sábado, 9 de junho de 2012

0s 112 dias de greve dos educadores de Minas


0s 112 dias de greve dos educadores de Minas

No dia 08 de junho de 2012, os profissionais da Educação de Minas Gerais relembram a passagem de um ano da data inicial da heróica greve de 112 dias. Foi a maior da história de Minas, quando milhares de educadores enfrentaram corajosamente ao pesado e truculento aparato estatal, a serviço dos de cima.

A reivindicação principal da greve, que nem deveria ter acontecido, caso vivéssemos num país ou num estado sério, era pelo cumprimento de uma lei federal, a Lei do Piso. Esta lei – 11.738 – havia sido aprovada em 2008, e determinava que em janeiro de 2010 todos os estados e municípios, de forma compartilhada com a União, deveriam aplicar os artigos da lei. Entre estes artigos, estavam previstos: a) a adequação dos planos de carreira regionais à Lei Maior, reajustando o salário básico pago até então ao valor nacional do piso salarial – isto enquanto vencimento básico, e não como soma total de salário, como os governos de todo o país passaram vergonhosamente a praticar, inclusive o de Minas Gerais; b) a implantação do terço de tempo extraclasse na jornada praticada, para que o professor tivesse mais tempo fora de sala de aula para os trabalhos de preparação, estudos, correção de provas, etc.; c) o reajuste anual do piso de acordo com o chamado custo aluno-ano, cujo índice tem sido superior ao INPC. Infelizmente, nenhuma dessas regras foi aplicada pelo governo de Minas e pelos demais governos do país, num total descaso e desrespeito do poder público para com a Educação, para com os educadores e principalmente para com o povo pobre do país, que é a grande vítima deste golpe aplicado pelos governantes e demais poderes.

Mas, este descaso dos governantes, vergonhoso e descarado, não passou sem que a categoria reagisse. A greve foi a resposta da categoria, mobilizando milhares de trabalhadores, que passaram 112 dias de uma inesquecível luta. Neste longo período de quase quatro meses, enfrentamos a chuva, a polícia, o Ministério Público, a Justiça, a truculência do governo, as mentiras da mídia, o cinismo e a covardia dos parlamentares, até que um acordo não cumprido foi selado entre o sindicato e o governo. O governo assinou um papel mas não cumpriu; já que se recusara, antes, a cumprir até mesmo a Lei Federal, por que motivo haveria de cumprir um pedaço de papel assinado entre as partes?

A greve expôs para o Brasil e o mundo a situação de quase indigência na qual viviam os profissionais da Educação do estado e do país, com salários ridículos, e que ainda continuam abaixo da crítica. Chamou-nos a atenção também a omissão do Governo Federal, do senador de Minas que se diz candidato a presidência da República, e de outros personagens, como o ex-presidente, todos eles fugindo da responsabilidade que lhes fora atribuída pelo cidadão-eleitor. Todos eles fugiram covardemente, como se nada tivessem com a situação. Coisa que não fazem quando se trata de atender aos reclamos de empreiteiros, banqueiros, e grandes empresários e do agronegócio. São ágeis, generosos e eficientes na liberação de verbas públicas para servir aos de cima. Mas, quando se trata de atender a uma política nacional de Educação, em benefício de milhões de alunos, e de milhares de educadores, estes personagens desconversam, colocam a culpa no outro e fazem cara de paisagem. Cínicos, hipócritas.

A passagem de um ano desde o início da nossa heróica greve, que tantos ensinamentos proporcionou, deve abrir um novo momento de reflexão, e discussão com a categoria, sobre os caminhos que devemos buscar para (re) conquistar os nossos direitos roubados. A Lei do Piso foi uma verdadeira farsa, uma enganação nacional – mais uma, aliás – criada pelas elites para tentar iludir os sujeitos da Educação – profissionais da Educação, estudantes, pais de alunos e toda a comunidade. Ao invés de uma política nacional de valorização dos educadores, a Lei do Piso desencadeou uma política de destruição das carreiras dos educadores do ensino público básico.

Cada dia daqueles 112 dias e noites de luta travados contra os aparatos do estado deve ser lembrado e repartido nas salas de aula – as ocupações de rodovias, o acampamento e ocupação da ALMG, o acorrentamento nos espaços públicos, o diálogo construído na rede da Internet, as passeatas, as assembleias, as panfletagens, e outras dezenas de atividades de protestos realizadas. Centenas de personagens, de lideranças do nosso núcleo duro da greve – NDG, juntamente com dezenas de aliados e apoiadores deram uma verdadeira aula pública de luta por direitos e interesses de classe, que estavam (e continuam) ameaçados pelas políticas neoliberais dos de cima.

Não conquistamos nossos direitos naquela heróica luta. Evitamos perdas ainda maiores. A poderosa máquina de moer gente do estado se impôs com toda força; mas a luta não terminou ali. Ela nunca termina. É só o tempo de respirar, tomar fôlego, para que a categoria se levante novamente, com antigos e novos personagens, renovadas energias, com mais experiência, para que, no momento certo, possamos arrancar todos os direitos que nos foram tirados.

Esta data, portanto, dia 08 de junho, simboliza o início da lembrança e renovação de esperança em novos dias, que serão construídos e conquistados na luta, por todos nós.

Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

***


182 comentários:

  1. Parabéns, Prof. Euler, mais um texto que nos faz refletir, que nos fortalece e que nos mantém vivos, apesar de todas as atrocidades pelas quais temos passado. Ainda, assim, vamos tocando em frente, pois somos fortes.Todo esse vendaval ainda não foi o bastante para nos envergar, nos destruir, porque as raízes, estas estão firmes fincadas ao chão!

    ResponderExcluir
  2. Enquanto ficamos aqui lamentando, na Bahia o Governo é derrotado pelo STF.
    Veja a notícia:
    http://www.jornaldamidia.com.br/2012/06/09/governo-da-bahia-e-derrotado-pelo-stf-que-determina-pagamento-dos-professores/

    Sindicato aqui em Minas come mosca.Não é possível que os 153 mil professores que optaram pelo vencimento básico não consigam reverter a manobra ilegal arquitetada pelo Governo Anastasia.

    ResponderExcluir
  3. Roubo,

    30 anos de carreira,superior, especialização. Por alto estaria recebendo 4000,00 ou mais.Com o subsídio recebo 2000,00.Direitos garantidos e publicados.
    Uma boa peça jurídica revelaria o crime.

    ResponderExcluir
  4. Não sei se há comunicação entre esses Sindicatos ou se se deixam levar pelas fogueiras das vaidades, mas o certo é que deviam se comunicar, exatamente para se enriquecerem nas ações a serem tomadas contra estes governos. E olha que são todos farinha do mesmo saco: PT e PSDB. Como disse o professor Euler no post acima: "A lei do piso foi uma verdadeira farsa, uma enganação nacional – mais uma, aliás – criada pelas elites para tentar iludir os sujeitos da Educação – profissionais da Educação, estudantes, pais de alunos e toda a comunidade". Os governos do PT não estão fazendo nada diferente do que os governos do PSDB têm feito e pelo jeito a dose será repetida com a greve do ensino superior, isso só para corroborar a falta de comprometimento do governo federal com os desmandos dos governos nos estados em relação ao cumprimento da Lei do Piso Nacional. Há um compadrio nessas relações. Quando esperávamos atitudes firmes de Brasília não tivemos e por que não, exatamente porque o desrespeito no ensino superior também é o mesmo. Tem-se dinheiro para os afilhados, para os comparsas, só não há como investir em coisas sérias, como por exemplo a própria educação.

    ResponderExcluir
  5. Poxa já se passou um ano...Este texto é muito bom, reavivar o que nos mantém indignados e esperançosos. Abraços Dalgiza

    ResponderExcluir
  6. não poderia jamais apagar esse dia, o dia onde caimos no conto dos professores lutadores. E ai pergunto levamos algo com isso? o meu salário não mudou só na linha do emprestimo tá. Não venha me dizer sobre vitóri tá. uma professora individada pela greve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sua dívida professora deve ser também com a sua consciência.Se você mesma diz que caiu "no conto dos professores lutadores" já confessa que não é lutadora.Por isso mudo a sua fala:Este foi o dia que os Professores Lutadores de Minas Gerais acharam que poderiam arrastar com eles os milhares de professores "BUNDÕES"(me desculpem a palavra)como você e ganhar a greve.Mas...ganhamos muita coisa com a greve.Ganhos que foram acrescidos à nossa personalidade que nenhum político consegue tirar.Que nenhum contra cheque consegue espelhar.A dívida com o banco um dia você paga, agora a que deve ter com a sua consciência não sei não...

      Excluir
    2. Mulher de pouca fé.

      Excluir
    3. É colega... Por causa de muitos colegas que pensam como você, estamos nessa pindaíba danada e sem o respeito dos governantes e vários segmentos da sociedade.
      No dia em que todos como você se conscientizarem da necessidade de correrem atrás de seus direitos sem precisar de serem, praticamente, arrastados, aí sim, seremos uma categoria respeitada conforme merecemos.

      Excluir
  7. Ô EULER VÁ DORMIR CARA, JÁ É MEIA NOITE SÔ ... DALGIZA

    ResponderExcluir
  8. Um grande abraço a todos (as) !

    Que esta data nos revigore e nos una ainda mais. Lembranças e momentos indeléveis. Continuarei lutando e conscientizando meus alunos - e são muitos (15 turmas do ensino médio) -, pois, acredito que somente com o apoio deles nossa vitória será completa. Sempre digo isso ao Capitão Rômulo, aos tenentes Flávio , Diógenes e todos os outros companheiros (as) de luta. A luta dos profissionais da educação e dos alunos, será a VITÓRIA DA SOCIEDADE.
    FORÇA NA LUTA SEMPRE !

    André buzina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns, professor, André, por isso somos educadores!

      Educadora Mineira

      Excluir
  9. Olá a todos!

    Talvez na Bahia a justiça deu ganho de causa aos professores porque Jacques Wagner é um estranho no ninho, pois há décadas os poderosos ligados à família Magalhães dominam aquele Estado. É uma conjectura, eu não sei. Sobre a greve nas Universidades Federais, vemos que o problema da educação no Brasil perspassa todas as suas etapas. Um doutor em qualquer disciplina estudou 22 anos (11 na educação básica e mais 11 na educação superior). Atualmente um doutor que ingressa numa universidade federal percebe a remuneração de R$ 7.000,00. Se formos pensar que se a pessoa entrou na graduação com 18 anos, saiu dela com 23, entrou no mestrado, saiu dele com 25 e após o doutorado esta pessoa está com 29 anos, vemos que ela teve que abdicar de várias coisas na vida, como casar etc.
    Sem contar que quem resolve trilhar este caminho do ensino superior está sempre na dependência de bolsas, estas são interrompidas etc.
    E o mais importante: é no ensino superior que está a pesquisa, nós professores da educação básica ficamos reproduzindo conhecimento, enquanto nossos colegas do ensino superior são aqueles que estão pesquisando, descobrindo outras coisas.
    Um dia este país vai mudar e a educação também, vamos continuar acreditando nisso.

    Abraços!

    Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheço tudo isso, professor Paulo, porque passei por todas essas etapas, abdiquei de muita coisa, como todos, não é fácil chegar ao doutorado neste país, só quem passou ou passa sabe e para ter um salário vergonhoso, também! Mas temos que continuar ...

      Excluir
    2. Engano seu caro colega! Mas é o que a mídia tenta mostrar. Aqui na Bahia a justiça é um faz de conta. Uma mentirada! Já estamos em greve a mais de 90 dias e tudo que a justiça tem feito é tentar provar para a sociedade que a greve é ilegal.Nos tratam como se fossemos um bando de analfabetos que se quer somos capazes de olhar um contracheque e identificar o roubo do governo. Aqui a justiça é cega, surda e muda. Principalmente para os professores. E já vimos que essa paralisação não passará de um marco histórico de resistência.

      Excluir
  10. Um ano depois precisamos continuar a luta, então vamos tocando em frente!

    Tocando em Frente
    Almir Sater

    Ando devagar
    Porque já tive pressa
    E levo esse sorriso
    Porque já chorei demais

    Hoje me sinto mais forte,
    Mais feliz, quem sabe
    Só levo a certeza
    De que muito pouco sei,
    Ou nada sei

    Conhecer as manhas
    E as manhãs
    O sabor das massas
    E das maçãs

    É preciso amor
    Pra poder pulsar
    É preciso paz pra poder sorrir
    É preciso a chuva para florir

    Penso que cumprir a vida
    Seja simplesmente
    Compreender a marcha
    E ir tocando em frente

    Como um velho boiadeiro
    Levando a boiada
    Eu vou tocando os dias
    Pela longa estrada, eu vou
    Estrada eu sou

    Conhecer as manhas
    E as manhãs
    O sabor das massas
    E das maçãs

    É preciso amor
    Pra poder pulsar
    É preciso paz pra poder sorrir
    É preciso a chuva para florir

    Todo mundo ama um dia,
    Todo mundo chora
    Um dia a gente chega
    E no outro vai embora

    Cada um de nós compõe a sua história
    Cada ser em si
    Carrega o dom de ser capaz
    E ser feliz

    Conhecer as manhas
    E as manhãs
    O sabor das massas
    E das maçãs

    É preciso amor
    Pra poder pulsar
    É preciso paz pra poder sorrir
    É preciso a chuva para florir

    Ando devagar
    Porque já tive pressa
    E levo esse sorriso
    Porque já chorei demais

    Cada um de nós compõe a sua história
    Cada ser em si
    Carrega o dom de ser capaz
    E ser feliz

    Disponível em: http://letras.terra.com.br/almir-sater/44082/

    Um bom domingo a todos e todas!!

    EDUCADORA MINEIRA

    ResponderExcluir
  11. " não poderia jamais apagar esse dia, o dia onde caimos no conto dos professores lutadores."

    Que mentalidade mais tacanha, que tipo de profissional é este que se auto-denomina educador? Não é educador e se se acha, mude de profissão, pois não é capaz de ver que toda a situação vivida foi causada por um governo inconsequente e agora vem dizer que é culpa dos colegas batalhadores. Você, caro ou cara anônima, deve ser igual a muito daqueles que não sabem por que lutam, deve ter ficado em casa, pois temia ser criticado pelos demais colegas, não teve coragem bastante nem para mostrar sua covardia de continuar indo para escola e manter o salário em dia, e devia ter feito assim como fizeram muitos, estes pelo menos tiveram a dignidade de expor suas fraquezas, e você?
    A sua dívida não é por causa das ideologias dos professores lutadores é por causa da pobreza mesmo pela qual passa a sua profissão. E saiba, você não vai pagar tão cedo sua dívida ou dívidas, exatamente pelo fato de existirem muitas pessoas iguais a você que não lutam, o que aprenderam na vida foi creditar aos outros os seus insucessos. Pare de reclamar e reflita mais sobre sua postura, porque além das dívidas acumuladas, sua insatisfação ainda vai lhe creditar muito estresse, depressão e outras doenças advindas dessa amargura. Cuide-de porque com o IPSEMG você não vai poder contar. Vai ter que ser o SUS mesmo. Ainda bem!

    Lembre-se, cada um tem da vida o que merece ter. Centenas e centenas de educadores passaram pelo que você passou, mas certamente a vida já se equilibrou ou está se equilibrando. Por que será, porque são pessoas equilibradas, isso já é tudo!

    ResponderExcluir
  12. Tem gente que sempre comprou, gastou mais do que o que ganha, viveu de empréstimo e agora vem com essa que a culpa é dos colegas. Que coisa, hein, boa desculpa para se enganar. Ninguém pode calçar uma bota que não lhe cabe, só a que se ajusta a seus pés.

