quinta-feira, 11 de julho de 2013

Estudantes de Minas defendem o piso dos educadores. Neles eu boto fé

Estudantes de Minas defendem o piso dos educadores. Neles eu boto fé

Antes de fazer uma pequena viagem acerca dos últimos dois dias, quando caminhei pelas ruas da cidade com a leveza de um observador curtindo as férias pela metade, não posso deixar de anotar um dado colhido agora mesmo, pela manhã do dia 11. Ouvia a rádio Bandnews, mais interessado até nos lances dos gols do Atlético, confesso, mas acabei envolvido pelo noticiário geral. O papo principal era o dia de paralisação convocado pelas centrais sindicais, CUT à frente. O repórter entrevistou a presidente do Sind-UTE e da CUT de Minas, que nada falou sobre o nosso piso burlado, nossa carreira destruída e os salários congelados até 2016. Ou, se falou, não foi ao ar. Contudo, o representante da União Estadual dos Estudantes, quando entrevistado, foi objetivo na defesa de duas bandeiras específicas:  o passe livre e o pagamento do piso salarial para os educadores. Poderia o jovem estudante ter feito uma defesa genérica de mais verba para a Educação e para a Saúde, como acontece com outras representações políticas e sindicais. Mas não. Ele foi direto ao ponto: estamos juntos com os professores de Minas na defesa do pagamento do piso salarial. Em outras palavras: os estudantes, através dos seus representantes, estão preocupados com a realidade dos educadores, o que parece não acontecer com as entidades sindicais nacionais - CUT, Conlutas, CNTE, etc, que sequer colocaram como bandeira de luta o pagamento do piso dos educadores.

Aliás, é preciso que retornemos ao dia 09, anteontem, portanto. Pela primeira vez, em 11 anos do desgoverno Aécio-Anastasia, o governador recebeu 15 jovens manifestantes, do grupo da Assembleia Horizontal, que ocupou a Câmara de BH recentemente. E também eles levaram para o governo uma extensa pauta, incluindo o piso salarial dos educadores que o governo de Minas sonegou, burlou, e anuncia com toda cara de pau que paga até mais do que o valor nacional. Como não temos uma entidade sindical - CUT, Sind-UTE, CNTE, entre outras, que se tornaram meros instrumentos partidários eleitoreiros - que nos defenda, somos forçados a engolir esta mentira repetida várias vezes por dia nas rádios e jornais do estado / país. As entidades sindicais não prestam nem mesmo para chamar o governo na Justiça e obrigá-lo a se explicar acerca do anúncio de que paga mais do que o piso. Poderiam explicar, em nota paga, que piso é vencimento básico sobre o qual devem incidir as gratificações conquistadas pela categoria, como o quinquênio, o pó de giz, etc, as quais foram confiscadas pelo governo de Minas. E que o governo de Minas, para não pagar o piso, somou este vencimento básico com as gratificações para atingir o valor nominal do piso, contrariando o que diz a Lei do Piso e também a decisão definitiva do STF sobre o tema.

É fato, também, que a categoria dos educadores de Minas, e acho até que do Brasil, está morta. Os educadores têm sido vítimas ao longo de décadas de desgovernos dos diversos partidos e das diversas esferas. Estão adoecidos, empobrecidos materialmente, e espiritualmente também, com as devidas exceções. Não apenas o governo de Minas aprontou com os educadores. O governo federal também, assim como os governos estaduais e municipais de todo o país. Aqui em Minas, ficou claro, desde o primeiro dia do governo do agora senador e candidato a presidência da república (em minúsculo mesmo), que os educadores seriam a grande vítima do choque de gestão. Foi às custas dos confiscos nos nossos salários que o governo de Minas pode patrocinar a enorme campanha publicitária nas rádios e TVs e jornais e construir a cidade administrativa (2 bilhões de reais), entre outros gastos. O governo pode até dizer que não tem nada a ver, mas tem, tem tudo a ver. O miserê dos educadores, com a Educação sucateada, financiou inclusive os reajustes da PM de Minas, sempre pronta, principalmente a tropa de choque, para reprimir, jogar gás de pimenta e balas de borracha pra cima dos movimentos sociais, como aconteceu na nossa greve de 112 dias em 2011. Na prática, a nossa greve foi o prenúncio do que viria a acontecer agora em junho, com as manifestações de rua que arrastaram milhões Brasil afora. Claro, com mais força e com mais gente.

E agora falam num arremedo de reforma política que seria feita pelos deputados beneficiários de todos os privilégios que as ruas denunciaram. Justiça se faça, Dilma bem que tentou emplacar uma constituinte meia boca, e depois o plebiscito, igualmente meia boca. Foi logo rechaçada pelo senador candidato a presidente das elites conservadoras, que morre de medo do povo, jamais recebeu ou dialogou com os líderes dos movimentos sociais. Para ele, o próprio Congresso Nacional é que deve fazer a tal reforma, cabendo ao povo somente "referendar" o que já foi aprovado pelos parlamentares. Deputados e senadores sem qualquer legitimidade ou autoridade moral para fazer uma reforma política séria.

A verdade é que as instituições brasileiras, aí incluídas o legislativo, a mídia, os sindicatos, a justiça e os governos, estão quase todas desacreditadas pela população. Ninguém entende porque é tão precária a situação da Saúde pública, ou da Educação pública, enquanto sobram recursos para reformar ou construir estádios de futebol, cidades administrativas, bancar os altos salários de senadores (R$ 60 mil por mês, com os penduricalhos) e outros agentes da alta cúpula estatal, favorecer as empreiteiras e bancar o alto custo da eterna dívida pública, que beneficia algumas poucas centenas de ricas famílias.

O governo federal vem com essa lenga lenga de que os recursos do petróleo do pré-sal vão salvar a Educação e a Saúde. Quem acredita nessa ladainha? Saúde e Educação, duas coisas fundamentais, são jogadas sempre para o futuro. Por que não invertem as coisas e jogam os salários dos senadores, o pagamento da dívida pública e outros gastos inúteis para o futuro? Por que a arrecadação presente, de muitos bilhões, não é usada prioritariamente para bancar os investimentos essenciais, como: Educação de qualidade, Saúde pública, transporte coletivo de qualidade com tarifa zero, como defendem os valentes estudantes, política decente de moradia popular, saneamento básico, lazer e cultura ao alcance de todos e todas?

Infelizmente, os orçamentos públicos, bancados com o suor do nosso trabalho, de todos os brasileiros, são privatizados, controlados por grupos que disputam esses orçamentos e os repartem entre si, deixando para os de baixo as migalhas, apenas. Nunca tem verba adequada, no presente, para se pagar um salário digno aos professores e demais educadores, ou para o pessoal da saúde pública. Este investimento, que é essencial na vida do cidadão comum, que precisa de uma escola pública de qualidade, ou de um posto de saúde prestando atendimento adequado, ágil e diversificado, não é prioritário para a casta política que representa os de cima, e que vive distanciada da realidade dos de baixo. Para eles, os problemas do povo devem ser resolvidos no futuro, num Brasil do futuro, que nunca chega, sempre na promessa, sempre nos conchavos entre os de cima para nos manter aprisionados ao inferno no presente.


Tento esquecer todas essas coisas, quando caminho pelas ruas da cidade. Passo em frente à estação ferroviária, hoje cercada, murada, já que fora privatizada (entregue de bandeja) pelo governo FHC. Antes, quando a ferrovia era federal, eu passava dentro da sede construída em Vespasiano, como marco de fundação da cidade. Era um atalho e tanto entre duas ruas e dois bairros da cidade. Hoje, só podemos apreciar o prédio à distância. Tento fingir que isso não existe, é mera imaginação da minha parte, e continuo andando pelas ruas da cidade. A parte central ainda preserva ares de um outro tempo. A rotina dos moradores, do comércio, das pessoas que andarilham pelas ruas e pela praça central nos conduz a outros tempos, que se misturam com os tempos atuais. Não se trata de saudosismo. Eu vivencio bem, confesso, esse entrelaçamento entre os diferentes tempos. Sou pego de surpresa, volta e meia, pelo aceno de antigos alunos, que nunca nos esquecem, nunca. Dirijo-me agora, não mais a pé, a uma oficina de veículos para checar a parte elétrica do meu carro 96, e lá encontro um ex-aluno. Lembro do rosto dele, claro, mas não lembro de qual turma. Ele me ajuda: fui seu aluno na 6ª e na 7ª série. Hoje ele já concluiu o Segundo Grau, e fez até um curso técnico de mecânica de aeronáutica, algo assim, e sua preocupação agora é construir uma casa e se casar. Para os tempos atuais, não se pode negar, um rapaz corajoso. Parabenizo-o por tudo. Na escola onde trabalho atualmente, uma aluna me disse outro dia: professor, você já lecionou para minha filha, numa escola municipal aqui do bairro (Vila Esportiva / Santa Clara). E eu me lembrei perfeitamente, pois era de fato uma ótima aluna, de uma das melhores turmas daquela escola da rede municipal onde trabalhei, entre 2005 e 2006. Cidade pequena tem dessas coisas: a gente sempre encontra muitos ex-alunos. E ficamos contentes em saber que eles estão avançando, crescendo, não apenas profissionalmente, mas sobretudo enquanto seres humanos.

E da caminhada pelas ruas da minha pequena cidade, onde revisito outros tempos, misturados com os atuais, embarco em outra viagem, agora virtual, cujo mundo é revelado e revela a cada instante uma nova atração. Através dos blogs ditos sujos soubemos que a Globo deveu ou deve milhões de reais, quase um bilhão, sonegados à receita federal, e ninguém foi informado disso; e que os autos do processo sobre o assunto que tramitava na justiça do Rio, simplesmente desapareceram, surrupiados por uma funcionária; e que os EUA continuam (nunca pararam) espionando o mundo inteiro, provocando intrigas palacianas, fomentando golpes de estado, preparando novas invasões imperialistas, sempre a serviço dos piores interesses. A cada dia que passa, o cidadão comum descobre o quanto ele tem sido enganado por este esquema da mídia corporativa, porcorativa, com pose de gente séria, com seus comentaristas de aluguel, bem pagos para servir aos de cima e tentar criar uma agenda que não é aquela que interessa aos de baixo.

Enquanto isso, a partir de junho de 2013, tudo está aberto para novas possibilidades. Depois que o chão do país, e não apenas o de Minas, tremeu, literalmente, com milhões de pessoas ocupando e caminhando livremente pelas veredas anunciadas pelo então comandante presidente Salvador Allende, tudo pode acontecer. Inclusive quase nada, ou mais do mesmo, como desejam os de cima e seus lacaios. Mas, nós, os de baixo, passamos a crer mais na nossa própria força e na capacidade de mudar o que parecia eterno. O que se mostrou permanente, de fato, foi a força da contracorrente, desafiando impérios midiáticos e outros, pisoteando os palácios e avançando sobre espaços que pareciam proibidos. Que os governos e seus agentes, incluindo os sindicatos, se desdobrem em tentar decifrar os sinais que vieram das ruas. Do contrário, eles serão engolidos, ou vomitados, caso os de baixo descubram que não precisam daqueles que dizem nos representar. Desde já anuncio: não me representam!

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!
                               ***

205 comentários:

  1. Muito tempo que eu não posto nada mas, hoje, sabendo que aquele talzinho do diniz, da assembleia legislativa de minas gerais, recebera um grupo pela manhã, fiquei bem indignada ao vê-lo fazendo a MAIOR MÉDIA com os telespectadores, na hora do almoço, na rede Record no programa do Mauro...

    Ah!... PELAMORDEDEUS!!!!

    Quem como eu e muitos outros que participaram das greves de 2010 e 2011 e viram a cara de desdém e desprezo dele e dos outros deputados, nos momentos mais tensos do movimento, deve ter tido vontade de vomitar...

    Que cara de pau!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente deu nojo ouvir suas justificativas. Tentou o tempo todo jogar toda a responsabilidade do caos em que se encontra a saúde e a educação mineira nas costas da Dilma,como se MG não tivesse governador e muitos menos arrecadação de impostos,sempre repetindo que o governo federal não manda recursos e blá, blá ,blá.
      Não consegui assistir até o final.

      Excluir
  2. Euler,

    Sua capacidade de elaborar o pensamento e

    transformá-lo em textos brilhantes, continua

    fantástica!!!

    É leitura sempre obrigatória!!!

    Dá o maior orgulho ter você como o blogueiro

    que representa a grande maioria do professorado

    mineiro.

    Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. VERDADE SEJA DITA

    PISO DO GOVERNO LEI 18975, E PISO FEDERAL COM AS VANTAGENS
    AGORA REDUZIDO PARA MELHOR ENTENDIMENTO exemplo servidor 20 anos serviço

    Habilitação sal 18975 piso com vantagens
    Ensino Médio T1 1.178,10 940,00 2.068,00
    Licenciatura Curta T2 1.247,40 995,29 2.189,65
    Licenciatura Plena 1.386,00 1.105,00 2.432,94
    Especialização II 1.524,40 1.216,31 2.675,88
    Certificação III 1.677,06 1.338,12 2.943,86
    Mestrado IV 1.844,77 1.471,93 3.238,25
    Doutorado V 2.029,44 1.619,28 3.562,42

    ResponderExcluir
  4. Euler,
    Nós da região leste, precisamente Manhuaçu - Vamos tentar criar um sindicato próprio juntamente com uma turma de Valadares. Será que teremos respaldo? Não estamos vendo o Sindute=MG, levantar a bandeira exclusivamente do piso, não estamos interessados em aniversario da CUT, conquista disso, daquilo, o que nos interessa é o nosso salário com o piso e as vantagens de volta, essa onda de ficar marcando reuniões, blá-blá, esta desanimando todo mundo. Não queremos mais notícias de nada. Se nas reuniões não jogar umas cadeiras pra cima, bater na mesa,ou mesmo abandonar a reunião é o mesmo que ficar navegando nas propagandas de Minas.
    Linder

    ResponderExcluir
  5. 11 de julho e a mídia seletiva
    Por Altamiro Borges

    Os portais de notícias dos conglomerados midiáticos mudaram totalmente o tom na cobertura do Dia Nacional de Lutas com Mobilizações e Greves, convocado pelas centrais sindicais. Até o meio dia desta quinta-feira (11), eles voltaram à velha ladainha da criminalização das lutas sociais. O Globo (G1), Folha (UOL) e Estadão destacaram apenas os “bloqueios de estradas”, o “congestionamento do transito”, o “fechamento de lojas” e o “tumulto” em centenas de cidades do país. Bem diferente da cobertura dos protestos de junho, que foram exibidos como “protestos cívicos” e “apartidários”.


    A mídia patronal nunca tolerou as mobilizações sindicais – até porque ela explora brutalmente os trabalhadores nas suas redações. Como ensinou Cláudio Abramo, a única liberdade de imprensa existente nas redações é a do dono da empresa jornalística. Neste sentido, não dava para esperar outra reação dos jornalões e emissoras de rádio e tevê neste 11 de julho. A mídia hegemônica tenta jogar na divisão das centrais e abafar a pauta dos trabalhadores – que inclui redução da jornada de trabalho, fim do fator previdenciário, retirada do projeto de lei que amplia a terceirização, entre outras bandeiras.

    Nos protestos de junho, que mobilizaram milhares de jovens pela redução das tarifas do transporte, a mídia patronal teve uma dupla moral. Num primeiro momento, ela exigiu dura repressão contra os manifestantes. Editoriais raivosos da Folha e Estadão e comentários hidrófobos do “calunista” global Arnaldo Jabor serviram de ordem para o governador tucano Geraldo Alckmin, que acionou a tropa de choque da PM e abusou da violência em São Paulo. Na sequência, como os protestos se ampliaram, inclusive como forma de solidariedade, ela mudou de postura e tentou pegar carona nas manifestações, impondo a sua pauta conservadora.

    A frase patética de Arnaldo Jabor na CBN, “eu errei”, expressou esta mudança oportunista de comportamento. A TV Globo chegou a derrubar a sua grade de programação, retirando do ar até a novela, para divulgar os protestos. Fausto Silva usou o seu “Domingão” para convocar manifestações; Ana Maria Braga exibiu “modelitos” para os que pretendiam ir às ruas. Jovens bonitos, bem vestidos e pintados com as cores do Brasil foram exibidos em doses cavalares na telinha da Globo, numa manipulação escancarada com o objetivo de enquadrar politicamente os protestos.

    Agora, quando os trabalhadores entram em cena, com as suas reivindicações e bandeiras, a mídia hegemônica volta ao velho expediente e tenta desqualificar as paralisações e as passeatas. Ela sabe que não pode manipular facilmente os protestos organizados unitariamente pelas centrais sindicais. Os barões da mídia tem espírito de classe e não vacilam na defesa dos seus interesses. Pena que o governo Dilma ainda não tenha percebido que a mídia se transformou no mais importante partido da direita do Brasil...

    ResponderExcluir
  6. Sempre cheio de verdades os seus textos.
    Hoje a que mais me dói:"É fato, também, que a categoria dos educadores de Minas, e acho até que do Brasil, está morta."

