segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

De volta ao bunker, para analisar o congresso de Araxá. Estrutura vertical impede maior participação da base. Temas importantes ocupam menos espaço


Nota de pesar:
Hoje, dia 13, às 10h40 quando acordei, fiquei sabendo do acidente que ocorreu envolvendo um dos ônibus que traziam nossos colegas que participaram do congresso em Araxá. Pelas informações através da mídia, um Fiat Uno teria tentado ultrapassar de forma imprudente ao ônibus, provocando a batida. Os veículos incendiaram. De acordo com o noticiário, cinco pessoas ao todo morreram com a batida, sendo três ocupantes do ônibus, que voltava do congresso para a cidade de Betim, e dois ocupantes do Fiat Uno. Entre as vítimas fatais, duas crianças e uma colega nossa. Houve vários ferimentos e vários colegas foram levados aos hospitais das cidades de Luz, Divinópolis e BH. Manifestamos o nosso pesar e a nossa solidariedade aos colegas que estavam no ônibus e aos familiares das vítimas. A categoria está de luto. Mais informações podem ser lidas aqui, aqui ou aqui.


*****

De volta ao bunker, para analisar o congresso de Araxá. Estrutura vertical impede maior participação da base. Temas mais importantes ocupam menos espaço. Escritório contratado pelo Sind-UTE aposta no subsídio como estratégia para o piso. Proporcionalidade é rejeitada: grupo Articulação quer se manter eternamente no poder.


Olá, pessoal da luta! Acabo de chegar do congresso de Araxá - e já nos aproximamos de 2h da manhã do dia 13, segunda-feira. Não trago boas notícias na bagagem, infelizmente. De certa forma não fiquei surpreso. Como já havíamos discutido aqui no blog, o congresso foi aprovado de forma atabalhoada, sem discussão prévia de propostas com a base da categoria. O caderno de resoluções foi apresentado no congresso, não havendo tempo hábil para uma discussão com a categoria.

O congresso ainda repetiu uma velha prática de disputa de propostas ideológicas entre as correntes políticas. Prática que eu não aprovo, porque geralmente resulta em muito discurso ideológico e distanciamento dos reais problemas da categoria.

O grupo dominante da direção sindical - há 30 anos no poder - bota ditadura nisso! - como sempre, fez aprovar TUDO o que lhe interessava. E de lambuja ainda esnobou, dizendo que todas as correntes e partidos políticos que atuam no movimento puderam se expressar. A nossa categoria agora, com 400 mil trabalhadores, pode dormir sossegada porque as correntes e partidos organizados tiveram direito de fala, enquanto os mais de 2.000 delegados ouviam passivamente. E no final das contas, a maioria aprova as propostas da direção sindical. Não importa se elas são fundamentas da forma mais ridícula do mundo. Não há vida inteligente nessa forma manipulatória de conduzir o sindicato (ou o partido, ou a seita, ou qualquer outra organização hierárquica).

Nesse contexto eu me sinto um pouco um estranho num ninho (acredito que muitos que ali estiveram também), mesmo tendo afinidades com várias propostas de algumas correntes ou partidos. Em dois únicos momentos em que achei que deveria intervir - pois foram poucos os momentos abertos para essa possibilidade, relacionada com os nossos problemas reais -, percebi que muita coisa precisa ser mudada na base da categoria. A começar por desconstruir essas muitas ditaduras que nos são impostas: pelos governos, e às vezes também pelos sindicatos que dizem nos representar, entre outras entidades.

Muito tempo foi gasto para cuidar do credenciamento e depois em enormes filas para as refeições. Nossa pequena bancada de Vespasiano chegou na sexta-feira a noite e nos mandaram para a cidade de Perdizes, a 60 e poucos quilômetros de Araxá, num hotelzinho bem modestozinho - para ser generoso. Não me importo de ficar em hotéis simples. Já dormi em bancos de rua, quando foi necessário, ou em pátio de escola, no chão duro mesmo. Mas me importa sim, como filiado ao sindicato, saber que alguns ficaram hospedados no Grande Hotel e outros em pequenos hotéis a 60 km, ou até mesmo a 120 km de distância de Araxá, como foi o caso dos colegas da região de Caratinga, que chegaram às 10h da manhã de sexta-feira e foram deslocados para tão longe. Outros chegaram mais tarde e ficaram em bons hotéis de Araxá. Qual o critério usado pela direção sindical para hospedar os delegados? Qual o critério usado pela direção sindical para hospedar alguns delegados no Grande Hotel ou nos grandes hotéis da cidade? Não seria mais honesto fazer um sorteio com a presença de pessoas não ligadas à direção para que não ocorressem privilégios?

Em função deste pequeno grande problema de ficar hospedado em região distante de Araxá, perdíamos boa parte da discussão. Aliás, para ser muito sincero, não estou certo de que "perdemos" alguma coisa com isso, pois a dinâmica do congresso foi aquela que descrevi: muito discurso em torno de temas que não atacam os pontos que temos debatido aqui no blog.

Fui ao congresso na expectativa de discutir profundamente temas como o subsídio, o piso sonegado na carreira, as perdas que tivemos em 2011, a nossa greve, a nossa realidade atual e o que devemos fazer para recuperar a nossa carreira e avançar nas conquistas dos nossos direitos. Mas, infelizmente, não foi isso que eu fiz. De cara, ao fazer o credenciamento, recebi um crachá que me dizia que eu deveria participar do grupo temático 1: "conjuntura internacional e nacional". Eu não estava interessado em discutir este tema de forma isolada, desconectada do nosso contexto. Havia grupos sobre conjuntura mineira, sobre balanço da atual gestão, do plano de lutas e de estrutura sindical. Mas eu só podia participar do grupo de conjuntura internacional e nacional, pois a entrada em outro grupo estaria proibida. E assim foi, com todos os delegados. Não se sabe por qual critério, o sindicato decidiu sobre qual tema o delegado deveria participar, gostasse ou não da "escolha" imposta. Democracia ali não era o forte.

No final da tarde de sábado, durante 1h e 30 minutos, a plenária discutiu o tema que mais me interessava: o piso salarial nacional. A maior parte deste tempo foi com discurso enfadonho, proferido pelo presidente da CNTE. Houve a participação de um representante do sindicato dos educadores de SP, e também de um advogado representando o escritório Aline e Roberto. De acordo com a direção sindical, este seria um dos melhores, senão o melhor escritório do Brasil, que já trabalha para a CNTE.

O advogado Paulo Roberto (se não me falha o nome do mesmo) apresentou a sua estratégia para defender as demandas da categoria em relação ao piso. Confesso que o discurso dele me deixou preocupado. Na sua fala introdutória, achei que ele apresentava um caminho coerente, associando o piso à valorização dos educadores enquanto política nacional da Educação. Disse mais: que o STF, ao considerar o piso enquanto vencimento básico, rejeitou a tese da ADI 4167, de que a lei do piso estaria agredindo a autonomia federativa. Mas, estranhamente, o advogado finalizou a sua fala defendendo a tese de uma atualização do subsídio como o caminho para alcançar o piso. Essas coisas não passam pelos meus ouvidos impunemente. Por isso pedi inscrição e consegui, juntamente com mais seis colegas, usar da palavra durante 3 minutos para questionar o advogado. Disse-lhe que a categoria quer o piso na carreira, e não subsídio, nem pintado de ouro. Que mesmo que o subsídio trouxesse algum ganho nominal imediato, no futuro ele representaria perdas, tanto em função dos reajustes anuais do piso (não aplicado ao subsídio), quanto pela estrutura de redução dos percentuais de promoção e progressão.

Mas, eu poderia ter tido um entendimento equivocado. Falando depois de mim, a coordenadora do sindicato tratou de justificar a fala do advogado, dizendo que aquilo se tratava de uma estratégia para se alcançar o piso. Algo meio secreto, como gosta de fazer a direção em relação aos temas: só eles podem saber, talvez porque não consigam sustentar um debate sobre os mesmos. Eu disse DEBATE e não monólogos e discursos de 3 minutos, quando o grupo que há 30 anos domina o sindicato consegue "convencer" a maioria de delegados. Sempre falando por último, sempre usando argumentos os mais rebaixados.

Ante aos questionamentos, o advogado voltou a explicar sua estratégia. Trata-se de exigir que o governo pelo menos atualize o piso na carreira a partir de 2010 para em seguida transformá-lo em subsídio. O pressuposto desta estratégia, que eu considero equivocada, é a de que o governo tem autonomia para definir o regime remuneratório. Mas, como o subsídio fora feito após a lei 11.738/2008, ele teria que aplicar o piso na carreira a partir de janeiro de 2010. E pela estratégia do sindicato, cumprido este ato, ele poderia decretar o fim do piso em Minas, instituindo o subsídio.

Pois eu afirmo aos colegas: o governo não tem essa autonomia de mudar o regime jurídico diante da Lei do Piso, que representa uma política nacional, que definiu o piso enquanto vencimento básico justamente para garantir a valorização do profissional na carreira. O subsídio representa a remuneração total que fora reivindicada pela ADI 4167 e fora rejeitada pelo STF. Se a justiça se recusar a reconhecer essas premissas, então adeus Estado de Direito em relação aos direitos dos trabalhadores da Educação. As ruas decidirão sobre esse dilema!

Portanto, se se materializar a fala do advogado do escritório contratado pelo sindicato, a categoria assistirá a defesa do pagamento do subsídio como forma de se atingir o piso. Isso na prática representa ganho imediato ZERO para os novatos e talvez algum pequeno reajuste para os antigos servidores. Mas, no final, todos nós sairemos perdendo, porque o subsídio representa a morte do piso. Que o sindicato me desminta e esclareça aquilo que não houve tempo para debater durante o congresso.

Após essa breve discussão deste tema central para os educadores, estava previsto a manifestação do Movimento Minas Sem Censura, com a presença de deputados e até de um senador que transita nas hostes do governo de Minas e do governo federal. Claro que não participamos desse longo momento de política partidária. Que seria legítima na praça, nas ruas, mas não num congresso de educadores que em tese apregoa autonomia sindical e de classe.

O outro ponto mais polêmico do congresso foi a questão da proporcionalidade, defendida por vários colegas, especialmente pelos delegados ligados à Conlutas. Como já se esperava, a direção sindical defendeu contrariamente a esta tese. Traduzindo, isso representa o seguinte: se houvesse proporcionalidade, as diferentes chapas que disputassem a direção sindical, estariam representadas na direção de acordo com o percentual de votação obtida na eleição. Considerei esta tese uma proposta democrática, que expressaria as diferenças existentes na categoria e quebraria o monopólio existente há 30 anos. A direção sindical usou o argumento do risco do lobo mau chamado PSDB, que poderia organizar uma chapa e com isso seus militantes estariam representados na direção. Argumento, aliás, usado em outros carnavais pela atual direção. Seria tão interessante ver o governo Anastasia lançar uma chapa, defender o subsídio (aliás, nem estaria sozinho nesta tarefa), defender o choque de gestão, os cortes salariais. Seguramente esta chapa teria uma grande votação. O segundo argumento é o de que a diversidade na direção provoca muita briga interna. Logo, para evitar a briga interna, nada melhor do que excluir quem pensa de forma diferente; o terceiro argumento é o de que essa questão é uma mera disputa de poder. Como se a apresentação de uma chapa, seja ela em sistema proporcional ou não, em si, não representasse uma disputa de poder. Eles agarrados ao poder há 30 anos e ainda têm a petulância de reclamarem contra a disputa de poder...

Ou seja: o grupo Articulação se julga dono do sindicato e não quer de maneira alguma repartir o poder decisório com outras personalidades que não comunguem com as suas práticas. Tudo isso em nome da democracia. E com o respaldo de uma ampla maioria dos delegados do congresso, que após essa votação se retirou do plenário - pelo menos um expressivo número.

A propósito, presenciei uma cena no mínimo chocante durante o almoço de sábado. Claro que não se pode generalizar, mas é sintomático ouvir essas coisas. Duas delegadas de uma cidade que não vem ao caso mencionar, discutiam com desenvoltura sobre uma reunião que estaria marcada entre a delegação de uma certa subsede com o grupo Articulação. E diziam abertamente, mais ou menos nesses termos: "Se a direção quer o nosso voto, eles vão ter que mandar mais dinheiro para a nossa subsede."

Havia um colega de uma outra cidade ao meu lado que testemunhou essa conversa. E como essas delegadas não me conheciam - o blog do Euler é muito conhecido, felizmente, não eu - pude perguntar que coisa era aquela de trocar votos por vantagens? E uma delas me respondeu: temos que aproveitar este momento para saldar as nossas dívidas (da subsede). Logo depois, quando eu entrei no conteúdo das questões que estariam em disputas, elas desconversaram um pouco, disseram que a subsede que elas representam era discriminada e logo se retiraram. Eu perguntei ao colega que ouvira a conversa ao meu lado se ele tinha entendido o mesmo que eu. E ele sorriu e confirmou textualmente tudo o que ouvira. Não quero com isso dizer que a direção sindical esteja usando a máquina do sindicato para "convencer" as bancadas a votarem nas suas propostas. Mas que as votações mostraram um certo vício de outros tempos, ah isso mostraram. Eu já presenciei essa mesma prática nos congressos da UNE, da CUT, e do próprio Sind-UTE em outros tempos. Nada disso é novo para mim. Assim como não é novo o fato de eu ter estado em lado oposto aos grupos dominantes dessas entidades.

Por enquanto, tendo em vista o horário avançado (quase 3h da manhã) e o cansaço, vou ficando por aqui. Mas quero salientar que o congresso só não foi uma decepção total pelo prazer que tive do reencontro com dezenas de bravos e bravas guerreiras da categoria. E também de outros colegas que conheci durante o congresso. Gente de luta, que esteve presente durante a nossa greve de 112 dias e que construiu uma relação de amizade e confiança conosco, através do blog.

Não sei o que nos espera em relação ao sindicato. Estou muito desencantado com a estrutura sindical, com as formas de manipulação para manter o poder, com a recusa em discutir abertamente os problemas diretos da categoria, e até mesmo com as disputas entre os diversos grupos. Isso não representa o nosso NDG, cuja essência era a construção coletiva de uma luta autônoma, classista e intransigente na defesa dos nossos direitos e interesses. Vamos ter que discutir mais o que fazer e como fazer para garantir aquilo que defendemos: o piso na carreira, a recuperação das perdas de 2011, o trabalho de base, a autonomia nas escolas e do sindicato em relação aos governos e aos partidos, entre outros.

Talvez um bom sono me anime mais a pensar com mais otimismo alternativas para enfrentar os desafios colocados.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***

Frei Gilvander:

Polícia de MG e prefeitura de Ribeirão das Neves derrubam 16 casas de 16 famílias pobres e deixam as pessoas desamparadas.
Frei Gilvander Luís Moreira[1]

Em Ribeirão das Neves, ao invés de construir, derrubam-se casas dos pobres. Em MG, como no Pinheirinho?

Anteontem, dia 10/02/2012, o povo da Vila Braúnas, no Bairro Urca, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte, MG, foi pego de surpresa. Funcionários da prefeitura de Ribeirão das Neves e um grande aparato militar – dezenas e dezenas de policiais, fortemente armados – chegaram à comunidade Braúnas e, de forma truculenta, expulsaram 16 famílias e demoliram as 16 casas onde famílias moravam. Com tratores e retroescavadeiras 16 casas foram transformadas em entulhos.

Alegando garantir a “incolumidade dos administrados”, o juiz da 1ª Vara Cível de Neves, a prefeitura de Neves, a PM de MG, com a ajuda da Cerâmica Braúnas pisaram, agrediram e humilharam a dignidade de 16 famílias. Terror, traumas, lágrimas, estresse. Muitos móveis foram quebrados. O prejuízo para as famílias é imenso. O Sr. Joaquim, 71 anos, por exemplo, diz: “Comprei nossa casa por 15 mil reais. Tive de gastar mais 20 mil para melhorar a casa que estava um brinco, sem nenhuma trinca, sem nenhum risco de desabamento. Entregaram-me um papel e não me explicaram nada. Como sou analfabeto não fiquei sabendo o que estava escrito no papel.”

Por que e para quê pisar na dignidade do povo da Vila Braúnas?

A procuradoria da prefeitura de Ribeirão das Neves, alegando ser a área de risco de desabamento, requereu judicialmente a demolição das casas, em 31/01/2012. O juiz da 1ª Vara Cível, sr. Wenderson de Souza Lima, concedeu liminar para demolir as casas com reforço policial e autorizou inclusive o arrombamento das casas, caso houvesse resistência dos moradores. Mas o povo informa que as casas foram construídas há mais de 30 anos e que, no máximo 4 casas entre as 16 apresentavam risco de desabamento. A prefeitura poderia fazer um muro de arrimo e resolveria o risco sem precisar demolir nenhuma casa ou apenas algumas.

Na ação judicial, a procuradoria de Ribeirão das Neves chama os moradores de invasores, o que é errado e revela preconceito. A área foi ocupada e não invadida, pois era área ociosa, abandonada, que não cumpria função social. A prefeitura alegou também que houve “total interdição de uma das principais avenidas da região de Justinópolis”. O povo, porém, diz que isso é mentira. Apenas durante uma manhã parte de uma das faixas da Avenida foi obstruída. A prefeitura alegou risco para as pessoas que por ali trafegavam, mas não se preocupou em apresentar uma alternativa digna para as 16 famílias, pois ofereceu apenas abrigos em condições precárias e bolsa moradia. Todos sabem da dificuldade de encontrar aluguel com o valor que é oferecido no bolsa moradia.

Diz a prefeitura na peça judicial: “Para realização de providências emergenciais para a contenção dos riscos e liberação da avenida, mister se faz a demolição daqueles imóveis (invadidos).” Isso é mentira, pois bastava um muro de arrimo, sem precisar demolir 16 casas, no máximo, 2, 3 ou 4 casas necessitavam de reforço. O juiz acatou a tese da prefeitura de Neves: a demolição das casas tratava-se de matéria de relevante interesse público. Pisar na dignidade humana e humilhar é interesse público? Demonstrou o prefeito que os carros valem mais do que as pessoas, pois retirou com violência as pessoas alegando dar passagem aos carros. Há mais de 30 anos que as moradias estavam lá e nunca foram obstáculos ao trânsito.

A prefeitura requereu liminar para demolir as casas, algumas delas com 1 andar, dia 31/01/2012. Dia 02/02/2012, o juiz Wenderson de Souza Lima concedeu Liminar para demolir as casas observando apenas o que a prefeitura arrolou na petição inicial. Não foi feita audiência prévia com todos os envolvidos e nem perícia judicial. Isso é um absurdo sem nenhuma proteção legal, pois se tratava de posse velha. Tão pouco foi respeitado o direito constitucional ao contraditório e a ampla defesa, pois a comunidade, as famílias não se manifestaram no processo. “Que a demolição seja realizada com reforço policial”, escreveu o juiz, sem assegurar os direitos humanos das 16 famílias. Se o sr. Juiz tivesse ouvido a comunidade, teria se certificado que a maioria das casas não apresentava risco de desabamento e não podiam ser demolidas. Teria dado o juiz essa mesma ordem se alguém da família dele tivesse apenas uma casinha dessas para moradia?

Agravantes da demolição das 16 casas na Vila Braúnas:

1) Um despacho judicial/complemento, assinado pela escrivã Cláudia Maria de Melo Guadanini, autoriza a demolição das edificações/construções (com reforço policial e ordem de arrombamento). Esqueceu o juiz que não se pode fazer despejo forçado sem alternativa digna de moradia, conforme tratados internacionais assinados pelo Brasil. Desde quando uma escrivã pode assinar uma ordem de arrombamento?

2) Caminhões da Empresa Cerâmica Braúnas transportaram móveis e pertences de famílias expulsas, o que revela o possível comprometimento da Prefeitura de Ribeirão das Neves com o interesse privado. Agora temos PPP também para demolir casas que atrapalham os interesses comerciais de empresas beneficiárias?

3) Comenta-se que até 2014 será construído nas proximidades da Vila Braúnas um Shopping/Carrefour. Será esse o motivo principal para justificar ação tão rápida e tão truculenta? Risco de deslizamento de terra foi apenas a desculpa?

