quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Uma carta de Natal e Ano Novo para os 400 mil educadores de Minas Gerais



Uma carta de Natal e Ano Novo para os 400 mil educadores de Minas Gerais

Aos meus queridos colegas profissionais da Educação de Minas Gerais, na ativa ou aposentados, efetivos, efetivados ou contratados, quero dedicar a vocês estas poucas e mal traçadas linhas.

O ano de 2011, apesar da grande e justificada expectativa que tínhamos por conta da Lei do piso, e também da corajosa e justa luta que travamos, não foi um ano feliz para nós, educadores de Minas Gerais. Acredito que não tenha sido um ano feliz para os profissionais da Educação de todo o Brasil, pois praticamente todos nós tivemos os nossos direitos assegurados em lei ROUBADOS. Os políticos que dirigem este país são bons em promessas, mas canalhas quando se trata de cumprir o que prometeram, ou em aplicar as leis em favor dos de baixo.

Não dá para dizer, então, que este será um Natal feliz e um Ano Novo cheio de alegria, como gostaríamos de desejar aos nossos colegas. Nós tivemos os nossos direitos subtraídos, de forma covarde e cruel até, já que milhares de colegas educadores passaram por grandes sacrifícios, inclusive de sobrevivência alimentar, enquanto os de cima, que se apropriam da receita do Estado, a todo momento comemoram vantagens e ganhos às nossas custas.

Vejam o péssimo exemplo dos vereadores de BH, que aprovaram um não merecido reajuste de 62% nos salários deles. Fizeram o mesmo que os parlamentares federais em 2010. E o mesmo que a alta cúpula da Justiça e dos demais poderes, que não se cansam de assegurar benesses para si, enquanto negam ao povo pobre os direitos essenciais, como Educação, Saúde, moradia própria e segurança.

Os mesmos vereadores de BH que deram este presente de natal para si e seus familiares, não tiveram coragem de votar uma lei que regularizaria definitivamente a situação de 5.000 pessoas que vivem na Ocupação Dandara.

Da mesma forma, 51 deputados estaduais votaram pela destruição da carreira de 400 mil educadores, negando e burlando o pagamento do piso salarial a que fazemos jus pela legislação vigente no país. Sequer conheciam o teor da matéria que votaram, pois estão ali para obedecer as ordens do governador e dos grandes empresários, e não para servir aos de baixo.

O nosso Natal não precisa ser de tristeza, porque merecemos ser felizes, e também porque a nossa vitória moral - especialmente dos que lutaram bravamente pelos direitos que o governo e sua trupe tentam nos tirar - faz com que comemoremos esta data e a do Ano Novo de cabeça erguida, ao lado dos nossos amigos e familiares. Um Natal modesto, pelas condições materiais a que estamos submetidos; contudo, sem esquecermos jamais o que fora feito pelo governo, pelos deputados e por aqueles que, por omissão ou conivência, calaram-se, quando era preciso protestar, resistir e denunciar.

No rol das entidades que envergonham Minas Gerais - ou melhor, não das entidades, mas daqueles que ocupam os cargos maiores destas instituições - estão o Ministério Público Estadual, a Assembleia Legislativa, o Tribunal de Contas do Estado e o Tribunal de Justiça de Minas, além da grande mídia, toda ela conivente com o que vem acontecendo em Minas Gerais e com os educadores. Estas figuras podem ter o status e as benesses que o cargo lhes confere, mas não têm mais idoneidade moral para se apresentarem perante a sociedade, senão de forma cínica e blindada por uma mídia que é a negação da liberdade de imprensa que apregoamos.

O Natal e o Ano Novo dos educadores de Minas, serão, portanto, além da comemoração entre os entes queridos, um momento também de reflexão sobre a realidade do nosso estado, do nosso país e do mundo em que vivemos. É fato que vivemos um estado de inversão de valores e princípios, onde os que deveriam dar bons exemplos são os primeiros a praticarem as maiores patifarias. A chamada democracia em Minas e no Brasil e no mundo não passa de uma farsa na qual minorias privilegiadas usam da força de que detêm - força policial, força da manipulação pela mídia, força do poder econômico, etc. - para manter os seus ganhos fáceis, enquanto impõem uma realidade de sofrimento e de sonegação de direitos à grande maioria da população.

A realidade dos educadores de Minas expressa muito bem esse quadro. Mesmo um direito assegurado pela Carta Magna e por uma lei federal, como é o caso do piso salarial nacional, com definições conceituais bem nítidas e fontes de financiamento apontadas, mesmo assim foi burlado descaradamente pelo governo e seus associados nos demais poderes. E tudo caminha como se nada tivesse acontecido. Bilhões de reais foram arrancados dos nossos bolsos e ninguém é denunciado judicialmente por isso, os parlamentares dão cobertura, a mídia blinda o governo, o ministério público estadual diz que está tudo certo, enquanto nós amargamos as perdas incalculáveis de que fomos vítimas.

Portanto, não posso aqui hipocritamente dizer aos meus 400 mil colegas educadores de Minas que está tudo bem, que o nosso Natal e Ano Novo serão marcados por grande felicidade. Não. Não está tudo bem. Era para estar tudo bem, se neste país os governantes das três esferas fossem pessoas dignas e honradas e comprometidas com os problemas sociais da maioria pobre. Mas, não é essa a nossa realidade. Por isso, as datas que se aproximam devem ser mais um momento de reflexão de tudo o que vivemos. Não com o sentido de desistência, de desânimo ou de inferioridade em relação aos de cima. De maneira alguma. Nós somos maiores e melhores do que eles, em tudo, e sem falsa modéstia. Somos nós que construímos e carregamos nas costas o presente e o futuro de Minas, do Brasil e do mundo. Nós, os de baixo, produzimos todas as riquezas do mundo, embora apenas uma minoria, por esperteza e pela força dos poderes que mencionei acima consiga, ainda, manter os privilégios em suas mãos.

Esperamos que em 2012 possamos reverter essa situação. Devemos celebrar com os nossos colegas, a cada dia, que não vamos esquecer o que aconteceu conosco. Não vamos esquecer do papel que cada ator social desempenhou durante cada dia de 2011. Não vamos esquecer, principalmente, que temos direito ao piso salarial nacional, que não está sendo pago pelo governo do estado. A partir de fevereiro começaremos a receber a remuneração total em forma de subsídio. Trata-se de uma remuneração aquém do piso a que temos direito. E a cada mês do ano devemos apresentar para a sociedade a diferença entre o que estamos recebendo e aquilo que deveríamos receber, para que cada cidadão mineiro saiba o quanto estamos sendo confiscados nos nossos direitos.

É possível que ao final do atual governo de estado, feitas as contas do não pagamento do piso, haja uma perda individual acumulada entre R$ 20 mil e R$ 200 mil. É este o tamanho da perda que os 400 mil educadores de Minas estão sendo vítimas em função da não aplicação correta da lei federal que instituiu o piso salarial nacional.

Essa perda causa indignação, que por sua vez deve provocar disposição de resistir e de lutar. É, portanto, com este espírito de luta, de resistência, de esperança em dias melhores, que eu deixo aqui registrados os meus sinceros desejos de um Natal e um Ano Novo com dignidade e saúde e relativa paz para todos e todas os/as educadores/as de Minas Gerais e do Brasil. Com um abraço especial para os milhares de colegas que participaram da nossa heroica greve de 112 dias.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

P.S. Quero registrar aqui também um especial abraço e desejo de um Natal com saúde e paz, e um Ano Novo com muitas conquistas e lutas para todos os que visitam este espaço de resistência. Tanta gente bonita e importante e valente que nos honra com sua visita e com os comentários enriquecedores. Que a nossa luta continue construindo a nossa unidade e a nossa busca por um mundo melhor para todos. Obrigado por tudo. (Euler)

***


Frei Gilvander:




Na Vila da Fé se vive pela fé.
Gilvander Luís Moreira[1]

Na véspera do Natal de 2011, na companhia de militantes das Brigadas Populares e do Programa Pólos de Cidadania da UFMG, visitamos a Comunidade Vila da Fé, no Morro Alto, em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte, MG. Lá 400 famílias - cerca de 2.200 pessoas - estão sobrevivendo em área de risco há 20 anos. Com as chuvas da última semana, dezenas de casas, nas encostas dos morros, estão sob ameaça de desabamento. Vários morros já desmoronaram atingindo várias casas. Várias pessoas – idosos, deficientes e doentes - foram retirados de seus casebres e levados para casas de parentes, que, também pobres, não agüentam mais peso nas costas. Alguém da Defesa Civil esteve no local e disse que as famílias devem sair, mas não ofereceu nenhuma alternativa digna. “Aqui não dá para dormir em paz. Outro dia, enquanto a gente dormia, o morro desabou aqui ao lado da nossa casa. Sair para onde? Não temos alternativa. O prefeito de Vespasiano, o sr. Carlos Moura Murta (do PMDB) apareceu aqui na época da campanha, disse que iria construir casas decentes para o povo daqui, mas nunca mais pôs o pé aqui”, desabafa Neide, moradora da Vila da Fé.

Ao ouvir jornalistas da grande imprensa dizer/escrever: “A chuva está castigando Minas Gerais. Já são 24 municípios em estado de emergência” (“Informe” de 22/12/2011), fico irado, porque a chuva é benfazeja, cai sobre bons e maus, é reflexo da bondade de Deus. A chuva não castiga e nem desabriga ninguém. Quem castiga e desabriga é o sistema capitalista – e os seus executivos - que descarta as pessoas. A Chuva apenas desnuda a tremenda injustiça reinante. Normalmente quem mais sofre com “as chuvas”, digo, com a injustiça social, são as famílias que tiveram seus direitos humanos - direito à moradia, ao trabalho, à educação - desrespeitados por pessoas que adoram o deus capital.

Como ironia da história, a Vila da Fé está a 600 metros da Cidade Administrativa, o suntuoso palácio do governador de Minas. Quem passa na BR – indo ou voltando do aeroporto de Confins - observa a suntuosidade da Cidade Administrativa, mas não imagina que ali atrás, quase nos fundos, “no quintal”, há 400 famílias injustiçadas clamando por respeito aos seus direitos humanos. “O governador é nosso vizinho aqui, mas nunca veio aqui nos visitar. Pensam que não somos gente, que somos cachorros”, desabafa dona Maria, que é faxineira na Cidade Administrativa.

Na Vila da Fé, além de centenas de casas estarem em encostas, um riacho não canalizado sempre transborda com a chuva e inunda casas que estão à sua beira. “Quando chove, quem está dentro não sai e quem está fora não entra. A única forma de comunicação é pelo celular. Se alguém passa mal, é muito difícil prestar socorro”, alerta Lucas, um líder comunitário.

Nenhuma família, com renda de 0 a 3 salários mínimos, recebeu casa pelo Programa Minha Casa Minha Vida em Belo Horizonte e nem em Vespasiano. “Em Vespasiano já construíram 273 casas, mas parece que vão entregar só na véspera da campanha eleitoral”, afirma André, outro líder comunitário.

Na entrada da Vila da Fé há uma pequena e bonita placa: “Bem vindo à Vila da Fé!” Podemos acrescentar: onde se vive pela fé.

Até quando o prefeito de Vespasiano, o Governo de Minas, o Governo Federal e a classe dominante vão continuar pisando na dignidade de tantas famílias? E a sociedade - pessoas de boa vontade - até quando vamos nos omitir e tolerar essas injustiças?

Assista, nos links, abaixo, reportagem amadora, com gravação em celular, feita por Gilvander Moreira, assessor da Comissão Pastoral da Terra - CPT.

1) Vila da Fé no Morro Alto em Vespasiano, MG - 400 famílias em área de risco - 22/12/2011.

http://www.youtube.com/watch?v=yNFeQZkWosg

2) Vila da Fé - 2a parte - no Morro Alto em Vespasiano - 400 famílias em área de risco - 22/12/2011.

http://www.youtube.com/watch?v=RWTlYC6IxWI

3) Vila da Fé - 3a parte - no Morro Alto em Vespasiano - 400 famílias em área de risco - 22/12/2011.

http://www.youtube.com/watch?v=4GgkSn8Qotk

Belo Horizonte, 24/12/2011.

[1] Frei e padre carmelita; mestre em Exegese Bíblica; professor do Evangelho de Lucas e Atos dos Apóstolos, no Instituto Santo Tomás de Aquino – ISTA -, em Belo Horizonte – e no Seminário da Arquidiocese de Mariana, MG; assessor da CPT, CEBI, SAB e Via Campesina; e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br – www.gilvander.org.br – www.twitter.com/gilvanderluis - facebook: gilvander.moreira

Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.
e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br
www.gilvander.org.br
www.twitter.com/gilvanderluis
Facebook: gilvander.moreira
skype: gilvander.moreira


153 comentários:

  1. Com a saída do Haddad para concorrer ao pleito municipal em SP, está cogitado para assumir o seu lugar o Aloiso Mercadante.

    Como diz um amigo: "É a raposa cuidando do galinheiro".

    ResponderExcluir
  2. MUITO OBRIGADO, CAMARADA EULEU!
    FAÇO DE SUAS PALAVRAS AS MINHAS PALAVRAS"
    QUE DEUS LHE DÊ E NOS DÊ MUITA FORÇA PARA SUPERARMOS NOSSAS INDIGNAÇÕES!
    MAS, PODE TER CERTEZ, DEUS É JUSTO! ELE TARDA MAS NÃO FALTA!
    A NOSSA ESPERANÇA É INCOMENSURÁVEL!
    UM ABRAÇO A TODOS!

    DALBER AUGUSTO
    VIRGINOPOLIS/MG

    ResponderExcluir
  3. Um grande abraço companheiro Euler !
    Seus textos enchem nossa alma de contentamento e nos faz acreditar que nossos sonhos serão realizados!
    Muito obrigado por transformar nossas vidas com sua inteligência e espírito vencedor!
    Força na luta sempre companheiro!
    André buzina.

    ResponderExcluir
  4. EULER, FELIZ NATAL E ANO CHEIO DE PAZ NO CORAÇÃO.
    QUE DEUS LHE DÊ FORÇAS E SAÚDE.VC NOS FEZ UM BEM ENORME ESTE ANO COM SUAS PALAVRAS DE ESPERANÇA.
    QUE 2012 POSSAMOS VOLTAR COM FORÇAS RENOVADAS PARA ENFRENTAR TODO ESSE DESCASO COM NOSSA PROFISSÃO.
    BJS NO CORAÇÃO.
    MARCIA/CARANGOLA

    ResponderExcluir
  5. Feliz Natal e um Próspero ANO NOVO (Sem o piso). Mas tudo bem, a guerra ainda não acabou, a vitória está mais perto do que nunca. Abraços a todos os professores e cidadãos mineiros cansados mas não abatidos....

    ResponderExcluir
  6. Por que será que tiraram o Senador Cristóvam Buarque do Ministério da Educação - por telefone - e, agora, com a nova mudança não o colocam novamente? Ele é "persona non grata" nesta pasta.

    Com certeza a nossa realidade seria outra tendo-o como ministro. Poderíamos comemorar, com certeza, o nosso piso na carreira. Não sendo possível isso, no momento, comemoremos a alegria do nascimento de Jesus - mestre e amigos dos pobres, perseguidos, humilhados e empobrecidos... como nós educadores! Comemoremos também a descoberta de que somos muitos os indignados com a situação instalada neste Estado.

    Obrigado a todos que aqui se manifestaram. obrigado ao companheiro Euler que, em nenhum momento, perdeu o equilíbrio tão importante nos grandes comandantes.

    Um abraço a todos, estendendo-o aos milhares de sofredores deste país, solidarizando-me com tantos que, nesta época de tanta chuva, não têm onde se abrigar com dignidade.

    FELIZ NATAL e que no próximo ano, estejamos aqui celebrando muitas conquistas.

    Joaquim - Professor de História - E.E. Edite Furst

    ResponderExcluir
  7. Preocupa-me a candidatura de haddad. Se paulistas e paulistanos elegeram o palhaço tirica com uma campanha estúpida,debochada e desrespeitosa imaginem o que farão com o ministro com cara de galã de novela da rede obolg.Tomara que caia antes!

    ResponderExcluir
  8. Soraya, Bom Sucesso escreveu:

    Recebi a seguinte mensagem do Dep. Duarte Bechir: "Natal é tempo de paz, de felicidade de fé e de boas recordações. Que você possa ter a alegria de viver um Natal em sua plenitude e um Ano Novo cheio de esperanças, solidariedade, compreensão e amor!
    Receba o mais caloroso e fraterno abraço,

    Encaminhei a ele o seguinte e-mail:"Ao receber sua mensagem de Natal fiquei surpresa com sua coragem ao desejar paz, felicidade e esperanças a uma professora após ter votado a favor do governo, tirando nossa paz e a possibilidade de felicidade e nos deixando totalmente sem esperanças de um salário mais digno e condizente com nossa árdua profissão tão desvalorizada e massacrada por todos, principalmente pelos governantes que fazem questão de burlar nossos direitos".

    Ele me enviou a seguinte resposta: "Sra. Professora, acuso recebimento de sua correspondência, com referencia ao envio de felicitações por ocasião das festas de fim de ano. A escola é sem dúvida onde aprendi a ler, escrever e principalmente as noções básicas da boa educação. Ao me cumprimentar a professora demonstra o equivoco que paira entre a classe, que prefere acreditar numa direção sindical totalmente comprometida com um partido político, fazendo prévio julgamento, como também condenando, sem mesmo antes de ter verificado o conteúdo da matéria aprovada. Todos os direitos como, pó de giz, quinquênio e demais vantagens foram preservados. Continuam as promoções por tempo/avaliação e capacitação. Os contra cheques, como o tempo vão mostrar quem está mentindo hoje. No futuro, teremos a candidatura da Srta. Beatriz Cerqueira e assim terás a oportunidade de eleger uma representante que fale SOMENTE a verdade e represente também o partido a qual está devidamente filiada".

