segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Acorrentados, educadores mineiros protestam contra o governo que não paga o piso

(Fotos: Petrus Assis)


Acorrentados, educadores mineiros protestam contra o governo que não paga o piso


Um grupo de educadores do NDG (Núcleo Duro da Greve) está, desde às 7h de hoje, dia 12, acorrentado ao Pirulito na Praça Sete, em Belo Horizonte.

Exibindo faixas e cartazes em protesto pelo não pagamento do piso salarial nacional por parte do Governo de Minas, os educadores pretendem passar todo o dia naquele local, acorrentados, com o apoio de outros educadores que fazem a panfletagem.

Hoje, a greve dos educadores de Minas completa 97 dias. É a mais longa greve da História dos educadores mineiros, que exigem que o governo do estado cumpra a lei federal 11.738/2008, que instituiu o piso salarial nacional. O governo, até o momento, vem agredindo a lei, descumprindo-a e provocando graves prejuízos para os educadores e alunos, que estão sem aulas.

A sociedade mineira dos de baixo encontra-se cada vez mais indignada pela atitude irresponsável do governo e dos demais poderes constituídos, que se omitem, ao invés de cobrarem do governo o cumprimento da lei.


O blog acompanhará durante todo o dia o ato de protesto dos combativos colegas, entre os quais o comandante João Martinho e o Rômulo, membros efetivos do NDG, com uma patente abaixo do editor deste blog.


Atualização às 14h30m: Acabo de falar por telefone com o bravo Rômulo. Ele me disse que a população está dando todo apoio à manifestação e a os educadores em greve. São dezenas de colegas que lá se encontram, não só acorrentados, mas também em greve de fome até às 19h de hoje.

Pelas câmeras da BHTrans é possível acompanhar parcialmente o ato de protesto dos colegas educadores.

Pela rádio, o jornalista Eduardo Costa, da Itatiaia, elogiou a manifestação dos educadores, principalmente, segundo ele, por não atrapalhar o trânsito.

Estamos de plantão no bunker e a qualquer momento traremos novas informações.




Nova atualização às 15h21m: acabo de falar com o combativo Nelson Pombo Jr, que trabalha com produção de vídeos, e está disponibilizando ao vivo o ato dos nossos colegas educadores.

Acessem este link:

http://www.livestream.com/nelsonpombojr



***

Repercussão na mídia burguesa:

- Jornal O Tempo; Hoje em Dia; Estado de Minas; O Globo; Tv Band, TV Alterosa e TV Record
.; e Portal UOL.


O combativo Nelson Pombo produz mais este vídeo durante o ato.

94 comentários:

  1. CHARLOTTE SAMPAIO agradece E aplaude:

    Linda demonstração de coragem dos colegas!!!

    Se depois desta os colegas que ignoram a greve ainda permanecerem no "aconhego" das escolas... só nos resta cassar o diploma deles, pois estão dando uma verdadeira AULA DE FALTA DE ÉTICA!!!

    ResponderExcluir
  2. RECADO AO SIND UTE.

    À nossa representante do blog, junto ao Sind UTE,
    Cristina Costa.

    Sou totalmente contra esta morosidade de ações do Sind UTE.

    ESTAMOS TENDO MUITAS OPORTUNIDADES.

    Aquelas que não aproveitarmos ELES as aproveitarão.

    Eles estão jogando o jogo duro, para vencerem.
    Eles já erraram bastante e parece que de agora em diante estão se preparando melhor.

    Parece que nós estamos querendo perder.

    O que está sendo feito pelo Sind UTE, a respeito da omissão do MPE?

    Será que já foi montada uma agenda de visitas para Beatriz em Brasília?

    Que dia vamos visitar o STF e o gabinete do Ministro Joaquim Barbosa?

    Já fazem 26 dias desde a publicação do acórdão.

    ESTA GREVE SERÁ DECIDIDA NOS TRIBUNAIS.
    O MPE SÓ ESTÁ ESPERANDO A PRIMEIRA OPORTUNIDADE PARA DECLARAR ESTA GREVE ILEGAL.
    A PARTIR DAÍ ENTÃO, PERDEREMOS NOSSA CORAGEM, A FORÇA DA LEI IMPERARÁ.
    DEPOIS NÃO ADIANTA CHORAR.

    SERÁ QUE O SIND UTE, ESTÁ ESPERANDO UM MILAGRE?
    SERÁ QUE O SIND UTE ESTÁ ESPERANDO AS COISAS ACONTECEREM, SIMPLESMENTE POR CAUSA DA GREVE?

    SÓ A GREVE NÃO BASTA, ISTO ESTÁ VISTO, PRECISAMOS DE MUITAS E VARIADAS AÇÕES, IMEDIATAMENTE.

    NÃO TEMOS TEMPO E AS AÇÕES SE FAZEM URGENTÍSSIMAS.

    Não tenho o menor interesse de fazer esta greve se alongar.
    QUERO VENCER O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  3. Caso Andreia Neves ( publicado no blog do sociólogo Rudá Ricci )

    Notícia de invasão de casa de Andrea Neves ocorreu em janeiro

    A notícia confirmada e que foi veiculada oficialmente é a seguinte:
    Dois jovens de 15 e 18 anos são suspeitos de invadirem acasa de Andréa Cunha Neves, de 51 anos, presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social de Minas Gerais (Servas) e irmã do governador de Minas Gerais, Aécio Neves, na noite dessa segunda-feira (4) no Condomínio Retiro das Pedras, em Brumadinho, próximo ao limite de Nova Lima, na Grande Belo Horizonte.
    O imóvel estava vazio e apesar do forte esquema de segurança, os dois suspeitos conseguiram entrar na casa e furtaram garrafas de bebidas e eletrônicos, segundo informações de militares da 1ª Companhia Independente de Nova Lima. Ainda segundo a PM, quando deixavam a casa, ambos foram flagrados pelos vigias, que acionaram a polícia.
    Os suspeitos são de classe média e um deles, de 17 anos, mora no mesmo condomínio. O outro, de 15 anos, seria filho de uma gerente de banco. Os dois foram ouvidos na delegacia de Brumadinho e liberados.
    Conforme a Polícia Civil, não houve flagrante e os objetos apreendidos com a dupla - um roteador e um capacitor eletrônico, material de informática, um violão e um papelote de COCAÍNA- não foram reconhecidos como material de furto. A polícia informou ainda que Andréa Neves não compareceu à delegacia para reconhecer os objetos.

    ResponderExcluir
  4. Bravo! Bravo! MIL VEZES BRAVO!
    O governo não pode ficar pensando que irá nos intimidar, abusando de nossa fragilidade financeira. É certo que alguns colegas, infelizmente, não compreenderam ainda a grandeza desta LUTA. Colegas que ainda estão em sala: Os companheiros acorrentados na Praça Sete estão na luta desde 08/06, com o pagamento cortado! Isso não os sensibiliza nem um pouco? Venham somar força conosco¹

    ResponderExcluir
  5. Para acompanhar os companheiros acorrentados :

    http://infotrafego.pbh.gov.br/info_trafego_cameras.html

    ResponderExcluir
  6. Excelente ato dos colegas... Precisamos organizar também acampamento na porta da Assembleia e do MP.

    Paulo Andrade - Barreiro-BH

    ResponderExcluir
  7. Esta atitude dos professores é uma situação pela qual eles nunca precisariam passar se acaso tivéssemos neste país punição e punição aos que não cumprem leis. Este governo de MG é uma vergonha nacional. VAMOS À LUTA SEMPRE COMPANHEIROS. FORÇA A TODOS. QUEREMOS JUSTIÇA!! QUE SE CUMPRA A LEI!!!

    ResponderExcluir
  8. CHARLOTTE EM PARIS...

