segunda-feira, 12 de maio de 2014

Brasil: uma democracia ameaçada pela mídia e por setores do judiciário




 




   Já havia publicado meu texto quando encontrei estes vídeos com a fala de José Dirceu, antes da sua prisão em regime fechado (embora seja condenado em regime semiaberto, já que foi absolvido da acusação de quadrilha). As críticas que ele faz à mídia, ao judiciário, à direita, enfim, com sua tradição de golpismo, são consistentes. Publico as três partes do vídeo, pois somente através dos blogs será possível encontrar o contraponto ao monopólio de uma mídia cada vez mais de pensamento único.

A passagem dos 50 anos do golpe civil-militar de 1964 é relembrada por muitos. Além de tudo de ruim que representou aquele acontecimento de triste memória, procura-se comemorar uma suposta vitória da democracia, do estado de direito, da república, enfim, sobre o regime ditatorial. Contudo, cada vez mais a realidade brasileira se parece em muitos aspectos com um filme repetido. Antes, tomando emprestado as palavras do grande pensador Karl Marx, como tragédia; agora, como farsa.

O Brasil vive um momento de golpismo. O ambiente geral encontra-se envenenado por uma mídia irresponsável, que apoiou o golpe de 1964, e que, desde a abertura, após o fim formal da ditadura, vem atuando no cotiano dos brasileiros como um entrave para o avanço das conquistas e dos direitos da maioria pobre da população.

Este ano então, quando o governo federal e a representação no congresso nacional estão em disputa, a mídia cria um clima de caos, de crise, como se o Brasil vivesse o pior momento da sua história. O que nem de longe é verdadeiro. A história recente do Brasil, nunca é demais lembrar, experimentou, durante a era FHC, vários momentos de  crises reais. Numa combinação bem ao gosto do receituário do FMI, o Brasil dos de baixo conviveu com grande desemprego, salários arrochados, juros altíssimos, direitos dos servidores e dos demais trabalhadores sendo cortados todos os dias e nenhuma perspectiva de melhora. Este foi o retrato de um país, cujo governo, na época, doou boa parte do patrimônio líquido para grupos de rapina nacionais e estrangeiros. Com a total subserviência da mídia, que criticava aspectos secundários para fazer parecer que vivíamos uma democracia, quando de fato, a própria existência deste monopólio da mídia representa a não existência de uma real democracia.

Com todos os defeitos e todas as concessões feitas, a vitória de Lula no final de 2002 conseguiu estancar em parte - em parte, frisa-se - a total entrega das riquezas do Brasil para os setores privilegiados do grande capital e do agronegócio. Ao desenvolver políticas sociais mais agressivas, incluindo o aumento real do salário mínimo, o governo federal da era Lula patrocionou uma aceleração da economia, gerando emprego, e uma distribuição de renda que, se não é ainda a que se deseja, pelo menos colocou em movimento milhões de pessoas que antes se encontravam abaixo da linha da pobreza.

A mídia golpista, representante do atraso, do neoliberalismo, nunca aceitou estas políticas sociais em favor dos de baixo. Para esta mídia, o Brasil deveria continuar eternamente como o país de uma ínfima minoria rica, uma classe média boçal, que viveria das sobras das elites, e uma maioria pobre com tratamento ao estilo do período colonial brasileiro, ou seja, enquanto escravos a servirço das elites. Para a mídia golpista, o Brasil teria que continuar uma colônia dos EUA e dos países ricos da Europa. Foi contra isto, aliás, que o ex-presindete Jango se voltou, defendendo reformas de base que incluía, além de reforma agrária, o controle da remessa dos lucros do capital estrangeiro.

A mídia golpista que ajudou a derrubar Jango é a mesma, praticamente, que hoje tenta derrubar Lula e Dilma e emplacar um candidato fantoche das elites, que defenda "medidas impopulares" para agradar as elites. Medidas como: arrocho salarial, juros mais altos, privatização da Petrobras - a única grande estatal que escapou da privataria de FHC -, entre outras medidas. Para as elites, governo bom é aquele que segue o receituário neoliberal.

O Brasil atual, por exemplo, tem muitos problemas, incluindo a histórica desigualdade social. Que é própria do capitalismo, mas que pode ser reduzida, desde que haja políticas de estado voltadas para este fim. O PT desenvolveu algumas destas políticas com os seus programas sociais já citados aqui - Bolsa Família, Mais Médicos, Minha Casa Minha Vida, Prouni, Pronatec, Luz para todos, etc. Contudo, é bom esclarecer, nem de longe o PT e o governo federal mexeram nas verdadeiras estruturas que mantêm os privilégios das elites dominantes. Entre estas estruturas, podemos citar a manutenção do monopólio da mídia nas mãos de meia dúzia de famílias. Como é que nós podemos considerar um país com 200 milhões de habitantes como sendo democrático quando TODOS os meios de comunicação estão concentrados nas mãos de meia dúzia de famílias? Quem as elegeu para terem este poder? Poder este inclusive de decidir unilateralmente sobre as principais coisas do país?

Pois é esta mídia, com seus comentaristas bem pagos, que faz a cabeça de milhões de pessoas diariamente. Eles têm o poder de eleger e derrubar presidentes da república, como já fizeram mais de uma vez, aliás. Têm o poder de estimular práticas de linchamento, como está acontecendo agora, graças a alguns programas policiais e de comentaristas irresponsáveis, que são reproduzidos nas redes sociais e que estimulam o "fazer justiça com as próprias mãos" contra as pessoas do povo simples. Ninguém estimula os cidadãos a quebrarem os bancos por cobrarem taxas absurdas de juros bancários, que levam centenas de milhares de brasileiros à falência. Mas, estimulam os pobres a se matarem, como se o vizinho da esquina, que está tão sofrido quanto os demais moradores, fosse o culpado de tudo.

Até mesmo quando cria este ambiente negativo, de caos, de desordem, para tentar desgastar politicamente o govenro federal, de forma irresponsável, a mídia acaba gerando um clima de ódio, de desesperança, de descrença em tudo, que só contribui para gerar o desespero e a dor entre os familiares. Tem sido muito comum as pessoas, até mesmo próximas da gente, dizerem que se sentem em pânico ao saírem de casa, dado ao clima de terror que a mídia tem criado e alimentado no país.

Não vou negar aqui que o PT e o governo federal tenham a sua culpa nisto também. A primeira culpa é a de não terem lutado pelo fim do monopólio desta mídia. Hoje, a democracia brasileira está ameaçada por um grupo de elite que controla esta mídia a serviço dos piores interesses. É um momento delicado porque a população está desorganizada, não há mais um partido político, como havia o PT e outros no passado, a canalizar o descontentamento. Hoje, este descontentamento pode ser conduzido para qualquer direção. Inclusive para uma nova ditadura fascista, que vai resultar num massacre de milhares de pessoas simples do povo.

Ou então, pode ser canalizado também para uma candidatura de direita, a serviço destes mesmos interesses golpistas, o que representaria um novo retrocesso na história do Brasil dos de baixo. Todas as lutas e conquistas democráticas estariam ameaçadas, aliás como já estão. Não podemos dizer que vivemos um regime democrático com um estado de direito em funcionamento, com os direitos individuais resguardados. Basta ver o que acontece no Brasil para sentir que as instituições ditas democráticas não estão funcionando. O STF, graças a ação do atual presidente daquela corte, virou uma espécie de autarquia da mídia e de partidos da oposição. Reparem a perseguição a que as lideranças do PT que estão presas - José Dirceu e Genoino - vêm sofrendo nas mãos do presidente do STF. Uma perseguição covarde, que agride direitos individuais - José Dirceu foi condenado sem prova alguma a regime de prisão semiaberto e continua em regime fechado há seis meses, sem direito a trabalhar durante o dia fora da prisão. No afã de manter Dirceu atrás das grades, o presidente do STF está alterando a jurisprudência acerca do regime semiaberto, o que poderá prejudicar mais de 100 mil presos que cumprem pena em regime de trabalho externo, para a ressocialização.

Genoino, cujo único patrimônio material é a casa em que morou com sua família - isto após vários mandatos como deputado federal - teve negado o direito de prisão domiciliar, ele que tem quase 70 anos e encontra-se com grave doença, que requer cuidados especiais. Barbosa age como carcereiro do PT, mas em relação às lideranças do PSDB envolvidas em falcatruas, o STF trata com total delicadeza. Continuam todos impunes, alguns até se candidatando por aí. E a mídia finge que eles nem existem.

Eu disse que o PT havia errado nessas situações todas. Nem vou mencionar como destaque o fato de Joaquim Barbosa, até então um ilustre desconhecido, ter sido indicado ministro do STF pelo então presidente Lula, que desejava colocar um negro naquela alta corte sempre formada por brancos de olhos azuis. Este gesto de Lula está sendo retribuído pelo ministro que virou herói da mídia com um tratamento antipetista que nem a direita mais golpista até agora teve coragem. Talvez somente a revista Veja e a Globo tenham tido atitudes assim, tão antipetistas. Mas, o principal erro do PT não foi apenas a indicação do ministro Barbosa. A omissão em relação ao monopólio da mídia talvez tenha sido o erro mais grave, e todos nós estamos sofrendo as consequências deste erro, ou omissão, ou covardia, ou tudo junto. Governante tem que ter coragem, sobretudo para enfrentar os de cima, os privilegiados. Ser governante para sacanear com os de baixo, como faz a maioria dos governantes, não tem mérito algum. A mídia protege, os barões do dinheiro retribuem, enfim, eles acabam se protegendo. Difícil mesmo é estar do lado do povo pobre e lutar contra os de cima.

Apesar destas limitações todas, os governos de Lula e Dilma promoveram avanços, e não é à toa que a mídia golpista ataca este governo 24 horas por dia, enquanto blinda os governos tucanos. Aqui em Minas mesmo a gente sabe muito bem como são as coisas. A mídia não fez uma crítica sequer contra os 12 anos de governo tucano. E nem vou dizer que foi por censura por parte do governo. Não. Foi uma autocensura dos donos desta mídia, que não só receberam generosa remuneração por isto, como também por terem afinidades ideológicas com o projeto de governo dos tucanos. Então o que vimos e continuamos assistindo é: nenhuma crítica ao governo do estado e ataque sistemático ao governo Dilma. Mesmo recebendo publicidade do governo federal, o que constitui até um certo mau caratismo, já que não assumem que têm um partido definido. Deveriam assumir publicamente que são não jornalistas ou comentaristas ou editores e diretores de rádios e jornais, mas MILITANTES do PSDB. Mas não. Fingem que são "neutros", cinicamente, enquanto claramente defendem um lado e atacam o outro.

