sábado, 27 de agosto de 2011

Não queremos um segundo tempo para o piso escalonado



Na assembleia do dia 24, o belo registro feito por Fernando Oliveira, da subsede de Teófilo Otoni.



Não queremos um segundo tempo para o piso escalonado


O governo de Minas lançou a tese, no final da noite de sexta-feira, 26, de que poderá pagar o piso salarial dos educadores de forma escalonada, para cumprir a determinação judicial. É bom lembrar ao governo mineiro que os estados e municípios já foram beneficiados com a possibilidade de escalonamento do piso entre 2008 e 2010. E ainda receberam uma força extra, por conta da famigerada ADI 4167, que foi rejeitada pelo STF somente em abril deste ano.

Ou seja, desde que foi aprovada a Lei 11.738/2008, caberia a todos os estados e municípios do Brasil organizarem as suas contas para pagarem o piso, mesmo que o proporcional do MEC. A própria lei previa que em 2009 pelo menos dois terços do valor do piso deveriam ser pagos aos educadores. Ou seja: dois terços de R$ 950,00 e assim mesmo podendo usar o conceito de remuneração total para pagar este valor.

Mas, de acordo com a citada Lei Federal, a partir de janeiro de 2010 os governos estaduais e municipais deveriam pagar o piso enquanto vencimento básico, mantendo as gratificações que incidiriam sobre este salário inicial. O governo já sabia perfeitamente desta obrigação constitucional, tanto assim que já em 2008, em comunicado da SEE-MG, anunciava que em 2010 cumpriria a Lei do Piso com as características citadas.

Mas, como o STF aceitou liminarmente suspender a Lei do Piso no tocante ao conceito de piso enquanto vencimento básico, permitindo o conceito mais amplo, de remuneração total, os governos ganharam novo fôlego. E nós, educadores, continuamos, naquela altura, sem receber o nosso esperado piso. Caberia aos governos, já nesse período, organizarem as suas contas para pagarem o piso tal como consta da lei federal.

Com o julgamento do mérito da famigerada ADI 4167 em abril deste ano, não restou mais nenhum recurso protelatório para os governos. Como dissemos aqui: é pagar, ou pagar. Até porque a lei do piso prevê a situação na qual a União poderá socorrer os estados e municípios que provarem não poder bancar, por falta de caixa, aos investimentos com o piso. Mas, para isso, estes entes federados precisam provar que não possuem tais recursos e que aplicam corretamente os 25% da receita na Educação, conforme determina a Constituição Federal.

A desculpa requentada pelo governo mineiro, de que o impacto com o pagamento do piso deverá ultrapassar os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) é um pretexto que nós não aceitamos. Primeiro, porque são duas leis com características distintas, como bem observou o parecer do TCE de Pernambuco, provocado que foi pelo prefeito de Surubim. Eis o que concluiu o referido parecer:

"Embora o Tribunal já tivesse respondido a uma consulta semelhante feita por outro gestor público, o relator do processo, conselheiro Valdecir Pascoal, opinou que fosse dada ao consulente a seguinte resposta: I) Não há conflito entre as duas Leis porque cada qual deriva de comandos constitucionais diversos; II) A Lei de Responsabilidade Fiscal estabelece normas de finanças públicas direcionadas à gestão fiscal, enquanto a Lei nº 11.738/2008 trata da reserva legal para fixação do piso dos profissionais do magistério público; III) Se, ao implantar o piso salarial, a despesa total com pessoal ultrapassar o limite de gastos estabelecidos pela LRF, deve a administração pública adotar medidas para corrigir o desequilíbrio fiscal; IV) Essas medidas estão previstas na própria LRF, quais sejam, eliminação do percentual excedente nos dois quadrimestres seguintes, sendo pelo menos 1/3 no primeiro." (Fonte: http://www.isurubim.net/2011/07/tce-responde-consulta-da-prefeitura-de.html).

Portanto, cabe ao governo pagar o piso e caso ultrapasse os tais limites da LRF que o governo proceda à correção necessária, sem prejuízo da lei do piso.

Mas, a própria LRF oferece uma outra alternativa, quando é previsto que, em caso de decisão judicial - e o acórdão do STF tem, a meu ver, força de decisão judicial - o ente federativo poderá ultrapassar os limites da Lei - no caso os 49% da receita corrente líquida.

Vejam o que diz a LRF:

"Art. 22. A verificação do cumprimento dos "limites" estabelecidos nos arts. 19 e 20 será realizada ao final de cada quadrimestre.

§ único. Se a despesa total com pessoal exceder a 95% (noventa e cinco por cento) do limite, são vedados ao Poder ou órgão referido no art. 20 que houver incorrido no excesso:

I - concessão de vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título, salvo os derivados de sentença judicial (grifo do Blog) ou de determinação legal ou contratual, ressalvada a revisão prevista no inciso X do art. 37 da Constituição;(...)".

Portanto, não aceitamos o escalonamento para o pagamento do nosso mísero piso, essa mixaria de salário. Que o governo repactue com outros setores da alta esfera do poder a redução dos seus privilégios e gastos; que reduza as verbas indenizatórias, que corte ou reduza os gastos com as obras faraônicas e com as dívidas do estado; que reduza o quadro de cargos de confiança na alta esfera, enfim, que reduza os gastos pra cima dos de cima, e não pra cima dos educadores, que têm (temos) sido vítimas de confiscos salariais e cortes de direitos acumulados nos últimos 12 anos, pelo menos.

Nestes 81 dias de greve o governo de Minas, ao invés de negociar seriamente com a categoria, apostou na destruição da nossa greve e da nossa carreira até, chamando os educadores de não cumpridores dos seus compromissos com a reposição de aulas (acusação generalizada e injusta); cortou e reduziu ilegalmente nossos salários; mentiu para a população dizendo que já pagava até mais que o piso através do subsídio, quando era sabedor da decisão do STF de que piso é vencimento básico e não totalidade remuneratória; contratou substitutos-tampão no lugar dos professores titulares, agredindo a Lei de Greve e demonstrando total descaso ao ofício do magistério. Alguém imagina que qualquer um possa ocupar a função de um médico, um engenheiro, um advogado ou um militar? Pois o governo mineiro teve a coragem de contratar qualquer um que passasse na rua, sem a formação adequada, para substituir os verdadeiros mestres que estão em greve.

Durante estes 81 dias de uma heroica greve, que já entrou para a história das mais belas lutas travadas neste estado e no Brasil, o governo se manteve distante, alheio, indiferente até. Tendo contado com a omissão, a conivência, ou o servilismo em troca de muitos 30 dinheiros e favores outros, por parte da mídia, e dos poderes legislativo, judiciário e do Ministério Público, o governo fez tudo o que podia e o que não podia para tentar minar a nossa greve e impor o subsídio aos educadores.

Apesar disso, a greve se manteve e se fortaleceu. Mesmo agora, quando o STF publicou o acórdão que obriga os entes federativos a pagarem o piso enquanto vencimento básico, o governo ainda anuncia a ampliação da draconiana medida de contratação de novos substitutos para todos os grevistas. Se mal deram conta de preencher 1.000, das 3.500 vagas abertas, imagine-se onde arranjariam mais 100 mil educadores para nos substituir?

Ora, é chegado o momento do governo reconhecer que errou em relação ao tratamento dispensado aos educadores de Minas Gerais. E não apenas neste governo, mas pelo menos nas duas ou três últimas gestões estaduais. Está na hora do governo mudar a sua postura em relação aos educadores e aos demais movimentos sociais de Minas.

A primeira coisa a fazer é reconhecer que precisa pagar o piso, inicialmente aos 153 mil educadores que optaram pelo antigo sistema remuneratório. Posteriormente, deve o governo conceder a todos os servidores do estado, efetivos, efetivados e designados, o mesmo tratamento, ou seja, que todos possam retornar para o antigo sistema de vencimento básico e com isso anular definitivamente a Lei do Subsídio, que, como demonstramos aqui inúmeras vezes, é desvantajosa para os educadores, representando um confisco salarial.

Além de pagar o piso, o governo deve devolver cada centavo que nos tirou a partir do início da greve, em folha extra e de forma integral e antecipada, como condição para que realizemos um calendário de reposição das aulas - calendário este que deve ser discutido em cada escola, de acordo com as realidades específicas e sem sacrificar os domingos, feriados e parte das férias de janeiro de 2012.

O governo precisa também assegurar que não tocará nas conquistas realizadas anteriormente; que não perseguirá ou punirá a nenhum servidor que tenha participado da nossa maravilhosa greve; que dará posse imediata aos diretores eleitos pelas comunidades escolares; que fará alteração no edital do concurso público, constando como forma de remuneração o piso salarial; que garantirá o reajuste anual previsto na Lei do Piso, pelo percentual e na data ali previstos; (esqueci alguma coisa, pessoal?, rsrs).

O piso deve ser pago no mínimo retroativo a maio de 2011. Já o período entre janeiro de 2010 e abril de 2011, podemos até aceitar discutir o escalonamento - como disse a colega Cristina. Mas, é a concessão possível de se fazer, numa demonstração da nossa benevolência.

Portanto, neste final de semana, que o governo trabalhe para realizar essas conquistas e direitos dos educadores, ao invés de estudar fórmulas mirabolantes para sonegar e calotear os profissionais da Educação.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

E parabéns a todos/todas que frequentam este blog, pelas 500 mil visitas! Meio milhão de visitas, que expressam a força na nossa luta, a garra dos membros do nosso NDG, a coragem e a valentia de cada um que aqui compareceu em busca do diálogo horizontal e da construção deste forte movimento dos educadores mineiros que está ocupando as mais belas páginas da história de luta de Minas e do Brasil. Parabéns a todos vocês, bravos/as guerreiros/as educadores mineiros em greve!

***

226 comentários:

  1. Eu fico imprescionada o tanto que esse desgoverno e trapasseiro.Depois de tantas falas para nos denegrir,assaltou nossos salarios,confiscou nossos direitos adquiridos ao logo dos anos,nos impos ao subsidio,agora vem com essa de escalonamento.Seu sacana ,nosso piso tem que ser integral.Acha que so voce e sua corja merecem ganhar bem,nos tbem merecemos e mais que voces,porque trabalhamos para para formar cidadaos e voces trabalham nas trapaças visando seu proprio bem,opovao que se dane.Ainda bem que nao votei em voce.Tenho odio de sua cara,seu nojento.Vai cantar em outro terreiro que na educacao nao tem mais espaço para voce!

    ResponderExcluir
  2. Esse governadorzinho so age as escondidas ,ele nao tem cara para nos enfrentar.Homem de recados e suas marionetes mentirosas.Elas vao mentindo e nos vamos desmentindo.Essa do FUNDEB foi DEMAIS!Essa corja esta ensinando a todos que nao precisamos respeitar as leis,que devemos trapassear sempre.Estive ate pensando,o que sevem fazer na calada da noite para prejudicar as pessoas mais humildes , sem conhecimento de leis,sem um orientador com voce .Essa de escalonamento nem pensar,nao podemos aceitar.Corjas dos infernos

    ResponderExcluir
  3. Temos que batalhar por um piso integral e nao essa merreca.Coitados de nos que teremos que aguentar essa corja por mais um bom tempo.Por serem inconsequentes que editam leis que nos obrigam a passar alunos sem a minima condiçao e depois os culpados somos nos.Querem pessoas sem conhecimento para serem manipulados com mais facilidades.Que nojo estou desse cara!

    ResponderExcluir
  4. Pensei que so alunos mentiam,mais vejo que no poder esta cheio.Que vergonha!Se fosse voces nem teriam coragem de enfrentar a sociedade,seus eleitores principalmente.Procurem um psicologo para curar esse mal e cria vergonha na cara.Acho que voces so servem para mandar aqueles projetos horroros e cobrar dos professores aquilo que voces nao tem capacidade de fazer.Desça do pedestral e venha pra sala alfabetizr alunos que nao tem capacidade de aprender e depois ainda mandam aquelas provinas horrorosas.Querem que eu ajude voces,sou capaz de fazer melhor,suas tontas!

    ResponderExcluir
  5. Nao queremos piso escalonados,façam o de voces,suas vacas trapasseiras.Vao mexer no plano de carreira tbem,espero que nao so se for pra melhor no nosso entendimento,no de voces nao.Voces entendem tudo errado.Precisam estudar para aprender interpretar,quer ajuda,me disponho,sou boa nisso!

    ResponderExcluir
  6. Marisa Karla-Governador Valadares27 de agosto de 2011 07:12

    Bom dia,
    "No mundo, você é testemunha da falta de amor,
    das injustiças que originam os sofrimentos de toda
    espécie,de uma grande parte da humanidade.Se você
    não disser nada, se você não fizer nada, é cúmplice:você carrega com os outros, o peso desses
    pecados".
    Michael Quoist

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Euler, pelo meio milhão de acesso ao seu blog.Ele funcionou e continuará funcionando como a nossa boca, mostrando para os coronéis da mídia que o povo é cheio de alternativas, principalmente professores, que a todo momento em sala de aula, precisa fazer malabarismo para tornar as suas aulas mais atraentes devido ao sucateamento do ensino público.
    Esse meio milhão é sim de ser comemorado pois, as pessoas que acessaram e vão continuar acessando preocupam com os rumos da educação e com o futuro de nossos estudantes.
    Que as treze almas citadas nos comentários ilumine esse blog que é sem dúvida a boca dos educadores mineiros.

    ResponderExcluir
  8. Professor Euler,
    Professoras(es),
    Bom dia!

    Gostaria de saber, se o Ministério Público Estadual pode ser contestado em suas decisões e até mesmo pela sua morosidade?

    ... E O SOL NASCE NOVAMENTE;
    ... E A LUTA CONTINUA.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VEENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  9. BOM DIA MOÇADA!!!
    VAMO ACORDAR UAI, QUE A LUTA CONTINUA E DEUS AJUDA A QUEM CEDO MADRUGA!!!

    ResponderExcluir
  10. Colegas vejam a agressão de um aluno á diretora de uma escola. As nossa dificuldades aumentam cada dia mais. Se os governantes nos respeitassem, com certeza, a sociedade nos trataria de outra maneira.
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=127842

    ResponderExcluir
  11. Euler,

    Não podemos esquecer do 1/3 para planejamento. Não vejo a Renatinha tocar no assunto, e não podemos aceitar "apenas" o pagamento do piso sem essa importante conquista que foi essa adequação de nossa carga horária.

    Quero o Kit Completo!

    ResponderExcluir
  12. AMANHECENDO NA CIDADE INADIMINISTRÁVEL!

    ...enquanto isso, na sala de reuniões da CIDADE INADIMINISTRÁVEL*(RB),
    estão terminando uma reunião tensa, que durou a noite toda.
    desviaram um pouco o foco da reunião, pois a múmia do faraó maldito e sua irmã vampréia gelo, estavam muito nervosos e só queriam falar do projeto para 2014.
    vocês estão me fud..do gritava toda hora a múmia do faraó maldito.
    precisamos achar os culpados por tudo isso.

    ... mas já ao amanhecer chegaram à uma conclusão, um pouco digamos DESACÓRDADA:
    - identifique os culpados;
    - vamos tentar enganá-los, a renatinha barata tonta ficará responsável por isso.
    - chame o MARO, o porteiro, e mande que ele dê todas as satisfações á "MÍDIA DE ALUGUER MINERIA";
    - vamos cortar o sinal da INTERNET em todo o estado, pois tem um tal de BLOG DO EULER, que está detonando nosso projeto(2014).
    - NANÁ o +++satanás malígno+++ E A MÚMIA DO FARAÓ MALDITO, não devem ser citados nesta istória.
    o povo tem memória curta.
    ...mas ELES não contavam que neste momento chegava à CIDADE INADIMINISTRÁVEL uma grande, uma enorme passeata dos professores CULPADOS por tudo isso, gritando palavras de ordem:
    - PAGUE O PISO, IMEDIATAMENTE.
    - PAGUE TODOS OS DIREITOS DOS PROFESSORES, IMEDIATAMENTE.
    ... a broaca Luciféia ficou toda trêmula, e disse:
    - detesto estes professores, fico doente quando os vejo...

    já o JABUTI, pensou bem e CASCOU FORA.

    ... a " MÍDIA DE ALUGUER MINEIRA", começa a anunciar o mais novo investimento deste GOVERNO, na cidade INADIMINISTRÁVEL, será construída a maior penitenciária do estado.
    a renatinha, já começou o PROCESSO de licitação.
    * (RB = república dos bananas).

    UM ÓTIMO DIA A TODOS!
    ACÓRDAR CEDO FAZ BEM!

    ResponderExcluir
  13. Marisa Karla-Governador Valadares27 de agosto de 2011 07:59

    Salário escalonado?
    GREVE!!!GREVE!!!GREVE!!!!

    ResponderExcluir
  14. Caros combatentes, estamos saindo agora daqui de Divino, para a cidade de Fervedouro no intuito de prestar esclarecimentos àquelas pessoas que ainda não aderiram a greve. Hoje haverá reunião do Módulo II e a escola, certamente, estará com grande parte dos servidores. Torçam por nós. Abraços, NDG Divino.

    ResponderExcluir
  15. Educadora de Contagem27 de agosto de 2011 08:06

    Caro Euler!!!
    Concordo e assino embaixo de tudo que você escreveu neste maravilhoso comentário.
    O governo têm que nos pagar tudo que ele nos deve. Não aceito pagamento de forma escalonada, alías nenhum servidor aceita mais essa embromação
    por parte de nosso governante.
    Obrigada por seu belo e animador texto.
    E até a implantação definitiva do nosso tão almejado e sonhado PISO!!!
    Educadora de Contagem.

    ResponderExcluir
  16. CHARLOTTE SAMPAIO ASSUSTADA COM O NÚCLEO "DURO" (?)

    Será que o ND está amolecendo??? Vixiii Maria...falando em ESCALONAMENTO, prof Euler???
    Que isso!!! Durante décadas e décadas fomos oprimidas(os) e exploradas(os) pelo ESTADO por isso acho que chegou a hora de a gente parar de pagar uma conta que nunca foi nossa.
    Olha só o que o prof Euler está dizendo:

    "O piso deve ser pago no mínimo retroativo a maio de 2011. Já o período entre janeiro de 2010 e abril de 2011, podemos até aceitar discutir o escalonamento - como disse a colega Cristina. Mas, é a concessão possível de se fazer, numa demonstração da nossa benevolência."

    Que núcleo duro é esse??? Depois de décadas de exploração, opressão e sacrifício o prof Euler vem me pedir para ter "BENEVOLÊNCIA" com essa gentlha do PSDB???
    Idéia, no mínimo hilária... rsrsrs!!! Hilário?!? Se é que o prof tá entendendo o trocadilho.
    Será que vai ser mais uma greve a terminar em "pizza"??? Que decepção, NÚCLEO AMOLECIDO!!!
    Tô fora! Fui!

