terça-feira, 24 de agosto de 2010

Sind-UTE reúne-se hoje (ou amanhã) com o governo na Cidade do Faraó


Já passa da meia-noite. De acordo com as regras vigentes, já estamos na terça-feira. Mas, como já expliquei antes, ainda estou na segunda-feira, pois meu dia termina por volta de 3h da noite do dia seguinte. Então, seja hoje, para vocês, comuns mortais, ou amanhã, para mim, mortal quase incomum, haverá uma reunião entre o sindicato e o governo. Por volta das 10 horas da madrugada, quando eu estiver acordando, a direção do Sind-UTE estará em reunião com as secretárias Renata Vilhena e Vanessa Guimarães. As meninas do sindicato, lideradas pela coordenadora Beatriz Cerqueira, cobrarão do governo os termos do acordo assinado no final da nossa maravilhosa revolta dos 47 dias, em 25 de maio de 2010.

Entre os termos do referido acordo encontra-se a publicação do edital para o concurso público para o preenchimento dos cargos vagos na SEE-MG. Tal edital deveria ter sido publicado até o final de julho de 2010. O governo não cumpriu a sua parte. Fontes do Blog do Euler revelaram que o edital seria publicado agora em agosto ou no mais tardar em setembro. Vamos ver se as secretárias confirmam ou não as informações divulgadas aqui no blog.

Outro ponto a ser discutido e já comentado aqui por alguns navegantes-visitantes diz respeito às férias-prêmio. O acordo com o governo prevê aumento no percentual do número de pessoas com direito a usufruir deste direito, o que não vem acontecendo. Apesar de ser um direito nem todos poderão usufrui-lo, pois isso contraria a lógica do choque de gestão. Além disso, estão ameaçando aos valorosos combatentes da nossa greve que porventura tiraram férias-prêmio, dizendo que ficarão com um tal "saldo negativo" no estado.

Já tive a oportunidade de comentar sobre isso anteriormente, mas não custa lembrar que "saldo negativo", para mim, eu só conheço o da minha conta bancária. Mas, também com o salário que recebemos - o já afamado salário-de-professor-de-Minas - seria impossível não ficar devendo a bancos, aos vizinhos, aos amigos, ao Papa, a Deus, enfim, a todos quantos tenham contato mais ou menos próximo conosco, físico ou espiritual.

As combativas meninas do sindicato podem aproveitar também e perguntar às digníssimas secretárias duas outras coisas: 1) sobre o reposicionamento que foi assinado pelo governo do faraó e afilhado e não foi pago; e 2) sobre a lei do subsídio, se o governo tenciona deixar tudo pronto para ser pago em janeiro de 2011, ou se vai ser preciso fazer uma nova greve para fazer cumprir a lei.

Ah, não esqueçam de perguntar também sobre a fração do 14º salário, se será pago mesmo no início de setembro tal como me informaram minhas fontes em primeiríssima mão. É que estou dependendo desta complementação do meu rebaixado salário-de-professor para mandar instalar um tanque no meu bunker. Ninguém merece ficar trançando pra lá e pra cá a cada 15 dias com as roupas sujas para lavar. E a mão-de-obra de pedreiro está bem elevada. Aliás, minto: está num preço razoável até, por volta de R$ 100 reais por dia. Nós, educadores, é que estamos na miséria mesmo e qualquer coisa pra gente parece caro.

Precisam ver quando eu entro num supermercado. Seleciono a dedo cada produto. A minha mãe e minhas irmãs que recebem proventos maiores do que o meu - eis uma coisa óbvia e ululante: qualquer um recebe salários maiores do que o de um professor-de-Minas - mas, como dizia, a minha mãe e minhas irmãs ficam impressionadas com a fartura que eu faço quando entro num supermercado: compro bastante coisa por uma ninharia de dinheiro. É que a realidade de um professor-de-Minas obriga-nos a desenvolver o dom que parecia próprio unicamente do filho de Deus, qual seja, o da multiplicação do vinho e do pão.

Então, nesta data de 24 de agosto, que registra também a data do suicídio de Getúlio Vargas - sobre este assunto, leiam interessante artigo do colega Wladmir Coelho no link abaixo -, estaremos aguardando as novidades que a direção do sindicato nos trará diretamente da Cidade do Faraó.

Um conselho final às meninas do sindicato: cuidado com o balançar das paredes na Cidade do Faraó. Estejam atentas em relação às portas de saída - mais até do que as de entrada -, e também às saídas de emergência. Se insistirem para que vocês permaneçam no local por um tempo maior do que o necessário para a reunião, recusem a oferta. Digam que desejam conhecer a lagoa ou até mesmo a área de estacionamento, onde tudo é mais seguro. Pelo menos aparentemente. Mas, o maior risco mesmo, indigesto, tendo em vista a proximidade do horário do almoço, é vocês darem de cara com o faraó ou com o afilhado. Neste caso, talvez seja melhor mesmo suportar o tremer das paredes.

