domingo, 28 de agosto de 2011

Governo de Minas diz em nota que pode descumprir a lei e a ordem do STF. Pergunta-se: e o Ministério Público de Minas, nada fará?




Combinando com a música acima, fiquem agora com o pronunciamento do governador de Minas:



E leiam ao final do texto abaixo, uma avaliação sobre a questão do repasse de verbas por parte do governo federal. Vou reproduzir a fala da secretária da Seplag e da coordenadora do sindicato, e depois o comentário do nosso blog. Então aguardem um pouquinho...

***

Governo de Minas diz em nota que pode descumprir a lei e a ordem do STF. Pergunta-se: e o Ministério Público de Minas, nada fará?



Neste domingo o Governo de Minas soltou mais uma daquelas notas que têm a cara de um governo que age como se vivêssemos em plena ditadura militar. Neste informe publicitário, o governo faz um elogio aos professores que estão traindo a categoria e continuam em sala de aula, quando deveriam estar nas ruas, em greve, apoiando a nossa luta, que é para o bem de todos os educadores.

Em seguida, o governo engata aquele cínico lero lero de sempre, dizendo-se preocupado com os alunos e seus pais - preocupado??? Imaginem se não estivesse! -, e que estaria tomando medidas para sanar os prejuízos que, de acordo com o governo, a nossa maravilhosa greve estaria provocando.

E quais seriam essas providências? - poderia indagar algum inocente. Mas, de inocente este governo nada tem. As providências são as tais contratações de substitutos, a maioria deles sem habilitação profissional para exercer a atividade de professores. Recrutados sem qualquer critério, estes substitutos são a "solução" do governo para salvar os alunos do 3º ano do ensino médio que farão o exame do ENEM.

Mas, o governo agora inovou e estaria criando um sistema de aulas à distância, para suprir as deficiências do ensino que ficou suspenso com a nossa greve. A pergunta que não quer calar é a seguinte: essas aulas serão ministradas para os alunos ou para os substitutos? Tenho a ligeira impressão de que estes precisam mais do que aqueles.

A outra providência que seria tomada pelo governo é enviar um projeto de lei contendo "significativas medidas de aperfeiçoamento" para o subsídio. E completa a frase dizendo que tais medidas são voltadas para aqueles que "aderiram" ao sistema de subsídio. Aderiram? Por caso alguém pediu para aderir a este sistema? Gozado, pensei que todos tivessem sido enquadrados compulsoriamente naquele famigerado sistema. Devo estar mal informado. Ou será que é por que eu não leio jornalecos como aquele que tem a pretensão de se considerar "o grande jornal dos mineiros"? Grande em quê? Só se for na arte de iludir e de tergiversar para a população mineira. Ah, bom, neste caso ele é grande mesmo, sem concorrente.

Mas, reparem que até agora, ou seja, até aqui, a nota oficial do governo não disse nada, uma linha sequer para solucionar de fato um probleminha simples chamado LEGALIDADE, cumprimento da lei federal 11.738/2008, que determina o pagamento do piso salarial dos educadores enquanto vencimento básico - e que o governo de Minas descumpre.

Já no parágrafo seguinte o governo tem a desfaçatez de apresentar a seguinte pérola em matéria de formulação ou raciocínio:

"A recente publicação de acórdão do Supremo Tribunal Federal, que reconhece a constitucionalidade do piso salarial para os professores, não representa novidade e ainda precisa transitar em julgado para que a decisão se torne definitiva."

Bom, se não representa novidade - e de fato, desde o dia 06 de abril de 2011 a decisão do STF já estava tomada - então por que o governo até hoje não cumpriu a decisão tomada pelo Judiciário? Esta história de que "precisa transitar em julgado" é mera enrolação, mecanismo de procrastinação por parte de governantes sem compromisso com os alunos e seus pais, com os quais eles dizem estar preocupados. Se o Governo de Minas estivesse realmente preocupado com os alunos e com a Educação pública já teria cumprido a Lei Federal de 2008 e a recente determinação do STF, que o governo diz publicamente não ser nenhuma novidade.

E a nota do governo continua. "Desde já, entretando, o Governo de Minas deixa claro para os pais, professores e a sociedade que jamais tomará medidas que impliquem ultrapassar os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal e suas responsabilidades de governança pública".

Novamente, a velha lenga-lenga da LRF que só é lembrada quando se trata de pagar os salários dos educadores. O governo não se lembrou dessa lei quando contratou centenas de assessores em cargos de confiança através de leis delegadas; nem quando deu 100% de aumento para a PM. Mas, como já demonstramos aqui à exaustão, a Lei do Piso e a LRF não são conflitantes. O próprio TCE de Minas, como foi demonstrado em comentário de um dos nossos ilustres visitantes de Carangola, já se pronunciou a respeito, dizendo que, em se tratando da Lei do Piso o governo poderá sim ultrapassar os limites da LRF. Claro que terá que tomar medidas saneadoras das contas, especialmente em relação aos de cima.

Como se não bastasse, o governo mineiro poderia recorrer à ajuda do governo federal caso provasse não haver recurso. Mas, para isso teria que abrir as suas contas, que, ao que parece, não andam nada bem. A decantada eficiência deste governo é apenas para servir aos de cima; quando se trata de cumprir uma lei para o bem dos de baixo, o governo tenta de todas as formas aplicar confiscos e choques de gestão.

Mas, o que chama a atenção mesmo, neste citado parágrafo é a confissão pública implícita de que o governo pode não cumprir a lei federal e a determinação do STF, que é irrecorrível e tem caráter vinculante. E aí a pergunta que fica no ar para todo cidadão mineiro é esta: e o Ministério Público de Minas, não fará nada? Vai continuar com essa passividade, como se fosse mero espectador desse impasse? E a Justiça mineira, que está sempre pronta para tomar decisões contra os educadores, não fará nada contra o governo que diz publicamente que pode não cumprir uma lei federal (e que aliás não vem cumprindo)? Que país é esse, afinal?

No último parágrafo, a infeliz nota do governo diz cinicamente que "lamenta a intrasigência do sindicato" - o intransigente é o sindicato, que abriu mão inclusive do piso da CNTE, e não o governo -, e insinua que "o movimento tem objetivos que fogem à mesa de negociação". Que negociação, cara pálida? Deve ser aquela na qual nós entramos com o pescoço e o governo com a guilhotina. Só pode ser. Cortou e reduziu ilegalmente nossos salários; contratou ilegalmente substitutos para o lugar dos verdadeiros professores em greve; iludiu o pessoal que ficou no subsídio, sem mostrar as desvantagens daquele sistema que agora precisa de "aprimoramentos" para justificar a mentira dita e repetida de que o governo pagaria até mais do que o piso através do subsídio.

A única coisa que o governo não disse - e era tudo o que tinha que dizer - é que cumprirá a lei e pagará o piso dos educadores.

E para finalizar, o governo diz na nota que continua "aberto para negociar com o sindicato" - imaginem se não estivesse! - "medidas que ponham fim à paralisação, que prejudica, em última análise, os pais e alunos, razão de ser da escola pública".

Quem lê esta parte final pode até pensar que o governo está muito preocupado com a Educação pública voltada para os filhos dos trabalhadores. Tão preocupado que se omitiu de pagar um piso miserável, que teria evitado a greve; e que não investe os 25% da receita na Educação Pública, cortou conteúdos no ensino médio que prejudicarão os alunos no exame do ENEM; e tem realizado sistemática política de confisco salarial pra cima dos educadores.

Quando se comporta dessa forma, o governo prejudica os educadores e consequentemente a escola pública, aí sim, minando as esperanças de muitas gerações de crianças, jovens e adultos, que são privados de uma Educação pública de qualidade.

Enfim, se esta for a linha adotada pelo governo para "sanar" os problemas que vivemos com a greve, acho que devemos nos preparar para uma longa batalha, que não pode se restringir nem à categoria dos educadores, e nem tampouco aos limites do estado de Minas Gerais. A Educação pública é uma luta nacional. E ela está sendo atacada de morte aqui em Minas Gerais. É preciso que todos, especialmente os de baixo, levantem-se para exigir respeito à Lei do Piso, aos educadores, à educação pública, e aos princípios republicanos que constam da nossa Carta Magna. E que o MP, o legislativo e o judiciário cumpram o seu papel constitucional.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***

P.S. A nota em análise foi publicada hoje, dia 28 de agosto, no jornal Estado de Minas, pág. 4, com o título: Comunicado do Governo de Minas.


***



A questão do repasse das verbas federais e o FUNDEB

Nos últimos dias o tema repasse da verba para complementar o piso foi abordado pela mídia. Vejamos o que disse a este respeito a secretária do Seplag e a coordenadora do Sind-UTE, em entrevista publicada hoje no portal do jornal O Tempo. Ao final, leiam também o nosso comentário, baseado em rápida pesquisa sobre o assunto:

Pergunta: O MEC pode liberar recursos para Minas cumprir com o piso?

Secretária do Seplag: Não, a portaria que regulamenta a lei do piso nacional impede que 16 Estados recebam recursos. A verba só pode ser repassada a Estados que tenham repasses do Fundeb (Fundo de manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), o que não é o caso de Minas.

Pergunta: A secretária afirma que não tem como aumentar o orçamento da educação e que o Estado não pode receber recursos do MEC. Vocês aceitam esse argumento?

Coordenadora do Sind-UTE: O MEC só injeta recursos nos Estados que não têm condições de arcar com os custos estimados para cada aluno dentro de sala de aula. Isso mais uma vez comprova que Minas é um Estado rico e que pode pagar o que é de direito para o servidor público.


Comentário do Blog: o MEC está adotando uma postura de enganação, tal como faz o governo de Minas. Na sua página oficial ele cita uma portaria que não é aquilo que ele propagandeia na própria página. Na propaganda enganosa, o MEC apresenta as condições para que os entes federativos possam pedir a complementação. Entre estas condições, a aplicação dos 25% da receita. Fica parecendo que qualquer estado pode pedir esta complementação. Mas, ao ler a Resolução que cuida deste repasse, percebe-se que o MEC regulamenta a verba tão somente para aqueles estados e municípios que não atingem o custo aluno ano - e que são poucos. Minas, de fato, não estaria incluída nesta resolução. Contudo a Lei do Piso não faz esta distinção e manda que a União regulamente esta forma de cooperação - coisa que o MEC ainda não fez. O governo do estado, por sua vez, não cobra do MEC esta regulamentação, pois assim teria que provar que aplica corretamente os recursos da Educação - coisa que provavelmente não conseguirá fazer. E com os recursos próprios, Minas tem condições, sim, de pagar o piso, mas terá que cortar gastos com os de cima - e é isso que atormenta o governo. Em suma, um conluio entre os governos para não pagar o piso.

Por isso, a greve continua, e devemos denunciar tanto o governo estadual, que não paga o piso, quanto o governo federal que se omite!



***

Analisando a fala do governador:

Penso que, a despeito das considerações gerais sobre o subsídio - e sobre isto ele não poderia dizer nada diferente do que disse -, o governador acenou com a possibilidade de negociar o pagamento do piso.

E o fez apelando para o MP, que estaria mediando essas negociações. Está claro que o governo, quando diz que a adesão da greve é pequena, está querendo dizer justamente o contrário: que a adesão é grande e que ele está pressionado, e que precisa negociar e pagar o piso.

O grande problema do governo é que o piso representa um investimento maior do que ele desejaria - e isso tem impacto sobre os gastos que ele considera prioritários. Nós não somos prioridade para este governo.

Mas, a nossa maravilhosa greve está forçando o governo a ter que admitir, muito a contragosto, que terá que cortar gastos em outras áreas e nos pagar o piso.

Num primeiro momento, o governo apresentará uma proposta indecente, de escalonamento. Não devemos aceitar. Queremos no mínimo o piso proporcional do MEC, mas de forma integral e pelo menos a partir de maio deste ano, já que o julgamento do STF terminou no dia 27 de abril. O retroativo a gente cobra nem que seja na justiça.

Se o governo disser que pagará o piso apenas para os 153 mil educadores, nas condições citadas (integral, a partir de maio), devemos aceitar, mas sem renunciar ao direito de que os demais educadores sejam contemplados com o piso. Assim que o piso for pago aos 153 mil educadores do vencimento básico, seguramente a justiça dará ganho de causa para os demais colegas.

O discurso priorizado do governo sobre o subsídio se explica também pelo medo da adesão de quem ficou no subsídio à nossa greve. Ele precisa prometer um futuro melhor, para manter o pessoal na escola, sem participar do nosso movimento.

O governo demonstrou, pela fisionomia do governador, estar pressionado. Não somos somente nós, os educadores, que estamos sofrendo pressões e desgastes. Claro que eles estão pressionados com dinheiro no bolso. E nós estamos pressionados sem dinheiro sequer para uma sobrevivência digna. Mas, temos força e energia e disposição para lutar até a conquista do nosso piso. E depois para travar outras batalhas. Ou seja: estamos sem dinheiro, mas não sem sonhos, e não sem energia para lutar!

Um forte abraço e força na luta! Até a vitória!

P.S.: por uma questão de justiça, devemos lutar também para que os designados sejam contemplados pelo piso nesse primeiro momento, já que eles não puderam fazer opção de carreira.

***

302 comentários:

  1. GOVERNO DITADOR.

    VAMOS CONVOCAR TODA SOCIEDADE.

    EM 31/08/11 A GREVE DEVE CONTINUAR.

    ResponderExcluir
  2. VAMOS DENUNCIAR O MP AO CNJ, IMEDIATAMENTE.

    ResponderExcluir
  3. BLOG DO LULA/
    AMIGOS DO PRESIDENTE/
    LIVRO DE VISITAS

    VAMOS DEIXAR MUITAS MENSAGENS, MOSTRANDO A NOSSA REALIDADE.

    ResponderExcluir
  4. ELES AINDA NÃO CONHECEM A NOSSA GARRA PARA LUTAR.

    NÃO VAMOS DESISTIR NUNCA.

    ELES QUEREM ACABAR COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    IREMOS ONDE FOR PRECISO PARA DEFENDER NOSSOS DIREITOS.

    ELES NÃO SÃO DONOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS.

    DITADORES SEM VERGONHAS.

    ResponderExcluir
  5. Amigos(as),
    Na minha opinião, não dá pra esperar a Assembleia do dia 31/08 para tomarmos alguma atitude contra os mandos e desmandos deste governador e sua corja. Enquanto aguardamos a manifestação, eles vão arquitetando como acabar com os nossos DIREITOS. Não sei o que podemos fazer, mas com certeza, quem é da área jurídica saberá. Precisamos buscar ajuda, socorro! Se o governo pensa que vamos desistir, está muito enganado! Greve até o PISO SALARIAL NO CONTRACHEQUE!

    ResponderExcluir
  6. VAMOS DENUNCIAR O MP AO CNJ, IMEDIATAMENTE.

    VAMOS SIM. MAS COMO? DÊ AS COORDENADAS E, TENHO CERTEZA QUE, TODOS FARÃO O MESMO.

    ResponderExcluir
  7. PROCURA-SE:

    ANTÔNIO ANASTASIA, MUAMMAR KADHAFI E O MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL

    Para aqueles que encontrarem:

    Prêmio de PISO SALARIAL NACIONAL DE 1.187,00 aos Servidores da Educação!

    ResponderExcluir
  8. AGORA, A LUTA SERÁ COM TODAS AS ENERGIAS QUE PUDERMOS DISPOR!
    VAMOS PARA CIMA! SE ELES PERSISTEM EM IGNORAR A LEI, VAMOS AUMENTAR A PRESSÃO. VAMOS CONVOCAR MAIS GENTE PARA FAZER FRENTE... VAMOS CORRER ATRÁS. MAS ELES TERÃO DE SE CURVAR À LEI.
    PARABÉNS PELAS CONTRIBUIÇÕES...

    ResponderExcluir
  9. Por favor onde saiu essa nota?

    ResponderExcluir
  10. GRAÇA:
    Boa noite prof Euler,

    Continuando :
    O Prof João Filocre, era Secretário Adjunto da Educação em MG até dezembro/10, foi exonerado, porém , em 30 abril ele ja havia publicado as tabelas de acordo com o piso. Ele continuou publicando outras análises e orientações sobre o assunto até o dia 11 de maio/11, após esta data, ele silenciou. Por que será??? Como eu já havia afirmado, as tabelas ja estavam prontas, entrentanto, o governo ao invés de publicá-las, impos o subsídio. E agora,numa ultima tentativa apresenta nova proposta de subsidio. Com a publicação do acordão do STF, hoje, a proposta do governo de melhoria no subsídio tornou-se um verdadeiro despropósito, um acinte à inteligencia das pessoas! Veremos qual sera a atitude do Ministério Público, que ate o presente, limitou-se a intermediar o conflito entre Sindicato X Governo. Será que vai "concordar" com a ilegalidade praticada pelo governo?

    ResponderExcluir
  11. Este governo têm a cabeça "fechada. Como pode associar a nossa LUTA a outras questões que fogem à mesa de negociações?! Não somos da "marca" dele. Ele deveria pensar bem antes de falar asneiras, porque muitos dos que estão em greve, lutando pelo PAGAMENTO DO PISO SALARIAL, votaram nele e na corja do PSDB, o que não é o meu caso, Graças a Deus. Cuidado com suas palavras governador! Vocês do PSDB estão a cada dia piorando a situação. Lembrem-se que muitas eleições ainda estão por vir. Será que o partido não quer mais eleger ninguém? Desistiram da política? GREVE ATÉ O PISO SALARIAL NO CONTRACHEQUE...

    ResponderExcluir
  12. Quase sempre minorias criativas e dedicadas tornam o mundo melhor." Marthin Luther Kink
    VAMOS POR PRA QUEBRAR, esse cara e muito mais louco co que parece.FÉ E GARRA A LUTA CONTINUA não desisto nunca ate a glória

    ResponderExcluir
  13. GRAÇA
    CONTINUANDO...

