos professores de Ensino Médio, quando não é isso o que diz a lei 11.738/2008. Como sou leiga em linguagem jurídica, gostaria que você me esclarecesse essa parte.

    ResponderExcluir
  115. Marisa Karla-Governador Valadares24 de agosto de 2011 10:42

    Pessoal,
    Vencemos a primeira batalha.A próxima luta é
    impetrar mandados de segurança( direito líquido
    e certo).
    Estamos no caminho certo.O Acórdão acaba com o
    poder discricionário do déspota do Anastasia.
    Estamos com a vitória nas mãos! Deus quando dá,
    dá com abundância!Podemos mandar rezar uma missa
    em AÇÃO DE GRAÇAS!
    A propósito,sábias as palavras da colega Adriana,ao invés de xingar vamos agradecer a
    Deus que permitiu que a publicação saísse justa-
    mente no dia 24.
    Parabéns para todos nós, que somos guerreiros e
    não nos intimidamos com represálias.Nós
    construímos a história!
    Abraços,

    ResponderExcluir
  116. Estou desesperada, quero poder optar pela CARREIRA ANTIGA, sou DESIGNADA e não me foi dada a oportunidade de escolha, agora com o acórdão publicado e com o pagamento DO PISO NÃO QUERO subsídio imposto por este AnastAZIA. O que faço? Quero piso, piso, piso...

    ResponderExcluir
  117. Olá Rejane,

    O acórdão faz referência ao que está na Lei do Piso, que define o valor do piso para o profissional com ensino médio; em outro artigo da referida lei, é prevista a criação dos planos de carreira em cada estado ou município que contemple os diferentes níveis de escolaridade. No caso de Minas, nosso plano de carreira, o do antigo sistema remuneratório, determina um reajuste de 22% para cada mudança de nível. Assim, quando se pagar ao professor com ensino médio o piso proporcional do MEC de R$ 712,20, o governo terá que pagar ao professor com licenciatura curta (PEB 2A) o piso de R$ 868,84, e ao professor com licenciatura plena (PEB3A) o piso de R$ 1.060,00, e assim por diante, e sobre este piso devem incidir as gratificações.

    Um abraço e força na luta!

    ResponderExcluir
  118. É pessoal do subsídio, muitos de vocês não apoiaram, não aderiram à nossa greve, torceram contra A CATEGORIA a que pertencem. Preferiram puxar saco do DESgoverno, ficar do lado do AnastAZIA, não acreditaram na nossa vitória. Mas agora com a publicação do acórdão, não tem jeito, É PISO, PISO E PISO.

    ResponderExcluir
  119. Ei colegas.
    No jornal o tempo saiu explicando detalhes sobre a diferença do novo subsídio e do piso nacional. Um economista fala também que ao longo do tempo o subsídio e um suicídio. ( site do jornal o tempo)

    ResponderExcluir
  120. Estamos no caminho certo. Temos que agir rápido e com sabedoria, para que o MP cobre do governador mineiro, O CUMPRIMENTO DA LEI FEDERAL DO PISO SALARIAL no vencimento básico. "O pacote" que o DESgoverno soltou com novo subsídio, deve ser para os puxa saco dele. Pois em nenhum momento reivindicamos melhorias no subsídio (TETO) E SIM O PISO SALARIAL, esse é o motivo da nossa greve. Nenhum "pacote" vai fazer com que voltemos para a sala de aula, sem o PISO não piso na escola.

    ResponderExcluir
  121. Euler, você é muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito criativo. Quase chorei de tanto rir quando li o título dessa postagem. Que Deus o abençoe sempre. Me atrevo a fazer uma complementação, desculpe a ousadia.
    "Governo anuncia uma bomba... mas solta um traque: subsídio, de jeito nenhum! E nós respondemos com um rojão: A publicação do acórdão."
    Novamente o governo deu um tiro no pé com o suicídio 2. Demonstrou o quanto ele nos desrespeita. Diretor vale 38% de aumento, secretária vale 50%, vice vale 100% e professor vale 5% em Abril,valor abaixo da inflação acumulada no ano. Será que algum professor em sã consciência vai cair nessa? Quem entrar nessa mostra o quanto é desinformado, espero que nossos colegas pelegos não nos faça passar por mais essa vergonha. Por que certas atitudes de alguns colegas nos deixa envergonhados de dizer que pertencemos a mesma categoria.

    Sem piso, não pisamos na escola! Greve até o cumprimento da lei. PISO!PISO!PISO!PISO!

    A Beatriz deu entrevista hoje na rádio Itatiaia, ela simplesmente foi ótima! A última pergunta da repórter foi para denegrir o movimento, mas a Beatriz, na categoria, deu a resposta que ela merecia ouvir. Bem feito!
    Perdeu até a fala e despediu-se com um seco bom dia!

    Maria Helena - Ipatinga

    ResponderExcluir
  122. Professor Euler,
    Professoras(es) de Minas Gerais,

    Os acontecimentos destas últimas horas, SÃO GRAVÍSSIMOS.

    Este Governo IRRESPONSÁVEL, fazendo teatro até a última hora para ENGANAR os professores.

    ESTA IRRESPONSABILIDADE É PASSÍVEL DE INTERVENÇÃO FEDERAL NA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    ELES É QUE PROCUREM A SOLUÇÃO E SE VIREM PARA NOS PAGAR..

    DEIXAR OS PROFESSORES QUE REIVINDICAM POR UMA CAUSA JUSTA E, AGORA MAIS DO QUE NUNCA DENTRO DA LEI, SEM SALÁRIOS, É UM ABSURDO TOTAL.

    PROFESSORES PASSAM PRIVAÇÕES POR FALTA DE SALÁRIO.

    PAGTO DOS SALÁRIOS CORTADOS JÁ, HOJE AINDA 24/08/11.

    É UMA IRRESPONSABILIDADE DE ÚLTIMA GRAVIDADE.
    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    A GREVE CONTINUA, ATÉ QUE ESTE GOVERNO APRESENTE A FORMA DE PAGTO DE CADA CENTAVO TIRADO DOS PROFESSORES GREVISTAS.

    QUEREMOS T O D O S OS NOSSOS DIREITOS.

    QUEREMOS OS DIREITOS RETROATIVOS A JANEIRO DE 2010.
    NÃO VAMOS ABRIR MÃO DE NADA.

