quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Para romper o impasse, talvez tenhamos que caminhar até Brasília



Leonardo Boff expressa o seu apoio aos educadores em greve de Minas Gerais



Educadores e estudantes no Grito dos Excluídos, em Governador Valadares


Para romper o impasse, talvez tenhamos que caminhar até Brasília

Pessoal da luta, tenho pensado, tanto quanto vocês, colegas do NDG e demais educadores em greve, quais as alternativas que temos pela frente para quebrar a insensibilidade deste governo. Temos algumas alternativas, mas vou expor aqui uma proposta para que vocês possam apreciá-la e criticá-la.

Ante a tudo o que estamos vivendo em Minas Gerais, talvez seja necessário nacionalizar (e internacionalizar) a nossa luta. Não apenas cavando pequenas reportagens na mídia ou pela Internet. Mas, diretamente, indo ao centro do poder nacional (poder político, claro): Brasília.

Em Minas, o cenário de combate, a não ser que haja alguma alteração nesta semana, está bloqueado, para dizer o mínimo. Criou-se um impasse, que o governo de Minas não demonstra vontade política para resolver este impasse, e nem tampouco competência. Tudo o que o governo de Minas sabe fazer é utilizar suas secretárias como repetidoras de uma nota só, sem qualquer abertura para o real diálogo; ou a mídia, como caixa de ressonância da vontade do governo, sem qualquer capacidade para o questionamento; ou os poderes ou órgãos, como MP, Justiça e Legislativo, como meras assessorias do governo imperial.

Ou seja: com uma estrutura de poder desse porte, sem autonomia e sem legitimidade, até (já que a autoridade que não se sustenta na legalidade republicana perde a sua legitimidade); e tendo em vista que a greve dos educadores continua - já que não estamos dispostos a abrir mão dos nossos direitos constitucionais por conta de supostos problemas de caixa do estado -, é preciso cavar novas formas de pressão.

Estou sugerindo que a gente comece a organizar uma grande caravana até Brasília. Pensei em duas ou três mil pessoas - educadores, alunos, pais de alunos -, com barracas, para acamparmos em frente ao STF, ao Congresso Nacional e ao Palácio do Planalto, entre 03 a 05 dias. Se partimos da compreensão de que as decisões tomadas por estes três poderes - no caso, a lei do piso - estão sendo descumpridas pelo governo de Minas (e outros) temos que cobrar deles uma atitude.

Imaginei como seria se montarmos em torno de 300 barracas em frente a cada um destes poderes. Durante o dia, poderíamos estender enormes faixas com dizeres do tipo: "de que adianta ter conquistado o piso por decisão do STF (ou do Congresso, ou da Presidência), se o governo de Minas Gerais está nos roubando o piso e a carreira?". E caminharemos em marcha pacífica até a porta e nos gabinetes e plenários destes órgãos, batendo panelas vazias e denunciando o que acontece em Minas Gerais.

Durante a noite, faríamos uma procissão com velas acesas e cantos de protesto. Poderíamos escrever várias palavras ou frases com um mural humano: "Minas não respeita o STF (ou o Senado, ou o Congresso, ou a Presidência da República"; "O piso dos educadores, em Minas, não existe"; "Onde está o dinheiro da Educação?"; "Pra quê Copa do Mundo se os educadores de Minas e do Brasil não recebem nem o piso salarial?". E por aí vai.

Acho que isso teria uma grande repercussão na mídia nacional e internacional, e também na Internet, e atingiria em cheio aos projetos políticos do padrinho do atual governador, que é co-patrocinador deste confisco a que estamos sendo submetidos.

Mas, vou logo avisando: se uma tal caravana chegar a acontecer, não quero ver bandeiras da CNTE, da CUT e de qualquer outra federação sindical. São os educadores de Minas que estarão fazendo o seu protesto e o seu apelo, diretamente, e de certa forma representando os educadores de todo o Brasil.

Claro que nós devemos encaminhar uma mensagem escrita, muito bem elaborada, e pedir para que ela seja lida para todos os ministros do STF, todos os senadores e deputados federais, e para a presidenta Dilma e o ministro da Educação; e também para as embaixadas e representações de vários países e órgãos internacionais. Que todos recebam cópia desta carta aberta, que deve constar:

1) que desde que foi aprovado a Lei do Piso, em 2008, que o governo de Minas vem arquitetando um plano para acabar com as poucas vantagens adquiridas no estado pelos educadores, deixando assim de cumprir a lei do piso;

2) que este plano maquiavélico resultou na lei do subsídio, que é a materialização da ADI 4167 que foi rejeitada pelo STF, mas está sendo imposta aos educadores de Minas de forma compulsória, e/ou através da chantagem e de expedientes como a redução ilegal dos salários de quem se recusa a se manter no subsídio;

3) que com essa draconiana lei do subsídio o governo de Minas aplicou um confisco salarial reconhecido publicamente, na ordem de 2,5 bilhões de reais no bolso dos educadores, deixando com isso de cumprir a lei do piso;

4) que esse subsídio reduziu os percentuais de promoção (de 22% para 10%) e progressão (de 3% para 2,5%) na carreira, confiscou o tempo de serviço e todas as gratificações e vantagens adquiridas pelos educadores ao longo da carreira;

5) que o subsídio, por ser totalidade remuneratória, que somou vencimento e gratificações numa parcela única, desvinculou-se da obrigação de reajuste anual imposto pela lei do piso, e com isso congelou os salários dos educadores para os próximos anos;

6) que o piso instituído pela lei 11.738/2008 não foi aplicado no plano de carreira vigente em Minas, ao qual 153 mil educadores estão vinculados e recebendo abaixo do que manda a lei do piso, sob a vergonhosa aprovação complacente e pusilânime do Procurador da Justiça de Minas Gerais, e da própria Justiça de Minas. No lugar disso, o governo propôs pagar um valor único proporcional do piso - R$ 712,20 - para todos os professores, tenham eles um dia ou 30 anos de casa; sejam eles formados em ensino médio ou pós-graduados, destruindo, assim, o plano de carreira vigente no estado de Minas;

7) que a não aplicação do piso aprovado em 2008 pelo Congresso Nacional, sancionado pela Presidência da República, e tendo sua constitucionalidade reconhecida pelo STF, representa um confisco salarial que varia entre R$ 200,00 e 3.000,00 para cada educador mineiro;

8) que tal irresponsável atitude do governo, de não cumprir a lei federal e não negociar o pagamento do piso, provocou a maior greve da história de Minas Gerais, que já dura 93 dias (data de hoje), e que causa grandes prejuízos materiais, psicológicos e humanos, na vida dos educadores, dos alunos e pais de alunos;

9) que este período de greve tem sido marcado pelas mais condenáveis práticas, que jamais se poderia esperar de um governo: a mídia sendo usada para atacar os educadores em troca de farta publicidade; os diretores de escolas sendo usados como capitães do mato para perseguir, coagir e pressionar os educadores em greve, especialmente os contratados; a contratação de substitutos, incluindo pessoas sem qualquer habilitação, para supostamente lecionar para os alunos do 3º ano do ensino médio; a perseguição policial de dirigentes sindicais, com claros indícios de arapongagem e tentativa de intimidação dos dirigentes do sindicato da categoria; cortes e redução ilegais de salários dos grevistas, que reivindicam tão somente a aplicação de uma lei federal aprovada pelo Congresso, pela Presidência da República e pelo STF;

10) que o resultado desse descaso e descompromisso com as leis e em especial com a valorização dos educadores causará, seguramente, a destruição da Educação pública em Minas, já que sem salário e sem carreira não será possível esperar por qualquer horizonte para o ensino público de qualidade, que deveria ser oferecido aos filhos dos trabalhadores, como determina a Carta Magna do país.

Penso, colegas de luta, membros do NDG, que as negociações em Minas esbarraram numa barreira que não está encontrando soluções e mediadores à altura. O governo do estado detém o controle de todas os outros poderes e da mídia. Logo, ou nós demonstramos ter força e unidade para convocar o povo de Minas para um levante social, a fim de forçar o cumprimento da lei ou até mesmo, no último caso, o impeachment do governo; ou então precisamos transferir o palco desta luta para outro cenário. No caso, Brasília.

Talvez assim, se não conseguirmos mudar as coisas aqui em Minas, que pelo menos chamemos a atenção para a dramática realidade dos educadores de Minas e do Brasil, a mostrar a distância que existe entre o discurso e promessas de campanha dos políticos, e a nossa realidade. A presidenta Dilma também deve ser responsabilizada pela omissão que vem demonstrando em relação a este problema, que foi promessa de campanha dela.

Quem sabe assim não forçamos a federalização da folha de pagamento do pessoal da educação, arrancando tal prerrogativa das mãos de governantes insensíveis como o de Minas e tantos outros. De imediato, que se transfira toda a receita da Educação dos estados e municípios que não estão cumprindo a lei do piso para a União, que passaria a gerir e a complementar essa folha, até que uma solução global (nacional) fosse encontrada.

O que não podemos é aceitar que uma lei nacional que foi aprovada para valorizar os educadores esteja sujeita, aqui em Minas ou em qualquer outro estado ou município, à irresponsabilidade administrativa dos eventuais ocupantes destes governos, que não investiram adequadamente na Educação e agora usam como pretexto as mais diferentes desculpas: a LRF, a falta de caixa, etc., etc.

Parem de nos tratar como idiotas e como incapazes de pensar por nós mesmos. A realidade nua e crua é uma só: vocês, governo de Minas e demais equipamentos de estado a seu serviço, só fizeram sacanear com os educadores e com a Educação pública nos últimos 15 anos pelo menos. Não vamos mais aceitar que isso continue.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***

Pessoal da luta, andei lendo os trâmites da ADI 4631, impetrada pela CNTE para tentar anular o subsídio em Minas. Pelo parecer da Advocacia Geral da União (AGU), percebe-se que a peça inicial do jurídico da CNTE não conseguiu convencer os membros da AGU. Fica claro, no texto deste órgão, que o foco dado na referida ADI é o artigo 39 da Constituição Federal, que trata da questão do subsídio. E como a posteriori (em 1998) foi aberta a possibilidade para que este sistema seja implantado também para as carreiras do estado, a AGU considerou, com base neste foco, que o estado de Minas teria tal poder. Considero que tenha sido um erro dos advogados da CNTE ter dado tal foco à ADI.

Não sou advogado, mas penso que o melhor e o mais correto foco teria sido com base na lei do piso, associando o subsídio de Minas à ADI 4167, que fora rejeitada pelo STF. O nosso caso (da Educação) é específico e teria que ser tratado enquanto tal. E mais: os advogados da CNTE não conseguiram sequer provar (ou convencer) que tenha havido confisco salarial com o subsídio. Meu Deus do céu! Já cansamos de provar por A + B todas as formas de confisco, tanto com base nas publicações do governo, quanto nas realidades específicas de cada educador. Bastaria pegar alguns exemplos de educadores, sobretudo os mais antigos, que tiveram o seu salário transformado em subsídio, e que recebem, por exemplo, R$ 1.450,00, e que teriam direito, caso o piso proporcional do MEC fosse implantado, a receber R$ 2.600,00. Isso explicado didaticamente, à luz das leis federais e do plano de carreira em vigor no estado, não teria como não se visualizar o claro confisco que representa o subsídio.

Mas, não visualizei tal coisa na peça inicial dos advogados da CNTE. E me parece que os membros da AGU também não.

Vamos ver agora o que dirão os ministros do STF e se ainda será possível enriquecer esta peça inicial com mais elementos para o correto julgamento pelos ministros do STF. Principalmente após a indecente proposta do governo de piso único para todos, o que caracterizaria claramente o confisco - e deveria ser usado imediatamente pelos advogados da CNTE como elemento comprobatório do conteúdo nefasto do subsídio.

Claro que uma marcha nossa até Brasília ajudaria bastante nesse entendimento, que é sempre mais político, do que técnico
.

169 comentários:

  1. Blog Beatriz Cerqueira
    Confira este artigo sobre o choque de gestão em Minas Gerais:
    http://www.otempo.com.br/otempo/colunas/?IdColunaEdicao=16228&busca=Sylo%20Costa&pagina=1

    Elogiem esse excelente artigo

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente!!!

    ResponderExcluir
  3. Caro companheiro,
    sou totalmente a favor da proposta para irmos a Brasília, essa idéia deve ser amadurecida, mas vejo como problema o custo dessa viagem, pois depois desses longos meses de greve, com o corte de pagamento ,estamos literalmente "quebrados". Como ficariam as despesas?

    ResponderExcluir
  4. OLÁ EULER, NADA DE VOLTARMOS SEM O PISO. O APERFEIÇOAMENTO DO SUBSÍDIO QUE O GOVERNO MANDA PARA OS DEPUTADOS NÃO NOS INTERESSA DE JEITO NENHUM. DEPOIS DE QUASE 100 DIAS DE GREVE, NÃO VOLTAREMOS SEM O PISO, PODE ESTAR CERTA DISSO. ENTÃO, AMANHÃ, É GREVE POR TEMPO INDETERMINADO!!!!

    ResponderExcluir
  5. GREVE, GREVE, GREVE! SEM O PISO SEM CHANCE DE VOLTARMOS!

    ResponderExcluir
  6. Gente, estou com muito medo da categoria recuar amanhã na Assembléia. Pelo amor de Deus, não podemos deixar que deputados determinem nossa carreira e nos afundem ainda mais. Sem proposta do piso, TEMOS QUE PERMANECER EM GREVE. Não estamos há quase 100 dias em luta para sairmos conformados com qualquer proposta e ainda acharmos que fomos heróis por essa greve histórica. Sem o piso sairemos fracassados, vencidos, desmoralizados. é greve até o piso.

    ResponderExcluir
  7. Vamos lá pessoal, amanhã, mais uma Assembléia, mais uma expectativa. Só que temos que ter uma coisa em mente: sem o piso a greve DEVE continuar. Não vamos ceder. é greve, greve, greve!!!!

    ResponderExcluir
  8. Faremos o possível e o impossível, mas o piso tem que sair. Não quero aprimoramentos em subsídio, os deputados não podem nos destruir na carreira. Pressão neles moçada,e sem o piso, a greve continua.... quem já aguentou até aqui, aguenta mais.. só não podemos nadar e morrer na praia. É PISO OU GREVE!!!!

    ResponderExcluir
  9. Sub-comandante Euler, agora é organizar nossa caravana para Brasília, pois, somente assim conseguiremos a vitória. Força na luta.

    ResponderExcluir
  10. Euler,

    Concordo plenamente com seu comentário de agora a pouco.
    Hoje, 07/09/11, tinha postado às 8:46, sugerindo uma agenda para a Beatriz em Brasília.
    Realmente precisamos NACIONALIZAR a nossa greve.

    Segue postagem das 8:46 do dia 07/09/11:

    Para Beatriz,

    Algum(a) amigo(a),repasse para a Beatriz, por favor.

    Vamos agir planejadamente.

    Peça ao pessoal da CUT e CNTE que monte uma agenda para você na terça feira dia 13/09/11 em Brasília. (Em Brasília as coisas não funcionam plenamente na segunda feira nem sexta feira).

    Visite:

    - Secretaria Nacional dos Direitos Humanos;
    - Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados;
    - Comissão de Educação da Câmara dos Deputados;
    - Comissão dos Direitos Humanos do Senado Federal;
    - Comissão de Educação do Senado Federal;
    - A Ministra chefe da Casa Civil;
    - O STF, principalmente o gabinete do Ministro Joaquim Barbosa;
    - A CNBB;
    - O OAB NACIONAL...

    Conte a todos a nossa realidade vivida aqui em Minas Gerais, peça conselhos, tire dúvidas.

    Peça também ao Deputado Rogério Correa que agende um encontro com o ex presidente Lula, se possível até segunda feira dia 12/09/11.
    O ex presidente com certeza terá bons conselhos para te dar.
    Leve ao ex presidente Lula a realidade da DITADURA INSTALADA EM MINAS GERAIS POR AÉCIO E ANASTASIA.(Assembleia homologativa, MP sob suspeita, imprensa comprada com as verbas publicitárias)

    Pensem nisso, aprimorem esta ideia e tomemos decisões.

    Bom dia a todos(as).

    ... E O SOL NASCE NOVAMENTE;
    ... E A LUTA CONTINUA;
    ... ASSIM É A VIDA.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.
    7 de setembro de 2011 08:46

    AGORA VAMOS FORMAR UMA CARAVANA E VAMOS TODOS A BRASÍLIA DF.

    ResponderExcluir
  11. Euler, mais uma vez você foi brilhante nas suas colocações. Apoio totalmente a ideia de seguirmos em caravana até Brasília, pois assim a presidenta, os ministros, os deputados, os senadores, os juízes, os promotores etc. não poderão CONTINUAR FAZENDO DE CONTA que não estão a par da DITADURA instalada em MINAS Gerais e do ROUBO descarado no salário dos EDUCADORES.
    Maria de Lourdes

    ResponderExcluir
  12. AS COISAS JÁ ESTÃO DIFÍCEIS E NOSSOS ADVOGADOS NÃO PODEM FICAR ERRANDO TANTO ASSIM.
    ADI 4631, PODEMOS ESTAR PERDENDO UMA ÓTIMA OPORTUNIDADE.

