terça-feira, 2 de agosto de 2011

A diabólica estratégia do governo para não pagar o piso

Contracheque no nosso combativo amigo Gleiferson, de São José da Lapa. Mais uma prova de que o governo não paga o piso.

A diabólica estratégia do governo para não pagar o piso

Antes de iniciar o tema deste post, quero registrar aqui um BRAVO! muito especial a todos os guerreiros e guerreiras educadores de Minas e do Brasil, pela luta corajosa que têm (temos) travado contra os governos, no nosso caso, especialmente contra o desgoverno de Minas.

É importante enfatizar a manifesta disposição de luta da nossa categoria, através de várias iniciativas. Educadores de muitas escolas aderiram ao nosso movimento a partir do dia 1º de agosto. Por toda parte, é grande a movimentação dos educadores, aceitando o desafio que lançamos aqui, com o texto intitulado "Verás que um filho teu não foge à luta". Quero parabenizar cada educador que atendeu ao chamado de luta e resistência contra os ataques do governo.

Um outro dado importante a destacar é a reação da categoria às ilegalidades praticadas pelo governo com o corte e a redução dos nossos salários. Os contracheques que exibimos são o testemunho documental mais vivo de como o governo tenta iludir a população e alguns educadores desinformados. Mas, a maioria dos educadores tem mostrado lucidez e coragem. Este blog reflete em parte esta insubmissão demonstrada pelos combativos educadores. Somente no dia 1º de agosto, no post com o nosso contracheque, foram quase 120 comentários dos valentes colegas educadores das mais diversas regiões de Minas. E o blog registrou, num único dia, 5.661 visitas, o equivalente a uma das nossas numerosas assembleias gerais. Claro que na do dia 03 esperamos contar com um número ainda maior lá no patio da ALMG. Isso mostra a força da nossa categoria em luta.

Mas, agora vamos ao post de hoje: a diabólica estratégia do governo para não pagar o piso. Enquanto travamos a nossa resistência, temos que pensar naquilo que pensam os nossos inimigos. A primeira estratégia do governo, conforme analisamos em outro post, foi derrotada, especialmente por conta da decisão do STF, em abril último, de rejeitar a ADI 4167 e considerar o piso enquanto vencimento básico. Mas, o governo não desistiu do seu sinistro plano inicial de impor o subsídio como único sistema remuneratório; apenas mudou a forma de alcançá-lo.

Num primeiro momento o governo esperava que a adesão ao antigo sistema remuneratório fosse pequena. Por isso, chegou até a considerar que pagaria o piso proporcional do MEC após a publicação do acórdão. Como este e outros blogs começaram a divulgar as tabelas de implantação do piso proporcional do MEC, mostrando os ganhos reais em relação ao subsídio, juntamente com ação organizada dos ativistas, houve uma grande adesão ao sistema de vencimento básico. Isso assustou o governo, e fez com que ele passasse a não mais admitir o pagamento do piso no antigo regime remuneratório. Passou a dizer que já paga o piso através do subsídio, que como sabemos é teto salarial, o oposto, portanto, do piso.

Inicialmente o governo andou divulgando que a opção pelo antigo sistema tinha sido muito pequena, quase inexpressiva. Posteriormente, a secretária do Seplag foi quem se incumbiu de desmentir o próprio governo, ao dizer que cerca de 70 mil servidores haviam feito tal opção. Mas, cuidou de dizer também que estes educadores estariam perdendo dinheiro com esta opção, como se os educadores necessitassem de tutores para fazerem as suas escolhas. Finalmente, o governo publica uma primeira lista de educadores que optaram pelo antigo sistema remuneratório, composta por cerca de 85 mil educadores. Claro que existem muitos outros colegas que já fizeram a mesma opção, mas cujos nomes ainda não foram publicados. E um número grande de colegas ainda poderá sair do subsídio até o dia 10 de agosto de 2011.

Ao fazer o anúncio da redução salarial no contracheque anterior, o governo tentou uma nova cartada, julgando com isso que muitos ficariam com medo de deixar o subsídio, e outros, que já fizeram a opção, tentariam deixá-lo e voltar para o subsídio. O contracheque deste mês é parte integrante dessa infeliz e diabólica estratégia.

O governo tenta pelo menos impedir que um número ainda maior de educadores venha para o antigo sistema remuneratório, porque assim ele poderá alegar que a maioria escolheu ficar no sistema de subsídio. Ele dirá que deu prazo, inclusive com duas prorrogações, para que os educadores voltassem para a antiga carreira, mas que a maioria, apesar disso, preferiu ficar no subsídio.

Claro que o governo não vai explicar para a Justiça e para a comunidade, os seguintes fatores: 1) ele não aplicou antes o piso no antigo sistema, dificultando a análise de qual sistema seria melhor, 2) reduziu os salários, inclusive contrariando a lei federal, para intimidar os educadores e impedir que estes retornassem para o antigo sistema, 3) usou a máquina do governo para tentar convencer os educadores mais desavisados a permanecerem no subsídio, 4) gastou rios de dinheiro com a mídia para dizer que já paga o piso pelo subsídio e que este sistema é o melhor, 5) impediu que os designados fizessem tal opção, e 6) não dirá que o subsídio foi imposto para todos, compulsoriamente, e que, dada à característica do quadro da educação, espalhado por todas as cidades, era quase certo que um grande número de educadores deixaria de optar pelo antigo sistema por falta de informação.

Mas, o governo já sabe que algo próximo de 100 mil educadores fizeram - alguns ainda farão - a opção pelo antigo sistema. É um número expressivo, não resta dúvida. Contudo, ele dirá que a categoria é formada por mais de 300 mil educadores, entre ativos e inativos, e que a maioria "escolheu" ficar no subsídio. Ter este dado nas mãos, para o governo, é muito importante. Assim como para nós, também, ter o maior número de pessoas no antigo sistema, pesa em nosso favor. E este foi um ponto que o nosso blog levantou como prioridade logo no primeiro momento após o julgamento da ADI 4167, no dia 06 de abril, pelo STF.

O objetivo central do governo é acabar com o antigo sistema remuneratório. O governo sabe que vai ter que pagar o piso no antigo sistema remuneratório. Mas, isso é apenas um detalhe para o governo. E aqui eu vou dizer o que deve passar pela mente diabólica dos estrategistas do governo.

Se conseguir estancar a opção pelo antigo sistema nos 100 mil educadores, como disse acima, o governo dirá que a maioria "escolheu" (com todas as aspas) o subsídio. Apresentará, talvez, até alguns ajustes neste sistema, com o objetivo de demonstrar que para uma ampla maioria este sistema é o melhor. Mas, o golpe final ainda estaria por ser produzido. E qual seria este golpe?

O governo implantaria o piso no vencimento básico do antigo sistema, mas paralelamente encaminharia um projeto de lei para a ALMG reduzindo os percentuais ou até abolindo, por exemplo, o pó de giz, ou os biênios, etc. Muitos dirão: são direitos adquiridos. Não podemos perder de vista a atitude de alguns governos em outros estados, pois eles agem de forma sincronizada, ao contrário, infelizmente, dos educadores, que atuam de forma pulverizada, isolada, graças à omissão de uma certa entidade nacional que diz nos representar. Em Santa Catarina, por exemplo, o governo aplicou o piso no vencimento básico, mas reduziu nas gratificações, detonando o plano de carreira dos colegas.

Se o governo verificar que uma parte muito expressiva da categoria, digamos, 150 mil educadores, optarem pelo antigo sistema, ficará difícil mexer nas gratificações. É briga ruim pra ele e para os seus deputados. Mas, se ele conseguir dividir a categoria, mantendo uma grande maioria no subsídio, será menos difícil para ele mexer com as gratificações. Ele controla os deputados, controla a mídia, controla a justiça, e terá o argumento de que uma grande maioria teria "escolhido" o subsídio. Logo, ainda que pagasse o piso no antigo sistema, ao reduzir nas gratificações ele praticamente destruiria este sistema, que é o seu objetivo.

Mas, claro que o governo não joga sozinho. E tem diante de si uma categoria em plena greve, com possibilidade real de fortalecimento. Tem contra ele também a proximidade do final do ano e o risco real do ano letivo não fechar em 2011. Tem ainda contra ele a possibilidade real do movimento receber apoio de massa e radicalizar, o que seria o fim trágico e prematuro deste governo e do projeto político do faraó e do seu grupo. No final das contas, este último item é tudo o que importa para este governo e a máquina que o sustenta.

Um outro dado que joga contra o governo, é que o corte e a redução nos salários não surtiram os efeitos esperados. Imaginava o governo que a maioria da categoria em greve recuasse e voltasse para a escola, forçando um término de derrota para a greve, quando o governo poderia fazer o que quisesse conosco. Seria uma derrota desmoralizante. No fundo, aquela reunião em julho, envolvendo deputados da oposição e a secretária do seplag tinha este objeto: voltem até o dia 20 de julho que nós pagaremos os dias parados e criaremos uma comissão de negociação. Ou seja: zero de proposta.

O governo tem ainda outras cartas nas mangas: o apelo ao judiciário, a ameaça de demissão, etc., tal como fez no ano passado. Mas, ele sabe que nada disso adiantou. Nossa turma é de combate e não se curva mais ante qualquer ameaça.

Há que se destacar aqui que certos atos do governo, até porque são planejados em laboratório, por tecnocratas distantes da realidade das ruas, acabam voltando-se contra o governo. O corte e a redução nos salários, por exemplo. Muita gente ficou mais indignada ainda e não aceita voltar ao trabalho de jeito nenhum. Outro lance errado foi essa intensa propaganda enganosa feita nos últimos dias em jornais, rádios e TVs, dizendo que já paga o piso através do subsídio.

Na realidade, como bem observou uma colega na reunião do comando local de Vespasiano e São José, o governo acabou popularizando a nossa greve. E confessando que paga um salário ridículo aos educadores: R$ 1.122,00. Assim mesmo como teto salarial. E agora com os contracheques, fica claro que nem isso ele paga.

E para quem dizia que o índice de paralisação era de 2%, ficou evidenciado que há algo de estranho no ar, no mínimo desproporcional, entre o pequeno percentual de paralisação e o tamanho da propaganda que o governo vem fazendo. O jornal a serviço da família do Faraó - sustentado com dinheiro público, obviamente -, por exemplo, divulgou neste domingo página inteira, com destaque, criticando o nosso movimento. É muito barulho para uma greve de 2%.

O governo sabe que para arriscar-se a um golpe como o citado, terá que criar as condições adequadas para tal, a saber: a) manter a grande maioria no subsídio, b) conseguir que a greve termine, para transferir a luta de rua, direta, envolvendo milhares de educadores, para os gabinetes fechados, entre comissões reduzidas de representantes do governo e do sindicato. Sem a pressão das ruas, o governo fará o que bem entende, como tem acontecido.

Diante disso, devemos ter a nossa estratégia fincada em alguns pontos de contra-ataque: 1) ampliar o nosso empenho para convencer mais pessoas a voltarem para o antigo sistema remuneratório. Mesmo quem ainda não aderiu à greve, deve ser convidado a optar pelo antigo sistema, até para resguardar seus direitos; 2) sustentar a continuidade da greve, até que o governo apresente uma proposta concreta de piso implantado na antiga carreira, com o claro compromisso, escrito, registrado em cartório, juramentado, sacramentado, com duzentas testemunhas, de que não tocará nas gratificações. Poderá até devolver as que nos roubou em 2003, mas retirar, reduzir ou incorporar as atuais, jamais!; 3) um terceiro ponto: para nossa volta às escolas, além do piso, exigimos: o pagamento antecipado dos cortes, a devolução do dinheiro confiscado agora em julho, e o compromisso escrito e registrado, etc, da não perseguição, punição e qualquer tipo de prejuízo aos grevistas, sejam eles efetivos, efetivados ou designados. Devemos avançar também na abertura da possibilidade de opção por designados e novos concursados.

No final das contas, o governo sabe que o antigo sistema representa um investimento muito maior do que o subsídio. Segundo o deputado Rogério Correia, a secretária do Seplag teria dito pra ele que o piso do MEC custaria R$ 4 bilhões, contra R$ 1,2 bilhão do subsídio.

Por isso, além de lutar pelo piso, temos que lutar também pelo fim do subsídio, o que se dá com a adesão da maioria no antigo sistema.

O subsídio, por não ter um vencimento básico, está descolado da Lei do Piso. Se prevalecer o subsídio, adeus reajustes anuais de acordo com o custo aluno-ano. Isso sem falar na redução das promoções e progressões, no confisco das gratificações e do tempo de serviço de todos os educadores, etc.

O governo sabe também que ele precisa isolar o percentual de educadores que optou pelo antigo sistema ao menor número possível. Não duvidem que o governo faça alguns ajustes no subsídio e abra a possibilidade de retorno para aquele sistema. Ele sabe que um determinado percentual, daqueles que detém um razoável percentual em gratificações, não deixará o antigo sistema de forma alguma. Mas, se ficar isolado poderá sofrer confiscos nos percentuais, como citei acima. E todos nós perderemos com isso.

Por isso devemos traçar a nossa estratégia no fortalecimento da greve, juntamente com a intensificação do retorno à antiga carreira, para que derrotemos a diabólica estratégia do governo. Com um número próximo ou acima de 150 mil servidores no antigo sistema remuneratório, derrotaremos o governo. Impediremos o isolamento de qualquer segmento da categoria. Impediremos que ocorra qualquer tentativa de confisco junto à ALMG. E acima de tudo, detonaremos a lei do subsídio, exigindo o seu fim e mantendo a nossa unidade numa mesma carreira, com a garantia do piso salarial nacional, do reajuste anual, e de possibilidades reais de conquistar, na luta, nossos direitos.

Estejamos unidos e firmes na luta, bravos colegas educadores, porque venceremos, apesar de toda a pressão deste governo.

Um forte abraço a todos e força na luta!

***

"Anônimo:

O que os governantes estão fazendo com a educação custará caro ao nosso país. Estão excluído os bons profissionais desta carreira e também os bons alunos que ainda não decidiram qual carreira seguir. Não vejo jovem algum dizendo que gostaria de ser professor e esta situação tende a piorar. Que jovem desejará ingressar em uma carreira em que estão lutando por um piso de aproximadamente R$ 1 500,00?????? E que as condições de trabalho são as piores possíveis com perspectivas de crescimento mínimo na carreira???
Que pensemos nisso, todos da sociedade!!"


