quarta-feira, 12 de outubro de 2011

O piso é para todas as carreiras da Educação




Vigília na Cidade Administrativa, dia 10: a turma do combate ocupou um pedaço do imenso vão livre do Prédio do Governador. O chão até trincou. (fotos: Ana Cristina).




O piso é para todas as carreiras da Educação


No momento em que o governo de Minas reabriu a discussão sobre quais as carreiras devem receber o piso salarial nacional, instituído pela Lei Federal 11.738/2008, faz-se necessário que abordemos o tema à luz da legislação vigente. O governo entende ser o piso um direito de professores e especialistas. O sindicato da categoria obviamente discorda. E nós, como parte da categoria, apresentaremos alguns elementos para contribuir com essa discussão.

Do ponto de vista legal e jurídico, há quatro referências que devem ser consideradas ao abordarmos esta questão: a Constituição Federal, a Lei do Piso, a Lei Federal 12.014/2009, e o Plano de Carreira dos educadores de Minas, que discrimina as categorias de trabalhadores que se devem considerar enquanto profissionais da Educação.

Antes, porém, de visitarmos este apanhado de leis vigentes no país e no estado, é importante considerarmos o sentido principal da implantação do piso salarial nacional, que é o de valorizar os profissionais da Educação com o intuito de se alcançar uma outra exigência constitucional, qual seja, a de oferecer uma Educação pública de qualidade para todos.

Portanto, valorizar os educadores é a condição necessária, ligada umbilicalmente à construção de uma escola pública de qualidade. Neste ponto, torna-se necessário definir quem são estes educadores, os chamados profissionais da Educação, responsáveis pela produção da educação na interação diária com os alunos e com toda a comunidade escolar.

De forma muito precisa, a legislação brasileira já responde a essa questão. Vejamos em primeiro lugar o que diz a Lei do Piso - 11.738 -, que data de 2008, e que regulamenta o artigo 206, VIII, da CF, que manda implantar o piso salarial nacional:

"Artigo 2º, § 2º - Por profissionais do magistério público da educação básica entendem-se aqueles que desempenham as atividades de docência ou as de suporte pedagógico à docência, isto é, direção ou administração, planejamento, inspeção, supervisão, orientação e coordenação educacionais, exercidas no âmbito das unidades escolares de educação básica, em suas diversas etapas e modalidades, com a formação mínima determinada pela legislação federal de diretrizes e bases da educação nacional." (grifos nossos).

Reparem que a Lei do Piso cita nominalmente algumas atividades, além da docência: direção, planejamento, inspeção, supervisão, orientação e coordenação educacionais. Claro que a lei, neste caso, cita exemplos gerais que o legislador considerou como sendo os de "suporte pedagógico à docência". Mas, é importante considerar aqui a existência diferenciada, entre as distintas redes estaduais e municipais, no que tange às carreiras da Educação. Neste caso, cabe salientar que a Lei do Piso, a exemplo da CF, prevê a adaptação do piso aos planos de carreira vigentes nas redes de ensino público municipais e estaduais. Logo, é natural que além das carreiras citadas, outras carreiras sejam alcançadas pelo piso.

Em Minas Gerais, por exemplo, o Plano de Carreira da categoria define a criação de oito carreiras pertencentes ao mesmo quadro da Educação e da categoria dos educadores. Há uma unidade e unicidade jurídica e estrutural que torna possível estabelecer políticas comuns para o ensino público do estado. Existe ainda uma relação proporcional entre as tabelas salariais de todas as carreiras, considerando-se obviamente as diferentes jornadas, formação acadêmica, tempo de serviço, mas unidas por critérios e princípios comuns. Deixar de fora do alcance da lei do piso algumas dessas oito carreiras seria discriminá-las, oferecer um tratamento diferenciado para uma realidade que impõe um tratamento comum para as oito carreiras enquanto profissionais da Educação.

Nem vou entrar no mérito do baixo impacto financeiro que resultaria a correta inclusão de todas as carreiras, além de professores e especialistas, na aplicação do piso. Somente a carreira dos professores e a dos especialistas representam algo próximo de 80% do montante de recursos investidos com a carreira dos educadores em Minas. Outros 10% são formados pelos colegas auxiliares de serviço, que são aqueles que têm os menores salários. De forma que, até por uma questão de justiça, não seria aceitável excluir esta importante carreira da lei do piso - e nem as demais.

A Educação é um conjunto, que além do professor, não sobrevive sem o apoio da cantineira, do secretário de escola, do técnico que trabalha nas superintendências, etc. Portanto, à luz da Lei do Piso aplicada ao Plano de Carreira de Minas, todas as carreiras devem ser contempladas com o piso.

Mas, faz-se ainda importante voltarmos ao texto da Constituição Federal. Vejamos o que diz o artigo 206, inciso VIII:

"Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:
(...)
VIII - piso salarial profissional nacional para os profissionais da educação escolar pública, nos termos de lei federal.

Parágrafo único. A lei disporá sobre as categorias de trabalhadores considerados profissionais da educação básica e sobre a fixação de prazo para a elaboração ou adequação de seus planos de carreira, no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios." (grifos nossos)

Reparem que a Carta Magna de 1988 fala textualmente em três coisas: 1) que se deve criar o piso salarial para os "profissionais da Educação"; 2) que a lei disporá sobre as categorias consideradas profissionais da Educação; e 3) sobre a adequação desta lei aos planos de carreira dos estados e municípios.

Vejam que não há, em nenhum momento, a citação específica aos professores ou aos professores e especialistas, mas aos "profissionais da Educação". Reparem também o sentido plural que a lei dá ao conceito de profissionais da Educação, que posteriormente seria definido, em lei federal.

A Lei Federal 12.014/2009 define entre os profissionais da educação: os professores habilitados em nível médio ou superior; os "trabalhadores em educação portadores de diploma de pedagogia, com habilitação em administração, planejamento, supervisão, inspeção e orientação educacional, bem como com títulos de mestrado ou doutorado nas mesmas áreas"; e os "trabalhadores em educação, portadores de diploma de curso técnico ou superior em área pedagógica ou afim.".

Chamo a atenção aqui para o fato de que tanto a Constituição Federal, quanto a Lei do Piso fazem clara referência à necessidade de adaptação dos planos de carreira aprovados pelos entes federativos. Ou seja, em última análise, o conceito final de "profissional da Educação" será definido pelos planos de carreira, que deverão obrigatoriamente incorporar o conceito definido pela Carta Magna e pela citada Lei Federal, mas com autonomia federativa para ampliar este conceito, mas nunca reduzi-lo.

Vejamos então o que diz o nosso Plano de Carreira, o dos educadores de Minas, através da Lei 15.293/2004, que é a lei definidora, para a rede pública de ensino do estado de Minas Gerais, de quais são as carreiras dos profissionais da Educação:

"Art. 1° - Ficam instituídas, na forma desta lei, as seguintes carreiras dos Profissionais de Educação Básica, que integram o Grupo de Atividades de Educação Básica do Poder Executivo:

I - Professor de Educação Básica - PEB;
II - Especialista em Educação Básica - EEB;
III - Analista de Educação Básica - AEB;
IV - Assistente Técnico de Educação Básica - ATB;
V - Assistente Técnico Educacional - ATE;
VI - Analista Educacional - ANE;
VII - Assistente de Educação - ASE;
VIII - Auxiliar de Serviços de Educação Básica - ASB." (grifo nosso).

Ou seja, não resta a menor dúvida acerca de quais são as carreiras de profissionais da Educação instituídos pelo plano de carreira de Minas, em clara consonância com a legislação federal.

Em seguida, nos artigo 3º e 4º do citado plano de carreira, observamos:

"Art. 3° - A educação básica pública no Estado será exercida em consonância com os planos, programas e projetos desenvolvidos pelos órgãos e pelas entidades a que se refere o art. 5° desta lei e abrange as atividades de docência, apoio pedagógico, assistência ao educando, apoio administrativo, apoio técnico-pedagógico, apoio técnico-administrativo, direção, assessoramento, acompanhamento e normatização do sistema educacional." (grifos nossos).

Novamente observamos aqui o entrelaçamento entre as diversas carreiras para o bom exercício do magistério público. E novamente, no artigo 4º, reaparece o sentido de unicidade e estrutura comum entre as carreiras dos profissionais da Educação de Minas:

"Art. 4° - A estruturação das carreiras dos Profissionais de Educação Básica tem como fundamentos:

I - a valorização do profissional da educação, observados:
a) a unicidade do regime jurídico;
(...)
e) a evolução do vencimento básico, do grau de responsabilidade e da complexidade de atribuições, de acordo com o grau e o nível em que o servidor esteja posicionado na carreira;

II - a humanização da educação pública, observada a garantia de:
a) gestão democrática da escola pública;
b) oferecimento de condições de trabalho adequadas(...)". (idem).

E no artigo seguinte, observamos a lotação do pessoal das diversas carreiras, sempre com o conceito de integração, de unidade enquanto carreiras de uma mesma categoria, a dos profissionais da Educação.

"Art. 5° - Os cargos das carreiras de que trata esta lei são lotados nos quadros de pessoal dos seguintes órgãos e entidades da Administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo:
I - na Secretaria de Estado de Educação - SEE (...)". (idem).

Portanto, diante da legislação vigente observada através da Carta Constitucional, combinada com a Lei 12.014/2009 e adequada ao Plano de Carreira em vigor no estado de Minas - Lei 15.293/2004 -, não resta dúvida de que o piso deve ser pago em Minas para os servidores das oito carreiras.

Além disso, não é demais lembrar que os profissionais das oito carreiras recebem os respectivos salários da mesma fonte de financiamento: o FUNDEB, fundo criado para a valorização dos profissionais da Educação e para investimento na Educação básica. E considerando que Minas Gerais receberá aporte financeiro de cerca de R$ 1,2 bilhão de ajuda da União para o FUNDEB em 2012, podendo ainda ampliar este valor com a apresentação de planilha de custos para o pagamento do piso, não há que se restringir o alcance do piso.

Manda o bom senso, a legislação vigente e o zelo para com a oferta de uma Educação pública de qualidade para todos, que o governo adote a correta compreensão de que o piso salarial nacional é para todas as carreiras da Educação pública de Minas Gerais.

É o que esperamos que aconteça, e é o que vamos cobrar.

Um forte abraço a todos e força na luta, até a nossa vitória!

***

126 comentários:

  1. Euler,
    Você devia dar uma aula para certos advogados e desenhar tudo que esta nas Leis para as 2 secretárias.Sua clareza, explicacões, argumentos são dignos do melhor promotor que eu já vi atuar e olha que ele ganhava todas num tribunal.
    Este ponto é fundamental para todas as 8 carreiras e que tiveram(tivemos) o direito de optar e não querem(queremos) nenhum subsidio, queremos nossa carreira.
    Somos parte dos 153 mil que disseram(dissemos) não ao confisco representado por esse malfadado subsidio.Lembrar pra esse pessoal que também lutamos, educamos e votamos.O Bidu é técnico de SRE e nós temos os mesmos salários péssimos de professores, auxiliares de servicos gerais e auxiliares de secretaria de escolas.Somos todos responsáveis pelo bom andamento e pela qualidade da educacão em Minas.

    Ashley Educadora

    ResponderExcluir
  2. Euler, você esmerou a luz da Lei como o mais eficiente jurista teria feito. Envie para a Bia repassar ao jurídico do sindicato para que eles aprendam a debruçar sobre uma lei. Parabéns.
    Eficiência e eficácia interagem nesse blog o tempo todo e isso obriga nos a crescer em todas as direções. Abraços.
    Em especial a você Gleiferson Crow, também adorei te conhecer. Me emocionei ao ler sua linda mensagem. Beijos no seu coração.

    ResponderExcluir
  3. Marisa Karla-Governador Valadares12 de outubro de 2011 07:06

    PARA O ANÔNIMO DAS 03:12,

    NÃO AMIGO(A),NÃO CONFUNDA!
    Eu disse:"V0CÊS FIZERAM DA GREVE UMA FESTA!
    POVO CRIATIVO E INTELIGENTE!
    É A ARTE DE VIVER.É FAZER DO LIMÃO UMA LIMONADA!"

    LEIA NAS ENTRELINHAS!!!
    VOCÊS FIZERAM DA GREVE UMA LIÇÃO DE VIDA!
    VOCÊS FIZERAM DA DOR:momentos de caridade,
    de harmonia, de aproximação,de integração,enfim
    MOMENTOS DE PAZ!
    E para mim,a PAZ está agregada à festa!

    Se você acompanha REALMENTE o blog, você já deve
    ter percebido que eu RESPEITO MUITO a nossa categoria e a nossa luta.Eu não fiz GREVE e
    LUTEI por ela do início de Junho até 27 de Setembro por festividade não!Se eu a fiz e honrei tudo o que foi proposto pelo comando de greve, é porque eu creio na EDUCAÇÃO.
    Além do mais, eu sou uma pessoa que tem muito compromisso com os ideais que defendo,e para
    finalizar eu não uso MÁSCARA!Eu assino todos os
    meus posts,não uso alcunha de ANÔNIMO!!!
    SOU UMA PESSOA MUITO SÉRIA E TRANSPARENTE!

    "EU NÃO CONCORDO COM NENHUMA DE SUAS PALAVRAS,
    MAS DEFENDEREI ATÉ A MORTE O TEU DIREITO DE
    DIZÊ-LAS!"

    UM ABRAÇO E UM BOM FERIADO PARA VOCÊ!

    MARISA KARLA VIEIRA LEITE- 25 ANOS DE CARREIRA
    EFETIVA E GREVISTA DE CORAÇÃO!
    GOVERNADOR VALADARES - MG







    GOVERNADOR VALADARES - MG

    ,

    ResponderExcluir
  4. Caras colegas,
    O governo deveria conseguir patrocínio para os grevistas, que estão passando necessidade!!!
    Vamos boicoitar a 12ª Festa do Servidor

    ResponderExcluir
  5. QUERIDO EULER :
    VENHO ACOMPANHANDO SUAS COLUNAS NO BLOG , ONDE TRANSPARECEM BONS CONHECIMENTOS , CONCEITOS ELEVADOS DE CIDADANIA E , SOBRETUDO , GRANDE VONTADE DE SERVIR .ISTO TUDO DEMONSTRA A POSTURA PROATIVA QUE DEVE CARACTERIZAR O EDUCADOR E O CIDADÃO EXEMPLAR .
    PORÉM , QUANDO VOCÊ SE REFERE AOS PROFESSORES COMO "OS DE BAIXO ", FICO MUITO TRISTE , PORQUE
    ACHO QUE ESTA MANEIRA DE SE EXPRESSAR NADA TEM A VER COM O SEU JEITO DE SER . "DE BAIXO "SÃO OS CORRUPTOS , DESTITUÍDOS DE MORAL , VICIADOS , MARGINAIS , CRIMINOSOS DE TODO ESCALÃO .
    PROFESSORES SÃO SERES ILUMINADOS , QUE TÊM COMO PROFISSÃO TRANSFORMAR O EDUCANDO NUM SER HUMANO MELHOR , MAIS CONSCIENTE , MAIS EVOLUÍDO ,CAPAZ DE FAZER DESTE MUNDO UM UNIVERSO DE AMOR , DE PAZ E DE PROSPERIDADE , ONDE TODOS VIVAM DE MANEIRA DIGNA E RESPEITOSAMENTE .
    FUI PROFESSORA A VIDA INTEIRA E SEMPRE ME ORGULHEI DA CARREIRA QUE ESCOLHI , POR SUPOR ESTAR DESEMPENHANDO UMA FUNÇÃO QUASE SUBLIME - A DE CONSTRUIR UM HOMEM E UM MUNDO MELHORES .GOSTARIA MUITO QUE MEUS COLEGAS QUE EDUCAM , ATUALMENTE ,SE SENTISSEM ASSIM COMO EU .COM CERTEZA , ELES SERIAM MAIS FELIZES CONSIGO MESMOS , TENDO UMA CORRETA NOÇÃO DO QUE FAZEM NO DIA-A-DIA . SEI QUE PRECISAMOS LUTAR POR NOSSO PISO SALARIAL .SINTO TODOS OS DIAS ESSA NECESSIDADE ... MAS , NÃO PODEMOS NOS ESQUECER DE QUEM SOMOS NÓS : A ELITE INTELECTUAL DO PAÍS !A ESPERANÇA DE UM MUNDO MELHOR !
    SEMPRE GANHAMOS MUITO ABAIXO DO QUE MERECEMOS , MAS , NÃO PODEMOS INVERTER OS VALORES . SOMOS OS DE CIMA E CONTINUAREMOS ASSIM , ENQUANTO SOUBERMOS CULTIVAR IDEAIS E PLANTÁ -LOS AMOROSAMENTE NOS CORAÇÕES DOS NOSSOS ALUNOS .
    UM BEIJO GRANDE PARA VOCÊ .

