sábado, 8 de dezembro de 2012

Pausa de final de ano...


Pausa de final de ano...

Com a chegada do final de ano, é normal que haja uma pausa para a reflexão e para o merecido descanso dos educadores de Minas e do Brasil. Em relação à Educação pública, ensino básico, os profissionais e toda a comunidade dos de baixo não têm muito a comemorar. A expectativa pelo piso salarial nacional acabou se tornando uma tragédia para os professores, que tiveram suas carreiras destruídas por governos sem compromisso com a Educação pública de qualidade. Este é o caso de Minas Gerais, mas também do governo federal e de quase todos os estados e municípios. No discurso, todos sabem e repetem que não haverá superação das desigualdades sociais e do atraso em muitas áreas se não houver real investimento no ser humano, especialmente na formação das pessoas, que tem na Educação básica, desde a infância, o seu alicerce. Mas os governos trocam o que seria uma política permanente e séria de Educação básica por maquiagens momentâneas, conjunturais. Adoram divulgar estatísticas enganosas, para inglês ver, que não resistem à mais singela crítica, mas que iludem aos incautos.

Mas, o Natal se aproxima, e com ele, o sentido da natividade, do renascimento de esperanças de um mundo melhor. Isso, obviamente, se o mundo não acabar agora em 2012, nos poucos dias que ainda restam para o Ano Novo. É uma das profecias, dizem. Se dependesse dos malucos que estão à frente de governos de países ricos que acumulam toneladas de armas nucleares, o mundo já teria sido destruído. A humanidade e os outros seres vivos teriam sido extintos. Na ensandecida e mesquinha luta pelo poder, pelo lucro, pelo controle espacial e mercadológico, estes grupos que detêm o complexo industrial-militar são capazes de tudo, assim como os banqueiros e outros mercadores de almas e das máquinas de moer gente. Injetam veneno na nossa comida, poluem o ar que respiramos, tudo em nome de um tal progresso que se expressa em forma de lucros e consumos de luxo. Somente a humana resistência de milhões dos de baixo poderá deter a caminhada imposta por estes grupos rumo ao abismo.

Ligo a TV ou abro um jornal, e o que vejo? O papel negativo que desempenha a mídia regional, nacional e mundial, toda ela controlada por grupos de rapina. Disseminam a cultura do egoísmo, transformam o cotidiano em crimes, golpes e baixarias, como se a vida vivida no nosso dia a dia fosse isso, apenas. Recortes de uma imagem que é mais ampla e rica e feliz. O nosso cotidiano é muito mais complexo e rico do que a lente reduzida da máquina midiática. Convivo diariamente com poetas, artesãos, cantores, trabalhadores honestos, donas de casa cheias de sonhos, estudantes que buscam novos horizontes. Gente simples do povo, que encontramos nas estações dos metrôs, nas escolas, nas ruas, nos campos e construções. Mas isso não ganha a atenção da mídia. Não dá "ibope", diriam alguns. As rádios não colocam música clássica, incluindo os clássicos das canções populares brasileiras, porque, dizem, o povo não gosta. Ninguém gosta daquilo que não ouve. Somos 100% seres socializados, ou seja, formados e educados a ouvir e a pensar de acordo com aquilo que reproduzem diariamente na nossas vidas, nas nossas mentes. É a cultura, o fazer cotidiano, reproduzido com a negativa interferência de uma mídia golpista - politicamente falando -, e reprodutora dos interesses dos de cima. A maioria dos pequenos "bandidos" que matam e roubam e estupram é, em grande medida, a cria originada por essa máquina social infernal, que reproduz este cotidiano publicado pela mídia e pelos governos.

É impressionante como a riqueza cultural do Brasil é ignorada por essa mídia, e até mesmo nas propostas acadêmicas de especialistas que ditam receitas para a Educação. Tentam, de forma verticalizada, impor conteúdos e visões que agridem os fazeres e saberes das comunidades, que numa rica história, reproduzem diariamente práticas com as quais temos muito o que aprender. Nas coisas simples do cotidiano, no contato com as pessoas "comuns", a gente percebe o quanto o nosso país despreza as riquezas legadas por gerações de trabalhadores, de pessoas simples, que não aparecem na mídia, mas constroem o nosso verdadeiro patrimônio. 

O Natal e o Ano Novo, em que pese o apelo comercial comum a este período do ano, devem simbolizar, também, a reflexão e a busca pela construção do novo, do renascimento das esperanças e dos nossos sonhos. O sentido cristão, ou judaico-cristão atribuído a este momento, pode e deve ser apropriado por todos e dotado de muitos outros significados. O sonho dos profissionais da Educação, por exemplo, por uma carreira decente, com salário digno, tempo extraclasse suficiente para a preparação e a formação (e o repouso); melhores condições de trabalho; etc., tudo isso, ante à insensibilidade de governantes e das elites dominantes, apresenta-se quase como promessa, mais do que messiânica, em prol de um mundo melhor.

Antes que o mundo acabe - e que não seja em 2012 -, haverá um momento em que, no Brasil, a Educação básica e os profissionais que a constroem no dia a dia serão devidamente valorizados. Assim como todos os outros trabalhadores e trabalhadoras, do Brasil e do mundo. Num processo que surgirá da organização, da unidade e da luta dos de baixo, e não da benevolência dos de cima, com seus tribunais e parlamentos. Sem essa força e pressão da maioria esquecida, só lembrada para servir aos de cima, as coisas continuarão se reproduzindo enquanto tais, ou seja, enquanto coisas a serviço dos de cima.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!



                                   ***

Frei Gilvander:
 
Jesus de Nazaré, um profeta radical?
A Bíblia respira profecia (Parte 5)
Gilvander Luís Moreira1

2.6 – Jesus de Nazaré, um profeta que se tornou Cristo.
Jesus, o galileu de Nazaré, se tornou Cristo, filho de Deus. Como camponês, deve ter feito muitos calos nas mãos, na enxada e na carpintaria, ao lado de seu pai José. Os evangelhos fazem questão de dizer que Jesus nasceu em Belém, (em hebraico, “casa do pão” para todos), cidade pequena do interior. “És tu Belém a menor entre todas as cidades, mas é de ti que virá o salvador”, diz o evangelho de Mateus (Mt 2,6), resgatando a profecia de Miquéias (Miq 5,1).

2.6.1 - De forma radical, Jesus mostra como resolver o problema da fome.
A fome era um problema tão sério na vida dos primeiros cristãos e cristãs, que os quatro evangelhos da Bíblia relatam Jesus partilhando pães e saciando a fome do povo.1 É óbvio que não devemos historicizar os relatos de partilha de pães como se tivessem acontecido tal como descrito. Os evangelhos foram escritos de quarenta a setenta anos depois. Logo, são interpretações teológicas que querem ajudar as primeiras comunidades a resgatar o ensinamento e a práxis original de Jesus. Não podemos também restringir o sentido espiritual da partilha dos pães a uma interpretação eucarística, como se a fome de pão se saciasse pelo pão partilhado na eucaristia. Isso seria espiritualização do texto. Eucaristia, celebrada em profunda sintonia com as agruras da vida, é uma das fontes que sacia a fome de Deus, mas as narrativas das partilhas de pães têm como finalidade inspirar solução radical para um problema real e concreto: a fome de pão.
A beleza espiritual das narrativas de partilha de pães está no processo seguido. Em uma série de passos articulados e entrelaçados que constituem um processo libertador. O milagre não está aqui ou ali, mas no processo todo. Ei-lo:

Mateus mostra que o povo faminto “vem das cidades”, ou seja, as cidades, ao invés de serem locais de exercício da cidadania, se tornaram espaços de exclusão e de violência sobre os corpos humanos.

“Jesus atravessa para a outra margem do mar da Galileia” (Jo 6,1), entra no mundo dos gentios, dos pagãos, dos impuros, enfim, dos excluídos. Jesus não fica no mundo dos incluídos, mas estabelece comunicação efetiva e afetiva entre os dois mundos, o dos incluídos e o dos excluídos. Assim, tabus e preconceitos desmoronam-se.
Profundamente comovido, porque “os pobres estão como ovelhas sem pastor” (Mc 6,34), Jesus percebe que os governantes e líderes da sociedade não estavam sendo libertadores, mas estavam colocando grandes fardos pesados nas costas do povo. Com olhar altivo e penetrante, Jesus vê uma grande multidão de famintos que vem ao seu encontro, só no Brasil são milhões de pessoas que têm os corpos implodidos pela bomba silenciosa da fome ou da má alimentação.  -----------

Jesus não sentiu medo dos pobres, encarou-os e procura superar a fome que os golpeava e humilhava. Apareceram dois projetos para resgatar a cidadania do povo faminto. O primeiro foi apresentado por Filipe: “Onde vamos comprar pão para alimentar tanta gente?” (Jo 6,5). No mesmo tom, outros discípulos tentavam lavar as mãos: “Despede as multidões para que vão aos povoados comprar alimento para si.” (Mt 14,15). Filipe está dentro do mercado e pensa a partir do mercado. Está pensando que o mercado é um deus capaz de salvar as pessoas. Cheio de boas intenções, Filipe não percebe que está enjaulado na idolatria do mercado.

-----------O segundo projeto é posto à baila por André, outro discípulo de Jesus, que, mesmo se sentindo fraco, acaba revelando: “Eis um menino com cinco pães e dois peixes” (Jo 6,9). Jesus acorda nos discípulos e discípulas a responsabilidade social, ao dizer: “Vocês mesmos devem alimentar os famintos” (Mt 14,16). Jesus quer mãos à obra. Nada de desculpas esfarrapadas e racionalizações que tranqüilizam consciências. Jesus pulou de alegria e, abraçando o projeto que vem de André (em grego, andros = humano), anima o povo a “sentar na grama” (Jo 6,10). Aqui aparecem duas características fundamentais do processo protagonizado por Jesus para levar o povo da exclusão à cidadania. Jesus convida o povo para se sentar. Por quê? Na sociedade escravocrata do império romano somente as pessoas livres, cidadãs, podiam comer sentadas. Os escravos deviam comer de pé, pois não podiam perder tempo de trabalho. Era só engolir e retomar o serviço árduo. Um terço da população era escrava e outro terço, semi-escrava. Logo, quando Jesus inspira o povo para sentar-se, ele está, em outros termos, defendendo que os escravos têm direitos e devem ser tratados como cidadãos.

Por que sentar na grama? A referência à existência de “grama” no local indica que o povo está no campo, na zona rural, e é a partir de uma reorganização da vida no campo que poderá advir uma solução radical para a fome que aflige o povo nas cidades. Em outras palavras, o combate que liberta da fome passa necessariamente pela realização de uma autêntica Reforma Agrária. Não dá para continuar a iníqua estrutura fundiária no Brasil.2
Jesus estimula a organização dos famintos. “Sentem-se, em grupos de cem, de cinqüenta,  ...” (Mc 6,40). Assim, Jesus e os primeiros cristãos nos inspiram que o problema da fome só será resolvido, de forma justa, quando o povo marginalizado e excluído se organizar.
“Jesus agradeceu a Deus...” A dimensão da mística foi valorizada. A luz e a força divinas permeiam os processos de luta. Faz bem reconhecer isso.
Quem reparte o pão não é Jesus, mas os discípulos. Jesus provoca a solidariedade conclamando para a organização dos marginalizados como meio para se chegar à cidadania de e para todos.

“Recolham os pedaços que sobraram, para não se desperdiçar nada.” (Jo 6,12). Economia que evita o desperdício. Quase 1/3 da alimentação produzida é jogada no lixo, enquanto tantos passam fome. As pessoas perceberam a profecia realizada por Jesus nas entranhas dos fatos humanos. Jesus não quis ser bajulado e retirou-se, de novo, para uma montanha. Exercer a solidariedade de forma gratuita e libertadora. Não estabelecer vínculos que geram dependência em quem é ajudado e consciência tranqüila em quem dá coisas.

2.6.2 – De forma clandestina, Jesus e os seus companheiros e companheiras entram em Jerusalém.

Após uma longa marcha da Galileia a Jerusalém, da periferia à capital (Lc 9,51-19,27), Jesus e seu movimento estão às portas de Jerusalém. De forma clandestina, não confessando os verdadeiros motivos, Jesus e o seu grupo entram em Jerusalém, narra o Evangelho de Lucas (Lc 19,29-40). De alguma forma deve ter acontecido essa entrada de Jesus em Jerusalém, provavelmente não tal como narrado pelo evangelho, que tem também um tom midráxico, ou seja, quer tornar presente e viva uma profecia do passado.