"Anônimo:

é nóis na mídia.

http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=178363,OTE"

"Elenice vidal Prata:

Euler, como faço para enviar meu contracheque para vc colocar no seu blog é mais uma prova que o governo não paga o piso e diminui o nosso salário...
Amplexos,
Elenice vidal Prata
Pedagoga"


"Anônimo:

Bom dia, guerreiro de vespá!
Para os mais desavisados e persimistas este post pode representar uma ádua luta que se avizinha e por isso, desanimá-los. Por outro lado você descreveu um quadro assustador que muito estimula o fortalecimento da luta. É importante visualizar outros aspectos que contribuem conosco: uma desarticulação das superintêndencias e as escolas, uma vez que muitas ainda não tem definido a gestão, de forma que os comandos podem entrar no vácuo com tudo; enquanto o governo pensava em maldades, nós articulamos no sentido de obter o justo apoio da sociedade inclusive através do clero; outro aspecto que considero importantíssimo,é sobre o tempo de Deus, que antes de ocorrer nos submete a várias provações nos forjando no mais puro aço para que nós mesmos percebamos qual a melhor forma de agir e vencer... E Ele tem nos conduzido à nossa vitória, eu pessoalmente a visualizo nesse dado que apresentou -

"Mas, claro que o governo não joga sozinho. E tem diante de si uma categoria em plena greve, com possibilidade real de fortalecimento. Tem contra ele também a proximidade do final do ano e o risco real do ano letivo não fechar em 2011."
Somente a certeza e não a possibilidade da perda do ano letivo, nos dará o caráter de sujeitos da história, pois seria a melhor demonstração da importância da educação na vida de um cidadão que deve lutar pelos seus direitos. Iremos numa tacada só: Dizer para o governo e deputados que eles são empregados e foram eleitos para servir e não o contrário; corresponder aos sinais de Deus(julgamento do STF)e ensinar de uma vez por todas que muito acima de nós e principalmente desses governantes, um ser onipotente e onipresente zeloso da verdade e finalmente cumprir o nosso trabalho de iluminar as mentes as quais foram negadas a luz... Com um curso intensivo sobre cidadania.

Sobre os 150 mil que muito nos favorecerá se retornarem à carreira antiga. Muitas superintendências ainda não taxaram os profissionais que fizeram a opção (como aqui em Curvelo por exemplo), então diante disso temo que possa haver algum tipo de #$*#@##. E como você disse aqui, temos que acreditar que um grande número de profissionais que não podem fazer a opção, como por exemplo os designados, aposentados sem paridade e alguns dos setores administrativos. Assim, mesmo que o governo apresente 200 mil no subsídio pra imprensa, nós e ele saberemos que não é verdade ocorrendo graças a Deus o fortalecimento de nossa luta.

"Antes perder um ano e ganhar uma vida inteira, do que viver a vida inteira pedindo esmola" Professora aposentada em Curvelo em uma reunião de pais, entidades e trabalhadores em educação, realizada pelo núcleo do Sindute antes do recesso de julho.

Ps Euler, já disse e vou repetir, você é um dos vários sinais de que Deus está "metendo o braço" (como dizem aqui em minha região). Obrigado por tudo que tem feito pela educação, pelo espaço. Vamos juntos até a vitória do piso e a derrota do subsídio!!!

SALVE, SALVE TODOS NÓS OS DE BAIXO, OS SANS CULLOTES, PROFESSORES, TEMIDOS... A ETERNA INCÓGNITA DAS CERTEZAS MAQUIAVÉLICAS DOS DETENTORES DO PODER!!!
"


"Educadora Mineira:

Professores
Estado corta ponto de grevistas
Categoria afirma que não se intimida e decide manter a paralisação

Publicado no Jornal OTEMPO em 02/08/20

http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=178363,OTE

Deem uma passada por lá e deixem seus comentários.
Educadora Mineira"


"Élida - Ubá, MG:

Caro Euler, já fiz essa pergunta a Beatriz mas ainda fico um pouco insegura quanto â questão dos professores que têm extensão e pela lei se afastarem por mais de 60 dias perdem. Nossa greve está chegando lá nesta semana. Existe algo que possa postar ou enviar sobre isso! Seria bom esclarecer a outros também. Aguardo, obrigada. Élida - Ubá, MG."

"Anônimo:

Querido Euler, mais uma vez parabéns pela sua belíssima postagem que só nos esclarece. Na minha escola até sexta-feira próxima, cerca de 10 professores voltarão para a carreira antiga, e sem falar, em mais três escolas que aderiram ao movimento indignados com a falsa propaganda no meios de comunicação no final de semana. O que o desgoverno fez, com suas mentiras, foi unir ainda mais a categoria.
Grande abraço e até a vitória final!"


"ABC:

Euler, faltou explicar, claramente, que o contracheque refere-se a 22 aulas semanais, totalizando 88 aulas mensais.

O governo deveria sentir vergonha por afirmar que paga um piso de R$1320,00. É muito pouco pelo relevante trabalho que prestamos à sociedade.

O governo, se quiser, pode encerrar a greve amanhã. Mas falta responsabilidade para com os alunos, pais, educadores. Minas tornou-se uma vergonha. ABC"


"Anônimo:

EULER, ONDE ESTÃO OS DEPUTADOS QUE NOS DÃO APOIO ,O PADRE JOÃO GARANTIU QUE O ACORDÃO SERIA PUBLICADO DIA 01, FOI POSTADO AQUI NO BLOG E, NÃO FOI ,O ROGÉRIO CORREIA SEM TER COMO ENTRAR DE RECESSO COMBINOU COM O GOVERNO DIZENDO QUE, IA TER NEGOCIAÇÃO, SE TEVE FOI SÓ ENTRE ELES! NÓS EULER ESTAMOS SÓ! TANTO OS DEPUTADOS QUANTO O GOVERNO QUEREM É LEVAR VANTAGEM POLITICA DA NOSSA DESGRAÇA."

"Anônimo:

Euler, sou ATB efetiva a 9 anos e me sinto entre a cruz e a espada. Não sabemos se temos direito ao PISO; apesar de ser uma profissional da educação! O governo já esta com tanta má vontade que fará o possível para prejudicar os servidores.
A maioria dos administrativos está nesta situação.
Se tivéssemos certeza de ter direito ao piso voltariamos em massa para a carreira antiga!!"


"Anônimo:

Realmente o governoo expõe na mídia que paga acima do piso. Quem esta de fora percebe que esse valor é extremamente baixo,principalmente com os descontos. Existem atividades que pagam bem mais (Nada contra são todas dignas) mas professor merecia ser mais valorizado. (Motoristas,trocador ônibus, Soldado PM, gUARDA mUNICIPAL,ETC). Infelizmente temos alguns colegas que insistem em fazer um papel ridículo de furar greve.Em algumas escolas professores comparecem, cumprem seu horário e vão embora. Cambada de ANALFABETOS POLÍTICOS.TODOS JUNTOS ATÉ A VITÓRIA FINAL."

"Anônimo:

EULER,
Responda esta dúvida..
Sou designada e recebi informação do depto pessoal q não posso fazer opção por antigo regime.
Não tenho nem um ano de trabalho no ESTADO.
Essa opção pode ser feita por qualquer educador?
Designado como eu?"


Comentário do Blog: Infelizmente não, colega, pela lei que instituiu o subsídio, os designados não podem fazer a opção de carreira. Mas, lutamos para que este direito seja estendido também para os designados. Um forte abraço e força na luta!

"João Paulo Ferreira de Assis:

Prezado amigo Professor Euler

Era isso que eu temia. O Acórdão não foi publicado, e talvez a petição dos secretários de Educação seja no sentido de que não seja. Fique adiado para as calendas gregas. (Quem é versado em História Antiga, sabe que só existem calendas romanas).

Agora vamos ver qual o estoque de maldades que o governo tem."


Comentário do Blog: Amigo João Paulo, não acredito que uma possível petição atrase a publicação do acórdão. Deve ser a burocracia interna do STF mesmo. Não acho que demorará a publicarem o acórdão. O relator do processo que julgou a famigerada ADI 4167, ministro Joaquim Barbosa, é claramente a favor da constitucionalidade da Lei do Piso. Se fosse um ministro contrário, poderíamos até considerar um atraso maior. Um forte abraço e força na luta!

"Anônimo:

http://www.facebook.com/IE.AmericaLatina"


"Luciano:

Caro Euler,

As atuais ações do Governo já eram de se esperar desde que foi deflagrada a greve do Magistério mineiro. A questão vai se decidir mesmo nos tribunais. Apesar de louvável, heroíca e justamente motivada, essa greve não conseguiu demover o Governo dessa posição para lá de contraditória. A própria cria dele (o subsídio) apresenta contradições absurdas e simplesmente ignora e solapa os parcos direitos que o atual Plano de Carreira da Educação "concede"...
Mas essa guerra de trincheira como as que ocorreu na 1ª Guerra Mundial que acabou virando a atual greve pessoalmente acho que não serve aos justos propósitos dos professores. Os descontos nos pagamentos é só o princípio e era algo esperado, mas até quando será possível os professores suportarem essa situação?? E o SindUte o que faz para resguardar seus filiados face a esses descontos?? No mínimo deveriam garantir alguma espécie de auxílio a quem está realmente segurando e levando com valentia o atual movimento. Tenho que a impressão que o SindUte deveria ter preparado o terreno antes de deflagar a greve, pois o que o Governo está fazendo já era para lá de previsível e de cara o sindicato já deveria ter já posto a opinião pública a contradição que o Governo posta na mídia e desmontar o argumento que este ora usa. O Governo tem suas maquinações e estas estavam na cara... Desde a entrada da nova Secretária e mal instalada já chamou o SindUte para conversar percebi a estratégia governista: ou tentaria colocar o sindicato dos professores mais ou menos sob controle ou na pior das hipotéses, jogaria para a opinião pública que o SindUte é intrasigente e que não preza pelo dialógo de seus pleitos e ainda usa fatos irreais. E o que estamos tento agora??
E pelo visto, por vias normais a situação não será resolvida. Se o Magistério está disposto mesmo a ir as últimas consequências, que assim o seja. Mas esse arrastar sem fim pode trazer o que pleiteam mas terá um preço: não se esqueça do dever social que o Magistério tem com a sociedade...

Em tempo: me chegou ao conhecimento que todos os diretores das escolas estaduais da Região Metropolitana de BH foram convocados pela SEE e pelo que sei sofrerão uma "pressãozinha"... Gozado para quem afirma que a greve só atingiu 2% da rede estadual..."


"Rita Frugoli:

Olá, Euler
Meu marido enviou meu contracheque para o programa do Paulo Leite,na bandnews,explicando a situação de nós, professores, mas não houve comentário. Vamos ver se amanhã eles comentam. A prova de que o governo mente está lá.
Seria interessante que outros contracheques chegassem até eles.
o e-mail é: ouvintebh@bandnewsfm.com.br, com cópia para Ivana Moreira ( editora chefe do jornal ):imoreira@band.com.br.

Vamos lotar a caixa postal das emissoras de rádio e tv com cópias de contracheques. Algum jornalista pode mesmo se interessar.
Abraços"
.

"Anônimo:

Cuidado Anastasia:
Oh, como Deus é bom para os corações retos, e o Senhor para com aqueles que têm o coração puro!
2. Contudo, meus pés iam resvalar, por pouco não escorreguei,
3. porque me indignava contra os ímpios, vendo o bem-estar dos maus:
4. não existe sofrimento para eles, seus corpos são robustos e sadios.
5. Dos sofrimentos dos mortais não participam, não são atormentados como os outros homens.
6. Eles se adornam com um colar de orgulho, e se cobrem com um manto de arrogância.
7. Da gordura que os incha sai a iniqüidade, e transborda a temeridade.
8. Zombam e falam com malícia, discursam, altivamente, em tom ameaçador.
9. Com seus propósitos afrontam o céu e suas línguas ferem toda a terra.
10. Por isso se volta para eles o meu povo, e bebe com avidez das suas águas.
11. E dizem então: Porventura Deus o sabe? Tem o Altíssimo conhecimento disto?
12. Assim são os pecadores que, tranqüilamente, aumentam suas riquezas.
19.Eis que subitamente se arruinaram, sumiram, destruídos por catástrofe medonha.
Salmo, 72 !!!!!
Prá, ficarem cientes, que NÃO passarão IMPUNES!!!!!!"
.

"Anônimo:


PAUSA PARA O RISO, pois faz bem nos momentos de estresses!

Ih, governador, depois de ler o salmo postado, vejo que é melhor resolver o nosso Piso Salarial, imediatamente, pois o avião em que viajou deu pane, uma colega já disse, aqui,que colocou 13 almas na sua cola, olha, não é por nada, mas não há patuás que vão lhe proteger!
Pense nisso!"


Comentário do Blog: Essas 13 almas na cola do governador é tudo de bom, rsrs. Ainda vou escrever alguma coisa sobre isso, rsrs. O problema na turbina do avião foi só um pequeno aviso. Agora, além de ser caçado pelos educadores mineiros, forças sobrenaturais também estão no encalço do governador.

"luisinho34:

Caros amigos,

Apetição do conselho de secretários de estado é no intuito que seja agendada uma audiência com o ministro relator da adi 4167 (Joaquim Barbosa), é só conferir no site do STF. Não acredito que surta efeito, visto que o próprio ministro em seu voto disse não se sensibilizar com argumentos de ordem econômica, já que os governos tiveram tempo suficiente para se adaptarem às mudanças impostas pela lei do piso nacional!!
Algumas escola de Cons. Lafaiete irão parar total ou parcialmente amanhã.. E depois será marcada uma assembléia local para avaliar uma adesão ao movimento!! Ufa ainda bem.. antes tarde do que nunca..
Um grande abraço!!
"

"Anônimo:

Pobres colegas que não aderiram ainda à greve:
Mesmo num país democrático, ainda sofrem com a tirania do cabresto. Espero que os nossos alunos não os perfilem atrás de vcs.

Tenha orgulho próprio, gire o pescoço com força e quebre essa corda que impede de ser livre.

Estamos a sua espera, junte se a nós e verás que terás um sono tranquilo lutando por uma causa justa."