    ResponderExcluir
  9. Soraya, Bom Sucesso continua

    E hoje respondi o seguinte: "Exmo. Sr. Deputado;
    Se é V.Exa. que reconhece que aprendeu a ler, escrever e noções básicas de boa educação, na escola, percebe que o professor vem assumindo até funções que não são suas, uma vez que a introdução de noções básicas de educação é função da família. Contudo, minha intenção não foi de ofendê-lo, mas esclareço que sou capaz de ministrar conteúdos acadêmicos, também sou capaz de interpretá-los e de interpretar o contexto que me situo. Não sou um ser alienado que precisa de direção sindical,ou qualquer outra instituição para formar minhas opiniões. Ademais, fico feliz em saber que poderei votar em candidata comprometida com a profissão que garante meu sustento, forma meus alunos e embasa a criação dos meus filhos".

    Obtive a seguite resposta:
    "Este meu endereço eletronico sempre estará a sua disposição, e posso notar que quanto aos esclarecimentos a cerca da nova lei remuneratória não pode fazer nenhum comentário, tendo realmente formado sua opinião acerca das informações do sindicato. Sou de Campo Belo, muito próximo a Santo Antonio do Amparo, e nunca escondi minha opinião a respeito de nenhuma matéria, e assim sendo, no momento certo, preferivelmente após os novos pagamentos e devidos conhecimentos da matéria, estarei a disposição para o melhor debate.
    No ano de 2011, aprovamos diversas leis que melhoraram a vida dos mineiros e meu trabalho na Casa é por todos reconhecido, como um Deputado comprometido com as principais demandas, em especial as regionais. Sua avaliação será para mim levada em consideração, esperando o mesmo de sua parte".

    Devemos responder as mensagens de Natal enviadas pelos deputados INIMIGOS DA EDUCAÇÃO, para demonstrar nossa indignação.

    Um abraço!
    Soraya.

    ResponderExcluir
  10. Que você, amigo, lutador e defensor constante "dos de baixo", um grande abraço, feliz natal e próspero, muito próspero ano novo. Que o seu e o nosso ano seja realmente novo em todos os sentidos, com as ações judiciais a que temos direito, as ações populares, as passeatas, a greve da CNTE, e a nossa constante luta contra os inimigos da educação. Vamos ganhar sim, amigo Euler, na justiça federal no ano que vem, tenho certeza disso. Os indícios a nosso favor são inúmeros e positivos. Tenho certeza que o sol da liberdade vai brilhar no céu da pátria e também aqui na nossa "pátria" (já que a constituição federal aqui não existe acho que Minas é uma segunda pátria). Acho que nem tudo foi perdido, afinal, ganhamos (ou pelo menos acho que ganhamos) um terço extra-classe. E mesmo que as ações judiciais nos dê a derrota no ano que vem e o subsídio seja tido como constitucional e caso os juízes federais entendam que o subsídio atende a lei do piso, vamos brigar para que o seu reajuste seja na mesma porcentagem do reajuste do piso. Ou seja, as lutas vão continuar, com certeza vão continuar. Mas saibam, o governo e todos, que faremos de tudo e sem medirmos nossos esforços para termos o nosso piso na nossa carreira (lei 15.293/2004). E isso será até a última gota de sangue a exemplo de nosso senhor e salvador, Jesus Cristo, que derramou seu sangue para remissão dos nossos pecados. Portanto saudemos o nascimento do verdadeiro rei e até o próspero 2012!

    Lobo Guará Zona da Mata

    ResponderExcluir
  11. http://www.viomundo.com.br/politica/debate-a-privataria-tucana-e-o-silencio-da-midia-2.html

    Este endereço é um video do debate sobre o livro de Amaury Jr, muitas questões importantes sobre o governo que nós enfrentamos!

    Feliz natal a todos e um ano novo de luta e conquista para os educadores de MG, grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Meus respeitosos parabéns a SORAYA de Bom Sucesso, é assim que se faz. Você deveria pedir pra ele explicar direitinho a remuneração dos professores baseada no subsídio e aí ele iria ficar pirado pois ele não deve saber nada do que votou naquela noite tenebrosa. Tenho certeza que ele votou o AI 5 sem ler........ A resposta sua foi ótima SORAYA, mas a nossa, nas eleições de 2014 será ainda melhor.

    ResponderExcluir
  13. Candidatos Inimigos da Educação
    Relembrando...
    CÁSSIO SOARES
    PRTB
    Passos e região.


    O deputado não tem absolutamente nenhuma expressão política na ALMG. Para agariar emendas tem passado seu mandato em estado de subserviência cega ao executivo, não atendendo os interesses do estado e da população mineira, mas, apenas os caprichos do governador. Foi a forma encontrada para garantir sua “fatia do bolo”.

    FABIANO TOLENTINO
    PRTB
    Divinópolis, Carmo do Cajuru e Belo Horizonte.


    Sua atuação na ALMG é marcada pela subserviência ao executivo. O deputado desconhece a maioria do conteúdo dos projetos que vota. O voto contrário a educação rendeu ao deputado a indicação da Superintendente de Ensino de Divinópolis. Portanto, mais do que nunca qualquer problema em escolas estaduais na região deve ser atribuído ao deputado, que será o responsável pela indicação da SUPERINTÊNDENCIA DE ENSINO DE DIVINÓPOLIS.

    ResponderExcluir
  14. Boa noite, pessoal ! Aproveito a oportunidade de deseja a todos um Natal leve e tranquilo, pois não sei como esta nas escolas que trabalham, mas em que trabalho, estamos sendo sugados, avaliados, reprimidos, ameasados, enfim triste, muito triste. Acabou nosso prazer, acabou nosso estimulo, só não acabou nossos sonhos e é por ai que iremos recomeçar. Um Natal cheio de luzes a todos e em especial a você Euler, que tanto nos ajuda e orienta. Abraços

    ResponderExcluir
  15. Muito obrigada, Prof. Euler e mais uma vez, parabéns pelo texto.
    E que todos nós tenhamos um Natal de Paz e um 2012 de alegrias. Mesmo com todas as dificuldades que possamos passar, ainda assim, não podemos deixar que nossas esperanças se percam.
    E que este BLOG continue sendo o ELO da CORRENTE do bem que se formou pelas Gerais. Nós nos tornamos mais fortes a partir dele!
    Felicidades e muitas alegrias para todos !

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  16. Ei deputado Duarte Bechir,

    Depois do papel ridículo que fez na assembléia ainda vem afrontar a inteligência do professor?

    ResponderExcluir
  17. Assim que o primeiro contra cheque chegar vamos envia-lo para o deputado Duarte com o calculo do mesmo profissional em forma de piso salarial para mostrar a perda que estamos tendo,quem sabe assim ele aprende a fazer calculo,pois acho que ele nao aprendeu na escola.Aposto que o que entra no seu bolso ele sabe se teve perda ou nao.

    ResponderExcluir
  18. Sub-Comandante Euler,

    Feliz Natal e um excelente Ano Novo pra você!

    Paulo Andrade - Barreiro-BH

    ResponderExcluir
  19. A superintendente de ensino de Sete Lagoas é indicação de Duilo de Castro. Seria a irmã dele, mas como ela desviou o dinheiro da escola onde era diretora e prendia os alunos no banheiro ameaçando-os de morte,conseguiu um premio também na superintendencia, alegando estado de depressão. Tudo que fez é porque estava deprimida. MInha indignação.

    ResponderExcluir
  20. João Paulo Ferreira de Assis23 de dezembro de 2011 10:39

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Euler

    Prezados companheiros de luta

    Desejo a todos um Natal e um Ano Novo repleto de felicidades, e que neste ano que está prestes a iniciar-se venha a vitória que tanto esperamos.

    Professora Soraya de Bom-Sucesso, aceite meus cumprimentos. Pena que nenhum deputado governista me enviou cartão de natal. O fato de eu ter irmã que trabalha na Assembleia e minha família ser toda governista talvez tenha contribuído para tal, pois eu sou conhecido como ''do contra''. E eles até já devem ter sido alertados. Mas se fosse o caso eu devolveria o cartão com uma resposta bem incisiva, tal como a da prezada colega. E ainda enviaria cópia do cartão, com a minha resposta para a Dona Gazzola, com um pequeno comentário.

    Saudações, e até a vitória.
    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  21. Bravo guerreiro de vespá, valentes guardiões do sonho...

    Quero externar todo o meu orgulho de pertencer a um grupo de educadores que não se entrega jamais. Que segue em frente e segura o rojão, apesar dos pesares, porque apesar do filho do capeta, amanhã há de ser outro dia...

    Com certeza levaremos adiante toda e qualquer estratégia para desmascarar a aparencia de "poliana" do governador e arrancar de ves o direito daqueles que fizeram a opção pelo vencimento básico, pelo Piso Salarial Nacional.

    Minas gerais é o nosso estado, é de todos os mineiros e lutaremos para impedir que monstros sem alma e nem coração saiam de suas zonas abissais para se apropriarem destas minas gerais como se tratasse de seus vasos sanitários.

    Euler, figura... Obrigado pelo espaço e pelo seu incurável otimismo, sempre nos encorajando. Um feliz e abençoado natal a você e toda a sua família (alías, deve ser muito parecida com a família do nazareno, simples e profunda). Boas festas também aos meus adoráveis mestres que visitaram essa manjedoura no intuito de contribuir com a construção de um mundo melhor.

    A TODOS DO NDG, FIQUEM COM DEUS...

    (tenho a ligeira sensação que iremos precisar para supotar a jagunçada do governo).

    ResponderExcluir
  22. Euler, o maior ganho de 2011 para nós foi descobrir um ser humano como você, com certeza foi nosso maior presente, sua simplicidade, carisma, companheirismo, dedicação, INTELIGÊNCIA é admirável. Se não fosse a greve não teríamos conhecido-o.Que JESUS renasça em sua vida, sua família, mantendo tudo de melhor que existe em você. Apesar da adversidades, será um NATAL FELIZ, estamos com JESUS, saúde e dignidade e portanto prontos para as batalhas da vida sejam quais forem. Tenha Um NATAL iluminado e 2012 cheio de conquistas. "Obrigada Senhor pelo nosso amigo EULER".
    Luzia Gomes (NDG de TARUMIRIM)

    ResponderExcluir
  23. Alguém sabe quando sai a resolução 2012?

    e a resspeito do 1/3, como ficará para 2012? ele pagará 2 aulas a mais,ou será cargo de 16 aulas?

    alguém poderia me explicar?

    abraços e feliz natal a todos.

    ResponderExcluir
  24. Euler,que Deus, em sua infinita bondade,abençoe e encha de paz nossos corações em todos os dias que irão nascer.

    São os sinceros votos de sua admiradora.

    Helena, Vale do Jequitinhonha.

    ResponderExcluir
  25. Duarte Bechir,

    Quem não te conhece que te compre!
    Não tente explicar o que não tem explicação: sua canalhice, seu preço, sua falha moral e sua hipocrisia me assusta!
    Se as vantagens e a carreira foram "preservadas" por que votar um projeto a toque de caixa, por "trinta dinheiros", e mudá-las? Ora, bastaria que você, como legislador e representante do povo mineiro, do sul de minas, de Campo Belo, dos direitos dos cidadãos, incluídos aí os Professores, reivindicasse simplesmente, a aplicação da Lei que é Federal, e não que, "maquiasse" esta mesma lei, assim como você maqueia sua fala para tentar negar que traiu, enganou e sonegou os Professores Mineiros!

    Antônio Carlos - Sul de Minas

    ResponderExcluir
  26. Também fico indignado com a postura do governo sobre a educação de Minas Gerais. A educação é o que leva o país para frente, por isso que todos devem se unir contra o governo.Garanto que minha escola também estará lutando.
    Desejo sorte com a luta contra o governo, e também um ótimo Natal e um próspero ano novo! Parabéns pelo seu blog.(Marcus Vinicius aluno de Izabel/Geografia) E.E Maria de Lucca Pinto Coelho. Manhuaçu Minas Gerais!

    ResponderExcluir
  27. Aluna:Jorlene Série:8º ano Vermelho
    Escola: Maria de lucca Manhuaçu/mg
    Professora :Izabel/Geografia
    Eu acho a luta dos professores justa,porque se você LUTA por uma coisa você não vai desistir,e é isso que eles estão fazendo!
    ANASTASIA congelou o salario dos professores ate 2015 com subsídio 2. Isto é imoral e nos não aprovamos.Nossos professores merecem salario justo.

    ResponderExcluir
  28. Aluno:Daniel Serie:8º Ano Vermelho
    Escola:Maria De Lucca Pinto Coelho Manhuaçu MG
    Professora: Izabel/Geografia.

    Eu apoio os professores. Sou contra o Anastasia

    ResponderExcluir
  29. No comentário do deputado acima em resposta a companheira Soraia, porque no dia 23 de novembro ele não justificou seu voto perante todos e também os outros 50 não o fizeram. Ele diz que aprendeu a ler e a escrever, mas por que naquele dia fatídico eles não expressaram sua opinião.
    Euler força, e gostaria que contasse comigo caso fosse entrar na justiça contra esse desgoverno.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  30. EULLER,

    OBRIGADA POR TUDO QUE VOCÊ FEZ PELOS EDUCADORES EM M.G.
    OBRIGADA POR TUDO O QUE VOCÊ É.
    DIA 31/01/12 O ANASTASIA VIRÁ À SÃO JOÃO DEL REI PARA A INAUGURAÇÃO DE UMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL À QUAL EU VOU TRABALHAR, NO BAIRRO DO TIJUCO.
    VOU TER QUE ENGOLIR À SECO A PRESENÇA E AS PALAVRAS DELE...NÃO ACREDITAMOS NELE, NÃO O QUEREMOS COMO NOSSO REPRESENTANTE...QUEM SABE AS PESSOAS QUE VOTARAM NELE, NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES, SE CONSCIENTIZEM MAIS DA BESTEIRA QUE FIZERAM? É UM PEDIDO PARA DEUS, POIS ESSE TIPO DE POLÍTICO COMPRA A MENTE DAS PESSOAS E NÃO DEIXAM COM QUE ELAS REFLITAM ADEQUADAMENTE!

    PAZ E SAUDE PARA VOCÊ. QUE DEUS LHE PROTEJA E LHE RESERVE MUITAS FELICIDADES HOJE E SEMPRE!
    ABRAÇÃO CARINHOSO!
    VANDA

    ResponderExcluir
  31. Duarte Bechir

    Se tudo que escreveu para nossa colega não for verdade vc terá terá que comer meu contracheque. Me aguarde.

    ResponderExcluir
  32. Eu sou a favor dos professores porque eles dão duro na escola para ensinar os alunos e chega no final do mês eles recebem uma merreca. Quem é professor só está na profissão porque ama, porque se fosse pelo salário não teríamos professores. Esse governo não tem vergonha na cara e ainda tem a cara de pau de falar que não tem dinheiro. Sou a favor dos professores e contra o governo.
    DESEJO UM FELIZ NATAL A TODOS E UM PRÓSPERO ANO NOVO.
    /Amanda Venâncio / Escola Maria De Lucca Pinto Coelho /Aluna da professora Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  33. Não sou contra a greve dos professores, acho certo a luta deles. O governo não tem vergonha na cara, não investe na Educação. Existem muitas crianças sem estudar em Minas Gerais. Todos contra Anastasia.

    aluna.

    ResponderExcluir
  34. Eu apoio os nossos educadores, pois bilhões de reais foram tirados do nosso bolso. O governo só apoia os de cima, enquanto eles têm do bom e do melhor muitos não têm o que comer.
    Fora Anastasia! Para de só prometer e cumpra o que fala.

    Aluna: Nara.
    Professora Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  35. Euler,muito obrigada e que você e sua família também tenham um FELIZ NATAL e um ANO NOVO realmente novo, onde a justiça e a honra prevaleçam;principalmente entre os que de alguma forma apoiaram nossa tão sofrida, porém persistente classe.
    Obrigada pelo espaço e por nos revigorar em cada momento dessa tormenta.
    Feliz Natal aos bravos guerreiros.Muita paz e serenidade...
    DEUS nos abençoe.
    Paula

    ResponderExcluir
  36. Deputado Bechir, alôuuuuuuuuuuu?

    Nosso piso Nacional na Carreira não é para ser reconhecido no futuro, era para ser aplicado em 2009 e reconhecido "ontem"! Alôuuuuuuuuuu?
    Se você quer "ver uma comparação" com esse ridículo sub., basta dar uma olhadinha aqui no Blog do nosso querido Prof. Euler!
    Tá tudo explicadinho, tim-tim por tim-tim: até para quem não teve um bom professor, como você, pode concluir que foi um golpe dado aos Professores Mineiros!
    Ôoo raça!

    ResponderExcluir
  37. duarte bechir, em minúsculo mesmo, como vc o é, seu desprezível! Vc terá q. comer o meu contra cheque juntamente com aquele do anônimo de 13:55. Sou aposentada e nossos votos nunca mais. FORA MALDITO PSDB e sua corja corrupta. Vcs não estragarão o nosso NATAL de AMOR, SOLIDARIEDADE, GRATIDÃO, HONESTIDADE E LOUVOR A JESUS. Somos pobres em dinheiro porquê um país q. tem de tudo para todos em abundância é desgovernado por " détraqués" q. se julgam acima do SENHOR DA HISTÓRIA. Apesar de tudo rogo ao PAI q. tenha misericórdia de pessoas como vs deputados de MG e brilhante camarilha q. seguem "os deuses" aébrio e o adiposo"..Vcs são uns infelizes!!!!!

