terça-feira, 11 de outubro de 2011

O piso, a passos lentos, sob a vigília na Cidade do Governador



O piso, a passos lentos, sob a vigília na Cidade do Governador


Marcada para hoje, 10, a reunião da comissão tripartite - governo, sindicato e parlamentares -, era para se fazer acompanhar por uma vigília dos educadores. E assim aconteceu. Por volta das 14h, lá se encontravam cerca de quatro a cinco dezenas de valentes educadores, incansáveis lutadores da nossa categoria. Sabemos que muitos não puderam estar presentes por diversas razões, inclusive por falta de grana, já que estamos sem salário.

De Vespá, dois carros formaram o comboio rumo à Cidade Administrativa. Num deles, o comandante e mais dois colegas, Cláudia Luiza e Sô Geraldo; no outro, o tenente NDG Alex, um colega professor de Filosofia, cujo nome me esqueci agora, e eu - claro que eu não poderia ir no mesmo carro do comandante, por questão de segurança, óbvio. De São José da Lapa, um terceiro veículo tomou o mesmo destino do nosso. Do Morro Alto, pela proximidade, nosso núcleo duro daquele bairro foi à pé para o local. De BH, vários combativos colegas de Venda Nova, liderados por Graziela e pelo Aspirante NDG Igor se juntaram à caravana que lá se encontrava. De Santa Luzia e de outros bairros de BH também vieram combatentes. Por justiça, é importante que se diga: dois colegas marcaram presença desde 11 horas: o combativo André, que recebeu ali mesmo a patente de 1º sargento NDG, e um outro colega, cujo nome agora me esqueço.

O André carregava um instrumento sonoro que mais parecia uma dessas buzinas de trem de ferro ou navio ou caminhão, tal o tamanho avantajado. Dissera-me que dois policiais tentaram tomar o instrumento, mas ele se impôs: "alto lá, eu não estou utilizando o instrumento aqui e o carrego junto com nota fiscal e tudo mais. Se vocês tomarem meu instrumento, isso constitui uma apropriação indébita". Logo apareceu um sargento que aceitou os argumentos do André e ele pode transitar à vontade pelos pátios e áreas da Cidade Administrativa carregando tal instrumento. Depois de ouvir tal história, não poderia deixar, na condição de subcomandante, de imediatamente aumentar a patente dele para a de 1º sargento NDG.

Encontramos com o combativo "Carlinhos do Machado", outro que lá se encontrava desde o meio-dia. E assim foi chegando gente, um daqui, outro dali. Nosso comboio estacionou os carros no estacionamento reservado para visitas. Um local bem distante dos prédios Minas e Gerais. Deve ser para desanimar as visitas. Mas, logo descobrimos que algumas lotações que transitam ali por dentro cobram 0800. Juntamo-nos a mais duas combativas colegas que vieram de BH e rumamos para um daqueles prédios gigantes de formato sinuoso.

Não demorou muito e chegou o capitão Rômulo e a Liliane para se juntarem ao grupo. O Rômulo observou: acho que nem 100 mil pessoas conseguem encher esse local. No que eu completei: melhor seria se fizessem aqui cinco mil casas populares, com escolas e hospitais. Mas, as prioridades não são definidas pelos de baixo, enquanto esperarmos que os de cima decidam o que fazer com aquilo que produzimos e geramos de riquezas.

A Graziela assume o comando do grupo e diz: vamos lá para cima, em algum lugar desses prédios; sugeri que fôssemos para a porta do prédio onde ocorreria a reunião da comissão. Ela concordou e então fomos todos para a frente do prédio onde fica o governador, o heliporto, aquele do enorme vão livre, que é seguro por cima, por um monte de cabos de aço ou algo parecido. E nós ali embaixo, clamando aos céus para que aquele volume de concreto desafiasse as leis da física, não insistindo para descer, pelo menos enquanto ali estivéssemos.

Logo que aquele estranho grupo de algumas dezenas de educadores, uns de bermudão, outros de camisa preta, se aproxima do prédio do governador havia um pequeno número de policiais na entrada do edifício. Em seguida, rapidamente foram chegando outros policiais e pessoas da segurança. Eles não queriam que a gente ficasse ali naquele enorme vão livre. Primeiro um segurança tentou dialogar com a Graziela, mas ela argumentou que estávamos ali para participar de uma reunião com o governo, e que estamos há três meses sem salário. O chefe da segurança olhou assustado e disse que entendia as nossas razões, mas que ali não poderíamos ficar. Logo depois chegaram um major e um tenente da PM. O major se dirigiu a mim tentando argumentar que naquele espaço não poderia acontecer aquela aglomeração. De patente para patente, eu disse para ele:

- Major, estamos aqui reunidos pacificamente para aguardar o resultado de uma reunião com o governo que acontece neste instante, no andar de cima.
- Mas - disse-me ele - há um decreto que proíbe este tipo de reunião...
- Acima deste decreto - respondi - há a Constituição Federal, que faculta aos cidadãos o direito de se reunir pacificamente em qualquer local público...
- Mas, aqui não é um local público - respondeu ele..

Neste instante, um dos nossos atrevidos membros do NDG indagou:

- Uai, não é público não? Por acaso o governador já tomou posse desse lugar também?

O major respondeu educadamente:

- Não é isso, é que aqui é um lugar reservado, onde fica o governador, e por isso há certas normas de segurança...

Então, eu lhe disse:

- Pode ficar tranquilo, major, não vamos fazer barulho, nem quebrar nada, nem invadir o prédio. Queremos apenas aguardar o resultado de uma reunião que decidirá sobre as demandas dos educadores.

Mais uma vez ele foi educado e me disse (talvez reconhecendo a patente, é claro...): bom vocês já estão cientes de que aqui não podem ficar aglomerados. Claro que eu não vou pegar vocês e forçá-los a sair.

Em outras palavras: o major cumpriu o papel dele, de nos dizer que ali não poderíamos ficar. E nós cumprimos o nosso, de dizer que agradecíamos a cientificação, mas que ali permaneceríamos, tranquila e pacificamente.

E assim aconteceu: eles ficaram por lá, e nós também, ambos aglomerados, cada qual com a sua tropa.

Enquanto a reunião não terminava, ficamos ali batendo papo, trocando ideias, cada qual contando sobre as realidades nas suas respectivas escolas. Reencontrar a turma da luta é sempre um enorme prazer. Logo depois apareceu o chefe da tropa de choque da polícia e foi logo procurando o comandante João Martinho. Questão de patente, claro. Os dois ficaram num trololó danado. E acabou que os membros das duas tropas se misturaram em conversas, cada qual sabendo que ali se tratava de uma trégua relativa, e que numa próxima parada de rua estaríamos de novo em diferentes locais da trincheira. A menos, é claro, que eles não obedeçam as ordens dos chefes que mandam reprimir os educadores. Isso já aconteceu nas histórias das revoluções.

Logo em seguida, por volta das 17h, as representantes do sindicato na comissão tripartite - Beatriz, Marilda, Feliciana e Lecioni - desceram e se reuniram rapidamente com o nosso grupo, que fazia a vigília. Beatriz então fez um rápido relato das negociações. No geral, expressou que percebera algum avanço em relação à reunião anterior. Os informes, conforme foram passados mais cedo, são os seguintes:

1) o governo aceitaria o piso proporcional do MEC para janeiro de 2012, considerando o reajuste previsto na lei federal - isso enquanto princípio geral;

Indaguei para a coordenadora: e os percentuais da carreira, de nível e de grau (22% e 3%)? Ela respondeu que a questão não havia sido abordada, mas que, se o piso for implantado na carreira, sem alteração, estaria implícita a aplicação automática destes percentuais.

2) o sindicato defendeu o piso para todas as carreiras da Educação, contrapondo-se à proposta do governo, de piso apenas para professores e especialistas - o que deverá ser discutido mais profundamente na próxima reunião, do dia 17/10;
3) sobre as férias-prêmio, o governo continuava defendendo que era preciso primeiro repor, para depois usufrui-las; mas, ante à cobrança do sindicato daquele direito, o governo fará um estudo e o tema será discutido na próxima reunião;
4) e quanto ao pagamento dos salários, ante à intransigência do governo em não pagar antecipadamente a reposição, os deputados apresentaram a proposta de antecipar o 13º agora em outubro e de que em novembro fosse pago antecipadamente o corte feito em junho e julho. O governo ficou de consultar o Tribunal de Contas sobre tal possibilidade e dará a resposta no dia 17/10.

Nos demais pontos, como na exoneração dos diretores e vice-diretores, não houve mudança de posição por parte do governo. Em relação aos contratados, o governo garantiu que eles podem concorrer normalmente às novas designações, inclusive este ano, pelos critérios existentes, sem qualquer retaliação por terem participado da greve.

Foi perguntado sobre qual seria a posição dos colegas em relação à reposição das aulas? A resposta é que a posição do comando, que é a mesma tirada na assembleia da categoria, deve ser mantida, até a nova reunião do dia 17. Ou seja, como estamos em pleno recesso escolar, negociem com os alunos e pais de alunos o adiamento da reposição, caso possam fazê-lo. É importante ficar claro que estamos sem salário, e como tal não tem como repor, pois não temos dinheiro para o transporte, para a alimentação, etc. Além disso, manifestem por escrito perante a direção da escola que vocês desejam repor, mediante o pagamento do salário para garantir o transporte e a sobrevivência. Caso a escola indique um substituto para repor, comunique tal fato para o jurídico do sindicato, para que ele possa tomar as providências cabíveis.

Ali por perto na Cidade do Governador há uma lagoa. Cheguei até a pensar em sugerir aos colegas que organizassem uma pesca como meio de garantir a sobrevivência, até o pagamento do salário. Há um longo espaço para acampamento. o problema todo ali era certa vizinhança naqueles prédios... Seguramente espantaria os peixes. Mas, o que me deixou intrigado mesmo era saber o porquê daquela obra naquele local. Olhei em todas as direções e após alguns minutos pensando, conclui: só pode haver uma explicação.

- Qual era? - indagou-me um colega um tanto curioso. Então, disse-lhe:

- O Aeroporto, a proximidade do aeroporto. Uma boa rota de fuga.



***



Frei Gilvander:

Convite Ato de Abertura do 4º Encontro Estadual as crianças Sem Terrinha do MST

CONVITE

As crianças Sem Terrinha do MST tem a honra de convidar você a participar do Ato Abertura do 4º Encontro Estadual dos Sem Terrinha a se realizar no dia 15 de outubro de 2011 as 10 horas da manhã no Estádio do Mineirinho na Pampulha em Belo Horizonte .Sua presença será muito importante.

Sem Terrinha em Ação Pra Fazer Revolução!

"Prezados/as ,

É com muita alegria que reforçamos o convite em anexo para o Ato de Abertura do 4º Encontro Estadual das Crianças Sem Terrinha do MST. Convocamos a todos e todas para mais uma luta em conjunto com os Movimentos Sociais e Sindicais se somando a mais de 600 Sem Terrinha!!!

Favor estender o mesmo às vossas organizações/instituições .

Na oportunidade gostariamos de confirmação da presença no email: educacaominas@gmail.com .

Contamos com a presença de todos/as nessa importante atividade.

Sem Terrinha em Ação , Pra fazer Revolução!

Quem luta educa!

Abraços
Setor de Educação do MST Minas Gerais
Soninha"

Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.
e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br
www.gilvander.org.br
www.twitter.com/gilvanderluis
Facebook: gilvander.moreira
skype: gilvander.moreira

***

FESTA DAS CRIANÇAS NA COMUNIDADE DANDARA – 12/10/2011

CONVITE ESPECIAL!

Rede de solidariedade e apoio à Comunidade Dandara,

A Comunidade Dandara – 1.000 famílias que resistem há 2,6 anos e já construíram 800 casas de alvenaria, construíram centenas de pessoas e constroem em comunidade organizada - convida todos vocês para participarem da Festa do Dia das Crianças que acontecerá na próxima quarta-feira, dia 12 de outubro de 2011, a partir das 14:00h, na Praça da Assembleia da Comunidade, em frente ao Centro Comunitário de Dandara.

Venha participar da festa das crianças de Dandara!

São muitas crianças, ameaçadas de despejo, que esperam por sua solidariedade.

A festa está sendo preparada com muito carinho por todas as famílias de Dandara e pela Rede de Apoio e Solidariedade. A partir das 9:00h, as famílias irão preparar o local, enfeitar e embelezar para, a partir das 14:00h, receber, com muito carinho e alegria, todas as crianças da comunidade.

Parabéns, crianças de Dandara!

Com suas famílias, vocês estão construindo uma nova história.

CRIANÇAS DE DANDARA SÃO DE LUTA!

ENDEREÇO E INFORMAÇÕES PARA CHEGAR AO LOCAL:

Av. Horácio Terena Guimarães, 495 - Céu Azul – Belo Horizonte, MG

Ônibus: 3302 – 2213 – 2215 (Céu Azul)

Descer Próximo à Escola Estadual Deputado Manoel Costa

Telefones para contato na Ocupação Dandara:

Sonia, cel.: 31 9651 2087

Wagna, cel.: 31 8697 6216

Joviano, Cel.: 031 8815-4120;

Ir. Rosário: 031 3491 5031 – 031 9241 9092

Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.

***

Despejo Não. Com DANDARA eu luto. Dia 10/10/2011.

BOLETIM DA RESISTÊNCIA da COMUNIDADE DANDARA, em BELO HORIZONTE, MG, Brasil.

Clique AQUI para ler a Nota à Sociedade e a Programação da Resistência contra o Despejo da Comunidade Dandara.

Confira AQUI a evolução urbanística da Comunidade, com fotos aéreas de julho de 2009, 2010 e 2011.

Veja também FOTOS artísticas da Comunidade Dandara - por Cyro Almeida.

Divulgamos, por fim, o belo PROJETO URBANÍSTICO elaborado por estudantes e profissionais que prestam assessoria técnica à Comunidade Dandara. Tal projeto, construído com a participação direta dos moradores da Comunidade Dandara, foi veementemente rejeitado pela Construtora Modelo durante o processo de negociação.

Abaixo, segue proposta de CAMPANHA INTERNACIONAL DE SOLIDARIEDADE, para que o Brasil e o mundo fortaleça a defesa da Comunidade Dandara!

MEXEU COM A DANDARA,
MEXEU COMIGO!

CAMPANHA INTERNACIONAL DE SOLIDARIEDADE A COMUNIDADE DANDARA, EM BELO HORIZONTE, MG

Se você está fora do país, ou conhece alguém que esteja, contribua com a CAMPANHA INTERNACIONAL DE SOLIDARIEDADE A DANDARA.

Tire foto(s) com um cartaz dizendo “Despejo não. Com Dandara eu luto!”. Assine o nome, local e data da foto. Sugerimos que tal foto seja tirada num local que identifique facilmente o país.

Publique a foto no Facebook e a envie pra comdandaraeuluto@gmail.com

Mais informações sobre Dandara http://www.brigadaspopulares.org/

CAMPAÑA INTERNACIONAL DE SOLIDARIDAD

Se está fuera del país, o conoce a alguien que lo esté, contribuya con la CAMPAÑA INTERNACIONAL DE SOLIDARIDAD A DANDARA.

Saque una foto con el cartel diciendo "Desalojo no. Con DANDARA yo lucho" firme el nombre, el local e fecha de la foto. Sugerimos que tal foto sea sacada en un local que identifique fácilmente el país.

Publique la foto en el Facebook y envíela para comdandaraeuluto@gmail.com

Más información sobre Dandara http://www.brigadaspopulares.org/

CAMPAING OF SOLIDARITY TO DANDARA.

If you are out of our country, or know someone that is living abroad, help us with the INTERNATIONAL CAMPAING OF SOLIDARITY TO DANDARA.

Take photos with a poster saying "No eviction! With dandara I fight!". Sign your name, local and date. We sugest you to take the photos in places that identify easily the country.

Publish it on facebook and send to comdandaraeuluto@gmail.com

More info about Dandara http://www.brigadaspopulares.org

PROGRAMAÇÃO DA RESISTÊNCIA

1) Dia 10 de outubro de 2011, (segunda) – Reunião emergencial com apoiadores(as)

Horário: 18:30 h – Local: Sindieletro (Rua Mucuri, nº. 271, Floresta, próx. à av. Contorno)

2) Dia 12 de outubro (quarta) – Festa do Dia das Crianças

Horário: a partir das 14:00 h – Local: Comunidade Dandara (Rua Petrópolis, nº. 315, Céu Azul-Nova Pampulha, em frente à garagem de ônibus, próx. a Escola Estadual Dep. Manoel Costa)

3) Dia 16 de outubro (domingo) – Abraço Solidário contra o Despejo da Comunidade Dandara

Horário: a partir das 15:00 h – Local: Comunidade Dandara (Rua Petrópolis, nº. 315, Céu Azul-Nova Pampulha, em frente à garagem de ônibus, próx. à escola estadual Dep. Manoel Costa)


4) Dia 20 de outubro (quinta) – Grande Marcha - 23 Km a pé: Despejo Não. Com DANDARA eu luto.

Horário: a partir das 04:00 h da manhã – Saída: Comunidade Dandara (Rua Petrópolis, nº. 315, Céu Azul-Nova Pampulha, em frente à garagem de ônibus, próx. a Escola Estadual Dep. Manoel Costa); Chegada: no Centro de Belo Horizonte, onde ocorrerá Audiência Judicial de Conciliação designada pelo juiz da 6ª Vara da Fazenda Pública Estadual, na qual tramita Ação Civil Pública proposta pela Defensoria Pública Estadual em defesa da Comunidade Dandara.

Cf. www.brigadaspopulares.org – www.ocupacaodandara.blogspot.com

Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.

***

190 comentários:

  1. Euler, na sua visão eles pagarão o piso a partir de janeiro???

    ResponderExcluir
  2. Euler, como sempre iluminado! Muito obrigado pelos esclarecimentos tão importantes para a unidade de nossa classe, testifico que este blog tem sido o cimento do nosso movimento, pois somente aqui temos encontrado informações claras, confiáveis e em tempo hábil para nos organizarmos enquanto categoria. Nos meus sete anos de estado é a unica vez que vejo uma luz no fim do túnel para a educação de Minas, e com certeza essa luz é o seu blog. Aqui no blog nós vemos que existe uma classe de professores, que até então para quem mora longe era algo abstrato, pois nossos colegas de escola mais experientes sempre acusavam a classe de ser desunida e não politizada e que servia apenas de massa de manobra para o sindicato conseguir benefícios pessoais com o governo e de tranpolim político. Esse blog é como uma trombeta que chama para a guerra aqueles que até então esperavam alguém com repaldo para seguir, e nós enquanto categoria temos que usar esse blog para nos unir e nos organizar, pois, afinal você não precisa que alguém concorde com você para ele te seguir, precisa apenas que ele te entenda, e você se faz entender como ninguém. Mais uma vez muito obrigado pelo relato e pela luta de todos do NDG central, estamos aqui no interior prontos para a guerra e esperando novos posicionamentos. Firmes até a vitória!!!

    ResponderExcluir
  3. Uma sensação de não ter saido do lugar após esta reunião. O governo está ganhando tempo em relação ao prazo que ele deu para o retorno ao subsidio. Quanto mais gente lá, melhor para ele que não terá na sua balança nenhum prejuízo, muito pelo contrário. Essa demora faz com que o cansaço vença. É preciso não esmorecer. Todavia, tentar convencer os colegas é obra dificílima, pois os mesmos agem como se o mundo fosse mesmo virtual. Obrigada Euler, por mais uma vez nos dar notícias e de uma forma tão graciosa. Estes instantes de ternura ainda precisam existir nestes tempos de dureza de coração. Um abraço, Sílvia, de Mutum

    ResponderExcluir
  4. Bom dia EULER
    Quanto a nova diretoria nada foi falado!
    E as vagas do concurso?Vamos engolir o roubo de 96 mil visto que a própria secretária afirmou ser esta a mais democrática forma de adentrar o serviço público?
    Muita água para rolar badaponte!

    ResponderExcluir
  5. Passos lentos mesmo.
    A sabedoria popular é que dá conta de explicar a realidade: QUEM PARTE REPARTE E NÃO FICA COM A MELHOR PARTE OU É BURRO OU NÃO TEM ARTE.

    ResponderExcluir
  6. Muito constrangedor!
    Massa de manobra, NÃO!
    o cara ainda vai posar de bonzinho.
    GOVERNO DE MINAS ANTECIPA 13º PARA GREVISTAS

    Soa mal, parece favor.

    Queremos apenas o que nos deve. Pague nos o prêmio por produtividade.

    É justo também recebermos salários atrasados, posto que somos a única categoria que repõe paralisações.

    ANTECIPAÇÃO AMENIZA, MAS HUMILHA!

    CONTUDO, QUEM TEM FOME TEM PRESSA, e não dá pra falar em DIGNIDADE nesta altura do campeonato, afinal SPC, SERASA existe só para nós, cidadãos comuns. AQUI EMBAIXO CEMIG ESPERA NÃO. NÃO PAGOU, CORTOU!!!

    Seja lá que nome que será dado ao que nos é devido, QUE VENHA LOGO!!!

    MAS QUE VAI DAR TRABALHO EXPLICAR QUE NÃO ESTAMOS RECEBENDO ESMOLA, ISSO VAI!