"Anônimo:

Sugestão

Caros colegas vamos colar nossos contracheques nos muros das escolas, nos postes, nas portas das emissoras de tv e rádio.

Alguns vão dizer isso é proibido, não podemos sujar a cidade, mas quem suja as cidades são os nossos políticos, que transpiram omissão, mentiras e outras coisas mais.

Vamos sair do nosso marasmo, vamos agir pessoal, vamos acampar na porta das metropolitanas vamos à luta."


"Anônimo:

Havia certa vez um homem navegando com seu balão por um lugar desconhecido. Ele estava completamente perdido, e qual grande foi sua surpresa quando encontrou uma pessoa. Ao reduzir um pouco a altitude do balão, em uma distância de 10 m aproximadamente, ele gritou para a pessoa:
- Hei! Você aí, onde eu estou?
E então a jovem respondeu:
- Você está num balão a aproximadamente 10 m de altura.
O homem fez outra pergunta:
- Você é professora, não é?
A moça respondeu:
- Sim... puxa! Como o senhor adivinhou?
E o homem:
- É simples. Você me deu uma resposta tecnicamente correta, mas que não me serve para nada.
Então a professora pergunta:
- O senhor é secretário da educação, não é?
E o homem surpreso:
- Sou. Como você adivinhou?
- Simples. O senhor está completamente perdido, não sabe fazer nada e ainda quer colocar a culpa no professor."


"Educadora Mineira:


Prof. Euler, só nos falta salário, não CRIATIVIDADE! RS

Educadora Mineira"


"Anônimo:

Ai, Euler, meu filho,
Estou tão preocupada com esse seu post: você subsidiou as ideias nefastas desse #@%!!&¨¨*(()))do Anastasia.
Um abraço grande e que Deus nos proteja!!!"


Comentário do Blog: Olá, combativa colega, não subsidiei não; apenas procurei alertar a categoria para as possibilidades que devemos nos preparar para enfrentar. Não é bom que a categoria seja apanhada de surpresa. E o governo sabendo que estamos nos preparando para enfrentar suas estratégias, pensará duas vezes em colocá-las em prática. No final, ficou claro que queremos detonar o subsídio e conquistar o piso. Um forte abraço e força na luta!

"Anônimo:

Leiam as INVERDADES de outro PAU-MANDADO DO GOVERNO que, certamente, foi chamado para dar reforço a TRUPE das MENTIRAS nesta reta final.

EM RESPEITO À VERDADE
blog do Luis Nassif

Antônio Luiz Musa de Noronha
Subsecretário de Gestão de Recursos Humanos da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais.

http://blogln.ning.com/profiles/blogs/sind-ute-mg-protocola-mais-de?commentId=2189391%3AComment%3A725132&xg_source"



"Ribeirão das Neves: A resistência do cinturão de Giz!

A luta é a razão de nossa existência, ou seja, sem um ideal, mesmo que inalcançável para a nossa geração, a nossa existência não se justifica, ela se torna vazia e fútil.

Nesse ano, os trabalhadores em educação da rede municipal de Ribeirão das Neves protagonizaram a maior greve da história do serviço público do Município. O rico processo vivenciado por esses educadores foi um enorme aprendizado. Se, por um lado, não tiveram as conquistas econômicas desejadas, por outro, lutaram em nome da dignidade e identidade de classes.

É preciso usar sempre da dialética em nossas análises. As “derrotas parciais” e os objetivos econômicos não alcançados devem ser combustíveis para as batalhas que se avizinham.

O piso salarial nacional apontado pelo MEC para 2011 é de R$ 1.187,00 para uma jornada de no máximo 40 horas semanais. O artigo terceiro da lei é desfavorável aos educadores, pois, delibera pelo pagamento proporcional a jornada trabalhada nos municípios e estados. Não há dúvida que a interpretação da lei é dúbia, contudo, não deve haver ilusões de como os gerentes a interpretam. Com aplicação em maio do reajuste de 6,5% nas tabelas de vencimentos dos profissionais de ensino de Neves, a gerência Wallace Ventura aplicou o piso de R$ 725,00 para o nível de escolaridade média. A categoria entendeu que os valores apontados eram indignos e insuficientes e lançou-se na luta pela aplicação imediata do piso de R$ 1.597,00 para uma jornada de 24hs semanais. Adotaram o principio de “Quem luta mais, perde menos e ganha mais”.

Foram 64 dias de resistência. Assembleias, aulas públicas, atos, panfletagens, carro de som rodando pelo centro da cidade, manifestações, ocupações. Foi uma grande “queda de braço” com a prefeitura. Esta usou de suas armas: intimidou, ameaçou, dissimulou e por fim, cortou o pagamento e teve a justiça burguesa sempre do seu lado.

A greve é a escola de combate do trabalhador (a), não tenhamos dúvidas. E lições e ensinamentos não nos faltaram.

A classe trabalhadora atravessa o pior momento de retrocesso ideológico. Contudo, não é um momento de falta de ação, de radicalidade, em que o sistema capitalista conseguiu satisfazer as demandas da humanidade; pelo contrário, ele está em decomposição em todas as suas formas. O capitalismo da era atual desaba. Contudo, devemos estar ciente de que ele não tem data certa no calendário para acabar.

As ações sindicais e dos movimentos sociais de resistência são cada vez mais radicalizadas. Mas a consciência das massas está num momento que precisa de um trabalho muito paciente, sem nenhum desespero histórico.

A luta dos trabalhadores, inevitavelmente, passa por um processo dialético de derrotas. Nesse sentido, as derrotas parciais são tão importantes quanto às vitórias parciais, pois essas "derrotas econômicas" forçam a classe trabalhadora a analisar suas causas e extrair delas as lições e corrigir suas formas de luta.

Sem dúvidas, Ribeirão das Neves com seus 64 dias de greve foi um verdadeiro cinturão de Giz. E possivelmente, nas próximas batalhas, nossas vozes novamente exaltarão: “Ôba, ôba...em Neves tem Educadores que Lutam”.

Rômulo Radicchi – Sub-sede do Sind-UTE/ Ribeirão das Neves e membro do Comando Estadual de Greve.
"

"Warley R. Araújo:

Meu caro companheiro Euler. Saiba do último golpe sujo do governo. Recebi um telefonema da minha escola hoje cedo informando que as minhas férias-prêmio, bem como a dos demais servidores estão canceladas, por motivo de greve, conforme recado da secretaria de educação. Olha que elas foram publicadas em 2009, faltava uma parte para usufruir, marcada desde o semestre passado para o dia 08 de agosto. É o nosso governador tentando forçar a barra mais uma vez, o desespero. Mas se ele acha que isso é motivo para eu retroceder, ele está mais uma vez enganado, foi um tiro no pé. Agora estou mais impelido ainda a continuar na greve, engajado que estou desde o seu início. Acredito que quem ainda não aderiu ao movimento e que, como eu, foi mais uma vez prejudicado, deve assumir sua postura combativa e partir para a greve. Vamos fazer a assembléia de quarta a maior do ano!!!
Abraços
"

"De ATB para ATB:

Cara colega ATB,

Eu também sou Assistente Técnico de Educação Básica e já retornei ao sistema remuneratório antigo. Aliás, todos os ATBs da escola em que trabalho sairam do Subsídio. Saia, amiga, e não se afobe não: caso se arrependa, você pode retornar ao Subsídio, não é isso que diz a lei? Mas no dia 10 de Agosto acaba o prazo de retorno. Se não o fizer até lá, ficará presa ao Subsídio para sempre. Já pensou se você se arrepender? Não terá outra oportunidade! Não saia sozinha, convença aos seus colegas a saírem do Subsídio também.
Força e fé."


"Anônimo:

Ola, estamos na paridade SUBSIDIO X SISTEMA REMUNERATORIO ANTIGO (PISO).

AGORA CABE ENTENDER A DIFERENÇA ENTRE OS DOIS. O SUBSIDIO VC TEM UM SALARIO UNICO, QUE TIRA TODAS AS VANTAGENS CONQUISTADAS BIENIOS (5%), QUINQUENIOS (10%), PÓS (10%), JA O SISTEMA REMUNERATORIO ANTIGO, TEM O PISO, SALARIO BASE, QUE SOMA TODAS AS VANTAGENS CONQUISTADAS PELOS SERVIDORES, POR ISTO, TEMOS QUE FAZER VALER A LEI DO PISO NACIONAL, MESMO PROPORCIONAL, PEGANDO O SALARIO DO MEC, PARA NIVEL MEDIO R$ 1.118,00 PARA 40 HORAS, ONDE 24H SERIA R$ 712,00 E MAIS VANTAJOSO DO QUE TER UM TETO. LEMBRANDO QUE PARA O NIVEL SUPERIOR CONFORME O PLANO DE CARREIRA ESTE PISO CHEGA NA PROPORÇÃO A R$ 1.080,00, AI VC PEGA UM EXEMPLO DE UM PROFESSOR QUE TEM 15 ANOS DE CARREIRA, SE TODAS AS VANTAGENS ESTIVEREM EM DIA, ELE TEM PUBLICADO 7 BIENIOS (35%), 3 QUINQUENIOS (30%) E SE TIVER POS (10%), SOMA DAS VANTAGENS (35% + 30% + 10% = 75%), CALCULANDO ESTE PERCENTUAL NO PISO, FAZ A DIFERENÇA, AI SERIA SOMADO A R$ 1.080,00 O VALOR DE R$ 810,00 TERIAMOS MAIS OU MENOS UM SALARIO MAIOR DO QUE O GOVERNO VEM COM ESTA PROPAGANDA QUE PAGA MAIS QUE O PISO, DAI TEMOS, UMA NOÇÃO QUE O PISO MEMSO PROPORCIONAL COM A SOMA DAS VANTAGENS, DA UM MONTANTE DE R$ 1.890,00. ISTO PROVA O PORQUE DA RESITENCIA DO GOVERNO EM FUGIR DE CUMPRIR A LEI DO PISO, QUE DA GARANTIAS REAIS DE SALARIO REAIS PARA A CATEGORIA. ACORDA GOVERNADOR NAO SOMOS OS DESEDUCADORES QUE NAO CONHECEMOS OS NOSSOS DIREITOS, A LEI VALORIZA O PROFESSOR E ESTAMOS CORRENDO ATRAS DISTO, O PISO SE FAZ NECESSARIO. QUEREMOS OS NOSSSOS DIREITOS. PARE DE PREJUDICAR OS ALUNOS, COM ESTAS MENTIRAS, QUE ESTAMOS COBRANDO O QUE NAO E DO NOSSO DIREITO."


"Wilma - São Miguel do Anta - MG:

Euler,
A partir do dia 03 de agosto, a escola de São Miguel do Anta, estará em GREVE. Queremos lutar, juntos, pelos direitos de todos! As atitudes hipócritas desse desgoverno só serve para aumentar o número de EDUCADORES e CIDADÃOS que apoiam o movimento de LUTA. As atrocidades cometidas pelo desgoverno mineiro servem de combustível para instigar o nosso desejo de conquistarmos o nosso objetivo principal, O PAGAMENTO DO PISO SALARIAL! Que venham mais combatentes! JUNTOS PODEMOS MAIS!!!
"

Comentário do Blog: parabéns, colegas e força na luta! Até a vitória!

"Silvio - Geografia:


Caro Euler, no entendimento de vários posts sobre o real montante de servidores que 'PODERÃO" optar pela carreira antiga, noto que um grande número de profissionais NÃO poderão fazer a opção, como por exemplo os designados, aposentados sem paridade e alguns dos setores administrativos. Então, a conta dos servidores pró carreira antiga, por conta do já exposto, é muito maior do que o governo aceita. A realidade é que quem pode optar (todos o deveriam) em sua enorme maioria já o fizeram e ainda faltam 08 dias para o prazo final. Força na luta!"

"Maria Helena- Ipatinga:

A manchete do BRASIL DE FATO de 21 a 27 de Julho é: Contra a crise no ensino, as greves. S O S EDUCAÇÃO EM GREVE. Site: WWW.BRASILDEFATO.COM.BR. Não resisti e copiei esses pequenos trechos do jornal, quem sabe serve para acordar alguns colegas que ainda dormem?
1-" O que vale é que esses professores já ensinaram uma linda lição. Que um valente não se entrega e não se acovarda. Que quando a luta é justa, vale ser travada."
2- " Em nenhum momento, em nenhum governo,a educação foi uma prioridade aqui. Estamos aceitando o caos educacional como uma fatalidade?
3- " Bala de borracha, bomba de gás lacrimogêneo, gás de pimenta. A violência da PM contra manifestações públicas tornou-se algo corriqueiro. Porém é inconstitucional. Foi preciso o Supremo Tribunal Federal entrar em cena para reforçar que protestar não é crime e demonstrar que as ações repressivas são ilegais."
Porem fiquei surpresa, pois a reportagem fala das greves em vários estados e o nosso não foi citado. Será que até o "Brasil de fato" faz parte desse grupo que tenta esconder o que se passa em MG? Não é de duvidar, pois é um jornal paulista(reduto dos tucanos).
Depois que essa greve terminar precisamos fazer uma campanha para que todos os professores comprem seus computadores (em 10 x sem juros), paguem um pacote básico de Internet(na operadora que oferecer melhor promoção) e formemos uma rede de informações forte entre nós, porque aí ninguém vai nos segurar, nem o governo com seus meios de comunicações tendenciosos, pagos com nosso dinheiro.
Abraços a todos os colegas de luta e greve atééééééééé... o piso! (Maria Helena- Ipatinga)"


"Rita Frugoli:

Oi, Euler,
acabei de postar no blog do ouvinte da band news.
Seria bom que os professores também postassem sobre nossa greve.
Taí o blog:

http://bandnewsfm.band.com.br/mural.asp"


"Anônimo:

PRIMEIRAMENTE PARABÉNS PELO BLOG; É SENSACIONAL! NELE OS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO PODEM EXPRESSAR DE MANEIRA LIVRE OU ATÉ EX- PROFISSIONAIS DESTA ÁREA COMO EU. FUI PROFESSOR DESIGNADO E CONFESSO QUE A VIDA DE VOCÊS NÃO É NADA FÁCIL...HOJE MILITO SOMENTE NA ÁREA JURÍDICA E QUERO DIZER QUE A SOCIEDADE TEM QUE SABER QUE UM PROFESSOR EM MINAS GANHA MENOS QUE UM PEDREIRO, UM APANHADOR DE CAFÉ (SEM DESMERECER TAIS TRABALHADORES) E QUE PARA TER DIREITO AO PISO SALARIAL DE POUCO MAIS DO QUE 02 SALÁRIOS MÍNIMOS TEM QUE FICAR EM GREVE. O SINDICATO DEVERIA FAZER UMA FORTE CAMPANHA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DENUNCIANDO TAIS FATOS COMO: SALÁRIO DO GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS...SALÁRIO DA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO... SALÁRIO BÁSICO DO PROFESSOR COM NÍVEL MÉDIO EM MINAS R$369,00 OU SALÁRIO DE UM PEDREIRO R$100,00 POR DIA; SALÁRIO DE UM APANHADOR DE CAFÉ: R$600,00 POR SEMANA; SALÁRIO BÁSICO DE UM PROFESSOR COM NÍVEL MÉDIO EM MINAS GERAIS: R$369,00- SORTE NA LUTA E REZO E ESTOU NA TORCIDA PELA VITÓRIA DE VOCÊS"


"Anônimo:

Colegas, boa tarde! Acho o comentário do Luciano bastante sensato e também já comentei outras vezes aqui: o Sindicato tem que lançar mão de um jurídico estrategicamente preparado pois é o que está faltando. A ilegalidade está por todos os lados nas atitudes do governo e, por mais que pensemos ser a justiça no estado comprada, certamente que não é na totalidade. Realmente não vejo outro espaço onde eu , pessoalmente, possa cobrar os prejuízos que venho acumulando neste "suicídio". Todas as outras formas de luta são válidas e necessárias, mas a das ações judiciais é uma frente de batalha a ser considerada."


