sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Campanha de ajuda mútua tem início com os primeiros resultados. Povo amigo da Comunidade Dandara realiza marcha em BH.

A Comunidade Dandara recebeu o abraço de milhares de moradores e apoiadores no último domingo. Entre os presentes, nossos colegas educadores Denise, Flávio, Diógenes e André.



Campanha de ajuda mútua tem início com os primeiros resultados. Povo amigo da Comunidade Dandara realiza marcha da resistência em BH. Na ALMG nosso papo principal foi com os acampados do Anonymous. Por trás da morte de Kadafi, a destruição de mais um país pela disputa imperialista de mercado. Prossegue o debate no blog sobre o piso, as negociações com o governo, a demissão dos substitutos, e questões como reposição, cortes e redução de salários, faltas greves e comuns, etc.


Comecemos o nosso relato de hoje. Vida de blogueiro não é fácil não. O blog se torna uma espécie de redação de jornal, diário pessoal - e neste caso um diário coletivo, feito por muitas mãos - e trincheira de resistência. Nós alimentamos o blog e somos alimentados por ele, pelos desafios que cada navegante amigo nos coloca - ou coloca para qualquer outro colega responder. É um espaço coletivo, de informação e de crítica. Diante de uma mídia que é quase toda manipulada e manipuladora, as formas alternativas, como as redes sociais, acabam ocupando os espaços do diálogo horizontal, ágil e com múltiplos pontos de vista.

O dia de hoje foi marcado por muitos acontecimentos. Vamos enumerar alguns:

1) A nossa campanha de solidariedade teve início e já rendeu os primeiros bons frutos: várias pessoas começaram a contribuir e já vou repassar valores, modestos, obviamente, para outras pessoas. Ou seja: está funcionando! Conforme combinado aqui, não darei nomes, e ao invés de divulgar valores diariamente, como pretendia fazer, vou publicar o extrato a cada semana. Para contato por e-mail: (euler.conrado@gmail.com). Agradecemos a cada um dos colegas que estão colaborando com a campanha de ajuda mútua. Agradecemos aos que não podem contribuir financeiramente, mas estão apoiando através da divulgação ou do levantamento de dados direcionados para os colegas mais necessitados. É uma iniciativa simples a que estamos realizando coletivamente - deveríamos ter feito isso há mais tempo, mas, tudo bem. Na próxima greve nós já teremos uma experiência a mais para poder aprimorar. Quem sabe criando um fundo de greve, como faziam os operários nos primórdios do movimento sindical com o advento da industrialização?

2) A marcha da resistência dos moradores da Comunidade Dandara e apoiadores foi coberta de sucesso, pelo visto. Durante o dia publicamos um relato dando conta de que a partir de 4h da madrugada cerca 800 pessoas saíram da Dandara e atravessaram a longa distância entre o bairro Céu Azul, onde fica a Comunidade Dandara, e o Centro de BH, até o Fórum, na Rua Gonçalves Dias. A marcha (e a causa) dos irmãos da Dandara, contra o despejo imposto por decisão judicial arbitrária, desumana e inconstitucional, ganhou a simpatia e o apoio de movimentos e pessoas de várias partes do Brasil e do mundo. A marcha contou ainda com o reforço de estudantes da UFMG, além do apoio das entidades sindicais e movimentos sociais. Sem falar no apoio de peso do Frei Gilvander, que teve destacada participação na nossa heroica greve de 112 dias. Construir este elo permanente de apoio e solidariedade entre os que lutam, entre os de baixo, entre os movimentos sociais, é uma tarefa essencial para todos nós, que enfrentamos os mesmos inimigos do povo. Todo apoio à Comunidade Dandara na manutenção do espaço coletivo de moradia e de vida ali construído.

3) Na ALMG estava previsto um ato de protesto por ocasião da entrega do título de cidadania honorária para a cantora baiana Ivete Sangalo, que receberia também medalha dos dragões da Inconfidência. Não seria propriamente um ato contra a cantora, claro, mas contra o governo que a homenageia, enquanto trata com descaso a Educação pública e os educadores de Minas. Mas, pouca gente apareceu. O que é compreensível: nossa turma, além da "ressaca dos 112 dias da nossa heroica greve", está em pleno ritmo de aulas diárias, a maioria com dois cargos, reposição nos finais de semana, além da "falta de dinheiro, que é fatal", como diz a bela canção do saudoso cantor e compositor Taiguara. Diz a música: "E que as crianças cantem livres sobre os muros. E ensinem sonho ao que não pode amar sem dor. E que o passado abra os presentes pro futuro. Que não dormiu e preparou o amanhecer...". Grande Taiguara. Cantor romântico, prestista (de Luis Carlos Prestes) de carteirinha, sonhador. Morreu jovem, mas produziu uma bela obra musical e poética. Então, como o ato na ALMG não deu quorum, como definiu bem o capitão NDG Rômulo, fomos nós três, que sobraram (sobramos) por lá - Rômulo, Diógenes e eu, sendo que o Diógenes fora condecorado ali mesmo Aspirante NDG por mim e pelo Rômulo - conversar com o pessoal do acampamento Anonymous.

Confesso que quando cheguei próximo a este acampamento com algumas barracas, no final do pátio da ALMG, sabia que era um protesto, mas não imaginava do que se tratava. Vi faixas sobre saúde, sobre democracia, sobre ecologia. Pensei: uma nova seita? Não. Logo que nos aproximamos alguns jovens vieram se explicar ou explicar os motivos daquele acampamento, que já dura uma semana. Quando dissemos que somos professores que ficamos em greve 112 dias eles nos olharam com todo respeito. E puseram-se a falar dos seus projetos. Eles se identificam, segundo disseram, com os movimentos de protesto que acontecem na Europa e nos EUA e por dezenas de países. A ideia básica era ocupar a praça pública, coisa que eu defendo desde criancinha de colo. Aí o Rômulo interveio: mas, só ocupar a praça não resolve, e descreveu para eles todo o arsenal teórico marxista-leninista-stalinista-maoista. Um verdadeiro bombardeio. Os rapazes e moças olhavam assim meio que admirados e espantados. Após ter ouvido o rapaz do acampamento e o capitão NDG Rômulo, com as contraposições do Aspirante Diógenes, quis mostrar para os jovens ocupas que há sempre uma segunda, ou terceira, ou quarta opinião. E me pus a enfocar a revolução mundial com outros olhares, não poupando ninguém, bem ao meu estilo - de Marx a Fidel Castro, não sobrou pedra sobre pedra, rsrs. Claro que reconhecendo a magnífica contribuição, especialmente do primeiro. E ali passamos mais de uma hora resolvendo democraticamente os problemas da humanidade, conspirando contra todos os governos, enquanto no interior daquela Casa, que só é do povo quando nós a ocupamos, acontecia o ritual da honraria, que será cobrada certamente em troca de apoios eleitorais e trocas mútuas entre os agraciados e agraciadores. Entre nós, educadores sem-salário, realizamos a partilha do pão com nossos irmãos em luta; entre eles, ocorre a partilha do que roubam dos nossos bolsos. Numa certa altura da noite, fui escoltado por esta dupla de alta patente moral e política até o ponto de ônibus, onde me dirigi de volta ao bunker. Nosso próximo encontro, da turma de luta do NDG - uma pequena parte dela, lógico - será no dia 29, durante a reunião do comando estadual de greve.