    ResponderExcluir
  7. "O POVO ACORDOU!
    O POVO DECIDIU!
    OU PARA A ROUBALHEIRA,
    OU NÓS PARAMOS O BRASIL".
    Assistam ao vídeo e vamos divulgar!...

    "O POVO ACORDOU. O POVO DECIDIU. OU PARA A ROUBALHEIRA OU NÓS PARAMOS O BRASIL".

    CONTROL/CLIQUE NO LINK ABAIXO E ASSISTA:

    http://www.youtube.com/watch?v=ZWT93sz545g

    II MARCHA CONTRA A CORRUPÇÃO
    CONTRA O VOTO SECRETO NO CONGRESSO
    E A FAVOR DA FICHA LIMPA.
    DIA 12/10/2011 – 14Hs.
    CIDADES CONFIRMADAS:
    * Belo Horizonte MG - Praça da Liberdade até a Praça 7 - 14h.
    * Brasília DF - Museu Nacional - 14h.
    * Florianópolis SC - Trapiche Beira-Mar - 14h.
    * Fortaleza CE - Praça da Imprensa rumo ao Cocó - 14h
    * Recife PE - Praia de Boa Viagem - Av. Boa Viagem - Pracinha de Boa Viagem.
    * Rio de Janeiro RJ - Praça da Cinelândia (em frente a camara dos vereadores/ a frente do teatro municipal) - 14h.
    * Salvador BA -Concentraçao no Cristo da Barra e as 14h segue para o Palácio do Governador.
    * São Luiz MA - Praça do Pescador na avenida Litorânea - 14h.
    * São Paulo - Av. Paulista / MASP - 14h.
    * Uberlândia MG- Praça Tubal Vilela - 14h.

    ResponderExcluir
  8. Fui ver a exposição na Casa Fiat de Cultura.Fiz muitos paralelos entre os dois tempos históricos.anastasia certamente poderia estar no rol dos tiranos e maus governantes. Acho que está mais para Calígula.Obeso,claro.Percebo o quanto o pão e circo ainda é usada.Com uma diferença,o circo hoje tem tb uma conformação religiosa.O futebol é a grande sacada.SÓ falta o "cesar" mandar matar o perdedor.Aliás dedo por dedo para nós certamente o "cesar" balofo tá usando outro...

    ResponderExcluir
  9. Quem parou a partir de agosto e ficou até o final da greve,não terá direito de repor, porque ele já paga substituto para isso?Entendi certo?
    E se for o caso de secretária,como eu, como fica?Não tenho substituto. Como ficará a anistia destes dias?O governo não pode pagar 2 vezes para a mesma situação,mas o direito de reposição não é do dono do cargo?Meu Deus, este homem é louco ou sou eu que estou?
    Euler, ou alguém que saiba as respostas,favor postar.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. José Alfredo Junqueira11 de outubro de 2011 07:03

    Antecipar o 13 não é nada,isto está disponível desde o começo do ano.Eu retirei tudo em abril.O que interessa é o PISO.E claro,as antecipações em outubro e novembro.

    ResponderExcluir
  11. Euler, li seu texto imaginando como seria a capa desse livro. Esplêndido!

    Gostaria de estar aí dia 20 com vocês. Oriente-nos como organizar para tal. Estamos numa escola pequena e única do município, mas dá pra sair daqui uma meia dúzia de insatisfeitos para engrossar o movimento.

    ResponderExcluir
  12. Recebemos a partir de janeiro e cobramos na justiça a partir da data que o STF definir.
    Qual jeito?

    ResponderExcluir
  13. Prezado colega Euler
    Quero agradecer a você e todos e todas que estiveram presente na vigília, devido à distância nos do norte nos omitimos desta. E eu acredito que na negociação agente sede para conquistar outros pontos e esta greve o ponto central é o pagamento do piso, se ele vier em janeiro nos somos vitorioso duas vezes por termos agüentado uma greve por tanto tempo e alcançado o objetivo central O PISO. E no final teremos a certeza não foi doação ou reconhecimento de nem um político foi sim uma conquista muito suada da classe. Aguardemos as negociações sem reposição até o dia 17/10/2011. Mas e quanto as faltas já tem alguma notícia se não trará problemas para a nossa vida funcional no futuro?
    Abraços
    Vanessa - Montes Claros

    ResponderExcluir
  14. Parabéns aos guerreiros! Infelizmente esse governo não tem capacidade para dirigir um estado tão rico como o nosso! É preciso tanta mobilização, tanto esforço, tanto sacrifício para que ele cumpra uma lei que é sua obrigação, como representante do povo, cumprir.
    E aí a gente precisa se desdobrar tanto e sacrificar as nossas vidas como vocês fizeram mais um dia.
    Gostaria de ter estado lá, apesar de me indignar profundamente quando vejo aquela monstruosidade construída ilicitamente enquanto tantos trabalhadores e trabalhadoras de Minas amargaram baixos salários, pressão e péssimas condições de trabalho.
    Mas o nosso dia chegará! O dia em que o povo terá a sua vez de conduzir o seu próprio destino, com pessoas autênticas que trabalharão sob a participação do povo e em prol exclusivamente do povo e não de interesses de empreiteiras, banqueiros ou o tipo de capitalista que for!
    União, Fé e coragem! Só isso nos basta!

    ResponderExcluir
  15. Bom dia colegas!
    Euler, obrigada pelas informações. Penso que esse enrolado do desgovernador é mesmo sem noção, será que ele pensa que vamos ficar trabalhando de graça? O tempo já foi suficiente para ele resolver a situação. Não dá para esperar mais. Quanto descaso com todos e com a educação no geral! Estamos precisando de representantes mais sérios e comprometidos com a Educação, até agora foram só promessas...
    Gostaria de saber como ficam os tampões, pois esses não tampam mais nada a não ser nossas cadeiras durante os intervalos. Não consigo nem olhar mais para eles. Acho um absurdo ter que conviver com esses egoístas, financistas, interesseiros, que atrapalharam nosso movimento e deram corda a esse ditador.
    Que país é esse?
    Que país é esse?

    ResponderExcluir
  16. O governante de plantão jamais permitirá que o povo do subsídio fique em desvantagem em relação ao povo do VB.Não nos apoquentemos pois tudo que vier para nós virá em dobro para os subsidios.O nasta odeia efetivo pois com a gente ele tem que andar afinado.
    Aliás a gente fica falando mal do tonhão nas Me disseram que quem manda lá, grita, esperneia e põe o dedo no nariz é a botocada da vilhena.

    ResponderExcluir
  17. Vilma Luiza, de Montes Claros11 de outubro de 2011 08:53

    Oi, Euler, bom dia. Que Deus abençoe a nossa luta e a de tantos outros oprimidos, que lutam pela conquista de direitos e/ou pela manutenção daqueles que já foram adquiridos com tanta peleja e dificuldade. Durante a nossa greve pude conhecer mais de perto (aqui em Montes Claros tbém) pessoas de vários movimentos sociais dos quais só ouvíamos falar pela TV, e de maneira, como sempre, bem unilateral... Cito como exemplos a Via Campesina, o MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens)- este último eu nem sabia que existia, por sinal... Estávamos todos juntos no Grito dos Excluídos, bem como em outros eventos ao longo desses quatro meses. Agora, já me comprometi: onde houver manifestação popular por direitos sonegados e eu tiver oportunidade de me manifestar publicamente, eu o farei; nós nos omitimos demais, normalmente. Estamos precisando nos unir contra os malfeitores que têm o poder nas mãos, seja econômico ou político. E que a Comunidade Dandara permaneça onde está! E que as Crianças do MST conquistem a sua terrinha! E que os servidores das agências dos Correiros sejam respeitados nas suas reivindicações, que os bancários participem dos lucros que eles proporcionaram aos seus patrões... E naturalmente, que nós professores e demais servidores da educação, vejamos logo no nosso contracheque o reconhecimento financeiro pelo nosso trabalho!
    Como vê, a nossa greve ensinou muita coisa aos outros, mas tbém a nós que dela participamos. Abraço a você a a todos.

    ResponderExcluir
  18. Marisa Karla -Governador Valadares11 de outubro de 2011 08:57

    Colegas,

    O Sindicato vai pressionar para que todas as carreiras sejam contempladas pelo piso.
    Acho justo!Muitos não lutaram, em contrapartida
    outros lutaram dignamente.O Bidu colocou sua saúde em risco pela conquista do piso.
    Aqui em Valadares,E.E.Interescolar,uma funcionária da portaria fez greve sozinha do
    início ao fim, mesmo sendo pressionada pela
    Direção.No entanto,muitos professores ficaram
    trabalhando inertes ao sofrimento da colega.
    É justo isso?
    Assim como eles,outros heróis (como a senhora
    que vendia cocada na Assembleia)merecem ser
    contemplados.Não podemos ser egoístas.
    Estamos juntos na luta e juntos venceremos!
    Um grande abraço colegas,

    ResponderExcluir
  19. VIROU ESTRELA REALMENTE, NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES JÁ ESTOU VENDO ESTE BLOG COM A SUA CAMPANHA. PARA COMENTAR AQUI É SÓ PARA QUEM TEM PATENTE? ONDE ESTÁ A DEMOCRACIA? OS DEBAIXOS SÓ SERVEM PARA ENGORDAR A GREVE?

    ResponderExcluir
  20. Marisa Karla -Governador Valadares11 de outubro de 2011 09:25

    O governo Dilma não negocia com grevistas!
    Eu já ouvi esta frase em algum governo.
    Parece que o discurso dos governantes é o mesmo.
    A defesa do governo Dilma é:" não negociar para
    não aumentar a inflação".
    Não justifica!Querem resolver a má governança
    sobre o árduo salário dos trabalhadores.
    Greve dos bancários,Greve dos Correios,
    Greve na Educação-Os Institutos Federais estão
    mais de cinquenta dias parados.Até agora nenhuma
    negociação foi feita.
    A Educação de qualidade foi tema de campanha,
    no entanto ela já se esqueceu disso.
    Foi à Europa e solidarizou-se com o povo europeu,em virtude da crise financeira.
    E nós? Tantos conflitos sociais e nenhuma
    solução.
    Quanta demagogia!

    ResponderExcluir
  21. Primeiro, essa coisa de criar patentes beira o ridículo. Sou professor e não sou militar, sou civil e não tenho "comandantes", mas companheiros de luta que pugnam por uma lei federal e pelo bom senso, que parece estar faltando ao governo.
    Infelizmente a categoria está desmobilizada e o que é pior, na alça de mira de um governador que está disposto, pelo que se anda vendo nas tais "negociações" a cobrar com juros o saldo dessa greve. Aliás, greve essa que gerou um passivo enorme para os professores e, no meu entender, redundou num nada colossal, uma vez que só obtivemos a "promessa de negociação" e o "reconhecimento" da Lei do Piso.
    Convenhamos, paramos 112 dias e voltamos sem absolutamente nada. Não adianta dizer que não, que avançamos, essas coisas. Quem diz isso mente para si e mente para a classe. Diante do desenrolar dos acontecimentos, da negociação "a conta gotas", da intransigência do Governo e da tibieza do Sindicato (a grande verdade é que o retorno gerou uma imensa apatia e uma falta de confiança tremenda)resta esperar a ajuda de Deus.
    Dirão alguns que esse comentário é "infiltrado", que é "provocação". Ledo e ivo engano... Durante 112 dias confiei e acreditei na mobilização da classe via sindicato e na habilidade política de nossas lideranças. Hoje percebo que acreditamos demais, como sói acontecer com nós brasileiros.
    O sacrifício foi e continua grande, uma vez que agora, com o peito nú, enfrentamos a fúria da tempestade.
    Alguns dirão que o piso virá. E daí? Teria de vir por força de lei. Alguém dirá que não havia mais espaço e tinhamos de recuar. Será mesmo? Qual o ganho com esse recuo envergonhado? Alguém dirá que temos que confiar em quem nos representa. Não sei se me sinto mais representado. E fechando: parem com essa estultice de patentes... Não somos crianças e não estamos brincando de "guerrinha". Tenham a santa paciencia...

    ResponderExcluir
  22. Não adianta implantar o piso com reajustes se for DESTRUIR A CARREIRA!

    Só aceitamos o piso com a carreira mantida!

    ResponderExcluir
  23. A carreira não pode estar implícita no argumento. Estamos lidando com um governo ardiloso. A carreira tem que estar clara no acordo. Piso sem carreira é igual ao suicídio!

    ResponderExcluir
  24. Nós, professores titulares da rede estadual, temos a obrigação de denunciar junto ao Ministério Público Estadual, mesmo sendo uma autarquia do executivo, a situação atual das escolas com vários substitutos sem fazer nada. É muita humilhação ter que conviver com pessoas sem ética e compromisso com a coisa pública, além de estar ganhando mais do que o próprio professor titular.

    ResponderExcluir
  25. Deu no PORTAL TERRA

    http://www.terra.com.br/noticias/educacao/infograficos/salarios-professores/

    MAPA DO PISO DOS PROFESSORES
    Com a recente ratificação do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a constitucionalidade da Lei 11.738/2008, que institui o piso salarial nacional dos profissionais do magistério público da educação básica, os governos precisam cumprir com o pagamento mínimo de R$ 1.187 para professores que têm uma jornada de 40 horas semanais. O Terra levantou com as secretarias de Educação os valores pagos em cada Estado e no Distrito Federal e, nos seis que ainda não pagam o piso, questionou o que pretendem fazer para se enquadrar à legislação. Confira quanto ganham os professores estaduais no País.
    GOVERNOS QUE PAGAM ACIMA DO PISO NACIONAL

    == Amazonas ==
    R$ 952,51 (20h)
    Situação: para estar enquadrado dentro do piso nacional de 40 horas, o salário-base do professor de nível médio deve ser de, no mínimo, R$ 593,50 para a jornada de 20 horas. Desta forma, o pagamento é superior ao piso

    == Acre ==
    R$ 1.296 (40h)
    Situação: paga acima do piso.

    == Roraima ==
    R$ 1.399,64 (40h)
    Situação: paga acima do piso

    == Rondônia ==
    R$ 1.470 (40h)
    Situação: paga acima do piso

    == Mato Grosso ==
    R$ 1.873,02 (30h)
    Situação: para se estar enquadrado dentro do piso nacional de 40h, o salário-base do professor de nível médio deve ser, no mínimo, R$ 890,25 para a jornada de 30 horas. Assim, o MT paga acima do piso.

    == Tocantins ==
    R$ 1.239,31 (40h)
    Situação: paga acima do piso

    == Distrito Federal ==
    R$ 2.260,08 (40h)
    Situação: paga acima do piso

    == Mato Grosso do Sul ==
    R$ 1.193,40 (40h)
    Situação: paga acima do piso

    == Paraíba ==
    R$ 926,17 (30h)
    Situação: para estar enquadrado dentro do piso nacional de 40 horas, o salário-base do professor de nível médio deve ser de, no mínimo, R$ 890,25 para a jornada de 30 horas. Desta forma, PB paga acima do piso

    == Bahia ==
    R$ 1.385,98 (40h)
    Situação: paga acima do piso.

    == Espírito Santo ==
    R$ 1.540,99 (40h)
    Situação: paga acima do piso

    == Rio de Janeiro ==
    R$ 877,91 (16h)
    Situação: para se estar enquadrado dentro do piso nacional de 40h, o salário-base do professor de nível médio deve ser, no mínimo, R$ 474,80 para a jornada de 16h. Assim, o RJ paga acima do piso.

    == São Paulo ==
    R$ 1.894,12 (40h)
    Situação: paga acima do piso

    == Paraná ==
    R$ 1.699,95 (40h)
    Situação: paga acima do piso

    GOVERNOS QUE PAGAM O PISO NACIONAL

    == Piauí ==
    R$ 1.187 (40h)
    Situação: paga o piso

    == Ceará ==
    R$ 1.187 (40h)
    Situação: No dia 29 se setembro foi aprovado, em caráter de urgência, o projeto de lei do governo do Estado que estabelece um salário base de R$ 1.187. Até então o vencimento base da carreira era de R$ 739,84. Mas como o reajuste beneficiou apenas os professores de nível médio, não repercutindo na carreira dos demais, muitos seguiram os protestos

    == Rio Grande do Norte ==
    R$ 890 (30h)
    Situação: para se estar enquadrado dentro do piso nacional de 40h, o salário-base do professor de nível médio deve ser, no mínimo, R$ 890,25 para a jornada de 30 horas. Assim, o RN paga o piso

    == Pernambuco ==
    R$ 1.187,97 (40h)
    Situação: paga o piso.

    == Alagoas ==
    R$ 1.187 (40h)
    Situação: paga o piso

    == Sergipe ==
    R$ 1.187 (40h)
    Situação: paga o piso

    == Santa Catarina ==
    R$ 1.187 (40h)
    Situação: paga o piso
    Como atingiu o piso:
    O pagamento do piso foi definido em junho, após dois meses de greve dos professores. Apesar do reajuste, o sindicato afirma que houve uma deformação na carreira e, por isso, há um grupo de trabalho que negocia a reformulação da carreira dos professores com o governo do Estado

    ResponderExcluir
  26. Continuação....


    GOVERNOS QUE PAGAM ABAIXO DO PISO NACIONAL

    == Rio Grande do Sul ==
    R$ 862,80 (40h)
    Situação: faltam R$ 324,60 para atingir o piso

    Como atingir o piso:
    O Estado assumiu o compromisso de adotar o piso até 2014. Um cronograma de implantação está em estudo e deve ser apresentado para a categoria

    ===== Minas Gerais =====
    R$ 369 (24h)
    Situação: para estar dentro da lei, o salário-base do professor de nível médio deve ser, no mínimo, R$ 712,20 para a jornada de 24h. MG, portanto, paga abaixo do piso. Faltam R$ 343,20 para atingi-lo

    Como atingir o piso:
    No começo deste ano, o Estado criou um sistema facultativo que incorpora as gratificações ao vencimento básico. Desta forma, o salário dos professores de nível médio que optaram pelo modelo de subsídio sobe para R$ 1.122 na carga horária de 24 horas semanais.

    Para quem segue no modelo antigo de remuneração, o governo diz já ter enviado para a Assembleia um projeto que eleva o salário para R$ 712,20. Se aprovado, começará a ser pago a partir de janeiro de 2012.

    Em setembro, após 112 dias de greve, os docentes firmaram acordo com o governo para renegociar o piso de forma a redefinir um plano de carreira que permita aumento para toda a categoria de forma proporcional, e não apenas para quem recebe hoje abaixo do piso nacional.

    == Goiás ==
    R$ 1.006 (40h)
    Situação: pagamento abaixo do piso; faltam R$ 181 para atingir o piso

    Como atingir o piso: O Estado assumiu o compromisso de conseguir recursos para pagar o piso à categoria ainda este ano. O governo chegou a pedir ajuda ao Ministério da Educação (MEC) para complementar o valor necessário - um acréscimo de 100% no orçamento destinado à educação - para cumprir com a lei.

    == Maranhão ==
    R$ 427,49 (20h)
    Situação: para estar enquadrado dentro do piso nacional de 40 horas, o salário-base do professor de nível médio deve ser de, no mínimo, R$ 593,50 para a jornada de 20 horas. Desta forma, o valor de R$ 427,49, informado pelo sindicato da categoria, estaria abaixo do piso. Faltam R$ 166,01 para atingir o pis

    Como atingir o piso: Segundo a secretaria de Educação, a remuneração mensal no Estado já é de R$ 1.631,69 (20h). Esse valor, contudo, é constituído de vencimento básico acrescido da Gratificação de Atividade do Magistério (GAM). O órgão não informou o valor do vencimento básico, mas afirmou que, conforme determinação do STF, cumprirá o piso salarial nacional estabelecido

    == Pará ==
    R$ 1.121,34 (40 h)
    Situação: faltam R$ 65,66 para atingir o piso

    Como atingir o piso: O Pará foi o primeiro Estado a protocolar ofício ao Ministério da Educação, apresentando a necessidade de complementação financeira para pagar o piso. Apesar de ainda não ter recebido o recurso da União, o governo afirma que repassa 30% da diferença entre a remuneração paga e o piso nacional (R$ 28,19) no vencimento base. Antes, o piso para professores de nível médio era R$ 1.093

    == Amapá ==
    R$ 1.032 (40h)
    Situação: faltam R$ 155 para atingir o piso

    Como atingir o piso: O governo diz que trabalha para cumprir o piso. A meta é incorporar a regência de classe (benefício de 100% pago aos professores que trabalham em sala de aula) ao salário.

    Jorge Pinto - ATB - Barão de Cocais

    ResponderExcluir
  27. Euler, bom dia!
    1º A comissão caminha a passos lentos o que prejudica muito a todos os grevistas;
    2º Eu não fiz 112 dias de greve para ter o 13º antecipado. Necessito do meu pagamento urgente (por questão de sobrevivência) para alimentação, transporte, pagamento de contas básicas como: luz, condomínio, telefone e cartão. Um vez que me endividei toda nele para dar conta de permancer em greve.
    3º Problema do governo se ele não tem dinheiro para pagar os tampões e os grevistas. Vejo isto como forma de punição física e psicólogica. O sindicato não pode aceitar estes encaminhamentos.
    4º Em relação a reposição precisamos de uma orientação, pois as escolas já estão repondo e nós estamos ficando só e correndo o risco de não podermos repor, pois a resolução 521/04 at6º define que vale como dia letivo 50% + 1 de alunos e professores.
    Espero poder contar com inteleigência e sensibilidade de vocês e que o comando estadual de greve não aprove estes encaminhamentos. Estamos sofrendo nas escolas, é tampão que não faz nada, é direção gostando de ver os grevistas sem dinheiro e trabalhando.Portanto, é muito humilhante o que está acontecendo.
    Gostaria muito que você publicasse este comentário, pois é 4ª vez que participo e das 3 últimas meu comentário não foi postado.
    Amplexos,
    Elenice Vidal Prata
    (coloquei este cometário no blog da Bia espero que ela poste)

    ResponderExcluir
  28. Olá, combativa Elenice, a nossa principal luta é pelo piso e isso está na mira das negociações.