"Anônimo:

Portal Uai:

http://www.dzai.com.br/noticia/53212"

"Anônimo:

Oi, Euler,
Sou eu: a "preocupada". Agora, estou mais tranquila depois de sua resposta. Está vendo, como muitas vezes as nossas preocupações são infundadas? Um beijo pra você, viu?"
.

"Laurinha:

Gazzela e Gazzola - uma dupla de "peso", mas não invencível. Acabei de protocolar a minha opção de retorno ao regime de remuneração antigo. Fiz as contas: perderei um pouco de dinheiro a curto prazo, mas isso não importa. O que eu não quero é engrossar a fila dos arrependidos daqui a algum tempo.

Euler, confesso que, como a colega, também fiquei preocupada com o seu post de hoje. Passei boa parte da manhã muito apreensiva, mas agora, dada a sua resposta a ela, estou tranquila. Deve ser esse stress danado que dá na gente, né?
Fique com Deus. Força e fé!"


"Anônimo:

EULER , VAI LÁ OUVIR.

http://www.itatiaia.com.br/site/noticias/noticia/4286"
.

"Anônimo:

OLÁ EULER E SEGUIDORES DO BLOG,
O pessoal de Montes Claros fizeram uma belíssíma atividade ao amanhecer (6:30min) iniciaram uma planfletagem nos semáforos próxima a câmara e depois as 8hs, juntamente com os movimentos sociais e ongs, lavaram o chão da câmara para limpar a sujeira e conivência com o prefeito foi um sucesso três redes de TVs e rádios locais cubriram a atividade, Viramos notícas na cidade e região.Rs rs rs; Os vereadores que iniciavam a sua primeira reunião do semestre ficaram irritados,e o assunto da reunião foi só em relação ao movimento grevista e com isso conseguiram chamar atenção pra a GREVE e os desmandos na cidade de Montes Claros.(Um recado aos companheiros da subsede: Posta um vídio da ação, ou voces não gravaram?) A greve aqui está crescendo e essas atividades empolga os grevistas que eram maioria na lavagem da Camara. Parabéns para o comando de greve de Montes Claros. Foi muito bem organizados."


"Anônimo:

A sorte da TRUPE DA MENTIRA é que os jornalistas colaboram com eles, fazem umas perguntinhas fáceis, bem decoradinhas, aliás as mesmas desde do início da greve, se fazem perguntas mais elaboradinhas eu queria ver o PODER DE ARGUMENTAÇÃO da DOUTORA em LITERATURA, porque ANALFABETA ela não é, só tem conveniências, afinal tem que garantir o CARGO que lhe foi oferecido, e tem que repetir pelo menos o que decorou para repetir. Penso que um daqueles integrantes do CQC deveria entrevistar um dos integrantes da TRUPE como fazem quando podem entrar no CONGRESSO em Brasília. Porque eles são ótimos para entrevistar essas pessoas, principalmente quando elas carregam na bolsa ou no bolso um discurso previamente pronto!"

"Thiago Coelho:

E a idéia de fazer cartazes com o contracheque de 369,0??"

"Marisa Karla:

Ana,
Eu já havia protestado no CQC, há três semanas atrás. Parece que tem que ter um número expressivo de protestos para veicular uma matéria. Ontem protestei novamente. Se sair o programa vamos rir até... além de denunciar a nossa greve.
A propósito, o anônimo que postou sobre as 13 almas foi ótimo. Ri demais! Cada dia eu aprendo mais neste blog.

Marisa Karla - Governador Valadares."


"Anônimo:


EULER , VAI LÁ VER.

http://www.sindutemg.org.br/novosite/conteudo.php?MENU=1&LISTA=detalhe&ID=2107"

"Anônimo:

Prezado professor Euler,gostaria de obter um esclarecimento,além dos professores(as) da ativa e dos aposentados,os(as) pensionistas também têem direito de optar em que sistema quer ficar?O prazo terminará no dia 10 deste mês,por isso gostaria de obter tal resposta o quanto antes.Desde já agradeço a atenção."

"Anônimo:

Olá combativa colega Ana!
Não acredito que o CQC irá comprar essa briga, são mercenários como todo o resto, com preço longe da realidade que vivemos. Com "salário-de- professores-de-Minas Gerais", menor que de uma diarista, menor que de um soldado de nível médio, menor que de um pedreiro, duvido que vão se importar com a gente. Entretanto, homem de fé que sou e sensibilizado com vossos apelos, postei um protesto lá. Abraços históricos a você e a todos valentes e valorosos companheiros... NOSSA GREVE ESTÁ APENAS COMEÇANDO!!!"


"Lúcia:

Oi, amigos,

Alguém postou o seguinte texto:
(...) E como você disse aqui, temos que acreditar que um grande número de profissionais que não podem fazer a opção, como, por exemplo, os designados, aposentados sem paridade e alguns dos setores administrativos. Assim, mesmo que o governo apresente 200 mil no subsídio pra imprensa, nós e ele saberemos que não é verdade ocorrendo graças a Deus o fortalecimento de nossa luta.
(...)

Gostaria que me alguém me explicasse o que quer dizer "APOSENTADOS SEM PARIDADE".

Obrigada,

Lúcia.
"

"Anônimo:


EULER , O ROGÉRIO CORREIA FALOU, QUE AMANHÃ O BLOCO DE DEPUTADOS CONTRA O GOVERNO DO QUAL ELE FAZ PARTE ESTARÁ EM REUNIÃO COM A PROMOTORIA DE DEFESA DA EDUCAÇÃO DE MG .

Contracheque dos professores em greve é exibido na ALMG: R$369,00 de salário base. Desmascarada propaganda tucana".

"Ricardo:

Euler,

todas as informações que você colocou no post são de suma importância. Os professores precisam entender que você não está dando idéias para o governo, mas nos alertando sobre a sagacidade do mesmo. Não podemos, em um momento tão crucial, repetirmos os erros do passado.

Força na luta!"


"Claucir Araújo:

Caro combativo Euler!
É com grande entusiasmo que venho comunicar que nossa escola aderiu parcialmente à grave. (Descoberto)
Depois de percebermos a verdade dos fatos, estamos consciente de que o governo não se interessa pela educação que dirá por nós. Cada vez mais estamos convictos de que, infelizmente temos que aderir ao movimento para conquistarmos nossos direitos. Direitos estes, já apreciados até pelo STF. Não nos resta outra alternativa.Boa sorte amanhã na assembleia
Um forte abraço e força na luta."


Comentário do Blog: parabéns aos colegas que entenderam a importância da nossa luta para a salvação da nossa carreira e do piso que é lei federal. Um forte abraço e força na luta!

"Anônimo:

"Se o governo enrola, enrola, eu não volto para escola. Se o governo corta o ponto, aí é que eu apronto"... Se salário, sem reposição. Vamos ver se terá substitutos aos sábados e feriados para tantos professores. Colegas, NÃO VAMOS REPOR OS DIAS CORTADOS!"

"Anônimo:

Caros professores, vc que retornou para o RRA e que não aderiu a greve, acorde. Vcs precisam conquistar o PSN agora. Porque irão receber menos que os designados no (suicídio)se tiver menos tempo na carreira, ou no mínimo 5%.quem é mais antigo. Ainda não entendi porque todos ainda não aderiram e alguns estão desistindo.

É hora de entrar para a luta e conquistar o Piso.Quem luta conquista, não tenham medo pois a razão está do nosso lado. Esse governo acha que professor é lixo. Pra cima dele....
"

"Anônimo:

BOMBA! bomba! em sinal evidente de desespero dona gasola convoca diretores e, quase chamando-os de burros, tenta convence-los sobre o suicídio, parece ate brincadeira, o povo não e bobo não!".

Comentário do Blog: a se confirmar tal informação, o nosso post mostra-se super atual, não?

"Cristina Costa:

Euler e companheiros,

Rogério Correia ampliou o contracheque acima.
Já está exposto na assembleia Legislativa.

Vejam:

http://twitpic.com/6008uc"


"Anônimo:

A Noticia bomba sobre a gazzola e verdade soube através de uma diretora da metropolitana b,estava um ambiente tensos revoltados com tantas inverdades.Foi no sesc, cidade nova."


"Anônimo:

No site da see tem mesmo com última notícia uma reunião da secretária da educação com mais de 500 diretores. Aí vem aquela ladainha. Acredito que os diretores presentes devem ter mesmo recebido uma pressão para nos intimidar. Mas senhora gazela,isso não vai colar, não somos idiotas como pensa."

"toninho:


Caros companheiros,

O discurso agora mudou.
vejam só!
A greve incomoda sim.

http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=178363,OTE"



"josias Carangola:

tratado como de terceira.

A amanhã...

" Amanhã será um novo dia, a mais louca magia que se possa imaginar."
Viva os Professores! Viva a educação!"


"Anônimo:

Se os diretores que estavam nesta reunião são do tipo que ficam pressionando professores para que voltem pra sala de aula no período de greve, até que valeu coice da gasolinha..."

"Anônimo:

Euler, olha o desespero aiiiiii..... genteee.

https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/2211-encontro-reune-diretores-de-550-escolas-estaduais-da-regiao-metropolitana-de-belo-horizonte
"

"Paulo:

Boa iniciativa do deputado Rogério Correia !!!!!"

"Anônimo:

olha o bloco minas sem censura.

http://www.minassemcensura.com.br/conteudo.php?MENU=&LISTA=detalhe&ID=182 "


"Anônimo:

Este é o Azenha! Não se deixa amordaçar. Grande jornalista! Homem de coragem!

http://www.viomundo.com.br/denuncias/professores-de-minas-publicam-contracheques-para-provar-que-estado-e-psdb.html"
.

"Anônimo:

Tão rindo quando disse que entreguei o dito cujo para as "13 almas"? Pois vão ver só o estrago que elas vão fazer na vida dele! Em todos os sentidos, ângulos, aspectos, áreas, enfim... detoná-lo! Só não posso agora me revelar... sabe "cumé que é, né"? O segredo é a alma do negócio. E no dia 3, nada de deputado falastrão no palanque! Senão, entrego eles também!!!"

"Anônimo:

Bloco Minas sem censura. Representação contra o governo."

Comentário do Blog: Entrar com representação junto ao Ministério Público é importante, mas ainda é pouco. O bloco Minas Sem Censura está nos devendo explicação quanto à famosa reunião ocorrida em julho, que causou a suspensão da obstrução, favorecendo somente ao governo. Além disso, o MSC precisa forçar a abertura de uma CPI da Educação Pública, com foco no pagamento do nosso piso e na manutenção da carreira. Ainda que estejam em minoria, os deputados podem explorar isso junto da opinião pública e da mídia, etc. Por último, o bloco MSC é oposição ao governo estadual, mas é da base de apoio do Governo Federal. Por que então não forçam uma audiência com a presidenta Dilma, para mostrar a realidade do não pagamento do piso e cobrar atitude do governo federal, do MEC, que permanece omisso e conivente com a realidade de descaso para com a Educação em Minas e no Brasil?

"Anônimo:

boa noite!
tentei entrar no endereço do jornal o tempo postado aqui para ver a matéria sobre o corte do ponto e a greve,mas naõ carrega, será que eles tiraram do ar?!
"

"Anônimo:

Parabéns Euler
Mostrou muito bem no seu último comentário que seu pensamento é extremamente voltado para a nossa causa e os rumos da educação no nosso estado.

Dividindo as responsabilidades tanto para o governo de Minas quanto para o federal demonstra de uma vez por todas a sua isenção política.

Todos os governos são eleitos para servir o povo e nenhuma das esferas do poder poderão ser isentas de críticas diante da insatisfação popular, quando vêem os seus direitos sendo atropelados."


"Anônimo:


Que beleza...
Os diretores também vão tirar proveito da nossa greve?!
Prepare os ouvidos colegas pois vamos cansar de escutar:
-Temos que preocupar com os nossos alunos;
-Essa greve tem pouca adesão, etc.
Belo estágio que a gasolinha fez em BH para preparar os novos gestores(servos)da tirania mineira."


Comentário do Blog: Não generalizemos, colega. Temos vários diretores apoiando a nossa greve, e outros, mesmo não apoiando, não interferem na decisão dos educadores da escola. Mas, infelizmente temos aqueles que atuam contra a greve, fazendo o jogo do governo. Estes, seguramente, são aqueles que esperam favores do governo, talvez porque não tenham competência para administrar sua escola ao lado dos educadores, dos alunos e pais de alunos.
Felizmente a nossa categoria está cada vez mais consciente e pronta para atuar de forma autônoma, não aceitando a intervenção de direções nos assuntos que dizem respeito aos interesses coletivos da categoria. Um forte abraço e força na luta.

