sábado, 20 de agosto de 2011

Minas: 75 dias de greve dos educadores contra 137 dias de enrolação do governo



Olha aí, pessoal da luta! Para espantar esse quarteto maldito aí de baixo, nada melhor do que ver e ouvir essa manifestação cultural dos nossos valentes guerreiros/guerreiras de MONTES CLAROS.



Minas: 75 dias de greve dos educadores contra 137 dias de enrolação do governo


Neste domingo, dia 21, completaremos 75 dias em greve. Em contrapartida, o governo mineiro completará 137 dias sem nos pagar o piso salarial a que temos direito, de acordo com a lei federal 11.738/2008. Então, é importante relembrar o histórico deste embate, para que ninguém se esqueça como tudo começou.

No dia 06 de abril de 2011, o plenário do STF decidiu, por ampla maioria e em caráter irrevogável e vinculante, rejeitar a ADI 4167, impetrada por cinco infelizes desgovernadores (RS, MS, PR, CE e SC). Esta ADI pedia para que o piso salarial dos educadores fosse considerado soma total de remuneração e não salário inicial, como está escrito na lei do piso. O STF rejeitou essa definição de piso, considerando-o como vencimento básico, sobre o qual as gratificações conquistadas pela categoria devem incidir. A Lei do Piso foi considerada, portanto, constitucional.

É bom lembrar que a Lei do Piso foi aprovada e sancionada em 2008, mas, por força de liminar dessa famigerada ADI 4167 ficou suspensa durante todo este período. Mas, a partir do dia 06 de abril deste ano, portanto há 137 dias, os governos dos estados e dos municípios são obrigados a pagar o piso enquanto vencimento básico, salário inicial das respectivas tabelas dos trabalhadores da Educação.

Um governante sério, diante dessa realidade, já no dia 07 de abril teria convidado o sindicato da categoria para uma conversa séria, com o objetivo de viabilizar o pagamento imediato do piso dos educadores.

Mas, ao contrário disso, o que se assistiu aqui em Minas Gerais foi um festival de enrolação, mentiras, falsidades, e os mais variados métodos de coerção e chantagem para fugir deste compromisso constitucional de pagar o piso dos educadores.

Num primeiro momento o governo chegou a admitir que teria que pagar o valor proporcional do piso do MEC, mas que aguardaria a publicação do acórdão do STF. Coisa absolutamente desnecessária, protelatória, já que a decisão estava tomada. Na medida em que o governo pressentiu que o acórdão poderia ser publicado a qualquer instante, ele mudou o discurso dizendo que já pagava até mais do que o piso do MEC através do subsídio. Só que o governo não teve a coragem de explicar duas coisas para a sociedade mineira: 1) que o subsídio é teto salarial, soma total de salário, e não piso, como manda a lei; e 2) naquela altura milhares de educadores começavam a fazer sua opção, prevista na própria lei do subsídio, para o antigo sistema remuneratório, composto de vencimento básico e das gratificações e vantagens adquiridas ao longo da carreira.

A partir de então, o governo passou a repetir inúmeras vezes que já pagava o piso através do subsídio, seguindo a cartilha do propagandista nazista Goebbels, segundo a qual "uma mentira dita 100 vezes torna-se verdade". Com a cara mais lambida do mundo os agentes do governo repetiam a mesma nota sem música, segundo a qual, em Minas Gerais, o piso poderia ser pago com o teto, ou seja, com a somatória de remuneração, a mesma que fora rejeitada terminantemente pelo STF no dia 06 de abril de 2011.

Durante todo este período, que vai do dia 06 de abril ao dia 08 de junho, data do início da greve, que somam 63 dias corridos, os educadores mineiros tentaram pacientemente negociar o pagamento do piso com o governo. Sem falar dos dois anos anteriores, que o governo mineiro recusara-se a pagar o piso enquanto vencimento básico, com a proteção da liminar conseguida no STF com a citada (e rejeitada) ADI 4167. Ou seja, quando interessou ao governo, ele obedeceu aos ditames da lei, mas quando a decisão do STF feriu as suas conveniências ele procrastinou e não cumpriu a lei. Coisa que continua fazendo até hoje.

Na assembléia geral do dia 31 de maio, ante ao descaso do governo de Minas, os educadores aprovaram a greve geral por tempo indeterminado que teve início no dia 08 de junho, com assembleia marcada para a mesma data. O governo teve ainda esta oportunidade para negociar o pagamento do piso com a categoria, para evitar a greve, mas manteve o desprezo, julgando que a categoria não teria força para iniciar a paralisação. O governo avaliava que a maioria da categoria estaria satisfeita com o subsídio, que havia sido imposto para todos os servidores.

Mas, ao perceber que um grande movimento pelo abandono do subsídio e pelo retorno dos educadores para o sistema de vencimento básico ganhara força, o governo passou a pressionar e chantagear a categoria. Primeiramente, adiou o prazo para a opção de mudança de sistema remuneratório, para manter o pretexto de que já pagava o piso através do subsídio. Até então, ninguém sabia ao certo quantas pessoas teriam voltado para a carreira antiga. O governo dizia que a grande maioria dos educadores teria optado pelo subsídio.

E fez de tudo para estancar a fuga deste novo sistema: além do corte salarial pelos dias de greve, os educadores que abandonaram o subsídio foram castigados ilegalmente com a redução salarial. Mas, nada disso adiantou. Chegada a data-limite para a mudança de sistema remuneratório, dia 10 de agosto, e a verdade veio à tona: 153 mil educadores fizeram opção pelo sistema de vencimento básico. Este expressivo número representa a maioria da categoria, entre aqueles que puderam fazer tal opção - excluídos, obviamente, os 70 mil designados que não tiveram tal escolha, os diretores de escola, secretários, e um grande número de aposentados sem paridade com o pessoal da ativa e que continuaram no antigo sistema. Esta batalha o governo perdeu, claramente.

O governo de Minas já não tem mais argumento para não pagar o piso, mas continua na ilegalidade, com o mesmo discurso de antes, fingindo que tem as coisas sob controle. E para completar o quadro, tentando intimidar os educadores e dar uma satisfação à comunidade, a Secretaria da Deseducação baixou resolução autorizando a contratação de "professores" sem habilitação para substituir ilegalmente os verdadeiros professores em greve. Uma verdadeira agressão à carreira dos educadores, à Educação de qualidade, e aos alunos e pais de alunos.

Durante todo este período que agora completa 75 dias de greve, os educadores passaram pelos mais variados sacrifícios. Tiveram o salário cortado e reduzido, o que por si só representa uma agressão do governo a um servidor público que sobrevive exclusivamente com esses parcos recursos, adquiridos com o suor do seu trabalho. Um salário minguado, muito abaixo, inclusive, do que manda a lei do piso. Em Minas, o vencimento básico de um professor com formação em ensino médio é de R$ 369,00, quando deveria ser de pelo menos R$ 712,20, pelo piso proporcional do MEC. Só para se ter uma ideia, numa análise comparativa, um policial militar em início de carreira com formação em ensino médio recebe R$ 2.040,00.

Além do corte e redução de salário, e das contratações ilegais para substituir os grevistas, os educadores foram ainda agredidos pela secretária da Educação, que declarou pela mídia que os professores não haviam reposto as aulas da greve de 2010. Exibiu para isso um número pomposo de mais de 1 milhão de aulas que não teriam sido repostas.

Como a acusação foi generalizada, ela cometeu a injustiça de atribuir a todos os que cumpriram rigorosamente o cronograma de reposição (a grande maioria) a pecha de desonestos, pois teriam recebido sem realizar a reposição das aulas. Na verdade, o grande responsável por esta situação é o próprio governo, pois é ele quem deveria ter assegurado aos alunos a reposição dessas aulas no tempo certo para tal.

Não podemos ainda desconhecer que a Educação e os educadores em Minas passaram por um longo processo de pauperização nos oito anos de gestão do faraó e do atual governador, seu afilhado político. Foram anos de confisco salarial, congelamento e cortes de direitos, como o dos quinquênios, no famigerado pacote de 2003. Os investimentos na Educação estão expressos na prestação de contas do governo junto ao TCE, que mostra a vertiginosa queda ocorrida entre 2002 e 2010, de mais de 10 pontos percentuais. Minas é o estado que não investe hoje os 25% da receita na Educação, como manda a Carta Magna do país.

Como se não bastassem esses elementos, os educadores enfrentam também a atuação negativa da grande mídia, toda ela a serviço do governo, em troca de muitos 30 dinheiros. Durante a gestão do faraó, calcula-se que o governo gastou cerca de R$ 1 bilhão de reais com a mídia, para comprar o silêncio e a informação sempre favorável ao governo. Na atual gestão do afilhado, a mídia continua servil em troca das fartas verbas publicitárias. Os educadores enfrentaram este ataque diário produzido pela mídia, que na maioria das vezes, quando não omite os acontecimentos - passeatas, assembleias com 8 mil educadores, entre outros -, dá as notícias de forma a jogar a população contra a greve. A mídia não se preocupa em investigar as razões da greve, a questão do piso em contraponto com a falácia do subsídio, e tenta passar a ideia, falsa, de que se trata de duas versões diferentes, apenas. E a lei federal do piso em vigor, não conta, senhores jornalistas?

Para completar o quadro, os poderes legislativo e judiciário atuam, como sempre, como extensão do governo estadual, sem qualquer autonomia de ação e julgamento, incapazes de cobrar do governante o cumprimento da lei. Até mesmo o Ministério Público, fiscal da lei, faz vista grossa e atua teoricamente como mero mediador entre as partes. E para completar o quadro, o governo federal finge que este problema não tem nada a ver com ele. Naquilo que chamamos aqui em várias oportunidades como sendo uma espécie de cumplicidade de quadrilhas.

Mesmo sabendo dos prejuízos que tal conduta do governo mineiro estaria provocando a todos os mineiros, todos se calam covardemente. Os alunos ficam sem aula, os educadores ficam sem salário, a Educação pública é sucateada, tudo por conta da irresponsabilidade de um governo que se recusa a cumprir a lei e a pagar o piso a que os educadores fazem jus. E o custo adicional da implantação do piso? É ridículo: o próprio governo informa que o impacto adicional seria de apenas 3,44% no orçamento do estado. Mesmo que fossem 10% a mais, o governo teria que cumprir a lei federal, podendo inclusive pedir ajuda federal, como previsto na lei. Mas, ao invés disso, o governo permanece enrolando, tergiversando, afirmando que já paga o piso através do teto, num cinismo sem fim.

Apesar de tudo isso, os educadores em greve têm lutado com heroísmo, escrevendo as mais belas páginas de resistência à tirania e à vilania praticadas pelo governo. Estamos lutando pelo piso, mas também pela nossa dignidade enquanto profissionais da Educação e enquanto seres humanos. Não aceitamos essa forma humilhante com a qual o governo de Minas vem tratando os educadores, dando o pior exemplo para todos os mineiros e brasileiros. Não apenas sonega um direito constitucional - o piso salarial -, como também trata com descaso e deboche até aos valentes educadores e educadoras.

Por isso, continuamos em greve, pelo tempo que for necessário, e cada vez com mais apoio da comunidade, dos movimentos sindicais e sociais, que se juntam ao nosso movimento numa denúncia pública aos atos despóticos do desgoverno de Minas Gerais. Estamos nos preparando para realizar mais um grande ato no dia 24 de agosto, data da nossa assembleia geral. O governo tem mais essa oportunidade para acabar com a greve, pagando o piso a que temos direito.

Mas, caso isso não aconteça, a greve continuará, e vamos intensificar a nossa mobilização, na Capital e no Interior, formando uma corrente pela Internet e nas ruas de todo o estado de Minas, até que este governo se dê conta do estrago a que está provocando na Educação pública e aos educadores, alunos e pais de alunos. E é bom que esse governo não demore muito a acordar para a realidade e para a legalidade, pois a paciência e a benevolência da população mineira, especialmente dos de baixo, têm limites. Que o governo não queira conhecer os limites da nossa tolerância.

Um forte abraço a todos! Força na luta e até a nossa vitória final, com o piso implantado no nosso vencimento básico e mais as gratificações a que temos direito!

Um bom domingo para todos!

***

141 comentários:

  1. Professor Euler,

    O pessoal tá unido e destemido.
    Percebi hoje, 20/08/11, que estamos aprendendo a lutar em várias frentes.
    Estamos lutando fisicamente, mentalmente, financeiramente(sem salários) e espiritualmente.
    Nossa luta está ficando "bonita".
    Estamos aperfeiçoando nossas táticas.
    Estamos aprendendo a envolver a sociedade.
    Estamos sentindo a dor de lutar contra OS INJUSTOS E PODEROSOS.
    Estamos nos fortalecendo nesta luta.
    Aprendendo o sentido e o valor de cada pequena vitória.
    Aprendendo que a guerra é feita de várias batalhas, então temos que ter PACIÊNCIA.
    Aprendendo o significado de várias palavras, como, solidariedade, covardia, injustiça, "justiça", poder, corrupção, mordaça, união, vitória, paz, medo, coragem, força, persistência e determinação.
    A cada dia ficamos mais fortes.
    Cientes que as grandes lutas é que trazem grandes vitórias. Somos otimistas.
    As nossas armas são, A VERDADE; A JUSTIÇA; A VONTADE; O AMOR; O RESPEITO E A UNIÃO.
    Queremos a vitória que contenha o sabor de JUSTIÇA, e a receberemos com humildade e sabedoria.
    SABEREMOS SER JUSTOS COM OS DERROTADOS.
    Esta guerra ganhou uma dimensão maior e ficará gravada em nossas almas.
    Com certeza nos tornaremos pessoas MELHORES.

    GUERREIRAS(OS), COMPANHEIRAS(OS);

    VENCEREMOS!

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  2. Anastasia desejo neste momento que ao esfregar a lâmpada não saia de lá um gênio que possa lhe salvar, a menos que este gênio seja AESCOCA..., que lhe colocou neste embrolho

    ResponderExcluir
  3. ESTE DESGOVERNADOR JA RASGOU A CARTA MAGNA!!!!
    VOCES AINDA NAO PERCEBERAM QUE NESTE ESTADO NAO TEM MINISTERIO PUBLICO NAO TEM JUSTIÇA???? TUDO TORNOU-SE UM SACO SÓ! SACO DE DESRESPEITO AS LEIS AS PESSOAS E A TUDO QUE REPRESENTA LEGALIDADE?? ATE HOJE NAO CONSIGO ENTENDER O QUE PASSA PELA CABEÇA DE PESSOAS COMO ESTE SUJEITO E SUAS COMPARSAS. SERA QUE NAO CREM EM DEUS??? SERA QUE NAO TEM MEDO DO QUE POSSA VIR A ACONTECER COM ELES, NAO TEM FAMILIA? OU O PODER SUBIU DE TAL MANEIRA QUE OS FAZEM SENTIR-SE deuses?? OXALA DEUS TENHA PIEDADE DE SUAS ALMAS, SE E ELES TENHAM ALMA.....

    ResponderExcluir
  4. VOSSA EXCELÊNCIA (Titãs)

    "Estão nas mangas
    Dos Senhores Ministros
    Nas capas
    Dos Senhores Magistrados
    Nas golas
    Dos Senhores Deputados
    Nos fundilhos
    Dos Senhores Vereadores
    Nas perucas
    Dos Senhores Senadores...

    Senhores! Senhores! Senhores!
    Minha Senhora!
    (...)
    Sorrindo para a câmera
    Sem saber que estamos vendo
    Chorando que dá pena
    Quando sabem que estão em cena
    Sorrindo para as câmeras
    Sem saber que são filmados
    Um dia o sol ainda vai nascer
    Quadrado!...

    -"Estamos preparando
    Vossas acomodações
    Vossa Excelência!""

    Bom domingo de descanso a todos os guerreiros da Educação... Segunda-feira todo mundo com as forças renovadas... a luta continua! ENERGIAS POSITIVAS!!!

