quinta-feira, 13 de outubro de 2011

O que os professores vão comemorar no próximo dia 15?




O que os professores vão comemorar no próximo dia 15?


No dia 15 de outubro próximo comemora-se mais uma data alusiva ao professor. Teoricamente, deveria ser um dia de comemoração e confraternização por parte de todos os educadores do Brasil, que deveriam já estar recebendo o piso salarial nacional, confiantes de uma carreira que estaria vivendo um momento de valorização.

Contudo, a realidade é completamente oposta. Tomemos inicialmente o exemplo dos educadores do estado Minas Gerais, que em teoria está entre os três estados mais ricos da Federação. Para tentar garantir o cumprimento de uma Lei Federal - a Lei do Piso - os educadores mineiros tiveram (tivemos) que realizar uma heroica greve de 112 dias - e mesmo agora, quando a greve foi suspensa, o sindicato da categoria tenta negociar uma possível aplicação da lei federal.

Enquanto isso, os educadores mineiros que participaram da greve estão sendo castigados pelo governo de Minas com os contracheques zerados nos meses de outubro e de novembro, além dos cortes e redução de salários realizados nos meses de julho, agosto e setembro.

A máquina do estado, coordenada pelo governo mineiro e englobando a procuradoria geral da justiça, o judiciário, o legislativo e a grande mídia, realizou os mais sórdidos ataques aos educadores que lutaram pela aplicação de uma lei federal. Foram 112 dias de chantagens, ataques, ameaças, bombas de gás lacrimogênio, gás de pimenta, corte de salário, contracheque zerado, redução salarial; violenta campanha publicitária difamando os professores; covarde atuação da grande mídia, omissa e vendida; atuação pusilânime também da procuradoria geral da justiça, que ao invés de zelar pelo cumprimento da lei atuou como garoto de recado do governador; total omissão do poder legislativo, sempre pronto para servir ao governante de plantão em troca de favores políticos; além da ação da justiça sempre favorável ao governo.

Enquanto milhares de educadores deram uma verdadeira aula pública de cidadania, lutando corajosamente para defender direitos assegurados em lei - e para isso ocupando rodovias, realizando gigantescas passeatas, acampando na assembleia legislativa, acorrentando-se em diferentes pontos de Minas Gerais, realizando greve de fome, ocupando o plenaŕio da ALMG, e travando o bom combate em todas as frentes possíveis, inclusive na Internet, para quebrar o monopólio da mídia pró-governo -, do outro lado estavam as autoridades constituídas, dando o pior exemplo.

Ao invés de tentarem viabilizar o pagamento do piso salarial nacional, instituído por lei federal - evitando com isso a greve -, os chefes dos poderes constituídos tentaram destruir a carreira dos educadores, sonegar o pagamento do piso, cassar o direito de greve, e realizar as mais diferentes formas de crueldade e tortura contra os educadores.

Minas Gerais trouxe de volta, durante os 112 dias da heroica greve dos educadores que tiveram coragem de lutar - infelizmente, muitos se omitiram -, os piores momentos da recente história do Brasil, vividos durante a ditadura militar. Houve tortura psicológica, através de chantagens, pressões de diretores de escola a mando do governo, corte de salário e até mesmo tortura física, quando aconteceu a ocupação do plenário da ALMG e o ar condicionado foi ligado ao máximo, deixando os educadores durante um bom tempo submetidos ao ambiente congelado, sem água e sem direito ao uso do banheiro. Na então Praça da Liberdade - que tornara-se a Praça da Repressão -, no momento em que o governador e o senador candidato a presidência da República recebiam um seleto grupo de convidados, os educadores recebiam balas de borracha, bombas de gás lacrimogênio, gás de pimenta e cassetete. Foi uma expressão fiel do pensamento e da prática discriminatória e excludente da elite dominante brasileira em relação aos de baixo, aos trabalhadores que constroem o presente e o futuro deste país.

No próximo dia 15, os educadores de Minas passarão mais um dia do mês de outubro sem salário, tendo que lecionar e repor aulas sem qualquer meio de sobrevivência, pois o governo se negou a pagar o salário do mês de outubro, mesmo após um acordo assinado, que garantiu a suspensão da greve. Até mesmo a proposta de antecipação do 13º salário para este mês foi adiada para o dia 17, quando o governo de Minas poderá aceitar ou não tal proposta. E no mês de novembro novamente não haverá salário para os educadores, pois o governo impõe uma política de terrorismo psicológico, negando-se a pagar o mês corrente para intimidar os educadores, além de impor mais uma crueldade sobre aqueles que fizeram greve. São práticas características de crimes lesa-humanidade, uma vez que milhares de pessoas, que são arrimo de família têm sua fonte de subsistência cortada abrupta e sadicamente.

E para completar, ao mesmo tempo que o governo mineiro se recusa a pagar os salários de outubro e novembro aos educadores, mantém nas escolas milhares de substitutos - a maioria sem habilitação para lecionar -, que foram contratados durante a greve e que agora recebem salários sem nada fazerem nas escolas. Uma zombaria do governo, não apenas à educação e aos educadores, mas à sociedade mineira, que vem conhecendo a verdadeira face deste projeto neoliberal iniciado pelo governo do Faraó há oito anos e meio.

Por isso, no dia 15 de outubro, os educadores de Minas não têm nada para comemorar, pois continuam (continuamos) vítimas de políticas de confisco salarial, do chicote de capitães de mato travestidos (as) de secretárias de estado e diretores de escola, e da omissão e covardia dos demais poderes constituídos das três esferas da União Federal.

Mas, este não é um cenário exclusivo dos educadores mineiros. Em 2011, os educadores de quase todos os estados da federação entraram em greve para cobrar o cumprimento de uma lei federal - a Lei do Piso, aprovada em 2008 e tendo sido considerada constitucional pelo STF. Do Rio Grande do Sul ao Ceará, passando por Santa Catarina, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão, Alagoas, Recife, Rio Grande do Norte, entre outros, o que se viu foi a realização de greves para cobrar direitos que deveriam ser garantidos pelos governos, sem a necessidade de uma paralisação. Mas, por toda parte, tanto os governos municipais (com raras exceções), quanto os governos estaduais e também o governo federal, apoiados pelas máquinas de estado (legislativos, judiciários, MP, mídia) trataram os educadores e a educação pública com total descaso.

Esperamos que neste dia 15 a presidenta da República e os governadores estaduais e prefeitos que nada fizeram para pagar o piso dos educadores, não tenham a cara de pau de realizarem discursos demagógicos em favor de uma Educação pública de qualidade e da valorização dos educadores, que não existem na prática. Pois, vocês se omitiram e continuam se omitindo covardemente. A presidenta Dilma esteve em Minas Gerais para ver as obras do Mineirão, em favor da Copa de 2014, em plena greve dos educadores e foi incapaz de tomar qualquer atitude. O mesmo se pode dizer em relação ao ex-presidente Lula, que cinicamente indagou ao atual ministro da educação: por qual motivo a lei do piso não estava sendo cumprida? Hipocrisia pura, pois a lei foi aprovada em 2008 e ele e o sr. Haddad nada fizeram para que naquele ano mesmo a Lei do Piso entrasse em vigor. Posição semelhante de omissão observa-se por parte do ex-governador de Minas e atual senador Aécio Neves, que passou os 112 dias de greve dos educadores sem dar uma palavra sequer sobre a realidade de miserabilidade dos educadores que ele deixou como legado em Minas Gerais - além da política de choque de confisco conduzida pelo atual governador.

Ou seja, estamos diante de governantes sem qualquer compromisso com os de baixo, com os sem-terra, com os sem-teto, com os educadores, com a Educação pública voltada para os filhos das famílias de trabalhadores de baixa renda; com a saúde pública, etc. Eles se preocupam com os seus interesses carreirísticos, com suas negociatas, com os patrocinadores de suas campanhas eleitorais - banqueiros, empreiteiros, agronegócio, multinacionais - e não estão nem aí para a grande maioria pobre da população. O máximo que já se permitiram conceder, das migalhas que caem da mesa da Casa Grande, foram programas como: bolsa-família, pró-Uni, e outros programas sociais, que embora sejam importantes, tocam superficialmente na dramática realidade de injustiça social, marcada por um profundo abismo entre os ricos e a maioria pobre, que se reproduz a cada ano.

Por isso, o dia 15 de outubro de 2011 é dia de luto para os educadores e para a Educação pública, em Minas Gerais e no Brasil. Coloquemos, neste dia, uma tarja preta nos nossos blogs, nas nossas vestimentas, no portão das nossas moradias, nas escolas, nas ruas e praças do Brasil. Nós, educadores do ensino público básico do Brasil, nada temos a comemorar no dia 15. A não ser, obviamente, a coragem de quem lutou e continua de pé, prontos para combater essas práticas nefastas que ainda compõem a dramática realidade de Minas, do Brasil e do mundo. A nossa luta é digna do orgulho e do melhor exemplo para todos; já a conduta dos governantes e seus comparsas, é digna do nosso ódio de classe, que vem se acumulando há séculos, contra estes que se apropriam dos poderes - e das riquezas sociais que produzimos - para massacrarem os seres humanos. Terão eles um dia que pagar por esta conta; por tudo o que fizeram e continuam fazendo contra os de baixo, incluindo os educadores.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***


“Se acabarem com Dandara, eu morrerei também.”

Frei Gilvander Moreira¹

No dia 9 de outubro de 2011, a Ocupação-comunidade Dandara completou 2,6 anos de vida. Dandara está sob ameaça de despejo. No dia 3 de outubro, a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais verificou que o juiz Renato Luiz Fararo, da 20ª Vara Cível de Belo Horizonte, MG, Brasil, expediu ordem de reintegração de posse contra a Dandara, dia 27 de setembro de 2011, atendendo pedido da Construtora Modelo Ltda.

A coordenação de Dandara, as Brigadas Populares e Rede de Apoio a Dandara consideram essa ordem judicial injusta, inconstitucional, imoral, desumana, além de ser uma decisão que ignora o grande drama humano envolvido nesse grave conflito social.

A decisão é injusta, porque as cerca de 1.000 famílias que exercem na Dandara seu direito de morar chegaram à conclusão de que não aceitam mais sobreviver na rua, em área de risco, ser crucificadas pelo aluguel que retira o pão da boca dos filhos ou sobreviver de favor sendo um peso a mais nas costas de parentes. Dados da Fundação João Pinheiro, de 2005, apontam que em Belo Horizonte o déficit habitacional está acima de 60 mil casas, na região metropolitana, acima de 170 mil casas, e em Minas Gerais acima de 1 milhão de casas. Nenhuma casa foi construída em Belo Horizonte pelo Programa Minha Casa, Minha Vida para famílias com renda de zero a três salários mínimos. A prefeitura alega que não pode ser furada uma fila de espera com 13 mil famílias, mas essa fila é mentira, é um mito, uma cortina de fumaça que a Prefeitura de Belo Horizonte inventou para tentar bloquear a organização e luta dos pobres. Nunca mostraram a lista. O prefeito de Belo Horizonte continua intransigente e nunca aceitou conversar com ninguém de Dandara. Alega que se atender às reivindicações de Dandara irá fomentar uma onda de ocupações. Enquanto isso, bilhões de reais são investidos nas obras da Copa do Mundo de 2014.

A decisão é inconstitucional, porque a propriedade de 315 mil m² (31,5 hectares) estava abandonada, ociosa e, por isso, não cumpria a função social da propriedade. A Constituição Federal não defende direito absoluto à propriedade, mas condiciona o direito de propriedade ao cumprimento da função social, o que exige o cumprimento do que dispõe o texto dos artigos 182 e 183. Também não foram observados os princípios constitucionais do respeito à dignidade da pessoa humana, do direto à moradia, dos princípios republicanos e democráticos. Além disso, a Construtora Modelo deve ao erário milhões em IPTU.

A decisão não considera o grande drama humano envolvido nesse grave conflito social, porque se trata de mais de 5 mil pessoas que devem ter sua dignidade respeitada. Retirar a mãe terra que, hoje, cumpre uma função social acolhendo tanta gente e entregá-la para uma Construtora que visa somente ao lucro é algo imoral.

A decisão é desumana, porque lá na Dandara as famílias são necessitadas. Há centenas de idosos que com suas aposentadorias, e pegando dinheiro emprestado em bancos, ajudaram a construir 800 casas de alvenaria. Por isso estão endividados. A maioria dos idosos da Dandara resgatou a saúde. Dizem sempre: “Dandara me salvou. Antes eu estava com depressão, vivia tomando 8, 10 tipos de remédios. Eu pegava a aposentadoria no banco e deixava na farmácia. Aqui na Dandara, sou outra pessoa. Nasci de novo. Aqui tem paz. Aqui sou feliz.”

Na Rua Nelson Mandela mora dona Elisabeth, 57 anos, com aparência de 65 anos, é gari da SLU. Além de ter um filho deficiente preso, mora numa casa da Dandara com outras 14 pessoas: 5 filhos/as e 9 netos de 3 filhas que se separaram e, sem terem onde morar, voltaram a morar com a mãe.

Há várias famílias como a da Angélica, que tem sete filhos, de 5 meses a 17 anos. Anderson, esposo de Angélica, trabalha como chapa, entregando material de construção – sem ter ainda uma casa para agasalhar com dignidade seus 7 filhos -, ganha 180 reais por semana, enquanto Angélica, em casa, cuida das crianças e borda para ganhar uns trocados. Vivem numa casinha construída com a solidariedade de outros: um pequeno banheiro, cozinha e um quarto, onde dorme Angélica, o esposo e os sete filhos. Angélica, com a voz embargada e com lágrimas nos olhos, desabafa: “Viemos para Dandara, porque fomos despejados de onde a gente morava, porque não conseguimos pagar mais o aluguel. Ser despejado de novo? Não agüento. Sou um ser humano. Não sou de ferro. Nem parente tenho aqui em Belo Horizonte. Minha família é Dandara. Se acabarem com Dandara, eu morrerei também.”

Belo Horizonte, MG, Brasil, 13 de outubro de 2011.


________________________
¹ Padre carmelita; mestre em Exegese Bíblica; professor de Teologia Bíblica; assessor da CPT, CEBI, SAB e Via Campesina; e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br – www.gilvander.org.br – www.twitter.com/gilvanderluis - facebook: gilvander.moreira


Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.
e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br
www.gilvander.org.br

www.twitter.com/gilvanderluis
Facebook: gilvander.moreira
skype: gilvander.moreira


124 comentários:

  1. Tomara mesmo, prof. Euler, que não haja nenhum discurso em cadeia nacional para exaltar os educadores, porque não queremos exaltação, queremos respeito. E, mais, quando era para se pronunciar não se pronunciou, logo, qualquer discurso proferido com intuito de homenagear os educadores, será analisado, por nós, tão somente como um cumprimento de agenda. Então, aguardemos da Presidenta pelo menos coerência.