Aqui no Blog, por exemplo, que não somos uma concessão pública, assumimos publicamente nossa postura política, declaramos o nosso voto, as nossas críticas, e não fazemos rodeios para enganar ninguém. Claro que entre os nossos leitores e visitantes as opiniões são diferentes, o que respeitamos.

Agora, em maio, o Brasil se aproxima de mais um evento de alcance internacional, que é a Copa do Mundo. O país do futebol, que sempre festejou nas ruas a participação da seleção brasileira nos mais diversos países, agora, que a Copa será realizada aqui, estamos assistindo a um clima negativo, como se houvesse um campeonato de um esporte que nenhum brasileiro gosta. Impressionante o que a mídia e setores da classe média que não aceitam uma certa mobilidade social dos de baixo são capazes de fazer. Mais uma vez podemos dizer que o governo federal errou em não se comunicar melhor com a população sobre as obras da Copa. Quantas pessoas foram beneficiadas, quais as melhorias foram produzidas e qual a importância deste evento para o Brasil? Prevaleceu durante um tempo o mito de que os gastos com a Copa foram maiores do que os gastos com a Educação e com a Saúde. O que é falso. Hoje começam tardiamente a aparecer os números, que dão conta de que a maior parte das obras foi financiada, e que estas obras geraram milhares de empregos, e que se não houvesse essas obras estes recursos não seriam canalizados para a Saúde e para a Educação. Recursos do BNDES - banco -, por exemplo, são usados para financiar os mais diferentes projetos, tendo em vista a geração de empregos e lucros. Educação e Saúde vêm de outra outra fonte do orçamento público. No caso da Educação, nós sabemos bem que enquanto não houver a federalização da folha de pagamento, não haverá mudança substancial na realidade dos educadores. São muito diferentes as realidades dos municípios e estados, e também o compromentimento dos governantes com esta causa.

No caso da saúde, nunca é demais lembrar que a oposição ao governo federal acabou com a CPMF que hoje estaria gerando nada menos que 40 bilhões de reais somente para a saúde. Um recurso que sairia principalmente das transações financeiras dos ricos, e que a oposição liderada pelo tucanato derrubou no congresso. O dinheiro público federal investido na Copa, inclusive nos projetos de mobilidade, representa em torno de R$ 8 bilhões. Somente com a Educação são gastos mais de R$ 100 bilhões anualmente. Claro que é preciso muito mais para que haja uma Educação de qualidade, com a valorização dos profissionais. Educação para mim é isto: valorização dos educadores em primeríssimo lugar. Tudo o mais vem como consequência. Pausa para rir um pouco - ou chorar, quem sabe - da propaganda do governo de Minas sobre "a melhor educação" do planeta existente neste território. Com professores ganhando dois salários mínimos, enquanto deputados e juízes ganham R$ 30 mil ou mais.

Claro que eu apoio as manifestações populares, inclusive as que ocorrerem durante a Copa - na minha opinião, não contra a copa, mas por políticas de mobilidade urbana, moradia popular, educação e saúde de qualidade, etc. Concordo com os manifestantes que protestam contra a tentativa de "higienização" social e urbana, jogando os moradores pobres para as franjas das regiões metropolitanas. Este embate - por melhores salários e condições mais dignas de vida para todos - é um embate de classe, sem rodeios. Em relação a isto não há que se tergiversar: é lutar e lutar para conquistar tais direitos. Mas, apesar disto, acho que a direita golpista e sua mídia vão tentar usar estes protestos de rua contra o governo federal, num período muito próximo das eleições. Quem participou das manifestações de junho de 2013 - eu participei pessoalmente de algumas marchas - pode perceber que havia um pessoal muito estranho, que nunca participou de movimento algum, e que era levado meio que pela onda das redes sociais, com um discurso muito moralista e conservador, beirando o fascismo em muitos casos.

Lógico que isto não é motivo para a esquerda e grupos afins abandonarem as ruas, de jeito nenhum. Mas é preciso estarmos atentos a estas movimentações e manipulações da mídia golpista, até para não nos tornarmos, a despeito de fraseologia revolucionária, meros "inocentes úteis" da direita. A melhor resposta dos movimentos sociais organizados seria a construção de comitês populares para discutir propostas para fortalecer as conquistas sociais e avançar, inclusive com a realização de uma assembleia constituinte exclusiva para mudar as regras políticas e este judiciário que temos e democratizar os meios de comunicação. No plano eleitoral, insisto na tese de que não há, no momento, outra alternativa que não seja reeleger a presidenta Dilma, que finalmente tem até despertado para algumas propostas que mencionei. O próprio PT começa a perceber que seu distanciamento do combate político contra a mídia resultará mais cedo ou mais tarde numa vergonhosa derrota, inclusive moral, já que o partido apanha calado da mídia, e se tornou por demais burocratizado.

Lutar pela democratização da mídia, pelo fim do partidarismo no STF, por amplas reformas políticas e estruturais, e pela continuidade das políticas sociais em favor dos de baixo é o dever de todos os que desejam um Brasil melhor e mais justo para todos, especialmente para os de baixo. Enquanto houver o monopólio da mídia e este sistema judiciário cujo presidente do STF manda mais que a constituição, nossa democracia estará ameaçada de morte.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

                             ***


  Sugestões de consulta na Internet:

- Blog Viomundo
- Jornal GGN
- Diário do Centro do Mundo
- Blog Escrevinhador
- Blog do Miro
- Blog do Mello
- Revista Forum
- Blog O Cafezinho
- Blog Cloaca News
- Blog Conversa Afiada
- Blog Tijolaço
- Blog Socialista Morena

- Blog Maria Fro
- Carta Capital
- Telesur ao vivo

- TV NBR (do governo Federal)
- Portal EBC

133 comentários:

  1. Greve. É agora ou nunca. Chega de enrolação deste governo fajuto e mentiroso. Não cumpre com suas obrigações e só enrola. Vamos todos dar um basta nesta corja. Todos juntos na derrocada deste imperialismo decadente.

    ResponderExcluir
  2. Todas as categorias estão tendo ganhos reais em seus salários e nós professores estamos ganhando salário mínimo. Amanhã é dia de começarmos a mudar esta realidade. Vamos com tudo.

    ResponderExcluir
  3. Acredito que o STF fez um belo trabalho condenando esse bando do PT, e ainda achei pouco.....e espero ainda que os demais partidos também sejam condenados. O que precisa é de uma reforma política total. Pois entre Dilma e Aécio vamos continuar na mesma. Na mesma em forma geral, pq a educação mesmo só afunda. Mas é complicado, a greve que tivemos, por exemplo, a mídia realmente escondeu......a queda da Lei 100 vai empurrando...e vamos vivendo. A canoa tá quebrada mesmo. Só lembrando: minha opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa reforma nunca vai acontecer porque no Brasil macacos tomam conta das bananas.Se é que vocés me entendem.
      A única saida seria arrancarmos a fórceps fazendo um movimento de magnitude inimaginával.

      Excluir
    2. Olhem o grau de alienação. A pessoa entra no Blog e nem tem o cuidado de ler o post do autor do blog. E depois escreve essa asneira:

      "Acredito que o STF fez um belo trabalho condenando esse bando do PT, e ainda achei pouco.....e espero ainda que os demais partidos também sejam condenados".

      Fez um belo trabalho? Como assim colega? Joaquim Barbosa separou os inquéritos. Escondeu o inquérito que inocentava os petistas.
      José Dirceu foi condenado sem nenhum indicio ou ligação que fosse com o empréstimo feito pelo PT no bando do Brasil. E você acha que está certo? Já imaginou se fosse com você? Você tem ideia do que está acontecendo?

      Por favor, diga que você é um dos robôs contratados pelo DemoTucanos, para espalharem mentiras sobre o PT?
      Fica menos feio!

      Excluir
    3. Amigos, será que vale a pena ficarmos perdendo tempo com isso ou com esses casos! O Brasil já é famoso na questão da impunidade, ainda vamos discutir isso... Só lembrando-os: quem indicou os 8 ministros do STF, dos 11, foi o governo do PT (Lula e o atual). As tantas oportunidades jurídicas que já tiveram; as regalias que não se vê para os de baixo... Não fica estranho, o discurso de que estão sendo prejudicados, perseguidos,etc... Há quantos anos vem essa "ladainha", lenga-lenga, morosidade, etc... Outra, se não pudermos acreditar no órgão máximo da justiça brasileira, em quem podemos acreditar? Seguindo esse raciocínio, não vai sobrar "pedra sobre pedra" ...
      Pergunta, estão devolvendo aos cofres públicos o que foi tirado do que é nosso? Independente de partido ou pessoa que está incriminada ou que foi descoberto nos tantos casos de corrupção no Brasil. Tudo o que está acontecendo , está ajudando-nos (os de baixo) ou prejudicando-nos cada vez mais? Não está na hora de pensarmos em soluções de problemas ao invés de perdermos tempo com coisas já bem conhecidas, encontrarmos uma saída melhor para o nosso país! Enquanto troca-se farpas aleatórias, tenho certeza de que muitos políticos "envernizados" estão rindo de nós e continuam a nos enganar.
      Vamos unir nossas forças para coisas que valem a nossa luta , nos dê forças e esperança por dias melhores?

      Excluir
    4. É isso aí, precisamos parar de ficar o tempo todo denegrindo a imagem do nosso país.BRASIL é muito mais do que esses políticos corruptos e safados que aí estão.O povo brasileiro na sua maioria é honesto, trabalhador e esforçado.Precisamos mudar o curso dessa história, não podemos deixar que nossos alunos fiquem desacreditados do país que vivem, senão tudo vai virar uma verdadeira merda.
      Quem consegue viver sem perspectiva, sem esperança?
      Temos problemas, é verdade, e não devemos escondê-los, e o maior deles é essa classe política que aí está, e precisamos encontrar uma forma de nos livrarmos dela.
      Não podemos deixar que o gigante volte a dormir.Por incrível que pareça, eu acredito em dias melhores e tento passar isso para os meus filhos.