    ResponderExcluir
  5. Euler,Boa Noite!

    Sou da rede publica, mas trabalho no Colégio Tiradentes em BH,estamos passando uma situaçao interessante lá!!! o salário para os professores da CTPMMG é o mesmo que se paga na secretaria de educaçao ( sibisdio e o antigo) tbem poderiamos optar.Mas como um golpe de mestre, os nossos comandantes,COM MEDO DA GREVE QUE ESTÁ RONDANDO POR LÁ, criaram uma Lei para que recebessemos os aumentos conforme os policiais irao receber até 2015 e vc acredita que o governador assinou e repassou esse aumento para todos os funcionarios civis da PMMG, inclusive os professores.... Mas TEM MAIS O PIOR DE TODOS, SÓ VAI RECEBER ESSE AUMENTO QUE ESCOLHEU O SUBSIDIO, PODE O QUER MAIS... AS ESCOLAS ESTADUAIS TBEM PERTENCEM AO ESTADO E CLASSE E A MESMA MAGISTERIO... MAS será porque o governador só atende os comandantes e a nos não, TBEM LECIONO NA REDE ESTADUAL? Fica aí a prova do descaso com OS PROFESSORES DAS ESCOLAS ESTADUAIS DE MINAS. Esse aumento para professores da CTPMMG já virou lei, só não sei o numero da mesma!Tivemos uma reuniao 5º feira e a mesma ainda não foi nos passada.

    FORÇA NA LUTA, QUEREMOS DIREITOS IGUAIS, MAS NÃO COM SUBSIDIO E SIM COM PISO QUE É LEI!

    ResponderExcluir
  6. Euler, meu marido tem razão quando ele diz que o governo de MG deveria ter vergonha em pagar um piso de 369,00 e pagar logo o piso do MEC na sua integralidade pois representaria pelo menos metade do que ganha um policial e ficaria bem perante a opinião pública.

    Todos os nossos amigos que não são da área da educação, ficam horrorizados quando eu falo o meu salário. É vergonhoso realmente o que recebemos.

    Devemos mais do que nunca ficarmos firmes até a conquista do PISO, seja ele qual for, desde que seja PISO!!!

    Um abraço

    ResponderExcluir
  7. BEM VINDOS A MINAS GERAIS, AQUI LUTAMOS POR UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE E PELA VALORIZAÇÃO DA PROFISSÃO. TIRANIA DE GOVERNANTE POR AQUI NÃO SE CRIA. He he, está achando o quê? Vamos sair com tudo dessa greve. ESTOU MUITO CONFIANTE!!!

    ResponderExcluir
  8. Professor Euler,
    Professores,
    Bom domingo!

    REFLEXÕES.

    Na batalha sempre o maior perigo é de quem tem mais medo. "
    (Salústio)

    Nenhuma batalha jamais foi ganha sem o poder do entusiasmo."
    (John Lord O Brian)

    "Se você deseja um trabalho bem feito, escolha um homem ocupado; os outros não tem tempo." (Benjamin Franklin).

    Todo trabalho ou projeto que desenvolvemos é como uma grande batalha, precisamos de estratégia e uma equipe devidamente motivada para abrir os caminhos, para conquistar o campo e vencer a batalha.

    FORÇA, CORAGEM, PERSISTÊNCIA E DETERMINAÇÃO.

    A VITÓRIA ESTÁ SE APROXIMANDO, VENCEREMOS.

    ... E O SOL NASCE NOVAMENTE;
    ... E A LUTA CONTINUA.

    Estejam sempre muito bem e felizes.

    ResponderExcluir
  9. TERNO DA GREVE- REINADO DO PISO

    OS VENTOS DE AGOSTO ANUNCIAM O TERNO DA GREVE, TRAZENDO O REINADO DO PISO
    É greve, é greve, é greve de arrasar
    só voltamos pra escola se o governo nos pagar!
    Anastasia fora da Lei!
    eh meus camaradas...
    Se o governo enrola, enrola
    não voltamos pra escola!


    Na cidade da arte e da cultura, nas festas de agosto os grevistas de Montes Claros demonstraram a criatividade típica dos educadores. O Reinado do Piso desfilou, na noite do dia 18, pelo centro histórico e todo o circuito da festa. Ao lado do estandarte a bandeira de LUTA do Sind-UTE reafirmou a força da greve em nossa cidade.


    http://www.youtube.com/watch?v=5m3zSQexOdI&feature=player_embedded

    ResponderExcluir
  10. É isso mesmo, Euler esses nossos "representantes"
    estão arruinando cada dia mais com a educação e eu fico muito infeliz quando penso que ainda há possibilidade de alianças com outro partido político. Isso é uma afronta para nós servidores mineiros insatisfeitos com esse autoritarismo vigente e que esperamos mudanças.Abaixo esse corporativismo que vai acabar de enterrar nossa Educação que se encontra órfã , enferma , ridicularizada, trapaceada por gestores que arrancam nosso suor e nos deixam a mercê de um salário baixo, insuficiente para manter a nossa dignidade enquanto seres humanos. Não podemos aceitar mais esse continuísmo sufocante, inimigo da arte (de educar) que conduz as nossas crianças e jovens ao pleno desenvolvimento pessoal,cognitivo , psicológico e social.
    Obrigada mais uma vez por esse espaço e pelo reforço positivo que seus comentários nos trazem. Que Deus lhe dê muita saúde, paz , força e disposição para continuar neste combate até a vitória.

    ResponderExcluir
  11. Professora aposentada21 de agosto de 2011 02:19

    Bom dia Professor Euler e colegas!
    Criatividade e bom gosto na manifestação cultural dos nossos valentes guerreiros/guerreiras de MONTES CLAROS.
    No seu texto anterior, sobre manifestações em diversas cidades simultaneamente, tudo filmado e fotografado.É uma forma sim de divulgação. Nossa grande mídia é no momento a Internet através de redes sociais e twiter.Porém, uma observação. Cada um desses vídeos postados no youtube, devem ser o mais visualizado possível.É a lei do youtube....vídeo mais visualizado, acaba virando "hit" na rede..Cada um da grande quantidade de visitante do blog, visualizando, divulgando para família,nas redes sociais...quanto mais visualizações mais valorizada a manifestação.
    Abraços aos grandes guerreiros da educação!!!e um ótimo domingo para todos...Até a vitória!!!

    ResponderExcluir
  12. Só para informação Euler, creio que tem muita gente postando como anonimo, porque não sabe em qual opção perfil entrar, eu por exemplo, sou um...vim de escolas onde a poucos anos atrás, só tínhamos aceso a computador vez ou outra...

    ResponderExcluir
  13. Onde está a turma de São João del Rey,Lavra,Campo Belo,Perdões, Tiradentes e região todos trabalhando.Que isso gente vamos movimentar,afinal o PISO E PRA TODOS,vocês são fortes, e os "homes" são dai, VAMOS A LUTA!!!

    ResponderExcluir
  14. Euler,
    Não canso de elogiar e dizer que os seus textos e análises são DEMAIS!!! Todos os políticos das três esferas e a população em geral, deveriam ter acesso a eles. É necessário publicá-los em jornais, revistas e nas principais emissoras de TV do nosso País, Estado e Municípios para melhor esclarecimentos sobre o cenário triste e lamentável em que se encontra a EDUCAÇÃO PÚBLICA E OS EDUCADORES MINEIROS. NADA e nem NINGUÉM fará com que desistamos de LUTAR POR NOSSOS DIREITOS! Agora é pra valer, só voltamos para a escola com O PAGAMENTO DO NOSSO PISO SALARIAL no vencimento básico. GREVE até a conquista! Parabéns Euler, Abraços e Firmes na luta!

    ResponderExcluir
  15. não deixem o pessoal desistir da luta ;está chegando a hora da vitoria.AVANTE GUERREIROS!

    ResponderExcluir
  16. Bom dia a todos !!!

    Que o azul do céu e o raiar do sol,
    traga mais energia para todos nós.

    Hoje recebi este e-mail da Eliane França Lopes
    publicado em JAC - Juventude Ativa e Consciente http://www.facebook.com/groups/203877613003218/
    20 de agosto de 2011 22:01 E já postei no LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/
    _____ ====> via Facebook
    Atenção galera, para quem é menor de 18 anos, peça aos pais ou responsáveis para denunciarem no Ministério Público o caos que está nossa educação. Imprimam, assinem, juntem os documentos que comprovem serem responsáveis por vcs e protocolem na Promotoria de Alfenas. O modelo a seguir.."

    ____________

    “Sonha e serás livre de espírito…
    luta e serás livre na vida. ” (Che Guevara)

    abraço a todos !!!
    Juntos venceremos !

    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Euler,
    Graças a Deus, a cada dia o nosso movimento adquire mais adesão, apoio dos colegas e da população em geral. A nossa greve é o verdadeiro movimento "TODOS PELA EDUCAÇÃO"! Juntos VENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  18. Bom dia!
    Hoje recebi este e-mail da Eliane França Lopes
    publicado em JAC - Juventude Ativa e Consciente http://www.facebook.com/groups/203877613003218/
    O modelo a seguir..

    Caro amigo Euler, o modelo irei enviar para seu
    e-mail, pois a postagem é grande.

    _________
    “Sonha e serás livre de espírito…
    luta e serás livre na vida. ” (Che Guevara)

    abraço a todos !!!
    Juntos venceremos !

    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Os professores tampax se deram mal, depois de assinar contrato de 18 aulas semanais, estão sendo obrigados a fazer a reposição, ou seja, vão receber por 18 aulas semanais e terão que ministrar mais de 20 aulas. KKKKK...

    ResponderExcluir
  20. Aos nossos colegas EDUCADORES de MONTES CLAROS, quanta poesia, quanta cultura demonstrada na reivindicação de vocês.
    Parabéns, vocês foram belíssimos!!

    Como diz o grande poeta pantaneiro Manoel de Barros:

    "[...] a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem barômetros etc. Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós."

    E esse encantamento a ser medido em todos nós, há de ser a DETERMINAÇÃO, a CORAGEM e a CERTEZA DE QUE PODEMOS FAZER UMA SOCIEDADE MELHOR, apesar daqueles que têm tentado obstruir a nossa luta e a nossa verdade.

    Apesar deles, amanhã há de ser outro dia!

    Abraços!
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  21. Parabéns
    Muito boa a iniciativa.
    fica ate a sugestao de organizar um encontrao de grupos na Assembelia.
    Cada cidade ou sub sede com seu Estandarte,
    Alem de fazermos uma boa manifestaçao estaremos resgatando uma das culturas mais bonitas.

    ResponderExcluir
  22. O blog da Cris, traz uma tabela com o piso proporcional o do mec, vale a pena da uma olhada, tem como postar aqui no seu blog a tabela Euler?


    http://blogmcris.blogspot.com/

    Como pode um governo acha que um salário básico de R$712,00 para um professor que passa 4:30h na sala de aula (+ 2h ou mais preparando suas aulas) é muito??

    Por que medir forças com aqueles que deveriam ser tratados como parceiros?

    Como tem coragem de não pagar este valor irrisório para um professor que além de alfabetizar , ensinar Matemática, História, Geografia , Ciência, também educa de forma global este aluno? Muitas vezes é pai, mãe deste jovem?

    Quando Meu Deus, o professor vai ser tratado com profissional e ser valorizado como tal?Chega de achar que professor deve prestar trabalho voluntário só porque ele ama o que faz! Professor, que é professor, realmente ama o que faz, mas precisa também sobreviver de seu trabalho como qualquer outro profissional !

    Onde está a justiça, que ainda não se pronunciou e cobrou do governo o cumprimento imediato da lei?

    ResponderExcluir
  23. Visitei o blog da Cris e observei que a tal tabela é de janeiro/2011 e se refere ao suicídio.
    Escareça, por favor.

    ResponderExcluir
  24. "Justiça Eleitoral
    TRE irá apurar contas do governo mineiro
    Publicado no Jornal OTEMPO em 21/08/2011

    A Justiça Eleitoral mineira determinou que o governo do Estado forneça aos técnicos do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) senhas do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi). O objetivo é permitir ao Judiciário investigar denúncia de abuso de poder econômico por parte do governador Antonio Anastasia (PSDB) e do vice Alberto Pinto Coelho (PP) durante as eleições do ano passado."
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=180110,OTE

    COMENTÁRIO FEITO POR UMA LEITORA,ironicamente.

    DAMAS
    Pará de Minas

    Nossa! Quanta injustiça com nosso querido e amado PROFESSOR! Abuso econômico? Abuso de poder? Nossa mãe, é mesmo o fim do mundo! Um homem tão honesto, íntegro, um exemplo a ser seguido pelos administradores públicos do país. Brincadeira, estão pegando mesmo no pé dele! Falando sério agora. Parabéns ao TRE, se procurarem com afinco, irão descobrir muito mais desse PROFESSOR inimigo nosso (professores). Sugiro que ao investigar as contas do PROFESSOR, também nos ajudem a fazê-lo cumprir com a lei do piso. Ou será que ele usou nosso dinheiro piso para campanha?

    ResponderExcluir
  25. Um recado para aqueles professores que são cúmplices de Anastazista, e que insistem em ficar na sala : " Não há lugares para perdedores" Nós , sim, professores combatentes seremos vencedores.
    We Are The Champions Queen

    I've paid my dues
    Time after time
    I've done my sentence
    But committed no crime
    And bad mistakes
    I've made a few
    I've had my share of sand
    Kicked in my face
    But I've come through

    We are the champions - my friends
    And we'll keep on fighting
    Till the end
    We are the champions
    We are the champions
    No time for losers
    Cause we are champions of the world

    I've taken my bows
    And my curtain calls
    You brought me fame and fortune
    And everything that goes with it
    I thank you all
    But it's been no bed of roses
    No pleasure cruise
    I consider it a challenge before
    The whole human race
    And I ain't gonna lose

    We are the champions - my friends
    And we'll keep on fighting
    Till the end
    We are the champions
    We are the champions
    No time for losers
    Cause we are champions of the world

    We are the champions - my friends
    And we'll keep on fighting
    Till the end
    We are the champions
    We are the champions
    No time for losers
    Cause we are champions of the world Nós somos os campeões Queen Revisar tradução CancelarSalvar

    Eu paguei minhas dívidas
    Vez por vez
    Eu completei minha sentença
    Mas não cometi nenhum crime
    E erros sérios
    Fiz poucos
    Eu tive meu pouco de areia
    Chutado sobre a minha face
    Mas eu sobrevivi

    Nós somos os campeões - Meus amigos
    E nós continuaremos lutando
    Até o fim
    Nós somos os campeões
    Nós somos os campeões
    Não tem vez pra perdedores
    Pois nós somos os campeões do mundo

    Eu tenho feito minhas reverências
    E atendido as chamadas do palco
    Vocês me trouxeram fama e fortuna
    E tudo que vem com isso
    Eu agradeço à todos vocês
    Mas isto não tem sido nenhum canteiro de rosas
    Nenhuma viagem de prazeres
    Eu considero isso um desafio
    Diante de toda raça humana
    E eu não irei fracassar

    Nós somos os campeões - meus amigos
    E nós continuaremos lutando
    Até o fim
    Nós somos os campeões
    Nós somos os campeões
    Não tem vez pra perdedores
    Pois nós somos os campeões do mundo

    Nós somos os campeões - meus amigos
    E nós continuaremos lutando
    Até o fim
    Nós somos os campeões
    Nós somos os campeões
    Não tem vez pra perdedores
    Pois nós somos os campeões do mundo

    ResponderExcluir
  26. Muito boa, a informação da investigação do TRE.
    Um dia a casa cai. Um dia é da caça,outro dia é do caçador. O bicho vai pegar. E agora grupo da pesada, fazer o quê. E os deputados do arrastão, como defender o inconsequente. Continua atropelando os coitados dos professores que será atropelado.