    Mortíssima... Mortíssima... Mortíssima.. .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém...Desde de que no dia do pagamento.aquele mísero dinheirinho esteja lá na conta e acaba no mesmo dia.Que pobreza de espírito. Temos que jogar essa mediocridade pro alto, deixemos de dar crédito a esse desgoverno, que ta só querendo ganhar tempo, e enrolar. Vamos cruzar os braços. Paremos tudo. Greve é legal, é um direito nosso. Ele não respeita nossa classe. Como podem os professores votar nessa pessoa? Que mais pode ser dito prá voces se convencerem que ele conta com essa inércia. Pensem bem. Agosto taí. Vamos parar em agosto. Ele vai achar ótimo ficar tudo prá 2.014, pois ficará tudo pro próximo governo...

      Excluir
  7. Silêncio na mídia, agito nas redes
    Por José Dirceu, em seu blog:

    Tem recebido pouca atenção – na verdade, nenhuma – na grande imprensa a história do processo da Receita Federal contra a Rede Globo por sonegação. Mas blogs e internautas têm dado grande repercussão ao caso, trazendo novas informações e revelações quase diariamente.

    O caso foi revelado pelo blog O Cafezinho. Mesmo com o silêncio da imprensa, toda essa movimentação nas redes obrigou a Rede Globo a divulgar uma nota sobre o assunto, negando as acusações que vem recebendo.

    A história tem episódios muito curiosos e ainda nebulosos. Para começar a entender a história, sugiro a leitura do post “A mecânica de um crime imperfeito”, que o Tijolaço levou ao ar hoje. Lá, está a cronologia dos principais acontecimentos em torno do processo.

    O caso inclui ainda o gravíssimo desaparecimento do processo na Receita Federal. Uma funcionária da própria Receita foi condenada pelo crime. Mas até agora não se esclareceu a mando de quem ela agiu. E os papéis continuam desaparecidos. O blogueiro Rodrigo Vianna conta o que se sabe até agora desse episódio.

    O Viomundo também traz detalhes sobre o desaparecimento dos documentos.

    Diante da repercussão, o Ministério Público soltou uma nota sobre o assunto. Mas a nota abriu mais uma série de dúvidas. Veja aqui quais são elas.

    E também merece leitura atenta o material que o Cafezinho publicou com as primeiras páginas dos documentos referentes ao processo. O blog conseguiu isso por meio de uma fonte. Segundo o blog, nos documentos, aparecem alguns novos nomes usados pela Globo para realizar a fraude detectada pela Receita Federal nas Ilhas Virgens Britânicas. Um deles é Globo Overseas Investment.

    Postado por Miro às 10:03

    ResponderExcluir
  8. Cristina Maris Meinick Ribeiro foi condenada a 4 anos e 11 meses de prisão por ter “extraviado” o processo contra a Globo, que afirma não ter nada com isso.

    Na sentença do juiz federal Fabrício Antônio Soares consta que a mulher entrou no escritório da Receita, no Rio de Janeiro, e surrupiou o processo contra a Globo. Imagens do sistema de segurança mostram que ela entrou com uma sacola vazia e saiu com ela cheia.

    Além de cometer um crime que favoreceria a Globo, a servidora inseriu dados falsos no sistema da Receita em benefício de outras três empresas. Em apenas um dos casos o prejuízo aos cofres públicos foi de R$ 4,2 milhões.

    Em tal situação, seria presumível que a empresa dos Marinho se dedicasse a explicar por que alguém que se dedicava a fraudar ou surrupiar processos da Receita sob encomenda de empresas fiscalizadas, roubou o seu. Mas não, a nota da Globo, além de não explicar nada, preferiu ameaçar quem levanta dúvidas tão compreensíveis sobre caso tão “peculiar”.

    A nota da emissora termina com a ameaça de que “Tomará as medidas judiciais cabíveis contra qualquer acusação falsa que lhe seja dirigida”.

    Em um primeiro momento, pensei que se tratava de ameaça aos blogs Cafezinho, do jornalista carioca Miguel do Rosário, e Viomundo e Escrevinhador, dos repórteres da Record Luiz Carlos Azenha e Rodrigo Vianna, todos linkados nesta página. Contudo, conversa telefônica que mantive nesta quarta-feira aponta para outro alvo.

    Segundo me foi dito, a Globo estaria convencida de que o amplo espaço dado pela TV Record ao caso – enquanto nenhum outro grande meio de comunicação sequer tocou no assunto – decorreria de a emissora concorrente estar por trás das denúncias.

    A informação não termina aí. A Globo, além de supostamente estar se preparando para processar a Record pelas matérias que tem veiculado sobre as denúncias contra si, também prepara novas reportagens acusatórias à Igreja Universal e à própria concorrente.

    Enquanto isso, as autoridades permanecem silentes. Receita Federal e Ministério Público limitaram-se a soltar notas no mesmo tom que a Globo, eximindo-se de responsabilidade pelo sumiço e pelo “congelamento” do processo durante mais de seis anos.
    Postado por Miro às 16:51

    ResponderExcluir
  9. E a étikkkkkkkkkkka de COLEIRA dos jornalistas das Organizações Globo, hein? R$ 600 mi foram SONEGADOS, documentos SOMEM da Receita, e nada dos Mervais, Noblats e Leitões se pronunciarem – apenas uma notinha malandra e escondidnha no Portal G1. Ou seja, os étikkkkkkkkkkkkkkkkos PLIMPLIM-AMESTRADOS, tão rápidos em denunciar a corrupção alheia, de repente se calam quando o escândalo é no CHIQUEIRO deles. Ou: corrupção no dos outros é refresco.

    ResponderExcluir
  10. Devíamos começar uma campanha estadual em toda a mídia:
    " NÃO QUEREMOS DAR PREJUÍZO AO GOVERNO DE MINAS,
    ELE INSISTE EM AFIRMAR QUE SUBSÍDIO É SENSACIONAL;
    PARA O BEM SOCIAL,
    QUEREMOS RECEBER DE ACORDO COM O PISO NACIONAL."

    Professores de MG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei essa ideia. Penso que atrelada a ela poderia, caso tivesse departamento jurídico no nosso sindicato, a gente entrar na justiça com essa alegação também:PISO na nossa carreira antiga, como a gente pode optar.

      Excluir

  11. http://www.ocafezinho.com/

    ResponderExcluir
  12. A maior engenharia contra os professores foi dada por Aécio/Anastasia quando em 2007 eles elaboraram e sancionaram a tal LC 100/2007. Esta efetivação sem concurso dividiu para sempre a categoria entre os apadrinhados do governo e os concursados. A partir daí o sindicato teve e tem enormes dificuldades em mobilizar a categoria para grandes eventos e greves. Tá certo que tivemos 112 dias de greve mas deveria ter tido muito mais adesão se não fosse essa tal de lei 100. A maioria dos efetivados 99% (pelo menos dos que eu conheço) afirmam ter votado em Anastasia e nunca se aderiram a greve ou outras manifestações contra o governo. Eles se sentem beneficiados pelo governo que os presenteou com um emprego. Imagine nas cidades pequenas onde tem pouco emprego e de uma hora para outra surge uma lei e dá emprego para todo mundo na escola; claro que vão defender o governo até a morte já que o emprego dado pelo governo é tudo que têm. O sindicato tem culpa em não conseguir mobilizar toda a categoria pois comete muitos erros mesmo, como foi citado por Euler neste seu post magnífico. Mas para um governo que almejava iniciar todo um projeto para acabar com toda uma categoria e ainda assim continuar tendo apoio de vários professores, a lei 100 foi mesmo digna de aplausos, pois dividiu, separou, fez perder a força. Podemos ter um exemplo conosco mesmos. Imagine uma turma sua de 40 alunos e que 15 são completamente indisciplinados, irresponsáveis e que, por isso, nunca estudam para as provas. Agora os outros 25 são disciplinados e compromissados e estudam bastante. Imagine que você queira que a média das notas dessa turma seja no mínimo 70%. É claro que você terá muitas dificuldades já que quase a metade estará contra e puxarão a média para baixo. Você terá apenas 25 alunos assumindo o compromisso de melhorar a média da turma enquanto os outros, pelo contrário, puxarão a média para baixo. Assim é a nossa categoria com esta lei 100 e essas são as dificuldades que o nosso sindicato tem em mobilizar TODOS visto que dentro destes "TODOS" muitos são contra. Concordo que o sindicato é omisso e peca em muitas ações e a falta de mobilização da categoria é também sua culpa, mas esta lei 100 foi uma engenharia intelectual incrível do governo mineiro para massacrar todas as nossas vantagens e ainda por cima receber votos e apoio de uma boa parte dos professores. Parabéns Aécio/Anastasia, fico admirado pela "inteligência" de vocês. Ahh, e só pra finalizar, não tenho, nunca tive e nem terei absolutamente nada contra os efetivados, são nossos irmãos de profissão. Eles foram e são simplesmente vítimas e no final disso tudo, tanto eles, efetivados, como os concursados seremos os prejudicados, enquanto os de cima se deliciam em seus banquetes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo do o(a) colega. E,acrescento que: enquanto esta situação (Lei 100) não for julgada no STF teremos enorme dificuldade em mobilizarmos nossa categoria que já historicamente mostrou-se,despolitizada, desunida e pouco a vontade para lutar. Portanto, não creio em levante dos educadores no segundo semestre e a culpa disto não é apenas do sindicato. Muitos(as) se beneficiaram com tal lei ou acharam que se beneficiariam com a situação vivida e nada farão para mudar o "status quo" nas Gerais. Resta-nos conscientizarmos que o tempo de sermos idiotas úteis já passou e unidos lutarmos por um futuro melhor. Lembrem-se: professor é uma profissão em extinção e com ou sem Lei 100 haverá trabalho para todos(as). O que devemos é cobrar concurso público para todos efetivados(as) acertarem suas situações junto ao serviço público. E isto é obrigação do governo de Minas.Sou professor do estado efetivo em dois cargos. Um dos meus cargos tenho 19 anos e outro 12 anos. Mensalmente a não aplicação da lei do piso me proporciona mais de 1800 reais de prejuízo financeiro!

      Excluir
    2. Muitos efetivados são cabos eleitorais do Anastasia, e, através dos alunos conseguem votos para os candidatos do PSDB. Trabalho em uma escola na região metropolitana de Belo Horizonte onde essa realidade acontece, já tentaram de tudo para que eu que penso contrário a eles saísse de lá mas não conseguiram, pois sou concursado. Tentam a todo momento demonstrar que não tenho a competência para o exercício da profissão, com suas sutilezas, nos bastidores jogam os alunos contra mim, mas as minhas argumentações técnicas são incontestáveis e assim vou derrubando-os. Infelizmente os professores estão desamparados pois até mesmo os docentes das escolas superiores fazem o jogo do governo mineiro, e tudo isso tem ligação com os grupos políticos dominantes.
      Só enxerga isso quem passa por tal experiência.

      Excluir
    3. Dá nojo ouvir este blá blá blá de efetivos e efetivados. todos estão na M...!Quanta ignorância falar que somente os efetivados votam nesta corja que governa Minas Gerais!Durante as últimas greves,vi efetivados e designados fazerem paralisações,enquanto os efetivos não paralisaram.Não culpo ninguém,cada um,sabe onde seu calo dói.Os professores ultimamente,Tem se mostrado empobrecidos financeiramente e de espírito.É preciso que a mesquinhes dê lugar à solidariedade e à união.Lutemos por nosso piso e pelas vantagens que foram surrupiadas.

      Excluir
    4. Imagina quando o Brasil tiver que importar professores.Alguém acredita que é impossível? Na minha cidade que é universitária, as escolas estão lotadas de professores autorizados que entraram na faculdade esse ano. Eu, com 16 anos de tempo de serviço e eles com 5 meses.Nosso salário? vocês já sabem: R$1.386,00.O resto é blá blá blá , mesmo.

      Excluir
  13. fiz um post no

    http://www.hojeemdia.com.br/minas/professores-estaduais-decidem-por-nova-paralisac-o-em-agosto-1.145680

    aposto que amanhã tiram reportagem ar

    ResponderExcluir
  14. É isso aí Euler e colegas enquanto eu não tiver o PISO, LEI FEDERAL 11.738/08 nas minhas carreiras antigas como eu pude optar, digo que nenhum deles me representam também.
    #aGloboMente já está levando a parte dela. Desde o Ih, FORA!... E nossa campanha de boicote a essa emissora que ela está indo de mal a pior. Nossas amigas convocadas para nos ajudar: As Almas Benditas e Sagradas vão fazer com que cada um deles pague o que nos deve economicamente e moralmente. Só ter fé que mais cedo ou mais tarde a LEI vai prevalecer. Não podemos é desanimar. Juntos somos mais.

    ResponderExcluir
  15. Absurdo isso:
    Secretário agride manifestantes no Facebook
    http://www.brasil247.com/pt/247/alagoas247/108281/Secret%C3%A1rio-agride-manifestantes-no-Facebook.htm

    ResponderExcluir
  16. PROFESSORES, NÃO CAIM NA CONVERSA MOLE DO "SINDNÚTIL"

    Caros colegas professores,
    '
    mais uma vez o "sindnútil" passa a perna na nos professores, ou pele menos, pensa que passou. Isso, porque sabemos que estas supostas reuniões com o pessoal do governo não trazem nada, nada diferente do que já sabemos: o governo não vai nos pagar o piso. E se o "sindnútil" acha que nós, professores, aceitamos outra coisa como ganho para a classe, eles estão muito enganados.

    De fato, essa conversa mole do "sindnútil" de que contratação dos concursados, Lei 100 ou qualquer outra migalha significa ganho para os professores, enganam-se muito.Nós queremos é o pagamento do piso nacional e a recuperação da carreira perdida. É bom que os professores sempre lembrem disso: nós não temos uma carreira, nós não temos um piso digno e compatível com nossas atribuições e qualificações.

    Portanto, "sindnútil", saiba que não mais aceitamos esta conversa fiada de que conversou com o governo, de que vai marcar outra reunião com o governo. O fato é que o tempo vai passando e o "sindnútil" e o governo não trazem nada de novo, nada de melhorias, nada de piso para os professores.

    Queremos o piso nacional é agora! Queremos nossa carreira de volta agora!

    Fora "sindnútil"!

    Desfiliação em massa, já!

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alessandro - Araguari13 de julho de 2013 13:00

      Att Raimundo Santos
      Queria saber o que Vossa Senhoria pretende, que tanto vc desdem do sindicato, vc perdeu alguma eleição de sindicato?
      Você deve ser uma pessoa bastante frustada pois nunca vi uma pessoa desdenhar tanto do sindicato.
      Porque ao invés de ficar tanto destilando seu veneno, vc não utiliza o espaço para propor ideias, procurar caminhos e não ficar desdenhando, vc deve ser da turma daqueles que ficam na escola reclamando de tudo e de todos e na hora do vamo ver arruma alguma desculpa para não participar, para depois criticar.
      Como Professor e formador de opinião vc deve ter ética e simplesmente propor debates e não ficar tentando desqualificar o sindicato.
      Sugiro que vc se filie na APPMG se ja não está filiado, vá para os hoteis do Espirito Santo, como vc é insatisfeito com tudo daqui uns dias verei um post seu fora "APPMG".
      Como militante vc deve estar cansado de saber ou não quer saber pois e mais fácil criticar, que essa classe de educadores não e unida.
      Se todos não seu unir nunca teremos nada
      Atenciosamente
      Alessandro

      Excluir
    2. Alessandro - Araguari13 de julho de 2013 13:02

      Att Raimundo Santos

      Sugiro que vc monte uma chapa com as suas ideias, quem sabe muda essa situação, e´claro que vc não quer pois e muito mais comodo ficar criticando
      Att
      Alessandro

      Excluir
  17. http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/108303/Carta-Maior-Consultoria-de-Snowden-era-bra%C3%A7o-direito-de-FHC.htm

    ResponderExcluir
  18. Professor Euler,
    Belíssimo texto, inclusive ao seu final, quando você fala de antigos alunos... A gente se emociona!
    Quanto à luta, espero que o que aconteceu seja apenas o começo. Creio que em 2014 a sociedade poderá fazer uma revolução. Definitivamente, os calhordas só agem sobre pressão. Por enquanto,nós educadores, ensinamos com bom senso, paciência; a hora que isso tudo se acabar... Aí não sei o que será...
    Professor Herbet - Cristália -MG

    ResponderExcluir
  19. Concordo com o Anônimo do dia 11 as 17:06, mas criar um sindicato não é muito fácil, mas tente terá muitas cidade aderindo, pois o SindUTE não dá mais e esse povinho que está lá, não sairá jamais. Até achei que o NDG faria isso mas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Criar sindicato ?????KKKKKKKKKKKKK
      só com aval do Anastahitler!
      Porque não se filiam na appmg do Anastahitler?

      Excluir
  20. A GRANDE FARSA

    Caro colega Euler e demais professores,

    diante desta situação, em que não se vê nada de concreto para melhorar a educação pública e valorizar o professor estadual (com pagamento de salário digno e que faça jus a sua titulação e responsabilidade), o que fazer???

