sábado, 12 de novembro de 2011

Novela do piso já virou palhaçada que desmoraliza os partidos, os poderes constituídos e a legislação brasileira


Novela do piso já virou palhaçada que desmoraliza os partidos, os poderes constituídos e a legislação brasileira

Um educador brasileiro - especialmente o mineiro - tem motivos de sobra para desdenhar e praguejar os chefes políticos, os partidos, os poderes constituídos e a legislação vigente no Brasil. A existência de uma lei federal - a Lei do Piso -, que deveria servir de motivo de comemoração e estímulo ao exercício do magistério, tornou-se o seu oposto, ou seja, um verdadeiro calvário para os educadores.

Em Minas Gerais - e isso acontece em vários estados - o governo simplesmente desconhece a Lei do Piso. Para não ter que pagar o piso, o governo tem aplicado vários confiscos salariais no bolso dos educadores. Primeiramente, criou e implantou compulsoriamente um novo sistema remuneratório, o subsídio, que representou um confisco de cerca de R$ 2 bilhões anuais, em relação ao que o governo teria que pagar com o piso nas carreiras dos educadores.

Como a lei do subsídio, após um período de vigência, facultava aos educadores o direito de retornarem ao antigo sistema remuneratório, o governo aplicou um novo confisco sobre estes profissionais, que retornaram ao sistema de vencimento básico: reduziu ilegalmente o salário nominal de 153 mil educadores, no meio deste ano, para os valores praticados em 2010. Ou seja, aboliu, para uma parcela dos educadores, um reajuste salarial que havia sido aplicado para todos, previsto em lei e no orçamento estadual. Além de não aplicar o piso no sistema de vencimento básico, como determina a Lei do Piso, em vigência desde 2008 e considerada constitucional pelo STF em abril deste ano, o governo de Minas ainda aplicou uma punição extra aos que ousaram não aceitar o confisco do subsídio.

Tudo isso acontece aqui em Minas - e também nos demais estados - porque as instituições ditas democráticas estão visivelmente corrompidas e comprometidas. Os poderes constituídos, nas três esferas da União, mostram-se cada vez mais, com raras exceções, dominados por grupos de rapina, formados por pessoas que estão a serviço do grande capital, em detrimento dos interesses da grande maioria pobre da população.

O descaso com a Educação pública - e com os educadores em particular - revela o quanto as elites dominantes não estão nem aí para as famílias de trabalhadores de baixa renda, que são aquelas que mais precisam de uma Educação de qualidade. Para os governantes, investir na repressão é mais importante do que investir na formação humana, na formação de uma cidadania crítica e capaz de questionar a ordem social instalada, podendo, inclusive, alterá-la. Além disso, gastam-se rios de dinheiro com obras faraônicas, com cidades administrativas, com estádios de futebol, com Copa do Mundo, com asfaltamento de estradas, mas nunca têm recursos para os servidores da Educação.

Ora, o que temos assistido em Minas é um exemplo claro, um caso emblemático, de como os governantes usam e abusam do poder, sem qualquer forma de controle dos demais poderes constituídos e de outras formas de fiscalização. Legislativo, TCE, judiciário, Procuradoria Geral tornam-se meros instrumentos de homologação das políticas neoliberais desenvolvidas pelos grupos que dominam o governo nos últimos 10 ou 15 anos, pelo menos. E para completar o quadro, todos estes grupos são blindados por uma mídia que se tornou o oposto do que se apregoa em matéria de liberdade de imprensa, de opinião e de consciência.

Na prática, os fundamentos teóricos assumem o seu sentido contrário. Eles falam em democracia praticando ditadura; falam em liberdade abolindo-a para a maioria da população; falam em serviços públicos de qualidade, enquanto perseguem e cortam direitos dos educadores, do pessoal da saúde, da segurança pública, dos eletricitários, entre outros.

A novela do piso, dentro deste contexto, serviu para nos mostrar o quanto toda a estrutura de poder no Brasil está corrompida. Todos os partidos, especialmente os maiores e que dominam e repartem entre si fatias dos diversos governos, estão envolvidos nesta história de enganação e de negação de um direito que foi duramente conquistado pelos educadores e pela sociedade brasileira.

O piso salarial nacional é uma exigência constitucional, da Carta Magna de 1988. Regulamentado por lei federal 20 anos depois - portanto, em 2008 -, até o presente momento não foi aplicado. Os estados, para escaparem desta obrigação constitucional, voltada para valorizar o educador e com isso garantir um ensino público de qualidade para todos, têm realizado as mais diferentes manobras e golpes. Em Minas Gerais, por exemplo, além do subsídio e do confisco imposto pelo governo aos que retornaram ao antigo sistema, o governo pretende agora alterar a estrutura do plano de carreira e dos percentuais das tabelas salarias, que foram criadas pelo próprio governo mineiro, do grupo que está no poder. E com isso, na prática, o governo deixará de pagar o piso, já que retirará das carreiras as poucas vantagens que o piso traria, caso fosse implantado como manda a lei.

E o que fazem o governo federal, os ministros do STF, os parlamentares do Congresso Nacional e os poderes assemelhados no âmbito regional? Nada. Ficam todos omissos, como se o problema não tivesse nada a ver com eles. Todos eles são muito ágeis quando se trata de votar e brigar por aumentos salariais e de verbas indenizatórias em favor deles. São eles que decidem quanto eles vão receber. Têm o poder de barganha e de troca de favores entre si. Mas, perguntamos: como fica a população e baixa renda? Como fica a situação dos outros setores da sociedade, que são justamente aqueles que produzem as riquezas deste país e do mundo? Até quando vamos tolerar esta palhaçada que se pratica em nosso nome sem nos consultar, sem nos ouvir, e sequer sem cumprir as próprias leis que eles fizeram, quando estas não lhe são benéficas? Que palhaçada é esta?

Porque na prática é isso mesmo: uma verdadeira molecagem contra os educadores! Foram eles que aprovaram uma lei federal; foram eles que aprovam leis estaduais que criaram o plano de carreira e as tabelas salariais vigentes. E agora, na hora de aplicar a lei do piso nas carreiras existentes eles querem alterar as regras do jogo para escapar desta obrigação legal. Ora, isso é inaceitável. Isso é ridículo. Isso é um abuso de poder e do bom senso contra os educadores e contra a população de baixa renda, que é aquela que precisa contar com serviços públicos de qualidade, especialmente os da Educação pública.

As desculpas que dão para este verdadeiro estupro constitucional são as mais variadas: falta de recursos, Lei de Responsabilidade Fiscal, crise na Europa, etc, etc., etc. Mas, perguntamos: essas desculpas só servem para os educadores? Por que não são usadas para fazer uma ampla reforma do estado, para reduzir os gastos com deputados, com o governo na alta cúpula, com os desembargadores, com a propaganda enganosa na grande mídia, enfim, com a manutenção caríssima desta estrutura de poder, que envolve um exército de assessores em cargos de confiança, que pouca serventia têm para o cidadão comum, que paga imposto e constrói as riquezas do país? Por que somente os educadores é que são chamados a terem paciência, a serem compreensivos, que um dia, talvez daqui a 1.000 anos, haverá condições de praticar uma política justa para vocês (para nós), oh, pobres educadores?

Já prometeram o piso, e não cumpriram. Já prometeram uma fatia do pré-sal, e seguramente não vão cumprir. Por isso sou incrédulo em relação a esta campanha dos 10% do PIB, seja para agora ou para daqui a 100 anos, pois seguramente eles arrumarão um jeito de colocar os investimentos em obras faraônicas como sendo gastos com a Educação.

A lei do piso, continuo dizendo, é emblemática. Ela determina um valor concreto - e muito baixo, diga-se - como vencimento inicial; estabelece critérios para a jornada de trabalho; indica a forma concreta de financiamento - o FUNDEB e a complementação por parte da União, caso o estado ou município comprove que não pode pagar o piso -, e ainda assim os estados e municípios e o governo federal, cada qual à sua forma, recusam-se a aplicá-la. Com a conivência das procuradorias regionais, dos legislativos estaduais e municipais, dos judiciários, e da mídia comprada e vilipendiada.

Ora, diante desta realidade, claramente voltada para a destruição da Educação pública, não resta outro caminho aos educadores senão o da luta, da resistência. O educador que está se aposentando, ou que já se aposentou, ou que esteja ingenuamente iniciando a carreira agora têm o mesmo compromisso de lutar pela salvação da carreira ameaçada e pela Educação pública de qualidade para todos.

Por isso, devemos nos preparar sim, para uma nova greve em 2012. Se o governo de Minas não apresentar uma proposta que contemple o pagamento do piso na carreira como determina a legislação vigente, devemos nos preparar para uma nova greve geral, desta vez mais organizada, mais ofensiva e para fazer tremer o chão do Brasil. Devemos mostrar para todo o Brasil a verdadeira face dos governantes, dos chefes políticos que andam por aí se apresentando como candidatos a presidir o país - quando nos seus estados deixaram uma herança de destruição da Educação e da Saúde -, e da natureza de todos estes grupos e chefes e partidos que se apresentam com um discurso, mas na prática se unem aos de cima para nos massacrar.

A partir, portanto, do dia 16, data da reunião da tripartite, saberemos o que fazer: se o governo mineiro cumprir a lei - e inclusive se dispuser a devolver o que nos tirou neste ano -, haverá um mínimo de condições de trabalho e de pacificação; do contrário, devemos sim nos preparar para os embates maiores que virão. Vamos intensificar as mobilizações e fazer do exercício nas escolas uma prática cotidiana de preparação para a greve e para o enfrentamento contra esta máquina que tem sido usada para destruir seres humanos. Não temos o direito de nos acomodar e de nos resignar ante a tantos ataques que temos sofrido por parte do governo e da sua máquina. Só nos resta a luta. Com uma boa assessoria jurídica e um intenso trabalho em cada escola, em cada bairro, para realmente fazermos valer nossos direitos e interesses de classe.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***

108 comentários:

  1. E vamos por em prática já!! Conclamo a todos os colegas que acessam o Blog diariamente a reenviarmos os posts de nosso grande Euler para todos nossos contatos. Copiem e colem todos os comentários que acharem importantes e enviem via email aos seus contatos. Façamos esse exercício diariamente. Se 2.000 fizerem isso todos os dias, enviando para no mínimo 10 contatos, teremos 20.000 companheiros bem informados. Se esses repassarem a outros, vemos a real dimensão do poder que temos nas mãos. Que no chão da escola sejamos formadores de opinião, que tenhamos condições de realmente sermos chamados de educadores e não de massa de manobra de um governo nefasto, ditador e que conta com nossa inércia para nos destruir. Vamos usar a Internet para destruí-lo primeiro. Ano que vem tem eleição. Temos uma grande responsabilidade, ou seja, banir da vida pública aqueles que querem nos destruir. Uma sugestão inicial, quem sabe o Sindute ou nós mesmos, fazermos adesivos para espalharmos aos quatros cantos de Minas: Aécio-Anastasia, destruindo a Educação em Minas!! Aécio=Anastasia inimigos nº1 da
    Educação!!! Atenção: A educação de seu filho corre perigo!!!Aécio e Anastasia destruindo professor meu amigo!Aécio na presidência, a Educação estará em decadência!!! Caros blogueiros, precisamos urgente destruí-los, enquanto ainda estamos de pé. Se esperarmos a votação da famigerada Lei, e com certeza com a homologação a Assembleia, sairemos derrotados para sempre. Lembrem-se: um direito tirado, nenhum, nenhum partido no poder nos dará novamente.

    ResponderExcluir
  2. Já passou da hora de colocarmos essa corja nojenta no lugar deles, quem sustenta essa cambada de desonestos somos nós contribuintes e trabalhadores honestos. Vamos sim iniciar os trabalhos nas escolas para começarmos 2012 com greve e mostrar para o BRASIL quem é Aécio Neves e companhia ltda.Esses deputadinhos pau mandado ano que vem os aviões deles começam a sobrevoar as nossas cabeças,eles começarão a ir nas suas bases tentarem eleger prefeitos que os apoiarão no futuro, a minha está preparada para respostas
    nas urnas e olha gente vou ser cabo eleitoral contra essa corja até não puder mais.Eu quero é que eles se esplodam e mendiguem votos na tentativa de releição deles para deputados.
    Fiquemos atentos gente e não vamos nos esquecer da cara de cada um desses ------.
    Aécio 2014 te espera meu querido, sua surpresa vai ser enorme, do tamanho das suas mentiras.

    Abraços colega.

