sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Na desqualificada Veja, mais um palpiteiro a serviço das elites






A combativa turma do NDG da cidade de Mariana, presente na nossa heroica greve de 112 dias.




Na desqualificada Veja, mais um palpiteiro a serviço das elites

Aqui em Minas Gerais nós temos algumas entidades que existem para servir ao governo nos momentos das legítimas greves dos educadores. Uma delas é uma tal federação de pais de alunos, cujo chefe provavelmente nunca visitou 1% das 3.700 escolas espalhadas pelo estado. Perguntem aos pais de alunos, caros colegas professores, se eles já ouviram falar numa tal federação que só aparece durante as nossas greves para dar entrevista na mídia comprada contra os interesses dos educadores. E se eles foram alguma vez consultados sobre o que seria melhor para eles e seus filhos.

Mas, além dessas figuras que circulam a mando dos governantes regionais - figuras sem representação real alguma, mas que oferecem a cara de tacho para servirem aos poderosos -, temos também, no cenário nacional, figuras com aparência de refinamento, mas não menos canalhas do que as outras, que por serem simplórias, nós até entendemos, embora não concordemos. Para quem - como os educadores mineiros - está convivendo com a figura do substituto sem habilitação, não é difícil entender a existência de outros personagens que se prestem a qualquer serviço.

Não deveria perder meu precioso tempo livre analisando certas baboseiras que publicam sobre os educadores, a educação, os sindicatos, enfim. Mas, até para que essas concepções descoladas da nossa realidade concreta não proliferem, torna-se necessário dar essa pequena contribuição crítica, a denunciar o papel deseducador que certas publicações exercem.

Recentemente, na já manjadíssima revista Veja, conhecida pelo seu padrão editorial ultra-conservador, golpista e direitista (o pleonasmo aqui é inevitável), figurou, entre suas porcas páginas, nas quais não me atrevo a tocar, já há algum tempo, por razão de higiene - e por achar um desperdício e uma agressão à natureza se permitirem que derrubem árvores para produzir excrementos -, mais um artigo de ataque aos educadores.

O autor de tal artigo, um economista, que atende também pelo nome de Gustavo Ioschpe, filho bem nascido de banqueiro, rabiscou algumas mal traçadas linhas para tentar defender a tese de que as greves coordenadas pelos sindicatos dos educadores seriam prejudiciais à sociedade, pois os sindicatos estariam lutando apenas por interesses próprios, opostos aos dos alunos, pais de alunos, etc. Dizem que na revista, que eu recomendo que ninguém a assine ou compre, o tal artigo foi ilustrado com uma foto da nossa heroica greve de 112 dias. Nada mais impróprio!

Resisti o quanto pude a ler o referido artigo serviçal do pensamento neoliberal e a serviço dos governos, mas foram muitos os pedidos e tive que me dar ao trabalho, aborrecido, não nego, de achá-lo na Internet, neste endereço (http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/e-hora-de-peitar-os-sindicatos-de-professores-escreve-ioschpe/). E pior: tive que lê-lo - eis um sacrifício quase tão grande quanto sobreviver com os nossos contracheques zerados.

Confesso aos meus colegas de luta, turma de combate do NDG e demais colegas, que é difícil responder a um apanhado de frases sem qualquer fundamentação razoável, como a do tal articulista da infeliz revista. Ele começa comparando a luta dos educadores por melhores salários e condições de trabalho com a indústria de cigarros, tentando estabelecer um ridículo paralelo: quando se fala dos males cancerígenos causados pelo cigarro, todos sabem que a indústria defende o lado dela, em particular. Mais ou menos como se a nossa luta pelo piso, pelo tempo extraclasse, por exemplo, nada tivesse a ver com uma Educação pública de qualidade para o bem de todos, e fosse apenas do interesse privado dos educadores, ou do sindicato.

E nessa linha rebaixada o articulista desenvolve o seu péssimo texto, abordando os temas de forma superficial e irresponsável até, pois eu duvido que ele tenha pisado em alguma escola pública da periferia de qualquer grande centro urbano do país para falar sobre o tema. Vejam que pérola:

"Você deve achar que o país investe pouco em educação, que os professores são mal remunerados, que as salas de aula têm alunos demais, que os pais dos alunos pobres não cooperam, que deficiências nutritivas ou amorosas na tenra infância fazem com que grande parte do alunado seja “ineducável” e que parte do problema da nossa educação pode ser explicada pelo fato de que as elites não querem um povão instruído, pois aí começarão os questionamentos que destruirão as estruturas do poder exploratório dessas elites." - diz o articulista, para, em seguida completar:

"Não importa que todas essas crenças, exceto a última, sejam demonstravelmente falsas quando se cotejam décadas de estudos empíricos sobre o assunto (a última não resiste à lógica)." (grifos nossos)

Quer dizer então que décadas de estudos empíricos provam que:

a) nós não ganhamos baixos salários, devemos ser meramente uns insatisfeitos da vida. Nem vou falar dos nossos contracheques zerados deste e do próximo mês, porque aí seria uma apelação da minha parte. Basta falar da nossa reivindicação principal: um piso salarial de R$ 1.187,00 para uma jornada de até 40 horas de trabalho. De fato, este é um salário gigantesco, que nenhum de nós saberá como gastá-lo no dia em que os governos que financiam a revista Veja, o jornal Estado de Minas, a Rádio Itatiaia, a Rede Globo, e tantos outros, resolverem nos pagar esta altíssima remuneração. Agora, a pergunta que não quer calar: será que este sujeito tem a coragem de fazer como eu faço aqui, de exibir o contracheque publicamente, para mostrar quanto ele ganha para meter o bedelho em assunto que é sério, e deveria ser tratado com respeito, e não como ação de palpiteiro? Mas, como eu sou ingênuo! Quem disse que ele tem contracheque? Filho de banqueiro, estudou em duas universidades caríssimas no exterior, é fundador e presidente da G7 Investimentos, conselheiro da Iochpe-Maxion S.A. e Fundação Iochpe, etc., etc. Ou seja, é um "especialista" da educação, padrão rede Globo, que não deve ter contracheques, mas retiradas mensais superiores, cada qual, ao que um professor do Brasil real recebe em toda uma vida de dedicação ao ensino público;

b) salas superlotadas continuam uma realidade em várias escolas de Minas e do Brasil. Já lecionei para turmas com mais de 50 alunos, onde eu ficava espremido entre a lousa e as carteiras da frente dos alunos. Depoimentos semelhantes já foram dados aqui. E é muito comum, por economia porca por parte do estado, haver fusão de turmas quando numa ou noutra sala começa a ocorrer evasão de alunos no segundo semestre do ano. Mas, os "estudos empíricos de décadas" do nosso especialista dizem o contrário. Logo, a realidade fática não conta, o que conta mesmo são os estudos de "especialistas" escolhidos a dedo pelos governos, ou pelas secretarias de educação dos desgovernos;

c) quanto aos pais de alunos não cooperarem, claro que esta forma rebaixada de abordar o problema só poderia sair da boca, ou da pena, de uma pessoa que desconhece a realidade social em que vivemos. Boa parte dos pais de alunos não tem condição real para dar a devida atenção ao desempenho dos filhos nas escolas públicas; não que não queiram, mas por absoluta falta de tempo, pois trabalham o dia todo para garantir a sobrevivência da família; ou então porque eles não tiveram, na infância, a oportunidade de frequentar uma escola pública de qualidade. Contudo, a culpa não é desses pais, mas dos governos e das elites dominantes, que não investem na educação e preferem gastar rios de dinheiro com publicidade em revistas, jornais, rádios e TVs de baixa qualidade - que contratam "especialistas" para falarem mal dos professores -, do que investir seriamente na educação pública;

d) o país não investe pouco em educação pública - é o que diz o articulista-palpiteiro, fazendo referência a "estudos empíricos". Aliás, estes estudos me lembram um pouco uma fábrica poluente aqui da cidade onde eu moro, que contratava empresas para fazerem estudos comprovando que ela não tinha culpa pela poluição que causava. A culpa era do vento, que soprava na direção errada. Paguem um profissional sem caráter para fazer um estudo contra ou favor qualquer assunto e ele fará, sem dor na consciência. Então, o Brasil investe muito em educação básica, de acordo com o articulista. Ora, onde está este dinheiro, então? Se os educadores de Minas e do Brasil estão lutando e sofrendo para receberem um miserável piso salarial de R$ 1.187,00 e ainda assim não conseguiram, há que se perguntar: onde está o dinheiro deste alto investimento na Educação pública que não chega nas escolas e no bolso dos educadores? [Cairia bem aqui aquela música: "Onde está o dinheiro, o gato comeu, o gato comeu. E ninguém viu...."]. Se fosse consequente com a análise que ele faz, deveria dizer que os governantes deste país são corruptos e ladrões. Mas, o papel dele não é ir ao fundo nas análises, mas simplesmente lançar a desconfiança, tentar jogar os leitores incautos contra os legítimos movimentos dos educadores por salários mais justos, e consequentemente, por uma Educação pública de qualidade. O Brasil investe em torno de 5% do PIB, apenas, com toda a Educação pública. Este ano de 2011, o custo aluno ano foi de apenas R$ 1.750,00 para o FUNDEB - o que dá uma média de R$ 146,00 por mês por aluno. Apontem uma única escola privada que cobra esta mixaria de mensalidade dos seus alunos, garantindo com este recurso o pagamento dos educadores, as reforma das escolas, a aquisição de equipamentos, merenda, livros didáticos, etc. O estado investe muito pouco na educação pública - investe pouco e mal, pois são notórios os desvios realizados com as verbas da Saúde e da Educação -, e obviamente, este baixo investimento na Educação se deve sim à não priorização dessa área pelas elites dominantes. Por quê? Óbvio: essas elites não desejam, de maneira alguma, conviver com uma população dos de baixo com boa formação crítica, politizados e conscientes do protagonismo que devem assumir em relação à sua própria história.

Mais adiante - e eu não vou me dar ao trabalho de cansar ainda mais os nossos ilustres leitores - o articulista da tal revista lança a conhecida falácia neoliberal, segundo a qual, a qualidade da educação deve ser vista pelas lentes do mercado, pela competição individual entre os educadores, a tal meritocracia extremada, contra a qual, segundo o economista, o sindicato é um obstáculo. Em outras palavras: se não houvesse a luta coletiva, sindical, organizada, a qualidade do ensino seria melhor, pois os "bons" profissionais ganhariam mais, e os "vagabundos" (é este o termo que ele usa, talvez se olhando no espelho) receberiam menos. Mal sabe o palpiteiro, que a luta dos educadores tem se pautado pela defesa de salário justo para todos, mas também pela implementação de uma política séria de formação continuada e pela valorização do título acadêmico - o que não se conquista com vagabundagem, mas com estudo, com dedicação, com persistência. E que é justamente o estado que tenta dificultar esta luta, ao não remunerar adequadamente os educadores que alcançam novos títulos acadêmicos, ou ao não oferecer cursos de formação continuada, além dos péssimos salários praticados.

E para encerrar - porque meu estoque de paciência com tanta imbecilidade já começa a se esgotar neste final de noite - vejam esta outra pérola:

"Cada vez mais a pesquisa demonstra que aquilo que é bom para o aluno na verdade faz com que o professor tenha de trabalhar mais: passar mais dever de casa, mais testes, ocupar de forma mais criativa o tempo de sala de aula, aprofundar-se no assunto que leciona. E aquilo que é bom para o professor — aulas mais curtas, maior salário, mais férias, maior estabilidade no emprego, maior liberdade para montar seu plano de aulas e para faltar ao trabalho quando for necessário — é irrelevante ou até maléfico para o aprendizado dos alunos."

Vejam: "cada vez mais a pesquisa demonstra...". Pesquisa? Que pesquisa que demonstra essa imbecilidade? Se ele conhecesse um pouco a realidade das escolas e das nossas reivindicações, veria que o que queremos é bom para o aluno e para o professor, sem contradição alguma. Queremos sim mais tempo extraclasse, justamente para preparar melhor as nossas aulas - isto nada tem a ver com "aulas mais curtas"; queremos melhores condições de trabalho sim, com turmas menores, equipamentos, bibliotecas, salas de informática, para podermos ocupar com mais criatividade o tempo em sala de aula e fora dela também; e queremos autonomia sim, para discutir e preparar os conteúdos, considerando os contextos em que vivemos, e para realizar trabalho interdisciplinar, o que requer maior tempo extraclasse. Mas, para o infeliz articulista, nós estamos querendo é liberdade para faltar quando quisermos, ou para não trabalhar - novamente ele deve estar se mirando no espelho, claro. É outro que desconhece a realidade do magistério e a necessidade de haver mais tempo extraclasse para o melhor desempenho profissional em sala de aula. O que é bom para professores e alunos.

Enfim, trata-se de mais um texto sob encomenda, com citações de pesquisas descontextualizadas, de outros países, sem se dar ao trabalho de abordar de forma séria a dramática realidade da educação pública básica no Brasil. Mais um artigo sob encomenda a serviço dos governantes, como o de Minas e de tantos outros estados e municípios, que não cumpriram sequer a Lei do Piso - e cujo tema, responsável pela greves que ele critica, não foi mencionado sequer uma única vez no seu artigo.

