quinta-feira, 27 de junho de 2013

De volta às ruas de BH, ao lado dos manifestantes

 
(Fotos: Alair Nogueira)

De volta às ruas de BH, ao lado dos manifestantes

Quarta-feira, 26 de junho de 2013. Dia de jogo da Seleção Brasileira contra o Uruguai, no estádio reformado do Mineirão. Em outros tempos, a partida de futebol seria o assunto da semana, nas ruas, nos botecos, nas casas. O feriado municipal seria mais um momento de encontro das famílias e dos amigos para torcer pelo time da seleção do Brasil. Os tempos, contudo, mudaram. Para além daqueles que mantiveram o costume citado, outros tantos, que saíram para as ruas, aos milhares, para um outro jogo, que acontece do lado de fora dos estádios.

Quando cheguei na Praça Sete, acompanhado por um pequeno grupo de colegas educadores de Vespasiano, já era um pouco mais que meio dia. Por lá, circulavam centenas de pessoas, várias tribos, muitas bandeiras, principalmente a do Brasil, mas outras cores também. A presença da polícia era pequena e discreta. Os manifestantes, que iam se juntando, estavam tranquilos, prontos para uma longa caminhada, cada qual portando seus cartazes, apitos, bandeiras, palavras de ordem, quase todas relacionadas aos problemas brasileiros, que não foram resolvidos ao longo dos últimos séculos.

Entre os gritos e palavras mais citadas, a Educação e a Saúde - por mais investimentos nessas áreas, reclamavam os manifestantes jovens, crianças e adultos. Um consenso, a revelar um dissenso em relação aos governos e aos partidos e suas lideranças. No discurso, juram amor eterno pela Educação pública e pela saúde de qualidade; na prática, tratam com desdém e desprezo, como acontece com os governos de Minas e também do Brasil.

Por falar em Minas, lembrei-me de que andava pelas ruas da Capital deste país. Entre a Praça Sete e as proximidades do Mineirão, passando pela Antonio Carlos, foram cerca de dez quilômetros de protesto. Tive a impressão de que estava em outro país, a julgar pelos protestos dos manifestantes. Por quê? - perguntarão. Porque no país de Minas, de acordo com a propaganda do governo, TODOS os problemas da humanidade foram resolvidos. Minas é o lugar que supera todos os outros países em matéria de Educação, de saúde, de segurança, enfim, é o paraíso que nós, mineiros, e agora também os turistas, ainda não tivemos a oportunidade de conhecer.

Caminhava pelas ruas ao lado dos colegas e de outros tantos manifestantes. Parecia um carnaval diferente, uma outra alegoria, com a alegria presente, contagiante, envolta ao chamado da luta, aos protestos, aos reclamos de muitas demandas esquecidas. Ali, ouço um brado: "Não queremos copa, queremos saúde e educação"; acolá, um alerta: "Feliciano, se até o Papa renunciou, a sua vez agora chegou". Algo mais ou menos assim. E toma crítica à corrupção, aos desvios, à roubalheira, sem se especificar um partido ou governo, mas dando a impressão de que todos os políticos e governantes estavam na mira dos protestos.

Vez ou outra um grupo ou outro carregava as tintas pra cima de algum governante - Anastasia, Dilma, Aecio, Lacerda - mas, no geral, as críticas eram dirigidas a todos os governantes, exigindo mais investimentos em Educação, Saúde, transporte e segurança, entre outras.

A longa passeata, que ia assumindo um formato gigantesco e pacífico, tinha também momentos educativos. O contato entre os manifestantes era marcado por respeito mútuo, discussões entre as pessoas de diversos grupos, mostrando as diferenças que apareciam durante o caminhar. Por exemplo, houve um momento em que um jovem começou a pichar uma palavra de ordem debaixo de um viaduto. Imediatamente uma pessoa que estava próxima de nós começou a gritar: "Sem vandalismo, sem vandalismo!" Na sequência, um jovem, que também estava próximo e que não era o pichador, retrucou: "Sem moralismo, sem moralismo!". Nesse diálogo direto, sem agressão física, cada qual demarcando o seu espaço e buscando construir consensos.

Notava-se, também, além de cartazes e palavras de ordem, e apitos e bandeiras, a apresentação de enormes faixas. Numa delas, que atravessava a Antonio Carlos, defendia-se a aplicação total dos recursos do Petróleo na Educação.  Um grupo com tambores e com megafone puxava várias palavras de ordem. Quando passaram perto de nós, talvez porque tivessem reconhecido na camisa do comandante Martinho e da professora Cláudia Luiza uma alusão ao nosso ofício, puseram-se a gritar: "O professor, é meu amigo, mexeu com ele, mexeu comigo".

E assim foi, durante uma longa caminhada de quase duas horas pela avenida Antonio Carlos, com algumas paradas para tomar água, até que chegamos ao campus da UFMG. Foi uma grande passeata sem a presença de polícia e marcada pelo encontro de muitos grupos, notadamente de jovens estudantes, mas não somente. Uma caminhada pacífica, diria, pelo menos até as proximidades daquele outro jogo, onde 22 pessoas disputavam os aplausos e as vaias dos milhares que estavam no interior do estádio. Do lado de fora do estádio, contudo, a chapa esquentava e o jogo era outro.

O nosso grupo se posicionou próximo da grande maioria dos manifestantes, no entorno do Viaduto José Alencar, de onde, infelizmente, acontecera novo acidente, com a queda de um rapaz. É preciso benzer aquele viaduto, palco de tantos acidentes nesses dias que abalaram o chão de BH e de Minas e do Brasil.

Do nosso pequeno grupo, apenas o comandante Martinho havia trazido máscara e uma garrafinha de vinagre, já prevendo os embates entre a polícia de choque do governo de Minas e os manifestantes. Martinho se aproximou da linha de frente, mas não sem antes ouvir as minhas expressas recomendações para não se aproximar muito da área de confronto. Joãozinho foi, viu e voltou com lágrimas nos olhos em função dos gases despejados em grande quantidade pela força de repressão do estado. Até mesmo nós, que ficamos um pouco na retaguarda, sentimos os efeitos. Durante mais de uma hora seguinte ouvimos os tiros e bombas de efeito imoral lançadas pela polícia. Disseram-me que da parte de alguns manifestantes também partiram bombas, pedras e outros objetos para revidar o ataque da polícia. Não posso dar o meu testemunho visual sobre esse fato, já que de onde me encontrava era possível apenas ouvir o estrondo causado pelas bombas da polícia, sentir os efeitos dos gases e ouvir os gritos de guerra da militância que assumia a linha de frente do combate.

Não vou dizer, como faz a mídia, que se tratava de uma guerra, ou de vândalos, ou coisa do gênero. Ali estavam presentes milhares de manifestantes, com diferentes bandeiras, com consensos em relação a várias demandas, mas com distintas visões de mundo, inclusive ideológicas. Para a maioria, talvez bastasse ocupar as ruas e mostrar para o mundo o descontentamento latente em relação a vários problemas do nosso dia a dia. Para outros, contudo, este descontentamento tinha que assumir outras formas, outros tons, chegando mesmo ao desafio físico, com a quebra das barreiras impostas pelo aparato estatal repressivo.

No post de ontem, o Frei Gilvander nos brindou com a lembrança da origem do termo "vândalo", que remonta os preconceitos do Império Romano em relação aos povos com culturas diferentes. Percebia-se claramente que a maioria dos manifestantes queriam manter uma postura de relativa paz, com protesto, mas sem cair no moralismo de recriminar uma parte da juventude que se colocou na linha de frente. No final, as razões do protesto não estavam voltadas essencialmente para o combate com a polícia, mas para que haja mudanças no país. Que mudanças? - perguntarão alguns. Mudanças em favor de mais investimento na Educação pública (sobretudo na valorização dos educadores), mais investimento na Saúde pública; um transporte coletivo melhor, mais barato ou com tarifa zero para todos; uma realidade política mais próxima da realidade do cidadão comum, e não a atual e exótica forma de representação política, que transforma os eleitores em meros figurantes de quinta categoria, sem qualquer poder real de intervenção nos processos decisórios.

A ocupação das ruas, a rigor, para mim, pelo menos, tem muito este sentido de retomada de uma consciência individual e coletiva das pessoas que querem se fazer presentes, enquanto pessoas pensantes, protagonistas do seu tempo. E este formato tem um significado maior do que o atendimento de algumas demandas. Claro que cada conquista que tem sido apontada - seja com a redução no preço das tarifas dos ônibus, seja com o arquivamento da PEC 37, ou com a aprovação dos royalties do pré-sal para a Educação e para a Saúde - reveste-se de grande importância. Mas, o movimento que ocupa as ruas, exatamente por não ter este controle de um único partido ou central sindical, com um programa fechado, não parece disposto a encerrar as atividades de protesto após meia dúzia de conquistas. Ele quer prosseguir, conquistar cada vez mais, e se tornar o contrapeso aos poderes constituídos, que se mostraram incapazes de ouvir as vozes daqueles aos quais, segundo a Carta Magna do país, todo poder emana.

Por isso, a nossa renovada saudação aos milhares e milhões de cidadãos de todas as idades, de todas as cores e tribos, que ocupam as ruas de Minas e do Brasil e do mundo também. Para que nesse encontro sejam construídos os consensos em torno dos interesses da maioria da população, especialmente dos mais pobres. E para que cada vez mais, os poderes constituídos se rendam à vontade dos de baixo, ao invés de servirem, como acontece atualmente, aos interesses da minoria privilegiada.

Viva o povo que luta, que ocupa as ruas, e que constrói, a cada momento, um outro Brasil.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

 ***  

209 comentários:

  1. O Aécio,agora,deve responder por crime hediondo.Será que vai?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa! Foi formulado denuncia contra essa coisa chamado Aécio.

      Houve investigação?

      O que foi que aconteceu?

      Foi engavetado.

      Quem engavetou?
      Gurgel, do MPF.

      E se demorar muito, quando for investigar, terá prescrito.

      A PEC37 era exatamente contra isso.Todos foram contra sem saber.

      Mas, não sintam envergonhado. Até os políticos que votaram pelo sim ou pelo não, também não conheciam a PEC37.

      Mas, a Rede Globo conhecia.

      Excluir
    2. Analisem comigo. Ou este Aécio é mt cara de pau, ou ele está seguro de que nada vai dar em nada para os que roubam como ele.
      Ele fez debates no senado como se fosse uma pessoa mt limpa e que nada teme .
      Algum de vcs viram ele pedir à presidenta a transparência no seu governo? E no dele ?
      Nossa, quanta hipocrisia!!!!!!!

      Excluir
  2. Sindpol mg poem força nacional pra correr, isso ninguém mostra na mídia

    ResponderExcluir
  3. Notícia quente!
    A CNN, maior rede de jornalismo da TV americana e mundial, fez uma reportagem especial sobre os verdadeiros motivos por trás dos protestos ocorridos em várias cidades do Brasil.
    Em tradução, o texto, intitulado "O Que Realmente Está Por Trás dos Protestos Brasileiros?", lê:
    "Os protestos que estão acontecendo no Brasil vão muito além do aumento de 20 centavos no transporte público.
    O Brasil está vivenciando atualmente um amplo colapso de sua infraestrutura. Há problemas com portos, aeroportos, transporte público, saúde e educação. O Brasil não é um país pobre e os impostos são extremamente altos. Os brasileiros não veem motivo para terem uma infraestrutura tão ruim quando há tanta riqueza e tantos impostos altos. Nas capitais estaduais as pessoas chegam a gastar 4 horas por dia no tráfego, seja em seus carros ou em transportes públicos lotados e de má qualidade.
    O governo brasileiro tomou medidas para controlar a inflação cortando taxas e ainda não se deu conta que o paradigma deve mudar para uma abordagem focada na infraestrutura do país. Ao mesmo tempo o governo brasileiro está reproduzindo em menor escala o que a Argentina fez anos atrás: evitando austeridade fiscal e prevenindo o aumento dos juros, o que está levando a uma alta inflação e baixo crescimento.
    Além do problema de infraestrutura, há vários escândalos de corrupção que permanecem sem julgamento, e os casos que são julgados tendem a terminar com a absolvição dos réus. O maior escândalo de corrupção na história brasileira finalmente terminou com a condenação dos réus e agora o governo está tentando reverter essa condenação ao usar manobras inacreditavelmente inconstitucionais, como a PEC 37, que vai tirar o poder investigativo dos promotores do ministério público, delegando a responsabilidade da investigação unicamente para a polícia federal. Além disso, outra proposta tenta sujeitar as decisões da Suprema Corte Brasileira ao Congresso – uma completa violação dos três poderes.
    Estas são, de fato, as revoltas dos brasileiros.
    Os protestos não são meramente isolados, não são movimentos da extrema esquerda, como algumas fontes da mídia brasileira afirmam. Não é uma rebelião adolescente. É o levante da parte mais intelectualizada da sociedade que quer por um fim a essas questões brasileiras. A jovem classe média que sempre esteve insatisfeita com o obscurecimento política agora “desperta”.
    TEXTO ORIGINAL: CNN iReport

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A imprensa estrangeira nunca citas que a revolta dos brasileiros é contra os políticos.

      São eles que impedem que quaisquer projeto de lei, que vá beneficiar os de baixo seja aprovado.

      São os políticos que usaram um movimento justo em São Paulo pela redução das passagens e incluíram a PEC37.

      Aproveitando, alguém poderia esclarecer o que trata-se a PEC37? Mas, a maioria ficou contra porque assim quis a Rede Globo.

      Se vocês tiverem tempo e paciência e façam uma pesquisa sobre a marca ChangeBrazil.

      O golpe contra o Brasil já foi dado. Estão vendendo uma imagem negativa contra o Brasil, para justificar uma possível invasão.

      Prestem atenção:

      Quantos de vocês leram, ouviram falar que o PIB nacional teve um crescimento baixo do esperado?
      Muitos com toda certeza. Mas em algum lugar a mídia falou e ou escreveu que o PIB brasileiro foi o 2º maior entre os países?

      O mundo está em crise. E eles estão de olho no Brasil.




      Excluir
    2. Estamos morrendo de medo... kkkkkkkk Tem dó.

      Excluir
  4. SE NÃO PAGAR NOSSO PISO E NOSSAS VANTAGENS FARREMOS A MESMO ANO QUE VEM DURANTE O COPA, QUEREMOS NOSSOS QUIQUENIOS JÁ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carioca arrependido.27 de junho de 2013 13:13

      Exigimos isso aí e mais:
      1) O fim de políticos de carreira com super salários: a aposentadoria deverá ser anexada a aposentadoria de seu trabalho civil;
      2)Chega de feudo. Candidatura que passa de pai para filho e atinge as vezes até todos os membros da família;
      3)O bloqueio de aumento do salários dos políticos até 2016 c/ redução imediata dos mesmos. Estamos trabalhando para paga-los, e a gente com salário mínimo;
      4)Fim da reeleição;
      5)Fim do nepotismo vergonhoso que assola esse país;
      AQUI EM MINAS VOCÊS CONHECEM ALGUÉM ASSIM?
      Se disserem aócio never não será mera coincidência: Meu avó tancredo biônico never... Mas ele esquece de falar que o pai dele era político, o tataravô dele... e por aí vai...
      "Aécio Neves veio de uma família de políticos tradicionais mineiros. Seu avô materno, Tancredo Neves, personagem fundamental na redemocratização do país, foi governador de Minas Gerais e presidente eleito do Brasil por via indireta (colégio eleitoral), tendo morrido antes de assumir o cargo. Do lado paterno, tanto seu avô Tristão Ferreira da Cunha quanto seu pai, Aécio Cunha, foram deputados federais."
      http://pt.wikipedia.org/wiki/A%C3%A9cio_Neves

      Excluir
    2. "redemocratização do país" kkk ganhou a presidência de presente da junta militar e por isso morreu sem tomar nem posse. Ele era amigão dos ditadores, isso sim! PRESIDENTE BIÔNICO, estudem a História do Brasil.

      Excluir
  5. Como seus comentários são muito relevantes e verdadeiros, quero opinar como brasileira que sou e mais, mineira, sobretudo. Em um dos trechos de seu comentário sobre superação brasileira, é verdade o Brasil supera em MÁ QUALIDADE, EM ENGANAÇÃO, EM ROUBALHEIRA, LADROAGEM, EM CINISMO DE NOSSOS GOVERNANTES MINEIROS.Já pararam para pensar quanto é o subsídio de: VEREADORES, PREFEITOS, DEPUTADOS ESTADUAIS, DEPUTADOS (AS) FEDERAIS,SENADORES,MINISTROS, SECRETÁRIOS (AS) e etc.? Pois é devemos continuar os protestos relativos aos salários dos que gostam de governar alienadamente, de qualquer forma,à rodo a bel prazer. Reforma política JÁ, de forma coerente, bem organizada, estruturada, coordenada por pessoas de boa índole, que acredito no Brasil é a maioria. Os qeu são levianos estão com seus dias contados. Falando nisso cadê a pessoa que propôs não ter vereador em cidades com pequeno número de habitantes? Despertemos Já! Vamos nos unir para organizar MINAS GERAIS.

    ResponderExcluir
  6. EULER, PARABÉNS POR SEMPRE NOS DIZER E FAZER ACREDITAR: "FORÇA NA LUTA. ATÉ A NOSSA VITÓRIA".
    CHEGAREMOS LÁ COM CERTEZA.

