domingo, 8 de julho de 2012

Renovando espaços para o diálogo...

Renovando espaços para o diálogo...

Olá, pessoal da luta!

Como o número de comentários no post anterior já superou a casa dos 200, estou abrindo este novo espaço para continuar o nosso diálogo. Além disso, recebi uma carta de uma professora, que me autorizou a publicá-la, abordando sobre questões ligadas à avaliação de desempenho. Na próxima semana quero produzir novo texto, inclusive analisando o atual quadro político eleitoral, especialmente de BH. Os profissionais da Educação de Minas devem aproveitar os dias de recesso que tem início agora em julho para descansar, merecidamente, mas também para conspirar contra os de cima. Não abrimos mão de continuar a luta pelos nossos direitos: ao plano de carreira que foi destruído, ao piso salarial enquanto vencimento básico, ao terço de tempo extraclasse, aos reajustes anuais de acordo com o investimento aluno-ano, às férias-prêmio de três meses para todos os servidores que tenham completado cinco anos de trabalho na rede estadual, além da melhoria nas condições de trabalho, incluindo o devido respeito  aos profissionais da Educação que atuam nas escolas. Entre muitos outros direitos que foram sonegados ou confiscados pela longa gestão de choques do faraó e seu afilhado.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!
 


***

Carta recebida por e-mail: 

"FIQUE ATENTO A SUA VIDA FUNCIONAL!!!

Tive meu Plano de Gestão do Desenvolvimento Individual inserido no Sistema de Avaliação de Desempenho (SISAD),  de forma não fidedigna pela gestora da escola onde exerço meu 1º cargo.

Levei o fato ao conhecimento da Ouvidoria de Educação na data de 22 de maio de 2012, como não foi-me transmitida solução favorável para a questão, recorri ao Ministério Público. Trata-se do processo de Avaliação de Desempenho Individual (ADI) período 01/01 a 31/12/2012, que é formalizado e instruído pelo Plano de Gestão do Desenvolvimento Individual (PGDI).

Na data de 26 de abril de 2012, enviei por e-mail os formulários obrigatórios que compreendem o Plano de Gestão do Desenvolvimento Individual, Anexos I e II por meio de arquivos RTF.

Acompanhando o procedimento no site do SISAD (Sistema de Avaliação de Desempenho) onde as informações são inseridas, é que dei pela coisa. A chefia imediata inseriu no sistema, utilizando-se de meus dados funcionais, documento redigido por ela. O primeiro formulário idêntico ao do período de 2010 teve tão somente a data atualizada para o período de 2012. O segundo formulário elaborado na íntegra pela chefia não tem nem resquício do original redigido por mim.

Pesquisando o Decreto N.º44.559, DE 29 DE JUNHO DE 2007 que regulamenta a Avaliação de Desempenho Individual do servidor estável ocupante de cargo efetivo, não há sequer um artigo, parágrafo, ínciso ou alínea que respalde ação dessa envergadura. Inclusive, a chefia imediata observa nas Informações Complementares ter "reelaborado" na data de 30 de abril de 2012 meu documento, sob a alegação de que não procedi às devidas correções sugeridas (as correções sugeridas foram: acrescer dados percentuais e embasar-me em PGDI de colega de área, como se não fossemos profissionais com perfis diferentes, atendendo classes com necessidades específicas, mas isso foi somente uma desculpa para agir de forma prepotente e autoritária).

A data de 30 de abril de 2012 causou-me estranheza, uma vez que se tratou de um recesso escolar, segunda-feira que precedeu o feriado do dia do trabalhador, 1º de maio; há um artigo da Lei 44559/07 regulamentando que o processo de Avaliação de Desempenho Individual compreenderá o preenchimento das metas pela chefia imediata, juntamente com o servidor, preferencialmente no primeiro mês do período avaliativo (Sessão II do Art. 10 Inciso I), ou seja, "juntamente" e não "isoladamente", "solitariamente", "furtivamente" ou em período de recesso previsto em Calendário Escolar.
 
Meu documento original foi redigido de forma compatível com o Plano de Desenvolvimento da Escola e com o Plano de Intervenção Pedagógico da Secretaria de Educação, portanto, não há embasamento legal para ser descartado e substituído por PGDI escrito pela chefia. Meu PGDI é estritamente didático-pedagógico e conota um plano real, dentro do que se exige no desempenho de minhas funções, onde há coerência e coesão entre ações e metas.

Fato é que fui lesada no meu direito de elaborar um documento que é um plano individual do desenvolvimento e gestão. Meus dados funcionais foram utilizados para inserção em um site do governo, de um documento que não é o meu, ou seja, uma fraude.

Pesa nesse caso um fator ilícito: alteração indevida de dados em sistemas informatizados dos bancos de dados da Administração Pública, em prejuízo de meu interesse e lesando direito de autoria do documento. E ressaltando a questão da ética no serviço público, sendo eu hierarquicamente inferior e da minha chefia dependendo, entrego-lhe um documento X e ela insere um documento Y. Isso é um ato de omissão, pois em meu Plano de Gestão do Desenvolvimento Individual não consta o conteúdo que nele deveria constar, foi inserida uma declaração diversa da que foi escrita por mim, com o fim de criar obrigação ou alterar a verdade sobre um registro relevante, que está atrelado a minha vida funcional.

Segue-se ao Plano de Gestão, o acompanhamento que consiste basicamente em legendar por intermédio de conceitos a execução das ações e o alcance das metas, e essa etapa será embasada num documento que foi adulterado, ou seja, não são as ações e metas propostas por mim, outrossim, são ações e metas de autoria da chefia imediata em meu nome, sem notificação prévia, sem minha autorização e sem avisar-me do que foi feito, só descobri quando acessei o site do SISAD, tudo isso só caracteriza a ilicitude desse ato.

Tudo que pedi ao Ouvidor do Estado na manifestação lá registrada e insisti por meio do Ministério Público foi a retificação do meu Plano de Gestão, porque faltou ética, lealdade e boa fé na atitude da gestora. À diretora confiei meu documento. Mas a resposta última foi a seguinte:  “Agradecemos seu contato. Ao Ministério Público são vedadas a representação judicial e a consultoria jurídica. Eventual questionamento sobre lesão a direito individual provocado por agente público deverá ser feito por meio de advogado constituído ou defensor público no âmbito judicial. Sua manifestação foi encaminhada à Ouvidoria de Educação para providências no âmbito administrativo. Atenciosamente, Ouvidoria do Ministério Público de Minas Gerais.”
 
Entrei em contato com a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais, mas antes de acessar através do "fale conosco" (tomara que o Defensor ouça), li nas perguntas frequentes que a Defensoria somente defende "necessitados", caso o Defensor que é um advogado entenda que posso arcar com honorários advocatícios e custas processuais, minha causa ganha estará irremediavelmente perdida, pois com 20 anos de sala de aula meus proventos mensais correspondem a R$ 1 700,00 líquidos - isso porque tenho dois cargos - imaginem o que seria de min numa única função? Assim sendo, sem prejuízo da minha subsistência, só posso contar com a Defensoria Pública, nesse caso ultrajante, em que venho batalhando ano após ano, sofrendo assédio moral, perseguição e sofrendo notificações insatisfatórias pela chefe e seus membros comissionados e manipulados. Apesar de tudo, não deixei de declarar no site da Defensoria Pública para os fins que se fizerem necessários que a única riqueza que possuo é ser dona de um cérebro. Se isso contar, então haverei de ser atendida. Aguardarei e relatarei em outra oportunidade, mais um episódio dessa trama maquiavélica em que se transformou todo o processo de ADI na unidade de trabalho. Uma verdadeira vergonha.
 
E que minha história sirva de alerta a todos aqueles que não acompanham sua vida funcional. Acessem o SISAD, fiquem de olho, porque tudo pode acontecer nas unidades de exercício, desde que haja um site do governo, acesso, uma senha e um gestor inescrupuloso. Choque de moralização JÁ! Chega de dano moral! Minas, faça jus aos dizeres da nossa bandeira LIBERTAS QUAE SERA TAMEM.
"

***

Frei Gilvander:

Por que há greve na Rede de Saúde Pública do estado de Minas Gerais?
 
Não podemos dar uma de Pilatos.
 

Cf., abaixo.

 

Injustiça na Saúde Pública do estado de Minas Gerais: Renato Barros, do SIND-SAÚDE/MG. 06/07/2012 

 

Clique no link, abaixo, e assista a uma pequena Entrevista que frei Gilvander Moreira fez com Renato Barros, coordenador geral do SINDSAUDE:
 
 
Ou clique, abaixo, em:
 
 
Para maiores informações, consulte:
 
Um abraço afetuoso. Gilvander Moreira, frei Carmelita.

e-mail:
gilvander@igrejadocarmo.com.br
www.gilvander.org.br
www.twitter.com/gilvanderluisFacebook: gilvander.moreira
skype: gilvander.moreira

257 comentários:

  1. Euler me desculpa, mas não posso deixar lá na outra postagem...
    Vamos ler...
    http://blogjefferson.blogspot.com.br/2009/08/aecio-neves-o-novo-bilionario.html?spref=tw
    E vejam o vídeo porque está bem no final...
    http://brasil247.com/pt/247/midiatech/57226/Veja-o-v%C3%ADdeo-de-A%C3%A9cio-irritado-com-pergunta-sobre-a-prima-de-Cachoeira.htm

    ResponderExcluir
  2. É tanta baixaria contra o Servidor Mineiro, propagada por essa gente que está no poder que ficamos horrorizados, parece que as pessoas não evoluem, a impressão que temos é que neste governo os gestores estão INVOLUINDO cada vez mais, porque é uma atrocidade atrás da outra. Onde vamos parar como uma administração dessa estirpe? É possível que essa gente tenha sido acometida de algum vírus, e deve ser pior do que o AEDES AEGYPTI, está uma epidemia. Será que nos laboratórios de JUAZEIRO, na Bahia é possível criar, também, algum antídoto contra esse vírus do mal que grassou pelo setores da educação em Minas Gerais? Tomara! porque essa gente mata o servidor, essa gente causa infarto, colesterol alto, diabetes, câncer...

    ResponderExcluir
  3. O MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: CUIDADO, OS GESTORES DA ÁREA DE EDUCAÇÃO EM MINAS GERAIS FAZEM MAL À SAÚDE DOS SERVIDORES!!!

    ResponderExcluir
  4. Diante de tudo que passamos, só nos resta uma opção para buscar justiça neste 'ESTADO CONTAMINADO":

    - VOTEM CONTRA AÉCIO E ANASTASIA, ELES ACABARAM COM A CARREIRA DOS PROFESSORES.

    PEÇAM VOTOS TAMBÉM PARA TODOS OS FAMILIARES E AMIGOS.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo 8 de julho de 2012 21:23, essa gente não foi acometida por vírus algum mas são pessoas que pertencem a um grupo seleto elitista que exercem o seu poder de comando. Essa elite que comanda o patrimônio público e privado não quer que o povo tenha plena liberdade e não estão interessadas em dividir o bolo econômico que o povo às duras penas cria, ela se apropria do esforço alheio em seu benefício. É uma elite oligarca patrimonialista que domina os setores privilegiados e estratégicos da economia de Minas e do restante do país.

    O assédio moral ao servidor é uma das estratégias para que possam exercer o comando e, o que é pior sem respeitar os preceitos constitucionais, somente no que convier aos seus interesses, o que podemos perceber que caracteriza uma falsa democracia, saindo da ação sutil e demonstrando escancaradamente uma DITADURA CIVIL, pois existem interesses comuns de várias esferas de poder que acirram o fisiologismo e clientelismo, chegando até mesmo a cooptar colegas que trabalham lado a lado, como o que podemos observar nos dizeres da professora que redigiu o documento, a mesma tem sido assediada por aqueles que exercem o cargo de direção ou estão ligados a tal.

    ResponderExcluir
  6. professor André8 de julho de 2012 22:25

    colegas de profissão, já há algum tempo frequento esse espaço mas só tive vontade de desabafar agora. sou pedagogo e fui trabalhar na Itália em 2002, era efetivo num cargo de professor de geografia e noutro como supervisor. Há 10 anos atrás viver na Itália - e na Europa - era maravilhoso. Entre esses serviços braçais, eu podia escolher o que fazer: faxineiro, jardineiro, auxiliar de marcenaria, servente de pedreiro. Pode parecer fantasioso, mas naquela época quem se dispusesse a fazer qualquer um desses serviços, ganhava 100 euros por dia (hoje 100 euros=R$ 249,00), basta vocês fazerem as contas que verão que em valores atuais isso são R$ 7.470,00.
    Trabalhava de segunda a segunda, e comecei a prosperar. Comprei a casa aonde minha mãe morava no Brasil, dava-lhe uma mesada, pagava as contas dos meus parentes e ainda sobrava dinheiro para que eu pudesse morar aqui numa kitinete, comer bem e de quebra ainda fazer turismo pela Europa viajando pelo eurotrem. Conheci uma italiana e fomos morar juntos. Aqui não é como no Brasil aonde uns ficam encostados nos outros, tudo aqui é pago, eu e ela dividíamos todas as despesas. Percebi que aqui a cultura é diferente, cada um através do seu trabalho tem que dar conta de si. não sei se consegui explicar direito.
    Tudo ia bem, até que veio a crise de 2008, eu não entendo muito de historia, mas por aqui se comentava que era uma crise semelhante a de 1929. Eu notei muitas diferenças na economia aqui na italia e no brasil. Aqui eles acreditam muito que o mercado se regula por si só, não é como no brasil onde o governo interfere no comércio. Eu sei que a crise começou nos EUA, chegou na aqui, depois foi se alastrando pela Inglaterra, Suíça, França, Alemanha, Áustria e Holanda (que aki eles chamam de países baixos).
    Em telefonemas para minha mãe e parentes, eles disseram que o brasil sentiu a crise em 2008, depois normalizou. Mas aki não, em 2009 peguei o euro trem e fui até a grécia (pensei em trabalhar por lá), mas além de passar 2 semanas sem emprego, vi manifestações de gregos desempregados quase todos os dias. Eles estavam bastante revoltados.
    Já com pouco dinheiro, retornei a italia e tive uma grande decepção. a italiana que eu morava me perguntou como eu ia dividir as despesas naquele mes se eu não tinha ganhado nenhum euro na grecia. eu disse a ela que assim que conseguisse um emprego, daria até o meu salário inteiro pra ela. Mas o que ela fez foi me colocar no olho da rua. Eu fiquei muito magoado, acho que nem pelo fato econômico e cultural, mas pela questão de tipo assim: uso joga fora.
    Eu fiquei sem lugar pra dormir, liguei para minha mãe e pedi que ela pedisse aos meus parentes aos quais ajudei com muito euro, se eles não podiam me pagar pelo menos uma parte. todo mundo sumiu. Liguei para alguns e a resposta que tive foi que eu emprestei pq eu quis, outros batiam o telefone na minha cara. Me vi completamente desesperado, comecei a dormir numa praça de Roma. Dureza é que estava na época do frio e o frio daqui parece geladeira. Numa noite fui recolhido por um albergue, aonde pude me alimentar e dormir numa cama quente.
    Já estava em 2010, eu estava há dois anos pulando de albergue para albergue e conseguia as vezes trabalhar 2 vezes por semana. Só que 200 euros aki é pouco por semana, o custo de vida é muito caro.

    ResponderExcluir
  7. professor André8 de julho de 2012 22:25

    Não esqueci a italiana - Bela - era o nome dela. Ela parecia um fantasma a me atormentar o coração. Acabei virando alcoólatra. minha mãe implorava para que eu voltasse, mas eu não queria voltar para a minha cidade (que não vou revelar aqui por questões óbvias), pois sei que este blog tem repercussão em todo om estado de minas.
    Os albergues já não me aceitavam mais. Acabei virando uma espécie de andarilho, onde o álcool se tornou a muleta de minha existêrncia. Um dia estava numa praça de Roma pedindo esmolas e então vi Bela com um homem, eu tenho certeza que ela me conheceu, pq ela me olhou e ficou espantada, mas não me cumprimentou. Neste dia eu tomei umas duas garrafas de bebida.
    Alguns parentes meus que tinham mais consciência - acreditem foram aqueles que nunca me pediram dinheiro - entrram em contato com o consulado brasileiro e conseguiram me localizar, pois aki existe uma comunicação entre as entidades filantrópicas e os consulados, pois muitos imigrantes vem parar nas ruas.
    Um adido brasileiro me internou numa clínica de recuperação e fez tratamento dois meses para desintoxicar da bebida. Ele conversou muito comigo e disse que eu iria voltar para o Brasil.
    Cheguei o ano passado. Procurei a SRE de minha cidade, mas eles me falaram que eu havia perdido os cargos por abandono de emprego. Mesmo assim eles foram bons, me orientaram a entrar com um processo administrativo, para quem sabe, manter pelo menos 1 cargo. Mas no decorrer do processo eu não tinha para apresentar uma justificativa de 9 anos de ausência. Fui muito bem tratado, mas fui realmente exonerado.
    Desde então tenho trabalhado como designado. Quero dizer a vces que deem valor no emprego que voce tem, pq na europa não tem emprego e aki pode não pagar tão bem, mas vcs efetivos e efetivados tem um emprego.
    Viver na italia me ensinou algumas coisas: uma delas é que não somos donos de ninguem, a mulher que eu amava estava comigo por conveniencia; a cultura deles é completamente diferente, principalmente na concepção de trabalhio. As vezes eu ia procurar emprego e quando eu dizia que era do Brasil eles perdiam o interesse. Depois me disseram lá na Itália que nossa fama é de um povo que não gosta de trabalhar.
    Quero dizer pra vcs que agora que sou de novo um supervisor e professor, vou me enganjar na luta. Tenho visto neste blog a pregação do voto nulo. Na Europa se vc disser isto, as pessoas te consideram um imbecil, pois votar nulo é dar uma procuração para os maus políticos agirem em seu nome.
    Outra coisa que notei que não dá mais certo é greve. Eu não acompanhoi muito a política, mas ouço falar bem do governador e ouço comentários que ele só não paga melhor pq existem umas tais despesas de custeio, tipo assim, quando vc abre uma escola, eles tem que fazer as contas pelos próprios 10 anos de quanto aquela escola vai gastar (e assim coim tudo que se abre: hoispitais, postos de polícia etc), pra saber qto pode gastar. Eu não entendo direito o advogado que foi lá na escola falar sobre a constitucionalidade do piso, mas ele disse que tb tem uma tal de lei de responsabilidade de renda, que fala que o governador ou o prefeito não pode gastar mais do que ele arrecada.
    Sei que estou com 35 anos e estou feliz de estar vivo e com saúde (coisas que o dinheiro não compra) e acredito que as melhorias que eles puderam fazer eles vao fazer, pq o aecio quer ser presidente. Que Deus fique com todos vcs, não promerto voltar muito aki pq eu acesso a internet da casa do vizinho er ternho notado que ele não tem gostado muito. Mas Deus é maior!

    professor/supervisor André

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Euler,

      Esse "professor/supervisor" é fake...
      Fique de olho porque tem boi na linha!

