terça-feira, 9 de agosto de 2011

Piso dos educadores não se restringe aos limites do orçamento estadual


Piso dos educadores não se restringe aos limites do orçamento estadual


O governo de Minas tenta criar uma situação-limite para não pagar o piso, dizendo que o orçamento de Minas não comporta tais investimentos. Este argumento, que tem sido murmurado meio nas entrelinhas pelo governador e pelas secretárias envolvidas - da Seplag e da Educação - é contraditório com o discurso dirigido ao público dizendo que o governo já paga até mais do que o piso.

Ora, o governo precisa definir para a opinião pública se ele de fato já paga até mais do que o piso através do subsídio (que é teto), ou se, ao contrário, ele não paga o piso porque não tem dinheiro em caixa para tal.

A primeira hipótese, a do subsídio, já demonstramos aqui inúmeras vezes que se trata de uma premissa falsa. Subsídio é teto salarial, é sinônimo da ADI 4167 que foi rejeitada pelo STF (que pena que o advogado da CNTE que entrou com a ADI contra o subsídio não tenha lido nosso blog antes para usar este argumento, que é fortíssimo). Ou seja, o subsídio é somatória do vencimento básico antes da aplicação do piso com as gratificações, resultando numa totalização de salário abaixo do que deveria ser pago. Em outros termos, subsídio é confisco, na melhor das hipóteses. Na pior, pode ser considerado também um calote, ou, em termos atuais da política do governo para a Educação, um piso-tampão.

Mas, se a segunda hipótese, a da falta de dinheiro em caixa, for a verdadeira, a situação requer uma outra abordagem. A primeira coisa que precisamos deixar claro, logo de início, é que o piso salarial dos educadores, criado por lei federal, não se restringe aos orçamentos regionais. Embora o piso tenha que ser pago pelas redes de ensino regionais (estaduais e municipais), sua aplicação plena vem garantida pela cooperação entre as três esferas de poder - Federal, Estaduais e Municipais.

Não havendo dinheiro em caixa para pagar o piso, caberá ao ente federado (estado ou município) apresentar as contas da Educação detalhadamente, comprovando a impossibilidade de pagar o piso, e com isso solicitar a devida complementação por parte do Governo Federal. O MEC, órgão federal que o governo mineiro reconhece como aquele que define o valor do piso - e o indica para a comunidade -, estabelece, igualmente, as condições para que os governos estaduais e municipais solicitem a ajuda da União. Entre essas condições está a correta aplicação dos 25% da receita dos estados e municípios, como manda a nossa Carta Magna.

Ora, os governos podem até se recusarem a pagar o valor integral do piso reivindicado pelo sindicato - R$ 1.597,00 para a jornada de 24 para o profissional do ensino médio -, mas não podem, de maneira alguma, deixar de aplicar aquela porção mínima reconhecida pelos próprios governos, incluindo o governo de Minas. Ou seja, o governo de Minas tem a obrigação constitucional de pagar pelo menos o piso proporcional do MEC, aplicado ao vencimento básico, sobre o qual devem incidir todas as gratificações e vantagens.

Infelizmente, é preciso reconhecer que o sindicato, com o respaldo da assembleia da categoria, acabou por fixar o valor do piso indicado pela CNTE como sendo aquele valor absoluto, citado inclusive em todos os textos, incluindo as ações que foram apresentadas na Justiça e no Ministério Público. O nosso blog havia alertado para este erro de avaliação inicial, embora, a posteriori, tendo sido matéria já aprovada pela assembleia da categoria, disséssemos que isso não impediria a luta pelo piso, mesmo sendo o do MEC. E que mais tarde faríamos a pressão em Brasília, para que o MEC corrigisse o valor do piso.

O governo pode até recusar-se a pagar o valor cobrado pela categoria, mas não pode fugir da obrigação constitucional de pagar, no mínimo, o piso proporcional do MEC, ou seja, os R$ 712,20 de vencimento básico (fora as gratificações) para o profissional com ensino médio (PEBI A), os R$ 1.060,00 para o profissional com ensino superior (PEB3 A) + as gratificações, e assim por diante, de acordo com a tabela salarial do antigo sistema remuneratório.

O argumento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), como já dissemos aqui anteriormente, não pode ser utilizado para deixar de pagar o piso. Primeiro porque este se trata de uma lei federal que não apresenta qualquer artigo com essa restrição específica. Pelo contrário: a Lei do Piso impõe que se pague o valor do piso enquanto salário inicial, abaixo do qual nenhum profissional do magistério poderá deixar de recebê-lo. Como elucidou um parecer do TCE de Pernambuco, a LRF e a Lei do Piso têm características diferentes, mas não conflitantes. Cabe aos governos em primeiro lugar aplicar o piso; caso ultrapasse os limites da LRF, cabe ao estado proceder aos ajustes necessários para atingir os tais limites, nos próximos dois quadrimestres. E estes ajustes devem começar pelos salários e cargos de confiança da turma de cima, não do pessoal da Educação, que ganha salário de fome.

Como se isso não bastasse, é preciso levar em conta que o piso salarial nacional foi arquitetado com a premissa de que os recursos do FUNDEB, complementados pelos investimentos da União, seriam suficientes para bancar tais investimentos. Trata-se de um sistema nacional cooperado, que não pode se submeter às limitações regionais, pois do contrário perderia completamente o seu conteúdo e o sentido para o qual foi criado. Se cada ente federado apresentar a sua desculpa para não pagar o piso, ocorre aí a quebra da isonomia, pois os educadores de uma dada região teriam acesso ao piso, enquanto que os outros não, contrariando com isso a determinação constitucional de assegurar uma Educação pública de qualidade para todos os brasileiros.

O governo de Minas pode estar quebrado, mas ele recolhe mensalmente os impostos do ICMS (que vem crescendo mais do que na China, lembram-se?) e outros, e os repassa automaticamente, em percentual de 20% do total, para o FUNDEB. Esta receita, juntamente com a complementação da União, devem garantir o pagamento do piso. Além disso, os 25% da receita da Educação são maiores do que a receita do FUNDEB.

A questão do piso salarial é uma questão particular dos educadores, uma conquista nacional dos educadores, e não pode ser comparada aos problemas de reajustes salariais de outras categorias. Digo isso porque um jornal regional - o Hoje em Dia - estampou uma matéria dizendo que o estado só dispõe de R$ 10,00 por servidor para aplicar algum reajuste salarial. O piso do magistério não está subordinado a estas limitações quantitativas, que são abordadas sem investigar as diferenças e as realidades de cada categoria. A PM, por exemplo, terá 100% de reajuste, mesmo não tendo uma lei federal aprovada.

Os governos estaduais e municipais, ao invés de aplicarem o calote nos educadores, como vêm fazendo, deveriam estar articulando entre si e com o governo federal a retirada da folha de pagamento do pessoal da Educação dos limites da famigerada LRF. Ou até mesmo a federalização, nos moldes que já apontamos aqui no blog. Mas, de qualquer forma, têm que pagar o piso.

Nada menos do que isso pode ser aceito pela categoria. Não queremos subsídio, que representa a destruição da nossa carreira e o descolamento da Lei do Piso, tão dura e demoradamente conquistada.

Então, que o governo mineiro deixe de fazer jogo de cena para a população, pare de prejudicar os alunos e pague aquilo que é direito líquido e certo dos educadores, ou seja, o piso (mesmo que seja o proporcional do MEC) e as gratificações e vantagens incluídas no nosso plano de carreira.

Não aceitaremos nada diferente disso, pois estamos cobrando o que é legal e o que é legítimo, inclusive já com grande atraso, graças à procrastinação dos governos regionais, do STF e dos ministérios públicos. Já estamos sendo castigados covardemente por um governo que age através de métodos despóticos, cortando e reduzindo ilegalmente nossos vencimentos salariais. Não aceitaremos ficar sem o piso.

Por isso, colegas, o nosso chamamento para que se mantenham firmes na luta, firmes na greve, ampliando a nossa mobilização e pressão direta, tanto sobre o governo de Minas, quanto sobre o governo federal e demais governos e poderes constituídos, para que respeitem os educadores e a Educação pública no estado mineiro e no Brasil.

Sem o piso, não pisamos na escola!

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***

"Anônimo:

Olá, pessoas queridas,
Mais de 1 hora da manhã... Essa greve e suas complicações estão me tirando o sono, apesar de estarmos na reta final. Resolvi escrever um pouco sobre o comportamento de alguns colegas (por favor, me desculpem se não forem os professores), que não têm poupado o uso de palavras de baixo calão. Devemos ser elegantes, mesmo por detrás dessa telinha. O jeito como escrevemos diz muito de nós. O Euler já deve estar cansado, e, por isso, talvez, deixe escapar vez ou outra alguma mensagem com essas características. Até ofendido ele já foi... Fiquei muito chateada. Detesto aquela gargalhada virtual!!! É puro deboche e ele não mereceu aquelas colocações a respeito de uma possível candidatura. Aplaudi sua resposta, Euler: séria, coerente, certeira. Tivesse eu escrito aquelas bobagens em relação a você, estaria morta de vergonha e de arrependimento.
Está certo, o Blog nos oferece um espaço democrático, mas não exageremos. Sejamos dignos de sermos chamados de educadores. Podemos nos indignar, sim, mas nunca perder a compostura.
Confesso que não tenho lido os posts escritos todos com letra maiúscula. Tenho a impressão de que a pessoa está gritando comigo, além de dificultar a leitura. Muitas vezes, um ou outro internauta, foge do assunto, do foco – tudo bem, não vejo problema nisso. Um pouco de alegria e descontração não fazem mal a ninguém. Mas devemos evitar a grosseria gratuita e a falta de bom senso.
Não fiquem zangados comigo, por favor, mas eu não poderia deixar de enviar essa mensagem. Alguns vão dizer que me escondo no anonimato – não tem importância. Sou o que sou. Aqui, na Internet, na minha sala de aula, em qualquer lugar. Ninguém nunca vai ofender a memória de minha mãe, chamando-me de mal-educada e malcriada.
Desejo a todos uma terça-feira proveitosa, um dia a mais para a gente ter esperança.
Paz!!!
Com carinho / Eu."



"Luciano História:

Amigo Euler, mudei de ideia, eu aceito o subsídio, sim, não estou ficando louco,aceito sim o novo, o moderno, o simbolo do Minas avança

aceito um subsídio de 2500,00( olha que esse valor ainda é baixo) num cargo de 24 horas ,o governo posicionando todo mundo em sua letrinha mesmo com progressões de apenas 2,5% um profissional no final de carreira iria receber mais ou menos 3525,00, além do mais com a garantia que esse subsídio iria dobrar daqui 4 anos ficaria feliz da vida recebendo através do subsídio, já pensou quem tem dois cargos, vai dá até pra viajar nas ferias.

Professor reclama demais, recebemos da mesma forma(subsídio) que os deputados recebem,valorizar o tempo?Bobagem, o senador Sarney que tem anos de senado não entra em greve só pelo fato do novato Aécio receber o mesmo valor dele.

Fixar o nosso salário ao piso é besteira, temos que fixar nosso subsídio ao salário do senado, o piso sobe entre 15% à 25% ao ano, o subsídio dos senadores sobe 60%.

No aumento do valor do piso ano que vem com certeza eles vão utilizar a desculpa da crise assim como fizeram em 2009 para não ser de acordo com custo aluno.

nós de Minas , o Estado moderno,a China das Américas,recebendo um subsídio de 2500,00 que vai dobrar o daqui 4 anos não vamos está nem aí para o tal piso do governo federal."


"maria:

Pra começar, o desgoverno e suas secretarias não estão nem analisando mais o que falam. em algumas divulgações dizem que já paga até mais que o PISO NACIONAL através do tal subsídio. E em outras divulgações, dizem que o orçamento de Minas não comporta para pagar o PISO NACIONAL dos servidores da educação que é algo por lei. Na verdade, pensa que com isto consegue nos enganar. Se o orçamento de Minas não é suficiente, busque recursos no governo federal, todos sabem que a complementação foi oferecida, basta ter competência e cumprir com as exigências para solicitá-la. É, pensando bem, vai ser algo muito compricado de cumprir com tais exigências senão, como farão os desvios de dim, dim para as inúmeras propagadas enganosas e uma infinidade de coisas que acontece no mundo desses enganadores...
Pra finalizar, só desejo muita sorte p/ todos nós."


"Ana:


Euler, bom dia!

A greve municipal de Ipatinga acabou ontem. Eles conseguiram o piso? Qual foi a negociação, vc sabe?

Aguardo resposta.

Ana"


"Priscila Stuart:

Olá, guerreiros! Gostaria de lembrar aos que assim como eu estão passando o perrengue de ter o salário confiscado, que na folha do mês que vem será creditado o pis/pasep para quem tem direito (só mais uma prova de que recebemos menos que 2 salários mínimos) e no mês de outubro teremos o 14º, ou seja, dá pra levar essa greve por no mínimo mais 2 meses se o nosso desgovernador assim desejar. E àqueles que não aderiram à greve ainda, por favor, vcs só terão corte no pagamento no mês de novembro, portanto, estão esperando o que para engrossar a nossa luta? Vamos lá, pessoal, está na hora de nos unirmos.... agora mais do que nunca!!!! FORÇA NA LUTA!"


"Anônimo:

bom dia a todos.
prezada colega que se sente ofendida com a escrita em maiúscula. estou respondendo por mim.escrever em maiúsculo facilita para quem não tem tanta habilidade com as teclas.faço o que for preciso no computador mas digitar ainda sou um pouco lenta. como sou apressada prefiro fazer assim.
com relação a postura, às vezes e preciso deixar a mordaça cair sem atingir o chão.
PAZ E BEM.
BOM DIA .
SUCESSO."


"Biobira:

Euler, me ajude!
Postei esta dúvida no blog da Beatriz e esta ainda não me respondeu.
Estou em greve desde 08 de junho e comecei esta greve preparado para suportá-la, já esperava inclusive o corte de salário. Minha dúvida é o seguinte: Sou obrigado a repor as aulas? Não faço questão que o governo reponha meu salário, posso dizer futuramente na escola que trabalho que não quero repor e que eles então designem um substituto? Queria saber se tenho o direito legal em optar por não repor visto as circunstâncias."


"Anônimo:

Euller,
MG tem é muito dinheiro sim.
Aumento de vários cargos comissionados nas SRE, SEEMG (1340 cargos com salarios altíssimos) para apadrinhados, 10 professores para o PIP 2 em cada SRE com salario de 2200,00 mais vantagens isso X 46 SRE mais SEEMG, fora passagens e diárias. Façam as contas porque assim é difícil pagar o piso.
Leia Contagem"


"Ruy Aguiar:

Caro Euler e amigos de luta,
Certamente o governo não tem o dinheiro, por isso faz este jogo de cena, tentando ganhar tempo e convencer a opinião pública de que é um governo sério. Mas e o tal choque de gestão? Não era para ajustar as contas e sobrar dinheiro? E o déficit zero? A dívida do estado passou de 14 bilhões para 67 bilhões e ainda falam em déficit zero? Que eficiência é essa? A secretária disse que a greve é para "causar constrangimento" ao governo. Ora, quem não faz nada errado não pode se sentir constrangido, só se sentem assim porque os educadores estão denunciando suas mazelas e sandices, desnudando os desmandos, a verdade sobre as contas apresentadas de forma maquiada para dar a impressão de eficiência. De acordo com especialistas paulistas Minas cresce menos que o Brasil e não como a China como vem alardeando as propagandas do governo. Isto é triste, pois sabemos que o governo federal pode complementar nossos salários, mas o governo mineiro não quer abrir as contas para não revelar tais manobras, que gasta de forma tresloucada o dinheiro da Educação em outras empreitadas.
Ruy Aguiar"


"Anônimo:

Que feio!!
Mais uma da mídia , totalmente, vendida!
Anuncia que os professores pedem esmola na frente de um BANCO no centro da CAPITAL B.H e nem mais um comentário? Nenhum manifesto quanto a isso?
Essa é a mídia que boicota qualquer denúncia por parte dos professores.
Lógico , quando a denúncia é contra o governinho que hora está instalado em MINAS. AZIA! argh!
Muito bem SR. EDUARDO COSTA ( jornalista)!
Em determinados momentos abre a boca para "apoiar", e hoje, claramente, EMUDECEU diante de um chamado dos professores para a grave situação na qual estamos inseridos.
Quanto mais fico atento ao nosso movimento, muito mais conheço a mídia, colegas(pelegos), etc. etc.. MAIS TENHO NOJO!!
greve, GREVE, E GREVE!
Convoco, convido os pais e alunos para estarem junto com aqueles que todos os dias enfrentam mil dificuldades para oferecerem o melhor dentro das salas de aula.
Não esqueçam: não pedimos aumento de salário.
Estamos solicitando o cumprimento de uma lei.
Salário em julho de 2011- 550,00
19 ANOS NO EXERCÍCIO DA FUNÇÃO
3 CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO!
Um abraço aos que estão nessa justa luta!"


"Luciano História:

Euler, no blog da Beatriz ela disse que nós que entramos depois da reforma administrativa temos direito a biênio, quando eu entro na minha vida funcional diz que não existe registro de biênios, no meu contracheque vem escrito gratificação por docência (pó de giz) e a PCRM mais a VTI, desculpe minha ignorância mais PCRM ou VTI virou biênio ou foi um erro da Beatriz?"

Comentário do Blog: Deve ter sido alguma confusão, pois biênios e quinquênios foram cortados de quem ingressou na carreira após a reforma (confisco) de 2003. Mesmo daqueles que já estavam antes da reforma, mas ficou 300 dias fora de sala também perdeu tais gratificações. As demais gratificações - pó-de-giz, gratificação por pós-graduação - continuam.

"LEIA: o Jornal do José Elias Issa:

Caro Euler e companheiros de luta

"Sem o PISO, não pisamos na ESCOLA."
======= . . .
"Quem abandona a luta,
não poderá nunca saborear o gosto de uma vitória."
Textos Judaicos
. . . ========

"Primeiro eles te ignoram, depois riem de você,
depois brigam, e então você vence."
(Mahatma Gandhi)

Abraços a todos os companheiros e até a VITÓRIA.
Gleiferson Crow
LEIA: o Jornal do José Elias Issa http://leiajeissaeemg.blogspot.com/"


"Anônimo:


SE DE FATO OS PAIS DE ALUNOS CONSEGUIREM TAL FEITO, VAI SER UM PRATO FEITO PARA DESMASCARARMOS O AECINHO PRÍNCIPE DAS GERAIS NACIONALMENTE E, MOSTRAR QUE MINAS GERAIS É UMA VERDADEIRA FARSA MONTADA PELO ANASTASIA E , RENATA VILHENA ! SOBRE SUA COORDENAÇÃO, DIGA NÃO AÉCIO EM 2014.

http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/2011/08/09/internas_educacao,244077/associacao-de-pais-de-alunos-aciona-justica-para-adiar-as-provas-do-enem.shtml"

"Anônimo:

É incrível perceber como este (subsídio) é desmoralizante! O edital do concurso deixa claro o valor inicial de R$ 1.320,00. Tenho 10 anos de efetivo no estado e recebo por isso (no subsídio) os mesmos R$ 1.320,00. Para onde foi a valorização do professor com esse subsídio? Quero meu piso, agora mais do que nunca...."

"GRAÇA:

Bom dia Prof. Euler,

Voce estava certo e eu tb, mesmo reconhecendo o valor irrisório do piso oficial do MEC, ao insistir no valor do piso de 1.597,00 o Sindute continua dando munição ao governo. É aconselhável aceitar o piso oficial e depois lutar por sua correção. A rede Globo melhorou um pouco para divulgar o movimento, veja:

Atualizado em 09/08/2011 09h58
Greve entra pelo segundo semestre letivo em Minas Gerais
Governo e categoria não se acertam sobre valor do piso.
Greve atinge 18% das escolas, diz secretaria; sindicato estima adesão de 50%.

De acordo com a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, a paralisação atinge 18% das 3.777 escolas públicas estaduais: 2% estão totalmente paradas e outros 16% em paralisação parcial. Para o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), a adesão é maior e atinge 50% das escolas.
O Sind-UTE/MG reivindica um piso salarial de R$ 1.597,87 para jornada de 24 horas e Ensino Médio de escolaridade. O valor defendido pelo sindicato segue cálculo feito pela Confederação Nacional dos Trabalhadores de Educação (CNTE).