    ResponderExcluir
  27. Protocolo 068127671-1108
    Data 18/08/2011 12:41
    Assunto Entrada em vigor da Lei nº 19.576
    De Comando Geral
    Para PMMG ( Cel | Ten Cel | Maj | Cap | Ten | Aspirantes | Cad | Aluno | Sub ten | Sgt | CB | SD | Civis | Caixas Administrativas )

    Prezado Policial Militar e Servidor Civil,

    Comunico a todos os militares, ativos e inativos, e aos funcionários civis da Polícia Militar que, em 16 de agosto de 2011, foi publicada e entrou em vigor a Lei nº 19.576, que reajusta os valores das tabelas de vencimento básico e do subsídio dos servidores da área de Defesa Social.

    A medida demonstra o reconhecimento do Exmo. Sr. Governador do Estado e dos Senhores Deputados Estaduais com o sucesso da Instituição, bem como a clara disposição de continuar investindo na melhoria das condições de trabalho e na qualidade de vida de seus integrantes.

    Ressalto que, além do significativo reajuste, o texto aprovado manteve intacta a paridade entre ativos e inativos.

    Um abraço,

    , Coronel PM

    Euler vc consegue me explicar sobre esse comunicado?Teve um anônimo que deixou um comentário sobre isso, do colégio Tiradentes de BH. Alguém tem alguma explicação sobre?
    Agradeço e um abraço para todos!

    ResponderExcluir
  28. Boa tarde a todos.

    Euler,ou outros Guerreiros de luta, me desculpem a falta de informação:
    Alguém sabe comentar a respeito da reunião dos representantes da ALMG com a Secretária?

    Desde já obrigado.

    ResponderExcluir
  29. Excelentes textos no blog
    Dialogue...
    http://dialoguebh.blogspot.com/
    PROFESSORES: UMA GREVE ESQUECIDA - Por Saul Leblon, no sítio Carta Maior - PARTES 1 e 2
    Vale a pena ler.
    Maria Helena - Ipatinga

    ResponderExcluir
  30. A explicação é simples, colega Anônimo das 14h,

    Desde o governo Itamar Franco que os governantes mineiros tremem de medo dos policiais militares, talvez porque tenham contas para acertar com a Justiça. Ou será que eles estão se preparando para alguma invasão alienígena? É possível, já que temos e tivemos governantes que vivem em outro planeta.

    Mas,o dado é que nos últimos anos o setor de segurança tem sido um pouco mais valorizado do que todas as outras carreiras de baixa renda do estado. E a prova disso é o piso inicial de um policial militar, que começa ganhando R$ 2.040,00 enquanto um professor recebe a miséria de R$ 369,00 de piso inicial. Uma vergonha nacional.

    Claro que a nossa luta não é contra as outras categorias do setor público, incluindo as da segurança pública - que por sinal, pelos relevantes serviço que eles prestam (excluindo-se quando são convocados para reprimir os movimentos sociais), estão recebendo até pouco, pela natureza do trabalho deles.

    Mas, o que fica evidenciado é o tratamento desigual que o desgoverno de Minas confere aos servidores públicos.

    E mostra também que a prioridade do governo não é investir na formação e na educação das crianças, jovens e adultos, mas na repressão e na prisão e, consequentemente, o governo aposta no aumento da violência gerada pela desigualdade social.

    Não temos saúde pública decente, não temos Educação pública decente, e não temos segurança pública decente. Mas temos deputados, desembargadores, promotores de justiça, e outras centenas de cargos do alto escalão que recebem entre 30 e 80 salários mínimos, entre remuneração e verbas indenizatórias. Além da mídia que é muito bem paga para esconder as realidades dos oprimidos; e as empreiteiras, que financiam as campanhas eleitorais dos candidatos, e para isso recebem muitas obras.

    É esta a utilização que fazem dos impostos arrecadados por todos os mineiros.

    Um forte abraço e força na luta!

    ResponderExcluir
  31. Euler, sou a anônima das 2, o aumento que o comunicado diz é para os professores dos colégios militares também, muitos deles pediram o retorno para a carreira antiga e agora o governador anunciou esse aumento,mas só para quem ficou no subsídio, mas eles são professores do estado, como todos nós.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  32. Parabéns aos mestres e amigos de Carreira da Subsede Montes Claros, eu que nasci em Curvelo e vivenciei essa cultura minha vida afora, até hoje, morando em Santa Luzia, onde sei que tem amo ir ver e assisto agora em São Sebastião dos Campinhos (Jaboticatubas), me arrepiei... Vivendo e aprendendo a viver e orgulhar de ser professora de Minas Gerais.
    Gente, o TRE vai procurar e não vai achar nada, isso deve ser só tentativa de mudar de foco. Não acham nada contra bacanas, só de pobres quando roubam galinhas. Cuidado... FOCO É A LEI 11.738/2008 essa gente é tinhosa. É capás de qualquer coisa, só pra desviar atenção. Cadê a denúncia da Polícia que é obrigada a "mascarar" os boletins de ocorrências, reportagem especial do Roberto Cabrini ? Isso é gravíssimo. O que vão fazer com toda essa sujeira? Põe debaixo do tapete do mineirão ? De falar nisso, fiquei sabendo que os jogos da copa do mundo custará uma média de mil reais cada ingresso. Copa do mundo pra quem EURO ver... e poucos no Brasil: vereadores, deputados e outros, família marinho, abravanel e outras, playboys baladeiros e as badgirls filhas e filhos dos abastados da nossa pátria mãe gentil, as "celebridades" do BBB tbm vão, e agora Tiririca vai também poderá assistir, ele está do lado de lá... não tem mais tempo pra filhos de pobres e esse contingente enorme de esfomeados de cultura, lazer ficaram no máximo tomando conta dos estacionamentos, carregando malas, fazendo comidinhas, etc...etc.
    MAS CONTUDO, "VERÁS QUE O FILHO TEU NÃO FOGE A LUTA" e vamos defender que cada centavo usado em construção e reformas de estádios e outras festinhas mais, retornem em investimento para a educação. Teremos escolas com recursos técnicos do primeiro mundo.
    E só pra terem idéia que a Justiça falha por ser lenta, mas um dia vem, um policial excluído há 4 anos por INSUBORDINAÇÃO ganhou do Estado agora o direito de retornar a corporação. Vamos ganhar também. E depois processa - los por assédio moral por terem "jogado" Minas Gerais contra nós.
    Mas antes, PAGUE NOSSO PISO GOVERNADOR !

    Brasil

    Cazuza

    Não me convidaram
    Pra essa festa pobre
    Que os homens armaram pra me convencer
    A pagar sem ver
    Toda essa droga
    Que já vem malhada antes de eu nascer

    Não me ofereceram
    Nem um cigarro
    Fiquei na porta estacionando os carros
    Não me elegeram
    Chefe de nada
    O meu cartão de crédito é uma navalha

    Brasil
    Mostra tua cara
    Quero ver quem paga
    Pra gente ficar assim
    Brasil
    Qual é o teu negócio?
    O nome do teu sócio?
    Confia em mim

    Não me convidaram
    Pra essa festa pobre
    Que os homens armaram pra me convencer
    A pagar sem ver
    Toda essa droga
    Que já vem malhada antes de eu nascer

    Não me sortearam
    A garota do Fantástico
    Não me subornaram
    Será que é o meu fim?
    Ver TV a cores
    Na taba de um índio
    Programada pra só dizer "sim, sim"

    Brasil
    Mostra a tua cara
    Quero ver quem paga
    Pra gente ficar assim
    Brasil
    Qual é o teu negócio?
    O nome do teu sócio?
    Confia em mim

    Grande pátria desimportante
    Em nenhum instante
    Eu vou te trair
    (Não vou te trair)

    http://www.vagalume.com.br/cazuza/brasil.html

    ResponderExcluir
  33. Em tempo:
    amigo Euler, peça ao sind-UTE para enviar o Dossiê da Educação para as embaixadas de todos os paízes do mundo.

    ResponderExcluir
  34. CHARLOTTE SAMPAIO CANTA COM CAÊ:

    Enquanto os homens
    Exercem seus podres poderes
    Morrer e matar de fome
    De raiva e de sede
    São tantas vezes
    Gestos naturais
    Eu quero aproximar
    O meu cantar vagabundo
    Daqueles que velam
    Pela alegria do mundo..

    ResponderExcluir
  35. João Paulo Ferreira de Assis21 de agosto de 2011 15:47

    Prezado amigo Professor Euler

    Hoje me deu uma vontade louca de reabrir os meus cadernos do curso jurídico (formei em Direito em 2008, na UNIPAC, Barbacena). Quis ver como o sr.Anastasia se conduz em relação ao que me foi ensinado. Com efeito, eu abri o meu caderno do 9° período e na aula do dia 16 de agosto de 2007, de Direito Administrativo, ministrada pelo Professor Dr.Antônio Américo de Campos Júnior, ele colocou para nós alunos:

    ''A atividade administrativa é o dever poder. Não é pode e deve, mas DEVE e PODE. Na aula do dia 23 de agosto o Dr.Campos discorreu sobre os princípios da administração pública (Explícitos ou Expressos: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência. Implícitos ou decorrentes: da supremacia do interesse público, da indisponibilidade do interesse público e da continuidade).
    No dia 24 de agosto o Dr.Campos deu-nos formosa aula sobre o princípio da Legalidade. É o mais importante, e se baseia no Art.5°, II, da Constituição (ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude da lei). (Princípio da legalidade ampla). Há uma relação de não contrariedade (podemos fazer o que quisermos desde que a lei não proíba). Existe também na administração pública (O ADMINISTRADOR SÓ PODE AGIR SE NÃO HOUVER LEI PROIBINDO) Ele só pode agir quando a lei autorizar ou impor a sua atuação. Isto é relação de subsunção. O ADMINISTRADOR NÃO PODE CONTRARIAR A LEI, SÓ PODE AGIR SE A LEI O AUTORIZAR. Particular pode atuar na ausência da lei. Administrador NÃO PODE ATUAR NA AUSÊNCIA DA LEI. Ele só pode agir dentro dos limites da lei.

    Que belo exemplo que o Anastasia está dando. Várias atitudes tomadas contra a letra expressa da lei, e contra os princípios ensinados nas próprias universidades do PSDB.
    Veja você, ele é Doutor em Direito. Imagine se não fosse.
    Ele também desobedece ao princípio da supremacia do interesse público, visto que sua recusa em negociar está pondo em risco os alunos das escolas públicas. Com esta atitude, o interesse das escolas particulares está sendo privilegiado sobre o das escolas públicas.
    Outro princípio que ele ataca é o da Eficiência, que consiste em trazer um benefício grande com um custo pequeno. Ele ataca porque os professores tampax vão receber sem trabalhar e irão continuar a receber, mesmo que a greve termine e ele nos pague o Piso. Ou seja, ele podia optar por nos pagar apenas o Piso, mas escolheu pagar os tampax junto com o Piso.

    ResponderExcluir
  36. Euler e colegas
    A luta continua, e continuará até o nosso PISO.
    Aos colegas de Ipatinga, em especial aos colegas da E.E. João XXIII e E.E. Amaro Lanari(Ideal): Venham fazer parte dessa luta, não sejam apenas espectadores. Essa luta não é só nossa mas de todos educares que se sentem lesados em seus direitos.
    " Se você não é capaz de grandes ações, faça ao menos aquilo que está na medida de suas forças, que certamente será recompensado." ( Mural da Igreja dessa semana).
    Maria Helena - Ipatinga

    ResponderExcluir
  37. NÃO ESTOU CONSEGUINDO VISUALIZAR OS COMENTÁRIOS NA PÁGINA INICIAL DO BLOG. O QUE ESTÁ HAVENDO?
    JULIANA - MONTES CLAROS

    ResponderExcluir
  38. Olá a todos ! (DÚVIDA)

    Juntos venceremos.

    “Sonha e serás livre de espírito…
    luta e serás livre na vida. ” (Che Guevara)

    Uma dúvida, a assembleia do dia 24 de agosto
    (quarta-feira) será às 12:00h (meio dia) mesmo.
    No site do SinUTE está:

    Calendário
    (...)
    24/8 - reunião do comando geral de geral, às 9h (em local a ser ainda definido);
    24/8 - Assembleia Estadual, às 12h, no pátio da ALMG, em Belo Horizonte

    abraços

    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  39. Amigo Euler, explica a ele... Piso/subsídio...
    Coronel da PM, subsídio... ihhhh... O peixe morre é pela boca, já diziam os mais velhos...
    "16 de agosto de 2011, foi publicada e entrou em vigor a Lei nº 19.576, que reajusta os valores das tabelas de vencimento básico e do subsídio dos servidores da área de Defesa Social." Os Senhores Militares foram "enquadrados" na Lei do Subsídio. Enganaram os professores, agora estão enganando até a polícia. Subsídio não é aquela ajuda de custo que pode até ser retirada depois , e paga a cargos que vão se extinguir... pra citar exemplo , os eletivos?

    Subsídio.
    Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

    O subsídio é uma forma de apoio monetário, concedida por uma entidade (instituição ou pessoa) a outra entidade individual ou coletiva, no sentido de fomentar o desenvolvimento de uma determinada atividade desta ou o desenvolvimento da própria.

    Subsídios governamentais fornecidos a empresas (comércio e indústrias) possuem o intuito de reduzir o preço final dos produtos vendidos por tais, para que estes produtos possam competir com os produzidos por outras empresas a preços menores (entre outras razões, por causa dos menores custos de mão-de-obra e de diferenças de taxas cambiais)

    Subsídios também podem ser dados com outros objetivos. Por exemplo, subsídios governamentais podem ser dados às pessoas de baixa renda para o auxílio á aquisição de uma casa própria. Os subsídios governamentais às empresas são comuns em países desenvolvidos, cujos produtos são sensivelmente mais caros do que similares fabricados em países em desenvolvimento, assim reduzindo o preço final dos produtos vendidos por tais empresas.

    Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) o Brasil é um dos países que menos fornece subsídios para seus agricultores. No período de 2003-2005, os subsídios aos produtores rurais brasileiros representaram 5% do valor bruto das receitas agrícolas, sendo bem abaixo da média de 30% exibida pelos países membros da OCDE (como França, Itália, EUA e Inglaterra).[1]
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Subs%C3%ADdio
    Coronel, de certíssímo sabemos que odiamos subsídio e no meu salário de dois cargos com curso superior e já aposentando o meu subsídio retirado equivale a "fortuna" de 300 reais. Então pra quem não é deputado, senador, etc, subsídio só tem subesmola.
    O piso salarial que valoriza trabalhador concursado e de carreira como nós, pois é salário inicial e aí vai somando todas as vantagens que nós vamos adquirindo durante a vida profissional. Já o subsídio o trabalhador de anos passa a receber igual ao que está começando agora, pois soma - se tudo e dá o total/ teto salarial.
    Vocês vão aceitar?

    ResponderExcluir
  40. João Paulo Ferreira de Assis21 de agosto de 2011 16:19

    Prezado amigo Professor Euler

    Também acho que cabe uma ação popular em face do Governo do Estado e daqueles que assumiram aulas. A companheira Beatriz Cerqueira é de opinião que é muito demorada, sim, é verdade, mas é um instrumento a mais de pressão, pois de repente uma ação dessas inibe a autoridade que entra contra a lei. A companheira Beatriz Cerqueira me respondeu quando eu sugeri que se representasse contra o juiz Octavio de Almeida Neves junto ao CNJ, que estavam recorrendo da decisão dele. Mas o caso não era só de recurso contra a decisão, mas uma representação contra o juiz que decidiu por motivos políticos.
    A luta tem que ser em todas as frentes, inclusive na da falsificação das estatísticas policiais. E se forem a fundo nisso, poderão até achar alguma ordem para que não se INVESTIGUE FURTOS DE EQUIPAMENTOS EM ESCOLAS PÚBLICAS. Afinal nós temos um elitista convicto na Defesa Social.