"Ronaldo Eustáquio:

Concordo, viu companheiro! Acho que o bloco Minas Sem Censura poderia fazer muito mais. Em boa medida, a nossa greve serve de palanque eleitoreiro para muitos deles."

"Anônimo:

Meu caro colega das 13 almas, estou acreditando mesmo nas suas ALMAS PODEROSAS, pois pelo que vejo postado no blog, agora à noite, a situação esquentou para todo lado. As almas, assim como os políticos começaram a reagir hoje. Apesar de que suas almas já deram sinal de que estão em serviço quando ficou naquela de cai, cai, avião, cai, cai, avião aqui no marzão. Vejo que daqui para frente as 13 almas vão dar trabalho para alegria dos mortais educadores. Benditas ALMAS PENADAS!! vamos ficar devendo essa para ALMAS!!"

"Anônimo:

ESSA CAMBADA DE "REPRESENTANTES DO POVO"ESTÃO É ARMANDO MAIS UMA , ESPERAR ALGUMA COISA DE POLÍTICO ,PREFIRO ACREDITAR NAS 13 ALMAS QUE UMA COLEGA CITOU NO BLOG.E PIOR, ENTRA GREVE SAI GREVE, ESSES URUBUS DE VOTOS TREPAM EM NOSSO PALANQUE.

Oração das 13 Almas

Oh! Minhas 13 almas benditas, sabidas e entendidas, vos peço pelo amor de Deus atendam meu pedido, pelo amor de Deus minhas 13 almas benditas e entendidas vos peço pelo sangue que Jesus derramou. Atendam o meu pedido, minhas 13 almas benditas, sabidas e entendidas. Peço a vós pelas lágrimas que Jesus derramou atendam meus pedidos, pelas gotas do suor que Jesus derramou, pelo seu sagrado corpo atendam o meu pedido.

Meu senhor Jesus Cristo que a vossa protecção me cubra com os vossos braços e me guarde com o vosso coração, me proteja com vossos olhos. OH! Deus de bondade vos sois meu pai e eu sou vosso filho, vós sois meu advogado na vida e na morte.

Peço-vos que atendam meu pedido e me livreis dos males e dai-me sorte na vida, segue meus inimigos, que os olhos maus não me vejam, corte a força dos meus inimigos.

Minhas 13 almas benditas se vós fizerdes eu alcançar esta graça que vos peço ficarei eternamente devota de vós, Amém!

Rezar 13 Pai Nossos e 13 Ave Marias."


"Anônimo:

Olá Euler:

A greve está incomodando sim, pais preocupados com a reposição, com a duração da mesma, e todos, com a falta de diálogo do nosso governo, que ao meu ver está desorientado.
A pressão dos pais, alunos e professores aumenta a cada dia que se passa e estamos sem uma resposta.
Outra coisa, devemos todos nós cobrarmos dos políticos, deputados estaduais, federais e vereadores, para que pressionem para que se abra essa negociação.
Vamos Anastasia, cumpra o seu papel de governador, nos mostre a sua capacidade política, supere as nossas expectativas, você só tem a ganhar com certeza!!!
Pense na sua carreira política!!!
Anastasia, já passou da hora da negociação!!!"
.

"Anônimo:

Caros colegas, é importante ressaltar que há sempre um educador nos informando de que determinada escola tomou a atitude de paralisar. De ontem para cá, vimos muitas informações. Isso é muito bom, pois demonstra que os colegas resolveram se inteirar mais da situação, talvez a visualização do contracheque tenha despertado neles um sentimento de que é preciso fazer as coisas acontecerem, não podemos ficar como Carolina de Chico Buarque de Holanda: " ... o tempo passou na janela e só Carolina não viu" Não podemos esperar que os outros façam por nós, temos de ter dignidade de fazer a nossa parte para contribuir para o BEM DE TODOS! Caso contrário, estaremos sendo COVARDES primeiro conosco, depois com aqueles que estão no nosso entorno e que nós dizemos que estamos preparando para serem CIDADÃOS críticos, cientes dos direitos, preparados para a vida. Mas, antes de ensinarmos a alguém esses princípios, faz-se necessário, primeiro, que os assimilemos para nós mesmos! Senão fica: faça o que falo, mas não faça o que faço!
Pensemos nisso!"


"GRAÇA:

Prof Euler,

Peço a Deus que ilumine a todos na assembléia de hoje,que o discernimento prevaleça e não houver nenhuma proposta do governo, garantindo o piso, POR IMPERATIVO DE JUSTIÇA, QUE A GREVE CONTINUE!"


Comentário do Blog: Daqui a pouco tem post novo. Desta vez mais leve um pouco, para quebrar a tensão, porque amanhã vem carga pesada de novo, pois a assembleia, claro, vai manter a greve, a menos que o governo nos pague o piso.

"Giovane Diniz (Pipoca):

Ana, o CQC já fez uma matéria logo no início da greve, quando enviei a eles um pedido pelo proteste Já. O problema é que foi sobre a situação da Educação em todo Brasil, portanto não houve ênfase em Minas Gerais.

Não acredito que farão o quadro, pois o Governo tem a Band nas mãos. De qualquer forma vale a tentativa."


"Antônio Augusto:

Minas está investindo todo o dinheiro público na Copa de 2014. O desgoverno deseja entrar na passarela da Copa como um grande empresário que fez o dever de casa.Isto é ordem do padrinho: não me faça feio quero Belo Horizonte sede da abertura da Copa, precisamos ganhar o Brasil.Que se dane a educação, que se dane a saúde, vamos fazer bonito na Copa."


"Sandra - professora- Carangola:

Euler amei sua criatividade sobre as 13 almas, formidável, É isso companheiro. Abraços fraternos, Muita Luz.

Sandra - professora- Carangola
"


"Anônimo:

O padrinho está te enganando. Ao invés de gastar dinheiro com obras para a copa, pague imediatamente o nosso piso."

"Antônio Augusto:

Esqueci de comentar com todos vocês. A mídia mineira está proibida de comentar qualquer assunto sobre nossa greve. Tanto é verdade que a página do Uai foi obrigada a retirar o comentário que ali estava postado sobre nossa greve.Estou sabendo disso por fonte direta."

"Antônio Augusto:

Queridos professores e queridas professoras, estou cansado e decepcionado com nossa luta. Chegamos até aqui e é agora que precisamos acampar em frente a Assembleia, chamando atenção do Congresso Nacional e de toda a mídia nacional e internacional. Vamos mostrar como a educação é tratada em um "país" independente do Brasil, chamado Minas Gerais,que desrespeita a Constituição Nacional e até o Supremo Tribunal Federal. Vamos todos fazer uma greve de fome em frente a Casa do Povo Mineiro, nossa querida Assembleia Legislativa, onde todos os Deputados e Deputadas, respeitam as Leis e vão legislar para que possamos receber nosso Piso por direito."

"Andrea:

Sabe, meu caro Euler, o que mais me incomoda nessa nossa luta toda? É saber que professores que hoje estão ai xingando o governador e se "dizendo contra toda essas falcatruas dele" colocaram suas propagandas ENORMES em suas casas para fazerem campanha política pra ele só porque aqui em nosso município é de interesse PRÓPRIO bancar os "PUXA-SACOS" da situação. Não aguento mais tanta hipocrisia!!! Que colegas de luta!!! Mas o pior... Isso é antigo por aqui! E nós, "os do contra" é quem somos os excluídos por tentarmos ser mais coerentes!!! Vai entender!!!"


85 comentários:

  1. Oi Euler
    Bom dia
    Penso que vc deveria focar os efetivados.O engodo da paridade aos efetivos,o concurso fajuto calaram fundo em corações e mentes destes colegas que estão achando que esta efetivação está sacramentada.Por favor Euler, fale claramente com eles.Se beiram a cem mil certamente puxarão nosso resultado para baixo.
    Eles já pegaram carona no trem da alegria.Não é justo que
    impeçam a vitória de todos.

    ResponderExcluir
  2. Euler, faltou explicar, claramente, que o contracheque refere-se a 22 aulas semanais, totalizando 88 aulas mensais.

    O governo deveria sentir vergonha por afirmar que paga um piso de R$1320,00. É muito pouco pelo relevante trabalho que prestamos à sociedade.

    O governo, se quiser, pode encerrar a greve amanhã. Mas falta responsabilidade para com os alunos, pais, educadores. Minas tornou-se uma vergonha.ABC

    ResponderExcluir
  3. Caro Euler, já fiz essa pergunta a Beatriz mas ainda fico um pouco insegura quanto â questão dos professores que têm extensão e pela lei se afastarem por mais de 60 dias perdem. Nossa greve está chegando lá nesta semana. Existe algo que possa postar ou enviar sobre isso! Seria bom esclarecer a outros também. Aguardo, obrigada. Élida - Ubá, MG.

    ResponderExcluir
  4. O que os governantes estão fazendo com a educação custará caro ao nosso país. Estão excluído os bons profissionais desta carreira e também os bons alunos que ainda não decidiram qual carreira seguir. Não vejo jovem algum dizendo que gostaria de ser professor e esta situação tende a piorar. Que jovem desejará ingressar em uma carreira em que estão lutando por um piso de aproximadamente R$ 1 500,00?????? E que as condições de trabalho são as piores possíveis com perspectivas de crescimento mínimo na carreira???
    Que pensemos nisso, todos da sociedade!!

    ResponderExcluir
  5. Querido Euler, mais uma vez parabéns pela sua belíssima postagem que só nos esclarece. Na minha escola até sexta-feira próxima, cerca de 10 professores voltarão para a carreira antiga, e sem falar, em mais três escolas que aderiram ao movimento indignados com a falsa propaganda no meios de comunicação no final de semana. O que o desgoverno fez, com suas mentiras, foi unir ainda mais a categoria.
    Grande abraço e até a vitória final!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, guerreiro de vespá!
    Para os mais desavisados e persimistas este post pode representar uma ádua luta que se avizinha e por isso, desanimá-los. Por outro lado você descreveu um quadro assustador que muito estimula o fortalecimento da luta. É importante visualizar outros aspectos que contribuem conosco: uma desaticulação das superintêndencias e as escolas, uma vez que muitas ainda não tem definido a gestão, de forma que os comandos podem entrar no vácuo com tudo; enquanto o governo pensava em maldades, nós articulamos no sentido de obter o justo apoio da sociedade inclusive através do clero; outro aspecto que considero importantíssimo,é sobre o tempo de Deus, que antes de ocorrer nos submente a várias provações nos forjando no mais puro aço para que nós mesmos percebamos qual a melhor forma de agir e vencer... E Ele tem nos conduzido à nossa vitória, eu pessoalmente a visualizo nesse dado que apresentou -
    "Mas, claro que o governo não joga sozinho. E tem diante de si uma categoria em plena greve, com possibilidade real de fortalecimento. Tem contra ele também a proximidade do final do ano e o risco real do ano letivo não fechar em 2011."
    Somente a certeza e não a possibilidade da perda do ano letivo, nos dará o carater de sujeitos da história, pois seria a melhor demosntração da importãncia da educação na vida de um cidadão que deve lutar pelos seus direitos. Iremos numa tacada só: Dizer para o governo e deputados que eles são empregados e foram eleitos para servir e não o contrário; corresponder aos sinais de Deus(julgamento do STF)e ensinar de uma vez por todas que muito acima de nós e principalmente desses governantes, um ser onipotente e onipresente zeloso da verdade e finalmente cumprir o nosso trabalho de iluminar as mentes as quais foram negadas a luz... Com um curso intensivo sobre cidadania.
    Sobre os 150 mil que muito nos favorecerá se retornarem à carreira antiga. Muitas superintendências ainda não taxaram os profissionais que fizeram a opção (como aqui em Curvelo por exemplo), então diante disso temo que possa haver algum tipo de #$*#@##. E como você disse aqui, temos que acreditar que um grande número de profissionais que não podem fazer a opção, como por exemplo os designados, aposentados sem paridade e alguns dos setores administrativos. Assim, mesmo que o governo apresente 200 mil no subsídio pra imprensa, nós e ele saberemos que não é verdade ocorrendo graças a Deus o fortalecimento de nossa luta.
    "Antes perder um ano e ganhar uma vida inteira, do que viver a vida inteira pedindo esmola" Professora aposentada em Curvelo em uma reunião de pais, entidades e trabalhadores em educação, realizada pelo núcleo do Sindute antes do recesso de julho.
    Ps Euler, já disse e vou repetir, você é um dos vários sinais de que Deus está "metendo o braço" (como dizem aqui em minha região). Obrigado por tudo que tem feito pela educação, pelo espaço. Vamos juntos até a vitória do piso e a derrota do subsídio!!! SALVE, SALVE TODOS NÓS OS DE BAIXO, OS SANS CULLOTES, PROFESSORES, TEMIDOS... A ETERNA ICÓGNITA DAS CERTEZAS MAQUIAVÉLICAS DOS DETENTORES DO PODER!!!

    ResponderExcluir
  7. é nóis na mìdia.



    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=178363,OTE

    ResponderExcluir
  8. Professores
    Estado corta ponto de grevistas
    Categoria afirma que não se intimida e decide manter a paralisação

    Publicado no Jornal OTEMPO em 02/08/20http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=178363,OTE
    Deem uma passada por lá e deixem seus comentários.
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  9. Euler, como faço para enviar meu contracheque para vc colocar no seu blog é mais uma prova que o governo não paga o piso e diminui o nosso salário...
    Amplexos,
    Elenice vidal Prata
    Pedagoga

    ResponderExcluir
  10. EULER, ONDE ESTÃO OS DEPUTADOS QUE NOS DÃO APOIO ,O PADRE JOÃO GARANTIU QUE O ACORDÃO SERIA PUBLICADO DIA 01, FOI POSTADO AQUI NO BLOG E, NÃO FOI ,O ROGÉRIO CORREIA SEM TER COMO ENTRAR DE RECESSO COMBINOU COM O GOVERNO DIZENDO QUE, IA TER NEGOCIAÇÃO, SE TEVE FOI SÓ ENTRE ELES! NÓS EULER ESTAMOS SÓ! TÃNTO OS DEPUTADOS QUANTO O GOVERNO QUEREM É LEVAR VANTAGEM POLITICA DA NOSSA DESGRAÇA.