    A melhor forma de votar é arrancar as pedras da calçada e lançá-las nas cabeças dos políticos”
    — Anônimo, Pichação nas ruas de Paris (2006)

    ResponderExcluir
  9. Professores acorrentados.

    http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2011/09/professores-em-greve-se-acorrentam-monumento-no-centro-de-bh.html

    ResponderExcluir
  10. CHARLOTTE EM PARIS II

    anaSTASIA...“Quem semeia miséria, colhe fúria.”
    — Anônimo, Pixação nas ruas de Paris (2006)

    ResponderExcluir
  11. Repito:
    Euler e colegas,

    BH vai sediar a festa dos 1000 dias para copa nesta sexta-feira dia 16. É uma excelente data para mostrarmos nossa greve para o mundo. Temos que preparar nossa recepção.

    ResponderExcluir
  12. Sobre o ato no Pirulito:

    Atualização às 14h30m: Acabo de falar por telefone com o bravo Rômulo. Ele me disse que a população está dando todo apoio à manifestação e aos educadores em greve. São dezenas de colegas que lá se encontram, não só acorrentados, mas também em greve de fome até às 19h de hoje.

    Pelas câmeras da BHTrans (http://infotrafego.pbh.gov.br/info_trafego_cameras.html) é possível acompanhar parcialmente o ato de protesto dos colegas educadores.

    Pela rádio, o jornalista Eduardo Costa, da Itatiaia, elogiou a manifestação dos educadores, principalmente, segundo ele, por não atrapalhar o trânsito.

    Estamos de plantão no bunker e a qualquer momento traremos novas informações.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns aos valentes guerreiros do NDG!!É assim que termos que agir daqui pra frente.A cada dia fazer manifestação desse gênero em pontos estratégicos de BH.
    Firmes na luta e até a vitória!
    Ilza

    ResponderExcluir
  14. Jornal O tempo: Em Diamantina, Anastasia diz que não vê "nenhum efeito prático" em greve dos professores.
    ...
    "Anastasia discursou sobre Kubitschek alegando que “é sempre necessário recorrer à obra dos grandes nomes de Minas, para a renovação do compromisso com os valores essenciais de nossa gente, com o desenvolvimento, a justiça e a liberdade”.
    ...
    Fiz o seguinte comentário:
    "A piada do dia é este DESgovernador falar em justiça e liberdade.
    Justiça que ele não respeita, não cumpre a LEI!
    Liberdade que ele tenta, todo o tempo, impedir que seja exercida pelos profissionais da educação!
    Que vergonha!"

    ResponderExcluir
  15. Olá alguém poderia me responder se caso a greve não acabe, como ficará o ano de 2011 para os alunos?
    Os alunos perderão o ano?
    Ou haverá reposição em 2012?
    Obg.

    ResponderExcluir
  16. Companheiros

    Segue abaixo modelo de ofício para ser enviado aos deputados :


    Ao
    Deputado Estadual ____________

    Está em tramitação na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei nº 2355/2011 de iniciativa do Governo do Estado . Na mensagem de envio do projeto à ALMG o Governo de Estado diz que o referido projeto dispõe sobre aperfeiçoamentos na política remuneratória por subsídio das carreiras da Educação Básica e alega que o projeto é fruto da constatação da necessidade de aprimoramento de alguns aspectos da Lei 18975/2010 ( lei do subsídio ) , tendo em vista, principalmente, a situação dos servidores com maior tempo de serviço e dos ocupantes de cargos de provimento em comissão lotados nas escolas.
    Em junho de 2010 , no processo de tramitação da lei 18975/2010 ( lei do subsídio ), os parlamentares da ALMG foram alertados pelo Sind-UTE – sindicato que representa os trabalhadores em educação - das distorções agora detectadas pelo Governo do Estado e sugeriu emendas ao projeto de lei com o objetivo de evitar as distorções do projeto original . Estas emendas foram rejeitadas pelos deputados da base de apoio ao governo na ALMG, que aprovaram o projeto original do governo , o que causou grande insatisfação na categoria .
    Na nossa avaliação o projeto de lei 2355/2011 é apenas um paliativo e não os valoriza de forma justa pelo tempo de serviço e pela escolaridade dos servidores da Educação . Além disso , em abril de 2011 , o STF declarou constitucional a lei 11738/2008 ( lei do piso salarial do magistério ) e a maioria dos servidores optou pelo regime de vencimento básico , rejeitando o subsídio . Com relação à lei 11738/2008 , o governo do estado apresentou tabela salarial ao Ministério Público Estadual e à direção do Sind-UTE em reunião realizada no dia 24/08/2011 . Esta tabela acaba com a carreira na forma de vencimento básico, uma vez que propõe o mesmo valor salarial para profissionais com escolaridade e tempo de serviço diferentes .
    O Governo do Estado , em flagrante desrespeito à autonomia da Assembleia Legislativa , já colocou à disposição dos servidores a consulta ao reposicionamento a partir do PL 2355/2011 , antes mesmo que a casa legislativa aprovasse o projeto . Esta conduta atenta contra a democracia , a autonomia e independência dos poderes .
    De acordo com os motivos expostos acima , eu , ___________________trabalhador em educação de _________________vem pedir o apoio de Vossa Excelência no sentido de proceder as alterações no projeto de lei 2355/2011 , na forma de emendas que serão sugeridas pelo Sind-UTE . Sei que Vossa Excelência recebeu , no último pleito, expressiva votação na cidade , inclusive de trabalhadores em educação e é nosso legítimo representante junto à ALMG .
    Desde já agradeço e conto com o apoio de Vossa Excelência .
    Local e data
    Nome , Escola , MASP , Título eleitor

    ResponderExcluir
  17. GREVISTAS E PAIS de ESTUDANTES (rede estadual) deveriam fazer a seguinte afirmativa, seguida da respectiva pergunta para quem não aderiu ao movimento-GREVE-:CORAGEM para LUTAR pela implementação do PISO, aderindo à greve vocês não tiveram(não estão tendo).Eis a pergunta que nós e toda a SOCIEDADE MINEIRA queremos que VOCÊS RESPONDAM:Depois de assistirem seus "COLEGAS" sem pagamento, criticados por alguns pais desinformados e/ou informados por uma mídia de FACHADA,PROFESSORES(AS)acorrentando-se em PRAÇA PÚBLICA-ato humilhante-VOCÊS terão CORAGEM de receber o PISO, ou o que ULTRAPASSAR no pagamento,irão DISTRIBUIR para oMST,e outros que apoiaram e lutaram JUNTOS com grevistas da REDE ESTADUAL- EDUCAÇÃO-? Agora esta eu quero saber.......Por que será que a IRMã do FARAÓ não quis ir à delegacia, fazer reconhecimento de objetos supostamente furtados na sua(DELA) casa?DENTRE vários objetos, foi encontrado de posse de um dos invasores -ALTEROSAAAAAAAA,PLIM-PLIM e outras -SABEM O QUÊ ?Papelote de COCAÍNA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Temos mesmo que sentáaaaaaaaaaaaaaaaaaaa aPUA!!!!!!!!!!!!!!!Estou FELIZ com a sua volta CHRLOTTE!

    ResponderExcluir
  18. Sind-UTE/MG entrega HOJE nova representação no Ministério Público Estadual (MPE)

    http://www.sindutemg.org.br/novosite/conteudo.php?MENU=1&LISTA=detalhe&ID=2462

    ResponderExcluir
  19. Neste link, vejam ao vivo no Pirulito:

    http://www.livestream.com/nelsonpombojr

    ResponderExcluir
  20. PERTO ESTÁ O SENHOR DOS QUE TÊM O CORAÇÃO QUEBRANTADOS.

    SL 34.18


    Que Deus possa ser sempre o seu refúgio nos momentos de aflição... E não se pergunte o porque da prova...Mas sim o pra quê!!!

    Perguntas sábias tem respostas corretas!!!

    O bom lutador, não desiste da batalha, mas ganha fôlego, e retoma o ânimo para a guerra...

    Então não desista nunca de lutar!!! E nem dos seus sonhos... Porque ao cansado Ele dá força para lutar... Ao abatido Ele dá ânimo para vencer...
    Ao triste Ele dá alegria de viver...
    Companheiros a nossa luta se tornouum com promisso para a nossa sociedade sonhar com dia melhores. Força e fé. Até a VITORIA. DEUS É JUSTO.