      Excluir
  4. Greveeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!! Meu salário é uma sentença, será que é crime ser professor? Quero 200 dias de greve, cansei de fingir, quero a verdade nua e crua na rua! Ouviram companheiros? Quero ler a manchete, "Os dias que a educação deu um ultimato para o governo de Minas".

    ResponderExcluir
  5. Texto brilhante e esclarecedor. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  6. Uma pergunta meio fora de contexto. Hoje em dia qual é pior das escolas públicas: As estaduais ou as municipais? Se alguém trabalha poderia dizer, não só em questão de salários, mas em estrutura e qualidade no trabalho também. Agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na terrinha onde vivo, colega, é o município o campeão de qualidade.
      Mas vamos ponderar... os alunos que recebemos no EM são oriundos destas escolas, certo? Ocorre, no entanto, que esses alunos mal sabem ler, nem analfabetos funcionais são.Isso me leva a crer que os resultados das provas externas são "trabalhados" para mostrar uma realidade que não condiz com a qualidade.Em suma: tá todo mundo enganando.
      Difícil ser honesto no Brasil!

      Excluir
    2. Me corrijam se estiver errado porque estou aqui para aprender, mas esta copa não teria sido um tiro no pé do governo?

      Excluir
    3. Não sei te falar de outros municípios. Mas aqui em Ipatinga, trabalhar na rede municipal é muito mais gratificante, tanto na questão salarial quando nas condições de trabalho. As escolas são mais equipadas, não falta material de consumo diário como: pincel, papel de um modo geral, e o professor pode contar com a assessoria pedagógica para realização de projetos. Já no estado, somente e muito regrado, xerox de provas.

      Excluir
    4. Algumas prefeituras, como as de BH, Betim e Contagem, oferecem melhores salários e condições de trabalho que o Estado; ao mesmo tempo, adotam a progressão automática e os alunos avançam sem saber nada para EM do Estado. Este ainda reprova, mas nos últimos anos tem pressionado os profs para aprovar em massa. Qual a estratégia? É que a nota do Ideb é: taxa de aprovação + nota na Prova Brasil. Eliminando a reprovação ao máximo, aumentam a nota do Ideb. Depois vem a pressão sobre o desempenho na prova. Tudo isso faz parte do Acordo de Resultados do Estado em que reduzem a educação a números de exames oficiais. Dane-se o cotidiano das salas-de-aula que, cada vez mais, adoece os profs. O que precisamos saber é até onde as prefeituras contribuem para o engodo da "melhor educação do país" se se referem ao ensino fundamental e este é obrigação dos municípios.

      Excluir
  7. Ofício DIPE nº 02/2014:
    . Levantamento de cargos vagos para efeito de nomeações obedecida a classificação do concurso – Edital SEPLAG/SEE nº 01/2011: entrega até 16 de maio de 2014
    Há previsão de 70 mil nomeações referente ao citado edital – Atenção: não deverá constar informação de mais de um cargo fracionado, devendo proceder a soma formando cargo completo.
    Ha previsão de quando será divulgado o número de vagas, e se essas vagas será por município, ou escola?

    ResponderExcluir
  8. Caros amigos , falar em democracia, em cidadania, em direitos da pessoa, de intenções boas, de prometer coisas e coisas, não é difícil! Defender um lado ou outro, também não! O difícil é mostrar a situação real em que estamos... Adianta falarmos de partidos no Brasil? Por quê? Falarmos que a democracia está "morrendo"? Será que já não nasceu morta? Usá-la como força de argumentos capciosos, ardilosos e tendenciosos, considero mais anti-democrático, ditatorial, "fascista", "golpista", etc.. mais ainda!
    Dá para acreditarmos nos que falam já há 30 anos ou mais, em democracia, seja de que partido for, direita e esquerda,etc... tem-nos cansado, desgastado, enrolado e muito, mas, que nunca deram nenhum passo concreto para aplicá-la ou pelo menos tentar ? Acho que já está tarde, para que se desculpem! A conversa "fiada", conversa "mole", tentar mostrar-se como "salvador da pátria", como o único que sabe das coisas (onde em tudo o que dá errado, eu não sei e não sabia; é coisa da oposição); como o certinho próximo ás eleições, isso depois de ficar no poder por mais de uma década, e nada ter feito pelos de "baixo"; nada pela educação de concreto, seja no Brasil, seja nos Estados, seja nos municípios; assim como nas demais áreas. Papai noel, contos de fadas, etc... não existem!
    O que existe sãos os fatos em si, as tarefas realizadas ou não... O que nos sobrou? Um tanto de indivíduos que só querem tirar mais proveito político e econômico dos tantos espoliados , expropriados, os "sem nada" de nosso país!
    Vamos colocar a mão na consciência, usar a inteligência, usar o bom senso, e desmascarar os demagogos, os traidores do povo pobre, os desonestos,etc... e pensar sob uma nova ótica; sob uma nova forma de se fazer política; de se montar partidos, de se indicar "cupinchas" políticos, de fazer coisas erradas e jogar nas mãos de outros; usar novas formas de greves, de eleições, de se montar "sindicatos" ou qualquer outra entidade social, política e grupos econômicos ...
    Nunca usarei essa expressão: vote em fulano ou sicrano! Por quê? Porque não tenho e não temos esse direito. Isso não é democracia verdadeira! Não é papel de cidadão! O que muito podemos fazer é trocarmos idéias, questionarmos as coisas e deixarmos livremente a sociedade para repensar, remodelar e refazer, tudo o que não deu e não tem dado resultado satisfatório para a grande maioria.
    Precisamos urgentemente é mudarmos a forma de agir, de exigir nossos direitos de forma honesta e sincera, sem precisar depender desse ou daquele velho político ou partido! Ficarmos atentos para os que se dizem "novos partidos", que dizem que tem "novas ideias", mas cheios de pessoas já antigas , cheias dos "ranços" maquiavélicos, cheias de vícios no cenário político catastrófico brasileiro.
    Será que vale a pena repensar nossos ideais, nossos direitos, nossa dura e triste realidade e buscarmos outras alternativas?

    ResponderExcluir
  9. Pessoal, vocês conhecem alguma profissão que funciona como na nossa democracia política? Vejam, nós votamos (na maioria das vezes, quase ou sem opção , de tanto candidato bom!!!!), elegemos os indivíduos, os partidos. Primeiro passo deles, estipular os seus próprios salários (que nunca foram pequenos), e criar leis para que possamos pagar mais impostos, nos administrar mal, como tem acontecido (fora os corruptos que tiram por fora); e quando tomam alguma postura, eu fiz! Mas, somos nós que pagamos pelos atos deles; se der prejuízo, nós é que arcamos com ele. Se der lucro, ganham empresas e fama o político que a fez com o nosso dinheiro!
    Você está feliz com esse tipo de relacionamento democrático? Nunca vi escrito em lugar nenhum do mundo, "ao votar e eleger algum político ,está dando a ele todos os direitos seus, inclusive os de controlar os salários deles, aumentando como quiserem; e abaixar, achatar o seu, sem direito a reclamar"!
    Você está disposto a ser servo, escravo, fantoche, bobo, idiota, tolo,etcc? Leiam a obra: O Príncipe , de Nicolau Maquiavel, terão uma surpresa. Parece que esta cartilha é seguida á risca pela maioria dos políticos brasileiros. É claro que fazendo uma análise invertida, contrária ao que pregou Maquiavel. Para os honestos, os bons, Maquiavel denuncia os mandos e desmandos dos políticos inescrupulosos, ditadores,etc.. Já para os espertalhões, os não confiáveis,ou ditos desonestos, Maquiavel afirma o que se tem que fazer para tomar o poder e manter-se nele a qualquer custo. Donde vem:"os fins justificam os meios..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema esta aí. Votar sem ter opção. Se não tem candidato que agrade, ANULA. Se tem dois, não necessariamente devem ser votados. "Ah, tenho que votar no menos pior, vou na sorte...".
      Se você vai comprar um pacote de arroz e ambos estão vencidos, você leva o que esta menos estragado? Eu não levo nenhum.

      Excluir
    2. Tem opção sim!
      Fernando Pimentel.
      Anular voto é padecer na alienação política que só beneficia à aqueles que querem entregar o pré sal para os USA .

      Estimular o cidadão ser apolítico, só beneficia a nossa imprensa no seu trabalho diário de meter o pau no governo do PT.

      Temos condições e capacidade intelectuais para fazermos um paralelo entre o que era o Brasil antes e depois do PT.

      As diferenças só não ver quem não quer.
      Aliás, só a Casa Grande não quer aceitar que o Brasil é bem melhor sem os seus coronéis.

      Excluir
    3. Amigo, com a atual conjuntura, afirmar que o "cara tal" é a solução, é a opção, porque o partido dele já não fez nada antes? Se le já esteve no poder político, seja na esfera que for, o que ele fez de concreto? Principalmente nos quesitos primordiais: educação, saúde, transportes, moradia, saneamento básico...
      Não entendo que anular o voto "é padecer na alienação política"! Os de cima, os políticos, já criaram mecanismo para somente considerar os votos válidos; ou seja, não consideram os votos nulos e os em branco. Isso é que é pilantragem, maquiavelismo, desonestidade. Quando se tem vários candidatos, cada qual mais ruim do que o outro, você escolhe o menos pior? Assim estará fazendo o jogo dos de cima, estará contrariando a democracia; estará alienando-se. Não existe o menos pior! Ou serve a sociedade, a nós como um todo ou não merece ocupar um cargo político, pago com o nosso dinheiro; o seu dinheiro!
      "Temos condições e capacidade ...analisar o Brasil antes e depois do PT"... Claro que sim! E o que estamos vendo, a cúpula petista da Era lula para cá , desmoronando em corrupção; já condenados pelo STF, depois de tanta embromação, artimanhas, enrolação... nos fazendo de idiotas, achando que não temos capacidade de analisar os fatos. Se olhar os seus oponentes políticos, também é corrupção de todos os lados... O que sobra? Vamos ficar perdendo tempo, defendendo esse ou aquele, que vem com promessas e mais promessas... Se não o fez antes , vai fazer agora? Só se acreditarmos em papais noéis, bicho papão, lobo mau,etc...
      Posso afirmar-lhe uma coisa, o Brasil de antes do PT e de agora, só tem é nos envergonhado, tratado-nos como coisas, como objetos, seja politicamente, seja socialmente. Um país que pretende melhorar, não pode ficar dependente de esmolas, migalhas, política de favores: os bolsas família, etc... O trabalhador não pode ser tratado como uma peça de barganha, onde explora-o ao último, e depois, vai soltando migalhas em conta gotas... e batem no peito dizendo que fizeram isso ou aquilo para o trabalhador. O que melhorou para nós trabalhadores nesses últimos anos? Eu particularmente, ganho uma miséria, não aquento mais pagar tantos impostos. Fico irritado, vendo o governo vangloriar-se de que bateram o recorde de arrecadação... Olha os retornos desses impostos a nós trabalhadores de verdade: saúde padrão fifa, educação padrão fifa, transporte padrão fifa,etc... Poderíamos trocar o padrão "fifa" para outra palavra não acha? Se está satisfeito em todos os sentidos, com a nossa conjuntura política, nosso cenário político dos últimos anos, continue pagando os tantos impostos e sorria. Comemore os desvios generalizados do nosso suado dinheiro!

