quarta-feira, 23 de junho de 2010

Educadores ocupam galerias da ALMG; deputados governistas fogem; votação é adiada para hoje, 23



Dois momentos de delicadeza: o forró, que aconteceu antes da assembléia, que teve o colega João Martinho como um dos destaques; e a cena acima, quando o colega Anderson é carregado nos braços (olha que coisa mais meiga) para amarrar a bandeirola nas hastes. (Fotos: Cristina). Quando me disseram que haveria uma "quadrilha" eu olhei para dentro do prédio e perguntei: outra? Só depois de um tempo eu entendi que era uma quadrilha de festa junina.

(Notícia extra do Blog do Euler: a TV Assembléia - veja links no post abaixo - acaba de anunciar agora, 11h, que haverá reuniões no plenário principal às 14h e às 20h de hoje, dia 23. Vamos lotar as galerias e todos os corredores da ALMG! Estaremos lá e voltaremos com novas informações depois da meia-noite).

Já passa da meia-noite quando chego em casa. Estou cansado e preciso repousar. Foi um dia inteiro de luta, de contatos, de pressão sobre os deputados. A Assembléia Legislativa esteve o dia todo ocupada por trabalhadores da educação de Minas. A direção do Sind-UTE tentou negociar alterações no projeto do governo, o PL 4689/2010, que corta direitos históricos dos servidores (quinquênios, biênios, pó-de-giz), joga fora o tempo de serviço dos trabalhadores, posicionando praticamente todos os servidores no grau A do respectivo nível de escolaridade, prevê o pagamento das novas tabelas somente em abril de 2011, entre outras mudanças que sacaneiam com os profissionais da Educação.

Pelo informe da direção sindical durante a assembléia dos educadores, das 17 reivindicações de mudanças feitas pelo Sind-UTE, apenas três foram aceitas pelos representantes do governo: a inclusão do reajuste períodico dos vencimentos, a antecipação do exame de certificação que estava previsto para seis meses após a aplicação da nova estrutura e tabelas salariais e a questão do limite da LRF. Todos os demais pontos receberam um NÃO do governo.

Mas, quando era para votar o projeto no plenário, os deputados do governo, que ao todo são 58 de um total de 77, sentiram a pressão dos educadores de todo o estado de Minas Gerais, que ocucparam as galerias do plenário principal e dos plenarinhos das comissões. Era trabalhador da educação espalhado para todo canto da ALMG. Ao todo, nos momentos de maior movimento, mais de 4 mil educadores participaram da jornada de luta de ontem, dia 22.

As votações foram transferidas para hoje, dia 23. As reuniões e negociações começam a partir das 9h. Os 19 deputados da oposição estão fechados com as propostas dos educadores e estão pressionando para levar as emendas para o plenário. O governo queria que o sindicato abrisse mão das emendas para aprovar o projeto tal como foi enviado à ALMG. O sindicato não aceitou. A assembléia dos educadores confirmou a decisão: de maneira alguma vai apoiar o projeto do governo sem as alterações propostas. Ou pelo menos daquelas principais, que respeitem o tempo de serviço, garantam o reajuste anual e mantenham os direitos adquiridos dos servidores.

A luta deve continuar hoje, dia 23, durante todo o dia e noite adentro. Aliás, quando deixamos as galerias da ALMG o relógio já passava das 22h. Muita gente estava disposta a ocupar e dormir no local. Mas, atendendo a um pedido dos deputados da oposição e da própria coordenadora do Sind-UTE, Beatriz Cerqueira, de que seria importante deixar aquela Casa, descansar um pouco para retomar a luta hoje, os trabalhadores nas galerias acharam por bem dar essa pausa. A disposição de luta, no entanto, era enorme. E as batalhas foram apenas transferidas para o dia de hoje, quando todo corpo-a-corpo recomeça.

O diálogo das multidões nas galerias do plenário principal, com palavras de ordem, cantos e hinos, talvez tenha sido o ponto alto de um dia de muitas lutas, negociações, cafezinhos e contatos.

Só uma certeza eu guardo desse dia: nossa luta está viva. Segundo: nossa luta precisa continuar. Terceiro: só a luta pode alterar os planos diabólicos das elites brasileiras e mineiras.

Um abraço e até amanhã à noite, quando eu voltar da nova jornada na ALMG. Desculpem a pressa na escrita. É que o corpo já pede cama, embora a barriga me cobra um complemento a mais, além do cachorro-quente, da canjica e dos cafés que tomei na parte da tarde. Tem um arroz doce que minha mãe deixou pra mim. Irresistível. O miojo, um complemento, não sei se antes ou depois do arroz-doce. Antes das duas, quero estar navegando nas ondas do mais profundo sono, que conduz aos sonhos de uma noite de inverno
. Que por serem sonhos, não congelam como nossos salários, e constroem um amanhã com muita esperança e disposição de mudar, quantas vezes forem necessárias.

