quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Profissionais da Educação de Minas estão indignados - e muitos, desanimados - com a realidade de choque de confisco imposta pela atual gestão


Profissionais da Educação de Minas estão indignados - e muitos, desanimados - com a realidade de choque de confisco imposta pela desastrosa gestão do afilhado do faraó

O atual governo elegeu a categoria dos educadores como o grande alvo de destruição. Já havia sido assim na gestão anterior, do faraó, que congelou os salários dos educadores durante oito anos. Tanto assim que o piso salarial dos professores foi considerado, em 2011, o mais baixo no Brasil: R$ 369,00. Enquanto outras carreiras, como a da polícia, tem sido contempladas com reajustes acima da inflação (nada contra os aumentos de outras carreiras, apenas comparamos), os educadores tiveram, nos oito anos de gestão do faraó que se apresenta como candidato a presidente da república, uma tremenda redução no poder de compra.

A propaganda oficial, paga com o nosso dinheiro, diz o contrário e com isso pode até enganar aos incautos, além de silenciar a mídia com os trocados que arrancam do nosso salário confiscado. Mas, não enganam a todos o tempo todo. Já mostramos aqui inúmeras vezes que o governo de Minas na era do choque de gestão, tanto o anterior quanto o atual, tem sido o maior carrasco que os educadores mineiros já conheceram na história recente do estado.

A situação se agravou em função de uma lei federal - a Lei do Piso - prevista na Carta Magna e voltada para valorizar os profissionais do magistério como condição para oferecer uma educação pública de qualidade para todos. Ao invés de aplicar a lei federal, o governo de Minas e muitos outros simplesmente trataram de burlar esta lei. Alteraram os planos de carreira existentes para deixar de aplicar a lei. A norma federal mandava adaptar a lei estadual às regras da lei federal, e não alterar o conteúdo das leis estaduais para sonegar o piso na carreira. O que se fez foi isso. Mudaram as leis estaduais a ponto de esvaziar completamente o conteúdo da lei federal, de forma a torná-la letra morta. É como se não tivessem aprovado uma lei do piso, já que sua pseudo aplicação teve o efeito inverso.

O piso salarial nacional, cujo conceito e essência é salário inicial, vencimento básico - conceito este reafirmado por decisão irrecorrível do STF -, foi alterado no estado para a condição de remuneração total em forma de subsídio. Uma afronta à lei federal e à decisão do STF. Assim, tudo o que os educadores conquistaram em matéria de gratificações foi simplesmente abolido para que o valor total do subsídio pudesse ser apresentado enganosamente como estando o governo cumprindo a lei federal.

Os números, contudo, falam por si: para pagar o piso corretamente, o governo teria que investir, em 2011, algo próximo de R$ 3,7 bilhões; ao contrário, para pagar o subsídio, o governo investiu no máximo R$ 1,4 bilhão. Isto antes da redução salarial imposta a 153 mil educadores. Uma cidade administrativa e meia foi confiscada do bolso dos 400 mil educadores na ativa e aposentados. Isto sem falar nas demais consequências da nova lei do governo para os educadores: carreira congelada até 2016, reajuste de apenas 5% em abril de 2012, quando o reajuste do piso nacional deve ficar na casa dos 22%; destruição, enfim, da carreira dos educadores em Minas.

A gestão do governador-professor concluiu a obra demoníaca do seu padrinho político, voltada para arrasar a perspectiva de uma adequada valorização dos profissionais da Educação. E quem perde com isso não são apenas os 400 mil educadores, mas acima de tudo, os milhões de alunos, especialmente os de famílias de trabalhadores de baixa renda, que deixarão de receber um ensino público de qualidade a que têm direito.

Não esperem por educação de qualidade com profissionais desmotivados, mal tratados, espoliados, zombados pelo governo, e mal remunerados. Muitos, infelizmente, têm abandonado a carreira. A maioria, contudo, mesmo permanecendo no quadro da Educação, e lutando para mudar esta realidade, está desmotivada em relação ao ofício que escolheu. O profissional da Educação, assim como o profissional da segurança pública, ou da Saúde pública, não é um servidor a cumprir missão voluntária. Não. O educador é um profissional e precisa ser respeitado enquanto tal, coisa que os governos em geral não o fazem, e este governo em especial, muito menos.

A forma como o governo de Minas na atual gestão tratou os educadores é digna de registro histórico de mau exemplo a ser condenado por muitas gerações. É modelo a ser estudado para ser combatido e afastado do nosso meio. A truculência, a arrogância, a mentira, além da contumaz prática de confisco de direitos e de salários. O despotismo mais descarado. É uma vergonha o que aconteceu com os educadores no ano de 2011.

Um professor com curso superior recebeu, em média, nos últimos seis ou sete meses, não mais que um salário mínimo, quando muito. O mesmo governo que puniu 153 mil educadores que deixaram o subsídio, através da redução salarial, obrigou estes mesmos educadores a voltarem para o subsídio sem devolver um centavo do que retirou destes profissionais. Algo imoral e indecente, além de ilegal.

Mas, Minas Gerais se caracteriza também, cada vez mais, por não ter instituições que funcionem como um estado democrático de direito e uma república séria, enquanto parte de uma federação nacional subordinada às leis federais. Aqui, o Ministério Público não existe, quando se trata de cobrar do governo de estado o cumprimento da lei. Ele atua como autarquia do governo, e com isso negando as atribuições que lhe são próprias. Por aqui também não funciona a assembleia legislativa, conhecida como assembleia homologativa, tal a sua característica de dizer amém a tudo o que o governador e seu grupo impõem. Numa noite apenas, sem terem sequer lido o substitutivo do governo enviado para aquela casa, destruíram a carreira dos educadores, cassando direitos adquiridos, debaixo de grande vaia, e sem demonstrar o menor respeito pelos eleitores que os colocaram lá para que atuassem enquanto defensores dos interesses da população pobre, e não meros carneiros e pau mandados do governo, como têm se comportado.

Aqui em Minas também existe uma grande imprensa que é a negação do direito de liberdade de imprensa, de opinião e de expressão. Não fosse a Internet, seguramente o governo de Minas estaria 100% blindado contra qualquer crítica, como aliás, aconteceu durante a gestão do faraó. Procurem uma única crítica de fundo ao governo anterior na grande mídia e não encontrarão. Mas, vocês encontrarão a informação informal de que o referido governo gastou cerca de R$ 1 bilhão com publicidade com esta grande mídia.

Infelizmente, este desprezo aos educadores não é apenas regional, mas nacional. E isto talvez contribua para que ocorra este desânimo de muitos colegas. Muitos acreditaram que a presidenta da república (república com r minúsculo mesmo, propositadamente) cumpriria a sua promessa de campanha de valorizar os educadores. Promessa feita inúmeras vezes, e não cumprida. A presidenta esteve em Minas Gerais durante a nossa greve de 112 dias. Encontrou-se com a coordenadora do sindicato da categoria. Recebeu um relatório com a realidade da educação em Minas. Não houve qualquer providência ou manifestação da presidenta. Foi omissa, tanto em Minas quanto em 22 outros estados cujos profissionais da Educação também fizeram greve para cobrar um direito constitucional: o piso salarial nacional.

As próprias centrais e confederações e sindicatos que representam os profissionais da Educação têm agido com dois pesos e duas medidas, em prejuízo dos educadores. Como estão ligados a um partido político que governa estados e o país, agem ao sabor desses interesses, alheios aos interesses de classe dos profissionais da Educação. 2011 era o ano para se convocar uma greve geral nacional, exigindo inclusive a federalização da folha de pagamento dos educadores, arrancando assim, das mãos de governantes regionais, tão importante direito dos cidadãos. O direito ao ensino público gratuito e de qualidade para todos. Mas, isso não aconteceu, pois contrariava interesses.

É este o quadro com o qual convivemos. Um governo estadual que fez da Educação e dos educadores o alvo da destruição e o meio de sanar os débitos do estado - os confiscos nos nossos salários estão financiando a quebradeira de Minas Gerais. Uma direção sindical sem condições de esboçar uma reação, tanto no campo jurídico - com uma assistência adequada para enfrentar os imorais ataques do governo -, quanto no campo político, dada às limitações impostas pelo esquemão PT-CUT-CNTE-entidades sindicais. E no âmbito nacional, um governo federal preocupado em apresentar números macro econômicos favoráveis, enquanto despreza áreas essenciais como a Educação básica e a saúde pública.

Talvez Minas - assim como o Brasil - esteja carente de uma revolta popular. De uma rebeldia dos de baixo, de uma revolução como queiram, mas de um grande movimento social que dê um fim a este estado de coisas, voltado para esmagar os de baixo, enquanto os de cima repartem entre si o bolo confiscado dos nossos bolsos.

Mas, advirto aos governantes e seus financiadores e beneficiários: não desprezem a capacidade de ação e resistência dos de baixo. A história da humanidade não autoriza ninguém a subestimar a força que emerge da indignação causada pelas injustiças. E os profissionais da Educação estão sendo tratados com crueldade e injustiças. A resistência e os protestos certamente brotarão desta realidade dramática que o governador-professor e sua equipe, como continuação do governo do faraó, estão plantando em Minas Gerais. Seguramente, vão colher o que plantaram.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***

116 comentários:

  1. Caros colegas !
    Anexo SEPLAG ,Caderno 4, Retorno Posicionamento Subsídio -Art 2 e 16 -Lei 19.837,de 02/12/2011, fiquei ANEI-Nível 1-Grau M ,como janeiro de 2011-MG de 27/12/2011.Absurdo !!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Euler.
    O que você escreveu é tudo o que o profissional da educação está sentindo.
    Estamos desmotivados sim,e eu sinto que minhas esperanças estão esgotando,talvez seja isso que o governo quer,mas realmente não temos com quem contar,acredito que é você que ainda mantém a chama acesa em nós educadores....
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Euler!O que devemos fazer para compor outro sindicato? Sabemos que esse não tem competência para nos representar, talvez se elegêssemos um a quem confiassêmos as coisas andassem. Proponho você para diretor como representante de nós professores.qQue tal? a cada dia mais e mais te admiro: pelo comprometimento em nos informar o que tá acontecendo; pela força que nos proporciona quando estamos desanimados... enfim por tudo que tem feito. que os anjos do Senhor acampem ao nosso redor.FOOORÇA!!!! bjs Vania Recreio

    ResponderExcluir
  4. PROCUREI NO TAL ANEXO E NÃO VI NADA DE CONTAGEM OU PARQUE INDUSTRIAL.´SERÁ QUE NÃO PERTENÇO MAIS A ESTE SEM VERGONHA DE QUADRO DE PESSOAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS??/NÃO VI NADA .

    ResponderExcluir
  5. Enquanto isso, o sindicato está em silêncio, porque os funcionários viajaram para alguma praia para descansar, com o 13º em dia, com os salários em dia... porque ficaram cansados de tanto trabalhar em proveito próprio... ou será que alguém "ainda" não percebeu que fomos ingenuamente manipulados numa greve política?

    ResponderExcluir
  6. VEJAM PARTE COMENTÁRIO PORTALSERVIDOR

    “Não é possível haver governo e prestação correta e boa de serviços públicos se não tivermos o servidor dedicado e motivado. Acho fundamental a valorização dos servidores”, ressaltou Antonio Anastasia. Em 2003, as despesas do Executivo com o funcionalismo eram de R$ 7,5 bilhões. A estimativa para este ano é de que elas cheguem a R$ 19 bilhões.

    HORA, SE EM 2003 NOSSO SALÁRIO ERA 660,00 ENTÃO HOJE DEVERIA ESTAR EM PELO MENOS 1.662,00 SEM FALAR QUE O AUMENTO DO FUNDEB FOI MUITO GRANDE.

