domingo, 11 de setembro de 2011

Nosso 11 de de setembro: 96 dias de greve, por um direito sonegado



Nosso 11 de de setembro: 96 dias de greve, por um direito sonegado


As datas de um calendário têm sempre significados diferentes para cada um de nós. Pode ser a dia de aniversário de um conhecido, ou mesmo a data de falecimento de algum ente querido. Mas, pode ser também o dia de uma tragédia que acometera um grande número de pessoas. O 11 de setembro é uma dessas datas.

No período mais recente registramos pelo menos dois acontecimentos que marcaram a vida de muitas pessoas, de muitos povos. Foi nesta data, há 10 anos, que ocorreu a derrubada das Torres Gêmeas do World Trade Center, nos Estados Unidos. Uma história mal contada para alguns, que teria ceifado a vida de centenas de pessoas inocentes, em nome da intolerância e do ódio, alimentados pelas políticas de estado e do mercado em todo o planeta, mas especialmente pelo país onde ocorrera o dramático atentado. O suposto mentor de tal atentado - Bin Laden - fora treinado e financiado anos antes pelos serviços de inteligência (?) norte-americano, usando-o de acordo com suas conveniências geopolíticas.

O atentado de 11 de setembro teve como consequência o crescimento das políticas imperialistas de guerra e ocupação de territórios. Deste episódio, que salvou o governo Bush, envolto que estava em profundo descrédito popular, resultou, na sequência, a ocupação do Iraque e do Afeganistão pela força militar dos EUA e aliados. Por trás destas estratégias, apresentadas como parte da luta em defesa da democracia e da liberdade, estavam (estão) os interesses econômicos de poderosos grupos de rapina, que financiam as campanhas eleitorais e repartem entre si o espólio das guerras: o petróleo, a reconstrução do país destruído por eles, o controle de novos mercados, etc.

Foi no dia 11 de setembro, também, desta feita em 1973, que ocorrera o famigerado golpe de estado no Chile, pondo fim a uma das mais promissoras experiências de governo popular da América Latina - o Governo do presidente Salvador Allende, que pagou com a própria vida pela coerência de querer realizar reformas sociais que mexiam com fortes interesses internos e externos.

O golpe ali arquitetado envolvera o financiamento do governo norte-americano, e as elites internas, que usaram a força militar comandada pelo criminoso torturador Pinochet, então chefe militar do presidente Allende, a quem o ditador traíra. Era um tempo de disputas ideológicas, radicalizadas no auge da Guerra Fria e de um mundo polarizado entre duas potências militares: a então União Soviética e os EUA. Uma disputa ideológica cujo teor, apesar de parecer um confronto de classe, revelara-se, mais tarde, tratar-se apenas de duas formas distintas de uma mesma disputa de mercado.

Mas, no Chile de Allende a situação era outra. Ali se plantava a semente de um mundo novo, diferente, construído com base na solidariedade, na participação ativa dos de baixo nas decisões das prioridades políticas e econômicas. Infelizmente, tal processo fora interrompido pelo citado golpe.

As forças do mercado e do estado estão presentes na nossa vida, de diversas formas. Agora mesmo, aqui, em Minas Gerais, neste 11 de setembro, nós, educadores, somos vítimas dessas forças nebulosas. Em greve há 96 dias por um direito conquistado em lei federal e sonegado pelo governante de plantão, perguntamo-nos o por quê dessa irresponsável conduta do chefe do Executivo e dos demais poderes constituídos?

Tal como os casos citados acima, a resposta que eles dão para o público é sempre o contrário daquilo que realmente acontece. No caso das Torres Gêmeas, nessa história mal contada, o governo dos EUA respondeu cortando direitos civis dos de baixo naquele país e desenvolvendo um plano imperialista de ocupação de territórios e controle das suas riquezas. Tudo em nome da suposta ameaça à democracia ocidental. No Chile, igualmente, o golpe militar ocorrera em nome da democracia supostamente ameaçada, quando de fato implantava-se uma das mais cruéis ditaduras do planeta, que prendeu, torturou e executou milhares de lutadores sociais daquele país.

Claro que o nosso caso é mais suave em vista dos exemplos citados. Mas, por trás da recusa em nos pagar aquilo que nos pertence por direito, estão os interesses dos financiadores de campanha - empreiteiras e banqueiros -, além da farta verba publicitária distribuída para a mídia e os gastos com as contratações dos cabos eleitorais e com a alta cúpula do estado. Em suma, somos punidos e privados do que temos direito, para que possa sobrar mais recursos para os de cima partilharem entre si o banquete, o tutu, que é anunciado numa das muitas peças de propaganda do governo.

Mas, para o público externo, desavisado, a propaganda é bem outra: o governo mineiro, generoso, teria oferecido um sistema remuneratório muito melhor do que o piso salarial, muito mais "vantajoso" para nós, educadores, incapazes que somos de entender o que é bom para nós, e que acabamos seguindo cegamente o que diz o sindicato, ou este blog, ou quem quer que seja. Eles se apresentam cinicamente como preocupados com os alunos, a ponto de contratarem substitutos, ou de disponibilizarem "pílulas" de conhecimentos gerais, através da TV Minas. É simples assim: tome várias pílulas de dois minutos cada e esteja preparado para as provas do ENEM.

Contudo, para a infelicidade destas forças do atraso, a história não para, o tempo não para, e a vida não pode ser controlada, tal como imaginam nos seus confortáveis gabinetes. A reação norte-americana, desproporcional ao atentado ocorrido em seu território, tem gerado custos e consequências que a todo instante se voltam contra aquele país; no Chile, a ditadura caiu, e Pinochet e sua gangue fazem parte de um passado de terror que os chilenos vêm superando a cada dia; as ruas e praças daquele país estão hoje ocupadas por milhares de estudantes, que exigem uma Educação de qualidade ante a um governante igualmente insensível.

E aqui em Minas, por mais que o governo tenha feito de tudo para minar a nossa resistência e subtrair o nosso direito ao piso e à carreira, prejudicando os alunos, os educadores e toda a sociedade dos de baixo, até o momento estamos de pé e prontos para conquistar aquilo que nos pertence. Quanto mais o governo posterga e tergiversa sobre o pagamento do piso salarial nacional, maior o seu desgaste político.

O único desfecho para este impasse, que pode minimizar o desgaste deste governo e do projeto de poder do faraó está no cumprimento da lei federal que instituiu o pagamento do piso salarial nacional. Qualquer outro arranjo que fuja a este compromisso constitucional resultará num grande desgaste para o governo de Minas, e num estrago sem igual na carreira dos educadores e na própria Educação pública.

Portanto, que esta data de hoje seja um momento também de reflexão para todos nós, inclusive para o governo de Minas, que tem se comportado com arrogância, com intransigência, com intolerância e desrespeito pelos direitos dos educadores. Uma dose de humildade e reconhecimento de que vem encaminhando equivocadamente as negociações com os educadores poderia reduzir a imagem negativa que se constrói em torno do atual governo - e por conseguinte, do anterior também.

Está na hora do governo de Minas abandonar a sua tática do faz de conta... faz de conta que o subsídio é melhor que o piso; ou que os alunos do 3º ano do ensino médio estão sendo preparados para o ENEM com os substitutos; ou que a greve não existe; ou que a mera propaganda midiática pode substituir a vida real.

A vida real... que neste 11 de Setembro nos remete a fatos dramáticos, a nos lembrar que a realidade está (continua) prenhe de mudanças e cobranças em favor dos de baixo, sempre esquecidos e relegados a um segundo plano. É tempo de construção de um outro momento, no qual os legítimos direitos dos de baixo sejam respeitados.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

165 comentários:

  1. Bom dia Euler e demais companheiros,

    Gostaria de me dirigir aos professores do 1º ao 5º Ano.

    Professores que ainda estão em greve, reflitam comigo e depois com seus pares.

    Vocês que fizeram um curso superior depois que já estavam na sala de aula, como foi? Vocês fizeram um sacrifício ou muitos como sair de casa e deixarem seus familiares à noite ou nos finais de semana, alguns tinham que se deslocar para outras cidades correndo riscos nessas estradas, pagaram a faculdade com o salário de P1 ou PEB1, ou fizeram o Veredas, de qualquer forma fizeram algum tipo de sacrifício.

    Ter feito uma faculdade e ter passado a PEB 3 foi muito gratificante, claro, parabéns.

    Porém hoje o que estão ganhando com isso? Com a proposta indecorosa do governo oferecendo o piso de PEB1? Só o agradecimento do governador por estarem ainda em sala de aula, enquanto milhares de outros professores estão em greve pelo cumprimento do piso salarial nacional e da preservação da carreira.

    Venha fazer parte dessa luta, a luta é sua também! O governo não valoriza seus sacrifícios, sua dedicação ao magistério.

    Vocês estão fazendo falta ao nosso lado, na greve. Conversem com seus colegas e façam parte dessa histórica greve junto conosco. Ainda está em tempo. Os pais dos seus alunos vão gritar aos 4 ventos, pois são crianças pequenas e não terão com quem deixa-los, para não falar... vocês sabem!

    A hora é agora! Entrem em greve! Não se contentem com os agradecimentos do governador.

    Um grande abraça a todos.

    Pulquéria _ Montes Claros

    ResponderExcluir
  2. O faz de conta desse governo não para por ai.
    Faz de conta que temos um governador, faz de conta que somos respeitados, faz de conta q o piso será pago.
    Façamos tornar realidade o piso pela nossa luta. FORÇA COMPANHEIROS!!! FORA ANASTASIA!!!

    ResponderExcluir
  3. acho melhor essas secretarias e o governo deixa de rebolation, o brasil todo tá acompanhando isso aí estão prejudicando e acbando com sonhos de muitas pessoas.ñ sou pai de aluno,ñ sou politico,e muito menos professor.ta vacilando governador.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia EULER
    Os estadunidenses estão passando por uma crise tamanha nos dias de hoje exemplificando aquele provérbio nascido no seio da sabedoria popular:NÃO HÁ BEM QUE SEMPRE DURE NEM MAL QUE NUNCA TERMINE.
    SE CUIDA ANASTASIA,SE BENZE RENATA VILHENA,SE?$&@GAZZOLLA

    ResponderExcluir
  5. COMPROMISSO // COMPROMISSO

    Vamos lá, pessoal!

    Analisem e vamos para a ação,

    Se somamos aproximadamente 3.000 professores internautas e enviarmos 10 mensagens por dia à lista de E-mails dos deputados, serão no total 30.000 E-mails recebidos por dia para cada deputado.
    (Montem uma mensagem simples e objetiva)

    Se alguém puder mandar mais, que o faça, quanto mais melhor.

    Vamos firmar este compromisso.

    Precisamos mostrar aos deputados que os professores estão mobilizados, até a vitória final.

    *** Srs. Deputados, este governo desfaz tanto de vocês que já está antecipando um simulador , no site da SEE para quem quiser fazer opção para o subsídio.

    O GOVERNO CONTA COM A APROVAÇAO ANTECIPADA DO PROJETO DE LEI NA ASSEMBELIA HOMOLOGATIVA.

    Comecemos imediatamente.
    Vamos cumprir nossa tarefa, diariamente.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  6. Lista dos email dos deputados:

    dep.adalclever.lopes@almg.gov.br; dep.adelmo.carneiro.leao@almg.gov.br; dep.alencar.silveira.junior@almg.gov.br; dep.almir.paraca@almg.gov.br; dep.ana.maria@almg.gov.br; dep.andre.quintao@almg.gov.br; dep.anselmo.jose.domingos@almg.gov.br; dep.antonio.carlos.arantes@almg.gov.br; dep.antonio.genaro@almg.gov.br; dep.antonio.julio@almg.gov.br; dep.antonio.lerin@almg.gov.br; dep.arlen.santiago@almg.gov.br; dep.bonifacio.mourao@almg.gov.br; dep.bosco@almg.gov.br; dep.bruno.siqueira@almg.gov.br; dep.carlin.moura@almg.gov.br; dep.carlos.henrique@almg.gov.br; dep.carlos.mosconi@almg.gov.br; dep.cassio.soares@almg.gov.br; dep.celinho.do.sinttrocel@almg.gov.br; dep.celio.moreira@almg.gov.br; dep.dalmo.ribeiro.silva@almg.gov.br; dep.deiro.marra@almg.gov.br; dep.delio.malheiros@almg.gov.br; dep.delvito.alves@almg.gov.br; dep.dilzon.melo@almg.gov.br; dep.dinis.pinheiro@almg.gov.br; dep.doutor.viana@almg.gov.br; dep.doutor.wilson.batista@almg.gov.br; dep.duarte.bechir@almg.gov.br; dep.duilio.de.castro@almg.gov.br; dep.durval.angelo@almg.gov.br; dep.elismar.prado@almg.gov.br; dep.fabiano.tolentino@almg.gov.br; dep.fabio.cherem@almg.gov.br; dep.fred.costa@almg.gov.br; dep.gilberto.abramo@almg.gov.br; dep.gustavo.correa@almg.gov.br; dep.gustavo.perrella@almg.gov.br; dep.gustavo.valadares@almg.gov.br; dep.helio.gomes@almg.gov.br; dep.hely.tarquinio@almg.gov.br; dep.inacio.franco@almg.gov.br; dep.ivair.nogueira@almg.gov.br; dep.jayro.lessa@almg.gov.br; dep.joao.leite@almg.gov.br; dep.joao.vitor.xavier@almg.gov.br; dep.jose.henrique@almg.gov.br; dep.juninho.araujo@almg.gov.br; dep.leonardo.moreira@almg.gov.br; dep.liza.prado@almg.gov.br; dep.luiz.carlos.miranda@almg.gov.br; dep.luiz.henrique@almg.gov.br; dep.luiz.humberto@almg.gov.br; dep.luzia.ferreira@almg.gov.br; dep.maria.tereza.lara@almg.gov.br; dep.marques.abreu@almg.gov.br; dep.neider.moreira@almg.gov.br; dep.neilando.pimenta@almg.gov.br; dep.paulo.guedes@almg.gov.br; dep.paulo.lamac@almg.gov.br; dep.pompilio.canavez@almg.gov.br; dep.romel.anizio@almg.gov.br; dep.romulo.veneroso@almg.gov.br; dep.romulo.viegas@almg.gov.br; dep.rosangela.reis@almg.gov.br; dep.sargento.rodrigues@almg.gov.br; dep.savio.souza.cruz@almg.gov.br; dep.sebastiao.costa@almg.gov.br; dep.tadeu.martins.leite@almg.gov.br; dep.tenente.lucio@almg.gov.br; dep.tiago.ulisses@almg.gov.br; dep.ulysses.gomes@almg.gov.br; dep.vanderlei.miranda@almg.gov.br; dep.ze.maia@almg.gov.br;

    Vamos fazer uma surpresa para os Deputados neste final de semana.
    Vamos enviar muitas, centenas, milhares de mensagens para esta lista de e-mails dos deputados.
    Amanhã, segunda-feira eles verão o tamanho desta surpresa e perceberão a força e a mobilização dos professores.

    ... E O SOL NASCE NOVAMENTE;
    ... E A LUTA CONTINUA;
    ... ASSIM É A VIDA.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.

    ResponderExcluir
  7. Pulquéria,
    Você disse a verdade para estes colegas. No entanto, permita-me acrescentar: mesmo com o sacrifício destas colegas para fazerem o curso superior, a grande maioria delas - inclusive minha esposa - não teve o reconhecimento da Licenciatura, Por isso, o PISO SALARIAL delas é de R$ 369,00 (isso mesmo...) Prova disso é o contra-cheque que está rodando em Minas e no Brasil. A Alzira terminou o Curso de Licenciatura em Pedagogia já fazem 04 anos, mas continua como se tivesse apenas o Ensino Médio. Trabalha de 1ª a 5ª série e está em greve desde o dia 08 de junho.
    Também, espero, que as colegas pensem um pouco e lembrem-se que elas trabalham, inclusive, todos os dias da semana, levando muitos trabalhos pra casa e pagando muito material que o Estado não fornece.
    Um abração e GREVE até o pagamento do PISO.

    Joaquim - Sete Lagoas

    ResponderExcluir
  8. O faz de conta desse governo tem mais.
    Faz de conta que é professor.
    Faz de conta que o subisídio para o professor é salário digno.
    Faz de conta que todo professor é burro.
    Faz de conta que todo professor é covarde.
    Faz de conta que professor vai cair nesta arupuca e ficar preso para sempre.
    Faz de conta que professor vai perder pelo des
    gaste.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Euler.
    Amanhã é dia cheio para todos nós, os professores de BH deveriam fazer plantões na assembléia, eles devem começar a dar aquela olhadinha no "plano de carreira" do DESgovernador, não podemos baixar guarda.
    Abraços e força na luta até a vitória companheiros.

    ResponderExcluir
  10. Anastasia Kadaffi Pinochet Azeredo Neves você está falando é com professores! Pague o piso o qual temos direito!Não somos discipulos de Vilhenas e Gazollas que dizem sempre sim senhor para seus desmandos. Sem o piso não voltamos para as escolas e ainda vamos promover uma desordem pública e campanhas visando sua retiradado poder. Lembre-se: Fernando Collor também não acreditou que o povo era capaz.

