terça-feira, 7 de julho de 2015

O golpismo em curso no Brasil




Um vídeo que encontrei no Blog O Cafezinho, e que traz uma reflexão da nossa realidade.


O golpismo em curso no Brasil

Desde as eleições de 2014, que deram uma vitória legítima à presidenta Dilma, que a oposição de direita tem tentado desestabilizar o governo e o país. As eleições foram marcadas por abusos da mídia contra o PT e em favor dos candidatos da direita. Quem não se lembra da novela que a Globo montou nos seus telejornais para atacar o PT através da Operação Lava Jato? Num país sério, essa emissora teria sido fechada por desrespeito às normas que proíbem propaganda partidária em favor de um ou dois candidatos, apenas, e claramente contra a candidata do governo.

Mas, apesar de todo o esforço da Globo, da Veja e da Rádio Itatiaia, entre outros, em derrotar o projeto iniciado por Lula e entregar de bandeja o governo federal para Aécio ou Marina Silva, a população brasileira não caiu no discurso oco da direita golpista. Nos tempos de FHC, da direita no poder, os trabalhadores só perderam direitos. Parte substancial das riquezas brasileiras foi entregue ao capital privado, inclusive internacional, enquanto aumentava a dívida pública, o desemprego e o arrocho salarial.

Em Minas, nos 12 anos de choque de gestão de Aécio e Anastasia, foi a mesma coisa: arrocho salarial contra os educadores e mais nada. Hoje os tucanos, Aécio à frente, gritam contra as tais pedaladas fiscais da presidenta Dilma, que o TCU condena somente agora. Trata-se de prática corriqueira nos últimos governos, inclusive nos do PSDB. No caso do governo Dilma, o que se fez foi usar recursos de bancos públicos para cobrir as políticas sociais, como o Bolsa Família – recursos estes que logo depois eram restituídos. Portanto, sem qualquer mau uso, ou desvio, ou corrupção,  ou coisa que o valha. O governo não pode ser punido por antecipar recursos em caixa em favor dos mais necessitados, sem causar qualquer prejuízo aos cofres públicos.

Coisa muito pior foi praticada, por exemplo, pelos governos tucanos em Minas, quando deixaram de aplicar os 25% da Educação e os 12% da Saúde pública. Isso sim, merecia reprovação do TCE de Minas, o que não aconteceu porque os diferentes poderes constituídos de Minas se tornaram praticamente autarquias do governo durante a gestão tucana. Incluindo a mídia.

O Brasil assiste hoje a um clima de golpismo, de ações fascistas, que nos fazem temer pelo presente e pelo futuro do país. Após perder quatro vezes as eleições presidenciais, a direita golpista associada a seus pares internacionais se cansou de esperar por uma vitória eleitoral. Como não têm outra proposta para oferecer ao povo brasileiro, que não seja o arrocho salarial, o desemprego, os cortes dos direitos humanos e políticos e sociais, enfim, o que fazem esses grupos da direita? Tramam o golpe contra o povo brasileiro.

São muitas as frentes de ação desses grupos. A começar por esta suspeitíssima Operação Lava Jato, controlada por um juiz que se tornou protegido pela mídia e adorado pela extrema direita, o juiz Moro. Passando por cima das leis federais, ele manda prender quem bem entender, mesmo sem condenação alguma contra os acusados. É assim que manteve presos por vários meses os empreiteiros que teriam pago propinas para os partidos políticos e seus candidatos. O problema é que o alvo da Lava Jato é o PT, a Petrobras e o Pré-sal. 

Todos os partidos políticos receberam dinheiro legalmente das empreiteiras, mas somente o tesoureiro do PT está preso por esta prática. O PSDB, em alguns casos, recebeu quantias até maiores do que o PT, mas não está sendo investigado. Doação legal de uma empreiteira para o PT é tida como propina; já para o PSDB é tida como dinheiro limpo, legal. Pode isso, Arnaldo?