No dia 6 de abril, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a lei que criou o piso nacional de salário do professor, fixado em R$ 1.187,97 para este ano. A decisão considerou como piso a remuneração básica, sem acréscimos pagos de forma diversa pelos estados. O Sind-UTE alega que o cálculo do Ministério da Educação está defasado.

Remuneração em Minas

A forma de pagamento adotada pelo governo de Minas Gerais em janeiro deste ano é chamada de subsídio e incorpora todas as gratificações, vantagens, abonos e adicionais recebidos pelos servidores numa parcela única. Servidores puderam solicitar a transferência para o modelo anterior, chamado de vencimento básico. O prazo vence nesta quarta-feira (10). Para estimular a categoria a optar pela remuneração na forma de vencimento básico, o sindicato realizada assembleia estadual nesta terça-feira (9) e participa de mobilização nacional em Brasília na quarta-feira (10). O sindicato critica que o subsidio é remuneração total e não vencimento básico e, portanto, não seria piso.

No sistema anterior, a remuneração é composta de: salário-base (ou piso) e gratificações, abonos, adicionais etc. O salário-base de um professor com formação de nível médio em início de carreira é de R$ 369,89 para uma jornada de 24 horas semanais. Com adicionais, o valor chega a R$ 935, segundo o sindicato. Se esse professor quiser permanecer no subsídio, ganhará R$ 1.122, sem outros adicionais. Ainda de acordo com a secretaria, com a adoção do novo sistema em parcela única, a partir de janeiro deste ano, todos os servidores da educação tiveram ganhos reais em seus salários. No caso dos professores, segundo levantamento feito pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), cerca de 23% dos professores de educação básica de Minas Gerais tiveram aumento de mais de 40% nos salários. Outros 41% tiveram reajuste entre 10% e 40%. E para 36%, o aumento foi de até 10%.

artigo na integra aqui:
http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2011/08/greve-entra-pelo-segundo-semestre-letivo-em-minas-gerais.html"

"Educadora Mineira:

Prof. Euler, parabéns pela informação e pela qualidade dessa informação. Seus textos são sempre muito precisos e claros.
Nós, os leitores deste blog, agradecemos a sua extrema colaboração nesse processo. As informações que obtemos são por intermédio deste blog.
Muito obrigada!
Abraços!

Educadora Mineira"


"Educadora Mineira:

CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O 3º ano

Os professores do 3º ano já estão sendo informados da contratação para os seus lugares, a partir de amanhã. Os Diretores já estão comunicando reunião com o Corpo Docente, hoje, nas escolas.

Educadora Mineira"


"marcia:

O governo autoriza contratar professores para substituir grevistas. Mas não é contra Lei, ah, esqueci que ele não as cumpre.
Professor com P maiúscula não deverá cair nessa.
É importante ressaltar que é a última cartada e forma de pressão. Fiquem atentos.
è preciso que os professores que tenham um mínimo de dignidade não vá substituir colegas que estão lutando pelo bem de todos."


"Anônimo:

Alguém tem alguma informação sobre o fim da greve em Ipatinga?(rede municipal)"

Comentário do Blog: Eis a nota retirada do blog do Sind-UTE de Ipatinga:

"REDE MUNICIPAL - Acordo entre Sind-UTE e PMI encerra greve dos professores

Em assembleia da categoria, realizada na noite de segunda-feira (8), os professores da Rede Municipal de ensino decidiram encerrar a greve, iniciada em 8 de junho. “Finalmente, o prefeito nos apresentou uma proposta que contempla nossas principais reivindicações e que nos permite retornar às aulas com a consciência do dever cumprido. A negociação somente foi possível após intensa mobilização da categoria e abertura de diálogo com vários atores sociais: comunidade escolar, Câmara de Vereadores, Conselho Consultivo, que, juntamente com a direção do sindicato, não mediu esforços para colaborar”, declara Feliciana Saldanha, Coordenadora Geral da Subsede do Sind-UTE de Ipatinga.

Dentre as principais reivindicações dos professores, estavam: o cumprimento da Lei do Piso Salarial, garantia da extensão da jornada, manutenção do regime geral de previdência. Segundo o Sind-UTE, direitos que estavam ameaçados pela Administração Municipal.

“Conseguimos assegurar pontos importantes de nossa pauta. Por isso avaliamos que é uma vitória da categoria, que se mobilizou, ocupou as ruas, denunciando para a sociedade os problemas que a educação vem enfrentando, como o descumprimento de acordos por parte da Administração Municipal. Fundamental também foi o apoio recebido de toda a comunidade, sobremaneira dos pais e mães, que compartilharam conosco a preocupação com a educação, não mediram esforços para garantir reabertura e continuidade das negociações, assim como da Câmara de Vereadores”, declara Feliciana Saldanha, coordenadora do Sind-UTE/MG, subsede de Ipatinga.

Para Feliciana Saldanha, o país tem uma dívida histórica com a educação e seus profissionais. “É uma categoria que vem sofrendo, ao longo dos anos, com a desvalorização e desprestígio por parte dos governos e, consequentemente, da sociedade. É mais que hora de resgatar isso e obter o reconhecimento social a que nossa categoria faz jus, pelo trabalho que realiza, formando cidadãos e contribuindo para a construção de uma nação mais justa e mais próspera para as próximas gerações. Por isso que, em todo o Brasil, os trabalhadores em educação estão mobilizados pelo cumprimento da Lei do Piso. Ela é um instrumento de valorização profissional e de melhoria na qualidade da educação pública, além de corrigir distorções salariais entre os educadores do país”, frisa Feliciana Saldanha.

O Sind-UTE/MG avalia positivamente o movimento grevista: “Voltamos às nossas atividades com a consciência do dever cumprido. Infelizmente, não depende somente dos educadores para que a comunidade tenha educação de qualidade. Cada um tem de assumir sua parte e, quando um não cumpre, o resultado não é bom. Agora é manter alerta para que o acordo seja cumprido e não tenhamos que realizar nova greve para isso. De nossa parte, a lição é ‘lutar sempre, sem desistir jamais’”, finaliza Feliciana Saldanha." (Fonte: http://sinduteipa.ning.com/)"

Comentário do Blog: Parabéns aos combativos colegas educadores da rede municipal de Ipatinga, pela corajosa luta que travaram contra o desgoverno municipal de Ipatinga, e pela conquista do piso.

"
Anônimo:

Isso é simples de resolver: Professores do 3º voltem para a escola deem um dia de aula e entrem em greve novamente."

"
Anônimo:

Contratação de professores!!!
Isso! Deve ter um número expressivo de professores experientes e desempregados.

Vamos ver até onde esse governo pretende ir?
Cumpra a lei do PISO e terá os EDUCADORES de volta.

Não cumpra a lei, reserve, continue saqueando o que é nosso POR DIREITO e não apenas os MESTRES irão sofrer as consequências desse descaso.

As consequências já estão aí para quem quiser ver. GREVE de mais de 60 dias.

Ano passado - 47 dias de revolta.
O que mais vem pela frente?
Acorda sociedade mineira!
GREVE! greve! greve! GREVE!!!!
"

Comentário geral do Blog: Pessoal da luta, saio agora para o almoço e depois para a assembleia geral da categoria, no pátio da ALMG. Volto à noite para o nosso relatório de costume. Um forte abraço e força na luta! Até a nossa vitória, com o piso implantado no vencimento básico mais as gratificações!

De volta ao bunker:

Pessoal do combate, acabo de chegar no bunker (20h20m). Tenho 20 comentários para postar. E depois vou tomar um banho, tomar um chá com biscoito, descansar em seguida uns 20 ou 30 minutos, e mais tarde faço o relatório de praxe.

De imediato quero adiantar alguns pontos: 1) a greve continua! A assembleia, com mais ou menos 7 mil educadores votou por quase unanimidade pela continuidade da greve; 2) percebe-se que a turma está animada e disposta a manter a greve até a vitória final; 3) conversei com muita gente de todas as regiões de Minas. A greve está presente em todo o estado, mesmo parcialmente em muitas escolas. Mas, as pessoas estão firmes, dispostas a continuar em greve. Sem o piso, disseram-me, não voltam para a escola; 4) amanhã haverá uma reunião no Ministério Público entre o sindicato e o governo; 5) amanhã também é o último dia para opção de retorno ao antigo sistema remuneratório. Quem puder, entre em contato com os colegas que ainda não fizeram tal opção, na ativa ou aposentados; 6) a próxima assembleia será no dia 16, terça que vem, data da paralisação nacional dos educadores pelo piso salarial nacional; 7) percebe-se que o governo já não tem mais nada para fazer para tentar nos intimidar. Venceremos.

Um forte abraço e até mais tarde!

"
Marilene:

Boa noite, professor Euler, quero ti parabenizar pelo maravilhoso informante blog e dizer sou leitora assídua. Vi a publicação feita pelo AZIA sobre a contratação de cerca de 3mil professores para substituir os grevistas. E também informar que aqui na cidade onde eu moro (Cataguases) e na escola que eu trabalho somente 3 professores paralisaram sua atividades. Diante dos acompanhamentos que venho tendo de seu blog estamos reunindo para também fazermos nossa greve. Eu, particularmente estava de férias prêmio,e quando retornei já estava com essa ideia. Mas diante do quadro que encontramos é vergonhoso continuar esperar que mais gente tome a decisão inicial. Amanhã já não irei dar aula. E tenho informação que mais professores já estão se reunindo para entrar em greve. Portanto muitos agora estão acordando e aderindo.
Abraço a todos que Deus nos abençoe nesta luta.
Marilene"

"
EDUCADORA:

Euler,
Já que com este governo não tem conversa, porque ele nos ignora, deveríamos acionar a instância Federal. Chega de humilhação! Ter que ficar implorando por algo que é nosso de direito, e pior, uma miséria! Estamos desgastados, tem que haver um jeito, um caminho mais rápido de tudo se resolver. Não dá pra ficar "chovendo no molhado", com ditador não há diálogo muito menos negociação. Não desisto nunca de lutar e ficarei em GREVE até o PAGAMENTO DO NOSSO PISO SALARIAL! Só penso que deveríamos trilhar outros caminhos... Quando a nossa Greve repercutir nacionalmente, aí tomarão as providências cabíveis, seremos atendidos, terão que PAGAR O PISO!
"

"
EDUCADORA:

Servidores da educação, precisamos derrotar este governo e salvar a Educação Pública Mineira das mãos deste ditador. Amanhã, dia 10/08, é o último dia para retornar à CARREIRA ANTIGA. Caso você ainda não optou, corra, vá a SRE e faça já a sua escolha, senão estarás se curvando para sempre ao opressor. Ah! Outro recado: GREVE ATÉ O PAGAMENTO DO NOSSO PISO SALARIAL! AnastAZIA precisa compreender que a "ERA" agora é outra, ele está congelado no tempo."

"
Anônimo:

LEI DE GREVE
(Art.7. Lei 7783/89) parágrafo único. É vedada a rescisão de contrato de trabalhadores durante a greve, bem como a contratação de trabalhadores substitutos.
Ninguém é obrigado a cumprir ordem que sejam contra a Lei. Atenção diretores e inspetores.
Se isso acontecer chamem a policia.
"

"
EDUCADORA:

Euler,
Ninguém mais quer cursar faculdades na área de educação, exatamente pela realidade vergonhosa que se encontra a educação no país e em Minas. Quando algum professor se afasta por algum motivo, sua vaga fica afixada dias, semanas, meses e ninguém aparece para pegar. Os alunos, por sua vez, ficam dias ou meses sem aulas de determinadas disciplinas porque não acha professor habilitado. Para o governador conseguir professores para nos substituir terá que sair distribuindo diplomas falsos por aí, para qualquer um, com custo zero e ainda assim corre-se o risco de não encontrar candidatos interessados. Portanto, deixa de besteira governador, qualquer "coisa" ou serviço dá mais dinheiro do que ser professor. Para de querer bancar o "poderoso chefão" e vai exercer a sua função, PAGA O NOSSO PISO SALARIAL e tudo se resolverá. GREVE ATÉ O PISO!
"

"
Solange:

Euler, tenho ficado aqui quieta só lendo seus Posts, lendo as notícias no ESTADO DE MINAS e numa revolta de dar gosto... agora não falta mais nada, o "Anesteazia" vai contratar 3000 substitutos... parabéns!
Dentro da Lei de greve pode haver contratação (mesmo que temporária) de substitutos? Acho que é mais uma falta gravíssima desse Desgoverno e suas "Miquinhas amestradas". Companheiro, está difícil, mas não impossível nem inatingível, só resta ter paciência e manter o "bom humor". Meu fraterno abraço e, até a vitória. Solange
"

"
EDUCADORA:

Euler,
Do jeito que este governador é um FORA DA LEI, é bem capaz de aceitar qualquer um para nos substituir, creio que o critério será: sabe ler e escrever algumas palavras, diferencia letra de número, faz algumas continhas? Está apto, pode contratar. Sem falar que para pessoas com este perfil, o salário de 369,89 estará excelente, não acha? Com professores deste nível, imaginem como os nossos alunos sairão realmente bem preparados para o ENEM e os vestibulares! É capaz deles não conseguirem fazer nem aquela Provinha Brasil, que é ridícula de tão fácil! Depois o governador irá para a mídia fazer propaganda enganosa sobre a qualidade na educação pública mineira! Eles acreditaram!... Governador, a sociedade já sabe que para formarmos alunos competentes precisamos de PROFESSORES COMPETENTES e isto não se consegue da noite para o dia! Governador, PAGA O NOSSO PISO e ACABA COM ESTA PALHAÇADA, escola não é picadeiro!
"

"
Ana:

Com que dinheiro o governo irá pagar os profissionais substitutos? Ele deveria parar de intransigências e negociar com a CATEGORIA, isto seria atitude de um governo sério que respeita o trabalhador e zela pela educação pública de qualidade, o que não é o caso do nosso. O governo nem aparece para negociar com a CATEGORIA, não manda representantes e depois tem a cara de pau de ir para as rádios e TVs dizer que está aberto à negociações. Quanta MENTIRA! O que ele quer é impor a todos as suas ideias e propostas, não sabe ouvir e dialogar. Está na hora de termos atitudes mais radicais contra este governo que não respeita os educadores e a sociedade de um modo geral. Pessoas como ele não merecem o PODER..."

"
EDUCADORA:

Euler,
Espero que nenhum professor do 3º ano retorne às salas de aulas, amanhã ou qualquer outro dia, só por causa deste jogo baixo do governo em contratar professores substitutos. Este Desgovernador está mais uma vez infringindo a Lei que garante ao trabalhador o direito à greve. Temos que continuar firmes e unidos, a vitória chegará! Greve até o PAGAMENTO DO NOSSO PISO SALARIAL!
"

"
Diego Velasco:

Avante na luta companheiros! Gostaria de pedir o apoio dos colegas da escola estadual em ITUETA, que têm recebido os alunos da nossa escola em nossa saudosa cidade irmã, vos conclamo a entrarem na luta mesmo que de forma tardia para que juntos possamos colher o fruto da luta que toda categoria vai alcançar, vamos nos unir para enfrentar o momento tão difícil e constrangedor, lembrem-se "...e o cordão de três dobras não se rompe tão facilmente" Eclesiastes 4:12"

"
Anônimo:

Vamos continuar twittando, ate a nossa vitoria, mostrando sempre a verdade.


GREVE EM MINAS.Quer a correção do piso salarial, cobra valor apenas ao vencimento básico, sem incluir as gratificações. http://www.youtube.com/watch?v=x4irp3l7jxg
"

"
Anônimo:

GOVERNO DE MINAS GERAIS ANASTASIA MOSTRA SUA INCAPACIDADE DE NEGOCIAR COM OS GREVISTAS E ANUNCIA CONTRATAÇÃO DE CERCA DE 3 MIL PROFESSORES."

"
Aparecida:

Euler,
A área de Educação é tão fundamental para o desenvolvimento de uma nação que não pode continuar sendo ignorada por um governo. Anastasia está destruindo a educação pública. A atitude de ignorar os educadores demonstra a fraqueza, o desespero e a irresponsabilidade do seu governo. FORÇA PROFESSORES, vocês são mais fortes! GREVE, GREVE E GREVE...
"

"
Anônimo:

Pessoal,
Esta de contratar professores para nos substituir é mais uma das estratégias covarde e cruel deste DESgoverno, que ao invés de negociar com a CATEGORIA prefere dar golpes baixos. Não caiam nesta. Jamais encontrará, em número suficiente, pessoas habilitadas para nos substituir! Ele está desesperado e disposto a fazer de tudo para nos pressionar. Será que teremos que provocar uma revolução?
"

"
jrddias:

Em resposta a reportagem, (http://noticias.uol.com.br/educacao/2011/08/09/professores-de-minas-gerais-decidem-continuar-greve.jhtm#comentarios)
postei o seguinte comentario:

O Governo de Minas não paga o Piso Salarial. Mas articula uma estratégia de confundir a sociedade, nos desmoralizar e, com isso, não realiza a negociação do cumprimento da Lei Federal 11.738/08.

A melhor prova de que o governo não paga o Piso Salarial é o contracheque de cada trabalhador. Este meio com argumentos para nos intimidar, veio com corte salarial, tirando o dinheiro do bolso do professor, tirando o pao da mesa.

Outra questão, foi criada uma lei estadual estabelecendo o subsidio, em resposta a ADI 4167, alegando no STF que o piso nacional seria o teto. So que a lei nos possibilita receber pelo sistema remuneratorio que tinhamos em dezembro, que inclui o vencimento básico, acrescido das vantagens, quinquênios (10%), biênios (5%) e gratificação de pós graduação (10%). Cerca de 80 mil servidores, preferem receber o salario nesta forma, a secretária de educação disse que está em extinção este sistema, a lei garante o direito. Piso e lei.

jrddias
"

"
Anônimo:

Oi Euler
Já descansou?
Dê uma passadinha no site da see. La gorgonzollona afirma reconhecer o direito à greve but, preocupa-se com a acessibilidade dos alunos do terceiro ano às universidades. currupaco...
currupaco..."

"
Anônimo:

Entre mesmo caros tampões, e no primeiro contracheque estaremos juntos na greve cobrando o piso Federal "

"
Cruzília-MG:

Euler, gostaria que se possível vc como maior Informante de nossa campanha salarial, que se fosse possível vc me respondesse essa questão. O piso que lutamos em 2011, não vai atingir toda a classe dos educadores e sim apenas os professores graduados, assim eu entendi o que esta na lei, eu posso pensar assim, pois na minha escola, os ATBs forão e são empenhados na nossa luta, e sempre me questionam sobre isso, e eu estou sem saber o que responder. Desde de já aguardo e agradeço pela resposta."

"
Anônimo:

Gasolinha meu lugar no terceirão está a disposição, espero que não seja pra vc, pois, meus alunos não merecem uma incompetente como a Vossa Senhoria.
O avanço de nossos alunos nada se deve a você e a esse Timóteo de brogodó, e sim a esses bravos colegas que os desafiam, embasados em Lei quando cobra o piso nacional sonegados por esse governo que nunca é alcançado pelos rigores da lei devido às sua tramoias.
"

"
Anônimo:

Vamos twittar:

Professores de Minas Gerais decidem continuar greve
Governador Anastasia do PSDB, cumpra Lei Federal 11.738/08. Lei.

Vamos a luta continua, nosso piso, valorização do professor esta próximo, estou confiante
."

"
Giovane Diniz (Pipoca):

ADIN contra o Subsídio.
Vejam o andamento no STF.
O subsídio está com os dias contados.
Anastasia e o Presidente da assembléia Diniz Pinheiro, terão que dar esclarecimentos ao STF conforme consta no acompanhamento processual.
Segue o Link.

http://www.stf.jus.br/portal/processo/verProcessoAndamento.asp?numero=4631&classe=ADI&origem=AP&recurso=0&tipoJulgamento=M.
"

"
Anônimo:

Ola pessoal, reclamei como assinante do uol que so falavam da greve do Rio, porque nao mencionavam Minas tambem, hj eles fizeram a divulgação tb da nossa greve, a fala do sindicato foi pouca, mas com certeza, demonstra e divulga a situação da nossa GREVE, sem falar no album de fotos muito positivo. Segue o link.
E agora governador, a GREVE vai tomar espaço no Brasil, acorda, cumpra a lei do PISO, ainda ha tempo de ficar bem na fita, provar que e capaz de sobreviver a sua resistência.