    ResponderExcluir
  13. Um dia este Pais vai mudar e a educação também
    Para que isto aconteça,caros colegas,vai depen-
    der de cada um de nós.
    A campanha eleitoral para prefeitos já está começando.Os nossos deputados ,inimigos da edu-
    cação já estão aparecendo em suas bases para fortalecerem a campanha dos prefeitos.
    Vamos preparar questionamentos relacionados à educação e a situação dos professores e sabatiná-los quando estiverem nas bases e em público.Vamos incomodá-los ou melhor, desmorali-
    zá-los em público.Vamos mostrar para a sociedade quem eles realmente são.Vamos detonar a campanha política.Sendo assim, nenhum candidato a prefeito vai querer apoio de alguém que é inimigo do povo e nem vai apoiá-lo quando recanditar a deputado.
    Não vamos deixá-los tranquilos para subirem nos palanques.
    Contamos com o trabalho de todos.

    ResponderExcluir
  14. ...quando vejo o nosso governo aparecer na tv a dizer q vai fazer mais pela educação...aí eu choro, mas choro de tanto ri. Tudo q é bom custa caro...será q a nossa educação por ser tão barata, está sendo tão boa como os secretariados anunciam? TEM POR AÍ, muitos doutores q sairam de uma escola pública e estão aí arrebentando no mercado de trabalho, dando graças às 'professorinhas baratas' q os fizeram gente grande.Estão tirando a pele dos professores,sacrificando lentamente,acabando brutalmente, mas por favor senhores, ñ lhes tiram a roupa ñ, porque são pessoas de muita vergonha e dignidade e ñ gostariam da exposição.Nesse caso acredito q muitos curvariam...

    ResponderExcluir
  15. Para o Anônimo das 1:25h

    A sua dívida não aumentou por causa da greve, mas por causa da covardia de muitos colegas que não tem a coragem de lutar pelos seus direitos. Muitos colegas que não aderiram à greve estão mais endividados do que você, porque ganham uma meleca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Alfredo Junqueira11 de junho de 2012 19:36

      Concordo com você,só não entendo porque tantos não dão o nome.Medo de quê?Do mafioso Danilo de Castro que enrolou Beatriz com ajuda dos deputados Rogério Correia e Antônio Júlio?É,pode ser...

      Excluir
    2. Companheiro, quem disse que Beatriz,Rogério Corrêa e outros foram enrolados? Participei da greve de 2011 toda e o que descobri é que "os enrolados" fomos nós.O tempo todo eles nos ludibriaram e nos venderam. Fizeram tudo isto na nossa cara e nós caímos como uns patos.Quero que todos eles se dirijam para os quintos dos infernos!
      Continuo na luta, mas do meu jeito.NÃO ACREDITO EM SINDUTE,DEPUTADOS SAFADOS E CIA.

      Excluir
  16. E vão continuar endividados e doentes se não tiverem coragem para tomar uma postura. Porque a dívida, o aperto financeiro traz doenças e sérias, como AVC,INFARTO,DEPRESSÃO e outras, consequências das condições vividas no magistério público mineiro. E nem atendimento adequado encontra no Ipsemg, então deve-se evitar adoecer. Que as pessoas se conscientizem de tudo isso quando tiverem que agir contra este estado de coisas, caso contrário vão transferir seus sofrimentos para os colegas que são tão sofredores quanto, mas nunca os tranferirão aos governos nefastos que os governam. Esse olhar tem que se estender, parem de ficar olhando só para os arredores. A culpa não está nos colegas que dão a cara para bater, muito do que se conquistou ao longo da história de luta dos educadores se deve àqueles que apanharam literalmente, que sofreram na pele a dor da repressão.Esses não reclamam, aguentam firmes e estão prontos para outra. Exatamente porque são gente de outro barro. Parabéns a essa gente heroica que está aí na luta, fazendo acontecer, parabéns a profª Marly Gribel, parabéns ao prof. Euler e tantos outros lutadores espalhados por essas Minas Gerais fazendo com que a perseverança por dias melhores não se desfaça!

    ResponderExcluir
  17. EU TAMBÉM ADQUIRI ALGUMAS DIVIDAS MAIS JAMAIS VOU ME ARREPENDER DE TER LUTADO EM 2011.CRIO UMA FILHA SOZINHA DEUS ELA E OS COLEGAS QUE ESTAVAM JUNTO COMIGO FORAM MINHA FORÇA.PARABÉNS PRA TODOS NÓS EDUCADORES MINEIROS!!!

    ResponderExcluir
  18. Sou efetivado e passei no concurso para outra cidade da mesma SRE. Gostaria de saber se tem possibilidade de tomar posse na minha cidade. Já que não estou prejudicando ninguém?
    Essa situação deve estar acontecendo com várias pessoas.Quem sabe se juntarmos e brigarmos pelos nossos direitos não encontramos brechas na lei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo, o edital do concurso não cita essa possibilidade de efetivado poder tomar posse no cargo em que já se encontra efetivado. Além do edital não citar essa possibilidade, e edital tem que ser respeitado, a posse só se dá em cargo vago e o cargo em que você está efetivado já está ocupado por você, ou seja você jamais poderá tomar posse em um cargo em que alguém já está ocupando, que no caso é você. Analisando aos olhos da lei jamais vocês, efetivados, poderão tomar posse em um cargo que já esteja ocupado por vocês mesmos, isso deveria ter sido colocado no edital antes do concurso se iniciar, agora já era. Muitos efetivados não fizeram concurso pelo fato de em sua cidade e em outras cidades próximas não terem vaga em sua área, mas se agora puder tomar posse em cargo em que o efetivado já esteja ocupando os efetivados que deixaram de fazer concurso ficarão prejudicados e com certeza entrarão na justiça com uma ação. Agora se antes do concurso se iniciar essa possibilidade já estivesse sido citada no edital do concurso aí sim não ficaria ninguém prejudicado. De acordo com a CONSTITUIÇÃO FEDERAL as regras de um concurso devem constar no edital e tudo que estiver fora do edital é proibido fazer, logo efetivado tomar posse no cargo em que já se encontra efetivado não está contido no edital e por isso mesmo é proibido.

      Excluir
    2. Olha o que a resolução estabelece:

      DA DESIGNAÇÃO
      Art. 25 Não haverá abertura de inscrição para candidatos à designação na
      rede estadual de ensino em 2012, prevalecendo a listagem que vigorou em
      2011.
      Art. 26 Onde houver necessidade de designação, esta será processada
      observada a seguinte ordem de prioridade:
      I- candidato habilitado, concursado para o município ou SRE e ainda não
      nomeado, obedecida a ordem de classificação no concurso;
      II- candidato habilitado, concursado para outro município ou SRE e ainda não
      nomeado, obedecido o número de pontos obtidos no concurso, promovendo-se
      o desempate pela idade maior;

      Excluir
  19. Este dia não pode ser esquecido pois com certeza os seus desdobramentos não ocorreu na sua totalidade acredito que toda ação tem uma reação, estamos nos preparando para um grande confronto. Não é o momento para discutirmos ou mesmo nos agredindo ao invez de agressões apontem caminhos ou novas formas de ação contra este estado tortalitário. É dificil esperarmos que a injustiça vá resolver os nossos problemas eles se resolvem através da pressão do conflito nas mesas de negociação.
    Na Bahia, a injustiça ainda está pressa aos velhos coronéis magalhães por isso a justiça deu ganho de causa aos professores porque Jacques Wagner é um estranho no ninho.
    O momento é de trabalharmos nos bastidores, organizem aulas que despertem o senso crítico dos seus alunos sem precisar citar nomes. Trabalhem a escola que temos e as possibilidades de realização do aluno. Do professor. Essa é escola que vocês querem? O que falta? E os responsáveis o que fazem para modificar esta situação de caos? E a direção da escola o que tem feito? E os seus pais o que pensam de todo este descaso? Mandem os alunos pesquisarem a situação, podem pedir para consultar o blog do Euller. Trabalhem textos abordando neoliberalismo e educação. Trabalhem Karl Marx e luta de classes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi colega das 14:29, acho que podemos ser nomeados em nossos cargos sim, afinal a lei 100 também é inconstitucional e acharam uma brecha na lei, penso que vão conseguir resolver essa situação sim, afinal não vai prejudicar ninguém e sim só beneficiar, vamos ficar no cargo que fomos efetivados, não estamos pegando vaga de ninguém e ainda vai sobrar mais vagas para os concursados.Quanto aos efetivados que não fizeram o concurso tiveram as mesmas oportunidades, mas não fizeram o concurso porque não quiseram, mas também não serão prejudicados porque permaneceram nos cargos como efetivados.

      Excluir
  20. Um ano se passou e o governo não mudou em nada. Continua com suas mentiras e dissimulações para enganar a população.
    Estou me aposentando este ano, tenho férias prêmios para serem usufruídas, com pedido realizado desde 2011, e, até agora nada!.. Porém no site da educação está escrito que, para quem irá aposentar dentro de um ano, as férias prêmio seriam liberadas. Mais uma lorota do governo. Acredite se quiser!

    ResponderExcluir
  21. ACORDA PROFESSORADA!

    PRECISAMOS INICIAR JÁ UMA NOVA GREVE - AGORA SEM NEGOCIAÇÃO - OU VAMOS PERDER O BONDE DA HISTÓRIA E TAMBÉM O PISO SALARIAL NACIONAL!
    FALAR DE DESESPERANÇA E COISAS PARECIDAS DE NADA ADIANTA; PRECISAMOS É DE RADICALIZAR, OU SEJA,NÃO VOLTARMOS AO TRABALHO SEM O PISO.
    SIMPLES ASSIM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Negociação ?????????? Pra fazer palaque pra políticos nos venderem ?????????? ESTAMOS SENDO USADOS DESDE SEMPRE. O PT nos traiu. Coligou com o PSDB. Acabou -se as esperanças. Sindipelego ajudou na "venda". Agora são todos amiguinhos de braços dados e a gente que perdeu piso, carreira e dignidade.

      Excluir
  22. Caro amigo Euler,

    A centelha que veio faiscando em mais esta de suas brilhantes e realistas análises tocou profundamente o brio de cada um de nós que estamos acompanhando a manifestação deixada pelos colegas neste valioso espaço... Está explícita aqui a mais pura e dura realidade que estamos enfrentando... A crueldade dos desgovernantes para conosco já ultrapassou todos os limites... E a lucidez desses fatos precisa vir à tona com força total em nossa categoria literalmente sucateada... O fogo tá pegando e tem que incendiar mesmo, temos que mostrar nossa força com atitudes eficazes contra nossos opressores.

    Um forte abraço e força sempre!

    Patrícia - Montes Claros.

    ResponderExcluir
  23. Que bom ver vc de novo nos brindando com suas palavras. Vc foi o que nos restou de bom dessa greve.
    No mais foi muito sofrimento, e continua. Nossos direitos foram para o lixo. Nem férias-prêmio podemos tirar. Aí resta as licenças de saúde. Porque a tristeza se abateu sobre a categoria que está doente, e sem esperança.
    Precisamos lutar contra nossos opressores, mas como???

    ResponderExcluir
  24. AGORA TEMOS QUE DAR 5,00 REAIS TODO MÊS PARA COMER A MERENDA NA ESCOLA.

    ResponderExcluir
  25. Vocês não tem juízo ?
    Fazer greve neste momento em que escolas correm risco de fechar por falta de aluno.As escolas particulares estão salivando com vontade de papar nossos alunos.
    Tem gente que se envaidece por ter filho em escola particular.Pode ser a maior m.....mas, mesmo assim se sentem muito importantes.A educação no Brasil está ruim em todos os cantos e níveis.

    ResponderExcluir
  26. Em BH - Minas o PT coligou com o PSDB via PTB do Mares Guia que foi Secretário da Educação do PSDB. explicando a nossa terrível derrota na questão do PISO SALARIAL. Sabia que tinhamos sido "vendidos" mas não como moedas de troca, de barganha política. Em Minas PT,PSDB e PTB = a farinha do mesmo saco. Não votem em Lacerda. SINDIPELEGO devia saber de tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. José Alfredo Junqueira12 de junho de 2012 15:30

      É isso mesmo Gracieusa,este sind e os deputados trairam a categoria.Quem em sã conciencia indicaria o término daquela luta de 112 dias por causa de um papelzinho assassinado,digo assinado,por Danilo de Castro?

      Excluir
  27. Os nossos alunos não podem pagar escola particular, os que foram no meio do ano passado, já voltaram porque a maré não está para peixe e nem para os pais deles, afinal são tão pobres como os professores de seus filhos. Além disso, lá também não tem almoço a oferecer.

    ResponderExcluir
  28. O Sr. governador irá dar um aumento para o pessoal do Tribunal de contas, de 8.000,00 reais( pouco né ?) para pasmem 15.000,00 por seis horas diárias, e tem professor que não participa do movimento, vamos morrer todos de fome.

    ResponderExcluir
  29. https://fbcdn-sphotos-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/546337_233087310139558_1963513885_n.jpg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkk GREVE DOS ELEITORES !!

      Excluir
    2. Em BH, até o presente momento é a opção mais viável e inteligente para a população.

      GREVE DOS ELEITORES por falta de opção por candidatos capacitados.

      Excluir
  30. Não aguento mais a participação dos alunos da escola na qual leciono no JEMG. Não tem como marcar avaliação, trabalho, nada. E, detalhe, os piores alunos são os 'atletas'que participam, e estão só perdendo aula. Cadê a QUALIDADE do ensino? É pra chorar, meu povo!!!

    ResponderExcluir
  31. Em discussão na câmara dos deputados mudança no índice de reajuste do piso.Vamos fazer pressão. Vamos exigir respeito e denunciar as mazelas aqui em Minas.Entrem no site da câmara dos deputados e comentem as notícias ou fale com os deputados.

    ResponderExcluir
  32. ACREDITE SE QUISER E PUDER:

    DILMA:
    "Ele (Anastasia) é de um partido e eu sou de outro, mas temos o mesmo posicionamento republicano. Tenho em Anastasia um parceiro. Respeito e tenho certeza, (Anastasia) é um grande político brasileiro com noção de país. Tenho certeza de que é um dos parceiros estratégicos para o Brasil ter pernas próprias para enfrentar a crise", elogiou.

    ANASTASHILTER:
    O governador, apesar de ter discursado antes da presidente, também enalteceu as realizações do governo federal e a parceria da União com o Estado. "Gostaria muito de agradecer, em nome dos 20 milhões de mineiros, esse apoio que tem sido realizado ao governo de Minas, não só nessa obra. E eu tenho feito isso publicamente, amiúde, como também nos diversos projetos das diversas políticas públicas quer na área da educação, da saúde, onde as parcerias estão acontecendo", disse.

    SE TIVER ESTOMAGO LEIA MAIS AQUI

    http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=205257,OTE

    SYLO COSTA:

    E, por falar em generalidades, não sei se vocês notaram, chamei dona Dilma de "presidenta". Não foi por erro ou adesão ao feminismo em moda que o fiz, mas por obrigação. É que em tempos de CPMIs, Copa do Mundo, Delta-Pac etc., ainda sobra tempo para vaidades que só a psicanálise freudiana pode explicar.


    Foi publicada a Lei nº 12.605, em 3/4/2012, que obriga o emprego da flexão de gênero para nomear profissão. Assim, reza a dita-cuja: "as instituições de ensino públicas e privadas expedirão diplomas e certificados com flexão de gênero correspondente ao sexo da pessoa diplomada, ao designar a profissão e o grau obtido. Art. 2°: As pessoas diplomadas poderão requerer das instituições referidas no art. 1º a remissão gratuita dos diplomas, com a devida correção segundo o regulamento do respectivo sistema de ensino".