    ResponderExcluir
  3. êta, Euler, cabra arretado! Nasceu advogado.Parece até que cursou Direito, tanta é a sua facilidade de argumentação. Você sempre será o nosso porta-voz. Você é como o Roberto Carlos, diz tudo aquilo que a gente gostaria de dizer, mas por algum motivo, não sabe como começar ou não tem coragem de expor, assim, os fatos, feito fratura exposta.
    Parabéns, Professor Euler.
    Que o Deus o oriente sempre.
    Beijo.
    Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. Ultimamente só leio os comentários, pois os textos, infelizmente, não trazem novidades. Já não aguento mais ouvir falar em piso, subsídio, confisco, advogado, lei, governo, combatentes,...

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde Euler. Aconteceu nessa semana encontro dos promotores publicos do MPE aqui em Montes Claros e disseram que esse encontro estava sendo realizado em toda MG.O objetivo desse encontro (segundo o que apurei, pois não participei) era discutir a forma como a educação publica está sendo tratada nos governos(em todos os governos). Não sei com certeza o objetivo dessa reunião e queria saber se voce tem mais informações sobre o tema e qual o objetivo, porque tenha a impressão de que algo muito mais grave do que estamaos passando vai acontecer. Não estou esperando coisa boa.

    ResponderExcluir
  6. se o governo não se pronunciar até o final dessa semana sobre o prêmio de produtividade, vou dizer aos meus alunos ( sou prof. de matemática do 3º ano do ensino médio), para não resolverem as questões, mas marcar qualquer uma , pois o governo não está preocupado com a aprendizagem dos alunos, muito menos com a qualidade de ensino. Eles sé se preocupam em aumentar o próprio salário...

    ResponderExcluir
  7. Jornal Hoje Em Dia, sábado, 12/11/2011

    Caderno - Opinião, página 13

    Magistério, uma profissão PARTE 1

    Luciano Mendes de Faria Filho

    Foi-se embora o mês de outubro, tradicionalmente dedicado ao professor, mas o drama desses profissionais e da educação brasileira continua. E, em vários atos:
    1º Ato: levantamento do professor João Valdir, coordenador do Colegiado Especial das Licenciaturas da UFMG, mostra que em 1990 "em 2 mil dos 17 cursos mais concorridos, seis formavam professores. Em 2012, não há um único curso de Licenciatura entre os 15 mais concorridos. Há dez anos, Biologia, História, Pedagogia e Educação Física tinham mais de 20 candidatos por vaga; atualmente, eles têm, respectivamente, 3,5; 4,8; 3,0 e 2,1. Mantida a atual tendência, em cinco anos não teremos candidatos aos cursos de Licenciatura".
    2º Ato: Se eu ganhasse R$ 712,00 eu ia ser servente de pedreiro", fala de Flávio Castro, assessor do líder do governo na ALMG, aos professores em greve.
    3º Ato: "Mas você é tão inteligente, por que vai fazer Licenciatura?", fala que os alunos de graduação ouvem de seus professores de vários departamentos das universidades pelo Brasil afora.
    4º Ato: "Antes de mais nada, os relatos deixam claro que as alunas tiveram de vencer o preconceito de suas famílias e de seu meio social mais amplo em relação ao curso de Pedagogia. Geralmente esse curso não é visto por parentes e amigos como adequado ao perfil social e escolar relativamente alto das alunas." Trecho do texto "O gosto e as condições de sua realização" sobre a escolha por Pedagogia entre estudantes com perfil social e escolar mais elevado, de Cláudio Marques Martins Nogueira e Flávia Goulart Pereira, publicado na revista "Educação em Revista", em dezembro de 2010.

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde a todos os amigos do NDG/NDE.
    Boa tarde amigo combatente Marechal e nosso advogado de todas as causas Euler.

    Ações contundentes com urgência!
    Somos fortes, somos valentes, somos do NDG.

    ABAIXO A DOMINAÇÃO!

    ABAIXO AÉCIO NEVES!

    ABAIXO ANASTASIA!

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  9. Eu deveria ter começado a frase com letra maiúscula, não é? Que errinho primário!!!
    Êta, Eler, cabra arretado!!!

    Mais beijos.

    Lúcia.

    ResponderExcluir
  10. Eu também sou a favor da causa. Vocês merecem tudo o que estão reinvidicando. Mas as suas postagens estão realmente cansativas, fica falando sempre das mesmas coisas. Dá preguiça de ler. Tente postar só quando tiver alguma informação nova. Adorei quando você fez um comparativo entre as tabelas e quando falou das formas de mobilização. Sem repetições ficará melhor e mais agradável.

    ResponderExcluir
  11. Euler, oque mais podemos fazer? Acho que até o fim deste ano ninguém votará nada em nosso favor.Estamos nas mão do lobo mal, infelizmente não acredito nesse governo, não estou mais confiando que essa comissão tripartite seja eficiente, e o pior sinto que poucos são os deputados que estão ao lado de quem tem direito nessa história. É impossível negociar com esse povo só conversando, temos que estar em greve e greve só em 2012.

    ResponderExcluir
  12. MAGISTÉRIO, UMA PROFISSÃO PARTE 2

    Ao longo do século XX não foram poucos aqueles que apostaram que as novas tecnologias, do rádio à internet, acabariam por substituir os professores no cotidiano da sala de aula. Neste vaticínio (prognóstico), o magistério acabaria, pois os professores seriam substituídos pelas máquinas. O auge desta utopia pode ser visto no filme Matrix, em que as pessoas aprendem por meio de uma conexão com o computador. No entanto, ninguém jamais imaginou que a profissão poderia acabar porque as novas gerações deixariam de escolhê-la como uma maneira de ganhar a vida e de contribuir para o desenvolvimento social. Pois não é que no Brasil estamos em vias de ver isto ocorrer??!!
    Talvez devêssemos perguntar o que estamos, de fato, fazendo para que o magistério volte a atrair as novas gerações. E, convenhamos, nós somos criativos o suficiente para isto.
    O que prometemos para os futuros professores? Cursos em faculdades particulares com duvidosas condições de ensino-aprendizado; um salário de R$ 1.187,00 por uma jornada de 40 horas semanais; o escárnio da família, dos seus professores e colegas; e um bom lugar no céu! Amém!


    Comentando a primeira parte do texto já postada e esta segunda, percebo claramente a visão neoliberal, articulada por seu grande mentor o teórico da economia neoliberal, defensor do Laissez faire e da economia de mercado, além de conselheiro do governo chileno de Augusto Pinochet, Milton Friedman. Creio que através dos pensamentos de Friedman e da elaboração do Consenso de Washington, tendo o Brasil como um dos signatários, o que vem se elaborando até os dias atuais comunga com o desmanche dos serviços públicos, que passam por um processo de precarização e posteriormente a privatização em determinados setores.
    Podemos peceber que o Chile é o grande laboratório dos anseios capitalistas na América Latina, e, no entanto, o modelo de ensino chileno é pautado por regras do livre-mercado, sendo assim o país Brasil com a sua gigantesca territorialidade, economia punjante e com a possibilidade de comunicação territorial com vários outros países ao sul da América e fora dela, vem recebendo aportes financeiros dos países centrais bem como, sendo generoso e abrindo a sua estrutura econômica interna aos anseios do capital estrangeiro ávidos por lucros. Ora, o próprio ensino público nacional se encontra ameaçado ante a volúpia do capital estrangeiro que oferece a estes uma estrutura gigantesca que compensaria a poucos, oriundos de uma elite, sendo assim, poderíamos dizer que a ideologia marxista ainda não morreu, pois encontra ela terreno fértil e sólido nos dias atuais. Permanece ainda a atual "Luta de Classes".

    ResponderExcluir
  13. Devemos postar comentários em todas as matérias publicadas sobre Aécio Neves, vamos desmascarar esse safado.

    ResponderExcluir
  14. http://www.viacomercial.com.br/2011/11/11/governo-reafirma-compromisso-com-professores-e-alunos-e-contesta-sind-ute/

    ResponderExcluir
  15. POIS É AMIGO EULER , ACABEI DE OUVIR A PROPAGANDO HORROROSA FALANDO MAL DO SINDUTE NA ALVORADA FM.MEU DEUS COMO PODE ALGUÉM SER TÃO BAIXO E MAU.ACHO QUE O SINDICATO TEM A OBRIGAÇÃO MORAL DE COLOCAR ALGUMA COISA TAMBÉM NA MÍDIA FALANDO SOBRE TUDO ISSO.A PROPAGANDA DIZ QUE A POPULAÇÃO PODE ACESSAR O SITE DO MEC E CONSTATAR QUE O PISO QUE QUEREMOS NÃO EXISTE .E QUE O SINDICATO DESCUPRE TODOS OS ACORDOS E MAIS QUE O GOVERNO NO ANO DE 2010 PAGOU A REPOSIÇAÕ E NÓS ESTAMOS DEVENDO MAIS DE UM MILHÃO DE HORAS AO GOVERNO .HAHAHHAHA É LOUCO ESTA BESTA DO APOCALIPSE.PRECISAMOS NOS POSICIONAR BEM RÁPIDO POIS A POPULAÇÃO PRECISA SABER A VERDADE.VAMOS ENTRAR NA JUSTIÇA E DEPOIS COLOCAR NA MÍDIA TUDO QUE CONSEGUIRMOS, OU SEJA NOSSOS DIREITOS.

    ResponderExcluir
  16. Também sou a favor de desmascarar o Zé Carioca, que se diz senador por Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  17. Repensar a atual conjuntura mineira e brasileira faz-se necessário neste atual momento que estamos atravessando. O papel dos poderes constituidos criados para assegurar os direitos dos cidadãos estão se transformando em instrumentos de manutenção de um modelo de estado e de relação com a sociedade típico das ditaduras civis ou militares. O STF, os tribunais estaduais, o ministério Público tem-se mostrado obsoletos, indiferente ao clamor daqueles que mais precisam - Os pobres ou os de baixos. Em Minas há um total descrédito na justiça. O poder do grande capital subordinou todos os poderes constituidos do estado.
    Somente uma grande mobilização pode mudar o curso do que percebemos que está se delineando no Brasil - uma ditadura escondida atrás do que estamos chamando de democracia e salvar um estado verdadeiramente democrático.
    Para isso o papel das mídias sociais são fundamentais. Creio que as condicionantes no Brasil já são ideais.
    No final da greve já havias sinais claros que a população representada por seus diversos segmentos já estavam predispostas a dar um carater mais amplo ao movimento, mas infelizmente o aparato estatal tentou e usou de mentiras ou falsas promessas para desarticular o movimento.
    A retomada das grandes mobilizações pode começar por Minas Gerais e o resultado da reunião do dia 16/11 pode ser o início de um grande confronto em defesa da democracia, do serviço público e dos interesses dos de baixo.
    Gilson - História.

    ResponderExcluir
  18. PALAVRAS DO NOSSO QUERIDO CRISTOVÃO BUARQUE 11/11/11 DISSE QUE VIVEMOS MOMENTOS EM QUE PRECISAMOS SABER SE SOMOS SÉTICOS OU SÍNICOS.PENSE BEM SENHORES DEPUTADOS E GOVERNO,QUAL POSTURA É A SUA?AVANÇA MINAS,APLIQUE O NOSSO PISO P/ VOLTARMOS A SER NORMAIS.

    ResponderExcluir
  19. Euler você não acredita no investimento de 10% do PIB na educação, eu também não acreidto.Assim como também não acredito mais que vamos ganhar o piso.Perdi as esperanças, cansei de enrolação.

    ResponderExcluir
  20. PRECISAMOS FAZER MUITO PARA IMPEDIR ESTE TAL DE AÉRCIO SE CANDITATAR POIS O JUCELINO DA NOBREGA UM VIDENTE OU SEI LÁ O QUE DIZ QUE ELE SERÁ UM FORTE CANDIDATO EM 2014.VEJA UM TRECHO QUE EU TIREI DO SITE Além dessa batalha com risco de vida , o Partido do PT, deverá se preparar para enfrentar nas eleições de 2014 , segundo Jucelino Luz, um candidato muito forte Aécio Neves do PSDB, que terá um apoio total de vários partidos Políticos e,sua vitória vai depender das reações e ações de Dilma Roussef ; que deve nesse momento se cuidar bastante dos problemas de escândalos vindouros e de sua saúde ainda debilitada eLE FALA DA DOENÇA DE LULA E DEPOIS ACRESCENTA SOBRE AÉRCIM NEVER.ESTE JUCELINO É MUITO BOM , ENTÃO COLEGAS TEMOS QUE NOS MOVIMENTAR E ACABAR COM A FESTA DELES.