    ESTÃO NOS ROUBANDO.

    O valor mínimo investido por aluno este ano pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) terá um reajuste de 21,2% frente ao aplicado em 2011, passando de R$ 1.729,28 para R$ 2.096,68. No total, o Fundeb deve investir este ano R$ 114,3 bilhões na educação básica pública, um aumento de 19,12% frente ao valor de 2011 (R$ 95,9 bilhões).

    ResponderExcluir
  7. Capitão Euler, Bom dia!

    É surpreendente a frieza desse governador perante a destruição que se alastra por Minas Gerais!!!
    É um menino mimado brincando com a vida das pessoas.
    Ele vai acabar com o funcionalismo mineiro! Começou pelos professores e deu certo. Acho que o reizinho tomou gosto e quer afundar Minas.

    ResponderExcluir
  8. O objetivo do desgoverno é que todos os profissionais da educação abandonem a carreira para que seja tudo terceirizado!

    ResponderExcluir
  9. marcospachecao pouso alegre4 de janeiro de 2012 09:53

    olhem no blog da renata pimenta(pmmg), deputados alugando carroes sem limite de kilometragem e não é carro popular não só importadaooo mesmo e a materia que globo nao passa mas que foi divulgado por um jornal ANASTASIA PAGA CONTA ELEITORAL DE 2010,isto é de indignar, já que o memso baixou uma resolução DITATORIAL sobre AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS, assim descrito:
    o governador Antonio Anastasia (PSDB) baixou resolução com recomendações aos agentes públicos. “Configuram-se condutas proibidas, ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta, usar materiais ou serviços, custeados pelos governos, ceder servidor público para comitês de campanha eleitoral e fazer ou permitir uso promocional em favor de candidato de distribuição gratuita de bens e serviços de caráter social, custeados ou subvencionados pelo Poder Público”, diz o texto da resolução.A norma proíbe transferências de recursos para prefeituras e entidades de administração indireta municipal durante o período de 7 de julho ao fim da eleição. Recursos de obras em andamento, com cronograma prefixado ou para atender situações de emergência devidamente comprovada poderão ser liberados.

    ResponderExcluir
  10. Alguém sabe me dizer onde estão os reposicionados de Contagem no anexo???procurei e não encontrei nada de Contagem.

    ResponderExcluir
  11. Anônimo
    Olhei o reposicionamento...Que tristeza, que vergonha...2012 será o meu ano do faz de conta:fingem que pagam e me respeitam, finjo que trabalho...

    ResponderExcluir
  12. Apsosentada indignada. Todos temos o direito de chorar, sentir raiva e desânimo diante dos feitos do "Roi Soleil" de Minas. Este sujeito realmente outorgou a si o título: " l'état c'est moi! DESANIMAR JAMAIS!!! Mas uma coisa é certa: estas tristes figuras que ocupam o poder não são eternas. Todos somos efêmeros. Continuemos as denúncias. Estou indo para o interior e lá faço o meu trabalho juntamente com outros colegas: desmentir o 'aócio" e o desgovernador de plantão. Ninguém acredita neles. Euler, seus comentários e análises esclarecem aqueles que "são ingênuos" e fortalecem a luta. Muita força. Gde abraço.

    ResponderExcluir
  13. Euler Tenho um ano e alguns meses ainda p/ trabalhar e vou ser sincero a tristeza é tanta que só não desisto de tudo porque tenho meus filhos para estudar ,sou viúva e não tenho com quem contar. Só peço a Deus que faça justiça com esses que nos tem prejudicado tanto,minha situação é difícil mas vejo aqui pessoas com situação ainda pior.Já passei por situações muito difíceis em minha vida e consegui superar.Tenho fé em Deus que vamos sair dessa vitoriosos também.Agora o que deixa a gente aborrecido é quando aparece governador e secretárias com tanta coragem para tentar nos enganar.Será que eles acham que estão conseguindo e que nos vamos acreditar depois de tudo que fizeram? A vontade que tenho é de não pisar mais em minha escola para trabalhar. Só peço a todos estudantes que pretende fazer licenciatura, mude de idéia enquanto é tempo, não vale mais o sacrifício de estudar para viver a situação que estamos vivendo. Um abraço, tudo de bom .Deus é maior!

    ResponderExcluir
  14. Euler, concordo com o que disse em quase tudo. O desgoverno Aécio/Anastasia vem destruindo a educação e a carreira dos Professores e temos de combater isso. Nas próximas eleições devemos denunciar todos os candidatos apoiados por este governo e por deputados que votaram pela destruição da educação pública.
    No entanto, não vejo como a presidenta da república poderia internvir nesta questão, a não ser conversando, pois, estados e municípios tem autonomias. O fato do desgoverno Aécio/Anastasia não cumprir a lei, é responbilidade do Ministério Público e de decisão judicial num país democrático. Mesmo que em tese não estamos num país verdadeiramente democrático. A lei foi feita para recuperar um pouco as perdas dos Professores ao longo da carreira e a mesma foi considerada constitucional pelo STF. Agora cabe ao ministério público e à justiça fazer cumprí-la. O que atrapalha em muito as lutas sociais neste país é as disputas entre as esquerdas. Com isso, quem vem ganhando são as elites. Precisamos repensar melhor nossas estratégias. Heloísa Helena, por exemplo, criticou tanto o PT eagora pode se filiar ao PPS que apoiou Áecio, Serra e, agora ao Anastasista. Marina Silva, recentemente, almoçou com o Filho do Roberto Marinho e mais alguns empresários.
    Não acho que o governo do Presidente Lula foi uma maravilha, assim como, o da Presidenta Dilma, mas com certeza estaríamos muito pior se fosse um tucano.

    ResponderExcluir
  15. Euler,

    Vi no seu contra chegue que não foram descontadas as paralisações de novembro nem o horário tartaruga.... No meu veio o desconto completo,... Vc saberia me dizer pq??

    ResponderExcluir
  16. Olhem no Portal do Servidor, no 'Histórico Funcional", todos já podem ver o nível e o grau para janeiro de 2012. Voltei uma letra. É desanimador. A coisa é pior do que se imagina. Agora é esperar 2 anos para recuperar a letra? Só Deus!

    ResponderExcluir
  17. Euler !
    É absurda a situação , o servidor receberá em fevereiro o vencimento de janeiro de 2011,isto se não foi posicionado grau menor. esse Governo está caíndo de maduro.Estou muito revoltada,precisamos de um grupo maior para contratar um Advogado da justiça administrativa .

    ResponderExcluir
  18. Parece que já estamos todos reposicionados, porém do mesmo modo de janeiro de 2011. Para confirmar basta acessar o portal do servidor e selecionar histórico funcional. Mais uma vez fomos enganados.A luta continua, DEUS é o nosso guia, venceremos !!

    ResponderExcluir
  19. Olá, pessoal da luta!

    Bom dia!

    Quero esclarecer alguns pontos levantados pelos colegas:

    a) sobre o reposicionamento, parece-me que o que se encontra no portal ainda não é o definitivo. O governo simplesmente reposicionou a todos no sistema do subsídio, de acordo com a condição de janeiro de 2011. Canalha, pois nos reduziu salário e agora nos retorna à mesma condição sem nos devolver o dinheiro roubado!

    Contudo, o novo reposicionamento sairá, segundo a tal carta da Secretaria da Perseguição e Tortura Psicológica (recuso-me a tratar este órgão como sendo da educação), a partir do dia 20 de janeiro de 2012. Vamos aguardar. Sabemos apenas que este reposicionamento será como já tentamos explicar aqui: com base na tal tabela do Anexo V da nova lei do subsídio - lei estadual 19.837/2011. O valor encontrado na tal tabela é o valor total para 2015. A diferença entre o valor de 2015 e o subsídio de janeiro de 2011 no qual você se encontra posicionado será escalonado (parcelado) em quatro vezes - um 1/4 do valor por ano. E toma congelamento de salário, pois ninguém poderá obter nova progressão ou promoção na carreira até 2016;

    b) o anônimo das 10h38 me pergunta por que o salário dele veio com o desconto da operação tartaruga e o meu não. É provável que se trate de encaminhamento da folha de pagamento por parte da secretaria da escola. Pode ficar tranquilo que mais dia, menos dia, a faca cairá sobre o meu contracheque com novo corte, pois eu pessoalmente anotei no livro de chamada o corte referente à redução feita;

    c) ao combativo colega Marcos das 10h36. Talvez você não saiba, mas eu votei na presidenta Dilma para derrotar a direita encarnada no Serra; não me arrependo, mas isso me dá ainda mais o direito e o dever de cobrar o que ela prometeu. Numa outra realidade, teremos que analisar o que fazer. O ideal é que tivéssemos uma alternativa à esquerda destes dois projetos: do PT e do PSDB, já que ambos, guardadas as diferenças que você mencionou, têm aplicado o receituário neoliberal. Quanto as candidatas Marina Silva e Heloísa Helena, não é o fato delas terem criticado o PT que fez com que elas jantassem com a direita. A maioria das lideranças do próprio PT almoça, janta, toma café da manha e dorme com figurões da direita. Se queremos mudar, devemos construir a autonomia de fato do movimento social, dos de baixo, para enfrentar os de cima.

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    Euler

    ResponderExcluir
  20. Uma coisa é certa, temos que acabar com a raça dessa gente do PSDB e com todos que o apoiam, até o último dia de nossas vidas. Não podemos dar trégua, deixemos de ser carneirinhos, também, votar nessa gente pensando em vantagens como serviço para o filho, o neto, e parentes nas prefeituras etc, etc, chega de querer levar vantagem, que tomemos uma postura e sejamos dignos com nós mesmos. Todos em campanha contra este governo e toda a sua gangue.

    ResponderExcluir
  21. Gostaria de saber porque vc nunca publica meus comentários. fiz alguns meses atrás, um referente aos efetivados, que trabalham tão bem ou porque não dizer melhores do que alguns efetivos e que também aderiram à greve e sempre são criticados por alguns colegas só porque fizeram concurso. Já disse uma vez e repito, concurso não mede conhecimento, teoria é fundamental mas a prática é essencial. o outro comentário feito no dia 03/01/2012 foi em relação a desfiliarmos todos de uma só vez do sindicato e formarmos um que verdadeiramente preocupa conosco da educação.
    INHAPIM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se concurso não mede conhecimento, porque os efetivados não passaram nos dois concursos anteriores...balela...outra ação do desgoverno...efetivar sem concurso...

      Excluir
  22. Hélio Costa via twitter:

    Ministro Haddad vai anunciar novo piso salarial dos professores antes de deixar pasta. Minas, que não paga o atual, vai ter de cumprir lei.

    ResponderExcluir
  23. Haddad anuncia o novo piso para professores antes de deixar o MEC

    Antes de se despedir do MEC rumo à eleição paulistana, Fernando Haddad (PT) deverá faturar com o derradeiro gesto de visibilidade de sua gestão: o anúncio do novo piso salarial para os professores.
    O ministro planeja anunciar o patamar de reajuste do piso nacional até o dia 15 de janeiro, que pode atingir 22% --de 2010 para 2011, o salto foi de 15,85%.
    O governador Wilson Martins vai se assustar quando o MEC divulgar nos próximos dias qual será o novo piso nacional dos salários dos professores.
    Atualmente, o mínimo a ser pago a um professor da rede pública é de R$ 1.187. Para deixar o MEC e seguir o caminho da prefeitura de São Paulo, o ministro Fernando Haddad pretende dar um reajuste de 22%, aumentando para R$ 1.448.
    O reajuste de 2011 foi de 15,85%. O Piauí vinha descumprindo o piso, o que motivou uma greve de professores no início do ano passado.