    AS OPORTUNIDADES QUE NÃO APROVEITARMOS, ELES AS APROVEITARÃO.

    SERÁ QUE TEM CONSERTO?

    ResponderExcluir
  13. CHARLOTTE E A PEDRA FILOSOFAL:

    A verdade colegas é que essa é uma luta solitária. Estamos sozinhos nessa batalha. É ilusão contar com apoio de mídia, deputados, OAB, Judiciário, CUT, CNE, Comunidade(pais e alunos).Ninguém irá nos ouvir. E não nos ouvirão por um motivo muito simples: historicamente nos permitimos a receber como salário uma ESMOLA. Ninguém, numa sociedade capitalista/consumista reconhece o VALOR de quem recebe uma miséria.Você vale o que você recebe... eis a verdade nua e crua. Quem contribui mais socialmente com o país, nós PROFESSORES ou jogadores de futebol... ou Luan Santana??? No entanto eles gozam de um estatus que nós nem em sonho... mas vai lá e dá uma espiadinha no salário deles...
    A verdade é que escola pública virou abrigo para crianças/adolescentes dos filhos de trabalhadores de baixa renda. E nós, APENAS babás dessas crianças.
    A única saída para nós e para uma escola de qualidade é conquistarmos UM BOM SALÁRIO. Depois disso sim, nós e a tal qualidade de ensino serão coisas sérias. Fora isso, tudo é ILUSÃO.
    Querer contar com apoio de mídia, deputados, Judiciário, pais/alunos... é o mesmo que acreditar no PODER DO PENSAMENTO POSITIVO!
    Deixemos de romantismo e encaremos as coisas como elas REALMENTE SÃO. NINGUÉM, além de nós, está preocupado se aluno está aprendendo ou não. Estão preocupados sim, se não estão nas ruas ou sozinhos em casa. A permanência deles dentro de uma sala de aula (aprendendo ou não) é o que interessa à comunidade e aos políticos.
    Por isso digo, só conseguiremos respeito quando as famílias não tiverem onde deixarem seus filhos. Como o Estado vai resolver a questão de abrigo para milões de crianças se TODAS as escolas estiverem sem professor???
    Aí sim, o valor do professor valerá mais do que a esmola de 712,00.
    No mais, queridos colegas, é querer tapar o sol com a peneira!!!
    A Pedra Filosofal é essa: quando nenhuma família tiver onde deixar seus filhos, a importância do professor e da escola será de FATO levada à sério.
    No mais... pela estrada a fora eu vou bem sozinha, levar esse doces pra vovozinha!!!
    >>> atém quando vocês vão acreditar nos postulados caducos da democracia burguesa???>>>

    = então eu canto o que vocês querem acreditar:
    MORO NUM PAÍS TROPICAL/ABENÇOADO POR DEUS E BONITO POR NATUREZA... MAS QUE beleza!!! kkk

    vamos de silogismo então: TODO PROFESSOR TEM O SALÁRIO QUE MERECE... TEM O GOVERNADOR QUE MERECE E VOTA NA DIRETORA QUE É SUA IMAGEM E SEMELHANÇA!!!
    ... e boa noite que meus cremes faciais me esperam!

    ResponderExcluir
  14. Já deveríamos ter feito isso a mais tempo.Se aqui não existe leis ,vamos procurar em outro lugar.Vamos tentar de tudo mostrando a todos as mentiras e o descaso com a educação aqui em Minas.Será que não vamos encontrar ninguém que repeite as leis,meu Deus!TÔ ficando revoltada!Quanto arrependimento de ter entrado para educação!O pior que minha filha já está terminando o curso dela!Quanta maldade!

    ResponderExcluir
  15. Euler,vamos a Brasília SIM,CONCORDO COM VOCE, PRINCIPALMENTE QUANDO DIZ SEM cut,cnte e todos esses penduricalhos que estão nos usando.Estamos todos quebrados,mas a gente dá um jeito,pedimos emprestado, qualquer coisa.Estamos dando um jeito até hoje,mais um pouco a gente consegue.VAMOS AMADURECER ESTA IDEIA E CONCRETIZÁ-LA.Abraços,companheiro e a Assembleia nos espera.Vou sair de madrugada.Boa Noite.

    ResponderExcluir
  16. Concordo que viramos babás ,não educadoras.Mais enquanto houver possibilidades de ganhar a causa temos que correr atrás para depois não arrependemos.Não podemos ser responsáveis pela má administração publica e nem pela roubalheira dos políticos.Se não sobra dinheiro,para onde está indo.Minas crescia em proporções chinesas.Não era isso que diziam?

    ResponderExcluir
  17. Para esse (DES)governo cabe a máxima daquela música:
    Se gritar pega LADRÃO não fica um meu irmão...

    ResponderExcluir
  18. Hoje li um artigo onde falava:-Ou se paga o piso para os prof ou realiza a Copa.Ficamos com o piso e a Copa se virem!Se não dão conta de bancar não inventam.Arrancamos esse piso agora ou nunca mais o teremos.Força a todos !

    ResponderExcluir
  19. Não podemos demorar nessa decisão,vamos na próxima semana.Concordo com você plenamente!Antes que esse safado nos arrebente ainda mais.Nunca pensei viver essa situação!Não durmo mais,entro no seu blog umas quinze vezes ao dia para ler e me manter mais calma.Tô fazendo mestrado,quanto desânimo,acho que vou largar e partir pra outra coisa.

    ResponderExcluir
  20. Se votarem para acabar com o plano de carreira,as vantagens adquiridas permanecem,não é .NESTE MOMENTO ACHO QUE TODOS NOS QUERÍAMOS UM EULER POR PERTO.VOCÊ É SÁBIO E GOSTO DE PESSOAS INTELIGENTES!CONCORDO COM TUDO QUE DISSE E ESTAREI COM VOCÊS PRO QUE DER E VIER.

    ResponderExcluir
  21. TENHO VASTO CONHECIMENTO NA EDUCAÇÃO,SOU BOA PROFISSIONAL ,SOU PÓS GRADUADA E JÁ RECEBI VÁRIOS CONVITES PRA TRABALHAR EM FACULDADES NA ÁREA PEDAGÓGICA E NUNCA QUIS PORQUE GOSTO É DE CRIANÇAS.QUANTO ARREPENDIMENTO!VAMOS PRA BRASÍLIA E FAZER MUDAR ESSA SITUAÇÃO.

    ResponderExcluir
  22. EI PESSOAL DA LUTA,VAMOS ARRANCAR O PISO LÁ EM BRASÍLIA?O SOL NASCEU PRA TODOS,NÃO SÓ PARA POLÍTICOS SAFADOS!

    ResponderExcluir
  23. É Euler, parece que a coisa não está caminhando a nosso favor.
    Um protesto em Brasília seria muito bom mas demanda tempo e dinheiro. Se a greve já dura 90 dias, então a previsão é de que dure bem mais. Você está acredita que a greve vai se arrastar por muito mais tempo?

    ResponderExcluir
  24. Será amigos que vocês tem medo de por o nome de vocês, esse negócio de anônimo é tão estranho. Vamos perder esse medo.

    ResponderExcluir
  25. Olá companheiros
    NDG ___________

    "Diante disso, é aparentemente inexplicável o prosseguimento da paralisação. O sindicato mantém-se na posição intransigente de recusar qualquer negociação, o que revela um absoluto desinteresse pelas ponderações de natureza social. Como se sabe, a retórica, por mais engenhosa que seja, não consegue mascarar a realidade: os prejuízos causados à escola pública, os danos associados à sua imagem, independentemente das intenções declaradas, são insofismáveis e, não é preciso dizer, em nada favorecem o esforço, que começa a ser bem sucedido, para estender a mais camadas da sociedade os bens do desenvolvimento, entre os quais, os bens que se associam a uma formação educacional sólida e continuada. As parcelas mais empobrecidas da população, que têm na educação formal – e em grande medida, somente nela – uma garantia de um futuro mais digno e de constituição verdadeira de sua cidadania, são as mais atingidas pelo movimento conduzido pelo sindicato dos profissionais da educação."
    (Professora Ana Lúcia Almeida Gazzola
    Secretária de Estado de Educação MG)

    E d-i-a-n-t-e de tantas palavras bonitas eu fiz uma reflexão e escutei Alexandre Garcia
    "por que álcool ao invéns de etanol, num país de ignorantes..."

    Juntos venceremos !

    Abraços

    Gleiferson Crow
    LEIA: O Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com

    http://www.itatiaia.com.br/site/player.php/?name=Alexandre%20Garcia&path=/site/files/listens/a97d5e9cd182437a2d6887d93a56ca9c.mp3&description=Opini%C3%A3o&isLive=false&isPlay=true&time=151.61475&emissora=belo-horizonte

    ResponderExcluir
  26. Essa idéia também é boa...
    Anônimo disse...
    TEMOS QUE PROPOR UMA AÇÃO NA CORTE INTERNACIONAL(COMO ACONTECEU COM A "MARIA DA PENHA"). VAMOS FAZER VALER NOSSOS DIREITOS!!!
    7 de setembro de 2011 20:47
    Ir até Brasília penso que já está passando da hora.

    ResponderExcluir
  27. NÃO CONCORDO COM CHARLOTTE.ACHO E TENHO PROVAS SUBSTANCIAIS SOBRE O PODER DO PENSAMENTO.TALVEZ SEJA AÍ EXATAMENTE QUE ESTÁ TRAVANDO AS ATITUDES DO DESGOVERNO EM RELAÇÃO A NÓS EDUCADORES.PRECISAMOS SER REALISTAS MAS PENSAR POSITIVAMENTE.NADA DE DESÂNIMO NEM MEDO NEM ESTAR PENSANDO TÃO PARA BAIXO.CLARO QUE ESTAMOS DIANTE DE UMA BARREIRA MAS TALVEZ CRIADA POR NOSSAS MENTES NEGATIVAS.NÃO POR CAUSA DO NOSSO QUERER DIANTE DOS ACONTECIMENTOS.VEJAM , NO INÍCIO DA GREVE ESTÁVAMOS MAIS ANIMADOS E ESPERANÇOSOS, AÍ VIERAM MUITOS ACONTECIMENTOS TRÁGICOS E RUINS DO DESGOVERNO E AFINS O QUE ACONTECEU COM NOSSOS ÂNIMOS??/FICAMOS DECEPCIONADOS, TRISTES, MEDROSOS, DESANIMADOS, ETC E AÍ O INIMIGO(PENSAMENTO NEGATIVO) APARECEU E APARECE.NÃO DEVEMOS, NÃO PODEMOS AGORA.VEJAM AMIGOS NÃO PODEMOS AGORA ABSOLUTAMENTE RECUAR E DESANIMAR. NÃO PODEMOS POIS AGORA NÓS TEMOS QUE ENXERGAR MELHOR.SOMENTE TEMOS UMA SAÍDA, LUTAR , LUTAR E ACREDITAR...SIM DEVEMOS ACREDITAR NA NOSSA VITORIA .O DESGOVERNO E SUA QUADRILHA NÃO TEM MAIS O QUE FAZER.ELE JÁ PROVOU TUDO O QUE ELE É E PODE.MALDADES E MALDADES MOSTRANDO UM HOMEM QUE USA O PODER PARA SATISFAZER E FAZER SUAS VAIDADES E LIMITES PSICOLÓGICOS.ELE QUER ISSO POIS NÃO É RESPONSÁVEL E NEM TEM SENSIBILIDADE.É COMO SE NÓS TIVÉSSEMOS UMA PEDRA EM NOSSO CAMINHO LITERALMENTE.MAS VEJAMOS.ELE JÁ NÃO TEM MUITO O QUE FAZER.A MÍDIA JÁ COMEÇA A NOS OLHAR COM OUTROS OLHOS E AGORA DEVEMOS RECOMEÇAR .SIM VAMOS DAR A ESTA GREVE , A ESTA ASSEMBLÉIA DE HOJE O FÕLEGO DO PRIMEIRO DIA, DO PRIMEIRO ATO, DA PRIMEIRA ASSEMBLÉIA PESSOAL.VAMOS MOSTRAR A ESTE FACÍNORA QUE NÓS NÃO MORREREMOS DE FOME MAS ESTAREMOS FIRMES FORTES E DE PÉ PARA LUTAR POR UM DIREITO CONSTITUÍDO , SAGRADO E SACRAMENTADO..NÓS SOMOS INTELECTUAIS E SABEMOS O QUE ESTAMOS FAZENDO.ELE NÃO PODE AGUENTAR MAIS.ELE USOU DE TUDO E AGORA NÃO TEM MAIS O QUE FAZER.SE CADA RESPOSTA DOS AFINS COMPRADOS POR ELE OU SEJA COMPRADOS COM NOSSO DINHEIRO E TRABALHANDO CONTRA NÓS, NÓS FICARMOS TRISTES E PESSIMISTAS NÃO GANHAREMOS ESTA BATALHA.JÁ ESTAMOS OU JÁ CHEGAMOS ATÉ AQUI ENTÃO VAMOS ATÉ AO FINAL, COM CALMA, DISCERNIMENTO, ÂNIMO, ALEGRIA, OTIMISMO...TEMOS QUE TOMAR UMA INJEÇÃO DE ÂNIMO REDOBRADO.FAÇAMOS DE CONTA QUE ESTAMOS COMEÇANDO HOJE .QUE ELE SE PREOCUPE COM OS ALUNOS E NÃO NÓS.A RESPONSABILIDADE É MAIS DO LADO DELE DO QUE DO NOSSO.AFINAL NÃO ESTAMOS BRINCANDO DE DAR AULAS E FORMAR CIDADÃOS.MAS ELE BRINCA DE MANDAR, DE DESFAZER, DESTRUIR E AÍ ELE COLHERÁ OS FRUTOS DAS INJUSTIÇAS E MENTIRAS, DAS MALDADES E DISSSIMULAÇÕES, DAS VERGONHAS E HUMILHAÇÕES QUE NOS CAUSARAM POR TODO ESTE TEMPO.BASTA OLHAR O SEMBLANTE DELE E VEREMOS A INFELICIDADE ESTAMPADA , A LOUCURA INSTALADA, A MALDADE CICATRIZADA.ESTE É O VERDADEIRO PESADELO DE MINAS.VAMOS EM FRENTE, CLARO QUE COM NOVO ÂNIMO COMO SE ESTA GREVE COMEÇASSE EXATAMENTE HOJE.NÃO PODEMOS CEDER JAMAIS.FAÇAMOS UMA PRECE ANTES.PLANTEMOS UM PENSAMENTO POSITIVO E JUNTO A ELE UM DESEJO, COM TODA NOSSA ALMA, UM DESEJO DE QUE O QUE QUEREMOS É O PISO.A LEI DA ATRAÇÃO EXISTE E É COMPROVADA POR FÍSICOS.EU TENHO PROVAS SUBSTANCIAIS DE QUE ELA FUNCIONA.VAMOS DESEJAR, DEVEMOS FAZER MEDITAÇÕES JÁ QUE ESTAMOS EM CASA , TEMOS TEMPO, FAÇAMOS MEDITAÇÕES PARA NOS RELAXAR .FAÇAMOS ISSO E VISUALIZANDO NOSSA META. PISO,PISO,PISO,PISO.DEUS ESTEVE CONOSCO TODO ESTE TEMPO NOS DANDO FORÇAS E PROTEÇÃO.NÃO SEJAMOS PESSIMISTAS.VAMOS LUTAR POR NOSSOS SONHOS E METAS.E MAIS JÁ GANHAMOS VÁRIAS BATALHAS.VEJAMOS QUANTAS COISAS ESTÃO DO NOSSO LADO.TEMOS UMA LEI LEGÍTIMA.MAIS TARDE OU MAIS CEDO GANHAREMOS SAIREMOS VITORIOSOS.VAMOS EM FRENTE SEMPRE.

    ResponderExcluir
  28. Euler,
    concordo com você plenamente. Vamos para Brasília, pois sem o Piso eu não volto isto para mim é fato.

    Abraço a todos e até a nossa vitória.

    ResponderExcluir
  29. Eu e minha esposa, já mandamos 10 mensagens cada para a lista de e-mails dos deputados.

    ResponderExcluir
  30. Vamos lá, pessoal!

    Analisem e vamos para a ação,

    Se somamos 3.000 professores internautas e enviarmos 10 mensagens por dia à lista de E-mails dos deputados, serão no total 30.000 E-mails recebidos por dia para cada deputado.
    (Montem uma mensagem simples e objetiva)

    Vamos firmar este compromisso.

    Precisamos mostrar aos deputados que os professores estão mobilizados, até a vitória final.

    Se alguém puder mandar mais, que o faça, quanto mais melhor.

    Comecemos imediatamente.
    Vamos cumprir nossa tarefa, diariamente.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  31. COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  32. Bom dia guerreiras(os),
    Parabéns a todos que se apresentaram ontem,no grito dos excluidos ,trocando o feriado por mais um dia de luta. HOJE TEMOS QUE LOTAR AINDA MAIS A ASSEMBLÉIA.