    ResponderExcluir
  7. Vou ser sincera e posso até ser chamada de pessimista mas preciso dizer o que penso nesse momento:Tudo o que foi "dado" poela presidenta ou pelos ditos políticos, não passará do papel.Veja, corrupção ser crime hediondo.Onde? quem?Quando? Pode até ser mas ninguém será condenado.Vão pegar alguém para "bode expiatório" e nada vai acontecer.Se "eles" quisessem mesmo resolver algum problema, seria muito fácil fazer isso e a curto prazo.Existem coisas simples e de urgência que se pode resolver em poucos dias e até horas na saúde e educação.Na educação que é a nossa classe, eu diria sem medo de ser leviana que bastaria o governador pegar a caneta e reverter tudo que fez.Bastaria ele dizer que a partir de agora teremos nossa carreira de volta e que a lei do piso em Minas passa a ser verdade.Isso sem muito mistérios e muito tempo.Não acredito em nada do que foi concedido.2o centavos aqui, 30 ali, na redução de passagens.Pode ser muito para eles mas para nós é pouco o que eles concedem.A verdade é que esse estado em que os políticos fazem do Brasil não vai acabar em pelo menos 500 anos mais.A roubalheira, a cara de pau, a má índole, a falta de amor a vida e respeito pela vida de seus semelhantes não vai acabar ainda.Mais tempo será necessário.Tudo isso é para abafar a onda de protestos, onda de revolta que impera esse país.Deve se deixar bem claro por todos que estão nesses protestos que se nada for feito, tudo retornará .As ruas serão novamente palco de novos protestos e até mesmo muito mais fortes.Eles estão com medo mas com vergonha na cara eles não estão.Infelizmente eu não vi nada de satisfatório até agora.Pré sal Royaltes para educaçã??? Quando???? 2020? 20130? Não dá para acreditar nisso.Tudo é uma embromação e das mais revoltantes.Me perdoe mas eu penso assim.Não acredito nesses governos.Que feche o Congresso.Que mais brasileiros de brio, de caráter estejam no comando, na direção desse lindo país amado até mesmo por estrangeiros.Sinto muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Credo! Ninguém te merece como manifestante.Fique em casa.Aliás, será que você foi em alguma passeata?
      O que me moveu a estar em três e o que me move a estar numa sala de aula é a esperança de um mundo melhor! Professor tem como tarefa colaborar pra mudanças na sociedade. Acorda!!!!

      Excluir
  8. "O rapaz caiu de cima do viaduto e a ambulância não pode passar porque ficou atrás do cerco policial" MGTV da Globosta.
    Ele sangrou muito. Tinha que ser atendimento imediato. Mais uma vez como o médico da UFMG falou a polícia não deixou o médico chegar, tiveram que descer e seguir correndo a pé.
    Processem o Estado.

    ResponderExcluir
  9. AÉCIO QUER UMA CPI NOS GASTOS DA COPA...DISSE ISSO NO SENADO DIA 25 de JUNHO POR VOLTA DA MEIA NOITE...NÓS QUEREMOS AQUI EM MINAS A CPI DOS GASTOS DO GOVERNO ESTADUAL COM MUSEUS FARAÔNICOS E COM A CIDADE ADMINISTRATIVA DO NOSSO ESTADO...

    ResponderExcluir
  10. alguma noticia se vai ser cortado os dias de paralisacoes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será FALTA GREVE conforme o governador já enviou comunicado a todas as escolas (mas a GREVE DE TEMPO DETERMINADO já é justamente para que se reduza os cortes).
      Participe:

      A Greve por tempo determinado continua

      Beatriz Cerqueira agradeceu a todos que participaram da manifestação e reforçou o pedido para uma grande participação nesta quarta-feira (26.06). O local do ato desta quarta-feira (26.06) ainda será divulgado. O Mineirão receberá a seleção brasileira em mais um combate da Copa das Confederações, novamente às 16h.
      Vale informar que o calendário de greve por tempo determinado foi aprovado em Assembleia Estadual. Os dias são 17, 18, 22, 26 e 27 de junho, sendo que nos dias 17, 22 e 26, o ato estadual no entorno da Pampulha, onde acontecem jogos da Copa das Confederações. Já nos dias 18 e 27, as manifestações são regionais e nova Assembleia da categoria está agendada para 04 de julho, às 14h, no pátio do Legislativo Estadual.
      Meu nariz sangrou muito, quem entende me responda se é por causa dos gases das bombas e do vinagre inalado. Acho que não vai dar para eu ir mais...
      NÓS, PROFESSORES E TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO VOTAMOS ESSA PAUTA. O Sind-UTE/MG FEZ A PARTE DELE:Preparou muitos e variados artigos voltados para chamar atenção para a nossa causa. Material em Português e Inglês: sacolas, balões, uma espécie de jaleco,flores brancas,panfletos,bandeiras, etc. Só que apareceram poucos da categoria para manifestar. Verdade tem que ser dita.

      Excluir
    2. E por que o SindUTE não apareceu com esses poucos da categoria nas manifestações de rua?

      "ONDE ESTÃO AS CENTRAIS SINDICAIS??? PORQUE NENHUMA DELAS ESTA AJUDANDO NAS MANIFESTAÇÕES CONTRA O GOVERNO E A CORRUPÇÃO ??? ELAS TAMBÉM TEM RESPONSABILIDADE E ESTÃO SE FAZENDO DE DESENTENDIDAS TANTO QUANTO O GOVERNO. QUEREMOS AS CENTRAIS SINDICAIS NAS RUAS CONTRA A CORRUPÇÃO, AFINAL ELAS RECEBEM DO GOVERNO PARA DEFENDER OS TRABALHADORES PAGADORES DE IMPOSTOS."

      Kd a CUT, CNTE, Sind-UTE??

      Excluir
  11. O prefeito Marcio Lacerda, de Belo Horizonte, vai se revelando um personagem folclórico. Já se dizia que basta dar o poder a alguém para que ele se revele por inteiro. Nos dias de hoje, poderia acrescentar que basta colocar um governante em contato com as ruas para que ele revele até seu inconsciente.
    Quando as mobilizações juvenis estouraram, o prefeito da capital mineira se calou. Muitos dias depois, questionado pelos jornalistas, afirmou que não havia sido procurado pela imprensa e até estranhou. Disse, para surpresa de todos jornalistas, que todos conheciam seus telefones e que não sabia o que sua assessoria teria feito.
    Dias depois, anunciou a redução da passagem de ônibus em 5 centavos. Foi a menor redução anunciada em todo o país. A Câmara Municipal, apressadamente, veio à público afirmar que daria para reduzir um pouco mais.
    Dias atrás, ainda revelando desconhecimento do que ocorria no país, afirmou que a PM deveria prender mais gente durante as manifestações.
    Finalmente, questionado sobre o que poderia avançar nas ações da Prefeitura, simplesmente listou o que já faz. Afirmou:
    Nós aprofundamos esta história de participação da população no processo de governança. Nós temos mais de cem colegiados, temos um planejamento participativo regionalizado, muitos fóruns, muitos conselhos. Nós estamos, neste momento, com uma auditoria externa contratada, de alto nível, checando todos os aspectos do transporte coletivo de BH. Começou a trabalhar em abril, não em função desse momento. Vai nos permitir apresentar à população - em novembro, dezembro - um diagnóstico técnico altamente confiável e debater as mudanças necessárias nos contratos de concessão. (Hoje em Dia, 27/6/2013, p. 05)

    Então, tá! A população na rua é mero detalhe, já que a PBH aprofundou "esta história de participação da população no processo de governança". Esta história?
    Lacerda paira sobre o mundo concreto. Parece alheio ao que ocorre em Belo Horizonte, o que alguns filósofos denominaram de alienação. Mas é possível que os filósofos estejam errados.


    Postado por Rudá Ricci às 08:00 Nenhum comentário:
    Enviar por e-mail
    BlogThis!
    Compartilhar no Twitter
    Compartilhar no Facebook
    Compartilhar no Orkut

    ResponderExcluir
  12. Na Copa do Mundo, se nao melhorar,voltaremos às ruas e exigiremos a extinção de sindicato ruim como o Sind Ute que não aproveita esta grande oportunidade de mobilização. Vamo que vamo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ISSO AÍ MANO, MAS RESOLUÇÃO SEM QUEBRA QUEBRA, NÃO DÁ EM NADA.

      Excluir
    2. Esse sindicato não valendo nada.

      Excluir

    3. inacreditável!!!

      http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/106790/%E2%80%9CA-juventude-%C3%A9-o-futuro-do-Estado-diz-Anastasia.htm

      Excluir
    4. Alessandro - Araguari28 de junho de 2013 17:02

      Pq o colega acima que diz que " O sindicato não valendo nada" e aquele que fica na escola esperando tudo cair do ceu

      Excluir
    5. O Sind-UTE/MG é intocável sabia? Nunca a APPMG vai nos representar. Muito menos o psdbSindical. Ekaaaaaa!

      Excluir
  13. CADÊ A CPI DAS RÁDIO DE MINAS? DOS REPASSES PARA MÍDIA CONPRADA DE MINAS?

    ResponderExcluir
  14. É ESSE CUSTO BRASIL QUE NOS MATA

    Por R$ 2,2 mil, Xbox One brasileiro é disparado o mais caro do mundo

    O dispositivo chega ao país como o preço mais alto do mundo, R$ 700 mais caro do que o segundo colocado.

    ResponderExcluir
  15. PLEBISCITO É SÓ ENROLADA DE DILMA PARA DEMORA E NÃO VALER 2014.
    TODOS, ATÉ MEU CACHORRO SABE O QUE QUEREMOS.

    ACABAR RELEIÇÃO, PARA DEPUTADOS, PREFEITOS, ETC
    QUEREM COLOCAR FINANCIAMENTO CAMPANHA PARA MAMAREM MAIS. TEREMOS QUE FICAR DE OLHO

    ResponderExcluir
  16. ivanovitchstos ‏@ivanovitchstos 3 min

    #BRASILSEMREDEGLOBO Globo é Humilhada AO VIVO!!: http://youtu.be/YTPliNi_geY via @youtube

    ResponderExcluir
  17. O idiota do Acir Antâo ( o nome já diz,é um antão) hoje só fez comentários pejorativos sobre as manifestações.Fez questão de falar de um professor que foi preso, mas nem uma palavra prá elogiar a classe.

    ResponderExcluir
  18. O Anastasia não está aí toda hora no rádio pregando o diálogo e marcando negociações com os manifestantes? Será que vai ser preciso os professores fazerem baderna para serem ouvidos? Todo estão tomando alguma providência para acabarem as manifestações,atendendo aàs diversas reivindicações. Não vi, ainda, nenhuma proposta do governo de Minas.Temos que exigir nosso piso e o descongelamento de nossa carreira já.

    ResponderExcluir
  19. Anastasia concedeu aumento de 50% PARA AS POLÍCIAS E CORPO DE BOMBEIROS.

    ResponderExcluir
  20. Tá passando da hora de fecharmos em manifestação a cidade Administrativa. Com 50, 60, 70, 100 mil pessoas durante os despachos do governador ditador Anastasia. Queria ver a cara dele ver das janelas de seu gabinete todo o prédio cercado por centenas de milhares de pessoas, exigindo mais investimento em saúde e educação. E mais, se algo de errado acontecer a sua sua integridade física, que o mesmo seja socorrido pelo eficiente SAMU e atendido em uma destas UPAs que nunca funcionam.
    Vamos fazer em Minas o que os companheiros de Brasilia, do Rio e de São Paulo já estão fazendo, cercar a sede do poder, com aqueles que se julgam poderosos dentro delas. Convoquemos uma grande manifestação para o dia 01 de Julho, uma grande caminhada, uma grande mobilização.

    ResponderExcluir
  21. NA REFORMA POLITICA, SE ACABAR COM A CHAMADA CARREIRA, JÁ ESTA DE BOM TAMANHO
    TEM UNS AI QUE TEM 50 COMO DEPUTADOS, ETC. É MUITO TEMPO REUBANDO, TEM QUE DIVIDIR COM OS OUTROS. KKKK

    ResponderExcluir
  22. Euler,

    Análise e faça uma filtragem do que está ocorrendo.

    O Golpe foi dado, para colher em 2014.

    http://timelinedoprotesto.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos sabem que os tucanóides queriam que o movimento ficasse só em SP pra detonar o Haddad-PT, mas os tucanóides perderam o controle e espalhou jogando merda pra todo lado. Era um movimento da TDC turma do chapéu, do PIG partido da imprensa golpista e dos tucanóides e dos que estão sendo investigados pelo GOLPE MILITAR, forças gigantescas se levantam contra a DEMOCRACIA e cabe a vocês professores estancar esse golpe. Vocês são formadores de opinião. O MPL entrou de "gaiato" não sabia que O GIGANTE ACORDOU foi slogan usando no GOLPE MILITAR DE 64. Ajudem. E quem ainda duvida dá uma olhada nesse link.

      Excluir
  23. Protestos no país: A revolta da população Brasileira ..veja..os acontecimentos das manifestação..o povo diz CHEGA.. vixe nova geração ..
    http://estudapelaweb.blogspot.com.br/p/atualidades.html

    ResponderExcluir
  24. Companheiro Euler,

    Pena não ter te visto ontem na grandiosa manifestação. Queria ter de dado um abraço, mas sabe como é, como um fiel soldado do proletariado, nessas horas de combate, não para quebrar nada, mas para ajudar na orientação da resistência ao ataque policial, tive que ficar na linha de frente.

    E resistência é assim: vem de lá, vai daqui...vai daqui, vem de lá...

    Lá encontrei o nosso Comandante Martinho, 6.5 na "carcunda", cirurgias no joelho e depois de 10km de viação canela fina um sorriso estampado no rosto.

    Estava com a camisa do MOCLATÃO, feita em 2009 para o Congresso do SIND-UTE em Poços de Caldas, com dizeres bastante atuais: Cadê o Piso salarial digno e decente para os trabalhadores em educação???

    Muita vibração e muita cautela, meu amigo!

    O que nós queremos "os de cima" não podem nos dar. As leis não bastam. Os lírios não nascem da lei.

    Quem é esta “minoria” de centenas de milhares de pessoas que se revoltam contra todos os governantes, de “esquerda” ou de direita, e reagem à violência da polícia fascista?

    Classe média? O que vemos são jovens irredentos enfrentando com pedras a tropa de choque e o caveirão do Bope no Rio de Janeiro. Cenas que lembram a intifada Palestina. São flores no asfalto.

    Fascista? Fascista é a Fifa que proíbe torcedores de entrarem com camisetas em apoio as manifestações, que retira das arquibancadas pessoas que pintam consignas das ruas e ameaça cancelar as credencias de jornalistas que registram esta repressão.

    Nacionalismo não quer dizer fascismo. As pessoas estão nas ruas com as bandeiras verde-amarelas num sentimento justo de defesa do país. Utilizam os símbolos que estão ao alcance das mãos.

    Pacifismo não quer dizer necessariamente direitismo. O povo em luta prefere sempre uma solução pacífica a violenta. Mas a luta é uma escola e nela aprendemos que existem dois poderes sobre a terra: o poder organizado da reação e o poder desorganizado das massas. Só na luta se eleva a organização popular.

    Um jovem com o rosto tampado pixou em letras colossais: "Não confuda a reação do oprimido com a violência do opressor".

    Os “vândalos” destoam muito da imagem identificada com a classe média universitária que, em muitas análises, constituem o núcleo duro do fenômeno. São ou parecem ser jovens de periferia, das vilas e favelas, para os quais a violência é uma linguagem cotidiana, ditada, muitas vezes, pela própria ação policial, pela ausência de aparatos de estado, por carências materiais múltiplas, pelo preconceito generalizado.

    Se a indignação de muitos leitores do seu glorioso Blog se contenta com um nariz de palhaço, uma cartolina e com o rosto pintado de verde e amarelo, ótimo, vamos respeitar! Mas é bom acostumar com o fato de que isso não é o suficiente para muita gente.

    O processo é confuso, ainda sem rumo definido. Assim é a história. Não existem receitas para revoluções.

    Muitas indefinições, mas uma certeza: Nada será como antes.

    Um forte abraço,
    Rômulo

    ResponderExcluir
  25. QUE MUDANÇAS VOCES ACHAM QUE PODE ACONTECER NA EDUCAÇÃO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Várias! Só que,infelizmente, para pior.

      Excluir
    2. As mudanças serão as seguintes: mais PC de enfeites na escola, livros sem utilização, tablets, reformas nas escolas e NADA de aumento de salário para os professores.Depois vocês me contam.

      Excluir
  26. Será que Gazola teria coragem de nos desafiar novamente? Cade ela sumiu...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, ela teria, sim. O governo sabe que estamos desmobilizados.

      Excluir


  27. Já se passaram 15 anos e o mensalão tucano, chamado de “origem e laboratório” do valerioduto, ainda não foi julgado. Escondido pela mídia da direita, ele é a ponta do iceberg que irá revelar o esquema que teve origem em Minas Gerais e extrapolou o Estado. Nessa quarta-feira (26/06/13), tomou posse o novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, que tem a importante missão de relator dessa ação penal.

    No processo, o ex-senador e atual deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB-MG) é acusado de peculato e lavagem de dinheiro por suposto “caixa dois” na campanha à reeleição ao governo de Minas Gerais, em 1998. Segundo a denúncia, estatais mineiras repassavam recursos a uma agência de Marcos Valério. O esquema teria capturado mais de R$ 100 milhões. As denúncias envolvem também o senador e ex-governador de Minas, Aécio Neves.

    Apesar das denúncias estarem sendo, há mais de 10 anos, abafadas pela mídia, Ministério Público e tribunais, o mensalão tucano não está esquecido e o povo brasileiro quer uma reposta. Por que toda essa gigantesca corrupção tucana recebe tratamento absurdamente desigual daquele dispensado ao dito “mensalão do PT”?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existe claramente uma divisão política no Brasil. O que não entendo é como, com toda a mídia, autoridades e artistas o tempo todo malhando, o PT consegue ganhar as eleições. Talvez o povo pobre desse país não seja tão burro como eles pensam. Agora, imagine como seria deixassem a educação funcionar.

      Excluir
    2. É bom que demore mais um pouco esse julgamento, pois aí quem sabe corrupção já será considerado crime hediondo.
      Quero ver Aecim se ferrar, torcendo para ser próximo às eleições de 2014.
      Justiça Divina,já que a terrena eles pagam por ela...

      Excluir
  28. Movimentos sociais comemoram decisão da Câmara sobre os royalties O Projeto destina 75% dos recursos dos royalties do petróleo para a educação pública

    Agência Brasil

    Publicação: 26/06/2013 17:49 Atualização:
    Aprovada na madrugada desta quarta-feira (26/6) pela Câmara dos Deputados, a destinação dos royalties do petróleo para educação e saúde foi comemorada por estudantes, movimentos sociais e governo. Especialistas do setor de petróleo e gás, no entanto, veem a aprovação, que ainda precisa ser confirmada pelo Senado, com cautela. De outro lado, segundo a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, rede composta por mais de 200 organizações em todo o Brasil, a conquista é importante, mas insuficiente.