    Como devemos agir contra estes poderes instituídos (governo, judiciário, executivo, legislativo, mídia, sindicatos, etc)??? Todos eles, nos bastidores sujos da politicagem nacional, conspiram contra a sociedade, contra a educação, contra os professores. Estão enraizados num sistema corrupto e sujo que já remonta há décadas neste país, mesmo que chamem isso de "democracia".

    De fato, o professor Euler sintetizou muito bem ao afirmar que esta corja não nos representa. Eles só representam a si mesmos. Agem somente buscando o benefício próprio. E mesmo diante de possíveis mudanças no contexto político-social no país, não se deve esperar muita coisa. Isso, porque eles já tramam novas formas de burlar e minar estes movimentos sociais que começam a surgir no Brasil.

    Infelizmente, parece que o burburinho social que prometia incitar o povo para as ruas, começa a se dissipar. No início, nas primeiras manifestações, o movimento não tinha rosto, não tinha partido, não tinha representação político-partidária. Entretanto, as manifestações que vimos na última quinta-feira, mostraram-se muito diferentes. Agora, aparecem novamente as bandeiras de partidos, de sindicatos...

    Portanto, diante desta situação, o que fazer???
    Por outro lado (batendo na mesma tecla) poderíamos sim, fazer muito. Mas para isso seria preciso nos organizarmos como classe. E como nosso representante legal, o “sindnútil” só faz aquilo que agrada aos poderes constituídos (pois também tira proveito desta situação), devemos nós mesmos, a partir das redes sociais, buscar nossa organização como classe. Hoje, com a Internet, as redes sociais, não precisamos mais de um arremedo de sindicato, que presta serviço ao governo. Podemos nós mesmos nos organizarmos, marcar nossos encontros, propor paralisações, passeatas, manifestações. O importante é fazer com a classe tenha unidade.
    Enquanto isso, o “sindnútil” quer nos enganar alegando que marcou encontro com o pessoal do governo, que discutirá propostas, reivindicações. Mais uma lorota deste sindicato corrupto e atrelado a partidos políticos. O tempo passa, nada acontece e o “sindnútil” continua com a mesma conversa fiada. Queremos é o pagamento do piso nacional. É isso que tem de ser discutido com o governo de Minas Gerais. Fora “sindnútil”!
    Desfiliação em massa!
    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raimundo, usar a internet devemos e funciona se metade dos professores fizerem.Inundar a rede de denúncias,envolver os estudantes.
      Paralisação legal com "falta greve "ninguém faz,imagina por conta própria.
      Agora querendo ou não representação legal é do sindicato.
      Desfiliação em massa é o que todo governo quer.
      Pra você ter uma ideia,desde 2011 eu e um grupo de professores
      nos filiamos ao sindicato e até hoje a SEPLAG não faz o desconto.Cada dia inventam uma informação incorreta,chega lá arquivam,mas o desconto não acontece.
      Se quisermos teremos que entrar com uma representação legal exigindo este nosso direito.
      Então colega,nada de desfiliação em massa!
      Se o sindicato é inútil é´porque a classe já provou a sua própria inutilidade,prestando somente a encarar um "quadro negro.

      Excluir
    2. Alessandro - Araguari13 de julho de 2013 13:06

      Att
      Raimundo
      Vc está parecendo o nosso governo coloca a culpa em todo mundo pela sua incompetencia, culpar o sindicato por tudo, mas na visão do governo se todos estão trabalhando e pq está satisfeito com as condições, desfiliação e massa e que o governo quer, pois querendo ou não nosso sindicato incomoda.
      Vc está fazendo o papel que o governo quer
      Att
      Alessandro

      Excluir
  21. Não podemos esperar até o ano que vem, pois é ano politico e não pode dar aumento de salario...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro(a), Anônimo12 de julho de 2013 13:55, mas é exatamente isso que o SindINUTIL está fazendo, esperando o ano político, numa estratégia de defesa do comparsa Anastasia. O sindicato finge que 'luta' pela categoria, os sindicalizados acreditam piamente e quem ri por último é Anastasia. É tudo uma farsa, um faz-de-conta. O sistema corrompido, os podres poderes, arrebanharam as entidades sindicais. Somos apenas fantoches, joguetes. Tudo tem que funcionar exatamente como está, de um modo teatral, mas é nos bastidores a realidade que está se refletindo no nosso salário, na nossa dignidade, diga-se de passagem perdida. Ninguém se importa. Para o governo o que importa são os cofres públicos, a captação de verbas; para o sindicato o que importa é o departamento financeiro, o faturamento das contribuições repassadas pelo governo. Nós somos apenas a desculpa pra toda a bandalheira "que já vem malhada ante d'eu nascer" (Cazuza).

      Excluir
  22. Quando será que o nosso piso salarial será pago???????????????
    Somos uma classe em extinção, basta vermos a quantidade de substituições em aberto. Mas, mesmo assim, não há ninguém, nem instituição como o MP ou TJMG, para nos defender. Só podemos contar conosco mesmo!!! Estamos lascados, pois somos expropriados de nossa dignidade enquanto seres humanos, moralmente, espiritualmente, socialmente, politicamente, financeiramente............. É de dar dó a nossa condição! Somos zumbis vivos!!!

    ResponderExcluir
  23. Joaquim Barbosa escondeu laudo que envolvia seu filho
    Enviado por Miguel do Rosário on 08/07/2013 – 3:18 pm 58 comentários

    RELAÇÕES ESTRANHAS

    Empresa investigada por receber R$ 2,5 milhões de Marcos Valério contratou filho de Joaquim Barbosa

    por Helena Sthephanowitz publicado 08/07/2013 13:40, última modificação 08/07/2013 13:41.
    Na Rede Brasil Atual.

    Se Barbosa é relator da ação que envolve Valério, não deveria ter mais atenção a este tema?
    O grupo Tom Brasil contratou Felipe Barbosa, filho do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, para assessor de Imprensa na casa de shows Vivo Rio, em 2010. Até poucos dias atrás, antes de ele ir trabalhar na TV Globo com Luciano Huck, Felipe ainda era funcionário da Tom Brasil.

    Nada demais, não fosse um forte inconveniente: a Tom Brasil é investigada no inquérito 2474/STF, derivado do chamado “mensalão”, e o relator é seu pai Joaquim Barbosa. Este inquérito, aberto para investigar fontes de financiamento do chamado “mensalão”, identificou pagamento da DNA propaganda, de Marcos Valério, para a Casa Tom Brasil, com recursos da Visanet, no valor de R$ 2,5 milhões. E quem autorizou este pagamento foi Cláudio de Castro Vasconcelos, gerente-executivo de Propaganda e Marketing do Banco do Brasil, desde o governo FHC. Estranhamente não foi denunciado na AP-470 (chamado “mensalão”) junto com Henrique Pizzolato.

    Outra curiosidade é que um dos sócios do grupo Tom Brasil, Gladston Tedesco, foi indiciado na Operação Satiagraha, sob a acusação de evasão de divisas como cotista do Opportunity Fund no exterior, situação vedada a residentes no Brasil. Ele negou ao jornal Folha de S. Paulo que tenha feito aplicações no referido fundo.

    Tedesco foi diretor da Eletropaulo quando era estatal em governos tucanos, e respondeu (ou responde) a processo por improbidade administrativa movida pelo Ministério Público.

    Pode ser só que o mundo seja pequeno, e tudo não passe de coincidência, ou seja lobismo de empresários que cortejam o poder, embora o ministro Joaquim Barbosa deveria ter se atentado para essa coincidência inconveniente, dada a sua dedicação ao inquérito. Entretanto, não custa lembrar que se o ministro, em vez de juiz, fosse um quadro de partido político, o quanto essa relação poderia lhe causar complicações para provar sua inocência, caso enfrentasse um juiz como ele, que tratou fatos dúbios como se fossem certezas absolutas na Ação Penal 470. Também é bom lembrar que o ministro Joaquim Barbosa já declarou que não tem pressa para julgar o mensalão tucano, no qual Marcos Valério é acusado de repassar grande somas em dinheiro para a campanha eleitoral dos tucanos Eduardo Azeredo e Aécio Neves.

    PS O Cafezinho: Barbosa manteve-se o inquérito 2424 em sigilo absoluto. Neste inquérito, constavam documentos que podiam inocentar vários réus da Ação Penal 470. Os documentos também envolviam, conforme denúncia da Rede Brasil Atual, o seu próprio filho, que trabalhou numa empresa investigada por receber R$ 2,5 milhões de Marcos Valério. Tudo muito estranho. Ainda iremos escrever um bocado sobre isto. Aguardem.
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/07/08/barbosa-escondeu-inquerito-que-envolvia-seu-filho/#sthash.bEJanPUq.dpuf

    ResponderExcluir
  24. Anônimo das 20:01 os da lei 100 fizeram aqui na minha cidade todas as greves os que não estão parando são os efetivos , eles falam que o sindicato é pago p/ trabalhar para eles e fora os contratados que é mais que efetivo e efetivado JUNTOS.Por tanto não é efetivado que fica sentado esperando em berço luxuoso alguém lutar por eles não, veja como trata os da lei 100.Seu bloquinho dos CONCURSADOS são medrosos e chora SALÁRIO TODOS DIAS,PENINHA NÉ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui na minha cidade a maioria dos efetivados é que estão mortos.Adoram a appmg(em minúsculo mesmo), querem o Anastasia ou o Aécio no poder porque devem a eles essa efetivação!
      Aqora generalizar não funciona, porque temos efetivos e efetivados na luta.Temos efetivos e efetivados deitados em berço explêndido!

      Excluir
  25. Euler, é muito legal saber que estes corajosos e determinados jovens resolveram pleitear nossa causa junto ao governo. Estão mesmo agindo com uma solidariedade e humanidade impressionantes para conosco. Mas para ficar mais fácil essas exigências e diálogos sobre piso e nossa carreira, acho que eles deveriam receber uma cópia do documento assinado pelo governo, através do secretário de governo Danilo de Castro após nossa greve de 112 dias, se comprometendo a pagar o piso em nossa antiga carreira lei 15.293/2004. A partir do momento que os jovens da ASSEMBLÉIA POPULAR HORIZONTAL tiverem essa importante informação vai ficar mais fácil essas negociações e aí eu quero ver o que o governador vai falar pra eles depois deles mostrarem ao governador o acordo assinado com o sindute, por Danilo de Castro, assumindo pagar o piso na nossa antiga carreira. Aí vai ficar sem jeito de Anastasia falar de subsídio já que o compromisso assumido pelo governo foi de pagar o piso na antiga carreira. Isso, para esses jovens determinados, será lenha na fogueira. Em todo e qualquer debate ou negociação uma grande arma que usamos é a informação. Os jovens precisam saber desse acordo assinado entre sindute e governo. Euler precisamos informar estes jovens sobre isso e ver se o sindute passa uma cópia para eles. Você que mora aí perto de Belo Horizonte deve ter mais facilidade para ter contato como essa ASSEMBLÉIA POPULAR HORIZONTAL e fornecer a eles estas informações importantes e que podem nos ajudar bastante, mesmo que seja por email. No mais vamos rezar por eles já que são nossa voz neste momento, e claro, sempre que pudermos, vamos fazer nossa parte também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Otima ideia!!!precisamos entregar este documento para estes jovens corajosos poderem desmascarar este Governo.Como podemos fazer isto? Alguem tem alguma ideia? Nao podemos perder esta oportunidade.

      Excluir
    2. "Ou vc chora pela realidade ou vc luta para mudar, não tem meio termo" ( Luis Cersky )

      Excluir
  26. Achei muito interessante o comentário do anônimo de 11/7 20:01. A efetivação gerou entre nós uma situação mais ou menos assim: imagine um país A em guerra com outro país B, porém quase a metade do exército do país B se beneficiará se caso o país A ganhar. Sendo assim o país B terá enormes dificuldades em batalhar visto que não terá entrega de todo seu exército na guerra. Realmente vai ser muito difícil conseguirmos novamente nossa unidade enquanto vigorar esta lei 100. Analisem bem se existe alguma outra categoria de servidores públicos com duas situações funcionais como acontece na educação. Coincidentemente a nossa categoria também é a única que perdeu todas as suas vantagens. Grande "coincidência" não é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKK realmente, Aécio/Anastasia devem ter pensado assim: é, vamos acabar com esta raça de professores mas sem grande polêmica. Aí vem o maquiavélico Anásta e fala:"é, mas temos primeiro que ter os próprios inimigos do nosso lado, então damos emprego pra milhares através de uma lei complementar. Estes milhares não irão reclamar nada quando começarmos a destruir a categoria dos professores visto que eles ganharam de mão beijada o emprego e ainda vão votar em nós nas eleições. Os outros concursados nunca terão quorum suficiente para moverem uma palha contra nós, até porque teremos sempre a mídia do nosso lado". Após esta "brilhante" explicação, Aécio responde: "bravo capacho, agindo assim eu até vou te apoiar ao governo nas próximas eleições". Assim os anos se passaram e estamos hoje aí...

      Excluir

  27. PARECER SOBRE AÇÃO CONTRA AÉCIO SAI EM BREVE, DIZ GURGEL.

    O senador Aécio Neves (PSDB-MG) deve ter em breve uma definição sobre a possibilidade de entrar na disputa eleitoral com o peso de uma investigação por suspeita de ocultação de patrimônio e sonegação fiscal sobre a cabeça. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou nesta sexta-feira, 12, que "nos próximos dias" emitirá parecer sobre a representação feita contra Aécio e a irmã dele Andrea Neves.

    "Ainda não conclui esse exame. É uma questão que ainda está sendo examinada, mas haverá uma definição antes da conclusão do meu mandato, sem dúvida nenhuma", declarou Gurgel, cujo mandato termina no dia 15 de agosto, referindo-se à representação contra Aécio.

    O procurador-geral da República esteve nesta sexta-feira em Belo Horizonte para receber a Grande Medalha Presidente Juscelino Kubitschek, entregue pelo governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia (PSDB), mas que foi concedida a Gurgel em 2009, ainda durante a gestão de Aécio na administração estadual.

    A representação contra o senador do PSDB de Minas Gerais foi apresentada à Procuradoria da República, em maio de 2011, por deputados que fazem oposição ao governo do Estado.

    A justificativa é de que Aécio declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de pouco mais de R$ 617 mil, mas foi flagrado numa batida policial da Lei Seca no Rio dirigindo um Land Rover. Aécio recusou-se a fazer o teste do bafômetro e contratou um taxista para dirigir o carro até a residência que mantém na capital fluminense.

    O automóvel, avaliado em mais de R$ 300 mil, estava em nome da Rádio Arco-Íris, retransmissora da Jovem Pan em Belo Horizonte que pertence ao senador do PSDB, a Andrea e à mãe deles, Inês Maria Neves Faria. De acordo com a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg), a rádio tem capital social de R$ 200 mil. Mas a arco-íris tinha outros 11 carros na frota - pelo menos três importados. Aécio entrou na sociedade no fim de 2010, após deixar o governo de Minas Gerais e ser eleito para o Senado.

    O caso deflagrou uma briga interna no Ministério Público Estadual (MPE) de Minas. Depois de o então procurador-geral de Justiça do Estado, Alceu José Torres Marques, arquivar representação para verificar se a Arco-Íris, que era dirigida pela irmã de Aécio, recebia recursos do governo estadual durante a gestão dele - na qual ela presidia o grupo técnico de comunicação da gestão estadual - integrantes do bloco Minas Sem Censura, de oposição ao Poder Executivo, fizeram nova denúncia ao MPE.

    O promotor João Medeiros, da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, chegou a instaurar inquérito civil para apurar repasses publicitários do Executivo, mas Marques avocou o expediente e, novamente, arquivou a denúncia. O caso foi parar no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), que confirmou o arquivamento.(Informações MSN Notícias)

    ResponderExcluir
  28. Fonte Yahoo. 12/7/2003
    O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou, por meio da assessoria, que não há relação entre o capital social e o patrimônio de uma empresa. A nota divulgada por Aécio se refere a uma representação que foi apresentada contra ele à Procuradoria Geral da República, em maio de 2011, por deputados que fazem oposição ao governo de Minas Gerais. Nesta sexta-feira, 12, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou, em Belo Horizonte, que "nos próximos dias" vai emitir parecer sobre a representação.
    A justificativa apresentada na representação é de que Aécio declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de pouco mais de R$ 617 mil, mas foi flagrado em uma blitz da Lei Seca no Rio dirigindo um Land Rover. O veículo, avaliado em mais de R$ 300 mil, estava em nome da Rádio Arco-Íris, retransmissora da Jovem Pan em Belo Horizonte que pertence a Aécio, a sua irmã Andrea e à mãe deles, Inês Maria Neves Faria. A empresa foi registrada na Junta Comercial de Minas Gerais (Jucemg) com capital social de R$ 200 mil. Na sua frota havia outros 11 veículos, sendo pelo menos três importados. Aécio entrou na sociedade no fim de 2010, após deixar o governo de Minas e ser eleito para o Senado.
    Por meio da assessoria, o senador ressaltou que a emissora "declarou corretamente, entre seu patrimônio, a frota mencionada". "Toda ela constituída ao longo de 20 anos", observa. E salientou ainda que não há irregularidade no fato de usar o veículo da empresa.
    Sobre a representação, o procurador-geral da República afirmou: "Ainda não conclui esse exame. É uma questão que ainda está sendo examinada, mas haverá uma definição antes da conclusão do meu mandato, sem dúvida nenhuma". Ele esteve em Belo Horizonte para receber a Grande Medalha Juscelino Kubitschek, entregue pelo governador de Minas, Antonio Anastasia (PSDB), mas que foi concedida ao procurador-geral em 2009, ainda durante a gestão de Aécio no Executivo mineiro.
    A revelação de que o senador é sócio da emissora deflagrou uma briga interna no Ministério Público Estadual (MPE) de Minas Gerais. Depois de o então procurador-geral de Justiça do Estado Alceu José Torres Marques arquivar representação para verificar se a rádio, que era dirigida por Andrea, recebia recursos do governo mineiro durante a gestão de Aécio - na qual Andrea presidia o Grupo Técnico de Comunicação do Executivo - integrantes do bloco Minas Sem Censura, de oposição ao governo, fizeram nova denúncia ao MPE.