Ora, as elites brasileiras estão realmente empobrecidas demais em matéria de críticos, pensadores ou "especialistas" em tentar justificar as suas políticas anti-povo. O nível de formulação destes articulistas prova que o Brasil precisa de fato de mais investimento na Educação. Inclusive para os especialistas-palpiteiros.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***

117 comentários:

  1. Caríssimo Subcomandante Euler,

    Esse cara deve ter confundido Brasil com Suíça!

    Deve viajar tanto e ser tão alienado que achou que estava escrevendo para algum tabloide da Zooropa e não pra revista Zóia!!!!

    Paulo Andrade - Barreiro-BH

    ResponderExcluir
  2. Olá turma do NDG
    Na jornal o tempo tem a seguinte mensagem: Projeto para acabar com lei delegada já foi protocolado. De autoria do deputado mineiro Reginaldo Lopes, este fala do abuso de poder dado aos governantes quando se utilizam desse artifício para burlar leis, principalmente em Minas, onde esta só é usada para sucumbir aos anseios do Governador.
    Penso que poderiamos dar alí nossas opiniôes e apoio para que esta lei seja banida do nosso Brasil.

    ResponderExcluir
  3. Sugiro à revista Veja faça uma reportagem sobre a biografia(folha corrida,prontuário)de Danilo de Castro.

    ResponderExcluir
  4. EULER, MEU AMIGO.
    COMO SEMPRE VC É O MESTRE DOS MESTRES , PARABÉNS PELO SEU TEXTO, COMO SEMPRE RESPOSTAS AO PÉ DA LETRA...HÁ SE ESTA TAÕ CHAMADA RESVISTINHA TIVESSE UM ESPECIALISTA COMO VC ESTA REVISTINHA SERIA A MELHOR DO BRASIL. ETA POVINHO SEM CULTURA E SEM ASSUNTO.
    VC MESTRE É SHOW .
    BEIJOS NO SEU S2.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente , amei essa resposta feita pelo colega Euler,fiquei tão chateada com essa reportagem da Veja que vou cancelar minha assinatura
      , não é nada mas não sou obrigada a pagar para ler tantas mentiras fora da realidade.
      Parabéns a todos os colegas pelas respostas de indignação.

      Excluir
  5. Euler, bom dia carissimo, não perco tempo com nada que esta revista publica, pois sei que esta a muito a serviço dos grandes e não é de hoje, simplismente prego que não assinem, ignorem. Mas de toda forma gostaria que este filhinho da mamãe pudesse ter a grande oportunidade em poder ler, saborear e sorvir alguns comentarios que vc faz da nossa realidade, nossa que digo, Brasil, não só aqui em MG, onde esta revista mentirosa, seviçal á muito é conhecida como: "ÓIA", sem credito nenhum, nem por Eles, os corrutpos, veja a quantidade de materias por Eles publicadas acusando uns e outros e nada acontece, totalmente sem credito perante a opinião publica, como disse o tiopaul, pensa estar escrevendo para algum tabloide de terceira nas zooropra. Não merece nossas considerações, abços Subcomandante.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns, Professor Euler, mais um texto de excelência expositiva e argumentativa, digno de ser publicado para além deste blog. Inclusive ser encaminhado para os nossos contatos do e-mail.

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  7. Não perco meu precioso tempo lendo esta revista de quinta! Prefiro, quando posso, ir a biblioteca ler os autores como Lima Barreto e Machado de Assis! Até dormir é mais prazeiroso e proveitoso do que folhear este semanário a serviço das piores e mais retrógradas elites deste país!

    ResponderExcluir
  8. A respeito da tal federação recomendo a leitura da entrevista postada no endereço: http://grevepromg.blogspot.com/2011/08/entrevista-do-presidente-da-fapaego.html

    Ainda a respeito do pagamento dos dias parados indico: http://grevepromg.blogspot.com/2011/10/no-cartaz-do-filme-imagem-de-gregory.html
    Muito obrigado e abraços

    ResponderExcluir
  9. "O erro" da revista VEJA
    A última edição da Revista VEJA é um fiasco só!
    Eles já perderam a mão naquela crítica feita ao Marcelo Tas ( Tas criticou a edição sobre o Lulinha e achou estranho a revista criticar lobby feito por empresários. Tas estava errado pois o "empresário", no caso, só o é por ser filho do presidente. Só que VEJA, em vez de criticá-lo por isto fez uma acusação incorreta: A de que Tas estava defendendo Lulinha pois este lhe pagava o salário. Erraram feio ) e só pioram o erro por não pedirem as devidas desculpas e ainda assim continuarem a provocar Tas como feito na seção de cartas atual.
    Também foram covardes e preguiçosos na análise da derrota republicana nas atuais eleições legislativas dos EUA. Leia a matéria de VEJA sobre o assunto e você encontrará ali uma análise que poderia estar em qualquer outra das revistas semanais, seja a superficial Época, a revista comprada pelos petistas ( nunca escrevo o nome daquela droga ) ou a própria cartilha dos petistas, a Cartilha Capetista. Só para ilustrar o tamanho do erro da reportagem, ela contradiz a si própria ao enumerar alguns pontos vitais da política americana e sobre como ficarão. Tá lá, no item "PALESTINA" a pérola: "Engajar-se em uma solução para o conflito árabe-israelense seria uma boa opção para Bush amenizar o fiasco de sua política externa, marcada pela derrota no Iraque, pelo aumento do terrorismo global e pelas ambições nucleares irrefreáveis de Irã e Coréia do Norte. ". Porém, ao chegarmos ao item final da reportagem, o "Guerra ao terror" vemos a seguinte conclusão de um professor de Harvard: "Nada deve mudar, porque os democratas, de olho nas eleições presidenciais de 2008, não querem ser vistos como um partido que fraqueja na luta contra o terrorismo". Pelo que entendi a política externa foi um fracasso e observou-se o aumento do terrorismo mas, mesmo assim, segundo um professor de Harvard ( a quem a revista não faz nenhuma objeção ) os democratas devem continuar com a mesma política de luta contra o terror. Tá bom então!
    Texto do blog do Angelodacia@yahoo.com.br
    AMIGOS QUEREM SABER MAIS SOBRE ESTA REVISTA "ÓIA", VEJAM NO GOOGLE, PODE COMEÇAR ASSIM: AS MANCADAS DA REVISTA VEJA, DELICIEM PORQUE V IRÃO ENCONTRAR MUITO MATERIAL DE MENTIRAS, ENGANAÇÕES, ETC..ETC..ETC..EU NEM DE GRAÇA QUERO 'OIA' AQUI EM CASA, SÓ PILANTRAGEM PURA.

    ResponderExcluir
  10. CHARLOTTE SAMPAIO E O MELHOR DO HUMOR NEGRO:

    Concordo com o articulista da Veja:

    Vocês professores ganham bem, trabalham pouco e, além disso têm férias 2 vezes ao ano...
    Tão reclamando do quê???
    Então ó: vá trabalhar, VAGABUNDO!!!

    KKKKKKKKKKKKK (COMO DIZ UMA MUSICA ANTIGA DO SAUDOSO BILLY BLANCO: o que dá pra rir, dá pra chorar)

    ResponderExcluir
  11. Caro Euler.
    Publique em seu Blog a reportagem a seguir: http://youtu.be/CeWcsDwzFc8

    Eu já havia feito essa sugestão a você em comentário no dia 21/09/2011, ainda no período de greve. Mas são tantas pessoas que escrevem para você que entendo ser difícil rastrear todos os comentários. Nessa reportagem da Record a credibilidade da citada revista é colocada em cheque pela propaganda de remédio para emagrecer em forma de reportagem.
    O seu Blog é muito visitado e as pessoas poderão assistir e falar para outras. Parece brincadeira, mas em bibliotecas de escola costumo ver a tal revista como se fosse algo de grande importância.
    Elias
    Ouro Preto MG

    ResponderExcluir
  12. AQUI MAIS UM POUCO, VEJAM INTEGRA NO BLOG: tocandoemletras@gmail.com, E VEJAM QUEM FAZ A DEFESA DOS ATACADOS, A REVISTA SE FERROU, "ÓIA".

    Revista "Veja" e suas mancadas...
    2011-04-25 13:31
    Educadores contestam artigo da "Veja"
    Revista Caros Amigos
    Sob o título “Que bom que os Sindicatos de Trabalhadores da Educação preocupam os sacerdotes da privataria e seus braços ideológicos!”, vários educadores divulgaram texto com críticas ao artigo de Gustavo Ioschpe (“Hora de Peitar os Sindicatos de Professores”), veiculado no site da revista “Veja”.

    Por Gaudêncio Frigotto, Zacarias Gama, Eveline Algebaile, Vânia Cardoso da Mota e Hélder Molina

    Vários meios de comunicação utilizam-se de seu poder unilateral para realizar ataques truculentos a quem ousa contrariar seus interesses. O artigo de Gustavo Ioschpe, publicado na edição de 12 de abril de 2011 da Revista Veja (campeã disparada do pensamento ultraconservador no Brasil), não apenas confirma a opção deliberada da Revista em atuar como agência de desinformação – trafegando interesses privados mal disfarçados de interesse de todos –, como mostra o exercício dessa opção pela sua mais degradada face, cujo nível, deploravelmente baixo, começa pelo título – “hora de peitar os sindicatos”. Com a arrogância que o caracteriza como aprendiz de escriba, desde o início de seu texto, o autor considera patrulha ideológica qualquer discordância em relação às suas parvoíces.



    Leia mais: http://trocandoemletras.webnode.com.br/news/revista-veja-e-suas-mancadas-/
    Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br

    ResponderExcluir
  13. Que mancada, hem? Veja entra no mercado imobiliário e leva descompostura da Ministra Gleisi Hoffman
    O jornalista Lauro Jardim (Revista Veja) levou uma “descompostura” da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.
    Em nota intitulada “Que valorização, hem?”, o jornalista afirmou que a ministra declarou à Receita Federal o valor de R$245mil de um imóvel que ela possui “pois a lei permite que se aja assim, mas nunca será perda de tempo lançar holofotes sobre a prática “.
    Segundo o jornalista da Veja “o valor real, no entanto, é quase o quádruplo disso. De acordo com um corretor que vende um apartamento no mesmo prédio, um imóvel ali sai por 900 000 reais”.
    Em sua resposta, postada no Blog do Planalto, a ministra da Casa Civil convidou o jornalista a comprar o apartamento citado pelo preço que ele diz valer, além de informar que o apartamento “tem menos de 190 metros quadrados de tamanho e não 412 metros, como afirma a nota”. A ministra também lembrou que a Receita Federal exige, e não faculta, que o imóvel seja declarado pelo seu valor de compra.
    Mais tarde o jornalista assumiu que estava errado e disse tratar-se de um “lamentável erro de apuração”, que, no caso da Veja, não é nenhuma novidade.
    Que mancada, hem?
    Por Charles Carmo
    Do Blog do Planalto
    Sr. Lauro Jardim
    Editor da Coluna Radar
    Revista Veja
    O apartamento que possuo em Curitiba tem menos de 190 metros quadrados de tamanho e não 412 metros, como afirma nota divulgada hoje, 25, no Radar on-line. Há outros erros na nota. A saber: diferentemente do que informa Lauro Jardim, a lei não permite, mas DETERMINA que o valor declarado ao Imposto de Renda seja o de compra. Assim, o apartamento, que adquiri em 2003, tem sido declarado pelo valor de compra desde a declaração de 2004. Sobre o valor de R$ 900 mil, citado na nota: é claro que meu apartamento valorizou-se nestes oito anos após a compra, mas, se Lauro Jardim ou o corretor que, diz ele, avaliou o imóvel, desejarem comprá-lo por este preço, podemos conversar.
    Gleisi Hoffmann

    ResponderExcluir
  14. VAMOS DAR A IMPRENSA A MESMA DOSE DO VENENO QUE ELA DÁ AO POVO, SÓ PARA CIENTIFICAR O POVÃO QUE A NOSSA IMPRENSA QUANDO NÃO VENDIDA, INVENTA FATOS INCONSEQUENTES A FAVOR DE VENDAS MAIORES DE SEUS EXEMPLARES.(SALVO RARÍSSIMAS EXCEÇÕES.)

    hardMOB > Cultura hardMOB > Boteco hardMOB > Mídia[MOB] - Escorregões da imprensa / mídia em geral
    PDA
    Visualizar Versão Completa : Mídia[MOB] - Escorregões da imprensa / mídia em geral


    Ciclo-Hexano
    26-03-2005, 21:03
    Encontrei um site dedicado exclusivamente às mancadas da imprensa escrita com manchetes mal-redigidas ou mal-feitas que mostram como uma chamada mal-feita pode dar duplo sentido a uma noticia.

    Selecionei as que gostei mais:

    http://www.plantaodenoticias.com.br/mancadas/dupla.jpg

    http://www.plantaodenoticias.com.br/mancadas/negros.jpg

    http://www.plantaodenoticias.com.br/mancadas/drogas.jpg

    http://www.plantaodenoticias.com.br/mancadas/bombardeio.jpg

    Os melhores escorregões são os do rádio (mais engraçados), só consegui um em MP3 se alguém tiver mais posta o link aí:

    Marcinho, Grêmio X Bahia (http://portalsdr.com.br/marcinho.mp3)

    A galeria de imagens com mancadas da imprensa pode ser vista em:

    http://www.plantaodenoticias.com.br/paginas/htm_mancadas.htm

    ResponderExcluir
  15. Na minha casa já não entra já muito tempo nenhuma destas porcarias, cujos nomes nem gosto de citar. A tal tv hora alguma é ligada, pois tenho náuseas só de ouvir, principalmente, as vozes do casal mais nojento, apresentadores do desqualificado jn. Passo mal Euler e caros colegas só de saber através de você Euler que mais "especialista de merda" foi contratado para dizer asneiras sobre nós e do que ele está muito longe de querer, e realmente entender que é a quantas anda a educação no Brasil.