    ResponderExcluir
  6. Bom dia a todos
    Os que aquí postam como ANÔNIMO tem alguma razão para fazê-lo e o dono do blog assim entende.
    VIVEMOS SOB A ÉGIDE DA PERSEGUISSÃO AOS QUE NÃO CONCORDAM COM OS DESMANDOS DOS" DECIMA".

    ResponderExcluir
  7. Mais uma vez ... PARABÉNS pelo texto! É um texto que deve ser enviado aos quatro ventos do país...
    Suas palavras são claras como água... Impossível contestá-lo.

    ResponderExcluir
  8. Marisa Karla-Governador Valadares12 de outubro de 2011 08:26

    Parabéns as nossas criancinhas da Comunidade
    Dandara.Hoje o dia será colorido e muito bonito!
    Vocês merecem ser felizes.
    Durante todo o dia rezarei por vocês.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  9. Já postei minha dúvida e vou postá-la novamente.
    Nossa escola entrou em greve no dia 14/09, "antes tarde do que nunca..." Foi contratada uma substituta para minhas turmas no dia 23/09( contrato foi apenas de 04 dias). A greve foi suspensa dia 27/09. Quando retornamos da greve eu questionei a presença do tampax, já que o contrato dela já havia vencido, as aulas haviam voltado ao normal e eu estava disposta a repor os dias parados. A direção disse que a inspetora havia feito a contratação errado, que o erro deveria ser corrigido e o contrato estendido até 31/12. Eu argumentei que está claro no artigo 5º da resolução 1924 de 14/09/2011 que o substituto poderá continuar como designado a critério da direção. Que poder(poderá) e bem diferente de ter (terá).E ela simplesmente me disse que simplesmente recebe ordens da SEE e que ordens são ordens e tem que cumpri-las. Eu pergunto a vocês, queridos colegas, qual a razão de se manter um tampax na escola se os dias a serem repostos não são muitos em momento algum eu me opus à reposição deles?
    Estou compactuando com o pensamento da colega mestra em química postado no dia 10/09 “O que me abateu nessa guerra de 112 dias, não foram as "chibatadas do governo" e nem a "não conquista do piso de imediato", nem o corte dos salários, mas sim a traição daqueles que eu grevista carregava nas costas, enquanto estes ficavam nas escolas assinando o ponto para não terem os salários cortados, devido aos tantos empréstimos que faziam por querer ter aquilo que seus salários não comportavam ( carro do ano, roupas de grife, viagens para praia) aí se endividaram tanto que não poderiam fazer greve. A alienação daqueles que dizem formadores de opinião e subserviência cega daqueles que nos
    dirigem. Meu inimigo não é o governo, meu inimigo são pessoas que eu achava que eram meus amigos.
    Maria Vilma- Professora da E.E. Oswaldo Lucas Mendes Taiobeiras MG

    ResponderExcluir
  10. OLÁ EULER,

    Sugiro (ESTE VÍDEO DO ARNALDO JABOR) para enriquecer suas falas.

    Olha, o que o Arnaldo Jabor diz, não difere muito do que vc vem dizendo sempre aqui nos seu blog.


    ARNALDO JABOR E OS PROBLEMAS NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA

    http://www.youtube.com/watch?v=FmHTrvAPos4&feature=related


    Flávia

    ResponderExcluir
  11. AO ANÔNIMO das 07:08, não concordo com você quando diz que somos os de cima por vários motivos e evidências: Se fossemos pelo menos reconhecidos como os de cima não teríamos que correr de polícia, tomar tiro de borracha, levar pimenta nos olhos e não encontrariam tampax para nos substituir ou nem os procurariam, tanto o governo mineiro quanto seus aliados, nos considera os de baixo como nos ditos do marechal euler, apesar de saber da importância e valor do trabalho do educador, não podemos nos considerar acima dos nossos companheiros, nós socialistas ou sindicalistas, buscamos uma sociedade igualitária onde somos como o cosmos que não existe em cima nem em baixo, somos um por todos por um e assim devemos nos organizar. Buscamos uma sociedade onde o que trabalha na cozinha fazendo merenda para alimentar as crianças e os tampax devem ser valorizados, e eu os valorizo, igual aos meus diretores que se dizem superiores.

    ResponderExcluir
  12. Euler,

    Olha, este vídeo aqui é sugestão da minha colega de Geografia (a Patrícia).

    Vale a pena revê-lo (embora alguns talvez não tenham visto)

    OBS.: Esta “Renata” aí... a qual o Alexandre se refere... é a jornalista da Globo, viu gente? e não a tal... Renata Vilhena rsrsrs

    ALEXANDRE GARCIA CRITICA EDUCAÇÃO NO BRASIL

    http://www.youtube.com/watch?v=KKwZzWnT1Bo

    Abraço, Flávia

    ResponderExcluir
  13. À professora das 07:06 h que se expressou assim:
    "QUANDO VOCÊ SE REFERE AOS PROFESSORES COMO "OS DE BAIXO " FICO MUITO TRISTE..."

    Companheira, o professor Euler usa uma linguagem própria dos historiadores, Não fique triste, não se zangue... Referir se à categoria como OS DE BAIXO não é desmerecimento, é apenas uma forma que a NOVA HISTÓRIA encontrou para dar um pouco de visibilidade aos que, até então, não eram contemplados pela HISTÓRIA TRADICIONAL. A NOVA HISTÓRIA contempla os ditos "DE BAIXO" excluídos, minorias marginalizadas, enfim, aos que não apareciam, ou quando muito, apareciam nas páginas dos jornais...

    A minha intenção é apenas contribuir para esclarecer...

    Fique triste não... somos heroínas, somos a GOTA que faz a diferença no mundo...


    Enquanto a História Política do século XIX mostrava uma preocupação praticamente exclusiva com a política dos grandes Estados (conduzida, interferida
    pelos “grandes homens”), a Nova História Política - principalmente nos seus desdobramentos de a partir dos anos 1980 - passa a se interessar também pelo
    “poder” nas suas outras modalidades (que incluem também os micropoderes presentes na vida cotidiana, o uso político dos sistemas de representações, e assimpor diante). Para além disto, a Nova História Política passou a abrir um espaço correspondente para uma “HISTÓRIA VISTA DE BAIXO”, ora preocupada com as grandes massas anônimas, ora preocupada com o “indivíduo comum”, e que por isto mesmo pode se mostrar como o portador de indícios que dizem respeito ao social mais amplo. Assim, mesmo quando a Nova História Política toma para seu objeto um
    indivíduo, não visa mais a excepcionalidade das grandes figuras políticas que outrora os historiadores positivistas acreditavam serem os grandes e únicos condutores da História.

    Super abraço!
    Selma
    Uberlândia

    ResponderExcluir
  14. Maria vilma,
    meus sentimentos não saõ diferentes dos seus, pois estes tampax são como os traidores que levaram à tortura os padres como Frei Beto na ditadura militar e a tortura que levou a morte o guerreiro Frei Tito, em 1974, devido à bravura que eles tiveram contra o sistema capitalista que agora impera neste mundo tenebroso. Estes tampax são resquicios dA IDEOLOGIA dos traidores que restaram da ditadura militar no Brasil. Quanto à resolução 1924 de 14/09/2011 eu falei sobre ela com minha diretora também, mas ela me mostrou outra posterior a esta na qual o degovernador IMPERA que os tampax devem permanecer até dezembro, infelismente, não adianta procurar justiça pois os que tem maior poder judiciário no Brasil estão com ele, não importa o que reza os ecritos da lei, estão do lado do reizinho e pronto.

    ResponderExcluir
  15. Calma galera.... O dia só está começando!rsrs.. Vamos unir nossas forças contra este DESGOVERNO que não merece nem as nossas "brigas internas". Fiquemos firmes e esperançosos.. O MELHOR DE DEUS AINDA ESTÁ POR VIR.. Assim creio!
    Abraços a todos....

    ResponderExcluir
  16. INSISTO EM DIZER Mauro ndg Caratinga,
    tenho uma idéia que penso ser muito valorosa:
    Companheiros de luta, vamos marcar um dia de boicote à rede grobo, em um manifesto onde convocaremos a todos aqueles que apoiam a educação no Brasil, a não ligar na tv grobo em nenhum momento em um dia exclusivo a todos, assim naquele dia ela vai ficar pirada com a queda de audiência. Sei que para muitos será um sacrifício muito grande devido à alienação pelas novelas, mas vamos pedir ajudas e anunciar em todos os meios possíveis da internet, e é claro que algumas outras emissoras anunciarão com certeza.
    Se alguém concordar pense em um dia mais propício e convocaremos a sociedade para tal.

    ResponderExcluir
  17. Arnaldo Jabor ??? e os pseudos especialista em educação da Veja são as mesmas coisas!!!!!

    ResponderExcluir
  18. Somos os "de baixo", mas com dignidade. Muito melhores que os "de cima", ladrões de colarinho branco. Não me incomodo de ser considerada, como milhões de outras pessoas, como "de baixo". Sou mesmo. Tenho pouca voz. Só tenho o respeito dos "de cima" (me refiro agora aos políticos), quando querem o meu voto. Aí me abraçam, me beijam, me dão tapinhas nas costas, dizem que tenho lindos olhos verdes... Mas estou de olhos bem abertos: um no peixe, outro no gato. Me aguardem, tropa de safados.
    Eu já vi candidato propor a troca de sua camisa de linho por uma camiseta surrada e suada de um trabalhador braçal. E eles se vestiram ali mesmo, na praça. O tal candidato queria provar que era simples, um homem do povo. Eles fazem qualquer coisa, os "de cima". se for preciso, enterram a própria mãe e ainda fazem discurso.
    Está certo, Euler: somos os de baixo, com toda a honradez que os de cima não têm (com tão raríssimas exceções, que eu nem deveria ter aberto estes últimos parênteses).
    Quanto ao anonimato, o que tem? Se os Blogueiros não quisessem opiniões de anônimos em seus Blogs, não teriam colocado essa opção, não é?
    O importante é participar, com sinceridade.
    Um grande beijo a todos.
    Unidos, venceremos.
    Não nos dispersemos.
    Amo vocês.

    ResponderExcluir
  19. Euler, em primeiro lugar gostaria de parabenizá-lo pelo trabalho maravilhoso que tem feito de concientização e informação.
    Segundo relato sobre a ultima reunião tripartite O governo ficou de consultar o Tribunal de Contas sobre tal possibilidade de antecipar o pagamento dos meses de junho e julho em novembro. Não entendi o motivo da consulta, uma vez que esse dinheiro deveria estar no caixa do governo, já que não houve o pagamento no devido tempo.Onde está esse dinheiro? Fiquemos de olho e atentos!
    Um grande abraço e Deus no coração.

    ResponderExcluir
  20. Euler, meu filho,
    Como você pôde fazer isso comigo?
    Você mandou um montão de abraços. E nada para mim? Eu não mereço, não é? Eu que fico aqui, literalmente babando por você, não mereço um simples abraço. Tô de mal. Tô de mal. Tô de mal!!!
    --------------------------
    Estou brincando, querido. Sei que não fez por mal. Não daria mesmo conta de se lembrar de tanta gente.
    Ah, diga à sua namorada real que eu não represento nenhum perigo, viu? Mas seremos, para sempre, "namorados virtuais".
    Beijos carinhosos.

    ResponderExcluir
  21. Bom dia bravos guerreiros! Segue uma dica de um filme excelente para quem ainda não o assistiu. Quem já o assistiu entenderá claramente o que acontece com a classe de trabalhadores que não se unem. Um filme de 1963, mas tão atual, que chega até a assustar.

    (I Compagni; Mario Monicelli; 1963)

    Título: Os companheiros (I Compagni)

    Ano: 1963

    Diretor: Mario Monicelli]

    Produção: Itália; Iugoslávia; França

    Tema: A exploração trabalhista e a fraternidade entre os proletários

    Link do download: http://www.megaupload.com/?d=R08TI7BX

    Acho que todos os professores, como toda classe trabalhadora, teria que assistir para tirar suas conclusões e melhor se organizar antes de uma greve, se de fato quiser sair vitoriosos dela.
    Abraço a todos e juntos até a vitória!

    Vânia Silveira

    ResponderExcluir
  22. Assembleia.

    Deputados fizeram menos de duas sessões por mês desde que deixaram de receber pagamento
    Suspensão de benefício reduz realização de extraordinárias

    Ausência dos parlamentares leva ao encerramento das reuniões extras
    Publicado no Jornal O TEMPO Daniel Leite

    [...]

    Explicação

    Justificativa é falta de projeto
    Extra rendia até R$ 8.000

    [...]

    O deputado Adalclever Lopes (PMDB) afirma que "qualquer pagamento por reunião é um incentivo", apesar de dizer que o baixo número de sessões extras deve-se à escassez de projetos na pauta. Ele ressalta que teve receio de ser hostilizado em plenário durante a greve dos educadores. "Ninguém queria vir para ser xingado", declarou.


    O deputado Rogério Correia (PT) afirma que o fim do benefício facilitou o trabalho da oposição, responsável por obstruir a pauta. "Nós nem precisamos pedir para os deputados não comparecerem às extraordinárias para não dar quórum. Muitos nem iam mais", disse. (DL)

    [...]

    Extra rendia até R$ 8.000

    Até 26 de abril, os deputados recebiam jetons por até oito sessões extraordinárias por mês. Cada uma delas era remunerada a R$ 1.000,12, o que rendia, em média, R$ 8.000 para cada deputado.


    As extraordinárias são convocadas, normalmente, nas noites de terça e quarta-feiras e nas manhãs de quinta-feira. Nas segundas e nas sextas-feiras, não há sessões. (DL)


    Disponível em:http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=184816 Acessdo em 12 de outubro de 2011.


    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  23. Tem gente aqui no blog que está muito chata. Deixa a Charlotte com os cremes dela, deixa o Euler com as patentes dele (nossas). Isso está te prejudicando em alguma coisa? Pois é. Cada um é um e o que te agrada pode não agradar ao outro. E essas patentes aqui estão longe daquelas outras que conhecemos do: Sim, senhor! Não, senhor! Essas patentes aqui conseguem-nas pessoas raras, de caráter, dignidade, companheirismo, solidariedade, engajamento, coragem, de luta, etc... etc... etc.... e onde podemos divergir a qualquer hora.
    E aqui é onde gostamos de ficar, com os de baixo (onde o menos é mais) onde estão os melhores, onde vemos os de cima e temos vergonha e não gostaríamos de estar e ser como eles.

