sábado, 22 de outubro de 2011

Em BH, Minas e Brasil: faltam recursos e compromissos com políticas sociais; sobram para as elites


Em BH, Minas e Brasil: faltam recursos e compromissos com políticas sociais; sobram para as elites

Na tarde de hoje, enquanto caía uma chuvinha fria, tivemos a notícia de que uma ocupação de moradores em BH no Conjunto Zilah Sposito foi despejada ontem, dia 21, de forma violenta e ilegal, sem qualquer mandado judicial. São 39 famílias que tiveram seu direito à uma moradia digna sonegado pelo poder público municipal de BH, com o apoio da força militar estadual (leiam texto de Frei Gilvander ao final do post). Há ainda a ameça de despejo que paira sobre outras cinco ou mais comunidades de ocupação em BH e região. O que não podemos admitir que aconteça.

O problema da moradia, assim como o da terra para os sem-terra e pequenos camponeses, é parte da pesada herança do Brasil colonial, inserido no domínio mundial de um sistema perverso, o sistema do capital. Por toda parte verifica-se a existência de máquinas de estado geridas por grupos que estão à serviço do grande capital, do latifúndio, do agronegócio, dos interesses, enfim, dos grupos de rapina nacionais e internacionais.

O problema da Educação pública também está inserido neste contexto de priorização dos recursos arrecadados pelo estado para os interesses das elites. A dramática realidade vivida pelos educadores de Minas Gerais, estado entre os três mais ricos da federação, é uma prova do descaso com que os diversos governos têm tratado a Educação pública e os educadores. Não se investe adequadamente na Educação, na saúde pública, na moradia popular, na reforma agrária, pois isso não interessa aos de cima.

E é por este motivo também que crescem, por toda parte, as mobilizações populares contra o sistema financeiro internacional, contra as políticas imperialistas dos EUA e seus aliados, e contra as políticas neoliberais desenvolvidas pelos diversos governos para enfrentar as crises criadas pelo próprio sistema. A resposta dos de baixo a estas políticas não pode ser outra senão a de fortalecer a unidade e a mobilização popular contra os ataques das elites dominantes.

Por isso a importância da heroica greve de 112 dias dos educadores de Minas, que resistiram corajosamente contra todos os ataques de um desgoverno aliado das políticas das elites. Não abrimos mão do nosso piso para todas as carreiras dos profissionais da Educação de Minas. Por isso também a importância da luta dos sem-teto e das comunidades de ocupação contra o desgoverno Márcio Lacerda, igualmente aliado das elites, que vem desenvolvendo uma política de destruição das manifestações culturais de BH, de perseguição aos movimentos sociais, como no caso que relatamos no início do nosso post, dos moradores da Comunidade Zilah Sposito. Destacamos ainda a importante resistência e luta dos moradores da Comunidade Dandara, que vem enfrentando também todo tipo de ataques dos interesses de empreiteiros e governos e justiça a serviço das elites. A luta dos sem-terra e dos camponeses pobres em todas as partes de Minas e do Brasil soma-se a esta brava resistência dos de baixo.

Infelizmente, o que se observa por toda parte é a utilização da máquina do estado por grupos que privilegiam os setores dominantes da sociedade. Faltam recursos para a educação pública, para a saúde, para a moradia, para a segurança, mas não faltam recursos para as obras faraônicas, para a Copa do Mundo de 2014, para as empreiteiras, banqueiros, agronegócio, grande mídia, além dos salários de marajás para a alta cúpula dos três poderes constituídos.

Precisamos discutir sempre nos diversos ambientes que frequentamos a necessidade de união entre os de baixo para resistir a essas políticas, e também para construir alternativas que signifiquem o controle direto, pelos de baixo, das fontes de vida e das riquezas que são produzidas pela maioria da população pobre.

Na inversão de mundo reproduzida pelo atual sistema, assiste-se ao domínio das forças que são contrárias aos interesses de classe dos de baixo. Mas, cujo poder não é eterno, e certamente ruirá, como já se observa. O que nós, os de baixo, queremos, é muito simples, e não é movido à ideologia ou frase oca: queremos pão, queremos terra, queremos moradia digna, queremos educação de qualidade (sinônimo de educador valorizado) e queremos também trabalho que não seja uma mera exploração da força de trabalho para fins dos interesses lucrativos do mercado. Mas, que seja a realização, através dos nossos fazeres, de cada um de nós, enquanto seres humanos solidários, pensantes e sujeitos da nossa história.

Um forte abraço a todos e força na luta, até a nossa vitória!


Homenagem aos que lutam

Quero aproveitar para homenagear dois dos muitos combatentes da nossa heroica greve dos 112 dias: LUIZ CARLOS DE CASTRO BUIÃO e MARIA APARECIDA PINTO RIBEIRO, da cidade de São Domingos do Prata, MG. Os nossos combativos colegas Luiz Carlos e Maria Aparecida trabalham na Escola Estadual "Marques Afonso", e tiveram atuação destacada na nossa greve. Enquanto muitos se omitiram, ou não tiveram coragem de enfrentar os ataques do governo contra a nossa categoria - muitos inclusive ficando ao lado do governo -, estes dois guerreiros, a exemplo de centenas de outros e outras valentes educadores de Minas, mostraram que nossa categoria tem os seus heróis. Que somos um povo de luta, de resistência, que não foge (não fugimos) ao chamado de combate em defesa dos melhores interesses de classe da nossa categoria. Por isso, não poderia deixar de prestar esta modesta homenagem a estes dois valentes colegas, e através deles homenageio também aos milhares de combativos e combativas colegas do nosso Núcleo Duro da Greve (NDG) e aos demais valentes colegas de luta que não queiram se considerar do NDG.

Vejam o que me disse o bravo educador Welington Venâncio por e-mail sobre os colegas Maria Aparecida e Luiz Carlos:

"(...) foram os que nada temeram e aderiram à greve resistindo até o último dia, sem arrefecer. Foram submetidos aos mais terríveis achaques, principalmente advindos dos "colegas" de classe, mas eles não entregaram os pontos... Lutaram até o fim!"

Esta bonita história de luta e resistência dos educadores de Minas seguramente será recontada - contada ela já foi e tem sido, contada e vivida, por todos nós, os que lutamos. A cada dia trazemos aqui um pouco desses momentos de afirmação da nossa categoria enquanto classe unida e pronta para o combate.

Um forte abraço e uma saudação aos bravos guerreiros Maria Aparecida e Luiz Carlos, exemplos de luta para toda Minas Gerais, para o Brasil e para o mundo.

P.S. Seguramente eu conheci os dois durante a greve, mas se alguém tiver a foto dos dois favor enviar para o meu e-mail (euler.conrado@gmail.com).

***

Frei Gilvander:

DESPEJO DA COMUNIDADE ZILAH SPOSITO SEM MANDADO JUDICIAL É DITADURA, É CRIME.

Terrorismo da Prefeitura de Belo Horizonte e da Polícia Militar de Minas.

Ontem, dia 21/10/2011, no Conjunto Zilah Sposito, em Belo Horizonte, fiscais, gerentes e guardas municipais da Prefeitura de Belo Horizonte – PBH -, juntamente com a Polícia Militar de Minas Gerais – Tropa de choque – cometeram um grande crime na capital mineira: Sem Mandado Judicial, com forte aparato bélico, usando spray de pimenta e terrorismo psicológico, destruíram 24 casas de alvenaria, barracos de lona e casas que estavam em início de construção. O pior: destruíram a vida e o sonho de 39 famílias que ficaram sem teto, ao relento, sob o frio e uma noite de chuva. Violaram covardemente direitos e dignidade humana, Havia casas construídas há vários meses. A ocupação de um terreno da prefeitura foi espontânea e lenta. Metade das famílias não havia recebido, previamente, nem notificação da prefeitura. O povo que resistia dentro das casas foi enxotado com spray de pimenta. Muitas crianças receberam spray de pimenta no rosto.

Foi de uma brutalidade terrível o que aconteceu, por exemplo, com Ricardo e sua esposa: com um filho de 4 anos com problema de asma, resistiam dentro da sua casinha de alvenaria, construída com muito sacrifício. Desempregados, sob pressão dos fiscais e de policiais diziam que não sairiam de dentro da casa, seu único refúgio no mundo. Policiais da tropa de choque começaram a jogar spray de pimenta dentro da casa, pela porta e por todos os buracos, abaixo das telhas de eternit. A criança, com asma, estava sendo asfixiada pelo spray de pimenta. A mãe, temendo a morte do filho, acabou entregando a criança para um fiscal, que disse aos policiais: “jogue spray de pimenta na criança que a mãe e o pai sairão da casa.” Ao ver os jatos de spray de pimenta no rosto do filho de 4 anos, já se asfixiando, a mãe e o pai, desesperados, saíram da casa para tentar socorrer o filho. Os fiscais perceberam que não havia condições de entrar na casa para retirar os móveis e todos os pertences da família por causa do spray de pimenta por eles injetado. A casa foi derrubada por cima de todos os poucos pertences, o que a família possuía.

Uma senhora de 68 anos, com problema de coração e pressão, ao voltar para casa, foi impedida de aproximar da sua casinha. Após driblar a polícia e entrar por outro lugar, resistia dentro de casa, em estado de choque, na iminência de desmaiar. Um fiscal disse a ela que poderia sair que a casa dela não seria destruída. Ela saiu e, de joelhos, sob estado de choque, implorando misericórdia, viu sua casa ser totalmente destruída.

A prefeitura alegou que lá é área de risco e há risco de desabamento. Isso é mentira. O povo é pobre, mas não é bobo, não construiu em área de risco. Os 30 metros ao lado do córrego, APP, estavam sendo preservados. Sob o argumento de que seria área de risco, a Prefeitura foi quem colocou em risco a vidas destas pessoas com a maneira como as tratou e deixando-as ao relento.

Fazer despejo sem ordem judicial, só com código de postura, é ditadura, arbítrio. Várias famílias estavam trabalhando e, ao serem informadas que a PBH e a polícia estavam derrubando suas casas, largaram o trabalho e voltaram para casa, mas foram impedidas de chegar a suas casas, pois havia um cordão de isolamento da área feito pela polícia. Inclusive, muitos apoiadores/ras que chegaram, foram impedidos de acessar o local do arbítrio, da truculência e da agressão à dignidade humana de centenas de pessoas.

Às 18:00hs de ontem, a Defensoria Pública do estado de Minas conquistou junto ao Poder Judiciário uma decisão judicial, em forma de Liminar, que garante as 9 casas que restaram em pé e a permanência das famílias no local. Sem mandado judicial as famílias não poderão ser despejadas e as casas não poderão ser derrubadas. O Ministério Público fez perícia no local. O Programa Pólos de Cidadania da UFMG, as Brigadas Populares, CPT, MLB e outros movimentos populares estão acompanhando as famílias que foram profundamente agredidas na sua dignidade. Despejo feito de forma ilegal, sem nenhuma alternativa digna.

