domingo, 11 de março de 2012

Uma semana de protestos, manifestações e paralisações



Moradores de rua. Vale a pena ver esta entrevista feita por Frei Gilvander com um dos coordenadores do Movimento Nacional de População de Rua, Samuel Rodrigues.



Uma semana de protestos, manifestações e paralisações


A semana que se inicia deve mobilizar educadores de todos o país, pelo pagamento do piso salarial nacional, pela carreira e por mais investimento na Educação pública. A CNTE, confederação que teoricamente representa os educadores, com o apoio de vários sindicatos associados, chamou a paralisação de três dias, entre 14 e 16 de março de 2012. Como eu disse na entrevista, trata-se de uma paralisação um pouco tardia, que deveria ter acontecido em 2011, assim mesmo por tempo indeterminado, fortalecendo e dando visibilidade às greves que ocorreram nos estados. Em Minas Gerais, por exemplo, ficamos 112 dias de greve.

Nestes três dias, em Minas Gerais certamente haverá paralisações e também outras formas de protesto, já que nem todos estão dispostos a parar, seja pelo desgaste da última greve, com enormes perdas financeiras, materiais e emocionais; seja por discordar da direção que é dada ao nosso movimento; ou mesmo por não enxergar resultados práticos para uma paralisação deste tipo. A greve é nacional, mas as cobranças estão voltadas contra os governos estaduais e municipais, poupando o governo federal, que para mim é o grande omisso dessa história. Não haverá valorização dos profissionais da Educação se o governo federal não entrar em cena de forma decisiva, e não apenas com discursos, promessas de pré-sal e ofertas de tablets. Estamos cansados dessa demagogia.

Meu posicionamento já é conhecido, pois expressei aqui no blog. Participei intensamente da greve de 47 dias em 2010, e da greve de 112 dias em 2011. Em parte, já me recuperei das perdas materiais e também emocionais. Mas não vou aderir à paralisação de três dias. Não por temor ao corte salarial de três dias, que não me deixaria mais pobre financeiramente do que tenho estado no último meio século de vida. Mas por discordar da forma como a paralisação foi convocada, sem ouvir a base das categorias nos estados, sem discutir os objetivos a serem alcançados, a estratégia de mobilização e luta, sem envolver a comunidade nesta luta. Talvez eu esteja ficando velho demais, emburrado, teimoso em não querer seguir o que outros decidem em meu nome. Ainda mais quando considero equivocada a direção dada.

Mas respeito a todos os que participarão desta paralisação. Cada qual tem sua forma de pensar, de analisar o mundo, o contexto, e decidir de forma amadurecida. Muito provavelmente, além da paralisação, haverá outras formas de protesto, como algumas que já foram mencionadas aqui no blog, como: educadores que vão trabalhar com roupa de protesto; ou se reunirão com os alunos e seus pais para discutir a nossa realidade; ou farão panfletagem com material próprio.

Os governos de Minas e do Brasil sabem que os educadores não estão satisfeitos, e nem precisa fazer uma paralisação de dois ou três dias para mostrar isso para os governos ou para a comunidade. Pode ser até que este tipo de paralisação, caso não receba grande adesão nacional, sirva apenas para que os governos declarem que a maioria está satisfeita. Claro que não está satisfeita. Mas essa paralisação não foi preparada para ter adesão de massa, para enfrentar verdadeiramente os governos, especialmente o governo federal em Brasília. Ela foi feita para que as direções sindicais mostrem que estão fazendo alguma coisa, mesmo que não seja a coisa certa a se fazer.

A primeira atitude séria que deveria se fazer é abrir um debate franco com a categoria. Não um congresso de cartas marcadas, mas um diálogo horizontal com a base da nossa categoria. Inclusive estimulando esta mesma prática nos demais estados. Ouvir a base antes de chamá-la para uma paralisação deveria ser o primeiro passo a ser dado. Mas não dá para esperar tal prática de uma direção sindical que não tem esse costume, e que se julga dona do movimento.

Mas estou convencido - e posso estar equivocado - de que não existe solução para a Educação pública no âmbito dos estados e municípios. Os educadores são sempre a maioria dos servidores públicos, e os governos se recusam a investir adequadamente nesta área, pois isso retira dinheiro das prioridades que estes governos assumem durante as campanhas eleitorais com seus financiadores.

Enquanto a Educação básica e a política de valorização dos educadores não se tornarem uma causa nacional, uma política de estado, não haverá horizonte para o magistério. Podemos até conquistar uma coisa aqui, um reajuste ali, mas não demorará muito para que os governos conspirem contra os profissionais da Educação, e retirem as nossas conquistas.

A Lei do Piso para mim foi o maior exemplo de como as elites políticas deste país - aí envolvendo parte das direções sindicais, que foram cúmplices dos governos neste processo - são capazes de criar expectativas para iludir um segmento fundamental, como o dos educadores, que reúne três milhões de almas. Fomos enganados por essa turma, ficamos na esperança de dias melhores com o piso, e perdemos a carreira com a cumplicidade e a omissão de todos os partidos e governos envolvidos nessa trama.

Por isso, penso que a categoria tem que rediscutir nossas bandeiras de luta, nossas formas de organização, de comunicação, de mobilização, e principalmente de envolvimento da comunidade, sem o apoio da qual nossa causa estará perdida. A Educação básica precisa se tornar uma causa nacional, não no discurso, mas com atos concretos, como: um plano de carreira nacional, com piso salarial decente, jornada de trabalho com um terço ou mais de tempo extraclasse, política de progressão e reajuste salarial que dê à nossa carreira do magistério o tratamento que faça jus à importância que atribuem à Educação.

Fora deste horizonte, vejo que é preciso nos organizar para reivindicar alguns direitos imediatos em Minas Gerais, inlusive na justiça, como: recuperar as perdas ocorridas em 2011 com a redução salarial; exigir o pagamento integral das reposições; exigir o retorno do direito às férias-prêmio; exigir a implantação do terço de tempo extraclasse, exigir que seja dada primazia da escolha de turma pelos professores efetivos - reconhecendo aos efetivados outros direitos na carreira que o governo tirou -, e na justiça, ingressar pedindo a implantação do piso na carreira.

Que a categoria aproveite estes dias de luta, de protestos, de paralisação ou de reflexão para discutir os novos passos que precisam ser construídos, buscando sempre a unidade da categoria pela base e com o envolvimento da comunidade.

Um forte abraço a todos e todas e força na luta! Até a nossa vitória!

***

Frei Gilvander:

EMBRAPA A SERVIÇO DA MONSANTO E DAS TRANSNACIONAIS?
Por Gilvander Luís Moreira[1]

Em tempos de Campanha da Fraternidade sobre saúde pública – CF/2012 -, a EMBRAPA[2] pediu liberação do herbicida Glifosato também para a cultura da mandioca. Essa é uma lamentável notícia que exige, no mínimo, sete breves comentários.

1 - A EMBRAPA é uma das empresas públicas que mais recebem dinheiro das transnacionais para investimento em pesquisas, melhor dizendo, aperfeiçoamento tecnológico na produção agropecuária. Um ditado popular diz: "quem paga a banda, escolhe a música", ou seja, grande parte das pesquisas feitas pela EMBRAPA no último período tem sido para beneficiar as grandes empresas do ramo de agrotóxicos, como a própria MONSANTO que no ano de 2010 passou para a EMBRAPA nada menos que R$ 5,9 milhões para investir em pesquisas para os próximos 3 anos (2011, 2012 e 2013).

2- O Glifosato é um herbicida sistêmico não seletivo, ou seja, mata qualquer tipo de planta, exceto aquelas geneticamente modificadas para resistir ao glifosato, como é o caso das plantas (soja, por exemplo) com a marca RR (Roundup Ready), produzida pela MONSANTO. Um dos agrotóxicos mais vendidos pela Monsanto no país é o Roundup, que tem como principal ingrediente o glifosato.

3 - O uso massivo do glifosato tem provocado a aparição de resistência por parte de algumas plantas, levando a um aumento progressivo das doses usadas, e assim a uma desvitalização e perda de fertilidade da terra, afinal o herbicida elimina também, bactérias que são indispensáveis à regeneração do solo e manutenção de sua fertilidade. Este processo faz com que a cada dia aumente o uso de fertilizantes químicos, que alimentam as plantas e não fertilizam a terra, aumentando ainda mais o ciclo vicioso. Só no ano passado (2011), as importações brasileiras de fertilizantes (20,7 milhões de toneladas) somaram um gasto de 9,1 bilhões de dólares. Quem está mesmo ficando com os lucros e quem está ficando com os prejuízos?

4 - Rubens Onofre Nodari, agrônomo, mestre em Fitotecnia e doutor pela University Of California At Davis, professor na UFSC, afirma que além dos problemas no meio ambiente, o glifosato traz problemas à saúde pública, como o aumento da incidência de certos tipos de câncer e alterações do feto por via placentária. Reduz a produção de progesterona e afeta a mortalidade de células placentárias atuando como disruptor endócrino, ou seja, ele aciona genes errados, no momento errado, no órgão errado. O glifosato também causa, por exemplo, diminuição da produção de espermas, conforme vimos em experimentos feitos em ratos, ou produz espermas anormais. No caso do sistema endócrino, ele pode, por exemplo, inibir algumas enzimas. Ele vai alterar os hormônios que entram na regulação da expressão gênica.

5 - Desta forma vemos que a EMBRAPA, criada no início da década 70 do século XX, em plena ditadura, pelo então presidente Médici (que já fazia parte das estruturas criadas para dar suporte à imposição da chamada "Revolução verde", agricultura altamente mecanizada, que por sua vez impôs sobre a agricultura o lixo da 2ª Grande Guerra, incluindo, além de máquinas pesadas, armas químicas que foram transformadas em agrotóxicos) segue ainda hoje cumprindo o papel de criar condições para o avanço do Capital na agricultura, na qual umas poucas empresas lucram, melhor dizendo, furtam, e o conjunto da sociedade fica com os problemas gerados, sejam eles sociais, ambientais e até mesmo econômicos. Injustamente é a estrutura do Estado, que se diz Democrático de Direito, atuando em favor do Agronegócio e consequentemente em favor do beneficio das empresas transnacionais que dominam a produção e comercialização de agrotóxicos.

6 - Vamos deixar o Brasil se tornar a maior lixeira tóxica do mundo? O Brasil já é o campeão mundial no uso e consumo de agrotóxico. Confira o Filme-documentário “O Veneno está na mesa”, do diretor Sílvio Tendler. Por esse motivo, o deputado federal Padre João (do PT) está travando uma batalha na Câmara Federal contra o uso de agrotóxicos.[3]

7 – É inadmissível que a EMPRAPA continue com projetos de melhoramento na produção agropecuária que fortalecem os projetos das empresas transnacionais, agridem o meio ambiente e adoecem o povo brasileiro. A coluna mestra da EMBRAPA deve ser pesquisar nas áreas de agricultura familiar, com adubação orgânica. A EMBRAPA precisa assimilar em todas suas pesquisas o paradigma da Agroecologia. Só assim estará contribuindo para que a saúde se difunda por todo Brasil.

Enfim, quase todos os venenos devem ser proibidos. O uso deles só é tolerável como exceção e não como regra geral, o que lamentavelmente vem acontecendo. Roundup e muitos outros agrotóxicos são desenvolvidos para matar, não fazem parte da ética da vida. Há uma aliança macabra não confessada entre o agronegócio e a indústria farmacêutica. Produz-se alimentos envenenados para adoecer as pessoas e, assim, jogá-las nas garras da indústria farmacêutica que é a segunda que mais lucra, melhor dizendo, furta - após a indústria bélica. Em nome da Campanha da Fraternidade sobre Saúde Pública repudiamos a liberação do glifosato para a mandioca e todos os seus derivados.

[1] Frei e padre carmelita; mestre em Exegese Bíblica; professor Teologia Bíblica; assessor da CPT, CEBI, SAB e Via Campesina; e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br – www.gilvander.org.br – www.twitter.com/gilvanderluis - facebook: gilvander.moreira

[2] Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

[3] Acompanhem mais informações no site do mandato: www.padrejoao.com.br

Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.
e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br
www.gilvander.org.br
www.twitter.com/gilvanderluis
Facebook: gilvander.moreira
skype: gilvander.moreira

250 comentários:

  1. Nossa Euler e como que vc vai conseguir entrar na escola para dar suas aulas nesses três dias?? NDG significa o que? Que raio de núcleo duro é esse que amolece diante do primeiro obstáculo?
    Não importa o tempo, a hora, se é prá ferrar com a ordem estabelecida pelo porco do governador temos que nos unir e irmos à luta.
    Essa sua pirraça pode colocar por terra parte do respeito que vc conquistou com suas palavras firmes que sempre chegaram na hora certa.
    Nem sei o que pensar sabe?
    Me desculpe, mas aceredito que os únicos a firarem satisfeitos com essa sua decisão, serão aqueles que tanto nos fizeram sofrer nesses 112 dias de tormento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro anônimo, estás completamente enganado , estamos estamos com Euler, não iremos parar!
      Se fosse por tempo indeterminado e com todos os estados que estão sem o piso entrariamos! MAS para favorecer Beatriz, Sindinútil, Pt. Estamos fora!!!!!!!!!!!!!!

      Helena., Hudson, Anderson, Patricio, Suzana

      Excluir
    2. O problema é que quem se "ferra" com essas paraliSações sem fundamentos e organização não é a ordem estabelecida, somos nós traballhadores.

      Excluir
    3. Você disse parte das palavras que eu queria dizer.Não estou entendendo a atitude do Euler e não estou gostando nada.Pus tanta fé neste NDG!Na minha escola aqui em Sete Lagoas alguns iam parar outros não.Os de sempre,aliás.Mas quando a diretora foi à sala dos professores na hora do recreio e disse que a Secretaria da Educação proibiu que falássemos com os alunos sobre a greve e que com os professores ou sem os professores a escola não vai parar,(vão contratar pessoas),todas as professoras aderiram a paralisação..Somente 2 que são recém-contratadas vão dar aulas,por medo.No turno da manhã serão 13 turmas sem professoras.Os da tarde eu ainda não soube dos resultados.QUE DITADURA É ESTA? Só isto já vale nosso protesto.

      Excluir
  2. Monsanto + Embrapa = Doença

    ResponderExcluir
  3. A GREVE É NOSSO INSTRUMENTO LEGAL DE LUTA

    Caro colega Euler,

    entendo sua decisão ideológica em não querer participar das paralisações. Quanto a isso, você tem todo o crédito junto a categoria para tomar tal atitude. Conforme você mesmo ressaltou, sua participação tem sido efetiva em todos os movimentos grevistas, notadamente, nos anos de 2010 e 2011. Portanto, sua decisão em nada afetaria sua posição sempre aguerrida contra este sistema perverso que impera no Brasil.

    Entretanto, eu também entendo que qualquer greve, mesmo sendo tardia, é um recado aos poderes instituídos deste país, que sempre se colocam contra a educação e os professores. E mesmo que também não concorde com a postura nada transparente e nem um pouco democrática do sindeute-mg, ainda assim, penso que a greve é nosso direito legal, inalienável, e do qual não podemos abrir mão.

    Também entendo que Minas Gerais não poderia ficar fora de um movimento nacional, que serão marcados pelos três dias de paralisação. Conforme você mesmo disse na sua entrevista ao Frei Gilvander, "...os professores não foram prejudicados por causa da greve, mas sim, por causa da política do governo para com a educação...".

    Portanto, acho que qualquer proposta de greve, ainda que tardiamente, servirá como resposta aos inimigos da educação que, hoje, estão em todas as esferas políticas do Brasil: federal, estadual e municipal e seus paus mandados do judiciário.

    Greve já!

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto,mesmo,Raimundo.Quem poderá fazer chegar à mídia este absurdo de sermos proibidos de comunicar aos nossos alunos que vamos parar?Coloquem no face book.Quem puder faça algo.Isto é para depois o desgoverno mandar os números dizendo que em Minas nenhuma escola parou. Estão fazendo a gente de idiotas e estamos deixando.Estou passando mal com isto e não consigo fazer nada.FAÇAM ALGUMA COISA,pelo amor de Deus.Estamos nos sentindo abandonados.

      Excluir
  4. Querido compamheiro Euler,posso dizer com poucas palavras que sua entrevista com Frei foi uma lição de cidadania.Três dias de paralização para demonstrar nossa indignação é necessaria!Força na luta.braços fraternos.

    ResponderExcluir
  5. Euler,

    Não vamos desistir de derrubar este subsídio. Vamos pensar na idéia do manifesto popular.
    Podemos conseguir um milhão de assinaturas.Imagine a repercussão que isto terá.

    E o documento que você estava elaborando para enviar para o STF?

    Não podemos ficar pensando que a nossa única saída é a federalização.Muitos professores estão no final da carreira(que acabou)e perderam tudo que conquistaram durante anos.Temos que esgotar todos os recursos possíveis para mostrar para este governo que professor não é idiota, pois é assim que nos tratam.
    Até conseguirmos a federalização o mandato do Anastazia já acabou.
    Veja quantos anos levamos para aprovar um piso miserável. Vamos levar uma vida para conseguir esta federalização.
    Vamos pensar sim a longo prazo mas vamos com cuidado para não ficarmos só no ideal.
    Temos um problema a resolver e vamos focar nisto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AnônimoMar 11, 2012 07:42 PM quanto ao subsidio 2 está ímpossivel reverter!Beatriz entregou nossa carreira , triste realidade!Anastasia(satã) tem doutourado em direito, já procurei os melhores especialistas e falaram a verdade vamos perder dinheiro!Temos várias formas de ter o piso unirmos e organizarmos e invadir Brasília, Denunciar para ONU, invadir o palácio que é do povo, mas precisamos da MASSA DE MINAS E TODOS ESTADOS QUE ESTÃO SEM O PISO! DIGA NÃO A PARALISAÇAO DE 3 DIAS! NÃO SOMOS GADO DO SINDINÚTIL!!!!!!!!!!
      abraços
      Anderson/ matemática

      Excluir
    2. QUAL ADVOGADO VC PROCUROU? SUBSIDIO 2 É POSTERIOR A LEI DO PISO. COMO ASSIM?

      Excluir
  6. Euler, ainda que eu "fosse" seu maior inimigo,
    sem sombra de dúvidas lhe daria um baita de um DEZ por este excerto no POST de hoje, domingo, 11 de março/2012:
    "A greve é nacional, mas as cobranças estão voltadas contra os governos estaduais e municipais, poupando o governo federal, que para mim é o grande omisso dessa história. Não haverá valorização dos profissionais da Educação se o governo federal não entrar em cena de forma decisiva, e não apenas com discursos, promessas de pré-sal e ofertas de tablets. Estamos cansados dessa demagogia."
    Parabéns ao "ÚLTIMO DOS MOICANOS".
    Muita saúde e energia, já que outro tão cedo emergirá das classes dos de baixo.
    (Anone Matto)


    (Anone Matto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual o interesse do governo federal em fazer cumprir a lei do piso nacional???

