domingo, 29 de janeiro de 2012

Blog comenta carta do governo para os pais de alunos

Na segunda panfletagem do NDG, realizada hoje, na Feira Hippie em BH. (Foto: Petrus Assis)


Blog comenta carta do governo para os pais de alunos


O governo preparou uma carta para os pais ou responsáveis pelos estudantes. E obviamente que nós devemos dar a nossa versão sobre as afirmações do governo. Assim, vamos comentar o texto da carta do governo. A fonte cinza, é do texto do governo; a fonte vermelha, é o nosso comentário. Vamos lá?

***

Belo Horizonte, 28 de dezembro de 2011

Cara Mãe, Pai ou Responsável,

É com alegria que nos dirigimos a vocês no inicio desse novo ano escolar. Temos muitas boas notícias para dividir com vocês.

Comentário: Com alegria? Boas notícias? Hummm, vamos saber os motivos desta euforia toda do governo.

No final do ano passado, avaliação realizada em todo o Estado comprovou que continua aumentando o número de crianças mineiras que leem e escrevem corretamente aos oito anos de idade. Já são 88,9% os alunos que dominam a leitura e a escrita. Este é um número muito bom. Mas só estaremos felizes quando atingirmos a meta de 100%.
E os alunos mais velhos das escolas públicas de Minas continuam sendo avaliados nas primeiras posições nos exames nacionais.

Comentário: não dá para levar a sério estes resultados estatísticos do governo. Um número muito expressivo de alunos, quando chega nos anos finais do ensino fundamental, mal sabe ler ou escrever. E a culpa não é dos alunos. É do sistema, e dos governos, como o de Minas Gerais, que não investe adequadamente na Educação pública, na formação continuada do professor, na valorização dos profissionais da Educação, e nas condições adequadas de trabalho. Fazem muita propaganda, mas investem pouco na Educação e nas demais áreas sociais.

Tudo isso mostra o esforço dos professores, da comunidade escolar e, é claro, de nossos alunos e de seus familiares.

Comentário: os professores e demais educadores de fato se esforçam muito, mas se encontram desmotivados por conta das políticas deste governo, que corta direitos e não aplica as leis voltadas para a valorização dos profissionais da Educação.

Queremos ainda prestar alguns esclarecimentos sobre as paralisações de professores que ocorreram nos últimos anos e que, infelizmente, por mais que tenhamos tentado evitar, trouxeram transtornos não somente para o aprendizado dos alunos, mas, também, para a rotina familiar. Infelizmente, muitas informações falsas foram divulgadas sobre as razões que levaram às paralisações.

Comentário: O único ou principal culpado pela realização das greves tem sido o próprio governo, que aplicou uma política de arrocho salarial contra os educadores, cortou e reduziu os nossos salários, e fez aprovar uma lei estadual que destrói o plano de carreira dos profissionais da Educação de Minas. Ao invés de cumprir a lei federal 11.738/2008 e pagar o piso salarial nacional para os profissionais do magistério, o governo burlou a lei e alterou as regras do jogo para não investir o que a lei mandava investir. Por isso realizamos a greve: para cobrar um direito constitucional, que o governo se recusou e se recusa a cumprir, causando sérios prejuízos aos profissionais da Educação e aos alunos e pais de alunos, que são vítimas, também, da política do governo. Se tivesse cumprido a lei, não haveria greve. O governo foi, portanto, o principal responsável pelas paralisações.

Mas, compreendendo que a realidade da escola interessa a toda a sociedade, tomamos a liberdade de dividir com vocês algumas informações sobre o esforço que vem sendo feito pelo governo do Estado para melhorar a remuneração dos professores de Minas.

No final de 2011, a Assembleia Legislativa aprovou o projeto que cria um novo modelo de remuneração para os profissionais da educação, e garante vantagens para o professor e para a sociedade. O modelo assegura que todos os profissionais que têm direito ao piso nacional recebam salários acima do que é estabelecido pelo Ministério da Educação. Os professores da rede estadual de ensino com licenciatura plena ganham, no mínimo, R$ 1.320,00 para uma jornada de 24 horas semanais. A Lei do Piso Salarial Nacional estabelece o piso de R$1.187,00 para 40 horas semanais e define a proporcionalidade conforme a jornada de trabalho, por isso o valor pago aos professores em Minas é, proporcionalmente, 85% superior ao piso nacional.

Comentário: nesta passagem do texto, o governo falta com a verdade do começo ao fim. Vamos analisar ponto por ponto: a) o governo diz que a ALMG votou uma lei que trouxe vantagens para os professores com direito ao piso. Mentira. A Lei aprovada pelo legislativo de Minas criou o subsídio (remuneração total), que retira vantagens, confiscando os direitos adquiridos pelos professores, como quinquênios, biênios, pó de giz, entre outras gratificações. Além disso, o governo reduziu os percentuais de promoção (de 22% para 10%) que ocorre a cada cinco anos, e de progressão na carreira (de 3% para 2,5%), que ocorre a cada dois anos. Como se não bastasse, a referida lei congelou a carreira dos educadores até 2016, cancelando qualquer avanço na carreira; b) o governo diz ainda que paga, através desta lei estadual, um valor acima do que manda a Lei do Piso, chegando a citar um espalhafatoso índice de 85% a mais do que manda a lei federal. Contudo, a realidade é outra, e faz-se necessário explicar resumidamente o que é o piso salarial e o que o governo fez para não pagá-lo aos profissionais de Minas.

Vamos começar dizendo que o governo desinforma a população sobre os conceitos de piso e subsídio. Piso é vencimento básico, enquanto subsídio é soma total de salário, remuneração total. Logo, não se pode comparar estes dois conceitos, como grosseiramente faz o governo, usando de má fé, inclusive, já que as pessoas não envolvidas desconhecem essa realidade.

O piso salarial nacional dos profissionais do magistério consta da Constituição Federal, aprovada em 1988. Vinte anos depois, em 2008, o inciso VIII do artigo 206 da Carta Magna, que previa a criação do piso, foi regulamentado e instituído pela lei federal 11.738/2008. Esta lei estabelece claramente que: 1) o piso é o salário inicial, vencimento básico, sobre o qual devem ser aplicadas as gratificações adquiridas pelos educadores. O que fez o governo de Minas, espertamente? Ao invés de adaptar o vencimento básico existente no estado - que é o pior do Brasil -, ao valor do piso salarial nacional, e sobre este novo valor aplicar as gratificações, o governo simplesmente somou o vencimento básico e as gratificações e disse que este valor somado é maior do que o valor do piso. Ou seja, o governo aplicou um calote nos educadores de Minas.

É como se você, caro pai ou mãe de aluno, recebesse um salário de R$ 500,00 como vencimento básico, e tivesse direito a uma gratificação de 30% sobre este vencimento básico, num total de R$ 650,00. Mas aí, imagine-se, nesta nossa suposição, que uma lei federal tivesse exigido que você recebesse pelo menos R$ 600,00 de vencimento básico. O que deveria acontecer? O correto seria que lhe pagassem os R$ 600,00 de vencimento básico e aplicassem os 30% de gratificação sobre este novo vencimento, resultando em R$ 780,00. Contudo, imaginem então, senhores pais, que os seus patrões, ao invés de cumprir a lei, tivessem somado o seu vencimento de R$ 500,00 com a gratificação de 30% a que você teria direito (R$ 150,00) e dissesse que você, com esta soma (R$ 650,00), estaria ganhando até mais do que manda a lei? Foi exatamente isso o que fez o governo de Minas conosco. E isso nos causou sérios prejuízos. Os professores de Minas tiveram perdas mensais entre R$ 300,00 e 3.000,00 por conta dessa mágica feita pelo governo de Minas.

Aliás, cinco governadores questionaram a Lei do Piso junto ao STF, reivindicando o direito de pagar o piso enquanto remuneração total, e não enquanto vencimento básico. O STF, em abril de 2011, rejeitou esta tese, reafirmando que o piso dos educadores é vencimento básico, e não remuneração total. Mas, o governo de Minas, descumprindo a lei federal e desobedecendo a decisão do STF, somou o vencimento básico com as gratificações, transformando-os em remuneração total, e com isso escapou de pagar o piso, que é direito dos educadores, e ainda se dá ao luxo de dizer que paga até mais do que o piso, o que é um absurdo.

Esta vergonhosa manobra, que contou com o apoio de 51 deputados da base do governo, praticamente descaracterizou a lei federal do piso dos professores. A lei federal, que fora criada para valorizar o educador e proporcionar um ensino de qualidade, foi burlada, e quem perde com isso é toda a sociedade. Com este golpe, o governo economizou dinheiro que seria da Educação para aplicar os recursos em outras áreas de interesse do governo. Talvez em obras faraônicas, ou na Copa de 2014, ou em rodovias, ou em juros de bancos, ou em altos salários para os muitos assessores da alta esfera do governo.

E começará a ser implantado este ano o sistema de um terço da jornada semanal dos professores para atividades fora da classe, como, por exemplo, a preparação das aulas. Além disso, o novo modelo preserva os direitos adquiridos pelos professores e incorpora alguns que eram perdidos em caso de aposentadoria ou licença, como a gratificação de incentivo à docência, o chamado “pó de giz”.

Comentário: o terço de tempo extraclasse é uma conquista legal dos trabalhadores, que até o momento o governo de Minas não aplicou. Quanto ao pó de giz, trata-se de uma gratificação que é paga para o professor quando ele está em regência de turma - e é retirada quando ele sai de sala, seja para aposentadoria ou em licença médica. O governo poderia manter esta gratificação sem precisar destruir toda a carreira dos educadores, como fez.

O novo modelo também é bom para a sociedade porque agora a remuneração do professor fica mais transparente, mais fácil de ser conhecida.

Comentário: essa é outra grande inverdade. A remuneração dos professores era super transparente, sendo composta de um salário inicial (vencimento básico) e de gratificações que o profissional de carreira adquiria na sua vida profissional, como o quinquênio (10% sobre o salário inicial a cada cinco anos de serviço prestado), o biênio (5% a cada dois anos), pó de giz (gratificação de 20% para o professor em sala de aula), entre outras. A nova política remuneratória do governo é que não tem nenhuma transparência. Nela, o governo criou uma tabela fictícia, que servirá de base para um cálculo, cujo valor encontrado será parcelado em 4 vezes - uma parcela a cada ano - até completar o valor integral somente em 2015. Na essência, o governo confiscou o tempo de serviço, reduziu os percentuais de promoção e progressão, aboliu as gratificações, e com isso destruiu completamente a carreira dos educadores. Além disso, como se trata de uma remuneração total, o governo de Minas não precisará acompanhar os reajustes anuais do piso salarial nacional. Para se ter uma ideia, enquanto os profissionais da Educação de todo o Brasil terão, agora em janeiro, 22% de reajuste salarial aplicado ao piso nacional, os educadores de Minas terão apenas 5% de reajuste em abril de 2012.

Mas isso é apenas parte do trabalho que estamos fazendo com um objetivo principal: oferecer a seu filho ou filha a atenção e a educação de qualidade que merece.

Comentário: a realidade é exatamente a oposta da que afirma o governo: ao não pagar piso salarial a que os educadores têm direito; ao cortar e reduzir salários dos trabalhadores da Educação, como o governo fez em 2011, deixando os educadores em situação de total penúria, inclusive com contracheque zero durante dois meses, mesmo após o fim da greve; o governo, na verdade, não aposta numa Educação de qualidade para os alunos e sua família.

Esperamos continuar a contar, como temos contado, com o apoio de todos vocês. Estejam certos de que sua participação na vida escolar de seus filhos é fator decisivo para o bom andamento da formação de cada um deles.

Comentário: os profissionais da Educação de Minas e do Brasil esperam contar com a sua participação sim, mas não para apoiar o governo e seus deputados, que se negam a cumprir a lei e a pagar o piso, mas para que possamos cobrar, juntos, por uma educação de qualidade para todos. Para isso, é preciso que os governos levem a sério a Educação, valorizando o trabalho dos profissionais da Educação, oferecendo cursos de formação continuada, aplicando corretamente os recursos da Educação, investindo mais nas escolas, construindo laboratórios e espaços adequados para a aplicação das políticas pedagógicas, e com isso possibilitando que haja, de fato, um ensino público de qualidade. É importante dizer que, quando o governo deixa de investir corretamente na Educação, ou na saúde, ou na moradia popular, toda a população, principalmente as famílias de baixa renda, é prejudicada. E o governo de Minas, seus deputados e senadores, e a grande imprensa, que é comprada, dão um mau exemplo para os mineiros e para o Brasil. Nós, os educadores, esperamos contar com o seu apoio à luta pela Educação de qualidade e pela valorização do profissional da Educação.

Feliz 2012 a todos!

Secretaria de Estado de Educação
Governo do Estado de Minas Gerais

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***

P.S.: Quero deixar aqui três registros e alguns abraços. Ao combativo FREI GILVANDER, que me ligou ontem à tarde diretamente de Ceará. Neste mundão pequeno ele estava ao lado de conhecidos meus de três décadas, uma turma combativa do Contra-a-corrente de Fortaleza, aos quais estendo o meu abraço. *** Um abraço também para o professor Wladmir Coelho, especialista em matéria de petróleo, e que deu entrevista hoje para o programa Tribuna do Trabalhador, na Rádio Favela. Pena que no domingo eu acordo mais tarde um pouco e só pude ouvir uma parte da entrevista, mas o colega Wladmir mostrou o que está por trás da novela do pré-sal.*** Finalmente, neste domingo, a partir das 10h, um combativo grupo do NDG continua a distribuição de panfletos na Feira Hippie, em BH. Ontem, eu e o comandante João Martinho, em horários diferentes, distribuímos o boletim da realidade da Educação em Minas na parte central de Vespasiano.

***

Frei Gilvander:

CHEGOU O INV(F)ERNO! - Em Altamira, Belo Monte.

Texto belíssimo de Padre Antonio Claret.

Amiga/o, eis, abaixo e em anexo, o texto de padre Antonio Claret "Chegou o Inv(f)erno!" sobre a Hidrelétrica e Barragem de Belo Monte que inundará 2/3 de Altamira e causará uma devastação socioambiental enorme. Claret desnuda o crime hediondo que é Belo Monte. Lula, Dilma e a classe dominante entrarão para a história como quem patrocinou a maior devastação sócio-ambiental da história do Brasil. O capitalismo, como um dragão cuspindo fogo, movido por executivos que adoram o deus capital, vai pisoteando a maior biodiversidade do mundo: o Brasil. Mas vamos seguir lutando, acordando quem dorme e conspirando a construção de outra sociedade: justa, solidária, ecumênica e sustentável. Obrigado padre Antonio Claret por ver o mais profundo da ação satânica e revelar a todos nós. Feliz quem ouve e segue os profetas. Claret é um deles. Abraço terno na luta. Gilvander Moreira.

Chegou o inv(f)erno!
Antônio Claret[1]

Andava pelas ruas de Altamira. Era sábado pela manhã, dia 21 de janeiro. Chovia muito, e forte, mas com pequenos intervalos de neblina. Enfim chegou aquele friozinho, do que aqui se chama inverno! Foi-se o calor escaldante, que traz aquela moleza, quase insustentável. O corpo agradece e se reanima.

Quando a chuva engrossava, procurava, então, me esconder sob uma beira de telhado que aparecesse; quando fina, saía e, assim, pulando de lugar em lugar, tive tempo para reparar a cidade nesse início de inverno. Aqui só há duas estações do ano: inverno – tempo de chuva, com o leve friozinho – e o verão.

Na região do Cais, o cartão postal de Altamira, uma placa me chamou a atenção. Era um alerta sobre o risco de epidemia de dengue, epidemia esta que já ocorrera, aqui, em outras ocasiões; com uma intervenção, introduzindo-se pequena mudança na frase, provocou-se uma grande modificação na sua intenção original, transparecendo uma verdade nua e crua e, principalmente, cruel.

À escrita original ‘Dengue mata, cuide bem do seu quintal!’, alguém, um felizardo anônimo, riscou com tinta azul o substantivo ‘Dengue’ e, em seu lugar, escreveu, com letras grandes, a sigla CCBM. Para quem não sabe, CCBM significa Consórcio Construtor de Belo Monte, nome fantasia de governos neoliberais imiscuídos em empresas estatais e privadas, cujos rostos, assim, ficam escondidos por motivos óbvios.

Pensei em trecho de música de Zé Geraldo: ‘uma parte do mundo é nossa morada, a outra parte é nosso quintal’. Tempo bom, em que o canto da liberdade ia embalado no ânimo das massas. Uma profecia que, na Amazônia, se realiza ao contrário: hoje canteiro de obras, quintal do mundo!

Ri sozinho, no meio da rua; um riso de contentamento e indignação. Lembrei-me de Antônio Maria, padre-cantor, que, nessa noite, estaria ali, no Cais. Viria, com sua equipe, em avião fretado pela Prefeitura. Não sei de onde sai esse dinheiro! Em pouco tempo esteve, nesse mesmo local, padre Zezinho, também cantor. Pensei: cantar o quê – e que tom se há de dar ao canto – numa cidade condenada pela prepotência a ficar inundada? Dois terços de Altamira ficariam sob o lago de Belo Monte.

Levei a mão ao bolso da bermuda, peguei a máquina fotográfica – que, nesse dia, estava comigo – e tirei uma foto. Imaginei que era importante registrar, naquele momento, a ação de uma pessoa que, na sua indignação criativa, expressara o sentimento de grande parte dos altamirenses, de povos indígenas e ribeirinhos da Amazônia, de centenas de entidades ao redor do mundo, de profissionais sérios e lutadores, de profetas e profetizas, de movimentos populares, de algumas centenas de especialistas, de milhares de pessoas anônimas, e de organismos internacionais como a ONU.

Essas vozes, embora muitas, consistentes, e cheias de energia, hoje não se ouvem porque ficam abafadas sob o farol candente do império econômico materializado em mega-empresas privadas de quem FHC e, seus comparsas, eram capachos, e a cujos pés, nesse último período, ‘nossos’ governos se ajoelham, convertidos ao desenvolvimentismo neoliberal. Essa onda desastrosa vem tomando conta da ‘esquerda’ na América Latina, buscando um lugar ao sol do mercado mundial com a crise estrutural capitalista que sacode, especialmente, a Europa; visão caolha, que segue rumo ao abismo no qual o velho mundo vai se afundando.

É bom saber que, nesse governo, mais dez milhões de pessoas deixam a linha da miséria. Ao mesmo tempo, pesquisa lhe dá 59% de aprovação. Isso não lhe dá o direito, porém, de vender uma ilusão da crise capitalista, mundial, como oportunidade, mas, na prática, aumentando a concentração de renda no país e acelerando a degradação ambiental e social, em especial na Amazônia. Por ter, ainda, áreas preservadas, o impacto do PAC sobre ela é mais palpável.