    O 13º, como eu disse em outro comentário, é só uma forma de remediar o estrago causado pelo governo.

    Também concordo que o ideal é receber logo o salário integral. Mas, o governo está intransigente. O que podemos fazer para alterar isso? Só a comissão de negociação não tem força para mudar isso não.

    Abraços,

    Euler

    ResponderExcluir
  29. Bom dia combatentes!
    Realmente estamos mesmo caminhando a passos lentos, mas tirar o piso deste governador não será nada fácil mesmo.Infelizmente pecamos quando recuamos sem nada previamente assinado pelo nosso governo, mas sabemos que foi estratégia aquela negociação na calada da noite. Mas temos fé que dará tudo certo. Que nos preparemos para uma greve para o início do ano letivo de 2012, pois acho que este tirano não nos dará nada assim sem outra Luta dura.
    Força na luta NDG.
    NDG João Monlevade MG.

    ResponderExcluir
  30. Caro Euler,

    Fica difícil, ninguém fala em relação à reposição -podemos não repor, visto que não recebemos? Se não repormos, no caso de ter "substituto", minha falta seria duplamente computada? Quais os prejuizos que posso ter, em virtude disso, no caso a não reposição das aulas sem retorno do pagamento confiscado?
    No site do SINDUTE, de 30 notícias e informações, que aparecem na página inicial, somente 8 se referem à greve e não informa direito.
    Tenho a imprensão de estar usando nariz e peruca de palhaça

    ResponderExcluir
  31. Euler, você que tem mais contato com o sindicato que nós, linha dispensável da linha de frente,poderia colocar algumas questões para a Beatriz:
    . se sou a professora concursada, ou seja, o cargo é "meu" por direito, por que os substitutos é que vão repor as aulas? Isso não caberia jurídico?;
    . por que o governo mantém esse substituto, se eu quiser repor os dias parados?
    . por que o sindicato parece tremer diante do governo? Talvez porque não esteja atrás de 10.000 professores grevistas???????????
    Por favor, repasse à Beatriz, pois já escrevi ao sindicato, no blog dela e nós somos invisíveis quando se trata de questionar. Parece que somos mesmo dispensáveis.

    ResponderExcluir
  32. CHARLOTTE E O CAVALEIRO DA TRISTE FIGURA!!!

    Nossa luta virou uma PELEJA!!!
    Nossa luta virou um DEVANEIO!!!

    Essa COMISSÃO TRIPARTITE nos transformou em figuras QUIXOTESCAS!!!

    PS: e não me venham atacar de PESSIMISTA, isso é só indignação.
    TÔ FIRME NA LUTA E CONFIANTE NA VITÓRIA...mas só com GREVE

    ResponderExcluir
  33. E o prêmio por produtividade, será concedido quando?

    ResponderExcluir
  34. Olá, combativos colegas de DIVINO! Um forte abraço aos valentes colegas desta cidade!

    Sobre a questão do piso - aí já falando para todos - para todas as carreiras, devemos exigir que o governo respeite a categoria como um todo.

    Que tal se os colegas de todas as carreiras da Educação fizessem um documento que seria assinado por todos e encaminhado ao governo, pedindo para que se respeite o piso na carreira para todos?

    Alguma coisa, além da negociação direta da comissão, precisa ser feita para pressionar o governo.

    ResponderExcluir
  35. Acho que todas as cobranças aqui são legítimas.

    Mas, acho que além das cobranças - que são necessárias, concordo - devemos fazer algo para alterar essa relação de força.

    O que fazer em tempo de trégua, já que não estamos em greve?

    Vamos discutir isso aqui também.

    ResponderExcluir
  36. Euler,
    também sinto-me receoso quanto a essa questão de a carreira estar implicita. Sinto cheiro de 712,00 mais 16% para todos a partir de janeiro como já proposto anteriormente pelo governo. Segunda-feira a comissão deve deixar claro o respeito a carreira. Vamos ficar de olhos abertos. Estou achando isso tudo muito estranho.

    ResponderExcluir
  37. Vou apresentar algumas sugestões:

    1) formar uma comissão ampliada da base para visitar os deputados, especialmente os que estão na comissão de negociação, e levar um abaixo-assinado de várias escolas com as seguintes reivindicações:

    - piso para todas as carreiras;

    - um salário integral emergencial agora em outubro e outro em novembro;

    - demissão dos substitutos e direito exclusivo de reposição pelos titulares; caso alguém não queira repor, que não seja punido com a falta comum.

    2) fazer um abaixo-assinado com as propostas acima e encaminhar para o governo de Minas, para o Ministério Público e para a imprensa;

    3) realizar uma manifestação comum - um mesmo dia, uma mesma hora - em todas as cidades de Minas, com essas reivindicações, aproveitando para pedir doações de alimentos e recursos para os moradores das cidades, mostrando que os educadores de Minas estão sem salário;

    4) formar uma comissão ampliada para visitar as rádios e TVs e jornais de Minas, denunciando a realidade dos educadores de Minas;

    5) enviar e-mails para todos os senadores e deputados federais, para os ministros do STF, para a presidenta Dilma, para os desembargadores de Minas, para os deputados estaduais, com cópia para o governo, dizendo:

    a) somos educadores de Minas e estamos passando fome,
    b) temos direito a um piso salarial, que é lei federal, mas o governo não nos paga este direito;
    c) nas escolas de Minas o governo contratou um segundo "professor" não habilitado para pressionar os professores que fizeram greve. O governo diz que não tem dinheiro para nos pagar o salário do mês corrente, mas tem para pagar substitutos que ficam à toa nas escolas.


    6) twittar também pode dar resultado. Quem tem twitter, forme uma corrente denunciando o que acontece em Minas. Envie e-mails para o Papa, para a ONU, repassem para os colegas, formem uma rede de denúncias, pois isso pode dar resultado, também;

    Estas são alguma sugestões que apresento para os colegas.

    ResponderExcluir
  38. CHARLOTTE, A EPICURISTA

    "O que fazer em tempo de trégua, já que não estamos em greve?"

    >> uai, a gente pode ficar passeando pelo Jardim de Epicuro>>

    PS: Calma, babies... estou apenas brincando e carinhosamente!!! É só uma estratégia para BAIXAR MINHA ANSIEDADEEEEEEeeeeeeeeee!
    Bjs para todas(os)

    Sigamos em frente, moçada!!!

    ResponderExcluir
  39. Parabéns Euler por esse blog! Vou chegando do trabalho e consutando. Já está ficando difícil ler o índice de visitantes do seu blog!
    Marli G.V

    ResponderExcluir
  40. bom dia Euler!!! Esclareça-me por favor !!!

    Soube que os professores que estão no subsídio acreditam que se for implantado o piso, e será se Deus quiser, eles recorrerão para terem direito de receber o biênio e quinquênio (sobre o valor de R$1320,00), é mole isso? Dizem que não poderão receber menos enquanto outra parcela da categoria receberão mais. Hoje nós estamos recebemos menos também, não é verdade?
    Você acha que isso seria possível? Pois se for, sempre o subsídio será maior para quem tem biênio e quinquênio. Essa turma tem razão ou estão apenas tentando nos convencer a voltar para o subsídio? Nos chamam de "burros", "idiotas" por termos voltado ao VB.

    ResponderExcluir
  41. Marisa Karla -Governador Valadares11 de outubro de 2011 11:24

    É preocupante!Percentuais implícitos na carreira.
    Isso tem que ficar muito bem detalhado na mesa de
    negociação, ou seremos confiscados novamente.

    ResponderExcluir
  42. Concordo com a proposta de todos encaminhar documentos ao governo, exigindo o cumprimento da lei do Piso na carreira para todos.
    Penso também que devemos esquecer os tampões,ignorá-los e fazermos a reposição sim,... a greve já foi "suspensa", não deveria ter sido mas foi, estávamos em vantagem e tudo indicava que "venceríamos no tempo normal" e agora "na prorrogação" estamos em desvantagem, é o governo que tem a vantagem!
    Assim, temos que "aceitar" o que ele oferece, no tempo que ele quiser ... 15 dias se passaram e nada definido, e o sindicato, nós, só podemos ficar esperando de semana em semana para discutir novamente, e assim vai... é claro que o governinho vai arrastar isto até o final do mês etc e tal, por isso, penso que que devemos sim repor logo e assim teremos mais munição contra o governo, mostraremos "boa vontade", teremos apoio porque não seremos "intransigentes"! O Sindicato não pode pressionar demais se não o governinho pode "imbirrar" novamente! Foi bom o governinho sinalizar a favor apenas dos professores e especialistas, quem sabe agora, os outros, que estavam dormindo, acordem e vejam que o filme é real. Que precisam entrar na luta também. Que precisamos sim pressionar, continuar pressionando muito porque o Piso ainda não está no contra-cheque, só na fala do governinho, e isto quer dizer que estamos sim na prorrogação, mas que a medida que mais colegas entrarem em campo, a vantagem passa a ser nossa outra vez!
    Se o juiz (a comissão) não apitar direito, entremos todo em campo (em greve) novamente!
    Não podemos dar argumentos para o governo nos prejudicar, devemos sim abafar os argumentos que o governo queira invocar!
    Força na aluta pessoal, Força!

    ResponderExcluir
  43. Olá, Anônimo das 11:12,

    O subsídio não comporta gratificações, como quinquênios e biênios. Isso é da natureza jurídica dessa forma de remuneração e é por isso mesmo que o governo quer implantá-lo. Quem ficar no subsídio, terá que se contentar com a forma de remuneração em parcela única.

    Quem esperar para tentar sair do subsídio após a implantação do piso, poderá amargar uma boa espera na justiça - e pode não conseguir. Por isso, o melhor é fazer o caminho inverso: ao invés de migrar para o subsídio, abandoná-lo logo que tiver a primeira oportunidade.

    O subsídio é tão bom que o governo só abre a porta de entrada, mas não permitiu, até agora, após o dia 10 de agosto, que ninguém deixasse tal sistema. Já com o sistema de VB, as portas de saída estão sempre abertas. Por que será?

    ResponderExcluir
  44. Aguardemos as negociações sem reposição até o dia 17/10/2011. Mas e quanto as faltas já tem alguma notícia se não trará problemas para a nossa vida funcional no futuro?
    Mauro ndg caratinga.

    ResponderExcluir
  45. CHARLOTTE, A REBELDE COM CAUSA!!!

    A digníssima diretora da minha escola me convocou para uma reunião. Claro que eu já sabia do que se tratava: reposição, notas, taletas, planejamento anual e bimestral, etc... Mas como eu não sou boba nem nada, me protegi com os meus melhores cremes e perfume, vesti minha melhor roupa e meu melhor sorriso. Quando entrei na sala da digníssima, estavam lá ela,a vice e a supervisora!!! Garotos, elas tentaram me massacrar com tantas ameaças e exigências...e, segundo elas tudo exigência da superintendência. Mas eu estava blindada com meus PODEROSOS CREMES ANTICOAÇÃO!!! Apressão delas não colou. Esperei elas dizerem tudo e quando terminaram eu fiquei de pé e disse: só farei alguma coisa após encerradas as negociações da comissão tripartite. E incólume parti para o aconchego do meu lar onde amigas me aguardavam para um delicioso chá com torradas.

    ResponderExcluir
  46. Gente, cuidado com boatos. O negócio é esperar, com calma, sem ofensas, desejando que todos estejam incluídos na lei do piso! A intenção do governo é plantar várias notícias para que os desesperados voltem ao subsídio. Depois ele cumpre a lei para os restantes dos 195.000. Até o dia 1º de novembro, não haverá nenhuma notícia de conquistas para estes 195.000. A intenção é desestabilizar a força daqueles que voltaram ao VB para que num ato de desespero voltem até o dia 31, para o suicídio. Não saiam do VB por enquanto! Se arrependerem por algum motivo, vocês terão chance de opção. O que não podem fazer agora é entrar em desespero e cometer esse ato impensado ficando preso para sempre no suicídio! É lógico que se o governo pagar o piso, beneficiará a todos que optaram pelo piso, independente do cargo! Fiquem atentos e muita paz!

    ResponderExcluir
  47. NÃO SEI SE PULO, NÃO SEI SE GRITO, NÃO SEI SE CHORO, NÃO SEI O QUE FAZER, SEJA QUAL ATO COMETER É DE ALEGRIA PELO PISO QUE EM 2012 EU VOU RECEBER, ALÉM DISSO ME ALEGRO MUITO POR SER E PELOS ATOS DO GRUPO NDG!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  48. Olá combativo Mauro do NDG de Caratinga,

    Sobre as faltas, o que posso esclarecer é o seguinte:

    a) no documento que o governo encaminhou para o sindicato, ele afirma que as faltas greves serão mantidas, caso não haja reposição. Ou seja, ele não fala em transformar essas faltas em faltas comuns. Mas, também não assegura que não usará este expediente. Logo, devemos acompanhar e não permitir que isso aconteça;

    b) a outra coisa é que a coordenadora Beatriz afirmou durante a reunião do comando, que existe um compromisso dos deputados de criarem uma lei anistiando todos os educadores em greve. Isso significaria que as faltas greves não seriam utilizadas em prejuízo dos servidores, para todos os fins, como aposentadoria, avaliação de desempenho, férias-prêmio, 13º, etc.

    c) aliás, o próprio governo anistiou os servidores em greve em relação ao 13º salário, dizendo que não descontará nada neste salário em relação aos dias de greve.

    Um abraço e força na luta!

    ResponderExcluir
  49. Combativa Marisa, de GV,

    Concordo com você, a questão dos percentuais na nossa tabela (22% de promoção e 3% de progressão) precisa ficar muito claro nas negociações com governo; em documento escrito, assinado, palavrado, registrado em cartório e com muitas testemunhas.

    Um forte abraço,


    Euler

    ResponderExcluir
  50. Estimado anônimo das 09h26,

    Respeitando a sua opinião de entender que a criação de patentes beira o ridículo, venho-lhe propor uma troca:
    Paramos com a brincadeira das "patentes" e em troca você vem somar-se a nossa luta, assinando seus comentários e nos procurando no comando de greve e nas atividades da nossa categoria, nos dando um abraço afetuoso e fraterno, trazendo as suas contribuições e a sua leitura da realidade, para que com muito esforço a gente encontre a convergência necessária.

    Que tal?
    Temos a certeza que se o companheiro ou companheira fizer isso com o objetivo da unidade e a serviço de nossos interesses coletivos, você entenderá muito bem a brincadeira.

    Rômulo

    ResponderExcluir
  51. kkk, boa, Charlotte, adorei sua atitude!

    ResponderExcluir
  52. Falou o capitão Rômulo! E eu, subcomandante Euler, subscrevo! rsrs

    ResponderExcluir
  53. Euler,
    O desgoverno está jogando pra dividir mais ainda a categoria com esse papo de pagar o piso só pra professor e especialista. E o pessoal tá se insultando, caindo na armadilha do ditador. Assim não dá....

    ResponderExcluir
  54. Professor Mauro,

    Eu estava na vigília da reunião da comissão e não nos foi passada nenhuma informação sobre as penalidades da não reposição. Esse foi um assunto que foi descutido durante a reunião do comando de greve no sábado. O que está mantido pelo governo é colocar falta comum. Demonstramos grande preocupação em condicionarmos a reposição ao pagamento devido à incerteza das penalidades.Durante a reunião do comando de greve a Beatriz nos disse que o sindicato iria argumentar com o governo.Aguardemos a reunião do dia 17/10.

    Um grande abraço!

    Léia - BH

    ResponderExcluir
  55. Economia porca: o governo diz que vai economizar cerca de R$ 7 milhões com a não emissão de contracheque impresso. Tudo bem, a natureza agradece. Mas, seria melhor que o governo enviasse por e-mail o contracheque mensal para cada servidor, além de disponibilizá-lo no porta do servidor.

    Mas, ao mesmo tempo, que o governo diz que fará economia, gasta R$ 12 milhões com a contratação de substitutos, para ficarem sem nada a fazer nas escolas.

    Que economia é esta?

    ResponderExcluir
  56. Euler,

    Que tal alguém ou você mesmo fazer um modelo unificado da carta com intenção de repor os dias de paralisação para apresentarmos à direção? Eu não estou repondo, mas o tampão está repondo em meu lugar. Se esse impasse demorar, como ficará a situação onde tem os tampões?

    ResponderExcluir
  57. Euler,
    Aqui na escola a diretora estta enviando o nome e Masp de quem está se recusando a repor nesta semana.
    Estamos acuados!!!

    ResponderExcluir
  58. Aguardamos mais agilidade da comissão Tri - MAS deve estar complicado - o governo está realmente INDECENTE - uma luta imoral - como ostentar a qualidade de educação (como fazem!) ao mundo, maltratando dessa forma OS EDUCADORES! Como diria um conhecido jornalista: "É UMA VERGONHA!"

    ResponderExcluir
  59. Anônimo das 11h28:
    "Foi bom o governinho sinalizar a favor apenas dos professores e especialistas, quem sabe agora, os outros, que estavam dormindo, acordem e vejam que o filme é real."
    Você tem certeza do que fala, você acredita?
    Milhares de professores não foram solidários, e os especialistas eram o braço direito dos diretores, ajudando a pressionar.

    ResponderExcluir
  60. Sou a favor que o pagamento do piso se estenda a todos os profissionais da educação. A verdade é que a grande maioria dos que ficaram no sacrifício por causa da greve são os professores, por que nos outros segmentos a adesão foi baixíssima. Mas temos que lembrar, também, que muitos professores covardes ficaram trabalhando, e irão receber os bônus de nossa luta. Portanto, se o piso será estendido a todos os professores, que seja pago também aos outros segmentos. Não podemos deixar o egoísmo nos ofuscar. Se alcançarmos nossos direitos, o que importa se outros também conseguirem?

    Maria Helena - Ipatinga. Aguardando, para começar a reposição. Mas tem tampão na jogada.

    ResponderExcluir
  61. IA, IA, IA, NÃO ACEITEI A MIXARIA, RISO, RISO, RISO, 2012 AGORA É PISO, IA, IA, IA, ISSO É TUDO O QUE EU QUERIA, HORA, HORA, HORA RECEBO ANTECIPADO E REPONHO AS AULAS NA ESCOLA.

    ResponderExcluir
  62. Caros colegas,

    Desculpem, mas preciso desabafar e dividir essa angústia com quem puder me entender.

    Neste momento não devemos entrar em atrito por causa de apelidos ou piadas, todos tem seu direito de expressão e aqui somos livres para isso.
    As patentes são brincadeiras e ora bolas também somos inteligentes para etender essas analogias. Mas, infelizmente algumas pessoas não entendem isso e estão se ofendendo.
    É uma pena!!! Ah!!! Eu seria muito honrada de ser condecorada por nosso comandante Euler, mas por enquanto não acho que sou tão merecedora de alguma condecoração, fiz greve em minha escola mas no finalzinho me machuquei e tive que sair de licença e também fiquei impedida pela doença de ir as assembléias.
    Na minha opinião o nosso grande comandante Euler é uma pessoa a qual admiro e respeito muito, suas colocações são sensatas, inteligentes e muito rápidas de acordo com os acontecimentos.
    Euler você é uma pessoa humilde, inteligente, iluminado por Deus, e que tive o enorme prazer em conhecê-lo em umas de nossas assembléias.
    Todos os dias eu entro nesse blog e leio tudo que foi postado, todas as colocações e sugestões são plausíveis ao entendimento dos fatos.
    Todas as vezes que postei meus comentários identificados ou não sempre foram publicados. Também houve algumas vezes que também não consegui posta-los e os enviei para o e-mail do Euler que prontamente os publicou, e acredito que devido ao enorme número de visitações existam mesmo estas dificuldades de postagem.
    Não acredito que por aqui haja censura, então tenhamos paciência companheiros e vamos continuar unidos nessa luta!
    Adoro os textos e de muitos colegas e especialmente adoro os da companheira CHARLOTE, são divertidos e servem para nos aliviar de tantas tensões e de nossas ansiedades nesse período tão difícil. Obrigada querida por nos presentear com sua habilidade de relacionar os fatos ocorridos no dia e também seu enorme bom humor.
    Outra coisa que anda me incomodando, são alguns colegas que não fizeram greve e ficaram na escola dizendo que estavam cumprindo horário, não tiveram o salário cortado, e que ainda ficam fazendo piadinhas desagradáveis na sala de professores.
    Ai meu Deus!!! Preciso de paciência para conseguir tolera-los sem sair do salto.
    Agradeço e também peço desculpas por esse enorme desabafo.
    Obrigada por lerem e compartilharem esses momentos tão complicados de nossas vidas. Precisamos continuar fortes na luta, até que possamos comemorar nossa verdadeira vitória!!!
    E que Deus esteja sempre com todos os nossos guerreiros e guerreiras deste estado e de todo o Brasil.
    Abraços, NDG de João Monlevade.

