domingo, 20 de novembro de 2011

Cidade "Inadministrável" em polvorosa: que proposta sairá da cartola?



Cidade "Inadministrável" em polvorosa: que proposta sairá da cartola?

Foi um dos muitos e sempre criativos colegas anônimos navegantes deste blog quem criou a sugestiva alcunha para aquela obra dantesca, que fica às margens plácidas da Linha Verde, chamando-a de Cidade "Inadministrável". O que se percebe é que as coisas por lá andam de fato agitadas, com dificuldades justamente na área da gestão administrativa. E nem me refiro a autogestão do espaço citado, de muitos hectares de obras, vertical e horizontalmente falando, consumindo enorme energia, humana, inclusive. A maior preocupação, contudo, está ligada ao desfecho que se dará para o "problema" chamado "educadores".

Para a atual gestão, continuação da anterior, educação e educadores são sinônimo de problema, não de solução; são um caso mais de polícia do que de política social; estão ligados à área dos gastos desnecessários, e não aos investimentos altamente necessários para o presente e para o futuro de muitas gerações de crianças, jovens e adultos. Por isso, Educação e educadores ficam sempre para o final das contas. Depois que o governo já concedeu os reajustes para as categorias da segurança pública, para o MP, para o judiciário, para o legislativo, para o alto escalão do governo; depois que realizou centenas de novos contratos em cargos de confiança; depois que reservou rubricas da receita para gastos em obras faraônicas, asfaltamentos, convênios com as prefeituras; depois que reservou outros milhões de reais para manter a grande (em negociatas, não em jornalismo) mídia, sempre dócil e servil; só então, depois de tudo incluído no orçamento, os administradores da eficiente e moderna gestão, à base de choques, lembram-se daquele problema secundário chamado Educação pública. E mesmo assim, investir em educação, para eles, é construir ou reformar escolas. O "quesito" educadores, para eles, é algo absolutamente descartável e secundário. Coisa que qualquer um pode fazer, e por isso mesmo, qualquer coisa que lhe pague, está muito bem pago para quem se lhe apresente para tal encargo.

Tal prática fica evidenciada através das indecentes propostas que o governo tem apresentado aos educadores, sempre subtraindo direitos que foram conquistados pelos educadores a duras penas, seja no cenário mineiro ou nacional. Através do subsídio, foram dois bilhões de reais ao ano confiscados dos bolsos dos profissionais da Educação; no antigo sistema remuneratório, algo ainda pior: uma combinação de redução salarial com a não aplicação da lei federal que instituiu o piso salarial. Contudo, como os servidores desta categoria, tida como secundária pelo governo, não aceitaram tal tratamento, resistiram, lutaram e vêm mantendo os combates diários em muitas frentes de ação, o governo tem agora que refazer suas indecorosas propostas.

Duas coisas mexeram com o governo na última semana, para fazer com que ele alterasse sua posição. Os 112 dias de greve, ao que parece, balançaram, impediram o golpe fatal no plano de carreira, mas não foram suficientes para fazer com que o governo cumprisse a lei federal do piso. Foi preciso que um jornal de outro estado, a Folha de São Paulo, seja qual for o interesse a que esteja a serviço - já que a imprensa daqui serve somente aos senhores do governo de Minas -, o fato é que o noticiário da semana caiu feito uma bomba no colo do governador e do seu padrinho político, o faraó das Alterosas. Não é algo de fato interessante, especialmente para aqueles que pretendem alçar voos mais altos, ver o nome do estado que governam ou governaram figurando entre aqueles que não cumprem a Lei do Piso dos profissionais da Educação. E pior ainda, desmoralizante até: perceber que tal estado paga o pior piso salarial do país - R$ 369. O choque de gestão, apregoado como sinônimo de excelência administrativa, não combina com os salários ridículos, abaixo da crítica, praticados em Minas para remunerar os educadores.

E o pior é que a Lei do Piso, na contabilidade política da visão não menos mesquinha do governo federal, teria sido implantada para resolver principalmente um problema nordestino. Lembro-me do ministro falastrão do MEC, ao apresentar o ridículo valor de R$ 850,00 para o então projeto da Lei do Piso, encaminhado ao Congresso Nacional, quando questionado, dizia: este valor é superior ao que ganham hoje (isto entre 2006 e 2008) em torno de 60% dos professores dos estados do Nordeste. Ou seja, o piso fora feito para as condições de superexploração dos trabalhadores do Nordeste, porque imaginava-se que no Sul e Sudeste maravilha, tudo estava muito bem. É a distância que vivem, os governantes brasileiros, da nossa realidade cotidiana. A mesma distância que se percebe hoje entre a propaganda do governo de Minas e a realidade do chão da escola.

O poderoso estado de Minas Gerais, portanto, que cresce mais do que a China e procura apresentar uma receita nacional de eficiência em gestão administrativa, paga aos seus educadores salários aquém da realidade nordestina anterior ao piso salarial aprovado pelo Congresso Nacional. Claro está que esta realidade afeita aos educadores não atinge outras áreas remuneradas pelos cofres públicos, como: deputados, desembargadores, procurador da justiça, governador, secretárias de estado, diretores do TCE, entre outros, todos com vencimentos ou subsídios que, somados às verbas indenizatórias, situam-se entre R$ 15 mil e R$ 45 mil. Para este andar de cima do poder público, que decide as nossas vidas, podemos dizer que Minas concorre não com o sul-sudeste, mas com os países ricos, do chamado Primeiro Mundo.

Mas, como dizíamos, face à repercussão nacional desta realidade mineira, somada à mobilização dos irrequietos e problemáticos educadores, o governo tem admitido refazer suas indecentes propostas. Por isso, a "Cidade Inadminstrável" encontra-se em polvorosa. São muitos os interesses em jogo neste momento. É o risco do boicote às avaliações sistêmicas, como o SIMAVE, o que tem causado grande temor por parte do governo; é também o risco de que o ano letivo de 2011, que já adentrou 2012, possa se esticar ainda mais; e finalmente, é o risco de uma nova greve em 2012, ano eleitoral fundamental para o domínio dos feudos políticos dos caciques neste enorme território das Gerais. E quando se fala deste "problema" chamado educadores, estamos falando de cerca de 390 mil profissionais, entre aposentados e na ativa, que estão em contato diário com cerca de 2 milhões de estudantes e seus pais. Trata-se de uma força social e política potencial que, se despertada para a ação política, a favor ou contra, pode causar um verdadeiro tsunami eleitoral, político e social.

Qual será a mágica que sairá da cartola do governo nesta segunda-feira? Isto só saberemos amanhã, quando os agentes do governo, em mais uma reunião com os deputados e com o sindicato, desta feita de forma separada, apresentarem suas propostas. Espera-se que a ficha tenha caído, e que desta vez o governo apresente proposta séria, minimamente aceitável, seja para um recomeço sério de negociação, ou até mesmo para a finalização desta enrolação, com a apresentação pura e simples do piso implantado nas carreiras, como já deveria ter acontecido desde abril deste ano.

Vamos aguardar e acompanhar atentamente ao desenrolar deste imbróglio. Na realidade, uma verdadeira novela, padrão global ou mexicano, cujos próximos capítulos, como dissemos ontem, reservam momentos de grande emoção.

Um forte abraço a todos, um bom domingo e força na luta! Até a nossa vitória!

E Viva Zumbi! E viva Palmares! E viva a luta dos de baixo, contra toda forma de opressão, discriminação e exploração!

***


267 comentários:

  1. UMA COISA É CERTA
    POLITICO SÓ TEM MEDO DA MÍDIA
    FOI SÓ SAIR REPORTAGEM FOLHA E PRESSÃO CONTRA AÉCIO, QUE FICARAM PREOCUPADOS

    NÃO PRECISAMOS FALTAR AO SERVIÇO PARA MOSTRAR FORÇA.

    TEM OUTROS TIPOS DE GREVE.

    ResponderExcluir
  2. CIDADE INADIMINISTRÁVEL
    20/11/11, 16:22

    SE CORRER O BICHO PEGA, SE FICAR O BICHO COME...

    ... Naná percebendo a gravidade da situação, convoca uma reunião de emergência, neste domingo, com o secretário “daquilo castrado”, renatinha ingrata e mentirosa, sapuda e MARO.
    ... então naná diz, vamos deixar tudo combinado para a reunião com os professores amanhã...
    ... temos que ceder um pouco para estes professores...
    ... temos um grande dilema, não podemos mais ficar nesta briga com os professores, isto está dando um desgaste danado...
    ... esta briga está tomando uma dimensão nacional e isto não é bom para nós...
    ... vejam que, 2012 é um ano eleitoral e a oposição pode ganhar espaço apoiando os professores, ...
    ... 2013 tem a copa das confederações e o mundo inteiro estará olhando prá nós, não devemos nos arriscar com estes professores,...
    ... 2014 não posso nem pensar, é muita coisa num ano só, copa do mundo, eleições gerais e a imprensa internacional...
    ... ô renatinha ingrata e mentirosa, quero que refaça as continhas e conceda um aumento razoável dentro do PLANO DE CARREIRA DOS PROFESSORES...mas amarre o acordo até 2015, viu?...Pague também o prêmio de produtividade a eles...
    ... o “daquilo castrado”, quero que tire a urgência do projeto que está na assembleia homologativa... depois pode ir tomar suas pinguinhas...
    ... a sapuda quero que fique calada, não abra a boca prá nada... CALAAADA!!!...
    ... tomei estas decisões pensando no meu padrinho que agora mora e é senador do rio...
    ... tem horas que precisamos de um refresco, estas brigas com estes professores está dando asas prá oposição e o Brasil todo começa a perceber...
    ... a MAM (mídia de aluguer mineira), já não está dando conta de segurar tudo, existe a internet e agora dizem que o blog do Euler está sendo visto até aqui na “CIDADE INADIMINISTRÁVEL”... não podemos cair no ridículo...
    ...está terminada a reunião...
    ... ô MARO, mandei buscar umas caixas de supositórios ROLHEX GG prá você e prá mim, pois eu também adoro estes supositórios...

    - Isto que é uma reunião democrática...

    Da CIDADE INADIMINISTRÁVEL,
    Repórter do blog do Euler.

    OBS: Até dia de domingo este lugar fede.. .

    - Um grande abraço a todos os leitores do blog do Euler, e ao grande amigo Euler, que não conheço pessoalmente mas que tornou-se nosso amigão de verdade.

    - VENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  3. Professor Euler,
    Você disse bem. Essa turma se despertada para a ação política poderá provocar um verdadeiro tsunami. Já começo até a concordar com alguns colegas professores que haviam falado antes aqui, no blog sobre a criação de um partido dos educadores.
    Professor Herbet
    Cristália - MG

    ResponderExcluir
  4. O Governo não tem a menor noção do poder que os professores tem.

    São 2 milhões de alunos E SUAS FAMÍLIAS.
    Dependendo de como essa conscientização dos alunos sobre a situação dos professores for feita, a informação se espalhará tão rápida quanto os vírus de computador.

    Sei que pelo menos alguma pessoa do governo vai ler isso aqui, e sim... estou falando de MUITOS votos. Deixem de burrice e paguem o que devem que é menos prejuízo para vocês.

    ResponderExcluir
  5. ESSE BLOG É MUITO BOM JÁ LIGO A INTERNET O ACESSO O MESMO PRIMEIRO RS SEMPRE ESPERANDO UMA POSTAGEM NOVA COMO ESSA QUE ACABO DE LER!INTERESSANTE QUE POSTAM ATÉ O QUE O GOVERNO TRAMA E O QUE VAI TRAMAR FUTURAMENTE KKK MELHOR ARMA ESTÁ NAS NOSSAS MÃOS KK A INTERNET! JÁ NOTARAM QUE OS JOVENS, CRIANÇAS "TODOS" PASSAM MAIS TEMPO NA INTERNET QUE DIANTE DE TV? É SÓ USARMOS A NOSSO FAVOR POSTAR A ARBITRARIEDADE DO DESGOVERNO NOS ORKUTS NOS TWITTERS NOS E-MAILS, NO FACEBOOK NOS MSN KKK E DEIXAR TUDO INCONTROLÁVEL PARA ESSE DESGOVERNO.

    "DO OIAPOQUE AO CHUÍ E NO MUNDO INTEIRO" ESTÃO SABENDO SOBRE ESTE "SALAFRÁRIO DESGOVERNO DE MINAS" NÃO DUVIDEM DA NOSSA CAPACIDADE ATRAVÉS DA ILUMINAÇÃO DIVINA!

    Á PROPÓSITO A GEOGRAFIA CORRIGE " DO OIAPOQUE AO MONTE CABURAÍ" NÃO MAIS CHUÍ! ESSE BLOG TAMBÉM É CULTURA! INFORMAÇÃO PARA TODOS. ESSE BLOG É MELHOR QUE UMA SALA DE AULA!

    É preciso ser forte para receber a notícia: o Brasil não vai mais do Oiapoque ao Chuí. E já faz tempo. Em 1931, uma expedição demarcadora de fronteiras concluiu que o ponto mais ao norte do nosso território é o Monte Caburaí, em Roraima.

    NDG DE CARTEIRINHA G.V

    ResponderExcluir
  6. PAGAR O PISO NÃO É FAVOR, É OBRIGAÇÃO. GOVERNO QUE NÃO CUMPRE LEI FEDERAL...........QUE VERGONHA PARA ESSE GOVERNO MINEIRO QUE SE VANGLORIA DE CRESCER A PROPORÇÕES CHINESAS, CHOQUE DE GESTÃO...............PALHAÇO.TEM SUPERINTENDÊNTE DE ENSINO FAZENDO PRESSÃO COM DIRETORES A RESPEITO DO SIMAVE, TEM ATÉ AMEAÇA DE EXONERAÇÃO DE DIRETOR DE ESCOLA QUE NÃO APLICAR AS PROVAS DO SIMAVE.

    ResponderExcluir
  7. Deputado Duarte Bechir acabou de dizer na Tv Assembléia que 2 sistemas de remuneração não podem existir em Minas. Segundo ele, deve-se chegar a um consenso para que se tenha apenas um sistema de remuneração. A apresentadora disse que foi este governo que criou um segundo sistema de remuneração. A resposta dele foi que o governo só atendeu um pedido dos professores e oposição que queriam o sistema de vencimento básico de 712,00.

    ResponderExcluir
  8. FOI LENDO A FOLHA DE SAO PAULO QUE SENTI A MAIOR TRAICAO ,SENTI COMO NOS PASSAM A PERNA ESTES GOVERNOS , OU MELHOR ESTE GOVERNO.COM TODAS AS DIFICULDADES QUE ENCONTRAMOS NO NOSSO DIA A DIA AINDA É VERDADE QUE FAZEMOS ACONTECER NO BRASIL ,E ENQUANTO MUITOS LEVAM O BRASIL NO BOLSO.AGORA MAIS DO QUE NUNCA TEMOS DE ENFRENTAR OS MEDÍOCRES. QUE PENA FICO DOS COMPANHEIROS QUE OPTARAM PELA ESMOLA DO SUBSÍDIO ,ENQUANTO DEVERIAM ESTA LUTANDO PELO QUE LHES É DE DIREITO!

