domingo, 29 de julho de 2012

STF pode julgar ação contra o governo... de Santa Catarina, claro. Minas Gerais é outro país.

STF pode julgar ação contra o governo... de Santa Catarina, claro. Minas Gerais é outro país.


É do conhecimento geral de todos e todas que a Constituição Federal brasileira não se aplica ao esta..., digo, país chamado Minas Gerais. Depois que teve início a dinastia do faraó e seu afilhado, o território mineiro passou a obececer uma legislação própria. Com a subserviência do judiciário e do Ministério Público mineiros - e com a blindagem de uma mídia mais que dócil - a dinastia do faraó destruiu a carreira dos profissionais da Educação. Confiscou gratificações como quinquênios, biênios e outras; burlou publicamente a Lei do Piso, transformando o vencimento dos professores em subsídio (salário total), em claro desrespeito ao mandamento legal, segundo o qual piso é vencimento básico, sobre o qual devem incidir as gratificações conquistadas ao longo da carreira. O governo reduziu os percentuais de promoção e progressão, e em seguida congelou estes mecanismos até 2015, quando o fim do planeta está previsto - já que tudo tem sido lançado para esta data, dos reajustes para os professores universitários, os da PM de Minas, passando pelo novo posicionamento dos educadores de Minas, após o confisco da carreira, tudo, tudo foi jogado para 2015.


Mas se em Minas tudo acontece segundo a vontade do faraó e seus seguidores, em outro país, conhecido pelo nome de Brasil, uma professora ingressou com uma Reclamação (RCL) 14224 (leiam a notícia aqui) contra o governo de Santa Catarina. Motivo: tal como acontece em Minas, o governo de lá também não paga o piso salarial, e não implantou o terço de tempo extraclasse previsto na Lei do Piso.


A Lei do Piso, para quem não sabe, é uma lei que se parece com aquelas estórias para boi dormir. Criada com toda pompa e circunstância, foi anunciada como o mecanismo para valorizar a carreira dos profissionais da Educação. Na prática produziu efeito inverso, já que a carreira dos educadores foi destruída na maioria dos estados. A tal lei (11.738/2008) não saiu do papel, apesar de ter sido aprovada pelo Congresso, sancionada pelo presidente da República, e considerada constitucional pelo STF. A Lei do Piso é uma prova cabal de que as leis e as instituições deste país estão desmoralizadas. Com raras exceções.


Enquanto isso, em ritmo de preparação para a Copa do Mundo, para as Olimpíadas de 2016, e esbanjando recursos para construções de obras faraônicas, o Brasil assiste ao melancólico final da carreira dos professores. Talvez em 2015 a maioria dos profissionais do Magistério já esteja aposentada, ou já tenha mudado de ofício. Mas também, para quê gastar dinheiro com a Educação pública de qualidade voltada majoritariamente para as crianças e adultos de famílias de baixa renda? Os pobres deste país - ou destes países, considerando que Minas não está subordinada às leis nacionais do Brasil - são pessoas - ou melhor, não são pessoas, são objetos - nascidas para servir aos de cima. De preferência em trabalhos braçais, semi-escravos. Por quê proporcionar Educação de qualidade para essa gente? É assim que pensa a elite dominante deste território, que sonega aos de baixo: Saúde pública decente, Educação de qualidade, moradia, transporte coletivo decente, etc.


Na cabeça do governo do faraó e seu afilhado, compartilhada com os governos de praticamente todo o Brasil, professor é sinônimo de gasto desnecessário, supérfluo. Para estes governantes, um salário mínimo está muito bem pago para que os educadores não exerçam a sua verdadeira função libertadora, formadora de cidadãos críticos, pensantes, capazes não apenas de construir o mundo de forma impensada, mas de refletir sobre os seus fazeres, e com isso, mudar o mundo.

Enquanto eles destroem os sonhos presentes de muitas gerações, assistem insensíveis à realidade de violência, criminalidade, banalização da vida humana, que essas políticas voltadas para os de cima engendram. Na lógica assassina desta elite imbecilizada, cada vez mais vamos precisar menos de professores, e mais de cadeias, de condomínios fechados, de carros blindados, de tropas de elite, para as elites. É este o presente de grego que as elites vêm urdindo dia a dia para a maioria pobre da população brasileira.


Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***

227 comentários:

  1. Já estou fazendo propaganda contra essa gestão de vagabundos. Não vou explicar no blog porque senão serão tomadas providências para boicotar essa ação. Mas está dando certo. Muitos pais estão começando a tomar conhecimento de como esta sendo prejudicada a educação de seus filhos.

    ResponderExcluir
  2. Olha só quem está defendendo Demóstenes kkkkkkkkkkkkkk!

    http://www.youtube.com/watch?v=NpMOy011uR4&feature=player_embedded

    ResponderExcluir
  3. Anastasia e sua insegurança.

    http://www.rogeriocorreia.com.br/noticia/anastasia-e-sua-inseguranca/

    ResponderExcluir
  4. A oposição tinha razão: prédio do Ipsemg não vai virar hotel

    REVOGADA A “DOAÇÃO” DE AÉCIO!

    Prédio do IPSEMG já não mais será alugado por 70 anos, para amigo de Aécio.

    O Movimento Minas Sem Censura felicita aos servidores e às servidoras do estado de Minas Gerais por mais essa vitória.

    O prédio do IPSEMG, localizado na Praça da Liberdade, em BH, vai ter outra destinação: será a sede da Escola de Design da Universidade Estadual de Minas Gerais.

    Ou seja, já não será mais “doado” por até 70 anos para o Grupo Fasano, conforme o estranho processo licitatório iniciado em 2009, concluído às pressas em 2010, e denunciado pelo Bloco Minas Sem Censura em 2011. Pelo negócio, o amigo de Aécio receberia um prédio em ótima localização, que não paga IPTU, desembolsando apenas 13 mil Reais/mês (e só começando a pagar após 30 meses da assinatura do contrato). Seria ali instalado um hotel de luxo, tendo em vista a Copa.

    Depois da denúncia do Minas Sem Censura, no MPE, no TCE, na blogosfera e na mídia comercial, o “negócio da China” começou a desandar. E agora foi desfeito formalmente pela direção do IPSEMG.

    A desculpa esfarrapada.

    A direção o Instituto alega que fez uma pesquisa junto aos organizadores da Copa do Mundo e foi informada de que não haveria mais a demanda por um hotel na cidade (sic). E por isso teria cancelado o negócio. E desde quando cabe à direção da entidade ficar fazendo cálculos sobre demandas de mercado nos serviços hoteleiros? Essa inversão de papéis já denuncia o conluio.

    Ou seja, tinha aumentado a oferta de vagas hoteleiras e a cessão do prédio da Praça da Liberdade, para o empreendimento, não seria mais necessária! Aumentadas as vagas? Onde? Como? Quando?

    Nada de extraordinário aconteceu em Belo Horizonte, para que se mudasse o diagnóstico anterior.

    A verdade não é bem essa. Além da denúncia do Minas Sem Censura, ficou evidente que o amigo de Aécio refez seus cálculos e, certamente, queria mais benesses. Com sucessivos adiamentos, sem qualquer grita do grupo empresarial, o negócio já estava se inviabilizando. E agora, fazem um gesto pirotécnico para anunciar o cancelamento da “doação”.

    Ou seja, as ilegalidades e imoralidades do negócio se somaram aos cálculos do sr. Fasano.

    Estamos de olho

    O amigo de Aécio agora alega que vai adotar medidas judiciais para garantir “seus direitos”. Ou é puro jogo de cena, ou o grupo Fasano e seus parceiros vão engatar uma ação judicial para faturar um troco, à custa dos bolsos dos servidores.

    De qualquer forma, os servidores e servidoras estaduais obtiveram uma vitória. Vamos acompanhar rigorosamente os desdobramentos dessa coisa nebulosa!

    Fonte: Movimento Minas Sem Censura

    http://www.rogeriocorreia.com.br/noticia/a-oposicao-tinha-razao-predio-do-ipsemg-nao-vai-virar-hotel/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o "meu" deputado, Rogério Correia-PT13-MG. Aprendam a votar, pessoal. O outro é Sávio Souza Cruz-PMDB/MG, como tenho dito todas as vezes que comparecemos nas assembléias da nossa categoria e por onde tenho oportunidade de falar. Política é importante demais por isso devemos votar em pessoas compromissadas com as causas sociais e não com favores pessoais. O bem tem que partir do coletivo para o individual. Obrigada, meus deputados Rogério CorreiaPT13-MG e Sávio Souza Cruz-PMDB/MG e todo o Bloco MINAS SEM CENSURA. Deus proteja sempre vocês.
      BLOCO MINAS SEM CENSURA - UM JEITO MODERNO DE FAZER POLÍTICA !

      Excluir
    2. Apoiadíssimo, Gracieusa. Precisamos de "HOMENS" comprometidos com o povo e não de narcisistas do psdB...TA.

      Excluir
  5. Eles vão se arrepender amargamente...
    Depois da carne podre e com silicone da merenda das crianças que eles compram das pereladas(amigos do aecin) que o ministerio publico não fez nada para puni- los.
    Depois da TAG, termo de ajustamento de gestão, em que o tjmg deixou o roubo rolar até dois mil e tanto.
    O envolvimento na morte da modelo no hotel no cento de BH e o mensalão do psdb, mineiro jamais. Mineiro é povo honesto.

    http://contextolivre.blogspot.com.br/2012/07/novas-pistas-ligam-modelo-morta-ao.html

    Eles estão sendo bombardeados, vão ruir a qualquer hora como castelo de papel. Estão fazendo com eles um jogo doloroso de gato e rato. Eles são os ratos e sabem que estão dançando na corda bamba em cima da ratoeira. A exemplo do aecin, o desembargador do tribunal de contas também foi pego na blitz da lei seca dirigindo bebado, coitadinho deles. Estão desesperados. Cabe a nós professores ajudar divulgando tudo sem dó nas redes sociais, no final das missas e por todo lado por onde andarmos. Eles vão aprender com quem brincaram. Eles vão parar de mamar nas tetas da República. A gente perde pouco. Quando a gente for aposentar o processo da aposentadoria vai para a Ouvidoria Geral do Estado que se encarregará de corrigir tudo que esses tucanalhas estão fazendo. Os ouvidores arrumam a vida dos professores todinha, são pessoas do mais alto calibre da honra e da moral, e o telefone de lá é: 08002839191. Eles mesmos abrem os processos contra o Estado e consertam nossa vida profissional. Para tal, devem cruzar todos os dados possíveis e imagináveis da nossa vida profissional: ARAIS, IMPOSTO DE RENDA, CONTAGEM DE TEMPO, QI, QF, PREVIDÊNCIA, PUBLICAÇÕES DO MINAS GERAIS, DAG(SAÚDE), ETC. Fiquem tranquilos que Deus não abandona gente honesta e trabalhadora jamais! Orem o Salmo 91.

    ResponderExcluir
  6. Não podemos esquecer jamais quem acabou com a nossa carreira: Anastasia, Aécio Neves e os 51 ladrões
    Os nomes dos deputados e seus partidos, inimigos da educação que votaram contra a emenda do piso salarial nacional e criou o suicídio,digo, subsídio (que segundo o dicionário é ajuda de custo, esmola) na Assembléia Legislativa de Minas Gerais.
    São eles:
    Alencar da Silveira Junior PDT
    Antônio Carlos Arantes PSC
    Antônio Genaro PSC
    Arlen Santiago PTB
    Célio Moreira PSDB
    Devilto Alves PTB
    Dilzon Melo PTB
    Dimas Fabiano PP
    Dinis Pinheiro PSDB
    Djalma Diniz PPS
    Domingos Sávio PSDB
    Doutor Rinaldo Valério PSL
    Doutor Ronaldo PDT
    Doutor Viana DEM
    Duarte Bechir PMN
    Elmiro Nascimento DEM
    Eros Biondini PTB
    Fabio Avelar PSC
    Gil Pereira PP
    Gustavo Correa DEM
    Inacio franco PV
    Jayro Lessa DEM
    João Leite PSDB
    José Henrique PMDB
    Lafayette de Andrada PSDB
    Leonardo Moreira PSDB
    Luiz Humberto Carneiro PSDB
    Marcus Pestana PSDB
    Mauri Torres PSDB
    Pinduca Ferreira PP
    Rômulo Veneroso PV
    Ruy Muniz DEM
    Sebastião Costa PPS
    Tenente Lúcio PDT
    Tiago Ulisses PV
    Walter Tosta PMN
    Zé Maia PSDB
    Alencar da Silveira Junior PDT
    Antônio Carlos Arantes PSC
    Antônio Genaro PSC
    Arlen Santiago PTB
    Célio Moreira PSDB
    Devilto Alves PTB
    Dilzon Melo PTB
    Dimas Fabiano PP
    Dinis Pinheiro PSDB
    Djalma Diniz PPS
    Domingos Sávio PSDB
    Doutor Rinaldo Valério PSL
    Doutor Ronaldo PDT
    Doutor Viana DEM
    Duarte Bechir PMN
    Elmiro Nascimento DEM
    Eros Biondini PTB
    Fabio Avelar PSC
    Gil Pereira PP
    Gustavo Correa DEM
    Inacio franco PV
    Jayro Lessa DEM
    João Leite PSDB
    José Henrique PMDB
    Lafayette de Andrada PSDB
    Leonardo Moreira PSDB
    Luiz Humberto Carneiro PSDB
    Marcus Pestana PSDB
    Mauri Torres PSDB
    Pinduca Ferreira PP
    Rômulo Viegas PSDB
    Rômulo Veneroso PV
    Ruy Muniz DEM
    Sebastião Costa PPS
    Tenente Lúcio PDT
    Tiago Ulisses PV
    Walter Tosta PMN
    Zé Maia PSDB
    Se faltar algum acrescentem por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o mais importante além de divulgar a lista dos 51 do grupo Ali Babá, é verificar nas próximas eleições para Deputado, se a anti-campanha deu certo, ou seja, se conseguimos ao menos a derrota de 50% deles !!

      Excluir
    2. Olha o TUCANODUTO mineiro!!!Será que pega uma CPI em MG? Que vergonha estes políticos de MG!
      Turma de TUCANATOS...

      Excluir
    3. DUILIO DE CASTRO - SETE LAGOAS-MG

      Excluir
    4. dalmo ribeiro partido do anastasia

      Excluir
    5. E mais;
      *GUSTAVO VALADARES
      *FABIANO TOLENTINO
      *NEIDER MOREIRA

      Excluir
  7. Oi Euler,
    Adorei sua fala!!!! A nossa realidade realmente é essa mesmo!!! Mas analisando um outro fato pensei: Mas graças a BH e aréa metropolitana desta que o afilhado está no poder. Porque em Minas quem resolve as eleições são estes dois lugares. Em Uberlândia por exemplo embora o prefeito atual seja o maior puxa-saco do governador, o afilhado e o faraó não foram os vencedores. Agora nas eleições para prefeito de BH que é o reduto do Faraó e afilhado seria a hora dos votantes de lá darem o troco. A gente sabe que às vezes vamos trocar 6 por meia dúzia, mas pelo menos começa-se o fim da Dinastia do Faraó. Porque se o candidato apoiado por eles vencer, em 2014 teremos novamente a Dinastia do Faraó reinando soberana. Fica aí meu apelo. Abraços,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os tuCANALHAS do psdBESTA do apocalipse colocam todos os diretores das escolas, porteiros, professores efetivados da lei 100, contratados, pipeiros, inspetores trabalhando para eles nas eleições. Assim fica facin pro aecin psdbebin. Vote no aecin que vai chover "pinga ne mim". Fiquem de olho que sempre usam a máquina do Estado e é facil provar. Em qualquer escola se verem carros com fotos de candidatos ou propagandas na mesa dos professores, filmem, fotografem e denunciem no TRE.

      Excluir
    2. Eu e meus familiares votaremos em PATRUS. Chega desta turma de "narcisos", MENTIROSOS, corruptos que posam de "bons moços", INCOMPETENTES que para governarem precisam VIGIAR e COMPRAR aqueles q. estão dispostos a se venderem. Nunca se viu em MG uma turma tão desastrada que tem o total "apoio" da mídia regiamente paga para não noticiar os podres e o MENSALÃO de MG. Nem mesmo Newton Cardoso, considerado um "tosco", tinha "ataques" de estrelismo e de DEUS como esta tchurma que desgoverna esta pobre MG. Patrus neles!!!

      Excluir
    3. Acrescente na Lista dos Destruidores da e Educação de Minas Gerais : Gustavo Valadares DEM.

      Excluir
    4. E mais Fabiano Tolentino e Neider Moreira.
      Divinópolis e região.

      Excluir
  8. Falou tudo Euler!