LEI é LEI, deve ser cumprida.
"

"
Maria:

ALERTA À CATEGORIA!
Quem ficar no subsídio não terá direito ao PAGAMENTO DO PISO SALARIAL, portanto se você ainda não optou pela CARREIRA ANTIGA, opte. Ao contrário ficarás sem o seu PISO! Só receberá O PISO SALARIAL o servidor que optar pelo ANTIGO SISTEMA REMUNERATÓRIO, ou seja, quem retornar à carreira antiga.
"

"
Divino-MG:

Euler,

vamos conclamar a população mineira, ou melhor a nação, para fazer manifestações como no Chile (só que sem usar de violência).

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/08/estudante-voltam-ruas-no-chile-com-forte-presenca-policial.html

(JN do dia 09/08/2011)

http://g1.globo.com/jornal-nacional/
"

"
GRAÇA:

Boa Noite Prof Euler,

Estou emocionada com a Assembléia de hoje, preocupada com os rumos da negociação e das medidas terroristas do governo, mas, orgulhosa pela firmeza e coragem de nossos colegas! Agora sim! A mídia não só publicou mas deu destaque, exceção, é claro, para o portal UAI, que divulga da continuidade da greve no RJ e detaca a ação do governo de contratar professor tampão.O TEMPO divulgou mas para variar segue a linha do governo.Enquanto espero por suas valioas informações, percorri a Net e a melhor reportagem sobre a Assembléia de hoje encontrei no UOL com 38 fotos excelentes.Não consegui copiar as fotos, mando o link para que todos possam ver, muito bom mesmo! EDUCADORES MINEIROS E CARIOCAS DANDO EXEMPLO PARA O PAÍS! Confira:

UOL Educação - 09/08/2011 - 18h56

Professores de Minas Gerais decidem continuar greve
http://educacao.uol.com.br/album/982011_greve_mg_album.jhtm

NO RIO - PORTAL O GLOBO

Luta na Alerj

Professores e funcionários da rede estadual decidem manter greve, que já dura mais de dois meses
Plantão | Publicada em 09/08/2011 às 18h09m

RIO - Em assembleia realizada nesta terça-feira à tarde nas escadarias da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), os professores e funcionários da rede estadual de ensino decidiram pela continuidade da greve, que já dura mais de dois meses. De acordo com o coordenador do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe-RJ), Danilo Serafim, a expectativa agora é pela votação da proposta enviada pelo governador Sérgio Cabral na Alerj. O movimento apoia três emendas ao texto original: a que aumenta o reajuste de 3,5% para 26%, a que prevê o pagamento integral das gratificações do Nova Escola e a que descongela o plano de cargos e salários dos funcionários. A votação deve ocorrer nesta quarta ou quinta. Na sexta-feira haverá uma nova assembleia, às 14h, para discutir os rumos do movimento. Segundo cálculos do gabinete do deputado estadual Comte Bittencourt, a inflação medida nos últimos trezes anos foi de 133%, mas os professores só foram reajustados em 60,06%. Há agora, portanto, uma perda real de mais de 70%. O aumento de 26%, defendido pelo Sepe-RJ, cobre apenas as perdas de 2007 até este ano.
Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/educacao/mat/2011/08/09/professores-funcionarios-da-rede-estadual-decidem-manter-greve-que-ja-dura-mais-de-dois-meses-925100679.asp#ixzz1UZw2eUs8
"

"
AMMY WINEHOUSE:

Acho que o governo tentará nos vencer pelo cansaço. Será que teremos fôlego para manter essa queda de braços com ele? Tomara que sim...
Bem, acontece que, na minha opinião, o movimento está desorganizado; sem boas estratégias definidas. Qual a programação para manter o movimento coeso e mais fortalecido. Vejo alguns colegas, infelizmente, dando sinais de enfraquecimento. Parece que o Sindicato não sabe ou conseguiu achar uma forma de fortalecer a categoria na luta. Afinal, depois de 60 dias já era para ter aumentado o número de escolas paralisadas. Se isso não acontecer essa semana... corremos o risco de um retrocesso. E vai ser uma pena, pois vai ser triste morrer na praia. Tomara que haja mais adesão!
"

Comentário do Blog: Em qual país você está vivendo, colega? Aqui em Minas a greve está fortalecendo sim, a cada dia que passa.

"
Maria:

Profissionais da Educação,
Se queres o PISO SALARIAL, saia do subsídio, amanhã é o último dia para a opção de retorno ao ANTIGO REGIME REMUNERATÓRIO, não se esqueçam!!! Venham se juntar à maioria da CATEGORIA! Juntos até a vitória pelo PISO SALARIAL! Enquanto aguardamos, fazemos GREVE!
"

"
Gilson Vieira Soares:

Ter ou não ter professores habilitados para contratar é um problema, não é "o problema". No estado já existem profissionais não habilitados efetivados pela lei 100 em greve. Só não vê quem não quer e quem se encontra nessa situação. Acho até que existem os tais 3000 profissionais habilitados sim!

O negócio é intensificar a greve e orientar os tais contratados a não entrar nesse jogo sujo dog overno.

O problema é que com essa atitude o governo mostra claramente que não quer pagar o piso salarial. Se o pagamento estivesse por vir não haveria a necessidade dessa atitude absurda do governo. Além do que, tais contratações seriam injustas com os grevistas.

O negócio é orientar tais profissionais a não entrar nesse jogo sujo do governo.
"

"
Anônimo:

EULER E AMIGOS DO BLOG, PEÇO A VOCÊS QUE ENTREM NESTE LINK ABAIXO E, DEIXEM UM PROTESTO DIRIGIDO A ESTA ENTIDADE QUE SE DIZ APOIAR A EDUCAÇÃO MAS QUE NA VERDADE ESTA A SERVIÇO DO GOVERNO DO PSDB, PRINCIPALMENTE VOCÊ PROFESSOR EULER QUE ESCREVE TÃO BEM,UM FORTE ABRAÇO A TODOS E NÃO DEIXEM DE ACESSAR E PROTESTAR.

http://www.todospelaeducacao.org.br/comunicacao-e-midia/educacao-na-midia/17986/editorial-oportunismo-e-inverdades/
"

"
Giovane Diniz (Pipoca):

VITÓRIA!!!!!!!!
Hoje, dia 09/08, conseguimos mais uma vitória.
O MP intimou o Governo e o Sindicato para uma audiência.
Quem disse que "eles" não negociariam com grevistas?
Mesmo assim, acredito que a nossa maior vitória já foi conquistada.
Mesmo diante do corte no nosso salário, a nossa categoria não arredou o pé e se manteve forte.
O DES (governo) não contava com isto, tenham certeza.
Agora com esta contratação de professores para o 3º ano, acabou por dar um tiro no próprio pé.
Primeiro porque a real situação irá aparecer: Provavelmente não conseguirão "professores" para tal feito ante os baixos salárioa oferecidos.
Segundo porque o descaso com os demais estudantes ficou eminente.
Pergunto à sociedade: Será que os demias alunos do 2º ano do ensino médio até os do 1º ano dos anos iniciais do ensino fundamental, não têm importância para este governo?
Será que o fato de os filhos terem que ficar em casa sozinhos sem aula, enquanto seus pais trabalham não preocupa o governo?
O que os Pais pensam a este respeito? Seria Justo?
Terceiro e mais grave: Temos a certeza de que não serão pessoas qualificadas que estarão preparando estes alunos para o ENEM ou qualquer outra prova, ou seja, antes os alunos ficarem em casa estudando por conta própria a perder seu tempo com gente que não tem nem idéia por onde passa uma Educação de qualidade.
Se conseguirem contratar este "professores" teremos mais uma vitória, pois ao verificar a incapcidade de lecionar, inerente a estes, os alunos se manifestarão em uma semana e aí é que eu quero ver.
O chão de Minas já está tremendo DES (governador), assuma a derrota e elvante a bandeira branca enquanto é tempo!
E se lembre: daqui pra frente tudo vai ser diferente, você vai aprender a ser gente...
Força na luta e parabéns pela nossa vitória rumo ao PISO.
Como dizia o próprio Slogan de campanha deste Ditador "Juntos somos mais".
"

"
Anônimo:

O DESGOVERNO E SUAS ATITUDES DESGOVERNADAS

Fiquei sabendo que a resolução encaminhada para a Escola, hoje, instruindo a contratação de professores, menciona que se não houver professor habilitado, pode contratar os não habilitados mesmo. Veja só, que incoerência desse DESGOVERNO, diz-se preocupado com os alunos e propõe uma bandalheira dessa. Os pais dos alunos e os alunos, ambos conscientes, estão preocupados com o que virá pela frente. Há escolas em que alunos chegaram a procurar o diretor pedindo que não contrate qualquer um, porque continuarão prejudicados. E o Diretor, disse não poder fazer infelizmente nada, quem chegar chegou!
Muito bem, esse é esse o governo extremamente sério e comprometido com o social, apregoado em discursos empolados em frente as câmeras de televisão no ano passado?. Que discurso enfático fez na época da campanha para enganar a sociedade. Milhões de "bobos" estão indignados agora, mas a vida é assim mesmo ! Aprende pelo AMOR ou pela DOR! Quem sabe tudo isso não servirá de atenção para muitos daqui a alguns anos! Assim esperamos!
"

"
Claucir Araújo:

Caro Euler! Força na luta.
Quando fui Diretor de Escola, algo semelhante ocorreu durante uma greve. Recebemos a instrução para darmos faltas nos professores grevistas. O lançamento de faltas e contatações são de responsabilidade dos Diretores. Eu e outro Diretor nos recusamos a fazê-lo. Fomos chamados às falas na nossa SRE. Elaboramos uma Exposição de Motivos para justificar a nossa insubordinação. Nos baseamos na Lei de Greve e sugerimos que o Governo editasse uma Resolução para nos dar amparo legal e assim dividirmos as responsabilidades por aquele ato ilegal. Argumentamos ainda que se algum professor se sentisse prejudicado poderia nos acionar na justiça. Como éramos a parte mais frágil no processo estávamos nos resguardando de possíveis retaliações. A tal Resolução nunca foi editada, os professores não levaram faltas, a greve terminou e as aulas foram repostas sem maiores prejuízos. Espero que este relato contribua para alertar os colegas e os Diretores que tentam dificultar o nosso movimento que é legal. Ilegal é o Governo.
Estou ansioso pela reunião com o Ministério Público. Espero que o Sind UTE não fique agarrado àquele Piso que não tem amparo legal.

Um abraço a todos e firmes na luta.
"

"
Anônimo:

Olá Professor Euler e colegas,
Bom dia!

REFLEXÃO!

"Tome um sorriso E doe-o a quem Nunca o recebeu. Tome um raio de sol E faça com que atinja Lá onde reina a noite. Descubra uma fonte para banhar Quem vive no barro. Derrame uma lágrima Para colocá-la no rosto De quem nunca chorou. Tome sua coragem E coloque-a no espírito De quem não sabe lutar. Descubra a vida E narre-a a quem Não consegue entendê-la. Pegue a esperança E viva na sua luz. Retome a bondade E doe-a a quem Não sabe doar. Descubra o amor E faça o mundo conhecê-lo."
Autor: ( Gandhi )

ISTO É "SOLIDARIEDADE"
"

"
Anônimo:

OI EULER, GOOD MORNING!
ESTOU TREINANDO. PODE SER QUE DONA DIRETORA DOS ESTEITES VENHA À MINHA ESCOLA...

EULER QUERIDO, ME ESCLAREÇA UMA COISA: ESTE POVO TODO VAI TER QUE FAZER CAT PARA SER DESIGNADO OU ESTA NECESSIDADE DE ANÁLISE DO CURRICULUM DO PRETENDENTE TB FOI ABOLIDA?
IIIIIIIGENTE? EU SÓ TÔ QUERENDO APRENDER MAIS!
"

"
Anônimo:

Oi Euler,
Bom dia!
"O contracheque divulgado, recentemente, pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) demonstra que a servidora tem claro prejuízo ao optar por permanecer no antigo sistema de remuneração".
A justificativa acima demonstra que o governo tá mesmo perdido,sem rumo e falando asneiras.
Ou eu estou enlouquecendo???????
PS; Acabei de ligar para minha escola. Já chegaram as determinações.Contratar secretárias, serviçais,supervisores...
Contrate o que precisar.
O mais asqueroso nisto tudo é que nossas coleguinhas serviçais passam um aperto danado para manter a escola limpa.O número é insuficiente para a demanda.E agora pode tudo. Vai contratando aí!"


"
Anônimo:

Olá Euler e professores de Minas Gerais,
Bom dia a todos.

REFLEXÃO!

"As coisas que nos unem superam todas aquelas que nos separam. Compartilhamos o mesmo planeta, a mesma terra, o mesmo céu e as mesmas esperanças e visões. Ao ver as virtudes nos outros sou capaz de acender seus corações com a chama do amor e apagar todos os traços de incompreensão. Assim cresce a solidariedade interpessoal."
Autor: (Brahma Kumaris )

A TODOS PROFESSORES DE MINAS GERAIS, PRECISAMOS DE UNIÃO.
NOSSA CAUSA É JUSTA.
ESTAMOS LUTANDO POR TODOS NÓS.
FAÇAM SUA PARTE.
"

"
Anônimo:

Governo diz que vai contratar profs no lugar de grevistas, kkkkkkk, que piada até parece que tem profs de sobra, KKKKK, mesmo que tivesse não há trouxa, todos sabem que esse contrato não é coisa séria, a greve acaba eles perdem o contrato e com certeza não receberam, kkkk, paque logo o piso deixa de besteira ,seja homem , seja esperto, imagina quantos votos ganhará no futuro se ajudar os profs, ainda há tempo de corrigir as besteiras."

"
O COMBATENTE:

Vale à pena ver esse texto em meu BLOG da Colunista Andréa Costa.
Ele certamente vai ser para dar mais força e reflexão nessa luta. http://jornalocombatente.blogspot.com/2011/08/colunista-andrea-costa-apresenta-o.html
"

"
Anônimo:

Cidadão atento

Gostaria de participar desse momento singular e fazer algumas considerações:

Antes, porém, caro Euler tenho que pedir, com muita empolgação, que seu blog tenha vindo para ficar. Num estado onde há falta de uma análise séria sobre o governo, seu blog tem o mérito de fazer isso com muita propriedade. Faço votos que você extrapole para além do área educacional.

1 – pode até parecer bobagem o que estou dizendo, mas se uma coisa se chama subsídio, não pode ser piso também. São coisas diferentes e tem nomes diferentes exatamente para distingui-las umas das outras.

2 – para aqueles que acreditam no subsídio eu só posso acreditar que ou são ingênuos e tolos ou não estão nem aí para o tipo de sistema pela qual o governo nos paga. É só ver a vida pregressa do governo que aí está. Desde o começo foi só corte de qualquer tipo de vantagem que ajudava um pouco no mísero salário do servidor. Fora muitas outras maldades como Cidade Administrativa, aumentos minúsculos e cada vez mais longínquos no tempo. Não dá pra acreditar que o governo iria criar o tal subsídio se de fato ele fosse bom mesmo para o servidor. Ademais é aquela questão levantada por muitos: por que ele não implantou isso na PM? Os contextos são parecidos, um soldado que entra hoje ganha o mesmo que outro que está há anos na PM? O risco não é o mesmo? Acho até que a categoria deveria alertar servidores de outras áreas, pois hoje é a educação, amanhã é subsídio para todo mundo.

3 – é preciso conseguir impor alguma espécie de derrota a este governo que se acha acima de tudo e de todos. Acho que esse é o momento. E são os professores que tem nas mãos as “armas” para isso. É só não abrir mão da dignidade e da capacidade de lutar. Já não temos muito mesmo a perder, considerando as coisas como estão. Sabemos que esse governo é uma farsa e essa é a oportunidade de desmascará-lo.

4 – Diz o desgovernador que o sistema antigo mascarava a realidade. Curioso né, que alguém que já foi secretário de planejamento, vice-governador durante um período de 6, 7 anos, só agora, às vesperas do piso, chegou à essa conclusão. É muita má fé, é muita cara de pau. Porque não mudou antes, então? Ahhhh, não tinha o piso pra pagar. Ou ele é muito demagogo ou é muito incompetente. Eu acho que é as duas coisa juntas.

5 – Se o governo de minas fosse tudo isso que ele diz ser, não seria razoável que ele pagasse dignamente a seus servidores?

6 - acho que é pertinente colocar para os jovens estudantes que eles poderão vir a ser os servidores (e os grevistas) de amanhã. Ou será que eles pensam que só há mercado de trabalho na iniciativa privada? Buscar contatos com eles através de redes sociais, da forma que estão mais habituados,seria uma das formas de aproximá-los da situação. Depender só da mídia governista não é muito prudente.

Então pessoal, por enquanto, é isso que tenho a colocar. Embora longa a exposição, espero que seja útil.
"

"
Anônimo:

EULER, CASO O SERVIDOR FAÇA A OPÇÃO PELO SUBSÍDIO E NA DECISÃO FINAL DO MOVIMENTO O PISO SEJA DEFINIDO, TODOS OS SERVIDORES RECEBERÃO O PISO OU SOMENTE OS QUE FIZERAM A OPÇÃO PELO ANTIGO?"

"
Anônimo:

Caro Euler, lembra quando o Aécio andava lado a lado com o Márcio Lacerda, farinha do mesmo saco, somente a imprensa mineira encobre os podres deste senhor e seus cupinchas. Greve até a vitória."

"
Anônimo:

Avante Guerreiros do Brasil!

Avante até a Vitória!

Substituto não virá,
pois Professores ociosos não há,
essa o PSDB não ganhará!

PSDB é igual a gafanhoto,
por onde passam
tudo devoram,
tentam mais uma vez
levar sonhos embora.

Vamos sem temor
vencer o opressor,
que nos priva de nossos direitos,

Nos calarmos jamais,
avante Guerreiros de Minas Gerais,

Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Pela Liberdade de Minas Gerais,
pela Dignidade de meus Professores,
pela Educação de Qualidade que nuca foi preocupação do desgoverno de Minas,
venho dar força para aqueles que constroem o futuro do Brasil!

Avante meus Professores!
Não desistam!
Estamos juntos até o fim!

Aluno do 3 ano do Ensino Médio
"

"
Professor Paulo Miquéias - Blog da Geografia:

Fala Euler;

Olha o Antônio Roberto já está com inveja do seu blog, você já está resolvendo até assuntos do coração. kkkk

Agora eu sei porque o STF não publicou o acórdão. É que eles estavam ocupados tentando reaver o cargo do PINDUCA, "u das abulâcias". Agora parece que o MP acordou, será que vamos conseguir algo?
"

"
Anônimo:

Oi EEEEEEEEEuler
LA GORGONZOLLONA VAI SOZINHA CONVERSAR COM O PESSOAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO? PERGUNTO PORQUE ESTOU ACHANDO LA VILHENA UM TANTO SUMIDA. QUE MALDADE ESTARÁ PREPARANDO AGORA?
"

"
Anônimo:

Professor Euler e colegas,

Boa tarde!

O QUE SERÁ DECIDIDO HOJE NA REUNIÃO ENTRE O MINISTÉRIO PÚBLICO, GOVERNO DO ESTADO E Sind UTE MG?

FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).
"

"
Anônimo:

OiEuler!
Viu que beleza! MÁRCIO LACERDA PAI do Presidente do Comitê Executivo Organizador da Copa do Mundo em BH, TIAGO LACERDA,aquele prefeito que na greve do ano passado declarou na tv que poria quatro soldados cada um pegando nos braços e pernas dos professores que atrapalhavam o trânsito em BH,GASTOU NOVECENTOS MIL PARA VIAGENS QUANDO PODERIA TER GASTO SEIS POR CENTO DESTE MONTANTE.EM UMA DESTAS VIAGENS VOOU PARA BRASÍLIA. FOI PARTICIPAR DE UMA FESTA RELACIONADA A UM JORNAL...
A FARRA É BOA.
ENQUANTO ISSO A CARAVANA PASSA E OS CÃES LADRAM.
QUE DESÂNIMO.
"

"
Anônimo:

Espero que o ministério público faça cumprir as leis neste momento de tensão, seja imparcial mostrando que ainda há lei nesta terra das Minas Gerais. O governo não pode mentir tanto e ficar por isso mesmo, PISO SALARIAL é Lei Federal. Isso não é brincadeira, Piso é salário base e não um pacote denominado subsídio onde o governo paga o salário base + gratificações do plano de carreira como se pagasse o piso, PISO NÃO É TETO como ocorre em Minas.