    Saudações a todos.
    ATÉ A VITÓRIA!!!!!

    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  41. ***AO ANÔNIMO DAS 23:14 h, professor do Colégio Tiradentes:
    ***PROVA MAIS IRREFUTÁVEL do que esta e a do
    STF não há.
    SUGIRO-LHE enviar o seu comentário o MAIS RÁPIDO POSSÍVEL para: ouvintebh@bandnewsfm.com.br, Itatiaia e afins. Basta que você cole o seu comentário por lá.
    MANTENHAMOS FIRME A BATUTA
    sem desafinarmos e descompassarmos a NOSSA LUTA,
    pois contra a escória
    chegaremos à glória, iniciando a VERDADEIRA HISTÓRIA!!!
    O NOSSO Q U E R E R é o NOSSO PODER!!!
    O NOSSO Q U E R E R é o NOSSO PODER!!!
    O NOSSO Q U E R E R é o NOSSO PODER!!!



    contra a ESCÓRIA

    ResponderExcluir
  42. AOS EDUCADORES DE MONTES CLAROS ,10 PELA CRIATIVIDADE,DEIXE A LETRA DA MÚSICA NO BLOG, COM A PERMISSÃO DO EULER,CLARO.AMEEEEEEEEEEEEEI A ATITUDE DE VOCÊS!

    ResponderExcluir
  43. A mensagem do coronel sobre o aumento dos professores do Tiradentes faz parte da estratégia do desgovernador, retirar o maior número possível de servidores da carreira antiga.
    Uma colega que trabalha no Tiradentes disse que antes desse decreto os "chefes" já haviam dito que o mesmo aumento da PM seria dado aos professores das unidades do Tiradentes, MAS APENAS PARA QUEM FICASSE NO SUBSÍDIO.
    Olha a coerência do governo: na PM é rejuste no vencimento básico e o professor é rejuste no subsídio.
    Gente, esse é o reconhecimento de que o governo terá que nos pagar o piso, por isso ele tenta diminuir o número de servidores que terá que pagar.
    Permacer firme até a vitória!!!!! PIIIIIIIIIIISO SALARIAL
    As adesões ao movimento crescem!

    ResponderExcluir
  44. Anônimo das 11:30h a tabela que está do meu blog, não é do suicídio!!

    É a tabela do PISO de 1187,00 com 24h proporcionais.

    Muitos me pediram esta tabela depois da última Assembleia em que a Beatriz assumiu que poderia negociar em cima do piso do MEC, e como o governo sempre falou em horas proporcionais postei esta tabela que estava no blog do Filocre.

    Estes deverão ser os valores mínimos para os professores, se aplicado o PISO na sua proporcionalidade.

    Em cima deles devem incidir as vantagens com pó de giz, auxílio transporte, biênios, quinquênios, pós...

    É lógico que merecemos no mínimo o valor integral do piso do MEC, já que o governo não reconhece o PISO da CNTE.

    Até a conquista do piso, seja ele qual for!!!

    Um abraço a todos os combativos colegas!!

    ResponderExcluir
  45. Tomemos cuidado. O governo fará de tudo para tornar o subsídio mais atrativo para evitar um impacto maior na folha de pagamento. Claro que se fosse um governo preocupado com a qualidade da educação, cumpriria a lei federal e este "gasto" seria visto como investimento. E tem mais, a greve deflagrada no dia 08 de junho é para o pagamento do Piso Federal. Vamos resistir, companheiros! Me tranquilizou a fala da Beatriz que, mesmo que a justiça decrete a nossa greve ilegal e multe o sindicato por isso, o mesmo vai arcar com todo o ônus. Pena que a justiça não manda cassar o mandato deste governador ilegal.

    ResponderExcluir
  46. Boa tarde,

    Precisamos de informações sobre esta reunião entre ALMG/SECRETARIA.

    IMPORTANTE OBTER ESTA INFORMAÇÃO.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  47. Pessoal, eu copiei e colei o comunicado sobre o aumento para os professores do colégio Tiradentes, só que retirei o nome do coronel que assinava, por questões óbvias, sou professora do colégio Tiradentes, e estamos revoltados, pois pedimos o retorno para a carreira antiga e o governo vem com esse golpe, aumento para quem está no subsídio, inclusive professores. Mas eu não entendi direito, pedi um esclarecimento.
    Não me confundam com coronel, rsrs.

    ResponderExcluir
  48. Fico pensando e analisando, por que será que em outras áreas a maioria da população compreende e aceita que o profissional X ou Y deva ser bem valorizado e remunerado. Já na área da Educação, alguns professores já acostumaram a ser desrespeitado, mal remunerado e acham que esta situação é "normal". Por favor, passamos anos de nossa vida num banco de Universidade/Faculdade, temos que lutar por nossos direitos e exigir que sejamos bem remunerados e valorizados por todos da sociedade. Nossa profissão exige respeito, dignidade e valorização como qualquer outra. Não sou sacerdote, portanto, não fiz voto de pobreza e caridade. Na profissão de PROFESSOR/EDUCADOR o juramento é outro. Quero poder viver com dignidade! GREVE até o PAGAMENTO DO PISO SALARIAL no vencimento básico.

    ResponderExcluir
  49. Acho que o dossiê entregue ao Lula deveria ter sido para ele entregar à Dilma. O governo federal tem de se posicionar. Existem outros governantes agindo da mesma maneira e ignorando a lei.

    ResponderExcluir
  50. Meu caro colega, Ronaldo, espero que a nossa reivindicação não seja julgada ilegal, porque se tal coisa acontecer, pode fechar o STF, pois definitivamente poderemos considerar MINAS GERAIS um território sem lei, penso que nenhum de nós quer que isso aconteça, posto que nossa decepção com a JUSTIÇA será ainda maior do que está sendo. Nós não podemos em pleno século XXI estarmos regredindo tanto, por isso quero crer que com o julgamento favorável pelo STF, a justiça mineira naõ tenha mais esse displante conosco,visto que já atenderam o governador no corte dos salários e, também,no favorecimento da contratação de professores-tampões. Espero que não chegue a mais essa barbaridade!

    ResponderExcluir
  51. Pessoal,
    A nossa GREVE tem um objetivo claro, que é a luta pelo CUMPRIMENTO DA LEI FEDERAL, ou seja, queremos que o governo mineiro PAGUE O PISO SALARIAL NACIONAL no vencimento básico. Portanto, só retornaremos para as salas de aulas, no dia em que formos atendidos. Ao contrário, GREVE até a vitória!!!

    ResponderExcluir
  52. GRAÇA:

    Boa tarde Prof Euler,

    Depois dessa do colegio Tiradentes temos mesmo que ficar alertas, o saco de maldades ainda esta cheio! Voce concorda que esta faltando ao movimento cobrar mais dos deputados?

    ResponderExcluir
  53. ATENÇÃO:
    NUNCA FOMOS AGRACIADOS PELO GOVERNO DE MG
    SEQUER COM UM PISO DE FEZES (nem no Desgoverno do Neves),
    mas sempre fomos por ele
    PISOteados
    desde PRISCAS ERAS!!!
    Então, com fome ou de barriga cheia, com ou sem dinheiro, só voltaremos com aquilo que nos é de DIREITO, um DIREITO que nos foi concedido pelo STF. Mantenhamo-nos firmes, ainda que tenhamos que arrastar essa greve até 2012.
    EM TEMPO: - Quem perdeu a saúde, por falta do pagamento deste mês, pode acionar a JUSTIÇA contra o ESTADO. O corte do pagamento foi outra CRUELDADE I L E G A L cometida por ele.
    "Até a Imprensa, a mídia", ainda que comprada, já está meio reticente, todos já sabem disso.
    ***AS DORES DOS PROFESSORES vieram À TONA,
    por isso estamos dispostos LUTAR até que o MAL seja extirpado pela RAIZ!!!
    ENERGIA e MUITA LUTA nesta próxima semana.

    ResponderExcluir
  54. Gostaria de dividir com os colegas a minha profunda indignação em relação aos professores
    "tampax". Fiquei estarrecida: A escola em que leciono está parcialmente paralisada, turnos da manhã e tarde não aderiram a greve, noturno sim. Soube através de um funcionário da mesma que, professores do turno da manhã participaram da designação e estão substituindo os próprios colegas, é totalmente sem noção, não que nome dar a isso ( traição, covardia, falta de vergonha na cara...) além de não participarem do se viram contra o movimento! Chega a dar nojo!

    ResponderExcluir
  55. ei!uma classe e dois tipos de salário? isso pode?
    um tem aumento o outro não ? que estado e esse!!
    SOCORRO!!!!!!!

    ResponderExcluir
  56. Tenho medo de que, se o governo propuser melhoras no subsídio, muitos retornem a esse suicídio. Há os menos convictos que optaram pela carreira antiga porque seria permitido voltar ao subsídio. É claro que, pela indgnação que vejo seriam poucos, mas é preciso que estes poucos se conscientizem do que é realmente 'subsídio'.
    Abraço
    Ana

    ResponderExcluir
  57. Prof Euler,

    A ultima postagem do Prof João Filocre foi dia 11/05/11, quando ele fez tabela comparativa Vencimento Basico/STF e Subsidio.
    SERA ELE SOFREU ALGUMA SANÇÃO???????

    PARA QUEM AINDA NÃO VIU AS TABELAS:

    PUBLICADO EM 05 DE MAIO DE 201 PELO PROF. JOÃO FILOCRE:

    TABELAS DE VENCIMENTO BASICO

    1. Os valores da tabela de vencimento básico da carreira de PROFESSOR DA EDUCAÇÃO BÁSICA (PEB) serão afetados pela decisão do STF, em 06 de abril, sobre piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica. Os novos valores já estão publicados nesta página.

    2. Como a Lei fala em piso salarial nacional para os “profissionais do magistério”, a SEEMG deverá se manifestar sobre as novas tabelas do Especialista da Educação Básica (EEB), Analista da Educação Básica (AEB) e Analista Educacional (ANE).

    http://www.joaofilocre.com.br/?page_id=406#comment-133

    ResponderExcluir
  58. Desculpem-me, sei que o que vou dizer não poderá acontecer, mas penso que só é digno de receber O PISO SALARIAL quem aderiu à greve, quem não lutou deve estar satisfeito com o que recebe e não deveria ter direito a esta conquista. Se for professor-tampão, aí não tem nem que discutir, merece o resto e as migalhas... Aliás, pra mim jamais deveríamos referir a estas pessoas como professores ainda que sejam tampão, eles não são dignos de serem assim chamados, pois muitos sequer possuem alguma habilitação para lecionar. Somente quem "conhece" a Educação e o que é ser Professor/Educador de VERDADE é capaz de lutar e vencer!

    ResponderExcluir
  59. Infelizmente, nos indgnamos com atitudes que nos parecem traição. Mas esses professores que aceitaram a farça da preocupação com os alunos do terceiro ano não têm consciência política, não têm a dimensão que nós temos dessa greve ou do que representam as ações hipócritas do governo. É mais uma prova de que precisamos lutar nesta greve pela efetiva formação ciadadã.
    Abraço
    Ana

    ResponderExcluir
  60. Prof. Euler,não sei poderá publicar, mas foi um e-mail que recebi, hoje, de um colega professor do Sul de Minas para mim, aqui, na zona da mata.


    SE NÃO FOSSE TRÁGICO, SERIA CÔMICO!!

    Educadora Mineira

    E o Governo Anastasia ainda diz que está preocupado com os alunos do terceiro colegial que vão prestar o ENEM!

    por Gílber Martins Duarte Duarte, sábado, 20 de agosto de 2011 às 17:43

    PÉROLA: Professora sem formação em Letras, com diploma de pedagoga, em faculdade suspeita, insiste em pegar aula de língua portuguesa no lugar de professor grevista, na escola Hortêncio Diniz, em Uberlândia, enfrentando os argumentos do comando local de greve, que pedia para nenhum trabalhador sacanear os grevistas. O inspetor escolar, suspeitando do diploma da moça, pergunta: -- Você já deu aula em alguma escola? A "professora", que pegava a aula do grevista concursado, responde: -- Eu já "di" aula no Renê Gianetti. Isso mesmo, ela disse: -- Eu já "di" aula no Renê Gianetti. Acorda professora de língua portuguesa, sem formação em Letras, que tenta passar por cima do movimento estadual de greve, em uma situação formal de entrevista de emprego, inclusive, para concorrer ao cargo de Língua Portuguesa, seria melhor você ter dito: -- Eu já "dei" aula no Renê Gianetti. Eu já "di" aula... É brincadeira aceitar o governador Anastasia ficar contratando esses picaretas para darem aula de português e outras matérias no terceiro colegial, no lugar de professores concursados, sob argumentos de que está preocupado com o ENEM dos alunos. Perguntamos: o que os nossos jovens podem aprender com "professores" desse nível? Como professor grevista da rede estadual, concursado, estudante de Doutorado em Linguística na UFU, não posso admitir essas aberrações em silêncio. Qualquer um pode ser professor de Português? Quer dizer que eu também posso ser médico? Quer dizer que eu também posso ser advogado? Uma advogada também enfrentou o comando de greve na escola Hortêncio Diniz, dizendo que queria as aulas de Língua Portuguesa. Ora, os advogados deveriam passar na OAB e advogarem na sua área, e pelo que eu saiba, eu, Mestre em Linguística, e estudante de doutorado em Linguística, não posso advogar, como posso aceitar que advogados venham dar aulas de Português. Anastasia deveria ter vergonha de ser professor e tomar uma atitude dessas enquanto governador.
    Ass: Gílber Martins Duarte.
    Peço que ajude-me a divulgar essa aberração.

    ResponderExcluir
  61. Sem dúvidas, para o Ministério Público agir como mediador enquanto sua função é fiscalizar e exigir o cumprimento da lei, alguma "coisa" eles devem estar tramando... Só espero que não nos decepcionem! Para maltratar-nos não precisamos de mais ninguém, o que temos já basta. Queremos que deem um chega pra lá nesta corja e façam eles cumprirem a lei federal. O governo mineiro tem que PAGAR o que deve e pronto, não tem o que discutir e reclamar!

    ResponderExcluir
  62. Olá amigo João Paulo, boas aulas você teve acerca dos princípios constitucionais republicanos. Pena que os governos, especialmente o de Minas, não cumprem tais princípios e não são punidos por isso.

    Afinal, que exemplo de imoralidade administrativa estamos assistindo em Minas Gerais!

    Imposição de subsídio (sinônimo de calote) para fugir de uma lei federal, a lei do piso; propostas diferenciadas para professores de uma mesma categoria: uma, para os professores da escola Tiradentes, da PM, e outra para os demais; contratação de não habilitados para lecionar no lugar de profissionais habilitados; corte e redução ilegal de salários; destruição completa da autonomia e democracia previstas na LDB quando o governo trata os diretores de escolas como capachos e capitães do mato para pressionarem os grevistas; e por aí vai, numa enorme lista de ilegalidades, imoralidades, ineficiências, pessoalidades e tudo mais que contraria os melhores princípios republicanos.

    O problema é que o clã do faraó implantou em Minas uma gestão baseada na blindagem contra quaisquer atos imorais e ilegais. E o seu afilhado mantém a mesma conduta.

    Claro que isso não vai durar para sempre, e mais cedo do que se espera eles terão que responder por estes atos.

    A nossa greve é o principal desafio e instrumento a se opor a estas práticas. Deputados fazem acordos na calada da noite e conciliam; desembargadores e promotores de justiça se omitem ou atuam contra os de baixo; a imprensa se vende. Mas, nós não! Estamos resistindo heroicamente e assim continuaremos, até que nos paguem o piso, que é o nosso direito.

    Esta será talvez a nossa mais importante contribuição para o povo mineiro e brasileiro, para as novas gerações e para a Educação pública de qualidade para todos.

