sábado, 23 de julho de 2011

Blog detecta novo diálogo entre figurões da república



Blog detecta novo diálogo entre figurões da república


O sistema ultra sofisticado de rastreamento intergaláctico do Blog do Euler rastreou um novo diálogo entre figurões da república de um território desconhecido. Seguramente não estamos falando do Brasil, mas de outro território, com leis próprias e um poderoso sistema de poderes constituídos para servir ao rei (ou seria ao faraó?). Mas, sem mais delonga, vamos ao diálogo, que transcrevo a seguir:

- Alô...zzzzhhzhzhzhzhzhz
- Alô, que interferência é essa, meu presidente?
- Estou num barzinho bem próximo da praia, tomando umas e outras, muita música, pode ser isso...
- Meu presidente, estou precisando de você.
- O que foi, meu afilhado, algum problema com as obras do Mineirão?
- Não, meu presidente, lá está tudo bem. Meu problema é outro: os educadores, presidente.
- Educadores? o que é isso, afinal?
- Educadores, presidente, o pessoal que trabalha na Educação.
- Ahhhhhh, esse pessoal. Vixe, que chatice. Em plena tarde, eu tomando a minha birita com meus amigos, curtindo um som e você vem falar desse pessoal?
- Pois é, meu presidente, eles continuam em greve e incomodando. Estão me cercando por toda parte. Não posso pisar em nenhuma cidade do nosso estado que eles me cercam, com apito, faixas, gritos, uma coisa de doido.
- Mas, meu afilhado, o que é isso? Bota a tropa de choque em cima deles...
- Já fiz isso, meu presidente, mas não adiantou nada não. Eles perderam o medo. Enfrentam polícia, exército, o que eu mandar. Eles têm lá uma turma de um tal de núcleo duro que encara qualquer parada, não tô dando mais conta.
- Mas, não pode ser. Espera só um pouco... Garçom! traz mais uma. Mais uma não, mais duas! Mas, afilhado, e a nossa mídia?
- Tá fazendo o papel dela, meu presidente. Quer dizer, o nosso papel. Divulga pouco a greve, abre espaço para as minhas secretárias falarem a vontade, mas mesmo assim não tá adiantando. Eles agora têm espaço na Internet e acabam abrindo algumas brechas na mídia.
- Hummmm, isso é ruim. No meu tempo não tinha isso não. A mídia não abria espaço nenhum, nenhum, zero... Espera um pouquinho. Ô garçom, traz mais uma...
- Os tempos mudaram, meu presidente. Mas, o que mais me preocupa é este piso salarial que eles insistem em receber.
- Piso? Que coisa de piso é essa?
- O piso dos educadores, meu presidente, que nós não pagamos desde 2008.
- Ah, mas isso já caducou, caducou. Nós já estamos em 2011, ano que vem completa mais um ano e com mais um ano caduca, prescreve. Espera um pouco. Garçom, traz outra, cê hoje tá devagar, meu filho. Ah, traz o tira-gosto também que o sol hoje está bonito e eu quero beber até de madrugada.
- Meu presidente, você hoje não vai dirigir não, né?
- Preocupa não, afilhado, eu hoje tô perto de casa.
- Mas, então, meu presidente, o problema é que esse raio desse piso não caducou não. Pelo contrário, o STF acabou votando a favor dos educadores, definindo que piso é vencimento básico. E para complicar as coisas, minha secretária de confiança andou comentando com um deputado da oposição que o pagamento do piso representava um gasto adicional de 4 bilhões!
- O quê? Espera um pouquinho. Garçom, traz logo o estoque todo de bebida aí do bar, que a barra agora pesou... Mas, afilhado, cês tão muito amadores. Secretária do governo entregando o ouro para o inimigo? Eu tô perdido! Desse jeito eu não vou ser eleito, não!
- Calma, meu presidente, sua candidatura tá sendo poupada.
- É, mas o dinheiro da minha campanha parece que vai desaparecer...
- Não, meu presidente, aí é que morre o perigo. Se eu pagar o piso não sobra nada pras obras da Copa, da Estátua do seu avô, das rodovias novas, dos viadutos e do metrô que eu quero fazer entre Neverlândia e Brasília.
- Não, se é assim esse piso não pode ser pago de jeito nenhum. Sem essas obras minha candidatura morre antes de nascer. E se eu não chegar na presidência você não chega no MCG... Espera só um pouquinho... garçom...
- MCG? O que é isso, meu presidente, um novo partido?
- Não, é o novo ministério que eu vou criar, assim que for eleito: Ministério do Choque de Gestão.

Neste momento, ouve-se o garçom gritando lá do fundo: "Acabou o estoque todo de bebida, senador. Aguarda um pouquinho que já mandamos pedir reforço".

- Meu presidente, cê não acha que a cota de hoje tá boa, não? Olha a imagem, meu presidente!
- Mas agora até você deu para me chamar a atenção, afilhado? Até tu, Brutus?
- Desculpa, meu presidente, você sabe o que faz...
- Tudo bem, afilhado, você é o meu braço direito na minha campanha, cê sabe disso. Dá um jeito nesse negócio de piso, eu sei que você pode. E o tal subsídio que você criou, não funcionou não?
- Funcionou em parte, presidente. Mas, aí veio a decisão do STF e atrapalhou tudo.
- E o nosso pessoal da Justiça, não fez nada não?
- Eles estão agindo. Outro dia mesmo um deles - acho até que é parente seu - determinou que é legal cortar o salário dos grevistas. Mas, não adiantou, eles continuam de greve.
- Mas que gentinha chata essa da Educação, heim? Propõe pra eles pagar o piso só depois da Copa. Diz que eu pago se eu for eleito...
- Não vai colar, presidente, eles querem o piso pra agora...
- Pra agora não dá! E as minhas obras? Sem elas eu não me elejo...
- Eu sei, meu presidente, por isso que estou te ligando...
- Pô, mas logo hoje que eu estou aqui tomando umas e outras com meus amigos? Ah, não. Isso não é problema meu mais não. Dá um jeito... Ô garçom, cadê a birita?
- Mas, meu presid...

Neste instante a ligação caiu, ou não se sabe se foi o "presidente dele" que desligou o telefone. Fato é que, pelo teor das conversações captadas entre dois figurões de uma república qualquer, percebe-se que as coisas não vão nada bem pro lado deles. Pelo visto, esse piso ainda vai dar muito pano pra manga...


P.S. Nosso blog atingiu alguns números expressivos: 300 mil visitas, 450 posts, 4.500 comentários. Agora falta só a gente conquistar o piso pra comemorar no sítio do comandante Martinho, ou na mansão do Vicente, em São José da Lapa, rsrs.

***

"Silvia:

...houve interferência aí...um pedaço da conversa não foi registrada...
- Tem um jornal por aqui que tá deixando espaço, lembra aquele "trem" de debate do subsídio e piso?? era para sair comentário querendo subsídio, parece que a turma dormiu...
- Como assim?
- Vários comentários insistindo no piso... o que eu faço
- Manda o moderador dormir, não colocar nenhum comentário...ahhhhh
E coloca uma propaganda grandonaaaaaaaaaa das nossas bem acima da Manchete.
tum tum tum tum tum tum tum tum tum tum tum....."


"Anônimo:

Euler, acordei agora 05h25 e como sempre, diariamente, fui fazer uma visitinha ao seu blog. Como me senti feliz de ver uma colega professor tão inteligente, espirituoso, aguerrido, produzindo textos maravilhosos. Logo me lembrei da cara feia do governo, suas secretárias mixurucas, tomarem conhecimento do seu valioso texto. Você é uma pedra no sapato deles e faz muito bem, eles merecem mais do que isso.Se todos fizessem o que você faz a nossa vida profissional seria outra. Eles estão preocupados é com copa do mundo, jogos olímpicos, os pobres, sofridos professores , alunos, pais de alunos, que se danem, isto na visão deles não dá projeção política nem voto. A greve tem que ir até 2014, como você diz. Um dia um colega nosso disse no seu blog que ia voltar a sua antiga profissão de pedreiro. Eu também não volto sem o piso, chega de sofrer, tudo tem limite, vou para o meu pequeno sítio plantar mandioca, verduras e frutas. Vendo meu velho carro, um gol 1987 e compro umas vaquinhas e vou tirar um leitinho para vender. De fome eu não morro, se Deus quiser. Abraços, EULER."

"Anônimo:

Bom dia Prof. Euler. Olhei agora de manhã a tabela que revoga o posicionamento em tabelas de subsídio, são 1175 páginas, a maioria dos funcionários voltaram a carreira antiga. O "Exmº Sr. Governador" se enrolou desta vez. rsrsrs"

"Cleyde:

Adorei o diálogo! É uma injeção de ânimo para os momentos de angústia e desgaste que podem ocorrer nos movimentos de greve. Perfeito até para as salas de aulas ,e essencialmente necessário às salas de professores.
Esta é a realidade que tem que ser entendida e compreendida pela maioria da categoria!
CARANGOLA/Zona da Mata"


"ABC:

Este blog está bombando!!!
Cuidado, Euler, que os urubus te pegam!
A greve continua, sem piso não volto para a escola! PISO, JÁ! ABC"


"Anônimo:

QUERIDO, AMADO, INTELIGENTE EULER, NÃO CONHEÇO VOCÊ MAS ESTOU ENCANTADA..SABE NÃO CONSIGO TERMINAR DE FAZER ESTA LEITURA TÃO LINDA ...POIS ESTOU CHORANDO, LITERALMENTE CHORANDO MAS DE TANTO RIR..MEU DEUS VOC~E PODE SAIR DA EDUCAÇÃO, SAIA E LIGA APARA A REDE BOBO QUE VOCÊ QUER ESCREVER UMA NOVELA, UMA MINI SÉRIE SEI LÁ, E COM CERTEZA ESTARÁ RICO.LÁ O PISO É DE OURO .VOCÊ É MUITO BOM , INTELIGÊNCIA NÃO FALTA, ALIÁS SAI PELOS POROS.PRECISAMSO NOS DESCONTRAIR E COM ESTA INTELIGÊNCIA... PODES TAMBÉM ESCREVER PARA O PÂNICO, E OUTROS ..
PARABÉNS ESTOU DESLUMBRADA COM SUA CRIATIVIDADE. PENSO QUE SEUS ALUNOS SÃO APAIXONADOS POR VOCÊ. BEIJOS AMIGO ..E CONTINUE..CONTINUE ASSIM NOS DANDO DE TUDO, SABEDORIA, DIGNIDADE , CERTEZA, FORÇA, PACIÊNCIA, CONTROLE PSICOLÓGICO , E ALEGRIA."


