domingo, 31 de outubro de 2010

Brasil elege hoje a primeira mulher presidente da República


Dados da vitória de Dilma sobre Serra:

- No Brasil: 56%
x 44%
- Em MG: 58%
x 42%
- Em Vespasiano: 67% x 33%


Em 120 anos desde a criação da república brasileira (1889), marcada pela ausência de uma efetiva participação popular nas decisões políticas, o Brasil se prepara para eleger a primeira presidenta da República.

A eleição de Dilma Rousseff tem vários significados. Além de mulher, uma ex-guerrilheira, que combateu a ditadura militar, foi presa e torturada. Ela encarna, portanto, parcela das gerações da década de 6o. E na atualidade, representa uma derrota para toda a direita brasileira, da Opus Dei católica, passando pelos mercenários e vendilhões de algumas igrejas protestantes (evangélicas), pela UDR e congêneres do latifúnido armado, pelos militares na reserva ligados à tortura, e os caciques neoliberais demotucanos, entre os quais FHC, Serra (popular Vampirão), o Faraó de Minas, Tasso Jereissati, Arthur Virgílio, César Maia, revista Veja, TV Globo, Folha e Estadão, entre tantos outros agentes da direita golpista e anti-povo.

Por isso a vitória da Dilma é muito importante. É a derrota político-eleitoral do atraso. E ainda que não represente um projeto revolucionário, capaz de liderar mudanças estruturais de fundo, a eleição de Dilma assume compromissos vitais para a população mais pobre, entre os quais, a continuidade das políticas sociais do Governo Lula, como o Bolsa Família, Luz para todos, Minha Casa Minha Vida, além da não criminalização dos movimentos sociais; o compromisso de investir na Educação de qualidade para todos, a começar por uma remuneração digna para os educadores; uma política externa pautada pelo respeito aos povos de países em desenvolvimento e de não alinhamento ao imperialismo norteamericano; entre outras propostas de investimentos sociais.

No capitalismo, não se deve esperar que governos promovam revoluções. Isso é papel dos trabalhadores auto-organizados. O limite estabelecido nesse sistema está entre governos que têm ligações e compromissos com as demandas sociais dos de baixo e aqueles que são serviçais dos grandes capitalistas nacionais e internacionais. Tudo o mais deve ser resultado da luta organizada e autônoma dos de baixo. Luta essa que será sempre melhor quando, na mediação dos embates sociais, existirem governos dispostos ao diálogo e não à repressão, ao cassetete e ao gás de pimenta.

Devemos comemorar a vitória da Dilma. E continuar nos preparando para novas conquistas, através da nossa união e luta de forma autônoma. No embate eleitoral momentâneo, a direita foi derrotada. Outros embates continuam. A luta de classes não pára. E as nossas vitórias, dos de baixo, dependem de nós mesmos. Da nossa auto-organização e capacidade de união e força para arrancarmos nossos direitos.

Um brado retumbante para a primeira mulher presidente da República do Brasil. Dilma Roussef. Mulher e ex-guerrilheira.

* * *

Incorporo ao texto central o comentário da nossa combativa colega professora Graça Aguiar, do Rio de Janeiro, que coordena o blog S.O.S. Educação Pública:


"
S.O.S. Educação Pública:

Euler

A vitória de Dilma representa a vitória da liberdade de expressão, da expressão do povo, da expressão da mulher e da expressão da liberdade.

A democracia só saiu vitoriosa hoje, graças à liberdade de expressão que o povo adquiriu com a Internet, sem a ação ativa dos blogs, o PIG e a extrema direita arcaica e reacionária, certamente sairiam vitoriosas com seus engodos.

A tecnologia nos deu voz, nos deu espaço para desmascarar os artífices das trevas e do obscurantismo. Parabéns a todos os blogs, blogueiros e blogueiras que defenderam com unhas e dentes a democracia e a soberania popular, parabéns por terem sido trincheiras virtuais poderosas barrando o avanço dos cavalheiros do apocalipse: Veja, Folha, Globo e Estadão, consolidando assim o poder real da informação e da verdadeira democracia.

A Luz venceu as Trevas.

Grande abraço
"

* * *

Para acompanhar os resultados
oficiais da apuração dos votos pelo TSE clique aqui.