A educação em Minas é uma farsa, primeiro o governo efetiva um bando de gente sem curso para lecionar e agora quer contratar mais pessoas despreparadas para "tampar buracos", gente onde está a lei? e a mídia? aqui está parecendo Brogodó no reinado do Timotinho Cabral, O MP e o STF precisam agir.
"

"
Rosevania:

O blog Oposição Sindical que tem como objetivo expor e divulgar as posições e propostas da Oposição Sindical do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais, para toda a categoria. Publicou a seguinte nota:

"Nota de solidariedade à greve dos trabalhadores da educação

A Oposição Sindical dos Jornalistas de Minas vem prestar seu apoio e solidariedade aos trabalhadores da educação de Minas Gerais, em greve há mais de 2 meses. Ao decidirem manter a greve a categoria deu mostras do vigor e coesão do movimento que luta por salários dignos e melhores condições de trabalho.

Os grevistas resistem não só em Minas, mas também no Rio de Janeiro, onde a os trabalhadores da educação estão acampados em frente à Secretaria de Educação enfrentando duras condições de luta. Vale lembrar as lições dos bombeiros e tantos outros trabalhadores que demonstraram que a greve continua viva.

Também é preciso denunciarmos urgentemente a forma como o movimento é tratado pelos governos. Em Minas, a novidade de agora é uma campanha publicitária centrada em alunos e pais pedindo o fim da greve. Ação de uma crueldade sem tamanho que começou a veicular na mídia mineira e avança com o anúncio do Governo do Estado de contratar de 3 mil professores substitutos (fura-greves), mostrando que o importante não é orçamento destinado à educação, mas a manutenção do nível de exploração sob os trabalhadores. Gasta-se em contratação e não se aumenta o salário. Por isso a importância de se reafirmar a greve.

A todos os trabalhadores, nossa lágrima de esperança. A Oposição dos Jornalistas de Minas vos aplaude de pé. Pois somos uma categoria mal remunerada e sentimos na pele a dor de vocês.

AUMENTO SALARIAL JÁ! "
"

"
João Pedro. Venda Nova:

Euler,
sabe me dizer se o sind-rede BH vai chamar a paralisação nacional?
Seria uma vergonha se não chamassem... Afinal pedem a unificação o tempo todo.
João Pedro. Venda Nova
"

"
Anônimo:

Entrem pessoal e protestem!
TODOS PELA EDUCAÇÃO!!
Já o fiz!!
O link está neste post e um colega solicita que após fazer leitura deixemos lá nosso repúdio. Somos chamados de MASSA DE MANOBRA!
Vamos lá?
"

"
Anônimo:

Euler seu blog, muito tem contribuído para o sucesso desta greve. Nunca vi uma luta tão acirrada contra um sistema remuneratório. Parabéns."

"
Sidnéia Barcelos:

oi
Firme na luta!
"

"
ASSESMIG:

AOS PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO QUE DESEJAM VOLTAR À SALA DE AULA

Não façam isso, por favor, pois a classe ficará mais uma vez taxada de desunida, fraca na luta, sem cidadania, etc. A nossa greve foi considerada legal! O desgovernador não poderá prejudicar ninguém, mas, se ele tentar, entrem com processo em cima dele. Lembrem-se de que o desgovernador está descumprindo mais uma lei, ou seja, a Lei de Greve, que proíbe a contratação de profissionais para ocuparem o cargo dos grevistas.
COLEGAS, NÃO FUREM A GREVE!A LUTA DEVE CONTINUAR!
"

"
ASSESMIG:

Aos "colegas" que não aderiram à greve em Minas:

Vocês vão continuar em sala de aula, coniventes com o governador fora da lei, que baixou Decreto contratando 3000 funcionários para ocuparem o cargo dos que estão em greve? E o pior, vai contratar até pessoas sem habilitação para lecionarem no 3.º ano do Ensino Médio!
ATENÇÃO! A Lei de Greve proíbe a contratação de profissionais para ocuparem o cargo dos que estão em greve.
Os próprios alunos e pais de alunos estão se movimentando em apoio ao movimento grevista em Minas.
P.S.: Desculpem-me se feri a sensibilidade de alguém;apenas usei do meu direito democrático de me expressar.
Abraços fraternos a todos,
Ruth
"

"
Polyana:

Euler, isso é muita falta de respeito com os nossos alunos. Trabalho há 5 anos na E.E.Eng. Amaro Lanari Junior (ANTIGA ESCOLA DO IDEAL) e ja presenciei a contratação de colegas que nao sao dignos para exercerem a nossa profissao. Tinha professores que ao inves de darem aulas, ficavam contando sobre os filmes que ele via durante a semana. ESSA É A REALIDADE DE CONTRATAR PROFESSORES DESQUALIFICADOS!!!"

"
Anônimo:

Olá Euler e colegas;
Boa tarde!

Faço a sugestão que:

- Seja confeccionada uma carta, direcionada aos alunos do 2° grau e também aos pais.

- Percebo que estes alunos tem entendimento suficiente, a maioria já são eleitores.

- Eles tem a força e ideais de JUSTIÇA E LIBERDADE.

- Leve a eles a REALIDADE DA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

- Mostre-os a DESIGUALDADE PROPORCIONADA PELO GOVERNO EM RELAÇÃO AOS ALUNOS QUE ESTUDAM EM ESCOLAS PARTICULARES.

- ALUNOS EM ESCOLAS PARTICULARES, TEM MAIS OPORTUNIDADES DE GARANTIR UMA VAGA NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS, AS MELHORES E TAMBÉM GRATUITAS.

- Convide-os para não aceitarem um ensino de má qualidade.

- Este Governo está PROMOVENDO A DISCRIMINAÇÃO E A DESIGUALDADE DE OPORTUNIDADES.

- Faça esta carta circular como encartes nos jornais e como material de greve, panfletos, etc..

Fazendo a minha parte..
"

"
Anônimo:

Cara Educadora
Os educadores de Caiana necessitam de sua visita.
"

"
Anônimo:

Professor Euler e colegas,

Precisamos escrever uma carta dirigida aos pais e aos alunos do 3º ano do 2° grau.
Explicando a realidade da educação em Minas Gerais.
Esta carta deverá ser publicada nos jornais, o Sind UTE MG, poderá arcar com estas despesas.

O ALUNO DO 3° ANO DO 2° GRAU, TEM ENTENDIMENTO SUFICIENTE, JÁ SÃO ELEITORES E TEM A VOCAÇÃO E SONHOS DE LIBERDADE E JUSTIÇA.

PRECISAMOS TRAZE-LOS PARA NOSSA CAUSA.

*** O PROJETO OPRESSOR DE TODA POPULAÇÃO EM MINAS GERAIS POR PARTE DO GOVERNADOR E SEU PARTIDO, ESTÁ EM PLENO ANDAMENTO.

APARELHAMENTO DO ESTADO COM PESSOAL DO PSDB OCUPANDO CARGOS COMISSIONADOS COM ALTOS SALÁRIOS, ESTÃO EM CURSO EM TODOS OS ORGÃOS DO ESTADO.

QUERIDOS ALUNOS,
...Enquanto isso os filhos dos mais afortunados estão estudando em escolas PARTICULARES.
...SUAS VAGAS NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS (GRATUITAS) ESTÃO MAIS GARANTIDAS.

ISTO É DESIGUALDADE DE OPORTUNIDADES.
ISTO É DISCRIMINAÇÃO SOCIAL.

JOVENS ESTUDANTES DO 2° GRAU, PROTESTEM EM SUAS ESCOLAS, RECLAMEM POR IGUALDADE DE OPORTUNIDADES.
NÃO ACEITEM TAPEAÇÃO.
SEJAM CONTRA ESTE GOVERNO NAZISTA QUE ESTÁ INSTALADO EM MINAS GERAIS.

FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).
NAS ÁGUAS REPRESADAS EXISTE ENORME ENERGIA."

"
Carla Aparecida Santos:

Olá Euler, foi um prazer conhecê-lo na assembléia ontem! Infelizmente, hoje meus colegas da escola Abílio Rodrigues Patto estão querendo retornar às aulas devido a pressão imposta do governador em contratar professores para o 3º ano. Tentei convencê-los de que agora não é o momento de ceder até mesmo porque não estamos mais sozinhos nessa luta, pois representantes políticos, todos os grupos sociais e sindicais do Estado estão ao nosso lado, propus aos colegas que vão à assembléia hoje às 15:00 e só depois tomem a decisão, espero que sirva de injeção de ânimo a eles. Aproveito também para ressaltar que a nossa DIREÇÃO respeita a posição de todos os professores e até mesmo nos apóia em nossa greve, ou seja, é consciente, coerente com a cidadania e a "Educação". Valeu Rose, Ronaldo e Jorge!!! E a luta tem que continuar colegas, não vos desanimeis!! Um filho teu não foge a luta!!!
Abraço,

Carla Aparecida Santos
"

"
Gracieusa Brito:

Alunos passam o tempo todo desmentindo :
1 comentários:

Júlia disse...

Só para constar, a passeata não era contra a greve. Compreendemos que a greve só acontece porque o Governo de Minas NÃO PAGA o salário justo aos professores, numa clara demonstração de DESCASO com a educação, os profissionais e a juventude.

A manifestação era pra que as reivindicações dos professores fossem atendidas, e só assim voltemos às aulas.
8 de agosto de 2011 18:47

http://comentaminas.blogspot.com/2011/08/estudantes-fazem-manifestacao-contra.html
"

"
Gracieusa Brito:

Gente, ajuda postar muito pro Mauro tramonte do BALANÇO GERAL O QUE É PISO E O QUE É SUBSÍDIO, o programa dele montou a ESCOLINHA DO BALANÇO na CIDADE ADMISTRATIVA e levou um monte de crianças para cobrar aumento para os professores. Vamoa mostrar a ele que não basta ser aumento e sim o cumprimento da lei.

http://balancogeral.recordminas.com/plus/modulos/noticias/ler.php?last
"

"
Linder - Manhuaçu:

Euler e Companheiros,
Os militares de Minas e dos outros Estados, estão se articulando e vão conseguir a aprovação da PEC 300 - que dará um piso muito bom para a categoria.
Precisamos organizar uma união nacional de todos os sindicatos da Educação do Pais, SP, RJ, PE, RN, SC,MG... Para levantarmos também uma pressão nacional, parando a educação nacional para a nossa valorização - Por que não conseguimos nos organizar a nivel nacional??? Temos que começar a cobrança junto ao Sind Ute.
Linder -Manhuaçu
"

"
Anônimo:

Professor Euler;

PRECISAMOS DE NOTÍCIAS.

O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

TODO MUNDO FICOU MUDO.
"

"
Anônimo:

Euler,
Boa noite!
Notícias da reunião das 14:30? Afinal, o MP precisa sair em defesa dos nossos direitos e obrigar essa corja a pagar o que tem nos tirado.
Aqui na minha cidade estamos curiosos com o resultado da referida reunião. Tendo notícias, por favor, partilhe com seus companheiros, como tem feito sempre. Obrigado por você existir!
"

"
Anônimo:

Olá companheiros de luta

Genteeeee, esta greve não é brincadeira não...
Tem pais nos apoiando, alunos envergonhados com o salário que recebemos, famílias indignadas com um governo que insiste em nos enganar dizendo que o subsídio é PISO SALARIAL. Faça-me rir!!! Somos mineiros uai... Lutaremos sempre, cada vez mais escolas em nossa região se aderem à greve. E a contratação de professores "tampa buraco"não é realidade, a nossa realidade é bem diferente: professores insatisfeitos, indignados, gritando por justiça, e ela virá...
Continuaremos firmes, até que o piso nacional nos seja pague. AVANTE COMPANHEIROS e até o nosso próximo encontro, que este foi divino...
"

"
Anônimo:

Professor Euler,

PARABÉNS PELAS 370.000 VISITAS A ESTE BLOG.

BLOG DE UTILIDADE PÚBLICA PARA OS PROFESSORES DE MINAS GERAIS.

OPORTUNIDADE DE OPINIÃO LIVRE E DEMOCRÁTICA A TODOS.
"

"
Gilda:

Euler, boa noite!

O que foi decidido na reunião com o MP? Podemos ter esperanças?
Estou angustiada, pq tenho notícia de muita gente voltando pra que não sejam contratadas outras pessoas em seus lugares... O sindicato precisa conseguir derrubar essas contratações, senão, será o fim da greve!
Infelizmente, existem muitos assustados com tantos desmandos do coronelzinho e afinal nada é feito pra detê-lo, por isso ficam com medo.
Quero deixar claro que essa não é minha postura.
Um grande abraço e força na luta!
Gilda
"

"
Anônimo:

Olá pessoal;

NOSSA CAMPANHA GANHA APOIO DE ESTUDANTES.

O tempo ONLINE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Estudantes fazem manifestação de apoio à greve dos professores na Praça Sete
10/08/2011 18h53
Avalie esta notícia »
1PRISCILA COLEN
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline
Cerca de 150 estudantes estão na Praça Sete, no centro de Belo Horizonte, para uma manifestação a favor da greve dos professores, iniciada há mais de 60 dias.

Assim com os profissionais, os alunos, sem aulas, reclamam da falta de valorização da educação no estado, uma vez que, segundo eles, o Governo de Minas paga aos professores um piso salarial que está abaixo do que é estabelecido pela lei.

Eles consideram a atual situação de greve um "descaso", uma vez que as escolas estão vazias e que o Governo não deu indicação de que vai atender às reivindicações dos professores.

O trânsito é lento no entorno da Praça Sete, com reflexos nas principais ruas e avenidas da região.

» Notícias relacionadas
Notícias
10/08/2011
Termina sem acordo mais uma reunião entre professores e Governo de Minas

A LUTA CONTINUA COMPANHEIRAS(OS)
A NOSSA CAUSA É JUSTA.
FIRMES NA LUTA.
"

"
Anônimo:

Olá pessoal;

O TEMPO ONLINE

Crise na educação se agrava com substituição de grevistas
Categoria não se rende à pressão e decide manter paralisação que chega hoje ao seu 63º dia
Publicado no Jornal OTEMPO em 10/08/2011

Sem negociação. Professores estaduais decidiram, em assembleia ontem à tarde, continuar a greve iniciada há 63 dias.

A crise na educação em Minas, com impasse sobre o valor do piso salarial pago aos professores da rede estadual, se acirrou ontem com o anúncio do governo do Estado de convocar 3.000 profissionais para substituir os grevistas que há 63 dias se afastaram das salas de aulas. A medida, no entanto, não mudou a decisão da categoria. Em assembleia, o Sindicato Único dos Trabalhadores da Educação (Sind-UTE) aprovou a proposta de continuidade da greve.

"O período sem aulas é um dano irreparável e, por isso, adotamos a medida para que esses estudantes não sofram ainda mais com a greve", disse a secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Almeida Gazzola.

FIRMES NA LUTA COMPANHEIRAS(OS).
"

"
Antônio Augusto:

Euler, nada contra, mas realmente é um absurdo esse governo comandar um Estado grandioso como Minas Gerais totalmente fora da Lei:Primeiro ele efetiva uma grande quantidade de pessoas através da Lei 100 sem concurso.Veja bem,fiz concurso em 1992 e fui nomeado em 1994. como estudei para esse concurso e graças aos meus estudo consegui ficar em 5º lugar em toda BH aí vem o governo e nomeia todo mundo sem concurso; Segundo, como ele mente descaradamente junto com a secretaria de educação, que mais parece um cão piquenês. Meu Deus! Precisamos gritar e pedir uma intervenção Federal no Estado.Vamos gritar, Minas pede justiça federal contra um governo que faz o que quer."

"
Anônimo:

Olá pessoal;

COMENTÁRIO NO SITE “SUPER NOTÍCIAS”

Comentários

10/08/2011 - 19h42
jose anisio vieira guimaraes
timóteo-mb

O que está acontecendo com esse movimento grevista dos Professores de Minas é o seguinte: o governador de Minas, joga com toda a sua supremacia política e econômica que o Estado de Minas tem hoje no cenário político nacional - usa desta força para não pagar o piso - sendo que ele mesmo sabe que o Piso é Lei e que, mais cedo ou mais tarde ele será pago. Aproveita, também, que a maioria dos professores da rede estão endividados com o crédito consigndo dos bancos; sem falar de muitos pais de alunos, que, infelizmente, ainda não têm um conhecimento político geral e pensam que os professores ganham bem. Se esqueceram que foi este governo é que gastou milhões e milhões de reais em campanhas publicitárias no rádio e na televisão a fim de formar na cabeça de seus eleitores essa convicção: "professor é classe privilegiada pois além de deter o saber - ganham bem". E conseguiu? advinhe. O pior: conseguiu também incutir que greve é sinônino de guerra (imagina!). Greve: infelizmente, é a última arma que esses Trabalhadores da educação têm contra um político que quando era candidato á governador da Eleição passada dizem que gastou mais de 420 milhões de reais para comprar 850 prefeitos em todo o Estado (foi por isso que a virada foi tão rápida dele sobre o primeiro colocado nas pesquisas - é claro que teve a ajuda do Aécio). Minha avó dizia que "Cavalo ruim de andadura nunca anda sozinho". Este dinheiro "gasto devidamente", estava guardado nos cofres públicos para pagar os coitados dos "sofressores" , em greve há mais de dois meses. Agora, você sabe por quê a mídia não pública nada deste movimento? eu mesmo respondo: é porque nós vivemos num país capitalista onde quem tem dinheiro é soberano, e como tal, é tratado como rei(...). Quem é que se dispõe a dar a sua própria vida para salvar a vida do seu semelhante, como fez Tiradentes, Chico Mendes e outros mais? ninguém, e se o seu prato está cheio de comida, que dane o seu semelhante. Infelizmente, muitos pensam e agem assim. Estamos sofrendo e vamos sofrer muito mais é porque somos egoístas, e como tal, só vigiamos somente o nosso umbigo.

FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).
"

"
Anônimo:

Olá Professores;

Governo de Minas cria NOVA CATEGORIA DE SERVIDORES.

- OS SOFRESSORES.

*** As águas represadas contém enorme energia.

ELES ESTÃO ESQUECENDO DISSO
"

109 comentários:

  1. Pra começar, o desgoverno e suas secretarias não estão nem analisando mais o que falam. em algumas divulgações dizem que já paga até mais que o PISO NACIONAL através do tal subsídio. E em outras divulgações, dizem que o orçamento de Minas não comporta para pagar o PISO NACIONAL dos servidores da educação que é algo por lei. Na verdade, pensa que com isto consegue nos enganar. Se o orçamento de Minas não é suficiente, busque recursos no governo federal, todos sabem que a complementação foi oferecida, basta ter competência e cumprir com as exigências para solicitá-la. É, pensando bem, vai ser algo muito compricado de cumprir com tais exigências senão, como farão os desvios de dim, dim para as inumeras propagadas enganosas e uma infinidade de coisas que acontece no mundo desses enganadores...
    Pra finalizar, só desejo muita sorte p/ todos nós.

    ResponderExcluir
  2. Amigo Euler, mudei de ideia, eu aceito o subsídio, sim, não estou ficando louco,aceito sim o novo, o moderno, o simbolo do Minas avança

    aceito um subsídio de 2500,00( olha que esse valor ainda é baixo) num cargo de 24 horas ,o governo posicionando todo mundo em sua letrinha mesmo com progressões de apenas 2,5% um profissional no final de carreira iria receber mais ou menos 3525,00, além do mais com a garantia que esse subsídio iria dobrar daqui 4 anos ficaria feliz da vida recebendo através do subsídio, já pensou quem tem dois cargos, vai dá até pra viajar nas ferias.

    Professor reclama demais, recebemos da mesma forma(subsídio) que os deputados recebem,valorizar o tempo?Bobagem, o senador Sarney que tem anos de senado não entra em greve só pelo fato do novato Aécio receber o mesmo valor dele.

    Fixar o nosso salário ao piso é besteira, temos que fixar nosso subsídio ao salário do senado, o piso sobe entre 15% à 25% ao ano, o subsídio dos senadores sobe 60%.