    ResponderExcluir
  21. "DE TANTO VER TRIUNFAR AS NULIDADES , DE TANTO VER PROSPERAR A DESONRA , DE TANTO VER CRESCER A INJUSTIÇA , DE TANTO VER AGIGANTAREM-SE OS PODERES NAS MÃOS DOS MAUS ,O HOMEM CHEGA A DESANIMAR DA VIRTUDE , A RIR-SE DA HONRA , A TER VERGONHA DE SER HONESTO " RUI BARBOSA - SENADO FEDERAL, RJ, V.41,T.3,1914,P.86.

    ResponderExcluir
  22. EULER NO SITE DO JUCELINO DA LUZ TEM UMA MATÉRIA EXCELENTE SOBRE EDUCAÇÃO NO BRASIL.
    http://www.jucelinodaluz.com.br/educacao.htm

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde amigos.

    Postei o seguinte comentário no site abaixo:
    http://www.viacomercial.com.br/2011/11/11/governo-reafirma-compromisso-com-professores-e-alunos-e-contesta-sind-ute/

    Izabel/Geografia

    É inconcebível um governo que sempre falta com a verdade, inverte as coisas porque tem domínio sobre a mídia (com raras exceções) e divulga uma matéria como essa.
    Isso deveria ser investigado com rigor por jornalistas independentes, para provar para a sociedade quem está mentindo nessa situação.
    Por que não uma investigação isenta? Quem poderá contestar os fatos?
    Não somos políticos, somos politizados. Atribuir à nossa luta caráter político é que é mentir para a sociedade. E ainda que fôssemos políticos, qual o problema? No mínimo, tentaríamos ser melhores do que a maioria dos políticos brasileiros (também com raras exceções).
    Prezamos pela verdade.
    Socorro, estamos em extinção!

    ResponderExcluir
  24. Euler, precisamos direito de resposta sobre a fala do governo. Explica como ele pagou o salário de setembro se o contra cheque esta zerado? Cara de pau!

    ResponderExcluir
  25. séticos= céticos
    sínicos = cínicos segundo e o Aurélio

    ResponderExcluir
  26. Professor(?) Rogério,
    ...pois então,crie o seu blog e poste
    "muitas" novidades...
    Pois,sim...criticar é fácil!
    O desgoverno também está cansado da
    nossa cobrança do piso.E é para cansar mesmo.
    Nós não cansaremos:.PISO.PISO.PISO.Pronto.
    Helena Thaereh

    ResponderExcluir
  27. Acredito que após esse comentário ridículo postado nas emissoras de rádio é perigoso até os alunos querer nos agredir dentro de sala. Meus filhos ficaram horrorizados com o descaso que o governo mineiro tem em relação aos educadores e me disseram para pedir demissão do cargo, pois jamais
    acreditavam que governo tivesse essa postura.

    ResponderExcluir
  28. As reclamações sobre as redundâncias.

    Primeiro precisa saber que o blog é uma ferramenta, cujo acesso é irrestrito, e em se tratando deste, o número de acessos é exorbitante dado o tempo de existência dele , além disso é preciso ter clareza de que todo dia há inúmeras pessoas acessando-o pela primeira vez, por isso a redundância faz parte do processo, as pessoas que acessam-no pela primeira vez precisam ter conhecimento das discussões feitas pelo blogueiro. Não fosse assim, a imprensa não repetiria as matérias mais importantes do jornal da 7h até o jornal da meia noite. Se não bastasse tudo isso, existem ainda pessoas que são assíduas frequentadora do blog e mesmo assim têm muitas dúvidas, mesmo com uma série de post publicados nos mínimos detalhes e colegas, que também contribuem para dirimir as dúvidas, portanto precisamos entender o porquê de certas situações, afinal o blog é público, logo não podemos exigir certas subjetividades!

    ResponderExcluir
  29. Para as pessoas que acreditam na educação, fiquem atentos a quem vocês darão seu próximo voto.
    O nosso ilustríssimo governador Anastasia disse recentemente que não dá aumento de salário pra professor, porque a partir de 11 anos de serviço eles não produzem nada. Aí fica a pergunta: Porque seguram os professores até completarem 50 de idade? Porque não os tiram de sala ao completar os 11 anos e os colocam como auxiliadores na escola, ou em outras áreas? Ou, porque não os remuneram de maneira adequada para que mesmo decorrido esse tempo eles continuem a produzir? E mais, porque além do salário não dão infra-estrutura pra trabalharem e renderem?
    Esse é um governador professor e filho de professora. Imagina se não fosse, heim? Todo compromisso que ele fez ao negociar a greve ele desfez.
    Se a greve de 113 dias não foi suficiente, que chegue a 200 ou a quantos dias forem necessários.!
    APOIO total aos professores de Minas que dão o sangue por sua profissão e são muito mal remunerados. Só quem convive com um sabe o que eles passam.!!!

    Rúbia Cibelle
    Filha de uma professora há 30 anos em sala de aula.
    Estudante do segundo período de Direito

    ResponderExcluir
  30. Sinto que nem mesmo o Sind-UTE como um todo e muito menos a CNTE/CUT como centrais que poderiam unir nós do país todo, estão nem aí pra gente. Estão olhando para o próprio umbigo. Estou revoltada quando li aqui no blog um amigo professor dos grotões de Minas Gerais falar que a subsede da cidade dele falou que a paralisação última era só para os professores de Belo Horizonte. A Bia disse que não iria restringir o movimento e que todos deveriam formar caravanas. Esse pessoal está brincando conosco. Cadê os não sei quantos onibus que sairiam de BH para Brasília naquele dia que a CNTE convocou? Gente, esse sindicato tem que ser mais sério. A gente está ajudando mais do que pode e não aceito umas manobras dessas. Se a Lei é federal e está no STF é lá que todos deveriamos estar pressionando. Ficar só lamuriando não vai surtir resultado pois a cada passo nosso vem outro golpe de mudança as vezes no piso outras na tabela... Assim vamos perdendo cada dia mais. Quero e exijo um sindicato que atue em bloquear essas manobras e só recorrendo com urgência nas esferas corretas do poder. Pode até demorar mas um dia a vitória viria e seria certa. É isso que as pessoas de bem fazem. Não vai adiantar não recorrer para não protelar e perder por medo. Cada ação tem que ter uma reação, lei básica de Newton na Física e vale na aréa jurídica. SE TIVEMOS O DIRETO DE VOLTAR A CARREIRA ANTIGA voltamos pelos nossos direitos adquiridos na tabela que compõe o VB, COMO O SIND-UTE vai autorizar os deputados destruirem a carreira sem um mandado de segurança sequer ? Vamos pensar bem gente e observar: cadê LUIS DULCE e FELIPE CARCERONE alguns dos professores que se candidataram quando fizemos a heróica greve de 1988 sei lá mais a data... Sei que nós professores elegemos eles para ajudar nas causas da educação. Se transformaram em políticos e sumiram. O poder que corrompe é o mesmo poder que muda os ideais. Vamos por favor parar de sonhar e por os pés no chão. Vamos nadar e morrer na praia se ficarmos olhando só as bordas das questões, vamos ao centro de onde se pode resolver tudo e de uma vez por todas. O STJ e o STF. Com ação precisa e fundamentada. Não com coisas estapafurdias e sem nexo como se tem feito. Vergonha na cara Sind-UTE e põe o jurídico morto pra funcionar não pagamos lesmas a vida inteira. Que situação mais estranha a que estamos vivendo. Até um vendedor das famosas Casas Bahia da minha cidade falou que não adianta entrar com ação alguma que principalmente danos morais os juízes entraram em acordo para que ninguém ganhe mais esse tipo de ação. Viram só como está o país? E pelo visto o tal funcionário estava achando ótimo que o patrão dele não perderia mais dinheiro... O povo é muito sem visão gente e cabe a nós professores mostrar as desvantagens disso pra nós, o povão. Ele falou sem perceber que eu era professora das greves atuais que ninguém consegue mais nada e estava vangloriando do poder está do lado dos ricos. Detalhe: ele é um mero atendente do publico. Estou ouvindo cada coisa que até Deus duvida... Um jovem que vende produtos nessas lojas de "importados" falou que os preços subiram por culpa da Dilma. Tentando me convencer que deveria comprar pois mesmo tendo subido ainda estava mais barato. Tentei mostrar a ele as perdas das empresas nacionais, dos trabalhadores demitidos, dos impostos, etc... Mas com tanta roubalheira no país está muito dificil de se ensinar honestidade. Mas não vamso desanimar. A JUSTIÇA SEMPRE VENCE, NÃO É MESMO? ESTOU COMEÇANDO A DUVIDAR...
    Anônimo disse...
    "DE TANTO VER TRIUNFAR AS NULIDADES , DE TANTO VER PROSPERAR A DESONRA , DE TANTO VER CRESCER A INJUSTIÇA , DE TANTO VER AGIGANTAREM-SE OS PODERES NAS MÃOS DOS MAUS ,O HOMEM CHEGA A DESANIMAR DA VIRTUDE , A RIR-SE DA HONRA , A TER VERGONHA DE SER HONESTO " RUI BARBOSA - SENADO FEDERAL, RJ, V.41,T.3,1914,P.86.
    12 de novembro de 2011 15:25

    ResponderExcluir
  31. Rúbia Cibele, essas falas do governador devem ser guardadas em um arquivo para que possamos nos valer delas, já para a próxima eleição, ou seja Prefeito apoiado por este governador ou seus aliados deverão ser expurgados da vida pública, agora em 2014, quem vai chutar a bola para bem longe dos campos das gerais, seremos nós! Essa gentinha não perde por esperar!

    ResponderExcluir
  32. Boa tarde a todos os amigos do NDG.

    "Ora, o que temos assistido em Minas é um exemplo claro, um caso emblemático, de como os governantes usam e abusam do poder, sem qualquer forma de controle dos demais poderes constituídos e de outras formas de fiscalização. Legislativo, TCE, judiciário, Procuradoria Geral tornam-se meros instrumentos de homologação das políticas neoliberais desenvolvidas pelos grupos que dominam o governo nos últimos 10 ou 15 anos, pelo menos. E para completar o quadro, todos estes grupos são blindados por uma mídia que se tornou o oposto do que se apregoa em matéria de liberdade de imprensa, de opinião e de consciência."

    Depois disso o que dizer? Minhas palavras ficariam esvaziadas de relevância, como diria meu grande amigo e colega de trabalho Robson, professor competente e de uma nobreza inquestionável.

    ROBINHO E EULER, TAPETE VERMELHO PARA VOCÊS!

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  33. Se contratarem um escritório de advocacia contem com minha colaboração, pois não quero ficar de fora e acredito que com essa atitude e mais uma greve iniciada em fevereiro de 2012, nós conseguiremos ter o exercícios dos nossos direitos, piso, confisco, etc etc etc.....
    Mauro ndg Caratinga.

    ResponderExcluir
  34. Caríssimos (as):
    Que situação contraditória!A lei do piso, valorizando o educador e sua formação acadêmica foi votada justamente sob o governo de um presidente cuja formação acadêmica, apesar de enorme na escola da vida, se restringe aos primeiros anos da educação básica. Contrariamente a esse fato, temos um governador de estado que se diz advogado, professor universitário que luta como um leão para que a referida lei, que tem por finalidade valorizar o educador e sua formação acadêmica, não se imponha no estado por ele governado.
    Queridos, quando leio os textos do professor Euler citando sempre "os de baixo", nos incluindo nessa categoria, ele tem toda razão.
    Existem alguns alunos vocacionados ao magistério, mas, considerando a desvalorização da carreira em termos de salário e consequentemente em projeção social, dela desistem.
    Os alunos que têm optado pelas licenciaturas em geral são provenientes de famílias de baixa renda e, por isso, TODOS OS POLÍTICOS pensam que qualquer quantiazinha lhes bastam como salário. considerando ainda, as características dos alunos das escolas públicas, aí é que TODOS OS POLÍTICOS pensam ser desnecessário investir recursos na formação de tais alunos.

    ResponderExcluir
  35. Caro companheiro Euler,os comentários que não são de agradecimento e esperança não são de gente nossa.Há pessoas que entram no blog só para nós prejudicar.Parabéns continue com o mesmo objetivo analisar criticamente a nossa realidade e nos informar.Com carinho e consideração.Professora Luciana.

    ResponderExcluir
  36. Simplesmente asquerosa a propaganda do governo falando do Sindute.Ele nos colocou (professores) como mentirosos . Quem desconhece a causa acaba acreditando nesse demônio.

    ResponderExcluir
  37. Os políticos, anônimo das 17h55min, se enganam nesse aspecto, pois a condição de POBRE do indivíduo não lhe remete à incapacidade intelectiva, até porque POBRE chega à UNIVERSIDADE e pode ir ao DOUTORADO. Basta determinação, mesmo com todos os empecilhos que lhe sejam apresentdos ao longo do processo.