    É por isto que sempre oriento aos meus alunos:

    Não VEJA, PENSE.

    Vânia

    ResponderExcluir
  16. AO ALIENADO DA ZOOROPA!

    ZÓIA!

    Quando busca se compreender um fenômeno social é preciso esforçar se para apreendê lo totalmente, tanto de fora, quanto de dentro como uma realidade vivida, como os atores sociais a vivenciaram.

    De fora, de ouvir dizer não se pode afirmar coisa alguma.

    Abordar educação com uma mentalidade moldada em padrões teóricos europeus e embasada em "pesquisas" forjadas é um exercício inócuo, não enriquece o debate, quando muito, contamina o olhar dos distanciados, dos exteriores à realidade vivencida pelos professores Brasil afora.

    É imprescindível munir se de muita sensibilidade para compreender AS ATROCIDADES a que somos submetidos... (desnecessário citar, de ouvir falar todo mundo sabe, só não sentiu o gosto)

    Sensibilidade só não basta, é preciso deixar se megulhar em um mundo que está muito distanciado do seu... A situação é tão caótica que alguns mergulhinhos serão suficientes...

    EXPERIMENTA! EXPERIMENTA! EXPERIMENTA!

    Selma

    ResponderExcluir
  17. Amigo e companheiro Euler;

    Já faz algum tempo não posto nada, me limitei a leitor do seu, nosso blog. Não por ressentimento ou acomodação, mas simplismente porque os comentários dos demais colegas de certa forma me contemplava.

    Entretanto caro amigo, hoje diante de um ato facista de um "filho da elite" cuja formação familiar, social, cultural e humana não permite enxergar com clareza a realidade social que o rodeia e a evolução dos embates sociais desde a Revolução Industrial, venho até NOSSO BLOG, esse veículo que se tornou ferramenta de luta dessa classe propor alguma atitude contra essa revista e esse "senhor". Proponho uma mobilizaçao em massa junto as redes sociais com a criação talvez de uma comunidade do orkut, face Book ou um blog e também um abaixo assinado eletrônbico anunciado em todos os blogs de educadores do país conclamando a classe a se manifestar contra essa revista e esse "jornalista".

    ResponderExcluir
  18. MANDEM SUAS MENSAGENS PARA ELES SE NÃO OUVIREM AGORA, OUVIRAM EM 2014 COM CERTEZA.

    O governo está em peso nas redes sociais. Praticamente todos os ministérios (91%), com exceção de dois, têm perfil em ao menos uma rede social: Facebook, Orkut ou Twitter. Estão fora apenas as pastas da Integração Nacional e dos Transportes.

    A Presidência mantém o Blog do Planalto, que divulga informações via Twitter. Órgãos reguladores, como TCU (Tribunal de Contas da União) e CGU (Controladoria-Geral da União) também marcam presença.

    ResponderExcluir
  19. Olá Euler,
    alguma notícia sobre salários ou qualquer outra possibilidade de entrar um dindim na nossa conta?


    Carolina
    BH

    ResponderExcluir
  20. SITE AMERICANO ELEGE O BRASIL COMO O LUGAR MAIS PERIGOSO DO MUNDO PARA VISITAR AO LADO DA COLOMBIA, IRAQUE E AFEGANISTÃO, DEVEMOS CHORAR OU MOSTRAR PARA O MUNDO QUE ESTA COPA VAI PIORAR AINDA MAIS A SITUAÇÃO, QUEM VIER PODE NÃO VOLTAR NUNCA MAIS PARA SUA CASA, CORRE O RISCO.

    Batedores de carteira, malandros tentando clonar seu cartão de crédito e piratas são alguns dos riscos que um turista pode correr se viajar ao Brasil. Pelo menos é o que diz o portal de notícias americano The Huffington Post, que publicou nesta semana uma lista com os dez destinos mais perigosos para viajantes.

    O top 10 do site coloca o Brasil em primeiro lugar, seguido por Colômbia e Afeganistão. A publicação ressalta que, apesar dos riscos, vale a pena visitar esses lugares.

    ResponderExcluir
  21. Provavelmente esse cara nunca estudou em escola pública e nem tão pouco conhece a realidade do Brasil.

    ResponderExcluir
  22. 14/10/2011 05h57 - Atualizado em 14/10/2011 06h45
    Professora discute com alunos e ateia fogo ao próprio corpo na França
    Francesa de 44 anos se cobriu de gasolina e acendeu isqueiro no pátio de escola secundária.
    Da BBC



    Polícia em frente à escola
    Jean Moulin (Foto: Reuters)
    Uma professora de matemática sobreviveu após atear fogo ao próprio corpo na escola de ensino médio onde dava aulas, em Béziers, no sul da França.
    Alunos e professores viram a mulher de 44 anos se cobrir com gasolina no pátio e gritar, logo antes de acender um isqueiro.
    Várias pessoas teriam tentado apagar o fogo com cobertores, mas ela teria pedido que a deixassem em paz.
    Um helicóptero ambulância levou a professora até o hospital de Montpellier, onde ela está internada em estado grave, mas estável.
    'Relacionamento difícil'
    Relatos na mídia local indicam que a professora não tinha um bom relacionamento com os estudantes e que teria tido um 'encontro difícil' com vários deles na noite anterior para discutir seu 'estilo rigoroso de ensino'.
    O ministro da Educação da França, Luc Chatel, foi até o hospital e disse estar chocado com 'o ato de desespero'.
    Falando à rádio RTL, ele disse que a professora 'estava em uma situação de grande fragilidade' e que uma investigação está sendo conduzida.
    A escola Jean Moulin dispensou todos os alunos após o incidente e estabeleceu uma unidade para oferecer apoio psicológico às testemunhas da tentativa de suicídio.

    ResponderExcluir
  23. CHOQUE DE ENGANAÇÃO E PREVILEGIOS,E PARA TRABALHADORES O CHICOTE.

    Cargos custam mais do que o orçamento de 778 municípios
    Pelo menos 30 deputados mantêm mais funcionários que o limite
    Publicado no Jornal OTEMPO em 13/10/2011Avalie esta notícia »
    2
    4
    6
    8
    10
    CRISTIANO MARTINS
    NotíciaComentários(24) CompartilheMais notícias
    AA0
    FOTO: PEDRO SILVEIRA - 10.3.2008

    Despesas. O gasto com comissionados na Assembleia é maior do que o orçamento de cidades grandes
    Os gastos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) apenas com funcionários contratados sem concurso superam em muito os orçamentos da grande maioria dos municípios mineiros. No ano passado, por exemplo, o pagamento de salários dos servidores comissionados representou uma despesa de R$ 131,7 milhões, quantia superior às receitas totais de pelo menos 778 das 853 cidades do Estado no mesmo período.

    Segundo dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) compilados pela Associação Mineira de Municípios (AMM), até mesmo cidades-polo de Minas tiveram arrecadações inferiores ao valor. Das 31 localidades, 14 não alcançaram a marca de R$ 130 milhões, levando-se em conta receitas próprias, transferências do Fundo de Participação do Municípios (FPM) e de programas dos governos, entre outras.

    O número de cidades com orçamentos abaixo de R$ 130 milhões provavelmente é ainda maior, já que a STN não possui os dados consolidados de 42 municípios do Estado.

    Considerando todos os membros do Poder e servidores (incluindo concursados, inativos e pensionistas), a ALMG gastou mais de R$ 512 milhões com pessoal em 2010. Em todo o Estado, só seis cidades têm orçamentos superiores a esse valor: Belo Horizonte, Betim, Uberlândia, Contagem, Juiz de Fora e Ipatinga.

    Explicação. Conforme revelado por O TEMPO, no último domingo, a Assembleia vem aumentando consideravelmente seus gastos com comissionados, apesar de não ter sido
    constatada uma elevação relevante na quantidade de contratados.

    De acordo com a assessoria de imprensa da Casa, existem atualmente 2.214 trabalhadores não concursados na ativa. Eles custaram, no primeiro semestre deste ano, cerca de R$ 61,5 milhões aos cofres da ALMG.

    A maior parte ocupa cargos de confiança nos gabinetes dos 77 deputados, mas O TEMPO apurou que há pelo menos 443 funcionários nessa condição em outros setores. Isso porque cada parlamentar pode contratar no máximo 23 pessoas por indicação - um total possível de 1.771 funcionários.

    Até a publicação da reportagem, a administração da Casa não admitia oficialmente a informação, porém, anteontem a assessoria informou que o excedente de servidores comissionados está distribuído em até 50 estruturas internas.

    A explicação, porém, é contraditória: os profissionais estariam alocados em 20 comissões e nos gabinetes dos sete membros da Mesa, oito líderes e 15 vice-líderes de blocos e bancadas. Questionada, a assessoria alegou que esses parlamentares podem contratar mais de 23 funcionários, mas não soube informar o limite para cada um.

    O primeiro vice-presidente da Casa, José Henrique (PMDB), admitiu que é o número de servidores é alto. Ele afirmou que, em muitos casos, deputados nomeiam desnecessariamente pessoas de confiança para todas as vagas a que têm direito.

    ResponderExcluir
  24. Economia mineira desacelera por causa do setor industrial
    Apesar da queda, Minas ainda cresce em ritmo maior do que o nacional
    Publicado no Jornal OTEMPO em 14/10/2011Avalie esta notícia »
    2
    4
    6
    8
    10
    QUEILA ARIADNE
    NotíciaComentários(0) CompartilheMais notícias
    AA0
    FOTO: ÂNGELO PETINATTI/21.9.2011

    Construção. Obras como a do Mineirão para a Copa do Mundo ajudam a aquecer o setor em MG
    A economia mineira continua em trajetória de desaceleração, mas mantém um desempenho acima da média nacional. Pelo terceiro trimestre seguido, o Estado registrou queda na taxa de crescimento, com incremento de 3,4% no segundo trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado. Já o Brasil cresceu 3,1%. Embora Minas Gerais tenha forte perfil agrícola e industrial, foi o setor de serviços impediu que a desaceleração fosse ainda maior, com ajuda da construção civil.


    De acordo com o Boletim de Conjuntura Econômica divulgado ontem pela Fundação João Pinheiro (FJP), enquanto o setor agropecuário caiu 1,1% em relação ao segundo trimestre de 2010 e a indústria cresceu 2,5%, o setor de serviços registrou aumento de 4,6%, acima da média nacional de 3,4%.


    O pesquisador do Centro de Estatística e Informações da FJP, Reinaldo Carvalho de Morais, explica que o setor de serviços em Minas Gerais vai bem porque, ao contrário da indústria, as famílias ainda não sentiram o efeito da crise. "O mercado internacional para de comprar e afeta as exportações, mas o consumo das famílias ainda não foi afetado, o que pode ser justificado pela baixa taxa de desemprego e o aumento da massa salarial, que permite que as pessoas continuem comprando", explica Morais.


    De acordo com o pesquisador, o resultado positivo do setor de serviços pode ser visto claramente nos indicadores do comércio, que registrou aumento de 9% em Minas Gerais, contra 4,9% da média brasileira, neste segundo trimestre.


    No setor industrial, a indústria de transformação cresceu apenas 0,8% e a extrativa mineral caiu 0,7%. Ao todo, o setor cresceu 2,5%, depois de subir 5,7% no primeiro trimestre. O desaquecimento só não foi maior porque a construção civil apresentou forte crescimento de 8,5% em Minas Gerais, quatro vezes acima da média nacional de 2,1%.


    O economista e coordenador sindical do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-MG), Daniel Furletti, explica que o setor mineiro já vem crescendo acima da média nacional há muito tempo. "Na média de 2004 a 2010, enquanto o Produto Interno Bruto (PIB) da construção subiu 4,32% ao ano no Brasil, em Minas a taxa anual foi de 6,5%. Só no ano passado, o crescimento mineiro foi de 8,5% versus 2,1% do país", compara.


    Furletti explica que o desempenho superior de Minas deve-se à concentração de obras nos últimos anos, como a Linha Verde, as obras na avenida Antônio Carlos e os preparativos para a Copa do Mundo, como a reforma do Mineirão. "Além disso, tivemos muitos lançamentos em 2010 e as vendas refletem agora no PIB do setor", ressalta o economista.

    ResponderExcluir
  25. E AINDA ACHAM QUE A CULPA É DA GREVE DOS PROFESSORES, POBRES ALIENADOS.

    BH leva "bomba" em estudo de mobilidade
    Publicado no Jornal OTEMPO em 14/10/2011Avalie e
    RAFAEL ROCHA
    NotíciaComentários(0) CompartilheMais notícias
    AA0
    FOTO: LEO FONTES - 24.1.2011

    Transporte público deficiente força população a optar pelo carro
    Belo Horizonte ganhou nota vermelha numa pesquisa sobre mobilidade urbana divulgada ontem pelo portal Mobilize Brasil. O levantamento avaliou as principais capitais do país e, em uma escala de zero a dez, a capital mineira tirou 4,1.

    A avaliação considerou dados e informações sobre mobilidade urbana captados por jornalistas
    em órgãos oficiais, como prefeituras e autarquias de trânsito. Na maioria dos itens avaliados, Belo Horizonte ganhou nota mediana.