    ResponderExcluir
  24. Quem semea vento colhe tempestade. 3X8 e sua cambada, o dia de vcs chegará e o preço cobrado será muito alto.

    ResponderExcluir
  25. Anônimo das 12:21. Se vc tivesse que dedicar meses de estudo para conseguir um cargo na educação tenho certeza que vc também não acharia justo equiparar um efetivo através de concurso público de provas e títulos com um efetivado funcionário que simplesmente adquiriu uma vaga pública através de politicagem onde visava simplismente ganho de voto (duvido se a maioria dos efetivados não votou nesse desgovernador). Quem determina se concurso tem peso ou não é a Constituição Federal e não desgoverno querendo ganhar votos através de promoções ilegais como essa.

    ResponderExcluir
  26. GRAÇA:

    Prof Euler,,

    Enviei-lhe e-mail perguntando sobre o documento para o MPF, pois pretendemos participar da ação, de saída já temos 190 colegas prontos para aderir. acredito Há que se achar uma saída na justiça federal para nosso caso.

    ResponderExcluir
  27. PROF EULER,

    CONFIAMOS EM VOCE E AGUARDAMOS O DOCUMENTO PARA O MPF!PRECISAMOS NOS UNIR E INICIAR A BATALHA JÁ EM FEVEREIRO, MANIFESTAÇÕES EM TODO O ESTADO E EM BRASILIA! E O SINDICATO VAI TER QUE BANCAR AS DESPESAS, AFINAL O DINHEIRO É NOSSO!

    SINDICATO COM VIÉS POLITICO PARTIDÁRIO DÁ NISSO! SÓ AGE EM INTERESE PROPRIO E AGORA A PRIORIDADE SÃO AS ELEIÇÕES! POR ISSO ESTÃO CALADINHOS, ORGANIZANDO CONGRESSO EM ARAXÁ! O GRANDE PALCO PARA OS POLITIQUEIROS DE PLANTÃO!

    INACREDITÁVEL!

    ResponderExcluir
  28. Relembrando...
    GILBERTO ABRAMO
    PRB
    Belo Horizonte, Contagem, Ribeirão das Neves, Betim, Medina, Santa Luzia, Montes Claros, Vespasiano, Ibirité e Sabará.

    Pastor da Igreja Universal. Deveria ser o maior interessado no bom funcionamento da Escola Pública já que os membros da sua igreja quase em totalidade dependem do ensino público. Além disso, negou o princípio da justiça, ensinamento fundamental dos Evangelhos.


    GUSTAVO CORRÊA
    DEM
    Almenara, Capelinha, Mutum, Itambacuri, Buritis, Belo Horizonte, Arinos, Medina, Teixeiras, Conceição do Mato Dentro, José Gonçalves de Minas, Goiabeira, Cuparaque, Nacip Raydan, Chácara, Divisópolis, Formoso, Cachoeira de Pajeú, Aricanduva, Divisa Alegre, Dores de Guanhães, Dona Eusébia e Piedade de Ponte Nova.

    Esse deputado envergonha a ALMG. Procurado por uma equipe de profissionais que questionavam um projeto de lei e a atuação do deputado, Gustavo Corrêa afirmou que ele como deputado é um office boy de luxo do governador. Afirmou ainda que não pode contar muito com o salário que recebe como deputado, pois a maior parte desse dinheiro é para fazer festas para os eleitores, senão, não se elege novamente. Sem comentários!

    ResponderExcluir
  29. Euler, não me leve a mal. Eu concordo com você em muito do que disse, inclusive, que o nosso sindicato deixe de fazer politicagem em detrimento da classe. Concordo, que os movimentos sociais também devem manter autonomia. O PSDB anunciou que para as eleições de 2012, lançará 300 candidatos oruindos do sindicalismo. Não vejo como um sindicalista possa apoiar um partido e até fazer parte deste, se é o partido que quer destruir o serviço público e os direitos trabalhistas.
    A questão que coloquei é que para que a presidenta Dilma interfira na questão do desgoverno Aécio/Anastasia teria de decretar intervenção no estado. Acho que teríamos de contratar um bom escritório de advocacia para defender nossos interesses, visto que o Ministério Público só existe em MG de fachada e nenhum compromisso com a legalidade, assim como o TJMG. Também não consigo entender porque o sindicato é relutante na contratação de advogados competentes. Eu tenho minhas dúvidas em relação aos advogados do Sind-UTE. Eu mesmo já fiz a tempos atrás no seu blog uma denúcia que o advogado que atuava para o Sind-UTE para não anular o concurso de 2002, requerido pela APPMG, atuava também representando esta entidade.
    Muitas pessoas do PT são mais PSDBistas que petistas. Posso citar alguns: Fernando Pimentel, Reginaldo Lopes, entre outros. E seria hipocrisia minha dizer que muitos não estão comendo nas mãos dos donos da mídia. A Minha crítica em relação a Heloisa Helena e a Marina Silva, é que criticaram o PT pelo mesmo motivo entre outros. As divergências é salutares. Toda unanimidade é burra. Temos que cobrar sim, conforme você disse. Contudo, não vejo como responsabilizar o governo federal por um governo de estado estar fora da lei.

    ResponderExcluir
  30. AI QUE ÓDIO! consultei o meu posicionamento no portal do servidor... eu era PEB1 F e voltei para PEB 1 A. conclusão: COM 21 ANOS DE EFETIVO EXERCÍCIO VOU GANHAR O MESMO VALOR DE UM PROFESSOR INICIANTE, OU SEJA: R$ 1.122,00 E NADA MAIS... ONDE ESTÁ A VALORIZAÇÃO PELO MEU TEMPO DE SERVIÇO?
    VONTADE DE SUICIDAR OU DE MATAR UM. MALDITO GOVERN A DOR

    ResponderExcluir
  31. Euler, esta realidade dramática que o governador plantou em Minas Geraisestá causando indignação até mesmo em pessoas que ñão são professores.Sou casado com professora e tenho uma irmã professora. De tanto conviver com o sofrimento delas passei a sofrer junto.A partir de setembro de 2011 minha esposa entrou em depressão e sua cura está sendo impossivel diante de tal situação.Passei a ser leitor assíduo do se blog em busca de notícias que possam amenizar nosso sofrimento.Aproveito este espaço para dar um recado ao deputado Rômulo Viegas: olha deputado durante sua campanha trabalhei muito junto ao Reilson e fiz tudo para que você fosse eleito.Em troca você foi uma das figuras de destaque junto ao governador para prejudicar os professores.Como tenho muita influência na política< nas eleições municipais quero detonar aqueles que estiverem com seu apoio. para isto já mudei de partido.Me aguarde, traidor.

    ResponderExcluir
  32. A confusão proposital... como pode?
    Iniciei a carreira de professora em março de 1992, trabalhei sem interrupções... em 2012 no reposicionamento passo de PEB3B PARA PEBIA.
    o que isto significa?

    ResponderExcluir
  33. Euler adorei o termo" Secretaria da Perseguição e Tortura Psicológica"- SPTP. Acrescento outro que penso ser também apropriado - SEE: "ça veut dire" Secretaria do Estado de Exceção. JESUS ESTÁ NA CAUSA! Meus cumprimentos. Força na luta!

    ResponderExcluir
  34. Euler como aposentada fico indignada com as mentiras destes "atuais proprietários da província MG". Estou na luta. É só nos comunicar o que a categoria pretende fazer. Ainda não vi o valor que receberei. Pedirei a JESUS que me dê calma. É TUDO MUITO NOJENTO!!!FORA PSD...Barbaridades...

    ResponderExcluir
  35. COLEGAS ATENÇÃO!Liguei para a ouvidoria do Estado,Atendimento ao Servidor, 0(xx)3139153380.Horário: de 8h. às14h.Lá me informaram que este,ainda não é o posicionamento definitivo.Este só irá sair depois de publicado o Decreto referente ao mesmo.Só foi publicada a Lei.O tal Decreto sobre a emenda do subsídio 2 ainda não foi publicado. O posicionamento correto só sairá depois do dia 20 de janeiro.Não entendi muito bem,mas ela disse que temos que aguardar.Regina. Sete Lagoas.

    ResponderExcluir
  36. Concurso para o Senado Federal,segundo grau com salario de 13 mil reais. Um professor com mestrado um decimo disso.Parece que o dinheiro esta muito mal distribuido. Professores aposentados vamos participar mais desta luta,ja sofremos muito mas podemos ajudar mais. Em 2012 vamos mostrar a nossa forca.

    ResponderExcluir
  37. EULER, VÁ ATÉ A PAGINA DESTE LINK QUE ESTA A BAIXO E VEJA O QUE DIZEM OS ADVOGADOS DO RIO GRANDE DO SUL ,TALVEZ VOCÊ POSSA ENTRAR EM CONTATO COM ELES E, ASSIM TRAZER UMA SOLUÇÃO PARA NÓS AQUI DE MINAS GERAIS.


    http://www.clicdireito.com.br/materia.asp?titulo=professor_estadual_obtenha_na_justica_o_reajuste_de_seus_vencimentos_com_base_na_lei_do_piso_nacional

    ResponderExcluir
  38. COLEGAS, estou bastante preocupada com a situação da Beatriz. Não acho que ela tenha sumido à toa. Penso que estamos pré julgando e isto não é legal. Eu sabia de antemão que esta corja do Governo não a deixariam impune.Viram agora a perseguição com o Rogério Correia? O Blog da Cris sumiu e não tardarão a dar cabo do Blog do Euler.Vivi no tempo da Ditadura e isto está me assustando.Pior é se começarem a sumir pessoas.Não seria mais humano procurar saber com está a saúde dela a cabeça dela? Ela deve estar sofrendo prá caramba e precisando do nosso apoio.Deve estar sendo perseguida e ameaçada.Afinal ela lutou prá caramba ao nosso lado,teve um desgaste maior que o nosso,pois lutava na linha de frente e com a responsabilidade de 153 mil professores nas costas Ela, tanto quanto nós,foi cruelmente enganada.Aguardemos o desenrolar da situação.Tenho certeza que vamos nos surpreender e não quero ter remorso de nada.Tenho rezado pela proteção dela.Afinal sabemos do que estes urubus são capazes.Um abraço.

    ResponderExcluir
  39. será que vocês ainda não entenderam que o novo posicionamento só ocorrerá após 20/01 ou não leem os comentários dos colegas
    Parem de se torturar!!!! Descansem e fiquem furiosos depois.

    ResponderExcluir
  40. ACABEI DE ENVIAR UM EMAIL PARA O GABRIEL DO RIO GRANDE DO SUL.O ADVOGADO MENCIONADO POR UM SOFREDOR AQUI NESTE BLOG.PERGUNTEI SE ELE PODE PEGAR MINHA CAUSA.VOU AGUARDAR RESPOSTA.LI E ACHEI MUITO INTERESSANTE.ACHO QUE ME DEU MAIS UMA INJEÇÃO DE ÃNIMO.CADA VEZ QUE OUÇO ALGUMA NOTÍCIA DESTE TIPO, VOU ME ANIMANDO.ENGRAÇADO QUE ELE DISSE NÃO PRECISAR DO SINDICATO PARA ENTRAR COM DECISÕES COLETIVA.DISSE QUE É ATÉ CERTO PONTO MELHOR UMA AÇÃO INDIVIDUAL PORQUE CADA CASO É UM CASO.VOU AGUARDAR E ESTOU LOUCA PARA MANDAR MEUS DOCUMENTOS.VAMOS PESSOAL CHEGA DE CONVERSA.VAMOS CADA UM EMTRAR NA JUSTIÇA NEM QUE SEJA INDIVIDUAL.DEPOIS ENTRAMOS NESTA QUE ESTE EULER TÃO MARAVILHOSO ESTÁ NOS AJEITANDO.EULER VOCÊ É MIL.