    Ass.: (Ubá-NDG)

    ResponderExcluir
  11. Falam que professor tem mente curta, isto é coisa do passado, é só esperar para ver. Ano que vem tem eleições.... hahahaha.. .

    ResponderExcluir
  12. Gente eu estou emocionada com a demonstração de carinho entre o faraó e Timotim Cabral na foto postado acima. A criatura e o criador. Quem votou nessas coisas ai merecem o governo que tem. Precisamos mostrar para o Brasil quem é esse Aécio Neves. Tenho uma irmã que mora em Goiás e ela fica boquiaberta quando falo com ela dos desmandos do Aécio e sua corja em Minas, pois na época do "CHOQUE DE GESTÃO" a propaganda passava em todo o Brasil e acreditem se quiserem o povo estava acreditando nessa palhaçada. Temos que continuar firmes pois as notícias da nossa greve está tomando dimensões nacional, pois em Goiás já teve até um debate na TV sobre a implantação do piso e foi muito falado sobre a greve em Minas, sobre o sistema de remuneração com o "SUICÍDIO" e lá todos concordaram que há um confisco no nosso salário e que as perdas são enormes no decorrer do tempo.
    ABRAÇOS E ATÉ A VITÓRIA!

    ResponderExcluir
  13. PARECE PIADA PRONTA , R$.26,700 PARA OS SEUS PARES E 700 PARA PROFESSORES . REALMENTE VIVEMOS UMA ÉPOCA DE GOVERNANTES "PROGRESSITAS" E NÃO ADIANTA ISSO É A NÍVEL ESTADUAL,MUNICIPAL E MAIS AINDA A NÍVEL FEDERAL.POIS O SILÊNCIO DO GOVERNO FEDERAL É SINAL QUE A LEI DOS GOVERNADOES DA REPÚBLICA VELA CONTINUA.

    ResponderExcluir
  14. Educadores da Rede Estadual de Ensino,o sonho acabou,ja sonhamos demais ao ponto de confundir nossos sonhos com a realidade.Não podemos viver de sonhos.Vamos acordar!!!!!!!!!!Precisamos de vocês na luta!Para para pisar na linha de chegada é preciso ter fôlego ,precisamos acordar para a realidade , ninguém consegue viver sonhando pelo resto da vida.O governo ofereceu para todos os educadores uma dose do famoso boa noite cinderela e tem alguns que não consegue reagir ao efeito dessa dose.Vamos acordar!!!!!!!!!É preciso lutar,sofrer e vencer!!!!!!!!!!!!!È preciso acordar para viver na realidade e acordar todos os nossos colegas que caíram num sono profundo,em favor do governo.O governo agradece com o pesadêlo da Educação.........Culpa do governo?Claro que não....culpa de vocês que estão dormindo.Acordam!!!!!!!Lutam!!!!!É preciso muita luta, para derrotar esse governo que esta acima da LEI.Precisamos do apoio de vocês.Pelo amor de tudo o que vocês crêem pessoal,temos que acoradar,temos que segurar e fortalecer o nosso movimento.Essa é a grande oportunidade para arrancarmos uma conquista histórica em Minas e no Brasil.Força na luta!!!!!!Caratinga e região esta na luta.

    ResponderExcluir
  15. Depois de tanto tempo em greve, nossas assembléias e as manifestações que ocorrem em todo o estado estão se tornando rotineiras. Contamos com vôcê para planejar O GRANDE ATO DA GREVE DE 2011. Por favor chame o sindicato e busque todo apio que puder, o meu é incondicional.
    Precisamos despertar os colegas que ainda dormem e SURPREENDER as autoridades deste país.
    Que todos ouçam: EXIGIMOS QUE AS LEIS SEJAM CUMPRIDAS.

    ResponderExcluir
  16. Euler ,acho que esta na hora de montar barracas, ,dentro do MP , assembleia,pois,enquanto nao houver esse dialogo,nao podemos arredar o pe,eles tem que ouvir a nossa proposta,nos temos que esta la tbem,acho que e o momento,senao vamos continuar esse impasse,se eu estiver errada ,me desculpa,mas a gente do interior,estamos sofrendo muito ,como todos nos,ja esta desgastante,vamos pressionar de perto e tem que ser aqui mesmo,pense nessa ideia.Mutum

    ResponderExcluir
  17. Se este governadorzinho de meia pataca acha que irá nos vencer pelo cansaço ele está mesmo vivendo numa Minas de faz de conta.

    Força e luta e vamos até Brasília, quero ver a cara do Faraó ao ver os professores de Minas batendo panelas vazias.

    ResponderExcluir
  18. BOM DIA PESSOAL DA LUTA,
    VAMOS LOTAR A CAIXA DE MENSAGENS DOS DEPUTADOS!
    EU FIZ UMA SIMPLES E OBJETIVA MENSAGEM COPIANDO ALGUMAS PALAVRAS DO ANONIMO DAS 06:21


    Srs. Deputados, este governo desfaz tanto de vocês que já está antecipando um simulador, no site da SEE, para quem quiser fazer opção para o subsídio. Isso significa que o governador Anastasia já conta como líquida e certa a aprovação do Projeto de Lei de “Melhorias do Subsídio” nesta casa, que muitos já a reconhecem como ASSEMBELIA HOMOLOGATIVA!
    Lembrem-se que nas próximas eleições nossos alunos, que hoje estão a ponto de perder o ano letivo por intransigência do GOVERNO, serão seus futuros ELEITORES!
    E não caiam na inocente máxima que “brasileiro tem memória curta”, pois a INTERNET é o nosso maior trunfo e nossa luta já está na história deste estado chamado MINAS GERAIS!
    Aguardo resposta,

    ResponderExcluir
  19. ESTOU ACHANDO QUE O SINDICATO ESTÁ MEIO DEVAGAR. ACHO QUE VOCÊ DEVERIA ESTAR LÁ. pOR FAVOR, PROCURE O SINDICATO E AJUDE A DAR MAIS VISIBILIDADE E CONQUISTAR APOIO PARA NOSSA CAUSA.

    ResponderExcluir
  20. Josias Guedes Carangola11 de setembro de 2011 10:26

    Caro Euler e Colegas:

    Anastasia aposta ,como sabemos, na auto-destruição da greve devido a todo o sistema opressor criado por ele com o aval do legislativo, judiciário, imprensa comprada, Ministério Público e até do governo federal.
    De um lado professores com brio e persistência, de outro um governo meticuloso que catinga a enxofre tamanha as maldades articuladas.
    O tempo... o tempo... Cada dia de greve é um desgaste tremendo para esse governo. Cada dia de greve após o corte de ponto e redução de vencimentos repercurtem agora na rua, pois pelo menos onde tenho andado as pessoas sabem quem está descumprindo a lei e deixando alunos sem aula e se não sabem eu falo: para um, dois, três, quantos estiverem por perto. É preciso falarmos pelos quatro cantos quem é esse governador e o levarmos ao desgaste.
    A população brasileira precisa rever seus conceitos de educação e parar de aceitar essa política atual de que migalhas bastam. É um pensamento de educação que só na Etiópia deve ter igual. Essas pessoas precisam descobrir que escola não é o que eles imaginam, nem o que deveria ser para uma nação que se quer fazer respeitar.
    Um país que passa por um bom momento econômico, um estado que cresce como a economia chinesa, a quem interessa tal impasse na implantação do Piso Salarial Nacional?
    Num país de tradição escravocrata, as cicatrizes estão por aí... É muita mente dominada pela politicalha!No país de Paulo Freire é preciso altas doses de educação libertadora, pois muitos estão escravizados mentalmente. Daí entra a importância da educação.
    Tempo... tempo... Cada dia de luta dos colegas representa uma esperança de reverter tanta imundície escondida por debaixo da História de nosso país.
    As pessoas pensam que está tudo bem, que a democracia está consolidada etc. Democracia consolidada onde as instituições que deveriam garanti-la dão uma franca demonstração de desonestidade e omissão?
    Cada dia de greve significa um avanço gigantesco contra esse desgoverno.
    Parabéns aos colegas firmes na luta, tenho orgulho de dizer que somos professores e espero que escolas como a minha um dia tome um rumo diferente e não viva da omissão que no fim de tudo ampara atitudes totalitárias do governador.

    ResponderExcluir
  21. DEVEMOS PREPARAR ALGUMA COISA DIFERENTE PARA ASSUSTAR AS AUTORIDADES E DEIXAR CLARO QUE NÃO SOMOS LOUCOS PARA ABRIR MÃO DE DIREITOS PREVISTOS EM LEI.

    ResponderExcluir
  22. Bom dia companheiros de luta!
    Vamos encher a assembléia e dar o nosso grito.
    Tenho certeza que vamos mexer com os deputados, a nossa força é maior. A voz do povo é a voz de DEUS e este não falha.
    POR ONDE DEUS PASSA NADA EMBARAÇA.
    Vamos levar imagens de santos e erguer para todos verem.
    Abraços

    ResponderExcluir
  23. Bom dia Euler!

    Pude sentir que o movimento na última Assembléia não estava tão forte. Será que foi por causa do feriado? Percebi que estava meio que... "empurrado" esse último encontro. Espero realmente que tenha sido o feriado.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  24. Euler,
    Voce saberia nos dizer se o projeto de lei 2355 começará a ser votado nessa semana que entra ?

    ResponderExcluir
  25. Quem arrisca um palpite, até quando o governador pretende não ceder como diz a Renatinha... Porque o NDG não vai abrir mão do piso!!! E ainda aceitamos o mínimo, aff. Que desgoverno!

    ResponderExcluir
  26. Parabéns !!!!!!!Parabéns Euler ,seu texto como sempre nos comove ., o de hoje veio de encontro com a realidade em que vivemos aqui nas Minas Gerais. Agora vamos lá.
    Já dizia Mário Quitana -A mentira é a verdade que não foi dita.
    O portal do servidor desde seu nascimento ,nunca se encontrou tão atualizado !!!! lógico!!!!!!!!!!!!!!Agora a ratoeira está armada e eletrocutando a mil metros de distância .Lá você encontra a fala da capitã -62%dos cargos da SEE estão no modelo remuneração subsídio .ó,ó,ó,ó,ócoitada !!!!! No gabinete da SEE a Superintendente de Pessoal -Maria das Graças Bernardes Machado Vilela ,por sinal ,pessoa íntegra ,excelente profissional ,teve seu ato de retorno ao VENCIMENTO BÀSICO ,publicado no MG de 20/07/2011. Não é o melhor sistema remuneratório ?!!!!!!!Por que será que Maria das Graças Bernardes Machado Vilela saiu do subsídio ,alguém pode me informar???????????"Laranja madura na beira da estrada , professor , tá bichada ou tem marimbondo no pé*¨¨ Caiam na simulação subsídio não , ele é ótimo para :guarda costa do governo .Renata E gorgonzola , seu satã , educador ,nunca ,. Vamos lá ,até nosso PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL - o contido na lei 11.738/2008,.Vencimento básico até que a morte me leva .Força , força e força na luta , só os fracos desistem , não é o caso de nenhum de nós ,frequentador assidúo desse maravilhoso blog! Tenhamos um bom domingo

    ResponderExcluir
  27. o PISO é LEI, a GREVE é LEGAL.
    - - - NDG - - -
    Nós temos que continuar firmes, toda luta precisa da vontade de seus guerreiros, nosso inimigo joga sujo o tempo todo. Mas nós sabemos que o PISO é um direito nosso, além do PISO temos também nossos valores e nossos sonhos; nossa liberdade e nossa felicidade. Encontrei esse pensamento de um personagem que conviveu com várias pessoas no mundo todo, era um ídolo pra mim (fatos e personagens do passado que marcam a nossa vida e os nossos ideais por toda a vida):
    .... ________
    "É muito difícil você conseguir vencer numa boa. Pra vencer você tem que lutar, e essa luta muitas vezes significa indispor de certa forma com algumas pessoas, pra prevalecer aquilo que você acredita. Teu ponto de vista, tua cabeça, a tua personalidade acima de tudo. E se você não lutar pra valer, você acaba perdendo teu próprio rumo. E se você perde o teu próprio caminho, você não é ninguém. Então, pra conseguir manter essa linha de conduta, você tem que lutar muito. E, muitas vezes, tem que brigar mesmo."
    (Ayrton Senna)
    _______. . .

    Abraços e unidos venceremos!

    Gleiferson CROW - NDG
    LEIA: o Jornal do José Elias Issa
    http://leiajeissaeemg.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. Caros colegas, acabei de mandar e-mail para 16 deputados.
    Na sexta-feira mandei para 20.
    Mandem também, eles com certeza vão nos ajudar.
    A força é que vai nos dar a vitória.

    ResponderExcluir
  29. O governador só vai ceder sob pressão do Governo Federal. E essa pressão só vai acontecer quando perceberem que não voltaremos para a escola de jeito nenhum, custe o que custar. Então nossa única opção é continuar em greve e buscar mais adesões.

    ResponderExcluir
  30. Gostei da ideia de encaminhar email para os deputados. Precisamos lembrá-los que mais eleições virão, e que nós professores somos, além de eleitores, formadores de opinião... Imagine, todos nós juntos, o tamanho do estrago que podemos fazer nas campanhas eleitorais desse inimigos da educação?

    ResponderExcluir
  31. Olá, turma da luta, membros do NDG,

    Primeiramente um bom dia para todos e todas!

    Um abraço aos valentes colegas JOAQUIM e ALZIRA de SETE LAGOAS aos quais tive o prazer de conhecer durante a última assembleia. Casal simpático e de luta, comprometido com a nossa causa.

    Um abraço também aos bravos guerreiros de MONTES CLAROS, CARATINGA, UBÁ, DIVINO, CARANGOLA, BELO HORIZONTE, UBERLÂNDIA, LEOPOLDINA, MUTUM, CONSELHEIRO PENA, VALADARES, IPATINGA, SÃO JOSÉ DA LAPA, VESPASIANO, PEDRO LEOPOLDO, CONFINS, LAGOA SANTA, ALMENARA E REGIÃO, CAXAMBU, NOVA LIMA, SABARÁ, RIB. DAS NEVES, RESSAQUINHA, BARBACENA, PONTE NOVA, VARGINHA, ARCOS, e todas as demais cidades onde haja um único guerreiro/guerreira educador/a em greve.

    Vocês são o orgulho da categoria, de Minas Gerais e do Brasil.

    Nestes 96 dias de greve, enfrentando tudo o que temos enfrentado, somos uma prova viva de que a humanidade é capaz de resistir e de encontrar caminhos melhores para todos, apesar dessas forças negativas que apostam na derrota e na exclusão dos de baixo.

    Viva a nossa heroica greve!

    Sem o nosso piso, nem pensar em voltar para a escola!

    Um forte abraço, força na luta e um domingo maravilhoso para todos e todas!

    Estaremos aqui mais uma vez de plantão, a serviço da luta dos de baixo, especialmente dos educadores em greve pelo piso, pela carreira e pela Educação pública de qualidade.

    ResponderExcluir
  32. Jornal o Tempo: Assembleia.Falta de quórum proposital impede votações na Casa

    Base e oposição evitam abrir sessões plenárias

    Oposição se dedica à greve da educação, e base espera a recontagem de votos

    http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=182003,OTE&IdCanal=1

    ResponderExcluir
  33. CARO EULER.
    ACHO QUE AGORA É COM VOCÊ!

    PENSO QUE O GRANDE NÚMERO DE MANIFESTAÇÕES ESTÁ NOS DESGASTANDO EMOCIONAL E FINANCEIRAMENTE. PRECISAMOS PREPARAR UM GRANDE ATO PARA SURPREENDER O GVERNADOR. CONCENTRAR TODOS OS ESFORÇOS EM UM GRANDE EVENTO.
    E COM CERTEZA VOCÊ É A MELHOR PESSOA PARA PLANEJAR ISTO.
    ALGUMAS SUGETÕESS:

    - ACAMPAMENTO NO PÁTIO DA ASSEMEMBLÉIA.
    - SHOW COM A PRESENÇA DE ARTISTAS FAMOSOS.
    - GRANDE MANIFESTAÇÃO NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL - JOGOS DO CRUZEIRO E ATLÉTICO.

    SEI QUE TODOS OS VISITANTES DESTE BLOG CONCORDAM QUE VOCÊ PODE PLANEJAR ESTE GRANDE EVENTO. CHAME O SINDICATO.

    PEÇO QUE OS COLEGAS ENVIEM OUTRAS SUGESTÕES.
    SERÁ O DIA D DA GREVEDE 2011.
    UM PASSO MAIS LARGO EM DIREÇÃO À VITÓRIA.

    ResponderExcluir
  34. Força.Acordam!!!!!!!Lutam!!!!!É preciso muita luta, para derrotar esse governo que esta acima da LEI.