    Até mais, tenho de ir ao "dentisto"...

    http://www.otempo.com.br/otempo/colunas/?IdColunaEdicao=18928

    ResponderExcluir
  33. QUANTO AO PISO, PISADO, ETC. PERDI AS ESPERANÇAS, NO BRASIL TEM LEI SÓ PARA ELES, FAZEM LEI PARA BENECICIAR TODOS, MAS QUE FAZER NOS OS DEMAIS SOFREDORES, NÃO SAEM DO PAPEL, O JUDICIÁRIO É DA TURMA, TODOS CONIVENTES E CORRUPTOS.

    SE NÃO SÃO, PROVEM E MANDE A GOVERNO CUMPRIR A LEI.

    AI ESTÁ O DESAFIO.

    ResponderExcluir
  34. AMIGOS,FIZ O CONCURSO DO ESTADO PARA PROFESSOR DE BIOLOGIA, PELO QUE EU ENTENDI EU NÃO POSSO UTILIZAR MEU TEMPO DE ESTADO EM CIÊNCIAS UMA VEZ QUE FIZ INSCRIÇÃO PARA BIOLOGIA. A METROPOLITANA NÃO SABE ME RESPONDER? ALGUM NOBRE PROFESSOR SABE?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VOCE PODERA USAR O TEMPO SIM,AFINAL É EXPERIENCIA DOCENTE, PORÉM QUEM POSSUI TEMPO EM BIOLOGIA TEM PRIORIDADE.
      APÓS 5 ANOS DE EXERCÍCIO É PERMITIDO AVERBAR CONTAGEM DE TEMPO DE SERVIÇO PRESTADO EM ESCOLAS PARTICULARES E ATÉ MESMO EM EMPRESAS.

      Excluir
    2. A EXPERIENCIA É NO CONTEÚDO LECIONADO, PORTANDO SE O COLEGA LECIONOU CIÊNCIAS E O CARGO E BIOLOGIA, SÓ CONSULTANDO SEE/FCC, PORQUE CIÊNCIAS NÃO É BIOLOGIA ASSIM COMO MATEMÁTICA NÃO É PORTUGUÊS.
      NO CASO DE PROFESSOR ANOS INICIAIS POR EXEMPLO, SÓ PODERÁ CONTAR TEMPO ANOS INICIAIS, TIPO ANTIGO P1

      Excluir
  35. Aqui em nossa região está correndo um boato de que os servidores que ingressarem no estado pelo concurso que está em andamento irão contribuir pelo inss. Gostaria de saber se alguém tem alguma informação sobre isto?

    ResponderExcluir
  36. A nossa luta neste momento tem que ser POLÍTICA.

    Temos que tirar nossos inimigos do poder.

    ResponderExcluir
  37. OPA. UAI SÔ TÁ MIORANO, JÁ TÁ EM 8%, FARTA POCO PRA 10% UAI.

    VAMO LÁ MINHA GENTE. VAMO A LUTA.

    10% JÁJAJAJAJAJAJAJÁ

    ResponderExcluir
  38. CLARO NÉ SE NÃO AUMENTAR A SALÁRIO DO PESSOAL DO TCE, NÃO APROVAM AS CONTAS. HE, HE, HE.

    ResponderExcluir
  39. VEJAM COMO ELES SE AMAM:

    O senador Aécio Neves (PSDB), um dos principais representantes do PSDB em Minas Gerais e no Brasil, elogiou o nome escolhido pelo PT como vice na chapa do prefeito de Belo Horizonte e pré-candidato à reeleição Marcio Lacerda (PSB). O senador tucano classificou como "um nome qualificado" o do deputado federal Miguel Corrêa Júnior, escolhido no último domingo como vice na chapa que terá novamente o polêmico apoio do PT e PSDB, tradicionais rivais em todo o Brasil.

    ResponderExcluir
  40. Blog de Ricardo Setti
    Por que Perillo não conta como alertou Lula sobre o mensalão?

    O depoimento do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), à CPI do Cachoeira surpreende por dois fatos:

    1. O caráter morno dos questionamentos de parlamentares adversários dos tucanos, inclusive o relator petista, o deputado Odair Cunha (PE).

    2. A espantosa decisão do governador de, mesmo tendo tido uma oportunidade de ouro, não querer se alongar sobre seu encontro com Lula, em 2005, durante o qual teria advertido o então presidente sobre a existência do mensalão — um sistema de corrupção destinado a obter apoios ao governo entre deputados mediante pagamento em dinheiro.

    Apertado pelo deputado governista Felipe Pereira (PSC-RJ) sobre se não fora avisado a respeito de corrupção em seu próprio governo, Perillo mencionou o mensalão em poucas palavras:

    – Uma deputada foi ao meu gabinete e me contou. Em uma das visitas que fez ao Estado de Goiás, tomei a iniciativa no sentido de avisar o senhor presidente.

    “Águas passadas” coisíssima nenhuma!

    O deputado governista ainda, provavelmente sem querer, até ajudou, ao insistir, mas o governador não quis falar do assunto, dizendo que “o foco desta CPI não é o mensalão e acrescentando:

    – O foco é outro. E não vou, em hipótese alguma, tratar desse assunto numa sessão como essa. Isso são águas passadas.

    Não são águas passadas, coisíssima nenhuma! São águas tão “passadas” que os mensaleiros irão a julgamento pelo Supremo Tribunal “deste país” em agosto.

    A atitude de Perillo é incompreensível. Suas declarações, no âmbito de uma CPI de repercussão nacional, reavivariam fortemente a memória do escândalo do mensalão e poderiam esclarecer, no mínimo, a omissão do deus supremo do lulalato diante da bandalheira denunciada pelo Ministério Público.

    Perillo continua tendo que explicar suas relações com o malfeitor Carlinhos Cachoeira. A partir de agora, precisará, também, explicar seu silêncio sobre algo tão relevante. Será que quis proteger Lula?

    “Neste país”, tudo é possível.

    ResponderExcluir
  41. Só Perillo não viu
    Dora Kramer, O Estado de S.Paulo

    O governador Marconi Perillo começou comandando o show na CPMI mais famosa do Brasil.

    Senhor do tempo na apresentação inicial feita em tempo quatro vezes maior que os 20 minutos regulamentares, deu explicações em princípio convincentes sobre a venda da casa onde foi preso Carlos Cachoeira, aproveitou para propagandear seus feitos em Goiás e ainda reivindicar a autoria de dois dos mais celebrados programas sociais do governo petista: o ProUni e o Bolsa-Família.

    Contou para isso com a colaboração da linha de interrogatório escolhida pelo relator, feita no intuito de cumprir o rito de defesa e levar o governador a se pronunciar sobre tópicos polêmicos já conhecidos e a respeito dos quais Perillo chegou bem preparado para responder.

    Em uma hora e meia de questionamento, o deputado Odair Cunha deixou passar oportunidades de preencher lacunas sobre as relações dele com Cachoeira.

    Tampouco deu ouvidos às reiteradas referências do governador ao envolvimento de pessoas, partidos e governos com pagamento de propinas, com a construtora Delta, com o senador Demóstenes Torres e com o acusado de comandar a organização criminosa alvo da comissão de inquérito.

    Fruto de um pacto não escrito nem explícito de não agressão entre PT e PSDB, com participação coadjuvante do PMDB?

    As citações elogiosas de Perillo ao governo, aos ministros, à presidente Dilma Rousseff e a maneira como se esquivou de abordar o aviso dado a Lula sobre a existência do mensalão poderiam reforçar essa percepção.

    Mas acertos são de difícil sustentação, como demonstrado pela reação do PSDB quando o relator referiu-se ao governador como "investigado" e perguntou se ele abria mão de seus sigilos fiscal, bancário e telefônico.

    Além disso, as investigações dependem mais do cruzamento de informações substantivas - obtidas, por exemplo, da quebra de sigilos - que do conteúdo dos depoimentos.

    Nestes, às vezes importa observar mais o que o depoente busca ocultar e menos o que se preparou para contar.

    ResponderExcluir
  42. VEJAM COMO ELES SE AMAM:

    A presidente Dilma Rousseff aproveitou a visita a Belo Horizonte - sua cidade natal -, ontem, para alfinetar tucanos e rebater críticas sobre o modelo de desenvolvimento econômico adotado pelo governo federal, porém, não poupou elogios ao governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De agora em diante a presidenta perdeu meu voto.
      Não voto em mais ninguém.

      Excluir
  43. Euler, bom dia!
    Venho aqui trazer uma sugestão: estive recentemente numa consulta médica com sintomas de depressão, depressão real... Ao relatar os meus problemas de trabalho para o profissional que me atendia ouvi a seguinte frase:
    - Vocês também não se organizam. Precisa se unir, se organizar...
    Fiquei a princípio mais nervosa e fiz referência 2011.
    voltei para casa com um atestado, duas receitas de medicamentos e um pensamento.
    Há anos focamos a nossa greve em melhoria salarial e nem vou debater os resultados aqui. Onde quero chegar: precisamos urgente começar a fazer manifestações e se for necessário até greve pela melhoria das condições de serviços, e com participação da comunidade.
    queremos instalações adequadas, alimentação para o trabalhador,pois não podemos nos alimentar da merenda do aluno, salas de aulas com número menor de alunos, para evitar essa situação de estresse que abrange a maioria dos profissionais e outras coisas que são dever o Governo e que a sociedade não percebe porque não são reclamadas publicamente. E o momento para começarmos é agora!
    qual seria a reação do Governo mediante um movimento da educação que não tenha como bandeira uma campanha salarial? Ganharíamos o apoio da comunidade?
    Professora de escola de BH, atuante em movimentos, perseguida na escola por ter fama de grevista e que portanto não pode se identificar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. outras coisas: retorno dos 180 dias letivos, porque aumentar em quantidade não significa qualidade; concurso público para outros profissionais na escola: psicólogo, nutricionista e assistente social.

      Excluir
    2. Você quis dizer alimentação,né? Não é vitamina de banana ou suco industrializado,de péssima qualidade com biscoito quebra dente,não,né?

      Excluir
  44. Viram, meus caros, são todos farinha do mesmo saco! Se depender da grande amizade, agora, estampada nos jornais mineiros entre a Presidenta e o Governador, os professores federais também não alcançarão nada em suas reivindicações, pois certamente a Presidenta veio a Minas fazer um cursinho intensivo com o governador, a fim de aprender como ludibriar e massacrar educadores. Embora, acredite, que com os educadores federais não vai ser tão fácil quanto foi com os educadores mineiros, por conta de outros fatores, mas vamos ver no que vai dar essa parceria tão afetiva entre a presidenta e o governador. O Amor está no ar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DILMASIA? Esta parceria é antiga....

      Excluir
  45. http://www.youtube.com/watch?v=vWEPiB0dAEE&feature=youtu.be


    Che 40 anos "Sin perder la ternura"!

    ResponderExcluir
  46. OLÁ PESSOAL! FIQUEI BEM CLASSIFICADA NO CONCURSO DE SANTA LUZIA ALGUÉM SABE ME DIZER SE É BOM TRABALHAR LÁ. AGUARDO RESPOSTA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já trabalhei em Santa Luzia.No meu tempo era E.Estadual Modestino, perto da matriz.Hoje ela é da prefeitura.
      Gostei muito de lá, super limpa, organizada,etc.Não tenho notícias das outras.

      Excluir
  47. Meu deputado, vejam aí:
    http://www.youtube.com/watch?v=r2zAyOeZvyU

    ResponderExcluir
  48. João Paulo Ferreira de Assis14 de junho de 2012 21:32

    Prezado amigo Professor Euler

    Parece que os reaças resolveram vir aqui. O pior é que eles não se identificam (será por medo?)com notícias do blog reacionário do Ricardo Setti (da Veja) e o artigo da Dora Kramer. Mas vir apoiar o Piso salarial profisssional nacional pago na carreira, eles não apoiam. Duvido que sejam professores. Deve ser gente do governo que vem até aqui.

    E eu assino com o meu nome completo
    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  49. NÃO HÁ MAL QUE DURE PARE SEMPRE.

    E AÍ AÉCIO E ANASTASIA,

    A CASA ESTÁ ESTREMECENDO.


    Minas 247

    Greve na saúde, transporte e educação em Minas

    SERVIDORES DOS HOSPITAIS PÚBLICOS DO ESTADO DECIDEM MANTER A PARALISAÇÃO POR TEMPO INDETERMINADO; NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS, UFMG VAI ADERIR NA PRÓXIMA SEMANA E MOVIMENTO CHEGARÁ A PRATICAMENTE 100%; METROVIÁRIOS NÃO ACEITAM NOVAMENTE A TENTATIVA DE ACORDO E METRÔ DA CAPITAL CONTINUARÁ FUNCIONANDO SÓ NOS HORÁRIOS DE PICO
    14 de Junho de 2012 às 21:00
    Minas 247 - Três importantes serviços estão com as atividades paralisadas em Minas Gerais: a saúde, a educação e o transporte públicos.
    Nesta quinta-feira, servidores dos hospitais do estado fizeram assembleia e decidiram manter a greve. Além disso, houve uma manifestação, durante a tarde, no Centro de Belo Horizonte. Eles querem reajuste salarial, revisão do plano de carreira, pagamento de direitos trabalhistas e redução da jornada para 30 horas semanais. A decisão da categoria mantém a paralisação por tempo indeterminado.
    A greve na educação suspendeu as aulas em praticamente todas as universidades federais no território mineiro. Restaram apenas a UFMG e a Unimontes, de Montes Claros, representadas por outro sindicato, a APUBH. Mas por tempo curto: os professores dessas universidades decidiram aderir à paralisação, que é nacional, a partir do dia 19, na próxima semana. Até lá, as aulas ocorrerão normalmente.
    A greve mais duradoura entre todas é no transporte público da capital, com os metroviários. A categoria está trabalhando apenas nos horários de pique. Nesta quinta-feira, eles tentaram novo acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), mas sem sucesso. Descartaram a proposta de 2% de reajuste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem puder ver, é um documentário bastante informativo:

      - http://www.youtube.com/watch?v=6uLkX662iEM

      Excluir
  50. "DAQUILO CASTRADO", CHEGARÁ À CPMI DO CACHOEIRA NA HORA CERTA.


    MAIS SUJO QUE PAU DE GALINHEIRO,

    MAIS SUJO QUE O RIBEIRÃO ARRUDAS.

    Aguardem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que vai dar SAMBA? Uiui..ah..ah..Só vendo para crer!!!

      Excluir
  51. STF decide que empregado público contratado sem concurso tem direito à FGTS!
    Abaixo, o material distribuído pela Assessoria de Imprensa do STF:
    Reconhecido direito ao FGTS a ex-servidor com contrato nulo por ausência de concurso
    O Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu o direito aos depósitos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) aos trabalhadores que tiveram o contrato de trabalho com a administração pública declarado nulo em função de inobservância da regra constitucional que estabelece prévia aprovação em concurso público.

    Fonte: Assessoria de Imprensa do STF

    AGORA OS EFETIVADOS VÃO CAIR NA REAL, A EFETIVAÇÃO FOI UM GOLPE!ELES TINHAM DIREITOS TRABALHISTAS E O GOVERNO JA SABIA QUE IA ACONTECER.

    ResponderExcluir
  52. No site do sindute foram colocados todos os questionamentos nas ultimas reuniões, governo e Sindicato, até dia 4/6. Mas, o site da SEEMG, saiu do ar, e o do Sindute diz que eles prometem tudo para julho, posicionamento, ferias premio, etc
    Mas, o que perguntam,aqui, de concurso, tb foi falado. O sindute pede que o professor que passou e já está na escola continue. Isto vi, ontem.Abraços e vejam o site Sindute, não tem muito, mas pelo menos resolveram escrever alguma coisa pra gente.

