quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Queremos o piso na carreira, e não o subsídio; queremos reajuste de 22% para o piso já; queremos a devolução do que nos tiraram em 2011


Queremos o piso na carreira, e não o subsídio; queremos reajuste de 22% para o piso já; queremos a devolução do que nos tiraram em 2011; queremos um sindicato da categoria de classe e pela base, e não dos partidos ou dos governos

Abrimos este novo post para dar continuidade às nossas discussões e às demandas que buscamos. O congresso de Araxá, com a presença sempre enfadonha do presidente da CNTE - que esteve ausente em praticamente toda a nossa greve de 112 dias, embora ele tenha dito que não -, aprovou a participação na greve de três dias, para março, convocada pela CNTE. Duvido que haja a adesão aqui em Minas Gerais e explico os porquês.

Em 2011, os bravos guerreiros e guerreiras educadores de Minas ficaram 112 dias de greve - num ato de heroísmo até. Ao mesmo tempo, em mais outros 20 estados da federação, os educadores cruzaram os braços exigindo o piso, que é lei federal, e que deveria ser respeitada pelos governos de todos os partidos. Por conivência com o governo federal, a CNTE fez ouvidos de moucos, deixou que a categoria dos estados se arrebentasse e não se empenhou em articular um movimento nacional para exigir do governo federal uma atitude. Brigamos de forma isolada em cada estado, batendo e apanhando, sendo castigados e humilhados pela mídia, pelos governos, pelos tribunais comprados, pelos legislativos de aluguel e pelos ministérios públicos regionais indicados pelos governos.

A presidenta Dilma esteve aqui em Minas durante a nossa greve. Foi direto verificar as obras do Mineirão, ao lado de Anastasia, de olho na Copa de 2014, ao invés de olhar para o presente e o futuro de milhões de crianças e jovens que precisam de uma educação de qualidade. E educação de qualidade anda coladinha, juntinha, com a valorização dos educadores. Uma coisa não existe sem a outra. A presidente chegou a receber a coordenadora do sindicato. Assim como em 2010 o falastrão do ministro do MEC chegou a receber a dirigente sindical e, tal como a presidente, nada disse. Uma total omissão. De ambos, aliás: da direção sindical, que não explicou o resultado dessas reuniões, e do governo federal, que se calou.

Na mesma linha, o senador pelo Rio de Janeiro, que se diz representante de Minas, ex-governador deste estado e padrinho do atual governador, nada viu, nada fez, e sequer pisou no solo de Minas durante as greves de 2010 e 2011. Agora fica escrevendo para um jornal nacional sobre a Educação, coisa que ele não tem nem conhecimento de causa, e muito menos autoridade moral para fazê-lo, pois, no governo, foi um verdadeiro carrasco para os educadores: cortou direitos, impôs uma política de arrocho salarial e confiscos, que tem sido aprofundada pelo afilhado político dele. Minas é o estado que não paga o piso, que burlou a Lei do Piso, com o respaldo de 51 deputados de aluguel, com o apoio de uma mídia vendida, de uma justiça homologatória e de um Procurador geral que é assessor do governador.

Diante desse quadro, o que nos resta é a nossa unidade e organização autônoma para enfrentar nossos inimigos. Estes que estão nos governos e seus partidos não nos representam. Também não queremos um sindicato atrelado a estes personagens. E queremos dizer isso publicamente. Todos eles são cúmplices na sonegação de um direito que conquistamos: o direito ao piso na carreira; o direito a um salário decente, e não a essa mixaria de subsídio, que congela a nossa carreira, que burlou a Lei do Piso, bem na cara dos diversos poderes constituídos, das três esferas - federal, estadual e municipal.

Então eu pergunto: fazer greve de três dias apenas, para quê? Se o discurso dominante dessas entidades - CUT, CNTE, Sind-UTE - é contra os governos estaduais, apenas, e em defesa do governo federal, não faz sentido algum. Se vocês quiserem marcar uma greve geral nacional por tempo indeterminado para que a presidente Dilma seja obrigada a federalizar a folha de pagamento dos educadores, criando um plano de carreira nacional, com um piso inicial decente, aí podem contar comigo. Do contrário, não contem comigo para esta paralisação de três dias, que será usada para bajular o governo federal e atacar de forma selecionada a alguns governos.

Se é para brigar de forma isolada em nossos estados, aqui em Minas já o fazemos e temos as nossas bandeiras: queremos o piso implantado na carreira, e não o subsídio; queremos a devolução do que o governo nos roubou em 2011, com a redução salarial; queremos o terço de tempo extraclasse; queremos o reajuste do piso de 22% (esta é para o MEC, que até agora não teve coragem de publicar o novo índice de reajuste); queremos a primazia na escolha de turmas pelos efetivos; queremos turmas com número menor de alunos; queremos o pagamento integral daquilo que o governo nos cortou durante a greve (será que vai pagar dia 17, como prometeu? Ou vai enrolar, como tem feito? Em Tempo: o contracheque, soube agora, já está disponível no portal do servidor; é o mês 01/2012. É o quarto item da folha extra); e queremos um sindicato com autonomia em relação aos deputados, aos governos, aos partidos. Um sindicato de classe, pela base, com democracia interna, sem donos, sem monopólio de grupo A ou B.

Hoje nós temos as redes sociais, pela Internet, que ganham cada vez mais força no mundo todo, inclusive em Minas. Este blog é uma expressão desta força - claro que não é o único, não temos esta pretensão. Mas o que assusta aqueles que se apoderam das máquinas burocráticas - seja dos governos, dos parlamentos, dos sindicatos - é que eles não podem controlar as redes sociais virtuais. Isso incomoda muito a estas pessoas. Saber que existem espaços onde o cidadão pode se manifestar livremente, a qualquer momento, de forma autônoma, sem autorização de chefes, de hierarquias montadas para controlar as nossas vidas, incomoda muito. E vai continuar incomodando muito, porque não vamos parar de dizer o que pensamos. E de provocar os colegas da base para falarem, para se mobilizarem, unirem-se para a luta em defesa dos nossos direitos e interesses de classe.

Há meses tem sido cobrado aqui que o sindicato contratasse o melhor escritório de advogados do país para ingressar contra o governo estadual pedindo: a) o piso na carreira, e não o subsídio; b) a devolução dos recursos arrancados do nosso bolso com a redução salarial; c) a devolução integral do que nos foi cortado durante a greve; d) a intervenção federal em Minas, já que o governo descumpriu a lei federal, a Lei do Piso, e precisa responder por isso.

O sindicato se recusou a formar uma comissão de educadores da base para discutir com o jurídico e com o escritório contratado os termos das nossas demandas e das ações na justiça. Não somos advogados, mas sabemos muito bem o que nos interessa e o que não nos interessa. E como cidadãos, sabemos também quais são os nossos direitos, porque somos capazes de acompanhar o que acontece em nossa volta. Sabemos, por exemplo, que o piso é um direito assegurado em lei federal; que o piso é vencimento básico, e não remuneração total (subsídio); que não pode haver redução salarial, como aconteceu em Minas. Se a justiça, inclusive a da última instância, negar estes itens, então nós temos que ir para Praça Pública e dizer para os trabalhadores que é tudo uma farsa. Que as leis só existem para proteger a propriedade privada dos ricos; que os governos só estão a serviço dos ricos, e que a justiça existe para sonegar os poucos direitos assegurados aos de baixo. Não há acordo com essa gente: ou eles nos pagam os nossos direitos, ou vamos fazer campanha contra todos eles. Contra TODOS eles, porque são cúmplices na hora de nos massacrar, e depois alguns se apresentam como nossos defensores.

Enfim, colegas, continuemos o nosso debate, porque o nosso congresso, aqui no blog, é permanente, e garante espaço para todos os companheiros de luta. Precisamos construir a nossa unidade, em torno das bandeiras comuns e nos preparando para cobrar nossos direitos. Na justiça e nas ruas.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a vitória!

P.S.: com relação à representação ao Ministério Público Federal, como já dissemos anteriormente, estamos aguardando a divulgação do índice de reajuste de 22% para fazermos a tabela salarial e comparar com a tabela do subsídio; provar que houve perdas irreparáveis e que o governo burlou a lei do piso e cobrar uma atitude constitucional do MPF. Queremos que este órgão ingresse com uma ADI contra o governo de Minas, exigindo o fim do subsídio 1 e 2 e cobrando o pagamento do piso na carreira, tal como determina a lei 11.738/2008; e que o governo estadual, caso não cumpra a lei, que haja intervenção federal para fazer cumprir esta norma federal.

P.S.2: Atendendo aos colegas, criamos nosso espaço no Facebook. Ainda preciso aprender como aproveitar melhor as possibilidades existentes neste novo instrumento (novo para mim, claro). O endereço? Não sei, rsrs. Digitem "Euler Conrado", ou se quiserem procurar pelo e-mail (euler.conrado@gmail.com) eu acho que aparecerá.