    ResponderExcluir
  9. Oi pessoal, já postei esse comentário, mas como ele ficou nas postagens mais antigas queria posta-lo novamente, porque acho que ele é uma orientação para muitos efetivados para não serem ludibriados, por esse governo.Colegas da lei 100, venho percebendo que vários colegas que passaram no concurso está na maior duvida o que fazer... Muitos se assumirem como efetivos para serem nomeados vão ter que mudar de escola , outros até mesmo de cidades porque moram em cidades pequenas com uma ou duas escolas que não tinha vagas então tiveram que fazer para outra cidade. Independente de mudar de escola ou até mesmo de cidade, a melhor opção é sempre ser concursado porque desta forma vocês estarão com os seus direitos garantidos, quando nomeados vocês terão uma pasta com toda documentação garantindo seus direitos. Agora na verdade na lei 100 nos disseram que temos os mesmo direito dos efetivados, mas documentação que comprove isso não temos nada, o que temos é apenas a palavra da secretária, se formos analisarmos não temos nada de concreto, sabemos também que a lei 100, foi considerada inconstitucional ou seja pode acabar a qualquer momento, na verdade não temos segurança nenhuma. No momento o interesse do governo em mante-la é bem claro, pois através dela ele pode estar vendo a possibilidade de ser reeleito, ou seja vou manter a lei enquanto estiver no poder, ao mudar de governastes ela pode acabar imediatamente, mas temos que pensar que ele também pode mudar os interesses, e ela pode acabar qualquer hora porque não tem uma lei que protege realmente para ela não acabar, e justamente o contrario sabemos que ela já foi considerada inconstitucional, e que os interesses do governo pode mudar de acordo com os interesses pessoais dele, que hora que a lei 100 não for conveniente para ele, o próprio pode acabar com ela e nós não temos como fazer nada, pois não temos documentos que nos garanta a estabilidade.Sabemos que no estado de São Paulo aconteceu está mesma situação e que no momento ela já acabou. Então mesmo que você tenha que mudar de cidade ainda acho que é a melhor opção. Quem tem a opção de ter um cargo garantido, não deve pensar duas vezes.
    Estou manifestando minha opinião, porque estou nesta situação, meu caso eu vou mudar de cidade.
    O que estou falando para vocês não é simplesmente minhas ideias, estava com duvidas também e cheguei a postar algumas perguntas no blog da Beatriz, mas não tive resposta, então resolvi a procurar um excelente advogado que está me orientado, baseado nas leis, recomendo quem tiver duvida ainda, faça o mesmo procure um advogado de sua confiança e que domine o assunto, colegas não vamos sermos enganados pelo governo, vamos buscar nossos direitos e garanti-los.
    Marcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a Lei 100 tem os mesmos direitos dos efetivos é simples, tome posse no cargo novo que é direito e peça remoção no cargo do da lei 100 para sua nova escola e/ou localidade, ou peça licença sem vencimento/para cuidar de interesses particulares até sair a remoção do cargo da lei 100. Vamos ver se é a mesma coisa, pois essas são apenas duas possibilidades dentre as inúmeras que um efetivo teria se fosse o caso. Esse governo ganhou a custa de ter mentido para vocês os 89 mil efetivados da lei 100 que foi julgada "flagrante de inconstitucionalidade" e dificilmente esse julgamento será revertido,e o governo continua passando mel na boca de vocês. O certo é que vocês tem direito nos dois cargos, ao menos por enquanto. Aproveitem, mas não votem em governo por causa disso não, ele criou a situação, ele que resolva ela. Foi ele que errou deixando vocês contratados por tanto tempo. Um concurso interno poderia ter resolvido a questão. Mas eles se julgam acima da lei. Ouvidoria Geral do Estado representa MINAS GERAIS e não anastasia ou aécio neves e muito menos a Governador algum. E o telefone de lá é: 08002839191 peçam a eles para resolver a lei 100 de vez e que o Estado idenize vocês.

      Excluir
    2. Por acaso,vocês pensam que só porque a pessoa foi efetivada,ele é burro e não sabe votar?Será porque que os inteligentes que são efetivos,não conseguiram reverter todas as derrotas para o anastasia?Caros professores,CRESÇAM,parem de discriminar os efetivados e designados.Afinal,nos momentos de greve,todos devemos lutar juntos.Efetivados e designados merecem ser respeitados.

      Excluir
    3. No momento temos que ficarmos cada vez mas unidos independente de sermos efetivos, efetivados, designados, precisamos lutarmos por nossa carreira, os cursos de licenciatura estão acabando ninguém quer ser professor, o risco não é de perdermos a estabilidade, mas de não existir pessoas para preencher as vagas. Vamos lutarmos por nossa carreira, o mundo só será melhor através da EDUCAÇÃO.
      UNIDOS VENCEREMOS!
      Carlos

      Excluir
    4. Você que colocou o número da ouvidoria, você não sabe algum site que agente pode ver como está o processo.E se tem como entrar em contato por e-mail.
      Houvi dizer que no estado de São Paulo aconteceu a mesma situação e que já foi resolvida mas não encontrei nada na internet falando sobre o assunto, se alguém souber como encontrar por favor coloque aqui no blog.

      Excluir
    5. Quando o STF publicar o transitado em julgado nós efetivos que retornamos ao VB vamos conseguir sim, retroativo e com juros e correção monetária. Aguarde e verá, tão claro como o sol nasce todos os dias. E pode tudo mundo enrrolar, mas um dia o STF vai ter que fazer isso. Eles não em saída. Digo que nós ja ganhamos e eles sabem muito bem disso. Tanto que estão protelando covardemente. Mas somos vencedores sim!

      Excluir
    6. Não tenho nada contra a ou b, estes são sofredores como nós.Só penso que eles é que têm que se aliar a nós e não ficarem eternamente achando que devem favores ao governo.Na minha escola nem os efetivados nem os designados entraram em greve.Quem traiu quem?

      Excluir
    7. Anônimo 29 de julho de 2012 19:37 "Ouvidoria Geral do Estado representa MINAS GERAIS e não anastasia ou aécio neves e muito menos a Governador algum."

      SERÁ MESMO ??

      ~Ouvidora-geral recebe Medalha Alferes Tiradentes~

      LEIA NA ÍNTEGRA:

      http://www.ouvidoriageral.mg.gov.br/noticias/819-ouvidora-geral-recebe-medalha-alferes-tiradentes

      SINISTRO...

      Excluir
    8. Colegas efetivados siga o conselho do nosso amigo pois eu fiz o concurso estou por uma vaga e vou entrar na justiça como muitos de meus amigos e segundo nossos advogados a lei está do nosso lado. Só quero o que é meu por direito. Preciso trabalhar tb.

      Excluir
  10. Leiam o meu romance e vcs verão que a crise é geral.

    ResponderExcluir
  11. No STF, também não tem um processo contra a lei 100/2007? Alguém sabe dizer o que aconteceu?
    Acho que esse processo não foi julgado porque está beneficiando o governo, porque ele está pagando muitos profissionais habilitados como se não tivesse habilitação, porque quando houve a lei a pessoa não tinha concluído ainda.

    ResponderExcluir
  12. Excelente blog, que apresenta abordagens sociais e politicas muito bem.
    wwwsabereducar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. veja como a petista dilma esta fazendo,tirando direitos de greve, esta agindo como os dos psdb, nao da mais pra confiar, e traicao das grandes.

    ResponderExcluir
  14. 1/3 da carga horaria não era para agosto? Agosto chegou, agora 1/3, eles esqueceram de falar que é para 2015,KKKKKKKKKKKK...

    ResponderExcluir
  15. Olá,pessoal da luta

    A resposta que estamos devendo a esta ditadura de minas,tem que ser agora,nas urnas,nao vamos eleger prefeitos e vereadores apoiados por essa gente que se diz governo e seus apoiadores ,os 51 vendidos da assembléia homologativa,afinal os eleitos de 2012 serão os cabos eleitorais de 2014,todo cuidado é pouco.

    PS.Alguém viu os out doors do SINDUTE?????Eu nao vi.

    Abraços,
    José Henrique.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Henrique eu vi sim... em viagem ao norte de Minas... vi um...fiquei feliz ao vê-lo... queria vivenciar mais esta sensaçao...rsrs

      Excluir
    2. São INVISÍVEIS.

      Excluir
    3. Em Contagem, Minas, também tem.

      Excluir
  16. O deputado Ivan Valente afirmou que o governo federal não pode pensar o Plano Nacional de Educação como um plano de um governo, já que é estratégico e para permanecer por mais de quatro anos. “Este é um plano de estado, de nação, não de um governo. Não são simplesmente metas, mas sim políticas correntes para a educação”.

    A declaração foi feita na audiência pública da Comissão Especial do PNE (Projeto de Lei 8035/2010), com a presença do ministro da Educação, Fernando Haddad, realizada na tarde de quarta-feira 15, na Câmara dos Deputados.

    Para o deputado um dos erros do governo para o PNE foi traçar metas sem ter um diagnóstico da educação brasileira, sem estabelecer prazo, nem financiamento. Ivan Valente defendeu a universalização da educação e expansão do ensino superior e criticou a privatização do setor em todos os níveis. “Recursos públicos devem ser dirigidos para a educação pública”, afirmou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isto foi dia 15 de que ano?O ministro da educação é Aloízio Mercadante. Fernando Haddad já era.

      Excluir
    2. Educação básica e superior, ensino especial, índices de qualidade e remuneração dos professores.

      De acordo com Ivan Valente, 0,2% é uma proposta muito tímida, que não corresponde ao passivo educacional. Segundo ele, 7% foi votado há dez anos e é possível e necessário destinar 10% do PIB para o setor. “É possível arrumar R$ 300 bilhões para educação. Pode ser por uma reforma tributária. Ou ainda, só de juros da dívida pública vai se pagar este ano R$ 635 bilhões. Mexe sim com a política econômica do país. Mas não podemos ser conformistas”, argumentou. “O Plano Nacional de Educação tem que dar conta dos desafios educacionais da nação brasileira”.

      Publicado quinta-feira, 16 junho, 2011

      Excluir
  17. Por favor, se votarmos contra quem Anastasia está apoiando já irá ficar mais fácil de livrarmos deles em 2014. Faça a sua parte, e confie em Deus para nos livrarmos deles para sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se esqueçam de que a presidenta tem se mostrado mais neoliberal do que qualquer Europeu ou Psdbista.Se não nos unirmos o mais rápido possível,estaremos ferrados.Vindo do anastasia,nada se cria,tudo se copia.Vejam os representantes do ditador fazendo reuniões de como se administrar,pelo Brasil afora.ELS.

      Excluir
    2. Aqui está sua resposta!

      Tucanos cogitam lançar irmã de Aécio Neves ao governo de Minas Gerais

      Sem um nome de peso para disputar a eleição ao governo de Minas Gerais em 2014, integrantes do PSDB já cogitam lançar Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves, para fazer frente a uma provável candidatura do ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento), que deve entrar no pleito pelo PT turbinado pela passagem pelo governo federal.

      Oficialmente, a maior parte dos tucanos diz que a eleição ainda está longe e que a questão não está em pauta. Nos bastidores, porém, o partido já se movimenta para tentar promover nomes para a disputa, já que o atual governador, Antonio Anastasia (PSDB), não pode ser reeleito.

      Uma das possibilidades seria a candidatura do vice, Alberto Pinto Coelho (PP), que tem participado de diversas solenidades representando o governo em Belo Horizonte e no interior do Estado. Mas a hipótese não é muito bem-vista por parte dos tucanos.

      — Queremos caminhar com o maior número de aliados possível, mas o candidato tem que ser do PSDB — defende um dos representantes da legenda na Assembleia Legislativa de Minas.

      Outro nome cogitado é o da secretária de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena.

      — A Renata é muito técnica, mas não tem experiência política — avalia o presidente do PSDB mineiro, o deputado Marcus Pestana.

      O argumento também seria válido para Andrea Neves, atual presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas). Mas, apesar de nunca ter passado pelo teste das urnas, Andrea tem experiência eleitoral. Foi a principal coordenadora das campanhas do irmão e é sua maior interlocutora no Estado.

      Andrea nega que as iniciativas tenham cunho eleitoral e afirma que não tem intenção de participar diretamente de uma disputa.

      — Nunca fui candidata nem tive vontade de disputar. Exige um temperamento que nunca tive — afirma.

      Por meio da assessoria de imprensa, Aécio reforçou:

      — O nome dela não vem sendo discutido para nenhum cargo eletivo.

      http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/politica/noticia/2012/01/tucanos-cogitam-lancar-irma-de-aecio-neves-ao-governo-de-minas-gerais-3639194.html

      Se essa bruxa ganhar estaremos totalmente perdidos! Vamos acabar com eles através da internet.

      Excluir
    3. Vamos aprender a derrubar essa corja de vagabundos na justiça. Eles atacam nossa classe porque não sabemos utilizar os recursos jurídicos para nos defendermos.

      Pedagoga de Manhuaçu vence ação contra Aécio Neves


      Uma decisão definitiva da Justiça e de ampla repercussão foi publicada nesta semana envolvendo uma pedagoga de Manhuaçu e o Governo do Estado de Minas, Aécio Neves. Por força de decisão do STJ em recurso em Mandado de Segurança, o Governador Aécio Neves foi obrigado a nomear em virtude de aprovação em concurso público da Secretaria de Educação a inspetora escolar Deise Carla de Oliveira para a S.R.E de Manhuaçu.

      A ação foi proposta pelo escritório de Advocacia Altair Campos & Associados, diretamente no Tribunal de Justiça de Belo Horizonte, por se tratar de ação contra ato ilegal de autoridade do Estado. Segundo os advogados responsáveis pela ação, a decisão demonstra que todas as contratações sem concurso para cargos públicos na região podem ser discutidas na Justiça. A decisão foi julgada no STJ pela ministra Laurita Vaz, que determinou imediata nomeação da concursada. A decisão já foi cumprida pelo Governador do Estado, Aécio Neves, tendo sido publicada no diário oficial no último dia 16/09.

      Para o advogado Ângelo da Costa Campos, a decisão demonstra que toda prefeitura ou órgão público que faz contratos administrativos para cargos em que realizou concurso esta agindo de forma irregular: “Neste caso a cliente havia sido aprovada em sétimo lugar para o concurso da educação, contudo, chamaram apenas os seis primeiros. Em seguida, passaram a contratar administrativamente. Ora, o contrato demonstra a existência de vaga e de necessidade. O mandado de segurança que movemos deixou claro que não se pode contratar quando existem concursados a serem nomeados”.

      A ação só foi decidida no STJ após todos os trâmites no Tribunal de Justiça do Estado que de início negou-se a conceder o mandado. Segundo o advogado que também acompanhou o caso, Altair Campos Júnior, o caso teve uma grande virada no STJ; “Em Minas havia claramente um espírito de proteção aos atos do governador do Estado. Quando fizemos à sustentação oral de. Deise junto à câmara especial do TJ apenas dois dos 27 desembargadores foram favoráveis a obrigar o governador a proceder a sua nomeação. Agora o STJ não deixou dúvidas: nomeação ou contratação sem concurso em vagas que existem de forma permanente junto às estruturas administrativas fere o direito. Isso vale para as prefeituras da região, e todos sabem que boa parte desta esta irregular”.

      Segundo os advogados, pessoas em igual situação devem procurar seus direitos com urgência, para fins de evitar a decadência de seus direitos.

      O caso esta tombado no TJ com o número 1.0000.00.344342-1/000 e no STJ como recurso em mandado de segurança número 17.857 (2004/0018450).

      Excluir
    4. O endereço da reportagem sobre Pedagoga de Manhuaçu vence ação contra Aécio Neves: http://www.manhuacu.com/artigo/ler/pedagoga_de_manhuacu_vence_acao_contra_aecio_neves

      Excluir
    5. Se tivermos sorte esses ratos imundos que estão no poder vão cair antes das eleições para Governador.
      Ação civil contra senador eleito Aécio Neves é ajuizada em promotoria

      Pedido foi feito por ato de improbidade administrativa contra ex-governador.
      No procedimento, é questionado o destino de R$ 3,5 bilhões.
      Do G1 MG

      A Promotoria de Justiça da Saúde entrou com uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o ex-governador de Minas Gerais e senador eleito Aécio Neves e a ex-contadora geral do estado, Maria da Conceição Barros. Na ação é questionado o destino de R$ 3,5 bilhões que teriam sido declarados na lei orçamentária como dinheiro repassado à Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) para investimentos em obras de saneamento básico.
      De acordo com a promotora Joseli Ramos Pontes, o repasse do dinheiro não foi comprovado. O governo de Minas informou que não afirmou em qualquer instância ter havido repasse de dinheiro do Tesouro Estadual para a copasa executar obras de saneamento. Informou também que os investimentos da empresa são realizados com recursos próprios.
      Ainda segundo o governo de Minas, as demonstrações financeiras da copasa são submetidas à aprovação de diferentes empresas de auditoria externa, além da comissão de valores mobiliários, não tendo sido apontada qualquer irregularidade.
      A assessoria de imprensa de Neves disse que ele não tem conhecimento do teor da ação e que o governo do estado já prestou os esclarecimentos necessários. O processo está na 5ª Vara da Fazenda Pública e agora cabe à Justiça decidir se aceita ou não a ação civil pública.