    ResponderExcluir
  17. Deixo uma pergunta o aumento de governador , secretarios e deputados são escalonados.Outra pergunta quantos professores pagamos com o salário do Anastasia da Renata Ingrata e da Gazoza;

    ResponderExcluir
  18. Escalionar piso kkkkkkkkkkkkkkk
    Que piada!

    ResponderExcluir
  19. URGENTE! URGENTE!

    Gente nem li o post de hoje ainda. É que o vídeo do prof. Fernando da subsede de Téófilo Otoni me emocionou muito.Estou chorando.
    Sugiro que ele seja o nosso hit no youtube. O título que o nosso professor irá colocar,por favor, nos comunique,vamos fazer uma corrente.Sugiro alguns:
    MINAS TEM JUVENTUDE!
    EDUCAÇÂO EM MINAS VENCE OS CANHÔES!
    ESTUDANTES X PROFESSORE x SOCIEDADE=RESISTÊNCIA
    Vamos "bombar" Precisamos de um milhão de acessos, e isto é possível. Já pensou se os microfones da mídia pararem nas mãos do prof. Fernando, acompanhado de outros protagonistas do vídeo?
    Então professor Fernando, parabéns.Desejo que
    se for da vontade de todos e tiver sua aprovação,comecemos isto daqui a pouco.
    Paz e bem!

    ResponderExcluir
  20. Caro Euler,

    "É Chover no molhado", mas vou repetir a fala de muitos colegas aqui: seu blog nos dá força para continuar firme no nosso ideal!
    Abraço a todos os professores da luta e que Deus olhe por nós e coloque um coração no peito do nosso governador para podermos pedi a Deus que toque no coração desta criatura sem alma.

    ResponderExcluir
  21. Bom dia, colega Euler!
    Estou muito ansiosa pelo termino de tudo isso. Ando enviando email para deputados, MEC e MP, pedido esclarecimentos, apoio, justiça, enfim que se cumpra a lei. Ontem o MEC enviou uma resposta, que eu gostaria que fizesse o favor de postar no seu blog, pois eu já envieu meu pedido ao MP, gostaria que mais pessoas o fizesse, pois só através de pressão é que esse nosso desgovernador funciona.
    Abraços





    Prezado(a) Sr(a)

    O protocolo de n° xxxxx, foi finalizado em 26/8/2011, às 18:02 pela área responsável.



    Solução:
    Esclarecemos que em caso de irregularidades na execução do recurso os professores devem formalizar denúncia por escrito junto ao ministério público, órgão competente para fiscalizar irregularidades na execução do recurso do FUNDEB.

    Para mais detalhes, favor entrar em contato com a Central de Atendimento do Ministério da Educação - Fala, Brasil! pelo
    telefone 0800616161.


    Colocamo-nos à disposição para atendê-lo(a).

    ResponderExcluir
  22. Bom dia, companheiro Euler
    Sou da cidade de Curvelo,entro várias vezes no seu blog para me fortelecer,Trabalho na "E.E Alcides Lins",estamos parcialmente parados desde o dia 18 de junho,tenho colegas que estão na luta nos dando força todos os dias ,não deixando que desanimemos nesta reta final,buscando até aqueles que haviam desistido da luta.Parabéns aos colegas
    do NDG da nossa escola,continuem com a mesma a força até a vitória.

    ResponderExcluir
  23. Graças a Deus inventaram os Blogs.Esses espaços de comunicação que nos permite ter uma visão além da midia vendida,emporcalhada e mentirosa.
    Graças a Deus pessoas de luta se encontram com fortalecedores de movimentos dignos, sérios e humanitários. Fortalecedores que utilizam blogs para estreitar relacionamentos e conhecimentos, como o professor Euler e tantos outros.
    Parabéns Euler, parabens educadores.

    ResponderExcluir
  24. É isso aí Euler!! Não vamos dar colher de chá e nem aceitar nenhum acordo do geverno que venha nos prejudicr futuramente!Agora somos nós que estamos com as rédeas nas mãos e não podemos recuar e nem por fim á nossa greve, enquanto não arrancarmos tudo a que temos de direito deste governo déspota e arrogante.Depois de tantas mentiras e humilhações, noites mal dormidas pelo cansaço das longas viagens,pelo abandono de nossos filhos,do qual eu tive que me afastar por três ou quatro dias, todas as vezes que eu saía de casa para participar das nossas maravilhosas assembléias, pelo desprezo e covardia de nossos "colegas" fura greve, que não acreditaram em nossa luta e torciam contra nós e tantos outros e outros e mais outros motivos de cada de nós que particpamos deste lindo combate.Nada mais do que justo , arrancarmos todos os NOSSOS DIREITOS!!

    ResponderExcluir
  25. Em Timóteo a Escola Estadual Getúlio Vargas entrou em greve 100% de adesão.

    ResponderExcluir
  26. ...enquanto isso...
    ...na CIDADE INADIMINISTRÁVEL*(RB), está o maior zumzumzum de um tal de ESCALONAMENTO.
    ... broaca Luciféia grita, traz um dicionário aqui prá mim, quero ficar afiadinha a respeito deste tal escalonamento.
    ... renatinha barata tonta está muito entusiasmada, a nossa única salvação é este tal de escalonamento.
    ... MARO, o porteiro, fica pensativo, escaloanamento? - será o novo estacionamento?
    num quero nem saber, se ELES continuarem me dando meus supositórios ROLHEX, prá mim tá tudo bem.
    ... chamem a "MÍDIA DE ALUGUER MINEIRA", para dar esta notícia.
    ...O MARO está sendo promovido a relações pública da república dos bananas.
    parabéns, belo cargo.
    ...mas ELES não contavam que no PLANALTO DO MEIO, a LIGA DA JUSTIÇA, já tinha decidido mudar o significado da palavra ESCALONAMENTO dos dicionários.
    e em seu lugar ordenaram um novo significado para a palavra ESCALONAMENTO = PAGAMENTO IMEDIATO DE TODOS OS DIREITOS DOS PROFESSORES.
    renatinha barata tonta ficou decepcionada e comentou:
    - esta LIGA DA JUSTIÇA além de nos ACÓRDAR fora de hora agora que nos ESFOLAR.
    ...não podemos ficar submissos a esta LIGA DA JUSTIÇA, vamos desrespeitá-la, vamos desmoralizá-la.
    ...e a LIGA DA JUSTIÇA, simplesmente diz:
    - CUMPRA-SE A LEI,IMEDIATAMENTE.

    *(RB = república dos bananas).

    ResponderExcluir
  27. Em Piranga, E.E.Cel. José Ildefonso, está sem aulas, 100% de adesão.

    ResponderExcluir
  28. Ollha só pessoal, O "XOQUE" de má-gestão do faraó e satanasia virou curto-circuito.
    Criou um verdadeiro pan-demônio na aeciolândia.
    Vejam só o que está acontecendo:
    I) A "sapolla" sumiu, acho que o ACÓRDÃO a espantou.
    II) A "renata hiena" já está tonta e não sabe mais em quem colocar a culpa, uma hora o culpado é o professorado, outra hora é a LRF, só falta a hiena dizer que a culpa é do ET de Varginha.
    III) satanasia ou naná para os íntimos, está magoado com o STF, que decretou a extinção do "suicídio", e se trancou no quarto fazendo pirraça e gritando: "não me ACÓRDEM!"
    IV) o faraó já está preocupado com 2014, pois está vendo que se em minas a coisa tá feia, imagine quando toda essa bagunça vazar para o Brasil todo.
    Enfim, esse bando de canalhas que se vire e pague TUDO o que nos deve.
    Um abraço a todos e PISO neles!!!!!

    ResponderExcluir
  29. Euler

    Leia esta denúncia contra a Renata Vilhena:

    http://mg1.com.br/plus/modulos/noticias/ler.php?cdnoticia=12226

    ResponderExcluir
  30. Está na hora desse governador ser humilde, pelo menos uma vez na vida, pagar logo o PISO e encerrar esta novela, se não quiser enfiar mais no buraco cavado por ele.
    Se o governo quer mostrar que é Homem e não volta conversa atrás, não será fazendo toda essa bagunça que conseguirá. A grandiosidade de um Homem está na capacidade de ser humilde e reconhecer que também erra. Estamos prontos para perdoá-lo, claro que depois de pagar o nosso PISO!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  31. Não podemos aceitar o pagamento do piso escalonado.Esse governo não cumpre com seus compromissos.Se aceitarmos quando chega o dia de pagar vai fala que não tem dinheiro em caixa e blá,,bla´,,,bla´´,,,que todos connhecemos.Pelo amor de DEUS não vamos cair nessa.Só voltaremos se pagar o piso integral e os dias parado.

    ResponderExcluir
  32. Euler,

    Em meio a toda essa discussão, me pergunto: Onde está a digníssima Ana Lúcifer, digo Lúcia, Gazzola? Será que o (S)AnastastAZIA e a Vil-Ena já deram um fim nela?

    ResponderExcluir
  33. Euler,

    Bom dia!

    Sabe se os Assistentes Técnicos de Educação Básica e os Auxiliares (serviçais) entram no Piso Nacional?

    Atenciosamente,

    Aparecida

    ResponderExcluir
  34. Gostei desta, a renata hiena já virou barata tonta e, não sabe em quem colocar a culpa.
    - deve ser dos professores.

    E este tal de MARO, vocês conhecem?

    ResponderExcluir
  35. BOM DIA A TODOS!
    PAZ E BEM.
    QUERIDO PROFESSOR EULLER.
    DIANTE DE TAO GRANDIOSO TRABALHO PRESTADO A NOS DA EDUCAÇÃO, VOCÊ SE TORNOU QUERIDO E ADMIRADO. QUANDO DISSE QUE VOCÊ ERA O CARA, FOI POR PERCEPÇÃO DE MULHER E DE MÃE.( MODÉSTIA A PARTE SOMOS BOAS NISSO).
    APESAR DOS MEUS LIMITES EM RELAÇÃO A GREVE,(DEPOIS TE EXPLICO)FIZ TUDO QUE PUDE PARA ENVOLVER AS PESSOAS AO MEU REDOR NA LEITURA DO BLOG DO EULER . ACHO ATE QUE FUI CHATA. MAS ALGUNS PROFESSORES RETORNARAM AO SISTEMA ANTIGO E ONTEM ALGUÉM ME DISSE QUE SE NÃO FOSSE MINHA INSISTÊNCIA NÃO TERIA VOLTADO.
    VOCÊ PRESTOU UM TRABALHO IMPAR NO ESCLARECIMENTO DA CARREIRA DE EDUCAÇÃO, JUNTAMENTE COM OUTRAS PESSOAS ESCLARECIDAS E POLITIZADAS.
    NÃO SEI COMO CHEGUEI AO BLOG,NEM TINHA CONHECIMENTO DE COMO ERA E HOJE TO QUE TO.
    MINHA GRATIDÃO A VOCÊ, E AOS COLEGAS BLOGUEIROS.
    COM RELAÇÃO AO GOVERNO FICO IMAGINANDO COMO ELE VAI SAIR DESSA PALHAÇADA TODA QUE ELE SE ENVOLVEU .
    ESSA GREVE ENTROU PARA A HISTORIA DAS GERAIS.
    BEIJOS A TODOS .
    BOM FINAL DE SEMANA.

    ResponderExcluir
  36. A Ana Lucifér, é conhecida na CIDADE INADIMINISTRÁVEL como broaca Luciféia.

    ResponderExcluir
  37. PISO ESCALONADO???????????????????????????????
    kakakakakakakakakakak
    Como piada serve, mas é de mau gosto.Como be4m disse o ministro Joaquim Barbosa "não me sensibilizo"
    tiveram muito tempo....................

    ResponderExcluir
  38. Enquanto isso, mais uma decepção na Assembleia Legislativa:
    "O projeto que prevê o fim das leis delegadas em Minas, protocolado anteontem na Assembleia, teve sua tramitação suspensa. O deputado estadual Doutor Viana (DEM) retirou a assinatura." http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=180692

    Abraço a todos
    Ana

    ResponderExcluir
  39. QUEM AVISA, AMIGO É! mas muitos de nossos colegas que tiveram oportunidade de aderirem ao aderir, temendo perdas.
    Agora, vejam as análises
    de alguns advogados a respeito do retorno à carreira antiga, publicadas no jornal O Tempo http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=180687

    Greve.
    Especialistas dizem que dificilmente professores conseguirão retornar ao modelo antigo de remuneração

    Piso deve virar batalha judicial
    [...]
    "O Estado terá que pagar o piso, mas o melhor para os professores era ter aderido ao modelo antigo".
    [...]
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  40. Notícia nova no jornal O Tempo : "Piso salarialpara professores deve virar batalha judicial'

    ResponderExcluir
  41. GRAÇA:

    Bom dia Prof Euler,

    Volto a chamar atenção para a urgencia do Sindute em exigir a publicação das listagens com a opção de retorno à antiga e legitima carreira.Contando todos os servidores que não foram posicionados no subsidio, diretores, secretarios e outros ocupantes de cargos comissionados,o total de servidores do quadro de carreira é maior que os 153 mil anunciados.
    Fizemos campanha massiva para que todos manifestassem o direito á opção, infelizmente, muitos, preferiram permanecer no subsidio. Agora vai ser dificil estender a eles o direito ao piso.
    Veja o que O Tempo publicou hoje:

    Os professores da rede estadual de Minas que quiserem migrar do modelo de subsídio para o sistema antigo de remuneração terão que enfrentar uma longa batalha judicial. A previsão é de advogados ouvidos ontem pela reportagem. Segundo eles, as chances de os profissionais conseguirem retomar ao regime antigo para serem beneficiados pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou o pagamento do piso nacional de R$ 1.187,97 para até 40 horas semanais de trabalho são muito pequenas.

    Para a professora de direito administrativo da UFMG Élida Graziane, o fato de o governo ter dado aos profissionais a chance de escolha entre as duas formas de remuneração dificulta a defesa pelo piso. "O Estado irá alegar que deu o prazo. Além disso, a decisão do STF publicada nesta semana é de abril. O governo pode alegar que as pessoas já sabiam dessa possibilidade de receber o piso nacional". Segundo a especialista, a legislação permite a existência de dois regimes de remuneração para uma mesma categoria.

    Desde que o acórdão dos ministros do STF foi publicado, na última quarta-feira, a Secretaria de Estado de Planejamento (Seplag) anunciou que apenas os professores que permaneceram no regime de remuneração com pagamento de benefícios poderão vir a ser contemplados pelo piso nacional. Uma forma escalonada de pagamento do piso, conforme informação da Superintendência de Imprensa do governo, está sendo avaliada. Os detalhes do escalonamento, no entanto, não foram informados ontem.

    O advogado em direito administrativo Marcos Thadeu de Oliveira reforçou que a possibilidade de os professores obterem uma vitória numa provável disputa judicial com o Estado é pequena. "O Estado terá que pagar o piso, mas o melhor para os professores era ter aderido ao modelo antigo".

    http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=180687

    ResponderExcluir
  42. Repercussão

    MEC diz que Estado está obrigado a cumprir a lei
    O Ministério da Educação (MEC) foi procurado ontem pela reportagem de O TEMPO para esclarecer como deverá ficar a situação dos professores mineiros diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que reconheceu o piso nacional de R$ 1.187,97. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, assim como outros Estados, Minas está obrigado a cumprir a lei 11.738, que definiu a remuneração.

    No entanto, segundo o MEC, cabe ao Ministério Público Estadual (MPE) fiscalizar o cumprimento da lei.

    Ontem, pelo terceiro dia consecutivo, o MPE se esquivou de comentar o assunto. A assessoria do órgão informou apenas que a promotora Maria Elmira Dick, que até então intermediava as negociações entre sindicato e governo, não está mais no caso. Segundo a assessoria, somente o procurador geral Alceu José Torres Marques irá se pronunciar, o que não aconteceu até noite. (TT)

    http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=180687

    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  43. Marisa Karla-Governador Valadares27 de agosto de 2011 10:37

    Para pagar o piso,o Anastasia vai ter que enxugar
    a máquina administrativa.Cabeças vão rolar!...
    Quanto ao teatrinho da República dos Bananas,
    parabéns anônimo! Você é muito criativo.
    Morro de tanto rir de suas historinhas.
    abraços,

    ResponderExcluir
  44. Caro Euler,
    Estamoas esquecendo de falar para a sociedade dos exames que temos que fazer antes de pegar qualquer contrato no estado.O Governador esqueceu que para trabalhar para ele precisamos de passar pela perícia?
    Cadê os exames dos substitutos?
    O gato comeu?
    Esqueceram né????????? Cuidado!!!!!!! Esse povo nem habilitãção tem ... e agora nem exame? Sei lá....

    ResponderExcluir
  45. Euler, segura aí, lutar agora (o Sindute) para pagar o piso para todos é bobagem, é luta perdida, vai levar tempo, conforme disse o jornal "O Tempo" (Piso salarial para professores deve virar batalha judicial) eles tiveram o direito de escolha(prorrogado várias vezes). Isso é luta pra mais tarde, nossos guerreiros já estão cansados de lutar na batalha deles.

    ResponderExcluir
  46. Euler, bom dia, vc está sabendo sobre o fórum da liberdade e da dmeocracia que acontecerá no dia 29, com as "ilustres" presenças de Zazá e FHC?
    Temos todos de ir lá e dar uma aula do que relamente é democracia e liberdade!
    segue o link
    http://www.forumliberdadeedemocracia.com.br/index.php/programacao
    grande abraço!

    ResponderExcluir
  47. Estou muito feliz de estar participando deste movimento. Ontem mesmo escutei que esta profissão paga pouco mesmo, se quizessemos ganhar dinheiro não optaríamos por sermos professores. Concordei que pagam pouco, mas não ganhamos o que merecemos. Esta greve é só o início de uma revolução necessária na educação. O sistema está fadado ao fracasso com este discurso falso de que em Minas há "educação de qualidade". Um passo para alcançar esta "utopia" é nossa honrosa luta. Nossa vitória prevê um mísero aumento que não corresponde ao que nos é devido pela luta diária que travamos em sala de aula e ainda este governo tirano quer propor escalonamento, tenha dó! Será que acham que acreditamos em papel noel, não deu para perceber que estam tratando com cidadãos conscientes de seus direitos? Não podemos aceitar menos do que até o mísero piso proposto pelo MEC. Seria necessária até uma retratação formal do governo quanto a posição que assumiu tentando manipular a opinião pública com este tal subsídio, mentindo quanto aos números. Será então que o governo achou que a notória diferença entre escola pública e particular demonstrada no exame de matemática se aplicavam a todos os mineiros, que ele podia brincar com números, que a mentirosa porcentagem de 85% do subsídio em relação ao piso iria passar despercebida. Estou muito revoltada com a condição de analfabetos que o estado esta tentando impor a sociedade mineira e sedenta pela vitória do piso e nos meus sonhos pela retratação formal do governo.
    Abraço a todos!
    Parabéns a todos nós que a 81 dias formamos o NDG.

