terça-feira, 11 de novembro de 2014

Após oito derrotas, a direita sonha ou delira com um novo golpe de estado. Vai ter que encarar 150 milhões de brasileiros e brasileiras


Atualização em 17/11/2014 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, reconheceu que houve uma clara tentativa de golpe contra Dilma durante as eleições. Vejam o que ele disse em entrevista hoje à Folha de SP:

Estava visível que queriam interferir no processo eleitoral. O advogado do Alberto Youssef operava para o PSDB do Paraná, foi indicado pelo [governador] Beto Richa para a coisa de saneamento [Conselho de administração da Sanepar], tinha vinculação com partido. O advogado começou a vazar coisa seletivamente. Eu alertei que isso deveria parar, porque a cláusula contratual diz que nem o Youssef nem o advogado podem falar. Se isso seguisse, eu não teria compromisso de homologar a delação.

Vamos traduzir para a linguagem corrente o que disse o procurador Janot. Claramente ele reconhece que foi montado um esquema golpista nas investigações do escândalo da Petrobras. Ele se limitou a dizer que o advogado do doleiro bandido confesso vazou informações seletivas para a mídia. Ou seja, vazou somente informações contra o PT, Lula e Dilma. Por quê? Porque o advogado é ligado aos tucanos, trabalhou em cargo comissionado no governo tucano do Paraná e operou - foi este o termo de Janot - na defesa do doleiro bandido favorecendo os tucanos durante a campanha eleitoral.

O procurador não quis ir além disso, mas poderia, e de certa forma tinha a obrigação de ter ido mais fundo. Se o fizesse, teria reconhecido que havia todo um esquema golpista montado. Vamos relembrar?

1) o núcleo da Polícia Federal, juiz Moro e procuradores do estado do Paraná começa a revelar SELETIVAMENTE para a mídia a investigação que seria confidencial contra a corrupção na Petrobras, que teria começado bem antes. Mas, somente no início da campanha eleitoral é que virou notícia;

2) a TV Globo criou o que eu denominei aqui de "novela das 9" no telejornal noturno. Faltou apenas dar um nome à novela: "O escândalo na Petrobras - eles sabiam!". A cada noite, um novo capítulo sensacionalista e cheio de novas emoções, sempre contra o PT e nada contra o PSDB "todos soltos";

3) só agora se descobriu que os delegados da Polícia Federal do Paraná envolvidos na investigação eram todos fãs de carteirinha de Aécio, chamando-o de "esse é o cara". Ao mesmo tempo, publicaram notas e frases no Facebook (que agora apagaram) contra Dilma, contra Lula (a quem chamaram de "anta") e contra o PT;

4) o juiz Moro, que preside o processo de investigação, tinha, segundo consta, pretensão de alçar voos mais altos, rumo ao STF, talvez no cargo deixado por Joaquim Barbosa. O passaporte para este sonho, claro, era a vitória de Aécio Neves;

5) o advogado do doleiro bandido confesso, que teria pronunciado a frase "Eles sabiam", que virou capa-panfleto da Veja dois dias antes da eleição, agora também ficamos sabendo, que é ligado aos tucanos - segundo Janot. Mais ou menos como um Gilmar Mendes no STF. Ou um Carlos Viana na Itatiaia. Tucanos de carteirinha;

6) subsidiariamente, vieram as pesquisas por encomenda dos tucanos, a Sensus e a Veritá, sempre dando vantagem ao candidato tucano, ao contrário das outras pesquisas e distante também dos resultados reais.

Na minha opinião, essa investigação na Petrobras tinha o claro objetivo de culminar com a derrota do PT nas eleições. Seria o golpe perfeito. Dilma e Lula seriam derrotados nas eleições; a mídia colocaria os dois como chefes das quadrilhas que assaltaram a Petrobras, e no dia seguinte Aécio iria privatizar a Petrobras, indicar o juiz Moro para o STF e abrir ainda mais os cofres para fazer no Brasil o que fizeram em Minas: uma republiqueta blindada pela mídia.

Como o golpe, na sua fase pré-eleitoral falhou, eles agora entraram na fase dois do golpe, pós-eleitoral. Falam em impeachment, em volta dos militares; tentam desgastar o governo no Congresso e tentam usar o escândalo da Petrobras como motivo para derrubar ou desgastar o governo Dilma, para que ela faça concessões à direita.

Ocorre que as investigações na Petrobras assumiram uma proporção que ninguém mais é capaz de controlar. São muitos os envolvidos de todos os partidos e das grandes empresas que financiam quase todos os candidatos. Por mais paradoxal que possa parecer, talvez a presidenta Dilma, que nada indica que esteja envolvida, terá a oportunidade de fazer agora as mudanças políticas que o congresso não tem condições de fazer, pois estão (deputados e senadores) quase todos envolvidos.

As grandes empreiteiras envolvidas no escândalo são as mesmas que fazem obras em todo o Brasil, para todos os governos de todos os partidos, e tudo indica com as mesmas práticas. É o chamado financiamento de caixa dois das campanhas eleitorais, que torna as obras públicas mais caras, superfaturadas e favorece, além dos políticos, as empresas e seus operadores. Isso não é novidade para ninguém, e acontece há décadas. No Brasil e no mundo.

Talvez dessa tentativa de golpe contra Dilma e Lula esteja nascendo a oportunidade de passar a limpo boa parte dessas práticas. Que não começaram de maneira alguma no governo do PT, como a mídia tucana e golpista tenta fazer crer. Os próprios procuradores que atuam nas investigações declararam que o esquema vem de mais de 15 anos, ou seja, da era FHC. Ou antes. Claro que os tucanos estão envolvidos, e não só no caso da Petrobras. Quem não se lembra da reeleição de FHC? Ou da privataria tucana? Ou da Pasta Rosa? Ou do mensalão tucano mineiro, abafado até hoje? Ou da lista de Furnas? Ou do trensalão de SP? Entre muitos outros?

A diferença é que nos governos de Lula e Dilma as práticas lesivas ao interesse público têm sido investigadas e denunciadas, coisa que não acontecia anteriormente, na era FHC, cuja prática era de engavetar as denúncias e contar com a blindagem da mídia.

Tomara que não transformem este momento de investigação contra a corrupção em um terceiro turno das eleições, numa clara tentativa de golpe contra o novo governo Dilma, eleito democraticamente pela maioria da população.

Que todos os envolvidos que tenham culpa no cartório sejam investigados e punidos. Todos, de todos os partidos, além de empresários e seus operadores. Não dá para aceitar esse tratamento seletivo da mídia, que só aponta o dedo contra o PT, contra Dilma e contra Lula. O povo brasileiro quer passar tudo a limpo, mas sem demagogia, e sem permitir que haja retrocesso nas conquistas democráticas e sobretudo nos direitos dos trabalhadores e nas demais conquistas sociais.

***

“Estava visível que queriam interferir no processo eleitoral. O advogado do Alberto Youssef operava para o PSDB do Paraná, foi indicado pelo [governador] Beto Richa para a coisa de saneamento [Conselho de administração da Sanepar], tinha vinculação com partido. O advogado começou a vazar coisa seletivamente. Eu alertei que isso deveria parar, porque a cláusula contratual diz que nem o Youssef nem o advogado podem falar. Se isso seguisse, eu não teria compromisso de homologar a delação.” - See more at: http://www.ocafezinho.com/2014/11/17/janot-confirma-houve-golpe-eleitoral-contra-dilma/#sthash.YGPjOjk6.dpuf
“Estava visível que queriam interferir no processo eleitoral. O advogado do Alberto Youssef operava para o PSDB do Paraná, foi indicado pelo [governador] Beto Richa para a coisa de saneamento [Conselho de administração da Sanepar], tinha vinculação com partido. O advogado começou a vazar coisa seletivamente. Eu alertei que isso deveria parar, porque a cláusula contratual diz que nem o Youssef nem o advogado podem falar. Se isso seguisse, eu não teria compromisso de homologar a delação.” - See more at: http://www.ocafezinho.com/2014/11/17/janot-confirma-houve-golpe-eleitoral-contra-dilma/#sthash.YGPjOjk6.dpuf
“Estava visível que queriam interferir no processo eleitoral. O advogado do Alberto Youssef operava para o PSDB do Paraná, foi indicado pelo [governador] Beto Richa para a coisa de saneamento [Conselho de administração da Sanepar], tinha vinculação com partido. O advogado começou a vazar coisa seletivamente. Eu alertei que isso deveria parar, porque a cláusula contratual diz que nem o Youssef nem o advogado podem falar. Se isso seguisse, eu não teria compromisso de homologar a delação.” - See more at: http://www.ocafezinho.com/2014/11/17/janot-confirma-houve-golpe-eleitoral-contra-dilma/#sthash.YGPjOjk6.dpuf
“Estava visível que queriam interferir no processo eleitoral. O advogado do Alberto Youssef operava para o PSDB do Paraná, foi indicado pelo [governador] Beto Richa para a coisa de saneamento [Conselho de administração da Sanepar], tinha vinculação com partido. O advogado começou a vazar coisa seletivamente. Eu alertei que isso deveria parar, porque a cláusula contratual diz que nem o Youssef nem o advogado podem falar. Se isso seguisse, eu não teria compromisso de homologar a delação.” - See more at: http://www.ocafezinho.com/2014/11/17/janot-confirma-houve-golpe-eleitoral-contra-dilma/#sthash.YGPjOjk6.dpuf
“Estava visível que queriam interferir no processo eleitoral. O advogado do Alberto Youssef operava para o PSDB do Paraná, foi indicado pelo [governador] Beto Richa para a coisa de saneamento [Conselho de administração da Sanepar], tinha vinculação com partido. O advogado começou a vazar coisa seletivamente. Eu alertei que isso deveria parar, porque a cláusula contratual diz que nem o Youssef nem o advogado podem falar. Se isso seguisse, eu não teria compromisso de homologar a delação.” - See more at: http://www.ocafezinho.com/2014/11/17/janot-confirma-houve-golpe-eleitoral-contra-dilma/#sthash.YGPjOjk6.dpuf


A mídia tucana não mostrou o ato do MTST em SP: contra o golpismo e em favor de mais conquistas sociais.


Esta foto-montagem diz muita coisa. É simbólica. Pegamos emprestado do jornalista Miguel do Rosário no blog Tijolaço. De um lado, no encontro do G20 na Austrália, Dilma se reúne com os presidentes dos BRICS, grupo de países que formam um contraponto à hegemonia do imperialismo norte-americano. Do lado direito, FHC num degrau abaixo e segurado por Bill Clinton, então presidente dos EUA. Os tucanos queriam recolonizar o Brasil e colocá-lo à serviço das políticas neoliberais dos EUA e países ricos da Europa.