    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  2. O maior insulto para nós,educadores de MG, seria o senhor anastasia( minúsculo de propósito), ou a senhora ana lúcia(também de propósito pois substantivo próprio seria maiúscula, mais ambos são substantivos comuns para mim)irem para a tv, jornal ou no próprio site da seemg, fazer qualquer gracinha com nosso nome.Cara de pau eles tem pra isso, pois depois de tanta mentira, tanta forca bruta, dá pra cantar pra eles o Cálice de Chico Buarque.
    Euler,
    que nesse dia 15, possamos sim, relembrar que em Minas, temos um grupo de profissionais da educacão, o NDG que esteve firme nessa greve, esta vigilante, tem coerência, transparência , não tem medo de chicotes porque conhece as leis( mesmo esse governadorzinho rasgando a CF e a CE), temos o seu blog a unir Minas gerais de norte a sul, leste a oeste. Em todo cantinho que eu ia e falava do seu blog, o pessoal ou já lia, ou comecava a ler e não parava.
    Você não tem idéia de como seu blog foi importante na manutencão dessa greve. Ouvi várias vezes que você fez mais por essa greve que o Sindicato.
    Euler,
    Mais uma vez de parabenizar, pois você é o verdadeiro PROFESSOR NOTA DEZ, aquele que pelo exemplo, explica e vivencia com seus alunos, o que é cidadania.
    E para os cara de pau lá de CIMA, óleo de peroba, pois eles merecem.
    A nós, EDUCADORES, que fazemos a educacão acontecer de verdade, forca na luta e que não esmorecemos e nem percamos a esperanca, mesmo que não tenhamos nada a comemorar nesse 15 de outubro.
    Denise

    ResponderExcluir
  3. Isso mesmo Euler, devemos no mínimo desligar a televisão caso isso aconteça. É o que farei e e outros colegas aui na minha cidade faremos caso ela tenha essa cara de pau.

    ResponderExcluir
  4. "Nunca confiem em um político, seja ele de esquerda ou de direita" Dinho Ouro Preto (Capital Inicial).
    Minha confiança está em DEUS e é ELE quem nos dará a vitória.

    ResponderExcluir
  5. O sindicato poderia vincular uma mensagem em horário nobre dando pêsames para os educadores, ou ,pelo menos, dizer que nós estamos lutando e nada está acontecendo, que o professor merece não "maçãs" dos alunos, mas respeito, reconhecimento e o piso por parte dos governantes.
    Agora, vou eu sonhando que o sindicato vai tirar dinheiro do cofrinho para fazer isso.Afinal, para o sindicato o que importa é greve.
    E, sim, estou decepcionada com o sindicato que só perde juricamente e treme ante o governo. Não há bons advogados no sindicato e nem um advogado para auxiliar Beatriz.

    ResponderExcluir
  6. Coerência é muito importante para a construção da credibilidade: "Pode se enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não se consegue enganar todas por todo o tempo"

    A CORJA é sabedora de que não dispõe de credibilidade para se dirigir à uma categoria
    massacrada, mas consciente e alerta...
    DEMAGOGIA AGORA NÃO, POR FAVOR!

    "Já lhe dei meu corpo
    Minha alegria
    Já estanquei meu sangue
    Quando fervia
    Olha a voz que me resta
    Olha a veia que salta
    Olha a gota que falta
    Pro desfecho da festa
    Por favor...

    Deixe em paz meu coração
    Que ele é um pote até aqui de mágoa
    E qualquer desatenção, faça não
    Pode ser a gota d'água."

    ResponderExcluir
  7. Concordo plenamente com você Euler. Que não venham em cadeia nacional com suas palavras ao vento, com discursos hipócritas porque serão para nós mais uma razão para lutarmos contra reeleição de ambos.Tudo é uma farsa e um jogo de interesses, pois eles obedecem aos grandes empresários, aos grandes mineradores e empreiteiras que lhes abarrotam os bolsos e as contas bancárias. Estou enojada destes políticos e suas politicagens. Coloquemos sim uma tarja preta nas escolas e e nossos braços, não apenas no dia 15, mas todos os dias que entrarmos na sala de aula, para também mostrarmos aos nossos alunos a quantas anda a educação.
    Como diz a Rita Lee em uma de suas músicas: Tudo vira bosta.

    ResponderExcluir
  8. Eu estou cada vez mais descrente, a cada dia que passa, mais pesar sinto na alma! Colegas trabalhando como se nada aconteceu, tratando os tampax como colegas de décadas ..............uma vergonha ......se não faltasse pouco tempo para me aposentar , largaria esse OSSO para esses urubus sem caraáter, sem dignidade, sem ideal !!!!!O homem quando perde o ideal morre!

    ResponderExcluir
  9. Bom Dia Euler, com relação aos seus comentários sobre o Dia do Professor, sugeria ainda que o SINDUTE promovesse uma passeata de LUTO pela Educação neste dia, convocando a todos os professores a participarem vestidos de roupas pretas e com faixas alusivas no Centro de BH, no sábado na parte da manhã, pois teria movimento de pessoas no Centro. Convocando as Sub-Sedes a fazerem o mesmo em suas regiões.
    um abraço, Prof. Wander Reduto/MG.

    ResponderExcluir
  10. FOLHA DE S. PAULO - OPINIÃO
    São Paulo, quinta-feira, 13 de outubro de 2011

    Ricardo Melo

    É isso, Aécio?

    SÃO PAULO - Por ossos do ofício, resolvi ler a entrevista concedida pelo senador tucano Aécio Neves ao "Estado de S. Paulo", publicada no domingo passado. Esperava identificar ali alguma ideia relevante, a favor ou contra, pouco importa, mas alguma ideia capaz de estimular o debate político. A depender do vazio demonstrado pelo eventual adversário, o PT pode dormir tranquilo por vários anos no poder.

    Globalizadas ou não, até novelas e pessoas de instrução modesta incorporaram ao repertório assuntos como recessão e estratégias de crescimento; soluções para evitar o desemprego; Ocupe Wall Street; União Europeia; crise financeira global; corrupção; quebradeira de bancos.

    Não seria exigir demais que alguém, no enésimo lançamento de sua candidatura à Presidência, apresentasse opiniões sobre este universo tão vasto. Duas penosas páginas depois, a decepção é absoluta.

    Em vez disso, nós e a repórter somos maltratados por frases como: "Decisão correta no momento errado é uma decisão errada"; "Será o futuro versus o passado"; "Ou vamos todos unidos de verdade ou não teremos êxito"; "Política é arte de administrar o tempo"; "O projeto original que trouxe o Brasil até aqui é do PSDB, mas o que está em execução agora é um software pirata".

    Ao longo do palavrório, nem mesmo a lógica fica de pé. Aécio defende a ênfase no "legado do PSDB e do nosso futuro", mas diz que o principal desafio dos tucanos é "refundar o PSDB em seu discurso". Entendeu?
    Bandeira mesmo, apenas uma. "Vamos lutar contra o aparelhamento da máquina pública", como se os tucanos fossem virgens à beira do altar, ou como se dirigir um país fosse tão simples quanto escapar de um bafômetro. Ainda assim, e supondo que o desejo fosse sincero, desaparelhar a máquina a favor de que plataforma, de que propostas, de que objetivos, de que projeto social?

    É mais simples convocar Carlos Lacerda para ocupar a tribuna


    Disponível em:http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz1310201103.htm Acessado em 13 de outubro de 2011.

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  11. FOLHA DE S. PAULO - PODER
    São Paulo, quinta-feira, 13 de outubro de 2011

    Serra reage a Aécio e critica antecipação da sucessão

    Tucano diz a seguidores no Twitter que debate sobre 2014 desorganiza oposição

    Comentário é visto como resposta a declarações de senador mineiro, que se diz pronto para concorrer

    MÁRCIO FALCÃO
    DE BRASÍLIA

    O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) afirmou ontem que a oposição deveria evitar a antecipação do debate sobre a sucessão presidencial de 2014 e se preparar para as eleições municipais do próximo ano.
    Em mensagem a seus seguidores no Twitter, Serra, que perdeu a eleição do ano passado para a presidente Dilma Rousseff (PT), escreveu que "querer colocar o carro adiante dos bois só atrapalha e desorganiza a oposição".
    Políticos interpretaram o comentário de Serra como uma reação aos movimentos mais recentes do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que nas últimas semanas manifestou em dois momentos sua disposição de concorrer à sucessão de Dilma em 2014
    [...]
    Disponível em : http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/po1310201107.htm Acessado em 13 de outubro de 2011.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia guerreiros e guerreiras!!!!

    Sei que acompanhamos esse blog,sei também que depois de Deus foi esse espaço é que nos deu força para continuar lutando por isso o cumprimento acima pois os leitores desse blog são realmente guerreiros.
    Estou indignada com essa situação que pairou sobre nossas escolas.Esses substitutos são uns folgados eu queria muito que essas criaturas tivessem uma decepção muito grande com o governo.Tipo:Não receber salário pelo tempo que ficou na escola kkkkkk dessa vez o governo teria toda razão e estaria certo em não pagar,pois não trabalharam kkkkkkk eu ia rir demais.........Isso não esta difícil de acontecer,levando em conta que o estado esta falido e a vida é assim mesmo um dia da caça o outro do caçador (substitutos traidores)
    Pelo menos na minha escola eu não deixo essa turma não fica parada ,a diretora tem que pedir para eles ficar no reforço o tempo todo ,pode ficar atôa sim ,se eu não estiver lá.kkkkkkkkkkk
    N.D.G. presente no blog todos os dias.

    ResponderExcluir
  13. Caro Euler,
    bom dia a todos e a todas!

    Já observaram estes fatos?
    - Greve dos bancários está sendo considerada a mais forte dos últimos vinte anos.
    _ Greve dos correios já dura quase 30 dias e os trabalhadores dos correios ainda vão analisar em assembléias se aceitam a proposta patronal.

    Alguém ainda tem dúvida de que a nossa heróica e maravilhosa greve fez escola?

    QUEM MANDOU OS DE CIMA (ANASTASIA E TRUPE) TEREM SUBESTIMADO NOSSA CAPACIDADE DE ORGANIZAÇÃO E LUTA!

    ResponderExcluir
  14. Bom dia amigos combatentes!
    Gostaria de sugerir que nestes dias 15 e 16 de Outubro que procurássemos as igrejas locais,onde acontecem homenagens e sempre os padres ou pastores fazem as homilias falando do valor dos professores na formação da sociedade; que fizéssemos um texto para eles e também enviássemos estes depoimentos dos professores que estão aqui postados no blog ou que escrevéssemos o nosso mesmo,pois todos combatentes temos histórias a serem narradas.
    Por hora não temos nenhum vitória concreta então que possamos apresentar a sociedade a realidade em que nós educadores de Minas Gerais estamos vivendo.
    Amigo Euler, quem sabe você poderia nos agraciar com suas sábias palavras esta nota para a sociedade?
    NDG- João Monlevade

    ResponderExcluir
  15. Bom dia, metre Euler. Mesmo de luto no dia 15 de outubro (e em vários outros dias), parabéns para nós, EDUCADORES, que somos guerreiros, dignos de exemplo, membros do NDG. De cabeças erguidas, tristes, mas não derrotados, continuemos lutando pelos nossos direitos. Viva os professores de Minas, do Brasil, os de baixo que insistem em dar a volta por cima!

    ResponderExcluir
  16. O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM AS NEGOCIAÇÕES COM O GOVERNO.

    - O GOVERNO VAI FAZER O QUE QUISER;
    - ELE ESTÁ GANHANDO TEMPO E AFERINDO AS ESCOLAS;
    - NÃO PAGARÁ O 14°, COMO CASTIGO AO FUNCIONALISMO;
    - ESTÁ PREPARANDO UM PLANO ALTERNATIVO;
    - ESTÁ NOS ENFRAQUECENDO;
    - NÃO SE PREOCUPAM COM A OPINIÃO PÚBLICA, POIS A CONTROLAM ATRAVÉS DAS MÍDIAS...

    POR OUTRO LADO, O QUE TEMOS A NOSSO FAVOR?

    - A DEFINIÇÃO DO STF EM RELAÇÃO AO ACÓRDÃO;
    - UMA GREVE EM 2012;
    - A CAMPANHA DE AÉCIO À PRESIDENTE;
    - DENUNCIAS DE CORRUPÇÃO DO GOVERNO MINEIRO, COMO EXEMPLO A QUESTÃO DANILO DE CASTRO;
    - CAMPANHA PARA O IMPEACHMENT POR CORRUPÇÃO;
    - O CUMPRIMENTO DA LEI DO PISO INTEGRALMENTE E RETROATIVO;
    - OS NDG E OS NDE QUE FORAM FORMADOS E DESPERTADOS...

    NO DIA 15/10/11, ESTAMOS DE LUTO.

    NÃO QUEREMOS FESTINHAS NEM NAS NOSSAS ESCOLAS.

    FOMOS MUITO HUMILHADOS POR MUITOS COMPANHEIROS(AS), ESTAMOS CANSADOS E DOLORIDOS.

    DISCURSO DE GOVERNO, NEM PENSAR.

    LEMBREMOS SEMPRE:

    AÉCIO + ANASTASIA + DANILO DE CASTRO = IMORALIDADES + INJUSTIÇAS + CORRUPÇÕES + HIPOCRISIAS + FALSIDADES + CANALHICES + IMUNDICES + EXCREMENTOS + ...

    ResponderExcluir
  17. DIA 15/10/11,

    EU ESTOU DE LUTO;
    EU LUTO;
    EU ESTOU DE LUTO;
    EU CONTINUO DE LUTO;
    EU LUTO;
    LUTO;
    LUTO...

    ResponderExcluir
  18. O governo está negociando com o sindute, de começar pagar o piso a partir de jneiro/2012. Deve ficar claro que não importa a data que for negociada para iniciar o pagamento, o que importa é que o governo será obrigado a cumprir a lei na sua integralidade, ele deverá pagar a partir da data que for definido pelo Acórdão. Neste caso, terá que negociar com os professores as parcelas retroativas, caso contrário, pagará por meio sentença judicial.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  19. Que o discurso de nossa Presidenta nesse 15 de Outubro seja um pedido de perdão, e não de mais promessas sem fundamento.O reconhecimento que os educadores precisam é o da dignidade financeira antes de tudo.De discursos politicos já estamos saturados,chega de hipocrisía.Paulo E. Silva-Espera Feliz.

    ResponderExcluir
  20. Euler, bom dia!
    Acredito que você escreveu tudo que sinto neste texto. Minha tristeza é tamanha de ver tanto descaso com a educação e com os profissionais. Nós estamos passando por dias difíceis. Aliás não é fácil fazer 112 dias de greve visitando escolas, visitando gabinete dos deputados para discutir a importância da implementação do piso. Participar dos atos e atividades visando dar visibilidade a anossa heróica greve. Nós do NDG que construímos esta greve e mantemos firmes na luta temos todo o direito de ficar indignados. Que Minas esta? Que governo é este? Que TJ é este? Que MP é este? E o que é do povo como fica? E as leis que são feitas para serem cumpridas como fica? É cada vez mais claro o descaso dos políticos com a educação. Então estou (estamos) de luto pela qualidade da educação e valorização dos profissionais da educação. TODOS DE PRETO!!!!!!
    Amplexos, Elenice Vidal Prata

    ResponderExcluir
  21. Fátima - Professora de História - Ubá13 de outubro de 2011 10:22

    O Brasil não resta nenhuma dúvida é um território sem lei, ou melhor da lei de quem tem dinheiro e poder. O pior de tudo é a situação de apatia da maior parte da sociedade diante dos absurdos cometidos por esses "Homens Bons" responsáveis pela administração da "coisa pública".
    A educação não resta dúvida é o caminho para que possamos mudar um dia este estado de absurdo que permeia as nossas vidas, mas ela está como sempre esteve sob o controle dos
    "Homens Bons". Portanto precisamos encontrar outros caminhos que sejam mais rápidos para que possamos nos libertar. E esse caminho com certeza passa pela organização da sociedade. A tarefa de nós educadores de hoje, precisa ultrapassar os portões da escola. Um grande contigente da nossa sociedade estão nas ruas, nas casas, nas fábricas, nas filas dos postos de saúde, no campo, debaixo dos viadutos, nas favelas, etc.
    Toda e qualquer bandeira defendida pelos movimentos sociais, são resultantes dessa política suja que hoje domina o país.
    Precisamos nos organizamos enquanto país, povo, território e nação. As lutas sociais não podem ser entendida como luta dos professores,
    assim como a luta dos que não terra, dos que não tem casa para morar, etc. Pois são movimentos que pertencem a sociedade brasileira e que para o bem de todos os cidadãos preciam ser resolvidos.
    Indico a leitura do artigo Massa mansa escrito por Dora Kramer- jornal - O Tempo- 13/11/2011.