"Anônimo:

Notícia urgente: anast azia vai pro outro lado do mundo para fugir de perseguição. Também vai dar uma passada na Alemanha visita ao túmulo de seu segundo mentor Hitler. ELe só deve voltar para BH dia 27/07 adivinha porque?
Enquanto isso deputados prometem votar projeto sobre segurança nas escolas , eles estão preocupados com a segurança dos professores. kkkkk"


"Rafael -GV:

É justamente o diálogo a maior falha do DES(governo) que nos obriga a estar pela terceira vez em greve desde 2008. Na época da promulgação da Lei 11738/08, o governo emitiu um Comunicado aos Servidores da Área de Educação, fruto de uma greve realizada naquele ano em que dizia: “No entanto, a partir de 01 de janeiro de 2010, o valor do piso salarial profissional será desprovido de vantagens pecuniárias e deverá tornar-se vencimento básico inicial das carreiras dos profissionais do magistério da educação básica. A partir de então, sobre o piso deverão incidir vantagens e gratificações previstas nas normas estaduais para cálculo da remuneração mensal do servidor. Nessas condições já se sabe, pelos estudos preliminares, que o impacto no orçamento de pessoal, em 2010, será grande, da ordem de R$3,1 bilhões.” , em 22/09/2011, no link: https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/1172-secretaria-divulga-comunicado-a-servidores. Portanto, o Governo não ignora a Lei, sabe e afirma que não a cumpre, mas sorrateiro e pretendendo afundar mais ainda a Educação Pública em nosso Estado e trazer esse modelo nefasto para o País, onde Professor é confundido com peão, tendo que rodar em três, quatro ou cinco lugares para viver com o mínimo de dignidade. Quantos colegas meus não têm como sair de casa porque sobrevivem apenas das migalhas que a rede pública se dispõe a “gastar”? Mesmo trabalhando atualmente em cinco locais, dois no Estado e três “bicos”, e já trabalhando há dezoito anos como Professor, nunca tenho dinheiro para ir ao cinema, ao teatro ou comprar um bom livro. Durante as férias, se quiser viajar tenho que levantar qual parente está disposto a me tolerar, junto com a minha trupe, por alguns dias, pois jamais consegui economizar para reservar um hotel, mesmo que para um único final de semana. Para cumprir meus compromissos com família e trabalho, comprei um carro que só vou terminar de pagar depois da Copa. Enquanto era apenas professor da rede pública, designado, porque é uma prática hereditária em Minas - o não cumprimento das obrigações Constitucionais, como a realização de Concursos Públicos periodicamente, usava uma bicicleta ganha de presente do meu sogro. Para financiar uma casa, primeiro me rendi ao aumento da carga horária, assumindo aulas na rede privada. Com o Concurso de 2002, passei a trabalhar em três lugares, mas o demérito em nosso Vencimento Básico, com o Abono do Azeredo, a PRC do Itamar, a VTI do Faraó, continuou... e meu salário foi sempre sendo achatado pois, tendo dois cargos conquistados em Concurso, esses verdadeiros “penduricalhos” sempre me oprimiram e me sujeitei muitas vezes a trabalhar com 20 aulas no 2.o cargo ganhando cerca de 5/8 do primeiro, pois a necessidade de suprir as necessidades fisiológicas falavam mais alto que minha capacidade de indignação.

Professor é o agente da mudança social e sou fruto dos GRANDES PROFESSORES ESTADUAIS de Bom Jesus do Galho. O que pretendo deixar de exemplo para meus alunos é CIDADANIA, que me foi tão bem ensinada. O que o Governo fez, e tem alcançado um dramático sucesso, é dar uma rasteira, com um acordo fajuto para encerrar a Greve de 2010, assinado durante uma Assembléia do Sind-UTE em 25/05/2010. Aproveitando-se de que a ADIN 4167 ainda não havia sido julgada, aprovou o projeto do Subsídio que, de maneira imediata, aumentou consideravelmente a remuneração dos designados e efetivados (Lei 100). O problema é que o desconhecimento (por parte desses) do nosso Plano de Carreira, pois esses setores pela Covardia e Descaso do Governo não têm acesso a Concurso Público, gera o descalabro da intenção de manter essa lei “suicida” à carreira de Magistério em MG. O Governo deve apenas cumprir suas obrigações: pagar o piso (Vencimento Básico), realizar Concurso Público periodicamente, oferecer infra-estrutura mínima ao funcionamento das Escolas, que o nosso papel, o sabemos muito bem."


"Rafael -GV:

Nas propagandas do des(governo) apareceu a palhaçada de dizer que vai oferecer o Professor da Família. Moro em bairro operário e nem médico jamais vi passar perto das casas de meus vizinhos: faltou noção ou o índice de hipocrisia chegou a um nível tão alto que despreza por completo a inteligência da Sociedade? Perguntei outro dia a um jornalista sobre o assunto, mas como propaganda do Governo é bem paga, ninguém tem voz para indagar... Bela democracia?...
Aos designados, efetivados e concursados que ainda não conhecem as leis: vocês apenas colaboram para a propagação desse modelo de privatização e elitização do Ensino, que pretende aumentar ainda mais o abismo social neste País. Permitir que o modelo do Subsídio vingue nesse momento histórico, que conquistamos o reconhecimento de “valores mínimos” para o Vencimento Básico de nossa Categoria, é um Decreto de Abandono dos seus sonhos de Educador, é dizer que você pretende continuar a ser preterido. A greve de 2011, espero, deverá ser a última que realizo: desde que consigamos a Abolição deste sinistro Subsídio, que o Governo cumpra a Lei Federal do PSPN, realize Concurso Público que corresponda ao número real de vagas existente, pois o número anunciado, ao meu ver, deve corresponder no máximo, a uns 15% das vagas reais, pare de fazer demagogia com os resultados de meu suor, garanta infra-estrutura às escolas nos aspectos pedagógico, físico e administrativo. Se o compromisso de “Minas” – Governo – fosse mínimo com a educação, começaria por uma remuneração digna, pois talento nenhum suporta eternamente a desvalorização. Aliás, muitos dos supostos melhores, nem cogitam chegar até lá... Mas muitos chegam e, infelizmente, se decepcionam tanto com os descasos que sofremos, que logo vão para outras funções. Já perdi as contas do número de “jovens colegas” que perdi para o BB, a CEF, o INSS, a PMMG, o IBAMA, o IEF, a PRF, a PF... Aos incautos que venham me aconselhar a mudar de profissão, antecipo que, no meu caso, o dialogar, o trocar idéias, o aprender com grupos de pessoas, sempre foram as minhas práticas, não me vejo fazendo algo diferente. Cresci durante a redemocratização do País e sempre sonhei com um modelo público de promoção da Ascensão Social, da Cidadania , da Garantia dos Direitos Civis, do Cultivo da Paz, da Aniquilação da Corrupção. O que eu quero apenas é ter o direito de oferecer o mínimo de qualidade de vida à minha família, ter condições de transmitir sonhos e despertá-los em meus alunos, acompanhados das interações que ocasionem cada vez mais qualidade ao seu conhecimento. Como dizer e demonstrar que estudar é importante para jovens da periferia, se eu mesmo não garanto os meus direitos? Aceitar ser passado para trás de novo é dar um atestado de lerdo ao governo. Concluindo, espero que os pais compreendam que o DES (governo) trabalha com a contra-informação, alicerçado pela falta de conhecimento da matéria por parte de alguns aposentados, designados, efetivados e concursados que ainda não compreenderam que estão tendo seus direitos usurpados, além de DINHEIRO (veja o sítio do Sind-UTE, o blog do Euler, o blog do Filocre,... pergunte a quem faz greve! LEIA!). Ele tenta trabalhar com esse fato até a data em que possa impor esse sistema de Sub(suicí)dio ao maior número de pessoas possível. Portanto, fortaleçamos a GREVE. Espero que pequenos espaços como esse, sejam utilizados para que a mídia se conscientize que opiniões diferentes devem ser defendidas, mas o império da Lei numa Democracia é condição implícita a defesa da Sociedade e que a omissão podem trazer efeitos necrosos para a mesma. Então, neste momento discutir o Piso Salarial dos Educadores e garantir sua aplicação não é uma questão corporativa, mas uma situação histórica sobre nossos rumos como País. Precisamos de apoio para esclarecer esses fatos. Que todos os que têm compromisso com a verdadeira democracia colaborem de forma pró-ativa com esse debate. Afinal de contas, onde está a OAB, o MPE, o MPF, a Justiça...?"


"Isabel Assumpção - Manhuaçu:

Bom dia Euler e demais combativos,
muito bom o texto, quem sabe dessa forma nossos desavisados colegas de classe entendem tudo o que realmente está acontecendo... Será que esta interferência é a mesma que os impede de nos apoiar? Bom fim de semana a todos e continuemos prontos a lutar. Juntos até a vitória!!!"


"Anônimo:

Euler parabéns!!! Todos os dias bato ponto no seu blog.Adoro tudo que você escreve, mas essa de hoje! Eu ameeeeeeeeeeeeeeiiiiiii! E eu estou torcendo para ele cortar o pagamento, pois ele irá se surpreender ao perceber que esta migalha que paga não irá fazer diferença. A maioria dos meus colegas professores, nestes dias de greve, já ganhou o dobro que ele paga EM OUTROS TRABALHOS. Acorda "digníssimo afilhado" os tempos mudaram. SEM O PISO EU NÃO PISO NA ESCOLA.
ABRAÇO EULER E PARABÉNS!!!!"


"Anônimo:

Caros colegas visitem a pagina do jornal O tempo dia 22/07/11, opinião pagina 19. Interessante o debate, sendo que a questão de bom censo perde e em muito para o comentário Por trás da máscara."

"Educadora Mineira:

Prof. Euler, é deste tipo de Educador que a Escola precisa, inteligentíssimo e criativo, até para dar bastante trabalho àqueles que ACHAM que são detentores de todo conhecimento. Além de tudo, escreve muito bem. Aplausos!
Educadora Mineira"


"Anônimo:

É, o perigo é se ele resolver dar uma passadinha pela Suíça e depositar os 4 bilhões na conta fantasma de uma das secretárias. Estamos de olho senhor Satãnazia!!!!!!!!!".

"Anônimo:

Caro colega que viu as TABELAS, hoje, pela manhã, por favor você as viu por onde?
Muito obrigada!
Educadora Mineira"


"Flávio/Bhte:

Olá Euler e blogueiros!

Essa é a grande sacada! Ao invés de choramingarem e reclamarem da profissão, todos deveriam aproveitar o momento e fazer piada com o afilhado do Craquécio e sua trupe.

Repito: a ampulheta foi posta e o Governo corre contra o tempo. Ilegalidade? Cadê o judiciário pelego tentando pôr fim a greve? Cadê a eficácia das manchetes pagas em 1ª página, nos principais meios de comunicação tentando desarticular o movimento?