    ResponderExcluir
  24. EULER, bom dia. Estou preocupada com uma situação: Muitos ASBs E ATBs fizeram opção para VB. O prazo para retorno ao subsidio termina no dia 31/10. Com a lentidão das negociações talvez nessa data ainda não vamos ter certeza do que o governo pretende fazer em relação a esses profissionais.Apezar da Lei ser muito clara. Mas......Na escola onde trabalho esses profissionais sempre recorrem a minha pessoa para orienta-los. Tanto que estão no VB aconselhaddos por mim. Mas tenho medo pois estão perdendo dinheiro. Já são uma classe muito sofrida. Eu imaginava que até 31/10 estaria tudo decidido e eles poderiam fazer a opção que fosse melhor para eles. Que faço?

    ResponderExcluir
  25. O IMPORTANTE É O QUE VOCÊ SABE QUE É . O QUE OS OUTROS PENSAM , FALAM E FAZEM COM VOCÊ É PROBLEMA DELES . CADA QUAL COM A CONSCIÊNCIA QUE CONSEGUE TER , MEU AMIGO .EU ACHO QUE O ATO DE EDUCAR FUTUROS CIDADÃOS ME FAZ SENTIR BEM SUPERIOR .NÃO ME VEJO INDIGNO PORQUE O GOVERNANTE MOR NÃO CONSEGUE RECONHECER MINHA DIGNIDADE .NÃO VOU ME REBAIXAR PARA MOSTRAR AO MUNDO QUE ELE TEM RAZÃO .
    E SE ESSE BLOG TIVER COMO OBJETIVO AGRUPAR FANÁTICOS E SE APROVEITAR DA CRISE DOS PROFESSORES PARA FAZER POLÍTICA SEMELHANTE A QUE ESTÁ AÍ , SÓ COM OUTRO APELIDO ? TÔ FOOORAAA .

    ResponderExcluir
  26. Aos Colegas que se sentem traídos,

    Um dia um padre da minha comunidade fez a
    seguinte colocação:"Só somos TRAÍDOS pelas
    pessoas próximas.Não adianta pensar que os
    amigos, parentes,vizinhos e outros não trairão.
    Trairão sim!Às vezes pensamos que quem está
    próximo de nós não seria capaz de tal ato, e
    no entanto é capaz.Foi assim com Jesus,Judas
    chegou a beijá-lo e o entregou aos romanos".
    Colegas, infelizmente a mesquinhez é da carne e
    se não formos VIGILANTES cometeremos atos de vileza.A decepção nos consome,porque não somos
    capazes de vilania,então fiquemos atentos aos
    comportamentos.
    Não percam tempo se aborrecendo, adoecendo
    com traíras.Eles mesmos se picarão com o próprio
    veneno.É a lei da vida.QUEM TUDO QUER, TUDO PERDE.Ao contrário de nós que somos detentores
    do nosso cargo,conquistamos com habilidade e não
    mendigamos nada.
    É importante ressaltar que o mundo é redondo e
    ele dá muitas voltas.É só uma questão de tempo,
    vamos aguardar.
    Abraços,


    seguinte

    ResponderExcluir
  27. COLEGAS DE LUTA,
    Eu também acho que usar anonimato não tem problema nenhum,desde que não ataque os outros,
    com interpretações errôneas.Neste caso faz-se
    necessário se IDENTIFICAR para uma discussão
    aberta,ampla e fraterna.É o que penso.
    Abraços cordiais.
    MARISA KARLA

    ResponderExcluir
  28. Quanto mais acesso este BLOG mais aprecio o seu autor, que lição de democracia, de respeito pela opinião do outro, além da sensatez, do equilíbrio, da fineza e da educação em lidar com os mais variados pensamentos e sentimentos expostos aqui. Professor Euler, percebo que além de possuir uma inteligência linguística de excelência, sua inteligência emocional é também de excelência.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  29. Semana passada, a Folha de S. Paulo publicou uma matéria sobre a postura arrogante dos magistrados pelo país, cuja matéria foi postada aqui, ao final deste artigo havia a frase muito apropriada para nós mesmos, não só para os magistrados.
    Quanto menos soberba, mais competência.

    ResponderExcluir
  30. ELEIÇÕES, ELEIÇÕES, ELEIÇÕES, ELEIÇÕES...E MAIS ELEIÇÕES...CHEGOU NOSSA HORA!!!!!!!NO MÍNIMO 15 PROFESSORES-DEPUTADOS E DEZENAS DE PROFESSORES-VEREADORES ESPALHADOS POR MINAS(RECONHECIDAMENTE COMPROMETIDOS COM NOSSA CAUSA E COM LIMITES IMPOSTOS PELA CATEGORIA). EULER, VC MEU CARO E BIA PARA DEPUTADOS ESTADUAIS JÁ!!!!!!!!!!!!
    PRECISAMOS DE MAIS FORÇA POLÍTICA NA ALMG.
    VAMOS SAIR ÀS RUAS E COMEÇAR A NOS MOBILIZAR. É GUERRA ABERTA CONTRA O PSDB. VC VAI VER MONTES CLAROS VAI PUXAR ESSA IDÉIA JÁ PARA SEMANA QUE VEM.
    NÃO FUJA DA RAIA EULER!!!!!!!
    CAMPANHA FAÇA DO EULER SEU DEPUTADO QUERIDO PROFESSOR!!!!!!!
    MURILO MAIA - COMANDO DE GREVE MONTES CLAROS E PARTICIPANTE DO NGD NORTE DE MINAS.

    ResponderExcluir
  31. Perguntaram a Mahatma Gandhi quais são os fatores

    que destroem os seres humanos. Ele respondeu:

    A Política, sem princípios;

    O Prazer, sem compromisso;

    A Riqueza, sem trabalho;

    A Sabedoria, sem caráter;

    Os Negócios, sem moral;

    A Ciência, sem humanidade;

    A Oração, sem caridade.

    Um beijo a todos,
    Laurinha.

    Ps.: Euler, quando algum colega manifestar alguma dúvida de formatação de texto, enfim, com a utilização do Word, pode deixar comigo, que eu respondo por você, para ajudá-lo um pouco, oK?
    Modestamente, sou muito boa com programas de edição de texto.
    Um grande abraço a todos,
    Laurinha.

    ResponderExcluir
  32. Todo setor da sociedade, quando é ou está excluído, considera-se como sendo "os de baixo". A educação no Brasil, sabemos que não é prioridade de nossos governantes. Pertencemos a uma classe que, infelizmente, alguns, nem consciência de classe têm! Não sou superiora em nada, sou apenas uma cidadã consciente dos seus direitos e deveres. Quero apenas é que é meu por direito. Reconheço que muitos companheiros fizeram mais do que eu: indo a todas as assembleias, se acorrentando, parando trânsito, fazendo greve de fome, fazendo vigília na Assembleia. A eles deixo o meu muito obrigado, consideração e respeito. Precisamos manter o controle da situação. Percebo que o dia 21 não é dia de celebração de nada e sim de manifestação. Vamos manifestar lá contra aquele que tem unido pessoas tão diferentes mas com objetivos tão parecidos: lutar por educação de qualidade, lutar pela valorização do servidor da educação.
    E uma observação: nada contra as chamadas patentes e purpurinas. Quando tenho tempo, leio tudo, quando não tenho seleciono o que quero ler. Sintam-se à vontade p fazer o mesmo c meu comentário.
    Um gde abs a todos e continuemos firmes e juntos.

    ResponderExcluir
  33. CONCORDO PLENAMENTE COM VOCÊ MURILO MAIA.

    ResponderExcluir
  34. Euler,
    Você poderia colocar suas considerações sobre O Piso X Carreiras no blog da Beatriz?
    Peço isso pelos ASBs, basta você conversar com um deles para perceber a simplicidade e também o medo gerado pela falta de informação a respeito dos seus direitos.
    Obrigada e que Deus te ilumine sempre!

    ResponderExcluir
  35. "Vamos manifestar lá contra aquele que tem unido pessoas tão diferentes ?????? mas com objetivos tão parecidos ??????: lutar por educação de qualidade, lutar pela valorização do servidor da educação". ??????

    ResponderExcluir
  36. Oi, Pessoas queridas,
    Que mal há em discutir, discordar, manifestar opiniões? Nenhuma, ora. Toda unanimidade é burra.
    Aceitemos que cada um seja o que é, de verdade. Que mal há se a Charlotte vive às voltas com cremes e perfumes maravilhosos? E se ela for apenas uma personagem? E se ela for realmente assim - vaidosa, bem cuidada, cheirosa? - sorte dela, uai, que tem fundos para manter sua vaidade! Eu, por sexemplo, estou sem (risos).
    Sejam bem-vindos os purpurinados, as namoradas virtuais, as tias maluquinhas,com seu horror aos erros de gramática e ortografia, a Laurinha e suas aulas de informática, dentre outras figuras importantes desse universo virtual. Eles são pessoas que, por algum motivo, querem participar, ao seu modo, desse Blog maravilhoso. Aposto que todos eles são seres humanos capazes de mudarem a realidade em que vivem.
    Conclusão: vamos discutir, sim. Vamos discordar, sim. Mas com elegância. Com a mesma propriedade que o Euler discorre sobre o momento social em que vivemos, todos temos direito de discorrermos sobre o que quisermos.
    Beijos.
    Eu, anonimamente sincera.

    ResponderExcluir
  37. Parabéns Euler pelos seus inteligentíssimos textos que nos esclarece todos os dias.Queridos colegas de luta permanecemos firmes, não desanimemos, a vitória pode demorar um pouco mas com certeza virá.Concordo plenamente com a sugestão do professor Mauro, vamos boicotar a rede globo, combinemos de verdade um dia para nenhum de nós ligarmos na globo. Deveríamos ter feito isso desde o período da greve com todos os meios de comunicação que não nos deram voz e nem vez.

    ResponderExcluir
  38. Parabéns, Euler, mais uma vez pela sua competência, pelos seus esclarecimentos. Seu blog é a única chance de os educadores se manifestarem! Nossa Senhora nos proteja hoje e sempre. Beijos pra você e pra toda galera de luta, que não perde a esperança de dias melhores.

    ResponderExcluir
  39. Prezados,
    incrivel a capacidade dos colegas de filosofar sobre os termos e expressões utilizados pelo Prof. Euler. Escrevam textos sobre isso que o querido professor deverá publicar com a presteza que lhe é peculiar. Entretanto não percamos o FOCO. PISO para todos e segundo a carreira! Reafirmo que se perdermos o foco fevereiro de 2012 todos os professores receberão 825,00 em quaisquer níveis/anos de serviço. Nesse momento ninguém ficará na poesia para voltar a vender rifa e Avon. Em alerta por favor!

    ResponderExcluir
  40. Bom dia a todos os amigos do NDG/NDE

    Estejamos unidos. Unidos jamais seremos vencidos.

    UM POR TODOS, TODOS POR UM.
    MEXEU COM UM, MEXEU COM TODOS.

    ESSE SENTIMENTO CONSTITUIU (CONSTITUI) EM UM ELO QUE NOS TORNA INQUEBRANTÁVEIS.

    NOSSA UNIÃO FEZ (FAZ) A DIFERENÇA.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  41. Nós os professores que dedicam e dedicaram toda suas vidas em prol da Educação, não poderemos em momento algum ser considerados os de baixo. Não somos reconhecidos e nem valorizados pelos nossos governantes como deveríamos, mas isto não impede de sermos considerados a elite da Educação.Todos sabem que a qualidade da educação só será possivel se o foco de todos os elementos envolvidos neste contexto for o professor. Não adianta, se um clube de futebol ter um belo campo , bons dirigentes, bons psicólogos, bons técnicos, se os jogadores não forem bons, todo trabalho será perdido e o clube não alcançará vitórias. Na educação não será diferente ou seja, tem que ter bons professores para atingir a QUALIDADE DA EDUCAÇAO(tão falada), então tem que envestir no professor.
    Conclusão: Querendo ou não, o professor é o personagem mais importante deste País.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  42. O MURILO ESTÁ CERTÍSSIMO,
    IAIAIA EULER E BIA PRA ACABAR COM ANASTASIA
    IAIAIA EULER E BIA PRA ACABAR COM A MIXARIA
    IAIAIA FORA CARIOCA E ENTRA EULER E A BIA

    QUE CONSERTAR A EDUCAÇÃO VOTE COM O CORAÇÃO
    BIA NO EXECUTIVO E EULER NA LEGISLAÇÃO!!!!

    NÃO É BRINQUEDO NÃO EM!!! FALO SÉRIO E SEREI CABO ELEITORAL AQUI EM CARATINAG.

    ResponderExcluir
  43. Acho que o piso deveria ser aplicados a todos mas se o governo entende que é so para professor e especialista paciência.Quem faz greve são os profesores em sua maioria,o pessoal da SEE e SRE raramente adere ou apoiam o movimento preferem ficar alheios ao movimento e trabalhando como se nada tivesse acontecendo,os funcionários da SEE ou SRE preferem ficar como a maioria das professoras de 1ª a 4ª séries(algumas até comentam na cara de pau nnão fizemos greve e conseguimos dobar nosso piso(712,00).É claro que tem alguns que participam,se não me engano um dos que fizeram greve de fome pertece ao quadro do setor administrativo,mas infelizmente é uma minoria .Tenho certeza que se o quadro de funcionários da SEE/SRE parasse e apoiasse o movimento ,eles estariam sendo agora lembrados e ~reconhecidos.

    ResponderExcluir
  44. Caro Euler e todos os companheiros de luta:
    Cá estamos nós a esperar,esperar e esperar. Isto está sendo um aprendizado para todos os professores comprometidos.Agora,nesta casa (seu blog) estamos conseguindo um belo debate sobre a nossa função,nossos problemas no dia a dia, nossos direitos e até, desabafarmos,por que não? O que tenho notado é que nós professores estamos muito por fora dos nossos direitos e aconselho a todos,que solicitem acesso a sua pasta funcional na escola,procurem saber sobre seus biênios,quinquênios,se suas licenças saúde foram publicadas,se suas contagens de tempo estão atualizadas e tudo o que se refere à sua vida funcional.Estou dizendo isto porque sou professora e secretária também,e vejo o quanto os companheiros estão por fora de situações que,por obrigação a escola deveria informar.A partir de agora,até aqui no blog mesmo,vamos tirar nossas dúvidas,pois para os diretores é muito bom professor mal informado,assim ele faz o que quer.Me disseram que eu não poderia repor por causa do cargo de ATB.Não haveria folga no horário.Aí foi a hora de questionar: ora se não posso repor,como me foi oferecida uma extensão de 18 aulas no início do ano? Insistiram prá eu pegar,disseram que além dos dois cargos que tenho,poderia pegar mais 18 aulas de extensão.Claro que não aceitei,pois sou contra extensão firmemente. Aí pessoal,voltaram a trás e já fui autorizada a repor.Muita coisa a gente leva ferro por falta de informação.Tá na hora de mudarmos isto,ok?
    Ah, outra coisa,caso voces queiram,podem tirar xerox da pasta funcional e guardar com voces.ISTO É DIREITO DE TODOS!!!! A pasta só não pode sair da escola.
    Continuemos na luta,em todos os sentidos,pois estamos aprendendo como nunca, com a nossa união.
    Até a vitória,companheiros e que Deus continue nos amparando nessa caminhada de lutas e resistências.

    ResponderExcluir
  45. Também concordo plenamente com Murilo Maia.

    Está na hora de mudar esse quadro vergonhoso do nosso Legislativo:

    FORA AÓCIO
    FORA TONHÃO
    FORA VIL-HIENA
    FORA GORGONZOLA

    EULER (e outros companheiros) PARA DEPUTADOS!