4) A morte de Kadafi encerra mais um capítulo de destruição. Ao contrário do que propaga a mídia pró-discurso ocidental, não se trata meramente da eliminação de um ditador sanguinário. Há mais coisas nesse cenário apresentado, onde a OTAN, os EUA e os ditos rebeldes líbios aparecem como mocinhos lutando contra o ditador. Não é bem assim. Que Kadafi era um ditador ninguém pode negar. Estava no poder há 42 anos. Mas, no contexto do Oriente Médio e do Norte da África, a Líbia era um país cujo povo tinha razoável padrão de vida, até onde se sabe, com educação gratuita, saúde pública, etc. Claro que isso não justifica qualquer forma de ditadura. Mas, contrapor aquele sistema com a destruição do país pela OTAN não me parece a melhor solução. Ali não ocorreu propriamente a derrubada de um ditador pela maioria da população - o que seria legítimo - , mas sim, o massacre do povo líbio, cuja maioria das tribos apoiavam o governo de Kadafi - mesmo que em constante conflitos. A queda do sistema foi obra de um poder militar externo, a serviço de interesses econômicos de grupos de rapina. O país foi bombardeado pela OTAN dia e noite, que eliminou centenas de civis, destruiu fontes de sobrevivência, arruinou a economia, e pagou grupos de mercenários para completar o massacre sobre as forças leais ao ditador Kadafi. Portanto, não considero que se trate de uma libertação do povo líbio, mas da partilha das riquezas, especialmente do petróleo, entre os países ricos, que deixarão no poder um novo grupo de aliados. O próprio regime de Kadafi negociava com o Ocidente, assim como fez Sadam Hussein, ex-ditador do Iraque. Quando não interessou mais aos grupos econômicos e sua estrutura militar, hegemonizada pelos EUA, manterem estes personagens, eles foram eliminados. Em poucos anos assistimos ao massacre e à destruição de países como o Afeganistão, o Iraque e agora a Líbia, tudo em nome de uma suposta liberdade e democracia ocidental, voltada quase que exclusivamente para servir aos interesses dos de cima. A humanidade terá de fato que pensar alternativas de convivência que combinem formas realmente democráticas de controle, pelos de baixo, sobre as coisas públicas, com justiça social.

5) Os temas principais do nosso blog prosseguem: o nosso piso salarial, que ganhou nova força com o parecer da PGR, faltando somente a finalização do trânsito em julgado para que cobremos a fatura do governo; as negociações do sindicato em torno de vários pontos, como: reposição, demissão dos substitutos, falta greve e falta comum, anistia, pagamento dos cortes, entre outros. Um tema não discutido, mas que não abro mão de jeito nenhum é a redução salarial aplicada pelo governo mineiro contra quem optou pelo sistema de Vencimento básico. Considero absurda esta prática, que gerou um confisco próximo de R$ 360 milhões para o governo. Se somarmos ao que governo não nos pagou com a sonegação do piso e com os nossos cortes salariais, podemos dizer que os servidores da Educação estão bancando o reajuste que o governo pretende dar a todos os servidores (menos os educadores), e até mesmo o prêmio de produtividade, ainda sem data prevista. É através do confisco dos educadores que o governo mineiro está fazendo bancando despesas que ele criou, quando deveria ser o contrário: primeiro ele teria que investir na Educação, como didaticamente ensinou a procuradora-geral da República no parecer que analisamos ontem; somente depois ele faria os ajustes e cortes e gastos necessários. O governo de Minas inverte as coisas, pois não tem compromisso com a Educação pública de qualidade, e muito menos com a valorização dos educadores - descaso este que se estende ao governo federal e outros governos de igual pensamento e prática neoliberais. Amanhã, ou melhor, mais tarde um pouco continuaremos a discussão sobre estes e outros temas, pois o sono já me arrasta para a cama.

Um forte abraço a todos, força na luta, e até a nossa vitória!

E viva a luta dos educadores e demais movimentos sociais, de Minas, do Brasil e do mundo!

***

83 comentários:

  1. Euler amigo e todos os demais amigos não devemos mandar os e-mails aos ministros do STF cobrando a publicação em urgência urgentíssima do final do julgamento do embargo declaratorio uma vez que os professores estão sem receber e em extrema situação de penúria o que transforma a causa do piso em uma questão de subsistência?

    ResponderExcluir
  2. Olá Euler

    Bom dia.

    A questão dos substitutos será resolvida hoje? Não aguento mais ver aquele bando de traidores dormindo ou na internet na sala dos professores!

    Maria
    BH

    ResponderExcluir
  3. TCHAU YCHAU SUBSTITUOS SEM ÉTICA

    Vão caçar outro cabide de empregos!

    ResponderExcluir
  4. Tem alguma notícia do nosso dinheiro Euler?
    Penso que o sindicato está muito devagar nesta questão. Só quem está há tantos dias sem salários, sabe o que eu estou falando!

    ResponderExcluir
  5. Euler, o que vamos fazer sem dinheiro mais uma quinzena. Não tenho como ir trabalhar, pois minha escola é muito longe. Você sabe se o sindicato pode ajudar a gente?

    Obrigada

    ResponderExcluir
  6. Euler, bom dia a você e a todos NDG.

    Não devemos sofrer por antecipação, mas devemos ficar atentos pois, quando o governo for descontar o restante do mês de setembro lá em janeiro e que se Deus quiser já estaremos recebendo o piso, esse desconto será no valor do piso ou no valor antigo, conforme o recebemos. Essa é para ficarmos de olho.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. O anônimo das 9:29 tem toda a razão: onde o governo puder vai tirar dinheiro nosso!

    Outra coisa que queria saber é se o concurso vai ter mesmo a remuneração como subsidio?

    ResponderExcluir
  8. Euler, você analisou o documento que está no site da SEE?
    Tem alguma notícia boa? e ruim?

    Abraço


    https://www.educacao.mg.gov.br/images/stories/noticias/2011/Outubro/19.10.2011-orientacoes-sobre-reposicao-de-faltas-greve-e-outras-questoes.pdf

    ResponderExcluir
  9. Oi Euler, quero te agradecer pelas informações, pela presteza ao publicar nosso comentários, e pela ajuda nos esclarecimentos de tantos professores.
    Você está fazendo muito mais por nós que o sindicato!

    ResponderExcluir
  10. Bom dia turma de luta, membros do NDG e demais colegas de combate!

    Respondendo aos colegas de 09:29 e 09:36.

    O salário de janeiro é pago em fevereiro, no quinto dia útil. Logo, os descontos previstos para os salários de dezembro e janeiro não alcançam este salário, que esperamos seja o nosso piso implantado integralmente.

    Respondendo também à Gracieusa, às 05:30.

    Enviar e-mails para o STF é uma importante forma de pressão. Além disso, no próximo dia 26 haverá manifestação nacional em Brasília. Claro que não terá a mesma força de quando nós e os colegas do Ceará ou de outros estados ainda estávamos em greve.

    De toda forma, os trâmites sobre os embargos estão encaminhados e na sua fase final. Nada mais pode ser alterado: nem o teor das decisões dos ministros do STF, e nem tampouco o prazo de pagamento do piso.

    No que tange ao tempo para a implantação do piso, haverá no máximo quatro possibilidades:

    a) ou de forma retroativa a janeiro de 2009 - já que a própria lei indica esta data como o início do pagamento do piso, com dois terços do seu valor;

    b) ou de forma retroativa a janeiro de 2010, quando o piso deveria ser pago de forma integral, de acordo com a Lei 11.738/2008;

    c) ou de forma retroativa ao mês da publicação da ata que registra a decisão do mérito de julgamento da ADI 4167 pelo STF, que foi em abril de 2011;

    d) ou após o trânsito em julgado da ADI 4167, que deve sair até o final deste ano.

    Esta última é a posição mais conservadora e pode acontecer em função da pressão política dos governadores sobre os ministros do STF.

    A posição correta, que respeita a regra na aplicação do julgamento das ADIs é a primeira, que retroage seu efeito à vigência da Lei Federal, que fora questionada, mas considerada constitucional.

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    ResponderExcluir
  11. Obrigado pela "aula" ontem no acampamento do 15.O / Anonymous, compartilhamos a postagem na página do OcupaBH no Facebook e no Twitter. Vamos manter o contato!

    ResponderExcluir
  12. Ao Anônimo das 09:53.

    O documento publicado pelo governo, das negociações com o sindicato, traz aspectos que são bons para os educadores (como a anistia total para muitos casos), e outros ruins ou ainda sem esclarecimento.

