sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Educadores de Minas: uma história, muitas histórias, de sonhos e de espinhos... e de conquistas que virão!




Educadores de Minas: uma história, muitas histórias, de sonhos e de espinhos... e de conquistas que virão!



A vida dos educadores mineiros é um pouco a expressão fiel da história de vida da maioria do povo brasileiro, que aqui chamo de "os de baixo". Uma história pautada pelos sonhos, pela esperança de dias melhores, embalados nas promessas vãs e cínicas pronunciadas por uma trupe de políticos e tecnocratas de baixa extração moral e intelectual.

Nós, os de baixo, somos pessoas simples, e por isso nossos sonhos são parecidos conosco: queremos morar dignamente, ter um salário decente para levar uma vida honesta, não suntuosa, nem de luxo ou de desperdício, nada disso. Queremos pão, teto, piso, condições mínimas de trabalho e respeito à nossa condição humana e de cidadãos.

Mas, quem controla a coisa pública - pública só no nome, não na prática -, tenta roubar os nossos sonhos. Por isso acordamos a cada dia com um novo pesadelo. Minas Gerais, desde a gestão de choque de confiscos imposta pelo ditador Faraó e seu afilhado, não conhece outra realidade senão a de promessas midiáticas e realidades de confiscos e cortes de direitos dos trabalhadores, especialmente dos educadores.

Os educadores mineiros são as grandes vítimas deste diabólico projeto de governo implantado em Minas Gerais, que resultou em sucessivos confiscos e tem provocado a ruína da Educação pública e o sofrimento de milhares de pessoas, cuja meta de vida, a de educar e contribuir com a formação crítica de cidadãos, tem sido esmagada pela espada de gestores burocratas e distanciados do mundo real. Gente sem sentimento, sem a menor aproximação com a vida real dos de baixo, que vivem num outro universo, fechados em si mesmos, marcados pela crueldade, e até pelo sadismo.

Eu trago aqui alguns depoimentos, que resumirei sem citar nomes nem locais, mas que são reais. Vejam:

1)"(...) Não vou falar das minhas dívidas, que se somam a cada hora de minha vida. Nem das minhas necessidades enquanto ser humano. Quero falar dos meus sonhos que se desfizeram, eu, enquanto professora de história, que provocava meus alunos pra serem parte pensante de nossa sociedade. Agora não consigo nem encará-los de cabeça erguida. O ambiente escolar está o pior possível. A direção se tornou porta voz de um governo monstruoso que quer escravos em vez de professores. Não me sinto mais capaz de aguentar os encargos de minha profissão que é formar cidadãos. Como posso formar cidadãos com fome? Como posso gerar um filho (estou grávida de 9 semanas), sem me alimentar? Hoje não pude comprar o pão para tomar café. Mas ainda tenho café pra esta semana. Meu único bem, pago durante três sofridos anos, uma moto, vendi e pude viver com esse dinheiro durante algum tempo. Como muitos, já perdi tudo."

2) "Tenho vivido dias de angústia, tristeza profunda, raiva, e todos sentimentos negativos, que bem sei muito mal fazem a minha saúde, mas não consigo me livrar deles. Tenho trabalhado, após o término da greve, completamente desestimulada. A cada golpe que este governo ditador nos dá, sinto na carne. (...). Choro e sofro a cada depoimento, cada notícia de mais um golpe. Já estou me sentindo enfraquecida. Quando recebemos notícias como as de ontem, que nos jogam no chão, durmo chorando. Mas não posso ser vista assim pelos meus filhos. Sou arrimo na vida deles. Sou pai e mãe deles. Já estou devendo banco, cooperativa, pai, irmão, e me sinto humilhada com essa situação. E imaginar que terei mais dois meses assim! Não sei se aguento! É muita pressão, de todos os lados! Quanta injustiça meu Deus! Só queremos que seja cumprido um direito nosso, garantido por lei federal! Onde está a justiça de nosso estado? De nosso país? Quanta gente comprada! Se existia alguma inocência em meu coração, agora secou!".

3) "Tenho um pouco mais de 20 anos de serviço no estado com dois cargos e no momento passando por dificuldade financeira como muitos, eu sei. Tenho um filho já saindo do ensino médio (como ajudar esse para o futuro, com dois cargos e um salário total de 1.600,00), tenho mais 2 filhas e esposa gestante; novamente estou desesperado pois com duas crianças em casa outra para nascer e vivendo o que estamos vivendo, o que será de nossos filhos? Tem mês que o pagamento fica somente na despesa básica de casa, como fraldas, leite, etc, sem falar que o plano de saúde que temos (IPSEMG), não nos oferece vantagens onde moramos, então geralmente temos problemas de saúde com minhas pequenas e esposa, exames laboratoriais para pagar, porque não podemos contar com atendimentos pelo SUS aqui também (Educador Mineiro não tem direito nem de ser feliz tendo uma família). Todo mês limite de cartões estourados, CEMIG sendo paga de dois em dois meses, ect... Não dá para contar toda a tristeza de minha vida com tanta dificuldade de sobreviver em um estado como esse (...)."

4) "Sou (...) formada em pedagogia, 21 anos de serviço (...), casada, 2 filhos menores de idade. Participei de toda a greve, estou sem salários e cheia de dívidas. Temos casa própria, porque a construímos em um terreno cedido pela família do meu marido. Os meus filhos estudam em escola pública e hoje não consigo pagar nem o transporte para eles irem para a escola, terei que cancelar o meu telefone fixo, assim como a internet, por falta de recursos, corro o risco inclusive de perder o meu carro que comprei financiado, por falta de pagamento. A situação hoje está tão crítica, que estou me tornando uma pessoa apática e dependente de antidepressivos. Não tenho vontade nenhuma de fazer especialização na área de educação."

Estes são alguns depoimentos de educadores de diferentes regiões de Minas Gerais, vivendo este momento infeliz - por conta de um governo mais infeliz ainda -, e que resumem muito bem a realidade dos educadores da rede pública de ensino do estado de Minas Gerais. E o que é pior: essas realidades, de vidas cindidas e feridas, tragadas pelo descaso daqueles que se lambuzam nas hostes dos poderes, podres poderes, ocorrem justamente quando no país se aprova uma lei - a Lei do Piso -, cujo objetivo central era o de resolver de vez a histórica dívida da Nação brasileira para com os educadores.

Que contradição, não? Aquele que deveria ser o momento de valorização e reconhecimento dos educadores, após de 23 anos de longa espera pelo cumprimento de uma exigência constitucional, torna-se um pesadelo na vida destes mesmos educadores. Que coisa vergonhosa para o Brasil e para Minas Gerais, assistir a este drama que recai sobre as vidas de milhares de educadores, pais de alunos e dos estudantes.

Aliás, os contrastes desse nosso mundo invertido saltam aos olhos a todo momento. Aqui em Minas, enquanto se anuncia que as obras do Mineirão estão em dia, e que muitos bilhões serão carreados para as obras do metrô, além dos que já foram para as cidades administrativas e viadutos, não se consegue sequer pagar a um mísero piso salarial nacional aos educadores.

Ao mesmo tempo, observamos a tragédia em que vivem os moradores da Comunidade-Ocupação Dandara, em BH, onde centenas de famílias estão ameaças de despejo, em atendimento aos interesses de mercado de alguns poucos, que dispõem de muitas moradias próprias e usam o seu poder econômico e influência política para destruir os sonhos destes moradores que lutam por um lar, apenas, uma moradia digna, num espaço que estava desocupado e era usado para fins de especulação imobiliária.

Mas, esta é a história de vida e de luta dos de baixo. Foi com muito sangue, suor e lágrimas que conquistamos todos os poucos direitos que ainda as elites não conseguiram nos roubar. A previdência e o direito à aposentadoria, a redução da jornada de trabalho, o salário mensal, o mês de férias remunerado (embora até isso se queira cassar agora, aqui em Minas), o direito ao repouso remunerado, o direito às licenças remuneradas, o direito de expressão e opinião (embora por aqui isto só funcione na Internet), o direito à escola pública - que ainda não é de qualidade, graças a estes destruidores dos sonhos da maioria da população; o direito ao SUS - igualmente sem qualidade pelas mesmas razões -, o direito ao contraditório, tantas vezes negado, até mesmo na Justiça.

Conquistamos o direito legal ao piso salarial e ao terço de tempo extraclasse. São direitos assegurados em lei federal, mas que não são praticados aqui em Minas, porque este é um estado cuja elite dominante, unida numa forma muito semelhante àquelas que condenamos, para dizer o mínimo, usa o aparelho de estado para tentar nos esmagar. Com a omissão do governo federal, inclusive.

Não há liberdade de imprensa em Minas Gerais. Não há democracia em Minas Gerais. Não há autonomia, nem absoluta e muito menos relativa, entre os poderes constituídos. E na área da Educação, que envolve 400 mil educadores, um terço dos quais aposentados, e 2,3 milhões de estudantes, vive-se sob o tacão de um sistema centralizador, autoritário e perseguidor. Exatamente o oposto daquilo que é previsto na LDB e demais leis educacionais, segundo as quais se deve estimular e promover a crescente autonomia das escolas e a prática da democracia e da cidadania.

O que vemos hoje em Minas Gerais é a expressão da negação destes princípios. As escolas estão destruídas, nem tanto pelo aspecto físico, mas principalmente pelo aspecto humano, pelo investimento consciente do governo na divisão da categoria, no patrocínio e no incentivo à subserviência dos diretores de escola, que devem servir ao governante como se capitães do mato fossem. Durante a nossa heroica greve de 112 dias, 2 diretores e 30 vice-diretores foram exonerados dos seus respectivos cargos. Para tal exoneração o governo não argumentou nada contra a conduta administrativa destes colegas, mas apenas pelo fato de terem participado da nossa greve, e por tal ato, teriam deixado de gozar da confiança do governo-imperial. Ora, para quê brincar de democracia, aprovando o direito de escolha dos dirigentes escolares pela comunidade, se na prática eles devem obediência cega e absoluta ao governo, mesmo quando isso contrarie os interesses da comunidade escolar?

Estamos vivendo uma farsa midiática, onde tudo o que parece ser é exatamente o oposto daquilo que é. Um governo midiático, que tenta vender a imagem de eficiência, enquanto na prática o que observamos é o desperdício de dinheiro público, por exemplo, com as centenas de contratações realizadas pelo governo durante a nossa greve, com o intuito de minar o movimento. Hoje, estas pessoas, que atuaram como fura-greves durante a paralisação, estão recebendo sem o que fazer nas escolas. E o que é pior: a maioria deles não têm habilitação para lecionar e recebe salários maiores do que os profissionais titulares que têm, alguns, 10, 15, 20 ou 30 anos dedicados ao estado.

Apesar desta tragédia - e quem sabe até por isso mesmo -, acredito piamente que dias melhores virão. Que os educadores mineiros que foram (fomos) capazes de dar a mais bonita aula pública que este estado e o Brasil até já conheceram, durante os 112 dias de uma heroica greve, saberão (saberemos), seguramente, encontrar e construir caminhos e respostas para conquistar os nossos direitos e interesses de classe.

Não pense o governo e seus assessores feitos de gelo e de pedra que estamos derrotados e intimidados, porque não estamos. Pelo contrário: estamos vivos, estamos de pé, e prontos para o combate. Não haverá, nesta longa e tenebrosa noite marcada por espinhos e lágrimas, um só dia que não acordaremos conspirando e lutando pelos nossos direitos. Até conquistá-los. Com garra, com coragem, com a firmeza que caracterizam os educadores de Minas, sobretudo aqueles que não fugiram à luta quando foram chamados.

Que nos próximos dias, quando se aproxima a data simbólica do Dia dos Professores, saibamos refletir e construir a nossa unidade e os nossos planos de ação, voltados para a conquista definitiva do nosso piso, da nossa carreira, de mais democracia e autonomia nas escolas, contribuindo assim, para um mundo melhor e mais humano para todos.

Um forte abraço a todos, força na luta, até a nossa vitória!