    ResponderExcluir
  38. Euler sou aposentada e segui pelo seu blog nossa luta que não foi inglória. Há um SENHOR que tudo vê, tudo sabe e nos ampara. Desejo a vc e a todos os profissionais conscientes do papel social q. desempenham na educação, desta triste e mal governada MG, um NATAL de paz, luz e esperança em dias melhores. Vc foi e continua sendo um colega do bem com sua fibra e caráter de homem honesto. Precisamos de homens como vc. Gde abraço e até a vitória.

    ResponderExcluir
  39. Boa tarde a todos os amigos do NDG/NDE.
    Boa tarde amigo Marechal Euler NDG/NDE.

    Aos meus meus alunos, muito obrigada pela manifestação. O apoio de vocês, com certeza, é essencial para todos nós, educadores. Vocês são a nossa motivação.

    UM FELIZ NATAL A TODOS VOCÊS, AO AMIGO EULER E A TODOS OS COMBATIVOS AMIGOS DESSE BLOG. QUE EM 2012 POSSAMOS TER MUITAS ALEGRIAS.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  40. DESEJO A TODOS OS PROFESSORES DE MINAS GERAIS UM FELIZ NATAL, CHEIO DE PAZ E ESPERANÇAS, QUE O MENINO JESUS POSSA NOS ABENÇOAR EM TODOS OS DIAS DE 2012.

    ResponderExcluir
  41. Como pode estes canalhas afirmarem que o AI5 será bom para os professores? Sabemos fazer conta,seremos roubados,perderemos tanto dinheiro...Claro que isso já acontece há muito tempo,são anos e anos perdendo.Costumo dizer que perdi uma casa,e agora perderei outra.Façam as contas e verão o quanto perdemos,sempre nos empurram para trás,como se tivéssemos que pagar por toda roubalheira,toda incompetência administrativa dos governos,principalmente os 15 ou 20 anos dos neoliberais do PSDB.
    Apesar de tanta dor,revolta prefiro acreditar
    que a justiça verá como estamos sendo injustiçados.
    FELIZ NATAL A TODOS E QUE VENHA 2012 PARA NOS TRAZER COISAS BOAS...

    ResponderExcluir
  42. Euler, Feliz Natal ,e que você continue nos amparando com seus textos deliciosos ,que nos põe a par de tudo que acontece com a nossa categoria. Apesar dos pesares um 2012 maravilhoso para você e os colegas do blog.AHHHHHHHHH Dalmo Ribeiro inimigo da educação no sul de minas, abre o olho Ouro Fino.
    beijo a todos.Tânia

    ResponderExcluir
  43. Euler, hoje estou escrevendo só para desejar a você e sua família um Natal cheio de paz, amor e felicidades, que Deus em sua infinita bondade lhes abençõe.Quero também lhes desejar um 2012, mais feliz, tranquilo e que Deus continue lhe iluminando, para que neste ano que entrará , você possa ter a mesma capacidade de nos proporcionar força e vontade de lutar.Que Deus lhe ilumine.Abraços.Clarice

    ResponderExcluir
  44. Boa noite colegas,

    Em primeiro lugar parabenizar o amigo Euler, sempre combativo, esperançoso e presente aqui conosco. Obrigado por esse espaço!
    Aos colegas NDG's de todo o estado, meu abraço fraternal a cada um, pois, com nossa luta abrimos várias fronteiras a princípio intransponíveis, nossas aulas de cidadania, ética e de solidariedade deixaram marcas em nossos alunos e nas comunidades escolares.
    Muitas foram as conquistas. Houve muita aprendizagem.
    Ainda haverá muita luta. Preparemo-nos.
    Mas não esqueçamos jamais daqueles(as) que direta ou indiretamente lutaram contra nós. A alguns devemos perdoar e conscientizá-los, a outros, porém, desmascará-los perante à sociedade.
    É verdade que o nosso Natal não será o mesmo de outros anos, deixaremos de presentear nossos entes queridos, deixaremos de viajar com nossa família, mas não deixaremos contudo, de estarmos juntos, de realizarmos nossa ceia modesta e humilde compartilhando nossa amizade e celebrando nossa saúde e fé.
    Deixo aqui meu abraço a todos(as) colegas expressando minha admiração e respeito a todos(as) que lutam e lutaram pelos nossos ideais.
    Fiquem com Deus e que Ele derrame suas bençãos milagrosas em cada família. Amém!

    Prof. Romeu - Caratinga

    ResponderExcluir
  45. Caro Euler
    Desejo a você, seus familiares e a todos os NDG's, muita saúde, paz e tranquilidade para que em 2012, possamos ter mais força para lutar com mais. Feliz Natal e Feliz ANO NOVO.Obrigada pelo seu blog.

    Eliane - Itabirito

    ResponderExcluir
  46. AOS QUERIDOS(AS) COLEGAS DO BLOG DO EULER,

    AMOR,

    PAZ,

    FELICIDADE,

    SAÚDE,

    CORAGEM,

    PERSISTÊNCIA,

    DETERMINAÇÃO,

    SIMPLICIDADE,

    VERDADE,

    E DEUS NO CORAÇÃO!

    VENCEREMOS!

    FELIZ NATAL E ÓTIMO 2012!

    ResponderExcluir
  47. Muito bonita a manifestação de apoio de alufnos que reconhecem a importância do professor da REDE PÚBLICA DE MG. Vcs caros alunos tem direito a uma Educação gratuita de qualidade com prof. bem remunerados, bom material didático, e transporte dígno e seguro. Isto não é favor. É o DIREITO de vcs. Certamente os pais de vcs pagam IMPOSTOS. Gostaria de ver a ação dos PAIS contra este desgoverno que priva seus filhos de um boa escola. A propaganda mentirosa tem que acabar. Senhores PAIS entrem na luta! Cobrem dos poderes este direito previsto na Constituição. Seus filhos v'ao ficar com a sucata como querem os deuses que nos desgovernam. Alunos e pais sejam unidos e cobrem respeito aos seus direitos.. Feliz Natal a vcs e familiares.

    ResponderExcluir
  48. Olá. Professor Euler e
    Queridos membros do NDG,
    BOA NOITE!

    Por acaso vocês leram a carta enviada aos servidores pela SEE/MG, assinada por ANA LÚCIA GAZZOLA, falando dos avanços da educação mineira, graças ao empenho de professores, especialistas, diretores e inclusive, falando da "maravilha" que será o Subsídio 2? Está disponível no site da educação www.educacao.mg.gov.br - quem não leu, leia e e tire suas conclusões . Haja estômago!!! Será que esse povo pensa que professor é analfabeto? Que não sabe fazer contas? AFF!!!

    ResponderExcluir
  49. Bravíssimo Euler, obrigada pelas palavras. Elas nos mantém sempre alerta e ao mesmo tempo renovam a nossa fé em uma luta que extremamente dígna e verdadeira.
    Boas Festas para você e seus colaboradores. E que o próximo ano seja de muitas conquistas... Amém

    ResponderExcluir
  50. Querido amigo Euler e educadores de Minas Gerais
    Quero desejar a todos vcs um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de paz, saúde e esperança..
    Nós somos pessoas decentes, dignos....
    Aos 51 deputados inimigos da Educação o nosso desprezo. Em 2014 daremos nossa resposta nas Urnas...
    Que venham os candidatos á deputado, governador e presidente. Aguardem as respostas dos educadores mineiros.
    Abraços...Prof. Nilza de Araxá

    ResponderExcluir
  51. Euler, desejo a você e todos os familiares um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de saúde, paz, alegrias e que todos os seus objetivos se concretizem em todas as áreas da sua vida.

    ResponderExcluir
  52. "Todas as crianças precisam ter a mesma chance. Elas não podem ser discriminadas só porque nasceram em uma cidade muito pequena ou porque os pais são pobres e vivem em uma área de periferia. Elas devem ter a chance de estudar em escolas que são iguais às melhores escolas do país. Todas as escolas devem ter o mesmo padrão. Todos os professores e professoras devem ser formados(as) em universidades e cursos com a mesma qualidade. Isso é possível. Se você vai em uma agência do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal, em qualquer cidade do Brasil, o padrão de atendimento e de serviço é o mesmo; são instituições que mostram que o Estado brasileiro tem capacidade de gerar organizações que funcionam. Assim deveria ser também com as escolas. Professores e professoras bem remunerados(as), com meios de trabalho e ambiente adequados. Livros, currículo, computadores, tudo para ajudar a ter o mesmo padrão e a formar as crianças oferecendo-lhes a mesma chance. Os(as) professores(as) devem ter seus salários pagos pelo governo federal, seguindo um plano nacional de educação de qualidade e a escola gerenciada pela prefeitura e pela comunidade, aberta à participação dos pais, das mães e de toda a comunidade." Cristovam Buarque, em debate no plenário do Senado Federal, 10/8/2007

    Lobo Guará Zona da Mata

    ResponderExcluir
  53. Olá Euler e todos que lêem.

    Sou carreteiro e minha esposa é professora há 19 anos. Coitado de mim , se contasse com o dinheiro dela. Na minha carreta , eu colei o cartaz dos inimigos da educação e repassei pra muitos amigos meus. Esta nossa atitude, terá que se repetir nas vésperas da eleição de 2014.
    Muitos carreteiros como eu, ficaram indignados com seu candidato, contra o nosso patrimônio educacional.
    E olha deu certo e terá mt efeito no nosso estado e no Brasil, pq acima do cartaz do inimigos da educação, eu coloquei o slogan:"AÈCIO E ANASTASIA,INIMIGOS DA EDUCAÇÂO".
    E meus dois filhos estudam na escola pública aqui em Poços de Caldas e pra vc ver, escrevem mt bem né?
    Eu ajudo a divulgar como posso e meus amigos de estrada me apoiam.
    Mas eu gostaria de colocar o cartaz dos AMIGOS DA EDUCAÇÂO. Sugere à sind ute que o faça e envie às escolas.
    Um abraço de um amigo que aprendeu a te admirar através da esposa, que fala em vc , como se o conhecesse de longas datas.
    Amauri (Gaúcho)

    ResponderExcluir
  54. Qua, 07 de Dezembro de 2011 07:42
    A Comissão de Educação do Senado Federal vai realizar, no próximo ano, uma série de debates sobre a federalização da educação e o papel dos entes da Federação (União, Estados e Municípios) no desenvolvimento da educação. Hoje a União contribui pouco com a educação básica e os Estados e Municípios, com poucos recursos, acabam lidando com a educação somente como uma questão de custos que pesam em seus orçamentos.

    A iniciativa da proposta partiu do senador Cristovam Buarque e contou com a parceria e apoio dos senadores Cássio Cunha Lima e Mozarildo Cavalcanti

    A meu ver esta greve da CNTE no ano que vem vai ser muito, mas muito bem vinda. Quando estes debates a respeito da federalização estiverem em pauta aí sim, deveremos estar lá aos milhares. E a CNTE tem que organizar isso e temos que cobrar (através de nossos sindicatos). Tudo o que os governos estaduais não vão querer é a federalização da educação pois eles ficam com a maior parte das verbas da educação para as obras faraônicas. Mas vamos lutar para conquistarmos a nossa federalização!

    Lobo Guará Zona da Mata

    ResponderExcluir
  55. Parabéns Jorlene,Daniel, Amanda Verâncio e demais alunos da prof. Izabel de Geografia que participaram do blog nos dando palavras de carinho!Vocês são especiais para todos nós professores! Feliz Natal para vocês, e a todos que passam por esse blog. Euler continue assim ILUMINADO trazendo como os pastores "NOVAS DE GRANDE ALEGRIA" para nós os "sofridos!"
    Mas a nossa alegria é Jesus que nasceu e vive e reinará para sempre! Gloria a Deus nas maiores alturas!

    EULER,FELIZ NATAL E ABENÇOADÍSSIMO ANO NOVO PARA VOCÊ!

    MARLI N.D.G DE GOVERNADOR VALADARES

    ResponderExcluir
  56. Nara obrigada pela participação! Os alunos da prof. Izabel estão de parabéns!

    Marli N.D.G de G.V

    ResponderExcluir
  57. Fátima - Professora de História - Ubá23 de dezembro de 2011 21:29

    Hoje quero utilizar este precioso espaço para agradecer.
    Agradeçer a Deus por ter se mantido do nosso lado e não nos deixado desistir, quando tudo parecia estar perdido.
    Por ter colocado o Euler em nosso caminho, um ser iluminado, que durante o martírio a que fomos submetidos em nossa Gloriosa Luta nos confortava e nos enchia de coragem. Euler Você com certeza foi o instrumento que Deus utilizou para estar conosco.
    Aos meus colegas de luta, Professores de fibra, corajosos, que me fizeram sentir orgulho de pertencer a essa classe.
    Agradecer a compreensão dos meus alunos, que na inquietude da adolescência, souberam me ouvir e me apoiar. Gostaria de dizer-lhes que ainda iremos construír um País que lhes permita viver com plenitude e sem interrupções cada etapa de suas vidas.
    Aos pais que apesar de tudo, tiveram a grandeza de entender e apoiar a nossa luta.
    O único pedido que faço a Deus neste Natal é que em 2012, faça com que o povo brasileiro, saia do estado de êxtase em que se encontra e acorde para a realidade trágica que estamos vivendo nesta rica e maravilhosa terra que Jesus nos presenteou. Que todos se unam para que juntos possamos destruír essa corja de safados, que há mais de 500 anos escraviza o povo brasileiro.

    Um forte abraço a todos e um Feliz Natal!

    ResponderExcluir
  58. Queridos colegas de luta,
    Quero desejar a todos um santo e feliz Natal e um Ano Novo de grandes realizações.
    À você Euler,o desejo de que Deus continue a iluminá-lo e capacitá-lo,para que no próximo ano nos brinde dia a dia com textos capazes de nos animar nos momentos de incertezas.Pois assim prosseguiremos firmes na luta por um futuro melhor.
    Atenciosamente,
    Magaly (Francisco Sá,MG)

    ResponderExcluir
  59. Que o nascimento do Menino Deus seja traduzido em renascimento da esperança a todos os colegas de profissão.
    Um grande abraço
    Marina

    ResponderExcluir
  60. MEU QUERIDO EULER.
    PAZ , AMOR, SAÚDE.
    MIL FELICIDADES.
    BEIJOS.

    VOCÊ E O CARA.

    ResponderExcluir
  61. Euler,

    Aproximamo-nos da noite em que celebramos a alegria e a paz!
    Mas, o que é a paz, se não, a "prática da justiça", segundo profeta Isaías? Portanto, como fomos violentados em nossos direitos aqui em Minas, espero, que a paz vivida neste Natal, nos dê forças pra fazermos o "chão de Minas e do Brasil tremer em 2012".

    Abraços

    Joaquim

    ResponderExcluir
  62. http://youtu.be/L9UTcd-MPJQ

    ResponderExcluir
  63. Carlos José - Nova Lima23 de dezembro de 2011 22:12

    Euler e colegas professores do NDG,
    Deus decidiu nos visitar e permanecer no meio de nós. Neste Natal, não esqueçam o Aniversariante, que é Jesus, e que também disse:“No mundo haveis de ter aflições.
    Coragem! Eu venci o mundo”. (Jo. 16,33b).
    Feliz Natal e que não percamos a coragem de enfrentar os nossos medos e desafios em 2012.

    ResponderExcluir
  64. A história só muda de endereço.
    texto do blog do garotinho,RJ.

    Vocês vão ler abaixo, a denúncia que me chegou de um professor estadual, que por motivos óbvios vou preservar seu nome. Os professores estão sendo pressionados, quase ameaçados a passarem de ano mesmo alunos sem nota. Estão falsificando até as notas dos bimestres anteriores para aprovar os alunos com piores notas. É ordem de Cabral e do secretário Wilson Risolia. Já confirmei com vários professores e é verdade. A ordem é aprovar todo mundo para dizer que a educação está melhorando no Estado do Rio de Janeiro:

    Olá, bom dia. Sou professor da rede estadual e gostaria de denunciar que a Secretaria de Educação vem forçando professores e diretores a aprovarem em massa, mesmo alunos sem o mínimo de condições. Estipularam um percentual mínimo de reprovação por turma, não importando aspectos pedagógicos, ou seja, se os alunos têm ou não condições de serem aprovados. Há Diretores pressionando professores para que aprovem alunos, dando até 15 pontos por Bimestre, quando o máximo são 10, para aprovar alunos. Desta forma, são obrigados a mudarem a nota de bimestres anteriores. O Governo do RJ quer melhorar os índices da educação apenas maquiando os números. Os Conselhos de Classe estão sendo feitos desta forma, sob a base de ameaças a professores por parte de alguns diretores, que chegam ao cúmulo de dizer que vão negar o que dizem caso sejam denunciados. O pior é que alunos com bom desempenho, sabendo que colegas sem condições passaram o ano sem estudar sendo aprovados, estão colocando a culpa nos professores. Uma vergonha.
    Ano que vem tem eleições, esse deve ser o objetivo do Cabral, apresentar bons índices. Se informem com o SEPE que ele irá confirmar a denúncia.

    É assim que Cabral e o economista-secretário de Educação, Wilson Risolia querem mostrar resultados: falsificando notas dos alunos e aprovando todo mundo.

    ResponderExcluir
  65. Queridos amigos do NDG e EUler apesar de tudo devemos ter plena consciência que devemos deixar o Menino Jesus fazer morada em nossos corações, devemos continuar a amar e ajudar o próximo como sempre fazemos.Ser professor é significado de amor, perseverança, coragem ,sabedoria , luta...Reforçamos esses laços com Jesus e unidos seremos sempre mais .Não conheço vocês pessoalmente mesmo assim fazem parte de minha vida.
    Merecemos um Feliz Natal e prosperidade .
    Abraços a todos.
    CELMA .

    ResponderExcluir
  66. Carlos José - Nova Lima23 de dezembro de 2011 22:40

    Euler e colegas professores do NDG,
    Em 2012, teremos 365 chances de conseguir a nossa vitória. A luta continua!