    Vamos a alguns pontos:

    a) o salário de novembro não terá desconto, nem o 13º salário. Isto é bom;

    b) o salário de dezembro terá descontos referente a uma parte das faltas greve de setembro, mas vai incorporar as reposições de outubro. Vamos torcer para que haja pelo menos um salário inteiro (que já é uma mixaria danada) em dezembro. Ainda assim estaremos perdendo;

    c) as reposições que já foram feitas pelos substitutos não serão pagas aos titulares. Prejuízo para quem deseja repor integralmente. E depois os substitutos ainda reclamam da categoria desejar que eles já vão tarde! Contudo, este período será anistiado para efeitos na vida funcional do servidor: contagem de tempo para aposentadoria, férias-prêmio, biênios, avaliação de desempenho, etc. Isto é bom;

    d) todo o item 5 do documento pode ser considerado "bom" para os educadores que serão alcançados e anistiados por ele. Eis o que diz este item:

    "5) Será anistiado, através de instrumento jurídico publicado no Minas Gerais, o efeito das faltas greve na vida funcional do servidor nos seguintes casos:

    - aula já reposta através de substituição;
    - afastamento legal do servidor durante o período de reposição;
    - simultaneidade do horário de reposição no caso de servidor com 02 (dois) cargos em escolas diferentes, devendo o mesmo optar pela reposição em 01 (um) dos
    cargos;
    - impossibilidade de reposição devido a remoção ou mudança de lotação do servidor;
    - de servidor cuja designação se encerrou durante a greve ou antes de completada a reposição."

    Mas, reparem que se trata de anistia para a vida funcional. Quem não fizer as reposições, mesmo nestes casos (salvo, talvez, no caso de afastamento legal) não receberá por elas. Isto é ruim.

    Daqui a pouco continuamos...

    ResponderExcluir
  13. Euler no blog da Beatriz li pessoas apelidando a Beatriz de ALice. Não entendi mas também não importa. Ela não gostou! Vamos respeitar. E também tomar cuidado com as piadas voltas para o Governador, Ana Lucia, Vilhena e outros. Piadas de mau gosto é sacanagem e baixaria. Dá pra brincar sem ofender! Só dando um toque!

    ResponderExcluir
  14. Parabéns, Professor Euler, este blog realmente está se enriquecendo cada vez mais, e já começa a se encaminhar, mesmo, para uma Redação de Jornal.
    O texto "A morte de Kadafi encerra mais um capítulo de destruição" escrito pelo Professor, ilustra essa afirmação, pois possui uma análise belíssima dos fatos. Além das informações e das análises cotidianas relativas a nossa questão, veiculadas, aqui, com muita precisão e conhecimento do autor do blog. Por isso a credibilidade alcançada por parte dos leitores deste blog.

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  15. EULER A LETRA DESSA MÚSICA ILUSTRA NOSSO MOMENTO:
    Até Quando Esperar
    Plebe Rude
    Não é nossa culpa
    Nascemos já com uma bênção
    Mas isso não é desculpa
    Pela má distribuição
    Com tanta riqueza por aí, onde é que está
    Cadê sua fração
    Com tanta riqueza por aí, onde é que está
    Cadê sua fração
    Até quando esperar
    E cadê a esmola que nós damos
    Sem perceber que aquele abençoado
    Poderia ter sido você
    Com tanta riqueza por aí, onde é que está
    Cadê sua fração
    Com tanta riqueza por aí, onde é que está
    Cadê sua fração
    Até quando esperar a plebe ajoelhar
    Esperando a ajuda de Deus
    Até quando esperar a plebe ajoelhar
    Esperando a ajuda de Deus
    Posso
    Vigiar teu carro
    Te pedir trocados
    Engraxar seus sapatos
    Posso
    Vigiar teu carro
    Te pedir trocados
    Engraxar seus sapatos
    Sei
    Não é nossa culpa
    Nascemos já com uma bênção
    Mas isso não é desculpa
    Pela má distribuição
    Com tanta riqueza por aí, onde é que está
    Cadê sua fração
    Com tanta riqueza por aí, onde é que está
    Cadê sua fração
    Até quando esperar
    A plebe ajoelhar
    Até quando esperar
    A plebe ajoelhar
    Esperando a ajuda do divino Deus

    ResponderExcluir
  16. FILME CHAPA BRANCA.

    Aécio Neves aparece mais que Sarney e FHC em documentário sobre história política de Tancredo
    21/10/2011 09h31Avalie esta notícia
    NotíciaComentários(0) CompartilheMais notícias

    Segundo o diretor do documentário, Aécio Neves não interferiu no filme
    O pré-candidato à Presidência em 2014, Aécio Neves, vai ganhar as salas do cinema. O senador (PSDB-MG) é uma das principais figuras no documentário que conta a trajetória política do ex-presidente Tancredo Neves.

    Segundo a Folha de S. Paulo, o neto de Tancredo aparece em quase seis minutos do filme “Tancredo, a travessia”, dirigido pelo cineasta Sílvio Tendler. O ex-governador de Minas tem mais tempo de tela que figuras importantes nas últimas décadas como Fernando Henrique Cardoso e José Sarney. Quando o avô morreu, Aécio tinha 25 anos e era seu secretário particular.

    O diretor Sílvio Tendler disse que Aécio não interferiu na produção. "A família autorizou, mas não teve interferência nenhuma na produção. Não é um filme chapa-branca", contou o produtor do filme, o jornalista Roberto D`Ávila. Ele disse que o senador é herdeiro político de Tancredo e sua participação é “mais emocional que política”.

    Assista ao trailer do documentário "Tancredo, a travessia":

    ResponderExcluir
  17. ...não encontrei nada de OcupaBH no Facebook...

    esse endereço está certo?

    ResponderExcluir
  18. EULER QUEM ME DERA PODER ESTAR AI EM BH PRA AGRADECER PESSOALMENTE SEU ESFORÇO EM NOS MANTER INFORMADOS E ATENTOS À TUDO QUE NOS RODEIA NESSA GUERRA PELO PISO. SOMOS VENCEDORES POR ESTARMOS JUNTOS NESTA CAUSA. MAS SEREMOS MAIS QUE VENCEDORES QUANDO A IMPAFIA E E ARROGÂNCIA DESTE GOVERNO FOREM COLOCADOS NO SEU DEVIDO LUGAR. E VOCÊ COM CERTEZA É PEÇA IMPORTANTE NESSE MOMENTO, QUERO VER VOCÊ RECEBER OS LOUROS DESSA VITÓRIA COMO NOSSO REPRESENTANTE, NÃO COMO SINDICATO, MAS SIM COMO SOLDADO COMANDANTE NESSA GUERRA CONTRA A TIRANIA E A MALDADE. ME SINTO ORGULHOSO DE SABER QUE EXISTEM EM MINAS GUERREIROS COMBATENTES NUM CAMPO DE BATALHA TODO MINADO. PARABÉNS E OBRIGADO. VENCEREMOS E CONTINUO QUERENDO UM SHOW EM PRAÇA PÚBLICA PARA COMEMORARMOS O PISO. SUGIRO BETO GUEDES!!!

    ResponderExcluir
  19. Me desculpem se eu estiver enganado, mas pelo que estou entendendo os substitutos agora estão criticando o sindicato por não lutarem por seus direitos. Que direitos os mesmos acham que tem?

    Se nós os efetivos que passaram por concurso de títulos e provas não temos reconhecimento de nada por parte deste desgoverno, agora só faltava esta.

    Entra na fila e espera neném. Não se esqueçam que a inscrição para o concurso foi prorrogada!

    Se quiser ser educador não esqueça que a ética vem primeiro e nunca tente atrapalhar uma classe que luta por seus direitos, o prejudicado e mal falado no apagar das luzes é VC seu tampão.

    ResponderExcluir
  20. Histórias para Boi Acordar...

    Desde 2009, participantes maiores de 18 anos que por algum motivo não tenham concluído a educação básica na idade esperada podem conseguir o diploma de ensino médio por meio do Enem. O número de interessados cresce a cada ano: em 2009, 197 mil candidatos fizeram o Enem com o objetivo de obter a certificação. Em 2010, o número saltou para 539 mil. O documento é expedido pelas secretarias de educação e institutos federais.

    O aluno pode pedir o certificado de conclusão por disciplina ou de toda a etapa. Para isso, precisa atingir notas mínimas que são estipuladas pelo Ministério da Educação (MEC). Em 2009, apenas 69 mil atingiram a nota exigida e conseguiram o certificado. Em 2010, 110 mil foram declarados aptos.