    No aumento do valor do piso ano que vem com certeza eles vão utilizar a desculpa da crise assim como fizeram em 2009 para não ser de acordo com custo aluno.

    nós de Minas , o Estado moderno,a China das Américas,recebendo um subsídio de 2500,00 que vai dobrar o daqui 4 anos não vamos está nem aí para o tal piso do governo federal.

    ResponderExcluir
  3. Olá, pessoas queridas,
    Mais de 1 hora da manhã... Essa greve e suas complicações estão me tirando o sono, apesar de estarmos na reta final. Resolvi escrever um pouco sobre o comportamento de alguns colegas (por favor, me desculpem se não forem os professores), que não têm poupado o uso de palavras de baixo calão. Devemos ser elegantes, mesmo por detrás dessa telinha. O jeito como escrevemos diz muito de nós. O Euler já deve estar cansado, e, por isso, talvez, deixe escapar vez ou outra alguma mensagem com essas características. Até ofendido ele já foi... Fiquei muito chateada. Detesto aquela gargalhada virtual!!! É puro deboche e ele não mereceu aquelas colocações a respeito de uma possível candidatura. Aplaudi sua resposta, Euler: séria, coerente, certeira. Tivesse eu escrito aquelas bobagens em relação a você, estaria morta de vergonha e de arrependimento.
    Está certo, o Blog nos oferece um espaço democrático, mas não exageremos. Sejamos dignos de sermos chamados de educadores. Podemos nos indignar, sim, mas nunca perder a compostura.
    Confesso que não tenho lido os posts escritos todos com letra maiúscula. Tenho a impressão de que a pessoa está gritando comigo, além de dificultar a leitura. Muitas vezes, um ou outro internauta, foge do assunto, do foco – tudo bem, não vejo problema nisso. Um pouco de alegria e descontração não fazem mal a ninguém. Mas devemos evitar a grosseria gratuita e a falta de bom senso.
    Não fiquem zangados comigo, por favor, mas eu não poderia deixar de enviar essa mensagem. Alguns vão dizer que me escondo no anonimato – não tem importância. Sou o que sou. Aqui, na Internet, na minha sala de aula, em qualquer lugar. Ninguém nunca vai ofender a memória de minha mãe, chamando-me de mal-educada e malcriada.
    Desejo a todos uma terça-feira proveitosa, um dia a mais para a gente ter esperança.
    Paz!!!
    Com carinho / Eu.

    ResponderExcluir
  4. Euler, me ajude!
    Postei esta dúvida no blog da Beatriz e esta ainda não me respondeu.
    Estou em greve desde 08 de junho e comecei esta greve preparado para suportá-la, já esperava inclusive o corte de salário. Minha dúvida é o seguinte: Sou obrigado a repor as aulas? Não faço questão que o governo reponha meu salário, posso dizer futuramente na escola que trabalho que não quero repor e que eles então designem um substituto? Queria saber se tenho o direito legal em optar por não repor visto as circunstâncias.

    ResponderExcluir
  5. Euller,
    MG tem é muito dinheiro sim.
    Aumento de varios cargos comissionados nas SRE, SEEMG(1340 cargos com salarios altíssimos) para apadrinhados, 10 professores para o PIP 2 em cada SRE com salario de 2200,00 mais vantagens isso X 46 SRE mais SEEMG, fora passagens e diárias.Facam as contas porque assim é dificil pagar o piso.
    Leia Contagem

    ResponderExcluir
  6. bom dia a todos.
    prezada colega que se sente ofendida com a escrita em maiúscula .estou respondendo por mim.escrever em maiúsculo facilita para quem não tem tanta habilidade com as teclas.faço o que for preciso no computador mas digitar ainda sou um pouco lenta. como sou apressada prefiro fazer assim.
    com relação a postura, às vezes e preciso deixar a mordaça cair sem atingir o chão.
    PAZ E BEM.
    BOM DIA .
    SUCESSO.

    ResponderExcluir
  7. Olá, guerreiros! Gostaria de lembrar aos que assim como eu estão passando o perrengue de ter o salário confiscado, que na folha do mês que vem será creditado o pis/pasep para quem tem direito (só mais uma prova de que recebemos menos que 2 salários mínimos) e no mês de outubro teremos o 14º, ou seja, dá pra levar essa greve por no minimos mais 2 meses se o nosso desgovernador assim desejar. E àqueles que não aderiram à greve ainda, por favor, vcs só terão corte no pagamento no mês de novembro, portanto, estão esperando o que para engrossar a nossa luta? Vamos lá, pessoal, está na hora de nos unirmos.... agora mais do que nunca!!!! FORÇA NA LUTA!

    ResponderExcluir
  8. Euler, bom dia!

    A greve municipal de Ipatinga acabou ontem. Eles conseguiram o piso? Qual foi a negociação, vc sabe?

    Aguardo resposta.

    Ana

    ResponderExcluir
  9. Caro Euler e amigos de luta,
    Certamente o governo não tem o dinheiro, por isso faz este jogo de cena, tentando ganhar tempo e covencer a opinião pública de que é um governo sério. Mas e o tal choque de gestão? Não era para ajustar as contas e sobrar dinheiro? E o défcit zero? A dívida do estado passou de 14 bilhões para 67 bilhões e ainda falam em déficit zero? Que eficiência é essa? A secretária disse que a greve é para "causar constragimento" ao governo. Ora, quem não faz nada errado não pode se sentir constrangido, só se sentem assim porque os educadores estão denunciando suas mazelas e sandices, desnudando os desmandos, a verdade sobre as contas apresentadas de forma maquiada para dar a impessão de eficiência. De acordo com especialistas paulistas Minas cresce menos que o Brasil e nãocomo a China como vem alardeando as propagandas do governo. Isto é triste, pois sabemos que o governo federal pode complementar nossos salários, mas o governo mineiro não quer abrir as contas para não revelar tais manobras, que gasta de forma tresloucada o dinheiro da Educação em outras empreitadas.
    Ruy Aguiar

    ResponderExcluir
  10. Acho que essa criatura bizarra surgida dos umbrais da UFMG ,só sai do armário ,vira borboleta e purpurina com relação ao piso quando ver que desta vez nós empacamos.Só voltamos

    ResponderExcluir
  11. Euler ,no blog da Beatriz ela disse que nós que entramos depois da reforma administrativa temos direito a biênio,quando eu entro na minha vida funcional diz que não existe registro de biênios, no meu contracheque vem escrito gratificação por docência( pó de giz )e a PCRM mais a VTI, desculpe minha ignorância mais PCRM ou VTI virou biênio ou foi um erro da Beatriz?

    ResponderExcluir
  12. Caro Euler e companheiros de luta

    "Sem o PISO, não pisamos na ESCOLA."
    ============= . . .
    "Quem abandona a luta,
    não poderá nunca saborear o gosto de uma vitória."
    Textos Judaicos
    . . . ===============

    "Primeiro eles te ignoram, depois riem de você,
    depois brigam, e então você vence."
    (Mahatma Gandhi)


    Abraços a todos os companheiros e até a VITÓRIA.
    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Que feio!!
    Mais uma da mídia , totalmente, vendida!
    Anuncia que os professores pedem esmola na frente de um BANCO no centro da CAPITAL B.H e nem mais um comentário? Nenhum manifesto quanto a isso?
    Essa é a mídia que boicota qualquer denúncia por parte dos professores.
    Lógico , quando a denúncia é contra o governinho que hora está instalado em MINAS. AZIA! argh!
    Muito bem SR. EDUARDO COSTA ( jornalista)!
    Em determinados momentos abre a boca para "apoiar", e hoje, claramente, EMUDECEU diante de um chamado dos professores para a grave situação na qual estamos inseridos.
    Quanto mais fico atento ao nosso movimento, muito mais conheço a mídia, colegas(pelegos), etc. etc.. MAIS TENHO NOJO!!
    greve, GREVE, E GREVE!
    Convoco, convido os pais e alunos para estarem junto com aqueles que todos os dias enfrentam mil dificuldades para oferecerem o melhor dentro das salas de aula.
    Não esqueçam: não pedimos aumento de salário.
    Estamos solicitando o cumprimento de uma lei.
    Salário em julho de 2011- 550,00
    19 ANOS NO EXERCÍCIO DA FUNÇÃO
    3 CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO!
    Um abraço aos que estão nessa justa luta!

    ResponderExcluir
  14. SE DE FÁTO OS PAIS DE ALUNOS CONSEGUIREM TAL FEITO, VAI SER UM PRATO FEITO PARA DESMASCARARMOS O AÉCINHO PRINCEPE DAS GERAIS NACIONALMENTE E, MOSTRAR QUE MINAS GERAIS É UMA VERDADEIRA FARÇA MONTADA PELO ANASTASIA E , RENATA VILHENA ! SOBRE SUA COORDENAÇÃO, DIGA NÃO AÉCIO EM 2014.




    http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/2011/08/09/internas_educacao,244077/associacao-de-pais-de-alunos-aciona-justica-para-adiar-as-provas-do-enem.shtml

    ResponderExcluir
  15. GRAÇA

    Bom dia Prof. Euler,

    Voce estava certo e eu tb, mesmo reconhecendo o valor irrisório do piso oficial do MEC,ao insistir no valor do piso de 1.597,00 o Sindute continua dando munição ao governo.É aconselhavel aceitar o piso oficial e depois lutar por sua correção. A rede Globo melhorou um pouco para divulgar o movimento, veja:
    Atualizado em 09/08/2011 09h58
    Greve entra pelo segundo semestre letivo em Minas Gerais
    Governo e categoria não se acertam sobre valor do piso.
    Greve atinge 18% das escolas, diz secretaria; sindicato estima adesão de 50%.

    De acordo com a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, a paralisação atinge 18% das 3.777 escolas públicas estaduais: 2% estão totalmente paradas e outros 16% em paralisação parcial. Para o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), a adesão é maior e atinge 50% das escolas.
    O Sind-UTE/MG reivindica um piso salarial de R$ 1.597,87 para jornada de 24 horas e Ensino Médio de escolaridade. O valor defendido pelo sindicato segue cálculo feito pela Confederação Nacional dos Trabalhadores de Educação (CNTE).
    No dia 6 de abril, o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a lei que criou o piso nacional de salário do professor, fixado em R$ 1.187,97 para este ano. A decisão considerou como piso a remuneração básica, sem acréscimos pagos de forma diversa pelos estados. O Sind-UTE alega que o cálculo do Ministério da Educação está defasado.Remuneração em Minas
    A forma de pagamento adotada pelo governo de Minas Gerais em janeiro deste ano é chamada de subsídio e incorpora todas as gratificações, vantagens, abonos e adicionais recebidos pelos servidores numa parcela única. Servidores puderam solicitar a transferência para o modelo anterior, chamado de vencimento básico. O prazo vence nesta quarta-feira (10). Para estimular a categoria a optar pela remuneração na forma de vencimento básico, o sindicato realizada assembleia estadual nesta terça-feira (9) e participa de mobilização nacional em Brasília na quarta-feira (10). O sindicato critica que o subsidio é remuneração total e não vencimento básico e, portanto, não seria piso.

    No sistema anterior, a remuneração é composta de: salário-base (ou piso) e gratificações, abonos, adicionais etc. O salário-base de um professor com formação de nível médio em início de carreira é de R$ 369,89 para uma jornada de 24 horas semanais. Com adicionais, o valor chega a R$ 935, segundo o sindicato. Se esse professor quiser permanecer no subsídio, ganhará R$ 1.122, sem outros adicionais.Ainda de acordo com a secretaria, com a adoção do novo sistema em parcela única, a partir de janeiro deste ano, todos os servidores da educação tiveram ganhos reais em seus salários. No caso dos professores, segundo levantamento feito pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), cerca de 23% dos professores de educação básica de Minas Gerais tiveram aumento de mais de 40% nos salários. Outros 41% tiveram reajuste entre 10% e 40%. E para 36%, o aumento foi de até 10%.
    artigo na integra aqui:http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2011/08/greve-entra-pelo-segundo-semestre-letivo-em-minas-gerais.html

    ResponderExcluir
  16. Prof. Euler,parabéns pela informação e pela qualidade dessa informação. Seus textos são sempre muito precisos e claros.
    Nós, os leitores deste blog, agradecemos a sua extrema colaboração nesse processo.As informações que obtemos são por intermédio deste blog.
    Muito obrigada!
    Abraços!
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  17. É incrível perveber como este (subsídio) é desmoralizante! O edital do concurso deixa claro o valor inicial de R$ 1.320,00. Tenho 10 anos de efetivo no estado e recebo por isso (no subsídio) os mesmos R$ 1.320,00. Para onde foi a valorização do professor com esse subsídio? Quero meu piso, agora mais do que nunca.....

    ResponderExcluir
  18. CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O 3º ano

    Os professores do 3º ano já estão sendo informados da contratação para os seus lugares, a partir de amanhã. Os Diretores já estão comunicando reunião com o Corpo Docente, hoje, nas escolas.
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  19. Alguém tem alguma informação sobre o fim da greve em Ipatinga?(rede municipal)

    ResponderExcluir
  20. O governo autoriza contratar professores para substituir grevistas. Mas não é contra Lei, ah, esqueci que ele não as cumpre.
    Professor com P maiúscula não deverá cair nessa.
    É importante ressaltar que é a última cartada e forma de pressão. Fiquem atentos.
    è preciso que os professores que tenham um mínimo de dignidade não vá substituir colegas que estão lutando pelo bem de todos.

    ResponderExcluir
  21. Isso é simples de resolver: Professores do 3º voltem para a escola deem um dia de aula e entrem em greve novamente.

    ResponderExcluir
  22. Contratação de professores!!!
    Isso!
    Deve ter um número expressivo de professores experientes e desempregados.

    Vamos ver até onde esse governo pretende ir?
    Cumpra a lei do PISO e terá os EDUCADORES de volta.

    Não cumpra a lei, reserve, continue saqueando o que é nosso POR DIREITO e não apenas os MESTRES irão sofrer as consequências desse descaso.

    As consequências já estão aí para quem quiser ver. GREVE de mais de 60 dias.

    Ano passado - 47 dias de revolta.
    O que mais vem pela frente?
    Acorda sociedade mineira!
    GREVE! greve! greve! GREVE!!!!

    ResponderExcluir
  23. Vamos continuar twittando, ate a nossa vitoria, mostrando sempre a verdade.


    GREVE EM MINAS.Quer a correção do piso salarial, cobra valor apenas ao vencimento básico, sem incluir as gratificações. http://www.youtube.com/watch?v=x4irp3l7jxg

    ResponderExcluir
  24. GOVERNO DE MINAS GERAIS ANASTASIA MOSTRA SUA INCAPACIDADE DE NEGOCIAR COM OS GREVISTAS E ANUNCIA CONTRATAÇÃO DE CERCA DE 3 MIL PROFESSORES.

    ResponderExcluir
  25. Avante na luta companheiros! Gostaria de pedir o apoio dos colegas da escola estadual em ITUETA, que têm recebido os alunos da nossa escola em nossa saudosa cidade irmã, vos comclamo a entrarem na luta mesmo que de forma tardia para que juntos possamos colher o fruto da luta que toda categoria vai alcançar, vamos nos unir para enfrentar o momento tão difícil e constrangedor, lembrem-se "...e o cordão de três dobras não se rompe tão facilmente" Eclesiastes 4:12

    ResponderExcluir
  26. Euler,
    Espero que nenhum professor do 3º ano retorne às salas de aulas, amanhã ou qualquer outro dia, só por causa deste jogo baixo do governo em contratar professores substitutos. Este Desgovernador está mais uma vez infringindo a Lei que garante ao trabalhador o direito à greve. Temos que continuar firmes e unidos, a vitória chegará! Greve até o PAGAMENTO DO NOSSO PISO SALARIAL!

    ResponderExcluir
  27. Com que dinheiro o governo irá pagar os profissionais substitutos? Ele deveria parar de intransigências e negociar com a CATEGORIA, isto seria atitude de um governo sério que respeita o trabalhador e zela pela educação pública de qualidade, o que não é o caso do nosso. O governo nem aparece para negociar com a CATEGORIA, não manda representantes e depois tem a cara de pau de ir para as rádios e TVs dizer que está aberto à negociações. Quanta MENTIRA! O que ele quer é impor a todos as suas ideias e propostas, não sabe ouvir e dialogar. Está na hora de termos atitudes mais radicais contra este governo que não respeita os educadores e a sociedade de um modo geral. Pessoas como ele não merecem o PODER...

    ResponderExcluir
  28. Euler,
    Ninguém mais quer cursar faculdades na área de educação, exatamente pela realidade vergonhosa que se encontra a educação no país e em Minas. Quando algum professor se afasta por algum motivo, sua vaga fica afixada dias, semanas, meses e ninguém aparece para pegar. Os alunos, por sua vez, ficam dias ou meses sem aulas de determinadas disciplinas porque não acha professor habilitado. Para o governador conseguir professores para nos substituir terá que sair distribuindo diplomas falsos por aí, para qualquer um, com custo zero e ainda assim corre-se o risco de não encontrar candidatos interessados. Portanto, deixa de besteira governador, qualquer "coisa" ou serviço dá mais dinheiro do que ser professor. Para de querer bancar o "poderoso chefão" e vai exercer a sua função, PAGA O NOSSO PISO SALARIAL e tudo se resolverá. GREVE ATÉ O PISO!

    ResponderExcluir
  29. Euler,tenho ficado aqui quieta só lendo seus Posts,lendo as notícias no ESTADO DE MINAS e numa revolta de dar gosto...agora não falta mais nada,o "Anesteazia" vai contratar 3000 substitutos...parabéns!
    Dentro da Lei de greve pode haver contratação (mesmo que temporária)de substitutos?Acho que é mais uma falta gravíssima desse Desgoverno e suas "Miquinhas amestradas".Companheiro,está difícil,mas não impossível nem inatingível,só resta ter paciência e manter o "bom humor".Meu fraterno abraço e,até a vitória.Solange

    ResponderExcluir
  30. Euler,
    Do jeito que este governador é um FORA DA LEI, é bem capaz de aceitar qualquer um para nos substituir, creio que o critério será: sabe ler e escrever algumas palavras, diferencia letra de número, faz algumas continhas? Está apto, pode contratar. Sem falar que para pessoas com este perfil, o salário de 369,89 estará excelente, não acha? Com professores deste nível, imaginem como os nossos alunos sairão realmente bem preparados para o ENEM e os vestibulares! É capaz deles não conseguirem fazer nem aquela Provinha Brasil, que é ridícula de tão fácil! Depois o governador irá para a mídia fazer propaganda enganosa sobre a qualidade na educação pública mineira! Eles acreditaram!... Governador, a sociedade já sabe que para formarmos alunos competentes precisamos de PROFESSORES COMPETENTES e isto não se consegue da noite para o dia! Governador, PAGA O NOSSO PISO e ACABA COM ESTA PALHAÇADA, escola não é picadeiro!

    ResponderExcluir
  31. LEI DE GREVE
    (Art.7. Lei 7783/89) parágrafo único. È vedada a rescisão de contrato de trabalhadores durante a greve, bem como a contratação de trabalhadores substitutos.
    Ninguém é obrigado a cumprir ordem que sejam contra a Lei. Atenção diretores e inspetores.
    Se isso acontecer chamem a policia.

    ResponderExcluir
  32. Servidores da educação, precisamos derrotar este governo e salvar a Educação Pública Mineira das mãos deste ditador. Amanhã, dia 10/08, é o último dia para retornar à CARREIRA ANTIGA. Caso você ainda não optou, corra, vá a SRE e faça já a sua escolha, senão estarás se curvando para sempre ao opressor. Ah! Outro recado: GREVE ATÉ O PAGAMENTO DO NOSSO PISO SALARIAL! AnastAZIA precisa compreender que a "ERA" agora é outra, ele está congelado no tempo.

    ResponderExcluir
  33. Euler,
    Já que com este governo não tem conversa, porque ele nos ignora, deveríamos acionar a instância Federal. Chega de humilhação! Ter que ficar implorando por algo que é nosso de direito, e pior, uma miséria! Estamos desgastados, tem que haver um jeito, um caminho mais rápido de tudo se resolver. Não dá pra ficar "chovendo no molhado", com ditador não há diálogo muito menos negociação. Não desisto nunca de lutar e ficarei em GREVE até o PAGAMENTO DO NOSSO PISO SALARIAL! Só penso que deveríamos trilhar outros caminhos... Quando a nossa Greve repercutir nacionalmente, aí tomarão as providências cabíveis, seremos atendidos, terão que PAGAR O PISO!