Segui, caminhando! Algumas placas, com letras grandes e valores, às vezes astronômicos, se vêem pela cidade de Altamira, com patrocínio da Norte Energia. As obras sociais, ou ainda não existem ou estão consideravelmente atrasadas. Realmente são poucas para uma cidade em condições precárias a qual, com o boato da barragem de Belo Monte e, agora, com o início de sua construção, triplicou o número de seus habitantes.

Esse inchamento causa forte pressão em todos os equipamentos de serviços públicos. A limpeza da rua, que já era parca, agravou-se com o aumento significativo do lixo. O trânsito, em horários de pico, já é caótico. Diz-se que a violência cresceu em 30%. O número nem é o mais importante, o grave é que se ceifam vidas! Não se acham vagas nas escolas. Não se encontram leitos nos hospitais. O hospital regional da transamazônica, sediado em Altamira, fora ‘prendado’ pela Norte Energia com alguns equipamentos e, com isso, tem as suas regalias. O preço dos alimentos, dos aluguéis, tudo subiu de forma exorbitante.

As conseqüências desse drama, de uma cidade que nota, a olhos vistos, o seu crescimento repentino e totalmente desordenado, recai primeira e pesadamente sobre os empobrecidos. Um morador ribeirinho de Souzel sentiu dor no peito, e cansaço, então correu ao hospital regional em Altamira e, sem atendimento, seguiu, com a ajuda de amigos, para Belém, mas, também não tendo um diagnóstico preciso do seu incômodo, angaria fundo para viajar a Teresina, na esperança de identificar e tratar a doença de que, possivelmente, esteja acometido. Infelizmente, o ‘seu’ não é um caso isolado!

No centro, perto da catedral, um bando de urubus disputa um osso no lixo amontoado. Na boca do Igarapé Altamira, no seu encontro com o Xingu, a poluição toma conta, com garrafas pet e plástico boiando sobre as águas ancoradas. Elas já tomam parte dos sobrados das palafitas. Águas previstas para março chegam em janeiro, anunciando que o inverno será intenso. Na área alagadiça, todos sabem que o momento da subida e descida das águas é o mais complicado: o mau cheiro fica insuportável! Piores só mesmo os abrigos improvisados da Prefeitura, dizem, pois as pessoas ficam amontoadas e, ausentes de suas casas, muitas de suas ‘coisinhas’ desaparecem.

No canto da rua, a água da chuva escorre e, ao menos no inverno, limpa o esgoto das canaletas, que corre a céu aberto.

Perto da Casa do Índio, vêm dois rapazes, um visivelmente embriagado. O bafo da cachaça fica no ar. No Bar da Loira, logo adiante, uma mulher chora sentada a uma cadeira e, sobre a mesa, uma garrafa de cerveja com um copo, ainda pelo meio.

No asfalto, perto de uma ponte, um carro do DEMUTRAN buzina, buscando abrir caminho no trânsito, que vai se tornando infernal, e, acompanhando-o, outro do DETRAN. Pelas ruas, em especial nas sinaleiras, a maioria instalada há pouco tempo, ficam guardas do DEMUTRAN, devidamente uniformizados e, às vezes, com o apito na boca. Tudo mantido em ‘convênio’ com a Norte Energia.

Aliás, é raro um evento ou uma obra pública, de Altamira ou cidades do entorno, em que não haja patrocínio da Norte Energia, com uma imensa placa, maior, às vezes, do que a construção, ou com seu nome gritado, alto e bom som, ao microfone. Em Souzel, por exemplo, na noite do dia 20, no início do XX Festival do Caratinga, ela estava lá. Um esforço tremendo para colar sua imagem ao progresso da cidade e região num momento em que ela inicia o barramento do Rio Xingu. Um crime, ainda que forjado na formalidade da lei!

Nesse ano haverá eleições municipais, e não é preciso ser cientista político para saber que nas campanhas eleitorais em Altamira, e em todas as cidades da região, será injetado dinheiro do povo, através da Norte Energia, uma estatal, e, claro, ‘quem contrata a banda escolhe a música’. Essa empresa, cacifada pelo governo federal, não está preocupada com nenhum prefeitinho, mas são tantos os problemas que Belo Monte vem criando - e a tendência é que essa situação se agrave ainda mais -, que ela deverá fechar todo e qualquer espaço, por insignificante que seja. A dominação precisa ser completa!

Nas portas e paredes das casas das áreas alagadiças, mais um cartaz da Norte Energia, buscando acalmar a população. A mensagem central é a Cota 100. Mas a água pode ir além, como soe acontecer em barragens hidrelétricas. Essas pessoas ali residentes, e resistentes, ainda são pássaros livres, e podem despertar-se para a organização. Somente depois que caírem como aves presas na esparrela, aí, sim, a empresa e o governo dirão toda a verdade. Nem precisarão dizê-lo, pois os fatos falam por si. Por ora, afirmam apenas que todos serão indenizados. E que ali, onde moram, será um lindo bosque com praças, algo luxuoso, e bonito.

Lê-se, nas entrelinhas dessas promessas, um grande cinismo; uma visão preconceituosa, a qual, sem o revelar, encara a remoção das famílias não como uma obrigação legal, mas como limpeza social. Elas precisam ser retiradas, elas precisam ir para a periferia, elas precisam ir para os morros, pois ali, à margem do futuro lago de Belo Monte, há de se construir algo muito bonito. No fundo, para eles, gente é coisa feia e povo é coisa suja.

Remexem-se as entranhas, causa náusea e nojo só de pensar nessas autoridades, e no que passam em seus planos, como se a aprovação nas urnas os tornasse donos absolutos do país, e do seu rumo. E se coloca em xeque o conceito de diálogo do governo, que não passa de imposição dos interesses econômicos privados em detrimento dos direitos invioláveis dos povos.

Papéis da empresa e de políticos garantem a indenização das famílias. Mas papéis são papéis! Para se ter uma vaga idéia da insegurança dos papéis, a Norte Energia assinou documento com o Governo do Pará assumindo o compromisso de fazer suas compras no Estado. Trata-se de aquisições para construção de uma obra orçada em 30 bilhões de reais. Pois ela simplesmente descumpriu esse compromisso, sem nenhuma explicação convincente, comprando, de uma só vez, 118 caminhões em São Paulo. Especialistas calculam que isso gerou um prejuízo de 8 milhões ao Estado do Pará. Quem não cumpre seus compromissos com tubarões do poder vai, por acaso, cumprir seu compromisso com as famílias atingidas por Belo Monte? Crer nisso é o mesmo que crer em mucura cuidando de ovos.

Nas áreas alagadiças, em meio a um processo de pseudo participação das famílias no destino de suas vidas, brilhantemente arquitetado pelas empresas, grupos de base do MAB vão, aos poucos, se multiplicando. Já são nove! Para fora, o Xingu Vivo Para Sempre continua o seu trabalho de denúncia. A Prelazia do Xingu, com sua luta histórica, segue abrindo os olhos do povo. Num desafio de pigmeus contra gigantes do império econômico privado, escorado em recursos públicos, a consciência e a indignação vão crescendo. Aqueles que não caírem nas armadilhas, e serão muitos, poderão, a seu tempo, rasgar a botina do vencedor.

Das últimas notícias, vê-se que este ano será pesado, mais que 2011. A ganância tem muita pressa! As obras de Belo Monte, dentro ou fora da lei, seguem a pleno vapor! As máquinas roncam dia e noite, de domingo a domingo, com muitas horas extras dos trabalhadores, super esgotados, e com poucos direitos. Continua a construção de acessos e alojamentos. O número de operários poderá chegar, em breve, a dez mil. No auge da obra, vão passar de vinte mil. É uma cidade forçada, feito campo de concentração, brotando no descampado.

Inicia-se o desvio do Xingu, cujas águas, antes azuis ou esverdeadas, se tornam turvas. Madeireiros têm licença para desmatar área no polígono das obras. Famílias ribeirinhas de Assurini choram suas incertezas. Atingidos em Altamira carecem de informações seguras. Os índios Araras denunciam sua água barrenta. Guardas privados, apoiados por homens da Guarda Nacional, cuidam da segurança no local das obras. Ali se proíbe tudo: o acesso das pessoas, fotos, filmagens e, especialmente, manifestações. Tudo dentro do Estado de Direito, armado!

Por esses dias, chegam mais três balsas enormes carregadas de materiais para a barragem pelo Porto de Vitória do Xingu. Há pouco, chegaram cento e cinqüenta grandes máquinas.

Há contratos com funerárias e caixões cuidadosamente reservados para os operários que tiverem a sorte de morrer em condições de se resgatarem seus corpos. Pois os que caírem, por ventura, em meio ao concreto da obra, dá-se logo por enterrado, no muro da barragem, pois aquela engrenagem maluca não pára. O cimento usado é especial, seca rapidamente, e o sistema não tem tempo a perder com gente morta. O que lhe interessa é pessoa viva, ou melhor, a sua força de trabalho. Existem informações de que, em Tucuruí, teriam morrido aproximadamente trezentos trabalhadores.

Ah! Quase me esquecia! O bordel está praticamente pronto, nas imediações dos alojamentos. No Madeira, nas barragens de Santo Antônio e Jirau, também cacifadas pelo governo, os operários bem comportados tinham uma cota mensal para esses gastos. Aqui provavelmente será a mesma coisa já que, a despeito dos inúmeros discursos e argumentos vazios, de pessoas que aceitam ser menino de recado do núcleo central do governo, os problemas se acumulam e se agravam a cada nova barragem anunciada e construída.

P.S.: Antonio Claret é padre em missão na Prelazia do Xingu PA, e militante do MAB.

[1] É padre em missão na Prelazia do Xingu PA, e militante do MAB.

***

Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.
e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br
www.gilvander.org.br
www.twitter.com/gilvanderluis
Facebook: gilvander.moreira
skype: gilvander.moreira


262 comentários:

  1. DIVULGUEM O QUE O PROFESSOR EULER EST[A FALANDO PARA TODOS OS PROFESSORES QUE VCS CONHECEM. CADA UM DE NÓS TEM UMA LISTA DE EMAILS, DIVULGUEM O POST DO EULER. VAMOS DIVULGÁ-LO POR TODA A MINAS GERAIS.
    DIA 01/02 ESTAREMOS DE VOLTA A ESCOLA. NESTES 3 DIAS ESCOLARES VAMOS TB FAZER A NOSSA CARTA PARA A COMUNIDADE. SE CADA UM CONTRIBUIR COM R$ 1,00 PARA A XEROX, PODEMOS DIVULGAR NOSSA CARTA "PARALELA" PARA OS ALUNOS NO DIA 06/02. O QUE NÃO PODEMOS É FICAR PARADOS. EXISTEM OUTRAS ESTRATÉGIAS ALÉM DA GREVE, UMA DELAS É A CONSCIENTIZAÇÃO. ESTE GOVERNO QUER DESTRUIR A CARREIRA DE PROFESSOR DE UMA VEZ POR TODAS. SE NOS CONTINUARMOS NA INÉRCIA, ESTE GOVERNO PREPARARÁ OUTRAS ARMADILHAS. ATRAVÉS DO QUE ELE TEM FEITO COM OS EDUCADORES, ELE PROVA QUE NOS CONSIDERA "SUB-CLASSE". ELE TEM APLICADO A EDUCAÇÃO, O MESMO QUE SE FAZ COM UMA EMPRESA PRIVADA.
    "EDUCAÇÃO PÚBLICA NÃO É PRIVADA".
    EDUCAÇÃO É PONTO ESTRATÉGICO DE QUALQUER PAÍS QUE SE PREZE, SE NOS FICARMOS SÓ RECLAMANDO E NÃO AGIRMOS, DAQUI HÁ ALGUM TEMPO A SITUAÇÃO FICARÁ INSUSTENTÁVEL EM TODOS OS SENTIDOS:

    1) SALÁRIOS QUE NÃO PERMITEM AO PROFESSOR SOBREVIVER COM DIGNIDADE;

    2) MUDANÇA DO REGIME ESTATUTÁRIO PARA CELETISTA;

    3) CLIENTELA CADA VEZ MAIS INDISCIPLINADA, APÁTICA E SEM PERSPECTIVA DE FUTURO;

    4) TRÁFICO DE DROGAS, ABUSOS SEXUAIS E VIOLÊNCIA CADA VEZ MAIS FREQUENTES NO AMBIENTE ESCOLAR;

    5) AUMENTO DA AMEAÇA A INTEGRIDADE MORAL E FÍSICA DO PROFESSOR

    6) SUACTEAMENTO AINDA MAIOR DOS QUADROS DE FUNCIONÁRIOS DA EDUCAÇÃO.

    VAMOS REAGIR! A INTERNET É NOSSA GRANDE ARMA NESSE MOMENTO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quantos professores estão participando da panfletagem?

      Excluir
    2. O nosso "querido" governador atraves do oficio 014/2012 assinado pela sub secretaria raquel elizabeth esta impedindo os CESECs e Pecons de designar para o ano de 2012, esta situação esta fazendo com que estas escola fiquem sem professores, ATB e Asb algumas se nenhum deles tornando impossivel o fucionamento destas escola.Isso e investimento em educação??

      Excluir
  2. Parabéns pelo comentário querido amigo Euler,acorda cedo hem?! Escreveu muito cedo e até no domingo! Notícias o nosso contra cheque do prêmio de produtividade esta no portal e só colocar 01/2012.Abraços querido e estimados sofredores(professores)

    ResponderExcluir
  3. Muito boa sua resposta á essa "carta suicida" Euler!

    N.DG DE G.V

    ResponderExcluir
  4. SINCERAMENTE...

    GOSTARÍAMOS muito de ver um sindicato atuante e extremamente restrito a defesa de nossas causas.

    MAS, o que temos visto não é isto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beatriz,

      Nada mais nos interessa.

      SOMENTE O RECADO ACIMA.

      Excluir
    2. E a conscientização da população sobre a verdade?

      Excluir
  5. Tomei posse no cargo de professora no ano de 2004 após ser aprovada no concurso, era exigido para esse cargo apenas licenciatura curta. Eu já tinha licenciatura plena e pós graduação desde aquela data. Desde a implantação desse famigerado subsídeo sou posicionada como licenciatura curta e continuarei sendo. Como pode eu ganhar menos que um efetivado ou até mesmo um contratado, meu salário será mais ou menos R$ 1200,00.
    É INJUSTIÇA DEMAIS!!

    Se por acaso tiver mais alguém nessa situação por favor me dê uma luz não sei mais o que fazer, até Beatriz do sindicato disse que meu caso não tem solução tenho que esperar completar 8 anos e depois mais 5 anos até chegar na pós graduação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comigo e mais 3 professores da minha escola aconteceu o mesmo, tivemos que esperar ate o fim de 2011 para ter 8 avaliações (3 estagio probatorio e 5 de desempenho). O pessoal da secretaria da escola informou o nota da avaliação de 2011 e em seguida mandamos novamente para a SRE a copia dos nossos diplomas e a contagem de tempo. A secretária da escola foi quem levou esses documentos para a SRE no inicio de janeiro. Fomos posicionados como T2 A, mais a secretária nos garantiu que haverá a mudança para PEB 1 no meu caso que não tenho pós-graduação.

      Excluir
  6. GOVERNO FALSO,CORRUPTO ,se a família hoje não ajudar em casa o aluno não consegue ler e nem escrever e não é culpa do professor é o sistema de educação q é falho só tem propaganda falsa!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos panfletar então? Mostrar a verdade até começar a surtir efeito?

      Excluir
  7. Vamos comentar:


    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=194312,OTE&IdCanal=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Análise da reportagem de O Tempo

      Que os políticos são "tudo faria do mesmo saco" frase cunhada ao tempo do Império, se não me falhe a memória, isto qualquer cidadão com um mínimo de capacidade crítica sabe.
      Certa vez, quando militava politicamente, ouvi um político dizer: "a política é o palco da mentira, da inveja e da calúnia" hoje - apolítico que sou - completaria: também é o palco das negociatas, das trocas de favores, do clientelismo, do desvio do dinheiro público, do enriquecimento pessoal.
      Mas como não podemos viver sem a política - mesmo porque animais políticos o somos - temos que escolher os melhores entre os piores.
      No período que o governo do PSDB governou o país, o que vimos foi privatizações, ampliação da política neo-liberal iniciada no governo Collor, sucateamento da educação, saúde etc. Como disse anteriormente sou apolítico, nas últimas eleições votei nulo. Confidência que faço aqui como anônimo, pois nas salas de aula sei que minhas decepções pessoais e convicções frustradas - pela distância entre o ideal e o real - não podem frustrar a expectativa de jovens que começam a vida agora. Como professor tenho o dever de ajudar a construir a cidadania, por isso em épocas de eleições faço debates em sala, conscientizando sobre a importância do voto etc, embora os jovens andem completamente apáticos em relação à política.
      Uma das poucas coisas que o governo FHC deixou de herança positiva foi o plano real. O governo do PT tratou de consolidá-lo ainda mais e teve como aspectos positivos o freio nas privatizações e uma melhor distribuição de renda através destes planos sociais: bolsa-escola, bolsa-família, que na verdade acabou sendo uma ampliação de planos criados na era FHC.
      Lula, apesar de não ter uma formação acadêmica, certa vez disse uma coisa muito inteligente: "Antes de mim o discurso era fazer o bolo crescer para dividir. Nós fizemos o contrário: dividimos para o bolo crescer".

      Excluir
    2. É um fato que o programa bolsa-família chegou a alavancar a economia de pequenos municípios (notícia que na época li no Yahoo).
      Vivemos um panorama político muito parecido com o do II Reinado, quando havia dois partidos políticos: Os Conservadores x Os Liberais, representavam a mesma elite agrária, só que os primeiros eram favoráveis a centralização do poder e os segundos queriam uma maior descentralização. Não querendo ser anacrônico, o PSDB de Aécio é mais neoliberal, enquanto o PT de Dilma põe em prática pequenas ações neoliberais, mas não tem a coragem de privatizar patrimônios como a Petrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Correios.
      Mas na política econômica são a mesma coisa.
      Nestas eleições temos em cada região de Minas à qual pertencemos, conscientizar a população a não votar nos 51 deputados que ajudaram a dar um duro golpe de machado na árvore da educação. Infelizmente a memória do eleitor brasileiro é muito curta, temos que espalhar pela internet, sem trégua, num verdadeiro SPAM, a fotografia de cada um deles. A derrota nas urnas deles este ano, mina a política de bastidores que o PSDB já está fazendo para as eleições de 2014.
      Vossa excelência o governador prova sua inabilidade política ao tratar como tratou os educadores que aderiram aos 112 dias de greve.
      Corte de ponto, aonde servidores chegaram a não receber nada de salário, não-pagamento da reposição de aulas, neste ponto ele foi muito mais perverso que o Aécio. Me lembro que na greve de 2008 eu recebi o primeiro mês que ficamos parados, ele não debitou da folha parcela de empréstimos. O Anastácia literalmente arrebentou com a vida econômica dos que aderiram a greve. Falta de sensibilidade política para quem está cansado de saber que não se sobrevive com este salário, que professor está sempre pendurado em empréstimos. Alguns governadores mineiros, apesar de não resolver o interminável problema da questão salarial do professor, pelo menos demonstravam maior sensibilidade política.