    ResponderExcluir
  21. É maravilhosa a atitude destes bravos combatentes de luta, mas também humilhante ter que passar por isto para fazer valer um direito que é nosso. Estou chorando neste momento caros colegas em greve, por tanta injustiça nesta minas gerais e pelos COVARDES QUE ESTÃO EM SALA DE AULA TRANQUILOS COMO SE NADA ESTIVESSE ACONTECENDO E PELOS FURA GREVE QUE ESTÃO COVARDEMENTE, VOLTANDO PRA SALA DE AULA E AINDA LIGANDO PARA QUE OS ALUNOS RETORNEM. ISTO ESTÁ ACONTECENDO NA E.E. PROFESSOR WILSON DE MELO GUIMARÃES EM PARÁ DE MINAS. Estou envergonhada por vocês, pois nada justifica tal atitude.

    Vânia Marcia da Silveira.

    ResponderExcluir
  22. Enquanto isso o governo continua mentindo. Agora está usando o parecer da AGU. Veja no link abaixo:
    http://www1.folha.uol.com.br/saber/973898-professores-em-greve-se-acorrentam-em-praca-de-belo-horizonte.shtml

    ResponderExcluir
  23. EULER,
    É preciso fazer uma tabela com estes esclarecimentos que vc fez, tudo bem claro, pois existe professor que nem sabe disso.
    Temos que mostrar isso na mídia!!!

    ResponderExcluir
  24. Será que somente essas atitudes causaram efeito? Será que estamos sendo bonzinhos D+? Será que não esta na hora de quebrar tudo? Se não adiantar nada pelo menos iremos descarregar um pouco de raiva. O que acham???

    ResponderExcluir
  25. PARABÉNS AOS COLEGAS QUE NESTE MOMENTO ESTÃO EM PROTESTO NO CENTRO DE BELO HORIZONTE.
    CONTINUEMOS FIRMES NA GREVE, MAS COM ATITUDES COMO ESTAS DOS COLEGAS. FICAR FAZENDO MANIFESTAÇÃO SOMENTE EM DIA DE ASSEMBLEIA NÃO ESTÁ RESOLVENDO NADA.

    ResponderExcluir
  26. Parabéns Guerreiros, parabéns mesmo!
    Estou contendo meu choro, ao ver estas cenas!
    Isto é algo que nós PROFESSORES de Minas não merecemos.
    Quando a vitória vier, pois ela virá, com toda certeza do mundo, os méritos serão todos de vocês! Vocês que ficaram na linha do front de batalha, literalmente unidos, unidos por correntes!

    Vera Ribeiro - Guaxupé

    ResponderExcluir
  27. EULER , O MINISTERIO PUBLICOS NOS ESTADOS NÃO DEVERIAM SER IGUAIS ? POIS NO RIO GRANDE DO SUL O MP ESTA OBRIGANDO O GOVERNADOR A CUMPRIR COM O PISO DOS PROFESSORES, NÃO SERIA O CASO DE O SINDUTE MOSTRAR ISTO PARA O MINISTERIO PUBLICO DAQUI DE MG.


    MP cobra na pagamento do Piso. CPERS também entrou com ação e desenvolve processo de mobilização

    O Ministério Público Estadual entrou na manhã desta segunda-feira 12 com uma ação civil pública na Justiça para que o governo do estado pague o piso salarial para o magistério. Quer que os cerca de 2 mil processos individuais que tramitam no Judiciário sejam substituídos por uma ação coletiva. Para o CPERS/Sindicato, esta é uma prerrogativa do MPE que reforça a necessidade de que o governo cumpra a lei.

    No dia 26 de agosto, o sindicato também ingressou no Supremo Tribunal Federal exigindo que o governo do estado cumpra imediatamente a lei do piso. O sindicato entende que esta questão deve ser tratada de forma global e por isso já orientou a categoria no sentido de que as ações individuais, por enquanto, não são recomendadas.

    Contudo, o CPERS/Sindicato reforça a sua convicção de que somente a luta da categoria garantirá o cumprimento da lei. Por isso foi lançado no dia 19 de agosto o Movimento na Luta pela Educação Pública. Através da caravana do movimento, o sindicato discutirá com a categoria em todas as regiões do estado formas de pressionar o governo Tarso a cumprir o que prometeu em campanha, que é pagar o piso para professores e funcionários de escola.

    http://www.cpers.org.br/index.php?&menu=1&cd_noticia=2993

    ResponderExcluir
  28. MINISTERIO PUBLICO NO SUL FUNCIONA.



    http://www.cpers.org.br/index.php?&menu=1&cd_noticia=2992

    ResponderExcluir
  29. BOA TARDE COMBATIVOS AMIGOS DO BLOG!ESTA ACONTECENDO A LGO DE MUITO GRAVE AQUI EM LEOPOLDINA. A SRE ENVIOU UM OFICIO PRAS ESCOLAS MANDANDO DESIGNAR OS PROFESSORES EXCEDENTES NO LUGAR DOS GREVISTAS.O QUE FAREMOS? JÁ NÃO SÃO MUITOS OS CORAJOSOS, TENHA MEDO DISSO ENFRAQUECER MAIS AINDA O MOVIMENTO AQUI. POR FAVOR AJUDEM-NOS.

    ResponderExcluir
  30. Prezado Euler e colegas professores:
    No site abaixo há os contatos do Jornal New York Times.
    Vamos colocar a nossa greve lá também e mostrar para o mundo o que o Governador Anastásia está fazendo com os professores mineiros.

    Abraços, CArlos José - NOva Lima

    http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&langpair=en%7Cpt&u=http://www.nytco.com/contact_us/index.html

    Fale Relações Públicas
    Robert Christie
    Vice-presidente Sênior
    Comunicação Corporativa
    (212) 556-1981
    Para informações à imprensa relacionadas com o jornal New York Times, NYTimes.com ou o International Herald Tribune
    Eileen M. Murphy
    Vice-Presidente
    Comunicação Corporativa
    (212) 556-1982
    eileen.murphy @ nytimes.com
    Para informações à imprensa relacionados com a The New York Times Company ou
    The New York Times Media Group Regional
    Abbe Serphos
    Diretor Executivo
    Comunicação Corporativa
    (212) 556-4425
    serphos@nytimes.com
    Para informações à imprensa relacionadas com o New England Media Group ou The New York Times departamento de Assuntos Comunitários
    Diane McNulty
    Diretor Executivo
    Comunicação Corporativa
    (212) 556-5244
    diane.mcnulty @ nytimes.com
    Fale NYT Notícias
    Para enviar press releases para The New York Times redação, selecione o endereço de e-mail apropriado abaixo.
    • Para relatar dicas: news-tips@nytimes.com
    • Artes e Cultura: thearts@nytimes.com
    • Negócio: bizday@nytimes.com
    • Editorial: editorial@nytimes.com
    • Estrangeira: foreign@nytimes.com
    • Cartas ao Editor: letters@nytimes.com
    • Metro: metro@nytimes.com
    • Domingo Metropolitana: metropolitan@nytimes.com
    • Nacional: national@nytimes.com
    • Esportes: sports@nytimes.com
    • Washington: washington@nytimes.com

    ResponderExcluir
  31. A HORA E A VEZ DE AUGUSTO MATRAGA...

    Se a gente sair vitorioso dessa luta o mérito será de todos nós em greve... se, por outro lado, não conseguirmos o PISO... a culpa será, tão só, daqueles que não aderiram ao movimento!!!

    ResponderExcluir
  32. Não percam ao vivo:

    http://www.livestream.com/nelsonpombojr

    ResponderExcluir
  33. Oi, Pessoas queridas,
    Achei esta mensagem tão linda que resolvi enviar para vocês. Em momentos tensos como esses que ora vivemos, é bom um bocado de leveza e de otimismo.
    Veja:


    SILENCIE A VOZ QUE TENTA DERRUBAR VOCÊ


    Há muitas razões para você ter medo de tentar, muitas razões para falhar, muitas razões para desistir, muitas razões para voltar à sua concha e esperar a vida se esgotar. Aos poucos. Jogando fora um dia de cada vez.