    "Foi dado mais um passo. Um passo tão importante quanto todos os anteriores. Nada ainda está resolvido, mas caminhamos. E se é verdade que a estrada é longa, pois exigimos a universalização do direito à educação pública de qualidade para todos e todas, a disposição de percorrê-la, enfrentando todo e qualquer obstáculo, é ainda maior", diz o movimento, por meio de nota.

    As organizações agora pedem a aprovação do Plano Nacional de Educação (PNE), que defendem ser o "verdadeiro pacto pela educação pública", proposto pela presidenta Dilma Rousseff em resposta às manifestações que ocorrem em todo o país. O PNE estabelece metas para serem cumpridas no setor até 2020, como a destinação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro para educação, e que atualmente está em tramitação no Congresso Nacional.

    A destinação dos recursos dos royalties foi aprovada na forma de substitutivo ao Projeto de Lei 323/07. Ele destina 75% dos recursos dos royalties do petróleo para a educação pública, com prioridade para a educação básica, e 25% para a saúde. O governo queria que todos os recursos fossem destinados à educação.

    De acordo com o relatório do substitutivo, serão garantidos R$ 295 bilhões à saúde e à educação até 2022. Antes, segundo o texto, com o projeto encaminhado pela presidenta Dilma Rousseff, seria destinado à educação somente R$ 25,8 bilhões em dez anos. Os números são uma projeção feita com base em números da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

    Leia mais notícias em Política

    O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse hoje que o governo respeitará a decisão final do Congresso. “O governo é favorável a 100% dos royalties do petróleo [para a educação], mas evidentemente respeitaremos a decisão do Congresso”, disse. Além disso, o ministro disse que o governo continuará debatendo o tema da destinação dos royalties do petróleo para a educação.

    Segundo a União Nacional dos Estudantes (UNE), "essa vitória é também uma reparação histórica, já que o Brasil nunca investiu seus recursos naturais em prol do povo, da soberania e do seu real desenvolvimento. Foi assim em diversos ciclos de riqueza que tivemos, como o pau-brasil, o café e o açúcar".

    A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) prometeu acompanhar a votação da proposta no Senado. "O movimento estudantil emplaca mais uma bandeira que promete mudar os rumos do Brasil, ao torná-lo um país que prioriza a educação. Para a Ubes, essa é uma vitória construída por várias gerações. Já confirmando presença no Senado Federal, Casa para onde o texto será encaminhado para votação", diz a entidade.

    Já o professor da Fundação Getulio Vargas (FGV) no Rio de Janeiro, Omar Mourão, especialista em geopolítica, petróleo e gás, vê a aprovação com cautela. A aprovação, segundo ele, é positiva, pois é uma resposta ao movimento popular, impedindo que esses recursos possam ser usados de outra maneira. No entanto, pode gerar instabilidade no mercado por trazer preocupação às grandes operadoras e empresas estrangeiras interessadas em explorar o petróleo no Brasil. Ele diz que é possível que haja receio quanto à mudanças na obrigação das empresas.
    Saiba mais...
    UNE convoca manifestação para pedir 100% do royalties para educação
    Tags: royalties câmara sociais movimentos

    ResponderExcluir
  29. Senado aprova urgência para votação de projeto dos royalties do petróleo O projeto destina 100% dos royalties do petróleo para a educação. A matéria foi aprovada terça-feira (25/6) pelos deputados

    Agência Brasil

    Publicação: 26/06/2013 19:07 Atualização:
    Os senadores aprovaram nesta quarta-feira (26/6) requerimento para que o projeto de lei que destina 100% dos royalties do petróleo para a educação seja apreciado em regime de urgência no plenário da Casa. A matéria foi aprovada terça-feira (25/6) pelos deputados, mas o presidente do Senado, Renan Calheiros, disse que ela precisa ser estudada pelos senadores porque foi aprovada uma emenda que inclui contratos já estabelecidos entre os que serão abarcados pelas novas regras.

    Leia mais notícias em Política

    A expectativa é que os senadores votem o projeto na próxima semana. A proposição é do Poder Executivo. O governo federal espera atingir a meta de aplicar 10% dos recursos do Produto Interno Bruto do país em educação utilizando o dinheiro dos royalties. O passe livre estudantil também seria garantido com essa verba, segundo projeto de lei apresentado pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

    ResponderExcluir
  30. ROYALTIES DE UM PETRÓLEO QUE NEIM SE SABE SE EXISTE NA QUANTIDADE QUE PENSAMOS, E SABE-SE LA QUANDO PODERA SER EXTRAÍDO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E sabe-se lá se a PETROBRAX não será privatizada :p

      Excluir
  31. Deputado de Minas Gerais quer criar cotas para usuários de drogas em concursos públicos
    Publicado em 27 de junho de 2013 por linhares

    Ideia foi apresentada na terça (25) durante debate sobre o tema

    Diante da escassez de investimentos públicos para os tratamentos de usuários de drogas no Estado e da alta taxa de ocupação das vagas públicas destinadas a esse tipo de abordagem, Minas poderá adotar uma medida polêmica: reservar 10% das vagas em concursos públicos no Estado para dependentes químicos.

    A sugestão foi feita pelo presidente da Comissão de Enfrentamento ao Crack, o deputado estadual Vanderlei Miranda (PMDB), durante o ciclo de debates Um Novo Olhar sobre o Dependente Químico, encerrado, ontem, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na capital. “Fomos muito cobrados de que o poder público não ajuda na reinserção de usuários de drogas. Sugeri isso ao governo, mas ainda não obtive resposta para decidirmos o que fazer”, afirmou.

    O projeto causa polêmica entre entidades que lidam com o tratamento de dependentes químicos. Para Robert William, da ONG Defesa Social, que trabalha com o tratamento de dependentes químicos, o investimento deveria ser em vagas públicas de tratamento. “Em certo ponto, pode parecer bom (reservar empregos públicos para usuários de drogas), ajudando o dependente a se reinserir. Mas o principal é que o Estado invista em vagas públicas de tratamento”, frisou.

    Segundo Cleiton Dutra, assessor de política de gabinete da Subsecretaria de Política Anti-Drogas, a reserva de vagas para usuários de drogas em concursos públicos não foi analisada. “Não tenho conhecimento do assunto, isso deve ser analisado. Mas, independentemente disso, vamos expandir as vagas públicas futuramente”, disse.

    Números

    Minas oferece 1.600 vagas de para tratamento de dependentes químicos – 96,34% das quais ocupadas, segundo a subsecretaria de Polícia Anti-Drogas – e pretende chegar a 3.000 mil, mas a expansão não tem data prevista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Vai ser um grande incentivo pro consumo de maconha, crack & cia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  32. Pasmem...
    http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2013/06/27/interna_politica,413562/governo-sanciona-aumento-para-servidores-estaduais-de-minas.shtml

    É desanimador ver para onde a educação pública está caminhando!
    Tenho nojo desse governo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A educação não foi contemplada.

      Excluir
  33. Bomba! O mensalão da Globo!
    Por Miguel do Rosário, no blog O Cafezinho:

    O Cafezinho acaba de ter acesso a uma investigação da Receita Federal sobre uma sonegação milionária da Rede Globo. Trata-se de um processo concluído em 2006, que resultou num auto de infração assinado pela Delegacia da Receita Federal referente à sonegação de R$ 183,14 milhões, em valores não atualizados. Somando juros e multa, já definidos pelo fisco, o valor que a Globo devia ao contribuinte brasileiro em 2006 sobe a R$ 615 milhões. Alguém calcule o quanto isso dá hoje.

    A fraude da Globo se deu durante o governo Fernando Henrique Cardoso, numa operação tipicamente tucana, com uso de paraíso fiscal. A emissora disfarçou a compra dos direitos de transmissão dos jogos da Copa do Mundo de 2002 como investimentos em participação societária no exterior. O réu do processo é o cidadão José Roberto Marinho, CPF número 374.224.487-68, proprietário da empresa acusada de sonegação.

    Esconder dólares na cueca é coisa de petista aloprado. Se não há provas para o mensalão petista, ou antes, se há provas que o dinheiro da Visanet foi licitamente usado em publicidade, o mensalão da Globo é generoso em documentos que provam sua existência. Mais especificamente, 12 documentos, todos mostrados ao fim do post. Uso o termo mensalão porque a Globo também cultiva seu lobby no congresso. Também usa dinheiro e influência para aprovar ou bloquear leis. O processo correu até o momento em segredo de justiça, já que, no Brasil, apenas documentos relativos a petistas são alvo de vazamento. Tudo que se relaciona à Globo, à Dantas, ao PSDB, permanece quase sempre sob sete chaves. Mesmo quando vem à tona, a operação para abafar as investigações sempre é bem sucedida. Vide a inércia da Procuradoria em investigar a privataria tucana, e do STF em levar adiante o julgamento do mensalão “mineiro”.

    Pedimos encarecidamente ao Ministério Publico, mais que nunca empoderado pelas manifestações de rua, que investigue a sonegação da Globo, exija o ressarcimento dos cofres públicos e peça a condenação dos responsáveis.

    O sindicato nacional dos auditores fiscais estima que a sonegação no Brasil totaliza mais de R$ 400 bilhões. Deste total, as organizações Globo respondem por um percentual significativo.

    A informação reforça a ideia de que o plebiscito que governo e congresso enviarão ao povo deve incluir a democratização da mídia. O Brasil não pode continuar refém de um monopólio que não contente em lesar o povo sonegando e manipulando informações, também o rouba na forma de crimes contra o fisco.
    Postado por Miro às 20:01

    ResponderExcluir
  34. OU PAGA NOSSO PISO COM AS VANTAGENS, OU PARAREMOS BH EM 2014

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai esperar 2014? é tudo que ele quer.Ele vai sair e vai deixar a bomba pro próximo deixando uma banana procê.

      Excluir
    2. Professores sem coragem.Parar em 2014? Duvido.

      Excluir
  35. INVESTIMENTO DE 75% DOS ROYALTIES DO PETRÓLEO NA EDUCAÇÃO - MENTIRA

    Caros colegas professores,

    MENTIRA DO GOVERNO ESTA CONVERSA MOLE de que investirá 75% dos royalties na educação. NÃO SE ILUDAM com mais esta MENTIRA, pois estes recursos NÃO serão tão facilmente utilizados na educação e na saúde. Isso, porque a história deste país tem nos ensinado que não podemos confiar nos poderes políticos vigentes por aqui. Uma coisa é determinar que 75% dos royalties serão investidos na educação, outra coisa é se confirmar concretamente o investimento destes recursos na educação e na saúde.

    Talvez o exemplo do piso nacional dos professores sirva para ilustrar esta realidade. De fato, já existe uma lei votada e aprovada por estas SANGUESSUGAS, que determina o piso nacional dos professores. Entretanto, NENHUM estado a cumpre. E aí, como ficamos?

    Portanto, NÃO SE ALEGREM rapidamente porque estão dizendo que aplicarão 75% dos royalties na educação. Temos todas as razões para duvidarmos da honestidade destes políticos vagabundos que precisam de levantes populares para acenaram para alguma mudança social no país. São mentirosos e corruptos.Outra coisa: estão falando sobre pré-sal como se fosse algo real, que já existisse. No momento isto não passa de suposições vazias, ficção, pois uma coisa é saber que existe petróleo no fundo do mar, outra é extraí-lo. Esta é mais uma artimanha destes políticos vagabundos para não investirem em saúde e educação. NÃO SE ILUDAM, estes lesa-pátria não cederão tão facilmente assim, pois eles não querem mudar o "status quo" do qual tiram proveito ilícito, imoral e corrupto. Sem contar que talvez se levarão décadas e décadas para extrair este petróleo. Saúde e educação precisam de investimentos "para ontem". Conversa fiada...

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este povo está contando com o ovo no fiofó da galinha. Eu li em algum lugar que esta verba não poderá ser usada com folha de pagamento da educação.

      Excluir
    2. não acredito, depois vem uma TAG ou TAC, sem lá e eles baixam valor.

      Brasil sem lei, aqui em minas é tudo sem lei.

      Excluir
    3. GRANDE PROFESSOR RAIMUNDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      GRANDE PROFESSOR RAIMUNDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      GRANDE PROFESSOR RAIMUNDO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      Infelizmente, grande parte dos professores NÃO
      consegue entendê-lo.
      LAMENTÁVEL!
      LAMENTÁVEL!
      LAMENTÁVEL!

      Excluir
    4. professoramaluquinha28 de junho de 2013 21:53

      Apoiado, Raimundo!!

      Excluir
  36. Euler, este movimento foi pensado a dois anos ou mais,é o que nós professores temos que fazer. Pensei que o NDG, tivesse pensado nisto, já que se recusou ou não conseguiu fomar chapa para participar das eleições do SINDNÚTIL. Estou imaginando nós na cidade administrativa num final de expediente sem chamar paralisação defendendo o piso e denunciando o governo e o sindnútil.Com certeza o Anastasia respeitaria a gente, pois essa direção não tem credibilidade e eu e muita gente não participarem de nenhuma convocação deles, eles estão tendo que pagar pessoas do interior pra vir a BH fazer números. Será que nós conseguiremos??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que ele respeitaria... Ele está doido para divulgar psdbSindical, porque não se filia? kkk

      Excluir
  37. O sind ute, que não é capaz ( ou não quer ) de mobilizar a categoria para lutar pelos seus direitos, publicou uma nota de "esclarecimento" sem vergonha, com o intuito de desmobilizar o movimento que chama para uma paralisação nacional dia 1 de julho.Sabemos que grupos políticos conservadores estão tentando tirar proveito das manifestações. Se o governo federal teme perder popularidade devido à ação da direita conservadora, deveria estar empenhado em atender as demandas da população com relação à educação, para que isso não ocorra. É , no mínimo, uma grande cara de pau dessa turma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Publicou porque é petista, e os militantes quando tentaram se infiltrar nas manifestações apartidárias (diferente de anti-partidárias) nas manifestações espontâneas de rua, foram expulsos. Oportunistas, levaram suas bandeiras e camisetinhas vermelhas só pra fazer média. Mas os manifestantes reagiram, não permitiram que tirassem proveito do movimento. Agora, taí, pura dor de cotovelo do sindPTRALHA.

      Excluir
    2. O Aécio agora não perde a oportunidade de criticar Dilma. Tenho ódio de ouvir aquela criatura asquerosa defendendo a educação no rádio e na TV. A educação virou sua pauta principal. Outra coisa, defendendo ferrenhamente o combate à corrupção.

      Excluir
  38. AGORA IMAGINA QUANTOS MILHÕES DE RECURSOS PÚBLICOS FORAM GASTOS EM PROPAGANDAS PAGAS POR ESTE GOVERNO DO ANASTA, FILHOTE DO CRUZ CREDO, E DO SEU CRIADOR, AECINHO DO PÓ. QUANTOS RECURSOS DESVIADOS DA EDUCAÇÃO E DA SAÚDE PARA SEUS PROPÓSITOS DIABÓLICOS. QUANTOS MILHÕES PODERIAM ESTAR SENDO UTILIZADOS PARA GARANTIR NOSSO PISO SALARIAL PROFISSIONAL. A ALMG E O TJMG FINGEM QUE ESTÁ TUDO CERTO. SÃO CONIVENTES E NADA FAZEM PARA MUDAR ESTA REALIDADE. SÃO ESPÚRIOS E CONTRIBUEM PARA QUE AS MANIFESTAÇÕES SE TORNEM CADA VEZ MAIS VIOLENTAS. TUDO PODERIA SER MODIFICADO SE O TJMG JULGASSE AS AÇÕES CONTRA O ESTADO. NÓS POBRES PROFESSORES ESTAMOS DIANTE DE GIGANTES QUE NÃO DÃO A MÍNIMA PARA NÓS. QUE DECEPÇÃO!!!! QUEREM ATACAR O GOVERNO FEDERAL, MAS AGEM DE MANEIRA PIOR EM NOSSO ESTADO, POIS NÃO TEMOS LIBERDADE DE IMPRENSA. NÃO AGEM COM ÉTICA CONOSCO, PORTANTO NÃO HÁ O QUE COBRAR!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  39. STF vai julgar Mensalão Tucano e nomeia novo Relator
    Mensalão tucano terá Barroso como relator no Supremo Tribunal Federal

    Barroso (C) substitui o presidente do STF, Joaquim Barbosa, na relatoria do mensalão tucano
    Barroso (C) substitui o presidente do STF, Joaquim Barbosa, na relatoria do mensalão tucano
    O ministro Roberto Barroso, recém-empossado no Supremo Tribunal Federal (STF), será o relator da Ação Penal (AP) 536 – conhecida como “mensalão tucano” – que segue sem julgamento desde a sua abertura, em 2009, após investigação de atos ilícitos cometidos durante a campanha do atual senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) ao governo do Estado.
    Personagem central da AP 470, no julgamento conhecido como ‘mensalão’, o publicitário Marcos Valério se distingue também como coordenador do esquema de financiamento irregular – com recursos públicos e doações privadas ilegais – à campanha de reeleição em 1998 do então governador mineiro e atual senador Eduardo Azeredo (PSDB).
    O processo envolve, ainda cinco pessoas ligadas à Cemig (estatal de energia mineira), quatro à Comig (estatal de infra-estrutura mineira, atual Codemig), uma à Copasa (estatal de saneamento mineira) e dois à gráfica Graffar, que teriam desviado recursos da Cemig para a campanha de Azeredo.
    Em denúncia apresentada dia 20 de novembro de 2007 ao Supremo Tribunal Federal, o Procurador Geral da República denunciou que o esquema criminoso, que veio a ser chamado pela imprensa de “mensalão tucano”, foi “a origem e o laboratório” do ‘mensalão’.
    Barroso, que assumiu a cadeira que era de Ayres Brito, aposentado compulsoriamente ao completar 70 anos, substituirá o ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, na relatoria do “mensalão tucano”. O constitucionalista Roberto Barroso foi nomeado pela presidenta Dilma Rousseff e sua posse foi prestigiada, na véspera, por mais de 1,5 mil convidados e autoridades dos Três Poderes.