      Excluir
    3. Para greve eles já tem uma receita que dá certo há quase 10 anos. Corte de pagamento. Por isso, a greve não pode ser entendida como único instrumento de luta. Há outros. Vivemos num Estado Democrático de Direito. Onde em Minas, o direito é exceção. Mas existe a justiça federal, o piso salarial nacional é UMA LEI FEDERAL. Tenho visto aqui inúmeros pedidos de colegas que bradam: Por quê não contratar um escritório de advocacia fora de Minas? Afinal o Sindute tem cacife financeiro para isso, já que ele é o segundo maior sindicato do país da classe a qual pertencemos.
      Sobre a orientação ideológica que o Sindute tomou, ao se atrelar a um partido político(não vou entrar no mérito desta questão) por quê ele não propõe ao governo federal o que o professor Euler tem defendido aqui: a federalização da folha de pagamento? Eles estão no poder, diz o provérbio popular que quem manda PODE.
      Agora a grande armadilha deste atrelamento político, é que caso este partido venha a ganhar as eleições em Minas em 2014, não mude nada.
      Prova maior disso é que no Rio Grande do Sul o partido do governo está no poder e não paga o piso. Agora eu pergunto a vocês: por quê?
      Realmente o dinheiro não dá? Gostaria sinceramente de entender.
      Apesar de tudo tenho me sentido feliz ultimamente, por quê aqui no Blog do Euler (e não estou puxando o saco dele, rs) é o único lugar onde podemos discutir e dessas discussões quem sabe equacionar propostas que sirvam de diretrizes para o futuro do nosso movimento.
      Quero aqui até fazer um apelo se o Euler permitir: não adianta nada eu ir no congresso de Araxá, pois não tenho o arcabouço de informações que o companheiro tem; não adianta nada você ir se você também não tem o conhecimento necessário. A presença do Euler é muito importante neste congresso. Este companheiro através da sua pena reacendeu nossas utopias. Imagino que ele, a exemplo de todos nós, estamos passando os nossos apertos financeiros. Vamos ajudar o companheiro a ir neste Congresso, hoje em dia é muito fácil você fazer um depósito numa casa lotérica. Se cada um de nós der R$2,00, R$ 5,00, que seja R$ 1,00, estaremos bem representados por um companheiro que tem uma visão global do movimento e poderá expor suas ideias. Euler é a mais autêntica liderança que surgiu no movimento pela luta dos trabalhadores em educação.
      O companheiro tem trabalhado por todos nós, através do seu blog tem dado visibilidade aos problemas que enfrentamos, e tudo isto por ideologia, por amor.
      Só que amor não é aceito na estação rodoviária, na hora de pagar uma refeição, só se aceita dinheiro.
      Relembremos as palavras de Karl Marx (e agora algumas lágrimas descem do meu rosto):

      “Proletários de todo o mundo, uni-vos!"

      Grato

      Excluir
    4. Sábias palavras, gostei demais e apoio.

      Excluir
    5. Votar nulo não significa que você seja a-político. Você, mesmo que esteja em cima do muro, está fazendo uma opção política, pois todas elas têm consequências.

      Joaquim - Sete Lagoas

      Excluir
    6. Olá leitores deste blog,

      Se queremos alguma mudança,a panfletagem INTENSA e CONSTANTE pelos profissionais da educação deverá ser feita por todos nós, usando de toda criatividade, pois o dinheiro é curto, todos sabemos, né?

      Estou dizendo isto porque, como de outras vezes, para todas as residências de minha cidade, acabei de receber um folheto, daqueles bem coloridos e do tamhanho de uma revista com oito (8!) páginas, o mandato de resultados do deputado alencar da silveira!!!

      Ele discorre, com bem caprichosas fotografias, todas suas acões "em prol das comunidades" daqui da região dos Inconfidentes. O papel deste impresso é de dar gosto... As fotos uma maravilha...Ele fala da ajuda à APAE ,à banda musical, à Santa Casa, ao Lar São Vicente, á Associação que reabilita deficientes, á entidade para recuperação de dependentes químicos, à Casa Lar, da sua ajuda para implantar cursos profissionalizantes para atender à nova fábrica da Coca Cola, etc...etc...etc...

      E por que será que ele JÁ está fazendo isto?
      Como sempre, nos anos de eleição, lógico...

      Em tempos de alta tecnologia, com todo o dinheiro que recebem, acredito que outros deputados, se já não estão fazendo o mesmo, logo, logo o farão.

      E nós? Podemos ficar calados, parados, só assistindo sem nenhuma ação?

      Excluir
  8. CARTA AOS PAIS ALUNOS E COMUNIDADES DE MINAS GERAIS





    Faço saber a todos que o Sr. Anastásia, Governador do Estado de Minas Gerais decidiu fazer com as crianças de todas as escolas estaduais de Estado de Minas.



    Em resposta aos ótimos resultados dos alunos em avaliações realizadas nas escolas pelo governo em 2011, neste ano de 2012, o governo presenteia as escolas, os pais e as crianças empilhando um aluno sobre o outro em salas superlotadas. Como se isto ainda fosse pouco, o governo decidiu multisseriar as escolas ( o que é isto? Colocar primeiro, segundo e terceiro anos juntos em uma única sala com um só professor e colocar também quarto e quinto anos juntos).



    Imaginem Srs. Pais, seus filhos todos misturados primeiro e segundo anos juntos em uma mesma sala com um só professor! O que será do futuro de seus filhos analfabetos e diplomados? O governo não está nem um pouco preocupado com os seus filhos. Serão alunos pequenos com alunos grandes tudo misturado, salas de aula superlotadas, provocando uma grande desorganização nas escolas. Tudo isto determinado pelo Governador do Estado.



    Hoje, o governo obriga os senhores diretores a mandar cartas para os pais para tentar enganá-los sobre o que realmente ele está fazendo com a educação de seus filhos, pois sabe que os professores não vão aceitar essa verdadeira bagunça que ele provoca dentro das escolas, e provavelmente haverá greve.



    Srs. Pais e comunidade, façamos uma grande corrente e juntos vamos enfrentar o governo para que ele não acabe com o ensino de nosso estado.

    Hoje, a nossa luta é muito mais que salarial, é pelo direito de uma educação de qualidade para os seus filhos. Diga não a todas estas barbaridades que o governo está fazendo na educação. Junte-se a nós nesta luta!



    Peço a todos que façam com que esta informação chegue o mais rápido possível a todos os cidadãos de Minas Gerais.

    ResponderExcluir
  9. Euler preciso que me tire uma dúvida.Saiu uma resolução esta semana dando direito ao professor que tiver 45 anos e 25 de sala sem tempo averbado ,descontando também o tempo que ficou como eventual e assegurando o direito ao 1/3 extraclasse.Como tenho mais de 48 anos e mais de 27 de sala tenho esse direito.Portanto gostaria de saber o que você acha e se tem conhecimento dessa resolução,a minha escola recebeu um email essa semana.Aguardo resposta.Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GREYCE Cel Fabriciano29 de janeiro de 2012 15:28

      Pense bem antes de afastar.Essa lei não é de agora.Me afastei por ela ano passado;29 anos de serviço e 49 de idade.Perdi pó de giz e exigência curricular o q corresponde a quase 200 reais por mês;isso no subsídio.Retornei em novembro para regularizar minha situação e até hoje não me pagaram corretamente.Ainda fizeram reposicionamento como se eu tivesse afastada.Por experiência própria,a mellhor alternativa para quem tem dois cargos em final de carreira e não estão aguentando mais é licença mesmo.Com esta no subsidio não perdemos nada.Espero q tenho contribuido. ABRAÇOS

      Excluir
    2. essa lei é antinga.na SRE de Manhuaçu ela já funciona .

      Excluir
  10. Parabéns Euler pelo seu comentário,quero q saibam q sou mãe e sei direitinho o q este desgovenro está fazendo com vcs,e essa carta ñ me intimidou nem um pouquinho.Força

    ResponderExcluir
  11. Vamos postar a carta do professor Euler na lista de e-mails, nos orkuts e no facebook, vamos espalhá-la por toda a mídia. Temos que ter essas ferramentas a nosso favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já está no meu face na integra! não podemos perder tempo.

      Excluir
  12. Já espalhei por todos os meus contatos...Continuamos firmes na base! Deus será nosso guia e proteção.Que meu santinho querido (São Vicente de Paula) nos proteja dessa besta fera que se denomina "governo de Minas".

    ResponderExcluir
  13. Gostaria de saber se 1/3 extraclasse será remunerado a parte ou já está embutido no salário de fome?

    ResponderExcluir
  14. Governadozinho de Minas,

    sou mãe de aluno e sua carta não vai nos fazer acreditar que vc está fazendo maravilhas. Pelo contrário, estamos decepcionados com o seu desempenho.
    A minha família é muito grande e todos já conhecem a lábia que os governos em geral jogam em cima do povo sofredor.
    Conta outra e vou apoiar os professores, vamos acreditar na carta deles, porque quem sabe da realidade nas salas de aula são eles.
    E esse negócio de diminuir o tempo do professor ao colocá-lo no suicídio.
    Quem precisa de crematório é o governo que só pensa em seu benefício próprio.

    ResponderExcluir
  15. Euler, boa tarde!
    Parabéns! Que paralelo perfeito que você fez entre as mentiras do satãnazia (desgoverno mineiro) e a realidade da educação e dos professores de Minas.
    Seu texto esclarece, ponto a ponto, as falácias do
    que se diz governador, mas não passa de uma máquina de moer professores e outras classes do funcionalismo estadual.

    Maria de Lourdes

    ResponderExcluir
  16. É desumano! Pergunte a algum pai se ele conseguiria cuidar de mais de 30 adolescentes e fazer com que todos, usando o mesmo método de ensino e ao mesmo tempo, conseguisse que todos em 50 minutos aprendesse tudo aquilo que foi passado. Pior que tudo isso,é o incentivo aos menos esclarecidos(alunos) a não se dedicar aos estudos em casa, pois sabiamente vão passar, numa lei perversa do menor esforço é assim que funciona, sou testemunha ocular, peça a seu filho de 9º ano para fazer uma reles divisão. Contribuem escandalosamente para a continuidade da elitização que creio eu, ruirá minguadamente, mas ruirá. Pergunto aos pais se estes sabem avaliar, o que é bom ou ruim dentro da educação?
    Algumas escolas se quer tivera livro o ano passado e essa situação permanecerá por mais quatro anos. E o que vemos foi uma letargia por parte de pais e alunos e que muitos querem apenas, como a cartinha do governo bem disse, um lugar barato de lazer para seus filhos, para não ter que deles cuidar.
    Em se tratando da remuneração de professores o salário criado pelo governo ficou menor do que iríamos ganhar imediatamente com a aplicação correta de uma lei nacional. Imediatamete, mas para diminuir o nosso salário esse aumento que teríamos, para alguns 100 reais, para outros não chega a 50 reais e assim vai, será pago(dividido) em 4 vezes, o que seria nosso de direito imediatamente. Isso não é possível. Usar o piso nacional para calcular uma diferença, aplicar o subsídio menor do que teríamos direito agora e dividir esse direito em quatro partes, pagar uma a cada ano e se quer corrigir o grande golpe pelos índices da inflação ou salário mínimo e impondo, já que os pais precisam saber se não fosse golpe teríamos a opção de nos mantermos onde queríamos. Só a justiça não percebe tal feito.
    Aos senhores educadores, cabe-nos o momento de indignação, não para que tenhamos salários cortados, mas uma greve feita de fdorma diferente, com nossa presença em sala de aula, mas com trabalho mínimo ou nada. Por fim, não teremos salários cortados e as capitãs do mato se enfurecerão, pois terão que perseguir a muitos ou a todos e ainda zelar pelas crianças. Professor é quem trabalha e muito e ganha saário para todos, sem ele , muitas capitãs do mato, mas nem todas as escolas seriam um fiasco. Basta ver quando falta um na escola ou quando as solicitamos em sala, na sua aparece alguém?
    Decretemos o enterro educacional em Minas.

    ResponderExcluir
  17. Euler, bom dia.
    Já postei sua carta para todos os meus contatos.
    Sugiro que a mesma seja divulgada do jeitinho que está, nas portas das repartições públicas, em geral, nas praças em dias de domingo para as pessoas que fazem caminhada,nas feiras hippie, nos ônibus,etc.
    O governo está brincando de Tom e Jerry.
    Esta brincadeira está até divertida até que o rato seja ENGOLIDO e nós, gatos, iremos festejar.

    ResponderExcluir
  18. Que tal espalhar esta carta nas portas das igrejas?Já imaginou espalhá-la por todos os cantos?
    O governo está brincando de cutucar cupim.Uma picada de formiga não é brincadeira.

    ResponderExcluir
  19. Estou percebendo por parte de alguns colegas uma certa insatisfação com a Beatriz. É compreensível mas nós não podemos fazer o jogo do governo. A Beatriz tem que ser mais objetiva com relação aos prazos e ás ações na justiça.
    1º A ação contra a atual forma de distribuição de turmas;
    2º A ação quanto a redução de salários dos 153 mil.
    3º A ação contra a lei que criou o subsídio 02;
    4º A ação contra a não nomeação dos diretores e vices que não foram nomeados por participarem da greve.
    Nós queremos ver prazos ou seja as datas o que não tem,m ocorrido daí a insatisfação, pois o governo nos detona e o sindicato até o momento não se posiciona verbalmente.

    GILSON

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que tanta morosidade???

      Excluir
  20. Governadorzinho do "país" Minas Gerais. Tenho familiares em escola pública que não sabem ler correntemente, cometem mtos erros de português ( tanto faz palavras com 02 "ss" ou com "ç", "z" ou "s", não interpretam textos, não sabem redigir, não sabem fazer contas, e já estão na 3ª, 5ª e 7ª série. O que faz 2º grau é péssimo em tudo. Como é esta mágica? METODOLOGIA DO "EMPURRA" PARA APRESENTAR A FALSA ESTATÍSTICA? Que vergonha governador! Tome tento! "Secretária de educação tua "CARA GORDA" não queima diante de tantas falsidades? Meu Deus, meu Deus que mundo é este?

    ResponderExcluir
  21. Este é o Brasil: A melhor especialidade para médico é "ser deputado". Para ser eleito basta ser jogador de futebol muito desinformado, bem idiota, sem letras e sem luzes. O diploma compra-se depois. Eleição garantida tem os rebentos e herdeiros eternos dos pais, dos avôs...E nós ficamos com as heranças malditas que por sua vez deixam suas sementes do MAL. Não votem em parasitas! VAMOS ANULAR OS VOTOS. Já tem lambe botas, no interior, em campanha para candidatos dos atuais deputados. Vamos desmascarar esta turma!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DOUTOR VIANA, TRAIDOR DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. ESTAMOS DE OLHO EM VOCÊ.

      Excluir
    2. DEPUTADO TIAGO ULISSES,

      UM DOS 51 TRAIDORES DA EDUCAÇÃO NA ALMG.


      ANASTASIA, O PIOR GOVERNADOR DE TODOS OS TEMPOS.

      Excluir
  22. Minas Gerais teu nome é MENTIRA! Continuarei votando NULO. Não vou sustentar PARASITAS E SUAS SEMENTES DO MAL.

    ResponderExcluir
  23. ESTAVA ASSINTINDO "ANIMAL PLANET" NESSE MOMENTO E NÃO DEIXEI DE COMPARAR NOSSO QUERIDO EULER COM O SURICATO MAMÍFERO AFRICANO QUE FICA DE GUARDA( COMO VIGIA E PROTETOR EM SEU GRUPO)SEMPRE ATENTO E QUANDO AVISTA A AVE DE RAPINA( AÉRCIO) OU VÊ A "NARJA","ANASTASIA": SERPENTE PREDADORA E DISIMULADA, O MESMO CORRE E FALA QUE AÍ VEM VENENO! MOVAM-SE DEFENDAM COMO PUDEREM!RECEBA COM CARINHO ESSA COMPARAÇÃO AMIGO, POIS VOCÊ É NOSSO "SURICATO BRASILEIRO!"RS

    BOM DOMINGO!ATÉ NOSSA VITÓRIA! VALEU SEMPRE FICAR DE VIGIA

    N.D.G DE G.V

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bonitinho... Eu amo suricats

      Excluir
  24. Anônimo de 06:07. PARABÉNS. Todos os PAIS de alunos de escola pública deveriam se pronunciar como vc. Já pensou se este governo privatizar as escolas públicas? Só falta isso para arrasar de vez com os sonhos e direitos dos filhos dos assalariados. Vcs precisam urgentemente reclamar os direitos dos seus filhos! Quem não pode pagar escola particular para os filhos tem que ficar sempre com "a sobra" e a "frustração"?

    ResponderExcluir
  25. Euler me desculpe sobre o comentário que postei referente aos 45 anos e 25 de sala , o direito é de ficar fora de sala,esqueci de completá-lo.Ok e obrigado.Novamente aguardo resposta.

    ResponderExcluir
  26. DEUS É MAIOR ESSA MENTIRADA QUE ESTÁ NESTA CARTA AO ALUNO NÃO HÁ DE VINGAR.SOU MÃE DE ALUNO E TENHO CONHECIMENTO DO QUE ACONTECE COM OS PROFESSORES. SOU TIA DE PROFESSORES TAMBÉM.

    ResponderExcluir
  27. A foto da panfletagem é do Wladimir.rs
    Quarta tem panpletagem na entrada da estação central do metrô das 17:00 as 19:00.