P.S.: Incorporo ao artigo acima os 5 primeiros comentários que o blog recebeu, que trazem informações importantes, análises e crítica da realidade.

1) mora:

Caro Euler, bom dia. Vai aqui uma informação super importante. O Plano Decenal da Educação (PL 2215/08) será votado em 2º turno hoje, 23/06, na Comissão de Educação da ALMG. O referido projeto contempla o PISO NACIONAL (Lei Federal 11738/08) como vencimento básico, jogando por terra o projeto fascista do governo que cria o subsídio único. A reunião acontece 10:30 no plenarinho 2 da casa legislativa. Como já estaremos no recinto à espera das votações do dia, não custa nada dar uma espiada...Inté.

2) Maria Angelica:

Senhores deputados, tenham muita coragem e discernimento ao votarem a proposta salarial do governo para os professores. Mesmo não estando ai na ALMG, estamos acompanhando a votação e divulgando entre nossos familiares e amigos os nomes dos INIMIGOS DA EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

Companheiros, infelizmente não posso estar ai no corpo a corpo com vocês. So me resta participar virtualmente, enviando emails à quadrilha lá de dentro.

Estou com vocês em pensamentos e orações. Um abraço.

Maria Angelica- Sao Domingos do Prata MG


3) Rômulo:

Venho saudar a grande disposição de luta de toda nossa aguerrida categoria, em especial aos lutadores de Vespasiano e São João da Lapa. Podemos dizer que Vespasiano agora é a Moscou brasileira. Um salve especial ao nosso camarada Martinho, velho combatente da Classe e amigo de todas as jornadas.

No seu texto só tem um equivoco. Sobre a questão da certificação. Não é solicitado antecipação e sim adiamento por mais 06 meses.

Saudações Fraternais,

Rômulo - Ribeirão das Neves


4) Marly Gribel:

Caro Euler, tenho acompanhado as movimentações daqui de MOC e enviamos caravana para estar aí com vcs. Mandamos inclusive o filosófo da nossa escola, professor Javé e professor de filosofia professor Eustáquio (escolhas bem pertinentes não?). Estou bastante ansiosa, porque sei da falta de compromisso destes deputados da bancada governista para conosco e sofro ao ver a categoria sacrificar desta forma e me alegro ao mesmo tempo de ver a disposição da luta. Durante 25 anos lutei contra toda forma de autoritarismo e violência e nas proximidades de terminar a carreira continuo a assistir ao massacre da categoria mais sofrida do estado de MG.Lamentável... Mas acredito firmememente que a quadrilha que está no poder de MG também se encontra em xeque-mate e as pesquisas indicam isto. Um abraço.

5) Circe Reis:

Euler,

muito obrigada pela sua perspicácia e inteligência rápida em passar para nós, suas leitoras e leitores, os links para assistir ao vivo o que acontece na Assembléia. Depois que voltei de lá, fiquei assistindo até o final, 1 hora da manhã, nossa brilhante luta. Aos professores lutadores, parabéns. Esse movimento está conseguindo mexer com as estruturas cristalizadas do governo. Nossa persistência tem que mostrar para os incrédulos toda a nossa força.

Acabo de ouvir, ao vivo, 10:35 da manhã, o Dep. Antônio Júlio (PMDB) - pelo site que vc nos passou - dizer que o governo mandou desligar a transmissão da votação do projeto que estamos constestando... Imagina! Que ditador é esse? Até onde tudo isso vai continuar? Os profissionais da educação que poderiam assistir, dos cantos mais longínquos do estado, não poderão nem exercer o mínimo direito de saber da realidade que é a postura dos deputados contrários.

17 comentários:

  1. Senhores deputados, tenham muita coragem e discernimento ao votarem a proposta salarial do governo para os professores. Mesmo nao estando ai na ALMG, estamos acompanhando a votaçao e divulgando entre nossos familiares e amigos os nomes dos INIMIGOS DA EDUCAÇAO EM MINAS GERAIS.
    Companheiros, infelizmente nao posso estar ai no corpo a corpo com voces. So me resta participar virtualmente, enviando emails a quadrilha lá de dentro.
    estou com voces em pensamentos e oraçoes. Um abraço.
    Maria Angelica- Sao Domingos do Prata MG

    ResponderExcluir
  2. Caro Euler, bom dia. Vai aqui uma informação super importante. O Plano Decenal da Educação (PL 2215/08) será votado em 2º turno hoje, 23/06, na Comissão de Educação da ALMG. O referido projeto contempla o PISO NACIONAL (Lei Federal 11738/08) como vencimento básico, jogando por terra o projeto fascista do governo que cria o subsídio único. A reunião acontece 10:30 no plenarinho 2 da casa legislativa. Como já estaremos no recinto à espera das votações do dia, não custa nada dar uma espiada...Inté.