    Prof João Filocre em 05/05/2011
    1. Quando o governo de Minas vai começar a pagar o piso? A decisão do STF precisa ser regulamentada para poder ser cumprida?
    A decisão do STF não precisa ser regulamentada. Tem que ser cumprida logo que for publicado o Acórdão definindo exatamente qual foi a decisão do STF.(...)Acórdão não deverá demorar a sair e, uma vez publicado, todos os estados e os municípios estarão obrigados a cumpri-lo imediatamente.
    2. Será que o governo não tem uma “carta na manga” para evitar pagar o piso? Será que ele não pode apelar para a Lei de Responsabilidade Fiscal?
    Se o Estado não puder arcar com os custos da implantação do Piso Salarial, o caminho não é apelar para a Lei de Responsabilidade Fiscal, mas para a Lei do Piso. No seu Art. 4o, essa Lei estabelece que, se o Estado ou município não puder pagar o Piso, ele poderá justificar sua incapacidade enviando ao MEC solicitação fundamentada de recursos complementares da União, acompanhada de planilha de custos comprovando a necessidade de complementação.

    http://www.joaofilocre.com.br

    ResponderExcluir
  14. GRAÇA CONTINUANDO:
    3. O governo pode alterar o percentual de 22% de um nível para outro, na carreira antiga do PEB? Será que ele não pode simplesmente pagar R$712,00 para todo mundo, independentemente do tempo de serviço e da titulação?
    A Lei nº 11.738 estabelece o piso salarial nacional, cujo valor é de R$1.187,70 em 2011, para professor comformação em nível médio, na modalidade Normal, para uma jornada de até 40h semanais.
    É o que acontece em Minas. A Lei 15.293/2004 instituiu os Planos de Carreira dos Profissionais da Educação Básica e a Lei 18.802/2010 estabeleceu as novas tabelas de vencimento básico contendo a diferença de 22% entre dois níveis e de 3% entre dois graus sucessivos. Isso significa que o nível IA da carreira dos professores da educação básica, onde estão posicionados os professores de formação de nível médio Normal, não pode ser inferior a R$712,78 para uma jornada de 24h semanais (por força da Lei do Piso) e que o nível IIA não poderá ser inferior a R$869,59, o nível IIIA não poderá ser inferior a R$1.060,90 etc (porque assim determina a Lei Estadual 18.802). Portanto, o governo não tem a opção de simplesmente pagar R$712,78 para todos, indistintamente, porque as normas legais não permitem.
    No entanto, o governo pode alterar os percentuais de 22% entre dois níveis e de 3% entre dois graus, desde que envie um projeto de lei à ALMG e consiga votos suficientes para aprová-lo. Não vejo condições para se fazer algo desse tipo, porque o desgaste político seria enorme.
    4. Os servidores técnico-administrativos das SREs e das escolas são do quadro do magistério? Legalmente, quem é do quadro do magistério?
    A Lei do Piso estabelece, no parágrafo 2o do Art. 2o que são profissionais do magistério público aqueles que desempenham as atividades de docência ou as de suporte pedagógico à docência, isto é, direção ou administração, planejamento, inspeção, supervisão, orientação e coordenação educacionais, exercidas no âmbito das unidades escolares de educação básica, em suas diversas etapas e modalidades, com a formação mínima determinada pela legislação federal de diretrizes e bases da educação nacional.
    A Secretaria de Educação precisa se manifestar sobre essa questão para que fique claramente estabelecida quais das oito carreira dos profissionais da Educação Básica estão incluídas nessa definição e, portanto, beneficiadas pelo piso nacional.
    Como não há dúvida que os professores estão incluídos, já elaborei e publiquei a nova tabela de vencimento básico (ver post de 30 de abril), mas não acho prudente afirmar nada a respeito das demais carreiras, até que a SEEMG se manifeste.
    5. Os trinta dias adicionais de prazo concedidos pelo governo são suficientes para que cada servidor possa fazer uma opção esclarecida, consciente e segura?
    Acredito que não seja, porque algumas condições deveriam ser atendidas antes do servidor tomar uma decisão. As condições que proponho são as seguintes: a) a SEEMG precisa definir quais das oito carreiras estão incluídas no conceito de magistério público e, portanto, beneficiadas pelo piso; b) publicar as novas tabelas de vencimento básico para essas carreiras; c) a SEPLAG precisa emitir um contracheque com a remuneração mensal com base vencimento básico, considerando os novos valores. Sem isso, não sei como os servidores poderão saber exatamente e com segurança quais são as suas reais opções. Comparar o subsídio atual com a remuneração dos contracheque antigos não serve mais, porque a realidade mudou muito.
    6. Os servidores das carreiras ATE, ATB, ASE e ASB são afetados pela decisão do STF?
    Valem para os ATE, ATE, ASE, ASB, ANE, ASB e EEB as observações feitas nas questões anteriores. Aguardar informação mais precisa da SEEMG.

    ResponderExcluir
  15. ACHO QUE VOU ENLOUQUECER.........

    ResponderExcluir
  16. A realidade vivida pelos educadores brasileiros, de forma particular, e pelo povo oprimido e explorado de uma forma geral aproximam-os a largos passos da centelha da rebelião popular, esta atiçada pelo arrocho, pela inflação, pelas políticas antipovo de um Estado corrupto e apodrecido da base ao topo. Os esforços são para que em breve essa centelha encontre farto material inflamável.

    Essa postura de intrasigência, arrogância, dissimulação e de afronto a constituição praticada pela gerência Anastasia tem servido de grande aprendizado para a classe. Da nossa parte afirmamos em alto e bom som: Eles aprenderão com quantos paus se faz uma canoa, ah se vão!

    Felizmente, o povo vai se convencendo cada vez mais de que o problema não se trata de existir políticos maus ou bons, mas sim de um sistema apodrecido de cima abaixo. E esse povo, indignado e revoltado, está cada vez mais disposto a deitar fora as correntes que o oprimem e a libertar toda sua fúria acumulada.

    O chão de Minas irá tremer!

    Rômulo

    ResponderExcluir
  17. Denúncia protocolada na CNJ contra a omissão do MPE em relação ao cumprimento do piso em Minas Gerais protocolada sob o número 39027. Façam o mesmo. Estamos lutando até contra o ministério público que deveria nos apoiar. Façam o mesmo.

    http://www.cnj.jus.br/ouvidoria-page

    ResponderExcluir
  18. Prof. Euler por favor me envie seu endereço de email para o meu , diegoqmn2@gmail.com , onde lhe enviarei o protocolo da denúncia à CNJ.

    ResponderExcluir
  19. Está comprovado. Depois da publicação desta "nota" no jornaleco de quinta... Não tenho mais dúvidas!
    O governador mineiro está com problemas mentais. Pensar que nós EDUCADORES, lidamos com a EDUCAÇÃO do mesmo jeito que ELE E A CORJA DO PSDB, lidam com a POLÍTICA e o PODER. Não sei nem o que dizer diante de tamanha loucura e insanidade... Eu, que nunca fui filiada a nenhum partido político e tenho a convicção do que quero com esta GREVE, tenho que ler um absurdo desses! GOVERNADOR, CUMPRA LOGO A LEI FEDERAL E DEIXA DE PALHAÇADA, DE POLITICAGEM. Você agora têm que governar para TODOS, independente se foi ou não seu eleitor. Não tem esta de só querer beneficiar quem o apoiou e "ferrar" com os outros. Que pensamento mais retroativo, obsoleto, mesquinho para um GOVERNADOR E "POLÍTICO"! Deixa disso! Vire gente! CUMPRA A LEI!

    ResponderExcluir
  20. Por e-mail:

    "luiz Fernando:

    Prezado Euler,

    Como não consegui postar no Blog, estou enviando por email.

    Segundo o portal agenciaminas (do governo), amanhã o governador fará um pronunciamento sobre a greve.


    BELO HORIZONTE (28/08/11) - O governador Antonio Anastasia faz, nesta segunda-feira, 29/08, às 10 horas, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, pronunciamento sobre a paralisação parcial de professores da rede pública estadual.

    Assunto: Pronunciamento do Governador Antonio Anastasia sobre paralisação parcial de professores da rede pública estadual

    Data: 29/08/11

    Horário: 10 Horas

    Local: Palácio Tiradentes – 4º Andar - Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves"

    ResponderExcluir
  21. Caro Euler,voce consegue colocar uma lucidez tão esplêndida nos seus comentários,que não tem como não entender.Pelo que parece teremos muito chão ainda nessa greve.Mas não tem problema,somos guerreiros para o que der e vier.O jurídico do sindicato deveria se aliar à OAB,para articular o próximos passos.Eles precisam dessa sua clareza e lucidez para organizar a resposta a esse IMBECIL que acha que pode desacatar até a justiça federal! ÊI MINISTÉRIO PÚBLICO,ATÉ QUANDO VÃO SE CURVAR A ESSE TRIO DE IMBECIS,QUE NÃO CUMPREM LEIS E SE VANGLORIAM DISSO?
    COMPANHEIROS,DESISTIR JAMAISSSSSSSSSSSS!!!!!! ATÉ A VITÓRIA,POIS ELA PERTENCE ÀQUELES QUE LUTAM!!!!!!! ABRAÇOS.

    ResponderExcluir
  22. Prof° Edmar (geografia) - Escola Estadual Sebastião Dias Ferraz - Tupaciugara.
    Euler, gosto muito de ler suas análises e seus comentários. Parabéns pela postura quanto ao desenrolar dessa greve.
    Gostaria muito que sugerisse aos dirigentes da subsede Uberlândia para fazerem uma visitinha aqui em Tupaciguara. Os professores cobram muito a presença do Sindicato. Pra você ver, muitos apesar de eu falar e orintar todos os dias, não retornaram à nossa carreira legítima porque o Sindicato não veio exclarecer alguns pontos que eles julgaram obscuros. Quem veio foi somente o pessoal da Superintendência que falou pra eles "vendendo o peixe do governo". Eu leio todos os dias o seu Blog e também entro todos os dias no Blog da Beatriz pra ver se já foi atualizado. Chego na escola e relato a todos o que estou vendo, mas é somente um falando, é difícil influienciar a todos. A escola continua funcionando normalmente e nem se falam em greve. Acho que o momento era do sindicado marcar serrado nas escolas que ainda estão funcionando. Pra você ver, nem em Uberlândia o Sindicato está tendo muito influencia, uma vez que são poucas as ecolas que estão totalmente parada. Uberlândia é uma cidade grande (2ª maior do estado) e se parasse, seria um peso muito grande nesta greve. Em Tupaciguara, todas as escolas estão funcionando normalmente. Tem servidores da escola que nem sabe que está acontecendo uma greve. Eu muitos outros servidores da minha escola gostaria muito que o sindicato fosse mais presente em nossa cidade. Alguns servidores revoltados com a falta de presença do Sindicato dizem que eles só aparecem aqui em épocas de eleição e estão pensado até mesmo em se desfiliar.
    Sem mais para o momento, agradeço a atenção que me for dispensada.
    Grande abraço!!
    Prof° Edmar

    ResponderExcluir
  23. O SINDICATO DEVERÁ DENUNCIAR O MP AO CNJ AMANHÃ DIA 29/08/11, NÃO PODEM FICAR PERDENDO TEMPO.

    O JOGO É DURO E IMPIEDOSO.

    O GOVERNO E A ASSEMBLEIA NÃO PODEM MUDAR A LEI, PREJUDICANDO OS PROFESSORES POR CAUSA DE UMA DECISÃO DO STF.
    O STF DEVERÁ TAMBÉM SER CONSULTADO SOBRE ISTO.

    ESTÃO PENSANDO EM VENCER OS PROFESSORES, MAS NA VERDADE ESTÃO DERROTANDO A EDUCAÇÃO.

    A SOCIEDADE PRECISA SE MOBILIZAR.

    VAMOS LUTAR ATÉ O FINAL, NÃO VAMOS DESISTIR NUNCA.

    O FINAL SERÁ A NOSSA VITÓRIA.

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  24. JOAQUIM BARBOSA, SOCORRO NÃO TE RESPEITÃO AQUI EM MINAS.
    DILMA, E OS POBRES PROFESSORES DE MINAS O QUE VC VAI FAZER?
    O STF O QUE VAI FAZER? A OAB NÃO VAI FALAR?
    OS DEPUTADOS OS SENSDORES VÃO FICAR PARADOS?
    E OS PROMOTORES DE JUSTIÇA VÃO FAZER O QUE?
    EU IREI A BH E VOU COBRAR O MEU DIREITO E VOCÊ DEVE PARTICIPAR.....

    ResponderExcluir
  25. Caros combatentes de luta! Ele é frio e calculista e irá nos testar até o último momento. Não vamos nos desesperar, pois até a tirania dele tem limite. Ele quer justamente isto, que percamos o controle da situação. Faremos pois o contrário, manteremos a calma e vamos abarrotar o site do MP de denúncias e lotar nossa assembléia dia 31 e fazer Minas tremer.
    Abraço e força na luta.

    ResponderExcluir
  26. Caríssimo Euler
    Por mais que dói saber de mais este ataque deste insano governo contra nós , não é surpresa, lamentavelmente.
    Ora, estamos diante de um ditador completamente insensível, um insano literalmente.
    A nossa batalha se delineia árdua, temos que arregaçar as mangas, buscarmos energia de sobra pra enfrentar esta desídia e monstruosidade.
    Minas clama por justiça !
    AVANTE COMPANHEIROS(AS).
    JUNTOS E COM DEUS HAVEREMOS DE VENCER !
    Abraços fraternos.

    ResponderExcluir
  27. Vamos deixar de pensamentos negativossssssssssss.Chega!
    Ele vai pagar o piso e pronto. Ele ta errado. Ele ta cercado. E essa é nossa!

    ResponderExcluir
  28. Edmar de tupaciguara não é so ai todo o triangulo ta morno não tem ação nenhuma uberaba,ituiutaba, uberlandia penso eu que esse triangulo ta igual ao triangulo na cidade administrativa de bh, mas vmos vencer continue na luta

    ResponderExcluir
  29. Pessoal, quanto à segunda versão do subsídio (como tenho aversão a esta palavra!) deixemos que seja votado. Nós, que ficamos na nossa carreira, não temos que nos preocupar com ele. Temos que estar atentos é à intenção deste governo de diminuir nossas vantagens para igualar nossos vencimentos ao subsídio (aff!!!). Os deputados têm que saber que se eles votarem qualquer coisa contra nós, cabeças vão rolar. Vamos pra base deles, cidades onde eles foram bem votados, fazer panfletagem contra eles. Quanto ao MPE, passou da hora de acamparmos na porta desta instituição e pedirmos providências. Não arredarmos pé até que se pronuncie. Penso também que, não acabando a greve nesta quarta, devemos ser mais assíduos em BH. Fincar pé até arrancarmos nosso Piso.

    ResponderExcluir
  30. Caríssimo Euler
    Notícia urgente !
    trupe da "casa de marfim" (conhecida como cidade inadministrável ) informa :um monte de baboseiras pra enganar a opinião pública mineira, atacando frontalmente os direitos dos professores e prejudicando mais uma vez milhares de alunos e pais,semeando calúnias e mentiras insidiosas, provocando a paciência dos cidadãos de bens deste estado.Para isto conta com a mídia de aluguel mineiro e com a cumplicidade e omissão gritantes do ministério público, e demais autoridades omissas.
    Minas clama por justiça !

    O povo de Minas pede socorro ao Brasil.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  31. A GREVE continua !!!

    NDG

    O governo é que está na ilegalidade, como já foi dito pelo Euler, pelo João Martinho, pela Beatriz Cerqueira e por vários outros companheiros é: PISO é Lei Federal e agora temos o ACÓRDÃO publicado, temos que continuar DUROS, DUROS na GREVE e tirar esse piso pela garganta, ou seja, na marra. Que dificuldade pra esse povinho entender de uma vez por todos que nós vencemos hein??! Que teimosia.

    Continuaremos JUNTOS até a VITÓRIA !

    "Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais conseguirão deter a primavera inteira." ( Che Guevara )

    abraços
    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. ACABEI DE MANDAR UM EMAIL PARA O STJ E FALEI MUITO CHAMEI ESTE PAÍS DE "PAÍS DE LADRÕES" NÃO TENHO MEDO , PERDI O MEDO POIS JÁ NÃO TEMOS MAIS O QUE PERDER.É DITADURA MESMO E PARA ISSO DEVEREMOS NOS MOVIMENTAR E IR ATRÁS DESTES SENHORES CORONEIS DO STJ , SENADORES, DEPUTADOS APESAR DE LADRÕES MESMOS ELES DEVEM SER ACIONADOS POIS ISSO PODE ACARRETAR DANOS ALTÍSSIMOS A NAÇÃO...VAMOS MANDAR EMAILS E DIZER QUE NESTE PAÍS A DESORDEM IMPERA EM MINAS GERAIS POIS TEMOS UM LOUCO NO COMANDO DE TUDO.VAMOS PESSOAL MANDAR EMAILS E DIZER A VERDADE A ELES SOBRE QUE PAÍS É ESTE??? JÁ NOS TIRARAM NOSSOS SALÁRIOS E AINDA NÃO ESTÃO SATISFEITOS??? PARA ELES TUDO PODE MAS PARA OS MAIS POBRES COMO OS PROFESSORES NADA PODE .ENVIE EMAILS PARA O STJ

    ResponderExcluir
  33. ALÔ PESSOAL DO INTERIOR,

    VAMOS INVADIR BH DIA 31/08/11,

    E FAZER TREMER ESTA ASSEMBLEIA(duplo sentido).

    A SITUAÇÃO É GRAVÍSSIMA.

    JAMAIS VAMOS DESISTIR DA LUTA.

    FORÇA, CORAGEM, RESISTÊNCIA, PERSISTÊNCIA E DETERMINAÇÃO.

    ResponderExcluir
  34. Boa Noite!
    Denúncia protocolada na CNJ contra a omissão do MPE em relação ao cumprimento do piso em Minas Gerais . Façam o mesmo. Estamos lutando até contra o ministério público que deveria nos apoiar. Façam o mesmo.

    http://www.cnj.jus.br/ouvidoria-page
    Façam o mesmo, eu já fiz! Meuprotocolo é 39030, vamos entupir a ouvidoria do CNJ

    ResponderExcluir
  35. NAS HORAS DIFÍCEIS DAS BATALHAS...

    DETERMINAÇÃO!