    ResponderExcluir
  63. Essa de ficar reclamando das "patentes" é perda de tempo.
    Quem está bem por perto desse pessoal q o EULER nomeia de tenente e etc e tal, é DIGNO DE MUITO MAIS DO QUE ESSA BRINCADEIRA DE INTITULÁ-LOS com essas patentes. Eu tenho é muito, muito orgulho deles. E os abraço sempre q vejo e diria milhões de vezes : OBRIGADO POR SE ACORRENTAR, OBRIGADO POR ENFRENTAR GÁS DE PIMENTA, ETC. E TAL. Certamente, receberia como resposta: NÃO HÁ O Q AGRADECER!!! ESTAMOS FAZENDO O NOS CABE, LUTAR POR NOSSOS DIREITOS. TAMANHA É O VALOR E A CONSCIÊNCIA DO QUANTO TEMOS Q IR PARA O CAMPO DE BATALHA. Ao nomear com essas patentes, não devemos criar aí um desconforto. É tudo muito divertido. Alías, um característica de nossa CATEGORIA!!Criatividade, muuuita criatividade. Não vejo por q se incomodar com essa situação q é pura brincadeira. MAS Q ELES MERECEM AS MAIS ALTAS PATENTES...AH, ISSO ELES MERECEM SIM!!!!!!!!
    NÃO DEIXEMOS Q NADA NOS DIVIDA , JÁ CHEGA O GOVERNINHO Q FAZ ISSO COM TODAS AS ENERGIAS.

    ResponderExcluir
  64. TITULARES X TAMPAX (TAMPÕES)

    Euler e demais colegas, atendendo a pedidos de colegas da minha cidade, postei o seguinte pedido no blog da Bia:

    Cara Beatriz,

    Gostaríamos de lhe pedir, se possível, que você redigisse um docto que sirva de modelo para que possamos entregar à direção da escola comunicando que é de nosso interesse pagar as aulas do período de greve.
    Pensamos que você saberá colocar as palavras corretas, alguma lei, etc. Nosso medo é agir com amadorismo.

    Agradecidos.

    ResponderExcluir
  65. ô, meu povo,
    Vamos relaxar em relação às patentes. Isso é uma brincadeira. É coisa virtual. Será que tem gente levando isso a sério, a ponto de se aborrecer? No stress! Eu conheço uma senhorinha que confunde enredo de novela com vida real. Chega a ser engraçado. Cuidado!
    Força na luta!

    ResponderExcluir
  66. EM 2012 EU VOU!!!!!!!!!!
    É só convocar!!
    VIVEREMOS, DE GREVE EM GREVE!!
    VAMOS LOGO PROCURANDO ALGO Q POSSAMOS FAZER PRA FATURAR ALGUM DURANTE AS GREVE Q VIRÃO.
    SÓ GREEEVE FARÁ ALCANÇARMOS QO Q É NOSSO.

    EU VOU!
    2012!!!É SÓ CONVOCAR Q EU VOU!!!
    DEVEMOS INCOMODAR DE AGORA EM DIANTE!
    ESSA DE NÃO FAÇO MAIS GREVE!!!
    NÃO ME OCUPA O PENSAMENTO...
    PELO CONTRÁRIO!!!!!!!!!
    2012!!
    ASSIM Q ACABAR ESSA TAL REP..CONFUSÃO..
    INICIEMOS NOVA GREVE!!
    DEVEMOS INCOMODAR MAIS!!
    ESTRAGAMOS, SIM!
    EM PARTE A FESTINHA DO RELÓGIO!!
    R I D I C U L A FESTA
    VAMOS GENTE ESTRAGAR A PRÓXIMA!!!
    DENUNCIAR DURANTE A CHEGADA DA IVETE!!!
    PIPOCAR MANIFESTO PRA TODO LADO!!!
    LÓGICO Q O EULER TÁ CERTO!!
    DEVEMOS FAZER MAIS PRA PRESSIONAR!
    FÁCIL FICAR...SE..SE...SE...
    CHEEEEGA!!!
    AÇÕES JÁ! e a greve tinha mesmo q acabar naquele dia!!
    MUITOS COLEGAS JÁ ESTAVAM APONTANDO PARA O RETORNO A ESCOLA INDEPENDENTE DO RESULTADO DA VOTAÇÃO. E AÍ????QUEM SEGURARIA???
    VC???Q AINDA CHORA O TÉRMINO DA GREVE???
    FOI A MAIORIA Q VOTOU! E TEMOS OPORTUNIDADE DE CONTINUAR BRIGANDO EM PRÓXIMOS MOVIMENTOS.
    OU VCS ACHAVAM Q SERIA FÁCIL???
    D I T A D O R no poder!!!
    abraços e n nos dispersemos em BOBAGENS!!!
    PISO, PISO E PISO!!!
    QUEM QUISER VOLTAR PRO SUBSIDIO Q AMARGUE DEPOIS!!!

    ResponderExcluir
  67. Renata/geografia

    CHARLOTTE, estou virando sua fã, vc e ooooooooootima,como vc também adooooooro cremes e perfumes,alem, e claro, das unhas feitissimas!Isso mesmo garota, não deixe ninguém te coagir. Galera, não se preocupem não o SR.NANA esta só enrolando e esperando chegar o tal dia 31/10,para anunciar enfim o pagamento do piso para quem esta no VB! Aposto com qualquer um!Ele e safo e bobo e quem ficar no SUICÍDIO.Euler fica com ciume não ta, também sou sua fã.bjos.(desculpem a falta de alguns acentos, meu teclado,assim como o SR. NANA, esta com problema...)

    ResponderExcluir
  68. Caro Euler,

    é importante lembrar aos companheiros(as) que , como vc bem analisou aqui, além da comissão tripartite e das reclamações feitas pelo sindicato que nos representa, é necessário que continuemos nos mobilizando das mais diversas e possíves formas de pressão

    seja twitando, escrevendo para os blogs sérios, órgãos de imprensa, gabinetes de deputados, esclarecendo a comunidade... etc, etc.

    ou seja, quanto mais engrossarmos as fileiras de lutas e pressões, mais chances teremos de sairmos vitoriosos nestas nossas mais que justas reivindicações - sobretudo O PISO PLENAMENTE NA NOSSA CARREIRA!

    ResponderExcluir
  69. Renata/geografia

    Pessoal, não devemos nos dividir nesse momento e esse o jogo do governo. Assim como vários ASBs e ATBs não fizeram greve, vários professores também não o fizeram, e vão receber o piso assim como nos, injustamente,portanto nada de egoismo,o importante e conseguirmos alcançar nossos objetivos. Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  70. COPIANDO:
    """Primeiro, essa coisa de criar patentes beira o ridículo. Sou professor e não sou militar, sou civil e não tenho "comandantes", mas companheiros de luta que pugnam por uma lei federal e pelo bom senso, que parece estar faltando ao governo.
    ... "E fechando: parem com essa estultice de patentes... Não somos crianças e não estamos brincando de "guerrinha". Tenham a santa paciencia..."
    ***Amigo que postou o comentário acima: -
    - o Euler parece gente boa, mas é um menino novo iludido com CUBA, FIDEL CASTRa, MST e por aí vai (peço-lhe perdão se estiver enganado). Sou a favor da DISTRIBUIÇÃO da RENDA e das TERRAS IMPRODUTIVAS, mas o PROBLEMA é que esse pessoal como o EULER e tantos OUTROS um dia ainda vão comprar sua casinha, seu terreninho (FRUTO DO SUOR DE "N" AULAS) e, quem sabe, poderá ser invadido pelo MST???
    Gente, abramos a nossa CONSCIÊNCIA e sejamos mais sensatos, transparentes, MENOS INGÊNUOS.
    Vou dar aqui um exemplo simples, que elucida tudo isso: - CHE GUEVARA era contra trabalhadores com carro próprio (muita gente não sabe disso). No entanto, tive um colega que se dizia socialista, comunista, mas não "largava mão" da troca de carro "todo ano". E eu que estou aqui a postar este comentário moro em um apartamento simples, não me importo com carro, com roupas e sou a favor do povo, dos professores e do prof. EULER, um grande guerreiro(por que não?!). Mas, infelizmente, esses homens de 30 a 40 anos AINDA têm muitas ILUSÕES, muitas ILUSÕES.
    A FRATERNIDADE, IGUALDADE e LIBERDADE (fraternité, liberté et egalité) AINDA ESTÃO POR EXISTIR.
    P.S.: Não sei se o Prof. Euler vai postar o meu comentário.
    Felicidades para todos.




























    11 de outubro de 2011 09:26

    ResponderExcluir
  71. Renata/geografia

    Ha, em vários sites de noticias, reportagens sobre a candidatura do Aécio NEVER para a presidencia.Vamos lotar os sites de comentários contra ele, detonando sua imagem e mostrando a realidade em Minas. Vamos la gente, se a campanha dele já começou, também começou a nossa: AÉCIO,NEVER!!!!!!

    ResponderExcluir
  72. Retornando ao Anônimo 12:22
    Ainda assim, penso que sim caro colega! Foi visível que esses "colegas foram o braço direito dos diretores", acho até que foram tb o esquerdo!Tive o desprazer de ver estes, dizendo uma coisa nas entradas das reuniões do grupo de greve, e uma vez lá dentro da reunião, dizerem outra opostamente à greve! Muitos deles, recém diretores e vice's, que ainda não assumiram e se borram de medo de voltar as salas de aulas, por isso apóiam o governinho... mas a greve vai passar e no dia-a-dia pós-greve, eles verão os seus bolsos ficarem mais vazios! Se forem inteligentes o suficiente jogarão no time (nosso) que que será campeao!
    Mas realmente, não é, e nunca será compreensível porque eles não apoiaram a nossa luta, não participaram ao nosso lado.

    ResponderExcluir
  73. Quem se habilita?
    A baixa procura pelos cursos de licenciatura
    Publicado no Jornal OTEMPO em 11/10/2011Avalie esta notícia » 246810.JOSÉ MARIA THEODORO
    Mestre em linguística e língua portuguesa
    Notícia
    Comentários(3)Compartilhe
    Mais notícias
    AA0Na relação candidatos/vaga para o vestibular 2012 da UFMG, classificada em décimo lugar entre as melhores universidades da América Latina, segundo um ranking divulgado pela Quacquarelli Symonds World University Rankings (QS), chama a atenção a pouca procura pelos cursos de licenciatura.


    Vejamos alguns: história, 4,77; ciências biológicas, 3,47; pedagogia, 2,97; matemática, 2,95; química, 2,55; educação física, 2,15; filosofia, 1,88; física, 1,83; geografia, 1,60; letras, 1,41.


    O desinteresse é justificado, principalmente, pela pouca valorização da carreira, pela falta de uma política de incentivo e apoio à educação. Sem estímulo salarial, pedagógico, enfrentando-se dificuldades crescentes para um bom desempenho do cargo, o número de professores tende a ser cada vez menor. O candidato que opta por licenciatura sabe que se trata de formação para dar aulas.


    Ao analisar os cursos, a tendência é buscar aquele que habilite a trabalhar em setores que não estejam à margem do sistema. Que estudante buscará um curso de licenciatura para trabalhar durante nove horas por dia em salas de aula na educação básica?


    Não é necessário análise pormenorizada para entender as razões da baixa procura pelos cursos de licenciatura. Falta uma política remuneratória digna, condições adequadas de trabalho, valorização do profissional, condições capazes de atraí-lo e mantê-lo em sala de aula, o que deve estar na pauta de quaisquer discussões sobre melhoria da qualidade de ensino
    Edel/Pompéu/Noticia interessante/vejam!

    ResponderExcluir
  74. Que dia vão pagar o premio por produtividade?
    se é que esse governador vai pagar

    ResponderExcluir
  75. PARA GRAÇA...

    Oi, Graça,
    Li o seu comentário no Post anterior: (...)Ficaria mais facil copiar e colar para repassar para os colegas. Repasso seus textos sempre, porém a fonte usada no post é grande e não sei alterar, por isso , peço que a partir de agora, voce publique o post na abertura e tb no espaço para comentários.
    Grata!
    _______________________________

    É muito fácil resolver o seu problema. Selecione e copie o texto. Cole-o onde quiser, selecione-o novamente e procure um tamanho de fonte desejável para a boa aparência do texto. Você poderá, também, escolher outra fonte de letra. Não é simples?
    Beijos.
    Se precisar, é só chamar.
    Laurinha.

    ResponderExcluir
  76. Por e-mail:

    "Especial Cidadania

    Edição de terça-feira 11 de outubro de 2011

    Em nove estados, salário de professor é inferior ao piso

    Lei que determina salário mínimo para o magistério em todo o país foi aprovada em 2008, mas até hoje não é respeitada; governadores tentaram derrubá-la no Supremo

    Professores de escolas públicas protestam em Minas: a CNTE planeja levar docentes do país inteiro a Brasília no próximo dia 26 para pedir, entre outros pontos, o cumprimento do piso do magistério
    Ricardo Westin

    Neste sábado, comemora-?se o Dia do Professor. A muitos mestres, porém, falta motivo para festejar. Um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) mostra que nove redes estaduais de ensino pagam aos professores iniciantes menos do que o piso salarial determinado por lei.

    Os estados que desrespeitam a lei, segundo a CNTE, são Rondônia, Amapá, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Goiás, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Nesses estados, há professores que trabalham em troca de menos de R$ 1.187 por mês." (...)

    Leia mais em:

    http://www.senado.gov.br/noticias/Jornal/noticia.asp?codEditoria=521&dataEdicaoVer=20111011&dataEdicaoAtual=20111011&nomeEditoria=Especial+Cidadania

    ResponderExcluir
  77. "Que importam os estragos se os frutos são prazeres"
    (Goethe)

    Negociação tem algo de Fausto, do enredo de Goethe, mas o pragmatismo sugere que está mais para Kafka

    Em um de seus contos alegóricos, Kafka relata a invasão de uma missa dominical por uma pantera, que comete o sacrilégio de beber o vinho do cálice, para espanto dos fiéis. No domingo seguinte, a fera voltou e repetiu a ousadia. E continuou a repeti-la todos os domingos. Desacoroçoada, a Santa Igreja não viu outra saída a não ser sacralizar o delito, incorporando-o ao ritual da missa.

    IA, IA, IA, NÃO ACEITEI A MIXARIA, RISO, RISO, RISO, 2012 AGORA É PISO, IA, IA, IA

    Ie, ie, ie... Uo, uo, uo...
    Canta, canta, canta, nós cantaremos.
    Louva, louva, louva, nós louvaremos.

    É isso mesmo professor Mauro!
    Estou contigo... Estamos IE IE IE !!!!

    ResponderExcluir
  78. CHARLOTTE VAI À GUERRA!!!

    Veja que comentário infeliz, imaturo e equivocado:

    "o Euler parece gente boa, mas é um menino novo iludido com CUBA, FIDEL CASTRa, MST e por aí vai (peço-lhe perdão se estiver enganado). Sou a favor da DISTRIBUIÇÃO da RENDA e das TERRAS IMPRODUTIVAS, mas o PROBLEMA é que esse pessoal como o EULER e tantos OUTROS um dia ainda vão comprar sua casinha, seu terreninho (FRUTO DO SUOR DE "N" AULAS) e, quem sabe, poderá ser invadido pelo MST??? "

    >> querido anônimo, não disse coisa com coisa... acho que você bebeu todinho estragado!!!

    1º) TODOS NÓS TEMOS DIREITO À CASA PRÓPRIA; e
    todos almejamos uma. Um direito normal e
    legítimo!!!

    2º) Quanto ao prof Euler ter terras invadidas pe
    lo MST... kkkk essa foi hilária. A melhor
    piada do ano. A propósito, você deveria ten
    tar ser comediante de STAND UP!

    >> o prof Euler virou latifundiário!!!! kkk

    ResponderExcluir
  79. Antecipar 13º???( justo das compras e despesas de fim e incio do ano??) Não é melhor para categoria receber o salário ou premio de produtividade? Nossa categoria não receberá o 14º ou premio de produtividade?????

    ResponderExcluir
  80. Caro Subcomandante Euler e companheiros,

    A respeito das ASB e sobre quem merece ou não o piso, queria lembrar-lhes que:

    1) As ASB's, geralmente, são pessoas muito simples pressionadas pelos diretores. Raras são as efetivas, a maioria é efetivada e se sente como se fosse contratada, sem nenhuma estabilidade, por isso não têm forças para entraram em uma greve. Todas são obrigadas a trabalharem enquanto estamos em greve e durante as reposições, sem receberem nada a mais por isso. Mas sempre torcem para as nossas conquistas. Pelo menos é assim que se manifestam para mim, que tenho "o pé na cozinha", pois tenho mais amizade e carinho com elas que com a maioria dos "colegas" professores.

    2) Os professores, que deveriam ser mais politizados mas PELEGARAM, estes sim são culpados de não termos conseguido uma negociação mais eficiente e mais rápida. Muitos voltaram para o VB e continuaram nas escolas. Alguns "colegas", quando retornei para escola, me confessaram que estavam com vergonha de mim. E eu, com a sabedoria e o amparo espiritual das palavras do SUBCOMANDANTE EULER, respondi que não precisavam se sentir assim. Aí, eles se sentiram mais diminuídos, pois esperavam que eu baixasse o nível e os esculachassem. Psicologia reversa sempre funciona, hehehe...

    Portanto, se os pelegos vão ser contemplados com o piso na carreira (pois o verdadeiro impacto numa greve da educação é com os professores fora da escola), todos os outros cargos devem sim serem contemplados também.

    Paulo Andrade - Barreiro-BH

    ResponderExcluir
  81. NDG de Plantão


    Aquele que não representa o poder e a voz
    do seu povo, não é digno de governar. (Gleiferson Crow)

    CASO COMPLICADO

    Hoje por volta de 9h30min alguns bravos companheiros e amigos de luta, fizeram um relato sobre a vigília de ontem na Cidade Administrativa. Depois do relato, eu que já estava repondo as aulas assim como todos os outros profissionais da escola, no entanto para dar apoio e suporte para o SindUTE e como membro do NDG também iria assumir a partir de amanhã a NÃO reposição das aulas (repor somente mediante uma posição mais concreta do governo de Minas Gerais). Até aí tudo bem, juntei a outros amigos que também estavam com a mesma decisão. Outros ainda estavam pensando sobre a NÃO reposição. Fomos para a sala e trabalhamos o 4º e 5 º. Findo o expediente, já estávamos a caminho da sala dos professores quando recebemos um comunicado importante:

    "Um telefonema da SRE queria que a escola respondesse a duas perguntas:
    - Por que não havia reposto desde os sábados anteriores?
    - E o nome dos professores que NÃO iriam repor, a resposta teria que ser informada em 20 minutos."

    Meu DEUS que tortura, que ESTADO DEMOCRÁTICO é esse???
    Isso aconteceu em menos de 1h 30min (uma hora e 1/2)

    Abraços

    NDG Gleiferson Crow
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  82. Euler, meu filho,
    De tão otimista, estou animadérrima. Acredita? É preciso muito para me derrubar. Vamos conquistar tudo a que temos direito, mais dia, menos dia. É uma questão de tempo. Quem esperou até agora...
    Ps.: Achei bonitinho, uma anônima chamá-lo, outro dia, de "meu filho", como eu. Mas a sua "namorada" virtual ainda sou eu, não sou?
    Obrigada por nos manter informados.
    Com meu carinho,
    Sempre,
    "Namorada virtual".

    ResponderExcluir
  83. VEJAM ESSA CHARGE - SOMOS NÓS http://freelancerdigital.blogspot.com/2010/10/dia-do-professor-nossa-homenagem.html

    ResponderExcluir
  84. Gente, o prêmio por produtividade parece ter ido pro saco!!! Melhor não contar com ele. Governo MG está quebrado, mas não assume. E a truculência é gigante!

    Ariana, quanto a receber 13º agora, como já foi dito aqui, é quase que só uma questão de nomenclatura... imagine que vc está recebendo o salário. Depois vc receberá o seu salário de fato! Questão de sobrevivência... Há professores que não tem onde mais recorrer!!!

    Entendamos a questão, né pessoal!!!

    A LUTA AINDA NÃO ACABOU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  85. Charlotte,
    Gosto de gente como você. Charmosa, elegante, sincera, doa em que doer!
    Beijo carinhoso, viu?

    ResponderExcluir
  86. Olá querida CHARLOTTI!

    Não desperdice seu batom poderoso com este anônimosinho, coitado!

    E ele ainda indaga se o comentário vai ser postado ou não pelo Prof. Euler??!!

    Ora, além de não pensar corretamente, ele não enxerga também, ... ele não sabe em qual espaço aqui ele se meteu.

    ResponderExcluir
  87. Valeu Rômulo,

    Não é a toa que sou sua fã. Falou tudo e mais um pouco... Beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  88. "Caso a escola indique um substituto para repor, comunique tal fato para o jurídico do sindicato, para que ele possa tomar as providências cabíveis."
    Euler,
    Na minha escola está havendo reposição mediante aprovação do calendário pela Superitendencia mesmo o colegiado tendo se negado a aporvar, liguei no sindicato e eles disseram que não tem nada a fazer. Lá já tem substitutos para quase todas as matérias quando ele autorizou a contratar para as demais séries houve designação para as matérias que não tem a diretora tem se organizado para ter aulas para toods.

    tá difícil esta indefinição. Não teremos o direito de repor esses dias.

    obrigada

    ResponderExcluir
  89. Concordo plenamente com Paulo Andrade em relação ao direito a todos que estão na educação terem direito ao piso. Mas não estou vendo ainda nesta negociação nenhuma disposição exata do governo em pagar o piso dentro da carreira, com os escalonamentos proporcionais. Acho que o momento é de atenção e vigília para que este desgoverno não nos confisque de novo, e literalmente nos roube, porque são pessoas que não merecem nossa confiança!!!