    Saudações classistas /Petrônio

    ResponderExcluir
  28. SINDUTE COM ESSA POSTURA ESTÃO PERDENDO MUITOS FILIADOS.SINCERAMENTE MUITA DECEPÇÃO.QUERO ME DESFILIAR O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL,O DESCONTO DO MEU PAGAMENTO ESTÁ ME FAZENDO MUITA FALTA.ESTOU TIRANDO DOS MEUS FILHOS PARA BANCAR CONGRESSO QUE SEQUER EU E MILHARES DE PROFESSORES FOMOS LEMBRADOS A RECEBER UM CONVITE OU SERÁ QUE ESSE CONGRESSO NENHUM PROFESSOR SERÁ CONVIDADO OU SÓ TEMOS A OBRIGAÇÃO DE BANCARMOS COM AS DESPESAS QUE PELO QUE SEI NÃO SERÁ PEQUENA.A UNICA COISA QUE FAÇO NA VIDA É TRABALHAR,NÃO VOU A FESTA PARA EVITAR DESPESAS POIS TENHO QUE ESTUDAR MEUS FILHOS E NÃO TENHO COM QUEM CONTAR E INFELIZMENTE ESTOU SENDO OBRIGADA A BANCAR FESTA PARA ESTRANHOS QUE JAMAIS VAI SABER QUE EXISTO.PELO QUE LEMBRO A FILIAR FOMOS CONVIDADOS MAS A RECEBER INFORMAÇÕES ISSO NÃO TEMOS DIREITO.BELA PORCARIA !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, colegas:
      - Vocês "AINDA" vão querer mais concursos pra professores?
      Garanto-lhes que o Anestesia quer,
      que a Hiena quer,
      quer a Gaiola quer.
      Aliás, aliás ... ESTA SEMPRE FOI A BANDEIRA MAIOR
      do
      SINDIPATO(interessado, no ato)

      Excluir
  29. Caros amigos;

    Como já bem lembrou o Euler, vamos elevar o nível das discussões. De nada adianta ficar atacando o Sindute, muito menos sua presidente. Eu só acho que a Beatriz poderia esclarecer a categoria o porque de um jurídico que não funciona. Se não funciona, porque não trocar?
    O blog do Euler se tornou um espaço de discussão de toda a categoria. Aqui não é um partido político. Porque a Beatriz não pode postar aqui suas respostas a tantos questionamentos? Ela não é alheia a esse blog, garanto que ela o visita com frequência.
    Beatriz, conversa com a gente, dentro das tuas possibilidades, responda aos nossos questionamentos.
    Todos a tratarão com o maior respeito.

    Aguardamos sua resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo 10:43

      Na greve de 2010, Beatriz fez alguns comentários neste blog.Me lembro muito bem. Achei interessante as visitas da coordenadora.Foram poucas, mas será que naquele momento ela buscava o início de uma certa "horizotalidade"?
      Tantas águas passaram..."Santo Heráclito"!

      Excluir
  30. Prezado Euler e respeitadas(os) professoras(es),
    como pai de aluno, fico indignado com tantas mentiras desse maluco que governa Minas Gerais. Fico feliz em saber que os professores dos meus filhos tem esse maravilhoso Blog onde eles podem gritar por democracia e respeito. Deixo aqui mais uma vez o meu respeito à todos vocês e conte sempre com muitos pais que reconhecem o maravilhoso trabalho de vocês.

    ResponderExcluir
  31. Pessoal? vcs viram a nova propaganda do governo? que linda em...

    governo safado mentindo novamente.

    e a atriz Débora Farabela deveria se informar sobre o que esta acontecendo, antes de ir mentir a favor do governo...mas deve esta ganhando muito dos nossos dinheiros confiscados para fazer isso.

    vamos a luta, já estamos ferrados mesmo, vamos a Brasilia não dou 3 dias para o governo voltar atras.
    traz vamos fazer barulho em Brasilia, mas todos da educação mineira...

    ResponderExcluir
  32. Quero participar da "vaquinha" para ida de Euler ao tal Congresso em Araxá.Precisamos dele lá.Muito bem escrito aqui de alguém que sugeriu isso.Vamos sim.Euler nos mostrou e mostra com sua postura e dignidade o que realmente precisamos fazer.Acho que ele não pode ficar aqui e de fora deste congresso.Vamos fazer esta arrecadação para a ida dele .Quero participar.

    ResponderExcluir
  33. professora maluquinha29 de janeiro de 2012 17:14

    e você esqueceu um detalhe, Euler, quando foi implantado o novo modelo, o nível e o grau dos professores antigos, foi puxado para trás. Exemplo, eu era PEB3B, voltei para iniciante, PEB1A. Estou em contato com a SEE e RH, mas até o presente momento não tive resposta do por quê não fui reposicionada, e o que preciso fazer para ser reposicionada. Se não tiver resposta, terei que procurar ajuda na justiça, ou seja, gastar com advogado. Será que essa situação é comum ou fui premiada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GREYCE Cel Fabriciano30 de janeiro de 2012 07:53

      Infelizmente,tive desconto no subsidio de 184,60,quando retornei ao VB o desconto foi maior ainda.Esse homem é uma praga.Planejei férias prêmio agora p fev e março ,dizem q foi cortado.Não aguento mais duas turmas:pressão alta e estresse caminhando p depressão.Tudo depois dessa confusão.Não suporto injustiça. Meu neurologista me dá licença a qualquer hora.Ficou indignado com a covardia do governo.Vou fazer isso.Não perdi nada.ABRAÇOS e Fé só o q nos resta.

      Excluir
  34. Valeu Greyce.Obrigado.Pelo que entendi no final do seu comentário ,como já estamos no susbídio não tem os descontos que infelizmente você teve ou entendi errado?Me esclareça por favor.Mas já ajudou bastante

    ResponderExcluir
  35. Esta carta do Governador será enviada aos pais, já foi entregue ou será o presente de boas vindas aos alunos no início das aulas?

    Meus filhos estudam em Escola Estadual e eu não tive acesso a ela.

    ResponderExcluir
  36. Euler,
    Gostei muito de seus comentários destituindo a falácia do governo nesta cartinha aos pais.Estarei enviando para os meus contatos.

    Beatriz,
    Foi bom escutá-la aqui no blog.Gostaria de dar uma sugestão:vamos marcar uma audiência com o Ministro e apresentar um dossiê mostrando as estratégias do governo para burlar o piso. Ele precisa estar ciente das consequências nefastas que que este subsídio está produzindo.
    A começar pelo Euler, tem muita gente aqui disposta a ajudar.O sindicato é de todos nós. Abra espaço para que as pessoas possam participar.Vamos nos unir a um mesmo objetivo.

    ResponderExcluir
  37. Estou afastada para me aposentar e tenho certeza que esta carta do governo não vai surtir efeito.Os pais já não acreditam em blá,blá,blá de governo.
    Acooooooooooorda, governador!

    ResponderExcluir
  38. "Já são 88,9% os alunos que dominam a leitura e a escrita"
    claro! com o professor dando suporte, e com o aval da direção, os números tendem a melhorar, mesmo porque não interessa às escolas e SREs ficarem abaixo do recomendado, senão quem pagará o pato?!

    ResponderExcluir
  39. Olá Euler e blogueiros!

    Pessoal,

    sou professor efetivo, PEB3A, Geografia, lotado em Bhte. Estudo troca (PERMUTA) com redução de carga horária para outra instituição da RMBH. Quem se interessar favor entrar em contato.

    No aguardo, sem mais

    Flávio/Bhte

    Não sustente parasitas! Vote nulo!

    ResponderExcluir
  40. Quem ler "PRIVATARIA TUCANA" vai entender bem o que o PSDB etá fazendo com a educação.A estratégia deles é sempre a mesma.Primeiro sucateiam a empresa,depois dizem que só dá prejuízo,Depois compram-nas por uma bagatela financiada pelo próprio governo e depois de privatizadas,cobram caro pelo serviço e daí prá frente são só lucros.Daqui a algum tempo verão Aécio e Anastasia sendo donos de colégios ,o PROUNI para ensino fundamental e médio e só ricos podendo estudar...de novo.Professores, sou pai de aluno e não estou vendo vocês fazendo trabalhos com os pais.Esclarecidos poderemos ajudar mais .Este blog só é lido, prioritariamente, por professores e algum espião do governo. Coloque isto prá fora do blog.Vocês fazem reuniões com os pais e a maioria nem toca no assunto.O Sindicato precisa orientar os professores sobre isto.CUIDADO com a privataria!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que nós estamos muito ocupados em atacar, principalmente o Sindicato, e o Governo sempre sai na frente.Estamos sempre no contra-ataque.

      Excluir
  41. Governadorzimho de plantão! Tuas "MENTIRAS" não colam mais. Na minha família, por minha causa, ninguém VOTA nesta "coisa" chamada PSD...B...STA. PROPAGANDA em excesso compromete o produto! VCS são mto incompetentes! Não se garantem. Pecisam MENTIR 24 hs por dia para terem crédito? Quem está pagando os "milhões" para as celebridades que fazem sua propaganda? Quero saber. Ô Débora "sua sem noção" caia fora!

    ResponderExcluir
  42. Olá pessoal!

    Fizeram mais uma marchinha para o burguês. "Leva ovo" - por Valdenio.

    kkkkkkkkkkk... Marchinha na boca do povo e político levando toco!

    Não sustente parasitas! Vote nulo!

    ResponderExcluir
  43. Oi leitores do blog.
    Sou mãe de uma aluna que acabou de concluir o ensino médio em 2011,numa escola pública.
    Que ano,meu Deus!Minha filha ñ estudou praticamente nada, na sala , só pesquisando na internet,tentando aprender a matéria do ano. Aí veio o ENEM. Não conseguiu nada. Gente,professor é insubstituível!
    Não culpo vcs professores,sim este governo , que, não só na educação que pisa na bola,mas, na saúde, segurança... e mente descaradamente para todos os mineiros e brasileiros que está fazendo uma excelente gestão.
    Temo por este ano. Que Deus nos abençoe pais e a vcs professores e demais cidadãos que sofrem as tramoias deste lunático!
    Lutem sim,pelos seus direito e se precisar,vamos p/ruas, então até Brasília fazer um auê para chamar atenção do mundo. Sou mãe e quero um futuro melhor p/ meus filhos.
    Miriam Vilela- Patos de Minas

    ResponderExcluir
  44. Turma do "MAL" infiltrada em MG! Vcs NÃO são "SENHORES" da nossa História! Não entendo os católicos (?) e evangélicos (?) que participam deste desgoverno. A fala em nome de JESUS é apenas para ganhar VOTO e continuar a MAMAR? Haja tetas para tantos mamadores...!VOTEM NULO! Não sustentem esta corja de oportunistas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Político safado é descartável e não reciclável! Em MG, todos que votaram contra a educação irão para o aterro sanitário. Estes não são recicláveis e jamais o serão.

      Excluir
  45. E agora 51 cordeiros lacaios do desgovernador...Acho que perderam a serventia... Como enviar aquelas cartinhas, mto mal redigidas, informando a publicação de benefícios? E os pedidos para publicar quinquenio, biênio, férias-prêmio em espécie? Ô dó docês! Vejam como são descartáveis!

    ResponderExcluir
  46. Pais de alunos,
    É muito importante que vocês participem. Trabalhei 30 anos na educação e posso lhes dizer que a cada dia sentia na pele a decadência da escola pública sendo imposta a nós professores.Por mais que quiséssemos fazer um bom trabalho sentíamos os entraves do sistema.As escolas não lhe possibilitam as mínimas condições de trabalho.Os professores que estão atuando podem dar aqui seu testemunho.Tem um ano que estou fora de sala mas na escola que trabalhei recebíamos alunos no ensino médio que não conseguiam interpretar um simples enunciado de uma questão.A escola pública veio só piorando. Precisamos reverter este quadro e vocês precisam nos ajudar.Este governo que está aí, de todos tem sido o pior que já vi. Nem na época em que vivíamos os resquícios da ditadura militar presenciamos tanta irresponsabilidade, tanto autoritarismo e tanto desrespeito para com os educadores e educandos.Agradecemos todos aqueles que estão nos apoiando nesta luta.

    ResponderExcluir
  47. No site da educação está dizendo q haverá uma folha extra em 17 d fevereiro para pagar as reposições. Será q vão pagar tbm aqueles 3 dias d operação-tartaruga q foram injustamente descontados em nossos salários de Dezembro?

    ResponderExcluir
  48. O governo nós já estamos conhecendo bem.

    UM BANDO DE INCOMPETENTES, INJUSTOS, FALSOS...

    Não esperem nada desta corja.

    Agora nossa decepção está sendo com o sindicato.

    Estamos conhecendo a incompetência do nosso representante legal.

    E isto está nos doendo muito.

    ResponderExcluir
  49. Mais uma propaganda enganosa.
    É descarado e ainda acha gente para ajudar a mentir.
    E o meu tempo de serviço que me foi roubado com o tal subsídio?
    Safadeza pura.

    ResponderExcluir
  50. Aos que defendem o voto nulo:

    Será que parcela dos que aqui pedem para os votar nulo agem motivados pelo moralismo dos que não querem sujar as mãos e se imaginam acima da política, santos num mundo de pecadores? Ou serão, meramente, analfabetos políticos, no sentido de Bertold Brecht? A maioria dos votos nulos representam posturas individualistas, passivas e de indiferença. Acredito não ser papel do educador defender o voto nulo, que muitas vezes está a serviço da elite que quer se perpetuar. Por que não fazer o contrário? Filiar-se a um partido( fundar um, se achar que nenhum esteja a sua altura) e lutar para transformar a sociedade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sermão?
      Cada um vota do seu jeito.
      Vamos respeitar, cada um é dono do seu voto. Faz muito tempo que voto nulo, nenhum político é merecedor do meu voto,não creio mais neles.
      É por isso que está deste jeito, o povo está sempre acreditando e nada muda.

      Excluir
    2. Oi,anônimo 03:55

      Muito bom!

      Que paradoxo nos comentários. De um lado a defesa do voto nulo,do outro uma concepção clara da necessidade da luta democrática, da luta pela terra, pela liberdade,contra as teorias neoliberais, o domínio do capital e suas contradições...
      Quem vota nulo não tem um posicionamento neutro. Quem vota nulo desconhece a luta de classes que pressupõe o partidarismo como forma de somar forças. Quem vota nulo está a serviço dos "de cima"

      Excluir
    3. Votem! Votem! Continuem votando e tudo permanece como dantes no quartel do Abrantes.

      Falar que uma pessoa que vota nulo é analfabeto político é a besteira mais lavada e papo intelectualóide de uma classe média acima de qualquer suspeita.

      Quanto mais se envereda pelas regras da elite mais eles dominam, pois eles detêm os recursos midiáticos e quando a situação se inverte ou tende a se inverter fazem como o fez o sr. Anastazia e seu protetor Aécio Neves implantam uma ditadura para fazer valer o interesse dos "de cima".

      Anular o voto é sim mostrar-se indiferente a toda essa bandalheira que aí está, é tentar aliar-se a outros mais e obstruírem uma eleição tentando fazer com que se realize um outro pleito, porém, indiretamente mostrando aos políticos que aí estão e que dão as cartas que não aceitamos rezar pelas suas cartilhas, queremos sim ser aceitos e atendidos só não compactuamos com a podridão do jogo estabelecido.

      Obs: tem aqueles ingênuos que ainda se orientam pelas belas explanações dos dos teóricos de então e batem o pé de que o Brasil é um país democrático. Se é um país democrático de fato como os direitos da maioria pobre são negados? A verdade é que o país tem valores democráticos instituídos na Carta Magna, e sendo assim devemos cobrar e muito para que eles sejam realmente preservados. A própria opção por anular o voto é uma escolha democrática da pessoa e que não deve ser negada, a imposição e o apelo pelo votar chega a ser coercitiva de não aceitar a livre escolha da pessoa.

      Excluir
  51. Em Minas Gerais a maioria dos alunos chega no segundo grau sem saber escrever o nome corretamente, não sabe interpretar e a leitura é devagar, quase parando.
    O resultado que o governo publica para todos os cantos é umA FARSA, UMA MANEIRA DE NÃO ENCARAR A REALIDADE.
    Gostaria muito que a Gorgonzola aplicasse um teste de escrita para os alunos do segundo grau, talvez assim se convenceria da realidade.

    ResponderExcluir
  52. Leia na íntegra a notícia do sindute.
    Esta é uma parte.
    Quem recebe este benefício?
    Três salários mínimos que me conta seriam no mínimo 1.600 reais.Nunca recebi um vale refeição. O vt só dá para ir e a volta?

    - Auxílio alimentação
    Previsto no Decreto 37.283/95. Quem recebe: quem cumpre jornada igual ou superior a 6 horas e recebe remuneração igual ou inferior a 3 salários mínimos, e ocupe cargo ou função pública especificada na legislação.

    ResponderExcluir
  53. Boa noite,
    https://www.facebook.com/events/245579785517960/

    EVENTO NO FACEBOOK : Favor divulgar.
    TERCEIRA Panfletagem do NDG em defesa da educação pública de qualidade


    Abraços,
    Claudia Fraga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos lá gente, só tem 4 pessoas dispostas a aparecerem no evento até agora...
      o pessoal de BH está muito devagar...
      Teremos de sair do interior para fazer esta manifestação deslanchar?

      Excluir
  54. Euler. O carnaval já chegou. A marchinha do Burguês vai bombar. Vejam o clip: http://www.youtube.com/watch?v=IjxOvlR1GQ4&feature=youtu.be

    ResponderExcluir
  55. E os 5% que nos foi retirado ao fazer opção pelo regime de vencimento básico? Vai ficar por isto mesmo?

    Será que que este governo ainda acredita que consegue enganar a todos com estas propagandas??? Ninguém cai nesta de acreditar em propaganda de governo não. O povo fica é revoltado vendo o dinheiro público ser desviado para este fim.
    Estamos em outra era. Acordem. Que mundo é este vocês vivem?????

    ResponderExcluir
  56. Precisamos mostrar para a sorridente atriz "carioca", quanto ganharemos em janeiro de 2015. Ela vai chorar mais do que na novela "El Clone".

    ResponderExcluir
  57. Estou plenamente de acordo que a esse congresso não podem faltar: Euler, o Martinho(compadre do Euler e que dá sempre carona ao mesmo) e o Gleiferson. Com esse trio parada dura por lá me sentirei plenamente representada. Euler procure fazer os calculos urgentemente para que saibamos com quanto poderemos contribuir para que os "três mosqueteiros" estejam nos representando em Araxá. Conclamo a todos que colaborem.

    ResponderExcluir
  58. olha pessoal, achei a carta um pouco extensa e creio eu que os "nossos(as) pais/mães" não terão condições de entender o recado.

    Acho que ela deveria ser simplificada, talvez com uma leitura mais simplista para ser bem entendida pela "nossa" sociedade.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa colocação quanto ao tamanho da carta.