    Aline Pará de minas

    ResponderExcluir
  48. Parabéns, comandante Euler, pelas quinhentas mil visitas. Vc bombou, hem? Tb com a capacidade que Deus te deu vc tá dando um show de cidadania. Li a reportagem sobre a licitação envolvendo a Renata e alguém sabe como podemos fazer para infernizá-la por mais essa? Depois da entrevista horrorosa que ela deu seria bom mostrar para a população quem ela é. Talvez até entrar em contato com o tal do Júnior da pizzaria. Ah, Renata, desta vez não vai acabar em pizza, não. Gente vamo promover o vídeo do professor amarrado no You tube. Qnd chegar a 1 milhão de acesso a voz ( mídia) será dada a ele nacionalmente.

    Comecemos a campanha 1 milhão de acessos:
    http://www.youtube.com/watch?v=u2lR4sdF8Nk

    ResponderExcluir
  49. Vilhena!Que feio!
    Passando a perna nos outros com licitação mal feita!
    Mas o nosso piso você não passa a perna não, sabe
    porquê?
    Estamos de olho!

    ResponderExcluir
  50. O Governo está sem rumo, não sabe(ou faz de conta) o que fazer,está num beco sem saída, o único beco é pagar o Piso. Ele deve estar com vergonha(se tem) e agora, como explicar a seus cúmplices que não é soberano, e Lei tem que ser respeitada. Parabéns professores pela garra com a qual voces entraram neste movimento, voces venceram, podem acreditar. O Governo vai aprender a lição:NÃO PODE BRINCAR COM PROFESSOR.
    Prof. Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  51. Euler eu postei o comentário do vídeo com o link errado o certo é :
    http://www.youtube.com/watch?v=chRTwGj1ELM&feature=player_embedded#!
    o vídeo que vc colocou no post de hj. Comecei a campanha 1 milhão de acessos. Assim chegaremos até a mídia nacional. Já mandei para alunos no orkut, facebook e tudo mais. Peça aos blogueiros para acessarem. Vamos um por todos e todos pelo vídeo. Bj

    ResponderExcluir
  52. Pessoal, quando o desgoverno pagar o piso, qual será o salario de quem tem 6 anos no estado.
    abraços todos.

    ResponderExcluir
  53. Aproveitando as palavras do Prof. Sebastião de Oliveira, quero reiterar o pedido feito inúmeras vezes por aqui. Os colegas de Carangola, Caiana, Espera Feliz, Faria Lemos, Fervedouro e Tombos que ainda estejam em sala de aula, juntem-se ao grupo que já está desde 08 de junho nessa batalha, por que protelar tanto? Não justifiquem a permanência de vocês em sala de aula por estarem preocupados com a formação dos alunos, isso não é verdade, primeiro terão de se preocuparem com suas próprias formação. NINGUÉM DÁ O QUE NÃO TEM. Muitos de nossos colegas não compram livros há décadas para se atualizarem, revista que trazem conteúdos bons, também não podem assinar, fazer bons cursos de pós-graduação para se capacitarem, também não, porque o salário não lhes possibilita. Diante de tudo isso, estão preocupados(as) com a formação de quem? Infelizmente, nós estamos na base do arroz com feijão, somente! Pensemos nisso! A escola tem que melhorar, a qualidade das nossas aulas tem que melhorar, mas para isso temos que ter condições salariais dignas para que possamos ter essa qualidade profissional. Estamos aguardando. Parem de ficar dizendo dentro de sala para alunos que o que vier é LUCRO, isso não é postura de educador que se preze!
    Os educadores de DIVINO são os nossos melhores exemplos. Gente aguerrida, destemida e de fibra!
    PARABÉNS!!

    ResponderExcluir
  54. Ubirajara - Biologia - Contagem27 de agosto de 2011 11:21

    Euler,
    Finalmente o Professor está aprendendo e ficando cada vez mais forte com o uso da TECNOLOGIA.
    Os governantes achavam que fariam muito sucesso (votos) ao promoverem a informática na escola.
    Gastaram muito dinheiro com computadores sucateados, redes de net limitadas ou que não funcionaram e até mesmo propuseram um computador para cada aluno, mas no final das contas os professores usaram as redes sociais como a principal arma de luta contra as mentiras e injustiças.
    Sabe tenho 35 anos, sou biólogo e dominador de tecnologias, mas sempre percebi o governo zombando das capacidades dos colegas educadores, mas devagarinho foram fuçando na Net e aprendendo a primeiramente se comunicar, em seguida - organizar e agora - atacar.
    Euler parabéns por ter canalizado inteligências e informações, a prova disto é o meio milhão de acessos.
    Finalmente, enquanto sociedade e alunos brincam de msn, orkut, joguinhos, nós professores achamos uma poderosa ferramenta de luta social.

    ResponderExcluir
  55. Gente, por favor nada de piso escalonado... quero os meus direitos já.....

    ResponderExcluir
  56. O anônimo da cidade inadministrável é excelente!!!
    O video do prof. Fernando é excelente!!!
    O prof. Euler é excelente!!!
    Nós do NDG somos excelentes!!!!!!!

    circe reis

    ResponderExcluir
  57. Caro Amigo Euler,

    Eu acrescento que "TODOS" cargos vagos sejam incluídos na ementa que eles terão que fazer no edital.

    Aparecida - 09:51

    O piso também é devido ao pessoal administrativo. A própria Lei do piso menciona os demais cargos de apóio a docência sendo proporcional de acordo com a carga horária de trabalho.

    Temos ainda a Lei 15293/04 - Plano de carreira que cita os cargos identificados como profissionais da educaçao e não menos importante (rsrs),a Emenda Constitucional nº 53, de 19 de dezembro de 2009,regulamentada pela Lei 12.014 de 2009, que reconhece os funcionários de escola como profissionais da educação.

    E é por isso que "eu" não concordo que o professor aceite a proporcionalidade do piso. Pois a proporcionalidade refere-se aos demais cargos e sua carga horária, mencionada na lei do piso.

    Boa Greve! E fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  58. "...podemos até aceitar discutir o escalonamento - como disse a colega Cristina. Mas, é a concessão possível de se fazer, numa demonstração da nossa benevolência. "

    Eu vou sobrevivendo sem um arranhão
    Da CARIDADE de quem me detesta
    Eu vejo o futuro repetir o passado
    Eu vejo um museu de grandes novidades
    O tempo não para
    Não para, não, não para
    Nas noites de frio é melhor nem nascer
    Nas de calor, se escolhe: é matar ou morrer
    E ASSIM NOS TORNAMOS BRASILEIROS
    Te chamam de ladrão, de bicha, maconheiro
    Transformam o país inteiro num puteiro
    Pois assim se ganha mais dinheiro

    A tua piscina tá cheia de ratos
    Tuas ideias não correspondem aos fatos
    O tempo não para
    (trechos da música de Cazuza)

    DEPOIS DE QUASE 3 MESES DE GREVE, com salário cortado... o NÚCLEO que antes era DURO começa a falar na possibilidade de abrir mão de DIREITOS... papinho HILÁRIO, hein???
    Valeu, Núcleo duro... mas cuidado, a vida só é dura pra quem é MOLE!!!
    E aquela conversa de DESOBEDIÊNCIA CIVIL como que fica??? Pelas barbas de Bakunin!!!!

    ResponderExcluir
  59. Ubirajara - Biologia - Contagem27 de agosto de 2011 11:31

    Finalmente a verdade apareceu (mais uma)!!!
    201.000 servidores tinham OPÇÃO de ter CARREIRA (subsídio não é carreira, por isso não existe o termo carreira antiga).
    153.000 fizeram esta opção.

    ******* 76% (setenta e seis por cento) ***********
    ***************** COM CARREIRA ************
    confira: http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=180687
    e o governo disse que eramos 38% rsrsrsrsrsrsr
    onde este povo estudou matemática?

    ResponderExcluir
  60. Isabel Assumpção - Manhuaçu27 de agosto de 2011 11:35

    Olá combativos e combativas do bem,
    é maravilhoso fazer parte de uma categoria que se uniu e recuperou a certeza de que nunca podemos nos entregar aos desmandos daqueles que de posse do poder, se acham acima do bem e do mal. Estamos mostrando ao povo brasileiro que temos consciência de nossa força, tanto é que esta luta tem se estendido a outras classes que já não aguentam mais os desmandos, descasos e humilhações dos desgovernos bem como poderes constituídos... Não vamos esmorecer, antes tomar fôlego novo para encerrarmos esta batalha de cabeça erguida e com nossos direitos sendo pagos conforme determina a lei. Temos certeza que temos muito ainda para conquistar e o desgoverno pode estar certo de que não pararemos com esta primeira vitória: PISO NACIONAL pago integralmente. Parabéns a todos nós que contribuímos para a marca dos 500.000 acessos(inclusive a turma da RB, rsrsrsrs) e a você Euler, nossos mais sinceros agradecimentos pela fortaleza que tem sido neste histórico movimento que tem devolvido nossa dignidade e a certeza de que tudo será diferente a partir desta greve. Graça e paz a todos e que o Senhor continue nos abençoando e fortalecendo até a vitória de um povo que quer somente e justiça e poder retornar ao trabalho com condições reais para uma escola pública com qualidade de ensino para seus alunos. Peço a Deus para estar presente no dia 31 e fazer parte deste momento ímpar desta greve, tomara que possa ter a oportunidade de conversar com você Euler e tantos outros combativos(as) que têm estado na linha de frente desta batalha, Deus os abençoe e que esta força e luz irradie e alcance aqueles que ainda não aderiram ao nosso movimento. JUNTOS ATÉ A PRIMEIRA DE MUITAS VITÒRIAS!!! FORÇA E PAZ A TODOS.
    Isabel Assumpção - Manhuaçu

    ResponderExcluir
  61. UAI... Será que depois desta( obrigados a pagar o PISO),vão enterrar o "SUÌCIDIO 2 - O RETORNO?
    Xiiiiiii! Se isso acontecer, piora ainda mais a situação dos que permaneceram nele.

    ResponderExcluir
  62. Euler, acabei de ler no site do "Tempo" que é praticamente impossível nós, que não tivemos opção de voltar ao antigo sistema remuneratório, conseguir isso na justiça... ou seja, nós q fomos obrigados a permanecer no subsídio, entramos em greve e não teremos nenhum benefício com a implementação do novo piso?

    Abraços!

    ResponderExcluir
  63. Euler e demais combatentes,
    Temos que ficar alertas no dia 31/08 porque o governo é muito mal. Ele pode estar pensando que nós, diante dos 85 dias de greve, sem salários, sofrendo pressões por todos os lados, que será "fácil negociar, nos enganar", que iremos ceder a qualquer proposta. De jeito nenhum! Vamos ficar de olhos e ouvidos bem abertos para entender qual o valor e de que forma o governo irá nos pagar o PISO. Tem que ser preto no branco. Em se tratando de Anastasia e corja, todo cuidado é pouco, não podemos confiar. Como disse o sábio professor Euler, "tem que ser tudo assinado, carimbado e com umas 500 testemunhas", tudo para garantir o nosso direito! Onde o governo irá tirar recursos para nos pagar, não é problema nosso! A lei é clara! Ele que comece a cortar gastos dos "de cima", não dos que recebem uma miséria. Por que temos que ser "bonzinhos" com quem sempre nos desrespeitou, desvalorizou e massacrou? Queremos o que é nosso por direito como manda a LEI.

    ResponderExcluir
  64. Governador,
    LEI não se negocia, se CUMPRE! Que história é essa de PAGAR O PISO de forma escalonada?! Prove, através de documentos, que o Estado não têm recursos e a UNIÃO complementa. Viu como é simples! Quem DEVE têm que PAGAR! PISO, PISO E PISO!

    ResponderExcluir
  65. Governador,
    Sabe daquela dica simples: só podemos gastar de acordo com o que ganhamos, ou seja, não posso comprar além do meu orçamento mensal. Então, vale pro pobre e pro rico! Comece a fazer as continhas e verás "onde" terás que economizar para nos PAGAR! Não aceitaremos mais, ser sacrificados! Se vire, você não é o "todo poderoso"! No dia a dia, nós nos viramos para pagar as nossas contas e impostos. Faça o mesmo!

    ResponderExcluir
  66. Euler,
    Conforme disse a Débora Martins, no comentário dela às 10:39, o II Fórum Liberdade e Democracia vai acontecer sem nenhuma manifestação do que é realmente democracia e liberdade?

    Seria interessante que o Sindiute e outros tantos participantes da greve, principalmente do NDG como você mesmo diz, fôssemos até lá - na frente do Palácio das Artes - para registrarmos mais um protesto contra este evento.

    Seria ótimo se conseguíssemos fechar a Av. Afonso Pena e chamar a atenção mais uma vez para esse governadorzinho mentiroso e cínico.

    graça gotelipe - Itabirito.

    ResponderExcluir
  67. Anastasia e corja,
    Vocês já leram o texto do Euler hoje? Prestaram atenção às análises feitas? Compreenderam? Pois bem, como vocês podem ver, os tempos mudaram, estamos muito bem informados e assessorados. Portanto, não venham com mais MENTIRAS, não tentem enganar-nos novamente, porque não conseguirão. Queremos o que é nosso por direito e como manda a LEI FEDERAL. Somos profissionais e exigimos ser tratados como tal.

    ResponderExcluir
  68. Anastasia, Urgente demita todos esses professores que por não conhecer os seus direitos não aderiram à greve e ainda ficaram te idoladrando.

    ResponderExcluir
  69. João Paulo Ferreira de Assis27 de agosto de 2011 12:20

    Prezado amigo Professor Euler

    Eu entendo que a dificuldade de receber pelo Piso é só daqueles que optaram pelo subsídio. Aqueles que não puderam optar talvez consigam se provarem que requereram e o seu requerimento foi indeferido.
    Com o Estado, tem que ser tudo preto no branco. Tudo tem de ser documentado, pois estamos lidando com bandidos.

    Agora um questionamento:

    E o Mandado de segurança para obrigar o Estado a pagar integralmente o Piso salarial? Será se o sindicato está esperando a reação do Estado após a rejeição da proposta indigna de escalonamento?

    ATÉ A VITÓRIA!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  70. Euler,
    Bom dia!
    Parabéns, mais uma vez. A cada post você se supera ao aprezentar com clareza e inteligência uma leitura dos acontecimentos recentes.
    Nossa resposta à proposta de escalonamento para o pagamento do PISO salarial aos professores deve ser apenas uma: nããããããããããããããããããããão.
    Devemos gritar bem alto para Minas que o governador do nosso estado é um caloteiro e deixou de cumprir uma lei federal deste jan/2010. Que ele vá dar calote nos seus fregueses(mídia vendida, assembleia legislativa, justiça mineira, empresários corruptos etc.)

    Continuaremos fortes na luta.

    Maria de Lourdes

    ResponderExcluir
  71. EULER,VOCÊ É O EXEMPLO QUE TODO EDUCADOR DEVE SEGUIR.

    ResponderExcluir
  72. Os advogados das "longas batalhas judiciais" são ex alunos do Anastasia. Pois a Lei é tão clara e não deixa nenhuma sombra de dúvida: Não existe outra forma de pagar os trabalhadores da eduçação senão for atraves do Piso. Podem chorar mas o certo é que estam obrigados a pagar. E não existe mais como recorrer nas "manobrinhas de advogados". O MP não está acima da CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

    ResponderExcluir
  73. anastasia pede pra sair!

    ResponderExcluir
  74. Com todo respeito aos que não puderam optar , mas que cabeça fraca a desse pessoal que substimaram uma lei federal para cair na lorota desse maníaco inescrupuloso.

    ResponderExcluir
  75. Adriana (11:38),

    O SUICÍDIO 2, é conhecido na cidade inadiministrável como JABUTI,
    que renatinha barata tonta está pensando em mandar para a ASSEMBLEIA HOMOLOGATIVA DOS DEPUTADOS.

    Gente,
    estes quadrinhos da CIDADE INADIMINISTRÁVEL é a forma criativa que estamos descobrindo para falar TODAS AS VERDADES DELES.
    sejam também autores desta istorinha.

    ...enquanto isso na CIDADE INADIMINISTRÁVEL...
    o MARO, que era porteiro e virou relações públicas da república dos bananas, mandou um recado pros Professores na rádio di ninas do sistema "MÍDIA DE ALUGUER MINEIRA":

    - PAGUE O PISO E TODOS OS DIREITOS DOS PROFESSORES, IMEDIATAMENTE.

    valeu MARO, depois eu te mando uns supositórios ROLHEX, falou?

    prosigam...

    ResponderExcluir
  76. Parabéns a você professor Euler, ao Sind-UTE, aos diversos movimentos sociais e entidades sindicais, aos pais, alunos e a todos que direta ou indiretamente apoiaram a nossa greve e permitiu a nossa vitória! Que, tenho certeza, está muito próxima! A partir de agora, o governo, terá que nos respeitar na marra! Estou orgulhosa de pertencer à CATEGORIA e poder dizer que eu também ajudei a escrever mais um capítulo da HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO DO PAÍS E DE MINAS GERAIS! Depois desta vitória, nossa CATEGORIA nunca mais será a mesma, pois mostramos a todos a força que temos! QUE JUNTOS SOMOS MAIS! Obrigada a todos! Teremos que manter a nossa UNIÃO para SEMPRE! Só assim, alcançaremos nossos objetivos e direitos!

    ResponderExcluir
  77. Aluno da E.E.Sant' Ana Brasília de Minas MG27 de agosto de 2011 12:41

    Sou aluno do 9° ano e a nossa escola está totalmente em greve, tenho uma equipe de professores comprometidos e responsáveis, acho mais que justo que tenham o piso salarial.A nossa escola desde 03/08/2011 está em greve,tudo porque o governo não assume a sua responsabilidade para com os salário dos sofridos professores.Estudo em escola publica, meu objetivo é fazer o ENEM e me ingressar em uma faculdade.Sinto-me prejudicado.Tenho expectativa de que essa manifestação chegue ao seu objetivo positivo.Não podemos mais esperar.

    ResponderExcluir
  78. A lei fala sobre toda a categoria.É mais uma tentativa de dividir a categoria.
    Será que os diretores já sabem que também estão sendo prejudicados???????

    ResponderExcluir
  79. Adorei anônimo das 9:26, já chorei de tanto rir! Abraços.