    ResponderExcluir
  22. Muito bem, prof. Sebastião de Oliveira, nesse caso contrário aí, colocaremos o Dr. Juliano de Olveira em AÇÃO! rsrs

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  23. Bom dia Euler e caros(as) companheiros(as)!

    Esperamos firmemente que na próxima reunião tripartite do dia 17 os membros do governo tragam uma boa notícia, ou seja,a de que haverá algum salário depositado URGENTE na nossa conta (pode ser antecipação do 13%, pagamento do tal 14%, nossos salários bloqueados, diferença confiscada entre o subsidio e o que optamos pelo VB, antecipação do nosso piso aplicado na carreira...rs não importa o nome)

    o que importa é que não podemos mais esperar conversa mole lero-lero

    vamos ficar em vigília até dia 17 e pressionarmos o máximo que pudermos pra podermos receber o que temos direito e que este desgoverno nos deve

    quando os meus credores me ligam querendo agendar contas em atraso eu alego que estou esperando o desgoverno de Minas deixar de pirraça e desbloquear meus pagamentos, aí eu vou pagar a eles, credores

    VAMOS PRESSIONAR, GENTE!

    ResponderExcluir
  24. Bom dia Prof Euler,

    No dia 21 tera a festa para o servidor publico.O dia será "abonado" para todos ou os professores que se aventurarem a ir levarão faltas?????
    Sugestão: os colegas da capital e do entorno de BH que puderem comparecer, deverão ir de luto da cabeça aos pés e com faixas, cartazes, e em silêncio. Imagem vale mais que tudo!

    ResponderExcluir
  25. Muito interessante e gratificante constatar como que vários jornalistas e blogueiros sérios têm analisado a entrevista dada pelo senador Aécio Neves para o Estadão recentemente, onde todos estes analistas apontam como um discurso oco e absolutamente vazio de novas idéias e propostas.
    Chegou ao ponto de o excelente e competente jornalista Luis Nassif ter se referido a esta entrevista comentando que a fala do Aécio mais parecia "a de um garotão contando prosa".É de rir.
    Gente, parece mesmo que o rei está nu.
    Este cafajeste será que pensa que o Brasil é igual Minas onde no seu governo ele amordaçou a mídia (bandida) e enganou ao bom povo destas Minas blindando sua imagem enquanto pôde?
    Mas penso que nossa gloriosa e heróica greve fez cair esta farsa.
    Aplausos ao iluminado Euler e a este maravilhoso blog que muito nos tem ajudado.
    Aplausos a todos e todas guerreiras desta honrosa categoria de educadores!

    ResponderExcluir
  26. Professor Euler

    Que tal acionar o CQC- Quadro proteste já?Senti na ultima reportagem de segunda feira um discurso de apoio aos professores.Quem sabe essa mídia ainda pode nos ajudar?

    Zana

    ResponderExcluir
  27. Olá pessoal da luta, turma do NDG e demais colegas da Educação: Bom dia!

    Um abraço especial para o nosso combatente colega Sebastião de Oliveira, de CARANGOLA, sempre presente e nos passando as melhores orientações durante os 112 dias de greve. Sempre confiante na nossa vitória! Parabéns!

    Aproveito para recomendar a todos os colegas a leitura do texto que acabei de receber do Frei Gilvander, outro grande apoiador do nosso movimento, e que descreve com paixão o drama vivido pelos moradores da Comunidade Dandara, ameaçados covardemente de despejo.

    Registramos a nossa solidariedade aos irmãos da Dandara.

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  28. Por e-mail, da nossa combativa amiga Hilda:

    "hilda marcelino:

    Copiando, colando e (com sua licença) espalhando pelos quatro ventos. Era o texto que eu precisava para uma aula sobre esta data. Também devo deixar algumas cópias na sala dos professores para os pelegos lerem.E certamente alguns deles irão choramingar que estão sendo discriminados. Tadinhos!!!!!!! Vão catar coquinho! Na minha sala de aula ainda tenho liberdade de expressão.

    Sou a favor do luto com uma fita ou tarja vermelha representando a nossa luta que ainda continua.

    Hilda Marcelino, professora do Machado contra a repressão".

    ResponderExcluir
  29. João Paulo Ferreira de Assis13 de outubro de 2011 11:21

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Euler

    Prezados companheiros de luta

    Eis um comentário com vários temas, mas que se interligam:

    Uma frase atribuída ao prefeito de Carandaí, o Dr.Abeilard Rodrigues Pereira Filho por seus adversários, mas que pode ser verdade:

    ''EU SOU COMPLETAMENTE CONTRÁRIO À CRIAÇÃO DE ESCOLAS. É MUITO DIFÍCIL GOVERNAR PESSOAS INSTRUÍDAS''.

    Dr.Abeilard era o típico político que agia como um verdadeiro suserano em torno dos vassalos. Em Carandaí correm muitas histórias a seu respeito, inclusive a de ter buscado em Barbacena o batalhão de choque da PM para impedir a saída da banda de música Santa Terezinha. Não fosse o Padre Randolfo, que se postou ao lado do maestro Martiniano Teixeira, teria acontecido o pior. Protegidos pelo padre, o maestro e os músicos foram caminhando até a porta da Matriz, em dia de festa religiosa (Santana).

    Na realidade, dentro do governo de Minas muitos pensam assim. Deputados governistas, desembargadores do Tribunal de Justiça, Procurador do Estado e promotores, e a mídia mineira em geral. Dr.Abeilard seria o herói deles.

    Por certo no dia do professor o Dr.Abeilard homenageava as mestras dizendo que o que elas exerciam era um sacerdócio.

    Dr.Abeilard governou Carandaí entre 1928 e 1945, e depois entre 1959 e 1963. O político que o apoiava era o avô do Lafaiete Andrada.

    Vejam num comercial de televisão como hoje nós estamos desvalorizados:

    Numa propaganda de mortadela nos anos 70, se dizia que ninguém devia ter preconceito de comer mortadela em público, e aí mostrava uma professora bem vestida com o cabelo bem elaborado, retirando umas fatias de mortadela de dentro de um globo. Parece que os publicitários estavam adivinhando nossa situação hoje, que somos obrigados a comprar mortadela, em vez de presunto ou mussarela, queijo minas em vez de queijo prato, sidra em vez de champanhe. Logo logo, canjiquinha em vez de arroz.

    ResponderExcluir
  30. Se algum governante deste país tiver vergonha na cara nem toca no assunto dia dos professores. aqui em Ipatinga tem reposição de greve na rede municipal e todos trabalham normalmente.É brincadeira ou não?? Não existe respeito nenhum por nossa classe!!!

    ResponderExcluir
  31. Muito bem! Teríamos motivo para comemorar se estivéssemos sendo valorizados! Mas, ao contrário, estamos sendo punidos, castigados, maltratados, desprezados, violentados... Não temos motivos para comemorar, o governo até agora comportou-se como um tirano! Cadê o nosso Piso? Só temos motivos para LUTAR!!! Espero, que em breve, tenhamos motivos para festejar...

    ResponderExcluir
  32. Fátima - Professora de História - Ubá13 de outubro de 2011 11:32

    Corrigindo a data da publicação do artigo Massa mansa. O correto é: 13/10/2011.

    ResponderExcluir
  33. Vou DESLIGAR A TV se a Presidenta Dilma e o governo mineiro vier fazer discurso vazio e mentiroso a respeito da educação e dos PROFESSORES! Não quero ouvir ladainhas, muito menos parabéns da "boca pra fora", só para convencer e dizer à sociedade que estão valorizando a educação e os professores... Não sou idiota! Quero AÇÃO! Quero o PISO SALARIAL no vencimento básico e no Plano de Carreira, já! Depois disso, aceito os PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  34. Onde se acha as denúncias contra Danilo de Castro?Se forem verdadeiras penso que é motivo de impeachemen do govêrnador.Como manter um mafioso na secretaria de govêrno?

    ResponderExcluir
  35. Em minha escola vão fazer festa para os professores. Já avisei: - tô fora! Chega de manipulação. A festa é só dos pelegos!!! Boicote geral!!!

    ResponderExcluir
  36. " Carlinhos do Machado"13 de outubro de 2011 12:12

    Parabéns, pela escolha da música que tem muito haver com a luta dos educadores e por que não ser direto em dizer que a música é a cara do NDG.Estamos apóstos e firme na luta, pelos nossos direitos. Um abraço a todos os combatentes marinheiros.

    ResponderExcluir
  37. Euler, companheiros e companheiras,"GUERREIROS(AS)DE CORAÇÕES VALENTES".LIBERDADE é o nosso nome, por isso quantas sujeiras estamos vendo nestes dias , o Sr Danilo de Castro que adentra a zona da mata asfaltando cidades em coluio com empreiteiras, construindo prédios em cidades pequenas e etc. Só sujeira, roubo ao dinheiro do povo. Como o Sr. governador indo "a ÍNDIA" passear, naturalmente quer aglomerar pessoas que não terão aonde morar e depois querer despejar por conta de que ninguém é dono da terra. E vem também o doente mental do aércim dizer das eleições de 2014, cruzes! parece que bebe.Por isso que gosta demais desse blog é uma informação atrás da outra, e que ganha em jornalismo da "grobo"enfim de qualquer "mídia". Parabéns, Euler "gosto de te ver leãozinho caminhando sob o sol". Que maravilha ter você como transmissor de Boas Novas. Este sofrimento todo vai acabar, mais cedo ou mais tarde. O SOL HÁ DE BRILHAR A CADA MANHÃ E O AMOR SERÁ ETERNO NOVAMENTE.E vamos receber o 13º, produtividade, e tudo que temos direito. Vamos aguardar.

    ResponderExcluir
  38. Contra Aécio vale tudo. Deixe seus comentários:

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=184894,OTE

    http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2011/10/13/interna_politica,255696/no-twitter-jose-serra-adverte-camapnha-antecipada-de-aecio-neves-para-2014.shtml

    ResponderExcluir
  39. DOCUMENTOS OBTIDOS COM EXCLUSIVIDADE POR 247 MOSTRAM QUE O ATUAL SENADOR POR MINAS TERIA SIDO BENEFICIADO, NAS ELEIÇÕES DE 2002, PELO ESQUEMA MONTADO NA ESTATAL; “RECEBEDOR/REPASSADOR” TERIA SIDO O ATUAL SECRETÁRIO DE GOVERNO DANILO DE CASTRO
    http://www.brasil247.com.br/pt/247/poder/9442/Caixa-2-de-Furnas-R$-6-mi-para-elei%C3%A7%C3%A3o-de-A%C3%A9cio-'02.htm


    Secretário Danilo de Castro ameaça Anastasia através do vice Pinto Coelho, com rebelião na Assembleia Legislativa Mineira caso seja demitido

    http://www.novojornal.com/politica/noticia/castro-chantageia-governador-de-minas-atraves-do-vice-28-06-2011.html
    Comprovado: Danilo de Castro é “ficha suja”.
    E agora?
    Após edição do “Decreto da Ficha Limpa”, governo de Minas já afastou diversos auxiliares, mas não sabe o que fazer com Danilo de CastroAcesse os links abaixo e leia a íntegra da:

    Auditoria do TCU Tribunal de Contas da União realizada na Caixa Econômica Federal

    Acórdão do TCU Tribunal de Contas da União que condenou Danilo de Castro

    Condenação de Danilo de Castro no CRSFN – Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional – Ministério da Fazenda

    Ação Popular contra Danilo de Castro tramitando em Brasília

    Ação Civil Publica contra Danilo de Castro tramitando em Brasília (movimentação)

    Ação Cautelar Inominada ajuizada pelo Ministério Publico Federal, por dependência a Ação Civil Publica em Brasília. Requerendo e conseguindo a indisponibilidade dos bens de Danilo de Castro (movimentação)

    Sentença da Justiça Federal de Brasília mantendo o bloqueio de bens de Danilo de Castro

    Ação na Justiça Federal de Minas Gerais cobrando a multa aplicada pelo CRSFN- Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional- Ministério da Fazenda(movimentação)

    Recurso apresentado e negado na Justiça Federal de Minas Gerais

    Lei da ficha limpa Mineira: Decreto nº. 45 604-2011

    Principais matérias já publicadas no Novojornal sobre Danilo de Castro:

    “Gangue dos Castros” domina Zona da Mata mineira

    Afinal quem é Danilo de Castro?

    Zona da Mata mineira revoltada

    Gangue dos Castros: “Licença pra matar” agora em Santa Luzia

    Outros processos que Danilo de Castro responde apenas na Justiça Federal:

    Ação na Justiça Federal do Distrito Federal

    93.0005108-3 Ação Popular
    1998.34.00028351-0 Carta Precatória
    2001.00.003383-7 Ação Popular
    2004.34.00.007387-1 Ação Popular
    2004.34.00.014751-5 Ação Cautelar Inominada
    93.00.06757-5 Ação Popular
    1999.34.00.029808-8 Ação Civil Pública
    2001.34.00.028899-8 Ação Popular
    2004.34.00.014718-0 Ação Civil Pública
    2009.34.00.008819-8 Ação Civil Pública
    2004.38.00.015186-3 Ações Ordinárias
    2004.34.00.014751-5 Medida Cautelar Inominada Indisponibilidade de Bens
    2004.38.00.043129-0 Medida Cautelar Penal Assecuratória/Sequestro
    2002.34.00.004016-3 Ação Ordinária
    Justiça Federal do Estado do Rio de Janeiro. TER 2ª Região
    2006.02.01.009003-2
    2006.02.01.002075-3

    http://historiaspraboiacordar.wordpress.com/2011/06/19/documentos-comprovam-que-danilo-de-castro-secretario-de-estado-do-governo-anastasia-e-mais-um-ficha-suja/

    ResponderExcluir
  40. Na minha escola, nós, professores GREVISTAS combinamos de fazermos nossa própria festa, separadamente daquela que todo ano é promovida pela escola, só que no mesmo dia e horário. Será boicote mesmo.
    É que além de não ter mais aquele CLIMA com os outros, nós GREVISTAS acabamos nos tornando uma FAMÍLIA: viajamos tantas vezes juntos, lutamos, sofremos juntos. Criamos laços.
    Vai ser melhor assim.
    Pelo menos entre nós, teremos muito o que comemorar.

    ResponderExcluir
  41. O SENADOR MINEIRO AÉCIO, PRÉ CANDIDATO DO PSDB Á PRESIDENTE EM 2014, FARÁ PRONUNCIAMENTO NA TV NO PROGRAMA DO PSDB HOJE, 13/10/11.