* * *

Temas relacionados:

- Blog Mulher com Multifacetas: "
PARABÉNS DILMA,PARABÉNS BRASIL
"

- Blog da Cris: "
Oficial!!!! Primeira mulher Presidente do Brasil!!!
"

- Blog Escrevinhador: "
Dilma representa luta que “vem de longe”
"

- Blog Náufrago da Utopia: "
PELA 1ª VEZ UMA MULHER PRESIDIRÁ O BRASIL...
"

- Blog do Mello: "
Vitória de Dilma fecha o caixão de Serra: O Galo (13) anuncia o Sol (Estrela) e manda Serrasferatu de volta pra casa
"

- Blog Conversa Afiada: "
Aécio pode ter perdoado Serra. Minas, não
"

- Blog Cloaca News: "
EM BRASÍLIA, 19 HORAS
"

- Blog S.O.S. Educação Pública: "
Dilma Presidente: primeiro discurso
"

- Blog Proeti no Polivalente: "
DILMA: DA TORTURA À PRESIDÊNCIA
"


* * *

Incorporo ainda ao texto central os comentários abaixo, dos combativos colegas professores de Minas.

"
Anônimo:

Fui ao comício da Dilma que teve aqui em Uberlândia, eles falaram muito em investimento na educação, ampliação das vagas universitárias, financiamentos para os cursos universitários, nos cursos técnicos, mas, faltou dizer na situação dos professores, sei que o Piso Nacional ainda não foi implementado, aqui em MG, dizem que vão pagar o Piso em 2011, mas tiraram direitos como biênios e quinquênios.

Outra coisa é que o Piso é muito baixo pela carga horária (40 horas), o que não mudaria muito a nossa situação aqui em MG.
O que o PT poderá fazer para melhorar o salário dos professores? E as condições de trabalho também, a luta é diária, pois, temos salas superlotadas, carga horária insuficiente, sem concurso público, na minha área mais de 5 anos.

Quais as propostas do PT para os professores?


Abraços!
"


"
Luciano História:

Com a vitória da Dilma acho que uma reforma estrutural possível e mesmo assim em alguns pontos é realmente a educacional, a ampliação das escolas técnicas, a valorização dos professores mediante melhores salários e com mais tempo para o planejamento são os pontos iniciais das cobranças dos educadores para o novo governo. Provavelmente até 20 de novembro deve ser formado o novo ministério, a mudança do ministro da educação seria uma boa. A padronização da carga horária nacional ou pelo menos a redução para 3 ( 20, 30, 40 - os 2 últimos com dedicação exclusiva) é um ponto fundamental que não pode ser deixado de lado pela lei do piso nacional, o estabelecimento de pisos para cada carga horária e uma forma mínima de valorização do tempo de serviço deve ser discutido entre os sindicatos, governos estaduais e o novo governo
. "


"
Blog Em Busca do Conhecimento:

Confirmou-se o 13! Por mais alto que um TUCANO voe, jamais alcançará uma ESTRELA.

Eleita a Primeira Presidenta do Brasil!
Brasil Dilma vez melhor (kkkk)...

Quero compartilhar minha alegria com o Blog do Euler e a todos e a todas que visitam ele sistematicamente. E também aqueles que pelo seu blog visitam também meu blog.

A esperança de ter melhores dias na educação mineira, particularmente na escola pública estadual se deve à combatente Dilma, pois podemos esperar uma presidenta que exija o cumprimento da Lei do Piso Nacional Profissional dos Professores. Além do que, ela mesma se prontificou a estender a lei criando modificações e aumento digno para os profissionais da educação!

Quero dizer também que a luta continua, principalmente porque o Aécio e sua trupe estará em breve colocando as asas do tucano pra um dia pensar em ser predidente. Basta nós não deixarmos isso acontecer.

Por fim queria perguntar o ilustre amigo Euler, se ele está sabendo de uma "lei" que os professores estaduais deverão empurar todos os alunos independentemente de seu rendimento. A notícia foi publicada no Super e por falta de tempo ainda não escrevi nada sobre o assunto.

A orientação é da Secretaria de Educação, mas ela nega tal medida e na minha escola alguns estudantes já até pensaram em parar de estudar pra provas, pois serão aprovados sem conhecimento.