    ResponderExcluir
  53. Gestão democrática
    É esse o nome que recebe o mandato dos/das diretores/diretoras eleitos/eleitas? Faz tanto tempo que perdi de vista a nomenclatura correta. Perdi de vista em virtude do modo desrespeitoso com o qual percebo que certos diretores/diretoras tratam professores e funcionários.
    Como se não bastassem as humilhações às quais o desgovernador do estado submete os/as servidores da educação, não cumprindo a lei do piso, há certos diretores que agem como se os/as profissionais do ensino fossem propriedade particular (diretores capitães do mato). Atuo em uma escola onde é comum as pessoas chorarem face às humilhações que sofrem. Quase ninguém tem coragem de denunciar isso porque a superintendência não toma providências, melhor dizendo, normalmente ao ler a denúncias a superintendência pede aos/às agredidos/agredidas moralmente que mudem de escola. Também há casos em que a superintendência vai até a escola e mostra as denúncias para o/a diretor/diretora e deixa as pessoas que denunciaram à mercê de mais humilhações e perseguições.
    Sul de Minas
    Alguém poderia informar se há algum órgão onde podemos resolver esse tipo de problema? Não posso repetir neste blog o que o/a diretor/diretora fala e faz dentro da escola, porque sinto vergonha.
    Não posso me calar, porque acredito na Educação, sei que a nossa causa é justa e não podemos deixar que pessoas desqualificadas transformem a escola num local de desmandos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professora Geralda de Lourdes, pelo meu entendimento isto é assédio moral. Consulte um advogado e exponha o caso para ver se é caracterizado como tal. Se for o caso, o Estado pode responder por assédio moral.

      Excluir
    2. Muito obrigada, João Paulo. Usei esse espaço para perguntar porque acredito que calar diante de injustiças é ser tão injusto quanto quem as pratica. Abraço
      Geralda de Lourdes

      Excluir
    3. Professora, o que importa é como se sente.Humilhada, incapaz... O diretor é que não está cumprindo o seu papel.Tenho visto muitos assim: autoritários e vaidosos.Processsa!

      Excluir
  54. Minas 247

    Minas tem a Justiça penal mais lenta do país

    INQUÉRITOS PARADOS NAS DELEGACIAS EMPURRAM MINAS GERAIS PARA O ÚLTIMO LUGAR NO RANKING NACIONAL DE SOLUÇÃO DE HOMICÍDIOS. SOMENTE SEIS ESTADOS CUMPRIRAM A META DE 90% DE CONCLUSÃO DOS CASOS FIXADA POR ÓRGÃOS DA JUSTIÇA
    15 de Junho de 2012 às 11:39

    Minas 247 – Apenas 3,24% dos inquéritos de homicídios registrados no estado até 2007 foram concluídos até abril deste ano. Estudo mostra que a produtividade da justiça penal mineira é a pior do país.
    A despeito dos números ruins, Minas tem o segundo maior efetivo de policiais civis do Brasil, atrás apenas de São Paulo.
    Confira a matéria da jornalista Alessandra Mendes, do jornal Hoje em Dia
    Minas Gerais amarga a última posição no ranking de estados brasileiros que encerraram inquéritos de homicídios antigos. Dos 12.032 assassinatos cuja investigação não foi finalizada até 2007, apenas 3,24% (390) tiveram um desfecho até abril deste ano. A lista de produtividade nacional é encabeçada por Acre, Roraima, Piauí, Maranhão, Rondônia e Mato Grosso do Sul, os únicos a cumprir a meta de conclusão de 90% dos casos fixada pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Ministério da Justiça.
    Todos os estados foram mobilizados para solucionar os inquéritos por meio de uma ação proposta pelas três entidades. O estudo detalhado sobre a investigação de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) no Brasil foi divulgado nesta quarta-feira (13). Ele mostra que Minas ainda tem 11.642 casos em aberto, anteriores a 2007.
    No país, a mobilização resultou na conclusão de 43.123 assassinatos pendentes, mas outros 91.821 ainda aguardam resposta. De acordo com a conselheira Nacional do Ministério Público, Taís Schilling Ferraz, a situação de Minas é “delicada”.
    “Nosso desafio é trabalhar a conclusão de inquéritos parados no Estado, que teve o menor índice de produtividade do país. Temos que entender onde estão as limitações e tentar resolver os problemas”, afirma.
    Traçar um diagnóstico de como o homicídio é investigado no país faz parte dos objetivos da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp), que teve início em 2010 e propõe melhorias nesse sentido. “Chegamos a um percentual nacional de 31,96% de encerramento dos casos que estavam praticamente esquecidos, mas o mais importante são os dados que conseguimos. Ninguém tinha ideia de que tantos homicídios no Brasil não haviam sido esclarecidos”, explica Taís.
    Para entender o que acontece dentro das delegacias e acaba impedindo o fechamento dos inquéritos, também foi observado o efetivo de policiais civis encarregados desse trabalho.
    Apesar da menor produtividade, Minas não é o estado que mais sofre com falta de pessoal: tem o segundo maior efetivo de policiais civis do país, atrás apenas de São Paulo. A quantidade de delegados e peritos também coloca o Estado em vantagem com relação às outras unidades da federação.
    “Há déficit em todos os estados, principalmente com relação ao número de peritos. O ideal seria que, a cada informe de homicídio, uma equipe formada por investigador, delegado e perito fosse até o local, mas sabemos que isso não acontece”, ressalta a conselheira do CNMP. De acordo com Taís, não existe uma proporção ideal de profissionais por 100 mil habitantes, mas seis delegados e três peritos para cada grupo, como acontece em Minas, não é suficiente.
    Os 21 estados que não conseguiram alcançar a meta de conclusão de inquéritos de homicídios têm um novo desafio. Já estão sendo contabilizados os assassinatos até dezembro de 2008, cujos casos deverão ser fechados até abril de 2013. “Quem não cumpriu a proposta vai acumular os inquéritos e terá que trabalhar ainda mais para o ano que vem”, avisa a conselheira.

    E AÍ ANASTASIA??

    - O PIOR GOVERNADOR DE TODOS OS TEMPOS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minas Gerais teu nome é MENTIRA.....

      Excluir
    2. Chamar este "ser" de pior governador é elogio... Não encontrei ainda adjetivo que possa qualificá-lo!

      Excluir
  55. Nossa, como o tempo passa depressa! parece que foi ontem o tempo em que tínhamos alguma esperança.
    Podem me chamar de desiludida. Sou.
    Um beijo a todos.
    Euler, meu filho, lembra-se de mim? Sua namorada virtual...

    ResponderExcluir
  56. quinta-feira, 14 de junho de 2012

    Governo de Minas apresenta proposta para nova regulamentação de férias-prêmio
    Proposta para nova regulamentação para concessão de férias-prêmio estabelece prazo máximo para análise dos pedidos dos servidores



    Na tarde desta quarta-feira (13-06), em reunião com diretores do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), representantes do Governo de Minas apresentaram proposta para a nova regulamentação da concessão de afastamento em férias-prêmio. Em 2012, esta foi a quinta agenda entre representantes do Governo de Minas e da entidade.
    Pelo Governo de Minas, participaram a secretária adjunta, Maria Sueli Pires, a subsecretaria de Informações e Tecnologias Educacionais, Sônia Andere Cruz, da Secretaria de Educação (SEE); a subsecretária de Gestão de Pessoas, Fernanda de Siqueira Neves, da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), e a chefe de gabinete do Escritório de Prioridades Estratégicas, Mônica Bernardi. Pelo Sind-UTE/MG, compareceram a coordenadora Beatriz Cerqueira e a integrante da Comissão de Negociação, Feliciana Saldanha.


    Proposta
    Atualmente, de acordo com a resolução 74/2010, o afastamento em férias-prêmio é concedido a até 20% do total de servidores em exercício nas escolas estaduais. A proposta apresentada nesta quarta-feira aos representantes do sindicato mantém o percentual de até 20%, sendo de até 10% por semestre, mas estabelece critério diferenciado para os servidores com direito às férias-prêmio que cumprirem os requisitos para a aposentadoria.


    Todos os servidores que estiverem próximos da aposentadoria e que tiverem direito às férias-prêmio poderão se afastar para gozarem esse benefício. Ou seja, esses servidores não serão computados na base de cálculo para a aplicação do percentual de até 20% e poderão usufruir todo o saldo de férias-prêmio que tiverem direito. Outro avanço contido na proposta é que as férias-prêmio adquiridas pelo servidor até 29/2/2004 necessariamente serão convertidas em espécie no ato da aposentadoria.


    Além disso, os representantes do Governo de Minas apresentaram fluxograma que assegura prazo máximo para a análise dos pedidos de afastamento em férias-prêmio. Os representantes do governo apresentaram sugestão de modificação do fluxo atual, descentralizando a análise e assegurando maior agilidade. A proposta é que o ato de publicação da concessão de afastamento em férias-prêmio (nos casos em que o servidor tivesse o benefício comprovado) seja publicado em até 60 dias a partir da data do pedido oficializado.


    As novas regras para o afastamento em férias-prêmio entrariam em vigor a partir de 2013 e seriam regulamentadas através de resolução conjunta das secretarias de Estado de Educação (SEE) e de Planejamento e Gestão (Seplag)a ser publicada em meados de julho deste ano.

    As dirigentes do sindicato solicitaram aos representantes do Governo de Minas tempo para a análise da proposta apresentada. O retorno da avaliação dos integrantes do Sind-UTE/MG será dado em reunião extraordinária, marcada para a próxima segunda-feira, dia 18 de junho, a ser realizada na Cidade Administrativa.

    Como funciona
    A cada cinco anos de exercício profissional, os servidores públicos estaduais efetivos adquirem o direito a se afastarem para gozar três meses em férias-prêmio. Esse afastamento é previsto pela Constituição Estadual, em seu artigo 31, parágrafo 4º e regulamentado pelo decreto 43.285/2003 e pelaResolução nº 22 de 25 de abril de 2003.

    Para os servidores da Secretaria de Estado de Educação em exercício nas escolas estaduais, o afastamento está regulamentado pela resolução Seplag 74/2010. A cada cinco anos de exercício profissional, o servidor que adquire o direito precisa requerer o afastamento e cabe à administração pública analisar a conveniência da concessão.

    http://blogrenatavilhena.blogspot.com.br/2012/06/governo-de-minas-apresenta-proposta.html?spref=fb
    Postado por Renata Vilhena às 10:14

    ResponderExcluir
  57. .



    Sind-UTE/MG discute proposta sobre férias-prêmio


    O Sind-UTE/MG cobra desde o inicio do ano o retorno do direito a férias-prêmio para os profissionais da educação. O direito foi suspenso em janeiro deste ano, com a justificativa da Secretaria de Educação de que era uma medida temporária e que em poucos dias seria resolvido.

    Em todas as reuniões que o Sindicato participou este ano, esta questão foi cobrada. Na tarde desta quarta-feira (13/06), aconteceu nova reunião entre o Sind-UTE/MG e as Secretarias de Estado de Educação e de Planejamento e Gestão.

    Na oportunidae foi apresentada pelo governo proposta para o retorno do direito de férias-prêmio. A proposta apresentada consiste em:
    - percentual de 20% dos servidores que têm direito ao afastamento por ano distribuídos em 10% por semestre;
    - os servidores que já preencheram os requisitos para a aposentadoria teriam o direto de afastamento fora do percentual limite estabelecido;
    - as férias-prêmio adquiridas pelo servidor até 29/02/2004, necessariamente, seriam convertidas em espécie no ato da aposentadoria.

    Critérios de priorização:
    - maior saldo de férias-prêmio adquiridas após 29/02/2004;
    - cumprimento do requisito de tempo de contribuição para aposentadoria;
    - cumprimento do requisito de idade para aposentadoria.

    Critérios de desempate:
    - melhor média de resultados em avaliação de desempenho;
    - maior tempo de serviço público estadual;
    - idade maior.

    Também foi apresentada uma nova proposta de fluxo em que o prazo entre o protocolo do pedida na escola e o resultado seria de, no máximo, 60 dias. A vigência desta proposta seria para janeiro de 2013.

    O Sindicato discordou do início de vigência para 2013, porque significaria um ano de congelamento deste direito e a expectativa da categoria é ter a situação resolvida imediatamente. A entidade também questionou a divisão de 20% por semestre.

    Como o Sindicato terá Conselho Geral e Assembleia no dia 16/06, estas propostas serão discutidas com a categoria. Nova reunião com as Secretarias para tentar fechar esta questão foi marcada para o dia 18 de junho. Até o dia 15/06, o governo enviará proposta de resolução.

    ResponderExcluir
  58. Isso quer dizer então que, para o BEM ou para o MAL teremos alguma informação sobre o que se resolveu na fatídica reunião, se é que vai ser resolvido, pois é de prache o Governo chamar os integrantes do Sindute para se discutir certas questões, mas parece que é só marketing, o intuito é mostrar à sociedade e à imprensa que este governo é um governo de diálogo, monólogo puro, bem sabemos! Acabadas as reuniões nada fora dito, uma perda de tempo sem tamanho, por isso a nossa descrença. Mas, vamos aguardar, embora seja uma tautologia, pois se reunirão para discutir o óbvio, que é o direito do servidor que por sinal na paralisação de 2010 já havia sido comprometido por este mesmo governo. Todavia, em se tratando de Minas Gerais e deste governo, tudo é uma aberração!
    Outra aberração é o 1/3 da Carga horária, no início do ano em algum twitter e blog por aí diziam que os educadores tiveram suas férias-prêmio suspensas porque, primeiramente,o governo queria as escolas organizadas com todos os professores, a partir do quadro apresentado, o governo ia dar prosseguimento aos trâmites legais para se instituir o 1/3 da carga horária. Muito bem, março já ficou para trás há 3 meses, o primeiro semestre já está acabando. E o que se vê em certo twitter por aí, quando a autoridade é inquirida, é que está em análise. Análise, até quando? Depois da Copa de 2014 ou preveem para 2016, porque neste governo tudo agora é a perder de vista. Espertinhos, não?! querem transferir a responsabilidade que é deles para os outros, pois esse governo é igual a SARAMPO só dá uma vez! Por isso todas as medidas estão sendo transferidas para outro governo, a partir da Copa do Mundo!

    ResponderExcluir
  59. Esta fazendo igual qdo entramos de greve, sempre falando que estava negociando, com mentiras e...mentiras.Só DEUS p/ suportar tanto discaso.

    ResponderExcluir
  60. Estou cada dia mais indignada com este país.Vendo e lendo o que está no blog do garotinho, constato entristecida que meu lugar definitivamente não é mais este país.Aqui não tem lei.Vejam e digam o que esperar deste país???Onde vamos chegar???Não existe confiança em nenhum órgão público aqui.Nada aqui funciona honestamente.O que fazer??? Sair daqui e viver em outro lugar onde eu possa ter mais segurança, saúde, dignidade, trabalho.Por mais que outros países estejam em crise, acredito que lá fora o povo tem muita mais vergonha na cara e vão para as ruas lutar por melhores condições.Aqui tudo está dominado.Somente para os pobres existe polícia e cadeia.Vejam agora a que ponto chegou o pt de lula.Nem uma doença tão séria que ele teve, lhe deu vergonha e honradez em ser mais honesto e fazer de sua vida um exemplo.Tudo envolve dinheiro, cargos, poder.Nada faz os seres humanos mudarem.Somente o dinheiro é importante, o poder é muito mais que saúde, amor, dignidade.Não temos o que pensar mais.Votar agora precisa ser uma atitude muito repensada pois não temos honestos representantes.Se pararmos e analisarmos friamente veremos que todos estão no mesmo saco e são da mesma farinha.estou desiludida com este país.Podem até dizer , talvez tentando defender o Brasil mas lá fora pode ter alguma coisa de ruim sim, claro, lá fora em outros países não é também tão maravilhoso mas acredito firmemente que como o Brasil, não existe tão corrupto e sem vergonha.Digo que a população é conivente.Aliás vale o ditado"cada povo tem o governo que merece" Sinto muito mas estou pensando sair desta ratoeira rapidamente e viver dignamente.Humildemente mas com segurança e honestidade sabendo que eu posso confiar em algo.Aqui não é meu lugar.Honestos e dignos não suportam tanta roubalheira e todos amigos"mui amigos" Pt e afins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso tudo acontece não é de hoje, é desde muito tempo, só que ficava nas surdinas, hoje ainda bem que existem vários meios de comunicação que se interagem e assim podemos saber como as coisas acontecem e funcionam. Muito cuidado com o grupo que marcha contra a corrupção pois o pessoal do PSDB passeia por lá liderando a marcha querendo o povão como bucha de canhão.