    GRANDE EULER,uma boa resposta a esse desgoverno,seria nenhum dos 153.000 companheiros retornar ao suicidio,e aqueles de ainda não retornaram ao PISO, que o faça agora,pois o desgoverno dará esta opção,então mais uma vez diremos não ao suicidio,só que desta vez 200.000 companheiros,nossa força aumentará.Agora é preciso voltar a conversar com aqueles que ainda estão encantados com o canto da sereia.PESSOAL ACORDA O SUICIDIO É OTIMO PARA O DESGOVERNO POR ISSO ELE QUER NOS INFIAR GUELA ABAIXO,ACOOOOOORDAAAAAAAAAAAA!!!!
    SEM PISO NO CONTRACHEQUE É GREEEEEVEEEEEEE!!!!!

    Até a vitória|José Henrique

    ResponderExcluir
  33. COMPROMISSO! COMPROMISSO!

    Vamos lá, pessoal!

    Analisem e vamos para a ação,

    Se somamos 3.000 professores internautas e enviarmos 10 mensagens por dia à lista de E-mails dos deputados, serão no total 30.000 E-mails recebidos por dia para cada deputado.
    (Montem uma mensagem simples e objetiva)

    Vamos firmar este compromisso.

    Precisamos mostrar aos deputados que os professores estão mobilizados, até a vitória final.

    Se alguém puder mandar mais, que o faça, quanto mais melhor.

    Comecemos imediatamente.
    Vamos cumprir nossa tarefa, diariamente.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  34. QUEREMOS UM TELÃO EM NOSSA ASSEMBLEIA DE HOJE.

    TEMOS MUITOS MATERIAIS PARA SEREM EXIBIDOS.

    PRECISAMOS DE ORGANIZAÇÃO NESTA PARTE.

    VAMOS RIDICULARIZAR PARTE DA IMPRENSA E ESTE GOVERNO DITADOR, FALSO, HIPÓCRITA E INJUSTO.

    ResponderExcluir
  35. Bom dia companheiros!
    Força na luta vamos sim a Brasília balançar as estruturas daquele lugar e mostrar que somos seres politizados e conscirntes.
    Vamos todos na Assembleia.
    Rumo a Vitória!!!

    ResponderExcluir
  36. Gostaria de prestar uma homenagem aos professores Maria aparecida Pinto Ribeiro(Cida Ribeiro) e Luiz Carlos Buião, da escola estadual "Marques Afonso"(São Domingos do Prata-MG) que estão em greve sozinhos, de um universo de mais de 100 professores que se acovardaram.
    Parabéns Cida e Buião.Vocês enchem a categoria de orgulho!

    ResponderExcluir
  37. OI PESSOAL DA GRANDE BH, VAMOS FAZER UMA FORCINHA AÍ E VAMOS TODOS À NOSSA ASSEMBLEIA.

    O PESSOAL DO INTERIOR JÁ ESTÃO VIAJANDO.

    VAMOS MOSTRAR A MINAS, O BRASIL E AO MUNDO QUE

    AÉCIO E ANASTASIA, ACABARAM COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    DITADURA AQUI, NUNCA MAIS.

    ResponderExcluir
  38. Vamos enviar muitas, muitas, mas muitas mensagens à lista de e-mails dos deputados.

    ResponderExcluir
  39. Alguém sabe me informar se hoje haverá alguma reunião entre sindicato e governo para apresentação de novas propostas? Por favor, nos informe.
    Grato!

    ResponderExcluir
  40. A sugestão de ir à Brasília é pertinente e deve ser amadurecida o mais rápido possível.
    VAMOS PRA BRASÍLIA!
    VAMOS PRA BRASÍLIA!
    VAMOS QUEIMAR O FILME DO AECINHO!
    VAMOS QUEIMAR O FILME DO AECINHO!
    VAMOS MOSTRAR PARA O BRASIL O QUE É MINAS GERAIS!

    ResponderExcluir
  41. A greve diminui tanto, que hoje na Assembléia haverá no máximo uns 1.000 educadores...
    Infelizmente, perdemos...

    ResponderExcluir
  42. Quero saber como fica a situação de nós, que voltamos pra carreira antiga com tamanha diferença no salário com relação ao Suicídio? No meu caso a diferença chega a R$500,00 a menos. Se o governo nao pagar o piso imediatamente perderei a motivação de voltar a trabalhar.

    Cerca de R$3.000,00 até o fim do ano de prejuizo que tive ao voltar de carreira. Não posso esperar até janeiro. Ou paga o piso agora ou não volto pra sala de aula!

    Sindicato nao pode aceitar apenas a adequação das tabelas. Queremos a carreira, o 1/3 fora de sala de aula e o pagamento imediato.

    ResponderExcluir
  43. Euler,
    Sabe o que mais me preocupa nessa questão da ADIn4631?Ela pode ser um tiro no nosso pé!Já pensou?!A AGu já considerou a ação improcedente,A PGR pode ir pelo mesmo caminho e se depois de tudo os ministros do STF concluirem a mesma coisa?Você sabe que isso é bem possível,afinal essa ADIN foi muito infeliz,só questiona primeiro artigo da Lei do subsídio!O estado tem autonomia para definir a melhor forma de remunerar seus servidores!Essa ADIN está andando muito rápido ,você não acha?Ela pode se tornar,talvez o maior trunfo do governo!E esse trunfo dado a ele de mão beijada pela CNTE!Desde o início quando li essa ADIN,achei muito fraca,não pega pontos da Lei do subsídio que podem ser considerados inconstitucionais,como por exemplo :O artigo que diz que o servidor que não optar pelo VB no período previsto em lei cairá em DECADênCIA desse direito,isso é muito forte!"O Direito não ampara o desatento."Será que esse art não é inconstitucional?Não sei ,estou achando que poderemos ter mais problemas ainda?!Parece que essa ADIN foi feita a toque de caixa,não relaciona a questão do piso que é lei com o subsídio que é nada mais ,nada menos que um valor global,ou seja a soma de tudo a que temos direito!Abraços!Paulo Henrique de Barbacena MG

    ResponderExcluir
  44. Concordo e que seja bem rápido.

    ResponderExcluir
  45. Marisa Karla -Governador Valadares8 de setembro de 2011 08:30

    Pessoal,
    O descaso com uma educação de qualidade,é também no âmbito federal.Ontem foi denunciado pelos professores e alunos,durante o Grito dos Excluídos,vejam:IFs e Cefets não dispõem de docentes em número suficiente,cerca de 20 mil alunos ficaram mais de dois meses sem aula, no primeiro semestre.
    Alguns IFs funcionam em prédios precários,sem
    água,quedas de energia,sem laboratórios e insumos para pesquisas.Os professores estão em greve e reivindicam 14,67% para compensar perdas salariais, no entanto o governo só oferece 4%.Os
    Ministérios da Educação e Planejamento acusam
    os diretores da Sinasefe de terem optado pela continuidade da greve como forma de "manifestação de conflito".Na verdade Lula
    estimulou a criação desenfreada de institutos sem qualquer planejamento e estrutura.E é óbvio
    que Dilminha está seguindo o seu antecessor.
    Companheiros, diante do exposto, o quadro aqui não é diferente!Por isso ministro Haddad concordou com o Anastasia em contratar substitutos.Dilminha por sua vez não manifesta NADA!Como são pusilâmines!Eles não podem falar
    nada, porque estão fazendo o mesmo com os professores federais.A falta de vontade política
    para resolver a crise está comprovada!Copa do
    Mundo!Não sabemos mais a quem apelar!
    Abraços,

    ResponderExcluir
  46. Sou professor com especialização. Não aceito o piso de R$ 712,00 que é o proporcional somente para professores de nível médio ( IA ). Senhores deputados, cuidado com o que assinam para não prejudicarem mais ainda os professores. Se V.Sas. estão aí, é porque no mínimo sabem ler e escrever, que é um dos requisitos para ser candidato a deputado.

    ResponderExcluir
  47. Gente,veja como este desgoverno e desonesto,ontem eu li no site da secretaria de educação,qoe o desgoverno provando não ser totalitario,iria permitir o retorno a carreira do PISO á aqueles que perderam o prazo,hoje retiraram esta opção,canalhas,
    perceberam que varios colegas retornariam e ao inves de 153.000 seriamos 200.000,o que dificultaria o seu argumento,quanto ao suicidio.

    Até a vitória/José Henrique

    ResponderExcluir
  48. Acabei de enviar 10 mensagens à lista de e-mails dos deputados.

    ResponderExcluir
  49. Acho q pouco adiantaria ir à Brasília, seria um gasto exacerbado de dinheiro, sem garantias de que daria certo. Na minha opínião o movimento deve ser aumentado aqui mesmo em MG. Conseguir que a paralisação alcance 100%, convidar a presidenta Dilma a vir em minas, temos q tornar o movimento maior aqui mesmo, chamar esse governo literalmente pra briga. Em todos os sentidos devemos conseguir incomodar o governo. Entrar com ações civis contra ele, porque quem não cumpre lei deve ser punido. Ir à Brasília é um ótima ideia, mas o custo beneficio poderá não compensar.

    ResponderExcluir
  50. Caro Euler!
    Vejo que nossa luta deve mesmo tomar maiores proporções principalmente no âmbito federal.Portanto, vejo que é valido cobra nosso direito em Brasilia já que aqui em Minas nós não temos Governo, o que temos é um Despotismo tosco que merece no minimo extinguir da face da terra. A luto continua não apenas pela classe mais sim por ser cidadão e por entender que é pela educação que esse país irá crescer.

    ResponderExcluir
  51. CHARLOTTE MUITO ALÉM DO PISO...

    A GREVE NÃO PODE ACABAR HOJE. Muito mais que uma questão salarial/carreira profissional o que está em questão agora é toda uma POLÍTICA PÚBLICA DE EDUCAÇÃO. Parar a GREVE agora, NESSA ALTURA DO CAMPEONATO, é jogar a última pá de cal sobre o ENSINO PÚBLICO em Minas Gerais. É ser conivente com PERVERSIDADE do governo!

    Sei que a situação está difícl pra todos nós que estamos na luta desde o início... mas é exatamente AGORA que precisamos ser FORTES. Mais 15 dias parados e esse governo vai provar do próprio fel!!!

    SEM PISO NÃO PISO NA ESCOLA!!!
    TODOS NA ASSEMBLÉIA VOTANDO PELA CONTINUIDADE DA GREVE ATÉ O PAGAMENTO DO PISO DO MEC!!!

    ResponderExcluir
  52. Euler,
    Obrigada, meu caro! Há sempre uma luz no fim do túnel e essa ideia realmente deve ser concretizada. Se o governo de Minas não se abre ao diálogo e se mantem irredutível, façamos então, o que nos resta para sermos ouvidos. Somos educadores, merecemos respeito e o pagamento do piso de 712,00 a todos é realmente vergonhoso e não cumpre a lei 11738/08. A lei foi criada visando valorizar o PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO e se for aplicada dessa forma ocorreria o contrário. Meu Deus, tanto abuso, faz com que tenhamos mais força para lutar. Vamos permanecer firmes, somos fortes e talvez, sem saber, o maior responsável por essa força, seja o descaso do próprio governo, não só agora, mas por anos a fio. Eu, particularmente, já vivi muitas privações em função desse salário indigno, para não dizer miserável ou de fome .E agora, sinceramente, passar por isso nesse período de greve, não me assusta. Já estava acostumada a ir até a farmácia e pedir um pouco mais de tempo para pagar (tenho duas crianças pequenas), já compro o essencial no mercado, virou hábito; etc, etc. Não me envergonho de dizer, pois é a realidade. O que me envergonha e me indigna profundamente é esse descaso dos nossos governantes. Como falar em qualidade de educação, se não somos valorizados! Na verdade, a maioria dos políticos não se preocupa com isso, afinal, um povo que recebe EDUCAÇÃO DE QUALIDADE, sabe escolher melhor seus governantes, cobra resultados e isso não seria bom para a corrupção. É isso!
    Eu não desisto. Enquanto houver e sempre haverá uma luz, eu caminharei rumo a ela.
    Apoio a sua ideia Euler e continuarei firme na greve, até a nossa vitória.

    Abraços
    "Indignação"

    ResponderExcluir
  53. Hoje será mais um dia de LUTA .

    --- NDG ---
    Sem o PISO, não PISO na escola. Assim será.
    ___________________
    "A minha preocupação não está em ser coerente com as minhas afirmações anteriores sobre determinado problema, mas em ser coerente com a verdade."
    (Mahatma Gandhi)
    ______________________________
    Em um país que será a sede da COPA DO MUNDO
    a EDUCAÇÃO está um caos...
    a EDUCAÇÃO está uma vergonha...
    a EDUCAÇÃO está de LUTO.
    E a JUSTIÇA ... na mesma situação de SOCORRO !!!

    SOS EDUCAÇÃO !!!
    Abraço!
    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  54. PORQUE O SINDUTE NÃO FAZ COMO O SINDICATO DOS PROFESSORES DO ESTADO DO CEARA .


    http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/2011/09/06/internas_educacao,249209/outdoors-de-fortaleza-satirizam-frase-de-cid-gomes.shtml

    ResponderExcluir
  55. VOTAÇÃO DA CHARLOTTE


    >> DIGA NÃO À ESMOLA DO ANASTASIA! >>
    DIGA SIM À GREVE!!!

    #@# NÃO NOS CURVAREMOS MAIS À ARROGÂNCIA E DESCASO DESSE GOVERNO FORA DA LEI!!!

    GREVE ATÉ A VITÓRIA!!!

    ResponderExcluir
  56. Educadora de contagem8 de setembro de 2011 09:31

    Ao anônimo das 8:10 Hs.

    Deixa de ser pessimista! Ou vc é um cara de pau mandado do governo, que entra nessa maravilhosa aula de cidadania, onde um apoia o outro, manda mensagens positivas, de ânimo ou vc é um fura-greve! Mostre seu nome, se tiver coragem. 1000 professores hoje na assembleia? Tá brincando? Hoje mostraremos a vc que terá muito mais gente, levantando a mão, mostrando que não concorda com o suicídio. Esse suicídio se fosse BOM, não teria sido inventado. Ora essa!!! Ora bolas!!
    VAMOS PESSOAL, AVANTE, DE BRAÇOS E CORAÇÕES ABERTOS LOTAR O PÁTIO DA ASSEMBLEIA E DIZER NÃO A PROPOSTAS INDECOROSAS.

    NOSSA LEMA ; SEM O PISO NÃO PISAMOS NA ESCOLA!!
    Obrigada Euler!!!

    ResponderExcluir
  57. Educadora de contagem8 de setembro de 2011 09:33

    Euler, vc poderia postar o LINK da fala do Sr.
    Leonardo Boff em que ele apoia o movimento dos professores. É para quando voltarmos com o nosso piso, eu possa mostrar para os meus alunos.
    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  58. Educadora de contagem8 de setembro de 2011 09:41

    Charlotte companheira!! Não desanime jamais!! Só os fortes lutam e conseguem vencer.Também tenho alguns minutos de desânimo, mas depois me recomponho,mandando mensagens positivas ao meu coração. Desanimar JAMAIS,pensar em enfraquecer esse grupo maravilhoso também JAMAIS.
    Tenho 20 anos de magistério, e nunca em toda a história das Minas Gerais, tivemos uma LEI à nosso favor.É a primeira vez minha querida que temos uma Lei. DESISTIR - jamais e em tempo algum.Concordo com o anônimo das 5:40 hs.
    VAMOS MEDITAR, MANDAR MENSAGENS POSITIVAS PARA CADA COMPANHEIRO QUE ESTÁ EM LUTA, QUE ESTÁ A CAMINHO DA CAPITAL, DEPOIS DE LONGAS HORAS DE VIAGEM!!
    Um beijo no seu coração e no coração de cada guerreiro e guerreira da Educação!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  59. Caros colegas NDG, não entendo bulhufas de direito mas achei algo que possa ajudar na questão de perdas salariais devido a mudança da lei estadual, solicito que alguém de uma lida ou repasse para quem entende estas questões. abaixo tem os links:

    http://www.tjmg.jus.br/juridico/jt_/inteiro_teor.jsp?tipoTribunal=1&comrCodigo=24&ano=4&txt_processo=389656&complemento=4

    http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/8660527/100240812439090011-mg-1002408124390-9-001-1-tjmg

    http://br.vlex.com/vid/-233555694

    ResponderExcluir
  60. Euler

    O compromisso nosso agora seria: "Ninguém sair do piso"
    Todos nós que optamos pelo piso, devemos continuar no PISO e seguirmos nossa luta para melhorá-lo!