Quase todas as famílias ficaram ao relento, sob o frio e uma noite chuvosa. Algumas famílias foram acolhidas por vizinhos. Não houve confronto, porque o povo é humilde, pobre e estava desarmado. O povo resistiu com seu próprio corpo. Sob spray de pimenta e sob a mira das armas, como confrontar?

Clamamos por justiça! Exigimos julgamento e condenação desse crime, indenização às famílias e moradia popular digna para todas as famílias. Jamais problema social se soluciona com repressão. A injustiça social campeia na região do Zilah Sposito.

Aos fiscais, gerente da prefeitura e aos policiais que executaram uma ordem ilegal, injusta e covarde, dizemos: Ninguém está obrigado a obedecer a regras, leis e ordens injustas! A lei maior de Deus diz: Não Matarás! Ou seja, faça viver! Vocês também têm filhos e parentes idosos. Não esqueçam que vocês pertencem à classe trabalhadora. Por que violentar seus irmãos?

Clama aos céus a maneira como a prefeitura de Belo Horizonte está tratando os problemas sociais, sobretudo, a questão da moradia nesta Capital. Esta ação no Zilah Spósito demonstrou o cúmulo da truculência, da covardia e da criminalidade praticada por quem está para garantir proteção e direitos fundamentais. Guarda Municipal não tem a função de realizar despejos. Isto é desvio de função. Realizar despejos sem mandado judicial, sem assegurar reassentamento das famílias, sem respeitar os diretamente envolvidos, é violação aos direitos humanos. Precisam ser punidas a/as autoridade/s que se submetem a esta covardia.

Contatos para maiores informações:

Joviano Mayer cel.: 31 8815 4120
Júnior, cel.: 31 9130 6490
Índio, cel.: 31 8521 6820 ou 31 9882 0334
Frei Gilvander, cel.: 31 9296 3040.

Belo Horizonte, MG, Brasil, 22 de outubro de 2011

Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.
e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br
www.gilvander.org.br
www.twitter.com/gilvanderluis
Facebook: gilvander.moreira
skype: gilvander.moreira

78 comentários:

  1. Mais de 154 mil candidatos em Minas deixam de fazer Enem no primeiro dia.

    http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/2011/10/22/internas_educacao,257566/mais-de-154-mil-candidatos-de-minas-deixam-de-fazer-enem-no-primeiro-dia.shtml

    Será porque não mencionou que um dos motivos foi a GREVE em MINAS que durou 112 dias, prejudicando milhares de alunos. Olha que este número e igualitario ao numero de servidores que optaram pelo vencimento basico e o GOVERNO nega o pagamento do PISO SALARIAL, aprovado pelo STF, acorda governador, isto mostra sua incompetencia para lidar com assuntos relevantes para a construção de uma MINAS mais humana, solidaria, e capaz de enxergar o erro e conserta-lo.

    ResponderExcluir
  2. A campanha de ajuda mútua continua forte e na escola onde trabalho, a contribuição já foi confirmada por mais dois colegas. Muito obrigado por este blog existir e encher nossa alma de contentamento a cada dia. E parafraseando o samba enredo da Estação Primeira de Mangueira de 1992: "Se todos fossem iguais a você - EULER -, que maravilha seria viver."
    Um forte abraço sub comandante !
    Força na luta companheiros (as).
    André da Buzina.

    ResponderExcluir
  3. Euler, no interior só ficamos sabendo desses disparates através de pessoas como vc. Obrigada por nos deixar informados.

    ResponderExcluir
  4. Com relação às negociações para o pagamento do piso na carreira , é triste ver "companheiros" torcendo para o fracasso dos trabalhos da comissão . Para eles o fracasso significa também o fracasso do nosso movimento . Coitados .
    Infelizmente , para eles , a sobrevivência do NDG não está condicionada aos resultados do trabalho da comissão .O NDG se fortalecerá e vai ampliar suas frentes de batalha.

    O movimento expôs a realidade vivida pelos trabalhadores em educação nas escolas e como são tratados pelo governo e seus prepostos .Provocou um abalo no alicerce de uma estrutura onde muitos se beneficiam e têm muito poder .Os movimentos de 2010/2011 e a consolidação do NDG propiciaram o surgimento de novas lideranças dentro das escolas , que questionam e não aceitam aquela velha desculpa que "ESTAMOS CUMPRINDO ORDENS " quando querem nos empurrar goela abaixo alguma resolução ou projeto governamental .
    Talvez seja este o motivo da ira dos "companheiros" . Antes eles monopolizavam o poder e as opiniões . Agora tem seu poder ameaçado e a sua "panelinha" se desfazendo.

    ResponderExcluir
  5. EULER,
    O SINDUTE ACEITOU RECOMPOSIÇÃO DE CALENDÁRIO? NÃO É REPOSIÇÃO DE AULA? ESSA COMISSÃO SÓ ACEITA O QUE É BOM PARA O GOVERNO! QUANDO VÃO COBRAR O QUE É BOM PRA NÓS? ATÉ AGORA NÃO TIVE NENHUM BENEFÍCIO COM ESSA GREVE.ATÉ NOSSAS FÉRIAS PRÊMIO SUMIRAM!!!!!!!ESTOU REVOLTADA! NÃO QUERO PAGAR ESSA GREVE!!!! VAMOS VOLTAR PRA ELA! NINGUÉM DEVIA PAGAR NADA! ELE CORTOU O SALÁRIO, QUE SE VIRE! ESTAMOS ABRINDO UMA BRECHA PARA AS PRÓXIMAS GREVES. QUERO UM SINDICATO QUE NOS REPRESENTE!

    ResponderExcluir
  6. Olá Euler
    Bom dia
    As questões sociais em BH são sempre colocadas em 2º plano. O ideal aqui é apenas gastar dinheiro com copa do mundo e com premiações ridículas, como a de Ivete sangalo.

    Tanto o governo estadual, quanto o municipal precisam investir mais em questões de cidadania, direitos a saúde e a educação d e qualidade,

    ResponderExcluir
  7. Bom dia Euler
    Você com sua enorme sabedoria no assunto saberia me dilimir duas dúvidas?

    1- quando os substituos vão embora das escolas? Na minha eles vão o dia que querem e quando vão ficam na internet o tempo todo...

    2- há alguma previsão de pagamento extra? Estamos tão apertados, né?!

    ResponderExcluir
  8. NDG de Plantão

    Caros amigos, a história de Minas está ganhando a cada dia uma nova página. Juntos estamos escrevendo uma Minas Gerais mais liberta e pensante.

    BLOG DA BEATRIZ CERQUEIRA
    "O veneno está na Mesa
    O professor Welshman da cidade de Salinas me enviou um link para o trailer do filme "O Veneno está na Mesa" de Silvio Tender, com depoimento do escritor Eduardo Galeano. Um trabalho interessante e muito importante na campanha contra os agrotóxicos no Brasil (o Brasil é o campeão mundial de agrotóxicos) e esta indústria movimente bilhões de reais a cada ano.
    Confira:
    http://youtu.be/a3S9Rn-P96w
    http://www.youtube.com/watch?v=WYUn7Q5cpJ8"

    abraços

    Gleiferson Crow
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Será que esses desgovernantes têm família??? Quanto desgosto!!! Falta humanidade, compaixão e, principalmente, DEUS no coração desses homens.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia comandante e colegas, Euler ontem fiz 07 considerações que para mim são cruciais nestas negociações e ninguem dá bola, inclusive você não me respondeu nenhum questionamento, mas tudo bem. Agora fui no blog da Beatriz e tem lá sobre veneno na mesa, resumindo, o que comemos e no seu blog a abertura fala sobre outras lutas que não a nossa, não que ficaremos omissos, mas primeiro arrumar a casa para depois ajudar outros a arrumar a deles, ainda continuo com uma pulga atrá da orelha. Agora o foco não é mais nosso dinheiro surrupiado, é reposição, é designados, é falta greve. Quero ver se realmente os tampax vão estar fora de "sala" realmente na segunda feira, porque até agora continuam numa boa, este governo não cumpre nada do que promete e todos agora acreditam piamente em tudo que falam, e até estão proibindo as criticas ao governo, nossos proprios colegas, dai o grilo cantar na minha cabeça, o que realmente tem de verdade nestas negociações, cadê a conversa de Beatriz com o ministro Peluzzo???? Com a palavra comandante Euler, em tempo, as perguntas estão na primeira publicação de comentarios de ontem, abços comandante Euler e um bom domingo a todos.Obrigado pelo espaço.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia a todos os amigos do NDG/NDE.

    O sentimento que me acomete agora é de absoluta INDIGNAÇÃO. Meu Deus, como poderei compreender atitudes tão desumanas, de quem, em tese, deveria garantir uma vida com um mínimo de dignidade para todos? O que se observa aqui, nas Minas Gerais e no Brasil, é a omissão da justiça diante de tanta injustiça.

    Ao anônimo das 10:01 enfatizo, como nosso amigo e tão digno companheiro poderia iniciar esse post sem fazer menção de tamanha covardia? É inadmissível o que estamos assistindo em Minas.
    Quando esse pessoal será julgado de forma eficaz, não com a morosidade peculiar de julgamentos que condenem aos de cima?

    A SITUAÇÃO DE Zilah Spósito É MUITO URGENTE!!!

    TODOS A FAVOR DE ZILAH SPÓSITO!
    TODOS A FAVOR DE DANDARA!
    TODOS A FAVOR DOS SEM-TERRA E PRINCIPALMENTE DOS SEM-TERRINHAS!
    TODOS A FAVOR DOS SEM-TETO!

    TODOS A FAVOR DOS EDUCADORES SEM SALÁRIO E SEM DIGNIDADE!

    A propósito amigo Euler, não pude fazer minha humilde contribuição, pois ao tentar fazê-la descobri que meu saldo especial já estava "estourado" rsrsrs, pois o banco havia retido devido às parcelas que não foram pagas nesse mês.

    TODAVIA, LEVEI SUA CONTA PARA A ESCOLA E COLEI NA SALA DOS PROFESSORES, PARA QUEM PUDER CONTRIBUIR. INFELIZMENTE ESTAMOS TODOS NO MESMO BARCO, MAS DEUS HÁ DE NOS AJUDAR.

    Abraços

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  12. Euler,
    Nós aqui do interior agradecemos por nos informar sobre o que acontece com os de baixo daí da capital. Torço para que os sem teto consiga resistir e serem vitoriosos! O que podemos fazer para ajudar?

    ResponderExcluir
  13. Olá, meu bem, do post anterior, que teve dúvida se dodói continua com acento, depois das novas regras ortográficas. Sim!

    Veja o que o Recanto das Letras publicou:

    GRAMÁTICA EM CORDEL: A ACENTUAÇÃO (De acordo com a Nova Ortografia)

    Este cordel vai falar
    Da nossa acentuação
    Que apresenta muitas regras
    Que confundem o cabeção
    Por isso, meu bom amigo
    Preste bastante atenção.