    ResponderExcluir
  29. QUEREMOS O PISO NA CARREIRA ANTIGA.

    O GOVERNO DE MINAS NOS TRATA COMO IDIOTAS.
    ESTE DOCUMENTO ASSINADO POR DANILO DE CASTRO SE COMPROMETENDO A PAGAR O PISO NA CARREIRA PRECISA CHEGAR NA MAOS DESTES JOVENS DISPOSTOS A ENFRENTAR ESTE GOVERNO MENTIROSO E PERVERSO.

    NAO IREMOS DESISTIR ENQUANTO NAO VOLTARMOS PARA A CARREIRA ANTIGA E COM O PISO DE ACORDO COM A LEI.
    NAO OPTEI POR SUBSIDIO.

    ResponderExcluir
  30. DESPEDIDA:

    Não aguento mais entrar nesse bloguizinho e ler os textos desse tal professor Euler, pessoa que nunca vi e nem faço questão de conhecer. E acho uma chatisse seus textos politizantes(sic)... não é disso que precisamos e muito menos será dessa forma que irá contribuir com a politização da categoria. Por favor, não precisamos da sua catequização, professor Euler. Desça do seu pedestal. Que o sr tem valor, em todos os sentidos, isso eu reconheço. Mas também reconheço que seus textos pouco ou nada contribuem. Pra mim, eles não passam de um exercício narcisista!!! Me poupe ou procure um psicanalista. Também não me convence o adjetivo 'DURO' para uma sigla vazia que se entitula Núcleo....Quem, afinal são vocês??? O que, na prática, tem de mais DURO ou CONSISTENTE do que o tal malfadado sindinútil??? Sinceramente, não vejo diferença... a não ser no discurso. Na real, professor Euler, general(ou sei lá que outra patente ridícula) um tal Rômulo, que proposta alternativa apresentaram à categoria??? o que você fazem não passa de uma crítica infantil a esse maldito sindicato comprado pelo poder político. Essas críticas nós, professores que não participamos das assembléias(e não participamos porque sabemos que são um verdadeiro engodo)... essas tais críticas que vocês fazem já viraram doença, um tipo de toque...Chega! Se querem ser Núcleo, e ainda mais... DURO, que partam para uma ação concreta... real, nas bases,,, porque, prof. nós que recusamos a ir às assembléia, de alienados e não politizados não temos nada. Aliás, em verdade, somos mais conscientes do que vocês pois não nos deixamos enganar nem pelo discurso mentiroso da Beatriz e nem pelo discurso falsamente revolucionário de vocês. Ah, professor... tô tão cansada de tudo!!! Do falso sindicato, e do falso núcleo duro, que durante a greve daqueles 112 dias, aqui nesse blog se colocou como uma liderança alternativa... mas também não passou de um outro engodo. Sabe o que você e seus textos me lembram, prof Euler. Me lembram os intelectuais da Usp que escrevem, escrevem... mas não contribuem em nada. É, prof, talvez seja isso... tal como o sr Renato Janine, também você nasceu para a vida acadêmica!!! Então, sendo assim, me despeço... e quando você e os membros do egrégio núcleo duro forem assumir uma cadeira na Academia Brasileira de Letras me mandem o convite que eu terei o enorme prazer de lhes enviar uma coroa de naftalinas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk, ai está um partidário da anasta

      Excluir
    2. Deste tipo não precisa entrar mais não. Tchau! Não faz falta nenhuma. Tem cheiro de Aécio/Anastasia!!!!!!!!!! Credo!

      Excluir
    3. Alessandro - Araguari13 de julho de 2013 13:08

      Vc entra no blog porque quer entrar, se vc está despedindo ja vai tarde, sugestão filie-se a APPMG ela e bem mais interessante

      Excluir
    4. Good Bye!Já vai tarde.Ninguém o obrigou a ficar viciado neste Blog!Edilson-Virgolândia.

      Excluir
    5. Já vai tarde ....

      Excluir
    6. FALOU E DISSE. Eu também estou fora,mesmo porque até meus filhos já me pediram. Estou me enchendo de revoltas e está fazendo mal pra minha saúde. Vou me aposentar este ano e prefiro ficar alienada a este assunto antes que eu tenha um infarto. Afinal já são quase 2 anos que sigo este blog diariamente com fanatismo sem poder deixar de ler um comentário sequer. Já estou até tomando ansiolítico por receita médica. Antes que eu bata as botas na frente deste Blog,Tchau.FUI...

      Excluir
    7. Já foi tarde, entulho. Só sabe dar valor a História quem ajudou a construí- la e ao que parece não foi em absoluto o seu caso! Folgado(a) que está esperando a vitória alheia para cair na sua conta bancária. Deveria tomar vergonha e propor a mudança você. Quanto as naftalinas, coloque-as você na seu cérebro porque nem tentar nada tentou além de ler e criticar.

      Excluir
    8. Definitivamente este que despede do blog não é um professor. Tá com jeito de "infiltrado"
      Se tá cansado de entrar no blog,ele é seu fã Euler.
      Fã de vez em quando da a louca...
      Liga não professor,ele é apenas mais um....fã, que acha que você faz milagres.KKKKKKKKKKKK

      Excluir
    9. Anônima de 1:45, cante em outra freguesia, ninguém está sendo obrigada a ler os texto do Euler.
      Quem convidou vc para ler?Vc deve ser uma péssima professora, não sabe respeitar a opinião alheia.Como passar isso para seus alunos, se vc não o faz?

      Excluir
  31. Sindpol esta a 31 dias de greve...eta governo ruim!

    ResponderExcluir
  32. Esta turma do demo, o aecinho do pó, e o anasta, filhote do cosa ruim, não têm ética nenhuma. Por que devemos ter? Estamos, a grande maioria, falidos por causa destes desprezíveis, Portanto vamos, a partir de agosto tirar licença em massa e estrangular o sistema, pois não haverá substitutos para nós. A SEE disse que as escolas funcionaram em mais de 90% na última 5ª feira. Vamos dar o troco e paralisar as escolas desta forma. Se a turma não quer greve, pelo menos tira licença!!!!!!!

    ResponderExcluir
  33. RESPOSTA AO "Anônimo13 de julho de 2013 07:12

    O anônimo escreveu:

    "...Raimundo, usar a internet devemos e funciona se metade dos professores fizerem.Inundar a rede de denúncias,envolver os estudantes.
    Paralisação legal com "falta greve "ninguém faz,imagina por conta própria.
    Agora querendo ou não representação legal é do sindicato.
    Desfiliação em massa é o que todo governo quer.
    Pra você ter uma ideia,desde 2011 eu e um grupo de professores
    nos filiamos ao sindicato e até hoje a SEPLAG não faz o desconto.Cada dia inventam uma informação incorreta,chega lá arquivam,mas o desconto não acontece.
    Se quisermos teremos que entrar com uma representação legal exigindo este nosso direito.
    Então colega,nada de desfiliação em massa!
    Se o sindicato é inútil é´porque a classe já provou a sua própria inutilidade,prestando somente a encarar um "quadro negro..."

    Prezado anônimo,

    se você deixa bem claro que a classe não é unida, não adere aos movimentos (e isso é fato), então quem é sindicalizado e tem descontos em folha de pagamento, tem mais do que motivos para se desfiliar. É isso mesmo. O que adianta para a classe ser filiada quando não existe adesão aos movimentos reivindicatórios? Acho que vocês que são sindicalizados estão é jogando dinheiro fora, pois esta cultura de auto-aniquilamento da classe e de não adesão às lutas não vai mudar. Os pelegos entre os professores sempre superam os professores que aderem às lutas.

    Portanto, continuo propondo a desfiliação em massa. Mas se você ou qualquer outro professor quer sustentar o "sindnútil", aí é outra coisa.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
  34. RESPOSTA A ANÔNIMA QUANTO AOS TEXTOS DO PROFESSOR EULER

    Anônimo13 de julho de 2013 01:45

    Prezada anônima,

    entendo sua reação e revolta, até mesmo quando critica o professor Euler.

    De fato, chegamos a um ponto que não mais adianta escrever bonito, mesmo que nossos textos sejam coerentes, coesos e claros.

    Sem entrar no mérito dos textos do professor Euler (que considero muito bem escritos), entendo que tudo isso: os textos do professor Euler, os nossos comentários, as nossas lamentações, nossas revoltas, etc, não estão sendo respondidas.

    E porque isto acontece? Porque somente escrever, somente reclamar, somente se lamentar não muda políticas, não muda a vontade dos políticos corruptos de nosso país, não é nenhuma ameaça ao "status quo" vigente, do qual esta corja tira proveito injusto, imoral e corrupto. É preciso colocar a mão na massa. E como se coloca a mão na massa? No nosso caso, é preciso que saiamos de nossas tocas (nossas casas, nossos computadores, nossas redes sociais e façamos o que o governo estadual mais teme: greve. Isso mesmo!

    Entretanto, com o número de pelegos que temos, com os diferentes objetivos que temos entre os milhares de professores estaduais, em que alguns são realmente professores, enquanto outros somente usam o estado para fazer bico. Mas também existem aqueles professores, principalmente nos rincões do estado, que fazem parte da elite local. O que é isso? Isso mesmo! Em tantas cidadezinhas perdidas de Minas Gerais, um professor que ganha um salário de R$1.500,00 por mês está entre os mais bem pagos do município. E como não gastam com quase nada, estas pessoas jamais aderirão a movimentos grevistas. Elas não querem abrir mão deste "conforto". Elas estão muito contentes com o que recebem. Por outro lado, também existem aqueles professores, principalmente as mulheres (isso não é sexismo, é fato), que não estão dispostas a comprometer suas férias de fim de ano, caso tenham que repor alguma aula por motivo de greve. São milhares de professores. E até que elas têm razão, pois têm filhos, maridos e, portanto, querem passear com suas famílias. Os casos são muitos e variados. Por isso é muito difícil que mudemos este quadro, esta postura, esta cultura que divide os professores.

    Por mim, tenho sempre escrito aqui e em outros foros, que a melhor forma de mudarmos isso seria através de uma greve que alavancasse pelo menos 20% dos professore já no seu início, e que atingisse pelo menos 50% dos professores no seu ápice. Entretanto, isto é utopia, fantasia e ficção. O certo é que, se não fizermos nada para forçar os governantes a mudarem este "status quo" vigente, nada será alterado. Eles não estão dispostos a nos conceder algum benefício se não for por meio de nossa luta.

    Esta é a nossa situação.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
  35. Começou a novela da lei 100,novamente.Olaha o foco.Ate parece se a lei 100 acabar acabam os problemas na educação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O foco dos trabalhadores não é o piso salarial e nem o descaso do governador em relação a educação é o colega que foi regularizada a sua situação funcional pq outros direitos lhe foram tirados.Concluindo, a gente briga são com os poderosos e não com a classe trabalhadora.Mudem o foco. Professora de história.

      Excluir
  36. Educação é área mais desvalorizada, com muitos profissionais, mas com baixos salários.
    Estudo e ranking avaliou 48 profissões.
    Medicina é a carreira de ensino superior com o melhor desempenho trabalhista e com maior escassez de profissionais, revelou estudo do Ipea (Instituto de Política Econômica Aplicada) divulgado nesta quarta-feira (03.07.13).

    ResponderExcluir
  37. Mensalão tucano deve entrar em pauta no começo de 2014
    Se o caldo já entornou no que diz respeito ao sistema político tupiniquim, o começo de 2014, ano eleitoral, poderá contar com um novo tsunami. Segundo o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, este é o período que terá início o julgamento do mensalão tucano pelo STF. Trata-se do esquema criado em 1998 pelo então governador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), tendo como operador um velho conhecido daqueles que assistem a TV Justiça: Marcos Valério. Duas ações tramitam no STF.
    Se for fato, vai sobrar tiroteio para todo lado e é aí que situação e oposição farão seu abraço de afogados.

    ResponderExcluir
  38. Muito interessante a colocação do anônimo de 11/7 20:01. A unidade em nossa categoria vai ser difícil enquanto formos divididos entre efetivos/efetivados/designados, já que cada casta dessas aí tem seus próprios interesses que, as vezes, não coincidem com o interesse comum de toda categoria. Basta darmos uma lida no Blog da Renata Vilhena e veremos como os efetivados exaltam o governo Aécio/Anastasia em prosa e verso. Segundo comentários de efetivados no referido blog, Aécio/Anastasia são os melhores políticos e governadores que Minas já teve em toda a história. São um grande paizão mesmo e que devem ser respeitados sempre e nunca contrariados. Não tenho nada contra os efetivados como o anônimo das 11/7 20:01 também disse. Mas para o bem de TODA a nossa categoria precisamos ter essa pendência em relação a lei 100 resolvida o mais rápido possível. O STF precisa julgar esse processo para termos unidade, força e voz próprias perante este governo super maquiavélico. É incrível um servidor efetivado mesmo perdendo biênios, quinquênios, gratificação de incentivo a docência, pós-graduação, carreira e piso e mesmo assim continuar exaltando este governo apenas por causa de um favor e ainda assim votar neles. Realmente a dupla Aécio/Anastasia foram muito espertos ao elaborar esta LC 100/2007, já que a partir dessa lei conseguiram destruir toda uma carreira de servidores e ainda por cima conseguirem votos para se elegerem a senador e governador. Simplesmente incrível...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitos efetivos também amam ANASTASIA e Aécio.O problema é a falta de consciência política de muitos que deveriam ser formadores de opinião.

      Excluir
  39. Creio que alguns professores da rede Estadual de Educação estejam conseguindo fazer a leitura de como é o MODUS OPERANDI dos governos para nos manipularem. O certo é que os professores mais sabidos estejam sendo monitorados tanto pelo governo como por outras instâncias de poder, principalmente, pelo fato de estarem lidando com a comunidade e aí existe um clima quente de rivalidade de grupos políticos que tem de ser operado com maestria, expertise, com verdadeiros atores e atrizes travestidos de professores, educadores, diretores, supervisores e etc, daí percebe-se o domínio do mundo de ANASTASIA E AÉCIO NEVES. Esses grupos principalmente do PSDB dentro da escola operam com muita cautela e sutileza para não serem identificados, mas com muita eficiência conseguem neutralizar as ações antagônicas pois vem representando a maioria, sabem proteger os seus e atacar os rivais, principalmente se estes rivais estiverem sozinhos e desprotegidos, dessa forma descrita dá para entender a enxurrada de professores pedindo licença ou se aposentando precocemente devido à DEPRESSÃO, depressão essa advinda das sequenciais perseguições e assédio morais com vistas a fazer com que o professor não mais lecionasse, pedindo demissão do cargo público ou aposentando. A lógica é derrubar toda a representação de povo, derrubar todo e qualquer lema que viabilize direitos e garantias ao povo pobre principalmente, fazendo prevalecer a lógica do MERCADO, do poder NEOLIBERAL, e para isso as escolas tem de estar num contexto meio que medievalesco em que existam aqueles que tem toda sua educação voltada para o comando, cabendo aí a minoria da população, e, garantindo aos demais uma educação eficiente e técnica voltada a bem servir os comandantes. Os governantes brasileiros, principalmente em Minas Gerais realizam muito bem essa lógica com vistas ao negócio, ao mercado. E digo mais ainda são muitos os professores de escola pública que colocam seus filhos nas escolas particulares, pois os mesmos sabem muito bem dessa lógica e as implantam na escola pública com maestria, além do mais articulam muito bem entre participar do jogo aderindo ou não a uma greve da categoria (a coisa fica muito dividida e confusa, pois faz parte do show). O certo é que os profissionais que consigam fazer muito bem a leitura de toda essa esquemática tenha de ser afastado do contato com os alunos para não contaminá-los com tanta sabedoria e criticidade, pois o esquema é complexo e tem de ser obedecido e não entendido, assim cada qual ficará no seu quadrado, os de baixo embaixo e os de cima em cima.
    Mas, de onde vem tanto poder para o governante por que os outros poderes como o judiciário não o contestam? Ora, o governador se vale da LEI DELEGADA, a mesma da qual se valeu Aécio para governar e ainda não foi contestada, cabendo a aquele que a utiliza ser um DÉSPOTA, TIRANO, DITADOR.