      Excluir
    2. Nenhum, para o "bem" da "COPA NACIONAL".
      FUTEBOL: prioridade TOTAL, BIG BROTHER INTERNACIONAL.

      Excluir
  7. Caros colegas,
    A pergunta que deve ser feita não é se devemos parar ou não, mas se pararmos o que faremos para contribuir com a paralisação? Pararmos por três dias apenas para justificar que estamos descontentes e cumprir com nosso 'belo" papel de cidadão consciente e ficarmos sentados no sofá das nossas casas, infelizmente não adiantará em nada. O problema da nossa categoria é que muitos enchem o peito para falar que "participaram" da greve de 112 dias e que participará desta paralisação de 3 dias,mas ficam falando para as paredes da casa suas lamentações, dessa forma não adianta, pois o governo não importa com a falta de aulas para os alunos, mas com atitudes que venham manchar a visão que a opinião pública tem dele. E ficar em casa acompanhando "meia dúzia" de pessoas protestarem, isso é covardia e não cidadania. Infelizmente muitos colegas param por ser uma oportunidade de tirar uma " folga" dos cansativos horários de aula. Nesse sentido é preciso pensar em ações e essa paralisação não propõe ações,mas como o nome mesmo diz paralisação,lembra aquela brincadeira infantil de estátua, pois é exatamente isso que essa paralisação propõe que fiquemos como estátuas de braços cruzados e felizes por ter prostestado ou por poder criticar o colega que não parou e tudo continua da mesma forma.

    BOcaiúva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor que ficar neste muro de lamentações há 6 meses,meio ano, e só ver as mesmas pessoas,inclusive eu, reclamando e nada de ação.Pelo menos parando estamos fazendo algo.O que este blog trouxe de concreto até agora?Revolta,cansaço,depressão e angustia.Entro nele todo dia ávida de uma novidade e sempre o mesmo do mesmo.

      Excluir
    2. Revolta,cansaço,depressão e angustia? do blog? .......... pensei que era por causa da politica suja do governo............. se um remédio lhe faz mal, não o tome......... afinal parar já não e uma ação . Que contradição...........

      Excluir
    3. Quem tem a obrigação de nos TRAZER NOVIDADES é o DESGOVERNO ou o PROF. EULER?
      Afinal, vão colocar mais um SENSATO na CRUZ???
      Pela madrugada...
      Vamos REFLETIR, queridos colegas!
      Este espaço é altamente democrático e "estamos pegando o boi" por ele existir.
      Preparemo-nos, sim, para outra heróica greve, quiçá por tempo indeterminado, mas ... sem as mazelas da
      "BOA ATRIZ" (no sentido ambíguo, mesmo)
      (Anone Matto)

      Excluir
    4. O Anônimo de Bocaiuva disse que
      "O problema da nossa categoria é que muitos enchem o peito para falar que "participaram" da greve de 112 dias e que participarão desta paralisação de 3 dias,mas ficam falando para as paredes da casa suas lamentações"...

      Isso, ANÔNIMO, quando não vão para o sítio descansar, cuidar de outros afazeres que rendem mais, etc... É UM ABSURDO!!!

      "E ficar em casa acompanhando "meia dúzia" de pessoas protestarem, isso é covardia e não cidadania." ...

      Parabéns, ANÔNIMO, mais uma vez você falou tudo... COVARDIA desse povo e não cidadania!!!

      ..." Infelizmente muitos colegas param por esta ser uma oportunidade de tirar uma " folga" dos cansativos horários de aula."...

      Pois é, conheço muita gente assim na minha própria escola! E acredito que tem muito mais gente, que eu não conheço, mas que ficam esperando sentadas os louros das vitórias conquistadas por uns poucos que dão a "cara a tapa", enfrentando todos os incomodos da luta nas ruas.

      Excluir
    5. Continuando sobre o comentário do anônimo de Bocaiúva quando ele diz que "o governo não importa com a falta de aulas para os alunos, mas com atitudes que venham manchar a visão que a opinião pública tem dele."...

      É ISSO MESMO!!!

      FOI SÓ, NA GREVE DO ANO PASSADO NO FINAL DOS 112 DIAS, AQUELES BRAVÍSSIMOS GUERREIROS TOMAREM, LITERALMENTE, OS ESPAÇOS DA ASSEMBLÉIA QUE O GOVERNO, MORRENDO DE MEDO DE UMA AVALANCHE DE MÁS NOTÍCIAS DE MINAS GERAIS, EM UMA REPERCUSSÃO NACIONAL QUE JÁ COMEÇAVA A TOMAR FORMA E CONSISTÊNCIA, TRATOU LOGO DE MARCAR A REUNIÃO COM O SINDUTIL.

      A grande maioria dos grevistas (que participam efetivamente!!!) cansada, os componentes da greve de fome com pouca resistência e os "amarrados" sendo expulsos do "tapete vermelho" sem que outros os substituíssem, permitiu ao governo terminar com aquela "agonia" (para os grevistas ativos) rapidamente.

      Se houvessem milhares de grevistas organizados, realmente dispostos ao combate duro, cruel e difícil - como todos os combates verdadeiros - que fossem capazes de, bem articulados e comandados, irem substituindo os mais cansados, fazendo um rodízio de pessoas na frente da batalha e prolongarem por tempo indefinido o movimento, até a assinatura de um documento oficial, real, poderíamos assim alcançar uma vitória.

      Mas, parar por parar, só para constar como uma atividade a mais do sindicato ...

      Excluir
  8. Professor Euler, penso que ao se chegar ao meio século de idade ou estar bem próximo dele não nos faz, nem nos fará teimosos ou emburrados, acredito que o tempo e a vida, nesses anos, nos fazem ter mais discernimentos dos fatos, talvez vejamos a realidade de outra forma, ou seja com mais razão e menos emoção. E essa mudança no olhar não nos deixa menos aguerridos, talvez para o nosso próprio bem, mais críticos. Por isso, comungo da ideia de que é preciso buscar outras formas de luta, a principal delas daqui para frente que seja a JUSTIÇA, buscaremos enquanto pudermos achar, obviamente sem abandonar as discussões e as reivindicações, o estado de indignação tem que ser permanente, contudo é preciso ter clareza do que queremos para nós, sem nos deixarmos ser conduzidos por quaisquer outros interesses! Sigamos em frente com as nossas convicções!

    ResponderExcluir
  9. servidores do judiciário12 de março de 2012 01:32

    Boa madrugada Prof Euler..
    A idade está te dando clareza para ver as verdades!
    Dilma e Aécio Picareta Neves comungam dos mesmos pontos de vista quando se trata de remuneração de servidores públicos. O saque para voces é fazerem um campanha pelo BOICOTAÇO ÁS PRÓXIMAS ELEIÇÕES. Só assim voces irão dar uma DEMONSTRAÇÃO DE FORÇA, como primeiro passo para serem respeitados. Nós também, servidores do judiciário estamos sendo, como voces e os aposentados, massacrados Pelo Dilmão! vamos juntos nessa.

    BOICOTE GERAL ÁS ELEIÇÕES EM OUTRUBRO!!!

    PS. Isso irá fazer um baita medo no Dilmão, isto porque os oficiais da reserva das Forças Armadas já publicaram um manifesto, largando o cacete nela e no PT, e eles influenciam muito o pessoal da ativa. Nós temos fazer esse jogo estratégico!Apoiamos vocês!
    servidores do judiciário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A revelação do Esquema PC Farias foi a principal causa para gerar o impeachment do presidente Fernando Collor de Melo. A falcatrua política ligada diretamente com a figura do presidente do Brasil desviou grande quantidade de dinheiro público e envolveu várias formas de corrupção.

      O presidente Fernando Collor de Melo foi eleito em 1989 como o primeiro governante escolhido de forma direta pelo povo brasileiro depois da Ditadura Militar. Durante a campanha eleitoral o ainda candidato prometia caçar os políticos corruptos no país, mas o desenvolvimento de seu mandato mostrou que era ele mesmo que precisava ser caçado.
      O governo de Collor ficou marcado por uma política de recolhimento do dinheiro da população armazenado em suas contas bancárias e também pelo grande esquema de corrupção conhecido como Esquema PC Farias. Com tantas acusações que foram feitas ao seu governo e também com as respectivas provas, o presidente brasileiro Fernando Collor de Melo se tornou o primeiro presidente da América Latina a sofrer o impeachment em 1992.
      http://www.infoescola.com/historia-do-brasil/esquema-pc-farias/

      Excluir
    2. CONTINUAÇÂO

      O Esquema PC Farias recebeu este nome porque tinha como figura central no caso o empresário Paulo César Cavalcante Farias, nascido no dia 20 de setembro de 1945 em Passo do Camarajibe. Durante a campanha política para as eleições de 1989 o empresário mais conhecido como PC Farias foi tesoureiro da chapa que unia Fernando Collor de Melo e Itamar Franco para disputa da presidência. Após a vitória nas urnas, PC Farias continuou muito próximo ao governo do recém empossado presidente Fernando Collor. No mandato em vigor, o empresário se infiltrou em vários ramos do governo e arquitetou e comandou um enorme esquema de corrupção.

      http://www.infoescola.com/historia-do-brasil/esquema-pc-farias/

      Excluir
    3. Atualizações Históricas-3 (Março/2012)

      Comissão de Serviços de Infraestrutura - CI
      "Fiscaliza as obras do PAC"
      Tipo: Comissão Permanente do Senado Federal
      Quantidade de membros: Senadores: 23 titulares e 23 suplentes
      PRESIDENTE: Senadora Lúcia Vânia - PSDB - GO
      VICE-PRESIDENTE: Senador Blairo Maggi - PR – MT

      http://www.senado.gov.br/atividade/comissoes/comissao.asp?origem=SF&com=59

      -------------------------

      Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional - CRE

      Tipo: Comissão Permanente do Senado Federal
      Quantidade de membros: Senadores: 19 titulares e 19 suplentes
      PRESIDENTE: Senador Fernando Collor - PTB - AL
      VICE-PRESIDENTE: Senador Cristovam Buarque - PDT – DF

      http://www.senado.gov.br/atividade/comissoes/comissao.asp?origem=SF&com=54

      Excluir
  10. E a comissão parlamentar que analisa as obras e os investimentos governamentais do "PAC" é dirigida por quem?

    ResponderExcluir
  11. Atualizações Históricas-1

    QUASE 15 ANOS DEPOIS DE TER O MANDATO de presidente cassado pelo Congresso, Fernando Collor de Mello voltou a Brasília em 2007 como senador de Alagoas. Ocupou um andar inteiro numa das torres principais do Congresso e se aproximou do presidente Lula, mas ficou distante do centro das decisões políticas. Agora, ele volta ao poder de fato. Como presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado, vão passar pelas suas mãos boa parte das obras do PAC, o principal projeto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com um orçamento de R$ 646 bilhões até o fim de 2010. No Planalto, seu principal interlocutor será a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, a candidata a presidente escolhida por Lula. Collor deixou o plenário, depois de derrotar a petista Ideli Salvati por 13 votos a 10, prometendo uma postura colaborativa. "Quero ajudar o presidente Lula e pretendo em breve me encontrar com a ministra Dilma", disse ele, que já ganhou até um apelido: o de "pai do PAC".
    http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/405_ELLE+VAI+MANDAR+NO+PAC

    ResponderExcluir
  12. Atualizações Históricas-2

    Nos últimos dois anos, Collor chefiou a Comissão de Infraestrutura, que fiscaliza as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Como aliado, não causou problemas ao Planalto. 24/02/2011

    http://exame.abril.com.br/economia/politica/noticias/collor-vai-presidir-comissao-de-relacoes-exteriores

    ResponderExcluir
  13. Certa vez vi em um filme um conceito intrigante. Falava q a esquerda nunca conseguia seus objetivos por que era vaidosa demais. Concordo com tudo que vc disse sobre a paralizaçao dos 3 dias. Porem, ainda assim vou parar. A causa maior, mesmo q ma arquitetada, é válida. Nao é pela beatriz ouelo sindicato... Eh pelo nossos direitos. Mesmo nao cpncordando com o metodo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, Mar 12, 2012 03:42 AM

      Companheiro, escreva corretamente: com "S"
      PARALISAÇÂO vem do GREGO: "PARALYSIS"

      Excluir
    2. MUITO SIMPLES: é só pedir ajuda ao "DR. GOOGLE",
      o "ORÁCULO" dos tempos modernos.

      Excluir
  14. Euler concordo com você.Não paralisação.Bem amigo gostaria de saber sobre aquele documento que você estava elaborando.Se desistiu .Pois penso que somente com um documento na justiça poderemos começar a ter alguma coisa de concreto.Não sei o porque você ainda não se referiu a isso.Tenho escrito várias vezes aqui perguntando e você ainda não disse como está.Saiba que contamos com você.E como foi bem dito aqui tão cedo não teremos alguém como você.A nossa esperança é você.Concordo plenamente de alguém que disse aqui também que temos que boicotar as eleições .Estou falando com meus alunos em todas as aulas sobre isso.Acabar com essa mordomia estúpida desses ladrões de plantão.Eles precisam trabalhar como qualquer um de nós.Aí verão como é difícil sobreviver.Acabar com isso no Brasil.A chave de tudo aqui é essa.NÃO VOTAR EM NINGUÉM...NINGUÉM.Assim eles terão que mudar a postura de ladrão para cidadão.

    ResponderExcluir
  15. SABEM POR QUE O MOVIMENTO NÃO TERÁ A MESMA DIMENSÃO?
    Simples. Os coitados dos ASB's e demais cargos técnicos e administrativos foram convencidos a entrar na greve de 2011 na ilusão de que seriam também beneficiados pelo PISO. Agora que viram que estão fora, com certeza não irão aderir. Quero ver se agora os professores vão ser solidários com os demais colegas. Fomos enganados pelo Sindicato e também pela classe dos professores que conseguiram, em parte, o que queriam e nós NADA.

    ResponderExcluir
  16. Anônimo das 04:28, é de comentários iguais ao seu que não precisamos aqui, as pessoas têm que ter ponderações, discernimentos. Primeiro que os professores não podem ser penalizados pelo fato de essa outra categoria de profissionais não ter sido atendida em seus direitos, até porque os professores e sindicato não têm esse poder de resolver essas questões, têm o poder da mobilização. Isso é questão governamental. Nós precisamos primeiro adquirir conhecimento e olha que não falta neste blog, e, depois, ligar o cérebro. Nós estamos bem grandinhos para agir como adolescentes. Quando sentamos à frente de uma tela, antes de posicionarmos os dedos no teclado, devemos ter na cabeça algo a dizer e que esse algo seja de qualidade, afinal temos que respeitar o leitor virtual que nos lê. O compromisso, aqui, não é só do blogueiro é de todos nós que difundimos este espaço. Não podemos fazer disso aqui uma fogueira, guardemos o álcool!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, se você fosse de uma dessas carreiras citadas, com certeza não responderia assim. Mas respeito sua posição. O que tentei dizer é que, no início a "briga" era para que o piso alcançasse todos os profissionais da educação e agora, está polarizada na implantação do PISO, ou seja, se for confirmado, e creio que será, só os professores e especialistas é que receberão. Concorda?

      Excluir
  17. A NÃO ADESÃO A PARALIZAÇÃO NOS DIAS 14,15 e 16 É MAIS UMA VITÓRIA DO GOVERNO ANASTASIA E DERROTA DO SINDUTE E POR EXTENÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. EULLER ESTÁ EQUIVOCADO E MAIS EQUIVOCADO ESTÃO AQUELES QUE ESTÃO DEFENDENDO UM BOICOTE ÁS PRÓXIMAS ELEIÇÕES. A PARTICIPAÇÃO NO PROCESSO ELEITORAL SEJA COMO ELEITOR OU ESCOLHENDO CANDIDATOS DA BASE DO MOVIMENTO PARA NOS REPRESENTAR CONSTITUI UM MEIO DE GARANTIRMOS NOSSOS DIREITOS NESSE MAR DE LAMA QUE TEM-SE INSTALADO NAS DIVERSAS INSTITUIÇÕES.

    GILSON - GEOGRAFIA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gilson,vitória, o Anastasia teve no ano passado,quando uma grande maioria de colegas não aderiu à greve.Também,quando o Sindute serviu nossas cabeças,em bandejas,para o Anastasia.Quanto às próximas eleições,a desilusão é tanta,que é melhor o eleitor votar do jeito que ele quizer.Principalmente os professores,já que nenhuma classe,sabe formar opinião,como os professores.Edilson.

      Excluir
  18. COLEGAS;

    DEEM UMA OLHADA NESTA CRÔNICA

    Quinta-feira, 8/3/2012
    Memórias de ex-professoras
    Carla Ceres

    http://www.digestivocultural.com/colunistas/coluna.asp?codigo=3515&titulo=Memorias_de_ex-professoras

    Fonte: Digestivo Cultural
    http://www.digestivocultural.com/

    ResponderExcluir
  19. Também não vou aderir esses 3 dias de paralisação pelos mesmos motivos do Euler! Fiz os 112 dias, que todos deveriam ter feito em 2011.. "TODOS!" E não serão 3 dias que farão alguma diferença perante os 112 já feitos!

    AGORA SÓ CREIO NO QUE DEUS ME PROMETE:


    Nesta batalha não tereis que pelejar; postai-vos, ficai parados, e vede a salvação do SENHOR para convosco, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis; amanhã saí-lhes ao encontro, porque o SENHOR será convosco.
    Comentários de 2 Crônicas 20:17

    O QUE TINHA QUE FAZER JÁ FIZ AGORA SÓ QUIETINHA ESPERANDO O AGIR DO MEU DEUS! "OPERANDO ELE QUEM IMPEDIRÁ???"

    MARLI DE G.V

    ResponderExcluir
  20. PROFESSORES ILUDIDOS

    Caros colegas professores,

    como já escrevi aqui, sou a favor da paralisação de três. Entretanto, é preciso muito mais do que isso. É preciso que uma greve por tempo indeterminado seja deflagrada, com uma adesão de pelo menos 50% do professorado mineiro. Se conseguirmos isso, não existe governo que nos segure. Eles terão que negociar conosco, pois uma greve desta proporção, levará ao caos o sistema educacional de Minas Gerais.

    Quanto a alguns comentários aqui, principalmente de anônimos, de que é melhor tentarmos pelas vias da "justiça" do que fazer greve, sinto muito em lembrá-los, que em mais de 10, 20, 30 anos, sempre estivemos esperando por justiça, mas nada, nadinha dela aparecer.

    Portanto, não se iludam com uma possível "justiça" que aparecerá como um passe de mágica para favorecer os professores e a educação. Já não apanhamos demais desta horda de safados que, supostamente, fazem parte da justiça???

    Se a greve deixar de ser nosso principal instrumento de luta para a conquista de direitos, então realmente estamos vivendo numa ditadura civil sem precedentes na história deste país. Se for assim, talvez fosse melhor mesmo trocar esta ditadura civil por uma ditadura militar. Assim, faria mais sentido.