    QUEREMOS DESCULPAS PÚBLICAS.

    QUEREMOS QUE A JUSTIÇA FAÇA CUMPRIR A LEI.

    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Sind UTE,

    QUEREMOS QUE CONTRATE OS MELHORES JURISTAS, AQUELES QUE CONHECEM OS TRÂMITES DAS LEIS E DOS TRIBUNAIS.

    SÓ VOLTAMOS A TRABALHAR COM COMPROMISSO POR PARTE DO GOVERNO NA JUSTIÇA DO CUMPRIMENTO DA LEI.

    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    ESTE GOVERNO TEM PLENA CONSCIÊNCIA DO QUE ESTÁ FAZENDO.

    ENTÃO AGORA, CUMPRA A LEI.

    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    QUEREMOS O MESMO ESPAÇO QUE A REDE GLOBO CEDEU A ESTES FARSANTES, PARA QUE SEJA EXPLICADA PARA A SOCIEDADE A VERDADE DOS FATOS.

    QUE A JUSTIÇA SE FAÇA PRESENTE, IMEDIATAMENTE.

    ResponderExcluir
  123. O dia 24/08/2011 entrará para a HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO MINEIRA! Dia marcado por Manifestações, Lutas e Conquista DO PISO. Objetivo que motivou milhares de cidadãos a apoiar o nosso movimento e acreditar na força do povo. Dia histórico, em que cidadãos precisam mobilizar-se para "cobrar" do governo o CUMPRIMENTO DE UMA LEI FEDERAL. Dia em que TODOS que acreditam que uma NAÇÃO só se desenvolve plenamente com Educação Pública de Qualidade para Todos, marcam presença para reivindicar respeito, valorização e dignidade para com os Educadores(as). Dia em que marca a data de nossa VITÓRIA!

    ResponderExcluir
  124. - SÔ SATANÁS!


    COM DEUS, VENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  125. ESTE GOVERNO SÓ VAI SE PRONUNCIAR NA JUSTIÇA.

    ResponderExcluir
  126. Estou desconfia...
    O site do sind tá muito quieto!!!!!
    Greve neles!!!!!!

    ResponderExcluir
  127. Alô, DEPUTADOS DA BASE GOVERNISTAS,

    O QUE VOCÊS VÃO FAZER COM ESTE JABUTI?

    SE VIREM!!!

    ResponderExcluir
  128. Lanço aqui e agora ( já estou como cabo eleitoral aqui em Montes Claros ) : sub-comandante EULER como postulante ao cargo de DEPUTADO ESTADUAL. Companheiro Euler, não tem como você não aceitar, pois, a classe precisa de você e tenho certeza que com o amadurecimento de muitos que frequentam este espaço, estamos prontos para colocarmos educadores verdadeiros na Assembléia. É só você falar e já começo a trabalhar com os alunos, aproveitando este momento histórico que estamos passando. Força na luta.

    ResponderExcluir
  129. O capital diz amém »

    Estudo sobre economia e religião mostra Minas mais rica e majoritariamente católica

    http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2011/08/24/internas_economia,246764/estudo-sobre-economia-e-religiao-mostra-minas-mais-rica-e-majoritariamente-catolica.shtml

    Mais uma matéria jornalística mostrando que neste ESTADO não falta dinheiro. O que já sabemos há muito tempo. O que falta mesmo, por aqui, é GOVERNO E RESPEITO. E se direcionando para a nossa greve, quero lembrar aos colegas que até agora nada fizeram, a não ser esconderem atrás das suas covardias e com desculpas de que estavam aguardando acórdão para se posicionarem, o ACÓRDÃO saiu, então tratem de ACORDAREM dessa falta de cidadania, de ética e de profissionalismo. Minas está rico e nós, educadores, pobres! Então que continuemos rezando, orando, mas que não deixemos de lutar contra esses DESGOVERNOS, esses DESMANDOS e esses DESCEREBRADOS. ORAR/REZAR E AGIR! Deus têm feito a parte dele e espera que façamos a nossa aqui.

    ResponderExcluir
  130. Professor Euler,
    Professoras(es) de Minas Gerais,

    Os acontecimentos destas últimas horas, SÃO GRAVÍSSIMOS.

    Este Governo IRRESPONSÁVEL, fazendo teatro até a última hora para ENGANAR os professores.

    ESTA IRRESPONSABILIDADE É PASSÍVEL DE INTERVENÇÃO FEDERAL NA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    ELES É QUE PROCUREM A SOLUÇÃO E SE VIREM PARA NOS PAGAR..

    DEIXAR OS PROFESSORES QUE REIVINDICAM POR UMA CAUSA JUSTA E, AGORA MAIS DO QUE NUNCA DENTRO DA LEI, SEM SALÁRIOS, É UM ABSURDO TOTAL.

    PROFESSORES PASSAM PRIVAÇÕES POR FALTA DE SALÁRIO.

    PAGTO DOS SALÁRIOS CORTADOS JÁ, HOJE AINDA 24/08/11.

    É UMA IRRESPONSABILIDADE DE ÚLTIMA GRAVIDADE.
    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    A GREVE CONTINUA, ATÉ QUE ESTE GOVERNO APRESENTE A FORMA DE PAGTO DE CADA CENTAVO TIRADO DOS PROFESSORES GREVISTAS.

    QUEREMOS T O D O S OS NOSSOS DIREITOS.

    QUEREMOS OS DIREITOS RETROATIVOS A JANEIRO DE 2010.
    NÃO VAMOS ABRIR MÃO DE NADA.

    QUEREMOS DESCULPAS PÚBLICAS.

    QUEREMOS QUE A JUSTIÇA FAÇA CUMPRIR A LEI.

    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Sind UTE,

    QUEREMOS QUE CONTRATE OS MELHORES JURISTAS, AQUELES QUE CONHECEM OS TRÂMITES DAS LEIS E DOS TRIBUNAIS.

    SÓ VOLTAMOS A TRABALHAR COM COMPROMISSO POR PARTE DO GOVERNO NA JUSTIÇA DO CUMPRIMENTO DA LEI.

    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    ESTE GOVERNO TEM PLENA CONSCIÊNCIA DO QUE ESTÁ FAZENDO.

    ENTÃO AGORA, CUMPRA-SE A LEI.

    Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    QUEREMOS O MESMO ESPAÇO QUE A REDE GLOBO CEDEU A ESTES FARSANTES, PARA QUE SEJA EXPLICADA PARA A SOCIEDADE A VERDADE DOS FATOS.

    QUE A JUSTIÇA SE FAÇA, IMEDIATAMENTE.

    ResponderExcluir
  131. DEPUTADOS DA BASE GOVERNISTA,

    ... E O JABUTI?

    - SE VIREM!!!

    ResponderExcluir
  132. Caro jornalista Carlos Viana:

    Muito estranha a sua colocação sobre o governo dar uma bolsa de estudos para alunos da escola pública estudarem em escolas particulares. Sua fala, de forma análoga, parece a das elites do passado que propunham que se branqueasse a população brasileira, acreditando que dessa forma, o país estaria dando um salto para o futuro. Hoje, a história se repete quando um nobre deputado de São Paulo, após ter sido vítima de assalto, defende publicamente o controle de natalidade sobre as famílias pobres do Brasil, ou seja, afirmando que pobreza é sinônimo de bandidagem. A leitura que faço é que o discurso das elites ecoa aos quatros cantos do Brasil, não podendo ser diferente em Minas Gerais, não é mesmo? Acho que a melhor forma de se reparar um erro é trazendo a verdade à tona. E para isso, nada melhor do que se fazer uma reportagem séria sobre as reais condições da escola pública em Minas Gerais. Sugiro que comecem pela situação dos professores, recebendo um salário base de R$ 369,00. Ainda duvida? Contracheques estão estampados em todos os cantos de Minas! O Governo consegue iludir a sociedade afirmando paga muito além do piso do MEC. Estranho não? Os professores em greve para ganhar menos. Não é contraditório? Se o Governo realmente acredita que a proposta que ele oferece no subsídio é melhor para o professor, porque ele não paga o que os professores pedem? estaria economizando uma fortuna para o Estado! Por favor, entendam que somos educadores e, portanto, temos opinião formada. Não somos um bando que se curva diante de um sindicato sem ao menos pensarmos. Aliás, uma boa dica para começar a divulgar os fatos é noticiar o Acórdão do STF que saiu hoje, 24/08/2011, demonstrando que nossa greve é justa e pelo piso, não esta enganação do governo. Agradeço a atenção e espero que publiquem.

    ResponderExcluir
  133. Euler , não adianta ficar perdendo tempo com um ser que defende os israelenses que em seus programas vive defendendo a pena de morte e a violência policial contra todos.Esse é o tipico jornalista que fala de tudo mas no fundo não sabe de nada.Se não soubesse que esse camarada é evangélico ia jurar que era da TFP e da Opus Dei.
    Abaixo a mídia mineira : a Minas mais vendida do país.

    ResponderExcluir
  134. Caro companheiro Euler,

    Credibilidade não se impõe,se conquista!

    Acredito que teremos para comemorar a vitória do nosso piso e, comemoraremos contigo a vitória de seu Blog, que deve chegar rapidinho aos 500.000 visitantes. Isso mesmo, meio milhão de visitas!!! Isso se deve à sua forma clara, coerente e imparcial de análise. Muitos colegas do interior beberam dessa fonte. Parabéns por esta vitória particular!!!!

    ResponderExcluir
  135. NO BLOG DO Sind UTE/ BEATRIZ, NÃO TEM INFORMAÇÕES NENHUMA, ESTÁ COM DATA DE 22/08.

    VAMOS MELHORAR O CANAL DE COMUNICAÇÃO.

    ResponderExcluir
  136. Apoio. Um grupo de estudantes universitários criou uma página no site de relacionamentos Facebook para divulgar um movimento de apoio à greve dos professores estaduais.
    A página denominada
    "Ato em apoio aos professores" contava, até ontem, com quase 2.000 membros.

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=180361,OTE


    Os nossos agradecimentos aos alunos universitários.
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  137. Caros colegas:
    Ja sei o que a secretária vai dizer apo´s a publicação do acórdo:``Tudo bem é lei vamos cumprir,,mas o subsídio é melhor a janela ta aberta para os que quizerem voltar e temos de respeitar o direito de quem quiz ficar no subisídio´´ Com fé em Deus agora venceremos.

    ResponderExcluir
  138. CARO AMIGO EULER,

    É HORA DE RADICALIZAR. NÃO NO USO DA VIOLÊNCIA. MAS NO USO DA PALAVRA.
    QUAL O PONTO FRACO DO GOVERNO? SUA IMAGEM. SUA COMPETÊNCIA À FRENTE DO ESTADO E DA SUA CAPACIDADE DE ADMINISTRAR.
    VAMOS DENUNCIAR AS MAZELAS DA ESCOLA PÚBLICA QUE CONHECEMOS TÃO BEM. NÃO EM PANFLETOS QUE VÃO PARA O LIXO.
    PROPONHO A CRIAÇÃO DE UMA CAMISA COM FRASES FORTES QUE CHOQUEM MESMO QUEM NÃO SE INTERESSA. DO TIPO:

    TENHO VERGONHA DE SER EDUCADOR EM MINAS.
    A EDUCAÇÃO EM MINAS É UMA VERGONHA.

    OU OUTRA FRASE SEMELHANTE,COM A PALAVRA VERGONHA EM TAMANHO GIGANTE.
    VAMOS EXPLICITAR EM TODO O ESTADO A HUMILHAÇÃO QUE O GOVERNO ESTÁ NO PROPORCIONANDO.
    PENSO QUE SE PROPAGASSE-MOS ESSA CAMPANHA EM TODO O ESTADO, ISSO CHAMARIA A ATENÇÃO DOS OUTROS ESTADOS E ATÉ DO GOVERNO FEDERAL QUE ATÉ AGORA NÃO SE PRONUNCIOU.

    JÁ QUE NÃO TEMOS A MÍDIA OFICIAL TEMOS QUE USAR DE TODAS AS ESTRATÉGIAS QUE PUDERMOS. CHEGA DE CONTRIBUIR PARA A PROPAGANDA DO GOVERNO QUE A EDUCAÇÃO EM MINAS É UMA DAS MELHORES DO BRASIL.VAMOS DENUNCIAR OS PAVs ONDE OS ALUNOS SÃO APROVADOS ATÉ MESMO SEM FREQUENTAREM A SALA DE AULA, POR FORÇA DE RESOLUÇÃO E PRESSÃO DAS SREs. A VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS E A IMPUNIDADE. A PRESSÃO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO QUE NÃO FOI USADA EM MOMENTO ALGUM PARA VALORIZAR O TRABALHO E APENAS PARA AMEAÇAR. ESTAMOS VACILANDO. PENSO QUE ESSA É UMA CARTA QUE AINDA NÃO USAMOS.