A qualquer momento o blog poderá trazer as novidades sobre a referida reunião e os comentários de praxe.

* * *

Prêmio será pago em setembro

O nosso blog acaba de receber a seguinte mensagem, diretamente de Itajubá e Caxambu:

"Olá Euler

Segue uma notícia de nosso blog (http://sindutecaxambu.blogspot.com) sobre prêmio por produtividade. Aliás, divulgue o blog de nossa subsede

Ass.: Prof. Cassio


Chegou a pouco um importante comunicado da Superintendência Regional de Ensino de Itajubá, diretamente do gabinete da Diretora II Valéria do Carmo Bento Borges. Segue a descrição :

Sr(a) Diretor(a)

Comunicamos que o Prêmio por Produtividade será pago em setembro - 5º dia útil. Favor dar ciência a todos os servidores.

Atenciosamente,

Valéria do Carmo Bento Borges

Diretora II - SRE Itajubá"

O site da subsede Caxambu é este aqui.

* * *

Leiam também:

- Blog do COREU: "24 DE AGOSTO DE 1954: O SUICÍDIO DE GETÚLIO VARGAS"

- Blog Em busca do conhecimento: "Visita de Aécio e Anastasia à Conselheiro Lafaiete foi um fiasco".

- Blog S.O.S. Educação Pública: "Para onde vai o dinheiro da Educação IV".

- Blog da Cris: "Excursão Ouro Preto".

- Blog Proeti no Polivalente: "CARTAZ SIND UTE/MG:ENCONTRO DO TRIÂNGULO MINEIRO".

3 comentários:

  1. Olá Euler

    Segue uma notícia de nosso blog (http://sindutecaxambu.blogspot.com) sobre prêmio por produtividade. Aliás, divulgue o blog de nossa subsede
    Ass.: Prof. Cassio
    ________________________________________________
    Chegou a pouco um importante comunicado da Superintendência Regional de Ensino de Itajubá, diretamente do gabinete da Diretora II Valéria do Carmo Bento Borges. Segue a descrição :

    Sr(a) Diretor(a)

    Comunicamos que o Prêmio por Produtividade será pago em setembro - 5º dia útil. Favor dar ciência a todos os servidores.
    Atenciosamente,
    Valéria do Carmo Bento Borges
    Diretora II - SRE Itajubá

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Euler!
    Sinceramente, acho que o professor fica satisfeito com pouca coisa. Hj tive uma conversa com uma advogada, que é especializada nessa área de funcionalismo, já trabalhou e se aposentou na SRE de Uberlândia, o que ela me informou é que essa nova carreira proposta pode ser uma cilada, já que a questão do Piso ainda não foi definida pelo Supremo, ela acha que o Piso será considerado piso mesmo, e aí quem mudar de plano não terá direito a incidência de benefícios em cima desse piso, e não terá como voltar atrás, no subsídio ele não terá mais os benefícios (penduricalhos), acho que o sindicato tem que ficar atento a isso e nós também.
    Disse que quando isso acontecer provavelmente teremos vários professores entrando com processos para reverter essa situação.
    Comentou ainda que tem promotores publicando a respeito do "choque de gestão", que é um absurdo, tira investimentos do social, como saúde e educação.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. João Paulo Ferreira de Assis25 de agosto de 2010 00:41

    Prezado amigo Professor Euler

    Este alerta que foi feito pelo nosso colega Anônimo (ou Anônima) vem muito a calhar. Acho inclusive que poderia ser objeto de mais uma discussão, e que deveríamos fazer chegar o alerta à companheira Beatriz Cerqueira e aos demais companheiros do SIND-UTE. Imagine se nós vamos pelo canto da sereia e depois ficamos prejudicados. Imagine se o STF declara improcedente a ADIN e considera o valor como piso. Depois do tal subsídio, e do nosso assentimento ao mesmo, não seria mais possível a reversão.
    Citemos um exemplo não pertencente ao assunto:
    Veja-se o caso da divisão entre Ciências Exatas e Ciências Humanas. Os alunos da minha escola estão super-queixosos, mas a SRE de Barbacena, consultada pelo nosso Diretor, já disse que a inclusão de Exatas e Humanas na EE Deputado Patrus de Sousa é IRREVERSÍVEL. Ou seja, agora é que hora do senhor Mário Assis e da sua organização entrarem na Justiça contra o Estado, pleiteando o cancelamento dessa divisão, pois os alunos ficam muito prejudicados. E o pior, quem pertence a uma turma que optou por Exatas não pode ir para outra, de Humanas. Mas parece que a organização do senhor Mário Assis só existe contra nossas greves.

    Atenciosamente João Paulo Ferreira de Assis

    Post Scriptum:

    O dito cujo apesar do sobrenome igual, não é nada meu.

    ResponderExcluir