    ResponderExcluir
  34. Euler,
    A área de Educação é tão fundamental para o desenvolvimento de uma nação que não pode continuar sendo ignorada por um governo. Anastasia está destruindo a educação pública. A atitude de ignorar os educadores demonstra a fraqueza, o desespero e a irresponsabilidade do seu governo. FORÇA PROFESSORES, vocês são mais fortes! GREVE, GREVE E GREVE...

    ResponderExcluir
  35. Pessoal,
    Esta de contratar professores para nos substituir é mais uma das estratégias covarde e cruel deste DESgoverno, que ao invés de negociar com a CATEGORIA prefere dar golpes baixos. Não caiam nesta. Jamais encontrará, em número suficiente, pessoas habilitadas para nos substituir! Ele está desesperado e disposto a fazer de tudo para nos pressionar. Será que teremos que provocar uma revolução?

    ResponderExcluir
  36. AMMY WINEHOUSE

    Acho que o governo tentará nos vencer pelo cansaço. Será que teremos fôlego para manter essa queda de braços com ele? Tomara que sim...
    Bem, acontece que, na minha opinião, o movimento está desorganizado; sem boas estratégias definidas. Qual a programação para manter o movimento coeso e mais fortalecido. Vejo alguns colegas, infelizmente, dando sinais de enfraquecimento. Parece que o Sindicato não sabe ou conseguiu achar uma forma de fortalecer a categoria na luta. Afinal, depois de 60 dias já era para ter aumentado o número de escolas paralisadas. Se isso não acontecer essa semana... corremos o risco de um retrocesso. E vai ser uma pena,pois vai ser triste morrer na praia. Tomara que haja mais adesão!

    ResponderExcluir
  37. GRAÇA

    Boa Noite Prof Euler,

    Estou emocionada com a Assembléia de hoje,preocupada com os rumos da negociação e das medidas terroristas do governo, mas,orgulhosa pela firmeza e coragem de nossos colegas! Agora sim! A mídia não só publicou mas deu destque, execessão, é claro, para o portal UAI, que divulga da continuidade da greve no RJ e detaca a ação do governo de contratar professor tampão.O TEMPO divulgou mas para variar segue a linha do governo.Enquanto espero por suas valioas informações, percorri a Net e a melhor reportagem sobre a Assembléia de hoje encontrei no UOL com 38 fotos excelentes.Não consegui copiar as fotos, mando o link para que todos possam ver, muito bom mesmo! EDUCADORES MINEIROS E CARIOCAS DANDO EXEMPLO PARA O PAÍS! Confira:

    UOL Educação - 09/08/2011 - 18h56

    Professores de Minas Gerais decidem continuar greve
    http://educacao.uol.com.br/album/982011_greve_mg_album.jhtm

    NO RIO - PORTAL O GLOBO

    Luta na Alerj

    Professores e funcionários da rede estadual decidem manter greve, que já dura mais de dois meses
    Plantão | Publicada em 09/08/2011 às 18h09m


    RIO - Em assembleia realizada nesta terça-feira à tarde nas escadarias da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), os professores e funcionários da rede estadual de ensino decidiram pela continuidade da greve, que já dura mais de dois meses. De acordo com o coordenador do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe-RJ), Danilo Serafim, a expectativa agora é pela votação da proposta enviada pelo governador Sérgio Cabral na Alerj. O movimento apoia três emendas ao texto original: a que aumenta o reajuste de 3,5% para 26%, a que prevê o pagamento integral das gratificações do Nova Escola e a que descongela o plano de cargos e salários dos funcionários. A votação deve ocorrer nesta quarta ou quinta. Na sexta-feira haverá uma nova assembleia, às 14h, para discutir os rumos do movimento. Segundo cálculos do gabinete do deputado estadual Comte Bittencourt, a inflação medida nos últimos trezes anos foi de 133%, mas os professores só foram reajustados em 60,06%. Há agora, portanto, uma perda real de mais de 70%. O aumento de 26%, defendido pelo Sepe-RJ, cobre apenas as perdas de 2007 até este ano.
    Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/educacao/mat/2011/08/09/professores-funcionarios-da-rede-estadual-decidem-manter-greve-que-ja-dura-mais-de-dois-meses-925100679.asp#ixzz1UZw2eUs8

    ResponderExcluir
  38. Profissionais da Educação,
    Se queres o PISO SALARIAL, saia do subsídio, amanhã é o último dia para a opção de retorno ao ANTIGO REGIME REMUNERATÓRIO, não se esqueçam!!! Venham se juntar à maioria da CATEGORIA! Juntos até a vitória pelo PISO SALARIAL! Enquanto aguardamos, fazemos GREVE!

    ResponderExcluir
  39. ALERTA À CATEGORIA!
    Quem ficar no subsídio não terá direito ao PAGAMENTO DO PISO SALARIAL, portanto se você ainda não optou pela CARREIRA ANTIGA, opte. Ao contrário ficarás sem o seu PISO! Só receberá O PISO SALARIAL o servidor que optar pelo ANTIGO SISTEMA REMUNERATÓRIO, ou seja, quem retornar à carreira antiga.

    ResponderExcluir
  40. Ola pessoal, reclamei como assinante do uol que so falavam da greve do Rio, porque nao mencionavam Minas tambem, hj eles fizeram a divulgação tb da nossa greve, a fala do sindicato foi pouca, mas com certeza, demonstra e divulga a situação da nossa GREVE, sem falar no album de fotos muito positivo. Segue o link.

    http://noticias.uol.com.br/educacao/2011/08/09/professores-de-minas-gerais-decidem-continuar-greve.jhtm


    E agora governador, a GREVE vai tomar espaço no Brasil, acorda, cumpra a lei do PISO, ainda ha tempo de ficar bem na fita, provar que e capaz de sobreviver a sua resistencia.

    LEI é LEI, deve ser cumprida.

    ResponderExcluir
  41. Divino-MG

    Euler,

    vamos conclamar a população mineira, ou melhor a nação, para fazer manifestações como no Chile (só que sem usar de violência).

    http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/08/estudante-voltam-ruas-no-chile-com-forte-presenca-policial.html


    (JN do dia 09/08/2011)

    http://g1.globo.com/jornal-nacional/

    ResponderExcluir
  42. Em resposta a reportagem, (http://noticias.uol.com.br/educacao/2011/08/09/professores-de-minas-gerais-decidem-continuar-greve.jhtm#comentarios)
    postei o seguinte comentario:

    O Governo de Minas não paga o Piso Salarial. Mas articula uma estratégia de confundir a sociedade, nos desmoralizar e, com isso, não realiza a negociação do cumprimento da Lei Federal 11.738/08.

    A melhor prova de que o governo não paga o Piso Salarial é o contracheque de cada trabalhador. Este meio com argumentos para nos intimidar, veio com corte salarial, tirando o dinheiro do bolso do professor, tirando o pao da mesa.

    Outra questão, foi criada uma lei estadual estabelecendo o subsidio, em resposta a ADI 4167, alegando no STF que o piso nacional seria o teto. So que a lei nos possibilita receber pelo sistema remuneratorio que tinhamos em dezembro, que inclui o vencimento básico, acrescido das vantagens, quinquênios (10%), biênios (5%) e gratificação de pós graduação (10%). Cerca de 80 mil servidores, preferem receber o salario nesta forma, a secretária de educação disse que está em extinção este sistema, a lei garante o direito. Piso e lei.

    jrddias

    ResponderExcluir
  43. Vamos twittar:


    Professores de Minas Gerais decidem continuar greve

    http://noticias.uol.com.br/educacao/2011/08/09/professores-de-minas-gerais-decidem-continuar-greve.jhtm#comentarios

    Governador Anastasia do PSDB, cumpra Lei Federal 11.738/08. Lei.


    Vamos a luta continua, nosso piso, valorização do professor esta proximo, estou confiante.

    ResponderExcluir
  44. Gasolinha meu lugar no terceião está a disposição, espero que não seja pra vc, pois, meus alunos não merecem uma incompetente como a Vossa Senhoria.
    O avanço de nossos alunos nada se deve a você e a esse Timóteo de brogodó, e sim a esses bravos colegas que os desafiam, embasadados em Lei quando cobra o piso nacional sonegados por esse governo que nunca é alcançado pelos rigores da lei devido às sua tramóias.

    ResponderExcluir
  45. Oi Euler
    Já descansou?
    Dê uma passadinha no site da see.La gorgonzollona afirma reconhecer o direito à greve but, preocupa-se com a acessibilidade dos alunos do terceiro ano às universidades.currupaco...currupaco...

    ResponderExcluir
  46. Euller, gostaria que se possível vc como maior Imformante de nossa campanha salárial, que se fosse possível vc me respondesse essa questão. O piso que lutamos em 2011, não vai atingir toda a classe dos educadores e sim apenas os professores graduados, assim eu entendi o que esta na lei, eu posso pensar assim, pois na minha escola, os ATBs forão e são empenhados na nossa luta, e sempre me questionam sobre isso, e eu estou sem saber o que responder. Desde de já aguardo e agradeço pela resposta.

    ResponderExcluir
  47. ADIN contra o Subsídio.
    Vejam o andamento no STF.
    O subsídio está com os dias contados.
    Anastasia e o Presidente da assembléia Diniz Pinheiro, terão que dar esclarecimentos ao STF conforme consta no acompanhamento processual.
    Segue o Link.
    http://www.stf.jus.br/portal/processo/verProcessoAndamento.asp?numero=4631&classe=ADI&origem=AP&recurso=0&tipoJulgamento=M.

    ResponderExcluir
  48. Entre mesmo caros tampões, e no primeiro contracheque estaremos juntos na greve cobrando o piso Federal

    ResponderExcluir
  49. EULER E AMIGOS DO BLOG,PESSO A VOCÊS QUE ENTREM NESTE LINK A BAIXO E, DEIXEM UM PROTESTO DIRIGIDO A ESTA ENTIDADE QUE SE DIZ APOIAR A EDUCAÇÃO MAIS QUE NA VERDADE ESTA A SERVIÇO DO GOVERNO DO PSDB ,PRINCIPALMENTE VOCÊ PROFESSOR EULER QUE ESCREVE TÃO BEM ,UM FORTE ABRAÇO A TODOS E NÃO DEIXEM DE ACESSAR E PROTESTAR.


    http://www.todospelaeducacao.org.br/comunicacao-e-midia/educacao-na-midia/17986/editorial-oportunismo-e-inverdades/

    ResponderExcluir
  50. Ter ou não ter professores habilitados para contratar é um problema, não é "o problema". No estado já existem profissionais não habilitados efetivados pela lei 100 em greve. Só não vê quem não quer e quem se encontra nessa situação. Acho até que existem os tais 3000 profissionais habilitados sim!

    O negócio é intensificar a greve e orientar os tais contratados a não entrar nesse jogo sujo dog overno.

    O problema é que com essa atitude o governo mostra claramente que não quer pagar o piso salarial. Se o pagamento estivesse por vir não haveria a necessidade dessa atitude absurda do governo. Além do que, tais contratações seriam injustas com os grevistas.

    O negócio é orientar tais profissionais a não entrar nesse jogo sujo do governo.

    ResponderExcluir
  51. VITÓRIA!!!!!!!!
    Hoje, dia 09/08, conseguimos mais uma vitória.
    O MP intimou o Governo e o Sindicato para uma audiência.
    Quem disse que "eles" não negociariam com grevistas?
    Mesmo assim, acredito que a nossa maior vitória já foi conquistada.
    Mesmo diante do corte no nosso salário, a nossa categoria não arredou o pé e se manteve forte.
    O DES (governo) não contava com isto, tenham certeza.
    Agora com esta contratação de professores para o 3º ano, acabou por dar um tiro no próprio pé.
    Primeiro porque a real situação irá aparecer: Provavelmente não conseguirão "professores" para tal feito ante os baixos salárioa oferecidos.
    Segundo porque o descaso com os demais estudantes ficou eminente.
    Pergunto à sociedade: Será que os demias alunos do 2º ano do ensino médio até os do 1º ano dos anos iniciais do ensino fundamental, não têm importância para este governo?
    Será que o fato de os filhos terem que ficar em casa sozinhos sem aula, enquanto seus pais trabalham não preocupa o governo?
    O que os Pais pensam a este respeito? Seria Justo?
    Terceiro e mais grave: Temos a certeza de que não serão pessoas qualificadas que estarão preparando estes alunos para o ENEM ou qualquer outra prova, ou seja, antes os alunos ficarem em casa estudando por conta própria a perder seu tempo com gente que não tem nem idéia por onde passa uma Educação de qualidade.
    Se conseguirem contratar este "professores" teremos mais uma vitória, pois ao verificar a incapcidade de lecionar, inerente a estes, os alunos se manifestarão em uma semana e aí é que eu quero ver.
    O chão de Minas já está tremendo DES (governador), assuma a derrota e elvante a bandeira branca enquanto é tempo!
    E se lembre: daqui pra frente tudo vai ser diferente, você vai aprender a ser gente...
    Força na luta e parabéns pela nossa vitória rumo ao PISO.
    Como dizia o próprio Slogan de campanha deste Ditador "Juntos somos mais".

    ResponderExcluir
  52. Caro Euler! Força na luta.
    Quando fui Diretor de Escola, algo semelhante ocorreu durante uma greve.Recebemos a instrução para darmos faltas nos professores grevistas. O lançamento de faltas e contatações são de responsabilidade dos Diretores. Eu e outro Diretor nos recusamos a fazê-lo. Fomos chamados às falas na nossa SRE. Elaboramos uma Exposição de Motivos para justificar a nossa insubordinação. Nos baseamos na Lei de Greve e sugerimos que o Governo editasse uma Resolução para nos dar amparo legal e assim dividirmos as responsabilidades por aquele ato ilegal. Argumentamos ainda que se algum professor se sentisse prejudicado poderia nos acionar na justiça. Como éramos a parte mais frágil no processo estávamos nos resguardando de possíveis retaliações. A tal Resolução nunca foi editada, os professores não levaram faltas, a greve terminou e as aulas foram repostas sem maiores prejuízos. Espero que este relato contribua para alertar os colegas e os Diretores que tentam dificultar o nosso movimento que é legal. Ilegal é o Governo.
    Estou ansioso pela reunião com o Ministério Público. Espero que o Sind UTE não fique agarrado àquele Piso que não tem amparo legal.
    Um abraço a todos e firmes na luta.

    ResponderExcluir
  53. O DESGOVERNO E SUAS ATITUDES DESGOVERNADAS
    Fiquei sabendo que a resolução encaminhada para a Escola, hoje, instruindo a contratação de professores, menciona que se não houver professor habilitado, pode contratar os não habilitados mesmo. Veja só, que incoerência desse DESGOVERNO, diz-se preocupado com os alunos e propõe uma bandalheira dessa. Os pais dos alunos e os alunos, ambos conscientes, estão preocupados com o que virá pela frente. Há escolas em que alunos chegaram a procurar o diretor pedindo que não contrate qualquer um, porque continuarão prejudicados. E o Diretor, disse não poder fazer infelizmente nada, quem chegar chegou!
    Muito bem, esse é esse o governo extremamente sério e comprometido com o social, apregoado em discursos empolados em frente as câmeras de televisão no ano passado?. Que discurso enfático fez na época da campanha para enganar a sociedade. Milhões de "bobos" estão indignados agora, mas a vida é assim mesmo ! Aprende pelo AMOR ou pela DOR! Quem sabe tudo isso não servirá de atenção para muitos daqui a alguns anos! Assim esperamos!

    ResponderExcluir
  54. Olá Euler e professores de Minas Gerais,
    Bom dia a todos.

    REFLEXÃO!

    "As coisas que nos unem superam todas aquelas que nos separam. Compartilhamos o mesmo planeta, a mesma terra, o mesmo céu e as mesmas esperanças e visões. Ao ver as virtudes nos outros sou capaz de acender seus corações com a chama do amor e apagar todos os traços de incompreensão. Assim cresce a solidariedade interpessoal."
    Autor: ( Brahma Kumaris )

    A TODOS PROFESSORES DE MINAS GERAIS, PRECISAMOS DE UNIÃO.
    NOSSA CAUSA É JUSTA.
    ESTAMOS LUTANDO POR TODOS NÓS.
    FAÇAM SUA PARTE.

    ResponderExcluir
  55. Olá Professor Euler e colegas,
    Bom dia!

    REFLEXÃO!

    "Tome um sorriso E doe-o a quem Nunca o recebeu. Tome um raio de sol E faça com que atinja Lá onde reina a noite. Descubra uma fonte para banhar Quem vive no barro. Derrame uma lágrima Para colocá-la no rosto De quem nunca chorou. Tome sua coragem E coloque-a no espírito De quem não sabe lutar. Descubra a vida E narre-a a quem Não consegue entendê-la. Pegue a esperança E viva na sua luz. Retome a bondade E doe-a a quem Não sabe doar. Descubra o amor E faça o mundo conhecê-lo."
    Autor: ( Gandhi )

    ISTO É "SOLIDARIEDADE"

    ResponderExcluir
  56. Oi Euler,
    Bom dia!
    "O contracheque divulgado, recentemente, pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) demonstra que a servidora tem claro prejuízo ao optar por permanecer no antigo sistema de remuneração".
    A justificativa acima demonstra que o governo tá mesmo perdido,sem rumo e falando asneiras.
    Ou eu estou enlouquecendo???????
    PS; Acabei de ligar para minha escola. Já chegaram as determinações.Contratar secretárias, serviçais,supervisores...Contrate o que precisar.
    O mais asqueroso nisto tudo é que nossas coleguinhas serviçais passam um aperto danado para manter a escola limpa.O número é insuficiente para a demanda.E agora pode tudo. Vai contratando aí!

    ResponderExcluir
  57. Olá Euler,
    Professores de Minas Gerais.

    ANDAMENTO ADI 4631 NO STF.


    SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

    AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 4.631 MINAS GERAIS
    RELATOR : MIN. AYRES BRITTO
    REQTE.(S) :CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES EM
    EDUCAÇÃO - CNTE
    ADV.(A/S) :LUCIANO LARA SANTANA E OUTRO(A/S)
    INTDO.(A/S) :GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS
    INTDO.(A/S) :ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS
    DECISÃO: vistos, etc.
    A autora pede, liminarmente, que se dê interpretação conforme à
    Constituição ao art. 1º e seu parágrafo único da Lei nº 18.975/2010, do
    Estado de Minas Gerais.
    2. Do exame dos autos, enxergo a relevância da matéria veiculada na
    presente ação direta de inconstitucionalidade, bem como o seu especial
    significado para a ordem social e a segurança jurídica. Tudo a
    recomendar um posicionamento definitivo deste Supremo Tribunal
    Federal acerca da impugnação que lhe é dirigida.
    3. Nessa moldura, adoto o procedimento abreviado de que trata o
    artigo 12 da Lei nº 9.868/99.
    4. Solicitem-se informações aos requeridos. Após, encaminhem-se o
    processo, sucessivamente, ao Advogado-Geral da União e ao ProcuradorGeral da República, dispondo cada qual do prazo de 05 (cinco) dias.
    Publique-se.
    Brasília, 1º de agosto de 2011.
    Ministro AYRES BRITTO
    Relator
    Documento assinado digitalmente
    Supremo Tribunal Federal
    Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O
    documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/ sob o número 1345521.

    PACIÊNCIA, FORÇA E PERSISTÊNCIA.

    A NOSSA CAUSA É JUSTA.

    ResponderExcluir
  58. OI EULER,GOOD MORNING!
    ESTOU TREINANDO. PODE SER QUE DONA DIRETORA DOS ESTEITES VENHA À MINHA ESCOLA...

    EULER QUERIDO, ME ESCLAREÇA UMA COISA: ESTE POVO TODO VAI TER QUE FAZER CAT PARA SER DESIGNADO OU ESTA NECESSIDADE DE ANÁLISE DO CURRICULUM DO PRETENDENTE TB FOI ABOLIDA?
    IIIIIIIGENTE?EU SÓ TÔ QUERENDO APRENDER MAIS!