    Por isso, resistir até o final em greve, até a nossa vitória final!

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    ResponderExcluir
  63. Faraó maldito+++,
    sANASTASia malígno+++,
    e as duas CAPETAS+++ mais velha do inferno,
    pedimos a Deus que em nome da JUSTIÇA aponte a castigo que estes demônios merecem.Que eles sejam varridos do convívio com os JUSTOS.
    Que ELES conheçam a IRA e a JUSTIÇA DIVINA.
    Amém, Amém, Amém.

    Façam o sinal da cruz.

    ResponderExcluir
  64. Um professor que passar no próximo concurso do Estado e que não tenha tempo de serviço na Educação ( sem biênios, nem quinquenios )receberá R$ 1320,00. Então este deverá ser o piso para os professores que optaram pelo antigo regime. Esta é a única e possível saída para este governador.

    ResponderExcluir
  65. João Paulo Ferreira de Assis21 de agosto de 2011 18:51

    Prezado amigo Professor Euler

    Precisamos também acessar mais vezes o blog aecionevesnao.blogspot. Precisamos dar força ao blog que eu citei, pois não podemos em hipótese alguma permitir que Aécio Neves tome o Brasil de assalto. Estaríamos desgraçados (desculpe a palavra forte) se isto acontecesse.

    Saudações João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  66. Governador Anastasia,
    Antes de bater a porta de saída, pague o que deve aos professores mineiros. O TRE vem aí e até nunca mais!

    ResponderExcluir
  67. Professor Euler,

    PARABÉNS PELAS 440.000 VISITAS A ESTE BLOG.

    BLOG DE UTILIDADE PÚBLICA PARA OS PROFESSORES DE MINAS GERAIS.

    OBRIGADO PELA OPORTUNIDADE E LIBERDADE DE EXPRESSÃO.

    ResponderExcluir
  68. Analisem comigo. Se qualquer um pode, sem nenhuma habilitação específica na área de educação, chegar numa Escola Estadual e "dar aulas", então pra quê existem os cursos de LICENCIATURAS? Esta não é a EDUCAÇÃO que eu quero para os meus filhos(as) e netos(as). SOCORRO! Temos que mudar este cenário! Não é possível que os pais e alunos estejam acreditando que o governador contratou estes "professores substitutos" porque está preocupado com a preparação dos alunos do 3º ano no ENEM e vestibulares. Se isto fosse verdade, o governador teria negociado com a CATEGORIA, CUMPRIRIA A LEI FEDERAL e a nossa GREVE terminaria. Desta forma, não só os alunos do 3º ano seriam beneficiados como todo e qualquer aluno estudante de Escola Estadual. Mas, o governador, mais uma vez, preferiu MENTIR e ENGANAR toda população. GREVE ATÉ O PAGAMENTO DO PISO SALARIAL no vencimento básico.

    ResponderExcluir
  69. Oi pessoal de Vespá e São José:precisamos continuar firmes e fortes. Falta pouco! Quem ainda não foi,vamos à Assembléia.Lá a gente se sente mais forte e vê que não estamos sozinhos. Tem muita gente na luta.Estamos na reta final.Até o PISO !FORÇA NA LUTA!

    ResponderExcluir
  70. Gente! O que têm de absurdos acontecendo nas designações no nosso Estado, dá pra rolar de rir! E ainda pensam que é para preparar os alunos para o ENEM. Coitado do ENEM!!! É pessoa formada em FISIOTERAPEUTA assumindo aulas de Biologia; formados em NORMAL SUPERIOR assumindo aulas de Português; formados em ECONOMIA DOMÉSTICA assumindo aulas de Sociologia; formados em COOPERATIVISMO assumindo aulas de Matemática e por aí vai, a maioria, sem nunca ter pisado numa sala de aula como Professor. Só espero que quando alguns dos alunos do 3º ano, saírem mal no ENEM não culpem os VERDADEIROS PROFESSORES. Por que sempre querem justificar as dificuldades de uma "vida escolar inteira" nas "costas" do PROFESSOR! Continuemos Firmes e Fortes na LUTA!

    ResponderExcluir
  71. From: "Rogério Trindade"
    To: dep.luiz.humberto@almg.gov.br, dep.luzia.ferreira@almg.gov.br, dep.maria.tereza.lara@almg.gov.br, dep.marques.abreu@almg.gov.br, dep.mauri.torres@almg.gov.br, dep.neider.moreira@almg.gov.br, dep.neilando.pimenta@almg.gov.br, dep.paulo.guedes@almg.gov.br, dep.pompilio.canavez@almg.gov.br, dep.romel.anizio@almg.gov.br, dep.romulo.veneroso@almg.gov.br, dep.romulo.viegas@almg.gov.br, dep.rosangela.reis@almg.gov.br, dep.sargento.rodrigues@almg.gov.br, dep.savio.souza.cruz@almg.gov.br, dep.sebastiao.costa@almg.gov.br, dep.tadeu.martins.leite@almg.gov.br, dep.tenente.lucio@almg.gov.br, dep.tiago.ulisses@almg.gov.br, dep.vanderlei.miranda@almg.gov.br e os outros.
    Date: Sun, 21 Aug 2011 19:01:18 -0300
    Subject: Direito do cidadão

    Prezado Deputado,

    O cidadão que este e-mail envia o faz com o mais profundodos pesares. Me pesa muito saber que muitos de vocês se esquivam de suasverdadeiras responsabilidades que são, dentre outras, legislar em benefício dopovo e fiscalizar as ações do executivo estadual. No meu entendimento, amaioria de vocês falha nestes dois aspectos. Já participei de váriasassembleias à frente da ALMG (ah, sou professor) e ver plenários vazios oudeputados falando para as paredes num profundo descaso com o povo. Sem falar emfuncionários ociosos que têm tempo para, no meio do expediente, acessarem osmais variados sites na Internet usando os computadores desta Casa. As ações doexecutivo estadual também não são devidamente fiscalizadas, visto que nossogovernador se recusa a cumprir uma lei federal, a Lei do Piso para osEducadores, sancionada desde 2008 e julgada constitucional este ano. A recusadeste senhor, que recebeu do povo, e damaioria de vocês, carta branca para governar e desmandar em nosso Estado, empagar o piso aos professores está prejudicando milhares de estudantes (sou paide um deles) que estão fora das salas de aulas, há mais de 70 dias, visto que a greve dos educadores é legal. Estamos assistindo, e os senhores de camarote,ao desmanche da educação neste Estado. Professores chamados de mentirosos, comsalários cortados ou rebaixados e agoraameaçados de ficar sem carreira pela imposição de um governador e a conivênciadesta Casa. São coniventes com esta situação sem ao menos se manifestarem e,quando o fazem, defendem piamente o governador que todos sabem estar fora dalei. Sei que os senhores sabem que os professores ganham uma miséria, contudo,para não magoar a vaidade do governador, não se posicionam favoravelmente ànossa causa. A ação do governo de contratar professores para substituírem osgrevistas, nos 3º anos só mostra o descaso dele com a educação, sobretudo dosmais carentes. Estão contratando pessoas sem a qualificação mínima para atuaremem sala de aula sem falar que os outros alunos ainda estão sem aulas. Poracaso, os impostos que os pais de alunos dos 3º anos valem mais que os impostospagos pelos pais de alunos de outras séries? Então porque essa diferenciação?

    Nosso governador diz que nossa greve tem motivação política.Por acaso quando estamos tentando resolver um problema não estamos fazendopolítica? Quem não sabe fazer política é quem não sabe sentar para negociar umasolução. Neste caso, nosso governador não tem sido um político, pois, problemasnão são para administrar e sim para serem resolvidos.

    A greve está presente em todas as regiões do Estado. Ondequer que os senhores tenham obtido seus votos, lá tem algum professor em greve.O povo tem a mente curta, mas nós educadores somos formadores de opiniões e iluminadoresde pensamentos. Saberemos fazer com que o nome de cada um que desvaloriza aeducação e seus profissionais chegue até os eleitores na hora certa.

    Então, para que não se cometa nenhuma injustiça, gostaria desaber como tem sido sua atuação no sentido de ajudar a resolver o problema quenão é só dos professores mas de toda a sociedade mineira.

    Grato,

    Rogério da Fonseca Trindade

    ResponderExcluir
  72. O governo disse que os professores não repuseram os dias paralisados no ano passado, uma grande mentira!A verdade é que elr=e não me pagou a reposição que fiz no lugar de uma professora que se encontrava em férias prêmio;já reclamei inúmeras vezes no serviço pessoal de minha escola e nada de pagamento!Fora governador que não cumpre as leis,FORA...FORA...

    ResponderExcluir
  73. Os governadores de Minas estão precisando de algumas aulas sobre "liberdade de expressão". Se Aécio e Anastasia se esforçarem muuuuuito eles poderão aprender!
    Enquanto isso, nos esforcemos para conhecer a fundo as sujeiras dessa dupla no governo de Minas. Assim podemos defender melhor a Educação e mostrar aos eleitores que o descaso não é só com os professores, mas com cada trabalhador mineiro que paga seus impostos.
    Escrevo isso após visita a várias fontes indicadas aqui neste blog.
    Obrigada aos que se dispõem a denunciar.
    Abraço
    Ana

    ResponderExcluir
  74. Seguindo a sugestão "rindo se corrigem os costumes"
    Alguém poderia desenhar uma charge do TRE correndo atrás do Anastasia? E veja também se é possível inserir o personagem Aécio Neves.
    Abs
    Ana

    ResponderExcluir
  75. João Paulo Ferreira de Assis21 de agosto de 2011 19:53

    Prezados colegas e amigos do Blog

    A Ana levantou uma questão importante em seu comentário das 18:18. Se o governo acenar com melhorias no subsídio, pode acontecer que muitos voltem para ele. Gente: DEVEMOS TER MUITO CUIDADO, POIS A LEI 18.975/2010 que instituiu o subsídio para nós é objeto de uma ação direta de inconstitucionalidade. E se voltarmos para o subsídio e a lei for declarada inconstitucional? Como ficaríamos?

    A título de exemplo, recorramos à História (para mim é a Mestra da Vida, apesar deste conceito ser positivista, mas entendo que de muitos dos fatos históricos podemos tirar lições)

    Em 1835 surgiu o Poder Legislativo da Província, a Assembleia Provincial com 36 deputados eleitos. Naquela época o controle de constitucionalidade de uma lei provincial era feito no Rio de Janeiro pela Assembleia Geral. Fizeram aqui em Minas uma lei para facilitar a transferência de párocos, visto que o Padre Luís José Dias Custódio, Vigário de N.S.do Pilar de São João del-Rei malquistara-se com os seus fregueses, da então mais rica povoação de Minas. O Padre Luís saiu. Cheio de cobiça, o Padre José Lameda de Oliveira, Vigário de Santo Antônio da Vila de São José, resignou o seu lugar de Vigário Colado e logo pediu para ser colado em São João del-Rei, município riquíssimo, ao passo que a Vila de São José estava numa fase econômica muito crítica, e na própria Assembleia Provincial tinha projeto do Deputado Antunes Corrêa para transferir a sede do município para o Arraial de N.S.da Oliveira da Picada de Goiás (hoje cidade de Oliveira).
    Pois bem, ao analisar o controle de constitucionalidade, os deputados gerais, no Rio de Janeiro encontraram uma inconstitucionalidade. Foi preciso lavrar um decreto legislativo revogando a lei mineira. Resultado: o Padre Lameda que havia tomado posse em São João, viu-se destituído, e não pôde retomar o seu antigo lugar, ficando sem uma e sem outra paróquia. Foi mais ou menos o caso do sujeito que largou o queijo que tinha e tentou pegar o reflexo da lua sobre o rio, ao passar por uma ponte.

    Saudações, Professor João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  76. O Sind UTE, poderia usar os comentários do Euler e, mandar fazer encartes e, faze-los circular dentro de jornais.
    A população se informaria melhor.
    Precisamos popularizar a nossa luta.

    Grato.

    ResponderExcluir
  77. Ana, olha que vai aparecer e os jornais vão até pedir licença para publicá-la, porque os frequentadores desse blog só não têm um governo que lhes mereça e um salário digno, porque capacidade, inteligência e criativade é com os nossos colegas mesmo! rs

    ResponderExcluir
  78. Um recado aos "professores-tampão": hoje somos nós quem estamos lutando por uma Educação de Qualidade Para Todos, pela nossa valorização. Estamos sem pagamento, enfrentado diversos obstáculos para garantir a existência de nossa CARREIRA com o devido respeito, reconhecimento e dignidade a que temos direito. Amanhã poderá ser vocês! Vocês, "professores-tampão", estão fingindo que não têm nada a ver com isto. Pois bem, amanhã, poderá chegar a sua vez de lutar pelos seus direitos e/ou por uma Educação de Qualidade para os seus filhos(as) e netos(as). Penso que vocês estão aproveitando da situação em que estamos vivendo. Muitos só pensam em dinheiro, na questão financeira, só querem levar vantagem em cima da desgraça dos outros, estão na torcida contra os educadores, não conseguem compreender a dimensão e a importância do nosso movimento na conquista dos nossos direitos. Por isto assumem as aulas dos VERDADEIROS PROFESSORES. Mas, se Deus quiser um dia, principalmente o dia em que forem responsáveis pela educação de seus filhos(as) e que tenham que ensiná-los de acordo com os seus atos e exemplos, aí sim, entenderão o por quê de nossas lutas... Temos que estar dispostos a enfrentar, tudo e todos, para garantir-lhes um PRESENTE/FUTURO melhor. E isto depende, sem dúvidas, de uma Educação Pública de Qualidade. Mas é necessário que nela atue, Profissionais devidamente Habilitados, altamente Competentes, Respeitados, Valorizados e Bem Remunerados. Portanto, PROFESSORES/EDUCADORES, Juntos Venceremos! Greve até o PAGAMENTO DO PISO SALARIAL no vencimento básico.

    ResponderExcluir
  79. Euler e demais colegas,
    Visitando alguns sites, encontrei esta reportagem sobre o 3º ENCONTRO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS - POR UM PROJETO POPULAR PARA O BRASIL. Considero importante que todos leiam e vejam que não estamos sozinhos nesta batalha!