Parabéns pela criatividade Euler! Ontem, participei do movimento organizado pelos estudantes de sociologia e foi muito legal. Seguimos com os estudantes pela José Cândido Silveira com faixas e cartazes chamando atenção da população sobre o descaso do Governos Estadual e Federal com a educação. Parabenizo, desde já, a SUBSEDE BETIM/SARZEDO. A turma estava animada e aproveitou para colocar a saúde em dia rsss...

Hoje é a vez da filosofia! Estou me mandando para o bairro Pirajá na expectativa de pegar o finalzinho do encontro.

Todos firmes e de pé!"


"Cristina Costa:

Blog bombástico e fantástico!!!!
Divã dos educadores!!!

Quando o PISO sair... vamos ficar igual ao "presidente"desce mais uma... mais uma... temos que comemorar!!!!

Obs: Até parece que bebo... rsrsrs...
Mas neste dia vou beber para comemorar!!!
Já não vejo a hora!!!"


"Anônimo:

Vamos com tudo nessa greve em agosto. E não podemos deixar que façam conosco a sacanagem que fizeram no Rio Grande do Norte."


"Anônimo:

Alguém avisa para esse presidente que fica tomando birita à beira da praia que "se beber não dirija" ou "se for dirigir não beba", pois a Lei Seca tem feito sucesso nos noticiários, pelos menos tal Lei esse figurão não conseguiu burlar, ainda. Pelo jeito, quando tomar as biritas vai ter que ir andando a pé mesmo, pois nem seu cavalinho o aguenta mais."

"Anônimo:

As tabelas estão no site abaixo. anexo da Seplag - 20/07/2011.

http://www.iof.mg.gov.br/institucional/institucional/resolucoes-conjuntas.html"


Comentário do Blog: agradecemos à (o) colega acima por ter divulgado o link com a resolução e publicação da Seplag/SEE no diário oficial, que trata da opção dos servidores pela antiga carreira. Tenho a impressão que são mais de 80 mil. E este número ainda pode crescer.

Eis o link preciso: http://www.iof.mg.gov.br/institucional/institucional/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=158&Itemid=48


"Anônimo:


ESTOU CURIOSO PARA VER AS TAIS TABELAS QUE DIZEM QUE JÁ SAÍRAM."

"Educadora Mineira:

Obrigada ao colega ANÔNIMO pela informação solicitada sobre as tabelas e pela atenção, também.
Educadora Mineira"


"Eduardo BH:

Comunicado 2008 Secretaria assume o piso.

Euler,

No início da greve te mandei um comentário falando do compromisso do governo com a categoria ao final da greve de 2008, nesse comunicado o governo assume o pagamento do piso.

Logo após veio a adin 4167, e somente foi julgada no dia 6 de abril.

A minha sugestão é que o sindicato imprima esse comunicado aos milhares para a sociedade ver quem fala mentira.

o endereço é :

https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/1172-secretaria-divulga-comunicado-a-servidores"
.

"Anônimo:

Não consigo acessar os tais links com as tabelas? O que será que acontceu?"

Comentário do Blog: É, parece que eles tiraram os arquivos, rsrs. Na verdade estava previsto para que fossem divulgados somente no dia 25. Como o nosso ilustre visitante anônimo descobriu o endereço antes, muita gente (eu inclusive) conseguiu copiar. Ao todo, acredito que algo próximo de 85.000 servidores fizeram a opção pela antigo sistema remuneratório. Por enquanto.

"Eduardo BH:

Euler,

uma sugestão para um novo post, 80.000 mentirosos X os donos da verdade."


"Anônimo:

O que saiu nessas tabelas? Só nomes ou saiu também valores? Quem fez a opção pelo antigo regime e seu nome não constar nessa lista, o que deve fazer?"


Comentário do Blog: saiu o nome, a data do protocolo na SRE e a data de vigência da opção na carreira antiga. A resolução revoga o posicionamento no subsídio daqueles que optaram pelo antigo sistema. Logo, nós, que optamos pelo sistema de vencimento básico, estamos fora do subsídio. Consequentemente, quando eles publicarem o novo contracheque com valores de dezembro de 2010, como anunciaram, ficará claro para todos que Minas não paga o piso. Sobre a sua última pergunta: deve procurar a SRE e cobrar a publicação, de preferência não deixe para depois do dia 10 de agosto, data-limite para opção de carreira. Mas, se você tem o protocolo de opção, isso constitui um documento comprobatório. Mas, é bom ligar e cobrar da sua SRE agilidade na publicação.

"Anônimo:

Euler,
Como você salvou a resolução de retorno ao vencimento básico, seria possível disponibilizá-la para os leitores via blog ou 4shared ?"


Comentário do Blog: o arquivo tem 7,2 MB. Não é tão pesado, mas nem tão leve, rsrs. Posso tentar colocar mais tarde, pois agora tenho que sair, ok? Volto após as 18h. Se quiser receber via e-mail, escreva para o meu endereço: euler.conrado@gmail.com, que quando eu voltar eu mando para você (ou para quem mais desejar).

"Anônimo:

Boa Tarde Professor Euler, o anexo com a tabela da opção continua no site da imprensa oficial, no endereço que postei acima."

Comentário do Blog: parece-me que o link está lá, mas o arquivo foi retirado. Pelo menos quando tentei há poucos minutos não consegui. Eles devem ter lido o nosso blog e retirado, rsrs.

"Solange:

Euler, parabéns! Você continua ótimo até na satirização. É pela sua capacidade de raciocínio,seu bom humor e honestidade que este BLOG cresce. Amei seu último post. Meu fraterno abraço, Solange"

"Ronaldo Eustáquio:

Olá!

Sugiro que seus textos sejam publicados no site do professor e cientista político, Fernando Massote.

http://massote.pro.br

Forte abraço.

Ronaldo."


"PAULÃO:

Aí Euler, o cara é INTERNACIONAL mesmo e ultrapassou os 300.000 acessos. Nem AECIM E SUA TRUPE, consegue um feito destes. Devemos lembrar também que já no dia 08/08/11, nossa já histórica greve completará 60 gloriosos dias de luta. Saudações honrosas para todos os educadores de MG e como diria os Titãs: "porrada nos caras que não valem nada".
Valeu brother,

Um grande abraço do amigo;

PAULÃO"



"Anônimo:

É EULER , VEJA A NOTICIA NO LINK ABAIXO, MEU PRIMO É PROFESSOR DE DIREITO EM POUSO ALEGRE NO SUL DE MINAS E ESTA RECEBENDO O PISO DESDE ABRIL DE 2011, NO VALO DE (7080,00) sete mil e oitenta reais por Mês, por 20 HS semanais mais vantagens, como, ajuda combustivel, alimentação, e decimo quarto salario dividido em duas vezes no ano.

http://www.bahianoticias.com.br/justica/noticias/2011/03/07/40959,professores-de-direito-terao-piso-salarial.html"
.

"Educadora de São Miguel do Anta-MG:

Euler mais uma vez, PARABÉNS pelo texto, é brilhante...
Temos que mostrar para estes políticos, principalmente, aqueles que se acham os donos do mundo, AnastAZIA, patAÉCIO, que nós não somos "vaquinhas de presépio", mas seres dotados de muita inteligência. Inteligência suficiente para compreender as armadilhas deste governo para conquistar seus objetivos pessoais, satisfazer sua vaidade, seus interesses... Que pena que no meio deste PARAÍSO em que vivem os políticos aparecem os EDUCADORES, pessoas do "povo" para estragar a festa! Não adianta, querem fazer bonito para o mundo lá fora, querem investir em COPA DO MUNDO aqui dentro, mas cuidem primeiro da EDUCAÇÃO DO POVO! Paguem o nosso PISO SALARIAL! SENÃO SERÁ UMA VERGONHA! Pra quem almeja presidência da república, reeleição, penso que, AnastAZIA e patAÉCIO já estão com a imagem mais do que desgastada! Deveriam aproveitar a COPA DO MUNDO e pendurar as chuteiras! Força na Luta, 80.0000 EDUCADORES na carreira antiga é demais! Estamos no caminho da VITÓRIA! Desiste governador, é melhor você pagar logo este PISO ou não terás mais lugar no nosso estado para você andar! EDUCAÇÃO EM PRIMEIRO LUGAR! Com a UNIÃO que a nossa categoria vem demonstrando, mesmo quando "eles" tentam nos enfraquecer, cada dia tenho mais orgulho de ser EDUCADORA!!! ABRAÇOS..."


"Anônimo:

Acredito que muito mais servidores já optaram pela carreira antiga e essa lista ainda não está atualizada, pois no meu caso, por exemplo, fiz a opção no final de maio e não consta meu nome na lista. Não consegui entender ainda o porquê. Áurea"

"Anônimo:

EULER, pelo amor de Deus, volta rápido após às 18 horas, pois estamos em apuros com a tabela da remuneração antiga que não conseguimos acessar. Grato, você não pode sumir não, precisamos sempre de você para nos informar sobre tudo."

Comentário do Blog: olá, colega, na verdade não se trata de tabelas, mas da revogação do posicionamento no subsídio por parte daqueles servidores que fizeram a opção pelo antigo sistema remuneratório.

Tente este link abaixo que acabo de receber por e-mail. Se não der certo, na segunda-feira deve ser disponibilizado pelo governo:

http://www.megaupload.com/?d=FPVAWD2S



"Graça Aguiar:

Caro Euler

Adorei mais essa conversa exclusiva captada pelo SIBE (Sistema de Inteligência do Blog do Euler).

Aqui no Rio, recebemos uma carta interceptada no futuro, segundo a qual houve um apocalipse político causado por um tsunami vermelho e uma maré negra, ficamos sabendo que a nossa greve irá até 2014.

Grande abraço a todos"
.

"Prof. Eduardo - B.H.:

Boa noite Euler! O seu blog tá fazendo enorme sucesso aqui na região de Ibirité! Gostaria de dizer que apoio a greve e vou nessa luta até o fim! Só que penso que chegou a hora de fazermos mais propaganda em televisão e em jornais sobre a realidade do professor. O nosso salário de miséria e as dificuldades enfrentadas por todos os profissionais da área. Que tal um quadro comparativo dizendo:" Minas paga aos Policiais com ensino médio R$ 4000,00 e aos professores com curso superior e pós-graduação R$ 500,00! Ou seja, Minas, está pouco se lixando para a educação de seu povo!" Nada contra os policiais que devem ser valorizados, pois enfrentam muitos riscos, mas e nós, educadores? Enfrentamos diversos riscos também! Enfrentamos alunos muitas vezes armados, vamos a escolas que muitos policiais só vão aos montes e com viaturas, enfrentamos todo tipo de ameaças de alunos e pais e etc.. Será que o professor, aquele que educa e que pode transformar a realidade das crianças, mostrar um novo mundo e colocar esse país nos primeiros lugares nos níveis sociais e econômicos (haja vista que isso só acontece com investimento em educação!) merece ganhar 85% MENOS que um profissional da segurança?! O que quero dizer é que nessa greve não estamos PEDINDO AUMENTO E SIM QUE A LEI SEJA CUMPRIDA! PAGUE JÁ O PISO SALARIAL DOS PROFESSORES!!!
Prof. Eduardo
B.H."