      Hoje mais do que nunca havemos de separar o joio do trigo.

      Excluir
    2. Concordo contigo. Estou com nojo depois de ver o Lula ir pessoalmente pedir apoio do lixo do Maluf para a candidatura do Haddad.

      Excluir
  61. https://fbcdn-sphotos-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn1/s480x480/11792_369938586403180_965476572_n.jpg

    ResponderExcluir
  62. João Paulo Ferreira de Assis17 de junho de 2012 13:36

    Para a anônima das 7:32

    Você que está tão insatisfeita com o PT, saiba que com o PSDB estaria muito pior, haja vista o que sofremos por parte dos governos tucanos, que quebraram Minas Gerais. Agora se você acha que vai viver melhor num país em crise, e sem oportunidades de emprego, boa sorte, pois a porta do aeroporto é a serventia da casa.

    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os partidos alcançam o poder e quase sempre caminham para o conservadorismo.

      O PODER pelo poder, querem perpetuarem em seus puleiros.

      Enquanto que a verdadeira democracia seria a alternância no poder.

      Governar para o povo, sem vaidades e egoísmos.

      Neste ponto de vista o Brasil vai mal, muito mal.

      Quem sabe uma GREVE nas eleições...

      Excluir
    2. Que tamanha grosseria com a colega!!! Ela está insatisfeita mesmo não só com a corja do PT, mas com todo o resto da quadrilha do crime organizado que comomanda nossa pátria... Quando começarem a controlar $$$$ também o ar que respiramos, ai de nós que não teremos nem a porta do aeroporto como serventia da casa...

      Excluir
    3. Vamos eleger o VOTO NULO.

      Excluir
  63. Por este e outros motivos é que há anos VOTO NULOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também.Fico mais tranquila com a minha consciência.

      Excluir
  64. Concordo com você, Geralda de Lourdes... algumas diretoras não cumprem seu horário de trabalho, ou quando na escola ficam só navegaaaaaando na internet, literalmente átoooooa;
    Mas sabem cortar o ponto dos funcionários por qualquer motivo justificável. Impõem regras, digo, ditam decretos, como se fossem donas da escola e donas da verdade, verdadeiras capitãs do mato desse desgovernador. Quem quiser que trabalhe, elas não... E a S R E nem toma conhecimento... É Geralda de Lourdes estamos mesmo num estado deexceção onde a lei só vale para os de baixo, digo, para nós que somos os subalternos da educação. Um horror! ´É lastimável a insensibilidade dos que estão no poder...
    17/06/12 Leste de Minas

    ResponderExcluir
  65. Pois é Paulo Ferreira de Assis como pode ver todos são farinha do mesmo saco e sujo.Claro que lá fora está em crise mas mesmo assim é bem melhor está em crise momentaneamente do que estar em um país que esconde a crise eternamente.Crise da pouca vergonha dos líderes que passam por aqui a longos anos.Com toda crise, prefiro viver em um lugar que sei que as leis serão para todos e as oportunidades também e não em um país onde você estuda estuda e estuda e não é valorizado.quem tem um pouco de brio tem vergonha deste país e continua dando o voto para os ladrões.Não adianta defender PT Psdb ou o raio que o parta pois no Brasil não tem jeito mesmo.Muito obrigada por me dizer que a porta é a serventia da casa mas eu já sabia e estou saindo literalmente.Boa sorte para quem fica convivendo com injustiças e assaltos todos os segundos de todos os dias.Obrigada viu deus lhe proteja amigo e continue defendendo mesmo seus colegas.

    ResponderExcluir
  66. JORNAL HOJE EM DIA

    Cláudio Humberto
    Mandato para o STF


    A Proposta de Emenda Constitucional articulada secretamente, que pretende fazer do Senado instância de recurso para decisões do Supremo Tribunal Federal, inclui outra iniciativa polêmica: acabar a vitaliciedade dos mandatos dos ministros. Pretende-se adotar o modelo de cortes supremas da Alemanha e da França, cujos ministros têm mandato. No caso do Brasil, o mandato seria de no máximo 12 anos.


    Olha a DITADURA aí gente!

    O senado brasileiro está dominado pelas elites latifundiárias e a grande burguesia empresarial.

    MUUUITOOO CUIDADO NESSAS ELEIÇÕES!

    ResponderExcluir
  67. http://www.youtube.com/watch?v=ZaTwEdDbGQ4&feature=email

    ResponderExcluir
  68. O governo vai enrolar a entidade e a resolução sobre férias prêmio só irá vigorar a partir do momento que ele quiser. Porém, no site da educação será publicado que houve avanços do governo com relação às férias prêmio, e que mais uma vez a categoria foi contemplada.
    Isso é um abuso, infelizmente, em Minas pode tudo.

    ResponderExcluir
  69. João Paulo Ferreira de Assis18 de junho de 2012 12:05

    Olha gente, há uma petição do Avaaz em protesto contra a ameaça de anulação de todas as provas que comprometem o Carlinhos Cachoeira. Só 687 pessoas assinaram. Peço a todos vocês que assinem. O link é este:

    http://www.avaaz.org/po/petition/Proteger_o_Brasil_dos_corruptores_e_corruptos_juiz_do_DF_quer_anular_as_operacoes_da_PF_contra_a_quadrilha_Cachoeira/?fOcnQab&pv=0

    ResponderExcluir
  70. NÃO PERCAM O NOSSO FOCO, AFINAL A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ QUEBRADA POR CAUSA DO PSDB. NÃO FAÇAM O JOGO DE QUEM ESTAR NO PODER NO ESTADO. O NOSSO FOCO É O PISO NA CARREIRA, O PAGAMENTO RETROATIVO QUE NOS FOI ROUBADO, A LIBERAÇÃO DAS NOSSAS FÉRIAS PRÊMIO, O PAGAMENTO DA GREVE QUE NÃO FOI PAGO TOTALMENTE, DENTRE OUTROS. SÃO QUESTÕES INTERNAS AO "NOSSO" ESTADO.

    ResponderExcluir
  71. alguem foi a divinopolis? fiquei sabendo que novamente foi um belo passeio estamos pagando a conta e as campanhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não pague mais.Eu já saí fora.

      Excluir
  72. E aí Euler, o que foi definido de concreto na assembleia? Ou foi só mesmo pra o pessoal fazer compras?

    ResponderExcluir
  73. Minas 247

    BMG: problemas também com a CPI do Cachoeira

    BANCO MINEIRO DIRIGIDO POR RICARDO GUIMARÃES, QUE FOI O PRINCIPAL FINANCIADOR DO ESQUEMA CONHECIDO COMO MENSALÃO, ENVIA DOCUMENTOS CONSIDERADOS INÚTEIS PELOS PARLAMENTARES DA CPI DO CACHOEIRA. INTEGRANTES DA COMISSÃO JÁ RECLAMARAM AO PRESIDENTE DO BANCO CENTRAL, ALEXANDRE TOMBINI
    18 de Junho de 2012 às 15:53

    Minas 247 - Parece ser uma sina do banco mineiro BMG: sai escândalo, entra escândalo, com maior ou menor ênfase, a instituição financeira dirigida por Ricardo Guimarães acaba aparecendo no noticiário negativamente.
    Não está sendo diferente na CPI mista do Cachoeira. Parlamentares integrantes da comissão alegam que os documentos entregues pelo banco mineiro são totalmente inócuos. Explicando melhor: o Banco Central orientou as instituições do país a enviarem os dados sigilosos das movimentações do esquema do bicheiro Carlos Cachoeira em um único sistema eletrônico. Isso permite à CPI, por exemplo, cruzar dados - o que todo estatístico sabe ser fundamental em trabalho de tal monta.
    Mas parece não ter sido assim o entendimento do BMG. O banco enviou à comissão um relatório com as movimentações bancárias entre 2004 e 2012. Até serve para mostrar os valores milionários movimentados, mas é inútil para o trabalho a contento da CPI.
    Os deputados e senadores já comunicaram o fato ao presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, pedindo providências para o cumprimento da regra criada pelo próprio BC a fim de otimizar o trabalho de investigação.

    ResponderExcluir
  74. Vejam essa notícia

    http://www.sinasefe.org.br/v3/index.php/noticias/328-stf-decide-que-governos-nao-podem-descontar-dias-parados-de-funcionarios-grevistas


    STF decide que governos não podem descontar dias parados de servidores grevistas
    Seg, 18 de junho de 2012 16:02

    Numa reunião do Plenário Virtual, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) declararam ilegal o desconto em folha de dias parados dos servidores da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) por causa da greve.

    Os magistrados reconheceram a existência de repercussão geral em matéria discutida no Agravo de Instrumento (AI) 853275, no qual se discute a possibilidade do desconto nos vencimentos dos servidores públicos dos dias não trabalhados em virtude de greve. Relatado pelo ministro Dias Toffoli, o recurso foi interposto pela Faetec contra decisão da 16ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), que declarou a ilegalidade do desconto.
    Para o TJ-RJ, o desconto do salário do trabalhador grevista representa a negação do próprio direito de greve, na medida em que retira dos servidores seus meios de subsistência. Além disso, segundo o acórdão (decisão colegiada), não há norma legal autorizando o desconto na folha de pagamento do funcionalismo, tendo em vista que até hoje não foi editada uma lei de greve específica para o setor público.
    De acordo com o ministro Dias Toffoli, a discussão acerca da efetiva implementação do direito de greve no serviço público, com suas consequências para a continuidade da prestação do serviço e o desconto dos dias parados, é tema de índole eminentemente constitucional, pois diz respeito à correta interpretação da norma do artigo 37, inciso VII, da Constituição Federal. O ministro reconheceu que a discussão pode se repetir em inúmeros processos, envolvendo interesses de milhares de servidores públicos civis e da própria Administração Pública, circunstância que recomenda uma tomada de posição
    definitiva do Supremo sobre o tema. "A questão posta apresenta densidade constitucional e extrapola os interesses subjetivos das partes, sendo relevante para todas as categorias de servidores públicos civis existentes no país, notadamente em razão dos inúmeros movimentos grevistas que anualmente ocorrem no âmbito dessas categorias e que fatalmente dão ensejo ao ajuizamento de ações judiciais", afirmou o ministro Dias Toffoli.
    No caso em questão, servidores da Faetec que aderiram à greve, realizada entre os dias 14 de março e 9 de maio de 2006, impetraram mandado de segurança com o objetivo de obter uma ordem judicial que impedisse o desconto dos dias não trabalhados. Em primeiro grau, o pedido foi rejeitado. Porém, a 16ª Câmara Cível do TJ-RJ reformou a sentença, invocando os princípios do devido processo legal e da dignidade da pessoa humana. O entendimento do TJ-RJ foi o de que, não havendo lei específica acerca de greve no setor público, não se pode falar em corte ou suspensão de pagamento de salários dos servidores por falta de amparo no ordenamento jurídico. Na ponderação entre a ausência de norma regulamentadora e os princípios do devido processo legal e da dignidade da pessoa humana, devem prevalecer estes últimos, diz o acórdão.
    (Fonte: STF)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta lei existe há tempos....mas quem diz que o Anastasista cumpre lei?É um meliante descarado!É preciso achar alguém que tenha "peito para dar um basta neste cara de pau.Se conseguirmos o cumprimento desta lei,poderemos aguentar uma greve por tempo indeterminado.

      Excluir
  75. Margarida do Carmo Passos diz: mais um direito negado , fazer greve sem ter os dias descontados! Alias, dias ja repostos e ainda não recebidos!

    ResponderExcluir
  76. É o momnto de cobrarmos do governo o que nos foi roubado.

    ResponderExcluir
  77. Euler, explique o parecer do STF e uma nova greve já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De agora em diante, quando houver alguma greve na Educação em Minas Gerais, também não poderão descontar os dias de greve em nosso pagamento?

      Excluir
  78. ISSO É PIADA DE MAL GOSTO?http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12668.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HIPOCRISIA E DEMAGOGIA.

      Será que vai ser feriado também??

      Excluir
  79. NÃO SUSTENTE PARASITA, VOTE NULO.

    ResponderExcluir
  80. Minas 247

    Podia ser diferente? BH já é a capital mais poluída

    PRIVILÉGIO AOS AUTOMÓVEIS E AOS GRANDES PRÉDIOS COBRA SEU PREÇO: LEVANTAMENTO DO IBGE MOSTRA QUE A CAPITAL MINEIRA TEM UMA CONCENTRAÇÃO DE 13.863 DE MONÓXIDO DE CARBONO POR METRO CÚBICO, BEM ACIMA DO MÁXIMO ACEITÁVEL E À FRENTE DE CIDADES MAIORES, COMO SÃO PAULO, RIO OU SALVADOR

    19 de Junho de 2012 às 16:31

    Minas 247 – A região da Savassi, em Belo Horizonte, passou recentemente por uma reforma que a tornou mais bonita e agradável para seus frequentadores. Mas o tradicional Cine Pathé, no coração da região, está abandonado e vai virar um estacionamento.
    O exemplo acima é uma perfeita ilustração da prioridade do planejamento da cidade nos últimos anos. O privilégio ao automóvel e aos grandes prédios, em detrimento dos espaços públicos - e efetivamente usados pela população - mostram que BH caminha na contramão das grandes metrópoles mundiais que, ainda que não a contento, pelo menos buscam meios de reduzir alguns males que o inevitável crescimento acaba trazendo.
    Um levantamento que o IBGE acaba de fazer, com base em dados da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam) mostra um importante efeito dessa política. Belo Horizonte tem a maior concentração de monóxido de carbono entre sete regiões metropolitanas analisadas em todo o país, com 13.863 microgramas por metro cúbico. O máximo aceitável é de 10 mil microgramas.
    Outros fatores contribuem para o mau resultado de BH, entre eles o inverno muito seco da cidade, que facilita a concentração da poluição no ar. O incansável aumento da frota de veículos na cidade também agrava o problema, bem como a verticalização da cidade em bairros importantes para a livre movimentação dos ventos e do ar.
    Para piorar ainda mais, a medição da poluição do ar feita no Brasil é considerada atrasada em comparação com países de primeiro mundo. Equipamentos usados nos Estados Unidos, por exemplo, tem uma capacidade de detectar a poluição quatro vezes maior do que os utilizados no Brasil.

    ResponderExcluir
  81. Fui na Assembléia em Divinópolis, continuo na luta ao contrário de muitos aqui que além de não fazer nada só ficam atrás do PC. É muito sério generalizar e dizer que fomos fazer compras... e nem dá gosto repassar o que aconteceu na assembléia para a maioria dos blogueiros que aqui estão, pois é um desânimo só e negativismo total. Tinha uns três meses que não lia esse blog e neste momento, depois de três meses, a mesmice... só blá blá blá e nada de ações! Fiquem voces com suas lamentações e negativismo pois não chegarão a lugar nenhum... eu continuo na luta e não perco a esperança jamais! Eu continuo fazendo a minha parte! Fuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuui!

    Glória

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neste momento a nossa luta deverá ser POLÍTICA.
      Vamos tirar nossos inimigos do poder.