    Toda proparoxítona
    Deve ser acentuada
    Na antepenúltima sílaba
    Como as palavras citadas
    Lâmpada, príncipe, estômago
    Pétala e Matemática.

    01


    Toda palavra oxítona
    Terminada em -A, -E, -O
    Deve ser acentuada
    Como a palavra vovó
    Seguida ou não de -S
    Guaraná, Pelé, cipó.

    São também acentuadas
    Terminadas em -EM, -ENS
    Como as palavras abaixo
    Armazém e parabéns
    Há também outras palavras
    Alguém, Belém e vinténs.

    02


    Os monossílabos tônicos
    Que terminam em -A, -E, -O
    Devem receber acento
    Como pá, já, pé e pó
    Seguidos ou não de -S
    Também más, mês, nós e nó.

    Todos ditongos abertos
    Formados por -ÉU, -ÉI, -ÓI
    Quando forem oxítonos
    Como chapéu e herói
    Devem receber acento
    Anéis, fogaréu, dodói.

    03


    Se forem paroxítonas
    Como a palavra ideia
    Não receberão acento
    Também boia e colmeia
    Pois a nova ortografia
    Reuniu-se em AS-SEM-BLEI-A.

    Todo –I e todo –U
    Que estão formando hiato
    Devem receber acento
    Sozinhos ou acompanhados
    Da intrusa letra –S
    Isso é o maior barato.

    04


    Palavras como saúde
    Saída e jesuíta
    Camboriú e Luís
    Itaú, baú, faísca
    Balaústre e juízes
    País, Jaú, Heloísa.

    Quando I ou U vierem
    De um ditongo antecedidas
    Como a palavra bai-u-ca
    Sem acento são escritas
    Fei-u-ra, chei-i-nho, sai-i-nha
    São palavras atrevidas.

    05


    Todas as paroxítonas
    Terminadas em R-I-N-L-U-X
    Terminadas em –EI, –EIS
    Como fácil, lápis, úteis
    Devem receber acento
    Pra não se tornarem fúteis.

    Palavras como cadáver
    Biquíni, pólen, amável
    Vírus, júri, jóquei, tórax
    Caráter, fácil, agradável
    Devem receber acento
    Pra se tornarem viável.

    Terminadas em: -UM, -UNS
    Também em -Ã, -ÃS, -ÃO, -ÃOS
    Como médium, médiuns, fórum
    Como álbum, ímã, órgãos
    Devem ser acentuadas
    Órfã, órfão, órfãs, órfãos.

    06


    Também em -ONS e -PS
    E em ditongo crescente
    Prótons, elétrons e fórceps
    Palavras bem diferentes
    Memória, cárie, ciência
    Pra você ficar ciente.

    Os verbos crê, dê, lê, vê
    E todos seus derivados
    Que tenham o hiato -EE
    Não são mais acentuados
    Na primeira vogal tônica
    Como as palavras abaixo:

    Ele crê e eles creem
    Que ele dê e que eles deem
    Ele lê e eles leem
    Ele vê e eles veem
    E as palavras derivadas
    Descreem, também releem.

    07


    Palavras com o hiato OO
    Também não têm mais acento
    Seguido ou não de –S
    Como seguem os exemplos
    Perdoo, voos, enjoo
    Cuidado, fique atento.

    Não se usa mais o trema
    Nos grupos gue, gui, que, qui
    Sendo o U pronunciado
    Linguiça, equino, sagui
    Por isso, fique ligado
    Cinquenta, aguenta, argui.

    Há também alguns acentos
    Que são diferenciais
    Por preposição, pôr verbo
    É assim que a gente faz
    Para, pera, pelo, polo
    Não se acentuam mais.

    08
    Carlinhos Cordel
    Enviado por Carlinhos Cordel em 03/04/2010
    Reeditado em 07/04/2010
    Código do texto: T2174616

    ResponderExcluir
  14. PISO, PISO, PISO, COMO "SOFRESSOR" NÃO LEMBRO DE MAIS NENHUMA MELHOR NESSE MOMENTO! OU PISO OU GREVE DE NOVO! PORQUE SE NÃO ME ENGANO ESSA GREVE FOI SÓ "SUSPENSA!"ENTENDI BEM?? QDO UM ALUNO É SUSPENSO DE UMA AULA É SÓ POR UM TEMPO NAO? PODENDO VOLTAR! VOLTEMOS Á GREVE PESSOAL! LUTEM LUTEM NINGUÉM ALCANÇA VITÓRIA SEM LUTA!

    LEIA EXEMPLOS DE "GUERREIROS BÍBLICO!" LEMBRANDO QUE O MESMO DEUS AGE NOS TEMPOS DE HOJE E LEMBRANDO QUE JESUS ANTES DE SUBIR DISSE QUE FARÍAMOS MARAVILHAS MAIORES QUE AS DELE! LUTEM PESSOAL INCANSAVELMENTE!LEIAM ESSA PROVA DE HEROÍSMO:

    1 Samuel 4
    A arca é capturada pelos filisteus
    1-2Nesse tempo Israel estava em guerra contra os filisteus. O exército israelita estava acampado perto de Ebenezer, e os filisteus junto de Afeque. Estes derrotaram Israel, matando quatro milhares dos seus soldados.
    3Depois do combate, o exército de Israel regressou ao acampamento e os seus líderes interrogavam-se por que razão o Senhor os tinha conduzido àquela derrota: Vamos trazer para aqui a arca, desde Silo. Se a trouxermos connosco, o Senhor estará no nosso meio e nos salvará seguramente dos nossos inimigos.

    4-5Então mandaram vir a arca da aliança do Senhor dos exércitos celestiais, que habita entronizado acima dos querubins. Hofni e Finéias, os filhos de Eli, vieram com ela até ao campo da batalha. Quando os israelitas viram chegar a arca, deram um brado de alegria tão forte que até a terra tremeu!

    6-9O que é que se passa?, perguntaram-se os filisteus. Para que foi aquele grito no campo dos hebreus? Quando souberam que era a arca do Senhor que tinha chegado ali, entraram em pânico. Deus veio para o campo deles!, gritavam. Ai de nós, que nunca enfrentámos uma situação destas antes! Quem é que nos vai salvar destes poderosos deuses de Israel? É que são os mesmos que destruíram o Egipto com pragas, quando Israel lá morava. Então, lutem agora, ó filisteus, como nunca o fizeram antes, pois doutra forma tornar-se-ão seus escravos, tal como eles já foram nossos escravos.

    10Dessa forma os filisteus lutaram desesperadamente, e Israel foi novamente derrotado. Trinta mil homens de Israel morreram nesse dia, e o restante fugiu para as tendas.

    11A arca de Deus foi capturada e Hofni mais Finéias foram mortos.


    BOM DOMINGO E NÃO DESISTAM POSTEM MESMO NESSE BLOG NUNCA PERCAM AFÉ EM DEUS! DEUS ABENÇOE A TODOS VOCÊS E DE MANEIRA ESPECIAL AO NOSSO PORTA VOZ EULER! EULER AS BENÇÃOS DO SENHOR SEJAM CONSTANTES SIBRE SUA VIDA E TODA SUA FAMÍLIA. ABRAÇO! MARLI G.V

    ResponderExcluir
  15. Muito bem, Tia Maluquinha!

    Parafraseando o poeta FERNANDO PESSOA:

    Minha Pátria é a Língua Portuguesa:
    BRASILEIRÍSSIMA.
    Depois desse novo acordo (2009), de caráter mais político do que acadêmico, aí mesmo é que podemos dizer brasileiríssima. (rsrs)

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  16. (CORREÇÃO) RS ONDE ESTAVA ESCRITO NA POSTAGEM ANTERIOR EULER "SIBRE" SERIA "SOBRE" OKAY? RS


    BOM DOMINGO E NÃO DESISTAM POSTEM MESMO NESSE BLOG NUNCA PERCAM A FÉ EM DEUS! DEUS ABENÇOE A TODOS VOCÊS E DE MANEIRA ESPECIAL AO NOSSO "PORTA VOZ" EULER! EULER, AS BENÇÃOS DO SENHOR SEJAM CONSTANTES SOBRE SUA VIDA E TODA SUA FAMÍLIA. ABRAÇO! MARLI G.V

    ResponderExcluir
  17. NÃO PRECISAMOS DE PROFESSORES
    AFINAL....

    PARA QUE SER UM PAIS DE 1° MUNDO SE ESTA BOM ASSIM.
    Ronaldinho Gaúcho: R$ 1.400.000,00 por mês.

    "Homenageado na Academia Brasileira de Letras"... LETRADO ELE

    Tiririca: R$ 36.000,00 por mês, fora os auxílios e mordomias;

    "Membro da Comissão de Educação e Cultura do Congresso"...COMO DIZ OS GAUCHOS
    - TCHÊ... QUE TAL?

    TRADUZINDO, O SALÁRIO DO PALHAÇO AI, PAGA SÓ 30 PROFESSORES, E PARA AQUELES QUE ACHAM QUE EDUCAÇÃO NÃO É IMPORTANTE, CONTRATA O TIRIRICA PARA DAR AULA PARA SEU FILHO.

    Um funcionário da Sadia (nada contra) ganha hoje o mesmo salário de um ACT ou um professor iniciante, levando em consideração para trabalhar na empresa você precisa ter o fundamental, ou seja, de que adianta estudar, fazer pós e mestrado?

    Piso Nacional dos professores: R$ 1.187,00...

    Moral da História:

    Os professores ganham pouco , porque só servem para nos ensinar coisas inúteis como:

    ler, escrever e pensar.

    Sugestão:
    Mudar a grade curricular das escolas , que passaria a ter as seguintes matérias:
    - Educação Física: Futebol
    - Música: Sertaneja, Pagode, Axé
    - História: Grandes Personagens da Corrupção Brasileira
    - Biografia dos Heróis do Big Brother
    - Evolução do Pensamento das "Celebridades"
    - História da Arte: De Carla Perez a Faustão
    - Matemática: Multiplicação Fraudulenta do Dinheiro de Campanha
    - Cálculo Percentual de Comissões e Propinas
    - Português e Literatura:
    ?? ? ? ? ?? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ?? ? ? ? ? ? Para quê ? ? ? ? ?? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ?? ? ? ? ? ?

    - Biologia, Física e Química:
    Excluídas por excesso de complexidade

    Está bom ou quer MAIS!!!!!!!!!!!!!

    ESSE É O NOSSO BRASIL!!!!!!

    Olha o absurdo no Rio de Janeiro (que não é diferente no resto do Brasil)

    BOPE R$ 2.260,00........................ para Arriscar a vida;
    Bombeiro R$ 960,00.....................para Salvar vidas;
    Professor R$ 728,00.....................para Preparar para a vida;
    Médico R$ 1.260,00.......................para Manter a vida;

    E o Deputado Federal?
    Ganha R$ 26.700,00 para FERRAR a vida de todo mundo!

    É isso ai, minha gente!!! O nosso Brasil é assim...