    "Até que esteja determinado, vai existir hesitação, vai existir a chance de voltar atrás, vai existir a ineficácia. Com respeito a todas as ações de iniciativa (e criação) existe uma verdade elementar, e ignorá-la mata incontáveis idéias e planos esplêndidos: no momento que uma pessoa se compromete definitivamente, então a Providência também se move. Todo tipo de coisas ocorrem para ajudar; coisas que jamais ocorreriam se não houvesse a determinação. Toda uma corrente de situações resultam da decisão, surgindo a favor da pessoa uma série de acontecimentos, de encontros e de material para assisti-lo, que nenhum homem seria capaz de imaginar. Aprendi a ter um profundo respeito por um dos versos de Goethe: Tudo que puder fazer, ou sonhar que pode fazer, faça. A ousadia tem gênio, poder e mágica inerentes." W.H. Murray da Expedição Escosesa ao Himalaia.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  36. que tal uma carreata pela legalidade.ônibus e vãs passando por várias cidades fazendodo panfletagen e denunciando o governo fora da lei. poderíamos buscar apoio de pais, aluos e da socieade em geral. poderiamos convidar outros grupos sociais e quem sabe conseguir apoio até de. outros estados.Precisamosmostrar nossa força para este governo.não precisaríamos ir muito longe, em cada cidade haverria alguém esperando para resar e levar o movimentoatéa cidade vizinha.´questão de organização. em cada cidade poderia ter um breve discurso a favor do piso. e um chamado aos colegas que aindanão aderirm. poderíamos levantar um fundo para isso. outros pagariam seu póprio combustível.

    ResponderExcluir
  37. Que tristeza esta atitude do governador.
    Tudo cai em cima do professorado. Só para os professores é que nunca tem dinheiro.Ele precisa de professor para quê? Mas de policiais ele precisa, para manter a copa tem dinheiro, para pagar deputado tem dinheiro.
    Por que nunca escalona os salários dos deputados,vereadores, assessores que nem tem cargos definidos?
    Que contas este sujeito vai prestar a Deus?
    As contas a prestar a Deus são do tamanho das coisas que a gente tem e faz.Comece a rezar porque os pecados estão crescendo.

    ResponderExcluir
  38. Olá amigos, saiu tb no EM, vi no site, reportagem de uma tal de Patrícia dizendo em suma que a greve é unicamente política por causa da ligação dos 5 diretores do SINDUTE com o PT. Fala de Lula, Beatriz e Rogério Correia. De forma discarada, essa reporter defende o governo de forma tao efusiva que beira ao ridículo. Se entrarem no site do Estado de Minas, cliquem em politica. Saiu hoje 28/08. Em momento algum a reporter fala sobre o governo não cumprir uma lei federal. Triste. Abraços.

    ResponderExcluir
  39. BLOG DO LULA/
    AMIGOS DO PRESIDENTE/
    LIVRO DE VISITAS

    VAMOS MANDAR MUITAS MENSAGENS PARA O EX PRESIDENTE, MOSTRANDO A NOSSA RELIDADE.

    ResponderExcluir
  40. Divino - MG

    Denúncia protocolada na CNJ contra a omissão do MPE em relação ao cumprimento do piso em Minas Gerais protocolada sob o número 39031.

    ResponderExcluir
  41. NÃO ESTÃO VENCENDO OS PROFESSORES, MAS ACABANDO COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    PRECISAMOS DA MOBILIZAÇÃO DA SOCIEDADE.

    PRECISAMOS DA OAB.

    PRECISAMOS DE AJUDA POR JUSTIÇA.

    ResponderExcluir
  42. Acho também que o sindicato tem que entrar em contato com a OAB mesmo, para tirar uma posição deles. A OAB tem o costume de não aceitar absurdos juridicos, muitos menos aqueles que atentam ao preceito fundamental de nossa vivencia em sociedade, a constituição federal.
    Só pra lembrar, amigo de tupaciguara, faça como eu, minha escolar tem 1500 alunos, ja me ligaram, e não piso na escola sem meu piso, estou sozinho a quase tres meses aqui em uberlandia sabe por que? por que eu não deposito em ninguem a responsabilidade de lutar pelos meus direitos, cabe só a mim decidir sobre esse tema, e apesar de não ter podido ser atuante eu me considero um resistente. Pra mim a superintendencia de uberlandia e um ninho de maudade, entao so torço para que em meu contra cheque venha escrito o objeto de nossa luta e quero que o nosso governador se exploda. O papo aqui em uberlandia é: se o outro parar eu paro, mas ninguem pensa no coletivo, uberlandia ta dificil conviver, cada colega que tenho que tenho ate um pouco de vergonha em dizer, pois conheço ate professores de sociologia que disseram que nao param por que não acreditam em movimentos sociais. Entao Edmar, de tupaciguara, venha conosco nessa luta, mesmo que sozinho, da um susto no pessoal dai e veja o quanto é bom se sentir cidadão, que luta pelos seus direitos!
    Abraços...

    ResponderExcluir
  43. Sem piso não piso na escola. Que venha 2012, mas a lei deve ser cumprida. A greve deve continuar! Educadores, uni-vos!

    ResponderExcluir
  44. Nas favelas, no senado
    Sujeira pra todo lado
    Ninguém respeita a constituição
    Mas todos acreditam no futuro da nação

    Que país é esse?
    Que país é esse?
    Que país é esse?

    ResponderExcluir
  45. A DITADURA JÁ ESTÁ INSTALADA EM MINAS GERAIS.

    LEGISLATIVO SUBSERVIENTE,

    PODER JUDICIÁRIO INOPERANTE,

    MÍDIA COMPRADA COM GORDAS VERBAS PUBLICITÁRIAS,

    REPRESSÃO ALIADA E EQUIPADA,

    UM PROJETO DE PODER DOMINADOR E OPRESSOR DO POVO,

    ESTÁ GUERRA É MAIOR QUE A EDUCAÇÃO, E ENVOLVERÁ TODA A SOCIEDADE.

    TEMOS QUE SER MUITO FORTES.

    VAMOS FAZER NOS OUVIR POR TODO O BRASIL.

    JAMAIS VAMOS DESISTIR DE LUTAR POR LIBERDADE E JUSTIÇA.

    MINEIROS ACORDEM.

    ResponderExcluir
  46. NDG
    boa noite a todos os companheiros do NDG e amigos em GREVE

    Anastasia fala sobre greve dos professores
    23 DE AGOSTO
    "vale a pena ver como ele elogia o SUBSÍDIO:
    forma moderna e transparente".

    Tem que rir meus caros, isso é piada!!! Transparente até demais kkkkkk !

    http://leiajeissaeemg.blogspot.com
    http://www.youtube.com/watch?v=ReXwLWWYJo0&feature=player_embedded

    "Ontem o Governador do Estado, Antônio Anastasia, esteve em visita a São Pedro da União para inaugurar o asfaltamento da rodovia que liga o município a Juruaia. Durante uma entrevista à imprensa regional, Anastasia respondeu a um questionamento da equipe da TV Sul acerca da greve dos professores da rede estadual, que reivindicam o pagamento do piso salarial para a categoria."
    FONTE: TV SUL
    http://www.tvsul.tv.br/?p=8058

    ABRAÇOS
    Piso é Lei Federal e com Acórdão PUBLICADO.

    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  47. O que mais mi intriga em tudo isso é que não vemos nenhum homem da justiça se manifestar a nosso favor.Com excessão do STF,,manifesta mas não age.Será que estão todos comprados por esse ditador.Onde está a OAB,,os juizes ,,prometores os advogados que não se manifestam nem de forma anônima,,aliás tem uma doutora em direito e prof da UFMG que se manifestou esses dias a nosso favor em um determinado jornal.Que tal se o sindicato contratar essa doutora.Se faltar grana fazemos uma vaquinha,,,precisamos de pessôas competentes do nosso lado.Será que esse governador não se toca,,,não pagar o piso representa muito mais que desgaste financeiros.Será um desgaste emocional muito grande,,,e,,com certesa o governo gastará muito mais com afastamentos e saúde do professor.Onde está a área médica para analisar tb,,esse outro lado da moeda.Por isso que não podemos desistir podem estar todos contra nós,,mas DEUS não desampara os justos ,,,com certesa venceremos.Abrimos aqui com permissão do Euler,,espaço para as autoridades ainda que seja de forma anômina possa dar seu parecer.Desistir NUNCA só voltaremos com o piso pago integralmente ou então juntaremos vários manual da constituição e queimaremos em praça pública para mostrar que nesse país não tem lei.

    ResponderExcluir
  48. Caro Combatente euler

    Concordo com tudo que dissestes, porém há um aspecto que não devria ser neglignciado desde o início do movimento grevista, baseado que está em premissas que alardeiam a honestidade e a moralidade, tão falhas quanto ao governo mas também em relação ao movimento grevista em sua essência. Não se deveria , a meu ver, pretender um apoio de efetivados sem concurso público ao movimento grevista, sem citar a própria efetivação como ilegal e imoral, e sim contar com a conscientização política destes para agregá-los à greve, por também discordarem da imoralidade do governo estadual ao não se importar com a legislação e sua obediência, já que o fizeram no passdo e nada de irregualar foi apontado, apesar de gritantes fatos jurídicos provarem o contrário. Por que agora o governador se veria em situação de rever sua postura, se seu antecedente fez o que quis e sua impunidade é notória? Acho que se deve convocar efetivados para o movimento com a verdade de que sua situação não pode diferir de designados, pois ambas categorias prescindiram de concurso para serem efetivos em seus cargos... A verdade deve ser o mote da greve, não a acobertação de fatos que podem afetar o apoio de efetivados, que de resto, talvez tenham dado muitos votos para o partido ora criticado. Em tempo, sou designado e único habilitado em minha área (artes) na regional de Carangola, e perdi aulas desde o ano passado para não-habilitados. vamos fazer um concurso, que de resto estava previsto na redação original da lei LC100, pois não se pode dar estabilidade a não ser por concurso público, onde se supõe a ampla concorrência, base do princípio de igualdade, tão alardeado por efetivados em sua defesa. Obrigado pela oportunidade de expressão, estou em greve mesmo sob risco, por acreditar na força da verdade e da justiça, a despeito de sermos brasileiros...

    ResponderExcluir
  49. Não vai pagar o piso? É GREVE!!!!!!!! Ele vai ter que pagar na marra!!!!!!!!!!!!!!!! SE NÃO PAGAR NÃO VOLTAMOS DESSA GREVE! E PRONTO!

    ResponderExcluir
  50. Caros companheiros do NDG
    No mesmo jornal o Tempo de hoje, depois da infame nota à comunidade, é noticiado que estão estudando a forma de se pagar o piso para os professores. Estão sendo feitas simulações para os 153000 servidores e para o total de servidores. Penso que essa nota foi uma coisa do tipo: "olhem como sou bonzinho e responsável por me preocupar com os alunos e duro com os grevistas" para demonstrar que tem o controle da situação (coisa que não é verdade).
    E mais à frente volta a admitir que está errado e, agora correndo atrás do erro.
    Isso mostra despreparo e desespero. Creio que essa situação está por se resolver.
    Mesmo assim vamos ficar atentos. Não é hora de baixarmos a guarda. Todos os profissionais da educação tem direito ao piso, tendo ou não optado por voltar.
    Quanto ao pronunciamento de amanhã prefiro ficar sabendo amanhã. não há necessidade de sofrermos por antecipação. Simplesmente estejamos atentos e de cabeça fria para planejarmos nossas próximas ações.
    Abraço e muita força na luta e fé.
    David

    ResponderExcluir
  51. Boa Noite!
    Denúncia protocolada na CNJ contra a omissão do MPE em relação ao cumprimento do piso em Minas Gerais . Façam o mesmo. Estamos lutando até contra o ministério público que deveria nos apoiar. Façam o mesmo.

    http://www.cnj.jus.br/ouvidoria-page
    Façam o mesmo, eu já fiz! Meuprotocolo é [ 39033 ] , vamos entupir a ouvidoria do CNJ

    Mesmo texto. Só mudeio o número do protocolo.

    ResponderExcluir
  52. AÉCIO E ANASTASIA,

    VOCÊS NÃO ESTÃO VENCENDO OS PROFESSORES, MAS ACABANDO COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    VAMOS FAZER ESTE CHÃO TREMER.

    LIBERDADE E JUSTIÇA.

    ResponderExcluir
  53. PESSOAL DO INTERIOR,

    VAMOS INVADIR BH DIA 31/08/11.

    JUSTIÇA E LIBERDADE.

    ResponderExcluir
  54. A DITADURA JÁ ESTÁ INSTALADA EM MINAS GERAIS.

    LEGISLATIVO SUBSERVIENTE,

    PODER JUDICIÁRIO INOPERANTE,

    MÍDIA COMPRADA COM GORDAS VERBAS PUBLICITÁRIAS,

    REPRESSÃO ALIADA E EQUIPADA,

    UM PROJETO DE PODER DOMINADOR E OPRESSOR DO POVO,

    ESTÁ GUERRA É MAIOR QUE A EDUCAÇÃO, E ENVOLVERÁ TODA A SOCIEDADE.

    TEMOS QUE SER MUITO FORTES.

    VAMOS FAZER NOS OUVIR POR TODO O BRASIL.

    JAMAIS VAMOS DESISTIR DE LUTAR POR LIBERDADE E JUSTIÇA.

    MINEIROS ACORDEM.

    ResponderExcluir
  55. O fim de toda batalha exige
    cautela e muita sabedoria.

    A vitória é nossa e vamos com calma e
    vamos pedir a DEUS, AS ALMAS, AOS ESPÍRITOS BONS
    que intercedam por nós nesse final de batalha.

    abraços a todos, sabedoria e paciência.
    Temos que sentir orgulho e andarmos de cabeça erguida, pois estamos fazendo a nossa parte lutando por justiça, são de 80 dias dias de luta !!! É muita gente que será beneficiada com a nossa GREVE ! Vocês estão lembrados:

    "Primeiro eles te ignoram, depois riem de você,
    depois brigam, e então você vence." (Mahatma Gandhi)

    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    leiajeissaeemg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  56. FORÇA, CORAGEM. RESISTÊNCIA, PERSISTÊNCIA E DETERMINAÇÃO.

    A LUTA SERÁ MAIOR,
    SERÁ CONTRA UMA DITADURA INSTALADA.

    PRECISAREMOS DA MOBILIZAÇÃO DE TODA A SOCIEDADE.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  57. Pessoal, parece que não vamos ter que ficar curiosos muito mais tempo com a poção de malvadezas que a Vilanesa estava, este fim de semana, remexendo em seu caldeirão:

    http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador/37118-pronunciamento-do-governador-antonio-anastasia-pronunciamento-do-governador-antonio-anastasia

    Pronunciamento do Desgovernador Antonio Anestesia sobre paralisação parcial de professores da rede pública estadual.

    ResponderExcluir
  58. Gostei da sugestão de um anônimo acima sobre queimarmos o manual da constituição federal.ELE NÃO SERVE PRÁ NADA MESMO,ENTÃO VAMOS FAZER UMA FOGUEIRA DELE,ASSIM QUEM SABE,O FOGO CLAREIA A MENTE SUJA DESSE GOVERNADOR E O CONVENCE A CUMPRIR A LEI. SÓ VOLTAMOS COM O PISO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  59. Caros colegas de luta,

    Não podemos esperar nada diferente deste governador pertencendo ele ao PSDB.

    Basta lembrarmos a forma perversa que foi a campanha para presidência (Serra X Dilma). Uso de meios sordidos, pregando o racismo, disputa de classes, evangelicos e católicos radicais, e abortos e tantos outros.O PSDB tentou trazer à tona todos aqueles elementos que levaram o nosso país à ditadura.

    E agora, usam o sindicato, a nova luta para dissolver a única força contrária a gestão totalitária do PSDB em Minas. O bloco Minas Sem Censura é na verdade o foco do PSDB.

    Na verdade, Aécio reconhece a força da nossa legitima luta; e o seu receio é o uso politico da nossa vitória pelos parlamentares que nos apoiam.

    E ao mesmo tempo sabe que ao protelarem a concessão do piso que nos é de direito, a imagem da porcaria do "Aécio" (aí esquece partido e entra o desejo pessoal de ser presidente do BR), que ficará desgastada no Brasil.

    A nossa greve queimou a secretária de educação.O governador já não consegue transitar livremente pelos cantos de Minas. Aliás, foi enganando o povo pobre dos interiores de Minas que o tal governador ganhou a eleição, inaugurando casinhas da COAB, eram umas duas ou mais por semana.Teve casa que nem estavam prontas foram entregues.

    O certo é que a nossa luta já tem é decadas, não é de hoje que somos mal remunerados.A minha luta é pela minha família e pela minha carreira.

    Tenho consciência política e sei que eu e meus colegas precisamos e que já temos direito. É muito medíocre a jornalista "Patrícia Aranha" do Jornal Estado de Minas - 28/08/2011, reduzir de forma tão medíocre a nossa greve, a nossa luta, querendo dá um viés partidário.

    Boa Greve e Força na Luta pois os nossos inimigos não tem escrúpulos.

    ResponderExcluir
  60. A DITADURA JÁ ESTÁ INSTALADA EM MINAS GERAIS.

    LEGISLATIVO SUBSERVIENTE,

    PODER JUDICIÁRIO INOPERANTE,

    MÍDIA COMPRADA COM GORDAS VERBAS PUBLICITÁRIAS,

    REPRESSÃO ALIADA E EQUIPADA,

    UM PROJETO DE PODER DOMINADOR E OPRESSOR DO POVO,

    ESTÁ GUERRA É MAIOR QUE A EDUCAÇÃO, E ENVOLVERÁ TODA A SOCIEDADE.

    TEMOS QUE SER MUITO FORTES.

    VAMOS FAZER NOS OUVIR POR TODO O BRASIL.

    JAMAIS VAMOS DESISTIR DE LUTAR POR LIBERDADE E JUSTIÇA.

    MINEIROS ACORDEM.

    ResponderExcluir
  61. Então está explicado o risinho cínico da Gazolla.

    ResponderExcluir
  62. Vamos fazer um trato:

    Não vamos comemorar nada antes do resultado oficial. Estamos vencendo,,,mas,,estamos no primeiro tempo.Não podemos subestimar
    nosso adversário ,,,mas vamos preparar bem,,para vencermos essa batalha e com certeza ganharemos.

    ResponderExcluir
  63. TURMA DA NANÁ:

    - Gorgonzola: que que cê tá rabiscando aí?
    - Velhena: são os cálculos sobre o piso dos professores.
    - Gorgonzola: Mas você tá nisso desde junho. Como você fez os cálculos para os policiais tão rápido?
    - Velhena: É que a Naná precisava dos policiais, pra bater nos professores e jogar gás de pimenta.
    - Gorgonzola: sim, mas o que isso tem a ver com a conta.
    - Velhena: é que tenho dificuldade com cálculos escolhi um percentual fácil pra resolver as contas: 100%

    ResponderExcluir
  64. TURMA DA NANÁ:

    - Velhena: Droga! Droga! Droga!
    - Gorgonzola: Que foi Velhena?
    - Velhena: Pesquisa mostra que 57% dos alunos do ensino médio não sabem matemática.
    - Gorgonzola: sim, mas e daí?
    - Velhena: Isso quer dizer que 43% vão saber que estou mentindo.