    FIQUEM ATENTOS, QUANTO ÁS MENTIRAS, FALSIDADES E DESCONVERSAS QUE ELE SEMPRE USA.

    SERÁ QUE ELE LEMBRARÁ DO SEU AMIGO DANILO DE CASTRO?

    SERÁ QUE ELE MENCIONARÁ O NOME DE SEU COLABORADOR DANILO DE CASTRO?

    OU O SUBMUNDO DOS ......., NÃO PERMITE.

    ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃO, FIQUEM ATENTOS.

    ResponderExcluir
  42. Não leio nenhum comentário sobre o que está acontecendo com a Comunidade Dandara. Lembrem-se de que o frei Gilvander apoiou muito os professores em greve. Não sei como serei interpretada, mas acho que a situação dos moradores da Dandara é um pouco pior do que a nossa. Abraços ao pessoal da luta!

    ResponderExcluir
  43. Caros colegas, temos que ir a festa, sim. Pois, se não os substitutos aproveitarão ainda mais, pois, se estivermos presentes, além de deixá-los desconcertados, ainda poderá sobrar aquele microfone para falarmos algumas palavras de indignação total. Força na luta.

    ResponderExcluir
  44. Que negócio é este de difamar o nome do danilo di castro(capo).êle é um homem honrado,trabalhador,descente,humilde,e tom.aconta do orçamento di Minas.Quando Aécio for presidente,êste senhor vai governar o brasil,de forma coerente.Depois,Danilo di castro para presidente.O brasil merece,covardemente.Clésio andrade vai ajudá-los,perfeitamente!Cruz credo!

    ResponderExcluir
  45. A minha opinião é que devemos ir a suposta festa,pois, não podemos dar espaço para os prostitutos e ainda quero ver a cara da diretora falando palavras doces aos professores ( imaginem nossos semblantes ). Colegas, não perco por nada, pois, vai ser uma tremenda saia justa kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  46. Galera, também irei a esta festa para olhar de cara feia para os substitutos e não dar espaços aos mesmos, e aposto que terão uma indigestão logo após rsrsrs.

    ResponderExcluir
  47. COM A COMUNIDADE DANDARA EU LUTO,
    VENHAM PARTICIPAR DO ATO EM APOIO A ESTA OCUPAÇÃO QUE SURGIU DIANTE O DESCASO DO PODER PÚBLICO E CONTRA A ESPECULAÇÃO DO CAPITAL:

    Rede de solidariedade e apoio à Comunidade Dandara,

    A Comunidade Dandara – 1.000 famílias que resistem há 2,6 anos e já construíram 800 casas de alvenaria, construíram centenas de pessoas e constroem em comunidade organizada - convida todos vocês para participarem do Grande Abraço de Resistência que acontecerá no próximo domingo, dia 16 de outubro de 2011, a partir das 13:00h, na Comunidade, em frente ao Centro Comunitário de Dandara.
    ATENÇÃO:

    A partir das 10hs da manhã de domingo haverá uma concentração na Praça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, saindo em CARREATA às 12hs em conjunto com o movimento FORA LACERDA, passando pela Praça da Estação.

    Venha participar deste Grande Abraço em Dandara!

    São muitas VIDAS, ameaçadas de despejo, que esperam por sua solidariedade.

    ResponderExcluir
  48. PELO AMOR DE DEUS PESSOAL, VAMOS BOICOTAR A REDE GLOBO NO DIA 15 AGORA, NIGUÉM LIGA NELA E IMPLORAMOS AOS NOSSOS FAMILIARES E AMIGOS QUE NOS AJUDEM!!!!!!!!!!!!!
    VAMOS ANUNCIAR ISSO MAS EU PRECISO DE AJUDA DE VOCÊS, ENTRETANTO SE NINGUÉM ESTÁ DE ACORDO COM A IDÉIA, PELO MENOS JUSTIFIQUEM AQUI POR FAVOR.
    ACREDITO QUE SEREMOS DIA 15, HOMENAGEADOS NESSA EMISSORA QUE NOS PERSEGUE, COM PALAVRAS DE DEMAGOGOS. ( Dilma ou quem sabe até mesmo o crápula Fascita).

    ResponderExcluir
  49. NÃO VEJO NENHUM MOTIVO PARA COMEMORAÇÃO DO DIA DO PROFESSOR. ESPERO QUE EM MINHA ESCOLA NEM MENCIONE A EXISTÊNCIA DESSE DIA.COMEMORAR O QUE? DIVISÃO? RAIVA? TRAIRAGEM DE MUITOS COLEGAS? AMEAÇAS DE TODAS AS FORMAS? CONTRACHEQUES ZERADOS? NÃO HÁ O QUE COMEMORAR. OS PROFESSORES ESTÃO DE LUTO.

    ResponderExcluir
  50. Quem é Danilo de Castro?

    ResponderExcluir
  51. Concordo com o anônimo as 9:13.Realmente, quando passo próximo às agências Bancárias, os grevistas estão comentando sobre a nossa greve...

    -estão mais seguros, mais fortalecidos, mais corajosos, após os 112 dias de nossas aulas!
    alguns, apenas em grupo de 03 na porta do banco; mas um apoiando o outro, em busca da vitória de todos.

    Só tenho a lamentar que os nossos próprios colegas de classe ainda não aprenderam a lição.

    VAMOS BOICOTAR AS FESTINHAS NAS ESCOLAS EM COMEMORAÇÃO AO DIA DOS PROFESSORES... ESTAMOS DE LUTO.

    gostei da idéia do anônimo das 12:39 de fazer um encontro "SÓ PARA GREVISTAS".

    ResponderExcluir
  52. Principalmente nas escola é que não queremos festa, seria festejar junto com os Tampax.

    ResponderExcluir
  53. NÃO VAMOS ESQUECER O QUE ESTAMOS PASSANDO!

    FORA ANASTASIA! FORA AÉCIO! FORA PSDB!

    VAMOS TIRAR ESSES DESUMANOS DO PODER!

    AINDA TEMOS QUE PRESSIONAR. NADA ESTÁ GARANTIDO. AINDA NÃO BATERAM O MARTELO A RESPEITO DO 13º.
    ALERTA MÁXIMO...

    VAMOS ARTICULAR COM OS DEMAIS SEGMENTOS DE SERVIDORES PARA COBRAR O TAL 14º.

    O QUE ESTAMOS ESPERANDO? VAMOS NOS UNIR E FAZER O CHÃO DE MINAS TREMER...

    ResponderExcluir
  54. CREIO QUE AQUI NO NOSSO MUNICÍPIO DE AIMORÉS/MG, ESTAMOS VIVENDO UM DRAMA PARECIDO C/ O DOS PROFESSORES DO ESTADO. o GOVERNADOR NÃO PAGA A VOCÊS O PISO NA CARREIRA, O NOSSO PREFEITO QUER PAGAR O PISO NA CARREIRA PORÉM NÃO CONSIDERANDO OS PROFESSORES SEGUNDO SUA ESCOLARIDADE.
    PIII
    O PIII vai dar 18 aulas de 50 minutos que dá um total de 900 minutos, ou seja, 18x50=900.60 min = 15 horas de efetivo exercício.
    Dividindo os 900 minutos por 60 minutos dá 15 horas, com mais 6 de planejamento semanal eles vão trabalhar 21 horas semanais (QUE SE REFERE A UM LOTE DE AULAS).
    900.60= 15+6 =21 horas
    Então vejamos a título de exemplo DE REMUNERAÇÃO
    Salário de PIII com pós graduação e considerando os graus. Grau C
    R$ 1.969,2



    PII
    O PII vai trabalhar 20 horas em sala de aula e mais 5 de planejamento que dará um total de 25 horas.

    Vejamos AGORA a título de exemplo de REMUNERAÇÃO
    Salário de PII com pós graduação e considerando os graus. GRAU C
    R$1.148,74
    DIFERENÇA SALARIAL ENCONTRADA ENTRE O PIII E O PII
    R$1.969,20
    R$1.148,74
    R$0 821,46

    O PLANO SE REFERE AS DIFERENÇAS ENTRE OS CARGOS COMO SENDO DE NÍVEL DE COMPLEXIDADE.

    SERÁ MESMO QUE O NÍVEL DE COMPLEXIDADE DE QUEM ATUA DO 6º AO 9º ANO É MAIOR DO QUEM ESTÁ EM SALA DE ALFABETIZAÇÃO COM CLASSE DE 30 ALUNOS ou MAIS? Creio que não há porque se discutir em nível de complexidade dado que somos educadores, cada qual em sua função específica.

    BOA DUPLA! NÃO É EM VÃO QUE O NOSSO PREFEITO FEZ CAMPANHA PARA O ANASTASIA, MESMO SENDO DO PMDB! FARINHA DE UM SACO SÓ!

    ResponderExcluir
  55. Vilma Luiza, de Montes Claros13 de outubro de 2011 14:41

    Oi, Euler, oi pessoal. Olhem, achei por bem entregar à direção da minha escola uma declaração/nota de esclarecimento sobre os motivos do meu não comparecimento às aulas de reposição. Eu o publicarei aqui, porque talvez alguém queira aproveitá-lo. Fiquem à vontade para fazer as modificações que acharem necessárias.


    Montes Claros, 13 de outubro de 2011.

    COMUNICADO / ESCLARECIMENTO


    Eu, Vilma Luiza ........., MASP ........., professora PEBIV B, em exercício na
    E.E....., de Montes Claros/MG, detentora de 01 cargo como professora de Língua Portuguesa em turmas de 3º ano do ensino Médio – turno matutino, e 01 cargo como professora de Língua Portuguesa de turmas de 7º ano – turno vespertino, COMUNICO à direção da referida escola, na pessoa da senhora ....., que o meu não comparecimento às reposições de aula em decorrência da nossa greve, suspensa no dia 27-09-11, se deve unicamente ao fato de que dados importantes a respeito dessas reposições e do calendário proposto para as mesmas ainda se encontram em negociação na comissão tripartite constituída para negociar questões pendentes, entre elas a forma de pagamento das reposições, a obrigatoriedade ou não de se efetuá-las, caso não se proceda o pagamento antecipado dos cortes efetuados nos salários e outras questões concernentes ao assunto.
    Como sabemos, o calendário em questão foi uma imposição unilateral da SEE, não contemplando os pareceres dos educadores, dos alunos e dos pais dos alunos, o que vem gerando situações diversas de prejuízo ao bom andamento dos trabalhos e ao legítimo direito de reposição de faltas-greve (“choque” de horários de uma escola para outra, aulas durante todo o mês de janeiro etc.), motivo pelo qual o Sindicato da categoria – Sind-Ute MG – o questiona junto à SEE, agora mediante comissão tripartite.
    Portanto, é por deliberação coletiva e orientação do Sindicato que eu e demais colegas ainda não estamos repondo, ou seja, estamos aguardando que sejam esclarecidos os pontos em questão, o que acreditamos aconteça na reunião do dia 17-10-11. Apenas então poderemos nos definir melhor e de maneira mais clara por quais caminhos seguir, motivo pelo qual estamos certos de não ser merecedores de nenhumas sanções administrativas por parte da SEE.

    Sendo o que tinha a informar, subscrevo-me, atenciosamente,
    VILMA LUIZA RUAS FERNANDES
    MASP ......


    Abraço a todos. Vilma

    ResponderExcluir
  56. Cuide para que o PSDB não consiga a prefeitura de 200 cidades. Cabe ao funcionalismo barrar isso mostando opções. Definindo com o povo as prioridades e desmentindo que a educação não configura prioridade e que essa é prioridade: "Vamos lutar contra o aparelhamento da máquina pública" ou seja VENDER TUDO QUE O ESTADO TEM E QUE FOI ADQUIRIDO COM NOSSO DINHEIRO."como se os tucanos fossem virgens à beira do altar, ou como se dirigir um país fosse tão simples quanto escapar de um bafômetro."
    http://avaranda.blogspot.com/2011/10/ricardo-melo-e-isso-aecio.html
    A CASA CAIU, AÓCIO NEVER... ESSE CLÃ NUNCA SOUBE O QUE É TRABALHAR DE VERDADE. VIVE SO NO "PODER".
    HORA DE TODOS OS BLOGS, TWITTERS,LOGS, FOTOLOGS E OS PROFESSORES DE TODO O PAÍS SE UNIREM EM UMA MEGA CAMPANHA PERMANENTE...
    PSDB = PIOR SALÁRIO DO BRASIL
    ISSO QUE ESTÁ ROLANDO NO TWITTER.

    ResponderExcluir
  57. Euler,

    Não só por uma imensa gratidão ao Frei

    Gilvander, estarei no dia 16/10, dando um forte

    e carinhoso abraço em Dandara; mas por entender

    ser justa a luta da Comunidade Dandara.

    COM A COMUNIDADE DANDARA EU LUTO

    Denise

    ResponderExcluir
  58. Não participarei de "homenagem ao professor". A direção escolar que realizar um evento desses numa situação esdrúxula na qual nos encontramos não tem consciência do ridículo. Em 2011 não verei meus colegas digladiando-se por um pedaço de torta salgada com refresco. Também não verei os slides com musica chorosa, anjinhos, coisa e tal. Entretanto, sentir-me-ei melhor assim.

    ResponderExcluir
  59. O NDG de Vespasiano e São José da Lapa vai participar das atividades em solidariedade ao Dandara neste domingo - o abraço Solidário contra o despejo. Quem puder, acompanhe e participe também desta e das outras atividades.


    PROGRAMAÇÃO DA RESISTÊNCIA - Comunidade Dandara

    1) Dia 10 de outubro de 2011, (segunda) – Reunião emergencial com apoiadores(as)
    Horário: 18:30 h – Local: Sindieletro (Rua Mucuri, nº. 271, Floresta, próx. à av. Contorno)

    2) Dia 12 de outubro (quarta) – Festa do Dia das Crianças
    Horário: a partir das 14:00 h – Local: Comunidade Dandara (Rua Petrópolis, nº. 315, Céu Azul-Nova Pampulha, em frente à garagem de ônibus, próx. a Escola Estadual Dep. Manoel Costa)

    3) Dia 16 de outubro (domingo) – Abraço Solidário contra o Despejo da Comunidade Dandara

    Horário: a partir das 15:00 h – Local: Comunidade Dandara (Rua Petrópolis, nº. 315, Céu Azul-Nova Pampulha, em frente à garagem de ônibus, próx. à escola estadual Dep. Manoel Costa)

    4) Dia 20 de outubro (quinta) – Grande Marcha - 23 Km a pé: Despejo Não. Com DANDARA eu luto.

    Horário: a partir das 04:00 h da manhã –

    Saída: Comunidade Dandara (Rua Petrópolis, nº. 315, Céu Azul-Nova Pampulha, em frente à garagem de ônibus, próx. a Escola Estadual Dep. Manoel Costa);

    Chegada: no Centro de Belo Horizonte, onde ocorrerá Audiência Judicial de Conciliação designada pelo juiz da 6ª Vara da Fazenda Pública Estadual, na qual tramita Ação Civil Pública proposta pela Defensoria Pública Estadual em defesa da Comunidade Dandara.