    ResponderExcluir
  41. PRESTENÇÃO:

    CALMA PESSOAL! O ADVOGADO CITADO ESTA MAL INFORMADO!

    ENTREI NO LINK E ME DEPAREI COM INFORMAÇÃO INCORRETA SOBRE O VALOR OFICIAL DO PISO VEJAM:

    "decisão do STF tem um impacto tremendo em todo Brasil, pois isto significa que a partir de agora (o piso de 2011 esta em R$ 1.597,87) todo o professor estadual tem direito a ter seus vencimentos básicos reajustados com base neste valor."

    http://www.clicdireito.com.br/materia.asp?titulo=professor_estadual_obtenha_na_justica_o_reajuste_de_seus_vencimentos_com_base_na_lei_do_piso_nacional

    ResponderExcluir
  42. Anônimo de 08:41. O problema deste desgovernador é bem mais que frieza. Trata-se de um sujeito recalcado, perverso e que "pensa" para os outros seres que não são "iluminados" como ele. JÁ PENSOU? Dois "deuses" baixam dos céus e encontram a escravaria mineira que não sabe escolher seu próprio destino. Aí entram eles com os "alinhamentos estratégicos", 'gestores", "empreendedores" e muitos outros "ores" com "propostas e projetos do governo" que enchem o jornal MG com "aquela sopa de letras". Ninguém lê aquelas coisas. Alguém na escola se interessa em ler o MG? Uma xaropada que encanta apenas a eles. Penso que eles estão perdendo o rumo das "invenções",pois se enrolam e não sabem o que fazer com tanta criatividade que redunda em imprudência. Aguarde desfechos...

    ResponderExcluir
  43. Vamos fazer manifestações todos os sábados e domingos, para o mundo ver quem é anastasista.

    ou vamos continuar choromingando aqui?

    ResponderExcluir
  44. Ménage à trois

    Milton Nascimento
    Minas
    Craquécio Never
    _________________ O Deus baco tem nome: PSDPRÊ!

    Uma notícia está chegando lá do interior
    Não deu no rádio, no jornal ou na televisão
    Ficar de frente para o “mar”, de “costas” pro Brasil
    Não vai fazer desse lugar um bom país.

    Milton vire e mexe, recebe á beira do palco, aplausos da classe branca e obesa que tem sua expressão máxima no político. Minas tornou-se, por sua vez, uma planície sem surpresas, sem minérios e sem panorama para um eleitor desavisado. Ao tentar descortinar as poucas montanhas, percebeu que encontrara apenas lamaçal e um amontoado de pilhas de estéril. É essa a herança que o legislativo, Anastazista e Craquécio deixarão para o povo de Minas. O senador pelo RJ governa de costas pra MG e, certamente, sofrerá um revés no próximo pleito eleitoral que tanto costura.

    Agradeço a todos pelas palavras carinhosas. Virei concurseiro e a dedicação é inevitável. Por esse motivo, não poderei participar de reuniões de comando ou assembleias, mas torço e continuo acreditando na força dos servidores que frequentam esse micro blog. Em tempo: será que a direção do SINDINÚTIL recebeu um pacotão de turismo do executivo para conhecer o maravilhoso litoral brasileiro em agradecimento ao "grande" acordo que pôs fim a greve? O SINDINÚTIL caminha sonâmbulo para obscuridade.

    Au revoir blogueiros, ou melhor, adeus presidência Aécio!

    Não sustente parasita! Vote nulo!

    ResponderExcluir
  45. Caros colegas,
    Espero que esse ano seja mais próspero para nós. Estava tão estressada há dias, com muitas dores lombares, parecendo que carregava nas costas o nosso desgoverno e o seus 51 cordeiros. Precisei me consultar e fazer uso de alguns remédios para livrar-me dessa carga. Graças a DEUS, hoje já sinto-me bem melhor.
    Porém sem nenhuma motivação com a profissão.
    Peço a Deus que nos dê forças para continuarmos denunciando as injustiças e os desmandos desse bando de insensíveis que querem de todas as formas nos destruir.
    Euler, continue nos animando com seus artigos.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  46. DESMONTE DA MINHA ESCOLA

    PUDESSE EU DARIA NOMES A BOIS E VACAS MAS, COMO VIVEMOS SOB UM REGIME TOTÁLITÁRIO VOU OMITIR DADOS QUE POSSAM IDENTIFICAR MINHA ESCOLA.
    ESTAMOS SOFRENDO UM PROCESSO DE DESMONTE. IMAGINEM VOCÊS QUE A SEE SÓ LIBEROU O FUNCIONAMENTO DE 30 TURMAS ONDE HOJE TEMOS 44.MUITOS COLEGAS VÃO TER QUE MUDAR DE LOTAÇÃO E É PROVÁVEL QUE NÃO CONSIGAM PREENCHER SEUS CARGOS AQUÍ NA CIDADE.O QUADRO É DESESPERADOR!!!!!!!!!!!COMO SE NÃO BASTASSE O TRABALHO EM JANEIRO,OS DESCONTOS DE UMA GREVE JUSTA,O POUCO RETORNO DA REPOSIÇÃO, A ROUBALHEIRA POR TERMOS VOLTADO AO VB! ACHAMOS QUE HÁ UM PLANO PARA USO DO PRÉDIO COM OUTRA FINALIDADE.NINGUÉM ESTÁ PENSANDO NO PROFESSOR. ESTÃO PASSANDO COM UM TRATOR EM CIMA DE TODOS.
    TEMO PELO FUTURO!!!!!!

    ResponderExcluir
  47. Euler,
    Faça-nos um esclarecimento:
    Os valores da tabela so sub 2 não são acrescidos das vantagens adquiridas na carreira?
    Por exemplo, se for reposicionada (com 17 anos de docência), vou cair para (segundo meus entendimentos) LETRA C, cujo piso é de aproximadamente 880,00. Vou demorar 4 anos para chegar na letra correta do tempo de serviço.
    Mas, lendo os comentários, pude perceber que o piso de 880,00 será pago somente em 2015... credo!
    Isto não é real....é?

    Como fica a situação do piso de MG com o anúncio do novo valor pelo Ministro falastrão, conforme leitura no blogo?????

    Jesus, eu não sou sofressora!
    Puf....
    Cai...
    Sou professora!
    Jesus, dai-me serenidade e sapiência!

    ResponderExcluir
  48. Euler, somente para reforçar os dois últimos parágrafos: "A melhor fortaleza dos tiranos é a inércia dos povos" (Maquiavel)
    "Nada é mais poderoso do que uma idéia cujo tempo chegou" (Victor Hugo)Acho que vamos ter momentos importantes ao londo deste ano de 2012

    ResponderExcluir
  49. gente cuidado entrei com ação particular e ate hoje não obtive resposta concreta nenhuma os próprios advogados são muito enrolados só me diz ta correndo o processo acho que eu também já estou correndo desse estado

    ResponderExcluir
  50. Tem muita gente sofrendo antes da hora.

    Vamos esperar a nova tabela sair depois do dia 20 para espernearmos e aí justiça em cima

    ResponderExcluir
  51. Sou funcionário Publico municipal efetivo (motorista)desde de que fiz o concurso fui lotado na educação a 8 anos, agora foi feito um novo concurso e também saiu o plano de cargo e salario que tanto esperávamos ,mas a secretaria simplesmente nos disse que iremos sair da educação, pois não somos funcionários da educação e sim da prefeitura estamos apenas emprestados irá chamar motoristas do novo concurso e estes terão o privilegio do novo salario ( somos 8 motoristas todos efetivados e lotado na educação a 8 anos)

    Será que não temos nenhum direito nesse plano? Por favor, nos ajude ou indique alguém que possa nos ajudar é muita injustiça.Muito obrigado.

    resende.josemaria@gmail.com

    ResponderExcluir
  52. Anônimo de 12:45 gostei da sua postura ao defender sua esposa e irmã que são professoras. Nunca mais façam campanha para estas "figuras carimbadas". Alertem outras pessoas. Conclamo a todos os maridos, filhos, irmãos, pais e demais familiares a abraçarem esta justa causa. Eu também estou deprimida e atitudes assim nos ajudam. Afinal somos profissionais e contribuimos com os projetos das nossas famílias. Peço aos alunos que continuem o apoio aos seus professores. EXIJAM DO ESTADO O DIREITO A UMA EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE! Vocês pais de alunos podem pleitear na justiça este direito previsto na C.Federal e no Estatuto da Criança e do Adolescente. O filho do assalariado tem que ficar sempre com a sobra? Será que teremos, em breve, a privatização das escolas mineiras? Estamos vivendo uma MENTIRA num estado desgovernado por um "déspota" muito equivocado. É justo sermos motivo de gargalhadas e comemorações pelo calote que nos deram? Não se iludam com esta turminha! Desconhecem o significado do AMOR. Estão repletos de soberba e obsediados.

    ResponderExcluir
  53. Oi!
    Alguém sabe algo sobre a "posse" dos novos diretores? Ou nós, eu e meus colegas de trabalho, vamos ter que "aguentar" mais um ano a atual diretora?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  54. Olá, pessoal da luta!

    Boa noite!

    Primeiramente, pelo que constatei, o Blog da Cris já voltou a funcionar. O que é muito bom, pois ele faz parte da rede alternativa de resistência aos ataques do governo e à blindagem da mídia bandida e vendida.

    Segundo, quero falar rapidamente sobre o reposicionamento no subsídio 2 e tentar decifrar o que diz a lei, tomando o exemplo da colega das 19h45

    1) a tabela V da lei 19.837/2011 é composta por vencimento básico apenas. Esta tabela será usada para o novo reposicionamento, com os seguintes critérios:

    a) verifica-se a letra com base no tempo de serviço considerando o anexo I da referida lei. Assim, por exemplo, se você tiver 17 anos de casa e estiver no nível III no antigo sistema, você ficará pelo menos na letra F. Mas, calma, não se apresse, pois este sistema não tem nada de transparente e requer paciência. Então, vamos para o próximo passo;

    b) suponhamos que em dezembro de 2011, no antigo sistema, você estivesse no nível III C. A letra C no anexo V do subsídio 2 corresponde a R$ 880,27. A este valor você vai somar as gratificações que adquiriu. Suponhamos que você tenha 3 quinquênios, 8 biênios e mais o pó de giz. Isso corresponde a 90% de gratificação. Aplicado sobre o valor do básico de R$ 880,27 encontraremos o total de R$ 1.672,51. Mas, calma, ainda não acabou;

    c) agora você deve voltar para a tabela do subsídio 1 (anexo lei 18.975), no nível I (que corresponde ao nível III do antigo sistema). O valor mais próximo do encontrado é o da letra L: R$ 1.689,71. É esta a letra e o valor a que você terá direito a receber... em 2015, rsrs - eu disse para não ter tanta pressa. Agora - calma que ainda não acabou - vamos ao próximo passo;

    d) você vai pegar o valor que você recebia pelo subsídio em janeiro de 2011 (suponhamos que seja R$ 1.320,00) e a diferença entre este valor e o novo, do subsídio 2 (R$ 1.689,71) resultará em R$ 369,71, que será escalonado (parcelado) em quatro, sendo uma parcela a cada ano. Logo, você receberá, em 2012, R$ 1.320 + R$ 92,43, resultando no total de R$ 1.412,43. Mas, não se desespere: em abril este valor terá um fabuloso reajuste de 5% = R$ 1.483,05.

    No caso em análise, tão importante quanto saber o que você vai receber, é saber o QUANTO você vai perder com o não pagamento do piso.