      Excluir
    6. Mais processos contra essa corja:

      MP processa Gov. Aécio Neves por prender ilegamente e humilhar quilombolas, favorecendo fazendeiros

      O texto acima não é um extraído de um romance de ficção do Século XIX. Faz parte da ação civil ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Fundação Cultural Palmares, pedindo que o Estado de Minas Gerais seja condenado a pagar indenização por danos morais coletivos em virtude de arbitrariedades cometidas pela Polícia Militar mineira contra três comunidades quilombolas: Povo Gorutubano, Brejo dos Crioulos e Lapinha.

      Em diversas operações da Polícia Militar, os integrantes das comunidades quilombolas foram, de forma ilegal, ameaçados, algemados e expostos a humilhações públicas. Houve caso em que até crianças de 4, 6 e 7 anos de idade foram detidas.

      Em duas oportunidades, os policiais, fortemente armados, agiram a pedido de fazendeiros, sem qualquer ordem judicial que os amparasse. Nessas ocasiões, as ações policiais aconteceram a pretexto de desocupar terras ocupadas pacificamente por famílias quilombolas.

      No primeiro caso, ocorrido em 2006 (sob o governo de Aécio Neves), 15 policiais, fortemente armados e sem mandado judicial, invadiram e destruíram acampamento montado por famílias gorutubanas, apreenderam suas ferramentas de trabalho, algemaram todos eles uns aos outros e conduziram-nos, presos - inclusive três crianças -, num percurso de 60 km, até o quartel da Polícia Militar da cidade de Porteirinha.

      Excluir
    7. Parte II


      Lá chegando, os quilombolas foram mantidos ilegalmente presos e algemados, de pé, na porta do quartel, em pleno centro da cidade, ficando ali expostos por mais de três horas, “qual escravos fujões recém-capturados pelo capitão-do-mato", narra a ação.

      Várias testemunhas contaram que, enquanto estavam ali, os fazendeiros que disputam terras com os quilombolas, passavam por eles a todo instante, fazendo escárnio, chacotas, proferindo palavras de ofensa e humilhação.

      Para o procurador da República, “o que mais choca nos relatos é que, em pleno século XXI, cidadãos brasileiros foram tratados de fato como escravos rebeldes. A única diferença é que as grossas correntes foram substituídas por algemas. Mas a exposição pública, a humilhação, o desrespeito à dignidade humana, estavam todos lá”.

      A prisão dos quilombolas não foi comunicada nem ao promotor de Justiça, nem ao juiz da cidade e eles só foram soltos após a chegada ao local do advogado da associação.

      Esse é apenas um dos casos, talvez o mais cruel, narrados na ação, embora os abusos cometidos contra as comunidades de Brejo dos Crioulos e Lapinha também sejam de mesma natureza e igualmente chocantes (veja ointeiro teor da ação, com a descrição completa dos fatos).

      Segundo os autores, os efeitos das operações militares, na verdade, não se restringem apenas às comunidades quilombolas diretamente ofendidas: “Esses efeitos espraiam-se, de maneira difusa, a todo o movimento quilombola, cujas comunidades ficam amedrontadas e temerosas de lutar por seus direitos, tendo em vista a violência das operações”.

      Sem generalizar a acusação para bons policiais que respeitam a cidadnia, o MPF expediu recomendação ao Comando-geral da PM para que instrua seus policiais a agirem dentro da legalidade (por exemplo, só ingressarem no interior dos territórios das comunidades munidos de mandado judicial) e sem qualquer abordagem de cunho coativo ou intimidatório.

      Para o procurador, “no ambiente democrático em que vivemos, essas atitudes policiais são absolutamente intoleráveis. A Polícia Militar não tem a prerrogativa de importunar os cidadãos, acusando-os sem prova e, pior,coagindo-os a prestar informações e ameaçando-os com represálias e retaliações, como aconteceu na operação realizada contra a Comunidade de Lapinha.

      O MPF lembra que é a própria Constituição que assegura às comunidades quilombolas o direito de propriedade definitiva das terras por eles ocupadas.

      A ação indenização coletiva no valor mínimo de R$ 4,5 milhões, e que seja revertida em favor das comunidades para o custeio das despesas dos respectivos processos de regularização fundiária.
      MPF/MG

      http://www.mndh.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=2570&Itemid=56

      Excluir
    8. Mais sujeira do PSDB para conhecimento de todos:

      Insegurança em Minas tem nome: estado mínimo de Aecio e Anastasia

      509, dos 853 municípios mineiros, estão sem delegados de polícia civil.

      · Alguns municípios sofrem com sobrecarga de trabalho por atender também às demandas de cidades vizinhas. Por exemplo, Governador Valadares, Varginha, Machado e Curvelo. Sem falar na região que mais sofre com essa carência, que é o norte do estado, onde em Bocaiúva, Salinas e Montes Claros há profissionais trabalhando até em jornadas duplas.

      · A situação também se agrava na divisa com a Bahia. Além da falta de delegado, muitas não contam nem mesmo com a figura do investigador de polícia. Policiais militares tentam manter a ordem com poucas condições de trabalho.
      “Enquanto não houver concurso público para a contratação de investigadores e delegados para a Polícia Civil, as cidades mineiras continuarão sendo presa fácil para ladrões de caixas eletrônicos por todo o estado, além dos ladrões que vêm do Rio de Janeiro e de São Paulo”, cobra o presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil, Sindpol, Denílson Martins. Martins afirmou que já fez várias solicitações para a realização de concurso público junto ao governo do Estado, só que, como contesta, “o número de vagas para delegado no concurso aberto em 2011 foi insigniificante, foram abertas apenas 144 vagas”.
      Já para o presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil de Minas Gerais, Sindepo, Edson Pereira, o governo está brincando com coisa séria. “Eles sabem a quantidade exata de cidades que estão desguarnecidas da autoridade do delegado de polícia, e mesmo assim, insistem em abrir um concurso público que não atende nem a um quarto da demanda hoje existente no estado”, criticou.
      Do minas sem censura

      http://aecionevesnao.blogspot.com.br/

      Excluir
    9. Toninho Andrada - candidato a prefeito de BarBACENA. Amiguinho de Aécio e Anastasia.
      Saibam votar!

      Excluir
    10. São vários processos que está na justiça, recomendo se tem gente querendo entrar na
      justiça contra a lei 100/2007, procure escritório de Advocacia Altair Campos & Associados, que são ótimos advogados, porque sabemos: "Agora o STJ não deixou dúvidas: nomeação ou contratação sem concurso em vagas que existem de forma permanente junto às estruturas administrativas fere o direito constitucional."

      Excluir
    11. Não é possível que o mineiro não se dê conta dos embustes, perversidade, hipocrisia e narcisismo desta turma de esquisitos q. se acham os "donos" de MG. É ridícula a blindagem da mídia mineira ( q. faz honrosamente parte do PIG ) em torno destes seres q. se julgam DEUSES. Estamos submetidos pela imprensa brasileira - PIG, a um verdadeiro crime de lesa-pátria pois apoiam com desenvoltura esta corja de políticos vagabundos e inimigos do povo. Vamos usar as redes sociais e denunciá-los à exaustão e, com o poder de nosso VOTO defenestrá-los do poder. Quem sabe, mandá-los para o quinto dos infernos? Poderão dar as mãos aos seus iguais...PATRUS neles!

      Excluir
  18. NA MINHA CIDADE ELES NEM CONSEGUIRAM CANDIDATOS,

    FERRO NOS INIMIGOS DA EDUCAÇÃO

    MAS AFINAL, ATÉ HOJE NINGUEM RESPONDEU...

    MAS ANASTASIA É DE ONDE MESMO? NÃO TEM JEITO DE MINEIRO NÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio Augusto Junho Anastasia nasceu em Belo Horizonte, em 1961. É filho de Dante Anastasia e Ilka Junho Anastasia. Graduado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, em 1983, Anastasia recebeu o Prêmio Barão do Rio Branco de melhor aluno de sua turma. Também na UFMG, obteve o título de Mestre em Direito Administrativo, defendendo dissertação sobre o Regime Jurídico Único, que versava sobre os servidores públicos, na Administração Pública.

      Proveniente de uma família de servidores públicos – a mãe é professora aposentada, a avó materna foi professora, o avô materno foi fiscal de Rendas do Estado e as irmãs são, como ele, professoras universitárias – Antonio Augusto dedicou-se desde cedo ao serviço público.

      DÁ PRA ACREDITAR NISSO ? E ACABOU COM OS PROFESSORES DE MINAS GERAIS. CAMARADA MAIS RIDICULO NÃO TEM IGUAL. SÓ NERO QUANDO COLOCOU FOGO EM ROMA.

      Excluir
    2. Põe o nome dele e do Aécio na boca do sapo e costura. Coitadinho do sapo, que triste duplo fim.

      Excluir
    3. Não se pode dar poder a NARCISO. Dá nisto! O rei pensa e decide para a escravaria composta de mais de 300.000 professores. Quem votou nesta peça? Em outubro podemos dar o troco.

      Excluir
  19. Eu quero ver que governo que terá a coragem de acabar com a lei 100 depois de 5 anos.

    isso já esta fundamentado

    Nem prestei esse concurso por causa da lei 100, e não me arrependi, pois a prova foi uma vergonha, não provou capacidade nenhuma, foi uma prova de matemática que eu teria vergonha de aplicar aos meus alunos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que devemos ficarmos atentos, porque estão falando para a gente que temos direito, mas na verdade e como aquela colega Marcia falou não temos nada que nos dê garantia nenhuma, só a palavra deles contra a constituinte.
      Concordo com você, também sou professora de Matemática, a prova foi uma vergonha, sou efetivada em um e efetiva no outro, passei na prova de 2004 e a diferença foi enorme, mas acho que é mas um motivo para termos muito cuidado,porque eles trata os professores como incapazes por isso fizeram uma prova para todo mundo passa, para resolver a situação, só acho que não pensou na possibilidade de algumas pessoas não realizar a prova.
      Mas também acho que temos amparo legal vou ligar naquele número que outo colega falou, da ouvidoria,porque já conversei com um advogado e ele também me disse que legalmente a lei 100 não garante estabilidade, ou seja não temos os mesmos direitos dos efetivos. Vou ligar lá e depois vou postar aqui no blog o que me passarem, para estarmos preparados para qualquer situação que venha nos surpreender.
      Acho que você deveria ligar também e ver o que eles vão falar para você porque sua situação é diferente, porque você não realizou o concurso.

      Excluir
    2. Não será governo quem vai acabar e sim a Constituição Federal, como acabou em São Paulo com muito mais tempo. Pergunte a qualquer advogado o que significa inconstitucional.

      Excluir
    3. A situação dos efetivados que não passaram no concurso é muito delicada, porque aqui na minha cidade tem várias pessoas que passaram no concurso, que se não houver vagas para elas vão entrar na justiça e sabemos que vão ganhar, porque passaram no concurso e as vagas estão ocupadas por pessoas que não são concursadas.
      Com certeza o Anastasia sabia que isso ia acontecer, o que ele queria era jogar uns contra os outros, só que ele não pensou que com certeza esse problema vai respingar nele.

      Excluir
    4. Já vi vários comentários sobre o que aconteceu em São Paulo, mas não encontrei nada oficial, alguém sabe me dizer em que site eu posso encontrar.

      Excluir
  20. "DAQUILO CASTRADO", manda mais em Minas Gerais que o anestesia.

    ResponderExcluir
  21. Professor Euler,

    Parabéns pelos dois milhões de acessos à este blog.

    Blog de utilidade pública para os professores de Minas Gerais.

    Parabéns pelas oportunidades de expressão.

    A LUTA CONTINUA, NÃO VAMOS DESISTIR NUNCA.

    ResponderExcluir
  22. A podridão está minando em MG.

    Aécio Neves nomeou prima de Carlinhos Cachoeira

    Antes mesmo de ser instalada, o que deve ocorrer hoje, A Comissão Parlamentar de Inquérito Mista (CPMI) do Congresso Nacional que vai investigar o mundo criminoso em que vivia Carlinhos Cachoeira já atinge uma temperatura máxima.

    Vejam o que descobriu o repórter Fausto Macedo, do jornal O Estado de S.Paulo:

    Escutas telefônicas da Polícia Federal revelam que o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) intercedeu diretamente junto a seu colega, Aécio Neves (PSDB-MG), e arrumou emprego comissionado para uma prima do empresário do jogo de azar Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Mônica Beatriz Silva Vieira, a prima do bicheiro, assumiu em 25 de maio de 2011 o cargo de Diretora Regional da Secretaria de Estado de Assistência Social em Uberaba.

    Do pedido de Cachoeira a Demóstenes, até a nomeação de Mônica, bastaram apenas 12 dias e 7 telefonemas. Aécio confirma o empenho para atender solicitação de Demóstenes, mas alega desconhecer interesse de Cachoeira na indicação.

    São citados nos grampos Marcos Montes (PSD), ex-prefeito de Uberaba, e Danilo de Castro, principal articulador político de Aécio em seu Estado e secretário de Governo da gestão Antonio Anastasia (PSDB), governador de Minas. Eles negam envolvimento na trama.

    A PF monitorou Cachoeira, a prima e Demóstenes no bojo da Operação Monte Carlo, que desmantelou alentado esquema da contravenção, fez ruir a aura de paladino do senador goiano e expôs métodos supostamente ilícitos da Delta Construções para atingir a supremacia em sua área de ação.

    Aécio não caiu no grampo porque não é alvo da investigação. Mas ele é mencionado por Demóstenes e Cachoeira. O contraventor chama Demóstenes de ‘doutor’ e o senador lhe confere o título de ‘professor’.

    O grampo que mostra a ascensão profissional da prima de Cachoeira está sob guarda do Supremo Tribunal Federal (STF), nos autos que tratam exclusivamente do conluio de Demóstenes com o bicheiro.

    Em 13 de maio de 2011, Aécio é citado pela primeira vez. Cachoeira pede a Demóstenes para “não esquecer” do pedido. “É importantíssimo prá mim. Você consegue por ela lá com Aécio... em Uberaba, pô, a mãe dela morreu. É irmã da minha mãe.”

    Demóstenes responde. “Tranquilo. Deixa eu só ligar pro rapaz lá. Deixa eu ligar prá ele.”

    A PF avalia que o caso pode caracterizar tráfico de influência. “Seguem ligações telefônicas, divididas por investigado, em ordem cronológica, que contém indícios de possível cometimento de infração penal por parte de seus interlocutores ou pessoas referidas.”

    Na síntese que faz da ligação de Cachoeira para Mônica, a 26 de maio – contato durou 3 minutos e 47 segundos –, a PF assinala. “Falam sobre a nomeação de Mônica para a SEDESE/MG, conseguida por Cachoeira junto ao senador Aécio Neves por intermédio do senador Demóstenes Torres e de Danilo de Castro.”

    ResponderExcluir
  23. Aécio admite que indicou prima de Cachoeira a cargo em MG

    O senador Aécio Neves (PSDB-MG) admitiu nesta terça-feira que indicou, a pedido do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), uma prima do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, para ocupar um cargo no governo de Minas Gerais em 2011. Reportagem do jornal O Estado de S.Paulo aponta que Demóstenes intercedeu junto a Aécio para que Mônica Beatriz Silva Vieira assumisse o cargo de diretora regional da Secretaria de Estado de Assistência Social em Uberaba.
    Em nota, Aécio afirma que desconhecia o parentesco de Mônica com o bicheiro e a origem do pedido feito por Demóstenes, então líder do DEM no Senado, "sobre o qual à época não recaía qualquer tipo de questionamento". Ainda de acordo com o senador, a solicitação de Demóstenes foi encaminhada para avaliação da Secretaria de Estado de Governo de Minas Gerais, a quem cabe a análise de demandas partidárias.
    De acordo com Aécio, a secretaria informou que o currículo da prima de Cachoeira preenchia a qualificação para o cargo, já que ela havia sido diplomada em cursos de graduação e pós-graduação em pedagogia e tinha experiência profissional como coordenadora dos programas federais Pró-Jovem e Escola de Fábrica, além de ter sido professora da Universidade de Uberaba.
    Segundo a reportagem, escutas telefônicas da Polícia Federal (PF) mostram que, do pedido de Cachoeira a Demóstenes até a nomeação de Mônica, bastaram apenas 12 dias e sete telefonemas. São citados nos telefonemas Marcos Montes (PSD), ex-prefeito de Uberaba, e Danilo de Castro, principal articulador político de Aécio em Minas Gerais e secretário de Governo da gestão de Antonio Anastasia (PSDB), atual governador do Estado. Aécio não aparece nas gravações porque não é alvo da investigação, mas é mencionado por Demóstenes e Cachoeira.
    Carlinhos Cachoeira
    Acusado de comandar a exploração do jogo ilegal em Goiás, Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, foi preso na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, em 29 de fevereiro de 2012, oito anos após a divulgação de um vídeo em que Waldomiro Diniz, assessor do então ministro da Casa Civil, José Dirceu, lhe pedia propina. O escândalo culminou na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos e na revelação do suposto esquema de pagamento de parlamentares que ficou conhecido como mensalão.
    Escutas telefônicas realizadas durante a investigação da PF apontaram contatos entre Cachoeira e o senador democrata Demóstenes Torres (GO). Ele reagiu dizendo que a violação do seu sigilo telefônico não havia obedecido a critérios legais.