    Cf. www.brigadaspopulares.org – www.ocupacaodandara.blogspot.com

    ResponderExcluir
  60. Companheiros,quando vejo alguem pregar o boicote à rede grobo dia 15,prá mim não serve, pois já boicoto essa porcaria a muito tempo.
    Chega de HIPOCRISIA,IDIOTICE,CANALHICE!!!!!! Que a que se diz uma presidenta a favor da educação,não ABRA A BOCA EM REDE NACIONAL DIA 15!!!! POR FAVOR FIQUE DE BOCA FECHADA, NÃO QUEREMOS OUVI-LA E NEM VÊ-LA !!!!!!!!
    Ficamos 112 dias de greve e todos,incluindo a ala federal fizeram de conta que não estava acontecendo nada,por isso VÃO CATAR LATA E LAMBER SABÃO DIA 15,NÃO PRECISAMOS DE PALAVRAS, precisamos É DE AÇÃO,ENTENDERAM?????? AÇÃO,QUE SIGNIFICA: FAZER COM QUE A LEI SEJA CUMPRIDA!!!!!!
    Bom pessoal,prá mim não tem festa.Estou me convidando a alguma festa de grevista,pois fiz greve sozinha e não tenho companheiros p/ festa,é mole?!?!?!
    Infelizmente não tenho nada a comemorar dia 15,a NÃO SER O NOSSO NÚCLEO QUE FOI FORMADO EM UMA BOA HORA E QUE ESTÁ SEMPRE NOS FORTALECENDO.Comemoraremos aqui,vai se mil vezes melhor!
    Me solidarizo com a comunidade Dandara,a única coisa que posso fazer,estou fazendo:mandando emails para deputados,denunciando com comentários em jornais e me oferecendo para o que estiver em meu alcance.Não podemos ficar omissos.Temos que juntarmos àqueles que muito nos ajudaram e também estão sendo pisoteados como nós!!!!!
    Mesmo estando chateada com todos esses descasos pelos quais estamos passando,CONTINUO FIRME NA LUTA!! NÃO ARREDEI E NÃO VOU ARREDAR, NEM UM MILÍMETRO,O PÉ DA MINHA VONTADE DE LUTAR E DA MINHA RESISTÊNCIA. É ISSO QUE ESTÁ ME ALIMENTANDO,ESTA UNIDADE QUE CRIAMOS,ESSA FORÇA QUE GERAMOS NESTE CONVÍVIO.
    ACONTEÇA O QUE ACONTECER,A VITÓRIA TEM DE SER NOSSA COMPANHEIROS, POR ISSO PRECISAMOS CONTINUAR FIRMES NA LUTA PARA QUE POSSAMOS USUFRUIR DA NOSSA CONQUISTA!!!!!!
    Abraços a todos e Euler,seu comentário foi demais,como sempre, adorei!!!!!

    ResponderExcluir
  61. Euler gostaria que me esclarecesse sobre algum projeto novo que circula por aí sobre alfabetização patricinado pelo governo pois na minha igreja foi feito convite para lecionar alfabetizando a acada 10 alunos vão pagar 250 reais. Se tiver mais 10 talizando 20 alunos 500 reais quer dizer 250 para cada 10 alunos e fornecem materias livros dvds tudo enfim! E O PRINCIPAL: OS PROFESSORES NÃO PRECISAM SEREM HABILITADOS E PODEM ESCOLHER O HORARIO QUE QUIZEREM PARA MINISTRAR AS AULAS. ESCLAREÇA POR FAVOR SOU DE G.V GOVERNADOR VALADARES e isso foi colocado em uma reunião da igreja: ASSEMBLEIA DE DEUS RUA AFONSO PENA

    ResponderExcluir
  62. Prezado Euler, gostaria de saber o que temos de concreto em relação ao 13º e 14º. É verdade que o governo pensa pagar alguma coisa no dia 17/10/2011? Por favor me diga algo de concreto nessa lamúria toda. Obrigado.

    ResponderExcluir
  63. Por favor me dê notícias se vamos receber alguma coisa no dia 17/10.Não aguento mais receber telefonemas me cobrando.

    ResponderExcluir
  64. Alguém sabe notícias da finada APPMG?

    ResponderExcluir
  65. Boa tarde a todos os amigos do NDG/NDE

    Acredito sinceramente que deixamos um legado com essa greve de 112 dias: A SOCIEDADE TERÁ QUE SE UNIR PARA COMBATER ESSA "MÁQUINA DE MOER GENTE", COMO MUITO BEM DENOMINA NOSSO AMIGO EULER.

    Os caras-pintadas que estiveram nas ruas ontem contra a CORRUPÇÃO, que deveria ser exceção em qualquer país, mas no nosso é regra, denunciam o estado de calamidade vivido no Brasil.

    A ÚNICA COMEMORAÇÃO POSSÍVEL NESSE DIA 15, SERÁ POR NOSSA GARRA EM OBRIGAR, CURIOSAMENTE, OS GOVERNADORES (FEDERAL, ESTADUAIS E MUNICIPAIS), A CUMPRIREM UMA LEI, FEDERAL, QUE, REFORÇANDO O PROFESSOR EULER, DEVERIA SER PRIORIDADE DE QUEM, EM TESE, ZELARIA PELO SEU CUMPRIMENTO.

    Quanto às bolsas-famílias, sabemos que reconhecidamente são absolutamente necessárias, haja vista ser inconcebível assistir passivamente alguém morrer de fome, mas que infelizmente, levando em conta seu caráter vitalício, ela torna-se um instrumento eleitoreiro e assistencialista, gerando indubitavelmente a SUBSERVIÊNCIA.

    Para que essas bolsas tivessem fins sociais legítimos, elas deveriam ter caráter transitório, acompanhadas de projetos de inclusão.
    O GOVERNO LULA FOI MUITO DEMAGÓGICO.

    DECPCIONADA!

    INDIGNADA!

    MAS FELIZ, PORQUE, ACREDITO, JÁ COMEÇAMOS A COLHER OS FRUTOS SOCIAIS.

    MINAS DEIXA ESSE LEGADO DE LUTA.

    VAMOS UNIR FORÇAS, UNIDOS SOMOS MAIS.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  66. Há escolas pelo Estado que vão fazer festa para homenagear os professores? Como assim? Que falta de coerência é essa, não ganhamos nada, a escola cheia de designados sem fazer nada, só comendo e andando à toa pela escola, professores sem receber, desde junho, gente vivendo na maior dificuldade, é muita falta de senso quem quiser ou fizer festa, até porque o clima entre os professores nas escolas não anda às mil maravilhas, para que expor as feridas que ainda estão abertas, por isso não é o momento, pois não temos o que comemorar. Pelo amor de Deus, gente, chega de faz-de-conta, nós não podemos fazer de conta que as coisas estão acontecendo igual ao governador.

    ResponderExcluir
  67. Boa noite amigos.

    TODOS POR DANDARA!!!

    Se a decisão de despejo de DANDARA for concretizada, vamos denunciar ao mundo que o Brasil não tem condições de sediar a copa em 2014, pela salvação de seus filhos.

    VAMOS PEDIR A TODOS OS PAÍSES PARA MANIFESTAREM CONTRA A COPA NO BRASIL EM 2014.

    ABAIXO A COPA!

    VIVA DANDARA!

    VIVA A VIDA!

    VIVA O DIREITO DE VIVER DIGNAMENTE!

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  68. Boa noite amigos.

    TODOS POR DANDARA.

    TODOS PELA VIDA DO FREI GILVANDER - HOMEM DE GARRA E CORAGEM

    QUE REVOLTANTE!

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  69. CHARLOTTE CONTRA O SECTARISMO e favor da UNIDADE!!!


    "Na minha escola, nós, professores GREVISTAS combinamos de fazermos nossa própria festa, separadamente daquela que todo ano é promovida pela escola, só que no mesmo dia e horário. Será boicote mesmo.
    É que além de não ter mais aquele CLIMA com os outros, nós GREVISTAS acabamos nos tornando uma FAMÍLIA: viajamos tantas vezes juntos, lutamos, sofremos juntos. Criamos laços.
    Vai ser melhor assim.
    Pelo menos entre nós, teremos muito o que comemorar. "


    >> Querida, motivos temos de sobra para dar uma banana pra essa turma que permaneceu na escola como se nada estivesse acontecendo. Mas acredito que isola-se na escola não é a melhor alternativa. Acho sim que, apesar de tudo, ainda devemos tentar trazer esse pessoal para o nosso lado. Sectarismo só vai fortalecer o governo e enfraquecer a categoria. Sugiro que vocês usem nesse dia o melhor perfume e o melhor sorriso. Alegria em cima deles... a felicidade da gente incomoda muito mais do que a dor. Lembra daquela canção antiga do Chico que diz "a dor da gente não sai no jornal." Tristeza não dá ibope, meu bem. Então vá lá na festinha e derrame o máximo de alegria nesse povinho... O governo e seus comparsas(inclusive diretoras e muitos "colegas") querem nos ver exatamente assim, cabisbaixos. ALEGRIA NELES,afinal eles é que têm de estar envergonhados... eles é que foram covardes, omissos e alienado.
    Na minha escola eu chego fazendo barulho, exalando o meu melhor perfume e distribuindo sorriso pra todo mundo. A FELICIDADE É UMA ARMA PODEROSA!!!
    Bjs e mt alegria no coração de vocês!!!

    ResponderExcluir
  70. BOA NOITE.

    TODOS POR DANDARA.
    PELA VIDA DE DONA ANGÉLICA, PELA VIDA DAQUELAS CRIANCINHAS, PELA VIDA DE TODOS NAQUELE LUGAR.

    Não suportarei vê-los na rua. Com certeza, assim como Frei Gilvander, também morrerei um pouco. Sem demagogia.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  71. Devemos tomar bastante cuidado ao divulgar o nome do famigerado Aécio. Tudo que ele precisa para se eleger é publicidade popular. Mesmo falando mau estamos divulgando este nome horrível.Lembre-se que Collor de Melo se elegeu com menos publicidade e em tempos de pouca tecnologia.

    ResponderExcluir
  72. Josias Guedes Carangola13 de outubro de 2011 18:48

    Vamos comemorar os cento e doze dias que marcaram o caminho para um novo país!
    Ser Professor, por mais que a gente se desiluda com o massacrante cotidiano, é a mais nobre profissão! E se ninguém te disser eu te digo: feliz dia dos Professores!
    Mesmo com o contra-cheque zerado, mesmo com os tampax, mesmo com o confisco/furto do governo para os que optaram pelo vb, mesmo que a atualidade nos seja tão sombria, repito: feliz dia dos Professores!
    Com ou sem Dilma, Aécio, Anastasia etc e tal e tal etc te digo novamente: feliz dia dos Professores!
    Até mesmo para colegas que na caminhada não nos entendemos 100%: feliz dia dos professores!Novas lutas virão e somos todos professores!
    Deus nos ilumine, Deus nos fortaleça, Deus nos dê sabedoria em meio a tantas injustiças e que ele nos conceda a paz divinal em nossos espíritos para que apesar de tudo tenhamos um feliz dia dos Professores!

    ResponderExcluir
  73. Carlos José - Nova Lima13 de outubro de 2011 18:52

    Euler e colegas professores do NDG,
    Eis a resposta que obtive da Ouvidoria do Estado de Minas Gerais, sobre o não pagamento do piso na carreira. Não há novidades, mas resolvi compartilhá-la com vocês:
    Registro de 13/10/2011
    Manifestante: CARLOS JOSÉ ASSUNÇÃO
    Processo: 38157
    Prezado senhor,
    No uso da delegação de competência conferida pelo Ouvidor Geral do Estado, Resolução nº. 52/07, referente às atribuições que lhe são estabelecidas pela Lei 15298/04, a Ouvidoria Educacional comunica o registro da manifestação 38157, apresentada a este órgão por V. Sa., e informa que o Governo está ciente de que a proposta de remuneração por Subsídio, bem como o Projeto de lei 2.355, que dispõe sobre o piso salarial do professor, fixado inicialmente em R$712,20 para 24horas semanais, requer ajustes e que a tramitação do referido Projeto de Lei na ALMG foi suspenso, como parte do acordo celebrado com o Sind-Ute para término do movimento grevista da categoria.Tanto a proposta de remuneração por subsídio, como o Projeto de Lei 2.355 estão sendo analisados por um Grupo de Trabalho (GT), formado para esse fim, com representantes dos parlamentares, do Governo e do Sind-UTE. Assim, Todas as questões pertinentes à Lei 18.975 e ao referido Projeto de Lei serão objeto de análise desse GT, inclusive a questão levantada por V. Sa. Para tanto, foi formada uma comissão de negociação composta por parlamentares e por representantes do Sind-UTE/MG e do Governo de Minas. Portanto, o Governo tem conhecimento de uma série de questões que envolvem a valorização do magistério e está atento às discussões sobre a mesma. Nesse sentido, os trabalhos da Comissão referida têm o objetivo de construir, juntamente com os parlamentares e o Sind-UTE, alternativas visando à valorização dos servidores do magistério, sem comprometer a política de responsabilidade fiscal que vem sendo implementada, em consonância com a legislação vigente. Na certeza desta Ouvidoria ter exercido suas funções institucionais, apresentamos-lhe nossas cordiais saudações. Atenciosamente,Ouvidoria Educacional.

    ResponderExcluir
  74. No dia 15 de outubro tudo que eu queria ver e ouvir pela TV:
    Governo de Minas pagará o piso dos professores integral por 24 horas conforme acórdão do STF; a reposição dos dias parados será paga em cheque extra nesta segunda-feira dia 17/10; o 14º do funcionalismo será pago neste mês de outubro.
    E ainda, cai o secretariado de Minas Gerais: secretárias de educação e planejamento perdem o cargo por contratações indevidas durante a greve. Que sonho bom... Acorde-me quando isto acontecer.

    ResponderExcluir
  75. Na Escola que trabalho já colocou o papel na parede DIA 15 NÃO HAVERÁ AULA perguntei poRque ,disse a coleguinha tampax é DIA DO PROFESSOR!!!!!!e como sou muiiiiiito BANDIIIIDA,retruquei,TEM QUE PAGAR OS DIAS DE GREVE.LASTIMÁVEL ESSE POVO.QUERO O MEU PISO ISSO É COMEMORAR DIA DO PROFESSOR.HOJE JÁ ESTAVA PASSANDO AQUELA MUSIQUINHA NA TV .SAI PRA LÁ CAPETA,E TODOS QUE VIRARAM AS COSTAS P/ NÓS.ABRAÇO FORTE E FRATERNO AOS MEUS AMIGOS DE LUTA.FIQUE DE OLHO NO DESGOVERNO SEM PALAVRAS, SUA ASSINATURA O BRASIL DE GENTE HONESTA VIU...ESTAMOS ESPERANDO VC CUMPRIR.