    CNTE aguarda correção do piso para 2012.
    Após algumas semanas de intensas reuniões com parlamentares, lideranças do Congresso e ministros ligados à Presidência da República, a CNTE conseguiu obstruir a tramitação do projeto de lei, aprovado pela Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados, que visava "congelar" o valor de compra do piso do magistério. Assim, para 2012, a atualização do PSPN continua vinculada ao custo aluno do Fundeb que, segundo parecer da Advocacia Geral da União, seguido pelo MEC nos dois últimos anos, ficará em torno de 22%.

    A contraditória e lamentável decisão da CFT/Câmara, tomada sob pressão de governadores e prefeitos, frustrava totalmente os desígnios de valorização do magistério, sobretudo da meta 17 do Plano Nacional de Educação. E isso corroborou a aceitação, por parte da presidência da Câmara dos Deputados, do recurso da deputada Fátima Bezerra (PT-RN) solicitando a revisão da votação da CFT. O mesmo, por sua vez, só poderá ser apreciado no próximo ano.

    Mesmo com a vitória parcial, a CNTE aguarda, até o final deste ano, a divulgação do novo valor do piso nacional do magistério, que servirá de referência mínima para os vencimentos iniciais das carreiras dos profissionais com formação de nível médio. Para a formação de nível superior, a Confederação recomenda a aplicação de 50% sobre a remuneração concedida ao nível médio, nas carreiras de magistério.

    Durante as negociações com o Governo Federal e as lideranças no Congresso, ficou decidida ainda a instalação de mesa de negociação para debater a implantação do piso e da carreira nos estados e municípios, com representações de governadores, prefeitos, MEC e trabalhadores da educação. Esse espaço deverá servir também para dirimir as dúvidas sobre a correta forma de aplicação dos recursos educacionais e, acima de tudo, convencer os gestores de que só haverá educação de qualidade com profissionais valorizados.

    ResponderExcluir
  67. E o povo começa a acordar... graças a Deus!

    Manifestantes voltam a protestar contra aumento de 61% para vereadores de BH
    Cerca de 100 pessoas fecharam duas pistas da avenida Afonso Pena, no centro de Belo Horizonte, na manhã desta sexta-feira (21), durante um protesto contra a aprovação do Projeto de Lei que eleva em 61,8% o valor dos salários dos vereadores da próxima Legislatura. Eles cobram do prefeito Marcio Lacerda o veto ao aumento, aprovado pelos próprios parlamentares, no último dia 16.

    De acordo com a BHTrans, apenas uma pista ficou liberada para o trânsito de veículos, no sentido Mangabeiras, e o trânsito ficou muito lento no entorno. Segundo a empresa que monitora o trânsito na capital, agentes da Polícia Militar estiveram no local.

    Ainda segundo a BHTrans, a manifestação causou reflexos no trânsito nas princiais ruas e avenidas do entorno. O local foi sinalizado com cones e motoristas que puderem devem evitar o trecho e buscar rotas alternativas. Por volta das 13h, os manifestantes ainda estavam no local.

    Responsabilidade
    Cabe a Lacerda vetar ou não o projeto e a decisão envolve um capital político que pode ser decisivo nas eleições do ano que vem. "Esse protesto, é uma forma de mostrar a ele que não tem ninguém bobo", bradou a estudante da UFMG Cecília Reis Aquino, uma das organizadoras da manifestação. A decisão do prefeito sobre a sanção ou o veto ao projeto que reajusta o salário dos vereadores, só deve sair em janeiro.

    Na manhã de quarta-feira (21), cerca de 50 pessoas também fecharam a avenida Afonso Pena para protestar contra o aumento.

    ResponderExcluir
  68. Aumento do salário dos vereadores

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=138744

    ResponderExcluir
  69. ANEDOTA DO MÊS



    Um elefante vê uma cobra

    pela primeira vez.

    Muito intrigado pergunta:
    - Como é que fazes

    para te deslocar?

    Não tens patas!...
    - É muito simples

    - responde a cobra - rastejo,

    o que me permite avançar.
    - Ah... E como é que fazes

    para te reproduzires?

    Não tens tomates!...
    - É muito simples

    - responde a cobra já irritada

    - ponho ovos.
    - Ah... E como é que fazes

    para comer?

    Não tens mãos nem tromba

    para levar a
    comida à boca!...
    - Não preciso!

    Abro a boca assim,

    bem aberta, e

    com a minha enorme garganta
    engulo a minha presa

    diretamente.
    - Ah... Ok! Ok!

    Então, resumindo....

    Rastejas,

    não tens tomates e

    só tens garganta...


    És Deputado de que partido?

    ResponderExcluir
  70. Euler e demais colegas,
    Bom Dia !
    Que as bênçãos do natal recaiam em dobro para todos nós , os políticos nos prejudicaram ,porém Deus nos faz cada vez mais fortes.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  71. Parabéns Amauri(gaucho)que é carreteiro esposo da professora que se indignou com a atitude dos 51 traidores deputados e anexou o cartaz dos 51 inimigos da educação em sua carreta e leva por aí "a cara suja deles"e também a cara Aércio e do Anastacia" os CAPITÃES DO MATO DAS MINAS GERAIS!
    E ainda distribuiu o cartaz para os amigos colarem nas carretas também rs."A PROPAGANDA É
    A ALMA DO NEGÓCIO" Obrigada Amauri, eu sou professora em GOVERNADOR VALADARES e agradeço seu gesto com carinho.FELIZ NATAL PARA VOCÊ TODA SUA FAMÍLIA E TODOS SEUS AMIGOS CARRETEIROS! QUE DEUS CONTINUE GUARDANDO VOCÊS DE TODOS PERIGOS NESSA ESTRADA! ABRAÇAO!

    ResponderExcluir
  72. Na calada da noite PSDB protocola representação para cassar o mandato do deputado Rogério Corrêa. Motivo, Aécio não aguenta oposição.Não suportam o deputado defender os professores. Mas o golpe não vingará! Estaremos em sua defesa Rogério Corrêa!

    ResponderExcluir
  73. Euler, obrigado por suas palavras e por seu blog que com certeza é um grande instrumento de luta. Durante todo o ano foi nele que nos encontramos quando não estávamos reunidos em atos ou nas assembléias. Você manteve e mantém a fé na luta e na conquista de nossos direitos. Muita paz, saúde e realizações para você e família. Feliz Natal e um PRÓSPERO ANO NOVO.

    ResponderExcluir
  74. Euler,

    As lutas e os combates travados nos últimos anos tem nos endurecido, mas não perdemos a ternura, e nesse sentido, gostaria de deixar um abraço fraterno em cada companheiro e companheira que visita esse espaço virtual de resistência.

    Esse ano foi intenso em aprendizados e lições. Travamos um excelente combate, sofremos uma derrota econômica colossal, o nosso ódio de classe é maior e mais dias ou menos dias a certeza de que o cipó de aroeira voltará no lombo dos opressores.

    O "pão com manteiga" almoçado por uma companheira está engasgado nas nossas gargantas, meu nobre camarada!

    Nego Velho, lhe confesso que passar o primeiro Natal sem minha pequena Clarice não está sendo fácil...mas, vamos tocando em frente.

    E sem o Negão também (Professor Luiz Carlos Martinho)! Todo dia 24 ele chegava do Norte e brindávamos a vida tomando vinho chapinha de 05 reais.

    Como diria o poeta Thiago de Mello: "Faz escuro, mas eu canto". Amigo Euler, Faz escuro, mas cantamos". Hoje, na hora da ceia, reunidos com seus familiares e amigos, os educadores mineiros, apesar de tudo, irão cantar, fazer suas orações e colocarão no melhor de seus desejos a fé na "verdadeira justiça" e na vitória final!

    Luiz Carlos Martinho, Presente!
    Clarice Radicchi, Presente!
    Agora e Sempre!

    Rômulo

    ResponderExcluir
  75. Caro Euler e colegas, Fiquei sabendo hoje da tabela que o governo se apoiará para fazer a comparação com o subsídio. Caso não tenha conhecimento, está no site do diário oficial do dia 03 de dezembro nas páginas iniciais.

    http://www.iof.mg.gov.br/

    especificamente em:

    http://jornal.iof.mg.gov.br/xmlui/handle/123456789/45786

    ResponderExcluir
  76. Nossa Guerra Santa por justiça continua em 2012! Força prá todos nós educadores e trabalhadores em gela que lutam por seus direitos naturais de sobrevivência e felicidade!! Mostramos nossa força , caímos numa armadilha( um enorme cavalo de troía recheado de deputados corruptos a mando de um governo nojento e fascista!)Vamos dar a volta por cima com certeza!!! Nada de desistir , e sim multiplicarmos nossas mobilizações! Que o Natal e o ano Novo nos serva com um rito de passagem, reflexão e descanso para os novos combates pessoais e profissionais!! Não percamos o nosso ânimo e rumo , digo Nosso Piso Salarial de direito!!! abrçs á todos avante! Manu - BH.

    ResponderExcluir
  77. Aposentada indignada. Sofri juntamente com a classe a humilhação e o escárnio impostos a nós. ESTE PAÍS É UMA MENTIRA! MG um inverdade construída por políticos do calibre de azeredo, newton, francelino, tancredo e suas heranças malditas. E agora por conta dos que votaram nesta "coisica adiposa", "raivosa", "vingativa" q. se arvora em dono da verdade estamos sofrendo esta ditadura civil. Euler penso q. a publicação dos nomes dos inimigos da educação deve ser nos 365 dias de 2012, em etapas ao longo das semanas. Estão todos se fartando da "vitória " alcançada contra nós. SENHOR É NATAL! É TEMPO DE ESPERANÇA! ATÉ QDO PAI ESTES DOENTES PELO PODER, PLENOS DE SOBERBA NOS DOMINARÃO? NÃO É JUSTO SENHOR! LIVRAI-NOS PAI DE NOSSOS INIMIGOS. LEVANTE UM JUSTO EM NOSSO SOCORRO. Caro Euler parabéns pelas ponderações que mto ajudaram. Feliz NATAl a vc e familiares. Ao seus pais meus cumprimentos por terem vc como filho.

    ResponderExcluir
  78. Bom dia a todos os amigos do NDG/NDE.
    Bom dia amigo Marechal Euler NDG/NDE.
    Bom dia amigo Rômulo (esqueci a patente rsrsrs).

    Às vezes as palavras são ineficientes para amenizar certas dores, entretanto, do Senhor vem um bálsamo quente, que consola um coração em "lágrimas".
    Que Jesus possa derramar bênçãos sem medida sobre o amigo e todos seus familiares, para que, em 2012, os amigos continuem a sorrir, apesar das saudades. A Clarice estará presente sempre, com certeza, nos corações daqueles que a amavam.

    Um grande abraço a todos os amigos.
    Um grande abraço amigo Euler - nosso herói.
    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  79. Há textos postados aqui que nos emocionam profundamente, e o texto do prof. Rômulo, certamente, emocionou a todos nós!
    Que tenhamos todos um NATAL com perspectivas de boas novas para as nossas vidas!
    Abraços "ndgerianos" a todos que fizeram a HISTÓRIA dos educadores mineiros em 2011. E que permanecem firmes na conquista dos nossos direitos!!

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  80. GRAÇA:

    Caros Colegas,

    Tempo de celebrar o nascimento do Menino Jesus.

    Tempo de dar graças por mais um ano vivido.

    Tempo bom para expressar gratidão a todos que participaram e participam de nossa vida.

    Tempo de descansar e recuperar forças e disposição para a nossa luta!

    Desejo a todos, um Natal abençoado, luminoso,

    cheio de alegrias e paz!

    Que 2012 aconteça com esperança e fé renovadas

    e que seja um novo ano bonito, com muita saúde

    no corpo e na alma!

    ResponderExcluir
  81. Quero desejar um feliz natal para o grande Euler e todos que comparilham com este blog. Quero desejar também um 2012 de muitas conquistas, o ano da reversão da grande injustiça cometida pelo governo contra os professores.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  82. João Paulo Ferreira de Assis24 de dezembro de 2011 14:03

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Euler

    Prezados companheiros de luta

    Desejo a todos um Natal repleto de felicidades e um Ano Novo cheio de vitórias.

    São os votos de João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  83. Boa tarde pessoal da luta,
    `
    Eu tentei durantes estes dias, não ficar chateado com o nosso sindicato, mas ... é impossível não ficar.
    Enquanto aqui neste Big Blog que não recebe verbas para informar, sobram desejos e votos de felicidades entre os colegas de luta, alunos, maridos solidários (grande ideia sua, Gaucho - tenho irmão caminhoneiro tb e vou propor isso a ele), o sindicato não coloca nem uma frase de incentivo ou solidariedade a esse nosso tão minguado natal!
    Acho que eles, o pessoal do sindicato, já estão comemorando! Mas há algo para comemorarmos?

    Por outro lado, sei que não é fácil, mas - penso tb naquela professora que almoçava pão com manteiga, como estará ela? -

    Quero desejar aos colegas, na medida do possível, um natal verdadeiro com o menino Jesus renascido em nós! Em especial a todos aqueles que ousaram lutar e provaram na prática, que nossa união é necessária, que ela é forte, e que nossos natais podem ser melhores sim, se quisermos!
    Que todos nós consigamos renascer mais fortes e mais unidos, termos um ano mais digno, e podermos proporcionar aos nossos alunos e pais de alunos, de toda a nossa querida Minas Gerais, o prazer e o orgulho de ser mineiro e ter uma boa escola pública.

    Um grande abraço a todos, e um bom ano, muito próspero!Em especial, ao nosso Prof essor Euler, a quem nos manteve próximos e engajados nesta luta descomunal!

    Antônio Carlos - Sul de Minas

    ResponderExcluir
  84. O ano que vem será próspero sim, eu acredito. Ações na justiça federal, greve nacional (CNTE), luta contra os inimigos da educação, congresso do sindute, debates no senado sobre federalização da educação, anúncio do reajuste do piso, eleições municipais (hum, esta sim vai ser boa pra fazermos a propaganda contra os inimigos da educação) enfim... Teremos muito a que nos dedicar com certeza e para cada atitude dessas busquemos de Deus a força necessária para sairmos do conformismo e ganharmos as ruas como os povos de outras nações. Aqui no Brasil o que ajuda estes governos autocráticos é a passividade do povo. Mas vamos mudar este cenário através de nossa luta, nossas aulas e nossa capacidade de influenciar as pessoas, vamos lá 2012 nos espera.

    Alancaster Zona da Mata

    ResponderExcluir
  85. Euler, meus sinceros agradecimentos... Desejo a voce e a todos um feliz natal!! E que o ano de 2012 possa ser o marco do reestabelecimento da nossa dignidade... um grande abraço a todos....

    Cláudia

    ResponderExcluir
  86. Estou numa correria danada,mais não posso deixar os meus amigos e a você Euler sem desejar um Natal em PAZ e ANO NOVO CHEIO DE ESPERANÇAS afinal somos uma CASSE SOFRIDA mas ninguém destrói os nosso SONHO E NEM TIRA O NOSSO VALOR
    que 2012 Chegue CHEIO DE VITORIA PRA TODOS COM AMOR E UM ENORME CARINHO E UM MILHÃO DE REALIZAÇÕES VOCÊS MERECEM .......Beth

    ResponderExcluir
  87. Euler,

    Vamos vencer.

    Quero deixar um agradecimento especial a você e ao Marcus Guerra que tanto nos ajudou.
    Feliz natal e um 2012 cheio de vitórias conquistas a todos os educadores.

    ResponderExcluir
  88. Olá caro amigo e combatente Euler e demaiis visitantes desse espaço...

    Dei uma passadinha para desejá-los um feliz natal e um próspero ano novo repleto de paz e harmonia...

    Que esse também seja um momento de retrospectiva e análise das coisas absurdas que passamos nesse 2011 e de planejamento para que o 2012 seja diferente...

    Não podemos comenter os mesmos erros do passado, temos sim que aprender com eles e buscar a nossa vitória sempre.

    felicidades a todos,

    Gilvânia, História.

    ResponderExcluir
  89. Caro Euler e companheiros,
    Meus mais sinceros votos na passagem de mais um Natal, onde relembramos a verdadeira essência da humanidade: o nascimento de Jesus.
    Que o espírito renasça no coração dos que precisam e temem à Deus, nossa força maior.
    Que 2012 seja repleto de vitórias robustas, como disse nosso Euler...
    Que seja reconhecida a categoria da educação pelos que necessitam de transparência, de verdade, de ética, de humilade...
    Que Euler sempre possa nos acompanhar, esclarecer, informar e continuar ao nosso lado, nas árduas batalhas ainda por vir.
    Que 2012 seja para todos, melhor, maior e cheio de conquistas!
    Boas Festas! Vindouro 2012! Salve nosso VB!

    ResponderExcluir
  90. A TODOS AQUELES ASSIM COMO EU QUE ACREDITAM NA VITÓRIA O UM FELIZ NATAL.
    GILSON.

    ResponderExcluir
  91. AS DIFICULDADES SÃO INERENTES À LUTA FORÇA A TODOS AQUELES PROFESSORES E PROFESSORAS QUE NÃO ESTÃO TENDO O NATAL QUE MERECEM, MAS CONFIEM NA FORÇA DA LUTA.
    FELIZ NATAL E QUE O PRÓXIMO NATAL ESTEJAMOS CELEBRADO AS NOSSAS CONQUISTAS.

    GILSON

    ResponderExcluir
  92. Estou passando aqui para desejar a todos os participantes do blog, um FELIZ NATAL e PRÓSPERO 2012.

    Continuemos firmes na luta!