    ResponderExcluir
  61. Educadora de Jequitibá8 de setembro de 2011 09:49

    Bom dia comandante Euler e demais companheiros de luta.
    Tenho certeza de que venceremos. Ontem à noite ao fazer minhas orações, pedi a Deus que me disesse como ficará nossa (minha) situação, e ao abrir a minha Bíblia me deparei com o seguinte versículo: "E pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti; porque eu sou contigo, diz o Senhor, para te livrar."
    Não é maravilhoso?
    Podemos confiar. Deus nos dará a vitória.
    Abraços a todos e firmes na luta

    ResponderExcluir
  62. Vamos continuar firmes, ou sai o piso/com a carreira preservada OU PERDE O ANO, ai politicamente se F***U ANASTAZIA E SEU PARTIDO.

    OBS* Idealizem a cena Um Bebê PIRRACENTO com um chapéu de NAPOLEÃO (Anastazia Louco).

    ABAIXO A DITADURA MINEIRA

    Firmes até o fim - 2012 está por vir e o ano Terminando.

    ResponderExcluir
  63. Caro Euler / Sindute-mg vamos publicar as noticias da greve, seus motivos e soluções do Governo nos jornais internacionais ( em época de copa queima o filma)

    New york Times, Le Mond, entre outros...

    ResponderExcluir
  64. Adorei a idéia de irmos a Brasília, quem sabe assim alguém nos veja. Ficaríamos a frente de outras mídias o que nos ajudaria a pressionar esse governadorzinho, se é que ele entende o que é isso. DESISTIR JAMAIS!

    ResponderExcluir
  65. CHARLOTTE RESPONDE À Educadora de contagem:

    Querida Colega de Contagem,

    Não estou DESANIMADA, pelo contrário serei a última a voltar pra sala de aula e só farei isso quando a ASSEMBLÉIA votar o fim do movimento.
    Então reafirmo o meu compromisso: GREVE ATÉ A VITÓRIA!!!

    HOJE VAMOS TODOS VOTAR SIM PELA GREVE ATÉ O PISO DO MEC.

    ResponderExcluir
  66. Queremos o PISO no qual escolhemos. Um piso aplicado em uma tabela , que é LEI , que respeita a formação do professor e o seu tempo dedicado ao magistério. Veja bem: Eu que sou PEB IV ,não terei aumento nenhum,na proposta do "SUBSÍDIO" sendo que na proposta da tabela salarial que escolhi,"REMUNERAÇÂO ANTIGA" terei um ganho real de R$1000,00. É por isso que o governo satânico está querendo jogar o piso para nossa goela abaixo!!Êta..... que eu não engulo!!!!

    ResponderExcluir
  67. COMPROMISSO! COMPROMISSO!

    Vamos lá, pessoal!

    Analisem e vamos para a ação,

    Se somamos 3.000 professores internautas e enviarmos 10 mensagens por dia à lista de E-mails dos deputados, serão no total 30.000 E-mails recebidos por dia para cada deputado.
    (Montem uma mensagem simples e objetiva)

    Vamos firmar este compromisso.

    Precisamos mostrar aos deputados que os professores estão mobilizados, até a vitória final.

    Se alguém puder mandar mais, que o faça, quanto mais melhor.

    Comecemos imediatamente.
    Vamos cumprir nossa tarefa, diariamente.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  68. PESSOAL,

    QUEM NÃO TIVER CONDIÇÕES DE IR À NOSSA ASSEMBLEIA, ASSUMA O COMPROMISSO DE ENVIAR MUITAS, MUITAS E MUITA MENSAGENS À LISTA DE E-MAILS DOS DEPUTADOS.

    SEGUE:

    dep.adalclever.lopes@almg.gov.br; dep.adelmo.carneiro.leao@almg.gov.br; dep.alencar.silveira.junior@almg.gov.br; dep.almir.paraca@almg.gov.br; dep.ana.maria@almg.gov.br; dep.andre.quintao@almg.gov.br; dep.anselmo.jose.domingos@almg.gov.br; dep.antonio.carlos.arantes@almg.gov.br; dep.antonio.genaro@almg.gov.br; dep.antonio.julio@almg.gov.br; dep.antonio.lerin@almg.gov.br; dep.arlen.santiago@almg.gov.br; dep.bonifacio.mourao@almg.gov.br; dep.bosco@almg.gov.br; dep.bruno.siqueira@almg.gov.br; dep.carlin.moura@almg.gov.br; dep.carlos.henrique@almg.gov.br; dep.carlos.mosconi@almg.gov.br; dep.cassio.soares@almg.gov.br; dep.celinho.do.sinttrocel@almg.gov.br; dep.celio.moreira@almg.gov.br; dep.dalmo.ribeiro.silva@almg.gov.br; dep.deiro.marra@almg.gov.br; dep.delio.malheiros@almg.gov.br; dep.delvito.alves@almg.gov.br; dep.dilzon.melo@almg.gov.br; dep.dinis.pinheiro@almg.gov.br; dep.doutor.viana@almg.gov.br; dep.doutor.wilson.batista@almg.gov.br; dep.duarte.bechir@almg.gov.br; dep.duilio.de.castro@almg.gov.br; dep.durval.angelo@almg.gov.br; dep.elismar.prado@almg.gov.br; dep.fabiano.tolentino@almg.gov.br; dep.fabio.cherem@almg.gov.br; dep.fred.costa@almg.gov.br; dep.gilberto.abramo@almg.gov.br; dep.gustavo.correa@almg.gov.br; dep.gustavo.perrella@almg.gov.br; dep.gustavo.valadares@almg.gov.br; dep.helio.gomes@almg.gov.br; dep.hely.tarquinio@almg.gov.br; dep.inacio.franco@almg.gov.br; dep.ivair.nogueira@almg.gov.br; dep.jayro.lessa@almg.gov.br; dep.joao.leite@almg.gov.br; dep.joao.vitor.xavier@almg.gov.br; dep.jose.henrique@almg.gov.br; dep.juninho.araujo@almg.gov.br; dep.leonardo.moreira@almg.gov.br; dep.liza.prado@almg.gov.br; dep.luiz.carlos.miranda@almg.gov.br; dep.luiz.henrique@almg.gov.br; dep.luiz.humberto@almg.gov.br; dep.luzia.ferreira@almg.gov.br; dep.maria.tereza.lara@almg.gov.br; dep.marques.abreu@almg.gov.br; dep.neider.moreira@almg.gov.br; dep.neilando.pimenta@almg.gov.br; dep.paulo.guedes@almg.gov.br; dep.paulo.lamac@almg.gov.br; dep.pompilio.canavez@almg.gov.br; dep.romel.anizio@almg.gov.br; dep.romulo.veneroso@almg.gov.br; dep.romulo.viegas@almg.gov.br; dep.rosangela.reis@almg.gov.br; dep.sargento.rodrigues@almg.gov.br; dep.savio.souza.cruz@almg.gov.br; dep.sebastiao.costa@almg.gov.br; dep.tadeu.martins.leite@almg.gov.br; dep.tenente.lucio@almg.gov.br; dep.tiago.ulisses@almg.gov.br; dep.ulysses.gomes@almg.gov.br; dep.vanderlei.miranda@almg.gov.br; dep.ze.maia@almg.gov.br;

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  69. Pessoal da luta, turma do NDG,

    Minha recomendação expressa é que:

    1) que ninguém deixe o sistema de vencimento básico; é fria voltar para o subsídio. Ao contrário, devemos fazer campanha para convencer aqueles que ainda estejam no subsídio: que abandonem este sistema e venham para o sistema de carreira, que é o VB;

    2) o governo não mandou as tabelas do Vencimento básico para a ALMG. Nem tampouco alterou em nada o nosso antigo plano de carreira. Claro que ele vai tentar fazer isso, principalmente se a greve enfraquecer. O que não podemos permitir que aconteça;

    3) temos que nos manter firmes na greve, pois venceremos. O governo sabe que está na ilegalidade com esta indecente proposta de 712,20 para todos. Se não mudarem todo o nosso plano de carreira na ALMG, o plano atual continuará em vigor e o governo terá que pagar o piso tal como determina a lei;

    4) após a implantação do piso, o governo terá que nos restituir pela redução de salário aplicada com a mudança de sistema remuneratório. Ele não pode dar reajuste salarial apenas para uma parte da categoria, como se configurou com a redução ilegal da nossa remuneração. Principalmente em se tratando de profissionais de uma mesma carreira, com as mesmas qualificações e funções. Isso fere o princípio da isonomia. Que falta nos faz um bom advogado para olhar essas brechas e equívocos do governo. Penso que já seria possível entrar com uma ação pedindo a restituição desses valores. Pois, como é que um colega na mesma condição funcional que a minha pode receber um reajuste salarial e eu não? Não se trata, aqui, de escolha de sistema remuneratório, mas do princípio isonômico de assegurar o mesmo reajuste salarial aplicado aos colegas na mesma condição funcional;

    5) Se permanecermos no sistema de VB e em greve o governo terá que pagar o piso, tal como manda a lei. Claro que ele poderá continuar enrolando, como vem acontecendo, já que conta com todos os poderes mafiosos existentes em Minas;

    6) claro que devemos e teremos que pressionar os deputados à ALMG para que não aprovem o projeto do governo, especialmente se e quando o governo enviar o projeto de lei contendo a indecente proposta de tabela;

    7) devemos sim, convidar as lideranças regionais, da base eleitoral de cada deputado do governo, para que eles sintam a pressão daqueles que os apoiaram nos municípios. Devemos gravar (filmar, fazer documento escrito) o compromisso destes deputados de que não tocarão no nosso antigo plano de carreira. Este trabalho, combinado com a pressão nos gabinetes dos deputados, na mídia, pela internet, e diretamente nas cidades onde moram os deputados e seus familiares, com manifestações públicas, presença de alunos e pais de alunos e educadores, tudo isso pode fazer com que muitos deputados se intimidem e que a votação seja, pelo menos, cada vez mais adiada;

    8) a ida a Brasília em Caravana complementaria todo este trabalho, pois daria um enfoque nacional ao problema vivido em Minas;

    9) para completar o quadro, devemos, caso o MP ameace novamente de pedir a ilegalidade da greve, de montar barracas e pressionar em frente à sede do MP. Não podemos aceitar que o procurador quebre a legalidade, agindo como assessor do governador. Devemos cobrar uma postura pública da OAB e de órgãos internacionais;

    10) aos colegas que estão em dificuldade financeira, devemos organizar mutirão para arrecadar fundos e alimentos não perecíveis, a fim de montarmos cestas básicas e financiar os gastos elementares de quem esteja com maiores necessidades;

    11) finalmente, continuar pressionando nas escolas, pedindo o apoio dos alunos e chamando os educadores para tomarem uma atitude digna, entrando em greve.

    É isso.

    Um forte abraço e força na luta! Até a vitória!

    ResponderExcluir
  70. Euler
    Veja o jornal O TEMPO, de hoje! Apareceu pela primeira vez o vice- governador de Minas de Brogodó! Você sabia que eu não o conhecia e nem sabia o seu nome. Pena que tive o desprazer de conhecê-lo falando dos benefícios dado aos professores do "SUICÍDIO" e ainda falando do nosso sindicato! Que patifaria!! Ô povinho escumungado!!! Sai do meu pé chulé!!

    ResponderExcluir
  71. Recebido do Gabinete do Deputado Carlin Moura,

    Prezado Sr. ,

    Se todos os cidadãos mineiros agissem como V. Sa., certamente nosso Estado seria um lugar onde a igualdade de condições, a justiça social e o respeito a todos os trabalhadores fossem Lei executada.

    Estamos vigilantes e em atividade no que diz respeito à situação dos professores da rede pública do Estado.

    Conte sempre conosco!

    Grande abraço.

    VAMOS PESSOAL, VAMOS MANDAR MUITAS MENSAGENS AOS DEPUTADOS.

    ELES PERCEBERAM A FORÇA QUE TEMOS.

    FAÇA SUA PARTE.

    ResponderExcluir
  72. Caros companheiros
    Acredito ser uma ótima estratégia. Talvez assim poderemos chamar a atenção de todo o país, e lembrando que se o Governo de Minas vencer esta batalha SERÁ UMA DERROTA PARA TODOS OS EDUCADORES DO BRASIL.
    Abraços
    Léa

    ResponderExcluir
  73. Recebido do gabinete do Deputado Carlin Moura,

    Prezado Sr. ,

    Se todos os cidadãos mineiros agissem como V. Sa., certamente nosso Estado seria um lugar onde a igualdade de condições, a justiça social e o respeito a todos os trabalhadores fossem Lei executada.

    Estamos vigilantes e em atividade no que diz respeito à situação dos professores da rede pública do Estado.

    Conte sempre conosco!

    Grande abraço.

    VAMOS LÁ PESSOAL, VAMOS MANDAR MUITAS, MUITAS E MUITAS MENSAGENS À LISTA DE E-MAILS DOS DEPUTADOS.

    ELES PRECISAM SABER QUE ESTAMOS MUITO MOBILIZADOS, ATÉ A VITÓRIA.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  74. O governo criou dois modelos de Remuneração, portanto não devemos preocupar com a aprovação ou não da ADI 4631 pelo STF. Para aqueles que voltaram para a carreira, o direito de receber o piso conforme foi definido pelo julgamento da ADI 4167 está garantido pela implantação do Governo ou pela Justiça.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  75. Atenção colegas, lembrem-se que tudo é passageiro e o que fica é a nossa história,vamos fazê-la digna de ser a História dos Professores de Minas!
    Leia: Mateus 6: 24-34. Abraços fraternos!
    Libério de Barros - Pompéu.

    ResponderExcluir
  76. Anônimo das 8:10, seu balão está muito murcho,dá um jeito de enchê-lo logo, precisamos é de pessoas que nos dê força. Chô pessimismo, temos que pensar de forma positiva e com certeza venceremos. Força amiga, levante a cabeça e força na peruca. Até breve e olha, com a vitória!

    ResponderExcluir
  77. Brilhante seu texto. Uma caravana de 2 a 3 mil pessoas exige muito esforço (dinheiro), mas a greve está no momento do tudo ou nada, pois as pressões estão vindo de toda a parte.
    As frases que você propôs foram muito inteligentes, porém peço licença para discordar da frase sobre a Copa do Mundo. Tenho convicção que o dinheiro da Educação não é desviado para a Copa, mas sim para campanhas etc.
    Sobre o fato de não ter bandeiras da CUT, CNTE etc, seria algo que teríamos que discutir, no entanto, sou TOTALMENTE CONTRA BANDEIRAS DE PARTIDOS POLÍTICOS.
    Importantíssimo falar na redução salarial, como forma de pressão pela opção do Subsídio.
    O item 5 é de suma importância (subsídio é remuneração e congela o salário para os próximos anos).
    Ao item 6, PROPONHO QUE ACRESCENTE O FATO DE O MP DIZER QUE TAL PROPOSTA ESTAVA NA LEGALIDADE.

    ResponderExcluir
  78. Concordo plenamente com você, Comandante Euler. Precisamos pressionar cada vez mais. Se o Ministério Público de Minas não é capaz de enfrentar e resolver os problemas então, que busquemos apoio junto ao poder Federal.Não é possível que neste país as leis fiquem apenas no papel, vamos revolucionar este país, dar exemplo de que a união é que faz a força.

    ResponderExcluir
  79. Euler,

    Quanto a sua segunda parte do texto (de vermelho):

    Eu li no dia 01/09 esse parecer da AGU e fiz um breve comentário, muito singelo, mas que parece está em consonância ao seu comentário.

    Ora, eu falei em meu comentário que o Subsídio é legal, a Constituição prevê. Falei que deveria ter sido o foco dos advogados, a Lei do Piso. No entanto, me vem uma dúvida: ADI só pode confrontar com a Constituição? Talvez, por isso que não se confrontou com a Lei do Piso.
    Achei muito grave, tanto que transcrevi a parte do parecer da AGU em que diz que não conseguimos provar o confisco. E mais, o governo provou que aumentou 5% do salário.

    ResponderExcluir
  80. Um abraço aos bravos guerreiros/guerreiras de ITAMBACURI,

    Recebi fotos da participação de vocês no Grito dos Excluídos, em diversos e criativos momentos dessa participação.

    Ainda consegui copiar e reproduzir as fotos (houve algum problema no arquivo), que foram enviadas pela combativa colega Marilene.

    Mas, percebe-se que houve uma participação em massa, de alunos, educadores e pais de aluno. Todos de LUTO, com cara pintada, presença caracterizada inclusive durante a missa ou culto numa igreja local. Além, é claro, da marcha nas ruas da cidade, com faixas e cartazes, todas alusivas ao momento dramático vivido em Minas Gerais.

    Por todo canto de Minas, é grande a presença dos educadores em greve e da nossa manifestação pública de repúdio ao governo que não cumpre a lei. Se a greve continuar, o desgaste deste governo, do projeto do faraó, e de toda a estrutura mafiosa de poder montada em Minas, envolvendo MP, judiciário, TCE, Legislativo, e mídia comprada, com raras exceções, todos ficarão desmoralizados pelo que estão fazendo.

    A sociedade mineira dos de baixo não vai conviver e continuar aceitando por muito mais tempo essa situação.

    Talvez esteja na hora de começarmos a chamar a população para manifestações de rua mais ostensivas, pois o estado de legalidade está sendo rompido pelos órgãos que deveriam zelar pela sua manutenção.