    As provas do Enem serão aplicadas neste fim de semana em 40 mil locais de prova, às 13h (horário de Brasília). No sábado, as provas serão de ciências humanas e da natureza. Já no domingo, os candidatos responderão a questões de matemática e língua portuguesa, além da redação.

    Leia o artigo na íntegra:
    http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-10-20/meio-milhao-de-participantes-do-enem-vao-fazer-prova-em-busca-do-diploma-do-ensino-medio

    ResponderExcluir
  21. Euler.
    Por favor, o que vc interpreta desse ponto do acordo:

    " 3) O 13º salário dos servidores que aderiram à paralisação será pago INTEGRALMENTE em dezembro, desconsiderando tais faltas. AS FALTAS GREVE SERÃO APURADAS E DESCONTADAS, SE FOR O CASO, APÓS O FECHAMENTO COMPLETO DO CALENDÁRIO DE REPOSIÇÃO."

    * eu entendi que vamos receber o 13º agora e após a conclusão da reposição, as faltas serão descontadas; isto é, o nosso 13º acabará sendo proporcional... ou estou enganada?

    temos que ficar atentos às famosas "pegadinhas"... muitos pontos no acordo não estão totalmente "amarrados"... como por exemplo se o desconto em janeiro/2012 será pelo valor antigo ou atual... podemos ter "surpresas" desagradáveis depois... esse governo é das trevas. temos que ter muito cuidado...

    ResponderExcluir
  22. Por que os tampõessinhos estão chorando tanto?
    Vocês consultaram o Sindicato antes de "usurpar" as aulas dos Professores em greve, para melhorar as condições de trabalho que vcs mesmos poderiam usufruir no futuro?
    Vocês não sabiam que seriam remunerados por "subsídio" e que assim, o governo pode dar e tirar a hora que ele bem entender?
    Vocês não podem dizer por aí que são "Até melhores que muitos professores efetivos", porque vocês não têm concurso no currículo, e só aí, nós Professores somos melhores sim!
    Ora bolas, tomar o lugar de colegas em greve e deixar que estes fiquem sem salário, alimentos e leite para nossos filhinhos, não é imoral? Não é também uma forma de "querer o desemprego de trabalhadores"?

    Façam o concurso, vejam se conseguem ser aprovados, vejam se conseguem ser felizes com o subsídio!
    Ainda assim, não poderão se dizer EDUCADORES!
    No máximo, dadores de aula, em troca de uma merreca e do sofrimento alheio!

    ResponderExcluir
  23. EULER,FIQUEI ABISMADO COM A NOVA ARTIMANHA DO GOVERNO. AQUI EM JOÃO MONLEVADE OS "COLEGAS" QUE NÃO ADERIRAM A GREVE E FICARAM NAS ESCOLAS SOSSEGADOS RECEBENDO O SALÁRIO SEM SEUS ALUNOS, IRÃO RECEBER UM CHEQUE EXTRA PELAS REPOSIÇÕES. ENQUANTO UNS FICAM SEM SALÁRIOS, OUTROS RECEBEM UM CHEQUE PELEGO PELA LINDA OBEDIÊNCIA AO GOVERNO. ISSO É LEGAL OU SOMENTE IMORAL?SERÁ QUE ESTÁ SENDO FEITO EM TODO O ESTADO?
    ABRAÇOS DE UM PROFESSOR INDIGNADO.

    ResponderExcluir
  24. Ola, uma colega disse que os militares recebeu o 14º (premio por produtividade) na da data de hoje, sera que se confirma?
    Outra conversa que vi, é que o nosso sai na segunda, sera? Tomara a Deus.

    ResponderExcluir
  25. Estes substitutos estão precisando usar a sandália da humildade, onde já se viu criticar o sindicato. Realmente é o fim dos tempos, prejudicaram a nossa greve, não sabem o significado da palara ética e certamente não são sindicalizados, uma vez que são despolitizados e se sentem injustiçados. Abram um livro e vão estudar, é o melhor que vcs fazem. TRAIDORES, vcs serão lembrados sempre assim.

    ResponderExcluir
  26. O vice-diretor da minha escola está com raiva de mim, porque me atualizo aqui no blog e chego com as noticias na escola primeiro que todo mundo. Ontem eu tive o prazer da dar a noticia da dispensa dos substitutos..kkkkk

    ResponderExcluir
  27. É incrivel, parece que este ano poderá ser considerado o ano das connquistas e lutas sociais. Com a morte de Muamar Kadaf e a reconstruçao de uma nova Líbia, o mundo fica com um ditador a menos. Podemos fazer uma comparaçao com Minas Gerais pela luta que nós educadores estamos travando contra esse ditador Anastasia, pagando o sacrificio e sentindo no proprio bolso, tudo em favor da honra e da dignidade. Espero que esse país acorde pra perceber que ainda somos uma das poucas classes que ainda conseguem de uma certa forma influenciar na melhoria da sociedade. KADAF CAIU! ACORDA ANASTASIA! POIS O PRÓXIMO PODE SER VOCÊ!

    ResponderExcluir
  28. Puxa! até agora não consegui acessar o tal parecer da Procuradoria Geral sobre a ADI...
    será que é maldição da tia Naná?

    já tentei por todos os links. STF e tudo o mais, aqui publicados... alguém pode me ajudar?

    ResponderExcluir
  29. Euler
    Governo federal para a educação, também é do mal! Agora Fernando Hadad querendo aumentar a carga horária das escolas de 800 para 1.000 horas, conservando os mesmos 200 dias letivos. Sabe por que isso?
    Para simplesmente prejudicar os professores que dobram. Pois para a SEE dar parecer favorável ao acúmulo de cargo do professor, deve-se ter uma pausa em horas, para locomoção e descanso do professor. Porém se essa lei passar no congresso, como o professor poderá trabalhar em duas escolas, manha/tarde - ou tarde/noite.Acredito que de acordo com esse aumento de horas, o turno da manhã sairia da escola 12:20 e o turno da tarde entraria 12:30.
    É mais uma maldade guardadinha no fundo do saco das maldades com a educação e os professores. Só mesmo rezar e pedir proteção de Deus... Veja as informações no blog da Cris

    ResponderExcluir
  30. Por e-mail:

    "Publicada Resolução SEE 1.949 que revoga proibição de servidor designado de concorrer à nova designação

    RESOLUÇÃO SEE Nº 1949, DE 19 DE OUTUBRO DE 2011

    Revoga dispositivos das Resoluções SEE nº 1.905, de 2011 e nº 1.924, de 2011

    A SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições, RESOLVE:

    Art. 1º - Ficam revogados o artigo 3º da Resolução SEE nº 1.905, de 9 de agosto de 2011 e o artigo 3º da Resolução SEE nº 1.924, de 15 de setembro de 2011.

    Parágrafo único – O servidor novamente designado não terá direito a reposição das faltas greve ocorridas na vigência do contrato anterior.

    Art. 2º - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

    SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO, em Belo Horizonte, aos 19 de outubro de 2011.

    ANA LÚCIA ALMEIDA GAZZOLA
    Secretária de Estado de Educação

    Observação: Publicada no Minas Gerais de 21/10/11"

    ResponderExcluir
  31. Euler, hoje fiz um depósito de 10 reais.
    O envelope é de número 2.619.374.388
    Desejo que todo dinheiro arrecadado se multiplique e que dê para atender as necessidades básicas para os colegas.
    Que DEUS abençoe.
    Um abraço
    Professora aposentada e mãe de aluno.

    ResponderExcluir
  32. DEVAGAR COM O ANDOR...

    Tenho acompanhado este blog diariamente, também deixo comentários e muitas vezes fico constrangida com as colocações politicamente incorretas de alguns...
    Referir se às pessoas com apelidos pejorativos não é próprio de pessoas maduras e esclarecidas. Por mais que tenhamos motivos para odiá los não justificam se os apelidos de extremo mau gosto. Sejam criativos e encontrem formas mais civilizadas para expressar seus sentimentos, suas revoltas.

    A associação feita às 12:40 entre KADAF E O GOVERNADOR é horrorosa, inominável, repugnante.

    MODERAÇÃO É O TERMO AUSENTE.