Que sejam apuradas as denúncias e os responsáveis punidos, mas que haja isonomia nesse tratamento. O que não pode é o PT ser condenado por determinadas práticas condenáveis, enquanto os outros partidos, especialmente o PSDB e o DEM, serem blindados. Nenhum escândalo envolvendo os caciques do PSDB está sendo apurado seriamente – Trensalão de SP, caso Banestado, entre outros. O chamando mensalão do PT resultou na prisão de duas das principais lideranças daquele partido. Já o mensalão do PSDB em Minas, que é anterior ao do PT e com os mesmos personagens, até hoje não foi julgado e pelo visto não vai dar em nada. 

Vejam outro exemplo em relação à operação Lava Jato. Basta um dos delatores acusar qualquer político do PT para que a PF e o MPF do Paraná, assessorados pelo juiz Moro, imediatamente tratem a acusação como coisa certa e preparem a prisão do denunciado, mesmo sem prova alguma. Quando se trata do PSDB, a mídia praticamente esconde a acusação, e o complô formado no Paraná prepara o arquivamento da denúncia. Foi o que aconteceu quando o delator Youssef disse ter ouvido  da parte de José Janene que o PSDB, através de Aécio Neves, teria recebido mensalão de mais de R$ 100 mil dólares de uma das diretorias de Furnas. O que fez o juiz Moro e sua turma? Apuraram o caso? Foram a fundo na acusação que citava com detalhes outros personagens? Nada disso. Simplesmente mandaram arquivar a denúncia.

Se tivesse dado o mesmo tratamento que deu a Aécio Neves, a Operação Lava Jato já teria sido arquivada desde o primeiro dia. Mas, os objetivos dessa operação ainda serão conhecidos em outro momento. Quase quebrou a Petrobras, a maior empresa brasileira, que gera mais de 80 mil empregos e é responsável por 13% do PIB brasileiro. Quase quebrou a indústria naval, que gera outros 70 mil empregos. Na era FHC, essa indústria estava falida. Quase quebrou também as maiores empreiteiras, que, com todos os defeitos e práticas que devem ser combatidas com objetividade, geram milhares de empregos e impostos.

Além da Lava Jato, que já está até cansando a paciência de muitos com seus vazamentos seletivos, sempre contra o PT, e suas prisões espetaculares em vários pontos do país – que juiz de primeira instância algum dia teve esse poder de mandar prender pessoas sem condenação de várias partes do país com total cobertura da mídia? - , outras frentes de direita mostram os dentes.

Na Câmara dos Deputados, um despachante de empreiteiras e fundamentalista se tornou presidente e faz pouco caso da constituição federal. Sem qualquer freio. Questões polêmicas, que mereciam amadurecimento e debates públicos antes de serem votadas, são colocadas na pauta e decididas na calada da noite por 300 e poucos deputados achacadores, aventureiros, sem quaisquer compromissos com a história do nosso povo.

Foi assim que fizeram aprovar o projeto de lei da terceirização generalizada, que pode abolir todas as conquistas trabalhistas desde a era Vargas. Foi assim também que aprovaram, no tapetão, depois de ter sido rejeitada em noite anterior, o projeto de lei que reduz a maioridade penal. Querem encher as cadeias brasileiras com negros, pobres, para dar resposta ao fracasso do estado brasileiro em combater a desigualdade social. Vão criar mais pessoas ligadas ao crime. A população pobre do Brasil, que é a que ocupa as cadeias, precisa é de escola, de cultura, de artes, de oportunidades, enfim, não de prisão. Quem merecia prisão são os representantes dessa elite cínica que sempre levou vantagens com o poder público.

Mas, como nós temos um monopólio da mídia controlada por famílias que representam os de cima, os interesses internacionais e dos ricos locais, o que o povo brasileiro ouve diariamente é que é preciso mais repressão, mais cadeia, mais tortura, mais mortes de pessoas pobres, mais violência policial para que se combata os problemas originados pela realidade social brasileira, de profunda desigualdade.