    ResponderExcluir
  80. Tentando postar no TEMPO:
    A lei é irrevogável e súmula vinculante: Não existe outra forma de pagar os Funcionários da Educação senão através do piso e isso em todo o Território Nacional. E escalonar até poderia, foi oferecida essa prerrogativa na implantação do piso, em 2008 e eles recusaram. Agora é pagar ou pagar. E a todos. Só uma chuva de MANDADOS DE SEGURANÇA NO SUPREMO que os próprios funcionários podem pegar o modelo no google e fazer, postando direto no site do SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Isso, sem dúvida, sensibilizará o STF e dará vizibilidade a falta de justiça que impera em MINAS GERAIS.
    TWITTER:@GracieusaBrito

    ResponderExcluir
  81. Pessoal,
    Não podemos esquecer das 31 mil pessoas na Assembleia do dia 31/08. Já que na Assembleia do dia 24/08 contamos com 12 mil manifestantes. Então, para o dia 31/08, cada um fica responsável de levar mais 3 pessoas, aí somaremos 36 mil manifestantes. Vamos balançar BH!

    ResponderExcluir
  82. Euler,
    Devemos esta conquista do PISO SALARIAL a você, ao Sind-UTE/MG, aos professores/educadores grevistas e a todos que, à sua maneira, deu o seu apoio e a sua contribuição. "O POVO, UNIDO, JAMAIS SERÁ VENCIDO"! "QUEM LUTA EDUCA"! "QUEM AMA EDUCA"! "JUNTOS SOMOS MAIS"! "MEXEU COM OS PROFESSORES, MEXEU COMIGO"! "A EDUCAÇÃO É A SALVAÇÃO"! A vitória se aproxima!

    ResponderExcluir
  83. Deixo aqui um comentário que acredito ser a opinião da esmagadora maioria dos colegas em greve. O desgoverno teve tempo demais para negociar o piso. Inclusive na greve passada. Nos chamou de massa de manobra, que não negociava com grevistas, etc. NÃO NEGOCIAMOS NADA AGORA!!!! O PISO COMPLETO OU NÃO PISAMOS NA ESCOLA. LEI É LEI: CUMPRA-SE

    ResponderExcluir
  84. Ao anônimo de 11h21,

    Assinar os comentários favorece o debate fraterno e horizontal das ideias. Entretanto, não assinar é um direito.

    Os trabalhadores em educação da rede estadual de MG com apoio do movimento social organizado travam um excelente combate contra a gerência estadual e sua concepção de destruição da educação pública.

    A unidade na luta é: Sem o Piso não pisamos na escola!

    Fazemos a leitura que a batata quente está nas mãos do governo. Ele, como gestor público da educação, é o responsável pela aplicação do sistema remuneratório dos servidores.

    Se estão reunidos esse final de semana em caráter de urgência é por que sabem que terão que apresentar uma tabela de novos vencimentos até dia 31, sob pena da greve continuar.

    É pagar ou pagar. Contudo, o governo vai fazer além das habituais dissimulações alguma contra proposta. Nós exigimos piso salarial como vencimento básico para todos, não só os 153 mil. Outras porpostas vamos ouvir do governo, aceitar são outros quinhentos. A correlação de forças do momento não pode ser descartada.

    Um abraço,
    Rômulo

    ResponderExcluir
  85. IBAMA NO ENCALSO DE ANASTASIA
    O IBAMA vai multar o governador por ter armado arapuca para pegar educadores que não acessa o blog do Euler, e que inocentemente se viram presos na mais cruel armadilha que um rei aplica aos seus súditos.
    Esse governador é um grande jogador de xadrez, nunca contava com um xeque mate, mas, logo de professores? Realmente é humilhante.
    Calote em jogadores que conhecem a regra do jogo? Se não tem dinheiro não senta na banca, quero o meu tutu agora, nada de prestação.

    ResponderExcluir
  86. Euler só tenho elogios a você e parabéns pela marca dos 500.000 acessos. Gostaria de lhe fazer um pedido que você coloque uma tabela corrigida pelo valor do piso. Sei que você já explicou diversas vezes, mas a tabela seria fundamental pois seu blog está se tornando um referencial para a carreira. Você poderia retirar a mesma tabele que o Blog da cris, que foi retirada do blog do filocre.

    Espero que você coloque ainda hoje, porque temos que ter esses números bem gravados, pois chegou a hora da calculadora, por fim se todos nós estivermos bem cientes do nosso direito ficaremos ainda mais firmes na luta.

    E novamente Parabéns combativo colega, como você mesmo diz

    ResponderExcluir
  87. Minas Gerais está uma verdadeira zorra, ZORRA TOTAL.

    MÍDIA MINEIRA COMPRADA OU VENDIDA DIZ : "- Ai, como eu tô bandida!"

    GOVERNADOR TIRANO E DITADOR DIZ: "- (NÃO) Tô pagando!"

    SECRETÁRIA SEPLAG QUE GOSTA DE TOCAR O TERROR DIZ: "- Olha a faca!"

    SECRETÁRIA DA SEE BRINCANDO DE SECRETARIAR APÓS PUBLICAÇÃO DO ACÓRDÃO DIZ: "- Logo agora que a brincadeira tava ficando boa?!"

    JUSTIÇA MINEIRA DIZ: - Cortar o pagamento dos grevistas PODE; rebaixar os salários PODE; contratar substitutos PODE; exigir o pagamento do piso NÃO PODE!

    BOM FINAL DE SEMANA! FIRMES NA LUTA, SEMPRE!

    ResponderExcluir
  88. Gostaria de saber se as decisões, ou até mesmo a morosidade do Ministério Público Estadual, podem ser contestadas?
    Como faze-las?
    Grato.

    ResponderExcluir
  89. Brava gente brasileira,que não foge a luta, que NÃO intimida e segue em frente. Parabéns.... A luta é de todos mas o que fazer quando nem todos querem lutar....LUTAR POR ELES? AFINAL PROFESSOR NÃO É EGOISTA....SALVE A ESCOLA PUBLICA.
    QUANDO VEJO AS PESSOAS QUE NÃO QUEREM A GREVE, VEJO A FALTA DE COMPROMISSO COM A PROFISSÃO. SERÁ QUE NÃO SÃO PROFISSIONAIS?....

    ResponderExcluir
  90. Boa tarde Euler e todas(os)guerreiras(0s).
    Só podemos comemorar quando sair no contra-cheque o valor do piso,pois essa gente está acostumada a dar calote e não cumprir o que fala.Não podemos esquecer que no ano passado o acordo de greve era para corrigir o vencimento básico e olha o que virou.Eles falam uma coisa e escrevem outra,portanto todo cuidado é pouco. Há 20 anos participo do movimento e é a primeira vez que me sinto mais próximo de conquistar o objetivo,mas para isto temos que continuar firmes.Força prá todos nós.

    Até a vitória/José Henrique

    ResponderExcluir
  91. ATENÇÃO Sind UTE MG,
    Alô Beatriz,
    Alô Euler,

    SOMOS SOLIDÁRIOS COM OS COLEGAS QUE QUEREM UMA OPORTUNIDADE PARA RETORNAR AO REGIME REMUNERATÓRIO.

    A GREVE, CONTINUA.
    NDG.

    ResponderExcluir
  92. Esses juristas de plantão ,estão todos a serviço do anastasia , se o supremo deu ganhe de causa claro que essa decisão alcança todos do magistério.Por isso nao acreditem nestes juristas de plantão e pagos para desmobilizar o movimento.

    ResponderExcluir
  93. tomei posse em fevereiro de 2006,nao tenho nenhuma vantagem.gostaria de saber qual seria o meu salario com a implementacao do piso?

    ResponderExcluir
  94. algué m pode me dizer como ficou a reunião do sindute udia ?

    ResponderExcluir
  95. Euler, eu enviei um comentário sobre caso do Carlos Viana que me chamou de louco para o seu e-mail, publica ai vei.

    Paulão

    ResponderExcluir
  96. Desejo um ótimo final de semana e
    continuaremos juntos até a vitória
    _________
    "O esqueleto de nossa liberdade plena está pronto.Não lhe falta mais que a substância e as vestes ,nós os criaremos." Che Guevara
    ________________

    Mais uma vitória !!! kkkkkkkk
    O GOVERNADOR SUMIUUU ! rs rs rs

    Hoje dia 27 de agosto, sábado, o governador Antônio Anastasia cancela visita à cidade de CAPIM BRANCO, segundo os responsáveis pelo evento (entrega de certificados - Projeto Travessia) o motivo da ausência foi a possibilidade da presença de nós OS PROFESSORES de Minas Gerais, nós os seres humanos pensantes que exigimos o cumprimento da lei e do respeito à EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    abraços
    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  97. Anderson Rodrigues27 de agosto de 2011 14:39

    Euler. É a primeira vez que entro no seu blog. Parabéns. Sou de Manhumirim (divisa com o ES). Nossa pequena cidade está na luta. Parabéns pela liderança. Estamos com salários cortados, mas continuaremos até o fim. É um momento histórico que vivemos, frente uma mídia comprada e imparcial. Até o fim.

    ResponderExcluir
  98. É preciso deixar claro que a proporcionalidade não é prevista na lei, não há no texto nada que indique um pagamento proporcional do piso. Está sim que para uma jornada de trabalho de no MÁXIMO 40 horas, o que significa que não se pode trabalhar mais de 40 horas semanais , mas menos sim desde que essa seja a jornada de trabalho que o empregador ofereça. Não há duplicidade de interpretação nessa lei. Não podemos aceitar essa interpretação mentirosa. Aluta continua sempre. Tudo pra professor tem que ser assim, sofrido. Mas vamos vencer gente. Deus é mais!!!

    ResponderExcluir
  99. Leiam esta reportagem publicada hoje (27/08), no jornal O TEMPO.

    MEC diz que Estado está obrigado a cumprir a lei

    O Ministério da Educação (MEC) foi procurado ontem pela reportagem de O TEMPO para esclarecer como deverá ficar a situação dos professores mineiros diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que reconheceu o piso nacional de R$ 1.187,97. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, assim como outros Estados, Minas está obrigado a cumprir a lei 11.738, que definiu a remuneração.

    No entanto, segundo o MEC, cabe ao Ministério Público Estadual (MPE) fiscalizar o cumprimento da lei.

    Ontem, pelo terceiro dia consecutivo, o MPE se esquivou de comentar o assunto. A assessoria do órgão informou apenas que a promotora Maria Elmira Dick, que até então intermediava as negociações entre sindicato e governo, não está mais no caso. Segundo a assessoria, somente o procurador geral Alceu José Torres Marques irá se pronunciar, o que não aconteceu até noite. (TT)

    Esta vitória é NOSSA!

    ResponderExcluir
  100. PROCURA-SE:

    ANTÔNIO ANASTASIA E MUAMMAR KADHAFI

    Para aqueles que encontrarem:

    Prêmio de PISO SALARIAL NACIONAL DE 1.187,00 aos 153.000 Servidores da Educação!

    ResponderExcluir
  101. Leiam mais esta reportagem publicada no jornal O TEMPO, hoje (27/08)

    Greve.Especialistas dizem que dificilmente professores conseguirão retornar ao modelo antigo de remuneração

    Piso deve virar batalha judicial

    Governo estuda forma escalonada de pagar os R$ 1.187 definidos pelo STF

    Publicado no Jornal OTEMPO em 27/08/2011Avalie esta notícia

    TÂMARA TEIXEIRA

    Os professores da rede estadual de Minas que quiserem migrar do modelo de subsídio para o sistema antigo de remuneração terão que enfrentar uma longa batalha judicial. A previsão é de advogados ouvidos ontem pela reportagem. Segundo eles, as chances de os profissionais conseguirem retomar ao regime antigo para serem beneficiados pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que determinou o pagamento do piso nacional de R$ 1.187,97 para até 40 horas semanais de trabalho são muito pequenas.

    Para a professora de direito administrativo da UFMG Élida Graziane, o fato de o governo ter dado aos profissionais a chance de escolha entre as duas formas de remuneração dificulta a defesa pelo piso. "O Estado irá alegar que deu o prazo. Além disso, a decisão do STF publicada nesta semana é de abril. O governo pode alegar que as pessoas já sabiam dessa possibilidade de receber o piso nacional". Segundo a especialista, a legislação permite a existência de dois regimes de remuneração para uma mesma categoria.

    Desde que o acórdão dos ministros do STF foi publicado, na última quarta-feira, a Secretaria de Estado de Planejamento (Seplag) anunciou que apenas os professores que permaneceram no regime de remuneração com pagamento de benefícios poderão vir a ser contemplados pelo piso nacional. Uma forma escalonada de pagamento do piso, conforme informação da Superintendência de Imprensa do governo, está sendo avaliada. Os detalhes do escalonamento, no entanto, não foram informados ontem.

    O advogado em direito administrativo Marcos Thadeu de Oliveira reforçou que a possibilidade de os professores obterem uma vitória numa provável disputa judicial com o Estado é pequena. "O Estado terá que pagar o piso, mas o melhor para os professores era ter aderido ao modelo antigo".

    A forma de remuneração do professorado é o principal motivo de desacordo entre governo e o Sind-UTE. A categoria não aceita o subsídio e diz que só negocia o fim da greve iniciada no último dia 8 de junho caso o governo pague o piso nacional de R$ 1.187,97, ainda que de forma proporcional à carga horária de 24 horas semanais. No modelo defendido pelo sindicato, os benefícios não poderiam ser incorporados à remuneração fixa.

    O subsídio chegou a ser aceito pela categoria, no ano passado, como opção de remuneração. No entanto, segundo a coordenadora do Sind-UTE, Beatriz Cerqueira, o modelo adotado pelo Estado não contemplou as reivindicações do sindicato e, por isso, não é reconhecido pelos profissionais.

    ResponderExcluir
  102. Professor Euler, quero elogiá-lo e parabenizá-lo pelas informações sempre claras objetivas e muito úteis à nossa categoria!

    Parabéns! E continue este trabalho maravilhoso!

    ResponderExcluir
  103. É EULER, CORRE BOATOS QUE A GORGOZZOLA VAI SER DEMITIDA DA SEC. EDUCAÇÃO ,POR NÃO CONSEGUIR CONVENCER OS PROFESSORES A RETORNAREM AO SUICIDIO, JÁ VAI TARDE E, TOMARA QUE ENCONTREM UMA SECRETARIA MAIS SIMPATICA E BONITINHA PARA O CARGO .



    http://www.otempo.com.br/otempo/colunas/?IdColunaEdicao=16194&busca=greve%20professores&pagina=1

    ResponderExcluir
  104. Por e-mail:

    "Paulo Miquéias (Paulão):

    Euler e nobres companheiros(a);

    Olha o twett, que fez Carlos Viana me chamar de louco:

    - Hi Carlos Viana, eu acho que o plano do governo com o apoio da Mídia Mineira para enrolar o povo não vai ser bem sucedido.

    Olha a resposta do Paulão:

    - Apesar do fato de a imprensa mineira e alguns jornalistas desconhecerem o direito ao contraditório, sugiro uma reportagem:

    GOVERNO DE MINAS E JORNALISTA DA ITATIAIA ACHAM QUE EXIGIR UM DIREITO E LUTAR POR ELE É ATO DE LOUCURA.

    - Porém o título que mais se adequa a este instante é:

    REPÓRTER COVARDE OFENDE PUBLICAMENTE UM PROFESSOR.

    - NÃO TINHA A INTENÇÃO DE OFENDER, MAS SE OFENDEU MESMO ACHO QUE TÊM CAROÇO NESTE ANGÚ! SERÁ?

    - ESPERO QUE O SENHOR REFLITA SOBRE SUAS AÇÕES, LUCIDEZ NÃO É LOUC.! E O OBJETIVO DO RECADO ANTERIOR ERA PARA PROMOVER REFLEXÃO!

    Até parece que o caro ganhou uma medalha dos Incofidentes do Aécim...

    Professor Paulo Miquéias Alves Teixeira

    Bacharel licenciado em Geografia".

    Comentário do Blog: combativo amigo Paulão, você enviou para um outro e-mail que eu quase não o utilizo, e você não tivesse me alertado eu nem saberia que você havia mandado este comentário.

    Mas, aproveito para dizer algumas palavras:

    Carlos Viana é um ridículo, que propõe a privatização da Educação e vive atacando a nossa greve com a falsa desculpa de estar preocupado com os alunos. Preocupado uma p***! (desculpem-me a expressão). Está preocupado mesmo com seus amigos do governo que rendem boas verbas publicitárias para os meios de comunicação subservientes, enquanto se recusam a pagar o nosso piso.

    Esta mídia mineira e boa parte dos jornalistas (claro que não todos) estão abaixo de qualquer crítica!

    Um forte abraço, Paulão.

    ResponderExcluir
  105. Boa tarde ,colegas de luta...
    Não consigo entender este gov.que sempre falou que paga mais que o valor do piso questionado pela classe e agora que é obrigado a pagar,pensa em fazê-lo escalonado por causa da LRF, faça me o favor não somos trouxas e muito menos marionetes para sermos manipulados por alguém ou algum partido. Agora não tem essa não é PAGAR ou PAGAR.

    ResponderExcluir
  106. Euler e NDG

    Já sabemos que o tão sonhado piso vai ser implantado. Não tem como o governo nos dar outro golpe porque ele não tem mais munição e credibilidade em suas informações. Ameaças com mentiras desqualificadas só fizeram o nosso movimento (NDG) se fortalecer e acredito que ele já entendeu. (Pelo menos eu acho).

    Precisamos agora é de respostas jurídicas em relação a tópicos levantados aqui em seu blog como por exemplo se o valor do piso vai ser integral ou proporcional já que nós trabalhamos 24 e não 40h/a e 1/3 de aulas extra classe.

    Fico com pesar de quem acompanhou nossa luta e não pôde passar para carreira antiga, mas os demais foram imediatistas e pensaram apenas nos troquinhos a mais.

    Pra terminar Euler fique sabendo que seu blog faz mal................................................................................................................................................................................................................................................................Tem diretora fura greve proibindo funcionários de acessá-lo.

    Um forte abraço a todos vocês e em especial ao COMANDANTE EULER pela sua luz.

    ResponderExcluir
  107. Não devemos baixar a guarda, antes esse governador e suas lacaias diziam que não negociavam com grevistas. Mas como DEUS é justo, agora somos nós que não devemos negociar. Apenas cumpra a lei e pronto seu governador de ARAQUE.
    Firmes na greve, a VITÓRIA está muito próxima.

    ResponderExcluir
  108. QUEM COM FERRO FERE COM FERRO SERÁ FERIDO!
    Essa é a vida!

    POR Heron Guimarães
    Como dizem por aí, “falta a Anastasia um Anastasia dos tempos de Aécio”


    Publicado no Jornal OTEMPO em 27/08/2011
    [...]