    ResponderExcluir
  90. Em Minas Gerais AÉCIO NEVER, NUNCA MAIS.

    Para o Brasil AÉCIO NEVER JAMAIS.

    AÉCIO + ANASTASIA + DANILO DE CASTRO = IMORALIDADES + INJUSTIÇAS + CORRUPÇÕES + HIPOCRISIAS + FALSIDADES + IMUNDICES + ...

    ResponderExcluir
  91. TEM DIRETORA QUE TOMOU UMA VAIA DANADA DOS ALUNOS.

    BEM FEITA...

    DITADURA NÃO.

    ResponderExcluir
  92. COM O ANDAMENTO RAZOAVELMENTE LENTO MAS ANDANDO, AS NEGOCIAÇÕES DO SINDICATO E GOVERNO, OS SUBSTITUTOS COMEÇAM A PERDER VALIDADE E DIA 31/10/11, TCHAU, BOBOU, DEMITIDOS...

    KKKKKKK, RSRSRS, KKKKKKKKKKK, RSRSRSRS, KKKKKKKKK, RSRSRSRS, KKKKKKK. RSRSRSRS...

    SE UM DIA ELES, OS SUBSTITUTOS, QUISEREM SER PROFESSORES TERÃO QUE APRENDEREM A SER PROFESSORES.

    TCHAU, TCHAU...

    ResponderExcluir
  93. Euler,
    Impressionada com a cara de pau desse governo.
    Todas as 153000 pessoas da educacao que optaram pelo VB tem direito ao piso.
    Safado demais né.
    ashley

    ResponderExcluir
  94. Euler, é absurdo mas o diretor da escola onde trabalho disse que recebeu uma orientação de que deverá fazer um relatório e encaminhar à superintendência de todos os professores que tiverem 5 faltas e que isso refletirá na avaliação de desempenho. Vc sabe algo a respeito? Existe lei para isso?
    Montes Claros

    ResponderExcluir
  95. João Paulo Ferreira de Assis11 de outubro de 2011 16:10

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Euler

    Prezados companheiros de luta

    O que o anônimo das 13:49 mencionou ainda é mais grave. Era preciso tirar uma média das médias de todos os cursos de licenciatura, inclusive daqueles que ofereciam os cursos e não oferecem mais, como a UNIPAC de Barbacena. Ai, em vez de termos os dados apenas da UFMG, TERÍAMOS UM PANORAMA MUITO MAIS ASSUSTADOR. No próprio ano em que eu fiz vestibular(início de 1982), de 50 vagas oferecidas, só apareceram 30 para o curso de História.
    Nós estamos sendo os últimos profissionais. E saibam que essas vagas da UFMG, da PUC e do Isabela Hendrix, e mais de alguma outra universidade ou universidades que eu não me lembrei, não preenchem a demanda de Belo Horizonte. Sem contar que muitas dessas são de alunos da grande BH.

    ResponderExcluir
  96. Euler, na historinha das patentes... Eu, o nomearei Governador do Estado de greve de Minas Gerais, vc irá debater as questõs diretamente com o Anastasia, de patente para patente. Rsrsrs!!
    Falando sério agora, em minha escola alguns alunos estão movimentando abaixo-assinado contra os tampões. Acho muito interessante dialogarmos com os alunos sobre a nossa mísera situação. Na semana passada avisei-os de que não iria repor aula nesta semana porque não teria dinheiro para o transporte, pois estava zerada, porque o governo pune quem luta e cobra direitos. Um aluno do 6º Ano, sugeriu que todos os professores e reunissem e dessem um "couro" no Governador. Sou absolutamente contra qualquer tipo de violência, e falei para este aluno que não se pode as coisas com violência e que nossa luta continuaria através de negociações, enfim, mas confesso a todos, que lá no fundinho, fiquei pensando: Ah! Se pudéssemos...!!!!

    ResponderExcluir
  97. Se vai ser 13º, 14º, salário normal, não sei, o fato é que estou zerada, contas para pagar e contas a fazer. Não dá para ficar pensando em compras de Natal ou de fim de ano agora, estou pensando em sobreviver até lá, pois zerados assim dificil será chegarmos vivos no Natal.

    ResponderExcluir
  98. Olá Euler, Olá Colegas!
    Para quem se incomoda da brincadeira das patentes,tem uma questão de educação, o blog é do Euler, nós participamos, portanto quem não gosta da brincadeira, poderia fazer a gentileza de pelo menos respeitar.
    Quanto aos demais comentários depreciativos do blog e do Euler, eu o conheci pessoalmente durante a greve e o achei um ser humano sensato, humilde, educado e teve um papel fundamental de informar e unir os professores desse grande estado.
    Eu mesma já discordei do Euler em algumas questões durante a greve, este é um espaço plural, onde podemos trocar idéias, mas vamos discordar com coerência e respeito.

    Abraço e força a todos!
    Josélia- GV

    ResponderExcluir
  99. QUERIDOS PROFESSORES DAS MINAS GERAIS , NAÕ FIQUEM ASSIM IRRITADOS,ISSO É PAPO PRA BOI DORMIR, SERÁ QUE VCS SÃO TAÕ MAL INFORMADOS A PONTO DE ENTRAR EM CONTRADIÇÃO,ELE SÓ QUER TESTAR NOSSA PACIÊNCIA E COLOCAR UNS CONTRA OS DEMAIS É CLARO QUE NOSSO SINDICATO É MUITO COMPETENTE A PONTO DE RESOLVER ESSAS PENDEGAS SEM PRECISAR DE TANTO LENGA LENGA.E OUTRA COISA PARA DE FICAR DENEGRINDO O NDG ISSO É SÓ UMA BRINCADEIRA PARA SUPORTAR ESSA PRESSÃO QUE A VIDA NOS COLOCA. QUANTO AO 14º ELE SÓ NÃO VAI PAGAR PORQUE GASTOU O DINHEIRO NA FESTA DO RELÓGIO, COM FOQUETE, BOLA DE BORRACHA,POZINHO DE PIMENTA E UM BELO JANTAR .AGORA PRECISA DELE PARA RECEPCIONAR A IVETE COM GALO. E COMPRAR MEDALIAS P/ QUEM NEM MORA AQUI, COM TANTA GENTE INTEGRA FOI BUSCAR LÁ LONGE POIS SANTO DE FORA NÃO VE O CRUSIFIQUISO OU O SACRIFICIO.NAÕ PERCA A CALMA PERMANEÇA E ESTADO DE ALERTA .POIS COMIGO NÃO REM BOROGODO É SÓ CHAMAR QUE EU VOU....ABRAÇO GENTE LINDA ESFORÇADA.CONTINUI ASSIM EULER ESTA MUITO LEGAL SEU BLOG.

    ResponderExcluir
  100. Olá, turma da luta, membros do NDG,

    A energia elétrica da cidade acabou até às 18h, por isso só agora pude publicar os comentários dos nossos e nossas guerreiros e guerreiras.

    Ainda não instalei um gerador aqui no bunker...

    Mas, estamos de volta!!!

    Um forte a braço e força na luta!

    ResponderExcluir
  101. O apagão, professor, atingiu todo o Estado, aqui por Carangola também não tinha.

    ResponderExcluir
  102. Boa noite aos amigos do NDG/NDE

    Alguém postou aqui no blog uma advertência bastante pertinente, pedindo para não divulgarmos aqui algumas estratégias, visto que esse blog popularizou tanto que é visitado inclusive por nossos inimigos.
    Denunciamos aqui e nos órgãos competentes que o (des)governador estava gastando mal o dinheiro público, pagando em duplicidade duas pessoas (não professores) para o mesmo cargo.
    RESULTADO: O TAL SENHOR (desgovernador) RESOLVEU LOGO O ASSUNTO. COMO: DIZENDO QUE NÃO IRÁ PAGAR AGORA OS MESES DE AGOSTO E SETEMBRO POR CAUSA DOS CONTRATADOS, POIS SE ASSIM O FIZESSE ESTARIA PAGANDO DUAS PESSOAS PARA A MESMA FUNÇÃO.

    DEVERÍAMOS TÊ-LO DENUNCIADO SIM E SÓ TER DIVULGADO DEPOIS.

    ESTAMOS DANDO MUNIÇÃO PARA O INIMIGO, CONTRA NÓS.

    ESTEJAMOS EM ALERTA.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  103. O pior de tudo aqui em Minas Gerais é que não temos MP, nem legislativo, nem judiciário, nem imprensa razoavelmente livre, nada. Então o governo faz o que bem entende:

    - corta salário durante greve legal;
    - não paga o piso que é lei federal;
    - contrata substitutos durante a greve;
    - mantém estes substitutos sem o que fazer nas escolas após a greve;
    - não paga os salários do mês para os educadores que fizeram greve;
    - ameça demitir e abrir processo administrativo contra quem não quer repor, mesmo já tendo cortado os dias de greve;
    - reduz salário ilegalmente de quem optou pelo sistema de VB;
    - ameaça não pagar o piso para algumas carreiras da Educação;
    - trata os diretores de escola como se estes fossem pau mandados do governo;
    - ameaça não pagar o 14º (-1/3) quando a receita do estado cresce e está previsto o pagamento do prêmio nessas condições;
    - etc, etc., etc,

    Enfim, estamos diante de um sistema de poder que pode tudo, pois os mecanismos de controle, fiscalização e punição do poder executivo não existem em Minas.

    - Ministério Público? Subserviente!

    - Legislativo? Diz amém a tudo o que o governador manda!

    - Judiciário? Cria e interpreta as leis ao sabor dos interesses do governo!

    - Grande imprensa (que é sempre um poder, talvez o mais mafioso)? Totalmente comprada!

    Por isso temos que nos organizar, nos unir, mobilizar os sem-terra, os sem-teto, os educadores, os demais trabalhadores para enfrentar essa gente.

    Eles têm a caneta que decide, o poder da força e o dinheiro, mas nós somos a maioria e podemos fazer toda a diferença, como fizemos durante a nossa heroica greve dos 112 dias.

    Custava o governo pagar o salário em outubro, o 13º que seja, ali mesmo na reunião com o sindicato, no dia 11? Mas não, preferiu enrolar, admite pagar, mas joga a decisão para a semana seguinte.

    Quanto descaso com os educadores, quanta frieza e quanto cinismo dessa turma que se apropriou do poder em Minas.

    Mais dia, menos dia, eles terão o troco, isso eu não tenho dúvida.

    ResponderExcluir
  104. Caros amigos,

    Fui eu que fiz a crítica às tais "patentes" e, é necessário frisar, não fiz com o intuito de esculhambar fulano ou beltrano e, muito menos, causar cizânia no movimento ou mesmo entre os frequentadores desse blog. Admiro, é também necessário dizer, o trabalho que vem desenvolvendo o Professor Euler e, para mim, essa é sua "patente" de mais valor, ser professor.
    Considero justo e adequado, nesse espaço de discussão, colocar meu ponto de vista pois, como quase todos aqui, amarguei uma greve de 112 dias, do primeiro ao último dia e me dói, verdadeiramente, o deboche a que estamos sendo submetidos.
    Como tantos outros anônimos, me dispus ao trabalho de conscientização dentro de minha escola, tentei divulgar o máximo possível as informações pertinentes ao movimento e por aí vai. Peço ao companheiro que me convidou a engrossar o movimento e procurar o comando de greve um pouco mais de respeito. Até porque a minha crítica é pertinente e, podem discordar, é natural e eu aceito, beira sim o ridículo essa coisa. Não somos militares, não há hierarquia. Embora reconheça que muitos bem que gostariam que houvesse...
    A patente que devemos estampar no peito é a de professores, pessoas que enfrentam o mundo e o fundo todo santo dia nas salas de aula, na imensa maioria das vezes sem apoio algum, quase submersos numa apatia social em relação a tudo que tange a educação.
    Eu, na qualidade de professor, sou igual a todos os outros colegas de classe. Para mim, que tenho filhos e obrigações, isso não é uma brincadeira e muito menos uma quedinha de braços e sim uma luta séria, num momento extremamente complexo e incerto, onde, parafraseando Marx, "tudo que é sólido se desmancha no ar".
    Foi isso que quis dizer -embora me pareça ter sido extremamente claro quando do meu comentario anterior, e foi isso que disse.

    PS: o comentário anterior foi postado como anônimo depois de várias tentativas de postar como conta do Google. Esse vai anônimo também, no entanto, subscrevo-me,
    PSII: não foi meu o comentário sobre Guevara, MST, Euler, latifúndio e ilusões, somente o referente às patentes, antes que algum leitor suponha. Nem é esse o meu ponto de vista.

    Um abraço fraterno,
    Cleito
    Lagoa Santa/MG

    ResponderExcluir
  105. A UTOPIA
    segundo SLAVOJ ZIZEK ( O FILÓSOFO QUE TEM RENOVADO O PENSAMENTO DE ESQUERDA )

    "A verdadeira utopia hoje é a de que seremos capazes de resolver nossos problemas com transformações modestas no sistema existente. A única opção realista é fazer o que parece IMPOSSÍVEL no sistema ".

    Euler e companheiros(as)
    o trecho acima sugere uma bela reflexão para todos nós.

    ResponderExcluir
  106. Eu escrevi uma carta a todos os deputados cobrando o PISO para todas as 8 carreiras da educacão.
    Esse governo não pode fazer tudo que quer gente.
    Não é possível ouvir tantas mentiras, ver tanta injustica, ver as próprias leis criadas pela ALMG serem rasgadas e todo mundo cego, surdo e mudo. O que percebemos em todos os lugares, escolas, SRE e SEEMG é desalento, tristeza, indignacão e o pior, apatia.Todo mundo desanimado.Essa conta sairá muito cara para todos, mais principalmente para a Educacão de Minas, que vai pagar um preco.Dá muita tristeza pois nossos filhos estão lá....
    Assim não pode, assim não dá.
    Essa comissão de um lado só tá demais....Precisamos de salários dignos pra comecar a mudar essa história, e muitas outras coisas para continuá-las.
    Denise

    ResponderExcluir
  107. CEMIG - a melhor energia do Brasil!!! kkkk, só não pode é ameaçar chuva.

    Mas o que eu quero comentar mesmo é o seguinte:
    depois da reunião tripartite de negociação que aconteceu ontem (ainda que tenha sido um avanço), mas sempre tem algumas pérolas a se destacar:
    - ok, se se vai antecipar o 13% , mesmo assim temos que aguardar num certo suspense por causa dizem da tal "operacionalidade" do estado! Ora,estamos aí na necessidade urgente deste pagamento, senhores. E mais, antecipar o 13% é previsto em lei, é só uma antecipação de um montante que já deve estar provisionado. Paguem sem mais lero-lero, por favor.

    - Também a questão de se pagar os nossos salários bloqueados , penso que não há tanta operacionalidade assim, pois é algo que nos pertence e devem estar assegurados mediante o compromisso de que vamos repor.

    - E mais, os nossos credores não devem estar querendo saber disto, vai saber se eles vão nos perdoar os juros e multas salgados pelos atrasos.

    - E a alimentação e transporte e a sobrevivência de muitos que estão em jogo.

    - ENFIM, A LIBERAÇÃO DE ALGUM PAGAMENTO IMEDIATO É UMA QUESTÃO DE HUMANIDADE!
    BASTA DE LERO-LERO!

    ResponderExcluir
  108. Para os professores não terá nada no dia 15,mas como também somos funcionários do Estado de Minas teremos uma festinha. http://migre.me/5TGDC
    Vamos?

    ResponderExcluir
  109. Vocês sabem se diretores e vices que fizeram greve e ganharam a eleição poderão tomar posse?

    ResponderExcluir
  110. Cruzes,
    Tem uma gente mal humorada na educação que deveria mudar de profissão bem rápido e nos deixar em paz. Ô gente amarga, sô!
    Não aceita a brincadeira das patentes, então sai fora. Não gostou, visita outro blog, quem sabe o da Sapuda. Não gostou dos cremes e das armas de beleza da CHARLOTTE, vai catar coquinho. Não ta gostando deste Blog (que é do Euler) cria um seu. Ninguém tem que concordar com tudo, mas inveja mata,ô se mata.

    Parabéns Euler. Não concordo com tudo que vc fala, mas só com 99%, tá bom, nè?
    A personagem Charlotte, mesmo quando radicaliza leva-nos ao questionamento. Continue, vc é necessária. Hora dessas vou aí buscar um pouco de creme, faz tempo que não compro, sabe como é sem dindim...
    Mas o PISO VEM AÍ! Nem que seja na marra. IMPEACHMENT, JÁ!


    Pessoal do Sindicato levem pra mesa de negociação que vamos fazer um levante como estão fazendo os movimentos sociais no mundo inteiro: encher as ruas pedindo IMPEACHMENT !
    Verão como a arrogância da Sapuda e da Tresloucada vão por terra.
    IMPEACHMENT, JÁ! IMPEACHMENT, JÁ! Essa é uma ótima moeda de troca.
    Antecipar o 13º não deveria ser ítem de negociação, qualquer banco faz isso, muitos de nós sobrevivemos até aqui justamente por isso. É o meu caso.
    Antecipação de junho, julho e 14º, já !


    Karla Vivian, BH

    ResponderExcluir
  111. Pessoal continuem enchendo as caixas de e-mail dos deputados e de todos que julgarem necessário.
    Eles estão morrendo de medo da tal lista dos "inimigos da educação", fiquei sabendo disso de um colega que no momento é assessor de um deputado da minha cidade.

    Colega que postava a quantidade de votos dos deputados por cidades, continue postando, esta surtindo efeito.
    Grata, Helena

    ResponderExcluir
  112. Caro Cleito, de Lagoa Santa,

    Respeitamos a sua crítica e a sua opinião, embora o sentido dado às patentes aqui no blog e no NDG tenha um sentido simbólico, nada hierárquico e formal, como as patentes militares. Foi isso o que o Rômulo, a Josélia, o NDG de Monlevade, e tantos outros combativos colegas tentaram explicar. Mas, respeitamos seu ponto de vista.

    Todos nós que participamos dessa luta levamos tudo muito a sério, mas também temos o direito de brincar, de não perder a ternura, que às vezes, ante às agressões sofridas, é uma das poucas coisas que restam a nos mostrar que continuamos gente, e não máquinas, como os nossos inimigos de classe.

    Mantenhamos a tranquilidade e o contato com os colegas educadores, com ou sem patente, pois a nossa luta é longa e a nossa vitória depende da união e do envolvimento de um número cada vez maior de educadores, de alunos e pais de alunos e dos demais movimentos sociais.

    Ao contrário do que você disse no seu primeiro comentário, não considero que tenhamos sido derrotados. Entramos e saímos da greve de 112 dias de forma organizada; denunciamos e revelamos a verdadeira face do esquema de poder em Minas; impedimos a destruição do nosso plano de carreira, e estamos próximos de conquistar o piso. Pode parecer pouco, mas para nós, não é.

    Nosso problema, ou melhor, os limites apresentados, não foram tanto por conta de patentes e lideranças e dirigentes sindicais, mas pela nossa debilidade na categoria mesmo. Infelizmente, uma parte muito expressiva da categoria se acomodou, ou não teve força ou clareza para lutar, e isso somou em favor do governo.

    Mas, apesar disso, realizamos uma luta heroica de 112 dias de greve, estamos negociando o piso, e vamos enfrentando cada situação. Estamos de pé ainda, e podemos e devemos reorganizar nossas forças para continuar o combate contra os ataques do governo.

    Um forte abraço e força na luta!

    Assina: Euler, professor, blogueiro nas horas vagas, conspirador contra os de cima em tempo integral e subcomandante do NDG.

    ResponderExcluir
  113. JOGO SUJO COMO SEMPRE:
    SUBSTITUTO :segura titulares
    paga piso só para professores:CRIA ATRITO ENTRE OS COLEGAS
    segura negociação:ESPERA SUBSÍDIO
    14º: TEM QUE PAGAR TODOS OS FUNCIONÁRIO INCLUSIVE A PM.
    FAZ FESTINHA: GASTA O SALÁRIO DO POVO E DIZ QUE NÃO VAI PAGAR:
    ENROLA ENROLA MAIS CEDO OU MAIS TARDE TEM QUE PAGAR.SEGURA GENTE E VAMOS ,EU VOU.SÓ NA TECNOLOGIA COM CAUTELA E ELE VAI TER O QUE MERECE.OLHA OS CORRUPTOS POR TODO LADO SÓ FAZ LEIS ESSA CORJA.PISO JÁ......NOS ESTAMOS ESPERANDO E LOGO ESTAREMOS ATACANDO NOVAMENTE.GREVE,GREVE,GREVE.NÃO VOLTEM PARA O SUBSÍDIO ,SEGURA ESSA ONDA, ELE É ESPERTINHO.

    ResponderExcluir
  114. RESPOSTA AO PÉ DA LETRA EULER , ADOREI! PONHA ESSA GENTE NEGATIVA NO LUGAR DELAS. SÓ PODE SER GENTE QUE NÃO FEZ NADA P/ MELHORAR E AGORA ESTA ATACANDO POR TODO LADO .SAI SATANAZ, VAI DE RETRO .DEUS TE ABENÇÕE HOJE E SEMPRE .VAMOS VENCER ETA BATALHA.