    Enviado por: Carlos Soares
    feirahippie.com - 12/08/2011


    Moção de apoio a greve dos trabalhadores e trabalhadoras da educação em Minas Gerais
    Os movimentos sociais do campo e da cidade, reunidos no Seminário da Plataforma Operária e Camponesa da Energia realizado na cidade de Ponte Nova nos dias 17 e 18 de agosto de 2011, manifestam seu total apoio a greve dos trabalhadores e trabalhadoras da educação em Minas Gerais. O governo estadual, que tem a frente o também professor Antônio Augusto Anastasia (PSDB), demonstra mais uma vez o seu compromisso com um projeto que está a serviço das elites pautadas pela agenda neoliberal e comprova o seu desprezo pelas demandas populares.
    Repudiamos a não abertura de negociação por parte do governo, o corte dos salários, a contratação em caráter de urgência de 3 mil profissionais para substituir os grevistas, muitos destes sem a qualificação adequada, e a forma truculenta e anti-democrática com que estão sendo tratadas as manifestações públicas da greve. Condenamos a forma com que os principais meios de comunicação do estado vem tratando a luta dos professores e professoras. Com uma cobertura desonesta, tentam de toda forma colocar a população contra o movimento desqualificando a pauta e encobrindo o caos que impera na educação em Minas Gerais.
    É preciso expandir esta luta para toda a sociedade. Envolver o maior número de organizações possíveis e construir uma aliança operária e camponesa para fortalecer a construção de um Projeto Popular para Brasil que faça com que nossos bens naturais estejam a serviço da classe trabalhadora bem como que haja respeito com tudo que é essencial para a vida como o trabalho dos educadores e educadoras.
    Mexeu com os professores, mexeu comigo!
    Ponte Nova, 18 de agosto de 2011

    Assinam:
    MAB
    MST
    Via Campesina
    SINDIELETRO
    ENEBIO - Entidade Nacional dos Estudantes de Biologia
    Frente de Promoção e Defesa da Vida de Piranga
    Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Simonésia
    Partido dos Trabalhadores de Ponte Nova
    Consulta Popular
    Escola Família Agrícola de Jequeri
    Pastoral da Juventude
    Pastorais Sociais

    ResponderExcluir
  80. Euler,
    Não sei se devo trazer para o seu blog as reportagens que encontro de apoio à nossa greve, mas como considero importante fortalecer o nosso movimento, gostaria que todos soubessem que temos vários movimentos sociais nos apoiando, do nosso lado, lutando conosco.
    Encontrei a reportagem abaixo no seguinte site: encontro.debh.com.br

    Enviado por: Carlos Soares
    feirahippie.com - 12/08/2011


    Plenária de apoio à luta dos professores e professoras do estado de Minas Gerais
    Convocação ao 16 e 24 de agosto - Dia Unificado de Luta dos Movimentos

    Belo Horizonte, 11 de agosto de 2011
    Na sede do Sindieletro, cerca de 80 militantes sociais, entre 40 organizações sindicais, estudantis e populares, se reuniram para debater os próximos passos da jornada de lutas no estado. Motivados pelo apoio a luta dos trabalhadores da educação, essas organizações perceberam a urgência da pauta da unidade e a necessidade do acúmulo de força social contra o governo de Minas.
    A luta pela educação de qualidade deixa de se restringir a uma determinada categoria ou sindicato, para se transformar numa luta de todos aqueles que defendem a luta popular. Assim, a greve dos professores extrapola a própria categoria, sendo uma luta dos estudantes e demais trabalhadores/as, uma luta da sociedade em geral.
    Essa plenária pretende dar um recado para o governo de Minas: a luta dos/as trabalhadores/as não vai parar! Continuaremos em luta por melhores salários, pela aplicação do piso salarial da educação, pelo meio passe estudantil, pela qualidade das escolas no campo, pela reforma agrária, contra as parcerias público privadas, etc.
    Apoiar a luta dos professores neste momento representa um marco para os movimentos sociais, pois demonstra ao governo que não aceitaremos a falta de diálogo, a redução de direitos básicos dos trabalhadores e as suas mentiras nos meios de comunicação. Se o governo pretende isolar e combater a greve em curso dos professores, demonstraremos nas ruas a força da unidade dos trabalhadores de Minas Gerais. Iremos romper com este isolamento.
    Tal articulação não nasce do nada. Surge a partir do exemplo das lutas recentes, como o processo de construção do 3º Encontro dos Movimentos Sociais e as lutas de 2010. E é com o mesmo ânimo e convicção na mudança que os movimentos sociais de Minas continuam em marcha, convocando todas as entidades que se identifiquem com esta proposta para comparecerem na nossa próxima reunião e outras atividades.

    Próxima reunião:
    Quarta-feira, 17/08, 19h00, no Sindieletro.

    Calendário Agosto:
    16 - Terça-feira - 14h - Mobilização unificada, assembleia legislativa, 14h00.
    18 - Quinta-feira -14h - Ato minério tem que ser nosso, centro de Belo Horizonte.
    18 - Quinta-feira - 19h - Manifesto sobre o apoio a luta dos trabalhadores, colégio Pio XII.
    22 - Segunda-feira - Ato pró-metrô, Betim.
    24 - Quarta-feira - Grande mobilização unificada!


    ============================

    ResponderExcluir
  81. Outra ideia. Lembram-se do "Auto da barca do inferno", de Gil Vicente?

    Abs
    Ana

    Um techo: Trecho 1

    “Corregedor – Ó arrais dos gloriosos,
    passai-nos neste batel!
    Anjo – Oh, pragas pera papel
    pera as almas odiosos!
    Como vindes preciosos,
    sendo filhos da ciência!
    Corregedor – Oh, habetatis, clemência
    e passai-nos como vossos!
    Parvo – Hou, homem dos breviários,
    rapinastis coelhorum
    et pernis perdigotorum
    e mijais nos campanários!”

    Comentário
    Nesse trecho, há uma amostra do realismo lingüístico de Gil Vicente. O Corregedor utiliza termos em latim para se defender. O Parvo faz, então, uma hilariante paródia de seu discurso: “rapinastis coelhorum et pernis perdigotorum”, ou seja, “rapinastes – roubastes – coelhos, pernis e perdizes”.
    Fonte: http://guiadoestudante.abril.com.br/estude/literatura/materia_405143.shtml

    ResponderExcluir
  82. Alguém tem notícia sobre a reunião que ocorreu (ou deveria ocorrer) entre alguns deputados e representantes do Ministério Público? Trouxe resultados positivos, ou foi mais uma forma de tentarem se promover às custas do nosso movimento?

    ResponderExcluir
  83. A essa altura do campeonato, toda a sociedade mineira se encontra de olho aberto para ver o desenrolar da nossa greve.Tudo mundo já sabe das maldades e atos inconstitucionais cometidos pelo governo e companhia e estão petrificados com tanta crueldade!O desgaste político do senhor governador é tanta, que é bem provável que ele não consiga vencer uma eleição nem para vereador!!! Aqui na minha cidade, as pessoas não podem nem ouvir falar do nome dele!!Acredito que a melhor saída para o governador voltar a ter credibilidade e a confiança do povo, é conceder e fazer valer a lei do piso salarial.Pense nisto governador e não coloque seu futuro político e do senador Aécio Neves em jogo. As eleições em breve estará aí e o povo dará a resposta nas urnas.Portanto, deixe de ser durão e faça valer a Lei do Piso!

    ResponderExcluir
  84. Pessoal chegou a hora da cobra fumar, da onça beber água, quem não estiver firme vai cair na primeira armadilha do Governo.

    Nós temos que ter em mente que temos uma LEI ao nosso lado, portanto é direito garantido. Se O Govaernador continuar na sua teimosia, daqui a alguns anos será pior, pois ele terá que pagar na justiça além do desgaste político.

    Outro ponto importante, o PT é chave no desfecho da nossa greve. Vou explicar porque, primeiro tenho certeza que Minas ao contrário do que é propagandeado está quebrado, se o PT através do Mec. cria mecanismos de cobrança dos estados que não pagam o piso, estaríamos resolvendo o nosso problema, e criando mais um problema para o PSDB.

    Agora resta saber de que lado verdadeiro estó PT, mas o partido de Dilma, pode sofrer muito se Aécio e a sua corja crescerem no cenário nacional, a nossa greve servirá para mostrar claramente as posições de cada partido.

    Não se esqueçam que o PT está querendo reeditar a aliança com o PSDB.

    Euler e companheiros vamos ficar de olho no desfecho da nossa greve ela poderá determinar o futuro presidente de 2014.

    ResponderExcluir
  85. Infelizmente, discordo de que toda a sociedade mineira está de olho aberto. Muitos já sabem, mas ainda não são todos. É preciso que todos os mineiros e todos os brasileiros saibam. Por isso, acho importante dar cada vez mais visibilidade ao que nos acontece e mostrar que isso é só a ponta de um grande novelo. A informação sobre a sujeira escondida nas contas de Minas é imprescindível nessa luta.
    Abs
    Ana

    ResponderExcluir
  86. Caro amigo Prof Euler:
    Estou aqui pensando se não poderíamos agir mais ativamente no sentido de minimizar estas contratações.Só ouço absurdos,como as situções descritas por alguns de nossos colegas aqui.Deveríamos pensar em fazer algo mais intenso,talvaz mais abrangente.Gostaria de saber sua opinião sobre isso, bem como a de nossos colegas que acompanham o blog.Obrigado!!

    ResponderExcluir
  87. O governador não "pode" abrir nova oportunidade para os servidores voltar para o subsídio, sem antes PAGAR O NOSSO PISO SALARIAL no vencimento básico. Isto é demais!!! Antes de fazer qualquer opção, o servidor têm o direito de conhecer O PISO SALARIAL no seu vencimento básico. Este governador está MALUCO! Deveria ser internado no hospício!

    ResponderExcluir
  88. O Ministério Público não tem que ser mediador e sim fiscalizador e exigir do governador mineiro o CUMPRIMENTO DA LEI FEDERAL.

    ResponderExcluir
  89. Euler, estamos em 2011, em pleno século 21 e ainda constato com muita indignação, a vergonha que é a política em nossa Minas Gerais. No interior é pior porque estamos longe da capital e nossos políticos de forma geral só enxergam nossas cidades em época de eleições. O governador veio até minha cidade ,que´é bem do interior para angariar votos. Fiquei pasmo.Ano passado foram montados vários " bureaus" para deputados e governador que aí estão e nada para Minas. Vemos políticos aplaudidos por fazerem obras com o nosso dinheiro.Povo da minha terra, vamos acordar. A partir do passado, do presente e para o futuro, devemos pensar bem em quem votar. Somos merecedores de destino melhor e quem faz o nosso destino somo nós mesmos. Somos professores (as) de mente aberta, nobres e altivos. Muitos falam conosco, se querem receber o que recebem mude, vá trabalhar em outra coisa.Respondo, não vou não, gosto do meu trabalho de professora quero um salário melhor, eu tenha compromissos sérios, com minha família e comigo mesmo.Continuarei com minha profissão e lutando pelo meu salário digno aprovado por LEI FEDERAL,PORTANTO QUERO-O. Se esse governador que aí está não sabe o que fazer junto com suas ajudantes, que ele vá procurar uma profissão, porque breve você terá que trabalhar.Estás perdido? Sai fora. Procure baixar em outro centro.Companheiros (as) FORÇA, CORAGEM, FIRMEZA,DIGNIDADE,ESPERANÇA. LUTEMOS ATÉ ALCANÇARMOS OS NOSSOS DIREITOS. ELE (governo) não está nos fazendo favor algum.Beijos e até a proxima.

    ResponderExcluir
  90. Amigo Euler e companheiros do blog:
    Precisamos estender as fronteiras do nosso movimento.Vamos permitir pessoas com diploma de Normal Superior ministrando aulas de Português? Administradores dando aulas de História? de Sociologia? de Filosofia?Farmacêuticos dando aula de Química e Biologia? Precisamos fazer alguma coisa e rápido!!Vamos parar Belo Horizonte,fazer o que for necessário.Então,qualquer um pode ser professor agora?Seus tampa-buracos desonestos!!Esta briga não é de vocês!!!Caiam fora,já!!!!!

    ResponderExcluir
  91. Boa noite a todos.

    Euler, e ou outros Guerreiros de luta, me desculpem a falta de informação:
    Alguém sabe comentar a respeito da reunião dos representantes da ALMG com a Secretária?
    Como vejo muitos que acessaram o blog também estão fazendo a mesma pergunta?

    Desde já obrigado (sou o anônimo das 13:19, e volto com a mesma pergunta).

    ResponderExcluir
  92. De acordo com secretária de educação, já existe uma calendário de reposição com data até 13 de Janeiro de 2012.Se ficarmos de greve por mais duas semanas ou mais semanas, adeus janeiro e o ano letivo de 2011, ficará comprometido! Por isto, força na luta, e até a vitória.

    ResponderExcluir
  93. PROFESSORES TAMPEX: TOMEM VERGONHA...
    GOVERNADOR: PEDE PRA IR NO BANHEIRO E SUMA DE MINAS...(QUEREMOS UM GOVERNO DE VERDADE!)

    PODER LESISLATIVO , PODER JUDICIÁRIO, CADÊ VOCÊS...?

    IMPRENSA SÉRIA, EM MINAS, CADÊ...?

    "PROFESSORES" DA E.E. AMÉRICO MARTINS EM MONTES CLAROS:TOMEM VERGONHA NA CARA E PAREM DE TRAIR A CATEGORIA! QUE TIPO DE CIDADANIA VOCÊS ENSINAM PARA OS ALUNOS? JUNTEM-SE AOS POUCOS PROFESSORES DESSA ESCOLA QUE ESTÃO LUTANDO PELA SALVAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA EM MINAS, DEIXEM DE COVARDIA, E MOSTREM QUE VOCÊS REALMENTE SE PREOCUPAM COM A EDUCAÇÃO E NÃO SOMENTE COM OS SEUS UMBIGOS!

    FORA ANASTAZIA!FORA ANASTAZIA!FORA TODOS OS BANDIDOS DA POLÍTICA MINEIRA!

    GREVE ATÉ A LEI SER CUMPRIDA!
    FORÇA NA LUTA COMPANHEIROS!

    ResponderExcluir
  94. Enfim, vem aí uma nova semana de luta árdua. Temos uma unidade a nosso favor. Recuar sem PISO , nem pensar.
    Agora é inaceitável qualquer justificativa para não aderir a esse movimento. O que ganharemos com recuo sem alcançar nosso objetivo? É melhor destacar em que ponto estávamos quando iniciamos essa greve. Só veio esse maldito SUBSIDIO por causa da greve de 2010. Tá, caímos nessa armadilha, mas tivemos a opção de sair dela. Menos mal. Agora não podemos nos deixar levar por outra dessa ou pior. O núcleo duro qual refere o Euler, creio, cada dia aumenta mais E SE PRONUNCIARÁ NO MOMENTO EXATO: SIM PARA O PISO!! e NÃO!! Para as manobras desse ditador.
    Chegamos até aqui. Esmorecer, enfraquecer, recuar sem o PISO, jogar a toalha, dar o braço a torcer, etc. etc. NÃO COMBINA NADA COM ESSA TURMA DE EDUCADORES que unida grita pelas ruas de B.H. pelo PISO SALARIAL. Nossa marca já é a resistência. É por aí que plantamos de vez no solo MINEIRO uma nova história; A DOS EDUCADORES DA REDE ESTADUAL DE MINAS GERAIS.
    Sem o piso. Não! Não! NÃO PISO NA ESCOLA!

    ResponderExcluir
  95. Nossa, mas eles mesmos não querem decidir pelo fim da greve, cumprindo a Lei do Piso e a Secretária já está fazendo calendário de reposição, que coisa mais estúpida! Esse quarteto parece que nasceu pelo AVESSO, só fazem coisas às avessas. Ninguém acredita que essa gente tem neurônios dentro da cabeça, fica difícil não é?! Acho que no cérebro dessa gente brotou ERVILHA!

    ResponderExcluir
  96. Se a moda pegar, quando os medicos da saude publica entrar em greve, com certeza o Governador inconsequente vai contratar qualquer um para cobrir os faltosos, inclusive alguns destes prof. tampão.

    ResponderExcluir
  97. Boa noite Euler e companheiros de luta!
    Se vê de longe que esse governo está pouco se lixando para a educação! Contrata pessoas sem a mínima qualificação para substituir os profissionais em greve... Que preocupação repentina é essa com o ENEM que leva esse (des)governo a contratar profissionais completamente despreparados?
    Por incrível que pareça, pelo percentual revelado pelo próprio governo, parece existir uma "picuinha" com o professorado desse "digníssimo" Anastasia. Confesso não entender mais o porquê desse governo não pagar o piso salarial e cumprir a lei federal... Todos sairiam satisfeitos: professores valorizados, alunos na sala de aula e o governo mineiro podendo dizer ao Brasil que realmente cumpre a lei do piso salarial dos professores(nada mais que sua obrigação!).
    Parabéns ao sindicato pela propaganda veículada nos jornais "O TEMPO" e "SUPER NOTÍCIAS".
    Prof. Eduardo
    B.H.

    ResponderExcluir
  98. Os bueiros da cemig expele-os e o governo coloca-os para tampar suas mazelas dentro das escolas.