    Convenhamos, enquanto os professores não se convencerem de que é preciso se organizar em greve para lidar com estes poderes corruptos institucionalizados de nosso país, estaremos fadados a apenas assistir e compactuar com nossos algozes.

    Não faço greve pelo "sindinútil" ou qualquer outra pseuda instituição de apoio a educação. Faço greve por mim mesmo e pela classe, pois para mim, em 10 anos como professor estadual, sei muito bem que num sistema político e eleitoral como o nosso, nunca haverá justiça social e equidade entre as classes.

    Portanto, greve já!

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você,Raimundo.Estão querendo acabar com o direito de greve e os professores já estão acabando com o sindicato antes deles.O SINDICATO SOMOS NÓS.Vamos à luta colega.Eu tenho motivos de sobra para parar.

      Excluir
    2. José Alfredo Junqueira12 de março de 2012 17:42

      Parabens mais uma vez,Raimundo Santos.A pasmaceira dos professores de Minas é histórica.Me desculpem,pasmaceira mesmo!

      Excluir
  21. Hoje foram entrgues as cartas do Governo na minha escola. Fui de sala em sala e pedi para que os alunos colocassem o título que o governo esqueceu: "As Mentiras do Governo de Minas". Todos alunos acharam inclusive o título muito adequado e colocaram imediatamente.
    Mais tarde vou digitar a carta com o título e postar no Face.
    Todos os alunos se comprometeram a compartilhar.
    Compartilhem também, pois assim, faremos a carta circular por todo o Brasil em questão de dois ou três dias.
    Meu face é Giovane Diniz.
    Vamos mostrae ao Governo, que, com esta carta ele deu um tiro no próprio pé.
    Não desanimem a vitória está chegando e o que é melhor, com as burrices do Governo de Minas.
    P.S.: Fiquei surpreso com a postura dos alunos, que mesmo antes de me escutar, já questionavam a informação sobre os alunos que sabem ler, pois sabem e vivem a realidade da Educação de Minas.
    Estamos com a faca e o queijo na mão.

    ResponderExcluir
  22. Euler,
    Boa tarde, gentileza divulgar o que está acontecendo na SRE (Nova Era), a superintendente convovou os inpetores e os mesmos convocaram em carter emergencial uma reunião para 5ª feira dia 08/03 com todos os Diretores, o foco da reunião foi: os servidores estão proibidos de comer na Escola e quanto ao café ainda que seja feito com contribuição do servidor à caixa escolar ainda assim não poderá acontecer, pois está gastando gás e tempo das cantineiras, caso alguém insista em comer o Diretor deverá notificá-lo e se não o fizer, a SRE estará visitando as escolas e consultando os alunos se o Servidor COME na Escola, o Diretor sofrerá Processo Administrativo.

    Companheiros diante do ocorrido gostaríamos de saber se em outras superintendencias isto está acontecendo. Enviamos E-mail para Frei Gilvander para divulgar nossa ira vejam:
    Frei sou servidora de uma Escola Estadual da cidade de Itabira.
    Em uma reunião de diretores as inspetoras a mando da SRE de Nova Era avisou que todos os servidores não poderão tomar café e
    principlamente comer a merenda que vem para o aluno. E mais ameçaram os diretores que não acatarem as ordens de assinarem ocorrências,
    estão colocando os diretores contra os professores e funcionários.
    Frei só que eles esqueceram que os servidores da Educação de MG ( Itabira),
    não recebem Vale Alimentação e nem Vale Transporte. E muitos professores trabalham em 02 turnos e vem de uma Escola para outra,
    portanto comiam o que sobrava da merenda do 1º turno. Graças a Deus temos o que comer em casa, não precisamos mendigar,
    pois, afinal, somos trabalhadores.
    Mas, frei precisava desabafar, pois, somos cidadãos, pagamos impostos, e aprendi com meus pais que não negamos comida para ninguém,
    aprendi a ser farta em questão de alimentação. Obrigada, peço que ajude a divulgar nosso desabafo. E mais peço se possível verificar se isso
    é permitido e se a notícia veio do sr. governador.
    Obrigado.

    Itabira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso significa que os servidores daí estão sendo tratados como escravos? Denunciem isso ao sindicato e também a uma emissora de televisão, continuem a fazer a merenda na escola, pois o professor é um servidor público e a escola é pública, pertence à todos, façam valer os seus direitos, não se intimidem.

      Excluir
    2. Que absurdo! E ainda tem gente que não quer parar.Isto tem que ser espalhado para o Brasil inteiro.Na minha escola só tem comida mesmo 3 vezes no máximo por semana. Nos outros dois dias é biscoito com suco ,arroz doce ou vitamina de banana.É o almoço das crianças.

      Excluir
    3. Aqui na minha escola nós comemos, repetimos e levamos para a casa!Esse e o nosso vale alimentação. Peça para a espetora escrever tudo isso e faça um BO, depois leve para o sindicato, isso é assédio moral!

      Excluir
  23. Euler, concordo plenamente com seus comentários e também não paralisarei. Na escola em que trabalho, alguns colegas irão fazer a paralisação isoladamente, o que não acho sensato, pois precisamos decidir como coletividade. Afinal, somos um grupo. Mas farei trabalhos sobre nosso salário, isso acho mais interessante.
    Agora, é importante mostrar ao governo que não estamos satisfeitos com nossos salários. Está na hora de colocarmos out door falando de nossa insatisfação. Espalhar pela cidade o quanto fomos humilhados, os absurdos que estão sendo falados e como nos sentimos desvalorizados. Vamos amadurecer essa ideia?
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão dos out doors já foi falado várias e várias vezes aqui no blog, ocorreram várias sugestões como as ações bem fundamentadas na justiça em tempo hábil, pedido de intervenção no estado pelo governo federal, dentre várias outras ideias boas e importantes que iriam desmascarar o governo, e qual foi a atitude do sindicato para interromper o plano diabólico do governo? Ele simplesmente deu tempo ao governador de preparar o caminho para o subsídio 2, tanto que agora é difícil contestá-lo, ou seja, o sindicato trabalhou de uma certa forma favorável para o governo, conseguiu frear o ímpeto dos professores mais aguerridos em relação à batalha contra o governo. Houve um momento em que o governo se demonstrou favorável ao pagamento do piso, mas não à todos os servidores e a indecisão nas mesas de negociação levaram ao desgaste e perda para todos os profissionais da educação, pelo menos 153 mil servidores que haviam optado pelo piso salarial preservando o vencimento básico e as vantagens adquiridas.

      Excluir
    2. ESTAMOS DANDO MUNIÇÃO PARA O GOVERNADOR. ELE NÃO QUER QUE OS PROFESSORES PAREM. É O QUE A NOSSA ESCOLA ESTÁ FAZENDO. ASSINANDO QUE RECEBEMOS O PISO.

      Excluir
    3. Cuidado, querida colega!
      Já sofremos o bastante para não mais confundirmos
      "bife à milanesa com bife ali na mesa".
      Tempos de reflexões.
      (Giuseppe Del Piso)

      Excluir
  24. CARTA DO GOVERNO DE MINAS E SEEs MOSTRA A INTIMIDAÇÃO CONTRA OS PROFESSORES QUE QUEREM PARTICIPAR DA PARALISAÇÃO NOS DIAS: 14, 15 e 16 DE MARÇO.
    Diretores de todas as escolas foram obrigados a leem a carta de intimidação, forçando colegas a não aderirem à PARALISAÇÃO NACIONAL - DIAS 14, 15 e 16 de MARÇO.
    Verdadeiro "Assédio Moral" contra os princípios éticos de cidadania.
    GERVE É UM DIREITO DE TODOS OS TRABALHADORES.

    "O assédio moral, também chamado de humilhação no trabalho ou terror psicológico, acontece quando se estabelece uma hierarquia autoritária, que coloca o subordinado em situações humilhantes". Lei nº 8.112, sobre assédio moral.

    A NÃO participação dos professores nesta PARALISAÇÃO NACIONAL só contribuirá com o governo tirano, pois usará os números da não adesão para falar que estamos super satisfeitos com a EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS.
    PENSE, REFLITA, PARTICIPE!
    "NAVEGAR É PRECISO, VIVER NÃO É PRECISO"
    Fernando Pessoa

    ResponderExcluir
  25. MINISTÉRIO LIBERA 1 MILHAO E FINANCIA A CARREIRA DE NETO DE FITTIPALDI. ISTO É BRASIL.

    ResponderExcluir
  26. Já tô cansado de vir aqui e pedir união. Acho que tem gente boicotando essa paralisação por motivos políticos, principalemnte no que tange à eleição do Sindute. Espero que a categoria seja o foco principale dessa guerra e não interesses pessoais. Se não remarmos pro mesmo lado nunca sairemos do lugar.
    TENHOVERGONHADESERMINEIRO, pq MG colocou no poder este tirano, assassino de uma profissão. #foraanastasia

    ResponderExcluir
  27. Não parem!

    A merreca que vocês ganham é justamente devido a isso: falta de coragem, humildade, pensar em equipe, etc.

    Por causa disso que o Governo deita e rola em cima de vocês!

    Não parem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O governo deita e rola pra cima de nós professores porque o sindicato se mostrou inerte quanto às reações que deveria ter mostrado ao governo no ano passado, o governo deita e rola pra cima dos professores porque o sindicato está atrelado aos interesses partidários do PT e tem de respeitar as alianças elaboradas entre o PT e outros partidos até mesmo o PSDB de Aécio Neves, é por isso que no ano que se passou não vi com bons olhos nos últimos dias de greve a presença do sr. Reginaldo (Duas Caras) Lopes no movimento, pois ali já existia indícios de que pretendiam acabar com o movimento, o governo deita e rola pra cima dos professores porque em uma categoria com mais de 200 mil professores paralisam e comparecem às assembleias no máximo 10 ou 15 mil professores e o sindicato não faz nada para arrebanhar uma grande proporção de profissionais da educação. Acho muito estranho que para terminar uma greve sempre comparecem um contingente de pessoas muito grande para votarem à favor do término.

      É, por isso e mais coisas, que o governo deita e rola pra cima dos professores.

      Excluir
  28. EULER: COM MUITA TRISTEZA QUE CONFESSO NÃO IREI FAZER A GREVE DE 3 DIAS. ESTOU DESMOTIVADO,ENVERGONHADO. SEMPRE FIZ GREVE. A LUTA PELO PISO EU FIZ A GREVE DE 2008, TODAS AS PARALISAÇÕES EM 2009 A GREVE DE 2010 E A AGORA A 2011. TEM PRATICAMENTE DUAS SEMANAS QUE RECOMEÇEI MEU ANO LETIVO 2012. FICO SABENDO QUE A DIREÇÃO ESTÁ APROPRIANDO DE DINHEIRO DOS FILIADOS QUE GANHARAM NA JUSTIÇA A RESTITUIÇÃO DO CUSTEIO DE PENSÃO. AQUI EM DIVINÓPOLIS TEM FILIADO QUE FOI DESCONTADO NO IMPOSTO DE RENDA O RENDIMENTO QUE ELES NÃO RECEBERAM. ISSO É UM ABSURDO. E MAIS OUTRA DECEPÇÕES QUE ESTOU PRESECIANDO DOS NOSSOS "REPRESENTANTES". ASSIM NÃO TENHO FORÇA DE COBRAR DO GOVERNO. DESCULPE MINHA OMISSÃO NESTA GREVE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa pedir desculpas ao Euler e nem a ninguém. Se tivesse que pedir a alguém seria a nós que nos sacrificaremos mais uma vez,por nós mesmos e por vocês."CADA CABEÇA UMA SENTENÇA."

      Excluir
    2. Sérgio/Uberlândia12 de março de 2012 21:45

      se fosse o verdadeiro sindicato que lutava pela classe, eu faria Minas inteira aderir!Greve politica de 3 dias, sem sentido!está parecendo mais um descanso de 3 dias!será um descanso de 3 dias! Ou unam os colegas professores, e desatrelem deste sindinútil mediocre !PENSEM! REFLITAM! PAREM DE SER CACHORROS DE BEATRIZ!ESSA PARALISAÇÃO MEDIOCRE NÃO NÓS DARÁ O PISO!SATÃ É TECNICO NUNCA SERÁ POLITICO!VAMOS CONSEGUIR DE OUTRA FORMA!!!!!!!!!!!!!!! REFLITAM E QUE DEUS ILUMINE A CABEÇA DE CADA UM!
      Sérgio/ quimica

      Excluir
  29. professoramaluquinha12 de março de 2012 14:33

    " AnônimoMar 12, 2012 05:53 AM
    Anônimo, Mar 12, 2012 03:42 AM
    Companheiro, escreva corretamente: com "S"
    PARALISAÇÂO vem do GREGO: "PARALYSIS" "

    essa eu não aguentei, desculpem, kkkkkkk.........

    ResponderExcluir
  30. Olá euler e blogueiros!

    Não participarei da paralisação porque não tive o respaldo do SINDUTE quando a categoria decidiu pelo fim do movimento.

    Estou devendo um monte de gente por ter acreditado no movimento e, infelizmente, ao invés de socorrer os colegas que seguraram a greve, o SINDUTE optou por oferecer um pacote turístico em Araxá. Detalhe: servidor da minha escola que não aderiu a greve foi para Araxá na maior cara de pau encher o fiofó de cerva e tudo mais às custas do sindicalizado quebrado.

    Podem me xingar ou me encher de adjetivo porque não sustento mais esses parasitas sindicais. Esse Anastazista tá deitando e rolando com esse leque de intimidações graças ao sonambulismo do Sindute.

    Quero ver fazerem greve sem a turma do NDG. Enquanto Bia & cia não descer pra pista e ajudar a esclarecer a população sobre as aberrações cometidas por esse adiposo, não participo de mais nada. Cadê os outdoors desmascarando o Governo e a agência Brasil em relação aos número apresentados? O setor de comunicação do nosso sindicato é péssimo.

    Porque os membros da direção não vão panfletar na Pça.Sete, Estação, aeroportos, Afonso Pena, enfim, mostrar para a categoria que não estamos mortos. Esse silêncio do sindicato nos faz mal.

    Não sustente parasitas! Vote nulo!

    ResponderExcluir
  31. Comte Euler,

    faça uma chamada para que os blogueiros servidores postem seus e-mails. Vamos criar uma rede forte no facebook.

    Pessoal, temos que buscar outras estratégias contra o Anastazista porque a direção tá dormindo.

    ResponderExcluir
  32. Acho que neste momento para decidir se para ou não você só tem que o olhar o contracheque e analisar o meu serviço vale somente isto? Estou satisfeito com o que recebo?
    E este não é momento de boicotar a paralisação para fazer birra ao sindute para isto vamos ter o momento que será a elição no final deste ano.
    Aí sim vamos ver as chapas analisar com detalhe a posição dos participantes das chapas durante as greves como reinvicam, tratam os funcionários da educação, se realmente querem o coletivo ou somente ser vitalício no cargo de diretor do sin ute.

    Mas o momento é de expor para a sociedade o que realmente está acontecendo com a educação pública a nivel de Brasil.
    Prof. Vanessa

    ResponderExcluir
  33. ISTO É ASSEDIO
    Mensagem:
    a SRE Nova Era, convocou socicitou que os inspetores convocassem os Diretores em carater emergencial no dia 08/03, para tratar de assuntos de venda de merenda na escola, e também para proibir que o servidor merenda na escola, e tome café ainda que o café seja feito com recursos do servidor. Quando os Diretores tentaram contornar a situação dizendo que os produtos para o café são comprados com recurso do servidor, ainda assim não pode porque está gastando gás, e se mesmo assim os servidores comprarem o gás não pode porque está tomando o tempo da cantineira, e que a SRE vai fiscalizar e caso o fato persista em acontecer a Diretora e o Servidor sofrerá processo Administrativo. Nós servidores estmos nos sentindo o fendidos da maneira que a coisa está sendo passada, pedimos justificativa por escrito, estamos divulgamdo nas redes sociais a exemplo:

    Frei Gilvander,

    Bom dia! Sua benção.

    Frei sou servidora de uma Escola Estadual da cidade de Itabira.
    Em uma reunião de diretores as inspetoras a mando da SRE de Nova Era avisou que todos os servidores não poderão tomar café e
    principlamente comer a merenda que vem para o aluno. E mais ameçaram os diretores que não acatarem as ordens de assinarem ocorrências,
    estão colocando os diretores contra os professores e funcionários.
    Frei só que eles esqueceram que os servidores da Educação de MG ( Itabira),
    não recebem Vale Alimentação e nem Vale Transporte. E muitos professores trabalham em 02 turnos e vem de uma Escola para outra,
    portanto comiam o que sobrava da merenda do 1º turno. Graças a Deus temos o que comer em casa, não precisamos mendigar,
    pois, afinal, somos trabalhadores.
    Mas, frei precisava desabafar, pois, somos cidadãos, pagamos impostos, e aprendi com meus pais que não negamos comida para ninguém,
    aprendi a ser farta em questão de alimentação. Obrigada, peço que ajude a divulgar nosso desabafo. E mais peço se possível verificar se isso
    é permitido e se a notícia veio do sr. governador.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  34. O que a anonima das 08:35. Falou é pura verdade. Aqui na SRE NOVA ERA a escravidão voltou. Proibiram-nos de tomar café na escola.
    João Monlevade

    ResponderExcluir
  35. Euler, boa tarde.
    Participei da greve em 2011. Tive o pagamento cortado. Em fevereiro recebi no dia 17/02 referente julho e agosto. E o mês de setembro? Vamos ficar sem receber? O serviço pessoal da escola disse que já informou. Como fica minha situação?
    Você pode me dizer algo que me deixe mais tranqüila
    Agradecida Madalena Machado - Unaí - MG

    ResponderExcluir
  36. Independente da oposição a direção ou a CNTE creio que um movimento nacional deve sempre receber nosso apoio. Afinal, como ficou provado no ano passado, temos poucos recursos para enfrentar o Estado em Minas (mídia prostituída, legislativo subserviente, judiciário sem autonomia, etc). Ou seja, devemos somar nossas vozes a um movimento que, apesar das falhas, será nacional, vamos engrossar o coro para conseguirmos o reajuste de 22%, haverá cobertura nacional ao movimento e não podemos ficar de fora, pois em Minas tá difícil! Alex-História

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Alex.Estou com você.

      Excluir
  37. Vocês querem que Euler resolva todos os seus problemas. Ele é professor igual a você. Se não está recebendo reclame junto a sua SRE, envie e-mail para Gazzola ou Vilhena, ou seja, se vire.
    Professor é mesmo ingrato, na greve bajulava a Beatriz, depois da greve apedreja a Beatriz. Já si colocaram no lugar dela? Ela foi enganada tanto quanto nós, por políticos que são raposas na arte de iludir, camuflar seus reais interesses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você,Maria.Vai chegar o dia em que estas mesmas pessoas vão apedrejar o Euler em praça pública.Escreva o que estou dizendo.Quem mata um mata mil.Quem rouba um tostão rouba um milhão.A guerra não acabou,mas tem soldado que deserta cedo.