Dois discípulos recebem a tarefa de viabilizar a entrada na capital, de forma humilde, mas firme e corajosa. Deviam arrumar um jumentinho – meio de transporte dos pobres -, mas deviam fazer isso disfarçadamente, de forma “clandestina”. O texto repete o seguinte: “Se alguém lhes perguntar: “Por que vocês estão desamarrando o jumentinho?”, digam somente: ‘Porque o Senhor precisa dele’”. A repetição indica a necessidade de se fazer a preparação da entrada na capital de forma clandestina, sutil, sem alarde. Se dissessem a verdade, a entrada em Jerusalém seria proibida pelas forças de repressão.
Com os “próprios mantos” prepararam o jumentinho para Jesus montar. Foi com o pouco de cada um/a que a entrada em Jerusalém foi realizada. A alegria era grande no coração dos discípulos e discípulas. “Bendito o que vem como rei...” Viam em Jesus outro modelo de exercer o poder, não mais como dominação, mas como gerenciamento do bem comum.

Ao ouvir o anúncio dos discípulos – um novo jeito de exercício do poder – certo tipo de fariseu se incomoda e tenta sufocar aquele evangelho. Hipocritamente chamam Jesus de mestre, mas querem domesticá-lo, domá-lo. “Manda que teus discípulos se calem.”, impunham os que se julgavam salvos e os mais religiosos. “Manda...!” Dentro do paradigma “mandar-obedecer”, eles são os que mandam. Não sabem dialogar, mas só impor. “Que se calem!”, gritam. Quem anuncia a paz como fruto da justiça testemunha fraternidade e luta por justiça, o que incomoda o status quo opressor. Mas Jesus, em alto e bom som, com a autoridade de quem vive o que ensina, profetisa: “Se meus discípulos (profetas) se calarem, as pedras gritarão.” (Lc 19,40). Esse alerta do galileu virou refrão de música das Comunidades Eclesiais de Base: “Se calarem a voz dos profetas, as pedras falarão. Se fecharem uns poucos caminhos, mil trilhas nascerão... O poder tem raízes na areia, o tempo faz cair. União é a rocha que o povo usou pra construir...!”

2.6.3 – Jesus chuta o pau da barraca do deus capital.
Os quatro evangelhos da Bíblia3 relatam que Jesus, próximo à maior festa judaico-cristã, a Páscoa, impulsionado por uma ira santa, invadiu o templo de Jerusalém, lugar mais sagrado do que os templos da idolatria do capital que muitas vezes tem a cruz de Cristo pendurada em um ponto de destaque. Furioso como todo profeta, ao descobrir que a instituição tinha transformado o templo em uma espécie de Banco Central do país + sistema bancário + bolsa de valores, Jesus “fez um chicote de cordas e expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e bois, destinados aos sacrifícios. Derramou pelo chão as moedas dos cambistas e virou suas mesas. Aos que vendiam pombas (eram os que diretamente negociavam com os mais pobres porque os pobres só conseguiam comprar pombos e não bois), Jesus ordenou: ‘Tirem estas coisas daqui e não façam da casa do meu Pai uma casa de negócio.” Essa ação de Jesus foi o estopim para sua condenação à pena de morte, mas Jesus ressuscitou e vive também em milhões de pessoas que não aceitam nenhuma opressão.

3 – E agora, José? E agora, Maria?
Enfim, os tempos são outros, mas o sistema do capital, uma engrenagem de moer vidas, está em pleno funcionamento. O capitalismo, como um castelo de areia, está podre. A idolatria do mercado e do capital está levando a humanidade e todas as criaturas da biodiversidade ao abismo. A maior devastação ambiental da história da humanidade cresce em progressão geométrica. As mudanças climáticas estão cada vez mais afetando a vida humana, vegetal e animal. “O tempo está doido”, dizem muitos. Doidos mesmos são os egocêntricos que mandam e desmandam acrisolados no próprio umbigo.
Intuo que as profecias das parteiras, de Elias, Miquéias, Amós, Oseias e de Jesus de Nazaré estão vivas, hoje, no ensinamento e na prática do MST4, de Dandara – ocupação que se tornou comunidade em Belo Horizonte, MG -, do Movimento dos Atingidos por Barragens – MAB -, da Via Campesina, de muitos sindicatos que ainda continuam combativos, de milhares de Comunidades Eclesiais de Base – CEBs -, que mesmo silenciadas e perseguidas, continuam testemunhando um jeito rebelde de encarnar o evangelho do Galileu de Nazaré. Em milhões de pessoas de boa vontade, em tantos movimentos populares vejo a profecia viva. No Movimento dos Negros, dos indígenas, dos deficientes, das mulheres ...  Por isso vejo que a Bíblia respira profecia. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!

Belo Horizonte, MG, 10 de dezembro de 2012.


1 Frei e padre da Ordem dos carmelitas; licenciado e bacharel em Filosofia pela UFPR; bacharel em Teologia pelo ITESP/SP; mestre em Exegese Bíblica pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma; assessor da CPT, CEBI, SAB e Via Campesina; conselheiro do Conselho Estadual dos Direitos Humanos de Minas Gerais – CONEDH; e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.brwww.gilvander.org.brwww.twitter.com/gilvanderluis - facebook: Gilvander Moreira - Obs.: Esse texto é a 5ª e última parte do artigo “A Bíblia respira Profecia: “Se calarem a voz dos profetas ...”, publicado na Revista Estudos Bíblicos, Vol. 29, n. 113, jan/mar/2012, pp. 37-56, revista que tem como título geral: Bíblia, uma Paideia libertadora. Esse artigo foi publicado também na Revista Horizonte Teológico, vol. 11, n. 21, jan-jul/2012, p. 43-70.
2 Cf. Mt 14,13-21; Mc 6,32-44; Lc 9,10-17 e Jo 6,1-13.
3 Dados e informações comparativas do Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA – revelam a síntese da estrutura fundiária Brasileira em 2003: como agricultura familiar, abaixo de 200 hectares, há 3.895.968 de imóveis rurais (91,9% dos imóveis) compreendendo uma área de 122.948.252 hectares (29,2% do território), enquanto apenas 32.264 propriedades rurais (0,8% dos imóveis rurais) têm acima de 2 mil hectares, constituindo um território de 132.631.509 de hectares. Essas grandes propriedades têm em média 4.110,8 hectares, correspondendo a 31,6% do território. CF. LAUREANO, Delze dos Santos, O MST e a Constituição, um sujeito histórico na luta pela reforma agrária no Brasil, Ed. Expressão Popular, São Paulo, 2007, p. 60.
4 Mt 21,12-13; Mc 11,15-19; Lc 19,45-46 e Jo 2,13-17.

5 Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – www.mst.org.br

Um abraço terno na luta.
Gilvander L. Moreira, frei Carmelita
www.gilvander.org.br
gilvander@igrejadocarmo.com.br
Facebook: Gilvander Moreira (Esse aceita novos amigos)
Twiter.com/gilvanderluis

170 comentários:

  1. PARABÉNS,PROFESSOR EULER. Digo,sim professor com todas as letras e em maiúsculas,porque me orgulho deste título apesar dos de cima quererem acabar com esta classe que, para mim, é a mais importante profissão DO MUNDO. Não desmereço as outras,mas falo sem modéstia: O PROFESSOR É A MAIS IMPORTANTE PROFISSÃO DO MUNDO. Não existiria outra profissão qualquer se não tivesse o MESTRE. Devemos nos orgulhar,levantar a cabeça e a voz para dizermos SOU PROFESSOR(A). Nossa autoestima está em baixa,querem nos derrubar. Sabemos o porquê:pessoas esclarecidas e estudadas sabem votar,sabem reivindicar e isto não é interessante para os de cima.Faltar-lhes-ia capachos. E como viver sem escravos,sem paus-mandados. Por isto querem cortar o mal pela raiz,ou seja,acabando com os professores. Quem é hoje, que tenha um pouco mais de capacidade para passar em outro curso mais valorizado, vai gastar seu dinheiro e seu tempo estudando para ganhar 2 salários mínimos? Como pagar babás ou empregadas domésticas para cuidar de sua casa e seus filhos enquanto trabalham? Mais uma vez,parabéns PROFESSOR EULER,que Deus o ilumine sempre,que tenha sempre esta lucidez e discernimento para trazer-nos palavras de apoio e seja também nosso porta voz,nosso desabafo nas nossas iras e revoltas. Repassei este texto para todos os meus contatos. Regina Pessoa.PROFESSORA.Sete Lagoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse filme eu assisto várias vezes dentro de sala de aula. E pior ainda, utilizam até mesmo os alunos para depreciarem a figura do professor, principalmente, quando vejo os altos índices de violência dos alunos para com os professores.

      Eu mesmo fui vítima deste tipo de ato mas percebi que a culpa não era do aluno(a) mas de alguém bem mais maquiavélico e preparado para fazer tal coisa. Percebo isso, principalmente por ter um perfil contestador e estava incomodando muita gente.

      Excluir
  2. Ola Euler. So peço a Deus que te abençoe MUIIIIIIITO. Você não tem noção do poder de suas palavras, que nos faz refletir e deixar de reclamar da vida maravilhosa que temos.

    FELICIDADES! BEIJOS!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Euler,

    Bom dia!

    Que bela palavra você disse: Esperança!
    A Esperança nos move, respiramos por ela e Ela nos sustenta com o vislumbre de dias melhores! Feliz Natal, que o Cristo renasça em nossos corações não somente no Natal mas todos os dias do ano!
    Felicidades e Esperança a todos os professores e servidores públicos de Minas Gerais!

    Um abraço fraterno,

    Aparecida

    ResponderExcluir
  4. Engraçado que o significado do meu nome é "esperança", talvez devido a esse acaso eu deveria ser uma das pessoas que a tivesse mais; mas a cada dia que passa eu me decepciono mais com o ser humano. Fico a imaginar como será a vida daqui a uns 50 anos,se na área da educação que deveria se prezar de valores como solidariedade,compreensão,respeito um para o outro e etc,estão uns querendo derrubar os outros ao invés de se unirem em prol do bem de todos! Imaginem em outras áreas que não se prezam de tais valores. Peço a todos que pensem nas consequências que a falta de tais valores iram causar na sociedade que desejamos para nossos filhos:se a lei do mais forte for a direção ocorrerá o aumento da violência pq todos estarão pensando em si próprios e que se dane o mais próximo; nossas florestas e rios se acabarão com o aumento do progresso desenfreado e, em consequência o oxigênio que respiramos; aumentará o aumento de doenças venéreas, pois com a disseminação de valores o sexo se tornará cada dia mais banal e valores como família, filhos e,etc, ficaram num passado longínquo; com a falta dos elementos necessários à vida ocorreram guerras em disputa de territórios com bastante água, nutrientes, clima favorável,etc.Poderia ficar aqui o dia todo enumerando todas as fatalidades ocasionadas pelas nossas ignorâncias e egoísmos, mas acredito que cada um de vocês já pode ver na TV, jornais e internet o que a falta de tais valores estão fazendo no mundo. Pensem nós que como trabalhadores da educação que somos os principais responsáveis, ficando somente atrás dos pais,da propagação de valores estamos uns contra os outros numa concorrência desenfreada onde importa é conseguir um cargo a qualquer preço, passando por cima de tudo. Imaginem vocês quais cidadãos estamos formando:alguém que não importa com ninguém, que faz de tudo pra vencer, que não respeita a dor do seu irmão, que espezinha quando alguém está por baixo.
    Agindo assim estamos caminhando para o nosso fim e aí chega o xis da questão não vai importar o cargo que você venha a ter porquê você vai sair de casa e não sabe se vai voltar; vai ter dinheiro e não vai poder usufruir porquê a vida no planeta será insuportável devido ao clima poluído e vc poderá ser mais um com doença respiratória,etc. Todos os nossos atos tem consequências futuras e a curto prazo. Que no Ano Novo que se aproxima sejamos mais unidos em prol de um planeta que está respirando a duras penas, que pensemos mais no bem como um todo e não só nos nossos desejos egoístas e que acima de tudo sejamos "humanos" no real sentido da palavra. Vanusa P. de Souza, secretária de escola, Berilo-Mg.