    Leiam sobre a Lei Delegada logo abaixo:

    http://www.jurisway.org.br/v2/pergunta.asp?idmodelo=8484

    http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=11190

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/825770-anastasia-repete-aecio-e-quer-governar-com-leis-delegadas.shtml

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/governar-com-lei-delegada-e-autoritario-em-minas-ou-na-venezuela/

    ResponderExcluir

  40. O inferno “fiscal” da oposição
    13 de Jul de 2013 | 13:51

    A oposição anda num período brabo de “inferno fiscal”. Ao que parece, não é só a Globo que tem contas a acertar com a Receita. Dêem uma espiada nessa notícia que acaba de ser publicada no Estadão:

    Parecer sobre ação contra Aécio sai em breve, diz Gurgel

    Procurador-geral da República diz que haverá definição antes da conclusão de seu mandato, em agosto
    12 de julho de 2013 | 16h 57

    Marcelo Portela – Agência Estado

    O senador Aécio Neves (PSDB-MG) deve ter em breve uma definição sobre a possibilidade de entrar na disputa eleitoral com o peso de uma investigação por suspeita de ocultação de patrimônio e sonegação fiscal sobre a cabeça. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou nesta sexta-feira, 12, que “nos próximos dias” emitirá parecer sobre a representação feita contra Aécio e a irmã dele Andrea Neves.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que nada do jeito que o PSDB e o próprio Aécio estão deixando falar nesse assunto eu tenho certeza que Roberto Gurgel vai dar inocentar Aécio e ainda isso tudo vai fazer propaganda positiva para o Aético. A mídia é sempre blindada a favor deles e quando deixam alguma coisa passar é porque vão se beneficiar da situação. Esperem só pra ver o que vai dar, ou seja, não vai dar em nada e ainda Aécio vai ficar bem na parada.

      Excluir
    2. Mas por outro lado, colega, o engavetador geral da república o demogel está mais sujo que "poleiro de pato". Será que vai querer se aposentar e entrar para a História assim?

      Excluir
  41. Por favor, veja quem pode nos ajudar com notícias acerca do processo contra o IPSEMG. É aquela ação do que pagamos o IPSEMG a mais durante alguns anos, e que isso era ilegal. Então teríamos nosso dinheiro de volta.
    Somos professores de uma escola de Guaxupé, onde nem IPSEMG temos.
    Disseram que viriam advogados nos procurar, mas nenhum veio, ou não deixaram entrar...
    Procuramos o sindicato (Sind-UTE), mas nem resposta tivemos.
    Há uma advogada aqui que fomos procurar, mas quer receber para pagar os custos. Mas, nós, professores, nem temos dinheiro para isso.
    Alguém sabe se alguém já entrou com essa ação, se conseguiu alguma coisa, se há advogado em BH que peque essa causa.
    Estou no aguardo!
    Agradecida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu moro em BH e entrei com este processo no ano passado e preferi pagar o advogado a esperar pelo sindicato.
      Meu processo tá correndo. Eu paguei 150 reais para este processo e 150 reais para o processo do piso.O advogado dividiu em seis vezes, 50 por mês.

      Excluir
  42. Hoje teve assembléia popular horizontal que até não aconteceu no viaduto mas numa estação que não me recordo o nome. Foi transmitida ao vivo pela post tv, mídia ninja, vi e gostei do que ouvi também. Esses jovens são espertos e me orgulho demais deles, o sindute deveria descer do pedestal se curvar e se unir a eles pois eles vão longe tá... até mais longe do que podemos imaginar que possam ir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles vão ajudar na ocupação da UFMG na quinta pelo que assisti hoje ao vivo a assembléia popular horizontal pela mídia ninja.

      Excluir
  43. E os mais de 4 bilhões das copasa heim? Vai ter alguma investigação sobre isso também?

    ResponderExcluir
  44. Ao vivo, agora, Mídia Ninja, direto do Rio de Janeiro, em plena festa de casamento da baratinha KKKKKK:

    http://twitcasting.tv/ninja2rj

    ResponderExcluir
  45. Que horror não tem ninguém capaz de julgar essa Lei 100,de ver que professor em Minas é escravo e roubado por mais de 10 anos , que politica safada corrupta tem que tirar todos e renovar essa cambada , se colocarmos pelo menos pessoas com 50% de honestidade já é um feito.

    ResponderExcluir
  46. bomba! Gazola no governo.Imaginem!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sem comentáriossss

      Excluir
    2. Essa Gazola vai levar uma lavada,que se tiver vergonha nunca mais vai por a cara f...dela na mídia,,

      Excluir
  47. Os princípios da legalidade, moralidade e impessoalidade nos serviços públicos no que diz respeito à educação estão precisando serem preservados devido a tanto assédio moral sofrido pelos professores. É preciso ter uma comissão de ética para fazer valer o direito do professorado mineiro e que o distancie das garras dos partidos políticos, pois o que tem de pessoas ligadas a tal com a intenção precípua de pressionar professores dentro de uma lógica que interesse ao governo fere os princípios citados.
    Não é à toa que a corrupção campeia.

    ResponderExcluir
  48. Vamos acessar o facebook da assembléia popular horizontal e mandarmos mensagens sobre o acordo assinado por Danilo de Castro onde o governo assumia pagar o piso na nossa antiga carreira. Vamos mandar mensagens pra esses jovens agradecendo-os pela força que estão nos dando. Vamos ajudar estes jovens a nos ajudar. Já pensou milhares de mensagens de professores de toda Minas agradecendo-os e estimulando-os? Seria uma força a mais que daríamos a eles. Vamos fazer uma campanha Euler, faça um novo post e fale a respeito da assembléia popular e peça pra todos os professores de todo o estado acessar o facebook deles e mandar mensagens de agradecimentos e informações importantes. Vai ser super útil. Vamos lá.

    ResponderExcluir
  49. Revolta das ruas contra a TV Globo
    Do sítio da União da Juventude Socialista (UJS):

    Nesta quinta (12), mesmo dia em que se realizara a greve nacional, a população aproveitou o ensejo das mobilizações para pedir também pela democratização dos meios de comunicação. E uma das maneiras encontradas para fazer essa reivindicação foi protestar em frente a um dos grandes monopólios da mídia brasileira: a Rede Globo.


    Durante o dia, cidades como Bahia, Belo Horizonte, Belém, Aracaju, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo fizeram atos em frente às sedes da emissoras. Na Bahia, cerca de mil baianos ocuparam a TV Bahia – afiliada da Globo – logo às 5:00 da manhã. No protesto, o refrão ecoado já é bem conhecido pelo povo de lá: “TV Bahia – Uma mentira todo dia”.

    No começo da noite, foi a vez da capital paulista mandar o recado à rede da família Marinho.

    Os manifestantes se concentraram na Praça General Gentil Carvalho, zona sul, e seguiram trajeto pela Avenida Luis Carlos Berrini, até chegar em frente à Rede Globo.Já à tarde, centenas de porto-alegrenses fizeram um escracho conta da Rede RBS- afiliada da Globo.

    Na porta da emissora foram jogadas fezes de porcos, seguidos das palavras de ordem “Bosta para uma mídia de bosta”, e com cartazes “Lixo no lixo”. “A mídia é do povo” foi outro eco na voz dos manifestantes, que batucavam pedindo “Abaixo a RBS”.

    ResponderExcluir
  50. “Globo versus Receita, escândalo dentro de outro”

    TV Globo sonegou R$ 1 bilhão, mas processo sumiu na Receita Federal

    “É abjeto o silêncio da mídia, dos políticos e do governo num caso tão extraordinário. A tarefa de lutar por um Brasil melhor, neste caso, está limitada, até aqui, a esforços épicos de blogues independentes. Os fatos são espetaculares. Vejamos.

    Por Paulo Nogueira, no “Diário do Centro do Mundo”

    A Receita, como primeiro noticiou o blog “O Cafezinho”, flagrou a “Globo” numa trapaça fiscal. Documentos vazados por uma fonte da Receita mostram que a “Globo” tratou a compra dos direitos da Copa de 2002 como se fosse um investimento no exterior para fugir aos impostos brasileiros.

    Isso se chama sonegação. E sonegação é corrupção.

    ResponderExcluir
  51. Oposições continuam sem rumo
    Interessante como muitos apostam na crise do governo Dilma, mas não se atrevem a citar crescimento das oposições. Aliás, muitos citam o possível crescimento do PSOL, mas ressaltam que se trata de um partido competitivo, sofrendo ainda da sua pouca estruturação, que cresce pelo discurso e empatia com parte do eleitorado mais intelectualizado, como no PT original, mas lhe falta maior musculatura.
    Já as oposições mais ao centro, continuam amargando dificuldades internas. Este é o caso explícito do PSDB e PPS. Aécio continua com sérias dificuldades de relacionamento com tucanos paulistas e não consegue empolgar nordestinos. Até o momento, trata-se de uma figura mineira e só. .

    ResponderExcluir
  52. Desfiliação em massa Isso mesmo.Não entendo o porque existem pessoas que ainda são filiadas a um sindicato que pensa, age e faz somente para outros fins.jamais representou o educador.Eu sou desfiliada a 10 anos e me sinto bem sabendo que meu dinheiro não colabora com festas, passeios e afins.O que precisa ser feito é muito simples.Veja a tv ninja e o que está acontecendo diariamente no Rio de Janeiro.È o que precisa ser feito por nós.Todos os dias irmos para a rua, juntamente com outras pessoas que quiserem e protestar com cartazes.Dizer, escrever o que nós estamos vivenciando nas Minas Gerais.É muito simples unir, organizar manifestações através até mesmo desse blog.O que falta é coragem.Está muito bonito os acontecimentos no Rio.Façamos cartazes com o contracheque bem grande mostrando o tal piso maior do que a lei obriga.Mostrar a verdade desse país Minas.O Raimundo tem razão.Se não fizermos algo, nunca teremos nosso tão sonhado piso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos fazer entao..aproveitar as manifestacoes..O que estamos esperando?

      Excluir
    2. Acho que este sindicato já deveria ser extinto.Do jeito que as coisas estão indo, não era para nenhum professor ainda estar filiado.
      Pra nós o sindicato dá poucas satisfações.Por que a Beatriz não divulga nada da reunião, não são os professores que pagam pra ter informação?

      Excluir

    3. É só você Anônimo14 de julho de 2013 18:00, marcar a

      manifestação, preparar os cartazes e chamar o POSTV Ninja.

      Convoque a turma.

      Excluir
    4. Então comece por você, se acha tão fácil assim. Você deve ser daquelas que nunca participou de uma assembleia e fica torcendo para tudo dar errado. Infelizmente, tem muitos professores como você, por isso estamos nessa situação.

      Excluir
  53. Mídia Ninja, diretamente de BH, ao vivo:

    http://twitcasting.tv/pos_tv

    ResponderExcluir
  54. Que Rede Globo que nada! Que Band que nada! Que Itatiaia que nada!

    Mídia Ninja, a verdadeira mídia dos manifestantes de rua. Em BH, em Brasília, no Rio, na ocupação da câmara municipal de Porto Alegre, sempre ao vivo, sem cortes, sem produção. Vejam e divulguem:

    http://www.postv.org/

    ResponderExcluir
  55. ALGUÉM SABE DE PROCESSO REFERENTE ÀS VANTAGENS PERDIDAS?

    FAVOR PASSAR NÚMERO

    ResponderExcluir
  56. Vocês repararam que não há nenhum comentário no site do sindicato ou no blogger da líder sindical, aludindo sobre a conversação da reunião de 10 de julho - convocada pela SEE - que precedeu a paralisação em 11 de julho? Parece que a tal reunião foi realmente particular, coisa entre governo e sindicato, a cúpula do governo e a alta esfera sindical. A categoria não foi participada de nada que ocorreu na tal reunião.

    E notaram também que o sindicato colocou que o dia nacional de luta excedeu todas as expectativas reunindo dez mil trabalhadores? Viram as fotos lá? Se aqueles gatos pingados somam 10.000 servidores, pode-se dizer que nos dias de manifestação em 2010 haviam 50.000 nas ruas da capital sem medo de errar :p

    Há mais mistérios entre o céu e a terra do que sonha nossa vã filosofia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentários assim demonstra que a maioria que visitam este blog, não são educadores.

      Só leio posts minando o sindicato.

      Está igual o PIG. Só publica matéria se for contra a gestão PT.

      Excluir
  57. FORAM ESTES BANDIDOS que votaram a destruição da nossa carreira e do nosso piso. Leiam e morram de ódio:


    Parlamentares já admitem acabar com auxílio-moradia

    Reportagem de O TEMPO revela que 33 têm imóvel na capital

    Dos 77 deputados estaduais mineiros, apenas seis optaram por não receber a benesse mensal

    PUBLICADO EM 15/07/13 - 03h00
    Larissa Arantes

    Depois da reportagem publicada por O TEMPO ontem, deputados estaduais que recebem o auxílio-moradia na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) já cogitam mudanças no pagamento do benefício. O valor de R$ 2.850 é concedido a 71 dos 77 parlamentares, sendo que 33 deles têm imóveis registrados em seus nomes na capital ou na região metropolitana de Belo Horizonte.

    Apesar de seis terem optado individualmente por não receber o recurso mensal, deputados acreditam que a possível alteração na concessão do auxílio deve ser “conjunta”.

    O fim do pagamento iria ao encontro do clamor popular que tomou conta das ruas do país no mês passado e poderia ser mais uma das propostas moralizantes aprovadas pela Casa.

    A pressão popular fez com que a ALMG desse início à chamada agenda positiva e aprovasse o fim do voto secreto na semana passada. Outras proposições como o fim da reeleição da Mesa Diretora também tiveram a tramitação acelerada para serem apreciadas no segundo semestre.

    “Havendo possibilidade e consenso, não tem problema abrir mão do benefício”, afirmou o deputado Almir Paraca (PT), quando questionado sobre o fato de receber o auxílio-moradia mesmo tendo apartamento em Belo Horizonte. O petista é de Paracatu e está em seu terceiro mandato não consecutivo.

    O deputado Sávio Souza Cruz (PMDB) também levantou a hipótese de revisão do benefício. “Como está gerando muita polêmica, a Casa devia discutir isso de forma conjunta”, explicou. Segundo ele, é “demagógico” abrir mão do valor de maneira individual. “A questão da remuneração é de todo o grupo”, completou.

    Batalha. Mesmo com o posicionamento favorável de parlamentares, não deverá ser uma tarefa fácil acabar com o benefício no Legislativo mineiro.

    Com imóveis registrados em seus nomes na capital, alguns deputados defendem a manutenção do pagamento mensal.

    “Estou adquirindo um apartamento em Belo Horizonte, com prestações a perder de vista. O auxílio é muito importante para mim”, argumentou o deputado Lafayette Andrada (PSDB). A declaração de bens do tucano feita ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revela, no entanto, que ele é dono de dois apartamentos na capital.

    A discussão sobre a suspensão do benefício mensal precisa ainda ser disseminada na ALMG. Alguns parlamentares admitem que não pensaram sobre a hipótese. “Não cheguei a analisar essa questão”, disse o deputado Sebastião Costa (PPS).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que colocar o"NOME de todos,não só citar estes três aí. QUEREMOS OS NOMES DE TODOS.

      Excluir
    2. Quem vai me dar ajuda aluguel? Estou precisando.Estes políticos não tem vergonha, já ganham um salário alto e ainda auxílio moradia, auxílio terno, viagens de graça.É o nosso país.

      Excluir
  58. Muito estranho, nem a APPMG pelega, está defendendo mais a LC100, leiam a pauta deles, nem menciona mais esse assunto, agora parece que estão querendo levar para aquela porcaria de sindicato os outros inocentes úteis que conseguirem, pois já devem saber algo e sabem o quanto vão perder por ter em seu quadro a maioria de efetivados...eu hein!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Defender a Lei 100, qualquer um poderá fazer. Pois já provou ser um grande gerador de voto.

      Acredito que a ficha tenha caído.Não é sindicato nem essa tal aPPPPPMG que irá resolver o grande problema que Aécio Neves enfiou vocês efetivados.

      A pendenga é entre o Governo de Minas e o STF. O que o sindicato e a sua APPPPMG poderão fazer somente será sabido quando sair a sentença final.

      Se APPPPMG prometeu algo a vocês, fez de má fé.Pois o que está sendo analisado está acima da vontade de sua entidade.

      Excluir
    2. Esqueçam e engulam a lei 100, ela nunca vai cair!!

      Excluir
    3. Use sua energia pra conquistar alguma dignidade profissional

      Excluir
  59. Gente, o secretário da educação de Alagoas declarou hoje,dia 15 de julho de 2013 que vai pagar o piso aos professores .Agora todos os outros governadores terão que pagar.VIVAAAAAA....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será??? Assim espero.

      Excluir
    2. Vai pagar como minas paga,acorda colega,sem luta não tem conquista.