    ResponderExcluir
  24. Parte II


    Nos dias seguintes, reportagens dos jornais Folha de S.Paulo e O Globo afirmaram, respectivamente, que o grupo de Cachoeira forneceu telefones antigrampos para políticos, entre eles Demóstenes, e que o senador pediu ao empresário que lhe emprestasse R$ 3 mil em despesas com táxi-aéreo. Na conversa, o democrata ainda vazou informações sobre reuniões reservadas que manteve com representantes dos três Poderes.
    Pressionado, Demóstenes pediu afastamento da liderança do DEM no Senado em 27 de março. No dia seguinte, o Psol representou contra o parlamentar no Conselho de Ética e, um dia depois, em 29 de março, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski autorizou a quebra de seu sigilo bancário.
    O presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), anunciou em 2 de abril que o partido havia decidido abrir um processo que poderia resultar na expulsão de Demóstenes, que, no dia seguinte, pediu a desfiliação da legenda, encerrando a investigação interna. Mas as denúncias só aumentaram e começaram a atingir ouros políticos, agentes públicos e empresas.
    Após a publicação de suspeitas de que a construtora Delta, maior recebedora de recursos do governo federal nos últimos três anos, faça parte do esquema de Cachoeira, a empresa anunciou a demissão de um funcionário e uma auditoria. O vazamento das conversas apontam encontros de Cachoeira também com os governadores Agnelo Queiroz (PT), do Distrito Federal, e Marconi Perillo (PSDB), de Goiás. Em 19 de abril, o Congresso criou a CPI mista do Cachoeira.

    http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5737700-EI7896,00-Aecio+admite+que+indicou+prima+de+Cachoeira+a+cargo+em+MG.html

    ResponderExcluir
  25. Nossa missão agora não é somente obter o piso salarial. Devemos também destruir o psdp (partido dos safados, demoníacos e pilantras)tanto no estado de Minas como a nível nacional.

    ResponderExcluir
  26. Bom dia pessoal.
    Fiquemos atentos aos candidatos a prefeito e vereadores de nossas cidades e faremos um pacto de união.Professores, não votem em candidatos apoiados por Aécio e Anastasia.Tem que ser impactante este resultado p provar q não somos idiotas neste estado sem lei.Nossos salários são divulgados pela midia com valores até maior que o real;Porém procurem no portal da transparência;MINAS e MS são os únicos estados que não divulgam nenhum salário de LEGISLATIVO,EXECUTIVO e JUDICIÁRIO .Para estes não existe responsabilidade fiscal ,os mesmos são donos de reajustar seus salários e qdo querem fazer algo mais errado ainda,aprovam qdo o congresso está vazio.Isso com os próprios salários.Para os professores não tem verba,para a saúde a mesma coisa.Para a corrupção é daí e dos eventos sociais que saem.Agora é hora de obras iniciadas e inacabadas.Passa eleição ADEUS...ATENTOS CIDADÃOS.
    ABRAÇOS PROF VALE DO AÇO MG

    ResponderExcluir
  27. Muito bem! Precisamos derrotar esses tiranos.8anos deAecio mais 4 de Anastasia bastam. Nos meus 51 anos orruptosde vida nunca havia presenciado tamanha corrupçao, nunca houve tanta compra de voto manobras politicas sujas tamanha desonestidade! Nunca votei e jamais votarei nessa corja. Fora Aecio, Anastasi ,cMarcio larceda e toda a cupula desses bando de corruptos!!!

    ResponderExcluir
  28. VOTEM CONTRA AÉCIO/ANASTASIA.



    ELES ACABARAM COM A CARREIRA DOS PROFESSORES.

    ResponderExcluir
  29. PROFESSORA MG
    Bom dia,
    Leiam a folha de São paulo 30/07/2012 sobre a questão da transparência.Todos os estados são obrigados por lei divulgar o salário do legislativo,executivo e judiciário.Porém MG , PS ,PA são os únicos que não divulgam nada de nenhum dos três seguimentos. A mídia é comprada e a corrupção impera.PROFESSORES Votemos contra os candidatos deles já .ABRAÇOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minas, como disse o professor Euler, é outro país.

      Excluir
    2. Se divulgar vai adiantar alguma coisa? Vai nos fazer mais raiva.

      Excluir
    3. ? Aqui também tem transparência, gente!!

      http://www.transparencia.mg.gov.br/

      No "Portal da Transparência" você pode ser um fiscal dos recursos públicos... uhuuuuu

      Excluir
  30. Hoje houvi em uma escola,não é a minha, que a diretora fará uma reunião com os funcionários sobre 1/3 da carga horaria. Alguém está sabendo alguma coisa sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  31. Não se esqueçam que um dos traidores da educação é o deputado Bosco não consta na lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rosangela Reis traidora da educação, hoje candidata a prefeita em Ipatinga;diga não a cordeirinha do Anastacia.

      Excluir
  32. Vamos derrotar este PSDB em BH conseguindo o maior numero de votos para Patrus. A máquina do Governo de Minas vai ser usada sem limites para eleger Lacerda e fortalecer Aécio e sua turma. Temos que dar esta resposta nas urnas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos derrotar o PSDB em toda Minas Gerais não votando em nenhum partido coligado a ele, especialmete o PSB partido do MARES GUIA aquele que foi secretário da educação no governo do aecin e que instituiu o famoso e odiado "ciclo básico da educação" onde se o aluno aprender passa e se não aprender passa também, decretando o fim da educação de MG quando ela era o modelo de educação do Brasil para que os professores ficassem calados ele os amordaçou com as famosas "avaliações de desempenho" onde o professor tem que ser capacho de todos na escola para obter boas notas e só os amigos do diretor tira total. O Mares Guia-PSB é dono do colégio PITÁGORAS, amigão e braço do ex desgoverdor Aécio Neves-PSDB que se "culiou" com Anastasia e 51 deputados para acabar com os professores de Minas Gerais. Lembrem- se PSB é filial de PSDB.

      Excluir
  33. Ouvidoria Educacional é um canal de comunicação entre o cidadão e o Governo e tem a finalidade de receber e encaminhar denúncias, reclamações, elogios e sugestões relativas ao serviço público de educação, que não esteja sendo prestado satisfatoriamente por órgão ou entidade pública ou por seus delegatários; acompanhar a tramitação e a análise das demandas recebidas e transmitir as soluções dadas ao interessado ou a seu representante legal.

    Deve ainda realizar vistorias em órgão ou entidade pública, ou em seus delegatários, quando houver indício de ilegalidade na prestação dos serviços. Propor medidas para sanear as irregularidades comprovadas e sugerir o aprimoramento da organização e das atividades de órgão ou entidade pública, ou de seus delegatários, também são medidas que devem ser tomadas pela Ouvidoria da Educação.

    A Ouvidoria Educacional recebe as manifestações dos cidadãos pelo telefone 0800 283 9191, pela internet www.ouvidoriageral.mg.gov.br ou pelo fax 0 (XX31) 3915-8145. O cidadão também pode enviar carta ou procurar a OGE no 12º andar do Prédio Gerais, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves – Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n, bairro Serra Verde. Esses serviços funcionam de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

    O atendimento nas 30 Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) espalhadas por todo o Estado é das 7 às 19 horas, de segunda a sexta-feira, e aos sábados, das 8 às 14 horas. Na UAI da Praça Sete, em Belo Horizonte, poderá ser agendada reunião com os ouvidores especializados, no horário das 9 às 12 horas e das 13 às 17 horas, de segunda a sexta-feira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RELATÓRIOS ESTATÍSTICOS DA OGE:

      http://www.ouvidoriageral.mg.gov.br/noticias/868-oge-divulga-relatorio-estatistico-semestral

      RELATÓRIOS PARA DOWNLOAD:

      http://www.ouvidoriageral.mg.gov.br/estatisticas/relatorios

      Excluir
    2. Meu Deus, quem é que acredita em Ouvidoria?

      Toda e qualquer denúncia se for contra

      diretor, professor,funcionário e ou escola,

      que faz a apuração é o inspetor. Essa figura

      chega na escola e irá conversar exatamente

      com quem que não quer que nada seja apurado,

      o diretor.

      Junto diretor e inspetor farão um relatório

      que será entregue cópia ao denunciante e

      nada acontecerá.Fica tudo do mesmo jeito.

      Durante esses anos que estou no estado nunca

      vi ninguém ser punido devido alguma

      denúncia.

      Excluir
    3. "Anônimo 31 de julho de 2012 16:40"

      assino embaixo. KKKKKKKK

      Excluir
  34. Vários estados brasileiros adotaram a manobra de efetivar servidores sem concurso. Gostaria de saber informações sobre os estados onde esta lei foi derrubada? Sou efetivado e não confio nesta lei, acho que ela pode cair a qualquer momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ESTA CERTO EM NÃO CONFIAR!
      JA FOI JULGADA INCONSTITUCIONAL! VOCE TEM DIREITOS E DEVE EXIGI-LOS NA JUSTIÇA!

      Excluir
    2. Que é do meu conhecimento os estados que

      utilizaram essa manobra foram: MG e SP.

      SP já foi julgado e a lei foi revogada. MG

      ainda esta aguardando decisão do STF.

      Excluir
    3. Já postei essa pergunta uma vez mais ninguém soube me responder. Em São Paulo disseram que essa manobra não existe mais, o STF já decidiu? Onde podemos encontrar estas respostas. Onde encontro que em São Paulo já foi resolvido, se o STF já decidiu lá, porque não decide também em M.G. São varias pessoas que vai ter que tomar decisões no inicio do ano quando começar as nomeações o certo era o STF resolver, porque o que ele decidir pronto, não vamos ficar com essa ameaça que a lei 100 pode acabar ou não.
      Por favor Euler você que é uma pessoa muito bem informado não tem como você ver está situação para nós, o que tem realmente de concreto e o que é especulações. Como você mesmo disse temos e que estarmos unidos efetivos, efetivados e contratados. Estou pedindo ajuda até por um problema pessoal, não sei o que faço já tenho um cargo efetivo e outro efetivado, passei no concurso mas não muito bem classificado, não sei se exonero,já percebi aqui no seu blog que o número de pessoas com problema igual o meu é muito grande. O certo seria o STF decidir que resolveria a situação.

      Excluir
    4. Que eu saiba essa "manobra de trem da alegria para reeleição" foi feita em todos os estados dominados pela facção psdbESTA DO APOCALIPSE.

      Excluir
  35. Colega Prof. de Matemática,
    Aconselho o que nossa colega anteriormente orientou sobre a Lei 100. Melhor procurar um advogado. Não existe nada fundamentada em cima do que não é constitucional. O que tem maior valor? A constituição ou a Lei 100? Sugiro que vc procure um advogado. Seria mais indicado.

    ResponderExcluir
  36. A lei 100 é um mistério...coisa de outro mundo,o lá de baixo.Ela deixa mudo,surdo e cego toda e qualquer pessoa...Uma lei que foge da lei...Onde trabalho existe alguém que foi efetivada no cargo de eventual,e portanto até hoje não faz nada,continua eventual para levar alunos para a quadra,apenas.E lógico,ela adora o cargo,nem se preocupou em fazer concurso...

    ResponderExcluir
  37. TRE-SP desaprova contas do PT, PSDB e PSB
    Agência Estado| Agência Estado – 2 horas 22 minutos atrás
    O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) desaprovou na sexta-feira a prestação de contas dos diretórios estaduais do PT, PSDB e PSB. O tribunal determinou também a suspensão de repasses de cotas do fundo partidário ao PT e PSDB por um mês e para o PSB pelo prazo de um ano. Todas as votações foram unânimes, mas cabe recurso das decisões ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
    No caso do PT, foi reprovada a prestação de contas referentes a 2007. Entre as irregularidades, o tribunal alegou, de acordo com nota de sua assessoria de imprensa, que faltou a "comprovação adequada de contribuição de filiados" e "a comprovação de transferências recebidas de órgãos municipais". Pela decisão, o PT terá de ressarcir o fundo em R$ 122.118,27, referentes a recursos de origem não identificada.

    Já o PSDB teve as contas anuais de 2008 reprovadas por "falta de documentação para comprovar receitas" e "irregularidades na aplicação do fundo partidário". O partido terá de recolher R$ 811.530,67 ao fundo partidário referentes a recursos de origem não identificada e ressarcir R$ 1.322,65 ao erário.

    O PSB teve suas contas de 2008 desaprovadas por falta de documentos e extratos bancários, não comprovação de despesas e receitas, entre outros. O partido terá de devolver R$ 747.572,16 relativos a "recursos de origem não identificada" e vai recolher outros R$ 714.020,63 por "aplicação irregular do fundo".

    EM MINAS GERAIS O ROUBO É MAIOR É SO VER O CONTRA CHEQUE DOS PROFESSORES!

    ResponderExcluir
  38. ...você já percebeu que quando a educação muda o País também muda?...que os programas de televisão não transmite mais a cultura e a cidadania do País,a não ser receitas gostosas, enquanto o pobre assentado numa cadeira de frente a ela, degusta um prato de arroz com feijão e logo em seguida, entristece em comparação sua situação e a situação do País? Que maldade! A educação muda, o País muda também. O FANTÁSTICO não tem mais ações fantásticas como faziam antigamente. O programa entrava na nossa casa, sem pedir licença com aplausos de todos; hoje mudou porque a educação também mudou. Aqueles que hoje mudam as leis, que foram criadas com seriedade, tempos atrás, visando direitos e um passo adiante do progresso do País, estão sepultando a verdadeira educação que os magistrados pensaram para o nosso País um dia. Tanta verdade a educação está mudando, que os responsáveis hoje pelas leis, tudo indica, que participaram do ensino que hoje se encontra...precário, desvalorizado(como se fosse uma carta fora do baralho). "A maior riqueza que um pai pode deixar p o filho é a educação, pois nunca acaba, fica para sempre...então, a maior riqueza q um País pode ter, são escolas de qualidade, uma educação digna que resulta em povo civilizado,,aí sim podemos dizer que o país conquistou o seu progresso; caso contrário, a violência continuará a contaminar o País, a começar do topo. Aonde vamos chegar Brasil? A melhor mudança, a melhor saída está aí. EDUCA BRASIL!

    ResponderExcluir
  39. QUE PERCA DE TEMPO,
    ESTA PREOCUPÇÃO COM A LEI 100, O GOVERNO QUE RESOLVA ISTO. A CLASSE TEM MAIS E QUE SE UNIR.QUANTOS JA PASSARAM EM CONCURSOS QUE AS VAGAS NAO FORAM DIVULGADAS, ANTES ERA ESTA A SITUAÇÃO. SIGA O EX, TRABALHADORES SE UNEM .KAL MARX
    NO PORTAL DO SERVIDOR LEI CONTRA ASSÉDIO MORAL,LEIAM...

    ResponderExcluir
  40. PSDB: Pior Salário Do Brasil.
    Quanto a LEI 100, NÃO SE PREOCUPEM . JÁ TEVE MUITA APOSENTADORIA PUBLICADA!
    NÃO ME IMPORTA SE É DESIGNADO , EFETIVADO A CLASSE É UMA SÓ!
    VAMOS NOS UNIR!
    JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!
    PSDB NUNCA MAIS!
    Professor com salário de 900 reais é duro de engolir. Enquanto isso Tiririca ganha muito dinheiro para não fazer nada......só palhaçada.

    ResponderExcluir
  41. ESPERO QUE TODOS OS PROFESSORES DAS MINAS GERAIS SAIBAM FAZER UMA CAMPANHA CONTRA O PSDB,NESSAS ELEIÇÕES.EM TODAS AS REGIÕES DAS NOSSAS MINAS, VAMOS TODOS CONTRA O PSDB, MOSTRANDO AOS NOSSOS IRMÃOS,VIZINHOS,AMIGOS,AFILHADOS,ALUNOS MO PORQUE DE NÃO VOTAR NESSE PSDB.

    ResponderExcluir
  42. Caros clegas professores,uma atitude sábia vem acompanhada de muita inteligencia.Por issose você der o primeiro passo já é uma ótima atitude . E o primeiro passo é não votar em candidato apoiado pela cúpula Aécio/Anástacia.Não se preocupe pois um pequeno vazamento eventualmente afunda um grande navio. Pense nisso!...

    ResponderExcluir
  43. Euler,

    Recebi este email e me assustei. Gostaria que você o analisasse e me respondesse se ele é verdadeiro ou falso. Pois, temos acompanhado o seu blog quase diariamente, estamos na luta pelos nossos direitos há mais de dez anos. Por isso, gostaríamos de confirmar com você esta informação, pois assim como recebi, certamente, milhares de educadores receberam, pois sabemos que os nossos opositores têm o email de todos os educadores.

    Meu email é: amigovaldy@yahoo.com.br

    Segue o email que recebi esta semana:

    Colegas da luta;

    Após dois anos fazendo teorias no meu blog: http://blogdoeulerconrado.blogspot.com.br/, resolvi mudar a estratégia. Me lembrei que Karl Marx disse que não basta pensar o mundo, é preciso também transformá-lo, é a práxis marxista.
    Quero lhes dizer que cometi alguns erros:

    1) Apenas teorizei e não agi;

    2) por vaidades pessoais não caminhei ao lado da nobre Beatriz Cerqueira, presidente do nosso Sindute-MG.