    ResponderExcluir
  9. Euler
    Minha cidade é pequena, trabalho só com o ensino médio, com MATEMÁTICA e aqui o 3° ano do EM está esperando minha ordem para sabotar o SIMAVE. E olha que minha escola ficou miuto bem no anterior.
    Mas, dessa vez...
    Sem contar que tenho mostrado tudo a respeito desse governo para eles. Graças a Deus, se depender da gente, PSDB nunca mais!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. VAMOS TODOS BOICOTAR O SIMAVE.

    EE LEONINA EM SANTA LUZIA TUDO ESTA PRONTA PARA DARMOS O TROCO NO GOVERNO.

    ResponderExcluir
  11. NDG de Governador Valadares temos que marcar presença na assembleia de terça-feira em BH.Então pessoal vamos formar a caravana e ir a luta!!
    Força na luta e até a vitória.

    ResponderExcluir
  12. Caros conterrâneos:
    Sou mineiro e exerço minha profissão ( professor )no estado do Rio de Janeiro, estado que, apesar dos pesares, paga além do Piso e pratica o tempo extraclasse recomendado pela Lei.
    Nesta semana todos me questionaram:
    -Como? Minas Gerais não é "o tal"? Como um professor lá recebe essa miséria? e eu lhes respondi:
    - Não acreditem no canto da sereia. O tucano mineiro que bate suas asas sempre aqui no Rio de Janeiro fez um excelente trabalho de propaganda paga quando governador do meu (depois do choque de gestão) triste e combalido estado: maiores impostos, confiscos salariais no bolso dos trabalhadores públicos sem voz nem vez, tudo com a conivência da mídia servil e de um Judiciário complacente. Tenham cuidado! Seu estado, O Grande Rio, é o segundo colégio eleitoral do país, motivo pelo qual o tucano mineiro bate as asas por aqui. Se não querem ver todos os trabalhadores "de baixo" com o pires na mão mendigando por SEUS DIREITOS, muito cuidado em 2012 e PRINCIPALMENTE em 2014.
    Acho que todos devemos twittar:
    Tucano mineiro detesta a Educação e os pobres que a servem e dela necessitam. Vocês querem isso para o Brasil?

    ResponderExcluir
  13. Imperdível assistam a esse vídeo que fiz em Ouro Preto excursão da escola estadual de G.V Era um passeio mas como a gente não sai em diversão nem espontaneamente Ouçam as vozes ao fundo dos comentários dos professores quando o guia dava uma brecha rs Nem no passeio esquecemos do desgoverno rs Ao final do passeio os guia ofereciam dvds sobre a cidade histórica mas como adquirir dvds de 10 á 20 reais se o desgoverno nos deixou sem grana? A viagem foi paga " aos trancos e barrancos" pois foi feita uma "proposta decente" para quem fosse na viagem rs não me perguntem qual foi rs vcs podem imaginar!
    www.youtube.com/watch?v=vCwVHXvG1lE

    NDG DE CARTEIRINHA DE G.V

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde a todos os amigos do NDG/NDE.

    Ações políticas já!

    PEB - Partido dos Educadores Brasileiros já!

    Euler candidato já!

    Critovam Buarque, Rogério Correia candidatos pelo nosso partido já!

    Adalclever, aceitamos sua candidatura, afinal tem-se mostrado diferente.

    Temos outras honrosas sugestões entre nossos amigos do NDG e alguns poucos políticos.

    Mudemos o cenário brasileiros.

    Unidos somos muito mais.
    Unidos somos invencíveis.
    NDG - Mexeu com um, mexeu com todos.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  15. Senador do Rio?...zé carioca?...

    ... Que fique por lá... rsrs... não estamos reclamando...KKKK...

    ResponderExcluir
  16. NDG de Caratinga com os alunos dos terceiros anos preparadíssimos para boicote ao SIMAVE.
    VAMOS MOSTRAR QUE O POVO TEM A FORÇA E QUE SE DEUS É POR NÓS, QUEM SERÁ ANASTASIA CONTRA NÓS?

    ResponderExcluir
  17. Euler,acho que sou a pessoa que mais acessa seu blog. Obrigada por manter-nos informados acerca de toda cafajestada do ilustríssimo sr. governador do estad de mg.E uma pergunta que não quer calar: Será que já não está na hora de pedirmos o impeachment desse politiqueiro?
    Crimes bárbaros é o que não faltam.

    ResponderExcluir
  18. Agência Pará de Notícias
    Atualizado em 10/11/2011 às 14:04

    O valor mínimo pago ao professor da rede estadual de ensino atualmente é de R$ 1.897,51, para 40 horas semanais, podendo chegar até R$ 5.591,33 aos profissionais com doutorado. Desde setembro deste ano, o salário dos profissionais do magistério no Pará teve ganho de 30% da diferença para se atingir o piso estabelecido pelo Governo Federal e outros benefícios incorporados pelo Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR). Hoje, o valor do vencimento base do professor com nível médio no Estado do Pará corresponde a 94,5% do valor do piso nacional.

    ResponderExcluir
  19. Aumento 15% professores Ceará

    ResponderExcluir
  20. Em mais uma reunião realizada na sexta-feira, 4/11, com a diretoria do Sindicato Apeoc e demais representantes dos professores estaduais, o Governo do Estado apresentou sua proposta de aumento salarial para a categoria: 15% para todos os professores da rede estadual, sem exceção, sejam efetivos, temporários, aposentados ou pensionistas.

    Este aumento seria implantado em duas parcelas: a primeira, de 7,5%, retroativa a 1o. de novembro, já seria recebida neste mês; e a segunda, de outros 7%, valeria a partir de 1o. de janeiro.

    O aumento de 15% para toda a categoria é o maior do país concedido em 2011 aos professores estaduais.

    Além destes 15%, os professores com título de Mestrado receberão uma gratificação adicional de mais 10%, totalizando um ganho salarial de 25%. E os professores com Doutorado terão um aumento extra de mais 30%, recebendo no total 45% de ganho em seus vencimentos.

    A título de exemplo: com este aumento, o salário médio dos professores ativos do Ceará passará a R$ 3.000,30; o dos professores com Mestrado do nível 27 será de R$ 3.631,05; e os Doutores do nível 30 passam a receber R$ 4.553,67.

    O Governo propõe também uma formula inédita para garantir uma fonte estável e segura para os aumentos salariais a serem negociados com os professores em 2012, 2013 e 2014: o aumento progressivo da parcela dos recursos do FUNDEB (Fundo da Educação Básica) destinada exclusivamente ao pagamento de salários.

    ResponderExcluir
  21. PENSE BEM!!!

    AGORA É HORA
    BOICOTE GERAL DO SIMAVE

    ResponderExcluir
  22. Esta música reflete meus sentimentos após ter participado de uma greve, estar trabalhando sete dias por semana e recebendo 900 reais por 22 aulas.
    Muito prazer, meu nome é otário
    Vindo de outros tempos mas sempre no horário
    Peixe fora d'água, borboletas no aquário
    Muito prazer, meu nome é otário
    Na ponta dos cascos e fora do páreo
    Puro sangue, puxando carroça

    Um prazer cada vez mais raro
    Aerodinâmica num tanque de guerra,
    Vaidades que a terra um dia há de comer.
    "Ás" de Espadas fora do baralho
    Grandes negócios, pequeno empresário.

    Muito prazer me chamam de otário
    Por amor às causas perdidas.

    Tudo bem, até pode ser
    Que os dragões sejam moinhos de vento
    Tudo bem, seja o que for
    Seja por amor às causas perdidas
    Por amor às causas perdidas

    Tudo bem... Até pode ser
    Que os dragões sejam moinhos de vento
    Muito prazer... Ao seu dispor
    Se for por amor às causas perdidas
    Por amor às causas perdidas
    Engenheiros do Hawaii

    ResponderExcluir
  23. Anônimo das 18:37, o zé carioca está se portando como o 4º senador do Rio porque quer ir para Brasília. Ele pensa que aqui nas Minas Gerais já "tá tudo dominado". Não o queremos aqui, mas precisamos alertar o pessoal do Rio e do Brasil que tudo que esse cabra diz é propaganda enganosa. Guardemos todos os materiais que temos da greve dos ataques que sofremos e o nosso miserável salário(último do Brasil) para mostrar aos eleitores do Rio de Janeiro e do Brasil inteiro.

    ResponderExcluir
  24. Gente quem viu a entrevista do Deputado Duarte Bechir na TV Assembléia? Ele parece que anda constantemente com uma batata na boca, ô cara chato, e quando puxa o saco do guachinin ai é que fica pior.Ele fala da intransigência do sindicato, da remuneração única para a classe e diversas outras baboseiras. Se eu fosse ele teria vergonha de dá uma entrevista tão tendenciosa pro lado do governo e pelo amor de DEUS será que o povo da região dessa pessoa conhece esse camarada? Vai ser prosa ruim assim lá no raio que o parta.
    BOICOTE AO SIMAVE JÁ.
    Abraços
    Gleide Maura

    ResponderExcluir
  25. BOICOTE AO SIMAVE!
    NÃO PODEMOS ESQUECER! É O NOSSO TRUNFO!
    TEMOS QUE SABER JOGAR.NÃO TENHAM MEDO!
    É O GOVERNO QUE ESTÁ COM MEDO,AGORA!
    SOMOS FORTES, UNIDOS SOMOS MAIS, VENCEREMOS!
    BOICOTE AO SIMAVE! BOICOTE AO SIMAVE!...
    VALADARES NA LUTA.

    ResponderExcluir
  26. Não vamos e nem podemos ser avalistas desta farsa do SIMAVE.

    Por isto o BOICOTE AO SIMAVE torna-se IMPORTANTÍSSIMO.

    Não podemos o Governo enganar a população outra vez.

    Depois o Governo irá a TV se auto promover e falar mal do sindicato e dos professores.

    Pensem nisso...

    ResponderExcluir
  27. VAMOS FAZER O CHÃO DE MINAS TREMER COM O BOICOTE
    AO SIMAVE.É HORA DE AÇÃO! TODOS DEVERÃO BOICOTAR!
    NÃO TENHAM MEDO. É O GOVERNO QUE ESTÁ COM MEDO.
    ELE TREMERÁ DE RAIVA, QUANDO VIR O RESULTADO DO SIMAVE. O RESULTADO DO SIMAVE SÓ INTERESSA AO
    GOVERNO.PARA NÓS ESSE RESULTADO NÃO REPRESENTA NADA!NÃO VAMOS FAZER NADA PARA AJUDAR O GOVERNO.
    OS ALUNOS DEVERÃO MARCAR TODAS AS RESPOSTAS.
    NÃO SE ESQUEÇAM: BOICOTE AO SIMAVE!BOICOTE AO SIMAVE!...
    VALADARES NA LUTA.

    ResponderExcluir
  28. Na entrevista, o tal Bechir disse que o governador é a "vedete" da situação. Claro que eu sei o que ele quis dizer, mas que me deu vontade de rir, ah, isso deu...
    Um abraço a tdos.

    ResponderExcluir
  29. Boa noite amigos.

    Só agora pude ver meus erros no comentário de 18:35. Faço as correções a seguir e peço desculpas:

    tem-se mostrado para tem se mostrado.

    cenário brasileiros para cenário brasileiro.

    Imperdoável.

    Desculpem-me.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  30. COMO PODE ESTADOS MUITO MAIS POBRE QUE MINAS GERAIS E PAGA BEM MAIS OS SEUS PROFESSORES.GOVERNADOR MOSTRA QUE VC TAMBEM E CAPAZ.

    ResponderExcluir
  31. SE O GOVERNADOR NAO APRESENTAR UMA PROPOSTA SATISFATORIA AMANHA COM CERTEZA VAMOS TODOS BOICOTAR O SIMAVE.

    ResponderExcluir
  32. Boa Noite a todo(a)s

    Itabira está pronta para o BOICOTE SIMAVE JÁ:
    e.e. Antonio Linhares Guerra
    e.e. Emilio Pereira
    e.e. Dr. José de Grisolia
    e.e. Fazenda da Betania
    e.e. Marciana Magalhaes
    e.e. Mestre Zeca Amancio
    e.e. Trajano Procopio
    e.e. Professora Palmira
    e.e. Maricas Magalhaes
    e.e. José Ricardo
    Atenção, muita atenção os professores das escolas Dona Eleonora e Major Lage, merecem o tanto que ganham alem de não participar de movimento nenhum, não vão boicotar SIMAVE. Palmas para eles.....

    ResponderExcluir
  33. Na escola MANUEL BATISTA EM PARÀ DE MINAS a diretora está prometendo dois pontos para o aluno que fizer a prova do SIMAVE;UM ABSURDO....

    ResponderExcluir
  34. Desesperar jamais
    Aprendemos muito nesses anos
    Afinal de contas não tem cabimento
    Entregar o jogo no primeiro tempo
    Nada de correr da raia
    Nada de morrer na praia
    Nada! Nada! Nada de esquecer
    No balanço de perdas e danos
    Já tivemos muitos desenganos
    Já tivemos muito que chorar
    Mas agora, acho que chegou a hora
    De fazer Valer o dito popular
    Desesperar jamais
    Cutucou por baixo, o de cima cai
    Desesperar jamais
    Cutucou com jeito, não levanta mais
    Composição: Ivan Lins / Vitor Martins

    ResponderExcluir
  35. Oram Izabel! Também não é para tanto!

    ResponderExcluir
  36. Euler que texto esplendido. Fico maravilhada com a sua clareza de raciocinio. Isso sim é um HISTORIADOR. Se eu fosse Minas Gerais teria medo de perder funcionarios do calibre dos que vizitam esse blog. Que talento o seu puxando talentos. Só posso dizer : Viva os PROFESSORES DE MINAS GERAIS e orgulho de fazer parte desse quadro de funcionarios. Deus nos proteja a todos e todas.
    Folha de São Paulo só fogo amigo PSDB X PSDB.
    INDIGNADA
    EU PERGUNTO: O QUE O PT ESTÁ FAZENDO POR NÓS? NADA...
    CADÊ LUIZ DULCI E CARCERONE DOIS PROFESSORES QUE SE ELEGEMOS DE DENTRO DO SIND-UTE, POR OCASIÃO DE UMA DAS PRIMEIRAS GREVES APÓS A DISSIDENCIA DA APPMG - SUMIRAM, EVAPORARAM..."TUCANARAM".
    QUERO O PISO NA MINHA CARREIRA MESMO QUE PRA ISSO TENHA QUE APOIAR SERRA/ALKIMIN, SIM. O UNICO CAPAZ DE BARRAR AECIO NEVER. KSKSKSKSKSKSKSKSK... Ad infinitum.
    TROQUEI "GROBO" POR RECORD/
    EDIR MACEDO INIMIGO DO CLÃ MARINHO.
    TROQUEI ESTADO DE MINAS PELA FOLHA DE SÃO PAULO.
    POSSO TROCAR PT POR PSDB SINDICAL (mesmo que pareça uma piada, pode rir a vontade... )
    O PT DO RIO GRANDE DO SUL ENTROU COM EMBARGO CONTRA A LEI 11 738/2008
    E FAZEM COLIGAÇOES POR TODO O PAIS COM
    PSDB - PIOR SALÁRIO DO BRASIL
    DILMA VEIO VISITAR AECIO. EM QUEM CONFIAR? SO NAO VISITOU PORQUE O SINDUTE IMPEDIU, MAS O PT SE CALOU COVARDEMENTE.
    E A TAL COMISSÃO DE IMPLANTAÇÃO DO PISO? SÓ SE FOR O PISO DO ESTADIO DE FUTEBOL PRA COPA MALDITA.
    COM FORÇA E GARRA O PISO SAI NA MARRA.