Comentário do Blog: Olá, combativo colega Eduardo, sua frase final define tudo: basta que o governo cumpra a lei. Nem precisamos comparar nossos salários com outras carreiras de baixa renda do estado. Basta mostrar o quanto ganhamos de vencimento básico e o que manda a lei. Se tivermos de comparar, talvez seja mais interessante mostrar quanto ganha um deputado, um desembargador, um diretor do TCE, uma secretária de estado, o governador, etc. Todos eles recebem entre 30 e 70 salários mínimos, enquanto um professor com curso superior recebe de piso R$ 550,00, ou seja, um salário mínimo apenas. Um forte abraço e força na luta!


"Anônimo:

EULER, localizei a revogação do subsídio. Obrigado por tudo que você fez. Eu sou aquele anônimo que brinquei para você voltar correndo após as 18 horas para nos salvar. Desculpe-me pela liberdade, apesar de não conhecê-lo pessoalmente. Sou seu amigo sempre e estarei do seu lado para o que der e vier. GREVE NELES, EULER, ATÉ A COPA DE 2014 ACABAR."

"Silvia:

Bom dia Euler e colegas.
Voltei à passar na página do jornal O Tempo, e verifiquei que postaram os comentários feitos durante a noite de sexta, e tem mais alguns comentários por lá.

Para os que ainda não leram, fica mais uma vez a sugestão: Debate entre subsídio X Piso. (Evidente que nenhum comentário em defesa do "suicídio")...rs.

http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=177382,OTE&IdCanal=2""



Comentário do Blog: olá, pessoal, mais tarde um pouco tem novo post, intitulado: cerca de 85 mil educadores já optaram pelo antigo sistema remuneratório. O governo terá que negociar. Aguardem.

"Anônimo:

85000 e mais não sei quantos! A Superintendência de Curvelo está de brincadeira com a gente ou agindo de má fé? Apenas um servidor de toda sua jurisdição e inativo? Cadê os outros que já pediram desde maio? A lista é enorme e, lógico, vai crescer muito mais quando divulgarem os outros. Tanta gente que daria pra puxar o Anastasia lá do Japão. Se metade da lista saísse da cama e fosse pras assembleias, "ele" já teria levado um CHOQUE tão grande que nunca mais ia querer pronunciar esta palavra. Amanhã mesmo vou à Superintendência."


"Ronaldo Eustáquio:

Prefeitura de Pequeri paga piso salarial aos professores de acordo com a lei federal 11738/2008.

Link para consulta da referida lei:
http://pequeri.mg.gov.br/index.php?page=news&op=readNews&id=509&title=Lei-estabelece-piso-salarial-nacional-para-magisterio-municipal "

"
Ronaldo Eustáquio:

Boa noite Euler! Talvez não seja novidade, mas a prefeitura de Pequeri, na zona da Mata, paga o salário do magisterio de acordo com a Lei 11738/2008. Estou sugerindo o link para consulta.
Forte abraço.
Ronaldo. "

"Beatriz!:

Estava andando por aí, ...

oooO
(....).... Oooo....
.\..(.....(.....)...
..\_)..... )../....
.......... (_/.....
oooO
(....).... Oooo....
.\..(.....(.....)...
..\_)..... )../....
.......... (_/.....

... cansei e peguei uma carona.

...()""()
.("( 'o' )
,-)____)|'--.
"=(o)==(o)='

Entrei na seu bloguinho e
dei uma olhadinha!

-----\\\\|//-------
------( @@)-------
---ooO--(_)--Ooo—

Uma passadinha rápida para deixar...

Um Oi e Uma ótima semana e te convidar para participar do meu sorteio, ainda dá tempo, passa lá.
Bjs...da Bia!"


"Anônimo:

chega de ser pisado, queremos dignidade para poder estar a serviço sob o piso que nos pertence: sala de aula sendo tratados como profissionais que constrói um Brasil melhor."

"Sebastião:

Euler, Oi tudo bem?
Segundo Ronaldo Eustáquio...
O prefeito de Pequeri Raul Salles sancionou a lei nº 1.236/2011 que estabelece o piso salarial nacional do magistério como sendo o piso salarial do magistério municipal. O valor estabelecido é de R$ 1.187,14 referente a 40 horas semanais de trabalho. O valor pago será PROPORCIONAL à carga horária atribuída e cumprida.
TÁ VENDO?
A lei do piso não está sendo cumprida da forma que a gente quer tbm não, pois o piso é um valor para uma jornada de, no máximo 40 horas.
Se for assim a gente recebe quase a metade!
Aí que será suícídio mesmo!
E se for assim sálario mínimo tá melhor...
Vou dessa forma recomeçar a carreira de serviços gerais, pois um servente de pintor ganha no mês 900 reais sem levar serviço pra casa e com 40 horas semanais.
Sebastião de Conselheiro Lafaiete
Blog Em Busca do Conhecimento
www.blogembuscadoconhecimento.blogspot.com/"


Comentário do Blog: Não é bem assim não, caro Sebastião. Na nossa realidade, por exemplo, como já expliquei aqui inúmeras vezes - e você não deve ter lido - o piso proporcional do MEC (de R$ 1.187,00 para a jornada de 24 horas), representaria, hoje, para um professor com curso superior em início de (PEB3A), o valor de R$ 1.060,00. Somado ao pó de giz (20%), vai para R$ 1.272,00. Para quem tiver direito ao auxílio transporte de R$ 32,00, vai para R$ 1.304,00.

Se tiver alguma progressão na carreira (mudança de letra), esse valor aumenta. Se tiver especialização, acrescenta mais 10% sobre o básico de R$ 1.060,00, etc. Além disso, em janeiro de 2012, pelo custo aluno-ano, esse básico terá que ser reajustado em 22%, passando para R$ 1.293,20 + 20% de pó de giz vai para R$1.551,84. E se aplicar o terço de tempo extraclasse a que temos direito por lei, o governo teria que pagar mais três aulas adicionais, resultando nesse caso em R$ 1.745,82 - isso para um professor com curso superior em início de carreira. Para os colegas que tenham outras gratificações, vantagens, progressões e promoções certamente os números serão bem mais expressivos.

Mas, aproveito a deixa para perguntar: e aí colega Sebastião, como estão os combativos colegas de Conselheiro Lafaiete? No ano passado vocês tiveram expressiva participação na nossa greve. Este ano tenho notado pouca movimentação por aí. Será só impressão da minha parte? Contamos com vocês em agosto, com força total! Um forte abraço e força na luta.


"Anônimo:

Oi EULER, vc viu hoje de manhã propaganda do prof: da família? diz que Minas não para no ponto.Até parece verdade ne!!!!!!E brazil da Dilmaquinista segura esse trem bão de Minas sô."

"João Paulo Ferreira de Assis:

Prezado amigo Professor Euler

Estive fora de combate por dois dias não só por uma tromboflebite na perna direita, como pelo fato de termos ficado dois dias sem Internet, porque a antena repetidora do meu provedor em Ressaquinha estava com defeito. Aproveitei e guardei dois dias de repouso para melhorar a tromboflebite, minha perna estava vermelha e ela e o pé estavam inchados.

Mas me atendo ao comentário do anônimo das 12:12, tenho a dizer que se esse programa anunciado pelo Governador for nos moldes de programa similar em São Paulo, ele será uma bela porcaria, com perdão pelo impropério.

Como você sabe eu leciono em Carandaí, um dos maiores municípios do Sudeste mineiro. Lá existem comunidades que distam mais da sede do município do que alguns municípios vizinhos. O município de Ressaquinha fica a 15 quilômetros de Carandaí, por rodovia pavimentada. A localidade do Tabuleiro, fica a 24 quilômetros por estrada de chão. Imagine se o programa mandar visitar esses alunos. E se na localidade não tiver um hotel, ou quando muito uma pensão para receber o professor, (lógico que paga pelo Estado), o professor irá ficar na casa do aluno, às vezes, aluno que vive em dificuldades. E se esse discente tiver de matar a galinha que lhe proporciona ovos que pode vender, só para proporcionar ao professor um passadio melhor?

Agora este tipo de programa é tipicamente municipal. Ele poderia ser tocado pelos municípios. Criar-se-ia um calendário de visitação de professores de todos os conteúdos. Durante uma semana eles ficariam hospedados na escola daquelea comunidade. E os alunos em dificuldades em cada conteúdo teriam aulas de reforço. Na semana visitariam outra comunidade e assim por diante. Agora se o Anastasia quiser pagar um salário digno para esses visitadores, estou disposto inclusive a inscrever-me no programa. Aliás, meu sonho é lecionar só para adultos, inclusive presidiários."


Comentário do Blog: Desejamos uma rápida recuperação ao nosso estimado amigo João Paulo. Quanto à sua proposta, seria de fato interessante se o governo a considerasse no lugar daquelas propagandas que anda divulgando. Aliás, se o governo ouvisse mais os educadores, e menos aos especialistas, seguramente ele erraria menos. Um forte abraço e força na luta!

"João Paulo Ferreira de Assis:


Prezado amigo Professor Euler

Uma coisa que nós professores deveríamos fazer é sempre que adquirirmos alguma coisa para a escola, ou material para os nossos alunos, alugarmos um dvd ou produzirmos um material em xerox, deveríamos pedir a NOTA FISCAL. Assim, caso continuasse o Estado a nos humilhar, esse material documentaria uma possível ação judicial. Ao mesmo tempo seria uma denúncia das condições de trabalho, que nos obrigariam a custear o material para os nossos alunos. Por que eu não tive essa ideia antes? Meu Deus! Por exemplo, em 1993 quando eu lecionava Geografia, na mesma EE Deputado Patrus de Sousa, em que minhas turmas de 6ª série tiveram de ter apostilas produzidas por mim, visto que os livros de 6ª série de Geografia, Espaço em Construção, e de 5ª série de Ciências, não foram entregues nem na EE Deputado Patrús de Sousa, nem na EE Galdino Ananias de Santana (em Ressaquinha). Depois fomos ver o porque, a transportadora paulista que havia ganhado a concorrência do MEC, havia vendido os livros que não entregou para uma fábrica de papel higiênico! E o pior de tudo é que produziu documentos falsos e foi paga!!!!"
.