    ResponderExcluir
  35. NDG ....presente mesmo nos fim de semana...e brindados pela sapiência e clareza do nosso Euler ,a quem faço um pedido:aqui em nossa cidade entendemos que também temos que impedir(sem uso de força,a não ser o da palavra...)que os companheiros caiam na armadilha do subsídio,para tal promoveremos encontros com asbs e atbs para mostrar-lhes a necessidade de permanecer no vb.O que precisamos de você Euler são de cálculos comparativos como fez p/ professores.Nossa dúvida é especialmente quanto as asbs que têm apenas a antiga 4ª série.Como calcular ?Aguardo resposta e sugiro que todo o NDG faça isto.Manter os 153 mil do vb é ganho individual e coletivo.Renata -Bocaiuva

    ResponderExcluir
  36. Bom dia companheiros e companheiras de luta, e também aos covardes que até hoje não perceberam o momento histórico que estamos vivendo, não perceberam que podemos salvar a Educação Pública Mineira, ou contribuir com o seu fim , SE ACOVARDANDO , NÃO SE POSICIONANDO, OU ATÉ MESMO FAZENDO GREVE DE PIJAMA. NÃO FIQUEM DO LADO DO GOVERNO. FIQUEM DO LADO DA DEMOCRACIA, DA JUSTIÇA, DA SOCIEDADE LIVRE.
    Sub-comandante Euler , um grande abraço e que o nosso Senhor Deus possa nos dá força pra continuar nessa luta desigual e vencer. E mais uma vez te agradeço por FORTALECER SEM IGUAL ESSE MOVIMENTO.
    Companheiros nesse momento me preparo para enviar centenas de emails para deputados e também para todos os meus contatos.

    COM LUTA, COM GARRA , NOSSO PISO SAI NA MARRA!!!

    FORÇA NA LUTA E COM FÉ EM NOSSO CRIADOR SEREMOS VITORIOSOS...!
    Professor Odair José

    ResponderExcluir
  37. Meus queridos (as) conterrâneos (as),parabenizo o Professor Josias pelo tão belo e real texto.Você não foge a luta,quantas vezes fomos para lá e cá dar o recado da greve e muitos entenderam o que está acontecendo, e entraram em greve, outros (as) parece que as montanhas de nossa MINAS GERAIs não está deixando ver a situação mentirosa,caluniosa, desenfreada desse governo mineiro que ai está. Não estamos brincando de gato e rato, estamos requerendo por decreto o nosso Piso Salarial Nacional. A Lei Federal é bem clara e orienta o "seu"governador a pagar.Muitos de nós precisa ficar alerta quanto as proposta sem pé nem cabeça deste governo. O subsídio é legal, é sim e todos sabem disso mas não é para nós da área da educação e sim para os profissionais que estão de passagem como é caso dos governantes e etc.O "sinhô" governador já entendeu, só "farta" ele pagar e disso ele não escapa LEI SEHOR GOVERNADOR É PARA SER CUMPRIDA. ENTENDEU?. Abraços a todos (as).AMO MINAS GERAIS.

    ResponderExcluir
  38. Euler...
    Ao ler no blog o nome da superintendente que optou pelo piso fiquei pensando se não seria a hora de fazer uma pesquisa com o nomes das superintendentes das outras SRE e das diretoras das escolas para divulgar a opção que estas fizeram piso ou subsídio. Elas ficam pressionando os professores enquanto muitas esperam ganhar com a greve.
    Isto é um absurdo...

    ResponderExcluir
  39. Todos nós estamos desgastados com a greve, mas...
    Satanás o maligno está até mais.

    CORTE DE SALÁRIO atinge apenas a minha situação financeira. Vou ficar devendo ou me privando apenas de bens materiais. Já arrumei até empréstimos com irmão e cunhada.

    AGORA O CORTE QUE O GOVERNO está fazendo com a nossa categoria arranha as entranhas de minha alma e isto eu(nós) não posso(demos) permitir.

    É GREVE! É GREVE até que NANA pague o que nos deve!

    Continuem fazendo pressão nos deputados, acredito que está dando resultado.

    RETROCEDER NUNCA RENDER SE JAMAIS!

    ResponderExcluir
  40. Caros colegas,
    Estou muito angustiada. Já escrevi para Deus e o mundo. Deputados estaduais e federais, Senadores, para os ministros do STF e CNMP. Recebi algumas respostas, todas solidárias à nossa causa, mas sinto falta da materialidade dessa solidariedade.
    Gostaria que me ensinassem a fazer mais alguma coisa por nossa causa. Os colegas que frequentam esse espaço são tão criativos, articulados na exposição das ideias.
    Minha angústia, entretanto, não é associada a desânimo, mas a vontade de agir mais concretamente.
    Abraços a todos(as)

    ResponderExcluir
  41. Tiago, meu querido professor, você não me conhece e nem eu a você mas, professor e professora (no meu caso) sente o cheirinho bom e de longe de outro (a) professor (a), o movimento não estava tão pequeno, estava bom e muito bom.Creio que por estarmos pensando em várias formas e cada vez melhores de movimentarmos a nossa manifestação a fim de vermos os nosso direitos serem respeitados pelo nosso grandissimo e "competente", e só ele sem a Napoleona e a Boba da Corte, cumprir o que ele sempre defendeu, o direito de ao salário que é PISO SALARIAL NACIONAL. Abraços fraternos.

    ResponderExcluir
  42. Esperando por mais um capítulo na novela do Piso...
    "O deputado federal Gilmar Machado (PT-MG) esteve presente à reunião do governador Antônio Anastasia com o ministro Fernando Haddad e conta que o Governo de Minas foi pedir ajuda financeira para pagar o piso nacional aos professores.
    O governo federal prometeu “avaliar a situação financeira de Minas” para “averiguar a impossibilidade do Estado de cumprir o piso”...
    Mas, esta avaliação sairá quando?
    Ainda este ano? Ano que vem? Na Copa de 2014? Data a definir....
    Sinceramente...
    Como será que Haddad e Anastasia imaginam em que condições os professores sobrevivem?
    Não imaginam...
    Euler, qual será o resultado final da greve? E, a posição de Haddad quanto ao suposto "pedido" de Anastasia?
    Quanto tempo ainda será preciso para recebermos o Piso?

    ResponderExcluir
  43. Pode apostar Maria, se fizerem uma pesquisa encontrarão muuuuuuuitos superintendentes,supervisoras,inspetoras agarrados no vencimento básico, mas pressionando os paus mandados dos diretores que pressionam os professores.As listas poderiam vir com o nome do superintendente, inspetor... e a cidade. Íam morrer de vergonha!

    ResponderExcluir
  44. COMPANHEIRO, EULER! PEÇO-LHE AUTORIZAÇÃO PARA UTILIZAR ESSAS OPORTUNAS DATAS ENVOLVENDO O DIA 11, NUM ARTIGO QUE ESCREVEREI PARA UM JORNAL LOCAL. CASO VOCÊ APROVE, ENVIE UM E-MAIL PARA MIM : barretolidio@gmail.com

    Desde já obrigado

    ResponderExcluir
  45. Prezados educadores!

    A Arapuca esta armada mais uma vez,cuidado para não ficar preso para sempre.
    Exemplo disso são os nossos colegas que caíram na arapuca do Subsídio e estão presos.Será que tem educador que ainda vai cair na ARAPUCA?
    Ubaporanga está alertando....Cuidado!!!!!!!ARAPUCA armada!!!!!!

    ResponderExcluir
  46. Mais uma semana se inicia e nossas forças e energias precisam ser renovadas e redobradas! Já que,"[...]O correr da vida embrulha tudo.
    A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta.
    O QUE ELA QUER DA GENTE É CORAGEM[...]" GUIMARÃES ROSA
    E que tenhamos muita coragem daqui para frente, pois apesar das dificuldades enfrentadas, estamos na LUTA e somos mais FORTES do que as adversidades, somos o NDG!
    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  47. Euler que tal um processo judicial,onde cada educador fizesse o seu contra estes governantes

    ResponderExcluir
  48. José Alfredo Junqueira11 de setembro de 2011 13:24

    Parabéns pelo editorial,Euler!Muitos podem se perguntar,o que as torres gêmeas têm a ver conosco?Tirania,censura na imprensa,mentiras,ganância financeira,confisco,roubo de minérios,hipocrisia,etc.Têm tudo a ver.Vou apenas dar dois detalhes entre dezenas que provam que aquele ato foi provocado por eles mesmos para justificar o "assalto" ao Iraque e Líbia etc.Na hora que os aviões atingiram as tôrres só havia faxineiros,porteiros,cozinheiras etc.Só cucarachos!Os "americanos" foram "avisados" para não irem naquele dia.E como é que torres de estruturas de aço se esfarelam daquele jeito?É uma estória,não,uma História mal contada pela imprensa ocidental comprada!Tudo a ver!O maremoto no Japão tb foi uma história mal contada.Estava muito poderoso economicamente,incomodando aos poderosos de sempre.Tudo a ver com nós!Mandaram bombas atômicas do fundo do mar para provocar aquele maremoto "surpresa".O Japão é o país com maior tecnologia em detectar antecipadamente os sismos.Mas não pode ser,alguns diriam,bombas atômicas?Ora,mandaram já mandaram duas na cabeça dêles!Detalhe,no dia do maremoto toda a frota norte-americana estava em exercícios,em outros países.Pura coincidência!O que tem a ver com nós?Crueldade,ganância,imprensa comprada,hipocrisia,etc.,e etc.Abraços a todos,parabéns para todos,força na luta,a greve até a vitória!

    ResponderExcluir
  49. Aqui tudo funciona da base da política:

    - Precisamos fazer um listão de deputados inimigos da educação.
    - Somos quase 400 profissionais da educação e temos amigos, conhecidos e familiares.
    - Se enviarmos uma cópia desta lista para cada conhecido e pedir para que não votem nestes candidatos estaríamos alcançando uma quantidade enorme de pessoas.
    - Assim podemos mostrar aos políticos que a educação não pode ser tratada com descaso como está sendo agora.

    Os policiais militares com apenas um dia de paralisação conseguiram 100% de aumento, enquanto a educação em greve a quase 100 dias consegue 5% para abril do ano que vem e mais a destruição da carreira antiga.

    Isso é descaso político e infelizmente aqui nas Gerais tudo funciona na base da política: judiciário, Ministério público e imprensa.

    Precisamos mostrar nossa força política também!!!

    Somos quase meio milhão de pessoas e isso deve valer alguma coisa, pois ninguém ganha uma eleição sem nossos votos e dos nossos familiares e amigos.

    ResponderExcluir
  50. Luiz Paulo Moura / Geografia - Contagem11 de setembro de 2011 13:46

    Parabéns Euler pelo seu blog! O seu conhecimento e clareza em nos informar, faz com que criemos forças para continuarmos nessa empreitada.
    É a primeira vez que me manifesto em seu blog e gostaria de expor a seguinte reflexão: “ O desgoverno ao enviar o projeto de alteração do subsidio para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais, tem a meu ver a nítida intenção de modificar o plano de carreira vigente no Estado, reduzindo os percentuais de progressão através de emendas que serão realizadas pelos Deputados de sua base. Ora , a lei do piso é para ontem e não para janeiro de 2012, sendo assim, ele deve aplica-la conforme o nosso plano de carreira em vigor. Se houver redução dos percentuais de progressão em janeiro de 2012, ele estará reduzindo mais uma vez os nossos salários, o que constitucionalmente é proibido; concorda? A batalha judicial será longa mas com certeza venceremos. “
    Força na luta, e até a vitória. Abraços

    ResponderExcluir
  51. Brasília urgente,

    visita ao STF, URGENTÍSSIMO.

    ResponderExcluir
  52. Guerreiro de vespá, Valentes guadiões do sonho...

    Não pude conter minha ira. Imagine você que na página da CNTE, foi publicado uma matéria do josnal do Bispo Macedo(Hoje em Dia) que depoe contra nossa greve e endossa as mentiras do governo... Gostaria que o NDG se manifestasse a respeito. Postei na citada página o seguinte comentário:

    Vocês devem estar de brincadeira com uma categoria tão espezinhada como os trabalhadores em educação de Minas Gerais!!! Uma entidade que se diz representar os interesses dos trabalhadores em educação svem a público prestar um desserviço dessa natureza, numa clara atitude de afronta a nossa luta sangrenta contra este governo fascista em nosso estado...
    Nós a base dessa categoria não iremos permitir nenhum tipo de manobra que nos impeça de conquistarmos de maneira plena os nossos direitos. Nem que para isso façamos aqui uma cmapanha massiça de desfiliação e denúncia dessa instituição que supostamente nos representa.

    Gostaria que do alto da responsabilidade dessa intituição, vocês retirassem a nota de jornal publicada nessa página, pois seu conteúdo fere os objetivos da CNTE, e mais ainda soma esforços no sentido contrário das reivindicações dos valentes trabalhadores em Educação do Estado de Minas Gerais... Venho acompanhando o comportamento dessa instituição sobre nosso movimento e devo confessar: é pífio! E é lamentável que ao se posicionar nos brinda com a matéria do jornal mais governamental do que o próprio governo. Matéria inverídica e de meis verdades com o objetivo único de confundir a população mineira contra a urgência de suas reais e justas reivindicações, ou melhor reivindicação: a aplicação plena da lei 11.732/2008.

    É... PARECE QUE NOSSA LUTA SE APROXIMA DE ALGO COLOSSAL, SOBRENATURAL...

    ResponderExcluir
  53. Caros educadores,é com hialina clareza que o governador Anastasia, está usurpando um direito garantido por lei que é o pagamento do piso salarial dos professores.Vamos partir do princípio de que lei não se discute, aplica-se a lei,e a cumpra-se.Pois bem,se o governo não está cumprindo um direito líquido e certo,induvidosamente ele está criando um passivo trabalhista.Não seria mais viável os educadores ingressarem com uma ação pra valer seus direitos? acho que vcs teriam mais sucesso neste sentido ao invés de esperar por este tirano que de tanto ruim nem cresceu. abraços

    ResponderExcluir
  54. Colegas professores,
    A base aliada do governo já deu sinais de que aprovará o novo plano do governo vejam notícias no Jornal O Tempo). Temos que barrar esta imoralidade que está congelando os pisos de todos os professores em R$ 712,20, sendo que este valor é para ser aplicado, segundo a lei federal 11738/2008, somente para professores de nível médio e mesmo assim, no nível IA. Segue abaixio o link do site Minas Transparente, com contatos de alguns deputados que podem nos causar algumas decepções ao aprovarem esta covardia ndo governo mineiro com os professores estaduais. Vamos entrar no site e deixar as nossas mensagens. Será que estes deputados são transparentes mesmo? A hora da prova dos nove está chegando.
    http://www.transparenciaeresultado.com.br/fale-conosco/

    Abraços, Carlos José - Nova Lima

    ResponderExcluir
  55. Prezados colegas,

    Lendo o PL 2355/11, percebi que apenas uma alteração no Art. 13 , por hora, satisfaz as reivindicações dos professores. Vejam:

    O Artigo como foi enviado pelo governo:

    Art.13 - O vencimento básico do servidor ocupante dos cargos das carreiras de que tratam os incisos I e II do art. 1º da Lei nº 15.293, de 2004, e os incisos X e XI do art. 1º da Lei nº 15.301, de 2004, posicionado no regime remuneratório anterior à Lei nº 18.975, de 2010, não poderá ser inferior ao piso salarial profissional nacional a que se refere a Lei Federal nº 11.738, 16 de julho de 2008, observada a proporcionalidade em relação a carga horária de trabalho.

    O Artigo com a nova redação proposta:

    Art.13 - O vencimento básico do servidor ocupante dos cargos das carreiras de que tratam os incisos I e II do art. 1º da Lei nº 15.293, de 2004, e os incisos X e XI do art. 1º da Lei nº 15.301, de 2004, posicionado no regime remuneratório anterior à Lei nº 18.975, de 2010, não poderá ser inferior ao piso salarial profissional nacional a que se refere a Lei Federal nº 11.738, 16 de julho de 2008, observada a proporcionalidade em relação a carga horária de trabalho e os percentuais de nível e grau estabelecidos no Anexo I do Decreto 45.421/2010.(22% e 3%,respectivamente).

    Analisem e opinem.

    Abraços,

    Luiz Fernando

    ResponderExcluir
  56. Boa Tarde!

    Passei para falar mais uma vez queé na chegada que precisamos ter fôlego.Não podemos desistir agora,a hora esta chegando.A justiça divina não falha.Abraços e muita fé para todos!!!!!!!!!!!!!!!

    Inhapim na luta!

    ResponderExcluir
  57. Boa tarde amigos. Boa tarde amigo Euler.

    PERDOE A REDUNDÂNCIA, MAS VOCÊ SEMPRE BRILHANTE. ORGULHO DE NOSSA CLASSE.

    ALERTA GERAL!

    Pessoal, dormi muito preocupada com aquela notícia divulgada no blog do sociólogo Rudá Ricci
    ( http://rudaricci.blogspot.com/2011/09/uma-grave-informacao-ser-checada.html ).

    Percebo uma insinuação no ar. Mas não posso deixar de observar uma nota positiva:
    "Não teriam roubado nada."
    Se o texto realmente traz uma suspeita oculta, traz uma afirmação implícita: professor não é ladrão!
    Nossa arma é nossa voz. Arma potente. Tem poder de transformação.
    A arma deles é a violência. Arma potente. Mas não tem poder de transformação.
    Podem até abalar nosso sonhos, mas não podem calar nossa voz.

    Estejamos em alerta. Estão querendo nos incriminar.