    ResponderExcluir
  5. A esperança é a última que morre, mas morre também. Já morreu em relação ao fim da L100, em relação ao piso, em relação ao prêmio por produtividade, em relação à transparência, em relação ao Sind-(in)UTE(l), em relação ao resultado das greves, em relação a valorização da profissão, em relação a ADI/2013 que vai ficar pior, em relação ao PIP que deve continuar a atormentar em 2013, em relação às condições de trabalho, enfim, MORREU !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que ninguém vai acordar e perceber que este PIP é mais uma maneira de enrolar o pobre do aluno que cada vez sabe menos?

      Excluir
    2. Falou tudo!
      Sem esperança na educação de Minas!
      Tenho dito.

      Excluir
  6. em 12/12/12 o mundo acaba, e a gente fica sem o 13º, heheheheee

    ResponderExcluir
  7. caramba, que mudança de assunto...... lei 100 inconstitucional, subsídio inconstitucional, um terço extraclasse já e a esperança so existe na luta, o resto é papo furado....

    ResponderExcluir
  8. Muito bem colocada as suas palavras como sempre.Espero que tenhamos todos nós um belissimo Natal e um esperançoso e venturoso ano de 2013.FELIZ NATAL E UM ANO NOVO EXCEPCIONAL A TODOS NÓS PROFESSORES DO BRASIL.

    ResponderExcluir
  9. Olá Euler, tudo bem?
    Parabéns mais uma vez.
    Realmente estamos já muito cansados.
    Foi um ano a mais, e nada a comemorar.
    Espero que um dia os administradores públicos, possam mudar seus conceitos e enxergar a educação de forma melhor, como uma vedadeira perola, so assim nosso país tem futuro. Um forte abraço a todos, feliz natal e um 2013 de muitas conquistas.

    ResponderExcluir
  10. Vanusa, gostei muito do seu texto.
    Concordo em tudo.Precisamos pensar mais nas nossas atitudes.
    Apenas uma observação: usa-se am no passado e ão no futuro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns, pela sutileza!

      Excluir
    2. Desculpe,procurarei lembrar disso no futuro. Obrigada pela crítica construtiva anônimo 19:19!

      Excluir
  11. Prof.Euler,gostaria parabenizá-lo pela luta e sabedoria.Peço a Deus que continue te iluminando e dando muita saúde na caminhada da vida.Desejo a você e sua família um Feliz Natal e um Ano Novo de conquistas e realizações.Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  12. O GOVERNO ACABA COM REPROVAÇÃO NOS ANOS FINAIS DO ENSINO MÉDIO.MAIS UMA PÁ DE CAL NA EDUCAÇÃO MINEIRA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupe, o governo não reprova, mas a vida há de reprovar, o mundo lá fora é ingrato.
      Pobres estudantes!

      Excluir
    2. E assim Minas caminha a passos largos para o abismo...

      Excluir
  13. Devemos continuar. Navegar é preciso, viver, não é preciso. Grandes palavras e certas.
    Apesar de tudo estamos firmes, sem nunca aceitarmos a derrota. A luta por dias melhores sempre nos mantém de pé, e que assim seja. Que venha o novo ano! Felicidades a todos!

    ResponderExcluir
  14. Caro Prof Euler
    Que voce tenha um bom e merecido descanso.
    Um santo Natal junto aos seus familiares e amigos.
    E que o novo ano venha com muito vigor e esperança pra todos nós!
    Que o espírio de natal opere o milagre da verdade no coração e na mente dos governantes da nossa sofrida Minas Gerais.
    Graça

    ResponderExcluir
  15. O PROJETO EXTRACLASSE FOI VOTADO OU NÃO ME RESPONDA QUEM SABE POR FAVOR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre o tempo extra-classe os próprios deputados da oposição, no caso os do PT, pediram para analisar melhor o projeto... depois disso nem falaram mais no assunto. Só que o governo mandou carta dizendo para a população que a partir de janeiro deste ano seria implantado o sistema de 1/3 de tempo extra-classe e depois colocou no projeto que seria a partir de janeiro de 2013. Agora com certeza ele vai mudar de novo a data no projeto para a partir da data de sua publicação por que o próprio governo vai atrasar a votação do mesmo na assembléia e aí vamos ter este tempo extra-classe num futuro bem distante. As vezes a própria oposição faz o jogo do governo sem perceber pois tudo o que o governo queria era um atraso na votação deste projeto e a oposição caiu direitinho. Agora a oposição ( deputados do PT )tem que dar o troco e exigir que o governo faça aquilo que o próprio governo citou na carta entregue à população, ou seja, exigir que a data no projeto seja a partir de janeiro de 2012 e o governo nos pague os atrasados!

      Excluir
    2. Sobre o tempo extra-classe, o deputado Rogério Correia acabou de me dizer, via Twitter, que deve entrar em pauta de votação na terça-feira.

      Excluir
    3. Na escola onde trabalho, em Montes Claros, a diretora já rescebeu comunicado sobre a carga horária de 16 h/a semais para um cargo e nos repassou o mesmo na última reunião geral de tivemos no doa 07/12, ficando apenas a dúvida se aumentarão cargos ou outra forma de compensar a atual carga horária. Ela nos disse ainda que o professor poderá optar trabalhar 18 h/a recebendo a mais por isso.

      Excluir
    4. Que engraçado as coisas na terra do pão de queijo, antes de o Projeto ser votado a diretora de determinada escola já recebeu comunicado da carga horária para 2013 e já dá até orientação de como procederá. Então quer dizer que é mesmo na base do faz-de-conta que as coisas funcionam. Oh, terra onde o carro anda sempre à frente dos bois. Como entender!

      Excluir

  16. Caros Colegas,
    Navegue no site do Supremo para vocês ficaram por dentro do processo da inconstitucional da lei 100/07

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GENTE VAMOS EXERCER NOSSA CIDADANIA E PARTICIPAR DO JULGAMENTO DA LEI 100 NO STF dando nossas informações sobre nossa situação, nós efetivos por concurso em relação aos efetivados pela lei 100. Vamos denunciar, vamos dizer aos juízes do STF que estamos ficando excedentes, e perdendo aulas na escola por causa dos efetivados pela lei 100. Vamos dizer aos juízes do STF que o governo etá dando a eles estabilidade no cargo, pois nós efetivos estamos ficando excedentes, exatamente o que não poderia estar dando. É fácil fazer as denúncias, siga as instruções: Acesse o site do STF depois clic no canto superior à direita em Acesso à informação depois clic na coluna da esquerda em Contatos, depois escolha a primeira opção que aparece que é Para Acessar formulário de Atendimento clic aqui. Aí vai aparecer uma frase Acesse o formulário e clic nela e assim virá um formulário para preencher e pronto você pode mandar o seu email e denunciar á vontade. É fácil, vamos participar e garantir nossos direitos de cidadãos e CONCURSADOS.

      Excluir
  17. "Olha o que encontrei no blog da Renata Vilhena, será que é verdade? Euler entre no blog dela e leia os comentários e nos esclareça por favor.

    "Ele já encontrou a saída fiquei sabendo sexta, que ele vai designar todos da lei 100. A partir de 2013 todos já serão designados se a lei já tiver caindo porque o julgamento não depende dele, mas acreditam que ele pode acontecer a qualquer momento."
    http://blogrenatavilhena.blogspot.com.br/2012/12/sobre-lei-complementar-1002007.html#comment-form

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Designar, olha só! Mas assim, sem dar satisfações aos servidores?

      Excluir
  18. EULER E COMPANHEIROS, COMO NÃO É DO NOSSO CONHECIMENTO, SEXTA-FEIRA DIA 07/12 O SINDUTE-cONTAGEM, PROMOVEU UMA FESTA NATALINA, SOMENTE PARA OS FUNCIONÁRIOS E NOS QUE CONTRIBUIMOS FIELMENTE NÃO TIVEMOS NEM O DIREITO DE SERMOS CONVIDADES, CERVEJA , SALGADINHOS, BANDA , SORTEIO DE BRINDES E ASSIM POR DIANTE, FICA A QUI UMA PERGUNTA : NO PERÍODO DE GREVE CADÊ O DINHEIRO PARA PUBLICAR A NOSSA INDIGNAÇÃO EM JORNAIS , TV, OUTDOOR , PARA ISSO NÃO TEM DINHEIRO, E A TAL PRESTAÇÃO DE CONTAS QUE EU NÃO CONSIGO TER ACESSO. Festa PODE TER , PAGAR BONS ADVOGADOS EM NOSSA CAUSA ISSO NÃO PODE , COLEGAS FICA DIFÍCIL, CONTRIBUIR E NÃO TER NADA EM TROCA, EU ACHO QUE O SINDICATO DEVERIA TER VERBAS EXTRAS PARA ESSES FINS E NÃO FESTAS, NATALINAS . LILIANA FUNDAÇÃO HELENA ANTIPOFF- IBIRITÉ

    ResponderExcluir
  19. Professor Euler. Obrigada pelas palavras sempre sábias e proveitosas.Tenha um feliz Natal e um Ano Novo com muita paz, saúde e ânimo.Que Deus lhe abençoe! Maria da Paz

    ResponderExcluir
  20. Brasileiro gosta é de tragédea mesmo né!uma mensagem linda como essa ninguém compartilha...

    ResponderExcluir
  21. A colega de Montes Claro está falando a verdade; a minha diretora também teve reunião na SRe e foi informada que
    começa em 2013 o a carga horaria de 16h

    ResponderExcluir
  22. Aqui em São João del Rei o comentário que saiu da SRE é que esse 1/3 é uma ilusão. Não sai nem em 2013 e nem em 2069. Bom, eles sempre estão muito informados e são carneirinhos do Anastasia.....não sei onde está a verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Na minha escola a diretora já confirmou as 16 hs aula para o ano que vem .

      Excluir
  23. Olha só que interessante: um amigo meu, filiado ao PSDB paulista, e muito ligado aos caciques do partido comentou que vários deles reagiram à notícia do lançamento da candidatura do Aécio com sorrisos irônicos em uma rodinha de conversa, ao mesmo tempo que comentavam : "Deixe ele se iludir que será o candidato....."

    ResponderExcluir

  24. kkkkkkkkkkkkkk Mas é de se esperar, o Brasil todo sabe que a os tucanos paulistas não agradam do Zé Carioca, se depender dos inimigos do partido ele não chega nem a motorista do palácio, porque a tucanada paulista boicota mesmo.

    ResponderExcluir
  25. Olá Euler e povo amargo de Minas.
    Sou efetivada pela Lei 100 e vejo quanta inveja há entre nós professores.
    Mandam pedra , falam diretamente a muitos que postam comentários aqui no blog. É por estas e outras que esta classe nunca prospera, desunião total, inveja , desrespeito.Lute pelos seus direitos sim, mas esta vaga não existia qd vc fez o concurso.Estas já estavam ocupadas.
    Olha,vcs que falam tão mal da LEI . Um advogado , da OAB de Minas Gerais, mandou um recado para uma professora assim: o professor que ajustasse um advogado, pleiteando a vaga do efetivado,pense bem, antes de gastar com esta situação, pois está batendo em ferro frio.Há muita situação envolvida neste caso.Em 94, tb passei no concurso , não efetivei por municipalizarem as escola e havia efetivados na época, mas ninguém falava ou fazia o que está fazendo agora.
    Eu posso perder, mas como quem luta , tb vou lutar. Eu ñ pedi para efetivar e fui beneficiada. Errado ou não, agradeço a Deus por isto.
    Marlise. Pouso Alegre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Não pedimos mesmo. Vamos lutar também por nossos direitos.

      Excluir
    2. Minha cara, assim como em vários outros órgãos do serviço público no Brasil e em Minas existem irregularidades como o nepotismo que de uma certa maneira imperou até mesmo no TJ de Minas Gerais, foi e está sendo revisto esse processo por ser um tipo de contratação ilegal e contrário ao previsto pela lei federal, como uma canetada de um governador vai ser mais que uma lei federal? O ajuste de tal coisa só se houver um consenso entre os órgãos federais permitindo tal ilegalidade ferindo de morte a democracia razoável instalada na carta magna, e pra isso a articulação política do PSDB para o pleito em 2014 se faz.