      Excluir
    2. Glória,concordo com você.Vou e volto e é a mesma coisa.Precisamos de união.Já disse Paulo Freire que precisamos usar a esperança como verbo ESPERANÇAR e não ESPERAR.Tenho percebido que aqui todos esperam pelos outros.É fácil julgar difícil é fazer.Unam-se ao sindute,deem valor ao trabalho que ele tem feito.Afinal bem ou mal,gostando ou não,é o único que tem feito algo de concreto por nós.Quem não estiver gostando que faça melhor.

      Excluir
  82. Euler, Favor desconsiderar caso este comentário esteja duplicado.
    Recebi ontem uma correspondência da SEE detalhando o meu reajuste salarial.
    Fiquei emocionada. Terei mais de 40% de aumento entre os anos de 2010 e 2015.
    Só preciso saber se neste percentual estão inclusos os 22% ANUAIS determinados pelo MEC , se inclui os 10% de quinquenio a que teria (teria, não, TENHO) direito pelo interstício de 5 anos, além dos dois biênios que também somam 10%.
    Alguém sabe me responder?

    ResponderExcluir
  83. Incrível. O pessoal do sindicato invade o blog para querer enaltecê-lo. Nós todos sabemos que o sindicato está conchavado com os poderes e nos usou com0o bucha de canhão.

    ResponderExcluir
  84. Esdudetes dão um show e mandam um recado claro ao governador da Bahia Jacques Wagner. Perfeito!!!

    http://noticias.uol.com.br/videos/assistir.htm?video=as-estudetes--vida-de-estudete-0402CC1B3964DCC12326


    Vídeo que serve tb p todos os governos que não pagam o piso salarial nacional, no ano passado os prof de MG fizeram uma greve de 112 dias e não sensibilizaram o gov que continua sem pagar o piso e sem dar o amento de 22 % da lei do piso. A educação é uma vergonha nacional. As universidades federais em greve, Dilma serve p vc tb.
    Pulquéria

    ResponderExcluir
  85. Euler,me responda por favor: inspetora pode dirigir carro de SEE? Todos os dias nossa inspetora vem nos visitar dirigindo um uno da SR Varginha.
    brincadeira, né? Mas em Minas de Anastasia tudo pode.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tendo "autorização para dirigir carro oficial" qq servidor público pode.

      Excluir
  86. tambem gosrtaria de saber se continuaremos ao direito de ferias premio, quiquenio e bienio, como direito adquirido.
    Mais, na escola não usaram o criterio de que os para aposentar estavam fora da quota e não consegui. Isto é verdade mesmo? Já foi publicado em algum lugar?

    ResponderExcluir
  87. Caro Euler,

    No início desa semana, oJornal Nacional publicou uma matéria mostrando o nosso desgovernador e seu padrinho Aécio numa reunião onde eles apresentaram o modo de governo d MG que foi premiado e escolhido como modelo, principalemnte na educação. Mostraram um profesor em sala de aula e falram do premio de produtividade, como se fosse um valor enorme!!! Dizendo que somos motivados pelo premio e por outras iniciativas, que não citaram(pq não existem, né?) Estamos tão motivados que hj na minha escola os 9ºs anos não tem aula, pq todos os professores estão de licença médica e pelo mesmo motivo: depressão, estresss... Qta motivação, não é?
    O sindicato precisar fazer alguma coisa pra desmentir, entrar em contato com a Rede Globo, sei lá... Será que você como nosso comanadante tem alguma ideia?

    Muito obrigada e aguardo resposta.

    Ana

    ResponderExcluir
  88. Minas 247

    Surge um novo Aécio: feroz e com a língua afiada

    CANDIDATÍSSIMO AO PLANALTO EM 2014 E COM DISPOSIÇÃO QUASE DIÁRIA, SENADOR TUCANO ATACA PT E GOVERNO DILMA EM TODOS OS LADOS. MUITO DIFERENTE DO NETO DE TANCREDO NEVES QUE MARCAVA SUA ATUAÇÃO POLÍTICA PELAS RELAÇÕES AMISTOSAS COM OS ADVERSÁRIOS E PELA BUSCA DO CONSENSO
    20 de Junho de 2012 às 20:12

    Minas 247 – Basta acompanhar um pouco os últimos discursos públicos do senador tucano Aécio Neves para perceber que ele, nitidamente, está mudado. Uma crítica constante que se fazia ao ex-governador mineiro, de que ele adotava uma postura exageradamente passiva em relação a seus adversários políticos, aos poucos vai perdendo sentido. Ao menos por ora, enquanto se esforça para tornar inevitável seu nome como o candidato a presidente do PSDB em 2014, Aécio deixa de lado a mineirice de quem busca sempre a conciliação e parte para a briga.
    O adversário, claro, é o PT e o governo de Dilma Rousseff. Mas sobra munição para mais gente. O ex-ministro da justiça e advogado de Carlinhos Cachoeira, Márcio Thomaz Bastos, por exemplo, foi um dos primeiros a ser vítima do “novo” Aécio. “Cena patética”, disse o senador tucano, sobre o advogado ao lado do bicheiro na CPI.
    O ex-presidente Lula também não escapa do veneno aecista. No episódio envolvendo o polêmico diálogo de Lula com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, o mineiro neto de Tancredo Neves não aliviou. Dizendo-se fiel ao compromisso da “liturgia do cargo”, disse que a suposta ameaça de Lula “foi uma ameaça às instituições e um grave atentado à democracia”.
    Contra o PT, no encontro do PSDB mineiro há cerca de um mês, o ex-governador praticamente inaugurou o novo estilo. “Chega de corrupção, chega de PT”, chegou a bradar, sob aplausos da claque tucana reunida no evento. Esta semana, não poupou os petistas depois do polêmico acordo - sob o ponto de vista do PSDB, é claro - com o ex-prefeito paulistano Paulo Maluf. “O discurso tem que ser coerente com a prática”, afirmou. “E esse acordo desconstrói o discurso do PT”.
    A mais provável adversária em 2014, a presidenta Dilma Rousseff, é claro, tampouco é poupada pelo “novo” Aécio. Na semana passada, Dilma veio a Minas, elogiou o governador Antonio Anastasia, e prometeu verbas para rodovias no estado. A relação amistosa com seu afilhado político não sensibilizou a metralhadora giratória do senador: “Vamos acompanhar dia a dia para que essas boas intenções anunciadas pela presidente se transformem, de fato, em investimentos”, afirmou, cético. “O que Dilma promete agora é o mesmo que Lula havia prometido antes.”
    Se o cartucho da metralhadora vai durar, ninguém sabe com certeza. Mas, provavelmente, não restará outro caminho a Aécio Neves. Agora, ele vai ter de se mostrar mais, ainda que colecione inimigos no caminho.

    ResponderExcluir
  89. Por favor gostaria de saber se os benefícios taxados iremos recebe-los e quando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... Dizem que em agosto. Torça.

      Excluir
    2. O local correto para sua pergunta é o:
      https://www.portaldoservidor.mg.gov.br

      https://www.portaldoservidor.mg.gov.br/fale-conosco

      Excluir
  90. Olá, peesoal da luta!

    Boa noite!

    Em rápida passagem, quero deixar o meu abraço fraterno a todos/todas combativos/as colegas da Educação. No próximo final de semana espero poder redigir novo texto de análise e crítica da nossa realidade. Vale a pena ler e acompanhar os textos da comandante Marly Gribel, que traz o refinamento de uma crítica de arte, com a sugestão da ópera Tosca, de Puccini, que traz uma das mais belas árias do repertório clássico - Recondita armonia. Marly faz ainda uma análise da conjuntura atual, com os Cachoeiras da vida, os governantes sem compromissos com o social e as críticas sindicais. E avalia todos eles com uma merecida nota: zero.

    Enquanto isso, no cenário geral, os trabalhadores da rede estadual da Saúde entraram em greve. O presidente do Sindifisco anuncia que pelas regras do governo de Minas, não haverá reajuste para os servidores este ano. O reajuste da Educação ficou limitado aos míseros 5%, quando a lei do piso mandava pagar 22%. Mas as leis e as conquistas sociais e democráticas estão sendo cada vez mais roubadas e detonadas pelos governos das três esferas, especialmente pelo governo de Minas, com o esquema de poder montado a partir da longa gestão de choques do faraó e seu afilhado.

    Como lembrou uma colega aqui no blog, é importante lutar por piso, carreira, salários mais justos, mas as condições de trabalho estão na linha da prioridade. Ninguém mais conseguirá sobreviver numa sala de aula com as realidades que a cercam: indisciplina, pressão de direções e outras hierarquias, turmas superlotadas ou multiseriadas; famílias destruídas pela ausência de políticas sociais, abandonadas para o surgimento de estados e mercados paralelos ligados aos crimes organizados. As lideranças políticas partidárias, na sua maioria, são equivalentes ou piores, até, do que os bandidos assim considerados oficialmente pelo cretinismo de uma mídia vendida.

    Enquanto isso, um pouco de teatro, ópera, esportes, filmes, lazer, enfim, pode amenizar essa dramática realidade. Li num texto de uma aluna minha essa semana: "meu envolvimento com o esporte me salvou!". Estou falando de uma aluna com cabeça boa, inteligente, crítica. Milhares de jovens estão deixando de se "salvar" e se envolvendo com o tráfico ou consumo de drogas por causa diretamente do abandono de governantes, juízes, parlamentares, etc., com as políticas sociais. Quando destroem a Educação, como fazem os governos federal e estadual de Minas, estão apostando na destruição dos sonhos de milhões de famílias de baixa renda. Vão colher tempestade, certamente.

    Que a categoria dos educadores, a maior do estado, reflita sobre essas realdades e consiga se unir e lutar para conseguir alterar essa realidade.

    Um forte abraço a todos e força na luta! Até a nossa vitória!

    P.S.: a direção sindical, que tem o monopólio do sindicato nos últimos 30 anos, é incapaz de dirigir a nossa luta, pois não tem independêdncia para isso, nem humildade para trabalhar com a diferença no interior da categoria. Pintam uma realidade que não existe, e pensam que dessa forma vão incentivar colegas menos avisados a se unirem a eles - direção. O que a categoria precisa é de se unir em torno de propostas, da luta por direitos sonegados, da construção pela base e de um correto encaminhamento das lutas. Mas sem ouvir as diferentes vozes e lideranças da categoria não haverá como enfrentar o governo.Podem oferecer o circo, não a conquista de direitos.

    ResponderExcluir
  91. João Paulo Ferreira de Assis21 de junho de 2012 23:30

    Prezado amigo e companheiro de luta Professor Euler

    Estou em licença médica desde 28 de maio próximo passado. No dia 04 de junho fiz um hemograma completo no Laboratório Santa Lúcia em Barbacena, e imagine: meus triglicerídeos caíram para 151 mg, o colesterol que era 240, e estava um ponto acima da linha de alto risco, caiu para 212, doze pontos acima do risco moderado. Minha glicose está em 81. E olha que eu sou um peso pesado de 127 quilos. É incrível como me afastar da sala de aula por causa desta licença me fez bem. Chego à conclusão que lecionar faz mal para saúde... do professor.

    Saudações, João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir
  92. OS CORONÉIS, assim funciona a política em Minas Gerais.
    VALE TUDO PELO SEU VOTO, HIPOCRISIA PURA

    Vejam:

    Aécio e Newton juntos. Mas sem fotografias...

    MUDANÇA EM CONTAGEM, TERCEIRO MAIOR COLÉGIO ELEITORAL MINEIRO: O POLÊMICO EX-GOVERNADOR NEWTON CARDOSO (PMDB) ABANDONA A CANDIDATURA DO PC DO B E FECHA COM OS TUCANOS. ACORDO FOI FECHADO COM DANILO DE CASTRO, ARTICULADOR POLÍTICO DE AÉCIO NEVES EM MINAS. PRECAVIDAS, PORÉM, AS PARTES NÃO REPETEM O ERRO DE LULA COM O TAMBÉM POLÊMICO MALUF, E NÃO POSAM PARA FOTOS

    21 de Junho de 2012 às 20:55

    Minas 247 - Uma mudança que altera o quadro das eleições deste ano em Contagem e, de quebra, em toda Minas Gerais. O polêmico ex-governador de Minas Newton Cardoso está muito próximo de fechar apoio ao candidato do PSDB na cidade. A aliança, se confirmada, é surpreendente, já que Newton caminhava para fechar apoio ao PCdoB. Além disso, o ex-governador mineiro é inimigo político - ou era - do atual senador Aécio Neves, maior liderança dos tucanos em Minas Gerais. Precavidas, porém, as duas partes evitam repetir o erro cometido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao fechar o apoio do igualmente polêmico Paulo Maluf em São Paulo: nada de fotografias.
    O acordo ainda não foi fechado oficialmente, pois ainda depende de entendimentos maiores entre as cúpulas dos dois partidos em Contagem e, sobretudo, em Minas Gerais.
    Mas o 247 apurou que as conversas entre as partes ganharam intensidade nos últimos dias e praticamente chegaram a um denominador comum. Newton, que até há poucos dias estava muito próximo a fechar apoio ao candidato do PCdoB, o deputado estadual Carlin Moura - indicaria o seu filho, o empresário Newton Júnior, como vice -, acertou estar ao lado do ex-inimigo político local Ademir Lucas (PSDB).
    O acerto entre as partes ocorreu no último fim de semana. O atual secretário de governo na gestão Antonio Anastasia (PSDB) e braço-direito do senador Aécio Neves, Danilo de Castro, fez as partes dos tucanos na conversa. O próprio Newton falou pelos peemedebistas. Os dois foram vistos juntos na casa do ex-governador mineiro, que também já foi prefeito de Contagem, terceiro maior colégio eleitoral do estado (disputa em quase igualdade a segunda posição com Uberlândia, no Triângulo Mineiro), com quase 500 mil eleitores.
    Perguntado pelo 247 sobre o assunto, o deputado estadual Carlin Moura confirmou a perda do seu quase aliado nas eleições. “A única coisa que sei é que o Newton me informou, de repente, que não daria para conversar mais sobre o apoio porque a tendência seria pelo apoio ao PSDB”, diz o deputado, que figura em segundo lugar nas últimas pesquisas eleitorais - em primeiro está o próprio Ademir Lucas.
    O apoio de Newton Cardoso divide opiniões. Ele é interessante aos políticos locais devido ao peso do PMDB e também pela questão financeira na campanha - o ex-governador e atual deputado federal é muito rico. Além do mais, o apoio peemedebista renderia preciosos minutos na propaganda eleitoral da TV - não se sabe ainda, contudo, se Contagem terá o horário gratuito próprio ou apenas repetirá o de Belo Horizonte.
    Por outro lado, a figura de Newton desperta muita rejeição no eleitorado. Em 2002, ele tentou voltar ao Palácio da Liberdade, mas não chegou sequer ao segundo turno - foi derrotado, inclusive, pelo próprio Aécio Neves, a quem desferiu pesados ataques naquela campanha. Quatro anos depois, tentou o Senado, mas foi igualmente derrotado, desta vez por Eliseu Rezende. O deputado peemedebista também sofre com frequentes denúncias de corrupção. Segundo levantamento feito em 2009 pelo O Globo, seu patrimônio inclui mais de 100 fazendas, aviões, imóveis, contas em paraísos fiscais e até um hotel em Paris.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minas Gerais teu nome é MENTIRA!

      Excluir
    2. E as obras em pleno ano de eleição? Não poderiam ter sido feitas em 2011, 2010, 2009? Eram necessárias antes da eleição. Quem mora no interior assiste perplexo a "cachoeira" de obras: asfalto, estradas, unidades de saúde, APAE, casas, consertos, centros de lazer e outros...Estes políticos contam certamente com o voto dos manipuláveis. E a "cachacinha" q. a tchurma gosta de tomar com os eleitores? Já tem neguim bebum! E ainda tem gente q. acha o máximo dizer "sou da cozinha dele! São cozinheiros, com certeza! Uma vez eleitos "aqui ó". Triste país. Cada dia pior.