***

100 comentários:

  1. Tenho que postar isso novamente, tenho certeza que o colega, dono do texto, não vai brigar comigo.rs

    Anônimo disse...

    "LEMBREM-SE:
    O TEMPO É DE PRORROGAÇÃO.

    Tem diretorias de escolas que estão na prorrogação, mas não querem soltar o osso de maneira nenhuma.

    Sonham com um mandato TAMPÃO, que ilusão.

    Esqueceram que são simples professores(as) e querem o PODER até o último segundo.

    Coitados(as)!

    Soltem este osso, vocês não são donos da escola.

    Soltem este osso, os alunos te esperam.

    Soltem este osso, vem relembrar o tempo de professores.

    Soltem este osso, coitadinhos(as), vocês já estão tirando o terno do poder.

    Não chorem, uá, uá, uá, hic, hic, rsrsrs, kkkkk!!! ACABOU, BOBOU...THE END...FIM."
    7 de outubro de 2011 21:36

    ResponderExcluir
  2. Postando novamente!!!

    Diretores (as) de escola e seus "subalternos" (vices), o comentário do anônimo das 21:36 foi especialmente pra vocês!!! kkkkkkkkkkkkkkk

    Penso que vocês deveriam até imprimir, pelo menos em seus corações!Lembrem-se que entre um dia e outro existe uma noite!!! TUDO MUDA. FATO!

    E mesmo estando de saída ainda dizem amém ao (des) governador!!!VIVEREMOS E VEREMOS VCS VOLTANDO PARA A SALA DE AULA! Já estão enlouquecidas (os) e tentando arrumar um jeito de ir para a biblioteca, para SRE, etc... ou acham que estamos mal informados?! Em tempo de greve "fuçamos" tuuuuuuudo!!!

    Colegas PROFESSORES, não sei se é o caso da escola de vcs, mas na que eu atuo, até o tom da voz dessas (desses) mal amados está "a la Hitler"... seria divertido se não fosse TRÁGICO!

    NÃO à reposição!!!
    Abraço e força a todos (as)!

    ResponderExcluir
  3. DEUS EXISTE, E FALA CONOSCO ATRAVÉS DESSES EXEMPLOS...

    Vale a pena ver esse vídeo, não é sobre educação, mas é sobre FÉ, DETERMINAÇÃO e ATITUDE.

    http://daleth.cjf.jus.br/vialegal/materia.asp?CodMateria=1478

    Um forte abraço a todos.

    ResponderExcluir
  4. Euler e Companhiero(a)s
    É muita humilhação, aqui em Itabira nós (grevistas) além de ter o contracheque (R$0000,000), ainda estamos nos organizando este final de semana e fazendo bazar da pechincha e vendendo rifa para tentar amenizar um pouco a situação. Só falta Anastasia dizer que Professor(a) é mal casado ( a lá Hélio Garcias). Por favor tão logo a reunião do Comando de greve termine nos mantenha informado(a)s, a ansiedade (na Escola estamos fazendo barganha até de citoloplan) é tanta que não abro mais meu email somente seu blog.
    Lembrem-se mais tem Deus para Dar do que o Diabo para carregar. Deus tarda mais não falta. Itabira

    ResponderExcluir
  5. Eu e os outros 2 professores que lecionamos no noturno, decidimos a princípio que não vamos repor a semana que vem (Parece que o sindicato já está apontando nessa direção)... Mas veremos o que se resolverá na reunião do Comando de Greve.

    Porém, ser descontado em tudo e na depois da reposição receber só as horas trabalhadas é mais um confisco... já fomos descontados, não terão como descontar novamente! Ou será que o Tonhão é melhor em fugas (e subterfúgios) que o Houdini??!!

    Paulo Andrade - Barreiro-BH

    ResponderExcluir
  6. Euler, nossa eterna gratidão por se desdobrar para nos manter unidos (categoria)!!!

    Colegas, temos de estar UNIDOS e buscar forças "não sei de onde" ou melhor, "sabemos de onde"! Cada um sabe o que (ou quem) lhe dá sustentação espiritual/ emocional.
    Sabemos que o momento é tenso, meus ossos chegam a doer, estou dormindo sob efeito de remédio, mas precisamos resistir e nada de reposição sem negociação verdadeira = dinheiro na conta!
    Abraço a todos(as) os(as) guerreiros(as)!
    Cuidem-se! Esse (des)governador "Naná" não merece que sacrifiquemos nossa saúde!

    ResponderExcluir
  7. A cada um de vocês, colegas de lutA:

    "Tá vendo a felicidade ali na frente? Não, você não tá vendo, porque tem uma montanha de dor na frente. Continue andando. Você vai subir, vai sentir frio lá em cima, cansaço. Vai querer desistir, mas não vai desistir, porque você é forte e porque depois do topo a montanha começa a diminuir e o único jeito de deixá-la pra trás é continuar andando. Você vai ser feliz!"

    Beijo no coração de cada um!

    ResponderExcluir
  8. DECLARAÇÃO
    Senador defende 'volta do chicote' para garantir trabalho dos detentos nas penitenciárias
    http://www.otempo.com.br/noticias/videos/?v=3003&IdCanal=1&IdSubCanal=40
    É A VOLTA DA TORTURA/DITADURA.

    ResponderExcluir
  9. GOLPE DE MISERICÓRDIA!!! É PRA ACABAR!!!
    Gratificação de servidor pode ficar só na promessa

    http://www.hojeemdia.com.br/noticias/politica/gratificac-o-de-servidor-pode-ficar-so-na-promessa-1.351978

    Governador Antonio Anastasia disse que bônus de produtividade depende da arrecadação

    Humberto Santos - Do Hoje em Dia - 7/10/2011 - 20:22

    Criado para gratificar e estimular os servidores a atingirem metas, o prêmio de produtividade do Governo de Minas corre o risco de ficar apenas na promessa em 2011. O governador Antonio Anastasia (PSDB) disse, nesta sexta-feira (7), que o seu pagamento está vinculado ao aumento da arrecadação. Tradicionalmente, o bônus era depositado na conta do servidor no quinto dia útil do setembro. Neste ano, porém, o prazo foi estendido.




    “Estamos aguardando o desempenho da receita, temos muita cautela. Há uma estabilidade de nossa receita e tão logo tenhamos condições (pagaremos). Claro que nosso intuito é fazer esses pagamentos o mais rápido possível. Dependemos do desempenho e o desenrolar da arrecadação do Estado” disse Anastasia.



    Embora o governador afirme preocupação com a arrecadação para pagar a gratificação aos servidores, o Orçamento do Estado enviado à Assembleia Legislativa no último dia de setembro prevê arrecadação e gastos de R$ 51,5 bilhões para 2012. O montante é 14,40% superior ao de 2011, cuja previsão era de R$ 44,9 bilhões. Do total previsto para o próximo ano, R$ 22,1 bilhões serão gastos com o pagamento dos mais de 500 mil servidores espalhados por todo o Estado.



    Em setembro, o Hoje em Dia mostrou que o pagamento do prêmio não havia sido realizado. O Governo justificou o atraso dizendo que não havia uma data definida para o repasse e que ele seria pago no segundo semestre. Tem direito ao bônus os servidores públicos efetivos, designados, concursados e contratos que trabalharam pelo menos 90 dias em 2011.

    http://www.hojeemdia.com.br/noticias/politica/gratificac-o-de-servidor-pode-ficar-so-na-promessa-1.351978

    ResponderExcluir
  10. Norte de Minas Uma publicação da Indyugraf Ltda. www.onorte.net



    Procuram-se professores

    06/10/2011 - 20h14m
    Para atingir a meta da ONU (Organização das Nações Unidas) de colocar todas as crianças na escola até 2015 serão necessários 6,1 milhões de professores a mais do que os existentes atualmente no mundo.

    Do total, dois milhões de professores teriam que ser formados e contratados. Já os 4,1 milhões restantes são necessários para substituir aposentados, doentes ou que vão mudar de carreira, segundo a Unesco (órgão das Nações Unidas responsável pela educação, ciência e cultura).

    Mais da metade das vagas de professores são necessárias na África Subsaariana, afirma a Unesco.

    Já os Estados Árabes necessitam de 243 mil docentes, o sul e oeste da Ásia, 292 mil, a Europa ocidental e a América do Norte, 155 mil.

    Europa Central e Oriental, Asia Central e Ocidental, América Latina e Caribe, juntas, contabilizam 11% da escassez global de professores.

    A diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, afirmou em entrevista ao site da ONU que o mundo precisa incentivar a formação de mais professores.

    - Se quisermos dar oportunidades iguais para nossos filhos e filhas, devemos criar políticas que estimulem homens e mulheres à profissão de docente.

    A meta é um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio das Nações Unidas, previsto para dezenas de países em todo o mundo.


    E ainda tem muitos idiotas que não enchergam que esse podre desgoverno procura ferrar, acabar com a educação pública.

    Será por que?

    Porque quanto mais emburrecida for a sociedade, mais fácil de ser manipulada, enrolada, lubridiada...e mantem se esses bandidos no poder.

    A Câmara Municicipal de Montes Claros é formada por sua maioria de ANALFABETOS.

    O INDICE DE VIOLÊNCIA CRESCE A TODO MOMENTO, JÁ BEIRA OS 100 ASSASSINATOS ESSE ANO ATÉ O MOMENTO.

    E A EDUCAÇÃO... E OS EDUCADORES...

    GOVERNO DE MERDA...GASTA O NOSSO DINHEIRO COM PROPAGANDAS MENTIROSAS, OBRAS FARAÔNICAS E AGORA COM UM DE SUBSTITUTOS PROSTITUTOS SEM VERGONHA, QUE FICAM PASSEANDO NAS ESCOLAS E RECEBENDO UM SALÁRIO MAIOR QUE OS VERDADEIROS EDUCADORES.

    BOTA FOGO NESSA CONSTITUIÇÃO. OU FAÇAMOS UM MOVIMENTO RADICAL, PARA CHAMAR ATENÇÃO DO MUNDO.

    LUGAR ESPECIAL: ONDE A CACHORRADA, BANDO DE COVARDES EM SUA MAIORIA ESTÁ REUNIDA ( ASSEMBLÉIA HOMOLOGATIVA - VAMOS JOGAR OVO GÔRO, PODRE NA CARA DESSES SAFADOS , POIS ELES MERECEM...