    Paulo Andrade - Barreiro-BH

    ResponderExcluir
  46. Caro Euler,
    Estou muito preocupada com a questão do nosso Piso Salarial, uma vez que não confio nesse governo, o que está deixando a entender, é que : Como foi dito pela Comissão Tripartide: O governo reconhece o Piso, mais a questão do aumento referente a 2012, me parece que 16,6%, mas acredito que a idéia dele é de pagar a qualquer professor, independente da escolaridade, o valor destes 712,00 +16,6%, assim como já mencionou antes.
    Como sou PEBIVA,com 18 anos num cargo e 15 no outro, ambos efetivos e não efetivados, daria em torno de um

    piso básico de 826,00 aproximadamente, entende onde eu quero chegar?
    Foi perguntado pára a Beatriz Cerqueira dia 15, depois da reunião, e os 22% e 3% de acordo com os niveis e graus na carreira, ele reconhece também?
    Ela simplesmente respondeu ao pessoal da vigília, que "acredita" que sim, uma vez que é na carreira, mas esses termos não foram mencionados.
    O que você acha disso tudo?
    Uma vez que nas falas do governador ANESTESIA, ele diz em pagamento escalonado, com o tempo?
    Abraços
    Edel
    Pompéu/MG

    ResponderExcluir
  47. Na verdade, muitos colegas que estavam na heroica greve de 112 dias pensam que quem merece o piso é só quem lutou.Esses amigos sabem que INFELIZMENTE esses oportunistas não vão mudar, vão continuar furando futuras greves e atrapalhando futuras conquistas com aquelas "desculpinhas" de que não podem entrar na greve porque são casados, ou porque a greve começou errada( esse não é o momento), ou porque greve não dá em nada, ou porque tem filho na faculdade etc.
    O ideal seria a conscientização de TODOS pois, se todos estão mobilizados , conseguimos(conseguiremos) o piso , o 1/3 fora da sala de aula, turmas com bem menos alunos e tudo mais....

    ResponderExcluir
  48. TOTAL DESCASO COM A EDUCAÇÃO! Por Alexandre Garcia.

    http://www.youtube.com/watch?v=rWQe7_Q-o6w

    Vale conferir e repassar, colegas de LUTA!!!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  49. GRAÇA:

    Boa tarde Prof Euler,

    Mais que perfeito! Agora é só todos divulgarem o texto para a comissão e demais deputados, e com urgência!

    Oi LAURINHA

    pode repetir como se faz para copiar e alterar a fonte dos textos, tentei fazer e não deu certo!

    E para todos nós, guerreiros(as) on line:

    Na vida,
    é preciso tanto seriedade
    quanto delírio.
    Se tiveres mais de um pão,
    vende um
    e compra um lírio.
    ............................Li Tai Pô

    ResponderExcluir
  50. "Vamos boicoitar a 12ª Festa do Servidor " Penso que deveríamos ir sim. Penso que quem fez essa proposta deveria inclusive se identificar se não for um araponga. O Euler deve montar um grupo unido e coeso para irmos e passar uma sacolinha pedinhdo ajuda para nossos amigos sem salário. Vamos divulgar aqui que quem puder leve produtos não perecíveis para serem doados aos nossos amigos e penso que nesse dia deve ir a MARILDA E O ABDON e todos os acorrentados além do NDC pois devem ser os maiores homenageados da nossa classe. O sindicato deveria até disponibizar onibus haja visto que no interior não deve ter essa festa e isso deve ser a alavanca da campanha do Aecin. Então espero avaliação de todos, pois o interior deve vir para recepcionar Ivete Sangalo e fazermos a FESTA DO GUETO e pedir os alojamentos que foram gentilmente cedidos para o pernoite e a participação no dia 21 para coroar a festança do PSDB = Pior Salário Do Brasil. Então me digam : Vamos perder a chance de dar vizibilidade as nossas negociações? Vai que o BB financia o restante do dinheiro que falta para o piso integral da LEI 11.738/2008? KKKKKKK Só rindo mesmo... MAS A FESTA É DE QUEM LUTA.

    ResponderExcluir
  51. Acho a Beatriz Cerqueira uma excelente coordenadora, sábia, perspicaz, etc. Não sei se é impressão minha, ou se estou errada, e de impressão passa a ser implicância mesmo, mas o jurídico do Sindicato é bem fraquinho. Não conseguimos nada através da justiça, mesmo que essa tal seja subserviente do Governo, o jurídico do Sindicato tinha que ter uma postura mais enérgica e brigar de igual para igual. Procurar OAB, a justiça internacional, ou o que for. Desculpem, é o que eu acho. Falei!!!

    ResponderExcluir
  52. PSDB espera obter 200 prefeituras nas eleições do ano que vem. Os habitantes de 200 cidades precisam se vacinar contra esse mal urgentemente, antes que a epidemia os domine. Salve-se quem puderrrrr!!!!

    ResponderExcluir
  53. Denunciei no site da Secretaria dos Direitos Humanos a miséria em que estamos vivendo aqui em MG. Pedi intervenção da mesma, pois estamos (a maioria está) vivendo em condições degradantes na falta de salário. Estou aguardando a resposta da ministra Maria do Rosário e daquela Secretaria.

    ResponderExcluir
  54. Boa tarde a todos os amigos.

    BOICOTE!

    NINGUÉM NA TAL 12ª FESTA DO SERVIDOR.
    JÁ PENSARAM? ANFITRIÕES (AÉCIO, ANASTASA, GOZZOLA, VILHENA) SEM OS HOMENAGEADOS?

    Unidos jamais seremos vencidos.

    NENHUM SERVIDOR, EM APOIO A TODOS, NESSE CONCLUIO DE COMPADRES, COM FINS ELEITOREIROS, TRAVESTIDO DE FESTA!

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  55. Euller, gostaria de saber sobre a legalidade da greve. O que poderá acontecer com quem decidir não repor as aulas?

    ResponderExcluir
  56. Boa tarde amigos.

    CAMPANHA!

    NDG EM CAMPANHA PELA ELEIÇÃO DO EULER E DA BEATRIZ.
    EULER E BEATRIZ NA ASSEMBLEIA E NO CONGRESSO.

    UNIDOS JAMAIS SEREMOS VENCIDOS.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  57. Pessoal essa festa de que estão falando, não é para professores, para os demais setores de servidores publicos. Ela acontece todo ano, então essa historia de boicotar a tal festa não vai fazer diferença.

    ResponderExcluir
  58. Boa tarde, turma da luta, membros do NDG e aos outros que não queiram pertencer a esta denominação!

    Confesso que fico sempre surpreendido positivamente com os enriquecedores comentários que são publicados neste espaço. Pela pluralidade de opiniões, pela sinceridade, pela aula interdisciplinar que vocês nos proporcionam.

    Parabéns!

    Quero falar aqui especificamente sobre a pergunta feita pelo Anônimo das 16:51, acerca da legalidade da greve e da não reposição das aulas e o que poderia acontecer.

    Esta dúvida tem sido recorrente. Então vamos analisar o tema:

    1) há uma controvérsia sobre a questão da legalidade da greve. O TJMG , em caráter liminar, considerou-a abusiva. O jurídico do sindicato diz que isso não caracteriza declaração de ilegalidade, que foi o que pediu o procurador do governador;

    2) nas escolas, tem havido essa ameaça, principalmente aos designados, de que eles não podem faltar à reposição, pois somadas 4 faltas serão demitidos. Não sabemos se o governo vai cumprir a ameaça. Mas, considerando que haja este risco, principalmente com a existência do substituto, tenho dado a seguinte orientação:

    a) nas escolas onde há uma resistência coletiva, inclusive com a apresentação de novo calendário de reposição, aprovado pelo colegiado e condicionado ao pagamento de algum salário em outubro e novembro, será mais difícil para o governo fazer qualquer coisa contra os educadores;

    b) já nas escolas onde poucas pessoas aderiram à greve e haja substitutos, a situação dos designados fica mais delicada e sujeita às ameaças. Nestes casos, eu, pessoalmente - não é a posição do sindicato, deixo claro - defendo que os designados devam iniciar a reposição, caso não consiga convencer a direção e o colegiado a prorrogarem o calendário de reposição. Acho desnecessário correr o risco da demissão, já que estamos em relativa pausa e sem condições de uma forte reação organizada;

    c) claro que se no dia 17 o governo não der uma resposta definitiva sobre o pagamento de algum salário em outubro e outro em novembro, devemos discutir alguma forma organizada urgente de pressão;

    d) cheguei a pensar numa coisa do tipo: o jurídico do sindicato entraria com um mandado de segurança pedindo liminarmente o pagamento em folha extra dos salários de agosto, ainda em outubro, e o de setembro, no início de novembro. Além do mandado de segurança, para pressionar a justiça, teríamos que acampar em frente ao TJMG, montando barraca e cercando os desembargadores na entrada do prédio com panelas vazias e faixas alusivas à situação degradante vivida pelos educadores, forçados a trabalhar, inclusive com reposição de aulas, sem salário algum. Isso é escravidão e a justiça e a mídia não podem desconhecer essa realidade;

    e) finalmente, na sequência dessas atitudes, um outro grupo visitaria as redações de jornais, TVs e rádios forçando reportagens ao vivo sobre a realidade vivida pelos educadores. Levaríamos faixas, depoimentos escritos e xerox do contracheque zerado.

    São algumas sugestões para que sejam analisadas. Claro que se no dia 17 o governo aceitar pagar algum salário em outubro e outro em novembro, a reposição retomaria seu curso normal, com os devidos protestos pela forma ditatorial de sua elaboração, sem ouvir as partes envolvidas - educadores, alunos, pais de alunos.

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  59. Dia 12/10. Dia de Nossa Senhora Aparecida ( padroeira do Brasil) Feriado nacional.
    O Anastá obrigou as escolas a reporem aulas.
    Adivinhem o que aconteceu? Os pais não mandaram os filhos. Sujeito sem noção. pensa que estamos numa ditadura.
    Bem feito.
    Toma papuda.

    ResponderExcluir
  60. Bincadeira, inacreditável, parece que o governo está pensando que está negociando com analfabetos ou desinteressados em conhecer o que está em negociação.Não é de competência do governo escolher qual seguimento da Educação ele pagará o Piso. Ele pagará a todos que tem direito conforme está na Lei, muito bem definido e explicado pelo grande líder e competente Prof. Euler.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  61. "Prezados,
    incrivel a capacidade dos colegas de filosofar sobre os termos e expressões utilizados pelo Prof. Euler. Escrevam textos sobre isso que o querido professor deverá publicar com a presteza que lhe é peculiar. Entretanto não percamos o FOCO"

    Peço desculpas ao autor do texto acima, mas vou deixar aqui um breve comentário.

    Todos que aqui colocam suas opiniões estão sentindo na pele e na alma qual é o FOCO e é por ele que filosofam...

    Se filosofam, fazem no muito bem.

    Visitam o blog em busca de informações e aqui registram suas angústias, cada um a seu modo.

    O professor Euler, seja pela sua formação, seja pelo ser humano que está se revelando compreende as diferenças e as respeita. Ao contrário de muitos que estão se revelando INTOLERANTES.

    VIVA A DIFERENÇA!!! VIVA A DIFERENÇA!!!VIVA A DIFERENÇA!!!VIVA A DIFERENÇA!!!VIVA A DIFERENÇA!!!

    DIFERENTES, MAS UNIDOS POR UM MESMO OBJETIVO (foco)

    DEIXA O POVO FALAR!!!DEIXA O POVO FALAR!!!DEIXA O POVO FALAR!!!DEIXA O POVO FALAR!!!DEIXA O POVO FALAR!!!

    A intolerância já fez muito mal à humanidade e continua fazendo. LIBERDADE DE EXPRESSÃO // FOCO //
    FOCO // DEMOCRACIA // FILOSOFAR // FOCO // DIFERENÇAS // FOCO // POESIA // FOCO // AVON// FOCO// RIFA// FOCO...

    E prá encerrar, vamos brindar filosofando...

    afinal, o mundo seria muito monótono se todos fóssemos iguais... este blog seria muito FRIO sem as pérolas que aqui encontramos e não teria o número de visitas que tem. (Quer conferir? visite os outros blogs que tem o mesmo foco).

    POR QUE SERÁ QUE O NÚMERO DE ACESSOS AQUI É TÃO ELEVADO???

    ResponderExcluir
  62. À Flávia, do comentário das 9:33

    Permita-me, minha cara, contrapor ao seu entusiasmo com este jornalista Alexandre Garcia, bem como pelo fato de tal matéria ter sido veiculada na rede globo.

    Primeiro, este jornalista "canalha" foi apoiador da ditadura;

    Hoje ele posa de crítico da moralidade brasileira;

    Vc notou que a globo não passou nenhuma reportagem destacada como esta sobre a truculencia da tropa de choque do anastasista no dia da tal inauguração do relogio da copa, contra os professores na praça da liberdade? e nem na assembleia homologativa?

    Vc notou que este alexandre garcia em nenhum momento citou a nossa longa greve? sera pq, heim?

    desculpe, respeito seu entusiasmo , mas é bom a gente tomar cuidados com esta imprensa golpista , tais como?

    GLOBO
    VEJA
    ESTADO DE MINAS
    REVISTA ÉPOCA
    ESTADÃO

    Sugiro que é sempre bom a gente filtrar as informações que vêm desta gente.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  63. Temos que ter ciência que dificilmente o estado nos dará a chance de repor as aulas que foram dadas e estão sendo repostas pelos tampões então significa que as aulas que já foram ministradas pelos tampões e que também estão sendo repostas pelos tampões serão faltas greve mas não receberemos por elas. essa é a logica do governo.
    Idinei - Ipatinga

    ResponderExcluir
  64. PARA GRAÇA:
    Oi, Graça,

    Para selecionar todo o texto, basta colocar o cursor bem lá no início e arrastar o mouse até onde você queira selecionar. Pressione o botão direito do mouse e escolha a opção copiar. Feito isso, abra o Word, por exemplo, e pressionando o botão direito do mouse, escolha colar.
    Para alterar a fonte ou o seu tamanho ou aplicar qualquer formatação, é necessário SEMPRE selecionar o texto.
    Nesse exemplo, estamos no Word. Selecione novamente o texto colado. Existem várias maneiras de selecionar um texto. Se quiser selecionar todo o texto, basta manter pressionada a tecla Shift (em alguns teclados, representada por uma setinha, aí no lado esquerdo inferior) e a tecla t. Com o texto selecionado, aponte o mouse para a caixinha de tamanhos de fonte e escolha uma. Para trocar a fonte (com o texto selecionado), aponte o mouse para a caixinha de fonte de letras e escolha o tipo de letra. Para trocar a cor, aponte o mouse para a caixinha de cores, representado pela letra A – basta clicar na setinha e escolher a cor. Mas não se esqueça: se o texto não estiver selecionado, nada acontece, viu?
    Se você estiver sem as barras de ferramentas, tão necessárias a esses procedimentos, poderá apontar o mouse para o menu FORMATAR - FONTE. Lá, você poderá escolher a fonte, o estilo, o tamanho e a cor da fonte. Se quiser organizar o texto, deixando-o, por exemplo, justificado, selecione e aponte para o botão JUSTIFICAR – (representando por aquelas linhas arrumadinhas), que deixa o texto organizado tanto na direita, quanto na esquerda. Observe o texto no Blog. Ele está alinhado à esquerda e desalinhado à esquerda. É por isso, que ao colá-lo no Word, você pode ajeitá-lo, justificando-o.
    Agora que o seu texto já foi formatado, copie-o novamente e cole-o no espaço, onde você escreveria a mensagem do mensagem do e-mail, que será enviado aos seus amigos. Se quiser enviar o texto como anexo, não se esqueça de salvá-lo (ARQUIVO – SALVAR COMO – nome do documento). Para inserir o anexo, basta solicitar “anexar arquivo” ou coisa parecida e procurar o arquivo que você salvou, muito provavelmente, na pasta MEUS DOCUMENTOS.
    Existem muitas maneiras de selecionar, copiar, colar. Dei apenas uma sugestão a você.
    Se precisar de mais ajuda, é só avisar.
    Um grande abraço.
    Espero ter ajudado.
    Laurinha.

    ResponderExcluir
  65. Ouvi dizer que Danilo de Castro,o negociador com a nossa categoria,é um ficha suja,mafioso e perigoso,e que as informações já estão esparramadas na internet.Alguem pode me dizer onde eu confirmo tais informações?