    ATENÇÃO:

    NÃO SOMOS POLÍTICOS, SOMOS PROFESSORES. COMPROMETIDOS COM OS VALORES MAIS NOBRES DA SOCIEDADE.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  58. Bancada .

    Parlamentares mineiros têm que provar atuação em causa pública

    [...]
    Embora lamentável, a situação não surpreende. Dos nossos senadores, enquanto Aécio Neves (PSDB) vive às voltas com 2014, os outros dois já têm problemas suficientes fora do parlamento: Clésio Andrade (PR), como presidente da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), e Zezé Perrella (PDT), como comandante do Cruzeiro.

    Na Câmara, a bancada mineira é numerosa, porém, na melhor oportunidade que teve neste ano, decepcionou. Na votação da Medida Provisória 512, os deputados de Minas conseguiram incluir a região Norte do Estado e os vales do Jequitinhonha e do Mucuri em um pacote de benefícios fiscais previstos apenas para a região Nordeste. No entanto, esqueceram-se de alargar o prazo para a apresentação de projetos - o que inviabilizou a iniciativa.

    Xiii, vejam que comentário pertinente!!

    É bom que deputados e senadores mineiros comecem a mostrar serviço, sob pena de o eleitor realmente acreditar que estão no Congresso apenas para defender os interesses do próprio bolso. (Telmo Fadul)

    http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdEdicao=2155&IdNoticia=181986

    Esses políticos mineiros perdendo a credibilidade em CADEIA NACIONAL e o bobão daqui das Alterosas querendo fazer pirracinha para aparecer, é mais um já desacreditato do grupo.

    ResponderExcluir
  59. A responsabidade maior para resolver o problema da greve e diminuir o prejuízo causado aos alunos, pais e a comunidade é do Governo. Entào o fólego dele está acabando, e ele vai perder pelo cansaço. Os professores resistindo, não saindo da greve de jeito nenhum, toda munição do governo acabará. Por isto afirmamos que, a única alternativa para ganhar esta luta é a continuidade da greve.
    Sebastiào de Oliveira

    ResponderExcluir
  60. Euler,

    Parabéns por nos agraciar com este texto maravilhoso.
    Você fala com muita propriedade. Não dá pra ficar "em cima do muro" após lê-lo.
    Pena que muitos(as) colegas, neste momento, estão vendo o Domingão do Faustão. Deveriam estar tendo esta belíssima aula de História que vc nos deu.

    A prática, aliada à teoria e vice-versa, realmente podem mudar toda uma realidade. A gente percebe como o seu conhecimento teórico é bom; mas, de nada valeria, se não fosse alimentada na prática do dia a dia, pé-no-chão, colocando o conhecimento a serviço dos "de baixo", dos esquecidos na sociedade.

    Você merece- se já não o tem - o título de "Mestre". Se nossas Universidades não fossem verdadeiros "ninhos de opressores", com certeza, vc poderia ter este reconhecimento, pela facilidade em lidar com o pensamento e as palavras.

    Continue nesta luta. Precisamos de você. A nossa vitória já é líquida e certa, pois, a Educação em Minas Gerais, não será a mesma daqui pra frente. Esses "opressores" terão mais respeito com esta categoria.
    Eu e minha esposa agradecemos pela oportunidade de encontrá-lo e nos tornarmos mais firmes na LUTA!

    Joaquim - Sete Lagoas

    ResponderExcluir
  61. 11 de setembro de 2001.O Chile estava fazendo um triste aniversário: 28 anos da queda de um governo democrático.Governo este que incomodava os EUA,pois queriam ter nas mãos a rédea da América Latina.Coincidência ou não,foi também numa 3ªfeira que o ditador Pinochet,ajudado pelo governo americano,foi colocado no poder.Muitos milhares de chilenos perderam suas vidas, não por ataques de terroristas,mas por um esquema muito pior:torturas e perseguições,causadas por um governo autoritário e ditador, totalmente apoiado pelos Estados Unidos.
    Hoje está fazendo 10 anos do ataque terrorista aos americanos e 38 anos do "ataque de outros terroristas" ao Chile,matando uma democracia que se vislumbrava em toda a América Latina.Mas com muita luta e sacrifícios de muitas vidas,os chilenos, que nunca desistiram,conseguiram trazer a democracia de volta a seu país. Nós também não vamos desistir.
    Temos que direcionar o nosso movimento com atitudes a nível nacional.Não retroceder jamais. Estamos sendo vítimas de um governo ditador,de um ministério público e um tribunal de justiça coniventes com a ilegalidade e de autoridades federais que estão fazendo vista grossa a tudo que está acontecendo em minas gerais.
    Não senti o movimento devagar na última assembleia.O que senti é que a maioria dos companheiros estão é com muita ânsia de luta,isto sim,eu senti.E É MUITO BOM!!!!!!!!!!
    Se chegamos até aqui é porque o núcleo está unido.COM RESISTÊNCIA E MUITA LUTA,COMPANHEIROS A VITÓRIA SERÁ NOSSA!!!! MERECEMOS A VITÓRIA E COM DEUS AO NOSSO LADO,VAMOS CONSEGUIR!!!!

    ResponderExcluir
  62. Euler, estou entrando com um processo judicial contra o Estado, que me titou o direito de receber meus vencimentos e meu nome foi parar no SPC e Serasa. E aconselho a todos professores e professoras a fazerem o mesmo, porque esse desgoverno merece pagar pelos erros dele.

    ResponderExcluir
  63. Euller,
    Peço a sua autorização para postar um dos seus textos para alguns senadores. Não é preguiça de escrever, é que seus textos sintetizam de maneira extraordinária a nossa luta.Pretendo enviar hoje mesmo.Caso não concorde me avise assim que receber este.
    Um Abraço!

    ResponderExcluir
  64. concordo plenamente,é só passarem os nomes que já começo o trabalho aqui onde moro.Façamos esse trabalho com os pais de nossos alunos e familiares Vamos mostrar a força que temos.Unidos chegaremos lá.

    ResponderExcluir
  65. Aos colegas que estão nas salas de aulas enquanto....

    Faça sua parte que eu farei a minha! Todo Cristão conhece essa frase dita por Jesus. Veja bem, Ele não disse: Deixa seu irmão fazer a parte que cabe a você.
    Então colega se você quer o piso e ainda está na sala, deixa de ser escravo de seu egoísmo e venha partilhar conosco. Com a sua participação esse fardo ficará mais leve para os colegas que já estão na luta desde o dia 08/06.
    O verdadeiro Cristão ora e age. Ou você usa o termo "sou Cristão" apenas como marketing? O Cristão verdadeiro denuncia, luta contra as injustiças, é solidário, tem esperança e não teme porque sabe que Cristo está do lado da verdade e da justiça.
    Estamos esperando você, não fique do lado errado, isso só lhe fará mal, agora e futuramente! Não nos desponte! Venha somar a essa corrente de luta. Nossa vitória é a vitória de todos!

    Maria Helena - Ipatinga

    ResponderExcluir
  66. Professora do Norte11 de setembro de 2011 16:30

    Parabéns, Euler pelas sábias e críticas considerações!
    Parabéns a todos os guerreiros que não aceitaram essa retirada tão perversa do nosso direito legalmente conquistado.
    Aviso: Sou professora de uma turma de 4° ano (séries iniciasi) estou muito preocupada com os meus alunos, mas mais preocupada ficarei se esse governador conseguir impor o desmonte da nossa categoria e a retirada do nosso direito por um piso minimamente digno.
    Força na luta, companheiros! Essa vitória já é nossa! Vamos perserverar!

    ResponderExcluir
  67. Precisamos saber a posição do Sind UTE, em relação à omissão do MPE?

    Já fazem 25 dias deste a publicação do acórdão.

    ResponderExcluir
  68. Recebi esse e-mail de uma colega e resolvi partilhá-lo com vocês.

    "A QUE PONTO CHEGAMOS? Senhores Professores


    Caro Juremir (CORREIO DO POVO)!


    Meu nome é Maurício Girardi. Sou Físico.
    Pela manhã sou vice-diretor no Colégio Estadual Piratini, em Porto Alegre,onde à noite leciono a disciplina de Física para os três anos do Ensino Médio.
    Pois bem, olha só o que me aconteceu:estou eu dando aula para uma turma de segundo ano.
    Era 21/06/11 e talvez pela entrada do inverno, resolveu também ir à aula uma daquelas alunas "turista" que aparece uma que outra vez para "fazer uma social". Para rever os conhecidos.
    Por três vezes tive que pedir licençapara a mocinha para poder explicar o conteúdo que abordávamos.
    Parece que estão fazendo um favor em nos permitir um espaço de fala. Eis que após insistentes pedidos, estando eu no meio de uma explicação que necessitava bastante atenção de todos, toca o celular da menina,interrompendo todo um processo de
    desenvolvimento de uma idéia e prejudicando o andamento da aula.
    Mudei o tom do pedido e aconselhei aquela menina que, se objetivo dela não era o de estudar, então que procurasse outro local, que fizesse um curso à distância ou coisa do gênero, pois ali naquela sala estavam pessoas que queriam aprender ''e que o Colégio é um local onde se vai para estudar''.
    Então, a "estudante" quis argumentar, quando falei que não discutiria com ela.
    Neste momento tocou o sinal e fui para a troca de turma.
    A menina resolveu ir embora e desceu as escadas chorando por ter sido repreendida na frente de colegas.
    De casa, a mãe da menina ligou para a Escola e falou com o vice-diretor da noite, relatando que tinha conhecidos influentes em Porto Alegre e que aquilo não iria ficar assim.
    Em nenhum momento procurou escutar a minha versão nem mesmo para dizer, se fosse o caso, que minha postura teria sido errada. Tampouco procurou a diretora da Escola.
    Qual passo dado pela mãe? Polícia Civil!
    Isso mesmo, tive que comparecer no dia 13/07/11 na oitava delegacia de polícia de Porto Alegre para prestar esclarecimento por ter constrangido (?) uma adolescente (17 anos),''que muito pouco frequenta a aula e quando o faz é para importunar, atrapalhar seus colegas e professores''.

    A que ponto que chegamos?
    Isso é um desabafo.
    Tenho 39 anos e resolvi ser professor porque sempre gostei de ensinar, de ver alguém se apropriar do conhecimento e crescer.
    Mas te confesso, está cada vez mais difícil.
    Sinceramente, acho que é mais um professor que o Estado perde. Tenho outras opções no mercado.
    Em situações como essa, enxergamos a nossa fragilidade frente ao sistema.

    Como leitor da tua coluna, e sabendo que abordas com freqüência temas relacionados à educação, ''te peço que dediques umas linhas a respeito da violência contra o professor''.

    Lilian Louzada"

    Maria Helena - Ipatinga

    ResponderExcluir
  69. Aos colegas:

    Confie...

    As coisas acontecem na hora certa.
    Exatamente quando devem acontecer!
    Nos momentos felizes, louve a Deus.
    Nos momentos difíceis, busque a Deus.
    Nos momentos silenciosos, adore a Deus.
    Nos momentos dolorosos, confie em Deus.
    Em cada momento, agradeça a Deus.

    ResponderExcluir
  70. Euler! Como sempre, ótimo o seu texto. Parabéns!
    Quero ter um filho assim...rsrsr
    concordo com os comentários de alguns colegas, é hora de radicalizar. Anastasia não sabe o que é educação, só atende na força , não viu como foi com os policiais!? Vamos começar a pegar pesado com esse sem lei e suas babachaturas. Acampar na almg, no MP, e, Brasilia... seja onde for, tem muita gente que irá abraçar a idéia. Na última assembleia percebemos a revolta dos companheiros e a vontade de ter começado a invadir a almg naquele dia. Tudo tem limite, esse cara também tem, com certeza.
    Vamos invadir e exigir o que é nosso por lei.
    Abraços

    ResponderExcluir
  71. Euler,aproveito a oportunidade e te parabenizo pelo excelente blog.Já sou viciada.Gostaria que me esclarecesse uma dúvida.Ingressei no estado em 2004, só em 2009 concluir o curso superior,fui efetivada pela LC100 e ainda não recebo pela minha formaçao.Quando isso irá mudar.Se conseguirmos o piso,muda?

    ResponderExcluir
  72. Diretores antigos estão se mantendo no cargo e... quanto mais a greve demorar melhor pra eles.
    Olhando para o próprio umbigo,acabam colaborando conosco.KKKKKKKKKKk. Pelo andar da carroagem...
    Desistir nunca. É greve... greve... e greve...

    ResponderExcluir
  73. se o tal "subsídio" fosse tão bom assim, ele ( o filho do demo),não estaria insistindo tanto em implementá-lo.é um presente de grego.. QUEREMOS O PISO. É LEI.

    ResponderExcluir
  74. Gente, sinceramente faço essa pergunta sem maldade, longe disso, afinal mãe é uma criatura sagrada.

    Mas... alguém sabe se a mãe do Anastasia é viva? Se ainda for viva, será que ela era professora do estado? Se for, agora aposentada, será que esta continua ou subsídeo ou voltou pra carreira antiga.

    ResponderExcluir
  75. Bom dia.
    Parabéns ao professor Euler pelo blog.Na cidade onde moro a maioria das escolas aderiram á greve.Um absurdo alguns companheiros ainda ficarem do lado do governador.Que estes companheiros reflitam e entendam que a luta é de todos.Estamos no mesmo barco e todos precisamos de dinheiro.Ninguém trabalha por terapia, principalmente em escola.

    ResponderExcluir
  76. Euler vc é F*.
    Cara, hoje pensei: Ih... ta todo mundo falando só das Torres Gêmeas (Tb me solidarizo com as vítimas e as famílias, antes q alguém me xingue). O Euler ñ vai falar disso, foi tudo mto triste, mas nossa luta é outra. Ñ tem nada a ver com isso. Bem, aí vem vc com este editorial ESTUPENDO!! MAGNIFICO !!! Cara vc é mesmo F*. (kkkk , dp vão escrever me xingando.. to nem... rsrs)
    Ta pra nascer alguém com um brilhantismo assim na ponta da pena. Escrevendo assim tinha q ser jornalista, mas vc ñ teria espaço no meio pelos valores morais, éticos , pelo sentido de classe, de luta, altruísta que é , e de mais a mais, Ñ TEM PREÇO E Ñ ESTÁ A VENDA. Que bom que é PROFESSOR,. Tenho orgulho de ter vc na classe.

    A VITÓRIA VIRÁ! É CERTA! DEUS ESTÁ CONOSCO!!

    Duas pessoas estão sendo fundamentais no caminho à vitória: a “Bia” (e os do sindicato) q tá peitando lá na frente e vc, Euler, que nos mantém unidos, firmes, informados, estimulados. A frente se mantém firme, porque nós na retaguarda damos suporte e vice-versa.

    Agora é para a CHARLLOTE.

    Ô bem, ñ some ñ!! Depois que uma colega ñ entendeu suas piadas e o caricaturismo de seu personagem, qto aos cremes e luxos... vc sumiu. Tá todo mundo na mesma pindaíba, mas tem gente q consegue e precisa rir até nesta hora, eu por exemplo. Este espaço ñ é ser só para lamúrias. É para fortalecermos, informarmos, divulgarmos nossa luta, desmentir o desgoverno eeeee .... alegrarmos... isto mantém-nos VIVOS. E se o “deus” desse blog ñ gostasse de ti, ñ teria ti aprovado. Ai... que saudade da história da república das bananas, da(o) Purpurinado(a) e de mtos outros piadistas. Euler, pede para eles voltarem, vai? Ñ vão negar um pedido seu-rsrs.
    Abraços Vitoriosos!!!

    PS-> O desgoverno já começou a pagar o “um milhão e meio de h/aulas” q ñ foram pagas antes da reposição dos anos anteriores e ele disse que éramos nós q estávamos devendo a ele. Ano passado ñ recebi quase nenhuma. Ele devia ter esperado mais um pouco para fazer minha poupança, né?

    Karla Vivian, BH.

    ResponderExcluir
  77. Por e-mail: (Parte I)

    "VANIA LUCIA DE OLIVEIRA:

    Prezado Senador Cristovam Buarque,

    Existem situações, que nós, reles cidadãos, não temos como explicar tampouco compreender. No entanto, Vossa Excelência, conseguiu já nos idos de 2008, traduzir
    um pouco de nossas angústias quando propôs a Lei 11738. E há uma razão em seu site, justificando a proposta da lei que recorro aqui, para tecer a posteriori o motivo de está recorrendo ao senhor:

    Lá no site afirma o seguinte:

    Por que a lei 11738/2008. Há muitas razões para a tragédia educacional do país. Mas certamente, uma das causas dessa situação está na formação, na dedicação e nos salários de nossos professores e professoras. Cabeça, coração e bolso formam o tripé do magistério e, portanto, a base da necessária revolução que o Brasil precisa fazer em sua educação. A lei tem o objetivo de resgatar a enorme e histórica dívida do poder público para com seus educadores, para que eles não sejam obrigados a trabalhar em regime de múltiplas jornadas ou de múltiplos empregos, fazendo da nobre função de educador uma atividade secundária, considerada como “bico” ou “quebra-galho”. Essa situação tem condenado a Educação Básica dos sistemas públicos a um enorme atraso em todo o processo de ensino-aprendizagem, comprometendo a cidadania de várias gerações de brasileiros, privados de um ensino gratuito e de qualidade, como garante a Constituição Federal.