      Excluir
    3. Colega,Anônimus INVEJA? Sou efetiva e perdi meu lugar para prf(s) da lei 100,fiquei excedente,sendo P1,caí no Ensino Médio,pois a escola em que eu trabalhava municipalizou.E isso não aconteceu só comigo,mas com vários profissionais SÈRIOS.E que nome vc dá a isso?Justiça?Não tenho nda contra essa Lei maluca,mas não concordo de forma alguma que EFETIVOS percam para EFETIVADOS,pois ambas palavras já determinam a diferença.Desejo que permaneçam,mas cada um dentro do espaço que conquistou.

      Excluir
  26. Acabei de ler que nós vamos ser designados deve ser verdade, porque está no blog da Renata Vilhena. Por favor Euler verifique isso para nós você tem mais acesso as informações do que a gente aqui no Norte de Minas. Se for verdade vai ser muito bom, vai dar tempo de realizarmos concurso.Por favor verifique também quando vai acontecer o julgamento da lei. Sou sua fã, um grande abraço.
    Marta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marta no blog da Renata Vilhena são comentários de pessoas que o efetivado será designado e não a fala do governo.

      Excluir
  27. E a lei 100. Como está a situação? Já estão nomeando os concursados. Se ate janeiro não resolver vou exonerar, vou para outra escola mas vou garantir meu cargo.Depois que a lei acabar posso pedir remoção para minha escola? Por favor quem tiver alguma novidade poste aqui.

    ResponderExcluir
  28. Pessoal, a resposta da Assembléia Legislativa quanto a Lei 100 já foi enviada no dia 06 de dezembro para o relator Ministro Dias Toffoli. Foi uma defesa muito digna, esclarecendo e tirando qualquer dúvida.Pois ela se ampara em leis Estaduais, como a 10.254,e em fatos ocorridos e de situação igual devido ao regime jurídico único. Leiam!!! É muito interessante e nos proporciona um melhor entendimento de toda situação dos efetivados. Também são citados os princípios da segurança jurídica, princípio da proteção à confiança.
    E deixando bem claro que:´´Os servidores ocupantes de função pública pautaram suas vidas dentro do modelo de vinculação imposto pelo Estado. Deixaram de tomar outros rumosem suas vidas particulares e profissionais...´´Leiam tudo antes de criticarem. Vale a pena ter um conhecimento melhor, se esclarecerprimeiramente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É.... eu já tinha pensado nessa questão da segurança jurídica. Por isso, creio que a lei 100 nao será derrubada ( o que é um absurdo ).

      Excluir
    2. Que lindo! Entretanto, não é uma lei constitucional e vai acabar sendo impugnada. Quem viver, verá...

      Excluir
    3. Onde eu encontro essa defesa? Quero ler.

      Excluir
    4. A defesa está:
      11/12/2012 Petição 64750/2012 - 11/12/2012 - (Via Fax) OF.GAB.GOV. Nº 378/12, GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, 7/12/2012 - PRESTA INFORMAÇÕES.

      11/12/2012 Petição 64753/2012 - 11/12/2012 - OFÍCIO N.378/2012/GAB, GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, 07/12/2012 - PRESTA INFORMAÇÕES EM ATENÇÃO AO OFÍCIO Nº8452.

      Excluir
  29. Hoje a inspetora esteve na minha escola para organizar as aulas do próximo ano de acordo com 1/3 da carga horária.Ficou com a diretora e a secretária a manhã toda e quando saí,ainda ficaram lá.Engraçado é que ouvi dizer que hoje o sindicato iria à assembleia legislativa discutir o assunto.Enquanto eles discutem,o governo já pôs em prática à revelia do sindicato.Sete Lagoas

    ResponderExcluir
  30. Eu acho melhor Aécio se candidatar a presidente e perder do que se candidatar a governador de Minas de novo e ganhar, é isso que vai ser terrível. Bom vai ser ele se candidatar a presidente, perder e um governador do PT ganhar em Minas... kkkk, isso seria digno de aplausos.

    ResponderExcluir
  31. Algumas coisas não estão seguindo pausa de final de ano...

    Julgamento da LC 100/2007 segue:

    11/12/2012 Petição 64750/2012 - 11/12/2012 - (Via Fax) OF.GAB.GOV. Nº 378/12, GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, 7/12/2012 - PRESTA INFORMAÇÕES.

    11/12/2012 Petição 64753/2012 - 11/12/2012 - OFÍCIO N.378/2012/GAB, GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, 07/12/2012 - PRESTA INFORMAÇÕES EM ATENÇÃO AO OFÍCIO Nº8452.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns Joaquim Barbosa, com certeza vai resolver essa situação o mais rápido possível, acho que o Brasil agora vai melhorar tem alguém que trabalha de verdade, e respeita a constituição.
      José Carlos

      Excluir
  32. Aético já começou mal coitado, deixando Fernando, aliás, Privatizando Henrique Cardoso falando dele...
    Se eu fosse ele esconderia Fernando Henrique em um canto qualquer desse aí. Agindo assim pode ser que ele consiga uns 5 ou 6 votos quem sabe, kkk.

    ResponderExcluir
  33. Tenho informação segura que o projeto sobre 1/3 fora de sala será votado antes do recesso dos deputados. Como o governo já sabe que ele será aprovado, as SRE já estão antecipando as distribuições das aulas.

    ResponderExcluir
  34. O projeto sobre 1/3 fora da sala de aula será votado hoje dia 12/12/12. Fonte: Jornal O TEMPO.

    ResponderExcluir
  35. A ADIN que julga a inconstitucionalidade da Lei 100 continua seguindo seu curso. O Princípios da Segurança Jurídica como foi colocado em post anterior, poderia até proteger em parte a Lei 100, mas imaginem vocês se tudo que é inconstitucional fosse protegido por esse princípio, nós ganharíamos ação pois confiamos no governo, quando o mesmo disse que poderíamos escolher nossa forma de vencimento e depois compulsoriamente nos mandou para o subsídio... E os outros estados em que Leis semelhantes foram julgadas inconstitucionais? Porque não foram protegidos por este princípio? É um caso a se pensar. Mas o governo já tirou o dele da reta, dizendo que a Lei não promete estabilidade. São vários aspectos a serem analisados. Eu sei que no final das contas o governo é o único que não vai pagar a conta... Como sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo aqui em MG, pode acontecer e com total impunidade, de cima para baixo.
      Quando questionei desconto de IPSEMG sobre 13º salário, na mesma hora responderam com uma lei criada que os ampara. Só os fu... é que tem que aceitar calados. Isso não pode continuar. Se não temos Jurídico, nem sindicato, que contratemos advogados por grupo de pessoas, mas, não podemos aceitar tudo igual carneirinhos. Chega! Já é demais...

      Excluir
    2. E o Mineirão que tem que ficar pronto?De onde sai o dinheiro?
      Descontar imposto de renda e IPSEMG é demais.Só na minha folha foi uns 200 reais.

      Excluir
  36. http://www.hojeemdia.com.br/minas/professores-v-o-receber-6-200-tablets-em-minas-gerais-1.67172


    Aproveito a deixa para escrever aqui na íntegra um artigo de Mauro Santayana que saiu no Hoje em Dia do dia 12/12/2012, na pág.


    MANUAL DO GOLPE

    Cúrzio Malaparte escreveu, em 1931, seu livro político mais importante, Técnica del colpo di Stato: envenenamento da opinião pública, organização de quadros, atos de provocação, terrorismo e intimidação, e, por fim, a conquista do poder. Malaparte escreveu sua obra quando os Estados Unidos ainda não haviam aprimorado seus serviços especiais, como FBI - fundado sete anos antes - nem criado a CIA, em 1947. De lá para cá, as coisas mudaram, e muito. Já há, no Brasil, elementos para a redação de um atualizado Manual do Golpe.
    Quando o golpe parte de quem ocupa o governo, o rito é diferente de quando o golpe se desfecha contra o governo. Nos dois casos, a ação liberticida é sempre justificada como legítima defesa: contra um governo arbitrário (ou corrupto, como é mais frequente), ou do governo contra os inimigos da pátria. Em nosso caso, e de nossos vizinhos, todos os golpes contra o governo associaram às denúncias de ligações externas (com os países comunistas) às de corrupção interna.
    Desde a destituição de Getúlio em 29 de outubro de 1945, todos os golpes, no Brasil, foram orientados pelos norte-americanos, e contaram com a participação ativa de grandes jornais e emissoras de rádio. A partir da renúncia de Jânio, em 1961, a televisão passou também a ser usada. Para desfechá-los, sempre se valeram das forças armadas.
    Foi assim quando Vargas já havia convocado as eleições de 2 de dezembro de 1945 para uma assembleia nacional constituinte e a sua própria sucessão. Vargas, como se sabe, apoiou a candidatura do marechal Dutra, do PSD, contra Eduardo Gomes, da UDN. Mesmo deposto, Vargas foi o maior vitorioso daquele pleito.
    Em 1954, eleito pelo povo, Vargas venceu-os, ao matar-se. Não obstante isso, uma vez eleito Juscelino, eles voltaram à carga, a fim de lhe impedir a posse. A posição de uma parte ponderável das Forças Armadas, sob o comando do general Lott, liquidou-os com o contragolpe fulminante. Em 1964, contra Jango, foram vitoriosos.
    A penetração das ONGs no Norte do Brasil e a campanha de coleta de assinaturas entre a população dos 7 grandes - orientada, também, pelo Departamento de Estado, que financiava muitas delas - para que a Amazônia fosse internacionalizada reacenderam os brios nacionalistas das Forças Armadas. Assim, os norte-americanos decidiram não mais fomentar os golpes de estado cooptando os militares, porque eles passaram a ser inconfiáveis para eles, e não só no Brasil.
    Washington optou hoje pelos golpes brancos, com o apoio no Parlamento e no Poder Judiciário, como ocorreu em Honduras e no Paraguai. Articula-se a mesma técnica no Brasil. Nesse processo, a crise institucional que fomentam, entre o Supremo e o Congresso, poderá servir ao seu objetivo - se os Democratas dos Três Poderes se omitirem e os patriotas capitularem.

    ___________________________________________________


    A gente sabe muito bem que os membros dos partidos PSDB e DEM tem algo em comum com os norte-americanos, e no caso de Minas Gerais, não há qualquer respeitabilidade pela Carta Magna e com o aval da grande mídia as tentativas para fazer com que o governo federal capitule.
    Com o recente escândalo que envolve o ex presidente Luís Inácio e o condutor do mensalão marcos Valério a oposição tenta a todo vapor fazer com que Lula não concorra ao pleito em 2014, abrindo assim espaço para o PSDB através de Aécio Neves.

    ResponderExcluir
  37. Acompanhamento Processual Imprimir
    ADI 4876 - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE (Eletrônico)
    [Ver peças eletrônicas]
    Origem: DF - DISTRITO FEDERAL
    Relator: MIN. DIAS TOFFOLI
    REQTE.(S) MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
    PROC.(A/S)(ES) PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA
    INTDO.(A/S) GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS
    ADV.(A/S) ADVOGADO-GERAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS
    INTDO.(A/S) ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS
    ADV.(A/S) SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS

    Andamentos
    DJ/DJe
    Jurisprudência
    Deslocamentos
    Detalhes
    Petições
    Petição Inicial
    Recursos

    Data Andamento Órgão Julgador Observação Documento
    11/12/2012 Petição 64750/2012 - 11/12/2012 - (Via Fax) OF.GAB.GOV. Nº 378/12, GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS, 7/12/2012 - PRESTA INFORMAÇÕES.

    11/12/2012 Petição 64753/2012 - 11/12/2012 - OFÍCIO N.378/2012/GAB, GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, 07/12/2012 - PRESTA INFORMAÇÕES EM ATENÇÃO AO OFÍCIO Nº8452.

    ResponderExcluir
  38. Quanta demora. Devemos cobrar a retroatividade de tal lei a abril de 2011. O (des)governo de Minas fingiu de desentendido desde então. Calculem mais este prejuízo que tivemos: duas aulas a mais, dois anos de atraso...
    Vale me DEUS!