Atualização em 14 de novembro de 2014 - O terceiro turno não acabou. Dilma, o PT e o povo brasileiro venceram as eleições, mas a direita golpista, ressentida, continua agindo. É o golpe armado. Alguns acontecimentos estão muito estranhos, e mal contados. Vamos começar pelo chamado escândalo da Petrobras. É a maior empresa brasileira, que detém enorme potencial, sobretudo após o pré-sal e com uma enorme e bilionária folha de investimentos. 

Sempre houve corrupção e desvios e superfaturamento nas obras públicas e das estatais brasileiras. E do mundo. O capitalismo é sinônimo de corrupção. Simples assim. Agora, essa novela que começou durante o início da campanha eleitoral, transformada em novela das 9 pela TV Globo, cheira mal. Fede. Cheira a golpe. Os envolvidos? Suspeitíssimos! Um doleiro, que já trabalhou para os tucanos, e um ex-diretor da Petrobras, que também já serviu aos governos tucanos. Ambos, bandidos confessos. A trama, qual novela global, ou mini série, foi urdida no estado do Paraná, cujas instituições, pelo visto, foram tomadas pelos tucanos. Inclusive as federais. 

O juiz Moro, segundo se revelou posteriormente, tinha pretensões de chegar ao cargo de ministro do STF, chance que só teria caso Aécio fosse eleito. Ele, segundo consta, tem relações de amizade, pelo menos, com o senador Álvaro Dias, cacique tucano, que não faz outra coisa na vida a não ser atacar o governo federal. De forma moralista, ou falso moralista, sempre, sem nada contribuir para o aprimoramento das conquistas do povo brasileiro. Além do juiz, os delegados da Polícia Federal que cuidam da Operação Lava Jato. Não tenho elementos para dizer que eles façam parte de algum plano golpista. Mas, uma jornalista do insuspeito jornal Estado de S. Paulo, claramente de direita (o jornal), revelou, ontem, dia 13, que os delegados da PF do mencionado caso são simpatizantes dos tucanos. Através do Facebook, durante a campanha eleitoral, manifestaram seu apoio declarado a Aécio e criticaram duramente ao PT, Lula e Dilma. Mais do que isso. Fizeram chacota do PT, da Dilma e de Lula, ao qual chamaram de "anta". Uma postura que não é digna de agentes públicos investidos da tarefa de investigar um escândalo num momento tão delicado como aquele, das eleições. 

As investigações, portanto, ficam sob essa suspeição: teriam sido feitas com o rigor e a neutralidade necessários? Os procuradores, também do Paraná, saíram em defesa dos delegados. E um dia após a revelação feita no Estadão, ou seja, hoje, o núcleo de investigação do Paraná - justiça, PF e Promotores - disparou as prisões de vários dirigentes das maiores construtoras do país, supostamente envolvidas com os escândalos da Petrobras. É preciso que se diga: essas empresas realizam obras em todo o país, dos mais diversos governos e nas mais diferentes épocas. É óbvio que algumas delas - ou quem sabe todas? - estão envolvidos com esquemas de caixa dois de campanha, superfaturamento de obras, etc.

Em qual cidade do Brasil isso nunca aconteceu? Mas, estranhamente, tudo é feito para acontecer e aparecer na mídia somente contra o PT e justamente nesse período pré e pós eleitoral, quando a presidenta eleita sequer teve a oportunidade de montar a sua equipe de governo. Tivesse sido eleito o candidato dos tucanos (graças ao povo brasileiro, fomos poupados dessa tragédia), e esse escândalo teria desaparecido da mídia. Todos os focos estariam voltados para o novo momento, com depoimentos de apoio e de confiança na retomada do crescimento. E toda a farsa que estamos acostumados aqui em Minas se reproduziria em escala nacional. 

Todo brasileiro de bom senso deseja que os corruptos sejam denunciados, julgados e, se condenados, presos. Mas, não é isso o que está em jogo nesse momento. Há um claro esquema de golpe armado contra o governo federal. Que pode estar envolvendo, de forma premedita, em alguns casos, ou não: a Polícia Federal, a mídia (certamente de forma premedita), parte do judiciário e até do Ministério Público, além dos políticos que representam as elites. São ações muito coordenadas para que pareçam atos desligados entre si. Não me enganam. 

Nós temos, no congresso, uma maioria conservadora quase elegendo um traíra do PMDB que já ofereceu a cabeça de Dilma para a mídia e para os tucanos; temos o grupo da oposição ressentida, capitaneada pela turma de FHC, que hoje mesmo se reuniu em SP, onde têm forte base de apoio, para fazer palanque golpista contra o governo federal. Temos ainda a mídia 100% contra o governo federal e disposta a manipular os dados e os fatos, como sempre fez. Nas ruas, bandos de malucos neofascistas pedindo o retorno da ditadura militar. Todos eles juntos têm dois objetivos bem definidos: 1) tentar criar as condições para pedir o impeachment da presidenta Dilma; 2) caso não consigam, degastar ao máximo o novo governo Dilma, para impedir que ela realize o programa de governo com o qual se comprometeu, em favor dos de baixo. 

Acrescentaria um terceiro objetivo, não menos importante: enfraquecer a Petrobras para justificar sua privatização, com a posterior apropriação do pré-sal por grupos estrangeiros que financiam essa oposição golpista. Portanto, toda essa coisa midiática, com a exibição de prisões de empreiteiros, na prática não passa de uma cortina de fumaça para outros objetivos maiores e mais perigosos. Essa gente - os empreiteiros - têm um batalhão de bons advogados e não ficará presa nem um dia sequer. Mas, podem ser pressionados por um esquema mafioso, de poder, a denunciarem o PT, e talvez até Lula e Dilma, pois esta seria a senha de sua deleção premiada, como aliás está acontecendo com os dois bandidos confessos. Eles acusam o PT, ganham as páginas de revistas e TVs e rádios como se fossem heróis, e ganham a liberdade. Todos os outros casos de corrupção e lavagem de dinheiro - e mesmo os da Petrobras, que aconteceram já muito antes - continuam impunes. 

Por isso é preciso estarmos atentos e muito cuidado com o noticiário da mídia e até com as ações de algumas instituições, como a dessa operação Lava Jato, cujo núcleo central, instalado no Paraná, tem notórias simpatias pelos tucanos e pelas ideologias que eles representam: neoliberalismo, preconceitos contra os pobres, os nordestinos, além das correntes neofascistas, que apoiaram o candidato tucano. 

Não estamos diante de um caso comum de ação policial no combate à corrupção. Se fosse assim, de forma republicana, como deveria ser, mereceria todo o nosso apoio. Mas, não é o caso em tela. As peças não encaixam, ou, se encaixam, formam um quebra-cabeça que cada vez mais aponta para uma direção: o golpe de estado. 

Como disse no post principal, a direita golpista, com sua mídia, parte da PF  controlada ideologicamente, entre outros instrumentos e meios de que dispõe, não aceitou mais essa derrota eleitoral. Oito ao todo. Não querem que o governo federal continue realizando políticas sociais e que seja pressionado pelos movimentos sociais a avançar, por pressão das ruas - como já começou, vide manifestação do MTST em SP, contra o golpismo e por mais reformas sociais. Foram quase 20 mil pessoas reunidas ontem, 13, em SP, sem qualquer destaque e cobertura da mídia golpista, ao contrário do que faz quando as manifestações são contra o governo federal, seja nas ruas, ou nos discursos vazios de caciques tucanos ressentidos. 

Que estejamos preparados para o bom combate contra as forças diabólicas que ameaçam a democracia e o povo brasileiro. Eles não passarão!

                  ***

O cenário político brasileiro pós-eleições, com mais uma vitória de Lula e Dilma e do povo brasileiro - dos de baixo, enfim - deixou uma parcela minoritária da população agitada. Pequenos grupos saíram às ruas de algumas cidades defendendo o Impeachment da presidenta Dilma e a volta da ditadura militar. Na sequência desses atos de saudosistas dos tempos sombrios, houve um pequeno golpe contra a população no congresso nacional, com a união de deputados derrotados e ressentidos, que derrubaram o decreto da presidenta Dilma que regulamentava a criação de conselhos populares. Essa gente não gosta de participação popular, de povo, a não ser como massa de manobra.

Em seguida, foi a vez do candidato derrotado à presidência da República usar a tribuna do senado para fazer discurso. Disse que falava em nome de um exército de opositores, uma linguagem que agrada os ouvidos da direita fascista que cada vez mais mostra os dentes nas ruas: agride as mulheres, os negros, os pobres e os nordestinos, como se tratassem de uma raça inferior. Coisa de fascistas mesmo. Ainda na sequência, algumas poucas famílias privilegiadas disseram que pretendem mudar para Miami. Pena que sejam poucas famílias. Disse outro dia: a passagem de ida sem volta para Miami é a serventia da Casa (Brasil) para os filhos ingratos. E não esqueçam de levar o cantor Lobão, que ao que parece desistiu de mudar do Brasil. Que pena. Seria tão bom se ele não tivesse desistido.

Toda essa irritação de uma parcela até expressiva da população, embora minoritária, tem uma razão de ser. Há uma explicação para isso. E por que eu coloco nesses termos, como se houvesse uma certa surpresa nessa reação desta parcela da população? Simples. Porque nos últimos 12 anos o Brasil melhorou como nunca antes. Um número muito expressivo da população - mais de 30 milhões de pessoas - saíram da miséria e da fome. No período mencionado, o Brasil conseguiu a proeza de viver com inflação baixa, baixo desemprego, aumentos reais de salários e crescimento do PIB, assim, tudo junto, durante mais de uma década. Toda essa combinação seria motivo para que uma enorme maioria da população botasse fé nas potencialidades do Brasil e do povo brasileiro, ao contrário do que ocorre atualmente. E vamos entender porquê.

Antes do período citado, o Brasil crescia no PIB, mas arrochava salários. Ou seja: uma minoria se enriquecia e a maioria vivia na miséria; ou então, para controlar a inflação, os governos confiscavam direitos, arrochavam salários e lascavam políticas de recessão. Atingia um determinado objetivo - inflação mais baixa, por exemplo, mas sempre às custas dos mais pobres. Os governos do PT, com todas as limitações que já citamos aqui antes, conseguiram quebrar essa lógica, desenvolvendo políticas sociais de amparo aos de baixo, além de não permitir que a macroeconomia fosse sustentada na lógica do arrocho salarial, ou do desemprego, como acontecia nos tempos neoliberais de FHC.