    ResponderExcluir
  115. NÃO SEI SE PULO, NÃO SEI SE GRITO, NÃO SEI SE CHORO, NÃO SEI O QUE FAZER, SEJA QUAL ATO COMETER É DE ALEGRIA PELO PISO QUE EM 2012 EU VOU RECEBER, ALÉM DISSO ME ALEGRO MUITO POR SER E PELOS ATOS DO GRUPO NDG!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    AO MARECHAL EULER E TODO O EXÉRCITO DO NDG, SE PRECISAR RECOMEÇAR O COMBATE NAS RUAS DE BH ESTOU A DISPOSIÇÃO ( SIM SENHOR!)KKKKKKKKKKK, FIZ UM EMPRÉSTIMO PARA PAGAR EM 75 MESES E ENQUANTO ESSA HERANÇA DA GREVE DURAR, (6 ANOS E 3 MESES)E DEPOIS QUE LIQUIDÁ-LA TAMBÉM, FAREI CAMPANHA COM MUITA BRAVURA CONTRA O PIOR
    SALÁRIO
    DO
    BRASIL.
    ESTOU CERTO DE QUE O PISO NÓS CONQUISTAMOS DERROTANDO O FASCISTA DISFARSADO NESTA PRINCIPAL REIVINDICAÇÃO, MAS FALTA MUITO O QUE RESGATAR. HAHAHAH QUANTO À PATENTE, DEVE SER ALGUM CAPACHO DO ANASTASIA INSIUMADO POR SER SÚDIDO DO REIZINHO FALIDO DE MINAS.

    ResponderExcluir
  116. Anônimo de 09:26
    "Dirão alguns que esse comentário é "infiltrado", que é "provocação". Ledo e ivo engano... Durante 112 dias confiei e acreditei na mobilização da classe via sindicato e na habilidade política de nossas lideranças."
    MOSTRA A CARA MISTER "M"... Aí vc não sera "infiltrado" mas aqui nesse blog 99,9% são profissionais com anos e anos de Psicologia, Socioligia, Filosofia que clareiam e norteam o pensar dentre tantos outros conteudos politizadores. Portanto "sacamos" de longe os "arapongas". Nunca substime nossa leitura da realidade. Você é agente infiltrado sim. Simples assim !

    ResponderExcluir
  117. Lei tem que ser cumprida na sua integralidade ou seja, todos os pontos da Lei do piso deve ser acatados pelo governo. Está explicito na Lei:
    Art. 2º - O piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica...
    §2º - Por profissionais do magistério público da educação básica entendem-se aqueles que desempenham as atividades de docência ou as de suporte pedagógico à docência, isto é direção ou administração, planejamento, inspeção supervisão, orientação e coordenação educacionais exercidas no âmbito das unidades escolares de educação básica, em suas diversas etapas e modalidades, com formação mínima determinada pela legislação federal de diretrizes e bases da educação nacional.
    Pela Lei do Piso, o governo está empedido de escolher quais profissionas do magistério serão beneficiados.
    O que nos enteressa é a implantantação da lei do piso pelo governo e todos os profissionais definidos pela lei serão conteplados.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  118. SOU VENCEDOOOOOR, COM MUITO AMOOOOR E COM VALOOOOOOOOOOR,
    NÃO ACEITEEEI A MIXARIIIA DOANASTASIIIIIIIAAAAA, ANO QUE VEEM PISO NO BOOLSOO, MAS MESMO ASSIIM A GREVE TEEEEM,
    ANASTASIIA É MARISIIA, E O SEU PARIIIIIIIIINHOOO, CARIOQUINHA SUA COMPANIIIIIIIAAA É PORCARIIIIIIAAAAA.
    ((((((VENCI O SUBSÍDIO, ACREDITE QUEM QUISER, MAS LUTEI E TENHO FÉ))))))).

    ResponderExcluir
  119. "Caríssimos:Seria Cômico se não fosse trágico" o fato de o governador se importar tanto em respeitar a lei dos duzentos dias letivos para os alunos e não se importar nem um pouco em acatar a lei do piso.
    Diriam alguns: Ah, mas na lei dos duzentos dias letivos há a questão do direito das crianças à educação. Ora! não há nenhuma preocupação desse senhor com relação às crianças. É que, milhões de crianças sem aula durante tantos dias realça negativamante a imagem do projeto de ditador, Já, não pagando o salário dos professores, ganha a fama de durão, implacável e a simpatia de grande parte da sociedade, que também não se importa com a educação.
    O jeito é guardar todo o material produzido nessa histórica greve e usar exaustivamente durante as campanhas eleitorais do ano que vem assim como nas eleições de 2014.

    ResponderExcluir
  120. É preciso que a proposta de pagamento do piso esteja o mais claro possível. O interessante é que registre tudo nos mínimos detalhes sem deixar nenhum ponto subtentido. Isso com certeza acalmaria toda a classe que vive aflita com essa dúvida????????? Porque o governo só cumprirá o que realmenteste estiver escrito e assinado, reconhecido firma e tudo mais.

    Montes Claros- MG

    ResponderExcluir
  121. Helena(19:50)
    Você está com a mais absoluta razão. Os deputados da bancada do governo reclamaram que foram "fritados pelo governo" com a não negociação da greve. O Gleiferson fez a lista dos deputados INIMIGOS DA EDUCAÇÃO penso que isso tem que ser blogado todos os dias e twittado constantemente e repassado para todos os blogs de Minas e do Brasil. Essa estratégia deve ser levada ao conhecimento de todos. Espero que as boas idéias não morram. Obrigada por ajudar.

    ResponderExcluir
  122. Sim, Subcomandante Euler,
    "um dia eles terão o troco".
    Nós aprendemos muito com a nossa heroica greve.
    Principalmente que a tão falada democracia não existe nesse País.
    E que a nossa categoria tem poder de resistência, pode ser muito poderosa. No nosso meio temos pessoas corrompidas, porém muitos fortes de caráter, e que ainda sonham com dignidade! È bom saber que existe um Núcleo Duro.
    È bom saber que existe muitos educadores como o nosso amigo Professor Euler,(de caráter e resistência); assim como a companheira Beatriz.

    Somos uma Categoria! Precisamos nos organizar a nível nacional. È chegado a hora de pensarmos em verdadeiros esducadores no poder.
    Professor Odair José

    ResponderExcluir
  123. Puxa Charlotte,às vezes você é tão irônica...
    Que coisa feia!Respeita os outros menina!
    Não se esqueça que o espaço aqui é democrático!!

    ResponderExcluir
  124. MUITOS PENSARÃO QUE SOU UM SONHADOR! MAS ESSA É A PRIMEIRA SEMENTE!!!
    UM PARTIDO POLÍTICO (NACIONAL,OBVIAMENTE)FORMADO POR EDUCADORES.

    E A LUTA CONTINUA...PREPAREMOS PARA SE PRECISO FOR , GREVE GERAL NA EDUCAÇÃO EM JANEIRO DE 2012.

    ResponderExcluir
  125. Boa noite amigos.

    Como se não bastasse, o tal senhor (des)governador agora, tentando posar de "mocinho" sugere adiantar o 13º com os recursos do prêmio de produtividade, o tal 14º. Deixando de pagá-lo (o 14º), o infeliz senhor está cometendo mais uma apropriação indébita, contra os educadores.

    Até quando gente?

    Vamos reunir e unir forças pessoal e partir pra "briga".

    ISSO É IMORAL, REVOLTANTE!

    CHEGAAAAAAAAA!!!!!!!
    QUE RAIVAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  126. Vocês ficam reclamando dos tampões, pior é o "meu tampão" que é um colega de profissão que trabalha na mesma escola que eu. Fique tão nervosa quando descobri que tive que tomar rivotril para acalmar e pasmem a ingratidão dessa pessoa, no começo do ano quando fomos escolher as turmas para lecionarmos, ela me pediu para escolher primeiro, pois morava longe, tinha uma bebezinha para cuidar e não poderia ficar com aulas picadas diurno e noturno, visto que não tinha com quem deixar a bebezinha no período da noite e eu como moro do lado da escola seria mais fácil para mim ficar com aulas de manhã e noite, aceitei por pena dela e da criança, pois sou mãe e sei como é difícil trabalhar de noite com filho pequenos em casa.
    Na greve a “bonita” se sujeitou a ser tampão das minhas 9 aulas no noturno. Fiquei sabendo que era ela só no primeiro dia de retorno da greve.
    Não consegui nem ir trabalhar nos outros dois dias seguintes.
    Quando retornei ela veio me dizer que estava precisando muito do dinheiro, só por isso pegou as aulas.
    Eu respondi a ela: E por acaso eu não estou precisando de dinheiro? Estou vivendo de ajuda de irmãos, cunhados e de meus pais
    Depois lembrei-me do seu bebezinho que no começo no ano não tinha com quem ficar para ela ir trabalhar á noite.
    E perguntei por ele: E seu bebezinho?
    Ela na maior cara de pau disse: Ah! Ficou com meu esposo!
    Ainda não consegui me reerguer, penso em desistir do magistério.Não consigo ir trabalhar e ter que vê-la, ela e o outros pelegos daquela escola.
    Não consigo dormir sem remédios, choro a toa, minhas aulas estão, com o perdão da palavra uma merda, estou deixando meu casamento para último plano, se é que me entendem.
    O que me abateu nessa guerra de 112 dias, não foi as "chibatadas do governo" e nem a "não conquista do piso de imediato", nem o corte dos salários, mas sim a traição daqueles que eu grevista carregava nas costas, enquanto estes ficavam nas escolas assinando o ponto para não terem os salários cortados, devido aos tantos empréstimos que faziam por querer ter aquilo que seus salários não comportavam ( carro do ano, roupas de grife, casas em bairros nobre) aí se endividaram tanto que não poderiam fazer greve.
    Meu inimigo não é o governo, meu inimigo são pessoas que eu achava que eram meus amigos.

    Desculpe-me pelo desabafo.
    Por enquanto, professora e mestre em química da rede estadual de ensino.

    ResponderExcluir
  127. Concordo plenamente com o companheiro Cleito.A hora é muito seria para se brincar de policia.Ficamos parados durante tantos dias pra nada.Recuamos e perdemos força.Estamos com o rabo entre as pernas, sem dignidade e sem dinheiro nem pra comer.A CEMIG já me visitou.Tive que pedir outro empréstimo.O sindicato nos enganou como na época do Hilário e mais uma vez tomamos.Voltamos pra escola sem dinheiro,coagidos,com os professores tampão nos humilhando com suas presenças e incompetência.Na minha escola a partir da semana que vem já tem fura greve de ferias premio, e sabe quem vai substitui-lo? EU.Sabe porque? Porque não tenho como comprar nem comida para meus filhos.E agora vem querer me antecipar 13º?Esta foi a ULTIMA greve que teve em Minas.Como não acredito que vai sair nada mesmos ,pois o sindicato perdeu a força quando recuou, vamos amargar este salarinho de "M".È triste mas é a pura verdade.Desculpem os colegas que ainda acreditam mas eu cansei.22 anos de magisterio.Participação ativa em todas as greves para ficar esmolando 13º antecipado? Me poupe...

    ResponderExcluir
  128. Euler e companheiros de luta,
    Defendo o piso para todas as carreiras. É o correto e o que ta nas Leis: Federal e Estadual. Pra mim acho que nem cabe discussão.
    PROPOSTA:
    Que tal marcarmos uma passeata do movimento “NOVA INCONFIDÊNCIA MINEIRA : IMPEACHMENT, JÁ!”
    Vai dar ibope, muito ibope.
    Que tal, Euler?
    Os espiões tbem estão convidados.
    Tem gente que vai pedir pra negociar, rsrsrs.

    Abraços, Karla Vivian, BH

    ResponderExcluir
  129. anonima de 20:50,
    tenha força! é difícil mesmo a minha substituta foi minha estagiária e chegou de braços abertos no 1º dia me perguntando se eu me lembrava dela e que ela tinha que me passar o que tinha dado nas minhas turmas, como se fosse a coisa mais normal do mundo ter assumido as minhas aulas e recebido o meu salário. eu não conversei nada com ela disse que meus alunos me contariam. Depois disso tenho orado diariamente para Deus ter misericordia de mim e me fazer perceber a miséiria humana apenas como miséria e não com ódio, mas é muito duro mesmo. Priorize seu casamento, pois são nossos esposos que nos dão suporte para a luta e precisamos reconhecer que eles são heróis para viverem ao lado de guerreiras.
    Abraços fraternos e empaticos. Estarei orando por mim e por vc a partir de hj.

    ResponderExcluir
  130. Cara colega: "professora e mestre em química"

    O tempo cura qualquer ferida. Mantenha-se saudável.
    Não se esqueça que o mundo é "redondo" e tudo que vai volta com a mesma força. Ano que vem tem escolha de turma e aulas. Será a sua vez e escolher o que tem direito. O que conquistou com tempo e suor. Coisas desse tipo tbém já me aconteceram, não com tampões( MINHA DIRETORA DEU TODOS OS JEITOS PRA SAIR FORA DISSO), mas com colegas aproveitadores, que querem se dar bem mesmo qdo não têm direito. Eu já aprendi a lição, espero que vc tbem.
    Sorte e fé. Cabeça erguida que o que é dela tá guardado. Passe por cima e deixe isso pra traz.

    Precisamos de vc no nosso movimento: "NOVA INCONFIDÊNCIA MINEIRA: IMPEACHMENT, JÁ"

    Karla Vivian, BH

    ResponderExcluir
  131. Euler,
    Postei algumas perguntas no blog da Beatriz, mas até o momento não obtive resposta. Se você puder me esclarecer, agradeço.
    1) Na minha escola, alguns professores estão fazendo a reposição, outros não (inclusive eu). Como ficará a nossa situação?
    2) Ouvi comentários sobre lançamento de falta comum e processo administrativo para aqueles que não estão repondo. Isso procede?
    3) Se tenho um substituto, que está ganhando sem trabalhar, por que ele não pode fazer a reposição, já que o meu salário foi cortado?
    4) Os vice-diretores dispensados, que foram reeleitos, poderão tomar posse?
    5) Tenho 15 aulas semanais nas turmas de 3º ano. Aderimos à greve a partir do dia 15 de agosto e ficamos até o fim. A reposição, feita pela minha substituta, já está terminando, pois os alunos dessas turmas ficaram somente uma semana sem aula. Como ficará a minha vida funcional?

    Respostas a essas dúvidas seriam claras, caso tivéssemos um Governo democrático, o que, infelizmente, não é o caso.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  132. Euler,
    Já temos um nome para o nosso movimento. Conversando com companheiros pelas redes sociais, chegamos a um nome bastante propício para o quadro de políticos que temos: NOVA INCONFIDÊNCIA MINEIRA, IMEACHMENT, JÁ!

    O que acha disso? O chão de Minas vai tremer de novo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  133. VEJAM SÓ, COMPANHEIROS(AS)

    O movimento OCUPEM WALL STREET , cada vez mais forte nos Estados Unidos

    o movimento dos INGINADOS na Europa - pesquisem sobre o manifesto INDIGNEZ VOUS (dá pra baixar em pdf) - a Europa treme,
    multidões estão indo às ruas em vários países

    multidões de estudantes e apoiadores estão indo às ruas no Chile

    crescem os protestos contra o neoliberalismo em todo o mundo, contra os banqueiros e a exclusão econômica da maioria neste sistema

    GENTE: SERÁ O FIM DO CAPITALISMO???
    QUEM SABE O TAL FIM DO MUNDO PREVISTO PARA 2012 PELOS POVOS MAIAS NÃO SERIA O FIM DESTE SISTEMA ECONÔMICO PERVERSO?
    SERÁ QUE SURGIRÁ UM NOVO MUNDO MAIS HUMANO???

    ResponderExcluir
  134. Será que a Bia não aprendeu que nesse governo não se pode confiar? Ela já se esqueceu do subsídio e da queda de todos os percentuais da tabela de cargos e salários que gerou a não negociaçao explicita em 2010 para falar em percentuais implicito em 2011? Francamente, errar é humano mas repetir o erro será inaceitável. Euler repasse a ela a nossa desconfiança e que tudo deverá está bem explicitado no documento final que ela for assinar, pois esse vacilo em 2010 quase acabou com a nossa carreira profissional. Essa luta nossa hoje partiu desse erro de negociação implicita. Estou até gelada com essa fala, valei - nos Deus e Divino Espírito Santo, não nos deixe nadar e morrer na praia de novo. Necessitamos de todos os percentuais acordados por ESCRITO E ASSINADO por todos.

    ResponderExcluir
  135. Cleito, seu comentário é muito lúcido e acho que não foi bem interpretado. Entendo quando vc diz que não dá pra ficar brincando. Falta mesmo realismo e sobra falação. Mas acho que no momento há muito pouco o que fazer. Depois que voltamos pra sala de aula, estamos na mão do Governo e não enxerga isso quem não quer.

    ResponderExcluir
  136. sei que o MP é conivente com o governador, mas mesmo assim fiz uma denúncia para apontar a atitude incoerente do desgovernador no tocante aos substitutos tampax:
    O governo se recusa a pagar o piso nacional aos profissionais da educação alegando que ultrapassa a lei de responsabilidade fiscal. O Ministério Público foi provocado e nada fez no tocante a obrigar o governo a cumprir lei federal e acórdão do STF, pelo contrário, assumiu um papel de subserviência ao governador, nitidamente percebido por todos envolvidos no processo. Agora acontece uma situação atípica, houve contratação de pessoas substitutas para os professores no período de greve ( imoral) e depois de a greve ser suspensa os professores retornaram à sala de aula e os substitutos ainda continuam na escola sem exercer nenhuma função e ainda recebendo até mais que os professores ( um acinte ao cidadão honesto. será que o MP novamente se manterá numa posição neutra? Não assumirá seu verdadeiro papel de fiscalizador? Afinal me sinto lesado no meus direitos, pois pago impostos e vejo que meu dinheiro, ou melhor o dinheiro público está sendo jogado fora sem nenhuma prestação de contas como manda o princípio da legalidade. Provoco o MP a que assuma seu papel numa Democracia de direito ou vivo num estado a parte?

    ResponderExcluir
  137. Marisa Karla -Governador Valadares11 de outubro de 2011 21:52

    Caro Anônimo das 20:50,

    Eu também estou indignada com a postura dos meus colegas. Eu também não suporto vê-los, mas
    infelizmente é com pelego que eu tenho que conviver e etc. Mas o que eu percebi do seu desabafo é que você não está conseguindo separar
    os problemas profissionais dos problemas
    matrimoniais."...Estou deixando o meu casamento
    para último plano..."
    Oh filha, não faz isso não!Casamento é sagrado!
    Não vale a pena você misturar sua indignação
    profissional com questões pessoais.Esses pelegos
    não merecem que lembremos deles,então não lhes
    deem tanta importância.Não leve essa angústia para casa,deixe-a na ESCOLA!
    É assim que eu faço,por isso sou muito feliz,
    GRAÇAS A DEUS! Desde cedo aprendi a filtrar
    tudo na minha vida,nunca dei depressão,e nunca
    vou dar.
    ABRAÇOS COM MUITO CARINHO,

    ResponderExcluir
  138. Aqui em Bocaiuva,a fim de angariar fundos p/ prof. sem salários e de mantermos contato entre o NDG,de uma forma mais descontraída,inauguramos o Barzinho "MINAS GEROU"(sugestivo não???).Desde 25/09 contamos com o apoio de comerciantes ,feirantes ,músicos e atores de teatro ,seresta(que se apresentará no próximo dia 14/10),temos levado a arte , alegria e cultura aos amigos que nos prestigiam no bar....e faturando algum p/ o leite das crianças....tudo isso com muita honra e orgulho por não nos deixar intimidar pela opressão e miseria humana...Renata -Bocaiúva

    ResponderExcluir
  139. Parabéns aos colegas de Bocaiúva pela criatividade e pela solidariedade.

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  140. Olà pessoal!

    vocês viram no site portal do Servidor?

    12ª festa do servidor público estadual

    vocês foram convidados?

    será no dia 21 de outubro na cidade administrativa a partir das 16 horas.

    apesar de não termos nada a comemorar, acho que devemos marcar presença nesta festa.

    sabem quem está patrocinando:?
    o BB... é dinheiro nosso... vamos lá pessoal

    teremos:

    feira de comidas e bebidas
    banda super som e cia
    velha guarda da mangueira
    sorteios de brindes

    realização;
    superintendencia de recuros humanos
    ( será que existe algum humano na cidade?)

    "servidor, este evento é todo seu. participe!


    será que dá pra encarar?