      Educadora em Luta(o)

      Excluir
    2. Companheiro André,
      Leia todos os postes do Blog do Euler, assista ao vídeo que sugeri no começo desse post e leia a PRIVATARIA TUCANA, acompanhe pela tv Senado a CPMI do Cachoeira para se inteirar das coisas do Brasil... Veja no youtube a greve dos professores de Minas Gerais e depois volte a falar conosco. Ah, evite a #aGloboMente e a #VejaBandida e tome cuidado para checar a veracidade de tudo, até mesmo do que eu estou te contando. Crie uma conta no Twitter. Não se deixe enganar, tá bem? Você não pode se dar ao luxo de errar de novo aos 35 anos, não é mesmo? Bola pra frente.
      Solidarizo - me com você.

      Excluir
    3. João Paulo Ferreira de Assis9 de julho de 2012 03:21

      Professor André

      Vi que o senhor no seu depoimento foi sincero, e é com sinceridade que vou lhe dizer: CUIDADO. O senhor saiu foi para a Itália em 2002, no ano em que o Aécio foi eleito governador. Então o senhor não viu a farsa do déficit zero e nem do choque de gestão. O Aécio, que parece ser o seu candidato à presidência PIOROU A VIDA DE NÓS TODOS. O senhor estava na Itália e não viu Aécio enganar o povo mineiro com o déficit zero, e a Rede Globo anunciar para todo o Brasil. Só que o déficit zero é uma FARSA, que foi desmascarada pelo senhor César Maia, que então era o Prefeito do Rio de Janeiro.
      O senhor voltou para Minas, e está vendo a propaganda do governo Anastasia e, pior, acreditando nela. O Anastasia acabou com a nossa autoestima. Provavelmente nós não vamos fazer mais greve, mas estamos trabalhando com MUITO ÓDIO e MUITA REVOLTA. Confesso-lhe que eu nunca vi um ambiente desses no meio escolar, nem mesmo quando Newton Cardoso era governador. Deixe de assistir a rede Globo e ler a Veja, pois o senhor só está recebendo mentiras por verdades. Em outras palavras: levando gato por lebre.

      Excluir
    4. Quanta besteira...

      É por essa e outras que políticos pintam e

      bordam com os professores. Santa ingenuidade.

      Ou não! Talvez seja mais um daqueles idiotas

      da turma do "chapeu" sondando terreno.

      Excluir
    5. Claro que é a "Turma do chapéu" mas vamos nos fazer de desentendidos...kkkkkkk Mas valeu, serviu pra te tirar da toca. Já estava com saudades sua.

      Excluir
    6. Um tanto estranho! Inocente útil?

      Excluir
  8. “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.” (Rui Barbosa)

    ResponderExcluir
  9. OI,

    SOU PROFESSOR NO RIO DE JANEIRO E DESDE 2011 FREQUENTO ESTE BLOG. SOU AMIGO DO PROFº EDUARDO
    http://eduardopereiradeazevedo.blogspot.com.br/
    E UM DIA NA CASA DELE, AO MOSTRAR ESTE BLOG, ELE ME FALOU QUE NUNCA NA HISTÓRIA DA INTERNET BRASILEIRA HOUVE UM BLOG QUE TIVESSE UM PAGEHANK (O QUE FAZ O BLOG BOMBAR) TÃO GRANDE, POIS JÁ SÃO QUASE 2 MILHÕES DE ACESSOS, O PROFº EULER JÁ NÃO TEM ATUALIZADO COM TANTA FREQUENCIA, MESMO ASSIM, O PROFESSOR EDUARDO ME DISSE QUE VERIFICOU ATRAVÉS DAS LINHAS DO BLOG(COISAS QUE NÓS NÃO CONSEGUIMOS USUÁRIOS LEIGOS NÃO CONSEGUIMOS VER)E NA MÉDIA DE 6 MIL ACESSOS DIÁRIOS. LÁ NO RIO NÃO TEMOS UM ESPAÇO COMO ESTE PARA DISCUTIRMOS IDEAIS E IDÉIAS.
    PARABÉNS PROFº EULER, PORQUE FAZ DOIS ANOS QUE O SENHOR ESTÁ FAZENDO ESTÓRIA NA INTERNET. PONTO PARA OS PROFESSORES, QUE SÃO ROTULADOS PELA SOCIEDADE, COMO PESSOAS FRUSTRADAS, QUE SÃO PROFESSORES PQ NÃO CONSEGUIRAM OUTRA COISA NA VIDA.
    EM TEMPO: O SINDICATO DOS PROFESSORES DO RJ ENTROU NA JUSTIÇA PARA QUE O CABRAL PAGUE O PISO, PODE SER QUE DEMORE, MAS UM DIA O STF NOS DARÁ GANHO DE CAUSA, POIS JÁ EXISTE UM ACORDÃO QUE DIZ QUE O PISO É CONSTITUCIONAL E QUE ELE NÃO É REMUNERAÇÃO TOTAL (TETO) E SIM VENCIMENTO BÁSICO NÃO ACRESCIDO AS VANTAGENS. NÃO SE DEIXEM LEVAR POR ESTRATÉGIAS COMO GREVE, POIS SINDICATOS SÓ QUEREM - E AQUI NO RJ NÃO É DIFERENTE - NOS FAZER DE MASSA DE MANOBRA. A BATALHA AGORA É JURÍDICA.
    PARABÉNS PROFº EULER, POIS O SENHOR TEM AGIGANTADO A IMAGEM DOS PROFESSORES. AONDE ESTÃO OS BLOGS DE OUTROS PROFISSIONAIS LIBERAIS?

    ResponderExcluir
  10. o interessante da carta aberta da professora é que o MPMG diz que encaminhou o caso para a Ouvidoria para providências no âmbito administrativo e ao Ministério Público é vedada representação judicial. Mas, a Ouvidoria informou à manifestante "QUAIS PROVIDÊNCIAS ADMINISTRATIVAS FORAM TOMADAS? OU SIMPLESMENTE ENVIOU À ESCOLA - PARA "AVERIGUAÇÃO" - O PESSOAL DA SUPERINTENDÊNCIA QUE É CONCHAVADO COM AS CHEFIAS PARA ARQUITETAR UMA RESPOSTA PARA A OUVIDORIA?" Outro questionamento que cabe no caso da lesão ao direito individual da professora, provocado pela diretora é o seguinte "DENTRE AS MEDIDAS TOMADAS NO ÂMBITO ADMINISTRATIVO, CABE PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR? É O MÍNIMO A OCORRER NUM CASO DESSE. MAS SE SOU BOM ENTENDEDOR... MEDIDAS ADMINISTRATIVAS = MEDIDA NENHUMA." Ora, a pessoa vai pra Ouvidoria e a Ouvidoria reporta para a Superintendência obviamente. A pessoa apela ao MP que reporta de novo para a Ouvidoria, onde não conseguiu apoio porque foi reportado para a Superintendência. Então tudo acaba em pizza e fica por isso mesmo?! Quais são as atribuições do Ministério Público? Ora, o Ministério Público é uma instituição independente, essencial à função jurisdicional do Estado. O MP age nos casos de ameaça aos direitos previstos na Constituição e nas leis, por iniciativa própria (de ofício), ou após ser acionado por qualquer cidadão. Fica aqui minha opinião, e manifestação de repúdio à incompetência técnica da diretora incapaz de inserir dados no sistema com fidedignidade. Isso é um desmando, deve ser coibido para prevenir que tal atitude seja disseminada nas instituições escolares do estado. E no meu entendimento, o mínimo que se deveria ter feito, seria excluir o falso documento do sistema para inserir o plano de gestão original da professora, tal qual foi sua intenção de pedido de retificação. Fácil errar a vida funcional do profissional. Difícil é consertar o erro, né? Ah, se fosse comigo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É impossivel esquecer os desmandos e a perversidade deste "governo"(???). Podemos derrotá-los em outubro.

      Excluir
  11. Todos contra o Aécio/Anastasia, ELES acabaram com a carreira dos professores.

    O Aécio perdeu o discurso, agora que ele podia falar de uma Educação com qualidade, ele não tem moral prá isto.

    ELES acabaram com a carreira dos professores.

    ResponderExcluir
  12. sobre o Ministério Público:

    http://www.pgr.mpf.gov.br/acesso-a-informacao/perguntas-e-respostas/mp

    ResponderExcluir
  13. Não acho que seja fake mas sim é o ponto de vista dele.Ele pensa assim e com o tempo este professor/supervisor irá entender e se esclarecer mais.Principalmente se ele acessar mais vezes este blog .Aqui se aprende muito.Acho que ele é verdadeiro e talvez não esteja sabendo das verdades desses políticos brasileiros.Espero que leia mais e entenda melhor essa máquina de moer pobres chamada política brasileira.

    ResponderExcluir
  14. Compaheiros e companheiras de luta,

    Vejam essa:

    O vereador Edinho do Açougue declarou ter apenas R$ 1 mil em 2008. Para esta eleição afirma ter patrimônio de R$ 234,6 mil, o que representa um crescimento de 23.460%. Se continuasse no antigo emprego teria que vender muito filé e picanha para conseguir desempenho semelhante. Nem se o nobre vereador juntasse cada centavo de seu salário mais os benefícios (verbas indenizatórias, auxílios, etc) nos seus 04 anos de mandato ele chegaria a tal cifra.

    Enquanto isso, apesar de uma Lei Federal, nossos salários continuam congelados e arrochados.

    E ainda me vem colega aqui ficar pedindo voto.

    Vamos separar o joio do trigo. Vamos eleger boas pessoas, não vamos disperdiçar nossas armas e blá, blá, blá...

    Mas é preciso respeitar a opinião de todos e humildimente ajudar a conscientizar nossos companheiros. É como o Camarada João Martinho me disse uma vez: "Ou essa gente (lideranças) que ainda acredita em eleição é iludida ou são sacanas mesmo."

    O anônimo que fica postando mensagem toda hora aí para não votarmos em canditados que são apoiados por Aécio/Anastasia, favor argumentar mais. Vamos ao debate! Somos radicalmente opostos a política nefasta desses dois, mas não aplicamos o reducionismo e vendemos o peixe de que a solução é colocar outros políticos oposicionistas aos dois no poder. Isso não podemos vender nem como tática política!

    Essa conversa eu dava ouvidos até 1995/96. Já se passaram 17 anos. E Goethe estava certo ao afirmar que " A teoria é cinza, verde é a arvore da vida.

    A nossa luta é permanente e continua!

    Um forte abraço,
    Rômulo - dos subterrâneos da Liberdade, mas sempre conspirando contra os de cima.

    ResponderExcluir
  15. Olha, que o Professor André possa estar sendo sincero, penso que não nos cabe discutir, até porque nem o conhecemos, mas para um homem de 35 anos, brasileiro nato, ter morado fora do Brasil e retornar achando que os poltícos brasileiros, ou melhor os políticos mineiros, leia-se o governo mineiro, é um exemplo de político e que seus argumentos para não cumprir a Lei é uma verdade indiscutível, me desculpe o ex-professor, mas é muita ingenuidade do camarada. Ele viveu fora do Brasil e viu por que o povo de lá luta, aqui no Brasil, o brasileiro quer ser vanguardista no que tange às relações homoafetivas, à liberação da maconha etc, etc, o que não há nenhum erro nisso, mas antes é preciso sair às ruas e lutar pelo direito à saúde, à educação, à segurança, a uma política séria sem corrupção, sem bandidagem como as Cachoeiras espalhadas pelo Brasil, ou seja a uma vida muito digna, já que pagamos um horror de imposto, coisa que os europeus e os americanos não pagam,então este Senhor André está sendo muito ingênuo, porque teve, certamente, na europa uma aula de defesa dos direitos sociais e vem para o Brasil achando que os políticos daqui são uns santos, faça-me o favor, os daqui não serão nunca canonizados eles vão ser mandados é para fogueira, pena que não existe mais a Inquisição. O senhor André deve assistir mais aos noticiários, sair de casa e ir para as ruas. Com todo os problemas vividos pelos europeus e os americanos, ainda assim eles ainda estão melhor do que nós, pois estão lutando para não perder o que conquistaram há séculos, nós nem conquistamos em 512 anos de Brasil. Então nesta Terra não dá para ter pena de político algum, são todos falsos, mentirosos e bandidos, a diferença deles para os que estão nos presídios é que usam terno, tem curso superior e são protegidos por serem parlamentares é só isso que os separam dos outros, no mais as ações praticadas são as mesmas.

    ResponderExcluir
  16. PESSOAL!
    Vocês já analisaram a Resolução SEPLAG/SEE nº 8656 de 03 de julho de 2012, que trata do afastamento Férias Prêmio? Perceberam que foi tirado o direito de servidor administrativo e quem está fora da regência afastar sem precisar entrar no cálculo dos 20% que até o ano passado foi só professor na regência é que tinha o limite de 20%? Será que é isso mesmo que entendi? Se for, o que o governo quer? Destruir não só a carreira mas o profissional, que antes de tudo é ser humano?
    EULER, por favor, verifique para nós. Sou ATB e nos cálculos da escola fiquei fora dos 10% para o 2º semestre/2012, pois os professores têm saldo maior a partir de 29-02-2004. Veja a ignorância da secretaria: o ATB não gera substituição mas o professor sim. EULER, ESTOU AGUARDANDO SUA OPINIÃO, ORIENTAÇÃO, QUALQUER COISA E DOS COLEGAS TAMBÉM.
    OBRIGADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O diretor da escola que trabalho me disse hj que vai averiguar, mas que não estão querendo liberar as férias dos professores justamente por gerar substituição, e não haveria tantos substitutos para atender as escolas. Ora bolas... então as férias não existirão mais! Alguém sabe algo a respeito? Mesmo que não seja benefício de todos, será mais um direito confiscado da gente, e eu já estou cansada!
      Andréa

      Excluir
    2. mas toda férias-prêmio sempre gerou contratação. Querem economizar em cima da gente?! tá na hora de boicotar todos os prefeitáveis e candidatos a vereadores do partido do Anastazista ou coligados ou apoiados por eles. Vamos trabalhar na política, genteeee

      Excluir
  17. Colegas deste blog preciso de algum esclarecimento já que lá na SRE falam uma coisa e na escola falam outra coisa.Como aqui tem várias pessoas esclarecidas poderá me ajudar.Pretendo me aposentar por idade 60 anos com 22 anos de sala de aula.Qual seria meu salário realmente???Se é proporcional .Alguns dizem que eu receberei um salário mínimo, outros que apenas 8 dias menos que o salário total.Me ajudem por favor.Não aguento mais sala de aula.Agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Companheira, não existe aposentadoria proporcional para professor(a). Caso queira afastar com 60 de idade e 22 de sala de aula, sera na proporção de 30 anos - no administrativo.Assim,realmente perderá bastante sim, pois afastamento proporcional não dá direito a paridade.Aconselho você a não sair.Tente ficar fora da regência,pois três anos passam rápidos e assim poderá aposentar na Especial de professor, com paridade, que será melhor para brigar por seus direitos. Quem aposenta na proporcional, não pode reivindicar nada e ainda vê seu salário diminuir ano a ano. Tô torcendo por você e tomara que tome a decisão certa. Abraços.

      Excluir
    2. João Paulo Ferreira de Assis10 de julho de 2012 02:01

      Prezada colega das 21:47

      A função de professor deveria nos garantir o pagamento de adicional de insalubridade, pois cada vez está mais difícil lecionar. Estou de licença médica desde 28 de maio próximo passado, e minha licença foi prorrogada para 25 de agosto. No dia 04 de junho fiz um hemograma no Laboratório Santa Lúcia, em Barbacena, e os resultados foram 151 de triglicérides, 81 de glicose e 212 de colesterol. Meu colesterol baixou de 240 para 212. Ou seja, só de ter afastado da sala de aula já significou uma melhoria na saúde.
      E dizer que no dia 23 de maio, meu último dia de aula no turno da tarde em turma difícil, eu meti a poda no tal ECA. Disse que essa m...da de ECA os impedia de trabalhar. Por isso eles não davam valor ao dinheiro dos seus pais e arrancavam folhas em branco dos seus cadernos para jogar nos colegas. Se tivessem de trabalhar para comprar um caderno, eles não fariam isso. Eu disse isso aos gritos, em tempo de sofrer um enfarte ou um acidente vascular cerebral.

      Se você tiver problemas de saúde, stresse, por exemplo, você pode pedir licença médica. Depois de quatro meses afastada em virtude da licença, a escola pode solicitar que você seja colocada em ajustamento funcional. Aí você iria para a biblioteca da sua escola.

      Saudações, Professor João Paulo.

      Excluir
    3. o próprio nome diz tudo eca !!! ....

      Excluir
  18. Euler posta para nos a nova tabela salarial pois meu computador não abriu por favor.

    ResponderExcluir
  19. João Paulo Ferreira de Assis10 de julho de 2012 01:49

    Prezado amigo Professor Euler

    Peço-lhe a devida vênia para colocar de novo o meu comentário do post anterior, sobre voto nulo.

    Eu antes de fazê-lo quero desculpar-me com o Professor Raimundo Santos se fui indelicado no referido comentário, pois pedi a este colega nosso que caísse na real, pois voto nulo daria resultado só se fosse mais de 50%. E o povo brasileiro gosta de votar. Poucos são os que votam nulo. E nós nem podemos pregar isso na sala de aula, pois fatalmente chegaria ao conhecimento dos superiores hierárquicos, e poderíamos sofrer alguma represália. Logo, não temos como doutrinar a juventude para que vote nulo.
    Eis o comentário:

    João Paulo Ferreira de Assis 8 de julho de 2012 12:34

    Professor Raimundo Santos, Caia na real. Para dar o efeito que V.S. quer seria preciso mais de 50% de votos nulos. E isso NUNCA SERÁ CONSEGUIDO. O povo sempre gostou de votar.

    Agora, mais do que nunca é preciso usar a ferramenta do VOTO ÚTIL. Belo Horizonte tem nas mãos o direito de decidir o destino do Brasil a partir de 2014.