    ResponderExcluir
  39. Em relação à um vídeo do youtube que foi indicado por um anônimo no post anterior a esse (e que ao que me parece, o anônimo entendeu que tal vídeo tranquilizaria os efetivados), eu vi e fiquei com maior convicção que essa lei 100 será julgada inconstitucional. A fala do vídeo é muito clara: não há como ocupar cargo público SEM concurso. O vídeo ainda diz que, em caso de classificação dentro do número de vagas e em prazo coerente até o fim do concurso, pode sim, haver nomeação. Mas esse NÃO é o caso da grande maioria dos efetivados. Pois os concursos anteriores à lei 100 foram em 2004 e 2005 (na minha área, geografia, 2005) e constava no edital que o concurso teria validade de 2 anos, PODENDO ser prorrogado por mais 2 anos. Pois bem. O governador não prorrogou, mas cumpriu os 2 anos. E até onde sei,muitos servidores foram chamados até além das vagas que constavam no edital. Ou seja, a fala no youtube NÃO se aplica à situação, uma vez que os efetivados, se não foram nomeados, foi porque não passaram DENTRO do número de vagas que constavam no edital e o prazo do concurso expirou em 2 anos. Portanto, os efetivados não podem chorar por não terem sido chamados. Passar em um concurso é uma coisa. Passar DENTRO do número de vagas propostas no edital é BEM DIFERENTE. E dizer que um concurso PODE ser prorrogado por 2 anos é uma coisa. Agora PRORROGAR, DE FATO por mais 2 anos é outra coisa. Sendo assim, essa lei 100 NÃO TEM NENHUM RESPALDO LEGAL PARA SER JUSTIFICADA. E se não houver justiça em todos os âmbitos, não podemos nos atrever a lutar por melhores salários, por dignidade, por nada. Quem quer justiça tem que obedecer às leis.
    Abraços,

    Marilene Souza, professora de Português- Ipatinga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanta sede por um salário míssero, até mesmo sacrificar uma classe de professores, hem?Feliz natal e deixe os poderosos governar o nosso país e roubarem bastante, porque com eles não há justiça, justiça são para os de baixo.

      Excluir
    2. como diria o sr burns dos simpsons EXCELENTEEEEEEEEEEEEE

      Excluir
    3. Passar em concurso dentro do número de vagas é diferente de ser classificado. Agora tem um monte de efetivados dizendo que passaram em concursos anteriores e não foram nomeados pois o concurso caducou. Mentira. Quem passou dentro do número de vagas tem que ser nomeado. Quem foi classificado, pode ou não, a critério da administração ser nomeado.

      Excluir
  40. Já ouvi dizer que Jesus não veio para mudar a lei, mas para fazer cumpri-la. Entretanto, existem várias passagens em que parece revogação da lei, Mateus 5. A Lei manda apredejar a mulher adultera, Jesus diz o contrário. A lei proibe certos alimentos (porco) Jesus nem se preocupa com isso. Manda guardar o sábado Jesus trabalha no sábado. Qual a explicação?

    ResponderExcluir
  41. A relativização da Lei farisaica chega a um ponto crucial. Jesus realiza trabalhos que não eram permitidos no Sábado. Os Judeus o condenam violentamente. Ele realiza curas no Sábado, trabalho este condenado segundo a casuística farisaica (Mt 12,10; Mc 3,2; Lc 6,7; 14,5; Jo 5,8). Sob os olhos de Jesus, os discípulos colhem espigas de trigo (Mt 12,1-8; Lc 6,1-5; Mc 2,23-28). Jesus, vendo toda esta casuística farisaica, verdadeiro instrumento de escravidão e de morte, toma atitudes inesperadas e provocatórias diante dos Fariseus.

    No episódio da observância do Sábado, Cristo redimensiona a Lei. Coloca, como o mais importante, o Homem em vez da Lei: “0 Sábado foi feito para o Homem; e não o Homem escravo do Sábado” (Mc 2,27). Esta atitude de Jesus faz com que a longa lista do que era permitido ou proibido fazer no Sábado caia por terra. De agora em diante, é a Lei do Amor que governa as ações do homem.

    Uma explicação para toda esta controvérsia de Jesus com os sistemas estabelecidos na época é para apresentar seu evangelho como uma proposta nova. O texto comentado propõe para a humanidade uma proposta nova, mostrando novos valores a ser vividos pela humanidade. Jesus na sua proposta mostra a humanidade um novo modo de relacionamento com a mulher, mostra que aquilo que sai da mente humana é que nos corrompe e não os alimentos que nos alimentam. Jesus nos quer mostrar em seu evangelho que Ele mesmo é a Lei, o Templo e mostra como seu ensinamento novo, o mandamento do Amor, supera a Lei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não concordo com vc DEUS é amor,mas também é JUSTIÇA.E os Efetivos que ficaram escedentes tendo que sair de seus lugares para dar esses mesmos lugares ao pessoal da Lei 100?Não quero prejudicar ninguém,mas quero o que é meu por direito.ABAIXO a RES.2018.Ei SINDUTE,acorda.

      Excluir
  42. Cura do homem da mão seca

    Uma outra vez, Jesus entrou na sinagoga,
    e lá estava um homem com a mão seca.
    Eles observavam se o curaria num dia de sábado,
    a fim de acusá-lo.

    Jesus disse ao homem da mão seca:
    “Levanta-te! Vem para o meio!” e perguntou-lhes:
    “Em dia de sábado, que é permitido,
    fazer o bem ou fazer o mal,
    salvar uma vida ou matar?”

    Eles ficaram calados.
    Passando sobre eles um olhar irritado,
    e entristecido porque eram tão fechados,
    disse ao homem:
    “Estende a mão!” ele estendeu, e a mão ficou curada.

    Saindo dali, imediatamente os fariseus,
    com os herodianos, tomaram a decisão de matar Jesus.

    (Mc 3, 1-6)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vcs erraram de blog esses trechos são pra ser colocados no blog da appmg e com saida pra missa do padre marcelo

      Excluir
  43. Pessoal vou acessar o site do STF, e acho que todos os efetivos deveria fazer o mesmo, todos nos deveríamos nos unir agora é o momento de defender nossos direitos e colocar a situação das nossas escolas, gostaria que os efetivados entendesse que nada contra eles estamos só colocando a verdade, porque o governador não disse que a lei não garante estabilidade mas não é isso que está acontecendo na verdade, ela está garantindo mais do que estabilidade, é como a secretária faz questão de dizer efetivos e efetivados não tem diferença nenhuma.Estão falando uma coisa para o supremo e a realidade nas escolas é outra. Pessoal da lei 100, não temos nada contra vocês estamos apenas nos defendendo, e colocando a verdade.
    João Marcos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certíssimo João Marcos,não temos nada contra os efetivados ,só não queremos como EFETIVOS perder nosso lugares para eles.Como aconteceu com muitos professores.Agora qto a secretária da Educação as palavras EFETIVOS e EFETIVADOS se definem por si só.

      Excluir
  44. Data Andamento Órgão Julgador Observação Documento
    12/12/2012 Petição 64916/2012 - 12/12/2012 - OFÍCIO N.378/2012/GAB, GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS, 07/12/2012 - PRESTA INFORMAÇÕES EM ATENÇÃO AO OFÍCIO

    ResponderExcluir
  45. De fato O senhor Jesus não veio para revogar a lei, mas para cumpri-la.Ele ensinou-nos a praticá-la,elevando as nossas virtudes, através de seus exemplos e mostrando que o AMOR é fundamental para que possamos guardá-la.Os fariseus e saduceus conheciam a lei,no entanto, não a praticavam,apenas exigiam que os outros a praticassem;daí as muitas injustiças provindas da incompreensão da lei ou mesmo pela forma peculiar deles interpretá-la

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo colega,como posso querer o que é certo em cima do que não é justo.

      Excluir
  46. Jornada extraclasse deve ser votada hoje
    Deve entrar em votação hoje no plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) o Projeto de Lei 3.461/2012 que regulamenta 1/3 da jornada do professor para atividades extraclasse. A determinação desse tempo faz parte da Lei Federal 11.738, em vigor desde 2008. No início deste ano, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) já havia prometido que a nova jornada seria aplicada ainda em 2012, o que não ocorreu.

    Atualmente, os profissionais possuem 1/4 da jornada para se dedicar às atividades fora de sala, como preparação de aula e correção de provas. Com a lei federal, o professor que leciona 24 horas/semana, por exemplo, terá oito horas para as tarefas extraclasse. Para aplicar a legislação, Minas está propondo o projeto de lei que determina que dessas oito horas, quatro sejam livres e as demais devem ser usadas dentro da escola em reuniões pedagógicas.

    Questionamento. O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) questionou ontem o projeto que deve ser votado hoje. "O tempo de reunião coletiva é de duas horas e o restante é para o professor se organizar. O governo não tem que determinar isso", disse a coordenadora da entidade de classe, Beatriz Cerqueira. (JS)

    fonte: jornal o tempo 12/12

    ResponderExcluir
  47. A defesa dos advogados do Estado de Minas Gerais em relação a ADI 4876 - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE foi brilhante.

    A partir dela, não acredito que a Lei Complementar nº 100/2007 seja declarada inconstitucional.

    Infelizmente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fiquei sabendo que foi brilhante. Os advogados do estado são feras, o próprio Anastasia é fera em Direito,quem foi aluno dele diz isso...Bom, nos resta aguardar o desenrolar dos fatos, não adianta ficar por ai nas redes sociais brigando uns com os outros,isso só serve para denegrir ainda mais nossa imagem. Não está no nosso alcance resolver esse impasse cabe a justiça,que as vezes é cega, afinal não conseguimos nosso piso e tivemos que engolir um subsídio que segundo o governo é legal!!

      Excluir
    2. Realmente, a cada dia eles dão provas de que são PHDs em maracutaias, safadezas, esculhambações, é isso mesmo. Por isso o Estado estar neste estado de lástima. E ainda tem gente que acha lindo! Mas o Joaquim está lá, o DIREITO dele é outro, não faz parte da esculhambação, sua postura e formação é bem outra, ainda bem!!

      Excluir
    3. Brilhante assim como toda a maldade que o Anastasia faz com os servidores.São advogados dele prontinhos pra derrotar professor em qualquer circunstância.
      Brilhante mesmo! Feito a cara de pau do governo e brilhante como a mente de quem votou nele por causa da Lei 100.
      Nossa! Com mentes assim merecemos mesmo ser ignorados por ele.Brilhante não?

      Excluir
    4. O jeito de falar dos advogados, principalmente os mais competentes, é sempre brilhante. Mas para os juízes do STF apenas isso não basta...o que basta é a interpretação da lei e suas consequências e não apenas o falar brilhante. Além do mais o que pode ser brilhante para uma pessoa pode não ser para outra, kkk vamos aguardar o resultado deste brilhantismo todo.

      Excluir
  48. ESSES SERVIDORES QUE FORAM EFETIVADOS NÃO ENTRARAM NO CARGO POR INDICAÇÃO,TIVERAM RESOLUÇÕES COM CRITÉRIOS A SEGUIR E ESTÃO NELES POR 20 ANOS OU MAIS TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO,ALGUNS DELESA´TE SE APOSENTARAM.CONCORDO COM O TEXTO ACIMA, A LEI NÃO PODE ESTARB ACIMA DO HOMEM....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que mentira!
      Teve professor que efetivou em dois cargos com dias de trabalho. Vergonha! vergonha! Vergonha!

      Excluir
    2. É verdade. Aqui em minha ecola teve uma menina que trabalhou um mês e foi efetivada, mas não quis o cargo. A maioria que foi efetivada já trabalhava como contratado fazia um tempo considerável.

      Excluir
    3. Verdade. E conheço pessoas com anos de serviço não entraram porque não estavam trabalhando nas datas indicadas para efetivação. Isso também não é injusto???????????

      Excluir
    4. Conheço o caso de um rapaz que foi efetivado em dois cargos por estar substituindo por 15 dias. Nunca havia lecionado na vida.
      Conheço tambem em minha cidade o caso de um professor que lecionava há mais de vinte anos e como não estava trabalhando nos dias contados para a efetivação, não foi efetivado, mesmo trabalhando tantos anos.

      Excluir
  49. SE ATÉ LEI DIVINA FOI REDIMENSIONADA....

    ResponderExcluir
  50. Bela reflexão sobre a lei,que amemos mais...

    ResponderExcluir
  51. Para o professor de direito constitucional da PUC Minas e consultor da Ordem dos Advogados do Brasil seção Minas Gerais (OAB-MG) José Alfredo de Oliveira Baracho Júnior, há casos diferentes a serem analisados. Ele reconhece a grande chance de o STF derrubar a lei, mas pondera: “Não significa que todos serão excluídos da função pública. Virá um segundo momento de avaliar caso a caso, a condição de cada servidor, como se deu a estabilidade, qual função ele exercia na época e em qual está hoje. Então, a declaração de inconstitucionalidade não acarreta exoneração imediata, é necessária uma acomodação desses servidores”. Essa avaliação posterior seria feita pelo governo ou pelo Judiciário mineiro.