    DEVEMOS EMPLACAR UMA CAMPANHA PRA MANDAR ESSE DITADORZINHO PRA CHINA...
    MORTE AO DITADOR!!!!FORA ANESTEZIA...
    EULER, CASO NÃO QUEIRA , NÃO PRECISA POSTAR, MAS ESSE É UM DESABAFO. NESSE MOMENTO ME ENCONTRO COM OLHOS LAGRIMEJANDO E CORAÇÃO DOENDO DEPOIS DE LER DEPOIMENTOS DE SOFRIMENTO DOS COLEGAS...ABRAÇOS

    ResponderExcluir
  11. CHARLOTTE SAMPAIO E UM DIA DE CÃO

    Quatro horas da tarde é meu momento socrático. É QUANDO PARO PARA TOMAR BANHO E COBRIR MINHA LINDA PELE COM OS MAIS E MELHORES CREMES HIDRATANTES. COMPRO LIVROS E CREMES COM O MESMO INTERESSE. TUDO É IMPORTANTE NESSA VIDA. TODOS OS PRAZERES. E COMO DISSE CAETANO NUMA MÚSICA ANTIGA "LUXO PARA TODOS". É O QUE DESEJO PARA TODOS. ENTÃO FIQUEI PENSANDO NOS DEPOIMENTOS DE COLEGAS QUE ESTÃO PASSANDO POR TANTAS DIFICULDADES NESSE MOMENTO. O SANGUE SOBE. QUE PUTA SACANAGEM DESSE GOVERNO. PESSOAS QUE DEDICAM A VIDA DANDO AULAS POR UM SALÁRIO DE FOME E AGORA SE ENCONTRAM EM ESTADO DE PENÚNRIA. PERDENDO NOITES DE SONO QUE AS CONTAS NÃO PARAM DE CHEGAR. A ÚNICA SAÍDA É MATAR A SANTISSINA TRINDADE(ANAstazista, Gazzola e a tal Renatinha).
    É revoltante tal realidade. Enquanto isso o governo como do bom e do melhor, nos mais sofisticados restaurantes de BH com o dinheiro LEGAL do nosso PISO.Mães e Pais de família passando por necessidade DESNECESSÁRIAMENTE, tudo por culpa desse governo que se coloca como o PIOR inimigo dos professores. Minha vontade é enforcá-lo com as próprias mão... aos poucos, assistindo friamente a agonia dele. Ele merece o pior. E o trágico disso é que o salário de um professor, de um mês inteiro de trabalho, amor e dedicação, não paga a conta de um único jantar desse desgraçado.Ele merece a morte. Mas uma morte lenta e sofrida.Enquanto cplegas agonizam Ele toma champanhe e conversa amenidades.
    Putz! Isso não pode ficar barato pro nosso pequeno DITADOR. Enquanto colegas se descabelam com as contas domésticas a Santissima Trindade sorve do mais caro champanhe. Isso me dá uma dor no peito e um nó na garganta. Precisamos por um fim nisso. E no minha limitada capacidade de pensar, acredito que a única maneira de acabar com essa perversão institucional é através da GREVE. Mas de uma greve mesmo; não esse arremedo de greve de 30 minutos. Só existe uma modalidade de greve: cruzar firmente os braços. O resto é acovardar-se, é amarelar-se. Acho que, mais do que nunca, cabe agora a frase MEXEU COM PROFESSOR, MEXEU COMIGO. Eis porque defendo uma greve de verdade. A nossa paralisação é a única coisa que mexe com o governo e por isso devemos
    iniciá-la JÁ.
    CHEGA DE ESMOLA, CHEGA DE HUMILHAÇÃO...afinal quem está fora da lei são eles
    GREVE DE VERDADE JÁ!!!

    ResponderExcluir
  12. Anonimo das 00:43
    Será que essa reunião da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre Procuram-se professores a Dimazia assistiu ?
    E o Supremo Tribunal Federal ?
    O Tribunal de Justiça de Minas Gerais ?
    O Ministerio da Justiça ?
    A SEE ?
    OBAMA/CHAKIRA/IVETE/GAZOLA/VILHENA/ANASTASIA ?
    e a "grobo" ?
    Será que o senador quer chicotear os detentos para obrigá-los a lecionar ?

    ResponderExcluir
  13. NDG de Plantão

    . . . . . . . . . . . . . .
    "Sede como os pássaros que,ao pousarem um instante sobre ramos muito leves,sentem-nos ceder,mas cantam! Eles sabem que possuem asas."
    (Victor Hugo)
    . . . . . . . . . . . . . . . . . ..
    Vamos levantar a cabeça, ficar queixando e chorando não vai tocar o coração dessa coisa que dita as normas em Minas Gerais e calou a boca até dos deputados. Vamos pensar em estratégias para que esse ditador caia por terra e pague o que nos deve. Passei alguns TWITTER vejam:


    A comissão Tripartite
    Enquanto isso no TWITTER:

    twitter meu salário ZERO ZERO, Minas GOVERNADOR TAMPOU a boca até dos DEPUTADOS
    Enviado para Dep Rogério Correia

    =========== ...
    gscrow Gleiferson Crow
    @rogeriocorreia_ meu salário ZERO ZERO, Minas GOVERNADOR TAMPOU a boca até dos DEPUTADOS, que governador, verdadeiro DITADOR.

    RESPOSTA ===>

    rogeriocorreia_ Rogério Correia PT
    @
    @gscrow A nossa não.Ele que nos aguarde.@pompiliocanavezsalário zerado é inaceitável.Plenário vai pegar fogo!@MGsemcensura

    rogeriocorreia_ Rogério Correia PT
    Revolta nas escolas é grande c/medidas adotadas após greve.Anastasia vai pagar pelo autoritarismo da secretaria da educação. @renatavilhena

    rogeriocorreia_ Rogério Correia PT
    RT @evaldoejs: @rogeriocorreia_ Diretor de escola estadual, contra professores em greve, corta até cafezinho! a pressão tá forte.

    rogeriocorreia_ Rogério Correia PT
    @
    @AdrianaBeatri13 @mcriscostabh Sindute reúne amanhã e após análise do quadro pós greve orientará a categoria c/combatividade.Estamos juntos!

    rogeriocorreia_ Rogério Correia PT
    Revolta nas escolas é grande c/medidas adotadas após greve.Anastasia vai pagar pelo autoritarismo da secretaria da educação. @renatavilhena
    ===============================
    Abraços
    Gleiferson Crow
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. "Não sou sempre flor. Às vezes espinho me define tão melhor. Mas só espeto os dedos de quem acha que me tem nas mãos."

    ResponderExcluir
  15. Euler e colegas professores do NDG,
    O Estado de Minas Gerais está falido e Anastasia está escondendo a verdade. O não pagamento do piso dos professores pela lei federal 11738 na carreira, contas atrasadas da Cidade Administrativa e agora mais esta notícia comprovam o fato: A dívida do Estado de Minas Gerais com a CEMIG que era de R$ 4,32 bilhões em 31 de dezembro de 2009, fechou 2010 em R$ 5,07 bilhões. O motivo: a correção do montante em um ano somou R$ 876 milhões, mas o governo só pagou R$ 134,79 milhões em 2010.
    De acordo com a proposta orçamentária para 2012 apresentada pelo Estado, no ano que vem serão destinados R$ 203 milhões para quitar parte da dívida, que hoje está em R$ 5,34 bilhões. Mas, só de juros, serão R$ 436 milhões a mais até o final de 2012.
    O governo mineiro deveria sofrer uma intervenção federal imediatamente.
    Como a gente dorme com uma notícia destas? Mesmo assim, desejo uma boa noite a todos!

    ResponderExcluir
  16. Só sei que os (?) nossos (des)governantes são tudo farinha do mesmo saco... não desmerecendo a farinha (é só uma metáfora, ou metadentro)...

    NÃO VALEM A ÁGUA DO PRÓPRIO BATISMO... se é que foram batizados...

    Paulo Andrade - Barreiro-BH
    (Totalmente Indignaldo)

    ResponderExcluir
  17. Euler, percebo que o que está se configurando em Minas é a manutenção do poder nas mãos de uma elite oligárquica patrimonilista. Essa elite pretende ter o domínio do poder político e consequentemente o econômico e financeiro a exemplo do Nordeste de José Sarney. Para se combater gente deste tipo creio que faz-se importante a luta em várias frentes, preenchendo vários espaços em frentes de atuação.

    Se for preciso que façamos outra paralisação, ela terá de ser impactante, que abale as estruturas de poder, mostrando um grande contingente de pessoas determinadas e atuantes a qual não possa ter menos de 40 mil pessoas. Esse quantitativo de pessoas tem de estar presente em um grande ato no qual esteja presente a categoria e do outro lado ocorra festejo com a presença do Governador, da qual possa lembrar os acontecimenros da Pça da Liberdade, pois naquela oportunidade o governador sentiu a ameaça.

    AS greves e/ou paralisações de agora pra diante tem que seguir um molde em que seja literalmente planejada e organizada tendo como centro a união das categorias e o casamento com outros movimentos de base social. São válidas as articulações entre os movimentos para o esclarecimento da comunidade, para que ela se posicione ao nosso favor, torna-se importante que sejamos ouvidos fora do país, que arregimentemos as instituições e os partidos de esquerda.

    Temos que ter bem delineados nossos planos para tal embate.

    ResponderExcluir
  18. Blog da Beatriz
    http://blogdabeatrizcerqueira.blogspot.com/2011/10/breve-avaliacao.html

    "Breve avaliação
    A resposta do Governo do Estado encaminhada ao Sind-UTE MG e aos deputados estaduais no início da noite desta quinta-feira será avaliada pelo Comando Estadual de Greve, que se reunirá neste sábado. Esta reunião ficou definida na Assembleia da categoria realizada no dia 27/09. É reunião do Comando por ser mais abrangente que o Conselho Geral da entidade.
    Gostaria de apresentar uma avaliação preliminar a respeito do que estamos vivenciando.
    A dificuldade do Governo de Minas em estabelecer um processo de negociação
    Durante a greve, ouvimos repetidas vezes que era princípio do Governo não negociar com categoria em greve. Explicamos à comunidade que a categoria tentou, por seis meses, um processo de negociação e a deflagração da greve ocorreu exatamente pela ausência de negociação. Conquistamos a negociação, a greve foi suspensa e já no dia 29/09, o sindicato apresentou toda a sua demanda estabelecendo uma pauta de trabalho da Comissão Tripartite. No entanto, 10 dias após a suspensão da greve o governo ainda não conseguiu estabecer um ritmo de trabalho, um processo de negociação.
    Um processo de negociação não é feito através dos meios de comunicação mas numa relação direta entre os envolvidos. No momento em que o Governo apresentava sua resposta, apresentou-a simultaneamente à imprensa. O sindicato, por sua vez, tentou durante toda a manhã desta sexta-feira, discutir os pontos apresentados pelo Governo, mas novamente ele não tinha agenda.
    Não é possível uma comissão formada para um assunto tão importante para toda a sociedade conseguir se reunir apenas um vez por semana, por dificuldade de agenda. O interesse de resolver as questões precisa ser prioridade em todas as agendas.
    O desrespeito a pais e alunos
    Durante a greve, acompanhamos a Federação de Pais de Alunos se manifestar contra a greve. O Ministério Público também se posicionou contra o nosso movimento. Todos argumentaram a defesa dos interesses dos alunos.
    Contrariando os princípios de participação da comunidade escolar, o processo de reposição da carga horária nas escolas estaduais não foi discutido com ninguém. Prevalece, até o momento, a posição unilateral da Secretaria de Estado da Educação que editou uma Resolução e várias orientações. Ninguém foi ouvido e pais, mães, alunos, profissionais da educação foram ignorados pela Secretaria. A situação de profissionais sem formação, assédios, um jovem de 17 anos chegou a ser contratado numa escola de Belo Horizonte para responder pelas aulas de educação física do Ensino Médio acontecem sem que nenhum órgão que se dizia defensor dos interesses de crianças e adolescentes de fato defendam os interesses desta parcela da sociedade.
    A qualidade de ensino
    As escolas já avaliaram o desenvolvimento dos conteúdos curriculares feito pelos substitutos durante a greve?
    É possível garantir bons resultados com profissionais sem formação sendo responsáveis pelos conteúdos curriculares?
    É possível garantir bons resultados à adolescentes que não tiveram o direito de estudar todas as disciplinas do ensino médio, como é o formato atualmente do Ensino Médio da Rede Estadual?

    (continua....)

    Paulo Andrade - Barreiro-BH

    ResponderExcluir
  19. (... continuação)

    O direito ao pagamento
    O pagamento do salário é condição para a continuidade das negociações. É a minha opinião.
    Isso porque a disposição para negociação pressupõe um comportamento para a solução dos conflitos e não o seu acirramento. Não há argumento técnico ou jurídico para a manutenção do corte de salários após a suspensão de greve.
    Aliás, o Governo assinou que as punições futuras estariam suspensas, desde a greve fosse encerrada. A greve foi encerrada. Os próximos pagamentos são eventos futuros, posteriores a data de 27/09.
    Não é possível estarmos numa mesa de negociação em todos - deputados estaduais e Secretários de Estado - com salários em dia e a categoria passando por uma situação financeira insustentável por capricho um ou outro Secretário/a de Estado.
    O direito de férias-prêmio
    Me parece que o sentimento na Secretaria de Educação é: "que a punição sirva de exemplo e pacifique a categoria!"
    Durante a reunião do dia 03/10, a Secretaria de Educação chegou a argumentar que para ter direito de usufruir as férias-prêmio, o servidor desveria esperar a publicação em exercício. Aí lembramos o governo: mas a greve acabou, a categoria está na escola, em exercício. Aí disseram que era preciso repor a greve para ter direito. Aí lembramos que o servidor já tinha adquirido o direito de férias-prêmio, independente da greve uma vez que o período utilizado para adquirir o direito já havia sido cumprido pelo servidor.
    Quem o governo novamente tenta punir? Servidores de carreira que têm muito tempo de serviço.
    Novamente, não há fundamentação técnica ou jurídica para nova negativa.
    Todos estes pontos e outros como os relacionados a transformação de falta-greve em falta comum, situação dos designados e a questão salarial serão discutidos na reunião que será realizada nesta segunda-feira, dia 10/10. Antes disso, o Comando Estadual de Greve fará avaliação da greve, dos trabalhos da Comissão e os retornos do Governo do Estado.