"Anônimo:

Euler, boa tarde!
Alguns professores da escola de minha cidade estão ficando cansados de esperar, estão em greve desde o dia 08 de junho e estão pessimistas, dispostos a retornar o mais rápido possível.
Como convencê-los a permanecer no movimento?
Precisamos saber quem está de greve, quem está disposto a entrar. Sem informações acredito que tudo o que já foi feito em minha cidade vai estar perdido.
Ajude-nos."


Comentário do Blog: olá, combativo colega. Que furor pedagógico é este que baixou nos seus colegas, meu filho? Deixa eu entender melhor as coisas: seus colegas estão cansados de esperar? Ora, o normal seria as pessoas se cansarem de trabalhar sem receber seus direitos. Então, eles não devem estar cansados, devem estar com medo. É diferente, e até compreensível. O medo a gente combate conversando com os colegas que estão na luta, buscando informações para nos fortalecer, para nos armar espiritualmente, e nos preparar melhor para o combate. Não entramos nessa luta para ficar dois meses de greve e voltar sem nada conquistar, ainda mais tendo uma lei federal que nos assegura o direito ao qual estamos reivindicando. Quem precisa estar com medo é o governo, não nós, educadores. Converse com seus colegas, mostre a importância dessa greve, do seu fortalecimento, para que nós conquistemos nossos direitos, agora e depois. A gente tem sempre que ter uma perspectiva histórica nas nossas ações, ainda mais quando se trata de ações ligadas ao coletivo, à vida de muitas pessoas. Se voltarmos agora, sem nada conquistar, será uma derrota que terá um significado terrível para a categoria, não só em relação ao nosso piso, mas em relação a tudo o mais na nossa carreira nos próximos anos. Mostre para os seus colegas que eles são parte de uma categoria, que, tal como eles, está em luta, está em greve também desde o dia 08 de junho, e que corre todos os riscos que eles. E que assim mesmo se mantém unida e disposta a ir até o final. A hora de voltar para a escola não é agora, mas apenas quando o governo cumprir a lei, e nos pagar o piso, que é nosso direito. Não estamos em greve por razões pessoais, ou partidárias, mas um por um direito constitucional: o nosso piso, e a manutenção da nossa carreira. Isso não é pouco. Diga para os colegas que quem precisa estar com medo é o governo, quando tiver que explicar para a comunidade que os filhos dos trabalhadores estão sem aula por que o estado não cumpre a lei e não paga um piso que é uma mixaria de salário para os educadores. Força na luta, colega! Não é hora de voltar, mas de fortalecer a nossa greve ainda mais, para que o nosso agosto não seja de desgosto, mas de conquistas para a categoria. Um forte abraço e conte com este blog para debater os problemas na sua escola.

"Educadora Mineira:

Aos colegas que se encontram impacientes!
Um pouco de FERNANDO PESSOA para que possamos refletir sobre o momento em que vivemos.

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.

Fernando Pessoa"

Lembrem-se de que essa TRAVESSIA é de todos nós, não PODEMOS e não DEVEMOS ficar à margem dos acontecimentos, chegamos até aqui, precisamos estar juntos nessa travessia, é hora inclusive de convidar outros para essa TRAVESSIA.

Força e Fé!

Educadora Mineira"
.


"Anônimo - Sobrália:

Caro Professor Euler,
A cidade de Sobrália, está dando um exemplo, a única escola estadual de lá está lacrada há quase 2 meses! Ninguém vai lá, está totalmente parada.... Uma cidadezinha do interior, mas, de gente muito corajosa!"
.

Comentário do Blog: Os parabéns com muita ênfase deste blog aos combativos colegas de Sobrália, que dão o melhor exemplo para Minas e para o Brasil. Precisamos de mais educadores com esta clareza e disposição de luta em favor da Educação e dos nossos direitos. Força na luta, colegas! E mais uma vez, parabéns pelo ótimo exemplo!

P.S. Aqui em Vespasiano vou propor no comando de greve local que a gente forme uma brigada da paralisação, composta por um ou dois representante das 13 escolas da região, para que visitemos as duas ou três escolas que tiveram adesão menor que 50%. Também haverá carro de som e panfletagem no final de semana e na segunda-feira informando sobre a continuidade da greve. Nossa meta é modesta: 100% de adesão à greve em agosto!"

"Anônimo:

Já estou repetitivo, mas chamo a atenção para a subsede de Conselheiro Lafaiete que, parece, não tomou conhecimento da greve. È preciso mobilização na cidade e nos municípios vizinhos que estão praticamente alheios à greve, ou com medo, sei lá.Por que não fazem uma grande mobilização visitando as escolas para aumentar a adesão?"

"DIVINO - MG:

Euler,

“que ferramenta fantástica e maravilhosa é a Internet; ELA NINGUÉM CALA!”.

Parabéns pela sua sabedoria ao tirar proveito de tal ferramenta e nos indignar; nos acalmar; NOS INFORMAR, enfim, NOS UNIR.

Seu Blog está bombando em toda Minas Gerais. Essa Greve tomará outro rumo (se DEUS quiser), muito por sua causa, E O RUMO QUE TOMARÁ É O DA GRANDE VITÓRIA DOS EDUCADORES. Continue nessa mesma linha. Mais uma vez PARABÉNS.
".

"Anônimo:

Caro Euler, Boa Noite!

Tenho acompanhado TODOS OS DIAS o seu blog, com ele muito tenho aprendido. Sou professora da rede estadual desde de 2002, passei no concurso de 2005 e tomei posse em 2006.Em abril de 2010 completei meu 4º biênio, por meio do RH da escola, foi feito o pedido e encaminhado a para Metropolitana A.Após 7 meses recebi uma carta "explicativa", na verdade, sem explicação falando que não tinha direito ao mesmo, mas como pode ter sido concedido o 1ª,2ª e 3º? Mesmo assim, voltei para carreira antiga! Gostaria de saber com vc,como fazer para consegui esse direito que é meu, pois entrei no estado antes de 2003.

E por causa desses absurdos, da eterna enganação que a greve tem que continuar até chegarmos no objetivo, o PISO.

" Segundo Bobbio, Não nos faltam leis ou artigos que garantam o direito do cidadão; pelo contrário. O que nos falta é garantir seu cumprimento" a linguagem dos direitos (...) se torna enaganadora se obscurecer ou ocultar a diferença entre direito entre reinvidicado e o direito reconhecido e protegido (1997,p.31)".


56 comentários:

  1. ...houve interferência aí...um pedaço da conversa não foi registrada...
    - Tem um jornal por aqui que tá deixando espaço, lembra aquele "trem" de debate do subsídio e piso?? era para sair comentário querendo subsídio, parece que a turma dormiu...
    - Como assim?
    - Vários comentários insistindo no piso...o que eu faço
    - Manda o moderador dormir,não colocar nenhum comentário...ahhhhh
    E coloca uma propaganda grandonaaaaaaaaaa das nossas bem acima da Manchete.
    tum tum tum tum tum tum tum tum tum tum tum.....

    ResponderExcluir
  2. Euler, acordei agora 05h25 e como sempre, diariamente, fui fazer uma visitinha ao seu blog. Como me senti feliz de ver uma colega professor tão inteligente, espirituoso, aguerrido, produzindo textos maravilhosos. Logo me lembrei da cara feia do governo, suas secretárias mixurucas, tomarem conhecimento do seu valioso texto. Você é uma pedra no sapato deles e faz muito bem, eles merecem mais do que isso.Se todos fizessem o que você faz a nossa vida profissional seria outra. Eles estão preocupados é com copa do mundo, jogos olímpicos, os pobres, sofridos professores , alunos, pais de alunos, que se danem, isto na visão deles não dá projeção política nem voto. A greve tem que ir até 2014, como você diz. Um dia um colega nosso disse no seu blog que ia voltar a sua antiga profissão de pedreiro. Eu também não volto sem o piso, chega de sofrer, tudo tem limite, vou para o meu pequeno sítio plantar mandioca, verduras e frutas. Vendo meu velho carro, um gol 1987 e compro umas vaquinhas e vou tirar um leitinho para vender. De fome eu não morro, se Deus quiser. Abraços, EULER.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o diálogo!É uma injeção de ânimo para os momentos de angústia e desgaste que podem ocorrer nos movimentos de greve. Perfeito até para as salas de aulas ,e essencialmente necessário às salas de professores.
    Esta é a realidade que tem que ser entendida e compreendida pela maioria da categoria!
    CARANGOLA/Zona da Mata

    ResponderExcluir
  4. QUERIDO, AMADO, INTELIGENTE EULER, NÃO CONHEÇO VOCÊ MAS ESTOU ENCANTADA..SABE NÃO CONSIGO TERMINAR DE FAZER ESTA LEITURA TÃO LINDA ...POIS ESTOU CHORANDO, LITERALMENTE CHORANDO MAS DE TANTO RIR..MEU DEUS VOC~E PODE SAIR DA EDUCAÇÃO, SAIA E LIGA APARA A REDE BOBO QUE VOCÊ QUER ESCREVER UMA NOVELA, UMA MINI SÉRIE SEI LÁ, E COM CERTEZA ESTARÁ RICO.LÁ O PISO É DE OURO .VOCÊ É MUITO BOM , INTELIGÊNCIA NÃO FALTA, ALIÁS SAI PELOS POROS.PRECISAMSO NOS DESCONTRAIR E COM ESTA INTELIGÊNCIA...PODES TAMBÉM ESCREVER PARA O PÂNICO, E OUTROS ..
    PARABÉNS ESTOU DESLUMBRADA COM SUA CRIATIVIDADE.PENSO QUE SEUS ALUNOS SÃO APAIXONADOS POR VOCÊ.BEIJOS AMIGO ..E CONTINUE..CONTINUE ASSIM NOS DANDO DE TUDO, SABEDORIA, DIGNIDADE , CERTEZA, FORÇA, PACIÊNCIA, CONTROLE PSICOLÓGICO , E ALEGRIA.

    ResponderExcluir
  5. Este blog está bombando!!!
    Cuidado, Euler, que os urubus te pegam!
    A greve continua, sem piso não volto para a escola! PISO, JÁ!ABC

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Prof.Euler. Olhei agora de manhã a tabela
    que revoga o posicionamento em tabelas de subsídio, são 1175 páginas, a maioria dos funcionários voltaram a carreira antiga. O "Exmº Sr. Governador" se enrolou desta vez. rsrsrs

    ResponderExcluir
  7. Notícia urgente: anast azia vai pro outro lado do mundo para fugir de perseguição ,Também vai dar uma passada na Alemanha visita ao túmulo de seu segundo mentor Hitler.ELe só deve voltar para BH dia 27/07 adivinha porque?
    Enquanto isso deputados prometem votar projeto sobre segurança nas escolas , eles estão preocupados com a segurança dos professores.kkkkk

    ResponderExcluir
  8. Caros colegas visitem a pagina do jornal o tempo dia 22/07/11 ,opinião pagina 19.Interessante o debate,sendo que a questão de bom censo perde e em muito para o comentário Por trás da máscara.