    No ranking geral, a cidade ficou em 4º lugar entre as nove avaliadas, com quase metade da nota do primeiro colocado (Rio de Janeiro, com 7,9). São Paulo ficou na lanterna, por apresentar elevado índice de viagens realizadas por automóvel (cerca de 30%). Para fazer o diagnóstico, a equipe de pesquisadores avaliou cinco itens: extensão de ciclovias, valor da tarifa de ônibus, número de mortos em acidentes de trânsito, acessibilidade para deficientes nos ônibus do transporte urbano e o número de viagens individuais.

    Nos quesitos avaliados, a pior nota da capital mineira foi no item ciclovias. A cidade ganhou nota 0,8, mesmo considerando 135 km de pistas em processo de implantação.

    O estudo, coordenado pelo economista e jornalista Thiago Guimarães, não considerou índices internacionais para avaliar a situação das cidades. A ideia, segundo ele, foi comparar o desempenho entre as cidades brasileiras.

    A falta de dados confiáveis sobre a situação da mobilidade nas cidades foi um ponto criticado pelos pesquisadores. Belo Horizonte, por exemplo, não informou a porcentagem de calçadas em conformidade com normais de acessibilidade. Segundo o estudo, a discussão sobre mudanças na matriz energética do transporte coletivo urbano da cidade é "tímida".

    Para o chefe do Departamento de Engenharia de Transportes e Geotecnia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte passa por uma falência no sistema de transporte coletivo. "O sistema de ônibus não consegue transportar com qualidade, o que aumenta a incidência de transporte privado".

    ResponderExcluir
  26. Revista veja, coisa que não se lê. Para mim essa revista não serve nem para banheiro de beira de estrada, pois o papel nem macio é. Devo agradecer ao sr. mainard( minúsculo mesmo) pois foi ele que me alertou sobre os malefícios dessa droga, com seus artigos.
    Um dos meus maiores arrependimento é ter sido assinante dessa porcaria há tempos atrás. Mas ninguém é perfeito, não é mesmo? kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  27. Nunca gostei deste tal Gustavo Ioschpe.Tenho minhas dúvidas de que ele seja realmente um especialista em educação. Na série apresentada pela rede globo, há algum tempo atrás, ele não falava coisa com coisa e sempre jogou nas costas dos educadores a responsabilidade pelo caos da educação brasileira.O que ele deveria fazer ao invés de criticar o sindicato é visitar as escolas das periferias de todo o Brasil.

    ResponderExcluir
  28. Tem gente que se presta a vomitar qualquer baboseira.Como se diz: papel aceita tudo que os imbecis escrevem, como este tal Gustavo Loschpe.
    Ele não está a par da situação dos professores brasileiros e fica caçando o que escrever.Escreva a realidade, sua matéria vai ser melhor apreciada.

    ResponderExcluir
  29. Euler, esse sujeito é um, um, ... ah, babaca, burguês, neoliberal. Acredito que todos temos que ir até o seu artigo na net e, com paciência controlando as palavras, destruir seus argumentos. Obrigado por nos dar a informação. Seria bom que colocássemos email para todos que conhecemos, com o link para todos comentar o, o, o... pobre coitado. Abraço.

    ResponderExcluir
  30. Nós já conhecíamos a linha editorial da veja.
    nós já sabíamos o que vinha de uma pseudo revista como essa.
    E economista metendo o bedelho na educação, é igual a professor de direito achar que é professor de educação básica. e que
    Denise

    ResponderExcluir
  31. Credo! Tudo isso chega a embrulhar o estômago. Que palhaçada! Que Veja asquerosa!!! Deus que me perdoe, mas a vida possui os seus mistérios e espero que essa cambada que joga com o dinheiro público, usando-o, inclusive, para usar a mídia contra o povo (os de baixo), vá para o inferno, ainda em vida!

    ResponderExcluir
  32. Josias Guedes Carangola14 de outubro de 2011 10:09

    Alguém sabe o endereço desse comentarista da Veja ? Vou enviar para ele um presente que condiz com a sua realidade mental em relação a educação brasileira e nem mais é usado em lugar nenhum:UM CHAPÉU DE BURRO BEM GRANDE!
    O triste é que muitos de meus colegas do curso de Direito acreditam nessas imbecilidades, assim como muitos dos leitores da Veja.
    Bacana é quando os que possuem bom senso me procuram para trocar idéias e simplesmente digo: eles estão à serviço da elite e nada entendem de eduçação.

    ResponderExcluir
  33. No "Dia do Professor" ,em Minas , só temos a comemorar a recuperação da nossa luta e organização sindical depois de termos ficado tanto tempo,sob o governo do faraó ,alijados do direito de nos mobilizarmos...Aproveitemos o momento para solidificar nossa organização ,nossa resistência e os "amigos e companheiros de verdade " que se revelaram nesses 112 dias de luta.
    Em Bocaiúva ,o nosso NDG , organizou O MINAS GEROU-POINT DA ARTE ,DA CULTURA ,DA RESISTÊNCIA...E DA LUTA pela sobrevivência...Hoje(14/10) tem grupo de SERESTA...todos solidários à nossa causa....Amigos de BOC que acessam este blog:prestigiem-nos.Renata

    ResponderExcluir
  34. A melhor resposta para isso é dispensarmos os vendedores desta revistinha quando chegam à Escola, justamente na hora de nosso intervalo de café para vendê-la, devemos explicar a eles que a tal revista não tem conteúdo acadêmico, além de tudo é deturpadora de informação e manipuladora, logo não é uma revista para um EDUCADOR que se preze, comprar. E assim vamos boicotando, na verdade é uma revista de publicidade, porque são páginas e páginas de propaganda, quando há texto, ainda é de conteúdo questionável, sempre! Então, ao invés de gastar com assinatura de uma revista sem conteúdo é preferível ter internet em casa.

    ResponderExcluir
  35. É muito fácil falar a pesquisa diz , onde está as fontes os estudos comparativos, é um afronte a inteligência do professor.
    Estamos vivendo a era do analfabetismo em que não se conhece a realidade social do país, da honestidade, do respeito e valor do profissional da educação, entre outros. Precisa-se investir mais nas pesquisas sérias e elas forem respeitadas tenho certeza que a valorização do profissional da educação estaria acontcendo.
    Carmen Lúcia. Elói Mendes. MG

    ResponderExcluir
  36. Só passei para dar uma olhadinha e me manter informado pois aqui tenho crteza do leio, diferentemente do que oferecido pela VEJA aliada à GLOBO DA FALSA GLOBALIZAÇÃO QUE DISCRIMINA NOSSSOS IRMÃOS NORDESTINOS E AFRICANOS ASSIM COMO OS PROFESSORES QUE EM SUA MAIORIA NÃO TEM ACESSO AS INFORMAÇÕES DEVIDO AO BAIXO PODER AQUISITIVO.

    MAURO NDG CARATINGA AGUARDANDO CONSENSO ENTRE O SIND-UTE E O GOVERNO PARA REPOR SUAS AULAS NÃO MINISTRADS DURANTE O COMBATE.

    ResponderExcluir
  37. Caro Euler,

    Li o dito artigo e sem comentários... Se me permite a sugestão, você, com suas boas colocações bem que poderia respondê-lo, desmontando um a um os argumentos do "distinto" colunista da Veja...

    Indignações a parte, ao meu ver a Educação no geral aqui no Brasil não é vista como uma questão de Estado, uma prioridade estratégica como o petróleo descoberto lá na tal da camada do pré-sal, por exemplo. Como havia escrevido aqui para você na primeira vez, não será tão somente bons salários ou escolas "arrumadinhas" que resolvem a questão. Todos os envolvidos (pais, alunos, professores, governos) ainda não fizeram ou atentaram para a responsabilidade de cada um em prol da Educação, e cedo ou tarde, a fatura será cobrada de todos, indistintamente...

    Até!!!

    Luciano

    ResponderExcluir
  38. Turma da luta, do NDG:

    Artigo do jornalista Eduardo Costa, no jornal Hoje em Dia, diz que governo não tem caixa para melhorar a ridícula proposta que encaminhou para a Assembleia Legislativa - o tal dos 712,00, lembram-se?

    Ora, como assim não tem caixa? E os recursos da Educação? E o aporte de 1,2 bilhão da União? E o crescimento de Minas maior do que a China? Que história mal contada é essa? Claro que não aceitaremos mais desculpas esfarrapadas. Sem o piso, vamos começar 2012 em greve!!!

    Leiam o artigo, que mais tarde comentaremos:

    http://www.hojeemdia.com.br/colunas-artigos-e-blogs/chamada-geral-1.319592/dia-do-professor-1.354673

    ResponderExcluir
  39. Companheiros e Companheiras:

    Desculpem se eu estiver sendo ignorante ou falando sem conhecimento, afinal não entendo de administração, contabilidade, economia, orçamentos, etc e tal... mas de desgoverno...

    O pagamento do tal prêmio por produtividade foi previsto no orçamento para o ano de 2011?

    Essa previsão de pagamento leva em conta a arrecadação?

    Teria a arrecadação em Minas ficado abaixo das expectativas? (digo expectativa, porque o governador disse que estava aguardando arrecadação, o que se aguarda é incerto, pode acontecer ou não)

    Como disse o Prof. Euler: ONDE ESTÁ O DINHEIRO? O GATO COMEU OU O SEU PARADEIRO ESTÁ NO ESTRANGEIRO?

    Peço encarecidamente aos colegas mais entendidos que
    ajudem me a compreender o que a minha pobre lógica INSISTE E DESISTE porque não dá conta...

    SERÁ CASTIGO? PIRRAÇA? FALTA DE RECEITA? ARRECADAÇÃO EM BAIXA?

    Ao professor Euler e aos demais que se dispuserem
    a comentar o que ocorre, agradeço.

    Selma

    ResponderExcluir
  40. O excelente e combativo jornalista Paulo Henrique Amorim (confiram seu blog CONVERSA AFIADA) se refere a esta revista "veja" como "jornalismo de esgoto" ou "detrito de maré baixa". Não precisa de definição mais apropriada...

    EULER, em seu post de hoje, você de forma muito apropriada e competente analisou e rebateu ponto por ponto as baboseiras e inverdades publicadas por este tal articulista ricardo ioschpe nesta revista retrógrada e reacionária.
    Parabéns aí pela sua excelente análise.

    Acho muito interessante que cada vez mais e mais pessoas conscientizarem e passarem a boicotar (não lendo , muito menos assinando órgãos de imprensa alienantes e pouco informativos como esta tal revista). Penso que, desse modo, iremos melhorar a formação da nossa consciência crítica.

    Com meu abraço fraterno a todos e a todas!

    ResponderExcluir
  41. OLÁ EULER, JÁ PARTICIPEI DE SEUS HEROICOS DISCURSOS, SEI O TANTO QUE CLAMA PELA EDUCAÇÃO BRAVO GUERREIRO,A DITADURA INSTALOU EM MINAS!AGORA O MOMENTO É DE GUERRA,Tem mais uma rodada de negociações, é importante arrancar as coisas mínimas,exigir a anistia dos dias parados e dar férias coletivas pois ele não vai pagar mesmo!oS TAMPAX ESTÃO AI PARA COBRIR! é dever do Sindicato decretar estado de emergência e calamidade em Minas!CADÊ O prêmio de produtividade?A POLICIA JÁ VAI RECEBER!O Comando geral de greve considerou a greve positiva em qual sentido? se o ditador não negocia nada!
    precisamos de luz!Mostrar ao mundo as mentiras e o cãos da educação em MINAS!FORA ANASTASIA E SUA CORJA DE LADRÕES!
    ROSA MUNIZ UBERABA-MG

    ResponderExcluir
  42. 13º ??? Esse já nem tenho mais pois ele fica disponível desde fevereiro no Banco do Brasil e eu já saquei há muito tempo...

    ResponderExcluir
  43. Afinal, alguém pode me explicar que é este tal de Danilo de Castro?

    ResponderExcluir
  44. Será que este governo é tão maldoso assim?

    Maldade tem limites.

    ResponderExcluir
  45. Meu Deus, porque tantas injustiças, tantas corrupções, tantas maldades?

    DEUS, TENHA PIEDADE DE NÓS.

    Será que o povo suportará o peso da mão INJUSTA deste (dês)governo?

    DEUS, TENHA MUITA PIEDADE DE NÓS.

    ResponderExcluir
  46. Caro Euler, tive a honra de conhecê-lo nas assembleias graças aos combativos colegas de vespasiano(prof. paulão, anderson, cacau e outros) e percebi também que sua habilidade em escrever é retirada da prática, do dia a dia.... Parabéns pela análise... ESSE COLEGUINHA AI É MAIS UM ELEMENTO COMPRADO DO PAÍS DO ACHISMO E DOS INTELECTUAIS DO SENSO COMUM!!


    PROF. LEONARDO COSTA - GEOGRAFIA COMBATIVA!!

    ResponderExcluir
  47. Não seria o momento de vc, Euler, enviar uma resposta à essa revista aristocrática?

    ResponderExcluir
  48. Onde vamos parar com tanta corrupção?

    Estamos chegando ao ponto em que nem a arrecadação de impostos será suficiente.

    E o povo?

    ResponderExcluir
  49. 13º ??? Esse já nem tenho mais pois ele fica disponível desde fevereiro no Banco do Brasil e eu já saquei há muito tempo... E os colegas ATB'S e ASB'S não podem ficar fora do piso, pois, a Lei fala claramente que todos que dão suporte a educação tem direito ao piso.