      Excluir
  10. Todas escolas pública estão trilhando um caminho sem volta para um abismo infinito !

    ResponderExcluir
  11. Imagina se o aecinho do pó leva para brasilha esta desgraça de choque de gestão? Não podemos permitir que destrua o Brasil como permitimos que fizesse em Minas. Este desgraçado merece ir para o inferno! não consigo sobreviver com o que ganho. Ser professor em Minas é um castigo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda mais escrevendo Brasilia deste jeito.

      Excluir
  12. Alguém sabe me dizer o que é "GREVE BRANCA"? Li esse termo e fiquei com dúvida!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trabalhar, enrolar, não dar nada alunos, não ensinar, ficar de boa, porque se você afastar do serviço, governo corta o dia e na greve branca ele não tem como comprovar a falta, só perceberá daqui a alguns anos quando educação piorar.

      Excluir
    2. concordo plenamente.

      Excluir
    3. NÃO CONCORDO. QUE ABSURDO! OS NOSSOS ESTUDANTES NÃO TÊM CULPA DAS MALDADES DOS DIRIGENTES POLÍTICOS QUE FORAM ESCOLHIDOS POR PESSOAS NÃO PENSANTES, PORQUE EU MESMA NUNCA VOTEI E NÃO VOTAREI JAMAIS NESSES INCOMPETENTES QUE AINDA FICAM SE VANGLORIANDO DE BONZINHOS E DISPUTANDO A PRESIDÊNCIA.
      DEUS PERMITA QUE A POPULAÇÃO MANDE- OS IR PLANTAR BATATA NO ASFALTO...

      Excluir
  13. O modus operandi da Globo:

    em 2010, Globo 45 Anos;

    em 2014, nova novela Geração Br45il.

    Curioso aparecer tanto 45, né?! Será algum tipo de mensagem subliminar?? Alguém explica??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a globo 45o quilos de pasta base de cocaína colega, afinal pagando bem, que mal tem? Não é verdade. O tal ADA = Amigo Dos Amigos do Ah, é sim... Bem o Serra/PSDB/SP avisou, mas ninguém quis ouvir!

      Excluir
    2. É isso aí, Anonymous! Deveríamos criar uma campanha do tipo "Globo - 450 quilos de pó político-cultural diário"...

      Excluir
  14. No município de IPATINGA onde trabalho tem muitas escolas estaduais melhores em aprendizagem que municipais.Mas tem tbém escolas municipais melhores que algumas estaduais de periferia onde há grande indisciplina,droga e evasão.Não podemos discriminar.O municipio paga melhor e possibilita melhores condições de trabalho:material,coordenação,professores de informática,ed.religiosa e ed.fisica.

    ResponderExcluir
  15. Quando liberarão as férias prêmio? Quem está fora da regência tem preferência?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A legislaçao é a mesma de 2012. a preferencia é de quem nao gera substituição.mas estao suspensas.

      Excluir
  16. Quando receberemos a outra parcela do prêmio por produtividade?

    ResponderExcluir
  17. Greve já! Chega de aguentarmos calados e omissos a decadência da educação e da carreira dos educadores em Minas!

    ResponderExcluir
  18. PENSEM COM A RAZÃO E NÃO COM SENTIMENTOS DE ÓDIO! GREVE JÁ FIZEMOS TANTAS E TANTAS E O GOVERNO NÃO ESTÁ NEM AÍ, SIMPLESMENTE ELE SUBSTITUI OS PROFESSORES POR PESSOAS SEM FORMAÇÃO E FICAMOS SEM RECEBER. FAÇAMOS O SEGUINTE, GREVE BRANCA E LEVARMOS A EDUCAÇÃO AOS PIORES PILARES E DAÍ, SIM, O GOVERNO IRÁ PENSAR BEM E NOS DARÁ AUMENTO. OU VOCÊs ACHAM QUE O GOVERNO GOSTARÁ SE SUJAR SEU NOME EM MINAS, COMO A PIOR EDUCAÇÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas já é a pior!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    2. Nós que estamos nas escolas sabemos sim que é a pior, mas precisamos encontrar uma forma de mostrar isso lá fora, além dessa mídia comprada.
      O povo acredita é no que veem na TV e outras mídias.

      Excluir
    3. Se a maior parte da categoria aderisse aos movimentos, duvido que o governo arranjaria substitutos. Consegue por somente uma pequena parte tem consciência de luta. Os demais reclamam, reclamam, reclamam, .........., e fica só nisso.

      Excluir
    4. Isso é o cúmulo do absurdo. Fazer greve branca e ferrar os alunos ainda mais do que já estão? Grande parte dos professores na prática já fazem essa tal greve branca durante todo o ano letivo, e de que adianta? Isso só serve pra tornar nossa sociedade ainda mais alienada. Dizem que a mídia só nos manipula pra sermos burros, e no entanto, são vocês professores os que possuem maior poder de mudança de pensamento da massa. E o que fazem com esse poder? Jogam no lixo dando péssimas aulas, não repassando nada, não ensinando os alunos a terem pensamento crítico. Vocês olham apenas para seus umbigos. Façam greve para melhoria da educação como um todo, não apenas por salários. Façam reivindicação de melhoria dos cursos de pedagogia, aumento de cursos de capacitação de professores, alteração da forma de contratação, visto que a atual coloca gente totalmente despreparada para lecionar, enfim, pensem nos salários sim, mas também na melhoria do pensamento crítico dos que serão o futuro do país.

      Excluir
  19. Tucanos querem entregar o Gov. MG, quebrado para a oposição.
    Problemões, como a queda da lei 100, mais promoções e progressões nas carreiras da educação em janeiro de 2016, nova parcela reajuste dos salários das polícias, .........só pepinos......além disso já cansaram de encher linguiça com projetos desnecessários, sem retornos, sem abrangência....que só servem para promover os autores (apadrinhados da camg)

    ResponderExcluir

  20. http://www.ptmg.org.br/conteudo.php?LISTA=detalhe&ID=9261#.U3K1zoFdWE6

    ResponderExcluir
  21. Tenho 30 anos de Estado e 50 anos de idade. Quanto falta para eu aposentar? Houve alguma mudança na lei? Ajudem-me, pois estou de joelhos esperando a resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se voçe é mulher está na hora,se homem terá que trabalhar até 55 anos de idade,pois tempo voce tem.

      Excluir
  22. Como seria uma greve branca dos professores?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, o como seria uma greve branca? Aconselho a debater isso entre pessoas de sua estrita confiança, ou grupo de pessoas. Se ficarmos expondo tudo detalhado nos MCM vamos dar "milho para bode velho"!
      Pense bem... Nós precisamos encontrar meios mais eficazes de lutar contra quem nos explora, nos oprime, nos furta o mínimo para se viver dignamente... Os métodos nossos já velhos conhecidos de manifestação, greves, paralisações, etc... parece-nos que só servem para "os de cima"; pois eles já possuem os antídotos, os aparatos para nos "combater", cansar, desacreditar-nos... Vamos inventar outros mais perspicazes , eficientes e inéditos? Fora dizer, que talvez possamos ficar livres de certos "entulhos institucionais", que se mostra ou diz estar do nosso lado; quando na verdade, nos bastidores da trairagem, da desonestidade, estão contra nós!

      Excluir
    2. Seria assim : todo mundo iria para a escola vestido de BRANCO. Pintaríamos os quadros negros de BRANCO. E no fim da aula, agitando lencinhos BRANCOS, soltaríamos, de gaiolas BRANCAS, várias pombinhas BRANCAS e gritaríamos alegremente "Viva Anastasia e Aécinho do pó BRANCO".

      Excluir
    3. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Hilário...................Muito bom kkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkk kkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    4. A greve branca é não fazer greve. é papo de quem quer ficar na escoa fazendo de conta que trabalha, receber o salário no fim do mês e ainda se vangloriar que está lutando pela categoria. E o aluno? Esse que se lasque. Ou seja greve branca é pura enganação.

      Excluir
    5. dá 20% da aulas resto enrola

      Excluir
  23. Anônimo de 16:05

    A greve branca é uma forma covarde de luta. É melhor que você tivesse proposto comprarmos um caixão para esperarmos um enterro subsidiado pelo governo. Afinal, com o salário que estou recebendo, enterro, só de indigente.

    ResponderExcluir
  24. Os meus motivos para a greve são os seguintes: 20 anos de carreira e R$ 1.556,00 de salário ( o único desconto extra foi uma paralisação R$ 71,00). Estou explicando para os meus alunos e muitos não estão acreditaram no valor do meu salário. Informei em minhas turmas que caso tenhamos greve, não piso no Ari da Franca a partir do dia 16/05. Léia BH.

    ResponderExcluir
  25. Espero que a greve branca seja algo como a "marcha do sal", promovida por Gandhi em 1930. Caso contrário, seria uma falta de respeito com nossos alunos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o respeito que os alunos dão aos "fessores"? Sem generalizar.