    ResponderExcluir
  18. Bom dia, Euler! Espero que me responda... pois fiz o mesmo questionamento a Beatriz e não obtive resposta. Sou professora, mas fui eleita a vice-diretora. Se a posse sair antes de terminar a reposição, como fica minha situação? Acredito que a de outras pessoas tb. Outra coisa: Se muda o quadro da escola, na minha por exemplo, fecharam as turmas de aprofundamento e eu tive que assumir novas turmas. Sou obrigada a fazer as reposições tb?

    Um abraço! Obrigada! Parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir
  19. Gostaria saber se o seu 1.º degrau vai ser a câmara dos vereadores ou já vai tentar alçar voos mais altos? Começou muito bem, fez com que nós acreditássemos no seu discurso. Fizemos propaganda do seu blog, porém já sentimos cheiro de politicagem nos seus discursos, querendo passar para todos como se fosse o salvador da humanidade. Chega de conversa fiada e discursos plagiados. Palavras não irão resolver o problema da Educação, ações sim. Chega de engodo. Os pobres coitados que antes tinham chance de se manifestar através de seus comentários nesse blog, foram podados. Será que a arrogância é só do Anastasia? Pense bem!

    ResponderExcluir
  20. Caríssimos companheiros, gostaria de saber se os alunos tem comparecido as aulas de reposição e como estão nos piores dias, sabados, feriados e janeiro, muitos não mostram "vontade" de ir... Há algo a ser feito, porque não acredito que devemos "obriga-los" a ir, existe a pressão e as criticas de que fazemos greve para depois não cumprir "não dar aula" sendo que os alunos é que não vão... Gostaria que partilhassem suas vivencias, mesmo que anonimamente! Abraço.

    ResponderExcluir
  21. Ufa! Talvez o nosso maior problema,seja o egoísmo, por achar que tudo tem que gravitar ao nosso redor, os nossos problemas têm que ser resolvidos da nossa maneira. Que me importa o problema do outro, eu quero resolver o meu, os outros são outros e só! Será? Que Sociedade é esta que nós, EDUCADORES, queremos construir? Pensando só no nosso bem-estar? E os que estão ao nosso redor? Preocupar-se com tudo isso não é ser PIEGAS é ser realista! Inúmeras vidas estão sendo perdidas nas ruas do país por conta de um celular moderno, muitas vezes! Pensemos nisso!

    ResponderExcluir
  22. NÃO ENTENDI NADICA DE NADA O ANÔNIMO DAS 11:37...
    O EULER ESTÁ CONTRIBUINDO MUITÍSSIMO, AJUDANDO A CONSCIENTIZAR COLEGAS DE NOSSA SITUAÇÃO. INFELIZMENTE MUITOS NÃO ENXERGAM UM PALMO A FRENTE DO NARIZ... EXISTEM TANTOS PROFESSORES ANALFABETOS,EXATAMENTE POR NÃO EXISTIR UMA POLÍTICA PREOCUPADA COM O SOCIAL.

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi pulicado no post anterior. Achei importante trazê-lo para este, também:

    Caro Anônimo das 11:46 (do post anterior),

    Você disse:

    "Euler, porque alguns colegas que te enviaram emails estão recebendo sua contribuição e outros que já enviaram a mais tempo ou até depois não receberam sequer um email seu falando pq se receberão ou não? gostaria que vc olhasse sua caixa de entrada, e respondesse seus emails aos que aguardam por sua ajuda. obrigado... "

    Respondo:

    Aproveito o seu oportuno comentário para esclarecer alguns pontos:

    1) não sou eu quem está ajudando a ninguém, mas a própria categoria, através de doações voluntárias; estou apenas repassando para os colegas com maiores necessidades;

    2) só estou considerando os e-mails que recebi a partir do dia 20 de outubro, quando iniciamos a nossa campanha. Antes desta data, tenho centenas de e-mails de diferentes origens e assuntos e não dá para localizar aqueles voltados para o fim proposto pela campanha. Peço que as pessoas interessadas mandem novo e-mail para que possamos analisar e repassar uma contribuição aos colegas;

    3) para os colegas interessados em receber a ajuda originada das doações, favor enviar e-mail para mim (euler.conrado@gmail.com). Devem constar os seguintes dados: Nome completo, telefone para contato do interessado e da escola onde trabalha, nome da escola em que trabalha, número da conta corrente (de preferência do Banco do Brasil) e agência. Se o saldo estiver negativo, informar se pode enviar para a conta poupança, pois nesta o banco não mexe, segundo me informaram. E, claro, descrever minimamente as condições que o colega interessado está vivendo. Todas estas informações não serão divulgadas - manteremos absoluto sigilo.

    Um forte abraço e força na luta!

    Euler

    P.S. Já recebi 13 pedidos de ajuda após o início da campanha. Todos eles receberam retorno por e-mail. Oito já receberam repasse e 04 receberão amanhã, segunda-feira. Estou aguardando a resposta do 13º sobre um dos dados que ele me enviou.

    Quem souber de algum colega que esteja necessitando muito da ajuda dos colegas (não do Euler, que fique claro), favor levantar os dados e encaminhar para o meu e-mail. Os repasses são modestos, e voltados principalmente para situação de emergência, como alimentação,remédios, transporte, ajuda nas contas de água ou luz atrasadas.

    ResponderExcluir
  24. Por e-mail:

    "hilda marcelino:

    Anônimo das 11:37.

    Te incomoda ver os outros ajudarem-se? Certamente tem lugar pra você também nesta campanha. Talvez você mesmo seja alguém precisando de ajuda pra ser mais humano, mais cortês, menos indelicado... Criticar atrás de um anonimato é muito fácil. Sua amargura certamente não é porque você esteve em greve 112 dias ou porque espera solução da comissão ou porque está precisando de ajuda financeira... Sua amargura é de não poder ajudar ou de estar do lado de quem está prejudicando (será você um tampão?). Quanto ao meu colega Euler, acho que ele está, sim, ajudando a salvar uma parte muitíssimo pequena da humanidade. E você, o que tem feito além de criticar? Crie o seu próprio blog, inicie sua própria campanha, contate seus próprios amigos... Quem sabe você ajuda uma outra parte bem pequena da humanidade e de altruísmo em altruísmo, vamos nos salvando a todos.

    Hilda Marcelino - prof. da EE Machado de Assis de Vespasiano".

    ResponderExcluir
  25. É PRECISO SABER VIVER!

    O que nos incomoda tanto, o que nos faz maledicentes, o que nos faz tão ácidos e tão amargos?

    Entrevista com Zuenir Ventura

    O que você inveja?

    Ele é o autor da Inveja. Decorreu sobre o assunto em livro, escancarou com as mazelas e disse que sim, todos sofremos de inveja. Não somente a inveja fatídica, aquela que levou Caim a matar Abel, mas inveja das coisas mais fúteis e imperceptíveis. A inveja do carro do vizinho, a inveja do vestido da amiga. Deixa clara a diferença entre cobiça – querer o quê o outro tem -, e inveja – querer que o outro não tenha.

    Disponível em:http://melissacrocetti.wordpress.com/2010/07/19/entrevista-com-zuenir-ventura/

    ResponderExcluir
  26. NDG de Plantão


    "É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado. A falta de amor é a maior de todas as pobrezas.O que eu faço é simples: ponho pão nas mesas e compartilho-o. Quem julga as pessoas não tem tempo para amá-las." (Madre Teresa de Calcutá )

    Um dia no AÇOUGUE
    """""""""""""""""""

    Sexta-feira estive no açougue onde fazemos a compra de carne semanal. É de arrepiar, o pouco das economias que ainda tenho, estou negociando tudo que posso afim de não gastar o que tenho em CASH. Fiquei surpreso quando cheguei no açougue (que por escolha é dos melhores, cliente há décadas, e o melhor o açougue é de um ex-aluno, esposo de uma amiga e cunhado de uma outra amiga, que por sinal são professoras, e genro de uma professora. O outro dono é esposo de uma amiga que também é professora. Mas o mais bacana foi a atitude dele, quando cheguei no açougue para fazer a compra semanal ele disse:
    - è verdade que vocês estão sem pagamento há três meses?
    EU: sim.
    Sem pensar duas vezes, eu fiz um relato rápido, e ele disse que eu poderia dar um cheque para o melhor dia de novembro que não fosse comprometer o salário e recomendou que eu guardasse o dinheiro para eventualidades ou quem sabe alguma emergência. Pessoal, confesso fiquei tão alegre com tamanha e sincera atitude e ainda mais feliz vinda de um ex-aluno e atualmente um amigo. Ele ainda completou quando o agradeci:
    - Vocês professores são clientes bons e honestos, poderia vender todo o açougue, confio em vocês. E eu respondi:

    - Que DEUS lhe dê em dobro toda a bondade que fizeres aos outros, que seu lucro seja um retorno de DEUS.

    Eu ACREDITO EM DEUS sempre. Uma certeza: temos bons amigos e somos criativos.

    Euler que DEUS dê a você em dobro tudo que fizeres de bom a todos. Os seus passos serão sempre recheados de sabedoria e felicidade a cada instante.

    Abraços !!!

    Gleiferson Crow
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Parabéns, Hildinha! Ainda bem que a maioria pensa como você. Beijos e saudades dos encontros na greve e no bazar. Se o anônimo se juntasse a todos os envolvidos para ajudar, saberia o que é alegria, mesmo na dor. Parabéns, Euler. "Enquanto..., a caravana passa." Em tempo, educador que quer piso tem a obrigação de se envolver na luta do direito à moradia. Beijos pra todos.

    ResponderExcluir
  28. NDG de Plantão

    É de ENCHER OS olhos de lágrimas

    A emoção de saber que temos pessoas que podem ajudar o que está do lado é maravilhosamente lindo, pessoas de coração bom sabem da importância de poder ajudar. Não podemos tremer diante da injustiça que bate a nossa porta, faremos amanhã uma corrente de orações para que DEUS também esteja presente nas NEGOCIAÇÕES DA TRIPARTITE, e que ELE derrame seu sangue sobre os corações de cada um, e caso alguém pensar em nos prejudicar que DEUS faça justiça por nós. Deus Pai Todo Poderoso cubra com seu manto a Mesa de Negociações e faça o que for melhor para todos nós !!! Amém !!!

    Abraço a todos e faremos nossos orações amanhã onde quer que estejamos, seja em casa, no trabalho ou no trânsito.

    Gleiferson Crow
    (ser pensante e filho de DEUS)
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  29. Por e-mail:

    "hilda marcelino:

    Taí a Rosana que não me deixa mentir. Durante a greve, aqui em Pedro Leopoldo, nosso bazar foi a prova viva de que ajudar faz bem. Era um prazer encontrar os colegas, dividir os problemas e as dificuldades, compartilhar notícias... Voltávamos pra casa mais leves, menos amargos, mais felizes e sabendo que tínhamos dado nossa ajuda para uma parte infinitamente pequena da humanidade. Ajudar é terapia para o coração, para a alma. Só quem é solidário entende o que eu estou falando... Beijos pra Rosana e toda a tuma do NDG de Pedro Leopoldo.