    Disponível em:
    http://blogdabeatrizcerqueira.blogspot.com/2011/10/breve-avaliacao.html

    Paulo Andrade - Barreiro-BH

    ResponderExcluir
  20. Euler, sei que muita gente não gosta da Rede Globo e tem vários motivos para isso (eu também não gosto), não preciso citá-los aqui, mas o FANTÁSTICO recebe denúncias de sensacionalismo puro, e o que estamos vivendo com relação, principalmente, a falta de dinheiro para alimentação é gravíssimo (como nos casos destacados em seu texto), vamos denunciar no site deste programa na caixa de denúncias no cabeçalho do mesmo, quem sabe não conseguimos comover algum editor (sensacionalista)?. Será???

    ResponderExcluir
  21. O QUE ESTE SENHOR PRETENDE DA VIDA, FICAR MILIONARIO AS CUSTAS DO SERVIDOR PUBLICO, QUERO VER O QUE ELE VAI EXPLICAR PARA OS COMANDANTES DA POLICIA MILITAR, BOMBEIROS, PARA O CHEFES DA POLICIA CIVIL, PORQUE PARA O "RESTO" ELE DA UMA BANANA BEM GRANDE, SENHOR GOVERNADOR MUITA GENTE FEZ MUITOS COMPROMISSO COM ESTE DINHEIRINHO QUE "VOSSA EXC." ESTA CONFISCANDO, PORTANTO TEM MILHARES INSATISFEITOS QUE REPRESENTAM MUITOS VOTOS FUTURAMENTE, SABEMOS QUE NÃO VAI QUERER LARGAR A MAMATA, PORTANTO PENSE COM DEUS NO CORAÇÃO, DINHEIRO ESTA EM CAIXA, É SÓ UMA ASSINATURA SUA E PRONTO. SONHODS ESTÃO INDO POR TERRA ABAIXO DEVIDO AO SEU ATO DESUMANO E MUITOS DESSES SONHOS SÃO DE CRIANÇAS, REPENSE, PEÇA UMA ORIENTAÇÃO A DEUS E ELE PRONTAMENTE VAI MUDAR ESTE CORAÇÃO DURO, SOMOS HUMANOS E TEMOS NECESSIDADES GOVERNADOR, NÓS E FAMILIARES E NÃO ESTAMOS PEDINDO NADA QUE NÃO SEJA O NOSSO PREMIO, USE O CORAÇÃO.

    Gratificação de servidor pode ficar só na promessa

    Governador Antonio Anastasia disse que bônus de produtividade depende da arrecadação

    Humberto Santos - Do Hoje em Dia - 7/10/2011 - 20:22

    MARCELO PRATES

    Anastasia: 'Estamos aguardando o desempenho da receita, temos muita cautela'
    Criado para gratificar e estimular os servidores a atingirem metas, o prêmio de produtividade do Governo de Minas corre o risco de ficar apenas na promessa em 2011. O governador Antonio Anastasia (PSDB) disse, nesta sexta-feira (7), que o seu pagamento está vinculado ao aumento da arrecadação. Tradicionalmente, o bônus era depositado na conta do servidor no quinto dia útil do setembro. Neste ano, porém, o prazo foi estendido.


    “Estamos aguardando o desempenho da receita, temos muita cautela. Há uma estabilidade de nossa receita e tão logo tenhamos condições (pagaremos). Claro que nosso intuito é fazer esses pagamentos o mais rápido possível. Dependemos do desempenho e o desenrolar da arrecadação do Estado” disse Anastasia.

    Embora o governador afirme preocupação com a arrecadação para pagar a gratificação aos servidores, o Orçamento do Estado enviado à Assembleia Legislativa no último dia de setembro prevê arrecadação e gastos de R$ 51,5 bilhões para 2012. O montante é 14,40% superior ao de 2011, cuja previsão era de R$ 44,9 bilhões. Do total previsto para o próximo ano, R$ 22,1 bilhões serão gastos com o pagamento dos mais de 500 mil servidores espalhados por todo o Estado.

    Em setembro, o Hoje em Dia mostrou que o pagamento do prêmio não havia sido realizado. O Governo justificou o atraso dizendo que não havia uma data definida para o repasse e que ele seria pago no segundo semestre. Tem direito ao bônus os servidores públicos efetivos, designados, concursados e contratos que trabalharam pelo menos 90 dias em 2011.

    Cerca de 300 mil servidores públicos de Minas foram contemplados com o prêmio no ano passado. Na ocasião, o Governo cogitou dobrar o valor pago, mas acabou recuando da ideia. O benefício é proporcional aos dias trabalhados. O pagamento, no entanto, é condicionado à disponibilidade de caixa no orçamento estadual. É preciso que o Governo tenha registrado no ano anterior um resultado fiscal positivo.

    Complemento salarial, o prêmio por produtividade foi instituído por meio da Lei 17.600, promulgada durante o Governo do senador Aécio Neves (PSDB), em 2008. O objetivo é estimular os servidores a perseguirem resultados e, de quebra, inflar os rendimentos mensais. Quando o assunto é o 13º do funcionalismo, o Governo tranquiliza os servidores e prevê o pagamento, integral, na primeira quinzena de dezembro.

    ResponderExcluir
  22. ASSIM CAMINHA O BRASIL, CADÊ "DRº" LULA EX SINDICALISTA, CADÊ DILMA PRESIDENTA, CADE A JUSTIÇA DESTE PAIS???????????????????????

    Bancários tentam estender greve para serviços de teleatendimento

    Paralisação, que está no 11º dia, atinge mais de 8,7 mil agências bancárias, que estão fechadas

    Agência Brasil - 7/10/2011 - 15:08

    MARCELO PRATES

    Bancários entraram em greve no dia 27 de setembro, por tempo indeterminado


    Brasília - Os bancários em greve tentam estender o movimento para os serviços de informática e de teleatendimento dos bancos. A ideia é fazer com que os trabalhadores de centros técnicos de atendimento telefônico e informática também paralisem os trabalhos.

    Na quinta-feira (6), foram registradas interrupções no atendimento via Internet no Itaú-Unibanco. O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Carlos Cordeiro, atribui as interrupções à greve, mas o banco nega.

    "O Itaú confirma a intermitência ocorrida no Internet 30 horas. Não há relação desse fato com o período de negociação salarial da categoria dos bancários. O problema já foi solucionado", diz o banco, em nota.

    De acordo com Cordeiro, a greve, que está no 11º dia, atinge mais de 8,7 mil agências bancárias, que estão fechadas. Segundo dados do Banco Central (BC), o total de agências em funcionamento no país é 20.073.

    Cordeiro diz, ainda, que os bancos não deram resposta à carta enviada na última terça-feira (4). "Enviamos carta solicitando nova rodada de negociação e os bancos sequer responderam. O silêncio está levando ao aumento da greve", diz Cordeiro. O presidente da Contraf enfatizou ainda que a greve não é "contra a população, é contra os bancos".

    Em nota, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), braço da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) dedicado a negociações trabalhistas, disse que não há qualquer paralisação de área estratégica dos bancos e que a negociação com os bancários permanece. "A Fenaban fez duas propostas completas visando acordo com os bancários e colocou-se à disposição do movimento sindical para tratar de eventuais acertos que fossem necessários. Portanto, não há razão para que a federação apresente nova contraproposta como querem os sindicalistas. O que se espera, agora, é que sejam discutidos os ajustes que levem ao acordo", diz a nota.

    Segundo a Contraf, os bancários entraram em greve no dia 27 de setembro, por tempo indeterminado, depois de rejeitarem a proposta de reajuste de 8% feita pela Fenaban na quinta rodada de negociações, o que significa 0,56% de aumento real.

    Os trabalhadores reivindicam reajuste de 12,8%, que representa aumento real de 5% mais inflação do período. A categoria quer também valorização do piso, maior Participação nos Lucros e Resultados (PLR), mais contratações, extinção da rotatividade, fim das metas consideradas abusivas, combate ao assédio moral, mais segurança, entre outras reivindicações.

    ResponderExcluir
  23. TRABALHADOR, SERÁ QUE NÃO PODE GANHAR DIGNAMENTE, DINHEIRO SÓ PARA AS ELITES, CADE O "DRº LULA E PRESIDENTA DILMA COM SUAS PROMESSAS, ALIAS O DISCURSO DA DILMA NÃO ESTA MUITO DIFERENTE DO MINAS, REPAREM BEM.

    Audiência no TST fracassa e greve nos Correios continua

    Para reduzir o transtorno à população, 35 mil servidores trabalharão no final de semana

    Karla Mendes - 7/10/2011 - 16:14

    Terminou sem acordo, nesta sexta-feira (7), a última tentativa de conciliação perante o Tribunal Superior do Trabalho (TST) para tentar por fim à greve dos funcionários dos Correios, que já dura 24 dias. Assim, o movimento grevista deve continuar pelo menos até a próxima terça-feira (11), quando será julgado o dissídio coletivo da categoria. A única alternativa de o dissídio não ir ao julgamento é se a maioria das assembleias dos 35 sindicatos aprovarem a proposta apresenta pelo presidente do TST, João Orestes Dalazen, de concessão de abono de R$ 800 imediatamente para os trabalhadores e aumento real de R$ 60 a partir de janeiro.

    A compensação dos dias parados, da forma proposta pelo presidente do TST, ocorrerá da seguinte forma: devolução até terça-feira do valor referente aos seis dias descontados da folha de pagamento de setembro. O desconto será realizado a partir de janeiro de 2012, na proporção de meio dia por mês. Os outros dias parados - 18 até esta sexta - serão compensados nos fins de semana, até maio de 2012. Caso contrário, o julgamento ocorrerá às 16h do dia 11. O relator designado para o processo é o ministro Maurício Godinho Delgado.

    Durante a audiência, o presidente do TST fez um apelo às partes e sobretudo aos trabalhadores para que fosse obtido um acordo. Dalazen ressaltou aos grevistas que, no dissídio, provavelmente todos os dias de paralisação seriam descontados de seus salários. "Provavelmente, todos os dias serão descontados, inclusive sem parcelamento", avisou.

    Segundo Dalazen, a única situação em que não ocorre desconto dos dias parados, conforme a jurisprudência do TST, é se a greve ocorrer por atraso no pagamento dos salários dos funcionários. "É preciso ter consciência disso. Daí a conveniência de fazer um acordo", ressaltou. "A qualquer momento é possível que haja um acordo antes do julgamento", frisou.

    De acordo com o vice-presidente de gestão de pessoas dos Correios, Larry de Almeida, o número de correspondências em atraso é de cerca de 160 milhões de objetos. Para reduzir o transtorno à população, 35 mil servidores dos Correios trabalharão no final de semana, dentro do plano de contingência da estatal.