    ResponderExcluir
  9. Isabel Assumpção - Manhuaçu23 de julho de 2011 09:36

    Bom dia Euler e demais combativos,
    muito bom o texto, quem sabe dessa forma nossos desavisados colegas de classe entendem tudo o que realmente está acontecendo... Será que esta interferência é a mesma que os impede de nos apoiar? Bom fim de semana a todos e continuemos prontos a lutar. Juntos até a vitória!!!

    ResponderExcluir
  10. Euler parabéns!!! Todos os dias bato ponto no seu blog.Adoro tudo que você escreve, mas essa de hoje! Eu ameeeeeeeeeeeeeeiiiiiii! E eu estou torcendo para ele cortar o pagamento, pois ele irá se surpreender ao perceber que esta migalha que paga não irá fazer diferença. A maioria dos meus colegas professores, nestes dias de greve, já ganhou o dobro que ele paga EM OUTROS TRABALHOS. Acorda "digníssimo afilhado" os tempos mudaram. SEM O PISO EU NÃO PISO NA ESCOLA.
    ABRAÇO EULER E PARABÉNS!!!!

    ResponderExcluir
  11. É justamente o diálogo a maior falha do DES(governo) que nos obriga a estar pela terceira vez em greve desde 2008. Na época da promulgação da Lei 11738/08, o governo emitiu um Comunicado aos Servidores da Área de Educação, fruto de uma greve realizada naquele ano em que dizia: “No entanto, a partir de 01 de janeiro de 2010, o valor do piso salarial profissional será desprovido de vantagens pecuniárias e deverá tornar-se vencimento básico inicial das carreiras dos profissionais do magistério da educação básica. A partir de então, sobre o piso deverão incidir vantagens e gratificações previstas nas normas estaduais para cálculo da remuneração mensal do servidor. Nessas condições já se sabe, pelos estudos preliminares, que o impacto no orçamento de pessoal, em 2010, será grande, da ordem de R$3,1 bilhões.” , em 22/09/2011, no link: https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/1172-secretaria-divulga-comunicado-a-servidores. Portanto, o Governo não ignora a Lei, sabe e afirma que não a cumpre, mas sorrateiro e pretendendo afundar mais ainda a Educação Pública em nosso Estado e trazer esse modelo nefasto para o País, onde Professor é confundido com peão, tendo que rodar em três, quatro ou cinco lugares para viver com o mínimo de dignidade. Quantos colegas meus não têm como sair de casa porque sobrevivem apenas das migalhas que a rede pública se dispõe a “gastar”? Mesmo trabalhando atualmente em cinco locais, dois no Estado e três “bicos”, e já trabalhando há dezoito anos como Professor, nunca tenho dinheiro para ir ao cinema, ao teatro ou comprar um bom livro. Durante as férias, se quiser viajar tenho que levantar qual parente está disposto a me tolerar, junto com a minha trupe, por alguns dias, pois jamais consegui economizar para reservar um hotel, mesmo que para um único final de semana. Para cumprir meus compromissos com família e trabalho, comprei um carro que só vou terminar de pagar depois da Copa. Enquanto era apenas professor da rede pública, designado, porque é uma prática hereditária em Minas - o não cumprimento das obrigações Constitucionais, como a realização de Concursos Públicos periodicamente, usava uma bicicleta ganha de presente do meu sogro. Para financiar uma casa, primeiro me rendi ao aumento da carga horária, assumindo aulas na rede privada. Com o Concurso de 2002, passei a trabalhar em três lugares, mas o demérito em nosso Vencimento Básico, com o Abono do Azeredo, a PRC do Itamar, a VTI do Faraó, continuou... e meu salário foi sempre sendo achatado pois, tendo dois cargos conquistados em Concurso, esses verdadeiros “penduricalhos” sempre me oprimiram e me sujeitei muitas vezes a trabalhar com 20 aulas no 2.o cargo ganhando cerca de 5/8 do primeiro, pois a necessidade de suprir as necessidades fisiológicas falavam mais alto que minha capacidade de indignação.
    Professor é o agente da mudança social e sou fruto dos GRANDES PROFESSORES ESTADUAIS de Bom Jesus do Galho. O que pretendo deixar de exemplo para meus alunos é CIDADANIA, que me foi tão bem ensinada. O que o Governo fez, e tem alcançado um dramático sucesso, é dar uma rasteira, com um acordo fajuto para encerrar a Greve de 2010, assinado durante uma Assembléia do Sind-UTE em 25/05/2010. Aproveitando-se de que a ADIN 4167 ainda não havia sido julgada, aprovou o projeto do Subsídio que, de maneira imediata, aumentou consideravelmente a remuneração dos designados e efetivados (Lei 100). O problema é que o desconhecimento (por parte desses) do nosso Plano de Carreira, pois esses setores pela Covardia e Descaso do Governo não têm acesso a Concurso Público, gera o descalabro da intenção de manter essa lei “suicida” à carreira de Magistério em MG. O Governo deve apenas cumprir suas obrigações: pagar o piso (Vencimento Básico), realizar Concurso Público periodicamente, oferecer infra-estrutura mínima ao funcionamento das Escolas, que o nosso papel, o sabemos muito bem.

    ResponderExcluir
  12. Nas propagandas do des(governo) apareceu a palhaçada de dizer que vai oferecer o Professor da Família. Moro em bairro operário e nem médico jamais vi passar perto das casas de meus vizinhos: faltou noção ou o índice de hipocrisia chegou a um nível tão alto que despreza por completo a inteligência da Sociedade? Perguntei outro dia a um jornalista sobre o assunto, mas como propaganda do Governo é bem paga, ninguém tem voz para indagar... Bela democracia?...
    Aos designados, efetivados e concursados que ainda não conhecem as leis: vocês apenas colaboram para a propagação desse modelo de privatização e elitização do Ensino, que pretende aumentar ainda mais o abismo social neste País. Permitir que o modelo do Subsídio vingue nesse momento histórico, que conquistamos o reconhecimento de “valores mínimos” para o Vencimento Básico de nossa Categoria, é um Decreto de Abandono dos seus sonhos de Educador, é dizer que você pretende continuar a ser preterido. A greve de 2011, espero, deverá ser a última que realizo: desde que consigamos a Abolição deste sinistro Subsídio, que o Governo cumpra a Lei Federal do PSPN, realize Concurso Público que corresponda ao número real de vagas existente, pois o número anunciado, ao meu ver, deve corresponder no máximo, a uns 15% das vagas reais, pare de fazer demagogia com os resultados de meu suor, garanta infra-estrutura às escolas nos aspectos pedagógico, físico e administrativo. Se o compromisso de “Minas” – Governo – fosse mínimo com a educação, começaria por uma remuneração digna, pois talento nenhum suporta eternamente a desvalorização. Aliás, muitos dos supostos melhores, nem cogitam chegar até lá... Mas muitos chegam e, infelizmente, se decepcionam tanto com os descasos que sofremos, que logo vão para outras funções. Já perdi as contas do número de “jovens colegas” que perdi para o BB, a CEF, o INSS, a PMMG, o IBAMA, o IEF, a PRF, a PF... Aos incautos que venham me aconselhar a mudar de profissão, antecipo que, no meu caso, o dialogar, o trocar idéias, o aprender com grupos de pessoas, sempre foram as minhas práticas, não me vejo fazendo algo diferente. Cresci durante a redemocratização do País e sempre sonhei com um modelo público de promoção da Ascensão Social, da Cidadania , da Garantia dos Direitos Civis, do Cultivo da Paz, da Aniquilação da Corrupção. O que eu quero apenas é ter o direito de oferecer o mínimo de qualidade de vida à minha família, ter condições de transmitir sonhos e despertá-los em meus alunos, acompanhados das interações que ocasionem cada vez mais qualidade ao seu conhecimento. Como dizer e demonstrar que estudar é importante para jovens da periferia, se eu mesmo não garanto os meus direitos? Aceitar ser passado para trás de novo é dar um atestado de lerdo ao governo. Concluindo, espero que os pais compreendam que o DES (governo) trabalha com a contra-informação, alicerçado pela falta de conhecimento da matéria por parte de alguns aposentados, designados, efetivados e concursados que ainda não compreenderam que estão tendo seus direitos usurpados, além de DINHEIRO (veja o sítio do Sind-UTE, o blog do Euler, o blog do Filocre,... pergunte a quem faz greve! LEIA!). Ele tenta trabalhar com esse fato até a data em que possa impor esse sistema de Sub(suicí)dio ao maior número de pessoas possível. Portanto, fortaleçamos a GREVE. Espero que pequenos espaços como esse, sejam utilizados para que a mídia se conscientize que opiniões diferentes devem ser defendidas, mas o império da Lei numa Democracia é condição implícita a defesa da Sociedade e que a omissão podem trazer efeitos necrosos para a mesma. Então, neste momento discutir o Piso Salarial dos Educadores e garantir sua aplicação não é uma questão corporativa, mas uma situação histórica sobre nossos rumos como País. Precisamos de apoio para esclarecer esses fatos. Que todos os que têm compromisso com a verdadeira democracia colaborem de forma pró-ativa com esse debate. Afinal de contas, onde está a OAB, o MPE, o MPF, a Justiça...?

    ResponderExcluir
  13. Prof. Euler, é deste tipo de Educador que a Escola precisa, inteligentíssimo e criativo, até para dar bastante trabalho àqueles que ACHAM que são detentores de todo conhecimento. Além de tudo, escreve muito bem. Aplausos!
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  14. É ,o perigo é se ele resolver dar uma passadinha pela Suíça e depositar os 4 bilhões na conta fantasma de uma das secretárias.Estamos de olho senhor Satãnazia!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  15. Caro colega que viu as TABELAS, hoje, pela manhã, por favor você as viu por onde?
    Muito obrigada!
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  16. Olá Euler e blogueiros!

    Essa é a grande sacada! Ao invés de choramingarem e reclamarem da profissão, todos deveriam aproveitar o momento e fazer piada com o afilhado do Craquécio e sua trupe.

    Repito: a ampulheta foi posta e o Governo corre contra o tempo. Ilegalidade? Cadê o judiciário pelêgo tentando pôr fim a greve? Cadê a eficácia das manchetes pagas em 1ª página, nos principais meios de comunicação tentando desarticular o movimento?