    Carmem

    ResponderExcluir
  50. Este tal do Danilo de Castro é deputado? de qual região?
    Precisamos saber para não correr o risco de votar nele.

    ResponderExcluir
  51. Não concordo com tanto radicalismo. Coisa ruim você acha em todo canto, assim como coisa boa. Mesmo a própria revista veja pode apresentar reportagens que representam a realidade que todos, inclusive os governos conhecem, mais somente nós professores temos que lidar diariamente, ou seja, a crise na educação.

    Se alguém ainda não leu, recomendo o texto de Lya Luft, escritora e ex-professora universitária. Segue o link abaixo.

    http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/feira-livre/educacao-reprovada-um-artigo-de-lya-luft/

    ResponderExcluir
  52. O Estado de Minas Gerais tem os indicadores apresentados TODOS MAQUIADOS ou até mesmo FALSIFICADOS.

    Não se pode acreditar nos números apresentados pelo governo de Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  53. No ORKUT, já há mito tempo, tem uma comunidade com este nome: "LEU NA VEJA, AZAR É SEU !!!"
    O Euler a descreveu muito bem em seu texto. Todos os predicativos são pertinentes. VEJA se transformou em uma PROSTITUTA da MENTIRA, FALTA DE ESCRÚPULOS, REVISTA "DOS DE CIMA"!
    Digo NÃO à tal revista já faz muito tempo.

    ResponderExcluir
  54. Cristovam Buarque

    Só assim haverá a revolução educacional necessária



    Publicado no Jornal OTEMPO em 14/10/2011
    O país precisa de um Ministério da Educação de Base


    Senhora presidenta, durante os meses em que fui ministro do presidente Lula recebi mais de 350 parlamentares em audiências. Apenas um fez pedido relacionado à educação fundamental. Na verdade, o MEC é um Ministério do Ensino Superior e o ministro é forçado a limitar sua ação e a comemorar seus feitos nesta área. A execução das ações educacionais para os 50 milhões de alunos recai sobre os prefeitos e governadores.


    Os governos FHC e Lula têm o que comemorar sobre o ensino superior. O primeiro, o aumento no número de alunos no sistema privado; o segundo, o apoio às universidades estatais federais, o financiamento das mensalidades dos alunos nas particulares, novas universidades estatais e escolas técnicas e criação do Fundef/Fundeb para forçar Estados e municípios a investir na educação.


    O programa Bolsa Escola universalizou a matrícula, mas não a frequência, nem a assistência, ainda menos no aprendizado. Lula sancionou a Lei do Senado para o piso salarial do professor, que não é cumprido em nove Estados. A 7ª economia do mundo continua em 88º lugar em educação.


    O Brasil precisa de um ministério que se dedique à educação de base, como fez com a Cultura e o Esporte que eram do MEC, e tantos outros ministérios. Em diversos países, além do Ministério da Educação de Base, há outro dedicado apenas ao ensino superior. No caso do Brasil, o certo é concentrar o MEC na educação de base e migrar a Secretaria de Ensino Superior do MEC (Sesu) para o atual MCTI, que passaria a ser o Ministério da Ciência, Tecnologia, Ensino Superior e Inovação.


    As crianças brasileiras merecem um ministério próprio para sua educação. Além da razão político-administrativa há também justificativa do ponto de vista da lógica pedagógica. Colocando as universidades no MCTI será possível levar adiante o esforço para criar o Serviço Nacional do Conhecimento.


    Para compatibilizar o papel das universidades na formação de professores será importante criar Conselhos Interministeriais no MCTESI (Ministério da Ciência, Tecnologia, Ensino Superior e Inovação), com o MEC da Educação de Base e os ministérios da Saúde, Trabalho e outros.


    Senhora presidenta, nenhum presidente sozinho muda radicalmente a educação de um país, mas pode e deve dar passos decisivos nessa direção. A senhora pode concentrar o esforço e a responsabilidade da educação de base em um ministério. Dessa forma, dará um passo importante para transformar o setor que mais emperra o avanço civilizatório do Brasil, tanto na transformação do nosso país em uma economia baseada no conhecimento, quanto na busca da igualdade social por meio da igualdade no acesso à educação.


    Esse é o objetivo do Projeto de Lei do Senado nº 518/2009. Fazendo isso, vossa excelência estará dando o mais importante passo para a revolução educacional que o Brasil precisa.

    ResponderExcluir
  55. Eu li o artigo do jornalista Eduardo Costa, no jornal Hoje em Dia: http://www.hojeemdia.com.br/colunas-artigos-e-blogs/chamada-geral-1.319592/dia-do-professor-1.354673

    "Governo de Minas não tem dinheiro para atender reivindições dos professores"

    CONSULTEM OS ECONOMISTAS... REFAÇAM A CONTAS... INVERTAM AS PRIORIDADES... TIREM DE ONDE TEM ...
    FAÇAM UM REARRANJO NO ORÇAMENTO... CUMPRAM A LEI...

    Não é assim que os economistas nos ensinam a sair do buraco?

    Guardadas as proporções, eu penso ser da mesmíssima forma... refazendo contas e invertendo prioridades...

    ResponderExcluir
  56. UMA PESSOA 100% INDIGNADA14 de outubro de 2011 13:45

    1 MINUTO DE SILÊNCIO!

    Ontem, os deputados federais mostraram a cara e não votaram o projeto de lei FICHA LIMPA.. Para quem não sabe, ontem, foi rejeitada a votação, na Ordem do Dia da Câmara Federal, o Projeto de Lei FICHA LIMPA, que impede a candidatura a qualquer cargo eletivo, de pessoas condenadas em primeira ou única instância ou por meio de denúncia recebida em tribunal – no caso de políticos com foro privilegiado – em virtude de crimes graves, como: racismo, homicídio, estupro,homofobia, tráfico de drogas e desvio de verbas públicas..

    A IMPRENSA FOI CENSURADA E ESTÁ IMPEDIDA DE DIVULGAR ! PORTANTO, VAMOS USAR A INTERNET,PARA DAR CONHECIMENTO AOS OUTROS 198.000.000 DE BRASILEIROS QUE OS DEPUTADOS FEDERAIS TRAÍRAM O POVO!

    ResponderExcluir
  57. UMA PESSOA 100% INDIGNADA14 de outubro de 2011 14:09

    SERÁ QUE NAO TEM COMO MANDAR FALAR COM DILMA E HADDAD PRA QUE FAÇAM O FAVOR DE NAO PRONUNCIAREM NO DIA 15 DE OUTUBRO EM CADEIA DE RÁDIO E TV ??????DÊ A NOSSA CATEGORIA UM DIA FELIZ SEM O PRONUNCIAMENTO DESTA CORJA!!!UFA....
    NÓS NAO VAMOS AGUENTAR SE POR DESCUIDO LIGARMOS A TV E DEPARARMOS COM AQUELAS FALSAS IMAGENS, FALSOS DISCURSOS,FALSOS PROMESSAS,FALSAS...FALSOS,,,,,,,,FALSOS.....TUDO É SIMPLESMENTE FALSO.

    ResponderExcluir
  58. Parabéns, Professor Euler.
    Seu blog está com muito prestígio, e é um ótimo veículo de informação e deve, e está muito difundido. Sendo assim irá incomodar bastante estes que se acham donos do poder.

    ResponderExcluir
  59. Acabei de postar esse texto no site: http://www.hojeemdia.com.br/colunas-artigos-e-blogs/chamada-geral-1.319592/dia-do-professor-1.354673

    É mesmo vergonhoso o que o governo vem fazendo com os professores. Não tem como sobreviver com o que eles ganham aqui em Minas. Alerto a todos professorados e familiares a não votarem em Aécio para presidente, pois é um mentiroso e demagogo. Quanto ao Anastazia, sem comentários, não é digno de qualquer palavra. Pobre professores! Se dedicam tanto na árdua tarefa de educar os nossos filhos, muitas vezes fazem o nosso papel de pais, e não são devidamente valorizados. Que país é este? Que estado é este que se coloca dentre os mais ricos? Como comemorar o Dia dos Professores? Sem dinheiro, sem perspectivas, sem chão. Muito triste a história dos valentes professores de MG.

    Betânia/ professora

    ResponderExcluir
  60. http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/vejam-os-desatinos-que-o-governador-do-ceara-cid-gomes-tem-cometido/

    Comentário:

    Professor Rafael - Governador Valadares - 14/10/2011 às 13:36
    Engraçado: bomba de gás lacrimogênio, gás de pimenta, tiros de bala de borracha, professores passando por humilhações como acorrentamentos em Praças públicas, por exemplo em Ibirité, Juiz de Fora, Caratinga, na Praça Sete e na ALMG, vigílias,enterros simbólicos, protestos de alunos, manifestações pacíficas contando 5 a 12 mil manifestantes em BH,conforme a data, greve de fome e até agora não vi a Veja fazer nenhuma análise mais profunda do choque de indigestão do meu Agente Público responsável pelo Estado de Minas Gerais… Se há tanta eficiência, se o nobre Senador, candidato a presidência representa “o futuro”, se vai representar a redenção das mazelas do Estado brasileiro, por que cargas d’água temos o pior Piso Salarial do Brasil para a Educação Pública… Desatinos só cometem os governantes com duas ou três letras nas siglas? Ou seria a falsa impressão dada pelo D, da terceira letra do partido governante em MG que dá esse bloqueio a essa nobre revista? Embora o portal UOL tenha postado alguns álbuns de nossa greve que está suspensa e permaneceu ininterrupta por 112 dias para o simples cumprimento da Lei Federal 11738/08, dentro do Plano de Carreira promulgado pelo atual governo, conforme podemos observar em:
    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=6pbjMCWhgpg
    Além das garantias oferecidas no texto:
    https://www.educacao.mg.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=959&Itemid=235 ,
    ainda não consigo entender porque desatinos só cometem determinados políticos… ou porque teríamos que peitar sindicatos: teremos que retornar a que regime político exatamente, senhor Setti? Do século XVIII, do XIX,… ou vamos fazer valer o que está preconizado no artigo 5 da Constituição?

    ResponderExcluir
  61. Danilo de Castro não é deputado. Mas tem um filho que é: Rodrigo de Castro

    ResponderExcluir
  62. ANONIMO DAS 13:01

    VOCE SACOU SEU 13 S NO BB?

    O ADIANTAMENTO É UM EMPRESTIMO COLEGA! AGORA FAÇA AS CONTAS.... QUANTO VAI PAGAR DE JUROS?

    ResponderExcluir
  63. Caríssimos:
    Poderíamos sugerir ao "ilustre" economista, articulista, especialista em educação (quem é tudo não é nada) que, para conferir credibilidade às suas "pesquisas", trocasse de lugar com um professor de escola pública (não ficar lá apenas por alguns minutos, como ficou na famigerada carvana JN)pelo menos por um mês, claro, incluído aí o mesmo salário do professor, moradia, tipo de transporte e todos os suportes(ou falta deles)com que contaria o professor para executar o nobre, porém desgastante trabalho de ensinar.
    Aceite o desafio, Gustavinho. Será uma experiência inesquecível e muito enriquecedora para a sua função de "especialista" de aluguel.

    ResponderExcluir
  64. DITADURA E MÁFIA CAMORRA MINEIRA INSTALADAS NO GOVERNO DE MINAS GERAIS HÁ QUASE 9(NOVE) ANOS.

    AÉCIO + ANASTASIA + DANILO DE CASTRO = IMORALIDADES + INJUSTIÇAS + CORRUPÇÕES + HIPOCRISIAS + FALSIDADES + CANALHICES + IMUNDICES + ...

    ResponderExcluir
  65. Euler, o que significa essa notícia, veja la e responda urgente por favor.
    "últimas notícias
    [ASSINE SMS]
    [ASSINE RSS]
    Governo de Minas divulga nova política remuneratória dos servidores do Estado
    14/10/2011 15h21
    Avalie esta notícia »
    2
    4
    6
    8
    10
    MÁBILA SOARES"
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=132349,NOT&IdCanal=

    ResponderExcluir
  66. Amanhã,o padre Reginaldo Manzotti, em seu programa, rezará pelos professores do Brasil.Este,nós podemos ouvir!
    Acreditem se quiser:Uma representante da tal revista,durante as eleições presidenciais,esteve na escola,no horário do recreio,tentando fazer umas assinaturas.Ao me fazer a oferta,eu recusei,disse que já era assinante e disse à tal representante, que não estava gostando da revista,pois ela era parcial nas informações,não realizava jornalismo investigativo e que a meu ver perderia muitos leitores,após as eleições.Sabem a resposta que eu tive?
    Pasmem:Ela me disse que a revista Veja não era sustentada pelos leitores e sim pelos seus anunciantes.Respondi a ela:Será que continuarão anunciando se a revista não tiver leitores?
    Cheguei em casa e cancelei a assinatura.Tenho horror a esta revistinha!

    ResponderExcluir
  67. Lendo o que o eduardo costa (com letra minúscula mesmo, pois que não tem dignidade não merece ser respeitado ) vomitou no Hoje em Dia, fica claro que não deveríamos ter voltado. A greve deveria ter continuado.O governo esta tentando ganhar tempo para nos enrolar.