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  38. MINAS GERAIS, diz pela mulher da saia preta que estamos indo contra o governo, vamos ficar esperto e desmacarar este PSDB de uma vez por todas, vamos twittar:

    -Minas Gerais, mais uma vez gasta milhões com a mulher da saia preta, falando inverdades dos professores. Cumpra Lei e pague o piso diz STF.

    -Em Minas Gerais, negar direitos que os professores tem com propaganda enganosa é melhor do q assumir que o estado esta em crise, pelo PSDB.

    -A verdade é que Minas Gerais deve quase 70 bilhoes para governo federal, nega cumprir a lei 11738/08 piso aos professores, julgada pelo STF.

    ResponderExcluir
  39. O escritório de advocacia a ser contratado por nossa categoria precisa ser de fama nacional, totalmente da iniciativa privada, sem quaisquer vínculos com nenhuma das esferas do poder público. É preciso que o(s) profissional(ais) responsável(veis) tenha como grande patrimônio a sua competência reconhecida nacionalmente no meio jurídico. acredito que assim, haverá um relativo equilíbrio de forças em nossa luta.
    Se cada funcionário da educação que retornou ao VB ( consideremos uns 100 mil, descontando os incautos que retornaram ao subsídio) contribuir com R$100,00, creio que consideremos contratar algum escritório com esse perfil.

    ResponderExcluir
  40. PARTE 1


    economista explica porque “choque de gestão” de Aécio e Anastasia é uma farsa

    O economista Fabrício Oliveira é professor da Escola de Governo da Fundação João Pinheiro (até quando conseguirá permanecer no cargo depois desta entrevista?) e da Universidade Federal do Espírito Santo.
    Nesta entrevista, ele afirma que o governo de MG usa uma “contabilidade criativa” para ocultar resultados negativos da gestão Aécio/Anastasia, que nenhum ajuste estrutural das contas do Estado foi realizado, que o discurso da “administração competente” da dupla Aécio/Anastasia é enganoso e que o governo de MG faz “malabarismos contábeis” para esconder que Minas destina para a saúde menos recursos do que prevê a Constituição Federal.
    Que as propagandas (veiculadas em horário nobre na TV Globo) sobre o compromisso social do governo de MG são enganosas, a gente já sabia (Aecio/Anastasia sempre se promoveram em cima dos programas sociais do Governo Federal), mas nenhum economista (menos ainda de uma fundação do Governo de Minas, como é o caso da Fundação João Pinheiro) ainda tinha tido a coragem de explicar a farsa que é o carro-chefe da campanha tucana em Minas, o tal “choque de gestão”.
    do site www.brasiliaconfidencial.com.br
    Tucanos criaram em Minas governo de falsos resultados
    Fabrício Oliveira –
    RODRIGO NARCISO
    Doutor em Economia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), professor da Escola de Governo da Fundação João Pinheiro, em Belo Horizonte, e coordenador do Centro de Estudos de Conjuntura do Departamento de Economia da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), o professor Fabrício Augusto de Oliveira é autor de vários livros sobre economia e finanças públicas. Em 2010, produziu o artigo “Contabilidade Criativa: como chegar ao paraíso, cometendo pecados contábeis – o caso do governo do Estado de Minas Gerais“. Este trabalho examina o significado e a prática da Contabilidade Criativa, instrumento usado por administrações públicas e privadas para maquiar e apresentar resultados mais favoráveis de seu desempenho. Nesta entrevista a Brasília Confidencial, Fabrício Oliveira identifica práticas do Governo de Minas, então sob comando de Aécio Neves (PSDB), onde essa manipulação se manifesta.
    Brasília Confidencial - O que é a Contabilidade Criativa?
    Fabrício de Oliveira – É um artifício contábil usado pelos administradores públicos e privados para ocultar resultados negativos de suas atividades ou para produzir melhores resultados em relação aos que foram efetivamente alcançados. Trata-se, assim, mais claramente, de uma maquiagem da realidade patrimonial de uma entidade, por meio da manipulação de dados contábeis, para apresentar uma imagem mais favorável de seu desempenho. A não ser nos casos em que essa prática contábil provoca prejuízos para investidores, acionistas ou fornecedores, ela não se configura legalmente como crime, apenas se vale de brechas, omissões e falta de melhor regulamentação das regras contábeis para produzir resultados mais favoráveis para a entidade privada ou pública. Mas, ao prejudicar a credibilidade das informações apresentadas, induzindo seus usuários a erros de avaliação, representa uma prática eticamente condenável.

    ResponderExcluir
  41. PARTE 2


    BC – Os Relatórios do Tribunal de Contas de Minas Gerais constatam que, entre 2003 e 2006, os cálculos da Receita Corrente Líquida (RCL) realizados pelo governo estadual foram sempre superiores aos do Tribunal. Significa que o governo de Minas se valeu da Contabilidade Criativa para inflar sua receita e os resultados do programa “Choque de Gestão”?
    Fabrício – De fato, entre 2003 e 2006, e, em menor dimensão, também em 2007, o cálculo da Receita Corrente Líquida (RCL) realizado pelo Poder Executivo de Minas Gerais foi sempre superior ao realizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG). Isso se explica porque o Executivo deixou, durante este período, de considerar várias deduções previstas em lei para a realização deste cálculo, incorrendo em duplicidade na contabilização de algumas de suas receitas e alargando, indevidamente, essa base. Só a partir de 2007 é que começou, efetivamente, a haver uma convergência desses valores, provavelmente devido a um acerto da metodologia entre as duas instituições. Ao inflar essa base, todos os indicadores da Lei de Responsabilidade Fiscal apresentaram resultados bem melhores do que os que vinham sendo alcançados.
    BC – Ao alargar indevidamente a base da Receita Corrente Líquida, quais foram os benefícios alcançados pelo governo do Estado?
    Fabrício – O conceito de Receita Corrente Líquida dos governos é usado como parâmetro para o cálculo dos principais indicadores das finanças públicas previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal, como, por exemplo, os de gastos com pessoal e de endividamento. No caso das despesas com pessoal, esse limite é de 60% para os gastos do Executivo, Legislativo, Judiciário e Ministério Público, mas o limite prudencial é de 57%. No da dívida, o limite atual é de duas vezes o valor dessa receita para o governo se considerar perfeitamente enquadrado nas normas da Lei. Quando ocorre esse enquadramento, ele passa a ter condições legais de voltar a tomar empréstimos no mercado, ou seja, de lançar mão do endividamento como forma complementar de financiamento de seus gastos. Pelos cálculos do TCE, isso só teria ocorrido a partir de 2006. Pelos do Executivo, em 2005, ano em que recebeu autorização para retornar ao mercado de crédito e para voltar a contratar dívida. Sem dúvida, um grande benefício, além do fato de que tal situação foi vendida para a população como resultado de uma administração competente no manejo e administração das contas públicas.
    BC - O governo de Minas usa o critério do Resultado Orçamentário para mostrar que as contas públicas têm se apresentado superavitárias desde 2004. O senhor diz que este critério pode esconder desequilíbrios que não estão à vista. Quais são esses desequilíbrios?
    Fabrício – O conceito usado pelo governo pouco nos diz sobre a situação e o desempenho das suas contas, porque ele contabiliza, do lado das receitas, as operações de crédito, que se referem a empréstimos contratados exatamente para fechar o orçamento. Assim, uma situação de superávit ou equilíbrio pode estar ocultando uma situação de desequilíbrio das contas. Em segundo lugar, os governos que renegociaram a dívida com a União, em 1998, não têm mais registrado, no orçamento, a parcela dos juros dessa dívida que não são pagos, transferindo-os diretamente para o seu estoque. Como o pagamento desses encargos está limitado em 13% de sua Líquida Real e, no caso de Minas Gerais, o estoque dessa dívida, que atualmente supera os R$ 50 bilhões, é corrigido pela variação do IGP-DI acrescentado de juros reais de 7,5% ao ano, os juros pagos, que aparecem no orçamento, têm sido sempre bem inferiores aos efetivamente devidos. Essa diferença não aparece no orçamento, sendo diretamente incorporada ao estoque da dívida. Se inscrita no orçamento, em lugar do superávit que o governo tanto alardeia na sua estratégia de marketing, apareceria um déficit, às vezes bem elevado, indicando que não foi realizado nenhum ajuste estrutural de suas contas e que, ao contrário, o passivo do governo é crescente no tempo.

    ResponderExcluir
  42. PARTE 3


    BC - Quais fatores contribuíram para o aumento da Dívida Líquida Consolidada (DCL) do estado de Minas Gerais, que evoluiu de R$ 30,5 bilhões, em 2002, para R$ 52,2 bilhões em 2009?
    Fabrício – Não restam dúvidas de que são os encargos da dívida do governo renegociada com a União que têm alimentado e devem continuar alimentando o crescimento de seu estoque no tempo, já que os juros que são anualmente pagos, limitados em 13% de sua receita corrente líquida, são insuficientes para cobrir os juros totais, o que termina aumentando o seu estoque. Nesse estoque não estão contabilizados muitos precatórios e outras dívidas e também outros passivos ocultos ainda não reconhecidos, o que nos permite inferir que o endividamento do governo do estado é bem maior do que os números atualmente divulgados da Dívida Líquida Consolidada. Além disso, desde 2005 o governo voltou a contratar novos empréstimos para financiar investimentos, o que deve agravar sua situação financeira nos próximos anos e aumentar o comprometimento da receita com o pagamento de seus encargos, engessando ainda mais o orçamento estadual.
    BC - O Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS) diz que, ao contrário do que informa o governo de Minas, o estado destina para a saúde menos recursos do que exige a Emenda Constitucional 29, não raro figurando entre os estados que apresentam a pior performance no cumprimento desta determinação constitucional. Por que há essa discordância entre os cálculos do SIOPS e do governo do estado?
    Fabrício – Isso também é verdade. Desde 2004, o governo do estado tem divulgado que os gastos que destina para a saúde têm sido superiores ao índice mínimo estabelecido pela Emenda Constitucional n. 29, que é de 12% da receita de impostos e transferências constitcionais. O SIOPS, que é um órgão do Ministério da Saúde criado para fazer o acompanhamento da implementação da Emenda 29 e verificar o seu cumprimento, não concorda com os cálculos do governo, pois considera que neste cálculo estão incluídas várias despesas que não representam gastos especificamente com as “ações e serviços de saúde”, de acordo com as diretrizes estabelecidas pela Resolução 322, do Conselho Nacional da Saúde, de 08/05/2003. Gastos com inativos do setor da saúde, com oferta de serviços para clientelas fechadas, com saneamento básico e mesmo com medicamentos/vacinas para animais são geralmente excluídos do cálculo deste índice pelo SIOPS. Em 2007, por exemplo, enquanto o governo do estado de Minas calculou que despendeu 13,3% de suas receitas com o setor da saúde, para o SIOPS esse percentual foi de apenas 7,09%. Em 2008, último ano de que se dispõe de cálculo deste órgão, o índice de Minas Gerais foi de apenas 8,65%. Para o governo do estado, de 12,2%. A inexistência de regulamentação dessa matéria, ainda em tramitação no Congresso Nacional, permite estes malabarismos contábeis sem nenhuma punição para o governo e ainda lhe dá argumentos para realizar propagandas sobre seu compromisso com o social, já que os números do SIOPS são desconhecidos.

    ResponderExcluir
  43. Acho que a resposta do governo na mídia,pode ser encarado como receio da manifestação do dia 10/11,que por sinal foi 10 e receio da resposta ao boicote do SIMAVE.Pensem bem:Conseguimos tirar o lobo da toca.Só que não estamos blefando é sério.Ouço muito os pais,alunos e comércio (que sofre com a nossa falta de grana no mesmo)e não está bom para ele não.E tende a piorar.O povo está cheio de corrupção.Queremos entrar nesta do melhor advogado do país/somos muitos nesta luta.Abraços!!!!

    ResponderExcluir
  44. Euler e colegas,
    Assim que ficar definido o escritório de advocacia que irá nos defender, por favor nos comunique, por que eu também estou nessa.
    Nunca vi tanto descaso com a educação como agora, e olha que já estou no magistério há 32 anos. Estou tão indignada que, se não estivesse prestes a aposentar, abandonaria a profissão.
    Quanto ao SIMAVE, estou orientando os meus alunos a marcarem as questões erradas, mais de uma opção, etc. Por que onde eu trabalho são poucos profissionais que lutam por seus direitos. A maioria, ou não precisam de dinheiro, ou são covardes, alienados e pobres de espírito.