    ResponderExcluir
  65. Que tristeza meu Deus!!!
    Como esses ladrões do PSDB ainda pretendem se candidatar a Presidência?
    Nem sei o que dizer sobre essa nota...
    Vamos orar a Deus para cobrar desses governantes irresponsáveis o que é nosso.
    Paty

    ResponderExcluir
  66. VAMOS MANDAR MENSAGENS PARA OS DEPUTADOS FEDERAIS E SENADORES.

    O SENADOR CRISTOVAM BUARQUE É UM GRANDE DEFENSOR DA EDUCAÇÃO.
    VAMOS ENVIAR MENSAGENS A ELE MOSTRANDO A NOSSA REALIDADE.

    cristovam@senador.gov.br

    ResponderExcluir
  67. TURMA DA NANÁ:

    - Gorgonzola: Bua! Bua! Bua!
    - Velhena: que que cê tá chrorando aí foi Gorgonzola?
    - Gorgonzola: é que depois que falei no Jornal Nacional que Minas paga 85% a mais que o piso nacional a Naná me tirou da mídia.
    - Velhena: mas cê também heim! a ordem era pra contar uma mentirinha sutil e cê me aparece COM 85%!!! De onde cê tirou isso?.
    - Gorgonzola: é que me empolguei.

    ResponderExcluir
  68. AÉCIO E ANASTASIA,

    VOCÊS PAGARÃO UM PREÇO POLÍTICO MUITO GRANDE POR ISTO QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO COM OS EDUCADORES E COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    ResponderExcluir
  69. Esse jornaleco só foi combativo durante o governo Newton Cardoso,mas claro com motivo particular ,o Newtão esperto ao assumir o governo de Minas comprou o Jornal Hoje em Dia tirando toda publicidade do "grande jornal dos mineiros" e colocando toda publicidade no Hoje em dia,aí o sempre chapa branca , o pmdb dos jornais virou o grande jornal combativo.Por isso nossa campanha é pelo piso já e contra esse jornaleco que aos poucos vai sucumbindo com suas mentiras.

    ResponderExcluir
  70. TURMA DA NANÁ:

    - Velhena: Droga! Droga! Droga!
    - Gorgonzola: que que foi Velhena?
    - Velhena: é que tenho ido à imprensa contar várias mentiras de uma forma séria e os professores estão com a cara fechada pra mim.
    - Gorgonzola: talvez você precise mudar a estratégia.
    - Velhena: como assim?.
    - Gorgonzola: é só contar as mesmas mentiras em forma de piadas.
    - Velhena: piada e política não combinam!
    - Gorgonzola: combinam sim!
    - Velhena: combinam não!
    - Gorgonzola: combinam sim!
    - Velhena: então prova!
    - Gorgonzola: Tiririca!

    ResponderExcluir
  71. TURMA DA NANÁ:

    - Velhena: Droga! Droga! Droga!
    - Gorgonzola: que que foi Velhena?
    - Velhena: é que a Naná comprou um espaço no jornal pra publicar mais mentiras.
    - Gorgonzola: sim, e daí?
    - Velhena: é que vou ter quer cortar 7 letras do texto para caber no bloco do jornal.
    - Gorgonzola: já sei! Corta essa palavra aqui.
    - Velhena: Qual?.
    - Gorgonzola: AUMENTO

    ResponderExcluir
  72. Guerreiro de Vespá, valentes soldados da virtude...

    Não estou surpreso com esse comportamento do governo, porque realmente não gosto de coisas fáceis (ser professor em Minas e no Brasil, não é tarefa fácil). A gente melhora de acordo com o tamanho do leão que você mata por dia. Concordo com o anônimo das 21:10, pois já disse várias vezes isso aqui... Precisamos manter a calma para que toda uma luta, não se perca por uma ação equivocada.

    O governo muito bem assessorado no auge do seu desequilíbrio se agarra aos pilares que o sustenta (judiciário, Legislativo e imprensa de aluguel)para destilar seu veneno inconsequente com o objetivo claro de conseguir um pretexto para usar contra nós.

    O tempo passa e o governo substima a capacidade de resistência dessa categoria que sobrevive longe dos previlégios e luxo da corte. Nós (trabalhadores em educação) como os nordestino (parafrasendo Euclides da Cunha) somos antes de mais nada, fortes!

    Utilizando uma das frases preferidas de um governo pisicopata diante de sua eminente decadência política - "Estamos muito tranquilos". É isso mesmo, sr. anastasia, não estamos com pressa, estamos muito tranquilos. Este teatro todo (Jornaleco, pronunciamnetos, Carlos Viana, etc.) montado para esvaziar nosso lindo movimento, não vingará, pois nossos propósitos são justos e nossa causa é social. Seus propósitos são individualistas e totalitários. A demonstração de força a qualquer custo, nunca foi vista com bons olhos por nós brasileiros. Em situção semelhante torcemos sempre para aquele que se encontra em desvantagens.

    A responsabilidade histórica que temos em mãos é algo que a cada insanidade cometida por esse governo, valoriza mais nossa vitória. As palavras tem força e por isso, quero registrar o que sinto sobretudo agora diante desse endurecimento descabido do governo: ESTOU CADA VEZ MAIS CERTO DE NOSSA VITÓRIA TOTAL. MUITO ME EMOCIANA TER PARTICIPADO DE TUDO... DEUS deu ao tirano todas as chances para que se redimisse, (não o fez)agora chegou a nossa vez!!!

    Sem pressa, para degustar cada instante de nossa vitória certa! Duas, três, quatro semanas... Se preciso for, até greve de fome coletiva, eu topo! Sem escalonamento, se cortes, pagamento de todo retroativo, pagamento atecipado dos dias parados, janela de retorno aos companheiros enganados, retratação pública aos trabalhadores em educação, etc, etc.

    QUEM DISSE QUE SERIA FÁCIL???

    ResponderExcluir
  73. Euler, nas suas advertencias (se voce é do tipo que) voce se esqueceu do mais importante:
    "se voce considera, Gustavo Ioschpe e Gilberto Dimenstein, espectros que ronda a educação brasileira verdadeiros especialistas em educação, sem chance de frequentar esse blog".

    ResponderExcluir
  74. Para o anônino de Uberlândia das 21:55, Caro colega, força e resistência, você não está sozinho na luta e no ódio por esses "pôias" "dadores" de aulas.Apesar do movimento está morno em Uberlândia, saiba que existe professores como você que acredita que um andorinha faz verão sim. Nós podemos dormir com a consciência tranquila, pois estamos fazendo nossa parte.
    Abraços e até a nossa vitória!!!!
    E que explodão os "dadores de aula"
    Helena, Uberlândia

    ResponderExcluir
  75. Euler
    companheirada
    vamos enviar e-mails para o CNJ. Acabei de protocolar o meu, pedindo providências daquela corte e denunciando a omissão do nosso ministério público. Todas as estratégias honestas são válidas nesta batalha.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  76. Pessoal que ficou no subsídio ou não teve opção:

    Não caiam novamente no canto da sereia desse governo. Ele está mentindo novamente!!! A primeira fala da secretária foi que o piso seria pago somente aos 153.000 que retornaram ao antigo sistema remuneratório. Percebeu o erro da fala, pois muitos colegas que não haviam aderido a greve, revoltados, aderiram e estão engrossando o movimento. Hoje, mudou o discurso, tentando estancar o crescimento GREVISTA, disse que o estado está fazendo simulações para os 153.000 que voltaram e para os 398.000 servidores da educação. Não caiam nisso, é mentira!!!! Já falaram que o estado não tem dinheiro, que fere a LRF, quer pagar escalonado. Tudo mentira!!! O governo quer estancar o crescimento do movimento. VENHAM CONOSCO!!!LUTEMOS PELO PISO !!! PARA TODOS!!! OU GREVE ATÉ 2014 NA COPA!

    ResponderExcluir
  77. SOMOS FORTES,

    AMANHÃ RECEBEREMOS UMA PANCADA DO GOVERNO,

    VAMOS ABSORVE-LA E CONTINUAR FIRMES NA LUTA.

    AÉCIO E ANASTASIA,

    VOCÊS NÃO ESTÃO VENCENDO OS PROFESSORES, MAS ACABANDO COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    PAGARÃO UM PREÇO POLÍTICO MUITO GRANDE POR ISTO.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    ResponderExcluir
  78. CAROS COLEGAS. COMO LI EM ALGUNS COMENTÁRIOS, A IDÉIA DE PROTOCOLAR RECLAMAÇÃO JUNTO AO CNJ SOBRE A INERCIA DO MPE NÃO TRARÁ RESULTADO. O MP TEM CONSELHO NACIONAL PRÓPRIO CNMP. O CNJ REFERE-SE APENAS AOS MAGISTRADOS. PORTANTO DEVEMOS RECLAMAR JUNTO AO CNMP - CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO WWW.CNMP.JUS.BR

    ResponderExcluir
  79. TEM HORAS QUE PRECISAMOS SABER APANHAR, PARA DEPOIS CONQUISTARMOS A VITÓRIA.

    AMANHÃ 29/08/11 PRECISAREMOS DE:

    FORÇA, CORAGEM, RESISTÊNCIA, PERSISTÊNCIA E DETERMINAÇÃO.

    ...E O SOL NASCE NOVAMENTE;
    ...E A LUTA CONTINUA;
    ...ASSIM É A VIDA.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  80. TURMA DA NANÁ:

    - Gorgonzola: Bua! Bua! Bua!
    - Velhena: que que foi Gorgonzola?
    - Gorgonzola: depois que falei que Minas paga 85% a mais que o piso nacional a Naná me tirou da mídia.
    - Velhena: Mas era pra contar uma mentirinha pequena e você me aparece COM 85%!!! De onde tirou isso?.
    - Gorgonzola: é que era pro Jornal Nacional e aí eu me empolguei.

    ResponderExcluir
  81. TURMA DA NANÁ:

    - Velhena: droga! Droga! Droga!
    - Gorgonzola: que foi Velhena?
    - Velhena: pesquisa mostra que 57% dos alunos do ensino médio não sabem matemática.
    - Gorgonzola: sim, mas e daí?
    - Velhena: Isso quer dizer que 43% vão saber que estou mentindo.

    ResponderExcluir
  82. PASSEMOS ENTÃO A DENUNCIAR O MPE NO CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO.

    www.cnmp.jus.br

    ResponderExcluir
  83. Euler, tudo isso está acontecendo porque a corja de Brasília(deputados e senadores) não aprovaram a parte, no projeto de lei do piso, que previa punições ao administrador que descumprisse esta lei. Seria ideal que a União pudesse suspender o repasse de verbas federais para esses "fora da lei" até que a mesma fosse cumprida.
    Maria de Lourdes

    ResponderExcluir
  84. SOMOS FORTES,

    AMANHÃ RECEBEREMOS UMA PANCADA DO GOVERNO,

    VAMOS ABSORVE-LA E CONTINUAR FIRMES NA LUTA.

    AÉCIO E ANASTASIA,

    VOCÊS NÃO ESTÃO VENCENDO OS PROFESSORES, MAS ACABANDO COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    PAGARÃO UM PREÇO POLÍTICO MUITO GRANDE POR ISTO.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    ResponderExcluir
  85. Alguém sabe porque a gorgonzollona anda sumida?
    Parece que está se escondendo .
    A mim parece que o movimento está perto de acabar uma vez que sua majestade levanta o traseiro gordo de seu refrescante trono para falar a pobraiada mineira.
    É mais#*+^%# no ventilador!
    ESTA GREVE ESTÁ ACABANDO COM MEUS NERVOS....

    ResponderExcluir
  86. Boa noite ! Novidades no blog da Beatriz Cerqueira.
    http://blogdabeatrizcerqueira.blogspot.com/

    Professor Luciano

    ResponderExcluir
  87. Que vergonha !
    O George CHALMERS de Nova Lima voltou a funcionar.
    Estão satisfeitos com o subsidio ou a diretora cooptada conseguiu mais verba para terminar a quadra?

    ResponderExcluir
  88. Oi EULER
    Em Nova Lima só tem pelego.
    Tá todo mundo feliz com o subsidio .Por isso que estamos nesta situação .O que tem de professor tapado aqui é brincadeira.

    ResponderExcluir
  89. Intervenção Federal em Minas (Intervenção Federal? Quem irá intervir???)
    Intervenção da ONU no "país" de Minas Gerais URGENTE. Mineiros em perigo!!!
    Salvem Minas Gerais e os mineiros!!!

    ResponderExcluir
  90. Olha, realmente gostaria de parabenizar a todos nós que estamos em greve, é claro, mas principalmente a vocês que estão à frente da nossa categoria, que nos direcionam, pois se é uma pressão grande para nós que estamos aqui, imagina para vocês!! Sinceramente, acho que este está sendo o momento mais difícil. Mesmo o governo sendo obrigado a pagar o piso, agora ficamos ansiosos em saber o que acontecerá, como ficam as vantagens, quando, como?? Temos muita sede de justiça, mas o governo tem muitas armas, tem esse ministério público estadual que mais parece uma secretaria do governo, tenho medo de ele conseguir calar nossa voz, não por falta de gritos, mas por fechar nossos caminhos. Vamos continuar até o fim, mas o fim pode não ser o final.

    ResponderExcluir
  91. O link correto do anonimo das 23:14 sobre o Conselho Nacional do Ministério Público é:

    www.cnmp.gov.br

    ResponderExcluir
  92. Gostei sobremaneira do post do Marcelo Araujo.Ao abafar a Lc100 para angariar apoio dos efetivados( que não veio ) o sindicato nos iguala ao sujo e corrupto governo.A legalidade deve ser defendida até Às últimas consequências .Abraço Marcelo

    ResponderExcluir
  93. Guerreiro de Vespá, valentes soldados da visrtude da virtude, mantenedores do sonho...

    EU TAMBÉM JÁ FIZ MINHA DENÚNCIA NO Conselho Nacional de Justiça.

    vamos pra cima deles, uma hora eles se enroscam no rabo!!

    Luciano Rodrigues - Curvelo.

    ResponderExcluir
  94. João Paulo Ferreira de Assis28 de agosto de 2011 23:52

    Prezados colegas e companheiros de luta

    Esqueçam esta ideia de queimar exemplares da Constituição Federal, pois isto só trará mais publicidade negativa para a nossa luta. Nós é que temos de fazer a Constituição deixar de ser letra morta.
    Vejam a publicidade negativa que o PIG fez quando a APEOESP queimou em praça pública materiais de péssima qualidade que o governo paulista mandava para suas escolas. Sem contar que a APEOESP correu o risco de sofrer um processo.

    Saudações, e ATÉ A VITÓRIA!!!!

    ResponderExcluir
  95. Euler ,não teria como fazer um abaixo -assinado , ficando disponível pra assinatura e envio AO MPF, CNJ - STF e outros órgãos?Mostrando o desgoverno Minas Gerais?
    Vamos contar com a proteção de Deus .Fé ,Deus é mais.

    ResponderExcluir
  96. Guerreiros,devemos protocolar a reclamação junto ao CNPM sobre a inércia do MPE.O MP tem conselho Nacional próprio,CNMP - CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO - WWW.CNMP.JUS.BR
    vamos agir.
    isabel

    ResponderExcluir
  97. Precisamos de ação em Nova Lima. O pessoal de lá está voltando, já vi 3 comentários aqui no blog. EE Maria Josefina sales Wardi ( Jardim Canadá), EE George CHALMERS, etc.
    Bando de covardes, desleais com os colegas! É uma vergonha esse tipo de gente se dizendo educador!
    NDG ajudem por favor. Sindute ajude por favor. Falar com aqueles pelegos não tem adiantado nada. Quem sabe se alguém de fora aparecer eles escutem?

    ResponderExcluir
  98. Concordo com o companheiro João Paulo Ferreira de Assis. Que idéia mais infeliz a de queimar exemplares da Constituição. Somos educadores e não vândalos inconsequentes como o DESgoverno de Minas.

    Parem com essas idéias tortas. O nosso foco tem que ser o que é certo e justo.

    Força na luta!!!