    A secretária de Educação, Ana Lúcia Gazzola, revelou-se péssima negociante. Deu ao sindicato o discurso que ele queria ao assumir um equívoco e comprometer a credibilidade de sua gestão. Acabou perdendo as rédeas das negociações e substituída pela colega de secretariado Renata Vilhena (Planejamento).

    [...]


    "O governador já corre atrás do prejuízo e, se não agir rápido do ponto de vista político, vai pagar uma fatura alta".
    [..]

    Beatriz colocou Anastasia em uma sinuca de bico. Cedendo, o governador acena com frouxidão para outras categorias de servidores que possuem reivindicações semelhantes às dos educadores, correndo o risco de se tornar um novo Eduardo Azeredo.

    [...]
    Caso contrário, se mantém os punhos fortes, pode carregar nas costas o peso de um ano letivo jogado fora, mancha que dificilmente conseguirá apagar de sua biografia.

    http://www.otempo.com.br/otempo/colunas/?IdColunaEdicao=16194&busca=greve%20professores&pagina=1%20http://www.google.com.br/

    ResponderExcluir
  109. PARABÉNS COLEGAS DA ESCOLA ESTADUAL GETÚLIO VARGAS DE TIMÓTEO!!ESCOLA EM QUE MEUS FILHOS ESTUDARAM ,E DE PROFESSORES COMPETENTES!!È UMA ESCOLA DE REFERENCIA , E VCS PODEM ME FALAR SE O POLIVALENTE TBÉM ESTA DE GREVE, A ÚLTIMA NOTÍCIA QUE TIVE É QUE ELA ESTAVA FUNCIONADO E SÓ PARAVA NOS DIAS DE ASSEMBLÉIA, OUTRA ESCOLA DE GRANDE REFERENCIA NO MUNICÍPIO!!
    MARIA DE CONTAGEM!

    ResponderExcluir
  110. Oi Euler,

    Proposta: Caso a greve continue após assembleia do dia 31, sugiro que o sindicato marque a próxima assembleia na frente do MINISTÉRIO PÚBLICO. Vamos pressionar o MP para que exerça a sua função de fiscal da lei.

    ResponderExcluir
  111. Pagar Piso de forma escalonada?! Façam isso com o subsídio do alto escalão! Será que podemos pagar nossas contas de forma escalonada? Este mês eu pago a luz... mês que vem eu pago a água... no outro o telefone... Vai nessa!!! Quando nossas contas em casa não fecham, o que fazemos? Cortamos os supérfluos. O governo pode começar cortando o que tem de inútil (Renata, Gazzola, muitos puxa-sacos etc etc)e, por fim, sumir de nossa vista.

    ResponderExcluir
  112. Anônimo que disse que os professores estão proibidos de acessar o blog do Euler, porque a diretora não quer.
    Só uma perguntinha. O espaço em que todos se encontram aí, é realmente uma ESCOLA ou CASA GRANDE E SENZALA?
    Porque assusta a qualquer um de nós ler isso, fica parecendo que os colegas daí estão na senzala. Nenhum de nós quer crer que eles se submetam a tal humilhação!

    ResponderExcluir
  113. Boa tarde, colegas
    Gostaria de parabenizar o professor Euller pelo seu fabuloso blog e tambem dar os parabens para a Escola Estadual Luiz Prisco de Braga que e a unica escola de Joao Monlevade que esta inteiramente parada, seus professores estao realmente na luta pelo piso. Parabens colegas do Liuz Prisco!!! Força, ate a vitoria final

    ResponderExcluir
  114. João Paulo Ferreira de Assis27 de agosto de 2011 16:16

    Prezado amigo Professor Euler

    Preste atenção a este comentário:

    ''Colegas fiquem atentos a maldade do governo. Noventa dias consecutivos implica em abandono do cargo.Processo administrativo.Contem bem os dias,trabalhe um dia e volte a luta.Provavelmente é esta a armadilha.Verifiquem juridicamente,pois as leis são distorcidas pelo faraó''.

    Veja bem, no dia 05 de setembro completar-se-á o prazo fatal dos 90 dias. O governo pode tentar alguma maldade contra nós. Pode alegar, por exemplo, abandono de cargo. E com esse judiciário fajuto que nós temos, o pedido dele vai ser acolhido, e corremos o risco de termos de voltar às salas de aula sob pena de abertura de processo administrativo.

    Os companheiros que estão em greve desde o dia 08 de junho devem conversar com a companheira Beatriz a esse respeito. Não devem, portanto, esmorecer, e nem se deixar surpreender pelos acontecimentos.


    Pode parecer que eu fiquei medroso de repente, mas não é. Minha escola só entrou em greve dia 15 de agosto, portanto, não tem um mês de greve ainda. Penso é nos companheiros.

    Agora uma dúvida: o mandado de segurança eu é que tenho de impetrá-lo para que o Estado me pague, ou é o Sindicato que tem de fazê-lo?

    Saudações, ATÉ A VITÓRIA!!!!!!

    João Paulo Ferreira de Assis.

    27 de agosto de 2011 15:28

    ResponderExcluir
  115. BOA TARDE COMPANHEIROS!!!
    A PRESSA É DO GOVERNO.PAGA O PISO A GREVE ACABA.ENROLA, A GREVE CONTINUA...

    NA ASSEMBLÉIA DO DIA 31 É PRA LOTAR. TODOS OS GUERREIROS DEVEM ASSUMIR O COMPROMISSO DE CONVIDAR MAIS TRÊS PESSOAS.
    VAMOS TREMER A CAPITAL NOVAMENTE!

    COM LUTA , COM GARRA , O PISO SAI NA MARRA!
    FORÇA NA LUTA COMPANHEIROS!!!
    PROFESSOR ODAIR JOSÉ

    ResponderExcluir
  116. Olá, Euler.
    Mesmo não estando em GREVE, a minha Escola ninguém entrou...Tomei a liberdade de escrever à Rede Globo contando o que está acontecendo em Minas e a falta de respeito deste governo!Sei é claro que eles já sabem, mas não custa tentar não é.Escrevi também ao Ministério Público.É pouco o que posso fazer sozinha....

    Atenciosamente,

    Aparecida

    ResponderExcluir
  117. Recebi por e-mail:

    "hilda marcelino:

    Euler, pode fazer o favor de postar este site com este comentario? Obrigada

    Hilda Marcelino
    Prof. Português


    Isto traduz bem a nossa querida sociedade feliz e ordeira, e o melhor, vista por um espanhol! Só a gente que não consegue enxergar.

    "Que país é este que junta milhões numa marcha gay, outros milhões numa marcha evangélica, muitas centenas numa marcha a favor da maconha, mas que não se mobiliza contra a corrupção?!?..."

    (07/07/2011 Juan Arias, correspondente no Brasil do jornal espanhol El País)

    http://ordem-natural.blogspot.com/2011/07/por-que-os-brasileiros-nao-reagem-juan.html


    Dedico este texto aos professores "inanimados" que permanecem ou voltaram para a sala de aula, reassumindo seu cargo ou o cargo do colega em greve. Será que vocês terão coragem de aceitar os beneficios alcançados pelos seus colegas????????????? Eu teria vergonha disso!!!!!"

    ResponderExcluir
  118. Minha colega de área, essa discussão daria uma boa análise sociológica, mas, obviamente, não vamos pedi-la ao sociólogo FHC.

    ResponderExcluir
  119. Façamos uma troca quem ainda não teve a coragem de entrar de greve que entrem agora.Afinal tantos colegas correndo riscos por 80 dias .TA NA HORA DOS ACOMODADOS AGIREM .. VAMOS TURMA ENTREM DE GREVE! TODA A MINAS QUER O PISO!!!!!
    LUTEM E CONQUISTAREMOS A VITÓRIA.

    ResponderExcluir
  120. Olá pessoal

    "Um professor incomoda muitos governadooooores,

    153.000 incomodam,
    incomodam,
    incomodam muitttto mais !!!

    kkk

    Acabei de receber este e-mail da NDG
    Karina Silva:

    Enviadas: Sexta-feira, 26 de Agosto de 2011 16:18h
    Assunto: Enc: Fwd: Piso salarial - Estamos prestes a conseguí-lo! Repassem


    Colegas,
    Acabei de assistir ao vivo, na tv Assembléia, uma entrevista com o deputado Rogério correia, onde ele explica para a repórter, que o governo não tem mais o que discutir. Os professores já ganharam para que o piso seja pago, em todas as estâncias e o governo não pode mais recorrer. Segundo ele, o governador disse que está esperando o comunicado oficial do Supremo, para que o pagamento comece a ser feito. O sindicato entrou com um pedido para que aqueles que continuaram na forma de subsidio, possam voltar à carreira antiga pois dessa forma poderão receber também o vencimento básico proposto pelo governo federal, inclusive os designados que não tiveram esta opção.
    Abraços
    R ..."
    __________
    Até breve !

    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  121. Guerreiro de Vespá, mestres...

    Também concordo com Charlote Sampaio, não podemos ceder um milímetro sequer, nada de concessões a esse facínora denominado NANÁ, "para os íntimos". "Essa greve não será fácil", dizia a Beatriz, entramos conscientes de nossas responsabilidades com a luta (e que luta!). Então porquê oferecer facilidades para essa corja desalmada? Exigimos o piso integral, exigimos o retroativo a partir de janeiro de 2010 e quiçá desde que a lei foi sancionada (março de 2008). Desta feita, já estamos sendo bastante benevolentes, pois abrimos mão do piso da CNTE. Qualquer tipo de negociação, negociata, trambiques e maracutaias será uma afronta a nossa via-cruzes para que a lei seja cumprida. Não consigo imaginar esses valorosos guerreiros serem ludibriados mais uma vez. Exigir o cumprimento da lei sem arremendos, sem escalonamentos com o a devolução do que nos foi sonegado, é o mínimo que precisamos pra justificar, cada cara pintada, cada lágrima,cada post, cada espanto, cada sem-terra sua roupa surrada e seu tambor, cada nativo, vozes, mãos, batuques, pratos, sax, apitaços, cores, dores, sonos, soníferos, dramins, rivortril, anafranil, aropax...

    E de nada arrependemos e por nada cederemos antes que nos seja entregue o PISO PELO QUAL LUTAMOS. Assinado,carimbado, sob o olhar atento da do NDG, da polícia federal, da interpol, das treze almas benditas, etc.

    Fui a uma escola na qual estão trabalhando normalmente vários professortes, fazer o diálogo(pela 7º vez) para que se juntasse a nós, Antes panfletamos na porta da escola na entrada dos alunos. Se recusaram a vir conosco e os alunos nos chamaram de "bando de desgraçados" e ainda nos ameaçaram que se voltássemos iria nos linchar. Então você me fala de benevolência com esse governo?

    PERTENÇO AO NÚCLEO DURO DA GREVE E FAÇO UM APELO: NADA DE CONCESSÕES... Em Curvelo cidade onde moro e região, temos travado uma verdadeira batalha pra manter o índice, portanto como todos os outros companheiros, não estamos com pressa... Podemos esperar o tempo que for preciso.

    É GREVE, É GREVE, É GREVE!!! GOVERNO ANASTAZIA, PAGUE O PISO QUE NOS DEVE!!! Aqui nas veredas do Guimarães Rosa, somos mais que a poupa quente do piqui... Somos antes dela, o espim!

    Ana gazolina, renata barata vintén, naná do caô??? COMPANHERADA, GREEEEEEEEEEEVE PRA CIMA DEEEEEELESSSSSSSSSSSSS!!!

    luciano Jose Rodrigues - Curvelo

    ResponderExcluir
  122. Olá bravos combatentes! A letra da música a seguir, é para quem não aderiu a greve e ficou no suicídio: Blues da Piedade - Cazuza

    Agora eu vou cantar pros miseráveis
    Que vagam pelo mundo, derrotados
    Pra essas sementes mal plantadas
    Que já nascem com caras de abortadas
    Pras pessoas de alma bem pequena
    Remoendo pequenos problemas
    Querendo sempre aquilo
    Que não têm
    Pra quem vê a luz
    Mas não ilumina suas mini-certezas
    Vive contando dinheiro
    E não muda quando é lua cheia
    Pra quem não sabe amar, fica esperando
    Alguém que caiba no seu sonho
    Como varizes que vão aumentando
    Como insetos em volta da lâmpada
    Vamos pedir piedade
    Senhor, piedade
    Pra essa gente careta e covarde
    Vamos pedir piedade
    Senhor, piedade
    Lhes dê grandeza e um pouco de coragem.
    Quero cantar só para as pessoas fracas
    Que tão no mundo e perderam a viagem
    Quero cantar os blues
    Com o pastor e o bumbo na praça.
    Vamos pedir piedade
    Pois há um incêndio sob a chuva rala
    Somos iguais em desgraça
    Vamos cantar o blues da piedade.

    ResponderExcluir
  123. Caros Colegas,

    O professor amarrado é o mesmo que iniciou a campanha na UFMG que culminou na presença dos alunos e do Miguel Arroyo na Assembeia. Gostaria de agradecer aos colegas de luta da escola Sandoval de Ibirité, Paulo, Renildo, Roni, Luciano, Rose, Rejane, Marcelino e, claro, Thiago (O amarrado). Eles são do NDG.

    Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  124. Fátima - Professora de História - Ubá27 de agosto de 2011 17:05

    Sr. Governador chega de dar uma de coitadinho pra cima do povo, porque sua máscara caiu, ninguém mais acredita nas suas lorotas. Deixa esse falatório mentiroso de lado e assuma as suas responsabilidades. O Sr. mentiu dizendo que já pagava além do piso, mente agora dizendo que não tem como pagar o piso. Percebeu como o Sr. está se enrolando com tantas mentiras. Que feio! O Sr vai conseguir entrar para a História como o governador que tentou destruir a educação destruíndo o seu principal pilar, o PROFESSOR. Mas a História com certeza não irá negar-lhe também o mérito do mais mentiroso. Talvez o Sr. até ganhe uma estátua em praça pública com aquele narizinho do Pinóquio, pra gente não esquecer jamais.
    Mineiro não gosta de enrolação, mineiro não gosta de mentiroso, mineiro gosta das coisas muito certinha, mineiro não é bobo não!

    ResponderExcluir
  125. GRAÇA:

    Boa tarde Prof Euler,,

    Não consegui postar as fotos, estão excelentes, veja lá.

    Salarios Professor 1.187,00 Deputado R$26.700,00

    TROQUE 1 DEPUTADO POR MUITOS PROFESSORES!

    Estudantes fazem neste sábado (27), a partir das 13h, uma marcha pela educação na avenida Paulista, em São Paulo. A ideia é seguir pelas ruas da capital paulista até a Secretaria de Estado de Educação, no centro da cidade. Segundo os organizadores, a marcha é um movimento "independente".
    Entre as reivindicações, estão maior investimento na educação -10% do PIB (Produto Interno Bruto)-, a aprovação do projeto de lei do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) que obriga políticos eleitos a matricularem os filhos em escolas públicas e revisão e balanço anual do PNE (Plano Nacional de Educação), que tem metas para um período de dez anos.

    http://noticias.uol.com.br/educacao/2011/08/27/estudantes-fazem-neste-sabado-marcha-pela-educacao-em-sao-paulo.jhtm

    ResponderExcluir
  126. Querido Professor Euler,
    Nem o conheço, mas já tenho profunda admiração e respeito por você. Obrigada por ter nos acolhido aqui neste blog, nesses momentos de luta e angústia. Aqui nos sentimos amparados. Amparados pelas informações, reflexões e pela força que você nos transmite.É um espaço ÚNICO! Parabéns...
    Abraços
    Firmes na luta até a nossa vitória. PIIIIIIISOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  127. ATENÇÃO Sind UTE MG,
    Alô Beatriz,
    Alô Euler,

    SOMOS SOLIDÁRIOS COM OS COLEGAS QUE QUEREM UMA OPORTUNIDADE PARA RETORNAR AO REGIME REMUNERATÓRIO.

    A GREVE, CONTINUA.
    NDG.

    ResponderExcluir
  128. Triângulo Mineiro a greve continua e mais adesões estão acontecendo. é isso aí FORÇA NA LUTA , NUNCA É TARDE PARA VENCER A GUERRA.

    ResponderExcluir
  129. Por e-mail:

    "Hilda Marcelino - Prof. Português:

    Euler, não estou conseguindo postar no seu blog, mas gostaria de contar uma situação que eu soube que está acontecendo no Machado de Assis: Uma professora em greve assumiu uma designação de 9 aulas para substituir uma professora do 3o. ano.

    Veja bem: ela já tem um cargo completo como efetiva e mais 9 aulas como efetivada. Quero crer que isso seja apenas um boato.

    Tentei falar na Metropolitana C e a inspetora que atendeu meu telefonema se enrolou toda e não soube esclarecer nada.

    Tem gente que é podre mesmo...

    Obrigada pela atenção.

    Hilda Marcelino - Prof. Português".

    ResponderExcluir
  130. Por e-mail:

    "FRANCISCO PEREIRA - CURVELO:

    O MISSIONÁRIO E O PROFESSOR

    HAVIA UMA LENDA DE UM BOM HOMEM QUE AO LONGO DE TODA A SUA VIDA USOU TODOS OS SEUS CONHECIMENTOS PARA ENSINAR E EDUCAR OUTRAS PESSOAS SEM SE PREOOCUPAR COM O SEU SALÁRIO.

    MORREU POBRE, ESQUECIDO SEM TER O SEU NOME DIVULGADO E NEM MESMO COLOCADO EM QUALQUER PRAÇA, RUA OU COLÉGIO.

    PERCEBO QUE O GOVERNO DE MINAS GERAIS TRATA O PROFESSO/EDUCADOR COMO SE ELE FOSSE ALGUM MISSIONÁRIO PERTENCENTE À ALGUMA ORDEM RELIGIOSA TIPO FRANCISCANOS, BENEDITINOS, VICENTINOS ETC.

    NA VERDADE OS PROFESSORES SÃO A ÚNICA CLASSE (EM EXTINÇÃO, DIGA-SE DE PASSAGEM) EM QUE O SALÁRIO DIMINUE COM A FALTA DE OFERTA. FALTAM 300 000 PROFESSORES NO BRASIL E RAROS SÃO OS ESTADOS QUE PAGAM SALÁRIOS DIGNOS.

    NÓS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS LUTAMOS POR PISO SALARIAL MISERÁVEL E AINDA ENCONTRAMOS RESISTÊNCIA DO GOVERNADOR QUE UM DIA JÁ FOOOOIIIII!!!! UM PROFESSOR.

    EU COMO PROFESSOR CONCURSADO ESTOU PENSANDO SERIAMENTE EM ME EXONERAR E IR TRABALHAR NAS OBRAS DO PAC, NO MINEIRÃO, DE DIARISTA, NA POLICIA MILITAR OU QUALQUER OUTRA PROFISSÃO ONDE TENHA MAIS VALOR.