    ResponderExcluir
  76. Parabéns Euler, novamente. Sigo seu blog diariamente( 3,4,5,6 vezes ao dia rs) desde a greve do ano passado, e fico satisfeita, hoje, por vê-lo com mais de 1 milhão de acessos. Ano passado as notícias tinham o mesmo teor e infelizmente não chegavam a todos. Lembro que tinham poucos comentários, mas sempre muito inteligentes. Tá difícil de ler tudo hoje em dia!
    Quero dizer a você e a todos os colegas de luta, leitores, que sou totalmente a favor de greve, em todas as categorias que possivelmente a fizerem. Participo de todas as paralisações e greves desde 2000. Sempre saio com algumas perdas, mas saio de alma lavada por ter lutado. Todo fim de greve é esse caos melancólico, incertezas que pairam a nossa cabeça. No dia que estou pra baixo é o dia que mais tento animar meus colegas. Sou forte mas padeço também, se mostrar meus dias de desespero eu levo um monte de gente que confia nas minhas palavras junto pro buraco. Sempre mantenho um sorriso no rosto e falo pra ter paciência, que as coisas vão melhorar. Já o porteiro da escola para meu carro todo dia "que notícia boa vc tem pra gente hj?" Tudo que tenho eu repasso, e eu leio muito. Ele tem pouca fonte de informação mas é muito inteligente e político, já indiquei seu blog. Infelizmente eu deixei pra contar pra ele semana que vem que só querem pagar o piso para professor e especialista. Espero notícia melhor dia 17, pq ele fez a greve quase toda.
    Há vários comentários negativos aqui, em outros posts também, gostaria de pedir calma a todos. Professor hj está muito mais informado e participativo, mas vejo uma ansiedade exagerada. Quem está na luta há muito tempo sabe da demora das conquistas. Se não alcançarmos o objetivo, o piso na carreira, a gente luta de novo. "Ele" quer ganhar tempo e fazer pirraça, porque nunca foi e nunca será um político. A lei tem que ser cumprida. Fato. Pressão a gente sofre de todos os lados, respirem fundo e peçam luz e paciência para aturar as adversidades. Deixem a noite escura passar e comecem um novo dia feliz. Um abraço e muita força na nossa luta diária!
    Andréa

    ResponderExcluir
  77. Diversificando as informações, visões, percepções sobre o que acontece na Líbia...

    ... é sempre bom um outro olhar, ainda que - ou exatamente porque - desfaça todo o senso comum construído pela grande mídia...

    ... vale a pena ler este relato pessoal de uma jornalista, publicado no conceituado blog Vi o Mundo, do jornalista Luiz Carlos Azenha:

    "Juliana Medeiros: “Falo quase todos os dias (por Skype) com a Líbia”

    Líbia – Um relato pessoal"

    Fonte:

    http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/juliana-medeiros-falo-quase-todos-os-dias-pelo-skype-com-a-libia.html

    ResponderExcluir
  78. Euler, desta vez não compartilho seu pensamento. Acredito sim que temos que comemorar muito: a nossa raça e coragem de uma greve histórica, a força para enfrentar os políticos corruptos, o jeitinho para driblar o saque nos nossos contra cheques. Fomos e somos guerreiros e guerreiras, "fortes como touro e da cabeça inteligentes". Vamos mostrar para a população que ainda temos muita garra e que venha quem vier os nossos direitos sempre buscaremos na força e na raça.

    ResponderExcluir
  79. PREZADOS(AS) COMPANHEIROS(AS):
    Prof. Romeu - Caratinga

    Meus valorosos companheiros de carreira, minha solidariedade a todos(as) que aqui depositam seus mais préstimos sentimentos e sonhos...
    Sonhar é preciso!
    Quero dizer a todos(as), em especial, ao Prof. Euler, talvez essa notícia poucos dela saibam.
    O desGoverno Anastasia "confiscou" aqui na região ou quiçá no estado inteiro os CAIXAS ESCOLARES. Isso mesmo!!! PASMEM!
    Ouvi de uma diretora que o governo confiscou o dindin dos caixas escolares, mesmo aquele dindin cujo termo de compromisso já tinha sido assinado. rsrsrsrsrs
    E o dindin também daquelas escolas onde havia provisão para reforma e construção! Isso é fato!
    Ele tá juntando dindin pra quê?
    Para pagar o 13º? Para pagar o 14º?
    Para fazer caixa para 2012?
    Para se proteger da crise?
    Para pagar os substitutos?
    Para fazer campanha ano que vem?
    Quem viver verá!

    Abraços Galera, fiquem com Deus!
    hoje, 13/10/11

    ResponderExcluir
  80. “Bom dia Euler!
    Uma coisa que me deixa ingnada é ver que até mesmo alguns colegas nos tratam de forma diferente, Prá mim somos iguais e brigamos por um mesmo objetivo "Educação". Quando vamos receber o respeito que merecemos afinal foram anos sentados em uma cadeira de faculdade, depois pós-graduação. Prá que? Qual a recompensa de tudo isso, se até mesmo o abono de nossos filhos foram tirados, afinal, será quanto um profissional da educação merecia ganhar? Não sei se vices já observaram, mas a maioria dos professores estão com problemas de saúde e muitas das vezes o que ganha mal dá para comprar o remédio isto é, se for barato. Poe que se for caro não dá. Pensem nisso senhores políticos se vocês ganham bem pensem naqueles que estão dando a vida pela educação.”

    Respondo:
    Você passou anos sentada em uma cadeira da faculdade para:
    - Acentuar “pra”;
    - Não acentuar “que” (pergunta no final de frase);
    - Colocar “o abono” no plural;
    - Dizer que “a maioria” estão;
    - Engolir algumas vírgulas;
    - Valer-se dos erros de digitação.

    Ai, como sou bandido!!!

    ResponderExcluir
  81. Alice Da Silva Cornelio13 de outubro de 2011 19:32

    Caríssimo prof. Euler,
    posto aqui parte de uma reportagem do jornal "O Tempo" que reflete bem este cenário:
    "Que estudante buscará um curso de licenciatura para trabalhar durante nove horas por dia em salas de aula na educação básica? Não é necessário análise pormenorizada para entender as razões da baixa procura pelos cursos de licenciatura. Falta uma política remuneratória digna, condições adequadas de trabalho, valorização do profissional, condições capazes de atraí-lo e mantê-lo em sala de aula, o que deve estar na pauta de quaisquer discussões sobre melhoria da qualidade de ensino. ". JOSÉ MARIA THEODORO - Mestre em Linguística e Língua Portuguesa

    ResponderExcluir
  82. Euler,
    Hoje estava foleando a Revista Veja (12 de outubro de 2011), quando cheguei na p.116,encontrei uma foto da nossa greve. Observei o título "O rombo da educação é o cabide de empregos de 45 bilhões de reais" e o autor (Gustavo Loschpe). Antes de fazer a leitura já sabia que o indivíduo faria um comentário de quem sempre tenta camuflar a realidade da educação brasileira. Pelo menos ele reconheceu que ouviu e viu que a nossa greve foi "volumosa e barulhenta", apesar do silencio da mídia em geral. Nós é que temos que ter cuidado com discursos semelhantes ao dele, que emite julgamento da realidade da educação sem ter a vivencia da realidade dentro de uma sala de aula em uma escola pública. Que bom ele ter reconhecido que o nosso sindicato é forte e que o governo realmente tem que tomar cuidado. É bom que ele saiba que a nossa força só está começando. Vamos gritar mais alto para que chegue aos ouvidos dele o que conhecemos sobre a realidade da educação brasileira. Quero sugerir a ele que faça uma leitura dos textos postados no seu blog, quem sabe assim ele aprende um pouco.

    ResponderExcluir
  83. Olá Pessoal, boa noite a todos.
    Gostaria de compartilhar com vocês a produção de de texto de duas alunas da E. E. "José Gabriel de Oliveira" de Vespasiano, sobre a greve dos professores.

    TEXTO I:

    Onde querem chegar, aqueles que ignoram a voz que é a base do mundo? Podem querer, mas não chegarão à lugar nenhum. Nós, infelizmente vivemos em uma sociedade em que é preciso "gritar" para que as vozes sejam escutadas pelas autoridades, (que mentem em suas candidaturas, dizendo que melhorarão a educação e quando ganham, não fazem nada) para fazerem parte do grupo mais "indecente" que existe, no topo mais baixo do mau-caráter.
    As autoridades ignoram os trabalhadores (que os elegeram) humildes, que todos os dias saem de casa cedo para sustentar a si mesmo e a sua família, por meio de salários inadequados, pois há que sobrar dinheiro para a corrupção, por isso, os trabalhadores de várias categorias exercem um dos seus direitos: a greve.
    É possível que ninguém reconhece o trabalho de um professor? Aquele que ensinou desde o vendedor ambulante até o presidente da república? É possível sim. Mas, se os governantes pensassem um pouco nos outros e deixassem de ser egoístas, dariam um salário digno e não precisariam de protestarem.

    Aluna do 8º ano: Paola Fernandes dos Reis Santos

    TEXTO II:
    Lutas Pelos Direitos

    Na nossa aula de cidadania de hoje, aprendi que o professor fez greve para reivindicar os direitos existentes aos olhos dos trabalhadores e inexistente aos olhos dos governantes.
    Eles estão na luta por um piso salarial que é lei. Os professores são apoiados por várias pessoas, dentre eles, alunos, padres, até mesmo do movimento dos sem terras, pois realmente tem razão naquilo que reivindicam.
    O governo em si, não estava dando a mínima e queria pagar R$ 712,00 pelo piso em uma jornada de 24 horas, sabendo que é lei pagar R$ 1187,00 para os trabalhadores da educação.
    Não temos nem o que dizer sobre a greve, apenas apoiar, pois tudo que é justo tem que ser cumprido!
    "Na vida sempre quem reconhece seus direitos, luta pelos mesmos e vence com dignidade de um cidadão."

    Aluna do 8º ano: Raiane Gomes de Novaes

    Parabéns a essas alunas!!

    ResponderExcluir
  84. "Não vamos enlouquecer, nem nos matar, nem desistir. Pelo contrário: vamos ficar ótimos e incomodar bastante ainda." (Caio Fernando Abreu)

    ResponderExcluir
  85. Aecista devolve crítica de Serra a Aécio

    http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/partidos/aecista-devolve-critica-de-serra-a-aecio/

    Vamos comentar, tem espaço para comentários.

    ResponderExcluir
  86. No twitter

    VEJA VEJA
    Aecista devolve crítica de Serra a Aécio migre.me/5UStR /via @radaronline

    ResponderExcluir
  87. Sonho ou devaneio de um desolado professor:
    Imaginem se o Anastasia vem no dia 15 de outubro e anuncia o PSPN, na carreira e para todos os servidores e carreiras da educação???
    aff sonho só na padaria!!!

    ResponderExcluir
  88. Só mesmo lendo os comentários dos colegas para ter um pouco de ânimo e acreditar que " amanhã será outro dia".
    Obrigada pessoal

    ResponderExcluir
  89. João Paulo Ferreira de Assis13 de outubro de 2011 20:41

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Euler

    Prezados companheiros de luta:

    De novo eu bancar o advogado do diabo. O tema desta vez é nossa relação com os substitutos. Sei, e compreendo a revolta de muitos pelo fato de terem substitutos, inclusive na minha escola o livro de uma professora titular desapareceu. Sei também que quase houve vias de fato em determinadas escolas, com um grupo de substitutos que estava rindo dos titulares no dia em que estes retomaram as aulas. Creio que isto aconteceu por falhas de comando da escola, que não pediu a eles para terem compostura e evitarem provocações aos titulares. Como é que no Patrus isto não aconteceu? Simples, nosso diretor e nossas vice-diretoras agiram como bombeiros (assim suponho). E ao chegar para lecionar no 2° F, recebi as boas vindas de uma funcionária da escola.
    Gente, temos que tomar muito cuidado, pois nem todos os substitutos são inabilitados. A minha substituta, por exemplo, é habilitada em História pela UNIPAC. Ao contratar substitutos o governo nos deu um xeque-mate. E matou dois coelhos com a mesma cajadada. O primeiro coelho morto foi a desunião que ele lançou na nossa classe. O segundo coelho morto foi possibilitar que OS ALUNOS FAÇAM COMPARAÇÕES ENTRE AS NOSSAS AULAS E AS DELES. Precisamos atentar bem para este detalhe. Já existem alunos comparando aulas. Eu mesmo vi no jornal O Tempo, alunos considerando que as aulas de Educação Física da substituta são melhores do que as da titular. E isto se torna uma faca de dois gumes para nós.
    Gente, vamos nos despir de TODO ÓDIO, E DE TODO RESSENTIMENTO, porquanto, ÓDIO E RESSENTIMENTO NUNCA SÃO BONS CONSELHEIROS. E CUIDADO AO CRITICAR OS SUBSTITUTOS NA SALA DE AULA. OS ALUNOS LEVAM TUDO AO CONHECIMENTO DA DIRETORIA, QUANDO NÃO AO DOS PRÓPRIOS SUBSTITUTOS.

    Vamos APERFEIÇOAR NOSSAS AULAS, PARA QUE NÃO FIQUEM INFERIORES E NÃO SIRVAM DEPOIS DE ARGUMENTO CONTRA NÓS.

    Saudações, e até a vitória!!!!!
    João Paulo Ferreira de Assis.

    POST SCRIPTUM:

    Observe-se que eu não emprego mais o adjetivo tampax. E eu tenho um motivo mais do que suficiente. Nem sempre fui professor de História. Lecionava Geografia, e nestes meus 25 anos só consegui que um aluno fizesse curso para ser professor de Geografia. Fui professor dele de 5ª a 8ª série, e hoje ele é professor substituto de Geografia na minha escola.

    ResponderExcluir
  90. Festa para professores? Que bobagem é essa?
    Este governo não tem vergonha de dar essa esmola?
    Tenho certeza que quem fez greve não aparecerá, pois não tem nada para comemorar.
    Devemos mandar um e-mail para DILMA pedindo que não pronuncie sobre os professores, pois não estamos satisfeitos com a nossa situação.
    Queremos é o piso já.
    Abraços

    ResponderExcluir
  91. Caro Subcomandante Euler e Prof. Romeu (Caratinga),

    Quanto menos pessoas permanecerem no VB, melhor para o Tonhão. Ele vai cumprir a lei, mas tá pressionando para mais gente voltar pro subsuicídio...

    Ele quer meter a mão em pelo menos uma parte do Fundeb, assim como "catou" nossos salários e diminuiu o de quem voltou para o VB, fora o Prêmio de Produtividade de todos o funcionalismo público e esses confiscos que você relatou...

    É que o TONHÃO QUER VIRAR NANÁ de verdade... já deve estar com passaporte novo e com plásticas marcadas para a transformação... Não vejo outro motivo pra tanta roubalheira apressada, já que a campanha para o padrinho ainda vai demorar...

    #prontofalei

    ResponderExcluir
  92. Euler,
    Até quando este governo vai ficar mandando suas meninas de recado pra negociar. Por que ele não mostra a cara? Está com medo. Se a ultima palavra é dele, quem tem que negociar direto com o SINDUTE é ele!
    Desse forma as coisas não andam, nem se resolve. Tudo que acontece tem que ser enviado pelas meninas de recado. Ele deverá aparecer pra discutir todos os critérios a serem aplicados.
    Abraços

    ResponderExcluir
  93. João Paulo Ferreira de Assis13 de outubro de 2011 21:05

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Euler

    Prezados companheiros de luta

    O ato do governador de contratar substitutos foi maquiavélico. Ora, ele é irmão da cientista política Carla Maria Junho Anastasia, que sempre em época de eleições dá entrevista para a Itatiaia. Um cientista político para se graduar ele tem que ler principalmente Maquiavel, que aconselhava que os príncipes se fizessem respeitar, AINDA QUE PARA ISSO TIVESSEM DE USAR DE MEIOS DESONESTOS.