    Baracho ressalva, por exemplo, que o ato das disposições constitucionais transitórias da Constituição de 1988 concedeu estabilidade a servidores que estivessem há mais de cinco anos no serviço público, quando passou a fixar o ingresso na carreira somente por concurso. Antes, na Constituição de 1967, o funcionário precisava fazer concurso somente para o primeiro ingresso no estado. Ou seja, se ele fosse aprovado em um cargo para nível médio, por exemplo, e migrasse para um no qual é exigido curso superior, não precisaria passar por novas seleção de provas. “Existem, de fato, situações consolidadas de pessoas que ingressaram de modo legítimo na administração pública, mas não foi pela regra do concurso”, avalia o professor.

    ESCLARECIMENTOS Outros juristas, que preferiram não se identificar, foram unânimes: a regra é claramente inconstitucional. Na sexta-feira, o STF expediu, a pedido do ministro relator, ofícios pedindo esclarecimentos à Assembleia e ao governo de Minas, mas ambas as assessorias informam que ainda não houve intimação. Assim que os ofícios chegarem ao Executivo e ao Legislativo, eles terão 10 dias para se manifestar. Depois disso, o relator concede cinco dias à Advocacia-Geral da União e, em seguida, cinco dias à Procuradoria Geral da República, para que emitam seus pareceres. Juntados os documentos ao processo, Toffoli tem o tempo que quiser para dar o seu voto e liberar a Adin para julgamento.

    A inclusão em pauta vai depender do presidente, ministro Joaquim Barbosa, e não há prazo. Durante a tramitação, há a oportunidade de instituições que se considerarem interessadas, como o sindicato dos servidores, por exemplo, de requerer a inclusão no processo. Se a participação for deferida, eles podem enviar documentos e fazer sustentação oral sobre o mérito da Adin no dia do julgamento.

    ResponderExcluir
  52. Boa noite!
    Alguem sabe dizer quando saem os resultados dos pedidos de mudança de lotaçao e remoçao?
    Agradeço a ajuda...

    ResponderExcluir
  53. Precisamos mais de união, e infelizmente está lei só nos divide, hora que ela cair vai acabar esse problema. Colegas ninguém vai ficar desempregado, não está existindo profissionais mais na área da educação.
    Eu posso falar porque estou nela e só me prejudicou, passei no concurso mas estou fora porque as vagas não foram lançadas.

    ResponderExcluir
  54. Saiu a resolução para a designação 2013

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é uma pergunta ou uma afirmaçao?

      Excluir
  55. bom o negocio é o seguinte preparem seus advogados para:1-se a resolução sair com a escolha feita pelos efetivados primeiro e vcs sairem prejudicados conforme esse ano de 2012(causa ganha o sind ute não ganhou porque no entendimento do tjmg ele defende tanto efetivos como efetivados e não poderia defender um lado prejudicando outro mas nós efetivos sim mandado de segurança e pronto)2-Não se iludam que com o fim da lei 100 vão colocar os concursados diretamente no lugar dos efetivados eles vão colocar nas vagas do edital mas na justiça a gente ganha)Não baixem a guarda juridica porque se todos pensarem assim a lei 100 cai e ta tudo resolvido se a lei cair no meio de fevereiro por exemplo e ja ter soltado a escolha de turma pra os efetivados ai vai ser aquela luta muda horario muda turno isso se o governador não mexer os pauzinhos e falar assim tudo bem mas so a partir de 2014 mais um ano com turmas que nao queremos é assim pratico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinceramente não vejo nenhuma razão pra "brigar" por escolha de turmas, do jeito que a coisa anda, qualquer turma é ruim, he he he. Prof. Joyce

      Excluir
    2. A Lei não vai cair no meio de fevereiro...Acorda gente, em fevereiro os ministros estarão voltando do recesso, ainda terão que concluir o julgamento do Mensalão e outra coisas pendentes, só depois é que darão andamento na ADI que trata da Lei 100. Esse julgamento deverá acontecer em meados do ano que vem e deverá ser totalmente concluído com publicação de Acordão e tudo mais até o fim do ano,só aí é que a Lei 100 deverá cair. Pelo menos mais 1 ano de Lei 100 ainda teremos!!Os julgamentos no STF não acontecem da noite para o dia. Teremos que ter um pouco de paciência!!Ana Cardoso. BH.

      Excluir
    3. Anônimo das 15:04,a quetão não é turma ruim,a questão é excedência,não ter turma,perder turma para o efetivado,entendeu agora?E um professor muito pode fazer para que a turma ruim se torne uma boa turma.

      Excluir
  56. Estou com você, anônimo das 00:35. Joaquim Barbosa é o máximo da dignidade e respeito à Constituição. Há muito, o admiro, por respeitar o povo brasileiro cumprindo as Leis. Só assim poderemos chegar a algum lugar e que nossos filhos netos tenham mais sorte que nós. Antes da CF de 88 era assim mesmo. Hoje , no TJ , por exemplo,esses, ganham mais que os juízes mais novos. Ainda acho Inconstitucional, a lei do 5º Constitucional, mas, pelo menos está na Constituição, e é legal.

    ResponderExcluir
  57. onde vcs leram a defesa da lei feita pelos advogados do governo? não consigo encontrar, vlu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clicar em peças eletrônicas.

      http://migre.me/cniZT

      Eu imprimir a defesa do Estado, pois tem um

      trecho que o advogado afirma que a vaga do

      efetivado pode ser provido por efetivo. Não

      consigo movimentar exatamente por a vaga ser

      ocupada por efetivado, com esse argumento do

      governador eu vou lutar pela mudança de

      lotação.

      Excluir
  58. Onde podemos consultá-la?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ENTRE NO PROCESSO E PROCURE: CONSULTAR PEÇAS ELETRÔNICAS (ESTÁ DESTACADO EM VERMELHO). DEPOIS PROCURE UMA A UMA. TEM A DEFESA DA ASSEMBLÉIA E A DEFESA DO GOVERNO

      Excluir
  59. EFETIVO e EFETIVADO:ver significado.Não tenho nada contra a lei 100,tenho contra a equiparação de direitos,qualquer pessoa com o mínimo de bom senso,o que não é o caso da SECRETÁRIA de EDUCAÇÃO,sabe que efetivos passaram em um concurso,foram nomeados,tomaram posse e entraram em exercício,(inclusive para ser nomeado no último concurso tinha que estar nos DOIS PRIMEIROS LUGARES).Após 18 anos de trabalho sério alguns de nós EFETIVOS, PERDEMOS nossas turmas para os EFETIVADOS e diga-se de passagem:Zombaram,riram e até comentaram não precisarem de concurso para estar onde estão,(Passei por isso).Um desrespeito.Fala-se de divisão de classe,vivemos isso dentro das próprias escolas,talvez seja por isso que perdemos o VALOR.Alguma outra categoria é capaz de fazer o que muitos "EDUCADORES" fazem?Já viram um médico,artista...falar de outro?ÉTICA e em alguns casos : MORAL.Só espero que para o ano de 2013 nós profissionais da EDUCAÇÃO,(Penúltimo lugar no Ranking mundial),tenhámos atitudes diferentes.A educação está falida,não destruir o próximo é palavra de ordem,lutemos por aquilo que é nosso por direito.Só iremos impor o "nosso" espaço quando verdadeiramente assumirmos com dignidade,seriedade,idealismo o que cabe a cada um de nós.EM tempo:Vamos trabalhar cidadania,assim como valores , POLÍTICA e demais conteúdos.Com essa de avaliação externa,promoçao continuada,fazemos o jogo de...ALFABETIZAR,ENSINAR A PENSAR,QUESTIONAR,OPINAR...Criar um currículo onde as questões abertas predominem,onde o aluno venha se posicionar.Fazer valer o que é verdadeiramente DEMOGRACIA. (Não sou prof de letras,nem expert em tecnologia,sou um professor nível 1,sou a base e deixo para os cátedros escrever bem).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minas desgovernada.14 de dezembro de 2012 22:58

      Mande esse depoimento para o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. Ele precisa saber disso urgentemente!

      Excluir
    2. Caro anônimo, vc pode até não ser prof de letras, mas é sim um expert com as palavras, como todo professor que ama e faz com dignidade o seu trabalho, é disso que nossas escolas precisam. Não queremos mais professores que estão apenas fazendo bico enquanto não acham "coisa melhor", precisamos de gente que quer por a mão na massa e ama o que faz. PARABÉNS.

      Excluir
    3. Nossa quanto efetivo invejoso...Ter inveja dos outros só serve pra dar rugas e faz adoecer. Não é por nada não,mas querem um conselho : Se acalmem, aproveitem as festas de fim de ano e férias para descansar e esqueçam a Lei 100 momentaneamente, vocês não podem continuar assim, pensando na Lei 100 24 horas por dia, isso vai adoecer vocês, mesmo porque ela não vai cair rápido com vocês querem, afinal estamos no Brasil e a justiça brasileira é lenta. E mesmo que ela caia , o governador dará um jeito de ficar tudo como está, então vocês estão estressando a toa,só vai servir para aumentar suas rugas e acelerar seu envelhecimento!!!Beijos a todos!!

      Excluir
  60. http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoListaSignatarios.aspx?page&sr=521&pi=P2012N32594

    VAMOS ASSINAR! PEDIR JUSTIÇA!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  61. Defesa do governo:

    http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=TP&docID=3195820&ad=s#17%20-%20Peti%E7%E3o%20%2864916/2012%29%20-%2064916-2012


    Defesa da almg:

    http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=TP&docID=3195820&ad=s#17%20-%20Peti%E7%E3o%20%2864916/2012%29%20-%2064916-2012

    ResponderExcluir
  62. Eu estou fazendo a mesma pergunta por favor Euler nos ajude."Acabei de ler que nós vamos ser designados deve ser verdade, porque está no blog da Renata Vilhena. Por favor Euler verifique isso para nós você tem mais acesso as informações do que a gente aqui no Norte de Minas. Se for verdade vai ser muito bom, vai dar tempo de realizarmos concurso.Por favor verifique também quando vai acontecer o julgamento da lei, e também sobre 1/3 da carga horaria se será implantada no inicio de 2013. Sou sua fã, um grande abraço."
    Marta

    ResponderExcluir
  63. Gente, os advogados do Marcos Valério também devem ser feras. E ele foi condenado assim mesmo. Porque ninguém vai a um julgamento com um advogado de porta de cadeia. Vcs acham que SP, RS e o Distrito Federal também não possuiam bons advogados? Não adianta bons advogados se a Lei for inconstitucional. Isso é balela! E não há questionamento do pagamento ou não da previdência. A Lei e seus efeitos são inconstitucionais? É só isso. Se ela prejudicou, se o servidor foi enganado, isso passa a ser um outro capítulo, cabendo novo processo. E esse capítulo vamos ter que aguardar. Não há solução!

    ResponderExcluir
  64. O Mineirão ficou pronto.E a educação? Que dia vai estar atendendo as nossas necessidades?
    Só JESUS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

    ResponderExcluir
  65. Cuidado pessoal, cuidado... não pensem que pelo fato da defesa da LC 100 por parte dos advogados do estado tenha sido "brilhante" que o STF não anulará a tal LC 100. A defesa se baseou em certos princípios constitucionais que ela considera importantes, enquanto a acusação por parte do MPF se baseou também em princípios constitucionais importantes como o da ISONOMIA e outros mais. A acusação por parte do MPF também foi brilhante e citou vários princípios constitucionais que a LC 100 contraria. Agora cabe aos juízes do STF, que são extremamente competentes, analisarem os argumentos da acusação por parte do MPF(Ministério Público Federal) e os argumentos da defesa. Enquanto a defesa por parte do governo de Minas se baseia em certos princípios para justificar a inconstitucionalidade da lei a acusação do MPF vai se basear em outros princípios. Cada um tem sua razão. Não podemos nos esquecer que a suprema corte de Minas já julgou a LC 100 e a considerou inconstitucional em dois julgamentos em duas comarcas. Eu, como leigo, acho que os juízes do STF não vão pensar muito diferente em relação aos juízes daqui de Minas que já julgaram a LC 100 inconstitucional. Mas de qualquer forma vamos aguardar o desenrolar dos fatos!