    ResponderExcluir
  11. EULER,
    Responda esta dúvida..
    Sou designada e recebi informação do depto pessoal q não posso fazer opção por antigo regime.
    Não não tenho nem um ano de trabalho no ESTADO.
    Essa opção pode ser feita por qualquer educador?
    Desinado como eu?

    ResponderExcluir
  12. Euler, sou ATB efetiva a 9 anos e me sinto entre a cruz e a espada. Não sabemos se temos direito ao PISO; apesar de ser uma profissional da educação! O governo já esta com tanta má vontade que fará o possível para prejudicar os servidores.
    A maioria dos administrativos está nesta situação.
    Se tivessemos certeza de ter direito ao piso voltariamos em massa para a carreira antiga!!

    ResponderExcluir
  13. Realmente o governoo expõe na mídia que paga acima do piso.Quem esta de fora percebe que esse valor é extremamente baixo,principalmente com os descontos.Existem atividades que pagam bem mais(Nada contra são todas dignas)mas professor merecia ser mais valorizado. (Motoristas,trocador ônibus,Soldado PM,gUARDA mUNICIPAL,ETC).Infelizmente temos alguns colegas que insistem em fazer um papel ridículo de furar greve.Em algumas escolas professores comparecem ,cumprem seu horário e vão embora.Cambada de ANALFABETOS POLÍTICOS.TODOS JUNTOS ATÉ A VITÓRIA FINAL.

    ResponderExcluir
  14. João Paulo Ferreira de Assis2 de agosto de 2011 11:30

    Prezado amigo Professor Euler

    Era isso que eu temia. O Acórdão não foi publicado, e talvez a petição dos secretários de Educação seja no sentido de que não seja. Fique adiado para as calendas gregas. (Quem é versado em História Antiga, sabe que só existem calendas romanas).

    Agora vamos ver qual o estoque de maldades que o governo tem.

    ResponderExcluir
  15. http://www.facebook.com/IE.AmericaLatina

    ResponderExcluir
  16. Olá, Euler
    Meu marido enviou meu contracheque para o programa do Paulo Leite,na bandnews,explicando a situação de nós, professores, mas não houve comentário. Vamos ver se amanhã eles comentam. A prova de que o governo mente está lá.
    Seria interessante que outros contracheques chegassem até eles.
    o e-mail é: ouvintebh@bandnewsfm.com.br, com cópia para Ivana Moreira ( editora chefe do jornal ):imoreira@band.com.br.
    Vamos lotar a caixa postal das emissoras de rádio e tv com cópias de contracheques. Algum jornalista pode mesmo se interessar.
    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Caro Euler,

    As atuais ações do Governo já eram de se esperar desde que foi deflagrada a greve do Magistério mineiro. A questão vai se decidir mesmo nos tribunais. Apesar de louvável, heroíca e justamente motivada, essa greve não conseguiu demover o Governo dessa posição para lá de contraditória. A própria cria dele (o subsídio) apresenta contradições absurdas e simplesmente ignora e solapa os parcos direitos que o atual Plano de Carreira da Educação "concede"...
    Mas essa guerra de trincheira como as que ocorreu na 1ª Guerra Mundial que acabou virando a atual greve pessoalmente acho que não serve aos justos propósitos dos professores. Os descontos nos pagamentos é só o princípio e era algo esperado, mas até quando será possível os professores suportarem essa situação?? E o SindUte o que faz para resguardar seus filiados face a esses descontos?? No mínimo deveriam garantir alguma espécie de auxílio a quem está realmente segurando e levando com valentia o atual movimento. Tenho que a impressão que o SindUte deveria ter preparado o terreno antes de deflagar a greve, pois o que o Governo está fazendo já era para lá de previsível e de cara o sindicato já deveria ter já posto a opinião pública a contradição que o Governo posta na mídia e desmontar o argumento que este ora usa. O Governo tem suas maquinações e estas estavam na cara... Desde a entrada da nova Secretária e mal instalada já chamou o SindUte para conversar percebi a estratégia governista: ou tentaria colocar o sindicato dos professores mais ou menos sob controle ou na pior das hipotéses, jogaria para a opinião pública que o SindUte é intrasigente e que não preza pelo dialógo de seus pleitos e ainda usa fatos irreais. E o que estamos tento agora??
    E pelo visto, por vias normais a situação não será resolvida. Se o Magistério está disposto mesmo a ir as últimas consequências, que assim o seja. Mas esse arrastar sem fim pode trazer o que pleiteam mas terá um preço: não se esqueça do dever social que o Magistério tem com a sociedade...
    Em tempo: me chegou ao conhecimento que todos os diretores das escolas estaduais da Região Metropolitana de BH foram convocados pela SEE e pelo que sei sofrerão uma "pressãozinha"... Gozado para quem afirma que a greve só atingiu 2% da rede estadual...

    ResponderExcluir
  18. Cuidado Anastasia:
    Oh, como Deus é bom para os corações retos, e o Senhor para com aqueles que têm o coração puro!
    2. Contudo, meus pés iam resvalar, por pouco não escorreguei,
    3. porque me indignava contra os ímpios, vendo o bem-estar dos maus:
    4. não existe sofrimento para eles, seus corpos são robustos e sadios.
    5. Dos sofrimentos dos mortais não participam, não são atormentados como os outros homens.
    6. Eles se adornam com um colar de orgulho, e se cobrem com um manto de arrogância.
    7. Da gordura que os incha sai a iniqüidade, e transborda a temeridade.
    8. Zombam e falam com malícia, discursam, altivamente, em tom ameaçador.
    9. Com seus propósitos afrontam o céu e suas línguas ferem toda a terra.
    10. Por isso se volta para eles o meu povo, e bebe com avidez das suas águas.
    11. E dizem então: Porventura Deus o sabe? Tem o Altíssimo conhecimento disto?
    12. Assim são os pecadores que, tranqüilamente, aumentam suas riquezas.
    19.Eis que subitamente se arruinaram, sumiram, destruídos por catástrofe medonha.
    Salmo, 72 !!!!!
    Prá, ficarem cientes, que NÃO passarão IMPUNES!!!!!!

    ResponderExcluir
  19. PAUSA PARA O RISO, pois faz bem nos momentos de estresses!

    Ih, governador, depois de ler o salmo postado, vejo que é melhor resolver o nosso Piso Salarial, imediatamente, pois o avião em que viajou deu pane, uma colega já disse, aqui,que colocou 13 almas na sua cola, olha, não é por nada, mas não há patuás que vão lhe proteger!
    Pense nisso!

    ResponderExcluir
  20. Caros amigos,

    Apetição do conselhod e secretários de estado é no intuito que seja agendada uma audiência com o ministro relator da adi 4167(Joaquim Barbosa), é só conferir no site do STF. Não acredito que surta efeito, visto que o próprio ministro em seu voto disse não se sensibilizar com argu,entos de ordem econômica, já que os governos tiveram tempo suficiente para se adaptarem às mudanças impostas pela lei do piso nacional!!
    Algumas escola de Cons. Lafaiete irão parar total ou parcialmente amanhã..E depois será marcada uma assembléia local para avaliar uma adesão ao movimento!! Ufa ainda bem..antes tarde do que nunca..
    Um grande abraço!!

    ResponderExcluir
  21. Pobres colegas que não aderiram ainda à greve:
    Mesmo num país democrático, ainda sofrem com a tirania do cabresto. Espero que os nossos alunos não os perfilem atrás de vcs.
    Tenha orgulho próprio, gire o pescoço com força e quebre essa corda que impede de ser livre.
    Estamos a sua espera, junte se a nós e verás que terás um sono tranquilo lutando por uma causa justa.

    ResponderExcluir
  22. Prof. Euler, só nos falta salário, não CRIATIVIDADE! RS
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  23. Sugestão

    Caros colegas vamos colar nossos contracheques nos muros das escolas, nos postes, nas portas das emissoras de tv e rádio.

    Alguns vão dizer isso é proibido, não podemos sujar a cidade, mas quem suja as cidades são os nossos políticos, que transpiram omissão, mentiras e outras coisas mais.

    Vamos sair do nosso marasmo, vamos agir pessoal, vamos acampar na porta das metropolitanas vamos à luta.

    ResponderExcluir
  24. Havia certa vez um homem navegando com seu balão por um lugar desconhecido. Ele estava completamente perdido, e qual grande foi sua surpresa quando encontrou uma pessoa. Ao reduzir um pouco a altitude do balão, em uma distância de 10 m aproximadamente, ele gritou para a pessoa:
    - Hei! Você aí, onde eu estou?
    E então a jovem respondeu:
    - Você está num balão a aproximadamente 10 m de altura.
    O homem fez outra pergunta:
    - Você é professora, não é?
    A moça respondeu:
    - Sim... puxa! Como o senhor adivinhou?
    E o homem:
    - É simples. Você me deu uma resposta tecnicamente correta, mas que não me serve para nada.
    Então a professora pergunta:
    - O senhor é secretário da educação, não é?
    E o homem surpreso:
    - Sou. Como você adivinhou?
    - Simples. O senhor está completamente perdido, não sabe fazer nada e ainda quer colocar a culpa no professor.

    ResponderExcluir
  25. Havia certa vez um homem navegando com seu balão por um lugar desconhecido. Ele estava completamente perdido, e qual grande foi sua surpresa quando encontrou uma pessoa. Ao reduzir um pouco a altitude do balão, em uma distância de 10 m aproximadamente, ele gritou para a pessoa:
    - Hei! Você aí, onde eu estou?
    E então a jovem respondeu:
    - Você está num balão a aproximadamente 10 m de altura.
    O homem fez outra pergunta:
    - Você é professora, não é?
    A moça respondeu:
    - Sim... puxa! Como o senhor adivinhou?
    E o homem:
    - É simples. Você me deu uma resposta tecnicamente correta, mas que não me serve para nada.
    Então a professora pergunta:
    - O senhor é secretário da educação, não é?
    E o homem surpreso:
    - Sou. Como você adivinhou?
    - Simples. O senhor está completamente perdido, não sabe fazer nada e ainda quer colocar a culpa no professor.

    ResponderExcluir
  26. Ai, Euler, meu filho,
    Estou tão preocupada com esse seu post: você subsidiou as ideias nefastas desse #@%!!&¨¨*(()))do Anastasia.
    Um abraço grande e que Deus nos proteja!!!

    ResponderExcluir
  27. Leiam as INVERDADES de outro PAU-MANDADO DO GOVERNO que, certamente,foi chamado para dar reforço a TRUPE das MENTIRAS nesta reta final.

    EM RESPEITO À VERDADE
    blog do Luis Nassif

    Antônio Luiz Musa de Noronha
    Subsecretário de Gestão de Recursos Humanos da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais .

    http://blogln.ning.com/profiles/blogs/sind-ute-mg-protocola-mais-de?commentId=2189391%3AComment%3A725132&xg_source

    ResponderExcluir
  28. EULER , VAI LÁ OUVIR.


    http://www.itatiaia.com.br/site/noticias/noticia/4286

    ResponderExcluir
  29. Portal Uai:
    http://www.dzai.com.br/noticia/53212

    ResponderExcluir
  30. Oi, Euler,
    Sou eu: a "preocupada". Agora, estou mais tranquila depois de sua resposta. Está vendo, como muitas vezes as nossas preocupações são infundadas? Um beijo pra você, viu?

    ResponderExcluir
  31. Gazzela e Gazzola - uma dupla de "peso", mas não invencível. Acabei de protocolar a minha opção de retorno ao regime de remuneração antigo. Fiz as contas: perderei um pouco de dinheiro a curto prazo, mas isso não importa. O que eu não quero é engrossar a fila dos arrependidos daqui a algum tempo.
    Euler, confesso que, como a colega, também fiquei preocupada com o seu post de hoje. Passei boa parte da manhã muito apreensiva, mas agora, dada a sua resposta a ela, estou tranquila. Deve ser esse stress danado que dá na gente, né?
    Fique com Deus. Força e fé!

    ResponderExcluir
  32. Colegas, boa tarde! Acho o comentário do Luciano bastante sensato e também já comentei outras vezes aqui: o Sindicato tem que lançar mão de um jurídico estrategicamente preparado pois é o que está faltando. A ilegalidade está por todos os lados nas atitudes do governo e, por mais que pensemos ser a justiça no estado comprada, certamente que não é na totalidade. Realmente não vejo outro espaço onde eu , pessoalmente, possa cobrar os prejuízos que venho acumulando neste "suicídio". Todas as outras formas de luta são válidas e necessárias, mas a das ações judiciais é uma frente de batalha a ser considerada.

    ResponderExcluir
  33. PRIMEIRAMENTE PARABÉNS PELO BLOG; É SENSACIONAL! NELE OS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO PODEM EXPRESSAR DE MANEIRA LIVRE OU ATÉ EX- PROFISSIONAIS DESTA ÁREA COMO EU. FUI PROFESSOR DESIGNADO E CONFESSO QUE A VIDA DE VOCÊS NÃO É NADA FÁCIL...HOJE MILITO SOMENTE NA ÁREA JURÍDICA E QUERO DIZER QUE A SOCIEDADE TEM QUE SABER QUE UM PROFESSOR EM MINAS GANHA MENOS QUE UM PEDREIRO, UM APANHADOR DE CAFÉ (SEM DESMERECER TAIS TRABALHADORES) E QUE PARA TER DIREITO AO PISO SALARIAL DE POUCO MAIS DO QUE 02 SALÁRIOS MÍNIMOS TEM QUE FICAR EM GREVE. O SINDICATO DEVERIA FAZER UMA FORTE CAMPANHA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO DENUNCIANDO TAIS FATOS COMO: SALÁRIO DO GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS...SALÁRIO DA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO... SALÁRIO BÁSICO DO PROFESSOR COM NÍVEL MÉDIO EM MINAS R$369,00 OU SALÁRIO DE UM PEDREIRO R$100,00 POR DIA; SALÁRIO DE UM APANHADOR DE CAFÉ: R$600,00 POR SEMANA; SALÁRIO BÁSICO DE UM PROFESSOR COM NÍVEL MÉDIO EM MINAS GERAIS: R$369,00- SORTE NA LUTA E REZO E ESTOU NA TORCIDA PELA VITÓRIA DE VOCÊS

    ResponderExcluir
  34. Ola, estamos na paridade SUBSIDIO X SISTEMA REMUNERATORIO ANTIGO (PISO).