4) A decisão judicial, em sede de liminar, foi cumprida com incrível rapidez. Dia 02/02/2012, o juiz Wenderson expediu a liminar. Dia 09/02/2012 houve o despacho judicial e no dia seguinte as 16 casas foram demolidas, embora no mesmo despacho mandava citar os réus a fim de se defender no prazo de 15 dias. Defender o que? Já que não foi respeitado o prazo para o devido processo legal. As famílias não tiveram o direito ao contraditório Ou seja, não foi respeitado o devido processo legal, o princípio constitucional do contraditório e da ampla defesa. Isto é muito grave: as famílias não tiveram o direito de se defender. Assim sendo, o Governo de Minas autorizou sua polícia a cumprir uma ordem judicial ilegal, inconstitucional e agiu de forma truculenta. Fez, assim, algo semelhante ao que aconteceu no Pinheirinho, em São José dos Campos: uma barbárie.

5) Parte do terreno é reivindicado pela Empresa Itaú cimentos. A casa da dona Anália foi construída há 34 anos e, mesmo assim, foi demolida. Idosos, deficientes físicos/mentais, crianças e adolescentes tiveram seus direitos pisoteados. E o ECA? E o Estatuto do Idoso? Não precisam ser respeitados?

Profundamente comovido com a dor e as lágrimas das 16 famílias, denunciamos mais essa grande injustiça e exigimos o reassentamento urgente, a indenização material e moral das famílias. E que ações como essa não aconteça mais. Há dezenas de famílias que, agora, na Vila Braúnas estão sem poder dormir, pois policiais e agentes da prefeitura disseram que vão voltar para demolir muitas outras casas.

No link, abaixo, segue reportagem, em vídeo, de 25 minutos com algumas das pessoas que foram vitimadas. Clic no link, abaixo, e assista, via internet:

http://www.youtube.com/watch?v=qyist2gng1E&list=UUwGdEdUO2-e4KgNTd4VSe7Q&index=1&feature=plcp

Belo Horizonte, 12 de fevereiro de 2012.

CONTATOS para maiores informações:

Frei Gilvander Moreira, cel.: 031 9296 3040 – www.gilvander.org.br

Vicente Mendonça, cel.: 31 8579 6912.

[1] Assessor da Comissão Pastoral da Terra – CPT/MG. www.gilvander.org.br – gilvander@igrejadocarmo.com.br

Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.
e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br
www.gilvander.org.br
www.twitter.com/gilvanderluis
Facebook: gilvander.moreira
skype: gilvander.moreira



247 comentários:

  1. E vocês ainda insistem em fazer parte deste circo de horrores patrrocinado a trinta anos pela direção do SIndinútil.

    ResponderExcluir
  2. Perceberam os motivos daquele boato , dizendo que psdb estaria montando chapas e concorrendo a disputa de alguns sindicatos públicos em MG.Esse sindi ute é uma farsa.Vive de enganar a categoria.

    ResponderExcluir
  3. Nada mais me espanta nesse sindicato,o poder ainda é a coisa mais importante. Os problemas da categoria? ah, deixa para lá, e que Deus nos ajude.
    MELHORIA DO SUBSIDIO, KAKAKAKAKAKA, CONGRESSO PARA ISSO? SÓ ESPERO QUE NÃO ENTREM COM AÇÃO COLETIVA, PORQUE VOU ENTRAR COM ADVOGADO PARTICULAR. SÒ ESTOU ESPERANDO A PUBLICAÇÃO DO ÍNDICE DO PISO.

    ResponderExcluir
  4. NADA DISSO É NOVIDADE PARA MIM.EU JÁ SABIA E COMO SABIA.NÃO SOU FILIADA A MAIS OU MENOS 10 ANOS.EU JÁ TINHA PERCEBIDO TUDO ISSO SÓ NÃO SEI COMO A CLASSE DE PROFESSORES A QUE PERTENÇO ATÉ HOJE AINDA ACREDITA NESSE SINDICATO.SE SOMOS TÃO CULTOS , INTELIGENTES PARA SABER DISCERNIR UMA COISA DE OUTRA, PORQUE ENTÃO SUSTENTA ESTE SINDICATO???SIM CADA CENTAVO NOSSO É MUITO SAGRADO PARA SUSTENTAR MORDOMIAS E POLITICAGENS QUE SABE - SE LÁ O QUE MAIS TEM DEBAIXO DESTE ANGÚ.AS PESSOAS OLHAM BEATRIZ (COM AQUELA CARA DE ANJO) MEU DEUS DE ANJO NÃO TEM NADA POIS É CONIVENTE COM A SITUAÇÃO.DESFILIAÇÃO EM MASSA.ISSO É O QUE DEVE-SE FAZER .DESFILIAÇÃO.SE ESTE SINDICATO QUER POLITICAGEM , E CONTINUAR NESSE CAMINHO, NÃO SERÁ COM MEU DINHEIRO .MEU NÃO.A MUITOS ANOS NÃO SUSTENTO PARASITAS.

    ResponderExcluir
  5. Oi Euler! Acabei de chegar do congresso, ficamos parados por horas na estrada por causa do acidente com os colegas da caravana de Betim! Fiquei sabendo lá no local do acidente que morreram três pessoas carbonizadas e tiveram vários feridos. Por favor, nos informe aqui sobre esse triste acidente.

    Denise

    ResponderExcluir
  6. Caros Colegas,

    Confesso também que voltei decepcionado e mais confuso ainda quanto às estratégias do plano de lutas para a implantação do piso na carreira: não sei se apoio os povos árabes, ou se defendo a extensão para 2 anos do seguro desemprego ou a redução da jornada de trabalho para 40 ou 36 horas. Não que eu seja contra essas conquistas, mas ficar discutindo itens secundários, é o fim da picada.
    A forma de discussão feita nos plenários é muito atrasada pelas várias correntes partidárias que compõem a nossa categoria, cada uma querendo puxar a sardinha pro seu partido. Isso não é democrático. Aliás, eu já tomei raiva dessa palavra. Atualmente, penso que a ditadura é um ótimo regime de governo.
    Não se faz discussão aprofundada e de qualidade com quantidade; precisamos de quantidade nas greves e não em congressos.

    ResponderExcluir
  7. E QUANTO A QUESTÃO DO IPSEMG? E A RESOLUÇÃO 2018? E O 1/3 DA JORNADA?
    PRECISAMOS DE INFORMAÇÕES.

    ResponderExcluir
  8. Meus sentimentos ao pessoal de Betim.

    ResponderExcluir
  9. LUTO NDG.
    Tristeza abate o NDG!
    É com muita tristeza em meu coração que agora encontra-se apertado diante da cena que presenciamos na volta para casa.O ônibus dos nossos combatentes de Betim bateu de frente com um caminhão,nossos amigos quase não tiveram tempo para saltarem do ônibus pois assim que bateram o ônibus e os caminhões e o carro pequeno( causador do acidente entraram em chamas), mas Deus que é maior estava lá, pois vários colegas conseguiram salvar-se pulando as janelas, infelizmente muitos estavam com seus pés e pernas quebradas; os dois ocupantes do carro morreram na hora carbonizados, assim como o filho do Luisinho nosso grande colega combatente que infelizmente também morreu carbonizado e um outro corpo que também estava no ônibus e não foi identificado ainda. Ficamos parados em torno de 3 horas ajudando na medida do possível,é uma cena que não sai da nossa cabeça.Que estes amigos combatentes não morram em vão. Peço aos amigos do nosso NDG que intercedam por estas famílias que estão passando por este momento difícil de desolaçao, que possamos honrar ainda mais, que agora mais do que nunca precisamos restaurar nossas forças para as próximas batalhas que virão. Agradeço a Deus por me levar e trazer em segurança; por poder voltar e abraçar os meus lindos filhos presentes de Deus na minha vida. Um beijo no coração em cada amigo combatente que lá esteve prestando a caridade, o amor ao próximo.
    Força na luta NDG de João Monlevade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou chocada com as cenas que presenciei do trágico acidente. Logo que o ônibus em que estava parou e vi a chamas entrei em desespero. Meu Deus do Céu, tenha misericórdia de nós!
      Desci para ver de mais perto, mas fiquei imóvel, não tive forças para me mexer.
      Uma cena não sai da minha cabeça: uma senhora começou a gritar dizendo que uma criança teria sido arremessada pela janela do ônibus e estaria no mato do acostamento. Nesse momento vi o Rômulo pegando a lanterna do Policial Rodoviário e se jogando para dentro do mato com outros colegas que iluminavam com a luzinha do celular.
      No congresso presenciei duas vezes colegas dizendo que o discurso do Rômulo era de direita, para sabotar o sindicato e cavar espaço para o PSDB. O que vi nele e nos outros colegas não tem nada a ver com sabotagem. Olhava o olhar e a expressão do Rômulo e dos outros colegas ao ajudar o socorro das vitimas e via neles um olhar de irmãos, irmãos em cristo, de companheiros.
      Precisamos nos unir, colegas!
      Que Deus nos ampare!
      Marlene - NDG

      Excluir
    2. "No congresso presenciei duas vezes colegas dizendo que o discurso do Rômulo era de direita, para sabotar o sindicato e cavar espaço para o PSDB"

      Por que disseram isto?O que levou colegas a acreditarem que o discurso do Rômulo era de direita?
      Concordo Marlene, precisamos nos unir, mas nós que não fomos ao Congresso, não podemos deixar passar esta observação.Sei que a interpretação é individual. Você acredita no que os colegas colocaram? por que você buscou e também quis encontrar no Rômulo um olhar de irmão, de companheiro?Ou estamos enlouquecendo?Ou nós é que devemos cavar um buraco e nos jogarmos dentro dele? O discurso tucano é muito claro, não dá para confundir.Ou vocês estavam enganados, apenas as intenções eram outras?
      Misericórdia!

      Excluir
  10. Professor, depois desse relato fico pensando que só nos resta lutar à revelia do SINDUTE, nessas condições não precisamos esperar mais nada. E depois dessa conversa de dinheiro para saldar dívida de subsede, também não há comentários a fazer, pois já nos é possível fazer a leitura de por que a maioria das subsedes não engajou em nossa luta. Penso que o NDG deve estar mais unido do que nunca e, na medida do possível devemos procurar soluções para os nossos problemas, visto que a DIREÇÃO DO SINDICATO está igualzinho ao GOVERNO, não houve ninguém, não existe disposição para tal coisa, quer que todos ouçam sem questionar. Essa história de mandar delegados para lugares distantes demonstra falta de organização, escolher delegados para discutir determinados temas, obviamente não foi à toa, isso ocorreu de modo a não causar incômodo para a direção, então é tudo pensado, armado. Enfim, foi mais um evento de caráter social e político para o sindicato, para seus filiados, o que valeu, certamente, foi o passeio. E agora, EDUCADORES NDG? Precisamos repensar a nossa caminhada, pois pelo que lemos no relato exposto, assim como os militares o Piso salarial ficará só no papel e no discurso, pois os militares, por conta de estratégias malfadadas, se arrebentaram, ficaram desacreditados e sem apoio da sociedade, a imprensa, principalmente a GLOBO, acabou com o sonho do piso deles, agora só depois da Copa de 2014, isso se o os deputados ficarão sem disposição para discutir tal assunto, o mesmo ocorrerá conosco, embora nossa situação ainda seja de privilégio em relação aos Militares, pois o STF deu o seu veredito, quem emperra são os governadores. Vamos seguindo, porque há ainda muita tempestade por vir.

    ResponderExcluir
  11. Ufa!!!! A gente não desiste porque na vida não podemos nos acovardar,apesar dos pesares temos que nos manter firmes e de pé, mas não é fácil!


    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  12. Olá Euler e seguidores .
    Que pena! Li o conteúdo do blog e fiquei tão decepcionada . Como vamos confiar? Onde anda a índole deste povo?
    Vamos ter que conviver com a frustração, até com os que achávamos que estavam a nosso favor?
    O que está acontecendo com os que defendem nossos interesses?
    Que DEUS os dê discernimento e mta clareza e humildade para aceitar em ficar do nosso lado e não do lado do governo,pois subsídio é ajuda e ajuda não queremos . Queremos o PISO!
    Um abraço !
    Marlene- Lavras

    ResponderExcluir
  13. Caro Euler,

    Mais uma vez só temos a te agradecer pela presteza e coerências de suas análises.
    Quanto à proporcionalidade que não foi aceita, pelo menos as linhas contrárias aos 30 anos de ditadura do sindicato não correrão risco de vida, deu pra constatar mais uma vez o quanto esses camaradas da direção sindical ligados ao pt aparentam ser perigosos,jogam sujo, barra pesada mesmo, no que se refere à defesa de seus interesses... O psdb tem concorrente à
    altura... Graças a Deus vc sobreviveu!

    Que Deus te ilumine e proteja sempre!

    Montes Claros

    ResponderExcluir
  14. Euler,
    Bom dia!
    Realmente estão nos vendendo por menos de 30 moedas.Que absurdo!O Estado de Minas não tem autonomia para criar um sistema remuneratório senão a Lei 11.738 não seria uma Lei Federal!

    Vamos nós mesmos contratar um escritório ratearemos as despesas!

    Atenciosamente,

    Aparecida

    ResponderExcluir
  15. A Secretaria de Estado da Educação encaminhou às SREs Ofício Circular nº025/2012, de 08/02/2012, da Subsecretaria de Gestão de Recursos Humanos e da Subsecretaria de Desenvolvimento da Educação Básica, autorizando a contratação de centenas de profissionais - Professores licenciados em História, Geografia, Ciências, Língua Portuguesa, Matemática, Arte e Língua Inglesa para o CARGO DE ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO BÁSICA, COM CARGA HORÁRIA DE 40 HORAS E SALÁRIO DE R$2.200,00, para atuarem no PIP II (Projeto de Intervenção Pedagógica).
    ACONTECE QUE NO SUPRACITADO OFÍCIO A HABILITAÇÃO EXIGIDA É APENAS LICENCIATURA PLENA NA DISCIPLINA.
    No quadro das carreiras onde se enquadra o ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO BÁSICA, a HABILITAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA É LICENCIATURA EM PEDAGOGIA COM HABILITAÇÃO EM SUPERVISÃO PEDAGÓGICA OU ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL, OU AINDA LICENCIATURA PLENA EM ÁREA ESPECÍFICA, ACRESCIDA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SUPERVISÃO PEDAGÓGICA OU ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL. O PRÓPRIO EDITAL DO CONCURSO Nº01/2011, DE 11/07/11, MENCIONA ESTES PRÉ-REQUISITOS.
    Só que no citado ofício, a exigência é de apenas a Licenciatura Específica, e no caso em tela, estes candidatos não possuem pós- graduação em supervisão pedagógica ou orientação educacional. Agora eu pergunto: Isto pode? É legal? Para contratação nas escolas, a exigência deve ser diferente da contratação na SEE?
    A designação, segundo menciona o ofício,será de 13/02/2012 a 31/12/2012.
    Se temos um quadro de carreira onde a exigência de pós - graduação é legalmente mencionada, como que o Órgão Central - SEE pode afrontar a norma legal?
    A Lei 15.293, de 05/08/2004, Artigo 12, Inciso II, Alínea a (Institui as carreiras dos Profissionais da Educação Básica do estado) é clara ao preceituar: “habilitação específica em supervisão pedagógica ou orientação educacional obtida em curso superior de pedagogia ou especialização em pedagogia com licenciatura em área específica”.
    O que seria especialização, senão a pós-graduação em Supervisão Pedagógica ou Orientação Educacional?
    Será que a DIRETORIA DE NORMAS, da Secretaria de Estado da Educação, colaborou na execução deste ofício ridículo?

    ResponderExcluir
  16. Ninguém tem notícias do acidente com mortes de nossos companheiros de luta?
    cena horrível...desesperadora. Estamos em estado de choque

    ResponderExcluir
  17. euler infelizmente ano passado no congresso de Caxambu eu já havia presenciado esse autoritarismo e incompetencia de algumas subsedes. Esse ano nem fui pois infelizmente diante de tanta decepção fica dificil frequentar esse meio. Fora os delegados turistas espero q esse ano tenham tomado vergonha na cara e tenham ido realmente para participar.

    ResponderExcluir
  18. Parabéns Euler, não podemos confiar no sindicato, antes eu pensava que realmente o sindicato estava lutando para nós,depois percebi que estávamos enganados, não podemos dormir no ponto. Verifique o está ocorrendo no Rio. Vamos ser fortes e buscar a união do grupo, seja efetivo,efetivado ou desiguinado.

    ResponderExcluir
  19. mandei uma msn agora para o dia 9/2 porque o perfil estava travado, é URGENTE!

    ResponderExcluir
  20. Bom dia amigos. Bom dia amigo Euler.

    "Não se sabe por qual critério, o sindicato decidiu sobre qual tema o delegado deveria participar, gostasse ou não da "escolha" imposta."

    Será mesmo? Será que o amigo foi colocado em um grupo, cujo tema fugia completamente aos anseios do amigo, por acaso? MUITAS DÚVIDAS (OU CERTEZAS?). O AMIGO INCOMODA MUITO!

    Temos que impor ao sindicato nossa posição, ainda que para isso, tenhamos que desfiliar em massa. Sem adesão da categoria eles não sobreviverão. SE ESSA FOR A ÚNICA FORMA DE "OBRIGAR" O SINDICATO A ACATAR AS DECISÕES DA BASE, QUE ASSIM SEJA.

    CANSADA.

    PARABÉNS PROFESSOR EULER, NOSSO LEGÍTIMO REPRESENTANTE.

    Abraços.

    Izabel/Geografia

    ResponderExcluir
  21. DITADURA NO GOVERNO.

    DITADURA NO SINDICATO.

    NO FUNDO SÃO IGUAIS NAS SUAS PRÁTICAS PELO PODER.

    COM ESTA ESTRUTURA,

    NÃO ACREDITO MAIS NESTE SINDICATO.

    NÃO CONHECIA O JEITO FUNCIONAL DESTE SINDICATO.

    PRÁ MIM, ESTE SINDICATO NÃO EXISTE MAIS.

    ResponderExcluir
  22. MUITO TRISTE PERDER VIDAS NUM ACIDENTE TÃO ESTUPIDO!
    SENTIMENTOS DE PESAR AOS COLEGAS ENLUTADOS!

    NÃO ESTOU SURPRESA COM O RESULTADO DO CONGRESSO, JA ME DESFILIEI,QUANDO PERCEBI A POSTURA DA BEATRIZ E DIRETORIA, "ENCENANDO " INTERMINAVEIS REUNIÕES COM A SEE!

    PARA ENTENDER O REAL MOTIVO DO SINDICATO VOLTAR A DEFENDER O SUBSIDIO, BASTA LER O ESTATUTO VEJAM:

    CAPÍTULO VIII
    DAS CONTRIBUIÇÕES

    Art. 95. O filiado contribuirá com a mensalidade de 1% (um por cento) sobre seu vencimento básico e adicionais de um cargo, descontado em sua folha de pagamento.

    AGORA O 1% SERÁ SOBRE O TOTAL, DEU PARA ENTENDER?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, infelizmente, com você!
      Com o subsídio o Sindicato recolherá o dobro do valor, descontado direto dos nossos salários.
      Eu pagaria até mais do que isto para ter uma Entidade verdadeira do nosso lado.

      Vamos criar um Sindicato as partir do NDG!

      Excluir
    2. Pensar que toda esta "tchurma" vive a defender Cuba, companheiro pra lá, companheiro pra cá;
      Colegas, não se iludam; neo-liberalismo é uma merda, sim; e comunismo é o neo-liberalismo disfarçado de "democracia" ( = democradura, a mesma democradura do Desgoverno ANESTESIA ). É um CAPITALISMO DE ESTADO (Vejam: - O que pretende o SIND-UTE? Concentrar CAPITAL para os que ali estão há 30 anos). Conheço essa gente desde a década de 70, quando faziam suas "visitinhas" a Cuba, tapinhas nas costas pra lá e pra cá. E assim continuam. Vejam a presidente Dilma: "pra variar" nos deixou "na mão", prometendo-nos ajuda e ... nada; mas foi ou está de viagem marcada para passear em Cuba, "con el intuito de visitar a los compañeros". Em outras palavras: "tudo farinha do mesmo SACO SUJO".
      Política se faz com AMOR ao PRÓXIMO e não com atos teatrais canhotos ou destros. Estamos ENFARADOS de PEÇAS TEATRAIS específicas para a EDUCAÇÃO.
      "Quedê" (Que é de) a CUT na Vila Braúnas? Quedê alguém do SIND-UTE em Dandara? Quedê os "compañeros" nos PINHEIRINHOS? Moral da história: - Todo mundo "querendo se arrumar" e "foda-se o povo". Confesso que assisti ao vídeo postado pelo FREI GILVANDER e caí em prantos.
      A GANÂNCIA ainda FALA MAIS ALTO em QUALQUER DIREÇÃO.
      O ser humano "ainda" está muito longe de querer "PARTILHAR,REPARTIR" (esses verbos NÃO estão à esquerda e nem à direita - eles estão no centro, no âmago dos poucos homens de bem desse planeta chamado TERRA).
      Mas ... A NOSSA LUTA CONTINUA!
      A UNIÃO FAZ A FORÇA! Se assim o quisermos.
      "Ainda" existem alguns EULERs no planetinha TERRA.
      VERDE É A ESPERANÇA; A ESPERANÇA É A ÚLTIMA QUE MORRE.