    Sim. Há muitas razões para acreditar naquela voz dentro da sua cabeça que tenta anular você, corromper seu potencial e convencê-lo de que é um desperdício tentar dar o próximo passo. Essa voz diz: ‘Para que escrever a própria história? Assista tevê, e viva a história de outros, coma mais e não se exercite, para destruir sua principal máquina de mudar seu mundo; esqueça o amor, anule-se’. Essas são as mensagens que tentam derrubar você.

    Há muitas razões para desistir. Todas, absolutamente todas, falsas. Os limites estão em você, não em regras criadas por outros. Nossa sociedade é dominada pela absurda ‘lei das médias’. Se a maioria não consegue, tentam fazer com que você acredite que jamais conseguirá. Aleijadinho não acreditava na voz interior que dizia, com toda a lógica do mundo, que ‘Aleijados não podem ser escultores’. Era lógico, mas era falso. Santos Dumont não acreditou nos compatriotas que insistiam em dizer ‘Que o homem não poderia voar com um veículo mais pesado que o ar’. Era lógico, mas era falso. Há muitas coisas nas quais você acredita, com lógica, mas que são absolutamente falsas.

    É fácil inventar uma razão, um motivo aparentemente lógico, para qualquer coisa. Mas sua vida pode ser muito mais do que um amontoado de desculpas lógicas. Sua vida é muito mais do que qualquer razão para desistir de um sonho. Sua vida é muito mais do que seu passado ruim, suas experiências de dor e seus medos ancestrais. Sua vida é tudo o que ainda virá. Não importam os limites do seu passado, eles não existem mais. Seu futuro pode ser tudo o que você desejar. Escolha os companheiros de viagem... e vá.

    Por isso, toda vez que escutar uma voz dentro de você dizendo ‘Você não é um pintor, então pinte sem parar, de todos os modos possíveis, e aquela voz será silenciada’, como afirmou Van Gogh, um dos maiores pintores da história. Substitua a palavra ‘pintor’ por engenheiro, jornalista, arquiteto, policial, mãe, professor, motorista, cantor, ator, escritor, uma pessoa próspera... ou o que você desejar. E acredite nisto: sua mente e seu corpo são obrigados a seguirem as suas decisões, suas ações e suas crenças.

    Silencie a voz que tenta derrubar você.

    Com um beijo carinho,
    Sempre Lúcia Zen.

    ResponderExcluir
  34. A manifestação a nível nacional:

    http://www1.folha.uol.com.br/saber/973898-professores-em-greve-se-acorrentam-em-praca-de-belo-horizonte.sht

    ResponderExcluir
  35. Euler,
    bravos(as) bravíssimos(as) companheiros(as) que estão se manifestando acorrentados ao pirulito da praça sete. TODA NOSSA SOLIDARIEDADE A ELES.
    FORÇA. HAVEREMOS DE VENCER!

    ResponderExcluir
  36. Euler,

    Recebi essa reposta do STF:
    "Protocolo de nº 73397
    À Senhora
    MARIA HELENA SILVA
    Prezado (a) Senhor (a),

    Em atenção à sua manifestação referente à ADI 4167, que questiona dispositivos da Lei nº 11.738/08, instituiu o piso nacional dos professores de ensino básico das escolas públicas brasileiras, permitimo-nos trazer os seguintes esclarecimentos:

    O Plenário do Supre mo Tribunal Federal (STF) concluiu no dia 27.04.2011 o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4167, que trata do piso nacional dos professores da rede pública e sua jornada de trabalho.

    Esta Corte julgou a Ação improcedente, sem, contudo, conferir efeito vinculante à decisão quanto ao juízo referente à jornada de trabalho.

    O julgamento teve início no dia 06.04.2011, quando por maioria de votos o Plenário reconheceu a constitucionalidade do estabelecimento de um piso nacional para os professores do ensino básico da rede pública, conforme previsto na Lei 11.738/2008.

    No segundo dia de julgamento, Suas Excelências os Senhores Ministros do STF decidiram pela improcedência da Ação no que se refere ao § 4º do artigo 2º da lei questionada, dispositivo que diz que, "na composição da jornada de trabalho, observar-se-á o limite máximo de 2/3 (dois terços) da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os educ andos".

    Com o voto de Sua Excelência o Senhor M! inistro Cezar Peluso, Presidente do STF, o resultado do julgamento, quanto a este dispositivo - parágrafo 4º do artigo 2º da Lei 11.738/2008 - acabou com cinco votos por sua constitucionalidade e cinco votos por sua inconstitucionalidade, haja vista que Sua Excelência o Senhor Ministro Dias Toffoli declarou-se impedido de julgar a causa, uma vez que atuou na referida Ação quando ocupava o cargo de Advogado-Geral da União.

    Em razão do empate de votos, os Senhores Ministros decidiram julgar a ação improcedente, mas sem atribuir efeito vinculante quanto ao que decidido no tocante à jornada de trabalho.

    O acórdão da ADI 4167 foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico (DJe) em 24.08.11 e pode ser acessado por intermédio do sítio desta Corte (www.stf.jus.br), menu JURISPRUDÊNCIA - INTEIRO TEOR DE ACÓRDÃOS.

    Para sua comodidade, segue o endereço eletrônico da referida decisão:

    http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=AC&d ocID=626497

    Entretanto, para que a decisão produza efeitos é necessário o esgotamento de todas as vias recursais. Ressaltamos, que foram interpostos recursos de embargos de declaração por algumas unidades da federação. Por fim a decisão do plenário do Supremo Tribunal Federal só poderá produzir efeitos após o julgamento dos referidos recursos, que estão sob análise do Ministro Relator, Sua Excelência o Senhor Ministro Joaquim Barbosa.
    A Central do Cidadão e Atendimento agradece o seu contato, em nome de Sua Excelência o Senhor Ministro Cezar Peluso, Presidente do Supremo Tribunal Federal. Atenciosamente,"

    Gostaria que fizesse um comentário a respeito.

    ResponderExcluir
  37. SOS - um GRITO de socorro: professores acorrentados no coração de Belo Horizonte (MG)

    A nossa voz será a voz de todos os injustiçados nesse estado e nesse país. A luta é nossa, a vitória é de todos.
    --- NDG ---
    Mais um ato de bravura e de luta, educadores e profissionais da educação fazem protesto no coração da capital mineira Belo Horizonte.
    A sociedade está apoiando nosso movimento e a nossa luta.
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com

    Parabéns aos bravos guerreiros.

    Gleiferson Crow
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com

    ResponderExcluir
  38. Euler,
    Recebi essa resposta do STF:
    "Protocolo de nº 73397
    À Senhora
    MARIA HELENA SILVA
    Prezado (a) Senhor (a),

    Em atenção à sua manifestação referente à ADI 4167, que questiona dispositivos da Lei nº 11.738/08, instituiu o piso nacional dos professores de ensino básico das escolas públicas brasileiras, permitimo-nos trazer os seguintes esclarecimentos:

    O Plenário do Supre mo Tribunal Federal (STF) concluiu no dia 27.04.2011 o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4167, que trata do piso nacional dos professores da rede pública e sua jornada de trabalho.

    Esta Corte julgou a Ação improcedente, sem, contudo, conferir efeito vinculante à decisão quanto ao juízo referente à jornada de trabalho.

    O julgamento teve início no dia 06.04.2011, quando por maioria de votos o Plenário reconheceu a constitucionalidade do estabelecimento de um piso nacional para os professores do ensino básico da rede pública, conforme previsto na Lei 11.738/2008.

    No segundo dia de julgamento, Suas Excelências os Senhores Ministros do STF decidiram pela improcedência da Ação no que se refere ao § 4º do artigo 2º da lei questionada, dispositivo que diz que, "na composição da jornada de trabalho, observar-se-á o limite máximo de 2/3 (dois terços) da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os educ andos".

    Com o voto de Sua Excelência o Senhor M! inistro Cezar Peluso, Presidente do STF, o resultado do julgamento, quanto a este dispositivo - parágrafo 4º do artigo 2º da Lei 11.738/2008 - acabou com cinco votos por sua constitucionalidade e cinco votos por sua inconstitucionalidade, haja vista que Sua Excelência o Senhor Ministro Dias Toffoli declarou-se impedido de julgar a causa, uma vez que atuou na referida Ação quando ocupava o cargo de Advogado-Geral da União.