    Presume se que os que visitam este BLOG sejam educadores... (desnecessário explicar)

    Selma
    Uberlândia

    ResponderExcluir
  33. Euler, o blog faz ESCOLA, o repórter Cajuru falou "o chão vai tremer " e o repórter Mauro Tramonte falou " beijos no seu coração". Todos estão lendo o seu Blog. PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  34. Oi, Pessoas queridas,
    Sabem que eu concordo com o moço que disse que não é de bom tom chamar as pessoas do governo por apelido? Não gosto de apelidos que não sejam carinhosos. Não, eu não estou sugerindo carinho para essas pessoas, mesmo porque elas NÃO merecem. Mas vamos chamá-las pelo nome ou pelo cargo que ocupam, como o Euler e muitos colegas fazem elegantemente.
    Um beijinho na pontinha do nariz de cada um, viu?

    ResponderExcluir
  35. Parem de acreditar em tudo que escutam. Cheque extra?
    Invenção de quem?Deve ser dos próprios pelegos para não falarem que eles estão trabalhando duas vezes por nossa causa.Ironizem este povo gente!
    Minas é uma só.Ou as diretoras daí vão gratificar os pelegos?Eles precisam mesmo é de uma coragem extra,para aprender a fazer greve.Não acreditem em tudo o que os seus ouvidos ouvem.
    Experimentem duvidar,discordar,discutir a legalidade...
    Papai noel existe!Fadas e duendes também!Sem esquecer das bruxas,do saci pererê, do...

    ResponderExcluir
  36. oi Euler eu não achei mais nenhuma publicação no Minas Gerais hj, mas o documento que está no site da SEE já deve ser cumprido? http://migre.me/5Yb8U
    Vc sabe?

    obrigada

    ResponderExcluir
  37. Boa tarde. Aqui em João Monlevade, uma escola foi informada de que os professores que fizeram a chamada "greve branca" (ficaram na escola cumprindo horario sem aluno) irão receber um cheque extra quando fizerem as reposições?? Isto é possível?? Acho um absurdo. Por favor, alguém me esclareça se isto é legal.
    Solange - João Monlevade

    ResponderExcluir
  38. Boa tarde Euler!
    Uma coisa que intriga milhares de profissionais é o descaso com a nossa educação. Como fica o piso das demais carreiras? Euler outra coisa que não entendemos é que ora vimos na internet que o premio de produtividade vai sair ora vimos que o governo está sem recursos financeiros para tal. Como ficamos? Pois já cumprimos a meta do ano anterior. E como sabemos esse dinheiro está no orçamento do ano passado. E ai? como fica? Governador se você lê o blog , por favor pense naqueles que um dia foram os seus mestres, seus superiores.

    ResponderExcluir
  39. Anonimo de 12:53
    Tente ler nessa sugestão desse amigo anonimo, mas já vou lhe avisando é muito complido, tem que pesquisar do lado lá no site o tal ato nº 110
    Anônimo disse...

    Ler o ato no 110 vale a pena ver a resposta da PGR a ADI 4167 O PISO ESTA CADA VEZ MAIS PERTO.

    http://redir.stf.jus.br/estfvisualizadorpub/jsp/consultarprocessoeletronico/ConsultarProcessoEletronico.jsf?seqobjetoincidente=2645108

    ResponderExcluir
  40. ..."Ali não ocorreu propriamente a derrubada de um ditador pela maioria da população - o que seria legítimo - , mas sim, o massacre do povo líbio, cuja maioria das tribos apoiavam o governo de Kadafi - mesmo que em constante conflitos. A queda do sistema foi obra de um poder militar externo, a serviço de interesses econômicos de grupos de rapina. O país foi bombardeado pela OTAN dia e noite, que eliminou centenas de civis, destruiu fontes de sobrevivência, arruinou a economia, e pagou grupos de mercenários para completar o massacre sobre as forças leais ao ditador Kadafi..."

    Euler, você é demais...

    Sempre nos abrindo os olhos...

    Parabéns por nos brindar com seus comentários!!!

    ResponderExcluir
  41. José Alfredo Junqueira21 de outubro de 2011 16:07

    Caro Euler,mandei algumas fotos do "ditador" assassinado para seu email.Me diga se recebeu,por favor.

    ResponderExcluir
  42. Euler e, já observou que o blog é visitado pro dois advogados. O João Paulo Ferreira de Assis e o outro Anonimo. Tive que ler um monte para encontrar as expressões jurídicas citadas por eles para meus amigos da escola. Principalmente o "ex tunc" que está no texto que derruba os tais embargos declaratórios...kkkkkkkkkkkkkkkk, isso era obrigação do JURÍDICO DO SINDICATO mas eles continuam fazendo cara de paizagem. A tal expressão diz que, segundo o anonimo advogado do seu blog, que o piso é retroativo, uma vez que a tal expressão "ex tunc" significa que produz efeito a partir do promulgamento da lei ao ato normativo conjugado. O Estado deve a gente muiiiito dinheiro.

    ResponderExcluir
  43. Olá Euler.
    Te admiro muito!
    Olha , eu quero sim compartilhar com os meus parceiros de lutas. Vou deixar na sua conta . Pouco, mas de coração. Vindo de vc, eu sei da necessidade que tem.Vc nos conquistou há tempos.
    Um grande abraço a vc e a todos leitores deste blog.
    Marlene

    ResponderExcluir
  44. marcospachecao pouso alegre21 de outubro de 2011 17:54

    Dois pesos e duas medidas:
    Juízes não podem ser punidos por greve
    A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) contestou nesta quinta-feira (20/10) a abertura de processo administrativo no Conselho da Justiça Federal para punir juízes que atrasarem a intimação e citação da União e autarquias. Em nota, a entidade afirma que o processo aberto pelo ministro Ari Pargendler não pode resultar em punição aos juízes, pois o direito de greve é garantido no regime democrático. Além de represar as ações, a Ajufe anunciou uma paralisação no dia 30 de novembro. LEIA NO CONJUR>>>>
    Ajufe diz que juízes não podem ser punidos por greve
    Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar no orkut
    blog da renata.
    http://2.bp.blogspot.com/-ZOsyjJOBs1o/TZFm3oS_VfI/AAAAAAAAAuo/VpK97m33qVQ/s1600/Ju%25C3%25ADzes+em+greve.png

    ResponderExcluir
  45. Amanhã participarei do Seminário de Melhores Práticas em Gestão Educacional no Minascentro, e sabe quem estará lá? O "Dr. Gustavo Ioschpe". Desde que descobri tive até vontade de desistir, visto que este cara só sacaneia com nossa categoria.Quem for, não deixe de enviar perguntas questionando-o sobre suas análises sobre a educação que muitas vezes nos agride diretamente.Obrigada Euler! Mara

    ResponderExcluir
  46. DOUTOR Gustavo Ioschpe, ele tem DOUTORADO na área de educação?

    ResponderExcluir
  47. Euler,se faz desnecessário tecer elogios aos seus comentários pois todos são escritos com muita clareza e objetividade. Já faz parte de minha rotina esta leitura que só enriquece os meus conhecimentos me colocando a par de tudo.VC é uma pessoa abençoada,que DEUS colocou em nosso caminho para nos dar força e nos nutrir de energia e esperança . Um forte abraço de uma pessoa que te admira muito por tudo que faz em prol de sua classe.Que Deus o abençoe.

    ResponderExcluir
  48. Euler fiz um depósito na sua conta. É uma campanha para ajudar aos colegas que estão em dificuldades, estou pedindo aos professores e amigos.
    Espero que possa ajudar. É pouco mas... espero que ajude.
    Marcia-Carangola

    ResponderExcluir
  49. Olá Euler! Gostaria de saber se quem perdeu o direito de adquirir biênios por ter ficado um ano afastado vai ter direito de recebe-los.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  50. Eh,o balaio de gatos selvagens vai espernear,mais vai ter que nos pagar o que deve!Deus tarda mais não falta!Um abraço a todos os colega e principalmente ao meu querido Euler!Já fiz meu humilde depósito .Espero que ajude meus colegas em apuros!Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  51. Educadora de contagem21 de outubro de 2011 19:18

    Euler,
    Coloquei no quadro de aviso da escola onde trabalho o recadinho para todos meus colegas
    poderem colaborar nessa campanha de solidariedade aos nossos colegas em dificuldade.