      Alguma coisa mais objetiva e menos extensa...

      Concordo.

      Excluir
  59. Anastasia acabou com o ensino de Minas.A cada ano que passa a coisa fica pior.A aprendizagem dos alunos está péssima com a intromissão de quem não entende nada.Na escola onde trabalho a superintendência gosta de robotizar os alunos para aquelas provas idiotas que vem para ser aplicadas.Os conteúdos necessários que é a base ficam a desejar por falta de tempo.Quebro o pau com elas e não aceito palpites e se insistem peço que assumam meu lugar.Oh cambada de incompetentes,não sabem nada e se acham!

    ResponderExcluir
  60. Sou mãe de aluno e não gostei da postura do governo em querer nos jogar contra os professores ,A professora de meus filhos é excelente e está ganhando aquém do que merecia.Ela é atenciosa,esforçada,caprichosa e gosta muito dos alunos.Nós pais de alunos não somos massa de manobra e estamos atentos em tudo que está acontecendo inclusive com o massacre que está fazendo com os professores roubando os direitos adquiridos ao longo dos anos !isso é postura de governador?

    ResponderExcluir
  61. Sou pai de aluno e não entendo a postura dessa gente!Só sei que meu filho está sendo prejudicado por essa equipe despreparada frente a educação!Se eles não podem ajudar então não atrapalha!

    ResponderExcluir
  62. Estou no estado há trinta anos e nunca vi tanta barbárie acontecer.No meu cargo me posicionaram com quinze anos,meu Deus fiquei vinte sete anos no trabalho.Acho que eles não sabem contar!

    ResponderExcluir
  63. Meu pai dizia: DEUS quando aleijou, alguma coisa achou.
    O governo do país das gerais está construindo seu próprio aleijão com tanta maldade que está fazendo com os professores.
    Cuidado! O castigo de DEUS não falta,é só esperar pra ver e não vai adiantar chorar o leite derramado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aulas começam dia 01 e eu não estou disposto a encarar sala de aula. Não sei o que será de mim.

      Excluir
  64. INIMIGOS...
    JOSÉ HENRIQUE
    PMDB
    Conselheiro Pena, Aimorés, Matipó, Lajinha, Resplendor, Simonésia, Belo Horizonte, Abre-Campo, Itanhomi, Ipanema, Raul Soares, Santa Rita do Itueto e Tarumirim

    ResponderExcluir
  65. vamos comentar:



    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=194384,OTE&IdCanal=

    ResponderExcluir
  66. Pessoal,

    Será que não estamos esquecendo de DEUS?
    Será que não está faltando da nossa parte mais oração, mais confiança nele?
    Acredito que a greve foi da vontade de DEUS.Foi uma batalha não vencida,mas despertou em cada um de nós, a necessidade de lutar por justiça social.Isto é de DEUS.
    Acredito que se os 400.000 servidores,cada qual no seu credo, orar pedindo a intervenção de DEUS na nossa luta, não há governador,não há um mortal sequer que não se dê por vencido.
    Então, a nossa salvação está no nome do senhor.A nossa resposta à vontade de DEUS está nas nossas ações.Vamos panfletar, vamos conscientizar pessoas, vamos paralisar,mas vamos antes de tudo orar.
    Não percamos a esperança.Coloquemos Jesus como nosso advogado.Esta causa em DEUS já está ganha.Somos os preferidos do Senhor,enquanto os que se julgam poderosos, cavam a própria sepultura,pós morte.
    Esta simples frase repetida a cada manhã,fará milagre:
    Pela vossa dolorosa paixão,tem misericórdia senhor, dos professores de Minas Gerais e do Brasil inteiro.

    Desejo as bençãos do senhor em cada um de nós,neste início de ano letivo.]
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta é uma parte do terço da misericórdia que costumo rezar. Excelente e fácil de decorar.

      Excluir
  67. CHARLOTTE e as NOVAS DICAS DE BELEZA!!!

    Pois é, enquanto o ANASTAZISTA ataca... nossa querida PROMOTER Beatriz Cerqueira toma banho de lama terapêutica em Araxá. Trés chic essa nossa "lider" sindical.Aiii, que inveja dela, gente!!! Assim que voltar do Congresso de Estética de Araxá, nossa querida Bea vai promover uma assembléia repassando pra todas nós as NOVAS dicas de beleza. Gente, a Bea é uma fofa, não é mesmo?!!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo responde...
      vVoce e do governo?
      Apareça as caras!!!!!
      Ou vai ficar ai escondendo...ajudando a mamar???
      Sou eu um educador, viu???
      Puxar saco faz adoecer!!!!
      Agradece

      Excluir
  68. DEPUTADO TIAGO ULISSES,

    UM DOS 51 TRAIDORES DA EDUCAÇÃO NA ALMG.


    ANASTASIA, O PIOR GOVERNADOR DE TODOS OS TEMPOS.

    ResponderExcluir
  69. O Sind UTE, disse em dezembro/11 que em janeiro/12 iria colocar alguns OUT DOORs.

    Janeiro/12, já passou e nada.

    Não entendo por que tanta morosidade???

    E A CONTRATAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA???

    Nem se fala!!!

    ResponderExcluir
  70. Olá, Pessoal!

    Vamos lá no site do jornal o tempo e deixar nossos comentários: querem botar a culpa nos professores...

    "Prejuízos da greve deixam escolas estaduais em desvantagem na comparação com privadas em Minas"
    jornal o tempo

    ResponderExcluir
  71. A DESPEDIDA DE RITA LEE E...

    Enquanto a polícia reprimia o show da Rita em Aracaju, aqui o NDG censurava a CHARLOTTE SAMPAIO!!!
    Gente, mas eu acho a Bea uma FOFA!!!

    ResponderExcluir
  72. Sou mãe de aluno de PRAtápolis,sou solidaria com os professores,nunca vi tanto abuso dos governantes em relação aos professores,Coitados!!Nos pais não seremos enganados!!Estamos atentos as atitudes de nossos deputados!!

    ResponderExcluir
  73. EULER E PESSOAL AQUI DO BLOG INCOMODADA PELA APARIÇÁO DE RATOS POR AQUI PROCUREI POR INFORMAÇÕES SOBRE COMO MATÁ-LOS. ENTÃO DESCOBRI ATRAVÉS DE UM BLOG QUE É POSSÍVEL FAZE-LO SEM USAR VENENO , ENTÃO ACHEI TODAS AS MATÉRIAS DESSE BLOG MUITO INTERESSANTES TEM ATÉ ALGO SOBRE EDUCAÇÃO POIS O PROPRIETÁRIO DO MESMO É PROFESSOR PARECE QUE É PAULISTA.O BLOG É DO PROF. YURI ALEXEI O VALE A PENA CONFERIR PESSOAL!DIGITE:Prof Yuri Alexei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. euler,
      Deixei esse comentário no TEMPO.
      Também deixei a carta no meu facebook.
      Grata,
      Ashley
      Esse governador, as supermeninas da seplag e da educação adoram o que acontece e sabe que vai acontecer de novo pois o subsidio 2 trouxe de aumento para mim 12 reais. Nada de piso e a classe totalmente desmotivada, com salarios congelados até 2016. Tem condições de alguém trabalhar motivado com um desgoverno desses?
      A Educação de Minas vai BOMBAR, mais no sentido antigo. Foi reprovada mesmo.
      Vergonha nacional....
      e o pior, descumpre a lei e ninguém faz nada... com a conivência do ex ministro da educação que teve coragem de falar que anastazia tava certo de colocar qualquer um( não tinha que ter habilitação não) pra dar aula no lugar dos grevistas. Foi uma decepção atraz da outra para todos os profissionais da educação, culminando com aquela vergonha dos 51 cordeirinhos da assembleia homologativa e do MPE vendido.

      Excluir
    2. SALÁRIOS CONGELADOS ATÉ 2015 =
      A N E S T E S I A

      Excluir
  74. angeloneumman@hotmail.com30 de janeiro de 2012 10:35

    Muito bem meu caríssimo, continue com essa importante tarefa de denúncia, divulgação e esclarecimento da realidade dos educadores de Minas. Tenho utilizado alguns de seus ótimos textos como atividade de leitura e interpretação em sala de aula, e com o ano letivo se aproximando, já é hora de preparar mais algumas, essa semana vou aproveitar para elaborar algumas questões abertas a partir dos textos de sua autoria. Obrigado pelo material. Forte abraço!
    angeloneumman@hotmail.com

    ResponderExcluir
  75. angeloneumman@hotmail.com30 de janeiro de 2012 10:46

    Meu caríssimo Euler, continue com essa importante tarefa de denúncia, divulgação e esclarecimento da realidade dos educadores de Minas. Tenho utilizado alguns dos seus ótimos textos em atividades de leitura e interpretação em sala de aula. Como o ano letivo vem se aproximando, vou aproveitar essa semana pra elaborar algumas atividades com questões abertas e de múltipla escolha a partir de seus textos. E desde já, o meu muito obrigado pela contribuição. Forte abraço!

    ResponderExcluir
  76. MAIS UMA DESSE GOVERNO DE ........
    ONDE TÁ O NOSSO MÍSERO PRÊMIO DE PRODUTIVIDADE?????
    NAO DIZ QUE IA PAGAR HOJE????
    NA MINHA CONTA???NADA,NADA,NADA,NADA.NADA....
    TROPA DE.........O PIOR QUE SE POSSA IMAGINAR..
    JÁ DEVÍAMOS TER ACOSTUMADOS COM ESSA INCOMPETÊNCIA, MENTIRADA, DESORGANIZAÇAO GERAL QUE SE ALASTROU POR ESSAS BANDAS DESTE OUTRO PAÍS CHAMADO "MINAS GERAIS".

    ResponderExcluir
  77. Euler pelo amor de DEUS O QUE QUE ESSE MONSTRENGO VAI FASER CONOSCO.AQUI NO NORTE JANUÁRIA TA ACONTECENDO UM VERDADEIRO MASSACRE ESCOLAS PEQUENAS DA ZONA RURAL ESTÃO TODAS MULTISSERIADAS 6ºCOM 7º E 8º COM 9º ANOS NÃO SABEMOS COMO TRABALHAR COM ESSA SITUAÇÃO.ABRAÇOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, aqui em Cláudio, SRE Divinópolis também está acontecendo isso! Que preocupação com qualidade, heim?

      Excluir
    2. FAÇA UM "CONDENSADO" DOS CONTEÚDOS E DARÁ TUDO CERTO. PREOCUPE-SE NÃO. CONGELE TUDO ATÉ 2016.

      Excluir
    3. O monstrengo vai fazer o que já está fazendo.

      Excluir
  78. Olá, pessoal da luta!

    Bom dia!

    Pessoal, com relação ao congresso e uma possível participação minha, não se preocupem com o financiamento da minha ida, pois o sindicato financia a maior parte dos gastos (hotel, transporte, alimentação), e a taxa de inscrição, pelo que parece, é baixa. Caso eu seja eleito delegado pelos colegas da minha escola - o tema ainda será debatido - aí poderei participar ao lado da combativa turma do NDG. Só não vou poder tomar banho de lama, pois dizem que um banho de lama completo está acima de R$ 80,00 - custo este absolutamente impensável para um professor-de-Minas. Mas também com tanta lama que tem em Minas e no Brasil, graças a estes políticos no poder e seus aliados e apoiadores, que não precisamos de mais. O que precisamos mesmo é de respeito aos nossos direitos: que paguem o piso corretamente na carreira, devolvam o dinheiro que nos roubaram com a redução salarial de 2011 e nos paguem integralmente as reposições realizadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EULER,
      MUITO BOA ASSIMILAÇAO QUE FEZ EM RELAÇAO AO BANHO DE LAMA EM ARAXÁ.
      FICO ENCANTADA COM SUA PRESENÇA DE ESPÍRITO.
      PRA TUDO VOCÊ TEM UMA COERENTE COLOCAÇAO.
      QUE DEUS ILUMINE SEMPRE ESTE SEU PODER.
      NA LAMA?? JÁ ESTAMOS NUM VERDADEIRO NAUFRÁGIO,PIOR DO QUE TITANIC.
      os 51 (cachaça da pior espécie) PODRES DEPUTADOS ACABARAM DE NOS EMPURRAR NESTE MAR DE LAMA.
      E O PRÊMIO DE PRODUTIVIDADE EULER, PRA ONDE FOI? QUERIA INFORMAÇAO MEU AMIGO.
      OBRIGADA (PAIXAO VIRTUAL)

      Excluir
    2. Nossas esperanças estão em você.

      Excluir
    3. O PRÊMIO ESTÁ SENDO PAGO... JÁ GASTEI O MEU.

      Excluir
  79. Resumir o testo como?
    Se são tantas maldades feitas por este governinho de meia pataca!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha opinião o TEXTO do Euler está ótimo.

      Excluir
  80. Bom dia a todos!

    Vi algumas sugestões de se fazer uma vaquinha para ajudar o Euler a ir no congresso. Realmente acho que este nosso companheiro precisa estar lá para explanar tudo o que ele tem dito neste blog. Este espaço se tornou um ponto importante de discussão política da situação da categoria e ainda bem que ele surgiu, pois não tinhamos nenhum lugar aonde discutir.
    Euler você tem conta na Caixa Econômica?
    Como alguém falou, fica mais fácil para todo mundo fazer o depósito em casa lotérica. Se eu não me engano você pode abrir a conta na casa lotérica mesmo.
    Então disponibiliza para a gente o número da conta, para efetuarmos os depósitos.
    Colegas, vamos todos nos unir e ajudar o Euler a ir no congresso. Se todo mundo der um pouquinho, como somos muitos, este pouco fará a diferença pelo TANTO que o Euler tem feito pelo movimento.
    A união faz a força. Me lembro que quando o Nelson Mandela foi eleito para presidente da república na África, ele sequer tinha um carro.
    Sabe o que os operários da Mercedes naquele país fizeram? Cada operário comprou uma peça e montaram um carro inteiro para ele.
    Infelizmente política não se faz sem dinheiro. Vamos agilizar isso porque dia primeiro está aí e começa o corre-corre.

    Abraços a todos!

    Paulo

    ResponderExcluir
  81. CONCORDO EM AJUDAR EULER IR A ARAXÁ.MAS AGORA ESTOU MUITO CURIOSA PARA SABER O QUE O AECINHO DO PÓ ESCREVEU HOJE NO FOLHA DE SÃO PAULO POIS SOMENTE QUEM É ASSINANTE PODE TER ACESSO.MAS VEJA O INÍCIO DA REPORTAGEM
    Vamos deixar de lado, por um instante, aquilo que a educação no Brasil tem de números, numa matemática cruel que pouco soma e muito subtrai _um dos piores cenários da exclusão social no âmbito da nossa sociedade. E falar de outro tipo de deficit educacional: o deficit da qualidade.

    SE ALGUÉM PUDER NOS DIGA.

    ResponderExcluir
  82. Certamente, professor, seus colegas hão de indicá-lo para estar junto ao grupo, afinal sua presença neste congresso é demasiadamente importante. Isso é consenso de todos os integrante do NDG e, também, os não integrantes.

    ResponderExcluir
  83. CHARLOTTE CONVOCA AS GAROTAS DE BATOM:

    Meninas, é chegada a hora. Precisamos fazer valer o poder do nosso batom associado ao nosso salto 15... armas poderosas. Por isso uso desse veículo para convocá-las para um movimento chamado A REVOLTA DO BATOM... Vamos todas desfiliarmos do Sindinútil já e começar uma campanha para transformar o NDG em uma associação verdadeiramente representativa e comprometida com a nossa categoria>>>

    GATOTAS DE BATOM, UNI-VOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há GAROTAS
      que NÃO podem
      comprar
      B A T O M,
      pois não têm salário NON.

      ANESTESIA: O PIOR GOVERNADOR DE TODOS OS TEMPOS!

      Excluir
  84. Olá, pessoal da luta!

    Deixei o seguinte comentário no jornal O Tempo:

    "Texto absolutamente superficial. Fala da nossa greve como se falasse da paisagem aparente. Não fez qualquer menção aos motivos da greve ou à realidade de descaso com que o governo de Minas e o federal tratam a Educação básica. Uma leitura pobre da nossa realidade. Até a comparação entre duas alunas - uma da rede pública e a outra da rede privada - foi infeliz, porque não representa o universo geral dessas duas redes. O que a matéria deveria ter dito é que o governo de Minas não cumpre a lei federal - a Lei do Piso - e foi isso que provocou a greve, prejudicando a todos: aos educadores, aos alunos e aos pais de alunos. E que tem sido prática recorrente em Minas o descaso e o sucateamento deliberado da Educação pública, para favorecer ao ensino privado e aos interesses das elites dominantes. Os professores hoje estão desmotivados, mais até do que os alunos, pois estão sendo maltratados, humilhados e com seus direitos legais sonegados. Infelizmente, nós não temos Ministério Público em MG, nem legislativo e nem justiça, pois estão todos a serviço do governo. E para completar temos uma grande mídia, que é grande em negociatas, mas pequena em matéria de bem informar ao público mineiro, especialmente às famílias de baixa renda."

    Link da matéria citada:

    http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=194384

    ResponderExcluir
  85. professoramaluquinha30 de janeiro de 2012 13:21

    estatística do concurso da SEE:

    http://www.concursosfcc.com.br/concursos/spgmg110/spgmg110_estatistica_por_cargo_cid_class.pdf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu professoramaluquinha!!!!!!!!!

      Excluir
  86. DEPUTADO TIAGO ULISSES,

    UM DOS 51 TRAIDORES DA EDUCAÇÃO NA ALMG.


    ANASTASIA, O PIOR GOVERNADOR DE TODOS OS TEMPOS.

    ResponderExcluir
  87. ...E OS CHAPELÉCIOS CONTINUAM AGINDO. ACORDA CATEGORIA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E a contratação do escritório de advocacia???

      Excluir
  88. Companheiras e companheiros,
    Vamos parar de fazer o jogo do governo, porque ele está acabando com a categoria e conseguindo nos colocar contra o sindicato.
    Estou revoltada contra o governo.
    Sou 100% SIND-UTE...
    Abraço a todos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso vamos parar de criticar o sindicato, mas depois que o mesmo realmente provar para o qual e pelo qual existe, conseguindo ser combativo arregimentando trabalhadores da educação prioritariamente para as greves trabalhistas, ganhando causas através de um jurídico eficiente e agregando mais trabalhadores da educação junto a ele, representando fidedignamente os trabalhadores em educação pública.

      Excluir
  89. Euler alguém pediu o artigo do aécionever na íntegra, aí está copiei do blog da renata iena.