***

Frei Gilvander:

19 famílias ocuparam um terreno baldio na Vila Santa Luzia, região do RESSACA, Contagem, MG, dia 13/02/2012 e no dia seguinte foram expulsas pela PM e "representante" de quem se diz dono, com trator. Nascente de água foi entupida parcialmente. Grave crime ambiental. Cf., abaixo.

Atenção militantes sociais, prefeita de Contagem, Sra. Marília Campos (cadê moradia popular para os pobres?), poder judiciário (cadê a função social da propriedade?) e pessoas de boa vontade: está aumentando muito o número de famílias que não agüentam mais sobreviver de favor ou pagando aluguel, ou seja, sem CASA. Há por aí muitos terrenos abandonados, sem cumprir a função social. Bem-vindo quem puder apoiar o povo pobre que está se organizando e lutando por direitos humanos.

Cf., via internet, na reportagem, abaixo, clamores por justiça e a descrição do que aconteceu lá na Ressaca.

http://www.youtube.com/watch?v=KEtdtgL_wZQ&feature=youtu.be

Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.
e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br
www.gilvander.org.br
www.twitter.com/gilvanderluis
Facebook: gilvander.moreira

skype: gilvander.moreira

113 comentários:

  1. Euler e companheiros(as),

    Antes de ler o seu texto - por sinal, maravilhoso, pois como sempre muito coerente e de fácil entendimento. Só não entende quem não quer - já havia tomado a decisão de não participar desta greve que, no momento, só servirá para novo corte em nosso já tão acanhado salário.
    Este é o espaço que vamos continuar usando, democraticamente, para nossas reflexões, angústias, desabafos e, principalmente, organização para vencermos a ditadura instalada em órgãos de poder (inclusive, o nosso Sindicato).

    Voltarei a tratar deste assunto em outro momento, com mais tempo, pois estou saindo para o trabalho.

    Um abraço e aproveitemos a reflexões do comandante para um bom debate.

    Joaquim.

    ResponderExcluir
  2. COMO DIZER O QUE SINTO AO LER SUAS SÁBIAS E OBJETIVAS PALAVRAS.BEM , LENDO TUDO QUE ESCREVE E EU ACOMPANHO ESTE BLOG TODO O DIA VÁRIAS VEZES AO DIA, PERCEBE-SE SEU CARÁTER E SUA PERSONALIDADE.LÍDER NATO E DE UMA HONESTIDADE ÍMPAR.NO BRASIL, PODEMOS CONTAR A DEDOS QUANTOS TÊM ESTA HONESTIDADE.NÃO LHE CONHEÇO MAS SOU CAPAZ DE LHE ENTREGAR MEU CARTÃO DE BANCO COM A SENHA TRANQUILAMENTE POIS SINTO SUA TOTAL HONESTIDADE.QUERO DIZER TAMBÉM QUE SUA HUMILDADE ME COMOVE AS LÁGRIMAS.PRECISO LHE DIZER TAMBÉM QUE VOCÊ TEM DEFEITOS COMO TODO SER HUMANO MAS É MUITO BEM RESOLVIDO NÃO NECESSITANDO COLOCAR NENHUMA MÁSCARA PARA VIVER NESTE MUNDO INSANO.VOCÊ PRECISA SABER QUE VOCÊ É MUITO QUERIDO E ABENÇOADO E ISSO É MUITO PECULIAR A SERES DE LUZ.ENTÃO EULER QUERIDO, CONTINUE NA LUTA E MAIS AINDA CONTINUE ILUMINANDO NOSSAS MENTES NOS DANDO DISCERNIMENTO NAS NOSSAS LUTAS DIÁRIAS.CONTINUE ASSIM SEMPRE.VOCÊ É UM HOMEM FORTE E DE UMA FIRMEZA DE PROPÓSITOS MUITO BONITA.ESTOU ESPERANDO SUA CANDIDATURA A ALGUMA COISA POIS SEI QUE ISSO ACONTECERÁ EM SUA VIDA .E SEI TAMBÉM QUE SERÁ MUITO BEM POSICIONADO NA SUA VIDA EM POUCOS ANOS.ISSO É EVIDENTE.ESTOU AGUARDANDO PARA ASSINAR O DOCUMENTO QUE VOCÊ ESTÁ ELABORANDO PARA TODOS ASSINAREM E ENTRAR NA JUSTIÇA.DEUS LHE GUARDE E LHE PROTEJA SEMPRE
    PROFESSORA DE CONTAGEM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emocionante o seu depoimento, professora de Contagem!!!...
      Parabéns!!!...
      Com certeza, a maioria de nós concordamos com você e assinamos embaixo dessa sua declaração!

      Excluir
  3. Não conte comigo comigo. Não vou aderir à greve e nem à paralisação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não participo mais de greves.

      Excluir
    2. Não participar de greves não significa concordar com tudo o que está sendo feito pelo atual governador do estado. NÃO PODEMOS VOTAR NOS 51 DEPUTADOS TRAIDORES, NOSSO MOVIMENTO DEVE SER CONTRA ELES. CONTRA ESSA CARREIRA DE EMPOBRECIMENTO.
      Quando visualizo meu contracheque, lembro-me do quanto sou roubada. Na nossa carreira quando temos uma promoção , voltamos para a primeira letra da progressão, quer dizer que devolvemos boa parte do que recebemos.
      Vergonhoso aceitarmos isso
      Vergonhoso que alguém que atue na educação tenha coragem de votar em um dos 51 traidores. Guardem bem os nomes. Não façamos greve, mas façamos uma campanha bem feita contra aqueles que atendendo às ordens do pequeno tirano, usurparam os nossos direitos.
      Professora indignada

      Excluir
    3. "Não participar de greves não significa concordar com tudo o que está sendo feito pelo atual governador do estado."

      Em resposta: Pior ainda NÃO PARTICIPAR DA GREVE SIGNIFICA ACEITAR TUDO O QUE O GOVERNO NOS IMPÕE.
      Greve e manifestações são nossas únicas saidas,pois a justiça todos já sabem...

      Helena, Uberlândia.

      Excluir
    4. Parabéns anônimo, o governo agradece!!!

      Helena, Uberlândia.

      Excluir
    5. Professora indignada, como assim, incentivando as pessoas a não aderirem a futuras greves.
      GREVE É A ÚNICA FORMA DE PERTURBAR O GOVERNADOR. SOFREMOS COM A GREVE! SOFREMOS SIM, MAS O GOVERNO TAMBÉM SAIU MUITO E MUITO DESGASTADO ISSO VOCÊS PODEM TER CERTEZA.

      Greve todos os anos de mandato desse governo hipócrita.Não temos o piso na carreira ele também não vai ter sossego.

      Excluir
    6. Ta vendo? Boicote ao sind-ute, boicote a greve- que é a única arma que temos contra esse desgoverno! Ta desanimando isso aqui oOoOo!

      Carlos José

      Excluir
    7. Não vai demorar e vão sugerir um boicote ao blog do Euler.Com razão!Há muita incoerência nos comentários, incentivo ao voto nulo, e agora,vão incentivar greves futuras?
      Participei da greve. 112 dias. Apenas eu, na minha escola. Fui cuspida, insultada e não foi fácil roer o osso. Mas, não estamos em tempo de paz e eu quero priorizar a minha esponsabilidade coletiva.Não estou vendo isso por aqui. Atacam tanto a questão partidária.Esqueceram quando por diversas vezes o Deputado da oposição,e agora execrado neste blog, foi chamado para socorrer grevistas?
      Fazer greve é um ato de força.

      Excluir
  4. Estava observando na minha escola chegou uns 10 computadores novinhos em folha.Já estão montados, mas continuam de enfeite.Fala sério. Por que não investem na máquina chamada professor? Estou com nojo da educação, não aguento ouvir essa palavra.Agora, vão cortar gastos, juntando salas multiseriadas, cortam o administrativo inoperante e que não cumpre horário. Há mais funcionários na secretaria do que aluno. Quero mais que o governo vá pro IN.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooh mulher... como assim "administrativo inoperante e que não cumpre horário"? Só se for na sua escola! Te faço um convite, um desafio para visitar a escola em que trabalho. Onde vc trabalha? Em outro planeta? Pois o número de auxiliares de secretária bem com de serventes depende do número de alunos matriculados na escola, para designação. Na minha escola são 600 alunos e somos duas auxiliares de secretaria: uma trabalha no turno da manhã e outra de tarde. Agora, tem escolas com várias professoras em ajustamento funcional trabalhando na secretaria e que fazem o horário de acordo com o cargo, são PEBI, então trabalham na secretaria mas fazem 4:30' diários. PROCURE SE INFORMAR E NÃO GENERALIZE A SITUAÇÃO E NÃO DIVIDA A CATEGORIA AINDA MAIS!