    Vamos conferir? Agora em janeiro de 2012, o piso nacional deve ser reajustado em 21,2% - é o percentual já anunciado do custo aluno ano pelo MEC. Pelo exemplo analisado, PEB III C, você teria direito como vencimento básico na antiga tabela o valor de R$ 1.362,96. Aplicada a gratificação total de 90% você teria direito a R$ 2.589,62. Bem mais transparente do que o outro sistema! E o valor bem mais apropriado e justo.

    A diferença para menos (confisco mensal), neste exemplo, será de R$ 1.106,57! Ou R$ 14.750,00 ao ano, incluindo o 13º e o terço de férias. É mais ou menos isto o que o governo estará tirando de você! E de 400 mil educadores, guardadas as diferenças de tempo e gratificações.

    Um forte abraço a todos e força na luta!

    ResponderExcluir
  55. Euler, não bastasse toda a ladroagem pra cima dos professores, lembrei-me que há 2 meses mais ou menos fui ao Banco do Brasil saber dos meus míseros rendimentos do PASEP e a moça do caixa pesquisou no computador e disse que meus rendimentos tinham sido pagos num determinado mês, que verificasse meus contracheques... e adivinha? Até hoje o estado não repassou nem esta merreca que NÃO é do estado, será que é porque estava de greve? Abraços fraternos!

    ResponderExcluir
  56. Cristiano - Prof. Ituiutaba MG

    Manter a calma pessoal!

    Prezados colegas professores, estamos todos no mesmo barco. No atual estágio da navegação, talvez não seja momento propício para desesperarmos mais.

    1. Pense pelo lado positivo da coisa - Hora outra esse Desgoverno Anastásico sairá do poder.

    2. Costuramos uma parceira com o próximo candidato e assim conseguiremos um novo plano de carreira descente.

    3. Já estou fazendo campanha desde já contra esse desgoverno. Em sala de aula a campanha vem sido ferrenha.

    4. Nunca mais ele ganha para nada, e em breve a derrocada do cheirador das alterosas também ocorrerá.

    5. Sobre esse SUICÍDIO II - Ele sairá, no entanto, tem gente com esperanças ilusórias. Pois sabe muito bem que em quase nada diferirá do valor inicial do Suicídio I.

    Vamos Curtir as férias sem dinheiro no bolso. mendingando para o banco e parentes para poder comer...

    ResponderExcluir
  57. Covardia !!! Não posso me calar diante da nossa situação. É ano político, estarei trabalhando muito CONTRA esses senhores que dizem representar o povo!

    ResponderExcluir
  58. EULER,TENHO CERTEZA ABSOLUTA QUE NENHUM DOS 51 TRAIDORES SABE DIZER QUANTO UM PROFESSOR RECEBERÁ EM MG EM 2012.COMO É QUE VOTARAM SEM SABER O MÍNIMO: QUAL O VALOR A SER PAGO AO PROFESSOR?
    ELES SÃO OS MAIORES CULPADOS POR ESTA SITUAÇÃO DESESPERADORA DOS PROFESSORES...DEPOIS DO DESGOVERNADOR.
    A EDUCAÇÃO EM MG VAI DESPENCAR...QUE QUALIDADE ESPERAR COM PROFISSIONAIS TÃO DESMOTIVADOS?

    ResponderExcluir
  59. PRESTENÇÃO!
    A MELHOR DEFESA É O ATAQUE, NÉ MESMO?
    VAMU FICÁ DI ZOIU BEM REGALADU!!!!

    Extraído de: Associação do Ministério Público de Minas Gerais - 03 de Janeiro de 2012

    Regra restringe ação de servidor mineiro em ano eleitoral
    Para tentar evitar sanções da Justiça em função de possíveis atos irregulares de integrantes do Governo no ano eleitoral, o governador Antonio Anastasia (PSDB) baixou resolução com recomendações aos agentes públicos. Desde o primeiro dia do ano, as regras para as eleições municipais de 2012 já estão valendo. Entre as recomendações, por exemplo, está a que obriga o registro de pesquisas eleitorais nos cartórios.

    Configuram-se condutas proibidas, ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta, usar materiais ou serviços, custeados pelos governos, ceder servidor público para comitês de campanha eleitoral e fazer ou permitir uso promocional em favor de candidato de distribuição gratuita de bens e serviços de caráter social, custeados ou subvencionados pelo Poder Público, diz o texto da resolução.A norma proíbe transferências de recursos para prefeituras e entidades de administração indireta municipal durante o período de 7 de julho ao fim da eleição. Recursos de obras em andamento, com cronograma prefixado ou para atender situações de emergência devidamente comprovada poderão ser liberados.

    A resolução orienta os servidores a não deixarem candidatos fazerem campanha nas repartições públicas e só participarem das campanhas eleitorais fora do horário de expediente. Fica expressamente vedado aos servidores públicos o uso de bens e recursos públicos, tais como e-mails, computadores, telefones e veículos, para realização de manifestações eleitorais, mesmo que fora do horário do expediente, explica a norma.

    O texto observa que a publicidade institucional do governo poderá continuar já que a eleição deste ano é municipal. No caso de propagandas de obras em conjunto com os municípios, os anúncios poderão ser feitos sem a presença das prefeituras. Em caso de eventos durante o período eleitoral, os candidatos não poderão ser convidados acompor mesa, ter direito à palavra e nem ser citados.

    Entre as sanções previstas para o servidor público estão a demissão, multa e até a suspensão dos direitos políticos.

    http://amp-mg.jusbrasil.com.br/noticias/2982028/regra-restringe-acao-de-servidor-mineiro-em-ano-eleitoral

    ResponderExcluir
  60. Esse ESPÍRITO DE PORCO do governador esteve pelas bandas de Muriaé para ver a enchente que assola a Zona da Mata, que pena que não se afundou até o pescoço no lamaçal ou não tenha seguido no curso das águas!

    ResponderExcluir
  61. Anonimo das 17:06 marque a data e vamos para as ruas nos manifestar... eu topo...
    Um abraço, claudia

    ResponderExcluir
  62. Manda esse governador fazer um passeiozinho para as bandas de Muriaé, Dona Eusébia, Lajes do Muriáe, Santo Antônio de Pádua, Itaperuna, quem sabe os mineiros não se livram dele.

    ResponderExcluir
  63. ANASTAHITLER E AÉTICO NEVER SENDO DESMASCARADOS!!!!

    Em Minas, Anastasia paga fatura eleitoral de 2010

    Estado tem dificuldades de caixa por conta da crise econômica e das demandas, sobretudo de cargos, dos aliados

    Depois de anunciar déficit zero e registrar crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) a patamares próximos aos da China, o governo mineiro passa por sérios problemas de caixa. O Executivo alega que as dificuldades são resultado da queda na atividade econômica causada pela crise internacional. Mas paga também a fatura eleitoral de 2010, com liberação de recursos e criação de cargos para acomodar aliados dos 12 partidos arregimentados para apoiar a reeleição do governador Antonio Anastasia (PSDB) e a eleição do ex-governador, o também tucano Aécio Neves, a uma vaga no Senado.

    O Estado já anunciou uma série de medidas para contenção de gastos como a dispensa de funcionários da Cidade Administrativa, sede do Executivo, e determinou até redução do consumo de copos plásticos e o fim do contracheque de papel do funcionalismo. O governo também deixou para 2012, dividido em duas parcelas, o pagamento do prêmio de produtividade dos trabalhadores, que, desde quando foi instituído em 2008, era depositado sempre em setembro.

    Além disso, fez com que a Assembleia Legislativa, onde tem folgada maioria, adiasse a votação de projetos de reajuste para servidores dos tribunais de Justiça, da Justiça Militar, do Tribunal de Contas do Estado e dos próprios Executivo e Legislativo.

    Também vem adotando medidas para aumentar a arrecadação, como o aumento nos valores do reboque e das diárias de veículos apreendidos e a criação de uma nova taxa que incidirá sobre a mineração, uma das principais atividades econômicas do Estado, todas aprovadas pelos deputados mineiros às vésperas do recesso parlamentar.

    Segundo Anastasia, a dificuldade de caixa foi causada pelo descompasso entre o crescimento da receita e o das despesas, principalmente da folha de pagamento. Ele atribuiu o problema principalmente à crise econômica que atinge importantes importadores das commodities brasileiras, pois, de acordo com o governador, Minas Gerais "é um Estado muito exportador". "Commodities não pagam ICMS, mas fazem a economia girar", acrescentou o secretário de Estado da Fazenda, Leonardo Colombini.

    Eleições. Mas a farra eleitoral promovida em 2010 também cobra seu preço. Apenas entre 1.º de junho e 2 de julho de 2010, às véspera das eleições, o governo gastou R$ 354 milhões em 3.063 convênios firmados com prefeituras. O valor é maior que os repasses feitos pelo Executivo durante 2009. Somando todos os convênios com municípios firmados no ano eleitoral, o desembolso chegou a R$ 954 milhões, valor 270% superior aos R$ 353 milhões liberados em 2009.

    http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,em-minas-anastasia-paga-fatura-eleitoral-de-2010-,817281,0.htm

    ResponderExcluir
  64. NUSSA!
    SEM COPOS DESCARTÁVEIS E SEM CONTRA CHQUES! AH!ECONOMIA POUCA É BOBAGEM!
    PRA COMBINAR COM A GANG INSTALADA
    "NU PULEIRO DU PUDER" TEM QUE FAZER ECONOMIA PORCA MESMO!NA CIDADE ADMINISTRATIVA E DEMAIS ORGÃOS DO DESGOVERNO MINEIRO, BASTA SUBSTITUIR O PAPEL HIGIENICO E GUARDANAPOS POR FOLHAS DOS JORNALECOS MINEIROS, INCLUSIVE DO INUTIL DIÁRIO OFICIAL DE MG!

    ResponderExcluir
  65. No jornal "Estado de Minas",01 de janeiro,pág.07,tem uma matéria interessante sobre "Vida dura de calouro no Legislativo". No último parágrafo,"Excluídos", li a seguinte reclamação feita por Celinho do Sinttrocel(PCdoB)"...apesar de poder votar em qualquer tema levado ao plenário,certas decisões políticas são tomadas entre quatro paredes e,nesses casos,nem todos podem opinar."Algumas questões são decididas pelos líderes das bancadas e partidos e a gente acaba ficando um pouco fora dessas discussões".... e ninguém presta atenção a estas letrinhas dos jornais! ABSURDO!!!

    ResponderExcluir
  66. Onde está o sindicato que não faz nada por nós?
    Nem aceita nossos comentários... Devem estar de férias, enquanto nós estamos sem um tostão dando aulas para alunos e com colegas revoltados nos insultando nas escolas...

    E o fim do sindicalismo mesmo!


    Euler, o que podemos fazer contra este desgoverno? Vamos nos unir!


    Um abraço

    ResponderExcluir
  67. Bom dia Euler

    Com o novo piso para os professores, anunciado por Haddad, de 1187,00 para 1448,00, o governo não tem que mudar também a tabela do subsídio, a qual ele colocou proporcional ao primeiro valor?

    Sendo assim , ele teria que considerar o valor para o T1A como 868,80 e não mais 712,00.

    Aguardo sua resposta.
    Cristina

    ResponderExcluir
  68. João Paulo Ferreira de Assis5 de janeiro de 2012 09:57

    Seguramente o Anônimo das 09:30 está com a razão. Semana passada compareci ao Edifício Treze de Maio, na rua de mesmo nome, em Barbacena, e encontrei a sala 204, que é onde o SINDUTE atende, FECHADA, com aviso de que estavam em recesso.