    Hilda Marcelino (Hildinha)".

    ResponderExcluir
  30. Neste domingo frio e chuvoso pelas Gerais, vamos nos aquecendo com as palavras de solidariedade dos nosso colegas virtuais.(rs)

    ResponderExcluir
  31. Euler,
    Feliz por termos uma pessoa humana, comprometida e compromissada com nossa classe e com os de baixo.
    Gente que gosta de denegrir, a gente nem tem que escutar.
    Amanhã temos que estar atentos pois é um dia muito importante para todos nós.
    Piso na carreira para os 153 mil que optaram pelo vencimento básico e não apenas para prof e pedagogos.
    O governo tem que cumprir o que assumiu no acordo para por fim a greve.
    Denise

    ResponderExcluir
  32. Euler,
    Parabéns pela iniciativa da campanha. Fiquei vários dias sem internet(segunda a sexta feira) e ontem assim que li sobre a campanha fui ao banco e fiz uma transferência para sua conta. No ultimo dia útil desse mês farei uma nova transferência de mesmo valor.
    Ficava aflita ao ler comentários de colegas passando sérias dificuldades e não poder fazer nada, e você com essa iniciativa está nos permitindo isso.
    Que Deus continue sempre lhe iluminando! Parabéns pelo seu desprendimento e espírito de solidariedade!
    Não estou passando pela mesma situação de vários colegas por que trabalho também em outra rede. Mas posso imaginar o que é ficar a mercê das vontades desse (des)governo sem senso de humanidade!
    Até a vitória!

    ResponderExcluir
  33. Gostaria que classe dos professores,unissem mais e deixassem de votar nesses corruptos,desqualificados.Procure algum político,que seja honesto,que não olhe somente para seu umbigo e da família.Pessoas passando fome,sem moradia,sem saúde e principalmente sem EDUCAÇÃO!!!!Será que não é medo,dos professores ensiná-los a descobrir a verdadeira realidade destes políticos???Vamos dar as mãos e vamos juntos LUTAR!!!!!

    ResponderExcluir
  34. DEUS DEIXOU O PERDÃO P/ QUE FOSSE PERDOADO.
    NO DIA 24/10/2011,FAÇA UMA ORAÇÃO P/ QUE ELE (DEUS) ILUMINE A COMISSÃO DE NEGOCIAÇÃO, P/ OS DEPUTADOS O GOVERNO ,SECRETÁRIAS,SIND-UTE QUE SEJA COM JUSTIÇA PARA TODOS. QUE ESSE RANCOR SE PERCA POR CAMINHOS DE INTELIGÊNCIA E SABEDORIA E TODOS SERÃO VITORIOSOS. AMÉM. E BOM DOMINGO.

    ResponderExcluir
  35. NDG DE PLANTÃO

    Piso é Lei Federal 11738/08, amanhã 24 de outubro, mais um dia decisivo para a EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS. Reunião da Comissão TRIPARTITE, e DEUS está presente, e irá participar das negociações.

    REFLEXÃO:

    "Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta."
    (Emmanuel, psicografado por Chico Xavier)


    Deus faz três pedidos para seus filhos: Faça o melhor que você puder, onde você estiver, com o que você tiver, agora. (Provérbio Afro-americano)


    Gleiferson Crow
    (ser pensante e filho de DEUS)
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  36. Comandante Euler sou o questinador dos 07 itens?? Me fale alguma coisa a respeito, por favor, muito obrigado. Agora quanto ao comentario amargo das 11:37hs, só pode ser tampax ou gente querendo gagunçar o blog. Euler é um direito seu só postar quem se indentificar, visito varios blogs e é normal esta condição, onclusive eu saírei do meu anonimato, é muito facil falar escondido, quem não deve não teme. Bom descanso guerreiro e deveria responder pra este babaca das 11:37hs que com certeza vc vai na proxima para federal e ainda levando mais uns 05 ou 06 do seu bravo time, inclusive a Bia, valeu comandante, abços e bom descanso de domingo a todos.Muito obrigado pelo espaço.

    ResponderExcluir
  37. Euler esse cara que se escreve às 11:37, deve ser capacho de governo, o imbecil deveria se calr ou pelo menos voltar aqui com um pedido formal de desculpas a vc amigo. Que se acaso quiser se candidatar a algum cargo político, tem todas as razões para isso. Seria legítimo que você fosse sim um representante de nossa classe. Não sei os seus planos, mas se isso acontecesse teria meu apoio incondicional. E tem mais um idiota qualquer vem ai coloca uma asneira dessas em seu blog e vc publica mesmo assim. Prova que se fosse politicagem que tem feito não teria publicado este comentário. Força comandante e esperamos a vitória. Se der tudo certo amanhã será dia de festa!!!

    ResponderExcluir
  38. Euler realmente é um grande líder, gostei da postura dele, ao não tecer comentários a respeito do anônimo das 11:37hs. Este anônimo, não deve ser professor, deve ser um empregado da Cidade Administrativa, responsável pela fachina do quarto colorido do Anastasia.

    ResponderExcluir
  39. Repudio o ato ilegal de despejo no Zilah Sposito.
    Parabenizo nossa categoria unida e solidária.
    Peço orações de todos amanhã pra Bia e toda a comissão para que nos contemple,a todas as carreiras, com todos os nossos direitos adquiridos por leis. Principalmente pela Lei Federal 11.738/2008 que aguardamos há 23 anos, pacientemente, pela sua regulamentação. Que Deus mostre a todos eles que não é possível esperar mais. Não se formam mais professores tamanha a desvalorização a que estamos submetidos. " A gente não quer só comida, a gente quer comida diversão e arte."

    TRECHO DO POEMA:

    Sob um tempo em que algemam flores

    23 de novembro de 2009

    Por Jorge Luis Ribeiro

    "E tu, Exa. despersonificado, é a pessoa do Estado, do Poder, da coerciva mão do decreto, quase absoluto, se não fosse a luz da história a te dizer que tua ordem de denuncia, toda a torpeza argumentativa, perceptiva, jurídica, sensível, contextual, teórica, epistemológica, humana. Esta prisão preventiva te prende nas grades da história e do absurdo. Ela é teu espelho e espelho do Estado. O decreto que arrota poder e advoga direito quando criminaliza a utopia."
    Na integra:
    http://www.mst.org.br/node/8654

    ResponderExcluir
  40. Boa tarde guerreiras(os)

    Anônimo das 11:37,se você não consegue avaliar a importancia deste espaço para a categoria é lamentável a sua incapacidade,fale apenas em seu nome,alias você é um anônimo,não tenho porta voz.Post como o seu é tipico de mediocre que não tem com o que contribuir e morre de inveja dos outros,você deve fazer parte destes canalhas que desgovernam o estado.

    José Henrique

    ResponderExcluir
  41. Euler,Deus não chama os capacitados, mas capacita os escolhidos. Não há dúvida de que vc foi um dos escolhidos para guiar nossa classe q estava tão desacreditada de si mesma. Vc aceitou essa tarefa e sei que está fazendo essa campanha a pedido de muitos q não aguentavam ler os comentários de colegas passando por tantas dificuldades.Vc se propôs a "receber" na sua conta pessoal esse dinheiro para o repasse. Sabemos q lidar com dinheiro não é fácil e poucos iam aceitar o q vc fez. Por isso mesmo que surjam comentários maldosos como do anônimo postado acima, se mire nos agradecimentos de todos que estão recebendo a contribuição e tb de quem está doando. Estes muitas vezes queriam ajudar sem saber como. Você está sendo capacitado para essa tarefa. Não se deixe esmorecer. E quer saber do que mais? Se candidate a qualquer cargo político que o meu voto é seu. Se tivéssemos mais políticos de valor como vc, esse país seria muito melhor.

    Pollyanna

    ResponderExcluir
  42. Euler amigo, se todas as idéias aqui no blog sempre ja existem a muitos anos, vamos lá, essa é brilhante e tomara que já tenham feito.
    Ao assistir mais um desespero provocado por outro terremoto na Turquia hoje pela manhã veio a minha mente na hora:
    Um batalhão de um "EXERCITO HUMANITÁRIO" que seria um batalhão altamente treinado, que ficaria em um ponto estratégico da Terra com todos os profissionais necessários para atuar em caso de calamidades de qualquer ordem. Assim que esta ocorresse esse batalhao seria deslocado imediatamente para aquele local. Esse batalhao seria financiado por todos os países do planeta e poderia estar sediado até mesmo em um mega porta aviões. Vamos orar para que ponham em ação imediatamente.

    ResponderExcluir
  43. Pelo amor de Deus Euler:
    Ninguém filmou ou gravou a cena que Frei Gilvander relatou a respeito da criança de 4 anos asfixiada com spray de pimenta e a resistência de seus pais? Diante de fato de tamanha crueldade, tortura e arebitrariedade, não podemos calar. É PRECISO FAZER ALGUMA COISA. Não sei o quê, mas algo precisa ser feito com urgência.
    Cadê as casas do programa Minha casa, Minha vida?

    ResponderExcluir
  44. Euler , Parabéns pela iniciativa da campanha. A sua atitude diz tudo! Só os pobres de mente é que fazem comentários ofensivos. Deus é professor e há de ensinar a esses como fazer uma boa ação.Um abraço.Amanhã será um dia importante.Fé!

    ResponderExcluir
  45. Olá, Anônimo das 18:42,

    Já procurei fotos e vídeos na Internet, mas não encontrei. A operação foi covarde e de surpresa, não dando tempo para fotos e filmagens. Também fiquei indignado com esta atitude da polícia e da prefeitura de BH. Pelos relatos que pude ler em alguns sites, uma pessoa teria tirado fotos, mas a força militar teria tomado o celular (ou máquina fotográfica) e apagado estas fotos. Estão realizando em BH uma política de "higienização" ou retirada forçada dos pobres, empurrando-os para a periferia, como define o advogado Elcio Pacheco, em texto que recebi por e-mail.

    Vejam o que ele diz:

    "Prezados (as), saudações!

    Anexo encaminho a todos (as), o famigerado "PLANO INTEGRADO DE PREVENÇÃO CONTRA INVASÕES A UNIDADES HABITACIONAIS", pensado, articulado e executado pela PREFEITURA DE BELO HORIZONTE, POLICIA MILITAR, POLICIA CIVIL E MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL.

    Trata-se, o referido plano de um processo de higienização ou retirada dos pobres, empurrando-os ainda mais para a perifieria da RMBH.

    Ao meu pensar, isso significa o ressurgimento de conceitos e práticas neo-facistas que arvoram-se e ramificam-se em Órgãos públicos, à custa do erário e a serviço da classe dominante, que é racista, preconceituosa e atrasada, e esta classe, encontra-se encastelada no poder.