    ResponderExcluir
  37. Euler e NDG

    Se o desgovernador vier com "lorota" novamente, o que pensar a curto prazo é começar ocupar lugares estratégicos como exemplo os acorrentados fizeram.

    Só quero ver a rede grobo fazendo reportagens sobre as manifestações, alegando que o governo de minas já cumpre a lei.KKKK Vai enganar quem desta vez!!

    Olhando com mais calma a reportagem da folha, percebemos a tanto que este sujeito fez com nossa carreira. É simplesmente uma vergonha e humilhação ser servidor da educação neste estado.

    Pior salário do brasil. Ninguém merece!!Aff

    ResponderExcluir
  38. "Euler, não seria melhor devolvermos os pacotes de provas do SIMAVE intactos, lacrados? Assim, estamos nos recusando a aplicar o teste em resposta à desonestidade do governo nas negociações. Entendo que fica mais ético. O que você acha? Não deveríamos ter uma atitude única? "

    Como ser ético com quem só joga sujo? E não estamos jogando sujo, já que estamos abrindo o jogo e dizendo o que vamos fazer. Sabotar "a mentira do governo". Está público. É necessário às vezes desobedecer, se rebelar, para que haja mudança. Alguns só entendem essa linguagem.

    Só acho que é preciso uma boa ideia na aplicação da prova, que todos façam o mesmo e visando principalmente se livrar de futuras punições. É preciso saber fazer e bem feito. Que venham as ideias...!Sejamos espertos! Estamos lidando com seres totalmente desumanos.

    ResponderExcluir
  39. Izabel/Geo > Acorda !
    Minha intenção é irritar o PSDB SINDICAL nunca te irritar.
    Será que não percebe o tom de ironia ?
    JUNTOS SOMOS MAIS !

    ResponderExcluir
  40. Diretora da escola Manuel Batista em Pará de Minas, que absurdo dar ponto para aluno que fizer a prova do SIMAVE.
    A senhora vai mexer no diário do professor para alterar a nota?Deixe o professor decidir o que vai fazer, quais instruções dar a seus alunos.
    Tome vergonha na cara e deixe de puxar saco do estado.

    ResponderExcluir
  41. Gracieusa, você realmente é uma graça. E acertou em cheio.
    Quando o pessoal faz críticas ao psdb e esquece de analisar o pt com seus líderes como Pimentel, Reginaldo Lopes, Roberto Carvalho dentre outros que se assemelham ao adversário, é de espantar, pois estes citados são até mais terríveis, ainda mais se o povo lhes der corda. Aí, que irão com tudo com a lei da mordaça e vigilância.

    Esse blog tá bombando! Parabéns!

    ResponderExcluir
  42. Colegas, outra campanha que deve ser lançada: não compremos NADA de nossos colegas "sacoleiros" que não entraram na LUTA!!! Se o salário estivesse bom não precisariam sacolar! E mesmo assim não entendem!!! CREDO!
    Se queremos comprar vamos dar lucro a quem age de acordo com a lei, os comerciantes de 'portas abertas', que pagam imposto... é roupa íntima, bijuteria, cremes, sapato, produtos de sex shop e mais uma 'porrada'de bugigangas que podemos ignorar!!!

    Abraço e pensem nisso! : /

    ResponderExcluir
  43. A FAMÍLIA DOS ALUNOS COMO NOSSA ALIADA

    O governo já sapateou, tratorou, humilhou fez tudo que estava ao seu alcance, agora vamos colocar os pingos nos IS.
    Pais dentro da escola, sendo informados das mazelas deste DESGOVERNO, pois eles só possuem conhecimento do que o governo divulga e da forma como é divulgada, todavia quando obtêm as informações precisas e detalhadas e com auxílio de vídeos, de matérias jornalísticas e de depoimentos de autoridades favoráveis ao nosso movimento, saem da reunião pasmos e nos agradecendo por colocá-los a par da situação verdadeira, logo cabe a nós abrir os olhos dos alunos e de seus pais, também. Quem está próximo a eles somos nós, por isso temos a responsabilidade não só de (IN)formar os filhos como, também, os pais, portanto temos que nos valer dessa estratégia e munidos de excelentes argumentos e de materiais para comprovar o discurso exposto por nós, teremos os pais ao nosso lado. Isso é fato, tanto que aconteceu, neste final de semana, numa dessas escolas espalhadas pelo interior das Gerais. O governo tem sua base e nós, temos a nossa. O governo deve saber que um discurso bem proferido e dependendo de quem o profere pode mudar muita coisa, além do que a sociedade não quer ouvir falar em nome de político, por conta da FICHA CORRIDA, SUJA e tantos outros adjetivos de polaridade negativa. Então...!!!

    ResponderExcluir
  44. Querem privatizar a educação!!!
    Como fizeram com a Minas Caixa, BEMG, DER...

    Xô urucubaca!

    ResponderExcluir
  45. NDG de Plantão

    SIMAVE

    Vamos criar estratégias sem divulgar aqui no blog, cada escola deve utilizar da criatividade e fazer reuniões na "surdina" sem participação dos diretores, assim vamos deixar as SRE de cabelo em pé, pressionar quem!? Vamos pensar, pensar e pensar novamente em estratégias criativas. SUGESTÃO: vamos combinar por e-mail ou se possível pessoalmente o BOICOTE.
    O fim de toda batalha exige
    cautela e muita sabedoria. (Gleiferson Crow)

    abraços
    Gleiferson Crow
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  46. Professora DA ESCOLA MANUEL BATISTA em Pará de Minas a diretora vai dar 2 pontos para o aluno que fizer a prova do SIMAVE pois dê o aluno 10 pontos se ele marcar 2 questoes ou a prova toda kkkk Fique mais esperta que a diretora afinal ela não pode mexer no seu diário kk e ela nem precisa saber se vc conbinar a nota c/ seu aluno rs

    ResponderExcluir
  47. COLEGAS, fiquemos BEM atentos.
    Amanhã, 2ªf., 21 de novembro, o pessoal do “CHOQUE DE GESTAÇÃO” do ESTADO deve apresentar outra proposta INDECOROSA aos nossos representantes do SIND-UTE. Chega de hibernação! Já hibernamos até demais nesse MONTURO DE FEZES do tal “CHOQUE DE GESTAÇÃO”. Essa hibernação a que fomos submetidos vem de priscas eras.
    No vídeo em que o Deputado Duarte Bechir é entrevistado na TV ASSEMBLEIA, ele fala – se não me engano - em 10% no lugar dos indecorosos 5% propostos em reunião anterior para a progressão vertical em nosso PLANO DE CARREIRA, que o Estado tenta a todo custo transformá-lo em “PLANO PARA SAIR NAS CARREIRAS”). Logo, devemos ficar “antenados”, já que o Governo pode nos apresentar, também, uma proposta que simplesmente poderia finalizar de vez o IMBRÓGLIO criado por ele mesmo: aplicar o PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL (PSPN) ao nosso VENCIMENTO BÁSICO (VB) sem ADULTERAR o nosso PLANO DE CARREIRA, também por ele mesmo criado. Mas … eis a questão: o Estado vai nos passar a “ÚLTIMA RASTEIRA”: fracionar TUDO até 2015. GENTE, GENTE, GENTE! 2015 é o ano SUBSEQÜENTE à COPA e … aí … “OUTRA NOVELA PADRÃO GLOBAL” ou “OUTRA NOVELA MEXICANA”, como bem frisou o regente de nossa Orquestra, o grande professor, Maestro Euler Conrado, homem honrado (nos dias de hoje, raro). Assim sendo, há tempos ficamos HIBERNADOS nas “GALERIAS DOS ZUMBIS”. E pior: “AINDA” temos colegas “deitados em berços não muito esplêndidos dessas galerias”, MALHEUREUSEMENT (infelizmente), diriam os franceses.
    Mutatis mutandis (mudando o que deve ser mudado, grosso modo …) NÃO devemos aceitar
    tais manobras oriundas de uma OLIGARQUIA sem NENHUM COMPROMISSO com a EDUCAÇÃO, com a SAÚDE e, enfim, com o BEM ESTAR SOCIAL.
    Cabe a nós educadores a MUDANÇA dessa NOVELA, que já deu muito IBOPE ao tal GOVERNO, respaldado que sempre esteve na “MÉDIA” da MÍDIA, nos CEMITÉRIOS PÚBLICOS e COISAS DO GÊNERO.
    Poderíamos aceitar, na pior das hipóteses, os tais 10% aplicados à progressão vertical e 3% aplicados à progressão horizontal a partir de janeiro de 2012 e mais 12% verticais e 2% horizontais RESTANTES aplicados em 2013, perfazendo-se, destarte, o total de 22% para a progressão vertical e de 5% para a progressão horizontal, consoante o PLANO DE CARREIRA criado pelo próprio Governo, reitero. Obviamente, considera-se, no caso em tela, a APLICAÇÃO do PSPN (piso salarial profissional nacional) devidamente reajustado em janeiro de 2012, conforme manda a
    LEI 11.738/08.
    ATENÇÃO: Qualquer acordo que adentre 2014 em diante é “F R I A”.
    Aguardemos o posicionamento de nosso Sindicato.
    Anônimo das Priscas Eras -

    P.S.: No vídeo a que me referi acima, o deputado Bechir diz que o Governo deve ceder, mas que o SIND-UTE também tem que fazer a sua parte. Bem, colegas, o SIND-UTE já o fez, quando aceitou o piso proporcional do MEC. Caso o Sindicato acate a proposta de amanhã – se for dentro dos critérios supracitados – ele terá cedido pela segunda vez. Tudo bem. Só não podemos partir para uma TERCEIRA CESSÃO em outra enrolada SESSÃO numa SEÇÃO da CIDADE INADMINISTRÁVEL, pelo menos até o momento.
    Grande abraço a todos.
    MUITA SAÚDE e ENERGIA para TODOS.
    Força na luta, que a vida está pra lá de ...

    ResponderExcluir
  48. Ao anônimo das 22:29, não adianta devolver as provas lacradas e sem aplicar, porque os diretores das escolas já foram incumbidos de aplicar a prova d qualquer jeito... Se a escola estiver paralisada no dia da aplicação, a prova tem q ser aplicada no outro dia, ou no outro dia, no outro dia... Se algum professor ou grupo de professores se recusarem a aplicar, a diretora tem q ligar para a superintendência relatando o fato para que a mesma envie alguém para aplicar a prova. Ou seja, o negócio é boicotar mesmo... Peça aos alunos pra marcar duas ou mais alternativas d cada pergunta que tá tudo resolvido...

    ResponderExcluir
  49. Isso mesmo, vamos boicotar os sacoleiros da escola, se não fizeram greve é porque o salário para eles está bom e agora ficam vendendo bugingangas na escola para aumentar o salário do final do mês! Vamor ser determinados, ninguém em lugar algum,compre dessa gente, deixem eles abrirem a banquinha de camelô em outro lugar.

    ResponderExcluir
  50. Concordo com a colega que disse que o governo tem medo de mídia. Sem contar que está mais que provado que greve não está dando resultados, aliás, só prejuízos. De repente, se tivéssemos pegado nossos salários e investido nisso ao invés de terem sido cortados por conta da greve, teríamos resultados melhores....

    ResponderExcluir
  51. O que será que tem reservado para nós esta proposta do governo, porque se era pra ser igual a do sind ute não precisava desse tempo todo. O lance é q não vai ser o que ainda queremos. Com certeza eles vão tentar enganar a mídia nacional com algum paliativo ai!! Atenção e força gente!

    ResponderExcluir
  52. Olá, turma do combate, membros do NDG e demais colegas de luta!

    Olá Izabel, Gleiferson Crow, Gracieusa e todos os anônimos que enriquecem este espaço com os ricos e diversificados comentários!

    Já estamos na segunda-feira... Vejamos o que o governo apresentará desta vez.

    Na nossa pauta: assembleia com paralisação no dia 22; boicote ao Simave - com várias estratégias de ação; reunião ampliada do NDG no dia 26 - vou ver com o Nelson Pombo se dá para transmitir pelo menos uma parte da reunião para os combativos e combativas colegas do interior mais distante que não puderem participar. Se desejarem organizar reuniões de combatentes em outras cidades, fiquem à vontade. O NDG é de todos os que lutam.

    E aproveito para reafirmar a necessidade de construirmos a unidade da nossa categoria. Mesmo quem não participou da nossa greve, cada qual por diferentes razões, deve ser convidado à fortalecer nosso movimento de resistência e de luta em prol da carreira e do piso. Precisamos de todos para fazer o boicote, para realizar o contato com os pais de alunos, para mudar as coisas, enfim. Quando falo em unidade e em "todos"(e todas, claro), sabemos que não podemos contar com 100% dos colegas. Mas, um pequeno percentual de pessoas que fica ao lado dos nossos inimigos já é esperado. O importante é que consigamos construir uma expressiva maioria para o combate contra os golpes do governo.

    Aguardemos as novidades de amanhã - ou melhor, de hoje mais tarde, para que possamos estudar os nossos próximos passos. Quem sabe não seremos surpreendidos positivamente? Minha dose de otimismo nunca me abandona.

    O sindicato deve receber a proposta do governo e submetê-la, seja qual for, à apreciação do Comando Geral de greve, e depois para toda a categoria reunida em assembleia.

    O nosso momento é bom. Estamos fortalecidos, moralmente falando, enquanto o governo está fragilizado. Ele tem o poder da decisão, mas está subordinado à realidade que o cerca. Há muita coisa em jogo, e isso faz toda a diferença.

    Um forte abraço a todos e até mais tarde!

    Euler

    ResponderExcluir
  53. Vamos mudar nossas estratégias antes que não tenhamos mais alunos. Minha escola está vazia.A greve leva à migraçào para a instituição privada. No próximo ano vai haver muito choro na hora da distribuição de aulas.Muitos colegas vão perder a lotação.O idiota que se aboletou na chefia do executivo e sua quadrilha querem privatizar a educação.Nosso emprego está em risco.Vislumbro integração de escolas no meu município muito em breve.Esta hipótese já foi aventada por alguém da MetA.

    ResponderExcluir
  54. Nosso sindicato não é perfeito mas, cumpre o papel de unir uma categoria desunida por excelência .Vamos criticar mais e apoiar a BIA.A barra pra ela deve estar pesada também
    O idiota do governante odeia o sindicato.Se pudessem, os patrões mandariam acabar com todos.