Quando é para combater uma das origens da corrupção, por exemplo, que é o financiamento privado de campanha, o que fez a mídia? Nada. Se omitiu covardemente, pois ela se beneficia com o financiamento privado das eleições. Qual foi o posicionamento de Aécio Neves e dos caciques tucanos em relação a este tema? Foram a favor da manutenção do financiamento de empreiteiras aos candidatos e seus partidos. Somente o PT, o PCdoB e o PSOL votaram em bloco pelo fim desse financiamento.

No senado, o tucano José Serra conseguiu colocar na pauta seu projeto que  prevê o fim do controle das operações do pré-sal pela Petrobras. Isso mesmo: ele quer entregar o pré-sal para o controle de petroleiras estrangeiras. Logo agora que o pré-sal já demonstra total sucesso na exploração. Trata-se de uma reserva de petróleo de alguns trilhões de dólares que querem entregar para o capital privado, apenas. Serão menos recursos para a Educação pública e para a saúde, como previstos na Lei federal aprovada nos governos Lula e Dilma.

Enquanto essas coisas acontecem – aprovação da terceirização generalizada, manutenção do financiamento privado, fim do controle do pré-sal pela Petrobras, corte de direitos humanos e da LGBT – o que faz a mídia? Ataca o governo federal dia e noite, para jogar a população contra o governo Dilma e criar o clima do golpe.

O golpe hoje não será como em 1964, uma quartelada civil-militar apoiada pela mídia, pela classe média e pelos marines norte-americanos. Não. O golpe hoje não conta com as Forças Armadas, mas é muito mais enganoso e igualmente perigoso para os de baixo. Preparam um golpe via parlamento ou judiciário. Querem impedir que Dilma governe e preparam o cenário para cassar o mandato dela no congresso ou no judiciário (TSE). Mas, antes que isso aconteça, já estão corroendo os direitos conquistados pelo povo brasileiro. A mídia é 100% associada aos golpistas, apesar de haver um ou outro comentarista ou colunista que não se dobra à essa quase unanimidade golpista midiática.

É certo que Dilma foi pouco habilidosa no começo de seu novo mandato. Fez aprovar normas que reduzem direitos dos trabalhadores, como na questão do seguro desemprego, e com isso afastou setores da população brasileira que lhe deram apoio eleitoral. Em nome de um ajuste fiscal de resultados duvidosos, a presidenta Dilma tem bancado uma política que não é aquela que a maioria do povo brasileiro deseja. Mas, de maneira alguma isso justifica um golpe para derrubá-la. Ela foi eleita legitimamente por 54 milhões de eleitores. Com o meu voto, inclusive. E mesmo não concordando com os rumos adotados pelo governo federal até agora, de maneira alguma eu aceito a derrubada do governo, ainda mais para que este governo seja ocupado por uma direita fascista que outra coisa não sabe fazer senão arrancar direitos dos de baixo e tratar o nosso povo como escravos.

É bom refrescarmos a memória. Apesar de todas as limitações e omissões e covardia dos governos petistas, não se pode negar que tenha havido importantes conquistas nos últimos 12 anos. Políticas sociais expressivas foram colocadas em prática, arrancando milhões de pessoas da fome e da miséria. Foi um período de pleno emprego com aumentos reais nos salários, incluindo o salário mínimo, que manteve sucessivos aumentos no poder de compra. Conquistas na saúde – com o Mais Médicos; na Educação – com o Prouni, Enem, políticas de cotas, Ciência sem fronteiras, etc.; são o testemunho de um período de conquistas.

Claro que os governos do PT deixaram muito a desejar em várias áreas. O PT sempre foi um partido com base social proletária, mas também pequeno burguesa, vacilante, que concilia o tempo todo com parcelas da direita, do fisiologismo. E com isso deixou de promover reformas estruturais na política – com uma representação mais próxima dos de baixo, por exemplo; e nas comunicações – com o fim desse criminoso monopólio, que lobotomiza milhões de pessoas Brasil afora; entre outras reformas não realizadas.