    ResponderExcluir
  81. Sub-comandante Euler, ir a Brasília, seria como dar uma facada no peito do Aécio Never presidente do Brasil. Desta forma todos ficariam sabendo as mazelas de Minas, as quais são sempre maquiadas para o restante do povo brasileiro.Força na luta.

    ResponderExcluir
  82. Euler,

    Penso ser melhor deixar ser aprovado esse Projeto de Lei. Afinal, 712,20 é melhor que 550,00. Já é algum ganho.

    O que vier depois viria como emenda. O foco deveria estar no governo ao invés de estar na Assembleia tentando barrar o projeto de Lei, acho perda de tempo.

    ResponderExcluir
  83. Marisa Karla_Governador Valadares8 de setembro de 2011 11:13

    Nós somos os heróis da resistência!

    ResponderExcluir
  84. Bom Dia!

    Este recado vai para as pessoas que ainda não entraram em greve.Minas esta vivendo um momemto único na história da Educação , este é o momento de união de toda a categoria se vocês continuarem se acovardando, vai chorar o leite derramado pro resto da vida.Sabe quando vai ter outro movimento forte como o nosso?NUNCA.Pare e pense ja estamos na luta há 93 dias , lutando ,ficando sem comer direito passando as maiore dificuldades durante esse tempo todo é uma questão de solidariedade e vitória para todos.Deixe de serem covardes e venham para a luta , para colocar fim nesta greve e ainda serem os heróis do movimento .Vale a pena!Venham!Precisamos de vocês!!!!!!

    ResponderExcluir
  85. zecaanudo@bol.com.br (juiz de fora)8 de setembro de 2011 11:24

    brasilia é uma boa, mas não vai resolver, fica caro e não SE iluda, muitoS NÃO irão.mais pé no chão, insisto, derrubar a base de apoio do anastasia. atacar AQUELES q o APOIAM na ALMG. COLOCAR O NOME E AS FOTOS DELES NAS RUAS. DESGASTAR A IMAGEM DO COMANDADNTE DA PM PRA ELE CAIR TAMBEM É LEGAL. CRIAR UMA DESORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL NAS REDES SOCIAIS E NO BOCA A BOCA DAS RUAS SOMOS PARTE DE UM MOVIMENTO SOCIAL E NOSSO GRITO SEMPRE FARA TREMER AS BASES DO PODER. QUE NENHUMA ESQUINA FIQUE SEM PANFLETOS IREMOS TODOS OS DIAS NAS ESCOLAS INTIMIDAR, COM INFORMAÇÕES, OS COLEGAS Q ESTÃO TRABALHANDO.SE CADA GREVISTA LEVAR CINCO CONHECIDOS PARA AS MANIFESTAÇÕES TEREMOS UM GRANDE CORO . MELHOR AINDA SE FIZERMOS DISSO A MARCHA DA VITORIA . PENSE EM CADA GRANDE CIDADE MINEIRA CADA MEMBRO DO NDG LEVA 5 CONHECIDOS NO DIA MARCDO EM TODO O ESTADO. E CADA UM DESSES 5 LEVA MAIS 2 PESSOAS, INDEPENDENTE DE SER PROF, SEREMOS MUITOS. PENSE NISSO. TODOS DE PRETO SE NÃO TIVER CAMISA PRETA SACO DE LIXO PRETO SOBRE A ROUPA CAUSA IMPACTO.

    ResponderExcluir
  86. Viram ontem no Jornal Nacional da Globo? Falaram do protesto dos sem moradia no 7 de setembro e nem uma palavra sobre o protesto dos educadores.Falam sempre dos protestos do Chile e nem uma palavra sobre o protesto dos educadores aqui no Brasil. Acho que se acontecer um protesto na porta da emissora, bem debaixo do nariz deles, também não será noticiado. Será por que, em? Alguém imagina? Helena

    ResponderExcluir
  87. O anônimo das 8:04h não deveria postar mensagens negativas no momento crucial que enfrentamos. Essa é a hora de, apesar de todas as pressões, estarmos unidos e conscientes de nossas responsabilidades na continuidade do movimento. Encerrar a greve agora, sem o nosso tão sonhado piso, depois de 93 dias de luta, seria desistir da nossa carreira e sinalizar para nossos alunos de que não vale a pena lutar pelo justo e pelo certo.
    Passamos por dificuldades financeiras, psicológicas, mas esta nossa luta se tornou algo muito maior até do que a conquista do piso.
    Já não estamos mais sendo ignorados, estamos recebendo apoio de diferentes seguimentos da sociedade e o governador já está sentindo SIM, que temos FORÇA. Ainda que ele pense em vencer, já sabe que isso não acontecerá impunimente. Sua carreira política está manchada para sempre e também a pretensão de seu tutor para 2014 está chamuscada. Há farto material de divulgação negativa para ambos. Desistir agora, JAMAIS.
    ANÕNIMO DAS 8:04:
    Caso você não tenha mensagens de apoio à nossa luta que também deveria ser sua, não poste mensagens de descrédito à nossa luta. Ou você tem compromisso com o fortalecimento da causa daquele que nos oprime?
    Dione (professora de Minas Gerais, com muito orgulho).

    ResponderExcluir
  88. Preciso de sugestão para um texto pequeno e sobretudo completo, para enviar aos deputados. Alguém pode me ajudar? Espero sugestões. Trabalharei incansavelmente enviando as mensagens para todos os deputados e enviarei centenas de vezes... força. Deus está conosco, tenho certeza. E, se Deus é por nós,quem será contra nós? absolutamente ninguem.

    ResponderExcluir
  89. Marisa Karla -Governador Valadares8 de setembro de 2011 11:41

    Euler,
    Concordo com todas as sugestões e creio que a
    sugestão 7, dará mais resultado.
    Avante para a luta! Não podemos perder mais
    tempo.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  90. Quem entra aqui com "pessimismo" não é bem vindo!!
    Aqui só com garra, determinação!
    Passe longe! Jamais, jamais, jamais sem O PISO!!
    mUITA FORÇA NA GARGANTA!!
    Sindicato não resolve nada, nada sozinho.
    A categoria unidade decide os rumos do movimento.
    Está decidido desde quando entramos nessa luta;
    SEM PISO? NÃO PISAMOS NA ESCOLA!
    Se não ficarmos firme: preparemos o ENTERRO DESSA CATEGORIA!!! Sem mais e nem menos!
    ACABOU!!
    Por isso quem tem sangue na veia...ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA!
    A PRÓPRIA SOCIEDADE JÁ ESPERA O DESFECHO E APOSTA NOS PROFS.
    POR ONDE ANDAMOS , SÓ ESCUTAMOS QUE DEVEMOS IR ADIANTE, NÃO SE RENDAM.
    É COMPANHEIROS, É A SOCIEDADE SENDO ACORDADA PELAS CAMINHADAS ., PELOS ALUNOS SEM AULA.
    ELA ESTÁ SENDO ACORDADA NA MARRA!
    QUEM AINDA NÃO PISOU NAQUELE ESPAÇO(ALMG) ACORDE! O CHÃO DE MINAS TEM Q TREMER HOJE!

    ResponderExcluir
  91. Bom dia a todos amigos do NDG e ao amigo Euler.

    Sempre brilhante. Seus textos são combustíveis. Mobilizam. Alimentam. Dão ânimo. Dão esperança.

    Colegas, desculpem-me, nada de pensamento positivo, mas de AÇÃO! ATITUDE RADICAL!!!

    IR À BRASÍLIA EM CARAVANA É UMA EXCELENTE IDÉIA E UMA FORMA DE MOSTRAR, NÃO AO BRASIL - POIS TODOS JÁ SABEM (APENAS FINGEM NÃO SABER - É MUITO CÔMODO), MAS AO MUNDO. HÁ MUITO VENHO SUGERINDO, TEMOS QUE INTERNACIONALIZAR NOSSA LUTA. DESNUDAR DIANTE DO MUNDO A REALIDADE DE MINAS. BASTA!

    TODOS UNIDOS. NOSSA FORÇA ESTÁ EM NOSSA COESÃO.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  92. COLEGA EULER,
    SEI QUE VC TEM UM CONTATO MAIS ESTREITO COM BEATRIZ E OS DIRETORES DO SIND-UTE QUE PERMITA QUE VC PROPONHA A ELES A NOSSA IDA A BRASÍLIA PRA REALMENTE ACAMPARMOS LÁ POR 3 DIAS OU 5 DIAS. ESSA HIPÓTESE LEVANTADA POR VC É ÓTIMA. JÁ QUE ESTAMOS NO EXERCÍCIO DE CASA, TEMOS QUE LEVÁ-LO ADIANTE. NADA DE BAIXARMOS A CABEÇA. TEMOS QUE CONTINUAR NA LUTA. POIS PELOS SINAIS DE UNDURECIMENTO DO GOVERNO, A LUTA ESTÁ APENAS COMEÇANDO. TEMOS QUE RESPONSABILIZAR ELEITORALMENTE OS DEPUTADOS, PRESSIONÁ-LOS A PEDIR O IMPEACHIMENT DESTE GOVERNO. ISSO JÁ PASSOU DA HORA. A CATEGORIA E TODA SOCIEDADE MINEIRA ESTÁ MUITA MANSA DIANTE DE TUDO QUE ESTÁ ACONTECENDO.
    FICA NOSSO GRANDE ABRAÇO E ESTAMOS FIRMES NA LUTA ATÉ A VITÓRIA
    PROFESSORES DE ESPINOSA

    ResponderExcluir
  93. È isso aí! Minha companheira Walkíria falou várias vezes: Brasília é o caminho.
    Se for preciso fazemos campanha, bazar, o que precisar, mas vocês irão para a Capital Federal.
    Coloquem o Brasil para conhecer quem são os EDUCADORES MINEIROS!

    ResponderExcluir
  94. TODOS NÓS TEMOS MOMENTOS ALTOS E BAIXOS! PRECISAMOS DAR APOIO AQUELES QUE ESTÃO DESANIMADOS. QUANDO APARECER UMA MENSAGEM NEGATIVA, VAMOS AJUDAR! ESSA PESSOA DEVE ESTAR PRECISANDO! SOMOS UMA EQUIPE! SOZINHOS NÃO CONSEGUIMOS NADA! ATÉ A VITÓRIA!
    VAMOS TODOS PRA ASSEMBLEIA HOJE!
    ABRAÇOS! E MUITA FORÇA PRA TODOS NÓS!

    ResponderExcluir
  95. EULER,

    POR FAVOR, NOSSA LUTA JÁ É TÃO DESGASTANTE, SOFRIDA.
    SEI QUE ESSE ESPAÇO É MUITO DEMOCRÁTICO, MAS CENSURE ESSAS MENSAGENS DESENCORAJADORAS. NÃO PRECISAMOS DESSE TIPO DE MENSAGEM. BASTA ESSE (DES)GOVERNADOR PARA TENTAR NOS ABATER.
    DESCULPE-ME, MAS PUBLIQUE APENAS MENSAGENS DO NDG. ESSAS PESSOAS, COM CERTEZA NÃO SÃO.

    SEM PISO, NÃO PISAMOS NA ESCOLA.

    NOSSA LUTA JÁ GANHOU DIMENSÕES NACIONAIS E QUIÇÁ, INTERNACIONAIS!

    CONTINUEMOS UNIDOS, NOSSA FORÇA ESTÁ EM NOSSA COESÃO!

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  96. FALA COM A PRESIDENTA:

    Mensagem:
    GREVE EM MINAS GERAIS - 92 DIAS - VALE A PENA VER ESTE DEPOIMENTO Leonardo Boff em apoio aos educadores http://www.youtube.com/watch?v=R-2hTw9ItVY Conto com sua colaboração, ouvindo o que o Leonardo Boff fala, pois ele sintetiza muito bem a realidade aqui em Minas e no Brasil. Desde já agradeço sua atenção.

    ResponderExcluir
  97. E VOCÊS ACREDITAM EM DUENDES E PAPAI NOEL TAMBÉM?
    Caiam na real!!!! Enquanto Anastasia estiver no poder, a educação ficará estagnada, é a forma que ele encontrou pra economizar pra dar aumento aos do "Alto Escalão".
    O pior cego é o que não quer ver.

    ResponderExcluir
  98. PESSOAL DO INTERIOR, QUE NÃO TIVEREM CONDIÇÕES DE PARTICIPAREM DE NOSSA ASSEMBLEIA, VAMOS ENVIAR MUITAS MENSAGENS PARA A LISTA DE E-MAILS DISPONÍVEL NESTE BLOG, PARA TODOS OS DEPUTADOS.

    VAMOS FAZER VÁRIAS REMESSAS PARA ELES NESTA TARDE.

    VAMOS MOSTRAR A NOSSA FORÇA E MOBILIZAÇÃO.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  99. EULER EU DEIXEI UM RECADO HOJE DE MADRUGADA FALANDO DO PESSIMISMO DA CHARLOTE(ANTES POIS AGORA ELA LEVANTOU A CABEÇA) E QUERO PEDIR A TODOS QUE JAMAIS DEIXEM PASSAR ESTE PENSAMENTO DE QUE NÃO IREMOS GANHAR...JAMAIS ISSO PODE PASSAR EM NOSSAS CABEÇAS.VEJA O GOVERNO ADMITIU DIAS ATRÁS QUE PODERIA OLHAR PARA QUEM OPTOU PARA O SISTEMA ANTIGO..LEMBRAM-SE???/ATÉ ADMITIU PAGAR AQUELES QUE OPTARAM...PERCEBEM QUE ELE VAI CEDER???ELE ESTÁ É ESPERANDO O PESSOAL VOLTAR PARA SALA, O MOVIMENTO ESFRIAR E AÍ FAZER O QUE ELE QUISER E QUER MUITOOOOOOO.COLEGAS, FIRMES NA LUTA, POIS JÁ GANHAMOS MUITAS COISAS ATÉ AQUI.CLARO QUE SE DE REPENTE DE 319 REAIS E 550 DE SALÁRIO BASE ELE JÁ PASSOU PARA 712 ENTÃO NOTA-SE A MUDANÇA .BASTA MAIS UM POUQUINHO E NÃO DESISTIR QUE A GUERRA ACABARÁ COM A NOSSA VITÓRIA.O PISO É LEI.ONDE HAVERÁ OUTRA LEI QUE SUBSTITUI ESTA???NÃO SEI E NÃO CONHEÇO E NEM QUERO SABER.O QUE QUEREMOS É O PISO...PISO, PISO.FIQUEMOS COM ESTE NOME, VISUALIZEMOS ESTE LINDO NOME EM DOURADO RELUZENTE EM NOSSOS CONTRA CHEQUES.PISO,PISO,PISO VENCEREMOS...E NENHUMA VITÓRIA É FÁCIL.VEJAM A HISTÓRIA LEIAM, NÓS ESTAMOS FAZENDO A HISTÓRIA DE MINAS .A PARTIR DESTA LEI OS EDUCADORES TERÃO MAIS SEGURANÇA E SERÃO MELHORES PAGOS POR TODOS OS ESTADOS.POR ISSO ELA É MESMO DEMORADA MAS JÁ ESTAMOS CHEGANDO AO FIM.IMAGINEM NATAL SEM AULAS NAS ESCOLAS????JÁ IMAGINARAM???NÃO PODE...O GOVERNO NÃO IRÁ AGUENTAR A PRESSÃO DE TODOS, PROFESSORES, PAIS, ALUNOS.ESTAMOS NA RETA FINAL.NÃO DESANIMEM.NÃO TENHAM PENSAMENTOS RUINS DE DESCONSOLO DE DEPRESSÃO, DE CANSAÇO, DE DESANIMO.NÃO PODEMOS RECUAR AGORA OU O GOVERNO , NENHUM GOVERNO IRÁ NOS RESPEITAR, E ASSIM NÃO TEREMOS NADA MAIS.ELE FARÁ DE NÓS O QUE QUISER DAQUI PARA FRENTE POIS SABE QUE COM 93 DIAS DE GREVE NÓS NOS ENTREGAMOS.EXATAMENTE ISSO ELE QUER E ESTÁ FAZENDO.ELE SABE QUE NÓS PRECISAMOS DO SALÁRIO PARA COMER E CORTOU NOSSO PAGAMENTO PARA VER SE VOLTAMOS POIS NÃO IRÍAMOS RESISTIR MAS A SURPRESA FOI GRANDE, ESTAMOS ATÉ HOJE E COMENDO.VAMOS CONTINUAR, VAMOS CONTINUAR POR FAVOR.HOJE VOTAREMOS PARA A CONTINUIDADE DESTA GREVE E VEREMOS AMANHÃ O QUE ELE IRÁ FAZER.ELE ESTÁ ESPERANDO HOJE PARA DECIDIR FINALMENTE ALGUMA COISA MELHOR.VAMOS LOTAR A ASSEMBLÉIA DE HOJE.DEUS ESTEJA COM TODOS NÓS.

    ResponderExcluir
  100. UM FURACÃO CHAMADO CHARLOTTE:

    iNDO AGORA PARA A ASSEMBLÉIA... VAMOS FAZER AQUELE CHÃO TREMER COM UM BIGOROSO SIM PELA CONTINUIDADE DA GREVE!!!