    Pois bem senador, vivemos atualmente aqui nas geraes, um descompasso entre a aplicabilidade da lei e o nosso governador, senhor Antonio Anastásia. A categoria do magistério público estadual está em greve há quase 100 dias. Isso mesmo, greve exigindo apenas a aplicação da lei que como sabemos é legal e foi sancionada pelo
    então presidente Luis I. Lula da Silva.

    Nesse sentido, estou inteirando-o do que anda acontecendo nesses rincões do país, para que o senhor intervenha a nosso favor, e, se possível, cobre de seus pares uma postura ética a favor de uma EDUCAÇÂO PÚBLICA DE QUALIDADE.

    (cont...)

    ResponderExcluir
  78. Por e-mail (parte II):

    VANIA:

    "Em Minas Gerais, o governador, mandou para assembléia legislativa, em 06 de setembro de 2011, um arremedo de lei, querendo nos obrigar a aceitar uma forma de remuneração, intitulada subsídio, que acaba com as vantagens e gratificações que alcançamos ao longo da carreira. Incorporando tudo ao subsidio e não como
    vencimento. Quer a todo custo nos fazer crer que é MELHOR E MAIS VANTAJOSO para nós educadores. Tenhamos um dia em sala de aula, ou 22 anos. Tenhamos a
    Licenciatura Curta ou o Mestrado, quer dizer, quanto menos tempo, quanto menos curso, quanto menos dedicação, melhor.

    Ora, dos 200.000 (duzentos mil) educadores que tiveram opção, até dia 10 de agosto de 2011 de escolher entre o Vencimento Básico (que era a forma como recebíamos), e o subsidio, criado pelo governador, 153.000, ( cento e cinqüenta e três mil), optaram pelo vencimento Básico.

    No entanto, o governador, eleito pelo PSDB, articula junto à mídia, ao ministério público, à assembléia legislativa, aos de cima, maneiras de denegrir a postura dos professores, dizendo, ou tentando passar como aquele que se preocupa com os alunos e seus familiares. Nesse intervalo, de quando se deu inicio ao movimento de greve, dia 08 de junho, até hoje, setembro de 2011, contratou professores inexperientes e
    sem formação para ocupar o lugar dos professores do 3º ano do Ensino Médio, pois alega que esses alunos irão prestar o ENEM, criou “pílulas” de 2 minutos na televisão pública, para ajudar os alunos a aprenderem as matérias para o ENEM, ameaçou de despedir os professores designados que estão de/em greve e, Cortou o salário dos grevistas. Enfim, senhor Cristovam Buarque, é mais uma das mazelas que assistimos
    nas Minas Gerais.

    Mas, por que estou recorrendo ao senhor? Poderia o senhor ou um de seus assessores está se perguntando. Mas preciso acreditar que há uma luz, uma voz, uma lamparina, ou tudo isso no final do túnel. Preciso acreditar que os de baixo, ou como diz vários colegas OS DO NÚCLEO DURO DA GREVE (NDG), podem acreditar que há justiça nesse país.

    Quero recusar a acreditar que sempre a injustiça imperará!! Não é possível que o senhor com seu conhecimento de causa, não vai falar com o ministro Fernando Haddad, (embora da última vez que o ministro esteve aqui, em agosto, afirmou que o governador estava agindo legitimamente ao contratar pessoas sem qualificação para substituir os grevistas) com a presidente Dilma, com seus pares, com quem possa nos ouvir.

    Por caridade senhor senador, não nos deixe calar... Peço-lhe fraternalmente, como cidadã, como mãe, como PROFESSORA, fale e intervenha por nós!!!

    Atenciosamente,

    Vânia Lúcia"

    ResponderExcluir
  79. Prof. Sebastião está certíssimo, penso que daqui para frente faz-se necessário arranjarmos uma maneira de ajudar os colegas que estão mais necessitados, de modo que nenhum elo dessa corrente que se formou, se desprenda. Diante da situação na qual nos encontramos, não podemos perder fôlego de forma alguma! Inclusive precisamos contar com o apoio dos nossos colegas que estão na escola assinando ponto, não custava nada serem solidários, afinal não terão as perdas que estamos tendo, no entanto, estamos firmes. Então vamos aguardar o bom senso de todos. A luta não é só dos educadores que estão paralisados há 3 meses, é, também, dos que estão indo para assinar o ponto e manter seus salários em dia. Aguardamos de TODOS, SOLIDARIEDADE E RESPEITO, afinal somos nós que dizemos e escrevemos nos projetos das escolas que queremos formar cidadãos críticos. Logo, para que isso não seja uma FRASE DE EFEITO, temos que rever nossa postura, caso contrário estamos mesmo fazendo de conta e escrevendo coisas bonitas nos projetos, documentos, falando bonito nas reuniões para os colegas, tudo isso só servirá para enganar, inclusive a nós mesmos!
    Então pensemos nisso!
    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  80. Uma batalha precisa ter estratégias bem definidas e elaboradas.É preciso de pessoas fora de escola e também dentro para nos ajudar. Os colegas que não aderiram a greve podem ser inseridos de uma outra forma nesta luta,muitos dizem que gostariam de estar conosco e não estão por ns motivos.Que tal pensar num meio de envolvê-los dentro da própria a escola aproveitando o contato que têm com os alunos e pais.O segredo é por o povo do nosso lado. Sejamos sábios!Não vamos fechar trânsitos porque incita descontentamento e muitos se revoltam contra nós.Vamos cair na graça do povo!Rumo à vitória!

    ResponderExcluir
  81. Valeu Vânia!
    Adorei sua carta. Eu, também sempre escrevo para os deputados e senadores. Como um colega já disse, é necessário juntarmos forças e cobrar uma atitude desses políticos em favor da educação. Chega de omissão.

    ResponderExcluir
  82. Olá, turma do combate, membros do NDG,

    Várias pessoas me escrevem perguntando se podem usar meus textos para mandar para algum jornal ou deputado ou para o Papa...

    Já respondi antes que TODOS os textos deste blog podem ser reproduzidos livremente - menos para fins comerciais, né gente, o que não é o caso das pessoas que me escrevem.

    Um forte abraço e força na luta!

    ResponderExcluir
  83. COMPROMISSO // COMPROMISSO

    Vamos lá, pessoal!

    Analisem e vamos para a ação,

    Se somamos aproximadamente 3.000 professores internautas e enviarmos 10 mensagens por dia à lista de E-mails dos deputados, serão no total 30.000 E-mails recebidos por dia para cada deputado.
    (Montem uma mensagem simples e objetiva)

    Se alguém puder mandar mais, que o faça, quanto mais melhor.

    Vamos firmar este compromisso.

    Precisamos mostrar aos deputados que os professores estão mobilizados, até a vitória final.

    *** Srs. Deputados, este governo desfaz tanto de vocês que já está antecipando um simulador , no site da SEE para quem quiser fazer opção para o subsídio.

    O GOVERNO CONTA COM A APROVAÇAO ANTECIPADA DO PROJETO DE LEI NA ASSEMBELIA HOMOLOGATIVA.

    Comecemos imediatamente.
    Vamos cumprir nossa tarefa, diariamente.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.


    Lista dos email dos deputados:

    dep.adalclever.lopes@almg.gov.br; dep.adelmo.carneiro.leao@almg.gov.br; dep.alencar.silveira.junior@almg.gov.br; dep.almir.paraca@almg.gov.br; dep.ana.maria@almg.gov.br; dep.andre.quintao@almg.gov.br; dep.anselmo.jose.domingos@almg.gov.br; dep.antonio.carlos.arantes@almg.gov.br; dep.antonio.genaro@almg.gov.br; dep.antonio.julio@almg.gov.br; dep.antonio.lerin@almg.gov.br; dep.arlen.santiago@almg.gov.br; dep.bonifacio.mourao@almg.gov.br; dep.bosco@almg.gov.br; dep.bruno.siqueira@almg.gov.br; dep.carlin.moura@almg.gov.br; dep.carlos.henrique@almg.gov.br; dep.carlos.mosconi@almg.gov.br; dep.cassio.soares@almg.gov.br; dep.celinho.do.sinttrocel@almg.gov.br; dep.celio.moreira@almg.gov.br; dep.dalmo.ribeiro.silva@almg.gov.br; dep.deiro.marra@almg.gov.br; dep.delio.malheiros@almg.gov.br; dep.delvito.alves@almg.gov.br; dep.dilzon.melo@almg.gov.br; dep.dinis.pinheiro@almg.gov.br; dep.doutor.viana@almg.gov.br; dep.doutor.wilson.batista@almg.gov.br; dep.duarte.bechir@almg.gov.br; dep.duilio.de.castro@almg.gov.br; dep.durval.angelo@almg.gov.br; dep.elismar.prado@almg.gov.br; dep.fabiano.tolentino@almg.gov.br; dep.fabio.cherem@almg.gov.br; dep.fred.costa@almg.gov.br; dep.gilberto.abramo@almg.gov.br; dep.gustavo.correa@almg.gov.br; dep.gustavo.perrella@almg.gov.br; dep.gustavo.valadares@almg.gov.br; dep.helio.gomes@almg.gov.br; dep.hely.tarquinio@almg.gov.br; dep.inacio.franco@almg.gov.br; dep.ivair.nogueira@almg.gov.br; dep.jayro.lessa@almg.gov.br; dep.joao.leite@almg.gov.br; dep.joao.vitor.xavier@almg.gov.br; dep.jose.henrique@almg.gov.br; dep.juninho.araujo@almg.gov.br; dep.leonardo.moreira@almg.gov.br; dep.liza.prado@almg.gov.br; dep.luiz.carlos.miranda@almg.gov.br; dep.luiz.henrique@almg.gov.br; dep.luiz.humberto@almg.gov.br; dep.luzia.ferreira@almg.gov.br; dep.maria.tereza.lara@almg.gov.br; dep.marques.abreu@almg.gov.br; dep.neider.moreira@almg.gov.br; dep.neilando.pimenta@almg.gov.br; dep.paulo.guedes@almg.gov.br; dep.paulo.lamac@almg.gov.br; dep.pompilio.canavez@almg.gov.br; dep.romel.anizio@almg.gov.br; dep.romulo.veneroso@almg.gov.br; dep.romulo.viegas@almg.gov.br; dep.rosangela.reis@almg.gov.br; dep.sargento.rodrigues@almg.gov.br; dep.savio.souza.cruz@almg.gov.br; dep.sebastiao.costa@almg.gov.br; dep.tadeu.martins.leite@almg.gov.br; dep.tenente.lucio@almg.gov.br; dep.tiago.ulisses@almg.gov.br; dep.ulysses.gomes@almg.gov.br; dep.vanderlei.miranda@almg.gov.br; dep.ze.maia@almg.gov.br;

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    ResponderExcluir
  84. Brasília DF, urgente.

    Visita ao STF, URGENTÍSSIMO.

    ResponderExcluir
  85. Será que o MPE está esperando a aprovação deste projeto de lei, para declarar a greve ilegal?

    E o Sind UTE, está esperando isto acontecer?

    Precisamos de ação, IMEDIATAMENTE.

    ResponderExcluir
  86. Desde que não esqueçam de citar a fonte, não é professor (rsrs) e DISPONÍVEL em: http://blogdoeulerconrado.blogspot.com/2011/09/nosso-11-de-de-setembro-96-dias-de.html#comments

    ResponderExcluir
  87. O que o Sind UTE, está fazendo a respeito da omissão do MPE?

    Já fazem 25 dias da publicação do acórdão.

    Não podemos ficar esperando as coisas acontecerem.

    Com certeza o governo analisa suas ações diariamente.

    Temos que partir para a ação, IMEDIATAMENTE.

    ResponderExcluir
  88. O MPE, pode ser denunciado em algum TRIBUNAL?

    Em caso positivo, isto já foi feito?

    Brasília DF, urgente.

    Visita ao STF, URGENTÍSSIMO.

    ResponderExcluir
  89. Euler, boa noite!
    Estava twittando com Chico Barreira, que é um jornalista de São Paulo e ele interessou muito para fazer uma matéria a respeito da greve. Por favor se vc tiver twitter, acesse-o. @ChicoBarreira.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  90. João Paulo Ferreira de Assis11 de setembro de 2011 19:14

    Prezado amigo Professor Euler

    Com a sua devida vênia transcrevo comentário que acabei de fazer no Blog da Beatriz Cerqueira:

    Prezada companheira de luta Beatriz Cerqueira

    Num dos comentários no Blog do Euler, um anônimo levantou uma questão que eu considero importante:

    Ele disse que possivelmente a estratégia do governo seria deixar para decidir por pagar o nosso Piso para depois do dia 31 de outubro. Hoje estamos ainda em 11 de setembro. Eu tenho consciência que a cada dia que passar a pressão sobre nós vai aumentar e muito. Talvez até nossa greve seja considerada abusiva.
    Por isso eu creio necessário que tomemos uma atitude para forçar o governo a nos dar uma resposta antes do dia 31 de outubro. Surgiu então a minha ideia: QUE TAL SE TODOS NÓS QUE OPTAMOS PELO VENCIMENTO BÁSICO FAZERMOS UM DOCUMENTO NO CARTÓRIO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DA COMARCA RESPECTIVA DE CADA SUBSEDE, REITERANDO QUE NÓS QUEREMOS O PAGAMENTO PELO VENCIMENTO BÁSICO E QUE NÃO QUEREMOS O SUBSÍDIO. O documento seria assinado por todos aqueles que optaram pelo vencimento básico, e registrado no Cartório de Títulos e Documentos, ao qual pediríamos para NOTIFICAR O GOVERNADOR E AS SECRETÁRIAS ANA LÚCIA E RENATA. Seria de bom aviso ouvir o jurídico do Sindicato.
    Creio que se conseguíssemos as 153 mil assinaturas, seria um grande passo para a vitória. E além do mais, poderia ser mais um documento na ação pelo pagamento do Piso.

    Saudações e ATÉ A VITÓRIA!!!!

    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  91. Oi compadre EULER
    Boa noite
    Acabo de let no EM os depoimentos de colegas .O sindute está tentando tudo.Pena que toda esta mobilização não atinja nosso principal alvo:professores pelegos.Estes colegas não merecem o piso mesmo.São seres apolíticos e sem compromisso com a categoria.
    Mas,entendo também suas razões para estar na sala.Afinal grande parte destes colegas ganharam um grande presente do governo.Pensem bem.Lembrem o quanto estudamos para o concurso.O quanto batalhamos para arranjar todos os itens da bibliografia, o quanto ficamos anciosos no dia da prova...Os pelegos não tiveram que passar por todo isso.Ganharam seus cargos e agora tá tudo igualzinho.Por isso eu entendo esses caras.Babar o ovo do governador é o mínimo q devem fazer.

    ResponderExcluir
  92. EULER
    Neste 11 de setembro gostaria de lembrar para este maldito terrorista chamado anastasia que a historia não perdoa os maus governantes.Muitos são esquecidos mas a maior parte vai mesmo é para o lixo da história.Sujo,mentiroso,arrogante,prepotente você já é.Falta agora,matar o professor de fome.
    Governador pirracento isto é coisa de menino malcriado.Você e seu cupincha Aécio devem ter dado muito trabalho para as babás...

    ResponderExcluir
  93. Boa noite!
    Euler, além de você ser nossa força é também nosso consultor jurídico.O projeto enviado para a assembléia não está, nas entrelinhas, extinguindo o nosso plano de carreira?Precisamos ficar atentos e concentrar nossas forças nos deputados, esse projeto não pode passar do jeito que foi mandando, não me preocupa as melhorias no subsídio...votem o que quiserem, só não podemos deixar passar o trecho sobre o vencimento básico , se isso acontecer nossa luta será maior.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  94. Deputados traidores da educação

    Hoje temos minoria na assembleia. Se tivéssemos pensado melhor na última eleição este quadro poderia ser diferente agora.

    Não se trata de alianças políticas, mas de traição contra o educador. Os deputados estarão votando diretamente contra os educadores. Isso é muito sério. Todos sofrerão nos bolsos o resultado da votação.

    Pensem bem eles estarão votando pela destruição da nossa carreira. Não podemos deixar isso barato. MEMÓRIA CURTA: DESSA VEZ NÃO!

    Eles tem o poder de destruir nossa carreira? SIM

    Nós temos o poder de impedir a reeleição deles? SIM.

    Vejo muitos dizerem que "todo o poder emana do povo". Só que a frase está incompleta. O correto é "Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta constituição."

    Então vamos usar este poder para eleger apenas políticos comprometidos com a educação. Eles podem os milhões para campanha, mas terão nosso apoio e isto basta.

    Farei minha parte. Vou anotar os nomes dos traidores e repassá-los para o maior número de pessoas que puder.

    Farei o mesmo em relação aos deputados amigos da educação. Eles terão meu apoio.

    ResponderExcluir
  95. Haja nepotismo!
    Oi EULER
    Irmã de aécio,filho de Márcio Lacerda,irmã de anastasia(deve ter ganhado uma bolada para coordenar a bosta do CBC)Tá todo mundo mamando nas gordas tetas do governo.Haverá leite para alimentar as criancinhas?