Mas, nada disso autoriza qualquer partido a querer interromper o mandato da presidenta Dilma. É preciso que os movimentos sociais mirem-se no exemplo de outros povos e do próprio povo brasileiro em outros momentos, e retomem o protagonismo das lutas sociais. Não se pode permitir que a direita avance da forma como vem acontecendo sem qualquer reação, qualquer resistência por parte da esquerda e dos movimentos sociais e sindicais. O Brasil dos de baixo precisa reagir ao golpe em andamento. 

O governo federal poderia ajudar a si próprio e ao povo brasileiro se adotasse novos rumos. Se abrisse o diálogo com os movimentos sociais, e não acreditasse nessa nota única do ajuste fiscal como salvação da lavoura. É conversa pra boi dormir. Todos os países que adotaram medidas amargas contra o seu  povo, depois quebraram. A Grécia é um dos muitos exemplos disso. Mas, lá, pelo menos, a população está mostrando que não quer repetir a dose das políticas de choque e exige respeito às demandas sociais do seu povo.

A presidenta Dilma precisa estancar a sangria da dívida pública, que consome a maior parte do orçamento público, e investir pesado nas políticas sociais em favor dos de baixo, gerando distribuição de renda, empregos e mercado interno. Nos marcos do capitalismo é o que se pode esperar de um governo que se considere progressista. 

Neste momento, é preciso barrar o golpe que está em curso no Brasil. Os educadores precisam levar esta conversa para a sala de aula – aliás, a direita pretende cassar os professores que discutem os problemas brasileiros sob a lógica dos de baixo. Chamam a isso de desideologizar os conteúdos, como se qualquer conteúdo não apresentasse uma ideologia inerente. Uma expressão da luta de classes. Não falar dos problemas sociais, dos atores, das perspectivas, é fazer o jogo das elites, que pretendem manter a realidade de exclusão e de submissão total da maioria a uma elite acostumada a tratar os pobres como escravos.

Por isso é preciso resistir, não aceitar os golpes que a direita, com seus porta-vozes da mídia e dos partidos e outras instituições preparam contra o povo brasileiro. Não se trata de defender este ou aquele partido ou candidato, mas de defender as conquistas do povo brasileiro e de avançar mais; de defender a nossa democracia ameaçada; de defender as liberdades de expressão e de manifestação; de defender as diferenças, enfim, que formam a riqueza cultural do nosso povo.

Aos golpistas, levantemos a bandeira de luta e a palavra de ordem: Não passarão!

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***

Ouça a Rádio Brasil Atual:

Rádio Brasil Atual - 98.9 is on Mixlr

Para a TV NBR:



***





48 comentários:

  1. Eu votei na Dilma, fiz uma senhora campanha em família, resgatando votos para ela. Nos seus discursos, ela quem ia fazer o melhor para o País. Foi eleita e está acabando com a classe trabalhadora. A cada dia inventa uma moda e tira dos menos favorecidos para recuperar perdas de certas administrações fracassadas. Porque não tirar dos mais favorecidos? Quem não paga conta de água e de luz; quem não faz um sacolão; quem não faz compra de supermercado mensalmente; quem não é movido por medicamentos diariamente, para ficar em pé, não sabe o que está acontecendo no Brasil. A coisa está feia! E acredito que a Dilma está sendo pressionada e obrigada a tomar certas decisões, por pressão de oposição, que pinta um cenário com palcos, artistas, arquibancadas, e um público fantasiador paraguaio, que aos berros comemoram vitórias imprevisíveis, com vibrações e encantamentos, apostando num sucesso cabuloso de uma derrota . Um dia, a cena acabará, as cortinas se fecharão, as luzes apagarão , e finalmente todos acordarão com pés no ~chão e perceberão que tudo não passou de um pesadelo. A banda toca, Dilma passa, os brasileiros assistindo tudo, de cabeça erguida, enquanto a turma da oposiçao lamenta e chora. A tempestade passou! Uffa! Nunca mais, nem PT e nem PSDB.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assino em baixo, companheiro!