    ABRAÇOS,

    Patrícia de Montes Claros

    ResponderExcluir
  139. A NOSSA CAUSA É JUSTA.

    O GOVERNO É QUE ESTÁ NA ILEGALIDADE.

    PRECISAMOS URGENTEMENTE DO PAGTO DOS SALÁRIOS CORTADOS,IMEDIATAMENTE.

    JUSTIÇA JÁ.

    ResponderExcluir
  140. JABUTI, É O NOME DO PROJETO DE LEI QUE O GOVERNO MANDOU PARA A ASSEMBLEIA HOMOLOGATIVA.

    E AÍ DEPUTADOS DA BASE GOVERNISTA,
    O QUE VOCÊS VÃO FAZER COM ESTE JABUTI?

    - SE VIREM!!!

    ResponderExcluir
  141. - XÔ SATANÁS!

    COM DEUS, VENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  142. ATENÇÃO IBAMA,

    TEM UM JABUTI NA ASSEMBLEIA HOMOLOGATIVA DE MINAS.

    ResponderExcluir
  143. DEUS É PAI!!! PARA GRANDES LUTAS, GRANDES VITÓRIAS!!!!
    O DIA DA VITÓRIA ESTA CHEGANDO, NÃO VAMOS DESANIMAR... FORÇA COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS....

    ResponderExcluir
  144. OLHA O JABUTI AÍ, GENTE.

    DEPUTADOS GOVERNISTAS,

    - SE VIREM!!!

    ResponderExcluir
  145. O pacote que o Governo soltou com novo subsídio e a janela aberta para volta a este modelo, vai ser muito bom para os professores que andam reclamando, que perdeu dinheiro e ainda fazem acusações que foram enganados.
    O piso é para os guerreiros e verdadeiros professores e também para os inteligentes. Quem tem o QI(quociente de inteligência) baixo deve ficar no subsídio.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  146. NOTÍCIAS DA HORA

    OLHA AÍ PESSOAL DA ITATIAIA,

    TEM UM JABUTI NA ASSEMBLEIA HOMOLOGATIVA DE MINAS.

    DEPUTADOS GOVERNISTAS,

    -SE VIREM!!!
    ESTE BICHO É TODO SEU.

    ResponderExcluir
  147. O que é esse tal de jabuti?

    ResponderExcluir
  148. HOJE, O BICHO VAI PEGAR.

    COITADO DO JABUTI.

    DEPUTADOS GOVERNISTAS,

    - SE VIREM!!!
    PORQUE ESTE BICHO É SEUS.

    ResponderExcluir
  149. Anônimo, o nome do PROJETO é JABUTI, mesmo?? Está parecendo nome de operação policial! Que falta de criatividade?

    ResponderExcluir
  150. As 13 almas aí pessoal...Viram o seu poder?
    Segura corja do governo! Com Deus e as 13 almas somos imbatíveis!!!!

    ResponderExcluir
  151. Prof. Sebastião de Oliveira, gostei do seu PARECER! KKK

    Não é só a TRUPE DA DESGOVERNANÇA que no cérebro em vez de NEURÔNIOS, há ERVILHAS, há, também, muitos colegas nosso, cujos cérebros possuem essa mesma composição!
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  152. Euler, esse governador estava achando que nós iríamos trabalhar de graça para ele, ele esqueceu que existem leis, ainda que demoradas para serem cumpridas e ainda ,que algumas são falhas. Sempre tive dentro de minha alma a esperança de que iríamos conquistar o que nos é de direito, O PISO SALARIAL NACIONAL. Muitos (as) colegas de trabalho, com deboche diziam que o HOMEM ia ganhar e ganhou. Só esqueceram de pensar que somos PROFESSORES (AS) e que no ano seguinte quem ganharia éramos nós. Que ganharíamos todas as batalhas referentes a nós outros EDUCADORES.Tudo tem uma saida, só não tem para a morte carnal, porque o espírito continua a trabalhar em benefício da humanidade. A justiça de DEUS demora, só um pouquinho, mas ela não falha. Beijos para todos, depois eu volto.Ainda vamos lutar mais um pouco.

    ResponderExcluir
  153. Parabéns professor Euler! Se não fosse você essa greve já teria ido pro buraco há muito tempo. Nosso Sindute deveria ter colocado uma pessoa de plantão lá pra atualizar as notícias! Nós todos sabemos, você ficou aí dia e noite sem nos abandonar, encontramos força em você! E sei que você estará aí a postos até o final.Nosso muito obrigada! Você é o GRANDE GUERREIRO dessa greve, que sabemos ainda não terminou, mas que temos com quem contar. Nosso abraço.

    ResponderExcluir
  154. Olá, pessoal da luta,

    A partir deste horário, 12h29m, estou deixando o bunker para me encontrar com a caravana de Vespá e São José rumo ao pátio da ALMG, onde será realizada a nossa assembleia geral. Volto só por volta das 21h ou um pouco mais.

    Então, neste lapso de tempo os comentários não serão publicados, mas ficarão arquivados. Assim que eu voltar ao bunker, postarei os comentários e o nosso relato de costume.

    Um forte abraço, força na luta e até a vitória! Sem o piso não voltamos para a escola!

    ResponderExcluir
  155. A imprensa mineira agora está mudando de lado. Leia a noticia que esta no portal uai:

    STF determina pagamento de piso nacional aos professores
    Decisão é medida cautelar, mas segundo o Sind-Ute-MG servirá de argumento para pressionar o governo de Minas a pagar o piso. Em greve desde 8 de junho, os professores se fazem assembleia nesta quarta

    Luana Cruz -
    Publicação: 24/08/2011 11:52 Atualização: 24/08/2011 12:32
    Em meio aos protestos e à greve dos professores estaduais em Minas Gerais, uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) pode mudar os rumos das negociações com o governo. Nesta quarta-feira, um acórdão que garante aos servidores o pagamento de piso salarial nacional como vencimento básico foi publicado no Diário da Justiça. A resolução faz cumprir a Lei 11738 de 2008 e julga improcedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4167) impetrada por governos estaduais contra a obrigatoriedade do pagamento do piso aos professores.