Sebastião

http://blogembuscadoconhecimento.blogspot.com/

Abraços.
"


"
Rômulo:

Dilma Rousseff foi a escolhida de grande parte dos "de baixo" e também por uma parte considerável dos "de cima".

Ouvi uma vez de um camponês matuto: "Quem financia, manda! Ou pelo menos quer mandar! Eike Batista, Roger Agnelli, Famíla Safra, Família Setubal, Abílio Diniz e Benjamim Steinbruch (dono da CSN), entusiastas financiadores da Campanha Dilma-Temer.

O Finacial Times, reacionário até a medula, expressão do capital financeiro internacional, escreveu um editorial hiper reacionário onde camufladamente defendia o Vampirão. Mas no final do texto deixou claro que o imperialismo ficaria satisfeito com qualquer uma das duas opções colocadas.

Sem ilusões de classes, o protagonismo da luta pela transformação da realidade objetiva deve ficar a cargo da Classe Trabalhadora e seus históricos aliados.

Mas eu gostaria de sonhar, talvez passar por um iludido.
Seria possível Dilma Rousseff seguir o exemplo de José Mujica, também ex-guerrilheiro, eleito Presidente do Uruguai no ano passado, que mora em um casebre simples, vai trabalhar de ônibus e reduziu seu próprio salário para cerca de R$2.000 e o restante entrega para um fundo de moradia popular?

Mujica declara como o seu único bem um fusquinha 1974 enguiçado.

A ex-guerrilheira que fala em erradicar a miséria no Brasil erradicaria também os privilégios? Abriria mão das benesses do Estado Burguês?

Ah, esqueci! Ela será Chefe de Estado. Mandatária de uma Nação. O cargo que alcançou através da voz das urnas é merecedor de privilégios...

...se caso ela vier a aumentar sua coleção de bolsas da Luis Vutton e não faltar a nenhum jantar organizado por Dona Lily Marinho, serão meros DETALHES!
"


"
João Paulo Ferreira de Assis:

Prezado amigo Professor Euler:

Só agora pude retornar à Internet. Desde sábado o nosso Provedor deu falha, e ficamos o domingo inteiro sem acesso à Internet. Foi necessário acompanhar a cobertura das eleições na velha televisão, pela Bandeirantes. Vibrei muito com a vitória da Dilma, mas como não há alegria completa, fico sabendo hoje de manhã, que o ônibus que levou romeiros a Trindade, em Goiás (Santuário do Divino Pai Eterno) foi assaltado na viagem de volta às 3 horas da manhã. Cinco assaltantes fizeram uma limpeza. Primeiro levaram o ônibus para uma estrada vicinal. Era 9 horas da manhã quando minha mãe me telefonou avisando. Estavam em Luz-MG. Minha mãe vai chegar cerca de 21 horas.
"


"
Professor Paulo Miquéias - Blog da Geografia
:

Agora, podemos respirar aliviados, graças a Deus aquele Chupa cabras do Serra não ganhou. A oposição perdeu e perdeu feio. Eles já estão até se acusando, os tucanos de SP e MG, entraram em conflito e espero que eles se explodam. Até o Anastasia já mudou o discurso, agora quer negociar. Antes a arrogância estava impregnada em seus discursos. "

"
Anônimo:


Caro Euler,

O importante agora, é nos prepararmos para fortalecer o nosso sind ute-mg, mostrar a nossa força de militantes e verdadeiros educadores formadores de opinião - precisamos alcançar a nossa meta: o nosso piso, a nossa valorizaççao e principalmente a valorização do ensino público!!! - Mostramos ao Brasil a nossa força em Minas Gerais - e também observamos as falhas de bons nomes como o Pimental - que falhou na disputa da Prefeitura e a militância que não decolou com Hélio!!! A Beatriz que saiu com muita força do movimento, poderia organizar um união não só com o sind uteMG - mas liderar um movimento nacional juntamente com todos os sindicatos dos professores estaduais do Brasil em nome da Educação - Acho que a Marina foi verdadeira ao declarar que investiria mais de 6% do PIB na Educação - é isto ai vamos nos fortalecer cada vez mais - um Abraço!!! Lider Lener
"


"
Luciano História
:

Agora que terminaram as eleições devemos novamente discutir propostas que visam a valorização profissional e a melhoria do ensino.A carga horária absurda ao lado da baixa remuneração são problemas que estão associados, de nada adianta melhorar salário sem reduzir carga horária bem como reduzir a carga horária pagando pouco.Com a lei do subsídio, o salário de muitos professores vão melhorar , porém, um professor com 2 cargos vai trabalhar com 38 aulas com pouco tempo da planejar, com isso o ensino não deve melhorar.Já estou imaginando uma reportagem da VEJA mencionando que o aumento de salário dos professores em Minas não melhorou a educação mineira e que o problema não é o salário e sim o professor.A lei do piso além de estabelecer um valor mínimo para o salário tem que estabelecer uma jornada máxima de trabalho "

8 comentários:

  1. Euler

    A vitória de Dilma representa a vitória da liberdade de expressão, da expressão do povo, da expressão da mulher e da expressão da liberdade.

    A democracia só saiu vitoriosa hoje, graças à liberdade de expressão que o povo adquiriu com a Internet, sem a ação ativa dos blogs, a PIG e a extrema direita arcaica e reacionária, certamente sairiam vitoriosas com seus engodos.

    A tecnologia nos deu voz, nos deu espaço para desmascarar os artífices das trevas e do obscurantismo. Parabéns a todos os blogs, blogueiros e blogueiras que defenderam com unhas e dentes a democracia e a soberania popular, parabéns por terem sido trincheiras virtuais poderosas barrando o avanço dos cavalheiros do apocalipse: Veja, Folha, Globo e Estadão, consolidando assim o poder real da informação e da verdadeira democracia.

    A Luz venceu as Trevas.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Confirmou-se o 13! Por mais alto que um TUCANO voe, jamais alcançará uma ESTRELA.

    Eleita a Primeira Presidenta do Brasil!
    Brasil Dilma vez melhor (kkkk)...

    Quero compartilhar minha alegria com o Blog do Euler e a todos e a todas que visitam ele sistematicamente. E também aqueles que pelo seu blog visitam também meu blog.

    A esperança de ter melhores dias na educação mineira, particularmente na escola pública estadual se deve à combatente Dilma, pois podemos esperar uma presidenta que exija o cumprimento da Lei do Piso Nacional Profissional dos Professores. Além do que, ela mesma se prontificou a estender a lei criando modificações e aumento digno para os profissionais da educação!

    Quero dizer também que a luta continua, principalmente porque o Aécio e sua trupe estará em breve colocando as asas do tucano pra um dia pensar em ser predidente. Basta nós não deixarmos isso acontecer.

    Por fim queria perguntar o ilustre amigo Euler, se ele está sabendo de uma "lei" que os professores estaduais deverão empurar todos os alunos independentemente de seu rendimento. A notícia foi publicada no Super e por falta de tempo ainda não escrevi nada sobre o assunto.
    A orientação é da Secretaria de Educação, mas ela nega tal medida e na minha escola alguns estudantes já até pensaram em parar de estudar pra provas, pois serão aprovados sem conhecimento.

    Sebastião
    http://blogembuscadoconhecimento.blogspot.com/

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Com a vitória da Dilma acho que a uma reforma estrutural possível e mesmo assim em alguns pontos é realmente a educacional, a ampliação das escolas tecnicas, a valorização dos professores mediante melhores salários e com mais tempo para o planejamento são os pontos iniciais das cobranças dos educadores para o novo governo.Provavelmente até 20 de novembro deve ser formado o novo ministério, a mudança do ministro da educação seria uma boa.A padronização da carga horária nacional ou pelo menos a redução para 3 ( 20,30,40-os 2 últimos com dedicação exclusiva)é um ponto fundamental que não pode ser deixado de lado pela lei do piso nacional, o estabelecimento de pisos para cada carga horária e uma forma mínima de valorização do tempo de serviço deve ser discutido entre os sindicatos, governos estaduais e o novo governo.

    ResponderExcluir
  4. Fui ao comício da Dilma que teve aqui em Uberlândia, eles falaram muito em investimento na educação, ampliação das vagas universitárias, financiamentos para os cursos universitários, nos cursos técnicos, mas, faltou dizer na situação dos professores, sei que o Piso Nacional ainda não foi implementado, aqui em MG, dizem que vão pagar o Piso em 2011, mas tiraram direitos como biênios e quinquênios.
    Outra coisa é que o Piso é muito baixo pela carga horária (40 horas), o que não mudaria muito a nossa situação aqui em MG.
    O que o PT poderá fazer para melhorar o salário dos professores? E as condições de trabalho também, a luta é diária, pois, temos salas superlotadas, carga horária insuficiente, sem concurso público, na minha área mais de 5 anos.
    Quais as propostas do PT para os professores?