    Parabéns pela criatividade Euler! Ontem, participei do movimento organizado pelos estudantes de sociologia e foi muito legal. Seguimos com os estudantes pela José Cândido Silveira com faixas e cartazes chamndo atenção da população sobre o descaso do Governos Estadual e Federal com a educação. Parabenizo, desde já, a SUBSEDE BETIM/SARZEDO. A turma estava animada e aproveitou para colocar a saúde em dia rsss...

    Hoje é a vez da filosofia! Estou me mandando para o bairro Pirajá na espectativa de pegar o finalzinho do encontro.

    Todos firmes e de pé!

    ResponderExcluir
  17. Alguém avisa para esse presidente que fica tomando birita à beira da praia que "se beber não dirija" ou "se for dirigir não beba', pois a Lei Seca tem feito sucesso nos noticiários, pelos menos tal Lei esse figurão não conseguiu burlar, ainda. Pelo jeito, quando tomar as biritas vai ter que ir andando a pé mesmo, pois nem seu cavalinho o aguenta mais.

    ResponderExcluir
  18. Vamos com tudo nessa greve em agosto. E não podemos deixar que façam conosco a sacanagem que fizeram no Rio Grande do Norte.

    ResponderExcluir
  19. Blog bombástico e fantástico!!!!
    Divã dos educadores!!!

    Quando o PISO sair... vamos ficar igual ao "presidente"desce mais uma...mais uma...temos que comemorar!!!!

    Obs: Até parece que bebo...rsrsrs..
    Mas neste dia vou beber para comemorar!!!
    Já não vejo a hora!!!

    ResponderExcluir
  20. ESTOU CURIOSO PARA VER AS TAIS TABELAS QUE DIZEM QUE JÁ SAÍRAM.

    ResponderExcluir
  21. As tabelas estão no site abaixo. anexo da Seplag - 20/07/2011.

    http://www.iof.mg.gov.br/institucional/institucional/resolucoes-conjuntas.html

    ResponderExcluir
  22. Obrigada ao colega ANÕNIMO pelA informação solicitada sobre as tabelas e pela atenção, também.
    Educadora Mineira

    ResponderExcluir
  23. Comunicado 2008 Secretaria assume o piso.

    Euler,

    No início da greve te mandei um comentário falando do compromisso do governo com a categoria ao final da greve de 2008, nesse comunicado o governo assume o pagamento do piso.

    Logo após veio a adin 4167, e somente foi julgada no dia 6 de abril.

    A minha sugestão é que o sindicato imprima esse comunicado aos milhares para a sociedade ver quem fala mentira.

    o endereço é :
    https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/1172-secretaria-divulga-comunicado-a-servidores

    ResponderExcluir
  24. Euler, ]

    uma sugestão para um novo post, 80.000 mentirosos X os donos da verdade.

    ResponderExcluir
  25. Não consigo acessar os tais links com as tabelas? O que será que acontceu?

    ResponderExcluir
  26. O que saiu nessas tabelas? Só nomes ou saiu também valores? Quem fez a opção pelo antigo regime e seu nome não constar nessa lista, o que deve fazer?

    ResponderExcluir
  27. Euler,
    Como você salvou a resolução de retorno ao vencimento básico, seria possível disponibilizá-la para os leitores via blog ou 4shared ?

    ResponderExcluir
  28. Boa Tarde Professor Euler, o anexo com a tabela da opção continua no site da imprensa oficial, no endereço que postei acima.

    ResponderExcluir
  29. Euler,parabéns!Você continua ótimo até na satirização.É pela sua capacidade de raciocínio,seu bom humor e honestidade que este BLOG cresce.Amei seu último post.Meu fraterno abraço,Solange

    ResponderExcluir
  30. Aí Euler, o cara é INTERNACIONAL mesmo e ultrapassou os 300.000 acessos. Nem AECIM E SUA TRUPE, consegue um feito destes. Devemos lembrar também que já no dia 08/08/11, nossa já histórica greve completará 60 gloriosos dias de luta. Saudações honrosas para todos os educadores de MG e como diria os Titãs: "porrada nos caras que não valem nada".
    Valeu brother,
    Um grande abraço do amigo;
    PAULÃO

    ResponderExcluir
  31. Olá!

    Sugiro que seus textos sejam publicados no site do professor e cientista político, Fernando Massote.

    http://massote.pro.br

    Forte abraço.

    Ronaldo.

    ResponderExcluir
  32. É EULER ,VEJA A NOTICIA NO LINK ABAIXO, MEU PRIMO É PROFESSOR DE DIREITO EM POUSO ALEGRE NO SUL DE MINAS E ESTA RECEBENDO O PISO DESDE ABRIL DE 2011, NO VALO DE (7080,00)sete mil e oitenta reais por Mês, por 20 HS semanais mais vantagens, como ,ajuda combustivel ,alimentação ,e decimo quarto salario dividido em duas vezes no ano.


    http://www.bahianoticias.com.br/justica/noticias/2011/03/07/40959,professores-de-direito-terao-piso-salarial.html

    ResponderExcluir
  33. EULER, pelo amor de Deus,volta rápido após às 18 horas, pois estamos em apuros com a tabela da remuneração antiga que não conseguimos acessar. Grato, você não pode sumir não, precisamos sempre de você para nos informar sobre tudo.

    ResponderExcluir
  34. Acredito que muito mais servidores já optaram pela carreira antiga e essa lista ainda não está atualizada, pois no meu caso, por exemplo, fiz a opção no final de maio e não consta meu nome na lista. Não consegui entender ainda o porquê. Áurea

    ResponderExcluir
  35. Educadora de São Miguel do Anta-MG23 de julho de 2011 19:44

    Euler mais uma vez, PARABÉNS pelo texto, é brilhante...
    Temos que mostrar para estes políticos, principalmente, aqueles que se acham os donos do mundo, AnastAZIA, patAÉCIO, que nós não somos "vaquinhas de presépio", mas seres dotados de muita inteligência. Inteligência suficiente para compreender as armadilhas deste governo para conquistar seus objetivos pessoais, satisfazer sua vaidade, seus interesses... Que pena que no meio deste PARAÍSO em que vivem os políticos aparecem os EDUCADORES, pessoas do "povo" para estragar a festa! Não adianta, querem fazer bonito para o mundo lá fora, querem investir em COPA DO MUNDO aqui dentro, mas cuidem primeiro da EDUCAÇÃO DO POVO! Paguem o nosso PISO SALARIAL! SENÃO SERÁ UMA VERGONHA! Pra quem almeja presidência da república, reeleição, penso que, AnastAZIA e patAÉCIO já estão com a imagem mais do que desgastada! Deveriam aproveitar a COPA DO MUNDO e pendurar as chuteiras! Força na Luta, 80.0000 EDUCADORES na carreira antiga é demais! Estamos no caminho da VITÓRIA! Desiste governador, é melhor você pagar logo este PISO ou não terás mais lugar no nosso estado para você andar! EDUCAÇÃO EM PRIMEIRO LUGAR! Com a UNIÃO que a nossa categoria vem demonstrando, mesmo quando "eles" tentam nos enfraquecer, cada dia tenho mais orgulho de ser EDUCADORA!!! ABRAÇOS...

    ResponderExcluir
  36. Caro Euler

    Adorei mais essa conversa exclusiva captada pelo SIBE (Sistema de Inteligência do Blog do Euler).

    Aqui no Rio, recebemos uma carta interceptada no futuro, segundo a qual houve um apocalipse político causado por um tsunami vermelho e uma maré negra, ficamos sabendo que a nossa greve irá até 2014.

    Grande abraço a todos

    ResponderExcluir
  37. Bom noite Euler! O seu blog tá fazendo enorme sucesso aqui na região de Ibirité! Gostaria de dizer que apoio a greve e vou nessa luta até o fim! Só que penso que chegou a hora de fazermos mais propaganda em televisão e em jornais sobre a realidade do professor. O nosso salário de miséria e as dificuldades enfrentadas por todos os profissionais da área. Que tal um quadro comparativo dizendo:" Minas paga aos Policiais com ensino médio R$ 4000,00 e aos professores com curso superior e pós-graduação R$ 500,00! Ou seja, Minas, está pouco se lixando para a educação de seu povo!" Nada contra os policiais que devem ser valorizados, pois enfrentam muitos riscos, mas e nós, educadores? Enfrentamos diversos riscos também! Enfrentamos alunos muitas vezes armados, vamos a escolas que muitos policiais só vão aos montes e com viaturas, enfrentamos todo tipo de ameaças de alunos e pais e etc.. Será que o professor, aqule que educa e que pode transformar a realidade das crianças, mostrar um novo mundo e colocar esse país nos primeiros lugares nos níveis sociais e econômicos (haja viso que isso só acontece com investimento em educação!)merece ganhar 85% MENOS que um profissional da segurança?! O que quero dizer é que nessa greve não estamos PEDINDO AUMENTO E SIM QUE A LEI SEJA CUMPRIDA!PAGUE JÁ O PISO SALARIAL DOS PROFESSORES!!!
    Prof. Eduardo
    B.H.

    ResponderExcluir
  38. Bom dia Euler e colegas.
    Voltei à passar na página dojornal O Tempo, e verifiquei que postaram os comentários feitos durante a noite de sexta, e tem mais alguns comentários por lá.
    Para os que ainda não leram, fica mais uma vez a sugestão: Debate entre subsídio X Piso. ( Evidente que nenhum comentário em defesa do "suicídio")...rs. http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=177382,OTE&IdCanal=2"

    ResponderExcluir
  39. EULER, localizei a revogação do subsídio. Obrigado por tudo que você fez. Eu sou aquele anônimo que brinquei para você voltar correndo após as 18 horas para nos salvar. Desculpe-me pela liberdade, apesar de não conhecê-lo pessoalmente. Sou seu amigo sempre e estarei do seu lado para o que der e vier. GREVE NELES,EULER,ATÉ A COPA DE 2014 ACABAR.

    ResponderExcluir
  40. 85000 e mais não sei quantos! A Superintendência de Curvelo está de brincadeira com a gente ou agindo de má fé? Apenas um servidor de toda sua jurisdição e inativo? Cadê os outros que já pediram desde maio? A lista é enorme e, lógico, vai crescer muito mais quando divulgarem os outros. Tanta gente que daria pra puxar o Anastasia lá do Japão. Se metade da lista saísse da cama e fosse pras assembleias, "ele" já teria levado um CHOQUE tão grande que nunca mais ia querer pronunciar esta palavra. Amanhã mesmo vou à Superintendência.