      Ivone

      Excluir
    2. Cara Anônima! Concordo com a colega IVONE: não devemos generalizar. TODOS os profissionais da Educação, das diferentes carreiras, estão sobrecarregados de trabalho, ou realizando tarefas essenciais para a Educação. Não vamos generalizar nas críticas. Em uma ou outra escola pode haver problemas, mas isso não constitui uma regra. Além disso, como a colega GILDA destacou, mais abaixo, devemos evitar esse tipo de comentário que provoca divisão. A colega IVONE disse bem, que em muitas escolas existem pessoas em ajustamento funcional, que ficaram com problemas em função da sobrecarga de trabalho em sala de aula, e acabam assumindo tarefas na secretaria ou na área administrativa da escola. Mas uma parte da sua crítica é correta, como no caso das turmas multiseriadas, que devem ser criticadas sim. Portanto, façamos um esforço para não misturar as coisas: economia porca do governo: merece crítica; nossos colegas que trabalham nas escolas: merecem apoio!

      Excluir
  5. Caros colegas professores,

    conforme exposto no texto acima, o sistema político brasileiro transformou-se num covil de bandidos. Essa corja, independente do partido político a que pertencem, só farão aquilo que é interessante a eles mesmos. E infelizmente, o povo brasileiro ainda não entendeu que a melhor forma de lidar com estas sanguessugas juramentadas, é negando-lhes o voto: instrumento de alienação do povo brasileiro, que a cada ano proporciona aos bandidos travestidos de políticos iniciarem um novo ciclo de bandidagem. E tudo isso muito bem articulado pela mídia corrupta alienante brasileira.

    De fato, uma olhadela no cenário político brasileiro, nos mostra que todos esses partidos políticos são "farinha do mesmo saco" sujo. Eles só fazem oposição ao governo, buscando apenas seus próprios interesses escusos. E quando também chegam ao poder, passam a praticar os mesmos atos de corrupção que seus antecessores. Tudo isso, porque não se consegue fazer no Brasil uma reforma política e eleitoral. Um exemplo claro disso é o projeto ficha limpa, que não sai do papel,sendo empurrado com a barriga a cada ano. O certo é que o clubinho dos sujos que se transformou o sistema político brasileiro não admite ver mudado o "status quo" deste país.

    Para facilitar os conchavos politiqueiros, criam-se cada vez mais partidos políticos "hienas" para sustentarem e aprovarem projetos políticos nefastos e injustos. Um exemplo claro dessas artimanhas golpistas está acontecendo aqui em Minas Gerais, em que nós, professores fomos massacrados por deputados de diferentes partidos políticos, que aprovaram um projeto político do governo estadual, jogando na lata do lixo a nossa carreira. Estes partidinhos "hienas" não farão nada, nadinha que denigra a imagem do governador e, ao mesmo tempo, aprovarão tudo o que ele determinar.

    Portanto, não me surpreende entender também que a presidente Dilma nada tem feito para mudar o triste quadro da educação no Brasil. Ela também e "farinha do mesmo saco" sujo.

    Portanto, não nos iludamos com algum político que, supostamente, apóia nosso movimento e as reivindicações da classe, pois certamente que seremos decepcionado como tem sempre acontecido.

    Particularmente no nosso caso, comprovamos que o pseudo apoio petista ao professor não passa de uma artimanha politiqueira para nos enganar. Ele fingem uma oposição mas, na verdade, buscam apenas se darem bem às nossas custas. E assim o "circo" prossegue...

    Por isso,devemos nos engajar numa campanha sem precedentes contra nosso sistema político e eleitoral, mas principalmente, neste momento, termos sempre a mão os nomes dos 51 deputados estaduais que jogaram na lata do lixo a carreira do professor estadual.


    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EX - CE - LEN - TE !!!

      Professor Raimundo, você disse tuuuudoooo...

      Muito claro toda a sua fala!!!

      EXCELENTE!!!!

      Excluir
  6. Vamos buscar novas formas de reivindicações e nova representatividade.

    Greve nem sempre é o melhor caminho.

    O MELHOR ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA DO BRASIL PARA MELHORAR O SUBSÍDO???

    Só mesmo este sindicato incoerente.

    Precisamos unicamente de defender a nossa causa, SOMENTE ISTO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelismente essa é a única saída que temos na justiça já consultei 3 advogados de renome em minha cidade e os tres me disseram na melhora do subsídio atraves da correção dos nossos salários em relação ao piso nacional desde 2010, pois o governo pode fazer essa mudança de de salário base para subsídio.
      Mesmo assim já entrei na justiça individualmente,penso que todos deveriam fazer o mesmo.

      Excluir
    2. Você entrou pela justiça gratuita? Conte-nos quais os passos que você fez para entrar.


      Atenciosamente,

      Aparecida

      Excluir
  7. Saiu o contracheque de reposição!!!

    ResponderExcluir
  8. NO NOSSO CASO A GREVE É A MELHOR AÇÃO

    Caros colegas professores,

    quanto à greve, também concordo com o Euler. Não se deve apenas propor uma greve de três dias, mas sim uma greve por tempo indeterminado.

    É bom que saibamos que a greve é nosso instrumento legal de luta garantido pele constituição. Entretanto, esta deve ser bem articulada, tendo o máximo possível de adesão dos professores e também o desatrelamento com qualquer que seja a representação politiqueira.

    Outro fator muito importante que coloca a greve por tempo indeterminado como a melhor ação, é o fato de não podermos confiar na "INjustiça" do nosso país, em que os poderes instituídos são todos conchavados, fazendo somente aquilo que interessa a eles mesmos. Um exemplo claro nos foi dado pelo desembargador mineiro que determinou a ilegalidade de nossa greve e, a partir disso, abriu caminho para as mais diversas retaliações contra a classe.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raimundo estou contigo e não abro...

      Excluir
  9. Olá, Euler e companheiro!!!
    Sei que este blog é instrumento d3e desabafo.
    Bom, temos que entender que essa intriga com o SINDICATO só nos enfraquece como categoria. Quando falamos mal uns dos outros, o desgoverno e suas crias riem de todos nós. Vamos abrandar os nossos ânimos e focar o que mais nos interessa nesse momento: O PISO SALARIAL. Vamos deixar as nossas vaidades de lado. As autopromoções e lutar uns com os outros. Enfim, Somos educadores. Vamos mostrar a nossa força sem ferir e machucar os colegas (principalmente diretoria do Sind-ute). Aliás sindicato somos nós mesmos. Basta termos esse desgoverno pisando em nós anos e anos. Vamos em ferente sem mágoas e de coração aberto. Assim, temos chances de VITÓRIAS!! Abraços a todos os companheiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sindicato somos nós mesmos, mas a instituição SINDICATO SINDUTE não somos nós mesmos...

      Excluir
  10. RESPOSTA DA BIA EM SEU BLOG: LEIAM
    Beatriz Cerqueira disse...
    Ao anônimo que usou esta pastagem sobre o luto que estamos vivendo para falar sobre o subsidio,
    Acho que você e massa de manobra sim porque lê avaliações em outro blog, não aguarda a direção informar e já sai acusando, e manobrado por blog que faz disputa com a direção neste jogo maluco de vaidades em que se transformaram os blogs que deveriam ser um instrumento de comunicação e mobilização mas se transformaram em espaço de depreciação da direção do sindicato. Aptesentamos uma estratégia jurídica para tentar desmontar o subsidio, demonstrando que o estado não paga o Piso Salarial e isso foi apresentado e discutido no congresso, mas parece que a sua fonte de informações informou o que era conveniente e de modo distorcido. Se fosse para defendermos o subsidio não precisaria da greve que fizemos.Leia as resoluções do congresso disponíveis no site e verifique quem defendeu a negociação do subsidio. você e manobrado sim ao acreditar em teorias jurídicas construídas sem qualquer sustentação, para que o sindicato embarque nelas e tenha mais derrotas. Você não paga meu salário. Sou professora de carreira. Não venha fazer chantagem com desfiliacao, cade o escritório de advogados para defender as teorias construídas em blog? tenho atuado com coerência e procurado fazer a disputa com o governo do estado em todos os espaços. Se você e mesmo professor, procure se informar mais e não deixar que filtrem o que você deve saber através de blog que na minha opiniao tem prestado um grande serviço para o governo do estado. leia a petição de uma das ações que já ajuizamos para tirar suas próprias conclusões ou continue sendo manipulado por esta fogueira das vaidades em que se transformou as portagens em blogs sobre o nosso movimento. O Governo do estado deve estar se divertindo vendo tudo isso exposto para o mundo.
    http://www.blogger.com/comment.g?blogID=4195725240216277193&postID=48194734024718015

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sindicato e o governo são bem parecidos.

      A culpa sempre é do outro.

      Excluir
    2. Concordo... concordo... concordo!!!

      Excluir
  11. Depois deste congresso é que conheci realmente o sindicato.

    Estou decepcionado.

    ResponderExcluir
  12. Que mês deveremos indicar para termos acesso ao contra de reposição/

    ResponderExcluir
  13. Mês 01/2012. Marcar o quarto item (Folha extra).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. no meu não tem quarto item.
      Mary - Pará de Minas

      Excluir
  14. NO SITE DO SINDUTE AÇÕES DO PISO CONTINUAM PARADAS N LETRA D: PQ SERÁ?

    http://www.sindutemg.org.br/novosite/files/listagem_acao_piso_02.pdf

    ResponderExcluir
  15. Ei, gente,
    Não aparece o meu contracheque de reposição. Aparecem duas o vez o do Prêmio de produtividade.
    "Num tô entendendo nada não, Sô!"