    ResponderExcluir
  45. BOICOTE AO SIMAVE, EU VOU ADERIR...
    Chega de sermos massacrados através dessa avaliação que não avalia nada.

    ResponderExcluir
  46. CIDADE INADIMINISTRÁVEL
    12/11/11, 20:06

    O NERVOSSISMO DA renatinha.

    renatinha mentirosa está muito braba e nervosa,

    ... estes professores agora estão revirando as nossas vidas.

    ... eles estão verificando a nossa contabilidade maquiada da dívida MINEIRA.

    ... o aéxinho já tinha enganado todo o povo com a propaganda enganosa do "DIFICIT ZERO", e agora vem estes professores pra encher o saco.

    ... vamos aguardar os resultado das propagandas que mandamos veicular na MAM (mídia de aluguer mineira)

    ... não podemos falhar, temos que enganar toda a população.

    ... chamem o MARO, gritou a renatinha, e mande ele falar umas mentiras lá na rádio da iaiá.

    ... estes professores estão nos tirando do sério.

    *** Repórter do blog do Euler, direto da CIDADE INADIMINISTRÁVEL.

    OBS: mas este lugar fede prá caramba...

    ResponderExcluir
  47. gastam-se rios de dinheiro com obras faraônicas, com cidades administrativas, com estádios de futebol, com Copa do Mundo, com asfaltamento de estradas, mas nunca têm recursos para os servidores da Educação...

    ...E ACRESCENTANDO Á FALA DO EULER ACIMA TRANSCRITA, GASTARÃO RIOS DE DINHEIRO COM "PANETONES" E "MIMOS NATALINOS" COM O DINHEIRO QUE ROUBAM DA GENTE TODOS OS DIAS! FALA SÉRIO! DEUS ESTÁ NA CAUSA E FARÁ JUSTIÇA!

    NDG DE CARTEIRINHA DE G.V

    ResponderExcluir
  48. Boa noite

    Mais uma greve sem resultado favorável para nós, infelizmente!
    Quanta arrogância e quanto desprezo esse des-governo tem por nós. Por quê tanto ódio?
    Por exigirmos nossos direitos? Por cobrar dele responsabilidades sociais, negadas por décadas aos de baixo.
    Estamos cercados por todos os lados. Governo, Poderes constituídos, essas merdas de partidos e essa porcariada de deputados (as).
    Mais uma vez eu digo, só dependemos de nós, de nossa mobilização, é uma luta intensa, longa...
    de muito trabalho pois descaracterizar o governo não é tarefas das mais fáceis, fazer o convencimento junto às comunidade pode parecer fácil mas não é. É necessário engajamento político, muita consciÊncia política, muita determinação em realizaar os movimentos, em promover um corpo-a-corpo junto ao povo a fim de esclarecÊ-lo.
    É um trabalho que precisa ser feito, é gratuito e requer perseverança e coragem. Enquanto isso, o governo e seus asseclas espalhados por todo o estado usam de nosso dinheiro para propaganear mentiras e com dinheiro de caixa 2 pagam milhares de pessoas para corromper aos eleitores quando das campanhas eleitorais. O NDG precisa estar organizado urgentemente para começarmos a agir!

    abraços a todos(as)

    Prof. Romeu - Caratinga

    ResponderExcluir
  49. EULER E COMPANHEIROS!

    SEI QUE PARA A MAIORIA DA CATEGORIA UMA PROPOSTA DE PARALISAÇÃO POR TEMPO INDETERMINADO AGORA ASSUSTA, MAS ESSE É O MOMENTO CERTO. O GOVERNO ESTÁ DESESPERADO, A PROVA DISSO SÃO AS COLETIVAS E ENTREVISTAS QUE NÃO SÃO 0800, DESDE O DIA 10, DIA EM QUE NÃO ACREDITAVAM HAVER A NOSSA MOBILIZAÇÃO. PENA QUE O BOLSO E ESTÔMAGO ESTÃO VAZIOS, IMPEDINDO UMA VISÃO MAIS ESTRATÉGICA DO MOVIMENTO.
    CREIO QUE ESSA SERIA A HORA DA VIRADA...

    ResponderExcluir
  50. Amigo Euler, coordene isso,por favor:
    Os 10 maiores escritórios de advocacia da América Latina
    http://flaviaaleixo.wordpress.com/2010/04/02/os-10-maiores-escritorios-de-advocacia-da-america-latina/
    Vamos agir? Somos 153 000 PROFESSORES se cada um der 100 reais serão 15 300 000 creio que dará um bom começo. Depois no andar da causa acertaremos o restante. Todo advogado faz isso. É de praxe.

    ResponderExcluir
  51. VIU? E MINAS AVANÇAVA.QUANTA PODRIDÃO EM AOCINHO/NESTEZINHO.RENATINHA TIRA O PÉ DA MINHA JANTA . OLHA O SIMAVE AI GENTE!!!!!!!!!BOICOTE JÁ. OU O PISO NA CARREIRA.

    ResponderExcluir
  52. uma palhaçada... propaganda em horário nobre!! dizendo que nós somos irresponsáveis!! não aguento mais esse governador, nessa pirraça!! até quando nós vamos pagar essa conta?!! isso já está passando das medidas!!sinceramente me dá nojo ser da educação!!!

    ResponderExcluir
  53. VIU? E MINAS AVANÇAVA.QUANTA PODRIDÃO EM AOCINHO/NESTEZINHO.RENATINHA TIRA O PÉ DA MINHA JANTA . OLHA O SIMAVE AI GENTE!!!!!!!!!BOICOTE JÁ. OU O PISO NA CARREIRA.

    ResponderExcluir
  54. É um completo absurdo, a propaganda ridícula veiculada pelo governo do Estado de MG!Então a lei do piso não existe, somos mentirosos e queremos um salário milionário?Somos massa de manobra do sind-ute?!cabe , creio,até processá-los! Esse nosso sindicato tb tá devagar quase parando e os nazistas do governo são muito ardilosos!!!Temos que articular estratégias em segredo! estamos sendo colocados como foras da lei!Na clandestinidade como o partido comunista em boa parte de sua história! fora anastásia e corja!!! Manu -BH

    ResponderExcluir
  55. Anônimo das 18:45:
    Quando eu disse POBRE, jamais tive em mente incapacidade intelectual.Competência, pujança intelectual, colegas, independentes de termos ou não chegado ao doutorado, temos de sobra. Penso apenas que os detendores do poder não valorizam as carreiras que vem sendo escolhidas por pessoas desfavorecidas financeiramente. Caso não houvesse escolas particulares, e todos estudassem em escolas públicas, a pressão por uma maior valorização da escola pública e, consequentemente, do profissional que ali prestasse serviço seria maior. Haveria um envolvimento daqueles que contribuem com as campanhas, interferindo no processo eletivo.

    ResponderExcluir
  56. RENATINHA DISSE QUE ESTAMOS DEVENDO MILHÕES DE HORAS AULAS DO ANO PASSADO. ELA ESTA LOUCA TIRA, ESTA MULHER DAI LOGO , CHAME OS BOMBEIROS , CAMISA DE FORÇA NELA. NOSSOS DIRETORES COMPUTARAM DIREITINHO TODAS AS AULAS , ISSO É CRIME VIU . PENSE BEM ANTES DE FALAR O QUE NÃO CONHECE E PROCURE SE INFORMAR MELHOR. E PAQUE NOSSO PISO .

    ResponderExcluir
  57. O Sindicato tem que responder também, não pode deixar o governo dizer o que quer, o calhorda é ele!

    ResponderExcluir
  58. da***REPASSANDO (recebi a mensagem hoje, 12/11/11)
    ***Um milhão de pessoas na Avenida Paulista pela demissão de toda a classe política (ainda sem data marcada) 

    Este e-mail vai circular hoje e será lido por centenas de milhares de pessoas. A guerra contra o mau político, e contra a degradação da nação está começando. Não subestimem o povo que começa a ter conhecimento do que nos têm acontecido, do porquê de chegar ao ponto de ter de cortar na comida dos próprios filhos! Estamos de olhos bem abertos e dispostos a fazer tudo o que for preciso, para mudar o rumo deste abuso.

    Todos os ''governantes'' do Brasil até aqui, falam em cortes de despesas - mas não dizem quais despesas - mas, querem o aumentos de impostos como se não fôssemos o campeão mundial em impostos.
    Nenhum governante fala em:
    1. Reduzir as mordomias (gabinetes, secretárias, adjuntos, assessores, suportes burocráticos respectivos, carros, motoristas, 14º e 15º salários etc.) dos poderes da República;
    2. Redução do número de deputados da Câmara Federal, e seus gabinetes, profissionalizando-os como nos países sérios. Acabar com as mordomias na Câmara, Senado e Ministérios, como almoços opíparos, com digestivos e outras libações, tudo à custa do povo;
    3. Acabar com centenas de Institutos Públicos e Fundações Públicas que não servem para nada e, têm funcionários e administradores com 2º e 3º emprego;
    4. Acabar com as empresas Municipais, com Administradores a auferir milhares de reais/mês e que não servem para nada, antes, acumulam funções nos municípios, para aumentarem o bolo salarial respectivo.
    5. Acabar com o Senado e com as Câmara Estaduais, que só servem aos seus membros e aos seus familiares. O que é que faz mesmo uma Assembleia Legislativa (Câmara Estadual)?
    6. Por exemplo as empresas de estacionamento não são verificadas porquê? E os aparelhos não são verificados porquê? É como um táxi, se uns têm de cumprir porque não cumprem os outros? E como não são verificados como podem ser auditados?
    7. Redução drástica das Câmaras Municipais e das Assembléias Estaduais, se não for possível acabar com elas.
    ***ATENÇÃO: continua no próximo post a partir do número 8.

    ResponderExcluir
  59.  8. Acabar com o Financiamento aos partidos, que devem viver da quotização dos seus associados e da imaginação que aos outros exigem, para conseguirem verbas para as suas atividades; Aliás, 2 partidos apenas como os EUA e outros países adiantados, seria mais que suficiente.
    9. Acabar com a distribuição de carros a Presidentes, Assessores, etc.., das Câmaras, Juntas, etc., que se deslocam em digressões particulares pelo País;
    10. Acabar com os motoristas particulares 24 h/dia, com o agravamento das horas extraordinárias... para servir suas excelências, filhos e famílias e até, as ex-famílias...
    11. Acabar com a renovação sistemática de frotas de carros do Estado;
    12. Colocar chapas de identificação em todos os carros do Estado. Não permitir de modo algum que carros oficiais façam serviço particular tal como levar e trazer familiares e filhos, às escolas, ir ao mercado a compras, etc.;
    13. Acabar com o vaivém semanal dos deputados e respectivas estadias em  em hotéis de cinco estrelas pagos pelos contribuintes;
    14. Controlar o pessoal da Função Pública (todos os funcionários pagos por nós que nunca estão no local de trabalho). HÁ QUADROS (diretores gerais e outros) QUE, EM VEZ DE ESTAREM NO SERVIÇO PÚBLICO, PASSAM O TEMPO NOS SEUS ESCRITÓRIOS DE CONSULTORIAS A CUIDAR DOS SEUS INTERESSES....;
    15. Acabar com as administrações numerosíssimas de hospitais públicos que servem para garantir aos apadrinhados do poder - há hospitais de cidades com mais administradores que pessoal administrativo... pertencentes Às oligarquias locais do partido no poder...
    16. Acabar com os milhares de pareceres jurídicos, caríssimos, pagos sempre aos mesmos escritórios que têm canais de comunicação fáceis com o Governo, no âmbito de um tráfico de influências que há que criminalizar, autuar, julgar e condenar;
    17. Acabar com as várias aposentadorias por pessoa, de entre o pessoal do Estado e entidades privadas, que passaram fugazmente pelo LEGISLATIVO.
    18. Pedir o pagamento da devolução dos milhões dos empréstimos compulsórios confiscados dos contribuintes, e pagamento IMEDIATO DOS PRECATÓRIOS judiciais;
    19. Criminalizar, imediatamente, o enriquecimento ilícito, perseguindo, confiscando e punindo os ladrões que fizeram fortunas e adquiriram patrimônios de forma indevida e à custa do contribuinte, manipulando e aumentando preços de empreitadas públicas, desviando dinheiros segundo esquemas pretensamente "legais", sem controle, e vivendo à tripa forra à custa dos dinheiros que deveriam servir para o progresso do país e para a assistência aos que efetivamente dela precisam;
    20. Não deixar um único malfeitor de colarinho branco impune, fazendo com que paguem efetivamente pelos seus crimes, adaptando o nosso sistema de justiça a padrões civilizados, onde as escutas VALEM e os crimes não prescrevem com leis à pressa, feitas à medida;
    21. Impedir os que foram ministros de virem a ser gestores de empresas que tenham beneficiado de fundos públicos ou de adjudicações decididas pelos ditos.
    22. Fazer um levantamento geral e minucioso de todos os que ocuparam cargos políticos, central e local, de forma a saber qual o seu patrimônio antes e depois.
    23. Pôr os Bancos pagando impostos e, atendendo a todos nos horários do comércio e da indústria.
    24. Proibir repasses de verbas para todas e quaisquer ONGs.
    25. Fazer uma devassa nas contas do MST e similares, bem como no PT e demais partidos políticos.