    A decisão rejeita o subsídio, que engloba gratificações e benefícios na remuneração do servidor. Segundo o acórdão, o piso corresponde ao vencimento e não à remuneração global. Com a medida cautelar publicada hoje, os governos estaduais ficam obrigados a pagar o piso aos trabalhadores, porém ainda cabe recurso à decisão do STF. Esse pagamento é a principal bandeira defendida pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-Ute-MG) na greve que começou dia 8 de junho deste ano.
    Erica

    ResponderExcluir
  156. Apesar de ser meio que chover no molhado, vai mais uma opinião abalisada sobre este suicídio 2!!!
    "Para o consultor financeiro Ricardo Melo, as novas mudanças estabelecidas pelo governo estadual no regime salarial de subsídio não será benéfica para os professores em atividade. "O reajuste de 2,5% a cada dois anos é muito baixo. O valor não pode ser fixo, mas deveria ser aumentado com o passar dos anos", afirma o consultor.

    De acordo com o consultor, os professores que optarem pelo subsídio receberão um salário maior aparentemente, porém, eles vão ter o salário desvalorizado ao longo dos anos. "Mesmo com essa nova proposta do governo, o aumento salarial com o passar dos anos será menor que no regime de remuneração. Eles vão ter a sensação que estão recebendo mais hoje, mas vão acabar perdendo dinheiro no futuro", afirmou o consultor".

    Este trecho faz parte de uma reportagem do site do jornal "o tempo", cujo link coloco abaixo.
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=180361,OTE

    ResponderExcluir
  157. Olá, Euler e colegas,
    A SEE acaba de me enviar e-mail falando sobre o subsídio.Imagino que todos receberam.
    Então, acabei mandando e-mail de volta.
    Seria interessante se todos fizessem o mesmo.
    Lotar a caixa da sra secretária .
    Abraços e força na luta!
    Rita Frugoli

    Sra secretária,
    Obrigada pela atenção que não tive em dez anos de profissão.
    Acontece que voltei à carreira antiga e o subsídio não me interessa como forma de pagamento.
    Apenas pague o piso a que temos direito constitucional, aprovado e confirmado pelo Supremo Tribunal Federal.
    Atenciosamente,
    Rita

    ResponderExcluir
  158. Amigo Euler,
    Agora eu quero ver a carinha gorda do governador...mentiroso...vai pagar o piso na marra...mexeu com os professores pela segunda vez, dançou, dançou...bom p ele aprender a respeitar-nos.

    ResponderExcluir
  159. Caro EullerSol de Primavera
    Beto Guedes
    Composição: Beto Guedes / Ronaldo Bastos
    Quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos
    Quero ver brotar o perdão onde a gente plantou juntos outra vez
    Já sonhamos juntos semeando as canções no vento
    Quero ver crescer nossa voz no que falta sonhar
    Já choramos muito, muitos se perderam no caminho
    Mesmo assim não custa inventar uma nova canção que venha nos trazer
    Sol de primavera abre as janelas do meu peito
    a lição sabemos de cor
    só nos resta aprender...
    A

    ResponderExcluir
  160. Euler, meu fii, qual é a página na publicação do STF que fala sobre o acordão? Pow, procurar em 117 pags é osso...
    De todo modo pbens pelo blog

    ResponderExcluir
  161. hoje no mjtv aquela dona falou novamente com aquela cara cinica que o melhor para o professor mineiro e o piso.bom,sera que ela nao sabe da boa nova?fico pensando quando a vejo na tv.'"que ventre produziu tao feio parto?""

    ResponderExcluir
  162. desculpem-me ao falar subsidio eu disse piso,acho que me emocionei .a dona feia falou que o melhor e o subsidio.

    ResponderExcluir
  163. http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/2011/08/24/internas_educacao,246846/stf-determina-pagamento-de-piso-nacional-aos-professores.shtml
    Aí está colegas!!!No portal Uai,pelandooooo

    ResponderExcluir
  164. Em meio aos protestos e à greve dos professores estaduais em Minas Gerais, uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) pode mudar os rumos das negociações com o governo. Nesta quarta-feira, um acórdão que garante aos servidores o pagamento de piso salarial nacional como vencimento básico foi publicado no Diário da Justiça. A resolução faz cumprir a Lei 11738 de 2008 e julga improcedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4167) impetrada por governos estaduais contra a obrigatoriedade do pagamento do piso aos professores.

    OS COLEGAS QUE COMO EU ENTRARAM NA LUTA MERECERAM LER ISTO.TUDO NESTA VIDA SE CONSEGUE COM PERSEVERENÇA.AGORA NOSSAS ESPERANÇAS REACENDERAM COM MAIS FORÇA.

    ResponderExcluir
  165. Marechal EULER!!!

    Seu nome não sairá mais de nossas memórias. Temos uma grande dívida com você e quem vai pagar é o estado(rsrsr). VALEU!!

    ResponderExcluir
  166. a dona feia gasolina apareceu no mgtv,a cara era de quem nao sabia de nada.em tempo me perguntei;que ventre produziu tao feio parto?

    ResponderExcluir
  167. Euler,

    Olha a cartinha que recebi DA malvada Ana LÚcia GASOSOSSSSA....



    Aos profissionais da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais



    Caros(as) Colegas,

    O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio das Secretarias de Estado de Educação (SEE) e de Planejamento e Gestão (Seplag), atento à responsabilidade constitucional que lhe cabe, reafirma o compromisso inegociável com a educação pública de qualidade e com a construção de uma política efetiva de remuneração dos servidores da educação. Em vista disso, torna pública proposta visando ao aperfeiçoamento do modelo remuneratório em valor único (subsídio).

    Nesse sentido, informa que enviará à Assembleia Legislativa de Minas Gerais Projeto de Lei contendo avanços significativos no modelo remuneratório implantado em janeiro deste ano. Com a aprovação do referido Projeto, o Governo contará com um instrumento ainda mais efetivo para a consecução das políticas educacionais em nosso Estado.

    Em breve, a SEE disponibilizará orientação que irá permitir a cada servidor visualizar seu novo posicionamento na carreira da Educação, conforme documento a seguir.