    Se elegermos Patrús, ao mesmo tempo a gente estará fulminando o ominoso projeto Aécio Presidente e Lacerda Governador. Se Márcio Lacerda, pela nossa omissão for reeleito, Aécio ficará muito forte, e pode inclusive ganhar em 2014. É ISSO QUE VOCÊ QUER?
    SOU MUITO MAIS O PT, COM TODOS OS SEUS DEFEITOS, DO QUE O PROJETO ANTINACIONAL DO PSDB, e a sua ojeriza para conosco, professores.

    Saudações, Professor João Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou repensando o voto nulo ou a abstenção. Com a candidatura do Patrus vou votar nele. Fora com estes demotucanalhas! Xô lacerda, xô naná, xô aecim, xô danilo de castro! Já pensaram esta tchurma em Brasília? Cachoeira é bebê perto deles.

      Excluir
  20. "MP denuncia escola da Grande BH que se recusou a matricular criança com síndrome de Down - Educadores de uma escola na Região Metropolitana de Belo Horizonte irão responder na Justiça"

    [http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2012/06/05/interna_gerais,298547/mp-denuncia-escola-da-grande-bh-que-se-recusou-a-matricular-crianca-com-sindrome-de-down.shtml]

    "A promotora de Justiça denunciou criminalmente os educadores do Conselho Corporativo."

    ResponderExcluir
  21. O INSUPORTÁVEL PIP:

    ( https://educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/3235-segunda-etapa-do-dia-d-leva-pais-de-alunos-para-as-salas-de-aula )

    Tudo isso que está acontecendo já aconteceu na época do tecnicismo, portanto, não é novidade. Esse projeto está deixando a impressão de que os professores não são capacitados, por isso esse incansável discurso dos pipeiros em modificar as ações em sala de aula, disseminando a idéia de que todas as queixas sobre o funcionamento do sistema desaparecerão. Os professores estão sendo expostos a um extenso cardápio de qualificação, e em contrapartida estão assinando seu atestado de incompetência, de pessoas defasadas que não sabem fazer bem o seu trabalho. Isso tudo não é novidade, aconteceu na segunda metade do século passado, em que os professores foram responsabilizados unicamente pelo atendimento às demandas da época. Da mesma forma que no passado, em que a escola foi submetida aos ditames da sociedade desenvolvimentista e adotou procedimentos da indústria, espalhando a crença no potencial dos métodos de ensino em detrimento dos profissionais da educação, das visões de mundo e escola que possuíam, da peculiaridade de cada comunidade escolar e principalmente, daquilo que era ensinado, hoje nos chega um novo tsunami. Está insuportável. Essas medidas trarão mais resultados sofríveis porque a solução dos problemas educacionais não se encontra nos métodos usados pelos docentes. Esse empreendimento chamado PIP, é apenas um apelo político e mercadológico. A sala de aula e as relações que nela se dão, sofrem a influência da sociedade mais ampla, o que permite “inferir” que ao mudar o método, altera-se uma pequena fração da parcela do complexo processo educacional, com muito pouca interferência no resultado final.

    Longe de sermos desqualificados, incapacitados, incompetentes e que necessitemos de ser “reciclados”, “qualificados”, “capacitados” por essa horda de gente que invadiu nossos sábados e unidades de trabalho, é preciso que todos saibam que temos conhecimento de que o fenômeno educativo está para além da técnica e estratégia adotada, porque há os temas e conteúdos de ensino, as características dos alunos, as representações que possuem o que se pretende ensinar, a comunidade na qual a escola encontra-se inserida e outras circunstâncias que influenciam e interferem no processo de “ensinagem” e “aprendizagem”. Querem transformar a situação didática numa cena teatral onde o protagonista é o professor, sem se levar em conta os coadjuvantes do ambiente educacional, ou seja, sem transformar a cena novamente em alunos. Assim, do modo que envolvem professores e agora pais, os pipeiros só tentam revelar os motivos do fracasso e o segredo para o sucesso de maneira simplista: surgindo como mentes iluminadas e sapientes formadores, como se as repostas enfrentadas pelos docentes se encontrassem no andar superior: Secretaria de Educação, por meio dos especialistas e técnicos das Superintendências de Ensino. Enfado e desânimo. Pipeiros, dêem a criança, ao jovem e adolescente vontade de aprender e qualquer método será bom. Esse é o ponto.

    ResponderExcluir
  22. Euler, não estão falando mais nada sobre um terço das aulas dedicado a preparação. Falaram que a situação seria resolvida para agosto se estamos em julho e é para ser aplicado em agosto não está muito devagar com esta situação, meu caso por exemplo pretendo deixar quatro aulas, porque tenho dois cargos, e na minha escola tem muita situação semelhante, está situação não teria que ser resolvida agora para os alunos não terem prejuízos?

    ResponderExcluir
  23. E A REUNIÃO DO DIA 16 DO GOVERNO COM O SINDICATO. NINGUEM FALA NADA, UM MUDO OUTRO CALADO. KKKKKK

    ResponderExcluir
  24. o governo vai enrolar, vai enrolar e não vai dar nada de 1/3 de carga horária, pois já está todo enrolado no que tante às férias-prêmio, pois sentou-se como Sindicato e o resultado pelo que tem sido divulgado pelas escolas é que foi o maior engodo, agora dizem que os efetivados também têm direito, além de ter acrescentado aos mesmos 10% os servidores da área administrativa. Enfim, muita gente que esperava tirar já não vai. Está a maior confusão. Aliás esta administração está batendo recorde de incompetência e inabilidade com o vida funcional do Servidor da Educação, se nos outros setores não está havendo tantos disparates, então podemos classificar a administração da área da educação como INCOMPETENTE E BAGUNÇADA mesmo!

    ResponderExcluir
  25. Nas Superintendências, tem gente dizendo que esse 1/3 de Carga horária é conversa para boi dormir, que não há nenhuma fala sobre isso, inclusive há algumas que já consultaram a SEE para tratar do assunto com as Escolas sob sua jurisdição e a resposta foi que este assunto não está em pauta. Quando será que entrará em pauta? Ou não vai entrar como não entrou o Piso Salarial? Ou estão tramando alguma forma de enganar o Servidor assim como fizeram com as férias-prêmio, publica o direito, mas nem todos se valem dele. Podemos aguardar que vem bomba com essa Carga Horária, a demora não é à toa, é tramoia na certa. Esperemos e veremos!

    ResponderExcluir
  26. Sei que a greve do ano passado cansou a muitos, mas não vejo outra forma de arrancar alguma coisa dos soberbos tucanos mineiros, que não seja a greve. Seria bom aproveitar as mudanças na disputa eleitoral de BH para pôr pressão sobre o governo. Acredito que este seja um bom momento para um movimento grevista. Esta é minha opinião.
    Jorge da Silva

    ResponderExcluir
  27. Resposta ao professor João Paulo


    "...Professor Raimundo Santos, Caia na real. Para dar o efeito que V.S. quer seria preciso mais de 50% de votos nulos. E isso NUNCA SERÁ CONSEGUIDO. O povo sempre gostou de votar..."

    Caro professor, certamente que já "caí na real" há muito tempo. Tanto é verdade, que há muito tempo não voto em nenhum safado, nenhuma sanguessuga de nosso corrupto e sujo sistema político. E sabe por que??? Porque não adianta dar este voto "útil" ao que você se refere. Este voto útil só perpetua um estado de coisas vigente no país há quase 30 anos.

    Parece que você também não entendeu minha defesa do voto nulo. Certamente que sei que "o povo brasileiro ama votar", e é exatamente por isso que nada muda. A cada nova eleição, o povo continua votando no que diz respeito à educação, à saúde e a equidade social neste país.

    Perceba também que não adianta votar no Patrus conforme você ingenuamente propõe, achando que ele nos tiraria da situação em que nos encontramos. Estas sanguessugas são todas "farinha do mesmo saco sujo", e não tese é derrubada pelo governador petista do Rio Grande do Sul. Naquele estado, os professores estaduais são até mais massacrados pelo governo petista do que os professores estaduais de Minas Gerais. Portanto, esta sua teoria do voto "útil" não nos tem levado a lugar algum, a não ser a perdas, retaliações, injustiças e corrupção.

    Será que você não percebe que estas pragas nunca saem de cena??? Será que você ainda não percebeu que o sistema político também é mantido através dos conchavos politiqueiros comumente chamados de alianças??? Não se iluda, com a eleição do Patrus ou de qualquer outro político no atual sistema político brasileiro.

    A proposta do voto nulo é de que, a partir de uma grande votação nula, de mais ou menos 15% a 20%, teremos, obrigatoriamente, discussões, reflexões e repercussão dos resultados. Isso sim pode levar mudanças, pois o sistema político e eleitoral será discutido e colocado em cheque.

    E mesmo que não mude nada, seria uma tentativa de fazer algo diferente. Você mesmo disse que "o povo brasileiro ama votar". Talvez seja hora de ensinarmos ao povo brasileiro que votar já não é mais a melhor opção.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Paulo Ferreira de Assis10 de julho de 2012 21:45

      Pronto faça isso na sala, e acumule provas contra si de que você não está ensinando os alunos a serem cidadãos. Na hora que uma denúncia dessas for para o Ministério Público (hoje já existem celulares que gravam e filmam), você vai o que é bom pra tosse. Por qualquer coisinhas os promotores abrem ações civis públicas, e quase sempre as vítimas terminam condenadas.
      Pregue o voto nulo, mas não faça entre alunos.

      Votar no Patrus é a melhor solução sim.
      Não faço por ingenuidade, mas de caso pensado, pois não quero que um aécio presidente e um lacerda governador piorem mais ainda a nossa situação. Patrús vitorioso enfraquece os dois projetos ominosos do aécio e do lacerda.

      Ou você é um tucano que quer facilitar as coisas para o Aécio e para o Lacerda?

      Excluir
    2. Essa apologia ao voto nulo já está cansativa.

      Excluir
    3. Eu também voto no Patrus.Seja lá como for,só de tirar oCoronel Aécio e sua quadrilha da jogada já é um bom começo.Depois a gente vê o que vai dar e se preciso tiraremos o Patrus, caso ele não nos respeite.Pense quem manda somos nós, os eleitores.Precisamos conhecer a força que temos e usá-la adequadamente.Votar nulo é entregar aos eleitores do Aécio a vantagem porque estes não desistem nunca.

      Excluir
    4. professoramaluquinha11 de julho de 2012 09:43

      João, até certo ponto você está certo, porque provas só se acumulam para o lado dos professores, aí o MP age. Por outro ângulo, o professor não pode ensinar "cidadania" se ele próprio está destituído da mesma.

      O Raimundo defende uma ideia que não é original, milhares de brasileiros pensam como ele. No link abaixo, o autor escreve sobre o voto nulo, colocando que é mais que um "dever" é um direito garantido por Lei (o autor é Mestre em História Social):

      " http://psmiguel.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=309:exercicio-da-cidadania-votar-nulo-e-mais-que-um-dever-e-um-direito-garantido-por-lei&catid=61:diacono-miguel&Itemid=71 "

      Sobre Patrus, vale a pena pesquisar como foi sua atuação pública quando vereador em 1988, prefeito em 1992, deputado em 2002 e titular do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome em 2004, para não pensarmos que será um "salvador da pátria".

      Excluir
    5. João Paulo Ferreira de Assis11 de julho de 2012 11:17

      O direito a votar nulo é garantido por lei sim, mas temos de saber a hora de exercê-lo para que esse exercício não se transforme num tiro disparado contra os próprios pés.
      Nessa eleição de agora, o que está em jogo não é escolher Patrus como ''salvador da pátria'' mas enfraquecer o projeto ominoso do Aécio e do Lacerda. Aécio foi responsável por acabar com a nossa categoria. E Lacerda é tão nosso amigo que aconselhou Anastasia que para cada professor em greve pusesse quatro soldados. Imagino para que seria: Dois segurando, para os outros dois baterem.

      Saudações, João Paulo.

      Excluir
    6. professoramaluquinha11 de julho de 2012 16:34

      Lembre-se, João, ele sai candidato à prefeito da província de BH, por melhor que ele possa fazer, será para os professores da rede municipal. Nosso dilema ninguém resgatará, ainda temos mais dois anos de Antonio Augusto Junho Anastasia, reeleito em 2010 com 6.275.520 votos válidos. Número que expressa a satisfação do povo mineiro.

      Excluir
    7. João Paulo Ferreira de Assis11 de julho de 2012 20:55

      Mas dependendo do que ele fizer, ele terá muito mais oportunidades de ganhar do que qualquer poste do Anastasia. Ou você prefere Aécio presidente e Márcio Lacerda, governador. Não se esqueça que Lacerda é inimigo declarado nosso, pois um amigo, nem por brincadeira iria sugerir ao governador que pusesse quatro soldados para cada professor em greve. Isto foi em 2010.

      Excluir
    8. professoramaluquinha12 de julho de 2012 20:23

      estou contigo e não abro. Patrus é a opção menos piorrrrr

      Excluir
  28. Parece que a confusão que se tem feito da Resolução sobre as Férias-Prêmio é tão grande que a Secretaria vai explicar o inexplicável. Leiam o Twitter da Vilhena, lá ela diz que a Secretaria por essa semana vai fazer um comunicado a respeito da tal Resolução. Resposta a alguém que solicitou informação à Secretária de Planejamento.
    "[...] a SEE emitirá um comunicado essa semana com esclarecimentos sobre as férias-prêmio, incluindo essa dúvida q vc colocou".
    Depois que criticamos aqui, ainda vão dizer que o Servidor da Educação é questionador demais, enjoado demais e tudo demais, mas não é. Porque não abordam um texto com clareza, logo não precisariam traduzir o que escreveram. E não vão dizer que as pessoas é que não sabem ler, não é possível que por todo o Estado está havendo inúmeras confusões e o problema seja de interpretação, seria muita gente analfabeta dentro das SREs e das Secretarias das Escolas,diante disso fica melhor entendermos que o texto publicado é que deixou a desejar. Deviam convidar o Euler quando forem redigir certos documentos, assim não teriam que fazer duplamente o que deviam fazer uma única vez . E olha que toda essa confusão é na Secretaria de Educação, imaginem se não fosse!! Pelo jeito está faltando capacitação para muita gente na SEE, porque toda vez que mexem na vida do Servidor é para piorá-la ainda mais! Que gente nefasta!

    ResponderExcluir
  29. EULER, BOA NOITE! POSTA PRÁ NÓS A NOVA TABELA SALARIAL, POIS AINDA NÃO CONSEGUÍ VÊ-LA. OBRIGADA!

    ResponderExcluir
  30. A CENSURA EM MINAS CONTINUAA!!!!! Abaixo Aécio e Anastasia!

    http://www.viomundo.com.br/denuncias/jornal-mineiro-censura-coluna-de-fatima-oliveira-sobre-patrus-ananias.html

    O jornal O Tempo censurou artigo de uma médica mineira por defender a volta de Patrus Ananias.

    ResponderExcluir
  31. O nosso sindute não coloca mais noticias novas e o blog de Beatriz está em 26/6. O que estará havendo? Muito serviço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é o respeito que eles têm com a categoria.

      Excluir
    2. professoramaluquinha11 de julho de 2012 09:18

      e tem mais: o número de comentários lá caiu drasticamente!! não é muito serviço não, caiu no ostracismo

      Excluir
    3. João Paulo Ferreira de Assis11 de julho de 2012 11:02

      Parei de comentar lá desde que eu procurei um comentário meu em certa matéria, e ele não apareceu. Até hoje aparece zero comentários.

      Excluir
  32. Caros colegas segue endereço para localizar o anexo seplag.
    www.iof.mg.gov.br
    Anexo seplag/SEE 06/07/12
    O meu posicionamento não alterou.Tenho oito anos e meio que fui nomeada e até hoje recebo como licenciatura curta, tenho licenciatura plena e pós-graduação.Esperei oito anos para alterar minha escolaridade, mas o Estado alterou a lei me prejudicando mais uma vez.
    Fui excluida da promoção por escolaridade em 2004 em 2012 e com acreditar em 2015?
    Estou pedindo demissão do Estado.Nunca fui tão humilhada como profissional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como você sabe que seu posicionamento continua igual se o arquivo nem abre ?

      Excluir
    2. professoramaluquinha11 de julho de 2012 16:44

      uai, o tal Anexo seplag/SEE 06/07/12 dispõe sobre providências relativas ao posicionamento de servidores da Fundação Helena Antipoff em tabelas de subsídio, conforme regras definidas pela Lei nº 19.837 de 02 de dezembro de 2011, que alterou a política remuneratória das carreiras do Grupo de Atividades de Educação Básica do Poder Executivo Estadual e do pessoal civil da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais.

      Excluir
  33. é TRISTE FALAR ISSO, MAS EM MINAS, O GOVERNO COSPE NA CONSTITUIÇÃO,
    É TANTA LEI PARA FAVORECER SEM REGULAMENTAÇÃO.
    VEJAM A LEI DO ABONO FAMILIA, EM GERAL INSS SÃO 24,00 PARA OS EFETIVOS E EFETIVADOS 0,24 CENTAVOS.

    QUANDO A LEI É BOA GOVERNO REGULAMENTAM EM 30 DIAS, COMO FOI O NOVO ROUBO DO IPSEMG, MAS QUANDO GERA DESPESAS NÃO SAI NUNCA, CADÊ OS 1/3?
    CADÊ O PISO, ETC.
    CADÊ O MINISTÉRIO PUBLICO, É PARA DEFENDER OS INTERESSES DO POVO?

    ResponderExcluir
  34. A tabela sairá dia 16/07 e o reposicionamento foi só propaganda enganosa.Coisa típica do governo, só mentiras e enganação.Vamos ver até quando.

    ResponderExcluir
  35. O reposicionamento, as férias-prêmio, o piso salarial e 1/3 da Carga Horária, tudo foi um engodo, e a cada dia o governo arranja um jeito para ludibriar, para dar rasteira no servidor. Estamos sem nada, perdemos tudo. Como trabalhar bem, como lavantar os índices que estão pedindo. Nunca, nunca, faremos o que der, faremos só para o café. Pronto.

    ResponderExcluir
  36. Engraçado não consigo baixar este anexo.Não sei o que fazer mais.Se alguém tiver alguma ideia me diga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Consegui abaixar o arquivo, mas só no firefox.É um anexo,está no IOF MG e o pessoal, professores irão ganhar um dinheirinho.....