    ResponderExcluir
  141. Copa Maldita...
    http://garimpogospel.blogspot.com/2011/08/400-mil-criancas-podem-morrer-de-fome.html
    "A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) realiza nesta quinta-feira uma nova reunião de seus países-membros e organizações humanitárias diante da deterioração da crise de fome no Chifre da África."
    PORQUE O DINHEIRO QUE ESPERDIÇARAM COM A COPA NÃO FOI USADO PARA CORRIGIR OS GRAVÍSSIMOS PROBLEMAS DO PAÍS? SERÁ PORQUE OS GUERRIHEIROS DO BRAÇO ARMADO DA ALKAEDA COMPRAM ARMAS NOS ESTADOS UNIDOS?
    E por que no Brasil, CAMPEÃO MUNDIAL DO ANALFABETISMO, não se faz uma COPA DO MUNDO DE LEITURA, DE MATEMÁTICA e demais conteúdos também?
    Estou revoltada pelas crianças da Africa depois que assisti a reportagem da RECORD NEWS ontem e o programa está no site da tv, vejam lá. E de falar em tv a "grobo" perdeu 34% de audiência. Vamos continuar a boicotar a vendida e agora vamos pedir apoio dos colegas das escolas que não estavam com a gente na greve, mostrando a eles que isso é o mínimo que podem fazer.

    ResponderExcluir
  142. "sabem quem está patrocinando:?
    o BB... é dinheiro nosso... vamos lá pessoal"
    Sabem por que ele está patrocinando? Porque no ano que vem, 2012, poderemos optar por lei federal que AGENCIA BANCÁRIA queremos receber nossos salários. SIMPLES ASSIM.

    ResponderExcluir
  143. Marisa Karla-Governador Valadares11 de outubro de 2011 22:29

    Que chique hein Renata Bocaiúva?!!

    Vocês fizeram da greve uma festa!
    Povo criativo e inteligente!
    É a arte de viver.É fazer do limão uma limonada!
    Parabéns!Adorei!!!

    ResponderExcluir
  144. GENTE, IDÉIA FANTÁSTICA...
    VAMOS LÁ CORRER UMAS SACOLINHAS PRA ARRECARDAR FUNDOS PARA COLEGAS SEM SALÁRIOS...
    ESTUDEM ESSA IDÉIA COM CARINHO.

    ResponderExcluir
  145. São Paulo, terça-feira, 11 de outubro de 2011

    JAIRO MARQUES

    Meus queridos professores


    Um mestre que repita o mantra "acredite que vai dar tudo certo, vá em frente" faz toda a diferença
    Durante toda a minha trajetória escolar, nunca vi nos professores apenas um caminho para ganhar algum conhecimento em matemática, geografia, literatura. Para mim, eles eram muito mais.
    Na menor brecha que abriam, eu sugava de meus mestres formas de compreender os momentos embaçados da vida, formas de fazer a minha realidade melhor. Professor é o mundo todo sintetizado em giz, apagador e tutano.
    Na adolescência, uma professora marcou minhas lembranças para sempre ao me emprestar, juro, apenas emprestar, a antologia poética do Drummond, que tinha capa dura verde e páginas em um papel tão fino que parecia que a qualquer momento iria se desintegrar. Li quase inteira, aprendi de um tudo.
    "É para você se inspirar para o amor, refletir sobre a dureza da existência, engrossar o couro para o futuro. O poeta foi comedor de arroz com feijão igual a nós todos, mas deixou a alma viajar por grandes banquetes", dizia um bilhete da professora.
    Talvez não seja muito pedagógico para os que ensinam estreitar laços com os que devem aprender, pois isso poderia gerar conflitos de autoridade, confusão com as tarefas atribuídas aos pais. Mas as batalhas abertas atualmente no ambiente escolar trazem a mim uma nostalgia danada daquele tempo em que a mesa do professor era coberta de flores do campo -muito mais campo do que flores-, doce caseiro, desenhos, poesias e outros mimos levados pela criançada.
    Para mim, o professor foi um bálsamo salvador das pequenas e grandes angústias de ser um menino incomum fisicamente na escola. E, para isso, não era preciso grandes sessões de diálogos lamuriosos.
    Bastava um exemplo, algumas palavras seguras, uma recomendação de um livro. Um mestre que repita o mantra "acredite que vai dar tudo certo, vá em frente, que é possível" faz toda a diferença.
    Em outra situação estudantil, fui atrevido a ponto de ir à casa de um dos mestres (no interior do país, tem dessas coisas). Eu precisava como em uma emergência sufocante saber até quando eu teria de esperar para viver um grande amor, afinal, eu "já" tinha 16 anos. O professor me recebeu, levou totalmente a sério a minha dúvida e recomendou o melhor remédio de todos para os desesperados: "Tenha paciência. Seu tempo vai chegar".
    Professor é para ser admirado enquanto explica a intrigante lógica do teorema de Pitágoras, é para ser fonte de inspiração quando se recebe aquele tema "affmaria" da redação da USP, é para instigar o gosto de descobrir com a própria sola do sapato que a história das civilizações tende a se repetir cada vez que se cometem as mesmas falhas. Professor é para ser querido, pois é ele que ensina que a crase não é um acento, mas, sim, um encontro entre o artigo e a preposição.

    Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff1110201105.htm Acesso em 11 de outubro de 2011.

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  146. Euler estou muito preocupada em relação ao concurso, não ha mais nada a fazer seremos pagos pelo subsidio e corremos o risco de passar no concurso e ficarmos sem vaga? Por favor nos socorra as inscrições termina no dia 19/10/11 e ninguém mais fala sobre o assunto. Sei que você é efetivo, e acho que essa é a forma correta de garantir estabilidade, se concorda comigo por favor nos ajude.

    ResponderExcluir
  147. Combativa Renata e demais membros do NDG de BOCAIUVA:

    Parabéns pela iniciativa criadora, pela atuação durante a greve e por perseguirem a manutenção e a solidariedade entre os que lutaram. E com o apoio da comunidade seguramente conseguirão superar os obstáculos momentâneos. Que belo exemplo para Minas!

    Ao combativo amigo Odair Jose, de MONTES CLAROS, outra cidade que encheu de orgulho a todos os que participaram da nossa heroica greve de 112 dias: um abraço e força na luta!

    Um abraço também na Educadora Mineira, de CARANGOLA, outra cidade cujos educadores guerreiros, ao lado dos colegas de DIVINO e demais cidades da região, trouxeram sempre uma palavra de apoio, de conforto e de esperança para todos os educadores de Minas.

    Um abraço também para a Marisa Karla de Valadares, outra cidade com um sem número de guerreiros e guerreiras - terra do Rafael, da Josélia, e de tantos outros combatentes que ficaria difícil mencionar um a um.

    Um abraço também carinhoso na Anônima das 20:50! Você já é uma pessoa vitoriosa na vida, e tem todo o direito de desabafar e de se irritar com a atitude daquela que você um dia ajudou. A ingratidão é uma coisa que machuca. Mas, você seguramente vai dar a volta por cima e entender que aquela pessoa é mais digna de dó do que de ódio. É uma pessoa muito fraca de princípios, de valores, e por isso, por conta de uma vantagenzinha monetária e momentânea é capaz de destruir a confiança de pessoas que a ajudaram. Nós tivemos realidades semelhantes aqui em Vespasiano (quando eu lembro que um dos muitos estagiários que trabalharam comigo em sala de aula se prestou a tal papel eu fico pensando: será que eu falhei? Mas, não. A natureza humana é mais complexa do que imaginamos). Pode ser que essas pessoas algum dia se vejam na situação inversa e quem sabe assim, sentindo na pele o que a nossa categoria sentiu, elas não aprendem? Um forte abraço, força na luta, porque somos vitoriosos!

    Caro Anônimo das 21:11, achei o seu discurso muito amargo e derrotista. Pode ser o seu momento, e quem sabe o desabafo o ajude a superar tal desilusão. Não acho que a culpa por qualquer coisa, nesta greve pelo menos, deva ser atribuída somente à direção ou ao sindicato (todos nós somos parte do sindicato). O contexto é mais amplo, recuamos sobre forte pressão, inclusive de muitos colegas que voltaram ao trabalho, além da parcela expressiva da categoria que não entrou na luta; enfrentamos a abusividade do TJ e do STF; a ameaça de demissão dos colegas designados, a pressão da mídia, etc. Fomos longe e não saímos de mãos vazias não. E muito menos com o "rabinho entre as pernas". Eu e meus colegas pelo menos não nos sentimos assim. Estamos vivos e na luta. E se você pegou uma designação agora, não tem nada de mais. Faz parte do ofício e do nosso momento. Quando entramos numa greve nunca temos 100% de garantia que conquistaremos tudo aquilo que reivindicamos. Mas, pelo menos impedimos a destruição do nosso plano de carreira e estamos negociando o piso. Isso é bom. No mais, talvez a sua aversão às nossas brincadeiras denotem o seu estado de espírito dominado por grande pessimismo. O que indica que é você quem precisa mudar, não a nossa bem humorada turma. Procure relaxar, ver um bom filme, ouvir músicas, cantar, dançar, conversar com colegas de astral bom - e aqui no blog nós convivemos com centenas deles - e você verá que os momentos difíceis podem ser vividos com mais suavidade e menos acidez. Torço para que você tenha outra visão do nosso movimento.

    Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

    ResponderExcluir
  148. NDG de Plantão

    Informações importantes:

    Pare ! Olhe ! Escute ! Leia: LIBERTA Minas.
    Procure informações a respeito desses representantes da voz e do poder do povo, podem ser inimigos da EDUCAÇÃO:
    1 Aécio Neves PSDB - Senador (ex-governador de Minas por 8 anos)
    2 ANASTASIA (PSDB) Governador de Minas
    3 Antônio Carlos Arantes,
    4 Bonifácio Mourão,
    5 Carlos Mosconi,
    6 Cássio Soares (PRTB) - Passos - MG (Economista) 07/06/1981 dep.cassio.soares@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    7 Cássio Soares,
    8 Célio Moreira,
    9 Dalmo Ribeiro Silva,
    10 Delvito Alves,
    11 Dinis Pinheiro
    12 Drº Viana,
    13 Duarte Bechir (PMN) - Cristais - MG - 11/08/1957
    Técnico em pesquisas do IBGE - dep.duarte.bechir@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    14 Duarte Bechir,
    15 Gustavo Corrêa (DEM)- São Paulo - SP
    Bacharel em Direito - 21/08/1975 - dep.gustavo.correa@almg.gov.br "se esquivou da resposta. "Nós, aqui, tentando colocar panos quentes e vocês colocando mais lenha na fogueira",
    16 Gustavo Valadares,
    17 Inácio Franco,
    18 João Bosco,
    19 João Leite (PSDB)- Belo Horizonte - MG - 13/10/1955-
    Ex-atleta profissional e bacharel em História - dep.joao.leite@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    20 João Leite,
    21 Lafayette Andrada (PSDB) faz parte do GOVERNO, anda juntinho com ele.
    22 Lisa Prado,
    23 Luís Humberto Carneiro,
    24 Luiz Humberto (PSDB) 24/03/1953 - Uberlândia - MG
    Empresário rural - dep.luiz.humberto@almg.gov.br - candidatura à Prefeitura de Uberlândia, no Triângulo Mineiro
    25 Luzia Ferreira
    26 Rômulo Viegas,
    27 Rosângela Reis,
    28 Sebastião Costa (PPS) - 12/07/1949 - Divino - MG
    Advogado e professor - dep.sebastiao.costa@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    29 Sebastião Costa,

    Agora, quem assume o topo (ordem alfabética é um dos maiores INIMIGOS DA EDUCAÇÃO).

    Qualquer informação a acrescentar, favor enviar para gscrow@gmail.com .É de extrema importância manter circulando toda e qualquer informação sobre os "sonhos" de poder e glória desses representantes do POVO.

    "Aquele que não representa o poder
    e a voz do seu povo, não é digno de governar." Gleiferson Crow (Ten. NDG)

    Abraços!

    Um abraço em especial para Gracieusa Brito, foi um prazer conhecê-la pessoalmente, todas as vezes que leio seus comentários e recebo e-mail's fico feliz e percebo, que estamos cada vez mais unidos e juntos estamos caminhando para a vitória. Obrigado !!!

    Gritar se preciso for, calar jamais. Não tenho medo, respeito sim. Falo a verdade nada mais.

    NDG Gleiferson Crow
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  149. MAURO NDG DE CARATINGA
    Caro Anônimo das 20:50, quando voltei a trabalhar, encontrei uma peste de um tampão em meu lugar que deixou meu diário fedendo bosta igual a ela, a inspetora disse que eu teria que olhar o lado do aluno e trabalhar em harmonia com o tampax, eu disse, é impossível harmonia com o capeta ou com seus enviados, pois são inimigos. Digo a você que é guerreira da verdade, pois demonstrou isso na luta contra o fascismo do Anastasia, se depender de harmonia com o coisa ruim para ter boa avaliação de desempenho, que se dane tal avaliação, faça como eu, sei que deve estar estressada, então pegue o seu benzão e vá se divertir, passear, (brincar!!!!!!)e procure esquecer o tampão inimigo, pois esse coisa ruim veio exatamente para matar, roubar e destruir e se você não for sábia ele vai conseguir destruir seu casamento. não deixe isso acontecer seja simples como a pomba, mas prudente como a serpente, assim disse o rei dos reis e justo juiz.

    ResponderExcluir
  150. Boa noite amigos.

    Desculpe o pleonasmo no comentário das 18:34.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  151. Mauro ndg Caratinga,
    tenho uma idéia que penso ser muito valorosa:
    Companheiros de luta, vamos marcar um dia de boicote à rede grobo, em um manifesto onde convocaremos a todos aqueles que apoiam a educação no Brasil a não ligar na tv grobo em nenhum momento em um dia exclusivo a todos, assim naquele dia ela vai ficar pirada com a queda de audiência. Sei que para muitos será um sacrifício muito grande devido à alienação pelas novelas, mas vamos pedir ajudas e anunciar em todos os meios possíveis na internet e é claro que algumas outras emissoras anunciarão com certeza.
    Se alguém concordar pense em um dia mais propicio e convocaremos a sociedade para tal.

    ResponderExcluir
  152. Novo Tempo
    Ivan Lins

    No novo tempo, apesar dos castigos
    Estamos crescidos, estamos atentos, estamos mais vivos
    Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
    No novo tempo, apesar dos perigos
    Da força mais bruta, da noite que assusta, estamos na luta
    Pra sobreviver, pra sobreviver, pra sobreviver
    Pra que nossa esperança seja mais que a vingança
    Seja sempre um caminho que se deixa de herança
    No novo tempo, apesar dos castigos
    De toda fadiga, de toda injustiça, estamos na briga
    Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
    No novo tempo, apesar dos perigos
    De todos os pecados, de todos enganos, estamos marcados
    Pra sobreviver, pra sobreviver, pra sobreviver
    No novo tempo, apesar dos castigos
    Estamos em cena, estamos nas ruas, quebrando as algemas
    Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
    No novo tempo, apesar dos perigos
    A gente se encontra cantando na praça, fazendo pirraça

    Disponível em: http://www.letras.com.br/ivan-lins/novo-tempo Acessado em 11 de outubro de 2011.


    Que tenhamos a certeza de que, apesar das dificuldades, haverá um novo tempo para todos nós!
    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  153. Marisa Karla-Governador Valadares11 de outubro de 2011 23:32

    Euler,

    Obrigada pelo abraço.Os companheiros de Valadares
    estão com você.Fica o convite para você passear
    na nossa terrinha quente,isto é quando você
    receber os salários atrasados.Será um imenso prazer.
    Um forte abraço,

    ResponderExcluir
  154. EU PEDI PARA VC POSTAR, SE ESTA INCOMODANDO DEMAIS FIQUE NA SUA, MAS TEM ALGUMA COISA ERRADA, EU PARTICULARMENTE CREIO QUE TEM CAROÇO NESTE ANGU, EULER CM TODO RESPEITO, NO SITE DO SINDUTE SABENDO COM QUEM ESTA LIDANDO, SÓ DE TOCAR NO NOME DE CASTRO, INCOMODA DEMAIS, O CARA É BANDIDO E GENTE DE BEM NÃO FAZ NEGOCIOS COM BANDIDOS, TEM TROUXA AQUI NÃO...VC TAMBEM ESTA MUITO TRANQUILO...QUERO RESPOSTAS URGENTE MENSAGEIRO, MUITO OBRIGADA. CARLA/GV DE SACO CHEIO.

    ResponderExcluir
  155. A BAIXA PROCURA PELOS CUSOS DE LICENCIATURA
    O desinteresse é justificado, principalmente, pela pouca valorização da carreira, pela falta de uma política de incentivo e apoio à educação. Sem estímulo salarial, pedagógico, enfrentando-se dificuldades crescentes para um bom desempenho do cargo, o número de professores tende a ser cada vez menor.

    http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=184686

    ResponderExcluir
  156. NDG de Plantão

    NDG INFORMA: (LISTA LIBERTA MINAS atualizada com sucesso)

    Qualquer informação a acrescentar, favor enviar para gscrow@gmail.com .É de extrema importância manter circulando toda e qualquer informação sobre os "sonhos" de poder e glória desses representantes do POVO.

    "Aquele que não representa o poder
    e a voz do seu povo, não é digno de governar." Gleiferson Crow (Ten. NDG)

    Pare ! Olhe ! Escute ! Leia: LIBERTA Minas.
    Procure informações a respeito desses representantes da voz e do poder do povo, podem ser inimigos da EDUCAÇÃO:


    1. Aécio Neves PSDB - Senador (ex-governador de Minas por 8 anos)
    2
    ANASTASIA (PSDB) Governador de Minas
    3
    Antônio Carlos Arantes,
    4
    Bonifácio Mourão,
    5
    Carlos Mosconi,
    6
    Cássio Soares (PRTB) - Passos - MG (Economista) 07/06/1981 dep.cassio.soares@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    7
    Cássio Soares,
    8
    Célio Moreira,
    9
    Dalmo Ribeiro Silva,
    10
    Delvito Alves,
    11
    Dinis Pinheiro
    12
    Drº Viana,
    13
    Duarte Bechir (PMN) - Cristais - MG - 11/08/1957
    Técnico em pesquisas do IBGE - dep.duarte.bechir@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    14
    Duarte Bechir,
    15
    Gustavo Corrêa (DEM)- São Paulo - SP
    Bacharel em Direito - 21/08/1975 - dep.gustavo.correa@almg.gov.br "se esquivou da resposta. "Nós, aqui, tentando colocar panos quentes e vocês colocando mais lenha na fogueira",
    16
    Gustavo Valadares,
    17
    Inácio Franco,
    18
    Jayro Lessa
    19
    João Bosco,
    20
    João Leite (PSDB)- Belo Horizonte - MG - 13/10/1955-
    Ex-atleta profissional e bacharel em História - dep.joao.leite@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    21
    João Leite,
    22
    João Vitor Xavier
    23
    Lafayette Andrada (PSDB) faz parte do GOVERNO, anda juntinho com ele.
    24
    Lisa Prado,
    25
    Luís Humberto Carneiro,
    26
    Luiz Humberto (PSDB) 24/03/1953 - Uberlândia - MG
    Empresário rural - dep.luiz.humberto@almg.gov.br - candidatura à Prefeitura de Uberlândia, no Triângulo Mineiro
    27
    Luzia Ferreira
    28
    Pastor Antônio Genaro da Quadrangular
    29
    Rômulo Viegas,
    30
    Rosângela Reis,
    31
    Sebastião Costa (PPS) - 12/07/1949 - Divino - MG
    Advogado e professor - dep.sebastiao.costa@almg.gov.br - olhos do governo ditador na COMISSÃO, ALERTA!!!
    32
    Sebastião Costa,

    Importante:

    BLOG DO EULER
    O Blog do Euler esta tendo um papel muito importante, pois está sendo utilizado como um meio de comunicação com TODOS NDG's DE PLANTÃO e leitores diversos, todos são leitores (cidadãos críticos e pensantes) e as informações seguem uma política horizontal. Não estamos aqui para julgar ninguém, e como os próprios leitores tem se manifestado em favor de um dos nossos representantes.