    ResponderExcluir
  16. COMO A BEA DIZ QUE O PROF EULER REPASSOU INFORMAÇÕES DISTORCIDAS, FUI VERIFICAR, PORÉM, ATE AGORA NÃO CONSEGUI ACHAR NO SITE DO SINDUTE AS CONCLUSÕES/DIRETRIZES DO CONGRESSO DE ARAXÁ.

    EM FRENTE PROF EULER! RETOMAR AS CONVERSAS COM OS ADVOGADOS E TERMINAR O TAL DOCUMENTO PARA O MPF. ESTAMSO AGUARDANDO!

    ResponderExcluir
  17. (((Ei, gente,
    Não aparece o meu contracheque de reposição. Aparecem duas o vez o do Prêmio de produtividade.
    "Num tô entendendo nada não, Sô!"))).
    Corrigindo: Aparece duas vezes o contracheque do Prêmio de produtividade.
    Eu erro. Eu corrijo!

    ResponderExcluir
  18. Uai, Bia,
    O jeito é ler informações em outro Blog. Você não posta o que nos interessa e estamos loucos para saber!
    Agora, repita com a tia: "Posso não concordar com as coisas que você diz, mas defendo, até a morte, o direito que você tem de dizê-las".
    Fui.

    ResponderExcluir
  19. Olá Euler e blogueiros!

    Á
    Bia Cerqueira

    Me inclua por favor nas engrenagens do volante que o condutor Euler manobra.
    Deixei de ser sindicalizado por não ser sindicalista. Esse longevo mandato PT/CUT já está bastante desgastado e até entendo que, de fato, estamos lutando contra uma estrutura bem arquitetada pelo executivo desde os tempos de Itamar. Entretanto, Bia, vocês vivem aquele pragmatismo sindical do anos 70/80 e se esqueceram das novas formas de opressão patronal envolvendo peças dos setores primário, secundário e terciário. Como se não bastasse os tentáculos se estenderam atingindo também membros do legislativo e judicário fechando assim o ciclo dos "de cima".

    O PT, partido que tem muitos membros afiliados ligado a direção, cospe no PSDPRÊ e quando tem a oportunidade de mostrar serviço, acaba cometendo os mesmos erros. Enfim, sempre mais do mesmo! Muda a gestão e as cores da legenda mas a hipocrisia permanece.

    PSDPRÊ, DEMÔNIOCRATAS, Petralhas/CUT são todos farinha do mesmo saco. Hoje, As informações circulam de maneira celere e é ai que mora o perigo: as contradições. O SINDUTE está "caindo" pelas suas contradições. Eu e vários companheiros percebemos o quanto vocês e Governo fazem do professorado marionete. Basta!

    Proponho aqui algo que o movimento "Fora Lacerda" vem fazendo em Bhte: chacota e exposição dos podres que cercam os bastidores da política mineira. Craquécio, Andreia Neves e Anastazista têm que ser varridos do cenário mineiro. Quanto ao Sindute... desfiliação em massa.

    O SINDUTE caminha sonâmbulo para a obscuridade, e o mesmo acontece com muitos servidores que fizeram empréstimos para segurar 112 dias de greve e o que aconteceu? Nos deram uma banana. Dinheiro do meu holerite para sindicato fazer farra turística não terão mais.

    E os próceres petistas Jaques Wagner e Tarso Genro? Governadores da BA e RS respectivamente que também descumprem Lei Federal. É por essas e outras que CUT/CNTE - entidades ligados aos petralhas - vem perdendo credibilidade e ajudando a transformar nossa seara em pocilga.

    Por fim, as férias só terminam para o SINDUTE após a semana santa.

    Não sustente parasitas! Vote nulo!

    ResponderExcluir
  20. SOCORRO... a matemática do governo tá doida... vou receber por um mes e meio um valor menor do que recebi por um mes de trabalho.PORQUE O VALOR PAGO AGORA é bem abaixo do valor descontado? COMO RECORRER NA JUSTIÇA? DESSE JEITO NUNCA MAIS VOU REPOR GREVE, VOU MESMO VENDER QUALQUER COISA NA RUA E CERTAMENTE VOU GANHAR MAIS.E ASSIM A EDUCAÇÃO AVANÇA ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ESTOU SENDO ROUBADA NO PAGAMENTO DA REPOSIÇÃO!

      Excluir
  21. outra coisa que não posso deixar de escrever aqui:Por que não falar ou reclamar do subsídio nesta hora???Engraçado só agora a Bia dá uma satisfação .Não digo reclamação de um anônimo que aproveita e fala sobre o sicídio.Engraçado.O sindicato ou o bloguinho dela nunca nos deixou atualizados.Aqui neste blog eu li milhões de vezes pessoas pedindo notícias sobre diversos assuntos e o que a Bia e o sindicato que ela defende fez???? Nada.E agora ela responde a uma pessoa dizendo que não seria a hora exata para isso????Então responda nas horas certas minha filha .E mais acho de uma falta de jogo de cintura, humildade ela escrever no tom que ela escreve.Analisem as palavras dela.São muito mal educadas ásperas e as vezes ofensivas moralmente.É precisamos mesmo acabar com tantas hipocrisias neste país.Quantas pessoas ligam lá no sindute e eles não sabem nada certo...ou respondem asperamente.Aprenda Bia a ser você mais humilde.Refaça seus propósitos de ser uma pessoa que representa um sindicato mas que na verdade só faz o que não deveria para defender esta classe tão massacrada.Já passou a hora de atitudes de vocês.Estou com você Euler pois esteve todo tempo nos informando, amparando, acolhendo....ouvindo nossas queixas...e sendo tão transparente como é.Obrigada por tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Estava de licença maternidade no período da greve,em janeiro deste ano a minha escola ligou para dizer que eu era obrigada a repor greve que eu não participei, fiquei desesperada pois com quem eu iria deixar minha filha em plena férias de janeiro, se creche não funciona e as escolinhas municipais tambem não.
      Liguei no sindicato e eles me disseram a mesma coisa: "Voce tem que repor pois esse foi o acordo que fizemos com o governo".
      Conversei com o meu esposo que ligou para um amigo advogado, fomos na SRE, e o resultado: não estou repondo greve nenhuma.

      LUTEMOS PELOS NOSSOS DIREITOS!!!!
      VAMOS PARAR DE ENGOLIR SAPOS!!!

      Excluir
    2. ANÔNIMO... VC VIU COMO FORAM AS POSTAGENS NO BLOG DA BEATRIZ? FOI MTO MAIS DESRESPEITOSA DO QUE A RESPOSTA DADA POR ELA, AINDA MAIS QUE O TEMA É LUTO... E O ANÔNIMO DAS POSTAGENS É PIOR DO QUE UM ANIMAL, FRIO, SEM CORAÇÃO E NEM MENSAGENS DE SOLIDARIEDADE A TRAGÉDIA ELE POSTOU. SOU PARENTE DA VÍTIMA EDILENE MARIA E TRABALHO EM ESCOLA TBÉM! FICA AQUI O MEU DESABAFO!

      SILVANIA

      Excluir
    3. Olá, Silvânia, receba os meus sentimentos pela trágica morte da nossa colega Edilene. Todos nós ficamos entristecidos com o que ocorreu e estamos de luto. Não vou comentar sobre as postagens mencionadas por você, porque sequer li o tal comentário do anônimo no outro blog. Mas, quero esclarecer que as críticas que eu faço à direção sindical não são contra esta ou aquela pessoa, mas contra a postura política da direção. Mas vou deixar este assunto para outro post. Mais uma vez, manifesto minha solidariedade e os meus sentimentos aos familiares das vítimas do trágico acidente.

      Um abraço,

      Euler

      Excluir
  22. Como sempre Euler, sábias palavras!Aqui tem algumas pessoas sempre preocupadas em impedir o debate, as opiniões, justificando que os mesmos, fazem o governo rir de nós.Eu acredito plenamente que a opinião do governo a nosso respeito, não deve nos interessar de forma alguma.Por isso, não devemos perder o foco no que está acontecendo,ou seja, queremos o piso(devemos busca-lo), o nosso sindicato vive uma crise estrutural(não devemos abandoná-lo, e sim reestruturá-lo).Abraços a todos.Professora Beth.

    ResponderExcluir
  23. O PIOR CEGO É O QUE NÃO QUER VER!

    MUITOS DIRETORES DO SINDUTE NO INTERIOR NÃO SE POSICIONARAM DURANTE A GREVE, UM PQ É VEREADOR E QUER SER PREFEITO, OUTRO PQ NÃO GOSTA DE REPOR E TB DÁ ULAS NA ESCOLA PARTICULAR E AI ATRAPALHARIA SUAS FÉRIAS, OURO PQ OCUPA CARGO DE CONFIANÇA, ETC ETC MAS NA HORA DE IR PARA ARAXÁ FORAM OS PRIMEIROS NAS MELHORES CONDIÇÕES, É LÓGICO!