      Excluir
  37. Gostaria de saber que tabela salarial é essa, por favor onde eu a encontro?

    ResponderExcluir
  38. RESPOSTA AO PROFESSOR JOÃO PAULO

    "...Pronto faça isso na sala, e acumule provas contra si de que você não está ensinando os alunos a serem cidadãos. Na hora que uma denúncia dessas for para o Ministério Público (hoje já existem celulares que gravam e filmam), você vai o que é bom pra tosse..."

    Caro colega professor,

    perceba que a julgar por suas palavras realmente vivemos numa ditadura disfarçada de "democracia". Não entendo que mesmo assim
    você ainda continua combatendo o voto nulo e achando em quem votar, quando todas estas sanguessugas são "farinha do mesmo saco sujo".

    Quer dizer então que se esclarecermos aos alunos sobre a validade do voto nulo como protesto ao sistema, estaremos sujeitos à perseguição do Ministério Público??? O que é isso??? Não vivemos numa "democracia"???? Cadê a "democracia" que você defende???Será que você acha mesmo que falar sobre o voto nulo com os alunos estaremos cometendo algum crime??? Pelo que sei, seria anti-ético e até ilegal se fizéssemos propaganda partidária em sala de aula, ou se fôssemos cabos eleitorais de algum candidato.

    Mas ao contrário, o voto nulo não faz campanha para nenhum candidato ou partido e, portanto, ele pode sim ser esclarecido nas escolas ou em qualquer outro lugar, até porque a mídia oficial jamais irá esclarecer a sociedade de que o voto nulo é voto legal e válido.

    Ao defender o voto nulo não estou atacando a algum candidato em particular, mas sim, estou atacando o sistema político e eleitora deste país, que é corrupto, sujo, viciado e imoral.

    Se você não concorda comigo, respeito sua opinião. Entretanto, querer me "amedrontar" com supostas perseguição do Ministério Público é o fim da picada.

    Voto nulo neles!!! Estamos votando já por quase 30 anos e nada muda. Portanto, tentemos algo diferente...

    Atenciosamente,

    Raimundo Santo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. professoramaluquinha11 de julho de 2012 16:40

      Eu vou um pouco mais além. Cidadania deveria ser igual à liberdade. E liberdade seria expressa se e somente se o direito de votar fosse facultativo. Isso sim, seria democracia. Muitos vão às urnas obrigatoriamente para buscar o comprovante de votação que sem ele, a vida do brasileiro trava. Mas, a decisão de anular o voto é de foro íntimo, porque graças a mentalidade de 6.275.520 eleitores mineiros que votaram no governo vigente, fica comprovado que o eleitor está a anos-luz de fazer uma revolução.

      Excluir
    2. João Paulo Ferreira de Assis11 de julho de 2012 18:47

      É, deixe que os outros decidam por si...

      Excluir
    3. e decidir por si não significa defender o voto nulo ou voto válido, significa votar consciente

      Excluir
  39. Olha Raimundo eu concordo plenamente com você e tenho a mesma opinião que a sua.Claro que devemos falar aos nossos alunos sobre isso e muito mais.Até porque isso é ensinar dar conhecimentos de cidadania, filosofia e sociologia.Isso mesmo se estivéssemos fazendo alguma campanha partidária sim, poderia acontecer isso mas seria o fim da democarcia no país.Eu falo isso aos meus alunos que são do eja e bem crescidos.falo e morrerei falando sobre o voto nulo até que neste país de ladrões e safados, de gente desordeira e que quer apenas levar vantagem em tudo , seja passado a limpo.Não acredito neste país e pretendo sair daqui muito breve.Em outros países pode e deve ter muitas coisas ruins mas jamais vi tanto ladrões aqui.me desculpe mas eu não acredito em nada aqui mais.Nem em minha própria família.Aqui é cada um por si e Deus por todos.Precisamos tirar estes ladrões de lá a qualquer jeito.São até mesmo piores que estes marginais que lotam as cadeias .Alguém já disse aqui somente o que diferencia esses ladrões é o uso de paletó e gravata.Concordo com você Raimundo.E não devemos ter medo se andamos na linha reta.Não estamos fazendo nada de errado apenas orientando os alunos sem dizer nomes de nenhum candidato ou partido .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.youtube.com/watch?v=vYDzvxnqESQ

      Eu caminhava no meu Rio de Janeiro
      Quando alguém me parou e falou:
      Aí parceiro
      Me dá tua mão que eu quero ver se tá com cheiro
      Por que eu sou um cara honesto e detesto maconheiro
      Eu tinha acabado de sair do banheiro
      Dei a mão pra ele cheirar, mas foi uma cena bisonha
      Ele cheirou minha mão por um tempo
      Eu disse: "Espera, tu não é o Capitão Nascimento? Que vergonha meu capitão!"
      "Procurando maconha no calçadão"
      "Qual é tua missão?"
      "Eu vi teu filme, mas não me leva mal".
      "Não me tortura assim não, que eu sou um cara legal"
      "Em certas coisas, eu concordo contigo"
      "Mas não é assim que você vai achar os grandes bandidos: esse país tá fodido"
      ele falou "eu sei disso
      quando eu entrei na PM, eu assumi um compromisso, eu luto pela justiça"
      eu também
      sem justiça não tem paz, e sem paz eu sou refém
      a injustiça é cega e a justiça enxerga bem
      mas só quando convém
      a lei é do mais forte, no BOPE ou na FEBEM
      na boca ou no Supremo
      que justiça a gente tem, que justiça nós queremos?

      Os corruptos cassados?
      Nunca serão!
      Cidadãos bem informados?
      Nunca serão!
      Hospitais bem equipados
      Nunca serão! Nunca serão!

      Os impostos bem usados?
      Nunca serão!
      os menores educados?
      Nunca serão!
      Todos alfabetizados?
      Nunca serão! Nunca serão!!

      Capitão, não sei se você soube dessa história
      que rolou num povoado peruano se não me falha a memória
      um político foi morto pelo povo
      um corrupto linchado por um povo que cansou de desrespeito
      e resolveu fazer justiça desse jeito
      foi um linchamento, foi um mau exemplo
      foi um mau exemplo, mas não deixa de ser um exemplo
      eu sou contra a violência mas aqui a gente peca por excesso de paciência
      com o "rouba, mas faz" dos verdadeiros marginais
      chamados de "doutor" e "vossa excelência"
      cujos nomes não preciso dizer
      a imprensa publica, mas tudo indica que a justiça não lê
      Diz que é cega, mas o lado dos colegas ela sempre vê
      Capitão, isso é um serviço pra você

      Deputado! pede pra sair!
      Pede pra sair, deputado!
      Você é moleque!
      Senador, pede pra sair!
      Vagabundo, cadê o dinheiro que você desviou dessa obra aqui?
      Fala, V. Excelência, é melhor falar!
      Cadê a verba da merenda que sumiu?
      02, o corrupto não quer falar não! Pode pegar o cabo de vassoura!
      (Tá bom, eu vou falar, eu vou falar!)
      Os corruptos cassados?
      Nunca serão!
      Cidadãos bem informados?
      Nunca serão!
      Hospitais bem equipados
      Nunca serão! Nunca serão!

      Os impostos bem usados?
      Nunca serão!
      os menores educados?
      Nunca serão!
      Todos alfabetizados?
      Nunca serão! Nunca serão!!

      Conversei com o Nascimento que não pensa como eu penso mas pensando, nós chegamos num consenso
      nós somos vítimas da violência estúpida que afeta todo mundo, menos esses vagabundos lá da cúpula corrupta hipócrita e nojenta
      que alimenta a desigualdade e da desigualdade se alimenta
      mantendo essa política perversa
      que joga preto contra branco, pobre contra rico e vice-versa
      pra eles isso é jogo, esse é o jogo
      se morre mais um assaltante ou mais um assaltado, tanto faz
      pra eles não importa, gente viva ou gente morta
      é tudo a mesma merda
      os velhos nas portas dos hospitais, as crianças mendigando nos sinais
      pra eles nós somos todos iguais
      operários, empresários e presidiários e policiais
      nós somos os otários ideais
      enquanto a gente sua e morre
      só os bandidos de gravata seguem faturando e descansando em paz
      enquanto esses covardes continuam livres, nós só temos grades
      liberdade já não temos mais.
      Nunca serão! Nunca serão!!
      Nunca serão! Nunca serão!!
      Nunca serão! Nunca serão!!
      Nunca serão! Nunca serão!!
      Nunca serão! Nunca serão!!

      Excluir
  40. RETIRADO DO TWITTER DA RENATA VILHENA, hoje, 11/07/2012.

    UM INTERESSADO : " Secretária tem uma "informação" circulando que haverá folha extra dia 13/07 para pagar benefícios atrasados,procede? Obg"

    SECRETÁRIA RENATA VILHENA:"Ñ. Em 13/07 será paga folha extra aos serv q em 06/12 tiveram redução em sua remuneração, devido à revisão de posic automática "

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém pode explicar isso "folha extra aos serv q em 06/12 tiveram redução em sua remuneração, devido à revisão de posic automática "?

      Excluir
    2. mistérios antigos....

      Excluir
  41. Gente, enquanto vcs se preocupam com a política de BH, q não vai mudar em nada nossos salários e nossas condições, olha o q vem acontecendo nas escolas. Esse povo do PIP que se diga de passagem, não tem nenhuma experiência em sala de aula e muitos nem passaram no concurso, onde a matéria principal era justamente o CBC, que elas estão sendo pagas para auxiliarmos, a partir de agosto vão invadir as nossas aulas para nos avaliarmos, é mole? Querem nos constranger agora na frente dos alunos, para deixar bem claro que os professores estão sendo vigiados. Não podemos abaixar a cabeça pra mais uma dessa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não permitam!! somos autoridade máxima em sala de aula, fomos destinados a lecionar para alunos e não para técnicos da Superintendência de Ensino. Esses pipeiros são ex-professores que concursaram para técnicos, levados sabe-se lá por quais motivações.

      Excluir
    2. Concordo com você.
      Por que ninguem fiscaliza o deputado,medico,policial etc. Temos que parar de aceitar tudo que vem de cima pra baixo.

      Excluir
    3. cONCURSARAM?KKK SEI DE PESSOAS "PIP" QUE FORAM COLOCADAS LÁ POR MERA POLITICAGEM...

      Excluir
  42. Olá,
    que vergonha esta resolução para afastamento de férias-prêmio. Será que estou enganada, ou apenas 10% dos servidores que tem o direito às férias poderão se afastar neste 2º semestre, ou seja, quase ninguém. Os que tem este direito são a minoria, já que a grande maioria é efetivada pela LC 100. Por exemplo, minha escola tem 70 funcionários no total, mas apenas 14 tem direito às férias-prêmio, ou seja, apenas 1,4 irá usufrui-la. Que é isso?! E ainda fui argumentar no setor jurídico do Sindicato e ouvi de uma "garota" que este cálculo é muito justo, visto que ele é feito sob quem tem o direito. E eu disse: Justo seria se este cáculo fosse numa porcentagem maior, pq desta forma levaremos qnts anos para poder tirar nossas merecidas férias?! Isto é uma vergonha!

    ResponderExcluir
  43. E as perdas que acumulamos no ano passado quando o governo nos deu a rasteira de forçosamente nos colocar no subsídio, essa perda nunca veremos, não é isso?, assim como acontece com o piso salarial nacional, como 1/3 da carga horária, como as férias-prêmio, ou seja nos solapou e a cada dia vem nos solapando em nossos direitos. Tirando tudo e só armando tramoias para complicar a nossa vida, como fez com esse reposicionamento, milhares de servidores foram prejudicados, quando chegamos à SEE, percebemos o quanto os funcionários ficamos confusos, pois leem, leem e depois e perdem nas ludibriações que o governo fez. Mas não podemos perder as esperanças havemos de ganhar o que nos foi tirado na Justiça, apesar de ela está contaminada.

    ResponderExcluir
  44. EULER, BOA NOITE! POSTA PRÁ NÓS A NOVA TABELA SALARIAL, POIS AINDA NÃO CONSEGUÍ VÊ-LA. OBRIGADA!)))

    Perdoe-me a intromissão. Não se trata de tabela SALARIAL, mas, sim, de reposicionamento (correção). Eu tenho conhecimento dessa tabela. Um colega a enviou para a escola em que trabalho.
    Abraços / Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acesse o portal do servidor, clique em consultar reposicionamento, insira seu masp que aparece o reposicionamento ou o recadinho

      "REPOSICIONAMENTO NÃO ENCONTRADO!

      PARA SABER PORQUE VOCÊ NÃO FOI REPOSICIONADO SOLICITAMOS QUE PROCURE A UNIDADE DE RECURSOS HUMANOS DO SEU ÓRGÃO DE EXERCÍCIO", ou seja, a SRE. Aí, lá eles te engambelam direitinho, rsrsss...

      Excluir
  45. Olá, pessoal da luta, turma guerreira da Educação de Minas!

    Boa noite!

    De passagem, quero abordar alguns temas que estão em discussão aqui no blog pelos combativos/as colegas.

    1) sobre o anexo com retificações que o governo publicou no dia 06/07. É uma lista extensa, mas a grande maioria dos professores não terá qualquer alteração na vida funcional. E os que terão, pelo visto, na maioria, serão posicionados em duas ou três letrinhas apenas, o que representa muito pouco em termos salariais. No meu caso em particular, continuarei como PEBIA (grau iniciante) até 2015, quando completarei 12 anos de estado. Que bela carreira esta nossa, não?

    2) Sobre as eleições, sou dos que não consideram esta questão uma prioridade. E por isso mesmo não tenho um posicionamento fechado sobre votar nulo, deixar de votar, ou votar em algum candidato que represente um avanço face a outro candidato. Nas eleições presidenciais votei na Dilma, e apesar dela não corresponder às expectativas, não me arrependo, pois considero que o retorno do PSDB ao governo federal seria muito pior. Haja vista o que acontece aqui em Minas Gerais. Aqui em Vespasiano, onde sou eleitor, votarei nulo, pois os dois candidatos a prefeito (há um terceiro que ninguém conhece e não é ligado às lutas sociais) estão ligados aos mesmos interesses, inclusive ao governo do faraó e seu afilhado. Se morasse em BH, votaria no Patrus para derrotar o faraó e seu afilhado, apenas por isso. Mas respeito as opiniões divergentes da minha.

    3) que a democracia no Brasil e no mundo é uma farsa, disso ninguém mais duvida. A menos que esteja muito afastado do mundo real, o que acontece com boa parcela da população. Alterar este quadro exige um enorme esforço de ação, de mobilização, de autorganização e reflexão crítica dos de baixo, mas num processo que é longo. Nesse processo, o mais importante é a atuação das comunidades, a luta direta, embora não seja aconselhável desconhecer as outras formas de embates existentes. As eleições são uma dessas outras formas. Os de baixo serão quase sempre derrotados nesse terreno, mas esta disputa está colocada na ordem do dia de tempos em tempos. Podemos nos recusar a participar, ou participar de forma a assegurar avanços na luta e nas conquistas sociais. Cabe a cada um, individual e coletivamente, analisar a melhor perspectiva para fazer avançar as nossas lutas.

    Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

    ResponderExcluir
  46. Este reposicionamento, é tudo o que há de mais vergonhoso e escabroso que este governo nefasto poderia arranjar para nós. É um imbrólio enorme. É um governo de armações, tramoias, rasteiras. Em vez de pensarem na melhoria da nossa profissão, eles ficam arranjando formas com área jurídica para nos roubar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É td mt estranho. Nunca se viu tantas leis...Combina com o atual estado de coisas: " o excesso de leis explica o tamanho da corrupção".

      Excluir
  47. João Paulo Ferreira de Assis11 de julho de 2012 23:10

    A propósito, vocês viram o comentário sobre os pipeiros que entrarão nas salas de aula para fazer espionagem? Tudo indica que nós seremos vigiados dia a dia. É preciso muito cuidado, portanto.

    Imaginem vocês em 2014, nas eleições para governador. Imaginem Renata Vilhena ganhando o governo do Estado no 1° turno, visto que uns 20% de votos nulos, que poderiam ter sido dados aos concorrentes dela e levar a eleição para o 2° turno, diminuiram o número de votos válidos necessário para ela ganhar no 1° turno. Ou pior, Márcio Lacerda. Alguém aguentaria por quatro anos um governador que sugeriu colocar quatro soldados para cada professor? Acho que não podemos dar mostras de sadomasoquismo.

    Outra coisa: mesmo que tenha mais de 50% de votos nulos, a lei obriga realizar novo pleito. E aí, como ficamos? Só para citar exemplo, de 1970, na Comarca de Barbacena. Município que tinha apenas um candidato a prefeito, que foi rejeitado nas urnas pela maioria. O juiz eleitoral então trocou os montantes. Pôs os votos do candidato na coluna de votos nulos e brancos, e o n° de nulos e brancos foi colocado na coluna do candidato, que assim ''ganhou'' a eleição e tomou posse.

    Além do mais, o voto nulo é um direito e uma opção, mas é também uma falsa solução de problemas. Pois o nosso voto, válido, branco ou nulo terá consequências. Porquanto os vereadores podem mudar nossas vidas para pior. Podem muito bem, cancelar uma linha de ônibus de um bairro para outro, e obrigar os usuários à soluções dispendiosas. Podem aumentar nossos impostos. Podem fazer muitas coisas que nos afetam no dia a dia.
    Hoje em dia o voto nulo é indefensável. Porque podemos acompanhar a atuação dos nossos representantes pelo rádio, televisão, internet, ou até mesmo presencialmente, comparando a uma reunião dos vereadores. Podemos inclusive fazer um quadro sinótico dos votos que o nosso vereador deu em votações que surgirem durante o mandato.

    Eis os critérios que vou usar para decidir meu voto:
    Teve contas rejeitadas? sim? tô fora!!! (aqui em Ressaquinha um dos candidatos a vice teve contas rejeitadas, quatro ou cinco se não me engano).
    Foi condenado por improbidade administrativa? Sim? tô fora!!!!
    Está respondendo ação civil pública? Sim? Vou procurar saber porque.

    Contudo, reconheço que quando não tiver solução, em último caso, depois de considerar todas as consequências possíveis, se deva votar nulo.

    Saudações, João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  48. Veja os detalhes das eleições 2010 e reflita:

    OS VOTOS NULOS, BRANCOS E ABSTENÇÕES, ALTERARIAM O RESULTADO??