    Saudações, e até a vitória!!!
    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  94. ORGULHOSA DE SER PROFESSORA,MAS NAO ORGULHA O GOVERNO QUE TEM.13 de outubro de 2011 21:10

    Ei companheiros(as), o dia 15 de outubro é só nosso, só nós que somos dignos de ser chamados de PROFESSOR.Pode ser chamado de PROFESSOR quem ficou 112 dias lutando por seus direitos, é quem sabe o verdadeiro sentido do que é CIDADANIA, é quem sensibilizou ao ver nossos GUEREIROS ABDON E MARILDA fazerem greve de fome em prol da educaçao,é quem nao se curvou diante as ameaças deste governozinho,é quem nao teve medo e quebrou todas as algemas pela sua dignidade.....
    PRA SOBREVIVER!! PRA SOBREVIVER!!
    PROFESSOR é aquele que toda semana estava lá pra ça da assembleia gritando:FORA ANASTASIA!! FORA ANASTASIA! FORA DITADOR! FORA DITADOR! PROFESSOR é aquele que decidiu e vestiu a camisa do QUEM LUTA, EDUCA toda semana, durante estes 112 dias de mássacre,torturas psicológicas,de humilhaçao, repressao...mas que apesar de tudo,RESISTIU E RESISTE!! Um grande abraço no dia 15 de outubro pra todos nós que realmente somos PROFESSORES E PERSONAGENS desta HISTÓRIA ÚNICA que JAMAIS se fragmentou,MAS UNIU, PARTILHOU...
    Euler, quero ver como vc ou nossos companheiros vao definir: PROFESSOR É........

    ResponderExcluir
  95. ORGULHOSA DE SER PROFESSORA,MAS NAO ORGULHA O GOVERNO QUE TEM.13 de outubro de 2011 21:34

    Oi Euler, voltei pra fazer uma correção na palavra
    MASSACRE (o dedo deve ter escorregado na tecla e saiu este acento)abraços

    ResponderExcluir
  96. Euler, e a famosa comissão de deputados federais que viria a Minas ver a quantas anda o pagamento do piso, que fim levou? Eles estão vindo a pé? Aí, entendo a demora.
    Ou já vieram, passaram como cometas e ninguém viu ou ouviu falar?

    ResponderExcluir
  97. Aquela musiquinha que diz: "A chave de toda conquista é o professooor..." já está sendo veiculada na rede "globo". De alguma forma poderíamos fazer chegar à referida emissora que não vivemos de salário emocional e sim de salário real, pois somos de carne e osso.
    A melhor homenagem que a instituição poderia fazer é pressionar as autoridade, através de seu poder de alcance, a cumprir a lei do PSPN.
    É claro que tal emissora não tem o interesse em nos ajudar, então, economize seus minutos, pois não precisamos que cantem a importância de nosso trabalho algumas vezes por semana durante o ano, porque a relevância do nosso trabalho é palpável no cotidiano com nossos alunos.

    ResponderExcluir
  98. Os brasileiro só serão felizes quando enforcarmos o último governante autoritário com as tripas do último político corrupto.

    Muita paciência para aguentarmos o que ainda está
    por vir são meus sinceros desejos a todos os colegas de caminhada nas tortuosas estradas da educação.

    Salve 15 de Outubro!

    ResponderExcluir
  99. Oi EULER
    Boa noite nosso consultor para assuntos diversos.
    Você, ou outro colega,tem alguma notícia sobre a visita de uma representante do Banco Mundial às escolas?Ela esteve na minha escola,assistiu aulas, conversou com alunos e diretoras...Parece que é algo relacionado com o fim do prêmio produtividade.Não sei mais, porque a visita da ilustre foi segunda feira e eu estava de folga.Quem souber algo ilumine esta ignorante aquí por favor.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  100. Oi gente
    Onde eu encontro o artigo do economista que vive metendo o dedo na educação e é articulista da veja?E não compro esta revista de m...... Por isso ainda não pude ler o malfadado escrito.

    ResponderExcluir
  101. PROFESSOR É O PILAR DA EDUCAÇÃO. É O TRANSFORMADOR, FORMADOR,RENOVADOR,CAPACITADOR,LUTADOR. ISENTOR DE MALDADES,DIPLOMATA,CRIATIVO,SUSTENTÁCULO INOVADOR. É O AMOR EM PESSOA. É O NEGOCIADOR. É TOLERANTE E SOBRETUDO, UM LUTADOR. O VERDADEIRO E UNICO GUERREIRO DE CORAÇÃO VALENTE.É O POETA ,E A POETISA SOB A FORMA DE LUTA.SOMOS LIMPOS, COM A ALMA LAVADA DE HONESTIDADE,SEGURANÇA PARA TODOS AQUELES QUE NOS QUEREM BEM.
    BRINDEMOS COM MUITA CONVICÇÃO QUE PODEMOS MUDAR, A PARTIR DESTA GREVE.SALVE, SALVE
    TODOS NÓS. ESTÁ MUDANDO AS DIREÇÕES DA VIDA TERRESTRE E COM ESSA TRANSIÇÃO VIRÃO DIAS MELHORES. ATÉ A VITÓRIA.

    ResponderExcluir
  102. Por e-mail, do nosso combativo colega Rafael Toledo, de Governador Valadares: (parte 1)

    "Rafael Toledo:

    http://carosamigos.terra.com.br/index/index.php/correio-caros-amigos/1604-educadores-contestam-artigo-da-qvejaq

    Educadores contestam artigo da "Veja"

    Sob o título “Que bom que os Sindicatos de Trabalhadores da Educação preocupam os sacerdotes da privataria e seus braços ideológicos!”, vários educadores divulgaram texto com críticas ao artigo de Gustavo Ioschpe (“Hora de Peitar os Sindicatos de Professores”), veiculado no site da revista “Veja”.

    http://www.cnte.org.br/index.php/component/content/6939?task=view

    "Vários meios de comunicação utilizam-se de seu poder unilateral para realizar ataques truculentos a quem ousa contrariar seus interesses. O artigo de Gustavo Ioschpe, publicado na edição de 12 de abril de 2011 da Revista Veja (campeã disparada do pensamento ultraconservador no Brasil), não apenas confirma a opção deliberada da Revista em atuar como agência de desinformação - trafegando interesses privados mal disfarçados de interesse de todos -, como mostra o exercício dessa opção pela sua mais degradada face, cujo nível, deploravelmente baixo, começa pelo título - “hora de peitar os sindicatos”. Com a arrogância que o caracteriza como aprendiz de escriba, desde o início de seu texto, o autor considera patrulha ideológica qualquer discordância em relação às suas parvoíces.(...)"

    http://www.cnte.org.br/index.php/comunica%C3%A7%C3%A3o/cnte-informa/348-cnte-informa-573-26-de-abril-de-2011/7013-artigo-que-contesta-colunista-da-veja-repercute-na-midia

    Após a CNTE publicar o artigo “Que bom que os Sindicatos de Trabalhadores da Educação preocupam os sacerdotes da privataria!”, a Caros Amigos perguntou se poderia publicar em seu site. Na seqüência, ao que tudo indica, o artigo entrou também no portal do Carta Maior e, em seguida, no Blog do Miro, com algumas mudanças de título, nesse meio tempo. A partir daí, a difusão parece estar sendo muito rápida.

    (cont...)

    ResponderExcluir
  103. Parte 2 (cont...):

    http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=17705

    Os sacerdotes da privataria e seus braços ideológicos
    É de um cinismo e desfaçatez vergonhosa a caricatura que Gustavo Ioschpe, articulista da revista Veja, faz da luta docente por condições de trabalho e salário dignos. Caberia perguntar se o douto senhor estaria tranquilo com um salário base de R$ 1.487,97, por quarenta horas semanais, para lecionar em até 10 turmas de cinquenta jovens. O desafio é: em vez de “peitar os sindicatos”, convide a sua turma para trabalhar 40 horas e acumular essa “fortuna” de salário básico. Ou, se preferir fazer um pouco mais, trabalhar em três turnos e em escolas diferentes. O artigo é de Gaudêncio Frigotto, Zacarias Gama, Eveline Algebaile, Vânia Cardoso da Mota e Hélder Molina.

    http://educacaointegral.wordpress.com/2011/05/02/educadores-contestam-artigo-de-gustavo-ioschpe-da-revista-%E2%80%9Cveja%E2%80%9D/

    Por fim, é de um cinismo e desfaçatez vergonhosa a caricatura que o articulista faz da luta docente por condições de trabalho e salário dignos. Caberia perguntar se o douto senhor estaria tranquilo com um salário-base de R$ 1.487,97, por quarenta horas semanais, para lecionar em até 10 turmas de cinquenta jovens. O desafio é: em vez de “peitar os sindicatos”, convide a sua turma para trabalhar 40 horas e acumular essa “fortuna” de salário básico. Ou, se preferir fazer um pouco mais, trabalhar em três turnos e em escolas diferentes. Provavelmente, esse piso para os docentes tem um valor bem menor que o que recebe o articulista para desqualificar e criminalizar, irresponsavelmente, uma instituição social que representa a maior parcela de trabalhadores no mundo.

    http://falaouropreto.com.br/%E2%80%9Cque-bom-que-os-sindicatos-de-trabalhadores-da-educacao-preocupam-os-sacerdotes-da-privataria-e-seus-bracos-ideologicos%E2%80%9D/

    Gaudêncio Frigotto, Zacarias Gama e Eveline Algebaile são professores do programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Formação Humana da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPFH/UERJ).Vânia Cardoso da Mota é professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro e Colaboradora do PPFH/UERJ. Hélder Molina é educador, assessor sindical e doutorando do PPFH/UERJ.

    ResponderExcluir
  104. Se eu pudesse pedir um presente neste 15 de outubro, pediria que a sorte conspirasse a favor dos professores acabando de vez com o reinado deste czar maldito e de suas aias, papagaias de plantão, pagas para repetir este enfadonho mantra calhorda e mentiroso: o governo de minas já paga mais que o piso...
    Nem as bichanas do papai naná acreditam nesta balela pois as caras de tacho condenam.

    ResponderExcluir
  105. Boa noite pessoal da luta,

    Realmente Minas Gerais é outro país mesmo ...
    No programa de hoje a noite do psdb(zinho), o playboy do aécio teve a coragem de falar que o psdb(zinho) tem um compromisso com a ética e de "respeitar as leis"????? Como assim?

    Onde? Como? Quando? Quem?

    Não é de se estranhar então, o nosso MP, o TJMG, o STF, OAB, (Xi, são tantos cumpridores de leis que acho que esqueci alguns)

    E o sujeito ainda se joga como possível candidato por conta própria!

    ResponderExcluir
  106. Aparecida Flaviana13 de outubro de 2011 23:19

    ~Desculpem-me, mas não sei como vocês ainda perdem tempo em responder a uma reportagem da revista Veja. Esta revista não tem credibilidade, o seu editor está sendo desmascarado, o seu comportamento social explica o tipo de revista que ele edita e logicamente estes jornalistas que só podem escrever nesta revista, pois você não os vê em veículo realmente sério. Não é de hoje que esta revista é de ultra direita, defendendo esta elite escravocrata que ainda teima em controlar o país e contra os movimentos sociais que os ameaçam. Não aumente o ibope desta pobre revista, não valorizem o que não tem nada a ver com a realidade. Esta revista não merece esta repercussão... Cida do Renato Azeredo.

    ResponderExcluir
  107. Não gosto do Dia do Professor


    Não gosto do Dia do Professor, a ser comemorado no próximo sábado, por um único motivo: é um dia pouco comemorado. Deveria merecer mais, muito mais atenção, do país. Quase passa despercebido.

    Não há nenhuma profissão tão importante para uma sociedade que se proponha a ser civilizada. É mais importante do que a medicina, que salva vidas, afinal quem forma o médico é o professor.

    Nada deveria ser tão importante para uma nação do que saber atrair seus melhores talentos para ajudar a disseminar e produzir conhecimento. O que exige uma série de ações coordenadas e complexas. Isso significa que, no final, a pessoa tem de ter orgulho de ter essa carreira.

    Não é o que ocorre. Estamos longe, muito longe, de recrutar os melhores talentos. Os salários não são atrativos. As condições de trabalho são péssimas, para não dizer vergonhosas.

    Justamente por ter essa visão é que, aqui nesse espaço, faço questão de provocar polêmicas, não apenas criticando os governos, mas também, muitas vezes, quem se dispõe a defender os professores, esquecendo-se do mérito.

    Há uma série de demandas corporativas que apenas se encaixam nesse ambiente de degradação. Basta lembrar quantas vezes dirigentes sindicais, sem a menor preocupação com o mérito, atacaram e atacam esforços para reduzir o absenteísmo, demitir professores sem condições de trabalhar ou exigir maior desempenho. Sem contar o explícito uso da máquina sindical para fazer política. Isso, para mim, apenas degrada a imagem do professor. Assim como os governos também usam a educação para fazer política eleitoral.

    Some-se a isso que, apesar de todos os avanços, as famílias e a opinião pública pouco acompanham a educação pública. Um sinal de ignorância vemos nas pesquisas que indicam a satisfação dos pais com o ensino público.
    Uma medida da nossa civilidade poderá ser medida pela atenção e reverência que se tenha no Dia do Professor.


    Gilberto Dimenstein, 54, integra o Conselho Editorial da Folha e vive nos Estados Unidos, onde foi convidado para desenvolver em Harvard projeto de comunicação para a cidadania.

    Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/gilbertodimenstein/989915-nao-gosto-do-dia-do-professor.shtml Acessado em 13 de outubro de 2011.


    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  108. "Gustavo Ioschpe (“Hora de Peitar os Sindicatos de Professores”), veiculado no site da revista “Veja”."
    Aviso aos navegantes: Funcionalismo Público não vota em governo mas derruba o governo. Quem ousou peitar os funcionarios não se projetou politicamente mais: Francelino Pereira, Newton Cardoso, dentre outros... Pode ate peitar, mas vai perder feio.

    ResponderExcluir
  109. Euler,
    Seria possível vc me enviar por email, pois não consegui visualizar no blog a carta da digníssima colega Hilda Marcelino?! Fiquei curiosa ao ler seu comentário... se não for possível por e-mail, post-a novamente! Please!
    Obrigada!
    Paula/ Guanhães
    Meu e-mail: epaulapinho@hotmail.com
    Agradecida!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  110. NDG de Plantão

    Atenção !!! ATENÇÃO !!!

    "Se não puder voar, corra.
    Se não puder correr, ande.
    Se não puder andar, rasteje,

    mas continue em frente de qualquer jeito."

    (Martin Luther King)

    NDG DE PLANTÃO
    TWITTASSOOO

    Fwd: sugestão para twittasso


    Vamos fazer o twitasso a partir de sexta-feira para os DEPUTADOS membros da TRIPARTITE:

    Deputados Estaduais:
    http://www.almg.gov.br/deputados/conheca_deputados/index.html (PARA MAIORES INFORMAÇÕES)
    (...)