    ResponderExcluir
  93. BRAVÍSSIMOS EDUCADORES, nossa batalha é muito árdua e difícil. Lutamos contra seres, que realmente não pensam em educação de qualidade, valorização de profissionais, de um país melhor, através de uma escola transformadora e formadora de caráter, dignidade e pessoas de bem. Às vezes me sinto desgastado e até sem esperanças... Não sei de onde vem, mas algo (quem sabe o caráter que meus pais de deram) me faz erguer a cabeça, olhar para meus filhos de cabeça hirta e indagar: como desistir de viver? Sim, pois quando não mais tivermos forças para defender nossos direitos, quando acharmos que nada mais há de ser feito, mesmo nesse momento de desespero, haverão familias a serem conduzidas por nós, educadores, que NÃO TEMOS O DIREITO DE DESISTÊNCIA. Já passamos por muitos momentos ruíns e ainda passaremos por outros mais. No entanto, nossa luta é pela sobrevivência de uma classe, pelo não aniquilamento enquanto seres humanos. O ano de 2012 está próximo e será uma ano de batalhas ferrenhas. JUNTOS, temos uma enorme chance de sairmos vitoriosos. Portanto, BRAVÍSSIMOS EDUCADORES,depende de nossas mobilizações, o golpe final contra esses imbecis, que suporam achar, que através da subserviência ao governo estadual, acabaram com nossa carreira, com nossos direitos.
    Cobraremos tudo que nos foi empurrado goela à baixo.
    Os INIMIGOS DA EDUCAÇÃO,devem ser mostrados todos os dias à todas as pessoas, para que JAMAIS,voltem a ocupar cargos que deveriam ser de pessoas de bem.
    Um bom Ano Novo para todos e para a educação.
    Silvio - Geografia

    ResponderExcluir
  94. Olá!
    Postei o seguinte comentário no Blog do Sind Ute. Muitos vão dizer que fui irônica. Mas não. Apenas me deixei levar pelos sentimentos.
    Desejo a todos um lindo e abençoado Natal e que 2012 nos traga força para a luta.
    Beijo. Beijo.
    ------------------
    Beatriz,
    Eis que chegamos no Natal. Os dias de 2011 passaram depressa - essa é a impressão que tenho.
    Votos de FELIZ NATAL pululam em (quase) toda a rede de computadores, mas o seu Blog se calou, mais uma vez, nesta data tão linda, que faz renascer em nós a esperança de dias melhores.
    Beatriz, Feliz Natal pra você também. Que Deus a ilumine e a ajude a tornar seu Blog mais atuante.
    Você tem até a meia noite de hoje para postar uma palavrinha de incentivo aos milhares de Servidores da Educação, que tiveram, em sua maioria, o mais triste Natal de suas vidas e que, em última análise, acreditaram no jurídico do Sind.
    Até 2012, Beatriz.
    Abraços,
    Lúcia.

    ResponderExcluir
  95. Feliz Natal. E, tudo de bom para você. Obrigada por este blog.
    Boas Festas.

    ResponderExcluir
  96. Não podemos esquecer dos 51 carneiros:
    Fora: Ana Maria Rezende, Arley Santiago, Gil Pereira, João Leite, Luís Henrique,Célio Moreira, Dalmo Ribeiro,Luiz Humberto, Doutor Viana,Gustavo Perrela, completem aí colegas......

    ResponderExcluir
  97. COMPLETANDO A LISTA DOS MALFEITORES, COM OS QUAIS VAMOS ACERTAR AS CONTAS JÁ EM 2012, POR MEIO DE SEUS COMPARSAS NAS PREFEITURAS DO ESTADO... TIÃO CACUNDA DO DIVINO, QUE NA CERTIDÃO DE NASCIMENTO APARECE COMO SEBASTIÃO COSTA, MAS DE TÃO BOM A POPULAÇÃO DA REGIÃO FAZ UM TROCADILHO COM O SOBRENOME, MAS PARA QUEM É ESTÁ DE BOM TAMANHO...

    ResponderExcluir
  98. COMPLETANDO A LISTA, CONFORME SOLICITADO PELO ANÔNIMO DAS 10:42, ENTÃO SEGUE O NOME DO TIÃO CACUNDA DO DIVINO, QUE NA CERTIDÃO DE CASAMENTO ESTÁ SEBASTIÃO COSTA, MAS DE TÃO BOM SUJEITO QUE É, A POPULAÇÃO DA REDONDEZA DO DIVINO QUANDO VAI FALAR MAL DELE, REFERE-SE A ELE FAZENDO UM TROCADILHO COM O SOBRENOME. MAS TAMBÉM MERECE PORQUE É UM SUJEITO INEXPRESSIVO, SUA INEXPRESSIVIDADE É TANTA QUE NEM AS VACAS, BOIS E CACHORROS DE SUA FAZENDA NÃO O RECONHECEM, É BEM CAPAZ DE CONHECEREM MELHOR OS PEÕES DO QUE O DONO. MAS ENFIM, ESSE MATUTO BOM DE CONVERSA FIADA E DE ESPERTEZA É QUE VAMOS COLOCAR PARA FORA DA POLÍTICA, COMEÇANDO PELOS CANDIDATOS APADRINHADOS NAS PREFEITURAS, ALIÁS JÁ VAMOS PROCURANDO SABER QUEM SÃO PARA COMEÇARMOS NOSSA CAMPANHA CONTRÁRIA JÁ EM JANEIRO OU FEVEREIRO.

    ResponderExcluir
  99. Mourão...não esqueçam deste nome...
    Alías deputado José Bonifácio Mourão..
    Acorda aí povo de GOVERNADOR VALADARES.

    ResponderExcluir
  100. CORREÇÃO : OS NOMES DOS INIMIGOS DA EDUCAÇÃO DEVERÃO SER COLOCADOS EM ETAPAS NOS 366 DIAS DE 2012, POR SER BISSEXTO, E NÃO 365 DIAS. TEREMOS MAIS UM DIA!!! SORRY PELO EQUÍVOCO POSTADO EM 24/12 12:34.

    ResponderExcluir
  101. INCRÍVEL!!!

    Ontem, 24, à noite, na TV assembléia, houve um debate jornalístico entre dois deputados de oposição e dois da base do governo, onde esses fizeram um balanço do ano de 2011.

    Por incrível que pareça, o assunto mais falado foi o da ‘problemática da educação’ em Minas Gerais, e o conflito com os educadores. A deputada Maria Tereza Lara argumentou muito bem, e devemos muito a ela. Entretanto, devo tirar meu chapéu ao deputado Rogério Correa, que... como sempre... foi firme, e com argumentações bem fundamentadas; defendendo muito bem as suas ideias. Não é à toa que este está na condição de líder da oposição. “Ser líder da oposição não é fácil”, argumentou (ou desabafou) o deputado Rogério Correa. Este chegou mesmo a cogitar a possibilidade de mudança (troca) dizendo que os embates para quem ocupa este lugar são muito fortes. Rogério Correia comentou sobre a forma autoritária do governo de resolver a situação dos educadores, e disse ainda que não adiantou todo esse autoritarismo, pois o governo não conseguiu solucionar a situação dos educadores; e que sendo assim, este continuará tendo conflitos em 2012 com a classe, porque simplesmente e definitivamente este problema não havia chegado ao fim.

    Insuportável mesmo foi escutar o tal deputado Gustavo Valadares, (sujeitinho risonho e mascarado), dizer que não havia sido uma decisão autoritária do governador, uma vez que o Anastasia havia sido escolhido pela maioria dos cidadãos de Minas Gerais para o cargo de governador, e que sendo assim; tendo ele a caneta nas mãos; ele (tinha) tem... todo direito de tomar a decisão que lhe convier. Sua argumentação foi a de que, na há como o governador atender a todas a reivindicações de todos os sindicatos. E aí eu digo: Quanto egoísmo e estupidez deste sujeito! Para quem ganha quase R$200.000,00 reais por mês, (com salário e penduricalhos); realmente essa fala soa de pouca importância para o mesmo. Como se o salário dos educadores fosse um assunto insignificante. Do tipo: o salário dos educadores é um detalhe, uma despesa chatinha que a gente dá um jeitinho aqui. Apenas ‘mais uma reivindicação sem importância’ de um desses sindicatos mortos de fome. Ou seja, penso que a cegueira toma conta desses sujeitos nojentos que só visam seus interesses particulares.

    Seria interessante dizer para este sujeito que o nosso sindicato NÃO DEVERIA NEM TER REIVINDICADO o nosso piso. A obrigação do governador era cumprir o que estava na lei e pronto. O nosso piso não era algo a ser colocado em votação, em discussão. Não pertencia a ele (o governador) ‘o direito’ de tomar qualquer decisão sobre o destino do nosso salário, só porque tinha a caneta nas mãos. Havia uma LEI MAIOR que já havia decidido o nosso destino. Não cabia ao governador este direito. Enfim, não era uma questão de o governador acatar a todas as reivindicações de todos os sindicatos; mas ter a coerência e competência de saber DISTINGUIR o que é ‘justo’ ou não; ‘necessário’ ou não, para todas as classes de trabalhadores de Minas Gerais. Se ele não é competente para isso, que vá para o quinto dos infernos, que saia do seu posto e dê lugar a quem é capaz de fazer essas JUSTAS distinções!!! O NOSSO PISO, DEPUTADO GUSTAVO VALADARES, NÃO ERA UMA ‘SIMPLES’ REIVINDICAÇÃO.

    Finalizo com as palavras do deputado Rogério Correa: “não adiantou todo esse autoritarismo, pois o governo não conseguiu solucionar a situação dos educadores; e que sendo assim, este continuará tendo conflitos em 2012 com a classe, porque simplesmente e definitivamente este problema não chegou ao fim.


    F. (MC)

    ResponderExcluir
  102. PAUSA PARA REFLEXÃO!!

    Ed René Kivitz

    Deus conosco

    Mais do que adorar o menino Jesus como divindade dos cristãos, o Natal nos convida à celebração do significado do advento Cristo: Deus conosco

    O mundo ocidental se aproxima cada vez mais da Atenas pagã dos primeiros anos da era chamada cristã (Atos 17.16-34). Multiplicam-se deuses, mas resta um altar ao "Deus Desconhecido". Seria o altar justificado por superstição ou medo de alguma divindade ofendida por lhe faltarem homenagens?

    Quem sabe, reverência nostálgica a um deus que acabou empoeirado entre ideias que se foram tornando inúteis. Ou ainda a sensação de que devesse existir um deus ainda desconhecido a vir preencher esse buraco ôntico que carregamos no peito, que Dostoiévski chamava de "vazio do tamanho de Deus".

    Os atenienses não podiam abafar esse grito por um deus de verdade. O coração humano sussurra de contínuo uma prece ao "Deus Desconhecido", como a que Friedrich Nietzsche teria feito na juventude:

    "...elevo, só, minhas mãos a Ti na direção de quem eu fujo. A Ti, das profundezas de meu coração, tenho dedicado altares festivos para que, em cada momento, Tua voz me pudesse chamar. Sobre esses altares estão gravadas em fogo estas palavras: 'Ao Deus desconhecido'. Seu, sou eu, embora até o presente tenha me associado aos sacrílegos. Seu, sou eu, não obstante os laços que me puxam para o abismo. Mesmo querendo fugir, sinto-me forçado a servi-lo. Eu quero Te conhecer, desconhecido."

    São Paulo, apóstolo, visita Atenas e discursa dizendo conhecer o "Deus Desconhecido", que apresenta como o "Deus que fez o mundo... e não habita em santuários feitos por mãos humanas, e está além da imaginação do homem", tanto quanto pode estar um Deus encarnado, morto e ressurreto.

    Sendo verdade o que os cristãos celebram no Natal, que Deus veio ao mundo e encarnou em Jesus desde o ventre de uma virgem que concebeu pelo Espírito Santo, temos um paradoxo: a verdade religiosa cristã implica ao mesmo tempo a abolição de qualquer religião, e também o congraçamento entre todas elas. Para ser Deus, há que ser suprarreligioso. Mas, para ser reconhecido, deve se fazer presente em um lócus visível, de revelação.

    Por isso se diz que Deus se mostra definitivo em Jesus, o Cristo, resposta ao anseio do coração humano pelo "Deus Desconhecido".

    No Natal, Deus é redimido da especulação metafísica dos gregos, e também liberto da covardia dos religiosos que o confinaram aos templos, dogmas, rituais e tabus. O Deus encarnado em Belém se revela nas relações de afeto: "Ninguém jamais viu a Deus; se nos amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor está aperfeiçoado em nós", disse são João, apóstolo.

    Mais do que adorar o menino Jesus como divindade dos cristãos, o Natal nos convida à celebração do significado do advento Cristo: "Deus conosco", conforme os profetas hebreus, e portanto "Deus sem véu". Deus agora conhecido.

    Deus que se manifesta como amor: compaixão, misericórdia, graça, solidariedade, justiça e paz. Deus, alegria dos homens. Deus a convidar todas as famílias da terra, de toda raça, tribo, língua e nação para a festa da comunhão e da fraternidade universal.

    ED RENÉ KIVITZ, teólogo, mestre em ciências da religião, é pastor da Igreja Batista de Água Branca, São Paulo.
    Disponívem em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/16746-deus-conosco.shtml.Acessado em 25 de dez. de 2011.

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  103. GRAÇA

    PAZ É DOM E É OBRA A SER CONSTRUÍDA:

    A razão de nossa esperança é Cristo -o príncipe da paz, o amor gratuito de Deus- cujo Natal a humanidade celebra, dando graças à Virgem Maria

    O Dia Mundial da Paz, celebrado em 1º de janeiro de cada ano, foi instituído pelo papa Paulo 6º, em 1968. Desde então, os papas dirigem uma mensagem conclamando as nações e as pessoas de boa vontade a rezarem e a se empenharem pela paz.

    Para 2012, Bento 16 dá um caráter educativo à sua mensagem, escolhendo os jovens como seus primeiros destinatários. Intitulada "Educar os jovens para a justiça e a paz", a mensagem traduz a confiança do santo padre nos jovens, que "podem oferecer, com seu entusiasmo e idealismo, uma nova esperança ao mundo". A paz é sonho universal. Sua realização depende de todos nós. Fomos criados para viver harmonicamente, como irmãos, e nada justifica qualquer ação que seja obstáculo à paz.
    As diferenças e a diversidade social, política, econômica, cultural, étnica e religiosa, que caracterizam a pessoa humana e a sociedade em que vivemos, são nossa riqueza maior, e jamais deveriam se constituir em barreiras à conquista da paz.

    Diz o Papa:"A paz não é apenas dom a ser recebido, mas obra a ser construída. Para sermos verdadeiramente artífices de paz, devemos educar-nos para a compaixão, a solidariedade, a colaboração, a fraternidade, ser ativos dentro da comunidade e solícitos em despertar as consciências para as questões nacionais e internacionais e para a importância de procurar adequadas modalidades de redistribuição da riqueza, de promoção do crescimento, de cooperação para o desenvolvimento e de resolução dos conflitos".

    Educar para a justiça e para a paz, diz ainda o papa, é dever da família, da escola e dos meios de comunicação. E completa: "A primeira educação consiste em aprender a reconhecer no homem a imagem do Criador e, consequentemente, a ter um profundo respeito por cada ser humano e ajudar os outros a realizarem uma vida conforme esta sublime dignidade".

    Os cristãos somos movidos pela esperança de que a paz é possível e vai acontecendo em meio às contradições do mundo.

    A razão de nossa esperança é Cristo -o príncipe da paz, a luz sem ocaso, o amor gratuito de Deus- cujo Natal a humanidade celebra, rendendo graças à Virgem Maria por sua maternidade divina.

    CARDEAL DOM RAYMUNDO DAMASCENO ASSIS, arcebispo de Aparecida (São Paulo), é presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

    ResponderExcluir
  104. Categoria: Politicalha

    O felicíssimo natal de políticos, juízes e empresários

    O natal dos poderosos é mesmo farto, gordo, generoso, abundante. Políticos, juízes e empresários campeões em “licitações” nos governos. Todos recebem os seus mimos nesse final de ano, de olho num próspero ano novo, com mais contratos fraudulentos, aumentos de salários e outros petiscos…

    CHARGES AQUI:

    http://blogs.estadao.com.br/tragico-e-comico/2011/12/23/o-felicissimo-natal-de-politicos-juizes-e-empresarios/

    ResponderExcluir
  105. a política como lugar

    Ocupar significa enfrentar a lógica antidemocrática do poder, redefinindo o papel do cidadão na ‘rua global’
    http://www.estadao.com.br/especiais/alias/

    ResponderExcluir
  106. Eu tb fiz concurso no "país" MG e trabalho no CPPTN, "ça veut dire" :complexo penitenciário presidente tancredo neves. Enquanto isto na cidade inadministrável... fruto da vaidade daquele q. pensou ter governado e do que atualmente "desgoverna". Ô "inteligência brilhante"(?) "professor"(??)aqui seguimos infelizes, cansados de tantas mentiras, rapapés, e obrigados a bater palmas para os "planejamentos estratégicos," "gestores da coisa pública q. pertence aos mesmos", mtos "ASPONE", e mtos outros "ores" q. nada acrescentam ao sofrido serviço q. dizem ser "público". Sabiam q. o lucro estimado pelos "deuses" já ultrapassou em muito o prejuízo q. este lugar dá? As edições do "MG" tem na capa a gorda e papuda figura do desgovernador. É de fazer inveja às maiores tiragens da play boy! Está sempre assinando algo em benefício (??) da escravaria mineira. Não entendo como existem pessoas q. acreditam na idolatria e culto aos "deuses", cujos nomes nem gosto de dizer p/ não dar azar em 2012, frutos da mídia regiamente paga p/ esconder os "podres" de toda turminha. Nosso NATAL foi bom em honra e glória a JESUS pq somos do "bem", mas deixamos de atender pedidos de filhos, necessidades de familiares...sonhos desfeitos temporariamente! Ano Novo! Vida Nova! Até a vitória da justiça e fora a mentira.Abcs prof Euler e colegas.