    GREVE SIM!!!

    ResponderExcluir
  101. Anônimo das 11:07,

    são 712,00, claro que mais que 550,00, porém para se chegar no ganho total há um complemento do Estado que provavelmente será retirado, ou seja, você terá o salário-base maior e receberá o mesmo, ou menos.

    ResponderExcluir
  102. PARA JULIANA DAS 11:39

    FAÇO A SEGUINTE SUGESTÃO:


    SR. DEPUTADO,

    SEJA JUSTO COM OS PROFESSORES.

    ACESSE O LINK:

    http://www.youtube.com/watch?v=SGYUsgLK-28

    ESTAMOS DE OLHO.

    ResponderExcluir
  103. Bom dia pessoal,
    Concordo com o que o professor Euler esta propondo,VAMOS PARA BRASILIA sim.
    Betânia.
    MONTES CLAROS

    ResponderExcluir
  104. DE AGORA EM DIANTE,

    SERÁ MARCAÇÃO CERRADA,

    AÉCIO E ANASTASIA, ACABARAM COM A EDUCAÇÃO EM NINAS GERAIS.

    HOJE,VAMOS FAZER MINAS, O BRASIL E O MUNDO NOS VER E NOS OUVIR.

    BOA SORTE A TODOS.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  105. NOS DIAS DAS BATALHAS,

    PEDIMOS AS BENÇÃOS DE DEUS.

    ResponderExcluir
  106. Também recebi resposta de 2 deputados. Do Carlin Moura, já esperava uma resposta positiva, pois sempre esteve do nosso lado. Agora do Dep. José Henrique/PMDB fiquei surpreso. O PMDB não havia debandado para o lado do ditador? Vejam a resposta dele:

    "Prezado(a) Paulo ,
    Estou atento, presente e atuando junto ao Governo do Estado e das entidades de classe para que as reivindicações dos servidores da Educação sejam solucionadas. Acredito como legítimo o movimento em busca de melhores condições para os professores e o pagamento do piso. Reitero minha posição, prioritária, a favor da educação e coloco-me à disposição para continuar ajudando a todos.

    Abraço,
    Deputado José Henrique
    1º Vice Presidente"

    Vamos incomodá-los mais gente! Os puxa-sacos do governo vão começar a refletir...

    Abraços. Tô indo para a assembleia!!!

    Paulo Andrade.

    ResponderExcluir
  107. Professora Lenir,
    Tenho me pautado pela defesa das reivindicações justas dos professores estaduais. E não é de agora. No ano passado fiquei ao lado dos profissionais da educação votando a favor do que era pretendido pela classe. Ao envio, pelo Governador do Estado, do projeto de lei para a Assembleia, manifestarei, mais uma vez, a minha posição que é de um salário justo e condizente para aqueles que têm a responsabilidade de ser um educador. Um abraço, Délio Malheiros.

    ResponderExcluir
  108. OI EULER .ESSAS PESSOAS QUE SE DIZEM DESANIMADA,E GENTE DAQUELE MONSTRO DO GOVERNO DE M...ELAS POSTAM ESSAS PALAVRAS PARA OS DESAVISADOS E DESENCORAJADOS DESISTIREM DA LUTA.UM DIZ QUE NAO TERA NEM MIL PESSOAS NO MOVIMENTO,SE ELE FOSSE SERIA MIL E UMA.O OUTRO DIZ QUE 712,00 TA DE BOM TAMANHO.E GENTE DO GOVERNO E O TAMANHO E O QUE E O QUE ELE GOSTA E SO ASSUMIR.

    ResponderExcluir
  109. Lenir Damasceno escreveu:
    > Senhores Deputados:
    >
    > Não é por acaso que os senhores foram escolhidos pelo POVO, que em sua maioria é trabalhador e cujos filhos estudam em escolas públicas, para estarem, nesse momento histórico, em condição de decidir o futuro da escola pública mineira.
    > O que se discute não é simplesmente o aumento do salário de professores, embora um bom salário seja sim, condição primordial para o eficiente exercício da árdua tarefa de ensinar, mas, discute-se o valor das leis e o dever da obediência a elas.
    > Quando as maiores autoridades do Estado criam, publicamente, mecanismos para burlar uma lei estatuída e corroborada por instâncias judiciais superiores com o claro intuito de prejudicar financeiramente uma categoria de profissionais que se responsabilizam DIUTURNAMENTE pela formação acadêmica e moral de crianças e adolescentes, cria-se um precedente para que tais profissionais ensinem a esses cidadãos, com tal opressão sofrida, que não vale a pena direcionar a vida pela justiça e pela legalidade.
    > Com isso, o prejuízo virá a médio e longo prazo. Todos seremos vítimas de tal sociedade. Construímos os cidadãos do futuro a partir de nossas ações do presente.
    > Felizmente, pela primeira vez, temos uma considerável parcela da sociedade favorável aos nossos pleitos. Os pais dos alunos estão compreendendo as nossas angústias psicológicas e materiais. Muitos deles, com formação acadêmica muitíssimo inferior à nossa, recebem três quatro vezes mais do que recebemos e tal fato os têm sensibilizado. Sabemos disso por estarmos constantemente em contato com as comunidades.
    > Acreditamos que nossos nobres representantes farão justiça a nós, trabalhadores que, não mais que os outros, mas de uma forma muito direta e objetiva, estamos engajados na construção de um país melhor através da formação de crianças e jovens que, em um futuro próximo, estarão dando as cores ao nosso Estado, ao nosso País.
    > Os Professores do Estado de Minas Gerais contam com o seu imprescindível apoio.
    >

    ResponderExcluir
  110. Turma da luta,

    Estou de saída para a nossa assembleia geral, para levantar a mão em favor da continuidade da greve. Quando voltar ao bunker, por volta das 22h, trago o relato de costume. Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória! Sem o piso, nem pensar em pisar na escola!

    ResponderExcluir
  111. Prezado(a) Lenir ,
    Estou atento, presente e atuando junto ao Governo do Estado e das entidades de classe para que as reivindicações dos servidores da Educação sejam solucionadas. Acredito como legítimo o movimento em busca de melhores condições para os professores e o pagamento do piso. Reitero minha posição, prioritária, a favor da educação e coloco-me à disposição para continuar ajudando a todos.

    Abraço,
    Deputado José Henrique

    1º Vice Presidente

    ResponderExcluir
  112. PESSOAL, VAMOS ENVIAR MUITAS, MUITAS E MUITAS MENSAGENS À LISTA DE E-MAILS DOS DEPUTADOS.

    SEGUE A LISTA:


    dep.adalclever.lopes@almg.gov.br; dep.adelmo.carneiro.leao@almg.gov.br; dep.alencar.silveira.junior@almg.gov.br; dep.almir.paraca@almg.gov.br; dep.ana.maria@almg.gov.br; dep.andre.quintao@almg.gov.br; dep.anselmo.jose.domingos@almg.gov.br; dep.antonio.carlos.arantes@almg.gov.br; dep.antonio.genaro@almg.gov.br; dep.antonio.julio@almg.gov.br; dep.antonio.lerin@almg.gov.br; dep.arlen.santiago@almg.gov.br; dep.bonifacio.mourao@almg.gov.br; dep.bosco@almg.gov.br; dep.bruno.siqueira@almg.gov.br; dep.carlin.moura@almg.gov.br; dep.carlos.henrique@almg.gov.br; dep.carlos.mosconi@almg.gov.br; dep.cassio.soares@almg.gov.br; dep.celinho.do.sinttrocel@almg.gov.br; dep.celio.moreira@almg.gov.br; dep.dalmo.ribeiro.silva@almg.gov.br; dep.deiro.marra@almg.gov.br; dep.delio.malheiros@almg.gov.br; dep.delvito.alves@almg.gov.br; dep.dilzon.melo@almg.gov.br; dep.dinis.pinheiro@almg.gov.br; dep.doutor.viana@almg.gov.br; dep.doutor.wilson.batista@almg.gov.br; dep.duarte.bechir@almg.gov.br; dep.duilio.de.castro@almg.gov.br; dep.durval.angelo@almg.gov.br; dep.elismar.prado@almg.gov.br; dep.fabiano.tolentino@almg.gov.br; dep.fabio.cherem@almg.gov.br; dep.fred.costa@almg.gov.br; dep.gilberto.abramo@almg.gov.br; dep.gustavo.correa@almg.gov.br; dep.gustavo.perrella@almg.gov.br; dep.gustavo.valadares@almg.gov.br; dep.helio.gomes@almg.gov.br; dep.hely.tarquinio@almg.gov.br; dep.inacio.franco@almg.gov.br; dep.ivair.nogueira@almg.gov.br; dep.jayro.lessa@almg.gov.br; dep.joao.leite@almg.gov.br; dep.joao.vitor.xavier@almg.gov.br; dep.jose.henrique@almg.gov.br; dep.juninho.araujo@almg.gov.br; dep.leonardo.moreira@almg.gov.br; dep.liza.prado@almg.gov.br; dep.luiz.carlos.miranda@almg.gov.br; dep.luiz.henrique@almg.gov.br; dep.luiz.humberto@almg.gov.br; dep.luzia.ferreira@almg.gov.br; dep.maria.tereza.lara@almg.gov.br; dep.marques.abreu@almg.gov.br; dep.neider.moreira@almg.gov.br; dep.neilando.pimenta@almg.gov.br; dep.paulo.guedes@almg.gov.br; dep.paulo.lamac@almg.gov.br; dep.pompilio.canavez@almg.gov.br; dep.romel.anizio@almg.gov.br; dep.romulo.veneroso@almg.gov.br; dep.romulo.viegas@almg.gov.br; dep.rosangela.reis@almg.gov.br; dep.sargento.rodrigues@almg.gov.br; dep.savio.souza.cruz@almg.gov.br; dep.sebastiao.costa@almg.gov.br; dep.tadeu.martins.leite@almg.gov.br; dep.tenente.lucio@almg.gov.br; dep.tiago.ulisses@almg.gov.br; dep.ulysses.gomes@almg.gov.br; dep.vanderlei.miranda@almg.gov.br; dep.ze.maia@almg.gov.br;

    VAMOS FAZER OS DEPUTADOS PERCEBEREM QUE ESTAMOS MUITO MOBILIZADOS.

    VAMOS MOSTRAR AOS DEPUTADOS A NOSSA FORÇA E MOBILIZAÇÃO.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  113. Boa sorte a todos os guerreiros.
    Que Deus os iluminem para votar na continuidade da greve!
    Dias melhores virão!!!!!!!!
    SEM O PISO NÃO PISAMOS NA ESCOLA!!!!!
    Ficarem em casa enchendo as caixas de email dos deputados, senadores, STF e da presidenta.
    Helena, Uberlândia!

    ResponderExcluir
  114. PESSOAL, eu adoroooo ler comentários animadores,
    que me colaca para cima, mas quando deparo com um comentário cheio de pessímismo, dou uma atropelada nele e passo por cima. Penso é obra do povinho do governo, porque na educação não tem esse tipo de povinho. O pessoal da educação é um pessoal para cima, que sonha e conquista o que quer...
    ABRAÇOS A TODOS AQUELES QUE LUTAM POR DIAS MELHORES. QUE DEUS OS PROTEJAM SEMPRE.

    ResponderExcluir
  115. MENSAGEM RECEBIDA HOJE, 08/09/11, ÀS 13:15

    Prezada Márcia,

    O deputado Ulysses Gomes apoia o movimento dos professores mineiros pela aplicação do piso nacional aqui em Minas
    Gerais e discorda da atitude do Governo de Minas que insiste em não cumprir a Lei Federal do piso.

    Agora, o governador enviou Projeto de Lei para a Assembleia Legislativa admitindo o piso proporcional para 24 horas como
    vencimento básico, o que consideramos já ser uma conquista do movimento dos professores. No entanto, na forma que foi enviado, o
    Projeto de Lei do governo não respeita a carreira do magistério, com o que não podemos concordar.

    O deputado Ulysses Gomes, em conjunto com a Bancada do PT, vai apresentar emenda ao Projeto do Governador, com o objetivo de
    reconstituir a tabela da carreira, isto é, 3% de um grau para outro e 22% entre um nível e outro da carreira.

    Sabemos o quanto a greve é prejudicial a todos, sobretudo aos estudantes mineiros e aos próprios professores.
    Por isso, o deputado Ulysses tem trabalhado arduamente pelo entendimento das partes e a retomada do ano letivo.

    Atenciosamente,

    Mandato Parlamentar do Deputado Estadual Ulysses Gomes
    Fone: 31 - 2108 5855
    Fax: 31 - 2108 5859

    VAMOS PESSOAL, VAMOS ENVIAR MUITAS MENSAGENS À LISTA DE E-MAILS DOS DEPUTADOS.

    VAMOS FAZER OS DEPUTADOS PERCEBEREM A NOSSA FORÇA E MOBILIZAÇÃO.

    ResponderExcluir
  116. FORÇA COMPANHEIRO DE LUTA!!! FORA SATANASTASIA!!!

    ResponderExcluir
  117. Pedro Paulo - Gov. Valadares8 de setembro de 2011 13:34

    Eu não sei se estou fazendo uma boa análise, mas vou partilhar. Não me parece que o maior obstáculo para que o governo nos atenda seja a questão financeira, isso nós sabemos que poderiam facilmente ajustar. O problema maior seria a perda política que eles teriam ao admitir que estão errados. Sim, porque acatar a reivindicação justa dos professores a essa altura seria assumir que estiveram errados o tempo todo, o que joga toda a responsabilidade para o governo, diante da população. Claro que o governo é o único e grande responsável, mas nenhum político vai querer assumir isso. Amigos, política nunca foi e não é feita de princípios, orgulho etc, mas unicamente de conveniência, a história nos mostra. O inimigo de hoje pode ser facilmente o aliado de amanhã, sem qualquer escrúpulo ou constrangimento, olhem em volta. A única condição é que o pacto de hoje pareça ser o pacto de sempre, o que não é tão complicado de se arranjar diante de uma população sem memória. O governo pensa sempre nas eleições, nas perdas e ganhos referentes à sua imagem diante da população. Portanto, o Anastasia não irá ceder, a não ser que consiga fazê-lo saindo com uma boa imagem diante do povo, o que é bem difícil, ou que seja afastado do poder de alguma maneira, o que é ainda mais difícil. Particularmente, aposto na primeira opção e só vejo um caminho para que ela seja viável: uma determinação da Justiça Federal. Assim, o governo do Estado pode cumprir, sob o pretexto de estar obedecendo uma determinação judicial (como se a simples existência da lei não fosse suficiente), e continuar afirmando que não seria o correto, que isso prejudica as finanças de Minas, que eles vão ter que fazer muito mais para retomar o equilíbrio e todo o blá-blá-blá que já conhecemos. Na minha opinião, dada a gravidade e o caráter histórico desta greve, só temos uma escolha, que é pressionar cada vez mais a partir da esfera federal e não ceder de maneira alguma, custe o que custar.

    ResponderExcluir
  118. Caros colegas, recebi duas respostas dos dpeutados.Será que ninguém mais irá se manifestar?Vamos guardar bem os nomes de quem está nos apoiando ok?
    Vejam resposta abaixo do deputado Carlim Moura:

    Prezada Sra. Ilza, minha conterrânea,
    Se todos os cidadãos mineiros agissem como V. Sa., certamente nosso Estado seria um lugar onde a igualdade de condições, a justiça social e o respeito a todos os trabalhadores fossem Lei executada. Estamos vigilantes e em atividade no que diz respeito à situação dos servidores da educação da rede pública do Estado. Conte sempre conosco! Grande abraço.

    Agora do deputado José Henrique:

    Prezada Ilza ,
    Estou atento, presente e atuando junto ao Governo do Estado e das entidades de classe para que as reivindicações dos servidores da Educação sejam solucionadas. Acredito como legítimo o movimento em busca de melhores condições para os professores e o pagamento do piso. Reitero minha posição, prioritária, a favor da educação e coloco-me à disposição para continuar ajudando a todos.

    Abraço,
    Deputado José Henrique
    1º Vice Presidente

    Pessoal vamos acreditar mais e continuar pela luta do nosso piso, fimes até a nossa vitória.
    Abraço a todos.
    Ilza - Virgolândia

    ResponderExcluir
  119. Olá Euler,

    Veja a matéria sobre nossa manifestação ontem, durante o 7 de setembro...
    http://www.alfenasagora.com.br/noticias.asp?act=noticias&act2=ver&id=2215

    ResponderExcluir
  120. Charlote querida,
    Eu gosto dos seus comentários. Você me parece muito inteligente e criativa, além de ter opiniões proprias e personalidade marcante (tanto que me chamou à atenção).
    Para nós, você já passou a impressão de que tem uma situação financeira confortável, que trabalha no magistério por vocação mesmo. O que quer dizer que, em tese, você poderia sobreviver sem esse salário. Infelizmente, a esmagadora maioria de seus colegas não teve a mesma sorte. Minha tetravó já dizia que "não se fala em corda em casa de enforcado". Então, por favor, meu bem, não abuse em seus comentários sobre luxos e cremes maravilhosos. Muitos de seus colegas não estão tendo R$ sequer para o Hipoglós, já sugerido aqui, para disfarçar as olheiras de noites mal dormidas. Tomara Deus que nunca faltem cremes e perfumes maravilhosos em sua necessaire, mas não comente mais sobre eles, por favor! Até eu já estou ficando com inveja (da branquinha), pois nem no site privália estou comprando mais - os descontos lá chegam a 90%, acredita?
    PS.: Eu a imagino muito bonita, alta, elegante, jovem, bem cuidada, cabelos e pele bem tratados...
    Fique com Deus e em Paz.