    ResponderExcluir
  59. Governo diz que vai contratar profs no lugar de grevistas,,kkkkkkk,,que piada até parece que tem profs de sobra,,KKKKK,,mesmo que tivesse não há trouxa,,todos sabem que esse contrato não é coisa séria ,,a greve acaba eles perdem o contrato e com certesa não receberam,,kkkk,,paque logo o piso deixa de besteira,,seja homem ,,seja esperto,,,imagina quantos votos ganhará no futuro se ajudar os profs,,ainda há tempo de corrigir as besteiras.

    ResponderExcluir
  60. Vale à pena ver esse texto em meu BLOG da Colunista Andréa Costa.
    Ele certamente vai ser para dar mais força e reflexão nessa luta. http://jornalocombatente.blogspot.com/2011/08/colunista-andrea-costa-apresenta-o.html

    ResponderExcluir
  61. Cidadão atento


    Gostaria de participar desse momento singular e fazer algumas considerações:

    Antes, porém, caro Euler tenho que pedir, com muita empolgação, que seu blog tenha vindo para ficar. Num estado onde há falta de uma análise séria sobre o governo, seu blog tem o mérito de fazer isso com muita propriedade. Faço votos que você extrapole para além do área educacional.


    1 – pode até parecer bobagem o que estou dizendo, mas se uma coisa se chama subsídio, não pode ser piso também. São coisas diferentes e tem nomes diferentes exatamente para distingui-las umas das outras.

    2 – para aqueles que acreditam no subsídio eu só posso acreditar que ou são ingênuos e tolos ou não estão nem aí para o tipo de sistema pela qual o governo nos paga. É só ver a vida pregressa do governo que aí está. Desde o começo foi só corte de qualquer tipo de vantagem que ajudava um pouco no mísero salário do servidor. Fora muitas outras maldades como Cidade Administrativa, aumentos minúsculos e cada vez mais longínquos no tempo. Não dá pra acreditar que o governo iria criar o tal subsídio se de fato ele fosse bom mesmo para o servidor. Ademais é aquela questão levantada por muitos: por que ele não implantou isso na PM? Os contextos são parecidos, um soldado que entra hoje ganha o mesmo que outro que está há anos na PM? O risco não é o mesmo? Acho até que a categoria deveria alertar servidores de outras áreas, pois hoje é a educação, amanhã é subsídio para todo mundo.

    3 – é preciso conseguir impor alguma espécie de derrota a este governo que se acha acima de tudo e de todos. Acho que esse é o momento. E são os professores que tem nas mãos as “armas” para isso. É só não abrir mão da dignidade e da capacidade de lutar. Já não temos muito mesmo a perder, considerando as coisas como estão. Sabemos que esse governo é uma farsa e essa é a oportunidade de desmascará-lo.

    4 – Diz o desgovernador que o sistema antigo mascarava a realidade. Curioso né, que alguém que já foi secretário de planejamento, vice-governador durante um período de 6, 7 anos, só agora, às vesperas do piso, chegou à essa conclusão. É muita má fé, é muita cara de pau. Porque não mudou antes, então? Ahhhh, não tinha o piso pra pagar. Ou ele é muito demagogo ou é muito incompetente. Eu acho que é as duas coisa juntas.

    5 – Se o governo de minas fosse tudo isso que ele diz ser, não seria razoável que ele pagasse dignamente a seus servidores?

    6 - acho que é pertinente colocar para os jovens estudantes que eles poderão vir a ser os servidores (e os grevistas) de amanhã. Ou será que eles pensam que só há mercado de trabalho na iniciativa privada? Buscar contatos com eles através de redes sociais, da forma que estão mais habituados,seria uma das formas de aproximá-los da situação. Depender só da mídia governista não é muito prudente.

    Então pessoal, por enquanto, é isso que tenho a colocar. Embora longa a exposição, espero que seja útil.

    ResponderExcluir
  62. Avante Guerreiros do Brasil!

    Avante até a Vitória!

    Substituto não virá,
    pois Professores ociosos não há,
    essa o PSDB não ganhará!

    PSDB é igual a gafanhoto,
    por onde passam
    tudo devoram,
    tentam mais uma vez
    levar sonhos embora.

    Vamos sem temor
    vencer o opressor,
    que nos priva de nossos direitos,


    Nos calarmos jamais,
    avante Guerreiros de Minas Gerais,

    Mas, se ergues da justiça a clava forte,
    Verás que um filho teu não foge à luta,
    Nem teme, quem te adora, a própria morte.

    Pela Liberdade de Minas Gerais,
    pela Dignidade de meus Professores,
    pela Educação de Qualidade que nuca foi preocupação do desgoverno de Minas,
    venho dar força para aqueles que constroem o futuro do Brasil!

    Avante meus Professores!
    Não desistam!
    Estamos juntos até o fim!

    Aluno do 3 ano do Ensino Médio

    ResponderExcluir
  63. Caro Euler, lembra quando o Aécio andava lado a lado com o Márcio Lacerda, farinha do mesmo saco, somente a imprensa mineira encobre os podres deste senhor e seus cupinchas. Greve até a vitória.

    ResponderExcluir
  64. EULER, CASO O SERVIDOR FAÇA A OPÇÃO PELO SUBSÍDIO E NA DECISÃO FINAL DO MOVIMENTO O PISO SEJA DEFINIDO, TODOS OS SERVIDORES RECEBERÃO O PISO OU SOMENTE OS QUE FIZERAM A OPÇÃO PELO ANTIGO?

    ResponderExcluir
  65. Fala Euler;

    Olha o Antônio Roberto já está com inveja do seu blog, você já está resolvendo até assuntos do coração. kkkk

    Agora eu sei porque o STF não publicou o acórdão. É que eles estavam ocupados tentando reaver o cargo do PINDUCA, "u das abulâcias". Agora parece que o MP acordou, será que vamos conseguir algo?

    ResponderExcluir
  66. Professor Euler e colegas,

    Boa tarde!

    O QUE SERÁ DECIDIDO HOJE NA REUNIÃO ENTRE O MINISTÉRIO PÚBLICO, GOVERNO DO ESTADO E Sind UTE MG?

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  67. OiEuler!
    Viu que beleza! MÁRCIO LACERDA PAI do Presidente do Comitê Executivo Organizador da Copa do Mundo em BH, TIAGO LACERDA,aquele prefeito que na greve do ano passado declarou na tv que poria quatro soldados cada um pegando nos braços e pernas dos professores que atrapalhavam o trânsito em BH,GASTOU NOVECENTOS MIL PARA VIAGENS QUANDO PODERIA TER GASTO SEIS POR CENTO DESTE MONTANTE.EM UMA DESTAS VIAGENS VOOU PARA BRASÍLIA. FOI PARTICIPAR DE UMA FESTA RELACIONADA A UM JORNAL...
    A FARRA É BOA.
    ENQUANTO ISSO A CARAVANA PASSA E OS CÃES LADRAM.
    QUE DESÂNIMO.

    ResponderExcluir
  68. Oi EEEEEEEEEuler
    LA GORGONZOLLONA VAI SOZINHA CONVERSAR COM O PESSOAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO? PERGUNTO PORQUE ESTOU ACHANDO LA VILHENA UM TANTO SUMIDA. QUE MALDADE ESTARÁ PREPARANDO AGORA?

    ResponderExcluir
  69. Espero que o ministério público faça cumprir as leis neste momento de tensão, seja imparcial mostrando que ainda há lei nesta terra das Minas Gerais. O governo não pode mentir tanto e ficar por isso mesmo, PISO SALARIAL é Lei Federal. Isso não é brincadeira,Piso é salário base e não um pacote denominado subsídio onde o governo paga o salário base + gratificações do plano de carreira como se pagasse o piso, PISO NÃO É TETO como ocorre em Minas.
    A educação em Minas é uma farsa, primeiro o governo efetiva um bando de gente sem curso para lecionar e agora quer contratar mais pessoas despreparadas para "tampar buracos", gente onde está a lei? e a mídia? aqui está parecendo Brogodó no reinado do Timotinho Cabral, O MP e o STF precisam agir.

    ResponderExcluir
  70. O blog Oposição Sindical que tem como objetivo expor e divulgar as posições e propostas da Oposição Sindical do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais, para toda a categoria. Publicou a seguinte nota:

    "Nota de solidariedade à greve dos trabalhadores da educação

    A Oposição Sindical dos Jornalistas de Minas vem prestar seu apoio e solidariedade aos trabalhadores da educação de Minas Gerais, em greve há mais de 2 meses. Ao decidirem manter a greve a categoria deu mostras do vigor e coesão do movimento que luta por salários dignos e melhores condições de trabalho.

    Os grevistas resistem não só em Minas, mas também no Rio de Janeiro, onde a os trabalhadores da educação estão acampados em frente à Secretaria de Educação enfrentando duras condições de luta. Vale lembrar as lições dos bombeiros e tantos outros trabalhadores que demonstraram que a greve continua viva.

    Também é preciso denunciarmos urgentemente a forma como o movimento é tratado pelos governos. Em Minas, a novidade de agora é uma campanha publicitária centrada em alunos e pais pedindo o fim da greve. Ação de uma crueldade sem tamanho que começou a veicular na mídia mineira e avança com o anúncio do Governo do Estado de contratar de 3 mil professores substitutos (fura-greves), mostrando que o importante não é orçamento destinado à educação, mas a manutenção do nível de exploração sob os trabalhadores. Gasta-se em contratação e não se aumenta o salário. Por isso a importância de se reafirmar a greve.

    A todos os trabalhadores, nossa lágrima de esperança. A Oposição dos Jornalistas de Minas vos aplaude de pé. Pois somos uma categoria mal remunerada e sentimos na pele a dor de vocês.

    AUMENTO SALARIAL JÁ! "

    ResponderExcluir
  71. Entrem pessoal e protestem!
    TODOS PELA EDUCAÇÃO!!
    Já o fiz!!
    O link está neste post e um colega solicita que após fazer leitura deixemos lá nosso repúdio. Somos chamados de MASSA DE MANOBRA!
    Vamos lá?

    ResponderExcluir
  72. Euler,
    sabe me dizer se o sind-rede BH vai chamar a paralisação nacional?
    Seria uma vergonha se não chamassem... Afinal pedem a unificação o tempo todo.
    João Pedro. Venda Nova

    ResponderExcluir
  73. Euler seu blog, muito tem contribuído para o sucesso desta greve. Nunca vi uma luta tão acirrada contra um sistema remuneratório. Parabéns.

    ResponderExcluir
  74. Olá Euler, foi um prazer conhecê-lo na assembléia ontem!Infelizmente, hoje meus colegas da escola Abílio Rodrigues Patto estão querendo retornarar às aulas devido a pressão imposta do governador em contratar professores para o 3º ano. Tentei convencê-los de que agora não é o momento de ceder até mesmo porque não estamos mais sozinhos nessa luta,pois representantes políticos, todos os grupos sociais e sindicais do Estado estão ao nosso lado, propus aos colegas que vão à assembléia hoje às 15:00 e só depois tomem a decisão, espero que sirva de injeção de ânimo a eles.Aproveito também para ressaltar que a nossa DIREÇÂO respeita a posição de todos os professores e até mesmo nos apóia em nossa greve, ou seja, é consciente, coerente com a cidadania e a "Educação".Valeu Rose, Ronaldo e Jorge!!!E a luta tem que continuar colegas, não vos desanimeis!!Um filho teu não foge a luta!!!
    Abraço,
    Carla Aparecida Santos

    ResponderExcluir
  75. Professor Euler e colegas,

    Precisamos escrever uma carta dirigida aos pais e aos alunos do 3º ano do 2° grau.
    Explicando a realidade da educação em Minas Gerais.
    Esta carta deverá ser publicada nos jornais, o Sind UTE MG, poderá arcar com estas despesas.

    O ALUNO DO 3° ANO DO 2° GRAU, TEM ENTENDIMENTO SUFICIENTE, JÁ SÃO ELEITORES E TEM A VOCAÇÃO E SONHOS DE LIBERDADE E JUSTIÇA.

    PRECISAMOS TRAZE-LOS PARA NOSSA CAUSA.

    *** O PROJETO OPRESSOR DE TODA POPULAÇÃO EM MINAS GERAIS POR PARTE DO GOVERNADOR E SEU PARTIDO, ESTÁ EM PLENO ANDAMENTO.

    APARELHAMENTO DO ESTADO COM PESSOAL DO PSDB OCUPANDO CARGOS COMISSIONADOS COM ALTOS SALÁRIOS, ESTÃO EM CURSO EM TODOS OS ORGÃOS DO ESTADO.

    QUERIDOS ALUNOS,
    ...Enquanto isso os filhos dos mais afortunados estão estudando em escolas PARTICULARES.
    ...SUAS VAGAS NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS (GRATUITAS) ESTÃO MAIS GARANTIDAS.

    ISTO É DESIGUALDADE DE OPORTUNIDADES.
    ISTO É DISCRIMINAÇÃO SOCIAL.

    JOVENS ESTUDANTES DO 2° GRAU, PROTESTE EM SUAS ESCOLAS, RECLAME POR IGUALDADE DE OPORTUNIDADES.
    NÃO ACEITE TAPEAÇÃO.
    SEJA CONTRA ESTE GOVERNO NAZISTA QUE ESTÁ INSTALADO EM MINAS GERAIS.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    NAS ÁGUAS REPRESADAS EXISTE ENORME ENERGIA.

    ResponderExcluir
  76. Cara Educadora
    Os educadores de Caiana necessitam de sua visita.

    ResponderExcluir
  77. Olá Euler e colegas;
    Boa tarde!

    Faço a sugestão que:

    - Seja confeccionada uma carta, direcionada aos alunos do 2° grau e também aos pais.

    - Percebo que estes alunos tem entendimento suficiente, a maioria já são eleitores.

    - Eles tem a força e ideais de JUSTIÇA E LIBERDADE.

    - Leve a eles a REALIDADE DA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    - Mostre-os a DESIGUALDADE PROPORCIONADA PELO GOVERNO EM RELAÇÃO AOS ALUNOS QUE ESTUDAM EM ESCOLAS PARTICULARES.

    - ALUNOS EM ESCOLAS PARTICULARES, TEM MAIS OPORTUNIDADES DE GARANTIR UMA VAGA NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS, AS MELHORES E TAMBÉM GRATUITAS.

    - Convide-os para não aceitarem um ensino de má qualidade.

    - Este Governo está PROMOVENDO A DISCRIMINAÇÃO E A DESIGUALDADE DE OPORTUNIDADES.

    - Faça esta carta circular como encartes nos jornais e como material de greve, panfletos, etc..

    Fazendo a minha parte..

    ResponderExcluir
  78. Euler, isso é muita falta de respeito com os nossos alunos. Trabalho há 5 anos na E.E.Eng. Amaro Lanari Junior (ANTIGA ESCOLA DO IDEAL) e ja presenciei a contratação de colegas que nao sao dignos para exercerem a nossa profissao. Tinha professores que ao inves de darem aulas, ficavam contando sobre os filmes que ele via durante a semana. ESSA É A REALIDADE DE CONTRATAR PROFESSORES DESQUALIFICADOS!!!

    ResponderExcluir
  79. Alunos passam o tempo todo desmentindo :
    1 comentários:

    Júlia disse...

    Só para constar, a passeata não era contra a greve. Compreendemos que a greve só acontece porque o Governo de Minas NÃO PAGA o salário justo aos professores, numa clara demonstração de DESCASO com a educação, os profissionais e a juventude.
    A manifestação era pra que as reivindicações dos professores fossem atendidas, e só assim voltemos às aulas.
    8 de agosto de 2011 18:47
    http://comentaminas.blogspot.com/2011/08/estudantes-fazem-manifestacao-contra.html

    ResponderExcluir
  80. Gente, ajuda postar muito pro Mauro tramonte do BALANÇO GERAL O QUE É PISO E O QUE É SUBSÍDIO, o programa dele montou a ESCOLINHA DO BALANÇO na CIDADE ADMISTRATIVA e levou um monte de crianças para cobrar aumento para os professores. Vamoa mostrar a ele que não basta ser aumento e sim o cumprimento da lei.
    http://balancogeral.recordminas.com/plus/modulos/noticias/ler.php?last

    ResponderExcluir
  81. Aos "colegas" que não aderiram à greve em Minas:

    Vocês vão continuar em sala de aula, coniventes com o governador fora da lei, que baixou Decreto contratando 3000 funcionários para ocuparem o cargo dos que estão em greve? E o pior, vai contratar até pessoas sem habilitação para lecionarem no 3.º ano do Ensino Médio!
    ATENÇÃO! A Lei de Greve proíbe a contratação de profissionais para ocuparem o cargo dos que estão em greve.
    Os próprios alunos e pais de alunos estão se movimentando em apoio ao movimento grevista em Minas.
    P.S.: Desculpem-me se feri a sensibilidade de alguém;apenas usei do meu direito democrático de me expressar.
    Abraços fraternos a todos,
    Ruth

    ResponderExcluir
  82. AOS PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO QUE DESEJAM VOLTAR À SALA DE AULA

    Não façam isso, por favor, pois a classe ficará mais uma vez taxada de desunida, fraca na luta, sem cidadania, etc. A nossa greve foi considerada legal! O desgovernador não poderá prejudicar ninguém, mas, se ele tentar, entrem com processo em cima dele. Lembrem-se de que o desgovernador está descumprindo mais uma lei, ou seja, a Lei de Greve, que proíbe a contratação de profissionais para ocuparem o cargo dos grevistas.
    COLEGAS, NÃO FUREM A GREVE!A LUTA DEVE CONTINUAR!

    ResponderExcluir
  83. Professor Euler,

    PARABÉNS PELAS 370.000 VISITAS A ESTE BLOG.

    BLOG DE UTILIDADE PÚBLICA PARA OS PROFESSORES DE MINAS GERAIS.

    OPORTUNIDADE DE OPINIÃO LIVRE E DEMOCRÁTICA A TODOS.

    ResponderExcluir
  84. Euler, boa noite!

    O que foi decidido na reunião com o MP? Podemos ter esperanças?
    Estou angustiada, pq tenho notícia de muita gente voltando pra que não sejam contratadas outras pessoas em seus lugares... O sindicato precisa conseguir derrubar essas contratações, senão, será o fim da greve!
    Infelismente, existem muitos assustados com tantos desmandos do coronelzinho e afinal nada é feito pra detê-lo, por isso ficam com medo.
    Quero deixar claro que essa não é minha postura.
    Um grande abraço e força na luta!
    Gilda

    ResponderExcluir
  85. Olá companheiros de luta

    Genteeeee, esta greve não é brincadeira não...
    Tem pais nos apoiando, alunos envergonhados com o salário que recebemos, famílias indignadas com um governo que insiste em nos enganar dizendo que o subsídio é PISO SALARIAL. Faça-me rir!!! Somos mineiros uai... Lutaremos sempre, cada vez mais escolas em nossa região se aderem à greve. E a contratação de professores "tampa buraco"não é realidade, a nossa realidade é bem diferente: professores insatisfeitos, indignados, gritando por justiça, e ela virá...
    Continuaremos firmes, até que o piso nacional nos seja pague. AVANTE COMPANHEIROS e até o nosso próximo encontro, que este foi divino...

    ResponderExcluir
  86. "Anônimo:
    Euler,
    Boa noite!
    Notícias da reunião das 14:30? Afinal, o MP precisa sair em defesa dos nossos direitos e obrigar essa corja a pagar o que tem nos tirado.
    Aqui na minha cidade estamos curiosos com o resultado da referida reunião. Tendo notícias, por favor, partilhe com seus companheiros, como tem feito sempre. Obrigado por você existir!

    ResponderExcluir
  87. Professor Euler;

    PRECISAMOS DE NOTÍCIAS.

    O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

    TODO MUNDO FICOU MUDO.