    ResponderExcluir
  99. PARA O CNJ:
    ASSUNTO:DESCUMPRIMENTO DA LEI DO PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL PELO GOVERNO DE MINAS GERAIS
    PARA BURLAR A CITADA LEI (FEDERAL 11738/08), CONSIDERADA INTEGRALMENTE CONSTITUCIONAL PELO JULGAMENTO DA ADI 4167, NO STF, FINALIZADO EM 27/04 E COM ACORDÃO DIVULGADO EM 24/08, O GOVERNO DE MINAS IMPLANTOU A POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO POR SUBSÍDIO (LEI ESTADUAL 18975/10), IMPLANTOU SISTEMA DE CONTRA-INFORMAÇÃO, REDUZIU A REMUNERAÇÃO DOS SERVIDORES QUE OPTARAM POR PERMANECER NO PLANO DE CARREIRA POR ELE IMPLANTADO ANTERIORMENTE (LEI ESTADUAL 15293/04), CONTRATOU PROFESSORES SUBSTITUTOS AOS GREVISTAS (FERINDO A LEI 7783/89, ART. 6º E 7º), CONSTRANGE A CATEGORIA PUBLICANDO NA IMPRENSA ESCRITA E TELEVISIVA COM NOTÍCIAS DISTORCIDAS SEM ASSUMIR QUE SE NEGA A CUMPRIR LEI FEDERAL, SUPONDO E INDICANDO CARÁTER PARTIDÁRIO PARA O MOVIMENTO PAREDISTA. ALÉM DE DESRESPEITAR OS MILHÕES DE ALUNOS QUE DEPENDEM DO SISTEMA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PARA PROGREDIR NOS ESTUDOS, ALÉM DA ALTERAÇÃO DAS ROTINAS FAMILIARES E DOS RISCOS QUE AS CRIANÇAS MINEIRAS ESTÃO EXPOSTAS, PELA OMISSÃO E ARROGÂNCIA DA CÚPULA DO GOVERNO DO ESTADO, MILHARES DE EDUCADORES DE MINAS GERAIS ESTÃO COM OS PAGAMENTOS CORTADOS, O GOVERNO NEGA-SE A DIALOGAR SOBRE O CUMPRIMENTO DA LEI, TENDO ENCONTRADO EM 83 DIAS DE GREVE APENAS PARA INDICAR GANHOS A DIRETORES, VICE-DIRETORES E SECRETÁRIOS DE ESCOLA, NÃO APRESENTANDO SINAL DE PRETENSÃO EM CUMPRIR A LEI DO PISO. EM UM MODELO DITATORIAL, TENTA ENCERRAR O MOVIMENTO COM O USO DA IMPRENSA MINEIRA SEMPRE TENDENCIOSA EM VIRTUDE DO PATROCÍNIO SEMPRE AMBICIONADO, DE UM MINISTÉRIO PÚBLICO QUE SE COLOCA COMO OBSERVADOR, MAS QUE NÃO APRESENTA COMO INSTITUIÇÃO QUE CONFIGURE COMO FISCAL DO CUMPRIMENTO DA LEI. HÁ UM PRONUNCIAMENTO DO GOVERNADOR MARCADO PARA HOJE ÀS 10 HORAS: SERÁ QUE MINAS GERAIS VAI DECLARAR INDEPENDÊNCIA EM RELAÇÃO AO BRASIL? ATÉ QUANDO AS INSTITUIÇÕES MINEIRAS VÃO FAZER OUVIDO DE MERCADOR AO CLAMOR POR JUSTIÇA POR PARTE DOS EDUCADORES? SÓ RESTA AOS PAIS E MÃES DE FAMÍLIA QUE NÃO TÊM QUALQUER LIGAÇÃO COM PARTIDOS POLÍTICOS, QUE NÃO SÃO DIRETORES SINDICAIS, QUE ESTÃO SEM SALÁRIOS MAS QUE CONSIDERAM IMPRESCINDÍVEL O CUMPRIMENTO DA LEI, QUE AS AUTORIDADES DE BRASÍLIA VOLTEM SEUS OLHOS PARA MINAS GERAIS. NÃO PODEMOS SUCUMBIR AOS DESMANDOS DE ATOS DESPÓTICOS E QUE NÃO ATINAM PARA A RETIDÃO E IMPESSOALIDADE COM QUE O AGENTE PÚBLICO DEVE TRATAR DAS QUESTÕES RELATIVAS AOS CONFLITOS PARA COM OS SETORES DA SOCIEDADE. RESPEITO A LEI É O IMPÉRIO DA DEMOCRACIA. SE HÁ A PROMULGAÇÃO E JULGAMENTO FINAL DA CONSTITUCIONALIDADE DA MESMA, HAVERÁ SEMPRE O RESGUARDO PARA O SEU CUMPRIMENTO. PRECISAMOS DE COLABORAÇÃO IMEDIATA E PEDIMOS SOCORRO.
    Relato (com informações de processo) de protocolo 39045 enviado com sucesso!

    ResponderExcluir
  100. Valentes guerreiros e guerreiras...

    Fiz minha denúncia também no concelho Nacional do Ministério Pùblico.

    TÔ ATIRANDO PRA TODO LADO... APRENDI COM NANÁ. Kkkkkkkkkkkkk.

    ResponderExcluir
  101. Boa noite, muitos colegas têm comentado sobre a reposição e a posição está quase unânime entre os que eu tenho contato por blogs, telefones etc: não queremos que o governo gere folha de pagamento para repormos as aulas. Depois de tanta palhaçada, covardia em deixar o servidor sem o salário em Agosto, pegando empréstimos, pedindo ajuda à família, o mês passou, o pior passou. Não vamos repor aos sábados, domingos, feriados, janeiro etc. Seria até hipocrisia da nossa parte, porque não há mais como passar conteúdo com qualidade para os alunos, pois sabemos que eles mesmo não comparecem nas escolas aos sábados, que dirá domingos e feriados. Isso seria uma forma de nos punir. Não vamos aceitar isso. Peço que por favor negocie de forma a atender a todos: aqueles que fizerem questão dos 800 reais e trabalhar de domingo a domingo, que o faça. Mas aqueles que estão com falta greve e assumir a não reposição, que não sofra retaliação e que tenha substitutos para ajudar os alunos (os que aparecerem, que é improvavel, quase impossível) nos sábados, domingos e feriados e janeiro. Coloque isso em pauta assim que resolvermos sobre o Piso. Mas que o governo esteja ciente que não vamos pagar o pato por uma greve tão longa porque ele insiste em descumprir a lei. Obrigada!

    ResponderExcluir
  102. Sem o piso a greve continua. Simples assim.

    ResponderExcluir
  103. Vamos parar de questionar a omissão de juízes, o silêncio do MP e vamos lutar com nossa arma: a greve. O tempo passa e a cada dia a coisa fica mais feia para o governo. Se o MPE é comprado, o STF não é. Então é aguardar. Já chegamos até aqui em greve e ficaremos em greve até o pagamento do piso. Só depende do querido governador.
    E mais: como já foi sugerido, não vamos mendigar folha de pagamento dos dias cortados, que nos obrigará a repor. Grande parte da categoria já decidiu pela não reposição, que seria para inglês ver. Aluno não vai na escola nem sábado, que dirá domingos e feriados e janeiro. E como repassar tanto conteúdo perdido em 3 meses se os alunos não comparecem nem sob ameaça de provas e chamadas? Eles levam declarações e temos que repetir tudo durante a semana. Essa reposição não seria para os alunos e sim para penalizar os grevistas, obrigando-os a trabalhar de domingo a domingo. Não merecemos isso, não pedimos essa greve e muito menos o rumo que ela tomou. Então queridos companheiros, o mês de Agosto já acabou, Setembro teremos um dinheirinho referente às férias de julho, não vamos chorar mixaria de folha extra para nós mesmo nos penalizarmos. Deveríamos sim, decidir em assembléia, de forma unânime pela não reposição dos dias cortados e que o governo contrate substitutos. Vamos combinar que na prática, o ano já se perdeu para os alunos, pois não adianta vir com esse negócio de repor aulas em sábados, domingos e feriados e janeiro e etc, que ficaremos nas escolas cumprindo horário num momento que deveríamos estar com nossas famílias. Lembre-se que greve não é férias, não estamos descansando, viajando, curtindo, estamos tensos, sofrendo pressões financeiras e emocionais e não merecemos pagar por essa infelicidade que o governo nos proporcionou. E parece que ele não está preocupado em voltarmos, pois insiste em dizer não pagar o piso depois de tudo. Então meus camaradas, ele que se vire para contratar novos "tampões", porque domingo, feriados e janeiro eu não vou para escola pagar por um erro que não foi meu. E sugiro à categoria a fazer o mesmo e não nos "vendermos" por 800 reais. Tenhamos vergonha na cara e dignidade. Já basta. O governo já está brincando além de todos os limites com a nossa cara. Testando toda nossa paciência, civilidade e tolerância. Mas não somos bobos, não somos manipuláveis e não vamos ser penalizados trabalhando exaustivamente para fechar os 200 dias letivos e fingir que demos conta do recado e ensinamos os conteúdos aos alunos. Sejamos dignos e honrados.

    ResponderExcluir
  104. Boa noite Euler e colegas,
    Texto da lei: “Art. 3o O valor de que trata o art. 2o desta Lei passará a vigorar a partir de 1o de janeiro de 2008, e sua integralização, como vencimento inicial das Carreiras dos profissionais da educação básica pública, pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios será feita de forma progressiva e proporcional,”
    TEXTO DO ACÓRDÃO”: ..Perda de objeto declarada em relação aos arts. 3º e 8º da Lei 11.738/2008...”

    Parece que o próprio texto do ACÓRDÃO, proibe esse "escalonamento"...E possivelmete o governo está usando isso exatamente para gerar dúvidas, ganhar tempo, e mais uma vez enganar a sociedade.

    Muita serenidade...usemos do que temos de melhor: Inteligência e criatividade. Sem desesperos, sem atos falhos.Fora da Lei não somos nós.
    FORÇA E FÉ!!!

    ResponderExcluir
  105. BÚSSOLA PARA A GREVE:

    “A resistência civil é o meio mais eficaz de exprimir a angústia da alma e o mais eloqüente para protestar contra a manutenção do poder de um Estado nocivo”. M GANDHI

    "No decorrer desta busca deparei-me com o direito à Desobediência Civil, um meio que permite ao indivíduo e à sociedade intervirem diretamente nas instituições públicas. Um método que permite defender todo o direito que se encontra ameaçado ou violado, uma forma de pressão legítima, de protesto, de rebeldia contra as leis, atos ou decisões que ponham em risco os direitos civis, políticos ou sociais do indivíduo.É comum ver presente em alguns momentos históricos, como nas campanhas promovidas por Thoreau, Gandhi, Luther King, Antônio Conselheiro etc., um claro sentimento de apoio a determinadas ações, ante a necessidade de preservação da justiça e concretização de direitos.

    Uma dessas ações contrárias à lei é a desobediência civil. Esta é um meio que visa aprimorar a democracia ao permitir que os indivíduos, as minorias e, mesmo, as maiorias oprimidas, participassem diretamente do processo político. Constituía a tática adequada na defesa dos direitos da cidadania, pois aplicava-se em todos os domínios – político, econômico e social – exprimindo protesto contra os abusos do Estado.

    http://www.direitonet.com.br/artigos/exibir/2465/Desobediencia-civil-um-meio-de-se-exercer-a-cidadania

    ResponderExcluir
  106. Pô Marcelo Araujo (comentário das 22:08) tô contigo e não abro mão. Apesar de te conhecer a tão pouco tempo já me considero seu amigo, me orgulho da coragem de se identificar, arrasou no comentário. Sou CONCURSADO em dois cargos, a LC100 É UMA VERGONHA, é injusta, o movimento tá bonito é hora de expor todos os PODRES desse governo e seu antecessor, e a LC100 não pode ser colocada embaixo do tapete e passar despercebida.
    "Pela VERDADE, pela MORALIDADE e ÉTICA entre os Verdadeiros Educadores, concurso aberto a todos".

    ResponderExcluir
  107. Gente, a Lei é clara: ao Piso deverá serem acrescidas todas as vantagens dos funcionários e temos o nosso plano de carreira já, e muito bem definido. Agora só resta nos pagar. Nós que retornamos ao "sistema antigo", não temos nada a temer.Temos nosso piso e os nossos "penduricalhos". RSRSRSRSRSRSRSRSSS...Até a vitória, amigos.Força e fé.

    ResponderExcluir
  108. Respirem fundo, relaxem...
    Pensem em um momento feliz...
    Um momento bem significativo na suas vidas...
    Orem um Pai Nosso e peça força a Jesus...
    "VINDE A MIM, TODOS VÓS QUE ESTAIS CANSADOS E EU VOS ALIVIAREI."
    "O SENHOR É O MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ."
    Amigos, serenidade...
    Muita calma nessa hora... é um jogo de xadrez...
    Estamos quase no xeque-mate.
    Venceremos.
    NÃO ESTAMOS SÓS.
    SOMOS MUITOS!
    Ou vocês acham 153000 pouco?
    Deus cuide de cada um de vocês.

    Pescador de Ilusões

    O Rappa


    Se meus joelhos não doessem mais
    Diante de um bom motivo
    Que me traga fé, que me traga fé

    Se por alguns segundos eu observar
    E só observar
    A isca e o anzol, a isca e o anzol
    A isca e o anzol, a isca e o anzol
    Ainda assim estarei pronto pra comemorar
    Se eu me tornar menos faminto
    Que curioso, que curioso
    O mar escuro trará o medo lado a lado
    Com os corais mais coloridos

    Valeu a pena, eh eh
    Valeu a pena, eh eh
    Sou pescador de ilusões
    Sou pescador de ilusões (bis)

    Se eu ousar catar
    Na superfície de qualquer manhã
    As palavras de um livro sem final
    Sem final, sem final, sem final, final

    Valeu a pena, eh eh
    Valeu a pena, eh eh
    Sou pescador de ilusões
    Sou pescador de ilusões (bis)

    Se eu ousar catar
    Na superfície de qualquer manhã
    As palavras de um livro sem final
    Sem final, sem final, sem final, final

    Valeu a pena, eh eh
    Valeu a pena, eh eh
    Sou pescador de ilusões
    Sou pescador de ilusões (bis

    ResponderExcluir
  109. Somos nós contra o PSDB.
    As UNICAS armas que temos são a greve e as entradas processuais na justiça (mas a greve em primeiro lugar).
    Não apelem para Dilma, não perceberam que ela apenas está esquentando lugar para o retorno do Lula (ou vocês já a viram manifestando em prol de alguma bandeira?) e ainda por cima rola um descaso com Minas pela não eleição do Hélio Costa.
    Mas a meu ver Minas foi deixada de presente para o PSDB em troca de um candidato concorrente fiasco para presidencia, José Serra por Hélio Costa e Afilhada de Lula com afilhado de Aécio.
    Assim nadamos nessa sujeirada.
    Se não fossem o acórdao e a Lei do Piso, não teria valido a pena nem tentar!

    ResponderExcluir
  110. Amigo Euler;

    Em resposta a denúncia que protocolei no Ministério público foi publicado no site o seguinte:

    Histórico
    26/08/2011 - 09:52:00: Em análise
    26/08/2011 - 11:07:00: Classificada
    26/08/2011 - 11:08:00: Providência reportada
    26/08/2011 - 11:08:00: Finalizado
    Classificação
    Assunto: Entes externos - Educação

    Comarca:
    Promotoria:

    Providências
    26/08/2011 - 11:08:00

    Núm. Inquérito:0
    Agradecemos seu contato. Informamos que já houve encaminhamento de representação formal ao Procurador-Geral de Justiça contra o governador Antônio Anastasia por não alterar o vencimento básico dos professores da educação de acordo com o piso salarial profissional nacional. Ofício Of. 283/2011/OMP, ID 1736260.
    Informamos ainda que já foram encaminhadas manifestações à Coordenadora da Promotoria de Educação, tendo sido instaurado inquérito civil.
    Promotora: MARIA ELMIRA EVANGELINA DO AMARAL DICK
    Providência: o IC mencionado trata da investigação do cumprimento sobre o piso salarial, em curso nesta 17º Promotoria de Justiça Especializada.
    Atenciosamente,
    Ouvidoria do Ministério Público de Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  111. Parabéns ao anônimo da TURMA DA NANÁ.
    Você está desperdiçado!
    Pense em ser humorista ou colunista do EM (não se preocupe duvido que as garotas do governo vão entender suas piadas.

    ResponderExcluir
  112. EU TAMBÉM JÁ FIZ MINHA DENÚNCIA NO Conselho Nacional de Justiça. Número do protocolo:39036

    Detonem o Ministério Público Estadual

    ResponderExcluir
  113. Vamos ver o que o digno senhor Desgovernador vai tirar hoje desse saco de maldades e se vai mentir descaradamente como fazem suas mui dignas secretarias.Se ele fizer como elas, MPF nele, pois até agora esse desgovernador estava escondido e aparecer hoje, só se for pra fazer diferente PRA PAGAR O PISO!!!!!
    Muitos lutaram e até morreram pra o Brasil ser hoje um Estado de direito e não aceitaremos menos em Minas.Ditadura nunca Mais!!!!
    Meu estômago revira só de ver a cara desses 3 coisas quando aparecem na TV, e a gente vê as mentiras contadas com a cara mais limpa do mundo.Muita cara de pau gente!!!! Oléo de peroba pra brilhar mais um pouquinho!!! e nem queima.
    Euler e pessoal do NDG,
    Contra eles, o império da Lei!!!
    Que o Sindute contrate os melhores juristas desse pais e mandato neles. Nós , os do chão da fábrica, vamos inundar as redacões do cnj, MPF, as redes sociais, blogs, OAB, e a Praca Sete com nossa voz que não irá se calar SÓ VOLTAMOS COM O PISO, sem o piso, não pisamos na escola.
    Na luta até a vitória!
    Ashley

    ResponderExcluir
  114. Companheiros,
    Fiz minha denúncia também no Conselho Nacional do Ministério Pùblico.
    O meu protocolo é 39047.
    Vamos todos dar uma força, aí.....

    ResponderExcluir
  115. NAS HORAS DIFÍCEIS DAS BATALHAS, PEDIMOS A PROTEÇÃO DE DEUS.

    DETERMINAÇÃO!

    "Até que esteja determinado, vai existir hesitação, vai existir a chance de voltar atrás, vai existir a ineficácia. Com respeito a todas as ações de iniciativa (e criação) existe uma verdade elementar, e ignorá-la mata incontáveis idéias e planos esplêndidos: no momento que uma pessoa se compromete definitivamente, então a Providência também se move. Todo tipo de coisas ocorrem para ajudar; coisas que jamais ocorreriam se não houvesse a determinação. Toda uma corrente de situações resultam da decisão, surgindo a favor da pessoa uma série de acontecimentos, de encontros e de material para assisti-lo, que nenhum homem seria capaz de imaginar. Aprendi a ter um profundo respeito por um dos versos de Goethe: Tudo que puder fazer, ou sonhar que pode fazer, faça. A ousadia tem gênio, poder e mágica inerentes." W.H. Murray da Expedição Escosesa ao Himalaia.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  116. Euller,
    comentário enviado por mim ao jusbrasil, sobre o pronunciamento que ashley 29 de August de 2011 - 07:26:40
    Espero sinceramente que seja pra confirmar, já que é PROFESSOR de Direito, que Minas vai cumprir a LEI FEDERAL do PISO e que não vai usar a famigerada LRF como desculpa pra o não pagamento do piso, uma vez que deve ter dinheiro sobrando na educacao, uma fez que contratou centenas de funcionários em cargos comissionados, milhares de funcionários para o PIP CBC( toda essa gente sem concurso e tudo apadrinhados políticos), já sabendo como a própria Renata disse que ja sabiam do teor da Lei Federal do Piso.
    Que esse Des governo tenha feito direitinho o seu dever de casa, pare de enrolar e pague o que é de direito.
    Ashley Educadora
    que anastasia fará hoje as 10 h

    ResponderExcluir
  117. Existe a possibilidade do governo, ao se pronunciar,anunciar o pagamento imediato do piso?