O PT cometeu o erro de não combinar os avanços sociais com um embate político com as elites. Ou seja, o PT não fez política em cima de suas políticas sociais, se acomodou e com isso não contribuiu para a construção de uma consciência crítica das parcelas da sociedade que melhoraram de vida.

Uma parte da elite brasileira, muito poderosa e ligada a grandes grupos econômicos nacionais e estrangeiros, não concorda com essa política de inclusão, de mais investimentos sociais, de solidariedade aos vizinhos latino-americanos e a outros povos como os palestinos. Essa elite dominante detém a maior parte do PIB brasileiro, é dona da maior parte das terras do país e detém também praticamente 100% dos meios de comunicação, a mídia. TVs, rádios e jornais estão a serviço desse pequeno grupo de famílias que detém as riquezas produzidas por todos os brasileiros e brasileiras.

Essa gente não gosta do povo brasileiro, a não ser como escravos, ou como funcionários mal remunerados, sem direito algum. Eles gostavam quando os pobres não podiam andar de avião, a não ser como empregados deles - babás, carregadores de malas, etc. Hoje os pobres andam de avião de igual para igual com a classe média alta. Nem vou mencionar aqui os ricaços, porque estes têm seus jatinhos e helicópteros e não passam por esta "humilhação" de ter que se sentar ao lado, num avião, ou num restaurante, de um assalariado de baixa renda.

Essa elite é preconceituosa contra os pobres, contra os negros, contra as mulheres e contra os nordestinos. Um preconceito de classe, representado politicamente pelos tucanos e afins, embora haja mesmo entres estes pessoas com bom senso, capazes de respeitar o outro. Mas, essa elite é minoria da minoria. Não representa nem 10% da população. Por que então se tem a impressão de que quase a metade do país estaria insatisfeita com o governo federal a ponto de não ter votado pela reeleição da atual presidenta?

Existem várias explicações para isso. Uma delas é que, com o crescimento do consumo e com a melhoria das condições de vida das pessoas dentro da lógica de disputa de mercado, várias pessoas que se deram bem passaram a adotar a forma de ver o mundo das elites dominantes. Houve uma assimilação cultural. É muito comum encontrarmos "pobres, pobres, pobres, de marré, marré, deci" defendendo os interesses dos de cima. Porque a ideologia dominante da nossa sociedade é ditada pelos de cima, pelas elites dominantes. Muita gente foi culturalmente educada para acreditar que os pobres não são capazes de "vencer na vida", de ascender socialmente. E muitos, quando "chegam lá", ou seja, como adquirem uma condição social melhor, continuam acreditando nisso. Eles foram capazes de crescer individualmente, e não se enxergam enquanto parte de uma parcela da sociedade da qual vieram. Falta-lhes aquele instinto de classe, de solidariedade ao próximo, que brota quase sempre nos embates políticos. Mas, felizmente, não é a maioria que tem esse bloqueio mental que dificulta o seu entendimento do processo social como um todo.

Uma outra explicação complementar, e talvez mais forte ainda, é a nefasta ação da mídia golpista. Dominada por poucas famílias ligadas umbilicalmente com a elite dominante, essa mídia trabalha 24 horas por dia contra os interesses da maioria do povo brasileiro. Atacam os movimentos sociais, as conquistas dos trabalhadores, criticam governos como o de Lula e Dilma justamente naquilo que eles fazem de melhor, que são as políticas sociais, como: Bolsa Família, Pronatec, Prouni, Mais Médicos, Minha casa minha vida, Luz para todos, além do controle dos preços da energia elétrica e da gasolina, etc. Este aumento de 3% na gasolina, por exemplo, após um ano sem aumento, está abaixo da inflação e a mídia apresenta isso como fosse uma coisa de outro mundo. Ninguém menciona que os tucanos em Minas tentaram aumentar em quase 30% de uma tacada só, o preço da luz.

Esses meios de comunicação estão nas mãos de famílias que apoiaram e sustentaram o golpe civil-militar de 1964. Quando houve o processo de reabertura política, desgraçadamente, nessas manobras palacianas urdidas na calada da noite, e graças às tenebrosas negociatas em benefício de poucos, foi preservado o monopólio privado das comunicações. Um verdadeiro atentado à democracia brasileira e à liberdade de expressão. Hoje, graças a esse monopólio da mídia nas mãos de poucas famílias, o que se lê nos jornais e revistas e o que se ouve nas rádios e TVs é praticamente a mesma notícia. Uma mesma nota musical. O pensamento único, sempre em favor de políticas neoliberais, da privatização de tudo, contra a participação popular, contra o controle social do estado pela população, contra, enfim, os governos mais comprometidos com os de baixo.

É por isso, por exemplo, que Dilma foi atacada nos últimos anos sem dó. Quem ouviu os telejornais da Band, da Globo, da Itatiaia, do SBT - da revista Veja nem precisamos falar, é o pitbull da direita golpista - sabe muito bem o que estou dizendo. Não houve um dia sequer sem ataques diretos ao governo Dilma, enquanto os governos tucanos eram e continuam poupados pela mídia e seus comentaristas. O pior é que tentam cinicamente se apresentarem como "neutros", "imparciais", quando na verdade fazem aberta campanha anti-petista e anti-governo federal.

Durante a campanha
eleitoral nós vimos o que aconteceu: era Dilma sozinha contra 10 candidatos a serviço da direita, além da mídia que fazia campanha abertamente, todos os dias, contra o PT, contra Lula e contra Dilma. Uma verdadeira agressão à inteligência do povo brasileiro, que respondeu, talvez por isso mesmo, mas não somente, com mais uma derrota das elites.

A Rede Globo lançou uma novela das 9h - o escândalo na Petrobras - com roteiro e personagens bem definidos, cuidadosamente selecionados e prontos para entrar em cena nos próximos capítulos. Cansamos de enxergar a careta de dois bandidos confessos, que se tornaram os heróis da direita e da Globo, com acusações sem prova apenas contra o PT. Até que finalmente, depois de vários dias, apareceu uma acusação contra o PSDB. Pronto. Foi o suficiente para que a Globo mudasse o tom da conversa, a novela foi definhando, assim como definhou uma outra novela, a da morte súbita de Eduardo Campos e a divina aparição de Marina Silva. O golpe final, a bala de prata, foi a capa da revista, ou melhor, do panfleto Veja, que a militância tucana tratou de copiar e distribuir nas ruas de SP um dia antes das eleições.

Tudo isso acontecendo na cara de um TSE morto, covarde até, incapaz de colocar um freio no abuso praticado pela mídia. Apesar de toda esse esquema montado com a mídia, pastores de direita pregando contra Dilma, bolsa de valores despencando toda vez que Dilma subia nas pesquisas, enfim, apesar de todas essas jogadas, o povo brasileiro, na sua maioria, não se deixou manipular. Resistiu heroicamente. Um viva todo especial ao bravo povo nordestino, que mais uma vez não se curvou. E desta vez, temos que destacar também a postura do eleitorado de Minas Gerais, do Rio de Janeiro e da maior parte do Norte do país. Em nome da preservação das conquistas sociais, e temendo as consequências danosas de um retorno dos tucanos ao governo, a maioria dos eleitores elegeu novamente Dilma presidenta do Brasil. Foi uma vitória de todo o povo brasileiro, já dissemos aqui. Simbolicamente falando.

Com esta, são oito vitórias sobre as forças das elites. Quatro com Lula (primeiro e segundo turnos dos dois mandatos) e quatro com Dilma. É muita derrota eleitoral para uma elite acostumada a mandar e desmandar sem voto. É o caso da mídia golpista. Nunca recebeu um voto sequer de qualquer cidadão e tenta ditar a agenda dos governos, dos tribunais de justiça, dos parlamentos. E o pior é que tem conseguido, quase sempre. Por isso é preciso regulamentar a mídia, acabar com o monopólio, fortalecer as rádios e TVs públicas, e uma imprensa alternativa formada por rádios e TVs comunitárias, jornais de Interior e blogs independentes.

Se o governo Dilma quiser sobreviver até 2018, desta vez terá que encarar a democratização da mídia como tema central. Não dá mais para aceitar que meia dúzia de famílias e seus comentaristas de aluguel ditem o que é certo e o que é errado. Nós brasileiros temos voz própria e não precisamos da tutela de uma mídia que está claramente a serviço dos piores interesses. É preciso garantir a diversidade de opinião, a diversidade e a riqueza cultural do nosso país, hoje ameaçada pelo monopólio das comunicações. É preciso garantir a real liberdade de expressão, que só acontece quando as pessoas podem falar, e podem responder, se atacadas, o que não acontece hoje no Brasil, a não ser através da Internet. Se a Rede Globo resolve me atacar eu não terei direito de resposta. É muito poder para uma família que não recebeu um único voto dos cidadãos para exercer tal poder. Rádios e TVs, por exemplo, são concessões públicas e deveriam manter um padrão ético de respeito ao próximo, de valorização das riquezas e da diversidade cultural e de fortalecimento da nossa democracia. Ao contrário, as rádios e TVs se tornaram partido político, cujos comentaristas, praticamente sem exceção, atacam o governo Dilma, o PT e Lula 24 horas por dia, enquanto poupam os tucanos e afins.

Essa elite, que domina a maior parte do PIB brasileiro - sabe-se lá como conseguiram tanto poder econômico - e domina também a mídia, não tolera conviver com um governo federal que faz concessões à direita, mas que defende os interesses dos de baixo. Essa elite se julga dona do Brasil. É arrogante. Para ela, o candidato dela, elite dominante, fosse Marina ou Aécio, tinha que ser eleito. Para essa elite, como pode o povo pobre não acatar essa ordem de cima, desse grupo que manda e desmanda no Brasil? A mídia vem dizendo claramente que tudo está errado, que o Brasil está em crise terminal, que não há salvação enquanto o governo do PT lá estiver, então por que essa gentinha continua votando na Dilma e no Lula?

É por isso que algumas hordas de fascistas saíram às ruas pedindo a volta dos generais de pijama. Na compreensão deles, se pelo voto não dá, vai pela força mesmo, como fizeram em 1964, derrubando um dos melhores presidentes que o Brasil já teve: João Goulart. Mas, uma parte da elite raivosa é menos ignorante do que estes grupos que brigam nas ruas e pedem o retorno da ditadura. Eles querem agora derrubar o governo Dilma de outra forma, mais sutil, mas não menos canalha e golpista. Para isso, apostam na formação de uma maioria no congresso nacional, com a eleição de Eduardo Cunha para presidente da Câmara dos Deputados. É o terceiro cargo na hierarquia dos poderes. Na ausência de Dilma e do seu vice, é ele quem assume a presidência. Essa elite então agora trabalha com a possibilidade de um impeachment da nossa presidenta. Mesmo que não consiga levar até o final esta ridícula proposta, eles querem desgastar ao máximo a presidenta, para impedir que ela governe e realize mais conquistas em favor dos de baixo.