    ResponderExcluir
  121. SE FOR BEM ORGANIZADA, UMA MANIFESTAÇÃO EM BRASÍLIA SERÁ NOTÍCIA NOS QUATRO CANTOS DO MUNDO. POR ENQUANTO A VISÃO QUE SE TEM FORA DO BRASIL É DE QUE A ECONOMIA CRESCE, NÃO HÁ CRISE E QUE A EDUCAÇÃO ESTÁ MUITO BEM ...
    ENTÃO CHEGA DE DISSE ME DISSE. oRGANIZA LOGO ESSA CARAVANA EULER E NDG, QUE NÓS OUTROS VAMOS APOIAR.

    ResponderExcluir
  122. Sub-comandante Euler, percebi algumas pessoas postando : estou desanimada! só terá 1000 pessoas na assembléia! não vamos para Brasília! TENHO CERTEZA QUE É GENTE DO GOVERNO, E SE NÃO FOR ME DESCULPE, MAS TEM É QUE IR PARA O SUBSÍDIO MESMO E VOLTAR PARA SALA. Ô POVO FRACO E CAPACHO. fORÇA NA LUTA COMPANHEIROS DESTEMIDOS.

    ResponderExcluir
  123. Professor Euler,

    Mande uma mensagem de solidariedade, de coragem, de persistência, de comprometimento à alguns professores da E.E.Cel.José Ildefonso em Piranga.
    Eles estão querendo furar a nossa greve.

    Que a paz, a coragem, a persistência, a solidariedade e a união vigore entre os profissionais da Educação.

    NOSSO PIOR INIMIGO NÃO É O GOVERNO E SIM A DESUNIÃO DA CATEGORIA.

    ResponderExcluir
  124. Aos fracos e covardes o direito absoluto à derrota moral.

    Aos fortes e corajosos a dureza das batalhas infindáveis, até a vitória de TODOS, inclusive dos fracos e covardes.

    A estes cabem carregar em suas consciências a tristeza profunda dos TRAIDORES.

    ResponderExcluir
  125. Vamos todos nos tornar, NDGs.

    DESISTIR, JAMAIS.

    ResponderExcluir
  126. COMPROMISSO // COMPROMISSO

    Vamos lá, pessoal!

    Analisem e vamos para a ação,

    Se somamos 3.000 professores internautas e enviarmos 10 mensagens por dia à lista de E-mails dos deputados, serão no total 30.000 E-mails recebidos por dia para cada deputado.
    (Montem uma mensagem simples e objetiva)

    Vamos firmar este compromisso.

    Precisamos mostrar aos deputados que os professores estão mobilizados, até a vitória final.

    Se alguém puder mandar mais, que o faça, quanto mais melhor.

    Comecemos imediatamente.
    Vamos cumprir nossa tarefa, diariamente.

    Muitos Deputados já estão respondendo o contato.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  127. NOS DIAS DAS BATALHAS MAIS DIFÍCEIS,

    DETERMINAÇÃO!

    "Até que esteja determinado, vai existir hesitação, vai existir a chance de voltar atrás, vai existir a ineficácia. Com respeito a todas as ações de iniciativa (e criação) existe uma verdade elementar, e ignorá-la mata incontáveis idéias e planos esplêndidos: no momento que uma pessoa se compromete definitivamente, então a Providência também se move. Todo tipo de coisas ocorrem para ajudar; coisas que jamais ocorreriam se não houvesse a determinação. Toda uma corrente de situações resultam da decisão, surgindo a favor da pessoa uma série de acontecimentos, de encontros e de material para assisti-lo, que nenhum homem seria capaz de imaginar. Aprendi a ter um profundo respeito por um dos versos de Goethe: Tudo que puder fazer, ou sonhar que pode fazer, faça. A ousadia tem gênio, poder e mágica inerentes." W.H. Murray da Expedição Escosesa ao Himalaia.

    FORÇA, CORAGEM, RESISTÊNCIA, PERSISTÊNCIA, DETERMINAÇÃO E COMPROMETIMENTO.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  128. BLOG DO LULA/
    AMIGOS DO PRESIDENTE/
    LIVRO DE VISITAS

    ResponderExcluir
  129. Resposta do deputado Ulysses gomes:

    Prezada Ilza Ramos,

    O deputado Ulysses Gomes apoia o movimento dos professores mineiros pela aplicação do piso nacional aqui em Minas
    Gerais e discorda da atitude do Governo de Minas que insiste em não cumprir a Lei Federal do piso.

    Agora, o governador enviou Projeto de Lei para a Assembléia Legislativa admitindo o piso proporcional para 24 horas como
    vencimento básico, o que consideramos já ser uma conquista do movimento dos professores. No entanto, na forma que foi enviado, o
    Projeto de Lei do governo não respeita a carreira do magistério, com o que não podemos concordar.

    O deputado Ulysses Gomes, em conjunto com a Bancada do PT, vai apresentar emenda ao Projeto do Governador, com o objetivo de
    reconstituir a tabela da carreira, isto é, 3% de um grau para outro e 22% entre um nível e outro da carreira.

    Sabemos o quanto a greve é prejudicial a todos, sobretudo aos estudantes mineiros e aos próprios professores.
    Por isso, o deputado Ulysses tem trabalhado arduamente pelo entendimento das partes e a retomada do ano letivo.

    Atenciosamente,

    Mandato Parlamentar do Deputado Estadual Ulysses Gomes
    Fone: 31 - 2108 5855
    Fax: 31 - 2108 5859

    Ilza - Virgolândia

    ResponderExcluir
  130. CARO EULER,
    SOU PROFESSOR DE HISTÓRIA EM VIÇOSA - MG FICAMOS EM GREVE ATÉ SEMANA PASSADA, MAS INFESILSMENTE AS PRESSÕES, ESSENCIALMENTE, SOBRE OS DESIGNADOS FORAM DESCISIVAS POR AQUI. DE TODA FORMA, CONSIDERO QUE O NOSSO MOVIMENTO, MESMO QUE OS PROFESSORES VOLTEM A TRABALHAR, NÃO FOI EM VÃO. DEIXAMOS CLARO AO GOVERNO COMO SERÁ DAQUI PARA FRENTE, CONSIDERO QUE TEMOS UMA MASSA DE PROFESSORES, TANTO EM GREVE, COMO EM SALA DE AULA INDGNADOS COM ESSA DITADURA BRANCA. PREZO-ME, QUE ESSA GREVE HISTÓRICA, É APENAS O EMBRIÃO DE UMA NOVA LUTA QUE SE INICIA.

    SIM O SINDICATO, QUE EU MESMO ATÉ ALGUNS ANOS ATRÁS, CONSIDERAVA INOPERANTE. SURPREENDE EM SUAS MANIFESTAÇÕES DIGNAS, SEM MUDAR UMA VÍRGULA DAS REIVINDICAÇÕES APRESENTADAS DESDE O INÍCIO DA GREVE. PORÉM, PONDERO QUE OS LIMITES DO SINDICATO EMPERRAM NO PARTIDARISMO PETISTA, COMO NO CASO DO PODER NA UNIÃO. DESTA FORMA CONCORDO COM A SUA SUGESTÃO ACERCA DA CARAVANA À BRASILIA, SEJA DESPROVIDA DE BANDEIRAS DA CUT E CNTE COMO MESMO AFIRMOU: "vou logo avisando: se uma tal caravana chegar a acontecer, não quero ver bandeiras da CNTE, da CUT " .Pois é uma batalha do povo, apesar da necessidade da política nos meandros de tal luta.

    Ao mesmo tempo, recomendo, além caravana, por que não iniciamos os estudos sobre a fundação de um partido político.. o partido da educação. Pois observador e estudioso da cultura política brasileira, sei que as coisas acontecem em nosso país, apenas pelas ações das bancadas... ruralistas, empresarias, evangélicos... e porque não, uma bancada dos educadores? Temos muitos representantes no congresso, assembléia e câmaras municipais, sensíveis à nossa causa, mas muitos são vozes desunidas que esbarram nos próprios interesses partidários. Cito por exemplo no decorrer da greve, o racha no bloco de oposição mineiro, como PT e PMDB, assim como, a suposta coligação PSDB e PT em minas gerais, declarações do próprio Lula.
    Entre esses e muitos outros meandros da política, que considero válida a sugestão. Iniciar reflexões e a possibilidade da fundação de um partido político. Pois como cidadão e professor, não me sinto representado, apesar dos esforços de alguns deputados mineiros como Rogério Correa e alguns companheiros, porém é necessário maior força política.
    Não quero também, desabonar a luta do sindicado, que admiro por sua bravura e convicção a luz de sua coordenadora, Beatriz. E é extensivo ao sindicado tal sugestão, o sindicalismo é importante, contudo, nessa greve, ressalto que a falta de vontade ou força política oposicionista que gerou esse desastroso impasse.
    Fica a minha sugestão, e o considero a pessoa ideal, para refletir e fazer o seu refinado parecer.

    ResponderExcluir
  131. João Paulo Ferreira de Assis8 de setembro de 2011 17:09

    Prezado amigo Professor Euler

    Tenho preparada uma carta para o Anastasia. Mas primeiro vou enviá-la para si por email, pois temo que esta carta possa atrapalhar em vez de ajudar. Nesses dias todo cuidado é pouco. Se vc puder ao recebê-la repassá-la para a companheira Beatriz e para o jurídico do Sind-Ute, para eles darem parecer, ficaria muito grato.
    Caso ela esteja nos conformes, eu a registrarei no Cartório de Títulos e Documentos de Carandaí e pedirei ao Cartório para notificar o Governador.
    Tenho a dizer que qualquer modificação sugerida para melhorar o texto será adotada.

    Saudações e ATÉ A VITÓRIA!!!!!!

    João Paulo Ferreira de Assis

    ResponderExcluir
  132. João Paulo Ferreira de Assis8 de setembro de 2011 17:52

    Prezado amigo Professor Euler

    Vejo que existem pessoas pessimistas, tenho lido e isto me preocupa. Se são gente nossa peço que levantem a cabeça, e lutem. Se são gente do governo que vem aqui só para diminuir o nosso moral, digo a eles: vão lamber sabão.
    Eu espero chegar no primeiro dia de aula na escola, com o Piso assegurado cantando:

    ''Eu vou dançar no Arraiá do Feijão Queimado. Eu vou dançar com a Rita do pé avermeiado''.

    Esta música é do Tonico e Tinoco que eu estou ouvindo agora.

    Saudações, e ATÉ A VITÓRIA!!!!!

    ResponderExcluir
  133. Boa noite a todos!

    Hoje, dia 08 de setembro, é o Dia Mundial da Alfabetização. Essa data é comemorada desde 1930 no Brasil e serve para lembrar a importância de saber ler e escrever.
    Deveria servir para lembrar também aquelas Professoras que nos ensinaram as primeiras letras e a todas aquelas que trabalham com crianças dos anos iniciais do Ensino Fundamental.
    Parabéns a todos os Professores e Professoras, que, em seu trabalho diário, desvenda caminhos e cura a cegueira da ignorância.
    Contem com o meu apoio moral. Estou, no momento sem computador, mas fiz questão de vir à casa de um amigo, para enviar essa mensagem. Não sou Professor, mas reconheço a luta de vocês como justa e legítima. Tomara que essa greve tome os rumos que já deveria ter tomado: a tomada de decisão por parte do Governo de atender às suas reivindicações. Se ele reconhecesse a importância do Professor e o fiel cumprimento da lei, essa greve, com toda certeza, nem teria se iniciado.
    Um grande abraço a todos e que Deus os proteja sempre em sua caminhada. Concordo plenamente com o Professor Euler Conrado: Brasília deverá ser o próximo ponto de encontro!
    Dudu Costa

    ResponderExcluir
  134. Leiam. Nossa greve já é notícia nacional nos jornais do Brasil.

    http://correiodobrasil.com.br/greve-dos-professores-de-minas-marco-historico/293529/

    ResponderExcluir
  135. COMPROMISSO // COMPROMISSO

    Vamos lá, pessoal!

    Analisem e vamos para a ação,

    Se somamos 3.000 professores internautas e enviarmos 10 mensagens por dia à lista de E-mails dos deputados, serão no total 30.000 E-mails recebidos por dia para cada deputado.
    (Montem uma mensagem simples e objetiva)

    Vamos firmar este compromisso.

    Precisamos mostrar aos deputados que os professores estão mobilizados, até a vitória final.

    Se alguém puder mandar mais, que o faça, quanto mais melhor.

    Comecemos imediatamente.
    Vamos cumprir nossa tarefa, diariamente.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  136. Euler ja tentei várias vezes colocar esse meu pensamento no blog da Beatriz não consegui, coloquei no blog da Cris e agora no seu. Se o plano de carreira foi utilizado para garantir direitos e a criação da lei 100 então algo muito estranho está acontecendo e me parecendo muito bem combinado no passado não muito longinquou... afinal se o plano de carreira for alterado a lei 100 deixa de existir também NÃO É? COMO FICA? TODOS ESTÃO FORA DA LEI CONCURSO É OBRIGATÓRIO...

    ResponderExcluir
  137. CHARLOTTE DIZ: EU TÔ QUE TÔ!!!

    Toda feliz pela CONTINUIDADE DA GREVE!!!
    Vamos mostrar pra esse ditadorzinho de m* como se faz POLÍTICA PÚBLICA DE EDUCAÇÃO!!!


    >> tia ANAstasia, mexeu com PROFESSOR, mexeu COMIGO!!!


    ... a continuidade da GREVE foi um FORTE GOLPE no governo... diria que foi um SOUTHPAW GRAMMAR nele!!!


    ... Hoje vou dormir cansada mas realizada e feliz. Cada golpe no governo me deixa cheia de alegria!!!

    ...Paga o PISO safado, ou não voltamos mais pra sala de aula... NÓS NÃO VAMOS MAIS ACEITAR ESMOLA!!!

    ... ABRAÇOS A TODOS E MEU AGRADECIMENTO A TODOS OS MEMBROS DO NÚCLEO DURO!!!

    ResponderExcluir
  138. Lenir,

    O deputado Ulysses Gomes apoia o movimento dos professores mineiros pela aplicação do piso nacional aqui em Minas
    Gerais e discorda da atitude do Governo de Minas que insiste em não cumprir a Lei Federal do piso.

    Agora, o governador enviou Projeto de Lei para a Assembléia Legislativa admitindo o piso proporcional para 24 horas como
    vencimento básico, o que consideramos já ser uma conquista do movimento dos professores. No entanto, na forma que foi enviado, o
    Projeto de Lei do governo não respeita a carreira do magistério, com o que não podemos concordar.

    O deputado Ulysses Gomes, em conjunto com a Bancada do PT, vai apresentar emenda ao Projeto do Governador, com o objetivo de
    reconstituir a tabela da carreira, isto é, 3% de um grau para outro e 22% entre um nível e outro da carreira.

    Sabemos o quanto a greve é prejudicial a todos, sobretudo aos estudantes mineiros e aos próprios professores.
    Por isso, o deputado Ulysses tem trabalhado arduamente pelo entendimento das partes e a retomada do ano letivo.

    Atenciosamente,

    Mandato Parlamentar do Deputado Estadual Ulysses Gomes
    Fone: 31 - 2108 5855
    Fax: 31 - 2108 5859

    ResponderExcluir
  139. Prezado(a) Lenir,
    Estou atento, presente e atuando junto ao Governo do Estado e das entidades de classe para que as reivindicações dos servidores da Educação sejam solucionadas. Acredito como legítimo o movimento em busca de melhores condições para os professores e o pagamento do piso. Reitero minha posição, prioritária, a favor da educação e coloco-me à disposição para continuar ajudando a todos.

    Abraço,
    Deputado José Henrique

    1º Vice Presidente

    ResponderExcluir
  140. De:
    "Gab. Carlin Moura"

    Prezada Srª. Lenir,

    Estaremos lá.

    Se todos os cidadãos mineiros agissem como V. Sa., certamente nosso Estado seria um lugar onde a igualdade de condições, a justiça social e o respeito a todos os trabalhadores fossem Lei executada.

    Estamos vigilantes e em atividade no que diz respeito à situação dos servidores de educação da rede pública do Estado.

    Conte sempre conosco!