    É nosso entendimento que todos os esforços devem ser envidados para assegurar, de forma contínua e transparente, a valorização do profissional da educação. Assim será possível garantir aos estudantes o direito à educação de qualidade. Esta é uma tarefa de todos, em especial, uma responsabilidade nossa, profissionais da educação pública.

    Atenciosamente,

    Ana Lúcia Gazzola – Secretária de Estado de Educação

    ANA LUCIA, FAÇO PARTE DO GRUPO DOS 153MIL QUE VOLTARAM PARA O DIREITO QUE CONSQUITEI QUANDO PASSEI NO CONCURSO DE 2005.
    NAÕ ENCHA MINHA CAIXA DE EMAIL COM ESSAS BESTEIRAS...ME ESQUECE... E PAGA MEU PISO!!! AGORA É SEMPRE É LEI

    ResponderExcluir
  168. Nossa luta é mesmo emocionante! Curioso é que há muito tempo não sentia orgulho de ser professora e agora EM GREVE esse sentimento voltou. Professor está aí é pra ser exemplo de atitude e de senso de cidadania. estávamos umtanto ANESTESIADOS (OU SERIA ANASTASIADOS?), de qualquer forma me sinto mais gente agora.
    NÃO PODEMOS CEDER, não queremos esse melzinho que o Anastasia soltou na nossa boca, queremos o que é justo, o que é legítimo.
    Sem desconsiderar o valor dos colegas da administração (que em sua maioria ignoraram completamente a greve), "peraí"... pode aumentar o salário de quem quiser desde que não deixe o nosso na ilegalidade.

    Abraços e até a conquista final!

    ResponderExcluir
  169. Euler,
    Infelizmente não poderei estar hoje na maior assembleia de todos os tempos, devido a problemas de saúde. Mas estarei espiritualmente junto de vocês e rogo ao SENHOR que lhes dê força e coragem para continuarem enfrentando essa batalha do BEM contra o mal. Não nos esqueçamos que estamos amparados pela LEI
    e, principalmente, pelo Altíssimo.
    O SENHOR É NOSSO PASTOR, NADA NOS FALTARÁ.
    Força na luta e até a vitória (em breve).
    Maria de Lourdes

    ResponderExcluir
  170. A vitória será nossa. Infelizmente não poderei ir nessa tão importante Assembléia. Mas ficarei daqui orando e sei que Deus está do nosso lado pois Ele é justo. Não recuaremos da greve sem o nosso PISO. Mais tarde voltarei aqui ávida por informações. Que Deus esteja conosco! Greve até o piso! Nossa luta entrará para a história! Somos guerreiros, fortes e mostramos que com professor não se brinca não!

    ResponderExcluir
  171. Marisa Karla-Governador Valadares24 de agosto de 2011 14:32

    Colegas,
    Acabei de ver no Jornal da Alterosa, que governo
    vai recorrer do Acórdão.Como recorrer? O STF não
    é a última instância





















    Colegas,
    Acabei de ver na Alterosa, que o governo vai recorrer do Acórdão.Como recorrer? O STF não
    é a última instância? Ele está blefando, ou
    está querendo ganhar tempo? Quem souber me
    responda.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  172. Algumas notícias na mídia mineira dão conta de cabe recurso ao ácordão do STF. Alguém sabe responder se isto procede?

    ResponderExcluir
  173. Olá pessoal da LUTA,
    Quero fazer um pedido aos colegas que chamam a nossa insecretária da educação de "GORGONZOLLA", COITADO, ... não da insecretária, mas do queijo... um queijo tão nobre e gostoso não merece esta analogia, não acham? Meu marido adora o gorgonzolla (o queijo), mas está ficando triste e com enjôo toda vez que come o coitadinho do queijo!
    Façamos então um grande "foundee" com esta pessoinha, para comemorarmos nossa gloriosa vitória!!
    Vera Ribeiro - Guaxupé

    ResponderExcluir
  174. Aos colegas honrrosos PROFESSORES,
    da linha de frente desta batalha, que será sim inesquecível pela História de Minas, e pelos PROFESSORES Mineiros, parabéns pelo desprendimento, pelo ímpeto de justiça, pela honrra da profissão, pelos suor e pela dor, e pelo senso de união nesta luta! Se teremos um reconhecimento do nosso valor, do nosso ato de ensinar e formar seres verdadeiramente humanos, é por que vocês estavam onde deveriam estar e lutaram pelo que deveriam lutar! Parabéns, todos os créditos da vitória são de vocês!!
    Vera Ribeiro - Guaxupé

    ResponderExcluir
  175. BOA TARDE EULER.NÃO SÓ EU MAS ACHO QUE TODOS ACHARAM QUE A PUBLICAÇÃO DO ACORDÃO PRATICAMENTE ESTARIA TUDO RESOLVIDO E NÃO HAVERIA MAIS COMO RECORRER. MAS PELO QUE ACABEI DE LER AQUI NO BLOG AINDA CABE RECURSO À DECISÃO DO STF. ISSO É VERDADE? RESPONDA POR FAVOR PORQUE CONFESSO QUE FIQUEI APREENSIVA.UM FORTE ABRAÇO E FIRMES NA LUTA.

    ResponderExcluir
  176. Marisa Karla-Governador Valadares24 de agosto de 2011 14:55

    ProfºSebastião de Oliveira:
    Gostei!"Piso é para guerreiros e inteligentes...
    Quem tem QI baixo deve ficar no subsídio".
    Boas palavras! Quem sabe agora os colegas passam
    a ser mais questionadores e param de querer tudo
    de mão beijada?

    ResponderExcluir
  177. COMO O JORNALÉCO DA FAMILIA NEVES DISSE, A MEDIDA É CAUTELAR E, CABE RECURSO. MAIS TEM QUE SER MESMO ! PORQUE CONTRA O ANASTASIA E, SUA TRUPE TODA CAUTELA AINDA É MUITO POUCA.


    A Medida Cautelar é o procedimento judicial que visa prevenir, conservar, defender ou assegurar a eficácia de um direito.
    É um ato de prevenção promovido no judiciário, onde o juiz pode autorizar quando se manifestar a gravidade, quando for claramente comprovado um risco de lesão de qualquer natureza, ou na hipótese de ser demonstrada a existência de motivo justo, amparado legalmente.