    Em razão do empate de votos, os Senhores Ministros decidiram julgar a ação improcedente, mas sem atribuir efeito vinculante quanto ao que decidido no tocante à jornada de trabalho.

    O acórdão da ADI 4167 foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico (DJe) em 24.08.11 e pode ser acessado por intermédio do sítio desta Corte (www.stf.jus.br), menu JURISPRUDÊNCIA - INTEIRO TEOR DE ACÓRDÃOS.

    Para sua comodidade, segue o endereço eletrônico da referida decisão:

    http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=AC&d ocID=626497

    Entretanto, para que a decisão produza efeitos é necessário o esgotamento de todas as vias recursais. Ressaltamos, que foram interpostos recursos de embargos de declaração por algumas unidades da federação. Por fim a decisão do plenário do Supremo Tribunal Federal só poderá produzir efeitos após o julgamento dos referidos recursos, que estão sob análise do Ministro Relator, Sua Excelência o Senhor Ministro Joaquim Barbosa.
    A Central do Cidadão e Atendimento agradece o seu contato, em nome de Sua Excelência o Senhor Ministro Cezar Peluso, Presidente do Supremo Tribunal Federal. Atenciosamente,"

    Gostaria que fizesse um comentário a respeito.

    ResponderExcluir
  39. olá Euler,
    Era esse tipo de iniciativa que eu te disse que estava faltando para chamar a atenção da mídia e sair da mesmice das assembléias.Gostei da iniciativa dos colegas na praça sete.
    Firmes na luta....
    Até a vitória...
    Gilvânia, história.

    ResponderExcluir
  40. CHARLOTTE SAMPAIO DIZ:

    Que o sacrifício dos colegas acorrentados (enfrentando, sol, calor, sede, fome e desconforto) seja brindado com mais adesões e com a nossa vitória!!!

    >>mais uma vez o meu MUITO OBRIGADO a eles>>

    estou muito emocionada com a atitude deles!!!

    ResponderExcluir
  41. Minhas congratulações aos companheiros na Pça Sete.Com luta, com garra, o piso sai na marra!!!!

    ResponderExcluir
  42. Concordo com o tiopaul ,temos e que acampar na assembleia e no MP, pois esta passando da hora,pois esta e a hora.Mutum

    ResponderExcluir
  43. Cristina Costa,

    nossa representante no Sind UTE,

    POR QUE NÃO ENTRAR COM 153.000 AÇÕES INDIVIDUAIS SOLICITANDO O REGIME REMUNERATÓRIO VIGENTE EM 10/08/11, QUE FOI OFERECIDO COMO OPÇÃO AOS PROFESSORES PELO GOVERNO, ATÉ A ÚLTIMA DATA PARA EFETUAR A OPÇÃO.

    DEPOIS SERIA ACRESCENTAR O PISO, AMPARADO NA PUBLICAÇÃO DO ACÓRDÃO.

    BASTARIA FAZER PROCURAÇÕES AUTORIZANDO O SIND UTE COMO REPRESENTANTE NESTA CAUSA.

    PENSE NISTO.

    OBRIGADO.

    ResponderExcluir
  44. Euler,
    Acabamos de visitar a maior escola de Alvarenga(leste do estado)para convencer os trabalhadores a aderirem ao movimento , ao chegar em casa recebi um telefonema de uma funcionária dizendo que 20 deles paralisarão a partir de amanhâ...
    Precisamos fazer esse tipo de trabalho agora com mais intensidade pois estamos chegando perto do objetivo. Aproveito também para solidarizar com nossos colegas que estão acorrentados na Praça Sete...

    ResponderExcluir
  45. Isabel Assumpção - Manhuaçu12 de setembro de 2011 18:14

    Parabéns a todos nós que estamos mostrando garra e firmeza na luta. É emocionante a atitude destes acorrentados, mas, vamos sair de todas as correntes que nos prendem. Deus é fiel e os humilhados não ficam sem seu amparo. FORÇA, UNIDADE e PAZ. Até a vitória!!!!
    Um enorme abraço a todos que estão na luta,
    Isabel

    ResponderExcluir
  46. Gente, vamos correr pro site do Jornal O Tempo, pra nos defendermos, estão falando muito mal do protesto de hj.
    Vamos lá!!!

    ResponderExcluir
  47. EULER,
    Corra no site do JORNAL O TEMPO e faça um comentário que só vc sabe fazer.
    VAmos nos defender, JÁ!!!!

    ResponderExcluir
  48. Euler e companheiros de luta,

    Vejam que o Rio Grande do Sul tem Ministério Publico. Agora só falta o de MG agir também Quem sabe ele não se anima e cumpre o seu papel

    Leiam a notícia ABAIXO:

    MP ingressa com ação para cumprimento do piso do magistério
    Por Jorn. Ricardo Grecellé

    O Ministério Público ingressou nesta segunda-feira, 12, com ação civil pública na Vara da Fazenda Pública, para que o Estado do Rio Grande do Sul atenda imediatamente a Lei 11.738/2008, que institui o piso salarial nacional dos profissionais do magistério público da educação básica. Recentemente esta legislação teve sua constitucionalidade ratificada por decisão do Supremo Tribunal Federal, ao julgar improcedente ação direta de inconstitucionalidade proposta por diversos estados. No documento é requerida, liminarmente, a suspensão imediata de todas as ações de cunho individual que tramitam até o julgamento da ACP.

    Os detalhes da medida foram repassados à Imprensa durante coletiva na sede do MP, com a participação do subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Marcelo Dornelles. A ação é assinada pelos promotores de Justiça Alceu Schoeller de Moraes, Ana Cristina Ferrareze Cirne, Rosângela Corrêa da Rosa e Synara Jacques Buttelli.

    Na ação, o Ministério Público também requer liminarmente, a inclusão no orçamento para 2012 e para os anos seguintes de previsão de recursos para o pagamento do piso salarial do magistério. Também é pedido que o Estado confeccione e exiba uma planilha discriminatória do quadro remuneratório hoje praticado, comparativamente aos cenários que serão resultantes da aplicação do piso salarial em seus três momentos ou escalonamentos, agrupando por quantidade de profissionais da educação e por categorias vencimentais previstas no Estatuto e Plano de Carreira do Magistério Público do RS.

    Durante a entrevista aos jornalistas, Marcelo Dornelles explicou que a ação civil pública do MP contempla interesses de todos os envolvidos. “Beneficia os professores, mas também o Poder Judiciário e o Estado, pois vamos trazer economia aos cofres públicos”, destacou. De acordo com o Subprocurador-Geral, até o momento cerca de duas mil ações individuais já foram ajuizadas pedindo o cumprimento do piso salarial. A estimativa é que esse número possa chegar a 200 mil. O custo de cada uma delas para o Judiciário é de, aproximadamente, R$ 900. “Se não fizéssemos essa ação, o Estado seria penalizado de forma muito mais grave”, ressaltou. A intenção, segundo Dornelles, é em um segundo momento replicar ações nos municípios, uma vez que a decisão do STF também é válida para professores da rede municipal.

    Também participaram da entrevista os coordenadores dos Centros de Apoio Operacionais da Infância e Juventude, Maria Regina Fay Azambuja, e dos Direitos Humanos, Alceu Schoeller de Moraes; e a promotora regional da Educação, Synara Jacques Buttelli.

    Fonte: http://www.mp.rs.gov.br/noticias/id26151.htm

    ResponderExcluir
  49. Também parabenizo os combatentes acorrentados em B.H. O que tenho percebido é que a mídia está sim fazendo cobertura (não aquela que merecemos)portanto, faço coro aos que julgam que mudanças de comportamento para chamar atenção de todos é necessária. Façamos o que for preciso, para que mais e mais pessoas saibam porque estamos brigando e que nossa greve é justa e que o governo mente, oculta, intimida, NÃO CUMPRE UMA LEI FEDERAL! Que todo o Brasil veja o descaso do Governo de Minas Gerais. Força na Luta!!