      Excluir
    2. Dá uma preguiça de ler comentários de professores...
      Não conseguem fazer a devida leitura.
      Ilusão pensar que sendo professor terá um maior entendimento do momento histórico que vivemos.

      Excluir
  2. ALGUÉM CONSEGUIU VER O CONTRACHEQUE COMPLEMENTAR?COMO CONSEGUIU?ESTOU TENTANDO NO PORTAL DO SERVIDOR E NÃO CONSIGO.

    ResponderExcluir
  3. Depois de 5 anos afastada aguardando a publicação de minha aposentadoria, até que em fim saiu. Parabéns ao Governo de Minas que deu um jeito de agilizar estes processos. Aguardamos agora a agilização do pagamento das férias prêmio em espécie. Esperamos que o Sindicato exija que estes pagamentos sejam feitos de acordo com a remuneração atual. Já estão falando por aí que o cálculo será feito de acordo com a remuneração da data do afastamento. Se for assim será o cúmulo do absurdo. O Sindicato já entrou com ação judicial contra esta mesma situação a tempos atrás e obteve sucesso. Estejamos atentos. Aposentados não podem ficar aguardando. Avisem ao Governo de Minas por favor. Precisamos receber o que temos direito o mais rápido possível. Está na hora do Sindicato sentar a mesa de negociação novamente para resolver agora esta pendência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou na mesma situação.Vamos cobrar.

      Excluir
  4. Esse povo que está preparando o golpe, está ganhando dinheiro, e muito, as nossas custas, para no lugar de trabalhar, que é sua obrigação, ficar neste dispeito sem fim e ter tempo para pertubar a nação brasileira.
    Vai trabalhar cambada de desocupados!
    Em que até agora contribuíaram, além de acabar com a carreira dos professores, para o bem da nossa nação?
    Chega!!!!
    Já encheram o saco!!!!!!!!!!
    Vira a página senador derrrottaddo!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Glesi Hoffmann deu um banho de inteligência, força e firmeza ao discursar no senado.Tucanos ficaram de bico caído sem saber como contrapor a fala da senadora. No blog CONVERSA AFIADA tem o vídeo
    É bom demais !!!

    ResponderExcluir
  6. Quanto tempo demora para sair o dinheiro de férias prêmio em espécie? Foi publicado em abril.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A informação que tiver é que talvez seja só o ano que vem. Minha publicação foi em junho. Esperamos receber de acordo com a remuneração vigente.

      Excluir
    2. Interessante é que na Polícia Militar as férias prêmio são pagas logo que sai a aposentadoria. Meu irmão vai receber 10 meses de uma só vez. só nós mesmos que somos penalizados por prestar serviço tanto tempo ao Estado

      Excluir
  7. Não entendi o porquê desse desconto na folha extra, fiz as contas e o meu desconto foi muito grande, abono de 190,00 no primeiro cargo mais 190,00 no segundo cargo, liquido a receber 269,00 reais, que absurdo é esse...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não entendi recebi só 263,00.

      Excluir
  8. O abono de R$190,00 para um cargo completo de PEB não se aplica para aulas de extensão ou exigência curricular. Ao meu modo de ver as coisas,esta atitude é desmotivante, e acho que não existe uma explicação legal para isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha colega, estou na mesma situação, sentindo um tremendo desânimo frente ao descaso do governo no que diz respeito às extensões e exigências. O abono deveria ser proporcional, não acha? Não usaram as aulas todas para calcular o desconto? Por que não descontou apenas referente a um cargo?
      Tenho 25 aulas das quais 4 são exigências e 5 extensões; sou cobrada por todas, mas não valorizada. Extensão é uma furada... É o incentivo que o efetivo tem... Decepcionada...

      Excluir
    2. Mas será que é LEGAL não dar abono pelas aulas de extensão ou exigência curricular, afinal são aulas trabalhadas do mesmo jeito e com as mesmas cobranças.