    ResponderExcluir
  69. João Paulo Ferreira de Assis5 de janeiro de 2012 10:08

    Não pode usar os bens e os recursos públicos na propaganda eleitoral. Assim eu entendi. Se o governo tentasse me proibir de enviar emails, telefonar fazendo propaganda política dos oposicionistas, colar propaganda no meu imóvel, ou de salvar uma página inicial com propaganda política, eu OS MANDARIA TOMAR NO OLHO DE ALGUMA COISA E NÃO OBEDECERIA. Mas a proibição se refere a bens e recursos públicos. Ou seja, dentro da escola eu não posso fazer isso, ainda que fora do expediente.

    Saudações e até a vitória.
    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  70. Gente! Não adianta ficar nervoso!
    Vai ser sempre a mesma história, td mundo trabalhando, ganhando pouco, "aplicando" as provinhas do governo, c sucesso, p q os números sejam apresentados ao banco mundial e Minas sendo o melhor como o governo quer, reclamando do sindicato e o pior aécio e sua "prole" vencendo tds eleições c maioria de vts...
    Gente eu pago por ano R$ 202,00 de Sindute, o correspondente a 5 botijas de gás, pode não fazer diferença p vcs... p ver o pessoal do sintute da minha regional chegar aqui na escola dias antes da eleição c adesivos de "13" pelo corpo td... e depois sumir... não preciso deles p me dizer em quem votar, eu tenho a "obrigação" de saber... há três anos, envio anualmente p minha regional uma carta fundamentada, com resoluções, leis, etc... falando da ilegalidade de descontar IPSEMG do meu 13o, das férias e do meu 1/3 de férias, q dá por ano +- R$ 600,00 desconto, pois 13o, férias e 1/3 de férias são salários nâo tributáveis e não podem ter descontos, nenhum... nunca tive um resposta sequer, pra que ficamos sem atendimento do IPSEMG quase três meses e o Sindute não conseguiu nada... pois é! eu consegui por outros meios... Através de "outra" associação, os descontos vão cessar, ou seja no meu 13o já não teve o desconto do 13o, minhas férias de janeiro tb não terão e ainda estamos c uma ação p ganhar o q foi descontado indevidamente nos últimos 5 anos, o q me dará +- R$ 3.100,00... Vcs acham mesmo q vou continuar pagando sindute... Além disso vou entrar c uma ação individual contra o governo e vou pagar ter pagar advogado...
    Sei q mts devem estar falando, c raiva de mim, q estou cuspindo no prato de comi... Minha admiração por Beatriz Cerqueira não diminuirá em nada, mt pelo contrário, gosto mt dela... seu empenho, sua capacidade, seu dinamismo e engajamento na luta são louvavéis... Mas estou cansada... entendem... e pensem o q quiser...

    ResponderExcluir
  71. VEJAM ESTA DO DEPUTADO DESNORTEADO BONIFÁCIO DE ANDRADA, QUER PROTEGER OS AMIGUINHOS DAS BARBARIDADES QUE FATALMENTE VÃO COMETER!!

    Deputado tucano de MG quer abafar crimes de candidatos em período de eleições Bonifácio de Andrada admite que, do jeito que foi apresentado, o projeto "dá impressão de mordaça"


    Agência Estado

    Publicação: 05/01/2012 10:20Atualização: 05/01/2012 10:34




    Um projeto de lei que pode ser votado pela Câmara dos Deputados ainda este ano impede a divulgação de investigações de crimes cometidos por candidatos no período eleitoral. O texto, proposto pelo deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), especifica que a restrição é relativa a crimes culposos - cometidos sem intenção - ocorridos nos quatro meses da campanha eleitoral.

    O PL 2.301/11 determina a proibição de divulgação ou publicação de qualquer “sindicância, procedimento investigatório, inquérito ou processo, ou qualquer ocorrência de natureza penal” relativos a ilícitos cometidos por candidatos durante o período da campanha.


    “Não tenho objetivo de amordaçar nada. Queremos impedir que nos quatro meses da campanha um adversário invente alguma coisa para acusar um candidato. É para evitar a utilização de um fato que não é grave, sem intenção de fazer mal. Quando tiver dolo (intenção), não tem conversa”, justificou o deputado mineiro.





    Saiba mais...
    Anastasia manda recado para pretensos candidatos às eleições do ano que vemBase do governo Anastasia articula 'blocão' para atuar nas eleições de 2012A proposta de “mordaça eleitoral” foi divulgada pelo PSDB, partido do deputado, no informe que destaca as iniciativas de parlamentares da bancada Congresso. De acordo com o projeto, quem descumprir a determinação estará sujeito a pena de prisão por três a oito anos, além do pagamento de multa de R$ 2 mil a R$ 15 mil.

    Caso a divulgação seja feita por funcionário público, o texto prevê que ele fique suspenso de 30 a 60 dias ou ainda suspensão de 90 dias. Em caso de reincidência, o responsável pode ser punido com demissão.

    Bonifácio de Andrada admite que, do jeito que foi apresentado, o projeto “dá impressão de mordaça”. No entanto, segundo garantiu, ele pretende fazer alterações no texto antes de sua tramitação. O projeto de lei está, no momento, na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara e foi encaminhado para ser relatado pelo deputado Jutahy Júnior (PSDB-BA). Este, no entanto, devolveu o projeto sem se manifestar, no fim de novembro.

    http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2012/01/05/interna_politica,270795/deputado-tucano-de-mg-quer-abafar-crimes-de-candidatos-em-periodo-de-eleicoes.shtml

    ResponderExcluir
  72. Esse estado está um esculacho só, ninguem sabe quanto irá receber, ainda tem o reajuste federal.

    estamos num barco sem remos.

    viva o pior desgoverno de Minas.

    ResponderExcluir
  73. Relação dos inscritos para o concurso SEE/Vagas

    http://www.concursosfcc.com.br/concursos/spgmg110/spgmg110_estatistica_por_cargo_cid_class.pdf

    ResponderExcluir
  74. PRESTENÇÃO:

    Base do governo Anastasia articula 'blocão' para atuar nas eleições de 2012

    Grupo já acertou uma espécie de divisão das 50 maiores cidades mineiras
    Os aliados do governador Antonio Anastasia (PSDB) querem trazer o PSB, do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, e outros 10 partidos para ampliar a atuação conjunta da base nas eleições de 2012. Depois de acertar uma espécie de divisão das 50 maiores cidades mineiras – exceto Belo Horizonte – entre PSDB, PDT, PP, PR, PPS, PTB, PSD, DEM e PV, o grupo está convidando mais legendas e determinou pesquisas nas regiões para saber quem tem mais chance de emplacar prefeitos em cada prefeitura. No próximo encontro, Anastasia e o senador Aécio Neves (PSDB) participarão das conversas.

    http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2011/11/22/interna_politica,263276/base-do-governo-anastasia-articula-blocao-para-atuar-nas-eleicoes-de-2012.shtml

    ResponderExcluir
  75. PARA ELIANE MARÇAL:

    Voce poderia informar por qual associação voce conseguiu cessar os descontos?

    ResponderExcluir
  76. Não vou cair nessa conversa fiada de esperar até o dia 20/12 para entrar na justiça com processo individual. Vcs acham que terá alguma vantagem essa porcaria de suicídio II?
    Só estou esperando a resposta do advogados do Rio Grande do Sul. Vou arrancar até o último centavo desse desgovernador calhorda!

    ResponderExcluir
  77. Eliane Marçal,

    é isso mesmo! Veja em que situação estamos...Fomos jogados em uma greve de mais de 100 dias e que só nos trouxe retaliações por parte do governo. Enquanto isso, o SindUTE-MG continua quieto, silencioso, como se nada tivesse acontecido. E a propósito, durante a greve, a diretora do Sindute-MG pregava aos professores que somente voltaríamos às aulas após a conquista do piso nacional. Entretanto, ela decretou o final da greve em circunstâncias muito estranhas, num momento em que a greve ficava cada vez mais forte. Temos muitas razões para não acreditar na idoneidade do Sindute-MG.
    Em 11 de anos como professor no estado tenho sempre participado de todas as greves. Entretanto, faço isso não pelo Sind-UTEMG, pois nunca confiei na honestidade deste sindicato, pois, muitas vezes, parece que eles fazem acordos e conchavos políticos com o governo nos bastidores. É muito fácil observarmos a ineficácia do Sind-UTEMG. Por exemplo, no meu caso, que já são 11 anos de trabalho no estado, durante todo esse tempo não tive um aumento sequer no meu salário, mas somente retaliação por parte do governo. Sendo assim, talvez seja hora de repensarmos a validade deste sindicato como nosso representante. Como disse antes, sempre participei de todas as greves e minha postura será sempre esta, pois a greve é um direito garantido em constituição e um instrumento legal de nossa luta. Entretanto, devemos repensar sobre quem está se passando por nosso representante.

    ResponderExcluir
  78. Educadora de São Miguel do Anta5 de janeiro de 2012 12:08

    A você Eliane Marçal, o seu salário deve ser diferente de todos os outros que fizeram a opção pelo vencimento básico, porque o Sind-Ute desconta um por cento do básico, portanto não dá o valor mencionado. E você precisa entender que o sindicato não é apenas para você, e o desconto que é efetuado no seu pagamento é também feito no meu e de todos os companheiros, ou seja, a LUTA tem que ser de todos. Então você deveria ter mobilizado a todos.
    Com relação à sua admiração pela Beatriz não acredito, porque depois de tudo que você relatou sobre o sindicato, conclui que trata-se de uma estratégia para não culpar ninguém. Mas a Beatriz, uma vez coordenadora-geral deve sim ser responsabilizada e cobrada.
    Aprendi com informação e envolvimento em movimentos sociais e de classe, a pensar antes de falar, escrever, agir...

    ResponderExcluir
  79. Estou ouvindo BOATOS que o concurso não acontecerá.Isso é verdade????

    ResponderExcluir
  80. Anônimo das 11:44 ,de 05/01/2012,meu e-mail é : magramatos@bol.com.br, por favor entre em contato comigo , tbm estou tão aflita quanto vc .
    Aguardando

    ResponderExcluir
  81. Não gostei da forma que os advogados do Rio Grande do Sul cobrará pelas causas.Um terço do que ganhar, mais partes dos atrasados?
    Será que foi isso que entendi?
    Professora aposentada

    ResponderExcluir
  82. EULER,
    BREVE, PRECISA E CLARA A EXPLICAÇÃO REFERENTE AO SUB 2...
    OBRIGADA!!!!
    ESPERAREMOS...

    ResponderExcluir
  83. Depois de tudo que vem acontecendo nesta TERRA SEM LEI chamada Minas Gerais, o texto do anônimo das 21:48 (4.1.12) nos enche de força e disposição para continuarmos lutando.
    Como o trecho do anônimo: "Qual deve ser a nossa tarefa atual? Fazer propaganda do blog. Torná-lo mais forte, mais conhecido...Oficial do servidor."; eu reitero: "Façamos deste BLOG A NOSSA MÍDIA, O NOSSO PORTO, A NOSSA ESPERANÇA !" Deixem que todos neste estado o conheçam. Que estas três palavras arrebatadoras - Blog do Euler - ecoem pelos quatro cantos deste estado.
    Euler Conrado, criador do Blog, é o nosso "ADVOGADO", o nosso professor-mor, o nosso companheiro, o nosso Sub-Comandante (como todo exército, nós também temos nossos líderes, e Euler é um deles).
    Por isso, companheiros de luta - ou não - vamos preparar as nossas barricadas para as próximas batalhas, pois, elas virão em breve. O nosso objetivo é a conquista do Piso Salarial Profissional para todos os profissionais da educação deste estado e, também, do Brasil.
    E parafraseando o lema da Liga dos Comunistas, no século XIX "Proletários de todo o mundo, uní-vos!" eu "buzino" a todos (as): "Profissionais da educação de Minas Gerais, uní-vos".

    Força na luta sempre companheiros (as) !
    André buzina.