    ResponderExcluir
  111. (...)
    NDG DE PLANTÃO
    TWITTASSOOO

    Fwd: sugestão para twittasso


    Vamos fazer o twitasso a partir de sexta-feira para os DEPUTADOS membros da TRIPARTITE:

    Deputados Estaduais:
    http://www.almg.gov.br/deputados/conheca_deputados/index.html (PARA MAIORES INFORMAÇÕES)

    1. Adalclever, Adalclever Lopes
    Partido: PMDB Naturalidade:Belo Horizonte - MG Nascimento:24/11/1966Email:dep.adalclever.lopes@almg.gov.br

    Empresário. Na 16ª Legislatura, foi presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte. Na legislatura anterior, foi presidente da Comissão Permanente de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia (2003-2004), vice-presidente da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas (2003) e da Comissão Especial das Pessoas Desaparecidas (2006) e coordenador da Frente Parlamentar Municipalista de ...
    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=12193

    2. Antônio Júlio, (PMDB)
    Naturalidade:Pará de Minas - MG Nascimento:12/08/1950 Email:dep.antonio.julio@almg.gov.br
    Site Pessoal:www.antoniojulio.com.br

    Empresário e advogado. Foi presidente da ALMG no biênio 2001-2003 (14ª Legislatura), líder da bancada do PMDB (1998) e presidente das comissões de Constituição e Justiça (1993-1994) e de Ética (2006). Na 16ª Legislatura, foi relator da Comissão Especial da Reforma Tributária (2008). É também coordenador da Comissão Extraordinária de Integração ao Parlamento do Mercosul. Secretário-geral do PMDB de Minas, é membro do ...
    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=5894

    3. João Leite, (PSDB)- Belo Horizonte - MG - 13/10/1955- Ex-atleta profissional e bacharel em História - dep.joao.leite@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    Naturalidade:Belo Horizonte - MG Nascimento:13/10/1955Email:dep.joao.leite@almg.gov.br

    Ex-atleta profissional e bacharel em História. Na 16ª Legislatura, presidiu a Comissão de Segurança Pública, a partir de 17/2/2009, e também a Comissão Especial da Execução das Penas no Estado, entre março e setembro de 2009. Foi presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia (1996-2000) e das CPIs do Sistema Carcerário e das Carteiras de Habilitação. É autor do projeto de lei do Incentivo ao Esporte, transformado em norma jurídic...
    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=7766
    (...)

    ResponderExcluir
  112. 4. Sebastião Costa, (PPS) - 12/07/1949 - Divino - MG
    Advogado e professor - dep.sebastiao.costa@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    Advogado e professor. Na 16ª Legislatura, presidiu a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar. Em outras legislaturas, foi presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e da Comissão de Redação. Foi ainda líder do PFL (2001-2002) e relator de projetos como os que trataram da microempresa, da redistribuição de ICMS aos municípios (Lei Robin Hood) e da reformulação da Uemg. Foi ainda prefeito de Divino (1983-1988); presidente da Associação de Municípios da Vertente Ocidental do Caparaó (Amoc), em 1986; membro suplente do Conselho Fiscal da Associação Mineira de Municípios (1987); e diretor de Comercialização e Articulação Regional do Sebrae-MG (2003-2005). As principais regiões de atuação política são Zona da Mata e Rio Doce. Os municípios de maior votação foram Manhuaçu, Inhapim, Divino, Espera Feliz, Carangola, Orizânia, Palmópolis, Joaíma, Caparaó, Abre-Campo, São Domingos das Dores e Dom Cavati.
    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=5923


    5. Rogério Correia, PT (nosso grande aliado e representante)

    Naturalidade:Belo Horizonte - MG Nascimento:11/01/1958 Email:dep.rogerio.correia@almg.gov.br
    Site Pessoal:www.rogeriocorreia.com.br

    Professor. Está em seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e é o líder do bloco de oposição Minas sem Censura (PT, PMDB, PRB e PCdoB). Anteriormente, foi deputado estadual em duas legislaturas (1999-2003 e 2003-2007) e vereador em Belo Horizonte por três mandatos (1989-1993, 1994-1997 e 1997-1999). Na ALMG, foi relator da CPI do Narcotráfico e presidente da Comissão Especial da Prostituição Infantil. Foi ainda o idealizador da Lei Pró-Pequi, pela criação de uma política de incentivo à comercialização, ao cultivo e ao consumo do pequi e seus derivados. Após deixar a ALMG, foi delegado regional do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) entre julho de 2007 e junho de 2010, tornando-se em seguida secretário de Movimentos Populares do PT. Professor de Matemática e Física, é fundador do Sindicato Único dos Trabalhadores da Educação (Sind-UTE) e do PT. Integrou a primeira Executiva da Central Única dos Trabalhadores. Principais regiões de atuação política são Central, Norte de Minas, Zona da Mata, Jequitinhonha/Mucuri. Os municípios de maior votação foram Belo Horizonte, Contagem, Olhos-d´Água, Bocaiúva, Espera Feliz, Nanuque e Montes Claros.
    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=9671

    ResponderExcluir
  113. 6. Pompilio, PT
    Naturalidade:São João del-Rei - MG Nascimento:10/02/1955Email:dep.pompilio.canavez@almg.gov.br

    Bancário aposentado. Foi eleito prefeito de Alfenas (Sul de Minas) em 2004 e reeleito em 2008. Deixou o cargo em março de 2010 para disputar a eleição para deputado estadual. Iniciou sua carreira política no movimento sindical. Foi presidente do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte entre 1996 e 1999 e da Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago). Atualmente, preside o Comitê da Bacia do Rio Grande. Principais regiões de atuação política são Sul de Minas e Central. Os municípios de maior votação foram Alfenas, Nepomuceno, São João del-Rei, Campos Gerais, Campo do Meio, Areado, Machado e Belo Horizonte.

    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=18865

    7. Duarte Bechir (PMN) - Cristais - MG - 11/08/1957

    Técnico em pesquisas do IBGE - dep.duarte.bechir@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    Técnico em pesquisas do IBGE. Bacharel em Direito pela Faculdade de Varginha. Foi vereador em Campo Belo no período de 1993 a 1996 e assumiu a Presidência da Câmara Municipal no biênio 1993-1994. Foi prefeito de Campo Belo entre 2001 e 2004, ocupando também as presidências do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Rio Grande (Cismarg) e da Secretaria da Associação dos Municípios do Lado de Furnas (Alago), entre 2001 e 2002. Já em 2004, presidiu a Associação de Municípios do Alto Rio Grande (Amalg). Entre fevereiro e junho de 2008, foi Diretor Financeiro e Administrativo da Companhia de Armazéns e Silos de Minas Gerais (Casemg). Principais regiões de atuação política são: Centro-Oeste, Sul de Minas e Central. Os municípios onde foi mais votado foram Campo Belo, Candeias, Santo Antônio do Amparo, Jesuânia, Perdões, Cana Verde, Lambari, Santana do Jacaré, Cristais e Aguanil.

    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=17919

    Vamos deixar claro os nossos objetivos e a nossa meta. Queremos ser respeitados e resgatar nossos valores morais e civis, exigimos respeito e a reconquista da nossa dignidade.
    (...)

    ResponderExcluir
  114. Essa sugestão foi enviada hoje para meu e-mail por Marta Regina, enviei para o Sub-Comandante Euler para apreciação, avaliamos e analisamos as possibilidades. O twitter é um excelente canal de comunicação e de grande extensão na horizontal dos AVA's da W W W.

    Leiam cada informação e entre nos link's, vamos conhecer cada um desses representantes do poder e da voz do cidadão.


    REFLEXÃO:

    "Aquele que não representa o poder
    e a voz do seu povo, não é digno de governar."
    Gleiferson Crow (Ten. NDG)

    abraços
    Gleiferson Crow (NDG)
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/



    Qualquer informação a acrescentar, favor enviar para gscrow@gmail.com .É de extrema importância manter circulando toda e qualquer informação sobre os "sonhos" de poder e glória desses representantes do POVO.

    "Aquele que não representa o poder
    e a voz do seu povo, não é digno de governar." Gleiferson Crow (Ten. NDG)

    Pare ! Olhe ! Escute ! Leia: LIBERTA Minas.

    ResponderExcluir
  115. CARÍSSIMOS.
    Eu, quando adolescente, tinha um professor de Português que levava em seu carro um adesivo com o seguinte dizer "Hei de vencer mesmo sendo PROFESSOR", eu lia aquilo e embora não compreendesse a grandeza da mensagem ali inserida em sua total dimensão, entedia o que se pretendia dizer, pois minha mãe também era professora, e eu, de certa forma, já carregava em "meus genes" a vontade de lutar por igualdade, pelo menor, embora não sendo "pobre"! Sempre fui de alma e coração voltado para "os de baixo" como diz o Euler. Aos 18 me filiei ao PT e enquanto eu votava em Lula (era meu 1º voto), minha família inteira votava em Collor... e desde então essa história continuou, meus pais e irmãos com tendências direitistas, sofro horrores com isso. Mas voltando à frase do meu ex professor e sua Belina com a tal frase, vi esse colega morrendo de uma doença que infelizmente assola muitos trabalhadores que lidam com o intelecto, que teve início com o alcoolismo. E pra ser sincera, eu dei trabalho para esse professor... Mas hoje, com a maturidade, consigo ver muito além, não pq ele morreu, mas pq ele morreu sem parar de sonhar!!!
    MAS EU QUERO QUE CONOSCO SEJA DIFERENTE!!!
    QUE NÓS POSSAMOS ASSISTIR A VITÓRIA DESSA LUTA E USUFRUIR DELA, pq frutos eu sei que ela já está dando. No ano passado tbém faleceu uma colega prof de História, das valentes, sempre fez greve, brava guerreira! O fato é que essa colega foi enterrada em um dia e a aposentadoria foi publicada no outro dia. Já pensaram?! Não estou relatando isso para desanimarmos , pelo contrário, nossa luta é pelo PRESENTE, mas temos que honrar a luta desses que passaram e que eles sirvam de modelo para nós, pois nós serviremos de modelo para o que estão vindo, não para os da nossa geração que preferem se acovardar!!!

    NOSSA LUTA É JUSTA, É LEGAL E É DE FATO, PARA QUEM É PROFESSOR DE VERDADE!!! As desculpas não cabem mais entre nós... Aposentadoria??? Sabe Deus lá se irei viver para aposentar? Sei que tenho de fazer o melhor hj e lutar, "sem perder a ternura", mas lutar... se é pra meus filhos, netos ou bisnetos ou pra mim, não sei dizer, mas não pararei de combater!!!
    Abraços meus colegas! Fiquem com DEUS!

    Paula

    ResponderExcluir
  116. PAULO DINALI JUIZ DE FORA14 de outubro de 2011 02:44

    olá euler companheiros(as), neste 15 DE OUTUBRO O SENHOR ANSTASIA TERA COMO GAROTOS E GAROTAS PROPAGANDA A MAIORIA DAQUELES Q SE ACOVARDARAM E FICARAM EM SALA DE AULA DURANTE A NOSSA GRANDE GREVE. QUE PENA, QUE POBREZA DE ESPIRITO.
    SUGIRO QUE NO DIA 15 DE OUTUBRO O DIA TODO ENVIEMOS MENSAGENS DE PROTESTO PARA TODA A PARTE DEPUTADOS, PRESIDENCIA, MIDIA VENDIDA, ETC., VAMOS MOSTRAR QUE ESTAMOS AQUI EM VIGILIA. ABRAÇOS JUIZ DE FORA NA LUTA.

    ResponderExcluir
  117. Professor Euler,
    Será que alguém vai acreditar em um sujeito riquíssimo, filho de banqueiro como esse Gustavo Loschpe, que ele tenha moral alguma para defender a educação brasileira?
    A propósito Euler, tenho uma dúvida. Minha esposa, embora esteja terminando sua terceira licenciatura, recebe como Ensino Médio ou Licenciatura curta, não sei ao certo. Ela e eu estamos no VB. Eu não abro mão! Mas, no caso dela, será compensador ela permanecer no VB, pois uma vez implantado, poderemos conseguir as vantagens da carreira. Um detalhe. Ela começou em 2004.
    Professor Herbet
    Cristália -MG

    ResponderExcluir
  118. Companheirada de luta, gostaria de compartilhar com vocês algumas reflexões sobre o 15 de outubro. Em 1827 D. Pedro I decretou que toda vila, cidade ou lugarejo criasse as primeiras escolas primárias, chamadas Escolas de Primeiras Letras. No artigo 3º do decreto imperial determinas ainda que os presidentes (Províncias) em conselho, taxariam interinamente os ordenados dos professores, regulando-os entre 200$000 a 500$000 réis conforme às circunstâncias da população e o custo de vida.
    Fiz alguns exercícios de conversão e numéricos chegando aos seguintes valores:

    Metodologia:

    2$500 = 1/8 de ouro de 22K
    1 grama de ouro = $49,00
    1/8 de ouro = $6,125
    1 dólar = 1,7529
    $6,125 = R$ 10,75

    200$000/2$500x10,75 = R$ 860,00
    500$000/2$500x10,75 = R$ 2150,00

    A média entre os valores é de R$ 1.505,00, valor como sabemos, superior ao piso nacional.

    Saudações ao povo que luta!

    ResponderExcluir
  119. Gostaria de expressar minha decepção em relação ao Jornal Estado de Minas, que em sua página principal vem omitindo a situação caótica da Educação Pública nas Terras dessa Minas Gerais.

    Infelizmente, o assunto Copa do Mundo e outros Mega-Investimentos empresariais parecem ser as prioridades deste jornal.

    ResponderExcluir
  120. Os educadores de Minas Gerais mostraram um exemplo de coragem , comprindo o papel de cidadão do mesmos ,indo as ruas , enfrentando torturas, orpressão,tendo seus salários cortados !

    ResponderExcluir
  121. A educacao so ira melhorar quando passar a ser vista como investimento e nao como gasto despesa.

    ResponderExcluir
  122. Manda esse Gustavo fdp matricular o filho dele numa escola pública e de periferia. Só assim pra parar de falar asneira.

    ResponderExcluir
  123. GRANDE MESTRE GUERREIRO EULER!
    VAMOS FAZER MINAS TREMER! ESTIVE OS 112 DIAS NA GREVE, EXIGIMOS VOCÊ NAS NEGOCIAÇÕES!Estamos sendo crucificados, jogados aos leões, cercados pelas legiões de Anastasia, que não sabe o que é poder ou o que o poder é.
    A mediocridade cravada na cabeça deste homem, pequenina e vaidosa, eivada de estupidez já passou de todos os limites. Pois o comando de um líder é essencial/ emergencial em qualquer estrutura humana. No entanto,estamos à mercê dos arroubos de um boçal.Tivemos grandes momentos: como a dos acorrentados, das grandes manifestações públicas, dos dois bravos que resistiram em greve de fome até a abertura das negociações. Estes sim, companheiros de grande energia, educadores que se colocaram acima do bem e do mal e resistiram... e tenho certeza resistiriam mais ainda se a categoria não tivesse abandonado a causa. Mas ela se foi, devagar. bem que você tentou ir adiante Euler, agora vamos unir!em mãos rosas e giz ... abaixo a DITADURA , Fora DANILO, ANASTASIA, AÉCIO A CORJA DE LADRÕES !miNAS de Drumonnd, minas de Tiradentes, MInas escritas por nos Euler professores do saber!
    com orgulho!
    ISABELA DE ASSIS PROFESSORA CONTAGEM-MG

    ResponderExcluir
  124. É absurdo, é imoral, é ridículo ! O (des)governo de Minas zomba não apenas da educação e dos educadores, mas da sociedade mineira. Sou aluna da rede estadual e sou a favor da greve ! A educação no país só mudará quando deixar de ser vista como despesa, como dito acima. Quero acreditar que o Brasil não é só o país do carnaval e do futebol e sim da educação, saúde, moradia, cultura, entre outros, de qualidade mas está difícil. O dia 15 de outubro tem que ser de luto mesmo até que se possa enxergar uma luz no fim desse túnel ! Espero que esses 112 dias não tenham sido em vão !

    ResponderExcluir