    3) não tratei com o devido respeito nem o governador e atual senador Aécio Neves e o governador Antônio Anastásia, muitas vezes minhas críticas enveredaram para o lado pessoal, PEÇO DESCULPAS AOS DOIS.

    Acertos:

    1) Criei o blog mais acessado do Brasil (Desde 2010 até hoje são quase dois milhões de acessos), o Google me ligou ontem, dizendo que meu blog tem uma média de 7 a 10 mil acessos por dia;

    2) o Blog do Euler se tornou um espaço de discussão, coisa que antes não havia.

    Aprendendo com os erros e com os acertos:

    1) Resolvi me lançar a deputado estadual em 2014, por isso preciso que vocês repassem esta mensagem ao maior número de pessoas possíveis (POR E-MAIL, FACEBOOK, PREGUEM CARTAZES NAS ESCOLAS, FAÇAM CAMISETAS ETC)

    2) Lutarei pelos de BAIXO, sem tocar em nada dos DE CIMA, pois aprendi que vivemos num Estado Democrático de Direito (QUE GARANTE AOS SEUS CIDADÃOS O DIREITO À VIDA, LIBERDADE E PROPRIEDADE PRIVADA)

    3) PRECISO DE VOCÊS!

    http://youtu.be/eiKlHG0tjcg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk, se não fosse tão ridículo e banal o e-mail acima seria cômico. Jamais escreveria tantas baboseiras. Todos aqui sabem que meus posicionamentos são públicos e publicados aqui no blog, não estando ninguém autorizado a falar em meu nome. Nem os deputados e governantes estão, e menos ainda algum anônimo querendo aparecer e fazer o jogo do governo.

      Aliás, não imagino quem tenha feito tal imbecilidade, mas que tem tudo a ver com a turma do governo e do sindicato, ah isso tem. O que já me disseram que essa turma anda falando a meu respeito é de arrepiar. E olha que eu não sou candidato a nada, não preciso defender partidos, ou governos, ou entidades sindicais, pois vivo dignamente com meu salário, como acontece com a enorme maioria dos trabalhadores da Educação e demais assalariados do mundo.

      Mas não vamos cair nesse jogo, de quem tenta desviar a nossa atenção dos focos principais da nossa luta. Por aqui já passaram sem sucesso falsos Delfins e outros tipos, sempre procurando provocar a divisão e a confusão acerca dos reais objetivos da luta que é travada pela categoria, e não apenas por mim, ou pelo blog.

      Um forte abraço a todos e força na luta! Uma outra coisa, colegas de luta: não vamos entrar na divisão provocada pelo governo e seus agentes, que tentam jogar efetivos contra efetivados e contratados. Somos uma classe, uma categoria, com interesses comuns nos seus aspectos principais. O governo corta nossos direitos e devolve migalhas, jogando professor contra professor. A questão das férias-prêmio, por exemplo, era para ser um direito certo para todos. Cumpriu cinco anos de serviço, tem direito a três meses de férias-prêmio. Mas isso não acontece na Educação porque nos cortaram mais este direito. Reduziram para dois meses o período de férias-prêmio e limitaram o percentual a 10% por semesttre. Isso significa que um número muito pequeno de trabalhadores poderá usufruir deste direito.

      O governo deveria pelo menos nos pagar por mais este confisco praticado.

      Excluir
    2. Engraçado, eu não recebí esse e-mail. Será que os outros companheiros de luta receberam. Poderiam postar aqui. Só para fazermos uma "média estatística". Mas mesmo se eu houvesse recebido Euler, eu saberia na hora que não faz absolutamente o seu genero. Você tem um dos blogs mais acessado do Brasil na atualidade e não precisa mandar e-mails. Fato.

      Excluir
    3. Só rindo mesmo.O Euler pedindo desculpas a estes FDP.É mesmo estilo deste atual governo fazer fofocas de maricas.Que coisa baixa.Que vergonha!

      Excluir
  44. E esse novo reposicionamento? Isso virou piada, nunca vi tamanha incompetencia , tentaram fazer um plano de carreira fajuto p/ os desamparados professores , com tantas falhas ,tantas desigualdades q/ eles messmos se enroram todos e agora ano de eleiçaõ c/ objetivo de nos tabear pobres professores perdidos nessse emaranhado de resoluções q/ nem eles conseguem entender.Que bagunça virou a educação em Minas!

    ResponderExcluir
  45. Alguem pode me dizer se já foi reposicionado por tempo de serviço novamente? Mudou alguma coisa ou foi mais uma manobra p/ nos enganar . POrque eu não acredito em mais nada q/ venha desses desalmados. Armaram tanto q/ perderam a credibilidade!...

    ResponderExcluir
  46. Inimigos...
    Alencar da Silveira Jr.
    PDT
    Itabirito, Belo Horizonte, Ouro Preto, Serro, Visconde do Rio Branco, Entre-Rios de Minas, Coronel Murta, Morada Nova de Minas e Inhaúma.


    A lei que valoriza a carreira dos professores foi criada por um senador do partido desse deputado, porém, Alencar da Silveira foi contraditório ao ponto de votar contra a lei que sei próprio partido foi o responsável.



    Ana Maria Resende
    PSDB
    Taiobeiras, Montes Claros, Várzea da Palma, Jaíba, Rio Pardo de Minas, Lontra, Japonvar, Porteirinha, Ibiaí, Verdelândia, São Francisco, Botumirim, Rubelita, Buritizeiro, Pirapora, Pintópolis e Josenópolis.


    Ex professora da rede estadual de MG, a deputada, desde que assumiu a legislatura, sempre se posicionou contrária a luta dos professores.



    Anselmo José Domingos
    PTC
    Belo Horizonte / Contagem

    Antônio Carlos Arantes
    PSC
    São Sebastião do Paraíso, Guaxupé, Jacuí, Paraguaçu

    Antônio Genaro
    PSC
    Belo Horizonte, Contagem, Betim, Ribeirão das Neves, Ibirité, Ipatinga, Santa Luzia e Sabará.


    Pastor Quadrangular. Debochou dos professores em plenário chamando-os inclusive de ANALFABETOS. Respeito é tudo, não é?

    Antônio Lerin
    PSB
    Uberaba e Sacramento

    Arlen Santiago
    PTB
    São João da Ponte, Salinas, Montes Claros, Porteirinha, Várzea da Palma, São João do Paraíso, Januária, Coração de Jesus, Taoiobeiras

    Bonifácio Mourão
    PSDB
    Governador Valadares, Malacacheta, Belo Horizonte, Divinolândia de Minas, Sabinópolis, Guaraciaba, Serro, Gunhães, Chiador e Sardoá

    Bosco
    PTB
    Araxá, Ibiá, Perdizes e Campos Altos


    Primeiro mandato como deputado. Preside a Comissão de Educação na ALMG, porém, sua atuação foi vexatória. Durante a greve dos professores o deputado chegou a enviar cartas as escolas da região dele afirmando que uma excelente proposta de Piso Salarial seria apresentada, o deputado, porém, foi desautorizado pelo governador, e permaneçou calado e omisso até o final do processo. Trabalhou para a destruição do Plano de Carreira dos Professores e se mostrou totalmente sem habilidade política para dialogar com o governador e com a categoria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não percam esta oportunidade.

      Votem contra Aécio/Anastasia.



      Eles acabaram com a carreira dos professores.

      Excluir
  47. Márcio Thomaz Bastos oficializa saída do caso Cachoeira.
    O escritório do ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos deixou nesta terça-feira (31) oficialmente a defesa do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. A saída será protocolada no processo sem pronunciamento formal."A saída do caso foi amigável. Nosso acordo era defender o empresário Carlinhos Cachoeira apenas até a audiência da semana passada. Fui uma saída natural", disse a advogada à Folha.

    Segundo advogados da equipe, não há previsão de pagamento por ressarcimento ao réu.

    Inicialmente, a estimativa era que o ex-ministro tenha cobrado R$ 15 milhões para fazer a defesa do empresário.
    Fonte:http://www1.folha.uol.com.br/poder/1128975-marcio-thomaz-bastos-oficializa-saida-do-caso-cachoeira.shtml


    Onde fica a ética e moral desse ministro?

    ResponderExcluir
  48. A Ouvidoria Educacional recebe as manifestações dos cidadãos pelo telefone 0800 283 9191, pela internet www.ouvidoriageral.mg.gov.br ou pelo fax 0 (XX31) 3915-8145. O cidadão também pode enviar carta ou procurar a OGE no 12º andar do Prédio Gerais, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves – Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n, bairro Serra Verde. Esses serviços funcionam de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

    O atendimento nas 30 Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) espalhadas por todo o Estado é das 7 às 19 horas, de segunda a sexta-feira, e aos sábados, das 8 às 14 horas. Na UAI da Praça Sete, em Belo Horizonte, poderá ser agendada reunião com os ouvidores especializados, no horário das 9 às 12 horas e das 13 às 17 horas, de segunda a sexta-feira.
    Corra atrás dos seus direitos, vamos provar que M.G.está no Brasil e tem que respeitar a Constituição.

    ResponderExcluir
  49. E-mails importante da OuvidoriaOuvidora-geral do Estado
    Célia Pimenta Barroso Pitchon
    gabinete@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Ouvidor-geral adjunto
    Agílio Monteiro Filho
    adjunto@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Chefe de gabinete
    Mônica Maria Teixeira Coelho
    E-mail: monica.coelho@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Assessoria de Comunicação Social
    Telma Santos
    faleconosco@ouvidoriageral.mg.gov.br
    nucleorp@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Assessoria Júrídica
    Elma Garcia Vilela
    elma.vilela@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Assessoria de Gestão Estratégica e Inovação
    Lia Barbosa Silva
    E-mail: lia.silva@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Auditoria Setorial
    Elma Guimarães Passos
    auditoria@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Ouvidoria Ambiental
    Eduardo Machado de Faria Tavares
    ambiental@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Ouvidoria Educacional
    educacional@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Ouvidoria da Fazenda, Patrimônio E Licitações Públicas
    Maria Celeste Cardoso Pires
    fazenda@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Ouvidoria de Polícia
    policia@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Ouvidoria de Saúde
    Ana Piterman
    saude@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Ouvidoria do Sistema Penitenciário
    penitenciario@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Superintendência de Apoio Técnico
    Heleno Batista de Oliveira
    apoiotecnico@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Diretoria de Análise, Estatística e Informação
    Ildeu de Bastos Lima
    E-mail: ildeu.bastos@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Diretoria de Articulação E Desenvolvimento
    Maria Célia Andrade Camponez
    dad@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Diretoria de Atendimento
    Mônica de Barros Monteiro
    ouvidoria@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Superintendência de Planejamento, Gestão e Finanças
    Paulo Roberto Dias de Castro
    paulo.castro@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Diretoria de Contabilidade e Finanças
    Luiz Francisco da Silva
    financeiro@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Diretoria de Planejamento, Orçamento e Modernização
    Maria Eunice Rodrigues Carvalho
    orcamento@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Diretoria de Recursos Humanos
    Luci Maria M.Pereira Da Silva
    drh@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Diretoria de Gestão Operacional
    Welerson Vieira Alves
    welerson.alves@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Núcleo de Compras
    Idaneila Souza Fonseca
    compras@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Núcleo de Informática
    suporteti@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Núcleo de Patrimônio
    Cláudia Eunice Pinto Alves
    patrimonio@ouvidoriageral.mg.gov.br
    Comissão de Ética
    Otávio Dutra Galery
    Paulo Roberto Dias de Castro
    comissaodeetica@ouvidoriageral.mg.gov.br

    ResponderExcluir
  50. Só pra constar... em 2011 Tiririca (PR-SP) foi confirmado na Comissão de Educação e Cultura da Câmara e segundo o líder do partido na Casa, Lincoln Portela "MG", sua participação foi oficializada a pedido do próprio Tiririca, pela comissão tratar da área em que ele atua: a cultura. Afinal ele é um artista, né gente?! E como mesmo afirmava na campanha "pior do que tá não vai ficar" !! Hê! Hê! Hê!

    ResponderExcluir
  51. Saiu minha aposentadoria, depois de três anos e meio afastada.Que horror!
    Saí com uma mão na frente e outra atrás depois de quase 30 anos. Fui ao BB e na minha conta do PASEP só tinha 0 0 0 0 0 0 0,00.
    NãO SEI PRA QUE APARECE AQUELE NÚMERO DE TODO TAMANHO NO CONTRACHEQUE.Este estado é só decepção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entre na justiça, arrume um bom advogado. Foi o conselho que eu recebí da funcionária do banco. Ela me disse: Roubaram de vocês. E me deu um extrato dp PASEP com 0,00 pra eu acionar a justiça. Estou aguardando publicar a minha aposentadoria para isso, porque segundo uma secretária da escola que atuo esse dinheiro só entra depois de publicada a aposentadoria.

      Excluir
    2. Anônimo das 23:27, minha aposentadoria saiu dia 14 de julho deste ano, fui ao BB para receber o PASEP e não tinha nada, nada, nada.Me informaram que tem direito só quem foi cadastrada até 1988.É mole?Me parece que é só depois de efetivada é que aparece o número no contracheque.Não sei o que faz aquele número tão grande no meu contracheque.Enfeite...

      Excluir
  52. Direto do site do Sind Ute:
    Parte 1:
    "Sind-UTE/MG discute proposta de projeto de lei sobre a regulamentação de 1/3 da jornada do professor



    Nessa segunda-feira, dia 30/07, o Sind-UTE/MG promoveu novo Seminário do Departamento Jurídico. A proposta de projeto de lei sobre a regulamentação de 1/3 da jornada do professor apresentada pelo Governo do Estado foi o assunto debatido.



    Representantes de todas as regiões do Estado avaliaram a proposta e definiram os pontos que devem ser questionados pelo Sindicato até a próxima reunião com o Governo do Estado, que está agendada para o dia 07 de agosto. Acompanhe:



    1) Regulamentação do 1/3 dentro da jornada existe

    A proposta do Governo constitui um aumento da jornada de trabalho do/a professor/a, ao estabelecer o cumprimento de 1/3 para hora-atividade além da jornada de regência atual do professor. Embora o governo afirme que a extensão de jornada (Adicional por extensão de Jornada) será opcional, há situações previstas na proposta do projeto de lei que estabelece a obrigatoriedade. O Governo pretende regulamentar a hora-atividade com o atual quadro de professores da rede estadual, sem aumentá-lo."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor gostaria de mais clareza sobre a regulamentação do 1/3 para hora atividade, na verdade não entendi.

      Excluir
  53. Continuação:
    "2) Manter a média quinquenal como critério para a base de contribuição previdenciária

    A proposta do Governo é estabelecer nova regra de média, que seria a decenal. No entanto, o cálculo da dobra de turno e exigência curricular é quinquenal, o que garante melhor média para o professor.



    3) Estabelecer a extensão do cargo e a extensão da carga horário para o efetivado

    De acordo com o projeto de lei, a extensão da carga horária para o efetivado seria extinta a partir de 2013. Não há justificativa para a extinção deste benefício. Além disso, o Governo continua ignorando uma situação que traz prejuízos aos servidores efetivados, que é a manutenção do cargo com o mesmo número de aulas de 2007. Isso, no momento da aposentadoria, significará enormes prejuízos para o servidor efetivo, que receberá de provento o valor do cargo com as aulas, mesmo que tenha feito extensão de jornada.



    4) Retroatividade a 2008 da base de cálculo para a aposentadoria

    Pelo projeto de lei, os/as servidores/as que já recebem a extensão de carga horária, não terão este adicional incorporado nos proventos da aposentadoria.



    5) Rediscussão da organização do módulo II na rede estadual

    A experiência atual da categoria é de que, em muitos lugares, o módulo II tem sido utilizado apenas para reuniões administrativas ou imposto de forma a constituir uma punição ao/à professor/a. Por isso, a regulamentação da hora-atividade precisa ser discutida e negociada.



    Encaminhamentos

    O Sindicato fará estes questionamentos ao Governo para discuti-los até a próxima reunião, que será no dia 07 de agosto. O retorno desta reunião será discutido no Conselho Geral e Assembleia Estadual, que serão realizados no dia 11 de agosto, em Pirapora.



    As subsedes organizarão assembleias locais para discussão da proposta e de um calendário de mobilização com paralisações no segundo semestre, como mecanismo de pressionar o Governo do Estado no processo de reuniões."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondam-me,por favor.O que foi tirado de vantagem na última reunião em Diamantina? Ganhamos o que com isto? Agora é em Pirapora depois sei lá onde.E os resultados,ninguém sabe ninguém viu...