      Excluir
  23. Nós estamos é f...! Além de enfrentar um governo cretino, hipócrita e desqualificado, fazemos parte de uma entidade que TEORICAMENTE nos representa! Estamos é sustentando mais um bando de sanguessugas!
    Vou me desfiliar!

    ResponderExcluir
  24. GRAÇA:

    Boa tarde Prof Euler!
    Muito bom te-lo de volta!

    Meus sentimentos de pesar ao colegas enlutados e desejo de recuperação a todos os feridos.

    ResponderExcluir
  25. Caros colegas professores,

    ao ler as informações e reflexões passados pelo professor Euler, nem mesmo precisei chegar até o fim das mesmas para entender que a postura do sindeute-MG não se afina com as aspirações da categoria.

    De fato, em mais de 10 anos de professor no estado, o que fica claro para mim, é que a direção do sindeute-mg, definitivamente, não procura zelar pelos interesses dos professores. Nos bastidores politiqueiros, eles, normalmente, buscam seus próprios interesses, a exemplo dos pseudos políticos, que supostamente apóiam a causa dos professores.

    Portanto, esta postura do sindeute-MG no congresso, não é surpresa para mim. Entretanto, ainda tem muito professor menos atento por aí que, até mesmo, acha que o sindeute-MG tem sido defensor da categoria, não admitindo nenhuma crítica a esta gente.

    Depois de tudo que já refletimos aqui, proponho à classe uma reflexão sobre se realmente o sindeute-MG tem sido nosso representante de fato. A partir desta reflexão, poderemos optar por não termos mais o sindeute-MG como nosso representante legal e, assim, poderemos propor novas alternativas para representarmos a classe em prol de sua unidade.

    Hoje, com o advento da Internet, principalmente em espaços como o blog do Euler, podemos nos organizar muito bem, trocar idéias, discutir ações, etc. Não precisamos de um pseudo sindicato, que nos bastidores politiqueiros, faz conchavos também politiqueiros, mas que pouco favorecem à classe.

    Portanto, está na hora de darmos uma basta ao sindeute-MG, através da "des-sindicalização" em massa. Do contrário, passaremos mais 10, 20, 30 anos aqui discutindo as mesmas reivindicações da classe, sem chegar a nenhuma conquista.

    Reflitam sobre isso!

    Greve já!

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos
    Belo Horizonte-MG

    ResponderExcluir
  26. Euler sou capaz de apostar que o governador irá homenagear os colegas que se acidentaram, usando a desgraça alheia para se promover. O pior é que só nós sabemos que ele mandou policiais agredirem os professores e usou de tirania pra acabar com essa classe. Estou muito triste com essa tragédia e mais animado ainda pra lutar contra esses tiranos que governam nosso estado. FORÇA A TODOS OS AMIGOS E FAMILIARES.

    ResponderExcluir
  27. EULER, ESSE SINDICATO NÃO TEM SOLUÇÃO MESMO.CONGRESSO PARA ACENAR COM AÇÕES NA JUSTIÇA PARA MELHORIA NO SUBSIDIO? A QUEM INTERESSA? QUEREMOS O PISO. VAMOS ENTRAR NA JUSTIÇA SOZINHOS OU EM GRUPOS COM ADVOGADO PARTICULAR. E VAMOS NOS DISFILIAR E DEIXAR ESSES LUNÁTICOS FALANDO SOZINHOS. SÓ ESPERO QUE NÃO ENTREM COM AÇÃO COLETIVA PARA NOS ATRAPALHAR.ESTOU FORA DESSE SINDINUTIL. NÃO VAMOS SUSTENTAR PARASITAS E NEM TURISTAS.

    ResponderExcluir
  28. professoramaluquinha13 de fevereiro de 2012 13:36

    Euler, eu já sabia de tudo, o quadro mental já havia se formado na minha cabeça depois que li isso aqui:

    http://www.sindutemg.org.br/novosite/conteudo.php?MENU=1&LISTA=detalhe&ID=3035

    Sinto muito por você ter perdido seu tempo, e pelos mortos e feridos, vítimas inglória.

    ResponderExcluir
  29. Euler,
    O sindicato não vai se empenhar em lutar pelo piso na carreira. Isto está muito claro.

    Se quisermos o piso, cabe a nós tomarmos as providências jurídicas necessárias.

    Pelo amor de Deus,não vamos ficar só nas lamentações. Isto não nos leva a nada.
    Vamos marcar uma consulta com um jurista para sabermos se temos ou não chances de reverter o subsídio II.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha filha, a JUSTIÇA (postiça) está toda ela ao lado DOS GOVERNOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS.

      Excluir
  30. A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR:
    PQ É PERMITIDO LEVAR CRIANÇAS A UM CONGRESSO DO SINDUTE?
    SE ALGUEM FOI ESCOLHIDO PARA REPRESENTAR A CLASSE E TEM FILHOS PEQUENOS, ESSES DEVERIAM FICAR COM ALGUEM RESPONSAVEL OU ENTÃO O ESCOLHIDO(A) NÃO PODERIA IR, PASSANDO A REPRESENTAÇÃO PARA OUTRO COLEGA.
    CRIANÇAS NUM CONGRESSO, COMO PODE ISSO?

    ResponderExcluir
  31. LAECE FALETE, de CORONEL MURTA13 de fevereiro de 2012 13:56

    QUE DEUS DÊ BASTANTE CONFORTO AS FAMÍLIAS QUE PERDERAM SEUS ENTES QUERIDOS.ESTAMOS TODOS EM LUTO POR ESTA TRAGÉDIA QUE ACONTECEU.
    QUE O NOSSO SENHOR AJUDE NA RECUPERAÇAO DE TODOS OS FERIDOS!!
    VOU ESTAR ORANDO PARA CADA UM DE VOCÊS!
    SEGUREM SEMPRE NA MÃO DE DEUS!!

    ResponderExcluir
  32. O governo criou o subsídio2 para burlar a Lei Federal(piso). Com esta atitude ele está cometendo um crime de sonegação. Quem sonega por exemplo, imposto de renda e outros tributos tem que ser punido.
    Os professores deverão entrar na justiça cobrando o cumprimento do Piso na carreira na sua integralidade.
    Acredito, que não tem outra alternativa a ser cosiderada.
    Não é necessário, mas será bom esperar a publicação do reajuste do piso(deve ser 22%) para iciar as acões na justiça.
    Sebastião de Oliveira

    ResponderExcluir
  33. Primeiro, rezar para que Deus conforte as vítimas desse trágico acidente, penso se fóssemos pelo menos reconhecidos como gente, o desfecho poderia ter sido outro. Em segundo, cabe as lideranças que aqui escrevem e se indgnam, recusar e agir por fora, contratar o que há de melhor nesse país e salientar a desfiliação daquilo que nos representa ou teoricamente teria que nos representar. Sou terminantemente contra sindicato partidrista e representantes que deixam se levar. Vamos pras ações, temos falado demais e se organizados de menos. Até quando esperar? Senti que o governo estava com medo da nossa volta, por isso se precaveu de cartinha que contradiz a si próprio e propagandeando com uma atriz que vive menos aqui dop que lá? Qual a lógica de tudo isso? MEDO. Ficar de braços cruzados? Não nos convém. Se arrumarem esse escritório, socialize, estou dentro.

    ResponderExcluir
  34. euler

    eu nunca confiei neste sindicato, eles sempre dão pra trás, na hora que estamos quase conquistando alguma coisa. Precisamos é montar uma chapa comprometida com a educação, com os interesses dos profissionais da educação. Assim os quadros de escolas serão mais justos, e o interesse politico fica fora. Quadros de pessoal racional, escola precisa de professor, serviçal, um bom secretario(a)aux para o secretário em numero suficiente , não pessoas esbarrando umas nas outras, contanto piadas ou no dia todo na internet. se a escola é regular é importante biblioteca mais com competencia. Diretor e nas regulares vice-diretor. um especialista por escola é quanto basta, pois atualmente infelismente são muito cruas, e salvo algumas não interessam em aprender. mis tudo issso é fruto do sistema, e dos péssimos cursos de pedagogia que temos por ai.
    pensamos que voce precisa encabeçar essa chapa.

    Deus d~e força as familias de nossos colegas que sofreram acidente.

    um abraço, conte conosco

    ResponderExcluir
  35. Sou de Divino. Também fiquei frustrada com o Congresso. Esperava mais e não valeu a pena ir não. Congresso não é assim não, embora minha diretora de subsede ficasse repetindo o tempo todo esta frase: "Pois é gente Congresso é assim mesmo.
    " Não gostei do tema da oficina que escolheram para mim. Penso que vai ser difícil me convencer sobre a paralisação nacional ...

    ResponderExcluir
  36. Que Deus ilumine e dê conforto a todas as famílias dos colegas envolvidos nesta tragédia. Vamos em ORAÇÕES, colocar os nossos sentimentos e que recuperem essas feridas. Também passei por um acidente (ônibus indo para Ouro Preto) na Semana Santa o ano passado e recebi a glória de ser salva. Todas as dores e tristes lembranças daquele momento de horror veio a tona. ESTOU CHOCADA!!! Deus os proteja. AMÉM.
    Marilede - Taiobeiras - Uma das + de 40 vítimas do acidente de 2011 (Viagem Ouro Preto).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, fico feliz pelo seu restabelecimento.

      Excluir
  37. Tristeza às vítimas do trágico acidente. Educadores de MINAS em busca do piso salarial encontram a morte na estrada. Se tivéssemos sido ouvidos nas nossas reivindicações nada disso teria acontecido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais "DÍVIDAS" contraídas pelo ANESTESIA e sua CURRIOLA.
      Paga-se tudo aqui mesmo.
      Aguardem.

      Excluir
  38. DALBER AUGUSTO

    EXISTE UMA DIFERENÇA ENTRE NÓS E O SINDICATO: NÓS SOMOS PROFESSORES E SENTIMOS NA PELE O PESO DE NOSSA RESPONSABILIDADE SOCIAL; eles são PROFISSIONAIS que visam estar no poder, CQC.
    PARAR DE CONTRIBUIR R$ COM O SINDICATO, FARIA UMA GRANDE DIFERENÇA.
    Vamos continuar sempre sendo OS DE BAIXO se não nos unirmos e derrotá-los nas urnas!
    Acreditar em quem?
    Em postagens anteriores, questionei: NÃO ESTARIA O SINDICATO SENDO MANIPULADO PELOS GOVERNANTES? Corrupção pouco existe nos de BAIXO. Nossas oportunidades são tão pequenas que nem temos como praticar essa constante modalidade profissional: corrupção. SOMOS FORA DE MODA! Nossa preocupação é com o FUTURO. A moda agora é encher os próprios bolsos. ESTAREMOS ASSISTINDO SEMPRE DE CAMAROTES AS ROUBALHEIRAS QUE PERDURAM NO BRASIL!
    Tenho até mêdo de votar em um possível candidato que possa se intitular de PROFESSOR!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EM TEMPO: - Aquela "história" de um policial dentro de um carro parado, perto do SIND-UTE, espreitando a BEATRIZ, e depois o Deputado Rogério Correia pedindo ao militar à paisana maiores explicações, tudo isso não passou de um tremendo
      TEATRO MONTADO às pressas.

      Excluir
    2. Anônimo das 05:55, comungo de sua mesma ideia. Tem muita treta nesse fato ocorrido, o certo é que outras pessoas menos conhecidas que eles estivessem sendo vigiadas a mando de grupos petistas como forma de pressão e coação para abandonarem o movimento e não prejudicar o rei anastazia.

      Excluir
    3. Voces estão pegando pesado e não sabem o que estão falando! Tem como voces provarem isso?

      José Luiz

      Excluir
  39. Que tristeza esse acidente! Que Deus possa confortar as famílias e acolher as almas desses irmãos.
    Quanto ao congresso aguardo que AÇÕES sejam realizadas para recuperar as perdas que temos sofrido, inclusive MORAL!
    Nada vai ser mudado realmente se as lideranças não visarem o bem comum da categoria!

    ResponderExcluir
  40. A ditadura está instalada em todo o sidute pois na subsede a que pertenço há muito tempo é governada pelo mesmo grupo que alias é contrario a central.Sairam vários ônibus mais a qualidade e o conforto era gritante a diferença. Fomos tratados de forma autoritária pois não podiamos escolher foram escolhidos os queridos da subsede para ir nos melhores ônibus e para finalizar a volta dois companheiros foram selecionados para serem agraciados sem a menor explicação para os demais para retornarem de forma mais confortável.

    Não adianta para onde andarmos o poder sobe a cabeça, somente na hora da contibuição somos tratados de forma igual. Pois não importa se é oposição ou não subsede ou central são todos outoritários e o pior usam de poder para beneficiar os seus queridos.

    Como não gosto de ser puxa saco sempre irem nos piores ônibus receberei respostas grosseiras. Mas tenho a minha liberdade de ir e vir e não me deixo comprar por benefícios de subsede.

    Volto do congresso cansada, triste com o acontecimento do acidente com os companheiros. Mais sempre guerreira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha colega saí da sede central de BH, de onde saíram três onibus, e sem conforto algum viu? Nem ar condicionado tinha e inclusive um deles deu problema no caminho e o que veio para substituí-lo tbém deu problema no caminho para Uberaba, onde hospedamos, por três vezes!

      Excluir
  41. Não acredito que a proporcionalidade ajudaria no crescimento do sindicato pelo contrário acho que deviamos ser como os militares e suas associações é por chapa e a que garanha governa em todo o estado. Inclusive nas subsede. Pois sou do interior e a subsede a que pertenço BOICOTA e muito as demandas levantadas nos conselhos, se a cidade participou da greve foi graças a consciência política da classe pois a subsede não fez o mínimo de esforço para puxar a greve. Quantas vezes presenciei comentários maldosos torcendo para que a greve acabasse em nada.
    Ó! classe de pessoas mesquinhas. Fico triste mais é a realidade.

    ResponderExcluir
  42. Olá!
    Alguém sabe das providências que devo tomar para me desfiliar do Sind Ute?
    Lamento profundamente as perdas irreparáveis ocorridas no acidente. Que Deus nos ajude a todos!!!
    Abraços.
    Lúcia.

    ResponderExcluir
  43. Para desfiliar basta ir até a uma sub sede do dito sindicato e assinar o papel.Chega de sermos ludibriados, envergonhados, humilhados, desmoralizados pelo governo e também por este inutil sindicato

    ResponderExcluir
  44. Euler,companheiros de luta...
    Hoje é um dia muito triste.Primeiro pelas perdas humanas(meus sentimentos às famílias enlutadas)e segundo pela falta de resultados significativos para a categoria.Somos um povo massacrado pelo governo e agora diante da postura do sindicato, órfãos de representatividade.Sempre tive dúvidas quanto a postura do sindicato,mas agora tenho certeza de que seus membros só querem se dar bem.O que fazer?Que possamos unirmos-nos: efetivos,efetivados e designados(pois somos uma só categoria,deixarmos de lutar entre nós) e buscar uma saída que venha de
    encontro aos nossos anseios,entre eles o piso.
    Um abraço a todos.
    Educadora do Norte de Minas

    ResponderExcluir
  45. TRAIDORES E CALHORDAS NÃO SÃO RÔMULO , EULER, MARTNHO E DEMAIS COLEGAS QUE ESTÃO PRESENTES EM TODAS AS LUTAS,PANFLETAGENS E PROTESTOS DA NOSSA CATEGORIA.CALHORDAS E TRAIDORES SÃO ESSES QUE FAZEM PARTE DA DIREÇÃO DO SINDUTE QUE DESDE SUA FUNDAÇÃO TRAI COM A MAIOR CARA DE PAU NOSSA CATEGORIA.POR ISSO NÃO RESTA OUTRA SAÍDA DESFILIAÇÃO EM MASSA E CRIAÇÃO DE ASSOACIAÇÃO COMPROMETIDA COM A LUTA DA CATEGORIA.
    MINHA SOLIDARIEDADE AOS COLEGAS ENVOLVIDOS NO ACIDENTE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que abandonar um Sindicato com anos de história seja a melhor saída?? Criar um associação?? Mas já não existe uma??? Criar outra deve ser o sonho de Anastasia, faccionar o que já é faccionado é para ele um prato feito. Devemos nos envergonhar por dar a este gorveninho sem vergonha tantas alegrias... É estratégia do governo rachar em blocos cada vez menores essa força descomunal que se chama "categoria de professores". Nossas diferenças?? devem sempre existir, e temos que está sempre exercitando nossa capacidade de fazer com que nossas idéias seja a da maioria. Não sei de nada, só penso que se caso Renata Vilhena e Anastasia têm conhecimento deste blog, hoje eles estão comemorando a nossa capacitdade de nos auto destruir... Ou melhor estão rindo de nossa cara...

      Excluir
    2. E com toda a razão.

      Este sindicato é um desastre.

      Excluir
    3. Rômulo, Euler etc são pessoas ligadas ao PSTU e estão nos usando aqui... tbém pq a sede central do sindute é ligada ao PT e o PSTU é oposição radical ao PT e não ao PSDB (não falam mal do PSDB qdo vão para mídia e sim do PT). Ou seja, a briga aqui é PSTU X PT. E nós estamos no meio desse tiroteio sendo usados! Espero que vc publique isso.

      Marilene-Pará de Minas

      Excluir
  46. Na noite desse domingo um acidente envolveu um ônibus da delegação da subsede Betim que voltava da cidade de Araxá. Os trabalhadores em educação participavam do 9o. Congresso do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), que aconteceu de 10 a 12 de fevereiro. O acidente ocorreu na BR-262, altura do km 535, em Luz, na região Centro-Oeste de Minas Gerais.

    De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o condutor de um automóvel fez uma ultrapassagem incorreta e bateu de frente e na lateral do ônibus, que seguia em sentido contrário. O acidente envolveu também uma carreta. Com o impacto da colisão, os veí­culos pegaram fogo.

    39 feridos foram atendidos no Hospital da cidade Luz e os que precisaram de procedimentos mais complexos foram transferidos para o Hospital Regional de Betim.

    Os diretores estaduais do Sind-UTE/MG Welshemam Gustavo Pinheiro e José Luiz Rodrigues ajudaram a resgatar os feridos e com as diretoras estaduais Marilda Araújo, Andresa Aparecida Rodrigues e Beatriz Cerqueira passaram a noite no Hospital de Luz.

    A direção do Sind-UTE/MG manifesta apoio e solidariedade às vítimas e familiares dos envolvidos em um grave acidente. “Para a nossa profunda tristeza uma professora e duas crianças faleceram. É um momento de muita dor, diante de tamanha tragédia. Estamos de luto.”

    ResponderExcluir
  47. Ao colega que perguntou como pode crianças participarem do congresso: em uma categoria composta majoritariamente por mulheres é obrigação do sindicato facilitar a participação daquelas que na maioria das vezes ficam responsáveis pelos filhos. A organização de creche nos congressos é parte da luta pela participação da de todos e todas nas decisões. É preciso mais que isso, precisamos de congressos realmente democráticos. Em um momento tão triste, de tanta dor não podemos criticar os avanços conquistados pela categoria.

    ResponderExcluir
  48. Esse sindicato me enoja.Deve ter algum jeito de precionarmos esses safados.Gente, pagamos eles para nos representarmos,para lutar naquilo que a categoria deseja alcançar e não melhorar o subsídio!Onde eles tiraram isso?Eu sempre falei que nos venderam !Vamos marcar um encontro com Beatriz e dizer que se eles permanecerem nesta proposta vamos todos todos desfiliar e pode deixar que aqui em Mte Carmelo eu encabeço essa luta.

    ResponderExcluir
  49. E essa escravidão que estão nos impondo ao nos obrigar trabalhar com turmas multisseriadas do 6º ao 9º ano? Estão nos roubando ...roubando... ninguém faz nada. Só calam... calam... Será que essa aberração é só na superintendência de Araçuaí? Gente, está impossível!!!! Socorro!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa aberração ronda todo o estado: na 12ª (Divinópolis)também está acontecendo. E outra verdade: o professor tem que preparar aulas para as turmas separadamente; ou seja, trabalho em dobro para o professor. Agora, nem falemos de resultados...