    ResponderExcluir
  88. Euler e Companheiros,
    Os militares de Minas e dos outros Estados, estão se articulando e vão conseguir a aprovação da PEC 300 - que dará um piso muito bom para a categoria.
    Precisamos organizar uma união nacional de todos os sindicatos da Educação do Pais, SP, RJ, PE, RN, SC,MG... Para levantarmos também uma pressão nacional, parando a educação nacional para a nossa valorização - Por que não conseguimos nos organizar a nivel nacional??? Temos que começar a cobrança junto ao Sind Ute.
    Linder -Manhuaçu

    ResponderExcluir
  89. Postei no site lá:
    Aprenda a fazer comentários leais. A greve não está só em Minas. Também não pertence a políticos, quem dera se fosse. Já teria se resolvido, pois falta exatamente vontade politica para se cumprir uma Lei que é do ano de 2008. Assista esse vídeo, antes de emitir um raciocínio infundado.
    http://www.youtube.com/watch?v=hYAqLvtZ7TY&feature=related
    Aprenda, antes de depreciar uma categoria altamente especializada como ser feliz no próximo comentário vendo esse site.
    Quanto a nos chamar de "massa de manobra", poderia ser processada, por calunia e difamação. Como iria responder a um processo requerendo perdas e danos ? O itém número 1 do termo de uso só vale pra quem envia comentários? 1. Conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal de quem o enviou. Cuidado com o tema que vocês postam também.
    http://educacao.uol.com.br/album/982011_greve_mg_album.jhtm
    Saiba que nós, os professores de Minas Gerais nos pautamos na verdade, na ética e na proficiência. Massa de manobra são pessoas que se propõe a proferir inverdades sem ouvir todos os lados da questão. Obrigada.
    AJUDEM NOS A RESPONDÊ - LOS, NESSE LINK ABAIXO.
    http://www.todospelaeducacao.org.br/comunicacao-e-midia/educacao-na-midia/17986/editorial-oportunismo-e-inverdades/

    ResponderExcluir
  90. Olá pessoal;

    NOSSA CAMPANHA GANHA APOIO DE ESTUDANTES.

    O tempo ONLINE
    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Estudantes fazem manifestação de apoio à greve dos professores na Praça Sete
    10/08/2011 18h53
    Avalie esta notícia »
    1PRISCILA COLEN
    Siga em: twitter.com/OTEMPOonline
    Cerca de 150 estudantes estão na Praça Sete, no centro de Belo Horizonte, para uma manifestação a favor da greve dos professores, iniciada há mais de 60 dias.

    Assim com os profissionais, os alunos, sem aulas, reclamam da falta de valorização da educação no estado, uma vez que, segundo eles, o Governo de Minas paga aos professores um piso salarial que está abaixo do que é estabelecido pela lei.

    Eles consideram a atual situação de greve um "descaso", uma vez que as escolas estão vazias e que o Governo não deu indicação de que vai atender às reivindicações dos professores.

    O trânsito é lento no entorno da Praça Sete, com reflexos nas principais ruas e avenidas da região.

    » Notícias relacionadas
    Notícias
    10/08/2011
    Termina sem acordo mais uma reunião entre professores e Governo de Minas

    A LUTA CONTINUA COMPANHEIRAS(OS)
    A NOSSA CAUSA É JUSTA.
    FIRMES NA LUTA.

    ResponderExcluir
  91. Olá pessoal;

    O TEMPO ONLINE

    Crise na educação se agrava com substituição de grevistas
    Categoria não se rende à pressão e decide manter paralisação que chega hoje ao seu 63º dia
    Publicado no Jornal OTEMPO em 10/08/2011

    Sem negociação. Professores estaduais decidiram, em assembleia ontem à tarde, continuar a greve iniciada há 63 dias
    A crise na educação em Minas, com impasse sobre o valor do piso salarial pago aos professores da rede estadual, se acirrou ontem com o anúncio do governo do Estado de convocar 3.000 profissionais para substituir os grevistas que há 63 dias se afastaram das salas de aulas. A medida, no entanto, não mudou a decisão da categoria. Em assembleia, o Sindicato Único dos Trabalhadores da Educação (Sind-UTE) aprovou a proposta de continuidade da greve.

    "O período sem aulas é um dano irreparável e, por isso, adotamos a medida para que esses estudantes não sofram ainda mais com a greve", disse a secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Almeida Gazzola.

    FIRMES NA LUTA COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  92. Olá pessoal;


    COMENTÁRIO NO SITE “SUPER NOTÍCIAS”

    Comentários

    10/08/2011 - 19h42
    jose anisio vieira guimaraes
    timóteo-mb

    O que está acontecendo com esse movimento grevista dos Professores de Minas é o seguinte: o governador de Minas, joga com toda a sua supremacia política e econômica que o Estado de Minas tem hoje no cenário político nacional - usa desta força para não pagar o piso - sendo que ele mesmo sabe que o Piso é Lei e que, mais cedo ou mais tarde ele será pago. Aproveita, também, que a maioria dos professores da rede estão endividados com o crédito consigndo dos bancos; sem falar de muitos pais de alunos, que, infelizmente, ainda não têm um conhecimento político geral e pensam que os professores ganham bem. Se esqueceram que foi este governo é que gastou milhões e milhões de reais em campanhas publicitárias no rádio e na televisão a fim de formar na cabeça de seus eleitores essa convicção: "professor é classe privilegiada pois além de deter o saber - ganham bem". E conseguiu? advinhe. O pior: conseguiu também incutir que greve é sinônino de guerra (imagina!). Greve: infelizmente, é a última arma que esses Trabalhadores da educação têm contra um político que quando era candidato á governador da Eleição passada dizem que gastou mais de 420 milhões de reais para comprar 850 prefeitos em todo o Estado (foi por isso que a virada foi tão rápida dele sobre o primeiro colocado nas pesquisas - é claro que teve a ajuda do Aécio). Minha avó dizia que "Cavalo ruim de andadura nunca anda sozinho". Este dinheiro "gasto devidamente", estava guardado nos cofres públicos para pagar os coitados dos "sofressores" , em greve há mais de dois meses. Agora, você sabe por quê a mídia não pública nada deste movimento? eu mesmo respondo: é porque nós vivemos num país capitalista onde quem tem dinheiro é soberano, e como tal, é tratado como rei(...). Quem é que se dispõe a dar a sua própria vida para salvar a vida do seu semelhante, como fez Tiradentes, Chico Mendes e outros mais? ninguém, e se o seu prato está cheio de comida, que dane o seu semelhante. Infelizmente, muitos pensam e agem assim. Estamos sofrendo e vamos sofrer muito mais é porque somos egoístas, e como tal, só vigiamos somente o nosso umbigo.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).
    1

    ResponderExcluir
  93. Euler, nada contra, mas realmente é um absurdo esse governo comandar um Estado grandioso como Minas Gerais totalmente fora da Lei:Primeiro ele efetiva uma grande quantidade de pessoas através da Lei 100 sem concurso.Veja bem,fiz concurso em 1992 e fui nomeado em 1994. como estudei para esse concurso e graças aos meus estudo consegui ficar em 5º lugar em toda BH aí vem o governo e nomeia todo mundo sem concurso; Segundo, como ele mente descaradamente junto com a secretaria de educação, que mais parece um cão piquenês. Meu Deus! Precisamos gritar e pedir uma intervenção Federal no Estado.Vamos gritar, Minas pede justiça federal contra um governo que faz o que quer.

    ResponderExcluir
  94. Olá Professores;

    Governo de Minas cria NOVA CATEGORIA DE SERVIDORES.

    - OS SOFRESSORES.

    *** As águas represadas contém enorme energia.

    ELES ESTÃO ESQUECENDO DISSO.

    ResponderExcluir
  95. Olá Professores;

    AOS ALUNOS DO 2° GRAU.

    Lembrem-se que um dia vocês podem vir a trabalhar para o Governo de Minas.

    NÃO ACEITEM TAPEAÇÃO.

    ResponderExcluir
  96. Professor Euler;

    PRECISAMOS DE NOTÍCIAS DA REUNIÃO COM O MINISTÉRIO PÚBLICO.

    Aguardamos ansiosos por novidades.

    ResponderExcluir
  97. Euler, boa noite!

    Fiquei sabendo que as secretárias do "coronelzinho" disseram na reunião com o MP que a maioria dos servidores está feliz com o subsídio, pq somos quase 400.000 e só 85.000 até o momento fez a opção pra retornar pra antiga carreira. Será que o pessoal do sindicato esclareceu ao Mp sobre a verdade desses números? Pois, nem todos puderam optar e o prazo acabou hj, então esse nº vai crescer muito. Fiquei preocupada ao ouvir isso, poste por favor, o que vc sabe sobre a reunião, ok?
    A propósito. desabafo: hj ao tentar convencer colegas a fazerem a opção de retorno, uma infeliz de uma pedagoga que trabalha na minha escola, defendia o subsídio com unhas e dentes, disse que vai perder 400,00 e que tem certeza que não conseguiremos o piso e blablablablabla
    No final da discussão, ela riu da minha cara e disse: Continue lutando pq se vc ganhar, todos seremos beneficiados, ou vc acha que nós que ficamos no subsídio aceitaremos ganhar menos que vocês? Se o piso sair, claro que o governo vai acabar com o subsídio e aí todos seremos vencedores. KKKKKKKKKKKKKKKKK
    Olha, tive que me conter pra não partir pra cima dela....
    O que vc pensa sobre isso? Hj estou tão p... da vida , que estou achando muita injustiça a gente lutar pra esse "povinho de cabeça minúscula", que ficou do lado do governo, ganhar tb.
    Um abraço e força.
    Maria

    ResponderExcluir
  98. Professor Euler;
    Boa noite!

    PRECISAMOS DE NOTÍCIAS DO STF E TAMBÉM DA REUNIÃO COM O MINISTÉRIO PÚBLICO.

    Aguardamos ansiosos.

    ResponderExcluir
  99. Euler, será que dá prá pedir ajuda ao sindicato para que eles façam um trabalho na cidade de Bom Jesus do Galho, aquele povo até parece que não faz parte de Minas. Estive lá e pelo que andei conversando os professores andam sob pressão dos governantes e diretores.Eta povo difícil e atrasado...Não aderem a paralisação de jeito nenhum.

    ResponderExcluir
  100. Olá Professores de Minas Gerais;

    Notícias da reunião do Ministério Público, o Governo do Estado e o Sind UTE MG.


    Agendada nova reunião entre o Mistério Público Estadual, Sind-UTE/MG e Governo

    Na reunião de hoje (10.8) ficou acertado que o Governo Mineiro irá apresentar, na próxima terça-feira (16.8), às 10h, na sede do Ministério Público Estadual (MPE), à Av. Álvares Cabral, 1.690, em nova rodada de negociação, os números de quantos trabalhadores retornaram à remuneração de vencimento básico e quantos permaneceram no subsídio. O prazo limite para esta definição foi hoje, dia 10 de agosto, em todo Estado.

    Na ocasião, o governo reafirmou sua intenção de investir no subsídio como forma de remuneração. O Sind-UTE/MG também reafirmou a necessidade de discutir o Piso Salarial no vencimento básico, por entender que é a aplicação correta da Lei Federal 11.738/08 e que trará a valorização para toda a categoria.

    “Este resultado é fundamental para os trabalhadores na negociação junto ao Governo de Minas, pois irá mostrar a realidade e a opção feita pela categoria. As secretárias consultarão o Governador sobre a possibilidade de apresentar a tabela do Piso Salarial no vencimento básico e também o cálculo de impacto financeiro dessa proposta na reunião que será realizada na sede do MPE, no próximo dia 16”, informou a coordenadora-geral do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE/MG), Beatriz Cerqueira, ao final da rodada de negociação, que durou mais de três horas. O Sind-UTE/MG apresentou ainda a sua discordância de contratação para o 3º ano do Ensino Médio e informou ao MPE de que o Estado contratará pessoas sem formação para substituir a categoria em greve.

    Participaram da reunião a coordenadora da Promotoria Estadual de Defesa da Educação do MPE, Maria Elmira Dick, o procurador-geral de Justiça Adjunto, Geraldo Vasques, além de diretores do Sind-UTE/MG e as secretárias de Estado da Educação, Ana Lúcia Gazolla e a de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena.

    A greve foi deflagrada em 08 de junho último e, desde então, a categoria intensifica esforços na tentativa de abrir negociação com o governo do Estado, que se nega a implantar a Lei 11.738/08, que institui o Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN). Em assembleia ocorrida nessa terça-feira (9.8), mais de sete mil trabalhadores em educação, coordenados pelo Sind-UTE/MG decidiram pela continuidade da greve da rede estadual.

    NOSSA CAUSA É JUSTA.
    FIRMES NA LUTA COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  101. Professor Euler;

    AGORA PRECISAMOS DE INFORMAÇÕES DO STF.

    Por favor, ALIVIE nossas ansiedades.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  102. Professor Euler e Amigos, vamos formar também uma corrente de oração. Essa é poderosa, na solução rápidas de contendas. Peçamos que a justiça divina aja em nosso auxílio.

    Salmo 91

    Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo,
    à sombra do Onipotente descansará.
    Direi do Senhor:
    Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nEle confiarei.

    Porque Ele te livrará do laço do passarinheiro,
    e da peste perniciosa.
    Ele te cobrirá com as suas penas,
    e debaixo das suas asas estarás seguro:
    a sua verdade é escudo e broquel.

    Não temerás espanto noturno, nem seta que voe de dia,
    nem peste que ande na escuridão,
    nem mortandade que assole ao meio dia.
    Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita,
    mas tu não serás atingido,

    Somente com os teus olhos olharás, e verás a recompensa dos ímpios.
    Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio,
    o Altíssimo é a tua habitação.

    Nenhum mal te sucederá,
    nem praga alguma chegará a tua tenda.
    Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito,
    para te guardarem em todos os teus caminhos,
    eles te sustentarão nas suas mãos,
    para que não tropeces com o teu pé em pedra.

    Pisarás o leão e o áspide,
    calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.
    Pois que tão encarecidamente me amou, também Eu o livrarei,
    pô-lo-ei num alto retiro, porque conheceu o meu nome.
    Ele me invocará, e Eu lhe responderei,
    estarei com ele na angústia, livra-lo-ei e o glorificarei.
    Dar-lhe-ei abundância de dias,
    e lhe mostrarei a minha salvação.

    Amém !
    Podemos agir formando também uma corrente de ORAÇÃO = ORAR + AÇÃO, no nosso caso porque Deus conhece nosso coração. Ele não nos abandonará. A nossa profissão é muito abençoada.

    ResponderExcluir
  103. Professor Euler;

    AGORA PRECISAMOS DE INFORMAÇÕES DO STF.

    Por favor ALIVIE nossas ansiedades.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  104. Professor Euler;

    Sugiro que peça ao Sind UTE, que envie diretores até Brasília e que, estes representantes visite os Deputados Federais simpáticos a nossa causa e também visite o senado e, solicite ao Senador Cristovam Buarque que seja nosso representante, que nos represente. Não temos voz Mineira no Senado Federl.a.
    Que levem ao Senador Cristovam a nossa verdadeira realidade, inclusive o problema da "IMPRENSA MINEIRA TENDENCIOSA"
    Que visitem o STF, acompanhados de autoridades representativas e demonstrem o interesse da nossa categoria.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  105. Professor Euler;

    ESTRATÉGIA!

    O Sind UTE, precisa fazer o levantamento de quantos professores fizeram a opção pelo regime REMUNERATÓRIO.
    O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.
    Não podemos ficar na mão do Governo, nem confiarmos NELES.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  106. Olá, Euler,
    acabo de ler um post no uai e não resisti à tentação de comentar. Mas não vale a pena discutir com determinados níveis da sociedade. ENtão, estou copiando para cá. É, no mínimo, engraçado, se não fosse um ignorante escrevendo:

    Autor: Full Metal Jacket
    Esse piso de 1.579 para professores da rede estadual vai provocar uma bola de neve no mercado. Daqui a pouco, empregadas domésticas, garis, office boys, porteiros e balconistas vão querer equiparação. Cuidado, governador.

    Absurdo!
    Abraços

    ResponderExcluir
  107. MAIS UMA INVERDADE:300 MIL ALTERAÇÕES PARA O REGIME DO SUBSIDIO.
    http://admgeral.otempo.com.br/webeditores/editorsimples/20110811fotoavulsa_10082011211538.jpg

    MENTIRA DE NOVO, BASTA PEDIR O REQUERIMENTO(DOCUMENTO) ASSINADO NO MODELO DO NOSSO QUE RETORNAMOS AO SISTEMA DE VENCIMENTO BÁSICO. VOLTAMOS SEM A TABELA OFICAL QUE ERA NOSSO DIREITO PARA NÃO OPTARMOS NO ESCURO COMO FOI FEITO. HONESTAMENTE FALANDO O GOVENO DEVERIA TER FEITO AS TABELAS E DEIXADO OS FUNCIONÁRIOS OPTAREM ENTRE AS DUAS DE FORMA DEMOCRÁTICA. POIS NÓS FIZEMOS OS CÁLCULOS E VIMOS O SEQUESTRO DOS NOSSOS SALÁRIOS E NOSSOS BENEFÍCIOS. NÓS FOMOS TODOS JOGADOS COMPULSÓRIAMENTE NO TAL SUBSÍDIO, QUE É UMA MAQUIAGEM MAL FEITA PARA NÃO CUMPRIR A LEI 11.738/08 QUE INTITUIU O PISO = SALÁRIO BASE = SALÁRIO MÍNIMO. ESSA LEI MANDA O GOVERNO APRESENTAR O PLANO DE CARREIRA COM A LEI DO PISO, E O GOVERNO NÃO APRESENTOU E AINDA POR CIMA REBAIXOU O SALÁRIO DOS QUE VOLTARAM PARA QUE TODOS TIVESSEM MEDO DE OPTAR PELO O SALÁRIO BASE. SEM CONTAR QUE MUITOS FUNCIONÁRIOS APOSENTADOS NEM SABIAM, E CONTRATADOS QUE NEM PUDERAM OPTAR.
    ESSA IMAGEM ESTÁ NESSA MESMA PÁGINA
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=179167,OTE

    ResponderExcluir
  108. ATENÇÃO: - O PROFESSOR QUE FOR CARDÍACO NÃO DEVE LER A NOTÍCIA ABAIXO

    Não precisamos de Professores


    Não precisamos de EDUCAÇÃO
    Não precisamos de PROFESSORES
    Afinal...
    Para que ser um país de 1° MUNDO se está bom assim?
    Ronaldinho Gaúcho: R$ 1.400.000,00 por mês.
    "Homenageado na Academia Brasileira de Letras" (veja o link: http://videos.r7.com/ronaldinho-gaucho-ganha-homenagem-da-academia-brasileira-de-letras/idmedia/b3da1ea2cd1e16c0817d628fd1bc60e8.html ... )"LETRADO, ELE".

    Tiririca: R$ 36.000,00 por mês, fora os auxílios e mordomias;
    "Membro da Comissão de Educação e Cultura do Congresso"...COMO DIZEM OS GAÚCHOS:
    - TCHÊ... QUE TAL?
    TRADUZINDO, O SALÁRIO DO PALHAÇO, AÍ, PAGA SÓ 30 PROFESSORES, E PARA AQUELES QUE ACHAM QUE EDUCAÇÃO NÃO É IMPORTANTE, CONTRATEM O TIRIRICA PARA DAR AULA PARA OS FILHOS DELE.

    Um funcionário da Sadia (nada contra) ganha hoje o mesmo salário de um ACT ou um professor iniciante, levando-se em consideração que para trabalhar na empresa você precisa ter o fundamental, ou seja, de que adianta estudar, fazer pós e mestrado?

    Piso Nacional dos professores: R$ 1.187,00... E O GOVERNO AINDA QUER APLICAR MAIS ANESTESIA.
    Moral da História:
    Os professores ganham pouco, porque só servem para nos ensinar coisas inúteis como:
    ler, escrever e pensar.
    Sugestão:
    Mudar a grade curricular das escolas, que passaria a ter as seguintes matérias:
    - Educação Física: Futebol
    - Música: Sertaneja, Pagode, Axé
    - História: Grandes Personagens da Corrupção Brasileira
    Biografia dos Heróis do Big Brother
    Evolução do Pensamento das "Celebridades"
    - História da Arte: De Carla Perez a Faustão
    - Matemática: Multiplicação Fraudulenta do Dinheiro de Campanha
    Cálculo Percentual de Comissões e Propinas
    - Português e Literatura:
    ??????????????????????? Para quê??????????? ???????????
    - Biologia, Física e Química:
    Excluídas por excesso de complexidade
    Está bom ou quer MAIS!!!!!!!!!!!!!
    ESSE É O NOSSO BRASIL
    Passem esta mensagem a TODOOOOOOOOOOOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    O UNIVERSO SEMPRE CONSPIRA A MEU FAVOR...



    Eveline Linhares



    Especialista em Educação Especial e Inclusão, Mestranda em Ciências da Educação



    (88)99558561








    Esta mensagem foi verificada pelo E-mail Protegido Terra.
    Atualizado em 10/08/2011

    ResponderExcluir