    ResponderExcluir
  60. 26.REVER imediatamente a situação dos Aposentados Federais, Estaduais e Municipais, que precisam muito mais que estes que vivem às custas dos brasileilros trabalhadores e, dos Próprios Aposentados.
    27. REVER as indenizações milionárias pagas indevidamente aos "perseguidos políticos" (guerrilheiros).
    28. AUDITORIA sobre o perdão de dívidas que o Brasil concedeu a outros países.
     
    29. Acabar com as mordomias  (que são abusivas) da aposentadoria do Presidente da Republica, após um mandato, nós temos que trabalhar 35 anos e não temos direito a carro, combustivel, segurança ,etc.
    30. Acabar com o direito do prisioneiro receber mais do que o salario mínimo por filho menor, e, se ele morrer, ainda fica esse beneficio para a família.  O prisioneiro deve trabalhar para receber algum benefício, e deveria indenizar a família que ele prejudicou.
    31. Vamos forçar a aprovação da reforma eleitoral,adotando o sistema do VOTO DISTRITAL
    Ao "povo", pede-se o reencaminhamento
    deste e-mail.
    Se tiver mais algum item, favor acrescentar
           ''O QUE ME INCOMODA NÃO É O GRITO DOS MAUS, E SIM, O SILÊNCIO DOS BONS''  (Martin Luther King)
     
          

    ResponderExcluir
  61. É MUITO FAÇIL DERRUBAR AECIO.

    NA EPOCA DE ELEIÇÃO VAMOS FAZER BARULHOS NAS RUAS COMO FIZEMOS NA GREVE E É CLARO QUE A MÍDIA VAI PASSAR, POIS OS PRIMEIROS ENTRRESADOS A MOSTRAR ISSO SERÃO OS ADVERSARIOS DELE.

    O QUE ACHAM?

    ResponderExcluir
  62. Continuam boicotando este blog!!!

    Galera, "fácil" com 'ç'??? Escrever 'enteresados' com 'e'e apenas um 's'... CREDO!!!

    Daqui a pouco vão mostrar isso na mídia insinuando a qualidade dos professores de MG! Ou vão dizer que a professora do autor dos erros foi um grevista do passado!

    ResponderExcluir
  63. Euler,

    Gostei muito da propaganda do governo. Deu-nos uma grande dica: estamos no caminho certo. Mobilização constante; colocar em prática tudo o que já foi sugerido aqui.

    O governo já conhece a nossa força. Ele não tem pra onde correr. Tem usado os meios mais sórdidos pra tentar nos destruir... mas, "somos educadores, não desistimos nunca"!

    ResponderExcluir
  64. Esse maldito tem dinheiro pra pagar a rede globo pra dizer mentiras, mas não tem pra pagar o premio produtividade...

    FORA DITADOR...

    greve...greve...greve...greve...greve...

    ResponderExcluir
  65. O governo está usando as armas que eu sugeri para o Sindute-MG: a mídia televisiva. Temos que usar a mídia para combater este governo. A vaidade de Anastasia, Vilhena e Gazolla tem que ser atacada imediatamente. A estratégia deste jogo tem que ser mudada urgentemente.

    ResponderExcluir
  66. O governo está reagindo porque já está se sentindo ameaçado, por esses últimos meses ele se calou. Agora vem rugindo com uma onça macho.

    ResponderExcluir
  67. Ótimo, amigo (a?) das 23:24 (12/11/11)!
    Fica comprovado, destarte, que
    NUNCA HOUVE INVESTIMENTO na EDUCAÇÃO!
    PENSE e REFLITA.
    ***ALEA JACTA EST!*** (A SORTE ESTÁ LANÇADA!)
    Valhamo-nos do MOMENTO!

    ResponderExcluir
  68. A quem disse que o blog é repetitivo.
    O que o governo faz todos os dias? repete mentiras. Não deixa o povo ter tempo de analisar nada, ´pois logo vem com sua ladainha. Isto é propaganda.
    O que fazemos aqui neste blog? ou melhor o que o Euler faz? Escreve a verdade que não pode ser esquecida. Já sei de cor e salteado as ideias dele, mas mem por isso deixo de ler todos os dias. Preciso me lembrar que eu existo, dizia Erasmo Carlos, `Precisamos nos lembrar disto. O governo quer tirar nossa existência, precisamos nos fortalecer e fortalecer uns aos outros com aquilo que é a verdade.
    Ao Euler
    Continue. Isso está incomodando ao governo, isto está alimentando nossa luta. Não pare! Deixa quem quiser ler comentário, ler. Eu também faço isso.
    Silvi de MUTUM

    ResponderExcluir
  69. A propaganda do governo nos chama de mentirosos,
    caloteiros e massa de manobra do Sindicato.
    Isto prova que o Governo está acuado e
    temeroso com o BOICOTE DO SIMAVE.
    Esta é uma cartada de mestre da categoria.Não
    podemos perder esta oportunidade.Temos que fazer
    valer a nossa palavra. A ideia do boicote feriu
    de morte o ego do GOVERNO que tenta, com o resultado da prova, mascarar a realidade da educação de MINAS.

    ResponderExcluir
  70. Absurdo o que a substituta da Renatinha está falando na televisão.
    Quem está enganando o povo é o governo com cara de boi sonso.
    Que descaramento, mais uma vez admite que o piso existe, mas por que não paga?
    Poderia ter evitado todo este desgaste.
    Acorda governo, pare de cair em contradição.

    ResponderExcluir
  71. O governo de Minas deveria tomar a mesma decisão que Berlusconi tomou em relação ao governo da Itália, depois de tantas atrapalhadas - renunciou. Por aqui, também, com tantos destemperos seria bem sensato que o governo renunciasse, ou bem no popular: pedisse PARA SAIR!

    ResponderExcluir
  72. Quem está faltando com a verdade é o governo.Mostre para o povo onde está os 25% do dinheiro que deve ser empregado na educação.
    Pra onde está indo? Ajuda terno, gasolina, propaganda enganosa,voos,cargos de comissão sem necessidade em vários setores,vários salários altos para quem não faz nada e só vai ao local de trabalho no dia do pagamento, para justificar, é claro.
    Que governo ! Trabalha debaixo de falcatruas e ainda acha chapinhas para irem à televisão babar cabeludas mentiras.
    A única coisa que concluo destas falas do governo é que está borrando nas calças de medo dos professores.
    Boicote ao SIMAVE sim.Esta prova NÃO mede nada, é má formulada,fora da realidade das escolas e tudo de ruim.Gastam dinheiro sem necessidade,como sempre.

    ResponderExcluir
  73. Firmes!!!

    ANTITUCANÊS!!! a MISSÃO!

    Desespero leva (des) governador do PSDB de Minas ao delírio!!! Paga para dizer 'discurso vazio, montado e mentiroso' em uma de suas emissoras SÓCIAS!
    O Brasil precisa saber o que se passa em Minas!!! Material não falta...
    Organização e estratégias!
    Nessa luta, 'pequenas' andorinhas farão verão!

    ResponderExcluir
  74. A fala do governo na TV só nos dá ânimo e demonstra um medão.
    Paga logo este piso e pare com esta palhaçada.
    Em seis reuniões tripartite e não resolve nada.
    No final o novelo vai embolar e não terá retorno, não terá saída.
    Adeus eleição, adeus "aecinho"...
    E aí "renatinha" e "Gazolinha" vão sair com rabinho entre as pernocas, pois o cargo de confiança cai com a derrota dos patrões.

    ResponderExcluir
  75. João Paulo Ferreira de Assis13 de novembro de 2011 00:30

    Ao anônimo dos três comentários das 23:06, 23:07 e 23:08, deixe de ser besta que essa manifestação na Avenida Paulista só é contra o governo federal. Nada contra os governos tucanos, que a financiam. Se nós nos deixarmos envolver por essas propostas, nós seremos diretamente prejudicados. ALERTO AOS COMPANHEIROS QUE NÃO SE DEIXEM LEVAR POR ESSA CANTILENA.

    Análise de algumas propostas (há propostas boas) mas há péssimas:

    14- controlar o pessoal da função pública. Nós somos servidores estaduais. Portanto, somos do serviço público. Talvez aqui se proponha CONGELAR OS NOSSOS SALÁRIOS.
    15 - O que se propõe é acabar com a saúde pública. Ou seja, acabar com o SUS. Pobre se adoecer TERÁ QUE MORRER.
    25 - Devassa nas contas do MST e do PT ''e outros partidos políticos'' (esse anexo é para enganar bobo). Só o PT seria investigado, e cassado o seu funcionamento. QUESTIONEM: PORQUE SÓ O PT E O MST?
    31 - voto distrital. Sabem o que é voto distrital? É PARA PERPETUAR ANASTASIA ET CATERVA NO PODER EM MINAS GERAIS. O certo é financiamento público de campanha (e não o privado, pois Anastasia recebeu milhões de reais de várias empresas)e voto em lista.

    PEÇO AOS PREZADOS COLEGAS PROFESSORES QUE NÃO REPASSEM ESSE EMAIL, OU SE O FIZEREM, COLOQUE UNS ANEXOS REBATENDO ESSAS PROPOSTAS.

    Saudações e até a vitória.
    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  76. AMIGOS, percebam:
    2011 está terminando, 2012 se aproximando
    e as MENTIRAS do ESTADO não estão mais "COLANDO", ainda que respaldado pela mídia (que só faz "média"), Cemitérios Públicos e ... como diz aquele filme: ASSIM CAMINHA a "DESUMANIDADE".
    Ao que tudo indica, vem por aí
    uma nova REVOLUÇÃO do POVO; não a FRANCESA,
    mas a BRASILEIRA.
    - SAÚDE, EDUCAÇÃO E SEGURANÇA estão em "frangalhos".
    "SOS para SES".
    O povo está cansado das "mais belas mentiras": "partidos" isso, partidos aquilo, direita isso, esquerda aquilo, movimentos dos sem isso, sem aquilo (e ... "pra variar", muito CAPITAL concentrado nos bolsos de poucos). E ... A EDUCAÇÃO "DEITADA (eternamente?!) EM BERÇO (esplêndido?!).
    Sejamos apartidários e práticos. Sejamos GENTE, lutando pelo BEM COLETIVO, apoiando Dandara, apoiando os PROFESSORES do ENSINO BÁSICO e MÉDIO, apoiando a SAÚDE, os médicos do PRONTO SOCORRO, a EDUCAÇÃO LATU SENSU ... e, ipso facto,
    a SEGURANÇA e a NOVA TOMADA DE CONSCIÊNCIA virão a reboque.
    PARAFRASEANDO O GRANDE PROF. BLOGUEIRO:
    FORÇA NA LUTA!!!
    A VITÓRIA DEPENDE TÃO SOMENTE DE UMA
    TOMADA DE CONSCIÊNCIA!
    Ou ... vamos "ficar à espera da ajuda de ETs???
    *** ATENÇÃO: - Não é sensato ficar aqui a tecer comentários "não muito elogiosos" para os nossos colegas que não amadureceram a forma de se expressar em NORMA CULTA. São trabalhadores maltratados pelo ESTADO desde priscas eras; são EDUCADORES combativos e MUITO BEM INTENCIONADOS, honestos, simples,embora sem nenhuma motivação para se aprimorarem. IN ILLO TEMPORE foi assim e continua sendo. Tudo isso é CULPA do DESGOVERNO (venhamos e convenhamos!). Tudo isso é o FRUTO gerado pelos desmandos dos lá do alto "do inferno".
    Abração, saúde, ENERGIA, PACIÊNCIA e HARMONIA para que prossigamos com a NOSSA FORÇA DE SEMPRE na
    LUTA!
    UM GRANDE MOVIMENTO VEM POR AÍ. Aguardem.

    ResponderExcluir
  77. Essa propaganda do governo PSDB mentindo descaradamente me deixou ainda mais revoltada e com mais força para lutar sempre! Aiii que ódioo!