      Excluir
  50. Meus sentimentos às famílias das vítimas desse trágico acidente!

    ResponderExcluir
  51. Não é hora de enfraquecer o nosso sindicato. Porém nada nos impede de lutar sempre pela moralidade do seu funcionamento.Com ações simples o sindicado é capaz de provar que está se empenhando, Se o faz mesmo.Estamos no século XXI.A transparência dos fatos é inevitável.

    ResponderExcluir
  52. Josias Guedes Carangola13 de fevereiro de 2012 19:20

    Fui ao Congresso em Araxá e tive a sensação de que estamos em cinzas. Reverter toda essa conjuntura não vai ser fácil. Todavia, quanto se espera um número x e comparece praticamente o dobro é um sinal de que nós educadores queremos mudanças.
    Minha solidariedade às vítimas que tanto se esforçaram para estar conosco no congresso me Araxá.
    O governo nos jogou em cinzas mas creio piamente na lei do retorno. Um abraço de Carangola.

    ResponderExcluir
  53. O problema é que as pessoas ficam esperando bons representantes. Acreditam na boa vontade dos outros. É assim em relação a governos, parlamentares, sindicatos, justiça, direito do consumidor, etc. Enfim, é assim com tudo! Até o Euler é chamado de “legítimo representante”. A lógica do representante é a lógica que preside esta nossa vida e nos domina: esperamos que “pagando” certo valor a outrem, merecemos um produto/serviço à altura do “pagamento”. Oras bolas, tomemos as rédeas de nossas vidas nas próprias mãos.
    Sim, o sindicato é problemático, não atende aos anseios da categoria. Assim como a C&A, o Itaú, o prefeito de qq cidade, enfim, qualquer coisa que esteja fora de nosso controle, que esteja separado de nós a nos representar.
    Não é o caso de abandonar o sindicato. Afinal, querendo ou não, ele tem sido o meio material que tem aglutinado a categoria em torno de objetivos comuns. Claro que pode-se criar outras formas de mobilizar a categoria em torno de um objetivo comum, mas é muito custoso (em tempo, energia e dinheiro). É o caso, então, de tomar o sindicato, mas não pela lógica da representação, isto é, não formando uma chapa “comprometida com os interesses da categoria” para ir lá representá-la. A questão é que o sindicato já é uma estrutura montada, temos que tomá-la de fato, pela base. Mudar seu estatuto, o sistema de representação.
    Pensemos e avencemos...

    ResponderExcluir
  54. Pessoal.
    O sindicato não tem culpa. Temos que nos UNIR e nos FORTALECER diante das adversidades. Se ficarmos com intrigas e divergências entre nós mesmos só vai dar mais força para o INIMIGO. Agora é hora de rezar e pedir DEUS para confortar as famílias e suas perdas familiares. A LUTA CONTINUA.

    ResponderExcluir
  55. ESTAMOS FAZENDO O QUE O GOVERNO QUER. TIRANDO TODA A MORAL DO SINDICATO. O PIOR É QUE NO MEIO DESSES TEM MUITA GENTE QUE NUNCA FEZ UM NADA PARA AJUDAR. FALAR É FÁCIL. NÃO SOU DA DIREÇÃO, NEM NUNCA QUERO SER. MAS O SINDICATO SOMOS NÓS. EM VEZ DE DESMORALIZÁ-LO, DEVÍAMOS NOS UNIR PARA TORNÁ-LO O SINDICATO QUE QUEREMOS. JÁ PASSOU DA HORA DE PARARMOS DE JOGAR A CULPA TODA EM CIMA DO SINDICATO. LÓGICO QUE ESPERAMOS MAIS AÇÕES (ATÉ NO SENTIDO REAL DA PALAVRA), MAS INCENTIVARMOS A DIVISÃO É TUDO QUE O GOVERNO QUER. TEMOS É QUE ESTARMOS MAIS UNIDOS. SOZINHOS, SOMOS FACILMENTE DERROTADOS. UNIDOS, SOMOS FORTES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É companheiro... concordo com vc! Esse blog aqui já deu! Está dividindo ainda mais a categoria! E nada de ações! Para mim basta! Cansei!

      Valéria

      Excluir
    2. Esse blog aqui já deu! Está dividindo ainda mais a categoria! E nada de ações! Para mim basta! Cansei!

      Cida

      Excluir
    3. Minha filha, quem está dividindo a CATEGORIA é o SINDICATO, "interesseiro" NO ATO. O Desgoverno - de conluios com os SINDICATOS (todos eles) - já o faz desde priscas eras.
      Vivemos um TREMENDO TEATRO INTERESSEIRO, onde quem "puxa, puxa" leva mais DINHEIRO.
      Quer mais AÇÕES do que a NOSSA GREVE DE 112 dias??? Olhe que nem os policiais suportaram esse rojão.
      *** TOMAMOS AÇÕES ALÉM DAS CONTAS, cara..o!
      Saímos da HONROSA GREVE DE 112 DIAS com as FORÇAS EXAURIDAS.
      Acho uma tremenda COVARDIA quando alguém posta, por aqui, comentários cobrando mais ações dos professores. ENFIEM NA CU...CA: Fizemos uma GREVE DE 112 dias!!! Algo por demais CAVALAR! Lutamos contra Governo(?), mídia, sociedade e ingenuamente apostamos todas as nossas fichas em um SINDICATO de JUDAS. Nem os policiais agüentaram essa! "Me ajude aí, minha filha". O que sói acontecer sempre é que os "governos" e "muitos sindicatos" não têm o MÍNIMO INTERESSE em PARTILHAR a MAIS-VALIA com aqueles que PRODUZEM EDUCACÃO.
      Aliás, o TRABALHO tem sido MUITO DESVALORIZADO. Vejam o que fizeram com humildes trabalhadores que moravam em Pinheirinhos,Dandara,Vila Braúnas. Todo o SISTEMA POLÍTICO "ainda" "hiberna" em regime de "CARTAS MARCADAS". Todos os partidos políticos estão se APODRECENDO.
      Vá culpar o Desgoverno e o seu Sindinútil, OS QUAIS, na pessoa da BEATRIZ, manipularam a CATEGORIA e ARQUITETARAM o FIM DA GREVE.
      "Já estava tudo COMBINADO", muito bem "ORQUESTRADO".
      Enfim, você DESISTE, mas a CATEGORIA na LUTA CONTINUA!
      A UNIÃO FAZ A FORÇA!
      (ESTE É O ÚNICO ESPAÇO DECENTE PARA OS PROFESSORES DO ENSINO BÁSICO SE ORGANIZAREM E TROCAREM IDÉIAS, inclusive se desabafarem).
      Tenho dito.

      Excluir
    4. Valéria e Cida é a mesma pessoa! diferença de postagem de 1 minuto eomesmo conteúdo. Até a forma como escreve.

      "Mãe Diná"

      Excluir
    5. Pois é mãe Diná gostei tanto do comentário dessa Valéria aí que copiei e postei de novo. Tem algum problema?

      Cida

      Excluir
    6. E ainda digo mais para que quem quiser ouvir:
      - O "negócio" da maioria dos "$indicato$" é
      GERAR conflitos para depois "GERI-LOS".

      Excluir
  56. GENTE SOFRIDA ESSA NOSSA CLASSE. ALÉM DE TODAS AS DERROTAS, AGORA PERDERMOS PESSOAS DO NOSSO MEIO. QUE DEUS POSSA CONFORTAR ESSAS FAMÍLIAS NESTA HORA DE TAMANHA DOR.

    ResponderExcluir
  57. MEU DEUS!!!
    Dois acidentes envolvendo ônibus com delegação do SIND-UTE MG em menos de um ano? (1º foi em 19 de abril de 2011 e agora 12 de fevereiro de 2012).
    Dá até medo de viajar para o próximo encontro.
    SERÁ QUE É MALDIÇÃO DO ANASTASIA?????????
    Vamos rezar mais!!! E que DEUS nos acompanhe sempre.

    ResponderExcluir
  58. professoramaluquinha13 de fevereiro de 2012 20:35

    Jodson, o governo já colocou nota no site da SEE:

    "O Governo de Minas Gerais lamenta profundamente o acidente ocorrido na noite de domingo, na BR 262, no qual estava envolvido um ônibus que transportava delegação do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG). Ao mesmo tempo, o Governo se solidariza com os familiares das vítimas e deseja pronto restabelecimento aos feridos.

    Governo do Estado de Minas Gerais"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. faltou completarem "deseja pronto restabelecimento aos feridos" senão terão o ponto cortado.

      Excluir
  59. Euler!
    Alguns dizem que somos carneirinhos ate ai bom; sempre soubemos que nosso sindicato é assim e nunca esperamos nada dele, pois ele sempre perdeu na justiça.Por esse motivo temos defensor particular e por isso vou me desfiliar embora sempre eu defendo que todo trabalhador deva ter um sindicato que diga a verdade.Criei o sindicato do NDG ai sim eu retorno, pode descontatar ate 5% mas que seje guerreiro e verdadeiro.
    abraços e desculpe os erros.
    Rangel

    ResponderExcluir
  60. Caro Euler, boa noite.
    Que Deus possa confortar as famílias e amigos dos falecidos nesse terrível acidente. Que Deus dê forças para aqueles que estão hospitalizados e fragilizados nesse momento.
    Porém, agora depois de tanta desgraça com os companheiros de luta, decepção com o Congresso resta-nos a pergunta: O QUE FAZER?
    Já que não podemos contar com o Sindicato vamos juntos mover as ações necessárias contratando um
    excelente escritório de advocacia para nos representar. Euler e NDG tomem a frente, todos que tiverem interessados manifestarão sua vontade em participar e deverão se comprometer juridicamente e os gastos serão divididos com todos. Acredito que aqueles que estão insatisfeitos, tiveram perdas salariais e desejam o Piso Salarial e uma Educação de Qualidade em Minas estão dispostos a isso.(São no mínimo 153 mil educadores). Sempre após ler suas sábias palavras no Blog, mesmo triste por não ver progressos com o sindicato que deveria nos representar, me sentia mais forte e amparada. Vamos nos unir e ir a luta!!!! Só isso que nos resta. Esses ditadores têm que sair do poder!!!!

    ResponderExcluir
  61. Euler, que bom tê-lo como meu representante no SINDUTE. Enquanto pessoas sofrem por acidentes em estradas ruins, casas caindo por causa das fortes chuvas, piso/carreira da educação MG sendo roubados, etc... Anastasia irá financiar o carnaval nas cidades históricas. Durma com esta. Pão e circo para o povo é o lema do PSDB. Adriana.

    ResponderExcluir
  62. Companheiro Euler e demais companheiros estamos de luto!No momento só posso orar pelos bravos companheiros e seus familiares que sofreram esta tragédia!Que nosso bom Deus ampare a todos.Abraços fraternos.Professora Luciana.

    ResponderExcluir
  63. Euler, querido,
    Você sempre termina seus posts assim: "Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!".
    Dadas as circunstâncias, você acredita realmente em suas próprias palavras? Consegue ver uma luz no fim do túnel e uma enorme placa com letras garrafais imaginárias, onde se lê: VITÓRIA!? Por favor, não me leve a mal, viu?
    Com muito carinho.
    Anônima aqui do Vale do Jequitinhonha.

    ResponderExcluir
  64. Rede Globo começa a pagar pela sua prepotência! Muito bom!
    http://br.omg.yahoo.com/blogs/podeisso/rede-globo-%c3%a9-expulsa-copacabana-190145221.html

    ResponderExcluir
  65. Pessoal,

    sempre mais do mesmo! Eu não sustento parasita! Já desfiliei e nada me tira da cabeça que essa patota da Bia anda de mãos dadas com o executivo.

    Meus sentimentos aos familiares e amigos dos professores mortos.

    Vote nulo!

    ResponderExcluir
  66. Em alguns momentos,eu já pensei em me desfiliar do Sindute.Porém,este ano,teremos eleições para escolher os novos dirigentes sindicais,sendo que ,aí,vamos poder votar,mudando a atual conjuntura do sindicato.Pessoas como o Euler,Rómulo,João Martinho e outros do NDG,poderiam lançar uma chapa,dnado-nos a oportunidade de votar nos mesmos.Lembro aos colegas,que se o Sindute entrar com alguma ação contra os golpes do Governador,de uma maneira ou de outra,estaremos representados.É preciso que tenhamos muita calma,apesar de que,calma,é algo que os colegas da educação não estão conseguindo ter.Edilson,Virgolândia.

    ResponderExcluir
  67. Vou resumir e deixar meu pensamento claramente QUERO BEATRIZ, HILÁRIO E TODA CORJA DO PT E PSDB QUE ESTÁ LÁ FORA!QUERO A RENÚNCIA IMEDIATA DESTES OPORTUNISTAS!
    QUERO O COMANDANTE EULER NO COMANDO OU A DESFILIAÇÃO SERÁ EM MASSA!CHEGA DE SUSTENTAR PARASITAS QUE EXATAMENTE 30 ANOS SÓ NOS USA!
    SINDINÚTIL!!!!!!!!!!!!!! LIXO!!!!!!!
    DESCULPE MESTRE EULER MEU DESABAFO
    Rogerio _Matemática

    ResponderExcluir
  68. É triste a constatação que o sindicato é tão ditador quanto o governo de Minas.

    Estou muito decepcionado com a exposição da realidade do "nosso" sindicato.

    Nós não conhecíamos a administração e os "modus operandi" do sindicato.

    Prá mim, este sindicato não existe mais.

    Quem puder DESFILIE-SE.

    Nós não merecemos este "sindicato".

    Continuemos a nossa luta com DIGNIDADE.

    ResponderExcluir
  69. Não participo de mais nenhuma greve.

    ResponderExcluir
  70. Quem esta rindo da nossa cara e já faz trinta anos é essa direção(articulação).

    ResponderExcluir
  71. Veja,se ganharmos alguma coisa na justiça, todos serão beneficiados.A lei não pode deixar de lado os que não entraram na justiça.Tudo é coletivo.Então se ganhar alguma coisa(duvido) todos serão beneficiados.Nada disso impede .Não podemos é ficar (como já ficamos 30 anos) nessa mesmice...e com irregularidades, absurdos acontecendo.Aliás este país nada é sério.Brasileiro não é confiável.credibilidade aqui , somente para poucas pessoas.tanta corrupção, dinheiro desviado, escondido em tudo que é lugar.Por isso eu repito.Só acredito ainda, neste colega que nem conheço Euler Conrado.Dá para se ter uma idéia da honestidade, transparência e o mais importante CARÁTER deste homem.Acredito de olhos fechados nele.Só não vou anular meu voto se ele entrar para concorrer nas próximas eleições.Não dá para confiar mesmo.É triste mas essa é a realidade.Brasil Brasil, o últimos que sair , apague a luz....por favor.

    ResponderExcluir
  72. Eu estive no congresso e participei da oficina sobre estrutura sindical. Acredito ser uma das oficinas mais importante e polêmica.
    Já no início, foi possível perceber que tudo ficaria conforme o desejo da direção do sindicato.
    O nosso combativo Rômulo estava no mesmo grupo. Com muita dificuldade conseguimos garantir 20% nos temas relacionados a inscrição das chapas ,para que os mesmos fossem levados ao plenário. Os dois temas diz respeito a proporcionalidade e a porcentagem de representação que a chapa concorrente à direção deverá ter das subsedes em funcionamento( esse valor foi aumentado de 30 para 40%, dificultando, dessa forma a inscrição de chapas concorrentes.
    Outra proposta foi de reduzir o tempo de inscrição de chapa, onde sutilmente,suprimiu a palavra úteis de 30 dias úteis , diminuindo o prazo em quase 10 dias. Essa daí não conseguimos nem os 20% para levar à plenária.
    A minha maior tristeza é a categoria se deixar levar por discursos, muitos colegas nem tiraram o material recebido de dentro da pasta e votaram conforme orientação das subsedes. Outros aproveitaram o tempo para fazer compras e conhecer a cidade. acredito que dificilmente conseguiremos alguma coisa com uma categoria onde grande parte não está nem aí.
    É a primeira vez que participo de congresso. Acho que é um espaço muito importante para nos direcionarmos, mas os delegados precisam levar as coisas mais a sério, ler o material e votar naquilo que vai trazer ganhos para a categoria, e não para a direção.
    Mesmo decepcionada, não concordo com a idéia de desfilação, e sim, tentar mudar essa estrutura viciosa, que é, hoje, o nosso sindicato.
    Tive o grande prazer de conhecer os nossos incansáveis colegas de luta: Rômulo e Euler. Só isso já valeu.
    Me solidarizo também com as familias que sofrem pelos seus entes, cujas vidas foram ceifadas nesse trágico acidente. Que Deus lhes dê o conforto que eles necessitam nesse momento tão difícil.

    ResponderExcluir
  73. euler!
    Defendo toda filosofia da luta social e sei que vc também.Amo a justiça embora cega e não surda, criamos novo sindicato ai está a solução, pagar 30 reais no começo e vencer uma batalha ou continuar pagando 20 e sempre perdendo.
    Alias perdendo amigos irmãos e colegas por nada.
    abraços e respeito.
    Rangel

    ResponderExcluir
  74. Parece que alguns freqüentadores deste blog não se arriscam em fazer análises individuais e seguem a risca o que dizem o professor Euller.
    Respeito a opinião do Euller sim ,mas tenho as minhas e procuro não radicalizar.
    Concordo em parte com o que o Euller disse do congresso.Observei o lado positivo também e percebo que o professor enfatiza o lado que ele nega.
    Sugestão de desfiliação em massa? Parabéns pra vocês.
    Vocês realizarão o sonho do Anastasia.Antes de pensar sindicato e ser sindicato, temos a nossa moral e a nossa independência.Vamos raciocinar por conta própria.Sejamos seguidores de blogs, mas não sejamos discípulos de uns em detrimento da nossa preguiça de pensar.
    Vejo que alguns elogiam e defendem a autonomia do NDG.
    Quem é o NDG? Quem pertence a ele?
    Porque muitos que fizeram 112 dias de greve,não se enquadram no grupo?Por que a exclusão da classe?
    O NDG foi intitulado o Núcleo Duro da Greve.
    Alguns NDGs e os outros são o quê?
    Sinceramente eu percebo que sutilmente o blog abre caminho para ser a oposição do sindicato.Tudo bem, acho válido,afinal tem que se ter um objetivo, diante do empenho.O que eu não acho válido é o "diz que não diz" é a boa intenção escondida atrás de interesses .
    Nesta altura do campeonato não sabemos quem encabeça a chapa do governo de Minas, por isso cuidado colegas.
    Apesar de muito valiosa, a análise do professor Euler,carrega a sua ideologia e o seu jeito NDG de ser.Parece que o NDG é um grupo fechado.Quem foi, foi.Quem não foi nunca será.
    Pensemos:Até que ponto a seleção de alguns, assegura a capacidade de liderança e de resistência da categoria?
    Se o NDG critica o sindicato, a minha crítica vai pra ele, porque ele também divide a classe e
    monopoliza ações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós não temos os privilégios que V.sa tem, contamos com a nossa combatividade e ademais temos sim que nos preocupar com as informações dentro do NDG e as tentativas de cooptação da categoria.

      Excluir
    2. Você disse " antes de pensar sindicato e ser sindicato temos a nossa moral e a nossa independência" Êi,desde quando isso é verdade????? O que adianta querermos pensar, se a instituição que nos representa só aceita ideias de quem pensa igual a ela??? Ora, realizar sonho de anastasia, a cúpula do sindicato já está realizando ao defender a peste do subsídio, você não acha????????
      Olhem, me poupem voces que ainda acham que podem defender, o que é indefensável, ok?
      Nem que seja a minha contribuição ao sindicato (que já está com os dias contados) VOU ECONOMIZAR!!!!! Chega de dar milho aos bodes, que só querem sombra e água fresca!
      Aos companheiros que estão sofrendo com a perda de seus entes queridos, peço aos mentores espirituais que acolham os que foram e que amparem aqueles que ficaram.

      Excluir
    3. Excelente colega! Esse blog só está dividindo a categoria e nos dando uma INJEÇÃO LETAL DE ÂNIMO!
      E esse É o momento em que MAIS precisávamos de UNIÃO.