    ResponderExcluir
  84. em um comentario acima

    "...Configuram-se condutas proibidas, ceder ou usar, em benefício de candidato, partido político ou coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta, usar materiais ou serviços, custeados pelos governos, ceder servidor público para comitês de campanha eleitoral e fazer ou permitir uso promocional em favor de candidato..."

    Campanha contra podemos ...entao intensifiquemos desde ja nossa campanha.

    ResponderExcluir
  85. Tudo que perdemos na nossa profissão é culpa do PSDB:fim da aposentadoria por tempo de serviço, lei do FHC,fim da carreira da educação,fim da aplicação do piso salarial e por aí vai...
    Não quero defender nenhum partido,mas o piso é da autoria do Cristóvão Buarque,há também a lei 11...,do Lula ,que beneficiou muitas pessoas que se aposentaram e se aposentarão nas mesmasregras do professor;SUPERVISOR.AUXILIAR DE BIBLIOTECA,ETC.
    O AÉRCIO na época também não queria aplicar a lei federal,mas não conseguiu burlar a lei federal.
    Entenderam como esse PSDB age? Sempre contra os professores,mas a favor da elite,banqueiros,etc.
    Será que algum servidor ainda terá coragem de eleger um elemento dessa corja traidora?

    ResponderExcluir
  86. Tá tudo dominado...
    Sabem por qual motivo o congresso será em Araxa nos dias 11, 11 e 12 de fevereiro? Simplesmente porque os politiqueiros da "oposição" estarão lá para um tal caravana. Vejo que a relação da nossa coordenadora com o PT está mais do que firme. Já estou cansado de ser usado Rogério Correia e seus deputadozinhos de oposição de araque!
    Frederico Sales- Uberlandia

    ResponderExcluir
  87. Caro anônimo,

    entendo que o PSDB seja um partido de sujos, golpistas, lesa-pátria, sanguessugas, etc, etc, etc...Entretanto, estes adjetivos não cabem apenas ao PSDB, mas a todos os outros partidos políticos do Brasil. De fato, o a proliferação de partidos políticos no Brasil denuncia nosso sistema político, que é podre, nefasto, viciado e corrupto. A maioria dos partidos são criados para servirem de conchavos politiqueiros, que somente favorecem aos próprios políticos e aos seus pequeníssimos núcleos. Tanto é verdade que, no Rio Grande do Sul, os professores sofrem as mesmas injustiças cometidas pelo governador do PT. Portanto, não se iluda com um ou outro partido, como se houvesse algum que defendesse a causa do professor e da sociedade em geral. De fato, enquanto não se fizer uma reforma política e eleitora neste país, estamos fadados a convivermos com o mesmo "status quo". Essas sanguessugas que infestam nossa política nacional são farinha do mesmo saco sujo. Eles são famintos pelo poder e pelo dinheiro. A falsa oposição, que por hora não está no poder, simula uma farsa para enganar os mais incautos. Entretanto, quando chegam ao poder, eles fazem a mesma coisa que seus antecessores de outros partidos. Portanto, já passou da hora de nós, professores, decretarmos guerra ao nosso sistema político através de uma campanha maciça na mídia informal, nas redes sociais, etc. Uma tentativa seria uma rejeição em massa de todos os políticos, independente do partido aos quais pertençam, através do voto nulo. Mas é importante não apenas votar nulo, mas antes, fazermos uma campanha em todos os foros possíveis, para que as pessoas, os cidadãos comuns tomem consciência de que votar hoje, no Brasil, não vale a pena. Significa perpetuar a corrupção, as injustiças, a roubalheira, os conchavos politiqueiros. Uma grande soma de votos nulos poderá terá uma repercussão sem precedentes, fazendo com que tenhamos reflexões como nunca antes sobre as mazelas de nosso sistema político. Isso certamente levará a mudanças, pois esta é uma revolução do povo.
    Voto nulo neles!!!

    ResponderExcluir
  88. Talvez seja hora de avaliarmos a validade do Sindeute-MG como nosso representante. Passados tanto anos de lutas, é fácil percebermos que este sindicato não corresponde às expectativas e reivindicações da classe. Em todo este tempo nós, professores, temos convivido com retaliações e achatamento salarial por parte do governo, sem que o sindeute-MG movesse uma palha para mudar tal situação. O fato é que não precisamos de um representante ineficiente, subserviente como o Sindeute-MG. Portanto, é fácil concluir que com o Sindeute-MG ou sem o Sindeute-MG nós, professores, estamos cada vez mais nãos mãos do governo de Minas e, portanto, não faz mas sentido termos um representante "inexistente" e alheio às nossas causas.
    Entretanto, hoje, com o advento das redes sociais podemos nos organizarmos por aqui mesmo, sem associações politiqueiras com supostos e pseudos políticos de oposição, que só nos usam como plataforma política para se elegerem. Todos esses políticos são farinha do mesmo saco sujo e só buscam seus próprios interesses. Portanto, não queremos um sindicato atrelado com tais indivíduos. Queremos um sindicato sem amarras, sem atrelamento com essas sanguessugas. Se isso não for possível, que nos unamos aqui mesmo, a começar pelo Blog do Euler, que tem sido espaço aberto para que nós, professores, expressemos nossa revolta com este sistema corrupto, nefasto e sujo que mantêm seu "status quo" à custa da ignorância de muitos.

    Abaixo o Sindeute-MG!

    Que saibamos usar as redes sociais para nos organizarmos como classe!!!

    ResponderExcluir
  89. Precisamos retomar a greve em fevereiro de 2012, para mostrarmos esse govermo fora da lei que estamos forte apesar dele roubar os nossos direitos.

    ResponderExcluir
  90. Para os professores que têm vergonha na cara:

    Professores x blocão do satanasia e Aético Never.

    Vamos fazer campanha mesmo contra o PSDB.
    Vamos frustrar e esvaziar esse partido. Isso sim é vingança.

    Eu de minha parte vou pegar minha moto e visitar a zona rural. Vou em escolas e montarei núcleos anti-PSDB. Será que o sind-inútil não poderia ajudar? Vou fazer camiseta, faixa para desmascarar esses filhos da puta do PSDB.

    AGORA É NA PORRADA. CHEGA DE SER BONZINHO.

    Olha para quem possa interessar a igreja do capacho do João Leite é a batista central de BH, vamos inundar a mesma com e-mails mostrando aos "irmãos" o canalha que esse falso-crente é!!!

    Hasta

    ResponderExcluir
  91. Pessoal da luta, boa tarde!
    Também estou revoltado com toda esta situação, mas duas coisas eu tenho certeza. A primeira, greve nunca mais. A segunda, precisamos arranjar uma tática diferente para arrancar deste desgoverno uma postura decente perante nossa situação. A greve de 2011 nos diz que esta tática não resolve nada com este desgoverno, porque ele não está nem aí nem para nossa categoria nem muito menos com a aprendizagem dos estudantes. Para ele a greve foi até positiva, pois conseguiu descontar nossos salários, e de gorjeta ainda conseguiu sair vitorioso ao não nos pagar o piso conforme manda a Lei Federal. Temos mesmo é que acabar com a alegria dele, boicotando suas estatísticas. Não aplicando as provas diagnósticas, o orientando os alunos a não responderem corretamente as mesmas; Orientando os alunos e seus familiares a não votarem nestes partidos da base aliada do governo, e por último e a mais importante, mobilizar nossa categoria no sentido de politizá-la. Nós necessitamos urgentemente eleger deputados que saiam do meio de nossa classe. É preciso nos unirmos, fazer assembléias locais, escolher candidatos por região e todos juntos lançá-los e elegê-los. É um grande e ousado projeto, mas ao mesmo tempo é a saída para todos nossos problemas. Se conseguirmos eleger um professor como deputado por região teremos no mínimo uns 6 deputados professores que defenderiam nossa causa na Assembléia Legislativa. Sem contar que mostraríamos a estes políticos corruptos e vendidos o tamanho de nossa força.
    Ou nos unimos e reinventamos nossa maneira de agir, ou estaremos condenados a permanecer na situação caótica a qual nos encontramos.
    Força na luta a todos e espero que nossas ações se iniciem já.

    ResponderExcluir
  92. Boa tarde,

    Acabei de enviar menssagem para a CNTE sugerindo que eles pesquisem no blog do Euler a situação dramática dos professores de Minas Gerais para ver se eles caiam na real.

    Sugestões:

    1)Enviem emails para CNTE e solicitem a contratação dos melhores juristas do país para reverter a situação dos professores de Minas já que o sindute não toma esta providência.

    2)Enviem emails para Aloísio Mercadante( futuro ministro da educação)sugerindo contato com o blog do Euler. Se ele quer assumir este cargo tem que estar a par do que acontece por aqui para não ficar lá só fazendo cena.

    Este blog tem que ser divulgado pelo Brasil inteiro.

    ResponderExcluir
  93. Realmente o sindicato abandonou os que lutaram até o fim. Nós, que sustentamos a greve, estamos trabalhando no meio dessa chuvarada, sem dinheiro e insatisfeitos, enquanto isso ... ninguém do sindutemg aparece para perguntar se estamos vivos.
    Anastasia vê o povo mineiro se afogando nas enchentes e mesmo assim mantém as aulas diante dos temporais. Que reposição é essa? Que qualidade há nesses estudos?

    ResponderExcluir
  94. Geraldo - Curvelo - Exatamente o que tenho pensado. Está na hora de mudarmos o rumo de nossos destinos, e buscar apoio dos pais, dos alunos. Não adianta esperar nada de sindicato, muito menos desse governador que não precisa ( e isso foi provado quando venceu a eleição de 2010 sem o apoio de nenhum professor ). Mas são propostas menos imediatas. Ainda quero saber por que o sindicato se mantém calado e nada faz. É necessário urgente um advogado excelente que nos defenda.

    ResponderExcluir
  95. PARA DEPUTADO ESTADUAL:


    EULER CONRADO

    Espero naõ estar errado!

    Dalber Augusto

    ResponderExcluir
  96. O Deputado Rogério Correia não aceita críticas, assim como o Beatriz. Ele me bloqueou no Twitter por dizer verdades a ele ao cobrar uma postura sobre o Piso dos Professores.
    Os políticos são todos iguais, só muda a questão de situação e oposição. Bando de salafrários...

    ResponderExcluir
  97. Boa noite a todos.
    Percebo que estamos muito chateados e indignados com todas essas situações criada por esse Desgoverno, que só prejudicou os professores e a educação mineira. Temos que nós manter firme na luta sempre. Sei que muitos aqui vão discordar de mim, mas acho que greve agora é preciptação, temos que dar um tempo para a justiça resolver algumas pendencias. Temos que reestruturar-mos um pouco mais, até mesmo para criarmos força para o confronto, caso seja necessário. Esse é um ano politico, temos que enfraquecer esse governo e o seu padrinho, temos que ser contra os partido da base desse governo, principalmente o PSDB, PPS E DEM. Esses são os piores dos piores. Minas não pode ficar elegendo prefeitos que na hora de eleição para o governo eles aceitam qualquer migalha em troca de apoio, esses prefeitps tem que sumir da politica. Sobre as criticas feita ao sindute, discordo totalmente, a Beatriz levantou o sindicato, que estava desacreditado e hoje somos forte e de luta. Essas criticas parece gente do governo, querendo criar conflitos entre a gente, nos temos que ser uma unidade, so assim seremos vencedores.
    Que Deus ilumine a todos e vamos manter a calma e o espirito de luta.

    ResponderExcluir
  98. Concordo plenamente com o Raimundo , afinal já são 3 décadas de sindute e não consigo enxergar uma única conquista nem na questão salarial e tb nenhuma ação de benefício como uma cooperativa.Somos a única categoria que sequer recebe vale transporte e tb com o pior piso salarial do Estado com nível superior.Basta de sindute.