    ResponderExcluir
  3. Companheiro Euler,

    Venho saudar a grande disposição de luta de toda nossa aguerrida categoria, em especial aos lutadores de Vespasiano e São João da Lapa.
    Podemos dizer que Vespasiano agora é a Moscou Brasileira.
    Um salve especial ao nosso camarada Martinho, velho combatente da Classe e amigo de todas as jornadas.
    No seu texto só tem um equivoco. Sobre a questão da certificação. Não é solicitado antecipação e sim adiamento por mais 06 meses.
    Saudações Fraternais,
    Rômulo - Ribeirão das Neves

    ResponderExcluir
  4. Caro Euler, tenho acompanhado as movimentações daqui de MOC e enviamos caravana para estar aí com vcs. Mandamos inclusive o filosófo da nossa escola, professor Javé e professor de filosofia professor Eustáquio.(escolhas bem pertinentes não?) Estou bastante ansiosa, porque sei da falta de compromisso destes deputados da bancada governista para conosco e sofro ao ver a categoria sacrificar desta forma e me alegro ao mesmo tempo de ver a disposição da luta. Durante 25 anos lutei contra toda forma de autoritarismo e violência e nas proximidades de terminar a carreira continuo a assistir ao massacre da categoria mais sofrida do estado de MG.Lamentável... Mas acredito firmememente que a quadrilha que está no poder de MG também se encontra em xeque-mate e as pesquisas indicam isto. Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Euler,
    muito obrigada pela sua perspicácia e inteligencia rápida em passar para nós, suas leitoras e leitores, os links para assistir ao vivo o que acontece na Assemblia. Depois que voltei de lá, fiquei assistindo até o final, 1 hora da manhã, nossa brilhante luta. Aos professores lutadores, parabéns.Esse movimento está conseguindo mexer com as estruturas cristalizadas do governo. Nossa persistência tem que mostrar para os incrédulos toda a nossa força.

    ResponderExcluir
  6. Euler,
    acabo de ouvir, ao vivo, 10:35 da manhã, o Dep. Antônio Júlio(PMDB) - pelo site que vc nos passou - dizer que o governo mandou desligar a transmissão da votação do projeto que estamos constestando... Imagina! Que ditador é esse? Até onde tudo isso vai continuar? Os profissionais da educação que poderiam assistir, dos cantos mais longínquos do estado, não poderão nem exercer o mínimo direito de saber da realidade que é a postura dos deputados contrários.

    ResponderExcluir
  7. Caro Euler,acompanhando pela TV Assembléia a movimentação da base governista boicotando a votação de um projeto enviado pelo próprio governo percebo claramente que os parlamentares( também eles autoritários ) aguardam mais uma vez a desmobilização da categoria, que neste momento histórico especifíco encontra-se mobilizada para alterar um projeto governamental que atropela a própria Constituição Federal. O Sind-Ute tenta neste momento juntamente com a categoria realocá-lo nos parâmetros da lei. E pasmem, a base governista não comparece para tentar corrigir as distorções do Projeto Governamental indicando claramente que tentará posteriormente, votar uma proposta inconstitucional. Não seria hora do Sind-UTE recorrer ao Judiciário e a OAB para intervir e corrigir estas distorções, colocando em evidência para o Brasil e quiça para o mundo o abuso das autoridades mineiras ao tentar burlar a própria Lei. Não seria esta a forma mais cruel de abuso de poder político e não seria esta a forma mais arbitrária de desrespeito a população mineira que necessita de educação de qualidade previsto em Lei e de piso Salarial também já instituído em Lei. Penso que o Sind-UTE neste momento deveria alegar abuso de poder político e danos marais a categoria ( constangimento moral) por desrespeito a Constituição Federal . O jogo de xadrez ainda está em andamento, o rei ( Anastasia) e seus amigos, bispos e cavalos( os Parlamentares) já se posicionaram. Basta agora os peões recorreram as forças superiores(a rainha), ou seja, a Constituição Federal.

    ResponderExcluir
  8. João Paulo Ferreira de Assis23 de junho de 2010 11:26

    Sim Professora Marly. É preciso o recurso ao Judiciário.