      Excluir
  26. o problema é que minas gerais é um estado muito grande com muitos municipios,isto dificulta,para uma greve dar resultados é necessário que pelo menos noventa por cento da categoria esteja mobilizada,e para unir toda essa gente é muito complicado,e lembrem-se investir no professor não dá voto. não gera caos social, o professor ainda é visto como um missionário,e não como um profissional,é profissão bico,falta um professor aparece um estudante de engenharia , falta outro professor ali aparece um estudante de direito,e assim vai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabem porque os garis ganham mais que os professores de Minas? Por que eles têm muito mais coragem que os professores mineiros, ao invez de se lamentarem e ficarem inventando um monte de subterfúgios vão a luta. São guerreiros e merecem as conquistas.

      Excluir
    2. O que falta aos professores mineiros : união e espírito de luta.

      Excluir
    3. amigos, será que não faltam interesses da maioria dos nossos líderes políticos? Qual o partido que vocês conhecem que sempre trataram a educação como prioridade neste país? Quando o "sistema" como um todo deu chance para que educadores, administrassem a educação; a não ser usando indicação política, colocando pessoas que nunca entraram numa sala de aula de escola pública ou hospital público?
      Há partidos no poder e outros pleiteando poder de novo, em várias esferas, que nunca tiveram e nem tem interesse de fazer algo de concreto pelo país? Já conhecem a máxima antiga:"quanto menos educado um povo culturalmente, mais fácil de se dominá-lo, enganá-lo, iludi-lo,etc... Não acredito que é só falta de união de professores ou espírito de luta! Toda a sociedade brasileira, precisa, deveria estar atenta quanto a isso...

      Excluir
  27. alberto pcc,pau mandado.

    ResponderExcluir
  28. a merenda nas escolas de mg,estão sendo compradas com verba de 2013,e aqui em neves, tem diretora comprando merenda com o próprio dinheiro nas escolas municipais.

    ResponderExcluir
  29. sonho com dias melhores para nós docentes de mg, afinal os sonhos não envelhecem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. infelizmente colega,nós é que estamos envelhecendo, a cada dia envelhecemos dez semanas.

      Excluir
  30. Quarta-feira, 14 de maio de 2014
    ADI sobre subsídio de policiais catarinenses terá julgamento abreviado
    O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o julgamento definitivo, sem prévia análise liminar, da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 5114) ajuizada pela Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) contra a Lei Complementar (LC) 611/2013, de Santa Catarina, que fixa o subsídio mensal dos agentes da autoridade policial da Polícia Civil do estado.
    Na decisão, o ministro explica que a LC 611/2013 resguarda, no caput do artigo 2º, o princípio da irredutibilidade de vencimentos, e disciplina, no parágrafo 1º, a forma de pagamento de eventual diferença como parcela complementar de subsídio. Segundo ele, considerando que o Anexo I da lei, que fixa o valor do subsídio dos integrantes do grupo segurança pública da Polícia Civil, subgrupo agente da autoridade policial, “somente surtirá efeitos a partir de 1º de agosto de 2014, salutar a aplicação, no caso, do procedimento abreviado do artigo 12 da Lei 9.868/1999, a fim de que a decisão [no processo] seja tomada em caráter definitivo”.
    O ministro solicitou informação aos responsáveis pela edição da norma, o governador de Santa Catarina e a Assembleia Legislativa no estado, e determinou que, em seguida, seja aberto prazo de cinco dias, sucessivamente, para que o advogado-geral da União e o procurador-geral da República se pronunciem sobre a matéria.
    Inconstitucionalidade
    Para a Cobrapol, a norma viola as garantias da coisa julgada, da inafastabilidade da jurisdição e da irredutibilidade de vencimentos dos servidores públicos, além de ofender dispositivos constitucionais que regulam a fixação da remuneração de servidores públicos. A confederação alega que “o conteúdo da lei complementar apresenta incongruência axiológica/teleológica com o sistema constitucional vigente e constitui, materialmente, inconstitucionalidade ideológica”.
    RR/AD
    Leia mais:
    06/05/2014 – Policiais civis questionam lei catarinense que fixa subsídio

    ResponderExcluir
  31. Romário candidato ao Senado. Meu voto será dele. Foooooooora Anastasia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não voto em nenhum dos dois, anastasia jamais e romário é do partido do tal eduardo campos do psb do mares guia ladrão.

      Excluir
    2. Com certeza que vai ser de Romário. Pera!
      Você é carioca?
      Vixe! Fail

      Excluir
  32. HADDAD DÁ A PROFESSORES PISO 24% MAIOR QUE ESTADO
    :
    Prefeito de São Paulo sobe para 15,38% reajuste para o piso salarial dos professores da rede municipal de ensino; com isso, salário base sobe de R$ 2,6 mil para R$ 3 mil; valor é 24% maior, ou R$ 584, do que o piso corrigido ontem dos professores da rede estadual; em relação ao piso nacional anunciado pelo Ministério da Educação, de R$ R$ 1,3 mil, é 76% maior; ainda assim, sindicato da categoria promete tumultuar a vida do paulistano amanhã, na quinta-feira de protestos
    14 DE MAIO DE 2014 ÀS 18:22

    247 - O Sindicato dos Professores de São Paulo decidiu em assembleia manter a greve da categoria, mas o motivo econômico se enfraqueceu. Números divulgados hoje pela Prefeitura da capital mostram que a categoria passará a receber, a partir do próximo mês, um dos maiores pisos salariais do Brasil. A partir do reajuste de 15,38% proposto pelo prefeito Fernando Haddad na semana passada, o piso dos professores com nível superior e jornada semanal de 40 horas/aula da rede pública municipal passará dos atuais R$ 2.600 para R$ 3.000. Esse valor é 24,22% maior (equivalente a R$ 584) do que o piso estadual anunciado ontem pelo governo do estado, e 76,78% maior (equivalente a R$ 1.302) do que o piso nacional anunciado em janeiro pelo Ministério da Educação.

    Mesmo assim, o sindicato da categoria, que tentou parar a avenida Paulista, com um protesto, na terça-feira 13, promete manter a greve em curso. O movimento não atinge a maioria das escolas, mas vem tumultuando o trânsito na via mais famosa da capital.

    Além do bônus e da consequente proposta de aumento do salário dos funcionários da educação, o prefeito também afirmou que todos os profissionais da rede municipal, incluindo os 28 mil aposentados, terão incorporados ao salário um outro bônus decorrente de lei aprovada em 2011. A incorporação do bônus representa, segundo a Prefeitura, um aumento de 13,43% nos salários, chegando ao piso atual de R$ 2,6 mil.

    Segundo a Secretaria Estadual de Educação, o professor que trabalha as mesmas 40 horas semanais nas escolas públicas paulista terá 7% de reajuste em julho, e o piso salarial passara de R$ 2.257,84 para R$ 2.415,89.

    Já o piso nacional do magistério teve reajuste de 8,32% em janeiro e atualmente é de R$ 1.697,39 para jornada de 40 horas semanais.

    "Agora ele subiu para 15,38%, mas manteve a incorporação para 2015. Essa já era a discussão. O sindicato quer que parte desse aumento seja incorporado agora em maio", disse Claudio Fonseca, presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal-SP (Sinpeem) .

    A contraproposta apresentada pelo sindicato em reunião com a Prefeitura na quarta-feira (7) pedia aumentos escalanados: 5,5% agora em maio, 3,7% em outubro e mais 3,7% em maio do ano que vem. Segundo Fonseca, o aumento proposto por Haddad só atingiria 16 mil dos 94 mil servidores do ensino municipal da capital. "A greve está mantida

    “Nós estamos pagando R$ 3.000 inicial e quase R$ 9.000 ao final da carreira depois de 25 anos. Hoje é uma das melhores carreiras do Brasil. Segundo a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), que congrega todos os sindicatos, São Paulo tem o maior piso da categoria. Com os 15% de reajuste para quem ganha o piso e 13% para os demais, incluindo os aposentados, nos coloca na condição de valorização do professor e do magistério. Esse reajuste colocou a categoria em São Paulo em um patamar de distinção dos pares de outras cidades e estado, dentro do país”, afirmou o prefeito nesta quarta-feira (14) após visita ao Hospital Municipal Prof. Dr. Alípio Correa Netto, em Ermelino Matarazzo, na zona leste.

    Dos cerca de 60 mil professores que trabalham na rede municipal, 8.991 que cumprem a JEIF (Jornada Especial Integral de Formação) – aqueles que trabalham 40 horas semanais – também trabalham na rede estadual. (...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. porque o haddad,não fez isso para todos os professores do brasil,quando foi ministro da educação?são paulo não me interessa,não nasci lá,não moro lá,sou professor em mg.

      Excluir
    2. isto mesmo.assino em baixo.

      Excluir
    3. É assim que age alguns políticos no Brasil; principalmente quando há interesses por perto. Podemos incluir outros ministros que já passaram pelo ministério da educação! Inclusive, hoje falam em fazer isso mais aquilo se eleito for ou se o seu partido ganhar; ou ainda, continuar no poder!
      Etâ, pessoas sérias e honestas sô...

      Excluir
    4. "15 de maio de 2014 08:56
      porque o haddad,não fez isso para todos os professores do brasil,quando foi ministro da educação?são paulo não me interessa,não nasci lá,não moro lá,sou professor em MG."

      RESPOSTA:

      Basta ler a Constituição Federal.
      Há de se respeitar a soberania dos Estados.
      Quem implanta e executa o plano de governo é o Governador
      e o prefeito.
      E Minas, os governadores optaram em não pagar o piso e destruir a educação pública para privatizá-la.

      Tem um bando de urubus, donos de escolas particulares, esperando a doação generosa da turma do PSDB, DEM e PPS. E agora, o PSB.

      E no meio de toda desorganização, temos os partidos PSTU, PSOL e PCB, que fazem o papel sujo (depredações, vandalismo, black bloc), que a turma da elite tem vergonha de fazer.

      E no fim, entregar o nosso Brasil de bandeja para o USA e afins.

      Excluir
  33. (...)
    O projeto de lei que prevê o reajuste para os professores da rede municipal foi enviado à Câmara Municipal na semana passada para apreciação dos vereadores. Além da elevação do piso, todos os outros demais profissionais da Educação, incluindo os 28,5 mil aposentados ou inativos, também terão reajuste e receberão aumento de 13,43% nos salários.