      Excluir
  38. DECISÃO VERGONHOSA PARA A CLASSE

    Colegas professores,

    hoje, ao chegar a minha escola, percebi que ninguém está disposto a aderir ao movimento grevista de três dias.

    Totalmente decepcionado com a classe, escrevi um cartaz e o afixei na sala dos professores. O cartaz diz o seguinte:

    "...Greve pra que???

    Minas Gerais paga aos professores o segundo melhor piso do Brasil - RS 2.200,00 -; a educação anda "a mil maravilhas", com os professores valorizados e bem pagos.

    Portanto, pra que fazer greve mesmo???..."

    Tenho vergonha da classe da qual faço parte.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
  39. Assunto: MANIFESTO - EMENDA CONSTITUCIONAL 2012.
    VAMOS VOTAR AO NOSSO MODO DIVULGANDO ESTE
    E-MAIL AO MAIOR NÚMERO POSSÍVEL DE PESSOAS. QUEM SABE ESTE
    SEJA UM PRIMEIRO PASSO PARA UMA MUDANÇA SÉRIA EM NOSSO PAÍS.

    Assunto: MANIFESTO - EMENDA CONSTITUCIONAL 2012.

    Se isto for aprovado ja vai ser um grande passo para o futuro deste pais maravilhoso, que está sendo governado por esta mafia de corruptos.

    Manifesto


    Peço a cada destinatário para encaminhar este e-mail a um mínimo de vinte pessoas de sua lista de endereços e, por sua vez, pedir que cada um deles faça o mesmo.

    Em três dias a maioria das pessoas no Brasil terá esta mensagem. Esta é uma ideia que realmente deve ser considerada e repassada para o Povo.

    Lei de Reforma do Congresso de 2012 (emenda da Constituição do Brasil):

    1. O congressista receberá salário somente durante o mandato. E não terá direito à aposentadoria diferenciada em decorrência do mandato.

    2. O Congresso contribui para o INSS. Todo o fundo (passado, presente e futuro) atual no fundo de aposentadoria do Congresso passará para o regime do INSS imediatamente. O Congressista participa dos benefícios dentro do regime do INSS exatamente como todos os outros brasileiros. O fundo de aposentadoria não pode ser usado para qualquer outra finalidade.

    3. O congressista deve pagar para seu plano de aposentadoria, assim como todos os brasileiros.

    4. O Congresso deixa de votar seu próprio aumento de salário, que será objeto de plebiscito.

    5. O congressista perde seu seguro atual de saúde e participa do mesmo sistema de saúde como o povo brasileiro.

    6. O congressista está sujeito às mesmas leis que o povo brasileiro.

    7. Servir no Congresso é uma honra, não uma carreira. Parlamentares devem servir os seus termos (não mais de 2), depois ir para casa e procurar emprego. Ex-congressista não pode ser um lobista.

    8. Todos os votos serão obrigatoriamente abertos, permitindo que os eleitores fiscalizem o real desempenho dos congressistas.

    Se cada pessoa repassar esta mensagem para um mínimo de vinte pessoas, em três dias a maioria das pessoas no Brasil receberá esta mensagem.

    A hora para esta emenda na Constituição é AGORA.

    É ASSIM QUE VOCÊ PODE CONSERTAR O CONGRESSO. Se você concorda com o exposto, REPASSE, se não, basta apagar.

    Você é um dos meus + 20. Por favor, mantenha esta mensagem CIRCULANDO!

    ResponderExcluir
  40. Há colegas questionando a reivindicação do Piso Salarial pela Justiça, só não pode esquecer que os tempos são outros. A categoria já não é mais a mesma e a cada ano empobrece mais. Tivemos exemplo de sobra no ano passado, pois os que não paralisaram tiveram as desculpas mais estapafúrdias para se justificarem. O que houve da parte de quem entrou de corpo e alma, só estresse. Não esperem por greve com 50% dos educadores, porque isso nunca mais vai acontecer, vamos ser realista, deixemos de ser sonhadores, seria muito bom que houvesse mesmo aquelas greves do século passado, mas aquela gente disposta a tudo, aposentou, hoje a turminha nova, nem sabe se quer mesmo ficar no magistério, no momento querem só mesmo fazer um biquinho, enquanto não passa no concurso do BB, da CEF, INSS, Petrobras e por aí a fora. Os efetivados, em sua grande maioria foram ameaçados de perder o cargo, tudo isso aconteceu, passamos 112 dias com somente o NDG, esse NDG que em sua grande maioria é formado por uma turma que já está se aposentando em breve. Essa força, essa capacidade de mobilização está se esvaindo, estamos vivendo um individualismo enorme, as pessoas acham que o negócio é continuar fazendo um bico aqui, outro ali para continuar vivendo, sem, obviamente, perder suas férias de julho e janeiro que nem é para passear, porque não tem dinheiro para isso, é somente para arrumar as gavetas dos armários de casa ou colocar a casa em dia, quando mulheres, quando homem é para pescar, dormir, ver futebol. Isso é doloroso, mas sabemos disso, pois presenciamos essas falas e essas atitudes, todos os dias na sala dos professores, não sejamos ingênuos. Lutar é preciso, mas daqui para frente teremos que inovar em nossas reivindicações, querer ressuscitar o passado não tem cabimento. Reitero: os tempos são outros! Temos que colocar nossa massa amórfica para ferver e achar uma outra forma de lutar contra esses governos nefastos que têm-se proliferado em todas as esferas pelo país.

    ResponderExcluir
  41. Concordo Alex.

    Se os educadores de Minas não aderirem ao movimento o governo vai fazer um bom uso disto nas próximas peças publicitárias.
    Isto ficará bem evidente em cobertura nacional.

    Vamos sugerir ao sindicato uma concentração na assembléia nem que seja por um dia.

    ResponderExcluir
  42. PREPAREM=SE PARA RETALIAÇÕES AINDA MAIS CRUÉIS

    Caros colegas professores,

    ao perceber que na minha escola ninguém vai aderir ao movimento grevista de três dias, dando justificativas as mais covardes possíveis, resolvi escrever um cartaz na sala dos professores da minha escola:

    "...Minas Gerais paga aos professores o segundo maior piso do país - R$ 2.200,00 - , a educação no estado anda "a mil maravilhas", com os professores super valorizados e felizes...

    Portanto, pra que fazer greve mesmo...!"

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    P.S. Entretanto, após este ato de covardia, preparem-se para novas e mais cruéis retaliações por parte do governo estadual, pois ele agora está ciente de nossa fragilidade.

    ResponderExcluir
  43. Professor gosta de sofrer, ficam chorando por causa de um cafezinho.
    Todo empregador é obrigado a dar um lanche para seus funcionários, se não fizer é obrigado a lhe dar um vale refeição.
    Peça para o "capitão do mato" passar por escrito todas as retaliações. Faça um B.O e acione o sindicato ou um advogado particular. ISSO É ASSEDIO MORAL.
    PAREM DE RECLAMAR E VAMOS PARALISAR
    Todos em minha escola estão indo de camisa preta com os dizeres “LUTO POR EDUCAÇÃO” . Quarta, quinta e sexta 85% dos professores irão paralisar.
    Abraços,
    Helena

    ResponderExcluir
  44. Euler, que decepção... Você era um dos poucos que eu acreditava. Não parar nesses três dias além de não contribuir para a causa, desestimula muitos que são seus seguidores.

    Ainda a tempo mude de idéia!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem horas que para consertar, tem que acabar de atrapalhar.

      Excluir
    2. Nossa....amei essa filósofo anônimo.

      Excluir
    3. Essa foi engraçada!
      (Monstro Adamus)

      Excluir
  45. Em plena convocação para a paralisação, O SILÊNCIO NO BLOG DA BEATRIZ, é assustador. A última postagem foi em 07/03/2012.

    As lideranças sindicais devem comunicar mais frequentemente com a categoria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é a grande líder, não pode se expor, deve estar a bolar mais um de seus planos mirambolantes, quem sabe numa dessas arrancamos numa negociação feita por sua inteligente equipe o subsídio 3????? Vamos acreditar na moça...grande líder!!!não pode se misturar com a gentalha.....

      Excluir
  46. Em Rio Piracicaba Mg diretora é ditadora e mal educada ( tanto com funcionários, alunos e professores). Em relação ao café a situação parece ser a mesma e nos tbm nao teremos mais merenda pra comprar. arroz doce e mingual ninguem merece

    ResponderExcluir
  47. Já se encontra disponível no site da fcc o gabarito do concurso.

    ResponderExcluir
  48. Estou revoltadíssima.Agora comigo vai ser assim:O governo finge que me paga e eu finjo que trabalho.Ele já me roubou demais.Está na hora dos alunos nos ajudarem.Se estamos sendo ameaçados por causa da paralização,os alunos deveriam paralizar em nosso lugar.O governador não poderá fazer nada contra eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, Mar 12, 2012 04:02 PM

      paralisa com "s" e mantenha-se firme em suas convicções!

      Excluir
  49. Boa noite amigos.

    Leiam o e-maio que recebi:

    Porque FATIMA BERNARDES saiu do JORNAL NACIONAL -A MATÉRIA QUE NINGUÉM DIVULGA!‏
    Enquanto o povão pula carnaval e se diverte, vejam o que anda por trás desse país de eternas máscaras carnavalescas - NOSSOS ETERNOS POLÍTICOS!!!!!!!! que adoram adornar o povão que como sempre só pensa em diversão!!!!!!!! e viva o Brasil!!!!!

    Porque FATIMA BERNARDES saiu do JORNAL NACIONAL

    Gramna para quem não sabe é um jornaleco que é controlado pela ditadura do Partido Comunista Cubano, só fala bem do governo, mentindo descontroladamente.

    Ultimamente tenho visto que a Globo tem cessado qualquer ataque ao governo e ao PT, e começou a virar uma especie de Gramna brasileiro inclusive se sujeitando aquelas constrangedoras matérias onde o Brasil é uma nova e ascendente potencia mundial em meio a crise econômica mundial, todos estão felizes e tem emprego sobrando para todo mundo.

    Resolvi fazer uma pequena pesquisa e não foi difícil descobrir o motivo. Os próprios blogs esquerdistas se entregam...

    O todo poderoso do jornalismo da Globo até pouco tempo atras era o Ali Kamel que tinha seus defeitos, mas não gostava de cotas, populismo, bolsa esmola e principalmente de ladrão, logo não gostava do PT.

    A Dilma "Estela-Luiza-Patricia-Wanda" Rousseff no melhor estilo Hugo Chaves chamou a Globo e lembrou que estão chegando a época de renovação de concessão e que o Ali Kamel estava incomodando, pois se continuasse a cair ministros corruptos logo não teria mais ninguém em Brasília e mandou colocar um "cumpanheiro" no lugar dele, um esquerdista. O nome era Amauri Soares, um grande entusiasta dos petralhas.

    Isso foi feito, Amauri Soares como todo bom esquerdista já entrou colocando mamata para a família, no caso a mulher dele, a Patricia Poeta, que entrou via peixada no Jornal Nacional.

    Isso explica a atual cara de bunda do William Bonner que viu sua mulher ser obrigada a ter uma crise de "cansaço" e "pedir" para sair e buscar outros ares na tenebrosa manhã da Globo junto com programas do naipe de Ana Maria Braga. Não podemos nos espantar se daqui a pouco o Bonner sair e entrar algum companheiro do partido ou algum outro parente do Amauri Soares.

    Já que o PT não conseguiu enfiar goela abaixo o controle da mídia, tentado varias vezes por Lula, resolveu enquadrar a maior emissora e formadora de opinião do país na cartilha do partidão.

    E assim vai caminhando nossa pseudo-democracia.

    Os petralhas já compraram a UNE, os sindicatos, a OAB, bancaram a maravilhosa e imparcial "Carta Capital" e agora a Globo caiu de quatro. Estamos caminhando a passos largos para virarmos uma Venezuela.

    PS. O povão é tão debil mental que ao invés de se revoltar com os escândalos dos ministros, que só caíram apenas e tão somente devido a denuncias das poucas trincheiras anti-pt como a Veja e a Folha, acreditam que isso se deve ao espirito disciplinador e justiceiro da digníssima presidenta que é tão honesta que falsificou o próprio currículo lattes inventando "apenas" um mestrado e um doutorado e depois que a casa caiu disse que foi um "pequeno erro". Ou seja não existe mais falsidade ideológica, é tudo apenas um pequeno engano. Na próxima reforma do CPB é capaz de cair o artigo 299.

    http://www.estadao.com.br/noticias/geral,dilma-rousseff-admite-erro-em-curriculo,399151,0.htm

    CONTINUA...

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Euler, permita quando julgar oportuno lermos sobre "a voraz troupe que não quer deixar o poder.."

      Aguardando publicação: A maldição de Maceió

      Uma sucessão de mortes marcou a Era Collor e os desdobramentos das investigações sobre o "Esquema PC".

      http://guiadoestudante.abril.com.br/estudar/historia/quem-matou-pc-farias-434681.shtml

      Excluir
    2. Igualmente imperdível para melhor compreensão da política nacional o artigo: "Delúbio cumpre sua missão"
      08/05/2009

      Delúbio Soares discursou na reunião do Diretório Nacional do PT para retirar seu pedido de retorno ao partido.

      Abaixo, trechos da fala:

      - Companheiros do Diretório Nacional do PT,

      - Companheiras e Companheiros,

      "São 38 anos de luta, 30 no PT. Esse é o meu DNA."

      Leiam na Integra,
      http://www.novacorja.org/?tag=delubio-soares

      Excluir
    3. Enfim, mais uma Venezuela, mais uma Cuba.
      Está tudo muito bem (vem aí a COPA, todo mundo TOPA) e ... o povão acredita e ...
      continua na miséria.
      DITADURA À ESQUERDA e DITADURA À DIREITA ("pra variar")
      FHC, ANESTESIA, COLLOR, LULA, DILMA, JOSÉ GENOÍNO, JOSÉ DIRCEU, DELÚBIO SOARES, PC FARIAS, AÉTICO NEVER,RENATA HIENA, EDUARDO AZARADO, CUT, CNTE, SINDIGATO, SINDINÚTIL, BARACK OBAMA e ... tomem "FALSIDADES" ...
      TODOS "FARINHAS DO MESMO SACO".
      Os de baixo que se danem, cara... .
      E a EDUCAÇÃO ... Ó Ó Ó Ó Ó Ó Ó.
      Uma sugestão: EULER PARA GOVERNADOR DE MINAS GERAIS em 2014 (O ÚLTIMO DOS MOICANOS - afinal, a ESPERANÇA não enche a PANÇA, mas é a última que morre).
      Vamos acordar, gente!

      Excluir
    4. Parabéns,"prá quem sabe ler um pingo é letra".Estou "cantando esta pedra" faz tempo,mas tem gente que ainda não aprendeu a interpretar.Desculpem-me,sem ofensas.Mas guardem bem estas palavras que eu disse.

      Excluir
    5. Engraçado que quem está depositando fortunas na conta da Globo é o Aécio Neves.Será que ele virou PT?Ah! Cala-te boca.

      Excluir
    6. Izabel, veja se vc concorda: Do ponto de vista político, o Brasil ficou sem resposta para um fato marcante, muito mais polêmico que o esclarecimento do crime envolvendo o ex-goleiro do Flamengo!

      Quem matou PC Farias?

      "Dez anos depois, a morte do ex-tesoureiro de Fernando Collor continua envolta em mistério e motivo de polêmica. Afinal, foi crime passional ou queima de arquivo?"

      Texto de Lira Neto | 01/05/2006

      Excluir
  50. CONTINUAÇÃO DO E-MAIL:

    Para quem engoliu o "não sabia de nada" do Lula, o pequeno engano da Dilma é fichinha...


    "A essência da propaganda é ganhar as pessoas para uma ideia de forma tão sincera, com tal vitalidade, que, no final, elas sucumbam a essa ideia completamente, de modo a nunca mais escaparem dela" "A propaganda quer impregnar as pessoas com suas ideias. É claro que a propaganda tem um propósito. Contudo, este deve ser tão inteligente e virtuosamente escondido que aqueles que venham a ser influenciados por tal propósito NEM O PERCEBAM."
    (Joseph Goebbels, nazista)

    Alguém duvida?

    Abraços

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  51. Olá pessoal da luta,

    Nunca gostei de assistir ao horário político da TV, mas hei que hoje estou surpreso: está veiculando no horário gratuito do PMDB, claramente para quem quiser ver, a denúncia do pelo partido, de que o governaADOR não está pagando e não reconhece o Piso dos Professores em Minas!

    Muito bom, quem sabe os outros partidos contrários ao dito cujo, façam o mesmo!

    Antõnio Carlos

    ResponderExcluir
  52. EMOS QUE CONVOCAR A SOCIEDADE A NOS AJUDAR CONTRA OS TIRANOS
    TEMOS PARENTES, PRIMOMS, MARIDOS, ESPOSAS, ETC, NAS CONSTRUTORAS, NAS CONTABILIDADES, NOS BANCOS, ETC. PRECISAMOS DELES PARA MOSTRAR O QUE ESTÁ ESCONDIDO, REPASSES, VERBAS, ETC.

    EXEMPLO - COPANOR FOI CRIADA PARA LAVAR DINHEIRO COPASA TEM COISA LÁ E AS CONSTRUTORAS QUE FIZERAM REPASSES AOS POLITICOS, OS REPASSES FRAUDULENTOS DO GOVERNO, ETC

    PRECISAMOS IR A LUTA.

    ResponderExcluir
  53. Hoje sobre a mesa da escola onde trabalho estava a lista de PARALISAÇÃO NACIONAL com apenas 3 a favor e inúmeros contra. A "famosa carta de ameaças"(entre aspas porque parecia mais um bilhete, nem assinatura tinha) estava ao lado escrito que quem paralisar será falta greve ( ótimo, isso é um direito constitucional dos trabalhadores, não poderia ser falta comum) e perderá direito a férias prêmio e a algo lá que nem sei o que significa até que reponha os dias parados. Partindo daí, eu que já estava a favor passei a ser mais a favor ainda e escrevi ao lado do meu nome: Sem reposição e rubriquei. Nunca trabalhei sobre pressão pois não somos robôs para agirmos sob controle externo. A ação tem que ser negociada e não forçada ou sob ameaça. Se não quer paralisações que pague o PISO SALARIAL a que tenho direito tal qual manda a CONSTITUIÇÃO FEDERAL e com 1/3 extraclasse. Vou parar sim. Gostaria que essa paralisação fosse para comunicar aos juízes do STF que haverá,em data estabelecida uma GREVE NACIONAL, por TEMPO ILIMITADO, SEM REPOSIÇÃO DE CARGA HORÁRIA,COM ACAMPAMENTO EM BRASÍLIA.
    INDIGNADA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PARA COLEGA, E APROVEITA E VAI TOMAR AÇAÍ, SORVETE, VER FILME, VC TA PRECISANDO!!!
      Calma colega....no stresss...veja o Chaves durante a paralisação, veja novela mexicana, ajuda a acalmar!