    Publicado no correiodobrasil.com.br/mensalao-tucano-tera-barroso-como-relator-no-stf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barbosinha escapou de julgar o amiguinhos.Que medalha o Anastasia vai arrumar para o Barroso?

      Excluir
  40. Tem sindicato mais perdido que cego em tiroteio afinal o Pt que apoiava o sindute não ta servindo pra nada nestas terras de faraóooo.Educação de minas juntamente com professores tudo falido e sem coragem igualzinho o govern

    ResponderExcluir
  41. Nota de esclarecimento do Sind-UTE/MG sobre suposta greve geral do dia 01 de julho

    Não existe nenhuma convocação de greve geral para o dia 01 de julho.

    Portanto, não há paralisação da rede estadual de Minas Gerais nesta data.

    A próxima atividade do Sind-UTE/MG será no dia 04 de julho (quinta-feira), com paralisação total das atividades e realização de assembleia estadual. Para esta data, o Sind-UTE/MG fez a notificação junto à Secretaria de Estado da Educação, de modo que a falta não será injustificada e sim falta-greve.

    A convocação para a ‘suposta’ greve geral do dia 1º, que surgiu em uma página anônima do Facebook, é mais uma iniciativa de grupos oportunistas, sem compromisso com os/as trabalhadores/as, que querem confundir e gerar insegurança na população. Mais que isso: coloca em risco conquistas que lutamos muito para conseguir, como o direito de livre manifestação.

    Por isso alertamos: não existe greve geral convocada para o dia 01 de julho.

    A próxima paralisação da rede estadual será no dia 04 de julho e a greve convocada pelas Centrais Sindicais será no dia 11 de julho.



    ResponderExcluir
  42. Antonio Anastasia Sanciona Lei que Reajusta Salários de 78 Carreiras do Serviço Público
    O governador Antonio Anastasia sancionou a Lei 20.748, que reajusta as tabelas de vencimento básico para servidores de 78 carreiras do Executivo Estadual, beneficiando ativos e aposentados. O reajuste salarial abrange cerca de 36 mil servidores e terá um impacto anual sobre a folha de pagamento de R$ 49,7 milhões, em 2013, e mais R$ 75 milhões, em 2014.

    Proposta pelo Governo de Minas, a nova lei foi aprovada pela Assembleia Legislativa em maio e faz parte de acordos pactuados previamente pelo Executivo com entidades representativas dos servidores públicos. O texto foi publicado na edição de quarta-feira (26), do Minas Gerais – Órgão Oficial dos Poderes do Estado – e os novos vencimentos começam a vigorar em julho deste ano.

    A norma abrange os servidores de órgãos e entidades que não tiveram reajustes salariais específicos após abril de 2012. Com a medida, o Governo de Minas padroniza os valores referentes ao vencimento básico inicial para servidores de acordo com a escolaridade exigida. A medida alcança funcionários ativos e inativos.

    Os servidores de nível médio e superior, com vencimentos abaixo do valor de referência definido pela nova lei, receberão o reajuste salarial em duas etapas. Em julho, primeiro mês seguinte à publicação da lei, será aplicado o valor de referência. Em abril de 2014, terão um reajuste de 10%. Para aqueles que não obtiveram reajustes após abril de 2012, mas cujo vencimento inicial está acima do valor de referência definido pela nova lei, haverá um reajuste de 5% em julho próximo.

    Outros benefícios
    A nova lei instituiu ainda outros benefícios, entre eles a Gratificação Complementar para os servidores da Escola de Saúde Pública, o adicional por exibição pública para os músicos do Coral Lírico da Fundação Clóvis Salgado e a gratificação de Incentivo à Produtividade dos Profissionais de Engenharia e Arquitetura para engenheiros e arquitetos do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG) e do Departamento de Obras Públicas (Deop).

    Os Técnicos Operacionais da Saúde e profissionais de enfermagem do Hospital João XXIII, que ainda não estavam recebendo o reajuste do valor do abono de serviços de urgência e emergência, passam a ter direito ao benefício. O pagamento será retroativo a agosto de 2012, quando entrou em vigor a Lei 20.518.

    Novos cargos
    O Governo de Minas também criou novas vagas para servidores a serem preenchidas por meio de concurso público. Serão 1.226 vagas para cargos na Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) – agentes de segurança socioeducativa, analistas executivo de Defesa Social e Assistente executivo de defesa Social.

    Outras 640 vagas são destinadas à Secretaria de Estado de Saúde, Instituto de Previdência dos Servidores Militares de Minas (IPSM); Secretaria de Estado de Turismo (Setur); Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social (Idene); Secretaria de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais (Seccri); Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e Advocacia Geral do Estado de Minas Gerais (AGE).
    E A EDUCAÇÃO NADA!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Educação não é carreira!!

      Excluir
    2. A Educação não foi premiada.Também esta bela ação beneficiará 36 mil funcionários e só professores que optaram pelo piso são 153 mil.Ele gasta mais fazendo propaganda do que aumentando salário.

      Excluir
  43. GENTE...

    AGORA É QUE PENSEI....
    QUEM TEM AUTONOMIA PARA QUESTIONAR CONSTITUIÇÃO É O STF E NÃO TRUBUNAL DE CONTAS DO ESTADO

    QUE NEGÓCIO É ESSE DE TRIBUNAL DE CONTAS AUTORIZAR GOVERNO A GASTAR MENOS DE 25% NA EDUCAÇÃO?

    TEM COISA AI.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "AUTONOMIA PARA QUESTIONAR CONSTITUIÇÃO"??????? Meu Deus. Que absurdo! Ninguém tem o poder de "questionar" a Constituição Federal. Tudo e todos está abaixo dela. E o STF, PRESIDENTE E TODAS AS AUTORIDADES CONSTITUÍDAS são meramente guardiões dela no sentido de fazer cumpri - la.

      Excluir
    2. Cumprir lei do supremo federal não é preciso. O STF, prá mim, está lá fazendo papel de bobo. Até um debilóide como Anastasia passa a perna no STJ e não obedece.

      Excluir
  44. Globo sonega no “padrão Fifa
    Por Fernando Brito, no blog Tijolaço:

    Sensacional a revelação de Miguel do Rosário, no seu blog O Cafezinho.

    A Globo está respondendo – ou deveria estar, se não apareceu alguma “mão amiga” para engavetar a questão – a uma ação por sonegação fiscal no valor de R$ 1,2 bilhão (R$ 615 milhões em outubro de 2006, corrigidos pela Selic, que indexa créditos fiscais).


    Trata-se, “apenas”, de todo o valor gasto para subsidiar, durante um ano, as passagens de ônibus de todos os moradores da cidade de São Paulo.

    A sonegação ocorreu porque a empresa “maquiou” a compra dos direitos de transmissão da Copa do Mundo de Futebol de 2002 – a da Coreia e do Japão – como compra de participação societária numa empresa de fachada nas Ilhas Virgens britânicas, um paraíso fiscal, dissolvida logo depois do arranjo.

    O processo está transitado em julgado na esfera administrativa, repelidas as alegações da empresa.

    Só de venda das cotas de patrocínio, em 2002, a Globo faturou R$ 210 milhões de então. O que dá, aplicado pela mesma taxa Selic do débito cobrado (?) pela Receita, R$ 935 milhões.

    Isso, fora as demais receitas de venda de publicidade atraídas pela exclusividade da transmissão.

    Viram, com a Globo a gente, finalmente, alcançou o “Padrão Fifa”.

    Ao menos em matéria de sonegação de impostos.
    Postado por Miro às 10:56

    ResponderExcluir

  45. Viva o Clô! Metade dos deputados já basta!
    28 de Jun de 2013 | 11:17

    Está começando a ganhar corpo nas redes sociais um movimento pela aprovação da PEC 280, que reduz a 250 o número de deputados federais no Brasil.

    A proposta, do falecido Clodovil Hernandez, foi apresentada em 2008 e, é claro, ainda está longe de ser votada.

    Chegou a ser arquivada, em 2011, mas foi desarquivada no final do mesmo ano. Está, portanto, em condições de fazer parte das deliberações do Congresso.

    Veja que maravilha a explicação de Clodovil para a proposta:

    O parlamentar destaca que a atual composição da Câmara dos Deputados, com representantes de todos os estados e do Distrito Federal, “resulta em um Parlamento com diversidade de idéias, bastante plural, o que é imensamente positivo”. Entretanto, ele considera que o atual número de deputados é excessivo, especialmente “em um momento em que a sociedade se volta contra a classe política e exige a depuração de seus quadros”.

    Para o deputado, “uma Câmara com 250 membros já possuirá amplas condições de representar a diversidade da sociedade brasileira, e possibilitará um enxugamento de estruturas administrativas que redundará até mesmo em significativa diminuição de despesas públicas como ganho secundário”.

    Além disso, o parlamentar ressalta que o funcionamento da Casa, com a simplificação, deve melhorar. “Preservado o federalismo com a manutenção da representação igualitária do Senado, estamos certos de aprimorar nossa democracia”, acrescenta.

    Suprema ironia com os lobistas do preconceito, que fazem da representação política uma forma oportunista de recusar que a sociedade avança.

    É bom que os deputados pensem bem na frase de Clodovil e vejam o que o povão vai dizer disso:

    “Será que precisamos de gravata ou de seriedade?”

    Os deputados “cura-gay” são um lixo, mas o Clodovil é um luxo!


    Por: Fernando Brito

    ResponderExcluir
  46. Euler temos que colocar na cabeça do belo horizontino e região metropolitana indignação em relação aos gastos com a cidade administrativa de 2 bilhões. Quantia essa infinitamente superior aos gastos com o mineirão. O povo tem que se revoltar contra aécio e anastasia. O preço da cidade administrativa será lenha na fogueira neste momento. Tenho certeza que o maior medo de aécio e anásta neste momento é o povo lembrar do gasto absurdo com a cidade administrativa, que os colocaria em situação difícil de uma vez por todas... Vamos divulgar isso nos blogs e redes sociais. Já que uma das reivindicações é contra gastos excessivos a cidade administrativa é um prato cheio viu....

    ResponderExcluir
  47. Caros colegas professores, gostaria aqui de deixar minha indignação, relativo a uma postura do sindicato - SINDUTE-MG...

    Na atual situação vivida em nosso Brasil, onde estão ocorrendo em todos os estados e municípios protestos visando uma reforma política, maiores investimentos em saúde e EDUCAÇÃO, achei no mínimo indevida a postura do sindicato - conforme abaixo:

    A convocação para a ‘suposta’ greve geral do dia 1º, que surgiu em uma página anônima do Facebook, é mais uma iniciativa de grupos oportunistas, sem compromisso com os/as trabalhadores/as, que querem confundir e gerar insegurança na população. Mais que isso: coloca em risco conquistas que lutamos muito para conseguir, como o direito de livre manifestação.


    Gostaria de esclarecer alguns pontos....
    1° O ganho de 75% dos royalties do petróleo para a educação - NÃO FOI CONQUISTA D SINDICATO E sim deste "oportunistas";
    2° Um murmurio ainda em crescimento de reforma politica se faz pela ação destes " oportunistas";

    Outro ponto a ser destacado é que a referida paralisação é um protesto para reforma politica brasileira, melhoria na saúde e EDUCAÇÃO.

    Em suma não sei qual a intenção do sindicato em denegrir estas manifestações do dia 1°, ou simples "ignorância de não saber do que se trata" ou uma mera vaidade por não saber conduzir um protesto bem sucedido .......ou pior esta tomando as dores do governo e assim deixando claro sua posição de duplicidade tendendo ao governo PT, ou pior Anastazia.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A posição do sindicato foi apenas informar que a paralisação do dia 1º não foi feita por nenhuma central sindical.É um alerta, pois todos que pararem vão ter falta normal e não falta greve.A paralisação estadual é no dia 04/07.
      Se o sindicato alerta xingam, se não alertam são incompetentes.
      Que dureza esses professores!

      Excluir
    2. SINDICATO PELEGO TEM DONO!! O PROPRIETÁRIO É ANTONIO ANASTASIA COM B(ATRIZ) COMO SÓCIA MAJORITÁRIAAAAAAAAA

      SINDICATO VENDIDO!! CORROMPIDO!! TRAIDORRRRRRRR

      Excluir
    3. Não tem sindicato denegrindo imagem de manifestação nenhuma.
      Caramba! Como os professores estão ruins em interpretação de textos!

      Excluir
    4. Tem nâo?! Então o que significa aquela 'notícia' no site pelego? Interpretação? Tá fácil ! O sindicato está chamando a convocação para o 1º de julho de coisa feita por grupos oportunistas. Esses milhares de pessoas que conseguiram a redução das tarifas do transporte e a famigerada PEC 37 são oportunista??

      "A convocação para a ‘suposta’ greve geral do dia 1º, que surgiu em uma página anônima do Facebook, é mais uma iniciativa de grupos oportunistas, sem compromisso com os/as trabalhadores/as, que querem confundir e gerar insegurança na população."

      Na íntegra: http://www.sindutemg.org.br/novosite/conteudo.php?MENU=1&LISTA=detalhe&ID=4950

      Excluir
    5. Não acho que é falta de interpretação dos professores, e nem vontade deles em denegrir o sindicato, pois ele faz isso por si....

      A questão levantada aqui é o fato do sindicato "informar" sim mas não denegrir as manifestações - - portanto erro de interpretação aqui como dita por colegas, acredito ser dos mesmos....

      Excluir

  48. http://www.brasil247.com/pt/247/poder/106932/Referendo-%C3%A9-cambalacho-contra-reforma-pol%C3%ADtica.htm

    ResponderExcluir

  49. http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/106898/C%C3%A2mara-paulista-instala-CPI-do-transporte-p%C3%BAblico.htm

    ResponderExcluir
  50. Todos os ricos desse país são contra o PT e a favor do PSDB e companhia. Tudo bem, se eu fosse rico também
    teria a mesma posição. Porém, alguém precisa explicar para eles a lógica da democracia. Em um país onde a maioria é pobre, as eleições são vencidas por aqueles que são a favor dos pobres. Portando, se a maioria da população brasileira fosse rica, seria lógico que o PSDB vencesse. Fora dessa lógica, somente enganando o eleitor pobre, convencendo-o a votar contra si mesmo... ou o golpe.

    ResponderExcluir
  51. Euler o povo está manifestando por tanta coisa legal mas temos que exigir também mudanças no código penal e no ECA. A moralização da sociedade e da educação passa por aí... Segundo o próprio governador foram dois adolescentes que atearam fogo na concessionária na quarta dia 26 e que já estavam presos (não sei como já que o ECA não permite isso). Isso é simplesmente um absurdo, neste nosso Brasil os menores são colocados na posição de deuses, roubam, quebram, matam, traficam, agridem, enfim cometem todos os tipos de delitos possíveis e imagináveis e mesmo assim, de acordo com o ECA, são INIMPUTÁVEIS, ou seja, não se aplica nenhuma pena para eles...kkk é brincadeira né...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro colega , os alunos ja estao batendo nos professores! Aqui em João Monlevade um colega meu levou um murro na barriga, de um aluno , em uma escola municipal. O que acnteceu ? O professor ficou com depressão e o aluno esta na escola do mesmo jeito! E brincadeira ne !!!!!!

      Excluir

  52. http://www.ocafezinho.com/

    ResponderExcluir

  53. http://ocafezinho.com/wp-content/uploads/2013/06/ScreenHunter_2026-Jun.-27-17.46.jpg

    ResponderExcluir
  54. CONCORDO ACHO QUE DEVERIA HAVER MUDANÇAS NO ECA,ALUNOS SÓ TÁ FALTANDO BATER NOS PROFESSORES ,E NEM UMA ATITUDE PODE SER TOMADA,SÓ FALA EM DIREITOS.MAS E OS DEVERES

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que adianta você concordar com ilegalidade. O STF já falou: É impossível diminuir idade penal. E sabe pra que se quer isso? Para que o aócio possa criar as CADEIAS PPP como a de Neves onde cada preso custa 2 mil e 900 reais... Os empresários acharam pouco 3 milhões e 500 presos, então eles querem completar a cota para ser um negócio interessante para os riquíssimos empresários amigos dele. Aprenda a pensar.

      Excluir
  55. GLOBO SONEGOU IMPOSTO DE RENDA. SÃO QUASE R$ 1 BILHÃO, EM VALORES DE HOJE

    A DILMA VAI COBRAR ?
    A sonegação foi feita com o emprego de paraísos fiscais.
    A Polícia Federal do Ministro Cardozo vai pra cima?
    E o Procurador Geral da República, o Gurgel ?
    O Conversa Afiada dá parabéns ao Miguel do Rosário.

    Também o ansioso blogueiro tentou ter acesso às informações sobre a atividade sonegadora de um dos filhos do Roberto Marinho – eles não têm nome próprio.

    Depois de inúmeras tentativas, deu com os burros n’água.

    O Ministério da Fazenda e a Receita foram impenetráveis, intransparentes.

    Se o sonegador fosse o Lula … talvez fosse diferente.

    Em nome “das ruas” vazaria tudo …

    Com a Globo, bem, com a Globo, só mesmo o Miguel !

    Boa, Miguel do Rosário!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk

      Será que vai passar no Jornal Nacional?!

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  56. BOMBA! O MENSALÃO DA GLOBO!

    O Cafezinho acaba de ter acesso a uma investigação da Receita Federal sobre uma sonegação milionária da Rede Globo. Trata-se de um processo concluído em 2006, que resultou num auto de infração assinado pela Delegacia da Receita Federal referente à sonegação de R$ 183,14 milhões, em valores não atualizados. Somando juros e multa, já definidos pelo fisco, o valor que a Globo devia ao contribuinte brasileiro em 2006 sobe a R$ 615 milhões. Alguém calcule o quanto isso dá hoje.

    A fraude da Globo se deu durante o governo Fernando Henrique Cardoso, numa operação tipicamente tucana, com uso de paraíso fiscal. A emissora disfarçou a compra dos direitos de transmissão dos jogos da Copa do Mundo de 2002 como investimentos em participação societária no exterior. O réu do processo é o cidadão José Roberto Marinho, CPF número 374.224.487-68, proprietário da empresa acusada de sonegação.