    Artigo do senador Aécio Neves na edição de 30/11/2012 da Folha de São Paulo

    Vamos deixar de lado, por um instante, aquilo que a educação no Brasil tem de números, numa matemática cruel que pouco soma e muito subtrai -um dos piores cenários da exclusão social no âmbito da nossa sociedade. E falar de outro tipo de deficit educacional: o deficit da qualidade.

    Não existe, sabemos, a menor possibilidade de uma nação figurar entre as grandes do mundo -e esta é uma justa e viável aspiração do povo brasileiro- se os bancos escolares não servirem de ponto de partida para o nascimento de cidadãos plenos, bem informados e academicamente preparados. Mas também cidadãos donos de suas próprias ideias e convicções, resultado de um esforço coletivo aluno-professor-instituição que vá muito além das demandas do mercado de trabalho.

    Trato desse tema hoje e escolho essas palavras para fazer uma homenagem ao escritor Bartolomeu Campos de Queirós, falecido neste mês.

    Reconhecido internacionalmente, reverenciado em Minas Gerais e respeitado por tantos autores nacionais, Bartô -permitam-me o afeto da amizade- dedicou sua inteligência apurada e sua militância sensível às causas da educação e da literatura.

    "O homem é feito de real e de ideal", dizia ele, no depoimento que acompanhou o manifesto fundador do Instituto Brasil Literário, organização não governamental cuja causa ele abraçou com dedicação. Sendo assim, prosseguia, a educação não pode se contentar em informar o que já foi feito e, sim, abrir a porta para a imaginação e a fantasia.

    Se a escola é o lugar da transformação, e não somente o da informação, não há como aceitar a redução dos currículos à acumulação estatística de saberes específicos.

    Ao liberar o direito de todos de criar, recriar, imaginar e romper o limite do provável- dizia ele- a educação estará exercendo o imprescindível dom da democratização.

    Em lugar de impor dogmas, cabe fermentar, no cultivo da dúvida e da inquietação, o direito cidadão de firmar sua trajetória cultural e intelectual. Refletir deixa de ser, assim, um privilégio de classe.

    Aprendemos muito com pessoas como Bartolomeu. Ele estava convencido de que a literatura poderia ser o grau zero para o profícuo estímulo da imaginação criadora.

    Dirão os céticos: tudo isso é romântico demais quando se trata de reparar, já, agora, deficiências bem pragmáticas no ensino brasileiro.

    As prioridades cobram atitudes imediatas, é verdade. Mas que qualquer iniciativa se assente em base humanista, sem desprezar a dimensão que a educação encerra de valores fundamentais ao ser humano.

    Como disse nosso escritor: "A gente só suporta o dia de hoje porque tem uma perspectiva do amanhã".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa as elocubrações do Aécio, só que o mesmo não fala das reais intenções que membros de seu partido, principalmente, tem para com a educação. A real intenção é a de colocar a educação mineira, primeiramente, no fundo do poço, após mostra as saídas possíveis todas elas indicando a privatização do setor sem verbalizar que culpabilizam os pobres e os professores pelo fato de não haver uma educação de qualidade. É lógico que pelo modelo que eles implantarão voltaremos a famigerada lógica do FUNIL. Serão muitos os candidatos, porém, poucos os escolhidos.

      Excluir
    2. AÉTICO:
      O "Rei da Demagogia".
      Se não fosse politiqueiro,
      já estaria na "Grobo"
      como
      ARTISTA PRIMEIRO

      Excluir
  90. Charlotte, querida,
    Conte comigo. Adooooro batom (de todas as cores), mas o salto 15 eu deixo para você que me parece ser elegantérrima!!! Vou de salto 6.
    Esse Sindicato deixa muito a desejar. Eu queria tanto que a Bia tivesse uma crise de raiva e chutasse o pau da barraca, pisasse na jaca, quebrasse o tamborim... Mas ela parecer ser tão politicamente correta (soou como ironia. Ih!).

    ResponderExcluir
  91. CHARLOTTE COMENTA:
    AnônimoJan 30, 2012 08:19 AM

    "Companheiras e companheiros,
    Vamos parar de fazer o jogo do governo, porque ele está acabando com a categoria e conseguindo nos colocar contra o sindicato.
    Estou revoltada contra o governo.
    Sou 100% SIND-UTE...
    Abraço a todos!!!"

    Colega que escreveu o post acima: quem está fazendo o jogo do governo(e mt bem por sinal) é o SINDICATO. Durante longos anos o sindicato não fez outra coisa a não ser cumprir a vontade do Governo.Por isso a categoria se encontra nessa situação. O Sindicato está gastando uma fortuna com o tal Congresso...mas não foi capaz de mover uma palha para defender a categoria dos ataques do Anastazista. Nem informação o sindínútil nos oferece.Quando queremos informação recorremos a esse blog. O SINDICATO É COMANDADO POR PELEGOS.

    ResponderExcluir
  92. Olá combatente Euler.O alento que ecoa Minas Gerais!
    Maior defeito é ser mineiro, portanto, precisamos rever nossos conceitos enquanto brasileiros. O Reposicionamento foi realocado para prejuízo geral dos mineiros. Perdemos o Piso e a carreira foi soterrada. Os indicativos para os educadores são nefastos- os erros já foram processados pela Seplag, e claro , em prejuízo da classe. 26 anos de serviços prestados e consta lá 18 anos. Isto ocorreu de forma geral. As contas governamentais sempre são para deterioração do indivíduo. Quem quiser que corra atrás do seu prejuízo. Faz vergonha! Nada que esta gente do governo faz dá certo, para nós sempre o minifúndio, o prejuízo, o desterro.

    O sindicato também não alavanca nada de concreto. Concretou-se por si .
    Vamos colhendo desespero nas contas dos professores em crise, repondo aulas sem dinheiro. Horrível!
    Agora... este silêncio dos vencidos. Fomos vencidos temporiamente pelas forças do mal: estamos fracos, muito fracos.
    Mas este silêncio vai se impondo pelas Minas Gerais: qualquer múrmurio faz parte da pureza dos que sonham- inclusive o pessoal da saúde irá partir para uma paralização. Tempos difíceis tanto para nós quanto para eles. Abraços
    Maria Helena pedagoga e professora B.H Minas Gerais

    ResponderExcluir
  93. Lindíssimo para ser verdade de quem a escreve.Meu Deus quanta hipocrisia!!! Nada disso acontece por estas bandas.Sem dignidade, valor, reconhecimento e salário não há o que comentar.Tudo para parecer bonzinho ...mas nada disso ele pensa realmente e vive.

    ResponderExcluir
  94. Oh Charlote como você é chata, maldosa , infantil e repetitiva.Se você quer desfiliar-se problema seu.Faça-o e pronto.Trabalhador ignorante é que não entende que ele só se faz representado atravéz de um sindicato.O foco aqui não é filiar-se ou desfiliar-se do sindicato e sim nos atenar nas nossas lutas pela nossas conquista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou antenada e fazendo greve a mais de 20 anos, acreditando nisso q vc disse. Hoje percebo que não é bem assim.Vale repensar sim a função do sindicato nos dias atuais. Esse seu discurso esta obsoleto.Não vejo nenhum ganho real nas lutas lideradas pelo sindicato.
      Vale a reflexão Beth, somos muitas vezes ingênuos demais e Charlote não é chata, é coerente no que diz e principalmente esta exercendo um direito legítimo que é expressar seu ponto de vista. Presupõe-se que numa organização sindical isto seja fundamental, ou não???

      Josélia- GV

      Excluir
    2. ... E TOME MAIS UM MÊS
      com um novo
      CONTRACHOQUE.
      "Só pra variar"

      Excluir
  95. Aviso aos colegas que tem empréstimos no contracheque.Se não foi descontado algumas parcelas por causa do pagamento menor anteriormente(greve) os bancos estão sorrindo pois serão descontadas tudo agora.Este pequeno aumento(enganação) nem aparecerá no final das contas pois os lobos são mais espertos e vão papar tudo.fiquem avisados pois pode acontecer isso com muitas pessoas.

    ResponderExcluir
  96. Tanta hipocrisia.

    Hipocrisia pura.

    Hipocrisia latente.

    Própria dos hipócritas genuínos.

    "A gente só suporta do dia de hoje porque tem uma perspectiva do amanhã". (Bartolomeu Campos de Queirós)

    ResponderExcluir
  97. Como dizia Bartô,para os íntimos,"o homem é feito de real e ideal" e este imbecil acha que os professores de minas têm que viver só de IDEAL pois o REAl que é bom tem que sobrar prá ele. KKK.Outra citação:"A educação encerra de valores fundamentais ao ser humano",mas professor não é ser humano e não precisa ter valores fundamentais como auto estima,por exemplo.Manda este Aético pro inferno!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CAM = CLUBE AÉTICO MINEIRO = Anestesia (substituto do João Leiteiro, no gol; Danilo que Castra, na defesa; Aético, no meio de campo, "distribuindo as JOGADAS"; Ana Gaiola, armadora;
      Renata Hiena e os 51 putados (incluindo ex-jogadores do CAM) no ataque (vale tuuuuuudo!!!)
      Bicho de estimação: Galinha "dos ovos de ouro".
      SEDE: Assembléia Homologativa
      Maior disputa até agora: na Praça da Mortandade (1000 chumbos no CFC = Colérica Futebol Clube:time de professores cujo bicho de estimação é um coelhinho inocente, que não ganha de ninguém); também, pudera, seu presidente, coordenador e advogados estão no
      SINDIPATO!!!
      E o salário ...ó!!!!!!!!!!!!!!
      PRA VARIAR,
      PRA VARIAR,
      PRA VARIAR.

      Excluir
  98. Concordo Charlotte para que serve o nosso pagamento(contribuição) para o sindicato???Vocês já sabem.Concordo Charlotte.Este sindicato não fez nada por nós.Tem que mostrar serviço ou acha que meu dinheiro é capim????nem satisfação nos dá.Tudo fica em "suspense" "achismo" Nada de concreto.Somente o congresso é concreto.

    ResponderExcluir
  99. CHARLOTTE INFANTIL X BETH MADURA

    Querida Beth, infantil é vc meu bem, que ainda não percebeu o jogo do sindicato!!!
    Repetitivo somos todas(os) nós que transformamos o blog em MURO DAS LAMENTAÇÕES por não haver um sindicado que nos represente!!!
    Saiba vc que JAMAIS vamos conseguir algo com essa pelegada que aí está. O que explica o descaso da direção do sindicato conosco? Eles não dão informação, orientação, não propõem ação, não apresentam uma estratégia de luta... enfim, o sindicato muito mais que moroso e ineficiente, é misso e/ou conivente. É a realidade, Beth Madura hehehe

    ResponderExcluir
  100. ESTÃO FALANDO DE UMA NOVA EFETIVAÇÃO SEM CONCURSO. ESSA INFORMAÇÃO É VERDADEIRA?

    ResponderExcluir
  101. Estou gostando de ver os PAIS, agora, se manifestando. Se na época da greve eles estivessem juntos com a gente,ali na luta, não teríamos perdido esta batalha. Mas isto não é o fim, é apenas o começo e com a ajuda valiosa de vocês,pais, iremos vencer a guerra. PARABÉNS,PAIS ATUANTES.CONTAMOS COM VOCÊS!!!

    ResponderExcluir
  102. rogeriocorreia_ Rogério Correia PT
    Reunião entre Sindute e SEE hoje tarde. À noite teremos notícias via blog da Bia. @MGsemcensura #Educacao
    45 minutes ago Favorite Retweet

    ResponderExcluir
  103. Ha, ha, ha!

    A jagunçada do PSDB deve estar se mordendo de raiva do Aécio. O partido pediu pra ele falar mais ao povão, português de brasileiro, mas o texto traz um palavreado que todo mundo vê não ser dele.

    Aécio nunca foi de frequentar escola. Na hora das aulas ele estava usando a "branquinha" e mais tarde na faculdade a "mardita poeirinha branca" .

    Podem esperar: o próprio partido acabará com as intenções dele.

    ResponderExcluir
  104. No mínimo esta reunião é para resolver quadro de escola, reposicionamento errado....mas...mas...o mais importante hum não sei não....Tomara que o sindicato esteja acordando...Antes tarde do que nunca.Mas não vai dar em nada.Conversas...conversas...conversas...perda de tempo.Queremos justiça...JUSTIÇA

    ResponderExcluir
  105. Vejam o que postaram no Tempo:

    Rodrigo Meira Brant
    Belo Horizonte
    O Kaká dono da Perfil 171 é um MAFIOSO, merece cadeia! Vamos direto aos fatos... Vocês sabem quem que fez a campanha do Márcio Lacerda e demais vereadores da coligação? PERFIL Vocês sabem quem ganhou a "concorrencia" da licitação para atender a PBH e sua verba multimilionária anual? PERFIL Vocês sabem quem ganhou a "concorrencia" da licitação para atender a CMBH, num processo em que todas as agências de publicidade concorrentes foram desclassificadas sem explicação? PERFIL Vocês sabem quem atende a conta milionária de publicidade da CEMIG e que "curiosamente", o filho do atual presidente da CEMIG, Alexandre Michalick tem uma empresa, a Academia de Idéias, DENTRO da PERFIL? PERFIL Vocês sabem quem ganhou a "concorrencia" da licitação para atender o SEBRAE-MG, num processo em que todas as agências de publicidade concorrentes foram desclassificadas sem explicação e que o próprio Michalick é garoto propaganda? PERFIL ALÉM DISSO TUDO, vocês sabem quem atende as contas publicas de publicidade da Sudecap, Prodabel, Efficientia (empresa dentro da CEMIG), Associação das Cidades Históricas de Minas (Secretaria Estadual de Cultura), Hemominas e Prefeitura de Nova Lima? PERFIL Vocês sabem que construiu uma sede gigantesca que possui alvará de mini-shopping no Santa Lúcia? PERFIL VOCÊS SABEM PORQUE NUNCA NINGUÉM SOUBE DE TODOS ESSES FATOS????? Simples, a PERFIL 171 atende também outras 2 empresas, quais seriam? O jornal dos mineiros, ESTRAGO DE MINAS e para completar e não menos importante, a GLOBO MINAS. Tirem suas próprias conclusões agora...

    ResponderExcluir
  106. Combativo Euler,
    Mais uma vez estamos sendo roubados por este governo safado.
    Professores que já se encontram em afastamento preliminar para aposentadoria( com mais de 30 anos de luta) foram posicionados como de tivessem 18 anos de serviço.
    O que essa turma da SEE/SEPLAG faz que nunca erra a favor do professor?
    Quando é pra descontar, não perdem tempo.
    Além de nos roubar o piso, agora nos roubam também o tempo!!!
    E ainda têm a cara de pau de falar que tudo anda bem nas Minas Gerais...
    Agora é vamos voltar sem motivação, mesmo!

    ResponderExcluir
  107. Me sinto em um filme de terror no qual a educação se tornou a cobaia de experiências macabras de gente (se é que se pode chamá-los assim) que se assemelham a cientistas psicopatas imbuidos no afã de dominar o mundo com seus inventos insanos...De Minas para o brasil a revelia dos trabalhadores em educação, toda mentira sobre um educação de qualidade!

    Que Deus nos proteja!!!

    ResponderExcluir
  108. Euler e companheiros/as de luta:

    Segue parte da reflexão do Evangelho de ontem (Domingo - Mc 1,21-28)). O comentário aparece na Revista Pastoral feito pelo Padre José Bortolini.
    Fala muito pra nós, que vivemos dias de opressão e exclusão social enquanto educadores.


    " O homem possuído pelo espírito mau é símbolo de
    todas as pessoas despersonalizadas às quais
    foi impedido falar e agir como sujeitos da própria vida e história. Não são donas
    de si próprias. Sua vida e destino
    dependem de
    “outros” que pensam, falam e agem por elas.
    O que acontece nessas situações?
    Os espíritos maus que falam
    em nome do povo jamais admitirão
    a possibilidade de o povo vir a
    ser libertado. É assim que o espírito mau reage
    diante de Jesus:
    “O que queres de nós?” (v. 24a).
    Notemos um detalhe importante: o espírito mau fala no plural (nós), sinal de que
    representa de fato tudo o que despersonaliza e aliena as pessoas.
    Nesse sentido, ele é o princípio de todas as alienações da sociedade: discursos
    políticos enganadores,
    planos econômicos que roubam
    do povo o pouco que possui, entendimentos sociais que não ajudam o povo a sair da miséria etc."

    Um abraço a todos.

    Joaquim

    ResponderExcluir
  109. UM VERDADEIRO ABSURDO ACONTECE NO ESTADO DE MINAS GERAIS: O GOVERNO LIBEROU UMA VERBA PARA QUE TODAS AS ESCOLAS ESTADUAIS ADQUIRAM TONER OU FAÇAM CÓPIAS PARA PUBLICAÇÃO DE UMA CARTA AO POVO MINEIRO. PAIS, ALUNOS E PROFESSORES RECEBERÃO UMA CARTA DIRECIONADA AO POVO MINEIRO DISCORRENDO SOBRE OS "AVANÇOS" NO PROCESSO DE REMUNERAÇÃO COM RELAÇÃO AOS PROFESSORES PÚBLICOS DE SUA REDE DE ENSINO. MUDOU SÓ A DIREÇÃO: COMO SE NÃO BASTASSE GASTAR UMA FORTUNA EM CIFRAS QUE ULTRAPASSAM A CASA DOS MILHÕES DE REAIS - PAGAMENTO ESSE FEITO ÀS REDES DE TELEVISÃO E RÁDIO DE TODO O PAÍS, ESPECIALMENTE AS LOCALIZADAS EM MINAS, AGORA GASTA-SE DINHEIRO PÚBLICO COM PROPAGANDA DE GOVERNO. A IDEIA É QUE OS DIRETORES DAS CAIXAS ESCOLARES ADQUIRAM CÓPIAS, COMPREM TONER PARA AS COPIADORAS DE XEROX PARA QUE SEJA FEITA AMPLA DIVULGAÇÃO DESSES AVANÇOS QUE SÓ O GOVERNO ENXERGA.
    PENSEM DA SEGUINTE FORMA: O GOVERNO ESTÁ USANDO O SEU DINHEIRO PARA FAZER MAIS UMA VEZ PROPAGANDA DE GOVERNO. DESVIANDO RECURSOS QUE PODERIAM SER UTILIZADOS DE FORMA IMPORTANTE PARA O POVO DE MINAS GERAIS, QUE SOFRE, COMO MUITOS POR AÍ, COM OS PROBLEMAS DECORRENTES DAS CHUVAS QUE DEIXARAM MILHARES DE PESSOAS DESABRIGADAS, COM PROBLEMAS DE HABITAÇÃO, SANEAMENTO BÁSICO, SEM ALIMENTAÇÃO ADEQUADA E PIOR, SEM PERSPECTIVA DE VIDA. ENQUANTO ISSO, AS ESCOLAS CONTINUAM CAINDO AOS PEDAÇOS, BANHEIROS DESTRUÍDOS, PICHAÇÕES, VAZAMENTOS NOS TELHADOS, ENTUPIMENTOS NAS CAIXAS DE GORDURA E SISTEMAS DE ESGOTO, REDE ELÉTRICA COMPLETAMENTE DESPREPARADA PARA RECEBER AS TECNOLOGIAS AVANÇADAS DE PREGÕES ULTRAPASSADOS DE SISTEMAS DE INFORMÁTICA WIRELES QUE NÃO FUNCIONAM. SALAS DE AULA COM QUADRO VERDE, PÓ DE GIZ COM SUAS PARTÍCULAS SUSPENSAS COM ENDEREÇO CERTO NAS VIAS RESPIRATÓRIAS DOS ALUNOS E ALUNAS DA REDE DE ENSINO, SEM SEGURANÇA PARA SEUS PROFESSORES, SEM POLICIAMENTO NAS VIAS, PASSEIOS DAS ESCOLAS NA ÁREA EXTERNA COMPLETAMENTE DESTRUÍDO. UMA VERDADEIRA RUÍNA PARA MINAS. E O GOVERNO CONTINUA COM SEU DISCURSO, ACHANDO QUE TUDO ESTÁ PERFEITO, OS ALUNOS ESTÃO APRENDENDO MAIS E OS PROFESSORES SORRINDO E SATISFEITOS COM OS "AVANÇOS" DA EDUCAÇÃO DE MINAS.