    ResponderExcluir
  9. Adorei a tirada Euler."Quadrilha" é mesmo um bom termo para se referir a esses deputados covardes que fazem tudo q o faraó manda. Você é ótimo!Não pude participar das movimentações mas estou acompanhando as movimentações e lutas da categoria.Assistindo a transmissão da Tv Assembléia me emocionei ao ver tanto gente guerreira naquela casa fazendo a história de luta das Minas Gerais ganhar um capítulo enorme,que me orgulho de ensinar aos meus alunos,nas aulas de geografia política.Sim por que não posso falar de política em sala de aula, sem falar da greve histórica e das artimanhas horrendas desse governo ditador. Abraços a todos os guerreiro.

    ResponderExcluir
  10. José Alfredo Junqueira23 de junho de 2010 15:05

    São15hs,23 do 06.A tv assembléia esta censurada.A máfia é muito forte.O próximo passo é censurar a internet.Parabens aos professores atuantes de MINAS.

    ResponderExcluir
  11. Querido colega Euler.
    Estou muito triste por não poder estar com vcs neste momento tão importante e lindo. Você sabe o motivo, estou acamada ainda. Queria estar aí para gritar em alto e bom som A VITÓRIA É NOSSA. Sei que as estrelas de todos formará um brilho guiado pelas mãos de Deus. Onde vc passar tudo será luz, onde vc passar tudo será conquistado, pois vc tem o de mais nobre do ser humano garra,verdade, bondade, honestidade e justiça. Seus colegas sempre se orgulharão de um varão como vc. É um ser tão especial que todos que de vc se aproximam, não conseguem mais ficar longe do seu Blog. Sabe, assim podemos desfrutar dessa companhia maravilhosa e saber de toda a verdade que rola, mas não enrola. Sei que voltarão com a justiça. Abraços grande amigo. Estou vibrando com mita luz...

    ResponderExcluir
  12. Parabèns Euler, pela sua disposição de luta. Infelizmente os professores do município de Vermelho Novo, não puderma estar presente na Assembleia. E é no seu blog que buscamos as informações do que aconteceu onteme do que está aocntecendo hoje dia 23 de junho. A leitura do seu blog nos informa e emociona e nso coloca cientes do que está apcntecendo. Isos é possivel porque você é um cara incansável, e memso tarde, ãfaminto, nao deixa de postar aqui as informaç~eos que tanto nos esclarece. Estamos vigilantes e de olho nos DEPUTADOS omissos. A ele o nosso NÃO. Fraternal abraço.

    ResponderExcluir
  13. Caro colega de luta!
    Estou precisando de um esclarecimento. Sei que vc anda muito ocupado...assembleia e elaboração de seu blog. Se possivel vc poderia me esclarecer o que vem a ser certificação e como ela funcionará. Sei que foi aprovado a emenda que prorroga a mesma para + 6 meses...
    meu e-mail é alinefp@uai.com.br

    ResponderExcluir
  14. Euler está necessitando fazer um campanha desses Deputados Estaduais "Covardes" que não votam e fica obstruindo isso mostra a incompetencia deles pois 58 eles não querem mostrar a cara por causa da eleição e fica com esse comportamento deplorável
    DIVULGAÇÃO DAS FOTOS DELES NA INTERNET JÁ
    nos trabalhadores da educação vamos dar um presente para eles nessa eleição
    Em 2011 fazer uma Caravana para Belo Horizonte e no dia da posse dar ADEUS ANASTÁSIA E ESSA CORJA DE PUXA-SACOS

    ResponderExcluir
  15. Euler,

    Não vejo a hora de você chegar.

    Tive que ir embora. Perdir a peça teatral no

    plenário. Quero saber como foi o desfecho. No

    site do Sindute não tem nada a respeito (ainda).

    Cadê sua camisa verde?

    Abraços

    Denise

    ResponderExcluir
  16. Euler,

    Estava pesquisando na Lei 15293/2004 as

    respectivas revogações proveniente do

    projeto-lei e acabei encontrando este site.

    Eu sempre sentir na pele o empobrecimento da

    nossa categoria, mas é triste quando você

    constata...

    http://notacem.com/index

    abraços

    ResponderExcluir
  17. Olá.
    Eu sou aluno de uma escola da cidade de CONSELHEIRO LAFAIETE.
    Acompahei todos os movimentos desde o inicio.
    Estou parabenisando a todos os EDUCADERES que lutaram e a aqueles que não poderam ir em BH na assembleias , mas também não fico dentro de uma sala da aula atrapalhando o movimento.
    Fiquei adimirado por tudo que aprende e vi .
    Realment nessa terça estava muito cheio lá, nossa e como tava .
    Hoje não deu pra eu ir espero que tenha boas noticias.
    Essa vitoria será NOSSA ...
    t+

    ResponderExcluir