      Excluir
    2. Antes era...
      "Se o governo enrola, enrola não voltamos pra escola".
      Agora é...
      "Se o sindTOUR enrola, enrola nós vamos pedir esmola".
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk só rindo para não chorar.
      Preciso trocar meu computador, ele já está velhinho coitadinho. Mas o salário não comporta mais esse gasto. Qualquer dia não vou poder dar mais "pitaco" por aqui. Adorei seu comentário, anônimo de 14:39

      Excluir
  54. Que pena o meu canditado em Santa Luzia candidatou- se pelo PSB e depois de ler o comentário no blog, então vou votar na candidata do PT. Ainda bem que o PT lançou candidatura própria aqui. Se o meu candidato fosse de um partido da base do PT eu ainda votaria.

    ResponderExcluir
  55. O buraco é bem profundo

    "Após a decisão de D. Pedro I de extinguir as milícias de ordenanças que tinham combatido os portugueses,homens iniciaram um guerra que iria durar 155 anos, quase chegando ao século XXI, pela posse do arsenal e pelo comando das tropas da nação. O exército,subordinado ao Ministério da Guerra, e a Guarda Nacional, força do Ministério da Justiça formada por fazendeiros, disputaram o controle militar do país. Depois da Guerra do Paraguai, o Exército sob a liderança do duque de Caxias absorveu a Guarda Nacional,aproveitando parte de seus combatentes e expurgando outros. O Exército não conseguiu,porém, acabar com a guerra das armas. O conflito se transferiu para dentro da instituição. Nas décadas seguintes, com a velhice e morte de Caxias, militares disputaram entre si o comando das armas. Em sucessivas quedas de braço, eles se dividiram em facções, partidos e ideologias. Uns apoiaram o Império até o fim, outros lutaram pela República. Nas primeiras décadas do século XX, uns estavam do lado legalista, outros se rebelaram em intermináveis motins nos quartéis. O movimento comunista, surgido nesse mesmo período, abrigou rebeldes de dentro das Forças Armadas e propagou como nova a velha guerra das armas. Os expulsos pelas escolas militares pela Ditadura de Getúlio Vargas, que centralizou o comando das Forças Armadas, organizaram guerrilhas para o campo e as cidades. A Guerra Fria, após a Segunda Guerra, só pôs mais fogo na disputa centenária."

    Extraído do livro "MATA" do jornalista Leonencio Nossa, ps. 12 e 13.

    Não seria o caso, que vivenciamos atualmente uma nova disputa ligada ao controle das armas atualmente,uma vez que os partidos mais alinhados aos antigos comunistas estão no poder como o PT, PC do B, tendo algumas lideranças ligadas ao Exército como Mercadante bem como do outro extremo e fora do controle de poder o ex presidente da República Fernando Henrique Cardoso,dentre outros?

    Se for o caso, como fica a situação do povo entre os preceitos de poder instaurados por essa elites dominantes? Será que as Forças Armadas disputam o poder desde o final da Monarquia e atualmente está perto dele? Devemos nos lembrar que a Elite brasileira é majoritária nas decisões das Forças Armadas e que os seus filhos prestam o serviço militar, porém, em posição de comando,nunca como subalternos.

    ResponderExcluir
  56. A bruxa está solta:
    E agora, Aécio? MP denuncia 'dimasduto' da Lista de Furnas
    O amigão do senador Aécio Neves (PSDB-MG), Dimas Toledo, foi denunciado pela procuradora da República no Rio, Andrea Bayão Ferreira, junto com empresários e políticos, pelo esquema de corrupção chamado Lista de Furnas.
    Segundo as apurações do Ministério Público:
    - O dinheiro público da estatal era desviado através de contratos superfaturados com duas empresas : a Toshiba do Brasil e a JP Engenharia Ltda, inclusive sem licitação.
    - parte do dinheiro roubado dos cofres públicos alimentaram o caixa-2 de campanha dos tucanos e seus aliados;
    - outra parte foi para o bolso de funcionários públicos, empresários e lobistas que operavam o esquema;
    Esta ação judicial ainda não denunciou os caciques do PSDB que receptaram o dinheiro supostamente roubado, por enquanto, pois eles tem foro privilegiado, e a denúncia tem que ser feita à parte ou no STF ou no STJ. Por isso, há outra investigação da PF e do MPF à parte só sobre essa ponta do "dimasduto", onde aparecem os nomes de Aécio Neves, José Serra, Geraldo Alckmin, FHC, e dezenas de nomes ilustres do demotucanato, apontados como beneficiários do esquema.
    Outra conclusão a que chegou as investigações é que a lista é verdadeira, tanto pelos diálogos telefônicos interceptados pela PF com ordem judicial, como pela perícia no documento.
    O jornal "Hoje em Dia" publicou matéria do jornalista Amaury Ribeiro Jr, com mais detalhes.
    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2012/07/e-agora-aecio-mp-denuncia-dimasduto-da.html

    ResponderExcluir
  57. Continuação:
    Ministério Público denuncia 'mensalão' de Furnas
    Amaury Ribeiro Jr. - Do Hoje em Dia
    A procuradora da República no Rio Andrea Bayão Ferreira denunciou o ex-diretor de Planejamento de Furnas, Dimas Toledo, e um grupo de empresários e políticos acusados de participarem da chamada Listas de Furnas – a caixinha de campanha clandestina que funcionou na empresa estatal durante o governo de FHC. A denúncia reúne um arsenal de documentos da Polícia Federal e da Receita Federal que, além de atestar a veracidade, comprova a existência de um “mensalão” organizado por Dimas na estatal.
    De acordo com a procuradora, o mensalão de Furnas provocou o enriquecimento de funcionários públicos, empresários e lobistas, acusados de alimentarem os financiamentos ilegais de campanha políticas dos tucanos e de seus aliados com o dinheiro público. Segundo a denúncia, o esquema era custeado pelos contratos superfaturados assinados pela estatal com duas empresas : a Toshiba do Brasil e a JP Engenharia Ltda. As duas foram contratadas sem licitação pública para realizar obras no Rio . “ O diretor Dimas Toledo reproduziu, em Furnas, o esquema nacional que ficou conhecido como ‘ mensalão’ – um esquema de arrecadação de propina – na ordem de milhões, custeado mediante o superfaturamento de obras e serviços”, diz a procuradora na denúncia.
    A lista
    A lista de Furnas, assinada pelo próprio Dimas Toledo, traz o nome de políticos que receberam doações clandestinas de campanha da empresa estatal em 2002. Entre os beneficiados estão os ex-governadores de São Paulo e de Minas Gerais, e outros 150 políticos.
    Indiciamento
    Além de Jefferson, o MPF denunciou Dimas Toledo, mas deixou de fora caciques do PSDB citados, sob o argumento de que eles são alvos específicos de uma investigação da PF e do MPF sobre os beneficiários da caixinha de campanha alimentada pela empresa estatal.
    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2012/07/e-agora-aecio-mp-denuncia-dimasduto-da.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Minas Gerais??

      Votem contra Aécio/Anastasia.


      Eles acabaram com a carreira dos professores.

      Excluir
    2. Mais claro ainda...
      E a quem apoiá-los, principalmente. É na raiz que se corta o mal.

      Excluir
  58. O STF aceitou o processo de S Catarina e recusou o de MG? Ou o Sindute nem mesmo entrou com o processo lá?
    Estranhooooooo...........

    ResponderExcluir
  59. Caros colegas

    Não se esqueçam do deputado Zé Maia que ironizou em uma das vezes estive na assembléia durante a greve de 2011.
    "Em 2010 vocês colocaram a minha foto como inimigo da educação e estou aqui novamente!"
    Palavras do deputado Zé Maia do PSDB
    Eles estam convictos de que podem fazer o que bem entedem e nada acantece com eles.
    Não se esqueçam temos 51 inimigos.
    E em MONTES CLAROS Jairo Athaide esposo de ANA MARIA uma dos 51.
    Vamos provar que somos seres pensantes e que temos força POLÍTICA.
    Este ano é muito importante, é o início do resgate da nossa dignida.
    E ela começa pelas urnas.
    Muito bem vamos a batalha GUERREIROS. O ano passado foram 112 dias de luta não vencemos a guerra mas agora ela recomça.
    E que sejamos os vencedores em outubro.
    Professora e cabo eleitoral contra os inimigos da educação. Pagamento por este outro serviço minha dignidade.

    ResponderExcluir
  60. Gente, vejam bem, a Dilma não é o Lula. Ela não sabe que o PT é PARTIDO DOS TRABALHADORES e que nasceu das greves, dentro das centrais sindicais:
    CUT repudia decreto do governo que reprime greve
    A Central Única dos Trabalhadores (CUT) repudia veementemente a publicação do decreto governamental 7777 que prevê a substituição dos servidores públicos federais em greve por servidores estaduais e municipais. Tal medida atropela o processo de diálogo e vai na contramão da legitimidade de uma paralisação em defesa de salários e direitos. A greve é um direito constitucional.
    Agora lembrem- se, hoje ela substitui os federais, amanhã substituirá os estaduais e logo em seguida os municipais,sempre que houver uma greve não haverá negociação e sim substituição. Foi para isso que criamos o PT ? Vi isso no:
    http://blogdabeatrizcerqueira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  61. os servidores públicos devem se unir, escrever O Manifesto da Liberdade, deixando claro a recusa espontânea, autônoma e de iniciação de desobediência civil ao governo federal, de "substituir" quaisquer que sejam os companheiros do serviço público federal em suas atribuições, e PONTO FINAL. DESOBEDIÊNCIA COLETIVA JÁ !!!!!!!!

    ResponderExcluir
  62. CONSULTEI O MEU CONTRACHEQUE E NÃO TIVE AUMENTO, MUDOU O MEU POSICIONAMENTO E O SALÁRIO CONTINUA O MESMO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. professoramaluquinha1 de agosto de 2012 10:22

      ...pior é o meu caso, Anônimo 1 de agosto de 2012 00:10, não houve reposicionamento e meu salário caiu R$ 300,00 !!!!

      Excluir
    2. Além de nenhum centavo sequer de aumento...meu salario diminuiu... porque estou de licença medica... tenho que pagar agora todo mes 100 reais de consulta medica e 78 reais de remedios... tudo pelo estresse de ser professora.

      Excluir
    3. Colegas da lei 100, alguém ainda acha que o governo quer nos ajudar, vocês viram um dos itens do projeto 1/3 de hora atividade, ou seja ele está só prejudicando quem está na lei 100 cada vez mais, porque ele não assume que o certo é acabar com ela de uma vez, na verdade ele quer que a gente saia dela antes do STF, acabar com ela.
      Anexo o item falado:
      "De acordo com o projeto de lei, a extensão da carga horária para o efetivado seria extinta a partir de 2013. Não há justificativa para a extinção deste benefício. Além disso, o Governo continua ignorando uma situação que traz prejuízos aos servidores efetivados, que é a manutenção do cargo com o mesmo número de aulas de 2007. Isso, no momento da aposentadoria, significará enormes prejuízos para o servidor efetivado, que receberá de provento o valor do cargo com as aulas, mesmo que tenha feito extensão de jornada."
      Esta no site da SINDUTE.

      Excluir
  63. não podemos esquecer do traidor do sul de minas dalmo ribeiro. colegas não votem neste homem que tanto nos decepcionou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado. Dalmo, Dalmo...

      Excluir
  64. Esse 1/3 de planejamento é uma estratégia para continuar nos roubando.

    Veja o exemplo do blog:

    Quem recebe hoje 1400 reais deveria estar recebendo 1900 se a lei do piso fosse aplicada de forma proporcional.

    Quem não aceitar o 1/3 planejamento que é lei vai ter aumento de 12%. Grande porcaria.

    Faça a soma 1400 X 12% = 168 X 11% previdência = 18,48

    168 - 18,48 = 149 reais

    149 + 1400 = 1549 - 1900 = 351 que ainda estaria sendo confiscado do salário

    Moral da história: Se não aceitarmos o 1/3 planejamento (que é lei) continuaríamos a trabalhar de graça com esse reajuste medíocre de 12% que não é o piso salarial.

    Também temos que entrar na justiça contra esse módulo II que confisca ainda mais nosso salário. Estamos trabalhando 8 horas gratuitas.

    ResponderExcluir
  65. Caro Euler, porque naõ aproveitamos q/ é ano eleitoral ,c/ a ajuda financeira dos colegas professores e mandamos fazer alguns outdores e colocar em pontos estrategicos.EX:estampar um contra cheque de um professor satirisando c/ os seguintes dizeres:TREM bom é ser professor estadual do ESTADO DE MINAS GERRAIS!27 anos de trabalho,Licenciatura plena em Geografia, PÒS GRADUAÇÂO EM PSICOPEDAGOGIA e o salario oh!MIL;DUZENTOS E CINQUENTA E SEIS REAIS LIQUIDO.

    ResponderExcluir
  66. Alguém sabe o pq não foi alterado o contracheque, uma vez que houve o reposicionamento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada mudou no meu contracheque.

      Excluir
  67. Mais inimigos...
    Célio Moreira
    PSDB
    Belo Horizonte, Caeté, Corinto, Paraopeba, Caetanópolis, Contagem, Curvelo, Diamantina, Ibirité, Augusto de Lima, Sabará, Lima Duarte, Cordisburgo e Presidenet Kubitsche

    Dalmo Ribeiro
    PSDB
    Ouro Fino, Santa Rita do Sapucaí, Extrema, Jacutinga, Passa Quatro, Pouso Alegre, Monte Sião, Itanhandu, Elói Mendes, Cristina, Itajubá, Borda da Mata, Cruzília, Inconfidentes e São Sebastião da Bela Vista.

    Deiró Marra
    PR
    Patrocínio, Baependi, Sacramento, Vazante, Romaria, Curral de Dentro, Santa Cruz de Salinas e Januária

    Délio Malheiros
    PV
    Belo Horizonte, Itamarandiba, Além Paraíba, Contagem, Minas Novas, Diamantina, Conquista e São José do Jacuri.


    Provável candidato a prefeitura de Belo Horizonte, imaginem o que ele faria pelas Escolas Municipais e pelas UMEIs ?

    Doutor Viana
    DEM
    Curvelo, Três Marias, Belo Horizonte, Corinto, Sete Lagoas, Santana de Pirapama, Inimutaba, Paraopeba, Felixlândia, Buenópolis, Virgem da Lapa, Formiga, Datas, Presidente Juscelino, Várzea da Palma, Gouveia e Serra Azul de Minas

    Doutor Wilson Batista
    PSL
    Muriaé, Cataguases, Além Paraíba, Pirapetinga, Visconde do Rio Branco, Manhuaçu, Eugenópolis, Barão do Monte Alto, Leopoldina, Volta Grande, Patrocínio do Muriaé, Juiz de Fora, Miraí e Ervália

    Duílio de Castro
    PMN
    Sete Lagoas, Papagaios, São Francisco, Santana de Pirapama e Belo Horizonte

    Carlos Henrique
    PRB
    Juiz de Fora, Belo Horizonte, Uberlândia, Uberaba e Sete Lagoas.


    Pastor da Igreja Universal. Deveria ser o maior interessado no bom funcionamento da Escola Pública já que os membros da sua igreja quase em totalidade dependem do ensino público. Além disso, negou o princípio da justiça, ensinamento fundamental dos Evangelhos

    ResponderExcluir
  68. Deus me livre de PSDB. Deus me livre e guarde do PT. Podem chorar, mas eu não voto em vocês - bando de sacanas.

    ResponderExcluir
  69. Me afastei no dia 30 de maio para aposentar. Consultei o meu contracheque e não consta um terço de férias que sempre recebi no contracheque de julho, nem mesmo o valor proporcional ao tempo trabalhado netse ano. Por favovor, se alguém puder me esclarecer, agradeço.

    ResponderExcluir
  70. o governo divulgou um portal da transparencia com salario dos servidores do executivo de minas gerais, realmente a educação tem um dos piores salários

    ResponderExcluir
  71. No Fórum Municipal de Educação organizado pela Prefeitura Municipal de Pará de Minas, ocorrido em 01 de agosto de 2012, o Deputado Estadual Inácio Franco classificou a greve da rede estadual de educação do ano de 2011 como “greve política e inexpressiva”.

    O referido deputado talvez tenha alguma dificuldade em diferenciar movimentos políticos de movimentos eleitoreiro-partidários. Político é característica inerente aos humanos. Movimentos como a greve de 2011 são políticos, pois tratam de interesses humanos.

    Se o deputado equivocou-se e quis dizer movimento eleitoreiro-partidário, cometeu outro equívoco. Em 2011 lutamos pela adequação das tabelas salariais à lei 11738/2008 (lei do piso do magistério). O Governo de Minas pagava, na época, salário de R$ 369,00. Além disso , em 2011 não ocorreram eleições . Os políticos, na sua maioria, adotam essa estratégia de classificar movimentos sociais como “políticos” ou” eleitoreiros” quando não querem negociar ou esgotam os argumentos.

    Quem teve, na verdade, comportamento eleitoreiro-partidário foi o deputado, que durante sua fala no fórum, mencionou diversas vezes o nome do candidato apoiado por ele à Prefeitura de Pará de Minas. Fato que merece uma avaliação da Justiça Eleitoral.