Querem impedir que haja reformas políticas que garantam maior participação e controle popular; querem impedir que haja a regulação da mídia, com a democratização dos meios de comunicação; querem impedir que haja mais investimentos no social, especialmente na Saúde e na Educação, pois isso representa tirar recursos de bancos e grupos de rapina que controlam o orçamento público.

Enfim, é contra esses golpes urdidos pela elite dominante, e que atentam contra a vontade majoritária da população brasileira, que devemos estar atentos. E prontos para defender os nossos direitos e interesses. E também para defender o governo Dilma, caso atacado pelas elites. Temos todo o direito e o dever de criticar o governo Dilma naquilo que não concordarmos. Mas, não podemos permitir que a presidenta Dilma seja chantageada ou pressionada por essa elite e seus capachos. Os interesses dos de baixo estão acima dos interesses dessa minoria que não aceita repartir o pão, e quer manter eternamente o seu domínio sobre o Brasil. Não conseguirá. Se tentarem um novo golpe, terão que se ver com mais de 150 milhões de brasileiros e brasileiras.

Viva o povo brasileiro!
Defender o governo Dilma contra a chantagem dos de cima!
Por mais conquistas sociais, mais direitos trabalhistas, mais aumentos salariais, mais empregos e mais distribuição de renda!
Contra os golpismos da mídia, dos ressentidos do congresso nacional e dos grupos de rapina!


Novembro - Mês da Consciência Negra. Viva Zumbi dos Palmares, herói do povo brasileiro!


Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

                               ***


105 comentários:

  1. No dia 09 de novembro, domingo passado, comemorou-se os 25 anos da queda do muro de Berlim, muro esse que manteve seu povo em cárcere por 28 anos... A situação dos prisioneiros da ilha de Cuba não deve ser muito diferente... Enfim, esse mundo é mesmo um vale de lágrimas, onde o equilíbrio parece mesmo impossível... A luta pelo poder está por todos os lados. Tomara que o futuro do Brasil não esteja condenado a se tornar uma China , uma Cuba, uma Venezuela ou algo parecido... Ou isso seria bom para pra nós?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei sobre China, Venezuela, mas em Cuba não é bem como os meios de comunicação falam. Minha amiga esteve lá há pouco e disse que eles vivem muito melhor que nós, tem a melhor educação do continente americano, (segundo a própria ONU é equivalente a educação do leste europeu) tem atendimento para a saúde muito bom e vivem com o básico. É muito difícil pra nós que crescemos com o capitalismo entendermos que talvez seja bem melhor viver como eles vivem. Aqui vemos tanta gente vivendo sem acesso a uma educação de qualidade, passando fome, morrendo por falta de atendimento nos hospitais...

      Excluir
    2. Cuba só não está melhor por causa dos embargos dos Estados Unidos!

      Excluir
  2. No post anterior li muitos comentários de servidores falando sobre a carreira antiga, de vencimento básico, que eles vão cobrar do novo governador eleito, Fernando Pimentel. Uns disseram que ainda é cedo e que deve-se esperar, já que o estado está quebrado e há muito o que se colocar no lugar. Mas espere aí uma coisinha: segundo a lei do piso o estado que provar não ter como pagar o piso aos professores vai ser ajudado pela união, não é verdade? Pois bem, essa desculpa de não ter caixa, de que o estado está quebrado, sem dinheiro, não cola gente, essa desculpa não dá!!! Se Pimentel falar que não tem dinheiro é só apresentar as contas ao governo federal e pronto, o dinheiro aparece, kkkkk pelo menos é o que consta lá na lei do piso né, kkkkk. Os dois são do mesmo partido, tanto o governador quanto a presidenta, então........O governo do PSDB não pedia ajuda ao governo federal porque não queria abrir as contas do estado, não queria mostrar os rombos que estava causando aos cofres públicos e, principalmente, as porcentagens que não estava investindo tanto na saúde quanto na educação, como o próprio ministério público já está denunciando. Então, o PSDB, tinha seus motivos para não pedir ajuda ao governo federal, sem contar que, se pedisse ajuda, ficaria em desvantagem política já que seria o único estado da união a pedir ajuda para pagar o piso aos professores. Isso para os arrogantes do PSDB seria um caos politicamente falando. Agora o PT não, ao pedir ajuda à União para pagar o piso vai desmascarar o governo tucano e mostrar para todo o povo que Minas não paga o piso aos professores como a propaganda tucana alardeava em todos os meios de comunicação...... Portanto, desculpas de falta de dinheiro não serão suficientes para convencer uma classe que, no mínimo, 90% dela votou em Pimentel e Dilma. E Dilma pode agradecer aos professores mineiros sua reeleição pois se os professores não tivessem feito uma campanha ferrenha contra Aécio em Minas, talvez Aécio teria, em Minas, uma votação semelhante a que teve em São Paulo, aí a "vaca iria para o brejo"......Espero que nem o governador nem a presidenta esqueçam de uma classe que deu o sangue e fez uma grande diferença nestas eleições.........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O anônimo das 20:12 falou TUDO. Parabéns, colega!
      A partir de janeiro de 2015 não poderá haver mais desculpas com relação ao pagamento de NOSSO PISO SALARIAL!!!
      A eleição de PIMENTEL e DILMA foi CONSEQÜÊNCIA da LUTA incansável dos PROFESSORES DE MINAS GERAIS! Eu, por exemplo, votei nos DOIS (a esperança é a última que morre!!!)
      Se ajudaram CUBA e VENEZUELA, logo terão que nos ajudar também.
      Ou estamos ERRADOS??????????????????????????????????????
      E... que o RECONHECIMENTO venha logo em janeiro de 2015, pois a
      categoria está em FRANGALHOS ... "pra variar".

      Excluir
    2. #SouDos66Professora13 de novembro de 2014 22:00

      "Se ajudaram Cuba e Venezuela"? kkkkkkkkkk Tem dó, cara pálida, você é muito sem noção. Tenho vergonha de pensar que isso saiu da cabeça de um que se diz Professor, por isso que o mundo está desse jeito. Se oriente!

      Excluir
    3. Já disse isso aqui. Fico besta com certo comentários daquele que se diz ser professor.

      Fazer um comentário como este é deprimente:
      "Se ajudaram CUBA e VENEZUELA, logo terão que nos ajudar também.

      Mostra que a pessoa não lê.
      Deixa-se guiar pela grande Mídia e o discurso da oposição.
      Discurso feito exatamente para o público que não questiona, não faz a contextualização do momento em que vivemos.

      Professor, leia mais! Não reproduza inverdades por favor.

      Ou estamos ERRADOS??????????????????????????????????????"

      Excluir
    4. Lembrete: No sul, tarso genro, fudeu com todos , mesmo com greve, não pagou o piso...A conjuntura política favorecia, e o dito cujo havia sido Ministro da Educação, veio o outro Adadd e nada fez por nós em relação ao piso...Ignorou o que acontecia em Minas...A própria Dilam nos virou as costas mesmo com dossiê e tudo...Observo o comportamento dela e não vi nenhum movimento de concreto em relação à Valorização do vencimento do professor...Nessa hora que digo, é uma b... Ser professor, pois votamos pensando no país e ninguém pensa em nós...

      Excluir
  3. Euler você é o máximo quando diz:
    A Rede Globo lançou uma novela das 9h - o escândalo na Petrobras.
    O PT tinha TUDO pra perder, e ganhou! Ô vitória boa!

    ResponderExcluir
  4. 11/11/2014

    http://www.stf.jus.br/portal/processo/verProcessoAndamento.asp?incidente=4332889

    ResponderExcluir














































































  5. Alô Pessoal! Alguém tem notícias da reunião do Sindute com a equipe do recém eleito Pimentel? Como é que não há nada no site do Sindute? Será por que o site do Sindute não é atualizado, precisamos de informações , passo a passo, do que sinaliza o governador eleito sobre nosso salário, afinal é nossa vida financeira, nossa saúde,emocional e mental. Por exemplo, será que vamos ter que guardar o 13o para ajudar a complementar o salário dos próximos meses, se é que vamos recebe-lo... Gente como ficamos desinformados, se não é por este blog, não ficamos sabendo de nada, por isto EULER, agradeço imensamente, pelos belos e esclarecedores textos, pelo espaço que nos concede, pelas informações que também obtemos com nossos colegas que se informam em outras fontes e compartilham conosco através de seu blog.Você trabalha o dia todo, e chega em casa doa o seu tempo elaborando textos, e lendo os nossos, para liberá-los, Deus lhe dê muita saúde, Você não sabe o bem que nos faz! Todos os dias entro aqui, antes de ir trabalhar. Muito Obrigado ! Luisa.





































































    Aê as notícias n


    ResponderExcluir
  6. Gostei do primeiro comentário postado, pois a lei do piso que se estados e municípios não puderem cumprir, o governo federal deverá complementar o necessário. Espero que o piso seja implementado com a volta de nossa antiga carreira, é inadimissivel continuarmos com o subsidio, que nos foi enfiado goela abaixo. Se o próximo governo não restabelecer nossa carreira, jogo meu titulo de eleitor fora e nunca mais voto em ninguém, pois chegarei a conclusão que todos formam um bando de ratos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vdd, estou na expectativa do melhor, agora não tem desculpas.

      Excluir
    2. Meu processo do piso tá andando.Tomara que saia logo e eu, como aposentada, receba os meus trinta anos.Só me pagam 17, pelo tempo de efetivo.Pura sacanagem!

      Excluir
    3. Olhe, não quero te desapontar mas o meu processo do piso, andou e desandou, julgaram procedente em parte, só quem ganhava muitíssimo pouco é que conseguiu recomposição do salário. e extinguiu o processo. Tenha esperanças, mas não espere demais. Não ganhei nada.

      Excluir
  7. Agora nao e' mais o sujo falando do mau lavado ,o Aecioporto ja' esta' ridi'culo.Olhem bem o que fez em Minas!Discursando no Senado como se fosse modelo de honestidade.Ora senador, deixe a Dilma governar porque ela diferentemente de voce pensa no povo e ama nosso Brasil
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aguarde dia 17. Este senhor derrotado, começará uma campanha em várias capitais do Brasil., com folhetos, adesivos,etc.Escutei hoje,pela rádio Itatiaia.
      Ele não desiste.Tá ferido.