      Marina

      Excluir
  75. ATENÇÃO TURMA!
    O Norte de MG,especificamente Montes Claros,receberá no próximo dia 29 a visita do desgovernador.Qual será a recepção apropriada para ele e comitiva?
    Pensem em algo a altura e vamos a luta.
    Na oportunidade a Renata Vilhena estará sendo homenageada.Chique não?

    ResponderExcluir
  76. Euler,

    Agora mais do que antes precisamos de iniciativas próprias.

    Vamos reativar a ideia de uma representação ao MPF, ao STF,...

    Temos que descobrir novas formas de reivindicações e de representatividade para a nossa categoria.

    Temos que buscar o "novo" com nossa dignidade.

    Somos uma boa turma.

    Somos fortes.

    Buscamos por JUSTIÇA.

    As soluções estão prontas, precisamos encontrá-las.

    Estamos na direção certa.

    Vamos registrar o "Blog do Euler" como uma associação de comunicação e apoio aos professores de Minas Gerais.

    Então ganharemos representatividade.

    Já temos a CREDIBILIDADE.

    Pense nisso...

    ResponderExcluir
  77. Sobre a questão da proporcionalidade, sou extremamente contra, pois sempre que procuro a subsede Contagem eles nada sabem do estado, estão sempre mal informados, desorganizados. Se preocupam mais com outras causas do que a nossa, trabalhadores da educação do estado. Na greve de 112 dias do ano passado não ví sequer pessoal da direção subsede Contagem em nenhuma ASSEMBLÉIA, cansei de chamá-los para vir a minha escola ajudar-me a chamar meus colegas para pararem. Fiz vários pedidos aqui nesse blog na época da greve pedindo ajuda pois esta subsede é f.... Imaginem esse pessoal dessa subsede Contagem com autonomia total. To fora!

    Conceição

    ResponderExcluir
  78. Caro Euler,

    Participei do congresso de Governador Valadares e aconteceu o mesmo que você relatou. A Beatriz era mais jovem, mas já era um trator na presidência da mesa. As pessoas levantavam os crachás sem prestarem atenção nas propostas. Algumas senhoras estavam preocupadas com o passeio que dariam pela cidade. A oposição não obtinha sucesso em nada.A velha turma do Hilário não muda.

    ResponderExcluir
  79. João Paulo Ferreira de Assis13 de fevereiro de 2012 23:42

    Prezado amigo Professor Euler

    Prezados companheiros de luta

    Sinto-me triste pelas mortes ocorridas, e também pela inutilidade do Congresso. Por isso é que eu me inscrevi. Aliás, alguém da escola estava explicando para nós que a SEE-MG mandou uma circular para as Superintendências e estas para as escolas, MANDANDO CORTAR O PONTO DE PROFESSORES QUE FALTASSEM NOS DIAS 10 E 13 DE FEVEREIRO, DEVENDO SER CORTADOS OS PONTOS DOS DIAS 11 E 12. Ou seja, mandou cortar ponto dos professores que estiveram no Congresso, inclusive dos infelizes que faleceram no acidente.

    Estou com medo dessa estratégia do advogado do sindute. É a antessala da derrota.

    ResponderExcluir
  80. O Grupo "Articulaçao" fez seu Congresso em Araxá e não articulou nada de relevante!
    Mais uma vez o grupo bem articulado há trinta anos no poder do Sind-UTE: o eternizado Articulação controlou o Congresso. O grupo de Beatriz, Hilário, Rogéria Correa e outros tantos que por lá passaram e que fazem do sindicato seus locais de trabalho e de carreiras políticas. Eu não esperava nada diferente do que foi narrado no blog do Euler Conrado. Oportunistas que agarraram com unhas e dentes a direção sindical e alternam seus grupinhos no poder. Uma hora eles estão na CUT, outra no Sin-UTE ou na CNTE. Trocam de emprego e utilizam estes aparelhos para seus diversos fins- emprego, prestígio e poder.

    Inclusive estiveram presentes no Congresso membros da CUT, da CNTE .


    A CUT e a CGT recentemente viraram capa de manchetes de revistas renomadas- tamanha as guerras internas para ocupar o poder. Com casos de violência de toda ordem. Enfim, grupos bem pelegos.O poder pelo poder e só.

    Bastante questionável a estrutura sindical do país. Lamentável! Bem semelhantes as forças governamentais. Estes grupos têm seus interesses e atualmente estão em discordância com os nossos, haja visto os resultados desastrosos destas últimas greves que destruíram as carreiras dos servidores de MG.


    A alternância no poder se faz necessário e urgente, seja em que instituição for, pois corre-se o risco de criar estamentos, tipo estes que no momento presenciamos e constatamos.


    Isto vale não só para Minas como para o Brasil- ou muda esta forma de organização ou seremos obrigado a conclamar através dos blogs e redes sociais a desfiliação em massa destes sindicatos e centrais sindicais pelegas e restruturar directrizes em novas bases organizacionais.
    Parabéns comandante os blogs , a internet e o professorado estão com você guerreiro!
    Marlene PEgagoga e professora B.H

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apoiado, Marlene. Comentário pertinente, contundente.

      Excluir
    2. Maravilha Marlene! Assino embaixo!!!!!

      Excluir
  81. Ao anônimo:AnônimoFeb 13, 2012 05:13 PM

    Primeiramente, seria bom que você se identificasse, pois, assim, suas palavras poderão ser mais bem avaliadas. Do contrário, será apenas um anônimo.

    Quanto às críticas ao professor Euler, não irei discuti-las, pois esta é a sua opinião. Por outro, lado, eu também tenho uma opinião parecida com a do professor Euler, bem como a de muitos colegas professores que escrevem neste espaço democrático.

    Por falar em espaço democrático, gostaria que você o valorizasse bem. De fato, não é em todos os espaços que podemos falar o que pensamos. Perceba que você faz uma crítica ao professor Euler, mas nem por isso, ele deixou de publicar seu comentário abertamente, visível a todos neste espaço. Entretanto, no Blog da diretora do sindeute-MG, ela só aceita elogios. Digo isso porque inúmeras vezes ela deixou de divulgar meus comentários por não se tratarem, exatamente, de elogios, mas críticas ao comportamento e postura do sindicato.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos
    Belo Horizonte - MG

    ResponderExcluir
  82. E o pior de tudo é encontrarmos na categoria grupos coniventes com tal situação, simplesmente, não dá para aceitar tal situação e percebo que o PSDB vem dividindo a categoria na base da canetada. Isso, desde Aécio quando implantou a Lei SEM, da qual muitos que ainda não formaram estão dentro das salas de aulas lecionando e empurrando nossos salários para baixo, pois aí estamos sendo desmoralizados dando lugar a profissionais sem nível superior ou com outra qualificação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A DIVISÃO DA CATEGORIA JÁ ESTÁ INSTALADA.

      A realidade é que a cada dia aparece mais diferenças entre as partes.

      O próprio congresso explicitou estas diferenças.

      Uma parte quer a burocracia que facilita a manutenção no poder.

      Outra parte quer a defesa exclusiva das causas da categoria. independente de partidos políticos.

      Excluir
  83. Esse congresso não foi feito pensando na categoria e sim neles!estão nos fazendo massa de manobra!Paralisação?Nunca!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estrutura e manutenção do PODER.

      Excluir
  84. Meus sentimentos aos familiares das vítimas do acidente ocorrido na BR 262.

    Talvez estejamos decepcionados com os resultados finais do congresso, mas no meu caso achei muito interessante e proveitoso o evento e ainda mais pelo fato de que a categoria compareceu em massa e travou-se uma batalha intensa no campo das idéias entre os grupos. Creio que algumas lideranças expostas aos demais se tornaram conhecidas ou mais conhecidas bastando que sejam reconhecidas.

    Abraço a todos e sejamos mais e mais guerreiros.

    ResponderExcluir
  85. João Paulo Ferreira de Assis14 de fevereiro de 2012 00:45

    No meu comentário, eu queria dizer:

    Por isso é que eu NÃO me inscrevi.

    ResponderExcluir
  86. EStou com você professor Euler há muito leio seu blog e o da Marly, admiro profundamente os dois... tem ideais em comum, clamam por justiça, a mesma justiça que se faz de cega quando é para professor(a)UM dia já fui professora.... mas vi que não existia um SINDICATO para defender a categoria!Hoje trabalho no Tribunal de justiça em Brasilia , ganho bem, mas nunca esqueci a classe que pertenci, orgulho terei demais!Jamais esqueci as lutas e tão poucas conquistas!ESTE NDG realmente é vitorioso , mas na surdina um sindicato trai todo professorado mineiro igual JUdas fez com Jesus!
    você ganhará Euler, ai tenho vários contatos ai...
    pode lançar sua candidatura!
    UM SINDICATO HONESTO, HUMANO, PELA CATEGORIA INCORRUPTIVEL, FIEL E LIDER ESTE É VOCÊ EULER CONRADO!
    UM GRANDE ABRAÇO..
    Márcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcia, meus sinceros parabéns.
      Concordo plenamente com você.

      Excluir
    2. Oi Euler!
      Bom dia!
      Foi triste saber do acidente, quando não se respeita as leis tb do trânsito, os justos pagam pelos pecadores.
      Entre humanos é impossível a perfeição. Só que eu particularmente acho que nós, enquanto EDUCADORES, não podemos ignorar, somos da EDUCAÇÃO, temos que ter atitudes e comportamentos como tal,somos observados por toda comunidade em que estamos inseridos. Seremos respeitados, venceremos nossas lutas, somente quando os discursos baterem com a prática. Conviver com o diferente buscando a UNIDADE eis a grande atração dos tempos modernos, palavras, palavras o mundo está cheio.
      Que vença a UNIDADE!
      Abraços,
      Lázara

      Excluir
  87. É sempre edificante ler seus textos, acompanhar seus honestos e patrióticos propósitos, que num futuro bem próximo, modificarão para melhor a Educação no Brasil. Este trecho abaixo, foi postado com erro de digitação. Seu depoimento é emblemático, brilhante e esclarecedor. Grato por compartilhar!

    De volta ao bunker, para analisar o congresso de Araxá, vide ao terceiro parágrafo...

    "E no final das contas, a maioria vota das propostas da direção sindical. Não importa se elas são fundamentas..." Objetivando: "A maioria aprova as propostas da direção sindical?"

    ResponderExcluir
  88. Anônimo Feb 13, 2012 12:39 PM

    "Esse sindicato me enoja. Deve ter algum jeito de precionarmos esses safados."

    #@"precionarmos"? Não seria: Pressionarmos?

    ResponderExcluir
  89. Gostei do anonimo das5:13 Prestem atenção, não sou a favor das atitudes do sindicato,pelo contrário, acho-o bem devagar.Me decepcionou muito,mas também já estou cansada de entrar neste blog esperando alguma solução do dito NDG...e nada.Há quantos meses estou presa a isto todos os dias religiosamente?Onde está o tal Guerra que veio com tudo,deu esperanças e sumiu.Precisamos ficar mais atentos para isto aqui não virar uma seita.Estamos extremamente carentes e colocando no Euler uma expectativa que talvez ele não tenha condições de corresponder.Daí ele será o próximo a ser crucificado como está acontecendo com a Beatriz.Só vejo choradeira e diz-que-me diz e nem uma atitude.Cuidado, Euler.Ser líder é entregar a alma...e às vezes ao diabo.Tenho pena de você.Gosto de suas ieias,sigo seu blog,sou sua fã,mas não fanática.Boa sorte

    ResponderExcluir
  90. Independente do partido a que pertence, a nível municipal,estadual e federal; o Governo sente-se ameaçado pelo retorno da força de mobilização sindical. Precisamos lembrar que após a explosão dos movimentos sindicais no final dos anos 70, até a redução "natural" da necessidade básica dessas mobilizações no governo FHC, a dita Nova República não havia sido ameaçada em suas trapaças políticas pelos trabalhadores. Portanto, os políticos tentam a qualquer custo eliminar o crescimento da força sindical trabalhista e como o funcionalismo público está à frente desse processo hoje, devido ao massacre salarial nas últimas décadas, estamos pagando um preço alto pelas greves.
    Dentro dessa perspectiva, acredito que independe da pessoa que está à frente da liderança sindical a chance de obtermos ganhos. Não se trata de um santo milagreiro, mas de uma pessoa que representa uma categoria que precisa estar unida. Existe união da categoria em torno do sindutemg? Quantas escolas fizeram greve por 112 dias? Quantos ficaram realmente sem férias, com o pagamento cortado ou foram substituídos por traidores do movimento enquanto estavam na luta?
    Acredito que a minoria se enquadre nesse perfil. E os outros? Continuam de longe, criticando o que os outros fazem, apontando erros e pensando somente no próprio umbigo.
    Desafio ao NDG: proponham um dia de paralisação com assembléia da categoria ( mas tem que ser dia letivo de 2ª a 6ª), independente do sindicato, correndo o risco de corte no pagamento e proponham uma nova greve, a arrecadação de dinheiro para contratar juristas ou qualquer outra opção de luta. Vamos ver até onde vai o apoio daqueles que no anonimato despejam caminhões de criticas aqui.
    NÃO SOU SINDICATO E NEM NDG, MAS JÁ LUTEI MUITO, INCLUSIVE FIQUEI 112 DIAS EM GREVE, COM CORTE DE SALÁRIO E PERDA TOTAL NO CARGO EM QUE LECIONAVA PARA O 3º ANO.
    Marivânia/BH/EEPF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corretíssimo! Assino embaixo!

      Excluir
  91. PRESTE ATENÇÃO SÃO 30 ANOS DE INUTILIDADE.AOS QUE ACHAM QUE O SATÃ E SUAS DIABINHAS ESTÃO ACHANDO MUITO BOM TUDO ISSO , NÃO CONCORDO.ALIÁS ELES ESTÃO COM MUITO MEDO DE ENCONTRAR UM NOVO GRUPO PELA FRENTE.UM GRUPO MAIS COESO, SÉRIO E MUITO MAIS ATUANTE.ESTE GRUPO PODERÁ SAIR DESTE BLOG.AQUI NÓS TEMOS GENTE DE GABARITO E QUE LUTA INCESSANTEMENTE PELA NOSSA VERDADEIRA CAUSA.NÃO DESFILIEM POR FAVOR.VAMOS ESPERAR MAIS 30 ANOS E VEREMOS QUE O SINDINUTIL IRÁ GANHAR MUITA COISA .CONTINUEM FILIADOS, PAGUEM COM BOA VONTADE.ASSIM TEREMOS MAIS CONGRESSOS...MAIS MANIPULAÇÕES...MAIS FALSIDADES...MAIS POLÍTICOS SAINDO DIRETO VIA SINDINUTIL DIRETO PARA QUALQUER LUGAR NO CONGRESSO, PREFEITURAS....ETC.CONTINUEM FILIADOS PESSOAL , FINANCIA PARASITAS LUXUOSOS QUE SE ESCONDEM ATRÁS DE UM FANTOCHE DEIXANDO TRANSPARECER QUE É UM ANJO.EU GOSTO DE AÇÕES E LUTAS COM VITÓRIAS, OU PELEO MENOS QUE EU POSSA ENXERGAR AS TENTATIVAS E A TRANSPARÊNCIA DAS ATITUDES IMPETRADAS.PAGUEM , COM ALEGRIA PARA QUE ESSA CORJA CONTINUEM FELIZES NAS INUTILIDADES E FALSIDADES...NAS DITADURAS SINDICAIS ONDE SOMENTE VISAM INTERESSES PESSOAIS E PARTIDÁRIOS.ENQUANTO EU CONTINUAREI FELIZ POIS NÃO COOPERO COM ESSA INSANIDADE .MEU TRABALHO É VALOROSO E CONSEQUENTEMENTE MEU DINHEIRO É SAGRADO PARA JOGAR NO ESGOTO.FAÇAMOS O QUE O GOVERNO QUER SIM, MAS O QUE ELE QUER É ESTE SINDICATO COMO ELE EXATAMENTE O É.RACIOCINEM ESTE SINDICATO É DO GOVERNO A MUITOS ANOS E ELE ADORA ESTE PESSOAL E COMO SÃO INUTÉIS.EU JÁ ME DESFILIEI.
    EULER VAMOS A DIANTE COM AQUELE PROCESSO QUE O DOUTOR MARCUS GUERRA NOS ORIENTOU.VAMOS SEGUIR EM FRENTE E AQUI NO SEU BLOG PODEREMOS INICIAR UM NOVO TEMPO PARA A EDUCAÇÃO EM MINAS.DAQUI PODERÁ SAIR UM NOVO GRUPO QUE NOS REPRESENTARÁ COM MAIS DIGNIDADE.VOCÊ TEM TUDO PARA NOS CONDUZIR AO SUCESSO.DEUS ESTÁ CONTIGO SEMPRE.

    ResponderExcluir
  92. Oi Euler
    Lamento profundamente o acidente com nossos colegas e repudio as palavras da secretária.Se tívessemos nossos direitos reconhecidos não precisaríamos de sindicatos muito menos de congressos, que pelo que você descreve, foi de resultado pífio.

    ResponderExcluir
  93. Quanto à leis (remuneração unificada e a lei 100) em desconformidade com a Constituição Federal, o artigo 103 da Constituição Federal estabelece quem são os legitimados a propor ação Direta de Inconstitucionalidade.
    Vamos ler a lei e tomarmos providências

    ResponderExcluir
  94. Olá,
    Dia 10/02 o governador Anastasia veio a Uberlândia inaugurar um viaduto. O que o sindicato preparou para recepciona-lo? NADA! E quando ligamos (estavamos em 3, buscando notícias) na sede perguntando sobre algum movimento eles falaram: estamos indo para o congresso em Araxá e vocês não vão lá sozinhas, né!? - e riram da nossa cara! Será que todos os professores da cidade foram para o bendito congresso? Me poupem!
    Atenciosamente
    Roberta Gouveia

    ResponderExcluir
  95. Greve, nunca mais.........
    Acabaram minhas esperanças.....
    Não batam na minha porta, pois digo :NÃO À GREVE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. È isso Euler que vc ta promovendo na nossa categoria... desânimo geral! Continue assim!

      Solange

      Excluir
  96. SOU MAIS UM QUE ESTA DESFILIANDO DESTE PARTIDO TRAVESTIDO DE SINDICATO.

    PETRÔNIO FERNANDES DE ASSIS

    OBS. SÓ PARTICIPAREI DE ATIVIDADES NO QUAL NÃO TENHA A
    LOGOMARCA DO SINDI IN....,DA CUT E DA CNTE.

    FUI.......

    ResponderExcluir
  97. Ao anônimo das 2:26AM me perdoe por favor.Se a classe não participa de greves ou se o movimento não está bom não culpe a classe mas sim as lideranças deste sindicato que não têm capacidade de promover esta mudança de atitude na dita classe.vejamos quantas pessoas estão reclamando de que ligam, chamam para ir a escola e não vão.Eles deveriam começar movimentando as escolas bem antes de deflagrar uma greve.Eles fazem exatamente o que o governo quer.NADA.Antigamente (eu tenho mais de 30 anos) aposentada em um cargo e quase aposentada no outro, e eu me lembro que o sindicato comparecia nas escolas informando, ouvindo os colegas.Mas e agora??? Moro pertinho da subsede de Contagem.Minha escola é dentro do raio da subsede de Contagem.Nunca vão na minha escola.Somente colocam cartazes .Não demoram 10 minutos na escola.Não estamos tão certos e motivados da competência deste sindicato.Alguns fazem greves ou paralisam apenas por solidariedade aos colegas de escola.Mas não são filiados e muito menos adeptos a este sindicato.Alguns até falam mal das atitudes do sindute.Por favor não culpem nossa classe mas sim culpe a capacidade de mobilização do sindicato.Aliás muitos dizem que sindicato somos nós.Concordo.mas para qualquer mobilização sindical, temos que ter uma bússola, uma direção a altura.Que mostre atitudes, trabalho sério, transparência, empenho, honestidade.E acima de tudo que ganhe alguma coisa .Fica parecendo que somos idiotas.Quantas coisas imaturas temos presenciado neste sindicato.Já não basta tanta coisa provada e dita aqui??? O que mais será preciso para mostrar a realidade deste sindicato em relação a sua representatividade??? Meu Deus são 30 anos e agora está mais ruim ainda.Pois acabou nossas esperanças de ganhar com este sindicato alguma migalha.Está na cara de quem tem olhos para enxergar que está falido esta instituição.E o governo está preocupado pois ele sabe disso.Das cinzas poderá surgir um movimento muito mais forte que mudará os rumos da educação em Minas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é "pelo medo" que os governos estão reprimindo todos os movimentos grevistas.
      Não concordo que o sindicato tenha poder de mobilização, apenas acuso grande parte da classe dita intelectual no magistério pela falta de consciência de classe. Enquanto na sua escola o sindicato não vai, conheço outras nas quais os próprios colegas deixam seus representantes falando sozinhos. você fez 112 dias de greve? Teve corte no salário? Foi substituído? Paralisou em novembro e teve novamente 3 dias de corte no salário? Caso contrário, não lutou ...
      Mantenho o meu desafio ao NDG.