    ResponderExcluir
  24. ESSA CONTA NÃO É DA CHARLOTTE

    De janeiro a agosto, os deputados federais gastaram R$ 13.902.425,16 com ligações telefônicas. Essa é a soma de todos os reembolsos pagos pela Câmara aos 513 atuais deputados, mais os 68 que passaram por lá e pediram licença por diferentes motivos. Se todas essas ligações fossem feitas de um único aparelho à tarifa de R$ 0,09 o minuto (preço estimado para ligação local de fixo para fixo), daria para falar por 298 anos ininterruptamente. O campeão do blá-blá-blá é o petista Odair Cunha, de Minas Gerais. Ele já pediu reembolsos que, somados, beiram os R$ 100 mil. Sua conta mensal média é de R$ 12 mil. Na análise por partido, socialistas lideram. Os três deputados do PSOL gastaram, em média, R$ 4.349,27 por mês. Telefonar faz parte do trabalho parlamentar. Um gasto alto pode sugerir maior atividade política ou uso para fins pessoais. Os dados vêm do site da Câmara, que publica informações detalhadas das verbas indenizatórias. Além do telefone, deputados podem pedir reembolsos para despesas com combustível, passagem, locação de carro, publicidade, correio e hospedagem. O limite varia conforme o Estado (quanto mais longe do Distrito Federal, maior). Vai de R$ 23.033 a R$ 32.711 por mês. Qualquer eleitor pode conferir os gastos dos eleitos.

    ResponderExcluir
  25. PARÁ DE MINAS - MG
    Minha indignação é tanta que não consigo nem comentar a situação dos substitutos tampões que ainda continuam nas escolas, fazendo o quê? Não sei. Ou melhor, sei : nada, nada, nada, nada , nada, nada, nada, nada e mil vezes nada. E ainda vão receber mais do que eu que tenho 20 anos de exercício, voltei por consciência para o vencimento básico, estou dentro de sala dando aulas verdadeiras. Minas não tem governador nem secretária de educação, possui uns F.D.P.Volto para greve no momento que a categoria propuser, mas com um lembrete, levando nas mãos um artefato explosivo para jogar no Ministério Público para que todo o Brasil veja que procuradorzinho Minas tem.
    Pátria Livre, eu te amo...
    Pará de Minas - mg

    ResponderExcluir
  26. Pessoal de BH,POR FAVOR MARQUEM PRESENÇA NA REUNIÃO DO COMANDO DE GREVE - HOJE 13:00 - CREA
    A presença dos companheiros É MUITO IMPORTANTE!!
    Sinto não poder estar lá, mas fui assaltada por um BANDIDO que circula pela cidade,como se não tivesse feito nada. Já cometeu vários crimes,mas a JUSTIÇA de mg é conivente com ele,parece que é da mesma QUADRILHA.Por isso estou sem dindim.
    Euler,companheiro,muita força,muita luz e paciência hoje na reunião do comando.Acho que você vai precisar.Estaremos todos aqui enviando
    energias positivas para voces,através dos grandes mentores espirituais que estão nos ajudando.
    FORÇA PESSOAL,ATRÁS DE TODA TEMPESTADE VEM A BONANÇA.Com a nossa RESISTÊNCIA vamos chegar até
    a nossa VITÓRIA!!!!
    GAIOLA para o anestesia,esbugalhada e a nefasta!!! ISTO QUE ELES ESTÃO MERECENDO!!!!!
    Até mais............

    ResponderExcluir
  27. Caros colegas,

    A T E N Ç Ã O, ATENÇÃO, atenção...

    É HORA DE MONTAR ESTRATÉGIAS E AGIR.

    Vamos jogar o jogo da mesma forma que ELES jogam, sem pressa, sem stress. TRANSFERINDO AS PRESSÕES PARA O OUTRO LADO.

    VAMOS INICIAR,
    AULAS DE 0:35 min. EQUIVALENTES A 70% DE UMA AULA COMUM.

    Desta forma anularíamos imediatamente a validade destes pelegos substitutos.

    Levaríamos este jogo sujo (do governo), até onde eles quiserem, 2011, 2012, 2013, 2014...

    Inverteríamos a situação atual.

    A justiça não poderá fazer nada, pois estaríamos cumprindo 70% de todas as atividades.

    Estaríamos assim, tomando conta do nosso território e isto também é importante.

    Poderemos então conquistar um grande número, o maior possível, de colegas, professores, secretários, auxiliares de serviços, etc... para a nossa luta.

    Garantiríamos os nossos recebimentos futuros.

    ... Enquanto isto, o Sind UTE, tomaria todas as providências LEGAIS na justiça, CONSTANTEMENTE E CONSISTENTEMENTE.

    INTERRUPÇÃO IMEDIATA DAS NEGOCIAÇÕES E O AVISO DO INÍCIO DAS AULAS DE 0:35 min. COM A ANTECEDÊNCIA QUE EXIGE A LEI.

    VAMOS MOSTRAR, EXPLICAR PARA OS PAIS E PARA OS ESTUDANTES, A IMPORTÂNCIA DELES REIVINDICAREM JUNTO AO GOVERNO, UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE.

    NA REUNIÃO HOJE, DIA 08/10/11, DO COMANDO DE GREVE QUE FIQUE DECIDIDO A INTERRUPÇÃO IMEDIATA DAS NEGOCIAÇÕES DO SINDICATO COM ESTE GOVERNO HIPÓCRITA.

    O Sind UTE, também deveria disponibilizar procurações em seu site, para nos representar INDIVIDUALMENTE, com certeza seríamos um número grande, talvez mais de 100.000 ações individuais.

    Seria um belo golpe nesta JUSTIÇA também comprada e submissa a este (dês)governo.

    *** DEVEMOS AGIR COM INTELIGÊNCIA, MESMO DIANTE DE UM TRATAMENTO NÃO INTELIGENTE.

    ELES NÃO AGUENTARÃO A PRESSÃO POPULAR.

    SÃO INCOMPETENTES E NÃO ESTÃO EM POSIÇÃO DE FICAR COMPRANDO BRIGAS.

    IMPORTANTE,
    LEMBREMOS SEMPRE DO TELHADINHO DE VIDRO DELES:

    AÉCIO + ANASTASIA = IMORALIDADE + INJUSTIÇAS + FALSIDADES + HIPOCRISIA + FALSIDADES + CORRUPÇÃO + ...

    ANASTASIA VOCÊ QUER, ENTÃO TOMA, A GREVE É TODA SUA...

    “Enquanto as andorinhas procuram novos horizontes, OS ABUTRES, procuram as carniças dos animais vencidos”.

    Temos como horizonte A JUSTIÇA, A LIBERDADE E A PAZ.

    ... E O SOL NASCE NOVAMENTE;
    ... E A LUTA CONTINUA;
    ... ASSIM É A VIDA.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  28. Bom dia a todos os amigos.

    Doce vício: o blog do Euler.
    PRIMEIRA NECESSIDADE MATUTINA (Rsrsrs).

    Gente, vamos pedir auditoria ao BM. Em 2009 AÉCIO (o maísculo é mero destaque do mal) pegou mais de R$ 1 bilhão emprestado para investir em Educação, Saúde e pavimentação de estradas.

    CADÊ O DINHEIRO DA EDUCAÇÃO?
    E DA SAÚDE?

    AUDITORIA JÁ!!!
    TEM DE HAVER UMA SAÍDA.

    EULER E BEATRIZ DE MALAS PRONTAS PARA VIAGEM AO EXTERIOR: VAMOS DENUNCIAR NA ONU, UNESCO, OIT, AO MUNDO INTEIRO. TEM DE HAVER UM ÓRGÃO SÉRIO PARA NOS SOCORRER.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  29. sábado, 10 de setembro de 2011
    A VERDADE SOBRE AECIO NEVES O DITADOR DAS MINAS GERAIS, MORDAÇA E CENSURA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO !
    O Aécio saiu mas deixou sua CRIA.

    Nas primeiras palavra mencionada pelo EX jornalista ficou bem claro que não poderia falar mau do COMANDO DA PMMG até mesmo o próprio KAJURÚ foi mandado embora ao AR quando fazia uma reportagem pela BAND.


    Read more: http://noticiadacaserna.blogspot.com/2011/09/verdade-sobre-aecio-neves-o-ditador-das.html#ixzz1aC1tF7WL

    ResponderExcluir
  30. "Guerra contra a ditadura mineira" se endurecer também "vamos endurecer"

    Lembrai, Lembrai do povo oprimido que se rebelou contra a ditadura, retornai a luta contra a mentira tao vil deste virulento governo verme, voraz e traiçoeiro.

    Juntos viveremos a revolta e a vingança contra contra estes porcos e claro vivificamos o espirito de lita "ATÉ A VITÓRIA".

    ResponderExcluir
  31. Não sei o que pensar nem o que fazer.Estou decepcionada com tudo e não sei mais em quem acreditar nem confiar.Só sei que as contas chegam a necessidade cresce e o desespero aumenta.SÓ
    Deus prá nos ajudar!Estou no limite!

    ResponderExcluir
  32. Olá, pessoal da luta, turma do NDG!

    Bom dia!

    Acho que o sindicato deveria entrar com uma ação imediata na justiça, como pedido de liminar, para que o pagamento seja realizado em folha extra imediatamente. O argumento é simples, de natureza alimentar, de sobrevivência, e como condição para que os educadores possam continuar trabalhando e garantindo o sustento de seus familiares.

    Além disso, o sindicato deve formalizar denúncia junto a:

    a) OIT, ONU, OEA, Corte de Haia

    b) Senado Federal, Congresso Nacional, MEC, STF

    c) comissão de Direitos Humanos da ALMG, Secretaria de Direitos Humanos da esfera Federal;

    e) Mídia internacional, redes sociais, etc.

    Acho ainda que devemos realizar um grande ato conjunto de todos os movimentos sociais, organizado pelos educadores de Minas, contra a ditadura instalada em Minas Gerais, denunciando:

    1) a falta de liberdade de imprensa e o monopólio da manipulação da mídia,

    2) a falta de autonomia do MP, Legislativo e judiciário em Minas, comprometendo os princípios republicanos;

    3) a política de confisco salarial e anti-povo, de perseguição aos movimentos sociais, instalada em Minas Gerais.

    Seria importante que este ato acontecesse num dia como o da entrega de medalha para a cantora a serviço das elites, Ivete Sangalo, previsto para o dia 20, na ALMG;


    O chão de Minas não vai parar de tremer mais!

    Um forte abraço e força na luta!

    ResponderExcluir
  33. Olá!

    o prêmio por produtividade não está sendo pago por pirraça deste Hitler de Minas contra os professores e que assim ele não paga às outras categorias também

    todo mundo sabe que estas desculpas que ele da atraves da midia bandida culpando a arrecadação é tudo balela

    esta corja que ocupa o poder atualmente em MG é composta do que há de mais sórdido do estilo NEOLIBERAL, ESTADO MÍNIMO, bem aos moldes psdb

    são gente fria e de pedra que é capaz de comer a mãe em pedaços pra defender esta prática

    estão entre as figuras de expressão deste grupo o próprio hitler de Minas, a tal Vilhena, uma tal de Andrea Neves, e a tal Gazzola como executora

    assim como Hitler na Alemanha, o povo de Minas e do Brasil assistindo estas barbaridades e não reagindo (até então)

    nunca antes na história deste estado nenhum governo continuou intransigente, pisoteando, pirraçando como este , depois de acordos firmados em fim de greve

    acordos que sempre resultaram em desbloqueio de pagamento, mediante apresentação de calendário de reposição pelas escolas

    a sanha desta corja não tem limites...

    Minas atônita, perplexa, pisoteada!

    ResponderExcluir
  34. Olá

    aqui falamos de Minas, um estado provinciano e reacionário do Brasil (pelo menos no que tange às suas elites cartorialistas e patrimonialistas desde a colônia)

    um estado onde tem uma mídia bandida e vendida

    um estado onde tem órgãos do judiciário, como o ministério público ocupado por crápulas como um tal senhor Alceu

    um estado onde tem um povo passivo demais e subserviente com tantas barbaridades

    um estado que já passou da hora de reagir e de mudar certos paradigmas

    ResponderExcluir
  35. Olá

    houve quem acreditasse neste (des)acordo de merda proposto por este (des)governo, quanta boa fè!

    houve que acreditasse que esta comissão formada por gente do tipo duarte bechir, joão leite, cassio soares , bastião et caterva fosse dar em alguma coisa

    houve quem acreditasse (na boa fé) que a bruxa da sec da educação fosse dar um paradeiro na sua sanha vingativa

    houve quem acreditasse que haveriam, pelo menos por um momento , de terem piedade destes educadores sofridos, endividados, pisoteados

    houve quem acreditasse que iririam considerar o sofrimento e angústia das milhares de familias das classes trabalhadores e de seus filhos privados de educação pública (e de qualidade)

    houve quem acreditasse em prêmio por produtividade - pelo menos para aliviar a barra neste instante _ em desbloqueio dos nossos confiscos

    só falta todo mundo perceber que estamos lidando com o hitler de Minas e sua corja de pedra e gelo , a trupe neoliberal e ferrenha defensora do chamado estado mínimo até as últimas consequências...