      Excluir
    2. Vai gastar parte do que retirou do nosso tão minguado pagamento como servidor público. Mas não o levará a nada. Ele merece tudo que está passando, enfim recebeu o troco direitinho por nos ter humilhado cada instante de seus mandos e desmandos em MG. ELE FOI O GOVERNO QUE MAIS NOS HUMILHOU E DESTRUIU A NOSSA CARREIRA. MESMO NOS ESFORÇANDO PARA DAR O MELHOR DE NÓS P/ OS NOSSOS ALUNOS, ELE NÃO SOUBE RECONHECER...

      Excluir
    3. Deixa ele! Deus vai colocar a mão nele. Ele vai encontrar o caminho de volta para casa, logo,logo! Simplesmente porque está perdido. Diga a ele que tudo passa, mas fica o estrago caso faça uma tempestade de tudo.

      Excluir
    4. Será que essa coisa não sabe ainda que a eleição já acabou e que ele perdeu? É assim que ele não desistiu do Brasil? Agindo de forma truculenta, inflamando aqueles eleitores mais fanáticos e desinformados. Se ele tem um pingo de respeito pelo país, já passou da hora de descer do palanque e começar a trabalhar em torno de um mesmo objetivo que é o bem bem estar da população com mais saúde, educação, segurança, dignidade e distribuição de renda.É isso que o povo está carente e não de bravatas que não nos levará a nada que valha a pena. Precisamos antes de tudo de paz!

      Excluir
    5. Isso tudo é fogo de palha. Logo,logo ele vai se recolher à sua insignificância. Quando passar o entusiasmo e ele perceber que fazer oposição "dá trabalho" ele desiste rapidinho. Ele não está acostumado e nunca soube o que é trabalho.

      Excluir
  8. Quem tem notícias sobre o prêmio produtividade de 2013?

    ResponderExcluir
  9. Segundo o (des)governador AA já está pagando desde o dia do funcionário público.Só que eu não conheço ninguém que o recebeu.

    ResponderExcluir
  10. Um estupro a cada 4 minutos. Por que o Brasil não pode aceitar Julien Blanc
    Assinem a petição para impedir a entrada desse machista no país.

    https://secure.avaaz.org/po/petition/Policia_Federal_Brasileira_Explusao_de_Julien_Blance/?aFpQgcb

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza o Senhor vai repreender mais este mau do nosso país...

      Excluir
  11. Pelo que li no blog do cabo Julio ainda há pouco será pago o ano que vem pelo próximo governador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://blogdocabojulio.blogspot.com.br/2014/11/pagamento-do-premio-por-produtividade.html

      Excluir
    2. Pelo que sei, não será pago

      Excluir
  12. O que vocês estão achando da atitude da oposição na Assembleia Legislativa opondo-se ao aumento de 4,62% concedido pelo atual governo? Na minha visão, embora seja uma "merreca" deveria ser aprovado. Afinal o novo governo prometeu melhorias, ja podíamos iniciar com esse aumento retroativo a outubro. Pode até ser oportunismo, mas isso não vai enganar ninguém. Se os deputados votarem contra será uma tremenda bola fora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo? E sabia que a mesma Lei que dá a "merreca" está PRIVATIZANDO o pessoal da cantina para os amiguinhos do aécin garantir o troco deles????????????????? Acorda.

      Excluir
  13. FALTA VERGONHA EM GOVERNADOR VALADARES!!

    O mesmo pessoal do PSDB
    (SRE GOVERNADOR VALADARES) que trabalhou contra o Fernando Pimentel e professores convocou hoje uma reunião administrativa e, durante esta reunião, foi
    passada uma lista colhendo assinaturas pedindo pra ficar. QUE VERGONHA!Todo político que se preze sabe que certos cargos e funções devem ser colocados á disposição quando se perde uma eleição. E AÍ, PT, VAI DEIXAR?

    ResponderExcluir
  14. SUPERINTENDENTE DE ENSINO DO PSDB. Fernando Pimentel vai receber abaixo-assinado forjado em reunião entimidatória de diretores de escolas da SRE de g.V. Grupo do PSDB quer continuar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jamais isto poderá acontecer. Fernando Pimentel não é louco de dar esta canja pra eles. Perdeu play boy. Cai fora. A teta secou. Pt é Pt e Psdb é fora de cogitação!Não é atoa que elegemos Pimentel! Sai fora!!!!

      Excluir
    2. Pimenel não vai querer criar cobras no seu mandato. Elas devem mandar o abaixo-assinado para o Aécio pra ver se tem lugar para eles em Brasilia. Aqui estamos fartos de todos

      Excluir
  15. PSDB NÃO QUER LARGAR O OSSO. HOJE, 14/11, EM REUNIÃO COM TODOS OS DIRETORES DA SRE DE G.VALADARES, GRUPO DO PSDB PRÓ AÉCIO, QUE LUTOU COM UNHAS E DENTES NAS ELEIÇÕES PASSADAS, COAGE DIRETORES A ASSINAREM ABAIXO-ASSINADO QUE SERÁ ENVIADO AO FERNANDO PIMENTEL PARA QUE A SUPERINTENDENTE CONTINUI. É LÓGICO, QUE O PT AINDA NÃO FICOU DOIDO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PORQUE FICARIAM? SÃO DEUSAS ?

      Excluir
    2. Se Pimentel quer nosso apoio durante seu mandato tem que limpar 100% as superintendências regionais.

      Excluir
  16. Prêmio Produtividade somente em 2015! Governo joga para Pimentel pagar e que se dane o funcionalismo público. Esse é o PSDB que queria governar o nosso Estado e o nosso País.

    ResponderExcluir
  17. Hoje recebi a notificação da Ação de Investigação Judicial Eleitoral proposta pela coligação encabeçada pelo PSDB.

    Eles pedem a suspensão dos meus direitos políticos por 8 anos.

    O motivo?

    A campanha de esclarecimento que o Sind-UTE MG fez sobre a realidade da educação pública mineira.

    Estou sendo processada por falar a verdade!

    Que decepção ver a assinatura do meu professor de constitucional na petição inicial.

    Que tristeza ver como mentiram: disseram que só o candidato Fernando Pimentel foi convidado para a Conferência de Educação. Todos os candidatos foram convidados.
    A teoria da coligação é que temos o hábito de descumprir decisões judiciais e citaram as greves de 2010, 2011 e a proibição de manifestações em 2013.
    Disseram que não prestamos contas dos recursos do sindicato. Enquanto que a verdade é que nossas contas são apreciadas por um Conselho Fiscal, apresentadas e discutidas no Conselho Geral da entidade e nos Congressos. As contas de 2010, 2011, 2012 já foram devidamente analisadas e aprovadas. E prestamos contas especificamente das greves, congressos, eleições, conferências. E distribuimos as prestações de contas aos participantes dos congressos e Conselho Geral.

    Mentir é mesmo a melhor habilidade do PSDB.

    Somos 7 diretores estaduais processados! Copiei do face.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já que transparência é a bola da vez, porque o sindute não coloca no site todas as contas apresentadas e discutidas no Conselho Geral, para que nós todos sindicalizados as vejamos. Afinal nós contribuintes, temos interesse em saber o quanto se arrecada, como se emprega esse dinheiro etc. Espaço no site prá isso tem. É só querer. Não custa nada. E faria um monte de gente feliz.

      Excluir
    2. Também partilho dessa ideia. Acho que o Sindute também deveria prestar contas sobre o que se faz com os recursos arrecadados. Infelizmente no Brasil ninguém é obrigado a apresentar com recursos são utilizados ou melhor nunca prestam contas ao cidadão do qual o dinheiro é "arrancado. Somente nós somos obrigados a mostrar como usamos o que ganhamos com nosso suor, via Imposto de Renda.Por que nós filiados não temos o direito de saber como nossa contribuição foi usada? Por que gasta-se tanto com congressos ou reuniões sem nenhum proveito para classe? por que manter um departamento jurídico que nunca ganhou um ação sequer do governo do estado? Os gestores são remunerados e caso sejam quanto recebem? Estas e outras muitas perguntas deveriam ser respondidas e mutas explicações deveriam ser dadas com regularidade aos filiados. Será que agora o Sindute vai conseguir se impor ao atual governo, pois em relação ao governo do psdb foram derrotas vergonhosas, nunca conseguiram nem organizar uma greve eficiente. Lógico que o governo usava de suas armas para impedir movimentos grevistas,com armas muitas vezes sujas, mas também o sindicato em termos de organização era ZERO. Torcendo para respostas e mudanças

      Excluir
    3. Eu também concordo com tudo que foi dito acima, até porque tem um link "Prestação de contas",no site do Sindute, mas quando você clica nele não há nada. Outra coisa, o Sindute deveria ter um email para contatos, pois nós do interiorzão, não temos como comunicarmos, telefone, fica caríssimo, como nesse mundo de comunicação rápida, não poder contarmos nem com um email, até para tirar uma dúvida rápida, parece que o sindicato não gosta de um tete a tete com seus sindicalizados. Taí sindute, coloque um email, para todos os sindicalizados comunicarem com mais facilidade. Outro pedido, atualizem sempre o site, por exemplo sobre a reunião de terça feira,dia 11/11 com a equipe de Pimentel para nós sabermos sobre o que foi conversado sobre a Educação. Grato Prof João Luis.

      Excluir
    4. #SouDos66Professora16 de novembro de 2014 18:30

      Quem é sindicalizado recebe em casa o INFORME todo ano com a prestação de contas, se vocês se sindicalizarem todos, receberam também. Tenho dito!

      Excluir
    5. Eu nunca recebi.E acho que um balanço deveria ser publicado no site, com dados claros. Não podemos aceitar que as ações do sindicatos sejam semelhantes às ações de governo ou seja tudo obscuro e quando divulgados,essa divulgação é feita de uma forma que leigos não entendam. Quero algo claro. mostrando com quem se gastou e para que se gastou. Não podemos defender ações que nos enganem.

      Excluir
    6. Sou sindicalizada, eu também nunca recebi, e não estamos pedindo nada impossível nem monstruoso, transparência apenas, se tá tudo aprovado, espaço no site tem, e email, para os sindicalizados de cidades distantes, também seria bom. Mas #SouDos66Professora não precisa ficar na defensiva não, é soó uma sugestão. Desculpe aí. Professora Sindicalizada e Desinformada.