    ResponderExcluir
  55. Desculpe a sinceridade! Duvido que o merda do desgoverno vai pagar o piso! Nós temos que deixar de inocência! Vamos contratar um advogado particular!

    ResponderExcluir
  56. Se hoje na reunião com o governo não tiver uma proposta DESCENTE, o Sind UTE deverá imediatamente fazer uma reclamação no STF, pedindo o cumprimento da lei.

    Se não houver uma ação firme, é melhor deixar as coisas ir acontecendo a gosto do governo.

    ResponderExcluir
  57. O GOVERNO PODERÁ ATÉ PAGAR O PISO, MAS AI VEM "BUEMBA", APOSTO QUE SAIRÁ UM ESCALONAMENTO A SUMIR DE VISTA.

    ResponderExcluir
  58. Acho que a medida certa para o simave é nos organizarmos e estimularmos nossos alunos a marcarem a letra C ( corrupção)em todas as questões por toda Minas Gerais , essa idéia veio por parte de um grupo de alunos que relamente se preocupam com o caos da educação mineira

    ResponderExcluir
  59. Ai pessoal, enviei este email para os Deputados da ALMG, acho que seria legal fazer o mesmo para que eles tenham idéia do nº de pessoa que eles podem enfrentar.

    Alterem do jeito que quiser...


    Prezados deputados da ALMG, secretários e cargos de confiança,

    Sei que estão envolvidos diretamente com a questão da educação, (FAVOR CONTINUAR LENDO TENHO CERTEZA SER DO SEU "TOTAL INTERESSE")

    sei que muitos estão preocupados com o questão salarial dos professores outros não estão nem se lixando, E AI ESTA O PONTO ONDE QUERO CHEGAR:

    SOU A 3ª GERAÇÃO DE EDUCADORES EM NINHA CIDADE, TODA MINHA FAMÍLIA ESTEVE/ESTA ENVOLVIDA COM A EDUCAÇÃO, TEMOS UM GRANDE RECONHECIMENTO ( CLARO QUE NÃO FINANCEIRO) EM UMA PEQUENA CIDADE DE 14.000 HABITANTES ( CLARO QUE BOA PARTE DESTES 14.000 PASSARAM PELA MÃO DE ALGUM PARENTE), COMO EU MUITOS OUTROS EDUCADORES POSSUEM SITUAÇÃO SEMELHANTE...... ENTÃO VAMOS LÁ.

    Tenho certeza que muitos de vocês são políticos de carreira, bem diferente do Sr. Anastazia, que com sua forma de conduzir o governo deixa claro que não tem pretensão politica (ou não tem tato para tal) diferente dos Srs. deputados, então gostaria de pedir-lhes que ao votar o projeto tenham isto em mente (não seremos hipócritas, mesmo que não liguem para os professores pensem em vocês , sei que o que digo não é baboseira e claro que os senhores também sabem por isso fiz uma simples conta abaixo).

    A outro ponto a ser discutido: Imaginem a seguinte campanha dos seus opositores - O governo com a maior ocorrência de greve da história de minas - a responsabilidade pelas greves de 2012,2013 e 2014, caírem em seus ombros alunos sem aula, pais zangados e claro boa parcela tem acesso a mídia não comprada - meus alunos visitam constantemente o "Blog doEuler" por exemplo ...


    Minha família( apenas votantes não contando irmãos) - 3
    Educadores que optaram pelo sistema de VB no plano de Carreira em vigor - 159.000
    Considerando familiares apenas em minha família que é pequena ( pais, mães, irmãos primos, tios votantes) - 25
    Amigos muito chegados meus e de minha esposa - 15
    Família de minha esposa ( Muito grande - vou colocar apenas os tios pois não dá para contar rapidamente os primos "todos muito unidos") - 22 Tios sem contas os maridos /esposas.
    Alunos que possuo, e sobre os quais pela minha postura ética e moral tenho muito respeito e influência - 90

    Total dos 159.00 educadores, tendo como base minha família - 24.645.000 eleitores

    Vocês podem tê-los como aliados, indiferentes ou inimigos fazendo campanha contra, acredito ser um nº bastante considerável sem contar que cada aluno também tem familiar....

    Portanto Srs. Deputados da ALMG - não pensem nos professores e sim em vocês mesmos:

    Atenciosamente ........

    ResponderExcluir
  60. ALÔ ANÔNIMO DA ESCOLA MANUEL BATISTA EM PARÁ DE MINAS: Diretor não dá notas... Lembre-se que é professor que tem acesso ao diário ok? DIGA isso para seus alunos.
    Abraços!!!
    BOICOTE AO SIMAVE.
    CONSELHEIRO PENA

    ResponderExcluir
  61. Qual será o fim dessa investigação? Será que vai?

    Corregedoria de Justiça investiga o enriquecimento de 62 magistrados sob suspeita

    Uma lista de 62 juízes sob suspeita vai ganhar atenção redobrada da Corregedoria Nacional de Justiça. Esse é o principal órgão encarregado de fiscalizar o Poder Judiciário e vai examinar a evolução de patrimônio desses magistrados acusados de vender sentenças.

    O trabalho aumenta o alcance das investigações conduzidas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que foi bastante contesto nos últimos meses. Associações de juízes colocaram mais um órgão na disputa: recorreram ao Supremo Tribunal Federal para impor limites à atuação do CNJ. A corregedoria aprofundou essas investigações, sobretudo, com a chegada da ministra Eliana Calmon ao poder no ano passado.

    Os levantamentos são sigilosos e envolvem até familiares dos juízes. O objetivo é identificar pessoas que podem ter servido de laranjas para disfarçar o enriquecimentos dos magistrados. A lei obriga que todos juízes façam declarações anuais de bens.

    O trabalho da Corregedoria é feita em parceria com a Receita, a Polícia Federal, Banco Central e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=135721

    ResponderExcluir
  62. Anonimo das 01:00, sua região deve ter um PIB per capita muito bom. Aqui nos grotões do leste mineiro meus alunos não têm nem dinheiro para uniforme. Muitos não são desprovidos de alimentação adequada. Escola particular, nem em sonho.

    ResponderExcluir
  63. A reportagem do Fantástico apresentou ontem professores se desdobrando entre classes desorganizadas e trabalhos paralelos. A professora de português representou bem minha realidade. A diferença é que ela recebe mais que o dobro do que eu recebo: 1.480,00 (16 aulas) para ela e 686,00 (18 aulas) para mim. Estou cansada de viver de bicos.

    Tia dos Grotões.

    ResponderExcluir
  64. Nas estratégias para a greve de 2012 devem constar que devemos começar o ano com uma paralisação semanal, depois partiremos para uma paralisação semanal e um dia (módulo 2) com aulas de 0:35 min, depois é greve mesmo...

    Temos que ir paulatinamente com as mobilizações para termos fôlego para o ANO TODO.

    Depois é 2013...

    Depois é 2014...

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  65. Vamos ver se vai haver apuração de verdade nesse caso de enriquecimento ilícito dos magistrados, porque essas "excelências" são muito legais para agir CONTRA O SERVIDOR ASSALARIADO e FAVORAVELMENTE AOS GOVERNADORES. Mas, graças à Imprensa estamos vendo as mazelas deles todo dia, então ficamos analisando que falsa moralidade é essa!

    ResponderExcluir
  66. Euler e demais colegas!!
    Achei anônimo(a) 00:34 muito pessimista ,prefere então ganhar miséro salário? A hora é agora ou nunca . Conforme o resultado do governo hoje , o negócio é partirmos para o ataque -um escritório de advocacia de nível extraordinário e deixar o barco navegar ,lógico ,além do Boicote para acabar de vez com esse déspota ,bem como os seus aliados na ALMG.
    Acorda ,Minas Gerais !!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  67. Votem nesses vídeos porque quanto mais acessado ele fica disponível no youtube para todo Brasil e mundo ver!

    Entrevista com governador de Minas

    http://www.youtube.com/watch?v=rZD1UwaccPA

    Todo mundo odeia o Anastasia

    http://www.youtube.com/watch?v=giub3voIbs0&feature=related

    ResponderExcluir
  68. Fátima - Professora de História - Ubá21 de novembro de 2011 12:01

    Ao anônimo da 01:00
    Penso extamente o contrário do que você diz, privatizar a educação e tudo o mais que puderem é sim, projeto desses neoliberais. Tenho sempre postado sobre esse tema aqui, mas a sua colocação esta equivocada, as vias de fato é a praticada pelo governo, desvalorizando a educação com políticas salariais que estão esvaziando os cursos de Licenciatura. Na minha cidade a faculdade a qual me formei só tinha curso de Licenciatura, hoje não tem mais nenhum.
    Os estudos indicam que se não houver mudança na política educacional do governo, destacando a valorização do professor, a profissão se extinguirá.
    Assim sendo somos nós professores e sociedade que necessita da escola pública que através da nossa luta poderemos impedir o governo de concluir seu projeto, que em Minas, convenhamos já está sendo executado.

    Indicador Preocupante

    UFMG
    2000 - 2012 = 13 vestibulares

    ANO 2000 --17 cursos mais concorridos
    6 eram de Licenciatura

    Ano 2012--15 cursos mais concorridos
    nenhum são de Licenciatura

    Correlação - Aluno / Vaga

    2000 = 12 a 30 alunos

    2012
    Ciências Biológicas= 3.5
    Ed. Física= 2.1
    Geografia= 1.6
    História= 4.8
    Letras= 1.4
    Matemática= 2.9
    Pedagogia= 3.0

    Previsão: três a quatro anos não haverá candidatos aos cursos de Licenciatura.

    Conclusão:
    Há pouco interesse pela docência atualmente.

    Grande número dos se formam professores afirmam que não terão as salas de aula como destino ocupacional

    Elevado índice de desistência da profissão

    Se não forem modificadas as condições gerais da docência, para fazer uma carreira atraente, simplesmente não teremos professores para atuarem na universalização da educação básica

    Causas
    Um dos motivos apontados pelos estudantes é a informação sobre o elevado índice de abandono da profissão, por professores experientes que se afastam por adoecimento ou por não suportarem mais ser vítimas de violência física e ou simbólica no cotidiano da sala de aula.

    Baixo valor do diploma (salários)

    Baixo valor simbólico (prestígio) respeito ao profissional

    Por João Valdir Alves de Souza

    Professor de Sociologia da Educação na FeE/UFMG, coordenador do Colegiado Especial de Licenciatura e do Grupo de Pesquisa dobre a Formação de Professores e Condições Docente.

    OBS. O MEC pretende até 2016, universalizar o ensino Infantil e Médio que atende apenas 505% da demanda. Porém, o MEC contabiliza hoje uma carência de 250 mil professores, principalmente na área de Ciências.

    Univesalizar como?

    ResponderExcluir
  69. Olá colegas!
    Que tal cada um de nós entrarmos individualmente na justiça tbm, hj, em nossas cidades, pedindo o pagamento do piso imediatamente?
    Vai que um juiz decide ouvir um de nós?
    Vai que algum juiz está esperando só isso para fazer a parte dele?
    Tem muita gente boa no mundo ainda gente...
    Mas eles não podem decidir se a gente não pedir através de ação judicial.
    Bjs

    ResponderExcluir
  70. Acho interessante lembrar que, mesmo se muitos alunos fizerem as provas do Simave, e ainda se os resultados apresentados forem "satisfatórios", a avaliação já terá perdido a confiabilidade, pois a sociedade saberá do boicote. Ficará sempre a dúvida sobre como foram conseguidos os resultados, sejam eles bons ou ruins. Acho que o governo pode ter a cara de pau de manipular resultados, já provou que isso não lhe falta, mas se o boicote for amplamente divulgado, a dúvida já será para nós a certeza de que não se trata de uma avaliação confiável, sem interferência nos resultados por parte do governo.

    Acho ainda importante conscientizar os alunos sobre a atitude do governo com relação a essas avaliações, ou seja, os resultados bons são divulgados como indicadores de uma realidade ótima na escola, o que não é verdade; se são ruins, contra os professores. Portanto, essas avaliações não estão adiantando nada nem para alunos, nem para professores, e o Estado não está levando a sério as nossas necessidades.
    Abraço
    Ana

    ResponderExcluir
  71. Alô, escolas de Inhaúma, Sete lagoas, Papagaios, Prudente de Morais, Matozinhos, Pirapama, Paraopeba, Caetanópolis, Pompéu, Jequitibá, Fortuna de Minas, Cordisburgo, Cachoeira da Prata e cidades perten- centes à 36ª SRE a hora é agora: BOICOTE AO SIMAVE.

    ResponderExcluir
  72. Vexame de entrevista do jornalista Walter Navarro do O Tempo com o coisa ruim. Sua cabeça deve ter doído de tanto consentir. E a sutileza ao perguntar pela situação dos professores. Lamentável, imprensa mineira! Mas também entrevista comprada só pode dar nisso.

    http://www.otempo.com.br/videos/player/?v=3130

    ResponderExcluir
  73. Dizem nas rodinhas de fofocas que o José Serra de SP tem um dossiê do "nosso senador do rio", o zé carioca, e que vai soltá-lo em doses homeopáticas, nas horas convenientes.

    ResponderExcluir
  74. Será que o governo pode falsificar o resultado do SIMAVE?

    ResponderExcluir
  75. será que o governo pode falsificar o resultado do SIMAVE?

    >> VC TEM ALGUMA DÚVIDA??? >>>

    ResponderExcluir
  76. Fátima - Professora de História - Ubá21 de novembro de 2011 13:44

    Corrigindo: o MEC atende apenas 50% da demanda.
    um abraço.

    ResponderExcluir
  77. Boa tarde, gostaria de saber se alguém tem notícias de quando os novos diretores irão tomar posse?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  78. Gente...o Simave é bom para eles se reorganizarem, sendo que só tem essa forma!

    SE VAI FALSIFICAR OU NÃO, ISSO NÃO TEM PORTANCIA...O IMPORTANTE É ESTAR ATRAPALHANDO ELES DE ALGUMA FORMA, PARA QUE NEGOCIEM COM SERIEDADE E RESPEITO...

    PAGANDO O PISO, LÓGICO!

    ResponderExcluir
  79. Minha escola aqui em GOVERNADOR VALADARES vai parar dias 22 e 23 Novembro!As forças estão retornando!

    ResponderExcluir
  80. Não sei de onde veio a idéia, mas neste ano mandaram aplicar as provas do PAAE para os alunos fazerem em dupla. E que provinha mal elaborada!

    ResponderExcluir
  81. A GOVERNANÇA AÉCIO FOI UMA FRAUDE SÓ, TUDO FOI FEITO PARA A MÍDIA.

    O FOCO É O PALÁCIO, PARA ISSO PASSARÃO POR CIMA DE TUDO.

    A PROVA É O DEFICIT OU DIVIDA QUE APARECEU SÓ AGORA

    ResponderExcluir
  82. Parece que não haverá novamente reunião.
    E nosso salário que é bom nada.

    ResponderExcluir
  83. Hoje o dia promete:
    É OITO ou OITENTA.
    E o Simave? foi pro brejo.
    E o Simave? "gato comeu," kkkkkk
    E o Simave? " boi bebeu," kkkkk
    E o Simave? "fogo queimou,"kkkkk
    E o Simave? "água apagou" kkkkkkk
    Parabéns professores mineiros.