    ResponderExcluir
  36. Olá, pessoal da luta!

    Quem não puder participar hoje do Comando Estadual, às 13h, no CREA (próximo da ALMG), poderá se ocupar da tarefa de divulgação pela Internet do que está acontecendo em Minas.

    Fazer um apanhado de depoimentos, textos, vídeos (links) e encaminhar para as entidades que mencionei (através do google é possível saber os endereçso eletrônicos). Enviar também para os blogs ditos progressistas de todo o país, twittar, formar uma grande corrente, denunciando o que acontece em Minas Gerais, onde os educadores trabalham sem salário, sem piso, sem carreira; onde a justiça e procuradoria e o legislativo de Minas não existem, ou existem apenas para servir ao governo imperial; onde a mídia é totalmente comprada; onde as liberdades - de greve, de opinião, de consciência, etc - estão cassadas pelo governo.

    Um forte abraço e muita agitação neste final de semana. Vamos envolver os alunos e pais de alunos neste movimento, que é de todos e para o bem de todos.

    ResponderExcluir
  37. Chego à conclusão que a contratação destes tampões faz parte de um plano sórdido deste hitler mineiro e sua corja neoliberal , dentre outras coisas, para massacrar os mais antigos na carreira e especialmente atacar pesadamente o funcionário concursado de carreira que deve ser valorizado com justiça e equidade

    pois certamente isto faz parte do receituário neoliberal da terceirização , desqualificação e desvalorização profissional, corte de gastos, implementação a todo custo do estado mínimo, transformar o ser humano como fator mercadológico a baixo custo

    de modo que a nossa luta é monumental

    ResponderExcluir
  38. Oi
    uma outra reflexão:
    por mais que nos revoltemos contra os tampões ou tampax (como queiram) acho que podemos observar que esta gente que se presta a este desserviço , ao estilo de escória humana, são vítimas também deste conluio sórdido de governos neoliberais (como este hitler aqui das alterosas) para achincalhar e massacrar o funcionário de carreira - concursado e preparado - e causar este caos como está sendo agora em todas as escolas do estado

    é uma sanha nunca antes vista de tal magnitude

    ResponderExcluir
  39. AINDA BEM QUE NENHUMA DITADURA É ETERNA!

    ResponderExcluir
  40. Fátima - Professora de História - Ubá8 de outubro de 2011 10:54

    Apesar das conquistas democráticas, ainda existem formas de auroritarismo presente no dia a dia. Nossas práticas democráticas são limitadas. Permanecem quase sempre restritas às formalidades do que esta escrito nas leis, é a chamada democracia aparente. Esse fenômeno predomina no país inteiro, adquirindo características próprias em cada região.
    Excluídos das relações de consumo, muitos brasileiros também não são atendidos em seus direitos fundamentais de cidadãos, como frequentar escolas de qualidade em todos os níveis, ter acesso aos serviços de saúde, segurança pública e justiça, etc.
    Sabemos que as mudanças não viram das mãos dos políticos, não porque eles não podem, e sim porque não querem, porque não estam nem aí para o sofrimento dos "de baixo", como diz o nosso incansável companheiro de luta Euler. As mudanças só virão através da nossa união, a nossa força, a nossa luta. Pode ser difícil mas não existe outro caminho. Precisamos como muitos dizem nesse blog, sermos realistas, colocar o pé no chão. Porém, não no sentido de acomodarmos com a situação de exploração a qual estamos submetidos, aceitando-a como mera fatalidade.
    Precisamos sim, de nos conscientizar de que não existe outra forma de mudar essa triste realidade que paira sobre as nossas cabeças que não seja a luta.
    Não podemos desistir jamais dos nossos sonhos. O que muitos chamam de utopia, eu chamo se esperança e fé. Eu chamo de PAZ.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  41. Ontem, na escolla em que trabalho, uma funcionária pediu que eu avisasse na turma em que eu estava que hoje teria reposição de uma terça-feira, logo os alunos me perguntaram se eu iria repor,eu disse que não ,que quem iria epor era o meu substituto. A indignação foi geral,eles dissem que viraia a maior bagunça.A minha resposta para a turma foi a seguinte: Unam-se e reclamam com a direção, com os deputados e com essa coisa que se diz governador,façam mobilizações pedindo o pagamento e as reivindicações dos professores,e ainda disse mais: se vocês,alunos, estão do nosso lado já passou da hora de mostrar.O mais interessante que já teve dois dias de reposição , só apareceram dois ou três alunos em algumas turmas e deram presença para todos.É uma vergonha...

    ResponderExcluir
  42. Pessoal da luta,

    Estou de saída agora do bunker para a reunião do Comando Estadual de Greve, em BH. Quando voltar, no final da noite, faço o relato de costume.

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  43. Está na hora de virar a mesa. Quem faz parte do poder tem o dever pedir a saída de Anastasia.
    E issotem que começar de baixo. Façamos uma campanha em sala de aula, com pais, com os outros sindicatos para pedir o impeachment do nosso amado salve,salve, governador!
    Vamos pressionar deputados. Fazer valer o voto.
    Cada um deve cobrar do deputado que votou. Ou de outro, afinal, eles não sabem nosso voto!

    ResponderExcluir
  44. Bom dia Euler!!!
    Queria informar que o número de exonerações: 2 Diretos não confere. Aqui na nossa cidade, Ouro Preto-MG, foram exonerados 3 Diretores (E.E. Dom Pedro II, E.E. Dom Veloso e E.E. Marília de Dirceu).
    Abraços...

    ResponderExcluir
  45. Bom dia Euler!!!
    Queria informar que o número de exonerações: 2 Diretos não confere. Aqui na nossa cidade, Ouro Preto-MG, foram exonerados 3 Diretores (E.E. Dom Pedro II, E.E. Dom Veloso e E.E. Marília de Dirceu).
    Abraços...

    ResponderExcluir
  46. Meus caros companheiros e companheiras de:" QUE A LEI SEJA CUMPRIDA -A LEI MAIOR - A CONSTITUIÇAO FEDERAL ACATADA". NA LEI DA FÍSICA TEM a "ação e reação". Estamos vivendo um momento de grandes transformações no mundo inteiro.Fazemos parte dessa transformação, e portanto todos iremos passar por sofrimentos, dores e muitas mazelas. No momento estamos sofrendo o descaso por parte deste governo que aí está, governador, secretárias, deputados, presidenta , pais, comunidade. Só nos conhece quando em época de eleição,época de não pagamento de nossos salários, precisam de defender seus interesses ´pessoais". Precisamos então, alertar sobre as eleições municipais ( que pouca diferença faz, mas que temos de no mínimo considerar os candidatos corentes, de moral firme,vergonha na cara, homens, mulheres e simpatizantes para serem votados). Temos que alertar para a causa do povo, nós somos o povo digno de um destino melhor. Nós fazemos nosso destino. Que fiquemos firmes em nosso objetivos e aí nem o CABEÇA CHEFE do governo, orientador,pajé,conselheiro do faraó, vai nos tirar do sério. Nunca acreditei que uma pessoa que não sabe dirigir o seu cérebro(ocupado com vícios, manias,descontrole emocional - frieza, calculista, pudesse governar um país,um estado. Essa horda de pessoas imorais (governo),não pode ser o governante de um estado como o nosso.Um dia eles serão diluídos como todo perverso e perversa. Estamos vivenciando um momento de grandes transformações e por isso peço aos educadores muita calma, paciência, perseverança,inteligência. Temos que dar conta do que nós somos,EDUCADORES.Deixem que o governo cuide dos substitutos designados ou seja o nome que queiram dar. Vamos em frente. Cuidemos de nós. Nós merecemos a paz. Deixem o tormento para quem o quiser.Chegaremos lá com muito sofrimento mas VENCEREMOS! ACREDITEM, VENCEREMOS! VOCÊS SÃO "CORAÇÃO VALENTE". Muita paz. Shalom!.

    ResponderExcluir
  47. ORGULHOSA DE SER PROFESSORA,MAS NAO ORGULHA O GOVERNO QUE TEM.8 de outubro de 2011 12:13

    EULER,FICO MARAVILHADA AO LER TODOS OS SEUS TEXTOS.MEU AMIGO,NAO RESISTI AO DE HJ E ACABEI POSTANDO NO FACEBOOK PRA QUE SUAS COLOCAÇOES SOBRE ESTE "QUE ALGUNS CHAMAM DE GOVERNO" SE ESPALHEM MAIS AINDA.VOCÊ SE IMPORTA?

    ResponderExcluir
  48. Muito bom, bom mesmo este texto, Parabenizo a todos, principalmente ao anônimo das 10:41. Para as futuras mamães peço que tenham calma, seus filhos não merecem receber maus fluidos por causa de governos doentes.Cuide de seus futuros, eles merecem um tempo melhor e eles estão vindos para dar uma arrumada neste planeta.Dias melhores estão para vir. Aguardem, tenha paciência e perseverança. Abraços.

    ResponderExcluir
  49. Bom, todos os depoimentos lidos, são igualzinho ao meu!! Estou sem vontade nenhuma de pisar em escola! aquela professora que levou a faca para escola, eu penso em levar um revolver!!estou tão revoltada com essa situação!este governo que não desce do salto nem um pouco e o sindicato que não nos esclarece nada do que está acontecendo nos bastidores!Estou aqui em frente essa telinha azul cansada de ler as mesmas coisas!Sei que a intenção do Euler é nos dá uma força, mas confesso que estou completamente abatida!e aqueles que acham que sou araponga, não sou! sou grevista de 112 dias e frustada por demais!Naõ aguento mais ver a cara deste ditador na TV, falar que minas avança mais que a média nacional é fácil, isto é somente para pedir mais dinheiro para seus bolsos!Que ironia,agora querem pedir dinheiro a federação com alegação que minas precisa investir na saúde, educação e segurança!São os setores mais mau pagos deste estados, e eles sempre batem nesta mesma ladainha, sempre em véspera de eleição, isto vai tudo para caixa dois, para investir em suas próprias campanhas!1 tenho nojo de ser mineira e quiça brasileira!!

    ResponderExcluir
  50. Professor Euler,

    digite no google:"denuncias ao ministério público"
    vai abrir o site da 2ª câmara de Coordenação....". lá eu pude fazer a denuncia do descaso da educação em mg (é rápido e fácil)

    Professores, participem desta campanha!

    ResponderExcluir
  51. PASSOU DA HORA DE NÓS FAZERMOS UMA GREVE GERAL IGUAL A GRÉCIA! QUEBRAR TUDOOOOOOOOOOOO
    BIN LADEN AQUI TEM A CIDADE ADIMINISTRATIVA, O ALEMG , E BRASÍLIA!

    ResponderExcluir
  52. Neste momento, só consigo sentir ÓDIO, RAIVA, INDIGNAÇÃO...MUITA RAIVA, MUITO ÓDIO...

    GOVERNADOR SAFADO E SEM VERGONHA, NÓS LHE PAGAREMOS,POR TODO ESTE MAL QUE VOCÊ VEM NOS OCASIONANDO.
    VOCÊ PODE TER CERTEZA DISTO.

    ANASTASIA, VOCÊ SE LEMBRARÁ UM DIA DESTE MAL QUE ESTÁ NOS CAUSANDO.

    QUE TODO ESTE MAL, SE TRANSFORME EM DESGRAÇAS EM SUA VIDA.

    QUE VOCÊ SOFRA EXAGERADAMENTE EM SEU LEITO DE MORTE.

    RÉPTIL IMORAL.