    Gleiferson Crow
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  157. Para relaxar (viajar um pouco faz até bem):

    Pessoal, por ocasião da falta de energia hoje à tarde, fui reler o Silmarillion, de J.R.R.Tolkien, e não pude deixar de fazer um paralelo com a nossa situação:

    As forças do MAL-->
    1-Morgoth: O padrinho
    2-Sauron: O afilhado
    3-Capitães da guarda de Morgoth: Seus(suas) secretários(as)
    Orcs: A tropa de choque

    As forças do BEM-->
    1-Eru(Iluvatar): Deus (a quem vivemos pedindo para iluminar o coração das forças do mal)
    2-Os Valar: Alguns poucos políticos e figuras públicas que são a favor das nossas causas, mas não interferem muito.
    3-Elfos: Nós, professores (que enfrentamos várias guerras com as forças do mal)
    4-Hobbits: Os alunos (que muito aprenderam com os elfos e alguns até os superaram)

    Paulo Andrade - Barreiro - BH

    ResponderExcluir
  158. Pessoal,

    Viajei tanto que até esqueci dos tampax, mas tem lugar pra eles, são os homens que são corrompidos pela influência de Morgoth. Então ficaria assim a lista:

    As forças do MAL-->
    1-Morgoth: O padrinho (o único dos valar que conhece o medo, por causa das maldades que comete)
    2-Sauron: O afilhado (Um maiar lambe-botas do padrinho e por isso também odeia os filhos de Ilúvatar
    3-Capitães da guarda de Morgoth: Seus(suas) secretários(as)
    4-Orcs: A tropa de choque (porcos e truculentos)
    5-Edain (corrompidos): Os subprostitutos (que dispensam comentários)

    As forças do BEM-->
    1-Eru(Ilúvatar): Deus (a quem vivemos pedindo para iluminar o coração das forças do mal)
    2-Os Valar: Alguns poucos políticos e figuras públicas que são a favor das nossas causas, mas não interferem muito.
    3-Elfos (Eldar): Nós, professores (que enfrentamos várias guerras com as forças do mal)
    4-Edain (Homens): Pais de alunos e sociedade dos de baixo
    5-Hobbits: Os alunos (que muito aprenderam com os elfos e alguns até os superaram)

    Paulo Andrade - Barreiro - BH

    ResponderExcluir
  159. DEVEMOS CONTINUAR EM ALERTA! HOJE NA MINHA ESCOLA Á TARDE, ME SENTI COM DENTRO DE UMA VERDADEIRA REBELIÃO, POIS BOA PARTE DOS EFETIVOS GREVISTAS CHUTARAM O BALDE E DISSERAM NÃO A REPOSIÇÃO ATÉ SÁBADO QUE INCLUI O DIA DAS CRIANÇAS ! AMANHÃ SÓ VAI DAR A DIRETORA FOMINHA E OS DITOS SUBSTITUTOS!!!AO LER OS COMENTÁRIOS DO EULER E SEUS FIÉIS SEGUIDORES ME VEIO A MEMÓRIA UM LIVRO OU MELHOR ME SENTI DENTRO DO PRÓPRIO AMBIENTE , QUE ADORO E PROCURO ENCONTRAR Á ANOS PARA LER DE NOVO E QUE CONTA A TRAJETÓRIA DE LUTA DO PARTIDO COMUNISTA NO BRASIL ,MUITO LINDO! DE JORGE AMADO INTITULADO " OS SUBTERRÂNEOS DA LIBERDADE EM 3 VOLUMES! NÃO É COINCIDÊNCIA NÃO , POIS REALMENTE ESTAMOS LUTANDO POR NOSSA LIBERDADE E VINDO DOS SUBTERRÂNEOS DE MINAS GERAIS , BURLANDO A OPRESSÃO DE UM GOVERNO FASCISTA E CRUEL! QUE O NOSSSO COMANDANTE EULER E SEUS FIEIS SOLDADOS ZELEM POR NÓS!

    ResponderExcluir
  160. QUEM CRITICA DEVE TOMAR CUIDADO PARA NÃO AGREDIR. ESTAMOS NO MESMO BARCO, MESMO QUE SEJA FURADO. NADA É PERFEITO, OU MELHOR, IGUAL. VIVA A DIFERENÇA!!! VIVA A LIBERDADE DE EXPRESSÃO!!! VIVA O BLOG DO EULER!!! TENENTE, CAPITÃO, COMANDANTE!!! O QUE QUISEREM. VIVA QUEM LUTA PELO CUMPRIMENTO DE UMA LEI FEDERAL. VIVA O DIREITO DE TER DIREITO!!! VIVA A ALEGRIA, MESMO NA DOR!!! VIVA A EDUCAÇÃO!!!

    ResponderExcluir
  161. Precisamos resgatar o respeito uma vez que nossa categoria tem sido achincalhada por aqueles que nos deviam apoiar.Penso que este seja um canal importante para troca de ideias,busca de apoios e sentimento de pertencimento a uma categoria tão maravilhosa.Acho o EULER fantástico em sua análises.Penso que os impropérios direcionados aos governantes são uma espécie de terapia e muitas vezes evitam,"infartes,derrames e pressão alta.Mas, há algo nos comentários que não acho legal:o tom jocoso da professora dos cremes cheira a coisa frívola; alguém falou em greve que virou festa; outro já apregoa greve para Janeiro como se convidasse para um passeio no campo. O que é isso minha gente.Cuidado! Muitos que visitam o site pode achar que somos pouco sérios.Sei que 90% dos que aqui postam estão sofrendo por sonegarem aos alunos o sagrado direito ao conhecimento,por não poderem honrar seus compromissos e por sentirem-se lubridiados por este governo despótico.Para finalizar este meu desabafo, gostaria de agradecer ao EULER pela postura democrática postando todas as vertentes de pensamento pois de repressão já estamos cheios.
    Em tempo: já que estou desabafando, algumas vezes os ateus são ofendidos.Pensem o blog como um espaço onde a diversidade impera.
    Abraços carinhosos a todos.

    ResponderExcluir
  162. Gostei muito do seu blog, Euler...
    Você, sim, defende uma causa na qual acredita, parabéns!!!

    ResponderExcluir
  163. Alguns pais e alunos consideram a greve um absurdo, uma vez que os estudantes da rede estadual de ensino ficaram sem aula por 112 dias ficando prejudicados; principalmente os alunos do 3° ano do ensino médio que se candidataram ao ENEM e consequentemente ao vestibular de 2012.
    Mas se esquecem que é mais absurdo ainda o Governo Estadual não pagar o piso salarial previsto por lei federal. É inaceitável o Governo do Estado passar por cima de uma lei federal; ele também contratou professores substitutos para dar aulas no lugar dos grevistas, desrespeitando o direito de greve do servidor público previsto por lei.
    O governo de minas deveria entrar em acordo com a categoria, pagar o piso salarial para evitar greves futuras e que mais alunos, professores e funcionários da rede estadual de ensino fiquem prejudicados.

    ResponderExcluir
  164. ORA,ORA...
    RENATA/GEOGRAFIA,
    OS INJUSTOS QUE OPTARAM PELO VB NÃO ESTARÃO RECEBENDO FAVOR ALGUM AO TER O ALMEJADO PISO.VOCÊ BEM QUE GOSTOU QUANDO O NÚMERO DE ADESÃO AO VB DECEPCIONOU ANASTASIA!BASTA DE LAMENTAÇÕES,MENINA.

    ResponderExcluir
  165. Eu concordo e apoio plenamente a greve dos professores.Eles tem que lutar mesmo pelo seus direitos e mostrar para as pessoas como a nossa política é suja e corrupta.Espero que cada vez mais trabalhadores façam oque os professores estão fazendo que é reivindicar os seus direitos para que possamos mostrar para os políticos que de trouxa só tem eles.

    ResponderExcluir
  166. O Senado Federal também vai analisar a situação da lei do piso salarial descumprida por nove estados!
    Como esse pessoal é lento quando a questão de interesse é do povo!
    Penso que Anastasia tem inúmeros motivos para respeitar nossos direitos, quer ele queira ou não, mais cedo ou um pouco mais tarde terá que respeitar!
    Fiquemos atentos.
    Olha colegas, nossa greve foi realmente heróica, pois lutar contra as contradições existentes dentro de nossa própria categoria e contra um governo no mínimo desumano não é para qualquer um não...
    No dia a dia de cada escola, penso que os colegas que lutaram pela greve deve ter uma visão de quem saiu de uma caverna e ousou ver o mundo lá fora. Você que saiu da caverna e percebeu que a realidade não é aquele mundinho, ao retornar passará por inúmeras desgostos, inúmeras visões pessimistas, céticas, desanimadoras etc, mas saiba que o mundo nunca mais será o mesmo: você ousou e saiu da caverna!
    Um abraço de Carangola para todos os valentes guerreiros de Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  167. Boa noite prof guerreiro!
    Afinal aquela vaca gorda ia participar da comissão tripartite?

    ResponderExcluir
  168. Sem dúvida nenhuma os alunos das escolas públicas e principalmente do 3º ano do ensino médio,assim como eu,nos sentimos prejudicados com a greve.
    Acho que esse assunto deveria ser resolvido de outra forma,mas infelizmente esse governo inútil que só sabe roubar o dinheiro público não queria dar o piso salarial que é lei para os professores.Entendo que lamentavelmente a forma mais ofensiva é fazendo greve ,mas depois repondo as aulas corretamente.


    Patrícia Elena
    (aluna do 3º ano do Estadual Central)

    ResponderExcluir
  169. Fomos sim prejudicados com essa greve,mas ela também foi necessária.Se os professores nao conseguiram ainda os seus direitos,mostraram para o povo que tem muita coisa errada e que esta sendo desviado muito dinheiro que deveria ser desgnado para a educação;e para onde foi desviado?
    Lucas Morgado (aluno do 3º ano do Estadual Central

    ResponderExcluir
  170. Creio que esse ano aos professores tiveram um pulso mais firme,mostranram para nós alunos, o verdadeiro motivo de estarem tanto tempo ''parados''! Penso que realmente fomos muitos prejudicados principalmente alnos dos 3º ano, pois nunca repomos odos as aulas corretamentes, agora nós que estavamos contano os dias pra formamos temos que esperar muito mais tempo agora,no entanto si que tudo que fizeram foram pra tentar conseguir um animo a mais para dar uma aula de melhor qualidade para todos nós!

    Mayrine Chagas
    ( aluno do 3º ano Estadual Cantral)

    ResponderExcluir
  171. Apesar de ter persistido continuo com o meu pensamento duvido muito que o governo cumpra esse acordo. Eu estou no 3° ano e me sinto lesada sim, quando chegaram os substitutos na minha escola eles cortaram a aulas todas e entraram de greve geral. Claro que esse substitutos não são dignos do piso, pois, enquanto outros estavam lutando pelo direito deles próprios eles estavam traindo o movimento. Mais ainda assim não acho justo com os alunos esse descaso, porque em minha opinião isso que aconteceu, um descaso com todos envolvidos (menos o governo).

    ResponderExcluir
  172. É interessante saber o motivo de tantos dias de greve,a cada dia que passamos sem receber notícias se as aulas voltariam ou não,não vou falar que a greve foi mil maravilhas para nós alunos porque não foi, mais todos temos direito de lutar por aquilo que é de nosso direito, que os professores continuem lutando para obter melhores resultados, e que consigam maior apoio de seus colegas de trabalho,como dizem muitos a união faz a força .

    Luciana S
    (aluna 3º ano Estadual Central)

    ResponderExcluir
  173. Vejo que tá valendo apena cada passeata q teve,cada tempo sem comer de alguns professores e outros que se acorrentaram,achei horrivél aquela ideia do governo colocar novos professores subistitutos,tudo bem que iriamos ter aula,mais fico pensando eles(os professores substitutos)indo da aula pra gente não ia ajudar os professores da greve,e além do mais se essa luta não acaba aqui eles vão querer os mesmo direitos que os professores estão pedindo agora.

    ResponderExcluir
  174. Nós alunos do 3º ano fomos os "mais" prejudicados com essa greve; ficamos sem aula e realmente foi bastante tempo perdido. Sei que a greve foi preciso, pois do jeito que estava era impossível continuar né? Admiro os professores por terem resistido tanto tempo, principalmente quando chegaram a ficar sem salário, o que dificultou bastante, e mesmo asim vocês continuaram lutando. Parabéns!

    Gabriela Gomes, Estadual Central.

    ResponderExcluir
  175. Apesar de não ser difícil acreditar, é de indignar a forma como o Governo de Minas recebe o povo mineiro. Fica cada vez mais claro que o povo não é prioridade em nosso estado, e sim o pagamento da dívida pública estadual, dentre outras coisas que geram lucro para uma classe que nos explora.
    Mas a máscara desse Governo elitizado está caindo, diante de tanto descaso. Precisamos agora denunciar o que está acontecendo com a Ocupação Dandara, e também com a Irmã Dorothy, que também é reflexo dessa realidade.

    Júlia Raffo
    Presidente do Grêmio do Estadual Central
    Estudante da turma 109

    ResponderExcluir
  176. Acho um absurdo vocês professores que entraram de greve ficar nas ruas lutando por um piso salarial que é direito de vocês, fazendo greve de fome, tendo seu salário cortado com família para sustentar enquanto o governo contrata outros professores para estar em seus lugares, que em vez de ir para as ruas lutarem preferem se contentar com um misero salário, e os professores que pararam, que deram a cara para bater é quem sobra, mais se conseguem o que querem todos saem lucrando com isso, apesar da demora é preciso que vocês não desistam, pois sem luta não há conquista.

    ResponderExcluir
  177. Eu como aluna do 3° ano fui totalmente prejudicada com essa greve, mais creio que essa luta não será em vão apesar de ter meus receios que o governo não cumpra o acordo que foi proposto. Mais admiro muito vocês professores que pararam geral para lutar por uma coisa de direito. Ficar nas ruas de baixo de chuva ou sol, fazendo greve de fome, tendo seu salário cortado com família para sustentar enquanto o governo teve o simples ato de contratar professores substitutos que nem qualificados eram para estar em seus lugares, que em vez de ir para as ruas lutarem preferiram se contentar com um misero salário. E os professores que pararam, que deram a cara para bater é quem sobra, mais se conseguem o que querem todos saem lucrando com isso, apesar da demora é preciso que vocês não desistam, pois sem luta não há conquista.

    Luciana Dias, Estadual Central

    ResponderExcluir
  178. A PASSOS LENTOS SEGUE A JORNADA DOS PROFESSORES, JA COM ALGUNS AVANÇOS QUE PODEM SER CONSIDERADOS DE GRANDE EXPRESSÃO NA LUTA POR MELHORES SALARIOS E CONDIÇÕES DE TRABALHO. ESPERO QUE ESSA LUTA NESSA SE ESTENDA MAIS, POIS JA FOI LONGE DEMAIS, QUE O RESULTADO E RECONHECIMENTO SEJA IMPOSTO O MAIS RAPIDO POSSIVEL, POIS A SOLUÇÃO PARA UM BRASIL MELHOR NAO É COPA DO MUNDO, FEITA PARA TURISTAS APROVEITAREM, A SOLUÇÃO ESTA NA EDUCAÇÃO, QUE DEVE SER MELHORADA E REVITALIZADA, ASSIM COMO ESTA ACONTECENDO COM OS ESTADIOS BRASILEIROS.

    Felippe Augusto Couto Silva
    (Escola Estadual Governador Milton Campos-109M)

    ResponderExcluir
  179. como aluna e cidadã adimiro todos vocês professores que estão nessa luta pelos seus direitos e pela educação de Minas que nos informam a partir desse Blog por exemplo a dura e dificil realidade dos educadores que lutam pela melhoria dos salários até mesmo com o governo tentando adiar os ajustes que devem ser feitos,no entanto não desisitindo da luta e nos servindo como exemplos na luta pela educação,obrigada.

    ResponderExcluir
  180. Realente é um absurdo vocês professores lutarem por uma coisa é direito de vocês! Mas como a politica no Brasil é como é... O jeito é continuar lutando. Sem luta não há conquista.


    Palloma Ramos (Estadual Central)

    ResponderExcluir
  181. O governo acha que falando que vai adiantar o 13° dos professores vai adiantar de alguma coisas, mas isso não é nem o começo do que eles deveriam fazer, onde está os direitos ? o governo acha que com as decisões que estavam tomando a respeito da greve, o fez ficar bem visto pela população ? pelo ao contrario, estão todos mais revoltados ainda e depois que o governo soltou uma nota falando que os professores que fizeram a greve só iriam ser pagos quando tivessem reposto todos os dias perdidos, agora me fala, quem quer trabalhar 3 meses de graça ? é os politicos não querem, mas só resta os professores aceitarem tal decisão, ou simplismente mudar de profissão
    Natália 3 ano E. E> Gov. Milton Campos

    ResponderExcluir
  182. Todos professores merecem ser reconhecidos como se deve, e espero que suas forças nunca acabem, o Brasil precisa e merece uma educação que seja digna, tanto pros professores, para quem vai recebe-la. Corram atrás do seus princípios, assim um dia conseguiram alcança-los!

    Jéssica Fernandes
    E.E. Governador Milton Campos
    104M

    ResponderExcluir
  183. O Palácio deve tremer só em ouvir falar em professor. Esta greve pôde mostrar um pouco da falsa situação de Minas. O governo Aécio (grande responsável por isso, que não enfrenta bafômetros ,mas quer ser presidente da república) foi reeleito e se fez sobre a grande mentira de choque de gestão, equilíbrio da máquina, gestão eficiente, e planejamento a longo prazo. Essa máscara começa a cair ! O choque de gestão fora fajuto, a gestão eficiente é uma mentira. Minas continua em situação financeira dificílima, isto devido ao montante de dívida acumulada não revelada , e, às excessivas benéfices tributárias concedidas aos grandes empresários tucanos; apesar disso em janeiro o governo instituiu Leis delegas que criavam diversos cargos administrativos altos, (moeda de troca a ampla base anastasista que proporcionou vitória em primeiro turno)e o governo agora não pode falr que não t:em dinheiro para pagar o Piso.


    Vitor Diniz
    117m - Estadual Central

    ResponderExcluir
  184. L.R.C. -Aluna do 3ºano o Estadual Central
    Caro amigo Vitor Diniz, O GOVERNO NUNCA PÔDE FALAR QUE NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR O PISO, PISO É LEI COMO TODOS JÁ SABEMOS, e todos nós pagamos INJUSTOS IMPOSTOS. O Brasil tem MUITO DINHEIRO SIM, dinheiro distribuído no bolso dessa classe que suga classe politica comparada a ninho de cobras! Daqui a pouco vão cobrar impostos pelos nossos pensamentos, e ridículo falar que o governo não tem dinheiro para pagar o piso!

    Sabe, chamou a atenção! Quer dizer então que, a cidade administrativa não é um local público? (RISOS MUITOS RISOS)
    O fato é: Enquanto o governo constrói uma “cidade administrativa” para administrar o seu dinheiro, a favor deles! Você está trabalhando em pro do enriquecimento deles! Aqui nesse pais o pobre PAGA 44,5% a mais de impostos do que o rico! ABSURDO! E sabe para onde vai o seu suado e sangrado dinheirinho meu amigo, é, para o império corrupto. E como ter uma viseira de burro, e só andar em círculos, sua vida nunca vai para a frente, você nunca cresce, a não ser que você aja ilegalmente não pagando impostos assim juntando dinheiro, correndo o risco de perder o seu negocio, construído com tanto custo!
    Sou aluna, estou sendo prejudicada, mas sou A FAVOR DA GREVE SIM, por que aluno que se interessa mesmo pelos estudos corre atrás do prejuízo, estuda por si só, pede ajuda etc. E fica do lado de quem vive a vida na luta pela educação e pelo preço JUSTO que tem que ser pago para seus professores! LUTA PELO CUMPRIMENTO DA LEI FEDERAL! Vamos acabar com essa vergonha, vamos continuar com a luta, no pain no gain!

    ResponderExcluir
  185. O pior e perceber q para pagar os nossos educadores nunca se tem verba, já para criar a cidade administrativa, aumentar o salario dos ladroes corruptos do governo, pagar familiares que foram postos em cargos fictícios e para as campanhas eleitorais de todos eles tem verba suficiente e ainda sobra alguma para eles nos roubarem não é. O descaso q vem ocorrendo mostra como a população não tem senso para escolher quem governara nossa nação.
    D.V.S.(aluna do terceiro ano do Estadual Central)

    ResponderExcluir
  186. O piso é lei, o piso tem que ser cumprido, o governo tem obrigação de pagar. Concordo com a colega em gênero, número e grau, e apesar de ser aluno e sair prejudicado também dessa greve, eu estou com os professores e com o movimento grevista, porque direito é direito, e quando abaixamos a cabeça e deixamos para lá o que é nosso, é porque a apatia realmente já nos dominou e isso significa o pior dos sentimentos. Ainda mais quando lembramos dos aumentos nos impostos que realmente nos são IMPOSTOS goela abaixo, afinal de contas, eles não nos perguntam se temos dinheiro pra pagar, mas mesmo assim, temos que nos virar e dar um jeito de sobreviver. Eu gostaria muito de saber para onde esse dinheiro todo vai, porque pra melhoria da nossa vida é que não é. Aliás, todos sabemos pra onde vai esse dinheiro, eu quero mesmo saber é quando esse ciclo vicioso vai acabar, quando vamos nos conscientizar e lutar de verdade em prol de nós mesmos.
    JV.A.V - Aluno do 3° Ano - Estadual Central

    ResponderExcluir
  187. É engraçado ver que o estado não paga o que é de direito ao professor que trabalha todos os dias e dá o seu maximo aos alunos mais paga aos professores recem formados, substitutos para ficarem atoa?! É uma vergonha o nosso país, mais fico feliz em ler os comentarios dos meus colegas, jovens, e que formam junto comigo o futuro do Brasil. Espero que nas proximas eleições todos continuem indignados, pois sera nas eleições a forma de provar tudo que pensam.

    Carolina Machado, 111m

    ResponderExcluir
  188. Parabéns a vocês proefessores guerreiros pela coragem e incessante força para lutarem pela decisão do piso salarial e do pagamento antecipado de vocês,é isso aí lutem pelo que é direito de vocês,afinal se o governo tem dinheiro para pagar os substitutos porque não pagar a vocês também acaba que fica sendo dois pagamentos para uma função só.
    Aluna do 3°ano do Estadual Central

    ResponderExcluir
  189. sao nessas horas q vemos o quanto o futuro politico do ,nao só de Minas ,mas do Brasil esta indo de mal a pior.
    o governo chega a ser idiota,pois se tem dinheiro pra pagar substitutos,logo essa mesma grana podia ser aplicada aos professores q estao lutando por o q sao deles por direito.
    Se o governo estivesse investindo na educaçao do jeito q els dizem , eles ja teriam colocado em pratica a quetao em si.

    Rogério estadual central 111M

    ResponderExcluir
  190. P.P.M.S

    na minha opniao o governo nao soube penssa, pois se ele tinha dinheiro para pagar professores substitutos pq nao pegar esse dinheiro e invistir nos salarios dos professores que ja atuam na area a mais tempo?

    ResponderExcluir