    AGORA CABE ENTENDER A DIFERENÇA ENTRE OS DOIS. O SUBSIDIO VC TEM UM SALARIO UNICO, QUE TIRA TODAS AS VANTAGENS CONQUISTADAS BIENIOS (5%), QUINQUENIOS (10%), PÓS (10%), JA O SISTEMA REMUNERATORIO ANTIGO, TEM O PISO, SALARIO BASE, QUE SOMA TODAS AS VANTAGENS CONQUISTADAS PELOS SERVIDORES, POR ISTO, TEMOS QUE FAZER VALER A LEI DO PISO NACIONAL, MESMO PROPORCIONAL, PEGANDO O SALARIO DO MEC, PARA NIVEL MEDIO R$ 1.118,00 PARA 40 HORAS, ONDE 24H SERIA R$ 712,00 E MAIS VANTAJOSO DO QUE TER UM TETO. LEMBRANDO QUE PARA O NIVEL SUPERIOR CONFORME O PLANO DE CARREIRA ESTE PISO CHEGA NA PROPORÇÃO A R$ 1.080,00, AI VC PEGA UM EXEMPLO DE UM PROFESSOR QUE TEM 15 ANOS DE CARREIRA, SE TODAS AS VANTAGENS ESTIVEREM EM DIA, ELE TEM PUBLICADO 7 BIENIOS (35%), 3 QUINQUENIOS (30%) E SE TIVER POS (10%), SOMA DAS VANTAGENS (35% + 30% + 10% = 75%), CALCULANDO ESTE PERCENTUAL NO PISO, FAZ A DIFERENÇA, AI SERIA SOMADO A R$ 1.080,00 O VALOR DE R$ 810,00 TERIAMOS MAIS OU MENOS UM SALARIO MAIOR DO QUE O GOVERNO VEM COM ESTA PROPAGANDA QUE PAGA MAIS QUE O PISO, DAI TEMOS, UMA NOÇÃO QUE O PISO MEMSO PROPORCIONAL COM A SOMA DAS VANTAGENS, DA UM MONTANTE DE R$ 1.890,00. ISTO PROVA O PORQUE DA RESITENCIA DO GOVERNO EM FUGIR DE CUMPRIR A LEI DO PISO, QUE DA GARANTIAS REAIS DE SALARIO REAIS PARA A CATEGORIA. ACORDA GOVERNADOR NAO SOMOS OS DESEDUCADORES QUE NAO CONHECEMOS OS NOSSOS DIREITOS, A LEI VALORIZA O PROFESSOR E ESTAMOS CORRENDO ATRAS DISTO, O PISO SE FAZ NECESSARIO. QUEREMOS OS NOSSSOS DIREITOS. PARE DE PREJUDICAR OS ALUNOS, COM ESTAS MENTIRAS, QUE ESTAMOS COBRANDO O QUE NAO E DO NOSSO DIREITO.

    ResponderExcluir
  35. A manchete do BRASIL DE FATO de 21 a 27 de Julho é: Contra a crise no ensino, as greves.
    S O S EDUCAÇÃO EM GREVE.Site: WWW. BRASILDEFATO.COM.BR. Não resisti e copiei esses pequenos trechos do jornal, quem sabe serve para acordar alguns colegas que ainda dormem?
    1-" O que vale é que esses professores já ensinaram uma linda lição. Que um valente não se entrega e não se acovarda. Que quando a luta é justa, vale ser travada."
    2- " Em nenhum momento, em nenhum governo,a educação foi uma prioridade aqui. Estamos aceitando o caos educacional como uma fatalidade?
    3- " Bala de borracha, bomba de gás lacrimogêneo, gás de pimenta. A violência da PM contra manifestações públicas tornou-se algo corriqueiro. Porém é inconstitucional. Foi preciso o Supremo Tribunal Federal entrar em cena para reforçar que protestar não é crime e demonstrar que as ações repressivas são ilegais."
    Porem fiquei surpresa, pois a reportagem fala das greves em vários estados e o nosso não foi citado. Será que até o "Brasil de fato" faz parte desse grupo que tenta esconder o que se passa em MG? Não é de duvidar, pois é um jornal paulista(reduto dos tucanos).
    Depois que essa greve terminar precisamos fazer uma campanha para que todos os professores comprem seus computadores ( em 10 x sem juros), paguem um pacote básico de Internet(na operadora que oferecer melhor promoção) e formemos uma rede de informaçoes forte entre nós, porque aí ninguém vai nos segurar, nem o governo com seus meios de comunicações tendenciosos, pagos com nosso dinheiro.
    Abraços a todos os colegas de luta e greve atééééééééé... o piso! (Maria Helena- Ipatinga)

    ResponderExcluir
  36. Silvio - Geografia2 de agosto de 2011 15:46

    Caro Euler, no entendimento de vários posts sobre o real montante de servidores que 'PODERÃO" optar pela carreira antiga, noto que um grande número de profissionais NÃO poderão fazer a opção, como por exemplo os designados, aposentados sem paridade e alguns dos setores administrativos. Então, a conta dos servidores pró carreira antiga, por conta do já exposto, é muito maior do que o governo aceita. A realidade é que quem pode optar (todos o deveriam)em sua enorme maioria já o fizeram e ainda faltam 08 dias para o prazo final. Força na luta!

    ResponderExcluir
  37. Wilma - São Miguel do Anta - MG2 de agosto de 2011 15:53

    Euler,
    A partir do dia 03 de agosto, a escola de São Miguel do Anta, estará em GREVE. Queremos lutar, juntos, pelos direitos de todos! As atitudes hipócritas desse desgoverno só serve para aumentar o número de EDUCADORES e CIDADÃOS que apoiam o movimento de LUTA. As atrocidades cometidas pelo desgoverno mineiro servem de combustível para instigar o nosso desejo de conquistarmos o nosso objetivo principal, O PAGAMENTO DO PISO SALARIAL! Que venham mais combatentes! JUNTOS PODEMOS MAIS!!!

    ResponderExcluir
  38. Meu caro companheiro Euler. Saiba do último golpe sujo do governo. Recebi um telefonema da minha escola hoje cedo informando que as minhas férias-prêmio, bem como a dos demais servidores estão canceladas, por motivo de greve, conforme recado da secretaria de educação. Olha que elas foram publicadas em 2009, faltava uma parte para usufruir, marcada desde o semestre passado para o dia 08 de agosto. É o nosso governador tentando forçar a barra mais uma vez, o desespero. Mas se ele acha que isso é motivo para eu retroceder, ele está mais uma vez enganado, foi um tiro no pé. Agora estou mais impelido ainda a continuar na greve, engajado que estou desde o seu início. Acredito que quem ainda não aderiu ao movimento e que, como eu, foi mais uma vez prejudicado, deve assumir sua postura combativa e partir para a greve. Vamos fazer a assembléia de quarta a maior do ano!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  39. Cara colega ATB,

    Eu também sou Assistente Técnico de Educação Básica e já retornei ao sistema remuneratório antigo. Aliás, todos os ATBs da escola em que trabalho sairam do Subsídio. Saia, amiga, e não se afobe não: caso se arrependa, você pode retornar ao Subsídio, não é isso que diz a lei? Mas no dia 10 de Agosto acaba o prazo de retorno. Se não o fizer até lá, ficará presa ao Subsídio para sempre. Já pensou se você se arrepender? Não terá outra oportunidade! Não saia sozinha, convença aos seus colegas a saírem do Subsídio também.
    Força e fé.

    ResponderExcluir
  40. Oi, Euler,
    acabei de postar no blog do ouvinte da band news.
    Seria bom que os professores também postassem sobre nossa greve.
    Taí o blog:
    http://bandnewsfm.band.com.br/mural.asp

    Vamos lotar esses blogs com comentários sobre a greve e sobre o verdadeiro piso de Minas.

    ResponderExcluir
  41. Ana,
    Eu já havia protestado no CQC,há três semanas atrás. Parece que tem que ter um número expressivo de protestos para veicular uma matéria.Ontem protestei novamente.Se sair o programa vamos rir até... além de denunciar a nossa greve.
    A propósito, o anônimo que postou sobre as 13 almas foi ótimo.Ri demais!Cada dia eu aprendo mais neste blog.
    Marisa Karla-Governador Valadares.

    ResponderExcluir
  42. OLÁ EULER E SEGUIDORES DO BLOG,
    O pessoal de Montes Claros fizeram uma belíssíma atividade ao amanhecer (6:30min) iniciaram uma planfletagem nos semáforos próxima a câmara e depois as 8hs, juntamente com os movimentos sociais e ongs, lavaram o chão da câmara para limpar a sujeira e conivência com o prefeito foi um sucesso três redes de TVs e rádios locais cubriram a atividade, Viramos notícas na cidade e região.Rs rs rs; Os vereadores que iniciavam a sua primeira reunião do semestre ficaram irritados,e o assunto da reunião foi só em relação ao movimento grevista e com isso conseguiram chamar atenção pra a GREVE e os desmandos na cidade de Montes Claros.(Um recado aos companheiros da subsede: Posta um vídio da ação, ou voces não gravaram?) A greve aqui está crescendo e essas atividades empolga os grevistas que eram maioria na lavagem da Camara. Parabéns para o comando de greve de Montes Claros. Foi muito bem organizados.

    ResponderExcluir
  43. E a idéia de fazer cartazes com o contracheque de 369,0??

    ResponderExcluir
  44. A sorte da TRUPE DA MENTIRA é que os jornalistas colaboram com eles, fazem umas perguntinhas fáceis, bem decoradinhas, aliás as mesmas desde do início da greve, se fizem perguntas mais elaboradinhas eu queria ver o PODER DE ARGUMENTAÇÃO da DOUTORA em LITERATURA, porque ANALFABETA ela não é, só tem conveniências, afinal tem que garantir o CARGO que lhe foi oferecido, e tem que repetir pelo menos o que decorou para repetir. Penso que um daqueles integrantes do CQC deveria entrevistar um dos integrantes da TRUPE como fazem quando podem entrar no CONGRESSO em Brasília. Porque eles são ótimos para entrevistar essas pessoas, principalmente quando elas carregam na bolsa ou no bolso um discurso previamente pronto!

    ResponderExcluir
  45. Euler,

    todas as informações que você colocou no post são de suma importância. Os professores precisam entender que você não está dando idéias para o governo, mas nos alertando sobre a sagacidade do mesmo. Não podemos, em um momento tão crucial, repertirmos os erros do passado.

    Força na luta!

    ResponderExcluir
  46. Olá combativa colega Ana!
    Não acredito que o CQC irá comprar essa briga, são mercenários como todo o resto, com preço longe da realidade que vivemos. Com "salário-de- professores-de-Minas Gerais", menor que de uma diarista, menor que de um soldado de nível médio, menor que de um pedreiro, dúvido que vão se importar com a gente. Entretanto, homem de fé que sou e sensibilizado com vossos apelos, postei um protesto lá. Abraços históricos a você e a todos valentes e valorosos companheiros... NOSSA GREVE ESTÁ APENAS COMEÇANDO!!!

    ResponderExcluir
  47. Prezado professor Euler,gostaria de obter um esclarecimento,além dos professores(as) da ativa e dos aposentados,os(as) pensionistas também têem direito de optar em que sistema quer ficar?O prazo terminará no dia 10 deste mês,por isso gostaria de obter tal resposta o quanto antes.Desde já agradeço a atenção.

    ResponderExcluir
  48. Oi, amigos,

    Alguém postou o seguinte texto:
    (...) E como você disse aqui, temos que acreditar que um grande número de profissionais que não podem fazer a opção, como, por exemplo, os designados, aposentados sem paridade e alguns dos setores administrativos. Assim, mesmo que o governo apresente 200 mil no subsídio pra imprensa, nós e ele saberemos que não é verdade ocorrendo graças a Deus o fortalecimento de nossa luta.
    (...)

    Gostaria que me alguém me explicasse o que quer dizer "APOSENTADOS SEM PARIDADE".

    Obrigada,

    Lúcia.

    ResponderExcluir
  49. EULER , O ROGERIO CORREIA FALOU, QUE AMANHÃ O BLOCO DE DEPUTADOS CONTRA O GOVERNO DO QUAL ELE FAZ PARTE ESTARA EM REUNIÃO COM A PROMOTORIA DE DEFESA DA EDUCAÇÃO DE MG .






    Contracheque dos professores em greve é exibido na ALMG: R$369,00 de salário base. Desmascarada propaganda tucana

    ResponderExcluir
  50. EULER , VAI LÁ VER.


    http://www.sindutemg.org.br/novosite/conteudo.php?MENU=1&LISTA=detalhe&ID=2107

    ResponderExcluir
  51. AGORA MAIS QUE NUNCA NÃO PODEMOS CEDER. ESSE GOVERNO MENTIROSO, ENGANADOR. SÓ VOLTAREMOS PARA A SALA DE AULA SE TIVERMOS UMA PROPOSTA CONCRETA, MESMO QUE ISSO NOS CUSTE MAIS UM, DOIS MESES DE GREVE..... FORÇA..... SOMENTE JUNTOS É QUE PODEMOS MUDAR..

    ResponderExcluir
  52. Caro combativo Euler!
    É com grande entusiasmo que venho comunicar que nossa escola aderiu parcialmente à grave.(Descoberto)
    Depois de percebermos a verdade dos fatos, estamos consciente de que o governo não se interessa pela educação que dirá por nós. Cada vez mais estamos convictos de que, infelizmente temos que aderir ao movimento para conquistarmos nossos direitos. Direitos estes, já apreciados até pelo STF. Não nos resta outra alternativa.Boa sorte amanhã na assembleia
    Um forte abraço e força na luta.

    ResponderExcluir
  53. "Se o governo enrola, enrola, eu não volto para escola. Se o governo corta o ponto, aí é que eu apronto"... Se salário, sem reposição. Vamos ver se terá substitutos aos sábados e feriados para tantos professores. Colegas, NÃO VAMOS REPOR OS DIAS CORTADOS!