    Detalhes da apuração de governador em MG:
    eleitorado apurado 14.513.934 (100,00%)
    eleitorado não apurado 0 (0,00%)
    total 11.838.442
    votos válidos 10.006.027 (68,94%)
    votos brancos 712.091 (4,91%)
    votos nulos 1.120.324 (7,72%)
    abstenção 2.675.492 (18,43%)

    E tem mais: "A propósito, vocês viram o comentário sobre os pipeiros que entrarão nas salas de aula para fazer espionagem? Tudo indica que nós seremos vigiados dia a dia. É preciso muito cuidado, portanto."

    SOMOS AUTORIDADE MÁXIMA EM SALA DE AULA, QUANDO OS PIPEIROS ENTRAREM, BASTA NOS RETIRARMOS EM PROTESTO. É SIMPLES, NÃO HÁ NECESSIDADE DE TOMAR O MENOR CUIDADO, PORQUE SÓ TERÃO ALUNOS PARA ESPIONAR. RETIREM-SE DAS CLASSES, COMPANHEIROS!! É EXATAMENTE O QUE VOU FAZER, ALÉM DE ESCREVER UM MANIFESTO E PROTOCOLAR NA SECRETARIA DA ESCOLA. HÊ! HÊ! HÊ!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na referida eleição houve uma "magia". Não é preciso pensar muito para descobrir. Qto há quem se vende aparecem os compradores.

      Excluir
  49. "Outra coisa: mesmo que tenha mais de 50% de votos nulos, a lei obriga realizar novo pleito. E aí, como ficamos? Só para citar exemplo, de 1970, na Comarca de Barbacena. Município que tinha apenas um candidato a prefeito, que foi rejeitado nas urnas pela maioria. O juiz eleitoral então trocou os montantes. Pôs os votos do candidato na coluna de votos nulos e brancos, e o n° de nulos e brancos foi colocado na coluna do candidato, que assim ''ganhou'' a eleição e tomou posse."

    Só pra constar: O juiz eleitoral fez o certo, pois,
    espalha-se a tese de que, no caso de mais de 50% dos votos serem nulos, seria convocada uma nova eleição. A lei eleitoral, porém, é clara e considera o voto nulo como inválido em caso de fraudes, como eleitores com falsa identidade (isso é voto que dá margem a nulidade) ou o não cumprimento do horário e locais de votação. Voto nulo é diferente de nulidade. Voto nulo é quando nós digitamos um número inválido. Nulidade ocorre quando 50% + 1 de eleitores votam com falsa identidade. Mas, essa situação prevista por Lei é patética, chega ao cúmulo do ridículo.

    De qualquer jeito, voto nulo é voto consciente porque ninguém vota nulo sem querer ou por engano, a opção é válida apesar de não ser absorvida pelo sistema eleitoral brasileiro. O voto nulo é a expressão de eleitores mais instruídos e denota a decepção e a credibilidade dos partidos e dos parlamentares que estão em baixa não é de hoje.

    "Mas enquanto o voto nulo ficar como quarta ou quinta preferência do eleitor, por volta dos 10% dos votos, é difícil que vire pressão política. Isso porque, para muitos especialistas, os políticos brasileiros pouco se importam com o que o eleitor está pensando. “Poucos vão se impressionar, tal o nível de desapreço à opinião do eleitor, que se mede pelo cinismo com que políticos trataram os recentes episódios de corrupção”, diz Claudio Weber Abramo, diretor-executivo da organização Transparência Brasil, entidade que reúne organizações não-governamentais de combate à corrupção." [FONTE: SUPER INTERESSANTE/SETEMBRO 2006]

    ResponderExcluir
  50. Caros amigos e amigas quem não acompanhar sua vida funcional de perto, vai levar a maior rasteira durante este governo, basta dar uma olhada no Twitter da Vilhena para ver o quanto de pessoas estão questionando erros nesse reposicionamento. Imagino os colegas que deixam para lá, esses vão se aposentar e nunca vão sair do PEB I A. Fiquem de olho, perguntem, procurem obter informações, há milhares de pessoas com a vida funcional bem errada, não deixe para lá pensando que um dia vão resolver, porque se não ir atrás, espernear é um a menos para dar-lhes dor de cabeça!

    ResponderExcluir
  51. E o tal do "transito em julgado" do acordão do ano passado heim??
    MO - RRE - U !!!
    E se sair tambem! vai resolver alguma coisa?
    Ai, ai, são tantas dúvidas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No dia 24/08/2012 faz um ano.


      Justiça "tartaruga", principalmente contra os mais fracos.

      Excluir
    2. deve estar tramitando em alguma "vara" por aí...

      Excluir
  52. "SIND-UTE CONQUISTA RESOLUÇÃO DE FÉRIAS-PRÊMIO"
    Quá-quá-quá, rídiculo. a muito esse sindicato não conquista nada. Só perde. Não vejo mérito algum nessa resolução, que saí porque é do interesse do governo. Da mesma forma é esse reposicionamento, um engodo pra iludir as pessoas. Olha a máquina eleitoral sendo colocada em p´ratica. Logo teremos alguns ganhos, mas o que o governo quer é eleger seus capangas.
    Quanto ao sind-ute, acho que le tá morto e logo seremos convidados pro enterro.

    ResponderExcluir
  53. GOVERNO NÃO FALA DO PISO SEM FALAR QUE JÁ PAGA ATÉ ACIMA DELE.

    MAS CADÊ NOSSAS VANTAGENS, NOSSOS QUIQUENIOS, ETC?

    GATO COMEU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E O BOI BEBEU...KKK. QUE TRISTE

      Excluir
    2. AÉCIO/ANASTASIA, não têm moral para levantar o debate sobre uma educação de qualidade.

      ELES ACABARAM COM A CARREIRA DOS PROFESSORES.


      VOTEM CONTRA AÉCIO/ANASTASIA.

      AGORA É A NOSSA VEZ.

      Excluir
    3. Com certeza! Eu e minha família votaremos no Patrus. Confiamos nele e, ainda, poderemos desestabilizar uma possível candidatura de lacerda para desgovernador (cruz credo!). Não queremos para presidente aquele sujeito cujo nome não pronuncio pq dá azar. Chega de NARCISOS!!! Chega de pessoas que "podem" dar ordens no estado, como o dc. Precisamos de HOMENS e MULHERES honrados. NENHUM professor deve votar no psdprê. Já imaginaram esta curriola em Brasília? Deus nos defenda!!!

      Excluir
  54. Boa Tarde, Euler,

    Aproveitando a boa frequência de seu blog gostaria que alguem de BH me informasse de um bom escritório de advocacia especializado em mazelas do estado,para que eu e outras colegas aqui do interior, aposentadas, possamos entrar com a ação do piso do professor.
    Obrigada a quem nos dispuser fazer este grande favor
    Helena

    ResponderExcluir
  55. Sind-inútil, não conquista nada. Bobos somos nós que ainda acreditamos que temos Sindicato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E mesmo assim ainda colaboram mensalmente ...

      Excluir
  56. Olha aí uma associação de advogados q luta em defesa dos professorados.BRETAS E REIS ADVOGADOS,(31)3222-0400/3086-1009...BH

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.brettasereis.adv.br/ [site do escritório]

      Excluir
  57. Todas as lamentações são pertinentes, nós só não podemos esquecer desta corja nas URNAS, temos que começar já, em outubro. Algum boicote havemos de fazer, essa gente não pode ficar igual a erva daninha se espalhando para todo lado. De Brasília a Minas Gerais é preciso darmos uma basta nesta gente que brinca de governar, mas na verdade se vale de seus poderes para encher as burras dos poderosos,donos do capital, solapando os trabalhadores. E depois, vai para a TV dizer que a riqueza de um país não pode ser medida pelo seu PIB. Também achamos que não, ela deve ser medida pela qualidade da educação, desde que seus governantes passem do discurso à prática. Porque discursar dentro do politicamente correto é muito interessante, mas mais interessante é praticar o politicamente correto, infelizmente essas práticas são destinadas aos Cachoeiras, eles, sim, têm sido agraciados com muitas benesses por esses governos insanos que os presenteiam com verbas liberadas na camaradagem e com vagas em órgãos públicos para seus afilhados e familiares. Agora, do trabalhador tira-se todos os direitos, afinal tem que manter esses sanguessugas que estão dentro do coração do poder alimentando-o e sendo alimentados por ele.

    ResponderExcluir
  58. Margarida do Carmo Passos diz: uma luz no fim do tunel. Olhem o que li no twiter de Dep Rogerio Correia:Ministerio Publico pode anular Tag do Governo. EDUCAÇÃO E SAUDE precisam dos repasses . Acessem o link bit.yl/NsNgYZ 0 promotor de Justiça Eduardo Nepomuceno da Defesa do Patrimonio Publico e Josely Ramos Pontes e outra estão cuidando da ação. Ação está tramitando na 5a vara da faz. Est. No 0024.12.129590-1 . Quem sabe a justiça prevalecerá! Será? Vamos acreditar!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado, se a educação não tem nem para nós, como tirar para outros?

      só no Brasil mesmo.

      tem brecha para tudo nessas leis

      Excluir
    2. "Ação tramitando na 5a vara" ?? haaaaaaaaaa... essas ações entram e saem da vara, da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª... e acaba tudo em pizza mesmo. Tramitar na VARA já virou piada!!

      Excluir
  59. Amigos,
    aqui em minha escola,a diretora, a pretexto de digitar o PGDI fez algumas alterações nas nossas
    avaliações.Também,não me avaliou em 2010 e 2011
    (está constando que não fui notificada),penso
    que devido às greves,das quais honrosamente participei.Então,estou sem duas avaliações de
    desempenho.É de uma indecência sem par.
    Tenho super consciência de como sou como
    profissional e,sinceramente,ficaria orgulhosa
    de ser avaliada pelos meus alunos,pois os respeito bastante,como deve ser.
    Na verdade,os bem avaliados,são os que invariavelmente,são subservientes à direção de
    escola(não generalizo).Mas não me presto à certos
    papéis.Entrei pela porta da frente da escola.Não
    devo favores aos que ESTÃO CHEFETES.
    Caso alguém tenha ficado sem avaliação como
    eu devido à greve,poderia postar aqui?Gostaria muito de saber.
    Abraços,(venceremos...eles passarão!!!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O processo de avaliação é todo uma falácia. Não se trata de ser avaliado por este ou aquele. O procedimento correto seria instituir uma fundação para elaborar questionário individual do professor, seria a autoavaliação, de maneira autônoma, qualitativa e participativa, sem deixar ninguém fora do procedimento ou sem notificação. O que estão fazendo é retrógrado, autoritário e prepotente. Nunca será legítimo, apesar da Lei que o regulamenta, há de se convir que nem tudo que é legal é justo.

      Excluir
    2. Quem não é da panela, pena!Esse processo é o maior embuste! É muita injustiça que ocorre.

      Excluir
  60. É, estamos num mato sem cachorro, cadê Juridico do Sindute? presisamos dos nossos direitos, senão a unica coisa que vai acontecer em 2013 é a Anesta falar que já paga o piuso e não aplicar a correção MEC.

    Tem alguém ai? Ministério Publico.

    ResponderExcluir
  61. Caros colegas professores,

    gostaria de repassar este vídeo sobre os 51 bandidos que jogaram nossa carreira na lata do lixo. Mesmo para aqueles que ainda não fizeram a opção pelo voto nulo, fica a sugestão de trabalhar abertamente contra estes safados.

    Vamos usar as redes sociais maciçamente atacando estes 51 deputados:

    http://www.youtube.com/watch?v=FB04s-NeC5g

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raimundo ,tem como vc passar esse vídeo meu e-mail? magramatos@bol.com.br

      Excluir
    2. Com certeza. Já estou em plena campanha.Jamais se esquecer dos 51 que fazem tudo o que lhes é "ordenado". Não possuem opinião! A não ser na hora de "mendigar" votos.

      Excluir
  62. Aposentar hoje em dia não é nada fácil. Uma cantineira que nunca faltou ao serviço, nunca chegou atrasada, cumpridora de seus deveres, nunca tirou licença para cuidar da saúde, que procurou fazer o melhor na sua função, interpelou-me como tirar licença. A mulher com 26 anos trabalhados, 60 anos de idade, visivelmente sugada, como um figo seco, pediu para ver se já podia aposentar, mas foi orientada a não fazê-lo que perderia tanto, que sairia com menos de um salário mínimo. Como pode ser isso?! Além de ensiná-la a tirar licença, o que ela disse-me que é o único recurso por não estar aguentando mais, orientei a procurar um escritório de advocacia e contabilidade para ter a assistência necessária em seu processo de aposentadoria. Acontece que são tantos entraves quando a pessoa pensa que está na hora de ficar livre, mas os tentáculos da burocracia do tecnicismo não deixa, aí a criatura começa a adoecer literalmente, e tudo leva a crer que querem que o servidor aposente é na terra dos pés juntos. Cozinhando para um exército há 26 anos, lavando panelões, esfregando o chão, lavando o banheiro, bebedouros, salas de aula, encerando sala de professor, diretoria, secretaria, varrendo o pátio, cuidando da horta, fazendo serviço de jardinagem, lavando janelas e portas etc etc, há 26 anos, com o peso da idade, uma senhora sexagenária, não teve tempo para a família, não pode ficar com os netos, sem sábados, sem fins de semana, comparecendo nas reuniões extra-turno para encher o bucho do povo naquelas reuniões do blablabla, que vida de cachorro!! Mas, ainda sim, as pessoas do entrave diz "agradeça pelo seu trabalho, quantos gostariam de estar em seu lugar". Concordo. Mulheres jovens gostariam de ter esse trabalho, uma avó na idade da servente, gostaria de ter um pouco de vida junto com a família. E dizem "antes pingar do que secar". Concordo. Mas, já pingou muito, agora é hora de continuar pingando, mas com a sexagenária no sossego de sua casa, com seus familiares. Deixem que comece a pingar para quem é jovem, está com força, energia e coragem pra enfrentar os serviços essenciais para o funcionamento da escola. É o fim da picada. Estou indignada de ver tanta gente explorada, sugada até a última gota. Já deram as carnes, os ossos, o sangue, mas ainda resta a alma. O sistema quer tudo. Quer comer as carnes da pessoa, roer os ossos beber o sangue e aniquilar a alma. Cadê o Estatuto do Idoso, hein? 60 anos não é idoso não? Tem que ser escravo até o último suspiro e receber a extrema unção debaixo da chibata, é??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, o Estado só para de massacrar depois que morre.

      Excluir
  63. Este comentário veio na hora certa .Sou professora e vou completar ano que vem 60 anos.Estou em sala de aula e não pretendo ficar até os 25 anos de serviço.Ano que vem , quando completarei 60 anos, estarei com 22 de serviço.Não fico mesmo.Não vou me matar por causa de 400 , 500 reais a menos no meu salário.O que eu preciso é viver com qualidade de vida.Viver ...Eu estive olhando e até perguntei a dias atrás se alguém sabia me informar sobre essa lei.E o que sei agora é que não tem mesmo jeito, perderei muito e não terei paridade também.Somente aumento uma vez ao ano de acordo com o índice do governo.Meu Deus não posso ficar mais, estou com pressão alta e se não sair agora eu morrerei em poucos anos apenas.Vou sair ano que vem.Engraçado que os parlamentares podem se aposentar com menos anos trabalhados e não fazem nada absolutamente nada, aliás fazem muito bem desviar verbas para seus próprios bolso.Fazem muito bem planejar suborno etc etc.Se trabalhassem mesmo para o povo, não teriam tempo para pensar nessas coisas.E nós , o povão, morre sem saúde, sem dinheiro, sem nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não deve se aposentar porque depois vai receber só o salário mínimo.Faça como eu fiz,aos 60 anos fui ao psiquiatra (depressão),caso você não tenha outra doença que comprove através de exames,fui tirando licença até ficar em ajustamento funcional.No ajustamento não diminui salário ,depois do subsídio.Estou há 2 anos na secretaria,faço o que posso e me aposento no ano que vem,com salário integral e direto à paridade.Não esquente a cabeça.

      Excluir
  64. Os professores das universidades federais terão reajuste. E nós da educação básica? O que teremos além de dissabores e desse salário de fome?
    A resposta : absolutamente nada. Enquanto fornecermos os números que eles querem , os indices de aprovação maquiados, nao conseguiremos nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se iluda, os professores da Federais estão levando rasteira como levamos é um aumento dado a perder de vista, vai para lá da Copa de 14, porque a Copa agora virou um marco para as maracutaias desses políticos.

      Excluir
    2. As promessas de reajuste vão ficar todas para 2015, porque até lá já passou a Copa, e como todos vão ficar na expectativa do aumento, ninguém vai fazer manifestações,nem greves,e eles não querem correr riscos.
      É uma forma de colocar um cabresto nos trabalhadores.Depois que passar a Copa veremos se as promessas vão ser cumpridas.Pura ilusão!























      É

      Excluir
  65. professoramaluquinha14 de julho de 2012 12:20

    "Em crise no governo e com receio de ser “abraçado pelo jacaré” da reforma que vem por aí, o chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, resolveu se precaver. Segundo informa o Diário Oficial, ele está se aposentando aos 56 anos. Funcionário de carreira da Auditoria Geral do Estado, o ex-prefeito de Ribamar vai receber cerca de R$ 16 mil mensais pelo resto da vida. Deverá optar por esse salário maior que o de secretário, na casa dos R$ 14 mil."

    LEIAM NA ÍNTEGRA:

    http://www.blogdodecio.com.br/2012/01/20/bom-demais-luis-fernando-se-aposenta-aos-56-anos-com-salario-de-r-16-mil/

    ResponderExcluir
  66. aposentadoria é bom demais para...
    ...os senhores auditores
    ...os senhores senadores
    ...os senhores ministros
    ...os senhores magistrados
    ...os senhores deputados...
    ... parabéns, Excelências

    ResponderExcluir
  67. Estou na lei 100, e ontem houvi que a partir de novembro, podemos gozar das férias premio também. que assim que completar cinco anos estamos garantidos, que é esse o motivo do governo não homologar o concurso, porque após os cinco anos todos os nossos direitos serão garantidos. Gostaria de saber se isso é realmente verdade? Passei no concurso, mas se isso for verdade vou ficar na minha escola, porque provavelmente se for nomeado pelo concurso vou mudar de escola.Tenho dois cargos mais todos os dois são efetivados um eu pretendia deixar e entrar como efetivo, por isso preciso tomar uma decisão. Por favor Euler o que você acha que eu devo fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk!
      Férias prêmio para efetivados.Cai na real, se nem os efetivos com 30 anos de serviço e prestes a aposentadoria estão tendo esse direito.
      Isso só acontece em MG, o Reino das Mentiras!