      Excluir
    2. Gracieusa,depois que a minha diretora disse que os alunos e os pais não poderiam saber da greve e que a escola não ia parar,todos nós levantamos e assinamos a paralisação. NÃO A ESTE GOVERNO NAZISTA,já é um forte motivo para pararmos.

      Excluir
  54. Euler,
    Aqui em João Monlevade, Rio Piracicaba, Bela Vista, Nova Era, etc. Todos´nós professores estamos indignados pela situação:
    Na semana passada as inspetoras caes de guarda da superintendente Regina De caux convocaram uma reunião com os diretores para informarem que a partir de agora está proibida a venda de merenda nas escolas e que nenhum professor poderá merendar ou sequer tomar café na escola, mesmo que esse seja comprado com os recursos do próprio servidor.
    Pergunta-se:
    Quem paga o café servido àquele bando de mulheres ociosas da superintendência?
    Quem paga o gás? Quem paga o funcionário?
    Pergunta-se:
    E aquele tanto de gente que vende imas de geladeira, calcinhas, panelas, soutiens, avon, hermes, natura na escola, irão continuar vendendo na SRE e nas escolas?
    Se a escola nao pode arrecadar algum recurso com a venda de merenda, porque deixar essas sacleiras invadirem as salas dos professores das escolas na hora do recreio?
    Já saímos humilhados na greve...Agora somos mais humilhados por essa superintendente capacho de Mauri Torres e suas inspetoras caes de guarda!

    Estamos humilhados e Indignados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, combativos colegas de João Monlevade, Rio Piracicaba, Bela Vista, Nova Era e região!

      Considero uma falta de respeito com os profissionais da Educação este ato praticado pela SRE da sua região. Acho que vocês devem denunciar sim, nas rádios, jornais e na rede social, pois negar comida e café para os trabalhadores é o fim do mundo. Merecemos respeito, e se querem fazer economia porca, comecem pelos altos escalões do governo.

      Contem com o irrestrito apoio deste blog para denunciar esta prática. Um governo que não paga vale refeição para os professores - além do salário abaixo da crítica - não tem o direito de impedir que os colegas se alimentem com a merenda que é feita na escola. Somente pessoas com uma visão de mundo muito mesquinha poderiam adotar uma orientação desta natureza: negar comida, água e café para os professores.

      Resistam a isso. Não aceitem. Rebelem-se, se necessário. Reúnam a comunidade e discutam com os alunos e pais de alunos sobre essa prática. Tenho certeza que toda a comunidade se levantará em apoio dos colegas.

      Um forte abraço e força na luta!

      Excluir
  55. Gabarito do concurso:

    http://www.concursosfcc.com.br/concursos/DivulgacaoGabarito.fcc

    ResponderExcluir
  56. O QUE GANHAREMOS DEIXANDO DE FAZER GREVE?

    Caros colegas professores,

    um "doce" para quem conseguir responder:

    Diante de tantas derrotas, sofrimento, perdas, cortes de salário, retaliações, etc e tal, teria algum motivo sequer para não aderirmos à greve nacional???

    A não adesão a qualquer que seja a greve da educação, hoje, significaria admitir que o governo de Minas Gerais está certo em pregar na mídia, que nos paga acima do piso nacional, ou seja, R$ 2.200,00 para qualquer professor em início de carreira.

    Se nós, professores, não aderirmos a este movimento nacional, estaremos assinando um atestado de burrice, dando ao governo de Minas Gerais todas as possibilidades de nos agredir e retaliar ainda mais a partir de agora.

    E mesmo que esta paralisação não dobre os governos estaduais, e eles continuem a deixar de nos pagar o piso nacional, o que mais perderíamos com isso??? O que mais eles podem fazer conosco???

    Ao contrário, pelo menos daremos um recado a estes governos, que a educação brasileira vai de mal a pior. E uma paralisação nacional deste porte não passará em branco até mesmo em uma mídia corrupta e comprada como a mídia brasileira.

    Reflitam!

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raimundo,sempre achei os seus comentários muito bons,porém,creio que você está estrapolando quando fala sobre o atestado de burrice.Burros,nós seríamos,caso fizéssemos esta paralisação para apoiar o sindicato.É hora de todos baixarem a "bola",principalmente o Sindicato,buscando dialogar,principalmente com o dono do Blog e de outros Blogs de companheiros que são compromissados com as lutas de classes.Até então,tenho visto um Sindiute sem capacidade de agregar a nossa classe.As ações do Sindiute com relação às nossas perdas,têm sido inócuas.Quem realmente tem a obrigação de nos defender é o Sindicato e isto não tem sido demonstrado de forma efetiva.Caso queiram fazer greve de verdade,contem comigo.Edilson,Virgolândia, Nacip Raydan,sempre na luta.

      Excluir
    2. Vamos parar Raimundo, mostrar para Minas que a CNTE, CUT e Sind Ute ainda não morreram, eles existem....e isto faz toda a diferença na vida do professor!!!! Como somos gratos a esse povo, obrigada Bia, obrigada Marilda, o que seria de nossa vida sem vcs???? Hilário isso não???

      Excluir
  57. A NOVELA INTERMINÁVEL ESTA DANDO UM CANSAÇOOOOO !

    editoriais@uol.com.br

    Piso para professores

    Levantamento feito por esta Folha no final de 2011 indicava que 17 Estados não obedeciam às determinações da lei, sancionada há quase quatro anos, que estipula piso salarial para professores.

    Onze unidades da Federação, segundo reportagem publicada na semana passada, não têm nem sequer uma previsão de quando ou como poderão pagar o valor do piso, pouco mais de dois mínimos.

    A legislação chegou a ser contestada no Supremo Tribunal Federal, que confirmou sua constitucionalidade no ano passado. Novas pressões por mudanças no diploma surgem agora, em decorrência do reajuste -de 22%- determinado pelo governo federal para os vencimentos dos professores.

    Essa elevação do piso do magistério, de R$ 1.187 para R$ 1.451, representa um impacto orçamentário que de fato não é desprezível. Para evitar imprevistos desse tipo, Estados e municípios defendem a aprovação de um projeto de lei, em análise no Congresso, que estabelece a correção do valor pela inflação anual, medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

    Tal dispositivo impediria, com efeito, saltos de remuneração difíceis de serem acomodados pelas previsões orçamentárias. Mas representaria um golpe no espírito da lei, que se propõe justamente a garantir remunerações crescentes aos professores, como contrapartida por sua maior qualificação.

    Ainda que avanços nessa área não dependam unicamente do nível de renda do magistério, baixos salários afastam da carreira os melhores quadros e são um desestímulo para o aperfeiçoamento profissional. É importante, portanto, que todos se adaptem ao piso.

    O Ministério Público tem atuado, nos diversos Estados, para garantir o cumprimento da lei. Como as restrições orçamentárias em muitos casos são reais, seria razoável que se buscassem acordos, por meio de termos de ajuste de conduta, em que os Estados se comprometessem a cumprir, em prazo determinado, o que manda a lei.

    É de esperar que as unidades recalcitrantes -beneficiadas pela inexistência de punição para a desobediência- se disponham a providenciar os ajustes necessários, fazendo da valorização do professor mais do que uma simples prioridade retórica.

    ResponderExcluir
  58. Parabéns a todos de coragem para paralisar!Os contra estão sendo influenciados por políticas partidarias e não o contrário como aqui justificam!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei...paralisar 3 dias, é preciso muita coragem para isso, emendando com o fim de semana, muita coragem....é preciso óleo de peroba pra passar na cara de pau de professor que nunca adere a greve mas adora usar o movimento para suas conveniências....Parabéns colegas de coragem... kkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. Não vou aderir a paralisação de 3 dias e não estou sendo influenciado por políticas partidárias ou por quem quer que seja. O meu motivo e, acredito que seja o de muitos, é a falta de organização de nosso Sindicato. Mais do mesmo não dá, paralisa-se tres dias, estes de nosso salário são descontados, somos obrigados a repor da maneira como o governo quer e a receber o que ele pagar, pois direitO de greve não é respeitado, o jurídico do Sindicato parece não existir e assim seguimos EXIGINDO NOSSOS DIREITOS.
      Não é desilusão, mas esse filme eu já vi!
      Queremos ações mais concretas, principalmente, das entidades que nos representam nacionalmente e, uma delas, é cobrar do governo federal (Dilma, MEC, etc.) a responsabilidade para com a educação no Brasil.

      Excluir
  59. Olá, pessoal da luta!

    Boa noite!

    Algumas vozes estão apostando tudo nessa paralisação de três dias. Respeito, mas considero isso um equívoco e uma forma muito simplista de tratar nossos problemas. Ficamos 112 dias de greve em 2011 e não conseguimos os nossos objetivos. Uma paralisação de 03 dias não vai alterar o humor deste governo. Se vocês quiserem organizar algo mais sério, que comece com uma discussão com a base da categoria e envolva de fato a comunidade, aí podem contar comigo. Do contrário, para fazer número para as direções sindicais continuarem com sua política de derrota total da nossa categoria, não contem comigo. Podem dizer o que quiserem. Não sou do tipo que segue a correnteza, porque as direções determinaram que deve ser assim. Não sigo os governos, nem os partidos, e nem tampouco uma direção sindical que perdeu a confiança da categoria e é incapaz de travar um diálogo sério com a base.

    Se se tratasse de uma paralisação para valer, com apoio da base e com uma direção que confiássemos, daríamos risadas ante as ameaças tolas do governo. Corte de ponto, de férias-prêmio, etc e tal, kkkk, são café pequeno diante da determinação de uma categoria disposta a lutar.

    Mas eu aprendi que uma boa luta a gente faz ao lado de pessoas que a gente confia. E os objetivos precisam apresentar possibilidades de vitória. Na greve do ano passado eu acreditava na nossa vitória e teria ficado mais 100 dias de greve se a base da categoria tivesse essa disposição. Em relação a essa paralisação de três dias, convocada pela CNTE - entidade na qual eu não confio -, não dá para seguir cegamente, como alguns estão fazendo.

    (Cont...)

    ResponderExcluir
  60. (Cont...Parte 2)

    Todos nós estamos cientes da situação vivida em Minas e no Brasil. Mudar essa situação deveria ser a nossa preocupação, a partir de uma reflexão coletiva, e não de uma decisão de cima para baixo, como foi o congresso e como foi essa paralisação de três dias.

    Se a preocupação de alguns é mostrar para o mundo que estamos insatisfeitos com o que o governo de Minas e do Brasil estão fazendo com a Educação, organizemos um abaixo assinado com um milhão de assinaturas e apresentemos tal documento em todos os fóruns do país e até na ONU. Podemos também comprar páginas em alguns grandes jornais e publicar um manifesto apresentando a realidade de Minas e do Brasil. Ou até mesmo alugar duas dezenas de outdoors pela Capital mineira e outras grandes cidades. Podemos também realizar uma grande manifestação de massa com o apoio da comunidade. Há muito o que se pode fazer.

    A greve é um instrumento bom e importante demais para que a categoria lance mão de forma acertada. Saímos de uma greve de 112 dias, com derrotas materiais e emocionais; mal nos recuperamos das perdas e concluímos recentemente uma longa reposição mal negociada com o governo e já querem chamar categoria para uma nova paralisação de três dias?

    Aí aparecem alguns dizendo: vamos deixar essa discussão para depois, isso é disputa de direção sindical, etc; Não, meus caros, para mim isso não se trata de briga por direção, mas da minha vida profissional, da nossa vida profissional, que está sendo arrastada para um caminho com o qual eu não concordo. E não vou deixar de manifestar a minha opinião porque isso possa ou não agradar a alguns. Cobrem esse centralismo dos partidos aos quais vocês pertencem, não de mim.

    Portanto, respeito quem queira parar por razões as mais variadas; mas espero que haja este mesmo respeito em relação ao meu posicionamento. Já fiz greve sozinho em escola que trabalhei e jamais acusei meus colegas de covardes pelo fato deles não terem aderido naquele momento ao chamado feito pela assembleia. Em outra circunstância - um lutador social sabe que não se vence a guerra numa batalha só, na base do tudo ou nada - muitos dos colegas que não aderiram naquele momento, participaram de outras greves.

    A luta social é assim, colegas. Não queiram fazer chantagens do tipo: "quem não aderir a esta paralisação está do lado governador". Isso é baixaria muito própria das pessoas ligadas a essa direção sindical. Uma direção, aliás, que se esconde atrás de argumentos desse nível, rebaixado, simplista, na base do "ou você me segue ou você está ao lado do governador", como se essas pessoas fossem o farol da humanidade. Nós vimos bem o quanto esse farol nos guiou nas últimas décadas, para esse abismo que nos encontramos.

    Querem continuar com esse circo? Sigam em frente, mas não contem comigo. Querem buscar um caminho diferente, que inclua um trabalho de base sério, uma proposta que unifique a categoria e que envolva a comunidade? Contem comigo, inclusive para uma nova greve por tempo indeterminado.

    Um forte abraço aos que lutam e são capazes de pensar e não seguir a onda ditada por outras instâncias superiores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo.Edilson.

      Excluir
    2. É isso aí!!!!

      Excluir
    3. Paralisação de 3 dias? Só teria sentido se CNTE tivesse sido solidária à greve de 112 dias, agora, o que se quer é palanque eleitoral!
      E tem mais: MEC e seus ministros falastrões, a presidente que continua a ignorar a educação e governadores e prefeitos do PT que não pagam o piso. A culpa maior é do governo federal e até mesmo do STF, cuja autoridade que era máxima, hoje nem mínima é!
      Voce está certíssimo Prof Euler!

      Excluir
  61. GRAÇA:

    LÁ COMO CÁ? OU CÁ COMO Lá?

    IGNORÂNCIA É FORÇA!!!Paul Krugmann

    Uma das formas pelas quais os norte-americanos sempre foram excepcionais foi no apoio à educação. Primeiro nós assumimos a liderança na educação primária universal, depois o “movimento do segundo grau” fez de nós a primeira nação a adotar o ensino secundário generalizado. E, após a Segunda Guerra Mundial, o apoio popular, incluindo a legislação GI Bill e uma enorme expansão das universidades públicas, contribuiu para que uma grande quantidade de norte-americanos fizesse curso superiores.

    Mas agora os nossos dois principais partidos políticos adotaram uma postura direitista dura contra a educação, ou pelo menos contra aquela educação que os trabalhadores norte-americanos são capazes de custear. Notavelmente, essa nova hostilidade em relação à educação é compartilhada pelas alas de conservadores sociais e econômicos da coalizão republicana e encarna-se atualmente em Rick Santorum e Mitt Romney. E isso ocorre em um momento no qual a educação nos Estados Unidos já se encontra em sérios apuros.
    (...)
    no decorrer dos últimos 30 anos, tem sido presenciada uma desconexão impressionante entre os enormes aumentos salariais no topo da pirâmide de renda e as dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores comuns. É possível argumentar que os interesses particulares da elite econômica dos Estados Unidos são mais bem atendidos quando essa desconexão se mantém, o que significa manter reduzidos, a todo o custo, os impostos sobre as altas rendas, não importando as consequências disso no que se refere à falta de infraestrutura e à existência de uma força de trabalho sem qualificação.

    E, se o corte de verbas para a educação pública faz com que muitas crianças de famílias pobres percam o acesso à mobilidade social, quem poderia de fato acreditar nesta argumentação sobre a criação de igualdade de oportunidade? Portanto, toda vez que você escutar os republicanos dizerem que eles são o partido dos valores tradicionais, tenha em mente que eles na verdade promoveram uma ruptura radical com a tradição dos Estados Unidos de valorizar a educação. E eles promoveram essa ruptura porque acreditam que a ignorância do povo é uma garantia de que as elites não serão perturbadas.

    PARA LER O TEXTO COMPLETO CLIC AQUI:
    http://noticias.uol.com.br/blogs-e-colunas/coluna/paul-krugman/2012/03/10/comentario-ignorancia-e-forca.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graça, esta é uma realidade que vem se concretizando mundialmente de uns tempos pra cá.
      Quando alguns intelectuais se posicionam dizendo que o capitalismo é um sistema econômico que tem a capacidade de se refazer e recuperar-se frente às crises sucessivas, logo me vem a interpretação de que as forças que o impelem e o direcionam estão moldadas dentre aqueles dirigentes empresariais, políticos, enfim dentre os grupos do topo da pirâmide que a exemplo do que ocorreu após a crise de 1929 nos Estados Unidos, principalmente na Europa; as elites dirigentes tem a capacidade de impedirem os direitos estabelecidos, de implantarem uma ditadura e assim fazerem prevalecer os direitos das elites. Praticamente, ao se aproximar uma contradição das forças do capital que desembocariam em uma crise econômica os Estados Unidos da América inventaram um inimigo, e, a este inimigo deu o nome de "terrorista", ora, aí os próprios Estados Unidos passaram a implantar o TERROR pelo mundo, sendo eles a própria nação com capacidade bélica descomunal e também com uma MÍDIA que poderia ser vista e ouvida pelos quatro cantos do mundo e pregando a perseguição aos ditos terroristas. Será que esses terroristas para o serviço secreto norte americano não era nada mais nada menos que os países concorrentes oriundos do TERCEIRO MUNDO, como o Irã, China, Brasil, Rússia, dentre outros emergentes? Isto digo porque os países desenvolvidos da Europa ao mesmo tempo sendo concorrentes se tornam aliados, como na França em que se tem registrado um aumento dos votos computados aos partidos de ultra-direita e que representam a alta cúpula da sociedade, ou seja, as elites ainda dominantes.

      Excluir
    2. Excelente Artigo,

      "...a ignorância do povo é uma garantia de que as elites não serão perturbadas."

      Embora me recuse a acreditar nesta afirmação equivocada! Porque a Globalização da Economia exige que o povo deixe de ser ignorante para competir melhor.

      Excluir
  62. Euler, por favor repasse...
    Estou validado a fala do anonimo das 06:23, quanto a SRE Nova Era, aqui em Itabira a inspetora Cão do mato visitou uma Escola (Marciana Magalhães), foi até a cozinha e havia um prato com comida ela jogou a comida no lixo e verificou se havia café nas garrafas térmicas.

    Por favor companheiros gostaríamos de saber se isto procede nas outras Superintendencias, estamos revoltados....

    ResponderExcluir
  63. Caro colega Euler,

    como já escrevi antes aqui, entendo sua decisão em não aderir ao movimento, até porque você tem muito crédito com a categoria, tendo já participado de todas as greves na sua caminhada como professor.

    Também já escrevi aqui antes, que sou crítico ferrenho do "sindinútil", por diversas razões já discutidas no seu Blog, que não preciso repetir novamente.