    ResponderExcluir
  54. Caros professores, vc que retornou para o RRA e que não aderiu a greve, acorde. Vcs precisam conquistar o PSN agora. Porque irão receber menos que os designados no (suicídio)se tiver menos tempo na carreira, ou no mínimo 5%.quem é mais antigo. Ainda não entendi porque todos ainda não aderiram e alguns estão desistindo.
    É hora de entrar para a luta e conquistar o Piso.Quem luta conquista, não tenham medo pois a razão está do nosso lado. Esse governo acha que professor é lixo. Pra cima dele....

    ResponderExcluir
  55. BOMBA!bomba!em sinal evidente de desespero dona gasola convoca diretores e, quase chamando-os de burros,tenta convence-los sobre o suicdio,parece ate brincadeira,o povo nao e bobo nao!

    ResponderExcluir
  56. Euler e companheiros,

    Rogério Correia ampliou o contracheque acima.
    Já está exposto na assembleia Legislativa.

    Vejam:

    http://twitpic.com/6008uc

    ResponderExcluir
  57. Euler, olha o desespero aiiiiii..... genteee.


    https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/2211-encontro-reune-diretores-de-550-escolas-estaduais-da-regiao-metropolitana-de-belo-horizonte

    ResponderExcluir
  58. Boa iniciativa do deputado Rogério Correia !!!!!

    ResponderExcluir
  59. tratado como de terceira.
    A amanhã...
    " Amanhã será um novo dia, a mais louca magia que se possa imaginar."
    Viva os Professores! Viva a educação!

    ResponderExcluir
  60. Se os diretores que estavam nesta reunião são do tipo que ficam pressionando professores para que voltem pra sala de aula no período de greve, até que valeu coice da gasolinha...

    ResponderExcluir
  61. No site da see tem mesmo com última notícia uma reunião da secretária da educação com mais de 500 diretores. Aí vem aquela ladainha. Acredito que os diretores presentes devem ter mesmo recebido uma pressão para nos intimidar. Mas senhora gazela,isso não vai colar, não somos idiotas como pensa.

    ResponderExcluir
  62. A Noticia bomba sobre a gazzola e verdade soube atravez de uma diretora da metropolitana b,estava um ambiente tensos revoltados com tantas inverdades.Foi no sesc,cidade nova.

    ResponderExcluir
  63. Caros companheiros,

    O discurso agora mudou.
    vejam só!
    A greve incomoda sim.
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=178363,OTE

    ResponderExcluir
  64. Este é o Azenha! Não se deixa amordaçar. Grande jornalista! Homem de coragem!

    http://www.viomundo.com.br/denuncias/professores-de-minas-publicam-contracheques-para-provar-que-estado-e-psdb.html

    ResponderExcluir
  65. olha o bloco minas sem sensura.




    http://www.minassemcensura.com.br/conteudo.php?MENU=&LISTA=detalhe&ID=182

    ResponderExcluir
  66. Tão rindo quando disse que entreguei o dito cujo para as "13 almas"? Pois vão ver só o estrago que elas vão fazer na vida dele! Em todos os sentidos, ângulos, aspectos, áreas, enfim... detoná-lo! Só não posso agora me revelar... sabe "cumé que é, né"? O segredo é a alma do negócio. E no dia 3, nada de deputado falastrão no palanque! Senão, entrego eles também!!!

    ResponderExcluir
  67. http://www.minassemcensura.com.br/conteudo.php?MENU=&LISTA=detalhe&ID=182

    Bloco Minas sem censura. Representação contra o governo.

    ResponderExcluir
  68. boa noite!
    tentei entrar no endereço do jornal o tempo postado aqui para ver a matéria sobre o corte do ponto e a greve,mas naõ carrega, será que eles tiraram do ar?!

    ResponderExcluir
  69. Que beleza...
    Os diretores também vão tirar proveito da nossa greve?!
    Prepare os ouvidos colegas pois vamos cansar de escutar:
    -Temos que preocupar com os nossos alunos;
    -Essa greve tem pouca adesão, etc.
    Belo estágio que a gasolinha fez em BH para preparar os novos gestores(servos)da tirania mineira.

    ResponderExcluir
  70. Parabéns Euler
    Mostrou muito bem no seu último comentário que seu pensamento é extremamente voltado para a nossa causa e os rumos da educação no nosso estado.
    Dividindo as responsabilidades tanto para o governo de Minas quanto para o federal demonstra de uma vez por todas a sua isenção política.
    Todos os governos são eleitos para servir o povo e nenhuma das esperas do poder poderão ser isentas de críticas diante da insatisfação popular, quando vêem os seus direitos sendo atropelados.

    ResponderExcluir
  71. Concordo, viu companheiro! Acho que o bloco Minas Sem Censura poderia fazer muito mais. Em boa medida, a nossa greve serve de palanque eleitoreiro para muitos deles.

    ResponderExcluir
  72. Meu caro colega das 13 almas, estou acreditando mesmo nas suas ALMAS PODEROSAS, pois pelo que vejo postado no blog, agora à noite,a situação esquentou para todo lado. As almas, assim como os políticos começaram a reagir hoje. Apesar de que suas almas já deram sinal de que estão em serviço quando ficou naquela de cai, cai, avião, cai, cai, avião aqui no marzão. Vejo que daqui para frente as 13 almas vão dar trabalho para alegria dos mortais educadores. Benditas ALMAS PENADAS!! vamos ficar devendo essa para ALMAS!!

    ResponderExcluir
  73. Olá Euler:

    A greve está incomodando sim, pais preocupados com a reposição, com a duração da mesma, e todos, com a falta de diálogo do nosso governo, que ao meu ver está desorientado.
    A pressão dos pais, alunos e professores aumenta a cada dia que se passa e estamos sem uma resposta.
    Outra coisa, devemos todos nós cobrarmos dos políticos, deputados estaduais, federais e vereadores, para que pressionem para que se abra essa negociação.
    Vamos Anastasia, cumpra o seu papel de governador, nos mostre a sua capacidade política, supere as nossas expectativas, você só tem a ganhar com certeza!!!
    Pense na sua carreira política!!!
    Anastasia, já passou da hora da negociação!!!

    ResponderExcluir
  74. ESSA CAMBADA DE "REPRESENTANTES DO POVO"ESTÃO É ARMANDO MAIS UMA , ESPERAR ALGUMA COISA DE POLÍTICO ,PREFIRO ACREDITAR NAS 13 ALMAS QUE UMA COLEGA CITOU NO BLOG.E PIOR, ENTRA GREVE SAI GREVE, ESSES URUBUS DE VOTOS TREPAM EM NOSSO PALANQUE.

    Oração das 13 Almas



    Oh! Minhas 13 almas benditas, sabidas e entendidas, vos peço pelo amor de Deus atendam meu pedido, pelo amor de Deus minhas 13 almas benditas e entendidas vos peço pelo sangue que Jesus derramou. Atendam o meu pedido, minhas 13 almas benditas, sabidas e entendidas. Peço a vós pelas lágrimas que Jesus derramou atendam meus pedidos, pelas gotas do suor que Jesus derramou, pelo seu sagrado corpo atendam o meu pedido.

    Meu senhor Jesus Cristo que a vossa protecção me cubra com os vossos braços e me guarde com o vosso coração, me proteja com vossos olhos. OH! Deus de bondade vos sois meu pai e eu sou vosso filho, vós sois meu advogado na vida e na morte.

    Peço-vos que atendam meu pedido e me livreis dos males e dai-me sorte na vida, segue meus inimigos, que os olhos maus não me vejam, corte a força dos meus inimigos.

    Minhas 13 almas benditas se vós fizerdes eu alcançar esta graça que vos peço ficarei eternamente devota de vós, Amém!

    Rezar 13 Pai Nossos e 13 Ave Marias.

    ResponderExcluir
  75. ENFIM UMA BOA NOTÍCIA. POUCO RELEVANTE, MAS JÁ É ALGO; UMA LUZ NO FIM DO TÚNEL.
    Vejam o que será publicado no Diário Oficial do STF amanhã. Não é grande coisa, mas a CNTE já está se mobilizando para acabar com o subsídio.

    MEDIDA CAUTELAR NA AÇÃO DIRETA DE
    INCONSTITUCIONALIDADE 4.631
    (161)
    ORIGEM :ADI - 4631 - SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
    PROCED. :MINAS GERAIS
    RELATOR :MIN. AYRES BRITTO
    Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001, que institui a Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil. O
    documento pode ser acessado no endereço eletrônico http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o número 1342197
    STF - DJe nº 148/2011 Divulgação: terça-feira, 02 de agosto Publicação: quarta-feira, 03 de agosto 14
    REQTE.(S) :CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES
    EM EDUCAÇÃO - CNTE
    ADV.(A/S) : LUCIANO LARA SANTANA E OUTRO(A/S)
    INTDO.(A/S) :GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS
    INTDO.(A/S) :ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS
    GERAIS
    Decisão: 1. Trata-se de ação direta de inconstitucionalidade, com
    pedido de liminar, contra a Lei estadual nº 18.975/2010, de Minas Gerais, que
    transforma em subsídio, a remuneração dos profissionais da Educação.
    Aponta a requerente suposta violação ao art. 39, I, da Constituição da
    República.
    Os autos vieram-me conclusos em 7.7.2011.
    2. Não é caso de atuação desta Presidência.
    Nos termos do art. 13, VIII, do Regimento Interno desta Corte,
    compete ao Presidente do Tribunal, durante o período de recesso ou férias,
    decidir questoes urgentes .
    Não verifico, no caso, situação de urgência que justifique, nos termos
    da norma regimental, atuação desta Presidência, pois não há dano irreversível
    ou perecimento de direito.
    3. Ante o exposto, submetam-se os autos à oportuna e livre
    distribuição.
    Publique-se. Int..
    Brasília, 11 de julho de 2011.
    Ministro Cezar Peluso
    Presidente
    Documento assinado digitalmente
    Página 13 e 14 do diário eletrônico do STF.
    O link é: https://www.stf.jus.br/arquivo/djEletronico/DJE_20110802_148.pdf

    ResponderExcluir
  76. GRAÇA

    Prof Euler,

    Peço a Deus que ilumine a todos na assembléia de hoje,que o discernimento prevaleça e não houver nenhuma proposta do governo, garantindo o piso, POR IMPERATIVO DE JUSTIÇA, QUE A GREVE CONTINUE!

    ResponderExcluir
  77. Caros colegas, é importante ressaltar que há sempre um educador nos informando de que determinada escola tomou a atitude de paralisar. De ontem para cá, vimos muitas informações. Isso é muito bom, pois demonstra que os colegas resolveram se inteirar mais da situação, talvez a visualização do contracheque tenha despertado neles um sentimento de que é preciso fazer as coisas acontecerem, não podemos ficar como Carolina de Chico Buarque de Holanda: " ...o tempo passou na janela e só Carolina não viu" Não podemos esperar que os outros façam por nós, temos de ter dignidade de fazer a nossa parte para contribuir para o BEM DE TODOS! Caso contrário, estaremos sendo COVARDES primeiro conosco, depois com aqueles que estão no nosso entorno e que nós dizemos que estamos preparando para serem CIDADÃOS críticos, cientes dos direitos, preparados para a vida. Mas, antes de ensinarmos a alguém esses princípios, faz-se necessário,primeiro, que os assimilemos para nós mesmos! Senão fica: faça o que falo, mas não faça o que faço!
    Pensemos nisso!

    ResponderExcluir
  78. Ana, o CQC já fez uma matéria logo no início da greve, quando enviei a eles um pedido pelo proteste Já. O problema é que foi sobre a situação da Educação em todo Brsil, portanto não houve ênfase em Minas Gerais.
    Não acredito que farão o quadro, pois o Governo tem a Band nas mãos. De qualquer forma vale a tentativa.

    ResponderExcluir
  79. Minas está investindo todo o dinheiro público na Copa de 2014. O desgoverno deseja entrar na passarela da Copa como um grande empresário que fez o dever de casa.Isto é ordem do padrinho: não me faça feio quero Belo Horizonte sede da abertura da Copa, precisamos ganhar o Brasil.Que se dane a educação, que se dane a saúde, vamos fazer bonito na Copa.

    ResponderExcluir
  80. Euler amei sua criatividade sobre as 13 almas, formidável, È isso companheiro. Abraços fraternos, Muita Luz.Sandra- professora- Carangola

    ResponderExcluir
  81. O padrinho está te enganando. Ao invés de gastar dinheiro com obras para a copa, pague imediatamente o nosso piso.

    ResponderExcluir
  82. Queridos professores e queridas professoras, estou cansado e decepcionado com nossa luta. Chegamos até aqui e é agora que precisamos acampar em frente a Assembleia, chamando atenção do Congresso Nacional e de toda a mídia nacional e internacional. Vamos mostrar como a educação é tratada em um "país" independente do Brasil, chamado Minas Gerais,que desrespeita a Constituição Nacional e até o Supremo Tribunal Federal. Vamos todos fazer uma greve de fome em frente a Casa do Povo Mineiro, nossa querida Assembleia Legislativa, onde todos os Deputados e Deputadas, respeitam as Leis e vão legislar para que possamos receber nosso Piso por direito.

    ResponderExcluir
  83. Esqueci de comentar com todos vocês. A mídia mineira está proibida de comentar qualquer assunto sobre nossa greve. Tanto é verdade que a página do Uai foi obrigada a retirar o comentário que ali estava postado sobre nossa greve.Estou sabendo disso por fonte direta.

    ResponderExcluir
  84. Sabe, meu caro Euler, o que mais me incomoda nessa nossa luta toda? É saber que professores que hoje estão ai xingando o governador e se "dizendo contra toda essas falcatruas dele" colocaram suas propagandas ENORMES em suas casas para fazerem campanha política pra ele só porque aqui em nosso município é de interesse PRÓPRIO bancar os "PUXA-SACOS" da situação.Não aguento mais tanta hipocrisia!!! Que colegas de luta!!! Mas o pior... Isso é antigo por aqui! E nós, "os do contra" é quem somos os excluídos por tentarmos ser mais coerentes!!! Vai entender!!!

    ResponderExcluir
  85. Bom Dia Euler,

    Acabaram de ligar da minha escola fazendo uma convocação para reunião hoje, às 19H. O motivo é uma resolução ou decreto (não souberam informar) enviado para as Escolas. Resolução 1905. Vcs sabem de alguma coisa? Por favor, se souber, me envie...
    Abçs,
    Eliane

    ResponderExcluir