    ResponderExcluir
  68. Nao se iluda, esse padre Reginaldo Manzotti nao está do nosso lado.Ele,como outros, são instrumentos do poder para alienar as massas. Parece que só o frei Gilvander é confiável. Fuja desses padrecos cantores

    ResponderExcluir
  69. Ora, se MG não tem dinheiro em caixa, por que então não decreta Estado de Pobreza para receber ajuda federal? E pare de gastar o dinheiro com propagandas enganosas para falar que MG cresce mais que o Brasil.

    ResponderExcluir
  70. Se o governo não tem dinheiro p pagar o mísero piso dos professores, vamos todos embora deste lugar, trancar a porta desta masmorra chamada MG e jogar a chave fora.

    ResponderExcluir
  71. Gal Martinho, Comte Euler e Capitão Rômulo,

    vocês precisam marcar uma reunião URGENTE do NDG/RMBH para discutirmos a suspenção da greve e a homenagem dos 100 anos de Marighella.

    "Todo expectador é um covarde ou traidor"

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  72. Comentário relativo ao artigo veiculado no http://www.hojeemdia.com.br/colunas-artigos-e-blogs/chamada-geral-1.319592/dia-do-professor-1.354673

    Lílian - postado em: 14 Outubro 2011 17:58

    Senhor Eduardo Costa, como o senhor teve o prazer de caracterizar o professor ao final de seu texto, "ignorados e até invisíveis", penso que o senhor esteja enganado, pois a greve de 112 dias não nos fez ignorados e nem invisíveis, quanto ao ex-goleiro de Deus, a quem o senhor se referiu não tem que ficar apreensivo, políticos são para ter habilidades para resolver problemas, afinal seus salários e benefícios são para encontrar soluções, não para confidenciar a amigos suas aprensões na função que é deles, porque as mazelas da Assembleia estão expostas no Jornal concorrente a este, será que ele fica apreensivo, também, ao ver o nome dos deputados sendo enxovalhados na imprensa, ou já é corriqueiro que nem tira o sono mais?!. Quanto à falta de caixa, todos sabemos que há dinheiro para tudo, inclusive daqui para frente para a Copa de 2014, para educação, saúde, segurança é que não tem, mas quando este deputado a quem o senhor se refere sobe em palanque ou vai para TV fazer campanha, ele e os demais fazem discursos politicamente corretos, mas só politicamente corretos na defesa dessas áreas, porque na prática o discurso muda, aí vem com essa de que o Estado não tem caixa, não tem caixa para os educadores, contudo para manter inúmeros funcionários na Assembleia, em outras repartições públicas, inclusive para manter inúmeros contratados,atualmente, nas escolas comendo a comida das crianças, batendo papo na internet, nos laboratórios das escolas, escondidos dentro de bibliotecas, deitados nos sofás nas salas dos professores, andando pela escola, jogando vôlei ou peteca nas quadras, e todos ganhando mais de R$1.320,00, porque os que pegaram mais de uma cargo o governo pagará além deste valor, então o que precisa neste Estado e neste País é de gente honesta, séria, reta de caráter para dar exemplos, na atualidade são ínfimos, mas ínfimos mesmo os políticos honrados que podem servir de exemplo. Diante da situação abordada, acredito que a argumentação acima fica desfacelada, frente à inúmeras mazelas, publicadas, inclusive pela Imprensa que pode ou ousa publicar. Ao término, gostaria de reiterar o seu prazer em desfazer dos educadores, todavia tenha certeza de que os educadores não precisam de felicitações nem da imprensa e nem dos jornalistas, porque aprendemos a lutar por nós mesmos.

    ResponderExcluir
  73. Boa noite aos amigos do NDG/NDE

    Sugiro que consigamos um debate ( COMO DIREITO DE RESPOSTA) desse "analista" Gustavo Ioschpe com o professor Euler, em uma emissora de TV, como a Record, que ousou, muito timidamente, dar visibilidade às nossa greve. QUEM SABE CONSEGUIREMOS?

    VAMOS TENTAR MINHA GENTE. ESSE "GRANDE ESPECIALISTA", COM CERTEZA, SERÁ DESMASCARADO POR NOSSO COMPETENTE ANALISTA EULER.

    Se ele é tão competente, há de aceitar (ou não?). Esses "grandes analistas" costumam fugir dos embates, principalmente quando sabem que sairão derrotados.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  74. Danilo de Castro é Secretario de Estado de Governo de Minas Gerias e também faz parte da comissão tripartite pelo lado do governo.

    http://www.novojornal.com/politica/noticia/afinal-quem-e-danilo-de-castro-14-12-2009.html

    ResponderExcluir
  75. Caro Euler,

    li o artigo do jornalista Eduardo Costa , que você sugeriu no link acima e fiz a seguinte leitura:

    *embora este jornalista, dentre estes vários aqui da imprensa mineira,seja um dos poucos que tem uma visão mais comprometida com a verdade, parece-me prudente a gente ficar com um pé atrás , pois este mesmo Eduardo Costa trabalha em uma emissora de rádio muito tendenciosa e pro governo;

    *outra coisa que pude observar é que ele despretensiosamente faz uma defesa deste deputado João Leite , dizendo que o mesmo está preocupado com a situação dos professores e como se isto possa redimir a postura equivocada que o mesmo teve durante a nossa greve - parece que meio pra salvar a pele dele e garantir votos na próxima eleição, cá pra nós;

    *agora o que me pareceu mais capcioso ainda neste artigo do Eduardo Costa é a "tese" que ele levanta de que o desgoverno do estado não tem verba em caixa pra nos pagar o que nos é de direito, ou seja, o PISO NA NOSSA CARREIRA. Como se dissessem tá bom , vocês merecem nós reconhecemos mas não temos como pagar. Nada disto, senhores!!! Não venham com esta conversa mole, lero- lero.

    *Bom, tudo isto nos faz alertar com estes golpes de sempre, o que nos faz permanecer no combate e na nossa vigília cívica e justa, pra não deixar que estes crápulas locupletem os nossos direitos.

    Com meu abraço fraterno!

    ResponderExcluir
  76. Euler,

    desta vez este Eduardo Costa se superou !!! rs

    Como ele posa de bonzinho e se refere ao grande (só no tamanho) deputado João Leite , dizendo que ele está preocupado com os professores, pois estes estão machucados kkkk

    certamente ele deve estar tentando salvar a pele do amigo João Leite para ter votos na próxima eleição

    agora, e este papo que o governo do estado não tem caixa pra nos pagar o PISO !!! Ehh, pra cima de nós não venham com este papo, não!

    estão tentando vir com mais este golpe pra cima de nós? sai pra la jacaré, que aqui tem uma categoria guerreira e firme

    este Eduardo Costa está sendo porta-voz de quem??? façam suas apostas rs

    ResponderExcluir
  77. Caro Subcomandante Euler, não sou professor, sou pai de aluno e estou sempre por aqui no seu blog, alías queria lhe dar uma dica importante, arrume uma maneira de interação entre os visitantes do blog, seria legal e vc pode ter patrocinio e outras coisas mais, seu blog é um fenomeno somente alcançado por poucos artistas. Quer saber, até parei muito minha frequencia no facebook, muita gente na base do tô nem aí para os acontecimentos, só postanto poesias, etc, mais parece crianças de 30, 45, 60 anos frequentando o okurt, uma bobajada de dar dó. Bem, aqui no seu blog, todo dia temos uma aula de civilidade e é uma realidade e uma luta em favor dos de baixos, a gente vive isso, portanto esta aí a ideia lançada e assim como eu tem muitos, acostumamos a abrir o computador e ir direto na sua preciosa pagina, onde reina a democracia total e conhecimentos reais diversos, vou deixar aqui um recado para um anonimo que queria saber quem é Danilo de Castro, é bandido travestido de secretario sob as asas do senador playboy Aócio, veja no jornal eletronico: NOVO JORNAL, vai no google de enter e vai cair de costas quando saber com quem estão negociando. Bom isto é problema para o sindicato, que acho deveriam não aceitar pessoas como Jõao puxa saco Leite, este Danilo(segundo Novo jornal. CHEFE da gang dos castros), aquele do pmdb, Antonio Julio e esta sapuda, nestes comissões e que deveria dar um basta neste lenga lenga e se preparar para nova ofensiva.Tenham todos um feliz final de semana com boas perpectivas de ganhos reais e muito obrigado pelo espaço, abços a todos frequentadores do blog e a vc guerreiro, muito obrigado mesmo, valeu.

    ResponderExcluir
  78. Gente, o jornalista Eduardo Costa diz num artigo no jornal Hoje em dia que o nobre deputado João Leite está muito preocupado com a situação dos professores... kkk

    e que o desgoverno do estado estaria sem caixa pra nos pagar o piso que nos deve... mais kkk

    ResponderExcluir
  79. O reajuste de 5% em outubro e 5% em abril está no Sindipublicos. Só que eu não entendi bem quem será beneficiado.

    http://www.sindpublicosmg.org.br/111010pr.htm

    ResponderExcluir
  80. Concordo plenamente com o anônimo das 19h01min, este blog alcançou uma dimensão esplêndida, ele já faz parte das leituras diárias de muitas pessoas. Leituras como as de jornais e de revistas eletrônicas. Por ele as pessoas têm buscado informações,pois, aqui, não se discute só questões relativas aos educadores, tem-se discutido, também, as mais variadas questões sociais. Além disso, a qualidade dos textos produzidos pelo Professor é outro fator que agrega credibilidade a este espaço, além do equilíbrio presente em suas análises e em seus comentários. Certamente, há de se pensar para frente em como interagir mais com esses milhões pessoas que já conhecem este espaço, porque a tendência é ficar mais visível e, obviamente, mais enriquecido com a qualidade das discussões postadas. A turma que frequenta aqui não pertence à elite econômica, mas modéstia à parte ou às favas, pertence à elite pensante do país.

    ResponderExcluir
  81. O sr. Eduardo Costa é um dos poucos jornalistas que nos respeita e defende na vendável mídia mineira. Trata-se de figura singular. O que ele escreveu pareceu-me preocupante pois, procurou destacar o ignóbil deputado e contumaz frangueiro: João Leite (lembrem-se do gol do título do Flamengo contra o Atlético Mineiro em 1980 e outras falhas clamorosas durante sua fraca carreira). Senti que trata-se de uma ação entre amigos tal proteção e visa as eleições municipais do ano que vem. Não deixa de ser vexatório para o jornalista.O citado deputado sempre esteve contra os trabalhadores da Educação e este epsódio somente deixa-nos um alerta qual seja: não devemos confiar neste governo! Minas receberá recursos do FUNDEB e se depender deles, os de cima, ficaremos, novamente, quiçá com as migalhas. Não deixaremos isto ocorrer! Não lutamos 30 dias (2008), 47 dias (2010) e 112 dias (2011) para que sejamos, mais uma vez, ludibriados na mesa de negociações. Fiquemos alertas e caso seja necessário voltemos às ruas de BH e de Minas!

    ResponderExcluir
  82. NÃO VAMOS FICAR PERDENDO TEMPO COM ESTE TAL DE IOCHPE, COM EDUARDO CACUNDA E OUTROS...

    NÃO NOS IMPORTEMOS COM A OPINIÃO DESTES CRETINOS, INCOMPETENTES E PUXA-SACOS, ETC...

    TODOS SÃO UM SACO DE MERDA.

    FAZEM PARTE DOS SISTEMAS.

    AÉCIO + ANASTASIA + DANILO DE CASTRO = IMORALIDADES + INJUSTIÇAS + CORRUPÇÕES + HIPOCRISIAS + FALSIDADES + CANALHICES X 1.000.000***...

    ResponderExcluir
  83. Grande Flávio!

    Vamos marcar a reunião. Apresente sugestões de datas e vamos ver se o Euler sai um pouquinho do Bunker.
    A propósito, o Martinho foi promovido a General, o Euler a Comandante e eu fiquei na mesma?
    Pô Bozó, aí não!...rsrsrsrssrsrsrsrsr

    Pode deixar que vamos coletivamente organizar um grande Seminário a altura do que foi o grande Mariga!

    Um forte abraço,
    Rômulo

    ResponderExcluir
  84. VAMOS PESQUISAR NOS SITES:

    - TRANSPARÊNCIA BRASIL

    - PORTAL DA TRANSPARÊNCIA

    ResponderExcluir
  85. Euleu e guerreiros do NDG

    Ultimamente este BLOG é o único espaço confiável de informações que podemos creditar.

    Tem colegas que pregam boicote a rede globo, esta aí não assisto à tempos.

    Agora mais esta. Não era surpresa e todos já sabiam que viria mais ditadura velada. Confiar em quem neste estado e neste país.

    Este país está muito mal visto pelo mundo afora. Um site americano elegeu o Brasil como
    destino perigoso para turistas, listando ao lado países como Iraque e Afeganistão.

    Vivemos infelizmente num conto do terror onde todos se calam ou estão sendo calados.

    Hipocrisia pra todo lado! País casa de mãe joana - vichi maria! Desculpe o desabafo e as palavras!!

    Acredito só no NDG!!

    Se não tem competência para governar, pede pra sair e SAIA! Sem o PISO na carreira não ficamos. NANÁ que se vire e corte as verbas de gabinete, comissionados e desvie menos dinheiro.

    Animal ferido tem atitudes mais ousadas e desesperadoras. Vão pagar pra VER?

    ResponderExcluir
  86. VAMOS DENUNCIAR O DANILO DE CASTRO NO SITE DA TRANSPARÊNCIA BRASIL.