    ResponderExcluir
  118. GENTE!!!
    VAMOS DEIXAR DE LADO O BLÁ BLÁ BLÁ, O DISE ME DISSE E PARTIR PARA A AÇÃO. qUEM ESTUDOS A HISTÓRIA DO BRASIL DEVE SE LEMBRAR DA COLUNA PRESTES, NÃO É MESMO?
    VAMOS ORGANIZAR A GRANDE MARCHA DOS PROFESSORES PELO PAGAMENTO DO PISO SALARIAL NACIONAL. COMEÇEMOS PELAS CIDADE MINEIRAS E ADENTREMOS BRASIL A FORA. nÃO VAMOS ESPERAR PELAS LIDERANÇAS SINDICAIS, MAS SIM VAMOS FAZER A MARCHA DE MODO QUE TERÃO QUE NOS ACOMPANHAR. A NOSSA INDIGNAÇÃO NÃO ESTÁ ATRELADA A PARTIDOS POLÍTICOS. SOMO NÓS POR NÓS. QUEM PODE COMEÇAR A ORGANIZAR O MOVIMENTO? SE O PROBLEMA É DINHEIRO, VAMOS FAZER UMA CAMPANHA SOLIDÁRIA. TODO MUNDO PEDE NAS RUAS E NA MÍDIA PARA TUDO, PORQUE NÓS NÃO FAZEMOS ISSO. VAMOS DISPERTAR NO POVO MINEIRO O INTERESSE PELO DESTINO DO ALTO VALOR ARRECADADO PELO GOVERNO QUE NUNCA VAI PARAR NA EDUCAÇÃO, NA SAÚDE E ...

    ResponderExcluir
  119. AÍ COLEGAS, MAIS NOTÍCIAS.

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=180778,OTE&IdCanal=

    (FAVOR NÃO SE ASSUSTAREM COM A CARA DA RENATA HIENA!!!!!!!!!)

    ResponderExcluir
  120. Governador fala nesta segunda-feira sobre a greve dos professores

    O governo de Minas vem estudando maneiras de cumprir o piso nacional da educação, estabelecido pelo STF

    Do Hoje em Dia - 29/08/2011 - 08:24

    O governador Antonio Augusto Anastasia (PSDB) faz nesta segunda-feira (29) um pronunciamento, às 10 horas, sobre a greve dos professores da rede estadual, que já dura 83 dias. A assessoria de imprensa do Governo não quis adiantar se haverá uma nova proposta para o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE).

    Anastasia estará acompanhado, na sede do Governo na Cidade Administrativa, das secretárias de Educação, Ana Lúcia Gazzola, e de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena.

    O governo de Minas vem estudando maneiras de cumprir o piso nacional da educação, estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de R$1.187,97.

    A Secretaria de Planejamento estuda duas opções de pagamento. A primeira, estabelece o valor que será gasto com os 153 mil servidores da educação que optaram pelo antigo modelo de salário.

    A outra seria a estimativa do valor gasto com os 398 mil cargos, com o subsídio proposto como forma de remuneração.( pelo amor de Deus isso não)!!!!! Erica

    ResponderExcluir
  121. dizer e negociar com este thief que não queremos 8oo reais para estar pagando os tais dias parados para completar os 200 dias ...no..no...please....se ele nunca nos respeitou e mandou a barata e agorgonzola dizer que nós não pagamos a greve do ano passado , imagine agora é que literalmente não iremos pagar.ele faz pirraça e nós respondemos daqui porém com responsabilidade.V~e lá se vamos deixar nosso lazer, família, viagens , descanso para estar brincando de pagar greve.Se ele pensa que somos mandados por ele e fazemos como ele quer ....ele está redondamente...redondamente enganado.Mesmo que o sindute não negocia isso ou seja não diz a ele que nós não queremos pagar e que ele que se vire nos 30 ou quando ele quiser para encontrar mais "bicudos" para nos substituir....Eu não vou repor e já estou decidida.Já passei o mês sem este dinheiro então agora não vai adiantar mais.Não irei repor...vou viajar em outubro e não quero nem saber de sábados na escola...ou seja no quartel ....Deus me livre.God help me

    ResponderExcluir
  122. Calma aê......estamos solidários ao movimento dos professores de MG, mas a PM recebeu um aumento de 100% a se consumar ao final de 2015!!!!Este ano receberemos os míseros 10% chorados!!!Sem contar que temos apenas CARGA HORÁRIA MÍNIMA DE 40H SEMANAIS, sendo que cerca de 90% da tropa, cumpre mais que 50 horas semanais sem hora extra e/ou direito a folgas extras. Repito, estamos solidários ao movimento dos professores mas não se compara um serviço policial com o serviço dos professores!!!São ramos diferentes com particularidades diferentes!!!

    ResponderExcluir
  123. Rosilene Vale

    Ás dez horas de hoje, o desgovernador anastazista vai se pronunciar sobre a situação a qual estamos bravamente envolvidos. Rádio itatiaia. Toda essa imprensa, por favor, escrita sempre da forma como mais combina com ela:MINÚSCULA!
    Toda forma de manifestar contra essa banda podre é bem vinda.
    Só com o piso voltamos para escola.
    Quem se acovardar neste momento receberá uma marca para sempre: DESERTORES DO MAIS BELO MOVIMENTO QUE MINAS JÁ VIVEU!
    Nenhuma classe de trabalhadores se colocou com tamanha bravura diante do descaso de um governo.
    Vamos juntos até o último segundo.
    Corrigindo...Jamais soltaremos as mãos!!!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  124. Olá, pessoal da luta, membros do NDG,

    Hoje pela manhão, às 9h, ouvi o comentário de três jornalistas no programa Conversa de Redação, da Itatiaia. Como eles adotaram uma postura que considerei honesta, enviei o seguinte comentário para o serviço de contato com aquela rádio:


    "Prezados Senhores,

    Gostaria de parabenizar aos jornalistas Mônica Miranda, Eduardo Costa e Eustáquio Ramos pela abordagem honesta que fizeram na Conversa de Redação de hoje, dia 29, em relação à greve dos educadores de Minas.

    Várias coisas importantes foram mencionadas por vocês: 1) a demora do governador de Minas em se pronunciar a respeito de tão importante questão; 2) a possibilidade do governo pedir ajuda ao governo federal para complementar o pagamento do piso - possibilidade que consta da Lei do Piso; 3) a questão da LRF - esta, embora o Eustáquio tenha falado na possibilidade da retirada dos inativos da Folha para este fim, chamo a atenção para o parecer dos TCEs de Minas e de Pernambuco, segundo o qual o governo poderá ultrapassar a LRF para aplicar o piso, devendo, em seguida, realizar medidas saneadoras para corrigir o excedente. Além disso, o artigo 22º, I, da LRF prevê também que para cumprir determinação judicial ou determinação legal, pode-se ultrapassar estes limites. Como o STF determinou o pagamento do piso, creio que o governo poderia apelar para esta exceção prevista em lei.

    Enfatizo ainda a fala coerente da jornalista Mônica Miranda em relação ao problema do trânsito causado pelas manifestações dos educadores, que é sempre enfocado com mais destaque pela mídia do que o problema da Educação.

    Finalmente, quero parabenizar ao jornalista Eduardo Costa, a quem já critiquei em outro momento, por estar assumindo postura em defesa dos educadores, reconhecendo o quanto essa categoria é mal remunerada e tratada com descaso, mesmo diante de um imperativo constitucional que favorece os profissionais da Educação.

    Atenciosamente,

    Euler Conrado - professor da rede pública de Minas Gerais"

    ResponderExcluir
  125. Acho que o Sr Anástasia não tem perspectivas políticas futuras , pois mentinto como está mentindo e enganando a sociedade mineira desse jeito dizendo que paga mais que o piso, e blá blá blá...ele só esta enterrando de vez as suas possibilidades de se tornar alguem q realmente tenha destaque na política do Brasil.Falta identidade, ele parece apenas hum clone subordinado a Aécio.
    Como Educador que diz que foi, mas eu duvido, pois pouco sabe de cidadania, deveria
    saber que a educação rege uma nação , não é atoa que paises de primeiro mundo enfrentam qualquer tipo de crise e fenômeno sem perder seu potencial pq educação nesses países e primordial, em Minas o que menos se pensa é em formar pessoas capazes de mudar a história e escrever uma història nova.
    É triste ver esse "Estado" a "menina dos olhos do Brasil" ser administrado por pessoas que so se importam em "como crescer suas contas correntes" ou como enganar e trapassear a população.

    Tenho orgulho da classe dos educadores que estão em greve. Lembrem-se vocês chamam LIBERDADE, CORAGEM, JUSTIÇA, vocês são a continuidade viva dos inconfidentes e em maior número... Vocês são o orgulho para nós alunos , pais, sociedade mineira. Vcs não prejudicam nossos filhos, vcs ensinam pra eles a Matemática , a Geografia, a Física, a Biologia, a História, a Filosofia, a sociologia, a Química e a Lingua Portuguesa que pessoas como nosso ex presidente LULA e vcs educadores do NDG não aprenderam na escola , mas aprenderam na Luta pela vida e pela dignidade.

    Estamos com vcs nessa luta!

    Não desistam.

    Só vence aquele que vai á luta .

    Abraços e força

    Sul de Minas

    ResponderExcluir
  126. Pessoas maravilhosas,

    Estou postando o link de um Dicionário Eletrônico. Ele só funciona se você estiver conectado à Internert. É uma mão na roda, como dizem.

    Eis:
    www.auletedigital.com.br

    Podem me achar antipática. Não me incomodo. Meus alunos cortam um dobrado comigo! Temos colegas Professores (suponho) cometendo erros crassos de ortografia e gramática. Querem servir de motivo de chacota para uns e outros?
    Eu sei que os comentários são substanciais e isso é o que importa, mas não é tudo.
    O amigo Euler deve ficar vesgo com tantos deslizes.Ele não teria condições de corrigir essa montanha de comentários. Deixo claro que a tia Maluquinha perdoa os erros de digitação. Vez ou outra os dedinhos escorregam onde não deveriam. É a pressa dos tempos modernos. Mas como vou supor que um Professor tenha escrito "concelho" em vez de "conselho" e "imprescionada" em vez de "impressionada"? Então, por que criticar os professores tampões?
    Não é verdade que o Diocionário é o pai dos burros. Ele é o pai dos curiosos, cuidadosos, estudiosos...
    Em defesa de nossa Língua Portuguesa. Se bem que me disseram que foi publicado num livro didático: "Nós pegou o peixe". Ora, façam-me chorar!

    Beijo da Tia Maluquinha.

    ResponderExcluir
  127. Nas favelas, no senado
    Sujeira pra todo lado
    Ninguém respeita a constituição
    Mas todos acreditam no futuro da nação

    Que país é esse?
    Que país é esse?
    Que país é esse?

    No Amazonas, no Araguaia iá, iá,
    Na Baixada Fluminense
    Mato Grosso, nas Gerais e no
    Nordeste tudo em paz

    Na morte eu descanso, mas o
    Sangue anda solto
    Manchando os papéis, documentos fiéis
    Ao descanso do patrão

    ResponderExcluir
  128. graça:
    Bom dia Prof Euler,

    Ainda não sei qual canal ira transmitir a fala do governo para o interior. Mais que nunca precisamos de força para enfrentar
    O MOEDOR DE IDEAIS:

    PROFESSORAS ROSINHAS
    Os professores brasileiros são vermelhos, marxistas. Como a vasta maioria é mulher, são Rosas de Luxemburgo. Donas Rosinhas. É assim que muitos dos experts em educação enxergam as professoras da rede.
    Quando estava para assumir a empresa, em 1978, enfrentei uma greve e levei um susto. O chefe do Departamento Pessoal, um advogado que falava em "priscas eras" e classificava as grávidas de "prenhes", havia chamado a polícia montada.
    Lá estavam eles, do alto de puros-sangues ingleses, com cassetetes em punho dispersando os operários. Os nossos operários, com quem eu tomava café à tarde. Nunca me recuperei daquilo.
    Marquei para irmos à sede do sindicato dos metalúrgicos. Houve incredulidade dos dois lados. Fizemos a primeira visita de empresários ao sindicato para negociar.
    Começamos a entender os porquês e, depois de alguns anos criando credibilidade mútua, ficamos 25 anos sem greves.
    Basta rever estereótipos. Também com os professores.
    Depois que a linha de montagem esquartejou o currículo, o sistema escolar emburrecido fez nascer uma máquina de moer ideais.
    Perguntei aos experts se estudos demonstram a preponderância de socialistas. Eles explicam que há pesquisas, das Unescos da vida, nas quais os professores respondem que a igualdade é mais importante do que a liberdade. E censos em que declaram que querem formar cidadãos questionadores, que mudem a sociedade.
    Para esses pesquisadores, tudo isso é indício de esquerdismo, essa terminologia antiquada.
    Ora, quem quer alunos ativos na tentativa de melhorar o mundo é idealista. E qualquer neoliberal deveria querer o mesmo. Ou o mundo está bem resolvido e só interessa preparar a meninada para o tal do mercado?
    É só parar numa escola qualquer, Brasil afora, para saber que os professores entraram no ramo por idealismo. O ideal de ajudar a formar pequenos seres, o de apoiar e acompanhar o desenvolvimento mágico que leva cidadãos ao mundo por meio de mãos cuidadosas. É uma função tribal e bonita.
    Mas, com secretários pressionando por cortes, pais que depositam os filhos no prédio e somem, métodos que mudam sempre, reciclagem, horários quadrados e dezenas de crianças que não querem estar lá, só se apoiando em um sindicato.
    Não tem nada de esquerdismo, mesmo quando está sendo liderado por socialistas. É que os ideais dos professores não resistem a tanto encaixotamento emburrecedor.
    Que se abra esta caixa de pandora -dentro, há donas Rosas que são mães do conhecimento e da sabedoria infantis. E não professores vermelhos que precisam ser dispersados a cavalo.

    RICARDO SEMLER, 52, é empresário. Foi scholar da Harvard Law School e professor de MBA no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts).
    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/saber/sb2908201103.htm

    ResponderExcluir
  129. Bom dia colegas do núcleo duro de guerra!!
    Também sou a favor de não realizamos a reposição, uma vez que tivemos nossos salários cortados e fomos até substituídos pelos professores tampão!!!Esses professores que se preparem para repor as aulas!Não fora, contratados para isto? Então que façam a reposição e nos poupem!!O momento agora requer muita calma e tranquilidade!!Continuemos firmes na luta e até a vitória com a graça de DEUS!!

    ResponderExcluir
  130. Educadora de Contagem29 de agosto de 2011 09:53

    Gostaria de informar que o Governo de Minas Gerais está omisso em relação ao cumprimento imediato do PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL e que os educadores estão em greve a mais de 80 dias, sofremos corte de salário
    e eu especialmente estou passando por privações dentro do meu lar.
    Agora pergunto? Após publicação do acórdão em 24/08/11, ele têm que ser respeitado ou não ?
    Respeitosamente despeço-me,

    Caro Euler, esse foi o recadinho que enviei para o CNJ agora a pouco, como foi sugerido pela Sônia Clarete. Na minha humilde opinião teríamos todos os educadores que enviar esse pedido ao CNJ. Fica aí a sugestão.
    Educadora de Contagem

    ResponderExcluir
  131. Renata/Geografia-MAnhuaçu

    Já pararam para pensar que,se o prêmio por produtividade for pago em outubro, e com certeza, até lá já estaremos recebendo o piso(se Deus quiser), o ANESTESISTA, vai gastar uma nota?SIm porque vai pagar o prêmio em cima do piso,SENHOR ANESTESISTA, VC ESTÀ SEM SAÌDA.

    ResponderExcluir
  132. Onde poderemos assistir o "pronunciamento" do governador?? Erica

    ResponderExcluir
  133. Colegas, fiz como sugeriu nossa colega Sonia Clarete e protocolei junto ao CNJ a denúncia contra o MP, nºprotocolo 39059
    Para entrar em contato com a Ouvidoria, ligue para (61) 2326-4607/ 2326-4608.

    Vamos todos denunciar para aumentar a pressão, também por essa via. abraços, juliana
    montes claros

    ResponderExcluir
  134. Agradecemos a participação neste espaço de dois visitantes que se identificaram como policiais militares.

    Sempre destacamos que somos favoráveis a que todos os servidores públicos de carreira, incluindo os da área da Segurança Pública, sejam bem remunerados. Nos nossos textos, quando citamos os reajustes maiores para os PMs não é por sermos contrários a estes reajustes; pelo contrário, achamos que pela natureza do serviço de segurança pública - excetuando-se quando a polícia é chamada para reprimir os movimentos sociais - vocês deveriam receber melhores remunerações. Usamos tal exemplo apenas para mostrar a diferença de tratamento em relação aos educadores.

    Com relação aos educadores, como sabemos, a situação está abaixo da crítica, por isso a nossa luta, que vai até o final, pelo pagamento do piso.

    Um abraço,

    Euler

    ResponderExcluir
  135. Olha pessoal, a resposta que obtive da minha manifestação ao MPE:

    24/08/2011 - 11:44:00
    Núm. Inquérito:0
    Agradecemos seu contato. Informamos que já houve encaminhamento de representação formal ao Procurador-Geral de Justiça contra o governador Antônio Anastasia por não alterar o vencimento básico dos professores da educação de acordo com o piso salarial profissional nacional. Ofício Of. 283/2011/OMP, ID 1736260.
    Informamos ainda que já foram encaminhadas manifestações à Coordenadora da Promotoria de Educação, tendo sido instaurado inquérito civil.
    Promotora: MARIA ELMIRA EVANGELINA DO AMARAL DICK
    Providência: o IC mencionado trata da investigação do cumprimento sobre o piso salarial, em curso nesta 17º Promotoria de Justiça Especializada.
    Atenciosamente,
    Ouvidoria do Ministério Público de Minas Gerais.

    Será que o MP vai deixar de ser medroso e vai ter coragem de peitar a naná?
    Firmes na luta, vamos em frente e PISO NELES!!!!!
    Luiz.

    ResponderExcluir
  136. Bom dia, alguém sabe se o governador já fez seu pronunciamento hoje? Liguei o rádio aqui e nada.

    ResponderExcluir
  137. Educadora de Contagem29 de agosto de 2011 10:23

    Caro Senador Cristovam Buarque, Bom dia!!!
    Venho através deste, informar que nós, os professores da Rede Estadual em Minas Gerais estamos de greve há mais de 80 dias, pela implantação do PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL, cujo acordão foi publicado em 24/08/11 e nosso governante insiste em não atender, insiste em nos enfiar por goela abaixo um subsídio inventado por ele. Informo que mais de 153 mil servidores voltaram à renumeração antiga( = vencimento básico + vantagens). Neste mês de agosto, sofremos o corte em nossos salários, quer dizer, estamos dependendo de parentes e amigos para nossa sobrevivência, fui pessoalmente à cemig, para pedir parcelamento da conta, em virtude da greve.
    Bem o acórdão foi publicado e eu pergunto: O Governo tem poderes para se esquivar desse acórdão???
    Antecipo agradecimentos e espero resposta o mais rápido possível,
    Atenciosamente,

    Euler, acabei de postar um e-mail para o senador Cristovão Buarque (cristovam@senador.gov.br)

    ResponderExcluir
  138. Para aqueles que esperam uma postura mais pró-ativa do MPMG, penso que podem esquecer. Uma notícia veiculada pelo hoje em dia dava conta que anastasia indicou um promotor do mp de minas para atuar na light(rj), com salário de até 100.000,00. Acho até que eles devem estar trabalhando em mutirão para encontrar uma escapatória que salve o pescoço do desgoverno de mg. Com ofertas sedutoras como essa, o mp de mg já deixou há muito tempo de ser confiável para as finalidades pelas quais eles existe. Com certeza, outras instituições daqui devem receber ofertas tentadoras para serem coninventes.