    Lobo Guará Zona da Mata

    ResponderExcluir
  66. e as vagas do ATB financeiro como fica?

    ResponderExcluir
  67. HEIN????
    O prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda (PSB), por meio de sua assessoria, confirmou nesta sexta-feira (14) ter recorrido ao STF (Supremo Tribunal Federal) para suspender dispositivo da Lei Orgânica do Município que determina a aplicação de 30% do orçamento municipal em educação.

    VEJA TAMBÉM

    Sem dinheiro, Natal diz não ter como concluir ano letivo de 40 mil alunos do fundamental
    Alunos de escola que será demolida para obras do Maracanã ainda não sabem onde estudarão
    Professor cria software para calcular custo da educação ideal nos municípios
    Vereadora mais bem votada de Natal defende proposta de 30% do orçamento para educação
    Especialistas veem recuo do governo em destinar 10% do PIB para educação pública
    No projeto 2378/2012, da Lei
    http://educacao.uol.com.br/noticias/2012/12/14/por-obras-da-copa-prefeito-de-belo-horizonte-vai-ao-stf-pedir-corte-do-orcamento-de-educacao.htm

    ResponderExcluir

  68. http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/88062/Clar%C3%ADn-perde-'Ley-de-Medios'-%C3%A9-constitucional-Clar%C3%ADn-perde-Ley-medios-constitucional.htm

    ResponderExcluir
  69. boa moite companheiros.

    Onde estão os movimentos sociais,sindicatos,confederações,cut,enfim aqueles que se dizem representantes dos de baixo ,que não convocam um manifestação para o dia 21/12 na inauguração do mineiraõ,foram comprados???

    josé Henrique

    ResponderExcluir
  70. O governo mente quando menciona na defesa que o efetivado poderá perder sua vaga para um nomeado em concurso público, pois essa deveria ser a situação real, mas a secretária de educação resolveu mudar a lei por conta própria e não publicou as vagas do LC 100 e ainda promoteu que eles teriam os mesmos direitos dos efetivos por concurso. Será que os advogados do governo sabem dessa estória?

    14 de dezembro de 2012 21:47

    ResponderExcluir
  71. Alguém sabe quando sai o 13o. e ainda está com descontos... Isto é correto?

    ResponderExcluir
  72. O governo de São Paulo devolve parte do imposto que é cobrado através do programa nota fiscal paulista.
    Todo ano eu recebo.
    Quem compra muito pela internet em lojas de São Paulo tem que ir la no site da receita e cadastrar e ver se tem dinheiro pra receber.
    Minas deveria fazer o mesmo.
    Fica a dica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. professoramaluquinha16 de dezembro de 2012 00:37

      Alguém sabe que tiuti é esse que está ocorrendo com o Bol? não consigo acessar meus blogs nem e-mails Bol. Tá tudo sem conexão!!!

      Excluir
  73. DÉCIMO TERCEIRO ENTROU NA CONTA SEXTA- FEIRA (14).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummm grande coisa...o que adianta isso pra quem ganha pouco mais de 2 salários mínimos!!!

      Excluir
    2. Anônimo das 17:40 hs, se não vale nada,deixa lá.

      Excluir
    3. Tem gente que cospe no prato que comi.

      Excluir
  74. e a reunião dos efetivados? quais são as noticias? alguém sabe pois o sindute não tem nada a respeito no seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, estive nessa reunião e o que ouvir foi muito negativo em relação ao futuro dos efetivados.Pela avaliação de Beatriz a lei é inconstitucional e todos atingidos por provavelmente vão perder o cargo. Ela disse a todo momento que o sindicato não é contra os efetivados e que vai defendê-los. Fora isso, não tem novidade alguma. Pra dizer a verdade acho que essa reunião foi uma total perda de tempo, saimos de lá desolados.

      Excluir
  75. Olhando as peças eletrônicas da ADI 4876 vi o pedido de ingresso da APPMG como amicus curiae. Nao vi o pedido da UTE. por que será?

    ResponderExcluir

  76. http://www.brasil247.com/pt/247/esporte/88136/Virada-do-Corinthians-%C3%A9-tamb%C3%A9m-vit%C3%B3ria-de-Lula.htm

    ResponderExcluir
  77. Tudo que souberem a respeito das controvérsias do governo sobre a Lei 100 e acharem que é válido informar ao STF, façam a comunicação através da Central do cidadão.Pode ser denúncia, manifestação ou informação. Já postei uma denúncia ,uma manifestação e uma informação.Espero que façam o mesmo.É hora de agir não contra os efetivados ,mas contra este território sem lei chamado MG.O governo está na defensiva.Cabe-nos como cidadãos, fazer a nossa parte para desmascarar este governo.Para isto é preciso entupir a caixa de email deles.Uma andorinha sozinha não faz verão.
    Vamos gente, nós só temos a palavra e a possibilidade de expandí-la.Não podemos perder a força da luta. A vontade de lutar por justiça não pode morrer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanta maldade contra os efetivados, sim porque quando vocês torcem e tramam contra a Lei 100 o alvo que será atingido serão os efetivados,não o governo. Minha avó já dizia , a corda sempre arrebenta do lado mais fraco!!Mas não tem nada não ,o que é de vocês está guardado, existe a Lei do retorno!!!Tudo que fazemos de ruim contra o próximo se volta pra nós mesmos, as vezes em dobro!!Um dia você vai se lembrar disso ANÔNIMO das 12:49.Você já deve ser uma pessoa muito infeliz, mas as coisas ainda podem piorar, não duvide disso!!!!

      Excluir
    2. A cultura do jeitinho, da vantagem em tudo, da facilidade, da lei do menor esforço é que é o nosso problema, queremos um país sério, com Leis cumpridas, mas só para os outros, não para mim. O governo tem que ser responsabilizado por esses atos malfadados,como essa Lei 100, pois não se pode continuar com essa perversidade, no entanto é preciso ter clareza de que um erro, obrigatoriamente,não pode justificar outro. Que os efetivados não podem ser prejudicados, porque não foram eles que criaram essa situação esdrúxula é fato, mas não se pode por conta disso poupar o governo, porque a ordem é inversamente a mesma citada no texto do anônimo, poupar os efetivados é poupar o governo e ele não pode ser poupado. Então, me desculpe, mas não HAVERÁ LEI DO RETORNO para quem almeja a verdade e a seriedade, nós é que temos que parar de olhar para o nosso umbigo e querer um país, onde as Leis realmente sejam legais, visto que muitas vezes nos escondemos por detrás de uma coisa denominada de Legal, mas Imoral. Essa Lei pode ser até vista como legal quando foi criada para não prejudicar milhares de servidores naquela época, todavia não podemos vendar os olhos e não enxergá-la como IMORAL porque ela opõe-se à Lei Maior do país, como não considerá-la então? Os efetivados têm que cobrar medidas cabíveis por parte do governo, de modo que passem a ter estabilidade no trabalho e através de concurso, conforme diz a CONSTITUIÇÃO, ou alguém está com medo de fazer provas? Professor não pode ter medo de prova, afinal é deste instrumento que se vale como forma de aferição de conhecimento na sala de aula é a Prova escrita, pode ser 1 em cada bimestre, mas ela está presente, então por que temer para si mesmo? Temos que nos indignar pelas coisas erradas e não nos indignar porque a situação que nos favorece pode mudar, esse paradoxo para educador não cabe, contrapõe o discurso em sala de aula. Devemos querer Leis que atendam a todos, não só a mim ou a um grupo.

      Excluir
    3. Greve nunca mais, desempregada não fico também, presta atenção está faltando professor, anônimo das 12:49 a sua hora irá chegar.Essas atitudes teve um grande objetivo,dividiu ainda mais a classe.Outra coisa não são 98 mil vagabundos que irão perder emprego não, são trabalhadores que merecem respeito e dignidade.

      Excluir
    4. A questão não é ter medo de provas. Quando postei o comentário acima só quis alertar sobre a Lei do Retorno, porque acredito realmente que o que se faz contra o próximo em algum momento se volta contra nós. Outra coisa, não fui contemplada pela Lei 100, já me aposentei em um cargo, e em 2014 me aposento no 2° com a graça de Deus!!!Já vi e vivi situações muito difíceis com professora da rede estadual de Minas ,nosso terreno é árduo, ser professor não é tarefa das mais fáceis, inclusive pelo salário que sabemos como é!!Mas mesmo assim venci, sem precisar fazer o mal para o meu colega, nunca precisei desejar o mal de ninguém para conseguir minhas coisas. O que digo é: Deixe que a justiça resolva o que deve ser feito, pois se dependesse dos colegas de trabalho e profissão os efetivados já estariam na rua,e isso é que é o mais triste. É lamentável descobrir, depois de quase 30 anos de trabalho que a nossa classe se tornou tão mesquinha e pobre de espírito!!!Estou dizendo isso para o ANÔNIMO das 12:49 e todos os outros que dizem defender a Lei e a Constituição ,mas o que querem mesmo é ver o colega se dando mal!!!

      Excluir
    5. Faz-se necessário, porém, distinguir cumprimento de Lei para todos e Corporativismo. Que os Efetivados não podem ser prejudicados é claro, mas isso não quer dizer que nesse caso específico deve-se passar por cima da Lei, que diz claramente que "[...]a partir da Constituição Federal de 1988, ambos os regimes devem respeitar algumas regras constitucionalmente estabelecidas, como, por exemplo: todos os admitidos pelo empregador público devem estar sujeitos a um processo seletivo ou concurso público" [cf.http://pt.wikipedia.org/wiki/Funcion%C3%A1rio_p]%C3%BAblico#Funcion.C3.A1rio_P.C3.BAblico. É essa clareza que temos que ter, alguma saída há de haver, desde que não se institua outro erro para consertar o que já está posto. Mas, pelo amor de Deus vamos parar com esse discurso de um querer mal para o outro, desejar o mal para o outro, vamos ver isso a luz da Constituição e os envolvidos cobrarem do governo, quando tiver que cobrar, uma solução LEGAL (Lei), porém sem almejar bondade e piedade do governo. Governo não tem que ser bonzinho, tem que ser um gestor que cumpre Leis. Nem Jesus Cristo foi "bonzinho" ele primou sua vida pela RETIDÃO, pela justiça, pela legalidade, quando precisou endurecer, endureceu. Então paremos com esse discurso de misericórdia e vamos pensar como profissionais que devemos ser, porque há sempre um discurso de que Professor é diferente de outras categorias, a diferença é só salarial, certamente, mas em se tratando de cumprimento de leis tem que ser igual a qualquer profissional neste país. Uns não têm que ser diferentes dos outros em termos de legislação. Não somos POBRES COITADOS, somos profissionais que estamos na luta por respeito, comiseração, jamais!!! Pensemos nisso!!

      Excluir
    6. Parabéns pelo seu comentárrio, ponderação e pés no chão.

      Excluir
    7. O que o anônimo de 12:49 falou de errado?

      Euler grande abraço pra você. Faz tempo que não escrevo nada , mas saiba que estou lendo sempre seus textos.

      Boas férias pra você!

      Excluir
  78. E o prêmio por produtividade??Já sabem quando?? Ou é mesmo nunca mais

    ResponderExcluir
  79. reunir pra que a gente ta lascado mesmo...

    ResponderExcluir
  80. E como ficou a situação do 1/3 de tempo extra classe?

    ResponderExcluir
  81. Parem com essa palhaçada contra os efetivados ...,com Lei 100...,volte a lutar é pelo piso do magistério...

    ResponderExcluir
  82. Ao anônimo das 18:00, não existe maldade quando as coisas são feitas de forma correta. Tenho 22 anos de sala de aula, vim removida para próximo de minha casa e hoje tenho 05 aulas de História, porque no inicio do ano de 2012 muitas turmas fundiram. Como cheguei na escola por última uma efetivada pela Lei 100 ficou com as 18 aulas e eu? Prestei concurso em 2001,fui nomeada, cumpri período probatório distante da minha e hoje me encontro na situação citada. VOCÊ acha que isso é correto? Sei que os efetivados não tem culpa dessa situação,más já está passando a hora do Governo colocar a casa em ordem de acordo com CF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode até estar com 5 aulas, mas se for efetiva mesmo, seu salário não pode ser reduzido!!Você fica com as 5 aulas e fica excedente nas 13 restantes, até surgirem mais turmas na escola, é isso que acontece, já aconteceu comigo e não tive nenhum centavo de redução!!O horário que te sobra você cumpre na escola realizando outras atividades!!Como hoje em dia não tem mais o pó de giz, você não perde nada!!É assim que acontece com efetivos excedentes!!Deixa de ser boba!!!