      Excluir
  9. O abono é cheio de desconto,no fim não sobra nada!!!!!!!!!!!!!!!!agora não voto mais nem PT ,PSDB e sei não sei mais o que , assim q eles precisar de voto começa a mentir, roubar ,enganar e assim está o nosso Brasil!!!!!!!!!!!!!!!!!!desculpa o desabafo !!!!!!

    ResponderExcluir
  10. KD o PRÊMIO PRODUTIVIDADE????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

    ResponderExcluir
  11. Pelo que você, Euler, citou aí, parece até que é a direita golpista que está na presidência e Dilma, Lula e o PT que estão na oposição. Parece que quem tá mandando no país é a esquerda golpista. O PT, Dilma e Lula devem assumir o comando de forma mas enérgica e cobrar das autoridades mais publicidade de fatos relacionados aos políticos do PSDB, cobrar ações como o mensalão mineiro que ate´hoje não foi julgado, o aeroporto de Cláudio que ninguém fala mais dele, da dívida astronômica que o PSDB deixou no governo de Minas, enfim. O PT dorme no ponto, cadê o poder que o PT tem na presidência? É como eu disse, parece que é a esquerda golpista que está na presidência e não o PT......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, parece que o PT está sem poder na presidência e todo mundo assistindo a esquerda golpista mandar e desmandar. Até Eduardo Cunha está com mais cartaz do que o PT. A câmara dos deputados manda mais do que o palácio do planalto, o senado manda mais do que o planalto e por aí vai.... Cadê o poder da presidenta? Cadê os processos contra os políticos dos outros partidos? É só o PT que tem no Brasil? O PT está dormindo no ponto mesmo, e olha que a presidência está em suas mãos heim.........

      Excluir
  12. Alguem sabe dos critérios escolhidos pelo Sindute para eleição de diretores de escolas estaduais ?

    ResponderExcluir
  13. Se desconta proporcional os 190,00 quando a carga horária é menor que 16, então deveria pagar proporcional as extensões e exigências, ai é fraude

    ResponderExcluir
  14. Como Dona Dilma é abilolada para expor suas ideias!!! Vocês, aí, que vivem puxando o saco (??????), aconselhem a Presidente a fazer um curso de português. Ou de oratória. Ai que vergonha alheia!!!

    Ui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vergonha é o seu psdb nojento!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    2. Todos nós às vezes nos confundimos, principalmente quando estamos estressados. Quanto a fazer curso de português não acho boa ideia. O que vejo de professores com curso de Letras e até Pós Graduação escrevendo cada aberração!!! É só entrar aqui no Blog que fico pasma! Pontuação, então, nem se fala. Querem dizer uma coisa e sai outra. Muitas vezes fico colocando pontuação e brincando de quebra cabeça pra entender o que realmente querem dizer. UMA VERGONHA.

      Excluir
    3. Sei bem escrever o português, mas trocaria esta competência pelas demais da nossa presidente. Só sei ser professora e só consigo ganhar um salário de fome.

      Excluir
    4. Não é pasma. É PASMADA!!! Credo.

      Excluir
  15. quando vai mudar a situação dos t1 e t2 para peb 1??????????????????

    ResponderExcluir
  16. "As pessoas felizes no brasil seriam aquelas que acreditam, profundamente, e muitas pessoas acreditam, que a corrupção está a cargo de um partido e bastaria tirar este partido do poder para que o reino da justiça e da igualdade se instalasse no pais, resolvendo assim todos os problemas do povo brasileiro..." Civismo equivocado.
    https://www.dropbox.com/s/7vxcwuletne2ijw/Aula%20de%20Etica%20%26%20Civismo.mp4?dl=0