    TROUXAS SOMOS NÓS ISSO SIM!
    ACORDA GENTE!

    PROF EULER, VAMOS PARTIR PARA AÇÕES JUDICIAS, JÁ!

    ResponderExcluir
  24. Se queremos o piso na carreira, teremos que cobrar este nosso direito na justiça, não existe nenhuma outra alternativa. Greve, mobilização, é chover no molhado.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  25. Anastasia defende aumento de 6,5% para os professores


    Governadores de cinco estados brasileiros querem barrar o aumento de 22% no piso nacional dos professores, que deve ser referendado em abril. A intenção é conceder aumento de 6,5%. O governador de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), acompanhado dos colegas do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), Ceará, Cid Gomes (PSB), Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), e da Bahia, Jacques Wagner (PT), pediu ao presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT), que coloque em votação um projeto de lei que impeça o aumento de 22%, limitando o índice para 6,5%.

    O pedido foi feito segunda-feira, quando os gestores participaram da posse da nova presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, em Brasília. A assessoria do governador Anastasia confirmou a empreitada e ainda informou que o projeto de lei é de autoria do ex-presidente Lula (PT). De fato, a proposta em pauta no Congresso foi enviada em 2008, pelo Poder Executivo Federal, na época, administrado por Lula.

    De acordo com o Ministério da Educação, o reajuste de 22% deve ser concedido nos próximos meses, até abril. É que a pasta aguarda apenas um parecer do Tesouro Nacional com os números referentes ao piso, bem como o impacto financeiro. Se entrar em vigor, o piso nacional passa dos atuais R$ 1.187 para R$ 1.450, para uma jornada de trabalhado de 40 horas semanais.

    Em Minas, o reajuste elevaria o salário inicial de R$ 1.320 para R$ 1.610,40, para uma jornada de 24 horas semanais. O governo mineiro alega que, proporcionalmente, paga mais que o piso nacional, no entanto, os professores sustentam que no salário estão inclusos benefícios da categoria. No pedido dos governadores a Marco Maia, a justificativa foi a de que as condições financeiras dos estados não permitiriam um aumento maior que o da inflação, já que são as unidades federadas as responsáveis pelos pagamentos. Por isso, defendem o projeto de lei de Lula, que vincula o aumento anual ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). No período, o INPC ficou em 6,5%.

    Hoje, a legislação em vigor obriga a atualização anual do piso conforme a variação do valor mínimo de investimento por aluno do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Entre 2011 e 2012, o índice foi de 22%. Quanto maiores forem os investimentos nos estudantes, maior será o reajuste dos salários dos professores. De acordo com o MEC, quando o aumento for colocado em prática, será retroativo a janeiro. Caso os governadores consigam sensibilizar o Congresso a aprovar a correção pelo INPC, os docentes mineiros receberiam R$ 1.405,80 em vez dos R$ 1.610,40, valor da proposta de acordo com a variação do Fundeb.

    ResponderExcluir
  26. Acho que o governo não sabe fazer contas!!! eu trabalhando feito máquina, sábados, feriados, recessos, férias....pra quê? ele me " devolveu " muito menos que tirou. Estou repondo em uma escola presa a ela, designada, sem salário em março.
    Temos que pensar em uma estratégia, pelo que estou vendo e sentindo na pele não temos mesmo como enfrentar esse ditador!!!
    Sinto muito,mas estou receosa de participar de nova greve...só tive prejuízos com a greve de 2011. Quem vai me devolver o que o governo me roubou?os colegas efetivos que tanto criticam os designados que são a presa mais fácil do governo ou o sindicato???
    Enquanto não tiver um aparato jurídico que me dê segurança não entro mais em greve!Eu confesso que não posso com esse tirano...Por favor, me ajudem a retomar a confiança da nossa força de luta! Josiane

    ResponderExcluir
  27. Anônimo das 8:40. A frase predileta da Bia é : "não posso falar sobre isso no Blog, pois estão de olho nele." E nada acontece.

    ResponderExcluir
  28. QUEREMOS O NOSSO PISO EM NOSSA CARREIRA.

    ResponderExcluir
  29. Oooh Euler! SOCORRO né? O anônimo aí posta que os administrativos são inoperantes e não cumpre o horário e vc posta uma coisa destas? Isso é para dividir ainda mais a categoria! PeloamordeDeus, meu filho, não posta mensagens neste conceituado blog que em nada contribuem para a nossa luta, para a nossa causa! Se a escola dela existe realmente isto que ela vá denunciar para a inspetora e não generalizar a situação denegrindo os colegas administrativos como um todo! CHEGA DE DIVIDIR A CATEGORIA AQUIII!

    Gilda Maria

    ResponderExcluir
  30. Gente, foi me descontado 5.777,98(cinco mil, setecentos e setenta e sete reais e noventa e oito centavos) e o Estado está me pagando somente 2.304,22(Dois mil, trezentos e quatro reais e vinte e dois centavos). Foi dito pelo própria secretária que estariam pagando toda as reposições até o dia 06/02/2012. Euler, por favor como explicar isso? O que está acontecendo?Vão pagar o restante em Março?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola, combativa colega! Acho que todos tiveram (tivemos) perdas, pois até o momento o governo não pagou a reposição integral a ninguém. São competentes quando se trata de cortar salários, mas totalmente incompetentes quando se trata de devolver o que nos roubou. Aliás, não é só incompetência, é parte da política deliberada do governo de depenar literalmente aos educadores. Devemos somar todos os cortes feitos, subtrair o que foi pago e cobrar o restante em nova folha extra o mais breve possível.

      Um forte abraço e força na luta!

      Excluir
  31. Vamos encher a caixa de email do Sr. Marcos Maia, Presidente da Câmara dos Deputados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que está na hora de mobilizarmos os educadores de todo o Brasil para pressionarmos o MEC a divulgar o percentual de reajuste, antes que ocorra o pior. Devemos encher sim as caixas de e-mails, facebooks, twitters, etc., do ministro Mecardante, da presidente Dilma, do deputado Maia, dos demais deputados e senadores, dos ministros do STF, exigindo o cumprimento da Lei do Piso. Queremos o reajuste de 22% já! Queremos o nosso piso na carreira já! Chega de brincarem com os educadores do Brasil!

      Excluir
    2. SINTO INFORMA-LOS QUE A PRESIDENTE CORTOU GASTOS COM EDUCAÇÃO E SAÚDE: PQ SERÁ? VEJAM:


      Valor Online | 15/02/2012 17:13

      Saúde e Educação perdem cerca de R$ 7,5 bilhões de seus orçamentos
      Ministério da Saúde viu limite de gastos encolher R$ 5,4 bilhões, enquanto Educação perdeu R$ 1,9 bilhão

      Excluir
    3. SOLTA O E-MAIL, TWITTER E TUDO QUE TIVER QUE FAREMOS A NOSSA PARTE.

      Excluir
  32. Gente, nós falamos demais e agimos de menos. Nosso foco é o reizinho do mal e suas princesinhas, não nos desgatemos nesse momento com ataques a uns e outros. Vamos agir selecionar ações ou somos mais medrosos que o governo. Urge não deixar que ele e os deputados que receberam um bom aumento automático daí você entende tudo, serem varridos do mapa.CCCCCCCCCCCCChega. AAAAAAAAAAAAAÇões.

    ResponderExcluir
  33. Um grande abraço aos companheiros (as) !

    O anônimo das 4:32 PM (do post do dia 13.2.12) postou um vídeo que poderia servir de exemplo para o NDG - polícia militar e bombeiros do RJ não deixaram equipe da bobonews gravar reportagem sobre a greve.
    link = http://www.youtube.com/watch?v=UyeMoKjgmrk

    Esta deveria ser a nossa atitude quando essa emissora reacionária fizesse suas reportagens tendenciosas e falaciosas.

    Outra ação seria seguirmos uma equipe de reportagem da redebobominas - que entrasse com link ao vivo -, passar na frente da reportagem e dizer para o mundo ouvir : "desgovernador anastahitler, fora da lei, não paga o piso para os professores de Minas !"
    É só seguir um carro da equipe e aproveitar a oportunidade. A corja da globo não teria como editar, pois, tudo seria ao vivo.

    Pensem na ideia, pois, somos NDG.

    Força na luta sempre !

    André buzina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como leitora desse blog eu preciso demonstrar o que sinto quando leio acusações tendenciosas em relação ao sindicato. Quem luta por causas tão importantes, tem que aprender a lutar contra a VAIDADE, pois essa pode colocar tudo a perder. Pensem ! Cuidado!

      Excluir
  34. AnônimoFeb 15, 2012 09:43 AM

    ACREDITEM POSTEI REPORTAGEM DO HOJEEMDIA E JA TIRARAM DO AR


    Anastasia defende aumento de 6,5% para os professores

    ResponderExcluir
  35. GOVERNO MANDA MESMO NA MÍDIA, REPORTAGEM QUE POSTEI SUMIU MESMO. DO SITE DO JORNAL.