    ResponderExcluir
  107. ROGÉRIO CORREIA,ESTOU COM VOCÊ...NÃO me conformo com o que nos fizeram esses 51 traidores,prejudicaram a nossa vida,a vida de nossa família.Temos que reagir,pessoal,não podemos deixar tudo como esta.Há de ter uma saída!CHEGA DE TANTA INJUSTIÇA!

    ResponderExcluir
  108. Euler,hoje é Natal e a grande razão de poder dizer que hoje estou muito feliz é a Certeza de que Cristo está presente na nossa vida e nos carrega nos braços nos momentos mais difíceis. Ele não nos abandona nunca. Sua paciência e misericórdia é infinita.
    É claro que carregamos conosco um pesado fardo de revolta, tristeza, indignação, sofrimento e mesmo de miséria.
    Você pode ter a certeza de que graças ao infinito amor de Deus esta herança negativa que trouxemos do ano de 2011 não serão obstáculos para que possamos atingir nosso objetivo, mas servirão sim para nos tornarmos mais fortes e mais resistentes na nossa luta. Vamos segurar firmemente nas mãos de DEUS e pedir que nos ilumine nesta nova caminhada.
    Feliz Natal e um ano novo com muita paz,amor repleto da bondade de Deus

    ResponderExcluir
  109. Desistir de nossa luta jamais! Desista vc idiota joão leitoso, desista vc falso cristão célio moreira, desistam vcs g. valadares,bosco, bechir, l. humberto seus bobos sem escrúpulos, desista vc pinduca trapalhão e analfabeto, e vc g. perrela com esta cara de idiota, e tb vc marques mais um desinformado q. é usado porquê é um ignorante. Sabem q. neste triste "país chamado MG" ser deputado é mto depreciativo? Os filhos e familiares desta corja da ALMG se escondem. Nunca dizem o parentesco com vcs. PQ SERÁ?

    ResponderExcluir
  110. Não se esqueçam,

    TIAGO ULISSES, também é inimigo da Educação.

    ResponderExcluir
  111. O Governo de Minas, fez circular encarte no jornal "SUPER NOTÍCIAS", ontem dia 24/12/2011, contando mentiras no mínimo para 400.000 professores e outro tanto de seus familiares,
    demonstrando muito rancor e ódio.

    Os auxiliares incompetentes do Anastasia precisam saber que a mentira tem pernas curtas e que a VERDADE prevalece SEMPRE.

    A raiva e o ódio cegam a inteligência.
    Vocês demonstraram muita incompetência e estão muito ansiosos para terminar este assunto.

    Mas nós temos 2012, 2013, 2014... para reivindicar os nossos DIREITOS e principalmente o retorno do nosso PLANO DE CARREIRA E O PISO NACIONAL.

    Aécio + Anastasia + Danilo de Castro + 51 traidores da ALMG = ACABARAM COM A EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.

    PERSISTIREMOS E VENCEREMOS!

    ... E O SOL NASCE NOVAMENTE!

    ResponderExcluir
  112. QUERO DIZER AO DEPUTADO JUNINHO ARAÚJO QUE O CARTÃO DE NATAL QUE ME ENVIOU NÃO VAI GARANTIR A ELE O VOTO NA PRÓXIMA ELEIÇÃO,PORQUE SEI QUE ELE É INIMIGO DA EDUCAÇÃO.

    ResponderExcluir
  113. Sobre o encarte mentiroso do governo que circulou no "super notícias" no dia 24/12/2011, o governo Anastasia mostra sua raiva e a falta de compromisso com os Educadores.

    Continuam com muita raiva e esquecem até que são políticos e batem com falsidades e mentiras mais uma vez em 400.000 educadores e seus familiares.

    AGINDO ASSIM "ELES" ESTÃO MOSTRANDO TODA A INCOMPETÊNCIA DESTE governozinho.

    Na realidade estão batendo em toda a sociedade.

    FORA ANASTASIA + AÉCIO + DANILO DE CASTRO E OS 51 TRAIDORES DA ALMG.

    PERSISTIREMOS E VENCEREMOS!

    ResponderExcluir
  114. O MAIS NOVO GOLPE.... DO GOVERNO!

    DISPONÍVEL EM

    https://www.educacao.mg.gov.br/images/stories/noticias/2011/Dezembro/carta-aos-servidores.pdf

    LEIAM, QUEM SABE ENCONTRARAM ALENTO PARA O ÂMAGO DE NOSSAS ALMAS.....

    RSUMIDAMENTE, CARTINHA EU NAÕ RECEBEI E NEM QUERO....

    DEFINITIVAMENTE...... decepcionante!!!!!

    ResponderExcluir
  115. Bom dia a todos os amigos do NDG/NDE.
    Bom dia amigo Marechal Euler NDG/NDE.

    "... deputado federal Domingos Sávio. “A atitude criminosa em que ele se envolveu representa uma quebra de decoro com motivo suficiente para que ele tenha o mandato cassado. Ele (Rogério Correia) não é digno de representar o povo na Assembleia Legislativa", argumentou o tucano..."

    http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2011/12/24/interna_politica,269058/psdb-quer-cassar-rogerio-correia-por-envolvimento-em-esquema-de-fraude-de-documentos.shtml

    Todos unidos a favor de Rogério Correia. (Enquanto ele for digno de nosso respeito ele o terá, com certeza).

    SERÁ POR QUE QUEREM CASSÁ-LO?

    TUCANOS FALANDO EM DECORO????????

    E QUEM É DIGNO DE REPRESENTAR O POVO NA ASSEMBLEIA? OS 51 TRAIDORES DA EDUCAÇÃO E DOS EDUCADORES?

    GENTE, QUANTA HIPOCRISIA! É SUBESTIMAR DEMAIS A NOSSA INTELIGÊNCIA.

    Decoro, idoneidade, respeito, dignidade, com certeza não são atributos dessa tucanada, incluindo padrinho e afilhado.

    QUANTA CARA DE PAU!!! PRECISARIA DE UMA TONELADA DE ÓLEO DE PEROBA PARA DAR CONTA DE TANTA CARA DE PAU.

    Quanta indignação!

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  116. Olá, pessoal da luta, membros do NDG e demais colegas de combate!

    Bom dia!

    Espero que tenham passado um Natal digno, como vocês merecem, ao lado dos seus familiares e amigos. Aproveito para agradecer às mensagens que recebemos, seja aqui no blog, por e-mail, ou por telefone, todas elas de valiosíssimos(as) colegas de luta! Desejo-lhes tudo em dobro!

    Quanto à carta da secretaria da Educação, nada mais é do que a continuidade do cinismo que tem sido a marca deste governo. Roubam-nos o piso e ainda têm a cara de pau de comemorar resultados de estatísticas altamente duvidosos; e ainda nos dizem que o novo sistema é mais transparente e vantajoso. Tão transparente que até hoje ninguém sabe exatamente quanto cada um vai perder em relação ao piso original. Sabemos apenas que perdemos dinheiro, e muito, entre R$ 300,00 e R$ 3.000,00 mensais por servidor. Mas, não precisam dirigir cartas para os educadores agora, já que quando era necessário negociar, vocês, da SEE-MG, dirigiram-se aos educadores com balas de borracha, com ameaças, com repressão, com todo tipo de truculência. Roubaram-nos o piso e agora querem nos amaciar com meia duzia de palavras vazias? Continuam subestimando a nossa inteligência. Vão ter o troco, claro, porque não esqueceremos o que nos tiraram.

    Um forte abraço a todos e um 2012 com muita energia e força na luta para arrancarmos os nossos direitos!

    Euler

    ResponderExcluir
  117. Euler,

    Como anda a representação ao MPF?

    ResponderExcluir
  118. Querem calar o Rogério Correia porque é o maior defensor dos professores na ALMG.Não podemos permitir,quem nos defenderá se não for ele? Isso é mais uma das táticas nojentas do senador carioca...

    ResponderExcluir
  119. Boa tarde Pro Euler e colegas

    Para os professores e aposentados nada, para eles tudo!!!! Leiam:

    26/12/2011
    Carrinho de compras: Presidência gasta R$ 11,2 mil em cartões de Natal

    Para mostrar os “presentes” de Natal dos órgãos públicos, nesta segunda-feira (26), excepcionalmente, o Contas Abertas publica o último carrinho de compras do ano. A começar pela Presidência da República (PR), que influenciada pelo espírito natalino, reservou R$ 11,2 mil para a compra de seis mil cartões de Natal. A órgão empenhou ainda R$ 1,8 milhão para a compra de 838 novos microcomputadores e notebooks.

    Mas as aquisições da PR não pararam por aí. A Pasta reservou outros R$ 639,1 mil para a compra de 14 novos automóveis da marca Focus Sedan. Preocupados com os novos automóveis, o órgão desembolsou R$ 5,9 mil no “Curso de Administração de Frota de Veículos”, que foi dado a três servidores, no período de 12 a 14 de dezembro, em Brasília.

    Quem também “recebeu” presentes automotivos do bom velhinho foi o Supremo Tribunal Federal (STF). O órgão reservou R$ 211,2 mil para a compra de duas vans para o transporte de passageiros. A nota de empenho inclui também a aquisição de um furgão longo, ao custo de R$ 87,9 mil.

    O STF contratou, ainda, empresa para prestação de serviços de locação de veículos blindados de representação, ao custo de R$ 5,7 mil. Mas nem só de carros vive o Judiciário brasileiro. A prova disso é que o Supremo reservou R$ 209,3 mil para a compra de 110 novas poltronas.

    O Gabinete da Vice-Presidência, por sua vez, aproveitou as comemoraçõesaproveitou as comemorações para comprar novas cadeiras de escritório. Os 36 móveis, que possuirão estrutura em aço cromado e assentos e encostos em couro, custaram R$ 1,6 mil cada, totalizando o montante de R$ 59 mil.

    O Senado Federal não poderia ficar fora das comemorações de fim de ano. A Casa reservou R$ 7,9 mil para serviço de buffet para almoço dos participantes do “Projeto Jovem Senador”. Outros R$ 1,9 mil foram empenhados para a locação de caminhonete de cabine dupla completa, com motorista e seguro total, para o período de 9 a 12 de dezembro. Além disso, R$ 111,9 mil foram gastos na aquisição de 77,7 mil pacotes de copos descartáveis.

    A Câmara dos Deputados, outro órgão que muito frequentou o carrinho de compras em 2011, reservou R$ 2,8 mil para a prestação de serviço de locação de tenda branca, com cobertura lateral e piso acarpetado. A Casa também resolveu “dar um trato” nos imóveis funcionais dos deputados e servidores. Para a execução de reforma geral e recuperação das áreas comuns e externas dos apartamentos, cerca de R$ 38,5 milhões foram empenhados.

    Confira aqui as notas de empenho da semana

    *Vale ressaltar que, a princípio, não existe nenhuma ilegalidade nem irregularidade neste tipo de gasto feito pela União e que o eventual cancelamento de tais empenhos certamente não ajudaria, por exemplo, na manutenção do superávit do governo ou em uma redução significativa de despesas. A intenção de publicar essas aquisições é popularizar a discussão em torno dos gastos públicos junto ao cidadão comum, no intuito de aumentar a transparência e o controle social, além de mostrar que a Administração Pública também possui, além de contas complexas, despesas curiosas.
    Acompanhe o Contas Abertas no e no Facebook: www.facebook.com/contasabertas
    http://contasabertas.uol.com.br/WebSite/Noticias/DetalheNoticias.aspx?Id=747

    ResponderExcluir
  120. Caro Prof. Euler e companheiros de luta, não tem cartinha amável que vai nos dobrar, eles tratem de não subestimar nossa capacidade intelectiva e nem nossa capacidade de lutar, a trégua será somente deste final para o início, deixe começar março, vamos recomeçar a batalha, não vamos deixá-los em paz, estaremos a postos para criticá-los, para fazermos reivindicações. É bom saberem que a nossa guerra com eles só vai terminar quando nos devolverem o que nos roubaram, senão nos aguardem, o ano de 2012 promete. Agora que estamos unidos, não importa a quantidade, importa a qualidade das pessoas que se juntaram ao NDG, foi esse mesmo grupo do qual tanto fizeram pouco caso, é quee deu trabalho, então quem viver verá!
    Vamos acabar com a carreira dos 51 ordinários, começando pelos afilhados ás prefeituras mineiras, derrubando seus candidatos à eleição de 2012, vamos mostrar para o restante da corja o os que esperam em 2014. Vamos extipar esses tumores malignos da vida pública mineira!

    ResponderExcluir
  121. SE TIVER ESTOMAGO LEIA:

    Caro(a) Servidor(a),
    Entendemos que a política unificada de remuneração para a educação, aprovada em 23.11.2011 pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais, constitui um passo importante, ainda que deva ser seguido, como o será, de outras iniciativas.

    O modelo unificado de remuneração proposto pelo Governo de Minas, e que já existe em outros Estados, é uma evolução. É mais transparente, mais eficiente do ponto de vista administrativo e, aqui está sua importância maior, indica o esforço permanente em favor da garantia de melhores condições salariais a todos os profissionais da educação, preservando a progressão na carreira por tempo de serviço e a promoção por escolaridade.

    No caso de professores e especialistas que, de acordo com a legislação federal, têm direito ao piso nacional da educação, tomamos o cuidado, visando assegurar os direitos conquistados, de criar uma tabela que operasse a transição entre a situação atual e o modelo unificado de remuneração. Na tabela de transição, o piso foi aplicado em todos os níveis e graus, observando-se que os benefícios, vantagens e gratificações alcançadas ao longo da carreira, tais como biênios e quinquênios, serão incorporados à remuneração.

    Em decorrência da Lei de Responsabilidade Fiscal, a implantação definitiva e total da nova tabela remuneratória será gradativa e se completará em 2015. Entretanto, a gradatividade da implantação não trará prejuízo aos servidores. Essa nova proposta significa um impacto de R$2,1 bilhões na folha anual da Educação.

    Ressaltamos que gratificações, como o “pó de giz”, que, pelo modelo antigo de remuneração, eram perdidas no momento da aposentadoria ou nos casos de licença médica ou licença maternidade, passarão a ser igualmente incorporadas, lembrando que o posicionamento dos servidores no modelo unificado de remuneração ocorrerá com a incorporação do total das vantagens.

    Além disso, a partir de 2012 começará a ser implantado o sistema que destina 1/3 (um terço) da jornada semanal dos professores a atividades extraclasse. Isso significa maior disponibilidade de tempo para a preparação das aulas, para o atendimento aos alunos e para a correção dos trabalhos escolares, com impacto direto na melhoria das condições de trabalho.

    Informações sobre o modelo unificado de remuneração e sobre o conteúdo do Projeto de Lei aprovado pela Assembleia Legislativa estão disponíveis no sítio institucional da Secretaria de Estado de Educação, no endereço https://www.educacao.mg.gov.br. Além disso, a partir de 20 de janeiro de 2012 será possível acessar verificador do novo posicionamento a partir do Portal do Servidor (https://www.portaldoservidor.mg.gov.br) e dos sítios institucionais das secretarias de Estado de Educação e de Planejamento e Gestão.

    Além disso, a partir de 20 de janeiro de 2012 cada servidor receberá uma correspondência da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão em que sua remuneração individual será detalhada.

    Estamos certos de que tais avanços serão reconhecidos pelos profissionais da educação. Partilhamos todos da mesma visão, que entende a educação, em todas as suas dimensões, como o mais consequente dos instrumentos para a construção de uma sociedade justa e desenvolvida.

    Ana Lúcia Almeida Gazzola
    Secretária de Estado de Educação
    Governo do Estado de Minas Gerais

    ResponderExcluir
  122. Essa Secretária é mentirosa, a maioria dos alunos que chegam ao 6º ano não sabem nem ler, nem escrever e nem conseguem copiar do quadro, não possuem coordenação motora, a leitura parece de crianças iniciantes. E são aos montões. Deviam pedir ás Inspetoras que procurassem saber dos professores dos 6º anos sobre os alunos que têm chegado por lá. Em vez de ficar com esses discursos mentirosos e com índices maquiados para atenderem os seus interesses políticos e outos mais, deviam atender os professores das séries iniciais que estão alfabetizando as crianças e que muitas vezes lhes faltam conhecimentos, uma vez que esses cursos de licenciatura pelo país estão deixando a desejar. Isso que precisam tomar providências, esses professores estão agonizando sem saber o que fazer e essa meninada está sendo posta para frente e vão seguindo como curso do rio, mas de que forma?, pessimamente,então deixem de mentira quem sabe da vida do aluno é o professor quem os recebe.