    ResponderExcluir
  87. EDUARDO COSTA, CRETINO E CANALHA A SERVIÇO DO GOVERNO.

    ResponderExcluir
  88. Não tenham dúvida, o discurso deste jornalista sobre a condição dos educadores mineiros foi imensamente paradoxo. Ele quis defender o amigo deputado e, ainda, mostrar-se sensível à causa dos educadores, mas quis, também, nos fazer crer que o governador (pobre coitado, tão enxovalhado por nós, educadores) não cumpre a Lei, porque realmente é impedido e ao final usa várias adjetivações para nos desmerecer, ele retrata nessas caracterizações o que ele pensa sobre nós, não está no texto, simplesmente, expondo a voz do outro é, também, a sua própria voz. Imparcialidade é o que não se vê no texto publicado por este jornalista, ele tenta, mas numa análise fina, percebe-se que se pode igualá-lo àquele articulista da Veja, pseudo entendido em questões educacionais. São todos iguaizinhos, lambe botas do poder.

    ResponderExcluir
  89. Gente, uma boa maneira de divulgar os textos do Prof. Euler é , se ele permitir, cada lutador escolher um destes textos, imprimir e colocar nas caixas de correio das residências de sua cidade.A maioria das pessoas nâo sabem direito o que está acontecendo. Helena, sempre alerta para a luta.

    ResponderExcluir
  90. NO SITE DO TRANSPARÊNCIA BRASIL, TEM-SE INFORMAÇÕES DE TODOS OS PARLAMENTARES DO BRASIL.

    FAÇA SUA PESQUISA E CONHEÇA MELHOR O PARLAMENTAR QUE VOCÊ VOTOU.

    Segue pesquisa sobre Duarte Bechir:

    Nome de batismo: Nacib Duarte Bechir
    CPF: 318.039.976-72
    Cargo anterior: Deputado estadual (PMDB-MG)
    Eleito(a) pelo: PMN
    e-mail: dep.duarte.bechir@almg.gov.br
    Candidato(a) em 2008.

    Exceto por itens em que se informam datas de atualização, os dados de Duarte Bechir foram alterados por último em 02/09/2011. A Transparência Brasil só se responsabiliza por referências extraídas daqui após essa data.
    Cargos relevantes: Exerceu mandatos de deputado estadual (2007-2011, PMN) e de vereador (1993-1997, PMDB) e prefeito (2001-2004, PFL) de Campo Belo (MG).
    Outros dados: Formado em direito. Presidiu a Associação de Municípios do Alto Rio Grande (2004) e foi diretor financeiro e administrativo da Companhia de Armazéns e Silos de Minas Gerais (2008). Candidatou-se a prefeito de Campo Belo em 1996 e a deputado estadual em 1998 pelo PMDB.
    Histórico de filiações partidárias: PMDB, PFL, PL e PMN.
    Votos recebidos em 2006: 21.341
    Votos recebidos em 2010: 49.619

    Ocorrências na Justiça e Tribunais de Contas
    As informações sobre ocorrências nas Justiças estaduais e nos Tribunais de Contas dependem da disponibilidade de dados em cada Corte, havendo grande disparidade de estado a estado. Por isso, pode acontecer eventual ausência de menção a processo em que algum parlamentar é réu ou foi punido. Processos que correm em primeira instância só são incluídos quando movidos pelo Ministério Público ou outros órgãos públicos. No caso de contas de campanha rejeitadas, todas as decisões são assinaladas (desde que o político não tenha obtido a anulação da decisão), mesmo que o parlamentar tenha corrigido o problema (no caso de erros formais, por exemplo). São anotadas ocorrências relativas a homicídio, estupro e pedofilia, mas não são incluídos litígios de natureza privada (como disputas por pensão alimentícia), nem queixas relacionadas a crimes contra a honra (porque políticos são freqüentemente alvo desse tipo de processo). Assinalam-se inscrições na dívida ativa previdenciária e na lista de autuados por exploração do trabalho escravo.
    É alvo de ações civis públicas movidas pelo Ministério Público Estadual:
    TJ-MG Comarca de Campo Belo - Processo nº 0499827-95.2004.8.13.0112
    TJ-MG Comarca de Campo Belo - Processo nº 0628503-90.2006.8.13.0112
    TJ-MG Comarca de Campo Belo - Processo nº 0813234-56.2008.8.13.0112
    TJ-MG Comarca de Campo Belo - Inquérito nº 0819108-22.2008.8.13.0112 - É alvo de inquérito que apura crimes ambientais.
    Foi responsabilizado por irregularidades na gestão da prefeitura e da Câmara de Campo Belo -- por exemplo:
    TCE-MG - Processo nº 676859
    TCE-MG - Processo nº 616301

    ResponderExcluir
  91. OOOOO CANSEIRA...NADA DE NOVO!!KD NOSSO PISO!!ESTOU FAMINTA DE JUSTIÇA ...NÃO AGUENTO MAIS ESSAS NOTÍCIAS SÓ NOS MASSACRANDO...OOOOO DIA DE PROFESSOR!! ESTOU DE LUTO...

    ResponderExcluir
  92. NOTÍCIA DE HOJE:14/10/2011 15h21
    Euler, pedi para que lessem e ngm leu:
    O reajuste de 5% em outubro e 5% em abril está no Sindipublicos. Só que eu não entendi bem quem será beneficiado.
    http://www.sindpublicosmg.org.br/111010pr.htm
    Governo de Minas divulga nova política remuneratória dos servidores do Estado
    14/10/2011 15h21
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=132349,NOT&IdCanal=

    ResponderExcluir
  93. Governo de Minas envia à Assembleia projeto sobre política remuneratória Funcionalismo estadual vai passar a receber o reajuste anual sempre no mês de outubro, segundo proposta enviada à Assembléia Legislativa.

    Estado de Minas

    Publicação: 14/10/2011 16:31 Atualização: 14/10/2011 17:49

    O governo de Minas Gerais encaminhou nesta sexta-feira à Assembléia Legislativa a proposta de política remuneratória dos servidores públicos do estado. Entre os pontos mais importantes, está a definição do mês de outubro como data base para reajustes das carreiras civis e militares da administração direta, autarquias e fundações do Poder Executivo do estado.

    Segundo informações da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), as novas regras foram enviadas aos dirigentes sindicais e apresentadas em reunião do conselho de Negociação Sindical (Cones) na última sexta-feira(7) , pela subsecretária de Gestão de Pessoas, Fernanda Neves.

    Saiba mais...
    Reajuste de servidores municipais de BH é aprovado em segundo turno na Câmara
    Estão previstos 5% de reajuste neste mês de Outubro e 5% em abril de 2012, para todas as carreiras do Poder Executivo. A exceção é para as carreiras que já possuem reajustes específicos no período. Antes da definição do mês de outubro como data base, as negociações eram feitas individualmente com cada categoria.

    Critérios

    A escolha do mês de outubro como data base, segundo estudo da Secretaria de Fazenda e da Secretaria de Planejamento e Gestão, deve-se ao fato de que em setembro são concluídas as apurações da Lei de Responsabilidade Fiscal para o segundo quadrimestre (setembro do ano anterior a agosto do ano corrente).

    Segundo a secretária Renata Vilhena, nesse período são estabelecidas as perspectivas fiscais para o fim do exercício em curso, “o que possibilita maior clareza da capacidade financeira do tesouro estadual, bem como do resultado fiscal esperado para o exercício, inclusive em obediência ao ajuste fiscal mantido com a União por meio da Lei Federal 9.496”.

    ResponderExcluir
  94. Só uma coisa para falar depois desse monte de bobagem que esse imbecil teve a coragem de publicar numa revista tão poderosa....
    "PQP....ONDE VAMOS PARAR???"

    ResponderExcluir
  95. Edison Varzelandia14 de outubro de 2011 21:10

    Olha só!
    A revista quinzenal inVEJA foi criada no começo do século XX a.C. pelos, na época empresários de meia idade bem sucedidos, Victor Civita, Fernando Henrique Cardoso e Antônio Carlos Magalhães. 50 anos depois, 51% de suas ações foram compradas pela Microsoft que, apesar de manter o nome da revista no Brasil, aumentou seu preço nos EUA para US$99,90 a assinatura.

    Junto com a IstoÉ, Superinteressante (tô com sono), Época (a now), Comigo (ou sem migo??), Capricho (uiii... bofe), Marrí Clér (quem??), Caras (e bundas), Guia de TV (no domingo, pra que?), Carta Capital (pega no meu... conteúdo "neutro"), e mais recentemente a revista Carus Miguxxus, formam o panteão de revistas inúteis e/ou modistas que as menininhas ou menininhos indecisos leem para ocupar a sua mente vazia de qualquer coisa útil.

    Essa revista fez um pacto com o Google para conseguir algo que ninguém nunca conseguiu: editar algo completamente sem conteúdo relevante. É uma revista que ninguém com o mínimo de opinião própria lê, pois todos os números são editados com matérias chupadas recicladas e possuem um alto teor de parcialidade ultradireitista dos velhos tempos.

    Teorias especulam que as publicações acabam surgindo do nada, há uma inclusive que elas ganham forma no limbo espacial, e brotam de um lugar chamado "buraco do nada" em salas de espera de consultórios, advogados, mesas de professores e hospitais em geral.

    O intuito da Veja é espalhar as maravilhas da ditadura, fazer os brasileiros desregulamentarem a economia, demonstrar as novas tendências para a classe média, comparar petistas com demônios comunistas (mesmo que estes pratiquem a mesma política tucana) e caluniar Chuck Norris. Para isso, ela usa de grandes e renomados jornalistas, como por exemplo o infame (!) Diogo Mainardi.

    Diz a Barsa: Imprensa marrom(adj):. São chamados os meios de comunicação considerados sensacionalistas ou formadores de opinião que conseguem ter acesso aos fatos mais relevantes da humanidade, como o Chupa-cabra ser o filho bastardo da Rainha da Inglaterra com o Presidente Lula do Brasil. ex: The Sun, Veja, etc...
    http://desciclopedia.ws/wiki/Revista_Veja

    ResponderExcluir
  96. AÉCIO + ANASTASIA + DANILO DE CASTRO + OS 400 MÃOS LEVES DO GOVERNO DE MINAS GERAIS.

    ResponderExcluir
  97. TRANSPARÊNCIA BRASIL

    VEJAM COMO É HUMILDE A DECLARAÇÃO DE BENS DESTE SENADOR POR MG.

    Aécio Neves (PSDB-MG)
    Senado Federal/BR

    Nome de batismo: Aécio Neves da Cunha
    CPF: 667.289.837-91
    Período: 2011-2019
    Cargo anterior: Governador de Minas Gerais
    Eleito(a) pelo: PSDB
    e-mail: aecio.neves@senador.gov.br

    Bens declarados à Justiça Eleitoral
    Saiba mais...
    Soma dos bens declarados em 2010 R$ 617.938,42
    Patrimônio Montante
    APARTAMENTO => UM APARTAMENTO NA RUA SAMUEL PEREIRA N° 237/1101, MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE, ADQUIRIDO PELO VALOR DE R$ 180.000,00 COM ACRESCIMOS RELATIVOS A REFORMAS REALIZADAS NO VALOR DE R$ 42.000,00 R$ 222.000,00
    APARTAMENTO => UM APARTAMENTO NA AVENIDA EPITACIO PESSOA N° 100/C01, MUNICIPIO DO RIO DE JANEIRO, ADQUIRIDO PELO VALOR DE R$ 109.500,00 R$ 109.500,00
    QUOTAS OU QUINHÕES DE CAPITAL => QUOTAS DE CAPITAL JUNTO A IM PARTICIPAÇÕES E ADM. LTDA - CNPJ 28.264.463/0001-80 NO VALOR DE 95.179,12 R$ 95.179,10
    TERRENO => 50% DE UM IMOVEL RURAL SITUADO NO MUNICIPIO DE CLAUDIO NO VALOR DE R$ 87.000,00 R$ 87.000,00
    APLICAÇÃO DE RENDA FIXA (CDB, RDB E OUTROS) => APLICAÇÃO FINANCEIRA NO BANCO DO BRASIL DE R$ 40.142,20 R$ 40.142,20
    APLICAÇÃO DE RENDA FIXA (CDB, RDB E OUTROS) => APLICAÇÃO FINANCEIRA NO BANCO ITAU DE R$ 14.393,28 R$ 14.393,30
    OUTRAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS => OBJETO DE ARTE ADQUIRIDO EM LEILÃO BENEFICIENTE PELO VALOR DE R$ 13.650,00 R$ 13.650,00
    QUOTAS OU QUINHÕES DE CAPITAL => 9.819 QUOTAS DE CAPITAL JUNTO A NC PARTICIPAÇÕES A ADM. LTDA - CNPJ 23.205.958/0001-14 NO VALOR DE R$ 9.819,00 R$ 9.819,00
    TERRENO => DOIS LOTES DE N° 10 E N° 10A COM 802 METROS QUADRADOS DO LOTEAMENTO OURO VELHO MANSÕES, MUNICIPIO DE NOVA LIMA, ADQUIRIDO PELO VALOR DE R$ 9.715,62 R$ 9.715,62
    OUTRAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS => EMPRÉSTIMO A NC PARTICIPAÇÕES LTDA - CNPJ 23.205.958/0001-14 NO VALOR DE R$ 8.544,12 R$ 8.544,12
    TERRENO => UM LOTE N° 02, QUADRA 08 COM 1.398 METROS QUADRADOS, BAIRRO CABECEIRAS, MUNICIPIO DE NOVA LIMA, ADQUIRIDO PELO VALOR DE R$ 6.939,73 R$ 6.939,73
    DEPÓSITO BANCÁRIO EM CONTA CORRENTE NO PAÍS => SALDO EM CONTA NO UNIBANCO DE R$ 496,93 R$ 496,93
    DEPÓSITO BANCÁRIO EM CONTA CORRENTE NO PAÍS => SALDO EM CONTA CORRENTE NO BANCO DO BRASIL DE R$ 331,07 R$ 331,07
    AÇÕES (INCLUSIVE AS PROVENIENTES DE LINHA TELEFÔNICA) => AÇÕES JUNTO A TELEBRAS S/A NO VALOR DE R$ 217,26 R$ 217,26
    DEPÓSITO BANCÁRIO EM CONTA CORRENTE NO PAÍS => SALDO NO BANCO ITAU DE R$ 10,00 R$ 10,00
    AÇÕES (INCLUSIVE AS PROVENIENTES DE LINHA TELEFÔNICA) => AÇÕES JUNTO A EMPRESA DIÁRIOS ASSOCIADOS S/A NO VALOR DE R$ 0,09 RECEBIDAS DO INVENTARIO DE TANCREDO DE ALMEIDA NEVES R$ 0,09

    ResponderExcluir
  98. Euler,

    Esta revista está em extinção, motivo pelo qual

    aceita qualquer porcaria.