    De acordo com o secretário municipal da Educação, César Callegari, somado ao reajuste de 10,19% dado a categoria no ano passado, esse aumento representa o esforço da Prefeitura pela valorização dos profissionais. A elevação do piso e o reajuste dado a toda categoria representam um aumento de R$ 622 milhões na folha de pagamento somente neste ano.

    ResponderExcluir
  34. DCM
    O estranho caso do PM promovido depois de fazer chacota do espancamento de professores

    Postado em 14 mai 2014por : Mauro Donato
    tiago tiroteio

    Em outubro do ano passado, durante manifestações de professores cariocas, o festival de agressões por parte da polícia culminou em um post / meme engraçadinho de Tiago Tiroteio numa rede social: “Foi mal, fessor”.

    Tiago Tiroteio fazia chacota com o fato de professores da rede pública terem sido espancados com cassetetes, spray de pimenta, bombas de gás lacrimogênio em ações repressoras na Cinelândia, na Secretaria da Educação e na Câmara por vários dias. As cenas eram revoltantes.

    Tiago Tiroteio era soldado da Polícia Militar do Rio. Era. Mesmo depois da manifestação pública de completo desrespeito e arrogância, Tiago Tiroteio foi promovido. Hoje é cabo da PM.

    A corporação confirma a promoção ressaltando que a promoção se deu por tempo de serviço e que no dia de hoje (14/05), será publicada uma punição de 20 dias de prisão pelo comentário “infeliz”.

    Tiago Tiroteio utilizou novamente a rede social para comemorar a promoção: “É amigos para todos que lutaram minha luta e permaneceram ao meu lado esta ae a prova. E aos que pediram a minha exclusão esta ae a prova de quando caímos, caímos para cima!!! CABO DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO”.

    Mesmo com o anúncio da prisão (e excluindo o contrasenso de uma promoção associada a uma penalidade), não há como deixar de resgatar o tema desmilitarização. A postura de “onipotente”, de “autoridade”, de “intocável” e demais arrogâncias que vemos em infinitos exemplos como o já clássico “Fiz por que quis” proferido pelo capitão Bruno do Batalhão de Choque de Brasília, é fruto da escola militar da qual a sociedade clama por distância.

    Uma polícia unificada e de natureza civil é o desejo gritado nas ruas de maneira cada vez mais ruidosa.

    Desmilitarizar é ainda tema incompreendido por grande parte da população que acredita que signifique extinção da polícia e de policiamento. Não se trata disso bem como também não se refere a uma mera mudança de nome. Desmilitarizar é criar uma nova polícia, compatível com os valores democráticos, dentro do estipulado pelo estado democrático de direito. E um deles, é o de manifestar-se por melhores salários e planos de carreira, como faziam os professores naquele outubro de 2013.

    Sentar a borracha nas costas de quem exerce um direito é uma aberração herdada dos tempos da ditadura.

    O decreto que estabeleceu que as polícias fossem “forças auxiliares e reserva do Exército” ocorreu em 1969 (durante os anos de chumbo) e que, infelizmente, a Constituição de 1988 não alterou.

    O escárnio com que Tiago Tiroteio tratou a questão pode ser apenas falta de educação, pode ser algum desvio de personalidade? Pode e deixo para graduados em psicologia opinarem. Mas não pode ser tolerado por uma corporação que, em teoria, existe para proteger o cidadão. Que dirá promovê-lo. Tiago Tiroteio é Tiago de Lima Moreira de Souza, agora cabo da PM do Rio. E para ele, professor é “fessor”. Foi mal aê.

    ResponderExcluir


  35. http://www.diariodocentrodomundo.com.br/mostra-o-darf-por-que-thomas-piketty-o-economista-sensacao-do-mundo-nao-consegue-estudar-o-brasil/

    ResponderExcluir
  36. Aqui no interiorzão de Minas alguns professores têm medo de fazer greve. Não têm respaldo de ninguém, pois o sindicato não aparece para esclarecimentos e todos ficam atônitos, sem rumo. Se houvesse uma forte liderança da categoria e resgatassem os interioranos, aí sim, a greve viraria uma força total e temerosa ao governo. As SRE de ensino ajudam no fracasso da greve. Querem impor medo aos professores, pois são capangas deste nefasto governo.

    ResponderExcluir
  37. Para fazer uma boa greve,reunam-se com os pais e alunos expliquem e peçam ajuda. Se os alunos e os pais forem pra rua com vocês e muito mais gente,como amigos e parentes,e simpatizantes,a greve durará no máximo um mês. Sem ajuda durará 4 meses ou mais. CONVERSSEM, CONVENÇAM. Afinal são criadores de opinião,ou não. VÃO À LUTA QUE CONSEGUIRÃO! Do contrário daqui a 4,5 anos estarão, ainda aqui no blog chorando.Muitos aposentados e...CHORANDO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. as greves organizadas pelo sind ute são desorganizadas,não tem um objetivo claro,se estendem exaustivamente,e no fim nada,nada de salário.continua tudo na mesma.

      Excluir
  38. o acordão da adi 4876,pelo que vi no site do stf,não deverá demorar a sair não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Novo capítulo da novela Lei 100 segundo diretoras de escolas onde tenho amigos: a secretaria dispensará todos os ex-efetivados em breve, incluindo diretores e vices que serão substituidos por efetivos. Professores do Colégio Tiradentes estão em polvorosa e parecem preparar documento com nomes exigindo indenização do Estado na justiça. Deverá haver novo cadastro de designados com prioridade aos afetados pela decisão do STF. Outra "novidade" é que o governo estaria abandonando o projeto Reenganando porque avaliou não ter como investir: além das incertezas em último ano de governo, há que arrecadar para a eleição do senador. Em resumo, mais caos à vista nas escolas. É só bomba mesmo.

      Excluir
    2. no plantão das inspetoras no facebook,diz que o acordão sai até o final deste mes de maio.

      Excluir
    3. PELA INFORMAÇÃO DA SECRETÁRIA NÃO É ISSO QUE IRÁ ACONTECER NÃO COLEGA, SUGIRO QUE INFORMA MELHOR PARA NÃO SE DECEPCIONAR...

      Excluir
    4. eu apenas postei aqui o que vi.

      Excluir
  39. Gostei da proposta de GREVE BRANCA do anônimo de 14:55. Caso entremos em greve, até perderei um tempinho para ir à minha escola divulgar a proposta entre os fura greves.

    ResponderExcluir

  40. http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-comercial-do-pt-e-o-real-terrorismo/

    ResponderExcluir
  41. Jose Alfredo Junqueira15 de maio de 2014 14:37

    Euler,nao existe democracia no Brasil,pois a ditadura nao acabou,oque acabou foi a resistencia..A grande midia esta como sempre esteve do lado dos ditadores,ou generais ou estas marionetes da oligarquia que sucederam os generais.Sim,todos s'ao marionetes,de Sarney a Dilma.Creio que novo golpe explicito vai acontecer,porque a resistencia esta voltando com for;a,eles foram pegos de surpresa pois achavam que as globos seriam suficientes para calar e enganar o povo.Subestimaram a forca da comuncacao sem censura da internet e so o golpe os mantera no poder.Desculpe a fata de acentuacao pois este teclado esta com defeito.Abraco...

    ResponderExcluir
  42. Será mesmo q. a mídia golpista tem tanto poder assim? Veremos nas urnas se este PODER faz a diferença. O q. não podemos é ficar preocupando com mídia e nós mesmos trabalharmos em cima disso nas salas de aulas.

    ResponderExcluir
  43. eu jamais poderia compactuar,com a minha consciencia,e ficar sentado num sofá da minha casa,pensando se deveria ou não ir a assembleia, depois de ficar sabendo o que aconteceu com os colegas do triangulo mineiro,cujo onibus foi assaltado,e foram levados todos os seus pertences,eu disse pra mim mesmo:eu vou,moro perto do local da assembleia,se não tivesse tomado esta atitude,estaria agora a minha consciencia cobrando de mim.

    ResponderExcluir
  44. vamos governador alberto pinto coelho,entre para a história,quintuplique o salarios de seus mestres,mostre que voce não é a marionete,e o pau mandado que falam de voce.

    ResponderExcluir
  45. sou professor e penso que falta um pouco de vontade para fazer um movimento de reivindicação descente e que possa surtir algum efeito.. Reunir um número significativo de professores é complicado pelo tamanho do nosso estado, mas penso que devemos pensar em um movimento unificado e orquestrado e publicar nas redes sociais, pois é um espaço muito usado por alunos, professores, pais de alunos e sociedade em geral... Seria interessante se o sindicato ou, os professores mesmo, fizessem uma faixa com um slogan chamativo sobre a nossa situação. Uma sugestão: "Mais um dia trabalhando sem o respeito do governo de Minas Gerais que não nos paga o piso salarial e não nos dar condições dignas de trabalho, estamos aqui em respeito aos alunos e pedimos o apoio dos pais e internautas nessa luta". Poderíamos marcar uma semana para todos os dias antes do início das aulas, os professores de todas as escolas juntamente com os alunos abram essa faixa e tirem fotos desse movimento na porta da escola em que trabalha e poste essa foto no seu Facebook e peça aos alunos para postarem nos seus.. Por que penso que seria um movimento interessante? A única forma de reunir alunos e alguns pais que levam seus filhos para a escola a terem consciência que estamos insatisfeitos., sem o professor na sala de aula, acredito que a maioria dos alunos e pais ficarão na porta da escola vendo a faixa e o movimento. Penso também ser uma forma organizada e fácil de realizar, pois através das redes sociais e até mesmo do Blog podemos convidar os colegas a luta. Os alunos não ficarão sem aula, acredito que os pais vão comentar com um amigo, colega sobre a semana do manifesto dos professores de Minas por melhores condições e não vão criticar porque os alunos não vão ficar sem aula.Alguns colegas professores não terão justificativa para não manifestar, pois não terão seu ponto cortado e nem será substituído Mas, lembrando, é preciso coragem e organização, pois é muito simples..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wanderley,foi a melhor ideia que surgiu até agora. Estou afastada aguardando aposentadoria. Infelizmente não tem com eu participar. Na minha escola eu é que tomava frente de tudo. Agora só tem professor novato e a maioria da extinta lei 100. Você nem imagina como eu sofria para organizar uma lista de paralisação. As efetivadas não participavam e com isto dividia até as cantineiras. Umas poucas paravam para trabalharem no dia de pagar greve. ERA UMA LUTA ! Agora acabou,ninguém toma frente.