    ResponderExcluir
  123. GRAÇA:
    REPASSO A VOCES PARTE DO TEXTO DE ELIANE BRUM PUBLICADO EM ÉPOCA DE HOJE 26/12/11:

    Rebeliões, intimidades e desfechos imperfeitos
    Aquilo que permanece em nós é o que tece nossos dias– e nem sempre é grandioso aos olhos do mundo. Lembranças íntimas, revoltas necessárias
    2011...
    "Foi um ano assinalado pela violência contra todos os “outros” que nos ameaçam com sua diferença e por isso devem ser destruídos ou subjugados aos interesses mais imediatos e mesquinhos, antes que corramos o risco de conhecê-los e sermos transformados pela experiência sempre transtornadora do reconhecimento. A frase, que se refere “às relações características do individualismo do mundo democrático moderno”, é esta: “Destruir o outro no lugar de aceitar o conflito”.
    Na política de Estado, é também isso que temos testemunhado. Os conflitos de ideias e de visões de mundo que nos levariam a um país mais rico, diverso e desejante, com mais de todos nós dentro de si, está sendo calado com o que há de mais abjeto no exercício do poder, com os instrumentos da Lei a serviço da injustiça, de uma suposta governabilidade e de velhos, velhíssimos interesses fisiológicos.
    Temos sido atacados também, em todas as instâncias, com o cada vez mais nefasto discurso do bem, em que o Estado entra na nossa casa disposto a executar “o que é bom para nós” e, se não aceitamos, é porque ainda somos imaturos como filhos que não cresceram. Neste ano que vem, vou continuar fugindo dessa gente que diz, com o olhar fugidio dos fanáticos encastelados em cargos de confiança ou em lugares de poder: “É para o teu próprio bem...”.
    Penso que cabe a nós manter o conflito vivo – o das ideias, sempre vale a pena deixar claro – e pegar à unha o desafio que assusta e fascina, que é o de construir um novo jeito de ser na política. E para isso contamos com os novos instrumentos de um mundo novidadeiro e mutante, como em raros momentos históricos, onde aquilo que ainda nos esmaga já começa a cheirar a podre – de novo. Ainda tateamos na invenção desse novo mundo, que só tem chance de ser melhor que este se conseguir acolher os conflitos e dialogar com eles – e não afogá-los em autoritarismo.
    Em homenagem à nossa teimosia de seguir buscando a possibilidade em terra ensanguentada, reedito uma outra grande frase do ano que termina. Desta vez do escritor uruguaio Eduardo Galeano, diante das manifestações dos jovens na Espanha: “Este mundo de merda está grávido de outro!”. (Estes 11 minutos de lucidez e de esperança, que pode ser visto clicando aqui:

    http://www.twitmunin.com/v/266196/eduardo-galeano-en-la-acampadabcn-pt/

    http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/noticia/2011/12/rebelioes-intimidades-e-desfechos-imperfeitos.html

    ResponderExcluir
  124. Olá, amigos,
    nao estou esperando cartas deste governo... menos ainda desta secretariazinha... dela so desejo a noticia de que nao está mais no governo...

    ResponderExcluir
  125. Anonimo das 14:18, o Estado não permite retenção, portanto o aluno não só entrará no 6° ano sem saber ler como sairá do 9º ano na mesma situação uma vez que a partir do 6º ano os professores também não são habilitados para a alfabetização, e mesmo que fossem não poderiam fazê-lo. Devemos voltar já com a tática do "aprendeu a ler passa, se não fica".

    ResponderExcluir
  126. Vamos lembrar de outro inimigo da educaçao Cassio Soares de Passos ,sudeste de minas.

    ResponderExcluir
  127. GRAÇA:
    A PROFECIA SE CONCRETIZANDO...34 ANOS DEPOIS
    "a crise educacional do Brasil da qual tanto se fala, não é uma crise, é um programa. Um programa em curso, cujos frutos, amanhã, falarão por si mesmos."
    O texto é extenso, mas merece ser lido na íntegra no link postado ao final :

    "Sobre o óbvio.....Darcy Ribeiro

    (...)no campo da educação é que melhor se concretiza a sabedoria das nossas classes dominantes e sua extraordinária astúcia na defesa de seus interesses. De fato, uma minoria tão insignificante e tão claramente voltada contra os interesses da maioria, só pode sobreviver e prosperar contando com enorme sagacidade, enorme sabedoria, que é preciso compreender e proclamar.

    Sua última façanha neste terreno, sobre a qual, aliás muito se comenta – às vezes, até de forma negativa – foi a mobralização da nossa educação elementar. A nosso ver, o MOBRAL é uma obra maravilhosa de previdência e sabedoria. Com efeito, é a solução perfeita. Quem se ocupe em pensar um minuto que seja sobre o tema, verá que é óbvio que quem acaba com o analfabetismo adulto é a morte. Esta é a solução natural. Não se precisa matar ninguém, não se assustem! Quem mata é a própria vida, que traz em si o germe da morte. Todos sabem que a maior parte dos analfabetos está concentrada nas camadas mais velhas e mais pobres da população. Sabe-se, também, que esse pessoal vive pouco, porque come pouco. Sendo assim, basta esperar alguns anos e se acaba com o analfabetismo. Mas só se acaba com a condição de que não se produzem novos analfabetos. Para tanto, tem-se que dar prioridade total, federal, à não-produção de analfabetos. Pegar, caçar (com e cedilha) todos os meninos de sete anos para matricular na escola primária, aos cuidados de professores capazes e devotados, a fim de não mais produzir analfabetos. Porém, se se escolarizasse a criançada toda, e se o sistema continuasse matando os velhinhos analfabetos com que contamos, aí pelo ano 2.000 não teríamos mais um só analfabeto. Percebem agora onde está o nó da questão? Graças ao MOBRAL estamos salvos! Sem ele a classe dominante estaria talvez perdida. Imagine-se o ano 2.000, sem analfabetos no Brasil! Seria um absurdo! Não, graças à previdência de criar para alfabetizar um órgão que não alfabetiza, de não gastar os escassos recursos destinados à educação onde se deveria gastar, de não investir onde se deveria investir – se o propósito fosse generalizar a educação primária – podemos contar com a garantia plena de que manteremos crescente o número absoluto de analfabetos de nosso país.(...) Naturalmente que há nisto implicações. Uma delas, a originalidade ou o contraste que faremos no ano 2.000. Então, todas as nações organizadas para si mesma s e que vivem como sociedades autônomas, estarão levando a quase totalidade da sua juventude às escolas de nível superior. (...)

    Meditem um pouco sobre este tema e imaginem o efeito turístico que terá, num mundo em que todos tenham feito curso superior, um Brasil com milhões de analfabetos... Pode ser um negócio muito interessante, não é? Sobretudo se eles continuarem com essas caras tristonhas que tem, com esse ar subnutrito que exibem e que não existirá mais neste mundo. O Brasil poderá então ser de fato, o país do turismo, o único lugar do mundo onde se poderá ver coisas assim, de outros tempos, coisas raras, fenomenais, extravagantes. Em conseqüência, a crise educacional do Brasil da qual tanto se fala, não é uma crise, é um programa. Um programa em curso, cujos frutos, amanhã, falarão por si mesmos.
    Palestra proferida no Simpósio sobre Ensino Público, na 29º Reunião da SBPC, realizada em São Paulo, em julho de 1977
    - Sobre a publicação: http://www.fundar.org.br/livros/obvio.htm
    - Dossiê Darcy Ribeiro: http://www.klepsidra.net/klepsidra4/darcy.html

    ResponderExcluir
  128. Nao podemos esquecer de outro inimigo da EDUCAÇAO: deputado Juninho Araujo, da regiao do VALE DO Aço !!!

    ResponderExcluir
  129. VIDA BREVE A TODA A GANGUE QUE COMANDA O ESTADO!

    Casa vai cair, diz autor de "A Privataria Tucana"

    Amaury Ribeiro Jr. acredita que publicação terá desdobramentos significativos na política nacional


    José Antônio Orlando - Do Hoje em Dia - 26/12/2011 - 09:45






    Renato Cobucci




    Amaury Ribeiro Jr.: "Negociatas envolveram milhões de dólares em corrupção e propina"


    O acontecimento político mais explosivo do ano de 2011 é um livro escrito pelo jornalista Amaury Ribeiro Jr., resultado de mais de 12 anos de investigações. “A Privataria Tucana”, com a chancela da Geração Editorial, lançado no dia 9 de dezembro, já alcançou a marca impressionante de 150 mil exemplares vendidos em apenas duas semanas e provocou o silêncio mais constrangedor de que se tem notícia nos principais veículos de comunicação do Brasil.

    “O livro só aconteceu por causa da internet, das redes sociais e dos blogueiros independentes. Mas o importante é que conseguimos furar o bloqueio da mídia tradicional, boa parte dela comprometida com as autoridades denunciadas pelos documentos apresentados no livro”, admite Amaury, que fez uma visita à redação do Hoje em Dia na quarta-feira( 21), antes de embarcar para uma série de debates e entrevistas em São Paulo.

    Também na quarta-feira, o deputado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) protocolou na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados um requerimento pedindo a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as acusações apresentadas no livro. Para abrir uma CPI na Câmara são necessárias 171 assinaturas. O requerimento superou este número, conseguiu apoio de 185 parlamentares e, segundo o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), a CPI deverá ser instalada no início de 2012 para esclarecer os fatos e ouvir os acusados.

    “A casa vai cair com essa CPI”, aponta o autor do livro “A Privataria Tucana”. Amaury reconhece que as centenas de documentos que apresenta no livro são apenas uma ponta do iceberg que envolve as várias “negociatas” e esquemas de corrupção e propina das privatizações conduzidas no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, no período entre 1995 e 2002.

    O trabalho minucioso e investigativo de Amaury enumera no livro os principais envolvidos e consegue mapear o esquema de corrupção e lavagem de dinheiro montado em torno do político tucano José Serra, ex-ministro de Fernando Henrique, ex-deputado, ex-senador, ex-governador e ex-prefeito de São Paulo e candidato duas vezes derrotado em eleições para a Presidência da República.

    “São negociatas que envolveram um valor incalculável de muitos milhões de dólares em corrupção e propina naquele processo de privatização de grandes empresas nacionais que atingiu os setores de telecomunicações, energia e mineração”, destaca Amaury, que compara o grande escândalo revelado no livro – também abafado na época pelos mesmos grandes veículos de mídia que agora boicotam sua divulgação nos noticiários – à queda de um grande avião com muitas autoridades incluídas entre os passageiros.

    “O livro traz denúncias explosivas, mas a CPI no Congresso Nacional poderá ir mais a fundo para incriminar os envolvidos e propor tanto as punições cabíveis quanto um ressarcimento ao patrimônio público do Brasil, além de levar a uma revisão das leis para garantir um maior controle sobre a entrada de capital estrangeiro, mais controle sobre a operação de papéis nas bolsas de valores e sobre a lavagem de dinheiro para que este grande escândalo não venha a se repetir nunca mais neste país”, alerta.

    Os denunciados por Amaury no esquema que operou bilhões de dólares durante as privatizações no governo Fernando Henrique vêm respondendo às acusações do livro com um silêncio implacável ou com ameaças de processos na Justiça – quando não definem de “lixo” o trabalho do jornalista, como fez o ex-governador Serra, depois de ser pressionado pelos repórteres em um evento recente em São Paulo.

    [...]

    ResponderExcluir
  130. O problema da educação no Brasil está associada ao crescimento do índice de GATUNOS na política brasileira, esses gatunos não têm compromisso com a educação, nem com saúde, enfim nada que traga benefício ao povo, tais gatunos já estão entrando para continuar a carreira de gatunagem de seus padrinhos políticos,quanto ao povo, querem só o voto para pagarem suas dívidas e aumentarem suas fortunas e ajeitar benesses para seus comparsas. E o pior, pelo jeito a Ministra Calmon está descobrindo que para além dos políticos que já são podres desde que nasceram, agora tal safadeza se estende também aos Senhores de TORGA! Por Minas Gerais, nessa greve dos educadores, já pudemos sentir um mal cheiro que não exalou só ALMG, mas de outros espaços...!

    ResponderExcluir
  131. Pessoal, não podemos esquecer que todo esse descalabro que é visto em minas é tudo culpa do "abominável aócio das neves" que começou a pavimentar o festival de atrocidades e depois encarregou seu discípulo o "papudo anastasia" de sacramentar o mal feito.
    Que em 2012 possamos esconjurar esses crápulas.

    ResponderExcluir
  132. Euler
    Já aparece no portal do servidor o posicionamento no subsidio forçado, sem nenhuma alteração em relação a situação do inicio deste ano, quanta mentira deste governo, o posicionamento continua errado. Tenho mais de 20 anos de serviço e continuo como PEB II B, e deveria estar na letra E ou F.

    ResponderExcluir
  133. NÃO PODEMOS ESQUECER DO ETERNO INIMIGO DA EDUCAÇÃO NA ZONA DA MATA, TIÃO CACUNDA DO DIVINO, CONHECIDO POR BATISMO DE SEBASTIÃO COSTA, MAS A POPULAÇÃO DA ZONA DA MATA, CONHECE-O POR OUTRO SOBRENOME, DE TÃO BOM QUE ELE É!!

    ResponderExcluir
  134. Anônimo das 16:57, eles não colocaram para nós o novo reposicionamento, o que se encontra por lá é o que já constava desde 01/01/2011, pelo menos foi o que constatei, após o que você expôs, aqui.

    ResponderExcluir
  135. Olá ,socorro!!!!!!!!!! por favor me digam que não vão cortar meu salário de dezembro como fizeram em novembro dizendo descontar mês de setembro se eu nem recebi. Acudam -nos........

    ResponderExcluir
  136. A categoria que fez greve precisa entender que a greve não terminou em setembro , continua.O que vejo é uma enorme pressão para encerrar o ano letivo o mais rápido possivel, tem professor ministrando até nove aulas em um turno, para terminar de pagar sua greve.Precisamos entender que é isso que o governo quer , nossa meta deveria ser protelar o máximo possivel essa reposição.

    ResponderExcluir
  137. PAUSA PARA ANÁLISE!

    Folha de S. Paulo - Opinião

    Jorge Arbache

    TENDÊNCIAS/DEBATES

    Mudança demográfica e educação no Brasil

    A educação deve ser prioridade para as políticas públicas, mas a alocação de recursos para a área deve ser compatível com a realidade demográfica do país

    O Brasil encontra-se num momento especialmente favorável para promover um grande salto na qualidade da educação e aumentar a abrangência dos programas educacionais. Isso porque o crescimento econômico e o bônus demográfico permitem maior alocação de recursos para a educação.

    A queda da população de crianças e jovens em razão da transformação demográfica facilitará ainda mais a tarefa de melhorar a educação. De fato, em 2010, havia 47,1 milhões de pessoas em idade escolar, mas, em 2020, haverá 41,5 milhões, uma redução de 5,6 milhões.

    Apenas entre 2009 e 2011 houve uma queda de 1,8 milhão de matrículas na rede pública de ensino fundamental, o que decorreu, em parte, da mudança demográfica.

    Se os mesmos 5,08% do PIB continuarem sendo destinados para a educação pública e se a economia continuar crescendo no mesmo ritmo dos últimos oito anos, será possível elevar os investimentos por aluno em 45% entre 2010 e 2020, já descontada a inflação.

    Juntas, a economia e a demografia farão os investimentos públicos em educação por aluno saltarem de 20% para 25% do PIB per capita no mesmo período, taxa elevada para os padrões internacionais.

    Embora os investimentos públicos em educação por aluno já estejam crescendo, o Brasil precisa aproveitar as condições econômicas e demográficas favoráveis para fortalecer ainda mais o orçamento da educação nos próximos anos, com vistas a diminuir o hiato que separa a educação pública daquela necessária para fomentar o crescimento econômico e alavancar a competitividade internacional da nossa economia.

    Com o objetivo de superar esse hiato educacional, tem-se argumentado, no âmbito do Plano Nacional da Educação, ora em discussão no Congresso Nacional, em favor da destinação de 8% ou até de 10% do PIB para a educação.

    A fixação de uma parcela do PIB para o financiamento da educação pode não ser o caminho mais adequado num contexto de rápida transformação demográfica e crescimento econômico, já que, de um lado, a população em idade escolar continuará caindo e, de outro lado, os investimentos por aluno continuarão crescendo.

    Outro aspecto a se considerar é que a destinação de um percentual elevado do PIB para a educação tende a conflitar com as necessidades fiscais futuras decorrentes do contínuo aumento da população de idosos, que vai requerer crescente alocação de recursos para a saúde pública, aposentadorias e pensões - já em 2026, a população em idade escolar, na faixa etária de 4 a 17 anos, será ultrapassada pela população acima de 60 anos.

    Uma alternativa a ser considerada é definir o orçamento público para a educação de acordo com os recursos necessários para atingir metas educacionais, política essa que teria que vir acompanhada do aperfeiçoamento da gestão do sistema educacional.

    Num primeiro momento, será preciso elevar significativamente a parcela do PIB destinada para a educação, mas, numa fase seguinte, quando as metas forem sendo alcançadas, o orçamento da educação poderá se estabilizar e até diminuir, como ocorreu décadas atrás nos tigres asiáticos, quando promoveram grandes avanços na educação.

    A educação deve ser prioridade de política pública, mas a alocação de recursos para a área deve ser compatível com a realidade demográfica do país. Do contrário, poder-se-á criar compromissos e pressões fiscais futuras com efeitos deletérios para o crescimento econômico sustentável.

    JORGE ARBACHE é assessor da presidência do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e professor de economia da UnB (Universidade de Brasília).
    E-mail: jarbache@gmail.com. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/16885-mudanca-demografica-e-educacao-no-brasil.shtml

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  138. POR QUE SERÁ QUE SÓ OS ESTRANGEIROS PROCURAM ESTE INSTITUTO PARA ESTUDAR, FAZER PESQUISAS???

    ONDE ESTÁ O PROBLEMA????

    FOLHA DE S. PAULO - COTIDIANO

    Foco

    Candidatos brasileiros são minoria em concurso no Rio

    DO RIO

    Crise econômica internacional, câmbio favorável, boas condições de ensino e um campus no meio da floresta urbana de fazer inveja a qualquer instituição acadêmica do mundo.

    Com esses ingredientes, o Instituto de Matemática Pura e Aplicada, no Rio, órgão vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia, atrai cada vez mais estrangeiros para seus quadros de pesquisa.

    Em edital para cinco vagas de pós-doutorado com bolsa de R$ 7.500, ainda em aberto, dos 60 candidatos, apenas seis são brasileiros -quatro deles moram no exterior.

    O país que lidera a lista de interessados é os Estados Unidos (11 inscrições), mas há também ucranianos (6), chineses (5), indianos (5), iranianos (4) e candidatos de mais 19 nacionalidades.

    Não é a primeira vez que estrangeiros são a maioria em processos seletivos do Impa. Nos dois últimos editais, brasileiros não passaram de 15%.

    Além do prestígio internacional do Impa, o coordenador da comissão de atividades científicas, Alfredo Iusem, diz que o fato de o candidato não precisar viajar para participar da seleção e dar aulas em inglês no início ajuda a atrair estrangeiros.