    ResponderExcluir
  52. Euler fiz uma campanha na escola e amigos e fiz um depósito hoje. Espero que ajude.
    marcia-carangola.

    ResponderExcluir
  53. Euler fiz um deposito na sua conta. Estou pedindo aos colegas e amigos tambem. A quantia e pouca mas espero que ajude. Continuarei pedindo.
    Claudia Guimaraes - NDG - Joao Monlevade.

    ResponderExcluir
  54. Euler alguns substitutos ficarão na escola pois estão substitutos em LS. Não seria caso de dispensar todos e abrir edital. Pois essas aulas estão com eles(traíras) porque os professores éticos não compareceram ao edital por respeito aos grevistas.

    ResponderExcluir
  55. PORQUE AGORA TODOS ESTÃO BONZINHOS COM O EXCLMº GOVERNADOR PRO.F ANTONIO ANASTASIA, COM OS NEGOCIADORES DO GOVERNO, "DEVEMOS TRATA-LOS COM O DEVIDO RESPEITO QUE MERECEM", ETC. ETC. TODOS AGORA FICARAM BONZINHOS, NÃO ACEITAM CRITICAS DE CASCAS GROSSAS COMO EU, MAS NA HORA DE ME RECRUTAR PARA LEVAR PAU NO LOMBO NINGUEM ME AVISOU QUE DEPOIS EU DEVERIA SER BEM EDUCADINHO COM MEUS ALGOZES. EULER UM AMIGO NOSSO DEFENDEU BEATRIZ A RESPEITO DE UM APELIDO DE ALICE E EU RESPONDI SEM OFENDER NINGUEM E VC DELICADAMENTE NÃO POSTOU. ME EXPLICA UMA COISA, ESSA MERDA DESSA GREVE FOI LEGAL OU NÃO? ENTAÕ PORQUE FALTA GREVE? 13º SALARIO TODO ANO RECEBEMOS ASSIM COMO O PREMIO PRODUTIVIDADE, OK. CADÊ A DIFERENÇA SURRUPIADA PARA QUEM VOLTOU PARA O PISO, NÃO VEJO NINGUEM FALAR DISTO E AGORA NÃO POSSO GRITAR, TENHO QUE SER EDUCADISSIMO COM AS OTORIDADES COMPETENTES??? JÁ QUE O PISO SEGUNDO VCS ESTA GARANTIDO, CADÊ MEU DINHEIRO CORTADO INJUSTAMENTE, COM A PALAVRA BIA E O SINDICATO. COMANDANTE, PORQUE NÃO PUBLICOU MINHA RESPOSTA AO COLEGA GILSON VIEIRA SOARES QUE TAMBEM PEDE MUITA EDUCAÇÃO E CARINHO NO TRATO COM "NOSSAS OTORIDADES" E NÃO CHAMAR MAIS A BEATRIZ DE ALICE, PORQUE MEU ESTADO DE ESPIRITO ME FALA QUE TEM SACANAGEM POR DETRÁS DE ALGUMA COISA, TUDO QUE CONSEGUIRAM NESTAS REUNIÕES JÁ ERA DIREITO AQUIRIDO NOSSO, QUERO SABER DO MEU DINDIN, SÓ ISSO E POR FAVOR SEJA COMO SEMPRE DEMOCRATICO, FAÇA ESTE POST.NÃO FORMEI PARA RECEBER ESMOLAS E ATÉ AGRADEÇO A BRILHANTE ATITUDE SUAS, MAS SE TENHO DINHEIRO NA MÃO DO GOVERNADOR, ELE QUE ME PAGUE, AGORA QUEM ME REPRESENTA SÓ SABE ATÉ AGORA ACENAR COM A CABEÇA, SIM SENHOR ..SIM SENHORA...ENTÃO TÁ..ORA BOLAS, CADE NOSSA DIGNIDADE, NOSSO AMOR PROPRIO FERIDO, O SER HUMANO QUE HÁ EM NÓS, POR FAVOR NÃO ME TIREM A UNICA COISA QUE ME SOBROU, MEU AMOR PROPRIO E AO MEU TRABALHO. ESTA TURMA DO GOVERNO É MUITO SACANA E SADICA E EU TENHO QUE SER MUITO EDUCADO, MUITO BEM, NA PROXIMA ME FALEM ANTES DE QUALQUER MOVIMENTO SOBRE A EDUCAÇÃO DE UM PROFESSOR ROUBADO EM SEUS DIREITOS, SEM DEFESA PELO QUE VEJO AGORA ATÉ PELOS PROPRIOS COLEGAS, É TRITE E ESCREVO ISTO AQUI PIGANDO LAGRIMAS NO TECLADO, QUE FIQUE BEM CLARO, NÃO QUERO ESMOLAS, SOU TRABALHADOR, QUERO O MEU, SE VIRA BEATRIZ E SINDICATO. AGORA AS COMISSÕES DE NEGOCIAÇÕES PARECE ATÉ REUNIÕES DE COMPADRES E COMADRES, TÁ TUDO CERTINHO, AGORA SO FALTA COMBINAR COM QUEM ESTA SENDO ROUBADO NOS SEUS DIREITOS E FINANCEIRAMENTE, OU ENTÃO ABRAM LOGO ESTE JOGO, PORQUE ATÉ AGORA NÃO ESTOU ENTENDENDO NADA, ABÇOS A TODOS E OBRIGADO EULER, PUBLICA HEIN...!

    ResponderExcluir
  56. Notícias do Correio do Brasil

    Resistência Dandara
    Com mais de dois anos de resistência, a ocupação e comunidade Dandara, em Belo Horizonte (MG), está novamente ameaçada de despejo por decisão judicial. Moram na ocupação, em terreno que estava abandonado e sem função social, mais de mil famílias – a maioria de trabalhadores de baixa renda e que não têm condições de pagar aluguel. Lutam para que a prefeitura desaproprie a área para fins demoradia. Nada mais justo!

    ResponderExcluir
  57. A reposição de setembro será feita em fevereiro/12. Normalmente neste´mes já estamos na escola. SERÁ QUE O GOVERNO VAI PAGAR A REPOSIÇÃO OU VAI DAR MAIS UM CALOTE?

    ResponderExcluir
  58. Olá pessoal! Alguém sabe me explicar como fica a situação de um professor que tem um cargo no estado e outro na prefeitura e não pode repor a greve? Vou ter a anistia ou não?

    ResponderExcluir
  59. Boa noite Euler!
    Euler , tenho quase 11 anos de estado, nunca recebi biênios e nem qüinqüênios. Em 2006 quando pedi para olhar alegaram que não tinha mais direito, por não ter trabalhado no ano de 2005. Então gostaria de saber como vai ficar o meu salário no vencimento básico, pois não tenho pós- graduação e nem as vantagens de tempo.
    Será que fiz a melhor opção mesmo não recebendo biênio e qüinqüênio?
    Abraço grande!

    ResponderExcluir
  60. Caro Euler estou acompanhando diariamente tudo que voce tem postado ,confesso que nunca vi alguem tão capacitado como você . So pode ser um anjo que nosso bom Deus colocou em nosso caminho para nos ajudar , esclarecer ,e manter viva nossa esperança . Que Deus e Nossa Senhora te proteja e guarde .Um beijo em seu coração.

    ResponderExcluir
  61. Euler, recebemos alguns informes hoje á tarde ficou claro que somos obrigados a pagar a greve. Veja: fomos anistiados, sem prejuízo para a carreira , avaliação de desempenho etc; só que , posso ter entendido errado com o novo calendário é como se o período de greve não tivesse existido e estivesse começando de novo e desta forma se nos recusarmos a pagar teremos faltas comuns e penalidades diversas.Essa situação parece nebulosa , o representante aconselhou não se recusar a repôr as aulas, mas em uma das minhas duas escolas a direção é totalitária e vários professores estão dispostos ao não pagamento, vc saberia esclarecer esta questão polêmica? espero que sim , obrigado. Manu - BH.