    POR ISSO, GOSTARIA DE FAZER UM CONVITE AOS POLÍTICOS DE MINAS, CONVITE QUE NÃO REPRESENTA NOVIDADE PARA NINGUÉM PORQUE FOI PROFERIDO E IDEALIZADO PELO ENTÃO SENADOR CRISTOVÃO BUARQUE. POLÍTICOS DO BRASIL E DE MINAS EM ESPECIAL, MATRICULEM SEUS FILHOS NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE MINAS GERAIS. FAÇAM COMO ESSES VERDADEIROS HERÓIS ESPALHADOS PELOS BAIRROS DE TODO O PAÍS, QUE CLARO, SEM OPÇÃO, COLOCAM SEUS FILHOS NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE TODO O PAÍS. TENHAM CORAGEM E MATRICULEM SEUS FILHOS NUMA ESCOLA PÚBLICA MAIS PRÓXIMA DE SUA CASA. SE HOUVER RECUSA DO DIRETOR, PROCUREM UMA REGIONAL OU O CONSELHO TUTELAR DE SUA REGIÃO. GARANTA UMA VAGA PARA SEU FILHO NA ESCOLA PÚBLICA DO BRASIL, PORQUE O BRASIL É UM PAÍS DE TODOS, PARA TODOS E POR TODOS. E NÃO ESQUEÇAM: LUGAR DE CRIANÇA É NA ESCOLA, BRINCANDO, MERENDANDO E APRENDENDO COMO UMA EQUIPE DE PROFESSORES ALTAMENTE QUALIFICADA E MOTIVADA COM UM SALÁRIO MARAVILHOSO DE R$ 712,00.
    Seminarista Edgard Lopes
    Professor e estudante de direito

    ResponderExcluir
  110. Ah, mas esse Aécio não convence ninguém, que discurso vago, sem embasamento. Tudo não passa de um amontoado de palavras bonitas, usadas para dar um ar de intelectual, na tentativa de mostrar que ele conhece com profundidade a educação brasileira. Que hipocrisia!! O que ele e a tchurma do PSDB sabem bem é desprestigiar os educadores e sucatear a educação. E aí, vem ainda citando o saudoso Bartolmeu Campos Queiroz para impressionar o leitor. Mas um leitor mais atento percebe que é uma enganação só, palavras jogadas ao vento, melhor palavras jogadas no papel.

    ResponderExcluir
  111. sem nenhuma expectativa com a tal reunião com o sindicato e governo.
    sem piso, sem carreira e com muitas dívidas.

    ResponderExcluir
  112. Onde que o "pó parar" bebeu esta? Que sinistro, cara! Cada dia este sujeito aparece com um texto mais cansativo! Ô Folha, ô Folha isto sai mto caro? Quanta pobreza! Cara vc é um XAROPE que encanta apenas a si próprio e a sua confraria. Tem gente que de repente se acha escritor e sai mandando "sopa de letras"! Ai que preguiça deste país...

    ResponderExcluir
  113. Anônimo de 11:12. DEUS TE OUÇA e nos livre desta praga. AMÉM.
    Senhores PAIS de alunos. Meus cumprimentos pelo posicionamento em defesa de seus filhos e da nossa classe.

    ResponderExcluir
  114. O brasileiro é tão trouxa que se sente mto importante em fazer campanha para esta gentalha. Antes da eleição os deputados e candidatos se dizem amigos destes cabos eleitorais. São explorados ao máximo, não participam do poder, ficam com a sobra mas se enchem de orgulho ao dizer: sou amigo do deputado...sou da cozimha dele. Só se for cozinheiro...Já vi este filme. Qdo vcs verão que são descartáveis?

    ResponderExcluir
  115. Já que essa carta vai rolar mesmo,nos dias 1,2,3, podemos preparar uma também e nos organizar para que ela seja entregue no domingo após a missa, cada grupo de 3 ou4 professores em sua comunidade. Aqui em Mariana podemos agilizar isso? O interessante era fazer em todo o nosso estado.

    ResponderExcluir
  116. Reunião da SEE com SINDUTE = conversa de comadres.

    ResponderExcluir
  117. As cartas já chegaram a escola e o ordinário mandou dinheiro p enviar pelo correio.Mta cara de pau.

    ResponderExcluir
  118. Reunião com a Secretaria de Estado da Educação

    Nesta segunda-feira, dia 31 de janeiro, a direção do Sind-UTE MG reuniu com a Secretária de Estado da Educação Ana Lúcia Gazzola. A reunião foi solicitada pelo sindicato desde dezembro de 2011 para discutir o quadro de escola para 2012 e o cumprimento da Lei Federal 11.738/08 no que se refere a 1/3 da jornada para hora atividade.

    A Resolução 2.018/12 foi publicada em janeiro sem qualquer discussão com a categoria e trouxe inúmeros problemas. Estes foram apresentados à Secretaria durante a reunião, mas não houve nenhum encaminhamento imediato. Esta reunião foi a primeira com a Secretaria desde a suspensão da greve em 2011. Não foi uma reunião de negociação pois foi restrita à Secretaria de Educação (sem participação de outras secretarias envolvidas com a questão salarial) mas de discussão de algumas demandas imediatas.

    Acompanhe as discussões feitas:
    1) Cumprimento da Lei Federal 11.738/08: o sindicato cobrou a aplicação do 1/3 da jornada como hora atividade para o professor, em cumprimento a Lei Federal 11.738/08. A Secretaria não apresentou nenhuma proposta para o cumprimento imediato. Segundo ela, durante o mês de dezembro todo o seu sistema ficou exclusivamente para a organização da categoria no subsídio. Ainda para a Secretaria de Educação esta regulamentação somente pode ocorrer após ela ter um quadro atual da escola sabendo onde estão as pessoas e após a organização das turmas nas escolas.

    2) Critério para escolha de turmas (artigo 8º da Resolução): o sindicato questionou a exclusão do vínculo funcional como um dos critérios para distribuição das aulas. A Secretaria afirmou que aceita rediscutir o critério desde que o Sindicato apresente ao Governo um documento da entidade se responsabilizando por esta discussão. A direção do sindicato resgatou a postura que teve em 2011 quando apresentou, na pauta de reivindicações, várias demandas para os efetivados. Mas argumentou que não considerar o vínculo funcional era um mecanismo de desvalorizar o concursado. A direção do Sind-UTE afirmou que encaminhará o documento.

    Observação: este encaminhamento não exclui as orientações já encaminhadas às subsedes para o servidor efetivo que foi prejudicado.

    3) Direito do efetivado de completar o cargo. Desde 2011, o sindicato defende que o efetivado possa completar o seu cargo. No entanto, esta questão não foi tratada na Resolução, permanecendo o problema. Lembramos à Secretaria que em 2011, o Governo enviou uma correspondência afirmando que os efetivados teriam este direito, o que não ocorreu. A Secretaria afirmou que ainda está estudando a situação.

    4) Quadro dos Conservatórios de Música: a Resolução reduziu o quadro de pessoal dos Conservatórios de Música, o que foi questionado pelo sindicato. A Secretaria afirmou que haverá modificação e o setor responsável conversará com cada Conservatório.

    Questionamos ainda os problemas no posicionamento do subsídio. Segundo a Secretaria o critério utilizado foi a vida funcional que já estava taxada no Sisap. A partir de 02/02 as Superintendências receberão as reclamações e não há prazo final estabelecido para apresentar estas reclamações. Não aprofundamos esta discussão porque não temos como objetivo discutir a Lei Estadual 19.837/11 e sim o pagamento do Piso Salarial.

    Outra questão que o sindicato questionou foi a suspensão de novas publicações de férias-prêmio a partir de fevereiro. A alegação da Secretaria é de que será temporária para que possa fazer uma previsão para 2012.

    Pagamento das reposições já realizadas: o sindicato questionou o não pagamento das reposições já realizadas. De acordo com a Secretaria, toda a reposição já realizada até 30 de novembro deveria ter sido paga. O sindicato encaminhará junto às subsedes um levantamento dos problemas de pagamento para cobrar uma rápida solução da Secretaria. Em fevereiro haverá uma folha complementar para pagar a reposição que não taxada dentro do prazo estabelecido no Sisap.

    GILSON - SINDUTE - 30/01/2012

    ResponderExcluir
  119. MARIA ALICE SETUBAL

    O que queremos do novo ministro da Educação?

    Os jovens estão abandonando os estudos, pois a escola é vista por eles como desinteressante, sem conexão com o mundo real e com o mercado de trabalho

    Refletir sobre o que queremos do novo ministro da Educação é também uma oportunidade para estabelecermos um debate sobre qual educação o Brasil precisa para realizar o seu potencial de país emergente.

    A educação é uma questão prioritária para a realização desse potencial. O nível educacional da população é um fator imprescindível para o desenvolvimento. Já sentimos hoje no Brasil a falta de mão de obra qualificada para suprir as demandas de expansão da economia.

    Mas os nossos jovens estão abandonando os estudos, pois a escola é vista por eles como desinteressante, sem conexão com o mundo real e com o mercado de trabalho.

    A exigência de maior qualificação poderia ser respondida de imediato com a readequação do ensino médio e com a implementação de cursos técnicos, tecnológicos e profissionalizantes. Eles são, sem dúvida, da maior importância.

    Entretanto, a questão é bem mais complexa. Tivemos inúmeros avanços na melhoria da qualidade de vida da nossa população. A continuidade dessas políticas é de fundamental importância. Ainda estamos, porém, distantes uma educação de qualidade para todos.

    O Ministério da Educação é o responsável pela definição e pela indução de políticas. É nos Estados e municípios, entretanto, que a educação acontece.

    É necessário, portanto, que o governo federal costure um pacto com os entes federados. Para uma real mudança na qualidade da educação, dois pontos são prioritários para esse pacto e devem ser considerados de forma conjunta: novos parâmetros para a profissionalização docente e a definição de um currículo ou de metas de aprendizagem para o século 21.

    Vivemos a transição para uma sociedade cujos eixos centrais são a diversidade, a justiça social, a democracia e a sustentabilidade. O mundo tem discutido novas formas para uma economia mais verde com energia limpa, com inovação para produtos e com serviços ligados à agricultura, à cultura criativa, à indústria e à gestão de recursos naturais.

    As diversas manifestações políticas, ainda que de forma desordenada, tanto em nível nacional como internacional, têm apontado para o estabelecimento de criativas e inovadoras relações entre o Estado, o mercado e a sociedade civil.

    Os avanços tecnológicos possibilitaram o surgimento de novas formas de comunicação global e de acesso à informação e à construção do conhecimento.

    É fundamental um novo currículo, adequado a esse novo tempo. É também fundamental que a profissão do professor seja socialmente valorizada, com salários adequados e melhores condições de trabalho.

    É necessário também que as formações inicial e continuada ocupem um espaço central no exercício docente. Essa formação deve estar atrelada aos novos conhecimentos exigidos na sociedade contemporânea, para que a sala de aula possa refletir a articulação de conteúdos variados.

    Além disso, a capacitação do professor e os currículos dos alunos devem ser coerentes com as diversidades regionais e culturais do país.

    É preciso reforçar que alguns avanços devem ser reconhecidos: o Plano Nacional de Educação, que está para ser votado pelo Congresso; e o debate iniciado em torno do currículo, da formação docente e da proposta de um exame nacional para professores.

    (continuação)

    ResponderExcluir
  120. (continuação)
    Assim, esperamos que o novo ministro leve adiante as conquistas e tenha a ousadia de estabelecer um real diálogo com toda a sociedade.

    Um diálogo pautado em metas claras de implementação de políticas que reflitam não apenas a prioridade da educação para o desenvolvimento do país, mas, sobretudo, que contemplem o que a sociedade considera importante para formar as nossas crianças e jovens.

    MARIA ALICE SETUBAL, 60, doutora em psicologia da educação pela PUC-SP, presidente dos Conselhos do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária, da Fundação Tide Setubal e do IDS (Instituto Democracia e Sustentabilidade)

    ResponderExcluir
  121. Caros colegas e amigo euler
    Estou sem vontade de voltar ao trabalho, não sei se conseguirei trabalhar, quanta hipocrisia, quanta maldade por parte do governo, na verdade estou mesmo é anestesiada de tanto Anastazia.

    ResponderExcluir
  122. Charlote, gosto desse seu jeito de "falar". Queria tanto te conhecer...Sou leitor assíduo desse espaço e professor na Zona, da Mata. Você tem um jeito assertivo de pensar. Estou achando que uma nova liderança está surgindo. Pelo menos em meu imaginário.

    STONE AGE

    ResponderExcluir
  123. Se ainda restava a esperança da aplicação de 1/3 da jornada extra-classe, esqueçamos.
    Direto do Twitter da Renata Vilhena: "renatavilhena renata vilhena
    @ O 1/3 da jornada extra-classe ainda ñ foi regulamentado. Estamos fazendo estudos p/ publicar a regulamentação ainda esse ano."

    ResponderExcluir
  124. PÓS SCRIPTIUM DO STONE - O FÃ:
    ô CHARLOTTE, SE TODOS FOSSEM IGUAIS A VOCE, AO EULER...

    ResponderExcluir
  125. VAMOS COMENTAR EM O TEMPO
    Ninguém entrou na maior greve de Minas por influência do Sindicato. Ninguém foi obrigado a levantar o braço a favor da greve. O Sindicato somos nós. Não adianta ficar jogando a culpa no professor. Paguem-no melhor e verão mais resultados. Não que eu trabalhe pelo tanto que recebo. Do contrário, estaria em sala de aula sem fazer nada porque é isso o que o governo me paga: NADA que preste. Se recebesse melhor, poderia me dedicar mais a uma só escola. Mas com o governo e os 51 traíras me roubando mais de 1000 reais mensais, não dá. Tenho que me desdobrar entre uma escola e outra. O que a população deveria fazer é cobrar dos irresponsáveis deputados mais respeito com os educadores. Não somos nós que recebemos mais de 20 mil reais por mês pra enfeitar cadeira ou palácio. Se Minas e o Brasil quiser realmente melhorar a Educação, vai ter que valorizar mesmo os professores. E não adianta propaganda bonitinha pra incentivar a formação de novos docentes. Já tem é muita gente abandonando ou querendo abandonar o barco. Eu, infelizmente (porque adoro minha profissão, não o salário) temo estar pensando em fazer o mesmo. É só a oportunidade aparecer. Esse estado não me merece. Anastasia não merece o professorado que tem.

    ResponderExcluir
  126. Será que tem algum desavisado que acredita ser este o pensamento do Aécio sobre educação? Está claro que montaram este discurso para ele.Afinal ele esteve muito tempo governando Minas e só fez afundar a educação.Este sujeito é uma farsa.

    ResponderExcluir
  127. Se você nasceu guerreiro,vive guerreiro e irá morrer guerreiro, pois sou assim nunca desisto. Issso aprendi com uma greve acho que foi na e poca Francelino dos pastores alemães quando fui aluno e quem me ensinou foi uma professora nota 10. Vamos a luta sou também guerreiro. Hoje sou professor com 21 anos no Estado. manoel

    ResponderExcluir
  128. Propaganda mentirosa!

    Nossa moçada tá mandando mal.

    Cresceu de 45% para 90% o analfabetismo em MG, pois vários alunos chegam ao segundo grau sem saber interpretar e até escrever o nome.

    Passo importante para desvalorização dos professores, pois eu tenho 30 anos de servoço e na peneira, ficaram só 18, um absurdo.

    85% a menos no meu salário, pois minhas vantagens foram para o ralo.Em comparação ao salário de janeiro passado não aumentou nada,pura enganação.

    Seriedade???????????????????/

    Responsabilidade??????????????????

    Compromisso com os mineiros que mexem com minas de minério? Só pode ser.Mineiros professores ficaram jogados às traças.

    Que governo bonitinho!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  129. Reunião com a Secretaria de Estado da Educação



    Nesta segunda-feira, dia 31 de janeiro, a direção do Sind-UTE MG reuniu com a Secretária de Estado da Educação Ana Lúcia Gazzola. A reunião foi solicitada pelo sindicato desde dezembro de 2011 para discutir o quadro de escola para 2012 e o cumprimento da Lei Federal 11.738/08 no que se refere a 1/3 da jornada para hora atividade.

    A Resolução 2.018/12 foi publicada em janeiro sem qualquer discussão com a categoria e trouxe inúmeros problemas. Estes foram apresentados à Secretaria durante a reunião, mas não houve nenhum encaminhamento imediato. Esta reunião foi a primeira com a Secretaria desde a suspensão da greve em 2011. Não foi uma reunião de negociação pois foi restrita à Secretaria de Educação (sem participação de outras secretarias envolvidas com a questão salarial) mas de discussão de algumas demandas imediatas.