      Excluir
    2. Ótima ideia.! So falta organização. As redes sociais yem um poder extraordinário.

      Excluir
  46. só uma correção escrevi descente, mas a palavra correta é decente...

    ResponderExcluir
  47. CAMPOS DÁ GAFE EM JATINHO AO SAIR DE RECIFE EM CAOS
    :
    Após a gafe resultante da postagem de uma foto onde aparece viajando com a família em um jatinho enquanto a violência resultante da greve dos policiais militares levava o pânico a todas as regiões do Estado, o ex-governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, divulgou uma nota sobre a crise na área de segurança; a nota foi publicada horas após a retirada da fotografia de sua página pessoal no Facebook, em função das inúmeras críticas de internautas que relacionaram os dois assuntos; erro político em momento dramático; tropas da Força Nacional chegam a Recife para retomar a cidade perdida para o caos
    15 DE MAIO DE 2014 ÀS 18:06

    Pernambuco 247 - Após a gafe resultante da postagem de uma foto onde aparece viajando com a família em um jatinho enquanto a violência resultante da greve dos policiais militares levava o pânico a todas as regiões do Estado, o ex-governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, divulgou uma nota sobre a crise na área de segurança. A nota foi publicada horas após a retirada da fotografia de sua página pessoal no Facebook, em função das inúmeras críticas de internautas que relacionaram os dois assuntos.

    Na nota, Campos cita o “esforço” do Governo de Pernambuco, ao longo de seus dois mandatos para reduzir os indicadores da violência em todo o Estado. Campos também relaciona os investimentos feitos no aparato de segurança pernambucano e cita os resultados do Pacto Pela Vida, programa que conseguiu reduzir a criminalidade e é reconhecido internacionalmente como um programa exitoso no combate à violência urbana.

    O texto, publicado também em sua página pessoal, ressalta que o presidenciável tem mantido contatos frequentes com o atual governador João Lyra Neto(PSB), para discutir a questão. A nota termina assegurando que Campos confia no entendimento entre policiais e o governo para o término da greve.

    Mais cedo, pela manhã, Campos concedeu entrevista para a Rádio ABC, de São Paulo, onde citou os resultados positivos obtidos com o programa Pacto Pela Vida, mas não comentou os episódios de violência decorrentes da paralisação dos militares.

    Leia abaixo a íntegra da postagem feita por Campos.

    Declaração do presidente Nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB), ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, sobre a greve da Polícia Militar no Estado.

    “O povo de Pernambuco sabe dos esforços que realizamos para garantir a melhoria da segurança pública no nosso estado. O Pacto pela Vida conseguiu reduzir os índices de violência por 7 anos consecutivos. Isso só foi possível graças a uma forte presença social do Estado em localidades de alto índice de violência, mas também com grandes investimentos na nossa polícia, tanto em equipamentos quanto nos homens e mulheres que compõem a corporação. Investimos em capacitação, nomeamos cerca de 9 mil concursados e implementamos um processo de recuperação da remuneração - acordo que está em vigor, que vem sendo cumprido à risca e que prevê um reajuste de 14,55% já no mês de junho próximo. Tenho mantido contato permanente com o governador João Lyra e acompanho o desenrolar das negociações. A hora agora é de bom senso, de lutarmos juntos por melhores salários, sem contudo deixar a sociedade pernambucana no medo e na insegurança. A melhor solução virá do diálogo e do respeito às leis. É o que todos queremos.”

    Ex-governador Eduardo Campos

    Presidente Nacional do PSB”

    ResponderExcluir

  48. http://www.itatiaia.com.br/uploads/audios/file/10249/pimentel_.mp3

    ResponderExcluir
  49. cerca de 200 pessas compareceram á assembleia do sind ute, pelo jeito ou está tudo bem ou muito mal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só que no site, eles multiplicam esse número em 100 vezes.

      Excluir
    2. Maioria vota para paralisar e vão para casa, shopping, dormir etc.etc.

      Excluir
  50. Qual o resultado da assembleia? Teremos greve?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a greve terá inicio no dia 21 de maio,pelo menos é o que ficou decidido na assembleia de 15/05.

      Excluir
    2. Perceberam que não há até o momento ( 16 hs do dia 16/05 ). Nenhuma notícia da assembléia do sind ute ????? Sabem o que isso pode significar ?

      Excluir
  51. vai ter greve SIM!! dia 21 de maio inicia tempo pra você se organizar e organizar sua escola explicar para os alunos, pais mostrem a realidade, lute , não tenha medo, quem é efetivado já perdeu mesmo, quem é efetivo , quem é aposentado TODOS SÓ PERDEM EM MINAS!!! MENOS O GOVERNO QUE É A MELHOR EDUCAÇÃO DO BRASIL! graças aos melhores professores também,PORTANTO TEMOS QUE SER VALORIZADOS E RESPEITADOS. VAMOS LÁ GENTE!

    ResponderExcluir
  52. "A gente tem que sonhar, senão as coisas não acontecem". (Oscar Niemeyer)
    Não adianta rugir como um leão e votar como um jumento, verdade seja dita.

    ResponderExcluir
  53. Quem tem férias prêmio adquiridas antes de 2004 poderá usá-las para afastamento antes de aposentar-se?

    ResponderExcluir
  54. O povo tá cansado, revoltado desanimado mas ainda de pé . FORÇA NA LUTA! GREVE GERAL!!!

    ResponderExcluir
  55. Você não estava lá,por quê????

    ResponderExcluir

  56. http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/140041/Quest%C3%A3o-da-regula%C3%A7%C3%A3o-da-m%C3%ADdia-%C3%A9-imperiosa-diz-Lula.htm

    ResponderExcluir
  57. Essa greve está fadada ao fracasso. Não vai dar tempo de mobilizar a categoria, pois foi muito em cima da hora. A maioria dos professores não vai entrar pois tem medo do corte de ponto. Se está difícil sobreviver com esse salario, imagine sem ele. Infelizmente essa profissão e uma furada. Se eu soubesse que professor era isso, tinha feito direito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. teria feito direito e além de advogar,poderia dar aula tambémkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

      Excluir
    2. na minha escola,tem um professor,concursado que é mecanico.ele da aula á noite,tira em torno de 500 a 800 reais por dia na sua oficina,está pensando em abandonar seu cargo, em seu lugar deve surgir um farmaceutico,um estudante e assim vai...

      Excluir
    3. no meu segundo cargo vendo cigarro e óculos na passarela da lagoinha,é quase o dobro que ganho no primeiro cargo.

      Excluir
    4. em qualquer país do mundo moradia,é o básico,no brasil, é um sonho,as vezes fico pensando que o brasil,não faz parte do globo terrestre, parece um planeta distante.

      Excluir
    5. Se depender deste teu pessimismo.....

      Excluir
    6. Anônimo das 16:55 com este salário tá difícil, mas aposentar com ele vai ficar mais amargo ainda, porque eles cortam tantas coisas.Se não lutar agora, depois não vai se arrepender.Terá que arrumar um BICO para sobreviver porque o poder de compra só abaixa.Tá f..da.

      Excluir
  58. Não vai dar tempo de mobilizar? Que é isso? Três dias da pra se fazer notas, diários, conselhos, reuniões, planejamentos..... ou na sua escola alguém te pergunta? porque na maioria determina , cobra, relata..... PODEMOS FAZER ESSA GREVE ACONTECER EM UM DIA SE TODOS TIVEREM VONTADE E RESPEITO CONSIGO MESMO. A LUTA SÓ ESTÁ COMEÇANDO. VAMOS PARAR TODA A MINAS QUE SEJA EM UM DIA DOIS , TRES............. MAS QUE TODOS PAREM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engraçado,né?
      sempre arranjam uma desculpa
      para não fazer greve...não dá
      tempo???

      Excluir
  59. patético neves,é capaz de tudo para alcançar seus objetivos,conchavos politicos,coligações misteriosas,unir com adversários,promessas de cargos na administração tudo isso ele apredendeu com seu avo,trancafiado neves.

    ResponderExcluir
  60. lá no céu,ao saber que professor em mg está ganhando salario minimo,o grande costinha soltou:TAISSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSBRINCANDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO?

    ResponderExcluir
  61. O ESTADO DO RJ,É PEQUENO POUCO MAIS DE 43.000 KM QUADRADOS,E PROFESSOR LÁ SEMPREGANHOU MAL,ASSIM COMO EM MG,MAS O FATO DE SER UM ESTADO PEQUENO,DEVERIA SER MAIS FÁCIL UNIR A CATEGORIA,MAS NÃO É ISSO QUE ACONTECE.

    ResponderExcluir
  62. Existe um discurso de que greve não é mais instrumento de luta. Entretanto, nenhum alienado me apresentou outra forma de luta. Portanto, a partir de 21/05, não piso mais na escola. Meus alunos estão bem esclarecidos sobre nossa situação e muitos percebem a importância do movimento. Não posso imaginar uma professora de História como eu, deixando outros lutarem por mim. Sou de uma época em que se respirava política nas faculdades. A greve sempre foi e sempre será de cunho político.O que não dá é ficar pelos corredores das escolas reclamando e esperando a morte, ou a mísera aposentadoria chegar. Força na Luta! Léia BH

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sábias palavras, Léia! Pois aqui em Pompéu tem umas certas professoras de História que a habilitação delas deveria ser caçada, pois são totalmente contra greve... acho que esta parte da História elas não estudaram... só pensam no próprio umbigo... se pudessem batiam nos grevistas, pois atrapalham todo o esquema certinho das escolas... pode??????