    ResponderExcluir
  66. Oi gente,
    em tempo:
    sugiro que a revista VEJA é um dos órgãos de imprensa mais reacionário, retrógrado, tendencioso e difamatório da nossa imprensa tupiniquim

    tenhamos cuidado com matérias e opiniões veiculadas neste órgão de imprensa venal, como um artigo de um cidadão que ali escreve , chamado ricardo ioschpe, afirmando que somos massa de manobra de políticos (já vimos este filme rs) e inclusive nesta matéria postaram uma foto das nossas manifestações

    pra quem não sabe, a revista veja é especialista em difamar e detonar com a classe dos professores, defendendo a tese de que não ganham mal e que deve ser responsabilizados pela baixa qualidade da educação no nosso país

    quem é assinante desta revista convem ficar atento

    saudações !

    ResponderExcluir
  67. Nesse dia das crianças eu queria ganhar o piso dentro da carreira. Eu seria uma criança muito feliz e faria muitas outras crianças felizes (meus alunos).

    ResponderExcluir
  68. Oi!
    Moravam três amigas numa mesma casa: uma de 95, outra de 90 e a caçula de 85 anos.
    A amiga de noventa e cinco anos, gritou: - Alguém pode me dizer se estou entrando ou saindo da banheira?
    A amiga de noventa anos, respondeu: - Espere aí, que vou ver. Lá em cima, gritou: - Alguém pode me dizer se estou subindo ou descendo as escadas?
    A caçula, então, disse, batendo três vezes na madeira da mesa: Deus me livre de ficar esquecida assim! E gritou: Espere aí, que eu já subo. Vou ver quem está batendo à porta!
    Ui! Agora, eu fiquei com medo: não sei se já postei a resposta para Graça ou não...
    Então, la vai:

    Oi, Graça,

    Para selecionar todo o texto, basta colocar o cursor bem lá no início e arrastar o mouse até onde você queira selecionar. Pressione o botão direito do mouse e escolha a opção copiar. Feito isso, abra o Word, por exemplo, e pressionando o botão direito do mouse, escolha colar.
    Para alterar a fonte ou o seu tamanho ou aplicar qualquer formatação, é necessário SEMPRE selecionar o texto.
    Nesse exemplo, estamos no Word. Selecione novamente o texto colado. Existem várias maneiras de selecionar um texto. Se quiser selecionar todo o texto, basta manter pressionada a tecla Shift (em alguns teclados, representada por uma setinha, aí no lado esquerdo inferior) e a tecla t. Com o texto selecionado, aponte o mouse para a caixinha de tamanhos de fonte e escolha uma. Para trocar a fonte (com o texto selecionado), aponte o mouse para a caixinha de fonte de letras e escolha o tipo de letra. Para trocar a cor, aponte o mouse para a caixinha de cores, representado pela letra A – basta clicar na setinha e escolher a cor. Mas não se esqueça: se o texto não estiver selecionado, nada acontece, viu?
    Se você estiver sem as barras de ferramentas, tão necessárias a esses procedimentos, poderá apontar o mouse para o menu FORMATAR - FONTE. Lá, você poderá escolher a fonte, o estilo, o tamanho e a cor da fonte. Se quiser organizar o texto, deixando-o, por exemplo, justificado, selecione e aponte para o botão JUSTIFICAR – (representando por aquelas linhas arrumadinhas), que deixa o texto organizado tanto na direita, quanto na esquerda. Observe o texto no Blog. Ele está alinhado à esquerda e desalinhado à esquerda. É por isso, que ao colá-lo no Word, você pode ajeitá-lo, justificando-o.
    Agora que o seu texto já foi formatado, copie-o novamente e cole-o no espaço, onde você escreveria a mensagem do mensagem do e-mail, que será enviado aos seus amigos. Se quiser enviar o texto como anexo, não se esqueça de salvá-lo (ARQUIVO – SALVAR COMO – nome do documento). Para inserir o anexo, basta solicitar “anexar arquivo” ou coisa parecida e procurar o arquivo que você salvou, muito provavelmente, na pasta MEUS DOCUMENTOS.
    Existem muitas maneiras de selecionar, copiar, colar. Dei apenas uma sugestão a você.
    Se precisar de mais ajuda, é só avisar.
    Um grande abraço.
    Espero ter ajudado.
    Laurinha.

    ResponderExcluir
  69. Aos entusiastas deste jornalista ALEXANDRE GARCIA,

    sugiro pesquisarem sobre o currículo deste camarada ( que apoiou a ditadura e hoje fica posando de crítico da moralidade brasileira ) especialmente pra atacar governos lula e dilma

    sugiro analisarem pq este jornalista em seu comentário não citou a nossa greve de cento e poucos dias; será pq, heim? que partido governa aqui o estado de mg???

    sugiro analisarem pq a emissora a que ele serve não fez uma reportagem ampla sobre o episódio em que a tropa de choque do anastasista que partiu pra cima dos (nós) educadores(as) e povo na PRAÇA DA LIBERDADE no dia da inauguração do relógio da copa

    sugiro a entusiastas ficarem com um pé atrás também com a revista VEJA, especializada em difamar professores et caterva

    ResponderExcluir
  70. Anônimo das 16:14,

    CONCORDO.

    ResponderExcluir
  71. Anônimo das 18:17,

    Vá ao site do Novo Jornal e pesquise.

    ResponderExcluir
  72. Anônimo das 13:20, sua mensagem cheira a descontentamento com os post aqui publicados, sobre os mais diferentes assuntos. Quiséramos nós que o Euler fizesse parte da comissão de negociação, mas ele não faz. Paciência. O Euler está fazendo a parte dele. As negociações estão caminhando a passos de tartaruga, mas é melhor que nada, concorda? Por enquanto, em relação a isso, é esperar o dia 17 para vermos em que pé estão as negociações. Nesse ínterim, vamos escrevendo sobre vários assuntos, o que não quer dizer que estejamos perdendo o foco. Cobre do Sindicato. Ele nos representa. Quiséramos nós, repito, que o Euler e outros colegas com cacife para tal, estivessem lá, pessoalmente, no enfrentamento da situação.
    Sabe, querido(a), filosofar é tão bom!!! Experimente você também...
    Fique com Deus e sossegue. Tudo vai dar certo.

    ResponderExcluir
  73. Concordo com Ricardo Ioschpe quando afirma que somos massa de manobra. Não confiamos em Anastasia em 2010 e ele implantou o subsidio detonando todos nós. Servimos de massa de manobra para ele se eleger. Não confiamos em Lula quando criou o piso e ainda reelegeu, e depois a Dilma para ser eleita não prometeu mundos e fundos para a educação. E o que temos. Só promessas. Cada político nos usa para se eleger e depois se volta contra os educadores. Até para o STF servimos de massa de manobra. Não adianta nos indignarmos por ouvir esta verdade. Professores são sempre vistos e usados por políticos e a mídia da comunicação.

    ResponderExcluir
  74. ATENÇÃO ASSINANTES, LEITORES, SIMPATIZANTES da revista Veja (reacionária, difamatória, tendenciosa, detonadora dos professores(as), defende que não são mal remunerados e que são os responsáveis pela baixa qualidade da educação brasileira ):

    quem leu uma matéria de seu articulista Ricardo Ioschpe , observou que ele afirma que somos massa de manobra de políticos (já vimos este filme rs)?

    quem leu ,reparou que esta revista canalha postou uma foto das nossas manifestações (sugerindo, a meu ver, uma mensagem subliminar difamatória contra a nossa categoria)?

    façam suas análises!!!

    ResponderExcluir
  75. Para ter acesso sobre a ficha suja de Danilo de Castro, entra no google´
    www.google.com

    ResponderExcluir
  76. Oi, Graça,
    Não deu outra! Eu já havia postado o texto para você. E olha que eu estou muuuiitttooo longe dos oitenta!
    Ps.: Onde se lê:
    Observe o texto no Blog. Ele está alinhado à esquerda e desalinhado à esquerda. É por isso, que ao colá-lo no Word, você pode ajeitá-lo, justificando-o.

    Leia-se: (...) e desalinhado à direita.
    Por quaisquer outros errinhos, peço desculpas. Senão a Tia Maluquinha me pega!
    Beijos,
    Laurinha.

    ResponderExcluir
  77. Assim como vários colegas já postaram, estou preocupada com a demora em se começar a negociar nas reuniões a questão do valor do PISO, pois sabemos que ele já aceitou, isso é fato, mas de quanto. Dia 31/10 está chegando, vários colegas estão ansiosos e indecisos. Sugiro encarecidamente que o NDG e O SINDICATO tentassem agilizar esse assunto, para que pudéssos ficarmais tranquilos quanto a ese assunto. São centenas e centenas de pessoas que estão pendentes esperando essa decisão.

    ResponderExcluir
  78. Boa noite a todos os amigos.

    VIAJANDO PARA O FUTURO.

    Já promovi nosso combativo e amigo Euler. Agora quero elegê-lo para Presidente da República. E não estou dizendo isso com a ingenuidade dos incautos e insanos, mas com a seriedade de quem, ao longo de sua trajetória educacional, foi construindo e delineando o perfil de quem poderia vir a ser a pessoa ideal para governar nossa nação, UMA PESSOA CAPAZ DE INDIGNAR CONTRA AS DESIGUALDADES SOCIAIS E CONTRA TODAS AS CONSEQUENTES MAZELAS HUMANAS, INCLUINDO A FOME, NUM CONTEXTO HISTÓRICO EM QUE A CIÊNCIA JÁ MULTIPLICOU TANTO A PONTO DE APRIMORAR ESPÉCIES, CONTRIBUÍNDO PARA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS SEM PRECEDENTE NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE.

    Trabalho com meus alunos, despertando neles a capacidade de se indignarem contra todo tipo de crueldade humana, principalmente a FOME.

    Enquanto meus alunos (pré-adolescentes e adolescentes) não adquirem a idade para, quem sabe, ocupar cadeiras, onde eles poderão intervir nessa realidade macabra vivenciada no Brasil, NÃO SERIA ÓBVIO PENSAR EM ALGUÉM COM A PERFORMANCE DO NOSSO AMIGO EULER?

    DEVANEIOS? QUEM SABE, ENTRETANTO, PERMITAM-ME CONTINUAR SONHANDO, POIS PRECISO SONHAR PARA VIVER E É ISSO QUE ME TORNA MAIS HUMANA.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  79. A UTOPIA segundo SLAVOJ ZIZEK, o filósofo esloveno que tem renovado o pensamento de esquerda.

    "A verdadeira utopia hoje é a de que seremos capazes de resolver nossos problemas com transformações modestas no sistema existente. A única opção realista é fazer o que parece IMPOSSÍVEL nesse sistema (grifo meu)".

    Euler e companheiros(as), acima um trecho interessante para as nossas reflexões.

    Com meu abraço fraterno!

    Roberto Nogueira

    ResponderExcluir
  80. Sobre o DC, basta escrever o nome da pessoa no gooogle ou procurar o Novo Jornal:
    http://www.novojornal.com/politica/noticia/comprovado-danilo-de-castro-e-ficha-suja-e-agora-17-06-2011.html
    Sobre o PIG: eles têm de manter a carinha de anjos diante da Sociedade e mesmo com as manipulações levantadas pelo colega anônimo, quando "eles" dizem algo que podemos usar como propaganda a nosso favor não podemos desprezar...
    É impossível desprezar o poder de comunicação que elesa têm a mão... Se resolvessem fazer uma campanha por investimentos sérios em Educação, não estaríamos em martírio, mas desfrutando de dias de esperança... Não é a ignorância do passado que nos faz divulgar sua fala sobre os fatos do Ceará... São as contatações ditas (mesmo sabendo quem é a bisca do AG - ver comentário do Euler aqui na aba direita do Blog - e percebendo as omissões citadas, não podemos esquecer que ele é um manipulador de opiniões e, que, no vídeo que veicula na Net, ele aproveitou-se para dar umas fisgadas nos políticos de Brasília e falou claramente sobre o desvalor atribuído historicamente â Educação neste país...

    ResponderExcluir
  81. AÉCIO + ANASTASIA + DANILO DE CASTRO = IMORALIDADES + INJUSTIÇAS + CORRUPÇÕES + HIPOCRISIAS + FALSIDADES + CANALHICES + ...

    ResponderExcluir
  82. PARA GRAÇA:

    Oi, Graça,
    Não sei o que está acxontecendo comigo hoje! Estou demais da conta.
    Outro errinho:
    Onde se lê:
    Se quiser selecionar todo o texto, basta manter pressionada a tecla Shift (em alguns teclados, representada por uma setinha, aí no lado esquerdo inferior) e a tecla t. Com o texto selecionado, aponte o mouse para a caixinha de tamanhos de fonte e escolha uma.

    Leia-se: (...)
    basta manter pressionada a tecla CTRL (em alguns teclados, representada por uma setinha, aí no lado esquerdo inferior) e a tecla t (o famoso CONTROL T).

    A gente erra mesmo ,né?
    Ninguém é perfeito(risos).

    Abraços,
    Laurinha.

    ResponderExcluir
  83. Voltei em agosto para o regime de vb e até agora não estou recebendo conforme minha opção. Tem mais alguém aí nessa situação? Vc sabe de alguma coisa a respeito disso, Euler?

    ResponderExcluir
  84. Para ter acesso aos processos do ficha suja Danilo de Castro, vá ao site do Novo Jornal e pesquise.

    ResponderExcluir
  85. À Maria,
    do comentário das 18:53

    Primeiro, o meu respeito às suas considerações.

    Agora, gostaria de contrapor:
    Se diz que fomos massa de manobra do anastasia, eu não votei nele, vc votou?

    Pra seu governo, não foi o Lula quem criou a LEI DO PISO, esta justa LEI 11.738/2008 foi de autoria do combativo senador Cristovam Buarque aprovada solenemente pelo CONGRESSO NACIONAL e que o PRESIDENTE LULA apenas a sancionou.

    Estou de acordo com vc, com relação até o momento da omissão da presidenta Dilma a
    respeito da nossa causa.

    Eu particularmente nunca me deixei ser usado por nenhum político pra se eleger, vc por acaso já?

    O STF ainda não deu a sentença final sobre os embargos declaratórios impetrados pelos infelizes desgovernadores, inclusive o do pt (Tarso Genro) do RGS.

    Pra mim, este pseudo jornalista ricardo ioschpe não disse nenhuma verdade, pelo jeito pra vc , sim.

    Com minhas considerações!

    ResponderExcluir
  86. AÉCIO + ANASTASIA + DANILO DE CASTRO = IMORALIDADES + INJUSTIÇAS + CORRUPÇÕES + HIPOCRISIAS + FALSIDADES + CANALHICES + ...

    ResponderExcluir
  87. À(0) colega que deseja saber quem é este Danilo de Castro, sugiro consultar o site NOVO JORNAL.

    Saudações!

    ResponderExcluir
  88. Boa Noite !!
    Achei interessante o testo sobre o piso , e eu como uma aluna espero que vocês consigam da forma que ele deve ser dado , pois se ele é lei o governo deve cumprir e vocês professores devem receber pois é um direito seus e vocês devem sim lutar por esses direitos .

    Abraços ...

    ResponderExcluir
  89. "Senhor dá-me serenidade para aceitar tudo aquilo que não pode e não deve ser mudado. Dá-me força para mudar tudo o que pode e deve ser mudado. Mas, acima de tudo, dá-me sabedoria para distinguir uma coisa da outra." estou aproveitando para rezarmos por nos principalmente pra você Euler.

    ResponderExcluir
  90. Gostaria da opinião de vocês caros colegas.

    Quando eu disse em um post anterior:

    “Outra coisa que anda me incomodando, são alguns colegas que não fizeram greve e ficaram na escola dizendo que estavam cumprindo horário, não tiveram o salário cortado, e que ainda ficam fazendo piadinhas desagradáveis na sala de professores”.
    “Ai meu Deus!!! Preciso de paciência para conseguir tolera-los sem sair do salto”.