      Excluir
  60. ATENÇÃO PESSOAL!
    NÃO CAIAM NA CONVERSA FIADA DO SIN UTE, QUE ESTÃO CATANDO PROFESSORES À LAÇO PARA FILIAÇÃO. O JURÍDICO DO SINDICATO É TOTALMENTE APÁTICO E INCOMPETENTE. MAS UM CALOTE NOS CONTRACHEQUE DOS PROFESSORES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queria tanto entender porque gastam tanta energia contra o sindicato?

      Até parece coisa armada. Não vejo ninguém aqui postando foto ou vídeo de participação em algum movimento do sindicato pela categoria.

      Cobram atitude do sindicato e do colega, mas esquecem que nós somos o sindicato. Quem convoca é o sindicato, e quem participa ou não somos nós. E se você não participa, não adianta culpar o sindicato e o seu colega por omissão.

      Mudem o disco, tá ficando chato.

      Excluir
    2. ATENÇÃO PESSOAL!
      NÃO CAIAM NA CONVERSA FIADA DO SIN UTE, QUE ESTÃO CATANDO PROFESSORES À LAÇO PARA FILIAÇÃO. O JURÍDICO DO SINDICATO É TOTALMENTE APÁTICO E INCOMPETENTE. MAS UM CALOTE NOS CONTRACHEQUE DOS PROFESSORES.

      Excluir
    3. Atenção!
      A APPMG esteve nas escolas, no sul de Minas, fez reuniões com professores e assegurou que a lei 100 não cairá.
      São tão poderosos que podem mesmo antecipar a decisão do STF.
      Conseguiram muitas adesões, e acreditem, contra todas as evidências, na minha escola quem se filiou foram alguns desavisados professores efetivos.
      Não caiam na conversa da APPMG.

      Excluir
  61. Vamos entrar no facebook da assembléia popular horizontal e agradecer-lhes essa ajuda que estão nos dando. Já pensou milhares de mensagens de professores de toda Minas Gerais no facebook deles? Isso vai ser um combustível a mais que eles terão e ao mesmo tempo em que damos um tapa de luva no sindute. A pauta que a assembléia popular horizontal apresentou é extensa e a meu ver isso é bom para o governo se esquivar das questões principais. Um exemplo: na pauta da educação se além do piso exigirmos no momento outras coisas, o governo vai atender estas outras coisas que são mais fáceis de atender e o piso que é o nosso foco e necessidade principais ele pode deixar pra depois e ainda fazer propaganda que atendeu às exigências dos jovens. É por isso que temos que comunicar diariamente com estes jovens através das redes sociais dando-lhes informações importantes. Euler, abra um novo post falando sobre esta assembléia popular horizontal e estimulando todos os professores a comunicarem com eles. Divulgue o facebook da assembléia. Vi pela mídia ninja a assembléia de domingo e fiquei impressionado com a organização e determinação deles. Quanto mais próximos deles estivermos, melhor pra nós.

    ResponderExcluir
  62. Esse vale a pena acessar :https://www.youtube.com/watch?v=bz6kHa2XwUM

    ResponderExcluir

  63. ASSISTAM:

    https://www.youtube.com/watch?v=bz6kHa2XwUM

    ResponderExcluir
  64. Vereadores, deputados e senadores são os mais rejeitados pelos brasileiros, diz pesquisa
    Pesquisa CNT/MDA revela índice de aprovação do governo Dilma
    Pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Transporte (114a rodada de pesquisa) indicaria que a Presidente mantém avaliação positiva, ao contrário de vereadores, deputados e senadores. A revista Época divulgou os principais dados da pesquisa, que reproduzo abaixo:

    75% dos entrevistados apoiam as manifestações no País e que 6% foram aos protestos realizados nas últimas duas semanas. No entanto, segundo o levantamento, feito entre quarta-feira (12.07) e quinta-feira (13.07), 71% dos entrevistados e 69% entre os que são favoráveis às manifestações estão satisfeitos ou muito satisfeitos com as condições de vida.

    ResponderExcluir
  65. CHOQUE DE GESTÃO
    DÍVIDA DO ESTADO 15 BI PARA 86 BI 700%
    SALÁRIO PROFESSOR DE 660,00 PARA 1386,00 110%

    MINAS ESTA ENTRANDO BURACO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1386,00 ???????????????
      Eu não ganho isso.

      Excluir
  66. Que categoria é a de vocês?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Categoria de covardes mal informados, que não atendem o chamado do sindicato e quer que o sindicato faça tudo sozinho... Nem sabem que o sindicatos somos todos nós.kkk Tem que rir para não chorar, mesmo porque chorar nem tem mais lágrimas!

      Excluir
  67. Precisamos ser honestos : muita gente continua filiada ao sind ute por causa de alguns convenios. Só isso. Esqueçam isso, minha gente . A única saída é a desfiliação em massa !!! Até quando vamos sustentar quem finge estar ao nosso lado !!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que convênio? Mais um desinformado. Quem vive de convênio para

      seduzir e a APPMG. #Fail

      Parece que você errou o texto. Volta lá. Conversa com o Dono do

      Chapéu para ele te explicar direito.

      Vai lá que vamos ficar aqui esperando.

      Excluir
  68. CUIDADO COM O PSDB SINDICAL, A TURMA DO CHAPÉU E A TAL FORÇA SINDICAL, O TAL VICENTINHO DA FORÇA É MAIOR PELEGO DEMOTUCANALHA,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito cuidado!Nas redes ele é conhecido como Vicentinho da "Farsa Sindical".
      Penso que aqui nesse blog tem um marqueteiro do PSDB sindical.

      Excluir
  69. quero saber se tem algum processo para volta ao piso com minhas vantagens, socorro.

    quero meus penduricalhos

    VERDADE SEJA DITA

    PISO DO GOVERNO LEI 18975, E PISO FEDERAL COM AS VANTAGENS
    AGORA REDUZIDO PARA MELHOR ENTENDIMENTO exemplo servidor 20 anos serviço

    Habilitação------------------ sal 18975------ piso----------com vantagens
    Ensino Médio T1------------1.178,10------- 940,00-------2.068,00
    Licenciatura Curta T2------1.247,40------- 995,29-------2.189,65
    Licenciatura Plena-----------1.386,00------1.105,00------ 2.432,94
    Especialização II-------------1.524,40------1.216,31-------2.675,88
    Certificação III---------------1.677,06------1.338,12-------2.943,86
    Mestrado IV------------------1.844,77------1.471,93-------3.238,25
    Doutorado V------------------2.029,44-----1.619,28 -------3.562,42

    ResponderExcluir
  70. ASSEMBLÉIA POPULAR HORIZONTAL. Vamos divulgar? Acesse o facebook deles e veja o quanto estão fazendo por nós. Vamos mandar mensagens de agradecimento e apoio ao movimento deles e mostrar-lhes que não estão sozinhos. Só professores somos 400 mil. Sem contar que eles estão pleiteando causas da saúde, segurança pública, dos atingidos pela copa, MST, direitos humanos, etc. Já pensou se esses jovens convocarem uma manifestação dessa galera toda em plena cidade administrativa e colocarem lá 100 mil pessoas? Já pensou a força que nós (povo) temos contra esse governo midiático e maquiavélico?

    ResponderExcluir
  71. ASSEMBLÉIA POPULAR HORIZONTAL :: Belo Horizonte
    As empresas de ônibus de Belo Horizonte lucraram R$ 24,5 milhões nos últimos quatro anos vendendo espaços publicitários nos veículos, direito que ganharam sem licitação específica graças a uma manobra encontrada pela prefeitura e a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) em 2008. Somente em 2012, foram R$ 7,2 milhões a mais nos cofres dos empresários, que repassaram a exclusividade de negociação do serviço para uma única agência de publicidade que também nunca participou de uma concorrência.

    http://www.otempo.com.br/cidades/prefeitura-dá-publicidade-de-presente-a-concessionárias-1.680832
    As empresas de ônibus de Belo Horizonte lucraram R$ 24,5 milhões nos últimos quatro anos vendendo espaços publicitários nos veículos, direito que ganharam sem licitação específica graças a uma manobra encontrada pela prefeitura e a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) em 2008. Somente em 2012, foram R$ 7,2 milhões a mais nos cofres dos empresários, que repassaram a exclusividade de negociação do serviço para uma única agência de publicidade que também nunca participou de uma concorrência.

    ResponderExcluir
  72. ASSEMBLÉIA POPULAR HORIZONTAL :: Belo Horizonte
    A nossa wiki já está no ar e na ativa! Todos podem contribuir e é de suma importância que todos os GTs compartilhem as suas atas.

    Acomanhe os debates e compartilhe a sua discussão!

    http://aphbh.wikidot.com/atas
    Atas - Assembleia Popular Horizontal BH
    aphbh.wikidot.com

    ResponderExcluir
  73. Podemos não ter uma representatividade desejável, mas, é a que temos. Se ninguem quis se candidatar a coisa melhor, principalmente em BH, pq aqui no interior fica mais difícil...
    Qualquer governo só negocia com representante de classe ou seja o sindicato. Se desfiliarmos, e essa é a conversa em voga, não teremos nenhum tipo de liderança, mesmo não gostando da atual , acho que está difícil, porque o sindicato somos nós, e só postar queixas em Blog, não resolve.
    Temos que mostrar aos nossos lideres do Sindicato, nossa insatisfação e cobrar deles uma resposta, isto sim, mas, com seriedade, não é meia duzia levantando mão em assembleia que resolvem, não é assim.

    ResponderExcluir

  74. Caso Globo: o MP é autista?
    16 de Jul de 2013 | 17:13

    Que a imprensa brasileira seja o que é, sabemos.

    Impera ali a “liberdade de expressão” dos donos e dirigentes – frequentemente mais realistas que o rei – e publicam o que querem, quando querem e como querem.

    É a lógica da empresa privada: vale o que dá lucro, não vale o que dá “prejuízo”, político inclusive.

    Mas não o Ministério Público, que é uma instituição da sociedade, paga – e bem paga – com o dinheiro da coletividade e que tem, na sua missão de fiscal da Lei, o dever supremo de zelar pelo dinheiro da população.

    São, portanto, servidores públicos e não têm o direito de praticar favoritismos na sua atuação.

    No entanto, diante do caso Globo, que além da sonegação de impostos envolveu, no mínimo, o furto de dois processos dentro da Receita Federal, o Ministério Público Federal sente-se no direito de manter o mais escandaloso silêncio de sua história, como se não tivesse satisfações públicas a prestar sobre o caso.

    Tem, e são indeclináveis.

    Primeiro porque este país é uma república e não um sistema de castas.

    Segundo, porque houve crime e crime, além de oportunidade, tem interesse.

    Terceiro, porque há regras que a todos obrigam, que são a Lei, que é para todos.

    Erga omnes, senhores doutores promotores.

    Mas o silêncio do Ministério Público, rompido apenas por uma longa e imprecisa nota, parece fazer crer que todos são uma súcia de idiotas e só suas Excelências estão providas do divino saber jurídico.

    Não há sigilo fiscal fora da lei e a lei o prevê apenas para as informações que violem a devida proteção ao estado dos negócios da empresa. Não as da regularidade fiscal de uma empresa, aliás condição para que ela possa contratar com a administração pública, nos termos do art. 193 do Código Tributário Nacional.

    E é o caso da Globo, que mantém contratos millionários com o poder público, além de ser uma concessionária de serviço público, cuja transparência das contas é uma obrigação.

    ResponderExcluir
  75. Congresso aprova mais verba pra Globo
    Enviado por Miguel do Rosário on 15/07/2013 – 7:16 am 9 comentários

    Um internauta mandou-me um emal com a seguinte notícia, encabeçado por um comentário lacônico: “preocupante”.

    ILUSTRADA – EM CIMA DA HORA
    Comissão aprova projeto que destina verba a TVs abertas

    Texto que determina cota de produção regional na programação foi aprovado ontem no Congresso
    DE BRASÍLIADE SÃO PAULO

    Empresas de TV aberta poderão receber do governo, como incentivo para regionalizar sua programação “cultural, artística e jornalística”, o equivalente a 5% dos recursos do FNC (Fundo Nacional de Cultura), segundo projeto de lei aprovado ontem por comissão mista do Congresso.

    O orçamento do FNC neste ano é de R$ 260,2 milhões. O projeto passará pelos plenários do Senado e da Câmara, antes da sanção presidencial.

    O deputado Sergio Zveiter (PSD-RJ), sub-relator do projeto, diz que, embora o texto possa “dar uma interpretação nesse sentido [de benefício às TVs], o objetivo é bem claro –de incentivo à produção independente regionalizada”.

    O documento regulamenta o artigo da Constituição (nº 221) que prevê cota de programação regional em emissoras de rádio e TV. A comissão mista de 12 parlamentares se dedica à “consolidação da legislação federal”.
    A programação regional é definida como aquela “realizada na região do país onde está localizada a emissora”. É considerada programação local a realizada no Estado em que se localiza a emissora.

    As cotas semanais de produção regional foram fixadas com base no tamanho dos municípios. São 336 minutos de produção regional e 168 de produção local em municípios de até 500 mil habitantes. Em localidades com população acima de 5 milhões são 840 minutos para produção regional e 420 para local.

    O texto não obriga as emissoras a contratar produção independente para cumprir a cota. Como mecanismo de “incentivo”, a produção independente pode ser contabilizada em dobro no cálculo de cumprimento da cota.Associações de produtores independentes avaliam que a medida é inócua, já que as TVs têm condição de cumprir a cota com produção própria.

    Relator do projeto, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), incluiu programas de conteúdo jornalístico, esportivo e religioso entre os válidos para a cota –segundo ele, para viabilizar que as emissoras cumpram a lei sem pôr em risco seu equilíbrio financeiro.
    - See more at: http://www.ocafezinho.com/2013/07/15/congresso-apoia-mais-verba-pra-globo/#sthash.I0flS2Cz.dpuf

    ResponderExcluir
  76. O Sind-UTE/MG participa, no próximo dia 18, de 10h às 12h, da reunião com o governador do Estado, Antonio Anastasia e a secretária de Estado da Educação, Ana Lúcia Gazzola, que acontecerá no Palácio Tiradentes, 4º andar, sala Tomás Gonzaga. Na oportunidade irá cobrará o cumprimento do acordo firmado em setembro de 2011 – pagamento do Piso Salarial como vencimento básico e o imediato descongelamento da carreira da categoria.

    Vai ser simples esta reunião. Não precisamos alimentar esperanças ainda mais depois destes quase três anos de retaliações. Eles simplesmente irão alegar que já pagam até 47,4% a mais que o piso nacional e pronto. Essa ladainha já estamos ouvindo já faz tempo. Só que dessa vez tem um diferencial. Temos uma tal de assembléia popular horizontal que pode ser o fiel da balança. Aguardemos o desenrolar das circunstâncias.

    ResponderExcluir
  77. Bando de filhas da p... Já prorrogaram a votação dos royalties do petróleo e educação para agosto. Além de ter alterado o teor da proposta da presidenta que pedia 100% para a educação, além de jogar 25% para a saúde ainda prorrogam a votação. Mas não adianta atrasar e se atrasar a coisa pode piorar pro lado deles pois ano que vem tem copa do mundo e junto com a copa vão ter inúmeras manifestações, kkk. E o melhor disso tudo é que a copa e as manifestações serão ANTES DAS ELEIÇÕES...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E iremos para as ruas gritar bem alto paga nosso PISO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!pois assinaram e não pagaram ,temos os vídeos todas as filmagens é só mostrar p/ os garotos do face e ele vão fazer direitinho,todos da mídia vão gostar de ver o cara do bigode o congelamento dos professores e muito mais. Vamos que vamos é a hora da VERDADE.

      Excluir
    2. Estão esquecendo que o GIGANTE acordou.Eles não perdem por esperar.Estão tentando enganar o povo.

      Excluir
  78. Parece que o sindicato está mais esperto dessa vez, vejam só no blog da Beatriz:

    Beatriz cerqueira disse...

    Prezado colega, participei da 1a. Assembléia Popular Horizontal em BH. Vi e ouvi muitos jovens defendendo o pagamento do Piso Salarial aos professores. Vários professores têm participado das Assembléias Populares e do Grupo Temático sobre Educação. Vários destes jovens sabem de toda a nossa luta pelo Piso Salarial porque estavam conosco na greve de 2011. Acompanharam a assinatura do Acordo pelo Danilo de Castro e o seu descumprimento. No dia em que se reuniram com o Governador, tive a oportunidade de conversar com eles sobre a nossa pauta e a reivindicação do pagamento do Piso Salarial. Foi o que apresentaram ao Governador. Isso tudo só reforça a opção que fizemos de conversar com outros movimentos, outros grupos sociais. Porque diante de tantas injustiças, ninguém será vitorioso sozinho.

    15 de julho de 2013 23:12

    ResponderExcluir
  79. O Sind-UTE/MG participa, no próximo dia 18, de 10h às 12h, da reunião com o governador do Estado, Antonio Anastasia e a secretária de Estado da Educação, Ana Lúcia Gazzola, que acontecerá no Palácio Tiradentes, 4º andar, sala Tomás Gonzaga. Na oportunidade irá cobrará o cumprimento do acordo firmado em setembro de 2011 – pagamento do Piso Salarial como vencimento básico e o imediato descongelamento da carreira da categoria.