      Excluir
    7. #SouDos66Professora17 de novembro de 2014 23:16

      Colega de 10:39
      Amei tanto ser chamada de desinformada kkkkkkk Como você foi tão gentil selecionei esse link onde você pode encontrar tudo sobre prestação de contas do sindutemg espero que com toda a sua informação localize qual dos links irá sanar a sua curiosidade.
      Divirta- se,essas páginas do google traz tudo sobre prestação de conta do sindicato das quais eu sou muito orgulhosa de ser uma das co fundadoras, boa leitura:
      https://www.google.com.br/search?q=presta%C3%A7%C3%A3o+de+contas+do+sind+ute+mg&ie=utf-8&oe=utf-8&aq=t&rls=org.mozilla:pt-BR:official&client=firefox-a&channel=sb&gfe_rd=cr&ei=P5xqVJC7FcuU8QfdhoGwCw

      Excluir
    8. Desculpe , se você entendeu que eu a chamei de Desinformada, mas se você reparar melhor, "Desculpe aí. PROFESSORA SINDICALIZADA E DESINFORMADA", com essa pontuação não deixei dúvidas de que eu assinei como a professora desinformada, eu é que sou desinformada. Olha no post de novo e reflita. Obrigada pelo link, vou ler sim a título de curiosidade, acho bacana me inteirar de todos os assuntos que me interessam, e conhecer o sindicato do qual faço parte é uma delas. Reconheço a força do Sindute, admiro o trabalho da Beatriz, acompanho luta ferrenha dela durante esse desgoverno, não quis agredir nem constranger ninguém foi apenas um pedido,inofensivo, pelo menos não tive intenção, é que realmente estamos longe de BH, e de outra cidade que tem sind ute, é somente vontade de estar por dentro de informações importantes para todos os professores. Obrigada por nada. Professora Sindicalizada Agora Menos Desinformada.

      Excluir
  18. Euler, estou ficando assustada com este golpe da direita....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi, diretores de escolas?

      Excluir
  19. Vamos entrar no site e assinar a petição para que o Gilmar Mendes devolva ao congresso a lei que impede a doação de empresas para campanhas políticas.

    https://www.change.org/p/stf-conclua-o-julgamento-para-proibir-doa%C3%A7%C3%B5es-de-empresas-para-candidatos-devolvegilmar

    ResponderExcluir
  20. Governo de Minas propõe reajustes a servidores, mas PT que adiar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PT né?
      Começou as intrigas. Nós sabemos que quem irá decidir se nós teremos aumento ou não é o GOVERNADOR.
      Orçamento Anual enviado à Almg pelo governador é que mostrará se teremos alguma aumento em nosso salário.

      A nova gestão (Fernando Pimentel) caberá cumprir o planejamento do governo anterior.

      É lei.

      Excluir
    2. Aham... Vai Vendo.

      A turminha do PSDB criando inferno aqui, justamente no antro de educadores.

      Faça um favor. Vaza.
      Qualquer balanço só entende quem conhece um pouco do assunto.

      Lembrando, que o Sindicato, ao contrário das contabilidade pública, não dispõem de mecanismos como feito pelo AécioPorto.

      Tipo deslocar investimento destinado à saúde em conta da COPASA, e o dinheiro não aparecer nem em balanço e nem tão pouco na conta bancária da Copasa.

      Olha, já basta. Para tá feio. Chegar aqui e ficar jogando veneno contra o nosso Sindicato.E graças ao nosso Sindicato, o Brasil pode saber dos desmandos do AécioPorto com a educação.

      Sindicalize, mantenha o seu endereço atualizado e receberá a prestação de conta do nosso Sindicato.

      Excluir
    3. Hahahaha
      Agora que eu percebi.
      Os três primeiros comentários foram feitos pela mesma pessoa.

      Fica assim: Eu posto;
      Eu Comento;
      Eu Acrescento.
      Legal hein!

      Excluir
  21. O única consequência desta crise será a aprovação da lei que proibi empresas a financiar campanhas políticas. A sociedade brasileira pelo menos os eleitores de Dilma tem consciência desta necessidade e os fatos mostram que é urgente.

    ResponderExcluir
  22. Esse comentário já foi repassado em várias redes sociais,cada um que o lê,passa o para frente...
    Silvério Ferreira Marques Ferreira jose justino de souza neto 14.11.2014 às 19:41
    É espantoso ver uns amestrados aqui neste espaço a defender o VAGABUNDO e IRRESPONSÁVEL cheirador que ousou ser presidente da República do Brasil. O moleque suspeito amigo dos Perrela, que desviou recursos para alimentar suas rádios ilegais, dirigiu bêbado (chapado!!!) com carteira vencida um automóvel suspeito e se recusou a utilizar o bafômetro, virou um PERDEDOR golpista asqueroso e herói de um bando de degenerados que contribuem para a tentativa de ocultar o banditismo tucano. Pensam esses molequinhos chorões que os brasileiros (A MAIORIA, ESTÚPIDOS!!!) esquecerão a privataria e os dólares remetidos para contas em paraísos fiscais pelos bicudos. Não esqueceremos também o processo de desmonte da Petrobrás (inclusive a tentativa de mudança de nome da empresa) para doá-la para o capital internacional. Os amestrados se vêem no moleque irresponsável, playboy, arrogante e misógino. Com seus discursinhos hipócritas, faz sentido se verem representados pelo vagabundo dos aeroportos privados.

    ResponderExcluir
  23. Essa briga, essa vergonha, essa perseguição só irá atrasar o progresso do Brasil.Eles , PSDB e afins , se pensassem realmente no bem do povo e do país que nasceram, pensariam apenas em ajudar e não fazer bagunça, querer dar golpe sem ao menos ter um projeto feliz, bom , para o nosso país.Eles tem uma ficha preta.Tanto aecin do pó quanto o partido ridículo dele.Eles não tem moral para ficar falando e mostrando o que não são e nunca fizeram.E ainda tem um bando de idiotas achando que eles tem a bola de cristal para resolver os problemas do Brasil.Não fizeram , aliás só deixou o país mais pobre e falido tantas e tantas vezes.Como fizeram com Minas Gerais .è comum o PSDB quebrar, falir literalmente o país, estado.Eles são ladrões nato.Egoístas.Um recado a quem se interessar.TEREMOS ELEIÇOES DAQUI A 2, 4 ANOS.OK QUE TAL FAZER MUITA COISA BOA PARA O POVO E O PAÍS PARA PROVAR E MOSTRAR AOS ELEITORES QUE ELES SÃO BONS??? VEJA EM MINAS O QUE O ANASTAZIA FEZ/ POR ISSO O PADRINHO NÃO GANHOU AQUI.E SE TEVE UMA GRANDE VOTAÇÃO, FOI PORQUE AS PESSOAS MAIS HUMILDES NÃO TEM ACESSO A VERDADE ATRAVÉS DA INTERNET.ELES ESCUTAM ITA TIAI AI AI E GROBOBO.

    ResponderExcluir
  24. Euler, gostei de sua colocação sobre os escândalos da Petrobrás que a mídia veicula sistematicamente, como novela mesmo. Mas a melhor forma de vencer um inimigo é tirar dele sua força. Ano que vem Pimentel deve começar a tirar do inimigo sua força. Como? É fácil uai, kkkk: enquanto Aécio e sua gangue do PSDB ficam denunciando problemas na Petrobrás e posando de honestos, Pimentel, aqui em Minas, deve investigar tudo sobre Aécio e divulgar na mídia é claro. Por exemplo, já tem uma denúncia do próprio ministério público sobre o não investimento de mais de um bilhão de reais na saúde em Minas na gestão Aécio. Tem o aeroporto em Cláudio, tem as parcerias público privadas que devem ser revistas, as obras da cidade administrativa, o não investimento de 25% na educação, CPI da Minas Arena, enfim. Sem contar o mensalão tucano. Ou seja para cada investida do PSDB lá em Brasília contra o PT, aqui em Minas, o próprio PT pode ir aos poucos desmascarando Aécio e sua gangue e mostrando para todo mundo que ele não tem moral alguma para denunciar problemas dos outros. Sem contar na lei 100 que ele mesmo sabendo que era inconstitucional sancionou-a assim mesmo. Isso já daria um processo por improbidade administrativa. E olha que tem muuuuita coisa errada de Aécio/Anastasia aqui em Minas para se processar heim. Ano que vem espero que o PT saiba desmascarar o PSDB a começar em Minas, que é a terra do inimigo e divulgar o máximo possível para todos saberem. Vamos usar a própria mídia que eles adoram para desmascará-los.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faltou a história do nióbio, em araxá...Aquilo sim, é outro crime de lesa pátria,como ocorreu no governo de FHC, com a Vale do Rio Doce.

      Excluir
  25. Gente tô vendo vocês falarem de abaixo-assinado forjado por Superintendente para que o mesmo permaneça no cargo. Aqui em Paracatu é a mesma coisa: a superintendente fez reunião com o pessoal ex-efetivado pedindo voto para o PSDB e foi até para semáforo. Agora está coagindo os diretores a assinarem abaixo-assinado para que ela fique os ameaçando com a nota da avaliação de desempenho. Esse povo dá nojo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpem-me . Mas quem assinou isto por causa da nota de avaliação de desempenho , são incompetentes para dirigirem nossas escolas. Da vergonha.

      Excluir
  26. Resvista IstoÉ deverá indenizar Fernando Pimentel
    Publicado em: 14/11/14
    Por: Minas Sem Censura, em Notícias | Nenhum comentário
    Assuntos relacionados: Fernando Pimentel, indenização, TJMG
    |

    Fernando Pimentel
    Fernando Pimentel será indenizado pela Revista IstoÉ por matérias caluniosas publicadas em 2013 e 2014

    O juiz Geraldo David Camargo,da 30ª Vara Cível da Justiça de Minas Gerais condenou a Revista IstoÉ, da Três Editorial, a indenizar o governador eleito de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT) em R$60 mil. O processo se refere a uma reportagem de 2013 e outras duas de 2014 que relacionavam sem provas o nome de Pimentel ao chamado “mensalão”. De acordo com a sentença, não se pode negar que os réus (revista e repórter) excederam no direito de informação, praticaram abusos, distorcendo fatos, atribuindo em manchetes jornalísticas a condição do autor (Fernando Pimentel) de mensaleiro, ou seja, envolvimento no escândalo político chamado Mensalão do PT, que deu causa à Ação Penal 470. A sentença saiu na última quarta-feira (12).
    Em 2013 a revista Istoé publicou matéria com o título: “Exclusivo: Como o coordenador da campanha de Dilma, o ex-prefeito mineiro Fernando Pimentel, operou o Caixa 2 para pagamentos no Exterior”. Já este ano a publicação destacou: “A um passo de virar réu: Ministério Público só aguarda conclusão de inquérito para denunciar o ex-prefeito Fernando Pimentel à Justiça”. Em uma segunda reportagem em 2014, “Fruet mira Pimentel: Documentos sigilosos da CPI dos Correios mostram pelo menos 71 telefonemas que relacionam o coordenador da campanha de Dilma ao mensalão”. O juiz afirmou em sua sentença que não havia nenhuma prova de que Pimentel tivesse algum envolvimento com o mensalão do PT.
    Fernando Pimentel diz que a revista praticou o chamado jornalismo marrom, com narrativas distorcidas, sem provas que serviam apenas para abalar a honra dele e macular seu prestígio político. Além de pagar os R$ 60 mil estipulado pela Justiça, a IstoÉ deverá publicar a sentença na revista sob pena de multa diária de R$ 5 mil.