    ResponderExcluir
  99. Olá Pessoal

    ___
    "Você nasceu para vencer, mas para ser um vencedor você precisa planejar para vencer, se preparar para vencer, e esperar vencer."
    (Zig Ziglar)
    _
    Estava no msn com um aluno e ele disse que está sendo veiculado no intervalo do Fantástico um comunicado do SindUTE/MG, alguém já assistiu também?! Vou ligar a TV pra ver, caso passe novamente.

    abraço a todos !

    JUNTOS VENCEREMOS

    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  100. Tem que ser o PISO. Não há outra conversa. Caso contrário, a GREVE CONTINUA. Não vamos fazer como ano passado, recuar (acabar com a greve) com uma promessa que nos iludiu. A princípio não entendemos o que significaria o subsídio, mas mesmo com muita contrariedade da categoria, a greve acabou. NÃO VAMOS FAZER IGUAL NESSA PRÓXIMA ASSEMBLÍEA. OU O GOVERNO NEGOCIA ESSE PISO LOGO E PARA DE FAZER HORA COM A NOSSA CARA, PARA DE NOS ESTRESSAR (SIM, PORQUE JÁ ESTAMOS UMA PILHA DE NERVOS, NÃO AGUENTAMOS OUVIR O NOME DESSE GOVERNADOR E DE SUAS SECRETÁRIAS) OU CONTINUAMOS DE GREVE. GREVE, GREVE, GREVE...

    ResponderExcluir
  101. Euler e demais colegas: pelo que li hoje no blog da Beatriz Cerqueira, o governo se recusa mesmo a pagar o piso. Pelo jeito ele quer tornar o subsídio atrativo para levar a categoria a cair na cilada e ir para o fundo do poço de uma por todas. Na Assembléia do dia 24, NÃO VAMOS ACEITAR NENHUMA OUTRA PROPOSTA QUE NÃO SEJA O PISO. SEM O PISO A GREVE TEM QUE CONTINUAR. NÃO CHEGAMOS ATÉ AQUI E VAMOS MORRER NA PARIA. VAMOS RESISTIR BRAVAMENTE, AINDA QUE SE PERCA ESSE ANO LETIVO. ESSE PISO VAI SAIR NA MARRA E NOSSA DIGNIDADE TAMBÉM. QUE O SINDICATO NÃO VENHA COM NENHUMA OUTRA PROPOSTA PORQUE NÃO VAMOS ACEITAR. CONTINUAREMOS FORTES NA LUTA. É GREVE ATÉ O FIM. NÃO ESTAMOS BRINCANDO DE FAZER GREVE. CHEGA DESSA PALHAÇADA. ESSE PISO TEM QUE SAIR NA MARRA, ESSE GOVERNADOR TEM QUE RESPEITAR A LEI, CASO CONTRÁRIO O ANO LETIVO NÃO SE FECHARÁ EM MG, VERGONHA PARA MG DIANTE DE TODO O BRASIL. TEMOS QUE MOSTRAR QUEM É AÉCUIO, ANDRÉIA NEVES E ANASTASIA. OS CORONÉIS DE MG, QUE ESTÃO DESTRUINDO A CADA DIA A EDUCAÇÃO. SEM PISO A GREVE CONTINUAAAAAAAAAAA! FORÇA GENTE, ESTAMOS NO MESMO BARCO, UM AJUDANDO O OUTRO, VAMOS CONSEGUIR NA RAÇA!

    ResponderExcluir
  102. Com todas as caracterizações que já foram atribuídas a esse governo com o auxílio do prefixo des, havia dito, em algum momento para trás, que mais algumas caracterizações surgiriam com o auxílio desse prefixo e não é que para os disparates que a cada momento comenta-se aqui, eis uma outra qualificação bem apropriada. Essa é uma trupe DESCEREBRADA* Deu oportunidade do Servidor escolher, de acordo com sua inteligência, o que era melhor e agora a DESGOVERNANÇA quer impor a proposta deles.

    Significado: Aquele que não usa o cérebro, burro, ignorante por decisão própria, animal (pop.), energúmeno, (pop.)

    Disponível em: http://www.dicionarioinformal.com.br/definicao.php?palavra=descerebrado&id=1662 Acesso em: 21/08/2011.

    ResponderExcluir
  103. Para os DESCEREBRADOS que desgovernam as GERAIS!

    Nos Barracos da Cidade
    Gilberto Gil
    Composição: Liminha e Gilberto Gil

    [...]
    Ninguém mais tem ilusão
    No poder da autoridade
    De tomar a decisão
    E o poder da autoridade, se pode, não faz questão
    [...]
    Os lucros são muito grandes,
    Grandes... ie, ie
    E ninguém quer abrir mão, não
    Mesmo uma pequena parte
    Já seria a solução
    Mas a usura dessa gente
    Já virou um aleijão
    Ôôô , ôô
    Gente estúpida
    Ôôô , ôô
    Gente hipócrita
    [...]

    Disponível em: http://letras.terra.com.br/gilberto-gil/294247/ Acesso em 21/08/2011.

    ResponderExcluir
  104. Olá, pessoal da luta!

    O novo post sairá um pouco mais tarde, como de costume, mas amanhã cedo já estará disponível.

    O título que pensei para o novo post, analisando o contexto é:

    "Ilegalidade do governo pode criar uma situação de desobediência civil generalizada em Minas"

    Então, até mais tarde!

    ResponderExcluir
  105. Boa noite, companheiros de luta! Na escola em que leciono E.E.Nila Faraj-Vespasiano está uma enrolação dos professores que não aderiram à greve, pois converso pelo msn com alunos e eles dissem que "há... hoje ficamos conversando não teve matéria"...isso é dar aula? Isso é covardia com os que lutam por toda uma categoria, mas a nossa resposta será a vitória!

    ResponderExcluir
  106. A INCONFIDÊNCIA MINEIRA A INCONFIDÊNCIA MINEIRA FOI A REVOLTA OCORRIDA EM 1789,NO INTERIOR DE MINAS GERAIS,BRASIL,CONTRA O DOMINÍO PORTGUÊS.

    AGORA A REVOLTA SERÁ CONTRA O DOMÍNIO DA INTRANSIGENCIA DOS GOVERNOS QUE RELUTAM EM NÃO CUMPRIR A LEI

    QUE BRASIL É ESSE?
    QUANDO A LEI É PARA TIRAR DO POVO, CUMPRE EM 24 HORAS, MAS QUANDO É PARA PAGAR, OU DAR, TEMOS QUE LUTAR PARA GARANTIR O DIREITO.

    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  107. Professor Tampax. Euler, estou sabendo através de um aluno na minha Escola, que os professores tampax tem só 2º grau e não sabem nada. Meu aluno me disse que uma professora saiu chorando da sala, porque não conseguiu resolver um problema de matemática proposto pela mesma. É minha gente, esse é o governo que está preocupado com o ENEM.Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  108. Caros colegas:
    O tempo ta passando e o ditador,nem nenhum homem da lei se manifesta a nosso favor.Não podemos desanimar,quanto mais se calam ,mais fortes deveremos ser.A pressão não pode ser só em minas ,temos que pressionar os ministros federais para que publiquem o acórdão.Eta país miserável tanto bla,bla,,,,e nenhuma ação palpável nem o acórdão os miseráveis publicam.Temos que saber os nomes de quem ta travando a publicação desse acórdão . Deve ser um traidor da educação, temos que saber e publicar os nomes desses traídores e depois mostrar para os alunos ,,pais e população que espécie de ser humano temos no comando desse país,Pessoas que não tem nenhum senso de humanidade se vendem facilmente,com certesa devem estar recebendo favores em troca dessa deslealdade.A greve naõ pode acabar sem que tenhamos o piso.Temos que sermos forte ,uma greve que até hoje não foi julgada ilegal isso porque a lei está do nosso lado,os juizes estão de mordaças na boca,não podem julgá-la ilegal,,,mas temem o governador e também não julagam legal.Que país é esse meu povo.Só nus resta a união entre nós mesmo. Não podemos desanimar ,com certesa seremos vitoriosos.Se o governo não negocia precisamos de uma ação mais enérgica de movimentação ,não podemos deixar essas crianças a Deus verá.Força na luta ,,desanimar nunca,,temos a lei maior a nosso favor com certesa venceremos

    ResponderExcluir
  109. João Paulo Ferreira de Assis22 de agosto de 2011 10:28

    Gente, cuidado com o canto da sereia de ''melhorar o subsídio''. A lei do subsídio está tendo a sua constitucionalidade contestada. Se for declarada inconstitucional como ficariam aqueles que voltaram para o subsídio?

    A propósito releiam meu comentário de ontem, às 19:53.

    ResponderExcluir
  110. Olá Euler e blogueiros!

    O Anastazista(Id Amin) e suas noivas estão cada vez mais enrolados. Num primeiro momento tentaram nos empurrar o subsídio goela abaixo sem sucesso. Agora,tentam neutralizar a luta do magistério estadual através da coerção. Infelizmente alguns servidores - principalmente os designados, guerreiros, diga-se de passagem -, ficam receosos diante da pressão de diretores para que retornem ao trabalho ou terão seus contratos cancelados.

    MENTIRA PESSOAL! O Governo não pode demitir ninguém e ele sabe disso. A contratação é apenas de substitutos (professor-tampão) para o 3º ano. Acreditem: há casos em que as próprias Inspetoras LIGAM PARA O SINDUTE DENUNCIANDO TAL AÇÃO. Eu mesmo conheço algumas Inspetoras que não estão dando a mínima em relação as orientações vindas da Superintendência. Estão participando do movimento de forma clandestina rsss...

    Enfim, o magistério estadual está submetido à condições análogas à escravidão. Talvez seja esse o motivo pelo qual algumas inspetoras acordaram e resolveram desertar.

    Na próxima quarta-feira (24), vários movimentos sociais, sindicais e estudantis engrossarão nosso movimento. Dessa vez o [des]governador morre de infarto!

    Recado à você que é do TI ou pelego do [des]governo, que vez ou outra corre os olhos nesse micro blog para sentir como anda nosso movimento: diga ao ANASTAZISTA (Id Amin)
    que deixe de pirraça e libere o Plano de Carreira para que suas noivas apresentem na mesa de negociação.

    Sem o Piso, não piso na escola!
    Todos firmes e de pé!

    ResponderExcluir
  111. Gostaria de saber qual a opinião da família do Sr. Anastasia sobre o salário dos professores em Minas, observe o techo abaixo:

    "Minha mãe e minhas irmãs são professoras, uma profissão muito nobre que também abracei com especial dedicação." (Anastasia, em entrevista. Fonte:http://www.casacampoecia.com.br/
    revista/informacao/entrevista/
    antonio-anastasia-muito-alem-do-professor-
    do-tecnico-e-do-politico )

    Analisem e reflitam como é demagogo o nosso governador...

    ResponderExcluir
  112. É uma pena que uma minoria da minoria dos colegas professores de MURIAÉ tenham aderido à greve. Sempre foram ativos combatentes e agora, na hora da maior luta da categoria , na história, ficarão sem seus nomes gravados na placa de HONRA AO MÉRITO e só com o Piso Salarial Nacional no contra-cheque, fruto das batalhas dos valorosos e corajosos COMBATIVOS dos já 75 dias de GREVE. LAMENTÁVEL EXEMPLO DE CIDADANIA tão escrito na Filosofia das Escolas, nos extensos PPPPPPPPPPPPDDDDDEEEEEEES DAS ESCOLAS, cujos professores só estão pensando no desempenho dos seus alunos nas Avaliações Externas. Lamento pela formação cidadã e social dos nossos filhos e netos Muriaeenses que continuarão a ser massa de manobra do Estado e das Empresas.

    ResponderExcluir
  113. A conivência é de dar calafrios,

    Deputados acuados, calados, sem boca...
    Judiciário inerte. Quando o parecer é favorável ao governo, sai logo, mas quando fica numa sinuca sem poder dar parecer ilegal se calam. A exemplo, que até hoje ninguem falou ou questionou a legalidade da greve, pois bem, para declarar ilegal o judiciário teria que analisar a lei do PSPN e demais solicitações do Sindicato.
    Governo Federal e MEC calados vendo o caus da educação no pais e ninguem faz nada.
    Tenho 10 anos de educação e estou desanimado, sem esperanças...


    abraços

    ResponderExcluir
  114. EU APOIO: Aqueles que nos ensinaram muito mais que teorias, que nos preparam também para vida, aos nossos PROFESSORES,o meu total apoio nessa luta justa por salários melhores.

    ResponderExcluir
  115. Que os educadores de Muriaé que sempre foram atuantes aprendam com os EDUCADORES DE DIVINO, moradores de uma cidade pequena, no interiorzão das GERAIS, com um corpo docente brilhante. O exemplo está vindo do interior, porque essas pessoas têm fibra, têm garra, são valentes. Esses professores divinenses estão nos ensinando o que é ter discurso em sala de aula e prática foara dela. Gostaria muito que estivessem também deixando os educadores dessa região da zona da mata com vergonha, por estarem dentro de sala vendo as coisas acontecerem. Não venham com desculpas que estão preocupados com formação de alunos, não! Isso é discurso para parecer politicamente correto. Mas não enganam ninguém, deixem de bobagem. Estão todos passando aperto financeiro com esse salário ruim. Tem professor que não compra livro, desde que entrou na profissão, há professor que nem pós-graduação pode fazer, porque realmente o salário não dá e, agora, dizem estar preocupado com a formação do aluno,primeiro preocupem com as suas, do contrário vai formar quem? Até porque muitos devem ter largado a escola há uns 10, 15, 20 anos, depois disso só frequentou aqueles 'MARAVILHOSOS CURSOS DADOS PELAS SREs". Isso não é formação profissional.

    ResponderExcluir
  116. sou aluna do terceiro ano.fala serio esses novos professores nao sabe nem escrever.vamos voltar quando os nossos voltarem.

    ResponderExcluir
  117. Companheiros:

    Estive lendo uma reportagem na uol uns dias atrás e ela falava que o Anastazia é amigão da presidente Dilma .Estive pensando que tal todos nós mandarmos mensagens para Dilma. Se ela é a favor do piso e amiga do Anastazia quem sabe ele convence ele a pagar o piso.Pensando bem que besteira,,,piso é lei o que ta precisando é esses juízes mostrarem que tem poder e obrigar esse ditador a cumprir a lei.Sempre admirei os juízes pelo os seus conhecimentos e imparcialidade,,,mas agora estou mi sentido envergonhado por eles ,,,não força o governador pagar,,nem dá nenhum parecer pelo fato de não cumprir a lei. Mas estamos fortes .desanimar nunca,,,ja estou aprendendo a virar sem o dinheiro,,na verdade ganhamos tão mal,,que o não pagamento nem fez falta.Até a vitória.

    ResponderExcluir
  118. É, Amanhã vem bomba, como sempre vão impor um sistema de pagamento sem consultar a categoria, e que sem dúvida, será na forma de subsídio.
    temos que ir para STF cobar nosso pgto pelo PSPN.

    Viram a Secretário, estava rindo, alegre na entrevista.

    abraços

    ResponderExcluir
  119. Euler, postei a denúncia no Ministério Público, com esse teor:
    Gostaria de solicitar empenho e urgência em verificar por que o Governo de Minas Gerais não está cumprindo a Lei 11.738/08 da Constituição Federal, que instituiu o Piso Salarial dos trabalhadores da educação. Em 06 de abril de 2011 o STF votou em caráter decisivo e irrevogável, não cabendo mais nenhum tipo de recurso. Nós, professores estamos vivendo em situação difícil, uma vez que fomos automáticamente colocados no subsídio e o mesmo deu a prerrogativa para alguns de nós funcionários, de retornarmos ao salário base. Dos 200 000 que puderam optar, mais ou menos 153 000 retornaram. Agora estamos sofrendo redução salarial e toda sorte de menosprezo, pois o subsídio não é piso e sim é o somatório de toda a composição salarial isso destruiu a nossa carreira igualando salário de quem estava a 20, 25 anos no Estado aos funcionários que estão entrando agora, portanto subsídio é teto. Ao fazermos os cálculos vimos o quanto estamos sendo ludibriados. O subsídio achata nosso salário e destrói nossas esperanças em dias melhores pois estamos perdendo dinheiro e até mesmo a dignidade. Piso é salário inicial na carreira, tem data base e percentual de aumento, tudo já previsto em Lei Federal e a ele deverá ser acrescidos as nossas vantagens adquiridas por anos e anos de serviços prestados ao Estado. Lei é para ser cumprida e não debatida e/ou modificada. Ajude - nos a garantir nosso direito. Confiando na Justiça. Obrigada.
    Se alguém quiser, pode usar.