    Hoje, eles são quase 50% dos pesquisadores do Impa.

    Um deles é o russo Alexei Mailybaev. "Na área de matemática, todo mundo conhece o Impa no mundo. Como a situação na Rússia não estava boa, decidi mudar, foi minha primeira opção", diz.


    Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidiano/16962-candidatos-brasileiros-sao-minoria-em-concurso-no-rio.shtml

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  139. PAUSA PARA ANÁLISE

    Aécio Neves

    Otimismo

    O final do ano nos humaniza. Traz consigo o calor da família e dos amigos, momento para encontros e reencontros, propício para reparar eventuais omissões, lapsos, encurtar distâncias e também desarmar o estopim da intolerância.

    É quando pisamos com outra leveza e a necessária sabedoria o terreno das oportunidades vividas ou perdidas e dos sonhos ainda acalentados.

    É quando não podemos deixar de somar ausências, lidar com cadeiras vazias na ceia de Natal e nos darmos conta do que parecemos esquecer no dia a dia: que a marcha do tempo é irremediável. É nessa época que costumamos fazer balanços e nos reencontrar com nós mesmos, com as convicções e esperanças que constroem a identidade de cada um.

    No meu caso, nesta perspectiva extensa, vejo que busco manter-me fiel à postura que sempre me impus desde que, há 25 anos, iniciei a minha vida pública -não cair na tentação fácil de tratar adversário como inimigo, de confundir país com governo.

    No plano da esperança, apesar das decepções de tarefas inconclusas e das incompreensões da vida pública, constato novas possibilidades sendo vagarosamente gestadas, não pelo mundo do poder, mas pelo amadurecimento de uma nova consciência coletiva acerca dos direitos dos cidadãos e dos deveres de todos nós para com o país.

    E é ela, sempre ela, a esperança, que termina por nos conduzir à frente.

    Se no Brasil o ano foi engolfado por denúncias no campo ético e marcado por um crônico imobilismo da agenda de transformações, em plano mais ampliado, a história, aqui e fora daqui, registrará 2011 como o momento em que, após longo torpor, a juventude começou a retomar a iniciativa da ação política.

    Sou otimista por natureza e é com este sentimento que saúdo a forma com que, graças à tecnologia, mais e mais pessoas se apropriam da política como ela merece ser exercida, como instrumento pessoal e coletivo de transformação da sociedade, longe dos ritos solenes.

    Através da internet e das redes sociais, os espaços públicos aqui e no mundo voltaram a ser arejados e rejuvenescidos por contingentes de cidadãos de todas as idades, ávidos em reiterar o valor universal da justiça e da democracia. Como consequência, a política tradicional está sendo obrigada a ecoar cada vez mais esse generoso clamor das ruas. E se o final do ano, repito, nos humaniza, que isso não seja privilégio apenas desses dias.

    Que 2012 nos permita encontrar o caminho para novas convivências. Na vida familiar e na atividade profissional. E que essa convivência seja, no primeiro caso, regada apelo afeto. E, no segundo, pelo respeito. Assim, poderemos percorrer 2012 honrando mais e melhor a nós mesmos e a nossa história. Feliz ano novo!

    Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/16884-otimismo.shtml

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  140. BOA NOITE, AMIGO EULER
    UM FELIZ ANO NOVO PARA VCS E TODOS OS SOFRIDOS EDUCADORES DE MG.
    QUE TAL ENVIARMOS UMA CARTA PARA O FAUSTÃO, SUGERINDO QUE ELE CONCEDA O "TROFÉU ÓLEO DE PEROBA", PARA OS 51 DEPUTADOS, CARAS DE PAU, INIMIGOS DA EDUCAÇÃO?
    LUCIMARA.UBERABA

    ResponderExcluir
  141. Pessoal, é necessário mais atenção! O posicionamento no portal do servidor ainda não é o valido para 2012. O novo posicionamento será liberado á partir do dia 201/01/2012 para consulta.

    ResponderExcluir
  142. TIAGO ULISSES,

    INIMIGO DA EDUCAÇÃO.

    ResponderExcluir
  143. Acessem:

    http://www.pragmatismopolitico.com.br/2011/12/aecio-neves-estava-bebado-quando.html

    ResponderExcluir
  144. Prof. Euler chorei mto neste NATAL ao me lembrar de tdo q. passamos, mas logo me recompus em nome de JESUS nosso SALVADOR E SENHOR! VCS FALSOS GOVERNANTES NÃO SÃO DONOS DE NADA!! NEM DA PRÓPRIA VIDA! HELLOOOOOO!! Não admito que após 30 anos de trabalho e tendo enfrentado outros "governadores perturbados" estamos agora à mercê dos 02 "deuses" fabricados pelos próprios e mantidos pelos jornais comprados. A SEE é um fiasco! À secretária "da falta de educação e suas comparsas" e funcionárias q. se sentem mto honradas em participar da chacina contra os prof. meus pêsames pelo triste papel, pois emprestam seu conhecimento contra nós. É revoltante ouvir elogios deste sistema de pagamento imposto ao prof. Por isto é que precisamos lutar. Tirar esta "turminha" do poder. Pensava e penso numa aposentaria melhor. ESTOU NA LUTA!!!ABCS. Até a vitoria!

    ResponderExcluir
  145. 26 de dezembro de 2011


    Supremo Tribunal Federal vira pronto-socorro corporativo com aval de Peluso

    Tags:Cezar Peluso, Liminares e suspensão atividade correcional do Conselh, Supremo Tribunal Federal - walterfm1 às 9:06








    Plenário do STF

    O ministro Cezar Peluso, que em setembro tirou de pauta a ação direta de inconstitucionalidade proposta pela Associação de Magistrados Brasileiros (AMB) e tendente a reduzir a atividade fiscalizadora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), manteve as liminares concedidas pelos ministros Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski. Envolvido no dissenso com a ministra Eliana Calmon sobre a competência correcional do CNJ, o ministro Peluso, que preside o STF e o CNJ, esquece a questão de urgência e mantém liminares de modo a invadir questão de mérito.

    Com efeito. Um caso de urgência, como a quebra de uma perna, é encaminhado ao pronto-socorro hospitalar.

    Um outro tipo de urgência, como, por exemplo, a separação de corpos em razão de o marido surrar a mulher, é tratado pelo pronto-socorro judiciário. E o remédio urgente ministrado nesse pronto-socorro judiciário leva o nome de liminar. Como sabem até os rábulas de porta de cadeia, a liminar tende a evitar um dano irreparável ou de difícil reparação.

    No pronto-socorro do Supremo, os ministros Marco Aurélio e Lewandowski concederam, na semana passada, duas liminares sem que houvesse situação de urgência.

    Essas duas liminares foram para suspender a atividade correcional do Conselho Nacional de Justiça. Um Conselho que fiscaliza magistrados desde 2005. Faz muito tempo.

    As duas liminares tanto não eram urgentes que todos ministros do Supremo, em sessão plenária de setembro, tiraram da pauta o julgamento da ação de inconstitucionalidade sobre a competência correcional do Conselho.

    Se houvesse urgência e relevância essa ação não teria sido deixada para depois, ou seja, adiada pelo plenário do Supremo.

    As duas liminares foram concedidas ao apagar das luzes do ano judiciário de 2011.

    Lewandowski suspendeu as apurações no Tribunal de São Paulo, onde o antigo presidente morreu sob odor de possuir patrimônio incompatível com as suas fontes de ganhos. Mais ainda, ele faleceu sob o odor de privilegiar um grupo de 17 desembargadores,quanto à forma de pagamento de verbas relativas ao auxílio moradia.

    Quanto ao ministro Marco Aurélio, ele aniquilou, como um trator desgovernado, o poder fiscalizador do Conselho. Em síntese, deu uma de Papai Noel. E os juízes investigados por graves desvios funcionais passaram certamente a acreditar que o bom-velhinho existe.

    Com espírito natalino, Peluso acaba de confirmar as liminares. De se frisar que o CNJ já sancionou até ministro do Superior Tribunal de Justiça, caso de Paulo Medina: Medina, que presidiu a AMB-Associação de Magistrados Brasileiros (a ação direta de inconstitucionalidade foi proposta pela AMB), foi aposentado compulsoriamente devido à venda de liminares, por interposta pessoa que beneficiou traficante de drogas.

    Pano Rápido. Parece ter chegado o momento de a sociedade brasileira, como fez a europeia, pressionar para se fixar aos ministros do STF um mandato de 5 anos, sem direito a prorrogação. Não é democrática a perpetuação de ministros no Supremo, igual ao modelo norte-americano.

    Como demonstrou o ministro Marco Aurélio, com o longo tempo de suprema investidura perde-se até noção de urgência e de interesse social. Solta-se, como ele fez, liminarmente um Cacciola da vida e se dá guarida, também como ele pretendeu, a um pluriassassino do porte de Battisti.

    Wálter Fanganiello Maierovitch

    Disponível em:http://maierovitch.blog.terra.com.br/2011/12/26/supremo-tribunal-federal-vira-pronto-socorro-corporativo-com-aval-de-peluso/

    ResponderExcluir
  146. ALERTA AOS COLEGAS QUE VÃO VIAJAR OU OS QUE VÃO FICAR EM CASA!

    Previsão de chuva forte a partir da próxima quarta


    Centro, Sul, Zona da Mata e Triângulo Mineiro podem ser atingidos por pancadas fortes, típicas do verão


    Raquel Ramos - Do Hoje em Dia - 26/12/2011 - 10:03

    Uma frente fria que atua sobre o litoral do Sudeste do Brasil voltou a provocar chuvas em Minas Gerais. Segundo informações do 5º Distrito de Meteorologia, a previsão é que o Centro, Sul, Zona da Mata e Triângulo Mineiro sejam atingidos por pancadas fortes, típicas do verão.

    A partir de quarta-feira (28), as áreas de instabilidade voltam a ganhar força, provocando temporais fortes em praticamente todo o estado. Ainda de acordo com 5º Distrito, há possibilidade de chuva em volume crítico, como aconteceu nas semanas anteriores.

    ResponderExcluir
  147. Pois então aguarde senhora secretária nojenta, verás o rusultado da educação, infelizmente será o pior possível, onde já se viu? Melhorias na educação só se consegue através de investimento, e em primeiro lugar em investimento humano, os professores estão todos desestimulados, quem puder pulará fora,quem não puder vai ser difícil desenvolver um bom trabalho com essa merreca que vocês ficam anunciando nesta mídia comprada,essa merda que é o grupo que lidera a educação é um grupo da pior espécie,cuidem vocês da educação pois com certeza os professores que são parte fundamental neste processo, estes? Vai ser preciso muito trabalho de alto-estima mas coloca trabalho e investimento nisso, quem sabe daqui uns quarenta anos,poderemos falar emeducaçãopública no Brasil.E olha a metade do meu salário que está indo para o bolso de não sei quem,pode ter certeza, vai sair todo entre os dedos e ainda vai levar o resto junto.Aqui se faz aqui se paga. Um abraço a todos que comigo lutaram e continuam lutando pelo nosso tão sonhado piso que con certeza não tardará.

    ResponderExcluir
  148. Anastasia roubou meu dinheiro.Vais me pagar 3X8

    ResponderExcluir
  149. Anúncios retirados do site do CNTE: a luta continua...
    1)Sind-UTE/MG organiza a luta pelo Piso Salarial Profissional Nacional e pela carreira dos profissionais da educação
    Segunda, 26 de Dezembro de 2011 - 15:01h
    O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) convoca a categoria para o 9º Congresso Estadual do Sind-UTE/MG e 21º dos/as trabalhadores/as em educação de Minas Gerais, que acontece entre os dias 10 e 12 de fevereiro de 2012, em Araxá. Este congresso terá como eixos a educação como direito social, a luta pelo Piso Salarial Profissional Nacional e pela carreira dos profissionais da educação de Minas Gerais.

    A estratégia de convocar o congresso para o início de 2012 cumpre o papel de mobilizar a categoria e discutir a nossa organização para modificar a situação dos profissionais da educação que, de acordo com a Lei Estadual 19.837/11, está com a carreira congelada até 2016.

    Além disso, a mesma lei retira direitos adquiridos da categoria. Outra questão é o congelamento salarial imposto pelo Governo do Estado através do subsídio. Enquanto o Piso Salarial terá reajuste de 21,97% em 2012, o subsídio tem reajuste previsto de 5% (o que não repõe, sequer, a inflação do período).

    Os/as trabalhadores/as em educação também enfrentam diversos problemas como a insegurança no processo de nomeação das direções de escola que foram eleitas em junho de 2011, e a ausência de discussão para definição do quadro de escola e processo de designação para o ano letivo de 2012. A organização da jornada do professor, em cumprimento à lei federal 11.738/08, também é outra questão que está sem resposta.

    Diante de todo esse quadro, o Congresso do Sind-UTE/MG será um espaço aglutinador para definir a atuação da categoria em 2012.

    2)Em reunião do Conselho Nacional de Entidades da CNTE, ocorrida na última sexta (16), foi decidida a realização de uma greve nacional na primeira quinzena de março, para exigir o cumprimento da lei nacional do piso.

    ResponderExcluir
  150. Gazollina mentirosa,a educação está agonizando.Vc ainda não percebeu ou finge não enxergar?
    Quanto à tabela de reposicionamento, ela nem foi mexida, é a mesma antiga.
    Vocês acham que nos enganam?
    Espera pra ver,2012 vai ferver.
    Você não entende nada do que passa na sala de aula.A secretaria nem visita as salas.
    Se aplicarmos uma prova a nível de quinto ano em vc, tenho certeza que não fará nenhuma questão.

    ResponderExcluir
  151. FOLHA DE S. PAULO - CADERNO OPINIÃO

    Verdadeiro compromisso com a educação
    Maria Izabel Azevedo Noronha

    TENDÊNCIAS/DEBATES

    Não é possível falarmos sobre valorização dos professores se temos contratações precárias, jornadas excessivas, salários aviltantes e salas superlotadas

    Li com atenção o artigo do secretário da Educação do Estado de São Paulo, Herman Voorwald, neste espaço, na edição do dia 2/12, e quero tecer alguns comentários, como presidente da Apeoesp - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo, que possui 184 mil filiados.

    Todo esforço para melhorar a qualidade da educação e elevar a valorização de seus profissionais deve ser valorizado e ter continuidade. Não há que duvidar da vontade do secretário de melhorar a educação, mas é preciso ponderar suas afirmações.

    O que nos interessa é a efetiva melhoria do processo ensino-aprendizagem nas escolas estaduais. O secretário faz uma análise interessante sobre a expansão da rede pública de ensino e suas consequências para a qualidade do ensino.

    Mas é preciso atuar com medidas concretas, que tenham efeito em toda a rede. Por exemplo: se o governo estadual sabe quais são as condições necessárias à qualidade do ensino, por que implementá-las em apenas 16 unidades, e não em toda a rede? O que é bom não pode ser para poucos, ou não passa de uma estratégia de marketing.

    Todos reconhecem a desvalorização dos professores da rede estadual. Ela se agravou com uma lei de 1997 que achatou a escala salarial, reduziu as possibilidades de evolução, causou sérios prejuízos aos aposentados e provocou perdas salariais da ordem de 36,74%.

    A política salarial que o secretário menciona nem ao menos equaciona essas perdas; muito menos assegura salários adequados.

    Ao mesmo tempo, tal política salarial, ainda que não seja a que almejamos, só foi possível porque realizamos uma greve de 35 dias em 2010, denunciando para todo o Brasil a situação da rede estadual de ensino de São Paulo.

    Estamos participando da atual discussão sobre a carreira, que ainda se limita à regulamentação dos novos níveis criados pela lei nº 1.143/11. Queremos uma discussão estrutural sobre a carreira, para que ela valorize o professor diante do seu papel social, corrigindo distorções e injustiças.

    Não é possível falar em valorização profissional com a contratação precária de professores, salários aviltantes, jornada excessiva em sala de aula, salas superlotadas, adoecimento profissional, violência nas escolas e tantos outros problemas.

    Recentemente, a Folha publicou um dado que já havíamos divulgado: no nosso Estado, apenas 17% da jornada do professor pode ser dedicada à preparação de aulas, trabalho pedagógico, formação, elaboração e correção de provas e trabalhos. A Apeoesp conquistou uma liminar para que o Estado cumpra a lei 11.738/08, que determina o mínimo de 33% da jornada de trabalho em atividades extraclasses.

    Diante desse quadro, o caminho é valorizar o magistério, e não contratar bolsistas para "auxiliar" os professores. Precisamos é de bons salários, carreira adequada, condições de trabalho e reconhecimento do nosso papel como profissionais e como educadores. Isso, sim, é compromisso com a educação.

    MARIA IZABEL AZEVEDO NORONHA é professora da rede estadual de ensino, presidente da Apeoesp - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo e membro do Conselho Nacional de Educação e do Fórum Nacional de Educação.

    Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/17016-verdadeiro-compromisso-com-a-educacao.shtmlAcessado em 27 de dez. de 2011.

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  152. Olá Euler e todos os companheiros dessa luta tão ferrenha que estamos travando: que em 2012 a nossa resistência continue tão ou mais forte que em 2011. Que não desistamos jamais de buscarmos os nossos direitos pois só através da luta é que vamos chegar à tão LINDA VITÓRIA QUE COM CERTEZA NOS MERECEMOS.Felicidades a todos voces (nós) do NDG e fiquem com Deus!!!

    ResponderExcluir
  153. Olá companheiros. Alguém informação sobre quando sai a publicação do pedido de mudança de lotação e remoção?
    Abraços a todos e um Feliz ANO NOVO.
    Euler, vc é o cara! Exemplo e referência para o professorado mineiro e porque não do BRASIL.
    Conte conosco do interior.

    Só pra lembrar: DEP.MOURÃO (TRAÍDOR) ACORDA GV...

    Governador Valadares.

    ResponderExcluir