    ResponderExcluir
  139. Olá, combativo Luiz das 10h17m,

    O tal inquérito civil instalado pelo Ministério Público é mera enrolação. Já tiveram 3 meses para fazer este inquérito, que fica restrito ao próprio MP.

    O que ele tinha que fazer era impetrar uma ação judicial cobrando o pagamento do piso e as penalidades, caso isso não ocorra. Aí a questão seria transferida para a Justiça mineira. O tal inquérito pode ficar em aberto no MP por tempo indeterminado. Precisamos continuar pressionando.

    Um forte abraço e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  140. NDG Hoje segunda-feira
    Bom dia a todos amigos de luta

    Depois de mais de 80 dias m-u-d-o
    HOJE 10:00 horas fala do "desgovernador" de Minas Antônio Anastasia (PSDB),
    depois de mais de 80 dias mudo direto da Cidade Administrativa (Serra Verde - BH).


    Entrevista com Beatriz Cerqueira
    "A coordenadora geral do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sindute), Beatriz Cerqueira, afirmou que ainda é possível recompor o calendário escolar para cumprir o que prevê a legislação dos 200 dias letivos. "A demora em fazer isso e o prolongamento dessa greve é exatamente pela ausência de negociação do governo do Estado.", afirmou."
    http://www.itatiaia.com.br/site/noticias/noticia/4690
    Escute: Entrevista com Beatriz Cerqueira - Coordenadora do SindUTE/MG "Piso salarial é vencimento básico, não pode ser considerado total de remuneração. A demora do governo em reconhecer uma Lei Federal é o que faz com que a greve seja cada vez mais longa.", explicou.

    Escute também a entrevista com Renata Vilhena
    (Secretária de Planejamento e Gestão de Minas Gerais) Ela fala sobre as vantagens em relação ao "subsuicídio". A Secretária de Estado Planejamento e Gestão do Estado, Renata Vilhena, concordou que o acórdão refletiu uma decisão já tomada no mês de abril.

    NDG Notícias de domingo
    Piso Salarial é Lei Federal 11738/08 e agora com ACÓRDÃO PUBLICADO

    Escute também a fala de Alexandre Garcia
    Quem não sabe usa palavras complicadas, "por que álcool ao invéns de etanol, num país de ignorantes usa palavras burras: oferece e não disponibiliza, quem sabe se comunicar usa as palavras mais simples" Alexandre Garcia. E isso lembra muito bem nosso governador e suas secretárias:
    usa-se subsuicídio ao invés de PISO.
    http://www.itatiaia.com.br/site/player.php/?name=Alexandre%20Garcia&path=/site/files/listens/a97d5e9cd182437a2d6887d93a56ca9c.mp3&description=Opini%C3%A3o&isLive=false&isPlay=true&time=151.61475&emissora=belo-horizonte

    abraços
    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  141. NOTÍCIAS DE NANÁ?

    PRECISAMOS URGENTE.

    ResponderExcluir
  142. Alguém sabe o conteudo do pronunciamento do governo??? Não estou conseguindo encontrar notícias...

    ResponderExcluir
  143. CALDO DE PIABA:

    Nessa luta, o Governo é o TUBARÃO e nós somos apenas as PIABINHAS... e vamos virar caldinho pras tubaroas ana LÚCIFER e RENATA HIENA!!!
    Quando foi publicado o bendito ACÓRDÃO, todos comemoravam e a vitória parecia certa.
    Mas aí... os TUBARÕES começaram maquiavelicamente a buscarem outros subterfúgios para não pagar o PISO.
    E o engraçado nisso tudo, que é uma BATALHA QUE ENVOLVE LEI E LEIS... a gente nem vê falar no dito departamento jurídico do sindicato. Eu nunca li uma NOTA de esclarecimento/explicativa dos nossos advogados-fantasmas nos esclarecendo a situação. Eles realmente existem???
    Pois fica a pergunta: por quanto tempo mais a categoria aguentará ficar sem receber???
    POR MAIS QUANTO TEMPO???
    Será que vamos voltar pras escolas em forma de CALDO DE PIABA???

    ResponderExcluir
  144. Notícias do NANÁ?

    ESTAMOS ANSIOSOS.

    ResponderExcluir
  145. Olá amigos, hoje às 13:30h haverá ciclo de debates sobre o piso salarial na tv on line da assembleia legislativa.

    ResponderExcluir
  146. Anastasia em seu pronunciamento insistindo com Subsídio.

    Toma vergonha nessa cara, Naná!!

    Falou, falou e nao disse nada.

    ResponderExcluir
  147. É meu povo. A greve irá continuar.

    O governador continua na mesma tecla.
    Subsidio...Subsidio...Subsidio...Subsidio...

    ResponderExcluir
  148. Pronunciamento do governador Antonio Anastasia sobre Educação - hoje (29/08/2011 às 10 horas)

    http://www.agenciaminas.mg.gov.br/audios/governador/8823-pronunciamento-do-governador-antonio-anastasia-sobre-a-greve-na-educacao

    ResponderExcluir
  149. Pessoal da luta, turma do NDG,

    O governador já fez o tal pronunciamento, que ao que parece não acrescentou nada. De acordo com a rádio Itatiaia, ele teria dado enfoque ao subsídio.

    A única novidade é que ele está pedindo (ou seria dando ordem?) para que o MP convoque uma reunião entre governo e sindicato para uma nova rodada de negociação.

    Muito provavelmente será nessa negociação que o governo apresentará a sua proposta para o piso - assim mesmo para os 153 mil que optaram pelo sistema de vencimento básico.

    Daqui a pouco faremos novos comentários.

    Força na luta e até a vitória!

    ResponderExcluir
  150. ATENÇÃO ALUNOS DOS CURSOS DE LICENCIATURAS.

    NÃO PERCAM TEMPO NEM DINHEIRO, PROCUREM OUTRA PROFISSÃO.

    AÉCIO E ANASTASIA, ESTÃO ACABANDO COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    OS PROFESSORES DAQUI PRA FRENTE, NÃO ASSUMIRAM MAIS O COMPROMISSO CARIDOSO COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.
    TRABALHAREMOS DE ACORDO COM O QUE GANHAMOS.

    A SOCIEDADE É QUE TEM QUE SE MOBILIZAR.

    ESTUDANTES ESTÃO COMPLETANDO O 9° ANO SEM SABEREM LER OU LENDO E NÃO INTERPRETANDO.
    SABEM PORQUE?

    É POR CAUSA DESTE SISTEMA DE RESULTADOS MAQUIADOS DO GOVERNO DE MINAS.

    FIQUEM ATENTOS SRS. PAIS, ESTE GOVERNO É SÓ PROPAGANDA E FALSIDADE.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  151. (NDG) DIVINO DISE....29 de agosto de 2011 11:20

    (NDG)DIVINO MG, DISSE...
    Bom dia companheiros e companheiras,
    por favor, mande notícias do pronunciamento do governador, estamos na luta visitando escolas e realizando entrevistas na rádio local. Visitamos a E.E.Joaquim Bartholomeu Pedrosa de Fervedouro, a partir de amanhã dia 30, estarão em greve.Vamos visitar os colegas de Alvorada, distrito de Carangola.Aguardem.Forte abraço.A luta continua.....

    ResponderExcluir
  152. ATENÇÃO Sind UTE,
    ATENÇÃO BEATRIZ,
    ATENÇÃO NDG DO BLOG DO EULER,

    PEÇO QUE ANALISEM E AJUDEM A CONCRETIZAR ESTA IDEIA.

    SE A GREVE PERSISTIR APÓS 31/08/11, VAMOS NOS ORGANIZAR PARA ESTAR PRESENTES, TODOS OS PROFESSORES QUE PUDEREM, NO DIA 07/09/11 NA CIDADE DE CONGONHAS, 70 KM DE BH, E PARTICIPARMOS DO GRITO DOS EXCLUÍDOS.
    VAMOS MOSTRAR NOSSO PROTESTO CONTRA ESTA DITADURA INSTALADA EM MINAS GERAIS, PARA TODO O BRASIL.
    VAMOS MOSTRAR ESTA IMPRENSA PODRE E PARCIAL.
    VAMOS MOSTRAR COMO FUNCIONA A ASSEMBLEIA HOMOLOGATIVA DE MINAS GERAIS.
    VAMOS PEDIR O CUMPRIMENTO DA LEI DO PISO SALARIAL.
    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    PENSEM COM CARINHO NESTA IDEIA.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  153. Ola pessoal da luta,

    quem desejar ouvir o pronunciamento do governador o link já foi citado pelo visitante das 11h09m. Vejam:

    http://www.agenciaminas.mg.gov.br/audios/governador/8823-pronunciamento-do-governador-antonio-anastasia-sobre-a-greve-na-educacao

    ResponderExcluir
  154. CALDO DE PIABA INFORMA:

    Salário de deputado e senador cresceu 222% em dez anos
    Benefícios sem fim
    Além do salário, os congressistas contam ainda, todo mês, com os seguintes benefícios:

    - Verba indenizatória de até R$ 15 mil
    - Verba para transporte aéreo de até R$ 27 mil
    - Cota de até R$ 1.000 para telefone fixo e ilimitada para celular
    - Auxílio-moradia no valor de R$ 3.800
    - Verba de R$ 520 para a compra de combustível
    - "Cotão" de até R$ 35, 5 mil para custear fretamento de aeronaves, combustível, assinaturas de publicações, entre outros gastos.
    *Fonte: Site Congresso em Foco, com base em dados da Câmara, do Senado e da ONG Transparência Brasil

    LEIA NOTICIA COMPLETA NO JORNAL O TEMPO
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=180768,OTE

    ResponderExcluir
  155. CALDO DE PIABA AVISA:

    O reajuste da remuneração dos congressistas é SUPERIOR AO DOBRO DAS CATEGORIAS ORGANIZADAS; o aumento nos benefícios é de cerca de 20 pontos percentuais maior que o do salário mínimo!!!

    ResponderExcluir
  156. Amigos(as),
    Na minha opinião, não dá pra esperar a Assembleia do dia 31/08 para tomarmos alguma atitude contra os mandos e desmandos deste governador e sua corja. Enquanto aguardamos a manifestação, eles vão arquitetando como acabar com os nossos DIREITOS. Não sei o que podemos fazer, mas com certeza, quem é da área jurídica saberá. Precisamos buscar ajuda, socorro! Se o governo pensa que vamos desistir, está muito enganado! Greve até o PISO SALARIAL NO CONTRACHEQUE!(2)
    O TEMPO URGE!! SE O JURÍDICO DO SINDICATO ESTÁ ATOLADO DE SERVIÇOS QUE CONTRATE OUTROS PARA APOIAR....E DIVIDE A CONTA COM OS FELIADOS ASSIM QUE O PISO ESTIVER NO CONTRACHEQUE!!MARIA - CONTAGEM!!

    ResponderExcluir
  157. O Governo agradece aos professores que estão em sala de aula ajudando-o a destruir a educação pública mineira.

    ResponderExcluir
  158. Sind UTE MG,

    NÃO PERCAM TEMPO.
    DENUNCIEM IMEDIATAMENTE O MP AO CNMP.

    LEMBREM-SE:
    "Aquelas oportunidades que vocês não aproveitarem, outros as aproveitarão".

    Vamos ouvi-los e pedir tempo para análise.

    Enquanto isto, tomar TODAS as decisões que forem necessárias.

    NÃO AO ESCALONAMENTO.

    PISO (PROPORCIONAL) IMEDIATAMENTE.

    PAGTO DOS SALÁRIOS CORTADOS DOS PROFESSORES, IMEDIATAMENTE.

    PAGTO DO ABONO DE AVALIAÇÃO 2010, IMEDIATAMENTE.

    CUMPRIMENTO DA TABELA DAS FÉRIAS PREMIAS.

    TALVEZ, SE A NOSSA ASSEMBLEIA CONCORDAR, O ÚNICO PONTO NEGOCIÁVEL PODERÁ SER O PARCELAMENTO DOS DIREITOS RETROATIVOS.

    NOVO EDITAL PARA O CONCURSO PÚBLICO DOS EDUCADORES.

    VAMOS APRENDER A JOGAR O JOGO.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    AÉCIO E ANASTASIA, ESTÃO ACABANDO COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  159. Saiu a reportagem sobre a coletiva do governador no jornal o tempo. Deixem seu comentário lá. Professor Luciano.

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=128031,NOT&IdCanal=

    ResponderExcluir
  160. Educadora de Contagem29 de agosto de 2011 11:41

    Gostaria que a equipe de reportagem perguntasse à Secretária Renata Vilhena o seguinte: A senhora dizia que já pagava mais que o piso através do subsídio, como a senhora explica não ter dinheiro para pagar o piso, que segundo a sua fala é muito inferior ao subsídio? A senhora está mentindo agora , estava mentindo antes ou mente o tempo todo?

    ResponderExcluir
  161. Realmente, está difícil de prosseguir, porém são nas adversidades que encontramos força para embates maiores. Sabíamos desde o início que a batalha não seria fácil, alguns já desistiram, ora por medo, ora por covardia, ora por necessidades primárias mesmo, enfim cada um procura arrolar seus motivos.Aqui eu destaco o meu: quero o piso para TODOS, inclusive para aqueles que traem a categoria, por isso tenho a convicção de que devemos resistir. Enquanto houver esperança, háverá a resistência. Acabei de protocolar no CNJ conforme orientação de um comentarista do blog. Fiz minha parte mais uma vez, vamos encher de denúncias este órgão. Não se pode conceber uma nação que não se pauta por um "mínimo" de justiça. Chega de trapaças, de roubalheiras, de conluios, de corrupção.Hoje, parece que lutar por justiça é visto com maus olhos por todos, os professores são achincalhados por todos por simplesmente exigir que se cumpra a lei, a justiça. Haverá o dia em que poderemos gritar aos quatro cantos que valeu a pena nos expormos, a darmos a cara a tapa, a lutar até pelos covardes que estão acostumados ao velho ditado: antes pingar do que secar. Não quero isso para mim e nem para os outros, penso alto, tenho a cabeça nas estrela, mas sem nunca tirar meus pés do "piso". Assim a luta continua. Até dia 31 de agosto.
    Inácio Lopes - Pará de Minas

    ResponderExcluir
  162. O governador no seu pronunciamento falou em escalonamento????
    Escalonamento do piso??
    Sem o PISO...
    podem completar e guardar o grito para próxima quarta feira!!!
    Vamos precisar.

    ResponderExcluir
  163. SEGUNDO O GOVERNO 90% DOS PROFESSORES ESTÃO EM SALA DE AULA. O SEU PRONUNCIAMENTO FOI O MESMO LERO,LERO DE SEMPRE. TA NA HORA DE FAZERMOS UMA REVOLUÇÃO NA EDUCAÇÃO, TA HORA DE QUEM NÃO ADERIU AO MOVIMENTO, ADERIR. A GREVE CONTINUA. GREVE ATÉ O PISO, CHEGA DE ENROLAÇÃO.

    ResponderExcluir
  164. Parabéns aos bravos guerreiros de Espinosa, membros efetivos do NDG, pela adesão exemplar ao nosso movimento.

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  165. AGORA PRECISAMOS DE UMA ANÁLISE BEM FEITA DO PRONUNCIAMENTO DO GOVERNADOR, FEITA POR NOSSO MESTRE,
    PROFESSOR EULER.

    AGUARDAMOS ANSIOSOS.

    ResponderExcluir
  166. VAMOS TRABALHAR CALADINHOS,

    A GREVE CONTINUA, ATÉ A VITÓRIA.

    PRECISAMOS DE MAIS ADESÕES.

    ResponderExcluir
  167. ATENÇÃO Sind UTE,
    ATENÇÃO BEATRIZ,
    ATENÇÃO NDG DO BLOG DO EULER,

    PEÇO QUE ANALISEM E AJUDEM A CONCRETIZAR ESTA IDEIA.

    SE A GREVE PERSISTIR APÓS 31/08/11, VAMOS NOS

    ORGANIZAR PARA ESTAR PRESENTES, TODOS OS

    PROFESSORES QUE PUDEREM, NO DIA 07/09/11 NA

    CIDADE DE CONGONHAS, 70 KM DE BH, E

    PARTICIPARMOS DO GRITO DOS EXCLUÍDOS.

    VAMOS MOSTRAR NOSSO PROTESTO CONTRA ESTA

    DITADURA INSTALADA EM MINAS GERAIS, PARA TODO O BRASIL.

    VAMOS MOSTRAR ESTA IMPRENSA PODRE E PARCIAL.

    VAMOS MOSTRAR COMO FUNCIONA A ASSEMBLEIA HOMOLOGATIVA DE MINAS GERAIS.

    VAMOS EXIGIR O CUMPRIMENTO DA LEI DO PISO SALARIAL.

    VAMOS FAZER O BRASIL NOS OUVIR.

    PENSEM COM CARINHO NESTA IDEIA.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  168. SE SOMOS TÃO POUCOS PROFESSORES EM GREVE,

    ENTÃO PRECISAMOS DE AUMENTAR ESTES NÚMEROS.

    ResponderExcluir
  169. Anastasia falou que não podia pagar o piso "que os professores querem". Nós queremos?Como assim? Foi uma determinação do STF. Agora que a corda apertou para o lado dele, ele vem na mídia pela primeira vez falar em "acordo" (entre aspas mesmo!)

    O jornal o tempo de hoje mais uma vez corrobora a minha opinião, que eu já havia dito aqui, de que ele está menos do lado do governo, enquanto o hoje em dia é porta voz do anastasia e que devemos parar de assiná-lo.
    Na capa a matéria fala que em uma décad, parlamentares aumentaram seu salário em 222,4%, enquanto professores tiveram aumento de 101,8 a 138,5%. Logo abaixo dessa matéria, a chamada sobre a greve, uma matéria trazendo na página 12 uma entrevista com a renata e outra com a beatriz na mesma página, de forma que o confronto fez com que a bia negasse o que a outra dise e esclarecesse para o leitor mais desavisado e manipulado pelo governo. Enquanto isso, no hoje em dia, apenas uma nota falando que o governador iria se pronunciar hoje. Abaixo com esse jornal hoje em dia!