      Excluir
  93. ATITUDES CONCRETAS SÃO MELHORES DO QUE PALAVRAS

    Caro colega Euler e demais professores,

    novamente exponho aqui o que penso:

    falar bonito não mudará nossa realidade. O que pode muar nossa realidade é a atitude de uma categoria. Entretanto, não é isso o que estamos vendo, pelo menos nos últimos 10 anos, que é o meu tempo de professor estadual. Digo isso, porque o governo, ou melhor, os governos deste país e os poderes instituídos não moverão uma palha de livre espontânea vontade para atender nossas reivindicações. Eles só farão alguma coisa se se sentirem forçados a tal. E infelizmente, até agora, nossos movimentos grevistas não fazem nem "cosquinhas" nestas forças imperiais do mal.

    Somente uma atitude concreta por parte do professorado mineiros, com uma adesão grevista de pelo menos 50% de seu contingente, conseguirá dobrar a truculência nefasta destes poderes instituídos no Brasil e, em particular, em Minas Gerais.

    Está mais do que comprovado que pelo viés da "INjustiça" deste país, particularmente a de Minas Gerais, não conseguiremos nada, nadinha de nossos direitos. Eles não farão nada que altere o "status quo" vigente, a não ser que sejam forçados a isso por nossa unidade e coragem de deflagrar uma greve sem precedentes neste estado.
    No mais é "chover no molhado" e jogar palavras ao vento...

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
  94. Euler, saudade de suas atualizações!
    Escreva mais, carecemos de suas palavras.
    Sobre a deflagração de nova greve, o que tem a dizer?

    ResponderExcluir
  95. Alguem aí tem noticiass sobre o 1/3 da carga horaria fora de sala de aula?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No site da see mg.

      Excluir
    2. No site do sindUte, parece que finalmente vai sair

      Excluir
  96. Raimundo,concordo com você.Acho que no segundo semestre ocorrerá esta greve.Espero que todos participem...e nós só voltaremos depois de recebermos o que temos de direito.A APPMG fez uma reunião com os efetivados e os jogou contra o sindicato.Uma servente de minha escola participou e houve até telefonema do Anastasia.Ele está jogando efetivados contra efetivos para dividir a classe e ganhar votos para o PSDB para prefeito.Estes prefeitos serão cabos eleitorais de Aécio em 2014.Ficam jogando com as pessoas,negando aumento para sobrar para campanha política.Agora o momento é de união:efetivos+efetivados+sindute+NDG.Todos juntos num mesmo ideal.Desde a época dos meus tataravós que um ditado não falha:"Só a união faz a força." Não esmoreçamos! Vamos à luta!Regina.

    ResponderExcluir
  97. Euler e companheiros/as de luta:

    Como sinto falta deste espaço. Já estava viciado em visitá-lo. Aqui, pudemos por muito tempo, trocar ideias a respeito do desmantelamento da Educação em Minas Gerais.

    Há quem diga que tudo não passou apenas de blá,blá,blá. Tudo o que foi proposto, aqui, não teve efeito real.
    Como seria bom se tudo pudesse ser revolvido num passe de mágica! E, melhor ainda, se as estruturas políticas passassem pelo aval do voto direto e não do "representativo" - que diga-se de passagem - só representa às elites e aos velhos coronéis da nossa republiqueta. Não é à toa, que um aluno do Ensino Médio, na hora da prova de História, perguntou-me se "monarquia" e "república" era a mesma coisa. E, a pergunta do aluno, no meio de tantas incoerências na educação, na política e tantos outros espaços, só me faz pensar que, no momento, eu também me declaro confuso com o nosso Regime político e as forças que o compõem: esquerda, direita, centro, centro-esquerda, centro-direita, sindicato, centrais sindicais, Ministério público, Juízes, Meios de Comunicação e legislativos. Lula abraça Maluf; Aécio, Newton Cardoso; Cachoeira é defendido por um ex Ministro da justiça.

    A nossa história está recheada de acontecimentos que podem nos tornar céticos para as mudanças no século XXI. A Rio+20 não trouxe novidades, mas prevaleceu a vontade e interesses estadunidenses, cujo documento, foi aplaudido por Hilary Clinton. No Paraguai, forças neoliberais e antissocialistas depõem o Presidente eleito Fernando Lugo em menos de 24 horas. Ou seja, não adianta aguardarmos mudanças para a nossa situação em Minas e no Brasil, se não ajuntarmos forças, estratégias e partirmos para a luta. Urge uma mudança radical em nosso Sindicato, não apenas de pessoas, mas de metodologias. Como disse o grande Euler em seu último texto postado aqui:

    "a direção sindical, que tem o monopólio do sindicato nos últimos 30 anos, é incapaz de dirigir a nossa luta, pois não tem independêdncia para isso, nem humildade para trabalhar com a diferença no interior da categoria. Pintam uma realidade que não existe, e pensam que dessa forma vão incentivar colegas menos avisados a se unirem a eles - direção. O que a categoria precisa é de se unir em torno de propostas, da luta por direitos sonegados, da construção pela base e de um correto encaminhamento das lutas. Mas sem ouvir as diferentes vozes e lideranças da categoria não haverá como enfrentar o governo.Podem oferecer o circo, não a conquista de direitos".

    Um abraço a cada um/a dos/as companheiros/as.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Paulo Ferreira de Assis22 de junho de 2012 23:31

      O problema Professor Joaquim é que a nossa classe em vez de se unir está cada vez mais desunida. Prova disso são as críticas (cada vez mais ferozes) aos deputados do PT e do PC do B, justo os que se colocaram do nosso lado durante a greve. Muitos colegas resolveram pregar voto nulo, ou votar nos algozes tucanos por raiva do PT não ter impedido a votação que nos colocou obrigatoriamente no subsídio. Mas o que queriam esses colegas? Que 20 deputados num universo de 77, e que passará a 84 para as próximas eleições, pudessem impedir o rolo compressor? Todas as manobras permitidas pelo regimento interno da Assembleia foram postas em ação, mas a oposição precisaria de no mínimo 40 deputados para impedir o confisco que o governador fez nos nossos salários. Ou seja, a história vai se repetir de novo. Em 2014 a Renata Vilhena, ou a Andreia Neves, ou mesmo Aécio vão ganhar essa eleição para governador com um pé nas costas, e novamente vão ter 80% dos deputados a favor. E o pior, com votos de muitos professores.
      Na campanha de 2010, depois da greve alguns professores da nossa escola combinamos marcar uma reunião com todos os colegas para escolhermos um candidato comum para deputado estadual. Tínhamos várias opções, o Labenert, vereador de Santos Dumont, a Zilda, vereadora em Conselheiro Lafaiete, o Dr. Édson Resende, em Barbacena e outros. Num universo de cerca de 70 profissionais, compareceram seis. Lógico que nada pode ser decidido. E alguns colegas da nossa escola votaram no Lafaiete Andrada.

      E pelo jeito nem com o PMDB nós vamos poder contar, pois o Newton Cardoso já se bandeou para o lado do Aécio e do Ademir Lucas. Nós podemos esperar tudo de ruim.
      Mas professor é sadomasoquista mesmo, gosta de sofrer, gosta de votar nos algozes. Desculpe o meu desabafo, mas eu não creio em mais nada.

      Excluir
    2. Pois na minha cidade o PC do B vai apoiar o candidato do DEM a prefeito.

      Excluir
    3. João Paulo Ferreira de Assis23 de junho de 2012 12:52

      Em Barbacena o PC do B vai de Toninho Andrada. Ou seja, um comunista apoiando o filho de um anti-comunista histórico e conspirador para o golpe de 1964.

      Excluir
    4. Concordo plenamente com o colega João Paulo Ferreira e assino embaixo.

      Conceição

      Excluir
  98. Greve, que greve?!! Não contem contem com este instrumento, pelo menos por enquanto, arranje uma outra forma de protestar, professor estadual não é professor federal, até as condições financeiras são outras.
    Vejam só, os Federais estão unidinhos e se precisar de ficar 6 meses vão ficar, os estaduais estão desgastadíssimos, há pessoas que reclamam neste espaço que não se recuperaram, até hoje, nem da saúde e nem do bolso. Então vai engatar uma greve como? Só se os que não fizeram no ano passado resolverem a fazer neste ano, quem sabe um revesamento!!!!
    Não vamos nos enganar e nem fazer as coisas à revelia, aqueles que não aderiram não tomaram chá de conscientização do ano passado para cá, continuam na mesma posição. A categoria não está sendo preparada para isso, logo não produzirá efeito essa greve. Será que estão contando com o NDG de novo, porque quem segurou até o fim, foram os aguerridos educadores do NDG, queiram ou não queiram considerar. Se não fosse esses lutadores que pagaram um preço alto, não teria havido essa paralisação histórica. O NDG que partiu deste BLOG, graças ao blogueiro, prof. Euler e os seus simpatizantes que levaram esse movimento à frente, queiram ou não queiram considerar também, mas é uma verdade. Por essas e outras é que muitas pessoas consideram que uma greve no segundo semestre não engatará e se acontecer, pode ser vexatória, então precisa pensar muito bem antes de convocar a categoria, porque as pessoas estão descrentes e têm suas razões.

    ResponderExcluir
  99. Não quero só 1/3 extraclasse, quero aumento salarial. Aguentar indisciplina e desinteresse dos alunos e falta de apoio dos pais/"irresponsáveis", professor(a) merece é um salário digno.
    Acorda sociedade!!!
    Do contrário daqui a pouco não existirá ENSINO algum, tanto básico quanto superior.

    ResponderExcluir
  100. Resposta ao colega João Paulo

    Caro colega João Paulo

    certamente que a nossa classe é desunida. Prova disso é que nunca conseguimos alavancar uma greve que atingisse pelo menos 50% do professorado mineiro. De fato, 50% do contingente do professorado em greve levaria ao caos o sistema educacional do estado, e aí sim, seríamos ouvidos.

    Quanto aos partidos políticos (PT, PSDB, PMDB, ETC), todos eles são farinha do mesmo saco sujo. Não se engane com um suposto apoio petista aos professores, pois isso não passa de mais uma artimanha politiqueira que visa chegar ao poder. Quando chegam ao poder, todas estas sanguessugas "lesa-pátria" fazem o mesmo joguinho sujo que seus antecessores de partidos contrários. Veja o exemplo do Rio Grande do Sul. Naquele estado governado pelo PT, os professores estaduais recebem o mesmo tratamento (ou até pior) que os professores mineiros governados pelo PSDB. Portanto, não se engane com algum suposto apoio petista a nossa causa, pois isso simplesmente não existe. Eles estão mesmo é atrás de nossos votos, usando o palanque do "sindinútil" como plataforma política para se elegerem e se reelegerem. Esta horda de bandidos inescrupulosos travestidos de políticos infestam todas as esferas politiqueiras de nosso corrupto, sujo, imoral e nefasto sistema político.

    O que precisamos é de uma reforma política e eleitoral urgente para moralizar este país. E não é votando que conseguiremos fazê-lo. Ao contrário, a cada nova eleição neste país, perpetua-se o "status quo" vigente, em que as injustiças sociais ficam cada vez mais visíveis.

    Portanto, o voto nulo é nosso protesto contra este sistema político criador de bandidos, déspotas e sanguessugas de diferentes partidos políticos. E uma grande soma de votos nulos levaria a uma repercussão internacional sem precedentes, o que certamente possibilitaria mudanças.

    Entretanto, repito sempre aqui que se fôssemos unidos e deflagrássemos uma greve que atingisse pelo menos 50% do professorado mineiro, certamente seríamos ouvidos.

    Atenciosamente,

    Raimundo Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo e digo que é por isso mesmo que essa mesma horda de politiqueiros profissionais fazem questão de desmerecer a anulação de votos, considerando a pessoa que anula o voto de alienada e sem consciência política, é uma forma psicológica de fragilizar o cidadão colocando-o numa posição em que ele anulou o voto, então, não tem o direito de reclamar ou reivindicar quaisquer posições uma vez que se absteve de votar, ora, ledo engano, pois, o cidadão tem e deve ser considerado mesmo que não aceite escolher partido algum. Em um país realmente democrático o cidadão tem o direito de fiscalizar qualquer um que venha ser o governante.

      Excluir
    2. Por isto e mt mais não confio em urna eletrônica. Se fosse "SEGURA", e à prova de fraudes, seriam adotadas pelos países desenvolvidos. Parece que o Brasil "redescobriu" a pólvora! Haja vista o papel dos PODERES CONSTITUÍDOS PARA "desrespeitar" o povo e usá-lo para ganhar eleição. Algum brasileiro pode questionar estes "DEMOS" q. nos desgovernam? Qual instância do poder tem esta função em MG?

      Excluir
    3. Com um sindicato deste, melhor sem ele.

      AGORA é cada por si.

      O negócio é sair fazendo concursos com melhores salários.

      Excluir
  101. Não faço outra coisa quando converso com meus colegas de trabalho, fazer valer nossos direitos de maneira elegante não dando nosso voto p/ estes que nos passou a perna , temos que anular os votos como forma de protesto.Como nas redes sociais nas ruas escolas enfim em todos os lugares por onde passarmos, começando já nas eleições p/ prefeito. Isso tem que ser HONRA ao descompromisso que tiveram conosco na nossa GREVE de 2011.TEMOS QUE COMEÇAR´JÁ. USAR TODO O MATERIAL QUE TEMOS DA GREVE P/ ATACAR O INIMIGO MALFEITOR PAGAR POR TUDO QUE NOS FEZ E FAZ PASSAR, AS HUMILHAÇÕES DIANTE DA SOCIEDADE E DE NOSSOS ALUNOS.A HORA É AGORA NDG SIND-UTE E TODOS QUE SOFRERAM NA GREVE.

    ResponderExcluir
  102. O dia que o pcdob for comunista o hitler reencarna e vira anarquista.

    ResponderExcluir
  103. João Paulo Ferreira de Assis23 de junho de 2012 22:34

    Gente, o Anastasia e a Dilma estão adorando esse movimento pelo voto nulo, pois ele facilita as coisas para eles. Chamo a atenção de vocês para a lei 9504, de 1997, que é a lei que rege as eleições no Brasil. Estudem-na. O voto nulo só serve para facilitar as coisas para quem já está no poder. Pode acontecer inclusive de um candidato ganhar as eleições no primeiro turno, devido ao número de votos nulos, que o beneficiaria, pois tornaria necessário um número menor de votos válidos. Os demais candidatos seriam prejudicados pelo voto nulo.

    É por isso que eu não acredito em mais nada. Essa turma toda do Anastasia vai se reeleger com um pé nas costas, e aí vamos ver o bem que o voto nulo nos fará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo João Paulo, se você que é consciente não escolhe, um analfabeto político escolhe por você.
      Temos que nos unir para escolher candidatos que nos representem.
      Vamos ter união pelo menos neste momento.
      VOTO CONSCIENTEEEEEEEEEEEE!!!!

      Excluir
    2. Mas quem são os candidatos? Só vejo mau elemento...Gostaria de VOTAR certo. Este país não tem jeito mais. Sinto muito. As alianças são duvidosas. O "negócio" é se manter no PODER e passá-lo de pai, avô e padrinho político para a "SUCESSÃO": sementes do mal.

      Excluir
    3. Colega João Paulo,

      leia minha resposta a você acima, onde explico os motivos de se votar nulo no Brasil. De fato, mesmo sabendo que nossa legislação não reconhece o voto nulo e que o voto nulo não anularia uma eleição, o verdadeiro sentido do voto nulo é a grande repercussão que gerará. Uma grande soma de votos nulos levará a questionamentos sem precedentes na história política do Brasil e, certamente, possibilitará reflexões de toda uma sociedade. Leia minha resposta a você acima.