    ResponderExcluir
  80. PRECISAMOS VOLTAR A POSTAR OS NOMES DE TODOS OS DEPUTADOS QUE VOTARAM PELO FIM DA NOSSA CARREIRA EM 2011. PRECISAMOS FAZER ESSA POSTAGEM TODOS OS DIAS AQUI NO BLOG...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos postar sim ,mas não só blog, no face e no twitter.

      No twitter às vezes eu posto.Vou aumentar a frequência.
      Vamos gente,mostrar pra eles que não esquecemos! Isto pode incomodar e influenciar futuras votações.

      Excluir
  81. 16 de Julho de 2013•20h01 • atualizado às 20h04

    MP-DF abre apuração sobre suspeita de sonegação envolvendo a Rede Globo

    A Procuradoria da República no Distrito Federal (PR-DF) confirmou nesta terça-feira que abriu apuração criminal preliminar para investigar suspeitas de sonegação envolvendo a Rede Globo. O procedimento foi iniciado na segunda-feira, com a distribuição do caso para um procurador responsável.

    saiba mais
    SP: protesto por democratização da mídia reúne 500 em frente à Globo
    A apuração foi solicitada na última sexta-feira por 17 entidades da sociedade organizada, entre elas, o Centro de Estudo das Mídias Alternativas Barão de Itararé, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação. Eles alegam que o Ministério Público deve agir porque há indícios de lesão a bens federais.

    De acordo com o grupo, as apurações tornaram-se necessárias devido a divulgação recente de documentos, até então sigilosos, sobre multa de mais de R$ 600 milhões à Rede Globo pela tentativa de sonegar impostos relativos à exibição da Copa do Mundo de 2002. Ainda segundo o grupo, também há suspeita de lavagem de dinheiro, de crimes contra órgãos da administração direta e indireta da União e de estelionato.

    Com a abertura de procedimento preliminar, o Ministério Público tem prazo de 90 dias, prorrogáveis pelo mesmo tempo, para apurar as informações. Se houver indícios suficientes de crime, é aberto inquérito. Caso negativo, o procedimento é arquivado. A Procuradoria do DF ainda poderá encaminhar os documentos para o Rio de Janeiro, onde fica a sede da empresa.

    Na semana passada, o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro divulgou nota informando que acompanhava o caso desde 2005 e que não pediu abertura de inquérito policial por impeditivos legais relativos à restituição de valores fiscais. "Quanto aos demais tipos criminais aventados na mídia, o MPF entende que o enquadramento não seria aplicável por ausência de indícios." O órgão também confirmou que documentos do caso foram extraviados por uma servidora da Receita Federal, que já foi processada e condenada pela Justiça.

    Globo nega dívida
    Em nota, a Rede Globo disse que já não tem qualquer dívida em aberto com a Receita e que apenas optou, na época, por "uma forma menos onerosa e mais adequada no momento para realizar o negócio, como é facultado pela legislação brasileira a qualquer contribuinte". A empresa informou que, após ser derrotada nos recursos apresentados à Receita, decidiu aderir ao Programa de Recuperação Fiscal da Receita Federal e fazer os pagamentos.

    A empresa ainda destacou que desconhecia os fatos relativos a desvios de documentos no processso fiscal, pois não figurava como parte no processo. Segundo a Globo, os documentos perdidos foram restituídos com a colaboração da própria empresa, que desconhece os motivos que levaram a servidora a agir dessa forma.

    ResponderExcluir
  82. Sinto muito ter que escrever isto,mas a classe dos professores é uma classe que além de empobrecida está também"emburrecida".
    Que isso,gente? Acabar com sindicato, desfiliação em massa.Isto é conversa da direita, do PIG ,da ditadura.
    Pelo amor de Deus,teve eleição,não candidataram porque não quiseram.
    O Euler até já apontou este assunto uma vez, mas sábio e ponderado como ele é, ninguém nunca viu ele se dirigir aqui no blog ao sindicato como "sindnútil", incentivando desfiliação em massa.
    Sejamos mais inteligentes, mais racionais.A representação legal que temos é o sindicato.Devemos apontar suas falhas sim,cobrar mais ações sim,mas temos que lembrar que o sindicato somos nós.Convocar o sindicato convoca,mas o professorado se agarra às migalhas e cabisbaixos só querem reclamar.Na minha escola ninguém ousa apontar o dedinho para o sindicato,pois na hora eu os questiono:
    Vocês fizeram a greve de 2011?Estão prontos pra fazerem greve , pra cobrarem o seus direitos ou querem ficar quietinhos esperando o piso cair do céu?
    Como a maioria só quer reclamar não têm argumentação contra o sindicato,se perguntamos qual a sua participação na luta.
    Temos que reconhecer nossa limitações e não ficar jogando culpa só nos outros. Acorda gente!!!! Professor contra governo sim!!!!Contra sindicato não!!!!
    Enlataram o ensino, não se deixem "enlatar" também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, meu querido, continue você sustentando esse sindicato inútil. E outra: o sindicato joga nos professores a culpa pela atual situação da classe, quando, na verdade, foi o próprio sindicato pelego que sempre desmobilizou a categoria. LEMBRE SE DAS ULTIMAS GREVES !!!

      Excluir
    2. enfim, mais uma voz sensata nesse blog.
      ou esse raimundo tem uma capacidade de compreensão da realidade bem reduzida ou está sendo no mínimo intelectualmente desonesto.

      Excluir
    3. Anônimo das 11:26 o sindicato não mobiliza (não é o que dizem?)
      Como assim sindicato desmobilizou?Sou atuante, estou em todas as greves e paralisações e nunca vi o sindicato levantar a mão para ninguém e forçá-los a votar.Quem decide os rumos do movimento é a própria assembléia.E diga se de passagem ,que a greve de 2011 não tinha mais condição de se manter,sabe por quê?Simplesmente o professorado uma vez substituído estava voltando pra sala."Furando greve". sabe o que é isto?É o fim de qualquer greve.
      Outra coisa :nunca ouvi nenhum dirigente de sindicato dizer que culpados são os professores,muito pelo contrário,são ferrenhos na crítica ao governo.
      Prefiro pagar R$13,00 de mensalidade ao sindicato do que não ter representante legal numa mesa redonda com o governo.
      Se você não é sindicalizado deveria importar se menos com o sindicato já que ele não te representa!
      Um abraço!

      Excluir
  83. Juiz de Fora -O governador convida o Sind-Ute e demais entidades que representam os servidores, entre elas várias que mantém um relacionamento muito próximo e gentil com o governo. Essa é uma tática de esvaziamento da negociação e da pressão que o SindUte poderia fazer uma vez que essas entidades poderão servir como um contraponto a favor do governo nas discussões.
    É estranho também a pauta colocado pelo governo, "reunião com o objetivo de analisar questões prioritárias em Minas Gerais", o que exatamente Anastasia quer dizer com isso? Um pauta dessas seria correta em reunião com seus secretários, e não com sindicalistas. Para nós, da educação o que queremos discutir nessa reunião é o pagamento do piso salarial, a nossa carreira, boas condições de trabalho e o Ipseng.
    Diante da situação colocada alertamos a categoria que só com muita pressão esse governo avança no atendimento às nossas reivindicações. A Jornada de Junho e o 11J nos deu demonstração de que, nas ruas, avançamos no que queremos.

    ResponderExcluir
  84. No dia 19 de julho, às 10:00 da manhã, no Center Convention, o Governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia, estará em Uberlândia, segundo informações, dando aula para empresários da FIEMG. Podemos até imaginar o teor dessa aula: Anastasia deverá ensinar os empresários como obterem maiores lucros, precarizando ainda mais as condições de vida dos trabalhadores, afinal, é só isso que o Professor Governador Anastasia tem feito nos seus últimos anos de gestor – destruído paulatinamente as condições de vida dos trabalhadores do setor público. Nós, trabalhadores em educação, que o digamos.Face à presença desse governo em nossa cidade, a direção do Sind-UTE Uberlândia está convidando os trabalhadores em educação para darmos outra aula nesse dia 19 de julho, sexta-feira, a partir das 9:00 da manhã, na porta do Center Convention: uma aula de LUTA e de POSTURA CRÍTICA, desmascarando a política desse governo que:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  85. Sindicato não deu satisfação à classe sobre a conversação em 10 de julho, e agora anuncia nova reunião com o governador. Eles estão mancomunados isso sim, queria ser uma mosca pra espreitar o que sucede às portas fechadas: acordos escusos, negociações duvidosas, conclusões desfavoráveis. Essa lengalenga ano após ano, não passa de uma peça teatral, direção estadual e governo como protagonistas, encenando o mesmo capítulo, ambos ajudando-se mutuamente: o velho governo convocando reunião para dar suporte a liderança sindical (mero aliado) a fim de faze-lo posar de que está defendendo os anseios da categoria, em contrapartida o governo posa como democrático, aberto ao diálogo, mas o resultado é sempre o mesmo, ou seja, reunião improdutiva, resultados abortados. Somente os ingênuos não percebem que somos marionetes, que cada um deles cumpre o seu papel de bandido e mocinho, só que o mocinho é pior que o bandido. O bandido (governo) mostra a cara, o mocinho (sindicato), é mascarado e escorregadio, cheio de retórica e trejeitos, segue caindo com o que não dá, e diga-se de passagem caiu desde 2010 e não levanta, está prostrado porque também é corrompido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa de ser uma mosca pra espreitar o que vai acontecer às portas fechadas, é só acessar o postv no link www.postv.org que você verá e ouvirá tudo kkk mesmo sem precisar virar uma mosca.

      Excluir
  86. Não me lembro bem qual deputado falou: "educação não precisa de mais dinheiro e sim de uma boa administração". Aí eu penso assim: será que eles querem repassar mais dinheiro para educação para desviarem ainda mais, ou vai mudar alguma coisa em relação a fiscalização do mesmo?
    Esses políticos devem amar esta ideia de mais dinheiro para a saúde e educação, pq eles já falam que pagam o piso e assim não muda nada.
    Não tenho esperança nenhuma em relação ao atual governo. Talvez no ano que vem , ele tenta nos dar um agradinho para nos tapear e eleger o seu candidato.Coitado!!!!!!

    ResponderExcluir
  87. Tomara que amanhã possamos ter alguma boa notícia da tal reunião entre Sindiute e governo. Eu, particularmente, não tenho tantas esperanças...

    ResponderExcluir
  88. Parabéns ao anônimo das 08:28.É isto mesmo. Tô contigo.Vão à luta cambada de inúteis. O sindicato somos nós e acho que inútil é esta turma de pelegos que não participa da greve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cambada de inúteis são os dirigentes estaduais. A obrigação é deles de levantar a bandeira de luta porque são pagos pra isso. A entidade existe graças ao dinheiro dos filiados. Turma de pelego é a diretoria estadual. E tem mais: se o sindicato fossemos nós, a greve de 2010 não teria sido abortada, a de 2011 nem precisaria ter acontecido; haveria um espaço na televisão com programas e propagandas combatendo a tirania do atual governo.

      Excluir
  89. Amanhã o governador Antônio Anastasia recebe as entidades de educação do estado em uma reunião histórica dentro da luta do setor. Depois de 100 dias de greve dos professores em 2011 e uma incessante luta, essa oportunidade foi alcançada dentro das possibilidades de negociação entre governo estadual e sociedade civil.

    A partir da última reunião entre a comissão de delegados da Assembleia Popular Horizontal :: Belo Horizonte a pauta foi levantada como uma das prioridades do grupo e então a reunião foi agendada. Acreditamos e reforçamos que não queremos ser representantes de ninguém mas um canal de negociação e pressão popular.

    Poder para o povo!

    A reunião será transmitida ao vivo pela Pós Tv: www.postv.org

    ResponderExcluir
  90. Eu não voto em quem vota contra a educação ! Confira os deputados estaduais de Minas Gerais que votaram contra educação em “ 2011 “ e ajudaram o governador “ ANASTASIA “ a desrespeitara educação : Antonio Lerin (PSB) , Délio Malheiros ( PV ) ,Neider Moreira (PSD ) ,Luiz Humberto Carneiro (PSDB ) , Rômulo Viegas ( PSDB ) , Henry Tarquinio (PV ) , João Vitor Xavier (PRP ) ,Luiz Henrique (PSDB ) , Neilando Pimenta ( PHS ) , Sebastião Costa ( PPS) ,Inácio Franco ( PV ) , José Henrique ( PMDB ) , Hélio Gomes ( PSD ) , Pinduca Ferreira ( PP ) , Tenente Lúcio ( PDT ) , Jayro Lessa ( DEM ) , Juninho Araújo ( PTB ) , Luzia Ferreira ( PPS ) , Romel Anízio ( PP) , Tiago Ulisses ( PV ) , Bosco ( PTdoB ) , Leonardo Moreira ( PSDB ) , Marques Abreu ( PTB ) , Rômulo Veneroso ( PV ) , Zé Maia ( PSDB ) , Luiz Carlos Miranda ( PDT ) , Alencar da Siveira Junior ( PDT ) , João Leite ( PSDB ) , Deiró Marra ( PR ) , Carlos Henrique ( PRB ) , Fred Costa ( phs ) , Ana Maria Resende ( PSDB ) , Arlen Santiago ( PTB ) , Duarte Bechir (PSD ) , Carlos Mosconi ( PSDB ) , Gilberto Abramo ( PRB ) , Anselmo José Domingos ( PTC ) , Bonifácio Mourão ( PSDB ) , Doutor Viana ( DEM ) , Cácio Soares ( PSD ) , Gustvo Corrêa ( DEM) , Antônio Carlos Arantes (PSC ) , Célio Moreira ( PSDB ) , Doutor Wilson Batista ( PSD ) , Fbiano Toletino ( PSD ) , Gustavo Valadares ( PSD ) , Anônio Genaro ( PSB ) , Dalmo Ribeiro ( PSDB ) , Duilio de Castro ( PMN ) , Fábio Cherem ( PSD ) , Gustavo Perrella ( PDT ) . acorda Brasil !!!!!!levanta Brasil !!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cadê o nome Dalmo Ribeiro do Sul de MG? E aquele pastor da Lagoinha que não votou no dia. Esqueci o nome dele.

      Excluir
  91. ASSEMBLÉIA POPULAR HORIZONTAL:

    Amanhã o governador Antônio Anastasia recebe as entidades de educação do estado em uma reunião histórica dentro da luta do setor. Depois de 100 dias de greve dos professores em 2011 e uma incessante luta, essa oportunidade foi alcançada dentro das possibilidades de negociação entre governo estadual e sociedade civil.

    A partir da última reunião entre a comissão de delegados da Assembleia Popular Horizontal :: Belo Horizonte a pauta foi levantada como uma das prioridades do grupo e então a reunião foi agendada. Acreditamos e reforçamos que não queremos ser representantes de ninguém mas um canal de negociação e pressão popular.

    Poder para o povo!

    A reunião será transmitida ao vivo pela Pós Tv: www.postv.org

    A reunião está prevista para começar as 10 horas da manhã.

    FONTE: FACEBOOK ASSEMBLÉIA POPULAR HORIZONTAL

    ResponderExcluir
  92. Espero que saia algum coelho da cartola dia 18, quero meu piso

    tenho 12 anos de estado e se estivesse recebendo pelo piso, meu salário seria em torno de 1.823,00 hoje recebo 1.423,00 (bruto) estou perdendo muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu, aposentada com quase 30 anos, com dobra de turno de quase 5 anos, quinquênios, biênios, trintenário e meu bruto é 2600 reais.Era para eu receber mais de 4000 reais.No meu reposicionamento me deram só 17 anos, fiquei sem entender.

      Excluir
    2. Pessoal, assista esse vídeo: Deputado Sávio discute mais um projeto de empréstimo do Governo de Minas.Vale a pena ver, ele diz como a educação , saúde, entre outros, são tratados pelo governo.
      Acesse o link abaixo:
      http://www.youtube.com/watch?v=hSNCKzNLb9k

      Excluir
  93. Nas últimas greves a maioria dos professores estavam nas escolas, quando nós grevistas voltamos tinha colegas nossos nos substituindo.

    ResponderExcluir
  94. Tenho 25 anos de magistério,sinto-me totalmente desmotivada para continuar lutando, não por causa do sindicato, mas por causa da maioria dos professores pelegos. Na minha escola são sempre os mesmos que lutam(apenas 5).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já o minha desmotivação, Anônimo17 de julho de 2013 21:44, é por causa do Sind-PELEGO e por causa do GOV-Tirano :p

      Excluir
  95. Aviso ao Anastasia e a Gazola:
    Este golpe do subsidio esta entalado na garganta dos professores.Meus 35 anos de carreira foram jogados no lixo. Aposentar com esta miseria? Isto e violencia.Professor nao e idiota, sabe muito bem fazer as contas.. Recebo hoje 1/3 do meu salario Escolhi a carreira antiga e quero ela de volta. Esta manobra perversa depoe contra o governo. Veja o povo nas ruas, ninguem suporta isto mais.Basta. Ja foram longe demais.
    QUEREMOS O PISO NA CARREIRA..
    Obs: desculpem a falta de acentos(laptop desconfigurado)

    ResponderExcluir
  96. Que bom que esta reuniao vai ser transmitida.Vamos todos assistir!!