    PARA ENCERRAR A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS VAI TÃO MAL QUE SE O GOVERNADOR RESOLVESSE TRATAR A EDUCAÇÃO COMO INVESTIMENTO E NÃO COMO DESPESA OS RESULTADOS POSITIVOS LEVARIAM ALGO EM TORNO DE 20 ANOS PARA COMEÇAR A APARECER.

    ESTA REFLEXÃO VAI PARA GOVERNANTES, PAIS, MINISTROS E TODOS AQUELES QUE INSITEM EM DESTRUIR O SISTEMA EDUCACIONAL DESTE PAÍS."

    ResponderExcluir
  131. Pessoas queridas,

    Vocês vão me matar (?!), mas eu vou dizer: obrigada, fulano de tal (não digo o nome daquele outro lá)por ter me dado a oportunidade a voltar ao sistema antigo de remuneração. Só retornei na última oportunidade,um pouco antes de 10 de agosto. Fico arrepiada só de pensar no risco que corri, por causa de 200,00. Graças a Deus, e com a juda deste Blog, caí na real. Muitos dos meus colegas, muitos mesmo, optaram por continuar no subsídio, apesar de eu ter indicado o Blog do Euler, tão esclarecedor. Fui chamada de maluca. Chegaram a dizer que eu estava andando para trás.
    Por essas e outras, Euler, eu quero agracer a você e a todos os colegas que opiniram, que só faltaram pedir "pelo amor de Deus" para gente retornar aos sistema antigo, agora, mais atual do que nunca. Sou obrigada a agradecer também àquele outro pela oportunidade que me deu de resgatar minha carreira, escolhida por vocação, por livre e espontânea vontade. Eu sei que ainda é pouco. Merecemos muito mais. Mas só de pensar que o ano de 2011 é um divisor de águas no Magistério mineiro, já me emociona.
    Eu já não tenho palavras para expressar a minha esperança em dias melhores para a educação de Minas e do Brasil.
    Um grande abraço a todos e que Deus continue nos abençoando!

    ResponderExcluir
  132. Olá NDG e combativo Euler,
    Tudo bem devemos ser solidários com os colegas que não puderam optar pelo retorno a antiga remuneração, só não podemos esquecer que a maioria dos fura greves estão no sbsídio por escolha própria porque acreditaram mais no governo do que no sindicato.Diziam que o governo só iria investir no subsídio e pelo menos aqui na minha escola criticaram nós que estamos de greve e optamos pela remuneração antiga.Torceram pelos professores tampões e sugeriram entre eles, eles mesmos substituirem os professores do terceiro ano. Não é uma vergonha?Portanto devemos ser benevolentes mais nem tanto.
    Até a vitória!!!
    Gilvânia, História.

    ResponderExcluir
  133. Para Aparecida, postado as 16:22, minha cara fico muito triste em saber que você e mais tantos outros professores não aderiam a greve até hoje, com uma desculpa de que a minha escola não entrou e sozinha não posso fazer nada!!!!!!FICO MUITO INDIGNADA COM ISSO!Só para você saber, na minha escola em Uberlândia no turno matutino só eu e mais um colega entramos em greve desde o dia 08 de junho.Já colocaram até um tampão no meu lugar, um farmáceutico,meu marido professor tambem esta em greve, as contas estão todas atrasadas e nem por isso desisti. Só saio desta greve com o meu piso. Entre nessa luta e alivie sua conciência.
    Abraços a todos os guerreiros!!!!!!!
    Helena, Uberlândia

    ResponderExcluir
  134. EULER


    SOMOS FAVORÁVEIS A GREE, E COMO NÃO TEM DATA PARA ACABAR, MANDE O Nº DA ONTA, ABRA UMA, PARA RECEBER DOAÇÕES PARA OS SEM SALARIO, TEM MUITOS QUE NÃO ESTÃO PARALIZADOS, MAS PODEM CONTRIBUIR PARA PAGAR A CONTA DOS QUE ESTÃO SEM SALARIO,



    É UMA ALTERNATIVA

    DEVIAMOS TER PENSADO NISSO ANTES

    ResponderExcluir
  135. Boa Noite a todos, Na greve de 2010 terminamos uma greve sem comemoração. Gostaria que esse ano fosse diferente, só suspenderemos a greve quando anastasia pagar o piso. então gostaria que fosse feita uma passeata como a do dia 24/08 em agradecimento ao apoio da população que tanto nos apoiou, devemos fazer faixas de agradecimento e compreensão e pedir aos organizadores da passeata as mesmas músicas do dia 24/08. pois foi muito emocionante, teve muita gente que até chorou. Fica aí minha sugestão.

    IDINEI CORRÊA DE IPATINGA

    ResponderExcluir
  136. Sou pai de dois alunos da Escola Pública Estadual - um do 3º e outro do 9º anos -. Eles estão sem aulas desde o dia 08 de junho.Triste realidade...Porém, não estou reclamando (a não ser das contas que aumentaram com eles dentro de casa o dia todo). Reclamo, sim, do descaso deste governadorzinho pela educação de qualidade. Prefiro ver meus filhos sem aula,sabendo da lição de cidadania que estão recebendo dos "verdadeiros professores" em greve. Os professores-tampão do 3º ano esãoá ficando sozinhos na Escola. Espero que não recebam o iníquo salário, pois realmente não merecem. Vocês já são vitoriosos EDUCADORES!!!

    ResponderExcluir
  137. ...enquanto isso...às 17:54...
    ...na cidade INADIMINISTRÁVEL*(RB), estão chegando advogados e juristas para debaterem e arquitetarem um prano, encomendado por NANÁ o +++satanás maligno+++, juntamente com toda a equipe de governo.
    ...renatinha barata tonta, então abre o forum de debates com uma mensagem de NANÁ o +++satanás malígno+++,
    ...Em primeiro lugar,
    ..."mão envolvam o meu nome nem o nome de nosso querido múmia do faraó maldito nesta lambança".
    ..."mas encontrem uma fórmula para ridicularizarem os pagamentos dos professores".
    ..."usem a "MÍDIA DE ALUGUER MINEIRA", escrita, falada e televisada, pare darem as notícias preparadas por nós".(o MARO, está ficando bom nisso).
    amanhã é domingo um ótimo dia para isto, pois teremos muitos leitores.
    ..."usem como modo de pagamento, o escalonamento a longo, longo, longo prazo".
    ..."sejam extremamente perverso com eles, os Professores".
    ..."lembranças malígnas e malditas para todos vocês".

    ...NANÁ ainda manda um recado:
    - "digam pro MARO que eu também adoro supositórios ROLHEX".

    ...o prano diabólico está tomando forma, os professores que se cuidem...

    ...enquanto isso...
    ...do outro lado da cidade, estã a resistência dos Professores, no bunker do BLOG DO EULER, todos a pensar...pensando, pensando.
    ...o que fazer?
    ...como vamos reagir a este saco de maldades?
    ...agora é com vocês professores, precisamos de criatividades, o que fazer?
    ...mas o NGD do BLOG DO EULER, responde firmemente:
    - contra essa injustiça, GREVE NELES, GREVE NELES!
    - não vamos amolecer,força, coragem, persistência e determinação, estamos aprendendo como se combate com este grupo demoníaco.
    - somos a favor de todas as lutas sociais, ...,...e vamos então MANTER A GREVE, GREVE E GREVE.(essa turma é osso duro de roer, hein?).

    ...enquanto isso...em algum lugar perto dali...
    ...homens estranhos, vestidos de capas pretas, observam tudo, alguns com binóculos, observam e observam.
    todos com enormes livros debaixo dos braços...
    ...serão eles pertencentes à LIGA DA JUSTIÇA?
    (já, já, descobriremos).

    não percam o final desta istória está prometendo emoções fortes.

    ATENÇÃO,
    ...Professores, leitores do BLOG DO EULER, terminem essa istorinha...de agora em diante, é com VOCÊS.
    ...e o final FELIZ desta istorinha depende muito de todos VOCÊS.

    obs: se o MARO esquecer de mandar os supositórios ROLHEX pro NANÁ, mandem vocês.
    *(RB = re´república dos bananas).

    BOM DOMINGO A TODOS OS PROFESSORES MINEIROS.
    ESTEJAM SEMPRE MUITO BEM E FELIZES.

    ...E O SOL NASCE NOVAMENTE;
    ...E A LUTA CONTINUA;
    ...ASSIM É A VIDA.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  138. Olá Euler e demais companheiros do NDG,

    Ah... vocês não sabem o quanto é angustiante ficar sem acesso ao Blog "Blog do Euler" e do NDG. Estou desde sexta sem notícias... fiquei até pensando que fosse intriga da oposição!
    Ainda bem que estou conseguindo hoje acessá-lo... tantos vídeos ótimos e novidades...
    Abraços e creio que a vitória já é nossa em nome de Jesus!
    Patrícia Cruz. Pará de Minas.

    ResponderExcluir
  139. Ô governozinho sem vergonha.
    Paga mais que o piso;
    Não negocia com grevistas;
    Está preocupado com os alunos;
    É cumpridor das leis;
    Está preocupado com a LRF;
    Será que o repertório de mentiras do satanastasia não tem fim?
    Agora vai colocar a culpa na sapolla e vai demiti-la. Mas ela é apenas pau-mandado.
    Vai dizer que foi a renata hiena que não o avisou. Mas ela também é pau-mandado.
    Tá certo que nem a sapolla e nem a hiena prestam, são merda do mesmo esgoto de onde vieram fhc, faraó, satanasia, azeredo (é tudo minúsculo mesmo como o caráter das criaturas em questão).
    O melhor que essa corja faria é juntar as malas e sumirem para a Líbia (coitado do povo de lá).
    Queremos o piso integral, INTEGRAL!
    Nada de proporcional. Nada de escalonado.
    Fora satanasia e sua corja.
    PISO NELES!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  140. AMIGA, AMEI O SEU BLOG,
    QUERIA TIRAR UMA DÚVIDA COM VC, SE POSSIVÉL.
    TRABALHO A QUASE 20 ANOS COM PROFESSORA.ENTREI NA EFETIVAÇÃO PELA LEI 100, NO CARGO DE ATB,
    FUI DISPENSADA POR FALTA DE VAGAS NÃO ENTREI NA EFETIVAÇÃO DE PROFESSOR, E PERDI MEUS CARGOS, NEM PROFESSOR E NEM ATB, VOLTEI A SER DESIGNADA NO CARGO QUE FUI EFETIVADA ONDE TRABALHO ATÉ HOJE. E AGORA ELES LANÇARAM ESSA VAGA PARA CONCURSO.
    A PERGUNTA E A SEGUINTE: EXISTE ALGUMA LEI QUE POSSA ME AMPARAR?
    E VC PODE ME AJUDAR ENVIANDO ESSA INFORMAÇÃO?

    ResponderExcluir
  141. Persistência e Paciência, pois você merece alcançar todos os sonhos!!!
    É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão.
    Autor desconhecido
    CONTINUAR É PRECISO,PISO PRA TODOS DA EDUCAÇÃO...

    ResponderExcluir
  142. Euler,
    gostaria de fazer uma observação importante sobre o percentual de profissionais que ficaram no subsídio. Um número significativo foi de aposentados. isto é uma covardia, muitos não ficaram sequer sabendo da possibilidade e da vantagem de voltar ao regime antigo. Ficaram felizes com o "aumento". Eu mesmo orientei vários, mas como atingie a todos, a mídia está vendida por muitos 30 dinheiros espalhando as benesses do subsídio, as pessoas mais idosas e cidades menores não tem acesso à internet, ficou difícil para eles. O que o governo fez foi comparável ao golpe do 171, tentou e conseguiu ludibriar muitos aposentados indefesos, às vezes vivendo sozinhos. ISTO É CRIME! 171 DÁ CADEIA! o "correto"(entre aspas pois nada relacionado ao suicídio tem como ser correto, a não ser o seu fim) era ter deixado todo mundo na carreira antiga e quem quisesse se manifestar migraria para o subsídio. Duvido que haveria esse número. GOVERNO GOLPISTA! A JUSTIÇA DIVINA O AGUARDA!! COVARDE!!! PISO JÁ PARA TODOS!!!! FORA NANÁ.RSRSRSR

    ResponderExcluir
  143. Euler e NDG - a sementinha está sendo plantada.

    http://educacao.uol.com.br/album/marchadaeducacao_album.jhtm#fotoNav=1

    ResponderExcluir
  144. Professor Euler,

    ANALISE PARA NÓS,PRINCIPALMENTE O PARÁGRAFO GRIFADO PELO LEITOR (*X*X*X*).

    TEXTO RETIRADO DO BLOG DA BEATRIZ DO Sind UTE.


    • O que esperar do Governo do estado

    Juntando cada "retalho" em que se transformou a postura do governo a que tive acesso através dos meios de comunicação, percebo que vamos enfrentar a velha desculpa da Lei de Responsabilidade Fiscal e estudos aos quais precisamos estar muito atentos.
    Dentre os retalhos, alguns merecem a nossa atenção:
    - o cumprimento da lei do piso seria apenas para os que saíram do subsídio;
    - escalonar a aplicação do piso;

    *X*X*X*X*- projeto de lei à Alemg para alterar direitos e vantagens em vigor;

    É importante ressaltar que o Governo NÃO APRESENTOU nenhuma proposta ao sindicato nem há reunião agendada.

    A importância do fortalecimento da greve

    A publicação do Acórdão não encerra a nossa luta. Ao contrário, trouxe legitimidade para que continuemos e mostrou a coerência em nossas reivindicações.
    Por isso, é importante fortalecer a greve, continuar visitando escolas, realizando atividades de rua.
    Conhecemos este governo. Ainda enfrentaremos anúncios e propostas que não refletirão a correta aplicação do Piso Salarial. O momento é de unidade e fortalecimento.

    Grato.

    ResponderExcluir
  145. Hora da Educação: Galera, participem e divulguem o ato simbólico "Hora da Educação em Minas". O ato consiste em apagarmos todas as luzes das nossa casa,durante 1 hora, a partir das 20:00,do dia 30 de agosto, em repúdio ao descaso do Governo de Minas Gerais que não negocia com os Educadores em greve a mais de 80 dias. Vamos lá! Vamos fazer do APAGADOR o nosso instrumento de indignação.

    ResponderExcluir
  146. Comentário
    Messias José Camargo
    BH

    O governador não precisa contar com apoio de ex para tirá-lo desse imbróglio em que ele se envolveu com a questão do PISO SALARIAL DOS PROFESSORES, primeiro porque isso já gerou um desgaste enorme, o que não precisava chegar a tanto. Aliás esse episódio só tomou essa proporção visto que o governador é mais técnico do que político, um político de DNA, tomaria providências para evitar um mal maior. Esse dissabor se associa, ainda, por ser a saúde, a educação e a segurança bandeiras políticas de qualquer político. E há 8 meses deste governo, o discurso sobre educação já foi para o ralo, a ponto de os estudantes, praticamente, terem perdido o ano letivo no que tange à preparação para o Enem, para os vestibulares e em nível de conhecimento, tudo isso se perdeu e não tem como recuperar, a sociedade já contabiliza o resultado negativo dessa falta de tarimba política do governador, por isso a ausência do ex-governador será bem notada, pois aproximar-se do que está no poder, agora,lhe transferiria, também, o ônus da situação. Então, fica assim: QUEM PARIU O MATEUS QUE O EMBALE! Para quem tem pretensões de ocupar o palácio do Planalto não pode ter em seu currículo nenhum atrelamento com um governo que, pela primeira vez na história do estado, causou um prejuízo social à sociedade de grandes proporções, porque esses jovens e seus pais lembrarão disso para sempre. Essas coisas viram pechas na vida do político e, às vezes, não conseguem se livrar delas. E a oposição, como diz a moçada, está só filmando, tudo isso vai aparecer no próximo período eleitoral, não só ele perde como o seu próprio partido, o ônus será distribuído a todos.

    http://www.otempo.com.br/otempo/colunas/?IdColunaEdicao=16194&busca=greve%20professores&pagina=1%20http://www.google.com.br/

    ResponderExcluir
  147. Prezadas Colegas e Prezados Colegas.
    Paz e Bem.
    "No Reino de Deus tudo é para todos. Se aqui uns acumulam, tornando-se privilegiados, isso é às custas da miséria de outros". Infelizmente isto vem acontecendo em nossa longa história.
    Abraços e parabéns caro Euler.
    Que Deus abençõe a todos.
    Ernani Prado.

    ResponderExcluir
  148. Concordo com o anônimo das 18:52, pois mtos de nós não tivemos escolha em passar para o regime antigo, inclusive eu. Alguns colegas se mostraram contra a unidade da categoria ao dar um "bem feito" aos que estão presos ao subsídio, como se gostasse de ver outros professores se " dando mal". Acho que o momento é de uma luta conjunta.
    Mesmo sabendo que não terei vantagens, já que não pude voltar para o antigo regime, por ser designado, continuo em greve, pois acredito que devemos nos unir pela classe e não por vantagens pessoais, pois dessa forma todos seremos valorizados em algum momento...

    Olhar para o próprio umbigo é um erro imenso e só fortalece o propósito do governo de separar a categoria...

    Concorda comigo, caro Euler?

    ResponderExcluir
  149. Luiz Roberto
    BH 27/08/2011 - 19h19Luiz Roberto

    Realmente faltou ao Governo a habilidade política necessária para lidar com a crise na educação. Mas por que foi tão ínabil? Porque faltou humildade e sobrou arrogância. Do Governador até o comissionado de menor porte, passando pelos Secretários, a arrogância dos membros do Governo Anastasia é de dar engulhos, causa náuseas a quem tem contato com eles. Acham-se iluminados, vivem e pensam como se fossem sábios de uma estirpe divina, seres que desceram à Terra para nos brindar com o brilho de suas inteligências. De tanto pavonearem-se mutuamente, desfilando rapapés e elogios entre os membros de sua corte, ostentando uma falsa nobreza com que se coroaram, perderam de vista a essência política do ato de governar. Fizeram pouco caso dos educadores, trataram professoras e professores com desdém, elaboraram discursos e propostas vazios em conteúdo, apresentados como se fosse benefícios incomensuráveis. Mas tudo resultava de uma esperteza rasteira, uma arapuca de baixa extração, calçada em tecnalidades jurídicas, que foi implodida solenemente pelo acórdão do STF. Agora, a arrogância levará o Estado a arrostar milhares de ações judiciais, um custo absurdo que será pago pelas futuras gerações de mineiros. Os arrogantes e sua troupe de falsos sábios atiraram sobre todos nós o preço social, político e econômico de seus desmandos, de seu desrespeito pela ética, o preço de suas mentiras e enganações, de sua vilania e de sua incompetência para governar de forma correta e justa um dos maiores Estados brasileiros. Fora, fora, fora com eles, porque nos trouxeram o pior, o mais desastroso e desastrado exemplo de incapacidade política que Minas Gerais viu, desde o malfadado Azeredo e o malsinado Newtão.