    ResponderExcluir
  41. Estava andando por aí, ...

    oooO
    (....).... Oooo....
    .\..(.....(.....)...
    ..\_)..... )../....
    .......... (_/.....
    oooO
    (....).... Oooo....
    .\..(.....(.....)...
    ..\_)..... )../....
    .......... (_/.....

    ... cansei e peguei uma carona.

    ...()""()
    .("( 'o' )
    ,-)____)|'--.
    "=(o)==(o)='

    Entrei na seu bloguinho e
    dei uma olhadinha!

    -----\\\\|//-------
    ------( @@)-------
    ---ooO--(_)--Ooo—

    Uma passadinha rápida para deixar...

    Um Oi e Uma ótima semana e te convidar para participar do meu sorteio, ainda dá tempo, passa lá.
    Bjs...da Bia!

    ResponderExcluir
  42. Boa noite Euler! Talvez não seja novidade, mas a prefeitura de Pequeri, na zona da Mata, paga o salário do magisterio de acordo com a Lei 11738/2008. Estou sugerindo o link para consulta.
    Forte abraço.
    http://pequeri.mg.gov.br/index.php?page=news&op=readNews&id=509&title=Lei-estabelece-piso-salarial-nacional-para-magisterio-municipal

    Ronaldo.

    ResponderExcluir
  43. Prefeitura de Pequeri paga piso salarial aos professores de acordo com a lei federal 11738/2008.

    Link para consulta da referida lei:
    http://pequeri.mg.gov.br/index.php?page=news&op=readNews&id=509&title=Lei-estabelece-piso-salarial-nacional-para-magisterio-municipal

    ResponderExcluir
  44. chega de ser pisado, querenos dignidade para poder estar a serviço sob o piso que nos pertence:sala de aula sendo tratados como profissionais que donstroi um Brasil melhor.

    ResponderExcluir
  45. Sebastião
    Euler, Oi tudo bem?
    Segundo Ronaldo Eustáquio...
    O prefeito de Pequeri Raul Salles sancionou a lei nº 1.236/2011 que estabelece o piso salarial nacional do magistério como sendo o piso salarial do magistério municipal. O valor estabelecido é de R$ 1.187,14 referente a 40 horas semanais de trabalho. O valor pago será PROPORCIONAL à carga horária atribuída e cumprida.
    TÁ VENDO?
    A lei do piso não está sendo cumprida da forma que a gente quer tbm nao, pois o piso é um valor para uma jornada de, no máximo 40 horas.
    Se for assim a gente recebe quase a metade!
    Aí que será suícídio mesmo!
    E se for assim sálario mínimo tá melhor...
    Vou dessa forma recomeçar a carreira de serviços gerais, pois um servente de pintor ganha no mês 900 reais sem levar serviço pra casa e com 40 horas semanais.
    Sebastião de Conselheiro Lafaiete
    Blog Em Busca do Conhecimento
    www.blogembuscadoconhecimento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  46. Oi EULER, vc viu hoje de manhã propaganda do prof: da família? diz que Minas não para no ponto.Até parece verdade ne!!!!!!E brazil da Dilmaquinista segura esse trem bão de Minas sô.

    ResponderExcluir
  47. João Paulo Ferreira de Assis25 de julho de 2011 14:47

    Prezado amigo Professor Euler

    Estive fora de combate por dois dias não só por uma tromboflebite na perna direita, como pelo fato de termos ficado dois sem Internet, porque a antena repetidora do meu provedor em Ressaquinha estava com defeito. Aproveitei e guardei dois de repouso para melhorar a tromboflebite, minha perna estava vermelha e ela e o pé estavam inchados.

    Mas me atendo ao comentário do anônimo das 12:12, tenho a dizer que se esse programa anunciado pelo Governador for nos moldes de programa similar em São Paulo, ele será uma bela porcaria, com perdão pelo impropério.
    Como você sabe eu leciono em Carandaí, um dos maiores municípios do Sudeste mineiro. Lá existem comunidades que distam mais da sede do município do que alguns municípios vizinhos. O município de Ressaquinha fica a 15 quilômetros de Carandaí, por rodovia pavimentada. A localidade do Tabuleiro,fica a 24 quilômetros por estrada de chão. Imagine se o programa mandar visitar esses alunos. E se na localidade não tiver um hotel, ou quando muito uma pensão para receber o professor, (lógico que paga pelo Estado), o professor irá ficar na casa do aluno, às vezes, aluno que vive em dificuldades. E se esse discente tiver de matar a galinha que lhe proporciona ovos que pode vender, só para proporcionar ao professor um passadio melhor?
    Agora este tipo de programa é tipicamente municipal. Ele poderia ser tocado pelos municípios. Criar-se-ia um calendário de visitação de professores de todos os conteúdos. Durante uma semana eles ficariam hospedados na escola daquelea comunidade. E os alunos em dificuldades em cada conteúdo teriam aulas de reforço. Na semana visitariam outra comunidade e assim por diante. Agora se o Anastasia quiser pagar um salário digno para esses visitadores, estou disposto inclusive a inscrever-me no programa. Aliás, meu sonho é lecionar só para adultos, inclusive presidiários.

    ResponderExcluir
  48. João Paulo Ferreira de Assis25 de julho de 2011 15:01

    Prezado amigo Professor Euler

    Uma coisa que nós professores deveríamos fazer é sempre que adquirirmos alguma coisa para a escola, ou material para os nossos alunos, alugarmos um dvd ou produzirmos um material em xerox, deveríamos pedir a NOTA FISCAL. Assim, caso continuasse o Estado a nos humilhar, esse material documentaria uma possível ação judicial. Ao mesmo tempo seria uma denúncia das condições de trabalho, que nos obrigariam a custear o material para os nossos alunos. Por que eu não tive essa ideia antes? Meu Deus! Por exemplo, em 1993 quando eu lecionava Geografia, na mesma EE Deputado Patrus de Sousa, em que minhas turmas de 6ª série tiveram de ter apostilas produzidas por mim, visto que os livros de 6ª série de Geografia, Espaço em Construção, e de 5ª série de Ciências, não foram entregues nem na EE Deputado Patrús de Sousa, nem na EE Galdino Ananias de Santana (em Ressaquinha). Depois fomos ver o porque, a transportadora paulista que havia ganhado a concorrência do MEC, havia vendido os livros que não entregou para uma fábrica de papel higiênico! E o pior de tudo é que produziu documentos falsos e foi paga!!!!

    ResponderExcluir
  49. Euler, boa tarde!
    Alguns professores da escola de minha cidade estão ficando cansados de esperar, estão em greve desde o dia 08 de junho e estão pessimistas, dispostos a retornar o mais rapido possivel.
    Como convencê-los a permanecer no movimento?
    Precisamos saber quem está de greve, quem está disposto a entrar. Sem informações acredito que tudo o que já foi feito em minha cidade vai estar perdido.
    Ajude-nos.

    ResponderExcluir
  50. Caro Professor Euler,
    A cidade de Sobrália, está dando um exemplo, a única escola estadual de lá está lacrada a quase 2 meses! Ninguém vai lá, está totalmente parada.... Uma cidadezinha do interior, mas, de gente muito corajosa!

    ResponderExcluir
  51. Caro Professor Euler,
    Quero parabenizá-lo pela coragem com que enfrenta esta luta. Sou ATB e gostaria de saber se o piso também será pago às ATBS ou só os professores terão direito?
    Um abraço

    ResponderExcluir
  52. Já estou repetitivo, mas chamo a atenção para a subsede de Conselheiro Lafaiete que, parece, não tomou conhecimento da greve. È preciso mobilização na cidade e nos municípios vizinhos que estão praticamente alheios à greve, ou com medo, sei lá.Por que não fazem uma grande mobilização visitando as escolas para aumentar a adesão?

    ResponderExcluir
  53. DIVINO - MG
    Euler,
    “que ferramenta fantástica e maravilhosa é a Internet; ELA NINGUÉM CALA!”.
    Parabéns pela sua sabedoria ao tirar proveito de tal ferramenta e nos indignar; nos acalmar; NOS INFORMAR, enfim, NOS UNIR.
    Seu Blog está bombando em toda Minas Gerais. Essa Greve tomará outro rumo (se DEUS quiser), muito por sua causa, E O RUMO QUE TOMARÁ É O DA GRANDE VITÓRIA DOS EDUCADORES. Continue nessa mesma linha. Mais uma fez PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  54. Caro Euler, Boa Noite!

    Tenho acompanhado TODOS OS DIAS o seu blog, com ele muito tenho aprendido.Sou professora da rede estadual desde de 2002, passei no concurso de 2005 e tomei posse em 2006.Em abril de 2010 completei meu 4º biênio, por meio do RH da escola, foi feito o pedido e encaminhado a para Metropolitana A.Após 7 meses recebi uma carta "explicativa", na verdade, sem explicação falando que não tinha direito ao mesmo, mas como pode ter sido concedido o 1ª,2ª e 3º? Mesmo assim, voltei para carreira antiga! Gostaria de saber com vc,como fazer para consegui esse direito que é meu, pois entrei no estado antes de 2003.
    E por causa desses absurdos, da eterna enganação que a greve tem que continuar até chegarmos no objetivo, o PISO.
    " Segundo Bobbio, Não nos faltam leis ou artigos que garantam o direito do cidadão; pelo contrário.O que nos falta é garantir seu cumprimento" a linguagem dos direitos(...) se torna enaganadora se obscurecer ou ocultar a diferença entre direito entre reinvidicado e o direito reconhecido e protegido( 1997,p.31)

    ResponderExcluir
  55. Bom dia Euler.
    Te responder a sua pergunta...
    Os combativos colegas de Conselheiro Lafaiete? No ano passado quem teve uma expressiva participação na nossa greve foi justamente 3 escolas e as demais foram aderindo aos poucos, mesmo assim não conseguimos chegar a todas. Este ano, as escolas que "bancaram" a greve não entraram. Vou mostrar um exemplo de uma dessas 3 escolas (não é a minha) foi votado em todos os turnos pela adesão da greve e resultado poucos se interessaram pela greve em 2011, cada um pelo seu motivo.
    Sobre um tal colega combativo chamado de Anônimo: que disse sobre a subsede de Conselheiro Lafaiete que, parece, não tomou conhecimento da greve e complementando que é preciso mobilização na cidade e nos municípios vizinhos que estão praticamente alheios à greve, ou com medo, sei lá.
    Cabe a direção da Bia e da subsede tomar providências. Tem algumas atitudes que não concordo e por isso não entrei, como também alguns colegas.
    Sebastião de Conselheiro Lafaiete
    Blog Em Busca do Conhecimento
    www.blogembuscadoconhecimento.blogspot.com

    ResponderExcluir
  56. quando receberemos o decimo quarto?1

    ResponderExcluir