      Excluir
    2. A melhor opção é de cargo efetivo, se você passou no concurso, assume, pois é garantia. A lei 100 já foi julgado inconstitucional, sem recorrer ao Supremo Federal. Somente não sabemos até quando este governo consegue segurar. Sendo assim, a melhor opção é ser concursado. Além disso, quem aposentar pela lei 100 corre o risco de ter uma aposentadoria de salário mínimo, pois a lei referente à contribuição recolhida é diferente da lei da contribuição dos concursados. Pela Constituição/98 não há ingresso no serviço público efetivo sem concurso.

      Excluir
    3. Colega, a história não é bem assim. Talvez em novembro seja publicado alguma coisa referente as férias prêmio dos efetivados pela Lei 100. Não tem essa de completar cinco anos e está garantido, pois a data de efetivação da Lei 100 retroagiu à primeira designação ou a contar de data de 20-08-1990, para quem foi designado anteriormente a Lei 10254/90. Com isso a maioria dos efetivados já tem mais de 5 anos de exercício como efetivo e nem por isso estão garantidos, pois sabemos que essa Lei 100 é inconstitucional, há processos na justiça, iclusive já julgado pela corte Superior do TJ de MG em 2009. O recado para os servidores é de que: "Tem tempo e idade para se aposentar, aposente." Sabemos que na justiça tudo pode levar anos e
      anos para uma decisão. Então aproveite todas as oportunidades que o governo está dando, pois um dia a Lei vai cair. Tenho notícias de que em SP tinha esta mesma Lei e já foi julgada incontitucional e os servidores deixaram de ser efetivos. Se vc passou no concurso, tome posse. Nada melhor de que está concursada com todos os seus direitos garantidos, sem especulações de que perderá a efetivação pela bendita Lei 100 hoje, amanhã ou em qualquer época. "Esta Lei é imoral e ilegal" no discurso dos Juízes da Corte Superior de MG. Desculpe a intromissão e te responder uma vez que vc pede orientação ao Euler. Mas eu não consigo ver alguém acreditando nesta Lei 100 e eu ficar calada. Não confie no governo, assim como eles bolaram esta Lei para beneficiar, eles podem inventar qualquer coisa para dizer que realmente foi um erro. E aí? Podemos lutar contra eles e confiar neles? Veja o que vem acontecendo com a gente? Há! quando der o direito às férias prêmio ainda deve-se esperar publicá-las, verificar quem terá direito conforme as várias legislações pelas quias passaram.

      Excluir
    4. Só corrigindo a informação que passei: a data da designação é a contar de 01-08-1990 e não 20-08-1990 como falei.

      Excluir
  68. em que moeda você quer receber ao se aposentar??

    "O Governo Federal lançou hoje a nova moeda de 1 Real que deve começar a circular já nos próximos dias em todo o território nacional."

    Veja como ficou conhecida a nova moeda:

    http://perolas.com/governo-x-povao/

    Popularmente batizada de 1 Créu $$$$$$$$$$$$$$$$

    ResponderExcluir
  69. Alguém tem informação sobre o pagamento da folha extra que sairia no dia 13/07? Ou estamos diante de outra propaganda enganosa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estamos diante de outra propaganda enganosa

      Excluir
  70. É verdade quem tiver férias prêmio referente a quinquênios até 2003,não pode afastar e sim só poderá vendê-las?Me esclareça quem puder.Agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que é verdade sim!

      Excluir
    2. Correto.
      Férias prêmio publicadas com data anterior a 29/02/2004 só poderão ser convertidas em espécie.
      Só poderão ser usufruídas as com data de publicação após 29/02/2004.Infelizmente é essa nossa realidade, e nem escolher podemos, se queremos afastar ou recebê-las.Eles que decidem.

      Excluir
    3. Companheiro(a), as férias adquiridas até 29-02-2004 só poderão ser transformadas em espécie por ocasião da aposentadoria (com base na resolução 8656 de 03 de julho de 2012), e as adquiridas a partir de 01-03-2004 só poderão ser usufruídas.Mas como usufruir se há um limite? Esse governo é ridículo!!!!!!

      Excluir
    4. Cuidado com a interpretação: só poderão ser usufruídas as férias adquiridas após 29-02-2004 e não publicadas. Pois podemos ter adquirido férias a contar de 01-02-2003 e que só foram "publicadas" em 04-05-2004.

      Excluir
    5. O que eles consideram é a data de publicação.
      Vejam o meu caso, completo 30 anos de serviço em janeiro de 2013, mas só completo 50 anos em fevereiro.Quer dizer este é o meu último ano de serviço,se Deus quiser!
      Tinha planejado tirar 2 meses de férias agora no final do ano, mas eis a surpresa,não poderei me afastar porque o saldo de férias que não serão convertidas em espécie corresponde apenas a 1 mês, pois todos os outros meses(8 no total) foram publicados com data anterior a 29/02/2004.E como na resolução o que vem primeiro é o saldo de férias a serem usufruídas, eu que tenho mais tempo na escola, estou mais próxima de me aposentar, fiquei sendo a última na escala de todas que pediram para se afastar.
      Isso é justo? Ninguém perguntou nossas preferências, mais uma vez enfia goela a baixo.
      E depois será que realmente vamos receber essas férias?
      Eu não confio nem um pouco.

      Excluir
  71. O pagamento extra do dia 13 caiu no bolso de quem teve erro no vencimento recebido em julho.
    ____________________________

    Aproveite para sew divertir (e cantar também):

    http://www.youtube.com/watch?v=MU2Kyc4_KFc

    Copie o endereço e cole no seu navegador.

    É a primeira ocorrência. clipe muito bom.

    Beijo / Personal colega.

    ResponderExcluir
  72. Parabéns a todos os professores, atualmente uma classe desunida, muitos alienados, não conseguimos nem mesmo nos unir em torno de um ideal forte. Os professores das federais, sem muito esforço tiveram uma proposta rápido, os companheiros da saúde - tiveram uma proposta bem acima da nossa e abono dos dias parados. Não tem jeito, fico vendo nas escolas, desunião, professores satisfeitos com qualquer coisa, não se organizam em greves, furam greves, lamentavelmente uma classe que seria responsável pelas mudanças do país, não consegue se unir em nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os professores das Federais, também, levaram uma rasteira, assim como o Anastasia e os demais governos fizeram com os professores estaduais. Os 45% serão dados até 2016, pode? Quando é para o professor todos os governantes arranjam uma forma de ludibriar. Só não dividem aumentos para os Servidores das assembleias, da Câmara, do Senado, do Judiciário. Quem tem que sustentar toda essa corja é o Professor, porque o salário dessa categoria sempre onera a folha e atinge a economia do país. No discurso dos governantes e dos Secretários, em todos os níveis, o aumento que tem que ser dado aos professores é o que acarreta prejuízos para o país, de nenhuma outra categoria mais, até parece que os educadores ganham fábulas, a ponto de qualquer aumento faz quebrar o país, quem quebra o país são os políticos e os seus comparsas CACHOEIRAS, cheios de benesses. Não há restrição alguma para liberação de verbas para esses canalhas.

      Excluir
    2. Governo dá reajuste de até 45% a professores de ensino superior da rede federal
      O salário inicial do professor com doutorado e com dedicação exclusiva será de R$ 8,4 mil
      13 de julho de 2012 | 16h

      O governo federal propôs um plano de carreira às entidades sindicais dos professores dos institutos e das universidades federais que passará a vigorar a partir de 2013. A proposta foi anunciada em um encontro que os Ministérios do Planejamento e da Educação tiveram com os representantes sindicais da categoria nesta sexta-feira, 13. O reajuste vai de 16% até 45%.

      A proposta reduz de 17 para 13 os níveis da carreira, como forma de incentivar o avanço mais rápido e a busca da qualificação profissional e dos títulos acadêmicos.

      Em reunião realizada com os representantes sindicais dos professores, o governo propôs o seguinte plano:

      Todos os docentes federais de nível superior terão reajustes salariais, além dos 4% concedidos pela MP 568 retroativo a março, ao longo dos próximos três anos.

      O salário inicial do professor com doutorado e com dedicação exclusiva será de R$ 8,4 mil. Os salários dos professores já ingressados na universidade, com título de doutor e dedicação exclusiva passarão de R$ 7,3 mil para R$ 10 mil.

      Ao longo dos próximos três anos, a remuneração do professor titular com dedicação exclusiva passará de R$ 11,8 mil para R$ 17,1 mil.

      No caso dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, além da possibilidade de progressão pela titulação, haverá um novo processo de certificação do conhecimento tecnológico e experiência acumulados ao longo da atividade profissional de cada docente.

      Segundo o MEC, hoje a rede federal tem 105.667 professores, dos quais 37.522 são aposentados. Entre os docentes em atividade, 87% têm contratos de dedicação exclusiva. Dos ativos, 68% têm doutorado, 25,9% têm mestrado e 2,1%, só a graduação. Outros 2.797 professores estão em nível de aperfeiçoamento ou de especialização, com cursos em andamento.

      "Desta forma, o governo federal atende a reivindicação histórica dos docentes, que pleiteavam um plano de carreira que privilegiasse a qualificação e o mérito. Além disso, torna a carreira mais atraente para novos profissionais e reconhece a dedicação dos professores mais experientes", informou o Ministério do Planejamento.

      O Andes, sindicato dos professores de universidades federais, criticou a proposta de plano de carreira apresentada pelo governo federal, mas não quis informar se defenderá a manutenção da greve, que já se estende por 57 dias. "Para as universidades públicas brasileiras se desenvolverem, é preciso ter uma carreira estruturada, e não tabelas com valores jogados ao léu", disse o segundo tesoureiro do Andes, Almir Menezes.

      A proposta do governo estabelece prazo de até três anos. "O MEC apresentou uma tabela sem um conceito de carreira e não disse quando isso vai ser aplicado. O problema é que no ano que vem pode ser só 1%, por exemplo." Menezes admitiu que os reajustes, que variam de 16% a 45%, podem ser considerados "razoáveis" se fossem entrar em vigor imediatamente. Mas, com o horizonte proposto, de três anos, são "insuficientes".

      Além da crítica à falta de parâmetro e aos valores atribuídos "aleatoriamente" e sem cronograma detalhado, o Andes considerou que a forma de divulgação prejudica a apreciação da proposta. "O comando nacional de greve vai precisar fazer um estudo das tabelas e depois encaminhar para a base", disse Menezes. "Vamos discutir os números na semana que vem. Cada assembleia tem seu tempo."

      http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,governo-da-reajuste-de-ate-45-a-professores-de-ensino-superior-da-rede-federal,899889,0.htm

      Excluir
  73. SOU DA LEI 100 MAS QUERIA MESMO É CLT, AFINAL, SE NÃO TEMOS DIREITOS COMO SERVIDOR PUBLICO, PELO MENOS COMO PRESTADOR DE SERVIÇO PELA CLT, ASSIM TERIÁMOS FGTS ETC.

    ResponderExcluir
  74. GOSTARIA DE SABER O QUE TEM DEPOIS DE 2015, SE O ESTADO E O BRASIL DE UM MODO EM GERAL VAI (ACERTAR NA LOTERIA) TODOS OS AUMENTOS SÃO PARA ACABAR COM TUMULTOS ANTES DA COPA?

    ResponderExcluir
  75. Eu penso estar louca pois se em 2004 fiz 15 anos de estado(5475 dias) designada efetivei mediante concurso em 2009 20 anos(7300 dias) agora dizem 2015 terei (6724 dias) e mais de 60 anos e ainda vão querer que eu trabalhe mais 8 anos to doida to doida ou a matemática faliu!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Solicitei informação por escrito na SRE aqui, e recebi a informação que o tempo antes de 1990 não entra na contagem do tempo para classificação no regime do "suicídio".

      Excluir
  76. Anastasia deve estar muito lisonjeado, pois a sua grife CARA-DE-PAU está na moda, depois que foi apresentada nos desfiles de Minas Gerais, ganhou o Brasil até Brasília aderiu à moda, aumentos para os EDUCADORES da educação básica à educação superior,da esfera pública em todo o país, pelo que vemos será dado em conta-gotas e tudo para após a COPA DE 2014, olha esta COPA no BRASIL é tudo de ruim que pode nos acontecer, pois além da roubalheira que já deve estar imensa e tendência é só quintuplicar, ainda vemos as malandragens dos governos, como tem que despejar dinheiro na mão de gente da estirpe do CACHOEIRA para a realização do evento, os trabalhadores honestos é que vão pagar o PREÇO. Concordo com o colega que disse, parece que estão prevendo que a UNIÃO vai ganhar na loteria e acertar bilhões e bilhões para pagar as dívidas. Esses governos têm que andar com óleo de peroba na bolsinha para sempre dar uma lustrada na CARA-DE-PAU, pois essa questão de aumento para área da educação já virou chacota, achincalhamento. O Brasil não está forte economicamente, por que o discurso muda quando é para valorizar os profissionais da educação? Depois da Copa de 14 é que não vão dar nada, porque só os CACHOEIRAS do governo é que vão estar de represas cheias, o povão vai estar falido. Aí, a desculpa é deixar os aumentos para o próximo século, contando que o MUNDO acabe até lá! Os aumentos vão seguir as dívidas dos governos, sempre adiando, dívidas sempre impagáveis!!

    ResponderExcluir
  77. Lenin afirmava que uma revolução socialista na Rússia seria resultado da mobilização e articulação dos operários das fábricas e dos camponeses, descartando a importancia dos intelectuais e professores, os quais, segundo ele, eram indolentes, politicamente alienados e pouco confiáveis.....rsrs. Tomando por base nossa categoria, Lenin estava certo...rs rs

    ResponderExcluir
  78. Alguém pode me informar se ha algum processo coletivo ou ação do Sindutemg para reaver os valores descontados, diga-se de passagem inconstitucionalmente, dos servidores que optaram pelo vencimento básico, antes da imposição do modelo remuneratório atual?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há, inclusive já as Subsedes estão recebendo toda a documentação solicitada ao Servidor para ser encaminhada ao Jurídico do Sindicato, procure a sua subsede para obter informações detalhadas, pois há cerca de uns 15 dias que já estão encaminhando os documentos. Todos devem se informar.

      Excluir
    2. Que eu saiba o Sind Inútil nem se lembra disso mais,muito menos o governo.Acho que ficamos no prejuízo!!Maria Alice.

      Excluir
    3. Maria Alice, procure informações em sua subsede, pois na minha subsede que se localiza na parte Leste do Estado os professores já foram avisados e as pessoas já estão preparando todos os documentos solicitados. Fique atenta.

      Excluir
  79. professoramaluquinha15 de julho de 2012 12:40

    A CUT e CNTE estão anunciando por meio do site do SindPELEGO a Marcha pela Educação que deverá acontecer em 5 de setembro em Brasília. A manifestação tem como objetivo reforçar a luta pela implementação completa da Lei do Piso. Além disso, os trabalhadores - cerca de cinco mil - vão destacar a importância de se investir 10% do Produto Interno Bruto (PIB) na Educação. Após a marcha será realizada uma vigília na Praça dos Três Poderes.

    http://www.youtube.com/watch?v=RZMw3yN_TOM&feature=player_embedded (para ver no Youtube)

    ResponderExcluir
  80. Outra questão que devemos cobrar do SINDUTE é o reposicionamento do tempo de todos nós que deixaram para trás, parece que nesse último reposicionamento não acertaram o tempo, e há indícios de que não se fará, pois estão considerando que de 1994 para trás era outra legislação, fiquemos de olho nisso, pois há mais uma rasteira à vista. ESTEJAMOS DE OLHO! ONDE HÁ FUMAÇA, HÁ FOGO!!!

    ResponderExcluir
  81. A lenda do voto nulo
    
    15/07/12 - 11:59
    POR Marcelo Soares

    Todo ano de eleição, circulam correntes pela internet com saídas supostamente mágicas para forçar a política a ser exercida com moralidade. As duas principais balas de prata sugeridas nessas correntes são ninguém reeleger político nenhum e todo mundo votar nulo.

    Eu detesto correntes de internet, por mais bem intencionadas que sejam. Embora a intenção seja sempre boa (só está contente com a nossa representação quem está muito por fora ou muito por dentro), falta um pouco de noção a essas propostas. Como, de resto, falta noção a qualquer corrente de internet.

    Perceba que as duas opções são razoáveis individualmente. Se você conhece um candidato que nunca exerceu mandato nenhum e o acha sério, é plenamente razoável tentar elegê-lo. Se você, por outro lado, não achou nenhum candidato que preste, é plenamente razoável anular seu voto. Mas é difícil combinar com gente suficiente pra não reeleger ninguém ou para todo mundo votar nulo.

    Por quê? Os políticos que você não quer ver eleitos sempre acabarão tendo uma razoável quantidade de votos, seja por popularidade ou por outros expedientes. E não reeleger ninguém não é por si garantia de melhor representação. Você pode trocar as moscas à vontade – se mantiver a iguaria que as atrai, no caso todos os incentivos à falta de transparência e ao abuso do poder -, tanto faz se as moscas são velhas ou novas.

    Mas é do voto nulo que eu queria falar aqui, seguindo mote dado pelo amigo Jener Gomes, interlocutor de alguns dos melhores papos do meu tempo de faculdade.

    Já votei nulo algumas vezes na vida. Acho uma opção pessoal válida, desde que se tenha consciência de que isso implica em ter seu voto simplesmente desconsiderado. O que elege um candidato são os votos válidos. Em 2006, o ministro Marco Aurélio de Mello disse à Folha que voto nulo não anula eleição.

    Vamos analisar os votos nulos primeiro com matemática simples e depois com um caso que virou corrente.

    1) Matemática

    Digamos que a cidade de São Longuinho do Passa Longe tenha 1.000 habitantes. Lá, vive o candidato X, dono de uma notória fama de ladrão. Também concorrem os candidatos Y, com fama de burro, e Z, sem fama de nada e também sem votos.

    O candidato X tem 200 apoiadores garantidos – sejam pessoas que concordam com suas ideias ou parentes de funcionários dele – e consegue comprar o apoio de outros 100 eleitores. Com isso, ele tem 30% dos votos da cidade. Sua eleição não está garantida, por isso ele bota carros de som na cidade tocando Michel Teló a todo volume e gritando seu nome aos quatro ventos. Isso pode lhe garantir talvez 50 votos de indecisos, com sorte.