    Tal plano, articula-se e engendra-se entre o executivo municipal, estadual e o poder judiciário, criminalizando a pobreza.

    Leiam, anexo, o plano da PBH/PMMG/P.CIVIL/MP.E.MG, e verão claramente a face do inimigo, os neo-facistas dentro do poder público. É hora de denunciá-los, combatê-los e derrotá-los, se não os despejos, desalojamentos e reintegrações de posse forçadas continuarão acontecer nesta cidade!

    ELCIO PACHECO".

    Vejam a seguir link para a reportagem publicada no Hoje em Dia:

    http://www.hojeemdia.com.br/minas/policia-retira-familias-de-area-invadida-no-zilah-sposito-1.358316

    ResponderExcluir
  46. Boa noite a todos os amigos do NDG/NDE
    Boa noite amigo Euler.

    Comentários do tipo do anônino (a) das 10:01 e 11:37 realmente causam repugnância.

    SEM PALAVRAS!

    INDIGNAÇÃO!

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  47. Cida de Lagos Santa23 de outubro de 2011 19:10

    Euler, você merece todo o nosso respeito, e a sua indiferença em relação ao anônimo das 11:37 só mostra como você é superior a estas mesquinharias. Não é atoa que se tornou tão importante para nossa categoria. Espero vê-lo alçando vcos mais importantes, condizentes com a sua capacidade intelectual. Parabèns!!! Força na luta!!!!

    ResponderExcluir
  48. Guerreiro de Vespá, valentes guardiões do sonho...

    Vocês já viram falar em "Projeção de Imagem"? Pois é, é isso que está acontecendo com o moço ou moça (sei lá!) das 11:37, que teve a indelicadeza de ser indelicado(a). Quando diz aquelas asneiras todas prova que é o tipo, pragmático e imediatista que desconhece hombridade e valores elevados, que ao contrário do que vocifera, não é tão engajado como pretende ensinuar.
    Gente dessa estirpe, não cosegue entender que as pessoas tem causas e as defendem, pois suas causas são suas vidas...Não são interesseiras e nem surgem pra sujar aqueles que são idealistas e crentes na capacidade da união de forças... Sempre coscientes de que há tempo para tudo.
    O grande milagre da vida é a própria vida quando sonhamos juntos, até nos momentos que pairam as incertezas. Nossa certeza é E SEMPRE será a unidade em detrimento de melindres e egoísmos...Somos o NDG, COM MUITO ORGULHO!!!
    Prezado anônimo, Você projetou no nosso companheiro Euler, qualidades que são suas: INTERESSEIRO(a),EGOÍSTA, DE VISÃO ESTREITA E INGRATO(A)!

    ResponderExcluir
  49. AO ANÔNIMO DAS 11:37

    Sentimentos horríveis percorreram meu coração ao ler Seu comentário. A sensasção que tive, foi a mesma que vinham de forma jocosa das bocas malditas de anas gazolas, renatas vilenas e danilo de castro, joão leite, zé maia e corjas adjacentes, durante a nossa histórica e imprescindível greve dos 112 dias.Você faz "Projeção de Imagem", isto é projeta no nosso valente e destemido companheiro Euler, qualidades que são suas: Egoísmo, interesseiro, de visão estreita e principalmente ingrato. Sem capacidade mínima de compreeder a dimensão de uma causa que estrapola seu imediatismo a melindrar em comentários venenosos. Vá procurar sua turma, tucano!

    ResponderExcluir
  50. Olá, pessoal da luta, turma do NDG e demais colegas de combate!

    Uma boa noite para todos! Dia de chuva, que não deu trégua. Tomara que amanhã tenha um solzinho... ou pelo menos, que o dia traga novidades em relação ao nosso piso e quem sabe, em relação a outras questões, como o prêmio de produtividade, que o governo nos deve, e precisa nos pagar.

    Pessoal, não ia tocar neste assunto, mas como foi muito mencionado, não pude me conter. Agradeço muito as manifestações de apoio em face do comentário das 11:37. Creiam-me: este tipo de comentário não me atinge, em nada, pois estamos conscientes de que provocações serão lançadas o tempo todo. Faz parte. O importante para nós é que cada vez mais temos uma categoria que constrói uma importante unidade na luta, no diálogo horizontal, em torno de interesses comuns.

    Todos nós estamos crescendo politicamente. E acima de tudo enquanto seres humanos. Graças à participação coletiva, e não por conta de uma ou outra pessoa isoladamente - por mais que cada um de nós tenha uma importância ímpar.

    Não somos mais uma categoria dispersa fisicamente e exposta aos ataque dos governos. Nada disso. Hoje, estamos unidos, apesar das diferenças e conflitos que ainda prevalecem no nosso meio. Mas, através do diálogo e da luta organizada vamos superando estes conflitos. Cada vez mais a categoria enquanto categoria, com força organizada para responder às agressões do governo e seus agentes.

    E isso incomoda muito aos agentes do governo. Eles não querem a nossa união; não querem que tenhamos clareza dos nossos objetivos políticos e interesses comuns. Por isso apostam na discórdia, na divisão, no nosso enfraquecimento - nosso, de toda a categoria.

    Não conseguirão. Hoje temos um NDG que se tornou orgulho de toda a categoria em greve. O NDG é uma força social viva, muito maior do que partidos, projetos pessoais, por mais legítimos que sejam. É a força da categoria em luta por interesses de classe.

    O NDG incomoda. Assim como este blog incomoda, por ter se tornado uma trincheira coletiva de resistência contra a mídia do governo, contra o governo, contra outros mecanismos de controle e manipulação de opinião.

    As elites não gostam de força social autônoma dos de baixo; com voz própria, formas de organização autônomas, não atreladas às máquinas controladas por caciques políticos ou chefes burocratas.

    Mas, nós existimos é para incomodar mesmo. E para resistir, e para lutar pelos nossos direitos. Gostem eles ou não disso.

    Amanhã estaremos atentos aos andamentos da reunião da comissão tripartite. Estaremos atentos também às ações dos governos contra as comunidades de ocupação pela moradia digna. Não podemos aceitar essas coisas. Todos têm direito a um lugar ao sol, de viver com decência. Isso não é discurso vazio, é realidade, é a nossa vida, o direito à uma vida digna.

    Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

    Um abraço especial para: Gleiferson Crow, Izabel/Geografia, Educadora Mineira, Hilda, Rosana, Gracieusa, Pollyanna, ao Anônimo dos 07 itens (vou tentar responder ao que eu puder), Marli G.V; Denise; Anderson de Pará de Minas; André da Buzina; Tia Maluquinha, Marília Cândida, LuJosé, Cida de Lagoa Santa, e a todos os Anônimos, que contribuem para formar esta unidade na diversidade que vamos construindo. Se esqueci de alguém na lista de comentários do post de hoje, desculpe-me, e sinta-se incluído.


    Um forte abraço a todos!

    ResponderExcluir
  51. Euler,
    Parabéns mais uma vez!
    Agora digo pela homenagem aos caros colegas de São Domingos do Prata. Conheço bem a Cida Ribeiro, muito merecedora de tal homenagem. Ela foi e é realmente forte. Diante de tantos covardes, temos exemplos como o dela e outros heróis que seguraram sozinhos em suas escolas, ou em suas cidades, essa greve histórica. É pressão ainda maior!
    Parabéns a todos colegas que têm cara e peito para nunca ficarem em cima do muro, mesmo que remando contra a maré.
    Valeu Cida Ribeiro!
    Valeu todos colegas do NDG!
    Valeu Euler

    Patrícia da Costa Mata

    ResponderExcluir
  52. Olá, Euler! Fiquei muito lisonjeada com sua homenagem!!! Não fiz nada de mais! Estar na luta deveria ser obrigação para todos nós! Um abraço ao companheiro Luiz Carlos Buião e ao Welington Venâncio, ex-aluno. Estamos todos na luta por melhorias na Educação e em nossa Vida. Vou publicar a conta bancária nas escolas em que trabalho; quem sabe mais alguém lá ajuda? Aos companheiros de João Monlevade, coragem e fé! Um abraço, e Força na Luta!!! Cida Ribeiro- São Domingos do Prata

    ResponderExcluir
  53. NDG de Plantão

    Que a chuva purifique o coração e a alma dos membros da TRIPARTITE e de todos que em solos de Minas Gerais pisarem. O Piso Nacional será pago a partir de 2012 como já ficou acordado, e caso seja necessário mais GREVE estou pronto a qualquer hora, caso seja essa a melhor maneira de expressarmos a justiça em Minas Gerais.

    "As únicas pessoas que realmente mudaram a história foram os que mudaram o pensamento dos homens a respeito de si mesmos."
    (Malcom X)

    Gleiferson Crow
    LEIA: Liberta Minas NDG
    http://leialibertaminasndg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  54. Euler e companheiros/as de luta:

    Sempre acreditei que um outro mundo é possível.
    Gosto muito do livro do Frei Carlos Mesters "Paraíso Terrestre, Saudade ou Esperança". Nele, a partir da visão bíblica, ele, magistralmente, mostra que o Paraíso não é algo do passado, perdido no tempo, por causa do pecado, mas algo a ser construído por nós.

    Este blog, independentemente do aspecto religioso dos seus visitantes, tornou-se um local para a construção de um "mundo novo" a partir dos "de baixo", dos pobres, esquecidos e marginalizados. "O espírito sopra aonde quer" e a "graça de Deus age em todos os lugares e pessoas".

    Sinto-me agraciado aqui. Por isso, mesmo vivendo momentos de dificuldades com salários do estado zerados (meu e de minha esposa) e o meu pai doente, fiz hoje o meu depósito em solidariedade a tantos bravos colegas que lutaram conosco até o fim. Foi pequeno, não importa. O que importa mesmo é saber que participo de algo cuja grandeza transcende ao entendimento daqueles que vivem nos palácios, assembleias e tantos outros lugares mas, com certeza,será entendido por nós e por todos os que lutam por um mundo mais justo e fraterno.

    Hoje não dependo apenas do salário do Estado. Estrategicamente larguei o cargo no qual fui efetivado e fiquei apenas com o do concurso. Penso que, nós do NDG, precisamos trabalhar também esta questão parta futuros embates. Trabalhar em duas redes da educação nos dá mais autonomia diante dos sucessivos opressores que passam pelo governo do Estado. E o que não falta nos companheiros é a capacidade de passar em outros concursos públicos. Pensem nisso.

    Voltarei a este assunto em outra data.

    Um grande abraço, com vitórias na próxima semana que se inicia.

    Joaquim - Sete Lagoas

    ResponderExcluir
  55. Que amanhã tenhamos um Sol de Primavera e que nos propicie uma boa nova.


    Sol de Primavera
    Beto Guedes

    Quando entrar setembro e a boa nova andar nos campos
    Quero ver brotar o perdão onde a gente plantou juntos outra vez
    Já sonhamos juntos semeando as canções no vento
    Quero ver crescer nossa voz no que falta sonhar
    Já choramos muito, muitos se perderam no caminho
    Mesmo assim não custa inventar uma nova canção que venha nos trazer
    Sol de primavera abre as janelas do meu peito
    a lição sabemos de cor
    só nos resta aprender...