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aos inocentes... A corrupção está impregnada em toda sociedade.
      "ÀS PESSOAS QUE SUBSTITUÍRAM CULTOS DO PAPAI NOEL E DO COELHINHO DA PÁSCOA PELO CULTO DA CORRUPÇÃO ISOLADA!"
      Publicado em 22 de mai de 2015 (Leandro Karnal)
      https://www.youtube.com/watch?v=kAU6n1kiMfg

      https://www.dropbox.com/s/7vxcwuletne2ijw/Aula%20de%20Etica%20%26%20Civismo.mp4

      Excluir
    2. Agimos pelo coração, inclusive quando odiamos! (Leandro Karnal)
      https://www.youtube.com/watch?v=uY1EJ7BhP6Q

      Excluir
    3. Verdade, chamaria isso de pessoas iludidas, pois o problema do Brasil não é só meramente um partido esta em cada um de nós, esta na ignorância de cada um de nós, porque pesamos que tudo pode dar um jeitinho. Mas infelizmente, existe umas mas iludidas que outras que acreditam que PSDB é que bom para o Brasil, que nunca roubaram, nunca foram corruptos. Fala Sério.

      Excluir
    4. São mil vezes piores, só que ainda não conseguiram pegar seus rastros.AINDA.
      Onde arrumaram dinheiro para fazer a campanha milionária para presidente, deputados, senadores???

      Excluir
  17. Somente os professores perderam os quinquênios, pois os outros servidores ainda têm 10 % de seus quinquênios, fomos penalizados durante anos pelo desgoverno anterior mas Pimentel poderia nos devolver o que nos é de direito adquirido, mas não rasga a Constituição, muda a lei e acha que alguém com mais de 65 anos tem tempo de adquirir novos quinquênios? Fim de carreira não temos nem Fundo de garantia, não temos nada. Decepção .Frustração.Humilhação.Só o que temos.

    ResponderExcluir
  18. Em todos os órgãos as férias prêmios são pagas assim que sai a aposentadoria. Saúde, polícia militar etc..Na Educação, além do professor ficar esperando seis anos ou mais para que sua aposentadoria seja publicada, ele não consegue receber de imediato o que tem direito. Cadê o sindicato? Também...devem achar que os professores são uns trouxas que fazem festa para receber um abono miserável e aceitam qualquer coisa. Por estas e outras coisa que são tratados com tanto desrespeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Ainda tem gente batendo palmas prá partido político. por isso somos tão desrespeitados. Não coloco azeitona na empada de nenhum deles mais. são todos safados.

      Excluir
  19. KD O PRÊMIO POR PRODUTIVIDADE??????????????????????????
    NINGUÉM FALA MAIS NADA !!!!

    ResponderExcluir
  20. Caro Euler,
    Sugiro que encontre uma forma de dividir as publicações do seu blog em duas partes, uma para defender o indefensável governo, pois não é o PT sozinho que destruiu o BRASIL, e sim o SISTEMA POLÍTICO que nunca será modificado. A outra parte, para defender a também indefensável carreira da EDUCAÇÃO MINEIRA.
    Espero ter entendido.

    ResponderExcluir
  21. Já temos respostas sobre os descontos no abono . Veja lá no site do sind ute . Agora já é hora de discutir o pagamento do prêmio de produtividade.

    ResponderExcluir
  22. Hoje, no Brasil 247 on line saiu nova reportagem de Renatinha Vil Hiena e os irmãos metralha. Vale a pena conferir e repassar, já que escondem a reportagem. Escrevi no face do Carlos Viana para que ele faça reportagem a respeito ele me respondeu que ainda não poderia reportar algo que era só especulação. Só rindo.Peçam a ele a reportagem só pra ver. Encham o face dele de pedidos sobre a reportagem. Vamos fazer o assunto ir pra frente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. INDICIADO IRMÃO DE EX-SECRETÁRIA DE AÉCIO POR GOLPE EM BANCOS. "O delegado Cláudio Freitas Utsch Moreira indiciou e pediu a prisão preventiva de três sócios e de um funcionário da extinta transportadora de valores Embraforte, suspeita de desviar R$ 22,7 milhões do Banco do Brasil, para o qual prestou serviço entre os anos de 2007 e 2013; pelo golpe milionário, foram indiciados os sócios Marcos André Paes de Vilhena e seus filhos Pedro Henrique Gonçalves de Vilhena e Marcos Felipe Gonçalves de Vilhena, além do gerente e braço direito dos proprietários, Mário Pereira de Carvalho; Utsch Moreira afirmou que o esquema se deu à sombra do prestígio da irmã e tia dos donos da Embraforte, a secretária de Estado de Planejamento de Minas nos governos Aécio Neves e Antonio Anastasia (PSDB), entre os anos de 2006 e 2014, Renata Vilhena." Publicação em 16 DE JULHO DE 2015
      http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/189215/Indiciado-irm%C3%A3o-de-ex-secret%C3%A1ria-de-A%C3%A9cio-por-golpe-em-bancos.htm