    Então depois de tantos relatos pensei, porque se reouvéssemos através de assembléia ao retorno da greve, poderíamos fazer companhia a estes colegas dentro da escola, assim não teremos nossos salários cortados e também evitaríamos que os mesmos saíssem mais cedo, logo que dizem que estavam cumprindo horário.
    E não iríamos à escola apenas nos dias de assembléia. Sendo assim também não teríamos salários cortados, ou o governo cortaria o de todos que seria o mais justo.
    As angustias são tantas, a falta de dinheiro e a indignação estão batendo em nossas portas com muita força....
    E não sei se isso já é realmente viável ou é loucura de minha parte.

    Obrigada e abraços a todos, e aguardo críticas de colegas que possam também nos dizer sobre a legalidade desse ato.

    Juliana – NDG de João Monlevade

    ResponderExcluir
  91. Reforçando a Informação:
    http://www.senado.gov.br/noticias/Jornal/noticia.asp?codEditoria=521&dataEdicaoVer=20111011&dataEdicaoAtual=20111011&nomeEditoria=Especial+Cidadania

    Em nove estados, salário de professor é inferior ao piso
    Lei que determina salário mínimo para o magistério em todo o país foi aprovada em 2008, mas até hoje não é respeitada; governadores tentaram derrubá-la no Supremo

    (FOTO)Professores de escolas públicas protestam em Minas: a CNTE planeja levar docentes do país inteiro a Brasília no próximo dia 26 para pedir, entre outros pontos, o cumprimento do piso do magistério
    Ricardo Westin

    Neste sábado, comemora-?se o Dia do Professor. A muitos mestres, porém, falta motivo para festejar. Um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) mostra que nove redes estaduais de ensino pagam aos professores iniciantes menos do que o piso salarial determinado por lei.

    Os estados que desrespeitam a lei, segundo a CNTE, são Rondônia, Amapá, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Goiás, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Nesses estados, há professores que trabalham em troca de menos de R$ 1.187 por mês.

    A lei do piso nacional do magistério foi aprovada pelo Congresso e sancionada pelo então presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, em 2008. Surgiu da união de um projeto do Poder Executivo com outro do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), ambos com o mesmo objetivo: impedir que certos estados e prefeituras continuassem pagando salários baixos a seus professores.

    Na época em que entrou em vigor, a lei impôs um piso de R$ 950 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais (oito horas por dia). Como a norma determina reajustes anuais, hoje está em R$ 1.187. Para o ano que vem, preveem-se R$ 1.385. O piso salarial beneficia os professores que se encontram no degrau mais baixo da carreira: os iniciantes e com formação de nível médio (sem curso superior).

    — Acabou virando uma lei para inglês ver: existe, mas não é cumprida. Onde está o Ministério Público, que não pede a condenação dos prefeitos e dos governadores que não pagam o piso? Para que serve a Lei da Improbidade Administrativa? — critica Cristovam Buarque.

    Além de ter sido amplamente discutida no Congresso, a lei do piso do magistério resistiu a tentativas de anulação nos tribunais. Assim que foi aprovada, um grupo de governadores recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que fosse declarada inconstitucional. Uma lei federal, argumentaram, não poderia interferir no salário de funcionários estaduais e municipais. O STF não lhes deu razão.

    Já que não conseguiram derrubar a lei, os governadores pediram ao Supremo que benefícios e gratificações dados aos professores pudessem ser somados aos salários. Assim, atingiriam o piso mais facilmente. Os professores reclamaram, lembrando que benefícios e gratificações não são levados em conta no cálculo da aposentadoria e podem deixar de ser pagos a qualquer momento. Em abril passado, o STF decidiu que o salário é uma coisa e que benefícios e gratificações são outra.

    Durante o período de indecisão, governadores e prefeitos não se preocuparam em pagar o piso nacional aos professores apostando que a lei acabaria sendo anulada pelo Supremo.

    A CNTE não tem dados sobre os salários dos professores das escolas municipais, mas crê que a situação deles é ainda pior do que a dos professores das escolas estaduais. A maioria dos municípios é de pequeno porte e tem arrecadação de impostos mínima, o que lhes obriga a manter a educação exclusivamente com verbas enviadas pelo governo federal.

    — Sabemos que existem professores ganhando R$ 300 de salário, que, com as gratificações, sobe para R$ 700. É vergonhoso para o país. Como temos a pretensão de oferecer a nossas crianças uma educação de qualidade se não valorizamos o professor? — questiona o presidente da CNTE, Roberto Franklin de Leão.
    Faça CTRL-C, CTRL-V
    http://www.senado.gov.br/noticias/jornal/arquivos_jornal/avulsos/info666.htm

    ResponderExcluir
  92. A questão da ilegalidade ou não da nossa heroica e tardia greve/revolta dos 112 dias é crucial. Digo isto pois, caso ela seja julgada ilegal (se não o foi) significa que se não repuzermos as aulas perdidas o (des)governo pode nos retalhiar e até mesmo entrar com um processo administrativo contra os efetivos e efetivados que participaram do movimento. Entretanto, caso a ilegalidade da mesma não seja provada no TJMG temos como entrar com um mandado de segurança cobrando os salários cortados mediante a reposição posterior. Portanto, o SINDUTE-MG precisa se posicionar a respeito disto. Além do mais, a multa impetrada pelo TJ como fica, como ficou? Eu, particularmente, sou efetivo em dois cargos e como está não estou disposto a repor pois: o calendário é medonho e as escolas têm o hábito de acelerar as atividades no fim do ano para que dia 20 de dezembro alguns "colegas" que não lutam pela categoria entrem de férias e aí como ficamos nós e os estudantes quanto à carga horária. Eu já ouvi uma diretora dizendo que a escola em que trabalho não parou por completo e, assim sendo, devemos repor por carga horária perdida pelos que aderiram ao movimento. É triste e deprimente pois, as pessoas se omitem, traem a categoria e jogam a responsabilidade do ônus da greve sobre quem não se acovardou. Assim, devemos cobrar a legalidade ou não da greve e a questão da anistia total e irrestrita aos grevistas para depois falar em reposição.

    ResponderExcluir
  93. Companheiros de luta contra os de cima, comecei a campanha para boicote de (((um dia sem ligar na globo))) divulgando no meu orkut (biota@ig.com.br) o qual foi muito útil nos momentos da pimenta, cassetete, cachorro, correntes, AR CONDICIONADO ABAIXO DE ZERO PELA MADRUGADA E ACIMA DE QUARENTA À TARDE e outros descasos que a globo não revelou à sociedade brasileira, e já está fazendo efeito, os de baixo aqui de Caratinga estão de acordo, só falta escolher o dia.
    AJUDEM-ME POR FAVOR, ESQUEÇAM A NOVELA POR UM DIA PELO MENOS. ((((POSTEM IDÉIAS AQUI))))

    ResponderExcluir
  94. CRTICAS TODOS FAZEM DEPOIS QUE A BANDA PASSOU, QUANDO FICAMOS EMPLORANDO P/ QUE MOSTRASSE NOSSA LUTA NINGÉM AS FEZ , DEU AS COSTA P/ NOS AGORA EM FIM DE FESTA USA O NOME PROFESSOR / DAR IBOPE ÁS NOSSAS CUSTA.CADÊ A LOBO COM SUAS PESQUISAS MOSTRANDO SÓ AS ESCOLAS BONITINHAS?FAZENDO PESQUISA DO IDB, INDÍCE ELEVADO ETC.FAÇA UMA ENTREVISTA NAS ESCOLAS CÁ DOS GROT~ES DE MINAS / VER O QUE VÃO ENCONTRAR!PROFESSOR SEM SALÁRIO COM PESSÍMAS CONDIÇÕES DE TRABALHO, SALA DE AULA COM 48,50 ALUNOS COM SUAS DIFERENÇAS ,DESEMPREGADOS, PAIS SEM EMPREGO , BOIA FRIA QUE PENSA NO HOJE E O AMANHÃ TALVES.E AINDA FICAM TAXANDO PROFESSOR COM UM SALÁRIO QUE SÓ DEUS PARA SUPORTAR TANTO DISCASO, E NÃO MIM VENHA COM PAPO QUE É PAÍS SUBDESENVOLVIDO NÃO...É UM DESCASO BRUTAL.GOVERNOS HIPOCRITAS , CORUPTOS , CANALHAS MESMO, MENTIROSO. SÓ DE PENSAR DÁ NOJO.E CONTINUA FAZENDO O JOGUINHO COM AS NOSSAS VIDAS ,COMO SE NÃO PRECISÁSSEMOS DE VIVER COM DIGNIDADE, E NÃO MIM VENHA DEZER QUE NÃO MERECEMOS RECEBER NOSSO BÔNUS NÃO QUE EU VOU FALAR O QUE NÃO QUEREM ESCUTAR.SOU SER HUMANO PRECISO DE ALIMENTO, P/ TER SUSTÂNCIA P/ ENFRENTAR UM DIA TALVES MUITO TRISTE DE TRABALHO. QUÉM ACHAR QUE É BOM VENHA FAZER.QUERO O MEU SALÁRIO NEM QUE SEJA O DE SERVENTE DE PEDREIRO , QUE ATÉ HOJE NÃO PAGOU, JÁ QUE É TÃO BAIXO ASSIM, QUERO ELE SEU CLONE DE FOCA MARINHA,BIGODUDO NOJENTO CRETINO.TUDO QUE MEUS COLECAS ESTAM PASSANDO VCS VÃO PAGAR VCS VÃO VER PORQUE DEUS É MAIOR.HOJE COMO SEMPRE É UM DIA ESPECIAL ,MAS NÃO PUDE BLINDAR MEUS ALUNOS COM BOMBONS QUE SEMPRE BINDEI MAS CONTEI P/ ELES OS MOTIVOS NÃO OS FIZ,FIQUEI FELIZ PORQUE ELES LEVARAM BOMBONS PARA MIM...DEUS FAZ COM QUE AS COISAS ACONTEÇA DE MANEIRA MUITO SIMPLES E MAIS ACREDITO NA PRESENÇA DELE. SOMOS ABENÇOADOS POR ELE A CADA MOMENTO PODE TER CERTEZA.BOA NOITE A TODOS QUE AMANHÃ SEJA UM NOVO DIA .

    ResponderExcluir
  95. À criançada Fui à feira falar de nossa greve, e a gazolinhha pegou no nosso pé.
    E eu sacudi, sacudi, sacudi e o pisinho nada de sair.
    Fui à feira fazer oração e o Anastasia contratou um tampão.
    E eu sacudi, sacudi, sacudi e o pisinho nada de sair.
    Fui à feira ficar acorrentado e o Anastasia cortou o meu salário. E eu...
    Fui à feira falar da ditadura, e o Anastasia chamou a viatura.
    E eu sacudi...
    Fui à feira falar de agressão, veio o Anastazia e me colocou no carburão
    E eu...
    Fui a feira falar de democracia e o Anastasia, nada de sumir. E eu sacudi, sacudi...
    Quero Mandar um abração para toda a criançada,principalmente os filhos dos colegas professores, que eles se espelhem em seus pais e sejam obstinados como eles a lutarem por um futuro mais justo e melhor de se viver.

    ResponderExcluir
  96. MINHA HISTÓRIA VANESSA ZETTLER, 23

    Eu ocupei Wall Street

    Brasileira que cresceu em Interlagos e foi estudar nos EUA vive hoje num acampamento contra o sistema financeiro e pensa fazer parte de 'momento histórico'

    RESUMO A estudante Vanessa Zettler, 23, é uma das líderes do movimento Ocupe Wall Street, que promove marchas e acampamentos em Nova York. De São Paulo e fazendo faculdade nos EUA há um ano, ela diz se sentir parte de um momento histórico.

    ResponderExcluir
  97. DISCUSSÃO MADURA
    A discussão política ficou e está ficando mais madura, com a diversidade das pessoas aqui e das vozes que estão falando. A cada dia chegam novas categorias -imigrantes, sindicatos etc. Eles diversificam a nossa discussão.
    No começo, quem estava organizando era um grupo jovem, classe média e branco. Mas um grupo consciente que queria trazer todas as outras vozes para cá. A gente luta por isso. É uma agenda política ampla. Sobre a regulamentação da economia, o fim do tratamento das empresas como se fossem pessoas.
    O [filósofo] Slavoj Zizek já veio aqui, a [escritora] Naomi Klein também. Achei superbacana a consciência de que isso está em diálogo não só com os EUA, mas com o mundo todo. A discussão aqui não é só sobre o mercado financeiro. Nem dá para dizer todas as questões que estão sendo discutidas. Tem a questão da imigração, para que as políticas imigratórias sejam mais flexíveis e tem a discussão sobre a democracia, sobre a ideia de liberdade.
    O que é essa liberdade que esse país prega tanto, mas em que a gente vê tantas falhas? Como na liberdade de expressão, que é um dos maiores orgulhos americanos, mas que, quando a gente vai tentar exercer, pode ir presa.

    ResponderExcluir
  98. Jesse Jackson lembra M. L. King:”Não durma durante a revolução.”Os privilegiados entrincheirados não entregam facilmente seu privilégio. Occupy Wall Street enfrenta os interesses mais poderosos. Mas nada, como Victor Hugo escreveu, é mais poderoso que uma idéia cujo tempo chegou. Como Dr. King exortou: “Não durma durante a revolução.” É hora de tomar uma posição. Então 99%, mantenha seu foco disciplinado, sua abordagem não-violenta pacífica para protestar e exigir mudanças. No final vamos vencer.

    ResponderExcluir
  99. Oi EULER
    Boa noite
    Tenho que dividir com você e demais colegas esta situação inusitada.Uma TAMPAX levou o filho de um ano para a escola pois acriancinha estava doente.Imaginem vocês se a moda pega.Quem sabe não transformamos nossa escola em creches.Do jeito que as coisas estão indo o governante de plantão e suas plantonetes vão adorar a ideia.Voltando a "professora mãe"fica a pergunta que não quer calar:como ela conseguiu dar suas aulas com o nenê no colo?

    ResponderExcluir
  100. "Nada é mais poderoso que uma idéia cujo tempo chegou". Vitor Hugo

    "Não durma durante a revolução". Dr King

    NO FINAL VAMOS VENCER!

    ResponderExcluir
  101. http://carosamigos.terra.com.br/index/index.php/correio-caros-amigos/1604-educadores-contestam-artigo-da-qvejaq

    Educadores contestam artigo da "Veja"
    Sob o título “Que bom que os Sindicatos de Trabalhadores da Educação preocupam os sacerdotes da privataria e seus braços ideológicos!”, vários educadores divulgaram texto com críticas ao artigo de Gustavo Ioschpe (“Hora de Peitar os Sindicatos de Professores”), veiculado no site da revista “Veja”.

    http://www.cnte.org.br/index.php/component/content/6939?task=view


    http://www.cnte.org.br/index.php/comunica%C3%A7%C3%A3o/cnte-informa/348-cnte-informa-573-26-de-abril-de-2011/7013-artigo-que-contesta-colunista-da-veja-repercute-na-midia
    Após a CNTE publicar o artigo “Que bom que os Sindicatos de Trabalhadores da Educação preocupam os sacerdotes da privataria!”, a Caros Amigos perguntou se poderia publicar em seu site. Na seqüência, ao que tudo indica, o artigo entrou também no portal do Carta Maior e, em seguida, no Blog do Miro, com algumas mudanças de título, nesse meio tempo. A partir daí, a difusão parece estar sendo muito rápida.
    http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=17705
    Os sacerdotes da privataria e seus braços ideológicos
    É de um cinismo e desfaçatez vergonhosa a caricatura que Gustavo Ioschpe, articulista da revista Veja, faz da luta docente por condições de trabalho e salário dignos. Caberia perguntar se o douto senhor estaria tranquilo com um salário base de R$ 1.487,97, por quarenta horas semanais, para lecionar em até 10 turmas de cinquenta jovens. O desafio é: em vez de “peitar os sindicatos”, convide a sua turma para trabalhar 40 horas e acumular essa “fortuna” de salário básico. Ou, se preferir fazer um pouco mais, trabalhar em três turnos e em escolas diferentes. O artigo é de Gaudêncio Frigotto, Zacarias Gama, Eveline Algebaile, Vânia Cardoso da Mota e Hélder Molina.
    http://educacaointegral.wordpress.com/2011/05/02/educadores-contestam-artigo-de-gustavo-ioschpe-da-revista-%E2%80%9Cveja%E2%80%9D/

    http://falaouropreto.com.br/%E2%80%9Cque-bom-que-os-sindicatos-de-trabalhadores-da-educacao-preocupam-os-sacerdotes-da-privataria-e-seus-bracos-ideologicos%E2%80%9D/

    Gaudêncio Frigotto, Zacarias Gama e Eveline Algebaile são professores do programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Formação Humana da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPFH/UERJ).Vânia Cardoso da Mota é professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro e Colaboradora do PPFH/UERJ. Hélder Molina é educador, assessor sindical e doutorando do PPFH/UERJ.