      Excluir
    2. Muito cuidado com esta situação de excedência, porque na hora de aposentar, isto pode lhe acarretar prejuízos. Seria interessante vc procurar o departamento pessoal, ou mesmo a inspetora de sua escola e argumentar sobre esta situação. O fato de estar excedente em 13 aulas não é nada bom. Abraços!!!!

      Excluir
  83. QUEM ESTÁ PARA SE APOSENTAR EM BREVE, LEIA ATENTAMENTE!

    Carreira de professores está na pauta do Legislativo Estadual

    Publicação: 17/12/2012 06:00Atualização: 17/12/2012 07:04
    [...]
    Aguarda votação em segundo turno o projeto que regulamenta a carga horária dos professores da rede estadual. Houve um impasse na divisão do tempo que seria considerado para atividades extraclasse: os professores queriam que das oito horas fora de sala de aula, seis pudessem ser fora da escola e duas tivessem que ser dentro, por exemplo, em reuniões com a diretoria. O governo fechou acordo com o sindicato da categoria e deve votar essa versão.

    Outra dificuldade na área da educação está em um projeto que trata de várias carreiras do funcionalismo. Nele, o governo propôs uma mudança na concessão de aposentadoria especial aos 25 anos para os professores. Na regra atual, os últimos anos do professor que quer se aposentar podem ser em atividades como secretaria, biblioteca ou aulas de reforço. Pelo projeto, é preciso estar necessariamente na regência de aula para conseguir a aposentadoria. Sem acordo, esse trecho deve ser deixado para votação no ano que vem, mas os aumentos para servidores e gratificações devem ser aprovados. O texto inclui funcionários da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Defesa Social, Fundação de Educação para o Trabalho e do Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado de Minas Gerais.
    [...]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No que diz respeito a aposentadoria especial

      do professor, já existe uma orientação bem

      clara sobre este ítem. Não lembro o número da

      instrução. Mas ela foi analisada pelo STF em

      2010. E é exatamente sobre exercício de

      outras funções do cargo de professor. E ficou

      definido que o professor que tenha saído da

      regência para exercer outras funções

      aposentará aos 25 anos mulher e aos 30 anos o

      homem. Mas uma vez o PSDB perseguindo os

      educadores de Minas. Aliás, qual a novidade?

      O PSDB tem leis próprias.

      Excluir
  84. Enquanto todos ficam aqui brigando entre si e torcendo para o colega da Lei se ferrar, está sendo aprovado na ALMG um projeto que vai nos prejudicar na hora da aposentadoria. Acorda gente , por isso é que professor se dá mal sempre, temos o que merecemos. Nossa categoria se preocupa mais em ver o colega se dar mal do que com o que está acontecendo com sua carreira!!!

    ResponderExcluir
  85. concordo plenamente com o anônimo do 21:13, pois nunca vi tanta maldade, eles só sentirão realizados vendo os colegas em dificuldade. Entrega na mão de DEUS.Eu falo como efetiva concurdada. Olha o feitiço vira contra o feiticeiro, de uma maneira ou de outra...Pense nisso antes de atirarpedra em alguém. O s efetivados não pediu para serem fetivados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, " Os efetivados não pediram" ( no plural ) cuidado com as palavras, pois, este blog é acompanhado por alunos. Abraços.

      Excluir
    2. Não ha ninguem atirando pedras. O desejo é que a constituiçao seja cumprida e que esse governo tirano tenha uma resposta.

      Excluir
  86. parabéns,pelo existe alguém inteligente, Será que essas pessoas não tem o que fazer?

    ResponderExcluir
  87. http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2012/12/17/interna_politica,337404/carreira-de-professores-esta-na-pauta-do-legislativo-estadual.shtml

    ResponderExcluir
  88. Na bíblia mesmo diz " Não ficará pedra sobre pedra" Deus é amor mas antes desse amor ELE faz justiça.Claro que Ele na sua infinita bondade não vai deixar ninguém desamparado.Então que se cumpra a lei.

    ResponderExcluir
  89. Anônimo das 19:41, texto brilhante,palavras sábias.
    Anônimo das 12:49,ações concretas, cidadão ativo.
    Efetivados que querem fazer valer a constituição:dotados de sabedoria e dignidade, apesar de serem prejudicados.
    Efetivados que só veem maldade nos colegas que querem justiça:mentes pertubadas pelas atrocidades de um tirano. É gente...este é o PSDB do Anastasia!

    ResponderExcluir
  90. Sou o anônimo das 12:49.Sou efetivo por concurso,mas tenho irmãos efetivados pela Lei 100,que graças a educação que receberam querem a Constituição valendo em Minas Gerais.
    Para os que equivocadamente acham que minha ação é contra os efetivados, quero lembrar que ajo dentro da lei:

    ..."A liberdade de expressão e informação compreende a faculdade de expressar livremente idéias, pensamentos e opiniões, bem como o direito de comunicar e receber informações verdadeiras sobre fatos, sem impedimentos nem discriminações..."
    *Constituição Federal de 1988

    ResponderExcluir
  91. Nem sempre estamos habilitados a eleger o nosso ambiente mais íntimo, na experiência cotidiana.

    Às vezes, somos constrangidos a suportar certos quadros de luta ou a partilhar o convívio de pessoas que não se nos afinam com a maneira de ser, em razão dos compromissos que trazemos de existências passadas. Entretanto, em qualquer situação, somos livres para escolher os nossos pensamentos.

    Cada inteligência emite as idéias que lhe são peculiares, a se definirem por ondas de energia viva e plasticizante, mas, se arroja de si essas forças, igualmente as recebe, pelo que influencia e é influenciada.

    Ainda mesmo por instantes, toda criatura, ao exteriorizar-se, seja imaginando, falando ou agindo, em movimentação positiva, é um emissor atuante na vida, e, sempre que se interioriza, meditando, observando ou obedecendo, de modo passivo, é um receptor em funcionamento.

    Aqueles que se desenvolveram mentalmente, atingindo a esfera das criações sugestivas, assumem o papel de orientadores, adquirindo responsabilidades mais vastas pela facilidade com que articulam programas de rumo para os outros. Cada qual expõe o que pensa pelo esforço que realiza: o cientista pela obra a que se consagra, o professor pelo que ensina, o escritor pelo que escreve, o comentarista pelo que fala, o artista pelo trabalho em que se revela.

    Analisemos, assim, aquilo que nomeamos como sendo nosso "estado de espírito". Tensão, dúvida, angústia, irritação, otimismo, coragem, confiança ou alegria são frutos de nossa preferência no mercado gratuito das idéias, de vez que o fio invisível de nossas ligações com o bem ou com o mal parte essencialmente de nós. Somos educadores,sejamos exemplo!!!!

    ResponderExcluir
  92. E O SALÁRIO OH....pequenino como sempre.Não tem dõ não?

    ResponderExcluir
  93. Boa reflexão ,somos formadores de opinião,temos que ser etícos... somos uma classe...

    ResponderExcluir
  94. A paz esteja nesta classe !!!rsrsrsrsrs

    ResponderExcluir
  95. Era uma vez um grupo de animais que quis fazer alguma coisa para resolver os problemas do mundo. Para isto, eles organizaram uma escola. A escola dos bichos estabeleceu um currículo de matérias que incluía correr, subir em árvores, em montanhas, nadar e voar.

    Para facilitar as coisas, ficou decidido que todos os animais fariam todas as matérias. O pato se deu muito bem em natação; até melhor que o professor! Mas quase não passou de ano na aula de voo, e estava indo muito mal na de corrida. Por causa de suas deficiências, ele precisou deixar um pouco de lado a natação e ter aulas extras de corrida.

    Isto fez com que seus pés de pato ficassem muito doloridos, e o pato já não era mais tão bom nadador como antes. Mas estava passando de ano, e este aspecto de sua formação não estava preocupando a ninguém - exceto, claro, ao pato.

    O coelho era de longe o melhor corredor, no princípio, mas começou a ter tremores nas pernas de tanto tentar aprender natação. O esquilo era excelente em subida de árvore, mas enfrentava problemas constantes na aula de voo, porque o professor insistia que ele precisava decolar do solo, e não de cima de um galho alto.

    Com tanto esforço, ele tinha câimbras constantes, e foi apenas "regular" em alpinismo, e fraco em corrida. A águia insistia em causar problemas, por mais que a punissem por desrespeito à autoridade. Nas provas de subida de árvore era invencível, mas insistia sempre em chegar lá da sua maneira... Na natação deixou muito a desejar...

    Moral da história
    Cada criatura tem suas capacidades e habilidades próprias, coisas que faz naturalmente bem. Mas quando alguém o força a ocupar uma posição que não lhe serve, o sentimento de frustração, desencorajamento, e até culpa, provoca mediocridade e derrota total.

    Um pato é um pato; nada mais do que um pato. Foi feito para nadar, não para correr, e certamente não para subir em árvores. Um esquilo é um esquilo; nada mais do um esquilo. Se insistirmos em afastá-lo daquilo que ele faz bem, ou seja, subir em árvores, para que ele seja um bom nadador ou um bom corredor, o esquilo vai se sentir um burro.

    A águia faz uma bela figura no céu, mas é ridícula numa corrida a pé. No chão, o coelho ganha sempre. A não ser, é claro, que a águia esteja com fome! O que dizemos das criaturas da floresta vale para qualquer pessoa bem como a sua família, em particular. Deus não nos fez iguais. Ele nunca quis que fôssemos iguais. Foi Ele quem planejou e projetou as nossas diferenças, nossas capacidades especiais! Portanto descubra em você estas qualidades e desfrute de sua paz interior...

    Descubra seus dons naturais...
    Seja feliz!

    Veja mais mensagens em http://www.belasmensagens.com.br/reflexao/escola-de-animais-4626.html#ixzz2FPUvKqOi

    ResponderExcluir
  96. Blog ¨ pó de giz¨ tem uma notícia sobre liminar obrigando a regularizar o cumprimento de 1/3 da carga horária fora de sala.

    ResponderExcluir
  97. Cada povo tem o governo que merece, agora é pagar pra ver até onde vai dar isso tudo.

    ResponderExcluir
  98. Ao anônimo de 11:44, eu não disse em nenhum momento que estava recebendo só por 5 aulas, cumpro como recuperadora de aluno o restante das horas ( estou como excedente). Sou CONCURSADA e a questão é outra, é a falta de RESPONSABILIDADE do GOVERNO tanto com os EFETIVOS e EFETIVADOS. QUE A LEI seja cumprida de igual para igual para todos.

    ResponderExcluir
  99. http://www.youtube.com/watch?v=WZcR99uCtUE

    ResponderExcluir

  100. http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/88337/Novo-Mineir%C3%A3o-desrespeita-pessoas-com-defici%C3%AAncia.htm

    ResponderExcluir

  101. http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/88197/N%C3%A3o-%C3%A9-Sampa-mas-BH-no-fim-de-semana-20-assassinatos.htm

    ResponderExcluir
  102. Euler , passei aqui p/ lhe falar: Sou sua fã cara!!!!!!
    Te descobri há um ano e meio mais ou menos e desde então, sou sua perseguidora incondicional.
    Leio os textos que vc posta e fico pensado: queria mt ter vc pertinho de mim. Me esclarecendo, me animando. Eu te adotaria como um filho. Como um filho sim, pois tenho idade p/ isto.
    Que DEUS lhe proteja, dando-lhe saúde, paz, alegria sempre nesse coração que serve tanto aos outros e só pede união na nossa classe sempre!
    Um feliz próspero e Santo Natal! Vc merece tudo de mt bom!
    Marilene- Poços de Caldas

    ResponderExcluir
  103. E o piso heim? Qual será o reajuste para o ano que vem? Será que vai girar em torno de 22 ou 23% novamente? Quem tem informações nos passe aí...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkk Com este desgovernado??? Ele não conhece outro índice que não seja 5%, ele é o ANASTASIA 5%!

      Excluir