    ResponderExcluir
  36. UFA, ACHEI AI ESTA LINK

    http://www.hojeemdia.com.br/noticias/politica/anastasia-defende-aumento-de-6-5-para-os-professores-1.406759

    ResponderExcluir
  37. Ser professor.Ser filiado a esse sindicato.Peço a Deus que nunca mais precise ser para sobreviver.Aposento em 2013 com um cargo, já tive chance de ter dois cargos, mas preferi ficar apenas com um.Com esse governador Satã e as duas diabinhas,esse sindicato e os 51 traidores,quero mais é cair fora e pedir a Deus que dê saúde e força aos que ainda tem muitos anos pela frente.Aos novatos ,mude de profissão, a gente quer fazer o que gosta,mas educação em MG ,NÃO DÁ MAIS!!!! É DECEPÇÃO UMA ATRÁS DA OUTRA.Pior ainda quando pessoas inocentes perdem a vida tentando lutar pelos direitos que tem e que isso jamais vai sensibilizar os poderosos e jamais vai fazê-los refletir que tudo isso poderia ser evitado.AH!VOU ME DESFILIAR DESSE SINDICATO.Não tenho sobrando para farras!

    ResponderExcluir
  38. e a situação do efetivos? ninguém fala mais?

    ResponderExcluir
  39. Gostaria que me informassem quantos professores de escola publica existem em MG?

    ResponderExcluir
  40. Jesus me acote,não tÔ entendendo mais nada!No congresso foi falado em melhoria do subsídio!Qual o motivo da Bia está tão brava?Não queremos subsídio mesmo!A quem querem enganar?Contratar advogados para melhoria no subsídio e ainda acha ruim ?Não queremos sustentar parasitas e nem ser massa de manobra!O governo deve estar rindo mesmo e com toda razão!

    ResponderExcluir
  41. Bravo! Bravo ! Bravo ! Seu texto, Euler, é impressionantemente claro, lúcido , inteligente !!!! Parabéns ! Senti o coração bater mais forte ao lê-lo e um misto de alegria e orgulho por saber que foi escrito por um professor ! Muito obrigada! Concordo com você em todas as suas considerações. Precisamos nos unir . Deixar de lado as pequenas coisas e nos conscientizarmos de que estamos realmente sós. Só podemos contar uns com os outros . E com Deus acima de tudo ! Um abraço , Márcia

    ResponderExcluir
  42. E enquanto isto, o Governo vai articulando a mudança no reajuste do piso.

    ResponderExcluir
  43. Euler, excelente texto. Agora eu te pergunto? greve de 3 dias? Só quem convive com professores que fizeram greve de 112 dias pode perceber a loucura dessa proposta. Os professores estão mortos de cansaço, trabalhando aos sábados, feriados e sem salário.E o que vai acontecer com a greve? cortes, tampax, etc.O caminho é a cobrança do piso na justiça.Com esse governador que não nos respeita somente ações e ações de desmoralização desses políticos corruptos que só pensam em seu bolso,
    marcia/carangola
    ah, obrigada pelo abraço, Valeu.

    ResponderExcluir
  44. Gente,olha o governo roubando, foi me descontado R$ 4.432,63 e o Estado está me pagando somente R$ 1.589,13. Foi dito pelo própria secretária que estariam pagando toda as reposições até o dia 06/02/2012.TEM GENTE QUE ACREDITA NESTE GOVERNO...PQP...

    ResponderExcluir
  45. Boa noite!
    Pirei o cabeção quando abri o meu contra CHOQUE só irei receber 990,10, quando descontaram foi tudo agora na hora de nos pagar fazem isto? Governo cretino!
    NDG João Monlevade

    ResponderExcluir
  46. ESTAMOS JUNTOS, MEU GAROTO!

    Dalber Augusto

    ResponderExcluir
  47. Colegas,

    Precisamos reestruturar o sindute, sabemos disso, e a maneira legal é estarmos filiados e votar nas próximas eleições desse ano. Muitos manifestam descontentamento nas subsedes e na direção estadual, então, que inscrevam suas chapas e disputem as eleições. Podemos quebrar esse ciclo de gestões equivocadas que vem sendo realizadas em nosso sindicato. Depende de nós! Muitos criticam aqui o sindicato e o congresso, a maneira como foi organizado. Poxa, é assim há anos, divergências mil, e só agora nós vamos aproveitar o blog e descer o porrete, pedindo desfiliação em massa? Claro que isso não vai acontecer e nem pode.
    Se as pretensões de Euler é fortalecimento do sindute, eu concordo com ele e os demais, então, que se inicie aqui ou nas reuniões do NDG os contatos com àqueles que querem formalizar uma chapa oposicionista e se comece a trabalhar para ter os votos, afinal de contas, nossas eleições já começaram, não cochilem.
    Apresentemos nossas propostas para um "novo" sindicato, que seja, mais atuante, moderno e atualizado, mais transparente e honesto.
    Quanta desorganização assistimos nessa greve passada, nesse congresso: filas enormes para almoço, delegações dormindo a 120Km fora de Araxá, mal acomodados, outros privilegiados no Grande Hotel, alguns vão de avião...
    Eu quero ver a PRESTAÇÃO DE CONTAS desse des-congresso. Dindin não faltou, tô sabendo...
    Enquanto a direção estadual diz que não tem dinheiro, realiza congresso. E as subsedes no interior a pão e água. Pagando a greve até hoje. Muitas subsedes ficam inoperantes, não fazem o trabalho sindical e nem pagam as contas direito...
    30% das filiações vão para a direção estadual...
    Muitas subsedes gastam desordenadamente os seus 70%, sem respeitar seus filiados, não realizam reuniões para debater o planejamento anual com seus filiados, não respeitam o estatuto.
    Devemos repensar os 3 dias de greve nacional propostos, porquê, seria decisivo para esfriar os ânimos da classe política em quererem passar a perna nos nossos 22%. Isso é estratégia de luta, não devemos pensar no que disse Euler, a respeito de dar visibilidade à CUT/CNTE/SINDUTE, discordo nesse ponto. Para quem fez 112 dias de greve, reclamar também de desconto de 3 dias é ficar choramingando... fará falta, mas nem tanta!
    bye amigos(as)

    ResponderExcluir
  48. Eu não estou recebendo nenhum contracheque de reposição e sim a outra parcela do Prêmio de Produtividade que ele vai pagar no dia 29

    ResponderExcluir
  49. João Paulo Ferreira de Assis15 de fevereiro de 2012 21:43

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Euler

    Prezados companheiros de luta

    Conclamo todos à UNIÃO, pois uma casa desunida é passível de ser derrotada. Exemplo histórico: cidades-estados gregas desunidas facilitaram a vitória de Felipe da Macedônia, pai de Alexandre o Grande.
    Eu temo que se essa desunião continuar, o sindicato vai acabar caindo nas garras da Força Sindical aecista e anastasista.
    Queixemo-nos das nossas condições de trabalho, mas bate-boca de colega com colega isto não pode.
    Também não se pode generalizar, pois cada escola tem sua realidade. Há escolas onde os auxiliares de secretaria e de serviços gerais não entram em greve. Há outras escolas em que os professores só tomaram a iniciativa depois que os auxiliares de serviços gerais aderiram a greve.

    Uma sugestão:

    Deixemos o sindicato com suas ações, como a contestação à legalidade da lei 19837, como se lê no boletim do SindUTE.

    Mas podemos pedir a intervenção federal no Estado, entrar com outras ações (particulares ou através do Sindicato, dependendo da confiança) e com ações populares. Também não podemos nos esquecer das ações junto ao Conselho Nacional do Ministério Público e Conselho Nacional de Justiça.

    Saudações e até a vitória.
    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  50. Não os esqueceremos...

    PINDUCA FERREIRA
    PP
    Betim, Igarapé, Contagem, São Joaquim de Bicas, Belo Horizonte, Abaeté e Juatuba


    Mais conhecido como deputado das “Bulânças” Pinduca é uma figura controvertida na ALMG. Barrado de assumir o cargo pela Lei da Ficha Limpa, o atual deputado assumiu o mandato após uma decisão da justiça. Porém, ainda cabe recurso e o Deputado poderá perder o mandato a qualquer momento por não se enquadrar na Lei da Ficha Limpa. Além disso, deboches, falta de decoro parlamentar, e diversas fatos nebulosos da sua vida pessoal mancham a imagem política de Pinduca. Votou contra os professores e disse “nem ligo pra educação, se precisar de escola eu pago, dane-se os mininu”. Precisa comentar?

    ROMEL ANÍZIO
    PP
    Ituiutaba, Iturama, Canápolis, Capinópolis, Santa Vitória, Campina Verde, Centralina, Uberlândia, Carneirinho, Monte Alegre de Minas, Ipiaçu, Nova Ponte, Prata, Medeiros e Tapiraí.

    ResponderExcluir
  51. GREVE DE 3 DIAS SÓ SE FOR EM BRASÍLIA. PRA LÁ ATÉ QUE EU VOU.