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. João Paulo Ferreira de Assis1 de novembro de 2010 17:51

    Prezado amigo Professor Euler:

    Só agora pude retornar à Internet. Desde sábado o nosso Provedor deu falha, e ficamos o domingo inteiro sem acesso à Internet. Foi necessário acompanhar a cobertura das eleições na velha televisão, pela Bandeirantes. Vibrei muito com a vitória da Dilma, mas como não há alegria completa, fico sabendo hoje de manhã, que o ônibus que levou romeiros a Trindade, em Goiás (Santuário do Divino Pai Eterno) foi assaltado na viagem de volta às 3 horas da manhã. Cinco assaltantes fizeram uma limpeza. Primeiro levaram o ônibus para uma estrada vicinal. Era 9 horas da manhã quando minha mãe me telefonou avisando. Estavam em Luz-MG. Minha mãe vai chegar cerca de 21 horas.

    ResponderExcluir
  6. Dilma Rousseff foi a escolhida de grande parte dos "de baixo" e também por uma parte considerável dos "de cima".

    Ouvi uma vez de um camponês matuto: "Quem financia, manda! Ou pelo menos quer mandar!
    Eike Batista, Roger Agnelli, Famíla Safra, Família Setubal, Abílio Diniz e Benjamim
    Steinbruch (dono da CSN), entusiastas financiadores da Campanha Dilma-Temer.

    O Finacial Times, reacionário até a medula, expressão do capital financeiro internacional, escreveu um editorial hiper reacionário onde camufladamente defendia o Vampirão. Mas no final do texto deixou claro que o imperialismo ficaria satisfeito com qualquer uma das duas opções colocadas.

    Sem ilusões de classes, o protagonismo da luta pela transformação da realidade objetiva deve ficar a cargo da Classe Trabalhadora e seus históricos aliados.

    Mas eu gostaria de sonhar, talvez passar por um iludido.
    Seria possível Dilma Rousseff seguir o exemplo de José Mujica, também ex-guerrilheiro, eleito Presidente do Uruguai no ano passado, que mora em um casebre simples, vai trabalhar de ônibus e reduziu seu próprio salário para cerca de R$2.000 e o restante entrega para um fundo de moradia popular?

    Mujica declara como o seu único bem um fusquinha 1974 enguiçado.

    A ex-guerrilheira que fala em erradicar a miséria no Brasil erradicaria também os privilégios? Abriria mão das benesses do Estado Burguês?

    Ah, esqueci! Ela será Chefe de Estado. Mandatária de uma Nação. O cargo que alcançou através da voz das urnas é merecedor de privilégios...

    ...se caso ela vier a aumentar sua coleção de bolsas da Luis Vutton e não faltar a nenhum jantar organizado por Dona Lily Marinho, serão meros DETALHES!

    ResponderExcluir
  7. Agora, podemos respirar aliviados, graças a Deus aquele Chupa cabras do Serra não ganhou. A oposição perdeu e perdeu feio. Eles já estão até se acusando, os tucanos de SP e MG, entraram em conflito e espero que eles se explodam. Até o Anastasia já mudou o discurso, agora quer negociar. Antes a arrogância estava impregnada em seus discursos.

    ResponderExcluir
  8. Agora que terminaram as eleições devemos novamente discutir propostas que visam a valorização profissional e a melhoria do ensino.A carga horária absurda ao lado da baixa remuneração são problemas que estão associados, de nada adianta melhorar salário sem reduzir carga horária bem como reduzir a carga horária pagando pouco.Com a lei do subsídio, o salário de muitos professores vão melhorar , porém, um professor com 2 cargos vai trabalhar com 38 aulas com pouco tempo da planejar, com isso o ensino não deve melhorar.Já estou imaginando uma reportagem da VEJA mencionando que o aumento de salário dos professores em Minas não melhorou a educação mineira e que o problema não é o salário e sim o professor.A lei do piso além de estabelecer um valor mínimo para o salário tem que estabelecer uma jornada máxima de trabalho

    ResponderExcluir