      Voto nulo neles!

      Atenciosamente,

      Raimundo Santos

      Excluir
    4. Resposta ao colega João Paulo

      Caro colega João Paulo

      certamente que a nossa classe é desunida. Prova disso é que nunca conseguimos alavancar uma greve que atingisse pelo menos 50% do professorado mineiro. De fato, 50% do contingente do professorado em greve levaria ao caos o sistema educacional do estado, e aí sim, seríamos ouvidos.

      Quanto aos partidos políticos (PT, PSDB, PMDB, ETC), todos eles são farinha do mesmo saco sujo. Não se engane com um suposto apoio petista aos professores, pois isso não passa de mais uma artimanha politiqueira que visa chegar ao poder. Quando chegam ao poder, todas estas sanguessugas "lesa-pátria" fazem o mesmo joguinho sujo que seus antecessores de partidos contrários. Veja o exemplo do Rio Grande do Sul. Naquele estado governado pelo PT, os professores estaduais recebem o mesmo tratamento (ou até pior) que os professores mineiros governados pelo PSDB. Portanto, não se engane com algum suposto apoio petista a nossa causa, pois isso simplesmente não existe. Eles estão mesmo é atrás de nossos votos, usando o palanque do "sindinútil" como plataforma política para se elegerem e se reelegerem. Esta horda de bandidos inescrupulosos travestidos de políticos infestam todas as esferas politiqueiras de nosso corrupto, sujo, imoral e nefasto sistema político.

      O que precisamos é de uma reforma política e eleitoral urgente para moralizar este país. E não é votando que conseguiremos fazê-lo. Ao contrário, a cada nova eleição neste país, perpetua-se o "status quo" vigente, em que as injustiças sociais ficam cada vez mais visíveis.

      Portanto, o voto nulo é nosso protesto contra este sistema político criador de bandidos, déspotas e sanguessugas de diferentes partidos políticos. E uma grande soma de votos nulos levaria a uma repercussão internacional sem precedentes, o que certamente possibilitaria mudanças.

      Entretanto, repito sempre aqui que se fôssemos unidos e deflagrássemos uma greve que atingisse pelo menos 50% do professorado mineiro, certamente seríamos ouvidos.

      Atenciosamente,

      Raimundo Santos

      Excluir
  104. Eu tenho a impressão que esse tour do sindicato pelo interior mineiro é somente para fortalecer a campanha do PT.

    São três partidos que irão brigar na ponta para convencer o eleitorado mineiro, o PT, o PSDB e o PMDB com seus caciques dando as cartas, pelo PT Lula, pelo PSDB Aécio Neves que tenta atacar o PT para conseguir o apoio do eleitorado da classe média ao mesmo tempo que faz conchavos políticos com petistas como Fernando Pimentel e pelo PMDB podemos dizer que Michel Temer que vem tendo suas rusgas com a presidente da República e, do meu ponto de vista segue liderando do topo a claque peemedebista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será possível que este sujeito, cujo nome não pronuncio pq dá azar, vai ser presidente? Não merecemos tantooooooooooooo. A ...CORDA Brasil! Pode se suicidar...

      Excluir
  105. O dia que passarmos a não votar nesses calhordas ou pelo menos diminuirmos, ao máximo, os canalhas que se infiltram no poder através de nossos votos, talvez teremos os nossos direitos respeitados e quem sabe uma cidade, um estado e um país melhor, mas para isso temos que ter uma visão de coletividade e não ficar pensando nos favores pessoais que esses calhordas possam fazer. Só assim, eles também vão trabalhar mais para o povo do que para eles, porque até agora eles entram no poder com os nossos votos e lá trabalham para o bem-estar deles, da família e dos amigos capachos! Então, já passou da hora de tormarmos uma postura de cidadãos de verdade, porque a culpa de essa gente inescrupulosa estar no poder, também é nossa! E aí ficamos assistindo a todas essas barbaridades, a todos os desmandos embasbacados, exatamente porque contribuimos para esse estado de coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Continuarei VOTANDO NULOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO. Nãoooooooo CONFIO em nenhum politico de MG. A turma jovem de minha família não votará. Só começarão a votar (e anular) seus votos qdo forem OBRIGADOS, infelizmente, a participar desta palhaçada " eleição" democrática.

      Excluir
  106. "A questão tributária constitui, hoje o miolo de toda problemática que envolve a administração pública brasileira. Nunca o país precisou tanto de recursos para investir e fazer justiça social. Mas, por outro lado, o país nunca necessitou tanto de uma ampla reforma tributária que alivie a pesada carga de impostos e promova justiça social. Esse é mais um dilema brasileiro da atualidade".

    ACORDEM!

    SUA EXCELENCIA O GOVERNADOR NÃO NOS PAGA O PISO PQ DE CADA 100 REAIS QUE MG ARRECADA, 69,5 REAIS FICAM COM A UNIÃO, SOBRANDO PARA MG MÍSEROS 31,5 REAIS.
    O FUNDEB É UMA ENGANAÇÃO, PQ O GOVERNO DIZ QUE BASTA O ENTE FEDERADO OU MUNICÍPIO ABRIR AS CONTAS QUE A UNIÃO COMPLEMENTA, MAS NÃO PRECISA SER MUITO INTELIGENTE PARA PERCEBER QUE OS GOVERNADORES FICAM REFÉNS DO GOVERNO FEDERAL DIANTE DESTA INJUSTA REDISTRUIBUIÇÃO DOS RECURSOS. MG PAGA A CONTA, do café da presidenta kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    ISSO VAI DEMORAR MUITOOOOOOOOOOOOOOOOO PARA MUDAR NO BRASIL, POR ISSO VAMOS AGRADECER O PÃO DE CADA DIA, PQ JESUS GARANTIU O PÃO, a manteiga é por nossa conta.

    AMÉM!

    EX-MINISTRO E BLOGUEIRO APOSENTADO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E a "SOBRA" só pode ser usada em obras superfaturadas, condenadas após 02 anos, para garantir os mesmos no poder! A fome e a saúde não tem pressa...Onde já se viu educação para a escravaria? Pobre ter EDUCAÇÃO???? kAkaka

      Excluir
    2. E o caviá da cambada de ladrões que desgoverna o Brasil também é por nossa conta! Essa corja é descarada mesmo! Ainda tem a audácia de dar as caras num espaço como este... Vai trabalhar cambada! Experimenta começar a conquistar o pão e a manteiga de cada dia com a dignidade do trabalho honesto para que os anjos digam um justo e merecido AMÉM!

      Excluir
  107. ANÔNIMUS 23 de junho de 2012 22:51

    COMO VC ESCREVE BONITO! É SINAL DE QUE VC TEVE UMA BOA EDUCAÇÃO (QUE DEVE TER SIDO PÚBLICA PQ NA SUA ÉPOCA TINHA QUALIDADE). TÁ VENDO TIGRADA, QUE QUEM ESTUDA VENCE?
    EU IMAGINO VC UM HOMEM DE UNS 60 ANOS (ESTOU ERRADA?), IMAGINO VC SIMPÁTICO, ELEGANTE, PORÉM VC SEMPRE USOU A REDE SOCIAL ERRADA! APESAR DE VIVERMOS NUM TEMPO ONDE SE ESCREVE POUCO - DEVIDO A INTERNET - AINDA SIM EXISTEM 1 MILHÃO, 061 MIL E QUINHENTAS E DEZ PESSOAS QUE (SOMENTE NAS MINAS) AINDA GOSTAM DE LER COISAS COMO AS QUE O PROFESSOR EULER POSTA.
    MAS OS SR. TAMBÉM ESCREVE BEM... SABE QUE ESTOU FICANDO APOIXANADA? kkk
    A GENTE SE ESBARRA, OU MELHOR, SE CONECTA... NOSSO AMOR A GENTE INVENTA, SEJA VIRTUAL OU REAL... NÃO DEIXA DE SER AMOR!

    BEIJINHO NO ROSOT.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, o que é isso?!!! Estranho!!! Elogiou, criticou???? Que coisa mais obscura para este espaço!!!

      Excluir
    2. Exu caveira? Que esquisita!

      Excluir
    3. É pomba gira, companheiro!

      Excluir
  108. Concordo plenamente.Se esses bandidos não tiverem votos, eles precisarão trabalhar como todos nós .Verão que se, queiserem estar nessa posição privilegiada de ser políticos, terão que ser melhores, mais sérios com o povo.Vamos anular votos de norte a sul e vamos ver as consequências.Aí sim teremos algo.Teremos mais respeito.A culpa é nossa de tudo o que está aí de lixo político.Não podemos ficar reclamando pois foi com os nossos votos que os ladrões estão nos matando aos poucos.Colocamos eles lá para nos degolar.Voto nulo.Vamos nessa .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não concordo com voto nulo.o voto tem que ter validade..o problema é vc achar un candidato que mereça um voto de confiança...pois todos ou quaze todos são corruptos ,os que não são qdo chega lá onde querem deixe se iludir pelo poder e pelo dinheiro...tá dificil...mas esqueci aqui é o BRASIL...

      Excluir
    2. Apesar de chegarmos à conclusão de que o POLÍTICO BRASILEIRO bom é o que nasceu morto, ainda assim penso que VOTAR é um exercício de democracia, de cidadania, mesmo que tenhamos a sensação de que em termos políticos no Brasil, estejamos vivendo num pântano, contudo é preciso votar, votar e votar sempre, até porque se o sujeito não prestou, coloquemos para fora, eles têm que saber que se não mostrarem serviço vão ser postos porta fora, o problema é que eles entram e depois se acham peça de patrimônio do país, se instalam no poder e não querem sair mais, ficam 8,16 com os nossos votos, nisso somos muito culpados e até se aponsentam, isso quando não começam a colocar irmão, irmã, filho, filha, sobrinho, sobrinha, esposa, genro, nora etc., ou seja fazem da política brasileira uma dinastia. A COISA é tão boa para eles que vemos de 4 em 4 anos as raposas velhas da política abrindo espaços para os parentes, exatamente para conservar as CANALHICES na mão de determinados SOBERANOS. Nós estamos vendo isso com muita clareza aqui nas Gerais, é só ver os NOMES DE FAMÍLIA que a turma mais nova carrega. É com essa patifaria é que temos que acabar, mas votando, votando e tirando, votando e tirando. Não podemos deixar essa gentinha criar raiz, erva daninha a gente extirpa antes que se espalhe e os políticos brasileiros podem ser comparados a elas sem usar metáfora, a comparação é explicita mesmo! Por isso não podemos ficar vendo a banda passar, chega! Espero que inauguremos um novo tempo, já nas eleições de outubro. Lembremos de todos os DEPUTADOS que agiram contra nós, vejamos que são os seus afilhados nas prefeituras por todo o ESTADO e façamos um corpo a corpo, na família, na vizinhança, com os amigos. Nos valendo do pé de orelha, do facebook, do e-mail, do celular, do que for possível para minar o terreno desses CALHORDAS. Este é o ano!!

      Excluir
    3. João Paulo Ferreira de Assis24 de junho de 2012 20:17

      Apoiado.

      Excluir
  109. professorado

    hoje fui tomar cafe na padaria e entro um homem que cumprimetou o dono e pediu cafp. enquanto eu olhava a beleza do ceu, os canarinhos gorgeando, o home que entr pergunto pro dono porque ele havia vendido a padaria dele mais pro centro da cidade.
    o dono da padaria dize que trabalhava demais, tinha 10 funcionarios e nao tinha vida.
    ele continuou contando que agora ganhava menos dinheiro, mas descansava mais. o homem olhou ele, acabou de tomar o cafe e foi embora.
    enquanto eu tomaba meu cafe fiquei pensando que aquele meu primo que esta nos estados unidos tem razao: brasileiro ainda trabalha muito pouco perto de europeu e americano. la na terra dos gringo se trabalha de segunda a segunda, onde a pessoa tem uma folga remunerada na semana. meu primo voltou semana passada lá da terra da gringada e me disse que ficou espantado vendo que tem brasileiro que aposenta com 50 anos. se ele viver 80 anos, quem vai pagar essa conta durante 30 anos?
    estamos no ceu e nao sabemos. e o piso? tô esperando, cade a justica desse pais?
    porque o sindute não entra com uma ação para que um dia o stf exija do entao governador de minas geria que ele tera que pagar o piso ou sera suspenso do poder?
    porque que nos estdo que o pt governa não se paga o piso?
    aguardo resposta

    ResponderExcluir
  110. Estou com o anônimo das 12:30h, eu também não confio nessa tal urna eletrônica. Maracutaia minha gente, maracutaia pura...

    ResponderExcluir
  111. Meu amigo anônimo das 12:23 a comparação de seu parente com o Brasil não procede. Trabalhar até os 80 anos com qualidade de vida é diferente de trabalhar até os 50 doente e sem assistência médica, com salário ruim e sem condições de trabalho, na maioria das empresas. Seu parente foi para os Estados Unidos e esqueceu do país de onde ele saiu, diga a ele que a coisa aqui continua a mesma, ou ele está se considerando um americano e agora passou achar que essa gente morena daqui é preguiçosa! Só essa que nos faltava, brasileiro explorado pelos americanos, porque lá não está de boa, pode ganhar dinheiro, mas é visto pelos de pele branca como umcidadão de 5ª categoria e vem criticar seu povo, na hora que a coisa apertar por lá é para cá que vem, e virá porque a coisa anda feia por lá! Vamos cobrar o que nos é de direito nesta Terra e deixemos de comparação. Tratemos de ter identidade!

    ResponderExcluir
  112. João Paulo Ferreira de Assis24 de junho de 2012 19:53

    Gente, o voto nulo é a abdicação da cidadania. Você ao votar nulo conscientemente está deixando para um eleitor iletrado decidir por você. E se ele foi comprado pelo candidato, ele vai elegê-lo e você sofrerá as consequências pelos próximos quatro anos.
    O que importa hoje são os votos válidos. Já foi o tempo em que a maioria de votos nulos e brancos barrava a eleição de um candidato. Quer dizer, barrava teoricamente, porque na prática, os juízes eleitorais colocavam o número superior de votos brancos e nulos na coluna do candidato e o número inferior de votos do candidato na coluna dos nulos e brancos. Isto aconteceu em 1970 num município da Comarca de Barbacena que tinha candidato único.
    O voto nulo, por exemplo, vai ajudar muito o Márcio Lacerda a se reeleger. Não se iludam. Ele é inimigo dos professores. Foi ele que sugeriu que para cada um de nós que estivesse em greve, SE PUSESSE QUATRO SOLDADOS. (DOIS SEGURANDO E DOIS BATENDO)Imaginem se esse homem vai a governador! O que será de nós? Pensem que o movimento do voto nulo até pode dar alguma coisa em Belo Horizonte, mas o interior em sua maioria vota válido.

    O que devemos fazer então:

    Vamos prestar atenção ao que PROMETEM OS CANDIDATOS.Promessas mirabolantes devem afastar o seu voto naquele candidato.
    Quando tiver um debate televisivo, gravar, para poder assistir mais de uma vez e formar opinião, pois de repente um candidato pode ter um ato falho.
    Não se limitar só a votar. Há que se cobrar do candidato eleito o cumprimento das promessas (NÃO SE ESQUEÇAM, PROMESSA ELEITORAL É TÍTULO EXECUTIVO, ouvi isso de um professor no curso de Direito).

    Muita atenção a candidatos apoiados demais pela mídia. Ficar longe deles. OS INTERESSES DA MÍDIA NÃO SÃO OS NOSSOS. SÃO TOTALMENTE OPOSTOS.

    Para terminar, manifesto meu respeito por quem defende o voto nulo, mas respeitosamente exerço o meu direito de discordar e de mostrar que o voto nulo até ajuda candidatos indesejáveis a ganhar eleições.

    João Paulo Ferreira de Assis.

    ResponderExcluir