    ResponderExcluir
  62. Muito bom o comentário anônimo 19:24

    ResponderExcluir
  63. euler, depositei na sua conta 30,00 por transferencia.amarante manga m g. 21 10

    ResponderExcluir
  64. No post de 15:52 onde se lê complido leia- se complicado. Obrigado.

    ResponderExcluir
  65. Olá, Anônimo das 19h33,

    Entendo a sua revolta e a sua ira legítima em relação a tudo o que estamos passando, principalmente em relação ao governo de Minas. Você não é o (a) único a estar indignado (a).

    Mas o que o Gilson e outros colegas propuseram, é que tenhamos cuidado com o tratamento dirigido às pessoas - o que faz sentido. Não que não que deixemos de criticar, de cobrar, de xingar até, mas com respeito, e nem estou dizendo que você faltou com este respeito.

    É que às vezes nos deixamos levar pela emoção e passamos da conta nas nossas críticas. Alguns textos que eu não publico estão ligados à essa preocupação. Tem gente que afirma que tal autoridade é corrupta. É uma afirmação forte, quando se dirige nominalmente a alguma autoridade. E cabe processo contra mim, já que geralmente quem faz tal acusação nem sequer assina. Não estou dizendo que seja o seu caso, repito, apenas estou exemplificando que sou forçado a não publicar alguns textos com estas preocupações.

    Mas, estou solidário com você no que diz respeito a necessidade de sermos mais incisivos na cobrança dos nossos direitos, entre eles:

    a) o corte dos nossos salários e o imediato e integral pagamento dos mesmos;

    b) a devolução do que foi reduzido de forma imoral e ilegal pelo governo para quem optou pelo sistema de Vencimento Básico. Esta cobrança eu tenho feito todos os dias aqui. E vou continuar cobrando. Concordo com você que o nosso sindicato tem um jurídico com problemas e isso precisa ser corrigido. Neste caso então eu considero um absurdo. Os 153 mil educadores que fizeram opção serão (seremos) os únicos servidores a não receberem qualquer reajuste salarial este ano - já que o reajuste que tivemos em janeiro de 2011 nos foi confiscado como castigo. Isso para mim é ilegal. Mas, precisávamos de um jurídico mais operoso para questionar estes casos na justiça. E ate denunciar a omissão do MP junto a outras instâncias superiores.

    Não acho que a culpa seja da coordenadora do Sind-UTE, que faz um bom trabalho, mesmo que não concordemos com tudo o que é feito, ou com o que se deixa de fazer. Claro que como diretora ela tem a sua responsabilidade, juntamente com os demais diretores.

    Um dos pontos fracos dessa direção advém de um problema estrutural do sindicato, relacionado com a concepção de direção, que é formada por um único grupo político e ideológico.

    Para corrigir este problema será necessário que no próximo congresso do sindicato se aprove a proporcionalidade, ou seja, que cada chapa concorrente esteja representada na direção de acordo com o percentual de votos que obteve. Acho que assim a direção e as comissões de negociação terão esta heterogeneidade existente na base da categoria.

    Isso tornaria o nosso sindicato mais democrático, mais plural e mais ligado à base.

    No mais, tentemos manter a serenidade para continuar dialogando, cobrando e lutando por todos os direitos que você legitimamente pleiteou no seu post.

    Um forte abraço e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  66. Caro Euler,
    Na minha escola, aqui na cidade de Pompéu, nenhum tampão foi dispensado, por quê?
    Vejo tantos comentários no seu blog que eles foram dispensados?
    Estão todos na escola sendo que os titulares dos cargos voltaram e eles mesmos já estão repondo os dias de greve.
    A SRE que pertencemos é a de Sete Lagoas, 36ª.
    O que pode estar acontecendo?
    Ninguém fala nada para nós, mas estão todos lá!
    É verdade que os policiais militares receberam o Prêmio por produtividade? E nós?
    Abraços
    Edel

    ResponderExcluir
  67. É fácil criticar, principalmente qdo ñ se conhece as reais causas....Olha só quem quer falar de ética usando linguajar tão vulgar e termos que me envergonho de repetí-los...Reconheço q o movimento ( ao qual apoio e apoiei) é por uma causa nobre e que a indignação é tremenda em relção ao salário, mas isso não justifica de rebaixar, destratar os 'novos' designados....Confeço q fiquie decepicionado com palavras ditas por militantes ao movimento aos designados!!!!!!

    ResponderExcluir
  68. Quero dar uma palavrinha sobre os substitutos. Partilho, juntamente com todos os colegas, da ira contra a prática da substituição durante a greve. Foi um ato ilegal, no nosso entender, e imoral, pois o governo, com isso tentou quebrar o nosso legítimo movimento.

    Os substitutos, infelizmente, prestaram-se a este trabalho sujo do governo. Nem está em jogo aqui a capacidade profissional dos substitutos - embora se saiba que uma expressiva parcela destes não seja sequer habilitada para lecionar.

    Mas, a discussão é outra. Está no campo da ética, da conduta moral, que deve estar presente na vida de um cidadão perante os acontecimentos à sua volta. Não é de boa prática aproveitar-se de uma situação na qual uma categoria, em greve, tenta conquistar direitos, para levar vantagem pessoal.

    Não se trata de atuar enquanto designado - o que todos nós, mesmos os efetivos, já fizemos ou fazemos de maneira decente e merecendo todo o nosso respeito.

    O substituto não é um designado comum. Ele atuou de forma oportunista, aproveitando o chamado do governo para destruir a nossa greve. E geralmente atuou visando um dinheirinho extra, sabendo que os titulares daqueles cargos ocupados por eles estavam passando dificuldades, sem salário, sofrendo todo tipo de pressão.

    Então, não há qualquer relação entre a legítima crítica que se faz à indecorosa prática da substituição dos educadores em greve, com a necessária solidariedade que fazemos para com os designados que foram contratados de forma regular, honestamente, e não oportunisticamente.

    Claro que devemos evitar expressões chulas, pois, ainda que a prática seja condenável, não precisamos apelar para tratamentos que nos desmerecem. Eu pessoalmente evito isso. Trato a todos como substitutos, que esta denominação define tudo: são pessoas que nos substituíram durante a greve. Não os chamo de designados, nem de tampax, nem de prostitutos, pois acho inadequadas essas formas de tratamento.

    Já até disse aqui antes que o "meu", rsrs, substituto é pessoa boa, humilde, contra o qual não consegui guardar qualquer sentimento negativo. Um ser humano que se equivocou, e talvez não tenha tido maturidade política para entender o momento em que vivíamos. Mas que, convivendo com ele, guardada a natural desconfiança e distância, não pude perceber nada que o desmerecesse enquanto pessoa humana.

    Lógico que isso não muda a minha opinião sobre a atitude equivocada de todos os substitutos. Daqui a pouco, como já havíamos previsto aqui, todos serão desligados, pois o próprio governo não desejaria manter mais esta despesa desnecessária por muito tempo. Era uma forma de pressão, apenas. Uma vez feito o acordo em relação à reposição, o governo faria o que fez.

    Mas, tomara que fique esta lição para os que se aventuraram a atuar como substitutos. Se eles desejam continuar na Educação, procurem fazer concurso público, ou concorram às vagas de designações de forma regular, e serão respeitados como educadores. Atuar como fura-greve é a pior forma de ingresso na carreira.

    Agora, se desejavam apenas ganhar um dinheirinho extra, talvez tenha ficado essa lição: há outras formas no mercado de sobrevivência, que não seja em prejuízo de uma categoria que tem sofrido anos de descaso por parte dos governos.

    Os substitutos nada têm a cobrar do sindicato e devem pedir desculpas à categoria por terem contribuído com o governo, quando os verdadeiros educadores estavam em greve legítima e legal. É o que eu penso.

    ResponderExcluir
  69. PROFESSORA ELIZABETH - AIMORÉS-MG21 de outubro de 2011 22:35

    http://blogmcris.blogspot.com/2011/10/quantidade-qualidade.html

    MAIS NOTÍCIAS DO MEC.