    Esconder dólares na cueca é coisa de petista aloprado. Se não há provas para o mensalão petista, ou antes, se há provas que o dinheiro da Visanet foi licitamente usado em publicidade, o mensalão da Globo é generoso em documentos que provam sua existência. Mais especificamente, 12 documentos, todos mostrados ao fim do post. Uso o termo mensalão porque a Globo também cultiva seu lobby no congresso. Também usa dinheiro e influência para aprovar ou bloquear leis. O processo correu até o momento em segredo de justiça, já que, no Brasil, apenas documentos relativos a petistas são alvo de vazamento. Tudo que se relaciona à Globo, à Dantas, ao PSDB, permanece quase sempre sob sete chaves. Mesmo quando vem à tôna, a operação para abafar as investigações sempre é bem sucedida. Vide a inércia da Procuradoria em investigar a privataria tucana, e do STF em levar adiante o julgamento do mensalão “mineiro”.

    Pedimos encarecidamente ao Ministério Publico, mais que nunca empoderado pelas manifestações de rua, que investigue a sonegação da Globo, exija o ressarcimento dos cofres públicos e peça a condenação dos responsáveis.
    SONEGAÇÃO DE MAIS DE R$ 400 BILHÕES
    O sindicato nacional dos auditores fiscais estima que a sonegação no Brasil totaliza mais de R$ 400 bilhões. Deste total, as organizações Globo respondem por um percentual significativo.

    A informação reforça a ideia de que o plebiscito que governo e congresso enviarão ao povo deve incluir a democratização da mídia. O Brasil não pode continuar refém de um monopólio que não contente em lesar o povo sonegando e manipulando informações, também o rouba na forma de crimes contra o fisco.
    Veja documentos que incriminam a Globo, clicando aqui:
    conversaafiada/globo-sonegou-imposto-de-renda.a-dilma-vai-cobrar?
    Ou na publicação original de Miguel do Rosário, no link:
    ocafezinho.com/bomba-o-mensalão-da-globo/

    ResponderExcluir
  57. professoramaluquinha28 de junho de 2013 21:40

    CAMPANHA: ONDE ESTÃO AS CENTRAIS SINDICAIS??? PORQUE NENHUMA DELAS ESTA AJUDANDO NAS MANIFESTAÇÕES CONTRA O GOVERNO E A CORRUPÇÃO ??? ELAS TAMBÉM TEM RESPONSABILIDADE E ESTÃO SE FAZENDO DE DESENTENDIDAS TANTO QUANTO O GOVERNO. QUEREMOS AS CENTRAIS SINDICAIS NAS RUAS CONTRA A CORRUPÇÃO, AFINAL ELAS RECEBEM DO GOVERNO PARA DEFENDER OS TRABALHADORES PAGADORES DE IMPOSTOS.

    COMPARTILHEM !!!

    ResponderExcluir
  58. PROFESSORES NAS REDES SOCIAIS DECRETAM O FIM DO "SINDINÚTIL"

    Caros colegas professores,

    repito o que escrevi antes aqui: na atual conjuntura, em que temos as redes sociais para nos organizarmos, não precismos do "sindinútil" para nada. Temos o exemplo dos movimentos populares acontecendo agora, fruto da organização através das redes sociais.

    Este arremedo de sindicato já provou há muito tempo que não representa os professores estaduais de Minas Gerais. São oportunistas que só pensam em se dar bem, a exemplo dos políticos safados deste país.

    Portanto, já passou da hora de darmos um basta neste sindicatozinho que presta um "belo" serviço ao governo de Minas Gerais. Essa corja do "sindinútil" não engana mais ninguém. Só se for muito ingênuo para continuar sindicalizado.

    O "sindinútil" simplesmente desapareceu em meio ao belo movimento que se viu nas ruas de Belo Horizonte. Ninguém falou em "sindinútil" durante as manifestações, mas sim dos jovens estudantes que foram às ruas clamar por mudanças sociais e políticas neste país. E até mesmo quando se falou em melhorias na educação, ninguém citou o "sindinútil". Simplesmente este sindicato desapareceu, pois na verdade nunca existiu mesmo.

    Fora "sindinútil"!

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Raimundo!!

      Excluir
    2. Quando pedem melhoria na educação, estão longe de pedir o piso para os professore.Este raras vezes é lembrado.Como fazer para juntar uma multidão em frente a cidade administrativa e manter plantão até que Anasta nos pague o piso.?

      Excluir

    3. O que é isso?

      Alguém conhece?

      *** ABSOLUTAMENTE SEM REPRESENTATIVIDADE.

      Excluir
    4. Ok Gênio!

      Agora me responda: Quando paramos pelo sindicato, bem ou mal recebemos falta-greve devido à representatividade do mesmo perante o governo.

      E na clandestinidade? Vamos fazer um movimento e quando formos às ruas levaremos falta normal e um processo administrativo nas costas, fora a crise de legitimidade que será instaurada. Somos uma categoria e não indivíduos revoltados...

      Dizer "Abaixo o sindicato!" sem propor nada melhor e sem pensar nas conseqüencias desse ato é no mínimo temeroso, pra não dizer burrice. O sindicato pode até ser inútil, mas não é o inimigo.

      Para mim, mais do que o instrumento, o problema está na base.

      Excluir
    5. Bravo colega! Disse tudo! O problema está na base mesma.
      Qualquer sindicato é morto com professores omissos, covardes,cabisbaixos que não manifestam nada a não ser APATIA, morrem de medo de cortes, de falta greve e de greve tem pavor.
      Abaixo o sindicato não. Ele é o representante LEGAL da classe,apesar de sermos fragmentados em nossos medos e covardias.

      Excluir
    6. kkkkkkkkkkkkk Ninguém aprendeu NADA sobre o movimento popular espontâneo. Ninguém precisa fazer greve! É só ir pra rua protestar após a jornada de trabalho!! Não queremos parar pelo sindicato. Se quisermos protestar, a lição está aí, dada pelos jovens, protesto na rua por si só. Sem tomar falta. Dá aula e protesta pós-horário. E isso não é clandestinidade é cidadania. Mas, o sindicato é contra esse tipo de coisa. Deixou óbvio quando tenta explicar que o 1º de julho partiu de um Anonymous do facebook. Se a classe conseguisse assimilar a mensagem do povão na rua, não precisaria mais de entidade representativa, esse é o temor dos dirigentes estaduais. "Abaixo o Sindicato"! Proposta? Vem pra rua!!! A rua é a maior arquibancada do Brasil!!

      Excluir
    7. Penso que ao invés de falar mal do sindute,melhor seria apoiá-lo.Ele é nosso representante legítimo e aqui no blog a maioria das pessoas estão agindo como a turma do "quanto pior melhor". Sou capaz de apostar que a A turma do governo deve amar ler este blog e inclusive devem ter penetras aqui para jogar contra.A maioria que fala aqui não pára nos dias de paralisação legal e não vai às ruas protestar. Que tal começarmos a apoiar o NOSSO sindicato e ajudá-lo a se reerguer. Seria uma atitude mais sensata e mais madura.Mesmo porque supõe-se que aqui seja o reduto de pessoas inteligentes e deveriam ser mais perspicazes. Regina.

      Excluir
    8. O sindicato é boicotado pelo governo pela mídia PIG e pior ainda pelos seus próprios filiados. Mesmo assim ouvi duas entrevistas com a Beatriz na Itatiaia e a vi duas vezes na TV fazendo belas defesas da nossa situação. Quem assiste à TV assembléia pode vê-la sempre defendendo nossos direitos com discursos magníficos.A propósito,alguém aqui costuma assisrir à TV Assembleia? Acho que uma minoria. .Quem tiver cacife prá isto, que abra uma brexinha para colocá-la na mídia que a boicota, Fica aí o desfio

      Excluir
    9. Parabéns colega .Disse tudo!
      Nem denúncias na OIT resolveu pra este governo SAFADO! A Beatriz tem que ser DEUS?Porque só DEUS pra dá conta desta alma penada do governador!

      Excluir
    10. Concordo com você Regina. Parecem parceiros do PSDB (OSTA),me deculpem os que não são.

      Excluir
  59. NAS PROXIMAS MANIFESTAÇÕES TEREMOS QUE TER MUITOS CARTAZES PELA PEC 280 E PELOS GASTOS COM A CIDADE ADMINISTRATIVA

    ResponderExcluir
  60. professoramaluquinha29 de junho de 2013 01:07

    "Pela 1ª vez desde 1988, deputado condenado é preso em Brasília"

    http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2013/06/28/pf-confirma-que-deputado-donadon-se-entregou.htm

    ResponderExcluir
  61. É o "bode expiatório" ou o conhecido "boi de piranha".E os outros? FORA RENAN.

    ResponderExcluir
  62. Caros colegas professores, tem quase trinta anos de magistério e nunca nesses anos vi o SindInutil fazer alguma coisa pelos professores. Que me provem o contrário!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez você não conheça a História deste sindicato, favor pesquisar.

      Excluir
  63. Companheir@s e ao Comandante Euler. Estava pensando que está na hora de fazer um manifesto, esclarecendo como está a posição do Sindinútil, diante da atual conjuntura do País e especialmente em Minas. São muitas informações que leio aqui e comento com os companheiros e sei eles não sabem e muitos ainda acreditam nesta direção por falta de informação. Desde as eleições a puxada de tapete aos companheirs que pensam diferente da função de um sindicato. Os gastos desnecessários com onibus só pra fazer número,disponibilizaria a gente imprimiria e difulgava nas escolas, Tem subsede que é grande e era combativa e agora está um absurdo de oportunistas que não mobiliza e não informa nada simplesmente aplaudindo a Beatriz que é o caso de Montes Claros. Pensam nisso com urgencia, divulgaria antes do dia 4 de julho e lá a gente arrematava. Pode assinar o manifesto com o NDG ou um coletivo de Educadores de luta. Abraços, aguardo retorno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá pra se identificar?

      Excluir
    2. Dá pré explicar melhor? Confesso que não entendi bem.

      Excluir
  64. Pesquisa feita pelo data folha disse que aprovação do governo Dilma caiu 27% no sudeste,quem sabe se mandarmos email para ela pedindo que ela obrigue estados a pagar o piso aos professores ela atende,pq Aecim pó e o filho do demo tão tirando vantagem disso.

    ResponderExcluir
  65. "Beatriz Cerqueira faz o mesmo discurso governamental em seu blog- que em Minas o movimento acumula saldo positivo e que o sindicato não precisou gastar um centavo para tanto. Que as lutas são coletivas e que estão sendo organizadas através de assembléias populares, organizadas obviamente por eles- A CUT e o sindicato. Só em Minas mesmo! Alguém acredita nisto?

    Manifestações populares em Minas Gerais"

    http://gribelm.blogspot.com.br/2013/06/o-discurso-do-sindicato-e-o-mesmo-do.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não ponha palavras na boca da Beatriz.Se sabe interpretar texto,qual é a sua intenção? Só difamá-la?Beatriz não disse que eles organizaram nada.pelo contrário destaca a mobilização popular e a enaltece sem colocar o sindicato nisso.
      Ou você não interpreta direitinho mesmo?

      Excluir
  66. "O povo tá na rua e o sindicato sumiu, a CUT, CGT, etc"

    http://gribelm.blogspot.com.br/2013/06/o-povo-ta-na-rua-e-o-sindicato-sumiu.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Multidões nas ruas exigem: Sem bandeiras!
      Mas o grande exemplo está aí: O povo precisa sim de partido, de liderança, de alguém que o conduza. Estamos assistindo ao "improvavél", dentro daquilo que pensamos ter conquistado na luta pela democracia.
      O país à beira de um golpe ressuscita antigas tradições de extrema direita, pela moral, pela ética, por valores religiosos e por tudo que conhecemos das experiências passadas e que sabemos, destruiram os direitos humanos e as liberdades.
      Mas aqui no blog, queremos acabar com nossa liderança sindical? Veja Raimundo, que água mole em pedra dura...Podemos fazer uma manifestação para que o Sind se torne útil? O que vamos propor para nós mesmos e para o sindicato? Vamos dizer que, como os jovens, não precisamos de um partido que nos apoie ou nos represente? Seremos acusados de fascistas?
      Como em "Perguntas de um trabalhador que lê", nós, professores arrastaremos os blocos de pedra? Quem arrastará? sozinho? Ou, alguém triunfará sobre nós?
      Tantas questões.

      Excluir
  67. Gostaria muito de saber e para isso vou pesquisar. Como é o perfil do Psicopata?Do esquizofrênico?. Acredito e muito que por pior que o partido do PSDB seja, os seus dirigentes, filiados e etc tenham ainda om pouco de ética (será que teem), não vão lançar qualquer um para ser o candidato a presidência do nosso grande país. Para que bebamos água limpa é necessário que o lodo fique no fundo de recepientes próprios para sua limpeza. Assim meus caros compatriotas, precisamos muito de pessoas equilibradas, sensatas, de caráter firme, honestas e sobretudo que sejam BRASILEIRAS, QUE AMEM ESTA PÁTRIA TÃO VALOROSA, em suas riquezas e seu povo. Brasileiro e mineiro são bonzinhos até quando querem, depois meus compatriotas, o bicho pega. Olhem o que está acontecendo, não é mesmo? Fora todos os enraizados nos poderes políticos. Abraços.

    ResponderExcluir
  68. Se você acha que é Sindinútil, não perca seu tempo em falar, ou escrever sobre uma inutilidade. É perda de tempo. O dinheiro para estas viagens são nosso mesmo, é o retorno. Não é como o imposto que pagamos para nosso estado, nosso país e não tem retorno, vai tudo para o bolso dos deputados barrigas de uísque,comedores de torresmo e chouriço e nada fazem. É preciso que se reduza o número de deputados estaduais, federais, senadores,vereadores. E quem sabe a grana dá para outros empreendimentos? 2014 vamos lá. O Brasil tem muitos municípios tão pequenos não vale ter prefeito e nem vereador. Abraços amigos.

    ResponderExcluir
  69. Policia Federal deve investigar origem dos protestos, acho que tem dedo do aecim

    intenção era queimar PT em SP e Dilma, ele não imaginou que fugiria do controle

    toma verme

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre achei estranho.Aí tem.

      Excluir
  70. Todo mundo respeita o judiciário. Respeita? Não! O que todo mundo tem é medo do judiciário, já que ninguém fala ou faz nada contra seus membros . É preciso acabar com essa tradição semideuses. Reforma do judiciário já, para que haja justiça.

    ResponderExcluir
  71. Alguém fez a prova de dirigente escolar dia 16.06.13. Disseram que terá retificação no gabarito.

    ResponderExcluir
  72. alguém sabe se o gabarito de dirigente escolar 2013 será retificado.

    ResponderExcluir
  73. Raimundo, sabe porque o sindicato não apareceu?
    Porque ele simplesmente não tinha que aparecer.Quem tinha que aparecer eram os professores convocados pelo sindicato a estarem nas ruas.
    Adivinha onde eles estavam?
    Dentro das salas de aulas! Êta professorada inútil,não?

    ResponderExcluir
  74. Os estudantes deram uma verdadeira aula de cidadania! Fica aí, a lição para os professores do Estado de Minas Gerais. Para conseguir algo de concreto frente a um governo totalmente déspota e ditador não adianta 10 ou 20 mil pessoas nas ruas, alguns professores outros não, tem que ir às ruas pelo menos 100 mil professores e paralisar totalmente as atividades escolares, é preciso dominar o medo. Agora, o problema é a instituição sindical conseguir gerir aquilo que os governantes anteriores malandramente impuseram que é a divisão interna, nem todos os profissionais da educação são efetivos e, tem profissionais que trabalham em situação complicada que é a "lei 100" que fere frontalmente alguns de seus artigos a constituição de 1988.
    Talvez a educação do Estado de Minas Gerais esteja vivendo o pior de seus momentos, vítima das armadilhas ardilosas dos governantes, que souberam desestabilizar a consciência política dos educadores mineiros.

    ResponderExcluir
  75. A sonegação milionária da Globo
    Por Rodrigo Vianna, no blog Escrevinhador:

    A data: 5 de setembro de 2006. Véspera da eleição em que Lula conseguiria a reeleição, e em que a Globo foi acusada de esconder um acidente aéreo para apresentar no JN, com grande destaque, fotos do dinheiro dos “aloprados petistas”. Naquele mês, e sob aquela conjuntura, um auditor fiscal da Receita Federal, Alberto Sodré Zile, deixava registrado: “nesta data procedi ao encerramento deste volume I do processo acima identificado, o qual contem 200 fls, inclusive a presente, todas numeradas e rubricadas”. O processo seria encaminhado em seguida ao Delegado da Receita no Rio de Janeiro.

    O objeto do relatório: a TV Globo.


    A acusação: a televisão da família Marinho teria sonegado 183 milhões de reais, numa operação estranhíssima envolvendo empresa de fachada nas Ilhas Virgens Britânicas.

    Há anos, nos bastidores do jornalismo, fala-se dessa investigação da Receita. E há anos, quem bate às portas do governo federal para indagar sobre os fatos recebe a resposta: “não vamos comentar, as investigações são sigilosas.”

    Pois bem, o silêncio se quebrou. E não foi a “Veja”, nem a “Folha”, nem o “Estadão” o responsável por romper o pacto de silêncio. Foi um blogueiro, Miguel do Rosário, que trabalha sozinho num sitio com o singelo nome de “Cafezinho”. Miguel publicou cópias dos documentos, que merecem ser lidos com atenção.

    Abaixo, transcrevo dois trechos do voto da Julgadora Maria de Lourdes Marques Dias, reproduzidos pelo Miguel. A Julgadora recebeu o relatório do auditor Alberto Zile, e deu seu voto.

    Num momento em que se quer “passar a limpo” o país, perguntamos: não seria o caso de abrir também a caixa-preta desse monopólio da Comunicação? Claro, a Globo merece se defender, e deve ter bons argumentos para justificar a estranha operação. Deve ter também muito poder, para ter mantido tudo isso em sigilo durante quase 8 anos.