    Entretanto, não faço greve pelo "sindinútil", mas sim, por mim mesmo e pela categoria. Não me interessa se o "sindinútil" e seus comparsas serão ou não beneficiados com esta paralisação. Neste momento de indignação, acho mais importante aderir a este movimento que denuncia para o Brasil inteiro que a educação neste país não está na pauta de nenhum governo, tanto federal, quanto estadual ou municipal.

    Quanto a proposta de paralisação nacional, sou a favor, por entender que não aderir a este movimento é ainda pior do a adesão a ele. Mesmo que não ganhemos nada com esta paralisação, ainda assim, estaremos mostrando para os governos federal e estaduais, bem como para a sociedade brasileira e mineira, que os maiores problemas da educação não foram resolvidos.

    É triste admitir a realidade de que não podemos confiar na "INjustiça" e nos poderes instituídos deste país, pois todos eles são conchavados e não têm o menor interesse de nos favorecer. Esperar que conseguiremos alguma coisa nos tribunais deste país seria muita ingenuidade nossa, até porque já se passaram 10, 20, 30 anos de tentativas frustradas pelo viés da justiça, mas nada aconteceu que mudasse nossa situação.

    Portanto, mesmo não acreditando nem um pouco na honestidade do "sindinútil", entendo que os professores devam aderir à greve nacional.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, combativo colega Raimundo!

      Entendo e respeito sua posição. Você expressa com muita sinceridade a sua opinião e a forma que você aponta como a mais adequada para o nosso movimento. Não concordo inteiramente o que você defende, mas respeito a sua conduta. Não pretendo convencê-lo a assumir atitude diferente da que você defende. Conte com este espaço para repercutir suas propostas e fazer o chamamento que julgar necessário. Certamente, apesar da diferença de opinião neste momento, estamos juntos na mesma trincheira de combate aos nossos inimigos de classe.

      Um forte abraço e força na luta!

      Excluir
  64. Chega ser "engraçado" o informe sobre a Greve em um cartaz em que aparece uma frase;" A EDUCAÇÃO QUER MAIS" Quer mais, o quê, pois até agora NÃO TIVEMOS NADA, pjá que o piso que ganhamos, até hoje não levamos, nós só queremos MAIS, quando já temos alguma coisa. O que não é o nosso caso. Essa frase dá ideia a quem não é da categoria, que somos intransigentes, conforme que fazer parecer o governo mineiro, pois fica parecendo que já foi nos oferecido alguma coisa e mesmo,assim ainda queremos MAIS. Sendo que nada nos foi oferecido, nos encontramos na mesma situação de antes.

    ResponderExcluir
  65. Regina/Coronel Fabriciano13 de março de 2012 01:20

    12/03/2012 13h01 - Atualizado em 12/03/2012 14h42
    Vídeo mostra aluna dando tapa no rosto de professora dentro de sala vocês leram?
    http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2012/03/video-mostra-aluna-dando-tapa-no-rosto-de-professora-dentro-de-sala.html
    O conteúdo do bilhete não foi revelado. A superintendente disse ainda que foram tomadas medidas educativas e que a professora já desculpou a aluna. O Conselho Tutelar disse que vai levar o caso ao conhecimento do Ministério Público.ESTA GAROTA TINHA QUE SER INTERNADA UMA LOUCA!!PROCESSO NELA E NESTA SUPERINTENDENTE!!!!!!!!!!!!!!!!
    A RESPOSTA DE UM LEITOR
    Anderson Campos

    RIDÍCULO! Esse Brasil ta perdido mesmo. A educação ta uma verdadeira M**** e a cada dia que passa só tá piorando. Professores sendo agredidos por alunos em plena sala de aula? E a professora ainda "desculpou a aluna"? Eu não devo ter lido isso direito! Essa deliquente juvenil tinha que ser severamente punida e não receber essa BOBAGEM de acompanhamento pedagógico.Denunciem! vamos organizar a classe, paralisação de 3 dias!!!!!!!!!! aberração!!!!!!!!!!!!
    Não sou manobra de sindicato!!!!!!!

    ResponderExcluir
  66. Podem estar certos de que os resultados da nossa paralisação serão maquiados.A diretora da minha escola proibiu-nos de falar para pais e alunos sobre a paralisação. Vamos parar,mas a escola,não.Com quem ficarão nossos alunos.Será que os pais vão concordar com esta atitude?Depois o governo vai publicar que em Minas nenhuma escola parou.E ele não vai estar mentindo.As crianças vão ficar brincando na escola e vão considerar como dia letivo.OS PAIS PRECISAM SABER.

    ResponderExcluir
  67. EULER ADOREI O QUE VOCÊ DISSE NA ÚLTIMA NOITE.SIM E CONCORDO COM VOCÊ EM TUDO.CLARO QUE PODE SE PERCEBER SEU EQUILÍBRIO E DISCERNIMENTO.É ASSIM QUE SE FAZ E AGE.EU NÃO VOU PARAR, MINHA ESCOLA TAMBÉM.QUERO QUE TUDO SE REALIZE COMO VOCÊ DISSE.VAMOS NOS MOVIMENTAR.COMEÇAR ESSE ABAIXO ASSINADO JÁ.VAMOS ARRECADAR FUNDOS PARA OS AUTDOORS ETC.POIS NÃO TEMOS REPRESENTATIVIDADE OFICIAL MESMO.DEVEMOS NÓS COMEÇAR ESSA LUTA AGORA.VAMOS??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza que se depender da organização de vocês, daqui a um ano voltaremos neste blog e a cobrança será a mesma.Já tem 6 meses.Vou à luta como posso,apoiando quem está conosco.GREVE JÁ!

      Excluir
  68. provas do concurso:

    http://www.concursosfcc.com.br/concursos/spgmg110/provas/index.html

    ResponderExcluir
  69. TOMEM COMO EXEMPLO A GREVE DOS MOTORISTAS DE ÔNIBUS

    Caros colegas professores,

    entendo que são eficazes as ações que denunciem as injustiças cometidas contra a educação, conforme sugeridas neste espaço. Entretanto, também entendo que tais ações não conseguem fazer nem "cosquinhas" na truculência e rudeza de nossos governantes. Esses calhordas, disfarçados e travestidos de políticos, magistrados, etc não se deixarão dobrar por nossas lamúrias e discursos inflamados de indignação.

    A greve é nosso instrumento legal de luta, do qual não podemos abrir mão, independente de nossas diferenças ideológicas e políticas. Se com a greve não conseguirmos dobrar estes nossos algozes, é improvável que outras formas de protesto consigam fazê-lo.

    Temos muitas demonstrações na história mundial, nas diversas áreas do trabalho, de que somente com a greve é possível provocar mudanças. Isso, porque nenhum patrão à luz de nosso capitalismo selvagem, concederá algum benefício ao trabalhador se este não o exigir de uma forma mais radical.

    Estamos experimentando em Belo Horizonte agora uma greve de motoristas e cobradores de ônibus. Percebam que mesmo não tendo frequentado a faculdade, sem curso superior, estes trabalhadores sabem se organizar como classe, como categoria. Certamente que eles conseguirão o que estão EXIGINDO em greve.E eles merecem um salário melhor mesmo!

    Ao contrário, se apenas fizessem abaixo-assinado, se apenas reclamassem e se lamentassem perante seus patrões, certamente que não conseguiriam nada, nadinha. E não tampouco a sociedade, os usuários destes ônibus intercederiam por eles.

    Esta reflexão vale para todas as classes, tanto públicas quanto privadas. É preciso ousar mais, é preciso ser mais corajoso, é preciso entender de uma vez por todas que estamos aqui tentando pelas vias da "INjustiça" há 10, 20, 30 anos e nada acontece.

    Portanto, caros colegas professores, tomem como exemplo os motoristas e cobradores de ônibus de Belo Horizonte, que estão transformando em caos esta cidade. Podemos fazer a mesma coisa se decidirmos parar, obviamente com uma adesão de pelo menos 50% do professorado mineiro. Transformaríamos em caos o sistema educacional público de Minas Gerais.

    Só uma greve consistente, com adesão, pode fazer com que mudemos este quadro de perdas, retaliações, achatamento salarial, perseguições, cortes de salário, etc. Qualquer outra ação, por melhor que seja, não conseguirá mudar o "status quo" implantado pelo nosso sujo, corrupto e nocivo sistema político brasileiro.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Raimundo!

      O seu texto merece uma reflexão. Primeiro, os rodoviários, quando fazem greve, causam prejuízos enormes e imediatos aos comerciantes, industriais, banqueiros, etc. Isso tem um poder de fogo muito grande. A greve dos educadores, infelizmente, não traz esse prejuízo imediato na economia. Os pais ficam incomodados, por não terem com quem deixar os filhos, e esta poderia se tornar uma força potencial a nossa favor, se conseguirmos realizar um trabalho de preparação prévia.

      Segundo, ao que parece, como você disse, os rodoviários se prepararam para a greve (não sei se de fato existe esta organização, mas vamos considerar que sim). Veja a nossa situação. Uma paralisação de três dias, convocada de cima para baixo, sem considerar as realidades estaduais. Em Minas, por exemplo, estamos terminando agora as reposições da greve de 112 dias. O que acontecerá no estado? Panfletagem no primeiro dia, assembleia geral no segundo, e assembleias regionais no terceiro dia. Nem precisaria haver greve para isso. Você acha que isso tem a força de pressionar o governo do estado a mudar sua política?

      Uma paralisação que, em sendo parcial, com muito menos que os 50% que você apregoa, servirá de pretexto para a mídia e os governos nos atacarem. Uma luta mal organizada, mal dirigida, com foco equivocado, servirá para nos derrotar, não para mostrar que estamos insatisfeitos.

      Erra quem pensa (não é o seu caso, claro) que toda forma de luta é automaticamente a nossa favor. Devemos aprender uma lição que nos custou muito caro nos últimos anos: ou nos organizamos melhor, em diálogo horizontal com a base e com o envolvimento da comunidade, ou seremos massacrados, ainda mais. Não se trata de fazer greve por fazer greve, de lutar por lutar, mas de lutar bem, de nos preparar melhor e de nos organizarmos em torno de objetivos comuns, capazes de mobilizar a maioria da categoria, pelo menos. E de nos prepararmos melhor juridicamente também, pois, por mais que as instituições estejam podres, não podemos desprezar completamente os vários mecanismos aos quais podemos recorrer, até para demonstrar para sociedade os limites deste sistema.

      Por isso, até concordo que possamos trabalhar uma greve geral nacional por tempo indeterminado como meta a médio prazo. Mas, que seja construída previamente, com um real diálogo e envolvimento da base da categoria e da comunidade. E não por uma decisão mágica de grupos políticos a serviço dos seus interesses de governo.Sem isso, seremos derrotados.

      Excluir
    2. Euler, você disse tudo. Não temos nada acrescentar. Simplesmente concordamos com você.

      Excluir
    3. Se não temos tempo nem liderança para prepararmos algo melhor,o que temos de imediato é isto aí,vamos colaborar.Isto serviria para dar um recado ao governo caso houvesse uma adesão em massa se não houvesse pessoas que acham que tudo podem,mas que nada fazem fazendo a cabeça das pessoas e boicotando o sindicato como se só ele,sindicato, fosse culpado de nossa derrota. Tivéssemos tido nós a adesão de 50% dos profissionais na greve o resultado teria sido outro,mas 10% na luta é muito pouco.Cuidado com ídolos de barro!

      Excluir
    4. Ídolos de barro não tem problemas,

      o pior são os ídolos de bronze e pés de barro.

      Excluir
  70. Euler, este poderia seu um novo post. Muito bom.

    ResponderExcluir
  71. Ao
    ANÔNIMUS
    _______________________ bem observado!

    Esse Reginaldo "duas caras" realmente apareceu do nada naquela fatídica decisão de pôr fim a greve.

    Nada me tira da cabeça que o SINDUTE foi orientado por uma determinada ala petista par findar a greve naquele dia. Já pensaram se todos que estavam presentes invadissem a ALMG? Como ficaria o PT diante das acusações do PSDPRÊ caso o fato fosse consumado? Imagens como aquela vivida pelos colegas Paraenses ou Cearenses - não me lembro -, era o que Anastazista e sua trupe mais temiam.

    Não se enganem! O que estava em jogo naquele dia eram interesses partidários visando o pleito deste ano. Alguma coisa rolou...

    Não sustente parasitas! Vote nulo!

    ResponderExcluir
  72. Caro colega Euler,

    também entendo seu ponto de vista, e até acho que estamos, de certa forma, falando a mesma linguagem.

    Quando defendo a greve como nossa aliada e maior instrumento de luta, claro que não me refiro a apenas uma paralisação de três dias, pois sabemos que é preciso ser muito mais radical do que isto para conseguirmos dobrar os poderes instituídos de nosso país.

    Continuo a defender a greve entusiasticamente, pois após sofrermos todo o tipo de retaliação por parte do governo, percebo muitos colegas não mais vendo nela o nosso maior instrumento de luta. Entretanto, a greve somente será nosso maior instrumento de luta se conseguirmos a adesão de pelo menos 50% do professorado mineiro. Aí teremos o caos de que precisamos.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
  73. Companheiro Raimundo não se iluda tem interesses políticos partidarios aqui ,por isso ,você ,Euler e todo mundo da classe temos que estar atentos.Estão jogando uns contra outros!Por interesses partidarios que não são nem a praga do PSDB e nem PT.São alguns espertalhões infiltrados.

    ResponderExcluir
  74. "AnônimoMar 13, 2012 04:26 AM

    EULER ADOREI O QUE VOCÊ DISSE NA ÚLTIMA NOITE.SIM E CONCORDO COM VOCÊ EM TUDO.CLARO QUE PODE SE PERCEBER SEU EQUILÍBRIO E DISCERNIMENTO.É ASSIM QUE SE FAZ E AGE.EU NÃO VOU PARAR, MINHA ESCOLA TAMBÉM.QUERO QUE TUDO SE REALIZE COMO VOCÊ DISSE.VAMOS NOS MOVIMENTAR.COMEÇAR ESSE ABAIXO ASSINADO JÁ.VAMOS ARRECADAR FUNDOS PARA OS AUTDOORS ETC.POIS NÃO TEMOS REPRESENTATIVIDADE OFICIAL MESMO.DEVEMOS NÓS COMEÇAR ESSA LUTA AGORA.VAMOS??"
    Responder
    Começar luta com quem? VocÊ? Não tem coragem nem de assinar... faz - me rir...

    ResponderExcluir
  75. Querido EULER, vcs estam falando de greve estadual, não se esqueça que agora ela é também municipal!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  76. Ao
    Comte Euler

    (...) Primeiro, os rodoviários, quando fazem greve, causam prejuízos enormes e imediatos aos comerciantes, industriais, banqueiros, etc. Isso tem um poder de fogo muito grande.
    _______________________________________________

    Ops! Mudemos o horários das assembleias para as manhãs. A FIEMG, CDL, bancos e a Administração pública dariam o maior piti com o caos e prejuízos decorrentes das manifestações do professorado nas ruas da capital logo pela manhã.

    Que sirva de lição para a direção do SINDUTE essa greve dos rodoviários e vigilantes. A insatisfação do trabalhador em relação a greve é menor ao saírem de casa a voltar do trabalho depois de um dia de exploração.

    Pensemos nisso!

    Não sustente parasitas! Vote nulo!

    ResponderExcluir
  77. "AnônimoMar 12, 2012 10:09 PM

    PARA COLEGA, E APROVEITA E VAI TOMAR AÇAÍ, SORVETE, VER FILME, VC TA PRECISANDO!!!
    Calma colega....no stresss...veja o Chaves durante a paralisação, veja novela mexicana, ajuda a acalmar!"
    --------------------------XXX-------------------------
    DIREITO DE RESPOSTA:
    COLEGA??????? Sai prá lá coisinha infiltrada da TURMINHA DO CHAPÉU... Quando estou estressada tiro é licença médica. Chaves não assisto televisão e novela não assisto nem as brasileiras porque penso no quanto os "artistas" ganham para se "divertirem" no que chamam de trabalho e ainda ganham mil vezes mais que os sem culturas que estão acompanhado a idiotice deles( PÃO E CIRCO). Sou professora aguardando aposentadoria em um cargo e com mais de vinte anos de serviços muito bem prestados em outro cargo, com altíssimas avaliações honestas( sem puxar saco ) de desempenho e com um currículo acadêmico invejável, no primeiro concurso com uma média de 58 mil concorrentes fui a 10ª colocada e no segundo concurso com uma média de 79 mil concorrentes fui a 2ª colocada. Sei bem quanto mereço ganhar e não será um comentariozinho desse nível de QIps ( quem indica puxa sacos ) que irá me fazer retirar o que eu disse e assinei.
    Uma musiquinha pra você, COLEGUINHA:
    Comida
    Titãs
    Bebida é água!
    Comida é pasto!
    Você tem sede de que?
    Você tem fome de que?...

    A gente não quer só comida
    A gente quer comida
    Diversão e arte
    A gente não quer só comida
    A gente quer saída
    Para qualquer parte...

    A gente não quer só comida
    A gente quer bebida
    Diversão, balé
    A gente não quer só comida
    A gente quer a vida
    Como a vida quer...

    Bebida é água!
    Comida é pasto!
    Você tem sede de que?
    Você tem fome de que?...

    A gente não quer só comer
    A gente quer comer
    E quer fazer amor
    A gente não quer só comer
    A gente quer prazer
    Prá aliviar a dor...

    A gente não quer
    Só dinheiro
    A gente quer dinheiro
    E felicidade
    A gente não quer
    Só dinheiro
    A gente quer inteiro
    E não pela metade...

    Bebida é água!
    Comida é pasto!
    Você tem sede de que?
    Você tem fome de que?...

    A gente não quer só comida
    A gente quer comida
    Diversão e arte
    A gente não quer só comida
    A gente quer saída
    Para qualquer parte...

    A gente não quer só comida
    A gente quer bebida
    Diversão, balé
    A gente não quer só comida
    A gente quer a vida
    Como a vida quer...

    A gente não quer só comer
    A gente quer comer
    E quer fazer amor
    A gente não quer só comer
    A gente quer prazer
    Pra aliviar a dor...

    A gente não quer
    Só dinheiro
    A gente quer dinheiro
    E felicidade
    A gente não quer
    Só dinheiro
    A gente quer inteiro
    E não pela metade...