    ResponderExcluir
  50. GUERREIROS DA PRAÇA SETE: MUITO OBRIGADO POR VOCES ESTAREM DOANDO SUAS EMOÇÕES E SUAS ENERGIAS,EM PROL DE UMA CAUSA QUE VAI BENEFICIAR A TODOS OS EDUCADORES DE minas.ESTOU A 300 Km DE VOCES,MAS MEU CORAÇÃO ESTÁ AÍ!!!!!
    Aos "dadores de aula": DEIXEM DE SER COVARDES,VENHAM PARA A LUTA.SERÁ QUE NÃO RECONHECEM QUE A LUTA É DE TODOS!!!!!
    COMO VOCES TEM CORAGEM DE FICAREM COMO SE NÃO ESTIVESSE ACONTECENDO NADA??????? OLHEM PARA O LADO,PELO AMOR DE DEUS,CAIAM NA REAL,DEIXEM DE SER UNS ALIENADOS!! COMO VÃO GUIAR SEUS ALUNOS PELOS CAMINHOS DE UMA VERDADEIRA CIDADANIA,SE VOCES NÃO A PRATICAM???? AINDA DÁ TEMPO,VENHAM PARA A LUTA POIS ELA É DE TODOS!!!!!!!!!
    MAIS UMA VEZ,COMPANHEIROS DA PRAÇA SETE,MUITA LUZ E MUITA FORÇA A VOCES!!!! ATÉ A VITÓRIA!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  51. Boa Noite colegas. Infelizmente tenho que me manifestar, sou o diretor da E.E.PROFESSOR WILSON DE MELO GUIMARAES Citada pela nossa colega. Adireção desta escola manteve até nesta segunda dia 12/09 o ensino fundamental e medio a não ser o 3º ano todo parado mesmo com a pressão, para que voltassemos mesmo que parcial a dias atrás, mas informo a vocês que alguns de nossos professores voltaram, e naõ possso dizer que talvez por vontade de furar a greve, mas sim pela necessidade financeira já que a pressão do governo é muito grande, com o corte de ponto. Mesmo assim acho que nossos guerreiros merecem a nossa consideração por terem lutado, pela nossa causa, e infelizmente por um ferimento que atinge muitos de nossos terem que voltado da guerra. Mas como a nossa colega bem sabe a nossa escola é,e continuara sendo referencia em Pará de minas pela luta e pela busaca de nossos diretos, e só lembrando mesmo voltando de forma parcial nossa escola é a que mais apoio a greve em nossa cidade. o Abraço a todos e com toda a siceridade PARABENS PELA LUTA, E POR ESTAREM RESISTINDOM A TANDO TEMPO CONTRA ESTE GOVERNO FALSO E HIPOCRITA

    ResponderExcluir
  52. Enquanto existem professores tão corajosos e determinados, que poderão bater no peito e com orgulho dizer que foi um mestre, em todos os sentidos da palavra. Temos aqueles covardes que não são dignos de pertencerem a essa categoria e com certeza, nesse momento, estão sentindo vergonha deles mesmos.
    Aos bravos colegas que se sacrificam para conseguirem algo que já nos é de direito. E o desgoverno ainda tem coragem de dizer que preza pela justiça e liberdade. Quanta blasfêmia!

    Maria helena - Ipatinga

    ResponderExcluir
  53. Parabéns colegas acorrentados, sacrificio de alguns e covardia por parte daqueles que estão trabalhando, só esperando os resultados.
    MONTES CLAROS.

    ResponderExcluir
  54. Por quê o governador mineiro se encontra tão reticente quanto ao pagamento do piso nacional? Será birra do governador mineiro? Bem, especulações à parte, mas, me parece que o governo mineiro quer ganhar tempo para planejar outra coisa que não consigo vislumbrar qual seja, temos de manter a população ao noso favor e antecipar quaisquer ações do governo mineiro. O prazo para que os professores possam optar entre o piso nacional e o subsídio de R$719,00 é somente um pretexto para tentar manipular o judiciário ao seu favor, lançando na mídia que já paga o piso nacional.

    Seria de imensa valia um outdoor com com contracheque de alguns professores em locais estratégicos da cidade de Belo Horizonte.

    Haveria a possibilidade de o sindUTE propor isso?

    ResponderExcluir
  55. Euler porque não fazemos igual ao RS,montamos ações individuais ou coletivas,me responda já te escrevi varias vezes e vc não respondeu

    ResponderExcluir
  56. Euler porque não fazemos igual ao RS montamos ações contra o governo exigindo o piso,ações individuais ou coletivas me responda já te escrve varias vezes Angelita

    ResponderExcluir
  57. É LAMENTAVEL A DECISÃO DOS PROFESSORES DA E.E PROFESSOR WILSON DE MELO GUIMARÃES. SEM SALÁRIO ESTÃO TODOS QUE ADERIRAM A GREVE.

    ResponderExcluir
  58. OLHA PESSOAL! VEJA SÓ O EXEMPLO DOS PROFESSORES DE BH, ELES TAMBÉM ESTÃO SEM SALÁRIOS,SÃO PESSOAS CORAJOSAS E DETERMINADAS.
    PARABÉNS PROFESSORES DE BH.

    ResponderExcluir
  59. PESSOAL, PRECISAMOS FAZER MANIFESTAÇÕES A NIVEL NACIONAL.

    ResponderExcluir
  60. O desgoverno de Minas irá preparar os alunos para o ENEM com apenas dois minutos de esclarecimento pela tv. Em minha cidade não temos acesso a Rede Minas, nossos alunos ficarão prejudicados. Quem acompanhar os dois minutos de programação terá direito ao certificado de conclusão de curso? Conte outra piada que essa é muito sem graça.

    ResponderExcluir
  61. Olá pessoal da Luta, guerreiros do NDG:
    Mais uma vitória nossa, a nível municipal sim, mas porém, inspirados nos bravos guerreiros hoje acorrentados!
    Na minha cidade (não vou citar qual, para preservar meus colegas na luta), houve uma "convocação" para todos os PROFESSORES, por parte de um ou dois colegas (em greve) que estavam querendo, na maior cara de pau, pressionar para voltar as aulas!Para lá fomos, e não não é que tais "colegas" alegaram discaradamente que gostariam que todos terminassem a greve na escola, porque a nossa greve não mudaria nada, e que pasmem, "elas não precisavam de salário para dar aulas, mas porque amavam ensinar as crianças". Chegaram até a sugerir que se passasse uma lista de assinaturas para voltar as aulas, mas... mas...aí entrou de sola o nosso "NDGinho - Nuclinho Duro da Greve" e bronqueou no ato, dizendo que era uma falta de respeito, e muita covardia com nossos colegas que estão em greve há meses, aguentando toda sorte de malvadezas deste desgoverninho asía, no mesmo momento em que se mostrava em um telão o sofrimento ao vivo dos nossos guerreiros acorrentados em BH. Pode isso? Um dos nossos guerreiros, ainda irado de raiva, impediu que se continuasse tal discurso e com voz firme encerrou a tal "convocação".
    Que este ato dos bravos guerreiros acorrentados sirva de inspiração para nossos colegas em sala de aula, assistindo o filme da História da Educação Mineira passar, e nela não querer entrar!

    Educador em GREVE

    ResponderExcluir
  62. Diretor, diretor... Você diz que a direção manteve a greve até o dia 12.O que aconteceu com esta direção? Porque fraquejou?Situação financeira não é justificativa, mesmo porque o governo não vai repor percas para quem voltar, antes do término da greve. De mais a mais, quanto mais forte a greve, mais rapidez nas negociações.Vai lá diretor, faça valer o seu discurso, que acredito ser coerente.Como líder, sabe da força que tem com os seus professores. Se afirma que o governo é falso e hipócrita,como deixar que os seus mestres também o sejam?A hipocrisia está presente em cada ato de ofensa à nossa dignidade.Então diretor,vamos fazer juz ao ato heróico que iniciaram,dando as mãos e voltando à luta?
    Queremos notícias destes guerreiros de Pará de Minas,que sob sua direção com certeza voltarão ao combate.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  63. Olá,
    Alguém poderia me informar como faço para entrar com processo individual no MP?