    ResponderExcluir
  96. Concordo,
    Os empreiteiros, empresários e banqueiros investem nos seus candidatos para que depois de eleitos possam atender seus interesses.

    Precisamos fazer o mesmo em relação aos nossos candidatos. Não temos dinheiro, mas temos o voto que é o que vale no final.

    ResponderExcluir
  97. Euler e colegas de luta,

    Estava conversando com Adriana e ela me falou uma coisa que me chamou atenção.


    Quando fizemos a opção pelo vencimento básico, antigo plano de carreira(ELE JÁ EXISTIA) e tinha já os índices de promoção, logo devemos bater nesta tecla. Nossa assinatura INDICAVA NOSSO retorno ao PLANO EXISTENTE E NÃO OUTRO CRIADO PELO GOVERNO agora.

    Sendo assim o governo não pode nos obrigar a ficar em uma CARREIRA CRIADA AGORA, ELE TEM QUE APLICAR O PISO NA CARREIRA EM OPTAMOS!!

    O que você acha?

    ResponderExcluir
  98. Olá Euler...

    Avisa pra todo mundo aqui do blog que Anastasia tá na Rede Minas. Já citou, nas entrelinhas, o nosso problema.

    ResponderExcluir
  99. Boa noite!Também quero ouvir as PIADAS dos GREVISTAS !!!!!!!Piadas postadas no sítio "eletrônico" da "see"-MG fazem mal a todo grevista.Contem uma PIADA à mídia comprada: Nós Professores em GREVE ,também queremos AGRADECIMENTOS por parte do PROJETINHO DE GOVERNADOR(azia) ,como ele prega aos quatro cantos que o estado não tem TUTU (ou tem TUTU ?) -nós, os (as) verdadeiros(as) guerreiros(as) ACEITAMOS o PISO ,uma vez que ,segundo ele,o subsídio é para nós mais vantajoso. O subísidio que na afirmação dele é tão BOM, poderá ser a forma de pagamento a todos que estão trabalhando nas escolas neste período de greve.Estes sim ,parabenizados pelo azia,deverão ser comtemplados,porém, de forma palpável--recebendo atrvés do subsídio.___________Voltem piadistas!!!!!!,até que tentei ,mas a habilidade/competência e´de vocês!!!!!!!!!!!!!!está aproximando o dia em que iremos sentaaaaaaaaaaaar a PUA neles.Sabem como? Com a nossa VITÓria!!!!!!

    ResponderExcluir
  100. Anastasia no programa do Roberto D'ávilla: sobre educação só conseguiu falar do 1º lugar no IDEB e do ensino fundamental de 9 anos.

    ResponderExcluir
  101. Euler me explica uma coisa, quando um projeto de lei chega a assembleia ele vai para a comissão de constituição e justiça para ver se é constitucional, como os deputados podem aprovar uma lei inconstitucional ?

    Precisamos de uma corpo de advogados para nos ajudar a barrar essa barbaridade.

    ResponderExcluir
  102. Grande obra de Anastasia segundo Anastasia: O MINEIRÃO.

    Eu não sei se rio ou se choro.

    ResponderExcluir
  103. Vânia tudo isso que vc escreveu é real e eu como uma combatente fui pessoalmente á Brasília e falei com o entaõ senador .Minha amiga será que temos duplo sentido ? Erámos em quatro combativél sofremos as piores humilhações para chegar até lá , mas conseguimos e posso te dizer que foi gratificante,podemos conversar com o senador que prometeu nos ajudar , creio eu que já está surtindo efeito . Abraço a todos e muita luta pois a vitória chegará.

    ResponderExcluir
  104. Boa Noite!

    É hora de pensar em como vamos arrecadar alimentos para muitos de nossos colegas.Poderámos criar um dia chamado dia D.Esse dia seria D mesmo começando pelo Descaso do governo pela categoria.Poderíamos pedir ajuda para nossos colegas que estão trabalhando eu acredito que não vão negar, pois estamos lutando uns pelos outros a nossa derrota será a derrota deles também ,mas a nossa vitória será por todos também.Acredito que podemos contar com eles,até mesmo para ajudar nesta campanha.Tem muita gente precisando de ajuda,estão com a conta de água,luz tudo atrasada e já estão com a despensa vazia.Repasse essa informação para o maior números de pessoas possível.Também gostaria de pedir para todos os visitantes desse blog que divulguem para nossos colegas que estão trabalhando a existência dele.Se possível fazendo cartazes e espalhando nas escolas.Pode acreditar tem gente que não sabe da existência desse tesouro.Vamos divulgue!!!!!!!!!Vai ficar de boca aberta,pois vai encontrar um monte de gente que não sabe.Nossa greve tem que passar por três etapas:A luta,o sofrimento e a vitória.

    ResponderExcluir
  105. Euller, você é muito criativo mesmo. Adorei os vídeos dos post anteriores.

    ResponderExcluir
  106. A entrevista mencionada pela coelga JU OLIVEIRA, pude ver apenas uma parte.

    Destaco aqui a última pergunta feita pelo jornalista Roberto Dávila. Ele indagou ao governador sobre o que seria preciso para que houvesse melhor distribuição de renda.

    Resposta do governador:

    - Através de uma prestação de serviço público de qualidade".

    Que pena que o jornalista não tenha feito uma nova pergunta:

    - Mas, governador, pagando R$ 712,20 de vencimento básico para um professor com especialização é possível assegurar uma prestação de serviço de qualidade?

    O jornalismo brasileiro vive um momento de grande pobreza. Os repórteres perguntam somente aquilo que é combinado. As entrevistas se tornam praticamente uma forma de promoção dos governantes. Uma pena que a mídia mineira e nacional (e internacional também), com raras exceções, esteja tão decadente!

    ResponderExcluir
  107. Cara Cristina Costa, 20:13,

    Sempre vi neste fato uma brecha para requerermos e consolidarmos
    todos os nossos direitos.

    VEJA:

    O Governo nos ofereceu como opção o regime remuneratório VIGENTE em até 10/08/11.

    O Ministério Público é nossa testemunha, pois foi lá no dia 16/08/11 que o governou reconheceu que 153.000 professores fizeram opção pelo regime remuneratório VIGENTE em até 10/08/11.

    Além disto no dia 24/08/11 foi publicado o acórdão.

    Adquirimos mais direitos LEGAIS.

    O governo não pode mexer no regime remuneratório que ELE mesmo nos ofereceu como opção em até 10/08/11.

    Isto cabe um mandado de segurança, para preservar todos os nossos direitos.

    Tenho batido nesta tecla várias vezes neste blog.

    Agora ouvi uma voz consonante e peço que você e todos os professores procurem maiores informações a respeito desta situação.

    Cristina Costa, você é uma das primeiras a pescar esta ideia, por favor vamos levantar este tema para discussão.

    Minha opinião é que esta é NOSSA GRANDE OPORTUNIDADE.

    É A NOSSA GRANDE OPORTUNIDADE.

    Sempre soube que ELES cometeriam alguns erros.

    A maldade quando é muita se tropeça nela.

    Precisamos de muita atenção com as leis.

    Pequeníssimos detalhes podem nos dar a vitória ou a derrota.

    ESTA GREVE SERÁ DECIDIDA NOS TRIBUNAIS.

    Vamos procurar a opinião, uma consulta a vários juristas, para nos embasarmos e termos relatos importantes e variados para serem analisados.

    NÃO SE VENCE UMA GUERRA SOMENTE COM O NÚMEROS DE GUERREIROS MAS TAMBÉM COM A QUANTIDADE DE CONSELHEIROS.

    Conto com você.
    Aguardo contato, neste blog.

    ResponderExcluir
  108. Concordo com vc CRISTINA.
    Quando fizemos a opção pelo vencimento básico, antigo plano de carreira(ELE JÁ EXISTIA) e tinha já os índices de promoção, logo devemos bater nesta tecla. Nossa assinatura INDICAVA NOSSO retorno ao PLANO EXISTENTE E NÃO OUTRO CRIADO PELO GOVERNO agora.

    Sendo assim o governo não pode nos obrigar a ficar em uma CARREIRA CRIADA AGORA, ELE TEM QUE APLICAR O PISO NA CARREIRA EM OPTAMOS!!
    FAZ MUITO SENTIDO.
    ABRAÇOS.
    Rosilene Murta (Cons. Pena)

    ResponderExcluir
  109. Anônimo das 19:16

    Seja mais cuidadoso com o que escreve, pois muitos efetivados estão na greve, participando inclusive do NDG, o fato de estarmos "estabilizados" não nos garante a progressão no grau por exemplo. Continuo sendo PEB3A, mesmo tendo 7 anos de serviço e ainda não me foi dada a escolha de fazer um concurso. Estamos firmes na greve!!!
    Josy - Jacinto

    ResponderExcluir
  110. Cristina Costa,

    ANALISE:

    Simples assim,

    REGIME REMUNERATÓRIO VIGENTE EM ATÉ 10/08/11 + PISO (publicação do acórdão em 24/08/11).

    EIS A LUZ.

    LEVANTE ESTA IDEIA.

    ResponderExcluir
  111. Boa noite Euler e amigos de luta!
    O governo diz que a greve é política. É sim! A vida é política! Mas a nossa greve, pequeno ditador, não é partidária!!! Se chegamos até aqui, com essa força e convicção, é devido a garra dos professores que não se curvam a esse governo ditatorial, e não a partido ou político A ou B. Nenhum nos ajudou! Aliás, quando nossa vitória chegar (agora ou mais tarde, ela vai chegar!) lembremos dos dignissímos deputados! A grande maioria vai concorrer ano que vem a alguma prefeitura... Vamos lembrar e pensar duas vezes em dar nossos votos a essa cambada de parasitas!!!
    P.S.: Nesse greve, ando lendo todos os jornais. Já sabemos quais são os mais imparciais, os que estão no bolso do governo e etc... Mas, ao ler o jornaleco "Estado de Minas" (esse tudo mundo sabe em qual categoria se enquadra!), fiquei contente por dois motivos: o 1°, a propaganda muito bem feita pelo Sind-UTE. Página inteira, caderno principal! O 2°, por ver o ex-jogador argentino Sorín, dar espaço a nossa greve e dizer com sinceridade que torce para que o impasse se resolva o mais rápido possível... É... às vezes é necessário um "hermano" para se dizer algumas verdades aqui nas "Gerais"... E pensar que o colega dele naquele programa, o ex-atacante Marques, que é deputado estadual, não abre a boca pra dizer uma palavra sobre nosso problema...
    Prof. Eduardo
    B.H.

    ResponderExcluir
  112. Euler.
    Analise uma coisa: Quando voltamos para a antiga carreira com o vencimento básico, o que aconteceu com o nosso contra cheque? Veio baseado no que ganhávamos na data de 12/2010 não é mesmo? Portanto nós estamos naquela carreira e não nessa a qual ele quer nos impor. O que você me diz sobre isso?
    Tem algo obscuro ai você não acha?
    Rosilene (Conselheiro Pena)

    ResponderExcluir
  113. Eu sou efetivada e estou em greve desde o primeiro dia, enqto mtos efetivos estão trabalhando como se nada tivesse acontecendo. Acho q não é o momento de dividirmos a categoria. Efetivos, efetivados, designados, todos fazemos parte dessa categoria cada vez mais humilhada e esquecida pelos governantes...
    Pensem nisso...

    ResponderExcluir
  114. Euler, conversando com Cristovam Buarque no twitter ele me deu a seguinte resposta após falar da nossa greve e do que estamos vivendo aqui: "Precisam entrar no MP pedindo cassação do mandato do governador por descumprimento de lei.Chamam Lei Buarque."

    O que fazer? Pergunto?

    ResponderExcluir
  115. Cristina Costa,

    Estou muito feliz com o reconhecimento desta ideia.

    Vamos saber usá-la.

    Deve existir promotores aposentados, juízes aposentados, advogados experientes que podem nos dar um parecer a respeito.

    Estes pareceres são muito importantes e é assim que as coisas funcionam na esfera judicial.

    Este pessoal tem muitos contatos e influências além de conhecerem o caminho das pedras.

    Temos como testemunha o Procurador geral do Ministério Público.

    Cristina,

    Você é a pessoa certa para levar este tema ao Sind ute, e expor nossas ideias.

    Toda ideia deve ser respeitada e analisada, pois elas podem conter a essência de nossa vitória.

    Aguardamos o seu posicionamento neste blog, a respeito deste fato..

    ResponderExcluir
  116. Ao anônimo (19:16'):Tenho dois cargos (estado) sou efetiva,portanto, prestei concurso.Mas muitos beneficiados com a "lei 100"estão na LUTA.OS pelegos são compostos por efetivos,efetivados desiguinados e subtitutos(3º ano-médio).Vejo como pelegos todos que estão "trabalhando"e desculpando-se que possuem contas para pagar.Isto faz crermos que somos SOBRENATURAIS(os grevistas),porém, o sobrenatural não existe .Tudo e todos tem uma natureza e,necessitamos de alimentação,remédios-afinal somos professores-,serviços-água/luz/...-,roupas-quando sobra tutu ,e isto é tão raro!Percebi sua indignação !Eu também estou,mas quer saber de uma coisa ,continuemos na LUTA .Sobrenatural não somos ,no entanto ,guerreiros(as)somos.Não pertecemos à classe dos sangues-suga!!!!!!!Preparado(a)?(.......) -Prá quê?Prá sentar a PUA !!!!!!!!!!!!!!!!!!ATé chegarmos a reconhecer o que indagou JESUS-"Não te disse que EU não te abandonaria?"

    ResponderExcluir
  117. Olá NDG,olá Euler,
    boa noite gostaria de informá-lo que diferente do que eu te disse na última assembléia eu simplesmente não tive coragem de abandonar a luta, porque penso que seria nadar, nadar e morrer na praia e continuo firme até o pagamento do piso.
    Concordo com a colega Josy que diz que muitos efetivados estão na greve. Gostaria de enfatizar que nós da lei 100(digo nós porque também fui beneficiada por essa lei)não pedimos para sermos efetivados quando o ideal seria passarmos por um concurso público.Mas uma coisa é certa é melhor ser efetivado do que designado.
    Firmes na luta até a vitória!!!
    Gilvânia, História.

    ResponderExcluir
  118. Cristina Costa,

    Pedimos que você seja nossa voz no Sind UTE, do pessoal do blog.

    Precisa-se urgente de montar uma agenda para a Beatriz em Brasília.

    Visitar a Secretaria Nacional dos Direitos Humanos; as comissões de Direitos Humanos e de Educação da Câmara dos Deputados e do Senado Federal; a CNBB; a OAB nacional, o Ministro da Justiça, a Ministra chefe da Casa Civil e outros...

    Sendo que a principal visita deverá ser feita ao STF e ao gabinete o Ministro Joaquim Barbosa.

    Porém não temos muito tempo e as decisões se fazem urgentes.

    SE PRECISAREM DE RESPALDO, SUPORTE E APOIO O EULER JÁ DISPONIBILIZOU PARA ORGANIZAR UMA CARAVANA ATÉ BRASÍLIA DF.

    ResponderExcluir
  119. Cara Cristina Costa,

    Sempre vi neste fato uma brecha para requerermos e consolidarmos
    todos os nossos direitos.

    VEJA:

    O Governo nos ofereceu como opção de escolha o regime remuneratório VIGENTE em até 10/08/11.

    O Ministério Público é nossa testemunha, pois foi lá no dia 16/08/11 que o governo reconheceu que 153.000 professores fizeram opção pelo regime remuneratório VIGENTE em até 10/08/11.

    Além disto no dia 24/08/11 foi publicado o acórdão.

    Adquirimos mais direitos LEGAIS.

    O governo não pode mexer no regime remuneratório que ELE mesmo nos ofereceu como opção em até 10/08/11.

    Isto cabe um mandado de segurança, para preservar todos os nossos direitos.

    REGIME REMUNERATÓRIO VIGENTE EM 10/08/11 + PISO (DA LEI DO PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL)

    Tenho batido nesta tecla várias vezes neste blog.

    Agora ouvi uma voz consonante e peço que você e todos os professores procurem maiores informações a respeito desta situação.

    Cristina Costa, você é uma das primeiras a pescar esta ideia, por favor vamos levantar este tema para discussão.

    Minha opinião é que esta é NOSSA GRANDE OPORTUNIDADE.

    É A NOSSA GRANDE OPORTUNIDADE.

    Sempre soube que ELES cometeriam alguns erros.

    A maldade quando é muita se tropeça nela.

    Precisamos de muita atenção com as leis.

    Pequeníssimos detalhes podem nos dar a vitória ou a derrota.

    ESTA GREVE SERÁ DECIDIDA NOS TRIBUNAIS.

    Vamos procurar a opinião, uma consulta a vários juristas, para nos embasarmos e termos relatos importantes e variados para serem analisados.

    NÃO SE VENCE UMA GUERRA SOMENTE COM O NÚMEROS DE GUERREIROS MAS TAMBÉM COM A QUANTIDADE DE CONSELHEIROS.

    Conto com você.
    Aguardo contato.

    ResponderExcluir
  120. Cristina Costa,

    Precisamos muito de você neste momento.

    ResponderExcluir
  121. Euler,
    Postei o seguinte texto no meu blog (gracanog.blogspot.com) e quero compartilhá-lo com vocês. Aqui em Carandaí, estamos firmes na luta! Saudações fraternas!!!