    Há aspectos ainda nebulosos: uma empresa sob investigação pode receber recursos federais? A Globo recebe milhões em propaganda oficial mesmo sob investigação da Receita? Ou não está mais sob investigação? O caso está parado? Ou foi arquivado? A Globo pagou a multa em sigilo? Por que o governo Lula não levou a investigação a fundo? Há muitas hipóteses a se testar…

    Por hora, vale a simples leitura do papelório, que precisa ser mais bem decifrado. De saída, cabe atentar para um fato: as Ilhas Virgens Britânicas, onde a Globo é acusada de ter aberto uma empresa de fachada (ou “em aparência”, como diz o relatório da Receita) é o mesmo paraíso fiscal denunciado por Amaury Ribeiro Jr, em “A Privataria Tucana”. (Rodrigo Vianna)

    Abaixo, trechos relevantes do voto de Maria de Lourdes Marques Dias, a Julgadora.

    *****

    ResponderExcluir
  76. Abaixo, trechos relevantes do voto de Maria de Lourdes Marques Dias, a Julgadora.

    *****

    RELATÓRIO

    Versa o presente sobre o Auto de Infração de fls 339/343 (que tem como parte integrante o Termo de Verificação e de Constatação Fiscal de fls 310/338), lavrado pela DEFIC/RJO, com ciência do interessado em 07/11/2006 (fl339), para a exigência de crédito tributário de IRRF, no valor de R$ 183.147.981,04, com multa de 150% e juros de mora. O crédito tributário total lançado monta a R$ 615.099.976,16.

    O lançamento foi efetuado em virtude de, em procedimento fiscal, ter sido apurada falta de recolhimento de IRRF, conforme Termo de Verificação e de Constatação Fiscal, de fls 310/338. No Termo, a fiscalização aponta que “a TV Globo, incorporada pela sociedade sob investigação, para não recolher o imposto de renda na fonte devido pelo pagamento (ou crédito, ou entrega, ou emprego, ou remessa de importância), ao exterior, em razão da aquisição (ou remuneração) do direito de transmissão, por meio de televisão, de competições desportivas (art. 709, do RIR/99), adquire, em aparência, uma pessoa jurídica com sede nas Ilhas Virgens Britânicas; no entanto, menos de um ano depois, a sociedade é dissolvida e seu patrimônio vertido para que a TV Globo obtivesse a licença que a permitiria transmitir os jogos da Copa do Mundo de 2002, que foi o que, em verdade, acontecera (aquisição dos direitos de transmissão dos jogos da Copa do Mundo de 2002)”. Conclui pela “existência de simulação, devendo-se, portanto, afastar o ato aparente para que venha à tona o negócio real e subsumir este à hipótese de incidência”. Acrescenta que o conjunto de operações realizadas revela sonegação, sendo então aplicada a multa de 150%.

    (…)

    “A fiscalização fundamenta a aplicação da multa de 150%. O conjunto de operações realizadas pelo interessado revela sonegação, conforme apontado pela fiscalização. Pelo exposto, o crédito tributário do IRRF, no valor de R$ 183.147.981,04, com multa de 150% e juros de mora, deve ser integralmente mantido (…)

    É o meu voto.

    Julgadora Maria de Lourdes Marques Dias. Relatora”

    * Grifos do Escrevinhador.

    ResponderExcluir
  77. SEM ADESÃO DE TODOS OS PROFESSORES O SINDICATO NÃO PODE FAZER NADA...

    ResponderExcluir
  78. Equanto ficamos com picuinhas quem se fortalesse e o governo... lembre-se ele que é o vilão

    ResponderExcluir
  79. Muito bom. Enquanto em todos os Estados os manifestantes foram para frente do palácio do governo e das prefeituras, a nossa cidade administrativa ficou bem na fita. Nenhum sindicato ou movimento não articulou nada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que os professores de Minas Gerais estão querendo preservar a figura do governador Anastazia e do PSDB. Os professores de Minas Gerais são contra o marxismo, portanto, vão se confundindo cada vez mais nas armadilhas de uma direita poderosa.
      Ser a favor do povo é ser marxista, então, para uma classe média anti-marxista é viável críticas menos contundentes aos governantes do PSDB.
      Quando faço essas elucubrações penso no nosso sindicato que está alinhado ao PT, e como a retórica do PT mudou, já não é mais aquele PT alinhado às revoluções, ligado aos processos que aconteciam na Rússia comunista pois a mesma que era chamada União Soviética havia deixado de existir passando a ser uma Rússia adotando modelos liberais e com a direita burguesa no seu comando encampando ideias para uma classe média e não para o povo como um todo. Não devemos esquecer que com o processo revolucionário na Rússia muitas reformas sociais foram feitas e, portanto, a transição de poder para uma direita (a classe burguesa) ocorreu com o processo de equilíbrio das forças sociais ao contrário do Brasil em que temos muitos déficits em relação às conquistas sociais, principalmente no que tange a terra, a propriedade e a educação. No Brasil a reforma agrária nunca foi realizada e a educação ainda não é satisfatória, fizemos uma transição forçada para a direita capitalista porque a mesma aproveitou a brecha da queda da grande potência soviética e encampou um único discurso, uma única ideologia que era a da direita e ainda enganando a todos até mesmo os intelectuais de que não havia ideologia alguma, com isso o projeto dos explorados vai por terra no mundo todo. Restou a ideologia da direita e, no caso do Brasil partidos como o PT que conseguiu chegar ao poder devido às alianças formadas até mesmo com setores reacionários teve que utilizar os recursos desses setores para viabilizar a sua política que se volta para os setores empresariais e ligados a terra, assim como as transnacionais e de uma forma clientelística atua também atrelando o povo sem fazer reformas substanciais em desacordo com as bases que detinham projetos sociais importantes para serem elaborados no governo. Notadamente, o que estamos observando na sociedade atual não é o grito dos excluídos pois os mesmos continuam gritando há muito tempo e não tem sido ouvidos, no entanto, uma classe média cansada de pagar impostos, de conviver em cidades superpopulosas e serem reféns da violência bem como cansada dos desvios de recursos que viabilizam a corrupção brasileira deu o seu grito de guerra através dos estudantes universitários em sua maioria e os secundaristas organizados em grêmios estudantis começando por questões que já vinham se configurando desde o início do ano 2000. De certa maneira os setores e classes sociais que foram deixados de lado pelos governantes começaram a ir para as ruas.
      Do meu modo de pensar se essa articulação dos estudantes faz uma comunhão com os demais movimentos sociais que pleiteiam a reforma agrária isso desencadearia um processo revolucionário que poderia desestabilizar governos despreparados para um diálogo pleno com a implementação de pautas sociais preponderantes. Mas, mesmo assim a articulação dos estudantes tem muito valor e esta demonstrando sua força, tanto que já está posta a questão da assembleia constituinte, já é um grande passo e como até mesmo os políticos falam que vivemos em um país democrático, façamos prevalecer a vontade geral que é a majoritária em um amplo espaço de discussão e troca de ideias com o povo, nisso os sindicatos, centrais sindicais, empresariados e partidos políticos devem participar, não para moldar ou atrelar o povo mas para dar mais espaços a este, escutá-lo e fazer valer os interesses desse mesmo povo.

      Excluir
    2. E olha que a nossa cidade administrativa custou "apenas" 2 bilhões heim...

      Excluir
    3. Os professores estão gostando do salário que recebem.Que pena, estão perdendo uma excelente oportunidade!

      Excluir
    4. Ao ANÔNIMUS (30 de junho de 2013 10:42)

      - Será que no MARXISMO os professores teriam um salário equivalente a 8 mínimos (pelo menos)??????
      - Será que no PSDBismo os professores um dia "teriam" o mesmo salário??????
      Amigos, isso de ESQUERDA/DIREITA é PURO MANIQUEÍSMO. Essa de querer as coisas "preto no branco" (100% marxista ou 100% capitalista) "JÁ ERA".
      QUANTA INGENUIDADE!!!
      É por isso que a sociedade não vai para a frente! Cãomunismo de um lado e CapEtalismo Selvagem de outro. Ambos um bolo fecal só, pra não dizer BOSTA.
      O POVO, ainda que INCONSCIENTE, está FARTO desse MANIQUEÍSMO anacrônico, por isso resolveu sair às ruas para fazer seus protestos, suas manifestações APARTIDÁRIAS.
      "Sindigatos" marxistas (CUT - "they cut all the possibilities of us), PSDBestas, caPeTalistas ... são todos farinhas do mesmo $ACO $UJO.
      Coitado do Prof. Raimundo! Tem-nos alertado tanto, mas ... debalde (em vão). Poucos conseguem entendê-lo.
      Bastou um dos supracitados ASCENDER ao PODRE PODER para REZAR a ladainha DE SEMPRE: - não podemos reajustar os salários dos professores e desfalcar o HERÁRIO. Conversa MOLE de priscas eras.
      Observem a classe dos médicos : simplesmente lutam POR SUA CA-TE-GO-RI-A. Nada mais.
      "Sindigatos" marxistas, "SOCIALAITES"(SOCIALISTAS???), PSDBestas, caPeTlistas são T O D O S uns DEMAGOGOS de MARCA MAIOR. $eus objetivo$ não $ão outro$ que não o DINHEIRO. Vocês já se esqueceram do LUÍ$ DULCE, FERNANDO CABRAL, CARLÃO, VIRGÍLIO, CHICO FERRAMENTA, JOSÉ GENUÍNO NA$ INTENÇÕE$, TAR$O QUE NÃO PAGA O PISO NEM AO PROFESSOR GENRO e outro$??? Pois não se esqueçam mais. São marxistas (até hoje?) e deixaram os PROFESSORES a ver NAVIOS ("PRA VARIAR"). Sentimos isso na CARNE VIVA "in illo tempore (naquela época). Uma DECEPÇÃO ad infinitum. Pensar que ingenuamente eu era um dos "cubanos" marxistas. Vergonha de mim mesmo.
      Pesquisem na INTERNET e terão comprovados os FATOS. Minha gente, cuidado com a MEMÓRIA CURTA (o MAL DE ALZHEIMER está atacando "até" os mais jovens).
      E ... do outro lado? Um tal de AÉBRIO NEVER, ANTÔNIO PUNHO ANESTESIA, EDUARDO AZARADO, FERNANDO HENRIQUECEU-SE, e tome curriola, vêm com uma IDEOLOGIA "aparentemente" OPOSTA e caem no "ponto comum", novamente deixando os professores na BOSTA.
      Enquanto isso o relógio não pára e a educação ... a saúde ... "naquela mesmice" assaz costumeira (sem eira nem beira).
      Vão sonhando minha gente, vão sonhando. Partido isso, partido aquilo ... e quando ficaremos INTEIROS, ou melhor dito, ÍNTEGROS????????????????????? EIS A QUESTÃO.
      Sonhos também trazem sofrimentos. E só os sofrimentos nos apontam o caminho da
      S E N S A T E Z.
      Fraternal abraço a TODOS os colegas PROFESSORES que postam nesse blog.
      Obrigado, Prof. Euler, por ceder-me, uma vez mais, esse espaço. Muita saúde, harmonia e prosperidade para todos.
      Reitero as suas palavras : FORÇA NA LUTA ATÉ A VITÓRIA !!!
      Reiterando as palavras do Prof. Raimundo:
      A HORA É AGORA.

      Excluir
    5. Ao anônimo 1 de julho de 2013 00:39

      Meu caro, você está fazendo uma leitura completamente equivocada do meu texto e também agindo de modo passional.
      No texto que escrevi estou apenas pontuando os fatos tais como ocorreram, não estou incitando ninguém a ser comunista, mas apenas analisando o comportamento daqueles que se articulavam e se alinhavam a uma esquerda socialista. Noto, que ao falar de SOCIALISMO, mexeu muito com seu ânimo por que será!? Tu detestas o povão pobre e oprimido? Será que você estava na turma da manifestação paulista que reprimiu os cartazes em prol da minoria negra!?
      Note bem meu caro, toda a fala ou escrita traz consigo uma manifestação política que caminha de acordo com os interesses de ideias de seus articuladores e os grupos humanos a que pertencem, sejam eles pobres ou ricos, negros, amarelos, vermelhos ou brancos.
      O certo é que você se encaixa em um determinado grupo quer queira ou não queira, manifesta seus pensamentos tem as concordâncias e discordâncias, o interessante é a articulação para ser aceito e incluído nesse grupo social como um todo e esses grupos sociais são formados por várias instituições, meu caro, e os partidos políticos são uma delas, no meu texto não estou defendendo o partido A ou o partido B, no entanto, faço críticas aos modos operandi de vários partidos políticos porque é através da crítica contundente que se acham as raízes do problema e não apenas fazer generalizações colocando a todos no mesmo barco, pois podemos correr o risco de seguirmos adiante defendendo um projeto inconsistente que possa não ter viabilidade perante o todo.

      Abraços a você e saúde e paz.

      Excluir
  80. A coisa perdeu todo o sentido porque é chocantemente absurdo ver um jovem socialista marchando ao lado de um defensor da ditadura. De um defensor do aborto ombreando com um que prega o contrário. O nível de esquizofrenia dos protestos, aliado à condescendência da mídia, atingiu um ponto crítico.

    ResponderExcluir

  81. http://www.novojornal.com/politica/noticia/plebiscito-dilma-aborta-o-golpe-da-toga-de-cabide-28-06-2013.html

    ResponderExcluir
  82. http://www.diariodocentrodomundo.com.br/e-a-globo-piscou/

    ResponderExcluir
  83. PROFESSORES MINEIROS QUAL É O SEU VALOR PELO SEU SILÊNCIO E APATIA?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cargo que a maioria ganhou sem concurso na tal lei 100 em julgamento, sendo que os concursados já estão se aposentando.

      Excluir
  84. Como professor de História me considero favorável ao arquivamento da PEC 37, mesmo que a rede globo tenha o mesmo posicionamento, pois pra ela o arquivamento da PEC 37 se torna importante pela sua luta contra o PT. Olha só, se a PEC 37 fosse aprovada a instituição que iria investigar crimes políticos seria a Polícia Federal que está sob a tutela do Executivo, portanto, e os crimes cometidos pelo chefe da nação ou por seus compadrios, será que o delegado da PF iria investigar ou conseguiriam barrá-lo? Podemos notar um perigo através de uma certa ditadura que poderia se avizinhar através dessa medida. O judiciário através do Ministério Público é a instituição com certo perfil autônomo e isento com a capacidade para se fazer tal procedimento, cabendo à Polícia Federal o acompanhamento das investigações e efetuar as prisões.
    Como o PT está no poder com a utilização da PEC 37 ao seu favor o império global poderia estar com os seus dias contados, portanto, não é saudável para a democracia o Executivo atrelar o Judiciário preenchendo suas funções, os Três Poderes devem ser autônomos e harmônicos. Agora, que a presidente Dilma foi muito hábil em colocar em pauta a corrupção como crime hediondo, isso realmente é de muita esperteza, mas devemos lembrar que os atores vão uns colocando a batata quente nos colos dos outros e a população pressionando. Isso é o que deve ser feito com o governador Anastazia em Minas Gerais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a PEC37 fosse aprovada teríamos Daniel Dantas na cadeia para começar.Privataria Tucana sendo investigada, a própria privatizações foram um escândalos, Proer etc. todas denúncias arquivadas pelo MPF - Gurgel.

      Não teríamos um judiciário condenando sem provas. E o mais preocupante, na ânsia de acabar com o PT, utilizaram o recurso utilizado no julgamento dos comandantes nazista "Domínio dos Fatos", para acusar os mais graduados do partido, por não encontrarem provas contra os mesmos.
      E vejo professores de história não questionarem isso. Aceitarem o discurso que a Rede Globo e seus aliados vendem.

      Tentaram fazer com que o Marcos Valério acusasse o Lula e não conseguiram. O que aconteceu e o que a Rede Globo não contou, foi que Marcos Valério, entregou todos os caciques de MG.

      Excluir
  85. Euler, tudo bem?
    As diretoras estaduais receberam um convite para o aniversário da Secretária "Gazolla". OBS: R$ 50,00 e traje típico caipira. O convite veio para ser confirmada a presença via meios oficiais de comunicação. E nosso aumento somente em 2016 !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bunitim...Já imaginaram Gazolla de vestido rodado?Isso só acontece aqui.

      Excluir
    2. Ridículo! É o cordão dos puxa-saco!!

      Excluir
  86. 60% dos processos contra corruptos nem são julgados.
    Ações prescrevem e réus são absolvidos na Justiça
    Os 2.918 casos que caducaram envolviam crimes de lavagem de dinheiro e improbidade administrativa denunciados em 2010 e 2011.

    Relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgado neste ano, mostrou que, dos 3.742 processos por improbidade administrativa que ingressaram em 2012, apenas 1.074 foram julgados. Os outros dois terços prescreveram.

    Os 2.918 casos que caducaram envolviam crimes de lavagem de dinheiro e improbidade administrativa denunciados em 2010 e 2011. Até o fim do ano passado, haviam quase 26 mil processos com acusações de teor equivalente. Ou seja, no período, mais de 10% das ações perderam a validade.

    O levantamento apontou ainda que, em 2012, o Judiciário recebeu 1.763 denúncias do Ministério Público de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro e 3.742 ações cíveis de improbidade.

    A cada oito casos julgados por corrupção, lavagem de dinheiro e improbidade administrativa no Brasil, apenas um é condenado. Em 2012, foram realizados 1.637 julgamentos desses tipos, mas apenas 205 réus foram condenados.

    Fonte: O Tempo

    ResponderExcluir

  87. Popularidade de governadores também desaba
    Popularidade de Alckmin cai 14%. Sérgio Cabral despencou 30%.
    E Anastasia caiu quanto? A pesquisa não incluiu seu nome para não prejudicar Aécio.

    Após protestos, aprovação de Alckmin cai

    Não foi apenas a popularidade da presidente Dilma Rousseff que acabou corroída pela onda de protestos que tomou o país.

    O movimento abalou os índices de aprovação dos governadores dos dois maiores Estados do país: Geraldo Alckmin (PSDB), de São Paulo, e Sérgio Cabral (PMDB), do Rio.