    Disponível em: http://letras.terra.com.br/beto-guedes/44548/

    Obrigada professor!

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  56. Anônimo das 11:37, o degrau que o Euler vai subir não deve ser o mesmo que você também pretende.Seus caminhos são opostos ao dele e aos nossos.
    Você deve ser um grande pelego, não tem capacidade de unir a ninguém para o bem comum.
    Estude cidadania e depois volte para comentar o resultado, sua cabeça deverá voltar melhor.

    ResponderExcluir
  57. Educadora de Contagem23 de outubro de 2011 20:49

    Você tem razão Euler! Através das redes sociais e de seu blog nos unimos em prol de uma luta: O nosso Piso. No seu blog, repartimos nossas dúvidas, nossos anseios e esperança em dias melhores. Através do facebook, do twitter, do orkute, e-mails colocamos nossa heroica greve no mundo. O meu blog por exemplo está sendo visto nos Estados Unidos e na Alemanha. E mostramos tbm ao governante de plantão que somos um NDG, que não abaixamos nossas cabeças a cada ameaça dada por ele. Na última sexta-feira coloquei o aviso da campanha de solidariedade do seu blog em todas as dependências da Escola onde trabalho, pedindo ajuda aos colegas.Esperemos amanhã por melhores notícias.
    Abraços a todos!

    ResponderExcluir
  58. Caro Euler e amigos, há tempos não posto comentários, mas visito este blog diariamente e procuro não comentar o que já foi abordado pelos colegas para não ser redundante. Com relação ao comentário do anônimo das 11:37, não posso deixar de expor aqui que esta é sim uma luta política, pois se não somos politizados não podemos alcançar nossos objetivos. Diante disso, NESSECITAMOS de representação política, seja na assembléia legislativa, congresso, câmara municipal ou federal, etc. Levando em consideração estas colocações, é legítimo que tenhamos candidatos da nossa categoria, seja a Bia, o Euler, o Rômulo ou qualquer outro combatente que se pre disponha a lutar por nossas causas. Logicamente isso pode levantar outras discussões acerca dos benefícios que um vereador, deputado ou outro cargo político pode trazer, de caráter pessoal ao candidato eleito. Mas...precisamos de alguém, alguém que tenha um trabalho de base, comprometido a brigar por nossos direitos e anseios. Outro ponto é que qualquer um pode se candidatar a um cargo eletivo, é direito, é justo e é legal, logo todos estes citados aqui e mais alguns PODEM e devem oferecer seus nomes nas próximas eleições para que tenhamos representatividade.
    Abraços a todos.
    Ruy Aguiar

    ResponderExcluir
  59. Atenção Sindicato, problemas com o link de prestação de contas, assim que estiver funcionando, quero ver, já tem um tempinho bom que esta com problemas, ok, é um direto meu, eu contribuo relgiosamente todo mes, quero ver porque não podem tambem ajudar os professores nesta hora de miserê para muitos devido a sacanagem de ansatazia, obrigado e aguardo em breve estas informações. Tem tambem diferenças salariais para quem voltou para o piso como eu e questões de informações em tempo habil sobre o que se passa na real, muito obrigado.

    ResponderExcluir
  60. Euler,
    Tou acabando de chegar de um encontro com Rosangela Goncalves , professora de matemática da EE Senador Antonio Martins de Ponte Nova.Essa professora é outra que merece ser homenageada por esse blog. Ficou 30 horas acorrentada na ALMG, sofrendo com o frio, com a vontade de ir no banheiro e resistiu bravamente.Participou de todos os encontros em BH e com seu jeito simples, ótima professora,, tem o aval de seus alunos e de todos que tem o prazer de conviver com ela.
    Ela é NDG com louvor.
    Sou feliz por te chamar de amiga,
    Denise

    ResponderExcluir
  61. Respondendo ao combativo(a) colega Anônimo das sete perguntas: (parte 1)

    Anônimo disse...

    1º- POR MAIS QUE FALEMOS SOBRE PAGTº DO CORTE DE QUEM VOLTOU PARA O PISO, INEXPLICAVELMENTE NÃO SE TOCA NESTE ASSUNTO NAS REUNIÕES DE NEGOCIAÇÃO.

    Resposta: Concordo com você e já cobrei isso inúmeras vezes aqui no blog. A lógica da direção sindical é a de receber o piso, o que é correto, mas já sabíamos que o governo usaria este artifício para tentar impedir a volta ao sistema de Vencimento básico. Por isso, desde o começo propusemos o retorno sem redução de salário como eixo da nossa campanha pelo piso. A direção do sindicato tem dito que as perdas poderão ser cobradas de forma retroativa. Mas, acho que isso poderia ter entrado na negociação sim, pois trata-se da suspensão, para 153 mil educadores, do reajuste aplicado em janeiro deste ano. Além disso, a redução salarial é ilegal. Faltou um bom departamento jurídico para nos orientar e acionar o governo.

    2º- NINGUEM ATÉ AGORA ME RESPONDEU SE ESTA GREVE FOI LEGAL OU NÃO, PARA MIM FOI, MAS A QUESTÃO É PORQUE CORTAR MEU SALARIO SE ESTAMOS NA LEI, GREVE LEGAL.

    Resposta: A greve foi considerada abusiva pela Justiça mineira e pela ministra pró-tucanos do STF. Não sei dizer qual a diferença entre abusiva e ilegal. Mas, até os primeiros 100 dias de greve ela foi legal, não havendo motivo para corte de salário. Contudo, não existe consenso em relação à esta questão na Justiça. Cada juiz interpreta a lei ao seu bel prazer. E aqui em Minas, lógico, sempre em favor do governo.

    3º- O JURIDICO DO SINDICATO JÁ DEVERIA VIR A PUBLICO A MUITO DAR UMA EXPLICAÇÃO SOBRE MOROSIDADES E PORQUE.

    Também acho. Nosso jurídico atuou, ingressou com centenas de ações para o pagamento do piso, ingressou com ação contra as substituições, e tem dado orientações aos casos pontuais. Contudo, faltou uma estratégia jurídica mais ofensiva e mais articulada com o jurídico de outros sindicatos e da própria CNTE. Isso reflete essa realidade de isolamento real dos sindicatos estaduais, que lutam agora para implementar uma lei federal, comum a todos. Há problemas de natureza política nessa organização nacional, entre eles, o que pode mexer com o governo federal.

    4º- BEATRIZ TAMBEM DEVERIA ESCUTAR MAIS UM POUCO A GENTE, ANSIAMOS POR NOTICIA LOGO APÓS ESTAS REUNIÕES,NOTICIAS MESMO QUE BASICAS, FICA AÍ A DICA GRANDE BIA.

    Resposta: já fizemos essa crítica aqui, tanto em relação à rapidez nos informes após as reuniões, quanto em relação à comunicação como um todo. O site do sindicato é lento. Nem precisaria estar a cargo da coordenadora, pessoalmente, passar essas informações, mas de uma assessoria de imprensa que funcionasse de fato. Mas, são concepções de direção.

    (cont...)

    ResponderExcluir
  62. Parte 2 (cont...)

    5º- NA MINHA INTERPRETAÇÃO, TUDO QUE FOI NEGOCIADO ATÉ AGORA SÃO NOSSOS DIREITOS ABOCANHADOS PELO GOVERNO, CONFORME CITEI.

    Resposta: Não é bem assim. A anistia dos dias em greve é sempre uma conquista da categoria, negociada com o governo. O pagamento do salário em novembro, embora seja um direito nosso, estava sendo negado pelo governo, que queria pagar tudo após a reposição. Logo, foi fruto de negociação. A Comissão tripartite falhou em não conseguir nada para outubro. Mas, os pontos principais ainda serão objeto de negociação: o piso integral, implantado na carreira, para todas as carreiras dos profissionais da Educação de Minas. Isso começa a ser discutido praticamente a partir de amanhã.

    6°- PENSEI QUE NAS REUNIÕES FICARIA BEM CLARO A SITUAÇÃO DE PENURIA A QUE SE ENCONTRA MUITOS DE NÓS E ISTO NÃO ESTA ACONTECENDO, PORQUE?

    Resposta: Isso, pelo informe dos nossos representantes, foi colocado, mas o governo não se sensibilizou. Concordo que os parlamentares da oposição e o sindicato, que juntos têm oito pessoas na comissão, deveriam bater o pé e não saírem de lá sem um salário para outubro.

    7º- SE O GOVERNO NÃO CONFIA EM NÓS E TOMOU NOSSOS DIREITOS, PORQUE DEVEMOS CONFIAR NELES, VAI VER MAIS UMA EMBROMAÇÃO COM A DESTITUIÇÃO DOS PROFESSORES TAMPÕES. E SEM MAIS ENUMERAR, TA DEVAGAR DEMAIS ESTAS NEGOCIAÇÕES, NÃO ESTAMOS IMPONDO NADA, SÓ ACEITANDO TUDO QUE VEM DE LÁ.

    Resposta: Nós não confiamos no governo, de maneira alguma, mas precisamos negociar com ele, infelizmente. Trata-se de uma correlação de força, que envolve a nossa capacidade de pressão e a disputa de orçamento com o governo, que tem outras prioridades. Nós estamos respaldados numa lei federal, que se encontra em fase final de julgamento (do acórdão) no STF. O governo conta com sua capacidade de manobra, de "convencer" (com todas as aspas possíveis) o judiciário, o MP, etc. Esperamos que a comissão tripartite, cumpra o acordo em relação aos substitutos e em relação ao piso, que é lei federal. E que permita a quem não quiser repor, que o faça sem prejuízos maiores, financeiro e na carreira.

    Todos os demais temas que não forem resultado de acordo na comissão tripartite, serão resolvidos na Justiça e na nossa pressão direta. O governo certamente sabe que não haverá tranquilidade enquanto não atender a todos os nossos direitos - piso salarial integral na carreira (para todos) + devolução dos cortes de 2011 + pagamento de todos os nossos direitos.

    Um forte abraço e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  63. Euler, li aqui no seu blog e no site do Sindicato que os tampax seriam demitidos, mas na escola q trabalho a diretou fixou um email que recebeu da secretaria dizendo pra não demiti-los, o que é verdade e o que é mentira??

    ResponderExcluir
  64. Euler,

    não se trata apenas de pessoas mesquinhas ou militantes do governo. Estes que aqui vem na calada, vem apenas com o propósito de distorcer nossas ideias e ideais e são pessoas que nós temos que desprezar porque são marionetes.

    São pessoas que não tem rosto e vive de vinte trocados do governo. Euler, você não precisa provar nada para ninguém. Se alguém está se sentindo incomodado por não tem luz própria, que não apague a de ninguém.

    Blog da real democracia dos professores.