    Quanto à “greve inexpressiva” , segundo o deputado, prefiro não entrar no mérito. O fato é que , depois de quase um ano do seu encerramento , a greve o incomoda até hoje , que em todas as suas falas tenta justificar seu comportamento na votação da Lei 19837/2011 (lei do Subsídio II) que , sem discussão com a categoria, foi votado pela Assembleia depois de 24 horas de tramitação na casa e mexeu com a vida funcional de aproximadamente 400 mil servidores públicos .

    Aproveitando a oportunidade, quero colocar um ponto para reflexão. Muitos companheiros , para justificar a não adesão aos movimentos de greve, argumentam que paralisação das atividades não resolve e cobram soluções mais criativas do sindicato. Uma das propostas, que surgiram nas redes sociais, é o comportamento ativo da categoria nos processos eleitorais para fazer frente aos nossos algozes de 2011.

    Um abraço
    Anderson

    ResponderExcluir
  72. A greve que não acabou : http://paraensedeminas.blog.terra.com.br/2012/08/01/a-greve-que-nao-acabou/

    ResponderExcluir
  73. Quase ninguém teve mudanças no salário,foi propaganda enganosa desse governo mentiroso que manipula a mídia e a categoria a todo momento.Devemos ficar mais atentos.Quanto a Lei 100,acho que já passou da hora de toda a categoria se unir de verdade ao invés de ficar aqui e também nas escolas brigando entre si.Não cabe a nós ficar tentando entender porque ela vale ou não,não gastemos mais energia com isso,pois não está no nosso alcance a resolução desse problema.Enquanto brigamos entre nós ,o inimigo fica cada vez mais forte.Não adianta esperniar,não temos poder para resolver isso e temos problemas maiores que esse.Lenice-BH.

    ResponderExcluir
  74. E AÍ MINAS GERAIS??

    Minas 247 - 01/08/2012

    350 funcionários públicos ganham supersalários

    GOVERNO DE MINAS GERAIS DIVULGOU A FOLHA DE PAGAMENTO NA TERÇA-FEIRA 31; EM JUNHO, MAIOR SALÁRIO BRUTO FICOU UM AUDITOR FISCAL QUE RECEBEU R$ 43.655,75; TETO CONSTITUCIONAL É QUASE METADE DO VALOR; ASSESSORIA EXPLICA QUE VALOR PODE SER DE INCORPORAÇÕES ADICIONAIS
    01 de Agosto de 2012 às 15:49
    Minas 247 – Supersalários não são exclusividade de funcionários da iniciativa privada. Em Minas Gerais, 350 funcionários públicos ganham acima do teto constitucional de R$ 26,7 mil.
    Confira para quem são os pagamentos na matéria de Aline Labbate, do jornal O Tempo:
    Em Minas, 350 têm supersalários
    Segundo governo, vencimentos acima do teto sofrem dedução automática
    Publicado no Jornal OTEMPO em 01/08/2012
    ALINE LABBATE
    O governo de Minas divulgou, ontem, os salários dos servidores da administração direta, incluindo policiais militares e bombeiros. Segundo as informações publicadas no Portal da Transparência, 350 funcionários públicos do Estado têm rendimento bruto acima do teto constitucional, de R$ 26,7 mil, que corresponde ao salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal.
    Os números são relativos ao salário de junho. Todos os servidores que receberam acima do teto são lotados na Secretaria de Fazenda. O maior vencimento pertence a um auditor fiscal, que, pelos dados divulgados, tem remuneração bruta de R$ 43.655,75.
    Segundo a assessoria de imprensa do governo, os salários brutos acima do teto sofrem dedução automática para atender à legislação. Contudo, alguns servidores conseguem liminares na Justiça para receber os proventos integrais, que incluem, por exemplo, incorporação de adicionais por tempo de serviço.
    Líquido
    Quando descontados os impostos, abatimentos e deduções obrigatórias, nove servidores do governo de Minas continuam recebendo acima do teto constitucional. Uma auditora fiscal, por exemplo, é a que apresenta o maior salário líquido: R$ 34.964,39. Deste total, R$ 16.113,86 correspondem à remuneração eventual.
    De acordo com a assessoria de imprensa, o valor refere-se a algum processo, por exemplo, por perdas anteriores de salário, que culminou com o pagamento em parcela única no mês de junho. Sem contar este valor, a funcionária pública receberia R$ 18.850,53.
    O mesmo motivo fez o salário de uma servidora da Secretaria de Saúde aumentar de R$ 3.075 (bruto) para R$ 53.042 (líquido) em junho. Na rubrica remuneração eventual, ela recebeu R$ 51.086.
    Lei.
    A divulgação dos dados é prevista pela Lei de Acesso à Informação. Ontem, a Secretaria de Planejamento e Gestão e a Controladoria Geral do Estado publicaram uma resolução conjunta que disciplina a divulgação dos salários no Portal da Transparência do governo.
    Segundo a norma, as remunerações de servidores de autarquias e empresas públicas serão publicadas por etapa, nos dias 30 de setembro e 31 de outubro.
    AGU quer garantir a publicação de nomes
    A Advocacia-Geral da União (AGU) informou, ontem, que deve recorrer da decisão judicial que impediu a divulgação nominal dos salários dos servidores da Câmara dos Deputados e do Senado.
    Apesar de ainda não ter sido notificada, a AGU afirmou que já existe entendimento de que essas deliberações judiciais devem ser questionadas porque a Lei de Acesso à Informação permite a publicidade dos vencimentos com nomes.
    Com as decisões judiciais, a Câmara e o Senado estão refazendo o sistema de divulgação dos dados para constar apenas a matrícula de cada servidor, sem a sua identificação nominal.
    As duas Casas informaram que pretendiam divulgar os salários ainda ontem, prazo fixado pelo Congresso para a divulgação salarial dos parlamentares e servidores.
    Na noite de anteontem, a 21ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal concedeu duas liminares impedindo a publicação nominal dos salários.
    As liminares atendem a pedidos do Sindilegis (Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo), contrário à divulgação dos nomes dos servidores.

    ResponderExcluir
  75. Votem contra Aécio/Anastasia.



    Eles acabaram com a carreira dos professores.

    ResponderExcluir
  76. EU CONSULTEI O MEU CONTRACHEQUE E NÃO APARECE O MEU REPOSICIONAMENTO (LETRAS) E O SALÁRIO É EXATAMENTE O MESMO DE JUNHO. A SECRETARIA DISSE QUE IA TER NOVIDADES! ENGANARAM OS BÔBOS! KKKKKKKKKKKK...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha aposentadoria saiu neste mes com a letra D e fui posicionada na letra P.Não entendi nada.Vou ver se algum advogado me explica isso.

      Excluir
  77. Caros colegas

    Não se esqueçam do deputado Zé Maia que ironizou em uma das vezes estive na assembléia durante a greve de 2011.
    "Em 2010 vocês colocaram a minha foto como inimigo da educação e estou aqui novamente!"
    Palavras do deputado Zé Maia do PSDB
    Eles estam convictos de que podem fazer o que bem entedem e nada acantece com eles.
    Não se esqueçam temos 51 inimigos.
    E em MONTES CLAROS Jairo Athaide esposo de ANA MARIA uma dos 51.
    Vamos provar que somos seres pensantes e que temos força POLÍTICA.
    Este ano é muito importante, é o início do resgate da nossa dignida.
    E ela começa pelas urnas.
    Muito bem vamos a batalha GUERREIROS. O ano passado foram 112 dias de luta não vencemos a guerra mas agora ela recomça.
    E que sejamos os vencedores em outubro.
    Professora e cabo eleitoral contra os inimigos da educação. Pagamento por este outro serviço minha dignidade.

    ResponderExcluir
  78. PELO AMOR DE DEUS PESSOAL , NOSSOS NOMES JUNTAMENTE COM DADOS DE SERVIDORES INCLUINDO SALARIO ESTAO EXPOSTO NO NOVO SITE DO GOVERNO PORTAL DA TRANSPARENCIA DO ESTADO. É A MAIOR INVASAO DE PRIVACIDADE QUE JA PASSEI NA MINHA VIDA. E AGORA O SINDIUTE NAO VAI FAZER NADA???????????????????????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é uma Lei Federal e é muito bom que seja assim porque isso será no Brasil todo e nos 3 PODERES. Bom para mostrar um motorista do Congresso ganhando 10 mil, um técnico de gráfica do Congresso ganhando 33 mil. As faxineiras da Assembléia ganhando mais que professores. É o salário de todos os servidores públicos. Não é só o nosso. Quero ver Anastasia falar que ganhamos mais que o piso. Tenho irmã professora que ganha 900 reais. E tem mais viu pessoal, se não me engano tem que ser o salário líquido. Se o meu passar 10 centavos vou reclamar. Quero e exijo tranparencia total. Agora quero ver a corja de falsos não mandar o contracheque pra gente não publicar.

      Excluir
  79. Justiça Federal aceita denúncia contra Delúbio Soares por lavagem de dinheiro.
    01/08/2012

    SÃO PAULO – A Justiça Federal em São Paulo aceitou denúncia contra Delúbio Soares por crime de lavagem de dinheiro. O juiz Márcio Ferro Catapani, da 2ª Vara Criminal Federal em São Paulo, acatou a denúncia criminal protocolada pelo Ministério Público Federal (MPF), no dia 6 de julho.

    De acordo com o MPF, Delúbio é acusado de receber de duas agências de publicidade, a SMP&B Comunicações Ltda e a DNA Propaganda Ltda, R$ 450 mil, oriundos de atividades ilegais. A ação é resultado de um desmembramento da investigação principal do mensalão, esquema de compra de votos de parlamentares no Congresso Nacional.

    http://www.dci.com.br/justica-federal-aceita-denuncia-contra-delubio-soares-por-lavagem-de-dinheiro-id305490.html

    ResponderExcluir
  80. É realmente parece que foi todomundo feito de bobo, como sempre. Pior, ninguem, nem Beatriz, Sindute, blog nenhum, SEEMG,Seplag, ninguem tem nada a dizer. Tudo se fazendo de morto...Vergonha. Dá vontade de nunca mais voltar ao trabalho...

    ResponderExcluir
  81. Parece que ninguem tem nada a dizer para os bobos que esperaram esta miséria anunciada. nem sindute, Beatriz, blogs, SEEMG, Seplag, tudo se fazendo de morto. A vontade é parar mesmo...

    ResponderExcluir
  82. Esse anonimo de 22:14 deve ser o governo com vergonha de publicar as merrecas que nos paga porque lá não tem nada. Transparencia neles, Brasil:
    http://www.transparencia.mg.gov.br/pesquisa?searchword=sal%C3%A1rio+dos+servidores&ordering=&searchphrase=all
    Erro
    Pesquisar novamente
    Palavra chave:
    Parâmetros de Busca Todos os termos Qualquer termo Frase Exata
    Ordenação:
    Somente Pesquisa:
    Artigos
    Categorias
    Seções
    Mente agora que paga mais que o piso.

    ResponderExcluir
  83. Olá, pessoal da luta!

    Boa noite!

    O sindicato não nos explicou direito sobre o teor da proposta do governo para a implantação do terço de tempo extraclasse.

    Logo no primeiro item, vejam o que diz o sindicato:

    "A proposta do Governo constitui um aumento da jornada de trabalho do/a professor/a, ao estabelecer o cumprimento de 1/3 para hora-atividade além da jornada de regência atual do professor."

    Como assim -"aumento da jornada"? Por acaso o governo propôs passar as atuais 24 horas para 30 horas ou coisa semelhante? A jornada atual é que já está aumentada, em descumprimento da lei federal.

    Em seguida o sindicato diz que o governo pagará o terço de tempo extraclasse como "extensão de jornada". Ora, ou uma coisa ou outra. Se o governo propõe a pagar a diferença entre a atual jornada (que tem 25% de tempo extraclasse) e o terço de tempo (33,33%) que deveria estar em vigor, parece-me que é o que boa parte da categoria reivindica. O que se precisa garantir é o direito de optar em continuar praticando a atual jornada - que seria de 18 horas em sala recebendo mais 3 aulas pelo tempo extraclasse; ou, praticar somente 16 aulas em sala, sem qualquer redução salarial.

    Da forma como o sindicato colocou fica parecendo que o governo vai aumentar a jornada de trabalho e pagar por uma extensão de jornada - assim mesmo, as duas coisas juntas.

    O sindicato nada esclareceu sobre o conteúdo dessa hora-atividade extraclasse. Até então, as melhores tradições mundiais garantem aos educadores um tempo para pesquisa, estudo, correção de provas, preparação de aulas, que são atividades extraclasse que podem ser realizadas em casa e uma parte também na escola.

    Todos os educadores são radicalmente contrários a este "módulo dois", que nada mais é do que a institucionalização burocrática e punitiva de mais tempo inútil para os professores - ou contra os professores. Nisto o sindicato aparentemente concorda. Pelo menos aparentemente.

    O tempo extraclasse deve garantir ao coletivo de trabalhadores a possibilidade de estudar, pesquisar, de forma individual e coletiva, e de acordo com os diferentes calendários e realidades. Estabelecer a priori que tantas horas devem ser dedicadas a um tal módulo dois é engessar, burocratizar, matar a essência e a dinâmica do trabalho do magistério. É coisa de especialista que nunca pisou em sala de aula - ou se o fez, já se afastou desta prática há séculos e se burocratizou.

    Resumindo: o sindicato precisa negociar com o governo, em relação ao terço de tempo extraclasse, nos seguintes termos:

    1) o terço de tempo é lei federal e direito assegurado a todos - todos, sem exceção alguma - os professores do ensino básico;

    2) opcionalmente, e mediante concordância do professor (ou da professora), o governo poderá pagar ao profissional o tempo excedente à jornada de 16 horas em sala como extensão de jornada;

    3) o cumprimento do terço de tempo extraclasse deve levar em conta as diferentes realidades coletivas e individuais, assegurando-se aos professores o direito a utilizar o tempo extraclasse da maneira que melhor contribua para o bom desempenho das atividades de regência/docência. O tempo extraclasse pode ser cumprido em casa e/ou na escola, ficando a critério do coletivo de professores de cada unidade escolar definir a forma concreta para utilizar este tempo extraclasse.

    É isso. Um forte abraço a todos e força na luta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkk Professor, não é para rir, pois não é o caso, mas chega ser engraçado. Lendo os seus comentários, fico pensando que não é de hoje que damos sugestão para que solicitem o seu apoio linguístico quando forem elaborar documentos deste teor, já que habilidade de escrita, realmente não é para qualquer um. E diante desta dificuldade de expressão, fico pensando se é assim também quando sentam para discutir com a equipe do governo, porque se for, estaremos perdidos(as)em todas negociações que fizerem!! Linguagem é poder!

      Excluir
  84. Gente, o STF colocou só o masp. O governo de MG colocou os nomes para encher linguiça e entupir a folha e não da pra ver de cara os magníficos salários que ele paga. Porque eu não consegui ver nada. Até o portal da transparencia de MG é obscuro.

    ResponderExcluir
  85. INFOGRÁFICOS DE ÚLTIMO SEGUNDO (IG) / ou leia tudo sobre...

    Superinteressante o recurso de mídia utilizado para esclarecer os leitores sobre “Os Réus do Mensalão”, clique nas fotos para ler o resumo. Por que não elaborar um quadro-denúncia sobre os políticos e suas atuações contrárias aos interesses da classe?

    http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2012-07-27/defesa-de-valerio-vai-admitir-caixa-2-e-acusar-delator-de-inventar-mensalao.html

    A propósito, será um julgamento histórico. O Brasil não aceita que o episódio acabe em pizza.

    ResponderExcluir
  86. Caros colegas professores, quantas perdas tivemos com esses tiranos:começou c/ Itamar acabando com o acesso por escolaridade e continuou c/ Aécio confiscando tudo q/ conquistamos no decorrer da nossa carreira. Fomos enganados desde quando fomos incentivados a estudar mais p/ q/ pudessemos ter um salario melhor no novo plano de carreia tão anunciados por eles. Varios professores, assim como ingressaram numa Faculdade , pagaram caro ,investiram na profissao c/ objetivo de crescer como profissional e tambem ser melhor remunerado,deixando de lado familia p/ correr atras de investimentos na profissao. Hoje ja no final de carreira vejo meu esforço e tambem os meus sonhos se desfacelarem. Quando lembro que dediquei uma vida a educaçao fico muito triste e preocupada c/ o meu futuro,futuro esse q/chegou,pois dia 06 de maio de 2013 irei afastar p/ aposentadoria.Com uma coleçao de diplomas:LIcenciatura curta;ESTUDOS SOCIAIS PUC(EMERGENCIAL DE FERIAS )fiquei 3 anos sem ferias p/ conseguir me formar. LICENCIATURA PLENA EM GEOGRAFIA: Realizado em ALEM PARAIBA,viajava a noite inteira e assistia aula o dia inteira de quinze em quinze dias.CURSO DE POS GRADUAÇAO (PSICOPEDAGOGIA ) aos sabados durante um ano, para aposentar com um salario de:1200 reais.NAO é de se desesperar? SERÁ q/ ESSES politicos q/ destruiram a nossa carreira tem noçao do estrago q/ fizeram ao nosso coraçao. DESCULPEM O MEU DESABAFO!