      Excluir
  23. Pessoal, nós os aposentados fomos os mais prejudicados, ficamos sem nossos direitos adquiridos, agora fiquei sabendo que não vou a Peb III mesmo tendo Pós Graduação porque aposentei antes de ter as 5 avaliações de desempenho. Isso mesmo, aposentei com apenas 4 avaliações , eu era P 6 E, o top da carreira antiga, tinha 10 biênios, 5 quinquênios só aí ja teria 100% em vantagens, e agora estou praticamente com subsídio, ops, vencimento básico, pois o governo ao invés de pagar o vencimento básico pra quem tem apenas o Ensino Médio, paga para quem tem Licenciatura Plena, ou Pós. Agora me diga, tanto confete, tanta comemoração , tanta propaganda, por causa de míseros 190 reais. Fiquei pasma ao ler a Pec 35 /2015, retirando todos os nossos direitos, eles se referem a ela como garantia de valorização dos profissionais da Educação. Mais surpresa ainda ao ver que foi com o aval do Sindiute.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se fizermos vista grossa, e o sindute não avaliar o caso, com certeza vai passar batido! Mas convém analizar e observar que nos foi tirado os nossos direitos adquiridos(quinquênios...), já com um enorme prejuízo. Quem estar em inicio de carreira de 1.400... pulou p 1.900... + abono. Então teriam primeiro que ajustar o salario dos mais antigos da educação. Pegar 1.900.. mais 10% de cada quinquênio, 10% do trintenário, 5% dos biênios e mais o abono. Agora, muda quem tinha magistério p receber na tabela como licenciatura Plena, quem nada fez para se instruir e especializar para ganhar esse mérito. Quem de fato ocupou suas noites, 4 anos, p obter uma graduação, não vai ser beneficiada em um nível a mais, para fazer a diferença em comparação ao magistério? Quem tinha pós não vai subir um nível também? Eu tenho Pós e quando me aposentei, eu só tinha duas avaliações, porque foi o limite. Quer dizer que vou ficar prejudicada? Tudo errado! Atenção SINDUTE!

      Excluir
  24. Operação Lava Jato:
    (Saiba tudo sobre a operação da Polícia Federal no vídeo interativo.)
    http://especiais.g1.globo.com/videos-interativos/#!/politica/operacao-lava-jato

    ResponderExcluir
  25. Não adianta ficarmos analisando o governo de um ou de outro, 99% dos Partidos e dos políticos são corruptos. É pura utopia acharmos que um dia vai melhorar. ACORDA CIDADÃO.

    ResponderExcluir
  26. É proibido taxar abono. Cuidado servidores, pois, a máquina pública está confiando na desinformação da classe para fazer manobras e pedaladas.

    ResponderExcluir
  27. Euler, meu filho, a sua saída do sistema público de educação deve ter sido ótimo para vc e péssimo para os seus alunos... Aqui, para nós, foi péssimo para o seu Blog também. Ai, que saudade!!!
    Deus o abençoe.



    ResponderExcluir
  28. A luta continua...

    Sind UTE!

    Agora é a vez do prêmio de produtividade.

    Estamos aguardando.

    ResponderExcluir