    Todos os dados são da pesquisa Datafolha finalizada na sexta-feira passada.

    A aprovação de Alckmin caiu 14 pontos no intervalo de três semanas. Os 52% de avaliação positiva do tucano em 7 de junho, pouco antes do início dos protestos, foram reduzidos para 38% na pesquisa recente.

    Na semana do auge dos protestos, Alckmin foi criticado pelo comportamento da Polícia Militar, que num primeiro momento agiu com violência durante passeatas e depois, diante das críticas, teria reduzido o rigor no combate ao vandalismo.

    O Estado também administra tarifas dos trens e do metrô, que também subiram, mas, mediante a pressão das ruas, acabaram tendo o reajuste cancelado.

    Em 18 de junho, 51% avaliavam o desempenho de Alckmin diante dos protestos como ruim ou péssimo. Esse índice caiu para 39% dia 21 de junho. E voltou a cair na última pesquisa, para 33%.

    RIO

    Depois de atingir o pico de sua popularidade na série do Datafolha no Estado do Rio, em novembro de 2010, o governador Sérgio Cabral despencou 30 pontos.

    No levantamento de sexta-feira, após seis anos e meio de mandato, ele obteve 25% de ótimo e bom, a menor pontuação da série. A soma de ruim e péssimo é maior, 36%.

    Cabral foi alvo dos manifestantes, que acamparam na frente de seu apartamento.

    (RICARDO MENDONÇA)

    Minas
    Vários analistas criticam o Datafolha, da Folha de S.Paulo, em não incluir nas pesquisas o governador de Minas, Anastasia. Aécio Neves é colunista do jornal, escrevendo todas as segunda-feiras. E seu candidato preferencial.
    Então, está explicado

    O que dizem as pesquisas pós-manifestações

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual o link desta reportagem para postarmos no facebook.

      Excluir
  88. Que sindicato pelego é esse o SINDIUTE MG?
    O Brasil todo se articulando para parar hj e os professores mineiros não.
    Não é à toa que já me desfiliei desse "sindiinútil" faz tempo.
    Aposto que a diretoria é PT.
    Fiquei boba ao ler isso no site do SINDIUTE MG:

    Nota de esclarecimento do Sind-UTE/MG sobre suposta greve geral do dia 01 de julho
    Não existe nenhuma convocação de greve geral para o dia 01 de julho.
    Portanto, não há paralisação da rede estadual de Minas Gerais nesta data.
    A próxima atividade do Sind-UTE/MG será no dia 04 de julho (quinta-feira), com paralisação total das atividades e realização de assembleia estadual. Para esta data, o Sind-UTE/MG fez a notificação junto à Secretaria de Estado da Educação, de modo que a falta não será injustificada e sim falta-greve.
    A convocação para a ‘suposta’ greve geral do dia 1º, que surgiu em uma página anônima do Facebook, é mais uma iniciativa de grupos oportunistas, sem compromisso com os/as trabalhadores/as, que querem confundir e gerar insegurança na população. Mais que isso: coloca em risco conquistas que lutamos muito para conseguir, como o direito de livre manifestação.
    Por isso alertamos: não existe greve geral convocada para o dia 01 de julho.
    A próxima paralisação da rede estadual será no dia 04 de julho e a greve convocada pelas Centrais Sindicais será no dia 11 de julho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente não paralisa de ouvir falar que centrais sindicais "chamaram" não, a gente só paralisa com convocação por escrito e votada como é o caso do dia 04 e do dia 11. Está no site dos sindicatos. Não adianta tentar aparecer com nome de centrais sindicais não!

      Excluir
    2. Os antigos já diziam que feijão da águas não tem bom preço, pois com muita chuva a produção e abundante. Muitos grupos na rua protestando e os professores no meio deles, quem vai notar?

      Excluir
    3. É só levar cartazes e faixas, viu? Aí todos verão os professores presentes!

      Excluir
    4. O negócio é o seguinte.Você pode parar o dia que você quiser,fazer as manifestações onde e quando quiser,só que sua falta será considerada falta comum,o que não é bom para o professor.Existe lei para greve. Tem que avisar com antecedência e registrar calendário. O nosso calendário de paralisações já havia sido registrado na SEE antes destas manifestações e nestes dias nossas faltas serão Falta Greve e não nos prejudicarão.Entenderam ou precisa desenhar. Que preguiça destes professores que distorcem tudo que lêm.

      Excluir
    5. Concordo. E aí vão dizer que os professores apoiam as reivindicações de outros grupos, como o passe livre, que o trabalhador é que vai pagar, já que vagabundo não paga imposto.

      Excluir
  89. UM GRANDE ABRAÇO A TODOS (AS) !

    Boa aula companheiros (as) de luta !

    Protestos não são antipolíticos, antipartidários ou antidemocráticos, diz Galeno.

    Força na Luta e na reflexão, sempre !

    http://globotv.globo.com/globo-news/estudio-i/t/todos-os-videos/v/protestos-nao-sao-antipoliticos-antipartidarios-ou-antidemocraticos-diz-galeno/2652428/

    André buzina.

    ResponderExcluir
  90. Sabe porque professor não consegue nada? que picuinha ridícula e essa ta passando da hora de uma bela e enorme greve da educação.Isso é o que tem que ser discutido...VAMOS GENTE VÃO FICAR OLHANDO O TREM PASSAR?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisa greve não. A lição foi dada: vem pra rua depois do expediente :)

      Excluir

  91. http://g1.globo.com/brasil/noticia/2013/07/copas-do-mundo-globo-nega-divida-com-receita.html


    http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/107172/Nova-era-da-m%C3%ADdia-Globo-versus-Cafezinho-Nova-era-m%C3%ADdia-Globo-versus-Cafezinho.htm

    ResponderExcluir
  92. Segundo pesquisas popularidade de políticos caiu, mas e a popularidade do nosso governadorzinho? Será que ele está achando que saiu ileso dessa brincadeira? kkk Seria muito cinismo de sua parte pensar assim, aliás, já passou da hora de pararem de gastar dinheiro público com propagandas que todos nós, mineiros, sabemos e sentimos na pele no nosso dia a dia que é tudo mentira. E só de saber que estas propagandas são pagas com nosso dinheiro, humm....Quero ver como o PSDB e sua gangue, que adora dinheiro das empresas para se elegerem, vão fazer depois desta reforma política. Todos os candidatos terão igual valor para bancarem suas campanhas, igual tempo de visibilidade na mídia e sendo assim vai ganhar quem tiver melhor argumentação, melhores projetos, enfim. O jogo político vai ficar mais igual e aí quero ver como esse povo que gosta de encher as empreiteiras de dinheiro vão fazer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Datafolha que está publicando as pesquisas foi proibida pelo Aécio de dar pesquisas de Minas. O que você acha? Prá escrever uma coluna na folha ele está pagando uma fortuna...O verme é o Demo !

      Excluir
  93. Caminhoneiros pretendem parar o Brasil também viu... Geralmente eles conseguem o que querem já que num instante começa a faltar produtos nos hospitais, supermercados, combustíveis e etc... Dizem que vão parar até quinta-feira desta semana. Vamos ver o que vai dar isso tudo. Parece que de uma hora para outra ficou mais difícil para os políticos governarem. Na verdade o verdadeiro "patrão" que no caso somos nós, o povo, ficou mais exigente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nova tentativa de golpe.Foi o mesmo recurso utilizado na Argentina.

      A greve tinha como objetivo tirar Cristina Kirchner do poder.Não

      tiveram sucesso.

      Aqui a paralisação está sendo bancada pelos empresários.

      Excluir
  94. NOTA DO "SINDNÚTIL" QUE O DESQUALIFICA AINDA MAIS

    O "sindnútil" escreveu no seu site quanto à proposta de paralisação no dia 1 de julho:

    "...Mais que isso: coloca em risco conquistas que lutamos muito para conseguir, como o direito de livre manifestação..."

    Agora o "sindnútil" comprovou que não pode mais ser nosso representante legal, pois nem mesmo noção tem do que é conquista. Observem que o "sindnútil" considera conquista para a classe, o fato de termos direito de fazer manifestação.

    Quer dizer então, que num país que se diz democrático, onde as pessoas podem sair às ruas e manifestar, essa conquista é conquista do "sindnútil"???

    Sem comentários...

    Desfiliação em massa!

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando o SINDIUTE diz NÓS ele se refere aos brasileiros.Antes era ditadura, lembra?
      Me poupe Raimundo!

      Excluir
    2. A-P-O-I-A-D-O !! Raimundooo

      Excluir
  95. Algum professor que entrou na justiça aqui em Minas, contra o subsidio pq fez opção ao plano de carreira antigo, ganhou a ação de restituição do piso salarial que pelo STF tem que ser pago desde abril de 2011. Poste algum comentário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria de saber sobre isso tambem.Ok?

      Excluir
    2. Entrei, mas o processo ainda está em andamento.

      Excluir
    3. Entrei para receber o piso e assistência médica.Vou entrar com outro para reaver meu tempo .No meu posicionamento estou com 17 anos e alguns meses, sendo que já até me aposentei.O advogado me disse se eu paguei previdência desde o início, com certeza terei este direito.

      Excluir
  96. A indignação já não cabe dentro de mim, quando abro o meu contra-cheque e vejo que meu posicionamento será revisado em 2015. É para chocar qualquer um!!!! Que diabos fui me tornar professor em Minas Gerais!!!! Ainda mais depois do aecim do pó, o do anasta, filhote do coisa ruim. Quando vejo meus alunos realizados e bem remunerados, penso; mas que desgraça!!!!!! Hoje cheguei a conclusão que mesmo que cheguemos ao extremo da imolação em praça pública, como o fazem os monges tibetanos, vamos passar anônimos. Nenhuma mídia dará cobertura, ainda mais do nosso Estado. Só pode ser coisa do demo ou do capitalismo desumano que faz alguém dar um tiro em uma criança, de cinco anos, que chora durante um assalto. É o mesmo que fizeram com a odontóloga que só possuía R$ 30,00. Estou pensando em desistir de vez!!!! Esta turma é desprezível, da pior espécie, que não proporciona a barbárie somente a um indivíduo, mas a toda a classe dos professores de Minas Gerais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  97. Vcs viram hoje no contracheque online o posicionamento para jan/2015? ou 2014? Nem lembro...Mas, viram?
    Eles vão só empurrando com a barriga e a gente finge que faz, toda aquela baboseira que eles vem despejando, tipo REINVENTANDO E.MEDIO, nem professores tem para trabalhar, assim, não dá para reinventar , nem ter aprovação no ENEM, mas, é aí que o bicho vai pegar, não demora. E o aluno cada vez mais... e o salário...

    ResponderExcluir
  98. Para quem deseja acompanhar a ocupação da camara de vereadores de BH ao vivo, acesse o site... http://twitcasting.tv/pos_tv

    ResponderExcluir
  99. Entrei com uma ação na justiça pelo pagamento do piso.Meu pedido foi analisado e deferido. O Estado recorreu. Aguardo julgamento em instância superior.

    ResponderExcluir
  100. LEIAM E DIVULGUEM: (excelente e ESTARRECEDORA entrevista)
    ROMÁRIO (acreditem: o menos faltoso entre os novos deputados Federais) e uma entrevista ASSUSTADORA; Parte de entrevista do ROMÁRIO ao jornalista Cosme Rimoli - TV Record .

    - Você foi recebido com preconceito em Brasília?
    Olha, vou ser claro para quem ler entender como as coisas são. Há o burro, aquele que não entende o que acontece ao redor. E há o ignorante, que não
    teve tempo de aprender. Não houve preconceito comigo porque não sou nem uma coisa nem outra. Mesmo tendo a rotina de um grande jogador que fui, nunca
    deixei de me informar, estudar. Vim de uma família muito humilde. Nasci na favela. Meu pai, que está no céu, e minha mãe ralaram para me dar além de comida, educação. Consciência das coisas... Não só joguei futebol.
    Frequentei dois anos de faculdade de Educação Física. E dois de moda. Sim, moda. Sempre gostei de roupa, de me vestir bem. Queria entender como as roupas eram feitas. Mas isso é o de menos. O que importa é que esta sede de
    conhecimento me deu preparo para ser uma pessoa consciente... Preparada para a vida. E insisto em uma tese em Brasília, com os outros deputados. O Brasil
    só vai deixar de ser um país tão atrasado quando a educação for valorizada.
    O professor é uma das classes que menos ganha e é a mais importante. O Brasil cria gerações de pessoas ignorantes porque não valoriza a Educação. E seus professores. Não há interesse de que a população brasileira deixe de ser ignorante. Há quem se beneficie disso. As pessoas que comandam o País
    precisam passar a enxergar isso. A Saúde é importante? Lógico que é. Mas a Educação de um povo é muito mais.

    - Essa ignorância ajuda a corrupção? Por exemplo, que legado deixou o Pan do Rio?
    Você não tenha dúvidas que a ignorância é parceira da corrupção. Os gastos previstos para o Pan do Rio eram de, no máximo, R$ 400 milhões. Foram gastos R$ 3,5 bilhões. Vou dar um testemunho que nunca dei. Comprei alguns
    apartamentos na Vila Panamericana do Rio como investimento. A melhor coisa que fiz foi vender esses apartamentos rapidamente. Sabe por quê? A Vila do Pan foi construída em cima de um pântano. Está afundando. O Velódromo caríssimo está abandonado. Assim como o Complexo Aquático Maria Lenk... É um
    escândalo! Uma vergonha! Todos fingem não enxergar. Alguém ganhou muito dinheiro com o Panamericano do Rio. A ignorância da população é que deixa essa gente safada sossegada. Sabe que ninguém vai cobrar nada das autoridades. A população não sabe da força que tem. Por isso que defendo os professores. Não temos base cultural nem para entender o que acontece ao
    nosso lado. E muito menos para perceber a força que temos. Para que gente poderosa vai querer a população consciente? O Pan do Rio custou quatro vezes mais do que este do México. Não deixou legado algum e ninguém abre a boca para reclamar.

    - Se o Pan foi assim, a Copa do Mundo no Brasil será uma festa para os corruptos...
    Vou te dar um dado assustador. A presidente Dilma havia afirmado quando assumiu que a Copa custaria R$ 42 bilhões. Já está em R$ 72 bilhões. E ninguém sabe onde os gastos vão parar.

    ResponderExcluir
  101. Quem não tem coragem de ir p rua,PROFESSORES que tenham coragem pelo menos de ir às urnas e demonstrar sua indignação tirando do poder AÉCIO E ANASTASIA .Somos grande massa e ainda temos alunos e familiares como aliados;vamos agir no silêncio ( o povo clama por educação ).Lembrem do descaso deles com nosso salário e perseguições.Estão nos matando aos poucos:stresses,depressões e até suicídios estão acontecendo frequentemente entre a classe de professores insatisfeitos não com a profisssão que exercem e sim com o sistema desumano.

    ResponderExcluir
  102. E a certificação para diretor! Que palhaçada!
    Setenta pontos? Alguem já tinha alertado neste blog!
    Algunma novidade?

    ResponderExcluir
  103. http://migre.me/febT5

    ResponderExcluir
  104. Popularidade de governantes cai no RJ e SP
    Agora é possível ter uma noção mais nítida que todo sistema partidário foi afetado pelas manifestações de junho.
    O DATAFOLHA revela que Alckmin, Haddad, Sérgio Cabral e Eduardo Paes, tiveram seus índices de popularidade em queda no período.
    Aliás, o índice daqueles que avaliavam seus governos como ruim ou péssimo já era bem significativo desde o início de junho.
    É bem provável que esta situação se reproduza ao longo do país, em especial, nas regiões centro-sul e litoral nordestino, onde as manifestações foram mais intensas.
    O impacto negativo deve ter sido maior, ainda, onde a imagem do governante local foi mais exposta na mídia, caso de SP e RJ. Mas deve ser significativa em MG, em especial, na capital mineira, onde o prefeito local deu derrapadas sucessivas em sua incontinência verbal.
    Postado por Rudá Ricci às 09:03 Nenhum comentário:
    Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar no Orkut

    ResponderExcluir
  105. Mensalão da Globo: se pagou, mostra o DARF!
    Enviado por Miguel do Rosário on 29/06/2013 – 11:15 pm 12 comentários

    Minha fonte me liga para contestar a informação divulgada pela Globo, via UOL, (clique aqui), de que ela quitou a dívida de R$ 615 milhões com a Receita Federal.

    A dívida é a soma do impostos mais juros e multa, resultantes de um auto de infração no qual a Receita detectou a intenção da Globo de fraudar o fisco. Em valores atualizados, chegaria perto de R$ 1 bilhão.

    “Se ela pagou, então mostra o Darf, o povo quer saber”, diz o garganta profunda deste humilde blogueiro. Darf, como todo bom pagador de impostos sabe, é o documento da receita onde o contribuinte registra o pagamento de uma dívida tributária.

    “Se tivesse pago, o processo não estaria constando como ‘em trânsito’, conforme se pode verificar com uma Consulta Processual no site da Receita Federal”.

    Eu, um simples blogueiro leigo em assuntos tributários, que não trabalho na Receita, posso apenas repetir os garotos que protestam na rua e dizer à Globo: desculpe o transtorno, estamos mudando o Brasil: mostre o DARF.

    Eu consultei o site da Receita e, de fato, consta lá “em trânsito” no processo que investiga a fraude da Globo. O leitor mesmo pode acessar o site da Receita e checar:

    http://comprot.fazenda.gov.br/E-Gov/cons_generica_processos.asp

    Vai encontrar isso:

    Outra coisa, na matéria do UOL, o número do processo está errado. O número é de uma etapa anterior. O processo mais atualizado, com o assunto ” representação fiscal para fins penais”, é o que reproduzimos acima.

    De qualquer forma, nos consideramos parcialmente satisfeitos por saber que a Globo admitiu a sua estrepolia. A Receita concluiu que houve uma gravíssima e comprovada fraude tributária e aplicou multa à empresa. O que está em aberto é se a Globo pagou ou não. A Globo diz que sim, mas minha fonte diz que não. Se pagou, diz ela, porque o processo consta ainda “em trânsito”?