    ResponderExcluir
  84. O problema é que a folha de pgto do Estado esta na mão da elite.

    somos mais de 70% e recebemos apenas 30% da folha. Se for feito estudos, todos veremos que a folha da educação foi achatada ao logo dos anos.

    ResponderExcluir
  85. Resposta do MEC:
    Prezado(a) Sr(a) GIOVANE PALHARES VIEIRA DINIZ,

    O protocolo de n° 6666867, foi finalizado em 21/11/2011, às 10:43 pela área responsável.

    Solução:

    Preliminarmente, gostaríamos de agradecer o contato de Vossa Senhoria com o Ministério da Educação - MEC. Aproveitamos a oportunidade para prestar alguns esclarecimentos e informar sobre algumas políticas voltadas para a valorização dos profissionais do magistério e para a melhoria da qualidade da educação:

    1-Em agosto de 2011, o Supremo Tribunal Federal, por meio da publicação do acórdão no Diário Oficial da União, confirmou a constitucionalidade da Lei nº 11.738/2008, que institui o piso salarial profissional nacional para os profissionais da educação básica. O piso salarial para os profissionais do magistério público da educação básica, com formação de nível médio, modalidade Normal, é o valor abaixo do qual a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios não poderão fixar o vencimento inicial das carreiras do magistério público da educação básica, para a jornada de, no máximo, 40 (quarenta) horas semanais. Na composição da jornada de trabalho, observar-se-á o limite máximo de 2/3 (dois terços) da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os educandos. É admitida a proporcionalidade do valor para jornadas semanais inferiores a 40 horas.
    2-Em 2011, o valor do piso é de R$ 1.187,00 (um mil, cento e oitenta e sete reais) mensais. Esse valor deverá ser atualizado, anualmente, a partir de mês de janeiro, e será calculado utilizando-se o mesmo percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano, definido nacionalmente, de acordo com a Lei nº 11.494, de 20 de junho de 2007, que institui o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica - Fundeb. .
    3-No caso em que o estado ou município que já recebem complemento da união para o Fundeb demonstrar que não tem condições para cumprir o disposto na Lei nº 11.738/2008, o ente federativo poderá solicitar complementação de recursos ao MEC mediante o atendimento aos critérios estabelecidos em lei. Para obtenção de informações detalhadas de como proceder, consultas poderão ser feitas junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE, por meio do site www.fnde.gov.br e telefone 0800616161.
    4-No que se refere aos planos de carreira e remuneração dos profissionais da educação básica, em conformidade com o artigo 6º da Lei nº 11.738/2008, a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios já deveriam ter elaborado ou adequado seus planos até 31 de dezembro de 2009, tendo em vista o cumprimento do piso salarial profissional nacional para os profissionais da educação básica, conforme disposto no parágrafo único do art. 206 da Constituição Federal.
    5-Outro importante parâmetro para orientar a elaboração dos planos de carreira é a Resolução nº 2/2009 do Conselho Nacional de Educação -CNE, que fixa as diretrizes nacionais para os planos de carreira e remuneração dos profissionais do magistério da educação básica e a Resolução 05/2010 do Conselho Nacional de Educação que fixa diretrizes para a carreira dos funcionários da educação básica pública.

    ResponderExcluir
  86. Resposta do MEC Continuação:
    6-Se o estado ou município não estiver cumprindo a Lei nº 11.738/2008, o(a) interessado(a) poderá protocolar uma reclamação (dúvida) junto à sua unidade pagadora (Secretaria de Educação, Secretaria de Planejamento, Secretaria de Administração), conforme seus próprios regimentos. Isto porque o Ministério da Educação ou qualquer órgão a ele vinculado não se constitui em instância recursal de caráter jurisdicional, ou seja, não dispõe de competência legal para exigir o cumprimento de leis estaduais e municipais. Ao mesmo tempo, ressalta-se que o encaminhamento de reclamações junto às instâncias administrativas não afasta, de sobremaneira, a instância judicial. Portanto, para defesa dos seus direitos, os interessados podem procurar também o Poder Judiciário, assim como o Ministério Público Estadual em sua região.
    7-O MEC, em sua gestão atual, tem implementado diversas políticas, programas e projetos importantes em parceria com os entes federativos e entidades da comunidade educacional no país. Esse conjunto de ações se consubstancia no Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) e no Plano de Ações Articuladas (PAR), que são parcerias formais com estados e municípios. Além disso, o MEC instituiu o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), instrumento de avaliação da educação, colocado também à disposição dos governos estaduais e municipais. WWW.MEC.GOV.BR

    8-A seguir, disponibilizamos algumas informações que demonstram o grande esforço do governo federal em investir na educação brasileira, em todos os níveis de ensino: em 2000, investiu-se em educação 3,9% do Produto Interno Bruto - PIB, percentual que se manteve praticamente constante até 2005, passando, em 2006, para 4,3% e chegando a mais de 5,0% em 2011. Um aumento significativo, principalmente em termos monetários, já que o país passou a bater sucessivos recordes de PIB, com a retomada do crescimento, a partir de 2004. Nesse período, deu-se a transformação do Fundo de Manutenção Desenvolvimento da Educação Fundamental - Fundef em Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica - Fundeb (incluindo as demais modalidades de ensino) e a exclusão dos recursos da educação da chamada Desvinculação das Receitas da União (DRU), ampliando em muito a aplicação de recursos financeiros para a área. Em 2010, a União redistribuiu, via Fundeb, aos estados e municípios que recebe m complementação, R$ 8 bilhões para a manutenção e desenvolvimento do ensino. Mais informações poderáo ser obtidas pelo site WWW.fnde.gov.br.
    9-O Governo Federal encaminhou ao Congresso Nacional o Plano Nacional de Educação - PNE/2011-2020, PL nº 8.035/2010, propondo diretrizes, metas e estratégias que possibilitarão enormes avanços para a educação brasileira. Deve-se ter sempre em conta que um Plano Nacional de Educação é de responsabilidade compartilhada da União, dos estados, dos municípios e do Distrito Federal. Dentre essas metas o governo propõe, de forma inédita na história brasileira, a aplicação de
    7 % do PIB para a educação.
    10- Além das políticas já mencionadas, o Ministério da Educação coloca à disposição dos estados e municípios diversos programas que têm beneficiado a população nos diversos níveis educacionais e em todos os sistemas de ensino. Podemos citar os programas de Alimentação Escolar, Transporte Escolar, Livro Didático, Brasil Alfabetizado, Proeja, ProUni, FIES e muitos outros que podem ser conhecidos pelo site www.mec.gov.br.

    Na expectativa de que o diálogo entre esta Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino - SASE/MEC e Vossa Senhoria continue se fortalecendo na soma de interesses comuns, agradecemos as manifestações de sua parte.

    Para mais detalhes, favor entrar em contato com a Central de Atendimento do Ministério da Educação - Fala, Brasil! pelo
    telefone 0800616161.

    Colocamo-nos à disposição para atendê-lo(a).

    ResponderExcluir
  87. Santa Luzia, Ribeirão das Neves, Vespasiano, Lagoa Santa, Confins, Taquaraçu, Lagoa Santa. PRONTAS PARA O BOICOTE AO SIMAVE. DEIXA VIM QUE O GOVERNO VAI VER.

    NÃO SOMOS BOBOS GOVERNADOR, VAI SER UM FRACASSO.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  88. Antonio Anastasia apresenta nova proposta para servidores estaduais da Educação

    BELO HORIZONTE (21/11/11) - O governador Antonio Anastasia concede entrevista coletiva, às 16h30, no Palácio da Liberdade, quando anuncia nova proposta para os servidores da Educação.

    Evento: Entrevista coletiva do governador Antonio Anastasia

    Local: Palácio da Liberdade

    Data: 21/11/11

    Horário: 16h30

    http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador/38318-antonio-anastasia-aprensenta-nova-proposta-para-servidores-da-educacao-antonio-anastasia-apren

    Será se o Piso sai hoje ? Tomaraaaaa....

    ResponderExcluir
  89. Vale a pena conferir o desrespeito do governo para com a classe de professores, ao antecipar as mudanças na remuneração, através de entrevista coletiva, antes de apresentá-la à Comissão que ele mesmo criou.

    http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador/38318-antonio-anastasia-aprensenta-nova-proposta-para-servidores-da-educacao-antonio-anastasia-aprensenta-nova-proposta-para-servidores-da-educacao

    ResponderExcluir
  90. Colega Fátima, professora de História em Ubá, quando você pontua a violência simbólica, creio eu que seja o "assédio moral", visto que para que isso aconteça deve haver na própria unidade escolar funcionários que acobertam esse tipo de coisa estimulando os próprios educandos a tal. Numa atitude de "forçar" a saída do profissional da escola. Isso é grave.

    ResponderExcluir
  91. O dia 22 de novembro

    A greve de 112 dias deveria ter conquistado o imediato cumprimento da Lei Federal 11.738/08, para pagamento no mês seguinte. Estamos diante de uma lei federal declarada constitucional pelo Supremo Tribunal Federal mas diante de um Governo de Estado que insiste em não cumprir a lei.
    Conquistamos um processo de negociação em que suas bases foram previamente estabelecidas. Um processo de negociação mediado pela Assembleia Legislativa. Mas o governo optou por não cumprir o compromisso que assumiu e gastou milhões de reais com uma intensa campanha publicitária contra o sindicato e a categoria.
    A recente movimentação do Governo, cancelamento de reunião e agendamento de reunião exclusivamente com os deputados estaduais, revela que ele pretende aguardar a nossa assembleia estadual para apresentar alguma outra proposta. Revela também uma tentativa de estabelecer uma negociação com os deputados estaduais sem a participação do sindicato.
    O questionamento dos objetivos das avaliações sistêmicas estaduais e a sua aplicação mexeu estruturalmente com o Governo. É a única política que ele tem na educação: medir, estabelecer politicas meritocráticas. Sem esta política, o que vai sobrar do choque de gestão? As estratégias relacionas a isso precisam ser discutidas por cada grupo, não haverá uma orientação uniforme, mas sabemos qual o nosso objetivo.
    Neste momento, 153 mil profissionais da educação optaram pelo vencimento basico para receberem o Piso Salarial Profissional Nacional que o governo mineiro insiste em não pagar, 270 mil profissionais da educação aguardam o pagamento do prêmio por produtividade, inúmeros colegas não conseguem atendimento médico através do Ipsemg. Onde estão todas estas pessoas?
    Espero que estejam paralisadas no dia 22 de novembro.
    Esta assembleia precisa ter muita mobilização.
    Faça a sua parte.

    Postado por Beatriz Cerqueira às 22:42

    ResponderExcluir
  92. Anônimo westerley disse...

    URGENTE!

    Começou uma Campanha (ideológica /mercadológica) nacional para destruir o E. Médio Público nas bases atuais em que ele está estruturado pela LDB. Alegando uma CRISE e apontando o Professor como ladrão de aula e culpado pela crise. - E por isso deve ser punido.
    Quem assistiu ao vídeo do Sr. Filocre que enviei ( http://clp.org.br/seminarios/educacao/ ) pode associar perfeitamente aquela mentalidade exposta no vídeo com a notícia veiculada pelo IG no seguinte link: http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/ensino+medio+a+pior+etapa+da+educacao+do+brasil/n1238031482488.html
    Está tudo interligado. As manchetes das matérias são:
    “ENSINO MÉDIO: A PIOR ETAPA DA EDUCAÇÃO DO BRASIL: série especial do ig mostra por que os adolescentes perdem interesse pela escola, acabam desistindo ou não aprendem o que deveriam”
    “ENSINO MÉDIO AFASTA ALUNO DA ESCOLA”
    “ALUNOS TERMINAM ENSINO MÉDIO SEM APRENDER”
    Estas matérias são divulgações de uma pesquisa apresentada em vários seminários, e nesta semana participei do último, sobre a “Crise de audiência e rendimento do E. Médio”. Onde a pesquisa foi divulgada em seus mínimos detalhes. Realizada pelo IBOPE ( isso mesmo, IBOPE!) a pedido de uma importante empresa, (isso mesmo, Empresa!) . Neste seminário foi dito, redito, apresentado em gráficos e reafirmado com todas as letras que o problema está no não cumprimento rigoroso do tempo real de aula pelo professor. (hora/aula/dia), aula efetiva, útil.
    Os ataques velados, os absurdos ditos, os erros de avaliação, conceitos, compreensão do processo educacional, falta de leitura dos fundamentos de realidade e, responsabilização e culpabilidade covardes aos professores, inclusive por representantes do primeiro escalão do MEC, não cabem aqui neste espaço, (será objeto de um trabalho a ser elaborado com o Sindicato) mas, a conclusão é:
    em três grupos de escolas, as do grupo 1 tem só (83% de aula real/dia), as do grupo 2 (71% de aula/real /dia) e as do grupo 3 ( 58% de aula/real/dia) e esta é a causa do problema.
    Nunca vi tanto esforço e gastos para nos chamar de ladrões de aulas e culpados pela (suposta) crise do E.M. é claro que vamos tomar providências, mas alerto:
    fiquemos atentos, pois em minha opinião há uma manobra ideológica em curso para transformar o E. Médio em cursinho técnico de qualificação de mão de obra barata para o mercado, à custa da sociedade e dos professores.
    O primeiro passo foi dado: desqualificar o E.M. e criar uma crise fictícia!

    20 de novembro de 2011 14:20

    Extraído do blog da Bia. Achei interessante.

    ResponderExcluir
  93. Olá, turma da luta!

    Vamos ouvir a proposta do governo, que pelo visto está sendo bem ao estilo do atual governador: primeiro uma comissão estuda e discute, mas nada resolve, rsrs; depois ele anuncia a proposta dele, do governo, como se nem existisse a comissão. Aguardemos para conhecer o teor da proposta. E claro, quando voltarmos da escola hoje a noite, dedicaremos todo o tempo necessário para a minuciosa análise da nova proposta do governo. Um dado deve ser considerado: para que o governador, pessoalmente, anuncie a nova proposta, imagino que seja melhor do que as anteriores, indecentes. Ou estou equivocado?

    Hoje então, às 16h30, todos de olhos e ouvidos atentos.

    Voltamos daqui a pouco com novos informes e comentários.

    Um forte abraço e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  94. Euler,

    Já começou o plebiscito da campanha dos 10% do PIB para a educação. Informações no blog do SINDUTE-JF.

    http://www.sindutejf.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  95. Greveeeeeeeeeeeeeeeee....

    não tem outro jeito, é greve a partir de janeiro....
    não se pode uma coisa dessa, é uma vergonha...
    Governo ditatorial...Isso é cara de Aecio, ele deve ter intervido e ensinado como fazer!!Sempre desrespeitou a classe trabalhadora...

    ResponderExcluir
  96. Tem algum canal do governo para que acompanhemos ao vivo e em tempo real a cada palavra que o Governador proferir?