    ResponderExcluir
  150. *****A-T-E-N-Ç-Ã-O********

    OBSERVAÇÕES IMPORTANTE:

    - NÃO NEGOCIEM COM O GOVERNO.

    - NÃO DEIXEM DIREITO NENHUM SER ESCALONADO.

    - COBREM TODOS OS DIREITOS, IMEDIATAMENTE.

    - EXIJAM TODOS OS DIREITOS, IMEDIATAMENTE.

    - NÃO CEDAM UM MILÍMETRO SEQUER.

    *** ELES VÃO QUERER PASSAR UMA LEI NA ASSEMBLEIA HOMOLOGOTIVA, ATERANDO A LEI DO REGIME REMUNETATÓRIO PARA DIMINUIR AS VANTAGENS.

    - OS PREJUÍZOS SERÃO GRANDES.

    - MUITO CUIDADO COM ESTE LOBO VESTIDO DE CORDEIRO.

    - GREVE NELES, GREVE NELES.

    - FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  151. Euler,
    Estou preocupada.Alguém postou que 05 de setembro
    farão 90 dias de greve e quem está de greve desde
    08 de junho,corre o risco de entrar em processo
    administrativo.Direito de greve é garantido pela
    nossa constituição.Diante do exposto corremos o
    risco?Por favor não deixe de responder este post.

    ResponderExcluir
  152. No Jornal "O Tempo" hj noticiando a ideia de pagar o Piso de forma escalonada... Encontrei esse comentário e peço licença p/ repeti-lo aqui:

    "Pagar Piso de forma escalonada?! Façam isso com o subsídio do alto escalão! Será que podemos pagar nossas contas de forma escalonada? Este mês eu pago a luz... mês que vem eu pago a água... no outro o telefone... Vai nessa!!! Quando nossas contas em casa não fecham, o que fazemos? Cortamos os supérfluos. O governo pode começar cortando o que tem de inútil (Renata, Gazzola, muitos puxa-sacos etc etc)e, por fim, sumir de nossa vista. O governo disse que não negociava com grevista. Quem não quer negociar agora somos nós. Só queremos que a lei seja cumprida."

    (Rogério da Fonseca Trindade - Curvelo)


    Reflete o nosso posicionamento, não???

    Abço a tds!

    Força na Luta!!

    ResponderExcluir
  153. Pelos comentários lidos, penso que o GOVERNADOR já cavou a sua cova e com 7 palmos de fundura. rs

    ResponderExcluir
  154. FORÇA, CORAGEM. RESISTÊNCIA, PERSISTÊNCIA E DETERMINAÇÃO.

    COM DEUS, VENCEREMOS!"

    ResponderExcluir
  155. Colegas,
    O Anastasia está querendo pagar o piso no estilo
    Casas Bahia? Meu salário dividido em 36 vezes
    sem juros? Nem pensar...
    Prefiro Ricardo Eletro; melhor preço e a vista.

    ResponderExcluir
  156. Hora da Educação: Galera, participem e divulguem o ato simbólico "Hora da Educação em Minas". O ato consiste em apagarmos todas as luzes das nossa casa,durante 1 hora, a partir das 20:00,do dia 30 de agosto, em repúdio ao descaso do Governo de Minas Gerais que não negocia com os Educadores em greve a mais de 80 dias. Vamos lá! Vamos fazer do APAGADOR o nosso instrumento de indignação.

    ResponderExcluir
  157. ESPERANÇA. Carlos Chagas27 de agosto de 2011 19:57

    Caros colegas de luta,estamos quase chegando ao final de mais uma luta, pois muitas ainda estão por vir em si tratando de educação. Vamos continuar em greve até o governador pagar o nosso suado piso. Hoje estou mais confiante do que nunca,percebo que o astral dos colegas esta bem elevado, é bom compartilhar este sabor de vitória, sabendo que juntos fizemos a diferença e vencemos as opressões. Hoje ri muito, foi um relax a visita ao blog, tem um anônimo ai que é muito engraçado. Um abraço vitorioso. Até dia 31 na assembléia

    ResponderExcluir
  158. Comentário que nos fazem rir.

    Comentário a respeito do texto de opinião
    "Falta jeitinho ao governo " publicado no Tempo,
    Publicado no Jornal OTEMPO em 27/08/2011

    Luiz Roberto
    BH

    Brilhante coluna! Análise correta e limpa da situação, sem favorecer a nenhum dos lados. Assim deve ser o bom jornalismo! o Governador deve repensar suas estratégias com urgência, buscar uma reforma de seu secretariado, inclusive no SEPLAG. Renata Vilhena tem seus méritos como tecnocrata, mas é só isso. Prisioneira de uma visão tecnicista e elitista do papel do Governo, perdeu-se na frieza dos números, enquanto Beatriz Cerqueira deu uma aula do que é um fazer político bem feito. Ela maneja com maestria ímpar seus argumentos, sabe esgrimir com vigor e astúcia, colocou as duas Secretárias nos cantos do ringue e com o auxílio do STF e seu acórdão, deu uma estocada no lado esquerdo do Governo, que agora vai sangrar em público, levando junto a credibilidade de Anastasia e de Aécio, ambos feridos no embate com os professores, como irmãos siameses cujo destino não pode mais ser separado. Parabéns Beatriz!

    ResponderExcluir
  159. Olá, bravos/as guerreiros/as educadores Trimarienses!
    Parabéns para todos nós do NÚCLEO DURO DE GREVE! Ganhamos mais colegas para o nosso movimento, até substituto. Continuemos firmes até a nossa VITÓRIA que já podemos vê-la pelos olhos da fé. Olha, Deus pode mudar uma situação aparentemente irremediável, mediante a oração constante e perseverante de um justo, e nós temos feito isso. Não há nada impossível para DEUS. Acredite, Ele pode transformar o coração do nosso governador, e este cumprir com a LEI e sermos uma categoria valorizada em todos os aspectos. Eu creio, e este é um sonho que não abro mão. Abraços esperançosos. Walkíria

    ResponderExcluir
  160. Gostei desta homenagem aos governantes de Minas em especial a Renata Vilhena. KKK http://www.youtube.com/watch?v=B9k-_mGyM54&feature=share

    ResponderExcluir
  161. "projeto de lei à Alemg para alterar direitos e vantagens em vigor;"

    Mas que palhaçada é essa? Agora irão tomar nossos direitos?

    Acho que essa greve nao terá fim.

    ResponderExcluir
  162. Estou de pleno acordo com a Gilvânia-História,

    Na escola onde trabalho, está acontecendo o mesmo que na sua. Portanto, não me achem egoísta e nem ruim, mas NÃO serei solidária com quem teve opção em voltar para a Carreira Antiga e preferiu ficar do lado do governo. Problema de quem não confiou no sindicato (Sind-UTE) e neste maravilhoso blog; informações e orientações é que não faltaram. No período de opção entre os dois regimes remuneratórios e agora, durante nossa greve, fui muito criticada e humilhada pelos que optaram pelo subsídio, agora quero mais é que se ... Não me levem a mal!

    ResponderExcluir
  163. POR QUE NÃO ELABORAR PROJETO LEI, QUE ATENDA REIVINDICAÇÕES? TEMOS FORÇA POLÍTICA PARA QUE NOSSA VONTADE SEJA EXERCIDA. NÃO FAZEM NADA, FAÇAMOS NÓS. USAR OUTROS RECURSOS (ALÉM DA GREVE) PARA ALCANÇAR NOSSOS OBJETIVOS.JÁ COGITAM DESVINCULAR NOSSO SALÁRIO DO CUSTO ALUNO.ESTA NA HORA DE MOSTRAR AOS MALFEITORES QUE SE DIZEM REPRESENTANTES DO POVO E DESTITUÍ-LOS. VAMOS LANÇAR A CAMPANHA: FORA ANASTASIA! GOVERNADOR QUE NÃO SABE ADMINISTRAR NEM NEGOCIAR NÃO PODE CONTINUAR NO PODER. ESTAMOS NUMA DEMOCRACIA NÃO EM UMA TIRANIA. CHEGA DESTE DESGOVERNO!!!

    ResponderExcluir
  164. NÃO VAMOS NOS ILUDIR.

    ESTE GOVERNO É PERVERSO, INSENSATO E INJUSTO.

    NÃO IRÃO NOS APRESENTAR UMA PROPOSTA EQUILIBRADA E JUSTA.

    ELES ESTÃO BRINCANDO COM A JUSTIÇA E COM TODOS OS PROFESSORES.

    VEREMOS SEGUNDA FEIRA 29/08 UMA PROPOSTA INDECENTE.

    PORÉM, EM 31/08 A GREVE VAI CONTINUAR.

    A CADA DIA QUE PASSA ESTE GOVERNO VAI MOSTRANDO A SUA VERDADEIRA FACE.

    VAMOS LUTAR, ATÉ QUE SEJA CUMPRIDA A LEI.

    FORÇA, CORAGEM, RESISTÊNCIA, PERSISTÊNCIA E DETERMINAÇÃO.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  165. alterar direitos agora não é inconstitucional?ficaremos alertas desse ser podemos esperar qualquer coisa . Mas não vamos esmorecer turma .
    a luta continua ja vencemos uma batalha. vamos vencer a guerra.O homem só pode ser homem mediante a educação" (Imannuel Kant)

    ResponderExcluir
  166. FORÇA, CORAGEM, RESISTÊNCIA, PERSISTÊNCIA E DETERMINAÇÃO.

    ResponderExcluir
  167. O saco de maldades da Renatinha continua cheio. Só faltava essa agora, cortar nossos direitos.

    Aguardando texto do nobre colega Euler nos esclarecendo sobre essa possibilidade de "podar" a nossa carreira.

    ResponderExcluir
  168. Na minha cidade, TODOS que puderam e fizeram a opção pelo subsídio, torceram CONTRA o nosso PISO. Sou cristã, mas não consigo ser solidária numa situação desta. JAMAIS lutarei por quem é "apaixonado, obcecado" com este Anastasia e a corja do PSDB. Estou fora!!!

    ResponderExcluir
  169. ANONIMO DISSE...
    APROVEITO ESTE ESPAÇO PARA INFORMAR-LHE QUE EM SANTA LUZIA DUAS ESCOLAS POLOS - DOMINGOS ORNELAS E GERALDO TEIXEIRA- ESTÃO SE ORGANIZANDO PARA ADERIR AO MOVIMENTO GREVISTA A PARTIR DO INÍCIO DA PRÓXIMA SEMANA. ANTES TARDE DO QUE NUNCA. PENSO QUE VAI SER DE GRANDE CONTRIBUIÇÃO PARA ESTE DESFECHO DE NEGOCIAÇÕES.
    FORÇA NA LUTA.

    ResponderExcluir
  170. Olá turma do combate, membros do NDG,

    Quero fazer algumas considerações acerca de alguns comentários, como sempre todos enriquecedores - e alguns muito engraçados, rsrs. Vamos lá:

    1) direito de greve - não conheço nenhum artigo que determine que a greve tenha que durar 90 dias corridos. Portanto, em se tratando de uma greve legal, como a nossa, quem tem praticado ilegalidades de todas as formas é o governo - cortando e reduzindo salários, contratando pessoas, etc.;

    2) devemos lutar e desejar que todos os educadores estejam no antigo sistema, inclusive os que ficaram por opção, no subsídio. Claro que eles erraram politicamente, mas o interesse da classe está acima destes equívocos pessoais. Mas, num primeiro momento, é certo que o governo pagará o piso somente para os 153 mil educadores que optaram pelo antigo sistema. Mas, devemos exigir, mesmo após a greve, que o governo abra uma janela (ou porta, como queiram) para que TODOS venham para o sistema de carreira (como disse corretamente um colega);

    3) alguns colegas criticaram minha posição, de admitir a possibilidade do escalonamento somente do período anterior à decisão do STF, que ocorreu em abril deste ano. Respeito a opinião dos colegas. Devemos lutar para que tudo seja pago de forma integral. Mas, nem sempre a gente ganha tudo numa única batalha.

    Por isso, sem abrir de um centavo do que temos direito, seja a partir de 2010, ou de 1500, quero dizer que considero sim, que teremos uma grande vitória se conseguirmos o piso implantado no nosso contracheque no mínimo a partir de maio deste ano. E mais a devolução do que o governo nos tirou durante a greve. E mais a diferença da redução salarial ilegal feita pelo governo. E mais a garantia de reajuste anual de acordo com a lei do piso. E mais a mudança nos termos do edital do concurso, incluindo o piso como forma de remuneração. E mais a intocabilidade das nossas gratificações. E mais a implantação do terço de tempo extraclasse ou pelo menos o pagamento, neste primeiro momento, das aulas excedentes. E mais a garantia de não punição e perseguição de quaisquer um dos colegas que tenham participado da nossa maravilhosa greve.

    Com estes pontos acho que sairemos vitoriosos sim. No meu texto não abri mão de um centavo sequer do que temos direito. Da mesma forma que temos direito à cobrança indevida do Ipsemg e também aos biênios para os novatos - e que devemos assegurar que sejam pagos em caráter de urgência.

    É isso pessoal. Uma palavra especial para a combativa CHARLOTE:

    Cara guerreira, eu não sou o NDG, eu sou um membro do NDG. Tenho a minha opinião, que pode ser mudada, caso perceba que seja convencido por argumentos fundamentados e pelo contexto analisado. Se a maioria decidir ficar em greve até a Copa de 2014 eu acompanharei, mas não abro das minhas opiniões. O nosso lema central nessa greve foi e continua: sem o piso não voltamos para a escola. Se o piso será retroativo a 2008, 2010 ou maio de 2011, este é um ponto que temos que discutir, de forma democrática, principalmente com base na proposta que o governo deverá apresentar - o que ainda não fez.

    Saibamos manter a nossa unidade, tranquilidade e disposição de luta, até a vitória!

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  171. INTERVENÇÃO FEDERAL NA EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS.

    ResponderExcluir
  172. Essa designação NDG já pegou rsrs. Agora vamos assim designar: sou professora ou professor do NDG. Brasileiro é criativo! Mas,para além da sigla, a carga semântica dessas 3 letrinhas é enorme, tanto que as pessoas quando mencionam-nas, já se qualificam como pessoas fortes, firmes, determinadas. Muitos dos nossos colegas ainda precisam descobrir a força do NDG! Estamos aguardando a inserção de outros destemidos!! SOMOS DO NDG! rs

    ResponderExcluir
  173. Ontem no Ciclo de debates sobre o Piso Salarial em Minas Gerais, uma das expositoras, Neusa Azevedo que é advogada e foi Secretária do governo no RS de 1999 a 2002, falou da experiência que teve na implantação do PISO SALARIAL lá no RS. Vou tentar expor aqui, de forma sucinta, o que entendi da fala dela. Ela fez um alerta, sugeriu que o PISO tenha como referência para cálculo da tabela, o valor do salário mínimo acrescido de 30%, este seria o valor inicial da tabela. Para cada faixa acrescentaria mais 30%. Ela disse que temos que ficar muito atentos em como se dará a implantação do Piso, porque senão quando mudar o governo ele poderá fazer as "coisas" do jeito que quiser, então temos que garantir o nosso direito. Vinculando o valor do Piso ao salário mínimo com 30% de aumento em cada faixa, seria uma forma de garantir a correção do piso mesmo contra a vontade de um futuro governo. Considero muito importante o alerta dado pela advogada Neusa Azevedo. Ela falou com propriedade e experiência de quem participou da implantação do Piso Salarial em seu Estado. Demonstrou querer evitar que outros Estados, no caso Minas Gerais, cometa os mesmos "erros" que o RS. Vamos pensar nisto! Dia 31/08 temos que estar preparados! Quem sabe algum advogado poderá esclarecer melhor o que relatei acima.

    ResponderExcluir
  174. ESTOU MUITO CONFIANTE COM O RESULTADO POSITIVO A PARTIR DA PRÓXIMA ASSEMBLÉIA. FORÇA SEMPRE

    ResponderExcluir
  175. Ô gente vocês podem me informar onde anda a cambada da APPMG, já sei, devem está com a cara enfiada no buraco. Buraco sem fundo que Timotim Cabral (denominado o Terrível)enfiaram eles.
    E PISO neles.....................

    ResponderExcluir
  176. Gostei de seu comentário de agora a pouco(20:42), principalmente na parte que fala da INTOCABILIDADE DE NOSSAS GRATIFICAÇÕES.

    * ISTO É MUITO IMPORTANTE.

    ResponderExcluir
  177. SOU DESIGNADA E GOSTARIA DE TER MAIORES INFORMAÇÕES DE COMO FICARÁ NOSSA SITUAÇÃO UMA VEZ QUE NÃO TIVEMOS DIREITO DE OPÇÃO PELO REGIME REMUNERATÓRIO

    ResponderExcluir
  178. Companheiros(as) de luta,
    Penso que, no momento, temos que focar nossas discussões e energias no PAGAMENTO DO PISO SALARIAL NACIONAL, não devemos preocupar-nos com aqueles que tiveram a oportunidade de voltar à carreira antiga e, por opção, preferiram o subsídio. Nossa greve é pelo CUMPRIMENTO DA LEI FEDERAL DO PISO SALARIAL. Agora não é hora de acrescentar pautas na nossa luta! Sugiro que o assunto de "abrir janela ou porta" para quem ficou no subsídio, por opção, retornar ao antigo sistema remuneratório, fique para um outro momento. O momento agora é de lutarmos até o fim para conquistarmos, no contracheque, o Piso Salarial no vencimento básico, já! Um forte abraço a todos e força na luta!

    ResponderExcluir
  179. PROCURA-SE OS DITADORES:

    ANTÔNIO ANASTASIA E MUAMMAR KADHAFI

    Para aqueles que encontrarem:

    Prêmio de PISO SALARIAL NACIONAL DE 1.187,00 aos 153.000 Servidores da Educação!

    ResponderExcluir
  180. Minha colega das 20:53 esse piso que você cita não tem nada a ver com o piso nacional salarial dos professores.Esse piso trata-se de um piso salarial que cada estado ta criando ,para as diversas categorias de trabalhadores ,,seja do comércio ou indústria a fim de que eles possam ter um salário melhor.Não tem nada a ver com o PSNP dos professores.teve esse debate mesmo na assembléia legislativa mas,,não tem nada a ver com o nosso piso que é regido pelo STF.