    ResponderExcluir
  99. Gente,

    Não vamos sair atirando para todos os lados.
    O momento é muito difícil e precisamos usar a inteligência.
    Rogério Corrêa pode ser um grande aliado nosso nesta luta.
    Beatriz Cerqueira também tem seu valor.
    Cuidado com a segregação
    Precisamos difundir este blog mas para isto temos que ter certos cuidados.

    Vamos fazer um bom uso deste blog e usá-lo a nosso favor.

    ResponderExcluir
  100. Mercadante diz ver 'sinergia' entre Educação e Ciência

    Com mudança acertada para pasta de Haddad, petista evita dar troca como certa: 'só vale quando sair no Diário Oficial', diz

    http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/mercadante-diz-ver-sinergia-entre-educacao-e-ciencia/n1597520863711.html

    Acho bom e acredito em uma educação melhor, vamos ter esperança.

    ResponderExcluir
  101. Quem quiser saber da provável tabela para 2012 basta digitar no google:tabela salarial de subsídio 2012 para a educação em mg.Clicar no terceiro item.Em seguida ler como consultar reposicionamento.

    ResponderExcluir
  102. Já temos inimigos demais. Fortes e poderosos.

    Que tal procurarmos a Beatriz e saber dela o que está acontecendo?

    Que tal procurarmos os deputados que estiveram a nosso favor e sugerir que se juntem a nós nesta luta?

    Muitas idéias podem surgir aqui mas corremos o risco de facar só no blá blá blá e não conseguirmos nos organizar para ações que sejam eficazes.

    ResponderExcluir
  103. Vamos ficar vigilante pessoal! Tudo bem que o Sindicato tem que ser cobrado para ser mais dinâmico. Mas estas críticas à Beatriz e o Deputado Rogério Correia pode ser pessoal do desgoverno querendo nos desunir!

    ResponderExcluir
  104. SITUAÇÃO PIOR QUE A DOS PROFESSORES:
    É TRISTE VER O SOFRIMENTO DE TANTOS MINEIROS COM A COM AS ENCHENTES E TODAS AS PERDAS!
    VAI SER DUREZA ASSISTIR O ANASTAHITLER FATURAR EM CIMA DA TRAGÉDIA! QUEREM APOSTAR COMO ELE VAI MANIPULAR AS VERBAS E COMPRAR OS CANDIDATOS A PREFEITOS E VEREADORES?

    ResponderExcluir
  105. Para a CNTE, em 2012, o PSPN vale R$ 1.937,26
    Fundeb é reajustado em 21,24% e cálculo do MEC prevê atualização do Piso em 22,22
    Em 29 de dezembro de 2011, o Ministério da Educação publicou a Portaria Interministerial nº 1.809 fixando o valor per capita de referência do Fundeb (anos iniciais do ensino fundamental urbano) em R$ 2.096,68 para o ano de 2012. Em comparação com o último valor vigente (R$ 1.729,28, anunciado pela Portaria nº 1.721, de 7/11/11), o reajuste do Fundeb equivale a 21,24%.
    Vale registrar que a Portaria 1.809 determina um valor mínimo para o Fundeb acima do estimado em setembro de 2011, quando o projeto de lei orçamentária da União previu o crescimento em apenas 16,6%. Outra discrepância entre o projeto de orçamento e a referida Portaria diz respeito aos estados que receberão a complementação do Governo Federal. À época foi informado que Piauí e Rio Grande do Norte dariam lugar a Minas Gerais e Paraná, coisa que não ocorreu, ao menos nesse início de ano.
    Com relação à atualização do piso salarial profissional nacional do magistério (PSPN), a CNTE lembra que a mobilização da categoria contra a rejeição do substitutivo do Senado ao PL 3.776/08, em âmbito da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, fez com que o preceito do art. 5º da Lei 11.738 continuasse a viger nos seguintes termos:
    Art. 5o O piso salarial profissional nacional do magistério público da educação básica será atualizado, anualmente, no mês de janeiro, a partir do ano de 2009.
    Parágrafo único. A atualização de que trata o caput deste artigo será calculada utilizando-se o mesmo percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano, definido nacionalmente, nos termos da Lei no 11.494, de 20 de junho de 2007.
    Com base nesta clara orientação legal, desde 2009 a CNTE tem corrigido, anualmente, o PSPN, de modo que, em 2012, a quantia equivale a R$ 1.937,26. Corrobora essa interpretação da norma do piso – contestada pela Advocacia Geral da União – o fato de o art. 15 da Lei 11.494 (abaixo, in verbis) estabelecer caráter prospectivo para o custo aluno – sistemática que também se aplica ao PSPN.
    Art. 15. O Poder Executivo federal publicará, até 31 de dezembro de cada exercício, para vigência no exercício subseqüente (grifo nosso):
    I - a estimativa da receita total dos Fundos;
    II - a estimativa do valor da complementação da União;
    III - a estimativa dos valores anuais por aluno no âmbito do Distrito Federal e de cada Estado;
    IV - o valor anual mínimo por aluno definido nacionalmente.
    Ademais, os recursos do Fundeb, para o ano que se segue, constituem a própria garantia de cumprimento do piso, uma vez que 60% do total do Fundo (no mínimo) e mais os outros impostos vinculados à educação garantem, proporcionalmente, as receitas necessárias ao pagamento do magistério – à luz do valor mínimo nacional, que poderá ser ... ....
    Lembramos que o calendário de mobilização dos trabalhadores em educação já conta com GREVE NACIONAL na primeira quinzena de março de 2012 em defesa do Piso, da Carreira e do PNE que o Brasil quer, e esperamos contar com apoio de toda sociedade nessa luta legítima por valorização profissional de nossa categoria e, consequentemente, por uma educação pública de melhor qualidade.
    http://www.cnte.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=9527:para-a-cnte-em-2012-o-pspn-vale-r-193726&catid=429:cnte-informa-604-04-de-janeiro-de-2012&Itemid=200319

    ResponderExcluir
  106. SE AS CRÍTICAS a Bia e ao Rogério Correia não são do pessoal do governo, eles devem estar adorando a nossa desunião.Vamos ter calma,gente.

    ResponderExcluir
  107. Da minha parte as críticas não são do governo não.
    Se quiserem confiram meu MASP 1014516-7 e vejam voces mesmos.
    Será que voces não perceberam que estamos sendo usados como massa de manobra da Beatriz (Filiada ao PT) e do Dep Rogério Correia?
    Deixem de ser inocentes. União não é fechar os olhos para o que fazem de errado os que estão ao nosso lado ou fingem que estão.
    A política em si e toda ela é nossa inimiga, ou voces já ouviram falar de algum governo de qualquer partido que seja, valorizar a Educação.
    Já fui filiado ao PMDB e posso dizer por experiência própria. Os dircursos são feitos apenas para ganhar votos, mas nada se faz.
    Se o Dep. Rogério Correia quisesse nos ajudar, já teria mobilizado abancada do PT no Congresso Nacioal, através do Welington Prado, Padre João etc. No governo Federal eles são a maioria.
    Acordem, não tem niguém querendo nos ajudar. Ou lutamos por nós mesmos ou já era...

    ResponderExcluir
  108. Euler meu querido amigo, as palavras chegaram no lugar certo! Precisamos reinvetar os nosso meios de pressão. Algumas demandas:
    1) Será que o sindute nos representa mesmo?
    2)Será que não é hora de mudarmos a forma de representação da categoria
    3)Sempre falei: chegou a hora de termos nossos representantes na ALMG
    4)precisamos de um sindicato sem vinculação com partidos polícos (sempre falei isso!!!)

    ResponderExcluir
  109. Euler, boa tarde!
    Precisando de uma orientação. Sou professora efetivca em dois cargos, na cidade de Bocaiúva, pertencente a superintência de Montes Claros. Fiz greve no período de greve. Ao retornar as aulas tive um problema sério de saúde e por recomendações médicas tive que afastar. hoje as escolas onde trabalho estão fazendo a reposição e estou em LTS. Desejo saber como fica a minha situação perderei esses dias? Pois foi designado um substituto. As estão sendo repostas. Me oriente por favor. porque segundo a diretora, não tenho o direito a reposição nem muito menos ser remunerado pelo fato de ter outra no meu lugar.
    Aguardo

    ResponderExcluir
  110. PARA ANÔNIMO DAS 13H.GOSTARIA DE DIZER-LHE QUE NÃO OFENDI NENHUM PROFISSIONAL EFETIVO, TAMBÉM SOU CONCURSADA E NÃO VOTEI NO ATUAL GOVERNO. CREIO QUE TANTO VOCÊ, QUANTO EU SABEMOS QUE EXISTEM PROFISSIONAIS E "profissionais" INDEPENDENTE SE SÃO EFETIVOS EFETIVADOS DESIGNADOS.
    INHAPIM.

    ResponderExcluir
  111. Olá companheiras(os). Participo da direção da subsede Centro-sul, Belo horizonte pelo primeiro mandato. Acretido que a estrutura organizacional do SINDUTE descentraliza e deveria agilizar as demandas propostas e votadas nos conselhos e comandos de greve. Mas a disposição de encaminhamento e planos de ação dependem da própria composição e cultura política das direções das subsedes. Espaços de formação contínua devem merecer total atenção da direção estadual, espaços que fortaleçam os conselhos de represetantes de escola. O NDG é uma espaço que possibilita a aproximação pelo descontentamento e a horizontalidade. Mas a horizontalidade é limitada ou infinita dependendo de nosso campo de visão.
    No último congresso a justificativa pela não proporcionalidade foi pelos conflitos que posições políticas antagônicas poderiam causar em proposições que necessitassem agilidade.
    Não creio que isso seja justificativa, será que todos da Articulação pensam da mesma maneira? Só se houver enquadramento.

    Saudações sindicais,

    Márcio Paulo

    ResponderExcluir
  112. EULER, VOCÊ TEM RAZÃO EM MUITO DO QUE DIZ E CONCORDO, NO QUE DIZ RESPEITO AO PÉSSIMO JURÍDICO DO SIND-UTE.MAS NÃO PODEMOS NOS ESQUECER DAQUELES SANGUESSUGAS QUE QUE DIZEM PROFESSORES E FICARAM O TEMPO TODO DA GREVE ESPERANDO QUE CONSEGUÍSSEMOS PARA ELES, "FOLGADOS", UM AUMENTO. AGORA ESTÃO DE FÉRIAS: SEM PERDA SALARIAL, SEM STRESS E RINDO DE NÓS.ONDE É QUE ESTAMOS ERRANDO?

    ResponderExcluir
  113. É isto aí! O governo não vai respeitar 1/3 extra classe!

    ResponderExcluir
  114. Educadora de São Miguel do Anta8 de janeiro de 2012 18:10

    Companheiros e companheiras,
    Temos o direito de enquanto filiados fazermos as nossas cobranças às lideranças do Sind-Ute. Afinal o sindicato precisa aprender a ouvir pessoas sensatas, de bom senso. Aqui vão algumas opiniões: estratégias se organiza antes de entrar em greve e se aprimora durante a sua ocorrência, porque assim você pega o inimigo de surpresa e faz com que ele demore a contra atacar e assim o vence, e o melhor rápido. Outra atitude é evitar os companheiros barraqueiros e agir com "classe", de preferência copiando o inimigo, com cinismo, tom de voz ponderado e muita falsidade. Porque quando a Beatriz começa a falar alto, um monte de informação de uma só vez... dá pra perder a paciência.
    Um forte abraço!!!

    ResponderExcluir
  115. Como vai funcionar esse 1/3 da ch reservado a atividades extra classe. Como ficará a carga horária do professor efetivo que ministra 18 aulas?

    ResponderExcluir