    Acompanhe as discussões feitas:
    1) Cumprimento da Lei Federal 11.738/08: o sindicato cobrou a aplicação do 1/3 da jornada como hora atividade para o professor, em cumprimento a Lei Federal 11.738/08. A Secretaria não apresentou nenhuma proposta para o cumprimento imediato. Segundo ela, durante o mês de dezembro todo o seu sistema ficou exclusivamente para a organização da categoria no subsídio. Ainda para a Secretaria de Educação esta regulamentação somente pode ocorrer após ela ter um quadro atual da escola sabendo onde estão as pessoas e após a organização das turmas nas escolas.

    2) Critério para escolha de turmas (artigo 8º da Resolução): o sindicato questionou a exclusão do vínculo funcional como um dos critérios para distribuição das aulas. A Secretaria afirmou que aceita rediscutir o critério desde que o Sindicato apresente ao Governo um documento da entidade se responsabilizando por esta discussão. A direção do sindicato resgatou a postura que teve em 2011 quando apresentou, na pauta de reivindicações, várias demandas para os efetivados. Mas argumentou que não considerar o vínculo funcional era um mecanismo de desvalorizar o concursado. A direção do Sind-UTE afirmou que encaminhará o documento.

    (Continua)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E A DEFESA JURÍDICA DA NOSSA CAUSA???


      E A CONTRATAÇÃO DO ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA???


      E OS OUT DOORs???


      CHEGA DE BLÁ, BLÁ, BLÁ...

      Excluir
  130. (Continuidade)


    Observação: este encaminhamento não exclui as orientações já encaminhadas às subsedes para o servidor efetivo que foi prejudicado.

    3) Direito do efetivado de completar o cargo. Desde 2011, o sindicato defende que o efetivado possa completar o seu cargo. No entanto, esta questão não foi tratada na Resolução, permanecendo o problema. Lembramos à Secretaria que em 2011, o Governo enviou uma correspondência afirmando que os efetivados teriam este direito, o que não ocorreu. A Secretaria afirmou que ainda está estudando a situação.

    4) Quadro dos Conservatórios de Música: a Resolução reduziu o quadro de pessoal dos Conservatórios de Música, o que foi questionado pelo sindicato. A Secretaria afirmou que haverá modificação e o setor responsável conversará com cada Conservatório.

    Questionamos ainda os problemas no posicionamento do subsídio. Segundo a Secretaria o critério utilizado foi a vida funcional que já estava taxada no Sisap. A partir de 02/02 as Superintendências receberão as reclamações e não há prazo final estabelecido para apresentar estas reclamações. Não aprofundamos esta discussão porque não temos como objetivo discutir a Lei Estadual 19.837/11 e sim o pagamento do Piso Salarial.

    Outra questão que o sindicato questionou foi a suspensão de novas publicações de férias-prêmio a partir de fevereiro. A alegação da Secretaria é de que será temporária para que possa fazer uma previsão para 2012.

    Pagamento das reposições já realizadas: o sindicato questionou o não pagamento das reposições já realizadas. De acordo com a Secretaria, toda a reposição já realizada até 30 de novembro deveria ter sido paga. O sindicato encaminhará junto às subsedes um levantamento dos problemas de pagamento para cobrar uma rápida solução da Secretaria. Em fevereiro haverá uma folha complementar para pagar a reposição que não taxada dentro do prazo estabelecido no Sisap.

    Disponível em: http://www.sindutemg.org.br/novosite/conteudo.php?MENU=1&LISTA=detalhe&ID=2995 Acessado em 30 de janeiro de 2012.

    ResponderExcluir
  131. Esse Tal de Aécio, é uma figura que nos faz lembrar, para quem assistiu à minissérie BRADO RETUMBANTE, aquele PAULO VENTURA nos momentos de bebedeira e o cara entornava mesmo. Só não cometeu o vexame de correr do bafômetro e estar dirigindo um carro com documentos irregulares, diferentemente do garanhão mineiro, conhecido por Zé Carioca, garotinho de Ipanema e da Urca que quer engrossar a voz e se mostrar um candidato favorável ao PALÁCIO DO PLANALTO, ele está confundindo PALÁCIO com ALAMBIQUE. Vá comandar os Alambiques das fazendas de herança que ficaram para ele. Esses bebuns que posam de intelectual, faça-me o favor, só mesmo depois de um porre à PAULO VENTURA para cometer tantos devaneios na página da FOLHA DE S. PAULO. Não é à toa que o tal texto deve ter sido escrito no final de semana, aí procede!

    ResponderExcluir
  132. INIMIGOS...
    JOSÉ HENRIQUE
    PMDB
    Conselheiro Pena, Aimorés, Matipó, Lajinha, Resplendor, Simonésia, Belo Horizonte, Abre-Campo, Itanhomi, Ipanema, Raul Soares, Santa Rita do Itueto e Tarumirim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DEPUTADO TIAGO ULISSES,

      UM DOS 51 TRAIDORES DA EDUCAÇÃO NA ALMG.


      ANASTASIA, O PIOR GOVERNADOR DE TODOS OS TEMPOS.

      Excluir
  133. Caros Colegas que estão questionando as salas multisseriadas. O governo pouco está se importanto com a qualidade do ensino, até porque sabe que poucos são os pais que cobram, então a estratégia é encher a pança dos alunos com um cardápio de excelência, a meninada fica feliz, a bolsa família vai servir para mobiliar a casa da família, porque comida boa a meninada tem na escola mineira, então os pais ficam felizes, também. E a qualidade da formação mesmo, essa só nos discursos bonitos propagados pelo governo, seus lambe-botas e simpatizantes. Depois vem a imprensa comparar o rendimento dos alunos da escola privada com a escola pública, como fez o jornal o tempo, é preciso ir fundo nas mazelas que permeiam essa política educacional mineira. Mas, também, pudera, durante a greve até o MPE estava mais preocupado de as crianças estarem de barriga vazia do que de cabeça vazia. Por aí já se vê que até a justiça privilegia a CANTINA DA ESCOLA em detrimento da SALA DE AULA. Diante de tudo isso, meus caros, vamos esperar o quê dessa gente que se diz governo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na sua escola tem boa merenda? Na minha, não. Os alunos comem macarrão puro ou arroz com feijão ou canjiquinha.

      Excluir
  134. Olá Caro Euler,
    Agradece-lo por disponibilizar-nos os seus comentários,assim que tivermos com as fotos,solicitarei sua permissão e enviarei a voce.No entanto,caro Euler,a cada comentários que lemos tanto por parte do governo quanto do sindicato,estamos verificando o quanto estamos sozinhos nessa batalha. Digo isso,pois,ao ler no site do sindicato o resultado da reunião com a secretaria, ficarei extremamente desconsolada.Não houve mudança alguma,nenhuma resposta concisa e ainda,as reivindicações apresentadas pelo sindicato são tão primarias, para não dizer ridículas,a qual, demonstra que,sendo o sindicato,o nosso meio legal e constituído de representação da categoria,representa de maneira ineficaz,apresentando ao governo uma categoria insipiente de seus direitos,deveres e argumentações,propicia a ser manipulada.É bem verdade que, isso não cabe a todos, contudo,há tantas incoerencias no texto do sindicato que gostaria muito caro Euler que pudesse ajudar-me a entender.
    1)Qual a relação da SEE com o Subsidio? Vida funcional é setor do Seplag,o que a cara secretaria teria para ajudar ou fazer?
    2)Qual a relação entre 1/3 da jornada extraclasse com movimentação de professores e turmas?Quer dizer? se um professor removeu ou escola com numero de turmas menores, não terão a jornada?
    3)A questão da Resolução 2018,não foi colocado a secretaria que a mesma estava agindo contra a lei? Contra lei, não! Contra as leis:federal,estadual, estatuto do magisterio e LBD.Será por isso o comunicado da ação? Por que o Sindicato não fez essa colocação?
    4)Defesa da ampliação da carga horária do efetivado.Mas,se os efetivados estão numa situação ilegal,e isso, deveria ser apresentado como argumentação do artig 8 da resolução, como defender ampliação? Outro ponto!A grade curricular fez com que, concursados e efetivados,fossem removidos para outras escolas,por não terem vagas para todos.Como ampliar?
    É isso que não entendo!?Parece que as reuniões ocorrem sem haver uma analise do quadro das escolas!
    Não duvido se, chegar em Araxá,ver a secretaria também participando das reuniões! As aulas irão começar,há colegas nossos com cargos divididos em duas escolas, outros que foram removidos para outros municipios (a contra vontade e ainda concursados),por essas ações sem uma avaliação prévia do quadro funcional das escolas.Faz-se resoluções,tomam decisões para agradar gregos e troianos e no final, apenas o tebanos saem vitoriosos.
    Cade um tem o direito de expor suas opiniões a favor ou contra o sindicato, o que não pode haver,é a exposição da vida do servidor a interesses politicos e partidários.São pessoas que independentes de terem familias ou não, tem sua vida desorganizadas,por ações e atitudes impensadas e apenas textos e palavras são colocadas na rede e nada de concreto tem sido feito a quem mais precisa; o servidor!
    Não estou ao lado de sindicato,de Bia,seja lá de quem for. Estou ao lado, de quem, realmente tiver peito,para defender os direitos dos servidores, dentro da legalidade.
    Abraços e obrigada

    ResponderExcluir
  135. Duarte Bechir, inimigo da Educação e dos educadores. Professores de Campo Belo e região, não se esqueçam: alguém disse postou no blog que ele não precisa de votos de professor. Não desperdicemos nossos votos.

    ResponderExcluir
  136. Charlotte... apoiadaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    SIND-INÚTIL MESMO.
    Nossa carreira virou uma derrora só!
    E a reunião do sindicato, só temas nada a ver...
    Como direito a complementar carga horária da LEI 100 noção?????
    Acaso Charlote, já tem alguém o direito de ingressar no Estado sem concurso? Mudou a CONSTITUIÇÃO FEDERAL ? Como o SIND-INÚTIL vai defender uma CAUSA ilegal ?
    ABSURDO ! Sindicato defender ilegalidade.
    Leia a seguir o andamento do processo da Lei 100noção e poste no Blog da Bia, por favor:
    ----------------------XXX---------------------------
    TRIBUNAL DE JUSTIÇA MINAS GERAIS

    Número do processo:
    1.0024.08.942689-4/002(1)
    Númeração Única:
    9426894-02.2008.8.13.0024

    Processos associados:
    clique para pesquisar

    Relator:
    Des.(a) ALEXANDRE VICTOR DE CARVALHO

    Relator do Acórdão:
    Des.(a) ALEXANDRE VICTOR DE CARVALHO

    Data do Julgamento:
    23/03/2011
    Data da Publicação:
    29/04/2011
    Inteiro Teor:
    EMENTA: INCIDENTE DE INCONSTITUCIONALIDADE - ARGUIÇÃO IRRELEVANTE - ART. 7º, INCISO V, DA LEI ESTADUAL Nº. 100/2007 –
    Eis o teor da ementa do referido acórdão:
    INCIDENTE DE INCONSTITUCIONALIDADE. ARTIGO 7º, INCISO V DA LEI COMPLEMENTAR 100/07 DO ESTADO DE MINAS GERAIS. PROFESSOR. FUNÇÃO PÚBLICA. TITULARIZAÇÃO EM CARGO EFETIVO. INCLUSÃO NO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO. AFRONTA AOS ARTIGOS 37, II E 40, §§ 13 E 14 DA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA. INCONSTITUCIONALIDADE DA NORMA DECLARADA INCIDENTALMENTE. - Ao transformar em titular de cargo efetivo, sem submissão a concurso, servidor ocupante da denominada "“ função pública “", o artigo 7º, inciso V, da Lei Complementar nº 100/07 viola frontalmente o artigo 37, II, da Constituição Federal, que estabelece depender a investidura em cargo ou emprego público de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas, apenas, as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração. - Noutro vértice, se o dispositivo pretende incluir no regime próprio de previdência do Estado servidor não titular de cargo efetivo, afronta o artigo 40, §§ 13 e 14 da Constituição da República, que vincula os servidores ocupantes, exclusivamente, de cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração bem como de outro cargo temporário ou de emprego público, ao Regime Geral de Previdência Social - Rel. Des. Herculano Rodrigues, publicação em 12 de fevereiro de 2010).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A inconstitucionalidade da Lei 100 é fato notório. Entretanto, desde que foi promulgada, os efetivados tem cada vez mais adquirido direitos que podem ser considerados inexistentes, dada a ilegalidade. E daí? Efetivamente, ainda ocupam cargos e cumprem funções para as quais não estão habilitados, sem que nada aconteça para a reversão deste quadro. Se bem entendi, o julgamento do mérito já tem quase um ano, e nada mudou. Neste aspecto, o sindicato deve ser criticado veementemente, pois está fazendo o jogo do governo, ao apoiar a LC100, oportunista e eleitoreira, tanto antes como agora. Muitas pessoas foram beneficiadas pela lei, mas outras tantas foram prejudicadas, e o que deveria pesar na balança é a legalidade e moralidade, já que a lei é incosntitucional, e se mostra mais um "arranjo" de tendência neoliberal, política que tem abalado as estruturas de MG, SP e PR. BAsta de hipocrisia, não defendamos nosso interesse momentâneo em detrimento do direito da coletividade, porque este pensamento é que tem minado a categoria, desde há muito...
      MArcelo

      Excluir
  137. Até agora estava contra todas as críticas destrutivas a respeito do SINDUTE, mas nao da para aceitar que esse mesmo Sindicato que deveria ser para defender os direitos (leis) de sua categoria, venha pedir ao Governo o aumento das aulas para os efetivados. Com isso, infere-se que toda a categoria esta satisfeita com essa lei 100 e que para melhorar é só completar o cargo. Deveria exigir na justiça a anulação dessa Lei sem vergonha e imoral.
    E Euler, chega de "tapar o sol com o peneira" que não podemos falar da efetivação porque pode dividir a categoria. Esta que nunca foi unida. Não estou criticando os bons profissionais que se enquadram na efetivação, mas sim dessa mediocridade do Governo.
    Sou contra toda a imoralidade do governo, inclusive essa Lei 100. E se a categoria não se unir contra esta Lei é por que também não leva as leis desse País a sério. Então, por que exigir o cumprimento da Lei do Piso??? Fiquemos com a efetivação, fiquemos com o subsídio!!! ESTRESSE TOTAL!!!!

    ResponderExcluir
  138. Euler depois de tudo acima mencionado eu ainda tenho dúvida?E o concurso? A grade curricular foi modificada pelo menos na área de português tivemos um grande prejuízo perdemos 3 aulas da carga horaria.E as remoções que foram e ainda estão sendo feitas?O número de vagas que foi publicado no edital do concurso não existe. Vai haver concurso mesmo?

    ResponderExcluir
  139. O que mais queremos é ter um sindicato atuante.


    Defendendo exclusivamente as nossas causas, com competência e eficiência.

    ResponderExcluir
  140. Obrigado Greyce ,suas informaçãoes vão me ajudar muito na decisão que devo tomar.A minha situação de saúde também muito parecida com a sua.Já fui vítima de embolia, sou hipertenso e sinceramente não vejo a hora de cair fora depois de tanta injustiça.Trabalho só em um cargo devido os problemas de saúde,pois uso muitos medicamentos.Estamos mal servidos de governante e secrtárias.Um abraço.Deus nos proteja!

    ResponderExcluir
  141. Bom dia Euler, encontrei algo sobre a LEi 100 no TJMG que irei colar logo abaixo, preste atenção no que irei grifar, vai totalmente contra o artigo 8º da resolução 2018/12 da SEE, eles não tem conhecimento de lei alguma.
    Número: 1.0024.08.942178-8/001(1) Númeração Única: 9421788-59.2008.8.13.0024
    Relator:
    Des.(a) ALMEIDA MELO
    Data da decisão: 05/03/2008
    Data da publicação:
    08/03/2008
    Decisão:
    AGRAVO N° 1.0024.08.942178-8/001 - COMARCA DE BELO HORIZONTE - AGRAVANTE(S): MARILIA PEREIRA DE MACEDO - AGRAVADO(A)(S): ESTADO MINAS GERAIS - AUTORID COATORA: DIRETOR DA SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE PESSOAL DA SEPLAG - RELATOR: EXMO. SR. DES. ALMEIDA MELO

    DECISÃO

    O SR. DES. ALMEIDA MELO:

    EMENTA: Processo civil. Agravo de instrumento. Pedido de efeito ativo. Falta dos requisitos. A falta dos requisitos do art. 273 do Código de Processo Civil inviabiliza a antecipação dos efeitos da tutela recursal.

    Este recurso foi interposto contra a decisão trasladada às f. 10/12-TJ que, em mandado de segurança, indeferiu a liminar requerida para que se determine a efetivação da agravante no cargo de professor, nos termos do art. 7º da Lei Complementar Estadual nº 100/07 e do art. 3º do Decreto Estadual nº 44.674/07.

    A agravante relata que foi designada para o exercício da função de professor da rede estadual de ensino, como regente de aulas de física, de 11.05.2006 a 31.12.2007. Diz que a Lei Complementar nº 100/07 determinou a efetivação dos servidores contratados, que exercem a função de professor, desde 16 de dezembro de 1998. Aduz que a referida norma não tornou os contratados servidores ocupantes de cargos efetivos, mas apenas servidores efetivados, sem a extensão de todos os direitos assegurados aos servidores aprovados em concurso. Alega que vários servidores contratados em situação idêntica à sua foram incluídos na lista de efetivados. Sustenta que preenche os requisitos para a efetivação e pede a antecipação da tutela recursal.

    Observo, inicialmente, que o art. 7º da Lei Complementar nº 100/07 é claro ao tornar titulares de cargos efetivos os servidores designados, sem prévia aprovação em concurso, para o exercício de funções de natureza permanente no serviço público estadual.

    A Constituição Federal condiciona a investidura em cargo ou emprego público à prévia aprovação em concurso público (art. 37, II).

    A tese defendida pela recorrente não autoriza, de plano, a aplicação do disposto no art. 7º da Lei Complementar Estadual nº 100/2007, o qual, a rigor, conflita com o entendimento firmado na jurisprudência dominante, que considera inconstitucionais normas que asseguram acesso a cargo efetivo ou a emprego público sem prévia aprovação em concurso público.

    Logo, falta a verossimilhança da alegação, que é expressamente prevista no art. 273 do Código de Processo Civil como requisito necessário à concessão da tutela antecipada.

    Indefiro o pedido de efeito ativo.

    Intime-se, pessoalmente, o agravado para apresentar resposta no prazo legal. Faculto-lhe juntar cópias das peças que entender convenientes.

    P.I.

    Belo Horizonte, 05 de março de 2008.

    DES. ALMEIDA MELO - Relator

    ResponderExcluir