    O artigo, em si, não resiste a qualquer análise

    crítica. Ele perdeu a oportunidade de fazer um belo

    levantamento crítico dos Sindicatos... O articulis-

    ta foi tão leviano que, qualquer coisa que ele

    escrever, a partir de agora sobre educação, será

    motivo de repúdio.

    Sugiro que ele escreva sobre algumas instituições

    que ele deve conhecer muito bem; são próprias do

    seu perfil: UDR (União Democrática Ruralista); TFP

    (Tradição, Família, Propriedade); Opus Dei e tantas

    outras.

    ResponderExcluir
  99. Nossa... enterrem essa revista e coloque pedra em cima. Morreu. Isso é coisa do governo pra desviar o FOCO : LEI 11.738/2008 , recordam ? É... aquela do PSPN = PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL.

    ResponderExcluir
  100. PAUSA PARA A INFORMAÇÃO

    ABL é processada por irregularidades no Acordo Ortográfico

    Jornal do Brasil

    A Academia Brasileira de Letras e demais autoridades públicas estão sendo processadas em ação popular movida pelo professor Ernani Pimentel, líder do movimento Acordar Melhor. A ação acusa a Academia de lesão ao patrimônio cultural brasileiro com a implantação do Novo Acordo Ortográfico. De acordo com o professor Ernani Pimentel, a execução do acordo a partir do próximo ano contraria e extrapola pontos acordados entre os países que falam a Língua Portuguesa, sem aprovação do Congresso Nacional. Além disso, segundo ele, a Academia não conta com a participação ativa de outras importantes entidades para definir as regras do Acordo, como exige a Legislação.

    Entidades como ANPAC (Associação Nacional dos Concursos Públicos), ABI(Associação Brasileira de Imprensa) e a OAB (Organização dos Advogados do Brasil) são contra o posicionamento da ABL. O processo movido prevê a prorrogação da implementação do acordo, de forma que ele seja reconduzido e à legalidade e adequado aos parâmetros pedagógicos atuais para beneficiar todos os países de Língua Portuguesa.

    Para discutir o tema e fortalecer a consolidação de um acordo atualizado, o professor Ernani Pimentel, líder do movimento Acordar Melhor, realiza no dia 19 de outubro, às 20 horas, a palestra ”ACORDO ORTOGRÁFICO: O QUE SE ESCONDE”, na USP. O evento vai acontecer no Centro Universitário Maria Antonia, na Rua Maria Antonia, 258/294, Vila Buarque, São Paulo / SP. Entrada Gratuita.

    Disponível em: http://www.jb.com.br/pais/noticias/2011/10/14/abl-e-processada-por-irregularidades-no-acordo-ortografico/ Acessado em 14 de outubro de 2011.

    ResponderExcluir
  101. O jornalista Eduardo Costa deve ter memória curta e cérebro também. Envie para ele o vídeo do deputado ,que ele defende, na assembléia nos dias da nossa greve. Ai sim ele verá a preocupação de João Leite com os professores. Até então eu acreditava que este deputado estivesse do nosso lado, que decepção.

    ResponderExcluir
  102. O deputado federal por Minas Geras Reginaldo Lopes, presidente estadual do PT, já reuniu as 176 assinaturas necessárias para a apresentação da proposta de emenda à Constituição (PEC) que retira do ordenamento jurídico brasileiro a figura das leis delegadas (LDs) - instrumento por meio do qual o Poder Legislativo transfere ao Executivo a possibilidade de elaborar leis.

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=185018,OTE

    ResponderExcluir
  103. A idéia da Helena é fantástica!!!

    O endereço do blog deve estar visível também.

    Vou começar a por em prática a idéia dela.

    Devagar, devagarinho as pessoas passarão a ter uma noção mais correta dos acontecimentos e uma consciência mais clara das coisas...

    Se cada um divulgar um pouco, logo surgirá efeito.

    Aguardando a opinião do Euler...

    ResponderExcluir
  104. Anonimo de 20:45
    ESSA PARTE NÃO CONSTA NO REFERIDO JONAL
    "Saiba mais...
    Reajuste de servidores municipais de BH é aprovado em segundo turno na Câmara."
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=132349,NOT&IdCanal=
    Governo de Minas divulga nova política remuneratória dos servidores do Estado. É DO ESTADO E NÃO DO MUNICÍPIO.

    ResponderExcluir
  105. Boa noite a todos.

    Postei essa mensagem no Hoje em Dia:

    Fiz uma leitura equivocada ou o nobre jornalista está mandando um recado para nós professores e, concomitantemente, justificando o não tão nobre deputado João Leite, que deveria estar a serviço do povo que o elegeu?

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  106. Rádio Câmara

    Dia do Professor: Heleno Araújo fala sobre formação, carreira, condições de trabalho e salário (17'51")

    ENTREVISTA

    Copiar Arquivos:
    Resumo
    Amanhã é o Dia do Professor. Mas um importante instrumento para a valorização dos professores tem se mostrado ineficaz, a Lei do Piso Salarial. Parlamentares vão averiguar a aplicação da Lei. E, em maio, uma decisão do Supremo Tribunal Federal deu mais força à Lei, que, no entanto, continua sendo descumprida. O convidado do Manhã no Parlamento para tratar do assunto é Heleno Araújo, que além de professor é secretário de assuntos educacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE).

    Disponível em :http://www.camara.gov.br/internet/radiocamara/?lnk=1100-DIA-DO-PROFESSORHELENO-ARAUJO-FALA-SOBRE-FORMACAO-CARREIRA-CONDICOES-DE-TRABALHO-E-SALARIO-1751&selecao=MAT&materia=128374&programa=41 Acessado em 14 de outubro de 2011.

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  107. NDG DE PLANTÃO

    15 de OUTUBRO de LUTO

    Em Minas Gerais digníssimo GOVERNADOR antonio anastasia PSDB vomita contracheque zerado REPOSTA À GREVE DOS 112 DIAS presenteia educadores.

    PROFESSOR MINEIRO comemora o 15 DE OUTUBRO de LUTO, sem salário, sem GOVERNO, sem dignidade, sem respeito, sem representantes, é LUTO MESMO.

    @Helleenia
    Hellenia
    #Diadoprofessor parabens ESTUDANTES d MG q por longos e terriveis dias estiveram apoiando os #professores na luta contra o ditador Anastasia

    allineguerra aline guerra
    por RenataMirandata
    #DiadoProfessor Sem Valorização, Sem respeito, Sem Salário e ainda Sem Piso... Sem atitude da #PresidenteDilma e do #Anastasia



    Gleiferson Crow
    LEIA: Liberta Minas NDG (DE LUTO)
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  108. Se Minas Gerais não pode pagar o Piso Salarial Profissional Nacional, então que decrete "falência", declare ser um estado pobre, e que se faça a auditoria nas contas públicas de Minas Gerais possibilitando-a receber os recursos da educação proveniente da União. Que se cumpra a lei.

    DURA LEX SED LEX (A lei é dura mas é a lei)

    ResponderExcluir
  109. Olá Euler e blogueiros!

    ))) ouvi na rádio fofoca que a mais-valia relativa sai na quinta-feira (20). Há memorando da SEPLAG comunicando o feito.

    Também, com tanto oficial pressionando o Sgtº Rodrigues!!!

    Gde abraço!

    ResponderExcluir
  110. O Aécio já está desesperado e muito ansioso, tenta antecipar a campanha de 2014 mas, em seu próprio estado as coisas começam a piorar.

    O povo está tomando conhecimento de sua administração "no mínimo tendenciosa" à corrupções e seus colaboradores diretos como o Danilo de Castro, Marcos Pestana, Alberto Pinto Coelho e outros...

    O povo precisa ficar sabendo de tantas coisas...

    Aécio NEVER.

    AÉCIO + ANASTASIA + DANILO DE CASTRO = IMORALIDADES, INJUSTIÇAS + CORRUPÇÕES + HIPOCRISIAS + FALSIDADES + CANALHICES + MÁFIA + MUITAS COISAS RUINS + ...

    ResponderExcluir
  111. ORGULHOSA DE SER PROFESSORA,MAS NAO ORGULHA O GOVERNO QUE TEM.15 de outubro de 2011 11:19

    Ei companheiros(as), o dia 15 de outubro é só nosso, só nós que somos dignos de ser chamados de PROFESSOR.Pode ser chamado de PROFESSOR quem ficou 112 dias lutando por seus direitos, é quem sabe o verdadeiro sentido do que é CIDADANIA, é quem sensibilizou ao ver nossos GUERREIROS ABDON E MARILDA fazerem greve de fome em prol da educaçao,é quem nao se curvou diante as ameaças deste governozinho,é quem nao teve medo e quebrou todas as algemas pela sua dignidade.....
    PRA SOBREVIVER!! PRA SOBREVIVER!!
    PROFESSOR é aquele que toda semana estava lá pra ça da assembleia gritando:FORA ANASTASIA!! FORA ANASTASIA! FORA DITADOR! FORA DITADOR! PROFESSOR é aquele que decidiu e vestiu a camisa do QUEM LUTA, EDUCA toda semana, durante estes 112 dias de massacre,torturas psicológicas,de humilhaçao, repressao...mas que apesar de tudo,RESISTIU E RESISTE!! Um grande abraço neste dia 15 de outubro pra todos nós que realmente somos PROFESSORES E PERSONAGENS desta HISTÓRIA ÚNICA que JAMAIS se fragmentou,MAS UNIU, PARTILHOU...PARABÉNS PRA TODOS NÓS!!!!!ESPERAMOS QUE AUMENTE CADA VEZ MAIS ESTE PERFIL (acima relatado) DE PROFESSOR!

    ResponderExcluir
  112. Todos estão falando sobre o piso nacional dos professores mas não vejo nenhum comentário e nenhuma reclamação por parte do sindicato dos professores sobre o PREMIO DE PRODUTIVIDADE que o governo tem por obrigação nos pagar e até o momento não se tem nenhuma noticia.Me faz pensar que houve um acordo entre governo e sindicato para não ocorrer o pagamento pois não vejo noticias a respeito, espero estar enganado ou não?

    ResponderExcluir
  113. Deveriam é desestatizar essa bagaça e abolir o MEC com suas regulamentações, abertura total à livre concorrência.

    ResponderExcluir
  114. Orgulho de quê?hoje professor é considerado(a)a pior especie na esfera chamada Brasil!Comemorar o que? Derrotas, saber que perdeu?qual dia professor teve respeito? NUNCA!!QUANDO RECEBEU SALÁRIO DIGNO? NUNCA!!TENHO 28 ANOS DE MAGISTÉRIO, MINHA META SEMPRE FOI 100, DEI E DOU A VIDA PELA EDUCAÇÃO!MAS AFIRMO A PIOR PROFISSÃO DO BRASIL, MELHOR SER SERVENTE DE PEDREIRO, FOI O QUE ESCUTEI EM TOM BEM ALTO E CLARO! SOMOS MERAS (os)BABÁS, DOS FILHOS DOS OUTROS!MEU CONTRA CHEQUE ZERADO!É DIA DE LUTO, 112 DIAS PARA SERMOS MAIS UMA VEZ MASSACRADOS POR TIRANOS DA DITADURA! M .jOSE UFMG

    Gratificação de servidor pode ficar só na promessa

    Governador Antonio Anastasia disse que bônus de produtividade depende da arrecadação Hoje em Dia - 7/10/2011 - 20:22

    ResponderExcluir
  115. Bom gente eu apoiei a todos vocês nessa luta pela educação essa greve que durou 112 dias.Vocês professores merecem sim o melhor.

    ResponderExcluir
  116. O Aécio já está desesperado e muito ansioso, tenta antecipar a campanha de 2014 mas, em seu próprio estado as coisas começam a piorar.

    O povo está tomando conhecimento de sua administração "no mínimo tendenciosa" à corrupções e seus colaboradores diretos como o Danilo de Castro, Marcos Pestana, Alberto Pinto Coelho e outros...

    O povo precisa ficar sabendo de tantas coisas...

    ResponderExcluir