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  141. Educadora de Contagem8 de setembro de 2011 20:31

    Ao anônimo das 8:10Hs,

    Vc viu anônimo das 8:10hs, quantos pessoas tinham na nossa maravilhosa assembleia hoje???
    Vc assistiu o abraço que todos os valentes guerreiros e guerreiras deram na assembleia e no Ministério Público? Vc ouviu todos os clamores de uma classe sofrida, mas que está unida, num único pensamento? PISO PISO PISO PISO PISO.

    ResponderExcluir
  142. Educadora de Contagem8 de setembro de 2011 20:33

    Se todos os cidadãos mineiros agissem como V. Sa., certamente nosso Estado seria um lugar onde a igualdade de condições, a justiça social e o respeito a todos os trabalhadores fossem Lei executada. Estamos vigilantes e em atividade no que diz respeito à situação dos servidores da educação da rede pública do Estado. Conte sempre conosco! Grande abraço.

    Caro Euler, acima é a resposta do Dep. Carlim Moura ao meu e-mail enviado ontem a noite.

    ResponderExcluir
  143. Educadora de Contagem8 de setembro de 2011 20:36

    O deputado Ulysses Gomes apoia o movimento dos professores mineiros pela aplicação do piso nacional aqui em Minas
    Gerais e discorda da atitude do Governo de Minas que insiste em não cumprir a Lei Federal do piso.

    Agora, o governador enviou Projeto de Lei para a Assembleia Legislativa admitindo o piso proporcional para 24 horas como
    vencimento básico, o que consideramos já ser uma conquista do movimento dos professores. No entanto, na forma que foi enviado, o
    Projeto de Lei do governo não respeita a carreira do magistério, com o que não podemos concordar.

    O deputado Ulysses Gomes, em conjunto com a Bancada do PT, vai apresentar emenda ao Projeto do Governador, com o objetivo de
    reconstituir a tabela da carreira, isto é, 3% de um grau para outro e 22% entre um nível e outro da carreira.

    Sabemos o quanto a greve é prejudicial a todos, sobretudo aos estudantes mineiros e aos próprios professores.
    Por isso, o deputado Ulysses tem trabalhado arduamente pelo entendimento das partes e a retomada do ano letivo.

    Atenciosamente,

    Mandato Parlamentar do Deputado Estadual Ulysses Gomes
    Fone: 31 - 2108 5855

    aro Euler, acima é a resposta do Dep. Ulysses Gomes ao e-mail que enviei ontem a noite.Até agora, 20:32 recebi apenas duas respostas.

    ResponderExcluir
  144. Helcilene/Brasília de Minas8 de setembro de 2011 20:37

    Euler, acredito que não entendi corretamente e por isso preciso de sua ajuda. Quem não fez nenhuma opção de pagamento está no subsído. Esta pessoa pode fazer a opção pelo VB agora nesta nova etapa da novela subsidio? Ou o projeto permite apenas sair do VB e voltar para o subsídio?

    ResponderExcluir
  145. Anastasia quer superar a incompetência de Azeredo que conseguiu fazer com que a polícia Militar cruzasse o braço ,o movimento acabou com uma morte.Será que essa é a intenção desse projeto de ditador.

    ResponderExcluir
  146. Olá combatentes guerreiros, a seguir a resposta do Dep José Henrique ao email que enviei aos deputados ontem á noite:

    Prezado(a) Maria ,
    Estou atento, presente e atuando junto ao Governo do Estado e das entidades de classe para que as reivindicações dos servidores da Educação sejam solucionadas. Acredito como legítimo o movimento em busca de melhores condições para os professores e o pagamento do piso. Reitero minha posição, prioritária, a favor da educação e coloco-me à disposição para continuar ajudando a todos.

    Abraço,
    Deputado José Henrique

    1º Vice Presidente


    VAMOS CONTINUAR PRESSIONANDO ATÉ QUE CONSIGAMOS A NOSSA VITÓRIA.
    ABRAÇOS A TODOS
    MARIA JOSÉ

    ResponderExcluir
  147. Educadora de Contagem8 de setembro de 2011 20:57

    Senhores Deputados(as):

    Sejam justos com os professores da Rede Estadual de Minas Gerais. Rejeitem esse projeto
    de Lei enviado à essa casa pelo nosso Excelentíssimo Sr. Governador do Estado. Se aprovado vocês estarão acabando com a carreira e com os sonhos do Professor.

    Se por um acaso isso acontecer, o que vou responder ao meu aluno???Por que ele vai perguntar se nós conseguimos o nosso objetivo?

    Eu posso responder que não precisamos obedecer Leis ?????

    Eu posso responder que não precisamos e nem devemos obedecer normas, seja em que lugar
    estejamos, como: shoppings, cinemas, metrô, ônibus......?????

    Pessoal, tá aí uma singela contribuição para quem precisar mandar e-mail para os deputados.

    Sem mais, despeço-me.

    ResponderExcluir
  148. Prezado Joel,

    O deputado Ulysses Gomes apoia o movimento dos professores mineiros pela aplicação do piso nacional aqui em Minas
    Gerais e discorda da atitude do Governo de Minas que insiste em não cumprir a Lei Federal do piso.

    Agora, o governador enviou Projeto de Lei para a Assembléia Legislativa admitindo o piso proporcional para 24 horas como
    vencimento básico, o que consideramos já ser uma conquista do movimento dos professores. No entanto, na forma que foi enviado, o
    Projeto de Lei do governo não respeita a carreira do magistério, com o que não podemos concordar.

    O deputado Ulysses Gomes, em conjunto com a Bancada do PT, vai apresentar emenda ao Projeto do Governador, com o objetivo de
    reconstituir a tabela da carreira, isto é, 3% de um grau para outro e 22% entre um nível e outro da carreira.

    Sabemos o quanto a greve é prejudicial a todos, sobretudo aos estudantes mineiros e aos próprios professores.
    Por isso, o deputado Ulysses tem trabalhado arduamente pelo entendimento das partes e a retomada do ano letivo.

    Atenciosamente,

    Mandato Parlamentar do Deputado Estadual Ulysses Gomes
    Fone: 31 - 2108 5855
    Fax: 31 - 2108 5859


    Vamos continuar cobrando. Abraços e até o PISO

    ResponderExcluir
  149. Euler, por favor me tire uma dúvida,o que irá acontecer com quem continuar recebendo pelo vencimento básico ele terá que pagar pelo plano de carreira,gente. a lei ampara ? É uma dúvida de muito

    ResponderExcluir
  150. Oi euler estou estarrecida com o discaso do desgoverno, que é cloro robe del e.Sobre ir em Brasilia ,eu tenho uma fonte bem veridica de lá . Se o governo é fora da lei só resta uma única opção "caçar o mantato dele só assim ele se explica porque não paga o piso.Isso foi dito lá no senado para professores inclusive p/ mim.

    ResponderExcluir
  151. Pagamento dos professores
    AGU considera que o subsídio é constitucional

    http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2011/09/08/interna_gerais,249649/agu-considera-constitucional-modelo-de-pagamento-por-subsidio-aos-professores.shtml


    Noticia ruim, mas ele tem que pagar o piso no vencimento basico para quem optou pelo sistema de remuneratorio antigo.

    Pague logo o piso saia da ilegalidade governador.

    ResponderExcluir
  152. Marisa Karla -Governador Valadares8 de setembro de 2011 22:32

    Para Dudu Costa:
    Que lindinha a sua carta! Não sou professora
    primária,mas confesso que fiquei encantada
    com as suas palavras! Você reportou-me ao
    passado e fez-me lembrar de minha primeira
    professora.
    É tão gratificante ouvir doces palavras em um
    momento tão nefasto!
    Não sei se você vai ler o meu post, porque
    você está sem computador, mas eu não poderia
    deixar de registrar a minha gratidão.
    Com muito carinho um abraço,

    ResponderExcluir
  153. Marisa Karla -Governador Valadares8 de setembro de 2011 22:47

    Mandei dez E-mails para cada deputado.Vamos ven-
    cê-los pelo cansaço.É uma tarefa simples e que
    pode ser feita dentro de casa.Todos devem coope-rar!

    ResponderExcluir
  154. ELEIÇÕES 2012.
    ONDE A TURMA DE AÉCIO E ANASTASIA ESTIVER, TEMOS QUE SER CONTRA E TOMAR PARTIDO. TEMOS QUE PARTICIPAR MAIS DE POLITICA.
    O PISO É UMA QUESTÃO DE TEMPO, ESSA VITORIA É DA CATEGORIA. DEUS ESTA DO LADO DOS MAIS HUMILDES. A VITORIA JA ESTA PERTINHO.

    ResponderExcluir
  155. Olá Euler,sou Dalgiza de DIVINO e quero falar que hoje nossa atividade aqui na cidade foi no Rotary Clube. Fomos convidados para esclarecer sobre a greve. Penso que foi bem válida a ação.Tivemos a oportunidade para falar para a "elite" daquela entidade como está a situação do professor em Minas. Quanto a ideia de irmos para Brasília acho que ainda não é o momento,ou seja, há muito ainda para se fazer aqui em Minas. Podemos desgastar ainda e muito o Legislativo. Amei as sugestões do Anônimo das 11:24. Além do mais, pertencemos ao Sindute, ele é filiado a CUT e a CNTE,que mal ou bem, tem procurado fazer a sua parte. Moramos no interior, é o Sindicato que banca nossas viagens e nossas parcas diárias.Se elas irão promover ida à Brasília, certamente vão fazer divulgações com o nome da entidade. É assim que funciona, infelizmente.
    Quero mandar um alô para os coleguinhas que ficam cumprindo horário nas escolas de Divino, assinando lista de chamada para inspetora ver.Garantindo o salário mensal e não pensando em quem está na luta por eles também: Chega de covardia! Chega de egoísmo. A cara não queima de vergonha não ???

    ResponderExcluir
  156. Professor Euler,
    Com toda a certeza o seu blog é referência para todos os professores de Minas e de outros estados. Seu texto é bem estruturado, claro e coerente. Acesso vários sites quando ligo meu computador, mas o primeiro a ser acessado é o seu blog. Continue firme nesta luta!!
    Herbet - Cristália -MG.

    ResponderExcluir
  157. Sensacional, provo por a + b que não tive aumento com esse tal subsídio, o golpe. Muito pelo contrário.

    ResponderExcluir
  158. companheiros e companheiras, vamos firmes na luta, pois só resta a esse governo ditatorial nos pagar o que é devido, ou seja o piso que já é lei, não vamos esmorecer, estejamos certos que só nos permitiremos retornarmos as nossas salas de aula quando o governo nos respeitar, essa é a maior contribuição que podemos dar à educação de nossos alunos para um futuro mais justo.

    ResponderExcluir
  159. No caput do artigo quinto da constituição brasileira está escrito: “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, ...” Portanto gostaria de saber porquê o sistema de pagamento ou remuneração dos professores é diferenciado das outras categorias do serviço público? Se os professores podem receber o mesmo salário se distinção do grau de formação, todas as outras categorias também deveriam ter o mesmo critério. A lei de responsabilidade fiscal é justificativa par implementação dessa legislação por parte do governo para os professores. Entretanto, se o mesmo critério for adotado para as outras categorias, tenho comigo, que seria feita uma economia maior para o erário público, e assim o dinheiro que pago de impostos poderia ser aplicado em outras necessidades. A remuneração de todo funcionalismo público tem origem no pagamento dos impostos, ou seja, na arrecadação do Estado. Caso ocorra o tratamento diferenciado por parte do governo aos professores, o artigo quinto da constituição será desrespeitado. Alguém poderia me dizer se cabe alguma ação judicial para exigir o cumprimento do previsto no artigo quinto ou estou equivocado.

    ResponderExcluir
  160. Que tal se montarmos um BELO PROJETO sobre as greves em mg(2010/2011)em todo o estado(projeto unico).Afinal de contas é nossa missão de EDUCADORES trabalharmos a conscientização dos alunos.Nossa tarefa principal é formar cidadãos preparados para a VIDA(temos muitos alunos eleitores).Trabalharíamos com os videos,com os textos e principalmente com os NÚMEROS.Eles seriam capazes de verem rapidamente a diferença entre MG e BROGODÓ.Entre ANASTASIA e TIMOTIM CABRAL.E assim o nosso TIMOTIM mineiro poderia dar ADEUS à POLÍTICA.

    ResponderExcluir
  161. http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2011/09/professores-mantem-greve-que-ja-dura-tres-meses-em-minas-gerais.html

    Pessoal, vamos comentar essa reportagem ai.
    Abraços e até a vitória!!

    ResponderExcluir
  162. Governo esta mesmo desperado ,colocou até um meio para que o professor possa fazer simulação de como ficrá seu salário com o novo subsídio no site da see.Ta querendo mesmo enganar os tolos.Abra os olhos.

    ResponderExcluir
  163. Lúcio Moura, também tenho as mesmas dúvidas sua, mas entendendo que querem que optemos pelo subsídio: golpe de mestre. O governador não precisa estar cumprindo lei? É imune a justiça?. Acredito eu, cá na minha ignorância, que em se tratando de justiça, acredito que o STF seja o recursau máximo, não cabe ao estado encher a boca e dizer que nos paga piso,pois não paga, não recebo como nível médio,não atuo pelo nível médio, muito pelo contrário, quando fui fazer concurso apenas a licenciatura plena me dava o direito de concorrer a uma vaga. Hoje tenho que receber por aquilo que não pude concorrer, ou o edital tem problema ou meu diploma que validou-me como incrista e posteriormente me efetivou é uma farsa.

    ResponderExcluir
  164. Excelente idéia essa de ir até Brasília. Acho que já tinha que ter acontecido. Só não pode demorar para organizar. Eu não poderei ir, pois tenho uma filha de 3 anos e não tenho com quem deixá-la. Essa do envio dos e-mails já vou fazer e vou sugerir a uns colegas para fazer o mesmo.

    ResponderExcluir
  165. Caro Euler e demais combatentes,
    hoje formamos uma caravana e fomos recepcionar o desgovernador em Raul Soares, e a leitura que fizemos do acontecido é de pasmar qualquer um, vamos aos fatos: O esquema de segurança montado era de primeira linha, fomos almoçar em um pequeno restaurante e estavam lá algumas pessoas que eram do esquema de segurança, policiais civis, baba ovo e etc, até aí tranquilo, mas de repente o local foi infestado pela PM e um deles demonstrando um bom humor e educação foi nos perguntando se éramos professores e uma colega disse que era dona de casa e ele disse que na casa dele também ele o era e fez uma ligação para a "esposa", fomos até fotografados bem disfarçadamente. Bem conseguimos até entrar no local que passava por mesas onde tínhamos que apresentar identidade e tudo anotado, mas uma companheira foi chamada no canto e pediram que se retirasse pois ela estava com uma blusa do sindicato por baixo do casaco e não queriam manifestações no espaço, pediram que ela trocasse de roupa, mas depois decidiram que não mais poderia entrar no evento, assim, fomos sendo convidados a nos retirar e todo o esquema de segurança ficou nos vigiando. Na outra entrada havia companheiros de outras localidades mas não pudemos chegar até eles. Conclusão: o momento é tenso, ele foge de um confronto e estamos incomodando muito. Por tudo isso é que não cito nomes pois nossos nomes estão na lista do evento e como eles sempre recorrem ao seu (nosso) blog (rsrsrsrssrrs), não vamos dar este mole pra eles. Ah! interessante é que a cidade estava com o comércio aberto normalmente e o público de maior expressão para ouvi-lo era formado por pequeninos alunos da rede municipal e os alunos da APAE que é muito próxima ao local, o que significa que o povo já não está mais aguentando estas embromações políticas. Quem ainda não se comprometeu com nossa causa está prestando um serviço ao governo e perdendo um momento precioso de mudar a história política e educacional de Minas.
    Parabéns aos que não esmorecem e vamos em frente caçando o desgovernador, pelo jeito somos, atualmente, o pior pesadelo dele. Força a todos e até a vitória!!!

    ResponderExcluir
  166. CARO COMPANHEIRO NÓS PROFESSORES DE CONSELHEIRO PENA ORGANIZAMOS UMA MANIFESTAÇÃO, PELO PISO NACIONAL, NO DIA 7 DE SETEMBRO. ESTOU ENVIANDO O VÍDEO E AS FOTOS QUE PUBLICAMOS NO YOUTUBE:
    http://www.youtube.com/watch?v=TagsqSRxjTg

    E

    http://www.youtube.com/watch?v=yEiYgzVD1nA

    ResponderExcluir
  167. RESPOSTA A QUEM POSTOU UM COMENTÁRIO NO DIA 08/09/11 ÀS 11:02 :
    - Melhor ganhar R$712,00 do que R$550,00???
    Então, PARA QUÊ um professor com CURSO SUPERIOR, já que o professor com ENSINO MÉDIO ganharia a mesma coisa???
    Colegas, é por isso que o DESGOVERNO nos trata como IDIOTAS que trabalham em ESCOLA por qualquer ESMOLA.
    Eh, GRANDE COMANDANTE EULER, haja PACIÊNCIA.
    Por essas e por outras, temos que REDOBRAR a NOSSA FORÇA na LUTA! ATÉ A VITÓRIA!!!

    ResponderExcluir