    Diversão e arte
    Para qualquer parte
    Diversão, balé
    Como a vida quer
    Desejo, necessidade, vontade
    Necessidade, desejo, eh!
    Necessidade, vontade, eh!
    Necessidade...
    E você, COLEGA ANONIMO DO COMENTÁRIO, tem fome de que ???? De fazer os outros de escada pra subir a qualquer preço???? Isso é feio COLEGA. Nosso REINO NÃO É DESSE MUNDO - JESUS CRISTO. Vai levar o que quando MORRER ?????????????
    REFLITA, E ESTUDE COLEGA! QUE DEUS TE ILUMINE! E ME PERDOE POR TER TE RESPONDIDO pois penso que você nem merece resposta, deve ser um acéfalo pior que um VERME, haja visto que vermes não são analfabetas funcionais pra votar em qualquer um e prejudicar milhares.
    INDIGNADA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracieusa, quis brincar com vc, mas seu nível de stress tá violento, calma garota, acredito no seu potencial, não precisa descrever seu currículo todo aqui, mas tá valendo.
      Por entender que não levaremos nada desta terra q tento levar a vida de forma séria, porém mais leve.
      Que Deus abençoe sua vida de forma especial.
      Abraço colega, muita paz e que Deus renove suas forças e desculpe se a ofendi com meu com meu comentário, não foi essa a intenção.
      Josélia- GV

      Excluir
    2. Acho que está havendo uma inversão de valores aqui.Quem ofendeu com ironias chamando professor se burro mandando assistir Chaves,novelas e outras baboseiras não foi a Gracieuza, não .Além do mais não quer parar e tira "sarro" da cara de quem quer?Parabéns,Gracieuza.Cada um usa a cultura que tem e você o faz com maestria .Força na luta.Paralisação já!!!

      Excluir
  78. Confira a programação das atividades em Minas Gerais:

    14/03 - Realização de aulas públicas e panfletagens organizadas por cidade.
    >>>>>> APAREÇAM TODOS POR FAVOR>>>15/03 – Às 14h haverá, no Pátio da ALMG, em Belo Horizonte, assembleia estadual, seguida de manifestação com participação dos movimentos sociais.
    16/03 - Assembleias locais.

    ResponderExcluir
  79. PARA GRACIEUSA BRITO.QUANDO EU DISSE LUTA EU QUIS ME REFERIR AO NOSSO PISO .LUTAR PARA REVERTER TODA NOSSA SITUAÇÃO.NÃO FAZER ESSA PARALISAÇÃO DE 3 DIAS .OS PORQUES JÁ FORAM DITOS AQUI E CONCORDO.NÃO SEI O PORQUE DE TANTO CINISMO E RESPOSTAS ESTÚPIDAS NESTE ESPAÇO QUE EU CONSIDERO UM LUGAR SAGRADO.NÃO ENTENDO O PORQUE COLEGAS DE PROFISSÃO FICAM AQUI ESCREVENDO COM TANTO DESDÉM TENTANDO HUMILHAR OS OUTROS SE AS IDÉIAS NÃO SÃO PARECIDAS.ISSO SÓ ME DIXA MAIS TRISTE EM RELAÇÃO AO FUTURO DESSA CARREIRA QUE JÁ TERMINOU MESMO.NÓS PROFESSORES SOMOS INIMIGOS DE NOSSOS PRÓPRIOS COLEGAS.NÃO GOSTEI DO MODO COMO VOCÊ SE REFERIU AO MEU COMENTÁRIO.ACHEI DE MUITO MAU GOSTO AS PALAVRAS USADAS POR VOCÊ AO CRITICAR MEU COMENTÁRIO.EU SEMPRE VENHO AQUI E RESPEITO A TODOS.SOU PROFESSORA APOSENTADA EM UM CARGO E QUASE NO SEGUNDO.PASSEI EM DOIS CONCURSOS NO ESTADO.NÃO VOU ME IDENTIFICAR PORQUE ISSO NÃO ME CONVÉM E É MEU DIREITO.MAS UMA COISA VOCÊ PODE TER CERTEZA ABSOLUTA GRACIEUSA , EU SOU HONESTA, SINCERA E JAMAIS OFENDI ALGUÉM COM PALAVRAS DE DEBOCHE.ALIÁS ODEIO ISSO NAS PESSOAS.DEVEMOS SER MEIGOS MAS SINCEROS.ACHO QUE NÃO VEJO MUITO ENTUSIASMO NAS PESSOAS QUE SÃO CRITICADAS OU RESPONDIDAS AQUI COM ESSAS PALAVRAS TÃO RUINS E COM TOM DE SARCASMO.DEVEMOS MUDAR ESSAS ATITUDES OU MUITOS ABANDONARAM ESTE BLOG POR ESTAR SENDO MAU INTERPRETADOS E MAIS COM PALAVRAS RUINS, SENTIMENTOS RUINS.NÃO DEVEMOS SER AMARGOS UNS COM OS OUTROS.SOMOS PROFESSORES E PRECISAMOS REPASSAR A MEIGUICE DE ATITUDES QUE TANTO NOS ENCANTOU AO ENTRAR PARA ESSA PROFISSÃO.DE QUALQUER FORMA COLEGA AGRADEÇO.

    ResponderExcluir
  80. Eu sabia aquela palhaçada de 5 gabaritos tinha coisa errada o sit retirou os gabaritos, vão anular . Tem mutreta na área

    ResponderExcluir
  81. Euler cria um post sobre o concurso ai tem hem!!
    tem mutreta falcatrua e tudo mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mutreta para quem não estudou. Estudei meses a fio e fiz excelente prova.

      Excluir
  82. Boa tarde colegas, Prof. Euler:

    Estou aqui a pensar!!!!!!!!! Por que os colegas querem defender 3 dias de greve a toque de caixa!

    Em 112 dias de greve, fomos vistos e notados por todos (aqueles que quiseram, óbvio), lutamos (sozinhos??) e o que levamos foi derrotas, humilhação, descontos, perdas, etc. etc. e a persepção de que estávamos realmente sozinhos. Ainda estamos!
    Os responsáveis por nos "mostrar para o governo": CUT, CNTE,PT e porque não, o Sind Ute também, não nos mostrou e não nos colocou no nosso devido lugar. Estamos a léguas de distância do nosso Piso, da nossa carreira!

    Ora mostrar o quê mais, para quem?
    Ao final da greve, o sindicato nos pedia paciência e dizia estar trabalhando em silêncio. O tempo passou, não chegou o piso (pelo contrário, ele foi embora de vez), descontos, reposições, natal que não existiu, mais descontos,... e o que o sindicato, CUT, CNTE, PT, deputados, fizeram para reverter isso tudo? Se quisessem, teriam feito lá, durante a greve real que existia!

    Portanto amigos, "parar" hoje 3 dias, porque estes que deveriam e podiam terem feito algo por nós e não fizeram, estão propondo, é como nos atirarmos sangrando em rio cheio de piranhas. Não há o menor sinal de algum ganho para nós. Não podemos atravessar uma floresta perigosa com apenas uma bala na carabina e atirar no primeiro movimento das folhagens, e ficarmos sem munição na hora que ficarmos cara a cara com nosso real inimigo.
    Nós já fomos expostos demais!

    Guardemos nossas forças para travar um bom combate no cenário correto!

    Antônio Carlos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, Mar 13, 2012 12:29 PM

      "etc. etc. e a percepção de que estávamos realmente sozinhos."

      P.S.: Seus comentários são honestos e verdadeiros, exceto por: "Estamos a léguas de distância do nosso Piso". Porque este será um dos temas principais da próxima eleição.

      Excluir
  83. É isto aí pessoal de luta! Greve de três dias não adianta. O que adianta é o chororô aqui neste blog e na sala de professores!!! Vejam o exemplo dos rodoviários. Ah, se eles fossem como nós... arrumavam um blog para chororô e ficavam a reclamar pelos cantos!!! Quanta covardia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem dito
      Assino embaixo.

      Excluir
  84. Olá, pessoal da luta!

    Recebi um telefonema do capitão NDG Rômulo, que terá que se submeter a uma cirurgia para a retirada de cálculo renal, amanhã, pela manhã. Ele pediu para avisar que por esse motivo não estará presente na greve, da qual ele pretendia participar. Vamos orar para que tudo corra bem com o nosso combativo amigo e guerreiro de linha de frente Rômulo.

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GRAÇA:

      Estaremos orando para que a cirurgia de Rômulo
      corra bem e ele se recupere logo!

      Peço o favor de conferir o e-mail que lhe mandei.

      Excluir
    2. Força Capitão!
      Vc é forte, isso é fichinha para vc. Os educadores do Brasil lhe adimiram.

      Excluir
    3. É foda...
      Aqui em Sabará City, não teremos greve pela rede municipal..são vários fatores e para piorar nossa principal liderança, o Capitão Rômulo, adoeceu.
      êta mandiga braba desse Prefeito William Borges...
      A roda gira e um dia colheremos vitórias.

      Excluir
    4. Mata essa no peito Camarada Rômulo!
      Ninguem é insubistituível, mas vamos combinar, nosso capitão faz uma falta danada.
      Em breve, com a benção de Deus, brindaremos a vitória final!
      Gilson BH

      Excluir
    5. Que os mentores espirituais amparem o companheiro Rômulo nesse momento. Vai dar tudo certo e breve ele estará de volta para a luta,se Deus quiser.

      Excluir
  85. É claro que alguns colegas e eu vamos paralisar, preferencialmente, em Porto Seguro, na Bahia. Porto Seguro é "caminho de roça" pra gente daqui do médio Jequitinhonha. Morro de rir.

    ResponderExcluir
  86. Greve com 50% dos educadores NUNCA MAIS, a categoria agora é outra, aquela turma que aguentava firme os embates, está fora do circuito escolar. Infelizmente a geração de educadores que estão atuando, também, é outra, não são mais pessoas que se encontram dispostas a aguentar o que tiver de aguentar para conquistar seus direitos. Essa é a geração nova que está dentro da escola. Por mais que isso aborreça aos que ainda acreditam num movimento forte, isso é para uns poucos, os que se mantiveram firmes e resolutos durante 112 dias, reitero, é uma turma feita de outro barro,pode ver a idade dessa gente que aguentou firme, todos passam dos 40, com algumas exceções de menos idade. Podem analisar nas escolas quem foram as pessoas que ficaram até o último dia de paralisação em 2011, os mais novos ficaram descansando na sala dos professores e nem sabiam e nem tinham interesse em saber o que estava acontecendo e ainda continuam não querendo saber. Então procuremos outras estratégias para aglutinar os colegas educadores dispostos a lutar pelos seus direitos, porque a maioria está querendo SOMBRA, ÁGUA FRESCA E JORNAL SEM LETRA!

    ResponderExcluir
  87. ADESÃO À GREVE ESTÁ DIMINUINDO CADA VEZ MAIS

    Ao anônimo Mar 13, 2012 12:29 PM,

    realmente com a greve de 112 dias só tivemos perdas, perseguições, cortes de salário, etc, etc, etc.

    Entretanto, não culpo apenas a CUT, PT, CNTE, E "sindinútil" por nosso fracasso. Culpo principalmente a classe, ou seja, os professores que não aderiram ao movimento.

    Observe que se tivéssemos tido uma adesão considerável de professores naquela greve ou em qualquer outra, teríamos tido sucesso. De fato, para que tenhamos sucesso, é preciso termos uma adesão de pelo menos 50% do professorado mineiro, pois assim, estabeleceremos o caos no sistema educacional de Minas Gerais. E mesmo que todas estas entidades se colocassem contra os professores, conseguiríamos dobrar os poderes instituídos deste estado.

    Portanto, não se iluda, enquanto não tivermos uma adesão maciça de professores na greve, estaremos fadados à derrota e às retaliações por parte do governo de Minas Gerais.

    Observe que mesmo sendo um crítico ferrenho do "sindinútil", entendo que se o professado não se unir, estaremos fadados a apenas sofrer retaliações por parte do governo. Eles conhecem nossa fragilidade e sabem muito bem como agir conosco.

    Quanto a isso, hoje, na minha escola tive uma discussão com alguns colegas que, já cansados de apanhar e sofrer retaliações, decidiram não aderir à paralisação de três dias. Entretanto, eles não estão mais a fim de aderirem mais a nenhuma greve, pois estão machucados, cansados e desanimados. Conforme uma colega me disse: "não estou mais em condições de ter cortes no meu salário e, por isso, não farei greve..."

    Esta é a posição da maioria dos professores atualmente. Se até à greve dos 112 dias, a adesão de professores foi muito pequena, não chegando a 20% do professorado mineiro, agora a tendência é esta adesão diminuir ainda mais.

    Sinceramente, cheguei à conclusão de que, pelo menos em Minas Gerais, os professores não receberão o piso nacional, bem como outros direitos a que temos direito. Isso, porque não acredito que teremos uma adesão de pelo menos 50% do professorado em alguma greve. Pelo contrário, este percentual está diminuindo cada vez mais.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
  88. Pessoal,

    ISTO É INACREDITÁVEL

    GOVERNO DIVULGOU GABARITO ERRADO DAS PROVAS DO CONCURSO DO DIA 04/03/2012.

    VEJAM:

    http://www.concursosfcc.com.br/concursos/spgmg110/index.html


    INCOMPETÊNCIA TOTAL.


    ANASTASIA, O PIOR GOVERNADOR DE TODOS OS TEMPOS.

    ResponderExcluir
  89. Professor Euler,

    Parabéns pelas 1.800.000 (UM MILHÃO O OITOCENTOS MIL) visitas a este blog.

    BLOG DE UTILIDADE PÚBLICA PARA OS PROFESSORES DE MINAS GERAIS.

    Obrigado pelas oportunidades de manifestação e democracia neste espaço.

    Força e vamos em frente.

    PARABÉNS!

    ResponderExcluir
  90. Euler e coligas,

    Alguém sabe explicar como constituída a Fundação Carlos Chagas.

    Sua credibilidade está em jogo, com este terrível erro na liberação dos gabaritos.

    Este é um Governo corrupto, imoral, injusto e aético.


    ANASTASIA, O PIOR GOVERNADOR DE TODOS OS TEMPOS.

    ResponderExcluir
  91. boa noite

    É triste ver colegas de profissão brigando entre si... E o pior, somente nós mesmos perdemos com isto. Moro no interior, procuro estar a par de tudo que acontece, participei da greve e agora me vejo sem rumo. Triste, muito triste. Pior ainda para os jovens professores, pois já começam sua empreitada descrentes, desiludidos. Eu estou me aposentando, mas como ficará a classe dos professores? Ora, gastemos nosso tempo nos unindo, fortalecendo e não fazendo jus ao ditado: a classe dos professores é tão desunida!
    Dê-nos respostas convictas, verdadeiras, de encorajamento, meus companheiros, só assim poderemos lutar pela nossa dignidade.
    Não quero condenar ninguém, mas esta briguinha entre muitos neste blog chega a ser irritante, estressante.
    É greve? Pois vamos fazê-la!!!!!!!!!
    É apenas paralisação? Vamos lá!!!!
    Eu pago sindicato, troco ideias com colegas, leio e participo dos blogs, mas está dando pra cansar. Pelo amor de Deus... Me poupe

    ResponderExcluir
  92. Superintendente de ensino de Araçuaí é acusada de comprar diploma universitário

    Caso a denúncia contra a professora Sandra Regina seja comprovada, ela pode ser exonerada do cargo e devolver dinheiro aos cofres públicos.
    TEÓFILO OTONI – O jornal DIÁRIO recebeu da cidade de Coronel Murta, no Vale do Jequitinhonha, um dossiê que revela uma provável falsificação de diploma universitário da superintendente de ensino de Araçuaí, a professora Sandra Regina Batista de Moraes.
    Ela teria cursado entre o segundo semestre de 2002 ao segundo semestre de 2005 o curso de Ciências Biológicas na Unoeste, Universidade do Oeste Paulista, na cidade de Presidente Prudente. Mas, nesse mesmo período (2002 a 2005), Sandra aparece na folha de freqüência da Escola Estadual Arthur Antônio Fernandes, em Coronel Murta, cidade situada no Vale do Jequitinhonha, como diretora designada (01 de janeiro de 1998 a 31 de janeiro de 2004) e regente de turma (de 2004 a 2005), sem anotação de faltas durante os anos de 2002 a 2005, cumprindo 365 dias na função em 2002 e 2003 (respectivamente), 192 dias em 2004 e 334 dias em 2005.
    A pergunta é, como ela conseguiu cursar Ciências Biológicas, curso presencial da Unoeste, entre os anos de 2002 a 2005, numa distância de 1.300 KM entre Coronel Murta e Presidente Prudente, sem apresentar nenhuma falta nos quadros das Escolas Estaduais Arthur Antônio Fernandes e Rui Barbosa, em Rubelita (onde ela tinha um segundo cargo, a partir de 2004), exercendo as funções de diretora e regente de turma (como constatado nos documentos abaixo, arrolados no dossiê sobre a vida acadêmica e funcional de Regina Batista)?
    Em contato com Sandra, por telefone, após explicarmos o conteúdo da reportagem do DIÁRIO, a mesma disse. “Fiz o curso entre 2002 e 2005 em regime semi-presencial. O curso era de 15 em 15 dias. Comigo estiveram várias professoras de Capelinha, Araçuaí e de outras cidades do Vale do Jequitinhonha”. A reportagem do DIÁRIO verificou as informações do curso de Ciências Biológicas da Unoeste, na página do Ministério da Educação. Lá consta que o curso, fundado em 27 de agosto de 1975 é presencial, com carga horária de 3.374 horas. Recente matéria publicada no jornal O Estado de Minas, veiculada no dia 18 de fevereiro, denuncia a existência em larga escala de diplomas de nível superior falsificados em nome de ocupantes de cargos da Secretaria Estadual de Educação.
    O objetivo em adquirir certificados de conclusão de curso seria uma maneira de atender a Lei de Diretrizes e Base da Educação, além de possibilitar a nomeação para cargos e funções de confiança do Governo. A defesa alegada por Sandra também deixa dúvidas, pois, mesmo que o curso fosse oferecido de 15 em 15 dias, seria praticamente impossível ela sair de Coronel Murta com destino a Presidente Prudente, freqüentar os módulos (o período dos supostos módulos também não foi informado) e retornar em tempo hábil para lecionar e/ou administrar a E.E. Arthur Antônio Fernandes, já que o trecho a ser percorrido tem mais de 1.300 KM (cerca de 2.700 KM ida e volta) e deficitário em termos de transporte público, seja rodoviário ou aéreo, e, mesmo de carro próprio seria uma viagem difícil, cansativa, e surreal para o cumprimento dos tempos estabelecidos pela grade horária do curso (3.374 horas) e a sua presença na instituição escolar no Vale do Jequitinhonha (quatro anos ininterruptos sem faltas durante os anos letivos).