    O silêncio que incomoda

    Quase 100 dias de greve. O silêncio do Governador e de suas fiéis escudeiras incomoda. O Ministério Público se calou. Sem negociações, sem um caminhar ao encontro do outro, fingindo que a greve só existe na mente de uns poucos malucos que insistem em cobrar seus direitos, lutando contra toda forma de opressão. Mas somos muitos combatentes espalhados pelos rincões de Minas, nem sempre Gerais, posto que fazem a riqueza de poucos e a desgraça de muitos. Andam tramando nos bastidores do PODER!!!
    E eu aqui, em plena noite de domingo, angustiada e apreensiva, querendo somente ver nossos direitos respeitados. Mas o poder corrompe. As mentiras, mil vezes proferidas, parecem verdades aos olhos e ouvidos daqueles desavisados que se deixam enganar, talvez por ser mais cômodo acreditar, pois dessa forma são poupados do ato consciente de pensar e questionar. Quanta incoerência, quanta falácia!
    Sendo professora e mãe de aluno da rede estadual de ensino, sofro dobrado. Vejo os dois lados. Mas, se quero uma educação pública de qualidade, não posso fugir à luta. Valorizo o meu trabalho, faço o meu melhor. E sei que meus colegas, com poucas exceções, também o fazem. Escola pública não é "de graça"! É financiada com os nossos impostos. Pena que nossos governantes, mergulhados do mar de lamas da corrupção e do apego ao poder, não investem o necessário para mudar a realidade das classes menos abastadas, as quais nós, professores da rede pública, servimos. Não é de interesse deles. Há que sobrar mais dinheiro paras as construtoras, para os bancos, para os grandes financiadores das milionárias campanhas eleitorais que envergonham um país, que são uma afronta aos cidadãos de bem, cujo desejo é apenas poder viver dignamente do seu trabalho.
    Psiu!!! Façamos um minuto de silêncio!!! As Torres Gêmeas da corrupção e da intransigência estão erguidas em Minas Gerais. Essas, precisam ser derrubadas.

    ResponderExcluir
  122. querido Euler, acabei de ler no blog do Cristovam Buarque " Cristovam vai a tribuna e parabeniza o Governador do Rio Grande do Sul..." por retirar-se da ação contra o piso nacional para educação.. Será que a greve em Minas cria situação favorável para educadores de outros estados enquanto nós ficamos à deriva nesse mar de insanidades?

    ResponderExcluir
  123. Anônimos das 21:40 e 2149,

    Coitada de mim porta voz no sindUTE!!!

    Ms acabei de levar a Beatriz atrvés de seu blog o seguinte comentário:

    "Conversando com Cristovam Buarque no twitter agorinha, ele me deu a seguinte resposta após falar da nossa greve e do que estamos vivendo aqui: "Precisam entrar no MP pedindo cassação do mandato do governador por descumprimento de lei.Chamam Lei Buarque."

    Beatriz vamos ver o que pode ser feito!

    Acho que talvez seja a hora de legar nossa greve para fora de MInas Gerais!

    Ir a Brasília:

    Visitar a Secretaria Nacional dos Direitos Humanos; as comissões de Direitos Humanos e de Educação da Câmara dos Deputados e do Senado Federal; a CNBB; a OAB nacional, o Ministro da Justiça, a Ministra chefe da Casa Civil e outros...

    Sendo que a principal visita deverá ser feita ao STF e ao gabinete o Ministro Joaquim Barbosa.

    Porém não temos muito tempo e as decisões se fazem urgentes.

    Obrigada e aguardo seu posicionamento a respeito!"

    ResponderExcluir
  124. Euler, a entrevista foi paga. Nó início ele falou sobre obrigações, impostas por leis federais, que os Estados tem com a folha de pagamento de servidores. Disse que Minas é apenas uma província, com grandes desigualdades, e que jamais poderia fazer o que Estados menores e culturalmente privilegiados fazem. Segundo Anastasia, Minas não tem dinheiro nem para pagar sua dívida com a União.

    ResponderExcluir
  125. DENUNCIA

    Caro Euler,

    notei algo que devo repassar a todos nós NDG, achei estranho mas pensei que era apenas por uma questão de tempo, porém não é:

    ao consultar meu contra cheque vi que ainda estou no subsidio ( solicitei a saída no fim de julho) porém ao conversar com colegas (aprox.40) "todos estão no regime de subsidio" (mesmo aqueles que optaram pela saída na primeira semana) sera que estes números estão sendo contados?

    A 24ªSRE - de Nova Era além do fato acima está autorizando pessoas a lecionar matérias as quais foram reprovados na graduação ou não têm nenhuma afinidade de cursos e o mais absurdo alunos jubilados da UENG.

    É um Absurdo

    Caso ache pertinente encaminhe ao sindicato.

    ResponderExcluir
  126. Colega Pulqueria
    sou prof. do 1º ao 5º em Sete Lagoas. Concordo com você plenamente. Estou em greve mas a maioria de minhas colegas de escola não estão. A grande maioria pra falar a verdade. Você acredita que nem o exemplo da Auzira que é da nossa cidade serve de incentivo? Chego a pensar as vezes que não trabalhamos no mesmo local porque parece que elas estão fingindo que não está acontecendo nada. Mas tudo bem tenho força para lutar por todas nós. um abraço.

    ResponderExcluir
  127. Companheiros,

    Acabei de assistir a entrevista do Exmo. Sr. Antônio. Segundo ele quando avançarmos em serviços públicos de qualidade, teremos maior distribuição de riquezas.

    Somos funcionários públicos exemplares, mas estamos longe da distribuição de riquezas.

    Força na Luta!

    Léia - BH

    ResponderExcluir
  128. Esclarecimento:
    O projeto de lei que está na ALMG é só para os que estão no subisídio e também para os que estão na carreira antiga e farão opção para retornar ao subisídio até 31/10/2011.

    Quem está e quer permanecer na carreira, só vale o plano de carreira vigente publicado em 2004, que não pode ser alterado para aplicação do Piso.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  129. Essa esmola de 712 reais eu não quero! Não existe isso de proporcionalidade! Em Montes Claros o Prefeito pagou o piso integral de 1187 reais para 25 horas de trabalho. SÓ falta agora implementar o plano de carreira. Eu tenho 5 anos de serviço na prefeitura. Possuo somente um biênio 3% e 10% de pó de giz totalizando 1255 reais líquido. Estou ganhando mais que minha colega do estado que tem 15 anos de serviço e pós graduação.

    ResponderExcluir
  130. Pessoal da luta, turma do NDG,

    Uma coisa me parece de razoável entendimento: se o MP regional encontra-se sob suspeita, penso que seria natural que o jurídico do sindicato já tivesse procurado auxílio federal.

    Infelizmente, estamos num estado onde os poderes estão comprometidos, pra dizer o mínimo.

    Foi isso que eu disse naquele post sobre a nossa ida a Brasília: era para chamar a atenção sobre a realidade de Minas. Temos uma lei a nosso favor, governante não a cumpre e os órgãos locais não tomam qualquer providência.

    Mas, penso que agora, além do problema jurídico, há a necessidade de mantermos a greve fortalecida, pois ela é a nossa maior garantia de vitória. A justiça pode protelar indefinidamente, se não houver uma pressão social como a que a nossa greve cria.

    Além disso, sem a greve, a ALMG aprova qualquer coisa. Com a greve e a pressão da comunidade, isso pode alterar as coisas.

    Daí o empenho do governo em tentar impedir que a greve se mantenha, e mais ainda, que ela se estenda. Não é a toa que o governo agradece sem parar aos que estão em sala de aula fazendo o jogo do governo, em troca do confisco salarial que eles receberão como gratidão do governo.


    Além disso, é preciso considerar que o jurídico do sindicato precisa receber reforço, dada à demanda e à complexidade dos trabalhos. Para economizar nas palavras...

    ResponderExcluir
  131. Euler,gostaria que assistisse e passasse adiante é um vídeo de Motivação espetacular! Abraços! Silvana. ( http://www.youtube.com/watch?v=j9ZaWjHOwoU&feature=related )

    ResponderExcluir
  132. Cristina Costa,

    Você entendeu a situação da opção de escolha ao regime remuneratório VIGENTE em até 10/08/11 + PISO amparado na publicação do acórdão em 24/08/11?

    Temos que tomar pareceres jurídicos a respeito deste fato.

    ACHO QUE ISTO NOS ASSEGURA MUITOS DIREITOS.

    VAMOS SOLICITAR TODOS OS NOSSOS DIREITOS.

    ResponderExcluir
  133. Euler peço a você que repita(se possível) todos os dias aquela simulação, pois os mais desavisados podem cair na arapuca do governo, ou seja, no suicídio.

    ResponderExcluir
  134. Sou totalmente contra esta morosidade de ações do Sind UTE.

    ESTAMOS TENDO MUITAS OPORTUNIDADES.

    Aquelas que não aproveitarmos ELES as aproveitarão.

    Eles estão jogando o jogo duro, para vencerem.

    Parece que nós estamos querendo perder.

    O que está sendo feito pelo Sind UTE, a respeito da omissão do MPE?

    Já fazem 25 dias a publicação do acórdão.

    Não tenho o menor interesse de fazer esta greve se alongar, QUERO VENCER O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

    ResponderExcluir
  135. Anônimo das 21:14,

    Acho que devemos mesmo, começar a bater nesta tecla.

    Vou postar agora no blog da Beatriz os nossos comentários e pedir que ele estude este caso!

    Que bom que não foi só eu que pensei nesta situação.

    Temos que pensar em tantas coisinhas...Aff, meu Deus!! Precisamos de muita força!!

    ResponderExcluir
  136. Esse ditador é responsavel por todo esses dias de extrema dificuldade pelos quais estamos passando:
    Noites mal dormidas:
    Contas sem pagamentos
    Nomes no SPC
    Ansiedades
    etc
    etc
    etc.
    Taí motivos para não desistirmos da LUTA.
    vIVER ISSO E MAIS UM POUCO e depois dizer a esse governo: Ok, VC VENCEU! ????
    Não amigos, não mesmo. Façamos o possível para socorrer aqueles que estão em situação pior que a nossa. Sei que todos estamos em situação difícil. Mas, enfim temos um ingrediente a mais para lutar: I D I G N A Ç Ã O!
    FÉ E MUITA CONFIANÇA EM DEUS SOMADA A NOSSA GARRA PARA ALCANÇAR A VITÓRIA.
    ABRAÇO FORTE!

    ResponderExcluir
  137. COMPROMISSO // COMPROMISSO

    Vamos lá, pessoal!

    Analisem e vamos para a ação,

    Se somamos aproximadamente 3.000 professores internautas e enviarmos 10 mensagens por dia à lista de E-mails dos deputados, serão no total 30.000 E-mails recebidos por dia para cada deputado.
    (Montem uma mensagem simples e objetiva)

    Se alguém puder mandar mais, que o faça, quanto mais melhor.

    Vamos firmar este compromisso.

    Precisamos mostrar aos deputados que os professores estão mobilizados, até a vitória final.

    *** Srs. Deputados, este governo desfaz tanto de vocês que já está antecipando um simulador , no site da SEE para quem quiser fazer opção para o subsídio.

    O GOVERNO CONTA COM A APROVAÇAO ANTECIPADA DO PROJETO DE LEI NA ASSEMBELIA HOMOLOGATIVA.

    Comecemos imediatamente.
    Vamos cumprir nossa tarefa, diariamente.

    FIRMES NA LUTA, COMPANHEIRAS(OS).

    COM DEUS, VENCEREMOS.


    ***JÁ ESTAMOS RECEBENDO ALGUMAS RESPOSTAS.

    ResponderExcluir
  138. Olá, brava guerreira Gilvânia!

    Já esperava esta atitude da sua parte, pois pude sentir que conversei na assembleia com uma guerreira, acompanhada por duas outras combativas colegas.

    Dê um abraço a todos aí da região da subsede de Almenara!

    Força na luta e até a nossa vitória!

    ResponderExcluir
  139. Companheiros,

    Durante os três meses de luta, observei muita pessoas chamando os professores que estão trabalhando para aderirem ao movimento. Alguns colocaram a mão na consciência e juntaram-se a nós.

    Entretanto, tem uma turma que morre de medo de passar fome, que se quer consulta esse blog.
    Acho bom que essa turminha fique de fora, afinal, apenas gente de boa cepa poderia resistir a uma greve de cerca de 100 dias.

    Força na luta!

    Léia - BH

    ResponderExcluir
  140. O problema não é fazer greve, e sim encontrar soluções para acabar com a greve.

    ESTAMOS TENDO MUITAS OPORTUNIDADES.

    Aquelas que não aproveitarmos ELES as aproveitarão.

    ELES não estão brincando ao tentarem acabar com a greve, trabalham e estudam todas as possibilidades dia e noite sem parar, constantemente.
    ELES tem o poder, a experiência, estrategias e ação.

    E nós vamos ficar parados esperando que um milagre aconteça?

    Se não agirmos consistentemente, com inteligência e planejamento, podem TER CERTEZA QUE VAMOS PERDER ESTA PARADA.

    Uma guerra se ganha com táticas, estrategias e muita ação.

    ResponderExcluir
  141. RECADO AO SIND UTE.

    Sou totalmente contra esta morosidade de ações do Sind UTE.

    ESTAMOS TENDO MUITAS OPORTUNIDADES.

    Aquelas que não aproveitarmos ELES as aproveitarão.

    Eles estão jogando o jogo duro, para vencerem.

    Parece que nós estamos querendo perder.

    O que está sendo feito pelo Sind UTE, a respeito da omissão do MPE?

    Já fazem 25 dias a publicação do acórdão.

    Não tenho o menor interesse de fazer esta greve se alongar, QUERO VENCER O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL.

    ResponderExcluir
  142. Á de codinome ESCOLA Criativa,referiu à minha pessoa de"Pulqueira" gostei!!!!!!!! .Deixa te explicar: num destes maravilhosos textos postados no blog do ADMIRÁVEL Euler,li a expressão "senta a pua neles",então gosto de usá-la.Confesso a você e aos demais que fiz isto sem pedir licença,mas acho que quem a criou não ficará nervoso comigo .Vamos "combinar":ela é linda e muito propícia para o momento pois,contextualiza com a causa do nosso movimento .Mas, quanto ao assunto, o qual você concorda comigo,é FATO .Eles(as) fingem que nada está acontecendo!!!!!!!Ficam só esperando o PISO em sua ZONA de CONFORTO,sem nehuma perda...Esse tipo de pessoínha pode ser chamado de "COME QUETO".Assim os mineiros,filhos de Minas, eram conhecidos .Sendo assim ,conclui-se que GREVISTA chamais pode ser alcunhado de "COME QUETO".Ligue não, mesmo sendo poucos(as) na ESCOLA CRIATIVA,adivinhe só o que vocês poderão fazer em breve.............sentáaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa a PUA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!VITÓRIA.

    ResponderExcluir
  143. Olá amiga Cristina!

    Sua análise acerca do nosso vínculo com o antigo plano de carreira está correta. o problema é que estamos em MG e como tal, estamos sujeitos a assistir alterações na lei, pelo legislativo mineiro.

    Por isso precisamos de bons advogados para tocar as nossas demandas com mais eficiência.

    E claro, tendo a greve como ponto central.

    Não concordo - embora respeite - com a tese de que a nossa greve será decidida nos tribunais da justiça.

    A nossa justiça é por natureza morosa. E está voltada para proteger o estado contra o cidadão. É duro dizer isso, mas é fato. A única coisa que pode alterar essa lógica é a combinação de uma boa assessoria jurídica com o movimento social, a greve.

    Só a greve - e o apoio social que ela pode conseguir - será capaz de acelerar o processo de decisão em nosso favor.

    Portanto, vejo as coisas por outro ângulo: não é a justiça quem resolverá o problema da greve, mas a greve que poderá forçar uma decisão mais rápida, seja na justiça, no governo, ou no legislativo.

    Quanto ao senador Cristóvam Buarque, seria melhor que ele assumisse essa luta no senado, denunciando o que acontece aqui em Minas. Terá ele coragem de fazer isso?

    Porque sugerir que a gente peça ao MP para atuar contra o governo de Minas é desconhecer o que existe aqui em Minas.

    Todos os poderes aqui estão comprometidos com o Executivo. E, desconfia-se até que aquele araponga do P2 da PM estava a serviço da Procuradoria Geral da Justiça. Ou seja, falam que é o MP quem está por trás daquela arapongagem. Será mesmo?

    Mas, enfim, continuemos as nossas buscas e pressões.

    Uma coisa é certa: sem a greve, não conquistaremos o piso. Daí a importância de mantê-la e fortalecê-la. E cobrar do sindicato uma melhor assessoria jurídica.

    Um forte abraço e força na luta!