      Excluir
    2. Pois é colega... a subsede Contagem é inoperantes no que diz a mobilizações estaduais, greve, eles nem ao menos sabem dar informações a respeito de alguma mobilização estadual! Sempre qdo tenho alguma dúvida ou quero me inteirar dos fatos tenho que ligar na sede central, lá sim sou mto bem atendida. Moro em Contagem, trabalho em Contagem e é obrigação da subsede Contagem, qdo a procuramos, se inteirar e repassar todos os informes e novidades qdo solicitamos. Mas, ao contrário, nunca sabem de nada a respeito de mobilização da categoria estadual.


      Isabel

      Excluir
  98. VAMOS DESFILIAR E ABRIR UMA CONTA PARA O NDG, USAREMOS O DINHEIRO QUE ERA DESCONTADO NAS LUTAS PROMOVIDAS PELO NDG.FICAREMOS ASSIM LIVRES DOS PEQUENOS FAVORES PRESTADOS PELO SINDICATO.

    ResponderExcluir
  99. ISSO MESMO: CONTINUEM DESQUALIFICANDO O NOSSO SINDICATO. É TUDO QUE O GOVERNO QUER. QUE TAL A PARTIR DE AGORA SÓ POSTARMOS COMENTÁRIOS COM IDENTIFICAÇÃO? TEM ALGO PODRE NO NOSSO MEIO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O congresso teve algo de bom.

      Pelo menos o sindicato mostrou sua verdadeira face.

      Excluir
    2. Bota seu nome aí então!

      Excluir
    3. A verdade sempre prevalecerá.

      Excluir
    4. São iguais, muito parecidos em suas ações (DITADURA) para a manutenção do poder.

      Excluir
  100. Não acho que tem algo podre no nosso meio.Quando falamos a verdade sobre a inutilidade do sindicato aparece sempre alguém dizendo isso .Outra coisa não adianta querer e pedir que as pessoas se identifiquem pois é muito fácil isso.devemos respeitar a privacidade de quem quer que seja assim.Eu não sou filiada.Não sou muito menos a favor deste diabólico poder governamental em nosso estado .Sou muito a favor de euler pois ele desde as últimas greves esteve constantemente conosco aqui e várias vezes defendeu o dito sindicato.Ele não quer dividir a classe muito pelo contrário o que ele quer é que sejamos reconhecidos e bem pagos como manda a lei.Ele é honesto, transparente, companheiro de toda hora, de personalidade lider nata, e muito humilde.Quer somente nossa felicidade.Será que não dá para perceber a diferença???? Meu Deus basta ler sempre o que escreve e sentir no ar a realidade de suas idéias e propósitos.Não pecisa mais nada.Se inspire nas atitudes dele e verá como seremos melhores.Se o governo está amando esta briga contra o sindicato, não acho.Ele está com medo da reação da classe a partir de agora.O sind ute já não tem moral para mais nada.Não adianta Beatriz escrever e acusar a classe .O que ela precisa fazer é ser mais coerente e honesta.É ter atitude .É tirar a máscara e se quiser tentar montar outro perfil para este falido sindicato.E mais se o satã está rindo e gostando, não nos interessa.O que nos interessa é daqui para frente e o que vamos fazer.Não vou continuar falando e acreditando no sind ute se tudo que estamos vendo é só besteira e podridão.Chega de hipocrisia.Você quer identificação????hahahhaha Vá procurar sua turma então por que a minha é esta aqui.

    ResponderExcluir
  101. Então o NDG é a chapa de oposição do sindicato?Tem anônimo aí que tem razão.Promoção de alguns em detrimento do desconhecimento de causa de outros. Menosprezam a inteligência do professor , assim como faz o governador Anastasia...

    ResponderExcluir
  102. Esqueceram que quem elege representantes de sindicato somos nós?
    Se temos subsedes inoperantes, não podemos jogar pedras na direção estadual, até porque tem subsedes que sabem fazer o jogo.Falam pra direção estadual que fazem um trabalho e na verdade estão quietos.
    Não podemos radicalizar e dizer que o sindicato está ruim.Tem subsedes excelentes, tem subsedes fracas.Não podemos dizer que tudo está errado e jogar todas as pedras na direção estadual.

    ResponderExcluir
  103. Parabéns Marivânia.Disse tudo!

    ResponderExcluir
  104. Uma coisa é certa, se as pessoas não procurarem seus direitos, via justiça, vão ficar a ver navios, porque nessa onda de intrigas, disse-me-disse, inoperância, o tempo vai passando e o governo se acomodando, porque é mais ou menos assim, briguem entre vocês e me deixem quietinho no meu canto para arquitetar mais maldades contra a categoria. E quantas já foram arquitetadas. Então, deixemos de brigas, vamos procurar jeito de nos defender dessas mazelas, porque outras ainda virão, nada está tão ruim que não possa ficar pior.

    ResponderExcluir
  105. Está difícil tudo isso aqui pois tem pessoas que acreditam no sindicato mais 30 anos pela frente.Depois de tudo exposto aqui pelos colegas.Como ligações, mal tratos etc.Acho que aqui não é questão de um contra os outros mas sim saber ver a realidade dos fatos.Eu disse os FATOS E já diziam alguns que:CONTRA OS FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS Bem, se existe algumas subsedes excelentes e atuantes , que tristeza para eles pois a direção é exatamente o contrário.Se quem elege os nossos representantes somos nós, claro verdade.mas depois disso é que vemos as verdadeiras facetas de quem elegemos.O poder corrompe.Engraçado mesmo tudo isso.O ANTES - DURANTE - DEPOIS .TUDO É MUDADO E REDIRECIONADO.Euler continue nos direcionando., nos informando, nos alimentando com tantas palvras de fé na hora certa.Você é O CARA.

    ResponderExcluir
  106. Concordo com os companheiros que já perceberam que o Euler Conrado não passa de um professor desorientado que nem ele mesmo sabe o que é, não sabe o que quer e nem onde quer chegar.

    Não havia ainda encontrado alguém que repudiasse tanto a nossa luta como você o faz com tanta convicção e força. Já percebi que para você a construção que fizemos do nosso sindicato nada vale. Com suas palavras mórbidas e ofensivas trata o nosso sindicato como algo extremamente sem valor.

    Para você algo novo deve surgir e esse algo novo para ser bom o suficiente deve se pautar nas suas próprias concepções e idéias. Você é quem tem a chave da sabedoria, você é quem sabe o que é melhor. A maioria não sabe nada, somos apenas um bando de manipulados.

    Saiba, Euler, que se você quer construir sozinho um novo tempo para a nossa categoria e conquistar tudo aquilo que nós reinvindicamos e que você não se cansa de repetir aqui no seu blog, pode fazê-lo sozinho ou com as pessoas que pensam como você. Conquiste! Não vamos brigar com você por isso. Até agradeceremos e saberemos reconhecer o seu feito.

    O nosso sindicato foi construido no dia-a-dia da nossa luta, assim mesmo como o operário faz uma construção, tijolo por tijolo.

    O nosso sindicato não apareceu assim forte e organizado do dia para a noite. A cada luta, cada pessoa foi dando a sua contribuição. Boa ou ruim, acertando ou errando, estamos avançando. Mesmo que avançar nem sempre consista em conquistar. Penso que você não é bobo e sabe que o PSDB através do Aécio e do Anastasia tem dizimado os interesses da classe trabalhadora desse estado. Não é só a classe da educação que tem sofrido. Ou você não viu, não vê e não sabe que todas as categorias praticamente estão insastifeitas e sofrem com a política do PSDB. Saúde, moradia, saneamento básico tem sido direitos sonegados ao longo dos 8 anos e em contrapartida altos juros são cobrados por esse governo autoritário. O poder judiciário, a grande mídia ao contrário do que deveriam fazer agem em consonância com o projeto perverso do governo.

    Agora você dedica mais tempo falando mal do nosso sindicato, criticando a nossa organização sindical do que criticando o governo. Que aberração, rapaz!

    A sua hipocrisia é tão grande (será que você é mesmo um professor?) que nem o nome da Bia você cita. Deve ser para não dar o gostinho.

    Caro, Euler! Eu bem que te avisei: cuidado com a vaidade! Armadilhas são colocadas para os que se colocam em defesa da vida. Deixar a humildade, a compreensão, o respeito, a união, o reconhecimento e a gratidão para encher o coração de desprezo, indiferença, inveja, ciúme, raiva, desavença... Sinto muito em dizer, mas por aí você não construirá nada. Já está fadado ao fracasso. Ainda que inúmeras vezes sinta-se contemplado, vitorioso, estará construindo sobre a areia.

    Queremos muito conquistar o piso e vamos conquistá-lo! Afinal são séculos de luta da classe trabalhadora, chegaramos lá, com muita fé em Deus primeiramente. Mas somos humanos, somos limitados, temos no bojo da nossa história a atuação de muitos opressores e somente unidos poderemos conquistá-lo assim como vimos conquistando ao longo dos anos.

    ResponderExcluir
  107. Continuando

    Para mim você pulou de paraquedas no nosso movimento. Com um blog, uma boa capacidade argumentativa poderia acrescentar muito à nossa luta e acelerar o nosso ritmo. No entando prefere desfazer de nós, nos julgar como manipuladores e manipulados, ofendendo a nossa integridade moral e o nosso direito de escolha.

    Tenho muita pena de você! Deve ser uma pessoa muito carente, mal amada e solitária, pois vê o mundo apenas pela sua ótica individual. Pena também da nossa categoria que vai perdendo pessoas que poderiam ajudá-la, que poderiam acrescentar, mas no entanto...

    Outra coisa: nunca me importei muito com correntes filosóficas. Hoje entendo que elas existem apenas para que sejam identificadas as ideias das pessoas dentro do movimento ajudando o grupo a se organizar de acordo com as ideias comuns. Percebi que você também não tolera isso. Saiba que desde que iniciei a minha militância no sindicato sempre admirei e respeitei as pessoas que pensam diferente de mim. Acho extremamente normal e natural. Graças a Deus recebo deles o mesmo comportamento, isso nos faz companheiros, nos faz irmãos. Penso que lutar coletivamente seja isso e não sairmos por aí atirando pedras contra os outros só porque eles pensam ou fazem coisas que eu não concordo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aceitar tudo passivamente não contribui com o "coletivo". As ideias e os ideiais de todos devem ser respeitados, ainda mais quando vemos nossa profissão cada vez menos valorizada. Algo está errado e por que não querer mudar?

      Excluir
    2. Cara anônima gostaria que você nos mostrasse alguma vitória do nosso sindicato durante esses anos, pois não me lembro de nenhuma, Uma vitória basta para eu concordar com você.
      O sindicato perde até "jogo da velha" na justiça. Se não entendeu sobre o jogo da velha, vai cuidar de galinhas porque você não serve para ser uma professora.
      Ah! E seja mulher ou homem suficiente e assina os seus comentários.
      Combatente que é combatente não se esconde atrás de anônimos.

      Helena, Uberlândia

      Excluir
    3. Nossa,como você fala bonito!!!!! Essa fala já deve ter embromado muitos companheiros naqueles conselhos, que não deixavam nem a categoria apresentar propostas,elas já chegavam prontas nas reuniões, lembra disso????? Agora,que tal se identificar, para ficar mais bonito ainda o seu papel de proteger seus afins??????

      Excluir
    4. Concordo plenamente e assino embaixo. Esse blog ta me dando azia que nem o anastasia... Toda vez que leio esse blog encontro post que me deixam angustiada, pois só bla bla bla e divisão da categoria. Primeiro professores contra serventes escolares, ATB, ASB... depois efetivos X efetivados e vice-versa... agora blog do Euler e cia X sindicato. E nada de propostas, nada de ações só divisões e desuniões. Que categoria mais desunida e difícil essa nossa! E a gente vai ficando descrente e desanimada! Prontofalei!

      Lourdes-

      Excluir
  108. Euler.
    É definitiva sua candidatura a Presidente do Sind Ute ou são apenas especulações?
    Abraços.

    ResponderExcluir
  109. Enquanto o sindute nao faz nada, o governo trabalha a mil por hora: http://www.hojeemdia.com.br/noticias/politica/escolas-divulgam-carta-antigreve-1.406275

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que o sindicato não faz o mesmo, agora com uma arrecadação maior devido ao subsídio,vamos colocar propaganas na tv, cartazes,outdoors...
      Preferem tomar banho de lama em Araxá!!!

      Excluir
  110. Sim à alternância de poderes, não ao subsídio.
    Alguém tem notícia do contracheque da reposição? O pagamento sai mesmo no dia 17?
    Agradeço se alguém me responder.
    Adoooooooooooooooooooro os comentários do professor Euler e pretendo conhecê-lo pessoalmente para apertar-lhe a mão e dizer-lhe olhando em seus olhos o tamanho da admiração que sinto por ele.

    ResponderExcluir
  111. Anônimo que é militante do sindicato.Me admiro você também estar aqui escrevendo tantas besteiras e ofendendo a pessoa que esteve sempre na luta com todos nós.Ninguém aqui saberia das mazelas e erros do sindicato se não fosse este espaço.Não julgue para não ser julgado.Se você concorda com todas as malfeiturias do sindicato, parabéns, continue .É seu direito como é meu direito de concordar com Euler.Não estamos aqui brigando, dividindo, aparecendo, candidatando a qualquer coisa.Não , estamos aqui colocando nossas insatisfações (que já duram tantos anos) para que possamos refazer nossas idéias e continuar lutando.Mas você deve estar enfurecido poque percebe que Euler é honesto e transparente.Jamais disse algo que não fôsse verdade.Jamais omitiu uma verdade.Humildade passa neste homem que diga-se de passagem é muito bem resolvido.Talvez quem deveria rever eanalisar as atitudes seria o sindicato.Que está mal representado, mau acessorado, mal em tudo.Só não deve estar mal financeiramente pois existem milhões de filiados (ainda).Bem não adianta atacar psicologicamente e moralmente este comandante pois ele é o que é.VERDADEIRO.

    ResponderExcluir
  112. O que fez o sindicato????TUDO...mas TUDO errado.Será que "errar é humano" mas por 30 anos???? permanecer no erro é burrice.Penso que quem defende o sindicato deveria continuar filiado e esperar nova greve, juntamente com CNTE e afins.Eu queo minha carreira de volta e meu piso .Fico com quem pensa e luta com o mesmo objetivo e não querendo e realizando congressos da "morte" deus está mostrando mesmo por vias tortas , mas ele sabe onde quer chegar, que congressos não é par este fim.Sim para congressar idéias para as devidas reivindicações da classe .Pressões psicologicas não adiantam pois O companheiro deste blog é muito bem resolvido.Não afetará em nada esta pressão.Admiro este homem mesmo sem conhecê-lo.è evidente a posição honesta, legítima dele.E mais evidente ainda o caráter incorruptível dele.Engraçado hoje no nosso mundo está tão difícil homens dessa extirpe...Oh Céus !

    ResponderExcluir
  113. Olá pessoal,

    Ao
    Anônimo das 05:05

    "VAMOS DESFILIAR E ABRIR UMA CONTA PARA O NDG, USAREMOS O DINHEIRO QUE ERA DESCONTADO NAS LUTAS PROMOVIDAS PELO NDG.FICAREMOS ASSIM LIVRES DOS PEQUENOS FAVORES PRESTADOS PELO SINDICATO".
    _____________ faço das suas as minhas palavras!

    Governo e SINDUTE transformaram nossa categoria em pocilga. Não tenho medo de botar a cara para fantoche de sindicato infiltrado nas reuniões no SINDREDE me execrar.

    Gastaram uma fortuna para servidor que não participou de greve fazer turismo. Digo e provo! Vocês é quem deveriam sair do anonimato e pôr a moleira no sol na Pça da Estação ou em dias de feira hippie informando a população sobre o descaso do Governo em relação a educação ao invés de curtir férias. Vocês se borram só de ouvir "radicalização. Onde os defensores do SINDINÚTIL estavam quando o pau cantou na Pça da Liberdade? Dandara, MST, entre outros só são lembrados quando precisam engrossar nosso movimento, principalmente, em dias de assembleia.

    Vocês não diferem em nada da "Turma do Chapéu". Aliás, estão aprendendo direitinho com os algozes tucanos a perpetuar na gestão. São todos farinhas do mesmo saco.

    Não sustente parasitas! Vote contra o PSDPRÊ e contra os Petralhas.

    ResponderExcluir
  114. ...

    Já desfiliei e, assim como o colega Petronio, só participarei de atividades que não envolvam a logomarca do SINDUTE. Não sou boi de piranha de vocês nem tão pouco do Anastazista. PSDPRÊ e PETRALHAS SÃO FARINHAS DO MESMO SACO.

    Não sustente parasitas! Vote nulo!

    ResponderExcluir
  115. MINAS AVANÇA!! DEIXEM SEUS COMENTÁRIOS NO JORNAL O TEMPO


    Assassinatos crescem 74,7% em Minas
    Dados são de 2001 a 2007; especialista diz que realidade é a mesma atualmente
    Publicado no Jornal OTEMPO em 14/02/2012
    Avalie esta notícia »

    Um estudo divulgado ontem pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) mostrou que Minas está na contramão da região Sudeste e do país quando o assunto é registro de homicídios. Segundo o levantamento Situação Social nos Estados - Minas Gerais, entre 2001 e 2007, os mineiros acompanharam o crescimento de 74,7% no número de assassinatos de homens entre 15 e 29 anos. No mesmo período, o Sudeste registrou queda de 37% na mesma estatística enquanto no país, as estatísticas de violência caíram 7%.

    Os dados do Ipea mostram que, em 2001, a média de homicídios em Minas era de 45,5 mortes para cada 100 mil habitantes. Em 2007, foram 79,5.


    O levantamento tem como fonte a Rede Interagencial de Informações para a Saúde, que reúne dados de diversas organizações especializadas, como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    Segundo o texto da pesquisa, o indicador sobre homicídios envolvendo homens nessa faixa etária dá um panorama da violência urbana, já que é esse público o que mais morre no Brasil, principalmente em decorrência do tráfico de drogas.


    Para o sociólogo Luís Felipe Zilli, pesquisador do Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública (Crisp), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o índice não só era preocupante na última década, como voltou a subir em 2011. "No último ano, houve um aumento de 25%, segundo dados do próprio governo", afirmou o estudioso. Até a noite de ontem, a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) não havia informado o número de homicídios dos últimos anos e ninguém quis se pronunciar sobre a pesquisa.


    Zilli disse ainda que a capital mineira registra atualmente 32 homicídios para cada 100 mil habitantes, enquanto a cidade de São Paulo, por exemplo, tem uma média de dez mortes. "Os dados mostram que Belo Horizonte é uma cidade extremamente violenta", completou. Segundo ele, os crimes ocorrem normalmente nos mesmos lugares, nos mesmos horários e envolvem pessoas com um mesmo perfil social. "Por isso, o governo precisa investir em medidas mais eficazes de prevenção", explicou.


    O porte ilegal de arma é uma das causas. No último dia 5, o motoboy Paulo Márcio dos Santos, 22, foi morto por militares após sair de casa armado e ameaçar a ex-mulher em uma pizzaria da capital. "Vi a arma no quarto do meu filho e pedi para ele parar com isso. Mas ele disse que era só para se proteger", contou o aposentado Osmar Alves dos Santos, 56.

    Pobreza

    A pobreza extrema, quando a renda per capita é inferior a R$ 67,07 por mês, caiu de 9% para 3% em Minas de 2001 a 2009. Os dados têm como base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Pnad/IBGE). No mesmo período, houve um aumento de 39,4% na renda per capita dos mineiros, de R$ 452,9 para R$ 631,2, crescimento além da média nacional e também acima do Sudeste.