    Denise

    ResponderExcluir
  78. Sub-comandante Euler, o governo está perdendo.Força na luta.

    ResponderExcluir
  79. Inda bem que naum moro em minas pra ver as propagandas...

    MAS EU VOTO...KKKKKKKKKKKK...

    ESPEREM A RESPOSTA DA POPULAÇÃO...

    O GOVERNADOR TA ESPERANDO O QUE?? QUE DENEGRINDO O SINDICATO OS PROFESSORES VÃO FICAR NA SALA???

    QUEM TEM PEITO PRA ENTRAR EM GREVE E LUTAR POR SEUS DIREITOS NÃO SE VENDE A PALAVRAS CHULAS E RIDÍCULAS FALADAS POR PESSOAS INDECENTES...
    FOI ASSIM TD CONQUISTA SINDICAL, E NAUM VAI SER DIFERENTE AGORA...

    QUE OS PROFESSORES SE INDGUINEM MAIS E MAIS, E QUE A GREVE NÃO ACABA...

    GOVERNO DE MERDAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir
  80. QUERO PEDIR PRO SINDICATO TENTAR ADENTRAR NA JUSTIÇA DO TRABALHO..

    NA JUSTIÇA DO TRABALHO TD É MAIS FACIL PRO TRABALHADOR..

    LÁ É ANALISADO MT MAIS OS DIREITOS E PRINCIPIOS DO TRABALHADOR, DO QUE O GOVERNO TENDE A SER PREJUDICADO..

    TRT...TST...AONDE DER POXA...TENHO CERTEZA QUE NÃO VÃO DECEPCIONAR..E RECORRRENDO A ESSES MEIOS, COMO FIZERAM COM OS CORREIOS IRAM FAZER COM OS PROFESSORES..GREVE SEM CORTES..

    SONHOOOOOOOO....GREVE O ANO TD...JUSTIÇA NO TRABALHO NELES..

    ResponderExcluir
  81. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

    to rindo do governo aki, como a maioria da população...
    sou estudante e será que eles acham msm que alguem vai acreditar???
    o povo naum é tão burro, e as famosas pesquisas na moita vai mostrar isso..a reijeição vai aumentar..

    PAGAAAAAAA O PISO RENATINHA...SEJA INTELIGENTE POXA..VC PODE..

    ResponderExcluir
  82. renatinha, mulher que fala grosso e governador que fala finooo....

    será por isso as propagandas...ele acordou???ficou encomodado dela tomar lugar dele..???


    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


    calma governador, ta só começando..

    ResponderExcluir
  83. João Paulo Ferreira de Assis13 de novembro de 2011 03:25

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Euler

    Prezados companheiros de luta

    Eis aqui algumas reflexões que o Professor Michelângelo Pereira Feres, do NDG de Carandaí, enquanto voltávamos para Ressaquinha:

    Por que médicos, engenheiros, advogados podem lecionar, e um professor não pode exercer essas profissões? [OBSERVE-SE, NOTA MINHA: QUE EXISTE A PENA DE EXERCÍCIO ILEGAL DE MEDICINA, NO CÓDIGO PENAL ART.282]

    Por que os cursos de graduação de professores estão diminuindo seu tempo de duração?

    Por que se admite para formar professores cursos à distância?

    A esse respeito narrei ao Professor Michelângelo o caso de uma colega que matriculou-se num desses cursos para regularizar sua licenciatura. E a colega pediu minha ajuda para responder os exercícios que a professora havia mandado. Eu me lembro perfeitamente. Eram dois textos de umas cinco linhas cada, e uma questão de múltipla escolha para resolver após a leitura dos textos. Como eu os possuía completos, na História da Vida Privada (quatro volumes), organizada pelo Vainfas, emprestei o primeiro volume. E minha colega resolveu marcando TODAS AS ALTERNATIVAS, POIS QUE TODAS ESTAVAM CORRETAS DE ACORDO COM O TEXTO. Foi a maior polêmica. A professora não queria aceitar, mas minha colega disse ter lido os textos completos. E a professora teve de aceitar a resposta dela.

    Por fim concordamos que o objetivo é não formar bons professores para que eles possam ser criticados e subvalorizados.

    Saudações, e até a vitória.
    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  84. Olá, pessoal da luta, membros do NDG e demais colegas de combate!

    Boa madrugada!

    O novo post já está pronto, mas como não fiz ainda uma rápida revisão, vou deixar para publicá-lo mais tarde, quando eu acordar, pois o sono já me arrasta para a cama.

    O título do novo post é:

    "Propaganda paga não vai esconder o que o governo de Minas vem fazendo com os educadores. Devia pagar o piso e pronto!"

    Então, tenham uma boa madrugada de sono e um bom domingo de descanso. Até mais tarde!

    Euler

    ResponderExcluir
  85. Professor Sociologia/SL13 de novembro de 2011 04:35

    Bom dia guerreiros e guerreiras,

    Que nojo,assistir a uma peça publicitária mentirosa, acintosa contra a honra de uma INSTITUIÇÃO séria como o Sind-UTE, e via de consequência, a todos nós educadores. Milhares de reais estão agora sendo gastos pelo "governo" de Minas, tentanto jogar a população contra nós. É momento de darmos um troco sério nesta palhaçada e ignomínia perpetrada por este ditador e seus paus-mandado. Precisamos ajuizar ações de danos morais contra ele, não podemos nos silenciar. Sugiro que façamos uma cotização para angariarmos um ótimo fundo para veicularmos peças publicitárias de contra informação endereçadas aos mineiros e a todo o país e o mundo.
    Sei bem que esta armação surgiu depois que anunciamos a agenda determinada na última assembléia, eles se adiantaram a nós, e tentam chamar a atenção, de modo fraudulento, da comunidade escolar e cidadãos para si. Companheiros, foram eles que pediram. Então sugiro que usemos de todas as estratégias disponíveis para acabar com esta situação vergonhosa em nossa Minas Gerais, berço da inconfidência mineira, e, por óbvio, da liberdade ainda que tardia.
    É TUDO OU NADA AGORA. CHEGA DE AFRONTAS, MENTIRAS E DESMANDOS.
    Vamos à luta.

    ResponderExcluir
  86. João Paulo Ferreira de Assis13 de novembro de 2011 07:49

    Prezado amigo e companheiro de luta

    Prezados companheiros de luta

    Mais do que nunca estamos numa guerra, em que a soma de forças nos é desfavorável. Por isso, todo cuidado que havemos de tomar sempre será pouco.
    Não é minha intenção inculcar-me por mais zeloso com a ortografia. E nem me apresso a corrigir os prezados colegas que digitando sob o efeito da emoção acabam cometendo erros ortográficos. PROPONHO O SEGUINTE:

    1- Se tivermos dúvida sobre determinada palavra, façamos uso de um sinônimo que não nos traga dúvida.

    2- Sempre devemos ler o que acabamos de escrever, pois se detectarmos algum erro, ainda há tempo de ser corrigido antes de submeter o comentário.

    3- Evitem usar linguagem de email aqui, pois apesar de alguns estudantes serem solidários conosco, se não ficar claro que se trata da mensagem de um estudante, o pessoal do governo que está monitorando o blog vai dizer que nós é que cometemos tais erros.

    4- Existe a hipótese de o pessoal do governo estar vindo aqui comentar como anônimo deixando autênticos atentados à ortografia, para se fazerem passar por professores, afim de dizerem que nós não merecemos o pagamento do Piso. Como estamos lidando com os gângsters do governo isto não está descartado. O governo com isso estaria tentando criar uma reação da opinião pública similar à que existe contra os gays.

    5- Tomando os cuidados recomendados acima, não teremos problemas.

    Saudações, e até a vitória.
    João Paulo Ferreira de Assis.

    POST SCRIPTUM

    Creio que seria de bom aviso comentários assinados, pois o que o governo faria conosco por assinarmos comentários? Se ele tentasse alguma coisa, responderíamos com os remédios constitucionais adequados.

    ResponderExcluir
  87. OLÁ PESSOAL , CONCORDO COM O ANÔNIMO DAS 23:55 ESSA IDÉIA DE BOICOTE DO SIMAVE FOI EXCELENTE.ELE ESTÁ ACUADO . QUER MOSTRAR SERVIÇO , QUER CONTINUAR MOSTRANDO O ESTADO DA FANTASIA E QUEM SABE O "PADINHO" PODERÁ GANHAR COM TODA ESTA FARSA.DEPOIS QUE GANHAR TCHANTCHANTCHAN...AÍ VEM TUDO QUE O PSDB FAZ OU SEJA , NÃO FAZ.VAMOS FAZER OS ALUNOS MARCAR TODAS AS ALTERNATIVAS DA PROVA E ELE TERÁ QUE ABRIR AS PERNAS.

    ResponderExcluir
  88. E o SIMAVE bum, bum, bum...
    Desgoverno desesperado ...

    ResponderExcluir
  89. Se tivéssemos pensado na idéia de contratar um bom advogado particular antes já estaríamos com o piso na mão!

    ResponderExcluir
  90. Nós professores e professoras, temos a obrigação de acabar com o PSDB em toda as Minas Gerais. Nossa luta será longa, mas tenho fé em Deus e na nossa força, que o PSDB, não ganhará nada em Minas Gerais(Prefeitura ou Vereador), agora em 2012. Gente, nós temos essa obrigação, pensem bem, somos milhares, juntando com os nossos alunos e os pais e tios e tias desse alunos, chegaremos a mais de 3 milhões de votos.

    ResponderExcluir
  91. "Ha, ha, ha, mas eu tô rindo à toa. Não é que a vida esteja assim tão boa, mas o sorriso ajuda a melhorar...haaaaa"
    A propaganda do Governo veiculada ontem veio a calhar. Professor que tiver dignidade vai BOICOTAR O SIMAVE, os próprios alunos o farão, pois assim como nós, os mesmos estão cansados de serem enganados e servirem de MASSA DE MANOBRA para o Governo e suas mentirosas propagandas.
    E quanto as horas não repostas no ano passado, Ministério Público, cadê você? Pois o Governo não garantiu a carga horária dos alunos, o ano não poderia ter sido fechado.
    A SEMANA QUE SE INICIA será de mobilização total, vamos proclamar o piso em Minas Gerais e a valorizaçao da Educação.

    ResponderExcluir
  92. Professor Euler,
    Estou preocupado porque, por várias vezes você e outros colegas solicitaram informações sobre bons escritórios de advocacia para que eles pudessem ajuizar ações em nosso favor. Entretanto, nenhum escritório de advocacia manifestou intenção de pegar a nossa causa. O que está acontecendo? Os advogados acham que a causa é perdida? Não acreditam que os professores possam pagar seus honorários? Em fim, não podemos mais esperar, enquanto o governo fica fazendo propaganda contra os professores. Aliás, nunca vi em nenhum outro governo de Minas tanta necessidade do governo se justificar, mentir, acusar a nossa classe. Isto só prova que a atuação deste governo é a pior de todos eles.
    Professor Herbet
    Cristália - MG

    ResponderExcluir
  93. O ano letivo são de 200 dias. Vejam bem, 200 x 4h são 800 horas nos primeiros anos do ensino fundamental, nos últimos anos do EF e Médio acho que são 833hs, não tenho certeza pois sou professora dos primeiros anos.Como ficamos sem repor milhões de horas no ano passado? Eles são loucos ou estão desesperados para colocar alunos e pais contra os professores? Mentirosos, corja de bandidos.

    ResponderExcluir
  94. Olá Euler e blogueiros!

    Que grata surpresa ao sintonizar o rádio e ouvir o combativo PETRONIO com suas observações contundentes e vicerais no que diz rspeito a política e educação na Rádio Favela.

    Desde já, vai aqui meu abraço à essa rádio que fomenta e busca a pluralidade e a diversidade incrivelmente raro nos meios de comunicação. Aliás, o poder político do dinheiro ganha força à medida que diminui a atuação de jornalistas independentes e críticos.

    PUXÃO DE ORELHA

    Euler e demais combativos desses rincões das Minas Gerais: o NDG é ou não alternativa aos descaminhos do SINDUTE?

    Tenho percebido muito blá blá blá e ações efetivas de menos. Ações orquestradas via internet com dia e hora marcada devem ser realizadas antes do recesso parlamentar.

    Nós, professores,temos que aproveitar o momento e pensarmos na construção de uma BASE sólida dentro do SINDUTE e fora dele: nas escolas.