    ResponderExcluir
  52. Quero ver agora quem segurou os 112 dias de greve. Quero ver o resultado desses três dias de greve do Sindicato "sozinho"! Vão ter que baixar a bola e reconhecer o valor de determinados "blogs manobristas". Tô pagando pra ver. E não venha nos subestimar! Vocês já tiveram tempo mais do que suficiente para agirem, cansamos. E estamos partindo.

    ResponderExcluir
  53. Turma querida,não consegui ver a folha extra de reposição.O que será que aconteceu?
    Erro do governo,da escola,da metropolitana b,da Seplag ou ...deus nos ajude.

    ResponderExcluir
  54. Gente não tem o contracheque da folha extra da reposição.Alguém sabe me explicar?
    Janaúba

    ResponderExcluir
  55. Olá, pessoal da luta!

    Acabo de publicar no facebook o seguinte texto de abertura na minha página:

    O desgovernador de Minas, juntamente com outros 4 colegas desgovernadores, articulam a derrubada do reajuste de 22% no piso salarial nacional. Uma vergonha nacional. A omissão do MEC em divulgar o índice oficialmente está contribuindo para esta tramóia. Mas, a pergunta que não quer calar: por que o governador de Minas está contra este reajuste, se o seu governo diz na mídia que Minas paga 85% a mais do que o piso? Ora, se fosse verdadeira a propaganda, o governo poderia ficar vários anos sem conceder um centavo de reajuste. Não podemos permitir que destruam ainda mais o nosso piso. Já burlaram a lei, destruindo o nosso plano de carreira. Se mudarem a regra de reajuste anual, será melhor decretar o fim da lei do piso.

    Eis o link da reportagem do jornal Hoje em Dia que fala sobre o tema:

    http://www.hojeemdia.com.br/noticias/politica/anastasia-defende-aumento-de-6-5-para-os-professores-1.406759

    ResponderExcluir
  56. Sul de Minas, vamos dar o troco em duarte bechir, deputado lá das bandas de Campo Belo.Esse deputado não deixou que tres diretoras e cinco vice-diretores tomassem posse em Campos Gerais.

    ResponderExcluir
  57. Vamos deixar o sindicato fazer greve sozinho!Ano passado abandonou o barco e nos deixou sozinhos com todas as cacetadas que levamos.Queremos ações na justiça .Não seremos massa de manobra!greve mal organizadas nunca mais!Tô fora!

    ResponderExcluir
  58. Alguém sabe falar do contracheque da reposição?Alguém viu?
    Na SRE de Janaúba a bruxa está solta.

    ResponderExcluir
  59. PUTADO "DUARTE BEXIGA":
    urinou na cara dos professores.
    ARTICULADOR-MOR do confisco do nosso PLANO DE CARREIRA e do SUBSÍDIO 2.
    Deve pagar por tudo isso.
    Aguardem.

    ResponderExcluir
  60. Sempre tive m pé atrás com a direção do Sind-UTE, assim como, dirigentes de subsedes que faz acordos com Lafayete Andrada. Contudo, não é possível uma categoria tão grande sem um sindicato. Diante da postura da direção, pelas informações que tive através deste blog, formamos um grupo e procuramos um escritório de advogados. Eles vão elaborar um parecer e se concordarmos com suas propostas, vamos entrar com ação para tentar reaver o que nos foi roubado pelo governo Aécio/Anastasia.

    ResponderExcluir
  61. Acabei de ver meu contra cheque da reposição, veio certinho...Essa porcaria resolveu cumprir com a palavra?Vai chover...Renata

    ResponderExcluir
  62. OLÁ COMPANHEIROS DE LUTA,TUDO BEM AMIGO EULER?
    AO ANALISAR O MEU CONTRA CHEQUE PUDE PERCEBER O QUANTO SOFREMOS O CALOTE NOVAMENTE.A REPOSIÇÃO QUE ESTAMOS RECEBENDO É REFERENTE AOS MESES DE JULHO E AGOSTO. E O MÊS DE SETEMBRO QUE FIZEMOS A REPOSIÇÃO EM O INTERMINÁVEL MÊS QUE SERIA DE FÉRIAS DE JANEIRO E DE QUEBRA TRÊS DIAS DE FEVEREIRO FORAM PARAR AONDE?
    ME POUPE TRABALHAMOS NO MÊS QUE SERIA DE DESCANSO PARA RECEBERMOS O CALOTE?
    PIOR É QUE TEMOS COLEGAS QUE NEM O CONTRA CHEQUE CONSEGUIRAM VISUALIZAR.E DAI-LHE CHICOTADA.
    GILVÂNIA, HISTÓRIA.

    ResponderExcluir
  63. VEJAM NO SITE DA SEE A CARTA AO PROFESSOR.AI SE EU TE PEGO SECRETÁRIA...

    ResponderExcluir
  64. No site não aparece o demonstrativo referente as reposições, alguém sabe me informar por que?
    Aparece apenas o contracheque da segunda parcela do prêmio de produtividade.
    Montes Claros0-MG

    ResponderExcluir
  65. É por essas e outras que me desfiliei recentemente do SINDNÚTIL... E olha que estava filiado desde junho de 2000. Quem quizer desifiliar também, basta solicitar o formulário "EXCLUSÃO DE DESCONTOS DE ENTIDADES CONSIGNATÁRIAS", preencher, especificar o desconto do sindute e entregar no SETOR DE PAGAMENTO da Superintendência que será enviado por malote pra SEPLAG, para exclusão do desconto.

    ResponderExcluir
  66. Euler,
    Este ano nem paralisações eu faço. Senti completamente abandonada ao término da greve. Precisamos rever nossas táticas porque paralisações não funcionam mais e muito menos greve.

    ResponderExcluir
  67. Euler,bom dia.Concordo com o anônimo das 03:16,como ele ,tbm me desfiliei,ñ tenho mais confiança no sindicato,até então eles estão preocupados com CONGRESSOS e o nosso piso salarial para trás .Em relação ao comentário da Tereza/SL,tbm ñ faço paralisações nem greve,temos q achar outro meio.ñ acredito mais na educação,teho 16 anos de serviço e recebo como se estivesse ingressando hoje nesse meio,é uma lástima,gostava muito do q eu fazia lecionava Matemática e Física com muito amor e carinho,hoje ñ sou como antes,para mim,infelizmente,acabou.Olhe por nós,pq os OUTROS em sabem q existimos.abraços!

    ResponderExcluir
  68. De GREVE, tô fora,n em pensar.A última acabou de uma hora pra outra,agora chega!Basta!Tô fora MESMO.Ñ vou perder mis do q já perdi,ñ tenho mais nada,me tiram tudo

    ResponderExcluir
  69. Aguém da SRE de Almenara conseguiu visualizar a folha extra da greve?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  70. ((((É por essas e outras que me desfiliei recentemente do SINDNÚTIL... E olha que estava filiado desde junho de 2000. Quem quizer desifiliar também, basta solicitar o formulário "EXCLUSÃO DE DESCONTOS DE ENTIDADES CONSIGNATÁRIAS", preencher, especificar o desconto do sindute e entregar no SETOR DE PAGAMENTO da Superintendência que será enviado por malote pra SEPLAG, para exclusão do desconto.)).

    Amigo(a), de quem devo solicitar esse formulário?

    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, é só solicitar o formulário no setor de Pagamento (SISAP) da Superintendência Regional de Ensino. Preencha e entregue na mesma hora.

      Excluir
  71. Euler, obrigada por me aceitar no Facebook. Mas nada se compara a este blog. Não sei, gosto mais daqui das opiniões dos "anônimos". Acho que quando uma pessoa entra como anônimo entra de coração, fala o que precisa, o que quer, desabafa,sem precisar se justificar,explicar, sem ser cobrada, sei lá, parece mais sincera. E aqui, a gente parece mais farinha do mesmo saco. Gosto muito daqui.

    ResponderExcluir
  72. Ao (À) Anônimo(a)da SRE de Almenara:
    Como é sabido pouquíssimas escolas da SRE de Almenara entraram em greve. Nós, por exemplo, fizemos três dias de greve, bem no início do movimento. Repusemos e recebemos no contracheque de Dezembro de 2011. Vai ver, o seu caso é parecido com o nosso e você se esqueceu de ter recebido.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  73. Boa noite a todos , me chamo Carla ,era efetivada da Lei 100 nada,sem direito a nada,pedi a minha exoneração do cargo ,pois ganhava como magistério tendo pedagogia e pos.O governo me efeitou quando eu estava formando em pedagogia e logo após não quis colocar os meus documentos ( a tal pronoção por escolaridade)esta promoção só depois de 8 anos efetivado,sendo 5 anos de efetivado para garantir o direito adquirido e mais 3 anos de estagio probatorio.Pensei muito e refleti se valia a pena ganhar 845,00 reais e com o subsidio 1.122 isto sem desconto ,cheguei a conclusão que não ,então me exonerei do cargo,prefiro trabalhar de contratada do que efetivada ,pois as contratadas ganham mais do que eu, e quase o mesmo tanto das pessoas que estão a muito tempo trabalhando.Gostaria de agradecer a você Euler por nos manter e me manter sempre informada sobre o governo e nosso PISO.Sou de Ubá ,MG.Abração a todos.