    ResponderExcluir
  87. Caros colegas

    Não se esqueçam do deputado Zé Maia que ironizou em uma das vezes estive na assembléia durante a greve de 2011.
    "Em 2010 vocês colocaram a minha foto como inimigo da educação e estou aqui novamente!"
    Palavras do deputado Zé Maia do PSDB
    Eles estam convictos de que podem fazer o que bem entedem e nada acantece com eles.
    Não se esqueçam temos 51 inimigos.
    E em MONTES CLAROS Jairo Athaide esposo de ANA MARIA uma dos 51.
    Vamos provar que somos seres pensantes e que temos força POLÍTICA.
    Este ano é muito importante, é o início do resgate da nossa dignida.
    E ela começa pelas urnas.
    Muito bem vamos a batalha GUERREIROS. O ano passado foram 112 dias de luta não vencemos a guerra mas agora ela recomça.
    E que sejamos os vencedores em outubro.
    Professora e cabo eleitoral contra os inimigos da educação. Pagamento por este outro serviço minha dignidade.

    ResponderExcluir
  88. Euler no portal da transparência consta o salário de todos os servidores públicos e o do professor consta uma carga horária de 18 h/a assim como vem no contra cheque mais isto não está errado? Quer dizer que não recebemos pelas 24 h/a?
    Quem ve o portal que pode ser qualquer pessoa pensa que eu só trabalho 18 h/a por semana e as reuniões que as diretoras fazem questão as vezes sinto até que nem tem pauta mas tem reunir para cumprir o que manda o senhozinho, e as atividades e trabalhos que levo para casa? Como nosso representante no conselho esclareça isto para nos por favor?

    ResponderExcluir
  89. Euler foi publicado no portal do professor que nós teríamos novidades no holerite de julho referente as variações ocorridas na verdade não houve nada pura enganação e agora estão jogando para o més de agosto já viu isso? Aí ninguém faz nada cade o sindute, gente é muita mentira,estão nos fazendo de bobos e ganhando tempo até outubro e até 2015

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este pinocasia só mente. Ele acha que metindo vai nos iludir ... É, mas o que é dele tá guardado. Juntos, vamos usar nossas armas e exterminar toda esta corja!Esperem!
      Denise- Patos de Minas

      Excluir
  90. Esta foi realmente muito boa, ELES MERECERAM e o pior que continuam merecendo, só que hoje falta pessoas como BRIZOLA:


    http://www.youtube.com/watch?v=dj_-GHGn_jg

    ResponderExcluir
  91. SABEDORIA...


    http://www.youtube.com/watch?feature=endscreen&NR=1&v=ICEYA8g1mBU

    ResponderExcluir
  92. ESTA EXPLICADO, TETO É O PISO E O PISO É O TETO.

    Depende de ser JUSTO OU INJUSTO.

    Para os marajás de Minas, TETO é piso + vantagens + vantagens + vantagens + vantagens + vantagens + .......... + vantagens e vantagens

    Para os professores da rede estadual PISO é o teto, o mínimo (-) biênios (-) quinquênios (-) pó de giz (-) 1/3 extra classe (-) alimentação + desvantagens + desvantagens + desvantagens + ...... + DESVALORIZAÇÃO ...... + DESRESPEITO + desvantagens + desvantagens + ........ e desvantagens ....

    ResponderExcluir
  93. Minas é uma vergonha.Uma terra sem lei.
    o faraó faz o que entende ou a ignorância o leva.
    É uma humilhação ,uma situação pior do que o preconceito racial,discriminaçaõ sexual.Uma violência institucional. Imposta pelo faraó para todos os subordinados a quem o poder público deveria atender.Disse bem, deveria. mas não cumpre . Esta é a terra do faz de conta. eu finjo e fica por isso mesmo .Triste realidade para o século XXI.

    ResponderExcluir
  94. Gente, estamos firmes no boicote #aGloboMente, participem:

    Caio M. Lourenço ‏@CaioSeph

    @GracieusaBrito vms unir! Quer link do evento no Facebook? Amanhã #DiaSemGlobo 03/08 com twittaço as 21hrs contra #GloboGolpista e #VejaLixo
    Ver conversa

    Responder
    Retweetar
    Favorito

    11:36 PM - 2 ago 12 via Twitter for Android · Detalhes

    ResponderExcluir
  95. Euler mais uma vez um texto expressivo que deixa evidente a triste situação do professor:carreira destruída,corte no tempo de serviço,salário reduzido,vãs promessas e muito mais.Do sindicato nada podemos esperar, pois as reuniões com o governo não priorizam a questão principal,que é o piso;parece que foi esquecido.Não vejo como reverter essa situação em nosso favor.Que faremos?Precisamos de luz para nos unirmos e dar o nosso grito de indepedência contra esse governo desonesto,sujo e corrupto,que considero o pior em toda a histía da educação em Minas.

    ResponderExcluir
  96. Euler não estou conseguindo abrir todos os comentários que você coloca.Por que será?Ex: voce colocou quatorze comentários ,só consegui visualizar dez.

    ResponderExcluir
  97. Caros colegas já q/ a unica opção de voto nessa eleição é um candidato do PT porque não votar é um voto de protesto o q/ mais incomodaria os TUCANOS é votar num candidato do seu maior rival o PT (PATRUS ANNIAS ).NESSA ELEIÇÂO por favor , dÊ SEU VOTO DE PROTESTO VOTE EM Candidatos da oposição! O NOSSO VOTO ainda é a nossa maior arma! Precisamos enfraquecer esses candidatos que se julgam embatível. SE não derrotarmos pelo menos os enfraquecemos , o importante é levar essas eleições ao segundo turno p/ mostrar pra eles q/ Minas não é 100% PSDB ( AÈCIO ). FORA MARCIO LACERDA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a saber: cada prefeitura perdida para o PSDB, será menos um palanque no processo eleitoreiro para a presidência, câmera e senado. Só temo as coligações, essas sim, são uma verdadeira VERGONHA nacional. Na hora dos "vamos ver" ficam todos amiguinhos PT, PCdob, PV, PQP e por aí vai...

      Excluir
  98. Olá, pessola da luta!

    O portal "Transparência" (com aspas, com aspas) do governo revelou o miserê do nosso salário. No meu caso, o líquido é de dois mínimos, como tenho divulgado aqui. Mas o portal não incluiu outros descontos, como o do Ipsemg, e com isso meu salário ficou, na teoria, ainda maior do que o real. Mas o pior de tudo, que considero gravíssimo, é que o governo divulgou a jornada de trabalho dos professores como sendo de 18 horas apenas. O governo mente para a população, pois a nossa jornada é de 24 horas, para o cargo completo.

    Com isso o governo tenta mostrar para a população que paga um salário baixo para uma jornada que é muito reduzida. Além de não cumprir a lei do piso - e não pagar o piso enquanto vencimento básico -, o governo não considera o tempo extraclasse como parte da nossa jornada de trabalho - além de pagar valor menor do que o terço de tempo imposto pela lei federal. Onde está a transparência nessas informações?

    Recebemos os piores salários, tivemos a carreira destruída, somos a única categoria do estado que teve as gratificações abolidas - quinquênios, etc -, tivemos as promoções congeladas até 2015 e os indíces reduzidos; nossas férias-prêmio foram praticamente abolidas; o governo confiscou salário quando nos obrigou a mudar de sistema remuneratório - sem devolver um centavo do que nos roubou. O pior salário e a pior carreira do Brasil!

    Um forte abraço a todos e bom dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E depois de tudo isso, na greve a Coordenadora do Sindute ainda quer se juntar com SINDFISCO, faça-me o favor. Basta olhar o salário deles com o nosso, espero que daqui para frente não se deva juntar nem em sonho, porque é PIADA PRONTA. Lutar mesmo, só ao lado dos servidores da saúde, espero que tenham noção daqui para frente!

      Excluir
  99. professoramaluquinha3 de agosto de 2012 13:07

    Euler, como faço para ver meu salário divulgado no "transparência"?

    ResponderExcluir
  100. Estou jogando a tolha, sinto muito mais não dá para contar com mais nada, vivemos em um estado sem lei, estava ainda na esperança do 1/3 de aula, mas já vi que não vai mudar nada, só se for para pior.

    ResponderExcluir
  101. Caros colegas

    Não se esqueçam do deputado Zé Maia que ironizou em uma das vezes estive na assembléia durante a greve de 2011.
    "Em 2010 vocês colocaram a minha foto como inimigo da educação e estou aqui novamente!"
    Palavras do deputado Zé Maia do PSDB
    Eles estam convictos de que podem fazer o que bem entedem e nada acantece com eles.
    Não se esqueçam temos 51 inimigos.
    E em MONTES CLAROS Jairo Athaide esposo de ANA MARIA uma dos 51.
    Vamos provar que somos seres pensantes e que temos força POLÍTICA.
    Este ano é muito importante, é o início do resgate da nossa dignida.
    E ela começa pelas urnas.
    Muito bem vamos a batalha GUERREIROS. O ano passado foram 112 dias de luta não vencemos a guerra mas agora ela recomça.
    E que sejamos os vencedores em outubro.
    Professora e cabo eleitoral contra os inimigos da educação. Pagamento por este outro serviço minha dignidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em Montes Claros além do marido de Ana Maria, há mais dois candidatos de Anastasia:
      ATHOS AVELINO E RUY MUINZ
      NÃO PODEMOS VOTAR EM QUEM É APOIOADO PELO GOVERNO.

      Excluir
  102. Oposição comemora! Vitória no TAG, CEMIG, Prédio do IPSEMG e Lista de Furnas!

    http://www.youtube.com/watch?v=VEXvcouMgjE&feature=player_embedded#!

    ResponderExcluir
  103. caros colegas, nossa briga não é com efetivado ou contratados,quando ficamos com picuinhas estamos enfraquecendo a nossa luta!!!VAMOS MANTER O FOCO!!!!

    ResponderExcluir
  104. FABIANO TOLENTINO SE LIGA PESSOAL DE DIVINOPOLIS, ELE É UM DOS 51

    ResponderExcluir
  105. Haddad vai pagar caro pela sua incompetência diante da

    Educação; não sai do lugar nas pesquisas: 5% desde o início da campanha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se todos ajudarem a falar mal deles, não se reeguerão nunca mais. Vejam Newton Cardoso e Francelino Pereira nunca mais foram reeleitos a cargos expressivos. Somos melhores pra derrubar um corrupto que uma CPI, haja visto que Collor voltou. Haddad é um grande imprestável. Cada um deve falar isso incansavelmente, 24 horas por todos os lugares que passar e de também não se esquecer dos outros traidores.Somos 400 000 cabos eleitorais fazendo campanha negativa dessa corja de come quietos corruptos que só pensam em abocanhar todos e recursos pra si e pra famila.

      Excluir
  106. Quer coisa melhor?

    Pesquisa

    Intenção de votos para 2014

    LULA 70%

    AÉCIO 12%

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda tem 12%? Ainda tem gente cego né? Ou alguns que são beneficiados pela corja, claro!
      Temos que eliminar esses 12%. Cambadas de hipócritas!

      Excluir
  107. ESTA EXPLICADO, TETO É O PISO E O PISO É O TETO.

    Depende de ser JUSTO OU INJUSTO.

    Para os marajás de Minas, TETO é piso + vantagens + vantagens + vantagens + vantagens + vantagens + .......... + vantagens e vantagens

    Para os professores da rede estadual PISO é o teto, o mínimo (-) biênios (-) quinquênios (-) pó de giz (-) 1/3 extra classe (-) alimentação + desvantagens + desvantagens + desvantagens + ...... + DESVALORIZAÇÃO ...... + DESRESPEITO + desvantagens + desvantagens + ........ e desvantagens ....

    ResponderExcluir
  108. Votem contra Aécio/Anastasia.



    Eles acabaram com a carreira dos professores.

    ResponderExcluir
  109. O correto seria o sindute defender os nossos direitos sem se enrolar com esses mafiosos metidos a besta o mais depressa,senao isto tudo ira por agua abaixo;tem que fazer pressao e nao ficar no bla,bla,bla...

    ResponderExcluir
  110. ENFIM... TERMINA A GREVE DOS PROFESSORES DA BAHIA, DEPOIS DE 115 DIAS DE GREVE... UFA...JÁ VI ESSE FILME ANTES...

    ResponderExcluir
  111. O meu contracheque de julho não traz a tal novidade publicada no portal do professor o , não tem alteração nenhuma, nem letra nem salario nem nada o que o sindicato diz disso , alguém sabe alguma coisa, no portal da transparência estou lá apenas com 18 horas e o restante e o meu tempo de prestação ao serviço publico de mais de 15 anos se apenas apresentam o meu tempo pós efetivo,Tem alguém que pode esclarecer toda essa bagunça? Euler socorro estou com problemas de entendimento dos fatos ou realmente tudo o que tenho vivido é verdade? Vamos a luta.

    ResponderExcluir
  112. Pelos comentarios postados vê q/ a categoria está bem inteirada das manobras do governo não como foi qdo assinamos um requerimento abbrindo mão de todos os direitos adquiridos ao longo da nossa carreira c/ a intenção de prejudicar principalmente os que tinham muitas vantagens p/ recebermos um subsidio q/ diriam está sendo criados p/ corrigir distorções salariais. corrigiu mesmo , o vencimento de quem incia hoje na carreira é o mesmo de quem está encerrando.Isso é q/ é corrigir distorções? AS maiores distorções são errs do passado, imconpetencia dos gestores da época,nos não temos nada a ver c/ isso somos vítimas.Qdo os políticos apostilavam diretores indicados por eles , depois de cinco anos de direção e outros projetos eleitoreiro. Eraram no passado por incompetencia , ganancia de poder continuam errando no presente, o foco hoje é o choque de gestão ,tirar do funcionalismo da educação saude e segurança p/ investir em obras que apareçam qualquer obra tb não vale ,como:esgoto,saneamento basico em geral não dá voto.Precisa de muito dinheiro confiscado da educação para jorrar p/ as prefeituras de todos os municipios p/ engordar o bolso dos prefeitos corruptos,superfaturando obras e garantindo a releição. Nunca os prefeitos do interior merculharam em tantas verbas , e tb receberam tantos carros p/ detonarem com tanta rapidez ganhando facil e destruindo mais fácil ainda. Esse é o Brasil q/ sonhamos mudar com uma educação de qualidade e profissionais mais valorizados . Será uma utopia? ou quem sabe assim como eu um dia um neto ou bisneto estará contando esses fatos de uma maneira bem mais otimista!

    ResponderExcluir
  113. PROFESSORES ESTADUAIS DAS MINAS GERAIS PEDEM SOCORRO! ALGUÈM SE DISPONIBILIZA A AJUDÀ-LOS OU VAÕ ESPERAR A EXTINÇÂO DA PROFISSÂO?

    ResponderExcluir
  114. SR governador, se queres educação de qualidade trate de valorizar os profissionais da mesma já é sabido q/ pessoas desmotivadas rendem menos trabalho. Por tanto não vai ser essa opressora avaliação de desempenho q/ melhorará a educação é preciso muito mais!...Com essa esmola em forma de subsídio não há santo q/ faça milagre.

    ResponderExcluir
  115. Gostaria de pedir que fizemos uma pressão à coordenadora Beatriz Cerqueira para que fossem feitas, urgentemente, paralizações e assembléias em Belo Horizonte e que já deveriam ter ocorrido no 1º semestre, mostrando através de faixas e outros, com a participação de "todos" (maior número possível), a insatisfação e aceitação do subsídio como forma de remuneração, para que toda a população esteja consciente do absurdo feito com os educadores: A CRIAÇÃO DO SUBSÍDIO PARA NÃO TER QUE PAGAR O PISO SALARIAL E O FIM DO PLANO DE CARREIRA!!!!! É UM ABSURDO FICARMOS RECLAMANDO NAS ESCOLAS OU NOS SITES E O GOVERNO ACHAR QUE ESTAMOS MUITO SATISFEITOS COM ESSA "SACANAGEM" QUE FOI FEITA NA EDUCAÇÃO!

    ResponderExcluir
  116. ASSEMBLÉIAS EM BH JÁ! DIVULGANDO O QUE ESTÁ ACONTECENDO NA EDUCAÇÃO! FICARMOS QUIETOS ACEITANDO O SUBSÍDIO NÃO DÁ! É UM ABSURDO ESSA ENGANAÇÃO DO GOVERNO E AINDA FICARMOS CONSULTANDO LETRAS PRÁ VERMOS O SALÁRIO QUE O GOVERNO TEM A CORAGEM DE PAGAR O PROFESSOR E BURLAR A LEI DO PISO SALARIAL! O FIM DA CARREIRA!

    ResponderExcluir
  117. reposicionamento = decepcionamento

    Esta Minas Gerais só decepciona!

    ResponderExcluir
  118. Eu não suporto vir aqui e todos os dias vejo pessoas reclamando e insinuando que o sindinutil precisa cuidar da classe, que precisa isso e aquilo mas continua pagando destes mísero salário um sindicato idiota e comprado.Faça o que deve ser feito.Desfilie e aí sim, pode reclamar.Reclamar e sustentar o mesmo é também idiotice de quem o faz.

    ResponderExcluir