    ResponderExcluir
  53. Olá todos
    Quando houver uma "baixa", "sangue" e outras coisas mais, a mídia vai noticiar o desgoverno de MG. Estou falando, escrevendo e nada.Quando acontecer haverá uma solução. Acredite.

    ResponderExcluir
  54. Notícias

    Acontece em muitas escolas esta semana:

    Professores pelegos, felizes com suas passagens divididas em 10 vezes, aproveitam a folga e vão para praia!!! Vão gastar o piso que irão receber o ano que vem!

    Esta é a nossa realidade.

    ResponderExcluir
  55. Boa tarde a todos os amigos.

    Meu Deus, esse (des)senhor consegue reunir tudo o que há de pior em um ser humano.
    A "CRIA" CONSEGUE SER PIOR QUE SEU "CRIADOR".
    É o discípulo superando o mestre (se é que é possível superá-lo – só se for uma encarnação de satanás).

    NOJOOOOOOOOOO!!!!

    SENTIMENTO MALLLLLLLL!!!!!

    NDG pedindo socorro ao SENHOR DEUS.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  56. Boa tarde amigos.

    Acabei de enviar a seguinte mensagem para:

    http://www.dw-world.de/popups/popup_sendfeedback/0,,2191_group_284_contentId_859638,00.html

    OS EDUCADORES DE MINAS GERAIS, BRASIL, PEDEM INTERVENÇÃO INTERNACIONAL.
    PROFESSORES SENDO TRATADOS COM TRUCULÊNCIA, TRABALHANDO SEM SALÁRIOS E SOFRENDO TODO TIPO DE REPRESSÃO POR TER FEITO GREVE DE 112 DIAS EXIGINDO O CUMPRIMENTO DE UMA LEI FEDERAL A LEI Nº 11738/2008 DO PISO, QUE DEVERÁ SER IMPLEMENTADO OBEDECENDO AO PLANO DE CARREIRA DA CATEGORIA.
    GOVERNADOR DE MINAS GERAIS ANTÔNIO ANASTASIA E SUAS SECRETÁRIAS ANA LÚCIA GAZOLLA (EDUCAÇÃO) E RENATA VILHENA (SEPLAG) SUBMETENDO TODOS OS EDUCADORES ÀS MAIS DIVERSAS TORTURAS PSICOLÓGICAS.

    SOCORRO.

    Por favor mandem mensagens também.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  57. Estou muito triste,porque eu e meus colegas de luta não vamos receber o prêmio de produtividade,mas tem um lado bom nisso aí,porque quem ficou nas salas de aula fazendo "gracinha" para o desgoverno,
    recebendo até agradecimento , também não será
    contemplado.BEM FEITO!

    ResponderExcluir
  58. twittaço amanhã 15h para Ivete saber quem é Anastasia que quer usar imagem dela pra se promover Repassem

    ResponderExcluir
  59. É CHAGADA A HORA!!

    Meus caros colegas, já passou da hora da conversa, temos que agir... chega de sermos bonzinhos. Está na hora de botar pra quebrar... Viva a Revolução "que seja armada" se preciso for.
    HFB. Varzelandia-MG (Em breve Estado do São Francisco)

    ResponderExcluir
  60. F O R A

    A N A S T A S I A

    FORA ANASTASIA!

    ResponderExcluir
  61. IMPEACHMENT JÁ:

    F O R A

    A N A S T A S I A

    ResponderExcluir
  62. Marisa Karla-Governador Valadares8 de outubro de 2011 16:03

    Olá companheiros de luta!

    Quanto depoimento triste!...
    É incrível como tem professor que não consegue
    sentir a dor do outro.Se não existisse tanta
    conformidade,tanta subserviência teríamos vencido este embate ou pelo menos minimizado tanto sofrimento.Mas pelo que percebo é que cada um preocupa com os seus feriados,férias-prêmio,
    aposentadoria e etc,etc,etc.
    Infelizmente muitos colegas querem o emprego,mas
    não querem nem saber em "aprender" sobre a
    política educacional.
    Sobre a divisão da categoria em efetivos,
    efetivados e designados,o problema maior não é
    a subdivisão de cargos,mas a alienação, que eu
    observo em uma grande parte da categoria.
    É muito triste!Como faz falta o interesse pela leitura e a discussão de temas pertinentes à política educacional.Quanta passividade!
    Abraços,

    ResponderExcluir
  63. Euler, é verdade que os tampões foram despensados ontem?

    ResponderExcluir
  64. O que é mais triste diante da permanência dos substitutos nas escolas não são os gastos do governo com eles, mas a triste constatação é que esses substitutos que estão entrando na educação pelas portas dos fundos usufruindo de forma negativa de um movimento de greve que, vale lembrar, pela luta dos direitos deles mesmos, serão os futuros “ educadores” ( se é que podem ser chamados assim), esses substitutos serão os herdeiros dessa luta. Infelizmente a palavra que pode traduzir esse momento na educação e principalmente na situação dos substitutos é INDIFERENÇA, pois eles fingem que são cegos ( o pior cego é aquele que não quer ver), de surdos e mudos e vão como carneirinhos para sala de aula, pois são INDIFERENTES ao futuro deles mesmos. Que moral um substituto tem para lutar pelos seus direitos futuramente? Se é que sabem o que é direito, justiça e, principalmente HONESTIDADE. A educação virou cabide de emprego de pessoas que vendem sua dignidade por um mísero salário e ainda por cima com a conivência do estado, que vale lembrar, não acreditamos que representa o anseio do cidadão e nem se importa com educação de qualidade.
    Aos professores titulares que entraram pela porta da frente do ensino público e que deram aula de cidadania para a população e aos seus alunos nessa greve, resta uma dura tentativa, através do diálogo de dar uma aula de cidadania aos substitutos nas escolas,pois fica claro que os substitutos precisam reaver seus conceitos acerca do que seja HONESTO, JUSTO, O QUE É MEU DE DIREITO E O QUE PERTENCE AO OUTRO POR DIREITO,LUTAR PELO BEM COMUM e dentre tantas outras coisas que cabem a atitude dessas pessoas que se disponibilizaram a essa situação. Lutar pelo bem comum e por justiça com dignidade é sinal de humanidade. E, mesmo que OS VERDADEIROS EDUCADORES que tanto lutaram nessa greve não venham a gozar dos seus direitos futuramente,podem ter a certeza que agiram com humanidade, pois lutar por justiça e pelos sonhos é que nos torna verdadeiramente HUMANOS e nos distingue de qualquer outro animal que vive apenas para sobrevivência do seu corpo e das necessidades do dia a dia e que se enquadra bem a situação dos INDIFERENTES ao que acontece ao seu redor.
    Diante disso tudo e apesar dos pesares, do Anastasia, dos Substitutos, da falta de consciência, daqueles que vivem apenas pela ração do dia a dia, fica a ESPERANÇA que amanhã vai ser outro dia.
    Apesar de você
    Amanhã há de ser outro dia
    Eu pergunto a você onde vai se esconder
    Da enorme euforia?
    Como vai proibir
    Quando o galo insistir em cantar?
    Água nova brotando
    E a gente se amando sem parar

    Quando chegar o momento
    Esse meu sofrimento
    Vou cobrar com juros. Juro!
    Todo esse amor reprimido
    Esse grito contido
    Esse samba no escuro. ( Chico Buarque).

    Bocaiuva - MG

    ResponderExcluir
  65. F O R A

    A N A S T A S I A

    FORA ANASTASIA!

    ResponderExcluir
  66. Euler, Carangola nâo pode estar presente na reunião, mas estaremos atentos ao que acontecer . O que está sendo vivenciado nas escolas tornou-se uma verdadeira guerra psicossocial,baseada na completa perda dos valores morais e éticos. Diante de tal situação é desnecessário desabafar, pois meu depoimento não seria diferente dos demais colegas.
    Precisamos respirar fundo, e continuar acreditando na força da categoria.
    O governo pode até destruir nossos sonhos, mas ainda temos asas para voar.
    Aguardo seus relatos sobre a reuniao.
    Um forte e abraço e coragem!

    ResponderExcluir
  67. Oi EULER
    Enquanto isso Márcio Lacerda, aquele que pratica nepotismo para favorecer o filhinho (AI MEU DEUS ELES PROCRIAM!) compra espaço na mídia para fazer propaganda com o dinheiro do povo.Foram trocentas inserções para falar das obras do metrô.É.A campanha política está a todo vapor.

    ResponderExcluir
  68. Euler....rsrsr.....socorroooo....Notícias.....por favor.... Blogmaniaeulerconrado..rsrsrs
    Abraços a todos....e firmes na luta.

    Ricardo / Governador Valadares

    ResponderExcluir
  69. A minha oração de hoje:
    Ó, Deus, onde estás
    que não respondes?
    Em que estrela tu escondes?
    Ouve-nos, Senhor!
    Tira de nós essa angústia, essa tristeza, essa dor.
    Dá-nos a certeza da vitória.
    Mas antes que eu me esqueça, meu Deus,visita o coração de Anastasia, impõe nele um mínimo de piedade, consciência, boa vontade, humanidade, amor e hombridade, para que ele seja digno de nos governar.
    Amém.

    ResponderExcluir
  70. Caro Euler,fique muito emocionada ao ler o seu texto como você retrata tão bem a nossa história de vida´realmente não ambicionamos grandes coisas ´apenas uma vida digna ,mas Deus está assistindo a tudo isso,na hora certa Ele nos dará a vitória,porque o tempo de Deus ,não é o nosso.'Eis que a mão do Senhor não está encolhida para não poder salvar e nem surdo o seu ouvido para não poder salvar.Isaías 59.1

    ResponderExcluir
  71. Caro Euler,fique muito emocionada ao ler o seu texto como você retrata tão bem a nossa história de vida´realmente não ambicionamos grandes coisas ´apenas uma vida digna ,mas Deus está assistindo a tudo isso,na hora certa Ele nos dará a vitória,porque o tempo de Deus ,não é o nosso.'Eis que a mão do Senhor não está encolhida para não poder salvar e nem surdo o seu ouvido para não poder salvar.Isaías 59.1

    ResponderExcluir
  72. CHARLOTTE NO AGUARDO;

    Alguma notícia da reunião do comando de greve???

    ResponderExcluir
  73. Com sinceridade,sei que nossa categoria tem sindicato.Mas esse sindicato tem direção , acho que não , tem é infiltrados do governo federal com uma finalidade , minar greves!!!!!

    ResponderExcluir
  74. olha a novidade aí gente!Agência Minas;7/10/11 governo de Minas põe fim ao contracheque de folha.A partir de novembro ele poderá ser visto só no portal do servidor,caixas eletrônicos e banco do Brasil.O que terá por trás disso?será medo de mostrarmos para mídia?governador de merda!

    ResponderExcluir
  75. Pessoal, notícias pelo amor de Deus!!! Tô aqui sem saber de nada,o que aconteceu no comando??????

    ResponderExcluir
  76. Euler, vc sumiu. Aguardo ansiosamente pelas notícias. Obrigada Marly

    ResponderExcluir
  77. Estou indignada com a presença dos professores tampões pelos corredores e quadra da escola,sem nenhum objetivo,não sou contra eles, mas fico abismada como pode manter um professor atoa e deixar o Titular com a classe lotada e sem pagamento. E a diretora fazendo vista grossa como se realmente estivesse acontecendo aula de reforço.Misericórdia!Meu Deus!

    ResponderExcluir
  78. Olá, pessoal da luta, turma do NDG!

    Boa Noite!

    São 23h02m. Só agora começarei a publicar os comentários da parte da tarde e noite, vou ler os e-mails e depois eu trago os informes da reunião do comando estadual de greve.

    Não vou nem preparar meu chá agora, para não atrasar o relato. Então até daqui a pouco, um forte abraço e força na luta.

    Por enquanto, fiquem com os comentários que daqui a pouco serão aprovados!

    Euler

    ResponderExcluir
  79. PARA RIR UM POUCO!