    ResponderExcluir
  116. Alessandro- Araguari (MG)14 de fevereiro de 2012 13:33

    Verificando comentários de muitos colegas acima que se gabam em dizer "desfiliei do Sindicato", com certeza muitos que se desfiliam são da turma que procura o sindicato, ou quando tem colegas que trabalham na mesma escola somente para saber das informações.
    Eles esquecem que o Sindicato é uma pessoa juridica formada por professores onde quem contribui tem direito a voto e que muitos abrem mão desse direito, por comodismo, preguiça e desinformação, pois é só verificarem nas atas de votação e ve a quantidade de pessoas que votam na maioria dos casos tem que pegar professor no laço para poder votar.
    Quem sabe os invés de fazer o papel do governo em desqualificar o sindicato, monte uma chapa em sua subsede concorra na eleição ( pois o interesse e tanto dos colegas que em muitas subsedes há somente chapa ùnica), tente mudar a conjutura.
    Ao invés de utilizar o nome de SINDINUTIL tente torna-lo SIND UTIL, pois qdo utiliza o nome de SINDINUTIL ele talvez ache que está desqualificando o Sindicato, está se desqualificando você tbem.
    Muitos que estão reclamando da greve de 112 dias, se brincar não parou nenhum dia pois não podia atrapalhar as férias dos filhos, ou porque não podia perder a semanda de Outubro, ou outras desculpas esfarrapadas que sempre terão.
    A classe de trabalhadores da Educação nunca terá valor pois e a classe mais desunida que há, pois muitos por interesses próprios não participa da LUTA.

    ResponderExcluir
  117. Euler,

    Estaremos sempre com você.

    Você tem sido muito leal, digno e ético na defesa de nossa causa.

    ResponderExcluir
  118. Alessandro- Araguari (MG)14 de fevereiro de 2012 13:43

    Recado ao pessoal preocupado com a Lei 100: Sou Professor não pedi para entrar na Lei 100, irei fazer o concurso, largar de ser mesquinho pelo uma vez na vida, na questão da resolução bastava a escola ter bom - senso na distribuição das aulas, sou a favor que o efetivo escolha em primeiro lugar, mas já que somos a classe mais unida muitos preferem polemizar do que tentar resolver, verificando que muitos colegas reclamam pelo quantitativo das aulas, verifico o tanto que muita gente é mal informada, se uma pessoa faz Concurso Público por uma certa carga horária que no caso é 24 aulas ele tem que ter direito as 24 horas, ao invés de ficar reclamando porque não verifica na escola se há salas superlotadas, pois todos nos sabemos que a educação é considerada com despesa, use o celular tire uma foto das salas superlotadas e publiquem, ai começaram aparecer as vagas

    ResponderExcluir
  119. Atenção!

    Pelegos e "TI do anastazista"!

    Não tentem porque não conseguirão aparecer em cima do companheiro Euler.

    Anonimo(a) seja homem e poste seu nome. Euler, rompa com o sindicato também e vamos pra cima do Governo, CUT e CNTE. Esse conluio precisa ser desmoralizado. Temos capacidade de articulação e já provamos isso. Estou disposto a pagar o mesmo valor de contribuição se o NDG organizar uma nova entidade sem partidos políticos ou executivo anelídeo.

    A chance é agora! Vamos dar um chute no traseiro desses lacaios e reorganizar nossa seara.

    Nõ sustente parasitas! Vote nulo!

    ResponderExcluir
  120. Alessandro- Araguari (MG)14 de fevereiro de 2012 14:06

    Muitos colegas acham porque contribui com o Sindicato, não prescisa fazer a sua parte, acha que o Sindicato tem a obrigação de levar informação a sua casa, e que por isso não prescisa lutar pelos seus direitos, se a sua Subsede não está funcionando, não é ficar no blog reclamando faça valer o seu direito leia o estatuto do Sindicato, para poder trocar a direção faça outra eleição sei lá se virem arrume uma solução, ao inves de ficar reclamando, vá nas reuniões do sindicato para fazer os seus direitos, fique atento.
    ao invés disso qual é a solução de muitos ficar reclamando
    Caso alguém discorde de mim por favor identifique para eu poder argumentar, pois Anônimo é muito dificil

    ResponderExcluir
  121. CARO COLEGA , QUEM NÃO PARTICIPOU DA GREVE FORAM VÁRIOS DIRETORES DO SINDICATO , DESFILIEI E TE DIGO ESTOU NO ESTADO DESDE DE 2002 E PARTICIPEI DE TODAS AS GREVES E DO PRIMEIRO AO ÚLTIMO DIA.OBSERVAÇÃO:GREVE NOS DOIS CARGOS E ACOMPANHANDO TODAS AS ASSEMBLEIAS E PARTICIPANDO INCLUSIVE DE TODAS AS ATIVIDADES INCLUSIVE AS MAIS "RADICAIS"QUE SEMPRE FORAM DESPREZADAS PELA DIREÇÃO.SEI QUE O SINDICATO TEM PAPEL FUNDAMENTAL EM NOSSA LUTA , MAS O QUE OS SINDICATOS LIGADOS AS CENTRAIS SINDICAIS VEM FAZENDO , NÃO É LUTAR PELOS DIREITOS DE SUA CATEGORIA , MAS SIM DEFENDER POLÍTICAS PARTIDÁRIAS DE PARTIDOS .EXEMPLO : PT/CUT - PDT/FORÇA SINDICAL E ETC...

    Assinado : Professor da rede estadual de MG.

    ResponderExcluir
  122. Oi Euler Gostei de seu quetionamento sobre os hoteis, pois fiz o mesmo aos colegas da Caravana de Ipatinga a respeito DE ALGUNS DIRIGENTE IREM DE AVIAO e eles de onibus, e por que a diferença de hotel que eles iriam passar, seria "FARA COM DINHEIRO DO SINDICALIZADO"? Fica ai o questionamento pois na minha opiniao igualdade começa com bons exemplos.

    ResponderExcluir
  123. Euler, e a representaçao ao STF? Está pronta? Temos que continuar com nossa luta pois os de cima nunca param de nos massacrar. E se pararmos, aí sim, seremos privados dos poucos direitos que nos restam, se é que ainda temos algum...a sim, me lembrei, temos o direito de ficar calado...massacrado... parece que em Minas está valendo aquele ditado "Manda quem pode, obedece quem tem juízo." Será que conseguiremos reverter este lema do nosso desgoverno?

    Lobo Guará

    ResponderExcluir
  124. Olha, desde 1979, o início de tudo: da primeira greve, das primeiras organizações do sindicato, já se via as mesmas cenas vistas nesse congresso realizado em Araxá em 2012: TUDO COM CARTAS MARCADAS VISANDO BENEFICIAR SOMENTE AO PARTIDO POLÍTICO PT e almejar os cargos políticos.Quando li o post, lembrei-me de 79 e dos demais anos de greve. E tantos anos depois NADA mudou.Triste foi constatar isso. Trabalhar efetivamente em prol dos professores é apenas um detalhe, um motivo para trabalhar a política partidária petista. Os professores sempre foram e serão massa de manobra nas mãos da direção desse sindicato, ou melhor, ditadura sindical.É um sindicato que não aceita mudanças, gente nova, novos pensamentos e atitudes. Tudo é um circo armado,imutável, com tudo previsto, determinado, frio e calculista. E sempre foi assim: "aos especiais, tratamentos especiais"; trocas de favores pelas trocas de dinheiro;mordomias para quem eles querem ter por perto e que acham que têm poder de manipulação e influência;e o pior, todos votam de acordo com a direção sempre, mesmo sendo contrário de suas idéias. Parecem que os delegados sofrem uma lavagem cerebral e que não representam ninguém. NUNCA, NUNCA,NUNCA mais com essa direção arcaíca como a desse sindicato, os professores irão conseguir algo. Todas as questões importantes para os professores(questão salarial por exemplo) não é relevante para eles. A direção/sindicato petista só querem e fazem o que a cúpula do partido deseja e determina manipulando os professores, fazendo oposição e barulho a qualquer partido que esteja no poder. Com isso, os professores saem perdendo sempre. Cabe aos professores se organizarem melhor, ter novas cabeças pensantes, mentes abertas e sem vícios criarem um novo sindicato e partir para a luta em benefício da classe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O triste é saber que a sede central sind-ute é PT e as subsedes, na sua maioria, PSTU. E vários colegas aqui deste post são PSTU fanáticos. E nós apartidários como ficamos? Estou achando que a maioria dos blogueiros aqui, não todos, estão de politicagem, isso mesmo, briga política, PTxPSTU!

      Cida

      Excluir
  125. Engraçado.Não sou filiada a 10 anos , participo de todas as greves.Detesto falsidades e hipocrisia.Odeio desvio de dinheiro.quero matar quem inventou a corrupção barata neste país.Fiz dois concursos e passei em todos.Estou aposentada em um dos cargos e breve estarei no outro.O que falo e acho que a maioria senão todos aqui é sobre as atitudes do sindicato principalmente ano passado na greve e agora depois.Cansamos de expor aqui sobre as inutilidades do sindinutil e nada foi feito até agora de concreto.Tudo que fizeram (errado) perderam.Ficam pensando em outras coisas e as mais importantes não fazem nada.Onde está o tal escritório de advocacia ???mas tem que ser um bom pois dinheiro tem.Nada de escritório como o Euler postou aqui as impressões dele sobre isso.Vamos acordar pessoal.Caiam na realidade.Vocês defendem porque estão usufruindo do mesmo.Eu não tenho rabo preso .Eu não sou a favor de partido político nenhum.Aliás sempre anulo meu voto.Não adianta falar que devemos eleger outra chapa se não estamos satisfeitos com a subsede.Não é isso pois acontece as mesmas coisas depois.Queremos um sindicato que não se envolva com outras coisas e que nos defenda com tudo pois afinal quem paga é justamente para isso.Mas o dinheiro é usado para outras finalidades menos em prol da categoria agonizante.Não adianta defender sindicato pois já vimos que não acontece nada .Somente uma desfiliação em massa vai fazer aparecer os puxa sacos e vir aqui defender o que não tem defesa.Estão errados e a muito tempo estamos aqui alertando sobre isso.Agora chega .Eu não sou filiada e estou feliz com isso.Não foi com meu dinheiro que tudo aconteceu nesse congresso de morte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Congresso de morte? Pegou pesado hein cara colega!

      Conceição

      Excluir
  126. Olá, turma da luta!

    Boa tarde!

    O mal amado aqui (rsrs) vai se dirigir aos bravos e bravas guerreiras do NDG para dizer algumas palavras. Minhas palavras, de quem, como cada um dos 400 mil educadores, tem o que dizer.

    Vejam, colegas, nós temos todo o direito de questionar as atitudes dos dirigentes sindicais, pois são os responsáveis por aplicar ou não aquilo que defendemos. Teoricamente o sindicato somos todos nós, mas na prática não é bem assim. Alguns se julgam os donos do sindicato e usam a máquina da entidade para servir aos interesses eleitorais, políticos e partidários.

    Ou será mera coincidência a data do congresso, a cidade escolhida, com o lançamento da campanha do movimento Minas Sem Censura?

    O fato é que o que a categoria conquistou ao longo dos últimos 30 anos está sendo consumido e solapado em função deste atrelamento da direção sindical ao partido do governo federal. Sou contra isso, por isso critico. Sou contra também que o sindicato se torne esteira de reprodução de qualquer outro partido ou grupo. Todos têm o legítimo direito de disputar e divulgar suas políticas e ideologias junto aos trabalhadores. Mas considero um equívoco atrelar a máquina de uma entidade de classe aos objetivos destes partidos.

    Vejam: não sou contra a existência dos grupos, partidos, e que eles participem das direções - o que aliás não acontece no sind-UTE, porque somente UM GRUPO se apropriou da máquina do sindicato há 30 anos. Bota ditadura nisso!

    E manipulam sim, ao sabor dos interesses deste grupo. De vez em quando dão uma de bonzinhos, abrem pequenas brechas, com rédeas curtas, mas depois recolhem e mostram a verdadeira face.

    Creio que temos o direito a uma democracia direta, dos trabalhadores, não controlada pelo grupo A ou B, mas realizada diretamente pela base da categoria. Podemos até eleger representantes, mas quem deve decidir prioridades, com transparência, com autonomia, é o coletivo dos trabalhadores da Educação, pela base.

    Eu falei da primeira intervenção que eu fiz durante o congresso, em defesa do nosso piso na carreira e contra a atualização do subsídio. Minha segunda intervenção ocorreu no grupo de conjuntura internacional e nacional, quando uma companheira da Conlutas defendeu que se aprovasse a responsabilização do governo federal, juntamente com o governo estadual e municipal de SP, pelo que aconteceu em Pinheirinho. Claro que o grupo da Articulação foi contra e disse que a responsabilidade era somente do prefeito de S.J. Campos e do governador de SP. E a maioria dos presentes votou na proposta da Articulação. Pedi declaração de voto, que a princípio foi negado por um dos diretores do Sind-UTE. Tive que subir até a mesa e garantir quase que na marra o meu direito de falar. E disse abertamente: que não devemos ter essa prática de condenar uns governos e poupar outros em função dos interesses partidários. O direito à moradia digna, assim como o direito ao nosso piso salarial - disse - é uma responsabilidade compartilhada entre as três esferas de poder - municipal, estadual e federal. Logo, o não pagamento do piso é responsabilidade de Anastasia sim, mas é responsabilidade da Dilma, também, pela omissão, e isso deveria ser dito em praça pública pelo sindicato.

    Claro que a CNTE, a CUT e a direção do Sind-UTE, todos controlados pelo mesmo esquema de poder partidário, não farão este tipo de denúncia. Para eles, só os governos estaduais dos tucanos são os culpados. E o MEC? E o governo Federal, a quem cabe exigir o cumprimento de uma lei federal que está sendo burlada pelos estados? Por que não aciona o MPF e a AGU para pedir, pelo menos, pedir - eu disse -, a intervenção federal nos estados que não pagam o piso corretamente?

    Logo, não tenho o menor receio em dizer aqui que a política da direção sindical do Sind-UTE, da CNTE e da CUT estão na linha da derrota dos movimentos sociais, que têm sido usados apenas para fins eleitoreiros.

    (cont...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EULER, vou lhe dizer com TODA A SINCERIDADE:
      - Você é um HOMEM ÍNTEGRO, figura RARÍSSIMA nos dias atuais.
      ***LEIAM, colegas (palavras do EULER no CONGRESSO do DESPERDÍCIO) (fiz questão de copiá-las):
      """Tive que subir até a mesa e garantir quase que na marra o meu direito de falar. E disse abertamente: que não devemos ter essa prática de condenar uns governos e poupar outros em função dos interesses partidários. O direito à moradia digna, assim como o direito ao nosso piso salarial - disse - é uma responsabilidade compartilhada entre as três esferas de poder - municipal, estadual e federal. Logo, o não pagamento do piso é responsabilidade de Anastasia sim, mas é responsabilidade da Dilma, também, pela omissão, e isso deveria ser dito em praça pública pelo sindicato.

      Claro que a CNTE, a CUT e a direção do Sind-UTE, todos controlados pelo mesmo esquema de poder partidário, não farão este tipo de denúncia. Para eles, só os governos estaduais dos tucanos são os culpados. E o MEC? E o governo Federal, a quem cabe exigir o cumprimento de uma lei federal que está sendo burlada pelos estados? Por que não aciona o MPF e a AGU para pedir, pelo menos, pedir - eu disse -, a intervenção federal nos estados que não pagam o piso corretamente?

      Logo, não tenho o menor receio em dizer aqui que a política da direção sindical do Sind-UTE, da CNTE e da CUT estão na linha da derrota dos movimentos sociais, que têm sido usados apenas para fins eleitoreiros.

      - Pensar que há pessoas aqui no blog que "ainda" insistem em justificar as "ações" do Sindicato (???)
      "Me ajudem, aí, gente!"

      Excluir
  127. (cont... Parte 2)

    Sei muito bem distinguir a entidade sindical e a direção sindical. Mas se perceber que a entidade está totalmente corrompida, engessada, sem possibilidades de alteração da política implementada - e que tem conduzido a categoria para derrotas - não terei o menor temor em discutir com os colegas da base a construção de alternativas. Não vou afirmar aqui que isso esteja colocado agora. Com o tempo, a gente se torna mais paciente. Mas a nossa paciência tem limite. A paciência da categoria tem limite. Se não perceber canais de abertura para um diálogo horizontal - não essa manipulação que presencio nos congressos -, de transparência na aplicação dos recursos do sindicato em favor da categoria; e a priorização das principais demandas que a categoria reclama, não tenham dúvidas que vamos fazer um apelo para refundar o sindicato.

    Para dificultar a disputa eleitoral, a direção (Articulação) rejeitou a proporcionalidade e aumentou para 40% a representação de subsedes para se inscrever uma chapa.

    Isso para mim é pura manifestação de arrogância e imaturidade dessa direção, que é incapaz de partilhar o poder decisório com outras forças e outras personalidades. Uma pena, para eles, porque a categoria não precisa estar submetida a estes golpes. Na hora que nós quisermos montar alguma organização, caso queiramos, não serão estes truques estatutários que vão nos deter. A história do proletariado e da humanidade está cheia de exemplos de organizações poderosíssimas que caem de podre, de partidos que são destruídos por traírem seus princípios de origem.

    Então este apego à máquina sindical e partidária é burrice, embora possa resolver, como alguns disseram aqui, os problemas pessoais de alguns e políticos profissionais. A CUT é um mau exemplo de como vários dirigentes se transformaram em deputados federais, conselheiros de estatais ou assessores de qualquer coisa dos governo federal, por terem servido ao partido a que pertencem.

    É preciso desconstruir essa prática e chamar a base da categoria para se auto-organizar e construir alternativas realmente comprometidas com os interesses comuns dos trabalhadores.

    Não vamos desanimar. Queremos o piso na carreira e queremos cada centavo do que nos foi roubado em 2011 com a redução salarial. Assim como queremos o pagamento integral das reposições, além do terço de tempo extraclasse. Entre outras demandas.

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    P.S.: Estamos de luto pelos colegas que perderam a vida no trágico acidente de ônibus. Aos familiares das vítimas, os nossos pêsames. E aos demais colegas que estavam no ônibus, desejamos uma rápida recuperação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Companheiro,que Deus lhe proteja e que continuemos firmes, pois o que você disse está nos anseios de toda uma categoria que já está cansada de ser PASSADA PRÁ TRÁS POR UMA INSTITUIÇÃO QUE FINGE QUE A PROTEGE, MAS NA HORA DE LUTAR DE VERDADE POR ELA, PULA FORA PARA PROTEGER POLÍTICOS QUE NÃO ESTÃO NEM AÍ!!!!!!!
      Não vamos desanimar, pois agora sinto que a nossa categoria vai partir para uma mudança, DOA A QUEM DOER!
      Abraços e muita energia positiva prá você

      Excluir
    2. APOIADO, ESTAREMOS SEMPRE COM VOCÊ.

      LEALDADE, DIGNIDADE, COMPETÊNCIA, JUSTIÇA E DEMOCRACIA.

      Excluir
  128. Apesar de mal amadado , vc disse tudo Euler.kkkkk

    ResponderExcluir
  129. Se todo MAL AMADO tiver essa capacidade de argumento, clareza e objetividade na exposição de suas ideias e, além disso uma enorme capacidade de ver por detrás dos olhos, acho que é melhor fundarmos o clubinho dos MAL AMADOS, quem sabe não daremos um rumo melhor aos inúmeros BEM AMADOS do planeta, porque até então devem estar vivendo SÓ de amor.

    ResponderExcluir
  130. Caro Prof Euler,

    Muitos, muitos estão com voce, acredite!
    Mas nada de refundar sindicato, temos que partir para organização nova que responda aos nossos anseios e seja livre e esteja em consonância como o tempo atual.
    Já esperamos demais e esse Congresso jogou a última pá de cal, enterrou nossas esperanças, não há como esperar qq ação positiva por parte do sindute, ainda mais que é ano eleitoral e as costuras e o toma lá da cá estão a todo vapor!Uma lástima!
    Faz muito tempo que o sindute/mg perdeu a credibilidade,quem tiver memória é só recordar!