    ResponderExcluir
  170. NÃO PERCAM TEMPO, VAMOS DENUNCIAR O MP AO CNMP.

    ResponderExcluir
  171. Bom dia anônimo das 10:53.

    você não acha que para dividir a categoria basta o desgoverno?Agora é hora de somarmos forças para o enfrentamento final.

    até a vitória/José Henrique

    ResponderExcluir
  172. ATENÇÃO Sind UTE MG,

    VAMOS ANALISAR SE EXISTIU MENTIRAS NA FALA DO GOVERNADOR.

    E PEDIR RETRATAÇÕES NA JUSTIÇA.

    ISTO É MUITO GRAVE.

    ResponderExcluir
  173. Sugestão para resolver o impasse:paga o piso para os 10 por cento em greve e para os "90 por cento amiguihos do governador" aceitem qualquer proposta dele, pois fura greve merece é isso, aliás menos que isso, tá ganhando demais pelo tamanho da consciência política, bando de alienados.

    PS- Óbvio que os 90 por cento faz parte da mentira dele, pinóquio!

    ResponderExcluir
  174. NÃO ESTAMOS PEDINDO REAJUSTES NENHUM, PRINCIPALMENTE DE 300%,
    ISTO É UMA M E N T I R A.

    O GOVERNADOR FALOU MENTIRA.

    ESTAMOS SIMPLESMENTE PEDINDO O CUMPRIMENTO DA LEI.

    ISTO TEM QUE SER DITO NO MP.

    ResponderExcluir
  175. VAMOS SER FIRMES COM ELES.

    ResponderExcluir
  176. CARO EULER,

    Desde março existe uma portaria sobre os critéros para se obtera comlementação, será que o governo também vai dizer que não sabia!!!hahaha Com certeza sabe sim, é que infeçizmente tenho certeza que não cumpre alguns itens e por isto não quer mostrar os erros e falcatruas para a sociedade!!
    Segue abaixo a portaria:
    "Quinta-feira, 03 de março de 2011 - 08:00 Tweet - divulgue esta matéria no twitter O Ministério da Educação publicou,3 de março de 20011, portaria que aprova resolução da Comissão Intergovernamental para Financiamento da Educação de Qualidade. Essa resolução trata do uso de parcela dos recursos da complementação da União ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para o pagamento integral do piso salarial dos profissionais da educação básica pública.

    Composta por membros do MEC, do Conselho Nacional de Secretarias de Educação (Consed) e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), a comissão definiu cinco critérios que serão exigidos de estados e municípios para pedido de recursos federais destinados ao cumprimento da lei do piso salarial do magistério:


    •Aplicar 25% das receitas na manutenção e no desenvolvimento do ensino;


    •Preencher o Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope);


    •Cumprir o regime de gestão plena dos recursos vinculados para manutenção e desenvolvimento do ensino;


    •Dispor de plano de carreira para o magistério, com lei específica;


    •Demonstrar cabalmente o impacto da lei do piso nos recursos do estado ou município.

    Com base nessas comprovações, o MEC avaliará o esforço das administrações na tentativa de pagar o piso salarial dos professores.

    Assessoria de Comunicação Social

    Confira a Portaria nº 213. de 2 de março de 2011."

    Um abraço!!!

    ResponderExcluir
  177. Agora o desgovernante resolveu falar... Por que será?
    http://www.agenciaminas.mg.gov.br/audios/governador/8823-pronunciamento-do-governador-antonio-anastasia-sobre-a-greve-na-educacao

    ResponderExcluir
  178. GRAÇA:
    Depois de ouvir o gov falar "mais do mesmo e para não desanimar:

    GOVERNADOR: EANDEM CONTRA LEGEM !FRAUS LEGIS!

    MINISTERIO PUBLICO:CULPA IN OMITTENDO!
    PARQUET CONDITIO SINE QUA NOM:
    DURA LEX SED LEX!EX VI!HIC ET UNO! VERO AD VERBUM ! EXEQUATUR!

    COLEGAS:
    AVANTI Gutta cavat lapidem, consumitur annulus usus. Gutta cavat lapidem, non bis, sed saepe cadendo. Gutta cavat lapidem, non vi, sed saepe cadendo.
    Ad partus ovium noscuntur pondera ventrum.

    tradução aproximada:
    governador : o mesmo contra a lei,fraudador da lei!
    Ministerio Publico: culpa em omitir, a lei é dura mas é lei!Condição sem a qual não há como cumprir e por força de lei, aqui e agora, cumpra-se a lei, palavra por palavra,Execute-se! cumpra-se; autorização do STF para que as determinações do Supremo seja cumpridas!
    COLEGAS:
    AVANTE! A pedra é dura, a gota miúda, mas, caindo sempre, faz cavadura.No fim é que se cantam as glórias.

    ResponderExcluir
  179. Euler e caros colegas NDG,
    Temos que estar sempre nos antecipando ao nosso inimigo. As diretoras já estão fazendo lavagem cerebral nos colegas fracos, sem coragem de assumir o seu verdadeiro papel de professor e muitos deles, ainda alienados. Segundo duas dadoras de aulas de escolas diferentes( me recusei chamá-las de professoras) aqui de Ipatinga, suas diretoras disseram que o subsídio foi melhorado e que todos os profissionais da educação terá que aderir ao mesmo. Fiquei muito assustada, não com a notícia( já esperávamos), mas sim, com a convicção que essas dadoras passaram a defender o subsídio. Se pessoas com formação superior estão se deixando convencer, imagine os mais simples.
    Então colegas, além de nossas atividades diárias relacionadas ao movimento, precisamos reforçar, nas escolas ainda cheias de pelegos,a rasteira que o governo pretende dar nos mais desavisados.
    Euler, você pode achar perda de tempo,Mas não seria interessante um texto seu direcionado exclusivamente aos colegas que ainda não se envolveram, mas que eles também são responsáveis pelos rumos de nosso movimento. Que, independente do resultado desse movimento, eles ficarão marcados pelos resto da vida como traidores da própria categoria, e que, a consciência de cada um será o seu juíz, lembrando-o disso todos os dias de suas vidas. Seria um ultimato, você sabe fazer isso melhor que ninguém. Muitos visitam o seu blog, prá saberem o que já conseguimos, com nossa luta, para eles.

    Maria Helena - Ipatinga

    ResponderExcluir
  180. o governador falará no MGTV agora!! e fiz minha parte, fiz a denúncia no CNJ!vamos companheiros fazer o mesmo!!vamos lotar a caixa do CNJ!!
    Maria - Contagem

    ResponderExcluir
  181. querido Euler
    notícia de última hora!!!
    A E.E. Professor Domingos Ornelas, em Santa Luzia, acaba de decidir pela adesão à greve. Bravooooo!!!

    ResponderExcluir
  182. Quem sabe poderíamos informar aos jornais de vários Estados dessa nossa assembleia de 4ª feira. Íamos pingar aqui e ali, e talvez incomodar o “amiguinho" AÉCIO NEVER, nas suas pretensões e também mostrar para todo Brasil os desmandos(essa palavra é pouco) que estão acontecendo em Minas e a nossa luta desigual .

    ResponderExcluir
  183. EULER E COLEGAS,

    O governo está na imprensa falando que 90% dos professores já retornaram e que ele já paga mais que o piso, a mesma estória. É um mentiroso, não tem credibilidade nenhuma. Que Deus tenha pena desse estrume que hoje é o(des)governo de Minas. GREVE!GREVE!GREVE!GREVE!

    ResponderExcluir
  184. caros colegas grevistas.caso o governador nao pague o piso ,vamos nos reunir e pedir o impeachment dele.nos anos noventa estudantes derrubaram um presidente.vamos derrubar esse governador ditador.

    ResponderExcluir
  185. TURMA DA NANÁ:

    - Velhena: assim não dá!
    - Gorgonzola: que que foi Velhena?
    - Velhena: é que de manhã eu disse que o governo paga 57% a mais que o piso e de noite você disse que era 85%. Precisamos combinar os discursos!
    - Gorgonzola: o que sugere?
    - Velhena: tenho uma técnica especial de hipnose para enganar repórter e população. É só repetir as minhas palavras fazendo cara de paisagem:

    “Blá, blá, blá, subsídio é ótimo
    Blá, blá, blá, subsídio é o máximo.
    Blá, blá, blá subsídio é 57% maior que o piso”

    - Gorgonzola: buá! buá! bua!
    - Velhena: que que foi Gorgonzola?
    - Gorgonzola: é que não consigo!
    - Velhena: não consegue o que? Repetir o texto?
    - Gorgonzola: não consigo fazer a cara de paisagem!

    ResponderExcluir
  186. caro Euler
    A E.E.Professor Domingos Ornelas em Santa Luzia decidiu esta manhã pela adesão à greve.Bravooooo!

    ResponderExcluir
  187. Não acredito que esse Plathelminto cestódeo do Anástasia tem a cara de pau de dizer que desde 2003 vem adotando uma conduta de respeito com a educação em Minas e que tem feitos conquistas históricas KKKKKKKKKKKKKK....

    Adiconal por produtividade...
    13° integral...
    Pagamento até o 5° dia útil...
    Isso é obrigação do estado senhor Platelminto.

    Agora eu nao recebo o subsídio ! E ai? não tenho direito ao piso?

    Deveria o senhor e suas secretárias procurar conhecer o que é contituição para coloca-la em prática...

    Não estamos roubando , nem matando ,muito menos prejudicando ninguem , nos só queremos respeito
    coisa que eu acho que o senhor não sabe o que é ,pois ,nem sabe o que fala, cada hora vem com uma conversa . O que eu imaginava agora tenho certeza você deve ser como o prefeito de cordel encantado Patácio Peixoto que fica baseando suas propostas de governo em um menino de 9 anos de idade , com uma diferença você pronuncia o que sua secretária "nada inteligente" MANDA vc dizer se ela nao sabe o que falam imagine o senhor né que como maritaca só repete.
    KKKKKKKKKKkkkk
    Temos que rir pra não chorar...
    Continuamos nossa luta pessoal

    ResponderExcluir
  188. Realmente, o justo seria, se possível, lutarmos pelo piso apenas para nós que estamos firmes na greve! Mas volto atrás e penso:não podemos nos esquecer daqueles que não puderam optar e daqueles que virão!não podemos agir prejudicando os outros, isso quem faz é o governo!

    como será que ficará a situação dos efetivados? penso que talvez o governo encontre formas de não ser obrigado a pagar-lhes o piso...esse governo é capaz de tudo!

    ResponderExcluir
  189. vi a declaração do governador!!Aff nada de novo!! convoca o MP e STF para a negociação! e disse que só 1°% da categoria está em greve!!acha paciência meu Deus!!Maria -Contagem

    ResponderExcluir
  190. EE Maria Josefina Sales Wardi (Jardim Canadá) Nova Lima. Os pelegos, covardes, traidores estão voltando hoje.
    Não escutam os colegas. Precisamos de alguém do NDG ou do SindUte para fazer uma visita e tentar abrir os olhos daquele povo tacanho!
    EE MARIA JOSEFINA SALES WARDI, LÁ TEM PROFESSORES(professores?) QUE ENVERGONHAM A CLASSE. COVARDES!

    ResponderExcluir
  191. Pessoal da luta, membros do NDG,

    Acabo de colocar um comentário ao final do texto de hoje.

    Sobre a fala do governador, o que há de proveitoso é que uma nova reunião será marcada, e desta vez não tem este papo de subsídio não. Aliás, o sindicato deveria deixar claro para o MP: se o assunto for subsídio, nem precisa marcar reunião. Queremos discutir piso e que o governo traga proposta concreta.

    ResponderExcluir
  192. FICO PASMO COM TANTA BALELA

    EM 1999 ITAMAR COLOCOU SALÁRIO DE 660,00 TEM 12 ANOS E ESTA ESSA PORQUEIRA E FALA QUE VALORIZOU.

    NÃO DÁ, FICAMOS DESANIMADOS

    ATE

    ResponderExcluir
  193. o senhor governador deveria punir aqueles que querem o piso pois ele ja falou um milhao de vezes que o subsidio e melhor e eles insistem querendo o piso.pague essa porcaria de piso pra eles.o senhor quer o melhor pra nos professores e ninguem entende... o senhor e tao bom que me emociona.

    ResponderExcluir
  194. ILVANI - Varzelândia29 de agosto de 2011 13:02

    Euler e colegas professores, boa tarde.

    Ouvi duas vezes o pronunciamento do governador e colocarei aqui minhas impressões sobre ele.
    O governador não se pronunciaria para não dizer nada. Se o próprio governador fez o pronunciamento é porque a situação para ele está desconfortável de alguma maneira. Suas duas secretárias já estão desacreditadas e eles, ao meu ver, sentem que a greve começa a ter o apoio popular e começa a ter uma melhor cobertura da mídia, imprimindo na mesma uma tendência de crescimento. Talvez até o ministério público ou os deputados de sua base esteja pressionando o governador. O risco político para eles todos só está aumentando. Bem, o governador disse que não negociava com grevistas. Mas ele sentiu agora que precisa negociar. Então como fazer? Ele disse que pediu para o chefe do ministério público que marcasse a reunião de negociação e pediu que o Sindute fosse responsável, ou seja, nas entrelinhas ele pediu que o sindicato “pegasse leve”, que não tentasse pedir para que ele aplique o piso para todos. Ele vai, na minha opinião, tentar emplacar também o escalonamento nesta negociação, de modo que o piso inicialmente seja, no máximo, igual ao subsídio. Desta forma ele quer ter tempo para respirar e nos enrolar por muito tempo. Até quando eu não sei. Talvez até quando o STF derrubar de vez o subsídio. Penso que ele está apostando que o STF vai demorar para julgar a ADI 4631, que acaba com o subsídio.
    Temos que fazer uma grande assembléia na quarta e mostrar que estamos cada vez mais fortes. Se a proposta dele for indecente, vamos continuar na luta. Senti sinal de que nossa greve já está ficando insustentável para ele.
    Então é hora de ficarmos muito atentos e com a mesma garra de antes.
    Dia 2 de setembro a greve bate o recorde com 87 dias. Isto não pegaria nada bem para um grupo político que tem como projeto “fazer um presidente da república”.
    Temos que manter a calma e sermos otimistas, pois chegamos num ponto onde o problema agora é muito mais deles do que nosso. Pelo menos aqui na minha cidade ninguém fala de outra coisa, a não ser sobre a greve. Todos estão sabendo que o governo está mentindo muito e não paga o piso aos professores. Vamos ter paciência e “jogar o jogo”.

    Até quarta feira Euler e companheiros. Boa tarde a todos.

    ResponderExcluir
  195. Não devemos apenas ouvir o que esses famigerados do governo falam, mas devemos fazer uma leitura de seus atos. Dá pra perceber que eles querem entrar com aquela velha tática de negociação, "conzinhar o galo", se percebe que eles estão blefando como num jogo de cartas, na verdade eles não tem nenhum trunfo, mas querem que pensemos que tem, para que por meio de uma negociação furtem alguns de nossos direitos. Nossa estratégia tem que permanecer a nesma ficar focados no nosso alvo e consiguir novas adesões à greve. Lembrem-se a pressa é deles, todo o mal que eles poderiam fazer já fizeram, e quanto mais eles agiam maliciosamente mais forte ficamos. Firmes até a vitória!!!

    ResponderExcluir
  196. Marisa Karla-Governador Valadares29 de agosto de 2011 13:03

    Para Marcelo Araújo:
    Parabéns Marcelo!Você desenvolveu o tema da
    Lei 100(vergonha) com maestria.Sou efetiva e
    concordo com você em tudo!
    Aliás, uma ilegalidade puxa a outra.Não é mesmo?
    Abraços,

    ResponderExcluir
  197. Euler, sobre o Fundeb, nós todos vimos o repasse para Minas no site disponibilizado aqui no blog. Como a secretária afirma que não recebe? Não entendo, é só mais uma mentira ou tem mais de um tipo de repasse?

    ResponderExcluir
  198. Ao ouvir o governo falar, percebo o quanto e como ele nos julga: SEM CÉREBRO!!
    Não tem outra palavra para justificar essa insistência no que NÃO ACEITAMOS.
    Repito: NÃO ACEITAMOS!!!!
    Quem voltou e ou pretende retornar ao quadrado da sala de aula não pode e não deve receber o nome de EDUCADOR. Quem sabe, apenas, MINISTRADOR DE CONTEÚDO??? AQUELE QUE DÁ AULA?? ASSOCIADO DO ANASTAZISTA? Algo desse tipo. EDUCADOR, nunca!!!!!
    Fiquemos firmes, quanto mais esse ditador bate o chicote, mais fortes ficamos.
    ESTOU ATÉ O ÚLTIMO INSTANTE COM OS DO NDG!
    Vamos dobrar o número de pessoas na próxima ASSEMBLÉIA. Nada de desistir!

    ResponderExcluir
  199. Caros colegas:
    Nossos inimigos são muitos.
    O governador não teria tanta audácia caso uma parcela considerável de "EDUCADORES" estivessem tranquilos em suas salas de aula como se nada estivesse acontecendo. Sei de caso em que em determinada escola, sem nenhum professor em greve, tais colegas estavam avidamente de máquina em puno calculando para quanto iria os seus salários, após a publicação do acórdão. Venham então engrossar as fileiras da nossa luta. A luta é desigual, pois o adversário lança mão de mecanismos desonestos, enganadores para nos derrotar. Não conseguirão, pois tenho certeza que Deus está conosco e alguém no CNJ averá de nos ouvir e cobrar do MPE o cumprimento do seu dever.

    ResponderExcluir
  200. fico indgnada com a fala do governador!
    62% optaram pelo subsidio!é como se tivesse dado a oportunidade para todos voltarem para o sistema antigo e só uma minoria optou, a greve é coisa do sindicato!90% dos professores est6ão 3m sala d aula!essa conversa fiada é puro desespero,eles sabem muito bem que não está cumprindo a lei!
    nessa hora eu tenho vergonha de ser Brasileira!
    uma política de mentiras demagogias e tapiação!
    fique sabendo senhor governador que em minha família ninguem mais vota no senhor! perdeu toda a credibilidade que tinha conosco!

    ResponderExcluir