    ResponderExcluir
  181. COMO FICA A SITUAÇÃO DOS DESIGNADOS QUE NÃO TIVERAM DIREITO DE ESCOLHA ENTRE VENCIMENTO BÁSICO E SUBSIDIO?

    ResponderExcluir
  182. Cara DINEIA,

    Está no STF a Adin 4631 requerida pela CNTE pedindo que a Lei do Subsidio seja julgada inconstitucional.
    Também sou designado, e, neste momento, me preocupo com esse julgamento. Se o piso ficar somente com 153 mil e não for estendido aos designados e no edital do novo concurso, significa que o Piso está em extinção, realmente. No entanto, a maioria que posta aqui, inclusive o Euler, estão preocupados somente com o seu caso particular.
    Sugiro que você, EDINEIA, entre no site do STF e, em processo digite 4631, para acompanhar o processo, se não conseguir pede que envio o link

    ResponderExcluir
  183. PARA RIR UM POUCO...

    PLANTÃO DO "JORNAL BANANAL"

    ...enquanto isso, na CIDADE INADIMINISTRÁVEL*(RB)...
    ...o MARO está feliz da vida, pois recebeu um convite para ser o comentarista político da rádio di ninas, integrante do sistema da "MÍDIA DE ALUGUER MINEIRA"...
    ...é parece que quem está se dando bem nesta istória é mesmo o MARO...
    ...de porteiro, foi promovido à relações pública na república dos bananas e, agora também vai acumular este cargo tão nobre, de comentarista político, além de aumentar bastante os seus vencimentos...
    ...haja supositórios ROLHEX GG nas farmácias, hein MARO?
    ...não esqueça de seu amigo NANÁ, ele também adora estes supositórios ROLHEX GG.
    ...renatinha barata tonta também está alegre pois acabou de receber um telefonema do Lula dizendo:

    - PAGUE TODOS OS DIREITOS DOS PROFESSORES, IMEDIATAMENTE.

    ...já broaca Luciféia, está com muita dor de cabeça e um MAL humor danado...
    ...- acho que vou tomar um ACÓRDIL e vou dormir feito uma SAPA...
    ...amanhã é domingo, vou descansar e nem me falem no nome dos Professores, estou com alergia deles...
    Boa noite!

    ResponderExcluir
  184. Muito obrigada pela resposta anônimo das 21:16, você me tranquilizou. Realmente, estranhei que ontem durante o debate, ninguém mencionou o PISO SALARIAL NACIONAL dos profissionais da educação básica. Nem as perguntas enviadas via e-mail sobre o assunto, foram comentadas. Mas é que estou tão apreensiva com este governo que todo cuidado é pouco. Estamos sempre desconfiados!

    ResponderExcluir
  185. Querida Dineia, nós sobramos bonito... o sindicato e o resto dos grevistas não estão mto interessados em nós... e olha q entrei em greve desde o primeiro dia...

    ResponderExcluir
  186. Colegas,
    Entendo a aflição dos designados, mas concordo com a EDUCADORA, estas discussões devem ficar para depois. No momento, precisamos focar nossa atenção na conquista real do PISO SALARIAL NACIONAL!

    ResponderExcluir
  187. Anônimo das 21:39,
    Não concordo com você. A questão é que o momento agora é de garantir o pagamento do piso salarial. Este é o primeiro e mais importante passo. Não creio que vocês ficarão de fora deste. Mas têm que ter um pouco mais de paciência. Não dá pra resolver tudo de uma vez. Cada assunto têm as suas especificidades e requer alguns cuidados. Então, não vamos nos precipitar em nossos julgamentos. Calma, no final tudo dará certo. A vitória será de todos! Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  188. Não dá para recuar após tantos dias em greve. O pior já passou. Agora, dá pra aguentar pois é nesse momento que a greve se fortalece e certamente o governo terá que nos pagar o que deve. Ele espera que recuemos e digo que ele se engana. Lutaremos até a vitória. Que Deus nos ajude, e olhe por nós. Forte abraço. juliana-Montes Claros

    ResponderExcluir
  189. Euler, admiro muito você e seu maravilhoso blog, mas tenho dois comentários a fazer, e gostaria muito que você não os censurasse: Primeiro, quando você fala em relação ao edital, você só fala em lutar para que os novos concursados tenham direito ao Piso. Mas porque você não ajuda a defender que esse edital conste a vaga dos efetivados? Você realmente acha justo que milhares de designados que há muito almejam esse concurso e os recém-formados em licenciatura que querem ingressar na carreira da educação tenha que se contentar com aquele número ridículo de vagas? Não sei se você concorda com isso ou sua omissão em tocar em tal assunto se deve ao medo descabido que isso "divida" a categoria nessa altura do campeonato. Eu acho que deveríamos aproveitar o momento e lutar também para que justiça seja feita e que as vagas dos efetivados vão para o edital para que todos tenham os mesmos direitos. Porque pessoas que não fizeram concurso podem ficar no direito de ocupar vagas que poderiam ser ocupadas por concursados? Onde você vê justiça nisso? Você gostaria de estar na situação de algum designado que às vezes vai ter que lutar por uma vaga na sua cidade sendo que existem muitas outras ocupadas por pessoas sem concurso e até sem habilitação? Muito se lê aqui no seu blog sobre cumprimento de leis, governo fora da lei etc. Mas porque não tocar no assunto da Lei 100? É mexer na "ferida", e temer desavenças e falta de apoio? Fico extremamente triste com sua postura, pois no blog da Beatriz ela pelo menos nos dá o direito de expressarmos nossa indignação sobre isso, e você não, falou em efetivados, você censura na hora, com medo de "divisões"...
    Segunda: Acho que não deveríamos fazer pressão para o governo pagar os dias cortados. Cortou, tá cortado, isso nos desobriga a repor. Depois de tanta humilhação e sacrifício, não será um mísero salário que vai arrumar nossa vida. Agosto já acabou e nos viramos como pudemos. Agora, se houver essa insistência nesse pagamento, ganharemos a mixaria que já nos fez a falta que tinha que fazer e aí sim, teremos que repor em sábados, domingos, semana de outubro, feriados, janeiro. Não pedimos para essa greve durar esse tempo todo, o governo quis (e parece que ainda quer assim), portanto, acho justo repormos e que ele se vire com substitutos. E vamos combinar: a maioria dos alunos não vão às escolas sábados, que dirá domingos e feriados e janeiro. Isso seria apenas para nos punir, irmos lá assinar o ponto, cumprir a carga horária. Porque aluno não vai na escola fora dos dias da semana e todos nós sabemos disso. E não podemos ameaçar com faltas ou provas, pois eu por exemplo, tenho alunos que trabalham sábados, fora os da EJA que não vão sábado a noite de jeito nenhum. Essa "reposição" será para reunir professores e nos punir, nos colocando nas escolas nos dias que deveríamos descansar e estarmos com nossa família. Vamos ser sinceros que em matéria de conteúdo e conhecimento, o ano letivo já se perdeu sim para os alunos. E muitos professores não estão afim de em troca de 800 reais em uma nova folha de pagamento ter que trabalhar de domingo a domingo, feriados e janeiro. Então, acho que essa proposta de nos pagar os dias cortados é uma furada. Deixe o governo se virar. Nós já estamos nos virando há muito tempo. Bom, isso é o que estava "entalado" na minha garganta e espero que seu blog seja realmente democrático e que você em quem tenho tanta credibilidade não me censure. Aqui é um espaço de troca de opiniões, e você já deixou de postar vários comentários meus. Espero que esse você publique porque o que eu escrevi não ofende e nem agride ninguém. É apenas uma opinião que merece ser ouvida. Obrigada.

    ResponderExcluir
  190. Cara Dineia,

    Como bem destacou a combativa colega EDUCADORA, neste primeiro momento o foco da nossa greve é pela implantação do piso. Pois, sem isso, todos estaremos perdendo. Com o piso implantado, teremos melhores condições para cobrar do governo a ampliação deste direito constitucional para todos os demais colegas educadores, incluindo os designados. Além disso, a ADI 4631 pede a anulação da lei do subsídio junto ao STF.

    Portanto, não é verdade que não estamos preocupados com esse problema. Tanto assim que já me manifestei por diversas vezes em favor de que todos venham para o sistema de vencimento básico. Fizemos isso antes, com aqueles que tinham direito à opção, e continuaremos defendendo isso depois que ganharmos o piso, pois queremos que todos os educadores estejam unidos em torno do mesmo plano de carreira e sistema remuneratório.

    Eu sei que existem muitos educadores imbecilizados que ficaram no subsídio e torceram e até trabalharam contra a greve. Mas, isso aconteceu também com alguns colegas que optaram pelo antigo sistema.

    Então, não podemos tomar essa minoria atrasada da categoria como referência para os nossos posicionamentos políticos. Temos que olhar para os interesses gerais, de classe, da categoria, que são maiores do que a mesquinharia de alguns poucos infelizes que fizeram o jogo do governo.

    Vamos nos manter unidos e firmes na luta, sem aceitar as provocações de quem aposta na nossa divisão e na nossa derrota. Estamos vencendo, porque estamos unidos, e lutando!

    Um forte abraço e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  191. Anônimo das 21:32, você está sendo injusto, principalmente com o Euler que já afirmou aqui, que o PISO SALARIAL deveria ser para TODOS.

    ResponderExcluir
  192. O governo pode querer sim diminuir os percentuais a que temos direito nos quinquênios e outros para que, mesmo com o piso, tenhamos um salário final dentro do mesmo valor do subsídio. É preciso que deixemos bem claro aos deputados que, caso eles votem algo contra os educadores, não terão mais sossego e terão seus nomes entregues ao povo.

    ResponderExcluir
  193. Companheiros(as),
    Se mantivermos UNIDOS até o fim, na nossa luta pelo pagamento do PISO SALARIAL NACIONAL, acredito que TODOS serão beneficiados. Deixemos a ansiedade um pouco de lado, a vitória está próxima. Após conseguirmos, no contracheque, o nosso tão sonhado PISO SALARIAL no vencimento básico, as outras conquistas serão mais fáceis de alcançar. Podem ter certeza de que outras vitórias virão! Um forte abraço a todos e força na luta!

    ResponderExcluir
  194. Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei a homenagem aos carrascos da educação em Minas Gerais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    http://www.youtube.com/watch?v=B9k-_mGyM54&feature=share

    ResponderExcluir
  195. Caro Anônimo das 21h52m

    Por diversas vezes já esclareci que o tema Lei 100 divide a categoria e deveria ser deixado para depois da conquista do piso.

    E não é verdade que eu não fale deste assunto ou que não tenha aberto espaço aqui no blog. Existe um tópico específico para este tema, que até hoje recebe comentários, e no qual expressei a minha opinião pessoal.

    Não acho que vamos resolver esse problema com essa greve. Mas, sou a favor de que se amplie o número de vagas no edital, inclusive com a aplicação do terço de tempo extraclasse, que consta da Lei do Piso - o que faria com que 20 mil novas vagas para professores fossem abertas.

    Também sou favorável a que as vagas de profissionais não habilitados sejam colocadas no edital. Os demais pontos polêmicos, que atingem tanto os interesses dos efetivados, quanto dos designados ou dos efetivos, acho que devemos discutir depois.

    Não concordei com algumas resoluções baixadas pela SEE-MG em relação aos efetivados e que atingem os efetivos. Mas, nem por isso estou tocando nesses assuntos aqui no blog, porque isso nos divide - e é nisso que o governo apostou, sem sucesso.

    Entendo sua legítima indignação. Mas, espero que entenda também o nosso ponto de vista e a postura que temos adotado para fortalecer e unir o movimento em torno de um foco comum, e não dividi-lo.

    Um abraço,

    Euler

    ResponderExcluir
  196. ANOITECENDO NA CIDADE INADIMINISTRÁVEL”

    ...enquanto isso...às 20:54...
    ...na cidade INADIMINISTRÁVEL*(RB), estão chegando advogados e juristas para debaterem e arquitetarem um prano, encomendado por NANÁ o +++satanás maligno+++, juntamente com toda a equipe de governo.
    ...renatinha barata tonta, então abre o forum de debates com uma mensagem de NANÁ o +++satanás malígno+++,
    ...Em primeiro lugar,
    ..."não envolvam o meu nome nem o nome de nosso querido múmia do faraó maldito nesta lambança".
    ..."mas encontrem uma fórmula para ridicularizarem os pagamentos dos professores".
    ..."usem a "MÍDIA DE ALUGUER MINEIRA", escrita, falada e televisada, pare darem as notícias preparadas por nós".(o MARO, está ficando bom nisso).
    amanhã é domingo um ótimo dia para isto, pois teremos muitos leitores.
    ..."usem como modo de pagamento, o escalonamento a longo, longo, longo prazo".
    ..."sejam extremamente perverso com eles, os Professores".
    ..."lembranças malígnas e malditas para todos vocês".

    ...NANÁ ainda manda um recado:
    - "digam pro MARO que eu também adoro supositórios ROLHEX GG".

    ...o prano diabólico está tomando forma, os professores que se cuidem...

    ...enquanto isso...
    ...do outro lado da cidade, estã a resistência dos Professores, no bunker do BLOG DO EULER, todos a pensar...pensando, pensando.
    ...o que fazer?
    ...como vamos reagir a este saco de maldades?
    ...agora é com vocês professores, precisamos de criatividades, o que fazer?
    ...mas o NDG do BLOG DO EULER, responde firmemente:
    - contra essa injustiça, GREVE NELES, GREVE NELES!
    - não vamos amolecer, força, coragem, resistência, persistência e determinação, estamos aprendendo como se combate com este grupo demoníaco.
    - somos a favor de todas as lutas sociais, etc ...,etc...e vamos então MANTER A GREVE, GREVE E GREVE.(essa turma é osso duro de roer, hein?).

    ...enquanto isso...em algum lugar perto dali...
    ...homens estranhos, vestidos de capas pretas, observam tudo, alguns com binóculos, observam e observam.
    todos com enormes livros debaixo dos braços...
    ...serão eles pertencentes à LIGA DA JUSTIÇA?
    (já, já, descobriremos).

    não percam, o final desta istória está prometendo emoções fortes.

    ATENÇÃO,
    ...Professores, leitores do BLOG DO EULER, terminem essa istorinha...de agora em diante, é com VOCÊS.
    ...e o final FELIZ desta istorinha depende muito de todos VOCÊS.

    obs: se o MARO esquecer de mandar os supositórios ROLHEX GG pro NANÁ, mandem vocês.
    *(RB = re´república dos bananas).

    BOM DOMINGO A TODOS OS PROFESSORES MINEIROS.
    ESTEJAM SEMPRE MUITO BEM E FELIZES.

    ...E O SOL NASCE NOVAMENTE;
    ...E A LUTA CONTINUA;
    ...ASSIM É A VIDA.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  197. Companheiros(as),
    Tudo o que o governo deseja e precisa neste momento, é que tiremos a nossa atenção do tão sonhado PISO SALARIAL e passemos a focar e discutir outras questões como LEI 100, concurso público, retorno para carreira antiga aos que ficaram no subsídio, etc... Pelo amor de Deus, o momento exige que mantenhamos A UNIÃO, A FORÇA, A PACIÊNCIA, A SABEDORIA, A SERENIDADE, O DISCERNIMENTO para alcançarmos a nossa VITÓRIA. Sem a conquista, de fato, do PISO SALARIAL, de nada adiantará as discussões e preocupações com os assuntos acima. Parem e reflitam! A LUTA AGORA É PELO PAGAMENTO DO PISO SALARIAL! Temos que manter A UNIÃO E A ADESÃO À GREVE ATÉ O FIM! Não façam o jogo sujo do governo. Um forte abraço, coragem e força na LUTA!

    ResponderExcluir
  198. Euler,

    Seria bom se, na próxima assembleia, fizéssemos cartazes com a inscrição "DURA LEX SED LEX". Quem sabe o Sr (S)AtanastAZIA e a Vil-hena não refletem sobre o assunto e percebam que não há outro caminho que não seja o pagamento do piso para TODOS (efetivos, efetivados, designados e os aprovados no próximo concurso).
    Acredito que nós e o Sind-UTE, (não neste momento)deveríamos lutar para que aqueles que foram enquadrados no subsídio (voluntriamente ou não)tenham a opção de voltar para o piso, mas não creio que esta situação possa ser resolida neste momento devido à intransigência do governo e, por isso devemos tentar ganhar a primeira batalha, que é o pagamento do piso e depois que a conquistarmos, devemos dirigir nosso foco para a ampliação deste direito, principalmente no que diz respeito aos designados que não puderam fazer a escolha...

    Até a vitória,
    Educadora em luta

    ResponderExcluir
  199. João Paulo Ferreira de Assis27 de agosto de 2011 22:30

    Prezado amigo e companheiro Professor Euler

    Tenho uma mensagem para os prezados colegas:

    Gente, não é hora de nos dividirmos, ficarmos dizendo bem feito para os colegas que caíram no canto da sereia APPMGiana e permaneceram no subsídio. Para alguns o subsídio até foi benéfico. Outro dia ouvi de um secretário escolar aposentado, da EE Galdino Ananias de Santana (em Ressaquinha)que ano passado ele recebia 540 reais, e agora recebe 2200, portanto mais do que nós professores. O Estado o colocou no subsídio e ele se deixou permanecer.
    É hora de união de todos. O Sindicato quer que o Piso seja pago para todos. Porém, vejo uma dificuldade: quem não pediu para voltar para a carreira antiga, ou chegou a pedir, e depois retornou ao subsídio não vai ter direito, a menos que a lei 18.975 seja declarada inconstitucional.
    Colegas, vamos manter nossa união. Agora mais do que nunca ELA É NECESSÁRIA, POIS ESTAMOS LIDANDO COM BANDIDOS. E se estivermos coesos, eles ainda podem nos dar um golpe inesperado.

    ATÉ A VITÓRIA!!!!!
    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  200. ÔÔÔ GEENNTTTEEEE!!!!

    Não se esqueçam que a luta é minha, é nossa e de todos. A união que temos é que nos possibilitou chegar até aqui. Se não tivéssemos unidade a greve já teria se esvaziado à tempos por causa do saco de maldades do "DEMO" code nome LÚCIFER. Acredito também que não vamos resolver todas as pendências neste momento.

    Tenho treze anos de estado e sempre tive que desdobrar em outros turnos para manter minha renda. É pela primeira vez em toda carreira que consigo visualizar algo de concreto e importante para nossa classe sabendo se que sempre fui do NDG.

    Temos que nos mantermos firmes, serenos, vigilantes, blogados, solidários, confiantes e equilibrados. Esta batalha batalha está chegando ao fim mas a guerra só começou!!

    Nossa luta é contra o desgoverno!!!! NÃO SE ESQUEÇAM!! ABRAÇOS E TÉ O PISO.

    ResponderExcluir