    ResponderExcluir
  131. Olá Colegas,
    Estive no Congresso pela 1ª vez e também me decepcionei um pouco.
    Antes da real decepção vou narrar nossa saga para chegar ao congresso. O ônibus da minha delegação estragou no caminho de BH para Araxá e nos atrasamos muito para chegar. Ficamos direto para a abertura sem antes passar no hotel, pois ficaríamos a 125 Km de Araxá em Uberaba. Após uma linda abertura com várias saudações, homenagens, notícias e a linda fala do Leonardo Boff enfrentamos uma fila imensa para o jantar e depois que toda a delegação conseguisse vencer a mesma fila nos dirigimos para Uberaba. O motorista parou para concertar o ônibus que estragou 6 vezes no caminho. Chegamos no hotel por volta de 5h ansiosos por um banho e para nosso espanto não havia reserva para nossa delegação naquele hotel. Os diretores das duas subsedes que estavam no ônibus ligaram para os diretores estaduais, pois o gerente do hotel disse que só nos hospedaria com o pagamento a vista e a Marilda foi lá em Uberaba levar dinheiro. Todos fomos hospedados em dois hotéis e pudemos entrar no quarto por volta de 6h. O ônibus foi concertado e 12h saímos de Uberaba, chegamos em Araxá 14:20 almoçamos e fomos direcionados ao Grande Hotel por volta das 16h, pois um Congresso que ocorreu lá de Factoring (http://www.anfac.com.br/congresso-brasileiro-de-fomento-mercantil/xi/palestrantes/index.php?p=2) acabou e sobraram algumas vagas a delegação foi dividida e parte foi para o hotel Dona Beija. Por volta de 18h o ônibus buscou a delegação para voltar ao congresso, como a última atividade prevista na programação era a Caravana do Minas Sem Censura às 17h resolvi ficar no hotel e descansar, pois na noite anterior havia dormido cerca de 3h e estava muito cansada, mas infelizmente depois descobri que a palestra sobre o Piso estava atrasada e se tivesse voltado teria dado tempo de assistir.

    ResponderExcluir
  132. Como vocês já viram eu não participei do Congresso no sábado, pois os transtornos causados em parte por desorganização e em parte pelo excesso de inscrições desnecessárias, pois o Congresso não precisava de 2612 participantes. A Beatriz nos pediu desculpas por mais de uma vez.
    No domingo fiquei no Grupo 6 que discutiu Estrutura Sindical, tema complexo, logo no início uma colega deu o grito, literalmente e disse que estávamos sendo feitos de bobo, pois tudo estava indo muito rápido e não era possível entender nada. Ela foi aplaudida e a Feliciana, que estava coordenando a mesa, desacelerou as discussões. Como todos já sabem várias delegações ficaram longe e sempre chegavam atrasadas e por isso não tinha representantes da primeira resolução e começamos a discussão pela 2ª Resolução que era da Intersindical. Algumas coisas pareciam de má fé, como por exemplo dizer que tirar a palavra útil de 30 dias úteis para inscrição da chapa e acrescentar Ou Diretoria Estatutária junto a Conselho Geral como se fossem erros de gramática. Além disso para quem participa a 1ª vez de uma discussão com mais de 100 pessoas é difícil se manifestar. A 1ª foi aprovada, mas tendo a consciência de que foi uma grande redução do prazo e a segunda foi rejeitada. É inegável que as pessoas da Intersindical fizeram todo o possível para centralizar a discussão e impedir aos demais de participarem, mas achei que a discussão foi importante. Quanto a proporcionalidade não houve tempo para ser discutida dentro do grupo. Honestamente o que mais me chocou não foi a Intersindical querer centralizar a discussão, mas foi não haver pessoas que conheciam as regras do jogo e que impedissem que o jogo fosse jogado de qualquer jeito, por exemplo quando eu disse que deveríamos começar o debate da 1ª resolução uma pessoa me disse que não havia representante da resolução e me perguntou se eu queria representar a resolução eu nem sabia o que significava isso, agora já sei.
    Minha pequena decepção não me faz ter nenhuma vontade de desfiliar, pois uma coisa é o SindUte e o outra coisa é a Intersindical. É necessário que a base passe a conhecer imediatamente as regras do jogo e que disponibilize tempo a isso. Queremos um sindicato que nos represente, mas não queremos fazer nada por isso. Além disso temos uma base tão ..... que tenho medo de que muitos ao verem as deficiências da liderança queiram abandonar a luta. Acredito que a Intersindical possa ser te fato democratizada e que possa estar de fato aberta a ouvir e acatar as sugestões da base. Além disso, é preciso reconhecer que a figura da Beatriz é um grande ganho ela consegue cativar e aglutinar muitos que já não acreditavam em nada para a luta, é claro que só isso não basta, mas isso é muito e eu não vejo outra personalidade com a liderança e o carisma que ela tem.
    Por fim não tenho linha política definida e admiro muito os líderes que disponibilizam tempo ao sindicato é claro que muitos só fazem isso por motivos escusos, mas muitos de nós não disponibilizamos tempo algum a luta.
    Acredito que o momento não é de desfiliação, mas de enfrentamento coletivo ao grupo da Intersindical que quer fechar as portas do sindicato as novas ideias. Parabenizo ao Euler que consegue dedicar seu tempo para manter um espaço aberto a discussão como este blog.

    ResponderExcluir
  133. Muito triste com o acidente. Pessoas que são de luta deveriam ser eternas. Que Deus as abençoe por todo o bem em que lutaram por nós. Sei que será apenas um breve adeus. Meus sentimentos aos familiares.
    --------------------- 8 -------------------------
    Quanto ao Sind-UTE, sempre suspeitei que somos vendidos baratinho. O PSDB "nos comprará" enquanto sindicato mole, mole. O melhor escritório do Brasil pra melhorar subsídio , brincadeira ! Vamos motar uma chapa forte, Euler,urgente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O MELHOR ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA DO BRASIL???

      Brincadeira de mau gosto ou,

      incompetência geral.

      ACOOORRDAAA SINDICATO, FICA ESPERTO.

      MELHORAR O SUICÍDIO???

      Excluir
  134. Olá Renata,

    Muito esclarecedor seu depoimento e veio confirmar, uma vez mais, a falta de planejamento que impera no sindicato. Quando das assembléias é uma balbúrdia, há votantes que nem são sindicalizados e a desculpa é sempre a falta de tempo, etc etc.
    Se o Congresso tinha mesmo prioridade de acontecer em fevereiro,??!!) pq não organizaram melhor? Pq não levantaram as vagas disponiveis na rede hoteleira para depois marcar a data do congresso? É um desrespeito tirar pessoas de suas casas para um congresso e hospeda-las há mais de 100 km de distancia!
    To pasma!
    E triste com as mortes de colegas e de uma criança!
    Trágico demais!
    Ana C

    ResponderExcluir
  135. Um grande abraço aos companheiros (as) !

    O anônimo das 4:32 PM postou um vídeo que poderia servir de exemplo para o NDG.
    Esta deveria ser a nossa atitude quando essa emissora reacionária fizesse suas reportagens tendenciosas e falaciosas.

    Outra ação seria seguirmos uma equipe de reportagem da globominas - que entrasse com link ao vivo -, passar na frente da reportagem e dizer para o mundo ouvir : "desgovernador anastahitler, fora da lei, não paga o piso para os professores de Minas !"
    É só seguir um carro da equipe e aproveitar a oportunidade. A corja da globo não teria como editar, pois, tudo seria ao vivo.
    Pensem na ideia, pois, somos NDG.

    Força na luta sempre !

    André buzina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande idéia, André Buzina.

      Excluir
  136. Gente,
    Alguém poderia me dizer se a Beatriz Cerqueira é ou foi Professora na Rede Estadual?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  137. A PROPORCIONALIDADE É A PORTA DE ENTRADA DOS TUCANOS. QUEM CAPITANEOU A LUTA PELA PROPORCIONALIDADE FOI A CTB, CENTRAL LIGADA AO PC DO B, QUE EM BH APÓIA 100% O MÁRCIO LACERDA.TANTO QUE ATÉ JÁ ASSUMIRAM A SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES, COM O ZITO VIEIRA.E MÁRCIO LACERDA É APOIADOR DO ANASTAZIA E AECIM DO PÓ.

    ResponderExcluir
  138. "Agora você dedica mais tempo falando mal do nosso sindicato, criticando a nossa organização sindical do que criticando o governo. Que aberração, rapaz!"
    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$
    ANONIMO, GANHOU QUANTO OU QUE CARGO PARA DIGITAR ISSO?
    O QUE PROPOPONHO E SEMPRE FALEI É QUE NÃO ME DESFILIAREI PORQUE NÃO VOU SAIR PERDENDO E ACHO QUE A GENTE DEVE NO FIM DE TUDO, PROCESSAR TAMBÉM O SINDINUTIL PELAS DERROTAS E PERDAS QUE SOFREMOS NA CARREITA. PERDAS E DANOS CABE BEM AQUI, AVISA LÁ... MASSA DE MANOBRA É IGUAL A FALSIDADE IDEOLOGICA. CONSERTEM A NOSSA CARREIRA POIS ESSE SINDICATO ESTÁ NOS LEVANDO PARA A SENZALA DE ONDE SAIMOS. QUALQUER UM QUE SABE UM POUCO DE HISTÓRIA DO BRASIL VE ISSO. NOSSO SALARIO MAL DA PRA ALIMENTAR, MORAR MUITO MAL E MANTER VIVOS PRA SERMOS FORÇA DE TRABALHO. PARA QUE SERVE UM SINDICATO QUE FAZ A GENTE PERDER DIREITOS ADQUIRIDOS? BIA PODE MOSTRAR QUE É UM DE NÓS E FAZER COM QUE O SINDUTE SEJA UTIL A NOSSA CATEGORIA E FAÇA O QUE SUGERIMOS: MANDADO DE SEGURANÇA QUANDO DA VOTAÇÃO DO PISO EM BRASILIA , A GENTE PEDIU E DEIXARAM VENCER O PRAZO LEGAL. A GENTE PEDE ADVOGADO PARA LUTAR PELO PISO VEM COM MELHORIA DE SUBSIDIO, FAZ ME RIR... QUERIA ACAMPAMENTO EM BRASILIA NÃO ACEITARAM SUGESTAO NÃO TINHA RECURSOS E FIZERAM CONGRESSO. TUDO ERRADO. A GENTE PAGA A MAQUINA DO SINDUTE E TEMOS DIREITO A VOTO E VOZ, SÓ ISSO. EULER SEMPRE DEFENDEU O SINDICATO, AGORA ELE VIU QUE ESTOU CERTA E AGORA ESTÁ FALANDO A MINHA LINGUA POR QUE ELE SENTIU NA PELE EM ARAXÁ O QUE EU SENTI QUANDO AS RESPOSTAS TODAS AS MINHAS SUGESTOES FORAM NÃO E ATÉ POR DUAS VEZES BATERAM O TELEFONE NA MINHA CARA NO SINDINUTIL. QUERO MINHA CARREIRA DE VOLTA E QUERO O MEU PISO SALARIAL. QUE DEUS DE VIDA E SAUDE PARA NOS POIS DO JEITO QUE ESTAMOS SENDO MASSACRADOS ESTOU PENSANDO QUE NÃO TEREMOS FORÇAS SUFICIENTES PARA ESPERAR TAL ACONTECIMENTO. EULER SE BENZE MEU FILHO.

    ResponderExcluir
  139. EM TEMPO: MONTAR*

    ResponderExcluir
  140. AnônimoFeb 14, 2012 06:17 AM
    Concordo com os companheiros que já perceberam que o Euler Conrado não passa de um professor desorientado que nem ele mesmo sabe o que é, não sabe o que quer e nem onde quer chegar...

    ESSE ANONIMO QUE ESCREVEU ISSO VEIO OFENDER NOSSO EULER NÃO DEIXE PESSOAL!COM CERTEZA NAO É ALGUÉM QUE FÊZ 112 DIAS DE GREVE.EULER NÃO DÊ OUVIDOS!PENA DO EULER? TENHA PENA DE VC MESMO SUJEITINHO(A) DESOCUPADA QUE NÃO É CAPAZ DE POR NOME E FOTO NO COMENTÁRIO. MARLI DE G.V

    ResponderExcluir
  141. A incompetência e a falta de organização não são mais características restritas à SEE, pelo visto de tanto a direção do SINDUTE se envolver com a tchurma da SEE acabou sendo contaminada por essa epidemia institucional.Pelo amor de Deus, tratem de arranjar um antídoto.

    ResponderExcluir
  142. PresTenção:
    Deborah Falabella foi paga para encenar e atuou como atriz nada mais! Muito fácil redigir carta aberta a ela que apenas realizou seu trabalho, que com certeza, deve ter sido muito bem remunerado.

    Agora, um desafio à Direção do Sindute:

    Redigir, publicar e divulgar, amplamente, uma carta aberta à Presidente Dilma e ao ministro da Educação, autoridades que deveriam ser as primeiras responsáveis pelo não pagamento do piso por estados e municípios!
    Odeio o Anastahitler!!!!
    Mas, Atacar só o psdprê é cômodo!
    E o Tarso Genro, gov do RS do PT?
    E outros diversos que tb não pagam o piso ?

    Afinal, o que adianta Lei Federal,Decisão do STF, Parecer da Procuradora Federal, se tudo continua como dantes no quartel de abrantes?
    Ana C

    ResponderExcluir
  143. A CATEGORIA PODE SE ORGANIZAR ATRAVÉS DAS REDES SOCIAIS

    Caros colegas professores,

    após ler muitos comentários aqui, pelo menos algo positivo se desponta no horizonte: a categoria está começando a entender que não podemos confiar no sindicato, que supostamente nos diz defender.

    De fato, todos estes anos de perdas, perseguições e abusos contra o professor estadual por parte do estado, com a passividade do sindeute-MG, fez com que se levantasse uma rejeição sem precedentes a este pseudo defensor dos professores.

    Na minha escola, a voz de ordem é "desfiliação" em massa, pois após apanhar muito, sofrendo retaliações de todos os tipos, ficou muito clara a apatia do sindicato em não propor um programa de "contra-ataque" aos abusos do governo de Minas Gerais.

    Outra coisa que ficou clara para nós, professores, é o atrelamento politiqueiro do sindeute-MG com políticos de uma também suposta e pseuda oposição. Entretanto, uma rápida retrospectiva das nossas lutas, nos diz que este tipo de aliança partidarista tem feito muito mal aos professores. É que no final, somos sempre derrotados, enquanto estes deputados oportunistas, em conchavo com a direção do sindeute-MG, sempre levam a melhor, pois acabam sendo reeleitos, dando início a um novo ciclo de mentiras, politicagens, e promessas vazias. Enquanto isso, o professor continua a ser massacrado.

    Portanto, fica mais do que comprovado que um sindicato que se preza e que cuida dos direitos dos trabalhadores que o compõem, deve ser livre, desatrelado de qualquer que seja o partido político. Do contrário, tanto o sindicato quanto a categoria só servirão de plataforma política para estas sanguessugas se reelegerem.

    Portanto, proponho que continuemos nossa campanha de desfiliação em massa pois, talvez assim, consigamos recuperar as perdas que temos acumulado durantes décadas. E para isso, temos a mídia informal, as redes sociais para nos organizarmos como classe, como categoria forte, programar ações em conjunto, com a participação de todos. Estes espaço aqui, o Blog do Euler, tem sido prova contundente que não precisamos de um sindicato conivente, passivo e politiqueiro.

    Greve já!

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
  144. De boas intenções o mundo está cheio! Peguem no arado e trabalhem! Estarei acompanhando o resultado desses que covardemente viram-se contra os seus aliados atacando-os ofensivamente. Devem mesmo ter a chave da sabedoria, vão coordenar e atuar da forma desejada por todos nós. Sucessos! Estarei aqui para usufruir dos benefícios que não conquistei mesmo tendo lutado duramente.

    Não se esqueçam: vocês são humanos e se decepcionarão com certeza. Estejam preparados para isso. Talvez entre vocês mesmos haverá alguma tolerância possa existir.

    Sucessos!

    ResponderExcluir
  145. Me parece que a estratégia do sindicato está de acordo com as intenções partidárias do PT. Se o sindicato pode ajuizar ADIN ou PEDIDO DE INTERVENÇÃO FEDERAL no estado porque não fazê-lo ainda mais que o governo federal é petista e o sindicato é ligado a CUT.

    A CNTE assim como o sindicato e a presidente da República podem entrar com o ajuizamento de ADIN ou PEDIDO DE INTERVENÇÃO FEDERAL, por que não o fazem uma vez que o PT detém o poder em âmbito federal? O que está por trás dessa não intenção de fazê-lo? Será aí a tentativa de se perpetuar no poder na base de conchavos políticos com grupos reacionários travando e domesticando a luta popular levando a sociedade ao atraso e fazendo valer as práticas neoliberais que privilegiam os interesses dos grandes capitalistas nacionais e internacionais? Me parece que para viabilizar o último questionamento passa por atrelar os sindicatos submetendo-os ao seu controle governamental, algo feito com muita eficácia por Getúlio Vargas que tinha um carisma muito grande o que possibilitava a ele fazer uso disso e estabelecer seus planos populistas.

    Se formos considerar o fiel da balança temos a faca e o queijo nas mãos pois a lei nos é favorável, e nada, nada, sendo assim temos que desconfiar e muito.

    ResponderExcluir
  146. GOVERNADORES XPROFESSORES
    .NA POSSE DE MARIA DAAS GRAÇAS FOSTER NA PRESIDÊNCIA DA PETROBRÁS, ONTEM, OS GOVERNADORES SÉRGIO CABRAL(RJ), JAQUES VAGNER(BA), ANTÕNIO ANASTASIA(MG), CID GOMES(CE) E RENATO CASAGRANDE(ES) PEDIRAM AO PRESIDENTE DA CÃMARA, MARCO MAIA, PARA COLOCAR EM VOTAÇÃO PROJETO QUE REDUZ O PISO NACIONAL DOS PROFESSORES. O REAJUSTE EM 2012 SERÁ DE 22%. OS GOVERNADORES QUEREM QUE O PARÃMETRO SEJA O INPC, QUEDARIA UM AUMENTO DE 6%.
    FONTE: jornal o globo do dia 14/02, pág. 02.
    marcia/carangola

    ResponderExcluir
  147. Colegas,
    Sindicato mantém o SUBSÍDIO ( 1% )

    A notícia que me desagradou foi saber que o tal advogado(escritório) é ligada à CNTE e que o dito cujo defende a permanência do SUICÍDIO. A exemplo da fala da fala do bloco Minas sem Censura que vai propor na ALMG a correção de nosso subsídio no percentual de 22%. Proposta que sabemos nasce morta. Por aih nós observamos o compartilhamento de informações entre o SINDICATO, A CUT, A CNTE e O PT/PMDB ESTADUAL/FEDERAL.
    O sindicato se calou esse tempo todo articulando-se para promover o congresso. Nossas lutas ficaram em segundo plano. Congresso praquê? Para se arrumarem, para se defenderem de uma futura possível candidatura de uma chapa forte, sem grandes interesses partidários/sindicais, na busca de uma base forte, sólida e unida verdadeiramente na defesa de nossos interesses e direitos.
    Ficou evidente hoje, o que eu já previa, o sindicato subjugado pelo governo, calado, omisso, preparando junto à CNTE o nosso enterro, velando a categoria com uma proposta indecente e imoral: fortalecimento do subsídio. Proposta indecorosa que a meu ver nunca deveria ter sido feita naquele plenário, ou ter sido vaiado por pelo menos 1 hora.
    Onde estava Beatriz quando precisamos de ti?
    Bem articulada, a direção estadual, conduzida majestosamente pela nossa líder "boazinha", "atenciosa", etc e tal, organizou as duas greves, articuladas com várias entidades "amigas" e partidos "amigos", colocou a massa na rua, e, depois de muitas lutas entregou o movimento. Usou e abusou dos grevistas, gastos imensos com ônibus, diárias, mídia, imprensa, etc, para mostrar ao povo mineiro que o governo não aplica a lei. O povo não tá nem aí. rsrs. Passados esses meses a população nem se lembra da greve. Sabem aliás que Minas tá muito bem, paga bem aos professores, aos policiais, é um governo bom.
    OS DIRETORES ESTADUAIS ARTICULADOS QUEREM MAIS DINHEIRO NO CAIXA, POR ISSO, QUEREM IMPOR O SUBSÍDIO, AFINAL, 1% DE CADA FILIADO, VAI ENCHER O COFRE.
    Ninguém fala da nossa contribuição sindical descontada em março. Afinal de contas, onde está o dinheiro e com quem ele ficará?

    ResponderExcluir
  148. PUTADO "Duarte Bexiga",
    urinou na cara dos professores. Foi o ARTICULADOR-MOR.
    Agora, com a CATEGORIA totalmente desprotegida,
    está rindo à toa,
    (característica de um homem "à-toa").
    Mais um que está MARCADO para "pagar"
    PELO SOFRIMENTO DE MILHARES DE FAMÍLIAS.
    Todos eles estão na OBSERVÂNCIA dos SERES DE BEM.
    Gente, isso é muito sério.
    Aguardem.

    ResponderExcluir