    ResponderExcluir
  27. Em novela, um recado da Globo aos “bolivarianos”

    publicado em 15 de novembro de 2014 às 11:21

    império

    por Manuella Surette Perdigão, via Facebook

    14 de novembro de 2014 21:29

    No capitulo de ontem de “Império”, a Globo honra sua fama indigesta de não dar ponto sem nó.

    – Cena 1: Um grupo de pessoas ocupou um sobrado que há anos estava abandonado e agora havia sido comprado por um morador do bairro. O responsável por falar pelo grupo se referia a eles como “comunidade”, “o povo”. Um dos integrantes do tal “povo” levava na cabeça um boné vermelho. Quando o responsável disse ao dono que iria consultar com seu “povo” a opinião deles sobre a desocupação, o dono do sobrado diz que este negócio de consulta comunitária é coisa estudantil. Em um momento, o responsável trata o proprietário de companheiro e este responde que ele pode ser tudo menos seu companheiro.

    A conversa termina com o responsável dizendo que propriedade não existe e que aquele sobrado era “do povo”. Na imagem que se segue “o povo” vibra com a “vitória” e o proprietário avisa que é na justiça que tudo será resolvido.

    – Cena 2: O mordomo pergunta à patroa se vai ceder à “chantagem” de uma suburbana que perdeu o irmão atropelado pelo filho desta patroa. A patroa responde que é sempre bom ajudar os humildes pois nunca se sabe quem será o próximo presidente da República.

    – Cena 3: Vizinhos do tal sobrado aparecem dando sua opinião sobre a ocupação. Todos eles “pobres” mas com discursos meritocráticos. Um deles que era catador de papelão diz que acha um absurdo, já que ele também era morador de rua e nem por isso invadia propriedades. Este hoje trabalha na “Imperio” merecidamente, por sua honestidade, já que ainda pobre, devolveu um anel valiosissimo que encontrou no lixo, às maos do dono. De 7 “semelhantes”, apenas uma cabeleireira,questionava o fato de que aquelas pessoas precisavam de lugar para viver e que o dono daquele sobrado tinha muitíssimas propriedades. Os outros 6 estavam seguros de que “o povo” era vagabundo. E que o proprietário tinha tantas casas porque mereceu, por seu esforço e mérito, nao cairam do ceú…

    Recado dado, “seus bolivarianos”?

    PS do Viomundo: A Globo fazer uma novela batizada de “Império” é, em si, uma piada pronta. Chamem o Zé Simão…
    http://www.viomundo.com.br/denuncias/em-novela-um-recado-da-globo-aos-bolivarianos.html

    ResponderExcluir
  28. É só o PT investigar tudo sobre Aécio aqui em Minas que ele cala a boca lá em Brasília rapidinho, kkkkk. E olha que aqui em Minas tem diversas coisinhas para se averiguar sobre o PSDB e Aécio. Só na educação e na saúde são bilhões não investidos. Aeroportos então....... CPI da Minas Arena, obras sem licitações na cidade administrativa, mensalão mineiro que o PT tem que cobrar mais da justiça federal para terminar de ser julgado e divulgar na mídia e etc e etc..... Tem coisa demais para desmascarar Aécio e calar a boca dele lá em Brasília. Dia 1° de Janeiro em diante, mãos à obra PT, principalmente aqui em Minas.

    ResponderExcluir
  29. Está passando da hora dos podres desse playboy vir a tona!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vaias de pé para este mau perdedor. Atitudes bizarras. Quanta arrogância! Será q. ele pensa ser possível cair "para cima"? Eu, hein!

      Excluir
  30. Verdade.Até parece que o PT está com medo.Eles não se calam então que PT faça-os calarem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero que todos os poderes venham a tona. E que todos os corruptos paguem com seus bens e devolvam ao povo tudo que roubaram. Infelizmente pelo que se vê na atual conjuntura não sobraria praticamente ninguém. Cadeia.

      Excluir
  31. Danos sociais à vista: ameaçado o direito de greve no serviço público. Autor da lei: senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP). Precisamos ficar atentos e nos mobilizar para que essa lei não seja aprovada. Será que o nosso sindicato já está buscando alternativas para brecar uma indecência dessa?

    http://jornalggn.com.br/blog/roberto-bitencourt-da-silva/danos-sociais-a-vista-ameacado-o-direito-de-greve-no-servico-publico

    ResponderExcluir
  32. Agora vamos ao que nos interessa.
    A primeira medida que o sindicato deve exigir do novo Governador é a devolução da carreira e dos direitos adquiridos aos 158 mil professores que optaram pelo vencimento básico. É simples. Basta voltar tudo como era antes do subsídio com uma diferença: que o vencimento básico siga o piso do magistério.

    ResponderExcluir
  33. Olá Euler,
    Leio tudo o você escreve n. o seu blog. Depois que deixou o magistério que função tem desempenhado? Não é apenas curiosidade. a fundamentação de minha pergunta tem relação com algo que penso. Acho que deveria aproveitar os ´próximos 4 anos e preparar terreno para lançar-se candidato a deputado federal ou estadual, por isso a curiosidade em saber sobre sua nova vida profissional. Pense nessa hipótese, precisamos de alguém com seu perfil na defesa de nossa categoria. Toda categoria tem representantes na assembleia e na câmara federal, menos o magistério.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... e a começar pelo "nosso SindUte", que, certamente, acatará quaisquer medidas que venham a ser aprovadas pelo recém-eleito Governador Pimentel (em quem votei), sejam elas medidas que favoreçam ou não à nossa categoria. Bem, por enquanto estou só conjecturando. Em janeiro de 2015 veremos se há ALGUÉM realmente interessado em soerguer a classe dos
      sofridos professores.
      Tenho essas desconfianças, porque o ex-governador petista Tarso Genro prometera muito aos gaúchos; mas ... durante o seu mandato ... não ajudou a categoria em nada; muito antes pelo contrário.
      Se Pimentel for o contrário de Tarso, estará PROVADO por a+b+c+d que
      quem falta ALTO não é o PARTIDO (PAR-TI-DO), mas uma PESSOA ÍNTEGRA, não "PAR-TI-DA".
      Gostaria de ver o Euler como nosso representante, aqui ou em Brasília, sendo ele amante de Cuba ou não, pois parece-me ser um homem íntegro, o que sói ser raridade hodiernamente. Por se falar em Cuba, observem que o Raul Castro está governando com olhos bem mais abertos, democráticos que o Fidel.

      Excluir
    2. perdoem-me: errata em "...quem falta ALTO..." Corrigindo: ... quem faLa ALTO ...
      Obrigado, Euler.

      Excluir
  34. Será que agora podemos ter acesso à tabela de salários do professores?Até isso esse desgoverno nos omitiu.Já vai tarde.

    José Henrique

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CASCA FORA, JÁ ERA, JÁ MORREU, VAI PRO INFERNO.

      Excluir
  35. A mídia burguesa, o PSDB, os reacionários, não engoliram a derrota que sofreram nas urnas e querem derrubar a presidente Dilma Rousseff, eleita pela vontade popular, custe o que custar. Os esquerdistas marxistas lunáticos não enxergam isso, porque vivem no mundo da lua. Eu me considero esquerdista, mas vivo na Terra mesmo!

    A verdade é que, nas redes sociais e na mídia, a direita está falando em impeachment da Presidente Dilma Rousseff, inclusive com data marcada (o início de 2015), usando-se dos processos da operação Lava Jato na Petrobrás, como se o impeachment fosse a coisa mais natural, mais legítima, mais óbvia, mais inquestionável do mundo. Com o mundo capitalista em crise econômica, a burguesia brasileira quer impor, custe o que custar, um governo direitista-fascista no Brasil, disposto a sangrar os direitos da classe trabalhadora. É isso que os golpistas querem, tirar as poucas conquistas que os trabalhadores hoje possuem. Para os golpistas, o PT no governo é um empecilho para essa política, não nos enganemos.

    A burguesia, usando suas ferramentas midiáticas-parlamentares, já está e vai continuar infernizando o governo Dilma Rousseff com processos, mentiras, calúnias, críticas diárias, até que arranjem um jeito de dar um GOLPE político na Presidente eleita. Não é só uma meia dúzia de eleitores reacionários derrotados que está indo às ruas pedir impeachment de Dilma Rousseff, há uma orquestração sendo construída, pela mídia burguesa, pela câmara de deputados, pelos organismos internacionais, para cassar a Presidenta Dilma Rousseff, como se esta fosse uma comunista-corrupta-irresponsável-criminosa que quebrou o Brasil.

    Acordemos! A democracia brasileira está correndo um sério risco de sofrer um GOLPE das forças conservadoras, e nós, trabalhadores e trabalhadoras, seremos usurpados de um direito trivial e simples: o direito de escolher quem deve ser o nosso governo. Quem é de esquerda e entende a necessidade da democracia para seguir na luta e quem, no segundo turno, votou em Dilma Rousseff tem obrigação política de lotar as ruas contra a trama golpista da burguesia brasileira.

    Muitos pensaram que bastaria votar contra o retrocesso de Aécio Neves/PSDB e seus aliados e nossas reivindicações seriam garantidas-discutidas. Mas o que está se tramando na luta de classes brasileira é um GOLPE SUJO da burguesia contra a democracia do país, impedindo o governo eleito de governar. Que todos que defendem a democracia acordem, saiam de cima do muro e exijam: QUEM FOI ELEITO PELA MAIORIA DO VOTO POPULAR DEVE GOVERNAR!