    ResponderExcluir
  120. Prezado Euler.
    É a primeira vez que escrevo em seu blog, mas leio todos os dias e também fico indignada com as inverdades deste governo e a falta de respeito como somos tratados. Veja só a última da secretária, anunciada no jornal O Tempo que saiu agora há pouco às 18h34min.
    Secretária de Educação anuncia lançamento de novo subsídio para professores estaduais.
    Não podemos aceitar isso. É PISO ou a GREVE continua. Fortes na luta. Um abraço a você e a toda companheirada.

    ResponderExcluir
  121. Caro Euler,
    Vc viu a fala da Ana Gazzola no MG TV agora a noite?
    Essa mulher acha que somos bobos..
    Mudanca no subsidio para os mais antigos...
    Só que nos não somos DESAVISADOS. Lemos o blog do EULER que já cantou essa pedra.
    Queremos o piso e sem ele, não voltamos pra escola.
    Subsídio, so se trocar os delas e deles comigo(anasta, ana,renata ou qualquer deputado, ou ministro, ou promotor,) rsss
    Ashley

    ResponderExcluir
  122. Euller,
    Aqui, aguardando sua análise da fala da secretaria no MG TV de agora a noite.
    Ela vai tentar o último canto da sereia, vc não ta achando?
    Abracos,
    Ashley
    BH

    ResponderExcluir
  123. Amigo Euler postei pra bia :
    Bia, nem ouça melhoria de subsídio. A Lei que se encontra em vigor é PISO - 11.738/08 nada de sub...
    Nenhum patrão é tão bonzinho a ponto de querer cuidar do nosso salário tanto assim. Hoje enviamos centenas de denuncias a Corregedoria do Estado. Aguentaremos firmes, ainda agora que ganhamos força, adesões, solidariedades, e não podemos decepcionar os demais injustiçados de Minas que estão se unindo a nós na tentativa de mostrar ao governo que não aceitaram nenhum tipo de redução nos diritos de nenhum trabalhador.
    1- Boicote às aulas da UFMG: Solidariedade com a greve dos professores...
    2- Visitando alguns sites, encontrei esta reportagem sobre o 3º ENCONTRO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS - POR UM PROJETO POPULAR PARA O BRASIL. Considero importante que todos leiam e vejam que não estamos sozinhos nesta batalha!

    3- Enviado por: Carlos Soares
    feirahippie.com - 12/08/2011


    Moção de apoio a greve dos trabalhadores e trabalhadoras da educação em Minas Gerais...

    Plenária de apoio à luta dos professores e professoras do estado de Minas Gerais
    Convocação ao 16 e 24 de agosto - Dia Unificado de Luta dos Movimentos

    Belo Horizonte, 11 de agosto de 2011
    Na sede do Sindieletro, cerca de 80 militantes sociais, entre 40 organizações sindicais, estudantis e populares, se reuniram para debater os próximos passos da jornada de lutas no estado. Motivados pelo apoio a luta dos trabalhadores da educação, essas organizações perceberam a urgência da pauta da unidade e a necessidade do acúmulo de força social contra o governo de Minas.
    4- As 8h - Rádio UFMG - Greve dos Professores...
    Bia, estamos no twitter, nos blogs em todos as redes sociais e a nossa greve é pelo PISO.
    NÃO QUEREMOS MELHORIA EM SUBSÍDIO, NEM TOQUE NESSE ASSUNTO.
    Além do mais até o TRE vai investigar as contas de campanha do governo. NÃO VAMOS RECUAR.
    LEIA NO BLOG DO EULER.
    http://blogdoeulerconrado.blogspot.com/2011/08/minas-75-dias-de-greve-dos-educadores.html#comments

    ResponderExcluir
  124. Boa noite,Euler.
    Meu nome é Viktor Juliano,tenho 13 anos.É minha 1ª vez q eu escrevo em um blog.Eu estou aqui para deixar uma denúncia contra o governador de Minas Gerais,Anastasia.Ele prometeu em aumento de salário dos professores.Agora,os professores,recebem apenas R$362,00 por mês!
    Eu gostaria q o Ministério Público,tirasse a pose do governador Anastasia!Ele devia tomar vergonha na cara em falar q o salário dos professores de Minas Gerais,é o melhor do Brasil!Isso me deixou mais indignado.Eu já estou entediado de ficar dentro de casa sem estudar,por parte da desonestidade do Anastasia.
    Obrigado,Euler por criar um blog para ajudar os professores e os alunos.
    Se alguém quiser entrar em contato comigo,o meu e-mail é: viktor_ag47@hotmail.com!

    ResponderExcluir
  125. Caraaaa
    Como aluno, com um professor substituto sem classe nem capacidade, sinto vergonha deste governador do nosso estado. Tô fora!! Não piso na escola com este tipo de professorado, quero qualidade no ensino. Continuem a greve mesmo professores, lutem por um salário justo, é isto que vocês me ensinam na escola: lutar pela justiça!!

    ResponderExcluir
  126. Oh! Que pena a Gazola achar que aumentando o subsídio,a greve vai acabar.Com trinta anos de serviço, a dois anos e meio estou esperando aposentadoria( êta trem demorado!)e ganhando menos de mil reais, já pensou e ainda fala que paga um PISO de mais de 1000 reais. Onde estão as minhas vantagens?
    A tabela que ela disse, já está pronta a muito tempo, foi só a próxima cartada do governo. Outras virão...........
    Em frente, Minas, os professores já tem a marca registrada, a marca da coragem.

    ResponderExcluir
  127. Até quem fim saiu reportagem sobre a greve de professores de Minas Gerais no Jornal Nacional da GLOBO!!! Estão com medo de prorrogarem as provas do ENEM. Agora até o governo federal vai ter de entrar na questão. SEGURA ESTA ANATASISTA!!!

    ResponderExcluir
  128. Euler, boa noite.
    Diante da entrevista da Secretária de Educação ao Jornal Nacional do Globo e da intervenção dos pais exindo o retorno dos alunos á sala de aula e o adiamento do ENEM, eu pergunto ao Governo: E AGORA JOSÉ ?

    ResponderExcluir
  129. Bem caros Mestres, é de ficar atônito a situação em Minas, estou plenamente eu conformidade com a greve dos professores. Sou policial civil já lecionei não procurei lecionar esses dias devido a greve. Bem o melhor é os senhores Mestres lutar para o acordão do STF publicar isso deve ser urgentíssima prioridade é isso que vai valer para o seguinte: Enquanto isso, não for publicado nenhum promotor e procurador irá tomar suas dores, após publicado os senhores deve de pedir a prisão pelo ato infracional no artigo 330 desobediência do Governador pois ele está descumprindo a Corte Suprema, pois todos nós estamos vendo que isso já virou questão pessoal. Esse governo, além do piso deve de perder o mandado ou ir comparecer no STJ para Justificar seus atos de desobediência. Lutem por voçe, visto que a sociedade não está nem aí. Eu vejo aqui na cidade de Pará de Minas não comparece pais, e no estado são poucos os movimentos em prol de vocês. Peço a Adonai que lhes socorrem do alto céu, e que ainda este ano Elohim venha tratar alcançar com desastre esse atual governo do Antônio Augusto Anastasia se ele não arrepender. De Deus não se zomba o que homem plantar ele colherá. Elohim, o Deus de Isaque Jacó venha o Deus de Israel que tem olhos como chama de fogo e percorre toda a terra, que ele envie o anjo e destrua o governo soberbo, que traga tormentos e doenças, pois o Senhor Deus tem visto o que ele tem feito na terra. Elohim não permitira sua autoridade neste estado nem mais neste país! Todavia se ele arrepender, Elohim terá compaixão desse governo. Que Elohim abençoe nossos Mestres suas famílias. Que ELOHIM os abençoe e guarde. Que ELOHIM faça sua fase brilhar sobres vocês e mostre a vocês seu favor. Que Adonai levante sua face na sua direção e dê Shalom aos Mestres. Que teus inimigos sejam destruídos. Os profetas Elizeu e outros já profetizaram Juízo sobre pessoas, "Não é desejar o mau, mas pedir a Deus que traga Juízo sobre a terra"!

    ResponderExcluir
  130. Acabei de entrar no site da educacao.gov.mg e fiquei estarrecida com a cara de pau da secretária de educaçao em afirmar que a situaçao da substituiçao dos professores do 3º ano está sendo resolvida, mas ela não comunica para os pais que qualquer um está podendo assumir as aulas. Isto é preparar para o ENEM?Faça-me rir!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  131. Companheiros:

    Acho que o fundanental é o piso,,mas devemos ouvir a proposta do governo.Se ele garantir que o subsídio for corrigido toda vez que houver correção do piso e garantir que todos os profissionais que tem direito a biênio e quinquênio continuarão recebendo e que a promção por escolaridade será automática,que pagará os dias parados e que o aumento será pra esse mês e retroativo a janeiro é um caso a pensar.Não somos radicais ,,somos racionais ,,só voltaremos com o piso ou algo que nus proporcione valores iguais ou superiores.

    ResponderExcluir
  132. Caros colegas:

    Que grande canalha esse presidente da associação de pais e alunos.Foi até a secretaria de educação para cobrar a volta às aulas.Mas deixou bem claro em sua fala que pouco ta ligando para os profs,vem pedir a secretária para que tome as mesmas medidas de contratação de profs para as outras séries.Que péssimo exemplo dá esse cidadão para seus filhos e os estudantes mineiros.Será que ele pensa que trabalhador tem que ser escravo de patrão,,que somos descartáveis não presta joga fora.Será que não sabe que profissional insastifeito produz mal e consequentemente o prejuíso será maior.Caros estudantes pensamos muito em voces,se tivermos algumas melhorias ,,com certesa voces serão os mais beneficiados.Só não podemos voltar como estamos..os fatos sociais são importantes na formação de um cidadão,,se vc está participando das greves, está aprendendo também lutar pelos seus direitos.Porque esse cidadão não pediu a secretraria que revesse a situação dos profs.Nesse momento poderia está como guerreiro para nos profs,,alunos e sociedade,,,mas preferiu aliar aos covardes e querer ferrar mais ainda os professores.

    ResponderExcluir
  133. Euler e demais companheiros,

    A todo momento falamos da Lei, que ela nos é favorável, que o PISO é certo como dois e dois são quatro, mas, sinceramente, estou cada vez mais convencida de que leis em favor "dos de baixo", não são para serem cumpridas. Viram objetos de desejo, longe do alcance dos menos favorecidos.
    Com a proposta de melhorias no subsídio, o governo diz estar fechando uma negociação que sequer começou! Enviará sua "maravilhosa" proposta à ALMG e baterá o martelo. Aos 153 mil insubordinados revoltosos, acenará com a ideia, já prevista na lei do "suicídio" da volta a esse sistema. E como filhos pródigos, receberá a todos de "braços abertos". Antes, nos deixará por um bom tempo com os salários reduzidos do sistema remuneratório antigo, para aprendermos a não desafiar o seu "incontestável" poder.
    Infelizmente, lamentavelmente.

    ResponderExcluir
  134. O colega do post das 21:58, está louco.O governador já deu várias demonstrações que não devemos confiar nele.

    A garantia do piso e sua correção definido pelo MEC, nos libertaria da gestão PSDB e das que virão. Chega de ficarmos (servidores em geral), em segundo plano. Uma vez o que vale são os projetos politicos. E que sempre é direcionados para um determinados grupos.

    Creio eu, que o fato da secretária dá aquela entrevista rindo, se deve ao fato da própria secretária saber que aquilo não passava de uma armação, de um teatro nacional, com objetivo de colocar todos contra nos educadores.

    Temos que mantermo-nos firmes e fortes.
    Que "As 13 Almas nos protejam".

    Boa greve para todos!

    ResponderExcluir
  135. Sebastião de Aguiar - Bocaiúva22 de agosto de 2011 23:17

    Boa noite, Euler!
    A novela fina estampa anuncia o estrelato da Megera Gasola indomada como testa de ferro do temível gangster Aminestésico, sobrinho e afilhado do Poderoso Chefão Alca Nécio Neves na produção mais comentada do momento: PISO no SUPREMO e EuNEM tô aí! Mega produção financiada pelo "subicídio" da educação. Gênero??? Comédia, claro! Censura:anestésica com certesa! Em exibição nas salas de aulas vazias das Escolas Estaduais mais próximas em sua cidade!
    Em tempo:Aguarda-se com MUITA paciência e ... a esperada continuação do épico de longuíssima metragem "Acórdão SUPREMOS"(parte 1)e Supremo: o RETORNO do 'cumpra-se e obedeça a LEI'(parte 2).
    Nota: os ingressos já estão esgotados!
    Abraços! Tião Aguiar (Bocaiúva)

    ResponderExcluir
  136. NÃO QUERO "SUICIDIO", QUERO É PISO. PISO É O QUE A LEI MANDA. SEM PISO NÃO PISO NA ESCOLA.

    ResponderExcluir
  137. A Senhora Secretária amanhã aparecerá para a mídia cheia de olheiras, pois passará a noite em claro, olhando para a tal tabela e aperfeiçoando o discurso na busca da persuasão, porque o DESGOVERNADOR mandou seu recado pelo ajudante de ordens: não pode gaguejar, não pode se enrolar, não pode titubear, não pode engasgar, nada que os estudiosos de linguagem corporal possa vir a analisar como comportamento camuflado, quanto à aparência, com ares de alegria, como se fosse distribuir um presente de natal antecipado. Então estamadrugada vai ser um pesadelo para essa senhora. Amanhã, terá que falar de aperfeiçoamento de subsídio com sorriso nos lábios e vai ser de amargar, pois ela mesma sabe que essa turma que está segurando todos esses dias de paralisação é uma MINEIRADA DAS BOAS, como diz Fernando Sabino: Ser mineiro é "não meter a mão em cumbuca. Não amarrar cachorro com linguiça.Porque mineiro não prega prego sem estopa." Então, trate de não vir com lorotas para o lado dessa mineirada, porque de antemão já não estão acreditando no que virá, confia sempre desconfiando!

    ResponderExcluir
  138. Eu Como Aluna ..Falo sobre a Greve ...que o governo nao esta agindo bem para os professores os alunos estao sendo prejudicados por causa ...disso..

    ResponderExcluir
  139. Senhoras e Senhores professores, sou PM e acredito que todos os professores deveriam ganhar muito bem... os senhores são os guardiões do saber responsáveis pela formação das futuras gerações, com certeza a mais digna profissão existente em nossa sociedade, mas acredito que os senhores estão "dormindo em berço esplêndido" sabe o que falta aos senhores ??? REPRESENTAÇÃO E ORGANIZAÇÃO pOLITICA" nós PMs já acordamos faz tempo e hoje temos força e reresentação na politica. A greve que os senhores fazem não tem efeito imediato, não altera o presente, daí a necessidade de uma concientização politica por parte dos senhores. Cadê seus deputados ??? Vcs não tem voz politica infelizmente... Torço por vocês Abraços.....

    ResponderExcluir
  140. Sou aluna do quarto ano e
    minha professora está em freve desde 8 de junho e eu apoio totalmente ela .
    Anastasia por ele ter cido um professor de história ele devia ter dado um exemplo bom no governo mais parece que se depender dele Minas fica sem professores.

    ResponderExcluir