    ResponderExcluir
  144. Caso Andreia Neves ( publicado no blog do sociólogo Rudá Ricci )

    Notícia de invasão de casa de Andrea Neves ocorreu em janeiro

    A notícia confirmada e que foi veiculada oficialmente é a seguinte:
    Dois jovens de 15 e 18 anos são suspeitos de invadirem acasa de Andréa Cunha Neves, de 51 anos, presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social de Minas Gerais (Servas) e irmã do governador de Minas Gerais, Aécio Neves, na noite dessa segunda-feira (4) no Condomínio Retiro das Pedras, em Brumadinho, próximo ao limite de Nova Lima, na Grande Belo Horizonte.
    O imóvel estava vazio e apesar do forte esquema de segurança, os dois suspeitos conseguiram entrar na casa e furtaram garrafas de bebidas e eletrônicos, segundo informações de militares da 1ª Companhia Independente de Nova Lima. Ainda segundo a PM, quando deixavam a casa, ambos foram flagrados pelos vigias, que acionaram a polícia.
    Os suspeitos são de classe média e um deles, de 17 anos, mora no mesmo condomínio. O outro, de 15 anos, seria filho de uma gerente de banco. Os dois foram ouvidos na delegacia de Brumadinho e liberados.
    Conforme a Polícia Civil, não houve flagrante e os objetos apreendidos com a dupla - um roteador e um capacitor eletrônico, material de informática, um violão e um papelote de COCAÍNA- não foram reconhecidos como material de furto. A polícia informou ainda que Andréa Neves não compareceu à delegacia para reconhecer os objetos.

    ResponderExcluir
  145. Sou a favor de pedirmos a cassação do governador.Por que o sindicato ainda não fez isso?Estou muito ansiosa e os advogados do sindicato parece estar dormindo!

    ResponderExcluir
  146. Mais um detalhe:

    Por que o sindicato não pede a ajuda do advogado Gustavo Ramos da CNTE?

    Veja o que ele diz:

    "Gustavo Ramos foi categórico ao afirmar que não há mais motivos para que a Lei não seja cumprida.

    "Qualquer estado ou município que continue pagando menos que o valor do Piso, após a publicação da ata de julgamento do acórdão do Supremo (13/04/11), justifica que os professores - preferencialmente de forma coletiva - ajuizem ação local e também reclamação constitucional no STF para buscar o integral cumprimento da lei do piso". " (Fonte: site CNTE)

    Ou seja, essa tal Reclamação constitucional já deveria ter sido encaminhada junto ao STF há muito tempo.

    Ou vão esperar que o Legislativo mineiro altere a lei?

    ResponderExcluir
  147. Concordo com você Euler,tenho convicção de que a nossa mobilização é o ponto forte e primordial neste momento.Por isto temos que segurar firmes esta greve,fazendo é claro a nossa parte.

    Estou atirando para todo lado, amigo!!!srsrrsrs
    Agora, já estou até pedindo ajuda até ao inimigo!rsrsrs

    O que não consigo é ficar parada sem nada fazer esperando as coisas caírem do céu, porque não cairão!

    Nestas horas que fico pensando naqueles "colegas" que falaram que não entrariam em greve porque ele(governo) teria que cumprir a lei de todo jeito, não precisava de greve. ..

    Como eu gostaria de encontrar com eles agora... e falar assim: " Estão vendo como ele está sendo bonzinho??E ai??Vcs continuam trabalhando até hoje por que??Ele já cumpriu a lei para vocês?

    Ai Euler, nossa lutra está sendo mais árdua do que já seria por causa destes traidores que estão nas salas de aula... sinceramente nem sei falar qual o meu sentimento para com estes que se dizem educadores...

    Mas deixa pra lá... vamos seguir firmes!!!

    Tenho certeza que conseguiremos a vitória!!

    Quando eu cantava nosso lema "Com luta, com garra, este piso sai na marra!" Confesso a você que não imaginava que seria com tanta luta assim, nem tão pouco com tanta garra!!... Somos guerreiros e seremos vencedores!!!

    Um abraço e até a vitória!

    ResponderExcluir
  148. Euler, acabei de postar este seu comentário (00:08) no blog da Beatriz. Quando ela responder te falo, ok?

    Boa noite!!

    ResponderExcluir
  149. Olá pessoal, boa noite.
    Vocês perceberam como o governo intensificou sua propaganda nos meios de comunicações?
    Isso é porque ele ja está nas ultimas e conta com o retorno de alguns colegas para sala de aula, ele quer fazer um choque psicológico nessas pessoas, criar desanimo, falta de esperança e as pessoas deixam de acreditar.
    Nosso direito é certo, temos sim direito ao piso aplicado na carreira, isso foi uma opçao que o proprio governo nos deu. E com certeza o STF deve julgar o subsidio ilegal, senão vai se abrir um procedente para os entes federados não cumprir a lei 11738/2008. As correções anuais não seriam repassadas aos salários. Temos que nós manter firmes e não desistir nunca, essa vitoria é nossa. Lutar até o piso ser pago.
    Deus está do nosso lado, tenhamos fé.
    A VITORIA ESTA MUITO PRÓXIMA.

    ResponderExcluir
  150. Colega Cristina, nossa situação não é só de empobrecimento da classe do ponto de vista financeiro, pior do que isso, é o empobrecimento da busca e da aquisição de conhecimento. Infelizmente, o que vemos por parte de muitos colegas é um desinteresse em obter informações, buscar informações ficam 'lendo na leitura dos outros', dependendo da leitura, é uma lástima. Além de tudo, há uma acomodação e uma crença de que do jeito que está, está bom, e vão levando, só não sabem para onde esta situação vai levá-los, ou melhor até sabem, mas fazem de conta!

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  151. Tem razão, amiga Cristina, vamos vencer essa!

    Mas, quero aproveitar para ratificar a sugestão feita por uma colega aqui no blog quando elegeu VOCÊ, amiga Cristina, como nossa representante junto ao sindicato.

    Então desde já, você está nomeada (sem remuneração, rsrs) para tal função pelo NDG.

    Aproveito então para lhe passar uma segunda tarefa, já que a primeira é sobre a questão jurídica, que você já encaminhou com eficiência para o sindicato.

    Eis a sua nova missão, rsrs:

    - convencer o sindicato a convocar uma reunião com todos os sindicatos do serviço público (menos os pelegos) para que estejam vigilantes em relação ao nosso bônus por desempenho (também conhecido como 14º salário).

    O normal é que o governo pague este bônus entre setembro e outubro. Mas, com a nossa greve, corre o boato que ele planeja não pagar agora em outubro para não fornecer combustível para o nosso maravilhoso movimento.

    Se mais essa perversidade se confirmar, devemos chamar todas categorias do estado para uma greve geral.

    O governo não poderá punir apenas quem está em greve, pois o tal bônus é referente ao ano de 2010. Logo, todos têm direito ao mesmo, esteja em greve ou não.

    Caso o governo diga que vai pagar o bônus só em novembro, fica evidenciado a tentativa de minar a nossa greve, punindo ao mesmo tempo TODOS os servidores públicos. Isso certamente provocará uma revolta geral entre os servidores públicos, pois certamente todos estão contando com este dinheiro.

    Se por acaso o governo fizer o boicote apenas junto aos servidores da Educação, aí então estaria na hora de TODOS os educadores que ainda estão em sala tomarem vergonha na cara, pelo menos uma vez na vida, e cruzarem os braços em protesto, juntamente conosco.

    É preciso criar este clima antecipando ao gesto do governo de tentar nos boicotar. Se o governo pagar o bônus, a categoria terá combustível para mais 30 dias de greve, pelo menos, após o quinto dia útil de outubro.

    É isso.

    Um forte abraço, Cristina, e força na luta!

    ResponderExcluir
  152. Euler,
    Algumas decisões do STF são acatadas de imediato, veja:

    Duas semanas depois de ter o direito reconhecido pela Justiça Eleitoral, o deputado estadual Pedro Ivo Caminhas, o Pinduca Ferreira (PP), toma posse nesta quinta-feira na Assembleia Legislativa. Ele teve os 61,3 mil votos reconhecidos diante do entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) de que a Lei Ficha Limpa só vai valer a partir das eleições de 2012.

    Agora, mesmo com o acórdão publicado pelo STF, o nosso piso, que era para ser aplicado imediatamente, não o foi até hoje. O pau que dá em Chico, não dá em Francisco.

    Boa noite a todos, Carlos José Assunção - Nova Lima

    ResponderExcluir
  153. kkkk, se ele pegar pirracinha de não pagar o bônus ao servidores da educação, os professores que não entraram em greve por estarem "muiiiiiiiiiito preocupados com a formação de seus alunos", vão imediatamente se rebelar, nem se condoerão mais pelos alunos! Afinal, vão se sentir traídos! rsrs

    ResponderExcluir
  154. Na minha opinião, estamos no ápice da greve, momento onde o governo já está todo enrolado, grande possibilidade de que esse ano letivo se perca (esse é até outro assunto que gostaria que você abordasse, pois com o corte, não vamos repor, e agora NÃO queremos repor. Ninguém mandou ele cortar nosso salário. Não queremos novas folhas de pagamento, pois o dinheiro está fazendo falta, mas já que cortou o salário, não queremos repor em sábados, domingos, feriados, natal, ano novo, janeiro afora, fevereiro aos sábados e etc. Quem deixou a greve chegar a esse ponto foi o governo, ele que fique sabendo que não iremos sacrificar nossos finais de semana e férias porque ele foi intransigente e deixou a greve chegar onde chegou.. Não queremos repor.)Continuando, esse ápice da greve tem mexido e comovido a sociedade pare que muitos agora que começaram a acordar para que quem está errado é o governo. GREVE ATÉ O PISO!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  155. Educadora Mineira (00:47),

    Ótima percepção essa acerca dos colegas que leem através da leitura dos outros. Especialmente os que estão em sala de aula, contribuindo com o governo. Temos de fato muitos colegas que têm preguiça de conhecer e pesquisar sobre a própria situação funcional.

    Acho que é a realidade a que os educadores estão submetidos, que impõe um ritmo prolongado de trabalho e um salário de fome, num ambiente não muito agradável.

    Claro que isso não justifica, mas acaba contribuindo para o embrutecimento mental de muitos colegas. A greve poderia ajudá-los inclusive nesse resgate... do tempo para pensar, da compreensão dos direitos deles, da luta comum, enfim, por interesses comuns.

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  156. Se essa m... de subsídio prestasse, o governo faria o contrário, pagaria o piso. Mas como ele que arruinar a educação e nossa carreira, quer nos enfiar subsídio guela a baixo. NÃO VAMOS ACEITAR, OU PAGA O PISO OU A GREVE CONTINUA. SE CHEGAMOS ATÉ AQUI, NUNCA QUE VAMOS DESISTIR E VOLTAR COM PROPOSTA INDECENTE DO GOVERNO, VAMOS CONTINUAR EM DIFICULDADES, MAS A GREVE PERMANECE ATÉ ESSE GOVERNADOR SEM VERGONHA PAGAR NOSSO DIREITO: PISO!!!!!!! GREVE ATÉ O PISO, ENQUANTO NÃO TEM PISO, TEM GREVE!!!!

    ResponderExcluir
  157. Triste que apesar a sociedade não se convence de que merecemos uma remuneração justa. Querem ensino de Harvard à pão e água. Ontem, na rua fui ironizado por vizinhos: _ e aí professorzinho esse mês não sai a merreca? Lembrei-me de uma fala inesquecível de uma servidora da SRE: _em reunião não quero reclamação de salário. Se quiser ganhar bem vai vender Avon. Na época fiquei chateado e continuo.
    Hoje metade dos meus colegas de trabalho vende perfumes, livros, salgados, roupas, "importados" chineses. A sala dos professores não é cheia de livros voltados a discussão da prática pedagógica, mas de revistas Hermes, Abelha Rainha e outras tantas que não me recordo. Se não fizermos isso o dinheiro não dá.
    Falar em prédio sem pintura, vidros quebrados ou lâmpadas queimadas é lugar comum. Percebo que alguns alunos nos olham com aquele olhar que diz "estudou tanto para nada".
    SE VOLTARMOS DO JEITO QUE ESTÁ SEREMOS SIM, EXATAMENTE ISSO, 'NADA'! Sem piso não piso na escola.

    ResponderExcluir
  158. COLEGAS NEM SEI SE O EULER VAI POSTAR MAS ACHO E SEMPRE ACHEI ESTE SINDUTE UMA TREMENDA FURADA.ATÉ AGORA NADA FOI FEITO.TUDO FICA OBSCURO.NÃO NOS INFORMA SE ESTÃO FAZENDO COISAS NA JUSTIÇA .100 DIAS COMPLETARÃO E O SIND UTE NADA FAZ.O JURÍDICO PARECE QUE NÃO EXISTE.NÃO FAZ NADA.ESTÁ MORTO.NÓS ESTAMOS FALANDO ISSO DESDE O INÍCIO E NADA FOI MUDADO.ATÉ QUANDO ESTE SINDICATO FICARÁ SOMENTE VENDO A BANDA PASSAR????

    ResponderExcluir
  159. COLEGAS VEJAM EXISTE AJUDA PARA DESABRIGADOS, DAQUI E EM TODOS OS PAÍSES ESTRANGEIROS.É ARRECADADO GRANDES QUANTIDADES DE ALIMENTOS PARA TODOS OS LUGARES ONDE EXISTE UMA TRAGÉDIA.QUER MAIS TRAGÉDIA DO QUE ESTA AQUI NAS MINAS DAS GERAIS??? ENTÃO QUE FAÇAMOS CAMPANHAS PARA OS NOSSOS COLEGAS QUE TEM FILHOS, FAMÍLIA E ESTÃO PRECISANDO MUITO DE TUDO.VAMOS ABRIR ESTA CAMPANHA HOJE ENTRE OS EMPRESÁRIOS, AMIGOS, COMUNIDADE.VAMOS COM ESTE GESTO ENVERGONHAR O DESGOVERNADOR POIS ELE É O CULPADO DESTA MÍSERIA AQUI EM MINAS.VAMOS COMEÇAR HOJE E ASSIM PODEMOS TER FÔLEGO PARA 200 DIAS DE GREVE.ELE QUE SE CUIDE NÃO VAMOS DEIXAR JAMAIS DE LUTAR.ELE SENTIRÁ VERGONHA QUANDO ESTA CAMPANHA FOR NOTICIADA .VAMOS COMEÇAR A CAMPANHA.E SE POSSÍVEL BEM MOSTRADA PARA TODOS ATÉ ESTA CAMPANHA CHEGAR NA MÍDIA.VAMOS JUNTAR MAIS ESTA CAMPANHA.TEMOS MUITOS COLEGAS PASSANDO DIFICULDADES E PRECISAMOS CHAMAR A ATENÇÃO DE TODOS."EDUCAÇÃO SEM FOME" DEUS ESTÁ CONOSCO.

    ResponderExcluir
  160. "EDUCAÇÃO SEM FOME JÁ"
    EDUCAÇÃO SEM FOME JÁ"
    EDUCAÇÃO SEM FOME JÁ"
    EDUCAÇÃO SEM FOME JÁ"
    EDUCAÇÃO SEM FOME JÁ"
    EDUCAÇÃO SEM FOME JÁ"

    ResponderExcluir
  161. Caros colegas, não é legal falar que o SINDUTE é moroso. A tal morosidade que muitos falam é com certeza estratégia. Se o sindicato for postar todas as intenções e torná-las públicas, é claro que as filhinhas do patrão estão lendo também e vão correr à frente do sindicato.
    Vamos postar aqui só coisas para crescer o movimento.Comentários negativos ,na minha opinião, não deveriam ser colocados.
    Firme na luta, senão NUNCA MAIS teremos tais chances.É com sofrimento que conquistamos grandes vitórias.

    ResponderExcluir
  162. Blog Os Amigos do Presidente Lula

    Cansei II - Faxina na corrupção tem nome e endereço: o Poder Judiciário

    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2011/09/cansei-ii-faxina-na-corrupcao-tem-nome.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+blogspot%2FJzclk+%28Os+Amigos+do+Presidente+Lula%29

    ResponderExcluir
  163. Bom,agora o Globo publica sobre o protesto dos professores acorrentados na Praça Sete.Menos mal..pelo menos existimos!!!

    http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2011/09/professores-em-greve-se-acorrentam-monumento-no-centro-de-bh.html

    ResponderExcluir
  164. Sind-UTE/MG entrega nova representação no Ministério Público Estadual (MPE)

    http://www.sindutemg.org.br/novosite/conteudo.php?MENU=1&LISTA=detalhe&ID=2462

    ResponderExcluir
  165. Euler
    Acompanho o seu blog muito recentemente e vendo a sua postura e maneira clara e objetiva de nos informar, me senti à vontade para te parabenizar.Estou há três anos em afastamento preliminar na SEE de Teófilo Otoni.Trabalhei 31 anos com educação básica em Nanuque.Ao longo dos anos tivemos mais perdas salariais que qualquer outra categoria,pois inicialmente ganhávamos quase dois salários sem nenhuma gratificação apenas com o Curso Normal(Ensino Médio na época).Com o passar dos anos vieram as conquistas como o biênio, décimo terceiro e pó de giz.O quinquenio,se não me engano,já era oficial. Pedi a minha volta ao antigo sistema no início de maio e até hoje não foi publicado, mas acredito que será. Enfim o que quero dizer é o quanto somos olhados com descaso pelos políticos, eles recebem TETO
    e mais gratificações e querem noexs passar uma rasteira para não pagar um salário que já é baixo até no nome PISO.

    ResponderExcluir