      Excluir
    2. cara amiga, sobre sua observação de que existe um discurso de que greve não é mais instrumento de luta... Acredito que não entendeu direito, as formas que temos utilizada é que são vulneráveis, são alvos fáceis de serem rebatidas pelo governo; punidas pelos de cima. Melhor, damos é mais lucros para eles, tanto econômico quanto político! Sabe que os seres humanos são capazes de encontrar outras soluções para determinados problemas, sem ser repetitivo, copista, imediatista e imprudente? Assim como, todo cidadão precisa ser respeitado em suas opiniões! "Nenhum alienado apresentou-me outra forma de luta". Não está querendo que caia do céu nas suas mãos, está? Isso vai ser difícil de acontecer... De que época está se referindo? Daquela de alguns anos atrás, onde alguns faziam protestos contra a ditadura , contra os governos estaduais, federais e municipais;greves, paralisações, piquetes nas frentes das fábricas? Posso lembrá-la de que, se analisar os vários líderes daquela época,pesquisar os seus nomes, seus partidos, suas bandeiras e ideologias,etc... Vai encontrá-los, em maioria, no congresso nacional como deputados, senadores, governadores, prefeitos, vereadores; alguns poucos, chegaram até a presidente da república.... outros ocupam altos cargos em grandes empresas estatais ou privadas... O que aconteceu com eles? Esqueceram suas bandeiras de luta, se acomodaram, mudaram de lado ou "pelegaram"? Outra lembrança, estes que se diziam de esquerda política ideológica, que tudo o que acontecia pediam CPI, mandato de segurança, chamavam o povo para as ruas,etc... Hoje, não querem nem ouvir falar disso e até usam uma nomenclatura 'moderna", "vamos blindar" porque é tudo mentira, coisa da oposição; coisas de quem não quer que o Brasil dê certo, vá bem, etc...
      o pior, utilizam vários recursos e meios, evitam até dar explicações!
      Será que pensam que ninguém entende, estuda História? Pensam que ninguém possui memória ?
      Você é livre para fazer o tipo de greve que quiser, pois isso é democracia,faz parte da cidadania... Parafraseando um pensador: "Posso não concordar com nenhuma das palavras que diz, mas defenderei o direito de dizê-las até a morte".
      Minha opinião, acredito que juntos, podemos chegar a algum lugar com mais tranquilidade, sem radicalismos exagerados e colhermos frutos bons e úteis a todos nós brasileiros. Os radicais do passado, hoje já não o são mais em maioria, inclusive um deles famoso ou pensa que é, disse numa entrevista nos MCM recentemente: "sobre as nossas formas de fazer greves, manifestações, piquetes,etc... é porque naquela época não éramos governo, hoje somos! Assim temos que pegar leve". Para onde vamos com estes "ideólogos"? Para se chegar a algum lugar, "vá de carro, ônibus, charrete, carroça, carro de boi, bicicleta, perna de pau, de jumento, etc..." Sendo que prometeram um país melhor, mais justo para os pobres e para nós trabalhadores de verdade! Hoje vendem ilusões, mentiras e tentam jogar para baixo dos "tapetes" todos os tipos de "maracutaias" que cometeram ou cometem! Vamos repensar juntos esta nossa dura, triste e real conjuntura social, política, econômica, educacional,etc...?

      Excluir
    3. Perfeito,colega!!!
      Esse discurso a qual se referiu,não
      é dos alienados,porém.Eles sabem
      muito bem que a greve sempre foi e
      continuará sendo umdos mais impor-
      tantes meios de luta.É para continuar
      na "zona de conforto" que usam es-
      sas falas.Pode observar:os que falam
      contra a greve nunca propõem nada
      para substitui-la e ainda torcem con-
      tra nós que participamos dela e,de
      forma contraditória,esperam que
      consigamos benesses,ou seja,fi-
      com ansiando pelos resultados.
      Sentem-se "vitoriosos" de qual-
      quer jeito:se não conseguimos
      resultados positivos,sentem-se
      justificados(não falei que não ia
      dar em nada?) e quando obte-
      mos(por acaso):beleza,lutam
      por nós e conseguimos a mes-
      ma coisa!!!Não se constrangem,
      não!
      Helena Thaereh

      Excluir
    4. Vamos repensar juntos... Sugestão: moramos em maioria, perto de vários líderes de sindicatos, políticos,etc... se, juntarmos em várias cidades e bairros, ao mesmo tempo, formando grupos pequenos (no máximo 40 a 60 pessoas mais ou menos), poderíamos pressionar, reivindicar nossos direitos e com mais pressão política. Sabe por quê? Não seríamos alvos das tropas de choque, cavalaria,etc... Como profissionais da área, sabemos o nome dessa tática. Inclusive, estes mesmos que nos traíram, já a usaram (pelo menos afirmaram que usaram por bastante tempo; tem momentos que tenho dúvidas disso). Esta se bem articulada, faz estragos e trazem muitas surpresas! O corpo a corpo, em várias regiões e cidades, pode ser facilmente controlada? Os de cima, tem efetivos ou capangas suficientes para nos rebater, combater, perseguir, espancar , afugentar,etc... na mesma hora? Não! Assim, imagine os que se sentem na "zona de conforto" político e econômico, como se sentiriam, ao perceber que ficaram e estão vulneráveis á grande massa?
      Sabemos que alguns bem organizados, podem fazer "estragos" grandes. Se ficarmos amontoados num lugar só, ou em poucos lugares, seremos alvos perfeitos, para controle e ser colocado para correr... Como se ganha uma luta? Só partindo para cima, mostrando onde se fica, o que vai fazer? Agora, tendo como surgir de surpresa, e outra história! Agindo sem ser repetitivo, tendo como trunfo o inesperado e saindo na hora certa, as coisas mudam... e como mudam!
      Não sei ainda o por quê, que esse tipo de atuação não foi ainda utilizado no país. Tem sindicato que conheço há anos e anos, que morrem de medo desse tipo de procedimento; pois perderiam a "filmagem da platéia grossa" e não mais poderiam dizer , olhem quanta gente estão juntos, a "greve está forte"; ficam mais contente ainda quando sai pancadaria, porque "mostram na grande mídia" (comprada pelos poderosos e controlada por eles); só não falam que eles determinaram o local, nos colocaram como alvo fixo; ou nos usaram como "coisas e objetos de manobra".
      Vamos á luta e deixemos de comodismos?

      Excluir
  63. Concordo professora de história de 10:14, vc tem razão. A greve é a única arma que o professor tem.Infelizmente, muitos professores não aderem.Enquanto todos não entrarem na mesma sintonia, vai ser difícil.
    Meu pai dizia: antes vermelho uma vez, que amarelo toda vida.Muitos professores insistem em viver no amarelo.Fazer o quê?

    ResponderExcluir
  64. todas categorias de trabalhadores tiveram seus direitos obtidos através de greve,sem greve não conseguiriam nada,mas greves bem articuladas,voltadas para o principal,melhoria salarial.

    ResponderExcluir
  65. tenho um primo que é perito da policia civil,trabalha no interior,perto de onde reside,o danado está fazendo seu pé de meia,pois é solteiro e gasta pouco,quando aposentar vai ter uma poupança extraordinária,fora a aposentadoria mensal,a policia há muito descobriu sua força,e nós professores...

    ResponderExcluir
  66. O senador mineiro Aécio Neves (PSDB) trabalha para aumentar sua popularidade de olho na eleição presidencial deste ano. Com alguma frequência, a equipe de comunicação do PSDB nacional é incumbida de produzir materiais críticos ao governo Dilma Rousseff. O resultado do trabalho, entretanto, não é publicado em páginas oficiais do partido, nem nos perfis oficiais mantidos no Facebook e no Twitter: chega a uma rede de perfis que, nas redes sociais, podem confundir um observador desavisado. Mas, em bom português, são todos falsos.
    O serviço prestado ao PSDB é sofisticado e inclui a criação de personagens virtuais que, apesar de existirem apenas na criativa imaginação de seus idealizadores, comportam-se como pessoas reais. O exército fictício de militantes mantém blogs e perfis nos sites Facebook, Twitter, Google+ e Youtube. Os perfis seguem um padrão: retratam pessoas jovens, de boa aparência e, claro, militantes de Aécio Neves. E, para atrair a confiança dos internautas, fazem comentários sobre esportes, cinema, variedades. Entre um post e outro, embutem um elogio ao senador ou uma crítica ao governo federal. Os publicitários acreditam que, dessa forma, podem conquistar o internauta.
    A reportagem identificou alguns dos nomes por trás dos militantes falsos pró-Aécio. Um deles é Jorge Lopes Cançado, estudante de publicidade e diretor de Formação Política do PSDB mineiro. Ele se identifica como “analista de redes sociais”. É o mesmo cargo de Guilherme Parreiras, que também trabalha na manutenção dos perfis fictícios. Ambos moram em Belo Horizonte e trabalham na Brasil Comunicação. Ambos negaram qualquer ligação com a guerrilha virtual de Aécio – apesar dos indícios.
    A empresa funciona em um escritório na Savassi, região central de Belo Horizonte. O dono da companhia é Zuza Nacif, publicitário ligado ao secretário-geral do PSDB, o deputado federal Rodrigo de Castro (PSDB-MG). Nacif é um nome já conhecido dentro do PSDB. Foi secretário de Comunicação de Lavras (MG) e atuou em campanhas de diversos tucanos, como a do atual governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia. Hoje, com a ala mineira da sigla em evidência, ele tem influência no comando da comunicação social do partido.

    ResponderExcluir
  67. Alguém sabe o que está acontecendo no Colégio Tiradentes?? Quarta e quinta passadas houve paralisação por causa da queda da lei 100; na sexta, a própria coordenação das unidades de BH e Contagem dispensou os alunos para dialogar com os professores, segundo nota no site do colégio. Parece que algumas unidades do interior começaram a dispensar efetivados, o que estaria provocando mais insegurança nas demais unidades. Curioso que, sobre o Tiradentes, nada aparece na mídia, nem mesmo essas paralisações. Algumas diretoras, da rede ampla, estão dizendo que haverá dispensa dos efetivados no dia 1º de junho (ou julho), mas reservadamente, sem informar os afetados pela decisão do STF. Será que essa notícia já não corre solta pelo Tiradentes causando a insatisfação??

    ResponderExcluir
  68. Léia,(BH)
    a minha resposta foi para você,viu?
    concordo plenamente com a sua ex-
    posição.Estaremos juntas nessa luta!
    Helena Thaereh

    ResponderExcluir