    Precisamos sair do campo das ideias e partir para as práticas. A direção do SINDUTE e Governo estão preocupados com nossa ascensão. O primeiro não quer deixar a ruminância histórica do osso com ingrediente partidário. O segundo, nos fiscaliza através do serviço porco e pouco produtivo do serviço de inteligência. Em tempo: não é o professorado que transporta, distribui e vende entorpecentes; não é o professorado que sonega INSS, FGTS, PIS/PASEP, INSS e ICMS - trafegando com a mesma nota fiscal ao transportar minérios e outros produtos -, desfalcando o erário público. Não é o professorado que elabora processos licitatórios e fomenta ações orquestradas para privilegiar o conluio obeso e opulento.

    Grande abraço ao Nelsinho Pombo, Petronio, André Buzina, Diógenes "Torres", Gleiferson Crow, Rodrigo da Brahma, Claudia, Tina e Fabrício.

    Todos firmes e de pé! A luta recomeçará.

    ResponderExcluir
  95. ATENÇÃO!!!!!!

    PARALISAÇÃO TOTAL DIA 22/11/2011
    BOICOTE SIMAVE URGENTE !!!!

    ResponderExcluir
  96. ATENÇÃO ALUNOS!!!!

    NÃO HAVERÁ AVALIAÇÃO DO SIMAVE!!!!!
    BOICOTE GERAL

    FALE COM SEUS COLEGAS.

    ResponderExcluir
  97. Na minha escola não mudou nada. Os professores estão sem esperanças, sem dinheiro, sem vontade de lutar e com um bando de substitutos que não foram mandados embora!

    ResponderExcluir
  98. João Paulo Ferreira de Assis13 de novembro de 2011 10:55

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Herbert

    Duas hipóteses talvez expliquem a indiferença dos escritórios de advocacia a respeito da nossa luta. Primeiro porque já tem uma equipe de advogados do Sindicato cuidando disso. Teríamos primeiro de desistir da ação tocada pelo Sindicato e passar para o escritório de advocacia. A outra hipótese para tal indiferença é que os grandes escritórios de advocacia são ligados aos tucanos. Quando fiz meu curso de Direito na UNIPAC em Barbacena, os professores e os meus colegas eram todos tucanos. De petista na sala era só eu. O curso funcionava no Campus São José (que pertence ao Instituto Federal de Educação Tecnológica), na rua Monsenhor José Augusto, que era rota do aeroporto. Quando o ronco do avião interrompia as aulas, o professor logo em seguida contava uma piadinha sem graça sobre o Presidente Lula. [lá vai o nosso presidente viajando no aerolula] E era mais de um professor que fazia isso.

    Talvez o que possamos fazer é contratar um escritório em São Paulo, de preferência ligado ao Serra, que teria muito interesse na nossa vitória, pois Aécio é inimigo a ser abatido.

    Saudações, e até a vitória.
    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  99. Aqui na EE TRÊS PODERES - SRE C da até preguiça, tem professor substituto para todo lado e o diretor ainda avisa que se paralisar e par os substitutos entrar em ação. Eles jánão deviam ter sido dispensados? Como posso trabalhar animada se eles estão ganhando a toa.

    ResponderExcluir
  100. Na propaganda que o governo está colocando na TV, ele está esquecendo que a greve realizada no Governo Aécio/Anastasia, cuja Secretária da Educação era a Vanessa no ano de 2004 ou 2005 não me lembro a data correta, mas os professores foram obrigados a fazer a reposição sem receber, pois a Secretára disse que os professores teriam a obrigação de completar a carga horaria de 200 dias letivos sem ônus para o Estado. Eu e mais alguns colegas recebemos, pois entramos na justiça e o governo foi obrigado a fazer o pagamento. Os demais professores até hoje não receberam, porque o Sindicato esqueceu de fazer tal cobrança judicial.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  101. Euler,bom dia!
    A idéia que tenho é a seguinte: poderíamos entrar em contato com os comitês da oposição e gravarmos tudo que o governo tem feito com a educação para os candidatos passarem na TV nas suas propagandas.
    A propaganda para a próxima eleição está aí.
    Pense nesta idéia.

    ResponderExcluir
  102. Na EE Maurício Murgel tem substitutos até dormindo na sala dos professores. É uma vergonha! Estão sucateando as escolas e o ensino!

    ResponderExcluir
  103. COLEGAS:

    Depois do comunicado(12/11/11) do desgoverno, veiculado por 4 vezes em rede nacional, com as costumeiras mentiras,acho que o sindicato deverá rebater, urgentemente, com os devidos e verdadeiros argumentos.Não podemos aceitar que o desgoverno continue nos desrespeitando e enfraquecendo o nosso sindicato. A verdade é que o desgoverno está, cada vez mais,perdendo terreno nas reuniões tripartites e, agora,vai atacar com tudo para nos derrubar. Já esperávamos que isso aconteceria depois da suspensão da histórica greve de 2011.Com a campanha pelo boicote à prova do SIMAVE, o desgoverno desesperou-se e mandou cumbo grosso, tentando denegrir o nosso sindicato.Essa é a arma principal dos covardes -a mentira.Na minha opinião,não devemos procurar escritórios de advocacia para resolvermos questões que caberiam exclusivamente ao jurídico do nosso sindicato, pois, afinal,pagamos as nossas mensalidades para termos todo o apoio do Sind-UTE em qualquer situação. Precisamos, sim, de maior confiança no nosso sindicato e exigirmos dele com força e veemência os nossos direitos como associados, pois, afinal,nós somos o sindicato.
    Sou também da opinião de que nova greve seja deflagrada imediatamente após a próxima assambleia da categoria.Deixá-la para 2012, seria uma demonstração de fraqueza às recentes e desavergonhadas declarações do desgoverno neste sábado(12/11/11). Precisamos demonstrar a nossa força na luta por reconhecimento, valorização e respeito à nossa categoria e que estamos cada vez mais unidos e fortalecidos.O desgoverno nos obrigou a não pensarmos mais nas lamentáveis consequências de uma greve. Agora, devemos pensar somente em nós,no pagamento do piso, na valorização da nossa carreira e na nossa dignidade, tão ameaçada nesses desgovernos do PSDB em Minas.
    GREVE JÁ,deverá ser a pauta da próxima assembleia da categoria, até às últimas consequências! Não podemos e não devemos nos desmoralizar diante desse desgoverno ditador e fora da lei, implantado pelo Faraó e seu minúsculo afilhado.
    GREVE JÁ, GREVE JÁ, GREVE JÁ,sem dó nem piedade!

    Ruth - São Lourenço.

    ResponderExcluir
  104. Alguém pode fazer a conta para achar um milhão de horas na qual fala a mulher de saia preta?
    Nem se tivesse ficado o ano inteiro de greve, não daria isso.
    Quatro horas e meia por dia vezes 22 dias no mês. quanto daria?
    E se multiplicar este total por 12 sem descontar as férias, é claro.
    Quem ficou de greve o ano inteiro?
    O governo é quem está devendo para o professor que não fez greve e trabalhou as 1.000.000 de horas.
    Acorda governo, está precisando sentar no banco de uma escola e aprender matemática.
    Cannnnnnnsei.

    ResponderExcluir
  105. o governo tá sem assunto, já não tem mais argumentos, afinal os professores estão desmascarando este governo mentiroso. Já que se diz tão inteligente deveria ter inventado um comunicado melhor pois as acusações não colaram e ninguém cre mais nas falácias de anestezia.

    ResponderExcluir
  106. EULER...EULER...ME RESPONDA POR FAVOR:
    QUEM É A MULHER DE SAIA PRETA?UMA ASSOMBRAÇÃO?
    ..........................QUANDO O GOVERNO SEM ARGUMENTOS ENTRA COM UMA ENCENAÇÃO TODA,GASTANDO O QUE NÃO PODE....ELE NÃO PODE MESMO, PERGUNTO? QUEM PODE REBATER ESTAS INJÚRIAS...ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA? MINISTÉRIO PÚBLICO?GOVERNO FEDERAL?
    MINAS NÃO PODE FICAR ASSIM/VOLTOU A DITADURA?
    O QUE FALAM OS DEPUTADOS DO TRIPARTITE?O QUE ELES DIZEM SOBRE ISSO?ELE TAMBÉM ESTÃO NESTA LUTA.NINGUÉM FALOU NADA SOBRE ISSO.
    E AGORA? FALEI COM MEUS ALUNOS E FIQUEI FELIZ POR POUCOS SABEREM DESTA PALHAÇADA E OS QUE SABIAM DISSE HORRORES DO GOVERNO,OS PAIS NÃO AGUENTAM MAIS ESTA ENROLAÇÃO.NÃO VAMOS DESISTIR,CUTUCAMOS A ONÇA COM A VARA CURTA E ELA SE OFENDEU.BOM,ERA ISSO QUE QUEREMOS.FORÇA NA LUTA.E OS ADVOGADOS QUEREMOS ENTRAR NESSA.É POUCO TEMPO PARA PAGAR MUITO...E ESSE GOVERNO SEM MORAL ME DEVE A DIGNIDADE DA MINHA FAMÍLIA.FORÇA NA LUTA GENTE!NÃO DESANIME.É DIFÍCIL,MAS NÃO IMPOSSÍVEL.
    E A MULHER DA SAIA PRETA? (RIDÍCULA)

    ResponderExcluir
  107. EU SEMPRE ADOREI TRABALHAR COM MEUS ALUNOS P/ O SIMAVE E PROVA BRASIL.DESCRITORES AO PÉ DA LÍNGUA,AFIADÍSSIMO...APROVEITANDO A DEIXA DO GOVERNO NAS PROPAGANDAS ENGANOSAS(TRABALHADO COM ELES TBÉM)... USEI ISTO COM ELES:O QUE O GOVERNO QUER?r:APARECER...ELE FAZ POR ONDE ORGULHARMOS?r:NÃO...NOSSA ESCOLA TEM RETORNO DESTE MÉRITO ALCANÇADO?R:NÃO... ENTÃO IREMOS MOSTRAR QUE INTERPRETAMOS SIM E MUITO BEM...E A NOTA PARA ELE?:....SERÁ UMA SURPRESA NO SIMAVE DESTE ANO DE 2011...EU APROVEITAVA PARA INCUTIR A IMPORTÂNCIA DA INTERPRETAÇÃO NA VIDA DELES.AGORA JÁ SEI,O SIMAVE SERÁ INTERPRETADO DA MANEIRA QUE MERECE...SEM COMPROMETER A INTELIGÊNCIA DOS MEUS ALUNOS.DEPOIS DESTA PALHAÇADA NA TV E AGORA MEU PAPO É UM GOVERNO SEM CRÉDITO.FUI!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  108. Eu vivi.

    A primeira greve foi em 1985, eu tinha 14 anos e estudava no colégio Candido Jose de Godoy em Porto Alegre..

    De lá para cá, foram 26 ANOS com greves todos os anos. Falhou algum ? Não lembro.

    Mas lembro de greves que encerraram já com a próxima marcada para o ano seguinte.

    Pouca vergonha. Será que ninguém se tocou ?

    Gente, fazem VINTE E SEIS ANOS que temos greve do magistério ANUALMENTE !

    Ninguém acha isso ruim ? Niguém estranha ?

    O ensino vai de mal a pior.

    Tenho parentes professores. E já me indispús com alguns deles.

    Nestes 26 anos, teve professor que até já se aposentou.

    Inúmeras turmas de professores novos recém formados prestaram concurso e assumiram seus cargos.

    Mas pérai ! Pra quê ? Pra fazer greve ?

    Alguem me explique porque uma pessoa faria um concurso para ser professor do Estado, sabendo que o salário é baixo, que as condições são precárias, que isso e aquilo existem de ruim ?

    Só pra fazer greve depois. Só pode.

    O Estado não foi na casa do professor convocá-lo para lecionar !

    Ele se formou,se inscreveu no concurso, prestou concurso e assumiu a função de livre e expontânea vontade SABENDO de todas as condições !

    A maioria dos "professores" grevistas tem seu bom carro, boa casa, estão mito bem posicionados. Estou errado ? Comente !

    Me diga se teus professores grevistas são pobres coitados ! Eu gostaria de saber.

    Greve do magistério = PALHAÇADA.

    E pra variar, achamos normal, achamos até bom ! Nossas crianças adoram esta "folguinha".

    Depois vem a "recuperação" da matéria, a toque de caixa, atropelando tudo e formando incapazes.

    Algum professor poderá me constestar. É um direito. Mas lembro : começou or uma causa justa, e por mais justa que fosse, 26 ANOS são 26 ANOS ! Se é pra resolver, que resolvam. Que parem e não voltem mais MESMO, até que se resolva, mas que resolve de UMA VEZ POR TODAS.

    ResponderExcluir