    Temos de ir às ruas e dizer em alto e bom som: NÃO ACEITAREMOS GOLPE POLÍTICO de nenhuma espécie, seja militar, seja parlamentar, seja institucional! E o PT, com Lula e Dilma à frente, tem obrigação política de convocar esse grande movimento em defesa do respeito à democracia, em defesa do respeito à vontade popular de escolher seu/sua presidente. Ou vamos para as ruas lutar contra as tentativas de GOLPE da direita burguesa reacionária ou vamos enfrentar tempos funestos no Brasil, deixando que o retrocesso governe sem o nosso consentimento. Não sou adivinho, nem estou aqui pregando o medo, sou um marxista observador que lê os movimentos da burguesia canalha, seja nas ruas, seja na mídia, seja no parlamento, seja nos seus organismos de justiça. Detalhe: depois de um GOLPE as lideranças serão silenciadas, presas, criminalizadas: ou agimos agora ou veremos o pior, e pior, TARDE DEMAIS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. #SouDos66Professora17 de novembro de 2014 22:54

      Colega, não se assuste. Esse pseudo golpe é apenas uma marolinha de aecin neto de tranquedin que derrubou JANGO e deu golpe virando primeiro ministro e mandava mais que o presidente e a posteriori foi eleito indiretamente presidente por uns 160 votos mais ou menos de um colégio de pessoas indicadas por um governo militar e paga de democrata mas que escorregava mais que quiabo o galalau bailando em meio aos militares num leva e traz incessante e desastroso o safado morreu na hora exata. Bom como era de se esperar o netinho playboy mimadinho está pagando de vencedor da derrota cheio de ódio e rancor e com ajuda da banda mais podre da sociedade que nada mais nada menos do que seres obscuros como o tal de lobão ex presidiário e esquecido num canto,agora ativista pró 450 toneladas de heliPÓptero e aecioportos. Enfim, uma vergonha total, triste é saber que ninguém tem moral para cobrar da PF, do MINISTÉRIO PÚBLICO, da OAB ou de sei lá quem for uma investigação séria desses safados que se dizem tucano? Francamente é muito cômodo a gente ter derrubado o galalau e ainda ficar defendendo pessoas que tem poder e dinheiro milhares de vezes para se defenderem sozinhas. Eu estou em recessão kkkkkkkkkk Recolho-me a minha insignificância de militante de esquerda pois desde 2010 estou na luta dioturnamente para derrubar essa corja de aves de rapina que estavam aninhadas em MG. Até a eleição de prefeitos amigos quero um prefeito/a petista para a minha cidade. Cansei... kkkkkkk Vou cuidar de amenidades agora, não vou sumir mas cuidar do nosso piso, nossa carreira, que tal? Bjs.

      Excluir
    2. Aécio acreditou tanto, na vitória dele que acabou não aceitando a derrota. E ainda por cima está se sentindo o máximo. Pensando bem, com a mesma responsabilidade que enfrentou ser candidato à presidência, na esperança de ser eleito, e que correu o risco de ser eleito, terá também de demonstrar aos brasileiros, a sua postura de um cidadão equilibrado com bons exemplos daquilo que tanto prometeu aos brasileiros, a paz e a ordem no Brasil. Como será a carreira política daqui para frente dessa gente, se o próprio luta para acabar de vez com a ordem do País, se escondendo na sombra da tão falada corrupção, que com tanta indignação pretende acabar de vez com o povão. Uma coisa eu digo: ninguém vencerá a Dilma, sabe por quê? Porque tem, nada, nada, o dedo de Deus. O chão vai tremer, mas resistiremos as forças da oposição. Quem viver, verá. A maioria é a voz de Deus.

      Excluir
  36. quero minha carreira de volta!

    ResponderExcluir
  37. Piso Nacional integral e nossa carreira restituída. É o mínimo que merecemos.

    ResponderExcluir
  38. Eu também quero a minha carreira de volta com o piso integral inserido. Ainda é pouco pelo tempo q fomos roubados.

    ResponderExcluir
  39. Lei 100 permanece e a batata quente jogada na mão do Pimentel,PSDB planejando para tudo destruir o Pimentel,mas Deus é maior.

    ResponderExcluir
  40. Alguém pode me informar qual o papel do supervisor nas escolas? Gostaria de saber os pontos positivos e negativos. Os que conheço não fazem nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escolas não precisam de supervisores.O que eles fazem, qualquer professor pode fazer.

      Excluir
  41. Bom dia, Euler!
    Tem notícias do novo Piso Salarial nacional para nós professores?
    Já pesquisei no site do MEC e não encontrei nenhuma novidade.
    Para quem não sabe, e eu imprimi, o Pimentel quando candidato, assinou com o SINDUT a volta do nosso plano de carreira com todas as vantagens e o pagamento do piso salarial.
    Euler, o que sair de novidade, posta aqui.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  42. Pimentel e o tal do sindute deveriam começar o ano colocando ordem e decência no estado concedendo as remoções e mudanças de lotações aos servidores efetivos de décadas de serviço prestado e que foram, nestes últimos sete anos, enormemente prejudicados pelo PSDB e seus efetivados. Quantos professores estão com cargos reduzidos e lecionando longe de suas casas sendo que em escolas do lado de suas casas têm ex-efetivados até hoje com cargos completos. Eu espero que a partir de 1° de janeiro os efetivos, que deram décadas de trabalho sofrido ao estado, possam ter seus cargos completados e suas movimentações para podermos lecionar em escolas perto de nossas casas. Está na hora de corrigir estas injustiças todas, e ainda sobrarão milhares de vagas para nomear novos concursados em todo o estado. Será que o estado vai nomear um novo servidor, sem um dia serviço numa escola grande e bem localizada, e vai continuar deixando um professor de 15 anos de serviço numa escola pequena com cargo reduzido e longe de sua casa? Quem tem condições de ter contato lá no sindute e falar isso para a Beatriz que nos ajude e fale. Eu já tentei contato pelo site do sindute e nada, aquele site deles é uma negação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro, respeito é bom e todos gostam! Concorda?

      Então se queres respeito e atenção do sindicato, inicie respeitando o Sindicato que nos representa!
      Não é "o tal sindute" : o sindicato se chama "SindUte - Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação/MG".

      Sindicato forte, somos nós, unidos e coerentes!
      Ele, o SindUte, me representa!

      Antônio Carlos

      Excluir
    2. Não vejo desrespeito nenhum do colega . Ele está completamente certo pois ninguém fez nada para reverter a situação dos efetivos. Continuamos com os restos dos restos e impedidos de mudarmos de escolas. Sequer podemos escolher tuno. Peraí! Fizemos concurso e passamos por período probatório. Temos direito a completar a nossa carga horária sim e pedidos de remoção tb. Se todos os funcionários públicos de Minas têm o mesmo patrão , então impeça os outros funcionários ( PMs, civis...) de mudarem tb de lotação, ora mais do que justo. Nesta merda que Anastasia fez só efetivo que se deu mal. Agora mais do que justo completar os nossos cargos .

      Excluir
  43. E a EF e o ER nos anos iniciais?????

    ResponderExcluir
  44. Acho que infelizmente ninguém está olhando para os efetivos. Passei no concurso de 2005 e em 2007 veio a lei 100. Fiquei impedida de pedir mudança de lotação para perto de minha casa pois todos os cargos estão ocupados com efetivados. E aí? Cadê a justiça? Fala-se muito da justiça com o efetivado , mas para o efetivo... não vejo ninguém que nos defenda. Se não resolverem nossa situação só vejo uma saída: entrar na justiça.

    ResponderExcluir
  45. SITE do SINDute é para "inglês" ver.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não aparece nada de novo e os professores continuam sindicalizados.Já caí fora a muitos anos.Ufa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

      Excluir
  46. Aécio Neves : um extraterrestre REPTILIANO que não deu certo.
    E viva a LUTA INCANSÁVEL dos SOFRIDOS professores de Minas Gerais!

    ResponderExcluir
  47. Estou procurando um blog parecido com o antigo blog do Euler.Se alguém conhecer algum,por favor coloque-o aqui.
    Sinto falta do antigo formato do blog,voltado principalmente para a educação.

    ResponderExcluir
  48. Quero minha carreira de volta, votei e fiz campanha para Pimentel com esse objetivo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também.... Quero aposentar-me com alguma dignidade.

      Excluir
  49. 13º salário vai ser pago em parcela única no dia 20 de dezembro. Notícia está no jornal "O Tempo" de hoje, 20/11

    ResponderExcluir
  50. Segundo o atual plano de carreira em vigência na área da Educação, em janeiro de 2015 seremos posicionados na letra em que temos direito. Fica a pergunta: será que o Pimentel vai honrar este compromisso? Ou vai empurrar com a barriga como é de praxe pelos nossos governantes anteriores?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo amor de Deus vamos esquecer subsídio, posicionamento em 2015 e tudo que os Satanas fizeram conosco.Nós queremos é PISO NACIONAL e nossa carreira de volta!!!!!!

      Excluir
    2. Meu Deus!
      Caro anônimo(a) 17:40,
      Se vc está tãããão preocupado com este detalhe, quase que insignificante, diante de tamanha demanda que temos, e perante um novo governo que ainda nem se sabe quem vai conduzir a Educação Mineira, para colocar uma afirmação destas, então, faça o seguinte:
      - Pegue esta sua mesma "barriga de praxe" que vc acredita, e vá lá encontrar com o Pimentel pessoalmente, e pergunte a ele!

      Quem sabe, ele te explique que "se for implementado, corretamente, o Piso e as Carreiras", esta sopa de letrinhas aí que vc tanto propaga, não vão valer nada!
      Vai lá!!

      Excluir
  51. Engraçado 20 é sábado.Esse povo é tão engraçado mas tudo bem pagando é o que interessa.Quero meu posicionamento em 2015.É meu direito adquirido.Então que faça justiça nesse estado.

    ResponderExcluir
  52. Estou cada vez mais convencido, pelo silêncio que vem de parte do governador eleito, que mais uma vez seremos esquecidos. Alguém acredita na volta à antiga carreira com implantação do PISO INTEGRAL? Por que o sindute está tão calado? Por que os deputados que nos "defendiam" hoje são contrários a esse aumentinho proposto? Nesse caso dos 4,62% entendo que independentemente de quem conceda é importante para a categoria, mas a briga política impede. Conclusão> Se correr o bico pega, se ficar o bicho come. Tomara que eu esteja errado em minhas observações,pois ão aguentamos mais sofrer e sermos tratados como servidores de quinta categoria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixemos par xingar e esbravejar depois que o cara tomar posse, voces estão querendo crucificar o governador eleito sem que ele se sente na cadeira. Peralá né....

      Excluir
    2. Estude mais política.E pare de falar besteiras.Esse almento é manipulação do Anastasia e esta corja de deputados do PSDB.Eu ,como pessoa consciênte não caio nesta mentira não. Porque esperaram todos estes anos para falarem em aumento? Bando de safados.....os funcionários deveriam dizer não a esta mentirada toda.Estes fingidos querem nos jogar contra as pessoas que nos ajudaram quando os deputados do lado de Anastasi a acabavam com nossa carreira.


      Excluir