    ResponderExcluir
  97. Vamos aproveitar a oportunidade e fazer comentarios na pagina da assembleia popular horizontal.Funciona melhor do que ficar lamentando.

    ResponderExcluir
  98. Demagogia ao vivo:

    http://twitcasting.tv/pos_tv

    ResponderExcluir
  99. se não sair nada para reunião de hoje, teremos que tomar algumas providencias

    vamos parar BH

    ResponderExcluir
  100. ASSEMBLÉIA POPULAR HORIZONTAL

    TRANSPARÊNCIA INCÔMODA

    Nessa manhã o NINJA foi até a CIdade Administrativa de Minas Gerais com o intúito de tranmitir ao vivo a reunião entre 6 entidades sindicais representativas dos professores do estado com o governador Antônio Anastasia. Os professores reivindicam o aumento do piso salarial do setor, e para obter tal conquista já chegou a fazer 100 dias de greve sem ser atendido pelo governo. Hoje, ao chegar na Cidade Administrativa para a transmissão, sua entrada foi barrada pelo cerimonial que não autorizou as filmagens dentro da sala de reunião, mesmo com o prévio acordo para garantir a situação.

    Por que o governador tem medo da transparência? Qual a diferença entre a última reunião realizada com a Assembleia Popular Horizontal de Belo Horizonte que foi transmitida e a de hoje, com os professores? Quais os interesses que estão em disputa nessa reunião?

    A postura do governador deixa claro o não interesse na transparência das negociações com a classe, que desde o princípio busca deixar claro todos os processos de diálogo, ou tentativas dele com o Estado.

    Agora a Pós TV está ao vivo da coletiva de imprensa realizada pelo governo para falar sobre as questões da educação no estado. Assista ao vivo: http://twitcasting.tv/pos_tv

    ResponderExcluir
  101. acabou de acabar a reunião com o governo.

    pra variar não houve negociação, o governo só manda recado.

    dia 13/8 tem nova reunião, com promessa de início do descongelamento da carreira e PROVAVELMENTE algum reajuste em outubro.

    piso que é bom NADA!

    É isso, o grande teatro da democracia burguesa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos processo STF, com certeza aindda teremos nossas vantagens, só precisamos do processo onde seja requerido vantagens adquiridas.

      Excluir
    2. R$0,20 centavos de aumento para vocês professores, está bom? Uma classe acomodada merece esse aumento!

      Excluir
    3. Explica mais sobre a reunião.
      Ana Cláudia

      Excluir
    4. "(...)não houve negociação, o governo só manda recado.

      dia 13/8 tem nova reunião, com promessa de início do descongelamento da carreira e PROVAVELMENTE algum reajuste em outubro.

      piso que é bom NADA!"

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Eu sabia! Tudo acaba em pizza... "PROVAVELMENTE" quem sabe, talvez? O salário congelado saia do freezerrrrrrrrrrr

      Excluir
  102. É IMPRESCINDÍVEL QUE SAIAMOS DO MARASMO ENQUANTO É TEMPO. LUTEMOS. AFINAL, SOMOS OU NÃO SOMOS FORMADORES DE OPINIÃO??????

    ResponderExcluir
  103. não consegui acessar o site ao vivo .O que aconteceu na reunião quais propostas? Mais enrolação!

    ResponderExcluir
  104. EU JÁ SABIA!!! A reunião de hoje foi só mais uma estratégia para que o GOVERNO DO PAÍS DAS MARAVILHAS aparecesse bancando de BONZINHO na mídia. Pedir 100% dos royalties da mineração para a educação??? K K K K K K K K K K ... outra reunião em agosto??? K K K K K K ... nós, professores, conhecemos bem o nome disso tudo: ENROLAÇÃO PURA!!! Estamos cansados de tanto esperar. FORA ANASTASIA E TODA SUA TURMA!!!

    ResponderExcluir
  105. Muito me admira a direção do Sindiute declarar que o encontro não promoveu avanços. Por acaso, alguém ainda esperava que isso acontecesse? Melhor rir para não chorar.

    ResponderExcluir
  106. ESSA BALELA DO ANASTA É SÓ POLÍTICA

    SE NÃO INVESTE NEM OS 25% A QUE TEMOS DIREITO EM EDUCAÇÃO, VEM FALAR DE MINERAÇÃO.

    TENHA PACIÊNCIA.

    ResponderExcluir
  107. GOSTEI DA FALA BEATRIZ, FALOU TUDO QUE EU ESTAVA PENSANDO

    FOI NOTA 10

    ResponderExcluir

  108. Mais Notícias
    PUBLICADO EM 18/07/13 - 15h27
    LUCAS SIMÕES

    O Governo de Minas anunciou nesta quinta-feira (18) que vai apresentar uma proposta de reajuste salarial e descongelamento de carreira para todos os profissionais da educação até o mês de outubro. Reunido com seis sindicatos da categoria, na Cidade Administrativa, o governador Antonio Anastasia também se comprometeu a sugerir ao Governo Federal que destine todos os recursos do royalties da mineração para a educação. Em Minas, o montante pode gerar R$ 300 milhões por ano exclusivamente para a área.
    os, mas adiantou que as reduções e isenções do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em vários setores da economia este ano devem influenciar a reavaliação salarial dos professores. A perda de arrecadação do governo estadual devido ao ICMS não foi revelada.

    Em compensação, o governador informou que vai enviar uma proposta de emenda ao PL 5.807/13, do Governo Federal, que eleva de 3% para 4% a taxa paga pelas mineradoras ao cofres públicos. A medida pode multiplicar em até três vezes a arrecadação do estado com a mineração. “Nossa intenção é que 100% dos royalites do setor sejam aplicados exclusivamente na educação. Com isso, poderemos ter R$ 300 milhões por ano para a área”, frisou o governador.

    A proposta deve ser enviada ao Governo Federal até setembro deste ano, data limite para que o PL seja votado pelo Congresso.



    ResponderExcluir
  109. Prof. Euler, Colegas:

    Enquanto se fica discutindo "Filiação ou Desfiliação", "Representatividade Moral", "Lei 100" etc., não vamos a lugar algum, nem seremos respeitados como Profissionais da Educação.
    Estes temas todos, não nos levam a nada. Não nos fortalece em nada.E muito menos nos une, nos levam a frente.

    - Não precisa Filiar-se, para lutar pelo seu respeito e valorização; basta sair do comodismo
    - Não precisa Desfiliar-se, para mostrar algo para a direção do sindicato; ninguém paga por algo que não lhe interessa;
    - A Representatividade que temos, é a que merecemos. Se quisermos mais temos darmos mais de nós mesmos;
    - A Lei 100 está aí, temos que conviver com ela. Se ela vai continuar ou não, é o futuro que dirá.

    Penso que não perdemos o piso e carreira nas greves, mas perdemos quando nos foi dada a possibilidade de escolher ficar no VB e apenas 153 mil optaram, mostrando, assim, ao governo, que os professores aceitariam o Subsidio.

    O Prof. Euler dedicou seu sangue aqui na época, com excelentes textos explicativos e com exemplos reais.

    É inútil estas colocações.
    O Sindicato, no caso o Sind-Ute, é sim, e sempre será, todos nós juntos e atuantes. Seja nas escolas, nas salas de aulas, no dia-a-dia ou, mais importante, nas ações e convocações do sindicato.

    O sindicato sozinho não tem voz suficiente para gritar contra este governo que aí está.

    Vejam o exemplo do povo nas ruas em Junho: os governos ouviram, se sentiram intimidados e resolveram se coçar um pouco.

    Que tal fazermos um Pacto pelo Respeito, Valorização e Carreira dos Profissionais da Educação?

    Esqueçamos que há Efetivos ou Efetivados, Pelegos ou Não Pelegos, Professores ou Guerreiros, SindUte ou Sindinútil, Aposentados ou Aposentandos, Lei 100 ou Lei 11738!
    Passemos a ser Profissionais da Educação!
    O sindicato não terá dificuldades para trabalhar, porque estaremos juntos.

    Enquanto não assumirmos que somos Profissionais da Educação e agirmos como tal, o cenário ficará como está. Governo algum vai respeitar ou temer a união dos Professores.
    Se atingirmos este patamar, teremos carreira, seremos respeitados e a Educação será de qualidade para todos.

    Não dá mais para ficar preso, discutindo um passado recente frustrado, apenas nos erros.

    Enquanto ficarmos puxando cada um para um lado, a carroça não sai do atoleiro!

    Vou repetir o que tenho dito aqui: o sindicato forte que todos querem, somos nós que o fazemos forte!
    Sem um sindicato, não teremos um canal para comunicação com o governo. Engana-se quem pensa o contrário!

    Caso contrário, seremos eternos reféns deste governo e de qualquer outro que vier!

    Um abraço colegas

    Antônio Carlos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MELHOR COMENTÁRIO POSTADO NO BLOG
      do PROF. EULER!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      Parabéns, colega, Prof. Antônio Carlos!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    2. Parabéns, Antonio Carlos.É o que eu sempre venho tentando dizer. Preste atenção,estas manifestações das ruas,hoje, não é nada mais que os frutos do trabalho dos professores,que dentro de sua revolta e indignação,passaram aos seus alunos o desejo de lutar,o desejo de justiça,pela ética,pela,moral e pelos bons costume. Eu tomo prá mim a parte do meu mérito.Vejo nas ruas parte do meu esforço na tentativa de formar cidadãos conscientes. Os professores,ou maioria deles estão tão focados no sucesso do piso e outras reivindicações que esquece de levar prás ruas o mérito em relação a todas as conquistas que vem tendo o povo em geral.O governo precisa saber que isto são os frutos que os professores estão colhendo. Por isto,há muito querem acabar com nossa carreira. Estamos construindo cidadãos conscientes. Parabéns para nós!

      Excluir
    3. Concordo plenamente.Ficar lamentando e atacando uns aos outros vai servir para desmobilizar a classe. Melhor seria sairmos do lugar de vitima.

      Excluir

  110. ATÉ O MÊS DE OUTUBRO
    Anastasia vai apresentar proposta de reajuste salarial para todos os professores
    Governador também se comprometeu a sugerir ao Governo Federal que destine todos os recursos do royalties da mineração para a educação

    Governador Anastasia
    Governador se reuniu com representantes de sindicatos na Cidade Administrativa
    PUBLICADO EM 18/07/13 - 15h27
    LUCAS SIMÕES

    O Governo de Minas anunciou nesta quinta-feira (18) que vai apresentar uma proposta de reajuste salarial e descongelamento de carreira para todos os profissionais da educação até o mês de outubro. Reunido com seis sindicatos da categoria, na Cidade Administrativa, o governador Antonio Anastasia também se comprometeu a sugerir ao Governo Federal que destine todos os recursos do royalties da mineração para a educação. Em Minas, o montante pode gerar R$ 300 milhões por ano exclusivamente para a área.


    Apesar do anúncio de reajuste, o governador não falou em números, mas adiantou que as reduções e isenções do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em vários setores da economia este ano devem influenciar a reavaliação salarial dos professores. A perda de arrecadação do governo estadual devido ao ICMS não foi revelada.

    Em compensação, o governador informou que vai enviar uma proposta de emenda ao PL 5.807/13, do Governo Federal, que eleva de 3% para 4% a taxa paga pelas mineradoras ao cofres públicos. A medida pode multiplicar em até três vezes a arrecadação do estado com a mineração. “Nossa intenção é que 100% dos royalites do setor sejam aplicados exclusivamente na educação. Com isso, poderemos ter R$ 300 milhões por ano para a área”, frisou o governador.

    A proposta deve ser enviada ao Governo Federal até setembro deste ano, data limite para que o PL seja votado pelo Congresso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ovo na b...a de galinha.Vocês confiam nessa fala?

      Excluir
  111. Mas uma reunião mais uma agenda e nada é estou desanimada se alguma coisa vier, não sei de mais nada, quer dizer ta me cheirando o que eu e todos já sabíamos, então vamos esperar alguém que completa em janeiro de 2014 10 anos de efetivo,25 de profissão pós graduada 2 vezes mais um monte de biênios quinquênios , enquadrada como T2 recebendo 1400,00 bruto,sabe quero sair disso.

    ResponderExcluir
  112. Pois é, não deixou a mídia ninja entrar e mostrar as negociações com nossas entidades. Depois o governo reclama de ir milhares de pessoas manifestarem nas ruas contra os serviços públicos. O próprio governo agindo assim estimula as manifestações que, a meu ver, em relação a educação, só se resolverão com manifestação de milhares de pessoas junto ao palácio ou cidade administrativa. A assembléia popular horizontal deve ameaçar o governo dizendo que se as negociações com os professores não forem atendidas vão convocar a população para mais protestos. Poxa vida não deixar a mídia ninja entrar é sacanagem viu. Ontem fizeram um protesto na porta do prédio do governador do Rio, Sérgio Cabral, e o negócio teve feio viu. Sobrou até pra rede bobo, aliás, rede globo. Aqui em Minas vai ter que ser assim também caso contrário não conseguiremos nada.

    ResponderExcluir
  113. A tal de assembléia popular horizontal e o sindute tem que ameaçar o governo dizendo que se não nos atender vão convocar a população para mais protestos. Ainda por cima ocupar a cidade administrativa ou o palácio da liberdade. Com este governo aí só mesmo na tora.

    ResponderExcluir
  114. Governador não deixou filmar a reunião com sindicato. Do que ele tem medo. Engraçado, ele paga milhões pra rede globo com o dinheiro dos nossos impostos pra fazer propagandas mentirosas e agora essa bela propaganda que seria de graça, com a filmagem da reunião, ele não quis. Uai para um governo que adora propaganda ele deveria até agradecer pelo fato de quererem filmar a reunião, kkk. Ahhh, já sei, é que nesta reunião seriam faladas as coisas podres que o governo vem fazendo com os professores e aí, é claro, a propaganda seria negativa. Hummm tá explicado então uai...

    ResponderExcluir
  115. E a reunião de hoje? O sindicato não posta nada.Cruzes!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  116. Descongelar carreira a partir de 2014? É brincadeira esse governador viu. O que queremos é piso e carreira de acordo com a lei 15.293/2004 e pronto. É como a Beatriz cerqueira disse hoje em sua entrevista após a reunião: "se subsídio fosse bom todos os servidores do estado estariam sendo remunerados por ele. Somente os servidores da educação são remunerados por subsídio." Porque ele não fez a mesma coisa com a polícia, os funcionários dos tribunais, da receita estadual e etc. O projeto mesmo era destruir a carreira dos educadores. É porque professor ensina a votar, a reclamar, exigir os direitos, enfim a se tornar cidadão atuante na sociedade. Isso para os governos não é bom já que governar um povo burro é muito mais fácil do que um povo cidadão. Logo os professores jamais podem desempenhar bem seu trabalho, do contrário se tornarão um perigo para o governo. Isso tudo explica o projeto de destruição da carreira dos professores. Mas desta vez temos a assembléia popular do nosso lado e os anseios do povo através de manifestações.

    ResponderExcluir
  117. Alguém pode me informar da negociação hoje? O que ficou resolvido? Moro no interior e só tenho notícias através deste blog.
    Euler, o que tem a dizer?
    Obrigada.
    Maria Cristina

    ResponderExcluir
  118. FALA DA BEATRIZ DO SINDUT-MG/CUT-MG, ESSA ME REPRESENTA:
    http://www.sindutemg.org.br/novosite/conteudo.php?MENU=1&LISTA=detalhe&ID=5003

    ResponderExcluir
  119. Este governo é uma aberração!!!!! Ele acha que ainda engana alguém com este discurso de investimentos em educação. Não podemos deixar barato nas eleições de 2014. E não adianta ir na mídia e mentir como esta m.... tem feito. O povo não cai mais nesta e as pesquisas têm mostrado isto. Este filhotinho do demo, o anasta, o próprio nome lembra coisa ruim, vai levar porrada e o seu candidato também. Vamos arregaçar as mangas e fazer uma contra-propaganda a este governo de m..... Dilma continua como favorita e a oposição não avançou. Vamos detonar na mídia estes nefastos deputados que nos destruíram com o suicídio. Vamos à luta!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  120. ESSE GOVERNADOR É MUITO MENTIROSO ACHA QUE NÓS VAMOS ACREDITAR NELE QUANDO ELE MUDOU NOSSA CARREIRA ELE NOS DEU A OPÇÃO DE ESCOLHER VENCIMENTO BASICO E SUBSÍDIO E QUEM ESCOLHEU VENCIMENTO BASICO ATÉ HOJE NÃO RECEBEU SABE PORQUE? ELE SÓ FALA MENTIRA AGORA TEMOS QUE PARAR ESSE ESTADO TODO E FAZER UMA GREVE GERAL JÁ.

    ResponderExcluir
  121. Descongelar carreira? Como assim? Vai inventar uma outra carreira? Queremos a carreira antiga pela qual optamos.

    ResponderExcluir