    Um detalhe: quem responde pela Globo, na matéria do UOL, é uma “assessoria particular”. Não é a assessoria oficial da empresa, nem nenhum funcionário autorizado. “Isso está me cheirando a bucha. Jogaram um verde, pra ver se cola”, diz minha fonte.

    Bem, talvez a emissora esteja correndo contra o tempo, juntando as economias aqui e ali, para pagar logo o débito. Para uma família cuja fortuna é estimada em mais de R$ 20 bilhões, uma dívida de R$ 1 bilhão não é nada de outro mundo. Para o povo brasileiro, contudo, é muito dinheiro. Suficiente para dar passe livre a estudantes de todo o Brasil, por um ou dois anos.

    A minha fonte pergunta: “por que, após a procuradora da receita dar um voto dela – está lá no slideshare – recomendando que o processo fosse criminalizado, o Ministério Público não entrou em campo? Por que a Globo não foi inscrita na Dívida Ativa da União? A Globo é detentora de uma concessão pública, de maneira que o MP tem obrigação constitucional de investigar minuciosamente qualquer irregularidade.”
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/06/29/mensalao-da-globo-se-pagou-mostra-o-darf/#respond

    ResponderExcluir
  106. Globo recebeu mensalão dos EUA
    Enviado por Miguel do Rosário on 29/06/2013 – 8:24 pm 8 comentários

    Uma reportagem publicada esta semana no site Carta Maior, fundamentada em livros de jornalistas e historiadores americanos, descreve como os Estados Unidos financiaram empresas brasileiras de mídia, sobretudo as Organizações Globo, para defender seus interesses econômicos, em detrimento do Brasil.

    Um trecho:

    Em 1962, o grupo Time-Life encontra seu parceiro ideal para entrar de vez no principal ramo das comunicações, a Televisão. A recém-fundada TV Globo, de Roberto Marinho. Era uma estranha sociedade. O capital da Rede Globo era de pouco mais de 200 mil dólares, ao câmbio da época. O aporte dado “por empréstimo” pela Time-Life era de seis milhões de dólares e a empresa tinha um capital dez mil vezes maior.

    Observe a data: 1962. A Globo recebeu mensalão dos EUA não para aprovar “reforma da previdência”, conforme a ridícula teoria de Joaquim Barbosa sobre o mensalão do PT. Recebeu mensalão para incitar um golpe de Estado e defender interesses nocivos ao livre desenvolvimento das forças nacionais.

    Não por outra razão, um dos refrões de protesto mais populares entre os manifestantes de ruas tem sido: “a verdade é dura, a globo apoiou a ditadura!”

    Se somarmos o mensalão dos EUA a todas as regalias que a Globo passou a receber do governo a partir do golpe militar, podemos ter uma vaga ideia de como os Marinho se tornaram a família mais rica do mundo no setor de mídia. Com um detalhe triste, os governos Lula e Dilma continuaram a encher a barriga do monstro. Nos últimos 10 anos, a Globo recebeu cerca de R$ 6 bilhões em publicidade federal.

    A Globo acaba de admitir, em comunicado, que sonegou impostos federais através de uma operação em paraíso fiscal, confirmando o furo deste blog.

    A emissora afirma que pagou a multa. A informação que eu tinha era de que não havia pago. A ver. O que importa aqui é detectar o modus operandis da Globo há muitos anos. Apoiando golpes de Estado, inventando manobras para sonegar tributos, manipulando informações, editando debates políticos para favorecer um candidato. Com a internet e as redes sociais, este poderio tem sido contestado, mas a própria Globo também usa a internet para se tornar mais poderosa.

    Enfim, reitero o que disse nos posts anteriores que tratam da fraude tributária da Globo. Quem dera o problema dos platinados fosse apenas um caso de sonegação de impostos! O maior dano que a Globo faz à democracia é ser a cabeça de um cartel que monopoliza a informação no país. O gigante popular, quando acordar de vez, terá que enfrentar esse outro gigante, que nunca esteve dormindo.
    Compartilhe!
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/06/29/globo-recebeu-mensalao-dos-eua/#sthash.wKJulQSn.dpuf

    ResponderExcluir
  107. P ara ficar bem informado, não leia GLOBOSTA leia O Cafezinho ...

    ResponderExcluir
  108. NNão é só o Darf!
    Enviado por Miguel do Rosário on 02/07/2013 – 11:56 am 6 comentários

    Ontem eu tomei uns chopes com um fera do jornalismo investigativo, na área de finanças. Eu comecei a explicar a ele que eu acho até engraçado a gente detonar a Globo por causa de sonegação fiscal. Acho que me senti como Eliot Ness, quando um de seus subordinados diz que a melhor maneira de pegar Al Capone é através do fisco. Caramba, tanta coisa contra essa empresa: levou mensalão dos EUA para participar do golpe de 64; tentou fraudar eleições no Rio; editou debate entre Collor e Lula; manipula diariamente informações; etc. E a gente vai pegá-la por sonegação?

    A figura, experiente em tempestades políticas, olhou para mim e sorriu: “Não é apenas sonegação, Miguel. É crime contra o sistema financeiro, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, além da tentativa de enganar o fisco”.

    Nossa senhora! Aí deixei de me sentir um Eliot Ness tupiniquim e passei a me sentir um daqueles garotos do Movimento Passe Livre, que foram às ruas contra o aumento de 20 centavos nas tarifas de ônibus, e viram milhões vir atrás por causa de todos os problemas do Brasil.

    A situação da Globo nessa história é a seguinte: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. A emissora diz que pagou, mas não mostra o documento. No entanto, se mostrar o documento, ela confirma o seu crime contra o sistema financeiro. Se não mostrar, pior ainda: deixa no ar que está devendo mais de 1 bilhão de reais ao povo brasileiro; neste caso, deveria estar inscrita na Dívida Ativa da União e não receber mais recursos públicos.

    Aí temos uma contradição incrível: segundo o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais, o Brasil perde, por ano, mais de R$ 400 bilhões em sonegação. A legislação brasileira é condescentente, em alguns casos quase conivente em relação aos crimes contra a Receita. Por que, então, os protestos “populares” nunca se lembram de mencionar a “sonegação”, que é um ralo bem maior de recursos públicos do que a corrupção? Pior, ainda vemos alguns coxinhas imbecis, senão mercenários, indo às ruas pedindo redução de impostos. Eu até concordaria com redução de impostos para setores estratégicos, como pesquisa, tecnologia, para os mais pobres, para setores da classe média. Mas aí teríamos que aumentar a tributação sobre os mais ricos: é assim que se faz nos países desenvolvidos.

    Se queremos ver o Brasil mudar mais rápido, temos que arrecadar mais. A única maneira de aumentar a arrecadação sem aumentar os impostos é endurecendo contra a sonegação. Uma lei mais dura contra a sonegação de impostos seria muito mais eficiente, para os cofres públicos, do que uma lei mais dura contra a corrupção. Corrupto de verdade, em alta escala, não vai deixar de roubar porque a Constituição aumentou de 3 para 5 anos a penalidade. Na sua cabeça, ele nunca vai ser pego. Mas um sonegador, se for espremido, será obrigado a pagar, senão quiser fechar as portas de seu negócio.

    Para uma empresa de concessão pública, como a Globo, a coisa é mais fácil: não pagou, então não recebe mais recursos públicos, e se insistir no calote, perde a concessão.

    Independente dos crimes financeiros da Globo, todavia, não podemos perder de vista que o maior mal que a emissora causa ao país é ser a cabeça de um cartel midiático que trabalha dia e noite contra os interesses nacionais.
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/07/02/nao-e-so-o-darf/#sthash.cfHTJK4X.dpuf

    ResponderExcluir
  109. Para uma empresa de concessão pública, como a Globo, a coisa é mais fácil: não pagou, então não recebe mais recursos públicos, e se insistir no calote, perde a concessão.

    Independente dos crimes financeiros da Globo, todavia, não podemos perder de vista que o maior mal que a emissora causa ao país é ser a cabeça de um cartel midiático que trabalha dia e noite contra os interesses nacionais.

    Ontem, no mesmo jantar com o grande jornalista investigativo, topamos com um grande colunista político da… grande mídia. Conversamos educadamente por um bom tempo, ele defendendo a sua empresa, nós ouvindo e discordando. Lá pelas tantas, quando se viu em apertos na questão do monopólio, ele lembrou que é difícil haver vários grandes jornais num país, e citou o New York Times. Eu rebati lembrando a Guerra do Iraque: matou mais de 1 milhão de iraquianos, e continua matando, e fez os EUA gastarem mais de 1 trilhão de dólares (dinheiro que foi para o bolso da indústria da guerra, que assim ficou mais poderosa e mais golpista), cavando o buraco onde o mundo iria submergir alguns anos depois. A guerra no Iraque aconteceu, entre outras razões, porque o New York Times chancelou a mentira do governo Bush de que Saddam tinha armas de destruição em massa. Um outro colunista da grande imprensa à mesa tentou me atacar, enquanto eu estava no banheiro, com o argumento de que eu defendia Saddam Hussein. Aí começou uma gritaria danada, entre os colunistas e os amigos que me defendiam. Quando voltei, estava instalado o caos. Achamos melhor nos despedirmos, e cada um foi para um lado.

    O fato é o seguinte: em todas as grandes manifestações que vimos no país, havia muita crítica à mídia. No entanto, essa informação não chega à TV, não entra na pauta do congresso, nem no discurso da presidenta. Se há uma crise do modelo representativo, há uma crise muito maior do modelo midiático. As empresas de mídia, ainda mais em países em fase de consolidação democrática, caso do Brasil, tem características alarmantes: concentração em poucos proprietários; um poder enorme para desestabilizar governos; acobertam a corrupção de seus aliados; têm uma disposição ideológica profundamente anti-trabalhista, anti-nacional e anti-popular. E agora ficamos sabendo de uma outra face da mídia tupi: sonega impostos, comete crimes contra o sistema financeiro, lava dinheiro em paraísos fiscais.

    Vivemos numa democracia aberta onde a liberdade de imprensa é um valor quase absoluto. Queremos continuar assim. Mas democracia também em implica em respeitar o poder soberano do povo de se autogovernar e fazer leis que o beneficiem. Então voltamos mais uma vez à necessidade de democratizarmos a mídia brasileira, através de uma lei moderna, que nos torne menos dependentes dos caprichos de meia dúzia de herdeiros da ditadura.

    Repetindo: não é só o Darf. Não é só a sonegação. Queremos que o governo pare de injetar recursos públicos na conta dos bilionários da Globo. A Globo é concessão pública. Tem que botar os anúncios públicos de graça. O dinheiro que o Estado brasileiro gasta com a Globo deveria ir para a educação, para ensinar nossos jovens a pensarem com suas próprias cabeças, a não se tornarem massa de manobra dos golpistas da grande imprensa. Se o governo do PT quiser sobreviver ao “gigante”, terá que ouvir sua voz, que tem gritado forte nas ruas: “a verdade é dura, a Globo apoiou a ditadura!”

    PS: A Globo afirma em nota, agora oficial, que pagou a Receita, mas não mostra o Darf, e ainda deixa um rabo do lado de fora, ao mencionar dívidas “discutidas” no Conselho do Contribuinte…
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/07/02/nao-e-so-o-darf/#sthash.cfHTJK4X.dpuf

    ResponderExcluir
  110. Como os EUA conquistaram o Brasil usando a mídia
    Enviado por Miguel do Rosário on 29/06/2013 – 8:22 pm 2 comentários

    Uma breve história da luta da grande mídia contra os interesses nacionais

    Em 1957, uma CPI da Câmara dos Deputados, comprovou que O Estado de São Paulo, O Globo e Correio da Manhã foram remunerados pela publicidade estrangeira para moverem campanhas contra a nacionalização do petróleo. Em momentos cruciais para o país se inclinaram para o golpismo e a traição aos interesses nacionais: contra Getúlio, a Petrobrás, JK, contra Jango, apoiando a ditadura, Collor, FHC e suas privatizações, atacando Lula.

    por Leandro Severo (*), na Carta Maior, via Facebook

    Em 1941, enquanto milhões de homens e mulheres derramavam seu sangue pela liberdade nos campos da Europa e da União Soviética, a elite dos círculos financeiros dos Estados Unidos já traçava seus planos para o pós-guerra.

    Como afirmou Nelson Rockefeller, filho do magnata do petróleo John D. Rockefeller, em memorando que apresentava sua visão ao presidente Roosevelt: “Independente do resultado da guerra, com uma vitória alemã ou aliada, os Estados Unidos devem proteger sua posição internacional através do uso de meios econômicos que sejam competitivamente eficazes…” (COLBY, p.127, 1998).

    Seu objetivo: o domínio do comércio mundial, através da ocupação dos mercados e da posse das principais fontes de matéria-prima.

    Anos mais tarde o ex-secretário de imprensa do Congresso americano, Gerald Colby, sentenciava sobre Rockefeller: “No esforço para extrair os recursos mais estratégicos da América Latina com menores custos, ele não poupava meios” (COLBY, p.181, 1998).

    Neste mesmo ano, Henry Luce, editor e proprietário de um complexo de comunicações que tinha entre seus títulos as revistas Time, Life e Fortune, convocou os norte-americanos a “aceitar de todo o coração nosso dever e oportunidade, como a nação mais poderosa do mundo, o pleno impacto de nossa influência para objetivos que consideremos convenientes e por meios que julguemos apropriados” (SCHILLER, p.11, 1976).

    Ele percebeu, com clareza, que a união do poder econômico com o controle da informação seria a questão central para a formação da opinião pública, a nova essência do poder nacional e internacional.

    Evidentemente para que os planos de ocupação econômica pelas corporações americanas fossem alcançados havia uma batalha a ser vencida: como usurpar a independência de nações que lutaram por seus direitos? Como justificar uma postura imperialista do país que realizou a primeira insurreição anticolonial?

    A resposta a esta pergunta foi dada com rigor pelo historiador Herbert Schiller: “Existe um poderoso sistema de comunicações para assegurar nas áreas penetradas, não uma submissão rancorosa, mas sim uma lealdade de braços abertos, identificando a presença americana com a liberdade – liberdade de comércio, liberdade de palavra e liberdade de empresa. Em suma, a florescente cadeia dominante da economia e das finanças americanas utiliza os meios de comunicação para sua defesa e entrincheiramento onde quer que já esteja instalada e para sua expansão até lugares onde espera tornar-se ativa” (SCHILLER, p.13, 1976).
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/06/29/como-os-eua-conquistaram-o-brasil-usando-a-midia/#sthash.LlZfH5A8.dpuf

    ResponderExcluir
  111. Foi exatamente ao que seu setor de comunicações se dedicou. Estava com as costas quentes, já que as agências de publicidade americanas cuidavam das marcas destinadas a substituir as concorrentes europeias arrasadas pela guerra.

    O setor industrial dos EUA havia alcançado um vertiginoso aumento de 450% em seu lucro líquido no período 1940-1945, turbinado pelos contratos de guerra e subsídios governamentais.

    Com esta plataforma invadiram a América Latina e o mundo.

    Com o suporte do coordenador de Assuntos Interamericanos (CIIA), Nelson Rockefeller, mais de mil e duzentos donos de jornais latinos recebiam, de forma subsidiada, toneladas de papel de imprensa, transportada por navios americanos.

    Além disso, milhões de dólares em anúncios publicitários das maiores corporações eram seletivamente distribuídos. É claro que o papel e a publicidade não vinham sozinhos, estavam acompanhados de uma verdadeira enxurrada de matérias, reportagens, entrevistas e releases preparadas pela divisão de imprensa do Departamento de Estado dos EUA.

    A vontade de conquistar as novas “colônias” e ocupar novos territórios como haviam feito no século anterior, no velho oeste, não tinha limites.

    No Brasil, circulava desde 1942, a revista Seleções (do Reader’s Digest), trazida por Robert Lund, de Nova York.

    A revista, bem como outras publicações estrangeiras, pagavam os devidos direitos aduaneiros por se tratarem de produtos importados, mas solicitou, e foi atendida pelo procurador da República, Temístocles Cavalcânti, o direito de ser editada e distribuída no Brasil, com o argumento de ser uma revista sem implicações políticas e limitada a publicar conteúdos culturais e científicos. Assim começou a tragédia.

    Logo chegou o grupo Vision Inc., também de Nova York, com as revistas Dirigente Industrial, Dirigente Rural, Dirigente Construtor e muitos outros títulos que vinham repletos de anúncios das corporações industriais.

    Um fato bastante ilustrativo foi o da revista brasileira Cruzeiro Internacional, concorrente da Life International, que apesar de possuir grande circulação, nunca foi brindada com anúncios, enquanto a concorrente americana anunciava produtos que, muitas vezes, nem sequer estavam à venda no Brasil.

    Ficava claro que os critérios até então estabelecidos para o mercado publicitário, como tempo de circulação efetiva, eficiência de mensagem e comprovação de tiragem, de nada adiantavam. O que estava em jogo era muito maior.

    Um papel importantíssimo na ocupação dos novos mercados foi desempenhado pelas agências de publicidade americanas. McCann-Erickson e J. Warter Thompson eram as principais e tinham seu trabalho coordenado diretamente pelo Departamento de Estado. Para se ter uma ideia a McCann-Erickson , nos anos 60, possuía 70 escritórios e empregava 4619 pessoas, em 37 países, já a J. Warter Thompson tinha 1110 funcionários, somente na sede de Londres.

    Os Estados Unidos tinham 46 agências atuando no exterior, com 382 filiais. Destas 21 agências em sociedade com britânicos, 20 com alemães ocidentais e 12 com franceses. No Brasil atuavam 15 agências, todas elas com instruções absolutamente claras de quem patrocinar.

    No início dos anos 50, Henry Luce, do grupo Time-Life, já estava luxuosamente instalado em sua nova sede de 70 andares na área mais nobre de Manhattan, negócio imobiliário que fechou com Nelson Rockefeller e seu amigo Adolf Berle, embaixador americano no Brasil na época do primeiro golpe contra o presidente Getúlio Vargas.
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/06/29/como-os-eua-conquistaram-o-brasil-usando-a-midia/#sthash.LlZfH5A8.dpuf

    ResponderExcluir