    Agora, digamos que um líder comunitário de Passa Longe, muito bem intencionado, resolva criar um movimento de voto nulo contra os maus políticos da cidade. Com muito esforço, ele consegue convencer 300 eleitores a topar sua proposta. Excelente – é o número de eleitores que X, o grande motivador da campanha pelo voto nulo, tem garantidos. Sucesso?

    No dia da eleição, abrem-se as urnas. Este é o resultado:

    X – 310 votos
    Y – 190 votos
    Z – 100 votos
    Brancos – 100 votos
    Nulos – 300 votos

    Brancos e nulos não contam para o resultado de uma eleição. Contam os válidos. Para vencer, em cidades pequenas como Passa Longe, o sujeito precisa ter apenas a maioria dos votos. Apenas no segundo turno é preciso ter mais da metade dos votos para ganhar, e apenas cidades com mais de 200 mil eleitores têm segundo turno.

    Se todos tivessem votado em alguém, X teria tido 31% dos votos. Com a ajuda de brancos e nulos, porém, X teve 51,7% dos votos válidos. Parabéns aos criadores da campanha: deram a maior força para quem não queriam ver eleito.


    [...]

    ResponderExcluir
  82. [...]
    2) Corrente

    A corrente que recebi hoje pela manhã no Facebook louvava a consciência cívica do povo de Bom Jesus de Itabapoana, no norte do Rio de Janeiro. Eles teriam anulado quase nove em cada dez votos na eleição de 2008, forçando uma nova eleição.

    Será que era isso mesmo? Claro que nunca é bem assim. Por partes:

    1) Sim, houve 89,2% de votos nulos na cidade. Isso porque os dois candidatos mais populares tiveram suas candidaturas indeferidas e concorreram amparados por liminares. Só que as liminares caíram antes da votação. Todos os votos depositados para eles foram considerados nulos, mas quem votou neles votou em alguém. Não acho que votar em candidatos indeferidos seja uma lição de cidadania, como quer a corrente.

    2) O vencedor ficou sendo o terceiro colocado, que teve 6% dos votos. Isso não representa exatamente a vontade do eleitorado, embora em muitos lugares seja o que prevalece quando os candidatos são sucessivamente eliminados por conta de irregularidades. Ainda em maio, no Piauí, tomou posse uma vereadora eleita com apenas um voto, porque os eleitos antes dela foram cassados.

    3) Inicialmente, ainda em outubro de 2008, a Justiça Eleitoral carioca pensou em fazer novas eleições. Isso tem custo, que sai do bolso do contribuinte. Só que a Justiça Eleitoral é um caso raro no ambiente institucional. Ela é ligada ao Judiciário, mas tem funções dos três Poderes em época de eleição. Legisla, por meio das resoluções. Executa, administrando as eleições. E julga os casos de conflito. Assim, é bastante comum ela levar em conta o custo de administrar nova eleição para decidir conflitos, decidindo do jeito menos trabalhoso.

    (Ainda que decidisse por uma nova eleição, não se iluda: os candidatos sairiam do mesmo ambiente político que gerou os candidatos cassados. Os partidos são os mesmos. Os grupos de influência são os mesmos. Mas enfim.)

    4) Em dezembro de 2008, o Tribunal Superior Eleitoral se manifestou. O ministro Eros Grau decidiu que uma das candidatas bem votadas e impedidas de concorrer poderia receber os votos e ganhar a eleição. Apoiou-se numa tecnicalidade: suas contas foram rejeitadas, sim, mas no momento do registro da candidatura ela não havia ainda sido condenada por isso.

    5) Essa candidata que foi impedida de concorrer e depois eleita prefeita continua no cargo até hoje. Neste ano, ela é candidata de novo. Sua candidatura aguarda julgamento. O outro candidato que teve seus votos anulados em 2008 também concorre de novo neste ano.

    http://afinaldecontas.blogfolha.uol.com.br/2012/07/15/a-lenda-do-voto-nulo/

    ResponderExcluir
  83. Eliane Cantanhêde

    Menos café, mais leite

    BRASÍLIA - São Paulo, Estado, e São Paulo, capital, acostumaram-se a ser tratados no Brasil como centros do universo -e não apenas por paulistas e paulistanos. Maior economia, polo irradiador de cultura, berço do PT e do PSDB, base de FHC e de Lula, tudo parece começar e acabar em São Paulo. Ou parecia.

    Nestas eleições, a presidente da República não se mete nas estripulias de Lula em São Paulo e prefere cuidar de Belo Horizonte. São Paulo é de Lula e, de Minas, Dilma cuida.

    Ela vem do PDT e não tem a menor paciência com o PT de São Paulo. Na primeira oportunidade, livrou-se de Palocci e o trocou por Gleisi. Em seguida, chamou Ideli. Elas são do PT, mas uma é do Paraná, e a outra, de Santa Catarina. Um trio feminino e não paulista manda no Planalto.

    Agora mesmo, Dilma estuda alternativas ao líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia, do PT-SP, que deixou o pau comendo e viajou na última semana antes do recesso. Não é coisa que líder faça.

    Assim, Dilma deixa Lula se divertir em São Paulo, mordendo canelas e tentando trucidar o PSDB, enquanto ela cuida da própria reeleição.

    Melchiades Filho já escreveu neste espaço que a eleição de São Paulo reflete o passado, com Lula versus Serra, e a de Belo Horizonte aponta para o futuro. Perfeito.

    É ali que todos os principais personagens de 2014 testam forças: Aécio Neves, Eduardo Campos, Michel Temer, Gilberto Kassab. É lá, portanto, a prova de fogo de Dilma, não mais como pupila, mas como líder. Se Lula pode se dar ao luxo de ser quase diletante, Dilma tem de se superar e ser pragmática.

    Para Lula, o que interessa é ter o gosto de derrotar a oposição no seu último grande reduto. Para Dilma, o fundamental é fortalecer os laços com o PT e manter unida e sob controle sua imensa e ambiciosa base aliada. O laboratório é BH.

    É assim que todas as fichas de 2014 já estão sendo jogadas -e em Minas. Façam suas apostas.

    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/54589-menos-cafe-mais-leite.shtml

    ResponderExcluir
  84. COMANDANTE NOVO TEXTO, ESTAMOS ORFÃOS, TENHO 27 ANOS DE ESTADO E SÓ IREI PARA LETRA P EM 2015, CONTINUO NA A COMO SE ESTIVESSE EM INICIO DE CARREIRA COM ESPECIALIZAÇÃO!
    NÃO TEMOS SINDICATO.... NÃO TEMOS NADA.... NINGUÉM TEM CORAGEM DE CANDIDATAR.... VOCÊ GANHA FÁCIL....
    OU LUTAMOS OU VAMOS MORRER NA PRAIA
    UM GRANDE ABRAÇO

    ResponderExcluir
  85. Leandro Machado

    De repente, classe C

    Sou ex-pobre. Todos querem me vender geladeira agora. O trem ainda quebra todo dia, o bairro alaga. Mas na TV até trocaram um jornalista para me agradar

    Eu me considerava um rapaz razoavelmente feliz até descobrir que não sou mais pobre e que agora faço parte da classe C.

    Com a informação, percebi aos poucos que eu e minha nova classe somos as celebridades do momento. Todo mundo fala de nós e, claro, quer nos atingir de alguma forma.

    Há empresas, publicações, planos de marketing e institutos de pesquisa exclusivamente dedicados a investigar as minhas preferências: se gosto de azul ou vermelho, batata ou tomate e se meus filmes favoritos são do Van Damme ou do Steven Seagal.

    (Aliás, filmes dublados, por favor! Afinal, eu, como todos os membros da classe C, aparentemente tenho sérias dificuldades para ler com rapidez essas malditas legendas.)

    A televisão também estudou minha nova classe e, por isso, mudou seus planos: além do aumento dos programas que relatam crimes bizarros (supostamente gosto disso), as telenovelas agora têm empregadas domésticas como protagonistas, cabeleireiras como musas e até mesmo personagens ricos que moram em bairros mais ou menos como o meu.

    A diferença é que nesses bairros, os da novela, não há ônibus que demoram duas horas para passar nem buracos na rua.

    Um telejornal famoso até trocou seu antigo apresentador, um homem fino e especialista em vinhos, por um âncora, digamos, mais povão, do tipo que fala alto e gosta de samba. Um sujeito mais parecido comigo, talvez. Deve estar lá para chamar a minha atenção com mais facilidade.

    As empresas viram a luz em cima da minha cabeça e decidiram que minha classe é seu novo alvo de consumo. Antes, quando eu era pobre, de certo modo não existia para elas. Quer dizer, talvez existisse, mas não tinha nome nem capital razoável.

    De modo que agora elas querem me vender carros, geladeiras de inox, engenhocas eletrônicas, planos de saúde e TV por assinatura. Tudo em parcelas a perder de vista e com redução do IPI.

    E as universidades privadas, então, pipocam por São Paulo. Os cursos custam R$ 200 reais ao mês, e isso se eu não quiser pagar menos, estudando à distância.

    Assim como toda pasta de dente é a mais recomendada entre os dentistas, essas universidades estão sempre entre as mais indicadas pelo Ministério da Educação, como elas mesmas alardeiam. Se é verdade ou não, quem pode saber?

    E se eu não acreditar na educação privada, posso tentar uma universidade pública, evidentemente. Foi o que fiz: passei numa federal, fiz a matrícula e agora estou em greve porque o campus cai aos pedaços. Não tenho nem sala de aula.

    Não que eu não esteja feliz com meu novo status de consumidor, não deve ser isso. (Agora mesmo escrevo em um notebook, minha TV tem cem canais de esporte e minha mãe prepara a comida num fogão novo; se isso não for felicidade, do que se trata, então?)

    O problema é que me esforço, juro, mas o ceticismo ainda é minha perdição: levo 2h30 para chegar ao trabalho porque o trem quebra todos os dias, meu plano de saúde não cobre minha doença no intestino e morro de medo das enchentes do bairro.

    Ou seja, ao mesmo tempo em que todos querem me atingir por meu razoável poder de consumo, passo por perrengues do século passado. Eu e mais de 30 milhões de pessoas -não somos pobres, mas classe C.

    Deixa eu terminar por aqui o texto, porque daqui a pouco vão me chamar de chato ou, pior, de comunista. Logo eu, que só li Marx na versão resumida em quadrinhos. Fazer o quê, se eu gosto é de autoajuda?

    Os artigos publicados com assinatura não traduzem a opinião do jornal. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo. debates@uol.com.br

    LEANDRO MACHADO, 23, é estudante de letras na Universidade Federal de São Paulo, mora em Ferraz de Vasconcelos (SP) e escreve no blog Mural, da Folha

    ResponderExcluir
  86. Hj que consegui abrir a tal resolução de 6/7, mas o que não compreendi, que passei de B para L , mas quando? O que virá este mês?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De acordo com o e-mail enviado as escolas pela SEE iríamos receber um pagamento extra dia 13/7 repondo esta diferença descontada em nosso pagamento. Mas o dia 13 passou e a verdade virou mentira. Propaganda enganosa como sempre.

      Excluir
  87. Outra coisa que gostaria de comentar, aqui, nos jornais com a greve dos professores federais de faculdade e ensino básico, segundo li, o piso pelo DIEESE é mais de 2000 para 20h. E eles realmente terão este piso. O que nós do estado e município somos? Não somos professores, por acaso? E maioria, por acaso???

    ResponderExcluir
  88. Euler você sabe explicar por que as ocorrências desapareceram dos holerites antigos por exemplo precisei de uma ocorrência que estava no de out de 2010 e outros anteriores sabe que não encontrei mais ainda bem que guardo os meus holerites desde que entrei nesse estado.ABRE O OLHO MEUS COLEGAS

    ResponderExcluir
  89. como faço para entrar no meu PGDI, outra o meu SISAP FALTAM 2 anos 1996 e 1997 estou correndo atras....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://www.sisad.mg.gov.br/sisad/auxiliares/servidor.do ENTRA AI NO SITE E PROCURA SEU PGDI

      Excluir
  90. RETIRADO DO BLOG DA MARLY GRIBEL
    O sindicato é puro blefe- Mas nós- os 153 mil prejudicados temos que lutar pelo Piso.
    Marly Gribel | domingo, 15 de julho de 2012

    Temos que parar de lamentações e partir para ações e dentre elas a principal- retomar a discussão com o governo daquilo que foi assinalado na Comissão tripartite após a longa greve de 2011 - a negociação do Piso para aqueles que retornaram para a antiga carreira em 2011. Só não conquistamos o Piso porque o sindicato embaraçou a mesa de negociação. Ou seja, eles nunca fazem nada certo. Até a palhaçada de publicar que conquistaram as férias prêmio foi mais um blefe. O governo deu por que quis, não porque eles tivessem conquistado, pelo contrário, o governo já havia anunciado e dependia dos devaneios da diretoria para fechar o negócio. Mas felizmente o governo optou pela lei . Mas o sindicato colocou lá , seus inúmeros poréns...com a conivência de sempre- enganar os tolos

    Agora temos que salvar o Piso para aqueles que assim manisfestaram( os 153 mil) e não será com a ação do sindicato- este é inoperante e conivente, mas com uma ação popular assinada por todos os interessados e enviados para o governo( sugestão da blogueira aqui). Ação popular movida pelos que optaram pela antiga carreiral- sem intermediação sindical- de preferência- senão não arranca nada. Uma comissão de professores comandada pelo comandante em chefe Euler Conrado que intermediaria as discussões, incluindo a professora Cristina Costa que é fera em matemática.

    Uma ação popular pode ser movida em qualquer tempo e qualquer lei pode ser revista. O Piso é lei, esteve na pauta de negociações, é um direito nosso, visto que tivemos duplo prejuízo, o de ter voltado para antiga carreira( incentivado inclusive por esta diretoria doidivana do sindute). Perdemos dinheiro na mudança, retornarmos compulsoriamente para o novo modelo de remuneração( subsídio II) sem ter de volta os meses perdidos entre a saída e o retorno ao subsídio.

    Nada mais natural que queiramos de volta o que a diretoria não teve competência para negociar. Bem, haverá muita discussão em torno da questão, visto que o sindicato vê o todo mas nunca contempla aqueles que optaram livremente e que fizeram suas escolhas e olha que a categoria TODA teve meses para fazer a opção pela antiga carreira mas mesmo assim não o fizeram. Mas o sindicato optou por contemplar quem já tinha escolhido o novo modelo de remuneração e esqueceu que na mesa e na vida há interesses vários. Os nossos foram deixados de lado e estamos amargando até hoje perdas e danos.

    O governo de MG fala o tempo todo em seu portal que fez justiça salarial a todos os servidores da Educação. Não é verdade, fomos achatados tal qual os iniciantes, com um agravante, a grande maioria prejudicada tem mais de 10 anos de serviço ou 25 como eu. O que não podemos é aceitar calados aquilo que nos ofertaram: o sindicato- na sua ignorância/ inoperância nada aceitava( ou tudo ou nada) foi NADA. O governo por sua vez fez o seu papel: nos enrolar qual serpente de Leviatã. Será que dá para sair deste abraço mortal?

    Precisamos arrumar uma saída...ou pela mudança da DIRETORIA ou pela GREVE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prof João César/Uberaba15 de julho de 2012 22:30

      Maravilhoso Marly!!!
      Pena que você está só na luta!
      Grande Guerreira!

      Excluir
  91. Eu freqüento blogs de professores de todo o Brasil, chegou-se a um consenso que um professor que recebesse pelo piso (lembrando que o STF bateu o martelo afirmando que piso não é remuneração total e sim vencimento básico) estaria recebendo R$ 1.900,00 por 24 horas de trabalho.
    Aki em SP já recebemos o piso, mas há colegas que acham que a lei deveria ser tb aplicada sobre o que já ganhamos.
    Semana que vem, um professor do Nordeste que esta fazendo um estudo sobre o piso e sua aplicabilidade nas unidades da federação com menos recursos financeiros, fará um WorkShop conosco. Voltarei aki e repassarei a vocês o que ele nos disse. Um grande abraço a todos os professores, não só de Minas, mas de todo o Brasil, pois todos nós somos agentes da cidadania, estamos forjando os brasileiros do amanhã e – nós educadores sabemos – que sem educação o Brasil continuará sendo a oitava economia do mundo, mas não sairá da casa dos 170 no IDH da ONU.

    Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

    ResponderExcluir
  92. CONCORDO COM A PROFESSORA MARLY OS BLOGS VIRARÃO COVIS DE LAMENTAÇÕES, DE CONCRETO EM NENHUM NADA SAI...
    DECEPCIONANTE!
    DEVEM ESTAR TODOS SASTISFEITOS , POIS TEM O QUE MERECEM!
    SÓ SE FALAM EM VOTO NULO... O POVO TUPINIQUIM!!!
    BRASIS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa amigo, sua comparação nos desmerece! COVIL é um equívoco de sua parte, pois COVIL quer dizer coba de feras, abrigo de salteadores. Quem frequenta aqui são professores, não acho que nós devemos ser qualificados dessa forma. São pessoas lutadoras, trabalhadoras e que estão sendo ludibriadas por estes governos que saqueiam os nossos direitos. Penso que é preciso muito cuidado com as palavras usadas, talvez o desconhecimento de seu significado acaba por gerar um deslize na comunicação. Quanto às lamentações, a profª Marly não se refere aos blogs exatamente, ela refere a todos nós, inclusive a você, pois devemos deixar um pouco de reclamar e tomemos mais atitude. Quem faz reclamações não são os blogs são as pessoas que aqui frequentam, até por uma necessidade de ser ouvidas, uma vez que não há outro espaço para se fazer isso. Agora, pouco podemos fazer se não somos unidos, na última greve tivemos exemplo disso. Os que levaram esse movimento até o fim foram exatamente os educadores que tinham clareza por que lutavam, a maioria não sabia e continua não sabendo por que luta. Mas são os que mais reclamam pelos blogs. Acham que a vida se guia pelo imediatismo das suas pretensões, muitos quiseram ver o salário no contra-cheque mas não fizeram por merecer e agora ficam culpando blogs e colegas. Deixem de ser reclamões e passem a refletir, daqui para frente. É a essa gente que a profª Marly Gribel se refere.

      Excluir
    2. APARECIDA/CONTAGEM16 de julho de 2012 00:34

      Estar em um covil.
      Estar entre pessoas de ídole duvidosa.REALMENTE COVIL , RAÇA ESTÚPIDA....
      LAMENTAM.... LUTEM! CONCORDO COM O Anônimo15 de julho de 2012 16:34 E QUANTO AO Anônimo15 de julho de 2012 22:20 PESQUISE DIREITO!
      QUEM NASCEU ÍNDIO MORRE TUPINIQUIM!