    Acho que o que aconteceu no Rio Grande do Sul foi o número de processos individuais, e seu valor altíssimo para o MP de lá.

    Se entrássemos aqui em Minas, imagine 150.000 processos, eles iriam ficar loucos.

    Um grande abraço a todos, e força.

    ResponderExcluir
  64. DESTA FORMA, COM ESTA MOROSIDADE PARA AGIR DO SIND UTE, TEMOS TODAS AS CONDIÇÕES PARA SERMOS OS PERDEDORES.

    ResponderExcluir
  65. A greve ganha a midia
    Professores grevistas de MG se acorrentam para ganhar o piso
    http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI5345019-EI8266,00-Professores+grevistas+de+MG+se+acorrentam+para+ganhar+o+piso.html

    ResponderExcluir
  66. Companheiros

    Quando dizemos que aqui em MG , a imprensa , a justiça , o Ministério Público e a ALMG são subordinados ao gabinete do Governador não é mero discurso de oposição ; é uma constatação . No Rio Grande so Sul , o Ministério Público agiu como Ministério Público .Em Minas Gerais o Ministério Público age a mando do Governador :

    http://www.mp.rs.gov.br/noticias/id26151.htm

    ResponderExcluir
  67. "Dificil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama.
    Eu desisti. Mas não pense que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer"!
    Bob Marley

    ResponderExcluir
  68. Professores, não podem nem pensar no término do movimento sem o Piso. Vamos imaginar que os professores recuam e o Piso não é pago. Todos os professores que estão na carreira ficarão com o salário de dezembro de 2010 congelado, ou seja com a remuneração de R$935,00. Portanto a coisa é mais séria do que se pensa.
    Pelo que foi exposto,não tem outra alternativa manter a greve, caso contrário tem que ir para o subisídio ou entrar na justiça e esperar pelo julgamento positivo da Ação.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  69. Olá combativo Euler,
    estou tendo problemas para acessar o portal do servidor espelho do contra cheque que sempre diz que o site não é confiável e que alguém está se passando por ele porque será isso?Será que tive minhas informações copiadas?Por favor alguém me explique.

    ResponderExcluir
  70. BOA NOITE EULER,
    VC ESTA SABENDO DE ALGUM OFÍCIO QUE FOI ENCAMINHADO PARA AS SREs,SOBRE EXONERAÇÃO DE DIRETORES E VICE- DIRETORES QUE ESTÃO NO MOVIMENTO DE GREVE?
    PODE NOS INFORMAR ALGO A ESSE RESPEITO?!

    ResponderExcluir
  71. Parabéns aos colegas da escola mencionada pelo educador em greve das 20:04!

    Deram o melhor exemplo para Minas, inspirados em outro grande exemplo dos colegas acorrentados.

    A greve continua, até a nossa vitória!

    ResponderExcluir
  72. Euler, vc recebeu meu comentário sobre as estratégias da greve de Ipatinga?
    Renata

    ResponderExcluir
  73. Link do Ministério Público de MG:

    https://aplicacao.mp.mg.gov.br/ouvidoria/cidadao/acesso.do?idOuvidoria=7


    cliquem em "Cadastrar denúncia" - preencham o formulário e façam a denúncia ou crítica ou cobrança que quiserem.

    ResponderExcluir
  74. Euler, eu acho que ate agora tudo que os professores de Minas fizeram foi uma fogueirinha e esse governo esta querendo um incêndio, se é um incêndio vamos dar a ele este incêndio, a ideia é FECHAR A BR 116 e a BR 262 em Realeza, isso terá repercução nacional, pois afetará todo o transporte do sudeste para o nordeste do País, afetará o polo de Camassarí, onde esta a FORD, afetará a MERCEDES em Juiz de Fora e etc... para uma repercução nacional teremos que trazer pelo menos 6 mil Professores para paralizar essa BR. Esse governador é igual BURRO empacado. Até a vitoria.
    Beiça...

    ResponderExcluir
  75. Euler,
    Boa Noite
    Que Deus ilumine todos vocês para que esse movimento chegue ao fim. Principalmente ao nosso goverandor. Tem muitas vidas em jogo nesta resistência.

    ResponderExcluir
  76. Professor Euler,

    Mandei um comentário sobre as estratégias da greve de Ipatinga, mas, não foi publicado.
    Peço a você que entre em contato com a subsede daqui de Ipatinga e te passarão o passo a passo. VALE A PENA tentar, afinal nós conseguimos.
    Um abraço.
    Renata

    ResponderExcluir
  77. Sobre o Dirtor da E.E. Wilson de Melo Guimarães.
    Gostaria, aqui de manifestar minhas considerações ao Diretor da escola, pois, em tudo que dependeu dele, o movimento teve apoio e ainda tem.
    É o ÚNICO Diretor que apoia o movimento diretamente. O que acontece é que aqui em Pará de Minas a situação é atípica ao movimento: Enquanto no resto do Estado o movimento cresce, aqui é diferente.
    Desde o dia 08/06, via colegas batendo no peito e dizendo: "Eu não volto antes do piso", e ainda criticavam os colegas que não aderiram o movimento. Agora estão lá junto dos mesmos, esperando pela conquista sem se preocupar como o coletivo. Saúdo aqui este Diretor, que já tive a honra de trabalhar junto, enquanto o mesmo ainda era professor de Ciências, e posso garantir: Sua postura não mudou em nada. Continua sendo um car íntegro e capaz de abrir mão de interesses comuns em detrimento de interesses coletivos.
    Pudera, termos mais diretores assim. Talvez a Educação não estivesse esta lástima.

    ResponderExcluir
  78. Bravos guerreiros. O NDG só pisa na escola com o piso. Estamos nos expondo a todo tipo de humilhação, implorando por um DIREITO NOSSO GARANTIDO POR LEI!!!! Então, só voltamos para a escola com o piso. Não estamos passando por tudo isso à toa não. Queremos a vitória e não vamos desistir. O piso vai ter que sai, senão A GREVE CONTINUA!

    ResponderExcluir
  79. Companheiros, dos comentários que enviei para o blog da Beatriz apenas um deles foi publicado mas sem comentário. Os demais até agora nada.

    Mas enviei para ela um email também ponderando algumas situações.

    Não consegui publicar aqui, acho que ficou grande.


    Vejam:
    Atuação do Ministério Público
    http://blogdabeatrizcerqueira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  80. Amigos, nenhuma novidade... A Bia apenas publicou os comentários mas não se manifestou!!

    Vamos continuar firmes com nossa luta!!

    O que temos que ter clareza é que sem o PISO não pisamos na escola!

    ResponderExcluir
  81. Colegas de Luta:
    Hoje, em torno de 8 horas fizemos uma corrente de oração para todos os professores e professoras que estão nesta Luta. Jesus foi um grande lutador, por isso, devemos tê-lo como exemplo. Nada é maior que o poder de Deus, então, nenhum anastasia, nenhuma renata e nenhuma aninha(com letras minúsculas, pois com letras maiúsculas significam pessoas com dignidade humana e acima de tudo, que saibam respeitar aos outros)que vão nos derrotar.

    Vera Ribeiro-Guaxupé

    ResponderExcluir
  82. olá, Euler,
    Moro em BH, mas minha cidade natal é Santa Rita do Sapucaí, e lá, os professores fingem que não existe greve e continuam a dar aulas normalmente.
    Há um blog da cidade e tenho tentado por diversas vezes colocar sobre a greve. Hoje, finalmente, consegui.
    O dono do blog é um ex-aluno e hoje professor.
    Quem quiser endossar a chamada de greve, nos comentários, o link é:
    http://valeindependente.wordpress.com/2011/09/12/professores-em-greve-se-acorrentam-a-monumento-no-centro-de-bh/#comment-30665

    Abraços e até o piso.