    Joel - Itabirito

    ResponderExcluir
  65. Calma que o santo é de barro!

    Visito esse blog quase que diariamente e tenho apenas lido os textos que você escreve e os posts que os professores escrevem. Muitos dizem o que penso então quase não escrevo nada. E é por ler o que os outros escrevem que percebo certas coisas. Já postei referente as ofensas ao governador e suas secretárias e agora escrevo em relação aos substitutos de grevistas.

    Hoje saindo da aplicação da prova do Enem fui para um bar ver o jogo do Cruzeiro. Lá encontrei um colega da época da licenciatura na UFMG. Quando me formei fui lecionar e ele foi para o mestrado. Ele era acima da média. Já concluiu o mestrado. Ano que vem começa o doutorado.

    Conversando sobre a greve ele disse que estava sem a bolsa de mestrado e sem dinheiro. Disse que pensou em substituir grevistas mas desistiu. Disse que seria sacanagem da parte dele. Eu o parabenizei pela atitude.

    O que quero dizer é que muitas pessoas estão sendo agressivas com os substitutos. A atitude deles foi errada é lógico. Mas cabe uma pergunta: a revolta é pela atitude ou por serem mais competentes? As vezes sinto um certo "orgulho ferido" nos posts que leio.

    Já disse outras vezes e volto a dizer, que é bem verdade que muitos não são habilitados mas isso não é regra geral!

    Em outro post (não lembro qual) uma professora citou que os alunos fazem comparações. Até mesmo quando é uma simples substituição por tratamento médico isso acontece. Eu já fiz quando era aluno!

    No caso desse meu colega se ele aceitasse o jogo do governo seria errado. Faltaria a ele ética! Mas conhecimento não! Eu tenho humildade pra reconhecer que no quesito "conhecimentos de Física" ele é melhor que eu.

    Não adianta esconder a verdade! Tem professores com competência comprovada desempregado!

    Por fim quero dizer que os substitutos ajudaram a minar a greve. No entanto o fim dela não foi só culpa deles mas também dos pelegos que permaneceram em sala e é bom que se diga que foi em número maior.

    Será que toda ojeriza que estamos despejando nos substitutos não deveria ser dividida com aqueles que ficaram em sala. Não seria esses também traidores?

    Esqueçam os substitutos! Eles estão indo embora! Já vão tarde! A coisa tomou uma dimensão tão grande que agora o foco é a demissão de substitutos! Muitos não medem as palavras e estão exagerando nas palavras. Cuidado galera!

    Nem sempre santo de casa faz milagre!

    Como sempre aberto ao dialogo!

    Professor de Física E.E. Professora Inês Geralda de Oliveira

    ResponderExcluir
  66. Euler,
    Boa Noite

    Infelizmente algumas pessoas te confundem com o sindicato. Você, além de ser uma grande pessoa; de coração, de humildade e sabedoria, é de uma ética e diplomacia sem tamanho. Você nos proporciona este espaço, quantas vezes, para um desabafo como estivéssemos num divã e você também, com todas as suas angústias e sofrimentos, tais como os nossos; nos ouve, nos orienta e desenvolve um papel que não é só seu, aliás, diga-se de passagem que é de todos nós, pois estamos unidos nesta luta e o seu blog é o veículo de informação de massa que temos no momento e que podemos compartilhar porque estamos unidos, e cada um de nós temos algo a compartilhar.
    Parabéns pela ética, disponibilidade e o empenho em nos ajudar e a lutar pelos outros movimentos sociais.

    Eliane - Itabirito

    ResponderExcluir
  67. João Paulo Ferreira de Assis23 de outubro de 2011 22:46

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Euler

    Eu comentei sexta-feira na minha escola que estava revoltado, porque uma inspetora chamou um professor de História e o proibiu de dar suas aulas com base na greve, porque mãe de aluno havia reclamado. Eu comentei pensando que o professor-vítima havia sido o Diógenes. Eu disse na ocasião que esse professor deveria pedir o apoio dos colegas da escola, e resistirem em bloco à imposição da inspetora. Só que ao voltar para casa e localizar o comentário, vi que o fato se passara com o Lujosé, que foi eleito diretor pela comunidade escolar, e portanto, não pode receber este meu conselho, que passaria como de um amigo da onça, e amigo da onça eu não sou.
    Esta foi a razão porque não fiz o comentário, pois a posição de diretor implica em algumas responsabilidades que não se combinariam com a minha proposta.

    Saudações, e até a vitória.
    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  68. Que legal, o tema da redação do ENEM foi bem apropriado para os alunos, "Viver em rede no século XXI, os limites entre o público e o privado"

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  69. Bom dia, Euler! Espero que me responda... pois fiz o mesmo questionamento a Beatriz e não obtive resposta. Sou professora, mas fui eleita a vice-diretora. Se a posse sair antes de terminar a reposição, como fica minha situação? Acredito que a de outras pessoas tb. Outra coisa: Se muda o quadro da escola, na minha por exemplo, fecharam as turmas de aprofundamento e eu tive que assumir novas turmas. Sou obrigada a fazer as reposições tb?

    Um abraço! Obrigada! Parabéns pelo trabalho!



    OBS.: Postei este comentário mais cedo e vc não me respondeu... Se souber, me responda, por favor! E se não souber, tudo bem...

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  70. acho que devemos repensar nosso modo de luta... participei de todas as greves desde o dia que ingressei na escola em 2002... mas... infelizmente não tem sido bons os resultados... nós grevistas somos bravos e valentes... mas somos uma minoria em relação a todos que não param.

    Acho que precisamos nos politizar mais... fazer mais movimentos como o dos acorrentados... organizar movimentos simultâneos em todos os estados... realizar movimentos dentro das escolas, tipo... ir um dia todos os professores trabalharem com nariz de palhaço, em outro todos irem amordaçados ou com correntes e etc... fazer faixas e colocar pelas cidades com dizeres do tipo "sou professor em minas... sou escravo do psdb" e etc... isto sem necessariamente entrar em greve (pelo menos não a priore). Precisamos atrair o povo para a nossa causa... pra que se faça justiça nas urnas.. PRINCIPALMENTE.

    ResponderExcluir
  71. Euler,quero pedir licensa para fazer alguns comentários que podem não agradar porém sao sinceros .Quando iniciou-se a greve botei a maior fé mas no final como em outras me decepcionei.O sindicato foi pelego ,entregou o jogo depois de fazer o professor acreditar que atingiria seus objetivos,tem um fraquíssimo departamento jurídico que nao conseguiu nem garantir os 30% do salario da categoria que fazia uma greve legal.Deixou os profissionais desamparados e desorientados .Essas reuniões que estão acontecendo não estão trazendo nada de novidade,tudo já era direito do servidor.O governo fala e o sindicato diz AMEM.Você me desculpe mas seu blog tambem carregou seguidores e parece que agora esta perdendo o foco.Minas Gerais tem um governador sem escrúpulos,um ministerio público vendido,sindicato pelego,professores pouco politizados que desconhecem leis manipulados por grupos de pessoas cujos objetivos é subir um degrau na politica.Pena que como quase tudo na historia desse estado termine assim no faz de conta...na forca...em sonhos...Espero estar errada em relaçao a reunião de amanhã,mas tenho comigo que até essa greve estava nos planos do governo com ajuda do sindicato.Acredito que meu comentario não será publicado ,mas é sincero,doloroso e um desabafo.Aos professores que estão necessitados e com os filhos passando fome podemos ajudar,mas acho que eles devem ir ao conselho tutelar ,fazer tambem boletins policiais e ir até o juíz pois o governo está retendo salários que afetam a saúde dos servidores e de seus filhos .Se não temos jurídico que trabalhem por nós ainda nos resta o direito de advogarmos em causa própria,levantarmos a cabeça e seguir em frente.BOA NOITE ,espero que amanhã minha fé no sindicato aumente.

    ResponderExcluir
  72. João Paulo Ferreira de Assis24 de outubro de 2011 02:29

    Anônimo da 1:03

    Se eu fosse o Euler não teria publicado seu comentário que não serve para nada a não ser para destruir o nosso moral, e colocar o derrotismo. Já se cansou de explicar aqui que negociações a toque de caixa poderiam resultar em maus acordos, pois o STF está para publicar a sua decisão definitiva a respeito da ADIN 4167, e se fosse feito um acordo apressado poderíamos ficar sem o retroativo. Também se explicou que a diretora do sindicato não pode antecipar estratégias, pois em duas reuniões o Danilo de Castro tirou textos do blog dela que ele tinha mandado imprimir.

    Aqui não é lugar de fazer desabafos. Se você não acredita não comente. Muitas vezes me sobreveio o desânimo e eu desisti de comentar para não destruir o moral dos companheiros de luta.

    ResponderExcluir
  73. Jõao Paulo radical, não deveria publicar seu comentario nada elengante com um funcionario publico traumatizado, muito deselegante da sua parte João, sei que vc é um grande guerreiro e deixou-se levar pela emoção instantanea, calma amigo.

    ResponderExcluir
  74. Euler,
    Governo de São Paulo admite que só com investimentos na educação e carreira de professores o ensino poderá ser salvo. Leia reportagem na revista VEJA dsta semana.Falam até dos desgovernadores que não acordam.

    ResponderExcluir
  75. Será que alguem pode me informar sobre a carga horária do vice diretor se ele pode ter 16 aylas de extensão?

    ResponderExcluir
  76. Caro Euler!!!Há muito tempo venho tentando fazer,com que as pessoas coloquem na cabeça que desde que AÉCIO NEVESentrou p governar MINAS,acabou a classe dos professres.
    Com aquela cara de Neto de Tancredo,sempre usou esta arma para ganhar.Mas nunca deixou de ser um cínico.Sempre fez propaganda enganosa.MINAS,primeiro lugar em EDUCAÇÃO,SAÚDE,SEGURANÇA.É ridículo,tentei mandar para Globo,Rede TV,ninguém nunca manifestou.Dps descobri que circula no Rio com o pessoal da Globo,aliás; nunca governo nenhum nos valorizou,mas o PSDB foi o pior dos piores.Procurem quais governadores não aderiram o piso nacional?Eles são enganadores e compram as redes de comunicações.E pregam DEMOCRACIA!!!!
    Minha vontade é de chorar.Mas existe um DEUS,TENHO CERTEZA,VENCEREMOS!!!Abraços,continuamos na LUTA!!!

    ResponderExcluir
  77. Alguma noticia sobre a reunião de hoje...

    ResponderExcluir
  78. Já disse uma vez e reafirmo; o sind ute e todos nós professores, infelizmente, agora temos que ser egoístas e aceitar o piso só p nós e os especialistas. Os outros servidores da educação não nos apoiam em nada, pelo contrário, só nos criticam, estão de cara virada pra nós na escola e foram totalmente contra nosso movimento. Agora, vamos empatar nossa vida por causa de pelegos? Temos que esquecer esse estigma de bons samaritanos, afinal, ninguém tá nem aí pra nós.

    ResponderExcluir