      Excluir
  93. Não entendi como o Sindute participou dessa resolução de Férias Prêmio e concordou que essa porcaria viesse a vigorar para sempre(quando é para nos prejudicar é para sempre). Na minha escola normalmente afastavam 12 funcionarios por semestre, fora os administrativos. Agora vão se afastar 05 funcionarios incluindo os administrativos. Viram que maravilha...........melhor que não saísse nada para este ano e mantivesse a anterior para 2013.
    Só dá fora esse sindicato, e nós bancando essa bobagem. Vou esperar as eleições, se continuar os mesmos estou fora. Chega.

    ResponderExcluir
  94. CARO EULER,OBRIGADO PELO ESPAÇO,JÁ QUE COM A MIDIA NÃO PODEMOS CONTAR,CONTINUE NOS MANTENDO INFORMADOS,ENQUANTO "DESCANSAMOS" DA INESQUECÍVEL GREVE.

    ResponderExcluir
  95. INFELIZMENTE NOSSA CLASSE NÃO SE UNE,E É TAMBÉM ARRIMO DE FAMÍLIA,POR ISSO TIVEMOS QUE DAR UMA TREGUA NA GREVE...UM DIA CHEGAREMOS LÁ...MUITO OBRIGADO EULER POR TER CRIADO ESSE ESPAÇO.....

    ResponderExcluir
  96. TEM GENTE PENSANDO QUE A ELEIÇÃO DE PREFEITO NÃO TEM MUITA IMPORTANCIA...PRESTE ATENÇÃO MEU POVO,POIS SERVE DE TERMOMETRO PARA OS DE CIMA,,, VAMOS VOTAR CONSCIENTES!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem razão. Prefeitos eleitos garantem esta turma que desgoverna Minas. Jamais votar em candidatos do psdprê e seus apaniguados. Pensem desde já na eleição para presidente. Não vamos garantir voto para aécio e seguidores.

      Excluir
  97. POR MAIS DESGASTANTE QUE FOI A NOSSA INCANSAVÉL GREVE SINTO FALTA DAQUELE TEMPO QUE TODOS OS DIAS VINHA PARA ESTE ESPAÇO EM BUSCA DAS NOVIDADES .....OBRIGADA EULER POR NOS DAR VOZ!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voz só não basta, agora nem responde como mudou Euler!

      Excluir
    2. O Professosr tem que trabalhar como você, eu e todos nós. Ou você acha que estar de frente para o blog 24h lhe renderá algum extra no final do mês? Todos nós temos que pular das 7h às 22h30min para defender o nosso pão de cada dia, pois se viver só da miséria que o governo nos paga em somente 1 cargo, vamos morrer de fome. Então, não seja egoísta, não queira melhores condições de vida, ou sobrevivência, só para você, pense nisso, para além das questões profissionais, a vida continua e temos e vivê-la. Por isso temos que buscar outras alternativas!

      Excluir
  98. Alguém tem informação sobre o pagamento da folha extra que sairia no dia 13/07? Ou estamos diante de outra propaganda enganosa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prof João César/Uberaba15 de julho de 2012 22:31

      saiu, consulte seu saldo no banco , mas já aviso, uma míseria!

      Excluir
    2. a miserabilidade é tamanha que nem liberaram contra-cheque extra de julho no portal do servidor, facilitaria a consulta para os servidores. Miserabilidade até mesmo nos serviços dos sites do governo.

      Excluir
  99. Não é um pagamento extra para todos, é uma migalhinha denominada de VTAP para aqueles que no posicionamento automático, ocorrido no mês 06/12 tiveram uma redução de salário. Viram como é este posicionamento. Posicionam o servidor e em vez de o servidor se servir do benefício, ele é sacrificado, pois o salário diminui, por isso arranjaram a FOLHA DO TROQUINHO para inteirar a miséria que já ganhava, só mudou a letra, salário, este foi até diminuído! É para rir ou para chorar! Escolham!

    ResponderExcluir
  100. Olá, pessoal da luta!

    Boa noite!

    Observo que o debate está a todo vapor. Isso é de grande relevância, pois mostra uma categoria que procura se articular novamente, e cobrar os direitos que foram roubados pelo governo. Direitos como aquele citado pela comandante Marly Gribel: ao piso na carreira pelos 153 mil educadores que optaram pelo antigo sistema remuneratório.

    O governo e seus 51 deputados simplesmente nos tiraram um direito que eles próprios haviam criado quando aprovaram a primeira versão da Lei do Subsídio, apelidada posteriormente de Modelo Unificado de remuneração.

    O governo nos tirou dinheiro durante vários meses, por termos optado pelo antigo sistema, e depois nos obrigou a voltar para o subsídio, contra a nossa vontade, praticamente por decreto, com a aprovação de uma lei em tempo recorde pelos deputados subservientes ao governo.

    A nossa combativa colega Marly destacou corretamente que a direção do sindicato não foi feliz na negociação com a comissão tripartite. Negociou muito mal as pendências da greve - consumiu quase todo o tempo nestas questões, obtendo baixos resultados - e por último, não conseguiu aprovar o básico, o essencial, que era a garantia da implantação do piso para os 153 mil educadores que optaram pelo antigo sistema remuneratório.

    Lembro-me de ter defendido aqui que o piso é para todos, mas que naquele momento seria importante garantir a implantação do piso na antiga carreira para os 153 mil, que em seguida seria mais fácil para os demais colegas assegurarem este direito na Justiça. O governo, que já não tinha a intenção de pagar o piso para nenhum educador, valeu-se de mais este pretexto apontado pela professora Marly, para apresentar as mudanças na lei estadual, praticamente destruindo a carreira dos profissionais da Educação e a Lei do Piso em Minas Gerais.

    Para enfrentar essa situação, penso que devemos atuar em três frentes: 1) no plano legal, jurídico, ingressar com ações, ou mesmo com a proposta de ação popular feita pela comandante Marly Gribel. Esta proposta pode e deve ser discutida por um coletivo de educadores, incluindo os colegas do NDG; 2) no plano eleitoral imediato, impor derrotas estratégicas ao governo de Minas (faraó e afilhado) e seus deputados. Devemos escolher 15 ou 20 cidades de Minas onde os candidatos a prefeito e vereador que recebem o apoio deste grupo de políticos serão derrotados; e 3) preparar, para 2013 (já que este ano acho pouco provável que aconteça) uma gigantesca greve, capaz de mobilizar toda a sociedade e arrancar, na luta, nossos direitos. Uma greve que aconteça a partir do segundo semestre, e que dê tempo a todos os colegas de se prepararem, de organizarem comitês em defesa dos nossos direitos nas escolas (reunindo pais, alunos e educadores); de se prepararem inclusive financeiramente, formando um fundo de greve pessoal para sobreviver aos cortes. Mas uma greve bem organizada - e não dirigida para fins eleitorais - e com grande adesão; seguramente a categoria obrigará o governo e seus agentes a darem uma resposta mais ágil. Se conseguirmos derrotar o governo nas eleições certamente os educadores serão vistos de outra forma, tanto pelo governo, quanto pela comunidade.

    São algumas ideias que trago para a discussão dos colegas. Assim que ultrapassarmos os 200 comentários, abriremos novo post. Continuemos o nosso debate e nos preparemos para ações que possam alterar a realidade atual, de profundo desgaste da nossa categoria. Com salário de fome, sem carreira, sem perspectiva de futuro na profissão do Magistério; com os direitos sonegados, trabalhando em péssimas condições, com profundo desgaste emocional e físico, os educadores de Minas haverão, apesar de tudo isso, de encontrar as melhores respostas para superar esta realidade criada pelo(s) governo(s) e seus aliados.

    Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Euler,
      vc pode me informar como acessar a "ferramenta de busca por Masp que estará disponível no Portal do Servidor a partir do dia 16 próximo. Com a ferramenta, o servidor terá acesso aos quadros de posicionamento em 2011 e 2012 referentes a seu cargo"?

      Excluir
  101. professoramaluquinha16 de julho de 2012 08:26

    Um exemplo de organização de luta:

    "Advogados federais de São Paulo aprovam operação padrão para pressionar governo diante da falta de remuneração isonômica em relação às demais funções essenciais à Justiça, o reajuste anual ignorado há anos pelo governo, o sucateamento da Advocacia Pública Federal e “vilanização” dos servidores públicos, a falta de carreira de apoio e uma proposta de lei orgânica muito aquém do esperado.

    Os advogados paulistas resolveram adotar medidas para mostrar que não aceitam mais a falta de comprometimento do Executivo com a Advocacia Pública, mesmo com o ótimo desempenho registrado nos últimos anos.

    Eles decidiram que:

    - não irão mais preencher planilhas e que não irão participar de audiências nas unidades sem viatura ou com pagamento posterior da indenização;

    - aprovaram restrições à realização de acordos, com boicote da Semana Nacional de Conciliação;

    - farão denúncia das precárias condições de trabalho nas unidades da AGU no estado, com encaminhamento de ofícios, dossiês e eventuais laudos às entidades associativas;

    - aprovaram a criação de slogan contra o sucateamento da Advocacia Pública Federal a ser inserido nas petições e ofícios como forma de protesto;

    - boicotarão eventos em que o advogado-geral da União esteja presente (exceto para protestar ativamente);

    - não farão pedido de conversão em renda, salvo quando o crédito estiver totalizado;

    - realizarão ações sociais de orientação jurídica como forma de protesto.

    NA ÍNTEGRA: http://www.advocaciapublica.com.br/forum/noticias/advogados-federais-de-sao-paulo-aprovam-operacao-padrao-para-pressionar-governo [Qui, 12 de Julho de 2012]

    ResponderExcluir
  102. UM GRANDE ENGODO... CADÊ A TAL FERRAMENTA QUE PERMITE VER A "ILUSÓRIA" SITUAÇÃO DO REPOSICIONAMENTO?

    ALGUÉM SABE ME DIZER ON DE ACHO?

    ETA FALÁCIA QUE É ESTE GOVERNO DE MG....

    ResponderExcluir
  103. "Direitos como aquele citado pela comandante Marly Gribel: ao piso na carreira pelos 153 mil educadores que optaram pelo antigo sistema remuneratório".

    Professor Euler: não podemos esquecer os aposentados. Minha tia foi professora do Estado e hoje recebe R$ 1.600,00/mês por 25 anos em sala de aula. Não podemos esquecer aqueles que foram nossos professores e hoje precisam de dinheiro para comprar remédios cujas algumas doenças foram adquiridas dentro das salas de aula.

    "Para enfrentar essa situação, penso que devemos atuar em três frentes: 1) no plano legal, jurídico, ingressar com ações, ou mesmo com a proposta de ação popular feita pela comandante Marly Gribel. Esta proposta pode e deve ser discutida por um coletivo de educadores, incluindo os colegas do NDG (...)"

    Professor Euler: desde que frequento este blog se fala nesta tal ação. POR QUÊ ELA NÃO SAI DA IDEIA E VIRA REALIDADE? Se for por falta de dinheiro, nos podemos nos desfiliar do Sindute e passaríamos a depositar este dinheiro numa conta, controlada por exemplo, pelo senhor. Ou uma conta conjunta, sei lá. Vamos agir, o STF já nos deu ganho de causa!

    "3) preparar, para 2013 (já que este ano acho pouco provável que aconteça) uma gigantesca greve, capaz de mobilizar toda a sociedade e arrancar, na luta, nossos direitos. Uma greve que aconteça a partir do segundo semestre, e que dê tempo a todos os colegas de se prepararem, de organizarem comitês em defesa dos nossos direitos nas escolas (reunindo pais, alunos e educadores); de se prepararem inclusive financeiramente, formando um fundo de greve pessoal para sobreviver aos cortes. Mas uma greve bem organizada - e não dirigida para fins eleitorais - e com grande adesão; seguramente a categoria obrigará o governo e seus agentes a darem uma resposta mais ágil. Se conseguirmos derrotar o governo nas eleições certamente os educadores serão vistos de outra forma, tanto pelo governo, quanto pela comunidade".

    Professor Euler: Meu Deus, será que só com meus superpoderes consigo entender que a estratégia da greve NÃO DÁ MAIS CERTO! O Sindute envia uma correspondência 48h antes do início da greve, como estipula a lei, mas o governador já envia para a escola o ofício "Lançar faltas-greve". Infelizmente Sua Excelência o governador não respeita o direito de greve. Já não basta a greve do ano passado que nos deixou 3 meses sem salário? As reposições pagas a conta-gotas?
    Nossa imagem perante a sociedade (entendendo-se pais de alunos é pejorativa), pois acham que R$1.320,00 é muito para quem trabalha só "4h30".
    Nossa imagem perante nossos alunos também não é boa, porque não somos exemplo de ascensão social. Vamos deixar o orgulho de lado e começar a contar para nossos alunos que muitos professores só comem nas escolas, que faz 5 anos que não compramos roupas, que não tem psiquiatra no Ipsemg - e quando tem - uma caixa de antidepressivo custa R$ 150,00.
    Nem nossos colegas vice-diretores e diretores tem uma boa imagem nossa: afinal somos assediados, humilhados, espezinhados etc. Sexta passada eu só não bati numa vice-diretora porque ela estava do lado de fora da secretaria, pois a mesma me chamou de LOUCO. Eu ía dar tanto na cara dela - ía perder meu emprego e seria preso - mas eu ía bater tanto nela, que o que ela já desviou do dinheiro das vendas de camisetas, do barzinho e outras verbas que chegam na escola não ía dar nem para o depósito no hospital.

    Desabafei, mas não adianta só isso, temos que agir!

    ResponderExcluir
  104. Olá Pessoal!

    alguém já viu a tal ferramenta no portal do servidor que a dona gazzola disse que estaria disponível a partir do dia 16/07, para consultarmos novo posicionamento?

    estou acordada desde a meia noite e até agora (11h) não consigo ver a tal ferramenta...
    por favor , alguém me ajude... acho que estou vagando no mundo das trevas....

    e aquela marmota de resolução de ferias prêmio... têm direito só quem está prestes a aposentar? o direito a ferias premio não é pra todos? o que diz a lei?

    ResponderExcluir
  105. sindicato faz pressão para captar filiados, eu mesmo fui um bestolado, filiei, agora irei desfiliar.

    ResponderExcluir
  106. Colegas, vocês tem observado os contra cheques dos últimos meses?
    Eu analiso tudo nos mínimos detalhes e imprimo todos.E observei que nos contra cheques não está constando mais o grau(letra)a que pertencemos, está vindo apenas o nível.Alguém mais observou isso?
    Por que será que isto está acontecendo?
    Ou será que é só aqui na minha região, centro oeste mineiro?

    ResponderExcluir
  107. ALGUEM SABE DE ALGUMA COISA SOBRE LIMINAR DE DEVOLUÇÃO DOS 3% INDEVIDOS?
    ISSO É ROUBO SE DESCONTOU INDEVIDO TEM QUE DEVOLVER, NÃO É ASSIM COM SEPLAG, SE PAGAM A MAIS DESCONTAM NO OUTRO MÊS

    VAMOS COBRAR

    O IPSEMG informa que não está devolvendo a nenhum servidor/beneficiário valores descontados referentes à contribuição de 3,2%, a título de assistência à saúde.

    Não existe dispositivo legal que determine ou permita a devolução desses valores.

    ResponderExcluir
  108. E 1/3 extra classe, parece que foi esquecido!
    No blog da Vihena ela diz que está na ALMG para ser apreciado pelos inimigos da educação.Isso já tem quase um mês.Engraçado,porque será que o subsídio foi apreciado e votado em menos de 24 horas?
    Mas agora eles vão ter pressa pra quê,não é mesmo?
    Estão muito ocupados em suas bases tentando eleger seus protegidos.Os professores se quiser que esperem.

    ResponderExcluir
  109. É muito bom saber que existem muitos pais do nosso lado.Conversando com uma senhora,notei a mesma, muito revoltada com a vinda deste governador em nossa cidade,perguntei a ela o porquê de tanta raiva e ela me disse que ele maltratou pessoas que ajudaram sua filha a se formar ou seja, os professores e é por isto que em sinal de protesto,ela não quis nem ver e nem ouvir nada sobre a presença desta figura em nossa cidade.É de emocionar esta reação de alguém que sabe ter gratidão e consegue enxergar as maldades que estão fazendo com os educadores.

    ResponderExcluir
  110. Euler, nos esclareça sobre este novo reposicionamento....
    Situação do subsídeo (01/01/2012) - 1 A
    Situação em o1/o1/2005 - 1 L
    Dias de efetivo exercício: 5798

    Na lógica, não deveriam considerar um novo reposicionamento em relação ao nível 1A...
    Se 2013 e 21014, sobem 2 níveis de letras, cada um dos anos e 1 nível em 2015, pela lógica: da letra L menos 5 níveis, deveria estar reposicionada no nível 1 E (licenciatura plena), com o tempo de serviço (mais de 15 anos).

    Meu Deus, que lógica é esta?
    Euler, por favor, nos esclareça se irá haver alteração no nível da letra.....aguardo! Obrigada!

    Quero ser crente e acreditar que a SEPRAGA irá mudar a letra.....

    ResponderExcluir
  111. ENVIADO PARA DONA GAZZOLA:

    Ah! Meu Deus!

    acabei de sair do mundo das trevas... mas ainda não encontrei a Luz...

    que palhaçada de ferramenta é essa da dona gazzolla?!? que diabo de tabela é essa?

    - que eu estou na letra A com 21 anos de serviço e que estou sendo lesada isso eu já sei...

    - e que em 2015. ano de minha aposentadoria, eu tenho que estar na letra P, eu também ja sei...

    - o que quero saber É ONDE SEREI POSICIONADA AGORA E QUANTO VOU RECEBER PELO FURTO QUE ME FIZERAM E SE VÃO ME PAGAR RETROATIVO A JANEIRO E SE SERÁ COM JUROS E CORREÇÃO ????????

    ETA CAMBADA DE GENTE INCOMPETENTE...
    FIZERAM UMA TABELINHA PRA IDIOTA... NADA SE EXPLICA,NADA DE CONTEÚDO... TUDO DO JEITINHO PRA NOS PASSAR A PERNA MAIS UMA VEZ. CADÊ A TRANSPARÊNCIA?

    TÁ TUDO ESCURO POR AQUI...

    ResponderExcluir
  112. como faço para ver meu reposicionamento, por favor alguém poderia nos ajudar, pois tem vários acima pedindo também.

    ResponderExcluir