    ResponderExcluir
  83. Boa Noite,excelente idéia de nossos companheiros de ficarem acorrentados no pirulito, belo protesto!Me passou pela cabeça a possibilidade de que vc através do seu blog , tão importante nas articulações do nosso movimento mandar para o programa do Jô Soares, no espaço destinado a sugestão de piadas uma denúncia da situação da educação em Minas Gerais enfatizando nossa greve de quase 100 dias, a proposta nojenta dos 712,00 e o não cumprimento do piso nacional! a escola pública está doente e capenga sem professores valorizados devidamente, haja visto os resultados do Enem!!! O calcanhar de Áquiles do Brasil passa por uma melhor educação e se Minas é exemplo com diz o nosso digno governador , imagine o restante do país??? Sem piso, continuamos fora da escola!que tal a minha idéia ????

    ResponderExcluir
  84. Olá Euler
    O NDG de UBÁ esta trabalhando muinto.Conseguimos muitas adesões visitando as escolas.Pedimos também o apoio na Camera de Vereadores,radios locais e entregamos a lista dos deputados para todos nossos alunos.Estamos aguardando confirmações de outras adesões.

    ResponderExcluir
  85. EULER ,OUÇA O QUE O PROCURADOR DO ESTADO DE RS DISSE EM ENTREVISTA COLETIVA !PORQUE NÃO ACONTECE ISTO AQUI EM MINAS GERAIS?

    http://www.mp.rs.gov.br/imprensa/bol_radio/id26165.html

    ResponderExcluir
  86. Olá, Euler,
    Os jornais que permitem comentários são um ótimo meio de divulgar a greve, e seria bom que todos comentassem.
    A propósito, comentando um comentário , assim o fiz:
    o comentário
    ricciotti
    Belo Horizonte
    A greve tem fins políticos.Cinco coordenadores do SIND-UTE, são filiados ao PT. Os mestres estão sendo usados como massa de manobra para politicagem.
    A resposta
    Ricciotti, será mesmo que um professor com faculdade, pós-graduação e até mestrado se prestaria a ser manobrado por um sindicato? Será que 712,00 são tantos reais assim para que os professores se deixem manobrar? Nosso movimento é justo, queremos o que é legal, estabelecido por uma lei federal.
    Quem está contra os professores sim, é que está sendo monobrado, como uma triste marionete pelo governo e seu ditador Anastasia, pois não pensa, não reflete e apenas diz sim, senhor, para as balelas do sr.anastasia ( com a minúsculo ).Pessoas que não avaliam a real situação dos professores são carneirinhos, mansos, cordeiros, sem inteligência própria. São essas pessos que o governo quer formar nas novas escolas de Minas, as escolas da deseducação, pessoas ignorantes, mas que votam no partido que tiver maior apelo na mídia.
    Pena, pois a educação em Minas valerá 712,00. Quanto dá para se ensinar com isso???

    VAle a pena aproveitar a imprensa com comentários.
    Mesmo que alguns ainda falem besteiras.
    Abraços e até o piso

    ResponderExcluir
  87. Paulo Roberto Barroso 20:41

    Entrou para o NMM - O Núcleo do Miolo Mole?

    ResponderExcluir
  88. Parabéns aos colegas do NDG, se for para morrer de fome que seja em combate por uma cousa justa e não na sala de aula ganhando esmola que já não dá para comprar a comida.Hoje tenho pena desses professores(a) que voltou ao trabalho para marcar ponto e receber sem trabalhar, são fracos e esse diretor que fraquejou não seria a pessoal ideal p/ dirigir uma escvola ñ tem jogo de sintura e nem postura infelizmente , isso só traz atrazo para educacão. Eles pensam que o GOVERNO gosta de gente fraca estais enganado o GOVERNO não quer pessoas submissas p/ trabalhar pra ele. Se algo acontecer com sua escola vc deve ser o 1º a correr e deixar a escolar em apuros, seja combatível não fuge a luta ,junte-se ao NDG.

    ResponderExcluir
  89. Quanto maior for o salário do aluno ao ingressar no mercado de trabalho maior será o salário do professor que o formar.

    Atualmente o aluno formado no ensino médio da rede pública estadual irá receber remuneração não superior a R$ 560,00. Esta é a realidade!

    ResponderExcluir
  90. UNICO LUGAR QUE CONSEGUIR ESCREVEAR O QUE ESTÁ NA MINHA GARGANTA.GOSTARIA QUE A NOSSA PRESIDENTA MOSTRASSE AO GOVERNADOR ANASTASIA QUEM MANDA.ELE ESTÁ FAZENDO OS PROFESSORES DE FANTOCHES.CADÊ A CIDADANIA?OS DIREITOS HUMANOS?DAQUI A POUCO ELE VAI NA PRESIDENCIA E COMEÇA A DAR ORDENS NO LUGAR DA DILMA, SE NÃO RESPEITA A LEI VAI RESPEITAR A PRESIDENTA?ELE É TEIMOSO.SE FOSSE PARA DAR AUMENTO A CLASSE DE POLÍTICOS ELE NÃO OLHARIA O ORÇAMENTO É SEMPRE ASSIM QUEM SE LASCA É O POVO. O SISTEMA SE SAÚDE É UMA MERDA PARA OS PROFESSORES.O IPSEMG DE GOVERNADOR VALADARES FAZ NOJO. NÃO CONSIGO ENTENDER O QUE SENTE UM GOVERNADOR QUE SE DIZ TER SIDO PROFESSOR E NÃO ESCUTA A VOZ DOS PROFESSORES.GOVERNADOR SEU NOME SRÁ LEMBRADO POR MUITO TEMPO E COM CERTEZA ELEIÇÃO NO ESTADO DE MINAS NÃO GANHA MAIS POIS ATÉ OS PAI DOS ALUNOS ESTÃO INDGNADOS.O GOVERNO TOCA TUDO PARA O PROFESSOR,PROVA DISSO E DAQUILO,O COITADO QUASE MORRE PARA DAR CONTA E AINDA NAO ACHA JUSTO ATENDE-LO?.GOVERNADOR VOCE NÃO MERECE O CARGO QUE TEM.

    ResponderExcluir
  91. A ditadura se instalou definitivamente nessas Minas Gerais. Duas vice-diretoras da cidade de Oliveira que estão em greve foram dispensadas da função, hoje, no MG à pág.62. Selma que se dedica à função de vice há 19 anos e sua companheira Selam foram exoneradas da função simplesmente porque estão em greve. Viva a luta! Abaixo a ditadura! ALô SIND-UTE!
    Selma Machado.

    ResponderExcluir
  92. Mercadante quer 30% dos recursos do pré-sal para a educação.


    O Ministro da Ciência Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante, defendeu nesta terça-feira que o Congresso Nacional reveja as receitas do fundo setorial CT-Petro retirados pela Lei nº 12.351/2010, sancionada por Luiz Inácio Lula da Silva em dezembro de 2010. O ministro é favorável que 30% deste dinheiro seja investido em educação. Ele também quer que 7% dos recursos sejam destinados para ciência, tecnologia e inovação.

    A proposta do ministro contraria interesse de prefeitos e governadores que querem os recursos do pré-sal para custear gastos ordinários. "O dia a dia tem que ser resolvido com o crescimento do País, com a geração de renda", disse. "O pré-sal é uma riqueza provisória, temporária. O prefeito de amanhã não vai ter o pré-sal. Talvez a geração dos nossos netos não terá. O que nós vamos deixar para eles?".

    Leia mais...
    http://noticias.terra.com.br/educacao/noticias/0,,OI5347315-EI8266,00-Mercadante+quer+dos+recursos+do+presal+para+a+educacao.html

    ResponderExcluir
  93. Turma de traidores,,turma de judas ,devem ta recebendo favores do governador,não da mais para busca justiça aqui em minas ,temos que procurar outras instâncias.Não vamos desanimar greve até a vitória.

    ResponderExcluir
  94. EULER BEM QUE VOCÊ FALAVA DA INDECISÃO DO SINDUTE, ESTÁ NOS LEVANDO PARA O BURACO!aSSISTIU A ASSEMBLÉIA DE HOJE? E AGORA?SINDICATO DE FOLGADOS!

    ResponderExcluir