    ResponderExcluir
  70. GRAÇA:

    Boa noite Prof Euler,

    Concordo com voce: " a devolução do que foi reduzido de forma imoral e ilegal pelo governo para quem optou pelo sistema de Vencimento Básico. Esta cobrança eu tenho feito todos os dias aqui. E vou continuar cobrando. Neste caso então eu considero um absurdo. Os 153 mil educadores que fizeram opção serão (seremos) os únicos servidores a não receberem qualquer reajuste salarial este ano - já que o reajuste que tivemos em janeiro de 2011 nos foi confiscado como castigo. Isso para mim é ilegal.!"
    É URGENTE A NEGOCIAÇÃO E A SOLUÇÃO DESSA SITUAÇÃO PELA COMISSÃO TRIPARTIDE!

    ResponderExcluir
  71. GRAÇA:
    DECISÃO DO STF TEM QUE SER CUMPRIDA, NÃO CONTESTADA, Fernando Pimentel, ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior,
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=133009

    VERDADE VERDADEIRA! FAVOR AVISAR O GOVERNADOR DE MG!

    ResponderExcluir
  72. Boa noite guerreiras(os).

    Anonimo das 11:18,este blog é do povo da luta é uma trincheira,seu post em nada contribui,só foram citados canalhas que a séculos vem impedindo a construção de um verdadeiro país,ou você faz parte do desgoverno ou é muito mal informado.

    José Henrique

    ResponderExcluir
  73. "Já até disse aqui antes que o "meu", rsrs, substituto é pessoa boa, humilde, contra o qual não consegui guardar qualquer sentimento negativo."
    Euler, diz que em casos de extrema violência, em sequestros, por exemplo. O torturado cria uma espécie de "amor" pelo torturador perdoando- o e até o defendendo, será que você está traumatizado? Ele de certa forma sequestrou seu cargo, seu ganha pão... kkkkkkkkkkkkk(brincadeirinha)Você ainda consegue falar nele com certa ternura. Não fique com raiva de mim.

    ResponderExcluir
  74. Eu ouvi proporcionalidade na direção do sindicato?
    Gostei do que ouvi. Eu apoio!
    Pluralidade já!

    ResponderExcluir
  75. O anônimo das 23h33 empolgou tanto que ele diz ter ouvido algo aqui no blog. Uai Euler, vc está escrevendo ou montou um sistema de audio agora?
    Brincadeiras a parte, também sou adepto da proporcionalidade na gestão sindical.

    ResponderExcluir
  76. Caro comandante euler, gostaria de um escalrecimento seu se possível, sobre uma situação na escola em que trabalho:
    uma companheira fez greve até julho e foi removida para outra escola.
    Outra companheira de greve chegou e tomou posse em seu lugar, sendo assim agora é a titular:
    Esta titular resolvel esperar as negociações com o governo para depois começar a reposição, entretanto, a tampax foi até a SRE e disseram para ela que o direito é dela e não da professora titular, tendo em vista que quem fez a greve não foi a titular atual. Será que teremos que conviver com esta pessoa que traiu a categoria e que me peitou quando fui até lá pedir para não pegar as aulas para que não atrapalhasse o movimento?

    ResponderExcluir
  77. Comandante Euler, fiz uma pequena contribuição para os colegas mais necessitados.

    ResponderExcluir
  78. Olá, combativo colega professor Mauro!

    Penso que que tem absoluto direito sobre as aulas é a professora efetiva ou titular, que fez greve, e jamais a substituta, que nesta condição já deveria ter sido desligada dos quadros da escola.

    Pelo que você explicou, as aulas que devem ser repostas fazem parte do cargo da professora efetiva que agora assume o cargo deixado por outra colega que o preenchia. Logo, o direito é da professora que fez a greve e aguardou a orientação do sindicato.

    Até mesmo nas negociações firmadas com o governo sobre este tema fica claro que o governo está cobrando a reposição pelos titulares, até como argumento para demitir os substitutos. Uma coisa são as aulas que já foram repostas; a outra é o calendário que ainda terá que ser cumprido, desta feita pelos titulares.

    Inclusive porque, como último e irrefutável argumento, as turmas são as mesmas. Ora, então a professora titular vai aplicar uma matéria durante os dias letivos, e na reposição a substituta vai lá e aplica outro conteúdo? Me poupem, né pessoal da SRE!!!

    Isso só poderia acontecer se o professor titular se recusasse a realizar a reposição e como tal se dispusesse a passar o conteúdo aplicado para um novo contratado para o fim específico de reposição das aulas - coisa que ainda não está acordado entre as partes.

    Um forte abraço e força na luta.

    ResponderExcluir
  79. 22/10/2011 - Folha de S.Paulo

    O governo de Pernambuco decidiu premiar os três primeiros colocados no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de cada escola pública do Estado com carteiras de motorista. A medida consta de um decreto publicado nesta semana.

    Enem começa hoje para 5,4 milhões de estudantes

    O Detran de Pernambuco estima que o custo para uma pessoa conseguir a CNH (Carteira Nacional de Habilitação), incluindo as aulas e os exames necessários, varie de R$ 700 a R$ 1.200.

    Segundo o órgão, 2.181 estudantes, de 727 escolas estaduais, serão beneficiados com a isenção. O Enem será aplicado hoje e amanhã em 14 mil locais em todo o país.

    Segundo o secretário das Cidades, Danilo Cabral, o prêmio é "um estímulo a mais" para os jovens que, em sua maioria, "sonham em dirigir ao completar 18 anos", diz.

    "A carteira ajuda até na busca de oportunidade no mercado de trabalho."

    http://www1.folha.uol.com.br/saber/994949-pernambuco-bancara-cnh-de-melhores-alunos-do-enem.shtml

    ResponderExcluir
  80. Bom dia, Euler...
    venho agradecer por essa maravilhosa campanha que vc está fazendo. Agradeço de coração a quantia que me deu, já consegui pagar minhas duas contas de luz que estavam atrasadas...só Deus pra retribuir tudo o que vc tem feito por nós.

    ResponderExcluir
  81. Olá, combativa colega Vanessa!

    Nada fiz além de repassar as contribuições de dezenas de colegas nossos. Todos estão de parabéns!

    Um forte abraço e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  82. muito interessante...

    ResponderExcluir
  83. Professor Euler
    Sou designada e também peguei aulas de substituição...primeiro porque estava precisando do dinheiro, foi bem difícil decidir por substituir ou não...na noite que antecedeu o edital sinceramente nem dormi, na verdade também não acho justo, porem pensei muito...me formei em 2006 comecei a lecionar em 2007, e não fui benificiada pela lei 100 ( do Aécio Neves), de 2007 até 2010 sempre fiquei com vínculo em duas escolas...e sabe o que aconteceu? Em 2008 o governador Aécio Neves publicou uma resolução que permitia a extensão de carga horária para 18 aulas ( ou seja mais um cargo), como todos necessito de trabalho para me sustentar...
    O que mais pesou e me fez decidir por pegar aulas de substituição aos grevistas foi justamente a falta de coleguismo do início do ano...Meu caro, classificar pessoas como boa ou más, com carater ou sem é muito fácil...dificil é aceitar as incostitucionalidades por parte desses governantes...
    sinto muito pelos grevistas que estão passando por dificuldades sem bem o que é isso...nas férias mal consigo dormir pensando se terei uma vaga ou não...
    Assim, acredito que a Lei 100 é um exemplo de falta de respeito...só peguei aula de substituição porque minha me foi tirada a chance de concorrer de igual para igual perante um concurso público.
    Acredito que o grande Heroi de todo o movimento foi o educador ( mesmo não sendo professor) que fez greve de fome...esse sim é digno...ele simplesmente fez a parte dele, com afinco...sem ofeder outros seres humanos, sem insultos...
    Esses dois profissionais sim podem falar de carater...
    Meus parabéns a eles...quanto a nos substitutos licenciados só nos resta aguardar o concurso...porque se dependermos de algum efetivo ou efetivado para sermos designados com uma aula no inicio do ano...esquece...todos pegar quantas podem de extensão...
    E ainda querem me combrar ética?
    Abraço professor...(em março quando passar no concurso talvez, vocês me considerem como ser humano) não que faça diferença na minha vida, porque hoje o que faz diferença é ter comida na mesa durante todo o ano, seja como designada ou substituta ( e a Lei 100??? todos profissionais pautados na ética!!!!).

    ResponderExcluir