    SE QUISER CONTINUAR LENDO O RESTANTE DO TEXTO É SÓ CLICAR NO LINK ABAIXO, É MUITO BOM FICAR POR DENTRO DA LEI.

    http://buenoecostanze.adv.br/index.php?option=com_content&task=view&id=42&Itemid=27

    ResponderExcluir
  178. Euler e demais colegas,
    No dia 26/08, haverá um Ciclo de Debates sobre o PISO SALARIAL EM MINAS GERAIS na Assembleia de Minas Gerais. Vi na TV Assembleia. Vamos participar!

    ResponderExcluir
  179. A TIM está veiculando uma propraganda que diz mais ou menos assim: "...as lutas começavam nas ruas, hoje elas começam nas comunidades sociais."
    Se a mídia nos nega o direito de manifestação da verdade, as comunidades sociais abrem-nos gigantescas portas para nosso grito! E esse blog tem sido um espaço de luta e encorajamento.
    Parabéns a você combativo Euler e a todos nós, incansáveis batalhadores.
    Com Deus conquistaremos nossa VITÓRIA!
    Forças até ao PISO!

    ResponderExcluir
  180. Professor Euler,

    PARABÉNS PELAS 470.000 VISITAS A ESTE BLOG.

    BLOG DE UTILIDADE PÚBLICA PARA OS PROFESSORES DE MINAS GERAIS.

    OBRIGADO PELA OPORTUNIDADE E LIBERDADE DE EXPRESSÃO NESTE ESPAÇO.

    ResponderExcluir
  181. Políticos de todo Brasil,
    Agora é a hora de provarem aos brasileiros e brasileiras, que vocês apoiam a Educação Pública de Qualidade e os Educadores. Que a Educação está em primeiro lugar. Que os Educadores precisam de ser mais valorizados e bem remunerados. Se querem permanecer e/ou garantir uma vaga no Legislativo e Executivo do País, do Estado e/ou Municípios, comecem trabalhando desde já. Educador, não têm memória curta! Nas urnas, iremos lembrar muito bem daqueles que estão nos apoiando e daqueles que estão fingindo que não nos vê e que pensam que não temos nenhuma importância na construção de uma nação. Neste momento, não esperamos dos políticos atitudes oportunistas, queremos apenas que cumpram com o papel de vocês, ou seja, defendam os interesses da maioria. Adotem o lema: "MEXEU COM OS PROFESSORES, MEXEU COMIGO"!

    ResponderExcluir
  182. É EULER A CASA ESTA CAINDO PRO PSDB ,FÓRA ANESTÉCIO, TEMOS QUE ESPÚRGAR ESTA RAÇA AQUI DE MINAS GERAIS.



    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=180329,OTE

    ResponderExcluir
  183. Só retornaremos às salas de aulas, quando o PISO SALARIAL estiver no vencimento básico do nosso contracheque. Greve até o pagamento do piso salarial no vencimento básico.

    ResponderExcluir
  184. Euler,
    Temos que ter a lista com o nome de todos os DEPUTADOS que estão a nosso favor e daqueles que estão contra nós. Nas próximas eleições não poderemos esquecer de trabalhar a FAVOR dos que nos apoiaram e CONTRA os que tentaram impedir a nossa vitória! QUEREMOS O PISO E NÃO O SUBSÍDIO!

    ResponderExcluir
  185. Será quanto que o Deputado André Quintão (PT) recebeu do AnastAZIA para votar no projeto do governo que acaba com a nossa CARREIRA? Trabalharemos CONTRA todos os Deputados que votarem a favor do governador AnastAZIA.

    ResponderExcluir
  186. Qualquer "político" que se aliar a Aécio e AnastAZIA, não terá o nosso apoio. Fazemos questão de trabalhar CONTRA. De extirpá-los do cenário político DO PAÍS E DO ESTADO.

    ResponderExcluir
  187. Euler segundo o jornal o tempo do dia 24/08/11 . Além disso, a determinação publicada obriga os governos estaduais a pagarem o piso aos trabalhadores. Vale lembrar que cabe recurso à decisão do órgão. Ainda cabe recurso do governador contra a decisão?

    ResponderExcluir
  188. Que recurso é este quanto à decisão do STF?Me informe quem souber? Ainda pode mudar alguma coisa no acórdão?

    ResponderExcluir
  189. Devemos agradecer, primeiramente, a Deus que já mostrou seus primeiros sinais de justiça para com nossa classe e depois ao STF que cumpriu seu papel ao publicar este acórdão. Continuemos em orações para convencer esse tirano a cumprir a lei. Só Deus pode vencê-lo.

    ResponderExcluir
  190. Euler,
    Não entendo nada de Leis, gostaria de saber que, agora que já foi publicado o acórdão, o que falta para o governador mineiro CUMPRIR A LEI FEDERAL E PAGAR O PISO SALARIAL? Quais serão os próximos passos? Quanto tempo pode levar? Antes não diziam que só faltava a publicação do acórdão, e que após sua publicação o governo não teria como se esquivar da LEI sendo obrigado a cumpri-la? Responda-me por favor! Abraços.

    ResponderExcluir
  191. NÃO ENTENDI A NOTICIA ABAIXO QUE SAIU NO TEMPO. O QUE ELES QUEREM DIZER QUE AINDA CABE RECURSO?

    Após a realização de mais uma assembleia, os professores estaduais decidiram manter a greve. Durante a reunião ocorrida na tarde desta quarta-feira (24), ficou decidido que a categoria continuará de braços cruzados por tempo indeterminado. A paralisação já dura 77 dias e, nessa terça-feira (23), o Governo de Minas anunciou que vai enviar um projeto de lei à ALMG com contrapropostas de aperfeiçoamento na política salarial dos profissionais da educação do Estado, que entrou em vigor em janeiro deste ano. Entre as medidas, está o reajuste de 5% na tabela de subsídio a partir de abril de 2012.

    A Lei 18.975/2010 garante que os valores dos subsídios dos servidores da educação básica serão reajustados anualmente. Dessa forma, já fica assegurado aos servidores posicionados no subsídio mais 5% de reajuste a partir de abril de 2012. No entanto, para a coordenadora do Sind-UTE, Beatriz Cerqueira, a proposta não é suficiente, já que a categoria não está em greve pelo subsídio, mas pelo piso.