    ResponderExcluir
  74. Olá Euler,
    sua fala abaixo é brilhante. Mas me parece um tanto quanto utópica.
    "queremos um sindicato com autonomia em relação aos deputados, aos governos, aos partidos. Um sindicato de classe, pela base, com democracia interna, sem donos, sem monopólio de grupo A ou B."
    Todos os nossos sindicatos são braços de partidos políticos. Em todos sem excessão o que reina e vigora é a ditadura de comando e sem ouvir as bases. O que você acha?
    Abraços e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  75. Indignado da SRE/Carangola.

    A SRE/Carangola deixou de informar a folha de reposição de várias Escolas que fizeram greve, alegaram que o servidor responsável pela taxação de tais escolas encontrava-se de férias, será que não tinha alguém para fazer o serviço do Cara. Temos que pagar mais esse pato? Até onde o descaso com os servidores da Educação vai parar?

    ResponderExcluir
  76. Euler e demais colegas,
    enquanto estamos passando pelo sufoco dos remanejamentos, juntando turmas e etc, acabo de ficar sabendo de colegas de escola que supervisoras de escolas da capital e região metropolitana estão á disposição de um suposto sindicato - SINDICATO DOS PROFISSIONAIS DE ESPECIALISTAS EM EDUCAÇAÕ DO ENSINO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - SINDESPE-MG, antiga AMISP, fone fax 32224416 e 32245603, rua Tupis 457 sl 1404, centro, Bhte.
    O que podemos confirmar é que aquelas que ficavam atoa na escola agora nem precisam se dar ao trabalho de se locomoverem até a escola pois estão em suas casas de férias ( ???) até agora e sabe-se Deus até qdo pois o referido sindicato não funciona na prática. Quem quiser verificar é só ligar lá, ninguém atende a nenhuma hora( pelo menos, em horário comercial,kkkkk). Não tempo nenhum problema com as pedagogas das escolas em que trabalho mas " corrupção e erros" não merecem nada a mais que denuncias.Quero ver o pessoalzinho da SEEMG, vir cobrar resultados da gente que ainda faz mto pela educação deste estado. Só não me identificarei aqui agora pq minhas colegas que nos falaram estão com medo de represálias. Mas fica aqui a minha indignação e denúncia.

    ResponderExcluir
  77. Concordo plenamente com o que João Paulo Pereira de Assis alertou aqui.Sejamos mais estrategistas. Não está na hora de perdermos forças nos dividindo.

    ResponderExcluir
  78. EM JAIBA, TAMBEM NÃO IREMOS RECEBER NOSSA REPOSIÇÃO DA GREVE!!! SERÁ QUE SOMOS TÃO RUINS ASSIM?

    ResponderExcluir
  79. OI Euler
    Boa Noite
    Mais um tijolo no muro da minha revolta.
    Meu marido tem um colega no escritório de advocacia que faz mestrado em Lavras. A ajuda de custo que o governo paga para ele estudar é, PASME VOCÊ, 1.200,00.
    Ou seja,o mesmo que eu ganho.
    Calhordas!!!!!!!

    ResponderExcluir
  80. Engraçado é que não é só em MG que os professores recebem baixo salarios, acabei de ver uma noticia sobre um concurso a ser realizado em MT e fiquei mais indignado ainda com nosso salario, leiam a noticia abaixo...
    A comparação entre os salários oferecidos em um concurso público da prefeitura de Vila Rica, no Mato Grosso, para professores e operadores de máquinas teve repercussão negativa nas redes sociais. Enquanto a remuneração inicial oferecida para um operador de escavadeira hidráulica, com ensino fundamental incompleto, é de R$ 1.291,98, o salário para um professor com ensino superior é de R$ 1.246,32.

    A jornada de trabalho dos professores aprovados no concurso será de 30 horas semanais, já os operadores de máquina trabalharão 40 horas semanais.

    Um perfil do Facebook divulgou uma montagem com a imagem do edital e, até o momento da publicação dessa matéria, a foto foi compartilhada por mais de 3 mil pessoas. Um dos usuários da rede social comentou: “É necessário uma mudança e valorização do ensino, assim como ampliar a possibilidade para todos terem acesso à qualificação, tanto profissional como acesso ao ensino publico superior de qualidade”.

    Outros internautas se perguntam “se essa situação é possível”, enquanto alguns afirmam que “isso é Brasil”.
    O piso salarial nacional dos professores é de R$ 1.187 para 40 horas semanais e vale para todos os docentes que atuem da educação infantil ao ensino médio. A CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) reivindica para esse ano um piso de R$ 1.937,26.´
    COMO DISSE O NOSSO COLEGA, É BRASIL, gente sem brincadeira sinto vergonha de dizer que sou professor...

    ResponderExcluir
  81. Indignado da SRE/CARANGOLA, na sua SRE deve acontecer o mesmo que acontece pelas outras, o Diretor(a) e as Inspetoras que estão a serviço do governador são muito bons para repassarem as ordens e os desmandos da SEE, então quer dizer se o funcionário tivesse morrido ninguém iria receber esse dinheiro, com esse fato o que vemos é que não há lugar para ter mais gente BURRA e INCOMPETENTE do que na área da educação. Por isso nada se modifica na escola, porque com essa gente no comando não pode resultar em boa coisa. A incompetência da SEE já atingiu as SREs, pelo menos algumas, deve ser um vírus que os Superintendes levam da SEE para suas SREs. Precisamos imediatamente encontrar um antídoto para tanta burrice junta, será que isso tem tratamento? Talvez um tratamento de CHOQUE, porque na gestão do NANÁ tudo é na base do choque, quem sabe não faria essa gente ter um ataque de capacidade. Ponha esses CHEFES todos numa sala e chama O BOPE!

    ResponderExcluir
  82. É inacreditável que os profissionais da educação não estejam entendendo a manobra do governo com a lei que iguala efetivos e efetivados _ nada além do que jogar uns contra os outros e desunir a classe. A prova de que o governo não está nem aí para a educação é permitir que lista de aprovados de concursos 2001/2005 expirassem sem dar posse e depois dar a LC 100 sem critérios. Por favor colegas, não caiam nesse laço...

    ResponderExcluir
  83. não desfiliem...é burrice...precisamos de uniao!

    ResponderExcluir
  84. CARO EULER, BOA TARDE CARNAVALESCA!
    Tive a grata satisfação neste ultimo congresso de:
    01 – Ser jogado depois de viajar exaustivamente 14 horas até Araxá, a me deslocar com minha turma (ao qual faço questão de pertencer) para Uberaba (e nem pude visitar a casa de José de Paula Cândido).
    02 – Ter tido a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente.
    03 – Ter sido vaiado de pé, pela maioria dos meus pares em um congresso onde se discutiam ideias, por votar a favor da proporcionalidade.
    Melhor que isso tudo, apenas se eu tivesse recebido o mesmo tratamento que alguns, que puderam se deslocar de avião (gosto de voar), pertenço ao sindicato há mais de 17 anos, e faço questão de meu desconto em folha, gosto do SIND-UTE, porque sei e conheço sua História, já lutei muito, já conquistei novas amizades, já passei raiva, já gastei sola de sapato, verbos, enfim, sou um tipo daqueles que alguns chamariam de DON QUIXOTE.
    Mas me preocupa é ver o nosso sindicato, que ainda penso e acredito (e espero poder continuar a acreditar) que seja de pertencimento coletivo, parecer privilegiar alguns melhores em detrimento aos outros, e que nós sindicalistas estejamos implantando níveis de escalas de poder. Sendo assim quero ser amigo da rainha! Nosso sindicato por mais que as insistências dos colegas pensadores (já nem me considero pensante, deixei de dar aulas de História faz tempo). Nosso sindicato hoje vive uma declinação para cultuar as vaidades partidárias, quando deveríamos preocupar em fortalecer a amizade e a ternura. Ingredientes básicos para uma luta contra o opressor. O sindicato parece esquecer suas bases sindicais, quantos professores muitos deles hoje aposentados, lutam muito mais que alguns cometas que insistem em alterar nossas órbitas a favor de desejos pessoais. Esqueceram-se das “quantas” contribuições que as “professorinhas” do interior fomentaram por longos anos de exercício e participação, sou de um tempo outro, tempo de Dona Nilza de Fervedouro, tempo de Miriam de Carangola, sou das antigas, por isso, que insisto em ficar, e pago para ver, mesmo que o novo sempre venha, não tive tempo de ficar em casa “guardado por Deus, contando o vil metal”, tive que ir onde o povo está.
    Para encerrar, achei muito legal, a mesa diretora, no alto de seu “palco” exercer com retórica seu desejo pessoal de coerção, Lembrei bem de Oliveira Viana, “Nada mais conservador, que um liberal no poder”.
    E se eles pensaram que me enganaram, erraram, eu penso, logo não desisto.
    Forte Abraço, Belo – Carangola.

    ResponderExcluir
  85. Greve tô fora! Desconto de quem já não tem?? E ainda trabalhar sábado pra repor??Eu heim...Fora eu tô!

    ResponderExcluir