    ResponderExcluir
  97. Como assim!!!????? O governador anunciará nova proposta para os servidores da Educação ‘em entrevista coletiva’, hoje, às 16:30!!??? Mas não somos nós (os educadores) os mais interessados? O que a mídia tem a ver com isso!? Essa proposta não deveria estar sendo apresentada a nós em primeiro lugar??? Esse sujeito dissimulado TRAMA ANTECIPADAMENTE. Alguém aí ainda acredita na boa fé desse sujeito? E o mais irônico é o... ‘concede’... como se ele estivesse fazendo algum favor para a sociedade!!! Ele está é doido para ‘fornecer’ esta entrevista e colocar mais uma de suas tramas, e de seus cúmplices companheiros em prática. ABRAMOS OS OLHOS.

    Flávia (MC)

    ResponderExcluir
  98. Atenção professores de Araxá.
    NÃO TENHAM MEDO DOS DIRETORES DITADORES..
    DIGAM SIM AO BOICOTE DO SIMAVE..
    O MÁXIMO QUE PODE ACONTECER É VC NÃO RECEBER O PRÊMIO DE PRODUTIVADE. TRABALHAMOS, ESFORÇAMOS O ANO DE 2010 E ATÉ A PRESENTE DATA, NÃO RECEBEMOS O PRÊMIO MESMO...

    ResponderExcluir
  99. Aonde ouvir a proposta genteeeee????

    passa uma rádio ai, algo...

    ResponderExcluir
  100. Atenção professores de Carangola.
    Estejam em alerta! Não se curvem as atitudes ditatoriais!

    ResponderExcluir
  101. Cadê a coletiva do Anastasia??? Não consigo acessar NADA...Será que o S#$@*& cancelou?!

    ResponderExcluir
  102. Rogério Correia acaba de escreve no twitter:

    "Rogério Correia PT (@rogeriocorreia_)
    21/11/11 16:15
    Governo rompe acordo com oposição e marca anúncio de alteração de P.Lei dos professores interrompendo negociação com Sindute e deputados."

    EU SEMPRE ACHEI QUE A GREVE NÃO DEVERIA TER ACABADO OU, PELO MENOS, VOLTADO QUANDO COMEÇARAM A ENROLAR.
    NUNCA FOI POSSÍVEL CONFIAR NESTE DESGOVERNO!

    ResponderExcluir
  103. Ele vai anunciar o que quiser, da mesma forma que fez em 2010 quando anunciou o subsídio enquanto o Sindute estava reunido com pessoas do governo.
    será possível que ninguém vê que nada do que este desgoverno diz e asina é confiável? Professores enganados como crianças novamente. E o desgovernador nem mudou o jeito de atacar. Lá vem entrevista coletiva com o que o ditador quer e as negociações que se danem.

    Vão todos ficar parados? Ou vamos recomeçar a GREVE JÁ???

    ResponderExcluir
  104. Turma de luta,
    Dependendo das palavras proferidas pelo desgovernador hoje, retomaremos imediatamente a greve, que deveria ter recomeçado, quando o governo não cumpriu o que foi prometido. GREVEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

    ResponderExcluir
  105. Por e-mail:

    "Flávio/Bhz:

    Olá Euler e blogueiros!



    A estratégia é abastecer a mídia paulista de podres do tucanato mineiro. Dizem que o Serra trabalha nos bastidores para desmontar essa "engenhoca" que a Andrea Neves construiu aqui em Minas e não ter sua candidatura comprometida.

    Então, o lance é entrarmos em contato com as principais redações da imprensa paulista e incentivarmos uma série de matérias investigativas sobre o "Estado terminal" que craquécio deixou enquanto Gestor público.

    Esse modelo exitoso - choque de [in]gestão -, criado pelo PSDPRÊ na mídia, legislativo e judiciário não pode e nem deve ser exemplo para o Brasil. Essa bula consensual que empurra a educação, saúde e segurança (exceto PM) para o abismo e o erário público - com cifras astronômicas de endividamento -, para o espaço, tem que ser ridicularizado.

    Chegou a vez de pôr pra correr a classe obesa e opulenta representada por empreiteiras, mineradoras, instituições financeiras e outras mais.
    _______________



    Pessoal,

    que reunião foi essa promovida por um sindicato que se diz representante das especialistas ou supervisoras, como queiram. O SINDUTE está levando outra bolada nas costas... É APPMG, SINDPUBLICOS, Assembleia homologativa, judiciário, LEI 100 e agora mais um pra dividir a categoria. Abra o olho direção!

    A máquina do Estado está vindo sorrateiramente pra cima do professorado e, nesse momento, é preciso abandonarmos legendas e preciosismos. A direção do SINDUTE precisa ouvir a base e construir estratégias verdadeiramente coletiva, caso contrário o movimento já nasce enfraquecido em 2012. Aliás, isso só acontece porque não fazem um trabalho de base nas escolas. Tem membro da direção ocioso e que adora holofotes para ficar na visibilidade. Essas visibilidades partidárias típicas do PT, PSB e PSDPRÊ para concorrerem a pleitos futuros.

    Que se cuidem PSDPRÊ e Craquécio!

    A justiça é cega, mas a injustiça podemos ver!

    Paz e bem!".

    ResponderExcluir
  106. Alguém tem alguma notícia? Essa mídia mineira não serve nem para acompanhar uma entrevista coletiva previamente combinada com ela. Êta mídia ruim de serviço!

    ResponderExcluir
  107. Guerreiro de vespá, valentes guardiões do sonho...

    O desgoverno nos ignora, mas a gente não esquece fácil o que esse pônei tem nos prejudicado. Ele bem que tenta nos ignorar, mas em tempos de internet, não é tarefa das mais fáceis. Esse blog e tantos outros dão conta desse fato. Estamos em todos os lugares e mais, podemos cumprir o que vez e outra aqui prometemos: BOICOTE DO SIMAVE!!! Campanha eleitoral junto aos familiares e amigos contra o PSDB, greve no início de 2012, etc. Não estamos pendindo nada... Exigimos o cumprimento da lei federal 11.738/2008.

    Hoje o governo poderá tentar outra manobra, para ludibriarnos. FIQUEM ATENTOS!!!

    Penso que irá tentar seduzir a nós e à sociedade com o seu já famoso canto da sereia. Assim meio que zonsos de amores pela proposta surpreendentemente positiva esquecemos de nossa tarefa (o boicote do simave). Assim passado a euforia do momento, o governo simplismente desmente a si, não cumpre, ignora o combinado, o divulgado, o prometido como já o fizera outras ocasiões...

    Passado o período da avaliação... Novamente ficamos aí servindo de palhaços àquela corja de demônios (não sei bem qual o coletivo de capeta, mas vá lá...).

    DESCULPEM O PESSIMISMO.

    ResponderExcluir
  108. E precisa notícia? É claro que o desgovernador vai "ferrar" com os professores como fez em 2010.

    do twiter:
    Rogério Correia PT (@rogeriocorreia_)
    21/11/11 16:15
    Governo rompe acordo com oposição e marca anúncio de alteração de P.Lei dos professores interrompendo negociação com Sindute e deputados.

    ResponderExcluir
  109. Tem só o twitter do rogerio correia. twitter.com/rogeriocorreia_ . Parece que ainda não começou

    ResponderExcluir
  110. Euler, estou tentando também acompanhar em tempo real mas ta difícil...

    Leonardo Caldeira

    ResponderExcluir
  111. Carlos José - Nova Lima dise:
    Estou tentando ler alguma coisa na Agência Minas, mas ainda não consegui nada.

    Antonio Anastasia apresenta nova proposta para servidores estaduais da Educação


    BELO HORIZONTE (21/11/11) - O governador Antonio Anastasia concede entrevista coletiva, às 16h30, no Palácio da Liberdade, quando anuncia nova proposta para os servidores da Educação.

    Evento: Entrevista coletiva do governador Antonio Anastasia

    Local: Palácio da Liberdade

    Data: 21/11/11

    Horário: 16h30

    ResponderExcluir
  112. ENTREVISTA DO ANASTASIA, ASSISTA AO VIDEO PELO LINK ABAIXO:

    http://preview.otempo.com.br/hotsites/otempo15anos/

    ResponderExcluir
  113. Não acredito que tenho que ir trabalhar sem notícias. Haja coração!! Que mídia imprestável!
    Patrícia C Mata

    ResponderExcluir
  114. [IMPORTANTE] nota no site do dep. Rogério Correia
    http://www.rogeriocorreia.com.br/noticia/governo-rompe-acordo-com-deputados-da-oposicao-e-sindute/#.Tsqo2TZVuTQ.twitter

    ResponderExcluir
  115. é entrevista sobre o piso que eu quero nen...

    Ver ele falar mentira quero ver não!

    Vamo lá gente...aonde ouvir algo sobre????

    ResponderExcluir
  116. Até agora, nada!!! Êta midiazinha de aluguel que não serve nem para passar um flash ao vivo. Vai ver eles vão ter que produzir a entrevista antes...

    ResponderExcluir
  117. Eu tenho por hábito, desde criancinha, dormir um bocadinho depois do almoço - a minha mãe chamava a esse momento de soninho da beleza. Hoje não consegui. Estou tensa. Não consegui nenhuma notícia até agora. O que será que essa gente vai soltar? Sei não, viu...
    Boa sorte para nós todos.

    ResponderExcluir
  118. Eles devem ta gravando pra tirar depois o que é bom pro governo e ruim pro sindicato...sempre é assim nen...

    oooo piso dificil de sair sô!

    ResponderExcluir
  119. O azar vai ser do bebezão.Ele pode enrolar mas depois entro na justiça para receber o atrasado.Quanto mais tempo passar, mais vou receber.E não adianta mandar seus cordeirinhos engavetar os processos não porque vou até o fim.

    ResponderExcluir
  120. É EULER;

    GOVERNO DE MINAS DEVE ANUNCIAR OUTRO CALOTE AOS EDUCADORES. TÊM DE FALAR PARA ESTES CANALHAS QUE ELES ASSINARAM UM TERMO DE ACORDO PARA NEGOCIAÇÃO E NÃO NEGOCIATA.

    PAULÃO

    ResponderExcluir
  121. Pleo que a repórter Band News falou o governo anunciou o fim do sistema de vencimento básico e que todos nós do antigo sistema seremos reposicionados no subsídio, considerando o tempo e o nível, e que a diferença será paga em quatro anos. Ou seja, o governo não quer pagar o piso na carreira nem por decreto! Aguardemos novas e mais completas informações.

    ResponderExcluir
  122. Eu avisei que esse maldito ia nos ferrar! Vamos mobilizar logo os advogados para acabar com essa corja imunda do psdb!

    ResponderExcluir
  123. Government unhappy!
    No heart!
    Inhuman!
    Unfair!
    Unhappy!
    Deadbeat!
    Liar!
    Drum!
    Naughty!
    Dishonest!
    False!
    Disgusting!
    And other unprintable adjectives ...

    Ai, que ódio!!!
    Estou até me sentido mal.

    ResponderExcluir
  124. Fala do dep. João Leite pelo twitter é enganosa. Vejam:

    "@depjoaoleite João Leite:

    ...o governador acatou varias sugestões da comissão e do sindicato.63% receberão de 40% a 70% de aumento até 2015."

    há 16 minutos

    ResponderExcluir
  125. Euler como pode o governo fazer isto com a gente?
    não dá para acreditar, será que tem uma outra forma de vencer este governo?
    e o boicote ao Simave?
    Márcia-Ouro Preto

    ResponderExcluir
  126. Euler, sejamos justos:

    se o meu subsídio vier no valor de uns 3.000,00 por cargo, poderemos até pensar no assunto. É lógico que o reajuste é anual e acompanha a lei do PISO.

    Caso contrário, Simave neles e greve em janeiro de 2012 em definitivo, não quero prejudicar mais meus alunos este ano.

    Mas: mobilizações, uso da internet, manifestações planejadas com NDG/Sindicato, assembléias e caça ao desgoverno, estas não param nunca enquanto esta corja estiver aí.

    Pior Salário do Brasil!!

    ResponderExcluir
  127. Uma nova proposta para professores da rede estadual foi apresentada nesta segunda-feira (21) pelo governador Antonio Anastasia. Durante coletiva de imprensa no Palácio da Liberdade, que contou com a presença da secretária de Planejamento, Renata Vilhena, e a secretária de Educação, Ana Lúcia Gazzola, o governador informou que o governo vai considerar o tempo de serviço e escolaridade dos educadores e que até janeiro do ano que vem, professores vão migrar para uma tabela de transição que vai respeitar os benefícios da categoria.

    Segundo o governador, concluída a primeira etapa de transição, todos os profissionais da educação, sem exceção, irão migrar para uma nova tabela de subsídio, que terá o novo reposicionamento. Conforme informações oficiais, o novo reposicionamento irá gerar um impacto para o governo de dois bilhões e cem milhões de reais.

    Representantes do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) afirmam que ainda não receberam tal proposta.

    O Projeto de Lei do Executivo (nº 2.355/11), que estabelece a política de remuneração dos servidores da educação, volta a tramitar nesta terça-feira (22). A proposta, que institui o subsídio, modelo remuneratório que incorpora os benefícios da categoria ao salário, havia sido retirada da fila de votação após o fim da greve dos professores, em 27 de setembro, fruto de um acordo entre o governo e o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE). O projeto

    ResponderExcluir
  128. O governo não pode tirar direito adquirido de ninguém não, mesmo que seja pra melhorar o salário...
    Isso que ele ta fazendo é fraude a uma lei federal, para não ter custos com a educação!

    Aécio e Anastasia, dois fora da lei...

    ResponderExcluir
  129. Rogério (Juiz de Fora)21 de novembro de 2011 18:45

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=135796,NOT&IdCanal= Aqui tem alguma coisa sobre a proposta.

    ResponderExcluir
  130. Novidades em "O Tempo":

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=135796

    ResponderExcluir
  131. A EDUCAÇÃO JÁ ERA.

    O SIMAVE JÁ ERA.

    PARALISAÇÃO AMANHÃ 22/11/11.

    COMEÇAREMOS 2012 EM GREVE.

    ResponderExcluir
  132. Taí a nova proposta: SUICÍDIO! Piso não tem, Lei não existe.
    Já vi este filme em 2010. Quem mandou acreditar em acordo deste desgoverno?
    E agora?

    Do jornal O Tempo:

    "Uma nova proposta para professores da rede estadual foi apresentada nesta segunda-feira (21) pelo governador Antonio Anastasia. Durante coletiva de imprensa no Palácio da Liberdade, que contou com a presença da secretária de Planejamento, Renata Vilhena, e a secretária de Educação, Ana Lúcia Gazzola, o governador informou que o governo vai considerar o tempo de serviço e escolaridade dos educadores e que até janeiro do ano que vem, professores vão migrar para uma tabela de transição que vai respeitar os benefícios da categoria.

    Segundo o governador, concluída a primeira etapa de transição, todos os profissionais da educação, sem exceção, irão migrar para uma nova tabela de subsídio, que terá o novo reposicionamento. Conforme informações oficiais, o novo reposicionamento irá gerar um impacto para o governo de dois bilhões e cem milhões de reais.