    Este chá do prof. Euler é famoso, acho que ele ajuda, também, ativar a capacidade intelectiva, seria bom que fosse recomendado a TRUPE da DESGOVERNANÇA MINEIRA, quem sabe eles não punham o TICO e o TECO deles para funcionar melhor, porque além de ter dentro da cabecinha só esses dois neurônios, ainda assim não são bons!

    ResponderExcluir
  80. Estou acordada aguardando o relato.

    ResponderExcluir
  81. Educação.

    Servidores se reúnem para cobrar do governo
    Publicado no Jornal OTEMPO em 08/10/2011


    Os servidores estaduais da educação voltam a se reunir hoje, às 13h, para definirem a pauta da reunião entre a categoria e o governo, prevista para segunda-feira, 10. A coordenadora do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), Beatriz Cerqueira, afirma que o governo não está cumprindo com o proposto durante as negociações para a suspensão da greve, que durou 112 dias.

    Entre as reivindicações, estão o pagamento dos salários de agosto e de setembro e a negociação com a comunidade escolar do calendário de reposição. "Novamente, o governo demonstra intransigência, as coisas precisam ser mais ágeis", enfatiza Beatriz.

    A secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, não reconheceu as reivindicações do sindicato. "Quem está repondo aula está recebendo. Não há coerência em pagar por um serviço que ainda não foi feito", defendeu. (CG)

    Dispopnível emhttp://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=184495 Acessado em 08/10/2011.

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  82. Governador viajará para Índia na segunda-feira 10/10.Informação no AGENCIA MINAS.

    ResponderExcluir
  83. Por e-mail:

    "ANÔNIMO:

    Gostaria de lembrá-lo que Anestesia não é político e sim técnico, por isso é tão mau. Ainda mais que ele não é candidato para a reeleição.

    Minas, está literalmente quebrada..."

    ResponderExcluir
  84. O governador viajará para a Índia na segunda, e as demais negociações que estão pendentes, serão ainda mais postergadas ou o Vice e o Secretário resolverão????

    Anastasia viaja para a Índia em busca de novos empregos para Minas

    LARISSA ARANTES


    O governador de Minas Gerais Antonio Anastasia inicia, na próxima segunda-feira (10), agenda oficial na Índia. A estratégia é mostrar aos empresários do país as oportunidades existentes no Estado e com isso gerar mais empregos para os mineiros.
    [...]

    Disponível em:http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=131811 Acessado em 08 de outubro de 2011


    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  85. Vamos denunciar os maus tratos onde for possível, alguém há de nos ouvir. Site do MEC (FALA BRASIL); site do FANTÁSTICO (DENUNCIE), site da ONU. Temos a INTERNET a nosso favor!!! PROFESSORES DE MINAS: PRESSÃO PSICOLÓGICA E FALTA DE ALIMENTAÇÃO. Isso vai virar manchete!!!

    ResponderExcluir
  86. Boa noite amigos.

    Corrigindo erro: SENTIMENTO MAU E NÃO MAL.
    DESCULPE-ME.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  87. Professor Euler,
    Quero parabenizá-lo pela sensatez com que escreve seus textos, sempre avaliando de maneira consciente, cada ação, fato, ideia, que surge transmitindo-nos esperança, confiança e unidade da classe.
    Parabéns.
    Herbet - Cristália

    ResponderExcluir
  88. Josias Guedes Carangola9 de outubro de 2011 13:12

    E agora, quem poderá nos ajudar?
    O Chapolin colorado!
    - Sigam-me os bons!
    - Não contavam com a minha astúcia!

    O tratamento dado à educação em Minas é pior do que qualquer dramalhão ou episódio do Chapolin. Tratar Professores como subclasse é fazer com que tudo nesse estado também se torne "sub". A derrota não é nossa, é do povo sub, dominado por um governo também sub.
    Sub Minas Gerais, levaram o ouro de teu povo e agora asfixiam o maior ouro que povo ter um povo: a educação.
    Onde não há educação não haverá liberdade, reina o sub.
    Minas é o submundo de Anastasia!

    ResponderExcluir
  89. Concordo com o amigo Josias. O estado de Minas Gerais é sub mesmo, a começar pelo salário que queriam nos impor "sub"-sídeo.
    O governador é sub e não honra suas palavras e os heróis da greve penam em condições sub-humanas devido as manipulações feitas por um representante de uma sub-democracia.
    Agradeço a Deus por ser professor no Brasil, poderia ser pior e estar no chifre da Africa, mais precisamente na Etiópia. Gostaria mesmo de não ter nascido nesse "sub-país" e ser professor na Suiça onde educação é coisa séria.

    ResponderExcluir
  90. URGENTE - URGENTE - URGENTE: GRANA EXTRA(APLICAÇÃO DO ENEM) SOMENTE HJ...FIQUEI SABENDO AGORA E ESTOU REPASSANDO!!‎1) Cadastrar seus dados no link: https://www.security.cespe.unb.br/ENEM_11/CadastroColaborador/

    obs:caso algum de vocês não tenha PIS/PASEP entre do site do INSS e retire o número de inscrição que ele é suficiente.

    2) a conta que você colocar tem que ser corrente,caso contrário o sistema não aceita.Se errar o número da conta, ou não tiver uma conta corrente, você receberá pelo seu CPF em qualquer agência do BB.

    3) ao efetuar o cadastro, mande um email para dinesdem@hotmail.com com seu nome completo e CPF.

    4) Você tem até domngo para se cadastrar.

    5) nos dias 22 e 23 chegar às 10h da matina no prédio 12 da PUC-COREU.Se atrasar,você é substituído.No sábado: vai de 10h às 17:30; no domingo: de 10h às 18:30

    6)Tem que ir de blusa branca,para facilitar a identificação de quem trabalha.Levar também uma caneta preta e um relógio.(o cel não serve como relógio).
    tem q fazer o cadastro até hj
    CESPE / UnB
    www.security.cespe.unb.br


    MARIA - CONTAGEM

    ResponderExcluir
  91. Bárbara B. , Aluna do Estadual Central 3º ano19 de outubro de 2011 13:57

    É uma VERGONHA nacional!

    E evidente que todos nós temos direitos perante a lei. Mas infelizmente a greve é uma péssima opção para esse assunto ser resolvido, no que resultou em um verdadeiro caos, mas só assim reivindicando que os governantes teraõ vergonha de saber que a saúde e a educação sao os problemas mais graves do País, do que ficar apostando numa copa do mundo que só esta trazendo vergonha!

    O brasil precisa de homens e nao de ratos!!!!!!

    ResponderExcluir
  92. Eu sempre achei,e ainda acho que a profissão de professor e/ou educador deveria ser a mais reconhecida e bem paga no Brasil,assim como no Japão ou na China (não tenho certeza).
    Todos os nossos educadores merecem SIM morar dignamente,ter um salário decente e principalmente o RESPEITO DA SOCIEDADE.
    Afinal,o que seria de um médico sem seu professor?Quem seria um engenheiro se não tivesse passado por uma sala de aula?
    Então,toda a população brasileira precisa deles e com CERTEZA todos esses profissionais merecem nossa consideração mesmo tendo todo o direito de reivindicar.E concordo plenamente com minha colega de sala acima,Bárbara Bianca. ;)


    Patrícia Elena
    (aluna do 3º ano do Estadual Central)

    ResponderExcluir
  93. Bom, vemos e ouvimos claramente a situação pela qual os professores não só da nossa escola e sim da maioria das cidades de Minas o descaso do Governos com nossos pofessores! Nesta data em que este Post foi publicado a maioria de nós ja estavamos tentando voltar a nossas atividades normais na escola, só que o que vemos ao ler tudo isso, são pessoal revoltados não só com descaso com que o governo nos trata mas sim com o desinteresse destes com as pessoas que nós dão pelo menos a Base que precisamos para irmos em frente!


    Mayrine Chagas! Turma 109 Estadual Central ( bh)

    ResponderExcluir
  94. sabemos o quanto os professores estao lutando e o porque mas infelizmente isso acabou desestabilizando nossos estudos e gerando um caos nas escolas,mas que esse movimento mostre aos gorvenantes o valor da educaçao e o quanto eles tem que se importar com isso

    ResponderExcluir
  95. É difícil falar sobre uma situação na qual cada professor passa, uns falando que passam fome, outros dizendo que tem dívidas e dívidas para pagar! Mais a questão é: lutar por uma qualidade de verdade do trabalho ou ter o poder nas escolas, na imprensa ou população? Acho que nossas vidas são feita de escolhas e sacrifícios, devemos sim nos preocupar com a educação em Minas, mas vemos que o problema maior não é os professores preocuparem com seus alunos ou querer um conforto em seu trabalho e sim querer uma riqueza maior! Eu particularmente não consigo fazer uma defesa ao professor, concordo e discordo de certas coisas, mas a luta não pode parar! Não sou a favor de greve, mais sou a favor de um salário de verdade pra aquele que tem o dom de ensinar pra vida inteira e que fazem sacrifícios para aprender e passar seus conhecimentos.

    Samuel Lucas. Turma 109 ESTADUAL CENTRAL - BH

    ResponderExcluir
  96. É uma vergonha para Minas Gerais ter um governo como esse; é um absurdo o que eles fazem com os educadores. Eles gastam uma quantidade enorme de dinheiro em tantas coisas desnecessárias e são incapazes de investir um pouco que seja na educação; eles negam o aumento do piso e ainda cortam o salário dos grevistas. Mas é assim, enquanto eles estão ganhando o deles (que não é pouco), não fazem nem questão de melhorias para os " de baixo " - como citado no blog - .

    Gabriela Gomes, Estadual Central

    ResponderExcluir
  97. Na minha opinião , não tem coisa mais corrupta e sem vergonha que o nosso governo.Os professores tinham que ser os funcionários mais bem pagos do país , pois são eles que formam os que hoje recebem mais do que o quíntuplo deles. São eles que ensinam os próprios políticos a ler e a escrever e ate mesmo a maioria das coisas que eles sabem hoje. Acorda Brasil.

    ResponderExcluir
  98. L.R.C. -Aluna do 3º ano do Estaual Central-
    É triste assistir de fora a essa situação, mas, mais triste ainda e viver essa situação! Minha tia é professora, e eu convivo com o descaso do governo para com o professor, a cada dia, assisto de perto toda essa luta desde que eu me entendo por gente!
    O certo seria propor ao governo de minas um dia de professor, e aguentar todos os alunos, incluindo 1 dia de transporte publico em horário de pico, um dia internado em hospital publico, ou um dia de colégio publico para seus filhos!
    Porque com certeza acordar 12h00min sentar na sua cadeira, toma o seu suquinho, cruzar os braços e assistir o número na sua continha só crescer, enquanto “tolos” trabalham para ele, rir da cara dos professores que além de estudarem 4 anos na faculdade, estudam para passar em um concurso público, que sofrem pra ter no mês o que eles ganham por dia! Lembrando que para ser politico não precisa ir pra faculdade, basta ser mal caráter! ISSO PRA MIM E DESUMANO!

    ResponderExcluir
  99. L.S.C Aluno do 3º ano do Estadual Central
    Com certeza o sonho da maior parte dos trabalhadores mais simples é de viver honestamente recebendo o suficiente para viver uma vida sem ostentação. É assim q é a vida dos professores do estado, e para que isso aconteça o governo deve cumprir a lei do piso salarial e pagar o justo para quem estudou muito para estar ali

    ResponderExcluir
  100. T.F.O.C. aluna do 3° ano Estadual Central
    O governo nao esta conseguindo esconder totalmente a situção de minas atras das propagandas "minas avança" a verdade é q a minoria ocupada por cargos importantes como o caso dos politicos preferem fingir q nao estao vendo a total falta de investimento do estado nao so na educação mais tambem como o básico q uma pessoa precisa para viver como moradia, agua potável, alimento, saneamento BASICO. Uma prova disso sao as contantes catastrofes q deixam muitos sem teto e as contantes greves de trabalhadores e reivindicam um salario justo ao cargo q ocupam nos mineiros nao estamos pedindo muito estamos ? um salário digno de se viver?! tenhu certeza que nao . reconheço e concordo com tudo dito nesse post !.

    ResponderExcluir