    Também nesta quarta, o pagamento de piso nacional aos professores foi determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mas a decisão cabe recurso.

    Os professores lutam pela adoção do piso salarial nacional de R$ 1.597 para uma jornada de 40 horas semanais.

    A próxima reunião da categoria será realizada no dia 31 de agosto.

    Depois da decisão de manter a greve, cerca de 5 mil professores seguiram em direção à Praça Sete, no centro da capital mineira. A categoria promete parar o trânsito em diversos pontos de Belo Horizonte.

    ResponderExcluir
  192. Caríssimo Euler,
    Estou enviando o comentário que postei no Novo Jornal.
    Lá tem uma notícia em que a secretária Renata diz que apesar dos avancos no novo subsídio, ela sabe que os professores não vão aceitar porque eles estão batendo na tecla do PISO.
    Se ela sabe disso, não seria muito mais inteligente a mesma pagar logo o piso?
    Eis meu comentário lá:
    é impressionante como esse DESgoverno tenta enganar a todos.Admite graves falhas no subsídio, diz que paga mais que o piso( uai, então que economizem para o governo !!!!!!!)Isso, porque só tem quase 9 meses de subsídio e elas não descobriram antes essas falhas.A mentira é esclarecida quando so com os 153 mil que desrespeitosamente nos chama de especie em extincão,o aumento seria de 2,5 milhões , contra 1,400 para todos os 380 mil funcionários.
    É coisa se esse pais fosse serio, daria cadeia.....
    Vamos ver se agora, com o acórdão do STF ele e elas(ANA, RENATA E GAZOLLA) param de enrolar e paguem aquilo que os professores tem por LEI DE FATO E DE DIREITO, o piso.
    Ashley

    ResponderExcluir
  193. Viva a liberdade!
    A GREVE CONTINUAAAAA!
    Se Kadafi caiu porque Anastasia pode cair???
    HáHáHá...

    ResponderExcluir
  194. Caro Euler,
    Da forma que foi publicdo o acórdão, entendemos que o Piso foi considerado constitucional na sua integralidade, isto significa que o governo passou ser um devedor aos profissionais da educação a partir de 01 de janeiro de 2009(conforme o acórdão de 29/04/2009). Não há necessidade de explicitar a data da parte retroativa. Caro amigo Euler comente o que escreví.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  195. Meu Deus, ainda cabe recurso?
    Onde vamos parar com isso?

    ResponderExcluir
  196. Concordo com boa parte do que você escreve, Euler. Mas confesso achar graça quando sugere "marra" e atitudes "diretas" para conquistarmos o piso. O que você, franzino e nanico, fará
    Vai encarar o tropa de choque
    Vai bater no governador
    Sinceramente, se colocarmos você em uma briga com Anastasia, apostaria em nocaute do governador tucano.
    Se liga cara, continue mantendo a linha de um protesto forte, organizado e sem violência. Pois se algo mais radical acontecesse mesmo você seria o primeiro a sair correndo e se esconder em um lugar qualquer, longe da pancadaria.
    Ficar sugerindo coisas impossíveis, para outros fazerem é patético e soa demagogia.

    ResponderExcluir
  197. Caro Euler e Amigos de combate, este governinho pode querer mandar para ALMG projeto de mudanças no nosso plano de carreira,NÃO VAMOS ACEITAR DE JEITO NENHUM!!!!, estejamos atentos, pois hoje houve uma movimentação paralela à nossa, visando elaboração de uma proposta de plano de carreira NACIONAL.
    A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) e o Ministério da Educação (MEC) formularão uma proposta de lei de diretrizes para a elaboração de um plano de cargos e salários da educação básica. A informação foi dada terça-feira (23) pelo presidente da CE, Roberto Requião (PMDB-PR), durante reunião do colegiado.

    Requião explicou aos demais membros da comissão que conversou sobre o assunto com o ministro da Educação, Fernando Haddad, que se mostrou, segundo o senador, bastante satisfeito com a proposta. O projeto, segundo Requião, ficará vinculado a um processo de educação continuada, e as prefeituras que não tiverem condições de arcar com os salários propostos poderão se beneficiar com recursos de fundos da educação.

    O presidente da CE informou ainda que Haddad designou um assessor do MEC para reunir todas as propostas sobre o assunto em tramitação nas duas casas do Congresso e, em seguida, fazer reuniões com um grupo de senadores da CE e consultores do Senado, para a elaboração do projeto.

    - Talvez esse projeto deva ser enviado pelo próprio MEC, para evitar vícios de origem. Trata-se de uma tarefa magnífica para a CE e, sem sombra de dúvidas, uma ação extremamente importante para o MEC e para o ministro - afirmou Requião.

    O senador pelo Paraná assinalou ainda que o projeto poderá ficar pronto em 30 dias, ainda a tempo de ser incluído no Plano Nacional de Educação.

    Ao elogiar a iniciativa, o senador Paulo Bauer (PSDB-SC) registrou que, atualmente, cada estado tem sua própria política de remuneração e qualificação de professores.

    - Isso dificulta a aplicação da Lei do Piso Nacional de Salário dos Professores. A proposta vai trazer mais tranquilidade à categoria. AÍ VAI O LINK:
    http://www.tudorondonia.com/noticias/ce-e-mec-vao-elaborar-proposta-de-lei-de-diretrizes-para-plano-de-cargos-e-salarios-da-educacao-basica-,23329.shtml
    Abraços a todos.
    Ruy Aguiar.

    ResponderExcluir
  198. Euler,
    A primeira etapa já vencemos com a publicação do acórdão pelo STF. Falta agora, a JUSTIÇA cobrar do governador mineiro, o imediato PAGAMENTO DO NOSSO PISO SALARIAL no vencimento básico para retornarmos para a escola. GREVE ATÉ O PAGAMENTO DO PISO SALARIAL no vencimento básico!

    ResponderExcluir
  199. acabou de passar no mgtv segunda edição a entrevista com a Renata Vilhena..o discurso é o mesmo!Não muda nada!!

    ResponderExcluir
  200. CHARLOTTE SAMPAIO TODA EMPOLGADA:

    E agora SATANÁStazista???
    E agora ana LÚCIFER gaiola???

    VOCÊS ESTÃO EM XEQUE-MATE!!!

    ResponderExcluir