    Representantes do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) afirmam que ainda não receberam tal proposta.

    O Projeto de Lei do Executivo (nº 2.355/11), que estabelece a política de remuneração dos servidores da educação, volta a tramitar nesta terça-feira (22). A proposta, que institui o subsídio, modelo remuneratório que incorpora os benefícios da categoria ao salário, havia sido retirada da fila de votação após o fim da greve dos professores, em 27 de setembro, fruto de um acordo entre o governo e o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE).
     

    ResponderExcluir
  133. SAFADO, SEM VERGONHA, FALSO, HIPÓCRITA, LIXO HUMANO, POÇO DE DEJETOS.

    ResponderExcluir
  134. Pessoal... Atenção...
    Este governador tem parte com o DEMO.
    Não vamos aceitar o subsídio. Queremos o nosso piso, na carreira atual.

    ResponderExcluir
  135. SERÁ QUE AGORA O SIND UTE VAI CONTRATAR UM ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA E FAZER UMA RECLAMAÇÃO COMPETENTE JUNTO AO STF?

    ResponderExcluir
  136. Gente, pelo amor de Deus o q estamos esperando? A greve é para já!Vamos pressionar o sindicato e acampanhar na Al amanhã. Acredito q nossa única e última chance é aproveitar a notícia da folha de São Paulo e encarar de frente agora!!!!O jornal já avisou o país inteiro que temos o pior salário, já explicamos aos pais isso essa semana. A hora é já. Vamos sacudir a Beatriz que é muito guerreira, mas tá com medo agora. vamos mostrar q o núcleo duro tá junto. O q temos a perder? o décimo quarto já foi, nosso salário tb, vamos perder a dignidade?

    ResponderExcluir
  137. O piso nacional tem um aumento anual entre 16% e 22%. Com o subsídio o nosso salário poderá ficar "congelado" por muitos anos. É realmente uma "fria"
    esta proposta. E o dinheiro que nos foi "roubado" ao voltarmos para o vencimento básico. Quando o teremos de volta?

    ResponderExcluir
  138. Turma da luta!

    O ridículo é a mídia dizer que uma nova proposta foi apresentada aos professores... Ora, não nos apresentaram proposta alguma. O governo se apresenta para a mídia com alguns números mirabolantes, enquanto que aos educadores, na lógica dele - não na nossa - cabe apenas aceitar, e pronto. E mais: se é uma proposta, não poderia ter este tom de que será assim ou assado: haveria que colocar para a discussão, negociação séria e reformulação. Logo, não nos venham dizer que recebemos uma proposta nova. O que o governo tem feito é sonegar os nossos direitos assegurados por uma lei federal. Quando a tal "proposta" chegar às mãos dos educadores, poderemos analisá-la e fazer as nossas críticas com fundamento.

    Um forte abraço,

    Euler

    ResponderExcluir
  139. Agora é GREVEEEEEE....

    O sindicato não concordou com nada disso...Os professores podem esperniar a vontade!

    Se eles estão achando que vão segurar uma greve com papinho duente de esperar tabela de transição estão enganados...

    Meu direito concedido pelo STF, é muitooo maior que 70%...é mais de 100%%...
    e eu to pouco me fudendo se vai ser 200, 400, 500%...É O MEU DIREITOOOO!!!!

    É TOTALMENTE INSCONSTITUCIONAL ISSO E VOU PRO STF SE PRECISAR...MEUS FILHOS VÃO RECEBER A CONTA, ISSO EU GARANTO!

    ResponderExcluir
  140. NOSSA SALVAÇÃO SERÁ O STF, ULTIMA ESPERANÇA, JUSTIÇA FEDERAL

    ResponderExcluir
  141. O problema do governo é que nuca teve limite e não ta sabendo lidar com a pressão do sindicato e deputados da oposição...estão achando que vão levando!

    São incompetentes, irresponsaveis, ridiculos...

    A conta vai chegar..

    ResponderExcluir
  142. Pelo que entendi, o governo novamente estará levando todos ao regime de subsídio. Nenhuma proposta foi feita. Ao meu ver a unica novidade é a aplicação do 1/3 fora de sala.

    Isso é uma vergonha!

    ResponderExcluir
  143. Euler, no site do sindute GV tem a proposta indecente do governo.

    ResponderExcluir
  144. Agora mudaram o nome de SUBSÍDIO para REMUNERAÇÃO UNIFICADA.

    Pensa que professor é otário? Estou indignado com essa safadeza.

    ResponderExcluir
  145. CALMA, VAMOS VER O QUE O SINDICATO VAI ORIENTAR.

    ResponderExcluir
  146. Turma da luta:

    No site da subsede do sindute de Governador Valadares tem um esboço com a "nova" proposta do governo. Vejam o link e confiram - a se confirmar como oficial -, a porcaria que o governo quer nos enquadrar, ou seja, o subsídio:

    http://sind-utegovernadorvaladares.blogspot.com/2011/11/governo-de-minas-tenta-impor-esta.html

    ResponderExcluir
  147. O que é que está faltando para colocarmos uma enxurrada de ações na Justiça cobrando nossos direitos, seja com relação à diminuição de salários ou ao pios? Já passou da hora.

    ResponderExcluir
  148. Onde é que estão essas propostas, pelo amor de Deus?

    ResponderExcluir
  149. ESTOU COM VONTADE DE VOMITAR DE TANTO NOJO DESTE
    SAFADO, SEM VERGONHA.

    ResponderExcluir
  150. http://blogrenatavilhena.blogspot.com/2011/11/governo-de-minas-propoe-remuneracao.html#comment-form


    Renata e a famigerada proposta!

    ResponderExcluir
  151. Boa noite a todos, pelo visto o governo do outros está so nos enrolando...por todos esses dias sem salarios, seré que pelo menos nesse proximo mês veremos nosso 13º?
    Ou até isso ele quer nos confiscar....

    ResponderExcluir
  152. NÃO VAI MUDAR NADAAAAAAA!!!!

    É O SUBISIDIO SIMPLISMENTE...
    OS VALORES SÃO IGUAIS!

    ResponderExcluir
  153. Vejam uma frase de efeito do governo sobre a proposta:

    "A nova proposta significa um impacto de R$ 2,1 bilhões na Folha da Educação".

    Primeiro: como assim, "a nova proposta", se estão simplesmente querendo retornar com todos compulsoriamente para o subsídio, e este custava R$ 1,4 bilhão apenas?

    Além disso, o governo afirma que os reajustes serão aplicados até 2015. É a velha política de congelamento salarial.

    Acho sinceramente que, além da batalha regional, aqui em Minas, vamos ter que fazer uma grande campanha nacional para tirar a folha de pagamento e a receita da Educação das mãos dos governos regionais e transferir tudo para a União. Federalização da nossa folha de pagamento. É a única forma de nos livrarmos destes governos sem compromisso com o social.

    ResponderExcluir
  154. Carlos José - Nova Lima21 de novembro de 2011 19:35

    Olha o golpe novamente...
    O piso nacional tem um aumento anual entre 16% e 22%, vejam o que nos espera em três anos nesta proposta indecente do governo mineiro:
    Remuneração prevista em abril de 2012 - R$ 1.403,54
    Remuneração prevista em janeiro de 2015- R$ 1.456,17. ou seja, nosso salário ficará praticamente congelado, enquanto o piso terá aumento anual.

    ResponderExcluir
  155. Euler,

    Já esperava uma proposta bem indecente deste demônio e suas comparsas, pois o que eles querem é que pelos menos todos os aposentados(sem exceção) e mais uns 50% dos nativos voltem para o suicídio. O lucro desta empresa pública será muito grande.
    Em Minas, ainda prevalece a ditadura militar. Temos que ser forte e unidos para derrubar este ditadorzinho e suas coparsas.

    ResponderExcluir
  156. "Mentiram-me.Mentiram-me ontem
    e hoje mentem novamente. Mentem
    de corpo e alma, completamente.
    E mentem de maneira tão pungente
    que acho que mentem sinceram
    Mentem, sobretudo, impune/mente.
    Não mentem tristes. Alegremente
    mentem. Mentem tão nacional/mente
    que acham que mentindo história afora
    vão enganar a morte eterna/mente.
    Mentem.Mentem e calam. Mas suas frases
    falam. E desfilam de tal modo nuas
    que mesmo um cego pode ver
    a verdade em trapos pelas ruas..."

    Afonso de Sant'Ana.

    ResponderExcluir
  157. Já mandei comprar minhas correntes; mas não é para me acorrentar na Praça Sete. Vamos acorrentar este governador e suas secretárias; devem estar doidos varridos para fazer uma proposta desta.

    ResponderExcluir
  158. Pelo amor de DEUS,gente!
    Nova tabela de transição e depois todos sem exceção estarão no subsídio?Como assim?
    Não tenho palavras para mais este golpe do desgovernador.
    O jeito é não começar 2012!Euller,analise por favor!

    ResponderExcluir
  159. Vejam que coisa ridícula:

    "Professor de Educação Básica – 6 anos de efetivo exercício

    - Remuneração em dezembro de 2010 – R$ 1.016,37
    - Remuneração prevista em janeiro de 2012 – R$ 1.336,71
    - Remuneração prevista em abril de 2012 - R$ 1.403,54
    - Remuneração prevista em janeiro de 2015- R$ 1.456,17 (43,27% de aumento em relação a dezembro de 2010)".

    Primeiro: eu tenho oito anos de estado e meu salário atual é de R$ 935,00. Onde foi que eles esconderam essa diferença em relação aos R$ 1.016,37?

    Segundo: pela nova proposta do governo eu receberia, somente em 2015, a soma de R$ 1.456,17!!!!

    Já com o piso aplicado na carreira que é um direito meu, em janeiro de 2012 eu já teria direito a R$ 1.608,00 - caso o reajuste do piso do MEC seja de 16,69% e não de 22%, o que aumentaria ainda mais.

    Imaginem o que ocorrerá com os colegas que têm mais tempo de casa e gratificações como quinquênios e biênios?

    ResponderExcluir
  160. Boa noite a todos os amigos do NDG/NDE.

    Realmente não resta outra alternativa senão a campanha nacional pela federalização da folha de pagamento amigo Euler. Vamos iniciar imediatamente essa campanha por todos os meios possíveis. Esse governo mexeu com nosso brio e com nosso equilíbrio. Agora é tudo ou nada. Vamos para o "braço" amigos!

    CHEGA DE TANTOS DESMANDOS.
    CHEGA DE TANTA CORRUPÇÃO!
    CHEGA DE TANTA HUMILHAÇÃO!
    CHEGA DE DITADURA!

    PRIMAVERA BRASILEIRA JÁ!

    CAMPANHA NACIONAL COM URGÊNCIA.

    Força, nosso piso sairá na marra.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  161. A resposta está a caminho; se pensam que somos desprovidos de massa cinzenta verão do que os profissionais da educação de Minas Gerais são capazes de fazer. Se eu tivesse interesse em ficar no subsídio não teria voltado para a carreira do VB. Novo congelamento de nossos salários não será aceito pela categoria nem de jeito nenhum; nem hj nem nunca. Querem brincadeira? é isto que faremos, vamos brincar!
    Será????? kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  162. Eu ler, não tem outro jeito, tem q ter greve agora, porque essa proposta ai, se passar estaremos perdidos. Não podemos esperar mais nenhum dia!!!

    ResponderExcluir
  163. GOVERNO ANUNCIA CALOTE!

    ResponderExcluir
  164. E AGORA??????????????????????????????????

    ResponderExcluir
  165. VAMOS RECORDAR

    ...GREVE 2009
    ....GREVE 2010
    .....GREVE 2011

    VAMOS PREVER

    ...GREVE 2012 ANO ELEITORAL
    ....GREVE 2013 COPA DAS CONFEDERAÇÕES
    .....GREVE 2014 COPA DO MUNDO E ELEIÇÕES
    ......GREVE 2015 XXXXX rsrsr
    .......GREVE 2016 OLIMPIADAS

    VAMOS CONCLUIR

    ACHO QUE O GOVERNO DE MINAS ADORA GREVE! rsrsr

    ResponderExcluir
  166. Rogério (Juiz de Fora)21 de novembro de 2011 20:01

    Euler pelo que entendí, em janeiro iremos todos para o subsídio?

    ResponderExcluir
  167. Uai, alguém trabalha 28,29,30 anos para ser penalizado? acorda secretaria! única coisa que nos interessa é o piso nacional e nada de " subsídio". Pague a vcs, que são funcionarios sem carreira - que tem QI - desta forma e não aos agentes públicos que carregam a secretaria nas costas pra vcs ficarem na cidade inadministrativa
    compilando nossos trabalhos e defendendo teses às custas de nosso suor.
    E não adianta falar que é mentira pq temos os nomes, cargos, etc.
    O que é seu está guardado psdbestas.

    ResponderExcluir
  168. Este desgovernador é um cara-de-paul. A proposta dele é indecente. O professor chegará em 2015 ganhando menos de R$2.000,00, e ele tem a coragem de dizer que está valorizando o professor. Não queremos essa proposta indecente. Queremos nosso piso aplicado na carreira e ponto final. Não abriremos mão.

    ResponderExcluir
  169. Colegas,a tabela está no blog da Renata Vilhena. Veja que ridículo!!!Estou com ódio!

    ResponderExcluir
  170. Onde estão os senhores ministros do STF?????
    Por que não julgam o subsídio ??????????
    Estamos sendo enrolados e, pior, caindo novamente na mesma história do ano passado. Por que, meu Deus, o sindicato não tem departamento jurídico???????
    Vamos ficar de novo com cara de pastéis??? Fritos?
    Precisamos urgente de advogado que nos conduza.
    Pedir aos deputados não adianta, então, é ir a Brasília.

    ResponderExcluir
  171. Euler , pelo amor de Deus , documentem bem a reunião de amanhã , !!!! Onde você for , estarei indo tbm ,seja justiça comum STF ,saltando Minas que está presa no cabresto dessa mula, que se diz governo .Vamos saltar esse estado , direto onde tenha justiça de fato e de direito. Olha, nem consigo dormir hoje , Deus existe essa mula vai queimar no marmore do inferno , como deve está queimando Tancredo , de tão bom ,Deus salvou o Brasil e ele há de queimar eternamente onde está.Anastasia será seu parceiro .Ódio ,...............................................................

    ResponderExcluir
  172. EULER,
    Novo nome para o velho subsídio Salario unificado. Faz-me rir.
    Esse homem não entendeu ainda, queremos somente o nosso piso. Vamos ter que desenhar de novo para essa renatinha, aninha e anastaziazinho.
    Velhacos... fazem tudo para burlar a lei federal.
    Ashley

    ResponderExcluir
  173. Governo envia ofício atualizando mínimo para R$622,73 em 2012
    Em segunda-feira 21/11/2011, às 19:03

    SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério do Planejamento enviou nesta segunda-feira ofício ao Congresso pedindo a atualização do valor do salário mínimo no ano que vem para 622,73 reais.

    Segundo informações da Agência Câmara, a diferença de 3,52 reais em relação ao valor inicialmente proposto se refere à elevação da estimativa do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que reajusta o mínimo.