    ResponderExcluir
  102. Nepotismo e uso indevido do dinheiro do povo para pagar transporte aéreo,como fez o prefeito de BH, marcio , também deve ser incluído no ficha suja?
    Tenho NOJO deste márcio lacerda desde pano passado qdo disse na globo que para prof grevista bastava um soldado em cada perna e braço.Estes calhordas procriam este é o problema.O filhinho já está pondo acabeça pra fora.
    Este palhaço quer ser governadoras Minas.
    Socorro.Cuidado gente é mais um tirano que dá empreguinho pro filho.
    Chô!Fora!Passa já!

    ResponderExcluir
  103. Sinceramente, eu não acredito que tem gente que ainda acredita nas reportagens do PIG. Globo, Veja, Estadão, Estado de Minas e muito menos neste lobo em pele de cordeiro do Alexandre Garcia. Me desculpe se estou sendo grosseira, ou algo assim, mas é de mais para mim.

    Vânia

    ResponderExcluir
  104. "O cordao de tres dobras nao se quebra tao depressa".Ecles.4:12.Uma das estrategias do governo foi dividir a nossa categoria, ele fez tudo premeditado quando criou o projeto do subsidio, ele quer nos enfraquecer nos colocar uns contra os outros e observo que ele esta conseguindo pois tenho observado que alguns educadores estao guerreando entre si.Acordem!

    ResponderExcluir
  105. Por e-mail:

    "Flávio / Bhz:

    Blz Comte Euler!

    Eu, Sgtº André Buzina e Diogenes “Torres”, participamos da passeata “Contra a Corrupção” no período da tarde. De rostos pintados, nariz de palhaço, faixas e cânticos, saímos da ex-Pça da Liberdade com destino à Pça.7, no centro da capital.

    Ainda na praça, percebemos que algo de estranho pairava no ar. Não havia nenhum partícipe de movimento social ou esquerda. Bom, nada demais! Mas, os rostos limpinhos e jeito comportadinho somado ao jovem com uniforme do Minas enaltecendo Tancredo, logo condenaria o ato. Na verdade, seus idealizadores têm relações “afetuosas” com os próceres do tucanato mineiro & cia. Enfim, nem tudo foi perdido. Valeu pela troca intelectual e exercício democrático.

    Conhecemos um dos responsáveis pela “Marcha fora Lacerda”, Fidelis. Aliás, ele participará do abraço simbólico no acampamento Dandara no próximo domingo e pediu para que fizéssemos uma ponte entre o movimento deles e o NDG. O Sgtº André deve expor o assunto melhor, Ok?

    Ahh, é bom dar uma filtrada nesses pedidos de “ajuda” em manifestações. Não podemos engrossar a classe obesa e opulenta rsss.

    Por fim, reforce no blog a importância da participação dos professores em favor dos de baixo: Dandara, MST, dentre outros. Agora chegou a vez do professorado ajudar e somar forças contra o rolo compressor capitalista. Mexeu com a Dandara, mexeu conosco!

    ■ Dia 13/10/2011, Quinta-feira, reunião para deliberações sobre a próxima "Marcha Fora Lacerda".

    ■ Local: Espaço Cultural Viaduto Sta Tereza, em frente a Serraria Souza Pinto

    O Movimento é independente, apartidário e solidário aos diversos movimentos.
    Compareça!

    ■ Dia 16/10/2011, domingo.

    ■ Concentração: a partir das 10h00 na Praça da Assembleia.

    ■ Saída: às 12h00 em ônibus (2215-A) e em carreata (abraço simbólico no acampamento)

    Leve seu lanche para fazer um piquenique por lá: frutas, biscoitos, pães e algo para compartilhar.

    Grande abraço!"

    ResponderExcluir
  106. Índia: tautologias[i] de Anastasia

    Mais uma viagem internacional do governador tucano mineiro. Antônio Anastasia e uma equipe de secretários e assessores, escolhidos a dedo, chegam à Índia para mais um tour de prospecção de negócios.

    Na anterior, à Alemanha e ao Japão, ele visitou a seção de uma fábrica que treina pintores para um complemento de montagem que se realizará na Mercedes Benz de Juiz de Fora; e o sócio capitalista de um empreendimento já confirmado para o triângulo mineiro.

    Da imprensa mineira, só o Estado de Minas é que deu destaque ao mais recente “fato” inútil. E no caderno Política, não no de Economia. Sintomático.

    A simples leitura da matéria do citado veículo mostra a desimportância do evento. Parece que o jornal não enviou nenhum repórter para acompanhar o tour e apenas reproduziu o press release da assessoria do governador. O evento só serviu, até agora, para o registro de uma foto de Anastasia entrando no Tato Nano: o pequeno carro indiano. Ah, e pomposo título da nano matéria: “Anastasia abre portas na Índia”.

    Veja uma fala destacada pelo insuspeito jornal:

    “Tivemos contatos importantes e vamos ver agora se conseguimos confirmar convites futuros para associações econômicas de relevo”, afirmou Anastasia.

    Comentário:

    a) ainda bem que não foram contatos desimportantes;

    b) mas, ele ainda “vai ver” se consegue “confirmar convites futuros” (o próximo grande passo é... confirmar convites);

    c) e “para associações econômicas de relevo” (já pensaram se fossem irrelevantes?).

    Aécio e Anastasia inauguraram uma nova imagem de governantes: campeões em assinaturas de protocolos de intenção.

    Agora, Anastasia consolida sua melhor marca: o falante tautológico. A sensação que se tem ao final de suas falas é exatamente expressa no sinônimo do substantivo feminino (tautologia) que destacamos: o sal é salgado.

    Não se trata de charlatanismo dele. É que num estado falido, num governo midiático, só lhe resta esse instrumento: o de repetir, reiterar, confirmar e redundar o já dito.

    Nem recebido pelo presidente do Exim Bank ele foi. O diretor que o recebeu, é óbvio, ofereceu financiamentos a juros de mercado.

    Um nano fato econômico.

    ResponderExcluir
  107. Alguém tem notícia da posse dos novos diretores? Por que ninguém fala nesse assunto?

    ResponderExcluir
  108. Caro Euler, o rapaz que estava junto com o André no Centro Administrativo era eu. Fomos eu, o André, o Carlos e uma professora da qual não me lembro o nome que foram interpelados pelos policiais militares.

    Comunico ainda a todos que no dia 15/10/11, sábado no Mineirinho os companheiros do MST (causas sociais, Dandara, Comunidade Quilombola Camilo Torres, dentre outros ligados aos Movimentos sociais) estarão no Mineirinho, pelo que me foi repassado é este mesmo o dia.

    É importante que não percamos o foco de nossas reivindicações, e no caso de nós professores, não devemos ficar preocupados com as "fogueiras das vaidades". Ora, é de extrema importância o professor assumir-se como personagem principal na sua própria história e ver de qual o lado em que está atuando, pois, como outros participantes aqui no blog tem colocado a elite poderosa utiliza de todos os artifícios para submeter o povo aos seus interesses dominantes. Creio que seja de suma importância eu dar um certo exemplo vivido hoje no dia 12/10/11, quarta feira, em que participei da passeata contra a corrupção, sendo que logo no discurso de alguns participantes senti uma presença muito grande de grupos partidários como o PSDB e o DEM na organização de tal evento. Por mais que alguns jovens quisessem um discurso apartidário sem vinculações partidaristas, as raposas políticas deram uma rasteira e aproveitaram a boa intenção dos jovens e lideraram o movimento.

    Fico grato por postar aqui no blog, em que percebo realmente um ambiente democrático.

    Abçs a todos e estejamos firme para a Vitória.

    ResponderExcluir
  109. “Que bom que os Sindicatos de Trabalhadores da Educação preocupam os sacerdotes da privataria e seus braços ideológicos!”
    23 de setembro de 2011 | Enviado por: Jamil Ferreira
    Artigo extraído da Revista Caros Amigos, de abril de 2011, bem adequado para entender a cobertura que a grande mídia dispõe à corajosa, exemplar e educadora greve dos docentes das Escolas Estaduais de Minas Gerais, pela sobrevivência deles, das escolas e da Educação Pública de qualidade em Minas.


    Educadores contestam artigo da “Veja”

    Sob o título “Que bom que os Sindicatos de Trabalhadores da Educação preocupam os sacerdotes da privataria e seus braços ideológicos!”, vários educadores divulgaram texto com críticas ao artigo de Gustavo Ioschpe (“Hora de Peitar os Sindicatos de Professores”), veiculado no site da revista “Veja”.

    Por: Gaudêncio Frigotto, Zacarias Gama, Eveline Algebaile, Vânia Cardoso da Mota e Hélder Molina. (*)
    Vários meios de comunicação utilizam-se de seu poder unilateral para realizar ataques truculentos a quem ousa contrariar seus interesses. O artigo de Gustavo Ioschpe, publicado na edição de 12 de abril de 2011 da Revista Veja (campeã disparada do pensamento ultraconservador no Brasil), não apenas confirma a opção deliberada da Revista em atuar como agência de desinformação – trafegando interesses privados mal disfarçados de interesse de todos –, como mostra o exercício dessa opção pela sua mais degradada face, cujo nível, deploravelmente baixo, começa pelo título – “hora de peitar os sindicatos”. Com a arrogância que o caracteriza como aprendiz de escriba, desde o início de seu texto, o autor considera patrulha ideológica qualquer discordância em relação às suas parvoíces.

    ResponderExcluir
  110. Minha Nossa Senhora da Gramática, me acuda!!! Vou ter um treco. Meu povo, o que é isso?
    Professores de Língua Portuguesa, aproveitem alguma coisa de alguns textos e mostrem aos seus alunos como "não se deve escrever". Eu não o farei, porque trabalho com gente pequena. Nosso papo é outro, bem mais simples.
    E podem me chamar de chata, porque maluquinha eu já sou.
    Beijinhos. Corrijam-me se eu escrever errado.
    Ps.: Errinhos de digitação estão perdoados. Ninguém é perfeito.
    Tia Maluquinha.

    ResponderExcluir
  111. De : Graça
    Para Laurinha

    Obrigada pela aula fessôra!

    ResponderExcluir
  112. ATENÇÃO: Essa questão de pagamento do piso somente para os professores e especialista é apenas uma questão de estratégia do governo para arrebanhar mais pessoas para o subsídio. ATBs e ASBs não caiam nessa. O PISO É PARA TODOS OS TRABALHADORES QUE ATUAM DENTRO DA ESCOLA.

    Aguentem a pressão depois do dia 31 eles vão reconhecer o piso para todos! Esta na lei federal.

    Helena, Uberlândia.

    ResponderExcluir
  113. Caro anônimo das 19:28
    Em nenhum momento eu afirmei que votei em Anastasia, eu queria simplesmente deixar em evidência que o nome dos educadores que sou é sempre usado por políticos em campanhas e com isso consegue manobrar parte da população que acreditam e votam neles. São pessoas simples que ainda precisam da escola pública para seus filhos e vem nesta promessas um futuro para seus filhos. A nossa profissão é sempre usada como massa de manobra sim.

    ResponderExcluir
  114. Boa noite professor Euler,
    Concordo plenamente com o anônimo das 20:16 que disse sobre a ineficiência do setor jurídico do sindicato. Vamos ser realistas, eles não ganharam uma causa sequer, pelo menos eu não tenho conhecimento de nenhuma. Agora dizem para não começarmos ainda a reposição. Que garantia podemos ter com um jurídico tão inoperante?

    Também gostaria muito de saber a respeito da multa estipulada para o sindicato,pois afinal sou filiada e portanto dou a minha contribuição mensal.

    Já falei sobre isso no blog da Bia mas ainda não foi postado. Precisamos da decisão sobre a legalidade da greve com urgência. Penso que seria mais fácil conseguir melhorar as negociações com o governo dependendo dessa decisão. Os advogados do sindicato que me perdoem mas eles parecem ser bem devagar. Ou será que tem algo por trás de tudo que não conhecemos? Assim vamos desanimando.

    Parabéns Euler e obrigada por tudo. Você é um ser iluminado e um grande exemplo para nós. Queria muito ter esse seu jeito super humano (quase divino) de ser.
    Sou sua fã nº1

    ResponderExcluir
  115. Moçada de luta, esse É de Vitor Hugo:
    "Poupa-se o lobo e sacrifica-se a ovelha"
    NÃO VAMOS ESQUECER O QUE PASSAMOS!!!
    É GUERRA ABERTA E INITERRUPTA CONTRA O PSDB E ASSOCIADOS. PARA ISSO VAMOS PARTICIPAR ATIVAMENTE DO PROCESSO ELEITORAL DE 2012. PARTICIPAR MESMO. CHEGOU A HORA DE ELEGERMOS NOSSA GENTE (COM MUITO CUIDADO E COM LIMITES DEFINIDOS)E MOSTRAR AO PLAYBOY DAS ALTEROSAS QUE A VIDA DO PSDB NÃO SERÁ TÃO FÁCIL A PARTIR DE 2012.
    TENHO DOIS NOMES PARA DEPUTADOS ESTADUAIS NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES PARA DEPUTADO: BEATRIZ CERQUEIRA E EULER, CLARO ALÉM DOS BRAVOS DEPUTADOS QUE TANTO NOS DEFENDEM. A PROPORÇÃO DE VOTOS QUE PODEMOS CONQUISTAR É GRANDE.VAMOS ACORDAR DO NOSSO SONO E IMOBILISMO. O CHÃO DE MINAS VAI TREMER NAS CÂMARAS MUNICIPAIS E NAS PREFEITURAS.DEPOIS DESSAS ELEIÇÕES ELES(SAFADOS DO PSDB E O RESTO DA MALTA)VÃO TER QUE NOS ENGOLIR. O MOMENTO HISTÓRICO NOS FAVORECE.
    AGORA É NA MOBILIZAÇÃO E NÃO ESQUECER DAQUILO QUE PASSAMOS.
    AVANTE GUERREIROS-PROFESSORES

    MURILO MAIA - EXTERMINADOR DO PSDB - GENERAL DE DUAS ESTRELAS E COM SANGUE NO OLHO.
    MORRA PSDB.

    ResponderExcluir
  116. Atenção !!! ATENÇÃO !!!

    NDG DE PLANTÃO
    TWITTASSOOO

    Fwd: sugestão para twittasso


    vamos fazer o twitasso a partir de sexta-feira para os DEPUTADOS membros da TRIPARTITE:

    Deputados Estaduais:
    http://www.almg.gov.br/deputados/conheca_deputados/index.html (PARA MAIORES INFORMAÇÕES)

    ResponderExcluir
  117. (...)