    ResponderExcluir
  93. Continuação

    Favores políticos Sandra Regina foi indicada para o cargo de superintendente de ensino de Araçuaí pelo secretário estadual de Governo, Danilo de Castro, nome forte do governo Anastasia (PSDB) no executivo estadual. O secretário é pai do deputado federal Rodrigo de Castro (PSDB), apoiado nas eleições de 2010 pelo prefeito de Coronel Murta, Heleno, marido de Sandra Regina. Com o apoio do prefeito Heleno, Rodrigo foi o deputado que obteve o maior número de votos no município.
    A indicação de Regina seria uma “troca de favores”. Além disso, Rodrigo de Castro é um dos nomes que disputa internamente no ninho tucano mineiro a sucessão de Anastasia nas eleições para governador em 2014. Com isso, a idéia do seu pai, Danilo de Castro, é cacifar o filho no interior do estado visando forças para sair vencedor nas prévias do 45. Indignação A própria posse de Moraes na Superintendência de Araçuaí foi cercada de dúvidas por parte dos servidores do órgão.
    O funcionalismo chegou a fazer um abaixo assinado, com mais de 100 assinaturas, demonstrando insatisfação com a escolha repentina de um nome alheio aos trabalhos desenvolvidos pela SER de Araçuaí, que desde a sua criação, em 2003, apresentava sucessivos resultados positivos, inclusive com a conquista de prêmios no Estado sobre a alfabetização de crianças e adolescentes nesta carente região mineira, o Vale do Jequitinhonha. Mas, Sandra Regina acabou empossada no dia 12 de janeiro, pela secretária estadual de Educação, Maria Lúcia Gazzola, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. Também por telefone falamos com o secretário Danilo de Castro.
    Ele nos informou que não sabia dos fatos apresentados pelo DIÁRIO, e que entraria em contato com Sandra para informá-la da questão. Falsificação documental Sandra Regina, Masp 847.280-5 (matrícula dela na SEE) se efetivou na função de docente em 2007 (Lei 100/MG), já como PEB3A – professora com curso superior – cargo que ela foi elevada ainda em 2006, logo após a conclusão do curso de Ciências Biológicas, de acordo histórico e certificado de conclusão de curso emitido pela Unoeste, em dezembro de 2005.
    Caso a denúncia do dossiê enviado ao jornal DIÁRIO seja comprovada, ela pode ser exonerada da função e responder a processos administrativo e judicial por falsificação de documento público, que serviu para a mesma ser efetivada como PEB3A, recebendo salário superior à real graduação que possui (professora em nível de magistério) com possibilidade de ser obrigada a devolver o dinheiro que ganhou com a elevação de graduação por pagamento indevido no exercício da função, além de ter tirado, após sua efetivação, a chance de concorrentes que freqüentaram legalmente o ensino superior. Lideranças locais prometem entrar com representação no Ministério Público contestando a situação de Sandra Regina à frente da Superintendência de Ensino de Araçuaí.

    http://aranas.com.br/news/2012/03/superintendente-de-ensino-de-aracuai-e-acusada-de-comprar-diploma-universitario/

    ResponderExcluir
  94. Euler me informe onde o Rõmulo irá fazer a cirurgia , quero ir fazer uma visita , caso ele fique internado.

    Petrus

    ResponderExcluir
  95. professoramaluquinha13 de março de 2012 21:00

    MARACUTAIA NO CONCURSO DA SEE: a FCC postou esse aviso no site: "Prezados candidatos, a Fundação Carlos Chagas informa que o link de acesso aos gabaritos das provas objetivas realizadas no dia 04/03/2012 está com problemas técnicos, razão pela qual houve inversão de respostas. A solução do problema está sendo providenciada e o acesso correto aos gabaritos será divulgado em breve. Para fins de recursos administrativos previstos no item 11 do Edital, o prazo será contado a partir do primeiro dia subsequente da data de publicação oficial da errata."
    AÍ TEMMMMM !!! CONFIRAM: http://www.concursosfcc.com.br/concursos/spgmg110/index.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O GOVERNO PARECE QUE TEM INTERESSE EM ANULAR ESTE CONCURSO.


      Vou procurar um advogado e entrar com um ação judicial por danos morais contra a Fundação Carlos Chagas.


      ANASTASIA, O PIOR GOVERNADOR DE TODOS OS TEMPOS.

      Excluir
  96. Não se trata de "briguinhas não colega, mas sim de discussão saudável. Um bom professor não pode interpretar diferenças de opiniões como "briguinhas irritantes".
    Tenha calma! Muita calma nessa hora!

    ResponderExcluir
  97. Caro colega Raimundo,

    Olhe lá no meu comentário, não sou anônimo não colega... meu nominho está lá!

    ResponderExcluir
  98. Teoria Conspiratória!

    Minha pontuação foi 52/60. Se a teoria for verdadeira minha nota poderá ser 08/60. Pode ter alguma flutuação na nota, mas nada exagerado. Poder ser até que a nota aumente!

    Foi apenas um problema técnico.

    Alguém sabe dizer se a nomeação vai ser durante o ano letivo ou só no ano que vem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CARTILHA DESTE GOVERNO NAZISTA

      "Contos da Carochinha"
      O preferido pelo governador.

      "QUANTO PIOR, MELHOR"

      "O ÚLTIMO QUE SAIR APAGUE A LUZ"

      "LEVEM TUDO QUE PUDEREM"

      "ESTAMOS NO LIMITE DA IRRESPONSABILIDADE"

      Executados pelo secretário de +++satanás+++ e pela irmã do ZÉ CARIOCA".

      E AÍ MINAS GERAIS???


      ANASTASIA, O PIOR GOVERNADOR DE TODOS OS TEMPOS.

      Excluir
    2. Em outros concursos da fcc já aconteceu a mesma coisa, mas como vc disse, nada exagerado. Há várias hipóteses e uma delas, acredito, seja a troca de gabaritos de uma ou outra prova. Ex>: minha prova deveria ser conferida com o gabarito 1, mas ao consultar pelo código do caderno de provas saiu o gabarito 2, ou seja, as respostas não bateram e eu não consegui a pontuação necessária para aprovação (rsrs). Este não parece ser o seu caso, devido ao número de acertos 52/60, mas quem teve muitos erros e ficou desesperado por não concordar com as respostas, pode ser que seja uma luz no fim do túnel. E, como somos professores, conhecedores de nossos conteúdos, obviamente, poderemos saber se fomos lesados ou não com esta falha ténica.
      Não soframos por antecipação...

      Excluir
    3. Como não se pode confiar em nada nesse Governo Anastasia, a data da posse é realmente uma incógnita (??????). Segundo informações da SRE de minha região, a posse será em maio ou junho, mas conforme li em uma resposta da secretária da SEPLAG a uma pergunta em seu blog, há a POSSIBILIDADE de ser este ano, mas ainda não há data definida. AGUARDEMOS!!!

      Excluir
  99. Pessoal!

    Fiquem atentos porque há fortes indícios de maracutaia no concurso para SEE.

    Acho que as provas nominais são na verdade mecanismo para identificar membros do NDG rss...

    Afinal, qual Governo quer servidor no seu encalço?

    Não sustente parasitas! Vote nulo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Euler,

      Você acha viável entrar com ação judicial contra a Fundação Carlos Chagas, por danos morais, quem está sendo ridicularizado com este concurso??

      Excluir
  100. Gente, este é realmente um governo ENDIABRADO, nada deste governo dá certo, agora para completar até o concurso sai com erros, tudo que faz na área da educação dá errado. Deve ter uma cabeça de BURRO enterrada na SEE, não é possível, até os serviços de terceiros saem com erros, o vírus da BURRICE contamina até que tem contato com esse povo. Que horror!!

    ResponderExcluir
  101. Penando bem, a CABEÇA DE BURRO está noutro local desse governo, por isso tudo dá errado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Governo através do secretário de +++satanás+++ e a irmã do 'ZÉ CARIOCA" são quem levam o caos e o terror ao povo mineiro.

      Enquanto nós lutamos, trabalhamos honestamente...

      Eles querem ver o povo desorientados com as coisas do cotidiano, sempre ocupados e preocupados.

      Enquanto isso ...

      A CORRUPÇÃO ROLA AMPLAMENTE EM TODOS OS CANTOS DESTE GOVERNO.

      São táticas NAZISTAS para saquearem o Estado, comandadas pelo secretário de +++satanás+++ e a irmã do "ZÉ CARIOCA".

      Este corja largará o governo e os MINEIROS no fundo do poço.

      Isto justifica o "QUANTO PIOR, MELHOR", "O ÚLTIMO QUE SAIR, APAGUE A LUZ".

      Excluir
  102. Companheiros,fiz a greve de 2011, sozinha,na minha cidade.Trabalho na maior escola,com cerca de 1500 alunos.Minha cidade tem nove escolas estaduais.Em momento algum critiquei aqueles que não participaram.Fiz a minha parte e isto para mim era o que importava.Sofri pra caramba.Enfrentei tudo, até a minha família achava que estava maluca de enfrentar os pais, sozinha, em uma greve.Mas fiz e não me arrependo de ter feito.Até aí tudo bem.Mas agora vivo uma situação de total abandono daquele que representa a minha categoria.Não recebi um centavo de reposição; o que recebi foi 50,0 como nota de avaliação de desempenho.NÃO VOU PARALISAR NESTES TRÊS DIAS !!! Se tivessem convocado esta greve de 3 dias para acamparmos em Brasília, para realizarmos uma mega manifestação, aí sim, estaria lá.Agora,para irmos para BH,enfrentarmos 5 h. de estrada para participarmos de uma assembleia,ouvindo e vendo deputados em palanque fazendo campanha eleitoral e ainda mais,depois dessa vergonha,do pt se aliar ao psdb,para a prefeitura da capital,ah,gente,tenham dó.Não dá prá ler tanta ingenuidade dos que estão apoiando essa paralisação. Tô sofrendo na pele a ludibriação pela qual passamos o ano passado. Em nenhum momento a cnte ficou do nosso lado.Sou de LUTA SIM,mas LUTA VERDADEIRA!!!! Então,por favor, RESPEITEM aqueles que pensam diferente. Gostaria, de coração, que todos que estão nesse furor,acreditando,que estivessem nos 112 dias de luta do ano passado,pois assim quem sabe, a nossa luta teria tido sucesso e não estaríamos aqui,choramingando, como disse alguns colegas.
    Insisto, que para uma VERDADEIRA LUTA PODEM CONTAR COMIGO SEMPRE!!!!!!! Abraços.

    ResponderExcluir
  103. Apesar de também não ter fé nenhuma nesta paralisação... eu vou parar (ja estou parado)... e o motivo muito simples: todos os outros funcionários de minha escola NÃO PARAM. Não param nunca!!!!! Eles torcem contra e falam mal de mim por minhas costas. Se eu simplesmente agora não participar, por mais que eu explique, estaria dando a eles a "vitoria".

    Não vou dar a eles este prazer. Estou de greve. Seja 3 dias ou 112 dias. Não pelo sindicato e nem mesmo por esta ou aquela pessoa... mas simplesmente por ser a única voz contrária a maresia dos professores onde convivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PARABÉNS PELA SUA ATITUDE! É ISTO MESMO! NÃO PODEMOS DAR A ELES O GOSTINHO DE QUE NOS DERROTARAM. POR NÓS MESMOS, NÃO POR SINDICATO OU PARTIDO. A NOSSA HISTÓRIA É DE LUTA, NÃO DE ACOMODAÇÃO. TEMOS QUE LUTAR COM AS ARMAS E OS COMPANHEIROS QUE TEMOS. TAMBÉM NÃO ESTAVA MOTIVADO A PARAR, MAS NÃO PODEMOS NOS DEIXAR VENCER.

      Excluir
  104. Professores levem uma garrafa de água para a escola, pois não vai demorar a proibição de tomar água também, pois essa de não poder comer na escola já tem aaaanos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou comprar a minha garrafinha, ficar com sede é pior do que ficar com fome.Valha-nos Deus! Estou lembrando aqui "das coxinhas da madrasta" , mas ELES pooooooodem.

      Excluir
  105. GRAÇA:
    O STF JULGA O QUE É OU NÃO CONSTITUCIONAL...MAS...
    OS POLITICOS E GOVERNANTES AGEM À REVELIA:
    ATÉ QUANDO????

    UM CHUTE NO TRASEIRO DA CONSTITUIÇÃO

    JOSÉ NÊUMANNE - O Estado de S.Paulo 14/03/2012

    Ao decidir que o Instituto Chico Mendes não podia existir legalmente por ter sido criado por lei baseada em medida provisória (MP) que havia transitado pelo Congresso sem obediência à premissa, prevista na ordem jurídica vigente no País, de passar por comissão especializada antes de ir ao plenário, o Supremo Tribunal Federal (STF) cumpriu sua tarefa comezinha de julgar o que é constitucional ou não. E nessa condição estão todos os efeitos jurídicos e práticos de cerca de 500 MPs vigentes e ilegítimas. Ao recuar da decisão tomada no dia anterior, consciente de que, embora acertada, a jurisprudência poderia criar um caos jurídico sem precedentes na História da República, o órgão máximo do Poder Judiciário mostrou equilíbrio, sensatez e humildade, três virtudes políticas que faltam ao Executivo e ao Legislativo, cujos representantes são... políticos eleitos pelo povo.

    Mas o STF não tinha alternativa à decisão que tomou de restabelecer o primado legal que havia sido abandonado por parlamentares e presidentes que, mesmo redigindo, votando, promulgando e assinando leis ou decretos, não podem descumprir cânones neles fixados. Deu, então, prazo de 14 dias para uma comissão especial composta por senadores e deputados analisar, antes de encaminhar à votação final, a providência administrativa que o governo federal considere urgente e de alta relevância e Câmara e Senado com isso concordem. Com a insensibilidade de ofício, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), teve o desplante de reclamar da insuficiência desse prazo, apelando para o débil argumento de que questões políticas postas em confronto na votação das medidas exigem prazo mais longo. "O Supremo não pode se meter nesse assunto", disse o ex-líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP).

    A política, tal como praticada no Brasil, é a arte de submeter os fatos aos argumentos. Então, sempre que algum prócer parlamentar ou executivo quer mandar a realidade às favas, convém recorrer à História para restabelecer a verdade. As medidas provisórias são uma tecnologia parlamentar criada para amenizar um velho impasse entre gestão e negociação, comum em qualquer democracia, mas mais acirrado em sistemas parlamentares, em que cabe ao Parlamento gerir o interesse público.
    (...)
    Para governar o Executivo finge que tudo é "urgente e relevante" e encaminha ao Legislativo o que lhe convém, certo de que será aprovado em nome dos interesses do povo, que nunca chegou a ser cheirado nem ouvido. O Legislativo recheia a vontade imperial do governo central com a escumalha dos interesses paroquiais dos chefetes das miríades de bancadas e, como dizia Justo Veríssimo, "o povo que se exploda".

    Os rompantes de Marco Maia e Cândido Vaccarezza sobre a única saída decente que restou ao STF adotar para descascar o abacaxi comprovam que, em nossa ordem vigente, na qual se trata a Constituição como subalterna ao regimento da Câmara, os barões dos partidos acham que têm a prerrogativa de cuspir nas normas que eles próprios redigiram, votaram e aprovaram. A cínica substituição da letra da lei pelo pacto tácito entre políticos, por eles decretada dos lugares mais altos do pódio da representação popular, é o maior chute no traseiro que uma Constituição levou em nossa História. Nem os plantonistas no poder do Almanaque do Exército haviam chegado a esse ponto. Se nem essa resolução do STF for cumprida, só nos resta passar unguento na contusão e chorar.

    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,um-chute-no-traseiro-da-constituicao-,848176,0.htm

    ResponderExcluir
  106. Comentário no jornal "O Tempo":
    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=198202,OTE


    Bru

    BELO HORIZONTE


    Realmente o gabarito das provas de português manhã está absurdo; só fico triste por que na prova da tarde eu fui muito bem e estou com medo de o gabarito ser trocado!


    Será que esse Bru fez "as duas provas"?

    ResponderExcluir
  107. PROFESSORES DESUNIDOS SEMPRE SERÃO VENCIDOS

    Caros colegas professores,

    pelo visto, em Belo Horizonte, a maioria das escolas estão funcionando.

    Sem entrar no mérito da questão da validade e eficácia desta paralisação nacional, penso que é muito difícil que os professores estaduais se organizem, quer seja agora ou no futuro, a ponto de conseguirmos mudar o triste quadro da educação no Brasil.

    Isso, porque a política de perseguição e retaliação por parte dos governantes, particularmente em Minas Gerais, enfraquece cada vez mais a categoria, minando nossas chances de sermos forte, coesos e organizados, criando nos professores a cultura do medo e da acomodação.

    O discurso da maioria dos professores em Minas Gerais no momento, é que não estão em condições de fazer nenhuma greve, pois precisam sobreviver. Esta é a nossa realidade! E este quadro não deverá mudar, pois sabedor de nossa fragilidade, os governantes nos infligirão retaliações cada vez mais pesadas, para que não ousemos nos organizar como classe.

    Portanto, não nos iludamos que no futuro conseguiremos mudar o "status quo" vigente neste país, que teremos a aplicação do piso nacional aos professores, que seremos valorizados, que seremos equiparados a outras classes do serviço público que também têm curso superior.

    Infelizmente, o professorado não é classe neste país, particularmente em Minas Gerais, o estadão dos grandes currais eleitorais. E por isso, quer seja uma paralisação de três dias quer seja uma suposta e pseuda greve a ser deflagrada, estamos fadados ao mesmo resultado de sempre: NÃO EXISTE ADESÃO SUFICIENTE PARA FAZER NEM "COSQUINHAS" nos governantes e nos poderes instituídos deste país.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe, Raimundo, nao parei... nao tive forças para suportar mais retaliaçoes... minha luta hoje é para deixar este sofrimento... não quero mais este patrao...

      Excluir
  108. URGENTE, MUITO QUENTE: SEE manda cortar o direito de Férias Prêmio, para quem tiver 1 dia de falta greve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que chegaram a este ponto? Meu Deus!!!

      Excluir
  109. Ouvi hoje pela manhã na Itatiau kkkkk que a greve dos motoristas de ônibus durou apenas um dia e todos viram e deram notícia mas a greve de professores dura mais de 100 dias e ninguém vê.Adorei esta fala.Claro pois nós em greve, só damos lucro na economia de tudo.merenda, luz, água, salário e os motoristas ???Todos são prejudicados.

    ResponderExcluir
  110. Gostaria de saber se na prova de conehcimentos gerais é preciso acertar 50% de matemática e 50% de portugês ou se 50% no geral independente do conteúdo.

    ResponderExcluir
  111. Olá Euler e blogueiros!

    É verdade! A diretora eleita da minha escola foi até a Metropolitana e lá, orientam-lhe para que cortasse o benenfício das férias prêmio caso algum servidor participasse od movimento.

    Aliás, é bom a categoria colocar as barbas de molho porque as Metropolitanas estão "DOUTRINANDO" as novas diretoras.

    Os capitães do mato estão soltos e repressões serão cada vez mais constantes.

    Não sustente parasitas! Vote nulo!

    ResponderExcluir
  112. A presidenta Dilma é a guardiã n°1 da constituição Brasileira.

    Será que Ela não está se importando que os GOVERNADORES CHUTEM PUBLICAMENTE O TRAZEIRO de nossa constituição e não cumpram as leis.

    Esperamos ansiosos pela reação da Presidenta.

    P/ Professores das redes estaduais e municipais do Brasil.

    AGUARDAMOS...

    ResponderExcluir
  113. Minha irmã fez o concurso e disse que é 50% somando os pontos das 2 disciplinas .

    ResponderExcluir