    O aumento na projeção do índice consta do ofício enviado pelo Planejamento ao Congresso, com o objetivo de atualizar os parâmetros econômicos da peça orçamentária para o ano que vem.

    Inicialmente, a projeção de inflação pelo INPC era de 5,7 por cento para este ano o que, somada a taxa de crescimento do Produto Interno Bruto do ano passado, de 7,5 por cento, resultava em um reajuste do salário mínimo de 13,6 por cento, para 619,21 reais.

    A estimativa do INPC foi reajustada para 6,65 por cento, com isso o reajuste do mínimo passa para 14,26 por cento em relação aos 545 reais atuais.

    Ainda de acordo com as informações da Agência Câmara, com a mudança, os gastos do governo com o Regime Geral da Previdência Social subirão 6,5 bilhões de reais em relação ao projeto original, para 320,4 bilhões de reais no ano que vem.

    A diferença terá de ser coberta pelo relator geral do Orçamento no Congresso, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP).

    ResponderExcluir
  174. José Alfredo Junqueira21 de novembro de 2011 20:21

    Satanazia,minha indignação é tão grande que não tenho medo de seus "patrocinadores mafiosos".Enfiem a lei e o piso onde quiserem.Vão para o inferno!

    ResponderExcluir
  175. Atenção pessoal do combate de Vespasiano e São José:

    ônibus para BH rumo à nossa assembleia confirmado!

    Saída às 13h15m da Igreja Matriz de Vespasiano. Em seguida, passando por São José e depois pelo Morro Alto.

    Todos à assembleia para malhar essa "nova" velha proposta de calote do governo.

    Um abraço NDG para todos e todas!

    Euler

    ResponderExcluir
  176. Aumento de R$ 53,00 em três anos deve ser brincadeira, né? Me bilisca q eu to sonhando, ou melhor, deve ser um pesadelo q não tem fim!!! Paralisação amnhã, boicote ao Simave e greve em 2012!!! Não tem jeito mesmo!!!

    ResponderExcluir
  177. Onde está a tabela gente??Dessa porcaria??coloca aqui ou de o endereço, please..Inferno

    ResponderExcluir
  178. Brasileiros e brasileiras:
    Não votem em nenhum candidato de Minas Gerais para presidente da Nação Brasileira, pois aqui em Minas trabalhador não tem valor e eles vão querer implantar isso no país inteiro.
    No estado do Pará e no estado do Ceará cujos governantes não são tão pavões como os de Minas, resolveram cumprir o Piso e o salário ficou razoável.
    O senhor Anastasia parece que tem trauma de professor. Estou começando a acreditar que a questão é pessoal com a categoria. Por que ele não fez essa proposta indecente para a polícia militar? Algum jornalista, PELO AMOR DE DEUS, pergunte isso a ele.
    Montou um esquema espetaculoso para de antemão passar a ideia à sociedade de quye está cumprindo com a Lei. PELO AMOR DE DEUS SINDICATO, ENTREM NA JUSTIÇA, FAÇAM ALGUMA COISA. POR QUE ESSE INDIVÍDUO DEU LIBERDADE DE ESCOLHERMOS NOSSO SITEMA DE REMUNERAÇÃO. ESCOLHAM, MAS SE NÃO ESCOLHEREM DO MEU JEITO, ME RESERVO O DIREITO DE ALTERAR A SUA ESCOLHA. MINISTROS DO STF, por favor, alguém tem de colocar um freio nesse celerado. QUEREMOS QUE A LEI DO PISO SEJA CUMPRIDA AQUI NAS MINAS GERAIS. É PEDIR MUITO.
    CASO TAL NÃO ACONTEÇA, RASGUEM A CONSTITUIÇÃO, NÃO CUMPRAM OS ACORDOS, INSTALEM A LEI DO SALVE-SE QUEM PUDER, A ANARQUIA, CADA GOVERNANTE FAZENDO O QUE CONVIER A SEUS INTERESSES ESCUSOS. MORRA ANASTASIA!

    ResponderExcluir
  179. Euler e pessoal do NDG!
    Acabei de twitar ;
    marmore do inferno para renata ,Gorgonzolla e satãnazia,minúculo mesmo ,do tamanho da índole de cada um.
    .

    ResponderExcluir
  180. Este bebezão não tem jeito.Quer nos enfiar o subsídio guela abaixo, faz papel de bobo para viver.
    Já gritamos que não queremos subsídio!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  181. Euler,
    Os deputados não podem nos trair novamente votando esta proposta indecente.
    Deputados,
    Pedimos que se coloquem no lugar dos professores e assumam uma posição ética rejeitando este projeto que prejudica milhares de educadores.Sabemos que daqui a alguns dias estarão fazendo a votação do reajuste para os servidores da assembléia.Será que não terão vergonha? O sentimento de culpa é perigoso e pode levar ao pior.Saibam que vocês serão culpados pela devastação que irão provocar na vida de milhares de pessoas. Estarão ainda dando o seu aval para destruir a educação em Minas.Libertem-se.

    ResponderExcluir
  182. A proposta do governo é tão indecente que até mesmo para calcular a remuneração no antigo sistema, primeiro ele aplica percentuais que não existem, de 10% entre os níveis, e de 2,5% entre os graus, para depois jogar para o subsídio - e assim mesmo pagará a diferença até 2015.

    Ora, o que nós queremos - e temos direito a isso - é o piso implantado na carreira. Nada menos que isso.

    Ou seja, é um governo que não respeita mesmo os educadores. Mas, a recíproca é cada vez mais verdadeira. Não merece respeito um governo que não respeita os servidores, especialmente os da Educação.

    ResponderExcluir
  183. Vamos postar comentários no Blog a Renata Vilhena!
    http://blogrenatavilhena.blogspot.com/2011/11/entrevista-do-governador-antonio_21.html#comment-form

    ResponderExcluir
  184. Para quem pediu o link da "nova" proposta do governo, embora eu já tenha colocado antes, vai aqui, novamente:

    http://sind-utegovernadorvaladares.blogspot.com/2011/11/governo-de-minas-tenta-impor-esta.html

    ResponderExcluir
  185. Eu sou educada, tenho meus princípios mas estou com vontade de cometer uma loucura: sair de casa berrando todos os palavrões que é possível lembrar. Vontade e externar de alguma forma todo o ódio que estou sentindo destes canalhas os quais eleitores delegaram poder.
    E agora? Quem está acompanhando de perto as negociações acha que ainda podemos ter esperança? Me respondam por favor!

    Abraços,
    educadora desesperada de Ubá MG.

    ResponderExcluir
  186. MINAS GERAIS: Terra sem LEI.
    SALVE-SE QUEM PUDER E SE PUDER.
    Ladrão, agora, é PATENTE NACIONAL!
    Vale tuuuuuuuuuuuuuuuuuudo!!!
    Vale tuuuuuuuuuuuuuuuuuudo!!!
    Vale tuuuuuuuuuuuuuuuuuudo!!!
    E ... ainda por cima somos obrigados a VOTAR.
    É brincadeira???!!!

    ResponderExcluir
  187. Pessoal,

    Não adianta xingar, esbravejar, arrancar os cabelos...O momento agora é de BOICOTE AO SIMAVE!

    Isso mesmo: BOICOTE AO SIMAVE e deixe as Diretoras espernearem. Não deem explicações pra elas. Peça pra elas buscarem explicação em nosso Sindicato, pois somos sindicalizados.

    Não é assim que os bandidos fazem quando são interrogados? Passam a vez para os seus advogados.

    ResponderExcluir
  188. Assim como a criança
    humildemente afaga
    a imagem do herói,
    assim me aproximo de ti, Maiakóvski.
    Não importa o que me possa acontecer
    por andar ombro a ombro
    com um poeta soviético.
    Lendo teus versos,
    aprendi a ter coragem.

    Tu sabes,
    conheces melhor do que eu
    a velha história.
    Na primeira noite eles se aproximam
    e roubam uma flor
    do nosso jardim.
    E não dizemos nada.
    Na segunda noite, já não se escondem:
    pisam as flores,
    matam nosso cão,
    e não dizemos nada.
    Até que um dia,
    o mais frágil deles
    entra sozinho em nossa casa,
    rouba-nos a luz, e,
    conhecendo nosso medo,
    arranca-nos a voz da garganta.
    E já não podemos dizer nada.

    Nos dias que correm
    a ninguém é dado
    repousar a cabeça
    alheia ao terror.
    Os humildes baixam a cerviz;
    e nós, que não temos pacto algum
    com os senhores do mundo,
    por temor nos calamos.
    No silêncio de me quarto
    a ousadia me afogueia as faces
    e eu fantasio um levante;
    mas manhã,
    diante do juiz,
    talvez meus lábios
    calem a verdade
    como um foco de germes
    capaz de me destruir.

    Olho ao redor
    e o que vejo
    e acabo por repetir
    são mentiras.
    Mal sabe a criança dizer mãe
    e a propaganda lhe destrói a consciência.
    A mim, quase me arrastam
    pela gola do paletó
    à porta do templo
    e me pedem que aguarde
    até que a Democracia
    se digne aparecer no balcão.
    Mas eu sei,
    porque não estou amedrontado
    a ponto de cegar, que ela tem uma espada
    a lhe espetar as costelas
    e o riso que nos mostra
    é uma tênue cortina
    lançada sobre os arsenais.

    Vamos ao campo
    e não os vemos ao nosso lado,
    no plantio.
    Mas ao tempo da colheita
    lá estão
    e acabam por nos roubar
    até o último grão de trigo.
    Dizem-nos que de nós emana o poder
    mas sempre o temos contra nós.
    Dizem-nos que é preciso
    defender nossos lares
    mas se nos rebelamos contra a opressão
    é sobre nós que marcham os soldados.

    E por temor eu me calo,
    por temor aceito a condição
    de falso democrata
    e rotulo meus gestos
    com a palavra liberdade,
    procurando, num sorriso,
    esconder minha dor
    diante de meus superiores.
    Mas dentro de mim,
    com a potência de um milhão de vozes,
    o coração grita - MENTIRA!

    ResponderExcluir
  189. E no site do sindiut nenhuma notícia! A morosidade toma conta não pode ser assim!

    ResponderExcluir
  190. Meu Deus
    Onde está a justiça deste país?
    Onde está o STF?
    Onde está o sindicato?
    Onde está o legislativo mineiro?

    Somos tão cordeiros assim?

    Temos que nos rebelar, fazer nova greve de fome, parar com a reposição... fazer qualquer coisa para conseguir este piso.

    Eu estava na assembleia que encerrou a greve e votei contra, porque sabia que "negociação" não iria dar em nada!
    Não podíamos ter acabado com a greve com a promessa de negociação do piso, mas sim do piso!

    ResponderExcluir
  191. SIMAVE, na escola onde trabalho será zerado. Os alunos estão achando o máximo marcar duas alternativas em protesto ao desgoverno!!

    ResponderExcluir
  192. Para ter um teto, primeiro eu preciso de um piso!
    Então cadê o meu piso governador?

    ResponderExcluir
  193. Euler, não entendi nada!
    Quem é pós graduado, com 18 anos de serviço, qual será o valor inicial para janeiro de 2012?

    ResponderExcluir
  194. Pedi socorro ao MEC. Olha a resposta. É entrar na justiça!!!!!!! Se é que temos uma!


    Prezado(a) Sr(a) Patrícia da Costa Mata,
    O protocolo de n° 6664235, foi finalizado em 21/11/2011, às 14:34 pela área responsável.

    Solução:

    Sugere-se que se faça uma reclamação ou pedido de esclarecimento junto à sua unidade pagadora (Secretaria de Educação, Secretaria de Planejamento, Secretaria de Administração ou órgãos de controle), de acordo com seus próprios regimentos.

    De outro lado, ressalta-se que o Ministério da Educação ou qualquer dos órgãos a ele vinculados, não se constituem em instância recursal de caráter jurisdicional. Entretanto, cabe ressaltar que todas as tentativas na esfera administrativa não afastam a instância judicial. Portanto, para defesa dos seus direitos os cidadãos podem procurar também o Poder Judiciário, bem como o Ministério Público Estadual, as câmaras municipais ou assembléias legislativas e os tribunais de contas estaduais ou municipais.
    Para mais detalhes, favor entrar em contato com a Central de Atendimento do Ministério da Educação - Fala, Brasil! pelo
    telefone 0800616161.
    Colocamo-nos à disposição para atendê-lo(a).

    ResponderExcluir
  195. Euler e Companheiros/as de luta:

    Vamos postar muitos comentários no Jornal O Tempo. Eles precisam sentir a nossa reação contrária.

    Eu já postei o meu:

    "Só mesmo Freud pra explicar esta obsessão do governinho de Minas pelo Subsídio. Só pode ser trauma de infância.
    O jornal O Tempo, que vem acompanhando o desenrolar da situação, deveria perguntar ao governo o que há de novo nisso e por que ele abandonou a Comissão Tripartite.

    É um governo ridículo... O povo mineiro não merece (ou merece) tal coisa?"

    ResponderExcluir
  196. EULER ME RESPONDA POR FAVOR PODE ACABAR COM O VB?

    ResponderExcluir
  197. Isto é coisa dos Deputados do Governo na Comissão. Eles vão ver em 2014. Fora João Leite, pelego, inimigo público número 1 dos professores. E ainda se diz evangélico. Deus mude a cabeça dele, faça com que le pense nos educadores.

    Euler como sempre você é maravilhoso.

    ResponderExcluir
  198. EULER

    Amanmhã peça para a direção do sindicato confirmar e reafirmar para que todos façam o BOICOTE ao SIMAVE. Acredito que se a Beatriz pedir todos irão acatar a decisão do sindicato.
    Vamos dar o troco no governo.

    BOICOTE AO SIMAVE. Já.

    Contagem, Betim, Igarapé, Sabará, Nova Lima todos prontos para mostrar ao governo como se faz hora com professor.

    TODOS OS ALUNOS DEVEM MARCAR MAIS DE UMA RESPOSTA NA PROVA E NO GABARITO.

    BOICOTE JÁ

    ResponderExcluir
  199. Euler,
    por favor nos explique isso!
    o sistema de vb não é um direito nosso,uma vez que entramos no estado com esse sistema de remuneração.O governo pode mesmo contra a nossa vontade acabar com o sistema de vencimento basico e nos colocar no subsidio?achei que isso só fosse possível com a nosso opção!que por lei ele não poderia acabar com nossos direitos, amenos que nós escolhessemos o sistema de subsídio.

    ResponderExcluir
  200. RINO MARCONI
    MINHA ESCOLA NÃO VAI PARAR TORTALMENTE AMANHÃ, VOU PARAR SOZINHO, MAS A PARTIR DE AMANHÃ, MEU DIRETOR, UM SEM VERGONHA, TERÁ QUE ENGOLIR, POIS VOU FAZR COM QUE TODOS, TODOS, PAREM CONTRA ESTE DESMANDO QUE SE CHAMA anastasia, PAREM E LUTEM A FAVOR DA EDUCAÇÃO.

    ResponderExcluir