    1. Adalclever, Adalclever Lopes
    Partido: PMDB Naturalidade:Belo Horizonte - MG Nascimento:24/11/1966 Email:dep.adalclever.lopes@almg.gov.br

    Empresário. Na 16ª Legislatura, foi presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte. Na legislatura anterior, foi presidente da Comissão Permanente de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia (2003-2004), vice-presidente da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas (2003) e da Comissão Especial das Pessoas Desaparecidas (2006) e coordenador da Frente Parlamentar Municipalista de ...
    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=12193

    2. Antônio Júlio, (PMDB)
    Naturalidade:Pará de Minas - MG Nascimento:12/08/1950 Email:dep.antonio.julio@almg.gov.br
    Site Pessoal:www.antoniojulio.com.br

    Empresário e advogado. Foi presidente da ALMG no biênio 2001-2003 (14ª Legislatura), líder da bancada do PMDB (1998) e presidente das comissões de Constituição e Justiça (1993-1994) e de Ética (2006). Na 16ª Legislatura, foi relator da Comissão Especial da Reforma Tributária (2008). É também coordenador da Comissão Extraordinária de Integração ao Parlamento do Mercosul. Secretário-geral do PMDB de Minas, é membro do ...
    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=5894

    3. João Leite, (PSDB)- Belo Horizonte - MG - 13/10/1955- Ex-atleta profissional e bacharel em História - dep.joao.leite@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    Naturalidade:Belo Horizonte - MG Nascimento:13/10/1955 Email:dep.joao.leite@almg.gov.br

    Ex-atleta profissional e bacharel em História. Na 16ª Legislatura, presidiu a Comissão de Segurança Pública, a partir de 17/2/2009, e também a Comissão Especial da Execução das Penas no Estado, entre março e setembro de 2009. Foi presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia (1996-2000) e das CPIs do Sistema Carcerário e das Carteiras de Habilitação. É autor do projeto de lei do Incentivo ao Esporte, transformado em norma jurídic...
    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=7766

    4. Sebastião Costa, (PPS) - 12/07/1949 - Divino - MG
    Advogado e professor - dep.sebastiao.costa@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    Advogado e professor. Na 16ª Legislatura, presidiu a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar. Em outras legislaturas, foi presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e da Comissão de Redação. Foi ainda líder do PFL (2001-2002) e relator de projetos como os que trataram da microempresa, da redistribuição de ICMS aos municípios (Lei Robin Hood) e da reformulação da Uemg. Foi ainda prefeito de Divino (1983-1988); presidente da Associação de Municípios da Vertente Ocidental do Caparaó (Amoc), em 1986; membro suplente do Conselho Fiscal da Associação Mineira de Municípios (1987); e diretor de Comercialização e Articulação Regional do Sebrae-MG (2003-2005). As principais regiões de atuação política são Zona da Mata e Rio Doce. Os municípios de maior votação foram Manhuaçu, Inhapim, Divino, Espera Feliz, Carangola, Orizânia, Palmópolis, Joaíma, Caparaó, Abre-Campo, São Domingos das Dores e Dom Cavati.
    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=5923

    (...)

    ResponderExcluir
  118. (...)
    5. Rogério Correia, PT (nosso grande aliado e representante)

    Naturalidade:Belo Horizonte - MG Nascimento:11/01/1958 Email:dep.rogerio.correia@almg.gov.br
    Site Pessoal:www.rogeriocorreia.com.br

    Professor. Está em seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e é o líder do bloco de oposição Minas sem Censura (PT, PMDB, PRB e PCdoB). Anteriormente, foi deputado estadual em duas legislaturas (1999-2003 e 2003-2007) e vereador em Belo Horizonte por três mandatos (1989-1993, 1994-1997 e 1997-1999). Na ALMG, foi relator da CPI do Narcotráfico e presidente da Comissão Especial da Prostituição Infantil. Foi ainda o idealizador da Lei Pró-Pequi, pela criação de uma política de incentivo à comercialização, ao cultivo e ao consumo do pequi e seus derivados. Após deixar a ALMG, foi delegado regional do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) entre julho de 2007 e junho de 2010, tornando-se em seguida secretário de Movimentos Populares do PT. Professor de Matemática e Física, é fundador do Sindicato Único dos Trabalhadores da Educação (Sind-UTE) e do PT. Integrou a primeira Executiva da Central Única dos Trabalhadores. Principais regiões de atuação política são Central, Norte de Minas, Zona da Mata, Jequitinhonha/Mucuri. Os municípios de maior votação foram Belo Horizonte, Contagem, Olhos-d´Água, Bocaiúva, Espera Feliz, Nanuque e Montes Claros.
    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=9671

    6. Pompilio, PT
    Naturalidade:São João del-Rei - MG Nascimento:10/02/1955 Email:dep.pompilio.canavez@almg.gov.br

    Bancário aposentado. Foi eleito prefeito de Alfenas (Sul de Minas) em 2004 e reeleito em 2008. Deixou o cargo em março de 2010 para disputar a eleição para deputado estadual. Iniciou sua carreira política no movimento sindical. Foi presidente do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte entre 1996 e 1999 e da Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago). Atualmente, preside o Comitê da Bacia do Rio Grande. Principais regiões de atuação política são Sul de Minas e Central. Os municípios de maior votação foram Alfenas, Nepomuceno, São João del-Rei, Campos Gerais, Campo do Meio, Areado, Machado e Belo Horizonte.

    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=18865

    (...)

    ResponderExcluir
  119. (...)

    Atenção !!! ATENÇÃO !!!

    NDG DE PLANTÃO
    TWITTASSOOO

    Fwd: sugestão para twittasso


    vamos fazer o twitasso a partir de sexta-feira para os DEPUTADOS membros da TRIPARTITE:

    Deputados Estaduais:
    http://www.almg.gov.br/deputados/conheca_deputados/index.html (PARA MAIORES INFORMAÇÕES)

    7. Duarte Bechir (PMN) - Cristais - MG - 11/08/1957

    Técnico em pesquisas do IBGE - dep.duarte.bechir@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    Técnico em pesquisas do IBGE. Bacharel em Direito pela Faculdade de Varginha. Foi vereador em Campo Belo no período de 1993 a 1996 e assumiu a Presidência da Câmara Municipal no biênio 1993-1994. Foi prefeito de Campo Belo entre 2001 e 2004, ocupando também as presidências do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Rio Grande (Cismarg) e da Secretaria da Associação dos Municípios do Lado de Furnas (Alago), entre 2001 e 2002. Já em 2004, presidiu a Associação de Municípios do Alto Rio Grande (Amalg). Entre fevereiro e junho de 2008, foi Diretor Financeiro e Administrativo da Companhia de Armazéns e Silos de Minas Gerais (Casemg). Principais regiões de atuação política são: Centro-Oeste, Sul de Minas e Central. Os municípios onde foi mais votado foram Campo Belo, Candeias, Santo Antônio do Amparo, Jesuânia, Perdões, Cana Verde, Lambari, Santana do Jacaré, Cristais e Aguanil.

    http://www.almg.gov.br/deputados/biografia/index.html?idDep=17919

    Vamos deixar claro os nossos objetivos e a nossa meta. Queremos ser respeitados e resgatar nossos valores morais e civis, exigimos respeito e a reconquista da nossa dignidade.

    Essa sugestão foi enviada hj para meu e-mail por Marta Regina, enviei para o Sub-Comandante Euler para apreciação, avaliamos e analisamos as possibilidades. O twitter é um excelente canal de comunicação e de grande extensão dos AVA's da WWW.

    LEIAM cada informação e entre nos link's, vamos conhecer cada um desses representantes do poder e da voz do cidadão.


    REFLEXÃO:

    "Aquele que não representa o poder
    e a voz do seu povo, não é digno de governar." Gleiferson Crow (Ten. NDG)

    abraços
    Gleiferson Crow (NDG)
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  120. Bom dia Euler!
    Fico confusa em relação aos acontecimentos em relação a educação mineira. Veja bem: o governo posicionou os funcionários no subsídio, não entendemos nada.A dúvida maior de nossos educadores é: como fica a situação agora com a implantação do piso salarial? Acaba o subsídio?
    E os direitos que foram cortados como: Biênios, quinquênio etc? Olha eu vejo a educação de MG é tratada com muito descaso pelos políticos, enquanto o professor morre dentro de uma sala de aula, um Deputado, um Senador, etc. Aposenta com apenas dois mandatos. isso é absudo e abuso com nossa categoria "educação". Formamos cidadãos críativos, críticos e preparado para o mercado de trabalho, para depois se canditar e massacrar os professores, os demais funcionários, os aposentados e até mesmo o homem do campo. Pra Onde foi a humanidade prezados políticos do nosso Brasil, Pais rico e de pessoas idôneas mais com enormes diferenças socias. Até quando nossos políticos vão agir dessa forma. Um abuso tão grande conosco que o nosso famoso Tiririca sem ter uma formação adequada vai ganhar muito e muito mais do que nós que enfrentamos vários desafios para chegar onde chegamos e Para não sermos valorizados.

    ResponderExcluir
  121. Bom dia Euler!
    Uma coisa que me deixa ingnada é ver que até mesmo alguns colegas nos tratam de forma diferente, Prá mim somos iguais e brigamos por um mesmo objetivo "Educação". Quando vamos receber o respeito que merecemos afinal foram anos sentados em uma cadeira de faculdade, depois pós-graduação. Prá que? Qual a recompensa de tudo isso, se até mesmo o abono de nossos filhos foram tirados, afinal, será quanto um profissional da educação merecia ganhar? Não sei se vices já observaram, mas a maioria dos professores estão com problemas de saúde e muitas das vezes o que ganha mal dá para comprar o remédio isto é, se for barato. Poe que se for caro não dá. Pensem nisso senhores políticos se vocês ganham bem pensem naqueles que estão dando a vida pela educação.

    ResponderExcluir
  122. Ao anônimo das 09:21

    O subsídio é uma outra forma de remuneração, da qual o governo, tentava implantar aqui em Minas Gerais para fazer frente ao Piso Salarial Nacional para a categoria. Para o governo é muito mais vantajoso a implantação do Subsídio (suícidio), pois retiraria dos trabalhadores em Educação seus direitos adquiridos durante anos à fio conquistados na carreira, direitos esses como fazer jus ao quinqüênio, biênio, trintenário, dentre outros, ou seja, uma forma bem articulada para fazer-se o desmanche total da categoria destruindo a "carreira" da Educação.

    Com a implantação do piso salarial passam a vigorar dois sistemas remuneratórios da categoria, o Piso Salarial Nacional (mantendo-se todos os direitos conquistados) e o sistema de Subsídio, que ao que me parece é o que vai vigorar para as pessoas que adentrarem de agora para diante na Educação Pública do estado de Minas Gerais, lembrando -se que o sistema remuneratório do subsídio não pode deixar que o professor (a) receba salários inferiores ao que determina a lei federal 11.738/08, entretanto, para os profissionais da educação com mais tempo de serviços que pelo regime antigo haviam conquistado direitos na carreira é importante a implantação do Piso Salarial Nacional viabilizando os estabelecidos na Constituição da República Federativa do Brasil, CAPÍTULO II - DOS DIREITOS SOCIAIS - art. 7º, inciso V, que prevê o seguinte:
    Art. 7º - São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:
    V - piso salarial proporcional à extensão e à complexidade do trabalho;

    CAPÍTULO III - DA EDUCAÇÃO DA CULTURA E DO DESPORTO
    Art. 206 - O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:
    V - valorização dos profissionais da educação escolar, garantidos, na forma da lei, planos de carreira, com ingresso exclusivamente por concurso público de provas e títulos, aos das redes públicas;
    VIII - piso salarial profissional nacional para os profissionais da educação escolar pública, nos termos de lei federal.

    Note-se que os destaques acima são da Constituição Federal de 1988 e nos encontramos no presente ano de 2011, sendo que agora que estamos numa peleja danada para implantarmos o que se pede constitucionalmente, lembrando-se que o ingresso à carreira de ensino público é prevista através de concurso público de provas e títulos, no entanto, não foi configurada essa norma quando de um grande acesso de profissionais através de instrumento de lei com caráter estadual, a chamada lei 100, caracterizando aí interesses particularistas e politicistas oligárquicos prevendo de modo sutil arregimentação de votos.

    ResponderExcluir
  123. Companheiras(os), temos que firmar o pé na não reposição. O mérito da decisão do TJMG foi a duração da greve, julgando-a abusiva.
    Não há possibilidade de fazermos reposição sem recebermos os meses cortados, nos não aprovamos no comando adiantamento do 13º salário.
    Nos temos que ficar atentos nas escolas se a carga horária do aluno foi garantida, caso não tenha sido temos que acionar o Ministério Público que tanto preza pela educação em nosso estado.
    Saudações ao povo que luta!

    ResponderExcluir
  124. Ao anônimo das 18:10

    Com relação ao Alexandre Garcia... Como andei lendo algumas criticas... Penso que o fato de ser ele da Rede Globo, (jornalista elitizado), não o faz suficientemente ‘cego’ para não enxergar os problemas da educação. Ele pode ser da 'elite', mas não é burro de fazer uma análise contrária ao óbvio. O importante é que o conteúdo de suas palavras foram sensatas, e, naquele momento da reportagem, sem dúvida, levou muitos cidadãos a ‘refletir’. Não me interessa o seu currículo, seu histórico... o que percebi, de verdade, foi uma indignação de sua parte, que (com interesses escusos ou não), acabou colaborando para disseminar o problema da desvalorização do educador no Brasil. E isso para mim É O QUE BASTA.

    Outra coisa... Devemos aprender a usar (a mídia) a nosso favor, mesmo que seu conteúdo esteja vindo da boca de quem a gente não simpatiza. Acredito ser de um (pensamento romântico tamanho) aquele que fica escolhendo jornais ou revistas ‘simpáticas’ para não se aborrecer. Precisamos ler TODAS; (principalmente nós educadores), para questioná-las, para nos defender, para nos dar o direito de resposta. Enfim, isso é ser cidadão consciente de seu papel.

    NÃO FIZ PROPAGANDA DO JORNALISTA, CARO ANÔNIMO DAS 18:10... (da próxima vez insira seu nome, ok?)... APENAS APROVEITEI SUAS PALAVRAS A NOSSO FAVOR.

    Sejamos mais práticos, mais objetivos, mais convenientes e menos românticos.

    Flávia

    ResponderExcluir
  125. Para relaxar:

    ESSA É ÓTIMA...

    Numa reunião com o Presidente da Suíça, Dilma apresenta os seus Ministros:

    - Este é o Ministro da Saúde, este é o Ministro da Educação, este é o Ministro da Cultura, este é o Ministro da Justiça.... E assim foi.


    Chegou a vez do Presidente da Suíça:

    -Este é o Ministro da Saúde, este é o Ministro da Fazenda, este é o Ministro da Justiça, este é o Ministro da Educação, este é o Ministro da Marinha...

    Nessa altura, Dilma começa a rir.

    - Desculpe Sr. Presidente, mas para que o senhor tem um Ministro da Marinha, se o seu país não tem mar?


    E o Presidente da Suíça responde:
    -Quando Vossa Excelência apresentou os Ministros da Justiça, da Educação e da Saúde, eu não ri!

    Toma!!!

    Beijinhos e abraços carinhosos.

    ResponderExcluir
  126. Entrei no blog com uma dica do meu professor de filosofia,e estou cada dia mais gostando do blog, que lição de democracia, de respeito pela opinião do outro,do equilíbrio, da fineza e da educação em lidar com os mais variados pensamentos e sentimentos expostos aqui. Professor Euler,seu trabalho é maravilhoso, continue assim, que Deus possa te dar cada dia mais sabedoria.
    Parabéns!
    Ana Carolina de Castro

    ResponderExcluir